Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XI

| EDIÇÃO 550

| 10 DE AGOSTO DE 2018 |

R$ 3,00

Orgulho de São Miguel Fabiano Gasperin

Ao lado do irmão Carlos e sobrinho Vinicius, Clemente Valandro recebe Certificado Agricultor Destaque em sessão prestigiada na Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton Matéria Especial, páginas 2 a 4, e Editorial

INSIDE

EDUCAÇÃO

Casa de Cultura expõe itens que fizeram parte da história da família até o dia 6 Capa e página 3

Colégio e Faculdade CNEC promovem, Às vésperas do Dia dos Pais, relembramos nesta sexta, a 1ª Noite de Debates os 20 anos do consagrado “A Vida é Bela” Página 13 Inside, páginas 10 e 11

Casal Moschetti em destaque Sustentabilidade em voga

SÉTIMA ARTE

Absoluta prova de amor paterno


2

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

FORÇA DO CAMPO

Agraciado por legião de amigos Certificado Agricultor Destaque entregue a Clemente Valandro e família superlota Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton dos Santos (PP), Jorge Cenci e Fabiano André Piccoli (PT), além de Marcos Zucco, presidente do Conselho de Desenvolvimento Rural, que indicou o nome de Clemente para o recebimento da outorga. Em comum no discurso de todos, o reconhecimento do trabalho realizado ao longo dos anos pela Família Valandro e sua inserção comunitária e ações beneficentes, que levaram uma legião de amigos a prestigiar o momento especial. Com a voz embargada, Clemente relatou a trajetória de seus antepassados, a lida no campo, a adoção de diversas culturas e, por fim, a aposta que se revelou acertada na fruticultura, com a produção de bergamotas e, especialmente, de laranjas de umbigo da variedade Monte Parnaso, de colheita tardia e melhor adaptada ao

Ramon Cardoso

S

empre concorrida, a sessão solene de entrega do Certificado Agricultor Destaque foi novamente especial neste ano. Ocorrida na segunda à noite, ela lotou as dependências do Legislativo na distinção conferida a Clemente Valandro, mas extensiva a seu irmão Carlos Afonso e seu sobrinho Vinicius. “Este é um dia muito especial. É um título que muito nos honra e, acima de tudo, nos comove pelo significado que tem, de representar o trabalho do agricultor”, declarou um visivelmente emocionado Clemente. Ele falou após as bancadas utilizarem a tribuna com os vereadores Sandro Trevisan (PSB), Aldir Toffanin (PDT), Tiago Ilha (PRB), Alberto Maioli (Rede), Tadeu Salib

Reconhecimento Os casais Rosa e Clemente, Carlos e Ivanete e Vinicius (com o pequeno Vicente no colo) e Raquel: Família Valandro recebe justa distinção das mãos de Pedrozo e Brunet na sessão legislativa

frio farroupilhense. A propriedade dos Valandro, em São Miguel, produz cerca de 350 toneladas por ano de bergamotas e laranjas, que coloca a família entre as cinco principais produtoras das culturas no Rio Grande do Sul. Antes da entrega do certificado, repassado pelo vice-prefeito Pedro

Pedrozo e pelo presidente do Legislativo, vereador Tiago Brunet, o irmão de Clemente, Carlos, fez questão de solicitar a presença das esposas do trio e realizou uma entrega de flores às companheiras, um pilar imprescindível para a conquista. “Em nossas mãos estão a felicidade ou o sofrimento.

Não podemos voltar no tempo e apagar o que foi feito, mas sempre podemos começar de novo e fazer diferente. Gostaria que todos os presentes levem para casa um abraço da Família Valandro. Muito obrigado pela presença de todos”, declarou Clemente, sendo aplaudido de pé pelos que compareceram ao Legislativo.


3

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

FILHO DE SÃO MIGUEL

A orgulhosa inserção comunitária Fabiano Gasperin

A

pós a manifestação emocionada do homenageado da noite, Simone Guerra fez uso da tribuna em nome da comunidade de São Miguel. Em um discurso onde a emoção também se fez presente em muitos momentos, Simone falou do orgulho em contar com a Família Valandro como representantes da localidade do 4º Distrito. “São Miguel sente-se honrada e agradecida às famílias de Clemente Valandro, Carlos Afonso Valandro e Vinicius Valandro por divulgarem nossa pequena localidade e por nos permitirem o convívio e partilha de nossa vida familiar e comunitária”, declarou. Ela solicitou a presença de Ronaldo Guerra, Geraldo e Lourdes Sperafico e Ênio e Carmen Ravissoni para entrega de placas aos homenageados e

Orgulho da terra Ronaldo, Simone, Geraldo, Lourdes, Carmen e Ênio foram os representantes da comunidade de São Miguel e do 4º Distrito que felicitaram os homenageados da noite

flores às esposas. Esse envolvimento comunitário havia sido destacado, minutos antes, por Clemente. “Aprendi, desde meus avós, que além do trabalho temos como missão colaborar com causas sociais e comunitárias. Meu avô (Josué) foi um dos fundadores

do Hospital Beneficente São Carlos. Ele e meu pai (Abílio) ofereceram hospedagem para os pedreiros que trabalharam na construção da igreja de São Miguel”, relembrou Clemente, que trabalhou junto à Comissão Pró-Asfalto de São Miguel, é presidente do Círculo de Pais

e Mestres da Escola Santa Cruz pelo segundo mandato e realiza doações de frutas para escolas e entidades assistenciais do município. “Meu pai costumava dizer que o exemplo ensina mais do que as palavras. E é isso que vimos aqui, nesta noite. Um exemplo de

trabalho, mas também de ternura, de muitas lágrimas emocionadas que foram derramadas. Nesta noite só podemos dizer muito obrigado à Família Valandro”, salientou Pedrozo, representando o Poder Executivo e encerrando os discursos da sessão solene e festiva.


4

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

Imagem: Reprodução

AGRICULTOR DESTAQUE

Alegria partilhada

C

lemente, Carlos e Vinicius Valandro, os homenageados da noite, se postaram na entrada do Legislativo e fizeram questão de cumprimentar um a um os que chegavam à sessão da Câmara de Vereadores. Mais do que isso, tão logo seu nome foi definido para o recebimento da outorga, Clemente iniciou uma peregrinação por todo o interior, visitando os vencedores do

prêmio e convidando-os para participar da sessão solene. A relação do Jornal Informante com a Família Valandro também é antiga. Antes mesmo da publicação de nossa Edição 1, produzimos um Caderno Especial do Setor Primário, onde foi destacada a produção (em evidência já naquela época) de frutas cítricas na propriedade de São Miguel. A matéria circulou na Edição 3 do Tabloide, em 21 de março de 2008 (veja reprodução ao lado). Fabiano Gasperin

Rol de agraciados Com o ex-vereador Orlando Pegoraro, autor do projeto que instituiu a entrega do certificado, e alguns dos vencedores da distinção, Família Valandro valoriza não somente os contemplados, mas também todos os agricultores


6

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

Reforma da CLT: a Lei 13.467/2017 em normas de direito Daniela Vasconcellos Gomes *

U

m dos pontos de grande discussão com a entrada em vigor da Lei 13.467/2017, que impôs a reforma da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), é a sua aplicabilidade em relação a questões de direito material, ou seja, se a reforma legislativa retroagiria aos contratos já existentes ou se seria aplicável somente aos contratos novos. Existem normas de direito intertemporal para resolver a questão, como o artigo 5º da Constituição, e o artigo 6º da Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro, que assim dispõem: “Art. 5º/CF. [...] XXXVI - a lei não prejudicará o direito adquirido, o ato jurídico perfeito e a coisa julgada” e “Art. 6º/LINDB. A lei em vigor terá efeito imediato e geral, respeitados o ato jurídico perfeito, o direito adquirido e a coisa julgada”. Para melhor entendimento do tema, cabe esclarecer que o ato jurídico perfeito é aquele já consumado segundo a lei vigente ao tempo em que se efetuou; o instituto do direito adquirido é um recurso para limitar a retroatividade da lei, pois assegura que os direitos já adquiridos por uma pessoa não podem ser prejudicados por novas leis; e a coisa julgada diz respeito à decisão judicial de que já

não caiba recurso. Assim, pela lei brasileira, fica claro que a lei não poderia retroagir, mas alguns insistiam (e alguns ainda insistem) na retroatividade da lei, e outros que a nova lei somente seria aplicável aos contratos de trabalho iniciados após a entrada em vigor da legislação. A polêmica ficou ainda pior a partir da metade de abril, pois perdeu eficácia a Medida Provisória 808/2017, que dispunha: “o disposto na Lei 13.467, de 13 de julho de 2017, se aplica, na integralidade, aos contratos de trabalho vigentes”. Assim, com a perda da eficácia da Medida Provisória 808/2017, teria


7

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

aplicabilidade da relação às material Divulgação

restado uma lacuna normativa sobre a aplicabilidade da lei. Para esclarecer a questão, podemos elencar três situações distintas em relação à aplicabilidade da reforma da CLT. Situação 1: Aplicação em relação aos contratos encerrados antes de 11/11/2017: a modificação na lei não permite a aplicação retroativa das novas disposições em relação a atos jurídicos perfeitos, que recebem proteção não apenas da legislação, como da própria Constituição Federal de 1988. Situação 2: Aplicação em relação aos contratos celebrados a partir de

11/11/2017: quanto a estes, não há qualquer dúvida quanto a aplicação integral da Lei 13.467/2017. Situação 3: Aplicação em relação aos contratos celebrados antes de 11/11/2017 e que continuam ativos: assim, a maior controvérsia se instaura em relação aos contratos em curso. Já se sabe que não há dúvidas de que os atos jurídicos praticados sob a lei anterior não são alterados pela nova lei, mas as dúvidas surgem em relação aos atos praticados após a data de 11/11/2017 em relação aos contratos anteriores a lei. Nesse caso, o direito adquirido protege os direitos do trabalhador até 10/11/2017, não podendo se projetar para o futuro, pois nesse caso, não há direito adquirido, e sim mera expectativa de direito. Além disso, é preciso ressaltar que a Lei 13.467/17 não é uma lei superior às demais. Não faz letra morta da Constituição Federal e dos tratados internacionais relativos aos direitos humanos e aos direitos sociais, nem se sobrepõe aos princípios, conceitos e institutos jurídicos do Direito do Trabalho, de modo que muitos juízes trabalhistas já têm demonstrado que não deverão aplicar de forma literal a legislação imposta, como visto no 19º Congresso Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho, ocorrido em maio de 2018. * Advogada (OAB/RS 58.090)


8

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

O exemplo que cativa e conquista Sempre prestigiada, a sessão solene que confere a distinção Certificado Agricultor Destaque, neste ano, foi ainda mais especial. A entrega da outorga a Clemente Valandro e extensiva a seus familiares, o irmão Carlos e o sobrinho Vinicius, além de merecida, foi pautada pela emoção (veja na Matéria Especial, páginas 2 a 4). O trio homenageado mostrou parte de sua produção de frutas cítricas, laranjas de umbigo especialmente, na decoração do Legislativo e recebeu, na entrada da Câmara de Vereadores, todos os que chegavam para a sessão solene. Mais do que isso, Clemente,

tão logo soube que seria o agraciado, fez questão de visitar os antigos contemplados com a honraria e convidou todos a comparecerem à homenagem. São gestos simples, não resta a menor dúvida, mas que falam muito sobre a Família Valandro, que se emocionou por diversas vezes ao longo da noite e, da mesma forma, emocionou os presentes à Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton com sua trajetória de vida, fé e, sobretudo, trabalho. Não de graça a Câmara estava lotada. A jornada de Clemente, Carlos e Vinicius sintetiza muito da cultura farroupilhense. O trio também enfrentou

dificuldades com as videiras, teve que apostar em novas culturas e empreendeu de maneira ousada para chegar ao sucesso, que já era notado há mais de uma década, em uma das primeiras matérias do Jornal Informante (confira na página 4). O roteiro de vida dos Valandro se confunde com o Setor Primário da cidade, que de igual maneira necessitou se reinventar, e hoje é um dos mais pujantes do Estado. E essa cultura empreendedora, anos mais tarde, chegou ao Setor Secundário e se processou com a mesma lógica. O prêmio é inquestionável e jus-

tíssimo, mas para assegurar que o exemplo da Família Valandro expressa marcas da cidade, parte de sua produção é doada para escolas e entidades assistenciais do município que, não custa lembrar, tem a fraternidade e solidariedade como uma de suas grifes mais representativas. Clemente destacou, logo no início de seu discurso, que o orgulho pelo recebimento da distinção era por estar ali representando o trabalho do agricultor. Um orgulho que não foi só dele, mas também de São Miguel, do 4º Distrito e de Farroupilha por reconhecer um digno filho da terra.

que usamos a crítica ao outro como forma de defesa de nosso ego. Sigmund Freud, Pai da Psicanálise, como o conhecemos, em seu texto “Mal Estar da Civilização”, escreve sobre o desconforto humano em dar conta de seus desejos e às exigências impostas pela cultura. A Civilização, portanto, trava uma luta constante contra o homem isolado e sua liberdade, substituindo o poder do indivíduo pelo poder do consumismo. Para Freud, o sofrimento humano provém de três fatores principais: do corpo, do mundo externo e dos relacionamentos. Os três permeiam nossa vida em socie-

dade. No entanto, se busca através evitar o sofrimento e encontrar a felicidade, através de atividades psíquicas superiores, através do amor, do trabalho e das artes. Na entrega através do amor, na construção humana através do trabalho e na liberação de nossas imagens inconscientes através da produção artística, podemos de fato encontrar o caminho da felicidade. E aí, sim, deixamos de lado o pré-conceito e aprendemos a lidar com o respeito, a diplomacia, a gratidão e o afeto diante do mundo e da cultura.

