Page 1

FARROUPILHA

|

ANO X

| EDIÇÃO 515

| 8 D E D E Z E M B RO D E 2 017 |

R$ 3,00

Imponente e revitalizada Fabiano Gasperin

Confraria Feminina e Afavin dão vida à Casa Padre Oscar Bertholdo que, além de sede das duas entidades, ressurge como referência histórica e cultural farroupilhense Matéria Especial, páginas 2, 4 e 5 e Editorial

ECONOMIA

Black Friday das Voluntárias

Bazar faz liquidação do estoque nesta sexta e sábado, em prol do São Carlos Página 9

PÔSTERES

ESPECIAL

Competições movimentaram o domingo Especial

Guia traz relação completa das novas codificações postais de Farroupilha Caderno

Campeões do Farra e Futsal dos Colorados de Farroupilha

Os 825 novos CEPs da cidade


2

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

HISTÓRIA REESCRITA

Patrimônio farroupilhense resgatado Confraria Feminina do Vinho e Espumante e Afavin inauguram sede conjunta na revitalizada Casa Padre Oscar Bertholdo “Temos muita satisfação em entregar esse espaço, que não é nosso, mas de todos os farroupilhenses, para que possam usufruir desse legado que deixamos para a comunidade”, enfatizou Taffarel, enaltecendo em especial a colaboração do empresário Itamar De Faveri, da EWM. Sérgio Rossi Materiais de Construção, Bigfer, Sicredi, Multinova, Móveis Telles, Ecofar, Jurandir Casali, Top Segur e Prefeitura foram parceiros no projeto. Além deles, o Buffet Dirceu Dalla Riva também participou com o coquetel de inauguração, assim como o maestro Vanderlei Fontanella e a poetisa e colunista do Jornal Informante, Dolores Maggioni, que declamou a poesia “Escrevo: Os Parreirais Trazem Cheiros Anuais”, de autoria do poeta Oscar Bertholdo, apropriado para a ocasião, poesia que foi distribuída aos presentes ao evento. A última poesia da vida de Bertholdo, declamada pelo próprio poeta, gravada dois dias antes de sua morte, também foi apresentada. A importância do restauro, contudo, vai muito

Ramon Cardoso

C

omo deixou bem claro Silvia Maria Chieli Rossi, presidente da Confraria Feminina do Vinho e Espumante, foi uma loucura. Há pouco mais de um ano, a entidade se habilitou, em uma chamada pública do Executivo, para assumir a Casa Padre Oscar Bertholdo, que se encontrava em situação precária e necessitava de uma ampla reforma. Como parceira na empreitada, convidou a Associação Farroupilhense dos Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados, a Afavin. “Sintam-se à vontade em nossa casa. Deixamos essa conquista para a comunidade farroupilhense”, declarou Silvia que, emocionada, teve de interromper sua manifestação logo no início. Os trabalhos de restauro iniciaram há um ano. Tanto a presidente da Confraria quanto o presidente da Afavin, João Carlos Taffarel, destacaram que muitos foram reticentes à opção no início, mas que, com o passar do tempo, perceberam o acerto na escolha.

Dia de festa Tania Bortoli, vice da Confraria, com o prefeito Claiton, Silvia, Taffarel e Rosane Cappelletti, vice da Afavin: todos os méritos a um esforço coletivo

além do estabelecimento de uma sede própria para a Confraria e Afavin. “Vocês tiveram muita coragem. Restauraram um grande bem da nossa cultura. Quem é farroupilhense ou tem um pouco de conhecimento de nossa história, sabe o que esta casa representa. Que este espaço seja devidamente ocupado. Quem entra nele sabe a energia que esse local tem”, ressaltou Francis Casali, secretário de Turismo e Cultura, opinião que foi compartilhada

pelo prefeito Claiton Gonçalves. “Este espaço será uma referência para a cidade, para troca de experiências, para encontros enogastronômicos. Temos um espaço de confraternização para crescimento e valorização da cultura. Vida longa a esta casa”, destacou o prefeito. O comodato celebrado entre a prefeitura com a Confraria e a Afavin é válido por 10 anos e renovável por igual período. Veja nas páginas 4 e 5, fotos ambientes restaurados.


4

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

NOVA CASA OSCAR BERTHOLDO

Para celebrar a cultura e a história

Pronto para brindar Salão de festas mistura, na dose certa, o rústico com o moderno em ambiente luxuoso que encantou os presentes

Ramon Cardoso

A

Casa Padre Oscar Bertholdo vai servir como um impulsionador do enoturismo na cidade, com atividades de promoção da vitivinicultura farroupilhense. O local conta com um espaço para realização de degustações e eventos enogastronômicos que, em breve, também poderá ser alugado para interessados. Os ambientes foram divididos e, no lado direito da residência, fica o espaço da Confraria. No esquerdo, o da Afavin. No piso inferior há um espaço para divulgação das entidades e de seus produtos e, no superior, a sala de reuniões, já que o foco principal é mesmo a vitivinicultura, mas a edificação vai muito além disso. A Casa também conta com muita história, com a Biblioteca do padre Oscar, com alguns móveis que pertenceram ao religioso e sua máquina de escrever, que ocupam um espaço especial no piso superior. Assassinado em 1992, Bertholdo foi poeta, colunista de jornal, apresentador de programas de rádio e um participante ativo da vida comunitária.

xxxxxxxx xxxxxxxxx


5

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Fotos: Ramon Cardoso

Cuidado com todos os detalhes Decoração dos ambientes remete à vitivinicultura local e será um importante ponto de divulgação das atividades da Confraria Feminina e Afavin, além da Biblioteca do Padre Oscar: localizada no piso superior, entre as salas de reunião das duas entidades, ela foi totalmente reformulada e evoca parte expressiva da história cultural e literária farroupilhense


6

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

A responsabilidade sociedade limitada Isaias Roberto Girardi *

C

om relação aos débitos trabalhistas, na ausência de bens da sociedade, o Poder Judiciário, visando busca a proteção do hipossuficiente, no caso o trabalhador, os bens dos sócios respondem até o limite do crédito trabalhista, visto que a as verbas inerentes das relações trabalhistas têm cunho alimentar. Nos casos em que os sócios quando se utilizam da autonomia patrimonial da sociedade, visando a fraude contra credores, poderá acarretar a desconsideração da pessoa jurídica. Tal disposição está prevista no art. 50 do Código Civil, que em caso de abuso da personalidade jurídica, caracterizado pelo desvio de finalidade, ou pela confusão patrimonial, pode o juiz decidir, a requerimento da parte, ou do Ministério Público, quando lhe couber intervir no processo, que os efeitos de certas e determinadas relações de obrigações sejam estendidos aos bens particulares dos administradores ou sócios da pessoa jurídica. Existindo débitos para a Previdência Social, por força do artigo 13 da Lei 8.620 de 05/01/1993, o titular da firma individual e os sócios das empresas por quotas de responsabilidade limitada respondem solidariamente, com seus bens pessoais, pelos débitos junto à Seguridade Social. O parágrafo único do mencionado artigo prevê ainda que os acionistas controladores, os administradores, os

gerentes e os diretores respondem solidariamente e subsidiariamente, com seus bens pessoais, quanto ao inadimplemento das obrigações para com a Seguridade Social, quando praticados com dolo ou culpa. Por determinação do artigo 135, II do Código Tributário Nacional, os diretores, gerentes ou representantes de pessoas jurídicas de direito privado respondem pessoalmente pelos créditos correspondentes a obrigações tributárias resultantes de atos praticados com excesso


7

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Im a

ge

m:

Re p

rod

uçã

o

dos sócios na (parte final)

de poderes ou infração de lei, do contrato social ou estatutos. O que traduz uma hipótese de responsabilidade por substituição, atingindo assim patrimônio particular se houver inadimplemento da sociedade. Os sócios responderão ainda com bens particulares no caso da sociedade encerrar suas atividades sem o prévio e legal procedimento. Os sócios respondem de forma pessoal no caso de existência de débito tributário, artigo 135, III, do Código Tributário Nacional.

Das análises apresentadas podemos afirmar que, diante do pressuposto da autonomia patrimonial entre sociedade empresária e sócios, em regra, a responsabilidade dos sócios é de caráter limitada, indo até o limite de suas quotas integralizada. Porém, esta responsabilidade é relativa, visto que há exceções em que não observadas as regras pelos sócios, estes responderão pelas obrigações da sociedade com seus patrimônios pessoais. * Advogado (OAB/RS 51.182)


8

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Muito além da vitivinicultura Nesta semana, Farroupilha ganhou um presente: a entrega da obra de restauro e revitalização da Casa Padre Oscar Bertholdo. Quem capitaneou o projeto foi a Confraria Feminina do Vinho e Espumante e a Associação Farroupilhense dos Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados, a Afavin. As duas entidades passam a ter sua sede na residência. Seu valor cultural, histórico e patri-

monial para o município sequer pode ser dimensionado. Era com tristeza que muitos farroupilhenses passavam pelo local e viam nele apenas o abandono e a depredação. Por conta disso, a iniciativa da Confraria e da Afavin tem um significado ainda maior e bem fez a prefeitura em, não tendo condições de arcar com a recuperação da edificação, permitir que entidades interessadas assumissem o local.

A Confraria e a Afavin não apenas assumiram, como fizeram um trabalho extraordinário e que transcende a questão que envolve as bandeiras defendidas pelas duas entidades, de promoção da vitivinicultura. O espaço da reformada Biblioteca de Oscar Bertholdo é uma espécie de reencontro da cidade com sua Literatura e deixou bem claro como a Confraria e a Afavin tinham plena consciência do precioso

bem que estavam revitalizando. Só resta render homenagens às duas entidades e às empresas e profissionais que foram parceiros nesse resgate. Não resta dúvida, foi um presente de aniversário (o município completa 83 anos de vida na segunda) antecipado para a cidade e, por tabela, extensivo a todos os farroupilhenses. Veja mais na Matéria Especial, páginas 2, 4 e 5.

OPINIÃO

Deus será contraditório? Ezequiel Dal Pozzo * As imagens de Deus que carregamos em nossa mente são muitas e variadas. Normalmente, aceitamos uma porção de contradições na imagem que fazemos de Deus. Como dizemos que Deus é mistério, compreendemos que dentro disso cabe quase tudo. Compreendemos como aquilo que não é possível conhecer. Assim sendo, Deus se torna um produto de tantas mentes, de tantas linguagens e compreensões que, por vezes, não se sabe mais o que algumas pessoas querem dizer quando falam de Deus. Ou melhor, nas afirmações de crentes e até de pregadores, não reconhecemos o Deus de amor que acreditamos. Dito de outro modo, pensamos: “mas o Deus de amor que eu acredito, não é assim como esse pregador está falando”. A questão é que não temos condições de sentar numa

mesa redonda e debater sobre a ideia de Deus. Cada pessoa, religião, grupo, movimento, vai adentrando numa compreensão de Deus e já não há desejo de discutir e criticar a ideia de Deus que construí. Por isso, Deus se torna um produto de inúmeros rostos. Essa constatação não colabora para que Deus seja mais amado e buscado. Temos a ideia de que Deus é amor, mas que castiga e mata ao mesmo tempo. Perdoa, mas pune o pecador. É criador, criou um mundo perfeito, mas em vista do pecado de Adão e Eva, castigou a humanidade para sempre. Entrega por amor os mandamentos para que os sigamos, mas pune a não observação deles. Pode tudo, mas permite o mal. Vê nossos problemas e dificuldades, poderia ajudar, mas ajuda só quando quer. Criou o mundo livre e com suas leis, mas faz chover quando quer e como quer. Criou o ser humano livre, mas lhe mar-

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2, 4 e 5 Editorial e Opinião................................ Página 8 Economia .................................................. Página 9 Cidade ........................................................ Páginas 10 e 11 Política ..................................................... Página 12 Educação .................................................. Página 13 Esporte ..................................................... Páginas 14 e 15

Inside

Especial..................................................... Capa Cinemas ..................................................... Página 2 Moda .......................................................... Página 3 Gustavo Pimentel ................................... Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Música ....................................................... Páginas 5 e 9 Guilherme Macalossi ............................ Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Armando Wartha.................................... Página 8 Dança ......................................................... Página 8 Lauro Edson Da Cás ............................... Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Guia dos Novos CEPs ............................. 4 páginas Pôsteres Farra e Colorados............... 4 páginas Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 12 páginas Noivas & Festas....................................... 12 páginas

ca a hora para morrer. É preocupado conosco, mas espera uma prece nossa para ajudar um doente. Vê o problema antes que nós e pode resolvê-lo, mas espera uma prece de nossa parte. Evita algum e outro mal, mas não evita todos porque é livre. Permite o mal porque dali quer tirar um bem maior. É onipotente, pode tudo, mas só evita o mal que quiser. Todas essas ideias sobre Deus precisam passar pelo crivo da razão. Quando compreendemos que a ciência e a fé não se excluem, mas devem andar juntas, significa que a fé em Deus deve se harmonizar com o pensar Deus. Deus não é e não pode ser contraditório. O ser humano vive em si mesmo as contradições. Deus, porém, embora mistério, não pode ser contraditório. Temos que usar a inteligência, a reflexão para o compreendermos sempre mais. Eliminar as contradições de nossas crenças.

REDAÇÃO - REDACAO@JORNALINFORMANTE.COM.BR DANIEL RUFATTO DANIEL@JORNALINFORMANTE.COM.BR JULIANA INÊS CASA BARBIERI JULIANA@JORNALINFORMANTE.COM.BR RAMON CARDOSO RAMON@JORNALINFORMANTE.COM.BR ROCHELI CAMARGO ROCHELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

Perceber que Deus se torna sempre mais Deus, na medida em que não afirmamos inúmeros conceitos irrefletidos sobre ele. Se alguém me diz que Deus permite o mal, como explicar-lhe que isso não é possível? Como falar a uma pessoa que Deus não pode fazer tudo aquilo que a nossa cabeça pensa, porque que, às vezes, o que pensamos é uma contradição ou algo irreal? Muitas vezes, submeter Deus a razão é possibilitar o julgamento das pessoas. A pessoa pensa um Deus todo contraditório e julga o outro por ter uma ideia diferente de Deus. Gostaria de desafiar você a pensar um Deus não contraditório. É muito rico criar uma imagem de Deus coerente, a partir no núcleo do amor. O amor é a pedra fundamental para obtermos uma ideia honesta, justa e coerente de Deus. * Padre

LOGÍSTICA - LOGISTICA@JORNALINFORMANTE.COM.BR LUIZ CARLOS DE ANDRADE LUIZ@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURAS - ASSINATURAS@JORNALINFORMANTE.COM.BR ASSINATURA BIENAL: R$ 220,00 ASSINATURA ANUAL: R$ 120,00

COMERCIAL - COMERCIAL@JORNALINFORMANTE.COM.BR FABIANO LUIZ GASPERIN GASPERIN@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARIA DA GRAÇA POTRICOS LEITE MARIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR VALÉRIA GASPERIN VALERIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR

TELEFONES (54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

ENDEREÇO RUA DR. JAIME ROMEU RÖSSLER, 348, BAIRRO PLANALTO

ANUNCIOS - ANUNCIOS@JORNALINFORMANTE.COM.BR

COLUNISTAS ARMANDO WARTHA CRÔNICAS DA REDAÇÃO DOLORES MAGGIONI FABRÍCIO OLIBONI

ALEXANDRE FRANCISCO MACHADO ALEXANDRE@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARCELO BORTAGARAY MELLO MARCELO@JORNALINFORMANTE.COM.BR TIAGO RODRIGUES DA SILVA TIAGO@JORNALINFORMANTE.COM.BR

FINANCEIRO - FINANCEIRO@JORNALINFORMANTE.COM.BR KELI DE ALMEIDA MACIEL KELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

GUILHERME MACALOSSI GUSTAVO PIMENTEL LAURO EDSON DA CÁS PAULO ROQUE GASPARETTO

A manifestação dos colunistas é livre e independente e não necessariamente reflete a opinião do Tabloide sobre os temas abordados nas colunas

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


9

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

OPORTUNIDADE ÚNICA

Bazar das Voluntárias liquida o estoque nesta sexta e sábado Espécie de Black Friday fora de época, todos os produtos serão comercializados por R$ 5,00 a peça para desocupação do espaço Arquivo Jornal Informante

Incansáveis Voluntárias esperam boa adesão dos farroupilhenses à campanha

A

sala ocupada pelas Voluntárias da Saúde, que atuam com ações em benefício do Hospital Beneficente São Carlos (HBSC), será alugada e, por conta disso, o espaço necessita ser liberado. Foi pensando nisso que o grupo decidiu liquidar o estoque do local nesta sexta e sábado, com todos os produtos sendo comercializados a preço único de R$ 5,00 a peça. “São valores que serão empregados na compra de ali-

mentos perecíveis para o São Carlos, o que reforça a importância da campanha. É uma ótima oportunidade e esperamos que os farroupilhenses nos ajudem neste momento”, conclamou Lourdes Refosco, presidente das Voluntárias.

São cerca de 10 mil itens, basicamente de peças de vestuário, que estarão à disposição dos interessados. O Bazar de queima de estoque acontece nesta sexta, das 10h às 18h, e segue no sábado, das 9h às 17h.

Programe-se O que: Bazar das Voluntárias Quando: nesta sexta, das 10h às 18h, e sábado, das 9h às 17h Onde: Júlio de Castilhos, 771 Quanto: todos os itens estarão sendo comercializados por R$ 5,00 a peça e os recursos serão revertidos à compra de alimentos perecíveis para o Hospital São Carlos

Caminhada também reverte recursos ao Hospital São Carlos

Uma outra forma de contribuir com o Hospital Beneficente São Carlos, neste fim de semana, é participando da 2ª edição da Rústica e Minirrústica do Sesc/Sicredi, na modalidade Caminhada, ao custo de R$ 40,00. Todos os valores da rústica e mini também foram revertidos ao Hospital, mas as inscrições eram limitadas e encerraram na última segunda. Os cadastros para participar da Caminhada ainda podem ser feitos na Hermelu Esportes (Independência, 566) até este sábado. O credenciamento para as provas acontece no domingo, a partir das 7h, em frente ao Sicredi da Júlio de Castilhos. O percurso da Caminhada é de 2 quilômetros. Trajeto e regulamento podem ser conferidos pelo http://bit.ly/2j06izh. Quem efetivar a inscrição receberá uma camiseta e uma medalha de participação.


10

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Imagem: Reprodução

DESTINO CERTO

Campanha incentiva destinação de imposto para projetos sociais Parte do Imposto de Renda dos farroupilhenses pode ser revertido para os fundos da Criança e Adolescente e do Idoso Daniel Rufatto daniel@jornalinformante.com.br

P

oucos farroupilhenses sabem, mas até 6% do Imposto de Renda pode ser destinado para os Fundos Municipais do Idoso (FMI) e do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (Comdica), responsáveis pela manutenção de importantes projetos sociais na cidade. A estimativa é que os fundos deixem de arrecadar cerca de R$ 1,5 milhão por ano, já que, quando não há iniciativa do contribuinte, o dinheiro vai direto para Brasília. Para atentar a população sobre esta possibilidade, o Gabinete da Primeira Dama

Francis Somensi, com o apoio das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Social e Habitação e de Gestão e Desenvolvimento Humano, está lançando a campanha Destino Certo. O objetivo da ação é sensibilizar os aproximadamente 5 mil contribuintes entre profissionais liberais, autônomos, empresários e servidores públicos que possuem capacidade de destinação. Assim como as pessoas jurídicas, que também podem repassar até 2% do imposto, sendo 1% para cada fundo. Na imagem reproduzida ao lado, é possível visualizar o passo a passo de como efetuar a destinação do tributo, e, após, de como declarar. Cabe ressaltar que, no caso das pessoas físicas, o percentual máximo só é válido para repasses até 31 de dezembro. Após, o limite de dedução cai para 3%. Em ambos casos, o contribuinte deve optar pela Declaração Formulário Completo. Já no caso das pessoas jurídicas, o prazo é até o encerramento do exercício. Abaixo, é possível conferir as três alternativas para os farroupilhenses efetuarem a destinação de forma antecipada.

Como repassar Material da campanha informa como proceder a destinação do IR

Confira as alternativas para realizar a destinação de parte do Imposto de Renda para Comdica e FMI Boleto on-line

Acesse o link bit.ly/doeoimposto e preencha o formulário. Caso já tenha cadastro junto à prefeitura, o preenchimento será automático. No fim da página, selecione para qual Fundo gostaria de realizar a doação e informe o valor correspondente a até 6% da estimativa de valor devido. O boleto pode ser pago nas lotéricas, na Caixa Econômica Federal, no Sicredi, no Santander e no Banco do Brasil. Também é possível optar em dividir os 6% entre os dois fundos.

