Page 1

FARROUPILHA

|

ANO X

| EDIÇÃO 526

| 23 DE FEVEREIRO DE 2018 |

R$ 3,00

Uall ingressa na reta final Marcos Zigowski

Farroupilhense Tiago Balbinot e caxiense Rodrigo Chernhak estiveram nesta semana na Idexo, em São Paulo, acelerando o processo de implementação da recém-lançada startup, voltada a facilitar a vida de quem procura boas opções no Ensino Superior Editoria de Educação, página 10


2

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

CONQUISTA

Sonho da faculdade... aos 75 anos Salcedo Lautert conquistou o 1º lugar no ProUni em Medicina Veterinária e está matriculado na FSG para sua primeira graduação

E

le achava que com o avanço da idade seu sonho tinha ficado para trás. Mas ao invés de pendurar as chuteiras, aninhou-se entre os livros, criou uma rotina de estudos e persistiu. Foi assim que Salcedo Grass Lautert prestou o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e a grande alegria chegou na última semana: 1º lugar no Programa Universidade para Todos (ProUni) em Medicina Veterinária na FSG, com bolsa 100% de gratuidade. Essa é a alegria que reina na casa dos Lautert, no bairro São José. Ao lado da esposa Nadir, com quem é casado há 53 anos, dos quatro filhos, nove netos e um bisneto, a

comemoração é grande. “Fazer um curso universitário sempre foi um sonho. Não sei se caiu a ficha. Será que está acontecendo mesmo? É algo divino, então vejo que chegou minha hora”, considera, em meio aos documentos selecionados para a matrícula efetivada na última terça. Para a preparação fez cursinho online e a rotina era de oito a 10 horas de estudos diários. A opção inicial era Medicina, mas diz que está muito feliz com a possibilidade de Veterinária. Treinou muito Redação, o que fez diferença na colocação do ENEM, além de Matemática. Natural de Santo Ângelo, onde foi empresário do ramo gráfico, mudou-se para Farroupilha há 32 anos e trabalhou no Hospital São Carlos. Chegou a ingressar no curso de Direito em 1996, mas fez apenas um semestre.

Juliana Inês Casa Barbieri

Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br

Realização pela conquista Mel, mascotinha da família, acompanha Salcedo, o futuro médico veterinário que receberá o diploma aos 80 anos


3

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

1º LUGAR

Homenagens ao vovô acadêmico história um novo aluno e até um provável parente. A família do aposentado então, mal contém a alegria. Os filhos Marlo, Morgan, Maurício e Jean Carlo (o casal teve ainda as filhas Giana e Adaísa, in memoriam), organizaram inclusive uma festa surpresa e a emoção tomou conta do homem de expressões serenas que mareja os olhos quando fala dos que ama. “Em nome dos familiares posso dizer que estamos muito felizes e orgulhosos com essa conquista do meu pai. Todos sabemos o quanto ele se dedicou para alcançar esse objetivo, estudando intensamente e se mantendo atualizado”, considera Jean Carlo, o caçula. “Que Deus me dê saúde para aguentar. Parece que as coisas demoram e depois chegam perfeitas. Minha neta até disse ‘vô, o senhor tem mesmo cara de veterinário’.

Divulgação

U

ma coincidência que tocou Salcedo de maneira especial é que a coordenadora do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FSG, Claudia Lautert, tem o mesmo sobrenome. Embora não se conheçam, acreditam que haja um parentesco, deixando Salcedo ainda mais familiarizado com a instituição. “O que leva uma pessoa de 18 ou 75 anos aos bancos acadêmicos no geral é a vocação, a realização de um sonho e, sendo assim, a troca que se dá entre a energia dos jovens com a experiência de uma caminhada maior sempre é muito bem-vinda em sala de aula. A Medicina Veterinária da FSG sente-se honrada em receber o senhor Salcedo Lautert”, considera Claudia que descobriu nesta

Vou começar a viver de novo”, resume. Os próximos cinco anos serão de pura dedicação e o diploma chegará aos 80, quando pretende abrir uma clínica. Diz apenas que sentirá falta da esposa Nadir

durante as aulas, a grande incentivadora e quem sugeriu ao marido a nova carreira. Mais uma etapa de desafios ao Vovô Bixo, ou melhor, ao bisavô, que neste momento é o mais feliz de todos.

Orgulho da família Filhos Maurício, Marlo, Jean, Morgan e a esposa Nadir, em festa surpresa que homenageou o universitário


4

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

A devolução de previdenciários Alexandre S. Triches *

N

inguém espera ter seu benefício da Previdência Social cancelado de uma hora para outra. Muito menos ainda ter que devolver tudo aquilo que já recebeu e foi utilizado, normalmente para despesas essenciais do dia a dia. Contudo, para o Poder Judiciário, a possibilidade da devolução de valores recebidos a título de benefícios previdenciários é possível, e não apenas naqueles casos em que for comprovada a má fé (recebimento indevido por fraude), mas, também, nas hipóteses de deferimento de tutelas provisórias em ações judiciais que, posteriormente, não são confirmadas na sentença. A matéria é bastante controversa, porém já pacificada no Superior Tribunal de Justiça, no julgamento do Tema 692. Ela se encaixa nas hipóteses em que uma pessoa postula benefício nos tribunais e, em razão da necessidade, o juiz concede o benefício antecipadamente, no início do processo ou na hora de decidir, ainda na primeira instância, nesta última hipótese caso a Previdência tenha recorrido da sentença. Ao final, tendo o segurado perdido a ação judicial, além da determinação do cancelamento do pagamento do benefício, está o INSS autorizado a cobrar os valores até então recebidos pelo segurado. Recentemente, o INSS regulamentou administrativamente a cobrança dos valores recebidos provisoria-

mente e não confirmados ao final do processo, por meio da Portaria n° 02/18, em conjunto com a procuradoria Federal. Este ato administrativo substitui regra anterior, contida na Portaria Interministerial 107/2010. Pelas novas regras, o INSS deve cobrar os valores prioritariamente no processo judicial. Caso não seja possível, este tipo de cobrança deverá notificar a pessoa para pagamento pela GRU (Guia de Receita da União). Se desta forma não houver o ressarcimento, a autarquia poderá descontar até 30% do débito em eventual outro benefício que o segurado receba. Em última hipótese, pode encaminhar o caso à equipe de dívida ativa para a inclusão no cadastro e futura execução fiscal. A alçada para o ajuizamento destas ações foi modificada, caindo para aproximadamente R$ 5 mil. A portaria editada pelo INSS tem gerado grandes controvérsias. Uma delas é a previsão de dispensa de instrução do processo administrativo de cobrança, sob o argumento da eficácia preclusiva da coisa julgada formada pelo processo judicial já transitado em julgado, no bojo do qual o segurado já pôde exercer o seu direito à ampla defesa e ao contraditório, em feito conduzido pelo Poder Judiciário de acordo com a legislação processual civil, que culminou na formação de um título executivo judicial apto a ser exigido, na forma do art. 515, I, do Código de Processo Civil/2015. O ato administrativo também dispensa o direito do contraditório


5

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

benefícios Divulgação

e da ampla defesa. Bastante estranho este aspecto, considerando o princípio constitucional do devido processo legal, inclusive no processo administrativo, bem como a real possibilidade de que possa haver divergências, até mesmo em relação ao montante cobrado, os índices de correção monetária, etc. A realidade da devolução dos benefícios previdenciários nos casos

de tutela provisória não confirmadas em sentença passa a fazer parte do cotidiano dos segurados e seus advogados. Isso faz com que o cuidado no manejo das ações judiciais seja redobrado, visando a evitar prejuízos, justamente, para a parte mais fraca do processo: o cidadão. * Advogado (OAB/RS nº 65.635), especialista em Direito Previdenciário


6

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

Sempre é tempo de aprender Nesta semana, Salcedo Grass Lautert efetivou sua matrícula no curso de Medicina Veterinária da FSG, onde foi aprovado em 1º lugar no Programa Universidade para Todos, isso aos 75 anos de vida. Lautert disse que seu sonho sempre foi fazer um curso universitário, mas o triunfo vai muito além da esfera pessoal.

Sua conquista é a certeza de que o velho clichê, de que “nunca é tarde para aprender”, é muito verdadeiro e sua dedicação, esforço e empenho mostram exatamente isso (veja mais na Matéria Especial, páginas 2 e 3). A alegria, dividida com a família, transcende a celebração particular e chama a atenção pelo exemplo.

Em um País que, via de regra, abomina quem estuda e trabalha, que tem exemplos alicerçados em padrões pouco virtuosos, que apresenta índices educacionais vexatórios, incompatíveis com sua riqueza e anos luz aquém de suas possibilidades, a conquista do novo universitário merece ser enaltecida, dissemi-

nada e valorizada por todos. Que a iniciativa de Lautert sirva de inspiração para que outros trilhem o mesmo caminho. O aprendizado, a leitura e o estudo são os alicerces não apenas de conquistas pessoais, mas fundamentalmente, pilares que diferenciam nações evoluídas de nações atrasadas como a nossa.

OPINIÃO

Qualidade de vida docente Júnior de Arruda * Atualmente, muitas questões têm afetado diretamente a vida particular dos professores. A pressão cotidiana em relação à longa jornada de trabalho, a necessidade constante de qualificação e até a insegurança profissional associada a um momento politicamente delicado no País têm acarretado uma série de problemas na saúde física, mental e social dos profissionais da Educação. Além disso, sabe-se que a remuneração dos educadores é proporcional ao número de aulas do cargo. Desta forma, professores têm assumido grande quantidade de turmas com o objetivo de ganharem mais e terem mais qualidade de vida, mas o fato é que isso tem provocado desgastes que comprometem sua saúde física e

mental. Na verdade, é sabido que cada vez mais professores têm adoecido por excesso de trabalho e que, na maioria das vezes, não são bem remunerados. De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais: meio ambiente e saúde (Brasil, 1997, p. 65), seguindo o conceito da Organização Mundial da Saúde (OMS): “saúde é o estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença”. Nesse sentido, se faz necessário discutir sobre as condições de vida do profissional docente, o que envolve as dimensões física, mental, psicológica e emocional, bem como relacionamentos sociais, educação, saúde, entre outras circunstâncias que interferem na qualidade de vida. Cursos de licenciatura enfrentam queda na procura em todo o Brasil, sendo que parte da juventude tem uma

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 e 3 Editorial e Opinião................................ Página 6 Economia .................................................. Página 7 Cidade ........................................................ Página 8 Política ..................................................... Página 9 Educação .................................................. Página 10 Esporte ..................................................... Páginas 11 a 15

