Page 1

FARROUPILHA

|

ANO X

| EDIÇÃO 525

| 16 DE FEVEREIRO DE 2018 |

R$ 3,00

Regressiva para o ano letivo Juliana Inês Casa Barbieri

Rede Municipal retoma aulas na segunda e secretária de Educação adianta novidades na gestão e aperfeiçoamento do sistema que soma 10 mil atendimentos diários entre escolas, Educação Infantil e Centros de Atendimento Integral Página 12 e Editorial


2

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

TÍTULO EM CASA

Brasil vence AVN/AM no Feminino Meninas rubro-verdes faturaram 1ª edição da categoria com campanha irrepreensível e prêmios individuais Fotos: Ramon Cardoso

S

e o fim de semana de Carnaval foi de recesso nas categorias masculinas (veja finais na página ao lado, 4 e 5) do AVN/AM, foi de estreia no Feminino. Pela primeira vez, a tradicional competição organizada pela SERC Farrapos realizou uma disputa entre as mulheres e o título ficou no município, e com sobra. A SERC Brasil Feminino não tomou conhecimento das rivais, o Imigrante, de Caxias do Sul, e o Mulheres Muito Alteradas (MMA), de Garibaldi, que esteve participando com dois times (confira tabela abaixo). As três vitórias garantiram o caneco, além de mais um prêmio coletivo, o de Disciplina, e os dois individuais, de Goleira Menos Vazada para Gilvana Vigolo, que terminou a disputa sem levar um gol sequer, e de Artilheira para Patrícia Heisler, com 3 gols. Foi a primeira taça das meninas rubro-verdes que, no ano passado, ficaram com o vice do Citadino Caxiense.

Campeã Equipe rubro-verde conquistou seu primeiro caneco na edição de estreia do AVN/AM Feminino e ainda faturou o troféu Disciplina e os prêmios individuais da inédita categoria: projeto iniciado no ano passado no clube começa a render os primeiros frutos

1º AVN/AM Feminino 1ª rodada

2ª rodada

3ª rodada

3X0

2X0

2X1

Brasil

MMA 2

Brasil

0X1 MMA 1

MMA 1

MMA 1

4X0 Imigrante

Vice A caxiense Imigrante fez a decisão com o time farroupilhense

Imigrante

MMA 2

6X0 MMA 2

3º lugar A garibaldense MMA 1 finalizou a competição com uma vitória

Brasil

Imigrante

4º lugar Outra equipe de Garibaldi, a MMA 2 também disputou o torneio


FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

3

DECISÃO NO VETERANO

Um farroupilhense, três caxienses Fotos: Ramon Cardoso

A

11ª edição da categoria Veterano é que abre os trabalhos do fim de semana de decisão no AVN/AM, com uma equipe local, o Amizade, duelando contra um trio caxiense: Bahia, Olaria e S.R. 1º de Maio, o único do quarteto a já ter vencido a categoria, em 2016. Veja a 1ª rodada abaixo. As demais serão definidas a partir dos resultados iniciais.

Bahia Time foi o primeiro classificado no Veterano com duas vitórias e um empate

Olaria Equipe caxiense precisou dos pênaltis para ficar com vaga no Quadrangular 2

Amizade Representante farroupilhense na categoria obteve classificação nos pênaltis

S.R. 1º de Maio Também nas cobranças de pênaltis, caxienses ficaram com o último posto

Final do Veterano 1ª rodada

X Sábado, às 14h

X Sábado, às 14h45min


4

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

DECISÃO NO 2º QUADRO

Equilíbrio de forças na categoria Roberto Minella

O

Quadrangular Final do 2º Quadro começou com predomínio farroupilhense, com as vagas do Saturno e do Amizade, mas acabou com equilíbrio caxiense, com as classificações de Cachoeirinha e Beltrão, o único a vencer a categoria, em 2013 e no ano passado. Veja a rodada de abertura abaixo, que define os demais duelos.

Amizade Time farroupilhense perdeu jogo na 1ª fase, mas venceu os demais e avançou

Cachoeirinha Equipe caxiense precisou das cobranças de pênaltis para chegar à decisão

Beltrão de Queiroz Atual campeão também necessitou das penalidades para tentar novo título

Fotos: Ramon Cardoso

Saturno Com uma vitória e dois empates, time de Caravaggio classificou nos pênaltis

Final do 2º Quadro 1ª rodada

X Domingo, às 8h30min

X Domingo, às 10h


5

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

DECISÃO NO 1º QUADRO

Uma disputa restrita a caxienses Roberto Minella

N

a principal categoria do AVN/AM, o município vizinho foi soberano, ficando com todas as vagas, com o estreante Udinese, o Kayser, Cachoeirinha e o Olaria, o único que já venceu a disputa, no ano passado, e que chega à decisão com a melhor campanha entre os finalistas: 100%, como o Kayser, mas com 11 gols marcados e nenhum sofrido.

Udinese Obtendo duas vitórias e um empate, estreante ficou com a vaga na abertura

Kayser Equipe venceu os três jogos na fase classificatória e não levou nenhum gol

Cachoeirinha Uma derrota na estreia, mas seguida de duas vitórias e vaga nos pênaltis

Olaria Com campanha irretocável na 1ª fase, atual campeão entra como favorito

Fotos: Ramon Cardoso

Final do 1º Quadro 1ª rodada

X Domingo, às 9h10min

X Domingo, às 10h40min


6

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Estoicismo, doutrina visão social-política Greta Lacerda Tomielo *

E

screver um artigo que possa abranger o dia a dia com suas peculiaridades jurídicas, filosóficas e políticas não é tarefa simples, ainda mais quando trazemos um tema tão profundo como o estoicismo. Esse tema trata da sensação de desamparo, seja política, seja social, em análise com a necessidade da transformação. É fiel agregarmos uma visão filosófica ao adentrarmos mais no “ser” e menos no “ter”, pois é com equilíbrio que alcançamos o justo espaço social. Iniciamos pelos nossos mais puros direitos “à vida, à saúde, a exercer cidadania”, dentre outros essenciais. Amigo leitor, a palavra estoicismo te parece desconhecida? Vais verificar que está mais próxima do que imagina! Vejamos, o estoicismo foi uma Escola de Filosofia fundada na cidade de Atenas, na Grécia, no início do século III A.C.. Seus seguidores, os estóicos, acreditavam que as emoções negativas, destrutivas, eram resultado de erros de julgamento. Explicamos: defendiam que a melhor identificação de um indivíduo não era pelo que ele dizia, mas pela forma como se comportava. Também valorizavam muito a nature-

za, a raiz da vida, como contam algumas obras. O estoicismo desenvolveu-se por bases sólidas dentro de um sistema da lógica, da física e da ética, uma doutrina que sobreviveu todo o período da Grécia Antiga até o Império Romano. Como percebemos essa conexão atualmente? Pelos princípios básicos do estoicismo, essa filosofia que não visa assegurar coisas externas ao homem como primordiais, mas entender seu comportamento, suas reais atitudes e transformá-las positivamente, sair do questionamento do “porquê?” e adentrar ao questionamento do “para quê?”. O filósofo Epiteto, em sua obra “Discurso”, exemplifica que “assim como o material do carpinteiro é a madeira, e o do estatuário é o bronze, a matéria-prima da arte de viver é a própria vida de cada pessoa”. Essa pode ser a melhor frase para que nossos direitos sejam reconhecidos, por nós e pelos outros, pois compromete a cada um. Pensemos agora em nosso sistema político e social, na almejada democracia de um povo marcado por lutas sangrentas, por processos discriminatórios e um passado inquisitório. Ainda, na coragem desse mesmo povo, ascendentes e descendentes, dos


7

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

filosófica em uma atual que vieram e dos que hão de vir, na honra e dignidade de nossas famílias, enfim, no quanto tudo isso pode fazer a diferença para sairmos da inércia. Pesquisas de rua demonstram que algumas pessoas estão a um passo de se desligarem do meio social e político, porém, para os cidadãos que se mantêm atuantes, ainda detentores de esperança e ideais, a correta informação é essencial, pois não compartilham do estado de inércia e nem se encontram conformados com a atual situação que vivemos em nosso País. O desamparo que enfrentamos diariamente em nossa sociedade é projetado como munição a destruir nosso direito à cidadania e à reestruturação da democracia combinada com a segurança social-política. Precisamos entender que desistir de nossa política, da busca pelo espaço social que a própria Constituição Federal nos confere, como “a dignidade da pessoa humana” em todas as suas atribuições em lei registradas, que conformismo e inércia não são destrutivos apenas no âmbito externo do ser humano, mas principalmente, no interno, e quando isso acontece, paramos de lutar, de buscar e, por consequência, de vencer! O imperador romano Marco Au-

rélio, em sua obra “Meditações”, traz que “nada é mais produtivo para a elevação da alma como ser-se capaz de examinar metódica e verdadeiramente cada objeto que te é apresentado na tua vida, e sempre observar as coisas de modo a ver ao mesmo tempo que universo é este, que tipo de uso tudo nele realiza e que valor todas as coisas têm relação com o todo”. A nossa mente tem a capacidade de julgar – aprovar ou rejeitar – uma impressão, onde entendemos como verdadeiro ou falso, assim fazemos com as notícias, com as crenças religiosas, com as posições políticas, com tudo em nosso cotidiano. Certamente, a união faz a força, antigo e sábio ditado, contudo, é através da razão que podemos atingir uma clara certeza de compreensão do que ocorre à nossa volta. Sociedade unida é a linha correta de um povo justo e equilibrado entre a balança dos direitos e deveres. Dessa forma, desistir é esquecer a história, mas seguir adiante com informação e atividade é reconhecer um passado de lutas, é entender um presente de desamparo e buscar um futuro de real democracia, onde o equilíbrio é o recomeço em construção! * Bacharel em Direito


8

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

União de forças pelo bem comum Uma parte considerável dos estudantes farroupilhenses retoma as aulas na próxima segunda, quando a Rede Municipal de Ensino inicia o ano letivo. A Rede tem uma importância significativa por um motivo especial: trata, fundamentalmente, da Educação Básica, justamente a que deveria receber a maior atenção do Estado, mas que quase sempre é a mais negligenciada. Felizmente, essa é uma realidade que não se aplica em Farroupilha.