Cheque Pré-datado (opção disponível para o Comdica)

Uma parceria entre o Comdica, o Sicredi e a Câmara da Indústria, Comércio, Serviços e Agronegócios (CICS) de Farroupilha possibilita a destinação dos valores por meio de cheque pré-datado (após análise do contador). Esta facilidade está disponível para proprietários e funcionários de empresas associadas à CICS, que podem emitir um cheque no valor correspondente a 6% da estimativa do valor devido e entregar no Sicredi. O banco, então, faz o depósito na conta do Comdica e desconta o cheque apenas no fim de abril. O contribuinte, então, informa o valor destinado durante a declaração. Eventuais juros da transação serão arcados pelo Sicredi.

Depósito

Outra possibilidade é realizar um depósito correspondente a até 6% da estimativa de valor devido, informando nome e CPF. Comdica (Banco do Brasil) Agência: 0486-3 Conta: 38.853-X CNPJ: 20.109.795/0001-88. FMI (Banco do Brasil) Agência: 0486-3 Conta: 39.836-5 CNPJ FMI: 21.293.510/0001-74


11

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

SEGURANÇA PÚBLICA

Reforço no policiamento Operação Papai Noel, da Brigada Militar, já está nas ruas

M

Juliana Inês Casa Barbieri

ais viaturas e policiais estão circulando pelo Centro da cidade e proximidades. A operação especial de dezembro já está nas ruas e a intenção é oferecer segurança aos comerciantes e à população que vai às compras. A Operação Papai Noel foi lançada na tarde de terça, junto ao Sindilojas. O policiamento será motorizado, de bicicleta e a pé, ainda com orientações repassadas à população para que situações de risco sejam evitadas. “Para tornar mais visível e acessível os serviços da Brigada Militar junto ao comércio e à população, principalmente neste período e com circulação do 13º salário”, considerou o major Luís Fernando Becker, subcomandante do 36º Batalhão da Polícia Militar (BPM). O major repassou ainda orientações para quem vai às compras. É preciso tomar cuidado com bolsas e sacolas, realização de saques em caixas eletrônicos e manuseio de dinheiro,

Obituário

Força-tarefa no comércio Major Becker, Cladir Bono que preside o Sindilojas, e capitão Tonatto, no lançamento da Operação

o que pode despertar a atenção de criminosos. De acordo com o capitão Daniel Tonatto, comandante da 1ª Cia do 36º BPM, este trabalho também é importante para que a BM se mantenha próxima à população. A já tradicional Operação Papai Noel seguirá durante todo o mês. Em janeiro Farroupilha receberá reforço de efetivo com futuros policiais que passam a desenvolver estágio operacional.

Alguém quer me adotar? ONG dos Peludos

5 de dezembro Solone Paese, 79 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza; Alayde Maria da Silva Oliveira, 79 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal.

Bicudo tem 4 anos, é de porte médio e já está castrado. Se dá bem com outros animais e quer passar o Natal na companhia de uma família. Contato para adoção pelos fones 981.663.349 ou 999.515.440.

7 de dezembro Nerci Rizzi, 65 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal.

Importante: a ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes.


12

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

MOBILIZAÇÃO COMUNITÁRIA

Observatório Social empossa 1ª diretoria Daniel Rufatto

Carlos Alberto Paesi será o responsável pela presidência da ONG

Conselho Administrativo Presidente: Carlos Alberto Paesi Vice-presidente para Assuntos Administrativo-financeiros: Plínio Balbinot Vice-presidente para Assuntos Institucionais e de Alianças: Maurício Bianchi Vice-presidente para Assuntos de Produtos e Metodologia: Paulo Azelar Schneider Vice-presidente para Assuntos de Controle Social: Regina Célia Ducatti

Conselho Fiscal Titulares: Jorge Carlos Varela, Roberto Biasio e Juliano Tofolo Suplentes: Rodrigo Valentini, Roseli Cecília Casali e Gilberto Antônio Nienov

Boca de Urna Código a tutores de animais domésticos

Muito trabalho pela frente Primeira diretoria do Observatório Social de Farroupilha foi eleita por aclamação na noite de segunda

C

om o objetivo principal de contribuir para a melhoria da gestão pública, o Observatório Social de Farroupilha foi oficialmente constituído em assembleia realizada na noite de segunda. Durante o ato, realizado no auditó-

rio da UCS Farroupilha, também foi eleita por aclamação a primeira diretoria da ONG. Ex-presidente da CICS, Carlos Alberto Paesi será o responsável por comandar os trabalhos da entidade. “Precisamos principalmente de pessoas que venham engajadas em somar. Espero fazer uma gestão que a gen-

te possa agregar pessoas e resultados para nossa comunidade”, destacou Paesi, que terá como vice-presidentes Plínio Balbinot, Mauríco Bianchi, Paulo Azelar Schneider e Regina Cecília Ducatti. Os próximos passos para o Observatório são o registro oficial e o treinamento dos voluntários, para, então, iniciar as atividades.

A Frente Parlamentar de Apoio ao Bem Estar à Vida Animal da Câmara de Vereadores apresentou, nesta semana, uma minuta do Código Municipal de Conduta aos Tutores de Animais Domésticos. O texto foi encaminhado para análise do Executivo farroupilhense e poderá retornar ao Legislativo em forma de projeto de lei.

Prefeitura lança novo site e Portal do Turista

Como celebração ao 83º aniversário do município, a prefeitura apresenta, na noite de segunda, em evento na Casa Perini, o seu novo site. E, também, o Portal do Turista. No mesmo dia, às 18h30min, a Câmara de Vereadores realiza uma solenidade comemorativa à data, seguida da inauguração do Memorial Lidovino Antônio Fanton.


13

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Fotos: Juliana Inês Casa Barbieri

INCLUSÃO

Sol Nascente ganha biblioteca Também servindo como espaço multiuso, APAE inaugurou estrutura nesta quarta, com livros, jogos e lousa digital

A

Hora do Conto é sempre um momento esperado pelas crianças e, na Escola de Educação Especial Sol Nascente, da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Farroupilha (APAE), não é diferente. Para aprofundar essa experiência literária, incentivar o contato dos alunos com os livros e este mundo encantado, a instituição investiu em novo espaço para a biblioteca. Agora está instalada numa sala mais ampla, com novas obras no acervo e ainda uma lousa digital para uso das crianças, jovens e adultos, principalmente os que possuem paralisia cerebral e Síndrome de Down, que apresentam maior dificuldade motora. “Também adquirimos livros de histórias, clássicos, fábulas, contos, livros com fantoches e jogos, além de obras técnicas e pedagógicas. É uma biblioteca diferente porque engloba várias atividades”, considera Izabel Kuhn Moroni, diretora da Escola Sol Nascente. Além das atividades de sala de aula, o espaço ainda é utilizado toda sexta, no trabalho desenvolvido pela voluntária Luiza Crippa, que realiza a Hora do Conto. Há ainda empréstimo de livros que são levados para casa numa leitura compartilhada com a família. O mobiliário também é novo, assim como as cadeiras, tapete e outros materiais de apoio. A entrega oficial das

instalações aconteceu na tarde de quarta, sendo que as acomodações já estavam em funcionamento. “Como nosso uso de materiais para a alfabetização é constante, é importante este local para sediar o trabalho dos professores. São materiais mais atualizados e um ambiente melhor”, destaca a diretora.

Desenvolvendo novas habilidades Alunos da Sol Nascente desfrutam dos livros e ainda podem utilizar a lousa digital

Atividades físicas na Academia ao Ar Livre A instalação de uma academia, com três tipos de equipamentos que atendem simultaneamente 10 alunos, também é novidade na instituição. Neste projeto a intenção foi oportunizar que adultos e idosos tivessem acesso a práticas físicas. Toda orientação para uso da Academia ao Ar Livre é da fisioterapeuta da APAE, que também selecionou os equipamentos a serem adquiridos. Há simulador de escada, bicicleta e um de multiatividades. Os recursos, num total de R$ 40 mil, aplicados na biblioteca e academia, foram repassados pela empresa Grendene, por meio da prefeitura. “Tudo foi pensado na qualidade de vida do aluno. A questão motora, cognitiva, respiratória, porque também aprendemos através do corpo”, destaca Izabel. A APAE tem 118 alunos, entre atendimentos especializados, serviços técnicos e os matriculados na escola.

Movimento Equipamentos foram instalados ao ar livre para práticas físicas

Aprovação Natal é tema de Festa da Família do CNSL

No encerramento das atividades do ano, o Colégio Nossa Senhora de Lourdes (CNSL) prepara a Festa da Família para esta sexta, às 19h, no Ginásio de Esportes. As apresentações artísticas estão a cargo de 250 alunos da Educação Infantil ao 5º ano. A temática é o Natal. Após haverá janta no CTG Rancho de Gaudérios numa confraternização com pais, alunos, familiares e docentes.

Pequenos da Fundação sobem ao palco nesta sexta

Crianças de 3 a 5 anos serão os grandes protagonistas de evento musical nesta sexta. Promovido pela Fundação Nova Vicenza de Assistência, 112 pequenos das Escolas de Educação Infantil Rei Leão, Chapeuzinho Vermelho, Tio Patinhas e Pequeno Príncipe farão suas apresentações. A temática é “Ritmos Musicais Brasileiros”. O evento é gratuito, terá início às 19h, no Complexo Esportivo do Parque Cinquentenário. É aberto aos pais, familiares e comunidade em geral, marcando o encerramento das atividades do ano.


14

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Arquivo Jornal Informante

Favoritas ao título Apahand/UCS/Farroupilha tem campanha 100% na competição estadual

Semifinais do Citadino

Torneio Sempre Falta 1

A competição ocorre no domingo, no Complexo Esportivo do Parque Cinquentenário, e reúne 16 equipes, divididas em quatro quadrangulares. Na Chave 1 estão SF1, MGA, River Plata e Fenerback. Na 2, Luancer, FC Super Marco, Arsenal e Bigfer. Na 3, AFC, Barbosa City, Sweden e Mantomac BVN. Por fim, na 4, River Júnior, Meninos da Vila, Bar Sem Lona e Paladinos. Os duelos, que iniciam às 8h30min, acontecem dentro de cada grupo e avançam à fase seguinte os dois primeiros. A partir daí, confrontos eliminatórios até a decisão. A disputa é organizada por Ricardo Augusto de Lima e Eliete Pereira de Lima e conta com apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

Campos em Interlagos

Márcio Campos (ao lado) encara a última prova de sua temporada de estreia na Stock Car neste domingo, com a corrida no Autódromo Internacional José Carlos Pace (Interlagos), em São Paulo. Os treinos livres ocorrem no sábado, às 8h, com o treino de classificação marcado para as 12h. A prova, a única simples do calendário da principal categoria do automobilismo nacional, mas que conta com pontuação dobrada, é no domingo, às 10h, e tem transmissão ao vivo do canal SporTV. O piloto farroupilhense, que compete pela Blau Motorsport, ocupa a 26ª posição na classificação geral com 43 pontos.

Marques vai bem nos Campos de Cima da Serra

Rudinei Marques chegou em 2º lugar na Categoria H (50 a 54 anos) na Corrida do Bem dos Campos de Cima da Serra, comemorativa ao Dia da Polícia Civil e Perícia Criminal. A prova aconteceu em Vacaria, no último domingo, e o corredor farroupilhense percorreu os 5 quilômetros de prova com o tempo de 22’24”. Neste domingo, ele participa da Meia Maratona de Estância Velha. Marques conta com o apoio a Óptica Di Marco, Hermelu Esportes e Malharia Paniz.

Lyon fecha em 3º na Copa Caxias Divulgação

A competição conhece seus finalistas neste sábado, a partir das 19h, no Ginásio de Esportes do Colégio Nossa Senhora de Lourdes. Pelo Livre, o Estrela Futsal encara a AFA/Grendene e a Mecânica Constante Car mede forças com o Gringos/ Barbearia Resenha. Pelo Feminino, Associação 1º de Maio duela com a Valente Futsal/Máquinas Sazi e, na sequência, o confronto é entre Soberanas/Buratti Lanches e Alvorada.

Primeiro caneco? Em sua estreia em torneio oficial, Brasil Feminino pode sair com a taça Shooters Photofiles

Nik’s vence Bocha 48

Precisando reverter uma vantagem do Nik’s de 264 pontos, o Bar do Muth, atuando em seus domínios, na Linha Paese, fez uma final emocionante no Campeonato Municipal de Bochas 48, que só foi decidida no último atirador. A vitória ficou com os donos da casa, mas o caneco com o Nik’s, que triunfou por 40 pontos. A entrega dos prêmios, também do Municipal de Bochas Tiro e Ponto, será neste sábado, às 19h30min, no CTG Rancho de Gaudérios. Para os que tiverem interesse, haverá ingressos sendo comercializados na hora.

O fim de semana pode garantir dois canecos para times femininos da cidade. No sábado, a Apahand/UCS/Farroupilha decide o Campeonato Gaúcho diante da Liga Hamburguense de Handebol, às 17h30min, no Recreio da Juventude, em Caxias do Sul. Já no domingo, as meninas rubro-verdes entram em campo contra o Cristóvão de Mendonça, às 15h, no campo do Enxutão, na final do Citadino Caxiense.

Assessoria SERC Brasil

Meninas pela taça, na quadra e no gramado

A equipe farroupilhense do Lyon finalizou a Copa Caxias Série B em 3º lugar. O time empatou sem gols com o 25 de Julho e levou a melhor na disputa de pênaltis, vencendo por 5 a 3. Com o resultado, o Lyon assegurou acesso à Série A da Copa na próxima temporada.


15

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

HINO À RISCA

Com o Grêmio onde o Grêmio estiver Daniel Tonin inicia, com outros gremistas farroupilhenses, jornada rumo a Abu Dhabi na torcida pelo Bicampeonato Mundial Ele parte no sábado pela manhã, em um grupo de sete farroupilhenses, mas deve se juntar a muitos outros que adquiriram pacotes com outras agências ou optaram por fazer a viagem de maneira independente. O voo de Porto Alegre faz uma única escala em São Paulo antes de seguir direto para Dubai, distante cerca de 140 quilômetros de Abu Dhabi, local em que se realiza o Mundial de Clubes. A expectativa, claro, é de que o time supere o mexicano Pachuca ou o marroquino Wydad Casablanca (que duelam neste sábado) na semifinal da próxima terça e avance à decisão, provavelmente contra o poderoso Real Madrid. “Eu aposto em 2 a 1 na semifinal e 2 a 0 na decisão. Mas o duelo da semi, que acho que será contra o Pachuca, não será fácil. Eles têm muitos argentinos e uruguaios no time”, destaca Daniel. Além de acompanhar o Grêmio, a intenção é também de aproveitar ao máximo a viagem. “Era um lugar que eu sempre quis conhecer e viajar ao lado do meu pai será algo muito especial”, comentou o em-

Ramon Cardoso

G

uayaquil, noite de 25 de outubro. Um 1º tempo avassalador do Grêmio, na semifinal contra o Barcelona, além de pavimentar o caminho para o tão sonhado tricampeonato da Taça Libertadores da América, despertou no farroupilhense Daniel Tonin o desejo, há muito acalentado, de acompanhar o time do coração em nova busca de conquistar o planeta. “Falei para o meu pai: se o Grêmio for campeão da Libertadores, vamos acompanhar o time no Mundial? Ele topou. Com uma classificação à final quase certa, liguei para o Conte (Carlos Alberto, da Firenzi Turismo) e já começamos a nos planejar. Claro que ainda tínhamos que vencer o Lanús, mas o prazo era muito pequeno pela mudança no calendário. Felizmente, conquistamos a competição. É uma espécie de presente de aniversário”, comentou Daniel, que completou 35 anos na quarta, dia em que esteve na Redação para falar um pouco sobre a viagem.

Bicampeonato de presente Daniel reforça torcida tricolor farroupilhense em Abu Dhabi no Mundial de Clubes

presário. Para ele, a chance era única e não poderia ser desperdiçada. “É raro poder acompanhar teu time do coração em um Mundial. Quando iremos disputar novamente? A oportunidade surgiu agora e tratei de aproveitar. Espero que o Grêmio volte com

o caneco na mão, mas se não conseguir, tenho certeza que a viagem vai nos proporcionar ótimas lembranças. Difícil nessa hora é segurar a ansiedade de torcedor. Vamos jogo a jogo. Quem sabe não acabamos mesmo com o planeta?”, finalizou Daniel.


CADERNO ESPECIAL

Daniel Tonin integra grupo de gremistas farroupilhenses que reforçam torcida do Tricolor em busca do bicampeonato Mundial Página 15

Dicas, novidades e excelentes opções para quem pretende casar ou realizar uma celebração infantil

Para acabar com o planeta Festividades sem transtornos Imagem: Reprodução

Ramon Cardoso

ESPORTE

CIDADE

INSIDE

EDUCAÇÃO

Parte do IR pode ser revertido para o Fundo Municipal do Idoso e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente Página 10

Atividades agitam Parque da Imigração Italiana domingo, a partir das 16h, e ponto alto é debate sobre adoção com exibição do filme “Um Sonho Possível” Capa

Também servindo como espaço multiuso, Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais inaugurou a nova e moderna estrutura na quarta Página 13

Destino Certo incentiva Em parceria com o Sesc Importante estímulo à destinação do Imposto de Farroupilha, DNA da Alma leitura: Sol Nascente passa Renda para projetos sociais promove o Cinema Solidário a contar com Biblioteca


CEPs

P a r te i n te g r a n te d a E d i ç ã o 51 5 . N ã o p o d e s e r v e n d i d o s e p a r a d a m e n te

8 d e d e z e m b r o d e 2 017

Farroupilha com novos CEPs Município ganha 825 Códigos de Endereçamento Postal, em substituição ao que era único, o 95180-000

O

Código de Endereçamento Postal (CEP) que era único em Farroupilha, agora passa a ser específico de cada logradouro situado no perímetro urbano, como avenidas, ruas e travessas. A intenção é promover maior qualidade na prestação dos serviços postais, agilizando as entregas dos Correios. As mudanças entraram em vigor na última terça e, pela nova codificação, a faixa de CEP varia de 95170-001 a 95184-999, incluindo 595 logradouros que receberam 825 CEPs, em 28 bairros. A orientação é para que a população atualize o seu endereço junto aos correspondentes para que os Correios possam realizar a distribuição de maneira ágil, evitando falhas na entrega ou eventuais devoluções por endereçamento incorreto. Atualmente o CEP utilizado no Brasil é composto por oito dígitos, divididos em duas partes, uma de cinco algarismos e outra de três, separadas por um traço. O seu uso tem como proposta agilizar o encaminhamento da correspondência ou qualquer entrega, permitindo que o destinário seja localizado facilmente. Para que a população possa verificar e identificar qual o novo CEP, atualizando os endereços junto aos correspondentes, o Jornal Informante publica a relação completa dos novos códigos (acompanhe ao lado).

A

95178-226 A (Industrial) 95181-486 A (M. Verde) 95178-346 Abramo Dal Molin (M. Pasqual) 95173-292 Abramo Feltrin (Belvedere) 95181-178 Achylles Fernando Bonfanti até 669/670 (1º de Maio) 95181-212 Achylles Fernando Bonfanti de 671/672 ao fim (1º de Maio) 95176-296 Adelina Ângela Faé Guerra até 269 - lado ímpar (Cruzeiro) 95176-170 Adelina Ângela Faé Guerra até 270 - lado par (S. Catarina) 95176-250 Adelina Ângela Faé Guerra de 271 ao fim - lado ímpar (Cruzeiro) 95176-234 Adelina Ângela Faé Guerra de 272 ao fim - lado par (S. Catarina) 95170-798 Adolfo Bartelle (São Luiz) 95171-066 Adolfo Bartelle (S. Francisco) 95181-476 Afonso Fernandes de Mattos até 899/900 (M. Verde) 95181-624 Afonso Fernandes de Mattos de 901/902 ao fim (M. Verde) 95176-306 Agostinho Rossi (Cruzeiro) 95174-132 Ajuricaba até 109/110 (N. Vicenza) 95174-202 Ajuricaba de 111/112 ao fim (Cinquentenário) 95177-400 Alberto F. dos Reis (Ipanema) 95179-036 Alberto Matte até 299/300 (América) 95179-088 Alberto Matte de 301/302 ao fim (América) 95173-044 Albino João Fetter (B. Vista) 95180-152 Albino Melotto (Imigrante) 95171-140 Alceu Rufatto (S. Francisco) 95181-410 Alcides Bartelli (M. Verde) 95174-130 Alecrim (N. Vicenza) 95174-210 Alecrim (Cinquentenário) 95178-174 Alegrete (Industrial) 95179-030 Aléssio Cauduro até 303/304 (América) 95179-038 Aléssio Cauduro de 305/306 a 699/700 (América) 95178-224 Aléssio Cauduro de 701/702 ao fim (Industrial) 95180-408 Alexandre Bartelle até 619/620 (São José) 95180-366 Alexandre Bartelle de 621/622 ao fim (São José) 95177-046 Alexandre José Tróglio (Medianeira) 95174-042 Alexandre Sachet (N. Vicenza) 95176-168 Alexandre Sachet (S. Catarina) 95176-294 Alexandre Sachet (Cruzeiro)

95170-778 Alfonso Menegotto (São Luiz) 95172-078 Alfonso Menegotto (Vicentina) 95170-228 Alfredo Klein (Parque) 95177-390 Alfredo Raimundo Horn (Ipanema) 95181-590 Alice Gasperin (M. Verde) 95174-354 Alício Octávio Maioli (Cinquent.) 95174-128 Alpestre (N. Vicenza) 95171-124 Altamir Carlos Nervo (S. Francisco) 95173-280 Amadeu Cotta (Belvedere) 95178-035 Amadeu Dalla Riva (Industrial) 95174-230 Amandio Mendes Maciel (Cinquent.) 95178-158 Amantino Bonetto (Industrial) 95178-170 Amaro Azevedo (Industrial) 95179-032 Ambrósio Crippa até 299/300 (América) 95179-090 Ambrósio Crippa de 301/302 ao fim (América) 95178-322 Ambrósio Pasqual até 729/730 (M. Pasqual) 95178-402 Ambrósio Pasqual de 731/732 a 99997/99998 (M. Pasqual) 95173-296 Amélia Bampi (Belvedere) 95171-148 Amélia Grendene (S. Francisco) 95177-354 Ana Lúcia Turra (Ipanema) 95181-480 André Antônio Pezzi até 899/900 (M. Verde) 95181-620 André Antônio Pezzi de 901/902 ao fim (M. Verde) 95178-212 André Colombo (Industrial) 95179-034 André Colombo (América) 95171-030 André de Conto (S. Francisco) 95174-046 André Pezzi (N. Vicenza) 95176-314 André Pezzi (Cruzeiro) 95170-492 Angelo Antonello (Centro) 95172-012 Ângelo Bartelle (Vicentina) 95177-202 Ângelo Damiani (Centenário) 95176-298 Angelo Faé até 259/260 (Cruzeiro) 95176-260 Angelo Faé de 261/262 ao fim (Cruzeiro) 95178-480 Angelo Fanton (Alvorada) 95173-316 Ângelo Felix Mugnol, Dom (Belvedere) 95180-478 Ângelo Ferronatto (São José) 95180-020 Angelo Gardini lado ímpar (V. Grande) 95181-014 Angelo Gardini lado par (S. Antônio) 95170-782 Ângelo Mário Schenatto (São Luiz) 95172-072 Ângelo Mário Schenatto (Vicentina) 95179-148 Ângelo Pezzi (América) 95179-264 Ângelo Rebelatto (América) 95180-054 Ângelo Rigatti (V. Grande) 95178-330 Ângelo, Santo até 699/700 (M. Pasqual) 95178-406 Ângelo, Santo -

de 701/702 ao fim (M. Pasqual) 95177-116 Ângelo Venzon (Medianeira) 95178-040 Anibal Zanfelice (Industrial) 95174-226 Ansélio Sachet (Cinquentenário) 95172-033 Anselmo Quaresmin (Vicentina) 95176-020 Antão de Jesus Batista (São Roque) 95174-352 Anthenor Ornaghi (Cinquent.) 95178-206 Antônio Benevenutti (Industrial) 95170-098 Antônio Corte (Pio X) 95180-484 Antônio Covolan (São José) 95180-394 Antônio Feltrin (São José) 95181-340 Antônio Fioravante Pedó (M. Verde) 95181-172 Antônio Grendene até 669/670 (1º de Maio) 95181-214 Antônio Grendene de 671/672 ao fim (1º de Maio) 95179-260 Antônio Guerra (América) 95181-478 Antônio Henkemaier até 899/900 (M. Verde) 95181-622 Antônio Henkemaier de 901/902 ao fim (M. Verde) 95181-332 Antônio Minella (M. Verde) 95177-026 Antônio Nervo (Medianeira) 95181-168 Antônio Sachet até 669/670 (1º de Maio) 95181-202 Antônio Sachet de 671/672 ao fim (1º de Maio) 95176-106 Antônio Tedesco (S. Catarina) 95176-162 Aquilino Negri (S. Catarina) 95174-124 Aratiba (N. Vicenza) 95170-460 Arcangelo Chiele até 269/270 (Centro) 95170-608 Arcangelo Chiele de 271/272 a 749/750 (São Luiz) 95170-718 Arcangelo Chiele de 751/752 ao fim (São Luiz) 95178-326 Arcangelo Milesi até 699/700 (M. Pasqual) 95178-404 Arcangelo Milesi de 701/702 ao fim (M. Pasqual) 95174-092 Arcides Gardini (N. Vicenza) 95171-006 Arciso Silvestrin (S. Francisco) 95179-006 Arcolino Andrea Foresti (América) 95170-062 Ardelino Pozza (Pio X) 95170-110 Ardelino Sabóia Courtois até 69/70 (Pio X) 95180-068 Ardelino Sabóia Courtois de 71/72 ao fim (V. Grande) 95172-003 Argens de Medeiros (Vicentina) 95171-144 Ari Reginatto (S. Francisco) 95170-810 Armando Antonello, Av. (São Luiz) 95172-063 Armando Antonello, Av. (Vicentina) 95174-325 Armando Cláudio Hansen (Cinquent.) 95177-392 Arminio Avelino Bortolossi (Ipanema) 95176-292 Armiro Antônio Palavro (Cruzeiro)


2

B

C

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

95174-134 Arno Domingos Busetti, Prefeito, Av. (N. Vicenza) 95174-200 Arno Domingos Busetti, Prefeito, Av. (Cinquentenário) 95181-066 Arquimedes Perottoni (S. Antônio) 95181-170 Arquimedes Perottoni (1º de Maio) 95179-188 Arsídio Dionysio Somacal (América) 95178-190 Arthur Perottoni (Industrial) 95174-232 Arthur Weirich Sobrinho (Cinquent.) 95180-398 Ary Zanonatto (São José) 95176-024 Assis Brasil (São Roque) 95170-452 Atílio Zaniol (Centro) 95181-378 Attilio Biaggio Massignan (M. Verde) 95177-248 Attilio Sebastião Todesco (Centen.) 95181-180 Augusto Crippa até 677/678 (1º de Maio) 95181-204 Augusto Crippa de 679/680 ao fim (1º de Maio) 95174-214 Augusto Lino Breitembach (Cinquent.) 95173-022 Augusto Pessin (B. Vista) 95174-122 Augusto Pestana (N. Vicenza) 95178-334 Augusto, Santo até 699/700 (M. Pasqual) 95178-408 Augusto, Santo de 701/702 ao fim (M. Pasqual) 95181-336 Aurora Argentina Dalla Riva Tartarotti - até 619/620 (M. Verde) 95181-370 Aurora Argentina Dalla Riva Tartarotti - de 621/622 ao fim (M. Verde) 95181-046 Avelino Viero (S. Antônio) 95181-062 Avelino Viero, Travessa (S. Antônio)

95171-028 Celestina Arsego (S. Francisco) 95179-082 Celestino Tomazo Signori (América) 95170-308 Cenira Eunice Cambruzzi (Planalto) 95171-020 Cerro Largo (S. Francisco) 95176-164 Cézar José Francischini até 449/450 (S. Catarina) 95176-232 Cézar José Francischini de 451/452 ao fim (S. Catarina) 95170-332 Cibelli, Vereador (Planalto) 95173-366 Clemente Ângelo Moroni (Belvedere) 95173-054 Colorado (B. Vista) 95173-314 Colorado (Belvedere) 95173-050 Condor (B. Vista) 95173-364 Condor (Belvedere) 95173-046 Constantina (B. Vista) 95177-350 Constantino Firmino Concatto (Ipanema) 95178-112 Constantino Gomes (Industrial) Coronel - Veja pelo nome seguinte 95174-034 Cosme Fiorini, Padre (N. Vicenza) 95174-090 Craudino Fontanella (N. Vicenza) 95176-350 Craudino Fontanella (S. Rita) 95173-058 Cristiano Antônio Frederico Fetter (B. Vista) 95173-306 Cristiano Antônio Frederico Fetter (Belved.) 95170-104 Cristóvão Faria de Lima até 219/220 (Pio X) 95180-064 Cristóvão Faria de Lima de 221/222 ao fim (V. Grande) 95180-066 Cruz Alta (V. Grande)

D

95179-186 Baldizar Maggioni (América) Barão - Veja pelo nome seguinte 95174-120 Barracão (N. Vicenza) 95176-026 Bassano (São Roque) 95170-156 Baumgartner, Prefeito (Parque) 95180-314 Bazílio Chiele (Imigrante) 95177-114 Beluno até 549/550 (Medianeira) 95177-036 Beluno de 551/552 ao fim (Medianeira) 95171-136 Benito José Fattori (S. Francisco) 95171-060 Bento Geraldo Pigozzi (S. Francisco) 95180-162 Bento Gonçalves (Imigrante) 95176-410 Bernardo Sipp (S. Rita) 95178-144 Bom Jesus (Industrial) 95178-214 Bom Princípio (Industrial) 95177-242 Bonorino Butelli, Doutor (Centen.) 95170-113 Borges de Medeiros (Pio X) 95178-336 Borja, São - até 699/700 (M. Pasqual) 95178-410 Borja, São de 701/702 ao fim (M. Pasqual) 95180-180 Bortolo Grendene (Imigrante) 95173-042 Brasília (B. Vista) 95177-108 Bruno Broilo (Medianeira) 95180-488 Cacequi (São José) 95174-048 Cachoeirinha (N. Vicenza) 95176-176 Cachoeirinha (S. Catarina) 95176-258 Cachoeirinha (Cruzeiro) 95178-045 Caetano Feltrin (Industrial) 95177-104 Caetano Grendene (Medianeira) 95177-152 Caetano Grendene (Centenário) 95170-086 Camilo Brasileiro (Pio X) 95174-110 Campo Bom (N. Vicenza) 95174-224 Cândido Acauan (Cinquent.) 95178-198 Canela (Industrial) 95181-414 Canguçu (M. Verde) 95171-022 Canoas (S. Francisco) 95171-120 Carazinho (S. Francisco) 95181-166 Carlos Alberto Rovatti (1º de Maio) 95178-146 Carlos Barbosa (Industrial) 95179-050 Carlos Baretta (América) 95170-456 Carlos Beltrami (Centro) 95170-616 Carlos Beltrami (São Luiz) 95172-069 Carlos Beltrami (Vicentina) 95177-204 Carlos Buscaino (Centenário) 95170-101 Carlos Egger (Pio X) 95180-480 Carlos Fanton (São José) 95170-464 Carlos Fetter (Centro) 95172-042 Carlos Fetter (Vicentina) 95180-250 Carlos Fetter (Imigrante) 95170-790 Carlos Maggioni (São Luiz) 95181-338 Carlos Nelson Bach (M. Verde) 95179-016 Carlos Pacini (América) 95180-410 Casca (São José) 95170-218 Castro Alves (Parque) 95173-032 Catarina, Santa até 669/670 (B. Vista) 95173-056 Catarina, Santa de 671/672 ao fim (B. Vista) 95171-063 Catuípe (S. Francisco) 95177-180 Caxias do Sul (Centenário)

E

95181-184 Dalcy Ferrari de Andrade até 669/670 (1º de Maio) 95181-242 Dalcy Ferrari de Andrade de 671/672 ao fim (1º de Maio) 95176-430 Dalva Leonilla Cesca Ruaro (S. Rita) 95179-144 Damião Colombo (América) 95179-142 Dante Pedro Malinverno até 559/560 (América) 95179-080 Dante Pedro Malinverno de 561/562 ao fim (América) 95176-302 Dante Sérgio Maccari (Cruzeiro) 95173-284 Darci Luiz Venzon (Belvedere) 95181-162 Delmo Kerber (1º de Maio) 95170-276 Deodoro da Fonseca, Mal. (Parque) 95170-300 Deodoro da Fonseca, Mal. (Planalto) 95170-412 Deodoro da Fonseca, Mal. (Centro) 95176-018 Deodoro da Fonseca, Mal. (S. Roque) 95176-070 Deodoro Weissheimer, Av. (S. Roque) 95177-038 Deodoro Weissheimer, Av. (Median.) 95173-300 Deolindo Varisco (Belvedere) 95170-053 Dionísio Massignani, Padre (Pio X) 95180-056 Dionísio Massignani, Padre (V. Grande) Dom - Veja pelo nome seguinte 95174-030 Domênico Fin (N. Vicenza) 95176-002 Domênico Fin (São Roque) 95176-100 Domênico Fin (S. Catarina) 95176-304 Domênico Fin (Cruzeiro) 95177-040 Domênico Fin (Medianeira) 95171-075 Domingo Silvestrin (S. Francisco) 95174-206 Domingos Bridi Filho (Cinquenten.) 95173-026 Domingos Mazzoco (B. Vista) 95181-596 Domingos Pedro Buttelli (M. Verde) 95178-228 Domingos Roncatto (Industrial) Dona - Veja pelo nome seguinte Doutor - Veja pelo nome seguinte 95171-128 Dyonisio Balthassar Maggioni (S. Francisco) 95181-032 Edgar João Antônio Malinverno (S. Antônio) 95181-334 Edgide Alquatti Fagherazzi (M. Verde) 95174-218 Edmundo Fuhr (Cinquentenário) 95174-300 Edmundo Hilgert (Cinquentenário) 95178-192 Eduardo Pratti (Industrial) 95180-332 Edwino Blauth (Imigrante) 95172-105 Egídio Zamboni (Vicentina) 95181-482 Elisa Weissheimer Fetter até 899/900 (M. Verde) 95181-602 Elisa Weissheimer Fetter de 901/902 ao fim (M. Verde) 95173-038 Emílio Fetter (B. Vista) 95170-762 Emílio Theodomiro Denicol (S. Luiz) 95174-272 Emílio Tisatto (Cinquentenário) 95170-770 Emílio Weissheimer (São Luiz) 95178-200 Encantado (Industrial) 95173-430 Ênio Joaquim Beltrami de 1/2 a 369/370 (Belvedere) 95173-362 Ênio Joaquim Beltrami de 371/372 ao fim (Belvedere) 95176-174 Erechim (S. Catarina) 95176-112 Ernesto Fetter (S. Catarina) 95177-028 Ernesto Fetter (Medianeira) 95170-068 Ernesto Tonet (Pio X) 95170-065 ERS-122 (Pio X)

F

95170-260 ERS-122 (Parque) 95177-130 ERS-122 (Medianeira) 95177-150 ERS-122 (Centenário) 95177-330 ERS-122 (Ipanema) 95178-000 ERS-122 (Industrial) 95178-300 ERS-122 (M. Pasqual) 95179-000 ERS-122 (América) 95180-010 ERS-122 (V. Grande) 95181-010 ERS-122 (Sto Antônio) 95181-530 ERS-122 (M. Verde) 95176-160 Erval (S. Catarina) 95176-114 Esmeralda (S. Catarina) 95176-104 Espumoso (S. Catarina) 95176-110 Esteio (S. Catarina) 95180-490 Eugênio de Nardi (São José) 95174-212 Eugênio Valentini (Cinquent.) 95173-424 Eulália Olympia Zamboni (Belvedere) 95180-402 Eulalia Rovatti (São José) 95181-210 Evandro Casagrande (1º de Maio) 95173-422 Ezelino José João Beria (Belvedere) 95180-166 Faustino Gomes (Imigrante) 95178-204 Faustino José Paese (Industrial) 95173-144 Faustino Soprana (B. Vista) 95178-194 Felipe Tomas Chesini (Industrial) 95180-288 Felisbino Franschini (Imigrante) 95178-220 Feliz (Industrial) 95177-042 Ferdinando Jaconi (Medianeira) 95178-030 Fernando João Bartelle (Industrial) 95178-196 Fioravante Bonetto (Industrial) 95173-428 Firmino Dalzochio (Belvedere) 95179-140 Florentino Luiz Perottoni até 539/540 (América) 95179-084 Florentino Luiz Perottoni de 541/542 ao fim (América) 95180-284 Flores da Cunha (Imigrante) 95170-420 Floriano Peixoto, Marechal (Centro) 95176-050 Francisco Balbinot lado ímpar (São Roque) 95177-000 Francisco Balbinot lado par (Medianeira) 95179-020 Francisco Baretta até 529/530 (América) 95179-046 Francisco Baretta de 531/532 ao fim (América) 95170-758 Francisco de Cesaro (São Luiz) 95173-132 Francisco Frozi (B. Vista) 95181-282 Frederico Antônio Gandolfi (1º de Maio) 95180-316 Fridolino Althaus (Imigrante)

95177-062 Guaíba (Medianeira) 95178-156 Guaporé (Industrial) 95177-024 Guerino Antônio Giuliatto (Medianeira) 95177-398 Guerino de Momi (Ipanema) 95173-124 Guerino Pola (B. Vista) 95177-208 Guerino Tartarotti (Centenário) 95170-348 Guido Lovatto (Planalto) 95180-266 Guilherme Attílio Montovani Neto (Imigrante) 95172-051 Guilherme Engers até 759/760 (Vicentina) 95172-144 Guilherme Engers de 761/762 ao fim (Vicentina) 95170-320 Guilherme Tartarotti (Planalto) 95180-154 Guilherme Tomaz Vedovelli (Imigrante)

H

I

G

95180-164 Gabriel Puhl (Imigrante) 95178-412 Gabriel, São até 699/700 (M. Pasqual) 95178-338 Gabriel, São de 701/702 ao fim (M. Pasqual) 95173-052 Garibaldi (B. Vista) General - Veja pelo nome seguinte 95179-002 Generino Romani (América) 95171-002 Generoso David (S. Francisco) 95177-356 Gentil Avelino Borsoi (Ipanema) 95171-072 Genuíno Fontanella (S. Francisco) 95180-326 Geoachino Silvestrin (Imigrante) 95178-344 Germano Crippa (M. Pasqual) 95181-154 Germano Osmarini (1º de Maio) 95181-484 Gerônimo Franceschini (M. Verde) 95170-116 Getúlio Vargas até 199/200 (Pio X) 95180-070 Getúlio Vargas de 201/202 ao fim (V. Grande) 95170-220 Giacomo Brutomezzo (Parque) 95172-030 Giacomo Fiorencio Broilo (Vicentina) 95174-204 Giacomo Mandelli Sobrinho (Cinquentenário) 95178-494 Giacomo Valentin Luchese, Prefeito (Alvorada) 95181-160 Gilberto Broilo (1º de Maio) 95174-002 Giocondo Luiz Damin (N. Vicenza) 95180-320 Giovani Chies até 109/110 (Imigrante) 95180-390 Giovani Chies de 111/112 ao fim (São José) 95174-038 Giovani Zanonatto (N. Vicenza) 95176-166 Giovani Zanonatto (S. Catarina) 95176-300 Giovani Zanonatto (Cruzeiro) 95177-184 Giruá (Centenário) 95170-794 Giusepe Garibaldi (São Luiz) 95174-032 Godofredo Santoro (N. Vicenza) 95180-244 Gonçalves Dias lado ímpar (Imigrante) 95170-528 Gonçalves Dias lado par (Centro) 95178-218 Gramado (Industrial) 95179-040 Gramado (América) 95177-100 Gravataí (Medianeira)

