Page 1

FARROUPILHA

|

ANO X

| EDIÇÃO 483

| 2 8 D E A B R I L D E 2 017 |

R$ 3,00

Grande propulsor do turismo de compras em Farroupilha, shopping conta com 29 lojas que estão em funcionamento desde a sua inauguração, em 24 de abril de 1997 - Economia, páginas 8 e 9

Fabiano Gasperin

Centro de Compras celebra 20 anos


2

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

EDUCAÇÃO

Nova versão da Base Nacional Comum Curricular apresenta mudanças Proposta final para Ensino Infantil e Fundamental será analisada pelo Conselho Nacional da Educação Após a publicação da segunda proposta, em 2016, foram realizados seminários estaduais, que contaram com a participação de alunos, professores e especialistas. O Ministério da Educação dividiu a base em duas partes, conforme os níveis de ensino. No início desse mês, foi apresentada a nova proposta que diz respeito à primeira parte, referente aos Ensinos Infantil e Fundamental. “Houve um movimento nacional para construir a Base, e isso fortalece a construção de uma identidade para o país”, comenta o diretor da geral Secretaria da Educação de Farroupilha, Vinicius de Cezaro. Entre as principais mudanças desta terceira e última versão da Base está a definição do Ensino Religioso como disciplina optativa, para ser regulamentada por Estados e Municípios, e a determinação do Inglês como

Juliana Inês Casa Barbieri

A

proposta de estabelecer um currículo mínimo comum para as escolas de todos os Estados do Brasil vem sido discutida há algum tempo. A partir de 1997, foram estabelecidos os Parâmetros Curriculares Nacionais a serem seguidos. Porém, como explica a professora Sandra Regina Menti, da equipe pedagógica da Secretaria da Educação de Farroupilha, esse documento não era tão específico quanto aos conteúdos que deveriam ser trabalhados em cada ano. Entre 2014 e 2015, o Ministério da Educação começou a elaborar a Base Nacional Comum Curricular. Após apresentar um texto preliminar, foi aberto um espaço para contribuições do público e foram recebidas mais de 12 milhões de colaborações.

Ensnio Infantil e Fundamental Nova proposta pode provocar algumas mudanças na fase inicial da alfabetização

idioma obrigatório (antes, a escolha língua estrangeira a ser trabalhada ficava a cargo das redes de ensino). No entanto, o principal diferencial,

que gerou diversos debates sobre o assunto, foi a mudança no que diz respeito ao ano que deve ser concluído o processo de alfabetização.


3

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

EDUCAÇÃO

Alfabetização pode ser antecipada orientadores: um para cada ano das três séries iniciais e o quarto para os professores que dão aula em classes multisseriadas. As orientações recebidas pelos orientadores nesses eventos são passadas para os professores trabalharem em sala de aula. Tendo em vista todo este planejamento, a antecipação deste ciclo da alfabetização provocaria mudanças substanciais no processo. “Se isso for aprovado, vai estar em desacordo com a proposta que vinha sendo trabalhada até então, nos Planos Nacional e Municipal da Educação e no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa”, comenta a coordenadora do Departamento Pedagógico de Farroupilha, Marcia Finimundi. Para a professora Janete Alves, que também faz parte da equipe pedagógica da Secretaria Municipal, é possível antecipar esse processo, porém é necessário um novo planejamento. “Nada impede que os alunos se alfabetizem, até com 6 anos, mas tem que ter um investimento nisso. A possibilidade existe. O ‘como fazer’ é o que nós precisaremos bus-

Alana Bof

S

e a terceira versão da proposta da Base Nacional Comum Curricular for aprovada, as crianças deverão ser alfabetizadas até o 2º ano do Ensino Fundamental (na proposta anterior, a ideia é que isso acontecesse até o 3º ano). Quando a proposta foi divulgada, o Ministro da Educação, Mendonça Filho, declarou que a medida, de antecipar em um ano a alfabetização, busca uma equidade entres escolas públicas e particulares, nessa fase. No entanto, a decisão provoca mudanças consideráveis no plano que os professores das séries iniciais vinham trabalhando até então. Isso porque o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, que entrou em vigor em 2013, trabalhava em torno de um ciclo de três anos. Conforme explica a professora Sandra Menti, o Pacto estabeleceu um treinamento em torno disso. Representantes dos municípios participam de encontros com formadores, vinculados às universidades. Cada município tem um total de quatro

Alfabetização na idade certa Mudança proposta pela Base provocaria alterações no planejamento estabelecido pelo Pacto

car”, complementa. Já o supervisor educacional Daniel Crocoli faz ressalvas quanto a necessidade dessa medida de antecipação, que pode não trazer benefícios significativos para os alunos. “Mesmo os alunos que já se alfabetizam no 2º ano hoje, não perdem com o fortalecimento disso no 3º.

Mas com a mudança, aqueles que demoram um pouco mais podem ser prejudicados. Acaba se antecipando a reprovação”, opina. A Nova proposta da Base Nacional Comum Curricular ainda será analisada pelo Conselho Nacional da Educação. Se aprovada, as escolas terão dois anos para a implementação.


4

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Alfabetização para ontem No Brasil, via de regra, não se consegue fazer o óbvio, se distorce a realidade para atender interesses particulares ou uma agenda ideológica e, depois de instalado o caos, surgem medidas a serem implementadas como se fossem a salvação da pátria quando, na verdade, apenas corrigem um problema pregresso e originado na própria conduta equivocada na aplicação das políticas públicas mais básicas. É justamente o que ocorre na nova versão da Base Nacional Comum Curricular, que estabelece que as crianças devem ser alfabetizadas até o 2º ano do Ensino Fundamental, como se isso

fosse uma grande coisa e não uma obrigação do Estado (veja mais na Matéria Especial, páginas 2 e 3). A medida visa combater, especialmente, a odiosa aprovação automática nas séries iniciais que, sob o pomposo nome de “progressão continuada”, buscava não evitar a evasão escolar, mas criar uma massa de iletrados, que chegariam à adolescência sem saber ler e escrever e, portanto, seriam, no futuro, uma fácil massa de manobra eleitoral. Apesar da surreal medida estar contemplada na Lei de Diretrizes e Bases da Educação desde 1996, esse imbecil sistema ganhou ares de política de Estado nas

gestões do PT. Para quem trata fraude fiscal com o nome de contabilidade criativa e chama propina de apoio, nada mais apropriado do que classificar aprovação automática como progressão continuada. Ainda se busca, ao longo do período compreendido entre 2003 e o início de 2016, alguma política estatal que não tenha sido implementada para atender interesses políticos/partidários e pessoais. Na verdade, educação no Brasil sempre foi tratada com descaso e o reflexo disso é um Estado que anda para trás, que tem uma mão de obra desqualificada, que gera um custo de produção elevado e inviabiliza qualquer possibilidade de com-

petir em condição de igualdade com mercados que não tratam o tema como lixo. Passou da hora do Brasil alfabetizar suas crianças para garantir seu futuro, não votos em uma eleição em busca de perpetuação de poder. Não é possível esperar muita coisa do atual governo, tão criminoso quanto o último, na verdade, comparsa criminal do anterior, que deveria ter sido deposto pelas comprovadas ilegalidades cometidas ao longo do processo eleitoral, mas 2018 está aí. Que o próximo presidente do País tenha a educação como prioridade absoluta. É a questão mais urgente que precisamos tratar se quisermos ter um futuro.

Opinião

Não deixem as baleias matarem nossos jovens Dom Leomar Brustolin O avanço da tecnologia possibilitou um acesso ilimitado às redes sociais de tal forma que essa realidade reinventa a vida cotidiana. Há muitas opções e não poucas armadilhas nessa ambiência. É o caso do desafio Baleia Azul, jogo que atrai jovens e adolescentes de todo o mundo dispostos a realizar tarefas arriscadas que culminam em tirar a própria vida. Vive-se num tempo de forte acento individualista, quando as sociedades regidas por uma lógica narcísica multiplicam as iniciativas autodestrutivas. Diante da crise de afeto, da banalização do outro e do relativismo que colapsa valores comuns, o suicídio é hoje a expressão de uma crise de despersonificação. Muitos sujeitos altamente conectados

estão perdidos no turbilhão de informações, vítimas da overdose de opções para se atingir a felicidade, porém, uma felicidade momentânea, hedonista e eminentemente individual. A pessoa acaba movendo-se num horizonte sem meta, flutuando numa atmosfera de várias opções de sentido, de comportamentos, de ética. Os condicionamentos de uma sociedade desumanizada impedem que o indivíduo se realize. Não basta se escandalizar com o terrível jogo mortal Baleia Azul, é preciso avaliar o tipo de vida que estamos levando e obrigando as futuras gerações a viverem. Sem perspectiva de futuro e esquecendo o passado, muito se tem insistido em viver somente o presente. O importante é se sentir bem. Será? O suicídio, como no jogo Baleia Azul, pode acontecer até mesmo sem dese-

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 e 3 Editorial e Opinião................................ Página 4 Economia .................................................. Páginas 6, 8 e 9 Cidade ........................................................ Páginas 10, 12 e 14 Política ..................................................... Página 15 Educação .................................................. Páginas 16 e 17 Esporte ..................................................... Páginas 18 a 23

Inside

Especial..................................................... Capa Cinemas ..................................................... Página 2 Literatura ................................................ Página 3 Gustavo Pimentel ................................... Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Artes Cênicas .......................................... Página 5 Guilherme Macalossi ............................ Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Armando Wartha.................................... Página 8 Primeiro Parágrafo............................... Páginas 8 e 9 Lauro Edson Da Cás ............................... Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas

Classificados .......................................... 8 páginas

jo de morrer, como um ato de violência não planejado. O que importa é fazer a experiência, ter a sensação, sentir a emoção do momento. A estrutura, o ambiente e a educação familiar são fundamentais para desenvolver níveis de felicidade que diminuam o instinto autodestrutivo. Aqui entram a ética e o cuidado para pensar preventivamente, atuando no sistema educacional, reconstruindo sentidos, resgatando valores, autorizando a expressão de sentimentos e pensamentos, fortalecendo os vínculos e a espiritualidade. Não é possível que o mercado, o poder e o descaso com os mais fracos dominem a vida das pessoas. Estamos cada vez mais carentes de sentido e valores que todos reclamam, mas poucos estão dispostos a mudar o atual estilo de vida.

REDAÇÃO - REDACAO@JORNALINFORMANTE.COM.BR ALANA BOF ALANA@JORNALINFORMANTE.COM.BR DANIEL RUFATTO DANIEL@JORNALINFORMANTE.COM.BR JULIANA INÊS CASA BARBIERI JULIANA@JORNALINFORMANTE.COM.BR RAMON CARDOSO RAMON@JORNALINFORMANTE.COM.BR ROCHELI CAMARGO ROCHELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

Esquecem que a falta de afeto, cuidado e transcendência também podem matar. Para prevenir é preciso cuidar e libertar-se do mito atual da sociedade de consumo e do bem-estar, de que só vale a pena viver se há prazer. Saber lidar com as perdas, os limites e as frustrações pode mostrar o que realmente tem valor na vida; de forma extremamente eficaz, ajuda a discernir o que é secundário e o que é essencial. O alerta do desafio da Baleia Azul é para todos, aponta para a necessidade de um novo olhar sobre a vida, conectado, mas não alienado; informado, mas não desafetado; livre, mas não narcísico. O desafio é para famílias, igrejas e sociedade. Não deixem as baleias roubarem nossos jovens. Artigo também disponível no site www.diocesedecaxiasdosul.org.br

FINANCEIRO - FINANCEIRO@JORNALINFORMANTE.COM.BR KELI DE ALMEIDA MACIEL KELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

LOGÍSTICA - LOGISTICA@JORNALINFORMANTE.COM.BR LUIZ CARLOS DE ANDRADE LUIZ@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURAS - ASSINATURAS@JORNALINFORMANTE.COM.BR

COMERCIAL - COMERCIAL@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURA BIENAL: R$ 220,00 ASSINATURA ANUAL: R$ 120,00

TELEFONES

FABIANO LUIZ GASPERIN GASPERIN@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARCOS MARTINS MARTINS@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARIA DA GRAÇA POTRICOS LEITE MARIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR PAULA ANDRESSA DOS SANTOS LAGO PAULA@JORNALINFORMANTE.COM.BR VALÉRIA GASPERIN VALERIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR

(54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

ENDEREÇO RUA DR. JAIME ROMEU RÖSSLER, 348, BAIRRO PLANALTO

COLUNISTAS

ANUNCIOS - ANUNCIOS@JORNALINFORMANTE.COM.BR ALEXANDRE FRANCISCO MACHADO ALEXANDRE@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARCELO BORTAGARAY MELLO MARCELO@JORNALINFORMANTE.COM.BR TIAGO RODRIGUES DA SILVA TIAGO@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ARMANDO WARTHA CRÔNICAS DA REDAÇÃO DOLORES MAGGIONI FABRÍCIO OLIBONI GUILHERME MACALOSSI GUSTAVO PIMENTEL LAURO EDSON DA CÁS PAULO ROQUE GASPARETTO

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


5

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Direito Aeronáutico tem Ciclo de Palestras iniciado no IARGS Temas relacionados à área serão abordados mensalmente no Instituto, sempre às quintas, e se estendem até setembro

T

eve início, na última semana, o I Ciclo de Palestras sobre Direito Aeronáutico do Instituto dos Advogados do Rio Grande do Sul (IARGS). A primeira palestra teve como tema “A responsabilidade civil do transportador aéreo”, e foi ministrada pelo desembargador Nério Mondadori Letti, tendo a presidente do Instituto, a advogada Sulamita Santos Cabral, como anfitriã dos trabalhos. O diretor do novo Departamento de Direito Aeronáutico do IARGS é o advogado Geovane Machado Alves, que ficará responsável pela coordenação das atividades até setembro. A cada

mês, uma palestra será realizada. Dentre os temas destacados estão, além do transporte aéreo, abordado na abertura, investigação de acidentes aéreos, alterações na legislação, aviação agrícola e Direito Espacial. Entre os associados do IARGS, estiveram presentes Samuel Schneider Netto, coronel aviador reformado da Força Aérea Brasileira (FAB), o desembargador Luiz Fernando Kock e o advogado Ênio Santos de Freitas. Veja abaixo como ficou o cronograma do Ciclo de Palestras, lembrando que todas as atividades acontecem às quintas, exceção feita ao 2º Simpósio Nacional de Direito Aeronáutico, que será realizado em 27 de outubro, uma sexta.

I Ciclo de Palestras sobre Direito Aeronáutico Dia 18 de maio, às 12h Tema: A investigação de acidentes aéreos e a segurança operacional Palestrante: tenente-coronel Leonardo Pinheiro de Oliveira, chefe do Quinto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa V) Dia 22 de junho, às 12h Tema: O Código Brasileiro de Aeronáutica e o Senado Federal Palestrante: doutor Frederico Faria, professor de Direito Aeronáutico da PUC/RS Dia 17 de agosto, às 12h Tema: Princípios do Direito Espacial Palestrante: a confirmar Dia 28 de setembro, às 12h Tema: A aviação agrícola e o respeito ao meio ambiente Palestrante: engenheiro Gabriel Colle, diretor executivo do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) Dia 27 de outubro, das 9h às 16h 2º Simpósio Nacional de Direito Aeronáutico


6

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

MERCADO DE TRABALHO

Evolução de 1,82% no 1º trimestre Bom desempenho do setor da Indústria de Transformação faz com que município feche período no positivo Daniel Rufatto daniel@jornalinformante.com.br

M

esmo que timidamente, Farroupilha encerrou o primeiro trimestre de 2017 com balanço positivo no mercado formal de trabalho. No período, o número de admissões superou o de demissões em 453, o que representa uma evolução de 1,82%. Os dados relativos a março foram divulgados nesta semana pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social, por meio do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged). O desempenho favorável teve como grande protagonista a Indústria de Transformação. Entre os mais afetados pela crise, o setor aos poucos vem se recuperando e criou 424 novos postos de trabalho nos primeiros três meses. Por outro lado, em uma comparação com os números dos últimos 10 anos, o primeiro trimestre de 2017 em Farroupilha só foi melhor do que o verificado em 2016 e em 2009. “De fato é um crescimento leve, mas que não deixa de ser uma boa notícia. Na verdade, até surpreende

(5,12%)

918

(3,90%)

637

597

(3,34%)

(2,46%)

524

(2,11%)

511

(1,99%)

532

(2,05%)

453

(1,82%)

248

(1,19%)

131

(0,52%) 2008

2009

2010

esse saldo positivo logo no 1º trimestre, já que se apostava em uma retomada apenas a partir do 2º trimestre. Vemos que os agentes econômicos estão mais confiantes”, analisa a professora Lodonha Maria Portela Coimbra Soares, coordenadora do Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Conforme ela projeta, um crescimen-

O desempenho por setor (1º trimestre/2017) Setor Extrativa Mineral Ind. Transformação Serv. Ind. Util. Pública Construção Civil Comércio Serviços Administração Pública Agropecuária Total

O desempenho nos últimos 10 anos

1106

Admissões 0 1.289 55 114 697 523 0 222 2.900

Deslig. 2 865 19 108 680 570 0 203 2.447

Saldo -2 424 36 6 17 -47 0 19 453

2011

2012

2013

2014

to maior deve ser observado somente a partir do segundo semestre e em 2018, com um possível refreamento nos próximos três meses. Na avaliação da docente, o mercado, aos poucos, vem ganhando novo ânimo por fatores como a redução da taxa de juros e das estimativas de inflação, assim como as reformas previdenciária, trabalhista e tributária, atualmente em discussão em Brasília.

2015

2016

2017

Municípios vizinhos, como Caxias do Sul e Bento Gonçalves, também apresentaram números positivos. Assim como Vacaria, puxada pela boa safra de frutas. Já Porto Alegre e a Região das Hortênsias tiveram redução de empregos no período. O Estado, no entanto, acumulou um avanço de 0,97% no período. Diferente do total do País, que teve uma variação negativa em 0,17%.

O desempenho em outros locais (1º trimestre/2017) Variação -7,41% 3,88% 23,68% 0,87% 0,27% -0,78% 0,00% 2,68% 1,82%

Setor Brasil Rio Grande do Sul Porto Alegre Caxias do Sul Bento Gonçalves Garibaldi Vacaria Canela Gramado

Admissões 3.786.117 300.671 54.645 16.901 4.421 1.612 14.675 1.225 2.076

Deslig. 3.850.495 276.028 58.117 14.774 4.340 1.430 10.990 1.315 2.703

Saldo -64.378 24.643 -3.472 2.127 81 182 3.685 -90 -627

Variação -0,17% 0,97% -0,61% 1,42% 0,21% 1,35% 24,49% -1,08% -3,74%


8

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

CENTRO DE COMPRAS FARROUPILHA

Duas décadas aquecendo a Daniel Rufatto

Responsável por atrair milhares de visitantes ao município a cada ano, shopping celebra 20 anos de história com jantar

Movimento invernal Com declínio da temperatura, CCF espera receber grande número de visitantes neste feriadão

Daniel Rufatto daniel@jornalinformante.com.br

F

arroupilha, para muitos, é sinônimo de Centro de Compras. Grande propulsor do turismo de compras na cidade, o empreendimento, localizado à margem do quilômetro 59 da RS-122, no bairro Volta Grande, completou duas décadas de inauguração na segunda. Para celebrar a data, um jantar-baile será realizado neste sábado, no Clube Santa Rita.

Conforme destaca o síndico do condomínio de lojas do Centro de Compras Farroupilha (CCF), Sérgio Lucchese, um dos pontos altos do evento será a homenagem às 29 lojas que estão em funcionamento desde a abertura do shopping (confira lista na página ao lado). Também será descerrada uma placa alusiva aos 20 anos do empreendimento. A confraternização, que será animada pelo Musical Abertura, deve reunir aproximadamente 200 pessoas entre investidores, lojistas, guias de atacado e convidados especiais. Motivos para comemorar, de fato, não faltam. Re-

sultado de uma parceria entre a Construfar e a Anselmi, o CCF rapidamente atraiu investidores. A aposta, em uma época na qual a pronta-entrega ainda dava os primeiros passos no município, valeu a pena. Hoje o preço do metro quadrado no empreendimento é semelhante ao de Copacabana e há lista de espera tanto para alugar como para adquirir lojas. “Foi uma aposta que deu certo. Hoje somos uma referência, temos uma estrutura consolidada. O nosso desafio é continuar administrando direitinho, dando um passo de cada vez, sempre com os pés


9

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

economia do município baile neste sábado, no Santa Rita, e, com início da temporada de frio, projeta grande movimento nas próximas semanas Abraão Correa/OFar

no chão”, destaca Lucchese. A média de visitantes do CCF, único do município a atender tanto varejo como atacado, é estimada em 240 mil por ano, com maior movimento verificado entre abril e julho.

As 29 lojas que estão desde o início

Com previsão de novo inverno congelante, lojistas projetam boas vendas durante temporada de frio Nos últimos dois finais de semana, estendidos por conta dos feriados nas sextas, já foi possível observar que a temporada de frio 2017 promete. As cenas do estacionamento lotado e os corredores do CCF cheios devem voltar a se repetir nos próximos dias, com o declínio das temperaturas. As projeções, aliás, animam os lojistas, já que, assim como em 2016, os termômetros não devem se elevar muito de maio até a metade de junho, período propício para venda de malhas. “As lojas estão preparadas com bons estoques. A expectativa é que será um inverno muito bom. Para nós, o ideal é que ocorra frio contínuo ao longo de vários dias, como no ano passado. As previsões para maio é de que as temperaturas vão despencar, tomara que elas não errem”, assinala Lucchese. Torcida que é de todos, sobretudo porque, especialmente no inverno, poucos aquecem tanto a economia de Farroupilha como o CCF.

Entre as 109 lojas que integram o Centro de Compras de Farroupilha, 29 estão desde o início das atividades do empreendimento. Este seleto grupo será homanegeado com uma placa no sábado, durante o jantar comemorativo aos 20 anos do shopping. Confira a lista.

Para todos os gostos Coleção outonoinverno do CCF foi lançada em recente desfile da Acecors

Tricofio Arcari Colloda Confecções Bebelândia Malharia Norma Tonin Couros Marinello Tricot Bellamalha Malharia Jenimer Confecções Elisa Edresul Elenirte Gelber Malhas Paniz Malharia São Vicente Lã Natura Malhas

Malhas Ballardin Lojas Befari Ravi Mariazinha’s Malhas Pergher Samilla Malhas Rinnes Arco Baleno Encantu’s Malhas Ideal Confecções Criskelen Nirvana Bruna Pacini Prestígio Confeitaria


10

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

MOBILIDADE

Mais atenção aos semáforos sonoros Entidades encabeçam campanha para orientar motoristas que trafegam na Independência e Júlio de Castilhos Juliana Inês Casa Barbieri

N

uma tentativa de melhorar as condições de travessia de rua e facilitar a mobilidade de idosos, deficientes físicos e visuais, quatro semáforos sonoros foram instalados. Apesar de estarem em funcionamento há um mês, a novidade tem levado entidades a realizar campanha pedindo maior atenção aos motoristas. Alguns condutores não têm respeitado a sinalização, colocando em risco a vida de quem faz as travessias, o que preocupa instituições como o Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência e a Associação Farroupilhense de Deficientes Visuais (Afadev). “Queremos fazer uma campanha para orientação já que alguns motoristas não param por falta de atenção, outros por falta de conhecimento”, analisa Pablo Barretti, presidente da Afadev. Para que haja maior segurança, as entidades se mobilizam e em breve serão entregues folders nesses pontos, orientando os condutores. Serão ainda instaladas placas de sinalização. Ao total são quatro equipamentos, dois na rua Tiradentes, junto a semáforos que já existiam, na esquina com a 13 de Maio, próximo ao Colégio Nossa Senhora de Lourdes e com a Independência, ao lado do Hospital São Carlos. Outros dois foram implantados, um na Júlio de Castilhos, em frente à Afadev e outro na Independência, próximo à loja Lia Colchões. Sendo que esses últimos são os pontos críticos. Os sinais são acionados manualmente para bloquear o trânsito de veículos e permitir a travessia. O projeto é da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação.

Para conscientizar Travessia na sempre movimentada Independência tem sido a mais perigosa para os deficientes visuais

Obituário 20 de abril Olga Thereza Perini De Col, 83 anos. Sepultamento no cemitério da Capela São José (1º Distrito). 22 de abril Alece Elsa Cecato, 87 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal (CPM). 24 de abril Valmir Palhano dos Santos, 52 anos. Sepultamento no CPM; Ignez Maria Belaver, 91 anos. Sepultamento no cemitério de Linha Alencastro (1º Distrito). 25 de abril Francisco Boscato, 54 anos. Sepultamento no CPM;

Idalino Marcante, 58 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza; Pedro Caetano Zucco, 92 anos. Sepultamento no cemitério do bairro Nova Vicenza; Antonio Martins , 60 anos. Sepultamento no CPM; Manoel Acedino Anastácio, 78 anos. Sepultamento no CPM; Abel Domingos Pandolfi, 69 anos. Sepultamento no cemitério de Santa Juliana, em Mato Perso, Flores da Cunha. 26 de abril Jeronimo Kubiak, 59 anos. Sepultamento no cemitério de Rio Caçador (3º Distrito).


12

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

RELIGIÃO

Pré-Romaria das Crianças acontece neste sábado Participantes se concentrarão na Av. Dom José Baréa, a partir das 14h Leandro Ávila/Divulgação

M

úsica, teatro, brincadeiras e muita animação. Tudo para cativar os pequenos que participam da 3ª Pré-Romaria das Crianças neste sábado. O evento, que integra o calendário preparatório à 138ª Romaria ao Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, deve reunir aproximadamente 500 pessoas. A concentração para a pré-romaria inicia às 14h, no princípio da Av. Dom José Baréa. De lá, os participantes seguem em procissão até o Santuário, onde a programação terá continuidade. Também neste final de semana ocorre a 5ª Pré-Romaria dos Motor Home. A concentração inicia na sexta,

Devoção em duas rodas Cerca de 1,6 mil pessoas participaram da Pré-Romaria dos Ciclistas

às 19h, nos Pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul, com a chegada ao Santuário no sábado, às 10h30min. Já na última sexta foi reali-

zada a 14ª edição da Pré-Romaria dos Ciclistas. Conforme estimativa dos organizadores, o evento teve cerca de 1,6 mil participantes.

Alguém quer me adotar? ONG dos Peludos

Julinho está prestes a completar um ano de vida e precisa de uma família. De porte pequeno, se relaciona bem com outros cães. Interessados em adotá-lo podem manter contato pelos fones 999.386.360 (WhatsApp) ou 992.122.466. Importante: A ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes.


FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

13


14

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

PERIGO ONLINE

Baleia Azul: CT emite alerta Farroupilha registra casos de jovens que teriam participado do jogo suicida

O

jogo suicida Baleia Azul, que ganhou destaque na mídia e nas redes sociais no mês de abril, chegou a Farroupilha. O Conselho Tutelar (CT) emitiu um alerta, no início da semana, devido ao aumento de casos envolvendo jovens do município. O mais recente foi denunciado na segunda e envolveu um menino de 14 anos. O jogo acontece em grupos fechados do Facebook. Os participantes, normalmente adolescentes, devem cumprir 50 tarefas que vão desde assistir a uma sequência de filmes de terror até a automutilação. Eles devem mandar fotos para os ‘curadores’ do grupo, comprovando a realização das atividades. O último desafio consiste em tirar a própria vida. Caso desistam, os jogadores recebem ameaças. O caso do menino de Farroupilha foi descoberto quando colegas e professores notaram uma mudança de comportamento do garoto e alerta-

ram a diretora, que conversou com a mãe do adolescente. Ele não chegou a se mutilar, mas já havia cumprido algumas tarefas como isolamento e mensagens de despedida. Segundo o conselheiro tutelar Ivanor Romagna, a participação de jovens no jogo é motivada por alguns fatores. “A busca do desconhecido, o querer estar inserido em grupos e o pouco acompanhamento dos pais no dia a dia dos filhos”, explica. Quando recebe casos assim, o Conselho toma medidas como encaminhar os jovens para atendimento psicológico e com assistentes sociais. Sobre abordagem do assunto suicídio, Romagna recomenda que seja feito por profissionais da saúde, como psicólogos e psiquiatras com habilitação. O CT emitiu orientações quanto aos sinais que os adolesntes podem apresentar quando participam do jogo, e que podem servir de alerta para os pais. Confira no quadro ao lado. Os casos suspeitos devem ser denunciados, com registro de ocorrência.

Sinais de alerta

* Falar sobre morte e suicídio, mesmo que indiretamente, como vontade de “sumir”, “desaparecer”, “ir embora”; * Isolamento (afastar-se da família, dos amigos); * Perda do interesse em atividades que costumava fazer; * Perda do interesse nas pessoas; * Mudança no hábito de sono (insônia ou aumento das horas dormidas); * Mudanças dos hábitos alimentares (perda ou aumento de apetite); * Irritabilidade, crises de raiva; * Piora no desempenho escolar; * Recusa a ir à escola; * Comportamentos autodestruitivos (automutilação, uso de álcool e drogas, exposição a situações de riscos); * Ter tentativas de suicídios anteriores; * Mudanças de comportamento em geral; * Em pessoas que apresentam quadro depressivo, melhora repentina (podem simular melhora para conseguir executar o ato suicida); * História de suicídio ou tentativa de suicídio na família; * Diagnóstico prévio de doença mental; * Exposição à violência; * Situações de bulliyng; * Abuso sexual prévio ou recente; * Postagem de baixa autoestima nas redes sociais; * Interesse anormal por filmes de terror, passando horas assistindo; * Preocupações repentina com mortes, morrer e violência.


15

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

GREVE GERAL

Sexta de protestos no País Mobilização convocada por centrais sindicais deve afetar rotina da população farroupilhense

O

turbulento cenário político nacional deve ter um novo e importante capítulo nesta sexta. Convocada por centrais sindicais, como forma de protesto às propostas de reformas tributária e trabalhista, a denominada Greve Geral deve gerar mudanças na rotina de grande parte dos brasileiros. Não será diferente em Farroupilha, onde a paralisação, até o fechamento desta Edição, na tarde de quinta, já contava com a adesão de diversas categorias. O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sismuf), por exemplo, informa que realizará protesto contra a Reforma da Previdência, a partir das 7h30min, na RSC-453, no trevo de acesso à Rodovia dos Romeiros. O trânsito no trecho poderá ficar lento, já que está previsto o trancamento da rodovia em determinados momentos. Por solicitação do Sismuf, a administração municipal liberou a participação dos servidores no ato, no período entre as 7h30min e as 9h30min. Em segui-

Sem aulas na maioria das escolas

Um dos principais reflexos da Greve Geral será no setor educacional. Grande parte das instituições de ensino farroupilhense confirmaram adesão à paralisação. Confira. Rede municipal: não terá aulas. O dia letivo será recuperado em 15 de julho. Rede estadual: todas escolas confirmaram adesão. O dia será recuperado posteriormente, variando conforme cada instituição. Rede federal: o Campus Farroupilhense do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) confirma que estará em estado de greve, com adesão facultativa dos docentes, com os alunos devendo se informar com seus respectivos professores sobre a situação de suas turmas. Rede particular: o Colégio Nossa Senhora de Lourdes não terá aula nesta sexta, com o dia letivo sendo recuperado posteriormente. ICAA e Faculdade CNEC Farroupilha terão aulas normalmente. Assim como a UCS, que, no entanto, informa que atividades avaliativas, eventualmente previstas para a data, serão reagendadas.

da, eles devem retornar normalmente ao trabalho, com exceção dos professores (confira no quadro acima). Entidades representativas de outras categorias, como as dos metalúrgicos, dos comerciários e dos agricultores, também deverão participar de manifestações. Na região, os protestos que devem concentar o maior

número de pessoas ocorrem na Praça Dante Alighieri, em Caxias do Sul, às 10h e às 16h. Existe também a possibilidade de atrasos nas linhas de ônibus urbanos e intermunicipais, bem como a de bloqueio de rodovias. Para garantir a segurança, a Brigada Militar contará ao longo do dia com reforço e foco na área de inteligência.

Boca de Urna

Comitê de Enoturismo

Indicado pela Atuaserra, o Secretário Municipal de Turismo e Cultura, Francis Casali, conduzirá pelos próximos dois anos a Coordenadoria do Comitê de Enoturismo do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin). A expectativa é que, com isso, Farroupilha possa aumentar sua projeção no setor. Atualmente o município é o maior produtor de uva moscato do País, além de contar com vinícolas locais que disponibilizam receptivos aos turistas. Outro desafio de Francis à frente do Comitê será o de batalhar tanto para que o enoturismo seja reconhecido como um setor turístico a nível nacional como para criação de metodologias para classificar as vinícolas como enoturísticas.

Vereadoras do PMDB

Farroupilha sedia neste sábado o 1º Encontro das Vereadoras do PMDB da Região dos Vinhedos. O evento, que ocorre a partir das 9h, no Legislativo Municipal (Júlio de Castilhos, 420), reunirá vereadoras de 12 municípios, incluindo Eleonora Broilo, atualmente a única representante feminina na Câmara farroupilhense. A pauta principal do encontro será a importância da participação das mulheres na política.


16

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

PRESERVAÇÃO

Projeto ensina respeito ambiental Iniciativa envolve 220 estudantes da Escola Nossa Senhora de Caravaggio e trabalha diversas pautas relacionadas ao tema cente Sara Zambiasi Sirtoli buscou o envolvimento da turma. Uma das ações foi criar um caderno em que cada família pudesse escrever sobre alternativas para preservar a vida do meio ambiente e ajudar Bili a sair da lista dos que estão em extinção. O projeto, que envolve da Educação Infantil ao 9º ano do Ensino Fundamental, engloba diversas ações e terá seu ponto alto em julho, com a Feira Ecotecnológica. A partir de salas temáticas os estudantes repassarão os conhecimentos obtidos aos pais e à comunidade. Paralelo a isso, ainda está acontecendo uma gincana com tarefas que abordam assuntos ambientais. “Surgiu da necessidade que sentimos de reorganizar os lixos das salas de aula, então buscamos trabalhar essa proposta com foco na reciclagem e fomos ampliando

Juliana Inês Casa Barbieri

O

que o derretimento das geleiras oca sion a ? Como o uso de agrotóxicos afeta a saúde do homem e do ecossistema? Por que há animais em extinção? Essas temáticas estão em estudo na Escola Municipal Nossa Senhora de Caravaggio (1º Distrito), em conversas multidisciplinares. É o projeto “Pensar no Futuro, Agir Agora”. A proposta é abordar questões sobre reciclagem, cultivo de orgânicos, plantas medicinais, uso racional da água, energia elétrica, a partir de metodologias adaptadas às faixas etárias. Para que a reflexão pudesse chegar também às famílias, os pequenos do 2º ano do Ensino Fundamental produziram textos e criaram até mascote: Bili, o Urso Polar. Foi pelo lúdico que a do-

Sintonia com o planeta Focados no futuro: turma do 2º ano exibe caderno de redação das famílias e o mascote Bili

a temática”, explica Vagner Peruzzo, coordenador pedagógico. É assim que os alunos do 2º ano têm na ponta da

língua respostas para preservar a vida e os ursos polares: reciclar, não desmatar, nem poluir rios, usar transporte

público, o que, em grande escala, assegura a vida do planeta e que depende exclusivamente das ações de hoje.


17

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Divulgação

ENSINO MÉDIO

Formação em escola modelo Instituição de ensino do Serviço Social do Comércio, no Rio de Janeiro, tem inscrições abertas para seleção até dia 5 Juliana Inês Casa Barbieri juliana@jornalinformante.com.br

A

lunos que estão finalizando o Ensino Fundamental têm oportunidade de ingressar numa das instituições de ensino destaque do País. É a Escola Sesc de Ensino Médio (ESEM), localizada em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, cujo processo seletivo está aberto. Podem participar jovens que estejam cursando o 9º ano, sendo que as vagas são destinadas preferencialmente a dependentes de trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo que apresentem renda familiar igual ou inferior a cinco salários mínimos. Também é preciso ter estudado em escola pública ou em privada na condição de bolsista.

Funciona como uma escola-residência e oferece aos alunos bolsa de estudo integral para despesas de instrução, alimentação e atividades extraclasses. As pré-inscrições podem ser feitas no site www.escolasesc. com.br até o próximo dia 5. De 31 de maio a 6 de junho o candidato deve habilitar sua inscrição numa unidade do Sesc. A seleção segue no dia 6 de agosto com prova objetiva e de redação. Em setembro haverá entrevista com candidatos e responsáveis. Para o Rio Grande do Sul são destinadas 10 vagas. A relação final dos aprovados será divulgada em 21 de novembro. Atualmente seis farroupilhenses estão na Escola Sesc: Amanda Cristaldo Neis, Klevean Machado de Oliveira, Natanael Verona Minossi, Natily Haskel, Victória Macedo Perin e Yasmin Albuquerque.

Oportunidade única A estudante farroupilhense Klevean, acompanhada pela mãe Ivone, na ESEM

Nova realidade para Klevean

Quem está muito feliz com a oportunidade é a jovem Klevean Machado de Oliveira, de 14 anos, que ingressou na instituição em março. Cursa o 1º ano do Ensino Médio e anteriormente foi aluna da Escola Municipal Oscar Bertholdo. A jovem garante que a escola atende todas as expectativas e que ter colegas de diversas partes do Brasil a deixa ainda mais apaixonada pela diversidade cultural. Divide o quarto com estudantes de Minas Gerais e do Acre. Destaca ainda a metodologia de ensino, o currículo extraclasse, que vai da Arte, Esporte até Línguas Estrangeiras. Com total aprovação da mãe, Ivone Machado, a estudante vê na ESEM uma oportunidade única de crescimento e maior aprendizado.


18

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

COPA FARROUPILHA

Favoritas despontam na Copinha Atuais campeã e vice, BGF e Fura Bola se garantem na eliminatória e 1º de Maio e Olimpia/AABB deixam vaga encaminhada

Copa Farroupilha de Futsal Feminino (resultados da abertura da 2ª rodada da 1ª fase)

Ramon Cardoso

A

abertura da 2ª rodada da Copa Farroupilha de Futsal confirmou favoritismos. As atuais campeã e vice da competição voltaram a vencer com tranquilidade e, com o resultado, estão garantidas na fase eliminatória da disputa, organizada pela Liga Farroupilhense de Futsal. Pela Chave C, a vice-campeã Fura Bola, de Nova Petrópolis, venceu sua segunda partida, ao golear o Abala, de Bento Gonçalves, por 3 a 0. Na sequência, a campeã BGF, de Bento, aplicou 6 a 1 no caxiense Napoli e também manteve o 100% de aproveitamento após duas rodadas. No principal duelo da noite, muito equilíbrio entre a farroupilhense 1º de Maio e a caxiense Olimpia/AABB, que ficaram no empate em 1 a 1 e, como haviam vencido na estreia, chegaram aos 4 pontos, deixando sua vaga às quartas de final muito bem encaminhada. A competição para neste fim de semana por conta do feriadão de 1º de Maio. O complemento da 2ª rodada está previsto para o dia 6, com os duelos entre Poko Pika, de Carlos Barbosa, e AFF, de Bento (Chave A), o confronto farroupilhense entre Juventus e Estrela (C), e a outra farroupilhense, a Valente, medindo forças com a Unidas, de Canela (B).

Duelo das 7 Patrícia, que marcou o gol da Olimpia, e Adri, da 1º de Maio: equipes protagonizaram o melhor confronto da noite

3x0

6x1

1x1

Chave C

Chave B

Chave A

LIGA PARCERIA DA SERRA

Gaúcho fica com a última vaga

N

os dois últimos confrontos da fase classificatória da Liga Parceria da Serra (LPS), a LSC, de Bento Gonçalves, venceu a farroupilhense Jansen por 2 a 1, o que obrigava que o outro time farroupilhense, o Gaúcho, também triunfasse para obter a vaga. A equipe da Linha Sertorina fez bonito, venceu o Paysandu, de Bento, por 5 a 2, e finalizou em 2º na Chave A, ficando com a última vaga nas quartas de final. Das cinco equipes farroupilhenses envolvidas na competição, apenas o Mundo Novo ficou de fora da

fase eliminatória. Jansen, Gaúcho e Lyon obtiveram a vaga na Chave A e o Titanium foi o líder da B, ou seja, metade dos times. Os demais classificados são de Bento: Parceria FC na A e Oliveira Santana, Amigos da Bola e Barcelona no B. Por conta do feriadão, as quartas acontecem apenas no dia 6 (veja duelos ao lado). Uma reunião nesta sexta deve definir os critérios de desempate. Certo é que teremos pelo menos um representante de Farroupilha e de Bento na semifinal, já que estão previstos os enfrentamentos locais entre Titanium e Lyon e Parceria e Barcelona.

Quartas de final da LPS X Dia 6, às 14h (Linha Sertorina)

X Dia 6, às 14h (Vila Jansen)

X Dia 6, às 16h (Linha Sertorina)

X Dia 6, às 16h (Vila Jansen)


19

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

HANDEBOL

Apahand/UCS/Farroupilha atropela na abertura do Gaúcho de Handebol Equipe venceu 1ª etapa do estadual com facilidade nos duelos contra UFRGS, Canoas Handebol/Ulbra e CHCC Morgana Perini

O

Campeonato Gaúcho de Handebol teve sua 1ª etapa disputada no último fim de semana, em Caxias do Sul. Os jogos, válidos pelo Grupo B, tiveram absoluto domínio da Apahand/UCS/Farroupilha, que triunfou com facilidade no quadrangular nas partidas disputadas nos ginásios do Sest/Senat e Escola Santa Catarina. A Apahand venceu a UFRGS por 35 a 12, a Canoas Handebol/Ulbra por 34 a 7 e, por fim, a vitória mais elástica, por 43 a 8, sobre o Clube Handebol Capão da Canoa (CHCC). O grande destaque foi a atleta Thayanne Nogueira Lopes, que marcou 32 gols e foi a artilheira desta 1ª etapa. O time finalizou com o melhor ataque (112 gols marcados) e a melhor defesa (27 gols sofridos), restando um saldo positivo de 85 gols. A 2ª etapa do Gaúcho acontece em Campo Bom, entre os dias 4 e 6 de agosto, quando a Apahand encara as rivais do Grupo A, formado pela Liga Hamburguense de Handebol (LHH), Handebol Feminino de Santa Maria (HFSM), Associação Esportiva de Campo Bom (AECB) e Clube Cultural Canoense (CCC). As partidas dentro do Grupo A ainda não têm data para acontecer. Após os sete compromissos, as campanhas são niveladas e passam às semifinais as quatro primeiras colocadas, independente do grupo. As semis acontecem nos dias 2 e 3 de dezembro e a final no dia 9 de dezembro. Os duelos eliminatórios ocorrem em jogo único, com vantagem do empate para a equipe de melhor campanha.

Avassaladora Apahand/UCS/Farroupilha não deu qualquer chances às rivais do Grupo B e atropelou na 1ª etapa do Campeonato Gaúcho

Aberto de Campo Bom

Neste fim de semana, a Apahand encara a 23ª edição do Torneio Aberto de Campo Bom, no Ginásio do Complexo de Educação Integrada (CEI). A equipe participou da disputa em seis oportunidades, vencendo todas. O time farroupilhense está na Chave A, junto com a Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo (SGNH), a UFRGS e a anfitriã AECB. Os duelos são neste sábado. Às 9h contra a UFRGS, às 13h contra a SGNH e às 21h contra a AECB. Na Chave B estão LHH, HFSM, Ulbra e Feevale. As duas primeiras avançam à semifinal e as vencedoras decidem o caneco. Os confrontos eliminatórios ocorrem no domingo.

Liga Nacional de Handebol

Ainda não está marcada a reunião sobre a Liga Nacional de Handebol desta temporada. A pedido dos clubes ela deve acontecer em maio. Ao que tudo indica ela deve permanecer com a divisão em quatro Conferências: Norte, Nordeste, Centro/Oeste e Sul/ Sudeste. A competição deve iniciar no final de julho. A fórmula de disputa e a classificação em cada Conferência também será analisada pelos clubes integrantes da Liga na reunião. O técnico Gabriel Citton será o representante da Apahand/UCS/Farroupilha no encontro. Ele também representa os técnicos nacionais junto à Confederação Brasileira de Handebol.


20

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

AUTOMOBILISMO

Problemas comprometem corrida de Márcio Campos no Velopark Mesmo assim, piloto farroupilhense chega em 17º na primeira prova dominical no Autódromo de Nova Santa Rita e marca seus primeiros pontos na Stock Car, mas admite que ainda é necessário uma série de ajustes no carro desprendeu e provocou o abandono do farroupilhense, que compete pela equipe Blau Motorsport. A primeira prova foi vencida por Thiago Camilo e a segunda por Felipe Fraga, atual campeão da Stock. Camilo lidera ao lado de Daniel Serra, ambos com 69 pontos, seguidos por Max Wilson, com 56, Átila Abreu e Ricardo Maurício, ambos com 51. Campos é o 28º, com 4 pontos. A Stock para por três semanas e retorna no próximo dia 21, mas segue em solo gaúcho. A 3ª etapa será disputada no Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul. Primeiros pontos Expectativa de Campos é estar com carro mais ajustado para etapa de Santa Cruz do Sul

Shooters Photofiles

O

fim de semana não foi nada fácil para a grande maioria dos pilotos que competiram na 2ª etapa da Stock Car, disputada no Autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita. As provas foram marcadas por muitos acidentes no rápido circuito gaúcho. Para o farroupilhense Márcio Campos, não foi diferente. “Nos treinos o carro teve muitos problemas elétricos. Eles comprometeram o acerto que estamos buscando. Temos muito para ajustar e esses problemas atrapalharam bastante”, pontuou Campos. Ele classificou em último e fez uma corrida de recuperação na primeira prova dominical. Finalizou em 17º e marcou seus 4 primeiros pontos na categoria. Na segunda corrida, uma roda traseira se


21

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Divulgação

Juventus começa bem

A Juventus Futsal Feminino iniciou com vitória sua participação no Citadino de Futsal de Caxias do Sul. A equipe farroupilhense venceu por 1 a 0, com gol da ala Débora, a Guerreiras Futebol Clube (GFC), no último domingo, no Enxutão. Pela 1ª fase da competição caxiense ainda encara Ruana (dia 14), Dínamo (dia 30 de julho), MAF (dia 6 de agosto) e MGA (dia 13 de agosto).

Estreia vitoriosa Time farroupilhense largou bem no Citadino de Caxias com triunfo pelo placar mínimo

JEF semana que vem Semana de retomada O mau tempo verificado na terça e

quarta provocou o adiamento da etapa dos Jogos Estudantis de Farroupilha, na modalidade de Atletismo, para a próxima terça e quarta. As provas acontecem no Serviço Social da Indústria (Sesi) de Caxias do Sul. São 20 escolas envolvidas e cerca de mil alunos.

Nada de esporte

A exemplo do que ocorreu na Páscoa, o feriadão de 1º de Maio praticamente para a agenda esportiva da cidade. Há recesso na Copa Farroupilha de Futsal Feminino, Liga Parceria da Serra e Brasil em campo apenas na próxima terça, diante do Esportivo.

Yuri campeão

Após dias turbulentos, a tranquilidade retornou às Castanheiras. Se não foi a semana ideal, com duas vitórias, foi muito próxima disso. O alto rendimento diante do Glória era o primeiro indicativo de que o Brasil iria retomar as boas performances do início da competição estadual. A goleada sobre o Panambi aconteceu ao natural e o triunfo foi construído ainda na etapa inicial. Na final, o time visivelmente se preservou e fez certo, já que tem um clássico pela frente. O técnico Carlos Moraes terá mais tempo de preparar a equipe para o duelo decisivo contra o Esportivo, mas a pressão, é bom que se diga, está toda com o rival.

Oponente a menos

O triunfo do Brasil, por tabela, trouxe um outro benefício. Ele eliminou matematicamente o União, que vem a Farroupilha, na última rodada, apenas para cumprir tabela. Se vencer o time de Frederico Westphalen, em casa, no encerramento da classificatória, o rubro-verde só perderia a vaga se o Esportivo vencesse seus dois confrontos finais, um deles contra o próprio Brasil, na próxima terça. Ainda que vença o clássico, o time de Bento precisaria da vitória contra o São Luiz, em Ijuí, enquanto que para a equipe farroupilhense bastaria os três pontos diante do União, nas Castanheiras. O Brasil está com a vaga bem encaminhada.

O farroupilhense Yuri Turchetto (foto) foi campeão nas categorias Combate e Esportivo (até 82 quilos) do Aberto Nacional de Arte Marcial Sambo, em São Paulo, e se habilitou para o Pan-Americano, que ocorre em julho, na Colômbia, e faz parte do Arnold Classic. Ele ainda foi eleito atleta destaque. Além dele, que é professor da Academia Boa Forma na Unidade de Lutas, localizada no bairro do Parque, outros representantes conquistaram medalhas. Foram campeões Paulo Nichele no Esportivo (+ de 100 quilos), Maicon Steindorff (+ de 100 quilos) no Combat, Fabiano Silva (até 100 quilos) no Combat, e Jaime Gomes Jr. (até 62 quilos) no Combat e no Esportivo. Silva ainda foi vice no Esportivo e Diogo Duarte (até 82 quilos) vice no Esportivo.


22

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

SEGUNDONA GAÚCHA

Vitória e vaga bem encaminhada às Brasil leva susto no início, mas consolida vitória sobre o Panambi ainda no 1º tempo, volta a vencer após dois jogos e, com o empate do Esportivo contra o Glória, chega ao clássico serrano com vantagem e podendo assegurar classificação antecipada na Montanha dos Vinhedos na terça

A

Brasil

semana do Brasil teve um pouco de tudo. Troca de técnico, com a demissão de Paulo Matos e a chegada de Carlos Moraes, empate no clássico diante do Glória, na segunda, e uma fundamental vitória sobre o Panambi, na quinta à noite, nas Castanheiras. A partida, contudo, começou com um susto. A zaga do rubro-verde errou em uma saída de bola e entregou ela nos pés do atacante Moacir. Ele avançou e, por cobertura, na saída de Ismael, abriu o marcador para os visitantes com um belo gol. Mas a vantagem durou muito pouco e logo o time farroupilhense passou a controlar o duelo. Aos 11 minutos, Aldir levou a melhor sobre a defesa, foi à linha de fundo e tocou para trás encontrando Michel que, sem goleiro, apenas empurrou para o fundo das redes e decretou o empate. O domínio do Brasil era evidente e a virada era questão de tempo. Ela chegou aos 35 minutos. Gustavinho cobrou falta que explodiu no travessão e, no rebote, o centroavante Aldir, que teve chance parecida no clássico contra o Glória, desta vez não desperdiçou e, de cabeça, marcou seu oitavo gol no estadual e colocou o Brasil à frente do marcador.

O 1º tempo se encaminhava para o final quando Gustavinho, um dos destaques do rubro-verde, cobrou escanteio. A zaga afastou e a bola sobrou para Raone. O zagueiro bateu cruzado e novamente Michel, no meio da área, apenas desviou para vencer o goleiro Delone e deixar o placar em 3 a 1. Na volta do intervalo, logo no início, Willian Bones entrou no lugar de Filipe. O rubro-verde continuou superior, com o goleiro Ismael sendo um mero espectador do confronto, mas o Brasil não conseguiu construir boas chances para marcar. As melhores chances vieram em cabeceios de Aldir e Raphael Alemão, aos 20 e 25 minutos. Raphael Alemão e Michel saíram e deram lugar aos atacantes Matheus Laguna e Dinei. Quando o resultado parecia definido. Ismael saiu jogando e lançou com as mãos Capinha, que tocou para Matheus Laguna. Ele ingressou na área e foi derrubado. Pênalti para transformar a vitória em goleada. Dinei cobrou mal, Delone defendeu, mas a bola voltou para o centroavante que só teve o trabalho de concluir para as redes aos 41 minutos, selando o placar dilatado e o triunfo do rubro-verde após duas partidas, que manteve o Brasil na zona de classificação. Com o empate do Esportivo contra o Glória, o Brasil abriu dois pontos do rival de Bento Gonçalves, que encara na próxima terça à noite, na Montanha dos Vinhedos. Um triunfo assegura de maneira antecipada a passagem às quartas, mas até mesmo um empate deixa o rubro-verde mais perto da vaga.

Segundona Gaúcha (resultados 12ª rodada do Grupo B)

3x1

1x1

Arena Alviazul (Lajeado) Montanha dos Vinhedos (Bento Gonçalves)

2x1 19 de Outubro (Ijuí)


23

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Ramon Cardoso

Segundona Gaúcha (12ª rodada do Grupo B)

quartas de final

4x1 Ismael Douglas Leo Raone Thomas Capinha Filipe (Willian Bones, 5/2º) Michel (Dinei, 34/2º) Gustavinho Raphael Alemão (Matheus Laguna, 32/2º) Aldir Técnico Carlos Moraes

Delone Muriel Bruno (Thiago, 36/2º) Samuel Douglas Eduardo Pablo Dener Vini (Mano Garcia, 30/2º) Moacir Dione (Denílson, 16/2º) Técnico Everson Aguiar

Arbitragem: Ivanir Bebber, auxiliado por Gabriel Koren e Adalberto Dalla Vechia Local/Data: Castanheiras, em Farroupilha / Quinta, 27 de abril de 2017

Segundona Gaúcha – Classificação do Grupo B Equipe Apoio constante O técnico Carlos Moraes voltou a utilizar um esquema com três zagueiros, o que conferiu liberdade aos laterais: Thomas teve avanços constantes pelo lado direito, especialmente na etapa inicial, que foi suficiente para garantir a vitória rubro-verde

P

J

V

E

D

GM GS SG

1)

Glória

24

12 6

6

0

12

4

8

2)

São Luiz

23

12 6

5

1

17

11 6

3)

Lajeadense

20

12 6

2

4

19

10 9

4)

Brasil

20

12 6

2

4

23

18 5

5)

Esportivo

18

12 4

6

2

18

11 7

6)

União

13

12 3

4

5

8

10 -2

7)

Tupi

7

12 1

4

7

8

27 -19

8)

Panambi

3

12 0

3

9

7

21 -14

Legenda: P (pontos), J (jogos), V (vitórias), E (empates), D (derrotas), GM (gols marcados), GS (gols sofridos) e SG (saldo de gols)

Segundona Gaúcha (confrontos da 13ª rodada do Grupo B)

x Terça, às 20h30min Montanha dos Vinhedos (Bento Gonçalves)

x Segunda, às 15h30min Rubro-Negro (Crissiumal)

x Segunda, às 15h30min Altos da Glória (Vacaria)

x Segunda, às 15h30min Vermelhão da Colina (Frederico Westphalen)


As alterações da nova Base Curricular

Proposta final para currículo do Ensino Fundamental traz muitas mudanças, como na idade de alfabetização Páginas 2 e 3 e Editorial

Vaga bem encaminhada

Ramon Cardoso

MATÉRIA ESPECIAL

ESPORTE

Atacante Raphael Alemão sofre com marcação tripla do Panambi: triunfo por goleada deixa o Brasil mais próximo das quartas de final da Segundona

ECONOMIA

Sinais de recuperação no mercado de trabalho Farroupilha registrou criação de 453 novas vagas formais de emprego ao longo dos três primeiros meses de 2017 Página 6

Páginas 22 e 23 e Preliminar

CIDADE

Um alerta contra o PRIMEIRO PARÁGRAFO Desafio da Baleia Azul Conselho Tutelar destaca aviso após aumento de casos de jovens envolvidos no jogo suicida no município Página 14

LITERATURA

Farmácia Piangers fala sobre literária livro e adoção Douglas Costa

POLÍTICA

Sindicatos contra as reformas de Temer

Com expectativa de protestos em todo Brasil, Greve Geral desta sexta reflete também na rotina dos farroupilhenses Página 15 ESPORTE

Apahand/Farroupilha absoluta no Gaúcho

Equipe atropela na 1ª etapa da competição estadual e disputa Aberto de Campo Obra tem rio Sena e um Bom neste fim de semana barco livraria como cenários Páginas 8 e 9 do Inside Página 19

Comunicador e autor da série “O Papai é Pop” palestra nesta sexta, em evento promovido pelo DNA da Alma Capa e página 3 do Inside


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

WORKSHOP

Para um envelhecimento saudável Na próxima semana, Happy Garden promove evento que debate como chegar bem à terceira idade miliares ou pessoas próximas”, considera a palestrante. As inscrições podem ser realizadas até terça pelo e-mail suzana.athebe@gmail.com. O valor é R$ 130,00 para inscrição individual e R$ 100,00 para cada um em grupos de quarto participantes. Haverá entrega de certificado de participação. “O principal objetivo é promover a desmistificação do envelhecimento, mostrar que a velhice pode ser, de fato, a melhor idade, desde que os pensamentos e comportamentos sejam modificados antes de chegar a esta fase, podendo se preparar e desenvolver o envelhecimento ativo e saudável”, considera Suzana.

Divulgação

N

os próximos dias 5 e 6 acontece workshop com a temática “Atrasando Efeitos do Envelhecimento”. Será no Happy Garden Espaço de Convivência e Acompanhamento ao Idoso. Ministrado pela psicóloga Suzana Iara Fetter, é aberto à comunidade em geral, tendo como foco o envelhecimento saudável, não apenas do corpo, mas também emocionalmente e cognitivamente. “É direcionado não somente para entender o envelhecimento ’normal’, mas identificar aspectos do envelhecimento patológico, tanto com a autopercepção, quanto de fa-

Currículo da palestrante Suzana Iara Fetter é psicóloga formada pelo Centro Universitário da Serra Gaúcha, com especialização em Psicogerontologia. Presta serviços de Psicologia à instituição de longa permanência para idosos, oferece atendimento clínico e domiciliar, realiza rastreio cognitivo para desenvolver tratamento de estimulação e reabilitação cognitiva. É idealizadora e coordenadora de Grupo de Apoio a Familiares e Cuidadores de Idosos.

Melhor idade de fato Workshop mostra como obter o máximo de vantagens e aproveitar bem esta fase da vida

Programe-se O que: workshop “Atrasando Efeitos do Envelhecimento” Quando: próximo dia 5, das 19h às 21h, e dia 6, das 9h às 17h Onde: Happy Garden (Pedro Grendene, 417) Quanto: R$ 130,00, sendo que para grupos fica R$ 100,00 cada Inscrições: pelo e-mail suzana.athebe@gmail.com ou pelo fone 981.280.569


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Linda, do casamento a os procedimentos esté que favorecem a belez Ivanise Stein *

S

eria bom se tudo o que é feito no dia da noiva pudesse durar por um bom tempo. Unhas bonitas, pele impecável, cabelo bem feito... Bem, nem tudo consegue chegar perfeito até a lua de mel, mas novas técnicas, que já estão no mercado, garantem alguns resultados que vão, acredite, além do grande dia. E um desses procedimentos cumpre a promessa de sobrancelhas lindas além do casório. A Microblading, um tipo de micropigmentação fio a fio, corrige as imperfeições da sobrancelha de forma quase milimétrica, deixando um resultado sem falhas e o mais natural possível, além de duradouro. A Microblading tem uma técnica parecida com a maquiagem definitiva, mas apresenta um resultado bem mais natural. Quem olha a sobrancelha nota a beleza e a naturalidade. E uma das vantagens é que a noiva garante sobrancelhas lindas tanto no casamento quanto na lua de mel, já que a Microblading possui longa duração: cerca de um ano. Muitas noivas casam com a sobrancelha linda, mas na lua de mel já não têm mais o mesmo efeito. Isso não acontece com a técnica da pigmentação, já que ela dura por muito tempo. O glamour dos cílios também podem durar até a lua de mel. O alongamento de cílios fio a fio 3D permanece até três semanas sem manutenção, deixando um olhar marcante e sedutor, mas sem perder a naturalidade. A técnica usa cílios com efeito natural, dando praticidade no dia da maquiagem. E um vestido branco merece uma cor dourada, ainda mais se a lua de mel for na praia. O bronze a jato é feito dois dias antes do casamento e dura até 10 dias. Cor dourada e natural favorecendo a beleza da noiva. * Dermopigmentadora


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

a lua de mel: conheça éticos duradouros za da noiva Divulgação

Por mais tempo Procedimentos auxiliam na manutenção da beleza da noiva para muito além da cerimônia


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

DEPRESSÃO

Doença da vida moderna? Eliete Fagundes *

A

depressão não é uma doença da vida moderna, pois sempre existiram pessoas que sofreram com o problema que costumava ser chamado de melancolia, desde a época de Hipócrates, há 20 séculos. Atualmente, existe um aumento de casos devido a vários fatores, principalmente o hereditário e as modernas tecnologias, pois se vende muito a imagem do feliz, do realizado. A criança, sem ter um olhar crítico, acaba sendo massacrada pela sociedade que visa somente o desenvolvimento do lado externo e não se preocupa com o interno, com as diferenças de personalidade. Todos acabam sendo taxados de depressivos. Nem todos que tomam remédios controlados para combater a depressão, hoje em dia, são depressivos, mas possuem insatisfação, tristeza em grau tolerável, fobias, síndrome do pânico, traumas de perda não processados, entre outros transtornos emocionais e mentais que não necessitariam de tais tratamentos. Todavia, existem personalidades que estão mais predispostas à depressão profunda, como doença grave, que pode ser sido gerada por meio de um acidente de carro, da perda de um ente querido, como exemplo. Estas pessoas possuem uma capacidade de resiliência emocional diferenciada e, por isso, a depressão se agrava tanto a cada crise. A Homeopatia conta com uma imensa gama de personalidades que chamamos tuberculínicas, que possuem esta diferenciação até mesmo nas sinapses, com menor produção dos neurotransmissores responsáveis pelo equilíbrio da sensação

de bem-estar, de alegria, etc. Nestes indivíduos o tratamento homeopático deve ser bem específico através do reequilíbrio dos hormônios, melhorando a alimentação e reeducando-a de modo geral. Deve ser tocada a origem da predisposição que pode ter sido aumentada no progenitor pelo uso de produtos químicos, de álcool, drogas lícitas e ilícitas, traumas do meio etc. Cada caso é diferente, cada um com seu grau, com suas dificuldades, mas também com suas individualidades promissoras. E é por meio destas, das suas respectivas memórias herdadas ou guardadas, das suas expectativas de traçar um novo rumo à vida, que devemos começar a ajudar com a homeopatia a traçar este novo caminho, respeitando o tempo de cada um. De forma genérica, sugiro uma receita que auxilia a reequilibrar traços de depressão, seja em crianças, adolescentes ou adultos. Após, procure um homeopata ou estude a Homeopatia, pois, assim, poderá ajudar a outras pessoas futuramente. Tratamento 1º mês: Calcarea Phosphorica CH5 (duas gotas em um gole de água duas vezes ao dia por 15 dias). Esperar 15 dias; 2º mês: Magnesia Phosphorica D5 (se não encontrar usar na CH5, duas gotas em um gole de água duas vezes ao dia por 15 dias). Esperar 15 dias; 3º mês: Avena Sativa CH5 (duas gotas em um gole de água duas vezes ao dia por 15 dias). Esperar 15 dias. Importante Guarde o vidrinho se sobrar e volte a repetir depois de seis meses ou um ano. Crianças metade do tempo. * Professora


Artes Cênicas

Promovido pelo Sesc Farroupilha, “Vaiqueuvoo”, acontece neste domingo, na Praça da Emancipação Página 5

Inside

Sétima Arte

Jessica Chastain arrebenta como uma influente lobista de Washington no drama político “Armas na Mesa” Páginas 10 e 11

LITERATURA

A adoção também é pop Divulgação

Radialista Marcos Piangers, que vem a Farroupilha nesta sexta, fala sobre o sucesso de seus livros e temas como paternidade e adoção Alana Bof alana@jornalinformante.com.br

O

comunicador Marcos Piangers, radialista da Rádio Atlântida, vem a Farroupilha nesta sexta para palestrar a convite do grupo DNA da Alma: Apoio à Adoção. O evento, que será às 19h30min no Centro Municipal de Eventos Mário Bianchi, no Parque Cinquentenário, já está com ingressos esgotados. A escolha de Piangers se deve à facilidade do comunicador em falar sobre temas que envolvem o relacionamento interfamiliar. Essa habilidade foi revelada em 2015, quando ele resolveu mergulhar no universo literário lançando, em julho daquele ano, o livro O Papai é Pop que reúne, em 112 páginas, crônicas sobre o dia a dia dele como pai de Anita e Aurora. Criado pela sua mãe, com um pai desconhecido, Piangers fala sobre a importância da figura paterna na vida das crianças. “O livro, eu acreditava que ia vender pouco, pra meia dúzia de interessados no assunto, psicólogos, pedagogos, meus amigos, minha mãe. Mas acabou Segue na página 3

Radialista e pai Conhecido por seu trabalho na Rádio Altântida, Marcos Piangers também o exerce o papel de pai de Anita e Aurora


Inside

2

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Cinemas Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Cinemas

Imagem: Reprodução

GNC 1: Os Smurfs e a Vila Perdida (dublado) - às 13h30min GNC 1: O Poderoso Chefinho (dublado) - às 15h20min GNC 1: Central: O Filme - às 17h20min e 21h55min GNC 1: A Cabana (dublado) - às 19h20min GNC 2: Paixão Obsessiva - às 14h15min GNC 2: Guardiões da Galáxia Volume 2 - às 16h30min (dublado) e 21h30min (legendado) GNC 2: Vida - às 19h25min GNC 3: Vida (dublado) - às 13h50min GNC 3: A Cabana - às 16h (dublado) e 21h10min (legendado) GNC 3: A Bela e a Fera (dublado) - às 18h40min GNC 4: Velozes e Furiosos 8 - às 13h e 18h50min (dublado e em 3d), 15h50min e 21h40min (legendado e em 3d) GNC 5: Guardiões da Galáxia Volume 2 - às 13h20min e 19h (dublado e em 3d), 16h e 21h50min (legendado e em 3d) GNC 6: Velozas e Furiosos 8 - às 13h40min e 19h10min (legendado), 16h20min e 22h (dublado) Ingressos: segunda, quarta e quinta (exceto feriado) a R$ 20,00 e R$ 26,00 (salas 3d); terça (exceto feriado) R$ 14,00 e R$ 18,00 (salas 3d); sexta a domingo e feriado a R$ 25,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) Cinépolis 1: Guardiões da Galáxia Volume 2 (legendado e em 3d) - às 13h15min, 16h15min, 19h15min e 22h Cinépolis 2: O Poderoso Chefinho (dublado) - às 12h45min, 15h15min, 17h30min e 19h45min Cinépolis 2: Vida - às 22h Cinépolis 3: Os Smurfs e a Vila Perdida (dublado) - às 12h e 14h15min Cinépolis 3: A Cabana - às 16h40min e 19h30min (dublado), 22h25min (legendado) Cinépolis 4: Velozes e Furiosos 8 - às 12h30min, 15h30min e 21h30min (dublado), 18h30min (legendado) Cinépolis 5: Guardiões da Galáxia Volume 2 (dublado e em 3d) - às 12h10min, 15h, 18h e 21h Cinépolis 6: Velozes e Furiosos 8 (dublado e em 3d) - às 14h, 17h e 20h10min Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a R$ 20,00; terça e quarta (exceto feriado) a R$ 14,00; quinta a R$ 24,00; sexta a domingo e feriado a R$ 25,00. Nas salas 3d, segunda a R$ 27,00; terça e quarta (exceto feriado) a R$ 18,00; quinta a R$ 30,00; sexta a domingo e feriado a R$ 31,00.

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) Neruda - sábado e domingo, às 20h Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Amigos marcianos? O cineasta sueco Daniel Espinosa faz primeira incursão por Hollywood na Ficção Científica “Vida”, em que seis membros da Estação Espacial Internacional estão prestes a descobrir evidências de atividade extraterrestre em Marte


FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Inside

3

Literatura Imagens: Reprodução

vendendo mais de 100 mil cópias e criando toda uma conversa a respeito desse assunto, do pai que é participativo, que divide todas as tarefas, que é atencioso, carinhoso com os seus filhos, sua esposa, e que busca ser melhor todos os dias”, revela. Para Piangers, hoje em dia os pais têm uma preocupação permanente de exercer corretamente seu papel com seus filhos, e constantemente têm a impressão de não estarem atingindo as expectativas. Porém, o comunicador acredita que os pais de hoje em dia, apesar de inseguros, têm uma relação muito mais próxima e construtiva com os seus filhos do que os pais das gerações passadas. “Os nossos pais viveram melhor que os nossos avós e consequentemente os nossos filhos têm uma vida melhor do que a nossa. O tempo todo a gente está evoluindo e entendendo melhor o que é a criação dos filhos, o que é uma vida mais próxima e afetiva familiar. Então, eu acho que a gente é uma geração melhor do que a que passou. E os nossos filhos, eu espero que sejam uma geração melhor do que a nossa, no sentido de serem mais atenciosos, generosos, humanos e carinhosos com os seus próprios filhos e com suas esposas e maridos”, projeta. O sucesso do seu primeiro livro fez com que Piangers lançasse O Papai é Pop 2. Entre as diversas histórias contadas nas obras, que revelam de maneira, por vezes engraçada, por vezes emotiva, os desafios e as alegrias de ter filhos, Piangers revela algumas de suas anedotas preferidas. “Eu adoro aqueles textos que rememoram pequenas lembranças, pequenos traços na personalidade das meninas, e gosto muito do último texto de O Papai é Pop 1, o ‘Que Nunca Acabe’. Eu ia andando de bicicleta com a Anita e ouvindo tudo o que ela me falava sobre o futuro, sobre a morte, sobre como o tempo passa. É duro e, ao mesmo tempo, bonito de ouvir”, relembra. Além de falar sobre paternidade, a palestra de Piangers vai tratar de outro tema: a adoção. No ano passado, ele participou do Encontro Nacional de Pais Adotivos, em Caxias do Sul, e classificou o evento como uma experiência fantástica. “Eu acho adoção um ato sublime. Acho que é uma experiência fantástica, unir um pai que está louco pra ter um filho, e um filho que está louco

pra ter um pai”, explica. Ele não descarta a adoção como um de seus planos para o futuro. Citando um de seus textos, Piangers revela um pouco do modo como os temas paternidade e adoção serão tratados no encontro em Farroupilha. “O meu filho foi um acidente. O melhor acidente que podia acontecer. Você que acidentalmente virou pai, você é um sortudo, porque não é um acidente, é uma sorte. Existem casais que estão tentando engravidar há tanto tempo, casais que dariam tudo por um acidente (...). Então eles decidiram adotar. Uma adoção não é um acidente, é uma escolha. O pai que adota, ele amou demais (...). E aí está um segredo que todo pai deveria saber. Ter um filho é difícil e terrivelmente cansativo, e por ser tão difícil que é maravilhoso. É a nossa obra prima e obras primas são trabalhosas e levam anos pra ficar prontas. E a gente se apaixona por elas. Obras primas não são acidente. São amor demais”, finaliza.

Literatura pop O primeiro livro de Piangers, O Papai é Pop, foi lançado em 2015 e vendeu 100 mil cópias. O sucesso motivou a estreia de O Papai é Pop 2, lançado em 2016. Também em 2016, a esposa de Piangers, Ana Cardoso, lançou A Mamãe é Rock, mostrando a criação das filhas sob o ponto de vista feminino


Inside

4

Gustavo Pimentel

gustavospimentel@yahoo.com.br

Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço

* Advogado

Agenda

SEXTA

Foo Fighters Tributo República Beer, às 23h Atração: Saint Cecilia Acústico Duo Boteco Antonielle, às 22h 29º Festival Internacional de Balonismo de Torres Até a próxima segunda Estrada do Faxinal, Torres, das 9h às 22h

SÁBADO Alfaiate Voador República Beer, às 23h It’s So Blues Di Roma, às 20h

Os Fora da Lei Boteco Antonielle, às 22h

DOMINGO Pop Rock Night Boteco Antonielle, às 22h Atração: Fullgas Anderson Batista

É de conhecimento de todos a discussão a respeito de ser devido ou não o auxílio-moradia a juízes e promotores de justiça. O auxílio-moradia, pago no patamar próximo a R$ 4.000,00 mensais, nada mais é do que uma verba de natureza indenizatória (portanto, sob ela não incide Imposto de Renda) que busca ressarcir profissionais que precisam se deslocar grandes distâncias e inclusive morar em outras cidades para desempenhar a sua função pública. O pagamento dessa verba é muito comum na iniciativa privada, porém, desperta grande debate quando se refere à esfera pública. Pois bem, diante disso, a Defensoria Pública da União (DPU) atuante no Rio Grande do Sul decidiu criar uma polêmica a mais na já tumultuada esfera jurídica do País: ajuizou junto à 2ª Vara Federal de Porto Alegre uma Ação Civil Pública contra a União, o Estado do Rio Grande do Sul e o Município de Porto Alegre, buscando o pagamento de auxílio-moradia – vejam bem – para todos os moradores de rua do País. De acordo com os cálculos da DPU, a quantia de R$ 438 milhões seria suficiente para retirar das ruas cerca de 50 mil pessoas que vivem nessas condições em todo o Brasil. Tais valores seriam próximos aos R$ 419 milhões que a Medida Provisória 711 havia liberado, no ano passado, como crédito extraordinário para o pagamento de auxílio-moradia aos membros de todos os poderes da República. A lógica da DPU parece bastante simples: se existe dotação orçamentária suficiente para arcar com o auxílio-moradia de cerca de R$ 4.000,00 para membros do Judiciário e do Ministério Público, num custo de R$ 419 milhões por ano, também deveria haver recursos para se garantir a toda a população de rua, que comprovadamente não possua meios para adquirir a sua casa própria, um auxílio-moradia para o pagamento de aluguéis. A discussão é interessante e sem dúvida pode despertar o debate sobre o assunto, mas esse não é o ponto a que pretendo chegar. A notícia dessa ação causou-me bastante estranheza porque há não muito tempo antes de ingressar com essa ação, a própria DPU havia colocado as suas manguinhas de fora e, por meio de uma resolução interna (ou seja, sem debate legislativo e muito menos lei que autorizasse), concedeu o tão debatido auxílio-moradia aos próprios integrantes da carreira. Foi necessário que a Advocacia-Geral da União ajuizasse uma Ação Anulatória, com pedido cautelar de suspensão dos pagamentos, para que a nobre Defensoria Pública da União desistisse do autoaumento concedido aos seus defensores públicos. É como diz aquele ditado: faço o que eu digo, mas não faça o que eu faço!

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017


FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Inside

Artes Cênicas

Apresentação gratuita, na Praça da Emancipação, é promovida pelo Sesc Farroupilha Paulo Barbuto

Acrobatas Irmãos Sabatino são especializados em aparelhos de trapézio e balanço

A

Guilherme Macalossi cisperter@hotmail.com

Espetáculo Vaiqueuvoo será apresentado neste domingo

praça da Emancipação vai receber mais uma apresentação cultural neste domingo. O espetáculo Vaiqueuvoo, da Cia. Irmão Sabatino, será às 15h e tem entrada franca. A peça traz ao público, por meio da linguagem do circo, uma releitura da história de aviadores do Século XX. Foram homens que dedicaram suas vidas a descobrir avanços tecnológicos na área da inovação. Isso, em meio a um período turbulento dos anos 30, com diversos conflitos e guerras pelo mundo. A Cia. Irmãos Sabatino, de São Paulo, foi criada em 2009. Os fundadores são os irmãos André e Martin Sabatino. Eles são ginastas, iniciaram suas pesquisas em acrobacias ainda nos anos 80

5

e se especializaram em aparelhos como trapézio e o balanço, que possibilitam grandes voos. A apresentação é uma iniciativa do Sesc Farroupilha e faz parte do Arte Sesc: Cultura por Toda Parte. O projeto promove apresentações artísticas na área do Teatro, Música, Artes Plásticas, Literatura e Cinema, além de ações de caráter educacional. Em caso de chuva, a apresentação será transferida para o Centro Municipal de Eventos.

Programe-se O que: Espetáculo Vaiqueuvoo Quando: domingo, às 15h Onde: Praça da Emancipação Quanto: entrada franca

O dia de fúria da pelegagem Hoje é o dia que a esquerda escolheu para botar o seu bloco na rua e protestar contra as medidas de austeridade do Governo Temer. Convenientemente, o fizeram na sexta, que é véspera do 1º de maio. A preocupação com o futuro do país é sempre uma oportunidade para essa gente esticar o feriado. Os sindicatos e movimentos sociais capitaneados por Lula, tentam impor uma pauta contrária à das reformas trabalhista e previdenciária. Para tanto, se valem das mistificações de sempre. Mentem sobre a situação real das finanças da previdência, afirmando que não há déficit. Mentem em favor de uma legislação trabalhista que data de Benito Mussolini. Afirmam que vão acabar com as aposentadorias e que os empregados serão escravos dos patrões. O marxismo de fundo de quintal se une a uma desavergonhada tática terrorista de disseminação do medo com a suposta “perda de direitos”. É preciso dizer com todas as letras: o Brasil não tem uma segunda opção. As reformas, que sempre foram necessárias, são o único caminho para que o país avance para um novo ciclo de crescimento. Mantidas as coisas como estão, a depressão em que nos metemos se aprofundará. Os indicadores econômicos estão aí para demonstrar. Dívida interna, gasto público, déficits recordes no saldo do INSS, baixa produtividade da mão de obra, entre outros fatores determinantes. Em 2016, também sobre a chuva de críticas destes mesmos que hoje estão nas ruas, o Governo Temer aprovou a PEC do Teto dos Gastos, que, no longo prazo, devolverá racionalidade e equilíbrio ao orçamento. Agora é preciso lidar com outros temas. Temas que foram deixados de lado durante os 14 anos de governo petista, que empurrou o país para o abismo ao estimular o populismo fiscal e econômico. O resultado foram os 13 milhões de desempregados que hoje estão na rua da amargura. A reforma da previdência garante o futuro do sistema, bem como a sustentabilidade do vencimento das aposentadorias vindouras. Já a reforma trabalhista busca dinamismo para uma economia fechada, restritiva, que desestimula contratações. É por isso que o Brasil aparece na rabeira de diversos levantamentos internacionais de liberdade de mercado e competitividade global. De modo que se opor as reformas é ser contra o emprego, é ser contra os pobres, é ser contra os aposentados do futuro, é ser a favor do status quo perverso. A tal “greve geral” teve adesão de inúmeros idiotas úteis. Gente que realmente acha que está lutando por seus direitos. Servem de trampolim político para os vigaristas ideológicos de sempre. Aqueles que foram contra o Real, aqueles que foram contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, aqueles que foram contra inclusive os programas sociais, sempre sob o mesmo pretexto: de que haveria uma conspiração contra os mais pobres. Em 1979, quando se elegeu primeira-ministra da Grã-Bretanha, Margareth Thatcher também precisou enfrentar a fúria da pelegagem. Para seu país respirar, ela teve de sufocar os interesses corporativos de setores influentes na política e na sociedade. O Brasil vive situação similar atualmente. Os que lideram os movimentos de hoje têm muito a perder. O imposto sindical, aquela mamata financeira que é recolhida compulsoriamente do bolso dos trabalhadores, está ameaçada. Tornando-se opcional, quem vai pagar para sustentar estruturas que são utilizadas por uma casta em favor de interesses particulares de poliqueiros? É por isso que eles estão fazendo das tripas coração para que nada mude, para que tudo fique como está. A vanguarda do atraso quer defender o que é dela, não o que é seu. * Redator e radialista


C

Adroir Fotógrafo

Alianças

arla Somensi e Tiago Ilha escolheram a terra natal da noiva, a paranaense São Jorge D’Oeste para celebrar seu casamento no sábado. Amigos e familiares farroupilhenses participaram da cerimônia que ocupou a Igreja Matriz e dos festejos no União Clube da cidade. A noiva surpreendeu quando entrou na igreja cantando a música “Como é Grande o Meu Amor Por Você”. Dirceu Pastori e Carol Gobbato embalaram a cerimônia, Neli Turchetto e Ari Júnior foram responsáveis pela decoração e recepção, e Denise Balbinot Colombo, da D&C Cerimoniais, pela organização.

Para o dia 6 de maio o Nômade Coletivo já tem programação. A partir das 18h ocorre o show da Maria Baderna, primeira banda a se apresentar no deck do espaço. Os músicos envolvidos apresentam um projeto musical eclético, que faz música de forma livre e ilimitada. A entrada custa R$ 5,00.

Diego Frigo

Show

Carla Somensi e Tiago Ilha trocaram alianças no final de semana passado, na terra natal da noiva, em São Jorge D’Oeste

Cristiano de Oliveira

Espetáculo

Neste domingo o Sesc promove o espetáculo Vaiqueeuvoo!, da Cia. Irmãos Sabatino. A apresentação conta, através da linguagem de circo, um pouco da história e das habilidades dos aviadores da década de 30. A ação tem início às 15h, na Praça da Emancipação e a entrada é franca (veja mais na página 5 do Inside). Participe!

Fabiano Gasperin

Cícero Sartor e Bruna Pi Cícero pelo Boteco do Chá no

Adriane Moroni e Daniel Girelli selaram seu amor no último sábado. A cerimônia aconteceu na igreja Matriz embalada pelas vozes da Famiglia Guerra. Após os mais de 500 convidados foram recepcionados no salão da comunidade Santo André, em Linha Jacinto. Denise Balbinot Colombo da D&C Cerimoniais ficou a cargo da organização e do cerimonial Francis, Ricardo, Francyelle, Taynara e Patrick, equipe da El Viajero Hamburgueria & Pub, em noite de inauguração da nova opção gastronômica farroupilhense: culinária de diversos Países retratada nos tradicionais hambúrgueres

Esquen

No doming 54. Nas cabin noite dos pres

Céu em

O céu da p 29ª edição do rante todo est litoral norte.

Prepar

Jovem em Silva está fina sórios. A loja e


Daniela De Rocco

Juliano Conci

Os DJ’s Mau Maioli e Cris D. comandam a festa Beat On Me, que comemorou 2 anos de projeto no sábado passado em grande estilo, com um evento no Muinho

Multifotos Studio

Na sexta aconteceu a linda festa de 15 anos da Juliana Lima Pereira: ela reuniu amigos e familiares na Pilim Pim Pim, em Farroupilha

iovesan circularam o final de semana

nta

Fique por Dentro

go, véspera de feriado, rola a festa Chapa Quente no Zero nes os DJ’s trazem o melhor do Funk e Rap para agitar a sentes.

m cores

praia de Torres estará mais colorido com a realização da o Festival Internacional de Balonismo. O evento ocorre dute final de semana e feriado, no Hangar 890, na praia do

rativos

mpresária do ramo da moda, Suéllen Samara Gutteres da alizando os preparativos para a reinauguração da Lulu Acesestará de cara nova a partir do dia 6.

Maciel Antônio De Bona e Lucimara Capellari realizaram seu casamento no sábado passado, em São Marcos. Os convidados foram recepcionados no salão do Clube Aimoré


Inside

8

Armando Wartha armandowartha@yahoo.com

O “se” nosso de cada dia Ouvimos diariamente, aqui e acolá, comentários do tipo: “se” eu tivesse tomado tal direção, naquele dia, naquela hora, a minha vida teria sido diferente; “se” eu tivesse tomado o caminho da direita ao invés do da esquerda, as coisas não teriam chegado aonde chegaram; “se” eu não tivesse saído de casa esta manhã...; “se” eu tivesse feito tal escolha...; “se” eu tivesse pensado em mim ao invés de... Enfim, a nossa vida é submetida, todos os dias, ao julgo de um simples, porém decisivo, e quase sempre despercebido “se”. Vejamos agora dois momentos em que o “se” modificou, de forma drástica, a história da humanidade. Embora o produto de um “se” após o outro tenha trazido consequências vergonhosas e, sobretudo, catastróficas para a raça humana, vale a pena pô-los em destaque. Se não para outro motivo, vale para no futuro não se repetir. Refiro-me ao “se” em dois momentos distintos, do possivelmente maior sanguinário de todos os tempos, ou seja, o “se” de Adolf Hitler. Mas alguém poderá questionar: de que forma um “se”, na vida do ditador, poderia tê-lo feito desistir da ideia fixa de conquistar o mundo através da força, e eliminar o povo judeu? Em resposta: quando ainda adolescente, não passava pela cabeça de Hitler outra coisa senão tornar-se um pintor famoso (muito embora seja sabido de que tenha se esforçado muito pouco para atingir tal propósito). Ocorreu que, ao concluir os estudos colegiais, na Áustria, seu País de nascimento, o então inofensivo sonhador mudou-se para a Alemanha, com o único propósito de ingressar na Faculdade de Artes. Contudo, ele não contava com a hipótese de ser reprovado no exame classificatório, causando o primeiro ”se”: se ele tivesse sido aceito, provavelmente só ouviríamos falar dele através de frases mudas, implícitas em suas pinturas, e não pelos gritos de horror das suas desgraçadas vítimas. Segundo “se”: sendo que Hitler era cidadão austríaco, jamais poderia ter sido inscrito e aceito no Exército Alemão, por ocasião da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), da qual ele participou, mesmo que de forma medíocre. Ou seja, “se” ele não tivesse sido recrutado, fato que ninguém até hoje explicou convincentemente, é bastante provável que tanto o seu gosto pela revolução quanto sua sede de vingança causada pela derrota naquela guerra, não teriam germinado, caso já estivessem, em forma embrionária, em sua mente. Por tudo isso (e muito mais), não seria o caso de se refletir antes de tomar decisões, para não ter de, mais tarde, reclamar de um “se” do passado? Adolf Hitler, antes de suicidar-se, deve ter pensado muito sobre... Pensem nisso! * Escritor e bacharel em Filosofia

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Primeiro Parágrafo

A farmácia literária Tendo o rio Sena como principal cenário, a escritora Nina George apresenta um romance que envolve amores, segredos, livros e uma viagem em busca de repostas Alana Bof alana@jornalinformante.com.br

R

emédios costumam ser bons para curar dores físicas. Porém, quando se trata de sentimentos, os produtos da indústria farmacêutica tradicional podem não ser tão eficazes. Como alternativa para aqueles que procuram um alívio para as doenças na alma, um homem, apaixonado pelos livros, montou a sua farmácia literária. Em seu barco livraria, aportado há anos na margem do Sena, em Paris, Jean Perdu conversa com seus clientes/leitores e recomenda os livros ideais para cada pessoa e para cada tipo de angústia. “Eu tenho mais ou menos 30 mil histórias na cabeça, o que não é muito, sabe, já que há mais de um milhão de títulos disponíveis só na França. Tenho aqui as 8 mil obras mais úteis, como um kit de primeiros socorros, mas eu também prescrevo tratamentos completos. Preparo um remédio feito de letras”, é o que explica o próprio personagem, logo no capítulo 5. O que poucos sabem é que esse excêntrico “médico literário” tem, ele próprio, uma dor quase incurável relacionado a um amor mal resolvido: Manon. Jean Perdu e Manon mantiveram uma relação intensa e extraconjugal por anos, até que um dia, ela desapareceu. Alguns dias depois, Perdu recebeu uma carta, que permaneceu fechada por 20 anos. Até que um dia ele resolve abrir a correspondência e as informações por ela reveladas deixam o livreiro atordoado. Ele decide, então, desancorar o barco livraria e partir para uma viagem em busca do seu passado e de si mesmo.

A viagem, o passado que ainda assombra Perdu e os personagens excêntricos que ele encontra pelo caminho são os pontos principais que constroem a narrativa de “A Livraria Mágica de Paris”, da escritora alemã Nina George. Acompanhado do jovem escritor Max (que está em busca de inspiração para uma nova história), de alguns gatos e de muitos livros, Perdu percorre as águas francesas. A história de suas aventuras recentes é intercalada com o diário de Manon, que conta a história do casal e revela acontecimentos do passado que nem o próprio Perdue tem conhecimento. Em sua viagem, Perdu e Max aportam em cidades estranhas e cativantes, nas quais conhecem alguns outros personagens que se tornam essenciais na construção da narrativa. Um dos destinos mais excêntricos é a pequena cidade de Cuisery, no sul da França. Com 1600 habitantes, a Ville de Cuisery realmente existe, para alegria dos leitores vorazes. Como explica Perdu: “Quem ama os livros deixa o coração lá. É um vilarejo onde todos são loucos por livros. (...) Quase toda loja é uma livraria, uma gráfica, uma encadernadora, uma editora”. O livro poderia ser apenas mais uma história que trata de amores mal resolvidos e decisões impulsivas, mas a paixão do protagonista pelos livros torna a obra muito mais rica. É verdade que a farmácia literária se torna secundária no decorrer da história, dando lugar para as revelações do passado de Perdu e Manon, mas é um detalhe que faz toda a diferença. Perdu traz frases poéticas e verdadeiras sobre a importância e a função dos livros na vida dos seres humanos, como no trecho “Este era o único aspecto trágico dos livros: eles mudavam as pessoas. Mas


FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Inside

9

Lauro Edson Da Cás

Primeiro Parágrafo

de Jean Perdu não as realmente más” ou quando ele explica que “Ler é uma viagem sem fim. Uma viagem longa, até mesmo eterna, no qual nos tornarmos mais brandos, mais carinhosos e mais humanos”. Além disso, alguns livros são citados no enredo e recomendados por Jean Perdu. Na edição brasileira, da editora Record, todas as obras citadas no decorrer da história fazem parte de uma lista, nas últimas páginas, nomeada a Farmácia Literária de Emergência de Jean Perdu, que cita obras diversas com efeitos variados. As dicas vão da ficção que arranha a realidade como em 1984, escrito por George Orwell e recomendado para o otimismo patológico, até as divertidas aventuras de Pipi Meia Longa, de Astrid Lindgren, recomendado contra o pessimismo adquirido e o medo de milagres. São também citadas obras como A Bússola de Ouro (Philip Pullman), Ensaio Sobre a Cegueira (José Saramago) e Drácula (Bram Stoker), todos eles seguidos de indicações de para que mal serve, dosagem e efeitos colaterais, como em uma bula. Infelizmente, o livro mais citado por Perdu, Luzes do Sul, responsável pela sobrevivência do livreiro e escrito pelo misterioso pseudônimo Sanary, não faz parte da nossa realidade, só existe no universo da obra. A escritora Nina George é autora de outros 21 livros, sendo que 12 deles ela lançou sob os pseudônimos de Anne West e outros dois assinando como Jean Bagnol. A Livraria Mágica de Paris é o sétimo livro assinado com seu nome verdadeiro. Ele foi lançado originalmente em 2013, e em 2016 chegou ao Brasil. Esteve entre os livros mais vendidos na Alemanha, Itália, Polônia e Estados Unidos. Apesar de possuir algumas características próprias dos best-sellers, como surpresas e reviravoltas no enredo, o que torna este livro diferenciado é a maneira como utiliza palavras simples para expressar ideias e filosofias que enriquecem o pensamento e a visão de mundo que quem as lê.

ldacas@hotmail.com

Imagem: Reprodução

Ficha Técnica A Livraria Mágica de Paris Autora: Nina George Tradução: Petê Rissatti Gênero: Romance Literatura Alemã Ano de publicação: 2016 Editora: Record Nº de páginas: 305 Preço médio: R$ 26,00

“Não ao desemprego” (José Saramago) Em véspera de outro feriadão, este em virtude do Dia do Trabalho, José Saramago (escritor português, 1922-2010) nos deixou uma bela e imponente mensagem datada em 2009, mas que pode ser relida e refletida em nossos dias. Independentemente deste ou de outro escrito sobre tal assunto, o certo é que neste Dia do Trabalho, por convivermos com milhares de desempregados, um grito/clamor (geral) se faz necessário: “Não ao desemprego”. Uma nação abalada por denúncias e mais denúncias, um planeta que convive diariamente com crises e convulsões de ordem econômica e financeira, só poderia estar se perguntando: “o que e como será o que virá em seguida?”. Saramago complementa, “que fazemos nós, que assistimos, impotentes, ao avanço esmagador dos grandes potentados econômicos e financeiros, loucos por conquistar mais e mais dinheiro, mais e mais poder, com todos os meios legais ou ilegais ao seu alcance, limpos ou sujos, regulares ou criminais?”. Sabedoria que auxilia a reflexão em pleno ano de 2017. Continuando, o escritor vai fazendo seu questionamento para quem o acompanha, com tamanha sapiência diante do tema. Certeiramente, ele nos indaga se se é possível deixar a resolução da crise nas mãos de peritos e/ou experts (peritos como: os banqueiros, os líderes governamentais, os diretores de grandes multinacionais, os especuladores, somando com a cumplicidade dos meios de comunicação, etc). E aí? Ele conceitua o Mercado como um grande império que se autorregula e se autorreforma. Esse império destina seu parecer e suas ações em detrimento aos interesses coletivos (e bem menos, evidentemente, à felicidade pessoal). Diante disso, nos adverte diante da alta dos índices de desemprego: “Vão acabar por fim os paraísos fiscais e as contas numeradas? Será implacavelmente investigada a origem de gigantescos depósitos bancários, de engenharias financeiras claramente delitivas, de inversões opacas que, em muitos casos, mais não são que massivas lavagens de dinheiro negro, [...] e outras atividades canalhas?”. Para quem está distraído, este escrito de Saramago é de 2009. Como não atualizar tal mensagem, tão rica e tão questionadora? Para concluir, a grande chamada do autor: “Dizer não ao desemprego” é um dever ético [...], é travar o genocídio lento, mas implacável a que o sistema condena milhares de pessoas. Sabemos que podemos sair da crise. Não pedimos a lua”. Para iniciarmos o feriadão, nada melhor que saudar a esperança, a justiça, a dignidade e os avanços proporcionados pelo mundo do trabalho em nosso cotidiano, uma vez que a culpa de tanto desemprego, certamente, não é do trabalhador! * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Sétima Arte

Vitória

a qualquer custo “Armas na Mesa” destaca o trabalho, quase sempre sórdido, de renomada lobista, levanta novamente o eterno debate da 2ª Emenda da Constituição Americana e reforça uma certeza: Jessica Chastain é uma das grandes atrizes da atualidade Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br

H

á uma cena ótima em “Wall Street”. É quando o megainvestidor Gordon Gekko, o histórico personagem de Michael Douglas, é questionado sobre a necessidade de continuar acumulando capital. Sua resposta é direta e objetiva: “Não é questão de quanto é o suficiente, amigo. É um jogo”. Em resumo, não é sobre dinheiro, é sobre poder. “Armas na Mesa”, o grande filme de John Madden, também trata disso. Da obsessiva necessidade de se destacar. No caso, quem busca esse reconhecimento é a lobista Elizabeth Sloane (Jessica Chastain), consagrada, junto com sua equipe, pelo trabalho à frente da consultoria Cole, Kravitz & Waterman. A agência de lobby é financiada por gigantes e tem o poder de ditar os rumos da política doméstica

a ser implementada em Washington conforme o interesse de grandes corporações. Sloane é peça chave e a estrela desta engrenagem. O maior e mais poderoso desses conglomerados é o da indústria armamentista. O Senado Americano está prestes a votar um novo projeto de lei que restringe a compra de armas em território estadunidense, buscando especialmente ampliar o alcance no que se refere à verificação de antecedentes do comprador. Conscientes de que o projeto não tem a menor chance de ser aprovado e com uma eleição próxima, Bill Sandford (Chuck Shamata), que controla o setor, procura George Dupont (Sam Waterson), o dono da Cole, Kravitz & Waterman. Seu objetivo, além de frear uma improvável restrição à compra de armamento, é fazer com que uma campanha seja desenvolvida para que as mulheres, um público distante do envolvimento político e do comércio armamentista, entrem na jogada.

Sloane é convidada a capitanear a agenda, mas discorda justamente por achá-la, além de inapropriada, infantil em seu propósito forçado. Ela passa a ser confrontada por Dupont, que exige sua participação no trabalho. Contudo, se ela lida bem em pressionar os outros, não aceita qualquer tipo de pressão. O mal-estar logo chega aos ouvidos de Rodolfo Schmidt (Mark Strong), CEO da Peterson Wyatt, uma consultoria, ou melhor, agência de lobby pequena, que basicamente recebe contribuições de ONGs, mas que há tempo luta contra a indústria de armas americana. Schmidt não hesita em convidar a lobista para comandar a campanha em favor da restrição à venda de armas, a lei Heaton-Harris. Independente e sabendo de seu poder de influência, Sloane sente-se compelida a aceitar o desafio, o que elevaria ainda mais sua reputação em Washington. Não resta a menor dúvida, seria a maior de todas as suas vitórias.

“Lobby é uma questão de prever os movimentos do oponente”, destaca Sloane quando é ouvida em uma audiência no Senado Americano. O filme parte de seu depoimento, que é fatiado ao longo da trama, e retrocede pouco mais de três meses, quando ocorreu a investida de Sandford e a reviravolta na jornada da lobista. Com

Agenda comum? Elizabeth Sloane (Jessica Chastain) tenta ser convencida por Rodolfo Schmidt (Mark Strong) a atuar em sua pequena empresa lobista: chance de marcar ainda mais seu nome na história


Inside

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

11

Sétima Arte Divulgação

da mais sua insônia crônica, Sloane atua com sangue nos olhos em um mercado que é sujo por excelência, mas permitido em solo americano, embora seu controle ou capacidade de regulação sejam praticamente nulos. Não há muita diferença para a situação brasileira. Embora aqui o lobismo não seja uma profissão regulamentada, ele se

que envolve lobistas, um tema espinhoso, mas que renderia boas tramas, como foi o caso de “Conduta de Risco”, de Tony Gilroy. Armas na Mesa bebe um pouco dessas duas fontes, embora o tema envolva tanto a questão que se refere à venda de armas e, de forma ainda mais acentuada, o lobby. O que chama a atenção na trama também são as atuações. Desde a bela Gugu Mbatha-Raw, que interpreta Esme Manucharian, uma especialista em estatísticas e lobby sobre armas na Peterson Wyatt, até Mark Strong, que tenta manter sua empresa dentro dos limites éticos e morais no mercado que convida a ações e comportamentos à margem da lei. Mas até mesmo os papéis secundários têm destaque nas discussões acaloradas e debates inteligentes, rápidos e, não raro, cheios de ironia. Porém, não há a menor dúvida, o grande destaque vai para Jessica Chastain. Calculista, fria e implacável na atuação de sua carreira. Ela foi indicada ao Globo de Ouro e seria muito justo se levasse. Acabou absurdamente negligenciada no Oscar. Sua resiliência é assustadora. Sua personagem parece incólume a qualquer tipo de abalo. Embora sua vida seja um tanto quanto complicada e muito fora dos padrões convencionais, é no campo profissional (e separar os dois campos quando um está no limbo não é para qualquer um) que Sloane quer ser lembrada. Ela certamente será, assim como Jessica Chastain, uma das melhores da atual geração.

Imagem: Reprodução

uma reputação inabalável e confiante em seu talento para dissuadir e, quase sempre, pensar à frente de seus rivais, a vida de Sloane é eviscerada no filme. Sozinha, completamente devotada à causa que defende, workaholic e viciada em pesados remédios que a deixam desperta e a impedem de dormir, o que reforça ain-

processa com outros codinomes: de consultor a operador. Madden conduz, junto com o estreante e jovem roteirista Jonathan Perera, um dos grandes filmes da temporada. Armas na Mesa é intenso do início ao fim, cheio de reviravoltas e põe, em prática, a teoria da lobista Sloane: a de que é necessário estar um passo à frente dos oponentes para surpreendê-los. Isso o longa faz e muito bem. Há sempre uma carta na manga a ser utilizada, embora, em muitos casos, questões éticas e morais fiquem em um segundo plano, já que a necessidade de vencer acaba se sobrepondo às demais. O debate levantado sobre a 2ª Emenda também é muito válido. Em um País que convive, de maneira recorrente, com tiroteios e massacres provocados por armas de fogo em escolas, o humor e a inclinação dos senadores oscila conforme o noticiário, a pressão da opinião pública e o trabalho dos lobistas, com sua interferência explícita em questões pessoais, como forma de fazer os congressistas votarem desta ou daquela maneira. O que não difere muito do que ocorre aqui, embora no Brasil a desonestidade, a falta de pudor e vergonha na cara da classe política quase sempre prevaleça. Se o tema é muito debatido na política americana, Hollywood trata muito pouco da questão que envolve armas de fogo. Exceção feita a poucos filmes, como o ótimo “O Júri”, de Gary Fleder, a pauta poderia ser melhor trabalhada, assim como a

Título original Miss Sloane Título traduzido Armas na Mesa Direção John Madden Roteiro Jonathan Perera Gênero Drama Duração 132 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2016 Estúdio Europa Corp FilmNation Entertainment Archery Pictures France 2 Cinema Distribuição Paris Filmes


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

Perceba como você está mudando de opinião sobre vários assuntos. Pode haver a retomada de uma ideia anterior, porém com um novo foco. O momento é oportuno para refletir e não ter pressa na realização de seus propósitos.

Touro - 21/04 a 20/05

O planeta Vênus, regente taurino, está finalizando o movimento pelo signo de Peixes. Houveram muitos aprendizados emocionais e espirituais ao longo das últimas semanas. Ouça mais a sua voz interior e esteja atento aos seus verdadeiros valores.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Temos a conjunção de Mercúrio retrógrado com o planeta Urano. Muitos insights, intuições e ideias interessantes. Você está retomando coisas que tinha abandonado ao longo dos últimos tempos.

Câncer - 21/06 a 20/07

Reconstrução de uma ideia ou projeto profissional anterior. É hora de pensar diferente e não ter medo de mudar e inovar. Profundas reavaliações sobre o sentido daquilo que você está fazendo.

Leão - 21/07 a 22/08

Você vem enfrentando fortes desafios ligados com as ilusões emocionais. Pode tomar decisões importantes ligadas às finanças e relacionamentos. É um momento em que deve observar mais as sincronicidades, sinais e sonhos.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Semana decisiva para certas questões emocionais ou materiais. Há uma forte energia de rompimento com padrões convencionais anteriores. A fase é positiva para estar mais atento aos seus sentimentos e relacionamentos.

Libra - 23/09 a 22/10

Você pode ficar surpreso com a atitude das pessoas. É um momento em que está revendo temas ligados à associação e parcerias. Pode ter que revisar antigas alianças, contratos ou contatos.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Semana de importantes lições emocionais aos escorpianos. Uma antiga ideia pode ser reaproveitada com uma nova funcionalidade no trabalho. É importante cuidar da saúde e também rever seus hábitos cotidianos.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Semana em que alguma coisa importante pode finalizar na esfera doméstica ou familiar. Você está mais em contato com seus sentimentos. Intuições e criatividade marcam o atual momento dos sagitarianos.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Momento em que você pode mudar de ideia com alguma questão familiar. Não é uma fase positiva para negociações envolvendo imóveis ou bens da família. