Page 1

FARROUPILHA

|

ANO X

| EDIÇÃO 491

| 2 3 D E J U N H O D E 2 017 |

R$ 3,00

Mérito a quem tem sede de saber Daniel Rufatto

Câmara de Vereadores homenageou 38 estudantes de seis instituições de ensino pelo excelente desempenho ao longo do ano letivo de 2016 Matéria Especial, páginas 2 e 3

ECONOMIA

Mais nova opção gastronômica

CIDADE

Observatório Social a caminho

POLÍTICA

São Carlos corre risco de fechar

Primeiro restaurante de frutos do mar da Formado por membros da sociedade civil, Situação financeira da Casa de Saúde foi cidade, Puerto Madeiro inaugura na terça ONG busca contribuir com gestão pública divulgada em turbulenta reunião na CICS Página 10 Página 11 e Editorial Página 8


2

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

ESTUDANTE DESTAQUE 2016

Dedicação aos estudos devidamente enaltecida Câmara de Vereadores homenageou 38 estudantes pelo desempenho obtido ao longo do último ano letivo

I

r bem na escola, com boas notas e bom comportamento, nem sempre é garantia de reconhecimento no Brasil. Por meio do projeto Estudante Destaque, a Câmara de Vereadores de Farroupilha tenta mudar esta cultura ao colocar em evidência àqueles que fazem valer a pena as centenas de horas despendidas nos bancos escolares a cada ano. Instituída em 2005, pela Lei Municipal nº 3.090, a distinção é conferida com base em

alguns critérios, como frequência mínima de 95%, participação em projetos desenvolvidos pela escola e boletim de desempenho com no mínimo 90% em todas as disciplinas, sendo que em uma delas o aproveitamento deverá ser de 100%. A documentação, que deve ser encaminhada por cada instituição de ensino, é então submetida à análise da Comissão Parlamentar de Educação da Casa. Nesta edição, que leva em conta o ano letivo de 2016, foram selecionados para receber a condecoração 38 estudantes de seis escolas. Os certificados e medalhas alusivos ao prêmio foram outorgados tanto aos alunos como aos educandários na noite de segunda, em sessão solene no Poder Legislativo.

Os Estudantes Destaque de 2016 Confira quem recebeu a premiação, cujos certificados e medalhas foram entregues pelo Presidente da Câmara de Vereadores, Fabiano Piccoli, e pelo vice-prefeito Pedro Pedrozo. A escola de cada estudante está identificada conforme as legendas abaixo.

Caroline de Souza Hohensee

Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin Escola Municipal João Grendene Escola Municipal Oscar Bertholdo Escola Municipal Ilza Molina Martins Escola Municipal João XXIII Colégio Estadual Farroupilha

Eduarda Simões Reinaldo

Maria Luísa da Silva Souto

Ana Laura Mancalossi

Karina Callegari

Luan Crócoli

João Guilherme da Silva

João Paulo Zatti Möpert

Homenagem às escolas participantes do projeto

Escola Zelinda Pessin, representada pela diretora Jaqueline Gonçalves e Simone Garcia, do Conselho de Educação da escola

Escola Ilza Molina Martins, representada pela vice-diretora Rita Basso

Escola João Grendene, representada pela diretora Vanderleia Franceschet Rapkiewicz

Colégio Estadual Farroupilha, representada pela diretora Elezita Ferrari

Escola Oscar Bertholdo, representada pela diretora Cleonice Marilia Corteletti

Escola João XXIII, representada pela diretora Simone Lovatel Marchet


3

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

Fotos: Daniel Rufatto

Dávyts Ferreira dos Santos

Jamyle da SIlva Polli

Amanda Lopes Salamoni

Ana Geni Déca Kern

Antoni Henrique Ramos Stasiak

Guilherme Bertoletti Allmer

Jade Vitória Moraes de Andrade

Joanna Lara Neis

Júlia Guedes Benvinda

Luís Gustavo Friedrich

Poliana Antunes

Bruna Augustin dos Santos

Caroline Conte Ceccato

Gabriel Zanella

Júlia Lazzari

Luísa Zamboni

Marina Callegari Bristot

Natália Conte Ceccato

Bibiana de Souza Barbosa

João Pedro de Almeida

Lucas Wentz

Marcelo Augusto da Silva

Marcelo Bach Júnior

Caroline Bertolini Soares Também foram homenageados com o Certificado Estudante Destaque 2016, mas não puderam comparecer a solenidade de segunda, os seguintes estudantes listados abaixo. Mariana Moreira Lima Greice Melo Gustavo Salla Antoniolli João Vítor Weber Laiana Kuczkowski Matheus Cogo Benevides


4

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

A responsabilidade trabalhistas na Lei Empresas e Falência Isaias Roberto Girardi *

A

Lei nº 11.101, de 8 de fevereiro de 2005, Lei de Recuperação de Empresa e Falência, que regula a recuperação judicial, a extrajudicial, a falência do empresário e da sociedade empresária, trouxe inovações que geraram reflexos questionáveis nos instituto do Direito do Trabalho, como a flexibilização do privilégio do crédito trabalhista, limitado a 150 salários mínimos e, em especial, a extinção da sucessão trabalhista no processo falimentar e na recuperação judicial. Nesse aspecto, as alterações introduzidas pela referida lei colide com os fundamentos da proteção do direito do trabalhador, assegurado pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e no artigo 1º, inciso IV, pelo princípio da valorização do trabalho e pelos direitos sociais do artigo 7º, ambos da Constituição Federal. A mencionada lei no ordenamento jurídico pátrio consiste em atender e preservar a atividade econômica da empresa, os postos de trabalho e a satisfação dos credores, buscando reduzir o número de falências, visando, assim, atender a função social da empresa estabelecida no artigo 170, caput e inciso IV da Constituição Federal. A Lei nº 11.101/05 marca o início

de uma nova fase do sistema falência brasileiro, a qual, entre várias inovações, estabelece a extinção do instituto da concordata e o surgimento de um novo, a recuperação da empresa, visando a manutenção da atividade produtiva das empresa que estão em dificuldades econômicas. Com uma visão voltada aos benefícios em prol da sociedade e, no caso da impossibilidade da recuperação, procedendo-se à liquidação do ativo com a falência. Assim com a utilização da recuperação judicial, a extrajudicial institui-se uma alternativa de manutenção da empresa viável. Entre os meios de recuperação da empresa, estabelecida pela Lei nº 11.101/05, encontra-se a possibilidade da alienação de filiais e unidades produtivas da empresa, regulado pelo artigo 60 da referida lei, que em seu parágrafo único desonera de qualquer ônus e obrigações o bem alienado. Nesse aspecto, o art. 141, II, prevê que o “objeto da alienação estará livre de qualquer ônus e não haverá sucessão do arrematante nas obrigações do devedor, inclusive as de natureza tributária, as derivadas da legislação do trabalho e as decorrentes de acidentes de trabalho”. O § 2ª do mesmo dispositivo prevê, ainda, que os empregados do devedor contratados pelo arrematante poderão ser dispensados e admitidos mediante novos contratos de trabalho, eximindo o arrematante das obrigações de-


5

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

pelos créditos de Recuperação de (parte inicial) Imagem: Reprodução

correntes do contrato anterior. A sucessão trabalhista, regulamentada pelos artigos 10 e 448 da CLT, que ocorre na incorporação, transformação, cisão, fusão e alienação de uma empresa por outra, está calcada em três princípios: o da intangibilidade do contrato de trabalho, o da despersonalização do empregador e o princípio da continuidade do emprego. Com base nesses princípios, havendo alteração do empregador, o pacto laboral mantém-se inalterado no tocante às obrigações e os direitos deles decorrentes, além

de serem preservados as mesmas garantias oriundas do antigo empregador e assegurar a manutenção da relação laboral anterior em face ao novo titular do empreendimento. De acordo com este entendimento o sucessor empresarial responde pela totalidade das obrigações e direitos presentes, futuros e passado dos contratos de trabalho. Não havendo interrupção da contagem de tempo de serviço, as obrigações são exigidas e as sentenças são exequíveis. * Advogado (OAB/RS 51.182)


6

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

Luta pelo São Carlos é de poucos Único hospital da cidade, o Beneficente São Carlos tem sua situação agravada a cada dia. Os dados apresentados na quarta à noite (se forem reais, porque outros já foram noticiados e ninguém parece, ao certo, saber o tamanho real do rombo) são assustadores a ponto de se cogitar a inviabilização da continuidade da instituição. Ao longo dos anos, o HBSC serviu de massa de manobra, foi utilizado como bandeira política, palco de estratégias equivocadas de ampliação e gestão e o único ponto comum entre todas essas desastradas medidas foi que elas tiveram interesses pessoais e políticos colocados em primeiro plano, ao passo que o interesse do Hospital, que em último caso, é o interesse da comuni-

dade, deixado para o plano final, ou melhor, um interesse que sequer foi considerado. É evidente que uma hora a situação chegaria a um nível de insustentabilidade como o atual. Mas há outros problemas. Parte dos profissionais que atua no São Carlos também restringe sua preocupação à esfera pessoal, ou seja, o Hospital é útil enquanto se puder extrair benefício dele. Isso faz com que a saúde custe uma exorbitância fora dos padrões no Brasil. Um atendimento de Quinto Mundo quando seu custeio é de Primeiro. Os exemplos estão por aí, País afora. Infelizmente, nossa realidade não é isolada, mas miseravelmente comum. Porém, o principal óbice à resolução da questão parece ser mesmo

político/partidário. As constantes comparações entre uma gestão e outra, uma administração e outra, um partido e outro, além de não contribuírem em nada para a resolução do imbróglio, acabam por deixar ânimos ainda mais exaltados e uma visão turva em nada contribui para se construir uma saída para a complexa e profunda crise. A única alternativa, diante da bola de neve que se transformou o HBSC, parece ser a de diminuir o tamanho da instituição. Se ela é financeiramente insustentável com esse porte, reduzir o seu custo torna-se uma medida mais do que necessária, mas premente. Contudo, para que isso seja, de fato, discutido, primeiro é necessário que as armas sejam depostas e que

se crie uma força-tarefa onde seus integrantes estejam completamente despidos de rancores, ressentimentos, interesses pessoais ou vaidades. O modelo está aí. O trabalho executado pelas Voluntárias da Saúde é um caminho exemplar a ser seguido. Passou da hora da adoção de uma medida enérgica, amarga se necessária, mas que ofereça um mínimo de esperança para que o São Carlos continue suas atividades, não para o mês que vem, mas para um médio e longo prazos. Medidas paliativas não terão apenas o efeito de protelar tal decisão, mas poderão, inclusive, inviabilizar o futuro da instituição. Por um HBSC com menos politicagem e mais espírito de voluntariado.