J

95179-004 Heitor Fontanella (América) 95174-220 Henrique Venzon (Cinquentenário) 95177-352 Herbert Curt Haupt (Ipanema) 95171-024 Hilário Hilgert (S. Francisco) 95180-354 Honorino Pandolfo até 599/600 (São José) 95180-334 Honorino Pandolfo de 601/602 ao fim (Imigrante) 95170-710 Horácio Madalosso (São Luiz) 95172-156 Horácio Madalosso (Vicentina) 95177-056 Horizontina (Medianeira) 95178-430 Hortêncio Maioli (M. Pasqual) 95177-052 Humaitá (Medianeira) 95178-142 Humberto Bertuol (Industrial) 95170-272 Humberto de Alencar Castelo Branco (Parque) 95174-006 Humberto Jaconi até 889/890 (N. Vicenza) 95174-040 Humberto Jaconi de 891/892 ao fim (N. Vicenza) 95177-058 Ibiaçá (Medianeira) 95177-112 Ibiraiaras (Medianeira) 95176-014 Ibirubá (São Roque) 95170-264 Ijuí (Parque) 95181-560 Imigrantes, Av. dos (M. Verde) 95170-166 Independência (Parque) 95170-436 Independência (Centro) 95170-774 Independência (São Luiz) 95178-070 Indústrias, Av. das (Industrial) 95173-030 Isabel, Princesa (B. Vista) 95170-714 Isidoro Alfredo Marchetto (São Luiz) 95172-154 Isidoro Alfredo Marchetto (Vicentina) 95181-244 Isidoro Farinon (1º de Maio) 95173-120 Isidoro Marcos Chiele (B. Vista) 95181-186 Itacyr Raimundo Zatti até 659/660 (1º de Maio) 95181-246 Itacyr Raimundo Zatti de 661/662 ao fim (1º de Maio) 95177-402 Itália (Ipanema) 95181-030 Ítalo Germano Bergamo (S. Antônio) 95172-006 Ítalo Zanella (Vicentina) 95170-266 Itaqui (Parque) 95172-108 Itto Fetter (Vicentina) 95171-132 Ivanor Felicetti (S. Francisco) 95170-268 Ivoti (Parque) 95173-282 Izabel Italina Gramilha Faé (Belvedere) 95170-858 Jacinto Capeletti (São Luiz) 95177-244 Jacob Alberto Brentano (Centenário) 95170-352 Jacob Zucco (Planalto) 95181-174 Jacomina Veronese até 669/670 (1º de Maio) 95181-208 Jacomina Veronese de 671/672 ao fim (1º de Maio) 95178-492 Jacomo Calabria (Alvorada) 95177-034 Jaguari (Medianeira) 95170-356 Jaime Rossler, Doutor (Planalto) 95170-080 Jerônimo, São (Pio X) 95170-766 João Abílio Werner (São Luiz) 95172-057 João Albino Bender até 639/640 (Vicentina) 95172-075 João Albino Bender de 641/642 ao fim (Vicentina) 95173-090 João Antônio Letti Júnior (B. Vista) 95173-342 João Barbizan (Belvedere) 95177-396 João Batista Minella (Ipanema) 95178-230 João Batista Molon (Industrial) 95180-292 João Batista, São (Imigrante) 95180-370 João Batista Scalabrini, Dom (São José) 95170-162 João Beux (Parque) 95173-420 João Calabria, São até 359/360 (Belvedere) 95173-344 João Calabria, São de 361/362 ao fim (Belvedere)


3

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

95174-118 João Carlos Frederico Fetter (Nova V.) 95175-410 João Cônego Cordeiro (S. Marcos) 95178-176 João Fabbro Filho (Industrial) 95178-434 João Fabbro Filho (M. Pasqual) 95178-450 João Fabbro Filho (Alvorada) 95170-746 João Farinon (São Luiz) 95171-004 João Farinon (S. Francisco) 95172-148 João Farinon (Vicentina) 95181-040 João Gardini (S. Antônio) 95178-490 João Grendene, Prefeito (Alvorada) 95171-012 João Luiz Cauduro (S. Francisco) 95179-008 João Maggioni (América) 95173-128 João Milesi (B. Vista) 95170-520 João Nervo (Centro) 95176-006 João Risson (São Roque) 95179-022 João Roso - até 299/300 (América) 95179-018 João Roso - de 301/302 ao fim (América) 95176-226 João Settin (S. Catarina) 95170-532 João XXIII, Papa até 449 - lado ímpar (Centro) 95170-854 João XXIII, Papa até 620 - lado par (São Luiz) 95180-280 João XXIII, Papa de 451 a 943 - lado ímpar (Imigrante) 95170-866 João XXIII, Papa de 622 a 944 - lado par (São Luiz) 95180-494 João XXIII, Papa de 945 ao fim - lado ímpar (São José) 95171-000 João XXIII, Papa de 946 ao fim - lado par (S. Francisco) 95180-132 João Zanonatto (V. Grande) 95180-184 João Zanonatto (Imigrante) 95172-087 Joaquim Beal (Vicentina) 95170-312 Joaquim Nabuco (Planalto) 95174-270 Jorge Zanatta (Cinquentenário) 95176-030 José Achiles Colombo (São Roque) 95177-394 José Alexandre Gazzoni (Ipanema) 95179-184 José César Mantovani (América) 95170-408 José Dalla Riva até 599/600 (Centro) 95170-214 José Dalla Riva de 601/602 ao fim (Parque) 95171-069 José Eugênio Trubian (S. Francisco) 95181-042 José Fitarelli (S. Antônio) 95170-328 José Francischini (Planalto) 95170-224 José Gasperin (Parque) 95180-318 José Gildo Pereira Dias (Imigrante) 95170-468 José Hilghert (Centro) 95170-726 José Hilghert (São Luiz) 95172-102 José Leão Zamboni (Vicentina) 95178-340 José Maioli até 699/700 (M. Pasqual) 95178-414 José Maioli de 701/702 ao fim (M. Pasqual) 95181-474 José Olinto Volpini até 899/900 (M. Verde) 95181-626 José Olinto Volpini de 901/902 ao fim (M. Verde) 95177-358 José Pegoraro (Ipanema) 95174-208 José Pergher (Cinquentenário) 95170-270 José Reginatto (Parque) 95180-282 José Rizzo - até 471 lado ímpar (Imigrante) 95180-392 José Rizzo - até 470 lado par (São José) 95180-350 José Rizzo - de 472 ao fim lado par (São José) 95180-322 José Rizzo - de 473 ao fim lado ímpar (Imigrante) 95170-722 José Sachet (São Luiz) 95171-018 José Sachet (S. Francisco) 95172-152 José Sachet (Vicentina) 95177-206 José Tossin (Centenário) 95173-312 Josué Antônio Minella (Belvedere) 95181-374 Josué Valandro (M. Verde) 95180-160 Júlio de Castilhos até 547 - lado ímpar (Imigrante) 95170-504 Júlio de Castilhos até 692 - lado par (Centro) 95170-508 Júlio de Castilhos de 549 a 691 - lado ímpar (Centro) 95170-480 Júlio de Castilhos de 693/694 a 1089/1090 (Centro) 95170-424 Júlio de Castilhos de 1091/1092 a 1399/1400 (Centro) 95170-448 Júlio de Castilhos de 1401 a 1871 - lado ímpar (Centro) 95170-364 Júlio de Castilhos de 1402 a 1570 - lado par (Planalto) 95172-009 Júlio de Castilhos de 1572 a 1872 - lado par (Vicentina) 95172-039 Júlio de Castilhos de 1873/1874 a 2349/2350 (Vicentina) 95172-084 Júlio de Castilhos de 2351/2352 ao fim (Vicentina) 95177-200 Júlio Sonaglio (Centenário)

L

95177-050 Lajeado (Medianeira) 95176-222 Léo José Travi (S. Catarina) 95180-262 Leonardelli, Santo (Imigrante) 95176-178 Leôncio Prestes dos Santos (S. Cat.) 95181-038 Leopoldo David Malinverno (S. Ant.) 95181-470 Leopoldo dos Santos (M. Verde) 95178-154 Leopoldo, São (Industrial) 95178-172 Libres Gaviraghi (Industrial) 95177-246 Lidia Freitas Travi (Centenário) 95181-070 Lino Zanonatto (S. Antônio) 95181-164 Lino Zanonatto (1º de Maio) 95170-316 Lombardia, Travessa (Planalto) 95170-786 Loreno Gasperin (São Luiz) 95180-328 Lourdes Guerra (Imigrante) 95173-294 Luciano Courtois até 379/380 (Belvedere) 95173-310 Luciano Courtois de 381/382 ao fim (Belvedere) 95181-286 Lucindo Lodi (1º de Maio) 95181-300 Lucindo Lodi (M. Verde) 95170-730 Ludovico Merlin (São Luiz) 95171-016 Ludovico Merlin (S. Francisco) 95172-150 Ludovico Merlin (Vicentina) 95173-024 Luigi Gaviraghi (B. Vista) 95173-034 Luigi Sperafico (B. Vista) 95170-862 Luiz Busetti até 185/186 (São Luiz) 95170-612 Luiz Busetti de 187/188 a 599/600 (São Luiz) 95172-060 Luiz Busetti de 601/602 ao fim (Vicentina) 95179-262 Luiz Caetano Brambilla (América) 95174-228 Luiz Chies (Cinquentenário) 95174-116 Luiz Fagherazzi (N. Vicenza) 95177-210 Luiz Giacomel (Centenário) 95179-146 Luiz Onzi (América) 95170-536 Luiz Ornaghi (Centro) 95170-814 Luiz Ornaghi (São Luiz) 95171-026 Luiz Ornaghi (S. Francisco) 95173-290 Luiz Pigozzi (Belvedere) 95178-116 Luiz Roso (Industrial) 95176-108 Luiz Rufatto (S. Catarina) 95180-310 Luiz Sebben (Imigrante) 95181-380 Luiz Zanfelice (M. Verde) 95181-592 Luiz Zangalli (M. Verde)

M

95180-220 Machadinho (Imigrante) 95180-294 Machadinho, Travessa (Imigrante) 95178-110 Manoel Pasqual (Industrial) 95178-416 Manoel Pasqual (M. Pasqual) 95178-484 Manoel Pasqual (Alvorada) 95170-092 Manoel Zangalli (Pio X) 95178-152 Marau (Industrial) 95181-068 Marcelino Mauri (S. Antônio) 95180-260 Marcilio Rizzon (Imigrante) 95176-004 Marcos Benvenutti (São Roque) 95176-102 Marcos Tonin (S. Catarina) 95177-044 Marcos Tonin (Medianeira) Marechal - Veja pelo nome seguinte 95172-066 Maria Alquatti Zanella (Vicentina) 95181-152 Maria Higina Gardini (1º de Maio) 95172-045 Maria Mocellini até 649/650 (Vicentina) 95172-146 Maria Mocellini de 651/652 ao fim (Vicentina) 95178-114 Maria, Santa (Industrial) 95178-400 Maria, Santa (M. Pasqual) 95181-344 Marilice Pessin Haubert (M. Verde) 95180-360 Marina Zini Soprana (São José) 95170-056 Marino Chiele (Pio X) 95174-320 Mário Ely (Cinquentenário) 95177-022 Martim Ramgrab (Medianeira) 95173-304 Martins de Cesaro (Belvedere) 95180-178 Mata (Imigrante) 95180-358 Maximiliano Thomaz Dorigon (S. José) 95179-190 Miguel, Estrada para São (América) 95178-488 Millo Ornaghi (Alvorada) 95173-040 Minas Gerais (B. Vista) 95180-176 Miraguaí (Imigrante) 95181-372 Moacir José Bassotto (M. Verde) 95179-026 Modesto Piccoli até 303/304 (América) 95179-096 Modesto Piccoli de 305/306 ao fim (América) Monsenhor - Veja pelo nome seguinte 95174-010 Monte Grappa até 99/100 (N. Vicenza) 95176-008 Monte Grappa de 101/102 ao fim (São Roque) 95178-148 Montenegro (Industrial) 95180-470 Muçum (São José)

N

95170-336 Napoli (Planalto) 95176-308 Natal João Cesca (Cruzeiro) 95170-122 Nataly Valentini (Pio X) 95170-150 Nataly Valentini (Parque) 95170-500 Nataly Valentini (Centro) 95176-116 Navílio Gasperin (S. Catarina) 95180-352 Nisio Lumbieri (São José) 95178-202 Nonoai (Industrial) 95180-252 Nova Petrópolis (Imigrante)

95173-426 Pedro Roberto Pergher até 369/370 (Belvedere) 95173-360 Pedro Roberto Pergher de 371/372 ao fim (Belvedere) 95170-806 Pedro Troes (São Luiz) 95171-010 Pedro Troes (S. Francisco) 95170-154 Pena de Moraes, Cel. (Parque) 95170-488 Pena de Moraes, Cel. (Centro) 95170-850 Pena de Moraes, Cel. (São Luiz) 95171-032 Pena de Moraes, Cel. (S. Francisco) 95181-412 Perimetral, Av. (M. Verde) 95170-432 Pinheiro Machado (Centro) 95181-064 Piratini (S. Antônio) 95170-074 Planalto (Pio X) 95180-330 Plínio Bartelle, Padre (Imigrante) 95176-228 Plínio Sonaglio (S. Catarina) 95176-254 Plínio Sonaglio (Cruzeiro) 95179-028 Plínio Trevisan até 299/300 (América) 95179-094 Plínio Trevisan de 301/302 a 99997/99998 (América) 95174-044 Policarpo Corteletti (N. Vicenza) 95176-172 Policarpo Corteletti (S. Catarina) 95176-290 Policarpo Corteletti (Cruzeiro) 95170-071 Portão (Pio X) 95178-210 Porto Alegre (Industrial) 95178-482 Porto Alegre (Alvorada) Prefeito - Veja pelo nome seguinte 95179-182 Primo Binda (América) 95180-174 Primo Postali (Imigrante) Princesa - Veja pelo nome seguinte

O

P

95173-136 Odila L. Malinverno Tartarotti (B. Vista) 95174-012 Odilon Pratti até 911 - lado ímpar (N. Vicenza) 95176-000 Odilon Pratti até 912 - lado par (São Roque) 95174-036 Odilon Pratti de 913 ao fim - lado ímpar (N. Vicenza) 95176-312 Odilon Pratti de 914 ao fim - lado par (Cruzeiro) 95173-048 Olavo Bilac (B. Vista) 95173-302 Olavo Bilac (Belvedere) 95179-048 Olavo Cavalcanti (América) 95173-340 Olga Ramos Brentano (Belvedere) 95176-016 Olmate (São Roque) 95173-308 Onorino Faé (Belvedere) 95170-524 Onze de Dezembro (Centro) 95181-376 Orlando Victor Varaschini (M. Verde) 95174-094 Orlindo Meneghel (N. Vicenza) 95176-230 Orlindo Pedro Faé (S. Catarina) 95176-256 Oscar Bertholdo até 449/450 (Cruzeiro) 95176-224 Oscar Bertholdo de 451/452 ao fim (S. Catarina) 95170-059 Osório, General (Pio X) 95180-170 Pacífica, Dona (Imigrante) 95177-054 Padova (Medianeira) Padre - Veja pelo nome seguinte 95180-168 Paim Filho até 335 - lado ímpar (Imigrante) 95170-516 Paim Filho até 370 - lado par (Centro) 95180-240 Paim Filho de 337 a 979 - lado ímpar (Imigrante) 95180-256 Paim Filho de 372 a 980 - lado par (Imigrante) 95180-264 Paim Filho de 981/982 a 1849/1850 (Imigrante) 95180-406 Paim Filho de 1851/1852 ao fim (São José) Papa - Veja pelo nome seguinte 95173-036 Paraná (B. Vista) 95179-110 Pascoal Crippa (América) 95181-200 Pasqual Paraboni (1º de Maio) 95170-540 Paulo Broilo, Av. (Centro) 95170-600 Paulo Broilo, Av. (São Luiz) 95172-048 Paulo Broilo, Av. (Vicentina) 95180-254 Paulo Broilo, Av. (Imigrante) 95177-182 Paulo Ferrari (Centenário) 95180-482 Paulo Radaelli (São José) 95172-096 Paulo, São (Vicentina) 95173-148 Paulo Tartarotti (B. Vista) 95173-250 Paulo Tartarotti (Belvedere) 95180-134 Pedro Antonello (V. Grande) 95180-186 Pedro Antonello (Imigrante) 95181-158 Pedro Antonello (1º de Maio) 95179-024 Pedro Arrosi até 399/400 (América) 95179-042 Pedro Arrosi de 401/402 ao fim (América) 95180-130 Pedro Fagherazzi (V. Grande) 95180-182 Pedro Fagherazzi (Imigrante) 95180-072 Pedro Gardini lado ímpar (V. Grande) 95180-156 Pedro Gardini lado par (Imigrante) 95174-114 Pedro Giacomet (N. Vicenza) 95170-119 Pedro Grendene (Pio X) 95180-052 Pedro Grendene (V. Grande) 95180-158 Pedro Grendene (Imigrante) 95170-089 Pedro II, Dom (Pio X) 95176-236 Pedro José Dalsóchio (S. Catarina) 95176-252 Pedro José Dalsóchio (Cruzeiro) 95180-412 Pedro Koff até 625/626 (São José) 95180-368 Pedro Koff de 627/628 ao fim (São José) 95180-362 Pedro Mandelli (São José) 95173-060 Pedro Marchetto (B. Vista) 95173-298 Pedro Marchetto (Belvedere) 95181-044 Pedro Osório (S. Antônio) 95176-010 Pedro Padovan (São Roque) 95178-320 Pedro Pasqual Filho (M. Pasqual) 95173-346 Pedro Rigatti (Belvedere)

Q R

95170-010 Quaraí (Pio X) 95170-212 Quatorze de Julho (Parque) 95170-416 Quatorze de Julho (Centro) 95170-734 Quatorze de Julho (São Luiz) 95177-060 Rafael Maccari (Medianeira) 95170-262 Raimondo Paschero (Parque) 95180-050 Raineri Petrini (V. Grande) 95181-060 Raineri Petrini (S. Antônio) 95181-176 Raineri Petrini (1º de Maio) 95181-510 Raineri Petrini (M. Verde) 95179-044 Raymundo Arrosi até 299/300 (América) 95179-086 Raymundo Arrosi de 301/302 ao fim (América) 95170-152 Reamo Gazzoni (Parque) 95179-014 Reinaldo Scherner (América) 95181-156 Remigio Tartarotti (1º de Maio) 95177-250 Renato Luiz Chiele (Centenário) 95181-330 Reny Donde de Morais (M. Verde) 95170-476 República, da até 269/270 (Centro) 95170-484 República, da de 271/272 a 749/750 (Centro) 95170-160 República, da de 751/752 ao fim (Parque) 95181-280 Rialdo Danilo Damin (1º de Maio) 95179-012 Ricieri Anghinoni (América) 95170-158 Rio Branco, Barão do (Parque) 95170-404 Rio Branco, Barão do (Centro) 95172-099 Rio de Janeiro (Vicentina) 95170-077 Rio Grande (Pio X) 95172-000 Rita, Av. Santa (Vicentina) 95170-360 Rita, Av. Santa (Planalto) 95181-600 Roberto Antônio Biondo (M. Verde) 95178-324 Roca Sales (M. Pasqual) 95181-342 Rodolpho Abraham Felicetti (M. Verde) 95178-342 Rolante (M. Pasqual) 95170-344 Roma (Planalto) 95173-020 Romeiros, Rodovia dos (B. Vista) 95173-390 Romeiros, Rodovia dos (Belvedere) 95174-180 Romeiros, Rodovia dos (N. Vicenza) 95174-350 Romeiros, Rodovia dos (Cinquent.) 95170-496 Romulo Noro (Centro) 95178-222 Ronda Alta (Industrial) 95178-328 Rondinha (M. Pasqual) 95181-284 Rosa Beltrame de Aguiar (1º de Maio) 95180-476 Rosa, Santa (São José) 95177-106 Rovigo até 199/200 (Medianeira) 95177-102 Rovigo de 201 ao fim - lado ímpar (Medianeira) 95177-154 Rovigo de 202 ao fim - lado par (Centenário) 951 70-274 RSC-453 (Parque) 95170-304 RSC-453 (Planalto) 95172-090 RSC-453 (Vicentina) 95173-000 RSC-453 (B. Vista) 95174-000 RSC-453 (N. Vicenza) 95176-032 RSC-453 (São Roque) 95177-020 RSC-453 (Medianeira) 95170-440 Rui Barbosa (Centro)


4

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

1º Torneio de Futsal Colorados de Far S

T

95180-172 Theodoro Sosa (Imigrante) 95172-081 Thiago Bombardelli, Mons. (Vicentina) 95170-472 Thomas Edison (Centro) 95180-248 Thomas Edison (Imigrante) 95181-598 Thomas Peroni (M. Verde) 95177-240 Thomaz José Martins (Centenário) 95170-444 Tiradentes (Centro) 95180-246 Tiradentes (Imigrante) 95170-226 Tommaso Radaelli (Parque) 95178-208 Torres (Industrial) 95174-008 Toscana (N. Vicenza) 95176-012 Toscana (São Roque) 95177-110 Trento (Medianeira) 95176-028 Três Coroas (São Roque) 95170-216 Três de Outubro (Parque) 95170-324 Três de Outubro (Planalto) 95170-400 Três de Outubro (Centro) 95177-048 Treviso (Medianeira) 95170-210 Treze de Maio (Parque) 95170-428 Treze de Maio (Centro) 95170-754 Treze de Maio (São Luiz) 95170-340 Trieste (Planalto) 95180-290 Trinta e Um de Março (Imigrante)

