Page 1

FARROUPILHA

|

ANO X

| EDIÇÃO 490

| 16 D E J U N H O D E 2 017 |

R$ 3,00 Ramon Cardoso

Fé com beleza e solidariedade Feriado de Corpus Christi é marcado pela tradição com a confecção dos tapetes, mas também pela fraternidade Editoria de Cidade, páginas 10 e 11

MATÉRIA ESPECIAL

Farroupilha avança no Idese

ECONOMIA

Moscatel: ingressos à venda

Cidade obtém melhor avaliação e salta do 7ª edição do Festival foi lançada durante 72º para o 26º lugar no estudo da FEE/RS o Vivere e apresentará muitas novidades Páginas 2 a 4 e Editorial Página 9

INSIDE

Cultura Italiana de devoção

XXI Semana começa na próxima quarta à noite e tem santos devocionais como tema Capa


2

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

INDICADORES EM EVOLUÇÃO

Farroupilha apresenta melhora Município, que ocupava a 72ª posição no Rio Grande do Sul, no levantamento do ano passado, saltou para o 26º lugar neste ano e ficou em 8º no recorte das cidades com população entre 20 e 100 mil habitantes

C

riado pela Fundação de Economia e Estatística do Rio Grande do Sul (FEE/RS), o Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese) avalia os municípios gaúchos a partir de três referenciais: Educação, Renda e Saúde. Na semana passada

foram divulgados os números do último levantamento, que tem 2014 como ano de referência. Farroupilha apresentou uma melhora considerável em relação ao levantamento do ano passado, que teve 2013 como ano base. O município saltou da 72ª posição para a 26ª no Rio Grande do Sul, obtendo sua melhor classificação desde que o

Idese passou a ser divulgado, em 2010, avaliando os dados referentes a 2007 (veja os 30 primeiros ao lado). Até então, a melhor colocação farroupilhense havia sido um 36º lugar, no levantamento que teve 2010 como ano base e foi divulgado em 2013. Em outra divisão do estudo foi feito um recorte entre os municípios com população de 20 a 100 mil habitantes (com asterisco ao lado). Neste, Farroupilha ficou em 8º lugar. No Idese atual, a nota da cidade ficou em 0,827, superando a 0,8 obti-

da no último indicador. Para efeito de avaliação, o município tem um índice considerado alto. Os municípios que obtiveram avaliação de 0,5 a 0,7 são considerados de Idese médio e os que ficaram abaixo de 0,5 possuem Idese considerado baixo pelo estudo. A média do Rio Grande do Sul, assim como a de Farroupilha, também apresentou evolução, embora menor do que a verificada no município. O índice saltou 0,01, pulando de 0,747 no ano passado para 0,757 neste ano.


3

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Os 30 primeiros no Estado Município 1) Carlos Barbosa * 2) Nova Bassano 3) Água Santa

Idese 0,892 0,867 0,866

4) Três Arroios 5) Aratiba 6) Nova Araçá 7) Garibaldi * 8) Veranópolis * 9) Horizontina 10) Bento Gonçalves 11) Paraí 12) Ipiranga do Sul

0,863 0,860 0,857 0,854 0,852 0,850 0,846 0,840 0,840

13) Casca 14) Vila Maria 15) Imigrante 16) Picada Café 17) Ibirubá * 18) Ijuí * 19) Selbach 20) Flores da Cunha * 21) Lajeado *

0,838 0,838 0,836 0,836 0,836 0,834 0,832 0,831 0,830

22) Fortaleza dos Valos 23) Colorado 24) Guabiju 25) Barão 26) Farroupilha * 27) Nova Bréscia 28) Arroio do Meio 29) Camargo 30) Erechim

0,829 0,828 0,827 0,827 0,827 0,827 0,827 0,826 0,825

Arquivo Jornal Informante

considerável no Idese da FEE


4

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

HISTÓRICO NO ESTUDO

A evolução farroupilhense na série Blocos tiveram melhora na performance, em especial na Educação, que ajudou a elevar a média final do Idese

O

levantamento da Fundação de Economia e Estatística (FEE) trabalha com três blocos (Educação, Renda e Saúde) e, a partir dos dados informados, dentro da pontuação de cada sub bloco, composto por um item específico, chega a média final que compõe o Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese). Ao longo dos anos, o município apresentou melhora progressiva em praticamente todos os indicadores, que demonstra uniformidade, variando a posição no Estado por incremento ou diminuição da performance de outras cidades. O único bloco em que ocorreu uma oscilação, ainda que pequena, foi no de Saúde (veja ao lado). Na Educação são levados em consideração os seguintes itens: crianças de 4 e 5 anos matriculadas na pré-escola, crianças e jovens entre 6 a 14 anos avaliados pela nota da Prova Brasil (5º ano e 9ª ano do En-

Farroupilha no Idese Ano

Idese (Posição RS)

Educação (Posição RS)

Renda (Posição RS)

Saúde (Posição RS)

2007

0,748 (62)

0,672 (155)

0,717 (49)

0,854 (104)

2008

0,753 (63)

0,680 (113)

0,721 (62)

0,858 (98)

2009

0,764 (50)

0,694 (136)

0,733 (49)

0,865 (89)

2010

0,778 (36)

0,698 (121)

0,766 (31)

0,871 (72)

2011

0,787 (41)

0,722 (106)

0,774 (39)

0,864 (102)

2012

0,787 (53)

0,728 (133)

0,775 (40)

0,858 (148)

2013

0,800 (72)

0,741 (137)

0,795 (64)

0,863 (127)

2014

0,827 (26)

0,798 (31)

0,808 (55)

0,874 (91)

sino Fundamental), jovens entre 15 e 17 anos que estão matriculados no Ensino Médio e população adulta (a partir dos 18 anos) com pelo menos o Fundamental completo. No bloco Renda é avaliada a renda apropriada, ou seja, a renda domiciliar per capita média, e a renda gerada, onde é considerado Produto Interno Bruto (PIB) per capita. Por fim, na Saúde é analisada a saúde materno-infantil (taxa de

mortalidade de menores de 5 anos e números de consultas pré-natais por nascidos vivos), condições gerais de saúde (taxa de mortalidade por causas evitáveis e proporção de óbitos por causas mal definidas), além da longevidade (taxa bruta de mortalidade padronizada). O levantamento completo pode ser conferido pelo site da Fundação de Economia e Estatística, no endereço eletrônico www.fee.rs.gov.br.

Corede Serra lidera

O estudo mais uma vez comprovou que a Serra puxa a fila dos municípios com o melhor Idese. Prova disso é que o Conselho Regional de Desenvolvimento da Serra liderou o Idese em todos os levantamentos realizados. Neste ano, obteve a nota de 0,827 e também liderou no bloco Saúde (0,877), ficou em 2º em Renda (0,851) e 5º em Educação (0,754).


6

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Direito Médico Juliana Godoi * Daniela Dalmina **

O

Direito acompanha a Medicina através da figura do médico nas questões de responsabilidade, através de leis, doutrina e jurisprudência. Este assunto se perpetua na atualidade de forma mais complexa e ponderável. Se retroagirmos no tempo, conseguiremos verificar, sucessivamente, algumas das legislações vigentes da época já tratando das questões de responsabilidade médica: Código de Hamurabi (2250 A.C.), Lei Mosaica (1500-1660 A.C.), Lei das XII Tábuas (451-390 A.C.). Todas estas legislações tratavam, em seus artigos específicos, acerca da penalização do médico e seu erro perante o homem livre e escravo, atribuição dada na época às pessoas. Era explícita a desproporcionalidade das penas em relação ao erro médico, como se verifica no artigo 218 da Lei Mosaica. Art. 218: Se um médico tratar um homem livre de uma ferida grave com a faca de bronze e o fizer morrer; se abrir a nuvem com a faca de bronze e o homem perder o olho, lhe serão cortadas as mãos. Enquanto profissão, a Medicina visa prevenir os males e a melhoria dos padrões de saúde e de vida da coletividade. Saúde, pois, não é apenas a ausência de enfermidade, mas o estado de completo bem-estar físico e psíquico da pessoa. Tempos atrás, o dano que viera da atuação médica era tido como inevitável. Raros os casos em que se buscava a reparação perante o Judiciário. Hoje a proteção ao lesado

Di

vu

lga

çã

o

é constantemente exitosa, visto que há uma grande predisposição para imputar qualquer mau resultado ao profissional, chegando, então, às vias indenizatórias. Aponta-se como causa dessa postura a despersonalização do relacionamento médico-paciente, devida às especializações da arte médica. Verifica-se a quase extinção da figura do “médico da família”, no qual se depositava confiança e contra quem jamais se cogitaria intentar uma demanda. Quando se suscita a questão da responsabilidade médica, primeiro deveria ser discutida a saúde pública, bem como os recursos que o


7

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

profissional da saúde utiliza para chegar ao diagnóstico preciso e eficiente do paciente. Do outro lado, temos fatores que implicam diretamente no organismo humano, como condições genéticas e subjetivas (idade, sexo, problemas anteriores de saúde, etc.). Será sempre imprescindível, ao caso concreto, uma avaliação precisa e cristalina quanto ao erro do médico, de modo que a verdade sobre os fatos seja trazida ao processo. “Culpa é o calidoscópio de mil faces que varia ao sabor das convicções pessoais de cada autor que se propõe defini-la”, Watana Kazuo.

A proteção do médico na esfera da responsabilidade tem sido analisada de forma preventiva, realizando um gerenciamento de risco. Desse modo, planejando e sistematizando a eliminação na probabilidade de risco técnico e institucional, análise de documentos essenciais nos moldes legais, bem como a conduta médico-paciente. Com isso, reduzindo os casos em que se caracteriza o evento adverso, ou seja, incidente que resulta em dano à saúde. * Advogada (OAB/RS 87.988) ** Bacharel em Direito (46E218)


8

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Dados que refletem a realidade A nova publicação do Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese), da Fundação de Economia e Estatística do Rio Grande do Sul (FEE/RS), revela uma melhora progressiva na avaliação farroupilhense, tanto na nota final como na dos quesitos específicos avaliados: Educação, Renda e Saúde que, por tabela, alavancam a nota final. Veja mais na Matéria Especial, páginas 2 a 4. Tratando particularmente dos blocos avaliados, o maior progresso verificado foi na Educação, onde o município saltou, no Estado, da posição 137 para a 31, quesito que leva em consideração o número de crianças matriculadas na pré-escola e hou-

ve, nos últimos anos, importantes avanços nesta área, que acabam se refletindo em outros quesitos, como o das notas da Prova Brasil e da diminuição da evasão escolar entre os jovens. A tendência é que, no item, o município continue evoluindo. No que se refere à Renda, houve uma leve melhora, mas o índice se manteve estável, reflexo direto da crise que atravessa o Estado e o País e que acaba sendo refletido também no município. Nota que deve ficar estagnada, tendo em vista que a avaliação divulgada refere-se ao ano base de 2014, ou seja, o primeiro em que os efeitos da atual crise começaram a ser sentidos. A

oscilação maior é no quesito Saúde, mas mesmo assim, pequena. Percebe-se, no levantamento da FEE, que os municípios de menor porte conseguem resultados mais expressivos. Também por conta disso, é de se valorizar a posição farroupilhense. Entre os 30 primeiros, são cinco os que podem ser considerados de porte médio, ou seja, que apresentam demandas maiores, especialmente em Educação e Saúde. Além de Farroupilha, Bento Gonçalves, Ijuí, Lajeado e Erechim figuram no recorte. Evidente que o Idese apenas apresenta um quadro da realidade, que é por demais complexa, mas

contar com a apresentação de bons indicadores ajuda gestores a avaliarem de forma mais palpável o trabalho realizado nos municípios, que acaba também por auxiliar na definição de políticas públicas que busquem minorar problemas e, sobretudo, manter conquistas. A evolução farroupilhense no levantamento da Fundação é considerável e, o mais importante, progressiva. Ou seja, está em constante melhora. Condição que deve ser enaltecida. Porém, ainda há espaço e condição para se avançar na classificação estadual. Fato que deve acabar acontecendo de maneira natural nos próximos estudos.