OPINIÃO

Breves reflexões sobre a informática na escola Júnior de Arruda * A informática vem adquirindo cada vez mais relevância no cenário educacional. A modernidade fez com que escolas e professores se adequassem e aprendessem a utilizar diferentes tecnologias como recursos pedagógicos atrativos para os alunos. A maioria das instituições de ensino possui laboratório de informática e têm acesso à internet, sejam elas públicas ou privadas. Com o tempo, elegeu-se o computador como instrumento de ensino e aprendizagem e sua utilização vem sendo cada

vez mais difundida. Houve época em que era necessário defender a introdução da informática na escola. Hoje em dia, o que vem sendo questionado é a forma como essa introdução é feita. Poucas são as crianças que não tiveram contato com equipamentos eletrônicos ou que não sabem manuseá-los. Uma pesquisa realizada em 2014 pela AVG Technologies, com famílias de todo o mundo, mostrou que 66% das crianças entre 3 e 5 anos de idade conseguia jogar no computador. A tecnologia costuma atrair o interesse e a atenção desde cedo, entretan-

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 e 3 Editorial e Opinião................................ Página 6 Economia .................................................. Página 8 Cidade ........................................................ Páginas 9 e 10 Política ..................................................... Páginas 11 Educação .................................................. Páginas 12 e 13 Esporte ..................................................... Páginas 14 e 15

Inside

Especial..................................................... Capa Cinemas ..................................................... Página 2 Música ....................................................... Páginas 3 e 9 Gustavo Pimentel ................................... Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Ação Social .............................................. Página 5 Guilherme Macalossi ............................ Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Armando Wartha.................................... Página 8 Fotografia ................................................ Página 8 Lauro Edson Da Cás ............................... Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

to, é preciso que pais e educadores orientem em relação à quantidade de tempo no computador e à qualidade dos programas ou sites acessados. Na escola, é importante que os professores capacitem os alunos, desde a Educação Infantil, para o uso adequado e moderado da tecnologia, promovendo sua utilização de maneira a desenvolver potencialidades cognitivas. Informática na escola vai muito além de apenas jogar. Não é só Friv (site de jogos online) ou tempo livre para navegar na internet. Não é perda de tempo ou passatempo. É sim um momento praze-

REDAÇÃO - REDACAO@JORNALINFORMANTE.COM.BR ALANA BOF ALANA@JORNALINFORMANTE.COM.BR DANIEL RUFATTO DANIEL@JORNALINFORMANTE.COM.BR JULIANA INÊS CASA BARBIERI JULIANA@JORNALINFORMANTE.COM.BR RAMON CARDOSO RAMON@JORNALINFORMANTE.COM.BR ROCHELI CAMARGO ROCHELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

roso de aprendizagem, no qual são estabelecidos objetivos pedagógicos para que as atividades tenham significado e façam do laboratório uma extensão da sala de aula. Na escola, a tecnologia deve ser utilizada como recurso para apresentar e aprofundar conteúdos curriculares. Nesse sentido, é preciso que o corpo docente se mobilize sobre a importância da informática educacional, atualizando-se constantemente e acreditando que a tecnologia é uma aliada na construção da sua prática. * Pedagogo

FINANCEIRO - FINANCEIRO@JORNALINFORMANTE.COM.BR KELI DE ALMEIDA MACIEL KELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

LOGÍSTICA - LOGISTICA@JORNALINFORMANTE.COM.BR LUIZ CARLOS DE ANDRADE LUIZ@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURAS - ASSINATURAS@JORNALINFORMANTE.COM.BR

COMERCIAL - COMERCIAL@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURA BIENAL: R$ 220,00 ASSINATURA ANUAL: R$ 120,00

TELEFONES

FABIANO LUIZ GASPERIN GASPERIN@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARIA DA GRAÇA POTRICOS LEITE MARIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR PAULA ANDRESSA DOS SANTOS LAGO PAULA@JORNALINFORMANTE.COM.BR VALÉRIA GASPERIN VALERIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR

(54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

ENDEREÇO RUA DR. JAIME ROMEU RÖSSLER, 348, BAIRRO PLANALTO

ANUNCIOS - ANUNCIOS@JORNALINFORMANTE.COM.BR ALEXANDRE FRANCISCO MACHADO ALEXANDRE@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARCELO BORTAGARAY MELLO MARCELO@JORNALINFORMANTE.COM.BR TIAGO RODRIGUES DA SILVA TIAGO@JORNALINFORMANTE.COM.BR

COLUNISTAS ARMANDO WARTHA CRÔNICAS DA REDAÇÃO DOLORES MAGGIONI FABRÍCIO OLIBONI GUILHERME MACALOSSI GUSTAVO PIMENTEL LAURO EDSON DA CÁS PAULO ROQUE GASPARETTO

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


8

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

NOVIDADE GASTRONÔMICA

Puerto Madero inaugura na terça

U

ma deliciosa novidade para os amantes de peixe: Farroupilha enfim terá um restaurante especializado em frutos do mar. Situado na Pedro Grendene, 655, o estabelecimento inaugura na próxima terça e terá um cardápio com opções que vão desde petiscos até sushi e pratos mais elaborados, como salmão ao molho de maracujá, bacalhau à Gomes de Sá e camarão na moranga. “Identificamos que tanto Farroupilha como a região tinham carência de um restaurante de frutos do mar e resolvemos investir nesta ideia. A proposta é atender a diferentes públicos, com um produto de qualidade”, destaca Peterson Maciel, que, junto ao sócio Deivid Ferreira, está à frente do empreendimento. Inspiração em famoso polo gastronômico de Buenos Aires A expectativa da dupla é a de repetir o sucesso da Peixaria Q’Peixe, que, desde

a inauguração, em março do ano passado, se tornou referência no segmento em Farroupilha. Conforme explica Peterson, a marca Puerto Madero, desenvolvida pela Anselmi Comunicação, faz alusão à famosa região de Buenos Aires, considerada um dos principais polos gastronômicos da Capital argentina. Com mais de 300 metros quadrados, o restaurante conta com amplo e confortável espaço, com capacidade para atender a mais de 100 pessoas simultaneamente. Para inauguração desta terça, o restaurante disponibilizará 60% das mesas para reservas (com chegada até às 19h30min), que podem ser efetuadas pelos fones 3401-3314 ou 999.493.837. O restante do espaço será ocupado por ordem de chegada. O horário de atendimento do Puerto Madero será de terça a sábado, das 19h às 23h e, aos domingos, das 11h às 13h. Mais detalhes podem ser conferidos na fanpage www. facebook.com/PuertoMad.

Daniel Rufatto

Capitaneado por Deivid Ferreira e Peterson Maciel, restaurante é o primeiro de Farroupilha especializado em frutos do mar

Nova opção Localizado na Pedro Grendene, 655, Puerto Madero atenderá de terça a sábado, das 19h às 23h e, aos domingos, das 11h às 13h

Finanças Mercado de trabalho: maio Empretec: palestra na terça com saldo positivo na cidade apresenta detalhes do curso Farroupilha registrou um crescimento de 0,33% no mercado formal de trabalho em maio. No total, o saldo no período foi positivo em 83 vagas. Conforme balanço divulgado nesta semana pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o avanço foi puxado especialmente pelos setores do Comércio e da Indústria de Transformação, que, juntos, somaram 140 novas vagas ao longo do último mês. Por outro lado, o setor de Serviços fechou 48 vagas. Até o momento, no ano, foram criadas 528 vagas de trabalho, equivalente a um incremento de 2,13%. No entanto, quando o recorte é o dos últimos 12 meses, o saldo permanece negativo em 212 empregos (-0,83%).

Promovido em Farroupilha por meio de parceria entre o Sebrae e o Núcleo de Jovens Empresários da CICS, o Empretec terá uma palestra de apresentação na próxima terça, às 19h, na sede da CICS (República, 425, 6º andar). Com metodologia desenvolvida pelo Organização das Nações Unidas (ONU), o seminário, que será realizado de forma intensiva de 7 a 12 de agosto, é voltado ao desenvolvimento das habilidades empreendedoras dos participantes, que serão selecionados a partir de uma entrevista, que deve ser previamente agendada. Interessados em conhecer mais detalhes sobre o treinamento podem se inscrever para acompanhar a palestra pelo fone 3261-3460.


9

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

PREVENÇÃO

Combate aos entorpecentes Semana Municipal promove palestras de conscientização em escolas

S

egunda inicia a Semana Municipal de Conscientização, Prevenção e Combate ao uso de Entorpecentes. Diversas palestras serão realizadas sobre a temática. Serão atendidos 500 alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Classes de Aceleração das escolas João Grendene, Medianeira, Cinquentenário e Teotônio Vilela. Os encontros serão ministrados pelo soldado Narciso Trevisol, por meio do projeto “Estudante Cidadão”, que propõe a presença do policial em sala de aula para reforçar lições preventivas, de combate às drogas e à violência. A organização é do Conselho Municipal de Entorpecentes (Comen), composto por 16 entidades.

Esquina

Evento obtém R$ 37 mil para HBSC

As Voluntárias da Saúde divulgaram os valores obtidos com o show realizado no último dia 9, em Caravaggio. Foram R$ 37.620,00 que serão aplicados na compra de alimentos para o Hospital São Carlos. No evento houve missa no Santuário e show com padre Osmar Coppi, no Ginásio do Saturno. A próxima ação será um Bazar Beneficente, em 8 de julho.

