Page 1

FARROUPILHA

|

ANO XI

| EDIÇÃO 545

| 6 DE JULHO DE 2018 |

R$ 3,00

Lições de respeito aos animais Juliana Inês Casa Barbieri

Alunos da Lima Limão se juntaram em campanha e coletaram tampinhas plásticas para ajudar ONG dos Peludos, tendo como culminância do projeto a visita de voluntárias da causa e presença da mascote Princesa, na quinta pela manhã Editoria de Educação, página 16


2

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL

IFDM: em novo levantamento, Farroupilha ocupa 16ª posição no Rio Grande do Sul e 97ª no Brasil Município perde duas posições em relação ao levantamento anterior feito pela Firjan, mas se mantém em destaque

IFDM

1,0 0,8518

0,8447

0,8620

0,8607

0,8591

0,8301

0,8465

14º no Rio Grande do Sul e 95º no Brasil

16º no Rio Grande do Sul e 97º no Brasil

0,0

16º no Rio Grande do Sul e 96º no Brasil

0,2

20º no Rio Grande do Sul e 133º no Brasil

0,4

13º no Rio Grande do Sul e 126º no Brasil

0,6

22º no Rio Grande do Sul e 168º no Brasil

0,8 13º no Rio Grande do Sul e 127º no Brasil

E

studo desenvolvido desde 2008 pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) apresentou, nesta semana, seu novo relatório, que tem 2016 como ano base. Criado para mensurar o desenvolvimento dos municípios brasileiros, ele avalia, a partir de dados oficiais, a situação de cada um a partir de três frentes: Educação, Saúde e Emprego e Renda. Inspirado no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Organização das Nações Unidas (ONU), ele vai de 0 a 1, classificando os municípios em quatro divisões: de baixo estágio de desenvolvimento (índice de 0 a 0,4), de desenvolvimento regular (entre 0,4 e 0,6), moderado (entre 0,6 e 0,8) e, por fim, de alto estágio de desenvolvimento (a partir de 0,8 até 1). Farroupilha apresentou desenvolvimento moderado apenas nos três primeiros anos da avaliação (2005 a 2007) e, a partir daí, se inseriu na faixa de alto desenvolvimento (2008 até 2016). Na avaliação publicada nesta semana, Farroupilha atingiu a pontuação de 0,8465, que a coloca na 16ª posição no Rio Grande do Sul e 97ª no País. O município perdeu duas posições em relação à avaliação feita no ano passado (era 14º no Estado

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

e 95º no País), que teve 2015 como ano base, apesar de um IFDM mais baixo, com a nota de 0,8301. Mesmo assim, Farroupilha aparece em um seleto grupo, já que apenas

7,8% dos municípios brasileiros ocupam a faixa de alto desenvolvimento, percentual que sobe para 15,18% se o recorte for feito apenas com as cidades da Região Sul. Veja dados desta

década no IFDM acima e dos demais quesitos na página ao lado, 4 e 5, com a respectiva posição estadual e nacional. O estudo completo pode ser acessado pelo site www.firjan.com.br.


3

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

EDUCAÇÃO

O índice em constante evolução 93º no Rio Grande do Sul e 924º no Brasil

0,0

109º no Rio Grande do Sul e 967º no Brasil

0,2

0,8271

134º no Rio Grande do Sul e 1.198º no Brasil

0,4

0,8270

0,8812

135º no Rio Grande do Sul e 1.480º no Brasil

0,6

0,8183

0,8740

87º no Rio Grande do Sul e 1.138º no Brasil

Fonte: Ministério da Educação

0,8

0,7978

0,8457

79º no Rio Grande do Sul e 1.148º no Brasil

Educação (variáveis)

* Atendimento à Educação Infantil * Evasão no Ensino Fundamental * Distorção idade/série no Fundamental * Docentes com Ensino Superior no Fundamental * Média de horas/aula diárias no Fundamental * Resultado IDEB no Fundamental

Educação

1,0

92º no Rio Grande do Sul e 1.139º no Brasil

D

as quatro avaliações: IFDM geral, Saúde, Emprego e Renda e Educação, esta última é a única em que a nota do município não sofreu oscilações e manteve uma progressão contínua, embora a posição no Estado e País tenham variado. No recorte proposto, desta década, o município abriu a análise ocupando uma posição de estágio moderado de desenvolvimento no campo educacional, mas muito próximo ao índice que classifica o nível alto (a partir de 0,8). Veja abaixo os dados que são levados em consideração na avaliação.

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016


4

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

SAÚDE

Quesito melhor avaliado pela Firjan

0,0

71º no Rio Grande do Sul e 182º no Brasil

0,2

60º no Rio Grande do Sul e 125º no Brasil

0,4

0,9415

88º no Rio Grande do Sul e 182º no Brasil

0,6

0,9072

0,9455

106º no Rio Grande do Sul e 277º no Brasil

0,8

0,8823

0,9339

134º no Rio Grande do Sul e 367º no Brasil

Fonte: Ministério da Saúde

0,8696

0,9213

173º no Rio Grande do Sul e 523º no Brasil

Saúde (variáveis)

* Proporção de atendimento adequado de pré-natal * Óbitos por causas mal definidas * Óbitos infantis por causas evitáveis * Internação sensível à atenção básica

Saúde

1,0

205º no Rio Grande do Sul e 583º no Brasil

A

avaliação mais elevada do município no estudo feito pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) é na Saúde. O índice apresentou apenas uma pequena queda no presente levantamento, que se refletiu também na perda de posições no Estado e Brasil. Nos dois primeiros anos analisados no recorte ao lado, Farroupilha ainda estava na casa do 0,8, nota que subiu para 0,9 a partir de 2012 e se manteve com folga ao longo da última meia década. É o dado que menos oscilou em comparação com as posições do município na classificação estadual e nacional. Veja abaixo o que é levado em conta na formulação da nota.

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016


5

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

EMPREGO E RENDA

Com melhores posições no Estado

0,4 0,2 0,0

0,7978 0,7168

0,6708

17º no Rio Grande do Sul e 143º no Brasil

0,6

0,8336

16º no Rio Grande do Sul e 199º no Brasil

0,8

0,8519

10º no Rio Grande do Sul e 106º no Brasil

0,8335

11º no Rio Grande do Sul e 109º no Brasil)

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego

0,8881

11º no Rio Grande do Sul e 104º no Brasil

* Geração de emprego formal * Taxa de formalização do mercado de trabalho * Geração de renda * Massa salarial real no mercado de trabalho formal * Índice Gini de desigualdade de renda no trabalho formal

Emprego e Renda

14º no Rio Grande do Sul e 151º no Brasil

Emprego e Renda (variáveis)

1,0

5º no Rio Grande do Sul e 47º no Brasil

E

mbora a nota de Emprego e Renda seja a mais baixa entre as avaliadas, é nela que Farroupilha se insere nas melhores posições do Rio Grande do Sul. No ano que abre o recorte, o município ocupava a 5ª posição no quesito no Estado. Apesar da queda mais acentuada na análise, a classificação estadual ainda permanece alta e estável, com oscilação maior na posição nacional. A partir de 2014, ano em que teve início o período recessivo que perdura até hoje, é possível perceber a diminuição da nota farroupilhense.

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016


6

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

Reforma trabalhista Daniela Vasconcellos Gomes *

A

tualmente, fala-se muito em “reforma trabalhista”, ou até mesmo “modernização trabalhista”, como insiste o governo, mas na realidade não ocorreu uma reforma trabalhista e sim uma alteração na redação da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Mas, qual a diferença entre reforma trabalhista e reforma da CLT? Reforma trabalhista significaria alteração não apenas da legislação, mas de princípios e direitos fundamentais do Direito do Trabalho, o que não ocorreu. Ocorreu uma reforma na legislação, que foi imposta de forma tão apressada e sem a necessária discussão nos diversos setores da sociedade, que possivelmente não terá toda a repercussão esperada por seus entusiastas, pois ela é considerada inconstitucional em diversos pontos. Assim ocorre porque o Direito do Trabalho é a forma de organização das relações profissionais, já que é o ramo do Direito que estuda as relações entre empregados e empregadores. É o conjunto de normas, princípios e instituições que possuem como principal característica a proteção do trabalhador. O objetivo da legislação do trabalho é limitar a autonomia contratual mediante normas imperativas, de forma a determinar algumas diretrizes em relação ao conteúdo do contrato de trabalho, que é limitado não apenas pela legislação trabalhista, pelos tratados e convenções internacionais, como também pelos acordos e negociações coletivas que incidem em cada caso específico.

No Brasil, a legislação trabalhista é conhecida pelo seu caráter intervencionista, criticado por alguns e visto como necessário por outros. Em verdade, há uma grande polarização em relação ao Direito do Trabalho, em que empregados e empregadores não estão apenas em lados opostos, mas aparentemente não possuem qualquer ponto em comum. Com a reforma havida na legislação trabalhista imposta pela Lei 13.467/2017, passou-se a discutir em diversos meios as características do Direito do Trabalho no Brasil. Aliás, desde o ano passado os meios de comunicação passaram a colocar o Direito do Trabalho em pauta, mas nem sempre de forma esclarecedora, até porque o panorama jurídico ainda está bastante indefinido. Em pouco mais de um ano, existiram várias realidades dentro do Di-


7

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

ou reforma da CLT?

Divulgação

reito do Trabalho. No final de 2016 foi apresentado o Projeto de Lei 6.787/2016 que se transformou na Lei 13.467/2017, a qual impôs a chamada reforma trabalhista, que começou a vigorar em 11/11/2017; apenas 3 dias depois, em 14/11/2017 foi editada a Medida Provisória 808/2017, que alterou diversos dispositivos da reforma trabalhista, mas perdeu efeito em 23/04/2018, voltando à redação original do texto aprovado. Alguns temas, como a gorjeta e o trabalho insalubre das grávidas e lactantes, tiveram diversas formas de regulação nesse curto período de tempo, e essas sucessivas mudanças não refletem a segurança jurídica que se espera do ordenamento jurídico. Se um dos objetivos do Direito é garantir a pacificação social, fica claro que esse verdadeiro caos legislativo não cumpre seu papel de har-

monizar as relações e, muito menos, de proporcionar segurança jurídica. Nesse sentido, um dos argumentos para a aprovação do projeto de lei que impôs a reforma da CLT foi a busca de maior segurança jurídica nas relações, especialmente para os empregadores, que se queixam do excesso de protecionismo da legislação, mas a reforma legislativa realizada – e principalmente da forma como foi realizada – não trará maior segurança jurídica, pois muitos pontos não ficaram suficientemente claros, dando margem a interpretações diversas, diante da legislação imposta e das características já consolidadas do Direito do Trabalho, construído por meio de alterações legislativas e posicionamentos jurisprudenciais no decorrer de várias décadas. * Advogada (OAB/RS 58.090)


8

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

Ferramentas e parâmetros de gestão Nesta semana, a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) divulgou a nova edição do Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM). Muito embora ele seja baseado em dados que as prefeituras têm conhecimento, já que parte delas o fornecimento do material aos Ministérios, compilar essa gama de informações em um estudo científico e embasado, contribui e muito para a adoção de

políticas públicas que venham a melhorar os índices da gestão municipal. Farroupilha mais uma vez manteve uma posição de destaque no levantamento, algo recorrente na análise. No IFDM, que compila as variáveis de Educação, Saúde e Emprego e Renda, o município ocupa a 97ª posição no País e está em 16º no Rio Grande do Sul (veja mais na Matéria Especial, páginas 2 a 5).

Um indicador que chama a atenção é o de Emprego e Renda. Ele é o que apresenta as piores notas, mas as melhores posições no Rio Grande do Sul. O que mostra que a melhora necessita ser feita em todo o indicador e em todo o Estado. Especialmente após 2014, com o início do período de recessão que ainda perdura, é possível perceber o reflexo direto da crise na questão que, curiosamente no recorte propos-

to, apresentava a maior nota em 2010. Evidente que cada prefeitura tem uma visão mais próxima da realidade municipal, mas estudos como o feito pelo Sistema Firjan, não resta a menor dúvida, ajudam, a partir de uma avaliação externa e independente, a mostrar caminhos e guiar as políticas públicas municipais. Embora Farroupilha esteja bem situada no IFDM, a meta deve ser sempre melhorar.