95180-242 Rui Barbosa (Imigrante) 95181-899 Rural - A R de Farroupilha 95170-750 Rústico Gobbato (São Luiz) 95180-404 Ruy Rosado de Aguiar até 587/588 (São José) 95180-364 Ruy Rosado de Aguiar de 589/590 ao fim (São José)

95178-332 Sananduva (M. Pasqual) Santa - Veja pelo nome seguinte 95181-216 Santiago (1º de Maio) Santo - Veja pelo nome seguinte São - Veja pelo nome seguinte 95170-604 Schneider, Prefeito até 649/650 (São Luiz) 95172-054 Schneider, Prefeito de 651/652 ao fim (Vicentina) 95181-206 Seberi (1º de Maio) 95170-083 Serafin Sperafico (Pio X) 95180-286 Serafina Corrêa (Imigrante) 95177-158 Serapião Floriano do Prado (Centen.) 95178-496 Sérgio Luiz Cignachi (Alvorada) 95180-312 Sete de Setembro (Imigrante) 95176-220 Severino Braga Varela, Prefeito (S. Catarina) 95178-486 Severino Cândido Lodi (Alvorada) 95181-440 Severino José Fontanella (M. Verde) 95181-034 Silvana Luiza Balbinot (S. Antônio) 95180-062 Silveira Martins até 451 - lado ímpar (V. Grande) 95170-107 Silveira Martins até 450 - lado par (Pio X) 95170-050 Silveira Martins de 452 ao fim - lado par (Pio X) 95180-058 Silveira Martins de 453 ao fim - lado ímpar (V. Grande) 95180-200 Sílvio Vicente Soprana (Imigrante) 95181-150 Sílvio Vicente Soprana (1º de Maio) 95180-486 Sobradinho (São José) 95180-472 Soledade (São José) 95173-028 Stefano Crippa (B. Vista) 95178-216 Tapejara (Industrial) 95172-036 Taquari (Vicentina) 95180-492 Tercílio de Mello (São José) 95179-150 Tereza Reginato Binda (América) 95180-396 Theodoro Portolan, Padre até 539/540 (São José) 95180-356 Theodoro Portolan, Padre de 541/542 ao fim (São José)

U V

95174-216 Ubaldo Zanellato (Cinquentenário) 95177-156 Ulderico Cesare Lodi (Centenário) 95170-512 Ulysses João Castagna (Centro) 95178-140 Vacaria (Industrial) 95178-418 Vacaria (M. Pasqual) 95176-310 Vacylly Brambilla (Cruzeiro) 95174-004 Valdir Varisco (N. Vicenza) 95174-050 Vêneto (N. Vicenza) 95176-330 Vêneto (Cruzeiro) 95176-370 Vêneto (S. Rita) 95177-118 Veneza, Av. até 579/580 (Medianeira) 95177-030 Veneza, Av. de 581/582 a 791/792 (Medianeira) 95176-053 Veneza, Av. de 793 ao fim - lado ímpar (São Roque) 95177-032 Veneza, Av. de 794 a 950 - lado par (Medianeira) 95176-056 Veneza, Av. de 952 ao fim - lado par (São Roque) 95179-092 Venicio Strada (América) 95178-150 Veranópolis (Industrial) Vereador - Veja pelo nome seguinte 95176-022 Viamão (São Roque) 95181-036 Vicenso Calábria (S. Antônio)

95174-112 Vicente Dal Molin (N. Vicenza) 95179-010 Vicente de Cesaro (América) 95181-382 Vicente Rodolpho Farinon (M. Verde) 95174-126 Vicente, Av. São (N. Vicenza) 95174-274 Vicente, Av. São (Cinquentenário) 95170-164 Vicente Zamboni (Parque) 95172-093 Vicentina até 189/190 (Vicentina) 95172-140 Vicentina de 191/192 ao fim (Vicentina) 95174-222 Victório Fagherazzi (Cinquentenário) 95173-286 Victório Firmino Casali (Belvedere) 95173-140 Victório Tartarotti até 779/780 (B. Vista) 95173-288 Victório Tartarotti de 781/782 ao fim (Belvedere) 95180-474 Vilson Sandoval (São José) 95180-060 Vinte e Cinco de Julho até 149/150 (V. Grande) 95170-095 Vinte e Cinco de Julho de 151/152 ao fim (Pio X) 95180-400 Vitalina Farias de Lima (São José) 95179-180 Vitória Stella Biason Vieceli (América)

95170-738 Vitório Dal Monte (São Luiz) 95171-014 Vitório Dal Monte (S. Francisco) 95172-142 Vitório Dal Monte (Vicentina)

W

Z

95170-802 Waldemar José Dal Monte lado ímpar (São Luiz) 95171-008 Waldemar José Dal Monte lado par (S. Francisco) 95170-742 Waldemar Ramgrab (São Luiz) 95170-222 Willy Fetter (Parque) 95180-100 Willy Trost (V. Grande) 95180-150 Willy Trost (Imigrante) 95181-182 Wilson Tartarotti até 659/660 (1º de Maio) 95181-240 Wilson Tartarotti de 661/662 ao fim (1º de Maio)

95178-118 Zélia Pratti (Industrial) 95180-258 Zeno Eugênio Vizentin (Imigrante) 95181-472 Zilá Luiz D’Ávila (M. Verde) 95180-324 Ziraldo Prezzi (Imigrante) 95181-594 Zulmir Toso (M. Verde)


FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

rroupilha repete sucesso do Futebol 7 Fotos: Ramon Cardoso

La Boba

Jansen Colorada

Negos da Coreia

Garagem Colorada

Comando Vermelho

Academia do Povo

Reflexo Colorado

Perdigão Natalino

Ruben Paz


FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Milan conquista a 19ª edição d Time venceu o Manchester United por 3 a 1 na decisão da tradicional disputa promovida pelo Clube Santa Rita Fotos: Fabiano Gasperin

A abertura da temporada de verão do Clube Santa Rita, no último domingo, também assinalou, como de costume, o encerramento do Farra da Bola. A 19ª edição da tradicional competição teve o Milan como grande campeão, ao derrotar na final o Manchester United por 3 a 1. A partida final contou com arbitragem de luxo. Quem comandou o apito foi Márcio Chagas da Silva, ex-árbitro e comentarista de arbitragem da RBSTV. Após a decisão, um almoço de confraternização entre todos os times participantes marcou o domingo festivo na Sede Campestre. Confira fotos dos times que estiveram atuando nesta edição da disputa e dos prêmios individuais ao lado e, abaixo, a trajetória do campeão até o caneco.

Milan Time teve tropeços na 1ª fase, mas foi efetivo quando importava, na fase eliminatória, e ficou com o caneco da tradicional disputa

A campanha do campeão Milan Fase de classificação Milan 4x2 Peñarol Milan 7x2 Juventus Milan 2x2 Manchester United Milan 1x2 River Plate Semifinal Milan 2x1 River Plate Decisão Milan 3x1 Manchester United

Manchester United Equipe empatou com Milan na fase classificatória, mas foi superado pelo rival na decisão do Farra da Bola


FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Fotos: Fabiano Gasperin

do Farra da Bola

Peñarol

Artilheiro Zico, do Milan, que marcou 7 gols no Farra, recebe o troféu das mãos de Sionara Fachini

Goleiro Ivalda Nichetti repassa troféu de goleiro menos vazado a Valmir Pezzi, do Milan, que recebe ao lado da neta Maria Luiza Pezzi

River Plate Abraão Correa/OFar

O homem do apito O ex-árbitro Márcio Chagas da Silva ao lado de Ivalda, do presidente do Clube Santa Rita, Oscar Antônio Triches, do tesoureiro, Vinícius Galafassi, e de Sionara

Juventus


FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

1º Torneio de Futsal Colorados de Far Competição movimentou o Ginásio da Associação de Desportos Saturno ao longo do último domingo

Chave A D’Ale 10 4x2 Rolo Compressor Garagem Colorada 2x2 Reflexo Colorado Rolo Compressor 3x1 Garagem Colorada Reflexo Colorado 0x4 D’Ale 10 D’Ale 10 2x4 Garagem Colorada Rolo Compressor 2x1 Reflexo Colorado Chave B La Boba 2x1 Macacos do Inter Comando Vermelho 5x0 Ruben Paz Macacos do Inter 3x1 Comando Vermelho Ruben Paz 1x4 La Boba La Boba 4x2 Comando Vermelho Macacos do Inter 4x0 Ruben Paz Chave C Negos da Coreia 2x0 Academia do Povo Perdigão Natalino 0x3 Jansen Colorada Jansen Colorada 3x1 Negos da Coreia Academia do Povo 2x1 Perdigão Natalino Jansen Colorada 1x0 Academia do Povo Negos da Coreia 3x0 Perdigão Natalino Quartas de final Rolo Compressor 4x2 Negos da Coreia La Boba 3(4) x 3(3) Garagem Colorada Jansen Colorada 1x2 Macacos do Inter D’Ale 10 2x1 Comando Vermelho Semifinal Rolo Compressor 3x0 La Boba D’Ale 10 3x0 Macacos do Inter 3º lugar Macacos do Inter 2x0 La Boba Final D’Ale 10 0(3) x 0(2) Rolo Compressor

Fotos: Ramon Cardoso

Promovido pelo Consulado Farroupilhense, o 1º Torneio de Futsal Colorados de Farroupilha reuniu 12 equipes e foi disputado no último domingo, no Ginásio do Saturno, em Caravaggio. Os times foram divididos em três quadrangulares e, na fase de classificação, os duelos ocorreram dentro de cada chave. Os dois melhores avançaram, bem como os dois melhores terceiros colocados, para a fase de quartas de final. A partir daí, duelos eliminatórios até a decisão. Confira tabela abaixo e fotos das equipes participantes e destaques individuais da competição.

Campeão D’Ale 10 venceu competição na disputa de pênaltis

2º lugar Rolo Compressor foi à final, mas ficou com o vice-campeonato

3º lugar Macacos do Inter fechou pódio da disputa ao vencer La Boba

Artilheiro Maicon Soprana, do La Boba, com 7 gols, foi o artilheiro e recebeu troféu de Fausto Tessner Goleiro Tessner também entregou troféu de goleiro menos vazado para Matheus Brisch, do Rolo Compressor


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

DEZEMBRO LARANJA

Pele protegida neste Verão Mês para reforçar a importância da não exposição solar em horários de pico e ficar de olho em medidas protetivas los escuros, roupas que cubram boa parte do corpo e protetores com fator mínimo FPS 30. A hidratação constante também faz parte dessas medidas, sem esquecer de evitar os horários de maior insolação: das 10h às 16h.

Divulgação

D

e nada adianta planejar um passeio, curtir uma praia ou piscina e se esquecer do protetor solar. A vermelhidão da pele denuncia o abuso e os danos provocados podem ir muito além de uma ardência. Neste mês, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove campanha que estimula a prevenção e diagnóstico do câncer de pele. A ação vem sendo realizada desde 2014 e é batizada de “Dezembro Laranja”. Este é o tipo de câncer mais comum no Brasil e, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), todos os anos surgem 176 mil novos casos. Também é importante lembrar que o filtro solar não é o único cuidado com relação à radiação ultravioleta, sobretudo para quem trabalha sob o sol ou ao ar live. A campanha deste ano está direcionada ainda a carteiros, vendedores ambulantes, operários da construção civil, agricultores, feirantes e outros cujas funções os colocam em exposição permanente. O intuito é para que a proteção com a pele seja um cuidado habitual. A recomendação é de que usem equipamentos de proteção individual como chapéus de abas largas, ócu-

Fotoproteção diária para uma pele saudável Um dos grandes desafios é orientar quanto à fotoproteção urbana. Muitas vezes o uso do protetor solar está associado apenas à praia ou piscina, no entanto, a exposição diária, como na locomoção a pé, no carro ou transporte coletivo, nas atividades de educação física em escolas e, especialmente, dos trabalhadores ao ar livre, é muito mais danosa à saúde da pele do que a exposição intencional. Dados da indústria mostram que apenas 32% dos brasileiros usam protetor solar durante todo o ano. É importante considerar que os cuidados com as crianças também devem ser redobrados. A chamada da campanha nacional deste ano é “Se exponha, mas não se queime” e a SBD ainda destaca que a maioria dos casos de câncer de pele podem ser evitados com medidas simples de fotoproteção.

Saúde da pele Uso do protetor solar é indispensável e deve ser corriqueiro

Confira dicas da campanha para proteger a pele

* Ao se expor ao sol, não esqueça o chapéu, óculos escuros e o protetor solar; * Use roupas com proteção UV; * Se você trabalha ao sol o dia todo, use proteção e sempre que puder, procure uma sombra; * O câncer de pele é mais comum em pessoas de cabelo, pele e olhos claros, mas todos devem tomar precauções; * Evitar exposição solar entre 10h e 16h; * Usar protetor solar e não esquecer de reaplicá-lo; * Em caso de suspeitas, com relação a manchas de pele, a recomendação é de que se procure um dermatologista para investigação.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Cílios mais longo com a técnica do Adeline Stein *

T

oda mulher sonha em ter cílios mais longos e mais volumosos, porém nem todas nascemos com esse privilegio, mas com a técnica do Volume Russo podemos ficar com os cílios do jeito que gostamos. Essa técnica de extensão, de origem russa, cria um efeito muito mais cheio, por colocarmos vários cílios em forma de leque em cada cílio natural, possibilitando um olhar mais preenchido do que os tradicionais cílios clássicos. Essa é uma das últimas novidades no Brasil em extensão de cílios. A técnica consiste na colocação de fans (tufo) personalizados e montados durante o procedimento. Geralmente, são colados de três a seis fios em cada cílio natural. A quantidade de fios a ser aplicado será definida ao analisar os cílios da cliente. O procedimento pode durar quatro horas mais ou menos. O que varia é o volume desejado. A aplicação é indolor e muitas ficam tão relaxadas que chegam a dormir no momento da colocação. A duração depende de alguns fatores: o ciclo de crescimento dos cílios e do cuidado que se tem com suas extensões. A média das brasileiras é de terem cerca de 120 cílios por olho. Para a aplicação correta, são necessárias aplicações de extensões em todos os cílios naturais. Nossos cílios têm um ciclo de vida de até 45 dias. Nós perdemos cerca da 2 a 5 extensões de cílios por dia. Em média, as pessoas retornam a cada 3 semanas para reporem as extensões que caíram, ou seja, 50 % das

Técnica ganha cada vez m


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

os e volumosos o Volume Russo Fotos: Divulgação

Novidade no mercao mais adeptas e conquista as mulheres

extensões aplicadas inicialmente. Quando cai mais que 50% dos cílios aplicados é considerado um novo procedimento.

Todo mundo pode fazer?

Não. Quem tem pele extremamente oleosa, blefarite crônica, doenças metabólicas ou qualquer outra doença que tenha como resultado a queda de cabelos e pelos ou alergia a algum componente da cola não pode fazer o procedimento.

Qual a diferença do fio a fio para o Volume Russo?

No fio a fio é utilizado um fio em cada fio natural da cliente, é um fio mais grosso. Já no Volume Russo pode se colocar três a seis fios em cada fio natural da cliente. Os fios são mais finos e mais leves que o fio a fio, por isso pode-se colocar mais fios em um fio natural e, assim, dar mais volume.

Quais cuidados tenho que ter com a extensão de cílios? Os cuidados são simples a básicos, fáceis de se adaptar. * Não pode passar máscara para cílios; * Não esfregar os cílios; * Não passar demaquilante diretamente na extensão; * Lavar diariamente os cílios para evitar problemas futuros; * Não arrancar em casa; * Cuidar com a água quente e vapor pois faz a cola descolar; * Cuidar para não deitar em cima. * Micropigmentadora e Designer de Cílios


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

EM FORMA

Como se preparar para a estação mais quente do ano! Com a chegada do verão, algumas mudanças podem te deixar mais saudável e eliminar quilinhos indesejáveis

T

odo ano a cena se repete: os quilos adquiridos no inverno precisam ir embora com a chegada do verão. Perder peso é um dos objetivos mais frequentes entre os que desejam fazer mudanças no estilo de vida, sair do sedentarismo e se alimentar melhor. E quando o assunto é a obesidade, segundo o IBGE, quase 60% da população está com sobrepeso. Mas não são somente os dados relacionados à obesidade e ao sobrepeso que influenciam na decisão das pessoas em buscarem cada vez mais formas e tratamentos de emagrecimento, mas

também outros, como a melhora da autoestima quando se olham no espelho e, principalmente a saúde, porque junto com os quilos a mais aparecem as doenças como hipertensão e diabetes. A Magrass, maior Rede de Emagrecimento Saudável do Brasil, com mais de 130 unidades distribuídas de Norte a Sul do País, ajuda cerca de 1 milhão de pessoas por ano a emagrecerem de forma saudável e definitiva. “O que nós proporcionamos é a oportunidade de transformação. As pessoas chegam até nós, insatisfeitas com seu corpo ou preocupadas com a saúde, e nossos tratamentos dão a elas a chance de melhorar a alimentação, a rotina, e buscar novas experiências”, detalha o fundador da Rede Magrass, Paulo Córdova.

Para quem quer perder peso de forma natural, rápida e saudável, os procedimentos de verão incluem o famoso programa metabólico para a reeducação alimentar e o Termo Redux, uma novidade que conta com termoativos que aceleram a perda de peso de forma saudável. Para quem procura eliminar a celulite, a rede Magrass apresenta três opções de tratamento. O Power Up estimula a produção de colágeno e elastina, deixando a pele com aspecto mais jovem. O Ultra Detox, que possui ação anti-inflamatória e desintoxicante, proporcionando equilíbrio celular e eliminando as toxinas do organismo. E o Total Clean, que elimina o excesso de gordura e a celulite das pernas e bumbum. Tem efeito antioxidante e regene-

Divulgação

Magrass Franchising Franquias de Alta Performance *

rativo, que atua na limpeza das células e ativa o metabolismo. Agende uma avaliação gratuita e comece hoje mesmo a transformar a sua vida. Acesse o site www.magrass.com.br.

* Magrass Unidade Farroupilha Vereador Cibelli, 344, salas 10 e 11 Bairro Planalto Fone (54) 3401-1231 WhatsApp 999.819.777


Música

Auto Natalino da Casa de Cultura promete emocionar público com apresentação no entardecer de quarta Página 9

Inside

Sétima Arte

“Wall Street”, clássico do mercado financeiro dirigido por Oliver Stone, chega aos 30 anos Páginas 10 e 11

Cinema

Para incentivar a adoção DNA da Alma promove Cinema Solidário, neste domingo, no Parque da Imigração Italiana, em Nova Milano Imagem: Reprodução Divulgação

P

romover uma tarde agradável, com música, diversão e a oportunidade de conhecer mais sobre o tema adoção. Esta é a proposta do Grupo de Apoio à Adoção DNA da Alma para este domingo, no Parque da Imigração Italiana, em Nova Milano (4º Distrito). A ação, gratuita, tem início às 16h e os participantes poderão contribuir, espontaneamente, com fralda e leite (integral, Nestogeno e Nan), que serão repassados à Casa Lar Padre Oscar Bertholdo. “O Grupo tem um enorme carinho pela comunidade farroupilhense e, sempre que possível, nós pensamos em iniciativas que presenteiem a população. Dessa forma, surgiu a ideia de proporcionar um evento de integração, que reunisse amigos e apoiadores que nos acompanham durante todo o ano e, também, aqueles que

simpatizam com nossa causa, com atrações para toda família”, comenta a psicóloga do DNA da Alma, Rejane Comin. Cantinho da leitura, brinquedos infláveis, pintura de rosto, mateada e Food Trucks integram a programação, organizada em parceria com o Sesc Farroupilha e que também contará com apresentações musicais. Banda Municipal Cinquentenário, EntreTantos

e Samuel Sodré fazem shows às 17h, 18h e 19h, respectivamente. A principal atração, no entanto, é a sessão de cinema ao ar livre, às 20h, com o filme “Um Sonho Possível”. Baseado em fatos reais, o longa conta a história do jovem

negro Michael Oher, o Big Mike, que não tinha onde morar até que, ao ser adotado, vê sua vida mudar completamente. Pipoca e algodão doce serão distribuídos durante a exibição do filme. Em caso de mau tempo, o evento ocorrerá no dia 17.