Inside

Especial..................................................... Capa Cinemas ..................................................... Páginas 2 e 3 Crônicas da Redação ............................. Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Música ....................................................... Página 5 Paulo Roque Gasparetto ..................... Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Fabrício Oliboni ..................................... Página 8 Primeiro Parágrafo............................... Páginas 8 e 9 Dolores Maggioni .................................. Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

visão de que a qualidade do trabalho docente é lamentável. Para atrair mais alunos nesses cursos, governo e universidades buscam incentivar a formação de professores, seja com bolsas de estudo, gratuidade nas inscrições ou com o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies), que pode ser quitado com o trabalho na rede pública de ensino. Todavia, o crescente desinteresse vai além da queda no número de matrículas, sendo que mesmo entre os que se formam, poucos são os que realmente desejam seguir carreira em sala de aula. É sabido que ser educador implica em estudo, planejamento e avaliação. Para não comprometer a vida pessoal, o professor necessita de tempo, incluído na carga horária de trabalho, destinado ao planejamento escolar e a formação continuada. Além

REDAÇÃO - REDACAO@JORNALINFORMANTE.COM.BR DANIEL RUFATTO DANIEL@JORNALINFORMANTE.COM.BR JULIANA INÊS CASA BARBIERI JULIANA@JORNALINFORMANTE.COM.BR RAMON CARDOSO RAMON@JORNALINFORMANTE.COM.BR ROCHELI CAMARGO ROCHELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

do diploma acadêmico exigido para docência, esta ocupação implica em práticas e conhecimentos pedagógicos específicos, sendo que exerce influência sobre outros seres humanos, e, portanto, não pode nem deve ser uma profissão meramente tecnicista. Um ambiente de trabalho saudável, onde o professor seja respeitado e valorizado pela comunidade escolar pode contribuir para fortalecer sua autoestima e estimulá-lo a desenvolver um trabalho cada vez melhor. Também é indispensável que o educador goste do que faz e que equilibre planejamento e qualidade de vida, não comprometendo o desempenho do seu trabalho, tampouco os momentos em família ou com os amigos. * Pedagogo, pós-graduado em Orientação e Supervisão Educacional

LOGÍSTICA - LOGISTICA@JORNALINFORMANTE.COM.BR LUIZ CARLOS DE ANDRADE LUIZ@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURAS - ASSINATURAS@JORNALINFORMANTE.COM.BR ASSINATURA BIENAL: R$ 240,00 ASSINATURA ANUAL: R$ 140,00

COMERCIAL - COMERCIAL@JORNALINFORMANTE.COM.BR FABIANO LUIZ GASPERIN GASPERIN@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARIA DA GRAÇA POTRICOS LEITE MARIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR VALÉRIA GASPERIN VALERIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR

TELEFONES (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

ENDEREÇO RUA DR. JAIME ROMEU RÖSSLER, 348, BAIRRO PLANALTO

ANÚNCIOS - ANUNCIOS@JORNALINFORMANTE.COM.BR

COLUNISTAS ARMANDO WARTHA CRÔNICAS DA REDAÇÃO DOLORES MAGGIONI FABRÍCIO OLIBONI

ALEXANDRE FRANCISCO MACHADO ALEXANDRE@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARCELO BORTAGARAY MELLO MARCELO@JORNALINFORMANTE.COM.BR TIAGO RODRIGUES DA SILVA TIAGO@JORNALINFORMANTE.COM.BR

FINANCEIRO - FINANCEIRO@JORNALINFORMANTE.COM.BR KELI DE ALMEIDA MACIEL KELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

GUILHERME MACALOSSI GUSTAVO PIMENTEL LAURO EDSON DA CÁS PAULO ROQUE GASPARETTO

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


7

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

MERCADO EXTERNO

Exportações do setor vitivinícola crescem 17,3% em valor em 2017 Vinhos, espumantes e sucos de uva geraram um lucro superior a US$ 15 milhões às vinícolas brasileiras no ano passado

O

mercado externo de vinhos, espumantes e sucos de uva garantiu, às vinícolas brasileiras, um crescimento de 17,3% no valor das exportações em 2017, em comparação com o ano anterior. O total comercializado ultrapassou os US$ 15 milhões. Cerca de 95% desse total foram das vinícolas associadas aos projetos setoriais Wines of Brasil e 100% Grape Juice of Brazil. Os vinhos compõem mais da metade das vendas e o mercado latino-americano é um alvo forte, especialmente pelas facilidades no transporte, que acabam diminuindo os custos de exportação e fazendo com que os produtos ganhem em competitividade. Dos 10 principais

destinos das exportações brasileiras no setor, seis são de nações latinas e quatro de sul americanas (veja o top 10 no quadro ao lado). Em 2017, as vinícolas brasileiras exportaram seus produtos para 51 Países. “Desde o ano passado estamos focando no que somos mais competitivos, que é o espumante, mas calibrando estratégias para cada País trabalhando também vinhos e o suco de uva”, informa Diego Bertolini, gerente de promoção do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin). A estratégia se justifica no fato dos espumantes apresentarem a melhor rentabilidade, com média de US$ 4,59 por litro. Apesar de responderem por apenas 4,6% do volume, os espumantes representam quase 8% da receita. Ou seja, há um campo interessante a ser explorado pela bebida.

Totais exportados em 2017 Bebida Vinhos Espumantes Suco Total

Em litros 3.064.705 256.746 2.273.136 5.594.587

Em US$ 7.576.872,00 1.179.471,00 6.329.797,00 15.086.140,00

Composição das exportações Produto Vinhos Espumantes Suco

Principais destinos

1º) Japão 2º) Paraguai 3º) Estados Unidos 4º) China 5º) Reino Unido

Em valor 50,2% 7,8% 42%

US$/litro 2,47 4,59 2,78 2,69

Em volume 54,8% 4,6% 40,6%

6º) México 7º) Chile 8º) Colômbia 9º) Equador 10º) República Dominicana


8

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

TRADIÇÃO GASTRONÔMICA

Evento temperado com solidariedade XVIII Feijoada do Rotary define data e inicia comercialização de ingressos

O

Rotary Club Farroupilha Nova Vicenza abre o ano já com definições. A 18ª edição da tradicional Feijoada do Rotary tem data definida. Ela acontece no dia 17 de junho, um domingo, a partir das 11h, no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi, junto ao Complexo Esportivo do Parque Cinquentenário. Os ingressos estão sendo comercializados a R$ 80,00. Os valores arrecadados

Programe-se O que: XVIII Feijoada do Rotary Quando: dia 17 de junho Onde: Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi Horário: a partir das 11h Valor: R$ 80,00 Informações: pelo WhatsApp (54) 999.659.969 (presidente Eduardo Maggioni) ou (54) 999.356.557 (Rafael Gustavo Portolan Colloda) serão empregados na Campanha da Visão, principal frente de atuação da entidade. Ela atende alunos de 1º ao 4º ano das escolas municipais. A partir de um exame de visão preliminar, feito em sala

Obituário

Alguém quer me adotar? ONG dos Peludos

16 de fevereiro Aluízio Packer, 60 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 18 de fevereiro Edmundo Borges Padilha, 80 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Diva Luíza Piccoli Marmentini, 61 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Monte Bérico (3º Distrito). 21 de fevereiro Antônio Luvison, 77 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Antônio Primo Berria, 74 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal.

de aula, os estudantes que apresentam dificuldade de enxergar no quadro são encaminhados para consultas com oftalmologistas parceiros. Após a consulta, óculos são doados para as crianças.

Aos 3 anos a linda Mel procura por um lar. De porte médio, é castrada e vacinada. Ela já teve uma família, mas foi abandonada quando nasceram seus filhotes. Interessados em conhecer a Mel podem manter contato pelo fone 981.663.349. Importante: a ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes.


9

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

CADASTRO DE EMENDAS

Promessa é dívida Vereadores estiveram reunidos com direção do Hospital São Carlos

N

a terça abriu o prazo para os deputados e senadores indicarem as emendas parlamentares para os respectivos Ministérios, uma situação que afeta diretamente o município. Em novembro, uma força-tarefa composta por sete vereadores foi a Brasília em busca de recursos para o Hospital Beneficente São Carlos (HBSC). A comitiva pluripartidária, formada pelos vereadores Alberto Maioli (Rede), Fabiano André Piccoli (PT), Jorge Cenci (PMDB), Odair Sobierai (PSB), Raul Herpich (PP), Tadeu Salib dos Santos (PP) e Tiago

Ilha (PRB) esteve na Capital federal e conseguiu o compromisso, com 11 deputados e a senadora Ana Amélia Lemos (PP), de liberação de R$ 2,75 milhões para o Hospital Beneficente São Carlos (HBSC). Diretora da Casa de Saúde, Janete Toigo esteve no Legislativo na terça à noite para um encontro com os vereadores. “A reunião tinha o objetivo de atualizar como estão as emendas que os vereadores foram buscar na viagem a Brasília no ano passado. Ficou ainda acertado um monitoramento diário do cadastro dessas emendas dos vereadores junto aos deputados”, destacou o vereador Tiago Ilha, que integra a Comissão de Saúde

e preside a Frente Parlamentar de Apoio ao Hospital São Carlos da Casa Legislativa Lidovino Antônio Fanton. “Um novo encontro poderá ser marcado com a direção do Hospital antes do término do prazo estipulado para cadastro das emendas, que encerra na próxima quarta”, destacou Ilha. Os vereadores sabem da necessidade de um contato mais próximo com a senadora e deputados justamente pelo momento financeiro delicado que atravessa a União, especialmente agora, já que um aporte para as emendas estava vinculado à aprovação da Reforma Previdenciária, que acabou abortada pela intervenção federal no Rio de Janeiro.

Boca de Urna Água e sua falta em pauta

A sessão legislativa de segunda teve uma pauta que monopolizou as atenções: os problemas no abastecimento de água na cidade foi o assunto da volta dos trabalhos na Câmara após o Carnaval. Três dos 13 requerimentos aprovados tratavam do tema. Fabiano André Piccoli (PT) solicitou um pedido de informações sobre investimentos da Corsan ao diretor presidente Flávio Pereira Presser e também formulou um convite para que compareça ao Legislativo. Tiago Ilha (PRB) solicitou que a superintendência local vá até a Câmara para falar sobre os problemas.

Água e sua falta em pauta II

O vereador Jorge Cenci (PMDB) esteve na Corsan terça, antes da sessão, e relatou que cobrou a aquisição de um gerador para a região de Nova Sardenha. Por fim, o vereador presidente Thiago Brunet (PDT) propôs um debate mais claro sobre o tema no I Fórum Municipal da Água, previsto para ocorrer no dia 22, no Dia Mundial da Água.