OPINIÃO

A grama do vizinho é mais verde... e faz milagres! Daniel Toledo * Quero fomentar uma reflexão em relação à estrutura e solidez de mercado, valorização, desvalorização de moeda e a segurança onde é feito o investimento ou a origem do recebimento de ativos, fazendo um comparativo entre Brasil e Estados Unidos. Projetar a empresa no mercado americano significa que o empresário está atuando em várias frentes, o que é excelente porque além da margem de lucro maior, ele não sofre com a oscilação da economia como ocorre hoje com quem atua somente no Brasil. E quando passam a internacionalizar os produtos as instituições crescem, prosperam e passam a ganhar mais lá fora... e o resultado? Deixam o Brasil fechando vagas de emprego e isso é apenas um dos muitos impactos negativos. A busca da internacionalização tam-

bém é uma forma de tentar escapar das altas taxas praticadas pelo governo brasileiro que impede o crescimento. Infelizmente, há um certo momento que o empresário sabe que se aumentar a estrutura e consequentemente os ganhos, será ainda mais taxado. Estamos falando de um ambiente completamente desmotivador para quem empreende. Há uma estagnação porque o País não injeta dinheiro e não deposita segurança (crédito) para quem está aquecendo a economia. E quem fica segue massacrando o consumidor com juros altíssimos, afinal, impossível se manter no mercado se não for desta forma. Separei um exemplo para ilustrar parte deste caos para qual evoluiu o Brasil. Em 1996, um Santana modelo 97 completo, considerado então um modelo de luxo e preferido pelos executivos, custava em torno de R$ 18 mil. Na época,

Índice

Editorial

Matéria Especial....................................... Páginas 2 a 5 Editorial e Opinião.................................. Página 8 Economia ..................................................... Página 10 Cidade .......................................................... Páginas 12 e 14 Política ....................................................... Página 15 Educação..................................................... Página 16 Esporte........................................................ Páginas 17 a 19

Inside

Especial ....................................................... Capa Cinemas ........................................................ Página 2 Cultura ........................................................ Página 3 Gustavo Pimentel ..................................... Página 4 Agenda ......................................................... Página 4 Música .......................................................... Página 5 Guilherme Macalossi .............................. Página 5 Social ........................................................... Páginas 6 e 7 Egui Baldasso............................................ Página 8 Beleza........................................................... Página 8 Ação Social ................................................ Página 9 Lauro Edson Da Cás ................................. Página 9 Sétima Arte................................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ................................................. Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Dia do Panificador e da Pizza ............. 8 páginas Classificados .......................................... 12 páginas

o dólar estava em torno de R$ 1,03 a R$ 1,04, praticamente um por um. Se pegarmos um veículo com o mesmo perfil, como o Corolla, também do mesmo ano de fabricação, só que vendido nos Estados Unidos. Nos deparamos com o preço de US$ 12.728,00 ou seja, o veículo da Volkswagen custava US$ 6 mil dólares a mais. Trazendo este cenário para 2018, um Corolla 0km nos Estados Unidos, modelo já do próximo ano, custa US$ 14.900,00 apresentando uma valorização em torno de US$ 2 mil. O que era em 1996 sofreu pouca alteração em relação aos valores atuais. Agora vamos viajar até o Brasil. O mesmo carro, em 1996, era vendido por R$ 18.990,00 e hoje é comercializado nas concessionárias por R$ 115 mil, praticamente dez vezes mais. Uns podem falar que agora o dólar está 4 para 1, resultando então em US$ 25 mil, então qual

Redação - redacao@jornalinformante.com.br Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br Yasmin Signori Andrade yasmin@jornalinformante.com.br

Comercial-comercial@jornalinformante.com.br Camila de Lima Alves camila@jornalinformante.com.br Fabiano Luiz Gasperin gasperin@jornalinformante.com.br Maria da Graça Potricos Leite maria@jornalinformante.com.br

Anúncios-anuncios@jornalinformante.com.br Marcelo Bortagaray Mello marcelo@jornalinformante.com.br Tiago Rodrigues da Silva tiago@jornalinformante.com.br

Financeiro-financeiro@jornalinformante.com.br Keli de Almeida Maciel keli@jornalinformante.com.br

seria o motivo? Mesmo que seja considerado a desvalorização da moeda, o que houve de lá pra cá? Para que houvesse essa explosão do preço? Por tudo o que citei, e além de uma série de motivos, dolarizar traz muitos benefícios e segurança e esse exemplo do carro serve para ilustrar. Colocar um produto no exterior significa conquistar uma certa estabilidade que não existe no Brasil. Com a internacionalização do seu currículo, seu serviço, produto ou empresa é possível conseguir fugir de uma variação muito grande, se estruturar de forma homogênea e estruturada. E mesmo que haja uma crise ou uma supervalorização, a sua moeda de recebível é estável. Você vai estar em equilíbrio independente da situação. * Advogado, sócio fundador da Loyalty Miami e consultor de negócios

Assinaturas-assinaturas@jornalinformante.com.br Assinatura Bienal: R$ 240,00 Assinatura Anual: R$ 140,00

Telefones (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

Endereço Rua Dr. Jaime Romeu Rössler, 348, Bairro Planalto

Colunistas Crônicas da Redação Dolores Maggioni Egui Baldasso Fabrício Oliboni

Guilherme Macalossi Gustavo Pimentel Lauro Edson Da Cás Paulo Roque Gasparetto

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


10

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

COMÉRCIO

Bazar DecorVida abre nesta sexta Loja, localizada na Rodovia dos Romeiros, coloca itens de Inverno à venda com preços especiais numa grande queima de estoque influencer Camille Luchese, que estará na loja às 10h com dicas de compras para investir nesta estação. “Tentando unir o útil ao agradável pensamos neste bazar como uma maneira de apresentar nossa loja física ao público da região, ofertando produtos com ótimos preços, aproveitando para promover as pontas de estoque de Inverno”, considera a proprietária Susana Compagnoni Bem. A DecorVida iniciou suas atividades há sete anos no mundo online e a loja física foi aberta no final de 2017. Pela localização estratégica, atende muitos turistas e abre as portas todos os finais de semana. Acompanhando o bazar, haverá ainda comercialização de produtos coloniais e de orquídeas no estacionamento da Milla Calçados, ao lado da DecorVida.

Arquivo Jornal Informante

B

oa oportunidade para adquirir artigos de cama, mesa, banho e utilidades nesta sexta, sábado e domingo. É o Mega Bazar da DecorVida, que coloca produtos a preços especiais numa grande queima de estoque dos artigos de Inverno. Itens como pano de copa, fronhas, toalhas de rosto, de piso e banho, lençóis, mantas, travesseiros, roupões e outros artigos estarão à venda. Haverá ainda jogos de cama em plush de solteiro, casal e queen. São produtos de marcas renomadas como Camesa, Teka, Dona, Parati e Athenas. Na sexta o Bazar abre das 8h30min às 18h30min e no sábado e domingo será das 8h30min às 17h30min. Ainda para a sexta o destaque será a presença vip da

Programe-se O que: Mega Bazar DecorVida Quando: nesta sexta, das 8h30min às 18h30min, e sábado e domingo, das 8h30min às 17h30min Onde: Loja DecorVida (Rodovia dos Romeiros, 1.921, no Distrito Industrial de Caravaggio)

Bons preços Susana, à frente da DecorVida, convida para bazar que acontece desta sexta até o domingo


12

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

CONCURSO

Valorizando a excelência vitivinícola 13ª Seleção de Vinhos de Farroupilha é lançada, inicia processo de coleta das amostras e reforça compromisso com a qualidade Fotos: Ramon Cardoso

C

omo de costume, a nova edição da Seleção de Vinhos teve seu lançamento oficial realizado na terça à noite, com apresentação ocorrida no Salão Nobre seguida de coquetel no hall de entrada da prefeitura. Promovida pelo Executivo, por meio das Secretarias de Turismo e Cultura e Desenvolvimento Rural, e pela Associação Farroupilhense dos Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados (Afavin), a Seleção chega à sua 13ª edição cada vez mais consolidada. “Acredito que a frase ‘qualidade, tipicidade e tendências dentro da taça’, que está no nosso folder oficial, sintetiza bem aquilo que pretendemos mostrar no concurso. Temos produtos de excelência e que são característicos da nossa terra”, destacou João

Os promotores Taffarel, pela Afavin, Francis, Ferrari e Claiton, pelo Executivo, destacaram a evolução e a importância da Seleção para o setor vitivinícola farroupilhense

Carlos Taffarel, o presidente da Afavin. Ele fez uma explanação de como funcionará a Seleção, que apresenta algumas novidades em relação aos anos anteriores, como a exclusão da categoria Vinhos Rosé e a cisão da categoria Vinho Branco Fino Seco Moscatel Tranquilo, que agora premia tanto no engarrafado quanto no a granel. Além do presidente da Afavin, os secretários de Turismo e Cultura, Francis Casali, e Desenvolvimento Rural, Ri-

cardo Bicca Ferrari, e o prefeito Claiton Gonçalves também fizeram uso da palavra, enaltecendo a evolução qualitativa do concurso ao longo dos anos e a importância dele no desenvolvimento do setor vitivinícola farroupilhense. A coleta das amostras iniciou na quarta e se estende até a próxima sexta. A Análise Sensorial acontece nos dias 31 de julho, 1º e 2 de agosto, pela manhã, no Seminário Apostólico Nossa Senhora de Caravaggio, e o jantar de

Obituário

Embrapa Uva e Vinho, Escritório Municipal da Emater/RS/ Ascar, Instituto Brasileiro do Vinho, Laboratório de Referência Enológica (Laren), Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi) do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, IFRS Campus Bento Gonçalves, Juntos Para Competir (Farsul, Senar e Sebrae), Seminário Apostólico Nossa Senhora de Caravaggio, Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Farroupilha e UCS Farroupilha.

Alguém quer me adotar? Arduino Piccinin, 90 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Monte Bérico (3º Distrito). 30 de junho Terezinha Rosseti Balestrin, 62 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 1º de julho Pierina Maria Somacal, 92 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Nossa Senhora de Caravaggio (1º Distrito); Arciso Domingos Mazzoco, 84 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza. 2 de julho Oneide de Moraes, 51 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal.

Ludi tem um ano, é castrada e de porte pequeno. O bacana seria ter outro cãozinho para companhia. Interessados em adotá-la podem manter contato pelos fones 999.515.440 ou 981.663.349. Importante: ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes

ONG dos Peludos

28 de junho Nilsa Angelina Arcari Testa, 78 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Martha Firmina Varaschini, 93 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza; Maurício da Silva Machado, 29 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Elisabete Bartaioli De Souza de Mattos, 66 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 29 de junho Aldina Lazzari Zambone, 88 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza; João Jacob Dartora, 79 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza;

premiação está previsto para ocorrer no dia 6 de setembro, uma quinta, véspera de feriado e de abertura do 9º Festival do Moscatel, no Centro de Eventos Mário Bianchi. A 13ª Seleção tem o patrocínio de Agrimar, Sotrima, Amazon Group, BiotecSul, Guaresi, Irmãos Luvison, Vêneto Mercantil e Verallia. O apoio é da Associação dos Engenheiros Agrônomos da Encosta Superior do Nordeste, Confraria Feminina do Vinho e do Espumante de Farroupilha,


14

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

ANO ROTÁRIO

Pellizza assume Rotary Farroupilha Troca de diretoria foi na noite de segunda e novo presidente dá continuidade aos projetos sociais da entidade Éder Tondello

C

om três anos de participação na instituição, Jadriani Pellizza assumiu a presidência do Rotary Club de Farroupilha em cerimônia na noite de segunda, no Restaurante Parque dos Pinheiros. Assume no lugar de Fabiano Franco Loronha e quer dar continuidade ao trabalho que já vinha sendo desenvolvido, com os projetos existentes, entre eles o Banco Ortopédico, que é uma das causas sociais mais antigas da entidade. Há ainda aulas de teatro e coral ofertadas a alunos dos Centros de Atendimento Integral, além do costumeiro apoio aos eventos da Associação de Pais e Amigos dos Autistas (Amafa) e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Farroupilha. “Baseado no lema do pró-

Diretoria Rotary Club de Farroupilha 2018/2019 Presidente: Jadriani Pellizza Vice-presidente: Arcelino Botin Secretária: Nádia Zago Protocolo: Edson Chiomento Tesoureiro: Éder Tondello Imagem Pública: Marciano Vitor Lazzari Quadro Associativo: Gedeão Lutz Fundação Rotária: José Carlos Trujillo Projetos Humanitários: Anazilda Theodoro Novas Gerações: Daniel José Wangen Krahn Administrativo: Vera Maria Sebben ximo ano rotário que é ‘Seja a inspiração’ é que pretendemos levar adiante os projetos que já estamos desenvolvendo na nossa comunidade, inspirando cada vez mais nossos companheiros rotarianos”, considera Pellizza, que se preocupa em manter a união dos participantes e quer buscar ainda mais o

apoio da população. Na mesma noite também a Casa da Amizade, que tem participação de rotarianas e esposas de integrantes dos Rotaries, trocou de diretoria. A nova presidente é Anazilda Theodoro, a Nica, que assumiu no lugar de Rosane Loronha. A instituição desenvolve ações sociais.