Um Sonho Possível Estrelado por Sandra Bullock, drama norteamericano incita reflexão sobre a adoção e como ela pode transformar vidas


Inside

2

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Cinemas Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas Reprodução

GNC 1: Gosto se Discute - às 13h20min (com legenda descritiva) e 15h15min GNC 1: Pai em Dose Dupla 2 (dublado) - às 17h10min GNC 1: Jogos Mortais: Jigsaw - às 19h15min (legendado) e 21h15min (dublado) GNC 2: Extraordinário - às 14h e 19h (dublado), 16h30min e 21h30min (legendado) GNC 5: Liga da Justiça - às 14h15min (dublado), 17h (legendado e em 3d), 19h40min (dublado e em 3d) e 22h (legendado) GNC 6: Jogos Mortais: Jigsaw (dublado) - às 14h30min GNC 6: Assassinato no Expresso Oriente - às 16h45min e 21h45min (legendado), 19h30min (dublado) Ingressos: segunda, quarta e quinta (exceto feriado) a R$ 20,00 e R$ 26,00 (salas 3d); terça (exceto feriado) R$ 14,00 e R$ 18,00 (salas 3d); sexta a domingo e feriado a R$ 25,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) Cinépolis 1: Liga da Justiça (dublado e em 3d) - às 13h30min, 16h15min, 19h e 21h45min Cinépolis 2: Não Devore meu Coração - às 13h45min e 17h Cinépolis 2: Assassinato no Expresso Oriente - às 19h30min Cinépolis 2: Jogos Mortais: Jigsaw - às 22h10min Cinépolis 3: As Aventuras de Tadeo 2: O Segredo do Rei Midas (dublado) - às 12h45min Cinépolis 3: Extraordinário - às 18h15min e 21h15min Cinépolis 4: Altas Expectativas - às 16h, 18h e 20h30min Cinépolis 5: Extraordinário (dublado) - às 14h, 16h45min, 19h15min e 22h Cinépolis 6: A Estrela de Belém (dublado) - às 14h15min e 16h30min Cinépolis 6: Pai em Dose Dupla 2 (dublado) - às 18h30min Cinépolis 6: Assassinato no Expresso Oriente - às 21h Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a R$ 20,00; terça e quarta (exceto feriado) a R$ 14,00; quinta a R$ 24,00; sexta a domingo e feriado a R$ 25,00. Nas salas 3d, segunda a R$ 27,00; terça e quarta (exceto feriado) a R$ 18,00; quinta a R$ 30,00; sexta a domingo e feriado a R$ 31,00.

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Amor, Paris, Cinema - sexta a domingo, às 19h30min Matinê às 3: Joy: O Nome do Sucesso - quinta, às 15h Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Extraordinário Pesado drama dirigido pelo americano Stephen Chbosky, que conta com Owen Wilson, Jacob Tremblay e Julia Roberts no elenco, promete emocionar o público e está bem cotado para disputar Globo de Ouro e Oscar


FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Inside

3

Moda

Novos designers na Maratona de Moda Estudantes farroupilhenses mostraram suas coleções na última terça, em desfile promovido e realizado pela UCS Fotos: Claudia Velho

Q

uatro estudantes farroupilhenses estiveram, na noite de terça, participando da 21ª Maratona de Moda da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Danielle Dalina Weirich Mamani, Emanuele Ravanello, Luana Rossi e Morgane Garcia Finatto participaram, com quatro looks, do desfile dos trabalhos de conclusão do curso de Tecnologia em Design de Moda, que contou com a presença de 17 acadêmicos. A Maratona, comemorativa aos 50 anos da UCS e aos 25 anos da formação voltada à Moda, teve a “Construção do Tempo” como tema, permitindo aos estudantes produzirem as peças a partir de suas próprias referências e pesquisas individuais. Danielle, Emanuele, Luana e Morgane levaram para a passarela coleções baseadas em inspirações diversas, desde séries a clipes musicais. Na mesma noite ocorreu o desfile do 36º Prêmio UCS/Sultextil, em que os alunos tiveram a oportunidade de utilizar os tecidos de lançamento da empresa de tecelagem Sultextil na confecção das peças. Cinco profissionais da área de moda avaliaram os looks e conferiram ao acadêmico Renan Isoton, de Caxias do Sul, uma viagem a Paris no período das principais feiras internacionais de moda.

Estilo sul-coreano Fã de K-pop, Danielle propôs uma coleção despojada, com moletom e sarja

Viagem cósmica Emanuele apostou nas pedrarias e no veludo molhado em seus looks

Vestidos da imortalidade Luana deu vez à malha e ao tricô nas suas composições

Inspiração futurista Neoprene foi o material que Morgane escolheu para as peças


Inside

4

Gustavo Pimentel

gustavospimentel@yahoo.com.br

A viagem em busca do Tri da América

* Advogado

Agenda SEXTA

DOMINGO

Show de pop rock com banda Ultrasonic Boteco Antonielle, às 22h

2ª Mateada Pet Praça da Emancipação, a partir das 14h

Show com Pedro Roll’a Pedra República Beer, às 23h

2º Natal Mágico com show da Banda Valente Na Peterlongo, em Garibaldi, a partir das 16h

SÁBADO

Divulgação

Quem me acompanha quinzenalmente neste espaço sabe que aqui escrevo sobre assuntos gerais, mas dou prioridade a temas ligados ao mundo jurídico e político. Porém, peço desculpas aos leitores colorados, mas nessa semana o assunto da coluna não poderia ser outro que não a conquista do Tricampeonato da Libertadores pelo Grêmio. Para quem viu a reportagem trazida no site e na última edição do Jornal, que anunciava a viagem de 18 farroupilhenses até a Argentina, eu devo dizer que eu era um dos Dezoito do Forte de Farroupilha que, junto a outros 28 gremistas de São Sebastião do Caí, decidimos cruzar o Estado e invadir a Argentina em busca do Tricampeonato da Libertadores da América. Se eu fosse contar todas as histórias dessa inesquecível viagem, provavelmente eu teria que usar todas as páginas dessa edição, mas como isso não é possível, vou tentar resumir em poucas linhas a emoção dessa conquista. Sobre a recepção na Argentina, ao contrário do que toda a imprensa anunciava, não houve clima de guerra, tampouco fomos tratados com hostilidade pelos hermanos; ao contrário, fomos muito bem recebidos em Buenos Aires, especialmente por torcedores do River Plate, que se declaravam gremistas desde pequenos. A polícia argentina, da mesma forma, deu uma aula de civilidade e de competência na nossa escolta até o local do jogo. O pequeno estádio de La Fortaleza, muito antigo e sem quaisquer condições de estrutura e segurança para receber uma partida de um grande clube de futebol, somente foi o palco da final da Copa Libertadores porque o presidente do Lanús, em uma manobra política junto à Conmebol (aquela mesma que tentou tirar o título do Grêmio com uma arbitragem tosca em Porto Alegre), conseguiu, mesmo que contrariamente ao regulamento da competição, que o jogo fosse realizado no seu estádio. Quanto ao jogo, a sensação que todos nós gremistas, espremidos nas pequenas arquibancadas de Lanús, tínhamos era de que os 90 minutos se tratavam apenas de um mero protocolo, pois o Tricampeonato já era nosso. E, de fato, foi isso mesmo que aconteceu. Além do show protagonizado pela torcida gremista nas arquibancadas, o Grêmio, que ao longo do ano foi elogiado por toda a imprensa esportiva como sendo o time que jogava o melhor futebol da América, confirmou esse status dentro de campo, dando uma verdadeira aula de futebol nos argentinos e sagrando-se campeão sem maiores dificuldades. Renato Portaluppi, um treinador à moda antiga, que não precisa ir à Europa aprender com os treinadores de lá aquilo que nós mesmos já ensinamos a eles, e que não precisa usar os termos chatos de Roger Machado para ser compreendido pelos jogadores, tornou-se o único brasileiro a ter sido campeão da Copa Libertadores como jogador e como técnico. Luan definitivamente confirmou para o mundo inteiro que é craque e Pedro Geromel foi imortalizado como o novo Capitão América. A mim só resta agradecer a essa tropa de malucos que dividiram comigo esses três dias inesquecíveis e essa viagem que certamente ficará guardada para sempre em nossas memórias. Restam agora as fotografias, o ingresso do jogo e o carimbo no passaporte como relíquias a serem mostradas para os meus filhos, netos e bisnetos. Lembranças vivas do dia 29 de novembro de 2017, o dia em que o Grêmio acabou com o Planeta.

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Festa Pista Certa (funk/pop/pagode/axé) Muinho Club, às 22h Show com banda Gomaz República Beer, às 23h Show sertanejo com Aleandro Santos Boteco do Chá, às 23h30min

Apresentação da Escola de Música Maria Carolina Na Casa das Artes, em Bento, às 17h


FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Inside

Música

Caroline Gobbato e Luis Henrique New apresentam recital, na Casa de Cultura Rocheli Camargo

Clássicas canções New e Carol fazem show nesta sexta, às 20h, no auditório da Casa de Cultura

T

Guilherme Macalossi cisperter@hotmail.com

Homenagem às divas

oda feminilidade e romantismo de Celine Dion, Whitney Houston, Etta James, Marisa Monte e Elis Regina na voz da jovem Caroline Gobbato. Assim será o recital Clássicos de Divas, que acontece nesta sexta, às 20h, na Casa de Cultura (República, 172). A entrada é um quilo de alimento não perecível, que será destinado ao Hospital Beneficente São Carlos (HBSC). Acompanhada do pianista da Escola Pública de Música (EPM), Luis Henrique New, Carol entoará canções de jazz, MPB e blues, como “I Have Nothing”, “At Last” e “Como Nossos Pais”. Esta será a primeira apresentação em conjunto dos músicos, que projetam promover novamente o recital, variando o repertório.

5

“Para este recital vamos apresentar músicas que gosto de ouvir e cantar, de cantoras que tenho como referência. Esperamos que este seja o primeiro de muitos recitais”, diz a cantora farroupilhense, que iniciou a carreira artística aos 9 anos, no Coro Canarinhos, e hoje é professora de Música e acadêmica do curso de Licenciatura em Música da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

Programe-se O que: Recital Clássicos de Divas Quando: nesta sexta, às 20h Onde: Casa de Cultura (República, 172) Quanto: um quilo de alimento não perecível

O PSDB em 2018: esquerdista pra valer e sem voto O PSDB nunca escondeu sua linha doutrinária esquerdista. Quem o botou artificialmente na “direita” foi o PT, que sempre foi eficiente em vender suas narrativas políticas. Na oposição ao governo de Fernando Henrique Cardoso, Lula e seus companheiros souberam pespegar no tucanato a pecha de “neoliberal”, aquela palavrinha desprovida de sentido prático, mas que está na boca de todo professor de Sociologia. Em 2014, em um encontro de intelectuais no Rio de Janeiro, o próprio FHC afirmou, em tom inconformado, que era de esquerda, ainda que ninguém acreditasse. Não é verdade: eu acredito, ex-presidente! Assim como acredito no esquerdismo de José Serra, no esquerdismo de José Aníbal, no esquerdismo de Alberto Goldman e no esquerdismo de outras importantes figuras do PSDB. Lula e seus companheiros nunca me enganaram. O cenário eleitoral de 2018 é a chance ideal para o partido se reencontrar com sua própria história, restabelecendo o fato de que é um herdeiro socialista da tradição marxista europeia. Também tem a chance de purgar seu próprio eleitorado, livrando-se de conservadores e liberais que votavam em seus candidatos por falta de opção. Verdade seja dita: o PSDB se envergonha de ter essa base de apoio. No lugar da classe média reacionária, sonhava em ter uma CUT para chamar de sua. Sempre olhou com inveja para o PT, que lhe tomou a proa do esquerdismo nacional. Com Lula buscando o discurso de 1989, no esforço de atiçar sua militância radical, Jair Bolsonaro sendo a opção preferencial de boa parte dos mais conservadores e Michel Temer ocupando o centro com um pé no liberalismo econômico, sobra ao tucanato o lugar que lhe é devido: o do progressismo soft. Com esse objetivo, o movimento “PSDB Esquerda Pra Valer” já começou a se mobilizar. No último dia 2 de dezembro, realizou um ato intitulado “Manifesto de Convergências pela Democracia e Direitos Humanos”, um troço que, pelo nome, poderia ter sido organizado pelo PSOL. Segundo a descrição do evento, que receberá Eduardo Suplicy, Eduardo Jorge, José Serra, José Gregori, Aldo Rebelo, entre outras lideranças, vivemos um momento onde “a pauta autoritária e conservadora avança ao redor do mundo”. O único eleitorado que o tucanato sempre teve foi o de centro-direita. E esse eleitorado agora se esvai, não apenas com o surgimento de Bolsonaro, mas também com outras pré-candidaturas de cunho liberal, como Henrique Meirelles, Paulo Rabello de Castro e João Amoedo. Todos eles disputam o mesmo segmento ideológico. Por outro lado, os votos esquerdistas são fiéis ao PT e a outras siglas microscópicas. No esforço de abraçar sua natureza, o PSDB vai acabar tendo como público apenas o pessoal sofisticado que frequenta as reuniões do movimento “PSDB Esquerda Pra Valer”. Isso, é claro, se essa gente não acabar votando na Marina Silva. * Redator e radialista


Cy Severo

N

Skate

o final de semana Farroupilha recebe o Arizona Challenge – Campeonato Brasileiro de Skate Downhill 2017. OS melhores atletas da categoria do esporte estarão presentes na competição, que faz parte do ranking Brasileiro de Skate Downhill CBSK 2017. Os interessados em saber mais podem conferir no sábado e domingo no Loteamento Felicità, localizado junto ao bairro São Francisco.

Encontro

O Boteco do Cá e a ONG Anjos Sem Asas promovem uma mateada neste domingo, na Praça da Prefeitura, a partir das 14h. O objetivo do evento é a arrecadação de ração para cães e gatos, que serão doadas para a Ong. Na ocasião haverá distribuição de Erva Mate Ximango e amostras de ração para os pets, brinquedos infláveis e barraca de guloseimas. Entrada franca, não perca!

Novidades

Cristiano de Oliveira

Marian Martins na Iguatemi Caxias, ond que executa também

Daniela De Rocco

A Croasonho Farroupilha está com muitas novidades no seu novo cardápio, que foram pensadas para o verão. Quem for conferir encontrará novas opções de pratos com itens voltados para uma vida mais saudável, além de mais opções de saladas especiais. E a grande parceria fechada com a Nestlé, garante várias opções deliciosas de croasonhos e milkshakes.

Ademir Gheno e Carlize de Oliveira, com o filho Gabriel, posaram para as lentes de Cy Severo para marcar o Natal em um ensaio temático

Fique por D Natal

“A Magia do Natal” é o te final de ano da Escola Estadu to acontece nesta sexta, às Nova Vicenza. A entrada é gra nidade em geral.

Inauguração

Na quarta passada a linda Carolina dos Santos Mognon festejou seus 5 anos na Ticabum com tema da Bela e a Fera. Na foto, ladeada pelos pais Janaí Fachinelli dos Santos Mognon e Valcimar Pedro Mognon

Dilvani Watter aproveitou a noite de sábado no Boteco do Chá

No domingo Farroupilha r e happy hour com a inaugur Armazém, na rua Reamo Gaz abertura de portas, o BBQ & B e conta com uma programaçã


Jefferson Deboni

Marlon Peres

Gabriel Parisotto marcou presença no Muinho, na confirmada festa de e-music Beat On Me

Sunset Já está marcada para o dia 17 a 5ª edição do Sunset Sertanejo, promovido pelo Boteco Antonielle. A festa conta com a presença de cinco bandas que prometem agitar a tarde de domingo. Os ingressos já estão à venda no local.

a inauguração da Calvin Klein no de atuará como psicóloga, trabalho no grupo das lojas Arezzo e Gstore Cristiano de Oliveira

Dentro

ema da apresentação de ual Carlos Fetter. O even20h, no salão do bairro atuita e é aberta à comu-

recebe mais uma opção ração do Estação Pub e zzoni, 1180. O evento de Beer, inicia às 16h30min, ão exclusiva. Alexandre Barreto e Cristiane Fonseca conferiram a banda Rockysertanejo no Boteco do Chá, no sábado


Inside

8

Armando Wartha armandowartha@yahoo.com

O Socialismo e o pomar

* Escritor

Dança

Dança como aliada à saúde Rede Spartan Gym de Academias promove 1º Dance Fitness, neste domingo Lucas Dal Pizzol

Houve um tempo em que as plantas de um determinado pomar sabiam se defender dos ataques das pragas, parasitas e invasores. Sabiam onde e como procurar seu próprio alimento. Ou seja, a sábia natureza lhes havia ensinado a lutar contra todas as vicissitudes que porventura a vida lhe pudesse apresentar. Caso o piolho lhe atacasse o broto ou a folha tenra, a natureza lhe havia ensinado a cortar o alimento, no lado atacado, mesmo sabendo que poderiam sacrificar parte da produção de frutos. Porém, eram sabedoras de que, agindo assim, eliminariam aquele que, delas se alimentando, acabaria por eliminá-las. E assim o pomar passava este ensinamento para as gerações vindouras e mantinha-se ocupado e forte, sem depender de ninguém. Vivia com o suor das próprias mãos. Contudo, as coisas mudaram. Bastou tal homem Socialista entender que, com a sua “sapiência da igualdade” poderia intervir no equilíbrio natural, que perdurava desde sempre, para que as plantas do pomar se tornassem totalmente dependentes da sua ajuda. As plantas, então, de posse da “milagrosa mãozinha”, passaram a perceber que já não era preciso cortar a seiva, para que o piolho desaparecesse. Bastava esperar pelo remédio já pronto; passaram a perceber que se a água não passasse próximo das raízes, bastava murchar as folhas e lá vinha forte e doce chuva artificial; passaram a perceber que quando seus frutos já estavam formados, não era necessário elaborar, ano após ano, um novo componente químico, para eliminar as ovas dos insetos. Bastava esperar pela “santa mão”, que haveria de pulverizá-las, com um líquido mais eficaz que o seu próprio. Dessa forma, ovas, larvas e tudo o quanto voasse seria eliminado, sem o menor esforço. “Agora sim, pensavam as árvores do pomar, é que somos felizes. Não precisamos mais trabalhar. Tudo o que necessitamos nos vem na medida certa, na hora certa, basta dar um sinal. E o que é melhor, por tempo indeterminado”. Contudo, até o Socialismo tem seu preço... Ocorreu que, como as plantas passaram a receber tudo o que necessitavam, de forma rápida e sem contrapartida, esqueceram de como procurar água distante no solo; de como produzir veneno, para eliminar a lagarta; de como cortar seiva para eliminar o piolho. E, devido à acomodação, esqueceram de todos os ensinamentos da natureza. Dessa forma, quando acabaram os estoques de “bondade” do homem Socialista, estas, por terem se acostumado à sombra e água fresca, pereceram. Pergunta: melhor do que dar água de graça na torneira e pão fresquinho na prateleira (premissa Socialista), não seria ensinar a cavar o poço e a semear o trigo? Pensem nisso!

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Mexendo o esqueleto Alunas da Spartan Gym escolheram a zumba como atividade física

D

eixar o corpo em forma nunca foi tão divertido. Com a modalidade de dança fitness, as academias estão atraindo até quem não é adepto aos esportes. Pensando nisso, a Rede Spartan Gym de Academias promove, neste domingo à tarde, o 1º Dance Fitness. O encontro, gratuito, ocorre no Parque dos Pinheiros, a partir das 14h. “A modalidade de dança é uma tendência na área fitness e a procura vem crescendo muito com o público feminino. Muitas mulheres buscam algo diferente da musculação e acabam se encontrando com a zumba, dance mix, mexe fitness e outras. Então a gente resolveu fazer este encontro para as pessoas conhecerem mais sobre a modalidade e se interessarem pela prática de exercícios físicos”, explica o organizador Junior Figueiredo. Professores de dança de Farroupilha e região serão os responsáveis por apresentar as modali-

dades de dança para os presentes. No aulão, que terá duração de uma hora, entre 16h e 17h, os participantes aprenderão coreografias para diversos ritmos, dançando de forma conjunta e sincronizada. Antes e após a dança, a dupla sertaneja Vitor Henrique & Gabriel fará um show na estrutura de palco montada no local. Mateada, brinquedos infláveis, treinamento funcional e degustação de suplementos também fazem parte da ação. Na oportunidade, os organizadores do evento estarão recebendo doações de brinquedos, que serão destinados à prefeitura para repassar a crianças carentes do município.