Ao longo de sua história, o município, independente das gestões que porventura ocupavam a prefeitura, sempre tratou a questão como primordial e os reflexos são percebidos nas notas obtidas em avaliações oficiais, que demonstram a preocupação com a área. Mais, a pujança da cidade também é uma consequência de um ensino de qualidade, muito embora seja complexo e difícil estabelecer uma relação entre os bancos escola-

res e o mercado de trabalho. Mas é certo que o cuidado com o setor é um ganho de toda sociedade. Às vésperas da volta às aulas, conversamos com a secretária de Educação Elaine Giuliato, que falou sobre muitas novidades que devem ser implementadas em 2018 e que tem, por objetivo final, manter a qualidade do ensino que sempre foi uma marca registrada de Farroupilha (veja matéria na Editoria de Educação, página 12).

Um aspecto que tem chamado a atenção, especialmente no comando da secretária Elaine, nesta última meia década, e destacado pela própria, é um amplo engajamento de todos os envolvidos com a pasta, o que contribui para a adoção de uma agenda que atenda às novas demandas do cenário educacional farroupilhense. Que todos tenham um bom retorno aos bancos escolares a partir de segunda e que o ano seja proveitoso.

OPINIÃO

Os riscos da atual alienação social e política Celso Tracco * É nosso dever, como cidadãos, trabalhar para a construção de uma sociedade mais humana, promovendo a justiça, a paz, a solidariedade, o fortalecimento dos mais fracos e diminuindo as desigualdades sociais. Mas, ainda vemos graves injustiças, opressões que sufocam a liberdade e impedem milhões de pessoas de terem uma vivência mais equitativa e mais fraterna. É certo que muita coisa mudou. É notável identificar milhares de pessoas se movimentando, por meio de ONGs, associações e institutos, trabalhando em prol do desenvolvimento sustentável, mais humano e igualitário. Porém, igualmente é certo que isso ainda parece ocorrer

de modo esporádico, de uns poucos que querem se dedicar a uma causa. Essas ações deveriam ser de todos nós; uma atitude de vida! Não que essas atitudes fossem suficientes para a necessária transformação de nossa sociedade. Lamentavelmente, não são. Uma sociedade como a nossa, politicamente estruturada como uma democracia representativa, só se transforma por força dessa mesma sociedade. Apenas os agentes públicos, democraticamente eleitos pelo povo podem, e devem, tomar medidas que irão ao encontro das legítimas aspirações do povo. Sob este aspecto, o que vemos? Apesar dos avanços, a falta de participação comunitária impede o cidadão de desfrutar seus direi-

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 a 5 Editorial e Opinião................................ Página 8 Economia .................................................. Página 9 Cidade ........................................................ Página 10 Política ..................................................... Página 11 Educação .................................................. Página 12 Esporte ..................................................... Páginas 13 a 15

Inside

Especial..................................................... Capa Cinemas ..................................................... Páginas 2, 8 e 9 Gastronomia............................................ Página 3 Gustavo Pimentel ................................... Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Fotografia ................................................ Página 5 Crônicas da Redação ............................. Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Armando Wartha.................................... Página 8 Lauro Edson Da Cás ............................... Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

tos fundamentais. E qual a nossa responsabilidade sobre isso? Será que não estamos criando em nossas escolas, faculdades, empresas, grupos de discussão, uma mentalidade profundamente utilitarista? Que deve viver apenas para ganhar, acumular, empreender em benefício próprio e depois, se sobrar algo, doar ou distribuir? Prevalecendo a cultura do “primeiro eu” e depois, talvez, o bem comum. Será que a nossa sociedade não mudaria para melhor se testemunhos de justiça, fraternidade, caridade, amor ao próximo, ajuda aos necessitados fossem priorizados em lugar da ambição, poder, ganância, acúmulo e egoísmo? Será que as empresas não ganhariam mais, e não teriam resultados mais sus-

REDAÇÃO - REDACAO@JORNALINFORMANTE.COM.BR DANIEL RUFATTO DANIEL@JORNALINFORMANTE.COM.BR JULIANA INÊS CASA BARBIERI JULIANA@JORNALINFORMANTE.COM.BR RAMON CARDOSO RAMON@JORNALINFORMANTE.COM.BR ROCHELI CAMARGO ROCHELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

tentáveis, se participassem socialmente, por meio de ações concretas de melhorias para o ser humano e para o meio ambiente? O fato é que hoje estamos voltados para a prática do individualismo, com uma grande alienação social – eu apenas vivo, porém não pertenço a nada – o importante é ter e não ser. Cada um que cuide de si. Estamos a caminho de um caos social. A transformação deve ser um trabalho de todos. Afinal, uma sociedade é apenas o reflexo dos seus membros e os governantes (igualmente um reflexo) desta sociedade. * Economista e escritor, autor do livro “Às Margens do Ipiranga: A Esperança em Sobreviver Numa Sociedade Desigual”

LOGÍSTICA - LOGISTICA@JORNALINFORMANTE.COM.BR LUIZ CARLOS DE ANDRADE LUIZ@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURAS - ASSINATURAS@JORNALINFORMANTE.COM.BR ASSINATURA BIENAL: R$ 240,00 ASSINATURA ANUAL: R$ 140,00

COMERCIAL - COMERCIAL@JORNALINFORMANTE.COM.BR FABIANO LUIZ GASPERIN GASPERIN@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARIA DA GRAÇA POTRICOS LEITE MARIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR VALÉRIA GASPERIN VALERIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR

TELEFONES (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

ENDEREÇO RUA DR. JAIME ROMEU RÖSSLER, 348, BAIRRO PLANALTO

ANUNCIOS - ANUNCIOS@JORNALINFORMANTE.COM.BR

COLUNISTAS ARMANDO WARTHA CRÔNICAS DA REDAÇÃO DOLORES MAGGIONI FABRÍCIO OLIBONI

ALEXANDRE FRANCISCO MACHADO ALEXANDRE@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARCELO BORTAGARAY MELLO MARCELO@JORNALINFORMANTE.COM.BR TIAGO RODRIGUES DA SILVA TIAGO@JORNALINFORMANTE.COM.BR

FINANCEIRO - FINANCEIRO@JORNALINFORMANTE.COM.BR KELI DE ALMEIDA MACIEL KELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

GUILHERME MACALOSSI GUSTAVO PIMENTEL LAURO EDSON DA CÁS PAULO ROQUE GASPARETTO

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


9

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Fábio Bartelt

MODA

Nova temporada de Juliana Paes e Anselmi Revista apresenta coleção estrelada pela atriz que é marca registrada da grife, exibindo tramas elaboradas, detalhes em pele e modelagem oversized

C

apas, casacos amplos e blusas ajustadas com pontos estruturados de tricô. Um toque de sensualidade e ousadia nos ombros à mostra. Essas são algumas referências que chegam ao público pela famosa Anselmi na coleção de Inverno 2018. A marca reedita o sucesso de oito anos com a modelo e atriz global Juliana Paes que, mais uma vez, posa como

garota-propaganda da grife. Num editorial caprichado realizado no Rio de Janeiro, a proposta invernal da Anselmi pode ser conferida nas páginas de sua revista que já está na 19ª edição. A musa da campanha foi clicada pelo fotógrafo Fábio Bartelt, com produção de beleza de Henrique Martins. As novidades são assinadas por Sandra Anselmi, designer e sócia-proprietária da marca. A revista traz o ensaio principal com a atriz, além de produ-

ções com paisagens de Londres como inspiração. A coleção chega ainda com texturas confortáveis e traz o vinho, azul, branco e tons de off white, junto ao fio pelo e detalhes em pele. Valorizam o efeito manual, trazem amarrações e cintura marcada em casacos, coletes e vestidos. Destaque para as produções Abbey House e London Calling, feitas na Inglaterra, o street style de Londres e as apostas do sportwear chic que transformam em desejo as peças Anselmi.

Cara da marca Juliana Paes abrilhanta mais uma coleção da Anselmi


10

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

AJUSTE DE PONTEIROS

Horário de Verão termina domingo Será preciso atrasar o relógio em uma hora em 10 Estados e Distrito Federal Divulgação

N

as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, o Horário de Verão chega ao fim neste domingo. É preciso ficar de olho para não se perder e atrasar o relógio em uma hora. Em vigor desde outubro, o Horário de Verão foi instituído para economizar energia no País e foi usado pela primeira vez em 1931. Em 2008 passou a ser adotado regularmente. De acordo com as últimas avaliações realizadas pelo governo federal, a medida não apontou total eficácia tendo em vista que os picos de consumo de energia elétrica estão mais relacionados aos horários de calor intenso do que ao maior aproveitamento de luz solar, mas de qualquer maneira, seu uso será mantido. Para a temporada 2018/2019 o Horário de Verão será um pouco mais curto, iniciando em

Acertando os ponteiros Troca de horário acontece neste final de semana

4 de novembro, um final de semana após o 2º turno das eleições presidenciais, que permitirá acompanhamento na apuração dos votos. Então não esqueça: à meia-noite entre sábado e domingo é preciso voltar o relógio às 23h.

Alguém quer me adotar?

8 de fevereiro Noe Rodrigues, 65 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 10 de fevereiro Claudino Pegoraro, 65 anos. Memorial Crematório São José, de Caxias do Sul. 11 de fevereiro Theodolino Correa da Silva, 88 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de São Judas Tadeu, no município de Vacaria; Rogério Francisco Pezzi, 62 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 14 de fevereiro Celita Muller Arnold, 75 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Maria Rosina Hoffmann de Lima, 93 anos. Sepultamento no Cemitério do município de Lagoa Vermelha.

Lupita tem 4 anos, é castrada e vacinada. De porte pequeno, a linda cachorrinha quer uma família para cuidar e devotar seus carinhos. Interessados podem manter contato pelo fone 981.663.349. Importante: a ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes.