OPINIÃO

Sobre eu e vocês Rita Rosa Baretta * Na atualidade, em nosso dia a dia, acabamos nos surpreendendo com gestos, situações, comportamentos que deveriam ser regras, mas nos surpreendem exatamente por não ocorrerem corriqueiramente. Tem faltado, em nossos dias, respeito à presença do outro, ao posicionamento do outro, de quem é o outro e como é o outro. Falta aceitação simplesmente. Diante da corrida do “Ter”, imposto pelo social, sinais de agradecimento terminam sendo surpreendentes. Pouco nos comprometemos, muito apontamos. Somos julgadores

do pensar e agir do outro, mas mantemos os espelhos longe de nossas vistas. Sabemos perfeitamente tudo na teoria, se pararmos na esquina, temos todas as regras e determinações em saber no que o outro está acertando, mas principalmente o que tem de errado. Sempre é mais fácil atribuir o erro do outro, do que a nossa própria falha. Em um contraponto, nosso desejo é sermos compreendidos, apoiados e não julgados. Queremos de fato ser compreendidos no amplo sentido. Que nossas decisões, posturas e emoções sejam amplamente acolhidas. É em todo esse emaranhado

Índice

Editorial

Matéria Especial....................................... Páginas 2 a 4 Editorial e Opinião.................................. Página 8 Economia ..................................................... Página 10 Cidade .......................................................... Página 11 Política ....................................................... Página 12 Educação..................................................... Páginas 13 e 14 Esporte........................................................ Página 15

Inside

Especial ....................................................... Capa Cinemas ........................................................ Página 2 Cultura ........................................................ Página 3 Crônicas da Redação............................... Página 4 Agenda ......................................................... Página 4 Música .......................................................... Páginas 5, 8 e 9 Paulo Roque Gasparetto ....................... Página 5 Social ........................................................... Páginas 6 e 7 Fabrício Oliboni ....................................... Página 8 Dolores Maggioni .................................... Página 9 Sétima Arte................................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ................................................. Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas Mês da Advocacia ................................... 8 páginas Dia dos Pais.............................................. 8 páginas

Redação - redacao@jornalinformante.com.br Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial-comercial@jornalinformante.com.br Camila de Lima Alves camila@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br Rafaella Anhaia Alvarenga comercial3@jornalinformante.com.br

Anúncios-anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro-financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

* Psicanalista

Assinaturas-assinaturas@jornalinformante.com.br Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Gustavo Pimentel Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


10

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

RECONHECIMENTO

Senac é Prata no Qualidade RS Premiação acontece na próxima segunda, no Centro de Eventos da FIERGS, em Porto Alegre, repetindo feito de 2016 quanto estamos evoluindo com base no sistema de avaliação, cumprindo os fundamentos dos quais constantemente melhoramos nossas práticas e processos”, ressalta Evandra Scottá, diretora da unidade local. A avaliação é ampla, com uma série de quesitos que englobam pensamento sistêmico, compromisso com as partes interessadas, aprendizado organizacional e inovação, adaptabilidade, liderança transformadora, desenvolvimento sustentável, orientação por processos e geração de valor. O Senac Farroupilha é também certificado pela ISO 9001 e reconhecido pelo PGQP desde 2011, sendo que em 2014 ganhou o Troféu Bronze e em 2016 o Prata. No ano passado não concorreu ao prêmio.

Juliana Inês Casa Barbieri

P

restes a completar 20 anos em Farroupilha, comemoração que será celebrada no próximo mês, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) tem mais um bom motivo para comemorar: foi reconhecido pela segunda vez com o Troféu Prata no Prêmio Qualidade RS. É uma distinção entregue às organizações que mais se destacaram na busca pela melhoria contínua no sistema de gestão, criado pelo Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP). A entrega da distinção será na próxima segunda, às 19h, no Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), em Porto Alegre. “O reconhecimento é de grande valia para a equipe do Senac Farroupilha e também para o Senac RS. Participar do processo todo, desde a inscrição até a visita dos avaliadores gera um grande envolvimento de toda equipe. O agraciamento demonstra o

Time prata por duas vezes Parte da equipe Senac que garante excelência nos atendimentos e na execução dos serviços

Saiba mais sobre o Senac Farroupilha

Conta com 17 colaboradores e vários prestadores de serviços educacionais. Oferece cursos nas áreas de moda, beleza, idiomas, informática, gestão e negócios, além de formação de aprendizagem profissional comercial. Atende empresas e outras instituições na modalidade in company, atua com ações voluntárias socioeducativas e é polo em cursos técnicos, de graduação e pós-graduação a distância. Além de Farroupilha, atende também os municípios de São Vendelino, Bom Princípio, Vale Real, Alto Feliz e Feliz.


11

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

TRÂNSITO

Alguém quer me adotar?

Após asfaltamento, sentido da via entre 13 de Maio e 3 de Outubro é alterado

ONG dos Peludos

Trecho da Júlio em mão única

Carvão precisa de uma casa acolhedora. É de porte médio, está castrado, vacinado e é de comportamento dócil. Contatos para adoção pelos fones 999.515.440 e 981.663.349. Importante: a ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes.

Juliana Inês Casa Barbieri

Obituário

Atenção motoristas Integrando projeto de melhorias na Júlio, trânsito passou a ter sentido único em novo trecho asfaltado

M

ais um trecho da Júlio de Castilhos, no Centro, recebeu obras. Foram finalizados os serviços de asfaltamento entre a 13 de Maio e a 3 de Outubro, sendo que desde a última terça o trânsito passou a ser em mão única nessas vias, sentido Centro ao bairro Planalto. Também foram instaladas novas placas de sinalização e pintadas faixas de pedestres. O investimento nesta parte da obra foi R$ 300 mil, proveniente de emenda parlamentar do deputado federal Ronaldo Nogueira (PTB/RS). Os serviços integram projeto de revitalização da Júlio de Castilhos que recebeu parklets, tendo espaço com bancos, mesas, pergolado, lixeiras e bibcicletário, além

de nivelamento da rua, ampliação e melhorias em calçadas. A proposta é ter acessibilidade, proporcionar espaços de convivência e um maior aproveitamento da área central. No total são três projetos que devem ser implantados na Júlio, num investimento de R$ 800 mil, custeados por emendas parlamentares e por recursos próprios do município. Outras mudanças já realizadas entre a Cel. Pena de Moraes e a Independência foram o nivelamento na altura do meio fio das calçadas, acessibilidade dos pedestres e deficientes físicos com construção de rampas, barreiras nas esquinas para direcionar os pedestres às faixas de segurança e instalação de piso tátil. Na quadra entre a Independência e 13 de Maio as obras têm como proposta o alargamento da calçada.

2 de agosto Leonir Antonio Rossetti, 61 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 4 de agosto Remidio João Viel, 72 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade São José, de Linha Sertorina (3º Distrito); Santa Justina Moreira, 92 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Estevão Levinski, 84 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade São Luiz, em Planalto; Leonorio Rosina, 84 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Laurinda Ramos da Silveira, 87 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 5 de agosto Paulina Jofina Zangalli, 87 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 6 de agosto Assis Vieira Amaral, 45 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 7 de agosto Silvana Maria Picolotto, 52 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de São Marcos (1º Distrito); Noemir Teresinha Marques Gaspar, 74 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Adelir Alberto Zardo, 84 anos. Memorial Crematório São José, em Caxias do Sul; Liria Maria dos Santos, 76 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 8 de agosto Terezinha Pasuch Nilson, 86 anos. Sepultamento no cemitério do município de Nova Roma do Sul; Domingos Perin, 65 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Alexandre Antunes, 41 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal.


12

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

NO PODER LEGISLATIVO

Em visita à Câmara, presidente da Corsan revela plano de investimento No cargo há dois meses, Jorge Luiz Costa Melo destacou que pretende universalizar o tratamento de esgoto na cidade pan), Ângela Silvestrin, entregou um documento com mais de 700 assinaturas de farroupilhenses reivindicando melhorias quanto aos serviços e qualidade da água oferecida na cidade. Na oportunidade, o diretor presidente anunciou os planos de investimento da Corsan para universalizar o tratamento de esgoto na cidade, prevendo os resultados das obras até 2020. Conforme Melo, a pretensão é de investir em R$ 112 milhões na rede de esgoto e outros R$ 70 milhões na água. Ainda no encontro, Brunet também fez questão de alertar Melo sobre a contaminação existente nas águas que abastecem a cidade, requerendo

Gabriel Venzon

E

nvolta em polêmicas, a Companhia Rio-Grandense de Saneamento (Corsan) esteve, por meio de seu diretor presidente, Jorge Luiz Costa Melo, na Casa Legislativa Lidovino Antônio na quarta pela manhã. O executivo assumiu o cargo há cerca de dois meses e se reuniu com o presidente do Legislativo, vereador Thiago Brunet. Anteriormente, Melo ocupava o cargo de diretor financeiro da Companhia, posto em que estava desde 2015. Brunet, acompanhado da presidente da Associação Farroupilhense de Proteção ao Ambiente Natural (Afa-

uma atenção especial no processo. O Plano, bem como seu cronograma de ações e inves-

timento, que foi apresentado pela Corsan, está em análise pela prefeitura.

Pauta necessária Melo e Brunet discutiram questão sanitária na quarta pela manhã


13

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

REFLEXÕES

Pensando um futuro sustentável Noite de Debates acontece nesta sexta, na Faculdade CNEC Farroupilha, num movimento nacional da rede cenecista ainda o acadêmico de Gestão de Processos Gerenciais, Maicon Santos Probst, com mediação de Marcos Ricardo Pretto, diretor da Faculdade CNEC Farroupilha e do Colégio CNEC Farroupilha Angelo Antonello, instituições promotoras do evento. “Procuraremos abordar o quanto nós, num primeiro momento como País, avançamos em relação aos objetivos de sustentabilidade e também em nosso município na pontuação de boas práticas de preservação”, reforça Pretto. O evento é encabeçado pelo CNEC Cidadania com a chamada “Preservar agora é acreditar no futuro” e integra o Dia do Estudante, lembrado neste sábado. Aderindo a mobilização, os alunos do Colégio CNEC Farroupilha distribuíram sementes, mudas de árvores e realizaram plantio de flores durante esta semana.

Divulgação

O

intuito é estimular debate sobre temas de relevância global, construindo propostas para amenizar impactos e contribuir com a preservação de recursos para as próximas gerações. Essa é a proposta da Noite de Debates que acontece nesta sexta, às 19h30min, no auditório da Faculdade CNEC Farroupilha. O evento é aberto à comunidade e a entrada é gratuita. Na condução da temática estará Patrícia Maino Wartha, que é docente de Direito da Faculdade CNEC Farroupilha e doutora em Qualidade Ambiental, além do engenheiro ambiental Gustavo Bartelli, que é sócio proprietário da Sustentare Soluções Ambientais e presidente do Conselho Municipal do Meio Ambiente. Na mesa de discussão terá

Pelo planeta Alunos do Colégio CNEC distribuíram mudas de árvores e mobilização terá sequência nesta sexta, na Noite de Debates

Aprovação Inscrições para cursos de extensão na UCS Farroupilha

A Universidade de Caxias do Sul (UCS) está com matrículas abertas para cursos de extensão no Campus Universitário de Farroupilha. Há vagas para Planejamento Estratégico na Prática; Gestão Estratégica de Remuneração Fixa; Planejamento Estratégico na Administração Pública; Mediação de Conflitos e Práticas Vivenciais e Juizado Especial Cível. Em Educação a Distância (EAD) há Coleções Especiais em Bibliotecas Universitárias; Educação Financeira na Educação Básica, além de Educação Inclusiva. Inscrições em www.ucs.br.


14

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

EVENTO

Bingo numa homenagem aos pais Escola promove tradicional evento nesta sexta, em Nova Milano, e expectativa é de de reunir 800 participantes Os valores arrecadados serão revertidos para o educandário. No último ano foram adquiridos aparelhos de ar condicionado e uma televisão. De acordo com a diretoria Flávia Zanfeliz Zangalli, além de proporcionar benfeitorias para a instituição, é um importante momento de lazer para a comunidade escolar. Uma das atrações será a apresentação do coral da escola regido pelos músicos Mateus e Maria Carolina Brites, com canções em homenagem ao Dia dos Pais. A última edição do bingo teve cerca de 800 participantes e a expectativa é de repetir o feito neste ano. O evento é realizado há uma década pela instituição, numa promoção conjunta com o Círculo de Pais e Mestres (CPM).

Programe-se O que: Bingo da Escola Santa Cruz Quando: nesta sexta, às 19h30min Onde: salão comunitário de Nova Milano (4º Distrito) Quanto: R$ 10,00 a cartela que concorre a quatro rodadas

Divulgação

P

ara passar uma sexta divertida com a família e amigos, a Escola Municipal Santa Cruz promove o tradicional Bingo que acontece em homenagem ao Dia dos Pais. O evento será no salão da comunidade de Nova Milano, no 4º Distrito, com início às 19h30min. São cerca de 50 brindes entre poltrona, batedeira, bicicleta, forno elétrico e uma série de outros itens, todos obtidos com doação do comércio local e das próprias famílias dos estudantes. O bingo é aberto à comunidade em geral e o valor da cartela é R$ 10,00, que pode ser obtida na secretaria da escola ou diretamente no local.

Rodadas de sorte Evento reverte lucro para melhorias na própria escola

Aprovação Vagas para aulas de Italiano

Ainda restam algumas vagas para turma de Italiano do Círculo Cultural Ítalo-Brasileiro de Farroupilha que iniciou as atividades nesta semana. No nível iniciante, as aulas acontecem às quintas, das 19h às 21h30min, na sede da instituição. A regente da turma é a professora Henriette Maggioni Pastori. Matrículas podem ser feitas diretamente no Círculo (Cel. Pena de Moraes, 513, sala 909, no Shopping Omar Valentini), que atende de segunda a sexta, das 9h30min às 11h30min e das 13h30min às 19h. O valor é R$ 775,00 o semestre e R$ 210,00 o material que compreende um livro e caderno de exercícios.