Programe-se O que: 1º Dance Fitness Quando: neste domingo, a partir das 14h Onde: Parque dos Pinheiros Quanto: doação espontânea de brinquedos


FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Inside

9

Lauro Edson Da Cás

Música

ldacas@hotmail.com

Celebrando o Natal com arte Auto Natalino na Casa de Cultura, na quarta, traz apresentações artísticas

P

Divulgação

ara festejar a chegada do Natal, a Casa de Cultura promove, na próxima quarta à noite, o Auto Natalino. O evento gratuito, que vai reunir professores e alunos da Escola Pública de Música (EPM) e convidados em apresentações artísticas, acontece das 18h30min às 21h30min na rua em frente à Casa (República, 172). O espetáculo é dividido em quatro partes (programa completo abaixo), contemplando tradicionais canções natalinas. A organização do evento informa que algumas cadeiras estarão à disposição, mas recomenda que o público leve suas próprias cadeiras para acompanhar as apresentações com maior conforto.

No espírito natalino Coral Il Romano é um dos convidados especiais do espetáculo

Confira o programa do espetáculo

Prelúdio, às 18h30min

Sina: Coral e Banda dos Professores Disparada: Patrícia e Banda dos Professores Meu Lugar: Davi e Backings e Banda dos Professores Si Lá Sol: Grupo de Flautas Musicalização I João e Maria: Banda Mirim Californication: Alunos da Escola Pública de Música e Banda dos Professores

1º ato, às 19h

Milonga para as Missões e Asa Branca (Medley): Afadev e Alunos de Percussão e Bateria Freitas Mio Bambino Caro: Liziane Rufatto Vivo per Lei: Rafael Lumi e Patrícia Luar do Sertão: Coral Sesc/São José Céu Sol Sul: Coral Sesc/São José

2º ato, às 20h

Natal! Natal: Ana Livia e Coral Infantil Anoiteceu: Banda Professores e Coral Infantil La Montanara: Il Romano Pino di Natale: Il Romano Rafael Lumi: Banda Professores Joy to the World: Banda Municipal Deck the Halls: Banda Municipal Adeste Fidelis: BM Banda Municipal e solistas coro Natal Branco: Banda Municipal, Siumária, Patrícia e Ju Moreira Noite Azul: Siumária, Scheila e Coro

Gran Finale, às 21h

Aleluia Jingle Bells: Banda Municipal, Coro Infantil e Adulto, Musicalização l Noite Feliz Glória

Você está se adequando a esta sociedade doente? É dezembro e muitas coisas aconteceram ao longo do ano. Muita coisa aconteceu nestes últimos anos, para ser mais justo. Na realidade em que vivemos, em pleno século das inovações e avanços tecnológicos (aqueles princípios materiais), percebemos um total vazio existencial (princípios humanos). Não que seja regra, porém, o que se percebe é que neste espírito ímpar de uma sociedade doente de valores muitos já estão se adaptando a ela. Maravilha é que se aproxima o Natal. Nesta contemporaneidade, a vida é cheia de regras e, quem sabe, de adestramentos, ocasionando certa padronização completa de pessoas que formam a sociedade, fazendo com que todos busquem um comportamento único, ou seja, todos falam das mesmas coisas, se vestem da mesma maneira do outro, projetam e sonham com as mesmas ambições e chegam a compartilhar mesmas postagens, etc. Todas estas situações apenas coroam que a particularidade e aquilo que é (ou deveria) ser do íntimo da própria pessoa, inexistam. Na positividade de se viver o padrão (moda, redes sociais, carros, etc.), se vive, em outras palavras, engaiolado. A vida está se tornando como uma grande linha de produção, ou seja, se vê muitos fazendo a mesma coisa, no mesmo tempo e no mesmo ritmo! O indivíduo já é reconhecido por ser igual aos demais. Talvez, já se precise de uma nova denominação para o significado de indivíduo! A reflexão de se sentir enjaulado é que se deixa de ver e perceber o restante que nos rodeia. A princípio, apenas se enxerga o mínimo da realidade. Esta situação deixa a pessoa, então, vivendo na superficialidade, totalmente alheia e/ou desinteressada aos problemas e/ou outras situações vivenciais. As respostas, por parte de muitos, nada mais é que a mesma tão padronizada e cantarolada como refrão ou bordão social. Por isso a pergunta inicial: estamos nos adequando diante da sociedade doentia? O sintoma da sociedade doentia que se apresenta é aquela que mata sonhos (principalmente os que não se encaixam no padrão), aquela que teatraliza a felicidade (e qualquer outro sintoma de ser feliz), aquela que obriga a confeccionar o sorriso o tempo inteiro (não dá para imaginar alguém dizer que não está bem!), ou mesmo, aquela sociedade que adestra o sujeito para jamais (repitamos, jamais) demonstrar fraqueza. Sem dizer que prefere meramente respostas e não a possibilidade inteligente de questionar e/ou perguntar! Por outro lado, cobertores ensopados de lágrimas e choros durante madrugadas de insônia e sofrimento camuflado. Um choro silencioso, daqueles que aperta o próprio coração e que destrói todo e qualquer processo para agir diferente. Entretanto, se conserva o tal padrão de, no novo amanhecer, estar feliz. São mentiras que soam como verdades, porém, na verdade não há sequer um pingo de vontade de se levantar da cama. Então, muitos estão se adequando ou não? Ou será que existem pessoas inadequadas diante de uma sociedade doentia? * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Sétima Arte

Gordon Gekko, o garoto-propaganda da Era Reagan “Wall Street”, de Oliver Stone, chega aos 30 anos como um bastião do livre mercado, apesar da conduta dos protagonistas principais ser completamente desprovida de critérios éticos e legais Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br

C

om o regime soviético próximo do colapso, o capitalismo vivia o seu auge no final dos anos 80 e Wall Street um de seus períodos de glória. Era o momento de formação de grandes conglomerados, de incorporação de empresas para fortalecimento das mais capacitadas e liquidação das que davam prejuízo. As corporações traduziam, de certa forma, o poderio capitalista americano da Era Ronald Reagan, um dos maiores defensores da iniciativa privada e do livre mercado. Neste cenário, Oliver Stone, recém oscarizado pelo ótimo “Platoon”, criou um ícone. Nascia, em meio ao caos da Bolsa de Valores de Nova Iorque e entre as corretoras, Gordon Gekko, magistralmente interpretado por Michael Douglas. O próprio destaca, nos extras de “Wall Street”, que o personagem, pelo qual ganhou um Oscar e um Globo de Ouro, foi o responsável por uma guinada em sua carreira e que durante muitos anos foi saudado por indivíduos que informavam que decidiram entrar no mercado financeiro,

como corretores e investidores, por conta de sua atuação no papel. Convenhamos, não é pouca coisa. Gekko representava e ainda representa o sonho americano de sucesso, riqueza e, sobretudo, poder. “Ganância, na falta de uma palavra melhor, é boa. Ganância de todas as formas: pela vida, pelo dinheiro, pelo amor, pelo saber, tem marcado a evolução da humanidade” é apenas uma das frases imortalizadas pelo megainvestidor nova-iorquino. Ele ingressa na história de Stone, que também viveu esse cenário na infância, já que seu pai foi corretor, por meio da persistência do jovem Bud Fox (Charlie Sheen). Durante dois meses ele liga insistentemente para o escritório de Gekko, o grande figurão de Wall Street, para lhe vender ações, subir na vida e deixar o claustrofóbico ambiente da corretora onde trabalha. Quando finalmente tem a chance de falar com o investidor, recebe algumas dicas. “A mercadoria de maior valor que conheço é a informação”, destaca Gekko. Bud, que é filho de Carl Fox (Martin Sheen, seu pai também na vida real), sabe que a pequena companhia aérea onde seu velho trabalha é um bom investimento. A Bluestar

aguarda uma decisão judicial que pode recolocá-la com força no mercado doméstico. Era a informação a que Gekko se referia. Em pouco tempo, Bud acaba ganhando a confiança do ídolo dos tempos de faculdade, mas é evidente que a ideia do bilionário não ficará restrita a conseguir alguns US$ milhões com papéis. Ele acaba fazendo bom uso dessa idolatria e empurra a ambição do jovem para atuar em favor de sua agenda, mostrando o que há de melhor no trabalho: dinheiro, mulheres, poder, sucesso. Quando Larry Wildman (Terence Stamp), um especulador inglês e grande rival de Gekko, decide fixar residência em Nova Iorque, o investidor terá a chance de dar o troco depois de ter sido passado para trás em um negócio. Neste momento, Stone mira seu foco para muito além da aquisição, incorporação ou liquidação das empresas, que por si só é um drama complexo, por conta do fechamento das dezenas de milhares de postos de trabalho em uma época de turbulência nos mercados, e volta atenção para o campo da espionagem financeira, muito comum no período e que ditou os rumos do capital especulativo sem qualquer tipo de freio, justamente pela falta de ins-

trumentos eficazes de controle. Não que a situação seja pautada pela ética e moral nos tempos atuais, mas não resta a menor dúvida que a corrupção no mundo corporativo foi muito bem retratada pelo filme de Stone, a ponto de Gekko se tornar um dos vilões mais venerados de Hollywood, o cara que praticamente determina as regras do mercado. Possuir seu sucesso é algo desejado, tentador, ainda que ele trabalhe, quase sempre, à margem da


Inside

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

Sétima Arte

11

Divulgação

Imagem: Reprodução

Wall Street

lei. Uma estrutura de poder que se assemelha a “Scarface”, o grande filme de Brian De Palma e que teve Stone como roteirista e Al Pacino no papel principal. No material de apoio, Stone revela o choque que teve ao voltar do Vietnã, onde filmou e, antes disso, atuou como combatente do Exército Americano no conflito (ou seja, suas obras trazem muito de experiência pessoal, talvez por isso sejam tão contundentes e reais), e percebeu o sucesso obtido por

yuppies no mercado financeiro. Jovens que, antes mesmo dos 30 anos, já tinham conseguido fortunas. Os extras contam ainda com depoimentos dos Sheen, Charlie e Martin, e de Michael Douglas. Uma espécie de making of refinado, que mostra porque, mesmo depois de 30 anos (o filme foi lançado em 11 de dezembro de 1987), que serão completados na próxima segunda, Wall Street segue como uma referência absoluta do gênero.

Com sangue nos olhos Gordon Gekko prestes a finalizar mais um negócio e faturar dezenas de US$ milhões: antológico personagem de Michael Douglas mostrou a face feroz do mercado financeiro

Direção Oliver Stone Roteiro Oliver Stone Stanley Weiser Gênero Drama Duração 125 minutos País Estados Unidos Ano de produção 1987 Estúdio Edward R. Pressman Distribuição 20th Century Fox


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Semana de energia positiva para o amor, relação com crianças e criatividade. Questões vinculadas a educação, vocação e talentos estão favorecidas. Cuidado com o orgulho e a tendência a se achar o dono da razão.

Touro - 21/04 a 20/05

Semana importante para as questões domésticas e financeiras. Poderá receber um importante apoio que significa abundância e prosperidade. Estar bem com a família é uma condição essencial para se sentir equilibrado emocionalmente.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Semana de bons contatos e de percepções mais otimistas e positivas. Facilidade de se expressar e energia criativa em evidência. O contato com irmãos pode ser muito proveitoso nesta fase.

Câncer - 21/06 a 20/07

Um excelente semana para as finanças e o trabalho. Você tende a se sentir mais valorizado e merecedor da prosperidade. Bons contatos profissionais podem levar ao progresso.

Leão - 21/07 a 22/08

A Lua, em movimento pelo seu signo, faz contato positivo com Vênus. A semana contém uma energia mais favorável e assertiva. Fase positiva para agir mais de acordo com sua verdade e sentimentos.

Vírgem - 23/08 a 22/09

A semana pede reflexão e introspecção aos nativos de Virgem. Atividades nos bastidores e questões emocionais pendentes estão em pauta. É um momento significativo para resolver o que vem se arrastando há muito tempo.

Libra - 23/09 a 22/10

Semana importante para a vida social, contato com amigos e grupos. Favorecimento em contatos e negociações que envolvam outras pessoas. Capacidade de liderança que pode despontar em um projeto criativo.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Excelente semana para ganhar destaque na carreira. O apoio de pessoas do sexo feminino pode ser fundamental para realizar os seus propósitos. O envolvimento emocional com o que você faz é o diferencial que leva ao sucesso.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Temos Vênus em seu signo e em bom contato com a Lua. Uma semana de maior equilíbrio emocional e possibilidades positivas no terreno afetivo. Você tende a se sentir mais apreciado pelos seus sentimentos e criatividade.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Semana importante para questões relacionadas a poder, sexualidade e finanças. Capacidade de perceber as transformações que precisam ser feitas para sua evolução. O desapego é fundamental para aproveitar positivamente as energias do atual período.

Aquário - 21/01 a 19/02

Semana favorável para relacionamentos e para o contato com parceiros ou sócios. Você tende a se sentir mais apoiado pelas pessoas que lhe são importantes. Revitalização das relações existentes e possibilidade de novos relacionamentos.

Peixes - 20/02 a 20/03

Semana com tendência ao destaque no trabalho. Observe a influência das emoções sobre a saúde e o corpo. Momento em que poderá contar com um importante apoio de mulheres na carreira.

Inside

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017


FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

VENDE-SE CONSÓRCIO CONTEMPLADO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Crédito R$ 280.000,00 – Prestações R$ 2.067,32–JápagosR$14.500,00, e créditos de R$ 432.000,00 Prestações R$ 3.122,31 – Já pagos R$ 25.000,00. Estes créditos podem ser usados na COMPRA DE IMÓVEL, CONSTRUÇÃO E REFORMA URBANA E RURAL. Aceitamos carro de entrada. Contate: (51) 9 9569 8765/WhatsApp:(51) 9 8055 5703. VENDE-SE FORNO ELÉTRICO de Embutir Fischer Maximus, 56 litros, Inox, 220v. Seminovo. Facilito forma de pagamento. Negociar com Suzi – fone (54) 9 9665-6609.


2

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017


EXCELENTE INVESTIMENTO! Compre por apenas R$ 45.000,00 terreno plano de 1000m², com água e luz! Asfalto chegando no local. A 3,5km de Farroupilha. Saída para o Salto Ventoso. Tratar: (54) 9 9925-2068. VENDO dois terrenos de Cooperativa ambos com115 parcelas já pagas, um em frente a Bigfer e outro no São José atrás dos batateiros Tratar Telefone: (54) 9 9650-1353. VENDO por R$ 13.800,00! Terreno de Cooperativa com área de 360m² (115 parcelas pagas), Localizado na saída para Bento Gonçalves. Entrega agendada para 2018! Ligar: (54) 9 9619.3400 whats. VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de compras. F. 9 9118.1642. VENDO TERRENO, localização central em Arroio do Sal a duas quadras do mar F. 9 9118.1642.


FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

7

ALUGO CASA NA PRAIA a uma quadra do mar, em Arroio do Sal, com 3 banheiros, sendo 2 suítes mais um banheiro completo, casa com laje toda em alvenaria, garagem, pátio grande fechado, churrasqueira, com todas as mobílias, cadeiras de praia, guarda-sóis, com muita sombra, à uma quadra de restaurantes, padaria, sorveteria, supermercado, dunas, posto de saúde. Lugar tranquilo. Alugo para o veraneio. Tratar com o proprietário, fone: (54) 9 99726708, Bento Gonçalves/RS. VENDO 4 terrenos de Cooperativa já com área comprada. F.: 9 9118.1642. COMPRO TERRENO nas proximidades do centro de Farroupilha. Tratar: (54)9 9707-3990.


FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017

9


10

VENDO CASA MISTA localizada no Bairro Pio X, ao lado da Igreja. (A mesma já está alugada através de imobiliária pelos valores de R$ 1.000,00 por mês). Tratar: (54) 9 9118 1642. VENDE-SE Apartamento de 2 dormitórios, com vaga de estacionamento. Todo reformado! Localizado no condomínio Bela Itália. F. (54) 9 9947-2120. ALUGUE SALA COMERCIAL DIRETAMENTE COM A PROPRIETÁRIA, bem localizada e ensolarada, na Independência, com 168m² no Bairro São Luiz. Fones: 9 9951.3583 / 3268-1062. COMPRO VEÍCULOS ano 2015 em diante, somente de particulares e sem restrições. Tratar: (54) 9 9651-3738.

FARROUPILHA, 8 DE DEZEMBRO DE 2017


Esp

ecia

l

Noivas & Festas

Suplemento Especial Não pode ser vendido separadamente

Farroupilha, 8 de dezembro de 2017

Atenção com os detalhes, músicas e mesa de doces

Festas infantis modernas e sem preocupação

Novidades para um casamento muito especial

Opções que vão do luxo ao simples

Páginas 2, 6 e 7

Página 9

Página 10

Página 11


2

Detalhes que fazem a o para os ã ç p e c e r Nossa os! convidad

Espaços para os recados da família e amigos

diferença

Já ouviu falar na expressão “Do It Yourself”? O DIY é uma forte tendência nas cerimônias de casamento com um toque mais intimista, aquelas com um número menor de convidados, e que buscam refletir o estilo e a personalidade dos noivos. Com a ajuda da mãe, das amigas, irmãs, tias e primas, a noiva e o noivo colocam a mão na massa e produzem eles mesmos grande parte dos detalhes da decoração e algumas vezes até da comida.

Além da economia, uma grande vantagem do DIY é que dá à cerimônia um toque especial, com detalhes que fazem a diferença, e ainda contribui com a preservação do planeta, pois reaproveita muitos itens como garrafinhas, luzes, livros e fotos. Se você vai casar neste ano e pretende planejar os detalhes e escolher todos os componentes do seu casamento, fique ligada nestas dicas que separamos para você.

lousas e placas

tória do casal. Uma ideia inovadora e super bacana é montar a Árvore da Família dos noivos, com fotos dos bisavós, avós e pais.

As lousas com mensagens românticas e de boas vindas, e as placas de indicação deixam a festa muito mais divertida e cheia de personalidade, e ainda reaproveitam madeiras que estavam em desuso.

luzinhas vintage

Um detalhe lindo e super fácil de montar é a decoração com fios de luzinhas vintage, super indicadas para os casamentos com estilo retrô. O ambiente fica charmoso, delicado e com clima de romance.

Bandeirinha costurada pela minha a vó

fotos

Fotos antigas em porta-retratos, varais e até mesmo painéis deixam a decoração com ar mais intimista e ajudam a contar um pouco sobre a his-

livros

Os livros preferidos do casal e de suas famílias também estão sendo utilizados para decorar festas de casamento. Se bem elaborados, podem compor criativos centros de mesa, ao lado das tradicionais flores.

bandeirolas

Elas combinam tanto com casamentos ao ar livre quanto em salões fechados, desde que a festa tenha um ar mais descontraído. As bandeirolas presas ao teto dão um charme ao ambiente e as bandeirolas que carregam alguma mensagem podem servir para dar aquele toque especial nas fotos do casal.


3

Que tal contratar um ?

wedding planner Escolher o vestido, visitar os locais viáveis para a cerimônia e recepção, elaborar os convites e distribuir, contratar os prestadores de serviços, organizar o chá de lingerie ou cozinha e o chá de bar, agendar ensaios com padrinhos, damas e pajens, preparar as lembrancinhas.... São muitos os detalhes necessários para organizar um bom casamento, e foi pensando em ajudar as noivas e noivos com esta enorme lista de tarefas que surgiram os Wedding Planners.

rativos a p e r p s o s Nos ... ng planner i d d e w a com

E as listas?

Muito comum em casamentos, as Listas de Presentes caíram na preferência dos noivinhos de todo o País. Elas facilitam para o casal, que pode escolher o que deseja ganhar de presente para todos os setores da casa, e também para os convidados, que podem escolher os presentes que cabem

Diferente dos “cerimonialistas do dia”, o Wedding Planner ou Organizador de Casamentos é contratado pelos noivos para ser o responsável por todos os detalhes do evento. Ele irá personalizar a cerimônia e a festa, combinando-os com o estilo dos noivos e com as tendências da moda, e será o apoio do casal antes e durante o evento.

no orçamento e ainda terão a certeza de que irão agradar os anfitriões. Mas para a cerimonialista Elizete Ferraz é preciso tomar alguns cuidados ao optar pela lista de presentes. “Particularmente acho uma imposição aos convidados e se pensarmos que quando convidamos para um evento nossa

“Este tipo de serviço já é bastante comum nos Estados Unidos e em outros Países, onde a profissionalização já está nesse patamar. Aqui no Brasil ainda temos muito a caminhar. As pessoas fazem um curso de 8 horas e julgam-se aptas a trabalhar, o que não é verdade”, explica a cerimonialista Elizete Ferraz, proprietária da CEAD Cursos, que ministra cursos de Cerimonial e Protocolo, Organização de Eventos, Etiqueta Empresarial, Rituais Alternativos para Casamentos entre outros, também é membro do Comitê Nacional do Cerimonial Público. Como escolher Segundo Elizete, para escolher um bom Wedding Planner é importante sempre buscar por referências de trabalhos anteriormente realizados, observar se o profissional participa de bastante treinamento e está atualizado e sempre recordar da máxima: o barato sai muito caro.

intenção é receber bem e não receber presentes, vimos que no geral sempre caminhamos na linha oposta à etiqueta quanto às listas de presentes”, opina. Porém, para quem deseja não fugir ao habitual, Elizete recomenda a criação de um site dos noivos, onde a lista de presentes estará publicada.