ONG dos Peludos

Obituário


11

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

GESTÃO PÚBLICA

Farroupilha no Consórcio Famurs

F

arroupilha em breve deverá fazer parte do Consórcio Famurs. O projeto de lei que ratifica o protocolo de intenções do município em aderir à ferramenta deu entrada no Legislativo farroupilhense na semana passada e deve ser apreciado nas próximas sessões pelos vereadores. De abrangência estadual, o consórcio pretende possibilitar a diminuição de gastos na contratação de bens e serviços por parte das prefeituras participantes. “Os consórcios públicos regionais não conseguem atender a todas as necessidades dos municípios, especialmente quando há necessidade de aquisição de produtos ou de

serviço que, por sua natureza, exigem escala para que haja economicidade”, defende o Executivo municipal, na justificativa do projeto encaminhado à Câmara. Em reunião técnica promovida pela Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) na última semana, foram apresentados detalhes da ferramenta. Presidente da entidade, Salmo Dias de Oliveira apresentou o histórico da iniciativa, bem como o cronograma dos trabalhos, que prevê para março uma assembleia geral para eleger a diretoria do Consórcio Famurs e, em abril, a realização do primeiro processo de compras. “Os pregões vão oferecer comodidade e diminuição no

Débora Szczesny

Projeto de lei que ratifica protocolo de intenções do município em aderir à ferramenta está em tramitação na Câmara de Vereadores

Compras coletivas Presidente da Famurs destaca que pregões diminuirão custos para os municípios, além de oferecer comodidade

custo, contribuindo para melhorar a gestão pública”, ressaltou o dirigente. De acordo com ele, a iniciativa pioneira inclusive já tem chamado a atenção de outros Estados, que têm procurado a Federação em busca de informações

sobre o funcionamento do Consórcio Famurs. Com a criação aprovada por unanimidade na Assembleia de Prefeitos, realizada em agosto, durante a 40ª Expointer, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Es-

teio, a ferramenta é de livre adesão e sem custos para os municípios. As compras serão feitas de acordo com as demandas das prefeituras participantes e definidas pelo Conselho Deliberativo, por meio de pesquisas.


12

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

REDE MUNICIPAL

Últimos ajustes para retomada das aulas Ano letivo inicia segunda tendo como novidades implantação de software de gestão, qualificação de docentes e melhorias físicas

T

udo está nos conformes para os portões se abrirem ao atendimento dos 6,8 mil alunos da Rede Municipal de Ensino na segunda. São 22 instituições, dois Centros de Atendimento Integral e um grupo de 750 educadores que voltam à ativa já afinados para, além das boas-vindas, iniciarem as práticas em sala de aula. “É uma rede que pensa e caminha unida. Pensa de forma coletiva e tem objetivos comuns. Há o fortalecimento de vínculos, afeto com a escola. É preciso ter o sentimento de pertencimento a essa rede, o que é muito importante”, considera Elaine Giuliato, secretária municipal de Educação, que pelo quinto ano está conduzindo a pasta. Ainda de acordo com a gestora, a parceria prefeitura, escolas e envolvimento de pais é que fortalece o sistema de ensino municipal. “É essa parceria que faz com que a educação de Farroupilha continue tendo êxito e qualidade. É na acolhida, no afeto, no abraço, é isso que constrói”, salienta. O quadro de professores já está completo, incluindo cerca de 100 contratações emergenciais para atender as necessidades.

Reformas nas escolas

Algumas melhorias contribuem para qualificar os espaços físicos. O Centro de Atendimento Integral Casa da Criança Odete Zanfeliz passa por total remodelação e volta às atividades no próximo dia 5. O Centro Ocupacional Senador Teotônio Vilela, no Industrial, será ampliado utilizando o

prédio do antigo Posto de Saúde. “A previsão para ocupar o novo espaço no Centro Ocupacional é abril, com aumento no número de vagas”, aponta a secretária. Já a Escola Municipal Nova Sardenha, no 3º Distrito, está sendo ampliada e as obras devem ser finalizadas dentro de um mês. Haverá refeitório, cozinha, sanitários e duas salas de aula. Na Padre Vicente Bertoni, em São Roque, no 4º Distrito, a sala da Educação Infantil está sendo remodelada. Na Escola Nossa Senhora de Caravaggio, no 1º Distrito, está sendo construída nova cobertura na entrada da instituição. Manutenção geral nas instituições com roçadas, limpeza, troca de areia e pintura dos parquinhos também estão em andamento.

Informatização do sistema

A Secretaria Municipal de Educação estará interligada com as escolas por um software que permitirá padronizar os sistemas de gestão, tendo acesso imediato à documentação e informações dos alunos. A plataforma estará em funcionamento em breve, em todos os educandários municipais. Trata-se de um sistema próprio que será acessado pelos docentes, direções escolares e secretarias. A intenção é estender a utilização para pais e alunos a partir do uso de tecnologias móveis. “Essa é uma grande luta e vamos implantar este ano. É muito importante para toda a gestão”, considera a secretária. O trabalho está sendo desenvolvido por empresa de TI que venceu licitação municipal. Trata-se de um sistema integrado e para trabalhar com o novo software, as equipes escolares e da Secretaria passarão por treinamento.

Juliana Inês Casa Barbieri

Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br

Gestora da Rede Municipal Elaine aponta a parceria com escolas como fundamental para o bom andamento do ano

Raio-X da Rede Municipal de Ensino

Alunos: 8 mil alunos de escolarização (entre educandários de Ensino Fundamental e Escolas de Educação Infantil) com cerca de 10 mil atendimentos diários, incluindo os Centros de Atendimento Integral Escolas: 22 de Ensino Fundamental, 5 de Educação Infantil e 3 Centros de Atendimento Integral (Casa da Criança Odete Zanfeliz, Centro Ocupacional Senador Teotônio Vilela e Centro 1º de Maio) Professores: 750 Funcionários e equipe de apoio: 200

Novo Natfar

O Núcleo de Apoio Tecnológico de Farroupilha (Natfar) que oferece formação aos professores também está com novo endereço. Anteriormente localizado junto à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), agora está em sala anexa à Biblioteca Pública Municipal Olavo Bilac. “Priorizamos muito mais a quali-

dade do ensino do que a estrutura física. A formação dos professores é muito mais importante e investimos nisso”, aponta Elaine. Será um Centro de Formação e a intenção é ainda utilizar o espaço para desenvolvimento de projetos com os alunos, sendo Robótica um dos temas cogitados. Essas atividades terão início em março.


13

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

SELECIONÁVEL

Rafa na pré-lista da Seleção Brasileira para Sul-Americano Convocação do time Feminino Sub-17 conta com farroupilhense entre as escolhidas pelo técnico Luizão Adell/Chapecoense, foi selecionada entre as atacantes. A equipe catarinense cedeu quatro atletas à Seleção. Além de Rafa, as laterais Bruna e Gissele e a zagueira Yasmin também integram o grupo. “Estou muito feliz por ser convocada novamente, ainda mais agora que é reta final para o Sul-Americano. Agora é treinar firme nesses dias lá na Granja para chegar forte, estar na lista final e se Deus quiser conquistar a taça”, destacou Rafa. A competição acontece de 7 a 24 de março no País vizinho.

Lucas Figueiredo/CBF

A

partir desta sexta tem início a reta final de treinamentos da Seleção Brasileira Feminina Sub-17 para o Sul-Americano da categoria, na Argentina. As 26 convocadas pelo técnico Luizão se apresentam na Granja Comary, em Teresópolis, e seguem com os trabalhos até o dia 4, quando ocorre o anúncio das 22 que integrarão a delegação. A pré-lista conta com presença farroupilhense. Rafaela Levis Marostica, de 15 anos, que defende a

Quase lá Presença recorrente em convocações do técnico Luizão, Rafa tem boas chances de disputar a competição continental de Seleções


14

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Ramon Cardoso

Caneco de estreia

Projeto iniciado no ano passado, a SERC Brasil Feminino conquistou seu primeiro título (confira na Matéria Especial, página 2), o de estreia do Ângelo Venzon Neto/Antônio Minella (AVN/AM), que foi realizado no último sábado, na SERC Farrapos que, neste fim de semana, tem as finais das categorias masculinas (veja mais na Matéria Especial, páginas 3 a 5). A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) já manifestou a intenção de realizar um Campeonato Gaúcho da categoria e uma das metas do rubro-verde, quando iniciou a atividade, era participar da competição.

Maratona do Vinho

Divulgação

No último domingo aconteceu a Maratona do Vinho. O percurso passou por Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi. Foi disputado nas modalidade individual tradicional, dupla, quarteto e octeto, além das provas de meia maratona e de 5 quilômetros. Farroupilha dominou o pódio na modalidade quarteto. No misto, Vanessa Borsoi, Samuel Polli, Daniel Rossi e Gabriel Rossi fizeram novamente uma excelente prova e sagraram-se bicampeões da prova. Ainda no misto, Clediane Lunardi, Leandro Andreis, Josemar Gomes e Felipe Cecconelo ficaram em 3º. No quarteto masculino da Hermelu Runners, Geno, Ricardo, Italino e Ronaldo obtiveram a 3ª colocação. No individual masculino, Roque Graef chegou ao pódio na categoria. Luciene Mauri, também no individual, foi 3ª colocada. Por fim, Rosalete Brambilla ficou em 2º lugar geral nos 5 quilômetros.

Em destaque Farroupilhenses obtiveram boas colocações durante as provas disputadas nos três municípios serranos

Triunfo Meninas rubro-verdes fizeram história ao conquistarem o 1º AVN/AM Feminino

Futsal Feminino

No dia 25, acontece a 5ª edição do Torneio da Juventus Futsal Feminino. A disputa será realizada no Complexo Esportivo do Parque Cinquentenário, a partir das 8h, e se estende ao longo de todo o domingo. A confirmação da inscrição acontece até este sábado e, até o momento, 16 equipes manifestaram interesse em participar no Livre e seis no Sub-17. Além de troféu e medalhas, a campeã receberá um fardamento da Fokos, a vice receberá R$ 200,00 mais troféus e medalhas e a 3ª colocada vai receber R$ 100,00 mais troféu e medalhas. O torneio também premiará goleadora e goleira menos vazada da disputa.