Parlamento regional abre trabalhos

A primeira reunião do ano ocorreu no Legislativo de Bento Gonçalves e teve como tema a cadeia produtiva da uva e a segurança dos municípios. Instalado no ano passado, o Parlamento Regional se propõe a debater temas de interesse comum dos municípios serranos. O próximo encontro ocorre no dia 13, em São Marcos.


10

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

OPÇÃO UNIVERSITÁRIA

Para não errar na escolha Uall, startup voltada ao Ensino Superior e que tem o farroupilhense Tiago Balbinot como cofundador, entra em operação reço eletrônico www.uall.com.br. “Apesar de estarmos em fase Beta e sem o marketing ativo, a plataforma já está tendo acessos e solicitações de pessoas que querem encontrar as melhores opções de cursos. Nossa projeção e foco agora é finalizar as próximas etapas, que envolvem o início da comercialização dos cursos pelo portal para começar a gerar faturamento e retorno direto para as instituições de ensino”, destacou.

Marcos Zigowski

S

e 2017 já tinha sido um grande ano para a Uall, 2018 começou de maneira intensa. A startup voltada ao Ensino Superior, fundada pelo farroupilhense Tiago Balbinot e pelos caxienses Éder Braz e Rodrigo Chernhak e que, mais tarde passou a ter o balneocamboriuense Vinícius dos Santos como sócio desenvolvedor, entrou em operação na última semana, processo que foi acelerado após ser uma das 13 selecionadas para a 1ª edição do StartupX, programa de incubação de startups realizado na Idexo, em São Paulo. “O processo na StartupX na verdade foi uma surpresa para nós, pois realizamos a inscrição junto com vários outros processos. Nós ficamos sabendo que havíamos passado na 1ª fase no dia 19 de janeiro e no dia 23 nós precisamos ir para São Paulo apresentar o projeto com mais outras 32 startups, para ver quem seria selecionado para desenvolver o projeto dentro da Totvs (a maior empresa se software da América Latina), na divisão de Inovação Idexo”, explicou Tiago. A Uall acabou passando para a 2ª fase e foi novamente convocada para, no dia 29, começar as atividades na Capital paulista, momento em que a equipe teve que se desdobrar para atender a demanda. Tiago e Rodrigo foram a São Paulo, Éder ficou em Caxias do Sul e Vinícius em Balneário Camboriú. O Uall entrou em operação no último dia 9, pelo ende-

Informações de 35 mil cursos de 2,4 mil instituições de ensino A meta, contudo, não para por aí. A intenção é abranger o mercado doméstico e, em um momento posterior, internacionalizar a plataforma. O farroupilhense ressalta que o grupo tem até o final de abril para evoluir o máximo possível e concretizar um investimento, já que até o momento o trabalho tem sido desenvolvido sem aporte financeiro. A ida a São Paulo, contudo, foi importante para agilizar contatos com interessados no projeto. Portal de busca, comparação e comercialização de cursos no Ensino Superior, o Uall opera atualmente na versão beta (de teste) e, quando estiver em pleno funcionamento, fato que deve ocorrer em maio, contará com informações de todos os 35 mil cursos superiores do País, de 2.407 instituições de ensino, envolvendo graduação, especialização, mestrado e doutorado, além de programas de intercâmbio e um

Mãos à obra Rodrigo e Tiago na Idexo, em São Paulo, onde estão desenvolvendo o projeto: Uall em reta final

sistema de compras coletivas, que pode baratear o valor de cada curso conforme o número de interessados em adquiri-lo aumente. No ano passado, o Uall passou pela StartUCS, o processo de desenvolvimento de startups do programa de empreendedorismo da UCS e foi

uma das 10 selecionadas entre 70 startups que participaram do Gramado Summit em agosto, o maior encontro de empreendedorismo digital do Sul do País. A ideia da Uall surgiu da necessidade do grupo de idealizadores em obter informações relevantes para cursos de pós-graduação.

Aprovação

Turmas para aprender Italiano

O Círculo Cultural Ítalo-Brasileiro de Farroupilha está com inscrições abertas para cursos de Italiano que iniciam no próximo dia 5. Destinados a iniciantes, tendo uma turma às segundas e outra na terça, das 19h às 21h30min. Interessados podem procurar a entidade, localizada na Coronel Pena de Moraes, 513, de segunda a sexta, das 9h30min às 11h30min e das 13h30min às 19h. O valor é R$ 775,00 o semestre e o material é R$ 210,00 que poderá ser utilizado por quatro semestres. Há ainda o nível 3 e 5 de estudo do idioma com turmas já em andamento.


11

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

TAÇA NO ARMÁRIO

S.R. 1º de Maio fatura o Veterano Equipe caxiense vence os três jogos do Quadrangular Final e volta a conquistar categoria após dois anos Ramon Cardoso

A

expectativa era que a decisão da categoria Veterano fosse altamente equilibrada. Isso na teoria. Na prática, a Sociedade Recreativa 1º de Maio não tomou conhecimento dos rivais, venceu os três jogos e faturou a competição pela segunda vez na história, a outra conquista havia ocorrido há dois anos, em 2016. Com o bicampeonato, o time se iguala ao farroupilhense Saletino e ao caxiense Nova Geração, nesta que foi a 11ª edição da disputa na categoria. O farroupilhense Amizade acabou ficando com o vice-campeonato e os caxienses Bahia (3º lugar) e Olaria (4º lugar) fecharam a classificação. Além do título, o S.R. 1º de Maio ainda levou o troféu Disciplina e os prêmios individuais. Lucas Fernandes, o Banana, triunfou como artilheiro, com 5 gols, e o goleiro Adilson Pagno, foi o menos vazado, com apenas 2 gols sofridos ao longo das seis partidas da competição organizada e realizada na SERC Farrapos.

Bicampeonato Título foi a segunda conquista do S.R. 1º de Maio nos últimos três anos, fato que o coloca entre os maiores campeões da recente categoria

AVN/AM Veterano (Quadrangular Final) 1ª rodada

2ª rodada

3ª rodada

2X0

0X2

4X0

1X0

1X1

2X1


12

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

PARTICIPAÇÃO MARCANTE

Amizade faz estreia com caneco Equipe farroupilhense, que participava pela primeira vez do AVN/AM, levou o título na categoria 2º Quadro Ramon Cardoso

A

tradição do Esporte Clube Amizade agora faz parte do também tradicional Ângelo Venzon Neto/Antônio Minella (AVN/AM). Em sua participação de estreia, o time farroupilhense conquistou o 2º Quadro do torneio. Após empatar a partida de abertura, o Amizade venceu os dois confrontos seguintes e ficou com a taça. Na classificatória, o roteiro foi parecido, com derrota no duelo inaugural seguido de dois triunfos. A vitória na partida decisiva foi contra o caxiense Beltrão de Queiroz, que tentava o bicampeonato, mas ficou com o vice. O farroupilhense Saturno finalizou em 3º e o caxiense Cachoeirinha em 4º. O troféu Disciplina ficou com o Cachoeirinha, assim como o de Goleiro Menos Vazado, com Monza de Macedo, que sofreu apenas 1 gol ao longo da disputa, na partida de despedida. O troféu de Artilheiro ficou com Jonatas Alves, o Nata, com 4 gols marcados, inclusive o do título sobre o Beltrão.

Cartão de visita Ao participar pela primeira vez do AVN/AM, Amizade mostrou que não estava para brincadeira e inscreveu seu nome no rol de campeões

AVN/AM 2º Quadro (Quadrangular Final) 1ª rodada

2ª rodada

3ª rodada

0X0

2X0

1X0

0X1

0X0

1X0


13

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

TAÇA COM SOBRA

Olaria é bi com campanha histórica Caxiense confirma favoritismo e conquista título com 100% de aproveitamento, ataque implacável e defesa intransponível Ramon Cardoso

N

a categoria que contou apenas com representantes de Caxias do Sul no Quadrangular Final, o Olaria, que defendia o título, não deu chance aos rivais e faturou o bicampeonato no 1º Quadro. A campanha na fase classificatória do torneio Ângelo Venzon Neto/ Antônio Minella (AVN/AM), com três vitórias, 11 gols marcados e nenhum sofrido, garantia favoritismo aos caxienses, que não decepcionaram. Nos duelos decisivos, três goleadas por 3 a 0, encerrando sua participação com seis vitórias em seis jogos, 20 gols marcados e nenhum sofrido. Respaldando a performance de campo, o Olaria garantiu também o troféu Disciplina e, claro, o de Goleiro Menos Vazado, que ficou com Rafael Nascimento. O de Artilheiro foi para Vinicius Bassani, do estreante Udinese, que marcou 4 gols. O Kayser acabou com o vice-campeonato, o Udinese foi o 3º e quem fechou a classificação foi o Cachoeirinha, em 4º.

Irretocável Olaria não tomou conhecimento dos rivais caxienses e ficou com o bicampeonato do AVN/AM com performance impecável

AVN/AM 1º Quadro (Quadrangular Final) 1ª rodada

2ª rodada

3ª rodada

1X1

2X0

3X1

0X3

3X0

3X0


14

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

Ramon Cardoso

Todos méritos para o pessoal da SERC Farrapos

Manter anualmente ativo um torneio, que teve sua edição inaugural em 1981, não é pouca coisa. Por isso, a turma da foto ao lado, que esteve diretamente envolvida na organização da 38ª edição do Ângelo Venzon Neto/ Antônio Minella (AVN/AM), assim como os demais integrantes da Sociedade Esportiva, Recreativa e Cultural (SERC) Farrapos, merecem todo o mérito e reconhecimento. São verdadeiros abnegados da causa esportiva e responsáveis por ainda manter viva a tradição do futebol amador.

Juventus, campeã invicta em Garibaldi

No 2º Torneio de Garibaldi, a Juventus Futsal Feminino ficou com o caneco. Disputado por 12 times, eles foram divididos em quatro triangulares, avançando às quartas de final os dois primeiros. Na estreia, o time farroupilhense empatou em 2 a 2 com o São Paulo e, daí pra frente, só colecionou vitórias. Ainda na fase de classificação, 1 a 0 na Peleias FC; nas quartas, 2 a 1 no Dallas FC; na semifinal, 1 a 0 na Panteras do Vale; e na grande decisão, goleada de 3 a 0 sobre as Mercenárias. Medalha no peito e taça no armário. Divulgação

Mantenedores da tradição Daniel Bergamo, Roberto Minella, Renê Trubian, Odair Lavandoski (sentado), Mário Dal Cin, Diego Bif, Vadis Bortolini e Mauro Heinemann: a linha de frente na organização do AVN/AM Caneco invicto No município vizinho, Juventus foi soberana na disputa ocorrida no último domingo

Futsal feminino tem data para retornar

A Copa Farroupilha 2018 tem início marcado para o dia 7 de abril. De abrangência regional e organizada pela Liga Farroupilhense de Futsal, ela terá como premiação R$ 1 mil e um fardamento para a equipe campeã, R$ 1 mil para a vice-campeã e R$ 500,00 para a 3ª colocada. Informações sobre a disputa podem ser obtidas pelo fone (54) 999.868.175.