Programação

Segunda 18h: Câmara de Vereadores, apresentação das ações e do Comen 20h: Palestra na escola João Grendene Terça 13h30min: Palestra na escola Nossa Senhora Medianeira Quarta 8h30min: Palestra na escola Cinquentenário Quinta 9h: Palestra na escola Senador Teotônio Vilela

Obituário 15 de junho José Murialdo da Silva, 53 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal de Caxias do Sul; Alcides Mazzoti, 82 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Ampelio Bettu, 60 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza. 18 de junho Alvina Luiza Ornaghi Arrosi, 85 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade de Nova Milano (4º Distrito); Archimedes Raimundi, 85 anos. Sepultamento no cemitério de Vila Jansen (2º Distrito)

Alguém quer me adotar? Você não vai resistir ao sorrisão do Pescocinho, vai? Então dê uma chance a ele. Com cerca de 8 anos, está procurando por um lar amável. É de porte pequeno e já está castrado. Contato para a adoção com a ONG dos Peludos pelos fones 999.386.360 ou 992.122.466. Importante: a ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes

ONG dos Peludos


10

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

CIDADANIA

Observatório Social chega a Farroupilha ONG formada por entidades representantes da sociedade civil busca contribuir com a gestão pública e promover a educação fiscall uma das gestoras do Observatório Social do Brasil, realizou a primeira parte da capacitação, via Skype. Foram abordados temas como as primeiras ações necessárias para implantar um Observatório Social, orientações normativas e código de conduta. Conforme Bianchi, os próximos passos são manter o contato com o Observatório Social Brasil para continuar a capacitação e depois montar as comissões e formular o estatuto. Diversas entidades como a CDL, Sindilojas, OAB e Sindigêneros já demonstraram interesse em participar do projeto. O Observatório Social foi criado em 2005 na cidade de Maringá, no Paraná e, anualmente, auxilia os municípios a reduzir os gastos públicos. No Rio Grande do Sul, já foi implantado em 12 municípios incluindo Porto Alegre, Caxias do Sul e Bento Gonçalves.

CICS Farroupilha

P

resente em mais de 100 cidades de 19 Estados brasileiros, o Observatório Social está prestes a ser implantado em Farroupilha. Organização Não Governamental e sem fins lucrativos, o Observatório busca reunir entidades representantes da sociedade civil para contribuir com a gestão pública. A implantação em Farroupilha é liderada pela CICS e contabilistas. O presidente deliberativo da CICS Farroupilha, Maurício Bianchi, explica que, entre os objetivos do Observatório está acompanhar a gestão pública, promover a educação fiscal e a transparência das informações públicas. No início dessa semana, foram realizadas reuniões, na sede da CICS Farroupilha, para dar início à implementação do Observatório no município. Na ocasião, Cristina Luiza Lizzoni,

Primeiras reuniões Encontros iniciaram a capacitação para implementação do Observatório Social


11

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

HBSC NA UTI

O tamanho da dívida do São Carlos Daniel Rufatto daniel@jornalinformante.com.br

S

e fosse um paciente, o estado de saúde do Hospital Beneficente São Carlos (HBSC) sem dúvida seria considerado gravíssimo. Os números da dívida da instituição foram apresentados na noite de quarta pela consultoria contratada pela nova gestão da Casa de Saúde, em reunião aberta na CICS, que contou com a participação de representantes de Executivo, Legislativo, Ministério Público, entidades representativas e comunidade. Conforme o relatório, as dívidas atualmente somam R$ 36.868.931,83, além da previsão de despesas superiores a R$ 1,5 milhão por conta de ações trabalhistas e cíveis até o final do ano. Deste total, R$ 23.890.173,47 estão programados e R$ 12.978.758,36 são de débitos já vencidos, sendo que R$ 1.934.220,97 precisam ser pagos urgentemente. Além disso, o déficit atual a cada mês é estimado em R$ 961.420,02, sendo mais de R$ 600 mil relativos às dívidas programadas. Frente a este cenário, a Projeto de Vida Consultoria, responsável pela elaboração do relatório, apresentou duas saídas para continuidade ao menos pelos próximos meses das atividades do hospital. Ambas dependeriam de um aporte de R$ 3.434.220,97 e a não devolução imediata da antecipação de R$ 1 milhão que a prefeitura concedeu à instituição em janeiro para quitação do 13º salário dos funcionários. Reunião de mais de três horas foi marcada por debates acalorados e apelo por união “O mais importante é que as organizações e as lideranças estejam integradas e compro-

metidas com ações e alocações dos recursos necessários para continuidade e sustentabilidade do HBSC. O apoio de toda comunidade local é fundamental”, defendeu Valderi Zirr, presidente da consultoria. No entanto, conforme ficou explícito no decorrer do encontro, há uma série de pontos que passam longe de um entendimento entre a nova gestão do HBSC e a administração municipal. “Só tem um ente que não nos ajuda e faz o contrário, que é o poder público. Hoje o hospital é refém da prefeitura. É vergonhoso o que está acontecendo”, afirmou Elizabeth Bartelle Laybauer, presidente do Conselho Administrativo do HBSC. Com o prefeito Claiton Gonçalves ausente da reunião, coube ao chefe de gabinete José Adamoli colocar a posição do Executivo farroupilhense. De acordo com ele, a prefeitura já está no limite, alocando, inclusive, mais recursos na instituição do que o Estado e a União, mais privilegiados pelo bolo tributário. “Temos que sair dessa disputa de queda de braço. Juntos temos a capacidade de resolver isso. O poder público municipal não vai se omitir, mas não esperem que a solução esteja só lá”, assinalou Adamoli. Presente à reunião, o promotor de justiça Ronaldo Lara Resende chegou a indagar se a prefeitura tem um plano de contigência caso o hospital feche. Em resposta, Adamoli afirmou que a administração municipal aposta que isto não irá acontecer, mas que, caso ocorra, cumprirá com suas atribuições. Após mais de três horas e meia, o encontro foi encerrado com um apelo das Voluntárias da Saúde para que todos unam forças e se engajem na busca de uma saída para a complexa crise do São Carlos. Algo mais que urgente, visto que o fechamento do único hospital da cidade poderá gerar prejuízos incalculáveis para toda a comunidade farroupilhense.

Daniel Rufatto

Sem unidade entre prefeitura e entidades, com déficit mensal de quase R$ 1 milhão e dívida total de aproximadamente R$ 37 milhões, único hospital farroupilhense corre risco de fechar

Estado gravíssimo Consultoria apresentou atual situação financeira do HBSC durante reunião

Boca de Urna

Aumento de produtividade

Em um cenário de incertezas quanto ao futuro do São Carlos, uma das esperanças está no aumento da produtividade. Conforme o relatório divulgado na noite de quarta, como resultado de uma série de ações promovidas pela gestão que assumiu a instituição em março, houve um aumento de 70% nas internações de janeiro a junho, além da ampliação do número de cirurgias e retomada dos procedimentos eletivos. Conforme o diretor-técnico Leonardo Bruttomesso, as equipes de médicos plantonistas estão praticamente completas e, se o trabalho tiver continuidade, a projeção é positiva para os próximos meses, ao menos em relação à prestação de um atendimento de qualidade à comunidade.

União acima de política

Aporte de recursos por parte do poder público e até mesmo da iniciativa privada, transferência do hospital para o município, decretação pelo município de nova calamidade pública... Sugestões que foram apresentadas durante a reunião, mas que, no momento, parecem estar longe de acontecer. O futuro do São Carlos é nebuloso e o desafio imediato é viabilizar novos aportes para garantir a continuidade das atividades pelos próximos meses, enquanto se busca saídas definitivas para a crise. Urge a união de todos acima de quaisquer interesses políticos e pessoais.


12

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

Fotos: Sandro Lazari/Comunicação IFRS

MÃOS À OBRA

Projeto do IFRS viabiliza melhorias na Casa Lar Reforma na sala de convivência da instituição foi entregue na terça

U

ma atividade acadêmica desenvolvida pela turma do terceiro semestre do curso superior de Tecnologia em Processos Gerenciais, do Campus Farroupilhense do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), ajudou a transformar a realidade das crianças e adolescentes da Casa Lar Padre Oscar Bertholdo. De março a junho, os estudantes do IFRS viabilizaram a reforma da sala de convivência da entidade de acolhimento. “O projeto proporcionou o desenvolvimento de atitudes de responsabilidade social com a comunidade na qual estão inseridos, a valorização dos seus conhecimentos, permitindo que sejam tirados da zona de conforto por meio da experimentação de situações adversas da sala de aula”, explica Tânia Craco, professora responsável pelo projeto.

A turma desenvolveu todas as etapas do projeto, como a elaboração da proposta, aprovada pela gestão da Casa Lar, a captação de recursos e a execução da obra em si. Entre as benfeitorias, destaque para a criação de um espaço para leitura e de pintura de uma área com tinta especial transformando uma parede em quadro negro. Também foram instaladas cortinas, capas nos sofás e adquiridas duas mesas infantis, uma escrivaninha e mesa para prática de tênis de mesa. “Estávamos necessitando dessa reestrutura e de novas ideias. O grupo está de parabéns. Foram muito dinâmicos. E as crianças adoraram, que é o que importa”, elogia Cristiane Rotili, coordenadora da Casa Lar. A entrega da obra foi realizada na noite de terça, em confraternização entre os estudantes do IFRS e os jovens da casa de acolhimento.