Giovana no CTSG

A temporada 2018 do tênis vai começar. O Circuito de Tênis da Serra Gaúcha (CTSG) tem sua 1ª etapa realizada neste e no próximo final de semana. A competição inicia pelo Clube Caça e Pesca Santo Humberto, de Bento Gonçalves. Serão oito etapas ao longo do ano. O farroupilhense Giovana Campo Clube estará em quadra com 20 tenistas. A meta da agremiação é voltar a disputar o título do CTSG. Na temporada passada, o Giovana finalizou em 3º lugar.


15

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

RUBRO-VERDE EM CAMPO

Aposta na solidez defensiva no teste mais forte da preparação Brasil encara o Guarani de Venâncio Aires, no Edmundo Feix, neste sábado, na reta final da pré-temporada Ramon Cardoso

N

Brasil

a quarta à noite, o Brasil realizou seu último jogo treino da pré-temporada com times amadores. A vitória de 5 a 0, diante do Cerpa, de Paraí, com dois gols dos centroavantes Hamilton e Itamar e um do volante Schumacher mostrou, para o técnico Fernando Agostini, um processo natural de evolução para o período final da pré-temporada. “O que mais me agradou nestas partidas foi que não sofremos gol ou qualquer tipo de susto. Mesmo dando um desconto pelo fato de serem times amadores, o desempenho defensivo foi muito positivo e apresentamos uma melhora de performance jogo após jogo. Nos dois últimos, o ataque foi mais agudo. Estou satisfeito com o que fizemos até o momento. Acredito que estamos no caminho certo”, salientou Agostini. Restando pouco mais de duas semanas para o início da Segundona Gaúcha (o Brasil estreia em casa, no dia 4 de março, diante do União), a reta final de preparação será em amistosos com equipes profissionais.

Maior desafio Primeiro confronto com uma equipe profissional deve fornecer um parâmetro mais adequado do trabalho desenvolvido até o momento

Neste sábado, o confronto é diante do Guarani de Venâncio Aires, no Edmundo Feix, às 19h. Para o dia 24 está em negociação um duelo contra o Sub-23 do Internacional, nas Castanheiras. “Vamos encarar um time que trabalha diariamente e precisamos desse enfrentamento para termos um parâmetro para a disputa. Evidente que a atenção tem que ser redobrada. Equipe profissional é uma outra realidade, mas estamos preparados para fazer um bom jogo diante do Guarani”, salientou Agostini. A ideia é de colocar em campo já um provável time que iniciará a competição estadual.

Amistoso preparatório à Segundona Gaúcha

X Sábado, às 19h Edmundo Feix, em Venâncio Aires


Fábio Bartelt

MATÉRIA ESPECIAL

ECONOMIA

No Feminino, Brasil ficou com o caneco em campanha irretocável Páginas 2 a 5

Coleção Inverno 2018 da Malharia Anselmi traz novamente a atriz Juliana Paes como garota propaganda da grife farroupilhense Página 9

COLUNA SOCIAL

ESPORTE

Rafa integra a pré-lista da Seleção Brasileira Sub-17

Divulgação

Nesta sexta, farroupilhense inicia treinos visando o Sul-Americano Página 13

Na torcida por Renata no Miss RS

Jovem representa toda a beleza da mulher farroupilhense no tradicional concurso gaúcho, que classifica ao Miss Brasil Inside, páginas 6 e 7

SÉTIMA ARTE

A guerra sem violência de Nolan Transitando do drama à tensão e da reflexão ao anonimato, “Dunkirk” eleva o conflito ao papel principal da trama Inside, páginas 10 e 11

Adroir Fotógrafo

Nova campanha, uma velha parceria

AVN/AM define campeões nas categorias masculinas


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

SAÚDE BUCAL

Serviços de Odontologia pelo SUS Atendimentos são gratuitos em nove Unidades Básicas coordenadas pela Associação Farroupilhense Pró-Saúde Escolas dos arredores e comunidade são atendidas com esclarecimentos e conscientização. A dentista complementa que a estrutura disponibilizada é suficiente para atender a demanda e os procedimentos com maior procura são restaurações e raspagem de tártaro. Caso o usuário necessite de algum tratamento não disponível, há encaminhamento para a Secretaria Municipal da Saúde que regula o atendimento em municípios com pactuação para oferta dos serviços.

Juliana Inês Casa Barbieri

Q

uem precisa de um dentista pode contar com o atendimento oferecido nos Postos de Saúde. Os serviços são gratuitos e os procedimentos integram a atenção básica, como restaurações e extrações simples, aplicação de selante, raspagem de tártaro, profilaxia dentária, aplicação tópica de flúor e curativos. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) Central, Belvedere e Cinquentenário as marcações de consulta são pelo fone 3056-7999. Já nas UBS Medianeira, 1º de Maio, América, São José, Monte Pasqual e Cruzeiro, os agendamentos são no próprio posto. No Centro Especializado em Saúde (CES) e nos Postos do Burati e Vila Esperança não há o serviço e os moradores são encaminhados a unidades próximas. São 11 odontólogos responsáveis pelas consultas na rede que é mantida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) com repasse do governo municipal e coordenação da Associação Farroupilhense Pró-Saúde. De acordo com Katia Borges Dutra, cirurgiã-dentista do Pró-Saúde, nas equipes de Estratégia de Saúde da Família há ainda o complemento dos serviços com visitas domiciliares para ações educativas e preventivas.

Nos meses de férias a maior procura é por revisões Há 17 anos atuando na Associação Pró-Saúde, a dentista Juliana Maria Messinger, que atua na UBS Belvedere, considera que no período de férias a maior procura é de crianças e adolescentes tendo em vista o recesso escolar. Já nos demais meses os pacientes buscam por procedimentos de atenção básica como restaurações e extrações. Caso haja algum usuário com dor, pode procurar diretamente a unidade de referência em seu bairro. Cada posto tem uma escala de dias e horários em que os profissionais prestam os serviços.

Atenção básica Yasmin Pereira de Lima, de 7 anos, recebe atendimento da dentista Juliana, na UBS Belvedere

Programe-se O que: Atendimento odontológico nos Postos de Saúde Quando: escala de atendimento diferenciado em cada UBS (consultar unidades) Onde: UBS Central, Belvedere, Cinquentenário, Medianeira, 1º de Maio, América, São José, Monte Pasqual e Cruzeiro Quanto: atendimentos gratuitos, mediante agendamento pelo fone 3056-7999 ou diretamente na Unidade


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Microblading: a técni para correção de sob Adeline Stein *

U

ma técnica milenar adaptada aos novos tempos que produz resultados ainda mais surpreendentes. A técnica de Microblading utiliza uma caneta com micro lâminas na ponta ao invés do uso do demógrafo comum. Seu uso possibilita fios bem finos e delicados. Da mesma forma que com uso de demógrafo, o procedimento terá mesma duração dependendo do tipo de pele da cliente. Em média 1 ano a 1 ano e meio. A técnica Microblading fio a fio é uma expansão da técnica de micropigmentação convencional. Consiste na implantação de pigmentos na primeira camada da pele, de forma que o pigmento possa desbotar juntamente com a descamação de células mortas, provenientes do processo de renovação celular. O procedimento leva em torno de 2h30 min para ser finalizado, desde o preenchimento dos papéis necessários, medições e finalização do procedimento. O procedimento tende a durar, na pele, cerca de 12 a 18 meses As peles são diferentes entre uma cliente e outra, por este motivo não podemos garantir o tempo exato no qual o pigmento permanecerá na pele. É algo muito imprevisível, porém, nota-se que peles oleosas tendem a desbotar mais rápido que peles secas e maduras, assim como a pele morena clara tende a reter mais pigmento que a pele clara. O retoque deve ser realizado a partir do momento que a cliente estiver insatisfeita com a cor das sobrancelhas. Recomenda-se um retoque por ano para que a cor e o formato estejam sempre em evidência.

Como funciona o procedimen Por meio de instrumentos ade o pigmento na pele com a ajuda que a cliente já tem, ou criando que não possuem mais pelos.

Quais os cuidados que devo Os cuidados após o tratamen mente para que o resultado fina são: aplicar a pomada indicada a região de forma adequada, nã masiada, não frequentar mar/pi procedimento, e alguns outros c de contaminação da pele da pac

O que pode acontecer duran de cicatrização, em relação É natural que o pigmento desbo até 40% em peles normais – que a va. O metabolismo de cada pacient Pode ser também que os fios des com o passar dos dias, reapareçam totalmente o pigmento por identific Por estes motivos é necessário para que a pele possa responder a pigmento. Algumas peles necessit 30 dias do segundo retoque, mas em algumas clientes. Sendo assim, ao pigmento são imprevisíveis, sen

* Micropigmentadora e Desi


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

ica mais usada brancelhas

nto Microblading? equados, o profissional implanta a de agulhas, no sentido dos fios o uma trama de fios nas clientes

ter após o procedimento? nto devem ser seguidos rigorosaal seja satisfatório. Os cuidados na frequência necessária, lavar ão se expor ao sol de forma deiscina/sauna por 15 dias após o cuidados que visam a prevenção ciente.

nte o processo ao pigmento? ote. Estima-se o desbotamento de aceitam o pigmento de forma positite influencia muito neste processo. sapareçam na primeira semana e, m. Assim como a pele pode expelir cá-lo como um corpo estranho. o realizar um retoque após 40 dias, adequadamente à implantação do tam de um terceiro retoque, após isso é comum acontecer somente , essas reações da pele em relação ndo o profissional isento de culpa.

igner de Cílios

Fotos: Divulgação


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Divulgação

AJUDA AO HBSC

Rede de apoio e solidariedade ao São Carlos não para de crescer Palestra de Jaqueline Perottoni arrecadou alimentos não perecíveis que foram repassados à instituição

A

mobilização em prol do Hospital Beneficente São Carlos (HBSC) é uma bandeira de praticamente toda a comunidade farroupilhense, engajada em auxiliar a instituição de saúde em suas

necessidades mais básicas. Mais uma prova desse envolvimento foi a palestra sobre Lei de Atração, promovida pela Coach de Relacionamentos Jaqueline Perottoni, realizada na semana passada. Com o tema “Como gerar prosperidade em 2018 usando a lei da atração”, a ativida-

de aconteceu no Salão Nobre da prefeitura e tinha, como ingresso, um quilo de alimento não perecível. O material arrecadado foi entregue à diretora do São Carlos, Janete Toigo, em mais uma ação solidária que é desenvolvida no município em benefício da entidade hospitalar.