15

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

GAUCHÃO FEMININO

Folga oportuna para ajustes Sem jogo no fim de semana, Brasil treina para melhorar performance em busca da primeira vitória no estadual

estreia em casa foi longe da ideal. Um início com pouca concentração custou caro ao time feminino do Brasil no primeiro duelo válido pelo Gauchão nas Castanheiras. A equipe foi superada pelo Estrela, segue sem pontuar na competição estadual e folga na rodada intermediária do Grupo A. O sábado será dedicado a um treinamento em busca de um melhor entrosamento das meninas rubro-verdes. No confronto contra o Estrela, um pênalti, logo aos 2 minutos, desestabilizou o time. Marcele abriu o marcador para os visitantes que seguiram

Ramon Cardoso

A

Brasil

na pressão e chegaram ao 2 a 0 com a centroavante Jéssica, aos 10 minutos. A partir daí, a equipe rival se fechou, fez uma marcação baixa e optou apenas por explorar os contra-ataques. A desvantagem permaneceu até o intervalo, quando o técnico Eder Vanzin fez trocas que melhoraram o time. Especialmente o ingresso das meias Bruninha, Bianca e da centroavante Tuca deram mais consistência ofensiva ao rubro-verde. Porém, aos 20 minutos, a meia Kamila, do Estrela, acertou um chute no ângulo da goleira Gil e aumentou a vantagem para 3 a 0. O Brasil conseguiu o gol de desconto com Tuca, aos 27 minutos, desviando cobrança de falta e se antecipando a goleira Andréia, que teve uma grande atuação. “Estivemos muito desatentos no início do confronto. No 2º tempo equilibramos as ações, mas tomamos o terceiro gol justamente quando estávamos melhor. As meninas que ingressaram no intervalo entraram bem. Agora é treinar e o quanto antes

Revés em casa A meia Bruna Galiotto tenta levar o Brasil à frente: bom público nas Castanheiras acompanhou a derrota das meninas rubro-verdes diante do Estrela

conquistar os três pontos para tirar um pouco dessa pressão, do peso da primeira vitória”, destacou Eder. A equipe farroupilhense soma duas derrotas em dois jogos e volta a campo somente no próximo dia 19, na 4ª rodada, quando encara o

Ijuí fora de casa. O rival encarou o Internacional na 2ª rodada, em casa, e acabou superado por 6 a 0. Nesta 3ª rodada, que acontece no domingo, às 15h30min, o Estrela enfrenta o Ijuí e o Internacional recebe o Palestra, de Erechim, na Capital.


Juliana Inês Casa Barbieri

ECONOMIA

Time que é Prata da casa

Imagens: Reprodução

Senac Farroupilha é reconhecido com Troféu no Prêmio Qualidade RS e condecoração será entregue na segunda, em evento no Teatro do Sesi, na FIERGS, em Porto Alegre Página 10

EM DESTAQUE

Cadernos Especiais desta semana Opções de presente e matérias sobre o Dia dos Pais, celebrado domingo, e a ampla programação do Mês da Advocacia


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

Controle

Alerta para as altas taxas de colesterol Sociedade Brasileira de Cardiologia propaga importância da prevenção com mudança no estilo de vida e na alimentação Divulgação

O

colesterol elevado é uma das principais causas de doenças cardiovasculares, como infarto e acidente vascular cerebral, que tem altos índices de morte no mundo todo. Como não apresenta sintomas, muitas vezes acaba despercebido e a única forma de diagnóstico é pelo exame de sangue. Na última quarta foi lembrado o Dia Nacional de Controle do Colesterol e a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) reforça a divulgação durante todo o mês visando a prevenção, a necessidade de mudança no estilo de vida e o incentivo a adotar hábitos saudáveis. Presente em quase todos os alimentos, o colesterol nem sempre é maléfico, possui funções estratégicas no organismo, como servir de matéria-prima para a produção do ácido biliar, ajuda ainda na formação de parte das células do corpo e de alguns hormônios, além de contribuir na produção de vitamina D. Se ficar muito alto no organismo e o excesso não for eliminado pelo fígado, poderá entupir as artérias e dificultar a passagem do sangue. Há dois tipos de colesterol: o LDL que é responsável pela formação de placas de gordura que prejudicam a passagem do sangue, podendo causar doenças cardíacas. Já o HDL remove o excesso de colesterol no sangue, reduzindo o risco de formação das placas de gordura. A fonte de colesterol vem basicamente dos alimentos consumidos, então manter um estilo de vida ativo e uma dieta pobre em gordura saturada contribui para o tratamento e ajuda a manter as taxas do colesterol dentro do considerado adequado.

Controle das taxas Doenças cardiovasculares são as principais responsáveis por óbitos no Brasil e evitar o colesterol alto é um fator preventivo

Confira dicas da SBC para controlar o colesterol

Evite o estresse, tenha mais tempo para a família, amigos e lazer Controle seu peso Pratique atividade física regularmente: 30 minutos diários Alimente-se bem e de maneira saudável Reduza o consumo de bebidas alcoólicas e beba mais água Abandone o cigarro


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

Gordura localizada: 5 coisas que você precisa saber sobre perder barriga Equipe Espaço da Beleza *

I

magine-se abrindo o guarda roupa, escolhendo uma calça de cintura baixa e um top mais curto e no mesmo instante desistindo da ideia de usá-los por medo de expor aquela gordura localizada na barriga e que a deixa mais acentuada. Como você se sentiu ao ver esse filme em sua mente? O que faria se isso estive acontecendo com você? Eu acredito que, para nós, essa situação incomoda e perturba muito a nossa autoestima. Porque isso acontece? A formação de gordura localizada acontece quando são ingeridas mais calorias do que são gastas. O corpo tende a armazenar essa energia nas células de gordura que, por sua vez, aumentam de volume. Por causa da ação hormonal, essas células de gordura se acumulam em partes específicas do corpo. No corpo feminino, nas regiões dos quadris, glúteos, costas, flancos e abdômen ficam localizadas as células metabolicamente ativas e são as que vão acumular mais gordura. Esse acúmulo de gordura também comprime os vasos sanguíneos, o que leva a formação de edemas, resultando em inchaço. Para nós, mulheres, essa é a maior dor quando se trata de gordura localizada: a que se forma na região abdominal. Cinco dicas práticas para perder barriga 1) Insira em sua dieta alimentos termogênicos


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

Imagem: Reprodução

2) Consuma mais alimentos fibrosos 3) Evite alimentos gordurosos 4) Faça atividades aeróbicas 5) Realize tratamentos estéticos Tratamentos estéticos aliados a uma dieta balanceada e de atividade física * Criofrequência * Ultrassom * Endermologia * Lipocavitação * Radiofrequência * Massagem Modeladora Estas técnicas são grandes aliadas para eliminar gordura localizada, reverter a flacidez e combater a celulite. Trata-se de técnicas que esculpem o corpo e reduzem medidas utilizando a combinação das mãos e de cremes com as mais modernas tecnologias. * Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511 WhatsApp: 981.195.645 Fan Page: Espaço da Beleza


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

MAL DO MUNDO MODERNO

O perigo do sedentarismo Segundo a Organização Mundial da Saúde, falta de atividade física é o quarto maior fator de risco de mortalidade de doenças cardíacas e desenvolvimento da hérnia de disco e de dores nas costas. As pesquisas foram feitas com três grupos distintos: crianças e adolescentes com idade entre 5 e 17 anos, jovens e adultos com idade entre 18 e 64 anos e homens e mulheres com mais de 65 anos. Um dado que chama a atenção é o que envolveu adolescentes, na faixa etária de 11 a 17 anos. Neste recorte, quatro em cada cinco são sedentários, o que pode provocar uma tendência de inatividade na vida adulta e agravar quadros clínicos, especialmente os que têm ligação com a coluna. O índice praticamente não sofre muita alteração em relação aos adultos, onde o sedentarismo está presente em 77% dos casos e é replicado em intensidade ainda maior entre as crianças, onde alcan-

çou o índice de 81%. As facilidades da vida tecnológica e uma alimentação altamente industrializada, nos casos dos pequenos, têm contribuído e muito para o aumento expressivo da obesidade infantil. Para a OMS, para ser uma pessoa ativa é necessário praticar 150 minutos de atividade física aeróbica moderada (uma caminhada, por exemplo) por semana. Já para os adolescentes, a recomendação é de 60 minutos de atividade moderada à intensa (prática de algum esporte) todos os dias. A pesquisa mostrou outro dado que é muito preocupante: à medida que os Países se desenvolvem do ponto de vista econômico, os níveis de inatividade aumentam. Os reflexos de uma tendência que é mundial acabam se refletindo especialmente na área de saúde. Há uma estimativa feita pela

Imagem: Reprodução

U

m dado preocupante foi revelado em recente pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A ausência de atividades físicas como causa de morte, na atualidade, só perde para as doenças relacionadas ao aumento da pressão arterial, ao fumo e a glicemia elevada. Ou seja, já é o quarto maior fator de risco de mortalidade. Uma série de estudos mostra que várias doenças são atribuídas à falta de exercícios físicos regulares. No Brasil, metade da população não pratica nenhuma atividade. O sedentarismo, conforme a pesquisa, é responsável por pelo menos 21% dos casos de tumores malignos na mama e no cólon, assim como 27% dos registros de diabetes e 30% das queixas

Ataque à causa Índices de inatividade física nas crianças e adolescentes são muito altos e certamente acarretarão em prejuízo na vida adulta

Organização de que o sedentarismo onere a assistência à saúde no mundo em US$ 54 bilhões anualmente, com a maior parte deste valor, cerca de 57%, pagos pelo poder pú-

blico, além de outros US$ 14 bilhões que são atribuídos à perda de produtividade, quando as pessoas começam a faltar ao trabalho por questões associadas ao sedentarismo.


Música

Muinho Club completa uma década de vida e promove grande festa com convidados especiais neste sábado Página 5

Inside

Casa da Cultura recebe história do Casal Moschetti Teve início na quarta uma exposição com diversos itens do acervo do Museu Municipal fundado em 1972

N

ascida em Toscana, na Itália, em 1888, Lydia Bastogi Giannoni veio para o Brasil aos 18 anos. Em São Paulo conheceu o também italiano Luiz Moschetti e acabaram se casando. Moravam em Porto Alegre, mas devido a um problema de saúde do único filho, Umberto, acabaram passando por todo o Estado. Farroupilha foi a cidade que o filho mais se adaptou, portanto, sempre que podia, a família passava um tempo no município. Lydia era uma mulher à frente de seu tempo. Foi artista em diferentes áreas, professora, romancista, promotora cultural e ativista social. Sempre lutou por um mundo mais generoso e fundou diversas instituições voltadas à saúde e às mulheres, como o Hospital Banco de Olhos, em Porto Alegre.

Por Farroupilha ser o Berço da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul e por ter feito muito amigos aqui, Lydia entrou em contato com o prefeito da época, Avelino Maggioni, manifestando interesse em doar seus itens para a criação de um Museu. Juntos, o prefeito e a italiana trabalharam montando o local durante quatro meses. Antes a casa era moradia de familiares do monsenhor Tiago Bombardelli e foi desapropriada para se tornar o Museu Municipal Casal Moschetti, inaugurado em 1972. Lydia faleceu com 94 anos, em 5 de agosto de 1982. Segue na página 3 Um exemplo a ser seguido Lydia ficou conhecida por todos pela sua generosidade e pela criação de diversas instituições voltadas à saúde e às mulheres, além de ser uma artista completa e talentosa

Farroupilhenses da Velocetts buscam uma das cinco vagas para tocar na 9ª edição do festival “Ceva no Total” Página 9

Divulgação

CUltUra

Música


Inside

2

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

Cinemas Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas GNC 1: Uma Quase Dupla - às 14h45min, 17h20min, 19h45min e 21h45min GNC 2: Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo - às 14h e 19h15min (dublado), 16h30min e 21h40min (legendado) GNC 3: Vidas à Deriva - às 14h30min e 22h (dublado), 17h e 19h30min (legendado) GNC 4: Megatubarão - às 13h30min e 18h40min (dublado), 16h e 21h10min (legendado e em 3d) GNC 5: Hotel Transilvânia 3: Férias Monstruosas - às 13h45min (dublado) e 18h50min (dublado e em 3d) GNC 5: Os Incríveis 2 - às 16h20min (dublado) e 21h (dublado e em 3d) GNC 6: Missão Impossível: Efeito Fallout - às 13h15min e 19h (dublado), 16h10min e 21h50min (legendado) Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 22,00 e R$ 28,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos Hotel Transilvânia 3: Férias Monstruosas - às 13h, 15h30min e 17h45min (dublado), 20h (legendado) Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo - às 20h40min (dublado) e 22h10min (legendado) Megatubarão (dublado e em 3d) - às 13h, 15h45min, 18h20min e 21h Megatubarão - às 14h, 16h40min e 19h20min (dublado e em 3d), 22h (legendado e em 3d) Missão Impossível: Efeito Fallout - às 14h20min e 17h20min (dublado e em 3d), 20h20min (legendado e em 3d) Os Incríveis 2 (dublado) - às 15h15min e 18h Vidas à Deriva - às 14h10min, 16h20min e 19h (dublado), 21h30min (legendado) Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Acertando o Passo - sexta a domingo, às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Drama e ação na água Dirigido pelo cineasta islandês Baltasar Kormákur, “Vidas à Deriva” é baseado em história real. Também entrando em cartaz, “Megatubarão” tem direção do americano Jon Turteltaub


FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

Inside

3

Cultura A exposição que reúne alguns itens do acervo do Museu Municipal Casal Moschetti começou na quarta, na Casa de Cultura (República, 172). É possível conferir a mostra até 6 de setembro, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 19h.