4

Campo, praia ou igreja, ?

qual seu estilo

Até bem pouco tempo uma igreja tradicional e bem projetada era o local preferido dos casais para subir ao altar e dizer o tão esperado sim. Hoje, as igrejas continuam fazendo parte das cerimônias de casamento, mas muitos casais têm optado por cerimônias em locais mais abertos, como campo ou praia.

Se o casamento for realizado durante o dia, aproveite a beleza natural do lugar e complemente com flores da estação à sua escolha. Se o local já possui um belo jardim, não exagere na quantidade de arranjos. Se a festa for se estender até a noite, dê atenção especial à iluminação. Velas e tochas são muito bonitas, mas podem não ser suficientes para iluminar todo o ambiente. Quanto aos trajes, é importante evitar tecidos pesados e produções exageradas. Se o casamento for realizado pela manhã, a noiva poderá

Se você ainda não definiu qual será o seu estilo de cerimônia, confira as dicas da cerimonialista Elizete Ferraz, proprietária da CEAD Cursos e membro do Comitê Nacional do Cerimonial Público. Elizete ministra cursos de Cerimonial e

optar por um vestido mais simples, leve e romântico. Tecidos fluidos como a organza, o crepe e a musselina ficam muito bem. Evite caudas longas e vestidos volumosos. Os cabelos poderão estar soltos e enfeitados com uma guirlanda de flores naturais ou presos. À tarde o visual não muda muito, afinal, você ainda está no campo! Se o casamento for realizado às 18h, você poderá acrescentar um pouquinho de brilho ao traje, já que a festa se estenderá até a noite! O buquê pode ser um pouco maior.

Protocolo, Organização de Eventos, Etiqueta Empresarial, Rituais Alternativos para Casamentos, entre outros, e é expert quando o assunto é a organização de casamentos. Segundo ela, o local e o estilo do evento deverão ter tudo a ver com a personalidade, orçamento e sonho dos noivos. Confira!

Brunch

Os brunchs são uma ótima opção para cerimônias no campo. Trata-se de uma mistura de almoço e café da manhã, servido entre 10h e 11h30min. É um “café da manhã reforçado”. Se a sua opção for este estilo de cerimônia, dê preferência a um local que ofereça um pouco de natureza, de gramados, folhagens e flores, pode ser desde um buffet que disponha de um espaço externo com jardins, salões de hotéis, um local no campo, espaços reservados em clubes ou até mesmo os jardins de sua residência.

No campo


5 Em geral, as cerimônias realizadas na praia são mais informais e ocorrem pela manhã ou ao final da tarde. Neste modelo de cerimônia é vital que o casal faça um estudo meteorológico quanto ao clima no dia do evento. São essenciais cuidados com o sol forte ou chuvas imprevistas. Se possível, escolha uma época em que o clima seja mais estável e certamente isso não será no verão. Pesquise sobre os ventos no local, a maré, os frequentadores habituais para não ser pego de surpresa. Fique atento à locação de móveis, guarda-chuvas, carrinhos para o transporte de idosos, quando for o caso.

Na areia da praia

O casamento realizado na areia da praia requer alguns cuidados. Nada de brilhos e paetês e isso serve para a noiva também. O traje deve-

Na praia

Os casamentos realizados na igreja geralmente são mais formais e ocorrem no período da noite. Neste estilo de casamento, a decoração pede requinte e sofisticação. Para o vestido da noiva é possível escolher seda pura, veludo branco (no inverno), tafetá ou rendas bordadas. O modelo é sempre longo, com cauda igual ou superior a três metros de comprimento. Para o arranjo de cabeça prefira pedrarias, pérolas ou flores naturais. Nas mãos, um belo buquê em flores naturais combinando com o arranjo de cabeça. O noivo deve vestir fraque inteiro, mas se for muito jovem é mais aconselhável o meio-fraque. Padrinhos e os pais dos noivos devem usar meio-fraque. Mães e madrinhas vestem longos, podendo utilizar tafetá, seda pura em cores variadas, sendo proibido o branco e o preto. Na recepção, o indicado é um coquetel seguido de um jantar à francesa com requinte.

Capelas

As capelas são escolhidas para cerimônias onde os noivos desejam um evento informal, mas não abrem mão da igreja. Nestes casos, a decoração deve ser simples em flores campestres coloridas. Um vestido em tecido leve sem anáguas ou armações. Buquê confeccionado com flores naturais coloridas em tons suaves. O noivo pode vestir terno. Padrinhos e convidados devem se vestir com simplicidade e em tons pastéis.

Na igreja

rá ser mais casual e mais leve como o crepe, organza, etc. A noiva pode estar descalça ou de rasteirinhas. Flores nos cabelos ou guirlanda. Quanto ao noivo: traje equivalente, ou seja, despojado!

Casamento à beira mar: superfície plana gramada ou não Neste estilo de cerimônia podemos atender as expectativas da noiva com vestidos mais elaborados, véu e... sapatos! Para o noivo o equivalente. As cerimônias mais formais pedem uma superfície plana por cima da areia, devido às roupas e calçados formais que este tipo de casamento requer. Pode ser construída uma plataforma que permita o acesso até a areia sem que seja necessário pisar nela. A superfície plana também impedirá que as cadeiras afundem na areia.


6

Música certa para ninguém poder ficar

parado

Acertar na escolha da música é essencial para que o casamento seja um sucesso do início ao fim. A música é fundamental para garantir o clima certo para o evento. Na igreja, ela ajuda a dar emoção e ritmo à cerimônia, indicando o momento certo das entradas e relembrando a trilha sonora da vida do casal. Já durante a festa, ela é que vai manter o clima animado e a pista cheia, sem deixar ninguém ficar parado.

crível! n i a v a t s e e t da noi O repertório as horas t l a é t a i o f A festa

Para a festa

O casamento pode ter uma ou várias atrações. Pode ser DJ, banda, atração especial, escola de samba, show, o que os noivos escolherem, desde que o profissional respeite o gosto musical do casal e, ao mesmo tempo, tenha jogo de cintura para mudar o ritmo, evoluir e esquentar a pista até o fim. “Minha principal recomendação é: antes de

Conforme a publicitária Camila Piccini, que comanda o blog “Say I Do” e é CEO do grupo Casar.com, o maior grupo do mercado de casamentos do Brasil, a escolha das músicas da cerimônia vai depender, basicamente, do gosto dos noivos, do

contratar, faça reuniões com o profissional para conversar sobre os estilos ou músicas que fazem ou não questão de incluir na playlist”, recomenda a especialista. Para montar a playlist, Camila afirma que não existem regras, mas uma boa dica é pensar no casamento como um todo. “Na recepção, os convidados ainda estão chegando, então vale tocar ritmos mais tran-

local do casamento, do tipo de cerimônia e do horário. “Igrejas normalmente só permitem músicas clássicas e sacras. Já se o casamento for fora da igreja, como na praia ou no campo, músicas modernas também podem ser escolhidas. Fica a critério dos noivos”, orienta. Uma dica que pode ajudar os casais indecisos a escolherem a música certa para a cerimônia é utilizar as canções que tenham significado na história do relacionamento, a música do primeiro beijo, a trilha sonora de um filme especial, além de outros momentos marcantes. Vale usar a criatividade para tornar o casamento ainda mais especial.

quilos, como jazz e lounge music. Assim como na hora do jantar, que ainda não precisa ser agitada, pode rolar um MPB ou Bossa Nova. Já na entrada dos noivos e corte do bolo, a música pode ir aquecendo e preparando a pista. Depois, vá de músicas mais agitadas até o auge da festa, em que a pista vira balada e o que vale é a animação geral. No final da festa, vale tudo!”, finaliza.


7

Para adoçar o paladar

dos convidados Enquanto na cerimônia é o vestido da noiva que mais chama a atenção dos convidados, no local da festa é a mesa do bolo que atrai todos os olhares. Além de oferecer uma variedade enorme de sabores, a mesa dos doces tem a proposta de encantar olhares e despertar os paladares. Para que tudo saia perfeito, é preciso aliar uma decoração atraente e requintada com doces saborosos e de qualidade.

que atraiu s e c o d e d a A mes onvidados! c s o s o d o t de os olhares

Para dar um charme especial à mesa preferida dos convidados, a dica é intercalar peças em prata, porcelanas, cristais, peças de estilo como esculturas, candelabros e castiçais entre os doces, sempre com o bolo ao centro da mesa, é claro!

Como escolher o bolo

Na hora de escolher a cor e o estilo do bolo, é preciso analisar cuidadosa-

mente alguns itens antes de fazer a encomenda. O número de convidados, a decoração, a altura dos noivos e o tamanho do espaço do evento são itens que precisam ser analisados antes da escolha do bolo adequado. Os noivos precisam se identificar com o bolo e verificar se ele combina com o estilo da festa. A degustação é essencial antes de escolher o bolo, pois os noivos precisam provar e gostar do sabor. Se for um coquetel, onde o bolo será a única sobremesa, ele poderá ser mais pesado, com recheio de trufa ou brigadeiro. Se o evento tiver outros doces, a sugestão dos especialistas é que seja dada preferência para bolo com massa mais leve, com recheio de mousse de maracujá, por exemplo.

Acerte nos doces

A variedade de doces deve ser de sete a 10 sabores, sempre cuidando para não repetir o ingrediente principal. O preferido dos convidados ainda é o chocolate, principalmente o brigadeiro, seguido da castanha e das frutas. A quantidade média indicada é de cinco a seis doces por convidado, cuidando sempre para não deixar a mesa muito vazia. A dica dos especialistas é que os noivos optem

por uma mesa atraente para os olhos, com cores variadas dos doces como maracujá, damasco, pistache e chocolate, com formatos diferentes. As cores das forminhas devem acompanhar as cores da decoração. Se os arranjos tiverem mais folhagens do que flores, as forminhas podem ter cores variadas. Caso seja o contrário, mais flores do que folhas, as forminhas podem ser em tons de verde.

Hmmm..

.


8

Festejando com simplicidade e muito charme

Organizar uma festa em casa ou na praça não significa que o evento terá menos encanto do que uma mega festa em um grande buffet, muito pelo contrário, a comemoração passa a ter a “cara” e o estilo da criança e da família.

São muitas as vantagens de organizar uma festa mais intimista. Além da personificação do evento, tem a questão financeira – uma festa em casa chega a ser três vezes mais barata do que em uma Casa de Festas, por exemplo; tem a vantagem de colocar em prática todas as habilidades anfitriãs da família; e de fazer uma festa autêntica, com a sua identidade; além de poder celebrar a vida com simplicidade e muito charme. “O principal diferencial é a possibilidade de poder pensar na festa sob a perspectiva do aniversariante. De nada adianta uma super decoração, rica em detalhes, se a criança não estiver no

clima da festa... Afinal, a festa é para ela!”, afirmam as comadres Daniele Carneiro e Carol Martins, proprietárias da Festa das Comadres. A bem da verdade, festas com jeitinho caseiro sempre existiram, mas foram subestimadas e ofuscadas pelas grandes produções e agora voltam a ganhar vida diante da correria do dia a dia das famílias. Uma festa em casa ou em um local público, como um parque e uma praça, tornou-se uma oportunidade a mais para os pais, sempre tão atarefados, estarem ao lado dos filhos de forma mais efetiva, participando ativamente na organização e elaboração de um evento que ficará para sempre marcado na memória dos pequenos. Para as Comadres, este estilo de festa veio para ficar e pode ser definido como “festas como deveriam ser”!

Vantagens de uma festa em casa Optar por realizar sua festa em casa ou na residência de um parente próximo pode ser uma ótima ideia! Confira aqui algumas das razões para promover um evento que é a sua cara e faça a escolha certa na hora de celebrar aqueles momentos especiais que ficarão para sempre na memória de sua família.

* Menor gasto financeiro; * Praticidade de ter o que você precisa à mão ; * Ambiente mais intimista e acolhedor; * Colocar em prática suas habilidades como anfitriã e deixar uma boa impressão; * Oportunidade de fazer uma festa autêntica com a sua identidade.


9

Foto: Arquiteta de Fofura

Festa repleta de encanto

Toda criança espera ansiosa pelo dia da sua festa de aniversário, não é mesmo?! A novidade do momento é que não apenas os pequenos, mas também os pais, avós, tios e convidados aguardam com muita expectativa pelo Dia do Parabéns, e esperam ser surpreendidos com uma festa repleta de sofisticação e encanto. Para garantir festas cada vez mais requintadas, os pais contratam decoradoras, animadores, organizadores de eventos e uma lista enorme de outros prestadores de serviços, que vão entregar uma festa pronta, sem nenhuma preocupação para a família do aniversariante. O mercado de festas infantis é um dos mais promissores no ramo de eventos. Uma

festa completa para 100 pessoas pode custar de R$ 4mil até R$ 200mil, dependendo do estilo do evento. Segundo os especialistas do ramo, normalmente as maiores festas são para comemorar o 1° ano da criança. Entre as opções mais requintadas estão serviços de decoração exclusiva, com temas únicos, com objetos trazidos do exterior, e tecidos que recebem estampas exclusivas da festa, por exemplo. Também entram na lista serviços como disponibilidade de motorista para levar os pais que beberam muito para casa, CD de ninar para os filhos irem dormindo na volta pra casa, e ainda a entrega do convite feita na casa dos convidados por um personagem da festa.

O que está alta A febre do momento quando o assunto é Festa Infantil é a presença dos personagens infantis no evento. Princesas e super-heróis estão invadindo as festas, fazendo com que a experiência seja inesquecível, para os pequenos e para os grandinhos. Outra novidade são os brinquedos que divertem não só as crianças, mas também os adultos. A contratação de animadores, que promovem brincadeiras tradicionais como corrida do saco, pular corda, entre outras, também é uma aposta certa para que a festa seja um sucesso. Uma tendência que chegou com tudo nas festas foi a de estações móveis de doces. Inspiradas nos antigos baleiros, estas estações nada mais são do que um suporte de madeira repleto de balas e doces que circulam pelo ambiente durante a festa.


10

Foto: Carol Ritzmann

Conheça as novidades e acerte na escolha

A hora do sim é um momento sempre muito esperado por quase todos os casais apaixonados. Mas sonhar, planejar e tornar em realidade o grande dia não é tarefa das mais fáceis. São muitos os detalhes que envolvem a organização de um casamento. A definição da lista de convidados, a escolha do vestido, dos doces, da decoração, a contratação de profissionais competentes e qualificados. São muitas as tarefas a serem cumpridas para fazer do grande dia um momento inesquecível. Além da interminável lista de detalhes a serem definidos, a noiva e o noivo também precisam estar atentos às novidades que surgem a cada novo ano. E não são poucas as no-

vas atrações que prometem fazer da festa um evento memorável.

Fernanda Floret, autora do blog Vestida de Noiva, está sempre antenada às novas tendências quando o assunto é casamento. Para ela, o mais importante é os noivos não se preocuparem em querer todas as novidades, caso contrário o casamento fica mais parecendo uma feira de tendências. “O importante é o casamento ter a cara dos noivos”, recomenda.

Novidades

As atrações mais procuradas nos casamentos mais badalados do ano são os Food Trucks, onde no lugar de um buffet com pratos clássicos, o casal pode colocar um trailer no lugar

da festa e servir comidas rápidas e variadas. Neste caso, dependendo do que será oferecido aos convidados, o gasto será consideravelmente menor. Outra tendência são os acessórios “pau de selfie” personalizados com nome dos noivos, que podem ser entregues a todos os convidados ou aos padrinhos e madrinhas, para tirar fotos durante a festa. Bares de Cerveja Gourmet também estão na lista dos preferidos dos noivos antenados. No formato bar da pista ou com o serviço de garçons, os noivos podem oferecer aos convidados a oportunidade de beber cerveja premium durante toda a festa.


11

Luxo x Simplicidade Quando o assunto é casamento, os detalhes fazem toda a diferença. Tanto as festas luxuosas, com muitos cristais, arranjos de flores e culinária requintada, quanto as festas no estilo mais vintage ou retrô, com detalhes feitos pelo próprio casal e com poucos convidados, estão em alta no momento. O que vai determinar o modelo da festa é o perfil do casal. “É muito importante que a festa reflita o estilo dos noivos, e nem todos os noivos se identificam com uma festa balada, por exemplo”, explica a blogueira Fernanda Floret, do blog Vestida de Noiva. Indiferente do perfil da festa, o que não pode faltar é boa comida, boa bebida e música certa na hora certa. “Estes itens fazem a festa ser um sucesso. O resto são os detalhes, mas são justamente estes detalhes que deixam a festa única, com a cara do casal”, lembra Fernanda.

Foto: Carol Ritzmann

Vintage * Cores em tons bem suaves, como tons pastéis, são uma boa pedida; * Relíquias de família tanto na decoração quanto na composição do look de noiva deixam o evento mais intimista; * Luzinhas, vasinhos e bolas penduradas fazem parte da decoração; * A música pode também ser de acordo com a época, como os anos 50 ao som do Frank Sinatra. Porém, não deixem de incluir sempre música animada para divertir os convidados do casamento; * A madeira, apesar de ser mais rústica, é a melhor opção para as noivas que buscam este resultado. Para dar uma aparência antiga aos objetos, prefira mesas de madeira com estofado; * Use objetos com significado especial para o casal.

A contratação dos serviços de foto e vídeo também merece atenção do casal, afinal, após a festa acabar, é o que sobra para os noivos, e é o que vai contar a história do dia para as próximas gerações da família.

Luxuoso * Flores no alto são uma grande tendência neste estilo de casamento; * Cristais não podem faltar e devem estar presentes nos acessórios da noiva, na decoração e nos lustres, aliás, os lustres merecem atenção especial neste estilo; * Velas deixam a decoração mais sofisticada; * As flores podem ser naturais ou até mesmo feitas de objetos como broches e pedrarias; * O minimalismo da decoração, que usa poucas cores ou cores nude, é extremamente elegante; * Pirâmides com doces deixam a mesa de doces mais requintada.


12

Momento especial para celebrara vida

O que antes era um evento simples, que reunia apenas familiares e padrinhos para um almoço especial, hoje tornou-se o primeiro evento social da vida do bebê. As festas de batizado estão cada vez mais movimentadas, com uma grande lista de convidados e investimento em decoração, lembrancinhas e reforçados buffets de doces e salgados.

Segundo a decoradora Daiane dos Santos Villain, não há nenhuma recomendação específica na hora de decorar batizados , isso porque a decoração ainda é uma grande novidade neste tipo de evento. Os temas mais comuns na decoração são anjos e ovelhinhas, com muitas flores, velas e balões. O que não pode faltar no batizado, segundo a decoradora, são as lembrancinhas, que a cada dia ganham novas versões como garrafinhas com água benta ou sachês perfumados.

Detalhes

“Os sachês estão em alta e costumam ser decorados com tag de agradecimento e mini terço. Além de serem cheirosos, ficarão guardados na casa do convidado por um bom tempo”, explica a especialista. * Defina a data e faça contato com a paróquia para realizar o curso de preparação para o batizado. Sim, na Igreja Católica existe um curso, que será feito pelos pais e padrinhos. * Escolha os padrinhos: são eles as pessoas que vão acompanhar a vida religiosa da criança e serão como segundos pais. Por isso, opte por pessoas sensatas e responsáveis que sejam pró-

ximas do casal e da criança. * Roupa da criança: o ideal é optar pelo branco, mas caso não seja essa a cor escolhida para a roupinha, deve-se providenciar uma manta batismal branca para envolver o bebê no momento do batismo. * Vela de batismo: é um dos elementos mais importantes da cerimônia, pelo seu significado

de que Cristo é a Luz do Mundo e acompanha o cristão para o resto da vida nesse tipo de celebração (por exemplo, para se fazer o crisma é preciso esta mesma vela). * Decoração: Prefira as cores claras. Dourado e prata são indicadas. Anjos e ovelhas são sempre recomendados como tema do evento. Se puder, contrate decorador para cuidar de tudo.

Edição 515  
Edição 515  
Advertisement