Auxílio Janete recebe os alimentos não perecíveis arrecadados na palestra de Jaqueline: farroupilhenses abraçando a causa


Social

Quem foi notícia na semana e as boas pedidas para o fim dela, na cidade e região, na Coluna de Valéria Vettorazzi Páginas 6 e 7

Inside

Sétima Arte

Christopher Nolan extrai beleza de um dos episódios mais impactantes e tensos da II Guerra Mundial Páginas 10 e 11

CARNAVAL 2018

Para seguir no clima de folia Divulgação

Aulão de Carnaval do Sesc Farroupilha, nesta sexta, e Carnaval de Rua, da prefeitura, em março, prolongam os dias de festança

A

folia tomou conta de Farroupilha nos últimos dias, com festas de Carnaval para todos os gostos e idades em diversas casas noturnas da cidade. Teve até Carnaval de Rua, no último domingo, e Carnaval Solidário, na terça. E não é porque a data comemorativa já passou que a festança terminou. Nesta sexta tem Aulão de Carnaval, promovido pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) de Farroupilha. O encontro, gratuito e aberto ao público, acontece no estacionamento da Unidade (Coronel Pena de Moraes, 320), a partir das 19h. No espaço, os instrutores da Academia do Sesc ensinarão diversos ritmos aos participantes, de forma animada e descontraída, com muito samba no pé e músicas carnavalescas. Pessoas de todas as idades estão convidadas a participar do agito, podendo ir, inclusive, vestidas a caráter ou com adereços. Outras informações podem ser obtidas pelo fone 3261-6526, pelo site sesc-rs.com.br/farroupilha e, ainda, pela Fan Page facebook.com/sescfarroupilha.

Pulando Carnaval Aulão do Sesc Farroupilha promete movimentar foliões de todas as idades no fim de tarde desta sexta

No próximo mês a folia continua com o Carnaval de Rua fora de época, promovido pela prefeitura. O evento, destinado a toda a família, está programado para o dia 4 de março, no Largo Carlos Fetter. A festa, que contará com trio elétrico, blocos carnavalescos e muitas marchinhas carnavalescas, ocorrerá das 14h às 18h30min.

Programe-se O que: Aulão de Carnaval Quando: nesta sexta, às 19h Onde: estacionamento do Sesc Farroupilha (Coronel Pena de Moraes, 320) Quanto: entrada franca


Inside

2

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Cinemas Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Imagem: Reprodução

Cinemas GNC 1: O Sacrifício do Cervo Sagrado - às 13h45min, 18h30min e 21h15min GNC 1: O Touro Ferdinando (dublado) - às 16h15min GNC 2: Pantera Negra - às 14h30min e 20h30min (legendado), 17h30min (dublado) GNC 3: O Touro Ferdinando (dublado) - às 14h GNC 3: A Forma na Água - às 16h15min e 21h30min (legendado), 18h45min (dublado) GNC 4: Cinquenta Tons de Liberdade (dublado) - às 14h45min, 17h, 19h30min e 21h45min GNC 5: Pantera Negra - às 13h10min e 19h (dublado e em 3d), 16h e 22h (legendado e em 3d) GNC 6: Cinquenta Tons de Liberdade - às 14h15min, 16h30min, 18h40min e 21h Ingressos: segunda e quinta (exceto feriado e Carnaval) a R$ 22,00 e R$ 28,00 (salas 3d); terça e quartas (exceto feriado e Carnaval) todos pagam meia entrada; sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil), pessoas com deficiência (com documento que a comprove) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) * Obs: o novo site do Cinépolis traz os horários dos filmes, mas não informa em qual sala serão exibidos A Forma da Água - às 15h35min e 18h30min Cinquenta Tons de Liberdade (dublado) - às 12h20min, 14h40min, 17h15min, 19h30min e 22h10min Cinquenta Tons de Liberdade - às 13h30min, 15h45min, 18h15min e 20h45min Jumanji: Bem-Vindo à Selva (dublado e em 3d) - às 21h40min Maze Runner: A Cura Mortal (dublado e em 3d) - às 18h45min Meu Amigo Vampiro (dublado) - às 14h O Touro Ferdinando (dublado) - às 16h15min Paddington 2 (dublado) - às 13h15min Pantera Negra (dublado e em 3d) - às 12h, 15h, 18h e 21h Pantera Negra (legendado e em 3d) - às 13h, 16h, 19h e 22h The Post: A Guerra Secreta - às 21h15min Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 23,00 e R$ 11,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 25,00 e R$ 11,50 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 26,00 e R$ 13,00 (meia). Nas salas 3d, segunda a quarta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 14,50 (meia); quinta (exceto feriado) a R$ 29,00 e R$ 15,00 (meia); sexta a domingo e feriado a R$ 32,00 e R$ 16,00 (meia).

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Divinas Divas - sexta a domingo, às 19h30min Matinê às 3: Flores de Aço - quinta, às 15h Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Em cartaz Dirigido pelo cineasta grego Yorgos Lanthimos, o suspense “O Sacrifício do Cervo Sagrado” é uma releitura da tragédia grega Ifigênia, conta com Colin Farrell e Nicole Kidman no elenco e concorreu à Palma de Ouro no Festival de Cannes


FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Inside

3

Gastronomia

Vindima ainda mais saborosa

E

spécie de Vivere bento-gonçalvense, a 9ª edição do Jantar sob as Estrelas promete reunir milhares de pessoas na noite desta sexta, a partir das 19h30min. Novamente integrado ao período da vindima, o evento, organizado pelo Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (SEGH) – Região Uva e Vinho, contará com a participação de mais de 30 empreendimentos gastronômicos e diversas atrações culturais. “Nosso objetivo é valorizar os empreendimentos e divulgar a cidade de Bento Gonçalves. O evento proporciona ao público um tour de experiências gastronômicas, aliado a atividades culturais. É um

momento de descontração”, analisa Vicente Perini, presidente do SEGH Uva e Vinho. Além das opções gastronômicas, o evento terá ainda a feira Mercado de Rua e diversas atividades culturais. Entre elas, shows da Jovem Ainda, Banda Municipal Furiosa, Mega Drive e Acústico Leozinho Oliveira. Também serão oferecidas visitas guiadas ao Museu do Imigrante, além de Espaço Kids e degustações. Aberto ao público, o evento tem entrada franca. Em caso de chuva, as atividades serão transferidas para as áreas internas dos estabelecimentos participantes. Mais informações podem ser obtidas pelo fone (54) 3453-8000 e pela Fan Page www.facebook. com/JantarSobAsEstrelas.

Programe-se O que: 9º Jantar sob as Estrelas Quando: nesta sexta, a partir das 19h30min Onde: em Bento Gonçalves, na rua Herny Hugo Dreher, na Avenida Planalto e na Rua Tietê Quanto: a entrada é franca, somente é pago aquilo que for consumido em cada estabelecimento Mais informações: pelo fone (54) 3453-8000 e pela Fan Page www.facebook.com/JantarSobAsEstrelas

Natana Fontes

Jantar sob as Estrelas acontece na noite desta sexta em Bento Gonçalves com participação de mais de 30 empreendimentos gastronômicos

A céu aberto Expectativa da organização é que evento supere o público de 2017, que atraiu cerca de 6 mil pessoas

Empreendimentos gastronômicos participantes Rua Herny Hugo Dreher

Bangalô Estação Club e Bamboo Lounge Bar do Luizinho e Kombi Food Truck Botequim São Bento Canta Maria Gastronomia Chiang Thai Cobo Wine Bar Dall’Onder Grande Hotel Doppio Malto Gelateria Così e Karla Facchinelli Horos/SENAC/Salton e Tenda do Brigadeiro Le Petit Macarons Boutique Madero Nega Maluca Food Bus Papa Burguer Pizzaria Casa Modena Pizzaria Sapore Sublime Queen’s Bar Restaurante e Pizzaria Dom Pepe

Ristorante e Pizzeria Pirandello Sapore di Fiorenza Pizzaria Subway Valle Rustico Trailler de Natureza e Loja Bentec Yoko Oriental Lounge

Avenida Planalto

Amora Sabores Especiais Café Viverone Boutique Cia do Sono e D’Art Croasonho Deck Bar e Restaurante Eko Ambientes e Food Truck do Tiago Hamburgueria Taberna Pizzaria Di Nápoli Satoru Cozinha Internacional Tudo em Grãos X Bocão Planalto