Esforço coletivo Projeto foi desenvolvido por turma de Tecnologia em Processos Gerenciais

Espaço reestruturado Sala recebeu uma série de benfeitorias, como nova pintura e área para leitura


13

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

RECICLAGEM

Lixo: um recurso valioso Projeto coleta resíduos recicláveis para viabilizar viagem de estudo aos estudantes da Zelinda Rodolfo Pessin Juliana Inês Casa Barbieri

N

a Escola Municipal Zelinda Rodolfo Pessin, a consciência ambiental tem resultado numa ação de reaproveitamento. Os alunos recolhem o que iria para o lixo reciclável, o material é separado, pesado, vendido e cada um ganha auxílio em viagem de estudos que está programada para final do ano. A ideia recebe ajuda do Grêmio Estudantil e envolve os 215 alunos, da Educação Infantil ao 9° ano. Batizado de “Projeto Reciclar: Uma Atitude Cidadã”, coleta papelão, papel, garrafa pet e latinhas. Nos três primeiros meses já foram obtidos R$ 1.177,70 com a venda de 2.228 quilos de material. “O objetivo, além de angariar fundos, é contribuir para a conscientização socioambiental, com a mudança de hábitos em relação à problemática do lixo”, avalia a diretora Jaqueline Borges Gonçalves. Para a estudante Kimberlly Dolni, do 8º ano, que também é vice-presidente do Grêmio Estudantil, a ação estimula os alunos a separarem o lixo de maneira mais consciente, com ajuda das famílias. “Como todos produzem ‘lixo’, nada mais justo e consciente do que usar este recurso para angariar fundos”, considera também a diretora, ressaltando que a ideia surgiu quando a escola promoveu um passeio no último ano e alguns não puderam participar em virtude do valor. Então o projeto ganhou forma e ainda espalha um bom exemplo.

Trabalho em grupo Papel, papelão, pets e latinhas são separados para venda todas as quartas, pelos próprios estudantes

Comunidade pode contribuir É possível contribuir com o projeto e entregar o material diretamente na instituição, de preferência às quartas, quando os recicláveis são selecionados, já que não há espaço para depósito. O importante é que os itens estejam limpos e bem armazenados, facilitando a triagem. São aceitos papel, papelão, garrafa pet e latinhas. A escola está localizada na rua Carlos Buscaíno, 184, no bairro Centenário.


14

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

DECISÃO

BGF e Unidas disputam o título Copa Farroupilha de Futsal Feminino decide a campeã da temporada 2017 na noite deste sábado, em Lourdes

O

rganizada pela Liga Farroupilhense de Futsal, a Copa Farroupilha de Futsal Feminino realiza sua decisão neste sábado à noite, no Ginásio de Esportes do Colégio Nossa Senhora de Lourdes. O ingresso custa R$ 5,00. Na abertura da noite de futsal, às 19h, um amistoso entre a farroupilhen-

se Valente Futsal e a bento-gonçalvense Abala. Na sequência, a farroupilhense Juventus decide o 3º lugar com a nova-petropolitana Fura Bola. No encerramento da noite, a partida que vale o caneco da competição, no confronto entre a atual campeã, a BGF, de Bento Gonçalves, e a Unidas, de Canela.

3º lugar

X Sábado, às 19h45min

Final

Sábado, às 20h30min

Time base Karine Monique Pati Pâmela Paula Técnico Lazinho

Time base Lúcia Ângela Carolina Micheli Luiza Técnico Éverson

Preliminar Fotos: Ramon Cardoso

Estreia com goleada

Tudo bem que as rivais Damas da Bola, de Caxias do Sul, não têm o futebol de campo como foco, mas boa parte do time feminino do Brasil também é oriunda do salão. Mesmo assim, o time farroupilhense demonstrou bom entrosamento e venceu em seu amistoso de estreia por 10 a 0. Rafa e Fran tiveram atuação de gala, marcando três gols cada, e o placar foi completado com gols de Ana, Jaque, Laís e Cristiane. O técnico Eder Vanzin comentou que a performance foi acima do esperado e que a obediência tática, aliada à qualidade individual de algumas atletas, fez a diferença para uma atuação sólida.

Decisão do Inverno

A última rodada da fase classificatória do Torneio de Inverno foi disputada na cancha do Vinhedos, em Caruara. O CTG Rancho de Gaudérios, composto por Juca, André, Luís e João foi o vencedor. Neste sábado acontece a final, às 13h30min, no CTG Aldeia Farroupilha, com os vencedores das rodadas. Na abertura da tarde, o Trio 1 do Rancho mede forças com o Vinhedos e, na sequência, o Sócios do Aldeia busca uma vaga na final contra o Trio 2 do Rancho. Na próxima semana, haverá reunião da Liga Farroupilhense de Bochas Tiro e Ponto para definição do Campeonato Municipal. Equipes interessadas podem entrar em contato com o presidente Juca pelo fone 996.323.443.

Estreia promissora Meninas tiveram boa performance no último domingo, em partida disputada no Estádio das Castanheiras

Vice no Brasileiro e habilitado ao Mundial

Instrutor de Muay Thay na Academia Spartan Gym, Cleiton Cordeiro conquistou, no último fim de semana, no Clube Municipal Tijuca, no Rio de Janeiro, o vice-campeonato Brasileiro, na categoria até 67 quilos. Com o resultado, ele está classificado para a disputa do Mundial, que acontece em março do próximo ano, na Tailândia.

LPS define finalista

Clínicas a todo vapor

Iniciaram as Clínicas de Handebol da Apahand nas escolas farroupilhenses. Novo capítulo da parceria firmada entre a equipe profissional e a prefeitura. Veja mais na página ao lado.

Conquista Cleiton teve atuação destacada no Rio

Barcelona, de Bento Gonçalves, e SER Jansen, de Farroupilha, começam a decidir, a partir deste sábado, às 15h, no campo do Gaúcho, em Linha Sertorina, uma vaga na final da Liga Parceria da Serra (LPS). O bento-gonçalvense Oliveira Santana e o farroupilhense Gaúcho foram eliminados da competição por conta de uma briga entre as torcidas. A partida de volta acontece no outro sábado, dia 1º, na Vila Jansen, e quem vencer encara o farroupilhense Titanium na decisão da competição.


15

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

HANDEBOL

Clínicas da Apahand estimulam prática do handebol em escolas Associação de Pais e Amigos do Handebol iniciou trabalho nesta semana em três instituições de ensino Ramon Cardoso

F

ruto da parceria desenvolvida com a prefeitura, a Apahand/ UCS/Farroupilha iniciou, nesta semana, as Clínicas de Handebol pelos educandários farroupilhenses. Na terça, as escolas visitadas foram a Antônio Minella, pela manhã, e a Cinquentenário, à tarde. Na quarta pela manhã, a Santa Cruz, em Nova Milano, recebeu a comissão técnica e atletas da Apahand. O técnico Gabriel Citton, o preparador físico Rafael dos Santos e três atletas do time, a pivô Nadyne, a armadora Cassiane e a goleira Maitê comandaram os trabalhos na quadra da escola milanesa. A intenção do gru-

Por dentro do esporte Clínica mobilizou alunos do 5º ao 7º ano do turno da manhã do educandário

po é atender 100% dos educandários farroupilhenses e estimular cada vez mais a prática da modalidade esportiva, já que a equipe passa a ter, além de Caxias do Sul, o município como berço a partir desta temporada.

Adversárias da Liga Nacional

Ficou definida, nesta semana, as equipes que participam da Conferência Sul/Sudeste da Liga Nacional de Handebol Feminino. Além da Apahand/ UCS/Farroupilha, única representante gaúcha, mais sete equipes integram a divisão: as catarinenses UnC/Concórdia e Blumenau/FURB; as paranaenses PM Maringá/Unimed/Unicesumar e FCC/FAG/ACH/Cascavel; e as paulistas Unip/São Bernardo, Esporte Clube Pinheiros e Fumguaru/Guarulhos.


Sandro Lazari/Comunicação IFRS

EDUCAÇÃO

Novo espaço para as crianças da Casa Lar

Ramon Cardoso

Projeto de turma do curso de Tecnologia em Processos Gerenciais do Campus Farroupilhense do IFRS viabilizou reforma em sala de convivência da entidade de acolhimento, que atende a jovens de 0 a 18 anos em situação de risco pessoal e social Página 12

ESPORTE

Devoção ao handebol Apahand ministra Clínicas sobre prática esportiva nas escolas farroupilhenses Página 15


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

APERFEIÇOAMENTO

Formação em Biossegurança Encontro acontece no próximo dia 3, no Centro de Atendimento ao Cidadão, e é voltado a profissionais da área da beleza Vigilância Sanitária. Será ministrado por Simone Fin, enfermeira e docente da Universidade de Caxias do Sul (UCS). O curso tem validade de três anos e é pré-requisito para liberação do Alvará de Saúde. Deverá ser frequentado por pelo menos um profissional de cada estabelecimento. “É uma forma de capacitar os profissionais atuantes da área da estética, a fim de garantir a prestação dos serviços com segurança, evitando transmissão de doenças, dentre elas, as hepatites”, considera Giselle Rombaldi, da Vigilância Sanitária. As inscrições devem ser realizadas o quantos antes, já que são 30 vagas. O cadastro pode ser feito pelo e-mail visa@farroupilha.rs.gov.br ou pelo fone 3261-6953.