Os visitantes poderão observar pratarias, porcelanas, objetos em mármore, móveis esculturados à mão, livros escritos por Lydia, pinturas e espelhos que fizeram parte da vida e história do casal. Os objetos trazem referência a parte artística de Lydia,

que era escritora, cantora, bailarina, artista plástica, entre outros. Também faz parte da mostra um painel representando a boneca Lenci, peça mais conhecida do Museu. A lenda dizia que Lenci se mexia quando olhavam para seu rosto e caminhava

pelo Museu quando ninguém estava por perto, mas, na verdade, ela foi o prêmio de um concurso de canto lírico, ocorrido na Europa. Todas as peças que integram a exposição são de grande valor artístico e histórico que datam do início do Século XX. Yasmin Signori Andrade

Arte nas mais diferentes formas É possível aprender muito sobre a cultura da primeira metade do século passado por meio de objetos de decoração e outras obras que integram a exposição sediada na Casa da Cultura


Inside

4

Crônicas da Redação Ramon Cardoso

ramon@jornalinformante.com.br

A desgraça que é o Jornalismo sem teleprompter

Agenda SEXTA Show Yellow Plate República Beer, às 23h

Pagode com Grupo Razão Diferente Tabernas Black Pub, às 21h

SÁBADO Festa Back to the’s 80 República Beer, às 23h AC/DC Cover Boteco Antonielle, às 22h Dupla sertaneja Erick e Murilo Boteco do Chá, às 23h30min Wild Mix, 2ª edição Wild Beer, às 19h

DOMINGO Pago Me Leva, com Grupo Sem Razão Boteco Antonielle, às 18h

Divulgação

Já escrevi sobre isso aqui, neste espaço. Considero Jornalismo com 100% de pureza somente o impresso ou, em tempos virtuais, o escrito, justamente porque todo o processo é apurado pelo jornalista. Da definição da pauta, passando pela escolha da fonte, coleta das informações, redação da matéria, revisão e, finalmente, publicação, seja em papel (sem possibilidade de correção) ou na internet. É o Jornalismo que envolve o maior risco, sem dúvida, e justamente por isso, requer maior atenção. Evidente que o alcance e o impacto da TV é muito maior, mas na semana passada tivemos uma noção da pobreza do Jornalismo praticado no referido veículo, até mesmo quando ele é utilizado por profissionais que atuam no impresso. Aliás, da mesma forma que o de outras mídias, claramente comprometido por uma militância apaixonada de esquerda que envergonha quem trabalha sério na área. As duas entrevistas com Jair Bolsonaro, candidato à Presidência da República, escancararam a miséria. Assisto ao Roda Viva há muitos anos. Jamais, em toda a história do outrora renomado programa, se conseguirá reunir uma bancada tão incompetente e que falará tanta besteira quanto a que entrevistou o presidenciável. De Jesus Cristo refugiado ao uso do Wikipédia como fonte, passando por um entrevistador, Leonencio Nossa, repórter do Estadão, que escreveu um livro sobre as viagens do presidente Lula no exterior e tem, em sua foto de capa no Facebook, uma de Fidel Castro com Roberto Marinho. Bolsonaro não se saiu bem na entrevista, como via de regra não se sai, mas sua avaliação foi positivamente potencializada diante do bando de desqualificados que, ironicamente, só foram convocados ao programa na tentativa de desqualificá-lo. Um show de horrores e um dos momentos mais constrangedores da história do Jornalismo brasileiro, como apontou, com propriedade, o colunista Gustavo Pimentel, nesta mesma página, na semana passada. O que Gustavo não contava era que, no dia da sua coluna, na última sexta, ainda haveria uma situação ainda mais bizarra. Entrevistado na Central das Eleições, da Globo News, Bolsonaro citou o editorial de O Globo, de Roberto Marinho, onde ele falava, em seu nome e da empresa que representa, que apoiou a chegada dos militares ao poder, em 1964. Algum editor esquerdista da emissora (devem ser muitos), acordou de seu sono profundo, se enfureceu e, do nada, resolveu formular um direito de resposta, em que apenas reafirmou o que o candidato disse, acrescentando uma mea-culpa da Globo feita em 2013, uma década após a morte do fundador do grupo. Eu, como milhares de telespectadores, achei que a Miriam Leitão estava sofrendo um AVC ao vivo, tamanha a letargia com que lia o que o estagiário digitava no teleprompter. Sabia da retratação do Globo em 2013 e achei que ela iria ser lembrada logo após a manifestação de Bolsonaro. Deveria ser, por qualquer um dos nove que ali estava. Não foi. Tivesse William Waack (que até brincou sobre o papelão) na bancada, certamente a resposta seria imediata. Talvez o momento mais vexatório da história do Jornalismo nacional.

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018


FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

Inside

Música

Paulo Roque Gasparetto prgasparetto@terra.com.br

Uma década de Muinho Club Casa vai promover uma festa com convidados especiais neste sábado para comemorar a data Divulgação

O

Muinho Club completa 10 anos de música, arte, cultura e histórias. Sempre com novidades e se reinventando, o prédio faz parte da história da cidade pois abrigava o antigo Moinho Covolan. Desde sua criação, o Espaço Artístico e Cultural Muinho recebeu artistas de todo o Brasil e também de outros Países da América e Europa, não só da música, mas de diferentes formas de manifestação da arte. Para comemorar o Club fará uma festa no sábado, às 23h59min, com DJs fixos da casa, os residentes e convidados especiais. Ingressos podem ser adquiridos na Academia Prime Fitness (Avenida Paulo Broilo, 831), na Boardstore (Pinheiro Machado, 464) e na Akústica Musical (Independência, 399). A atração da noite é o DJ Fabrício Peçanha que, após oito anos, retorna à casa de festas. No momento Fabrício é um dos principais DJs e produtores musicais do Brasil. Os outros quatro que farão parte da pista eletrônica são os residentes. Serão dois por vez a tocarem, Caio Busetti e Cris D iniciam e, para encerrar a noite, Lolô Bortholacci e Mau Maioli. Já a segunda pista terá diversidade musical com os DJs Mono e Negada, que comandam a pista a noite toda, misturando rap, funk e outros estilos. Também fará parte do evento o artista plástico Pedro EMCB, com exposição de algumas de suas obras.

5

Reconhecimento Fabrício Peçanha já foi considerado o melhor DJ do País seis vezes e, depois de oito anos, irá tocar no Muinho novamente

Conheça os DJs

Pista eletrônica Fabrício Peçanha: a atração da noite é um dos nomes mais reconhecidos na área atualmente no País e faz parta da Entourage Conteúdo Artístico. Acaba de lançar um single com uma das principais gravadoras do mundo, a Dirty Bird. Caio Busetti: DJ há 11 anos, atualmente explora house music e suas vertentes. Residente da Colours e do Muinho. Cris D: toca profissionalmente há 5 anos no estilo techno e house. Residente da festa Beat On Me e do Muinho. Lolô Bortholacci: DJ há 10 anos, explora estilo do techno ao house. Residente da Beehive Club, Berlin Club e do Muinho. Mau Maioli: DJ desde 2013, trabalha com estilo techno. Residente da festa Beat On Me, da Levels e do Muinho. Pista Funk e Rap Mono: o DJ transita por diferentes segmentos priorizando músicas animadas, como o funk e o pop. Negada: de Novo Hamburgo, o DJ tem como estilos principais o rap e o hip hop.

O Evangelho da Família, alegria para o mundo A Igreja no Brasil celebra, entre os dias 11 e 18 deste mês, a Semana Nacional da Família. Este ano, o evento, que já faz parte do calendário das paróquias brasileiras, tem como tema “O Evangelho da Família, alegria para o mundo”, a mesma temática do IX Encontro Mundial das Famílias com o Papa Francisco, que acontece em Dublin, Irlanda, também em agosto. O Evangelho da Família ressalta o lado positivo da família, a família como boa notícia, como um bem, um dom de Deus. Também, quando se fala da alegria para o mundo, acentua o fato de que ser família não é um valor apenas para os cristãos ou para as pessoas religiosas. É uma riqueza para o mundo e para a humanidade toda. Nessa direção, para animar este momento de valorização da instituição familiar, a Pastoral Familiar, em conjunto com as paróquias da Região Pastoral de Farroupilha, propõe um conjunto de atividades: nesta sexta a Ultréia do Movimento do Cursilho de Cristandade no Seminário Apostólico; neste final de semana homenagem aos pais em todas as celebrações; domingo à tarde a terceira “Mateada da Família”, promovida pelo Encontro de Casais com Cristo (ECC) e movimentos pastorais da igreja, a partir das 15h, em frente à Igreja Matriz; na segunda, palestra com Giovanni Mattiello na comunidade São Vicente Mártir; na terça, mesa redonda sobre os desafios da família no Centro de Pastoral Sagrado Coração de Jesus; e, na próxima sexta, palestra com Leandro Ávila na comunidade Sagrado Coração de Jesus, em Rio Caçador. Podemos dizer que a família é a primeira escola da vida. Nesta escola o filho aprende as lições de como ser feliz, as relações humanas, aprende a perdoar e aceitar as diferenças, aprende valores de honestidade, de respeito, de amor à pátria, de como se relacionar com Deus, de ser uma pessoa solidária que ajude e se preocupe com os outros. O mais importante não é a quantidade de tempo que ficamos com nossos filhos, mas sim a qualidade do tempo que ficamos. Na verdade, o que fica de tudo o que passamos e vivemos na experiência familiar são os gestos de amor e de carinho. Isso fica para sempre. A todas as famílias a nossa prece e bênção. * Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e doutor em Comunicação


Júlio César Dal Monte

A

Para Eles

cervejaria Blauth Bier preparou uma programação especial para este final de semana em celebração ao Dia dos Pais. No sábado rola o show com a banda Rock Dance. No domingo a banda TNG duo sobe ao palco. A entrada é franca!

News

Comandada pelos empresários Sérgio Seitenfus, Danielle Dalzochio e Clarete Dalzochio, a loja Boardstore inova e abre sua primeira filial na cidade. A Boardstore Concept contará com marcas femininas confirmadas no estilo das mulheres e abre suas portas no dia 5 de setembro. O novo espaço estará localizado na rua 13 de Maio, no Centro.

Encontro

Cristiano de Oliveira

No último sábado, Pedro Henrique Marmentini colou grau em Engenharia Civil pela Unisinos, enchendo de orgulho seus pais Itacir Marmentini e Sônia Maria Zucco Marmentini, seu irmão João Victor Zucco Marmentini e sua namorada Joana Ruschel. Os convidados foram recepcionados na Fabbrica, em Caxias do Sul, com cerimonial de Sandra Rigo

Lucas Ressinger/Divulgação

Daniela De Rocco

A próxima reunião do projeto Confraria da Mulher ocorre na próxima terça, a partir das 19h30min, no Intercity Caxias. Liderado pela caxiense Paulla Segala, o evento receberá a peça teatral “Inimigas Íntimas”, que trata sobre um ajuste de contas entre duas ex-melhores amigas e o mito da rivalidade feminina. Os ingressos já estão disponíveis com os organizadores.

George Everton Pergher recebeu o carinho da namorada Helena Colombo por sua graduação no curso de Arquitetura e Urbanismo pelo Centro Universitário da Serra Gaúcha, no sábado

A farroupilhense Bianca Ziemann brilhou em noite de festa no Bulls no final de semana

Natália Campeol e Bernardo Bregolin curtiram noit de festa no Boteco do Chá no final de semana


te

Daiane Morais

Keller Borges

Camila Facchi Fachin celebrou, com familiares e amigos, sua formatura em Arquitetura e Urbanismo pela FSG no sábado, no Parque dos Pinheiros, e também a conquista do Prêmio IAB/RS – José Albano Volkmer, de melhor trabalho de conclusão de curso

Debora Zandonai

Grazieli Rita Miorando conquistou o diploma no curso de Direito pela Unisinos no sábado. Seus familiares e amigos foram recepcionados no Muinho, no domingo, para comemorar

Fique por Dentro Sertanejo

A Favorita Beer Store promove a festa “We Are Favorita” nesta sexta, onde reúne diversas atrações para a noite. São quatro bandas sertanejas que se apresentam e também os DJ’s Rodi Saquetti e Marcos Boni.

Party

Os jovens Wander William Pezzin e Emanuele Flores Pinheiro celebraram, no final de semana, a formação em Pilotagem de Aeronaves pelo Grupo Uniftec com festa no Clube 1º de Maio. A decoração do evento teve assinatura da profissional Aline Barbosa Alves

No dia 25 deste mês o Bangalô Estação Club receberá a festa Aurora Boreal em seu espaço. O evento, já confirmado na região pelo open bar de espumantes, conta com os DJs André Sarate, Vyolo e Edu Biacnhi na pista principal e Mateus Carbonera e Laísa Alessi no Pub. No espaço Bamboo a banda Pepper Pop lidera o agito.