15

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

RETA FINAL

Últimos ajustes antes da estreia Após empatar com o Guarani em Venâncio Aires, Brasil encara semana final de trabalho na pré-temporada

N

o primeiro, e talvez único, duelo realizado contra uma equipe profissional, o Brasil ficou no empate sem gols com o Guarani, no Edmundo Feix, em Venâncio Aires. A partida serviu para o técnico Fernando Agostini ter um parâmetro do trabalho realizado até o momento, faltando agora pouco mais de uma semana para a estreia na Segundona Gaúcha, que será no próximo dia 4, diante do União, nas Castanheiras. “Sofremos uma pressão

Rui Borgmann/InVoga Assessoria/Folha do Mate

Brasil

inicial do Guarani, que tem um time muito rápido e impôs algumas dificuldades para a gente. Aos poucos, porém, equilibramos as ações, dominamos a maior parte do confronto e acredito que tivemos as melhores oportunidades para marcar e sair com a vitória”, avaliou Agostini. Até então, o rubro-verde havia atuado apenas contra equipes amadoras. Um aspecto que agradou foi a manutenção da invencibilidade da zaga farroupilhense. “Novamente não sofremos gols. A estabilidade do setor defensivo é muito positiva. Estou satisfeito com o trabalho até o momento. Acho que aproveitamos bem o período e vamos estar em um bom nível para iniciar a competição”, projetou o técnico rubro-verde. A intenção inicial era de realizar um amistoso neste sábado, diante do Sub-23 do Interna-

Ferrolho Defesa rubroverde, do zagueiro Benhur, não foi vazada durante a prétemporada, como no amistoso em Venâncio Aires

cional, mas a equipe colorada cancelou o compromisso. Até o fechamento desta Edição, o Brasil ainda negociava a possibilidade de realizar

mais um jogo treino para a próxima terça, ainda sem adversário definido, já que um amistoso com time profissional seria inviável, até mesmo

pela proximidade com a estreia, momento que requer um resguardo maior justamente pelo fato do rubro-verde contar com um elenco enxuto.


Juliana Inês Casa Barbieri

MATÉRIA ESPECIAL

Nunca é tarde para aprender O belo e inspirador exemplo de Salcedo Grass Lautert, aprovado no curso de Medicina Veterinária da FSG aos 75 anos Páginas 2 e 3 e Editorial

INSIDE

ESPORTE

Exibição gratuita do filme “Uma Viagem Extraordinária”, às 19h, é excelente pedida para a abertura do final de semana no cartão postal farroupilhense Página 3

Farroupilhense Amizade levou no 2º Quadro e caxienses, S.R. 1º de Maio no Veterano, e Olaria, no 1º Quadro e com campanha histórica, também venceram Páginas 11 a 13

Sexta de cinema ao ar livre na Os campeões masculinos da despedida do verão no Parque temporada 2018 do AVN/AM

Mercado para ser explorado Exportações do setor vitivinícola crescem mais de 17% em 2017, mas espumantes ainda representam menor fatia, apesar da maior rentabilidade Página 7

Sesc Farroupilha promove show Tributo a Elis Regina

Evento acontece na próxima semana, no Sindilojas, e Jornal Informante sorteia ingressos do espetáculo que abre celebrações do Mês da Mulher Capa do Inside Gilmar Gomes

ECONOMIA

MÚSICA


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

IMUNIZAÇÃO COMPROVADA

Certificado Internacional de Vacinação agora em Farroupilha Documento é fornecido a farroupilhenses e moradores de Nova Roma do Sul, atendendo exigência de entrada em 133 Países viço facilita o processo para quem deseja viajar, sendo ainda que no primeiro dia de atendimento já foram emitidas cinco certificações. É importante lembrar que, para quem nunca fez a vacina da Febre Amarela, a aplicação deve ser realizada 10 dias antes da viagem, caso contrário, não será emitido o CIVP. O viajante deverá preencher com antecedência o pré-cadastro que está disponível pelo endereço eletrônico www.anvisa.gov.br/viajante.

Juliana Inês Casa Barbieri

P

recisa viajar e necessita do Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela e Profilaxia (CIVP)? Então não se preocupe, agora Farroupilha está habilitada para a emissão do documento, facilitando os preparativos para a viagem. Anteriormente a referência era Porto Alegre, mas desde a última semana, o município passou a disponibilizar o serviço. O certificado é gratuito, emitido pela Vigilância Epidemiológica às terças e quintas, das 13h às 16h30min, diretamente no Posto de Saúde Central (13 de Maio, 533, Centro). Farroupilha é referência também para moradores de Nova Roma do Sul e o atendimento é por ordem de chegada. O CIVP é um documento que comprova a vacinação contra doenças, conforme definido no Regulamento Sanitário Internacional. É exigido para entrada em 133 Países e de acordo com Paulina Guisso, coordenadora do Departamento de Vigilância Epidemiológica, esse novo ser-

Orientações para emissão do CIVP junto à Vigilância O viajante deverá estar presente e ter em mãos a caderneta com o registro da vacina contra a Febre Amarela constando data, lote, laboratório, nome do profissional que aplicou a dose e a Unidade de Saúde onde a imunização aconteceu. É necessário apresentar CPF e documento com foto, sendo a certidão de nascimento aceita para menores de 18 anos. Além de apresentar re-

Obtenção do certificado Fernanda Zanonato fez CIVP para o filho, já que viagem terá escala no Panamá, que exige documento

serva da passagem ou outro documento que comprove a viagem ou compromisso no exterior. Vale ressaltar que a certificação não é emitida para quem tomou a dose fracionada da vacina contra a

Febre Amarela. Para os casos em que a vacinação é contraindicada, o viajante deverá procurar um médico para o preenchimento de Atestado de Isenção, conforme modelo disponível também em www.anvisa.gov.br.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

Aprenda a diferenciar os t

G

Equipe Espaço da Beleza * anhar uma mancha na pele é algo bem comum. São vários os motivos que as provocam: sol sem proteção, a c hegada da idade, etc. E elas podem ser de inúmeros tipos: marrons, amareladas, brancas, com ou sem relevo.

Manchas senis Elas puxam para o marrom e são mais arredondadas, podem aparecer em vários tamanhos. Pessoas mais idosas que não cuidaram tanto da pele possuem muitas dessas manchas nas mãos, nos braços e no pescoço. Esse tipo de mancha surge a partir dos 40 anos (principalmente se você não se cuida ao sol, que tem efeito cumulativo) e são bem mais visíveis em quem tem a pele mais clara.

solar. O ideal é usar filtro solar an clusive no inverno. O uso de ativ tem bons resultados, mas man pensável para manter os resulta

Sardas (melanose solar) Uma das causas principais é quem tem a pele clarinha (por e rais), mas na maioria dos casos ( sol é forte) ela surge por efeito cu mais frequência na face, nos om

Tratamento O uso de filtro solar com FPS que elas piorem. Para removê-la de Luz Intensa Pulsada têm exce

Tratamento Quando estão em estágio mais avançado, os tratamentos com lasers são mais eficientes. Quando estão apenas no começo, Luz Intensa Pulsada e Peelings mais abrasivos podem dar conta do recado.

Manchas na gravidez É comum, com a “bagunça” h sentarem manchas maiores, de meses. Isso acontece por conta proteção mais a alteração dos ho

Melasmas Essa é a mancha que aparece sempre depois das suas férias de verão, quando você abusou do sol na praia ou na piscina e ganhou as famosas parecidas com sardas. Elas têm uma coloração puxada para o castanho e tamanhos variados. Problemas hormonais e predisposição genética são outros fatores que a causam.

Tratamento A maioria deles (com cremes amamentação. Hidratar bem a p duas formas de se prevenir dess

Tratamento Precisa ser contínuo, pois não há cura. O tratamento clareia, mas a mancha continua lá e reaparece em qualquer exposição

Previna todo dia! Se você fizer virar rotina o uso outras áreas expostas ao sol já de mancha, isso porque os raio e, mesmo que na hora não acon


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

tipos de manchas na pele Divulgação

ntes de sair de casa, todo dia, invos clareadores, peelings e laser nutenção do tratamento é indisados obtidos.

é a predisposição genética em exemplo, os ruivos e loiros natu(principalmente no Brasil, onde o umulativo da radiação solar, com mbros e no colo.

S alto (de 30 para cima) impede as, o uso de ácidos e aplicações elentes resultados.

hormonal, muitas gestantes apree tom marrom durante os nove a da dupla exposição ao sol sem ormônios.

s e lasers) só começa depois da pele e usar muito filtro solar são sas manchas.

o de protetor solar no rosto e nas á estará prevenindo vários tipos os solares têm efeito cumulativo nteça nada, em alguns anos as

Cuidado Para cada tipo de mancha existe um tratamento adequado, contudo, o mais recomendado é prevenir e evitar a exposição solar da pele em demasia

manchinhas podem surgir. O uso do filtro solar é ideal ao seu tipo de pele e use um próprio para o rosto e outro para o corpo. Usar creme hidratante após o banho e beber muita água deixam a pele hidratada e mais protegida também. Uma pele bem cuidada é mais difícil de ser agredida. E lembre-se: mesmo sem mancha, o ideal é você tratar. Prepare ela para as mudanças de estação. Agende sua limpeza de pele ou revitalização. Ela uniformiza seu tom de pele, a mantém hidratada e previne o aparecimento de manchas. * Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511 WhatsApp: 981.195.645 Fan Page: Espaço da Beleza