Conteúdo do curso

* Introdução ao estudo de biossegurança. Reconhecimento de riscos que podem comprometer a saúde dos seres humanos; * Equipamentos de proteção individual e níveis de segurança; * Controle de micro organismos por processos físicos e químicos de desinfecção e esterilização

Divulgação

V

ocê sabe que é preciso esterilizar o material de uso da manicure, certo? Também é necessário proceder a lavagem das toalhas e a desinfecção de material utilizado em salões de beleza. Todos esses cuidados se chamam biossegurança e são essenciais para garantir a saúde dos clientes, do profissional e manter o espaço longe de contaminações. Para ensinar esses manejos acontece curso gratuito no próximo dia 3 com o tema Biossegurança para áreas da estética. Será das 8h às 12h, no auditório do Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac). A organização é da Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de

Cuidados necessários Formação busca resguardar a saúde dos profissionais e clientes atendidos nos estalebecimentos

Programe-se O que: Curso de Biossegurança para áreas da estética Quando: próximo dia 3, das 8h às 12h Onde: auditório do Ceac (14 de Julho, 713, Centro) Quanto: curso gratuito. Inscrições pelo fone 3261-6953


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

Você conhece a técn Adeline Stein *

C

ílios mais longos e mais volumosos é o desejo de toda mulher. Os métodos são muitos, desde máscaras para cílios, cílios postiços e extensões. Mas a queridinha do momento, que está fazendo sucesso entre as mulheres, é o “Volume Russo”. Conheça um pouco mais sobre esta inovadora e moderna técnica. Essa é uma das últimas novidades no Brasil em extensão de cílios. A técnica consiste na implantação de fans (tufo) personalizados e montados durante o procedimento. Geralmente, são colados de três a seis fios em cada cílio natural. A quantidade de fios a ser aplicado será definida ao analisar os cílios da cliente. O procedimento pode durar quatro horas, mais ou menos. O que varia é o volume desejado. A aplicação é indolor e muitas ficam tão relaxadas que chegam a dormir no momento da colocação. A duração depende de alguns fatores: o ciclo de crescimento dos cílios e do cuidado que ela tem com suas extensões. A média das brasileiras é de terem cerca de 120 cílios por olho. Para a aplicação correta, são necessárias aplicações de extensões em todos os cílios naturais. Nossos cílios têm um ciclo de vida de até 45 dias. Nós perdemos cerca da 2 a 5 extensões de cílios por dia. Em média, as pessoas retornam a cada 3 semanas para reporem as extensões que caíram, ou seja, 50% das extensões aplicadas inicialmente. Quando cai mais que 50% dos cílios aplicados é considerado um novo procedimento.

Todo mundo pode fazer?

Não. Quem tem pele extremamente oleosa, blefarite crônica, doenças metabólicas ou qualquer outra doença, que tenha como resultado a queda de cabelos e pelos, ou alergia a algum componente da cola, não pode fazer o procedimento.

Qual a diferença do fio a

No fio a fio é utilizado um fio É um fio mais grosso. Já no volu seis fios em cada fio natural da mais leves que o fio a fio, por iss um fio natural e assim dar mais

Quais cuidados tenho com a extensão de cíli

Os cuidados são simples a bá


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

nica Volume Russo? Divulgação

Olhar realçado Técnica garante muitos benefícios e cuidados básicos aumentam a durabilidade do procedimento

fio para o volume russo?

o em cada fio natural da cliente. ume russo pode se colocar três a cliente. Os fios são mais finos e so podendo colocar mais fios em volume.

que ter ios?

ásicos, fáceis de se adaptar.

* Não pode passar máscara para cílios; * Não esfregar os cílios; * Não passar demaquilante diretamente na extensão; * Lavar diariamente os cílios para evitar problemas futuros; * Não arrancar em casa; * Cuidar com a água quente e vapor, pois faz a cola descolar; * Cuidar para não deitar em cima. * Micropigmentadora e designer de cílios


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

CONTROLE DE DOENÇAS

De olho nas disfunções respiratórias Saber a diferença entre asma e bronquite evita tratamentos equivocados Divulgação

N

a quarta foi lembrado o Dia Nacional de Controle da Asma. A data ressalta a importância de manter os cuidados necessários, já que a incidência aumenta no inverno, tendo em vista as baixas temperaturas e a maior permanência em ambientes fechados. No Brasil grande parte da população apresenta problemas respiratórios, seja por fatores climáticos, de poluição ou de hábitos, como o fumo. Asma e bronquite são frequentemente confundidas, mas requerem tratamentos específicos. A asma é uma doença inflamatória crônica que provoca um estreitamento das vias aéreas, prejudicando o fluxo de ar

Controle No inverno a incidência aumenta devido às baixas temperaturas

que entra e sai dos pulmões. Ocasiona falta de ar e chiado no peito, sensação de aperto, tosses constantes e catarros. Já a bronquite é uma inflamação dos brônquios. Quando é crônica tem alguns sintomas parecidos com a asma, como a chiado, falta de ar e tosse. Pode vir acompanhada de uma destruição das células do pulmão chamada de enfisema pulmonar, o que

forma pequenas bolhas no pulmão que gradativamente vai perdendo capacidade de absorver o oxigênio. O enfisema pulmonar e a bronquite crônica, quando associados, recebem o nome de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e, segundo o Ministério da Saúde, afeta 7 milhões de pessoas no Brasil, sendo a quarta principal causa de morte no País.


Música

República recebe tributo a Green Day, com a banda farroupilhense Green Years, nesta sexta Página 3

Inside

Sétima Arte

“Estrelas Além do Tempo”, filme que toda militante política travestida de feminista deveria assistir Páginas 10 e 11

EVENTO

Sábado de Rock Solidário Jantar seguido de show tributo busca arrecadar recursos para a Associação Mão Amiga Farroupilha

Programe-se O que: Jantar beneficente com show tributo a Elvis Quando: neste sábado, às 20h Onde: Restaurante Parque dos Pinheiros Quanto: R$ 70,00

Tributo ao Rei do Rock Feltrin apresentará show após o jantar, que tem recursos destinados a crianças que estão fora da Educação Infantil

Divulgação

O

sábado será de culinária, música e solidariedade. A Associação Mão Amiga Farroupilha vai promover um jantar beneficente, às 20h, no Restaurante Parque dos Pinheiros, seguido de show tributo a Elvis Presley, com Fabiano Feltrin. A associação Mão Amiga atua em Farroupilha desde outubro do ano passado. O objetivo da entidade é ajudar crianças de até 4 anos, que não conseguem vagas em escolas de Educação Infantil públicas, a ingressar em escolas privadas. O valor arrecadado com os ingressos vendidos para o evento de sábado será destinado à entidade. “Todo dinheiro arrecadado no jantar será revertido para o Projeto Mão Amiga Farroupilha, a fim de mantermos as crianças que já estão frequentando as Escolas de Educação Infantil, bem como podermos ampliar o número de crianças atendidas”, explica a assistente social do projeto, Maria Isabel de Lucca. Atualmente, o projeto financia 25 vagas nas escolas. Periodicamente são realizados eventos para arrecadação de recursos. O cardápio do jantar de sábado inclui risotos, massas, frangos, carnes e sobremesas. Os ingressos custam R$ 70,00 e podem ser adquiridos na Feltrin Imóveis (Cel. Pena de Moraes, 336). Informações pelos fones 3261-3066 ou 996.513.495.


Inside

2

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

Cinemas Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas Imagem: Reprodução

GNC 1: Baywatch: SOS Malibu - às 13h20min e 17h40min (dublado), 21h55min (legendado) GNC 1: Um Tio Quase Perfeito - às 15h40min e 19h55min GNC 2: Meus 15 Anos - às 14h20min, 16h45min, 19h10min e 21h20min GNC 3: O Círculo - às 13h30min (dublado), 17h50min e 20h (legendado) GNC 3: Ao Cair da Noite - às 15h50min e 22h10min GNC 4: Mulher Maravilha - às 13h10min e 18h50min (dublado e em 3d), 16h e 21h40min (legendado e em 3d) GNC 5: Piratas do Caribe: A Vinganças de Salazar - às 14h (dublado e em 3d) e às 19h (legendado e em 3d) GNC 5: A Múmia - às 16h30min (dublado e em 3d) e 21h30min (legendado e em 3d) GNC 6: A Múmia (dublado) - às 13h40min GNC 6: Mulher Maravilha - às 18h40min (legendado) e 21h25min (dublado) Ingressos: segunda, quarta e quinta (exceto feriado) a R$ 20,00 e R$ 26,00 (salas 3d); terça (exceto feriado) R$ 14,00 e R$ 18,00 (salas 3d); sexta a domingo e feriado a R$ 25,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) Cinépolis 1: A Múmia (em 3d) - às 14h30min, 17h, 19h30min e 22h Cinépolis 2: Um Tio Quase Perfeito - às 15h e 20h Cinépolis 2: Tudo e Todas as Coisas - às 17h45min Cinépolis 2: Baywatch: SOS Malibu - às 22h25min Cinépolis 3: O Círculo - às 14h45min e 19h40min (dublado), 17h15min e 22h15min (legendado) Cinépolis 4: Meus 15 Anos - às 13h45min, 16h15min, 18h45min e 21h10min Cinépolis 5: Mulher Maravilha (dublado e em 3d) - às 14h, 17h30min e 20h40min Cinépolis 6: A Múmia (dublado e em 3d) - às 13h30min Cinépolis 6: Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar (dublado e em 3d) - às 19h Cinépolis 6: Mulher Maravilha (em 3d) - às 16h e 21h45min Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a R$ 20,00; terça e quarta (exceto feriado) a R$ 14,00; quinta a R$ 24,00; sexta a domingo e feriado a R$ 25,00. Nas salas 3d, segunda a R$ 27,00; terça e quarta (exceto feriado) a R$ 18,00; quinta a R$ 30,00; sexta a domingo e feriado a R$ 31,00.

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Festival Varilux de Cinema Francês A Viagem de Fanny - sexta às 19h30min Rodin - sábado, às 19h30min A Vida de uma Mulher - domingo, às 19h30min Na Vertical - quinta, às 19h30min Matinê às 3 Gilbert Grape: Aprendiz de Sonhador - quinta, às 15h Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Alta tecnologia Suspense de James Ponsoldt, “O Círculo” é baseado em romance homônimo de Dave Eggers, com Emma Watson e Tom Hanks no elenco


Inside

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

3

Música

Tributo a Green Day será apresentado no República Show da banda Green Years, nesta sexta, traz sucessos do clássico grupo de punk rock americano as letras diretas que sempre gritam algum protesto ou uma história vivida”, comenta. Em 2011, o Green Day foi eleito, pelos leitores da revista Rolling Stone americana, a melhor banda de punk rock de todos os tempos. Atualmente, o grupo tem 12 discos lançados, sendo o mais recente “Revolution Radio”, de 2016. Para Geovani, os anos de 1994 e 2004 marcam os melhores álbuns da banda. “O primeiro (Dookie) se destaca por trazer uma sonoridade única e marcante para a época que foi feito, e o segundo (American Idiot) pela carga significativa das letras e do instrumental muito bem pensado”, explica. Na sexta, a Green Years vai tocar sucessos como como “Holiday”, “When I Come Around”, “Basket Case” e “American Idiot”. Para os fãs da banda americana, vale lembrar que o Green Day fará show em Porto Alegre em novembro. Os ingressos começam a ser vendidos no dia 7 de julho.