Elas precisam rever a forma de atuação, porque dessa maneira não vamos obter qualquer mudança, porque o sistema está podre, doente, falido, contaminado e todo esforço se torna nulo. Não podemos generalizar, ainda existem pessoas de bem dentro dessa podridão toda, com vontade de mudar, mas eles esbarram nesse sistema corrupto e as mudanças não andam, não saem da gaveta. Como existe um esquema muito bem montado para preservar sempre as mesmas pessoas no poder, quem entra precisa se adaptar,

do contrário, está fora. Quando eu ouço no rádio uma mãe organizando um evento, para conseguir o valor de R$ 3 milhões para fazer uma cirurgia e salvar seu filho, fico imaginando todo aquele dinheiro que o BNDES deu para serem investidos fora do Brasil. Fazendo uma comparação simples, R$ 3 milhões é troco, já que saíram R$ bilhões dos cofres públicos, e o que é pior, com o aval de quem deveria zelar pelo nosso dinheiro. Temos, no Brasil, mais de 30 partidos políticos. Com isso é humana-

mente impossível esperar alguma mudança. Agora, em 2018, vamos ter eleição, e o candidato que quiser concorrer precisa apresentar transparência total, ou seja, não tem que ter uma vírgula que desabone sua conduta. É o mínimo que se espera. Não deve fazer aliança com ninguém, porque se o projeto é bom e verdadeiro, o povo vai estar ao lado dele e quem quiser realmente trabalhar pelo bem do País, vai apoiá-lo independente de partido.

OPINIÃO

Entidades Deonir Zangalli * Todos nós temos conhecimento, do esforço empreendido pelas entidades que nos representam, para tentar mudar o panorama em que se encontra nosso Brasil. Elas (entidades) convidam palestrantes, entre eles até ministros, secretários, representantes do poder público, economistas, entre outros, para que eles tragam uma luz, uma esperança, por menor que seja. E o resultado desse esforço, nós também conhecemos, ou seja, “zero”.

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 a 4 Editorial e Opinião................................ Página 8 Economia .................................................. Página 9 Cidade ........................................................ Páginas 10 a 12 Política ..................................................... Páginas 14 Educação .................................................. Páginas 15 e 16 Esporte ..................................................... Páginas 17 a 19

Inside

Especial..................................................... Capa Cinemas ..................................................... Páginas 2, 5 e 8 Fenakiwi .................................................... Página 3 Crônicas da Redação ............................. Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Paulo Roque Gasparetto ..................... Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Fabrício Oliboni ..................................... Página 8 Teatro ........................................................ Página 9 Dolores Maggioni .................................. Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas

Classificados .......................................... 12 páginas

REDAÇÃO - REDACAO@JORNALINFORMANTE.COM.BR ALANA BOF ALANA@JORNALINFORMANTE.COM.BR DANIEL RUFATTO DANIEL@JORNALINFORMANTE.COM.BR JULIANA INÊS CASA BARBIERI JULIANA@JORNALINFORMANTE.COM.BR RAMON CARDOSO RAMON@JORNALINFORMANTE.COM.BR ROCHELI CAMARGO ROCHELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

* Empresário

FINANCEIRO - FINANCEIRO@JORNALINFORMANTE.COM.BR KELI DE ALMEIDA MACIEL KELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

LOGÍSTICA - LOGISTICA@JORNALINFORMANTE.COM.BR LUIZ CARLOS DE ANDRADE LUIZ@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURAS - ASSINATURAS@JORNALINFORMANTE.COM.BR

COMERCIAL - COMERCIAL@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURA BIENAL: R$ 220,00 ASSINATURA ANUAL: R$ 120,00

TELEFONES

FABIANO LUIZ GASPERIN GASPERIN@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARIA DA GRAÇA POTRICOS LEITE MARIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR PAULA ANDRESSA DOS SANTOS LAGO PAULA@JORNALINFORMANTE.COM.BR VALÉRIA GASPERIN VALERIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR

(54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

ENDEREÇO RUA DR. JAIME ROMEU RÖSSLER, 348, BAIRRO PLANALTO

ANUNCIOS - ANUNCIOS@JORNALINFORMANTE.COM.BR ALEXANDRE FRANCISCO MACHADO ALEXANDRE@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARCELO BORTAGARAY MELLO MARCELO@JORNALINFORMANTE.COM.BR TIAGO RODRIGUES DA SILVA TIAGO@JORNALINFORMANTE.COM.BR

COLUNISTAS ARMANDO WARTHA CRÔNICAS DA REDAÇÃO DOLORES MAGGIONI FABRÍCIO OLIBONI GUILHERME MACALOSSI GUSTAVO PIMENTEL LAURO EDSON DA CÁS PAULO ROQUE GASPARETTO

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


9

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

FESTIVAL DO MOSCATEL

Novidades para 7ª edição Evento enogastronômico acontece nos dias 1º a 3, 8, 9 e 16 de setembro

J

á estão à venda os ingressos para o 7º Festival do Moscatel, que acontecerá no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi, em setembro. Promovido em parceria pela Afavin e prefeitura, o evento enogastronômico foi lançado oficialmente na última sexta, durante o Vivere. Os ingressos do 1º lote, que podem ser adquiridos pelo fone 3261-6963, estão sendo comercializados a R$ 105,00 (sextas e domingos) e R$ 120,00 (sábados) enquanto houver disponibilidade até 4 de agosto. Os do 2º lote serão vendidos por R$ 115,00 e R$ 130,00. Menores de idade pagam valores diferenciados.

Daniel Rufatto

Confira o menu do Festival

Aperitivos Queijo, salame, copa, peito de peru e pães Saladas Mix de folhas verdes Radicci com bacon Agrião com cubos de maçã, morango e manga Rúcula com tomate cereja Endívia com kiwi e pimenta biquinho Salpicão de frango desfiado, presunto, queijo e maionese Pratos principais Medalhão de filé com alho poró e vinho branco Costela suína ao molho barbecue Filé de frango recheado com presunto parma e queijo gorgonzola ao molho bechamel com requeijão e cheddar

No clima do Vivere Lançamento oficial do 7º Festival do Moscatel ocorreu na última sexta

Uma das novidades desta edição está na parte gastronômica, que ficará sob a responsabilidade de Dirceu Dalla Riva e equipe. Outra está nos dias do Festival, que passa a ser realizado ao longo de três sábados, duas sex-

tas e apenas um domingo. Grande atração do evento, a carta de vinhos terá cerca de 40 rótulos, fornecidos pelas vinícolas Adega Chesini, Basso, Cappelletti, Cave Antiga, Colombo, Cooperativa São João, Perini e Tonini.

Acompanhamentos Arroz selvagem com nozes e castanhas Risoto de morangos com espumante Batata souté com ervas finas Espaguete com molho de funghi Mini penne al pesto Sobremesas Mousses de chocolate, maracujá, morango e limão Taças de chantilly com merenguinhos e morangos com calda de moscatel Taças de sorvete com calda de frutas vermelhas ao vinho tinto Taças de ganache com bombons picados Torta mousse de chocolate


10

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

RELIGIÃO

Corpus Christi 2017: tradição aliad Tapetes foram confeccionados em Caravaggio, Nova Milano, São Marcos e em Nova Vicenza

A

cor e a beleza dos tradicionais tapetes com representações de cenas bíblicas, objetos devocionais e temas ornamentais são uma das primeiras imagens que vêm à cabeça quando se pensa em Corpus Christi. Celebrada na quinta, a data teve esta tradição mantida em Farroupilha de uma forma diferente. Em duas comunidades do interior, a serragem foi substituída por agasalhos como matéria-prima principal do adorno. Uma delas foi São Marcos (1º Distrito de Farroupilha), que desde 2013 adota a prática de unir tradição com solidariedade. A outra foi Nova Milano (4º Distrito), que realizou a ação pela primeira vez neste ano. Coletadas por moradores das localidades, as roupas e cobertores utilizados na confecção dos tapetes serão doados para entidades assistenciais. Também foram confeccionados com a colaboração de voluntários tapetes de serragem em Caravaggio (1º Distrito) e no bairro Nova Vicenza. No primeiro caso, os adornos foram montados na Esplanada do Santuário Nossa Senhora de Caravaggio e atraíram a atenção de quem esteve no local ao longo do dia. Já no segundo, as avenidas Vêneto e Domênico Fin, situadas no entorno da centenária São Vicente Mártir, foram tomadas pelo colorido dos tapetes. Uma missa foi celebrada na parte externa da Igreja pela manhã. Também foram recolhidos cobertores para serem doados. Confira fotos das atividades.

Madrugando Confecção dos tapetes iniciou por volta das 4h30min na Paróquia Jesus Ressuscitado e envolveu cerca de 130 moradores da comunidade

Expressões de fé Foram 40 tapetes que adornaram parte da Avenida Vêneto e da rua Domênico Fin, atraindo a atenção dos que passavam pelo bairro Nova Vicenza

Tradição reafirmada Trabalho é uma marca registrada na histórica comunidade

Pensando no próximo Cobertores foram doados e beneficiarão população carente


11

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

da à solidariedade Fotos: Ramon Cardoso

Missa diferente Celebração levou grande público ao entorno da Igreja São Vicente Mártir, no feriado desta quinta pela manhã

Atração extra Caravaggio, que costumeiramente atrai grande número de visitantes, contou também com tapetes neste Corpus Christi: 15 foram expostos na Esplanada do Santuário

Esquina

Milanesas ajudam Projeto Mão Amiga

A tradicional comercialização mensal de pães e grostolis do Clube de Mães As Milanesas estará ainda mais solidária neste sábado. Com o intuito de auxiliar o Mão Amiga Farroupilha, que atende crianças de famílias carentes com vagas gratuitas de creche, os recursos obtidos serão destinados ao projeto. O pão custa R$ 6,00 e o pacote de grostoli R$ 7,00. A comercialização acontece na Praça da Imigração Italiana, em Nova Milano, no 4º Distrito, das 9h às 18h.

Eleito mascote do Atitude Cidadã

O desenho do aluno Mateus Weber, da Escola Municipal Nova Sardenha, foi o vencedor da votação popular e passa a ser o mascote do Atitude Cidadã. O projeto ensina educação fiscal, financeira e direitos do consumidor aos estudantes. Competindo com outros dois trabalhos, teve 49% dos votos durante escolha que foi realizada online. Agora o próximo passo será a definição do nome do mascote, sugerido inicialmente pelas escolas, também passar por votação.

Obituário

Em Nova Milano e São Marcos Paróquia Santa Cruz recolheu roupas para Vila Oliva, algo que já virou tradição na comunidade do 1º Distrito

10 de junho Antenor Fontanella, 80 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Maria dos Prazeres Pereira de Abreu, 83 anos. Sepultamento no cemitério Nossa Senhora de Caravaggio, em Barracão. 11 de junho Patrícia Palavro, 32 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 12 de junho Wilmar Correa, 46 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Bento Gonçalves Ferreira, 88 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Guilherme Pires da Silva, 89 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal. 13 de junho Ampilio Bottim, 69 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal.