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

SAÚDE NO AMBIENTE

Dificuldades no negócio e a relação com o fator ambiental Isnar Amaral *

A

gestão de um empreendimento consiste em resolver problemas. É como “matar um leão por dia”. As dificuldades corriqueiras fazem parte do negócio. No entanto, não é normal e nem saudável que um administrador carregue uma cruz nas costas diariamente para solucionar problemas e mais problemas. Se tudo está muito difícil nos negócios, mas para os concorrentes tudo acontece normalmente, alguns fatores devem ser analisados. Dificuldades pesadas são admissíveis esporadicamente, porém não devem virar rotina. O estresse oriundo desta situação representa um alto risco para a saúde, geran-

do perdas. A causa destas dificuldades, muitas vezes, pode estar atrelada a fatores ambientais que interferem diretamente nas atividades e decisões da rotina diária do negócio. São vários os fatores ambientais apontados como prováveis vilões. Um destes fatores, o padrão vibracional do ambiente da empresa provoca resultados indesejados, normalmente interpretados como azar, olho grande, inveja, sabotagem involuntária ou algo do gênero. Em uma análise prática da situação, as questões técnicas e gerenciais devem ser resolvidas a partir de estratégias específicas. No entanto, as que envolvem o ambiente energético do negócio não são tão simples de serem resolvidas. Alguns empresários recorrem ao

ocultismo e até a rituais sinistros a fim de atrair “sorte” e impulsionar seus negócios. Por meio da biofísica e da física quântica é possível controlar esta situação no ambiente empresarial. A Reprogramação Quântica do Ambiente Básico é uma técnica instrumental que restabelece os padrões vibracionais do ambiente do negócio, tornando-o equilibrado e favorável. É uma solução legal, de fácil aplicação, não acarretando prejuízo a nada e nem a ninguém. Muito pelo contrário, beneficia a empresa em todos os sentidos e propicia o desenvolvimento do negócio a partir da intensificação do seu padrão de energia, oportunizando a concretização dos propósitos e diminuindo as dificuldades. Ao analisar os resultados do

negócio, o profissional deve considerar o fator ambiental como um elemento significativo, a ponto de priorizá-lo nos investimentos. Uma empresa é formada basicamente por energia humana e recursos financeiros. Ambos são essenciais para o desenvolvimento do negócio, porém são as pessoas que lidam com as dificuldades, que executam as tarefas, que pensam, que planejam, que criam e são influenciáveis. Fica, então, muito claro, que o ambiente do negócio, por interferir e se correlacionar com tudo e todos, é o lema da empresa e deve permanecer harmonizado e favorável de forma constante. * Consultor Ambiental (CRQ 05203390), especialista em Qualidade do Ambiente


Cinema

Sessão ao ar livre no Parque, com exibição de “Uma Viagem Extraordinária”, é boa pedida na abertura do fim de semana Página 3

Inside

Música

Sunsets dominicais, no Boteco Antonielle e em Linha Caçador, dão o tom de despedida do verão Página 5

HOMENAGEM ÀS MULHERES

O Arrastão de Elis

Promovido pelo Sesc, tributo traz o melhor da grande e saudosa estrela da MPB em show no auditório do Sindilojas respeito às mulheres, por ser uma pessoa muito à frente do seu tempo”, ressalta a vocalista, já que o show também é uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher. A voz de Elis, a “pimentinha” da música brasileira, deixa saudades há 36 anos e o tributo resgata canções do início da carreira até as últimas gravações. Mateus Albornoz (baixo e cavaquinho), Matheus Herrmann (guitarra e violão), Alexandre Alles (teclado e piano), Rafael Branco Muller (bateria) e Rafael Pavão (percussão) acompanham a intérprete. “A gente tenta criar mesmo uma aura de nostalgia porque Elis faz falta, muita falta”, finaliza a cantora que empresta voz para eternizar este ícone brasileiro. O Jornal Informante sorteia, na próxima semana, ingressos para o espetáculo. Fique ligado na nossa Fan Page e participe.

Mandy Medeiros

A

brindo março, Farroupilha recebe o Tributo Elis Regina que completa um ano de estrada. O melhor da obra da cantora ícone do Brasil será apresentado na próxima quinta, às 20h, no auditório do Sindilojas, numa promoção do Sesc. “Considerada a maior cantora brasileira de todos os tempos, sendo sempre muito bem acompanhada pelos mais eficientes músicos da época, executar a obra de Elis Regina é uma forma de se nutrir com música da mais alta qualidade”, considera Camila Lopez, vocalista que estará acompanhada pela banda porto-alegrense O Arrastão, recriando a formação clássica dos músicos que acompanharam Elis no Festival de Montreaux em 1979, na Suíça. “A figura de Elis é muito representativa no que diz

Tributo Camila e banda interpretam canções de Elis Regina na quinta, em show que seguirá por mais seis municípios gaúchos no mês de março

Programe-se O que: Tributo Elis Regina, com Camila Lopez e O Arrastão Quando: quinta, às 20h Onde: Auditório do Sindilojas (Nataly Valentini, 75, Centro) Quanto: R$ 12,00 para comércio e serviços; R$ 13,00 estudantes, professores e idosos, R$ 18,00 empresários e R$ 26,00 público em geral. Ingressos no Sesc (Cel. Pena de Moraes, 320, Centro)


Inside

2

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

Cinemas Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas GNC 1: O Touro Ferdinando (dublado e com legenda descritiva) - às 13h30min GNC 1: A Grande Jogada - às 15h45min, 18h30min e 21h15min GNC 2: Pantera Negra - às 15h e 18h15min (dublado), 21h (legendado) GNC 3: A Forma da Água - às 14h30min (dublado) e 21h40min (legendado) GNC 3: Cinquenta Tons de Liberdade - às 17h (legendado) e 19h15min (dublado) GNC 4: Cinquenta Tons de Liberdade - às 13h20min e 19h50min (legendado), 15h30min, 17h40min e 22h (dublado) GNC 5: Pantera Negra - às 13h15min e 18h45min (legendado e em 3d), 16h e 21h30min (dublado e em 3d) GNC 6: Pequena Grande Vida - às 13h30min e 19h (legendado), 16h15min e 21h45min (dublado) Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 22,00 e R$ 28,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o novo site do Cinépolis traz os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos A Forma da Água - às 16h30min A Grande Jogada - às 14h30min, 17h30min e 20h40min Cinquenta Tons de Liberdade (dublado) - às 13h45min, 16h15min, 18h30min e 21h15min Cinquenta Tons de Liberdade - às 19h30min e 22h10min O Touro Ferdinando (dublado) - às 14h Pantera Negra (dublado e em 3d) - às 12h, 15h, 18h e 21h Pantera Negra (legendado e em 3d) - às 16h e 22h Pequena Grande Vida - às 12h30min e 18h45min (dublado), 15h45min e 21h45min (legendado) Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Ninguém Está Olhando - sexta a domingo, às 19h30min Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Boas pedidas para o fim de semana Aaron Sorkin comanda o drama “A Grande Jogada”, com a sempre ótima Jessica Chastain na linha de frente. Já seu colega americano Alexander Payne volta à ativa dirigindo a fantasia “Pequena Grande Vida”, que tem Matt Damon no elenco


FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

Inside

3

Cinema

Telona ao ar livre

Exibição gratuita do filme “Uma Viagem Extraordinária”, movimenta Parque dos Pinheiros nesta sexta pilha não dispõe de salas de cinema e levar essa proposta para um ambiente aberto é sempre bacana para proporcionar a experiência, gratuitamente. Dar acesso a esse tipo de arte e cultura, além da integração, de movimentar o próprio Parque, atrai pessoas para que venham a Farroupilha”, considera Francis Casali, secretário municipal de Turismo e Cultura, cuja pasta está à frente da ação com o Sesc. Para que haja uma melhor acomodação, os organizadores solicitam que o público traga cadeiras, cangas ou almofadas para que tenham maior conforto durante a exibição. Em caso de mau tempo, a programação será cancelada. Quem quiser se antecipar pode ainda aproveitar a estrutura do local antes da exibição do filme. Vale uma caminhada ou mesmo desfrutar da programação do Parque Musical. Na sexta haverá apresentação do Bloco Neon do Nômade, das 18h30min às 19h. Esta é outra atração gratuita para a comunidade aproveitar o último mês de verão.

Divulgação

C

urtir um filminho é sempre uma boa pedida, ainda mais ao ar livre, com programação gratuita para encerrar bem a semana. Essa é a proposta do Cinema no Parque, que acontece nesta sexta, às 19h, no Parque dos Pinheiros. Será exibido o longa-metragem “Uma Viagem Extraordinária” e será montado um telão e sistema de som especiais para que os participantes possam usufruir a proposta da melhor maneira. “Todas as modalidades artísticas são importantes, nos fazem ter uma outra forma de ver o mundo. Com o cinema não é diferente. Por isso não reproduzimos filmes comerciais que esses as pessoas podem assistir no Netflix ou no próprio cinema, mas filmes mais culturais”, considera Grasiela Maria Savi, gerente do Sesc Farroupilha, lembrando que em outros momentos a unidade já proporcionou a experiência, mas em locações diferentes. “Proporcionar o contato com essa arte, já que Farrou-

Filme de aventura Menino superdotado ganha concurso de ciências e viaja pelos Estados Unidos para receber a premiação

Sinopse do filme T.S. Spivet (Kyle Catlett) é um garoto superdotado, tem 12 anos e é apaixonado por cartografia. Ao ganhar um importante prêmio científico por um projeto enviado a um museu, Spivet decide abandonar sua família e viajar para a cerimônia de premiação em Washington, atravessando sozinho os Estados Unidos. O único problema é que o júri não sabe que o vencedor é uma criança. Filme de aventura de Jean-Pierre Jeunet, de 2014, com 105 minutos e classificação de 10 anos.