Inside

4

Gustavo Pimentel

gustavospimentel@yahoo.com.br

Na última coluna, escrevi sobre a falta de educação de alguns brasileiros que sentem-se no direito de gravar vídeos xingando políticos e autoridades para depois publicá-los na internet. O fato de exercer um cargo público não obriga qualquer pessoa a tolerar xingamentos. Aliás, o cargo público impõe ao seu ocupante um único dever, que é o de zelar pela coisa pública e, assim, cumprir da melhor forma possível esse encargo que lhe é atribuído, respondendo, inclusive em mais de uma esfera, por eventual desvio de conduta que tenha praticado. Ao contrário do que muitos pensam, a liberdade de expressão não dá o direito de sair por aí xingando outra pessoa. A liberdade de expressão confere ao cidadão o direito de fazer campanha para o seu candidato, de divulgar a sua ideologia, a sua convicção religiosa e as suas opiniões políticas, sociais, sexuais ou seja lá o que mais, porém, tudo dentro de um limite. E foi essa a aula de Direito Constitucional que grande parte da população brasileira faltou. Todo o direito ou prerrogativa dada a alguém impõe-lhe também um dever, uma espécie de contrapartida. A liberdade de expressão não é um salvo-conduto para permitir a afronta ou a lesão a direitos de outras pessoas, sejam elas quem forem. O grande problema é que o brasileiro mistura alhos com bugalhos e se intitula o verdadeiro justiceiro social. Nesse Carnaval mesmo tivemos um claro exemplo disso: a escola Paraíso do Tuiuti levou à avenida várias críticas ao governo federal, ao presidente golpista (sic), à reforma trabalhista e aos coxinhas paneleiros, chamados pela escola de “manifestoches” (sic). O mais engraçado disso tudo é que sabidamente diversas escolas de samba são financiadas pelo tráfico e por organizações criminosas que atuam no jogo do bicho e em outros esquemas criminosos. Isso não é segredo para ninguém. Todos os anos alguma operação policial prende presidentes de escolas de samba por associação criminosa e/ou por lavagem de dinheiro. É o típico faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço. Aliás, a própria agremiação Paraíso do Tuiuti, no ano passado, provocou um grave acidente. Por estar atrasada para entrar na avenida e com medo de perder mais pontos pelo atraso, o que provocaria o seu rebaixamento do Grupo Especial, a escola adentrou na avenida atropelando todas as pessoas que estavam na concentração, o que resultou em uma morte e em mais de 20 feridos. Porém, em um acordo um tanto quanto suspeito, a Liga das Escolas de Samba do Rio decidiu que nenhuma escola seria rebaixada naquele ano. Eis mais um exemplo que apenas reforça que o Brasil é o País em que todos têm direitos, mas ninguém tem deveres. É o País em que uma escola de samba, financiada com um dinheiro de que ninguém sabe a origem (embora desconfie), reputa-se no direito de criticar milhões de pessoas que, espontaneamente, foram às ruas exercer a sua liberdade de expressão e pedir o impeachment de uma Presidente da República. * Advogado

Agenda SEXTA Rock Gaúcho Unplugged República Beer, às 23h

SÁBADO Folia de Carnaval na Hakuna Casa de Festas Hakuna, em Caxias do Sul, às 14h Bailinho de Carnaval Praça de Eventos do Iguatemi Caxias, a partir das 15h Vinho com Estilo Adega Chesini, a partir das 16h Show com Adriano Vidal e Banda Boteco do Chá, às 23h45min

QUINTA 1º Festival de Churros Rua Coberta, em Bento Gonçalves, a partir das 17h Divulgação

Os limites da liberdade de expressão

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018


FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Fotografia

Inside

5

Crônicas da Redação

Ramon Cardoso *

ramon@jornalinformante.com.br

Um outro lado do Brasil

Vagner Espeiorin

Ordovás sedia, a partir desta sexta, exposição fotográfica “Onde a Amazônia Começa e o Nordeste Termina”, do jornalista Vagner Espeiorin

F

otos que contam um pouco da história da região Nordeste do Brasil. Esta é a proposta da exposição “Onde a Amazônia Começa e o Nordeste Termina”. Produzida pelo jornalista Vagner Espeiorin, a mostra será aberta para visitação nesta sexta, às 19h, no Centro Municipal de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho (Luiz Antunes, 312), em Caxias do Sul. As imagens que compõem a exposição foram captadas por Vagner no município maranhense de Monção, em 2015, quando participou do Projeto Rondon, promovido pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). As 18 fotos em preto e branco revelam peculiaridades e estilo de vida dos moradores da localidade de pouco mais de 30 mil habitantes, que está situada entre a Caatinga e a Floresta Amazônica. “Por vezes, ficamos tão reduzidos ao nosso mundo que não percebemos as diferenças que existem no País. Pode ser um tema clichê, mas normalmente essas diferenças são apenas narradas, escritas, e nem sempre mostradas. As fotos mostram isso... Mostra também que temos uma tendência em ver apenas a problemática da pobreza - e de fato é ruim - mas há também o aspecto da superação do povo e das pessoas”, analisa o jornalista. A exposição, que tem curadoria de Claudia Velho e releitura de uma das obras pelo artista Gustavo Trindade, seguirá até o dia 11 de março. A visitação pode ser realizada de segunda a sexta, das 9h às 22h, e das 16h às 22h nos finais de semana e feriados. A entrada é franca.

Para conhecer uma outra realidade Imagens da exposição foram captadas por Vagner Espeiorin no município de Monção, no Maranhão, durante Projeto Rondon, da UCS, realizado em 2015

Programe-se O que: exposição “Onde a Amazônia Começa e o Nordeste Termina” Quando: até o dia 11 de março, das 9h às 22h (de segunda a sexta), e das 16h às 22h (finais de semana e feriados) Onde: Centro Municipal de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho (Luís Antunes, 312), em Caxias do Sul Quanto: entrada franca

Que nobre: a luta pelo fim das notícias falsas. E das pesquisas falsas, começará quando? A Folha de S.Paulo anunciou, na semana passada, que não vai mais publicar atualizações de conteúdo no Facebook. Usou como justificativa uma questão que envolve algoritmos da rede social e, por tabela, como a desculpa era esfarrapada demais, resolveu colocar a culpa nos seguidores, dizendo que eles estavam dando preferência a um “Jornalismo não profissional”, dando a entender que somente a Folha produz “Jornalismo de verdade”. Destacou ainda que, com a atitude, estaria fazendo a sua parte na tentativa de contar as chamadas “fake news”, termo que ficou conhecido mundo afora após a eleição americana e muito por conta do presidente eleito Donald Trump. Em resumo, o melhor seria que o Jornal deixasse de publicar o conteúdo sem dar justificativa alguma, porque nenhuma delas convenceu ninguém. A Folha atribuiu ao fenômeno das notícias falsas um dos motivos para sua perda de popularidade na rede social. Na verdade, é justamente a produção deste tipo de conteúdo que levou ao descrédito do veículo. Como classificar o fato de que 1 milhão de paulistanos tenham saído às ruas no protesto de 15 de março de 2015, número divulgado pelos organizadores e pela Polícia Militar, mas que, para o Datafolha, foi de 210 mil, como Jornalismo profissional? Até ferrenhos militantes de esquerda apostariam em um número mais honesto. Em outros protestos realizados aconteceu o mesmo. O número divulgado pelo Datafolha, vinculado ao Jornal, apresentava metade dos manifestantes estimado pela PM. Não seria esse o real motivo para a diminuição de seguidores? Ou quem sabe o problema não está na divulgação das pesquisas eleitorais? A cada novo processo em que Lula vira réu, ele aumenta seu percentual no Datafolha. No último levantamento, após a condenação em segunda instância, aparecia com uma liderança ainda mais folgada. Quando for preso, contará certamente com 70% das intenções de voto. Em outra pesquisa do ano passado, a maioria dos entrevistados, segundo o Datafolha, queria ver Lula preso, mas ele vencia em todos os cenários de 2º turno. Ou seja, como bem destacou Augusto Nunes, da Veja, “a maioria dos brasileiros quer ver Lula preso e presidente ao mesmo tempo”. No Brasil, diferentemente do que ocorre nos Estados Unidos, por exemplo, a grande maioria dos veículos não têm o hábito de assumir sua posição política e ideológica. A postura da Folha, contudo, com seu claro viés esquerdista, é que tem contribuído para sua progressiva perda de credibilidade. Desconhecer essa realidade é mais uma prova do conceito arrogante e vitimista que pauta a agenda desse pessoal, os que se acham os arautos da verdade e os defensores da liberdade. Por fim, ainda tivemos a manifestação idiota de Mauro Paulino, diretor do instituto Datafolha, que disse que “a inelegibilidade do ex-presidente Lula aprofunda a crise democrática”. Devem ter razão, a culpa é mesmo dos malditos algoritmos. * O colunista Guilherme Macalossi está em férias


Adroir Fotógrafo

N

Cinema

a próxima sexta, dia 23, o “Cinema no Parque” ganha espaço no Parque dos Pinheiros a partir das 19h. Na data será exibido o filme de aventura infantil “Uma Viagem Extraordinária”. O evento é uma realização do Sesc Farroupilha, através da Secretaria de Turismo e Cultura. A entrada é franca, participe!

Dose Dupla

A casa sertaneja Wood’s tem festa em dose dupla neste final de semana. Na sexta, a festa “Se Joga” promete animar o público com os DJs Vini Fantin, Thiago Bergonsi, Junior Tochetto, Lucas Rodrigues e Zinho. No sábado, o espaço realiza uma festa temática de Circo com personagens desse universo presentes na noite. No palco acontece o show do músico Klaus Neher e a discotecagem de Lilo Lorandi.

Leandra e Rogério Dalla Costa celebrando o primeiro a que festejou também ao lado da irmã Antônia e dos

Miss RS

Diego Frigo

Renata Ester Agazzi é a representante farroupilhense no tradicional concurso de beleza gaúcho, que recebe inscrições até o início de março. No mesmo mês acontece a fase semifinal e a grande final está marcada para o dia 14 de abril. A vencedora representa o Estado no Miss Brasil que, por sua vez, classifica para o Miss Universo. A promoção é da Bandeirantes.

Princesa da última Fenakiwi, Renata representa Farroupilha no Miss RS

Cristiano de Oliveira

Camila Karczewski aproveitou a festa do final de semana no Boteco do Chá para festejar seu aniversário Larissa Limão Escandiuzzi se formou no curso de Odontologia pela FSG, no último dia 3. A jovem recebeu seus familiares e amigos para comemoração no Jockey Club

Priscila Rodrigues da Sil diploma no curso de Admi e celebrou ao lado de fami Clube 1º de Maio. A decor noite foi assinada por Alin


Cris Ferreti Sartori

Daniela De Rocco

Na quinta passada a pequena Eloísa celebrou seus 5 anos ao lado dos pais Edegar Silvestri e Marciane Signori Silvestri, na casa de festas Ticabum

Sunset

aniversário do caçula Fernando, s irmãos Antônio e Francisco

Seguindo o sucesso das últimas edições, o Boteco Antonielle realiza mais um evento sunset no dia 25 deste mês. A festa conta com cinco bandas para animar o público e discotecagem do DJ Ricardo Gaviraghi.