Joice Sant’Ana

O

Green Day será o homenageado da vez no República Beer (República, 445). Nesta sexta, a partir das 23h, a banda farroupilhense Green Years realiza show tributo ao Green Day. Os ingressos custam R$ 10,00 até a meia-noite e R$ 15,00 após. A Green Years foi fundada no ano passado por um grupo de amigos fãs da banda americana. O grupo é formado por Gabriel Parisotto, Geovani Gobbato, Giovani Ramos e Vicente Ornaghi. Para o baterista Geovani, o Green Day continua exercendo um papel de extrema importância no cenário da música, mesmo 30 anos após o grupo ser criado. “Além de ser uma das fundadoras da febre pop punk dos anos 90 e 2000, se renova a cada álbum, mesmo assim, conseguindo se manter entre os clássicos do rock. O que mais me instiga no som do Green Day, além da sonoridade punk, são

Programe-se O que: Tributo a Green Day com a banda Green Years Quando: nesta sexta, às 23h Onde: República Beer (República, 445) Quanto: R$ 10,00 (até a meia-noite) e R$ 15,00 (após este horário)

Green Years Banda é formada por Gabriel Parisotto, Geovani Gobatto, Giovani Ramos e Vicente Ornaghi


Inside

4

Gustavo Pimentel

gustavospimentel@yahoo.com.br

O que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez na semana passada não pode e não deve passar em brancas nuvens. Ignorar o absurdo jurídico que foi o julgamento do Tribunal é compactuar com tudo de errado que acontece no Brasil. Eu digo isso porque vi muita gente que antes demonstrava uma enorme indignação com as denúncias de corrupção agora agir como se nada tivesse acontecido e aceitar passivamente aquela que, senão a maior, certamente foi uma das maiores manobras contra o regime democrático de direito já vistas nesse País. Para mim, quem aplaude a decisão do TSE que manteve Michel Temer na Presidência da República até dezembro de 2018 demonstra que não tinha indignação contra os sistemas e mecanismos de corrupção existentes no Brasil, mas sim uma indignação seletiva voltada somente contra o Partido dos Trabalhadores. Apenas para refrescar a memória daqueles que insistem em dizer que não havia provas do abuso do poder econômico por parte da chapa Dilma-Temer, eu devo recordar que há cerca de dois anos o Brasil assistia, boquiaberto, aos primeiros desdobramentos da Operação Lava Jato. Aquilo que ficou conhecido como Petrolão tinha como alvo investigar o esquema criminoso que o PT havia instalado dentro da Petrobras, que levou a empresa praticamente à bancarrota e encheu os cofres do partido de tal maneira a permitir o financiamento de várias e várias campanhas eleitorais, num claro projeto de perpetuação no poder. Em razão desse esquema, os últimos tesoureiros do PT e os então diretores da Petrobras já foram, inclusive, condenados. O próprio ministro falastrão Gilmar Mendes deu diversas declarações à época criticando o que chamou de cleptocracia, que segundo ele seria o modelo de governança que o PT havia implantado no Brasil. Passados dois anos, curiosamente o que antes era crime agora passou a ser mera irregularidade, o que era cleptocracia passou a ser dinheiro não contabilizado e o que então era o maior esquema de corrupção já visto no País se transformou em uma mera prova frágil, efêmera ao ponto de ser incapaz de sustentar a cassação da chapa. Pois bem, atualmente a Lava Jato está na fase de apuração das denúncias trazidas pelos executivos da JBS. A julgar pelo Petrolão e pelo recente julgamento do TSE, no futuro poderemos ter um novo caso de esquecimento seletivo assolando o Brasil, dependendo do partido que estiver no poder, é claro. Preocupante, não?! * Advogado

Agenda SEXTA

Divulgação

O brasileiro e a sua indignação seletiva

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

Os Fora da Lei Boteco Antonielle, às 22h Emerson e Daniel Boteco do Chá, às 23h30min

SÁBADO Os Thompsons e Aknator República Beer, às 23h Pista Certa Reggaeton e Funk Atrações: DJ’s Alan Cassol e Cris Duarte Muinho, às 23h Maurício Santos Boteco Antonielle, às 22h

DOMINGO Festa Junina Casa Perini Casa Perini, às 14h


FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

Ação Social

Inside

Distribuição de 10% dos bilhetes será destinada à população de baixa renda Adroir Fotógrafo

Entrada gratuita Beneficiários do Bolsa Família podem retirar ingressos no Ceac

A

Guilherme Macalossi cisperter@hotmail.com

Fenakiwi terá parte dos ingressos doados

população de baixa renda de Farroupilha poderá receber ingressos gratuitos para a Fenakiwi. Serão distribuídos, até o dia 4 de agosto, 10% dos ingressos para beneficiários do Cadastro Único e do Bolsa Família. O objetivo da iniciativa é democratizar o acesso às atrações da Fenakiwi. Os bilhetes podem ser retirados na Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, que fica no Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac), mediante apresentação do cartão Bolsa Família e documento de identificação (RG ou CPF), ou do número do CAD Único. Os ingressos dão, além de acesso à feira, direito a prestigiar todas as atrações culturais, com exceção do show de Humberto Gessinger e do

5

Festival Sertanejo Amigos do Boteco, que terão ingressos vendidos separadamente. A população em geral também já pode adquirir ingressos antecipados com o valor promocional de R$ 5,00. Eles estão à venda na loja Akústica Musical (Independência, 399). A Fenakiwi 2017 será realizada de 20 de julho a 6 de agosto, de sextas a domingos, nos pavilhões do Complexo Esportivo do Parque Cinquentenário. Ingressos adquiridos na hora custarão R$ 10,00, com meia entrada para estudantes e idosos. Entre os destaques da programação estão o Guri de Uruguaiana, no dia 30 de julho, a banda Acústicos & Valvulados, no dia 5 de agosto, e Thomas Machado, vencedor do The Voice Kids, no dia 6 de agosto.

Querem depor Lula do comando do Petrolão De todos os processos que Lula responde na Justiça, aquele que mais o ameaça é o que corre no Supremo Tribunal Federal, onde responde por formação de quadrilha. Lembram do Power Point correto, mas inoportuno, apresentado pelo ansioso procurador Deltan Dallagnol? Pois então. Ao contrário da acusação envolvendo o triplex do Guarujá, onde a materialidade é bem mais difícil de ser obtida em vista da natureza do crime, esse possui todo um arcabouço de testemunhos e provas que evidenciam a centralidade e o poder decisório que Lula tinha em todos os aspectos do Petrolão. Em outras palavras: ele era o Capo di tutti capi no esquema. Neste final de semana, a revista Época veio com uma matéria que contraria a história que todos nós conhecemos até aqui. Uma entrevista com Joesley Batista, onde o proprietário da JBS e mais novo delator-bomba da República afirma que “Temer é o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil”. As palavras estamparam a capa da publicação com letras garrafais, com direito a Joesley pintado de vermelho. É a primeira vez, desde o início da Operação Lava Jato, que a autoridade de Lula na cadeia de comando criminosa é colocada em dúvida. Até aqui, delatores das mais variadas procedências confirmaram em uníssono que ninguém mais do que ele mandava na coisa toda. De diretores da Petrobras, passando por empreiteiros, até chegar em ex-colegas de partido. Todos os que prestaram depoimentos e informações, apontaram o dedo para Lula. Não é à toa, os apelidos atribuídos a ele ressaltam sua importância e predominância: “Chefe”, “Nine” e “Brahma”, para ficar apenas com os mais notórios. Em maio, Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras, em depoimento prestado em Curitiba, afirmou que “o presidente Lula era conhecido como o chefe, era chamado como grande chefe, nine”. Por sua vez, Delcídio do Amaral, aliado de primeira hora do ex-presidente, afirmou, em entrevista para a Revista Veja, que Lula era o comandante: “O Lula negociou diretamente com as bancadas as indicações para as diretorias da Petrobras e tinha pleno conhecimento do uso que os partidos faziam das diretorias, principalmente no que diz respeito ao financiamento de campanhas. O Lula comandava o esquema”. João Santana, responsável pelo marketing do governo e das campanhas petistas, atribuiu a Lula a última palavra no que dizia respeito aos pagamentos de Caixa 2. Em delação premiada, afirmou que tais decisões dependiam da “palavra final do chefe”. Mas não é só isso. Os depoimentos dos empreiteiros, como Léo Pinheiro, da OAS, mostram uma relação de subserviência dos empresários em relação ao ex-presidente. Um dos trechos mais bombásticos da fala de Pinheiro se deu quando revelou que Lula havia ordenado a destruição de potenciais provas de corrupção. Havia uma hierarquia, portanto. E em seu topo não estava um empresário ganancioso ou um político fisiológico. De modo que o surgimento de Michel Temer como novo grande líder de quadrilha não faz o menor sentido. Fosse assim, tal liderança também se mostraria por meio dos relatos de outras testemunhas. Mas nem Marcelo Odebrecht, nem Emílio Odebrecht, nem os já citados Léo Pinheiro, Delcídio do Amaral e João Santana, falaram nada que pudesse levar a tal conclusão. Fica a impressão de que há um esforço para se distorcer a realidade, substituindo-a por uma narrativa desconexa, onde Temer assumiria um protagonismo que jamais foi comprovado nos autos. Querem depor Lula do comando do Petrolão. Aí sim é golpe. * Redator e radialista


A

Inédita e Virtual

Junior Machado

Associação Sala de Arquitetos, de Caxias do Sul, prepara o lançamento da Mostra Virtual para o próximo dia 4, o destaque da 1ª edição do Mês de Arquitetura e Design da Serra (MADS). Inédito no Rio Grande do Sul, projetos de 30 arquitetos da Serra serão apresentados em plataforma online com acesso via computador e smartphones. Os ambientes poderão ser visitados pelo site www.madssaladearquitetos.com.br. A arquiteta farroupilhense Vanessa Guerra participa da Mostra.