Programe-se O que: Cinema no Parque com exibição do filme “Uma Viagem Extraordinária” Quando: nesta sexta, às 19h Onde: Parque dos Pinheiros Quanto: entrada franca


Inside

4

Crônicas da Redação Ramon Cardoso

ramon@jornalinformante.com.br

Paraíso da Hipocrisia e da Incompetência: nota 10

Agenda SEXTA Luau Good Vibes Muinho Club, às 17h

1º Festival de Churros Rua Coberta, bairro Planalto, em Bento Gonçalves Sexta, das 17h às 22h; sábado, das 13h às 22h; e domingo, das 12h às 21h Pop Rock com Jahn Berwig (Acústico) Boteco Antonielle, às 22h30min

SÁBADO Biergarten Blauth Bier Blauth Bier Cervejaria Artesanal, das 13h30min às 19h Sabaneja com Dênis Braatz Boteco Antonielle, às 22h30min

Festa Gás Total: Edição The Summer is Magic Boteco do Chá, às 23h Show da Banda The Hawks República Beer, às 23h Divulgação

Não gosto de Carnaval. Talvez a única coisa que aprecie nele é a apuração das Escolas de Samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Mas acredito que nem deva mais levar o evento muito a sério. A Paraíso do Tuiuti, uma escola emergente, só havia desfilado na elite do Carnaval carioca em 2001, quando foi rebaixada, e no ano passado, quando um carro alegórico desgovernado acabou matando uma pessoa e ferindo dezenas. Não foi rebaixada por um acordo feito pela Liga das Escolas de Samba (Liesa). Neste ano, ela conquistou o vice-campeonato do Grupo Especial. Não tenho condições de avaliar tecnicamente seu desfile, já que não entendo bolhufas de Carnaval, mas é evidente que a histórica posição obtida tem muito mais a ver com a crítica feita a Michel Temer e às Reformas da Previdência e Trabalhista do que com aspectos técnicos. O presidente, fantasiado de vampiro, certamente rendeu notas altas em quesitos que não tinham relação direta com o personagem. Por mais competente e qualificado que tenha sido o desfile da Tuiuti, não é possível que ela viesse a figurar à frente de gigantes como Salgueiro, Portela, Mangueira e Mocidade, por uma questão que envolve, basicamente, orçamento. É mais ou menos como o Ceará ser vice do Brasileirão 2018. Não tem como acontecer. Uma das poucas coisas que o Rio faz de bem é o Carnaval, mas o resultado deste ano coloca o evento sob suspeição. Sou muito crítico do governo Temer, que é atrapalhado pra caramba, como deixei bem claro neste espaço em diversas oportunidades. Agora, é sintomático e, mais do que isso, oportunista o tema da corrupção ter sido abordado justamente agora, como se o problema tivesse sido gerado somente pelo governo atual e não pelo anterior em escala industrial. Sempre achei que o Carnaval poderia ser mais crítico, mas pior do que não ser é ser crítico de uma maneira oportunista. Ninguém aí pensou em desfilar simbolizando os 14 milhões de desempregados, parte considerável desse contingente gerada pelo governo petista, ou criticando os péssimos índices educacionais verificados ao longo da última década e meia no Brasil? Hipocrisia nota 10 e com sobra. Prova cabal de que a gestão de Temer é desastrosa foi o decreto de intervenção federal no Rio. Foi feito muito mais para obstaculizar a discussão da Reforma da Previdência, que dificilmente passaria no Congresso Nacional, do que para resolver o problema da criminalidade. Um governo que usa uma questão tão complexa e delicada como esta para faturar politicamente, evidente que não pode ser levado a sério. Não bastasse o fato de decretar a intervenção sem delimitar quais seriam as atribuições do interventor, o ministro da Defesa, o sempre atrapalhado Raul Jungmann, disse que as Forças Armadas não terão poder de polícia. Hein? Convocaram o Exército com que finalidade então? Sua fala foi um misto de desconhecimento com ignorância. Se for, de fato, limitado o poder da intervenção, estará mais do que provado que sua instalação teve como único propósito impedir a votação da Reforma da Previdência.

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018


FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

Inside

Música

Sertanejo e pagode no Boteco Antonielle e música eletrônica no Hunter Club Mateus Silva

Para ver o sol se pôr Festas deste domingo animam galera com ritmos distintos

B

Mateus e DJ Ricardo Gaviraghi. Já no Hunter Club, em Linha Caçador, no 3º Distrito, acontece a Solar Sunset. Será no deck do espaço que acaba de ser ampliado e oferece uma visão privilegiada da paisagem. Inicia às 15h. A animação fica por conta dos DJs Caike, de Farroupilha, Matteo, que é de Lajeado, Mauri Antoni, de Bento Gonçalves, Pandicachocórnio Live (dos DJs farroupilhenses Edu Miranda e Cristian Castelo Branco) e o caxiense Robson Santos.

Programe-se O que: 7º Sunset do Boteco Antonielle Quando: neste domingo, a partir das 15h Onde: Boteco Antonielle (14 de Julho, 741) Quanto: ingressos antecipados a R$ 25,00 o masculino e R$ 15,00 o feminino, compra no Boteco, Nadi Fashion, Lulu Acessórios e Nadiane Modas

Paulo Roque Gasparetto prgasparetto@terra.com.br

Domingo de Sunset

oas oportunidades para um domingo divertido com a galera. A parceria música e amigos reunidos animará os frequentadores do Boteco Antonielle e do Hunter Club. No Boteco a festa acontece com o melhor do sertanejo e do pagode no 7º Sunset do Antonielle, o último da temporada. A festa inicia às 15h, com a banda Nosso Jeito, Felipe e Michel, Rodrigo Lorenzo, Anderson e Everton, Anderson e

5

O que: 2º Solar Sunset Quando: neste domingo, às 15h Onde: Hunter Club, em Linha Caçador (3º Distrito) Quanto: com promoters e online pelo Ticket Mais R$ 10,00; presencial até 16h30min é R$15,00, após é R$20,00 e free para aniversariantes do mês. Venda também na Provoq Store

Dia de Oração pela Paz Diante da propagação de conflitos em diversas partes do mundo, o Papa Francisco convocou para 23 de fevereiro, esta sexta, um Dia de Jejum e Oração pela Paz. “As vitórias obtidas com a violência são falsas vitórias”. Um destaque em particular pelas populações da República Democrática do Congo e do Sudão do Sul. Segundo Francisco, como em outras ocasiões similares, “convido também os irmãos e irmãs não católicos e não cristãos para se associarem a esta iniciativa nas modalidades que considerarem mais oportunas, mas todos juntos”. Assim, cada um de nós deve também se perguntar: o que eu posso fazer pela paz no lugar a onde eu me encontro. Nosso pecado é dizer que não temos pecado. É declarar-se sem erro, sem fragilidade. Não vamos construir uma sociedade melhor se acharmos que somente os outros devem mudar e ficarmos medindo a vida dos outros. Ficar vendo o pecado no outro, acusar o outro de não construtor da paz é o maior pecado. Certamente podemos rezar; mas não só. Cada um pode dizer concretamente não à violência naquilo que depender dele ou dela. Porque as vitórias obtidas com a violência são falsas vitórias; enquanto trabalhar pela paz faz bem a todos. Nessa direção, iniciamos o tempo quaresmal. É hora de reconhecermos nossas fragilidades e de sentirmos o amor de Deus que é eterno. A palavra-chave, na preparação de toda festa religiosa a caminho da Páscoa, é a conversão. A palavra “quaresma” vem da palavra “quarenta” que está fundamentada na Bíblia como: os quarenta dias de dilúvio; os quarenta dias de Moisés no Sinai; os quarenta dias de Elias a caminho do monte Hored; os quarenta dias de Jonas; os quarenta anos do povo de Deus no deserto e os quarenta dias de Jesus no deserto. O tempo da quaresma é tempo de oração tanto pessoal como comunitária. A oração pessoal é necessária; a oração comunitária é indispensável. Assim, sendo, não podemos dispensar nem uma e nem outra. No centro das duas estão as celebrações nas comunidades, os grupos dos encontros quaresmais, as vias-sacras e os nossos gestos de solidariedade. * Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e doutor em Comunicação


Roberto Lima

C

Inauguração

onhecidos por atuarem na cena de eventos em todo o Estado, os irmãos Saulo e Léo Zanotto idealizaram o projeto Sete7 Club. A balada ganha sua primeira edição neste sábado, no Café de La Musique, e ocorrerá a cada 60 dias. Na data, o line-up conta com cinco DJ’s que trarão os ritmos Funk, Eletrônico, Reggaeton e Sertanejo, além de um Lounge com a Temakeria do Umai-Yoo comandada por Jango Ferreira servindo temakis durante a festa.

Micheli Luvison, atualmente vivendo na Itália, passa férias no Brasil e aproveitou para curtir a balada sertaneja Woods

Vibes

Nesta sexta, a partir das 17h, o Muinho Club realiza o Luau Good Vibes, evento que conta com o show acústico de Shuffle Man Piruca e Ortiz, trazendo os hits mais refrescantes do verão. Após o show, Mau Maioli e Cris d. comandam a pista no pátio aberto do local. Em uma proposta diferente, a edição conta com fogueira e promoção de bebidas. Cristiano de Oliveira Anderson Martins

Vanessa Paviani fo pela UCS na sex recepcionados

Sabrina Carrer reuniu amigos e familiares no último sábado, na Sociedade Medianeira, para comemorar sua formatura em Arquitetura e Urbanismo pela FSG. Denise Balbinot Colombo da D&C Cerimoniais foi a responsável pela organização e recepção

Luan Ranzolin marcou presença no show que agitou o Boteco do Chá, no sábado

Cristina Mioranza, Caroline Polly, Kelly Frey e Pamella F do Restaurante Mulino Cocina, no Moinho da Estaçã


Multifotos Studio

Cristiano de Oliveira

O casal Laís Spinelli Messinger e Giuliano Messinger aproveitou a noite de balada do final de semana no Boteco do Chá

Joelson Goulart (Daniela De Rocco Fotografia)

ormou-se em Administração xta e os convidados foram s no Restaurante Maioli Juliano Vicenzi

Frey Ferreira conferiram a reinauguração ão, em Caxias do Sul, na terça passada

Henrique Zanella recebeu o carinho dos pais Isabel Alves Pinto e Fabiano Zanella na sua festinha de 1º aninho, celebrada no sábado, na Ticabum Festas

B-Day

Fique por Dentro

Para celebrar os 4 anos de existência, o Estação Blauth realiza uma tarde diferente no próximo dia 3. A ação ocorre a partir das 12h e contará com música ao vivo no espaço.

Verão

Nos dias 10 e 11 de março a cidade recebe o Festival de Verão. A realização conta com apresentação de bandas de diversos estilos nos dois dias, entre elas os músicos Serginho Moah e MC Jean Paul. Os ingressos antecipados já estão à venda nos pontos conveniados.


Inside

8

Fabrício Oliboni fabrioliboni@gmail.com

Escreve sobre isso...