Nicolas Dalzochio

lva conquistou o inistração da FSG iliares e amigos no ração especial da ne Barbosa Alves

Fique por Dentro

Tributo

Arquivo Pessoal

Para celebrar o Dia da Mulher, no dia 1º de março o Sesc Farroupilha realiza o espetáculo Tributo Elis Regina: Camila Lopez e O Arrastão. O show ocorre no Auditório do Sindilojas e os ingressos já estão à venda.

Amanda Maioli Pasqual em recente trip de férias pela América Latina. Na foto ela visita a região de Puno, no Peru


Inside

8

Armando Wartha armandowartha@yahoo.com

Uma pérola a ser apreendida (para bem iniciar o ano letivo) Lendo o volume II de a “História da Filosofia”, de Giovanni Reale e Dario Antiseri, o qual trata do Período Medieval, me deparei com uma citação de Hugo de São Vitor (século XII), que, talvez, nunca tenha merecido tanta importância quanto merece hoje: trata-se de uma verdadeira cartilha de como o estudante deve (ou deveria) se comportar, para poder ser considerado um promissor estudante, e, acima de tudo, poder absorver o verdadeiro conhecimento. Segue abaixo alguns parágrafos: “Aprende de bom grado de todos aquilo que não sabes, porque a humildade pode levar-te a participar da posse daquele bem especial que a natureza reservou a cada ser humano particular. Será mais sábio de todos aquele que tiver querido aprender algo de todos: quem recebe algo de todos, acaba por se tornar mais rico do que todos”. “Não subestimes, portanto, nenhuma forma de saber, porque toda forma de ciência tem valor. Caso tenhas tempo, não te eximas de ler os livros que se te apresentam: mesmo que deles não retires particular utilidade, todavia, deles não terás também dano, porque, a meu parecer, não existe um escrito que não proponha algo de interessante, quando examinado no tempo e no lugar devido: pode conter alguma notícia especial, que o leitor precavido poderá apreciar com maior prazer, quanto mais singular e preciosa for a informação”. “Se não te é possível ler todos os livros, lê aqueles que são mais úteis para ti. Mesmo que pudesse ler tudo, não deverias jamais colocar em todas as leituras o mesmo empenho: há alguns livros que é preciso ler, a fim de que não nos sejam totalmente desconhecidos, enquanto de outros devemos formar-nos ao menos um juízo, porque frequentemente nos arriscamos a supervalorizar justamente aquilo que ignoramos, e julgamos melhor quando temos algum conhecimento dos assuntos”. “O estudante deve ser humilde e dócil, absolutamente alheio às ocupações mundanas e aos engodos das paixões, diligente e zeloso, disposto a aprender de bom grado algo de todos; jamais deve ser presunçoso da própria cultura, deve fugir como de comida envenenada dos escritos que contêm doutrinas falsas; deve tratar a fundo uma questão antes de formular seu julgamento; deve preocupar-se de ser, não de parecer culto. Deverá preferir as palavras dos sábios e tê-las sempre presentes na mente, como modelo a ser imitado; esta é a humildade que caracteriza os estudantes disciplinados”. Sem querer direcionar a flecha aos estudantes que já fizeram deste arquétipo o seu ideal, esse ensinamento não pode ser visto como uma pérola a ser apreendida? Pensem nisso! * Escritor e bacharel em Filosofia

Cinema

Programação especial de verão no UCS Cinema A partir de segunda até o dia 3 de março, espaço exibirá gratuitamente diversos filmes voltados ao público infantil, como O Poderoso Chefinho, As Aventuras de Tadeo, Carros 3, Quatro Vidas de um Cachorro e Procurando Dory

Dia 24, às 16h30min Quatro Vidas de um Cachorro

Dia 26, às 16h Moana: Um Mar de Aventuras

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

M

esmo com o fim do Horário de Verão, ainda dá tempo de aproveitar a estação mais quente do ano. Que tal, então, passear com os filhos pelo Campus Sede da UCS, em Caxias do Sul, e de quebra curtir um cineminha? A partir de segunda até o dia 3 de março, o UCS Cinema exibirá 14 filmes infantis, voltados a crianças de diferentes faixas etárias. Todas as sessões têm entrada franca, com ingressos restritos a capacidade do local,

Segunda, às 16h O Poderoso Chefinho

Terça, às 16h As Aventuras de Tadeo

Dia 27, às 16h Cegonhas: A História que não te Contaram

Dia 28, às 16h Tá Dando Onda 2


FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Inside

Cinema que é de 180 lugares. A animação O Poderoso Chefinho (2017) abre o festival na próxima segunda, com exibição às 16h. Produzido pela Dreamworks e dirigido por Tom McGrath, o filme é sobre como a chegada de um novo bebê impacta uma família, contada a partir do ponto de vista de um garoto de 7 anos. Já na terça, no mesmo horário, a atração será As Aventuras de Tadeo (2012). Inspirado no clássico Indiana Jones, a animação espanhola, dirigida por Enrique Gato, narra a história de um

9

Lauro Edson Da Cás ldacas@hotmail.com

pedreiro que é confundido com um arqueólogo e enviado para uma expedição no Peru. Outra obra que promete agradar bastante a criançada é Os Smurfs e a Vila Perdida (2017), com exibição na próxima quarta, às 16h30min. Dirigido por Kelly Asbury, o filme apresenta uma nova tentativa do vilão Gargamel em capturar Smurfette. Na quinta, às 14h, a programação tem Carros 3 (2017), dirigido por Brian Fee, com mais uma disputa eletrizante nas pistas. Confira, abaixo, todos os filmes que compõem o festival do UCS Cinema.

Quarta, às 16h30min Os Smurfs e a Vila Perdida

Quinta, às 14h Carros 3

Dia 23, às 16h As Aventuras de Peabody & Sherman

Dia 24, às 14h O Que Será de Nozes?

Dia 1º/03, às 16h Hotel Transilvânia 2

Dia 2/03, às 16h Procurando Dory

Dia 3/03, às 14h Sing: Quem Canta Seus Males Espanta

Dia 3/03, às 16h Descendentes 2

Em 2018, alguém mesmo se arrisca em mudar esse País? O cenário em que estamos inseridos, de fato, dispensa maiores apresentações. O ano é 2018, ano singular, embora como em todos os anos, certamente carrega consigo momentos de crises, desafios, superações, medos e vitórias. Octavio Caruso, que é escritor, crítico de cinema, ator, roteirista e cineasta, nos retrata uma realidade conturbada, em um de seus escritos. Vale a reflexão, a seguir. Caruso nos coloca de frente com múltiplas situações que são vividas, ouvidas e assistidas ultimamente. Ele descreve que em pleno ano de 2018, nossos jovens já não conseguem mais ter a coordenação motora para escrever, uma vez que o tão fascinante mundo moderno está, a cada instante, oferecendo inúmeras formas de comunicação, seja nas redes sociais de compartilhamentos, seja nos smartphones cuja “função menos importante é aquela inventada por Graham Bell” (Graham Bell inventou o telefone e revolucionou as telecomunicações). Alguém ainda quer mudar esse País? Voltando ao seu escrito, ele aciona o cenário musical. Bem lembrado! Ele contextualiza o cenário de outrora, onde músicas populares continham letras poetizadas, onde refrões marcavam e/ou marcaram momentos e a própria vida de muitos. Segundo ele, o questionamento se dá no sentido de que os refrões das músicas atuais são simplistas e sexualizados e que, por vezes, produz uma verdadeira apologia ao estupro. Já quanto ao sertanejo, deixou de referenciar a vida do interior, principalmente da lida do homem do campo. Critica e denuncia que o estilo sertanejo atual é “engrenagem no sistema de máfias que controlam a indústria musical, especialmente fora do eixo RJ/SP”. Em se tratando do hip-hop, que inicialmente retratava em música, aspectos reais das mazelas do País, “hoje foi diluído e parece ser apenas para exultar cafetões e mulheres fúteis”. Alguém mesmo quer mudar esse País? Caruso, em bela provocação, cita outras vertentes presentes em nossa realidade, como por exemplo, o futebol, que no caso está sofrendo com a selvageria de torcedores que já saem de casa, com qualquer instinto, menos para assistir e acompanhar seu time. Ainda, sobre os minutos (contadíssimos) de fama, seja por um vídeo de poucos segundos (mas que bombou em visualizações) e que, muitas vezes, é um revés ao refinamento pessoal, enquanto que vídeos com temáticas importantes são esnobados e refutados. Vale a pena mudar o País? Quem pode modificar o sistema em longo prazo? O autor, como desfecho, considera que “o povo, o conjunto de indivíduos, é o responsável pelo sistema”. Considera a sorte da criança que é estimulada a ser criativa ao invés de estar prisioneira na telinha do tablet. Considera a nobreza do jovem que valoriza o aspecto da leitura. Assim, o indivíduo, através do amor incondicional e da cultura, pode ser o responsável pela mudança. Para tanto, o ser humano precisa dar este primeiro passo em sua evolução. Então será possível mudar o País? Eis, então, uma pergunta (aquela do título) para nos fazer pensar, refletir e debater ao longo das semanas, meses e, claro, diariamente para encontrar tal resposta! Ou damos o passo para a evolução ou... * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Sétima Arte

A guerra como

protagonista Christopher Nolan mostra como um dos episódios mais célebres da II Guerra Mundial pode ser contado com uma barbárie e violência muito mais psicológica do que física