Arraiá

O La Barra promove a festa Arraiá neste sábado. Para agitar a noite, o melhor do pagode com o grupo Sem Razão e discotecagem do DJ Andrey Matté. Haverá welcome de quentão para elas até às 23h e decoração temática. A entrada para mulheres é free.

Volta ao Mundo

Cristiano de Oliveira

Os apaixonados noivos Joziane selaram seu amor e subiram ao de Mato Perso, interior de Flore Os 480 convidados foram rece local. A organização do evento do noivo, a talentosíssima We

Cy Severo

A Praça de Eventos do Iguatemi Caxias é palco, até o próximo dia 2, da Feira dos Países, que reúne produtos inéditos de artesanato da África do Sul, Bolívia, Egito, Equador, Índia, Peru, Turquia, além dos Estados Unidos e do Emirado de Dubai, as novidades deste ano. A entrada é franca e funciona no horário do shopping, de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h.

Francieli Malfatti, Natália Malfatti e Janaína Polli conferiram a festa de música eletrônica que rolou sábado passado, no Muinho

Fique po Party

Neste sábado rola a tradicion nho, com rodada dupla de tequi ção de pirulitos, adesivos e br que confirmarem presença no e trada free também até à 0h.

ArraiáFashion

Os pais Fábio Heinen e Camila Lando de Almeida Heinen celebrando o aniversário de um aninho do seu filho Vicente, na Ticabum, no sábado

Jonatas Girotto circulou pela baladinha que rolou no Boteco do Chá, no sábado

Para entrar no clima do mês mandada pela empresária Suel são da festa neste sábado. O ev com comidas e bebidas temátic conto. Todas estão convidadas!


Franciele Dal Monte

ne Gasparetto e Rafael Verona o altar da Igreja Santa Juliana, es da Cunha, no último sábado. epcionados no salão do mesmo o contou com o apoio da prima edding Planner Gela Barbieri

Divulgação

Etiane Radin (à direita) prestigiou a inauguração do escritório contábil da cunhada e amiga Sabrina Fabro Crippa na segunda

Arquivo Pessoal

or Dentro

nal festa Pista Certa, no Muiila até à meia-noite, distribuirincadeiras. Os interessados evento do Facebook têm en-

junino, a Lulu Acessórios, collen Gutteres realiza sua vervento inicia às 14h e contará cas, além da pescaria de des-

Tarciana Maino em Amsterdã, durante recente viagem pela Europa


Inside

8

Armando Wartha armandowartha@yahoo.com

Semelhança preocupante

* Escritor e bacharel em Filosofia

Fotografia

Inscrições abertas para curso de fotografia Aulas serão ministradas pelo fotógrafo Marlon Peres no Nômade Coletivo Alana Bof

Desde a reeleição da presidente Dilma Rousseff, em 2014, o povo brasileiro vem passando por um período de perigosa turbulência política, incalculáveis perdas econômicas, causadas pelo desemprego e, sobretudo, por um total descontrole da criminalidade, como, talvez, não tenha passado antes. É bem verdade que a referida reeleição foi apenas o fósforo que acendeu o estopim da explosão. O combustível para a força do processo vinha sendo armazenado há mais de uma década. Ou seja, desde que o “companheiro” Lula assumiu o posto mais elevado da Nação, em 2002. Não há como não comparar o fundo poço, no qual por hora nos encontramos, ao que o povo alemão se encontrava no período entre a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. Convém frisar que não passamos pelos horrores de uma guerra convencional, mesmo assim, os 14 anos de governo petista não deixaram o País tal qual uma terra arrasada? Contudo, talvez devêssemos considerar como sendo uma “semelhança preocupante”, menos o estado em que nos encontramos, do que o estado da cabeça “do responsável” por nos encontrarmos neste estado. Ou seja, talvez devêssemos concentrar nossas atenções na cabeça do “aspirante a ditador”, Lula. Aquele que prestou atenção às entrelinhas do nosso então presidente deve ter percebido, em 1° lugar, o poder de persuasão contido na sua retórica. Ou seja, ele consegue transformar uma verdade, através de seu comum, porém, hábil palavreado, numa mentira, e uma mentira em algo totalmente crível. E o incrível é que essa inversão provoca verdadeiro delírio no seu séquito. Pergunto: Hitler não foi “agraciado” com o mesmo poder?... Em 2° lugar, quantas vezes ouvimos Lula falar em “calar a boca da imprensa”? Pergunto novamente: o que é que Hitler fez ao assumir a Chancelaria da Alemanha, em 1933? Não foi acabar com a imprensa, deixando pouca coisa além de os jornais e as rádios, de propriedade do Partido Nazista (NSDAP)?... Em 3° lugar, quantas vezes percebemos o brilho explícito nos olhos de Lula, quando a palavra de ordem é invasão de propriedades privadas, destruição de patrimônio, etc. etc. etc.? Ou seja, promover a anarquia, prejudicar quem realmente trabalha, não parece ser o seu maior propósito? Torno a perguntar: ao assumir o poder, Hitler, muito embora disfarçadamente, não ordenou à SS (Brigada de Defesa), para acabar com aqueles que mais se destacavam na produção de riquezas, ou seja, os judeus?... Diante desse contexto, convém perguntar: em 2018, caso o nosso aspirante a ditador seja candidato (três batidas na madeira, dedos cruzados...), é possível que um eleitor reflexivo queira para o Brasil o mesmo que ocorreu à Alemanha do entre e pós Guerras?... Pensem nisso!

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

Aulas Curso terá cinco aulas teóricas e uma prática

P

ara quem se interessa pela área da fotografia estão abertas, até a próxima sexta, as inscrições para o Curso de Fotografia básica e introdução ao mercado. Com duração de um mês, o curso vai ocorrer todas as segundas à noite de 3 a 31 de julho, no Nômade Coletivo (Coronel Pena de Moraes, 715). As aulas serão ministradas pelo fotógrafo Marlon Peres. O objetivo do curso é incentivar e preparar aqueles que desejam seguir carreira na área da fotografia. Serão 5 aulas teóricas que incluem conteúdos como trilogia da exposição, referência e introdução ao mercado, e uma aula prática. As

fotografias produzidas durante o curso serão posteriormente expostas no Nômade Coletivo. É recomendável que os alunos tenham uma máquina com a função manual, mas o curso também irá disponibilizar duas câmeras por aula. As inscrições podem ser feitas no Nômade e o valor é R$ 400,00 com 15% de desconto para estudantes do Ensino Fundamental e Médio.

Programe-se

O que: Curso de Fotografia Quando: às segundas, de 3 a 31 de julho Onde: Nômade Coletivo Quanto: R$ 400,00


FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

Música

Inside

Grupo é convidado para a 4ª edição dos Concertos ao Entardecer, em Caxias Divulgação

Austro Quinteto Grupo é formado por músicos de orquestras do Rio Grande do Sul

O

Lauro Edson Da Cás ldacas@hotmail.com

Austro Quinteto de Sopros se apresenta no domingo

grupo Austro Quinteto de Sopros fará uma apresentação especial neste domingo, em Caxias do Sul, integrando a 4ª edição da temporada 2017 dos Concertos ao Entardecer. O evento será às 18h na Sede Social do Recreio da Juventude (Pinheiro Machado, 1762). O grupo é formado por Vinícius Dias Prates (flauta), Júlio César Wagner (oboé), Elimar Blazina (clarinete), Saulo Coelho da Rosa (trompa) e Adilson Souza Vieira (fagote). Eles são músicos participantes de grupos como a Orquestra Filarmônica da PUC/RS, a Orquestra Sinfônica da UCS e a Or-

9

questra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA). No concerto de domingo será apresentado um repertório com música brasileira de câmara, de compositores eruditos e contemporâneos, e música europeia tradicional. A série Concertos ao Entardecer tem entrada franca.

Programe-se O que: Concertos ao entardecer Quando: domingo, às 18h Onde: Sede social do Recreio da Juventude Quanto: entrada franca

A pandemia da razonite Uma nova enfermidade começa a se alastrar pela humanidade. Buscando informações sobre a nova pandemia contemporânea, é possível perceber o quanto se está (ou estamos) vulneráveis a ela. Infelizmente, esta doença é um problema sério, pois afeta a cada dia, novas pessoas. Além disso, está ameaçando o bem-estar da própria humanidade. Ao concluirmos, praticamente nos próximos dias, a primeira etapa deste ano, eis que algo está alvoroçando os continentes. Na linguagem da ciência médica, uma pandemia é uma epidemia descontrolada que se espalha em todo lugar do mundo. Já razonite é a doença que contagia, trazendo diversos transtornos cerebrais. E mais, ela provoca certo desequilíbrio emocional tornando as pessoas agressivas, intolerantes e impacientes. A razonite tem como característica principal a questão impulsiva de querer ter razão em tudo, custe o que custar. De maneira preocupante, as vítimas que sofrem disso, em geral, se comportam de uma forma pouco sociável, uma vez que são provocativas e hostis, já não mais tolerando nada. Disso tudo, pode-se perceber que este transtorno doentio chega a conduzir a vítima à perda da própria realidade. Acrescenta-se, também, que a comunicação e a empatia vão se limitando, ocasionando a perda de tais faculdades. De fato, a razonite parece ter chegado em diversos ambientes. Não é por nada que ela se propaga dentro de casa, na vida familiar (ali, que já é berço de tantas outras enfermidades). Ela já está presente em outros meios sociais, como: no tal círculo de amizades, no ambiente de trabalho, nas igrejas (indiferente de denominação/credo), e assim vai. Problemático fica quando esta pandemia começa atingir pessoas que são referência na sociedade, em outras palavras, quando atinge políticos, jornalistas, professores e qualquer outro que, por sua função, influencia outras pessoas. Segundo pesquisas realizadas pelo Dr. Robert Stopandthink, diretor do Instituto Internacional de Pesquisa da Razonite (Razonite International Research Institute), as redes sociais como Facebook são, atualmente, o principal canal de infecção da doença. Por sua vez, ela contagia mais e mais gente, nos colocando na situação onde todos acham que têm razão, atacando uns aos outros e contaminando valores e aquilo que ainda há de bom neste mundo. Esta doença acaba atacando pessoas que já estão contaminadas com outras infecções e/ou enfermidades. Aí ela encontra um ambiente favorável para se propagar. Quanto ao tratamento, por vezes, torna-se um complicador, pois até o paciente perceber que está infectado (e vale ressaltar que muitos levam a vida toda sem perceber isso) é um processo lento, pois o diálogo não é aceito. Enfim... * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