* Agente de intercâmbio e bacharel em Relações Internacionais

Primeiro Parágrafo

Uma aventura Pessoas comuns podem se transformar em peça chave para a luta contra a ditadura de Franco e a crescente evolução do nazismo de Hitler Sirlei Cardoso Masiero Especial para o Jornal Informante

Imagem: Reprodução

Já tem oito anos que escrevo no Jornal Informante. Durante todo esse tempo, acontece com bastante frequência de alguém chegar pra mim e dizer “tu poderia escrever sobre isso na tua coluna”. Os temas são os mais variados possíveis. Tipo, algo engraçado se passa, aí vem em seguida a sugestão de que isso vire um texto. E sim, em algumas situações o tema da coluna saiu de algo nesses moldes. Agora mesmo, enquanto penso no que virão nas próximas linhas já anotei duas ideias para outros textos. E assim vai. No momento estou de férias, e como não moro mais em Farroupilha, optei por passar esse mês por aqui, passando um tempo com família, namorada e amigos. Por não estar mais tão presente por essas bandas, perdi contato ou vejo bem menos algumas pessoas, o que é algo natural, enfim. Nessa semana fui em uma janta com amigos que se formaram comigo no Ensino Médio. Amizades de mais de 20 anos, então papo era algo longe de ser escasso em uma reunião dessas. Na real, estávamos em um grupo de seis pessoas, três casais. Eu conhecia apenas os guris (sim, não é porque os 30 batem na porta que isso irá mudar), os meus amigos, mas ao final da janta todos pareciam se conhecer há muito tempo. Foi algo bem simples, mas muito significativo, divertido e novas amizades formadas, certamente. Então, tendo contextualizado essa noite, retomarei o tema do 1º parágrafo, que são as sugestões de temas para a coluna. Isso aconteceu nesse dia, e após uma pergunta sobre o que eu escreveria no Jornal essa semana, e um sincero “bah, nem sei ainda”, fui desafiado a falar sobre essa janta, o que aconteceu ali e bem... sobre isso. Se não me engano, respondi com um “beleza então, deixa pra mim!”, meio que no piloto automático, mas sem pensar muito a respeito. De qualquer forma, anotei no bloco de notas do celular, onde anoto rascunhos de ideias para textos. E foi isso. Este arquivo de Word está sendo digitado na madrugada de quarta pra quinta, pós volta de Porto Alegre (Grêmio Bicampeão da Recopa! Abraços!) e ainda na adrenalina do jogo e sem o menor resquício de sono. Aí lembro da coluna, que esqueci de escrever e tenho que enviar ela o quanto antes. Sobre o que vou escrever? Então, recorrendo ao bloco de notas essa ideia da janta me salvou. Zé/ Douglas/Dodo, te devo essa! Neste derradeiro parágrafo falo de como as coisas mudam e não mudam. Digo isso pelas amizades, e de como seguem e se fortalecem. De pessoas que eu considero muito, e de como em todos esses casos desse dia encontraram outras pessoas similares. Ficar feliz por um amigo por ele ter encontrado alguém que você sabe que é perfeita pra ele e, ao mesmo tempo, agregar mais uma pessoa em um ciclo de amizades que se expande naturalmente. Não é todo dia que se vê algo fechar de uma forma tão orgânica, simples e como as coisas mais importantes seguem inalteradas. Claro, todos mudaram ao longo desses anos, amadurecendo, errando e tendo tomado caminhos completamente diferentes, mas em alguns pontos segue igual, ou até mesmo melhor. Isso deve ser valorizado e celebrado. Sempre.

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

“O

Tempo Entre Costuras”, romance da escritora espanhola María Dueñas, doutora em Letras, tornou-se um grande sucesso de público e de crítica. Quando ela lançou esse romance, em 2009, não esperava a repercussão que alcançou. Hoje é disputada pelas maiores editoras do mundo. O cenário em que se movem os personagens é o de dois conflitos armados: o da Guerra Civil Espanhola (1936-1939) e o da II Guerra Mundial (1939-1945). A autora consegue construir, baseada em pesquisas, referências históricas e culturais, uma prosa fascinante onde personagens fictícios convivem com personagens reais. O romance de María Dueñas tem fundo histórico. Descreve uma sociedade espanhola do pós guerra civil, no momento em que Franco tramava com a possibilidade de entrar na II Guerra ao lado de Hitler e Mussolini, sonhando em tornar a Espanha um Grande Império Colonial. Nesse cenário, encontramos Sira Quiroga, a encantadora costureira, que vai protagonizar essa aventura. Sira tinha uma vida tranquila em Madri com sua mãe. Entretanto, apaixona-se por um homem sedutor, trai o noivo, distancia-se da mãe e muda-se para Tânger, no Marrocos. O País, na época, era um protetorado espanhol, isto é, uma espécie de território anexado à Espanha, mas com bastante liberdade.

O Tempo Entre Costuras Autora: María Dueñas Tradução: Sandra Martha Dolinsky Gênero: Romance Histórico Literatura Espanhola Ano de publicação: 2009 Editora: Planeta Nº de páginas: 552 Preço médio: R$ 40,00


FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

Inside

9

Dolores Maggioni

Primeiro Parágrafo

doloresmaggioni@terra.com.br

de alto risco As coisas se complicam para a personagem e ela é obrigada a se mudar para Tetuán e lá monta um ateliê de alta costura com ajuda da intrigante personagem chamada Candelária. Pela sua confecção, circulam mulheres de oficiais alemães e esta movimentação acaba por envolver Sira num complexo jogo político. E é nesse contexto que o destino dela se vê ligado a vários personagens históricos, inclusive a alguns do Serviço de Inteligência Britânico. Dividido em quatro partes, o romance de Dueñas mostra o amadurecimento e as mudanças da protagonista ao longo dos lugares que frequentou em Tetuán, Madri e Lisboa. A habilidade com a costura apresenta a Sira outro mundo: sofisticado

e cheio de espionagem e traições políticas. É justamente o ofício de costureira que a transformará de ingênua em astuciosa e requisitada espiã. De inocente e frágil para forte e segura de si. É o tipo de personagem que evolui ao longo da trama e faz com que se evolua junto. Um livro que nos faz sofrer, comemorar e torcer por ela. A protagonista se transforma sem perder a essência, evolui sem deixar de ser ela mesma e é isso que torna esse livro tão cativante. Um ambiente de guerra, completamente inseguro, onde nenhum dos envolvidos mostra aquilo que realmente é, acaba por tornar a vida de Sira Quiroga uma aventura de alto risco. EFE/Sáshenka Gutiérrez

Fenômeno Com seu romance de estreia, escritora espanhola vendeu mais de um milhão de cópias e obra foi traduzida para 25 idiomas

E agora é a vez de Copacabana: sem palavras “Copacabana, Princesinha do Mar... pelas manhãs tu és a vida a cantar...”. Uma explosão superlativa de vida, em suas mais variadas formas: o vendedor ambulante com seu rasgado sorriso... a moça regando as flores em frente ao Copacabana Palace... o passante sonhador no banco de cimento... o amor sendo trocado nos olhos e nas bocas... o artesão construindo castelos de areia e até um mini-cristo entregue à fila indiana esperando pela foto... a orla toda parecendo em festa, com gente cantando e se abraçando ao sol. “Copacabana, o mar eterno cantor... ao te beijar ficou perdido de amor...”. A alvura da espuma bordando a onda... corpos entregues ao aconchego morno da areia e de outros braços... buzinas estridentes tocando flautas doces... o samba contagiante no listrado sinuoso do calçadão, tecido em pedras portuguesas, lembrando as ondas do mar... e à tardinha o sol poente... deixa sempre uma saudade na gente. Corpos esbeltos; outros nem tanto... o jovem cego orientado pelo cão labrador... o bondinho carregado de olhos curiosos... aragens aromadas por óleos bronzeadores... galanteios sedutores... chapéus rendados... ondas repletas de sorrisos francos, de rostos serenos, de palavras soltas. Olha a cervejinha gelada... o salgadinho árabe... olha o camarão quentinho... a água de coco. “Copacabana, existem praias tão lindas, cheias de luz... nenhuma tem o encanto que tu possuis... tuas areias, teu céu tão lindo... tuas sereias sempre sorrindo...”. O eterno Carnaval no engarrafamento... um coração em cada sorriso... o olho da tarde na primeira luz do poente... a bola da criança livre... e os sonhos em todas as janelas. Copacabana rasgando o escuro como um lampião, em cada barulhenta madrugada... com seu céu riscado por um milhão de estrelas... com seus poetas gritando bem alto e fazendo misérias em cada coração. Superlativo explícito... decifrável... será? Certamente também um simulacro de tristezas, desafetos, desencontros... bastidores de desilusões, de perdas, de fracassos... porém, tudo embrulhado em trajes multicores... em gestos delicados... em irreverências doces. Até a estátua de Drummond, o poeta de óculos sentado no colo da princesinha do mar, deixando-se amar como se criança fosse... deixando-se viajar nas lentes dos turistas embevecidos... Copacabana, cortejada em versos, prosas e canções eternas... além de encantadora, também uma princesa, vestida em ouro em cada pôr de sol... Vidas cantadas nas ondas de um imenso e poderoso mar... forma de meia lua com sua aura poética... repleta de boemia, glamour, riqueza e seus múltiplos contrastes. No quiosque 35, o deficiente escorrendo baba na silenciosa boca... o trôpego drogado cambaleando incerto... mas sempre a Copacabana da asa delta, do céu de anil, dos indecifráveis sentimentos enquanto os olhos se perdem nas distâncias, os corações padecem e os erros buscam a absolvição. * Escritora


Inside

10

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

Sétima Arte

Terror aprimorado em “It” apresenta evoluções no remake, boa dose de sustos e um roteiro que fundamenta de forma mais apropriada e concisa o mistério que cerca a cidade de Derry

L

ançado em 1990, “It” foi um filme que fez um relativo sucesso. Baseado na obra de Stephen King, a trama de Tommy Lee Wallace (Halloween) inovou sobre muitos aspectos. Ele apresentava um terror mais psicológico que físico e se arrastava por mais de três horas, algo que era muito raro para a época, onde não havia muito dinheiro à disposição das produções. A nova versão, do jovem cineasta argentino Andy Muschietti, é fiel a muitos aspectos do original e, apesar de um pouco longo, é infinitamente mais conciso e trabalha de forma mais adequada os fantasmas que assombram a pacata cidade do Maine. Esse vínculo é fundamental para dar sustentação à trama. Talvez um pecado tenha sido não explicar melhor a origem do palhaço Pennywise (Bill Skarsgärd), algo que é melhor trabalhado na primeira versão. Derry tem um histórico de desaparecimento de crianças e de grandes tragédias que parecem estar associadas a seu destino, como se as misérias fossem algo que marcasse a trajetória da cidade. Uma das mais chocantes foi o desaparecimento do jovem Georgie Elmer Denbrough (Jackson Robert Scott), em ambos os filmes, a primeira vítima de Pennywi-

se. Seu irmão mais velho Bill (Jaeden Lieberher) sente-se culpado pelo incidente e não se conforma com a situação. Nas férias escolares de 1989 (na versão original, de 1990, a turma se reencontra no período e a história está ambientada no final dos anos 50), ele decide investigar o caso junto com seus amigos Eddie Kaspbrak (Jack Dylan Grazer), Richie Tozier (Finn Wolfhard) e Stanley Uris (Wyatt Oleff). Logo a turma recebe novos integrantes, como Mike Hanlon (Chosen Jacobs), o recém chegado Ben Hanscon (Jeremy Ray Taylor) e Beverly Marsh (Sophia Lillis), a garota da turma e responsável por incrementar um clima de romance à trama.