Troca de comando Loronha, à direita, passou o cargo para Pellizza, na noite de segunda

Nova Vicenza também troca de diretoria

Na próxima quinta, também o Rotary Club Farroupilha Nova Vicenza realiza cerimônia para empossar a nova presidente. Será às 20h, no Restaurante Caminho do Trem. Lucia Chiele Piccoli assumirá no lugar de Eduardo Maggioni, dando sequência às ações do clube que tem 19 anos de fundação.


15

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

NA PAUTA

Em breve discussão legislativa Projetos do vereador Tiago Ilha (PRB) e da bancada do MDB, apresentado por Jonas Tomazini, são apresentados públicos. Eventos ocorridos recentemente nos finais de semana levaram Ilha a colocar o assunto em pauta. Ele frisou que leis similares foram sancionadas em Bento Gonçalves e Passo Fundo, na tentativa de amenizar os problemas. O vereador justificou o projeto com o objetivo de reduzir ocorrências de perturbação do sossego, índices de embriaguez ao volante e venda de bebida alcoólica para adolescentes, além de contribuir para a manutenção da limpeza das ruas, praças e vias públicas e diminuir a criminalidade, tendo em vista os registros de brigas e vandalismo com o patrimônio público e privado. O polêmico tema deve ser debatido mais a fundo no Legislativo e os vereadores fizeram questionamentos e sugestões que devem ser avaliados pelo vereador proponente. Na sequência, falando em

nome do MDB, Jonas Tomazini apresentou projetos que estão diretamente focados nos bancos escolares. Aproveitando ações do governo de Ademir Baretta, da qual fez parte, e do atual, o vereador sugeriu a implantação nas escolas de um Programa de Educação Fiscal, que utilizaria frentes já consolidadas para aprimorar o aprendizado, como o Nota Farroupilha e o Atitude Cidadã. Jonas também sugeriu a possibilidade de eventuais convênios das instituições de ensino com o Procon e o Observatório Social Farroupilha. Uma segunda proposta diz respeito ao Projeto Empreendedorismo nas Escolas, tema que seria incluído nos anos finais do Ensino Fundamental, incentivando os alunos a desenvolver valores como criatividade, iniciativa e trabalho. Como exemplos de estímulo à discussão, Jonas também co-

Fotos: Ramon Cardoso

S

e a semana no Legislativo não foi das mais agitadas, as próximas devem ser. Na abertura dos trabalhos da Câmara de Vereadores, na segunda à noite, Tiago Ilha (PRB) e Jonas Tomazini (MDB) apresentaram projetos que pretendem discutir na Casa. O de Ilha é mais complexo e polêmico, mas o parlamentar abriu uma frente de debate sobre o tema. O legislador do PRB pretende colocar em discussão um projeto que proíba o consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas da cidade, como ruas e praças, no horário compreendido entre as 22h e 6h. Conforme ressaltou o vereador, são muitos os relatos de perturbação do sossego diretamente relacionados ao consumo de álcool em locais

Propostos Para um bom público presente no início da semana legislativa, Ilha (PRB) e Jonas (MDB) falaram sobre os projetos que pretendem levar à discussão

gitou parcerias com o Núcleo de Jovens Empresários da CICS, que já fazem uma ação no Ensino Médio com o Miniempresa, e com o Sebrae. Por fim, o vereador emedebista apresentou a proposta de inclusão do Projeto Lei Lucas nas escolas farroupilhenses, que poderia ensinar lições básicas de primeiros socorros. A legislação foi criada a partir do incidente com o jo-

vem Lucas Begalli Zamora, de 10 anos, que se engasgou em 2017 e acabou falecendo pela falta de conhecimento para a prestação de socorros básicos. Jonas revelou que, apenas em 2015, foram registrados 810 óbitos de crianças por engasgamento e que o Corpo de Bombeiros e a Associação Pró-Saúde poderiam ser parceiros na celebração de parcerias com os educandários.


16

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

CONSCIENTIZAÇÃO

Pelos animais: mobilização ajuda ONG Lima Limão promove oficina de ação social e alunos coletam tampinhas para entidade que atua na causa Juliana Inês Casa Barbieri

P

rincesa é uma cachorrinha dócil que foi abandonada por duas vezes em um ano de vida. Recolhida pela ONG dos Peludos está para adoção e enquanto aguarda um novo lar é uma das mascotinhas que acompanha as voluntárias em palestras de conscientização. Foi a Princesa que visitou a Lima Limão Centro de Atividades de Contraturno na manhã de quinta e junto com a voluntária Arlene Goelzer e com a presidente da ONG, Marlene da Silva, agradeceu pela ajuda com a campanha na instituição. Os alunos coletaram 28.487 tampinhas plásticas que foram repassadas à ONG. Serão comercializadas e o valor revertido na continuidade dos atendimentos pela causa animal. O projeto foi proposto pela professora Kelin Brustolin, que trabalhou a sensibilização sobre os cuidados com os bichinhos. “A proposta foi incentivar a cidadania, despertar os valores humanos”, reforça a docente. Na entrega teve um bate-papo das representantes da ONG com as crianças: cuidados com os bichinhos, importância da higiene, passeios, alimentação e o ensinamento de jamais abandonar os amigos pets. A Princesa saiu abanando o rabo, agradecida pelos afagos e pelos seres mais conscientes que estão em formação. Sinal de um futuro com mais acolhida e menos abandono.

Despertando a consciência Marlene, a cachorrinha Princesa (que está para adoção) e os irmãos Eduardo e Otávio (à frente), os vencedores da campanha da Lima Limão

Premiados na Campanha das Tampinhas da Lima Limão 1º lugar geral: os irmãos Eduardo e Otávio Alves Rigão Leite 1º lugar turno da manhã: as irmãs Évellyn e Emanuelle Gonçalves Azevedo 1º lugar turno da tarde: Maria Eduarda Gasperin Fetter


17

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

DECISÃO EMOCIONANTE

Santa Catarina triunfa na Copinha Em final decidida nos últimos segundos, equipe caxiense leva melhor sobre a BGF e conquista competição regional Fotos: Fabiano Gasperin

O

sábado foi de decisão na Copa Farroupilha de Futsal Feminino, competição regional organizada pela Liga Farroupilhense de Futsal. Um bom público compareceu ao Ginásio de Esportes do Colégio Nossa Senhora de Lourdes (CNSL) para acompanhar os duelos decisivos. Na abertura dos trabalhos, o Comando São Paulo, de Caxias do Sul, foi muito superior a Associação 1º de Maio, de Farroupilha, e goleou por 4 a 0. O título foi decidido entre o Santa Catarina Futsal, de Caxias, e a BGF, de Bento Gonçalves, no confronto mais nervoso e equilibrado de toda competição. A etapa inicial foi encerrada com vantagem da BGF, com um gol de Monique. As emoções ficaram reservadas mesmo para o 2º tempo. Achley deixou tudo igual para o Santa, mas a emoção ficou para os dois minutos finais, que foram intensos. Pulga virou para o time caxiense restando 1’43” para o fim. Faltando 43 segundos, Vanessa igualou para a equipe de Bento, mas ainda restou tempo para Vani marcar o 3 a 2 para o Santa a 8 segundos do fim. O duelo apresentou uma novidade. Foi apitado pelas árbitras Andressa Hartmann e Letícia Helen Fassini. A competição, que iniciou em 7 de abril, teve 36 jogos realizados e 174 gols marcados, média de 4,83 por confronto. Após o apito final, teve início a cerimônia de premiação da disputa. Veja os prêmios individuais e coletivos abaixo.

Com mérito Invicta e com 100% de aproveitamento na disputa, Santa Catarina Futsal não tomou conhecimento das rivais e ficou com a taça

Copa Farroupilha de Futsal Feminino

Campeã: Santa Catarina Futsal Vice-campeã: BGF 3º lugar: Comando São Paulo 4º lugar: Associação 1º de Maio Artilheira Rose, do Comando São Paulo, com 12 gols Goleiras menos vazadas Bruna, do Santa Catarina, e Rosana, do 1º de Maio, com 8 gols sofridos Melhor atleta da final Vanessa, da BGF

Vice Campeã em 2016 e 2017, BGF vendeu caro derrota na decisão

3º lugar Comando São Paulo venceu o 1º de Maio e fechou o pódio


18

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

Divulgação

Sul Jiu Jitsu em Gramado

Neste sábado e domingo, o município da Região das Hortênsias recebe a seletiva para o Abu Dhabi de Jiu Jitsu. Farroupilha estará representada pela Academia Sul Jiu Jitsu com 12 atletas: André Schenatto (Master, faixa preta), Ariel Lazzari (Adulto, faixa azul), Carlos Bach (Master, faixa roxa), Emilly Fernandes Monteiro (Kids, faixa amarela), Guilherme Freitas (Adulto, faixa azul), João Paulo Colombo (Master, faixa branca), Joel Zdunek (Master, faixa branca), Lázaro Ferreira Cordeiro dos Santos (Kids, faixa cinza), Leandro Cordeiro dos Santos (Adulto, faixa branca), Lorenzo Capra (Kids, faixa amarela), Tayná Provensi dos Santos (Kids, faixa cinza) e Yasmin Quevedo (Kids, faixa cinza). Representada Boa parte dos atletas que estarão em Gramado, defendendo a bandeira da Sul Jiu Jitsu e de Farroupilha

Vetera’s Bar em vantagem no Bochas 48

No Torneio Zeno Pessin (patrono) de Bochas 48, o Vetera’s Bar fez bom uso do fator local e, no bairro Alvorada, venceu o Bar do Muth no primeiro jogo da final da competição, que é organizada pela Liga Farroupilhense de Bocha. Neste sábado, às 16h, em Linha Paese, aconteceu o duelo de volta. O Muth necessita vencer para provocar um terceiro duelo, em cancha neutra. Ao Vetera’s basta um empate para ficar com o título da disputa. A decisão do 3º lugar acontece no mesmo horário, no bairro Belvedere, onde o Bar Belvedere mede forças com o Bar do André.

Rancho e Vinhedos: equilíbrio na decisão

Já na disputa do Torneio Roque Líris Ornaghi (em memória), de Bochas Tiro e Ponto, também organizado pela Liga Farroupilhense de Bocha, Vinhedos e Rancho de Gaudérios voltaram a empatar em 2 a 2, mesmo placar do primeiro duelo da final. Com isso, a definição do campeão ficou para este sábado, a partir das 13h30min, no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Rancho de Gaudérios. Quem vencer, fica com o caneco, ocorrendo novo empate a definição do campeão se dará pelo saldo de bochas. O Aldeia Farroupilha ficou com o 3º lugar e o Veteranos do Rancho finalizou em 4º.


19

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

NO CINQUENTENÁRIO

JEF Basquete define últimos campeões Finais da modalidade no Infantil Masculino e Juvenil Feminino acontecem nesta sexta pela manhã, a partir das 8h

Quadrangular Final do Infantil Masculino

Feminino e o vice no Mirim Feminino. A instituição de ensino de Nova Milano ainda disputa o quadrangular final no Infantil Masculino e Juvenil Feminino, as duas categorias que encerram o JEF Basquete, com jogos ocorrendo a partir das 8h desta sexta, no Parque Cinquentenário. Veja abaixo a tabela e confira também a classificação final das divisões já encerradas.

Rose Bonetto

A

semana foi de muito basquete no Complexo Esportivo do Parque Cinquentenário, com a etapa da modalidade nos Jogos Estudantis de Farroupilha (JEF). Presente em cinco das seis finais, a Escola Municipal Santa Cruz vem liderando com os canecos no Infantil e Mirim

Quadrangular Final do Juvenil Feminino

1ª rodada Ângelo Chiele x Carlos Fetter Santa Cruz x CNSL 2ª rodada CNSL x Ângelo Chiele Carlos Fetter x Santa Cruz 3ª rodada CNSL x Carlos Fetter Santa Cruz x Ângelo Chiele

1ª rodada CNSL x Santa Cruz Zelinda Pessin x Nova Sardenha 2ª rodada Nova Sardenha x CNSL Santa Cruz x Zelinda Pessin 3ª rodada Nova Sardenha x Santa Cruz Zelinda Pessin x CNSL

Pódio do Juvenil Masculino Na primeira categoria concluída, com finais disputadas ainda na terça à tarde, no Complexo Esportivo do Parque Cinquentenário, Estadual ficou com título, São Tiago foi vice e CNSL 3º

Juvenil Masculino

Infantil Feminino

Mirim Feminino

1º) Estadual 2º) São Tiago 3º) CNSL 4º) IFRS

1º) Santa Cruz 2º) Nova Sardenha 3º) CNSL 4º) Ângelo Chiele

1º) Santa Cruz 2º) Ângelo Chiele 3º) CNSL 4º) Nova Sardenha

Mirim Masculino

1º) Ângelo Chiele 2º) Santa Cruz 3º) Cinquentenário 4º) Carlos Paese


CIDADE

Brinde à evolução qualitativa Ramon Cardoso

Francis Casali, João Carlos Taffarel, Rosane Cappelletti, Claiton Gonçalves e Ricardo Bicca Ferrari: promotores da Seleção de Vinhos de Farroupilha, Prefeitura e Afavin celebram lançamento da 13ª edição e enaltecem a melhora progressiva do concurso Página 12

CADERNO ESPECIAL

Imagem: Reprodução

Pão & Pizza

INSIDE

The Beatles no República Beer nesta sexta e nova edição da Domingueira no Clube Santa Rita Tributo roqueiro abre e Reunião Dançante fecha o fim de semana Capa e página 5 MATÉRIA ESPECIAL

Farroupilha ocupa a 16ª posição no Rio Grande do Sul e 97ª no Brasil em desenvolvimento

Dia do Panificador é neste domingo, da Pizza na terça

Sistema Firjan apresentou, nesta semana, novo estudo do IFDM tendo 2016 como ano base e município se manteve em destaque Páginas 2 a 5 e Editorial


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE

Boas relações no trabalho

R

elações harmoniosas no trabalho e seus benefícios, parcerias entre profissionais liberais gerando apoio mútuo e prosperidade são alguns dos temas que estarão em pauta na palestra da Master Coach Jaqueline Perottoni, que acontece na próxima terça. O evento é promovido pela Associação Farroupilhense de Fisioterapeutas (Affisio) e é aberta a profissionais da área da saúde. Inicia às 19h30min, no auditório da Câmara de Indústria, Comércio, Serviços e Agronegócios (CICS) e o valor é de R$ 20,00. “Trabalhar com a visão no macro. O individualismo gera estresse, falta de apoio, sensação de estar sozinho numa selva. Tem que se dar conta de que apoio é tudo o que a gente mais precisa. Posso ser o melhor profissional do mundo, mas sozinho não se tem força. Precisamos uns dos

outros, mostrar isso é o objetivo da palestra”, adianta Jaqueline. A profissional reforça que é preciso trabalhar em equipe, perceber o mundo além da visão do individualismo. Chama a atenção para a importância dos relacionamentos, de atuar por um grupo onde cada um, com sua competência, garante seu espaço, sem necessidade de competições. “Em nosso trabalho trocamos ideias, experiências, conversamos sobre os pacientes, tanto entre colegas fisioterapeutas quanto com outros profissionais da saúde. Por isso decidimos promover essa palestra, para aprimorar a forma de comunicação interpessoal e interprofissional”, considera Roberta Deimomi, presidente da Affisio. Como as vagas são limitadas é importante que os interessados já reservem a sua, pelo e-mail affisio@gmail. com ou pelo WhatsApp 981.356.536.

Conheça um pouco mais da palestrante

Jaqueline é formada em Administração de Empresas e Comércio Exterior pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), é Master Coach, com formação para oradores e palestrantes, inteligência emocional e análise de perfil comportamental, todos pela Febracis que é a maior instituição de coaching das Américas. Tem especialização em Programação Neurolinguística e Física Quântica.

Diego Frigo

Master Coach Jaqueline Perottoni aborda temática em palestra promovida pela Affisio na próxima terça

Importância do trabalho em grupo Coach Jaqueline abordará a temática voltada para profissionais da área da saúde

Programe-se O que: Palestra “Relações harmoniosas no trabalho: interdisciplinar e interpessoal”, com a Master Coach Jaqueline Perottoni Quando: terça, às 19h30min Onde: auditório da CICS (República, 425, 6º andar) Quanto: R$ 20,00 e como as vagas são limitadas é preciso reservar pelo e-mail affisio@gmail.com ou manter contato pelo fone 981.356.536 (WhatsApp)


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

Volume Russo Adeline Stein *

C

ílios mais longos e mais volumosos é o desejo de toda mulher. Os métodos são muitos, desde máscaras para cílios, cílios postiços e extensões, mas a queridinha do momento que está fazendo sucesso entre as mulheres é o “Volume Russo”. Conheça um pouco mais sobre está técnica. Essa é uma das últimas novidades no Brasil em extensão de cílios. A técnica consiste na implantação de fans (tufos) personalizados e montados durante o procedimento. Geralmente, são colados de três a seis fios em cada cílio natural. A quantidade de fios a ser aplicado será definida ao analisar os cílios da cliente. O procedimento pode durar quatro horas, mais ou menos. O que varia é o volume desejado. A aplicação é indolor e muitas ficam tão relaxadas que chegam a dormir no momento da colocação. A duração depende de alguns fatores, como o ciclo de crescimento dos cílios e o cuidado que a cliente tem com suas extensões. A média das brasileiras é de terem cerca de 120 cílios por olho. Para a aplicação correta, são necessárias aplicações de extensões em todos os cílios naturais. Nossos cílios têm um ciclo de vida de até 45 dias. Nós perdemos cerca da 2 a 5 extensões de cílios por dia. Em média, as pessoas retornam a cada 3 semanas para reporem as extensões que caíram, ou seja, 50 % das extensões aplicadas inicialmente. Quando cai mais que 50% dos cílios aplicados é considerado um novo procedimento.

Todo mundo pode fazer?

Não. Quem tem pele extremamente oleosa, blefarite crônica, doenças metabólicas ou qualquer outra doença que tenha como resultado a queda de cabelos e pelos ou alergia a algum componente da cola não pode fazer o procedimento.

Qual a diferença do fio a fio para o Volume Russo?

No fio a fio é utilizado um fio em cada fio natural da cliente. É um fio mais grosso. Já no Volume Russo pode se colocar três a seis fios em cada fio natural da cliente. Os fios são mais finos e mais leves que o fio a fio. Por isso, é possível colocar mais fios em um fio natural e, assim, dar mais volume.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

Divulgação

Procurada Novidade no Brasil, técnica tem sido bem requisitada por mulheres que buscam extensão ou cílios mais volumosos

Quais cuidados tenho que ter com a extensão de cílios? Os cuidados são simples e básicos, fáceis de se adaptar. * Não pode passar máscara para cílios; * Não esfregar os cílios; * Não passar demaquilante diretamente na extensão; * Lavar diariamente os cílios para evitar problemas futuros; * Não arrancar em casa; * Cuidar com a água quente e vapor pois faz a cola descolar; * Cuidar para não deitar em cima. * Micropigmentadora e Designer de Cílios


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

opinião

Tratamento enzimático da papada Letícia Diva Matana *

É

um procedimento não cirúrgico. São feitas injeções de enzima na região submentual (papada) e é possível uma redução substancial do volume de gordura localizada, acabando com o efeito de “queixo duplo” de alguns pacientes. É um método novo, revolucionário e seguro, com resultados cientificamente comprovados e de longa duração (até 2 anos ou mais). Adeus papada. Sem corte e sem dor!

Toxina botulínica e ácido hialurônico na Odontologia

A toxina botulínica, substância muito utilizada para disfarçar rugas de expressão e flacidez no rosto, também é utilizada no tratamento

odontológico. Esta proteína diminui a atividade muscular temporariamente, auxiliando na resolução de diferentes casos presentes na Odontologia, tais como: bruxismo (apertamento e rangimento dos dentes), cefaleias tensionais, dores orofaciais, disfunções temporo-mandibulares e sorriso gengival. O uso da toxina botulínica é muito seguro e os resultados aparecem poucos dias após a aplicação. A utilização na Odontologia foi devidamente regulamentada pela resolução 176/16 do Conselho Federal de Odontologia (CFO).

Assimetria do sorriso e facial

A assimetria do sorriso e facial é uma característica humana comum, que muitas vezes não é percebida pelo próprio paciente nem pelas pessoas com quem ele convive. Entretanto, ela se torna relevan-

te quando o próprio paciente relata alguma alteração. A avaliação profissional deve ser requisitada para que ocorra um preciso diagnóstico. A utilização da toxina botulínica é forte aliada na terapêutica da assimetria do sorriso e facial.

Bruxismo, distúrbio da articulação mandibular, dores de cabeça e enxaqueca

Se você acorda e os músculos da sua mandíbula estão doloridos ou está com dor de cabeça, você pode estar sofrendo de bruxismo (um ranger ou um forte apertar dos dentes) ou outro distúrbio da articulação mandibular. Tais situações podem fazer os dentes ficarem doloridos ou soltos e, às vezes, partes dos dentes são literalmente desgastados. A aplicação da toxina bo-

tulínica nesses músculos alivia muito a forca excessiva que o paciente faz quando cerra a boca ou range os dentes.

Sorriso gengival

A exposição gengival excessiva promove desarmonia na dinâmica do sorriso, que pode ser corrigida de maneira muito simples com o emprego da toxina botulínica. Este tratamento provoca um “relaxamento” do lábio, corrigindo problema estético sem a necessidade de procedimentos cirúrgicos.

Preenchimento labial

O preenchimento labial com Ácido Hialurônico tem como finalidade tratar a assimetria do sorriso. Bem executado, terá harmonia e naturalidade. * Dentista (CRO 24.875)


Cultura

É tempo de Copa do Mundo: nova edição do Festival das Nações movimenta Colégio Nossa Senhora de Lourdes Página 3

Inside

Sétima Arte

Vencer a qualquer custo: a incrível história da patinadora Tonya Harding numa espécie de biografia não convencional Páginas 10 e 11

Música

Tributo aos Beatles no República Alunos e professores da Escola de Música Maria Carolina farão apresentação de clássicos da banda nesta sexta às 23h

E

Celso Brites

sta é a 1ª edição do evento nomeado “A Hard Day’s Night”, uma noite com tributo especial aos lendários The Beatles. O show acontece nesta sexta, às 23h, no República Beer (República, 445), e será conduzido por cerca de 20 alunos e professores da Maria Carolina Musicoterapia e Escola de Música. A apresentação vai acontecer em um formato diferenciado, a banda vai mudando no decorrer da noite, conforme o repertório. Os alunos irão tocar guitarra, teclado, baixo, bateria e também farão parte do vocal. O show é aberto ao público, e os ingressos serão vendidos no local e hora do evento por R$ 15,00. Para esta apresentação de estreia, a Escola escolheu um repertório com as músicas mais memoráveis da banda, como Day Tripper, She Loves You, Hey Bulldog, Eight Days a Week, Come Together, Something e Hey Jude.

Programe-se O que: A Hard Day’s Nigth, show de Tributo ao The Beatles Quando: nesta sexta, às 23h Onde: República Beer (República, 445, Centro) Quanto: R$ 15,00

Tudo pronto Os alunos estão ensaiando, junto com os professores Mateus e Maria Carolina Brites, para a tão esperada apresentação de estreia


Inside

2

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

Cinemas Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Imagem: Reprodução

Cinemas GNC 1: Não se Aceitam Devoluções - às 18h50min e 21h10min GNC 2: Homem-Formiga e a Vespa - às 19h (legendado) e 21h30min (dublado) GNC 3: Jurassic World: Reino Ameaçado - às 19h20min GNC 3: Sicario: Dia do Soldado - às 22h GNC 4: Os Incríveis (dublado e em 3d) - às 18h40min e 21h20min GNC 5: Homem-Formiga e a Vespa - às 18h30min (dublado e em 3d) e 21h (legendado e em 3d) GNC 6: Os Incríveis - às 19h10min (dublado) e 21h50min (legendado) Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 22,00 e R$ 28,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o site do Cinépolis traz apenas os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos Homem-Formiga e a Vespa - às 12h, 15h e 19h (dublado e em 3d), 22h (legendado e em 3d) Homem-Formiga e a Vespa - às 13h e 17h40min (dublado e em 3d), 20h30min (legendado e em 3d) Jurassic World: Reino Ameaçado - às 13h45min, 16h30min e 19h15min (dublado), 22h10min (legendado) Os Incríveis 2 (dublado) - às 13h15min, 15h45min e 18h45min Os Incríveis 2 (dublado) - às 14h, 17h e 20h Os Incríveis 2 (dublado e em 3d) - às 12h20min, 15h15min, 18h e 21h Sexy por Acidente (dublado) - às 21h45min Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) A Livraria - sexta a domingo, às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Sequência da franquia Diretor americano Peyton Reed dirige “Homem-Formiga e a Vespa”, a grande estreia do fim de semana nos cinemas, novamente com Paul Rudd e Evangeline Lilly nos papéis principais


Inside

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

3

Cultura

Explorando culturas em Mostra Literária Colégio Nossa Senhora de Lourdes se inspira na Copa do Mundo da Rússia para exposição que acontece nesta sexta Andressa Brusamarello de Morais

C

erca de 220 alunos, do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Médio, estão envolvidos na produção da Mostra, que acontece todos os anos com diferentes temas, como cinema e teatro, e esta, tem como referência a Copa do Mundo. Os Países representados serão Alemanha, Austrália, Brasil, Espanha, França, Inglaterra, Japão, México e Rússia. O evento, que é aberto ao público, ocorre no Ginásio de Esportes da escola, nesta sexta, a partir das 17h30min. Cada turma ficou responsável por representar um País. Os alunos desenvolveram uma pesquisa onde foi possível entender e conhecer as novas culturas. As crianças também foram responsáveis por produziram os painéis que serão expostos, além de ensaiar um desfile de apresentação das nações e de danças típicas. Para representar a Literatura, foi designado um livro de autores nascidos nos Países escolhidos para a Mostra. O livro adotado para o Brasil foi Cordel da Bola que Rola: A História e as Lendas do Futebol, de Jorge Fernan-

Conhecimento pela arte Os alunos estão produzindo os painéis que irão enfeitar o gazebo de alguns Países participantes do Mundial na nova edição do Festival das Nações

do dos Santos, bem apropriado para o momento. “O objetivo da exposição é que os alunos possam conhecer um pouco da diversidade humana, por meio da cultura dos Países participantes da Copa.”, explica a diretora

do Colégio, Salete Finimundi Gasperin. Os estudantes puderam se aprofundar, a partir do conhecimento geográfico, histórico, culinário e literário, visto que o tema escolhido, Copa do Mundo, é um verdadeiro encontro de culturas.

Programe-se O que: Mostra Festival das Nações Quando: nesta sexta, às 17h30min Onde: Ginásio de Esportes do Colégio Nossa Senhora de Lourdes (Thomas Edson, s/nº, Centro) Quanto: entrada franca


Inside

4

Gustavo Pimentel

gustavospimentel@yahoo.com.br

Na segunda, minutos após a Seleção derrotar os mexicanos, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, as redes sociais foram tomadas por milhares de piadas envolvendo a eliminação dos mexicanos. Porém, o que nem todos sabem é que a verdadeira derrota do México não aconteceu na segunda, mas sim no domingo, dia 1º de julho. Foi no domingo que os mexicanos elegeram, com quase 50% dos votos, Andrés Manuel López Obrador, conhecido pela sigla AMLO, como seu novo presidente. Para quem não conhece a fama do sujeito, basta valer-se daquele velho ditado popular: diga-me com quem andas, que direi quem tu és. Pois é, Obrador tem laços estreitos de amizade e admiração com pessoas da estirpe de Luís Inácio Lula da Silva, Fidel Castro, Hugo Chávez, Nicolás Maduro, entre outros. É mais um representante do Foro de São Paulo que segue à risca a agenda do movimento que busca implantar o socialismo em toda a América. Embora a sua campanha tenha sido marcada por um discurso bastante vago e de conciliação, ao estilo Lulinha paz e amor, entre os ideais de AMLO estão pautas como o tabelamento de preços de produtos agropecuários, legalização das drogas, anistia para narcotraficantes e até mesmo vistas grossas para mexicanos que desejam adentrar ilegalmente nos Estados Unidos. Não é necessário ser um gênio para perceber que, se realmente levadas a efeito, essas medidas gerarão um verdadeiro caos no México, seja do ponto de vista econômico, político ou social. Legalizar as drogas e anistiar narcotraficantes, além de realizar uma lavagem de dinheiro oficial de todo o lucro proveniente do tráfico e dos crimes com ele conexos, transformará, aos olhos do governo mexicano, alguns dos criminosos mais poderosos e temidos do mundo em megaempresários. E, o que é pior, detentores de todo o know how necessário para expandir mais e mais o comércio de entorpecentes que, diante da legalização, estará em franca ascensão. O governo, que é ineficaz na fiscalização e prevenção de crimes, incluídos os financeiros, aumentará ainda mais a sua ineficiência. Os traficantes, agora ungidos a empresários pelo manto da anistia, poderão financiar campanhas e, mais que isso, pressionar políticos de todas as formas imagináveis, e principalmente inimagináveis, para que aprovem leis que beneficiem os seus cartéis, agora legais. Se de fato tais medidas forem implementadas, o caos resultante da crise econômica, política e social é de certeza matemática. Quando tudo isso ocorrer, as esquerdas culparão (como sempre) os antigos governos ou o embargo dos Estados Unidos e das demais potências pela recessão econômica e pela crise que elas promovem nos Países que governam. Portanto, a verdadeira derrota do México, que inclusive tem o seu capitão Rafa Márquez investigado pelos Estados Unidos por envolvimento com o narcotráfico, não foi ter sido eliminado pela sétima vez consecutiva nas oitavas de final de uma Copa do Mundo, mas sim ter eleito AMLO como presidente. Eis o 7 a 1 mexicano.

* Advogado

Agenda SÁBADO AC/DC Tribute República Beer, às 23h 5ª Festa à Fantasia Boteco do Chá, às 23h Igual Manteiga: duas pistas, hip hop, rap, funk e eletrônica Muinho Club, às 23h Sábado Mix, Pagode e Sertanejo Wild Beer, às 18h

DOMINGO 1º Farra Fest Farra Pizza Burger, às 16h30min

Evandro Soares

O7a1 mexicano

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018


FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

Inside

Música

Abraão Correa/O Far

A Reunião Dançante vai relembrar uma época de ouro e faz parte das comemorações dos 90 anos do tradicional clube farroupilhense

Animação total O público da última festa dançou do início ao fim, fazendo jus ao objetivo de comemoração do aniversário do Santa Rita

A

Guilherme Macalossi cisperter@hotmail.com

Domingueira no Santa

última Reunião Dançante do Santa Rita, que aconteceu em abril, para comemorar os 90 anos do Clube, fez muito sucesso, tanto que a entidade resolveu realizar mais uma edição relembrando esta época. A música será por conta dos discotecários da casa Gilmar Lucchese e Luiz Nichetti, que tocarão os grandes hits dos anos 70 a 2000, que animavam as famosas domingueiras. A festa terá espaço kids, para que os pais possam curtir sem preocupação, e menores de idade entram somente acompanhados dos responsáveis.

5

Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente no Santa, Akústica Musical, Vídeo Shopping Locadora e também terão ingressos na hora. Associados em dia e crianças até 10 anos não pagam. Para o público em geral, o valor é R$ 15,00.

Programe-se O que: Reunião Dançante Domingueira Quando: domingo, às 16h Onde: Santa Rita (Vêneto, 233, Nova Vicenza) Quanto: associados em dia e crianças até 10 anos não pagam. R$ 15,00 para público geral

Eike Batista foi o maior medalhão do estato-capitalismo lulopetista Eike Batista nunca foi produto do livre mercado. Em boa medida, ele ascendeu como investidor global ao ser subsidiado por bancos públicos de fomento. Apenas do BNDES, recebeu a bagatela de R$ 10,2 bilhões. O antigo proprietário do falido Grupo EBX foi apenas o mais importante dos “campeões nacionais” da era lulopetista. O capitalismo de concorrência pressupõe que o empresário arrisque seu capital e dispute a preferência do consumidor com outros competidores. Ainda que Eike tenha quebrado, e com ele levado muitos outros investidores, o fato é que ele contava com a simpatia dos governantes de turno. Nunca deixou de cortejar e ser cortejado por quem estava no poder. Decorre daí a sua condenação. A Justiça de 1ª instância o julgou culpado por pagar R$ 52 milhões em propina para o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. O esquema de corrupção envolvia a troca de dinheiro por favorecimento a empresas de Eike em contratos com o governo estadual. Não há maior fonte de corrupção do que grupos empresariais gravitando em torno de um Estado mastodôntico. É o caso do Brasil. Foi esse estato-capitalismo que possibilitou o surgimento do Petrolão. Agentes políticos tinham interesse de continuar no governo e agentes econômicos privados tinham os recursos necessários para garantir não apenas o custeio das campanhas, mas também mimos caros na forma de joias e apartamentos triplex. O homem que chegou a ser visto como garoto propaganda do Brasil, revelou-se apenas um medalhão banhado em pirita. De sétimo homem mais rico do mundo a condenado por corrupção ativa. De proprietário de um conglomerado com sede no luxuoso Edifício Serrador a hóspede do sistema carcerário brasileiro. Eike virou o maior símbolo das relações espúrias entre o Estado e a elite empresarial do País. * Redator e radialista


Júlio César Dal Monte

C

Hard Hat Tour

apitaneado pelo empresário farroupilhense Fabiano Feltrin, o Hard Rock Café Gramado realiza uma ação de pré-inauguração neste sábado, a partir das 19h. O Hard Hat Tour é um evento de apresentação do empreendimento aos jornalistas. A equipe que atuará na novidade segue em treinamento e a inauguração oficial do espaço deve ocorrer em breve.

Winter Party

Liderado pelos empresários Airton Martins, Felipe Guelfi, Franco Perini e William Bond, a festa Sibéria ganha espaço na Vinícola Casa Perini, no próximo dia 21. A Winter Party conta com os DJ’s DjessiB, Fernando Lazzaretti, Pic Schmitz e BG DJ Crew, além do trio do projeto Bloco das Gaúchas em seu line-up.

Cristiano de Oliveira

O República Beer tem final de semana com tributo duplo. Na sexta, o evento A Hard Day’s Night ganha espaço no pub, com a apresentação da banda formada por alunos e professores da Escola de Música Maria Carolina, que faz tributo aos Beatles. No sábado o palco recebe a banda The Hard Rockets, com o tributo aos australianos do AC/DC.

Fique por Den

Janine Gonçalves

Tributos

Ignez e Miguel Silvestrin comemoraram seus 40 anos de união, no último domingo, na localidade de São Luiz, 3º Distrito. Os mais de 300 convidados, entre amigos e familiares, participaram da cerimônia presidida pelo Pe. Paulo Gasparetto e, após o almoço, comemoraram uma tarde de reencontros, conversas e muita alegria. Denise Balbinot Colombo esteve a cargo da organização

Encontro

A jovem empreendedora M para um encontro especial p na próxima quinta. Na data coleção de sua marca de aces também da marca de semi-jo

Fest

O Farra Pizza Burger org ro “Farra Fest” neste domin 16h30min. O evento aconte Castilhos e conta com a part da Steven’s & Co, que se apre Calçadão para o público.

Exemplo

Mateus Tramontina e Daiane Maino curtiram a noite de sábado na festa Gás Total, no Boteco do Chá

Caroline Fabro foi presença confirmada no pagode de domingo do Boteco Antonielle

Iniciativa da empresária Segala, o projeto “Os Maiore róis” ocorre no dia 2 de outu O jogador Alex Telles, ex-Ju e mente no Porto, é o embaixad que beneficia crianças assist Combate ao Câncer de Caxias


Arquivo Pessoal Diego Frigo

O empresário Jurandir Silva está na linha de frente da Barbearia Resenha, que ganhou um novo espaço no sábado, no Centro Comercial Feltrin Giuliato

Thais de Paoli aproveitou uma pausa do seu intercâmbio em Dublin para visitar a cidade de Paris e conhecer também a Torre Eiffel

ntro Twiggy Comunicação

Márcia Bisleri prepara convidadas ela apresenta a ssórios Farfalle e oias H.Maria.

ganiza o primeingo, a partir das ece na Júlio de ticipação da banesenta ao vivo no

caxiense Paulla es Pequenos Heubro, no Intercity. e Grêmio, e atualdor da 3ª edição, idas pela Liga de s do Sul.

Linara Balbinot e seu pai, Leonir Irineu Balbinot, que comandam a loja Farrapos Premium, em noite de evento na última quarta


Inside

8

Egui Baldasso e.baldasso@gmail.com

Eu inventei a máquina contra a celulite

* Jornalista e escritor

Beleza

Representando a cidade em concurso estadual Ana Laura, de apenas 8 anos, já é destaque por sua beleza e representará Farroupilha no Mini Miss Universe Rio Grande do Sul neste fim de semana

F

ilha de Jedoci Cousseau e Alencar Barbosa, a Miss Universe Farroupilha Ana Laura Cousseau, vai participar, no sábado e domingo, do concurso Mini Miss Universe Rio Grande do Sul 2018, versão Disney Paris, na categoria Mirim. Este é o maior concurso de beleza infantil do Estado e vai acontecer na Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo. O evento envolve meninas de 2 a 18 anos, além de categorias especiais: Sênior e Maturidade. A garota foi coroada Miss Universe Farroupilha no dia 11 de maio, em um evento que aconteceu no Restaurante Caminho do Trem. A preparação é feita pelo coiffeur Nando Rodriguez e entre as instruções então aulas de música, inglês, dicção, oratória e, claro, de passarela.

Studio Dal Monte

Eu demorei 32 anos para achar a fórmula que me deixaria rico. Aquela grande ideia inédita que me traria rios de dinheiro, garantiria minha volta ao mundo em bem mais do que os 80 dias sugeridos por Júlio Verne, além da minha aposentadoria triunfal, sem depender da malfadada previdência. Eu já vejo os vários aeroportos em meu caminho, as tardes à beira mar de alguma praia no Nordeste, onde devo fixar residência. Somente para receber cartas, porque boletos serão coisa do passado. Porque se for para ficar rico e continuar com boletos, eu nem fico. E o mais irônico é que serão as mulheres a me fazerem milionário. Logo elas, que já levaram tanto dinheiro meu com flores, presentes, agrados. E, principalmente, com muita bebida para esquecê-las. Fosse colocar na balança, inclusive, ainda não sei se saio ganhando. Maaaaaaas, eu relevo tudo por terem me dado a chance de virar um magnata. Se elas não carregassem consigo a sanha pelo fim da celulite, eu jamais transbordaria os bolsos de dinheiro. Sim! Minha fortuna virá da máquina que, em definitivo e de forma derradeira, acabará com a celulite. Não sobrará buraco sob buraco indesejado em perna alguma desse planeta maravilhoso. Os chocolates estão liberados. Pastel, pizza e pudim irão tornar-se mantimentos de necessidade primeira. Refrigerante eu nem sei, porque ando vendo que elas não consomem mais tanto. Agora, a cerveja que não para de aumentar a demanda feminina, liberada também. Nunca mais – eu disse nunca mais – precisarão se preocupar se a saia deixa as pérfidas companheiras de fora, se aquela calça marca ou quaisquer que sejam as outras milhares de preocupações que as mulheres inventam sobre esse terrível mal que as assola desde que a primeira se olhou e quis a morte antes das celulites. Eu sei que eu estou fazendo suspense. Como, Egui, como acabar com um dos maiores medos da história da civilização feminina? Eu explico. Se baratas e ratos eu ainda não sei como exterminar, a celulite eu aprendi a dar fim. A minha invenção, já colocada no mercado para usufruto ilimitado do público alvo, é o olhar masculino. A partir de agora, toda mulher poderá enxergar suas pernas e coxas com a visão de um homem. E não pensem que exagero ou invento charlatanices do nada. Meu invento surgiu depois de anos de pesquisa e estudo. Conforme minhas buscas por centenas de bate papo de botecos e rodas de amigos, não encontrei mísero ser com testosterona equilibrada que consiga enxergar esses tão comentados buracos. Tentamos. Olhamos atentos, forçamos a vista. E nada. As mulheres repetem, reclamam, nos questionam. Nós, eu e os homens alvo do estudo, fingimos saber do que se trata, mas apenas para encerrar a discussão, porque, no fundo, não sabemos. Não há celulite dentro do olhar masculino. Gostamos das pernas, das coxas, de tudo que sustenta uma mulher e a faz ser esse sucesso mundial. Talvez seja a falta de sensibilidade de que tanto nos acusam. Ou por estar admirando e não sobrar tempo para julgamentos, já que todo mundo sabe que homem não sabe fazer duas coisas ao mesmo tempo. Não sei. O único fato é que a máquina que liquida a celulite já está à disposição. Corram para acabar com as suas e me deixarem rico logo. Não aguento mais esse frio do Sul e quero ir pro Nordeste tomar minha cerveja com os pés na areia. Ahhh, Egui, mas meu namorado vive dizendo que eu estou com celulites. Amiga, eu tenho uma má notícia para te dar...

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

Graça na passarela A menina está em preparação para o grande concurso que acontece no fim de semana


FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

Ação Social

Inside

O Campus Universitário de Farroupilha vai oferecer orientações para população sobre questões como saúde, finanças, planejamento e cadastro estudantil

A

Lauro Edson Da Cás ldacas@hotmail.com

UCS oferece serviços gratuitos à comunidade no sábado pela manhã cadêmicos e professores das graduações de Administração, Ciências Contábeis, Direito, Nutrição, Farmácia e Estética e Cosmética, se reúnem para orientar a comunidade em diferentes áreas, no projeto nomeado UCS Cidadã. A ação acontece neste sábado, das 9h às 12h, no Campus Universitário de Farroupilha (Rodovia dos Romeiros, 567, bairro Bela Vista). Por meio dos cursos e do Serviço de Assistência Jurídica Gratuita (SAJU), serão oferecidas orientações sobre gestão, finanças, saúde, nutrição, beleza, cadastro estudantil e de âmbito jurídico. Também estarão realizando testes de hepatite, orientando sobre doenças sexualmente transmissíveis e planejamento familiar. Serão distribuídos preservativos e o projeto receberá doações de roupas e sobras de medicamentos. Essa ação, possibilita que a Instituição se aproxime da população, atendendo suas necessidades e oportunizando aos alunos a vivência prática referente a cada curso. O evento foi desenvolvido por uma parceria da Universidade com a Prefeitura Municipal, contando com a participação das Secretarias de Saúde, de Esporte, Lazer e Juventude, além do Gabinete da Primeira Dama, junto com a Associação Farroupilhense Pró Saúde.

9

Os alunos e professores estarão orientando a comunidade em vários temas * Gestão * Finanças * Saúde * Nutrição * Beleza * Cuidados Pessoais * Uso racional de medicamentos * Questões de âmbito jurídico (Direito de Família, do Trabalho, Previdenciário, Possessório e Lei Maria da Penha) * Testes de hepatite * Questões sobre doenças sexualmente transmissíveis * Planejamento familiar * Cadastro estudantil * Além disso, estarão recebendo doações de roupas e sobras de medicamentos

Programe-se O que: UCS Cidadã Quando: sábado, das 9h às 12h Onde: UCS Farroupilha (Rodovia dos Romeiros, 567, bairro Bela Vista) Quanto: serviços gratuitos

E a elegância... Em pleno 2018 a questão de elegância gera muitos e muitos escritos. Gente especialista do ramo da moda e afins, gente debruçada em refletir sobre tal tema, se deparam com o que afirmou a estilista Coco Chanel: “Não é a aparência, é a essência. Não é o dinheiro, é a educação. Não é a roupa, é a classe”. Ressalta-se que Chanel foi a única estilista presente na lista das 100 pessoas mais importantes do século XX. E como é que alguém consegue contrariar tal verdade? O tema da elegância ganha contornos poéticos, jornalísticos, literários em toda e qualquer aparição, principalmente quando envolvem pessoas famosas e/ou pessoas imponentes na magnitude social. Por vezes, uma simples aparição (de gente famosa), vira notícia para semanas em inúmeros canais de comunicação (o que vira atração e sucesso de curtidas, de vendas, de comentários, etc.). Mas será que ser elegante não vai muito além de conhecer e vivenciar toda a regra de cerimonial ou quem sabe até da ação de resguardar economias (dinheiro) para comprar tal objeto caro? O que é ser elegante? Ser elegante, baseados na afirmação de Chanel, é sempre mais, estar atento ao conjunto de bons hábitos que revelam uma harmônica civilidade, seja interiormente, seja externamente. A elegância se torna referência, sim, quando se aprende a agir com cortesia, com empatia, com cuidado, discrição, gentileza e educação, também. A elegância ou ser elegante, antes de tudo, é saber se comportar com uma simplicidade sofisticada e com uma sabedoria essencial e discreta perante a vida e aos outros. Por estarmos em luta constante com metas e projeções infinitas, muitos agem de maneira contrária à elegância, ou seja, preferem, mesmo no posto ou no cargo que assumem, gerar conflitos com os demais da equipe; fazer diferença entre os seus; exagerar em discursos e falácias; fomentar atritos por meio de fofocas; exagerar no tom de voz, na vontade de aparecer, entre tantas outras atitudes que ferem a própria essência humana. Sublinha-se, elegância não é esnobismo ou arrogância. A elegância nos ensina a cada tempo. Vemos pessoas elegantes (sendo elegantes) não pressionando ninguém. Há tantas pessoas elegantes e ‘finíssimas’ que não almejam o último modelo de celular, não se incomodam em repetir vestimentas e também não competem e nem precisam impressionar ninguém (muito menos competir com números de curtidas em fotos). Talvez essas pessoas descobriram que viver é bem mais que isso tudo. Talvez já investiram muito no brilho do olhar do que em plásticas das pálpebras, por exemplo. Valorizam mais a naturalidade de um sorriso do que em métodos de preenchimento de lábios... Aprende-se com o luxo. Alguns consideram que é viver em excessos de bens e recursos. Outros preferem entender o luxo como “menos é mais”, sem exageros e despropósitos, pois a elegância está no comportamento e não na posse. Enfim, como não se mede grandeza com riqueza, não se pode, também, medir elegância com aparência. * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