Inside

8

Fabrício Oliboni fabrioliboni@gmail.com

Aborto

* Agente de intercâmbio e bacharel em Relações Internacionais

Música

Regressiva para Vitor Ramil Sesc promove espetáculo em Farroupilha no dia 26 e ingressos já podem ser adquiridos Satolep Press

Tema complicado, eu sei. Pensei bastante antes de optar em falar disso na coluna, mas por fim decidi que era válido tocar no assunto. Confesso que a cada conversa, leitura, vídeo assistido a respeito, de ambos os lados, mudo um pouco de opinião. Não tenho problemas em admitir isso, e muito pelo desconhecimento técnico, mas principalmente pelos relatos de mulheres, que são o principal fator aqui. Seja qual for a sua posição, se for homem, a forma que pensa vale menos do que das mulheres, isso vejo como um ponto inegável. Isso porque não é com a gente, diretamente. Bom, seguimos. Atualmente estou morando em Buenos Aires e agora está rolando o 2° dia forte de manifestações em meio ao projeto de lei para a legalização do aborto. Ainda não saiu o resultado e a cidade e o País se dividem com essa questão, assim como vejo no Brasil, mas em escala bem menor, porque aqui qualquer coisa o pessoal vai pra rua e realmente se envolve com suas causas, independentemente de quais forem. Sendo assim, vi, ouvi e debati muito o assunto com bastante gente, seja daqui, do Brasil e de outros Países também, para que não seja algo tão polarizado e considerando apenas América do Sul. Em minha opinião, vejo que deveria ser legalizado o aborto, considerando aquele tempo de 12 semanas (se não me engano é isso, até porque aí há discordâncias entre profissionais da saúde, então...). Depois disso somente se representar perigo de vida para a mãe ou o feto. Falo isso pensando principalmente nas mulheres envolvidas, seja por saúde, questões econômicas ou psicológicas em ter um filho. Os corpos são delas, e nunca que uma decisão de abortar será fácil. Não conheço e acho difícil que haja alguma mulher que se sente bem com isso. O trauma, o sentimento, etc. Legalizar o aborto é garantir que quando isso ocorra, que seja de forma legal e segura. Investimento maior deveria ser na conscientização e prevenção, para que realmente seja último recurso. Outro ponto é que não seja gratuito e tão acessível, correndo o risco aí de banalizar, além de enforcar ainda mais o Estado, que de contas a pagar temos muitas. De forma resumida, acho que é por aí. Legalizar ao aborto não vai desencadear uma corrida em massa de abortos. Com ou sem a aprovação por lei, os abortos seguirão, isso todos sabem. A questão é que isso põe mais vidas em risco. Em casos de estupros e gravidez de risco, no Brasil, há alguns centros nas quais é possível abortar de forma legal. E duvido que metade da população saiba disso, em casos que mulheres percorrem o País buscando de forma clandestina por algo que poderiam ter por lei. Além disso, some-se aí casos em lugares mais remotos, onde falta ainda mais informação, até mesmo de métodos contraceptivos, assim como falta de ensino e certa estrutura social, onde se ocasionam inúmeros casos de gravidez indesejada. Falta informação e também falta muita empatia em algo tão complexo. E também há muita hipocrisia, mas não me aprofundarei nisso, até porque é fácil parar pra pensar e saber do que se trata. Ao meu ver, se fossem os homens a engravidarem, o aborto seria legalizado já há muito tempo por aqui. Aliás, no mundo inteiro. Em Países que o aborto foi legalizado em algum nível, os números baixaram. Repito: não vejo quem queira passar pelo processo de abortar. A não legalização expõem as mulheres a uma série de constrangimentos e riscos à sua saúde. O aborto já é praticado em larga escala, e mesmo se não tivesse a legalização, seguiria sendo assim. Claro que somente a discussão do tema leva a muitos debates, maior conscientização de forma geral e formas para evitar gravidezes que sejam indesejadas. Quanto menos abortos, melhor, e acho difícil qualquer lado discordar disso. Mas que não seja um crime pela lei que uma mulher tenha que abortar. E aí há tantas coisas envolvidas que exigiriam um texto muito mais extenso. Não legalizar o aborto não diminui o número de abortos, e aprovar isso como legal não fará com que se aborte mais. Apenas garantirá mais segurança às mulheres e o seu direito a abortarem sem se sentirem marginalizadas, que já é por si só algo tão complicado e traumático.

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

História em forma de música O álbum escrito e produzido por Ramil tem canções em português, inglês e espanhol, e o repertório conta o significado histórico do termo Campos Neutrais, nome do disco

C

ompositor, intérprete e escritor, Vitor Ramil é autor de 11 discos, sendo o mais recente “Campos Neutrais”. A apresentação, promovida pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), vai acontecer no dia 26 (domingo), às 19h, no auditório do campus da UCS Farroupilha (Rodovia dos Romeiros, 567). Os ingressos antecipados estão à venda no Sesc Farroupilha (Cel. Pena de Moraes, 320, Centro). O show solo reúne canções gravadas ao longo de sua carreira e também de seu trabalho mais recente, lançado em 2017. O repertório conta com músicas como: Deixando o Pago, Ramilonga, Campos Neutrais, Labirinto, Estrela Estrela e Não é Céu. Vindo de uma família de artistas, o pelotense é irmão dos cantores Kleiton e Kledir e gravou seu primeiro disco aos 18 anos. Hoje tem músicas gravadas por Mercedes Sosa, Milton Nascimento, Jorge Drexler,

Ney Matogrosso e com Caetano Veloso e Fito Paez. O cantor passou por diversos Países levando sua arte. Tem discos gravados em Buenos Aires, na Argentina, e também se apresentou em diversos palcos espalhados pelo globo, de Genebra e Zurique, na Suíça, a Montevidéu, no Uruguai. O show, com duração de 1h, é uma realização do Arte Sesc e tem classificação indicativa livre.

Programe-se O que: show Vitor Ramil Quando: 26 de agosto, às 19h Onde: Auditório da UCS Farroupilha (Rodovia dos Romeiros, 567) Quanto: comerciários e dependentes com Cartão Sesc/Senac, R$ 12,00; estudantes, professores, maiores de 60 anos e classe artística, R$ 13,00; empresários e dependentes com Cartão Sesc/ Senac, R$ 18,00; público em geral, R$ 26,00


FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

Inside

Música

9

Dolores Maggioni doloresmaggioni@terra.com.br

Velocetts no Ceva no Total?

Sinto saudades

Debora Zandonai

Banda farroupilhense está entre as finalistas para tocar na 9ª edição do festival

Fase decisiva Velocetts está entre as 10 selecionadas e busca uma vaga entre as cinco que irão se apresentar no dia 18, em Porto Alegre

E

vento já consolidado, que faz a sempre agradável combinação de rock com cerveja, o “Ceva no Total” vai para a sua 9ª edição. A atração, que é realizada pela Matinê Cervejaria, acontece no próximo dia 18 (sábado), no estacionamento do Shopping Total, em Porto Alegre, e é uma espécie de festival a céu aberto, que reunirá 35 cervejarias e seis bandas. No palco, além da Tenente Cascavel, grupo que conta com integrantes da TNT e Cascavelletes, outras cinco bandas vão se apresentar. E o quinteto pode contar com presença farroupilhense. Na fase preliminar, 90 bandas se inscreveram para participar e um júri fez a seleção de 10, entre elas, a

Velocetts. Agora é o voto popular que decide quem também subirá ao palco. Para ajudar os farroupilhenses, basta curtir e compartilhar o link https://www. facebook.com/events/1827760464187245/permalink/1859719824324642/ também disponível no Fan Page da banda no Facebook. Cada curtida vale um ponto e cada compartilhamento em modo público vale dois. A escolha encerra neste fim de semana e as bandas que contarem com mais curtidas e compartilhamentos, mais a nota dos jurados, tocam no Ceva no Total, que espera um público de mais de 10 mil pessoas. O evento vai das 13h às 22h e a melhor banda será escolhida para gravar uma música no estúdio Soma, na Capital.

Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida. Quando vejo retratos, quando sinto cheiros, quando escuto uma voz, quando lembro do passado... Eu sinto saudades dos amigos que nunca mais encontrei, das pessoas com quem não mais falei ou cruzei... Sinto saudades da minha infância, do meu primeiro amor, do segundo, do terceiro, do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser... Sinto saudades do presente que não aproveitei de todo, lembrando do passado e apostando no futuro... Sinto saudades do futuro que, se idealizado, provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser. Sinto saudades de quem me deixou e de quem deixei... de quem disse que viria e nem apareceu... De quem apareceu correndo, sem me conhecer direito. De quem nunca vou ter oportunidade de conhecer. Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito. Daqueles que não tiveram como me dizer adeus... Sinto saudades das gentes que passaram na calçada contrária da minha vida e que só enxerguei de vislumbre. Sinto saudades de coisas que tive e de outras que não tive, mas quis muito ter... Sinto saudades de coisas que nem sei se existiram... de coisas sérias, de coisas hilariantes, de casos, de experiências... Sinto saudades dos livros que li e me fizeram viajar. Sinto saudades dos discos que escutei e que me fizeram sonhar... Sinto saudades das coisas que vivi e das coisas que deixei passar, sem curtir na totalidade. Quantas vezes tive vontade de encontrar não sei o que... sem saber onde... para resgatar alguma coisa, desconhecendo o que exatamente era ou sequer se eu a havia perdido. Sentir saudades !!! Aliás, dizem que se costuma usar este termo da língua pátria espontaneamente quando estamos desesperados para contar dinheiro... para fazer amor... para declarar sentimentos fortes... seja lá o que for, em qualquer lugar do mundo. Eu acredito que um simples “I miss you”, ou seja lá como possamos traduzir. “Saudade”, em outra língua, nunca terá a mesma força e significado de nossa palavrinha. Talvez não exprima corretamente a imensa falta que sentimos de coisas ou pessoas queridas. E é por isso que eu sinto saudades... Porque encontrei uma palavra para usar todas as vezes que sinto este aperto no peito, meio nostálgico, meio gostoso, mas que funciona melhor do que um sinal vital quando se quer falar de vida e de sentimentos. Ela é a prova inequívoca de que somos sensíveis! De que amamos muito o que tivemos! E de que lamentamos as coisas boas que perdemos ao longo da nossa existência. * Escritora


Inside

10

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

Sétima Arte

Amor paterno em escala Às vésperas de novo Dia dos Pais, relembramos os 20 anos de lançamento do impactante “A Vida é Bela”, vencedor de três Oscars

Q

uando Sophia Loren abriu o envelope que continha o vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, em 1999, e gritou “Roberto” de maneira efusiva, seguida pela ida do contemplado com a distinção até o palco, de uma maneira, digamos, pouco convencional, pulando sobre as cadeiras e saltitando como uma criança, mandando às favas qualquer tipo de protocolo padrão da sempre séria e sisuda Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, todo amante de Cinema, na verdade, celebrou junto. Até mesmo nós, brasileiros, que torcíamos para que “Central do Brasil”, vencedor do Globo de Ouro, fosse agraciado com a até então (e ainda até hoje) inédita estatueta, não conseguimos deixar de nos emocionar. “A Vida é Bela” é uma obra inesquecível, que consegue tratar de forma lírica e lúdica de um tema tão pesado quanto a II Guerra Mundial. Em Arezzo, na Toscana, Guido Orefice (Roberto Benigni) tentava ganhar a vida no restaurante e hotel do tio Eliseo (Giustino Durano), sem levar o mínimo jeito para trabalhar como garçom. Seu atabalhoamento,

contudo, sempre era contornado com muito bom humor e presença de espírito. Porém, um encontro ao acaso com Dora (Nicoletta Braschi) muda completamente sua vida. Guido fica obcecado pela professora do ensino primário e passa a conduzir seus passos rumo a encontros dos mais inusitados com a docente, na tentativa de conquistá-la. Paralelo ao romance, contudo, acontece o avanço implacável no nazi-fascismo, que anunciava tempos sombrios no início dos anos 40. A família Orefice, de origem judia, passa a ser perseguida em solo italiano e Eliseo é o primeiro a notar as dificuldades e perceber o tamanho do problema. Guido parece alheio a essas questões políticas e seu único objetivo é o de tocar sua livraria, um desejo antigo, e viver uma trajetória repleta de felicidade ao lado de Dora e do pequeno Giosué (Giorgio Cantarini). Até o dia em que o exército alemão aprisiona os judeus e os envia para campos de concentração. Neste momento, é encerrada a parte cômica e romanceada da obra e entra em cena um dos dramas mais impactantes e pesados sobre filmes do conflito. Nele, Guido fará de tudo

para proteger Giosué dos horrores da guerra e para isso não medirá esforços. Com o filho apaixonado por tanques, ele inventa um jogo em que o prêmio principal é justamente

um tanque e insere o pequeno no contexto. Os momentos hilários seguem em cada nova incursão de Guido, que não só utiliza seu senso de humor para provar ao filho que real-

mente eles estão participando de uma brincadeira, como também, de certa forma, para blindar a si próprio da brutal realidade. Só mesmo a imaginação é capaz de suportar


Inside

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

11

Sétima Arte

desmedida

Oscar 1999

Divulgação

Imagem: Reprodução

Venceu * Filme Estrangeiro * Ator (Roberto Benigni) * Trilha Sonora em Drama Concorreu * Filme * Direção (Roberto Benigni) * Roteiro Original (Roberto Benigni e Vincenzo Cerami) * Montagem

Fábula na barbárie Guido (Roberto Benigni) fará de tudo para proteger o filho Giosué (Giorgio Cantarini) dos horrores da II Guerra: o poder do amor suplantando o terror

a barbárie extrema e gratuita e abrir uma porta para lutar com todas as forças pela vida. Não faltam filmes relevantes sobre II Guerra, obras notáveis como “O Pianista” ou “A

Lista de Schindler”, mas relatar o período mais devastador da história humana em uma fábula de amor e sobrevivência, que mescla o choro com o riso na mesma intensidade,

é para gênios. Há momentos belíssimos na trama, cenas de, literalmente, partir o coração. É muito provável que nem o próprio Roberto Benigni, que se inspirou no livro

“Derrotei Hitler”, do judeu italiano Rubino Romeo Salmoni, que sobreviveu a Auschwitz, tenha a completa dimensão do impacto que sua obra teve no Cinema em escala global. Quase sempre restrito à própria categoria em que está inserido, a de Filme Estrangeiro, e uma que outra mais técnica, A Vida é Bela foi muito além e concorreu entre os principais da noite (veja mais no box acima). O que justificou com sobra os aplausos, em pé, de todos os presentes à premiação, quando Benigni recebeu a estatueta. Uma obra chapliniana que completa 20 anos de lançamento e que conseguiu algo muito raro: extrair a beleza do horror ao mostrar o amor desmedido de um pai pelo filho. Um longa que, às vésperas de uma nova data especial, merece ser revisitado.