Q

uando pensamos em filmes de guerra logo vem à mente imagens de massacres, corpos mutilados, sangue em profusão, certo? Porém, muitos filmes tratam o horror dos conflitos armados com uma violência que está longe de saltar aos olhos, intercalando essas passagens com cenas de brutalidade. “Dunkirk”, de Christopher Nolan, faz poesia da guerra. Seria conveniente e até mesmo fácil para o diretor britânico explorar o episódio com barbárie extrema. Durante a II Guerra Mundial, uma série de equívocos militares ingleses e franceses deixou cerca de 400 mil soldados cercados pelas tropas alemãs na praia de Dunkirk, no norte francês, distante a apenas 120 quilômetros do território inglês, separada dele pelo Canal da Mancha. Sem condição de empurrar os nazistas para o interior francês por terra, ingleses e franceses eram constantemente bombardeados pela força aérea alemã, como animais esperando pelo abate. Cartazes eram lançados pelos nazistas insinuando que somente uma rendição seria capaz de garantir a sobrevivência. Os aviões Heinkel, ao mesmo tempo que impediam qualquer grande embarcação de

promover a retirada dos britânicos, também despejavam bombas em pontos da praia onde os soldados se concentravam. Uma das formas de minimizar o impacto destrutivo era combater os Heinkels com os Spitfires, os aviões de caça britânicos. No entanto, uma evacuação era imprescindível diante da iminente possibilidade de um massacre que, se não fosse por ar, acabaria, mais cedo ou mais tarde, ocorrendo por terra, dado o domínio alemão na França. Foi quando Winston Churchill, o primeiro ministro britânico, recrutou barcos civis para atravessarem o Canal da Mancha numa arriscada e ousada operação de resgate dos soldados encurralados na praia francesa. Uma definição apropriada para o que se convencionou a classificar como “esforço de guerra”. Dunkirk de Nolan trata dessas três frentes: da impotência dos solados em terra, da perícia dos pilotos da Força Aérea Britânica no ar e da mobilização da população civil pela água. Não há um grande personagem em seu filme. O protagonista é a guerra em si, com todo seu horror e peso, sem a violência habitual que permeia os longas sobre o tema, mas nem por isso deixando de ser impactante. Praticamente não há diálogos na trama, como se

a situação falasse por si só. Na praia, o foco de atenção está mais concentrado no solado Tommy (Fionn Whitehead) e no comandante Bolton (Kenneth Branagh); no ar, nos pilotos Farrier (Tom Hardy) e Collins (Jack Lowden); no mar no navegador Dawson (Mark Rylance) com seu filho Peter (Tom Glynn-Carney) e o amigo George (Barry Keo-

ghan). Nisso, Nolan também acerta. Esse não é um episódio de personagens notórios, mas de um empenho coletivo pela sobrevivência. Prova é que o longa foi indicado ao Oscar em Filme e Direção e, fora isso, apenas em categorias técnicas (veja ao lado). É apontado, ao lado de “A Forma da Água”, como favorito aos dois principais prêmios da noite.


FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Inside

11

Sétima Arte Divulgação

Imagem: Reprodução

Dunkirk

Sem saída O inglês Tommy (Fionn Whitehead) é um dos 400 mil soldados encurralados pelas tropas nazistas na praia francesa: esperando pelo pior

Oscar 2018 (indicações)

Filme Direção (Christopher Nolan) Fotografia Edição de Som Mixagem de Som Design de Produção Montagem Trilha Sonora Original

Direção e roteiro Christopher Nolan Gênero Drama de Guerra Duração 106 minutos País Reino Unido Estados Unidos França Ano de produção 2017 Estúdio Syncopy RatPac Entertainment Distribuição Warner Bros Pictures


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Temos uma Lua nova, que é também um Eclipse no setor de projetos, metas e esperanças para o futuro. Você perceberá uma modificação nas amizades e nas questões que envolvem grupos e instituições.

Touro - 21/04 a 20/05

Percepção de uma mudança importante na forma como você se expressa profissionalmente. Criar, inovar, inventar e ter uma rede de apoio pode ser importante para o seu desenvolvimento profissional.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Eclipse solar e Lua nova, que mostram uma nova etapa na vida. É um momento importantíssimo para abrir a cabeça para novas possibilidades, que ainda não tinham sido pensadas. Viagens, conhecimento, filosofia, justiça e cultura são aspectos evidenciados.

Câncer - 21/06 a 20/07

Temos um Eclipse que indica a tendência a importantes mudanças no comportamento emocional dos cancerianos. Questões muito marcantes ligadas a investimentos, sexualidade e ao final de uma etapa de vida.

Leão - 21/07 a 22/08

É no setor de relacionamento que temos a Lua nova. Você perceberá uma mudança muito significativa na forma como se relaciona. Algumas relações podem findar e você pode conhecer pessoas muito diferentes do seu meio habitual.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Semana é marcada pela fase lunar nova e pelo Eclipse solar no setor de trabalho e saúde. É preciso dar mais atenção à saúde e rever a forma como você vive o cotidiano. Alterações no trabalho são uma tendência acentuada.

Libra - 23/09 a 22/10

A Lua nova recai sobre o setor afetivo dos nativos de Libra. Temos também um Eclipse solar no setor amoroso, que inicia uma nova fase emocional aos librianos. Novas percepções sobre amor, criatividade e criança interior.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Mudanças no lar, na família e em questões ligadas a imóveis e privacidade. A semana é marcada pela fase lunar nova, que representa o início de um novo ciclo emocional. Mudanças muito significativas na família e na residência podem acontecer.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Temos mais um Eclipse, dessa vez solar, que acontece no setor de relacionamentos dos sagitarianos. Excelente momento para dar vazão a novos interesses, estudos e contatos. Fase importantíssima para agir com inteligência, usando a sabedoria.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Excelente momento para utilizar suas habilidades de uma forma que ainda não tinha imaginado. Novas questões ligadas a finanças, ganhos, recursos e talentos fazem parte da sua vida a partir de agora.

Aquário - 21/01 a 19/02

É em seu signo que ocorre um importante Eclipse solar e também Lua nova. Você percebe que uma nova vida se inicia. A nova vida significa deixar para trás velhos padrões de comportamento.

Peixes - 20/02 a 20/03

Temos uma Lua nova no signo anterior ao seu. Essa fase que antecede o aniversário é de balanço e percepção do que você está colhendo. É preciso dar mais atenção ao seu psiquismo, às emoções e à saúde.

Inside

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018


FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

Seu cão precisa ser disciplinado? Oferecemos a PRIMEIRA VISITA GRATUÍTA! ESCOLA DE ADESTAMENTO COUTRY KENNEL. Procedimentos realizados por profissional qualificado com 43 cursos brasileiros,13 internacionais, 4 de psicologia canina. TEMOS O TREINAMENTO IDEAL PARA SEU CÃO, incluindo comportamento, socialização, higiene, obediência básica e avançada! Atendimento pode ser realizado a domicilio, oportunizando ao proprietário a mordomia de não precisar tirar o cão do seu local habitável. Contato fone: 9 9914 2711- 9 990 6844. VENDE-SE CONSÓRCIO CONTEMPLADO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Crédito R$ 280.000,00 – Prestações R$ 2.067,32 – Já pagos R$ 14.500,00, e créditos de R$ 432.000,00 - Prestações R$ 3.122,31 – Já pagos R$ 25.000,00. Estes créditos podem ser usados na COMPRA DE IMÓVEL, CONSTRUÇÃO E REFORMA URBANA E RURAL. Aceitamos carro de entrada. Contate: (51) 9 9569 8765/ WhatsApp:(51) 9 8055 5703.


2

Vendo Vaga (ponto) de caminhão agregado na Trombini. Interessados entrar em contato pelo fone: (54) 9 96042261. VENDO por R$ 13.800,00! Terreno de Cooperativa com área de 360m² (115 parcelas pagas), Localizado na saída para Bento Gonçalves. Entrega agendada para 2018! Ligar: (54) 9 9619.3400 whats. VENDO CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, ao lado da Igreja. (A mesma já está alugada através de imobiliária pelos valores de R$ 1.000,00 por mês). Tratar: (54) 9 9118 1642.

FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de compras. F. 9 9118.1642. VENDO TERRENO, localização central em Arroio do Sal a duas quadras do mar F. 9 9118.1642. ALUGUE SALA COMERCIAL DIRETAMENTE COM A PROPRIETÁRIA, bem localizada e ensolarada, na Independência, com 168m² no Bairro São Luiz. Fones: 9 9951.3583 / 3268-1062. VENDO 4 terrenos de Cooperativa já com área comprada. F.: 9 9118.1642.


FARROUPILHA, 16 DE FEVEREIRO DE 2018

3

VENDO: AREA DE TERRAS C/ 4.1 HEC. LINHA PAESE – ROD. ASFALTADA - FARROUPILHA/GARIBALDI ÓTIMA P/ INDÚSTRIA, POSTO OU LOTEAMENTONEG. DIRETO, FINANCIO PARTE. TRATAR – 99971.28.01 – RENATO VENDE-SE: CASA de alvenaria com porão, em terreno de 15,00m² x 25,00m² configurada de 3 quartos, sala, cozinha, 3 banheiros, garagem para 2 carros, com churrasqueira e lavanderia. Bairro Bela Vista, Interessados contatar pelo fone: (54) 9 9129-1167. ALUGO CASA NA PRAIA, Município Arroio do Sal, balneário Atlântico, a uma quadra do mar, toda em alvenaria, com duas suítes mais um banheiro completo. Acomoda 7 pessoas. Pátio grande, fechado e com muita sombra. Perto de super, sorveteria, restaurante, posto de saúde. Direto com proprietário Olavo. (54) 9 9972.6708. ALUGA-SE APARTAMENTO de 2 e 3 dormitórios em ITAPEMA / MEIA PRAIA, Santa Catarina. 150 metros do mar. A partir de 15/01. Tratar. F. (54) 9 9118 1642. EXCELENTE INVESTIMENTO! Compre por apenas R$ 45.000,00 terreno plano de 1000m², com água e luz! Asfalto chegando no local. A 3,5km de Farroupilha. Saída para o Salto Ventoso. Tratar: (54) 9 9925-2068.


Edição 525  
Edição 525  
Advertisement