Sétima Arte

Um talento irascível “Eu, Tonya” relata história real de maluca patinadora americana, que tinha tudo para se tornar uma estrela do esporte, mas ficou mais conhecida pelas confusões que aprontou fora das competições

A

patinação era a vida de Tonya Harding (Margot Robbie). Na verdade, não por uma escolha dela, mas por imposição de sua mãe, LaVona (Alisson Janney). Desde cedo ela decidiu que a filha seria uma estrela do esporte e, de certa forma, não estava errada. Tonya demonstrou ser um pequeno prodígio. Aos 3 anos, com Maizie Smith no papel, na Portland do início dos anos 70, Tonya era soberana nas competições de patinação artística. Tanto que a treinadora mais renomada da época, Diane Rawlinson (Julianne Nicholson), diante da insistência de LaVona, logo percebe que a pequena tinha um tremendo potencial para brilhar no esporte e, aos poucos, já com McKenna Grace na interpreta-

ção, Tonya foi empilhando conquistas até chegar à elite: a Seleção Americana de Patinação Artística. Mas até lá, o caminho não foi fácil. Tonya fugia dos padrões, digamos, estéticos e comportamentais do esporte. Seu corpo não era dos mais magros, embora isso garantisse a ela uma força que outras atletas não tinham, se apresentava quase sempre despenteada, com roupas coloridas e extravagantes, unhas pintadas e ao som de rock pesado quando a maioria optava por performances ao som de música clássica. Isso mudou muito e trilhas sonoras roqueiras chegam a ser até rotineiras na atualidade, mas no final dos anos 80 e início dos anos 90 era algo que fugia completamente à rigorosa exigência da refinada modalidade.

A autenticidade de Tonya incomodava, especialmente os juízes. Ela não incorporava uma nova personagem quando entrava no gelo. Era a mesma pessoa. A que não dava a mínima para seu visual ou para seu corpo, a que tinha uma alimentação desregrada, consumia álcool em escala industrial e fumava como uma condenada. Tonya confiava em sua capacidade. E talento, de fato, não lhe faltava. O que lhe faltava, e muito, era cabeça. Criada por LaVona e com pai ausente, ela vivia sob um regime disciplinar ferrenho, com uma formação repleta de excentricidades, como o fato de, em determinado momento, não frequentar mais a escola para se dedicar integralmente à patinação. Não que ela desejasse isso. Sua mãe desejava. E o que ela desejava era lei.

Não é possível nem ao certo saber se LaVona fazia isso pelo bem da filha ou para seu deleite pessoal. O certo é que ela era completamente maluca, mas quanto a uma questão ela tinha razão: Tonya funcionava melhor sob pressão, com sangue nos olhos. Há cenas hilárias na trama, como o pagamento, por parte de LaVona, para torcedores que compareciam as competições com o único propósito de provocar sua filha antes das apresentações para que ela desse o máximo no rinque. Foi com base nesse estresse permanente que Tonya foi a primeira patinadora a conseguir o salto Axel Triplo (em que a atleta dá três voltas e meia no ar), o mais difícil da modalidade. Até hoje apenas mais duas conseguiram o feito, as também americanas Kimmie Meissner, em


Inside

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

11

Sétima Arte Divulgação

2005, e Mirai Nagasu, nos Jogos Olímpicos de Inverno de Peyongchang, na Coreia do Sul, neste ano. A patinadora era a melhor americana e segunda no ranking mundial quando participou dos Jogos Olímpicos de Inverno de Albertville, na França, em 1992, mas ficou em 4º lugar, atrás da compatriota Nancy Kerrigan (Caitlin Carver), momento em que começou uma grande rivalidade que é o tema central do filme do cineasta australiano Craig Gillespie. A partir de entrevistas, o produtor e roteirista americano Steven Rogers deu vida ao drama “Eu, Tonya”.

Globo de Ouro 2018

Venceu * Atriz Coadjuvante (Alisson Janney) Concorreu * Filme em Comédia ou Musical * Atriz em Comédia ou Musical (Margot Robbie)

Oscar 2018

Venceu * Atriz Coadjuvante (Alisson Janney) Concorreu * Atriz (Margot Robbie) * Montagem

Imagem: Reprodução

Precursora Tonya Harding (Margot Robbie) foi a primeira patinadora a executar o Axel Triplo: no entanto, atleta é mais lembrada pelo que fez fora do rinque

A trama é uma espécie de biografia não convencional da atleta. Tonya foi acusada, junto com seu marido Jeff Gillooly (Sebastian Stan) e segurança Shawn Eckardt (Paul Walter Hauser), de ter contratado dois capangas, Derrick Smith (Anthony Reynolds) e Shane Stant (Ricky Russert), para quebrar a perna de Nancy em Detroit, durante a seletiva americana para os Jogos Olímpicos de Inverno de Lillehammer, na Noruega. O ponto central da história é justamente o escabroso caso que abalou o mundo esportivo no início de 1994, mas a trama está repleta de depoimentos dos próprios personagens, imagens de arquivo e, focado, sobretudo, na desgraçada história de vida de Tonya. Do comportamento frio, possessivo e lunático de sua mãe, da pobreza na infância e adolescência, passando pelo conturbado relacionamento com Jeff até suas performances em competições e o escândalo que manchou sua carreira. É até mesmo difícil de acreditar que a situação ocorreu, tamanho o surrealismo dela. Porém, as entrevistas dos personagens reais dão credibilidade à história, por mais que, em determinados pontos, os envolvidos neguem os fatos, o que não deslegitima o trabalho do roteirista, pelo contrário, qualifica ainda mais a condução da trama e deixa para o espectador avaliar o que é ou não real. Eu, Tonya é uma mistura de drama com comédia. Consegue ser cruel, divertido, perverso, hilário, sádico, sarcástico e patético na mesma intensidade. Martin Maddox (Bobby Cannavale), repórter do canal televisivo sensacionalista Hard Copy (criado em 1989 e extinto em 1999), que deu grande cobertura ao escândalo à época, sintetiza de maneira apropriada o longa, falando especificamente da agressão a Nancy. “Não fazíamos ideia de que algo assim poderia ser feito pelos dois caras mais idiotas em uma história que só tem idiotas”.

Título original I, Tonya Título traduzido Eu, Tonya Direção Craig Gillespie Roteiro Steven Rogers Gênero Drama Duração 119 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2017 Estúdio AI Film Sierra Affinity Distribuição Califórnia Filmes


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Você fica em evidência, além de se sentir muito exigido por causa de responsabilidades assumidas. É importante priorizar as atividades para seguir com planejamentos futuros. É favorável tomar decisões importantes com amigos ou na condução de projetos. A semana favorece o esclarecimento de situações sobre as quais você se sentia impedido de verbalizar.

Touro - 21/04 a 20/05

Assuntos do seu emocional são envolvidos. Sente-se exigido para guiar assuntos que envolvem documentos ou estudos. É importante avaliar as ideias com calma e entender o que vem de alguma forma o aprisionando. Porém o momento está excelente para tomar decisões assertivas para as metas e questões profissionais. Há favorecimento para ordenar as ideias e colocá-las em prática.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

As responsabilidades profissionais são envolvidas, principalmente na interação em equipe ou em relação a projetos que você esteja desenvolvendo. É importante priorizar as atividades, porém o momento está excelente para divulgar informações importantes e colocar as suas ideias em movimento com pessoas próximas.

Câncer - 21/06 a 20/07

Sente dificuldade de interagir com uma pessoa importante; essa pessoa pode ser o cônjuge, chefes ou clientes. É importante ter uma postura firme para guiar a carreira e questões importantes que envolvam o seu futuro. Porém, independemente dos desafios, os caminhos seguem ampliados para guiar investimentos e obter lucros ou resultados financeiros.

Leão - 21/07 a 22/08

A semana segue mais fluído e há promessas de excelentes resultados para guiar ideias, estudos ou documentos. É importante cuidar do seu emocional, porque você está se sentindo muito sobrecarregado no trabalho, o que ativa os medos que você vem ocultando. Avalie as regras e normas necessárias para colocar ordem na sua rotina.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Você precisa tomar uma decisão importante e que bate de frente com a sua autoestima, assuntos do campo afetivo ou a relação com filhos. As exigências são altas, porém uma definição madura se faz necessária. Todavia uma conversa amiga é muito favorável para entender a experiência e tomar decisões com maior flexibilidade. O trabalho segue a todo vapor.

Libra - 23/09 a 22/10

O cônjuge ou uma pessoa importante do seu convívio vem passando por dificuldades significativas, principalmente na esfera profissional. É importante avaliar acordos ou elos com sócios ou parceiros. Examine o que deve ser priorizado. Mesmo assim, é possível seguir em frente, porque está tudo aberto para se sentir reconhecido, principalmente com projetos ou amizades.

Escorpião - 23/10 a 21/11

É importantíssimo examinar as relações no ambiente de trabalho; é possível encontrar desafios com pessoas próximas ou com parentes. A saúde não pode ser negligenciada. É importante amadurecer alguns pontos e avaliar outras linhas de pensamento. Mesmo assim, os caminhos estão ampliados para movimentar ou realizar acordos importantes na esfera profissional.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Sente-se muito sobrecarregado no campo financeiro, e isso pode se relacionar com experiências com filhos ou namoro. É importante examinar se está de fato utilizando os seus talentos e o seu autovalor para planejar os rendimentos financeiros, porém sente-se reconhecido para guiar os estudos e o acesso à cultura. Uma notícia lhe traz excelentes movimentos.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

A semana vem com desafios para lidar com uma pessoa muito próxima a você. A pessoa envolvida pode ser o cônjuge, um parente ou um chefe. A experiência exige de você uma postura madura e responsável. Apesar dos desafios, a época está favorável para movimentos financeiros, tanto os seus próprios, quanto para tratar de investimentos vinculados a outra pessoa.

Aquário - 21/01 a 19/02

É importante examinar as dificuldades que você vem enfrentando para lidar com pessoas do seu convívio. Atenção aos medos que podem impedir o seu crescimento e progresso. Aja com maturidade nas relações. Assuntos com parentes podem ser envolvidos, mas o céu lhe favorece, trazendo assertividade para conduzir um diálogo importante com uma pessoa.

Peixes - 20/02 a 20/03

É importante examinar o modo como está direcionado os assuntos financeiros, principalmente para conduzir projetos ou para interagir com pessoas que atuam seguindo os mesmos ideais. É importante priorizar e entender o que depende de você nesta atividade em equipe. Mesmo assim, você recebe uma ajuda ou uma orientação que cabe dentro do seu propósito de trabalho.

Inside

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018


FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

ALUGO PAVILHÃO de 600m² no loteamento América, entrada para a Linha São Miguel, perto da Multi Nova. Altura interna de 8 metros, sem colunas. Amplo espaço para estacionamento. Tratar: (54) 3268-0522. Melhor negócio! 2 TERRENOS PELO PREÇO DE 1! 613m² em rua toda asfaltada no Monte Verde. Apenas R$ 140.000,00! Confira! (54) 9 9925-2068. CHÁCARA em ALTO FELIZ. 2,5 hectares, com casa, água, luz e demais benfeitorias. 21km de asfalto e 1000 metros de acesso com estrada de chão. Somente R$ 135.000,00. Ligue agora! (54) 9 9925-2068. VENDO 4 terrenos de Cooperativa já com área comprada. F.: 9 9118.1642.