À medida que buscam verificar o que de fato aconteceu com Georgie, eles parecem despertar as lendas urbanas de Derry, todas materializadas no palhaço dançarino, e seus maiores temores aparecem para atormentá-los. Há um flerte constante entre o que é imaginação dos jovens e o que é real, um jogo que é muito melhor aprimorado do que na versão de Wallace, claro, dando o devido desconto de diferença entre as produções e a possibilidade de melhor utilização de efeitos visuais na atualidade. Como no filme original, as figuras paternas aparecem muito que raramente, e apenas reforçam alguns dos dramas dos jovens, além do vilão Henry Bowers (Nicholas Hamil-

ton), o valentão da escola que vive atormentando o grupo. A unidade, contudo, permanece muito sólida no propósito de investigar o horror que permeia toda a jornada da cidade. No original, passado e presente estão entrelaçados e os episódios do final dos anos 50 com o final dos anos 80 se sucedem do início ao término da trama, tornando-a um tanto quanto enfadonha. Uma nova versão, o capítulo 2, está previsto para estrear no ano que vem, possivelmente ambientado na atualidade, quase 30 anos após os episódios que marcaram profundamente o grupo, reafirmando o compromisso assumido na época e reforçando o histórico de tragédia da cidade a cada 27 anos.


Inside

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

11

Sétima Arte

história mais coerente Fotos: Divulgação Imagem: Reprodução

It

É evidente a ligação de It com alguns filmes adolescentes que fizeram sucesso nos anos 80, como “Os Garotos Perdidos”, de Joel Schumacher, e “Os Goonies”, de Richard Donner, ou como “Super 8”, de J. J. Abrams, mais recente, lançado em 2011, mas ambientando no final dos anos 70. Essa nostalgia contribuiu e muito para que se tornasse o filme de terror mais visto e, consequentemente, com a maior bilheteria da história, com um faturamento que chegou a US$ 700 milhões (o longa custou US$ 35 milhões), dei-

xando para trás “O Sexto Sentido”, que havia atingido a receita de US$ 672 milhões. Há muitos elementos que certamente podem ser melhor trabalhados na sequência e o resultado atual confere um respaldo importante para Muschietti. Sua trama foi muito bem recebida por público e crítica, mas o ideal para um melhor aproveitamento é tentar inseri-la em seu momento histórico, ou seja, nos anos 80. Certamente avaliá-la como um terror atual fará perder parte significativa de seu propósito.

Lenda urbana Mike Hanlon (Chosen Jacobs), Richie Tozier (Finn Wolfhard), Beverly Marsh (Sophia Lillis), Bill Denbrough (Jaeden Lieberher), Eddie Kaspbrak (Jack Dylan Grazer), Stanley Uris (Wyatt Oleff) e Ben Hanscon (Jeremy Ray Taylor) estão à caça do palhaço dançarino Pennywise (Bill Skarsgärd), vilão que ganha uma maquiagem futurista e ainda mais assustadora no remake

Direção Andy Muschietti Roteiro Chase Palmer Cary Fukunaga Gary Dauberman Gênero Terror Duração 134 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2017 Estúdio New Line Cinema RatPac Entertainment Distribuição Warner Bros Pictures


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

A questão é o desafio que há entre o apego e o desapego. É um bom momento para perceber o que você está estruturando, construindo e também o que precisa eliminar ou transformar. Semana importante para a definição de negócios e finanças.

Touro - 21/04 a 20/05

A Lua, em movimento pelo seu signo, está oposta ao planeta Júpiter. Percepção de que há uma nova abordagem em seus relacionamentos e questões emocionais. Há muito a ganhar com a cooperação, mas os seus valores precisam estar mais claros.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Semana que pede descanso, restauração de energias e cuidados com a saúde. É um bom momento pra refletir sobre como está conduzindo a vida emocional. Percepção da importância da paz como valor essencial.

Câncer - 21/06 a 20/07

Amor e amizade são temas enfatizados. Há um enorme poder de realização e de capacidade criativa. Sua percepção do amor, dos sentimentos e da própria identidade está se ampliando.

Leão - 21/07 a 22/08

Carreira e questões familiares e emocionais estão em pauta. É o momento de perceber o que realmente lhe traz um sentido de realização. Cuidado com o apego, a teimosia e a inflexibilidade que dificultam a realização de seus objetivos.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Cuidado com o ceticismo, o excesso de críticas e de cobranças. É um bom momento para se dedicar a estudos e assuntos do seu interesse. É preciso mais flexibilidade e receptividade a opiniões alheias.

Libra - 23/09 a 22/10

Semana que enfatiza as situações emocionais e materiais. Atenção com o comodismo, o apego e a resistência a mudanças. É o momento de abordar os seus talentos e habilidades de uma nova forma.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Semana importante para perceber a riqueza das suas associações, parcerias e relações. É preciso agir de forma colaborativa e ter uma clara noção dos seus valores, crenças e ideais. Boa semana para cooperar, produzindo resultados interessantes.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Trabalho e saúde requerem a atenção dos sagitarianos. É preciso manter um ritmo mais constante e sereno para realizar seus objetivos. Pode ser necessário uma parada de reflexão para ver como você está agindo nas circunstâncias cotidianas.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Cuidado com o ciúme, a possessividade e a necessidade de controle. Semana que enfatiza a relação com filhos ou crianças, assim como questões educacionais ou vocacionais. Projetos em equipe ou ligados a instituições estão favorecidos no momento.

Aquário - 21/01 a 19/02

É preciso fazer um balanço positivo sobre a dedicação ao trabalho e as questões pessoais. Semana para avaliar o que você já desenvolveu dos objetivos que tinha em mente. É preciso ter serenidade e constância para realizar seus propósitos.

Peixes - 20/02 a 20/03

Cuidado com a inflexibilidade no modo como você pensa e aborda as coisas. O contato com pessoas e lugares distantes pode ampliar seus horizontes. Semana que favorece atitudes mais realistas, centradas e objetivas.

Inside

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018


FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

Faço faxina no turno da tarde de segunda a sexta. Telefones: (54) 9 9680 5457 ou Whats: (54)9 9914-9270. Seu cão precisa ser disciplinado? Oferecemos a PRIMEIRA VISITA GRATUÍTA! ESCOLA DE ADESTAMENTO COUTRY KENNEL. Procedimentos realizados por profissional qualificado com 43 cursos brasileiros,13 internacionais, 4 de psicologia canina. TEMOS O TREINAMENTO IDEAL PARA SEU CÃO, incluindo comportamento, socialização, higiene, obediência básica e avançada! Atendimento pode ser realizado a domicilio, oportunizando ao proprietário a mordomia de não precisar tirar o cão do seu local habitável. Contato fone: 9 9914 2711- 9 990 6844. MÃE MARIA / CONSELHEIRA ESPIRITUAL. Para você que sofre, nada dá certo, está infeliz no trabalho, foi traído ou abandonado! Não sofra! A MÃE MARIA TEM a SOLUÇÃO para os seus problemas, quer seja, no comércio, no amor, na família ou na lavoura! Faz e desfaz trabalhos na presença do cliente. Usa também recursos das CARTAS, TARÔ e BUZIOS. Discrição e sigilo absoluto! ATENDE COM HORA MARCADA. (54) 99656-0428. R. Adolfo Brum, 133. B. Humaitá. Bento Gonçalves – RS. Próximo à rodoviária.


2

VENDE-SE CONSÓRCIO CONTEMPLADO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Crédito R$ 280.000,00 – Prestações R$ 2.067,32 – Já pagos R$ 14.500,00, e créditos de R$ 432.000,00 - Prestações R$ 3.122,31 – Já pagos R$ 25.000,00. Estes créditos podem ser usados na COMPRA DE IMÓVEL, CONSTRUÇÃO E REFORMA URBANA E RURAL. Aceitamos carro de entrada. Contate: (51) 9 9569 8765/WhatsApp:(51) 9 8055 5703. CUIDADORA com experiência! TÉCNICA DE ENFERMAGEM, com Carteira de motorista categoria B, DISPONÍVEL PARA TRABALHAR, em tempo integral, dia e noite, nesta cidade, na colônia ou em outros municípios. (54) 9 9602-8821 Whats.

FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de compras. F. 9 9118.1642. VENDO TERRENO, localização central em Arroio do Sal a duas quadras do mar F. 9 9118.1642. ALUGUE SALA COMERCIAL DIRETAMENTE COM A PROPRIETÁRIA, bem localizada e ensolarada, na Independência, com 168m² no Bairro São Luiz. Fones: 9 9951.3583 / 3268-1062. VENDO 4 terrenos de Cooperativa já com área comprada. F.: 9 9118.1642. VENDO CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, ao lado da Igreja. (A mesma já está alugada através de imobiliária pelos valores de R$ 1.000,00 por mês). Tratar: (54) 9 9118 1642.


FARROUPILHA, 23 DE FEVEREIRO DE 2018

3

VENDO: AREA DE TERRAS C/ 4.1 HEC. LINHA PAESE – ROD. ASFALTADA - FARROUPILHA/GARIBALDI ÓTIMA P/ INDÚSTRIA, POSTO OU LOTEAMENTONEG. DIRETO, FINANCIO PARTE. TRATAR – 99971.28.01 – RENATO. VENDE-SE: CASA de alvenaria com porão, em terreno de 15,00m² x 25,00m² configurada de 3 quartos, sala, cozinha, 3 banheiros, garagem para 2 carros, com churrasqueira e lavanderia. Bairro Bela Vista, Interessados contatar pelo fone: (54) 9 9129-1167. ALUGO CASA NA PRAIA, Município Arroio do Sal, balneário Atlântico, a uma quadra do mar, toda em alvenaria, com duas suítes mais um banheiro completo. Acomoda 7 pessoas. Pátio grande, fechado e com muita sombra. Perto de super, sorveteria, restaurante, posto de saúde. Direto com proprietário Olavo. (54) 9 9972.6708. ALUGA-SE APARTAMENTO de 2 e 3 dormitórios em ITAPEMA / MEIA PRAIA, Santa Catarina. 150 metros do mar. A partir de 15/01. Tratar. F. (54) 9 9118 1642. EXCELENTE INVESTIMENTO! Compre por apenas R$ 45.000,00 terreno plano de 1000m², com água e luz! Asfalto chegando no local. A 3,5km de Farroupilha. Saída para o Salto Ventoso. Tratar: (54) 9 9925-2068. VENDO por R$ 13.800,00! Terreno de Cooperativa com área de 360m² (115 parcelas pagas), Localizado na saída para Bento Gonçalves. Entrega agendada para 2018! Ligar: (54) 9 9619.3400 whats.


Edição 526  
Edição 526  
Advertisement