Título original La Vita è Bella Título traduzido A Vida é Bela Direção Roberto Benigni Roteiro Roberto Benigni Vincenzo Cerami Gênero Drama Duração 116 minutos País Itália Ano de produção 1998 Estúdio Miramax Cecchi Gori Group Distribuição Imagem Filmes


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

A vida está te guiando para que assuma as rédeas da situação com maior propriedade e segurança. O controle deve ser medido com entendimento e sabedoria. É importante saber que o cônjuge ou uma pessoa importante para a experiência passa por uma fase difícil, então essa situação reflete em você.

Touro - 21/04 a 20/05

As pessoas do seu convívio passam por uma fase desafiadora, porque precisam crescer a assumir o controle com mais sabedoria. Use a sua consciência para entender a experiência com profundidade. Você encontra dificuldades para manter um bom relacionamento com uma pessoa do trabalho ou com quem se relaciona em sua rotina. Encare os fatos e desenvolva autovalor.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Assumir o controle financeiro está sendo o seu maior aprendizado. O controle deve ser exercido com sabedoria e pode se relacionar com o dinheiro do cônjuge ou de sócios. Você encontra dificuldades para amadurecer a troca afetiva no relacionamento ou na relação com filho(s). Encare os fatos e aja com sabedoria.

Câncer - 21/06 a 20/07

Você passa por transformações profundas. Há mudanças que afetam o cônjuge ou a forma como vocês se relacionam. Atenção com o abuso de controle e poder na relação. Você está em condições de encarar os fatos e a realidade do relacionamento. O céu indica que a pessoa com quem você se relaciona enfrenta dificuldades para estabelecer afetos saudáveis.

Leão - 21/07 a 22/08

Você está em estado de reflexão sobre posturas que deve exercer, principalmente no trabalho ou na condução da sua rotina. O controle deve ser exercido com sabedoria. Há desafetos para equilibrar o relacionamento e a experiência atinge a expressão; provavelmente algumas ideias não se harmonizam. Atenção com as relações no trabalho.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Os projetos e o campo de amizades exige muito de você. É importante fazer uma reflexão profunda sobre como lidar com o controle na troca de afetos. Você encontra dificuldades para estabelecer uma relação equilibrada por causa de questões financeiras. Avalie a sua autoestima e o modo como está enxergando os valores.

Libra - 23/09 a 22/10

O ciclo é de transformação profunda. O foco é a vida profissional e o futuro. Você está em condições de assumir um controle mais saudável, e isso depende exclusivamente de você. Atenção com os desafetos que atingem o relacionamento e, principalmente, as relações em família. Desenvolva o autovalor, amadureça e enxergue as suas habilidades.

Escorpião - 23/10 a 21/11

A fé e tudo aquilo em que você acredita deve ser colocado em prática com entendimento e sabedoria. O caminho está aberto para perceber e enxergar a vida de outra forma. Atenção com os desafetos, principalmente com as pessoas do seu convívio, porque elas interferem diretamente em seu estado emocional. Reflita sobre a experiência e amadureça.

Sagitário - 22/11 a 21/12

É favorável, neste momento, desprender-se do passado e de tudo o que já não funciona mais em seu contexto evolutivo. Essa postura vai ajudá-lo a assumir um controle financeiro mais saudável. Exercite o desapego. Há dificuldades para estabelecer boas relações com projetos ou com uma pessoa específica, com quem você se relaciona como amiga.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

O relacionamento vem mexendo muito com você. É possível estabelecer um vínculo saudável a dois. O cônjuge ou uma pessoa importante para a experiência passa por mudanças e você se relaciona com as transformações. Você se sente desvalorizado e precisa desenvolver o autovalor e a troca de afeto com maturidade e comprometimento.

Aquário - 21/01 a 19/02

Você passa por transformações profundas em sua rotina e no ambiente de trabalho. É importante avaliar os sentimentos que você vem resguardando, além dos medo que lhe fazem muito mal. A organização e a condução do trabalho dependem de você. Você sente dificuldades para se relacionar e precisa entender as diferenças de ideias para conquistar maturidade emocional.

Peixes - 20/02 a 20/03

O namoro é envolvido consideravelmente. É importante avaliar a dose do controle, para que os dois guiem o relacionamento com mais sabedoria. Experiências com filhos também podem ser ativadas. Provavelmente os filhos passam por transformações. Você encontra dificuldades de estabelecer boa relação com uma pessoa, e isso afeta os projetos.

Inside

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018


FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

VENDO APARTAMENTO com área privada de 70m² no bairro São Luiz. Com 2 quartos, 1 banheiro, sala de jantar e estar, cozinha com churrasqueira, sacada e 1 box de garagem. Laminados nos quartos, cerâmica nas áreas frias, medidores individuais, espera para água quente, esquadrias em alumínio. Prédio novo com elevador, excelente localização e boa posição solar. Valor R$ 230.000,00. Maiores informações pelo fone/whats (54) 9 8135-8555. VENDO CHÁCARA de 2.105m² localizada em SETE COLONIAS, incluindo uma casa de 95m², com água, luz e árvores frutíferas. Proximidades da BR 122. Tratar no fone/Whats (54) 9 9643.1067. ALUGO PAVILHÃO de 600m² no loteamento América, entrada para a Linha São Miguel, perto da Multi Nova. Altura interna de 8 metros, sem colunas. Amplo espaço para estacionamento. Tratar: (54) 3268-0522. Melhor negócio! 2 TERRENOS PELO PREÇO DE 1! 613m² em rua toda asfaltada no Monte Verde. Apenas R$ 140.000,00! Confira! (54) 9 9925-2068.

CrossFox GII Vermelho .................................................. 2011 Cross Fox 1.6 Completo Prata ....................................... 2009 Parati CL 1.8 Verde ........................................................ 1995 Gol 1.0 MI Vermelho ....................................................... 1998 Gol G4 1.0Completo Preto ............................................. 2008 Santana 2.0 Completo Prata ......................................... 2000 Voyage Confortline 1.6 Completo ................................... 2010 Corsa Sedan Comp. Branco........................................... 2001 Corsa Hatch Premium 1.4 Vermelho .............................. 2009 Corsa Hatch Maxx 1.4 Compet Branco .......................... 2012 Corsa Sedan Wind Prata ................................................ 2001 Celta 1.0 LS Direção Hidráulica Vermelho ..................... 2012 Fiesta Hatch SE 1.0 Comp. + ABS e AIRBAG Prata ...... 2014 Focus Sedan 2.0 Automatico + Couro Prata .................. 2009 Ecosport 1.6 Freestyle Completa + Couro Dourada....... 2012 Ecosport 1.6 Freestyle Completa Vermelha ................... 2012 Ecospot 1.6 Freestyle Completa Branca ...................... 2015 Ecosport XLS 1.6 Preta .................................................. 2008 New Fiesta 1.5 s Completo Vermelho ............................ 2015 Palio 1.6 Essence Completo+ ABS e AIRBAG Branco... 2016 Uno Mille EX 1.0 4P Verde ............................................ 1999 Palio Fire 1.0 4P Completo - AR Azul ............................. 2002 Discovery 3 4.0 Automática Completa Preta .................. 2006 Kia Soul 1.6 Completa Vermelha ................................... 2010 C3 Exclusive 1.4 Completa Bordo .................................. 2010 C3 GLX 1.4 Completo Bordo ......................................... 2011 C3 Exclusive 1.6 Completo Prata.......(Modelo Novo)....2013 Peugeot 207 XR Sport 1.4 Cinza ................................... 2011 Civic 2.0 LXR Aut. + Couro 2015 .................................... 2015 Civic Branco com Teto (TOP) ......................................... 2012 Clio Sedan Completo 1.0 Prata ..................................... 2007 Chery QQ Completo 1.0 Prata ....................................... 2012 Megane Grand Tour Dynamique 1.6 Cinza ....................2011 Grantur Completa Prata ................................................ 2011 Corolla Xei Completo Aut. Prata ..................................... 2010 Gol G3 1.0 8v Prata ................................................R$8.000,00 Santana GLS Completo 1988.................................R$ 7.000,00 Escort GL Verde 1997 ............................................R$ 5.000,00 Moto Honda Biz 100 ES Preta 2015.......................R$ 5.500.00 Gaiola Tubolar ........................................................R$ 5.900,00


2

CHÁCARA em ALTO FELIZ. 2,5 hectares, com casa, água, luz e demais benfeitorias. 21km de asfalto e 1000 metros de acesso com estrada de chão. Somente R$ 135.000,00. Ligue agora! (54) 9 9925-2068. VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de compras. F. 9 9118.1642. VENDO TERRENO, localização central em Arroio do Sal a duas quadras do mar. F. 9 9118.1642. SALA COMERCIAL Alugue direto com a proprietária! 168m², na Independência, Bairro São Luiz. Fones: 9 9951.3583 / 32681062. VENDO 4 terrenos de Cooperativa já com área comprada. F.: 9 9118.1642. VENDO CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, ao lado da Igreja. (A mesma já está alugada através de imobiliária pelos valores de R$ 1.500,00 por mês). Tratar: (54) 9 9118 1642.

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018


Especial Dia dos Pais

Parte integrante da Edição 550. Não pode ser vendido separadamente

Dia

10 de agosto de 2018

dos

PAIS

Dicas de presentes para todos os tipos de pais Páginas 2 e 3

Atitude paterna: não basta ser apenas pai, tem que participar Páginas 4 e 5

Lições para cada idade e formas de minimizar a ausência Páginas 6 e 7


2

Farroupilha, 10 de agosto de 2018

s o l i t s e s o s o d o t a r a p s e t Presen Pai é pai, não importa o estilo. Mas, na hora de presentear, suas preferências e gostos precisam ser levados em consideração. Escolher um presente que se encaixe com o perfil do seu pai pode não ser uma tarefa fácil. Por isso, separamos algumas dicas para ajudar você a acertar na escolha e encher o coração do seu pai de alegria e satisfação neste dia especial.

Confira! Pai conserta tudo Se o seu pai é do tipo que não deixa nada em casa ficar estragado, uma boa dica pode ser presenteá-lo com um kit ferramentas, uma furadeira, um jogo de chaves ou outros acessórios que serão úteis nos seus consertos.

Pai apaixonado por carros Para aqueles que idolatram seus veículos, a dica é escolher algo que deixe o carro mais arrojado, como um DVD Player, auto-falantes novos ou GPS.

Pai caseiro Este é aquele tipo de pai que curte ficar em casa com a família e para ele vale apostar em presentes como poltrona do papai, kit churrasco, churrasqueira elétrica, chopeira, balde para gelo, kit cerveja, kit do churrasqueiro, entre muitas outras opções.

Pai esportista Este é um estilo bastante comum e para agradá-lo neste dia você pode apostar em uma chuteira, uma camisa do time que ele torce, um squeeze pesonalizado, uma mochila para academia, tênis de corrida ou, quem sabe, um abrigo esportivo.

Pai aventureiro Ao contrário do pai caseiro, este estilo curte passeios ao ar livre e aventuras e para ele você pode dar um kit de acampamento, um passeio de balão, um ingresso para um parque de aventuras, pacote de viagem ou um kit de pesca.


Farroupilha, 10 de agosto de 2018

Para pais de todas as idades Não importa se seu pai é super jovem e atleta, um adulto sério e intelectual ou um idoso descolado e divertido. Indiferente da idade e do estilo, todo pai espera receber um mimo ou agrado quando chega o seu dia e você não vai decepcioná-lo, não é mesmo?! Então, se você ainda não comprou um presente, ainda dá tempo de sair em busca de algo que irá arrancar sorrisos, abraços e, quem sabe, até lágrimas daquele que lhe deu a vida e por muitos anos foi e continuará sendo seu defensor e protetor. Separamos algumas ideias, separadas por faixa etária para você se inspirar e fazer bonito com o paizão neste dia especial. Confira!

40 a 55 anos

Mais maduros, os homens depois dos 40 muitas vezes preferem atividades mais caseiras e intelectuais. Se o seu pai se encaixa nesse perfil você pode apostar em bons vinhos, DVDs da banda preferida dele, perfumes ou até mesmo em livros, se ele for do tipo que curte ler. Kit de caipirinha, kit churrasco ou kit de ferramentas também valem. Acessórios mais pessoais como relógios e óculos de sol também são uma boa pedida.

Se o seu pai tem entre 20 a 40 anos

Nesta fase os homens geralmente estão bem ativos no mercado de trabalho, por isso valem presentes como canetas, pastas de couro, camisas, calças e acessórios como carteiras, cintos, sapatos ou barbeadores. Se o seu pai for ligado em atividades físicas também vale presentearlhe com um tênis, abrigo ou o uniforme do time do coração.

Mais de 55 anos

Perto de chegar à terceira idade, os homens nesta fase muitas vezes ficam mais reflexivos, querem curtir a família e os netos. Neste caso, presentes feitos por você mesmo, ou pelos netos, podem ser uma excelente forma de fazer com que ele se emocione e relembre de bons momentos que viveram juntos. Cartas, álbuns de fotos, camisetas e canecas personalizadas são uma boa pedida nesta fase.

3


4

Farroupilha, 10 de agosto de 2018

m e d o p o ã n Atitudes que Você lembra qual foi a sensação que teve no instante em que recebeu a notícia de que seria pai? Medo, ansiedade, fuga, vontade de estar presente e se tornar uma pessoa melhor. São muitas as formas de reagir à notícia, porém, passado o susto, na maioria dos homens o que surge é uma vontade imensa de se tornar o melhor pai que aquele pequeno ser poderia ter. Para a psicóloga e terapeuta familiar Daniela Bertoncello de Oliveira, a maioria dos pais desta geração não teve um pai tão presente e sentiu falta dessa figura. “Com isso, essa geração pôde trazer transição ao papel paterno. Sozinhos, talvez não conseguissem, mas com o apoio das transformações sociais e do papel feminino, isso pôde ocorrer mais facilmente”, destaca. Mas Daniela acrescenta que a tarefa não é tão fácil, pois homens ainda se deparam com seu próprio pré-conceito, de como deve ser um bom pai. “Alguns ainda pensam que o bom pai é aquele que proverá unicamente seu lar e sua família, sem estar tão perto dos filhos. Esse conceito está mudando”, afirma a especialista, que é associada da Associação Brasileira de Terapia Familiar, Abratef.

Figura paterna

A participação do pai na educação e criação dos filhos é fundamental no alicerce pessoal e social desse ser. “Estamos falando de uma formação concreta, com base em pilares fundamentais de cuidado, afeto, tempo, estrutura, comunicação, compromisso e respeito. E quando falamos de pai, devemos ampliar nosso conceito para Figura Paterna, que pode ser desempenhada por um pai biológico, um padrasto, um tio, um avô, um padrinho ou outra figura masculina significativa na vida desse filho e dessa família”, orienta Daniela.

Dicas práticas para ajudar você

Para ajudar você a saber se está acertando na missão de ser um bom pai, separamos algumas dicas práticas que vão mostrar um caminho para você alcançar o sucesso na desafiadora aventura da paternidade. Veja abaixo. 1) Seja participativo 2) Dê carinho e muito amor 3) Tenha autoridade sem ser autoritário 4) Não seja permissivo 5) Aprenda a respeitar as diferenças 6) Seja um bom exemplo


Farroupilha, 10 de agosto de 2018

5

i a p m o b m u r e s a r a p r a t l fa Seja participativo Mesmo que você não more mais com a criança é possível ser participativo. A proximidade se constrói aos poucos e é importante para a criança sentir que pode confiar no pai e que está sendo valorizada por ele. Não seja apenas o pai que visita ou o pai que trabalha fora para sustentar o lar. Dedique tempo para brincar, ajudar na lição de casa, aprenda a dar limite, estimule e elogie, acompanhe a criança no seu dia a dia. “O pai pode ler uma história para o filho antes de dormir, pode chegar a tempo de fazer a última refeição do dia junto com ele, pode ajudar no banho, pode assistir uma TV junto com o filho, auxiliar nas tarefas escolares, conversar sobre o time de futebol, programar o passeio do fim de semana ou as próximas férias dele, contar como foi seu dia de trabalho, falar sobre alguma coisa que aprendeu no dia em seu trabalho ou no contato com outras pessoas”, sugere a terapeuta Daniela.

Não seja permissivo Embora afetuosos, os pais permissivos não se dispõem a estabelecer limites para os filhos. Esta atitude faz com que acabem sendo pais ausentes, pois deixam de se posicionar e preferem deixar o filho fazer tudo o que quer.

Seja um bom exemplo Não adianta dizer algo que não se faz, o exemplo é o que mostra de verdade. Existem atitudes que são copiadas pelos filhos, sejam elas boas ou ruins. Por isso, estar atento é tão importante porque seus filhos irão lhe copiar em muitas coisas e isso o influenciará em sua vida e desenvolvimento. Portanto, seja honesto para que seu filho aprenda sobre honestidade. Seja humilde para que seu filho nunca aja arrogantemente. Seja amoroso para que seu filho perceba que existe amor.

Dê carinho e amor Muitos pais confundem masculinidade com falta de afeto e evitam beijar e abraçar a criança. Essa falta não pode ser excessiva: o pai pode e deve mostrar o amor que sente pelo filho sempre que tiver oportunidade. Crianças precisam de interação física também durante as brincadeiras. Por isso os pais podem e devem sentar para brincar de boneca, de fazer comidinha, correr e jogar bola.

Tenha autoridade sem ser autoritário Pais com perfil autoritário impedem a criança de expressar sentimentos e pensamentos com facilidade, pois ela não se sente respeitada. Os pais devem evitar a imposição de regra pela regra. É muito prejudicial às crianças serem obrigadas a fazer isso ou aquilo porque o pai mandou, sem que haja alguma explicação maior. A autoridade fica superficial, pois aquela ordem não faz nenhum sentido para a criança.

Sou um pai ausente, mas quero mudar

Aprenda a respeitar as diferenças Cada filho tem uma característica ou personalidade própria. Um gosta mais de literatura, outro gosta mais de futebol, outro gosta mais de música... Esforce-se para conhecer os gostos individuais de cada filho, para compreender suas qualidades e sonhos, e apoie cada um à sua maneira. Reserve tempo para se comunicar com cada um e também junte todos para passarem momentos juntos, porque momentos em família nunca são esquecidos. Para os homens que até o momento acabaram deixando funções da paternidade de lado, mas que desejam mudar, a terapeuta Daniela lembra que ninguém é para sempre a mesma coisa, sempre temos a chance de mudar. “Para esse pai que está tentando recomeçar eu diria que ele não desista, pois valerá a pena! Apesar dos obstáculos presentes, ele poderá se superar. Apesar da falta de prática, ele poderá aprender. Apesar da sensação de estranhamento, ele poderá conquistar seu filho e ser conquistado por ele, mas terá que permitir-se através de um ingrediente muito básico em todos os vínculos verdadeiros: o amor. Mesmo o amor magoado, sufocado, escondido ou perdido. O amor estará ali em algum lugar, é só (re) conectá-lo”, recomenda a terapeuta familiar.


6

Farroupilha, 10 de agosto de 2018

Diferentes idades, diferentes exemplos Durante toda a vida um filho precisa do exemplo e da participação do pai no seu dia a dia, mas, em cada fase esta participação deve ocorrer de forma distinta. A terapeuta familiar Rita de Cássia Chagas Rodrigues, da Associação Brasileira de Terapia Familiar (Abratef ), separou algumas dicas para os pais deixarem seu legado de bom exemplo na vida dos filhos em diferentes idades. Confira!

Que tipo de lições o pai deve repassar ao filho quando ainda é pequeno, entre zero e 5 anos?

A fase de 0 a 5 anos é bem lúdica para as crianças. Os pais devem interagir com esse momento. Alguns sentem dificuldade nas aproximações, são momentos muito bonitos com significados que marcam na memória de ambos e, assim, começam a despertar para as normas e regras de convivência social e familiar. É nesta fase que começam os diálogos e as explicações do mundo imaginário para o mundo real. Paciência, persistência e respeito são fatores que vão estar muito presente nestes momentos.

E quando cresce, entre os 5 e 12 anos?

Nesta faixa etária, em qualquer fase que o filho esteja haverá momentos onde a autoridade e autonomia de pai será testada. É nessa hora que o pai deverá seguir o diálogo como ponto de equilíbrio das relações. Filhos não vêm com manual de instrução, mas discernir o momento do elogio, o reforço positivo das atitudes, valorizando as ações do mesmo, organizando os combinados e adotando posturas de segurança e firmeza são atitudes que vão possibilitar mais crescimento pessoal para ambos. Saber ouvir e sempre tentar esclarecer os argumentos com um bom diálogo é condição fundamental na relação pai e filhos nessa fase da vida.

Quais as lições a um filho adolescente?

Na adolescência o pai precisa entender que as relações estão mais abertas para os amigos e aí entra uma dica importante: esforce-se por conhecer quem são esses amigos ligados ao filho. Será preciso interagir, integrar, ouvir, compreender, amar, dar carinho e afeto, entendendo que esse filho está caminhando para o

futuro, onde faz suas escolhas e busca caminhos muitas vezes diferentes dos que pensamos para eles. Aos pais cabe caminhar ao lado, oferecendo apoio, segurança e sabendo que em alguns momentos as situações sairão fora de suas expectativas e exigirão do pai controle, respeito e equilíbrio para as adversidades que vão surgir.  


Farroupilha, 10 de agosto de 2018

E como ficam os pais que não estão todos os dias com os filhos? Em uma sociedade onde o número de divórcios cresce de forma considerável, muitos pais acabam ficando distante dos filhos, vendo os pequenos apenas alguns dias da semana ou poucos dias do mês, dependendo das definições legais de guarda. Segundo a psicóloga Daniela Bertoncello de Oliveira, mesmo estes pais podem ser atuantes e presentes na educação dos filhos. “O que importa nestes casos é que, quando estão juntos, os pais possam fazer tudo aquilo que fariam se estivessem perto todos os dias, só que com muito mais saudade e vontade de estar

perto. Esse pai pode cuidar um pouco mais em relação ao limite a ser colocado, pois às vezes pensa que, como vê menos vezes o filho, não pode dizer não a ele. Isso não é verdadeiro. O limite deve ser proposto sempre que necessário”, alerta a profissional. Pais divorciados devem lembrar-se de separar as questões conjugais do seu papel de pai. O filho não deve ser veículo de uma comunicação do ex-casal. Esse pai pode aproveitar muito o tempo com seu filho, não só com lazer, mas também associando questões, por exemplo, de rotina escolar.

7


8

Farroupilha, 10 de agosto de 2018

s o m a r o m e Por que com ? s i a P s o d a i oD Não importa se cuidam dos filhos todos os dias ou se estão com eles apenas aos finais de semana e feriados, o mês de agosto é sempre dedicado para eles: os pais. Mas, você sabe por que as famílias comemoram a data? A história mais conhecida é a do americano William Jackson Smart. A esposa deste ex-combatente da guerra civil morreu ao dar a luz ao sexto filho, e ele se viu sozinho para cuidar do bebê e dos outros cinco filhos, ainda pequenos. Em 1909, a filha Sonora Smart resolveu homenagear William em razão da admiração que sentia por sua dedicação no cuidado com os filhos. A data escolhida foi a de nascimento de William, 19 de junho. Aos poucos, a data passou a ser difundida entre as famílias do estado de Washington e se espalhou pelos Estados Unidos até que, em 1972, o presidente Richard Nixon declarou o terceiro domingo de junho como o Dia dos Pais.

O Dia dos Pais em outros Países

Na África do Sul, Canadá, México, Turquia, Venezuela e França a data também é comemorada em junho. Já na Austrália e Nova Zelândia a comemoração acontece no primeiro domingo de setembro. Na Rússia as famílias celebram o Dia dos Pais no 23 de fevereiro e na Tailândia no dia 5 de dezembro. No Brasil, a data passou a ser comemorada a partir de 1953, quando várias entidades da imprensa se juntaram para promover um concurso para homenagear três tipos de pais: o pai com maior número de filhos, o mais jovem e o mais velho. Os vencedores foram um pai com 31 filhos,

um pai de 16 anos e um pai com 98 anos de idade. Desde então, o Dia dos Pais vem sendo comemorado anualmente no País, sempre no segundo domingo do mês de agosto.

Dia de São José

Em Países de maior tradição católica, o Dia dos Pais é celebrado em 19 de março, dia de São José, marido de Maria, mãe de Jesus. Entre eles, estão Portugal, Espanha, Itália, Andorra, Bolívia e Honduras. Em outras nações, como Suíça, Liechtenstein e Croácia a data especial também é comemorada no mês de março.


MÊS DA ADVOCACIA

10 de agosto de 2018

Parte integrante da Edição 550. Não pode ser vendido separadamente

Mês para celebrar a advocacia Ramon Cardoso

Presidente da OAB Farroupilha, Rafael Colloda, junto ao professor Cesar Modena, coordenador do curso de Direito da Faculdade CNEC, em evento que integrou a ampla programação do período

OPINIÃO E BALANÇO

CAMPANHA

CEJA

Presidente da Subseção Farroupilha faz análise do triênio 2016/2018 Páginas 2 e 3

Presidente da OAB/RS, Ricardo Breier participa do Almoçando com a CICS Página 6

Comissão Especial do Jovem Advogado propõe discussão com Judiciário e MP Página 7

Colloda avalia trabalho na OAB Vote Consciente em palestra

Temas polêmicos em debate


2

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

opinião

Tempos de celebrar a advocacia Rafael Gustavo Portolan Colloda *

M

ês de agosto é um mês especial para a advocacia. É tempo de celebração pelo exercício da profissão considerada indispensável à administração da justiça pela própria Constituição Federal em seu artigo 133. O dia 11 de agosto é a data específica para celebração da advocacia. Vivemos tempos difíceis, tormentosos e de difícil previsão quanto ao futuro em nosso País. Nossa profissão, por vezes incompreendida, também enfrenta seus percalços, suas agruras, suas injustiças. Mas as advogadas e advogados, cientes da sua missão, seguem firmes na sua atribuição constitucional, profissional e confiada pelos seus constituintes na defesa e busca da concretização de seus direitos. Pelas mentes e mãos da advocacia passam a defesa dos direitos e garantias individuais, a concretização de direitos sociais, a busca pela reparação por danos, a defesa contra pretensões injustas ou mesmo a equalização das relações, o estabelecimento de acordos e tantas outras atividades às quais a advocacia é essencial, isso sem contar com as atribuições institucionais nas quais a advocacia se doa em prol da própria sociedade e da cidadania. Justamente por se saber sobre a relevância do exercício da advocacia, por se saber das dificuldades diárias enfrentadas na profissão, é que entendemos que a advocacia

deve ser celebrada. O papel da advocacia é fundamental em um Estado de Direito. Por isso, enquanto Subseção, programamos em Diretoria e Conselho Subseccional uma série de eventos para marcar agosto como o Mês da Advocacia. Nossa gestão iniciou em 2016 e está encerrando no final deste ano de 2018. Estamos felizes porque dentre nossas propostas de trabalho estava primordialmente a Integração do Advogado à OAB e da OAB à Comunidade. Todos nossos esforços foram direcionados nesse sentido e, apesar de sabermos que muito ainda há por fazer e avançar deve ser sempre uma constante, podemos afirmar que nossa entidade está viva, representativa e pulsante. Mantivemos serviços e estrutura necessários ao atendimento da advocacia. Realizamos em quantidade e com qualidade cursos e palestras presenciais com vistas à qualificação da Advocacia Farroupilhense, isso sem falar nos cursos tele presenciais oferecidos pela Escola Superior da Advocacia (ESA) e pelo convênio com a Associação dos Advogados de São Paulo (AASP). Por meio da Caixa de Assistência dos Advogados realizamos campanhas vacinais, foram firmados convênios com vistas a obter benefícios para a advocacia e foi possível estruturar a nova sala da OAB no novo prédio do Fórum de Farroupilha, que vai ser inaugurada na próxima quinta (veja mais na página 5). Nossas comissões trabalharam muito. Exemplificando de forma não exaustiva, pela Comissão da Mulher

Advogada retomou-se o projeto OAB Vai à Escola, trabalhou-se a questão da violência contra a mulher e também a valorização da mulher, em especial da advogada. Pela Comissão Especial do Jovem Advogado foram realizadas palestras, grupos de estudo e eventos de integração. Pela Comissão do Exercício da Profissão passaram casos em que se buscou coibir o exercício irregular da advocacia. Pela Comissão de Acompanhamento do Legislativo foram analisados temas importantes e de interesse da cidadania. A participação da OAB nos Conselhos Municipais e de entidades se fez de forma representativa por colegas que doam seu tempo em prol do bem comum, especialmente pretendendo ver concretizados na prática direitos assegurados pela Constituição. Nos integramos à comunidade farroupilhense trabalhando em sintonia com entidades representativas de diversos segmentos, tendo realizado, inclusive, eventos e reuniões conjuntas, debatido e agido de forma organizada e interdisciplinar. Nos manifestamos sempre que entendemos necessária a defesa da advocacia e da cidadania. Fomos uma das entidades que apoiou o surgimento do Observatório Social. Sempre mantivemos elevado nível de diálogo institucional com membros do Poder Público, com vistas a consecução do bem comum. Nesse sentido elogiamos a Comissão Mista que trabalha em nosso Município desde 2007, onde juntamente com representantes do Poder Judiciário, Ministério Público, Brigada Militar e Polícia Civil se buscam

soluções para problemas que envolvem as atividades voltadas, sobretudo, à cidadania. Também promovemos, em parceria com a Câmara de Vereadores e outras entidades, audiências públicas sobre temas relevantes, além de manter diálogo com o Poder Executivo na busca de soluções para problemas específicos. Participamos intensamente dos debates da advocacia da Serra, por meio dos Encontros de Presidentes da Serra, e do Estado, por meio da participação nos Colégios de Presidentes, além da participação nas conferências e colégios específicos para tratar de assuntos ligados aos jovens, às mulheres, Caixa de Assistência e Escola Superior da Advocacia. Nosso entendimento sempre foi no sentido de que, para que haja uma advocacia forte, a OAB deve ser forte, e para que a OAB seja forte, a advocacia deve estar igualmente forte na sua atividade exercida por cada colega. Assim, praticamente ao final dessa gestão, somente temos a agradecer a cada dirigente, conselheiro, delegado, membro de comissão e a cada colega que, no seu exercício profissional, dignifica a advocacia por tudo que fizeram em prol da OAB e da nossa profissão, bem como temos a agradecer à comunidade de Farroupilha, membros dos poderes públicos constituídos, entidades da sociedade civil organizada e imprensa. As atitudes de cada um fazem com que tenhamos motivos de sobra para celebrarmos de forma integrada este Mês da Advocacia. * Presidente da OAB Farroupilha


3

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

BALANÇO DA GESTÃO

A sensação da missão cumprida Para o presidente Rafael Colloda, objetivo de inserção comunitária da OAB Farroupilha foi alcançado em seu mandato ria, membros das Comissões, conselheiros e representantes da Ordem nos Conselhos Municipais. Essa atuação conjunta nos permitiu ter uma representatividade muito ativa neste período”, comentou Colloda. Paralelo a isso, claro, também foi fortalecida a integração do advogado à OAB. “Acho que realizamos um bom trabalho institucional em relação à Comissão Mista, que atuou junto ao Ministério Público, Magistratura, serventuários do Poder Judiciário, Brigada Militar e Polícia Civil, e também na parceria com outras entidades, em especial com a CICS e a Câmara de Vereadores”, apontou o presidente. Para marcar seu último ano à frente da Ordem, um Mês da Advocacia repleto de atrações, com cursos, palestras e eventos de confraternização que se estendem até o próximo dia 30, com o II Jantar

Ramon Cardoso

Q

uando foi eleito para assumir a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção Farroupilha, em 17 de novembro de 2015, e especialmente quando tomou posse no cargo, no dia 1º de março de 2016, o advogado Rafael Gustavo Portolan Colloda enfatizou uma palavra, que inclusive dava nome à sua chapa: Integração. A meta era clara, a de tornar a entidade ainda mais atuante na comunidade farroupilhense. Já na reta final de seu mandato, ele assegura que a missão foi cumprida. “Foram três anos muito positivos. Quando assumimos tínhamos a expectativa de realizar um trabalho e, agora, no final do período, estamos com a consciência tranquila de termos feito o melhor possível. Só tenho que agradecer à direto-

Capítulos finais Girardi e Colloda avaliam de maneira positiva o trabalho desenvolvido no triênio 2016/2018

Advogadas na Cozinha, que acontece na sede da OAB. “Foi um período de muito aprendizado, de grande interação com os colegas e também com as outras Sub-

seções. Importante também foram as parcerias estabelecidas na oferta de cursos presenciais e a distância, como a feita com a Escola Superior da Advocacia (ESA), por exem-

plo”, citou o tesoureiro Isaias Roberto Girardi. Neste Caderno Especial, confira algumas das ações realizadas e as que ainda ocorrerão ao longo do mês que celebra a advocacia.


4

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

NOVO CPC

Descomplicando os processos Palestra do professor Darci Guimarães Ribeiro aconteceu na terça à noite, no Auditório da Faculdade CNEC Farroupilha do advogado estar atento às alterações do novo Código. “Vocês podem ter a mais absoluta certeza que, se não estudarem o Código de Processo Civil, vocês vão advogar de joelhos. Hoje, a realidade do processo civil está alterada e o advogado tem o mesmo peso do magistrado. O legislador deu esse poder às partes, que limitam até mesmo o conhecimento jurídico do juiz, mas isso não está sendo utilizado”, enfatizou Ribeiro. Para o professor, a meta foi a de acelerar o trâmite judicial, destravar a Justiça e conferir uma maior liberdade para os advogados. “As partes podem escolher a norma jurídica que entenderem a mais apropriada para resolverem o problema, se sobrepondo inclusive ao magistrado que, respeitada regras gerais, terá que acatá-la. Valerá a norma que se entende a mais adequada para o caso. Isso representa um ganho de tempo que é benéfico a todos”, frisou Ribeiro, que trouxe dados sobre o Poder Judiciário brasileiro para ilustrar a

Ramon Cardoso

P

arceria da OAB com a Faculdade CNEC, a palestra “Negócios Jurídicos e Saneamento do Processo”, feita pelo doutor Darci Guimarães Ribeiro, integrou a programação do Mês da Advocacia da Ordem e também a Semana Acadêmica do Direito da instituição de ensino superior. De forma muito didática, o professor mostrou aos advogados e alunos, presentes em bom número, as profundas mudanças ocasionadas a partir do novo Código de Processo Civil e a maior liberdade conferida às partes. “O Direito Civil, que é de natureza privatista, está se direcionando ao interesse público, ao passo que o Código de Processo Civil, de natureza pública, está se inserindo dentro de uma lógica de interesse privado. Será que o Direito Contratual se processualizou ou o nosso processo se contratualizou?”, questionou o professor, que trouxe dados de um Poder Judiciário inchado para justificar a importância

Lições na prática Ribeiro trouxe exemplos de como as partes podem assumir posição de protagonismo no processo

necessidade de se trabalhar no sentido de otimizar os processos. Conforme dados apresentados pelo palestrante, a Justiça consome, ao ano, R$ 79 bilhões, com seus 17.338 juízes, 434.159 servidores, 91 tribu-

nais e 104 milhões de processos que tramitam no País. No Rio Grande do Sul, o número de processos é superior ao da população. A quase totalidade desses recursos, 95%, são apenas para o custeio da folha de pagamento.


5

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

Sala da OAB no Fórum inaugura na próxima quinta Espaço da Ordem local servirá de suporte para advogados

A

proveitando a presença de Ricardo Breier, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Rio Grande do Sul (OAB/RS), que palestrará sobre a campanha “Voto Consciente”, no Almoçando com a CICS (veja mais na página 6), será inaugurada, na próxima quinta, logo após o evento, a sala da OAB Farroupilha no Poder Judiciário. A Ordem contava com um espaço no antigo Fórum, mas era restrito e acabou cedido pelo fato da nova sede, localizada nas proximidades, contar com uma estrutura que oferecia suporte a eventuais emergências. “Os novos Fóruns têm que con-

tar com uma sala da OAB. Nela vamos disponibilizar um profissional para atendimento, além de máquina copiadora e computadores que ficarão à disposição dos advogados. Importante destacar que a estrutura da nossa sede também continua oferecendo o espaço para os profissionais”, ressaltou o presidente da Subseção Farroupilha, o advogado Rafael Gustavo Portolan Colloda. O local ainda receberá reparos finais antes da inauguração oficial, na quinta à tarde. Melhor estrutura Novo espaço oferece apoio para eventuais demandas dos advogados que acessam o Poder Judiciário farroupilhense

Fotos: Ramon Cardoso

NO PODER JUDICIÁRIO


6

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

INFORMANDO O ELEITOR

OAB deflagra o Vote Consciente Campanha focada nas eleições contará até com aplicativo para população consultar histórico dos políticos pelo presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, cerca de 60% dos eleitores não sabem em quem votar no dia da eleição, um dado que certamente prejudica a escolha e compromete a democracia. Breier estará em Farroupilha na próxima quinta, falando sobre o tema no Almoçando com a CICS, no Restaurante Parque dos Pinheiros. Engajada na questão e seguindo o lema “Queremos você de olho nos candidatos”, a Ordem disponibilizará inclusive um aplicativo onde será possível consultar o histórico dos candidatos, verificar se eles respondem algum processo judicial ou estão impedidos de concorrer pela Lei da Ficha Limpa. Diversos setores da sociedade gaúcha também apoiam o movimento encabeçado pela OAB.

Lucas Pfeuffer/OAB RS

S

empre atuante em anos eleitorais, a Ordem dos Advogados do Brasil desencadeou a campanha “Vote Consciente”. O lançamento ocorreu na quarta à noite, no Theatro São Pedro, em Porto Alegre, e contou com a presença de Claudio Lamachia, ex-presidente da OAB/RS e presidente do Conselho Federal da Ordem. “A OAB sempre foi muito ativa nas eleições. Foi assim com o Subcomitê 9840 (movimento de combate à corrupção eleitoral), com a campanha ‘Voto não tem preço, tem consequência’ e agora com o ‘Vote Consciente’. O objetivo é levar o eleitor a fazer um exercício de reflexão, acompanhar propostas e vida pregressa dos candidatos e facilitar a escolha por bons representantes”, destacou Rafael Gustavo Portolan Colloda, presidente da OAB Farroupilha. A campanha propõe, sobretudo, o planejamento responsável do voto. Segundo dados do Ibope revelados

Cidadania pelo voto Lançada em Porto Alegre, campanha nacional contou com a presença de Lamachia e Breier

Programe-se O que: Palestra “Vote Consciente”, com Ricardo Breier, presidente da OAB/RS no Almoçando com a CICS Quando: próxima quinta, às 12h Onde: Restaurante do Parque dos Pinheiros (Independência, s/nº) Quanto: almoço por adesão


7

FARROUPILHA, 10 DE AGOSTO DE 2018

CEJA

A porta de entrada da advocacia Comissão Especial do Jovem Advogado atua no sentido de contribuir com a inserção dos novos profissionais na área Um Olhar da Advocacia, Magistratura e Ministério Público sobre temas polêmicos atuais e de relevante interesse público” reunirá advogados, juízes e promotores para o debate de questões delicadas e que estão em discussão na sociedade. “Queremos ultrapassar a questão da formalidade e ouvir a posição de promotores e juízes a respeito de assuntos polêmicos”, enfatizou Vinicius. Os temas vão do aborto à descriminalização das drogas, da exploração de jogos de azar à redução da maioridade penal, uma atividade que é aberta à comunidade. “Será uma boa oportunidade para aproximar o jovem advogado do MP e Judiciário, estreitar laços, realizar essa harmonia que busca facilitar o relacionamento, além de atualizar o advogado sobre temas relevantes”, comentou Guilherme.

Ramon Cardoso

I

ngressar em uma profissão nem sempre é fácil e o ambiente formal que envolve a advocacia, por vezes, é intimidador. É para quebrar eventuais paradigmas que a Comissão Especial do Jovem Advogado (CEJA) da OAB Farroupilha trabalha. “Somos a porta de entrada, o primeiro contato do jovem advogado com a OAB. Nosso objetivo é fazer com que ele sinta-se acolhido”, destacou Vinicius Filipini, coordenador da CEJA ao lado do colega Guilherme Francisquetti. “O futuro está no jovem advogado. Esse fortalecimento resultará em uma advocacia mais forte e aqui, na OAB Farroupilha, esse apoio é muito presente”, ressaltou Guilherme. A dupla se mobiliza para o evento que acontece no próximo dia 29. O “Diálogos Institucionais:

Anfitriões Trabalho de Guilherme e Vinicius na coordenação da CEJA tem por objetivo facilitar a integração dos novos advogados à OAB e ao cotidiano da advocacia

Programe-se O que: Diálogos Institucionais: Um Olhar da Advocacia, Magistratura e Ministério Público sobre temas polêmicos atuais e de relevante interesse público Promoção: Comissão Especial do Jovem Advogado Quando: próximo dia 29, às 18h30min Onde: Auditório da OAB Farroupilha (Prefeito Schneider, 321) Quanto: entrada franca e aberto à comunidade


Edição 550  
Edição 550  
Advertisement