2

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018


FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018

3

VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de compras. F. 9 9118.1642. VENDO TERRENO, localização central em Arroio do Sal a duas quadras do mar F. 9 9118.1642. ALUGUEL: direto com a proprietária de uma SALA COMERCIAL, na Independência, com 168m² no Bairro São Luiz. Fones: 9 9951.3583 / 3268-1062. VENDO CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, ao lado da Igreja. (A mesma já está alugada através de imobiliária pelos valores de R$ 1.500,00 por mês). Tratar: (54) 9 9118 1642.


4

FARROUPILHA, 6 DE JULHO DE 2018


Parte integrante da Edição 545. Não pode ser vendido separadamente.

6 de julho de 2018


2

Farroupilha, 6 de julho de 2018

Pizza

faz bem para a saúde?

Quem não fica com água na boca só de imaginar uma pizza quentinha, com todo aquele queijo derretido e muito recheio por cima? Venerada por quase todos os apaixonados por comida, a pizza geralmente é vista como vilã quando o assunto é saúde, mas, se consumido com moderação, o prato pode até fazer bem para a saúde.

Segundo o professor Franco Lajolo, membro da comissão técnico científica de assessoramento em alimentos funcionais e novos alimentos da Anvisa, o licopeno é uma substância que ainda está sendo estudada, mas os primeiros resultados demonstram um importante papel na prevenção do desenvolvimento de cânceres, como o de mama e de próstata, e na prevenção de doenças cardiovasculares.

Exatamente. Isso porque muitos ingredientes utilizados na massa e no recheio são fontes de nutrientes para o corpo humano, como o tomate, por exemplo, que é rico em licopeno, uma substância com alto poder antioxidante.

Apesar de trazer benefícios, a pizza também é rica em gordura, por conta do queijo e dos recheios que são acrescentados, por isso seu consumo deve ser moderado. A dica é não exagerar, afinal, tudo o que se come em excesso faz mal.

tomate Utilizado no molho de quase todos os tipos de pizza, o tomate é fonte de vitamina C e potássio. Também é um alimento rico em licopeno, substância com alto poder antioxidante e que está relacionada à redução do risco de doenças cardiovasculares e dos cânceres de próstata, mama, pulmão e estômago.

manjericão O manjericão também é rico em flavonóides, com propriedades anti-inflamatórias, antimicrobiana e antioxidante. Ajuda no combate ao envelhecimento celular.

azeite Gordura monoinsaturada, rica em ácido oleico, o famoso ômega-9. O consumo desse tipo de gordura reduz o risco de doenças cardiovasculares, por diminuir o colesterol e a pressão arterial.

queijo O queijo é outro ingrediente sempre presente nas pizzas. Por ser uma excelente fonte de cálcio, auxilia na formação e manutenção dos dentes, ossos e cartilagens. Além disso, é rico em proteínas, importantes para o desenvolvimento do organismo. Mas também é rico em gordura, por isso deve ser consumido com moderação.


Farroupilha, 6 de julho de 2018

faça as melhores

escolhas Para que a pizza nossa de cada dia seja verdadeiramente saudável, o segredo é acertar na escolha da massa e dos recheios.

Recheios

Existem várias receitas de pizza light, integral e até com massa sem nenhum tipo de farinha, feita com mistura de couve-flor, ovo e queijo parmesão, que é ótima opção para quem opta por uma dieta sem consumo de carboidratos.

Mas, se você não abre mão da pizza tradicional, com aquela massa fininha e crocante, a dica é optar por ingredientes leves para o recheio, como abobrinha, pimentão, cogumelos, palmito, tomate e milho. Tomilho, manjerona, coentro, pimentão, salsa, cebola e alcaparra são outros ingredientes que ajudam a dar sabor e saúde para a pizza.

No caso da massa integral, basta trocar a farinha branca refinada pela farinha de trigo 100% integral, ou ainda adicionar grãos que vão garantir uma massa de pizza mais saudável e nutritiva, com menor índice glicêmico.

Outra dica é colocar folhas verdes na pizza, como rúcula ou salsa, ricas em fibras que ajudam a processar os ingredientes menos saudáveis, como o queijo, por exemplo, que é repleto de gordura.

A história da pizza Uma massa fermentada de trigo, regada com molho de tomates e coberta com ingredientes variados, que normalmente incluem queijo, carnes e ervas. Assim pode ser definida a pizza servida nos restaurantes dos dias atuais, porém, nem sempre o alimento teve esta receita. Apesar de tipicamente italiana, os babilônios, hebreus e egípcios já misturavam o trigo e amido e a água para assar em fornos rústicos há mais de 5 mil anos. Os fenícios, sete séculos antes de Cristo, também costumavam acrescentar coberturas de carne e cebola ao pão; os turcos muçulmanos adotavam esse costume durante a Idade Média e por causa das Cruzadas essa prática chegou à Itália pelo porto de Nápoles.

No início, a massa era recheada com ervas regionais e azeite de oliva e o formato não era redondo, mas sim dobrado ao meio, como um sanduíche. Os italianos foram os que acrescentaram o tomate, descoberto na América e levado à Europa pelos conquistadores espanhóis. A mais antiga pizzaria que se conhece está em Nápoles e foi fundada em 1830. A pizza Margherita também surgiu no local, em 1889, feita de encomenda para o rei Umberto I e a rainha Margherita.

3


4

Farroupilha, 6 de julho de 2018

Pizza,

uma paixão farroupilhense

Ramo foi o que mais cresceu no setor de alimentação desde os anos 2000 e cidade conta com cerca de 20 pizzarias As opções de refeição noturna nunca foram muito amplas em Farroupilha. Embora hoje existam boas alternativas, no final dos anos 90 e início da década passada a oferta era pequena. Foi justamente no período que as pizzarias começaram a se estabelecer no município e caíram no gosto dos farroupilhenses. Seja para consumo no local ou caseiro, o prato tem no município uma clientela forte. Atualmente, são cerca de 20 pizzarias estabelecidas em Farroupilha e com uma ampla oferta e variedade de sabores. Evidente que há uma cultura ligada à descendência italiana, onde o prato é muito popular, que contribui para esse alto consumo, mas convenhamos: quem resiste a uma pizza, especialmente no inverno? Na próxima terça é o Dia da Pizza. Neste Caderno Especial, confira um pouco da história do prato, os benefícios gerados a partir do consumo moderado da pizza, as alternativas para os recheios e veja também, com nossos parceiros comerciais, opções para celebrar a data como manda a tradição, pedindo uma boa pizza. Aliás, não espere até a data, aproveite o fim de semana de inverno farroupilhense e antecipe a celebração. Bom apetite.


Farroupilha, 6 de julho de 2018

5

O pão nosso de todo dia Incorporado à cultura farroupilhense, alimento é altamente consumido também graças à tradição italiana que permeia a terra Indispensável na mesa italiana, o pão tem um papel de destaque no cardápio dos farroupilhenses. Seja de quem é descendente da tradicional etnia ou até mesmo de quem não é nativo, mas que passou a incorporar o alimento nas refeições pela cultura da terra. Uma das vantagens é a forma de acesso ao alimento. São mais de 40 padarias espalhadas pela cidade, em praticamente todos os bairros, sem contar os mercados que possuem padaria, o que garante que o pão esteja presente do café da manhã à janta, especialmente o tradicional cacetinho. O pão francês é produzido em escala industrial na cidade. O consumo foi incrementado ao longo do tempo. Diferente do passado, em que a maior parte das famílias almoçava em casa e apenas ‘requentava’ as sobras no jantar, hoje a grande maioria almoça fora, o que faz com que o jantar não seja propriamente uma refeição, fazendo com que o pão seja indispensável para a elaboração de sanduíches ou torradas. Como o Dia do Panificador é celebrado domingo, veja neste Caderno Especial, os benefícios do pão e os diversos tipos com suas características particulares e vantagens nutricionais.


6

Farroupilha, 6 de julho de 2018

Quem quer pão? Branco, de leite, de batata, integral, com linhaça, com centeio, sírio, baguete, croissant ou de queijo. Não importa o tipo, pão é sempre uma boa pedida para o café da manhã, e quando é servido quentinho então? Hum... daí não tem como resistir! Apesar do mito de que pão em excesso faz mal, a nutricionista Valdirene Francisca Neves dos Santos, doutora em Nutrição e assessora da Associação Brasileira de Nutrição, revela que o pão é ingrediente essencial na alimentação humana. “Estamos falando de um alimento rico em carboidrato, que é a primeira fonte de energia que o corpo humano utiliza para realizar funções vitais como andar, falar e fazer qualquer tipo de movimento”, explica a especialista.

A ingestão de carboidratos recomendada na pirâmide alimentar é de seis a nove porções por dia. É claro que ninguém vai ingerir apenas pão como fonte de carboidrato, mas ele pode, sim, ser consumido no café da manhã, lanches e até no jantar. Segundo a doutora Valdirene, o essencial é ter uma dieta equilibrada, que balanceie a ingestão de pães e outros carboidratos, como arroz ou massas. “Se o corpo tem carência de energia, o pão, assim como os carboidratos em geral, é uma excelente fonte para repor esta energia”, orienta. Além de não ser um vilão na alimentação, a nutricionista ainda afirma que o pão pode ser um aliado no combate de doenças, como a desnutrição, por exemplo.

Composição Farinha, fermento e água são a base para a produção do pão. Com o decorrer do tempo esta receita simples, que vem sendo servida nas mesas das famílias de todo o mundo há milhares de anos, vem ganhando novas formas, cores e sabores. “Aos ingredientes base foram acrescidos componentes como a gordura, que ajuda na retenção de gases do fermento, dando umidade à massa; os açúcares, que aumentam a maciez e realçam o sabor; sal, que ajuda na conservação; ovos, que atuam com diversas funções na massa coagulante e são aromáticos; leite, que dá sabor e é nutritivo; e por aí vai. Cada um destes ingredientes tem papel fundamental na massa”, explica a nutricionista.


Farroupilha, 6 de julho de 2018

Conheça os principais tipos de pães e suas características Pão branco

Pão de centeio

Também conhecido como pão francês, o pão branco é rico em carboidratos e proteínas. É o tipo mais consumido no Brasil, e é o pão que apresenta maior índice glicêmico, por isso sua ingestão não é indicada antes dos exercícios ou antes de dormir. É produzido com farinha de trigo, água, sal, açúcar e gordura vegetal.

É o tipo de pão que contém menos gorduras e proteínas, sendo indicado para quem não quer mais consumir pão branco ou deseja ingerir menos gorduras, porém, é o tipo de pão que contém mais carboidratos. Possui as mesmas fibras que o pão integral, ajudando no processo digestivo.

Pão de linhaça

Pão de aveia

Pão sírio

A linhaça é um grande aliado na alimentação, ela é ótima fonte de ômegas 3 e 6, além de ser um importante agente antioxidante e renovador celular. O pão de linhaça é rico em fibras e gordura insaturada, a gordura boa.  Este tipo de pão garante ao corpo humano um aumento de energia e de vitalidade.

Rico em ferro, magnésio, zinco, cobre e proteínas, o pão de aveia é bastante indicado para quem tem problemas em controlar a glicemia, já que a aveia é rica em fibras solúveis, principalmente a beta-glucana, que retarda a absorção de glicose e do colesterol, sendo uma sugestão de pão para hipercolesterolêmicos. 

Também conhecido como pão pita, ele é feito de trigo assim como o pão branco, só que contém menor quantidade de gorduras e de carboidratos. Boa opção para quem quer variar a dieta sem aumentar a quantidade de calorias e gorduras ingeridas.

Pão de milho

Pão integral

É rico em fibras e minerais, como fósforo, ferro, potássio e zinco. Além desses nutrientes, o pão de milho também é rico em proteínas e vitaminas do complexo B. É indicado para os celíacos, já que o milho não contém glúten.

Este tipo de pão é bastante nutritivo, pois não é preparado com farinha refinada, o que garante a manutenção das vitaminas, minerais e fibras dos cereais utilizados na fabricação. Mesmo que também tenha carboidratos, as fibras contidas no pão integral desaceleram a absorção de glicemia pelo organismo, o que diminui o índice glicêmico.

7


Edição 545  
Edição 545  
Advertisement