Sétima Arte

O verdadeiro ‘empoderamento feminino’ Termo, empregado à exaustão pela esquerda que se apropriou e vulgarizou causa feminista, tem forte amparo na verdadeira história de trio de mulheres negras que tiveram papel decisivo na corrida espacial que pautou a Guerra Fria

Q

uando o feminismo deixou de ser uma causa por busca de igualdade e passou a ser tratado como bandeira política, fato que aconteceu de maneira mais efetiva na última década e meia, perdeu parte considerável e expressiva de sua essência e, sobretudo, respeito. Aliás, como ocorre com todas as bandeiras que passam a ser indevidamente e abruptamente apropriadas pela esquerda. O termo da moda é o tão aclamado “empoderamento feminino”. O que o movimento feminista devia rever, na verdade, são conquistas que foram obtidas sem qualquer tipo de benesse ou legislação, e que tiveram um peso determinante para a tão buscada igualdade entre os sexos. Conquistas, aliás, que não foram forjadas à base de uma exagerada vitimização. Muito pelo contrário, foram sedimentadas em ambientes totalmente hostis à presença feminina.

“Estrelas Além do Tempo”, o filme do cineasta nova-iorquino Theodore Melfi, é o tipo de obra que deveria ser referência para o feminismo, muito embora esse público, ao assisti-lo, certamente se preocupará muito mais com as discriminações sofridas à época do que propriamente com os triunfos do trio de protagonistas, que teve papel decisivo na corrida espacial. Afinal de contas, é sempre conveniente ocupar a posição de vítima da história. A trama, roteirizada pelo próprio Melfi ao lado da colega Alisson Schroeder, e baseada no livro de Margot Lee Shetterly, fala da incrível jornada de Katherine Globe (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughan (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), três talentosas mulheres que trabalhavam para a NASA, a Agência Espacial Americana, logo após sua criação, e tiveram atuação de relevância no maior embate da Guerra Fria travado entre americanos e soviéticos: a conquista espacial.

Ser mulher e trabalhar na NASA já era algo incomum para a época. Soma-se a esse fato as três serem negras no ápice da segregação racial, é possível ter uma ideia do que precisaram superar para serem reconhecidas. A sociedade fraturada americana era reproduzida na própria Agência, um universo particular, um gueto racial aceito e tolerado em meio à reunião das mais brilhantes mentes americanas. Katherine era uma matemática brilhante. Dorothy uma programadora genial. Mary uma engenheira talentosa. Mas isso, por si só, não bastava. Elas tiveram que provar um valor muito maior, que transcendia à competência, que precisava suplantar o sexo e a cor da pele, reservas que pareciam corriqueiras em um modelo machista e racista que vigorava à época. O que fez o trio? Chorou as pitangas? Promoveu uma passeata seminua? Buscou uma congressista que esperneasse e lutasse por suas

bandeiras? Deixou crescer pelos nas axilas como forma de mostrar insubmissão e poder? Nada disso, o trio fez uma coisa: baixou a cabeça e trabalhou. Subverteu uma lógica que o condicionava a um papel secundário e deu uma contribuição essencial para a reversão de expectativa na corrida espacial. É claro que a situação trazia desconforto ao talentoso grupo. Neste sentido, Mary era a mais questionadora e não tinha muito freio na língua. Dorothy era mais submissa, mas ainda assim não deixava de pontuar suas posições sempre que tinha


Inside

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

11

Sétima Arte Divulgação

Imagem: Reprodução

Título original Hidden Figures Título traduzido Estrelas Além do Tempo

oportunidade. Katherine era, disparado, a mais respeitadora e também a mais capacitada das três. Viúva e mãe de três filhas, aos poucos ganhou a confiança de todos no Grupo de Tarefa Espacial, chefiado por Al Harrison (Kevin Costner). O resultado do trabalho: em pouco tempo, os primeiros astronautas americanos foram enviados ao espaço e chegaram à Lua. Mais do que isso: se hoje as mulheres ocupam posição de destaque e temos uma sociedade menos machista, patriarcal e racista, é muito por causa da atuação de mulheres como a do trio da trama.

Derrubando barreiras O trio Mary Jackson (Janelle Monáe), Katherine Globe (Taraji P. Henson) e Dorothy Vaughan (Octavia Spencer): literalmente, mandando o preconceito para o espaço

Material de apoio

Os extras trazem, na opinião da equipe de produção e atores, a vida de Katherine Globe (que ainda está viva, aos 97 anos, e participa do material), a homenagem recebida por ela com a Medalha da Liberdade, conferida por Barack Obama, em 2015, a maior condecoração dos Estados Unidos, e as filmagens que ocorreram em Atlanta, na Geórgia.

Globo de Ouro e Oscar

Na premiação da imprensa estrangeira que cobre Hollywood, concorreu em duas categorias: Melhor Atriz Coadjuvante (Octavia Spencer) e Trilha Sonora Original. No Oscar, disputou em Filme, Atriz Coadjuvante (Octavia Spencer) e Roteiro Adaptado (Theodore Melfi e Alisson Schroeder). Taraji P. Henson teve sua melhor atuação ignorada.

Direção Theodore Melfi Roteiro Theodore Melfi Alisson Schroeder Gênero Drama Duração 126 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2016 Estúdio Chernin Entertainment Fox 2000 Pictures Distribuição 20th Century Fox


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Semana que remete à finalização de um ciclo na vida dos arianos. É necessário se comunicar com clareza e agir com mais inteligência emocional. Não é favorável para inícios, mas para finalizar o que está pendente.

Touro - 21/04 a 20/05

Importantes resoluções vinculadas à vida financeira estão em pauta. Semana de reflexão, interiorização e conscientização de seus valores. Está mais claro neste momento o que você realmente prioriza.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

A Lua está minguando e encerrando um ciclo em seu signo, geminiano. Um período para perceber o que ocorreu ao longo das últimas semanas. Uma fase muito importante para o autoconhecimento e para estar ciente de suas prioridades.

Câncer - 21/06 a 20/07

Semana de muita interiorização e fechamento de um longo ciclo aos cancerianos. A Lua se move minguante no signo anterior ao seu. A partir de amanhã, uma nova etapa de desenvolvimento irá se iniciar.

Leão - 21/07 a 22/08

Um momento importante de reflexões na vida dos leoninos. Considerações sobre o valor da amizade e projetos que envolvem outras pessoas. A fase é de observação de suas atitudes e correção de erros passados.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Semana em que você observa o resultado de recentes atitudes na carreira. Momento importante para perceber o verdadeiro significado de realização e sucesso. A partir de amanhã, uma nova etapa de desenvolvimento iniciará.

Libra - 23/09 a 22/10

Uma boa semana para leituras, meditação e desenvolvimento da espiritualidade. Ética, justiça, estudos e viagens estão enfatizadas. A Lua mingua indicando um período de interiorização e reflexão.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Uma fase muito importante para perceber como você está lidando com a intimidade e entrega emocional. Importantes resoluções vinculadas a finanças e emoções. Recursos, valores e sentimentos compartilhados estão em pauta.

Sagitário - 22/11 a 21/12

A Lua está fechando um ciclo nos relacionamentos sagitarianos. É um momento em que você pode perceber que uma relação ou situação emocional chega ao final. É importante procurar agir com mais clareza de seus sentimentos e relações.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Semana propícia para resolver pendências ligadas ao trabalho. Diálogos e acordos profissionais estão em pauta no momento. Semana para refletir sobre como você tem lidado com a saúde e o trabalho.

Aquário - 21/01 a 19/02

Momento que pode envolver a finalização de um projeto criativo. É hora de ouvir mais a intuição e desenvolver sua sensibilidade. Demandas vinculadas a crianças e adolescentes estão em pauta.

Peixes - 20/02 a 20/03

Semana que marca o final de uma etapa na vida dos piscianos. Importantes questões envolvendo família, lar e emoções. Uma fase de interiorização aos piscianos.

Inside

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017


FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017

VENDE-SE CONTEMPLADO

CONSÓRCIO DA

CAIXA

ECONÔMICA FEDERAL. Crédito R$ 250.000,00 – Prestações R$ 1.630,00 – Já pagos R$ 16.500,00, e, Crédito de R$ 405.000,00 – Prestações R$ 2.850,00 – Já pagos R$ 25.000,00. Estes créditos podem ser usados na COMPRA DE IMÓVEL, CONSTRUÇÃO E REFORMA URBANA E RURAL. Aceito carro na entrada. Contatar: (51) 3523.3351 / WhatsApp (51) 99902-0829.


2

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017


VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de compras. F. 99118.1642. VENDO DOIS TERRENOS com duas casas, localização central em Arroio do Sal a uma quadra do mar. F. 99118.1642. ALUGO SALA COMERCIAL, localizada na Independência, Bairro São Luiz, com 168m².Telefone para contato: 99951.3583 / 3268-1062. VENDO terreno de Cooperativa com área definida. F.: 99118.1642. VENDE-SE TERRENO de Cooperativa com 106 parcelas pagas. Área de terra comprada. Localizada na saída para o Salto Ventoso. APENAS R$ 9.500,00 Tratar com José, fone (54) 99925.2068.


6

FARROUPILHA, 23 DE JUNHO DE 2017


Edição 491  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you