12

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

AJUDA AO HOSPITAL

Voluntárias organizam Bazar Estão sendo coletados roupas, calçados e outros itens para venda Arquivo Jornal Informante

P

ara dar continuidade aos trabalhos de melhorias no Hospital Beneficente São Carlos (HBSC), as Voluntárias da Saúde estão coletando doações para mais um Bazar Beneficente. Esta será a 3ª edição do evento. São aceitos roupas masculinas, femininas e infantis, calçados, utensílios de cozinha, brinquedos, peças de decoração, itens de cama, mesa e banho. A solicitação é para que as peças estejam em bom estado e já higienizadas, facilitando a triagem e organização do material. Diversas caixas coletoras estão sendo espalhadas em pontos do comércio. É possível colaborar fazendo as entregas até o próximo dia 7 nos Supermercados Imec, Andreazza, Lazzari, Prefeitura, Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac), Loja Toque de Classe e no próprio Hospital Beneficente São Carlos. O 3º Bazar Beneficente será realizado no próximo dia 8, das 9h às 17h, na antiga Lojas Colombo, rua Júlio de Castilhos, 771, Centro. De acordo com Lourdes Refosco, presidente das Voluntárias da Saúde, na edição de 2016 o grupo arrecadou R$ 37 mil e para este ano a intenção é de repetir o feito, mas tudo vai depender da quantidade de doações recebidas.

Boa causa Bazares anteriores foram sucesso e a expectativa é de repetir o feito

Programe-se O que: Doações para o 3º Bazar das Voluntárias da Saúde Quando: entregas até o próximo dia 7, sendo que o bazar será no dia 8 Onde: Supermercados Imec, Andreazza, Lazzari, Prefeitura, Ceac, Loja Toque de Classe e Hospital O que doar: roupas, calçados, utensílios, itens de cama, mesa, banho e decoração, entre outros

Alguém quer me adotar? Este cão está à procura de um lar. Abandonado no interior de Farroupilha, é um perdigueiro, está assustado e precisa de uma família que o acolha. Necessita de pátio cercado. Contato para adoção pelos fones 999.386.360 ou 981.663.349. Importante: A ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes.

ONG dos Peludos


13

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

DATA COMEMORATIVA

Terça para celebrar o Dia do Vigilante Embora ainda mereça maior valorização por parte da sociedade, categoria teve conquistas importantes nos últimos anos Divulgação

Sempre atentos O bom vigilante está sempre atualizado às novas tendências, tudo para garantir a segurança tanto de pessoas físicas como de instituições

N

em sempre percebidos, os vigilantes desenvolvem um trabalho primordial para a sociedade ao zelar pela segurança tanto de pessoas físicas como de instituições. A origem da profissão no Brasil remete a 1968 quando, em meio à ditadura militar, instituições financeiras organizaram guardas armadas para combater assaltos que grupos políti-

cos de esquerda vinham promovendo para financiar as suas ações. A primeira tentativa de normatizar a atividade ocorreu em 1969, por meio do Decreto nº 1.034, que permitia a cada unidade federativa a regulamentação da Segurança Privada. Era uma época em que os trabalhadores do setor não tinham quase nenhum direito assegurado. O que começou a mudar a partir de 1983, com a Lei Federal nº 7.102. Com a nova legislação, houve a

uniformização da atividade em todo País. Foi estabelecido, por exemplo, o controle e registro nacional das empresas do segmento, um currículo único para formação de vigilantes, além da fixação de limites e algumas responsabilidades. Desde 2015, no dia que foi sancionada a lei, 20 de junho, passou-se a comemorar oficialmente o Dia Nacional do Vigilante. Uma das principais conquistas da categoria nos últimos anos foi a apro-

vação do adicional de periculosidade de 30%, mediante a sanção da Lei Federal nº 12.740/2012. Atualmente discute-se em Brasília a instituição do Estatuto da Segurança Privada e da Segurança das Instituições Financeiras. Após aprovação de um substitutivo na Câmara dos Deputados, o projeto retornou para análise do Senado. A adoção de um piso nacional para os vigilantes é uma das questões que vem sendo debatida.


14

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Boca de Urna

Estudante Destaque 2016

IPTU Solidário

O vereador Tiago Ilha (PRB) apresentou, na última segunda, uma sugestão de projeto de lei que propõe que até 5% do IPTU possa ser destinado a entidades assistenciais, sociais e culturais sem fins lucrativos do município, mediante indicação de cada contribuinte. Caso o requerimento seja aprovado, ele será encaminhado para análise do Executivo municipal.

Licitação definirá entidade para repasse de incentivo Executivo farroupilhense atualmente concede benefício via Mocovi

A

prefeitura terá de realizar um processo licitatório para dar continuidade ao repasse do auxílio moradia a policiais civis e militares que atuam no município. A medida se faz necessária por conta da Lei Federal nº 13.019/14, que instituiu uma nova normatização para parcerias entre o poder público e organizações da sociedade civil. “Atualmente, quem realiza este repasse é o Mocovi, mas precisaremos abrir um edital de chamada pública para que outras entidades possam participar, tornando o processo mais democrático, conforme determina a legislação”, destaca Vandré Fardin, secretário municipal de Gestão e Desenvolvimento Humano.

Daniel Rufatto

A Câmara de Vereadores realiza na próxima segunda, a partir das 18h30min, a solenidade de outorga do Certificado Estudante Destaque. Serão homenageados, pelo desempenho no ano letivo de 2016, 38 alunos de seis escolas. Confira a nominata abaixo. Escola Zelinda Rodolfo Pessin: Caroline de Souza Hohensee, Dávyts Ferreira dos Santos, Jamyle da Silva Polli e Mariana Moreira Lima; Escola Municipal João Grendene: Amanda Lopes Salamoni, Ana Geni Déca Kern, Antoni Henrique Ramos Stasiak, Eduarda Simões Reinaldo, Guilherme Bertoletti Allmer, Jade Vitória Moraes de Andrade, Joanna Lara Neis, Júlia Guedes Benvinda, Luís Gustavo Friedrich e Maria Luísa da Silva Souto; Escola Oscar Bertholdo: Ana Laura Mancalossi; Escola Ilza Molina Martins: Poliana Antunes; Escola João XXIII: Bruna Augustin dos Santos, Caroline Conte Ceccatto, Gabriel Zanella, Júlia Lazzari, Karina Callegari, Luan Crócoli, Luísa Zamboni, Marina Callegari Bristot e Natália Conte Ceccatto; Colégio Estadual Farroupilha: Bibiana de Souza Barbosa, Caroline Bertolini Soares, Greice Melo, Gustavo Salla Antoniolli, João Guilherme da Silva, João Paulo Zatti Möpert, João Pedro de Almeida, João Vitor Weber, Laiana Kuczkowski, Lucas Wentz, Marcelo Augusto da Silva, Marcelo Bach Júnior e Matheus Cogo Benevides.

AUXÍLIO A POLICIAIS

Nova regulamentação Câmara de Vereadores aprovou por unanimidade projeto de lei na terça

A medida, formulada a partir de sugestão do vereador Sedinei Catafesta (PSD) em 2016, foi aprovada por unanimidade na sessão de terça do Legislativo municipal. Conforme o líder de governo, o vereador Thiago Brunet (PDT), a partir de 1º de julho o auxílio aumentará de R$ 84,00 para R$ 120,00 para policiais que morem em casas funcionais e de R$ 383,00 para R$ 420,00

para os demais casos. Com 19 policiais no primeiro grupo e 82 no segundo, a projeção é de que os repasses somem aproximadamente R$ 220 mil ao longo do 2º semestre. A política de incentivos há anos é adotada por Farroupilha como forma de diminuir a diferença de custo de vida com outras cidades e, assim, se tornar mais atrativa para permanência de policiais.


15

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

ORIENTAÇÃO

Para ajudar na escolha profissional Instituto Cenecista Angelo Antonello promove Feira a partir de terça, com palestras sobre carreiras e mercado de trabalho Divulgação

P

ara ajudar na carreira a ser seguida e tirar dúvidas dos estudantes do Ensino Médio, o Instituto de Educação Cenecista Angelo Antonello (ICAA) promove a 16ª Feira das Profissões, que receberá palestrantes de diferentes áreas para bate-papos. Projeto complementar à Orientação Profissional e Vocacional, que já é oferecida na instituição, a ideia central é promover esclarecimentos e orientar também quanto ao mercado de trabalho. A Feira inicia na próxima terça e segue até a próxima sexta, na Sala de Conferências do ICAA (confira a programação ao lado). “Oferece contato direto com profissionais atuantes no mercado, identifica e corrige possíveis distorções de informações sobre as profissões existentes. Também redime dúvidas e ansiedades que possam estar interferindo no processo da escolha profissional”, considera Sandra Maria Messinger Tartarotti, psicóloga do ICAA. A Feira das Profissões é aberta a estudantes do 3º ano do Ensino Médio da instituição e atenderá 61 jovens. Serão cinco palestras com profissionais das áreas de Administração de Empresas, Engenharia de Produção, Engenharia Ambiental, Fisioterapia e Direito. A escola já está oferecendo Orientação Vocacional aos alunos da 3ª série do Ensino Médio e também aos do 9º ano do Ensino Fundamental.

Ajuda em boa hora A fim de orientar jovens do 3º ano do Ensino Médio, Feira recebe profissionais de diversas áreas

Confira as palestras da Feira das Profissões Terça 10h30min: Rogério Gava (Administração de Empresas) Quarta 8h30min: Marcos Ricardo Pretto (Engenharia de Produção) Quinta 8h30min: Aluno egresso do ICAA Filipe Damin Filippi (Engenharia Ambiental) Dia 23 8h30min: Aluno egresso do ICAA Gabriel Spinelli Maccari (acadêmico de Fisioterapia) 10h: Fábio Beltrami (Direito)


16

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

APOSENTADORIA

Com o Proerd no coração Sargento Ester deixa Brigada Militar após 23 anos de serviços prestados em Farroupilha

S

Reconhecimento Junto ao mascote do Proerd e ao subcomandante do 36º BPM, major Luiz Becker, Ester recebe flores Arquivo Jornal Informante

omente à frente do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) foram nove anos. Tempo que tornou a Sargento Ester Cristina Henrique bem conhecida pela meninada, quando atendeu cerca de 12 mil estudantes das redes públicas e particular. Foram ainda outros 14 anos de atividades na Brigada Militar (BM). Ao total, 23 anos de serviços prestados, todos em Farroupilha. Após essa rotina, a sargento se aposenta, deixando também as atividades em sala de aula. Para Ester, é mais do que uma missão cumprida, é a satisfação de um trabalho que a orgulha. “Me dediquei sempre com muito amor e carinho. O que fiz pelos estudantes é o mesmo que faria pelos meus filhos”, considera a policial, agora aposentada, que tem 42 anos e atuou nas escolas ministrando a cartilha do Proerd, que prevê lições preventivas sobre o uso de drogas e violência. Sargento Ester é da primeira turma feminina a atuar no município, em 1995. Natural de Santana do Livramento, veio à cidade justamente na busca por seu sonho de ser policial. Inicialmente pensou em entrar para a Aeronáutica, mas foi quando estava prestes a completar 18

anos que, assistindo TV com a família, viu a propaganda com uma policial militar, afirmou em alto e bom tom “é isso mesmo que vou ser”. Não deu outra. Casada com Nei Barmallí Henrique, é mãe de Matheus, 14 anos, e de Carla, de 3 anos. Também diz que as amizades que fez nas escolas, com as direções, professores, serventes e alunos não serão esquecidas. “Muitos alunos me chamam, me reconhecem na rua e isso não tem presente maior. Foram nove anos maravilhosos no Proerd”, destaca. O seu trabalho começou com a Patrulha Escolar, onde também realizava palestras nos educandários, com o tempo e vendo essa empatia com crianças e o público jovem, foi convidada a atuar no Proerd.

Divulgação

Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br

Com a farda de lado, mais tempo para a família Agora, sem as obrigações militares, é consultora de beleza da Mary Kay, uma maneira de rever as amigas e manter-se ativa. Há mais de duas décadas em Farroupilha, se sente filha desta terra e, moradora do Pio X, quer aproveitar a aposentadoria para conviver mais em família, mas não deixa de lado a grande simpatia pelo Proerd. “Se foi possível salvar um, já valeu muito a pena”, considera, sendo que as atividades passam a ser conduzidas pelo Soldado Trevisol, idealizador do programa no município.

Dedicação e agora saudade Foi quase uma década em sala de aula ensinando lições valiosas a crianças e jovens


17

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

COPA FARROUPILHA DE FUTSAL FEMININO

BGF confirma favoritismo em busca do bi e Unidas impede reedição de final da Copinha Semifinais mostraram força da atual campeã de Bento Gonçalves e evolução considerável da desafiante de Canela Fotos: Ramon Cardoso

A

fria noite de sábado no Ginásio de Esportes do Colégio Nossa Senhora de Lourdes definiu as finalistas da temporada 2017 da Copa Farroupilha de Futsal Feminino. A competição, organizada pela Liga Farroupilhense de Futsal, registrou classificações tranquilas das finalistas, especialmente no primeiro duelo da noite. Atual campeã, a bento-gonçalvense BGF não tomou conhecimento da farroupilhense Juventus. A ala esquerda Pâmela, logo a 3 segundos, já abriu o marcador, que foi ampliado na etapa inicial pela pivô Paula. Na etapa final, ela mesma ampliou e Carina definiu a vitória em 4 a 0 nos segundos finais do confronto. Na partida de fundo, no duelo entre as equipes da Região das Hortênsias, melhor para a canelense Unidas, que derrotou a atual vice-campeã, a nova-petropolitana Fura Bola, impedindo a reedição da final do ano passado. A ala direita Carol, com um gol em cada tempo, decretou o 2 a 0 e a vaga na decisão para a Unidas Futsal. Por conta do feriadão de Corpus Christi, não haverá rodada neste sábado e a grande final está marcada para o próximo dia 24. A partir das 19h, a briga é pelo 3º lugar, entre Juventus e Fura Bola. Na sequência, o jogo que vale o caneco, entre BGF, que tenta o bicampeonato, e Unidas, que busca o primeiro título da disputa regional.

Em nova final A Juventus, de camiseta azul, foi superada pela BGF, que confirmou a condição de favorita ao bicampeonato

A desafiante A Unidas, de camiseta cinza e rosa, teve uma sólida atuação defensiva, venceu o Fura Bola e chegou à decisão da Copinha


18

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Apahand

Base da Apahand

A Associação de Pais e Amigos do Handebol (Apahand) já colhe os primeiros frutos da parceria feita com a prefeitura. A Escola de Iniciação Desportiva, mantida pela equipe no município, revela talentos precoces do handebol que, mais tarde, podem vir atuar no time profissional. Emanoelle Wilmsen Marques, Milena Gonçalves dos Santos e Eduarda Silvestrin Onzi integrarão a equipe dirigida pela técnica Nayanna Reolon (na foto ao lado, junto com o também professor Alessandro Peroni) para uma disputa na categoria Infantil, que ocorre neste fim de semana, na Sociedade Ginástica, em Novo Hamburgo.

Base da Apahand II

A Apahand participará da competição com duas equipes. Na Chave A, além da Apahand/UCS/Farroupilha B, estão a Sociedade Ginástica e Liga Hamburguesa de Handebol, ambas de Novo Hamburgo; o Centro de Handebol, de Capão da Canoa; e a Handebol Feminino, de Santa Maria. Na Chave B, Apahand/ UCS/Farroupilha A, ATHB, de Torres; Dom Hermeto, de Uruguaiana; APAH, de Pelotas; e a Mad Hand Club, de Sapiranga. A disputa ocorre em duas fases. Neste fim de semana, a Chave A enfrenta a B. Na próxima etapa, com data ainda a ser confirmada, os duelos acontecem dentro de cada pentagonal. As quatro melhores se habilitam à fase semifinal.

Estrela em Esteio

No clássico serrano contra o Marechal Futsal, de Caxias do Sul, melhor para o time do município vizinho, que derrotou o Estrela por 9 a 4 e avançou na XIII Copa dos Campeões de Esteio. Com dois expulsos durante o confronto, a equipe farroupilhense não conseguiu a vaga para a etapa de quartas de final da disputa. O próximo compromisso do Estrela é válido pela Série Prata do Municipal de Caxias do Sul. O time entra em quadra na próxima terça à noite, no Enxutão, contra o Marcelos Futsal. O confronto inicia às 19h15min.

Representação farroupilhense Trio descoberto pelo professor Alessandro integra equipe treinada pela professora Nayanna

Rubro-Verde ativo

O CTG Rancho de Gaudérios foi palco, no último sábado, da 2ª rodada do Torneio de Inverno, promovido pela Liga Farroupilhense de Bochas Tiro e Ponto. Quem levou a melhor da etapa foi a equipe do Vinhedos, com os atletas Paulo, Mariano, Elisandro e Elário, que conquistaram os troféus individuais. A 3ª rodada deste sábado, que ocorre em Linha Azevedo (Caruara), a partir das 13h30min, decidirá os semifinalistas da disputa. Os duelos iniciam com Vinhedos e CTG Aldeia Farroupilha. Na sequência, os Sócios do Aldeia medem forças com o Rancho de Gaudérios.

A Sociedade Esportiva, Recreativa e Cultural (SERC) Brasil retoma as atividades no futebol profissional somente na próxima temporada, mas segue ativo em seus dois projetos: o das categorias de base, iniciado no ano passado, e do futebol feminino, que começou neste ano. As equipes Sub-14 e Sub-16 foram a campo na quarta à noite, nas Castanheiras, na estreia da Copa Sesc, diante do Juventude. Neste domingo pela manhã, é a vez do time feminino ser apresentado oficialmente, no duelo contra o Damas da Bola, além do Sub-11, que faz a preliminar. As duas frentes são tidas como fundamentais para a consolidação e fidelização do clube na comunidade. Foi boa a presença de público com os guris, na quarta. Espera-se algo similar com o Sub-11 e as meninas neste domingo. Veja mais sobre os projetos na página ao lado.

Tag Rugby do DMEL

Finalistas definidas

Torneio de Inverno

A competição foi realizada no Estádio das Castanheiras na quarta pela manhã, véspera de feriado, e reuniu 18 equipes em sete categorias de quatro escolas: Angelo Chiele, Antônio Minella, Colégio Nossa Senhora de Lourdes e Presidente Dutra. Veja como ficou a classificação nas divisões. Juvenil Feminino: Antônio Minella (campeã) e Presidente Dutra (vice); Juvenil Masculino: CNSL (campeão) e Presidente Dutra (vice); Infantil Feminino: Antônio Minella (campeã), Angelo Chiele (vice) e CNSL (3º lugar); Infantil Masculino: Angelo Chiele (campeão), CNSL (vice) e Presidente Dutra (3º lugar); Mirim Feminino: CNSL (campeã) e Angelo Chiele (vice); Mirim Masculino: Angelo Chiele (campeão) e CNSL (vice); e por fim, no Mini: Angelo Chiele (campeão) e CNSL (vice).

A BGF confirmou seu favoritismo e avançou à decisão da Copa Farroupilha de Futsal Feminino. No caminho, eliminou as duas equipes da cidade, a Associação 1º de Maio, nas quartas, ao empatar no final em 2 a 2, e a Juventus, na semifinal, ao vencer por 4 a 0. Está em busca do bicampeonato da competição organizada pela Liga Farroupilhense de Futsal. Na decisão, vai encarar a Unidas, de Canela, sem sombra de dúvida o time que apresentou a melhor evolução e despachou a caxiense Olimpia/AABB, nas quartas, por 1 a 0, e a nova-petropolitana Fura Bola, na semifinal, por 2 a 0, impedindo reedição da final do ano passado. Em virtude do feriadão, a partida decisiva ficou para o dia 24. A equipe de Bento Gonçalves tenta o bicampeonato da disputa. Veja mais na página 17.


19

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

SERC BRASIL

Base e futebol feminino em campo Profissional volta à ativa só em 2018, mas rubro-verde segue com seu projeto Futuro Rubro-Verde e com as meninas

ano do time profissional da Sociedade Esportiva, Recreativa e Cultural (SERC) Brasil foi encerrado de forma precoce na Segundona Gaúcha, mas o clube segue com atividades intensas em seus dois projetos: o das categorias de base, o Futuro Rubro-Verde, e do futebol feminino. Na quarta à noite, foi a vez dos guris entrarem em campo para a estreia em competição oficial, a Copa Sesc. Neste domingo, as gurias pisam no gramado do Estádio das Castanheiras. No duelo contra o Juventude, o time Sub-14 foi superado por 3 a 0.

Fotos: Ramon Cardoso

O

Brasil

Na sequência, o Sub-16 acabou derrotado por 8 a 3, com Anderson, Guilherme e Jhony marcando para os farroupilhenses. A competição conta ainda com Caxias e Apafut/UCS, de Caxias do Sul, e Glória, de Vacaria. O pentagonal é disputado em turno único e os quatro primeiros avançam à semifinal da competição. O rubro-verde volta a campo contra a Apafut/UCS, na Vila Olímpica da Universidade de Caxias do Sul, no próximo dia 1º ou 2 de julho. A apresentação oficial do time feminino do rubro-verde é neste domingo, em amistoso contra o Damas da Bola, de Caxias do Sul. Não haverá cobrança de ingresso, mas é solicitada a doação de um quilo de alimento não perecível. O confronto inicia às 10h30min, nas Castanheiras. Pouco antes, haverá amistoso do Sub-11. O Brasil encara o Bola no Pé. As inscrições para o Futuro Rubro-Verde seguem abertas para os nascidos entre 2000 e 2007. Maiores informações pelos fones 32617020 ou 981.218.350.

Futuro Rubro-Verde Equipes Sub-14 e Sub-16 da SERC Brasil foram a campo na quarta à noite, pela Copa Sesc


Ramon Cardoso

ESPORTE

A vez das gurias Neste domingo pela manhã, a SERC Brasil entra em campo com novo projeto, o do futebol feminino, e equipe farroupilhense será apresentada aos torcedores no amistoso contra a caxiense Damas da Bola, nas Castanheiras Página 19

CRÔNICAS DA REDAÇÃO

SAÚDE

Saiba o que, de fato, rolou na conversa do trio criminoso Joesley, Aécio e Temer Página 4 do Inside

Dia Mundial do Doador de Sangue reforça ICAA promove 16ª Feira das Profissões necessidade de ajuda com o Hemocentro com palestras a partir da próxima terça Capa Página 15

O real conteúdo das gravações

Hemocs à procura de doadores

EDUCAÇÃO

Foco no mercado de trabalho

INSIDE

Fenakiwi com diversidade ao pé da letra

Fotos: Divulgação

David Reis

Programação cultural é apresentada e reforça lema da festa, que terá Humberto Gessinger como atração principal, mas também conta com Duda Garbi, Acústicos & Valvulados, Guri de Uruguaiana e Thomas Machado entre destaques do tradicional evento Página 3


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

AJUDA

Hemocentro busca mais doadores de sangue Com estoques em baixa, instituição reforça importância de colaborar para manter os serviços prestados a 49 municípios não ser muito agradável a sensação da agulha, mas é importante lembrar que não há substituto para o sangue humano e a única forma de obtê-lo é por meio da doação. Também não importa qual o grupo sanguíneo, todos podem colaborar e salvar vidas. “Sempre é bom lembrar que o estoque somente é mantido se as doações forem regulares”, complementa Ana Paula. O Hemocentro conta ainda com Unidade Móvel que é utilizada para realizar coletas nos municípios da região em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde, hospitais e outras instituições. Em maio, houve coleta em Farroupilha, numa ação conjunta com a prefeitura e 98 doadores colaboraram. Todo sangue recebido é separado em hemácias, plaquetas, plasma e outros componentes, podendo beneficiar mais de um paciente a partir de uma única coleta.

Divulgação

Q

uarta foi Dia Mundial do Doador de Sangue e o Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) lembra a importância de contar com a população para manter seu estoque regular e atender a demanda. De acordo com Ana Paula Rombaldi, assistente social do setor de Captação de Doadores do Hemocentro, a instituição atende a toda Região Nordeste do Estado, compreendendo 49 municípios. São necessárias 1,2 mil bolsas mensais para atender as necessidades e os estoques estão abaixo do esperado. Neste ano, foram 569 doadores farroupilhenses que contribuíram com o Hemocentro, mas a procura tem sido cada vez maior, já que atende 100% dos leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) da região. Pode até

Seja bom coração Com estoque de sangue em baixa, Hemocs busca adesão da comunidade para atender demanda regional

Como e onde doar

A doação deve ser feita diretamente na sede do Hemocentro (Ernesto Alves, 2.260, Centro). O atendimento é de segunda a sexta, das 8h30min às 17h e aos sábados das 8h às 12h. É preciso apresentar documento com foto e no dia da coleta o doador não pode estar em jejum, além de evitar ingerir alimentos gordurosos nas três horas que antecedem o procedimento. Também não é permita ingestão de bebida alcoólica nas últimas 12 horas.

Quem pode ser doador

É preciso ter idade entre 18 e 69 anos, contar com boa saúde e pesar mais de 50 quilos. Grávidas, quem está febril ou gripado não pode ser doador. Quem contraiu hepatite após os 11 anos, malária ou acometidos por hepatite B e C, Aids, Doença de Chagas e enfermidades associadas ao vírus HTLV I e II também não podem contribuir. Mulheres podem doar sangue a cada três meses, homens a cada 60 dias.


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Pele nova com peeli Equipe Espaço da Beleza *

E

le é considerado o tratamento mais versátil e eficiente das clínicas. Quer amenizar manchas e marcas de acne? Combater linhas finas e flacidez? Dar um fim na fisionomia cansada? A gente indica o melhor tipo para cada problema. Isso só é possível graças à variedade de opções, que se diferenciam pela substância utilizada ou pela profundidade de ação do procedimento. Melhor: diferentemente do que acontecia há alguns anos, o peeling traz menos desconforto durante e depois da sessão. Em alguns casos, como o de diamante, cristal ou vinho, pode ser feito até na hora do almoço, pois não deixa o rosto vermelho demais, descamado ou com casquinhas. A seguir, encontre o peeling ideal para você. Linhas finas Entre 25 e 30 anos, elas já começam a aparecer, principalmente na região dos olhos e na testa. Tratá-las logo de cara é a melhor pedida para não evoluírem rapidamente para rugas mais profundas. O que fazer? Peeling de ácidos, kójico, lático e outra associações. Os ativos têm basicamente a mesma função: estimular a produção de colágeno para “preencher” as ruginhas de dentro para fora. As substâncias são associadas para uma potencializar a ação da outra e garantir melhor resultado já na primeira sessão. Mancha e sarda O melasma atinge principalmente o buço e as maçãs do rosto e ganha força com a alteração hormonal provocada por gravidez, pílulas anticoncepcionais, tratamentos contra infertilidade e alterações da tireoide. Tudo porque os hormônios fazem a pele se pigmentar mais facilmente sob a radiação ultravioleta. O sol

também é o gatilho para aument pequenas manchas solares, as m Cicatriz de acne Além de dolorida e antiestética to marcado. Mas saiba que dá p tipo de cicatriz (quando o sinal ain (para quem sofreu com o problem Cravos Entre as regiões mais atingid o nariz, a testa e o queixo, a Nela, a oleosidade da pele cost ao restante do rosto. Apesar dis rosto todo. O que fazer? Peeling de diamante ou de c lixa desses materiais para esfolia do que os cosméticos. Com isso os cravos mais superficiais. Ape tos pretos, é uma boa pedida pa limpeza manual. De quebra, a pe Flacidez A partir dos 30 anos, há um com que as células se renovam bras que dão elasticidade e sus nui, fazendo surgir os primeiros nas pálpebras inferiores e na re tos são mais intensos devido à como fumar e se expor demais a O que fazer? A associação de ácidos estim e retraem as fibras já existentes, Aspecto cansado Estresse, noites de insônia, e


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

ing Divulgação

tar o tamanho das sardas ou das melanoses.

a, a acne ainda pode deixar o rospara prevenir a formação desse nda está avermelhado) ou tratá-la ma na adolescência) com peeling.

das pelos pontos pretos, estão área conhecida como zona T. tuma ser maior em comparação sso, o peeling pode ser feito no

cristal, que usa uma espécie de ar a pele de forma mais profunda o, remove-se as células mortas e esar de não retirar todos os ponara quem sente muita dor com a ele fica mais luminosa e lisinha.

ma queda natural na velocidade m. Resultado: a produção das fistentação à pele também dimis sinais de flacidez, geralmente egião da mandíbula. Esses efeià genética e aos maus hábitos, ao sol.

mulam a produção de colágeno , promovendo um efeito lifting.

excesso de balada, bebida alco-

Múltiplas funções O peeling pode ser utilizado para combater acnes, cravos, sardas, manchas e ainda minorar os sinais de envelhecimento da face

ólica e cigarro são alguns dos vilões que roubam o viço e a hidratação da pele e deixam a textura dela áspera. Para reverter o quadro, existem os peelings de efeito Cinderela, que dão um up imediato ao rosto, ideais para o dia daquele evento especial. O que fazer? Peeling de vinho, que é rico em polifenóis provenientes da uva, um dos mais potentes ativos contra a ação dos radicais livres, as moléculas que causam o envelhecimento da pele. Dica O protetor solar continua sendo essencial. Agende sua avaliação. E orientamos qual o tratamento certo para seu tipo de pele e cosmético ideal para uso em casa. * Espaço da Beleza Centro Estético Independência, 555 – Centro de Farroupilha Fone (54) 3268-5511


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

CAPACITAÇÃO

Sobre Boas Práticas em Alimentação Curso acontece na próxima semana e as inscrições estão abertas Divulgação

P

ara representantes de estabelecimento no setor de alimentação está sendo oferecido, gratuitamente, curso na próxima quarta e quinta. Será das 8h às 12h e das 13h às 17h, no Salão Nobre da prefeitura. Com o tema “Boas Práticas em Serviços de Alimentação”, é pré-requisito para obtenção do Alvará de Saúde. “Oferece uma abordagem sobre microbiologia, riscos de manipular alimentos incorretamente, doenças transmitidas e orienta sobre as boas práticas que necessitam ser implantadas”, exemplifica Giselle Rombaldi, do Departamento de Vigilância Sanitária. A formação será ministrada

Manipulação correta Formação é exigência para obtenção do Alvará de Saúde

pelo professor Eduardo Tondo, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). É

importante lembrar que, para quem já realizou esse curso, a validade é de três anos.

Programe-se O que: Boas Práticas em Serviços de Alimentação Quando: quarta e quinta, das 8h às 12h e das 13h às 17h Onde: Salão Nobre da Prefeitura (Praça da Emancipação, s/nº, Centro) Quanto: curso gratuito. Inscrições pelo fone 3261-6953


Cinema

Festival Varilux de Cinema Francês no Ordovás Filho e documentário sobre House Music no Nômade Coletivo Páginas 2, 5 e 8

Inside

Sétima Arte

Um recorte da história americana com Denzel Washington e Viola Davis em atuação assombrosa Páginas 10 e 11

TRADIÇÃO

Definida programação da XXI Semana da Cultura Italiana Evento começa na próxima quarta à noite e tem como tema os santos devocionais das comunidades padroeiro de cada localidade? E isso que nós queremos abordar”, explica. Ela ressalta que esse resgate histórico, das seis paróquias de Farroupilha, também é uma maneira de ampliar o conhecimento cultural. A abertura oficial, na quarta às 19h30min no Seminário (Rodovia dos Romeiros, 1211), será com o maestro André Arrosi e o Coro Infanto-Juvenil Canarinhos de Farroupilha. Em seguida, o padre Izidoro Bigolin fará uma palestra sobre a história dos santos devocionais nas capelas. Nessa data também haverá a a apresentação do musical “Al di là del Sogno”, com o padre Osmar Coppi e convidados. Na quinta, dia 22, será realizado, no Seminário às 19h30min, o filó italiano, no

qual todos são convidados a levar uma comida típica para partilhar. O encontro vai contar com a participação do grupo cultural Nei Tempi del Filó, Grupo de Canto Guadalupe e Grupo Musical Girotondo. Na próxima sexta, dia 23, a palestra com a temática “O padre leigo, ontem e hoje”, será com o professor Aldo Migot. A animação será com o coral Radize D’Itália e show do padre Ezequiel Dal Pozzo. No sábado (24), último dia do evento, haverá uma missa em italiano às 18h30min e às 20h será realizada a tradicional Janta da Polenta, no Seminário, com ingressos a R$ 40,00 que podem ser reservados pelo fone 3261-1196. A animação fica por conta do grupo musical Trio Católico.

Alana Bof

P

ara celebrar as tradições trazidas pelos imigrantes italianos, o Seminário Apostólico Nossa Senhora de Caravaggio promove, a partir da próxima quarta, a XXI Semana da Cultura Italiana. Este ano, o evento que segue até o dia 24, tem como tema “Comunitá e la devozione ao suoi santo” (As comunidades e a devoção aos seus santos). A coordenadora do evento, Neusa Molon Mansan, lembra que o povo e italiano sempre foi muito devoto e que a escolha desse tema busca resgatar um pouco desta relação de fé. “Todas as comunidades da região têm nome de santo, mas como foi escolhido o santo

Seminário Apostólico de Caravaggio Local receberá as atrações da Semana da Cultura Italiana

Programe-se O que: XXI Semana da Cultura Italiana Quando: da próxima quarta até o dia 24 Onde: Seminário Apostólico Nossa Senhora de Caravaggio


Inside

2

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Cinemas Imagens: Reprodução

Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas GNC 1: Um Tio Quase Perfeito - às 13h20min, 17h20min e 19h20min GNC 1: Tudo e Todas as Coisas - às 15h20min (dublado) e 21h20min (legendado) GNC 2: A Múmia - às 14h10min (dublado) e 21h50min (legendado) GNC 2: Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar (dublado) - às 16h45min GNC 2: Meus 15 Anos - às 19h40min GNC 3: Baywatch: SOS Malibu - às 13h45min e 18h40min (dublado), 16h10min e 21h10min (legendado) GNC 4: Mulher Maravilha - às 13h10min e 18h50min (dublado e em 3d), 16h e 21h40min (legendado e em 3d) GNC 5: Piratas do Caribe: A Vinganças de Salazar - às 14h (legendado e em 3d) e às 19h (dublado e em 3d) GNC 5: A Múmia - às 16h30min (legendado e em 3d) e 21h30min (dublado e em 3d) GNC 6: Meus 15 Anos - às 14h20min GNC 6: Mulher Maravilha - às 16h20min e 22h (dublado), 19h10min (legendado) Ingressos: segunda, quarta e quinta (exceto feriado) a R$ 20,00 e R$ 26,00 (salas 3d); terça (exceto feriado) R$ 14,00 e R$ 18,00 (salas 3d); sexta a domingo e feriado a R$ 25,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425)

Festa de debutante Larissa Manoela estrela filme de Caroline Fioratti inspirado em obra homônima de Luiza Trigo

Cinépolis 1: A Múmia - às 12h, 14h30min e 19h30min (dublado e em 3d), 17h e 22h (legendado e em 3d) Cinépolis 2: Tudo e Todas as Coisas - às 13h30min e 18h45min Cinépolis 2: Baywatch: SOS Malibu - às 16h15min e 21h Cinépolis 3: As Aventuras de Ozzy (dublado) - às 12h30min Cinépolis 3: Meus 15 Anos - às 14h45min e 17h15min Cinépolis 3: Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar (dublado) - às 20h30min Cinépolis 4: Um Tio Quase Perfeito - às 14h, 16h30min, 19h e 21h45min Cinépolis 5: Mulher Maravilha (legendado e em 3d) - às 13h, 16h, 19h15min e 22h15min Cinépolis 6: Mulher Maravilha (dublado e em 3d) - às 12h15min, 15h15min, 18h30min e 21h30min Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a R$ 20,00; terça e quarta (exceto feriado) a R$ 14,00; quinta a R$ 24,00; sexta a domingo e feriado a R$ 25,00. Nas salas 3d, segunda a R$ 27,00; terça e quarta (exceto feriado) a R$ 18,00; quinta a R$ 30,00; sexta a domingo e feriado a R$ 31,00.

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Festival Varilux de Cinema Francês Um Instante de Amor - sexta às 19h30min Frantz - sábado, às 19h30min Coração e Alma - domingo, às 19h30min O Filho Uruguaio - quinta, às 19h30min Matinê às 3 Ricki and the Flash - quinta, às 15h Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Sem Pamela Anderson Famosa série da TV americana, que fez sucesso nos anos 90, ganha versão na telona com direção de Seth Gordon


Inside

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

3

Fenakiwi

Sabores da diversidade a caminho Conceito da 22ª Fenakiwi antecipa reformulação do evento, que busca explorar reais potencialidades farroupilhenses

S

Conceitual Prefeito antecipou ideia de reformulação

Presidente Francis apresentou atrações da festa

Fotos: Ramon Cardoso

e há uma espécie de despedida no ar, pelo fato desta ser a última edição da Fenakiwi, o lançamento oficial da programação do evento, na quarta à noite, no Salão Nobre do Centro Administrativo Prefeito Avelino Maggioni deu o tom do que deve vir por aí nos próximos anos. A intenção da prefeitura é de realizar uma festa anual, que não centralize suas atenções no kiwi, mas também nele, com foco maior nas potencialidades do município. “Recebemos, por ano, 5,5 milhões de visitantes. Isso é um número superior à Região das Hortênsias. Queremos uma festa que agregue não somente o kiwi, mas também a uva, o moscatel, a moda, o calçado, a malha. Enfim, um evento que destaque a excelência produtiva farroupilhense”, enfatizou o prefeito Claiton Gonçalves. Neste sentido, o conceito da última Fenakiwi, “Os Sabores da Diversidade”, de certa forma antecipa essa nova ideia. Claiton também anunciou que está em análise a viabilização de uma viagem de jovens produtores de kiwi à Itália, para uma jornada de estudos e que busque, também, aumentar a produção de Kiwi Gold, para

Anfitriãs A rainha Leticia falou, ao lado das princesas Lizandra Toso e Renata Agazzi, sobre a ótima receptividade na campanha de divulgação do evento

Programe-se O que: 22ª Festa Nacional do Kiwi (Fenakiwi) Quando: de 20 de julho a 6 de agosto Onde: Complexo Esportivo do Parque Cinquentenário (Arno Domingos Busetti, s/nº) Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 antecipados e meia entrada. Crianças até 10 anos não pagam. A entrada é franca na abertura, no dia 28 de julho para a terceira idade e no dia 4 de agosto para crianças até 12 anos. As entradas podem ser adquiridas na Akústica Musikal, onde também são comercializados os ingressos para o show de Humberto Gessinger a R$ 20,00 o 1º lote de pista e R$ 40,00 o 1º lote da área vip. Maiores informações e programação completa: pelo site www.fenakiwi.com.br

um necessário incremento na produção local, com a ideia de manter a importância da fruta dentro da economia farroupilhense e fazer com que ela não perca o papel de destaque que teve no passado. Antes do prefeito, o presidente da 22ª Fenakiwi e secretário de Turismo e Cultura, Francis Casali, apresentou, em um rápido vídeo, as atrações deste ano, com destaque para o novo projeto de Humberto Gessinger, “Desde Aquele Dia”, que celebra os 30 anos do clássico álbum “A Revolta dos Dândis”. Na sequência, o trio de soberanas, por meio da rainha Leticia Capelezzo, falou sobre o trabalho realizado na campanha de divulgação da festa, além de deixar um convite para todos os farroupilhenses prestigiarem o evento. A Fenakiwi terá abertura oficial no dia 20 do próximo mês, em dia de entrada franca, e segue por três finais de semana, sempre às sextas, sábados e domingos, até o dia 6 de agosto, no Complexo Esportivo do Parque Cinquentenário. Entre as principais atrações, Duda Garbi, César Oliveira e Rogério Melo, Guri de Uruguaiana, Serginho Moah, Acústicos & Valvulados e o vencedor do The Voice Kids, Thomas Machado.


Inside

4

Crônicas da Redação Ramon Cardoso

ramon@jornalinformante.com.br

O Jornal Informante teve acesso, com exclusividade (e não pagamos nada por isso, como certa emissora, que na verdade paga e emprega esse termo à exaustão), a alguns diálogos entre Joesley Batista, Aécio Neves e Michel Temer. São esclarecedores e relatam o que, de fato, aconteceu. Reproduzimos eles abaixo, começando pela conversa do empresário com o senador. Joesley: Aécio, fiquei chateado com o presidente. Você viu só o que ele aprontou? Recebeu um monte de chefe de Estado (não é erro de Português, é que Joesley engole todos os esses mesmo) e levou todos ele pra uma churrascaria que serve carne argentina e uruguaia. Tô pensando em grampear esse cara. Aécio: Faz isso mesmo, Joesley, grampeia esse f... da p... do c... Ele que vá t... no c..., v... de m... Não sabe nada de p... nenhuma. Presidente fraco de b... Mas mudando de assunto, c..., e os meus R$ 2 milhões? Joesley: Podemos parcelar os R$ 2 milhão em quatro vezes? Aécio: P..., aí tu me f..., c... Tá de brincadeira? P... que p..., não sabe que tô precisando da grana pra me defender da b... dessa Lava-Jato de m... que tá no meu pé? Joesley: E se eu te disser que tô gravando essa conversa? Aécio: Vai t... no c..., seu f... da p... do c... Em outro trecho, Joesley fala com Temer, na calada da noite, em uma garagem do Palácio do Planalto. Joesley: Presidente, assim não dá. Como que o senhor leva seus convidado pra jantar em uma churrascaria que serve carne argentina e uruguaia? Temer: Acha que eu iria servir tua carne estragada, podre, vencida e misturada com isopor para chefes de Estado? Jamais faria e jamais fá-lo-ei. Joesley: Assim você me complica, presidente. Lembra que tenho contato com o Eduardo Cunha. Ele já derrubou uma presidente, hein. Fosse o senhor, tomava cuidado. Tenho boa relação com ele. Temer: Mantenha isso. Faz assim, leva esse salsichão feito à base de cabeça de porco moída, que não sai mais no mercado mesmo, para o Cunha em Curitiba. Ele vai gostar. Joesley: E se eu disser que estou gravando essa conversa, com o aval do ministro Fachin, do STF? Não preciso lembrar que o senhor e a Dilma serão julgados em breve no TSE, pela chapa criminosa que montaram para fraudar a última eleição. Temer: Pode gravar o que você quiser. O TSE está na minha mão. O ministro Gilmar Mendes é o presidente e vai mexer os pauzinhos, fazer vista grossa para essas provas e puxar três votos com ele. E tem mais, quando o TSE livrar a minha cara e liberar geral a roubalheira nesse País, vou mandar a Abin investigar a fundo a vida do Fachin. Joesley: Agora você pegou pesado, presidente. Boicotar a minha carne até vá lá, mas isso já é demais. Graças ao ministro Fachin eu não vou pro xilindró e vou curtir a fortuna que eu roubei dos cofres públicos da cobertura do meu apartamento na 5ª Avenida, em Nova Iorque. Por favor, não coloca a Abin na cola do Fachin. Temer: Farei isso e está decidido. E tem outra, vou seguir governando até 31 de dezembro de 2018 e pode esquecer que nas visitas oficiais levarei alguém para comer em churrascaria que trabalha com carne da JBS. Amigos, esse é o resumo trágico e triste do último mês na política brasileira. Joguei a toalha, sério. Essa bandalha chamada Brasil não tem mais salvação.

Agenda SEXTA Carol Soul Rock Boteco Antonielle, às 22h

SÁBADO Fran Bortolossi Geekbass Muinho, às 23h59min Paulinho e Cristiano Boteco Antonielle, às 22h Ká pra Nós + DJ Gui Correa Boteco do Chá, às 23h30min Birthday Pena Show com Rockalha e Ópera Liz República Beer, às 23h

Divulgação

Conteúdo exclusivo: as gravações do fim do mundo

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017


FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Inside

Cinema

Evento exibe filmes franceses e inéditos até o dia 2 de julho Divulgação

Frantz Produção que se passa após a Primeira Guerra Mundial será exibida no sábado

P

Paulo Roque Gasparetto prgasparetto@terra.com.br

Festival Varilux segue em cartaz no Ordovás

ela primeira vez em Caxias do Sul, o Festival Varilux de Cinema Francês exibe, até o dia 2 de julho, obras cinematográficas inéditas. O evento acontece em diversas cidades brasileiras. Em Caxias, é uma realização da Aliança Francesa em parceria com a Secretaria da Cultura. As exibições acontecem sempre às 19h30min na Sala de Cinema Ulysses Germia, no Ordovás (Luiz Antunes, 312, bairro Panazzolo). Nesta sexta, o filme em cartaz é “Um Instante de Amor”. A história se passa logo após a Segunda Guerra Mundial, quando uma mulher é obrigada a se casar com um viúvo que gosta de frequentar prostíbulos. Sem conseguir engravidar, ela parte para uma viagem e acaba se envolvendo com um militar casado. No sábado será exibido o filme “Frantz”, que conta a história de Anna, que visita diariamente, em uma pequena cidade alemã, o túmulo do noivo Frantz, morto na Primeira Guerra Mundial. Ela conhece o francês

5

Adrien quando ele começa a levar flores no túmulo de Frantz. Um sentimento nasce entre os dois. Já no domingo o filme será “Coração e Alma”. O enredo trata de um jovem surfista que sofre um acidente, é internado em um hospital em Le Havre e fica entre a vida e a morte. Enquanto isso, em Paris, uma mulher aguarda um transplante de órgão para dar início a uma nova vida. Na próxima quinta é a vez de “O Filho Uruguaio”. As sessões ocorrem às 19h30min. Os ingressos custam R$ 5,00 para alunos da Aliança Francesa, servidores municipais, idosos e estudantes e R$ 10,00 para o público em geral. Veja mais na programação dos Cinemas, página 2 do Inside.

Programe-se O que: Festival Varilux de Cinema Francês Quando: até 2 de julho Onde: Sala de Cinema Ulysses Geremia (Caxias) Quanto: R$ 5,00 e R$ 10,00

A verdadeira paz começa no seu coração A festa de Corpus Christi acontece 60 dias depois do Domingo da Páscoa, ou na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, em alusão à Quinta-Feira Santa, quando Jesus instituiu o sacramento da Eucaristia. A ceia da instituição se deu marcada por sentimentos opostos da parte de Jesus: de um lado, a imensa alegria de estar com os discípulos e deixar-lhes o sinal da sua presença; do outro, a profunda tristeza pela traição de Judas e pela anunciada negação de Pedro e, sobretudo, pelas horas escuras do horto das oliveiras até o calvário. O Corpo de Deus nos remete ao corpo dos irmãos, que deve ter vida em abundância e estar integrado. Nessa festa, o tabernáculo se estende, é o mundo, que precisa ser alimentado pelo amor, que nas ruas clama por justiça e perdão. Nossas vias marcadas pelos descompassos dos passantes, pode ter outro ritmo, outro rumo: o da construção da convivência dos Filhos de Deus, a fraternidade. Corpus Christi anuncia essa possibilidade e será realidade se ruas e corações estiverem preparados para receber o Senhor que caminha conosco. Nessa direção, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), após refletir sobre a realidade do Brasil em sua última reunião, dias 30 e 31 de maio, está convidado a todos para um momento de oração pelo Brasil, a ser realizada em todas as comunidades. Um dos trechos da oração, encaminhada a todos diz: “Estamos indignados, diante de tanta corrupção e violência que espalham morte e insegurança. Pedimos perdão e conversão. Cremos no vosso amor misericordioso que nos ajuda a vencer as causas dos graves problemas do País: injustiça e desigualdade, ambição de poder e ganância, exploração e desprezo pela vida humana”. Assim, proclamamos pelas ruas: Ele veio fazer de nós uma comunidade de pessoas solidárias, eucarísticas, que se amam, se ajudam e vivem em união e na partilha, capazes de vencer as divisões, brigas, competições e exclusão. Sim, saímos pelas ruas para cantar o que somos chamados a realizar na sociedade e nas nossas famílias. Que a eucaristia nos leve sempre à missão, à solidariedade e à vida, onde a verdadeira paz começa no nosso coração. * Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e doutor em Comunicação


Franciele Dal Monte

K

Alianças

átia Lima e Cezar Schultz celebraram seu casamento em cerimônia íntima que ocupou o Restaurante Parque dos Pinheiros no sábado. O mini wedding foi no estilo vintage, com as cores azul tiffany e rosa, alguns elementos rústicos e um belíssimo muro inglês. A noiva teve produção do Espaço de Beleza Le Mousse e vestiu criação de Rosa Lúcia Zanonato. Denise Balbinot Colombo, da D&C Cerimoniais, ficou responsável pela organização.

E-Music

O DJ e produtor Francisco Bortolossi volta ao Muinho após dois anos neste sábado, trazendo um dos melhores line-up da música eletrônica do Estado. Junto com ele, também na discotecagem, estarão os DJ’s Geekbass e Caio Busetti Os ingressos antecipados já estão disponíveis nos pontos de venda.

Sétima Arte

Alexander Fernandes

Neste sábado rola mais uma edição do Cinema Comentado no Nômade Coletivo. Dessa vez o filme escolhido foi “Pump Up The Volume”, um documentário sobre a história da House Music. O evento inicia às 15h e conta com pipoca, samdubinhas e as cervejas da Perückebier. Participe! Veja mais na página 5.

O colunista social João Pulita prestigiou teve curadoria do diretor Luis Gustavo P lançamento da revista L’Amour, na T-Sto

Kátia Lima e Cezar Schultz, que oficializaram seu amor em cerimônia íntima no final de semana

Fique por Dentro Arraiá

A Casa Perini organiza uma festa Junina no próximo dia 25. Na data, no Spazio Beatrice, na seda empresa, o evento irá reunir brincadeiras, comidas e bebidas típicas para animar o público. O ingresso custa R$ 15,00 e dá direito a uma taça de quentão ou suco.

B-Day

Para comemorar seu aniversário em grande estilo, o Pena, que comanda o República Beer, realiza festa em dose dupla neste sábado. As bandas Rockalha e Ópera Liz se apresentam no palco do bar, que abre a partir das 23h.

Novidade

Joice Patzlaff, Josiane Toazzi, Sidnei Kurmann, Lúcia Dendena e Cidiana Bee, no lançamento da revista L’Amour, ocorrido na T-Store, na semana passada

O Boteco Antonielle complementou seu cardápio e agora oferece sequência de fondue, incluindo carnes, queijo e chocolate. A delícia é servida de terça à sábado e as reservas podem ser realizadas de forma antecipada.

Luana Ta confirma Peps


Alexander Fernandes

Aline Santin e Andressa Florencio conferiram a festa que agitou a noite de sábado, no Boteco do Chá Daniela Xu

u o evento que Portinho, para o ore Farroupilha

Fábio Silvestri

A criativa chef Maria Rita Gonçalves, linha de frente da Amorcito Corazón, durante o evento “Celebrar”, realizado pela empresária no último dia 31

Maysa Seibert Perozzo

Cristiano de Oliveira

arigo circulou entre os ados da festa Parador si Club, no sábado

Os pais Thaile do Amaral Dall’Igna e Rafael Dall’Igna felizes da vida no aniversário de 2 aninhos de sua filha Sofia, na Ticabum Festas, no domingo


Inside

8

Fabrício Oliboni fabrioliboni@gmail.com

A tatuagem e o júri popular

* Agente de intercâmbio e bacharel em Relações Internacionais

Cinema

Filme sobre House Music será exibido no sábado Cinema Comentado do Nômade Coletivo traz documentário “Pump Up The Volume” Divulgação

Tirando do caminho futebol, política e o clima, um dos assuntos mais discutidos dos últimos dias talvez tenha sido o do guri da tatuagem na testa. Não sabe o que é? Bom, um rapaz de 17 anos supostamente tentou roubar o meio de locomoção de um cadeirante, e foi pego no flagra por um tatuador e o vizinho dele, que de alguma forma prenderam o guri e fizeram uma tatuagem à força na testa do cara, com os dizeres “sou ladrão e vacilão”. Teve vídeo feito pelo próprio tatuador, e este viralizou rapidamente pelas redes sociais. Muitos aplaudiram a atitude do tatuador, ao mesmo passo que outros julgam o ato como criminoso. Tortura? O guri fez isso mesmo? Era para tanto? Atitudes condenáveis justificam outras? Ainda tem muito a ser esclarecido, e confesso que não sei exatamente o que houve. Há versões diferentes do mesmo caso, cada um diz algo e – como era de se esperar – a situação e personagens envolvidos já estão servindo de massa de manobra de movimentos políticos, defendendo ou criticando bandeiras e posições sociais. No Brasil tudo tem de ter um rótulo, e ser a “favor” de um dos lados já garante um selo de esquerda ou direita. Nada de novo, ainda mais no momento mais que conturbado do País. Considerando que o gurizão tentou roubar mesmo, não vejo justificativa para a tatuagem na testa. São dois erros, sendo que o segundo, do tatuador e o amigo, não trazem benefício algum para ninguém. Entendo que tenham reações de riso frente à mera menção da notícia, pois dá uma ideia errônea de “justiça”, que finalmente alguém pagou por um crime no Brasil. Não sou hipócrita de dizer que não gosto de ver bandido se dando mal, mas aí tem uma diferença bem considerável para o que ocorreu. Se houve a tentativa de roubo de fato, não cabe também o rótulo de vítima para o rapaz, pois inocente ele não é. A medida tomada pelos pretensos “justiceiros sociais” é exagerada, descabida. O que, logicamente, não inverte os lados, colocando o selo de criminosos para quem fez a tatuagem e pobre vítima para o guri. Ao meu ver, houveram erros de todas as partes, e o julgamento, independente de a quem favoreça, foi muito precipitado. Pelo que eu lembre, o vídeo começou circulando como troça, algo como “o que os bandidos merecem”. Depois veio a informação de que o comparsa do tatuador já havia respondido por crimes, que não houve tentativa de roubo, que já houve uma vaquinha online para pagar a remoção da tatuagem, que o guri tem problemas psicológicos... verdades ou não, eu não sei dizer. Não que seja o caso da vez, mas não é raro ver, no Brasil, situações em que cidadãos são assaltados, agredidos e até mesmo mortos, mas a culpa é da sociedade, e o ladrão/bandido é uma vítima desse meio, age como se não tivesse escolha. Todos os direitos para eles, mas e quem foi agredido, tem o que? Não é rara essa inversão de papéis, e talvez por isso tamanha comoção com o ocorrido e uma forte reação inicial “pró tatuagem”. Que o tatuador e o amigo paguem pelo ato de tortura. Que o guri pague pelo que fez (caso tenha feito mesmo) e seja algo na forma de reabilitá-lo, e não piorá-lo (basicamente o que é feito nas nossas cadeias). Que não seja mais necessário escrever textos sobre isso.

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Música eletrônica Documentário foi produzido em 2001 pelo Channel 4, do Reino Unido

C

onsiderada uma modernização da Disco Music, a House Music, criada em Chicago nos anos 80, será a personagem principal do Cinema Comentado deste sábado, no Nômade Coletivo. Com exibição a partir das 15h, o filme em cartaz será o documentário “Pump Up The Volume”, e os convidados para comentar o assunto serão Francisco Bortolossi, Mauricio Maioli, James Camargo e Caio Busetti. A House Music é um vertente da música eletrônica caracterizada, principalmente, pela batida 4/4, bateria eletrônica, uma base sólida de baixo e, às vezes, uma participação vocal. Na história, destacam-se DJ’s como Larry Levan, Frankie Knuckles e Derrick May. O músico Caio Busetti, que também é o organizador do evento, relata a sua ligação com o estilo musical. “Cresci ouvindo músicas como Jazz e R&B, mas nada me deixa em um estado meditativo com a House Music. Acho incrível a forma como se expressa sentimentos e o poder que ela tem

de unir pessoas”, comenta. O longa Pump Up traz depoimentos de artistas e apreciadores do estilo musical, trechos de música e clipes e arquivos de filmagens de raves e clubes que reconstroem a história do gênero, da sua origem até os dias atuais. Segundo Caio, é uma oportunidade para a comunidade conhecer um pouco mais sobre o estilo. “A cultura das festas de House Music e vertentes está em um momento muito forte mundialmente. No Brasil, o Rio Grande do Sul é referência. Aqui em Farroupilha temos grandes festas e ótimos DJ’s, porém muitas pessoas da cidade não têm conhecimento sobre o assunto. Tá aí uma oportunidade de entender um pouco mais”, complementa. A entrada é franca.

Programe-se O que: Cinema Comentado “Pump Up The Volume” Quando: sábado, às 15h Onde: Nômade Coletivo (Cel. Pena de Moraes, 715) Quanto: entrada franca


FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Teatro

Inside

9

Dolores Maggioni doloresmaggioni@terra.com.br

Peça A Última Gota será apresentada em Caxias Sara Fontana

Baseada em história escrita por Chico Buarque e Paulo Pontes, apresentação faz parte da 23ª Mostra Tem Gente Teatrando

Tem Gente Teatrando Elenco é composto por aluno dos cursos profissionalizante e semestral da escola

A

té o dia 1º de julho, sete peças vão agitar a cena teatral de Caxias do Sul e Bento Gonçalves. A 23ª Mostra Tem Gente Teatrando vai trazer ao público releituras da Dramaturgia e Literatura Brasileira. No palco estarão alunos do curso profissionalizante e semestral da escola. A peça de estreia da mostra, nesta sexta e sábado, será “A Última Gota”, baseada em Gota D’Água, história escrita por Chico Buarque e Paulo Pontes, que é uma releitura do mito de Medeia. A história tem como personagens principais Jasão e Joana, que se separam quando ele resolve partir em busca de uma vida melhor. O enredo traz elementos como jogos de poder, diferenças de classe e vingança. A apresentação inicia às 20h na sede da Tem Gente

Teatrando (Feijó Júnior, 37). Em Bento, a primeira peça em cartaz será “O Desespero do Rei”, nos dias 28 e 29, às 20h, no Teatro do Sesc Bento (Cândido Costa, 88). A história, baseada em “O Dragão Verde”, de Maria Clara Machado, fala de um rei que oferece a mão da filha na tentativa e salvar seu povoado de um dragão. A entrada custa R$ 20,00. Para ingressos adquiridos antecipadamente, estudantes e idosos o valor é R$ 10,00. Informações pelo fone (54) 3221-3130.

Programe-se O que: Peça teatral “A Última Gota” Quando: sexta e sábado, às 20h Onde: Tem Gente Teatrando (Feijó Júnior, 37) Quanto: R$ 10,00 e R$ 20,00

O clamor do oceano Escaldantes areias atapetam a orla. Passos desordenados vão bordando desenhos imprevistos, quando em vez, lambidos e apagados pela espuma de cintilantes cristais. Ronca forte, o insólito oceano. Gemem as ondas; assemelham-se a uma carreta de rodas cantantes. Os peixes, como imaginários bois, lavram o farelo ralo das horas vestidas de delicadezas. Irreverente ironia pende no tempo, seus joelhos em pó. Parecem tão exaustos todos os sonhos! Cansados das rondas, das ausências, das fantasias por nós mesmos deflagradas. Ventos amornados tangem a vida e os incríveis tapetes arenosos desta praia. Cintilam essências raras em meio ao desamparo da fome insaciável das gaivotas. Tanto ouro no poente! A paisagem encandecida penetra os desvãos do coração assombrado por tão intrigante mistério. Plange a cítara do absurdo nesta reflexão e neste meu modo de observar a orla, tão lindamente inconsequente. Meu zelo inconfessado guarda perguntas entre ares de rarefeita solidão. Brincam em mim, as asas do vento. Na areia salina, a concha; joia roubada ao mar, pela onda. No clamor do oceano, a saudade dói igual à dor de um anjo esmagado pelos destroços de uma aeronave. Destroços de ontens, de mitos e de fantasias. Poeiras celestes, sem pânico nem súplicas, estendem seus domínios sobre o ordenamento do mundo. Rolam das nuvens obreiras, desarvorados querubins balbuciando a linguagem que só o coração entende. Um resquício semiapagado de peregrino astro tenta aquietar, com uma fatia de paz, as convulsões do mundo que afetam a tranquilidade dos dias atuais. Instalo um policial em cada esquina da alma em pânico, onde palpitam, sem reservas, teimosa esperança e anelante espera. Desço às cavernas de mim. Acendo todas as luzes da alma, onde preservo a cálida sensação do abraço acontecido. Sinto nascer em mim a divina máquina de viver e de sonhar, na qual me transformei, ou fui transformada. Hoje, apago os restos do que em mim já foi ruína; silencio com o esquecimento os uivos dos lobos da tristeza. Renasce no meu olho a inocência do mundo e apenas Deus poderá tirar de mim esta quota de eternidade. Uma chaga de ouro incandescente cristaliza a doce melancolia desta tarde paralítica e, o sol, todo de vidro, estilhaça em estrias uma nuvenzinha cor de amora. Desajusto o relógio das coisas pretéritas. Eis a vida! Uma vida de fragilíssimas vivências e de fugazes pequenas eternidades. Tento reter a ventura na trama fluída da hora. O meu sonho para. E espera. Salta do leito reimergindo da infância e brinca de sol na ressurreição matinal de todas as coisas. Brota na sementeira da alma, uma flor escarlate. Desde a corola entreaberta, a incógnita: Quem sou eu? Cidadã de tantos mundos, resíduo de cada um deles, pólen fecundando minha multiplicidade. Aqui estou eu! Carregando a tocha do esplendor, de tanto ouro no poente, enquanto o ronco oceânico eleva uma súplica continuada e sem resposta. * Escritora


Inside

10

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Sétima Arte

Uma vida repleta de “Um Limite Entre Nós” faz recorte preciso de realidade que sintetiza parte importante da cultura americana e, o mais importante, deixa o julgamento para o espectador

P

ara Troy Maxson (Denzel Washington), o mundo gira ao seu redor. Negligenciado na infância, ele teve que aprender a se virar desde cedo e isso gerou uma carga tão brutal de amargura e ressentimento, que Troy só consegue liberar infernizando a vida de seus familiares: a esposa Rose (Viola Davis), com quem é mais tolerante, o filho mais velho Lyons (Russell Hornsby), fruto de sua primeira união, e o filho caçula Cory (Jovan Adepo), de longe o que mais sofre com seu comportamento cretino e irascível. Troy só parece estar completamente à vontade com o velho amigo Jim Bono (Stephen McKinley Henderson), embora com ele também viva lamentando sua trajetória. Não é um sujeito fácil de conviver. Na Pittsburgh dos anos 50, Troy é apenas uma sombra do que poderia ser. Não que o destino tenha aprontado com ele, como tenta fazer crer ao longo de toda a trama. Ele traçou sua história e em muitos momentos a traçou por linhas tortas, por uma série de escolhas equivocadas, por mais que tente sempre achar um culpado por suas desgraças. Após sair da prisão, onde esteve por 15 anos, ele se destacou no beisebol, mas a idade avançada não permitiu que tivesse uma longa carreira. Aqui um exemplo do vitimismo pedante do personagem: para Troy, ele não foi adiante porque era negro e, por isso

mesmo, se incomoda quando Cory é selecionado para o time de futebol americano da escola. Seu receio, na verdade, é que seu filho o supere. Seu papel de patriarca é opressivo e sufocante. A residência do popular bairro de Hill District é ocupada por inteiro por Troy, com sua presença intimidadora e até certo ponto parasitária. Ele parece torcer contra qualquer iniciativa que possa levar um mínimo de satisfação a seus filhos, como se a miséria deles o tornasse maior, o fizesse mais respeitado. Como se uma espécie de determinismo social pairasse sobre o lar Maxson e condicionasse seus moradores a uma vida pela metade, uma vida à margem da sociedade. Quem mais sofre nesse ambiente é Rose, que parece ter tido sua personalidade neutralizada pela do marido e tenta amenizar os efeitos nefastos de Troy sobre seu enteado Lyons e sobre seu filho Cory. Esse viés autoritário, egoísta e racista sufoca quem convive com Troy e, por tabela, também o espectador. O desconforto aumenta à medida que parte dessa população negra, que vivia nas periferias das grandes cidades, tinha o mesmo comportamento que Troy, ou seja, refletia uma realidade triste que confinava esses grupos a um papel secundário no estrato social, isso às vésperas da segregação racial, que fraturou a sociedade americana nos anos 60.

Baseado na peça homônima de August Wilson, “Um Limite Entre Nós” tem direção e protagonismo de Denzel Washington, mas o filme é por demais arrastado em sua metade inicial. Na final ele ganha contornos de um bom drama, com Viola Davis roubando a cena e saindo, literalmente, da

sombra do marido para brilhar, tanto que venceu Globo de Ouro e Oscar pelo papel (veja ao lado). Os atores encenaram a peça em uma de suas releituras na Broadway, em 2010, sob a direção de Kenny Leon, fato comentado nos extras e que certamente ajudou e muito na adaptação à telona.


FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

Inside

11

Sétima Arte Imagem: Reprodução

ressentimentos Divulgação

Globo de Ouro

Venceu * Atriz Coadjuvante (Viola Davis) Concorreu * Ator em Filme Dramático (Denzel Washington)

Relação conflituosa Troy (Denzel Washington), ao mesmo tempo que deseja ser o centro das atenções, puxa para baixo a vida de quem o cerca, como a passiva esposa Rose (Viola Davis): dupla tem grande atuação na consagrada dramaturgia de August Wilson

Oscar

Venceu * Atriz Coadjuvante (Viola Davis) Concorreu * Filme * Roteiro Adaptado (August Wilson) * Ator (Denzel Washington)

Título original Fences Título traduzido Um Limite Entre Nós Direção Denzel Washington Roteiro August Wilson Gênero Drama Duração 138 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2016 Estúdio Bron Creative Macro Media Distribuição Paramount Pictures


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Importantes demandas ligadas a conhecimentos e estudos. Momento de agir com mais responsabilidade em relação ao saber e parcerias. Pode ser necessário aprimorar um conhecimento e isso lhe trazer uma importante capacitação.

Touro - 21/04 a 20/05

Momento interessante de redefinições materiais. É preciso ter consciência de suas responsabilidades no que diz respeito a negócios e recursos. A inteligência e os conhecimentos são os diferenciais que permitem realizações profissionais e materiais.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

O Sol, em movimento pelo seu signo, faz oposição a Saturno. Fortes demandas, compromissos e responsabilidades envolvendo os relacionamentos. É preciso que haja uma harmonização entre a individualidade e as demandas das relações.

Câncer - 21/06 a 20/07

Você tende a se sentir mais fragilizado energeticamente, canceriano. Deve procurar se poupar e se concentrar no que é de fato essencial. Trabalho, saúde e autoconhecimento são temas enfatizados.

Leão - 21/07 a 22/08

Importantes demandas vinculadas à vida afetiva e às amizades. Continua ativo o desafio de amadurecimento emocional dos leoninos. Suas atividades e interesses devem expressar sua verdadeira identidade.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Importantes demandas ligadas à família e carreira dos virginianos. É preciso equilibrar a atenção dada a vida pessoal e profissional. Nos relacionamentos, você precisa agir com empatia e sensibilidade.

Libra - 23/09 a 22/10

Momento de importantíssimos aprendizados e experiências aos librianos. É necessário aprofundar conhecimentos para uma maestria em relação ao que você quer realizar. A semana pede sensibilidade e conexão com a intuição.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Importantes demandas materiais e emocionais aos escorpianos. Cuidado com a tendência à idealização excessiva que pode levar a dificuldades emocionais. É preciso se reestruturar financeiramente, valorizando o que lhe é precioso.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Período para relacionamentos, parcerias e associações. Cuidado com a tendência a se perder de suas próprias referências e valores em função de outras pessoas. Importantes demandas emocionais e familiares ocorrem neste momento.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Semana muito importante para as atividades profissionais dos capricornianos. Interesses nos bastidores e estudos estão enfatizados neste momento. Arte, reflexão e criatividade estão em pauta.

Aquário - 21/01 a 19/02

Um momento muito importante para vida amorosa dos aquarianos. As amizades podem trazer demandas de importantes responsabilidades. Semana para refletir sobre seus valores essenciais.

Peixes - 20/02 a 20/03

A Lua está em seu signo enfatizando as emoções. É um momento que pede harmonização maior de suas demandas internas e de questões ligadas à carreira. Reavaliação das estruturas e dos seus projetos profissionais.

Inside

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017


FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

VENDE-SE CONSÓRCIO CONTEMPLADO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Crédito R$ 250.000,00 – Prestações R$ 1.630,00 – Já pagos R$ 16.500,00, e, Crédito de R$ 405.000,00 – Prestações R$ 2.850,00 – Já pagos R$ 25.000,00. Estes créditos podem ser usados na COMPRA DE IMÓVEL, CONSTRUÇÃO E REFORMA URBANA E RURAL. Aceito carro na entrada. Contatar: (51) 3523.3351 / WhatsApp (51) 99902-0829.


2

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do Shopping Centro de compras. F. 99118.1642. VENDO DOIS TERRENOS com duas casas, localização central em Arroio do Sal a uma quadra do mar. F. 99118.1642.


FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

5


FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017

7


10

ALUGO SALA COMERCIAL, localizada na Independência, Bairro São Luiz, com 168m². Telefone para contato: 99951.3583 / 3268-1062. VENDO terreno de Cooperativa com área definida. F.: 99118.1642. VENDE-SE TERRENO de Cooperativa com 106 parcelas pagas. Área de terra comprada. Localizada na saída para o Salto Ventoso. APENAS R$ 9.500,00 Tratar com José, fone (54) 99925.2068.

FARROUPILHA, 16 DE JUNHO DE 2017


Edição 490  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you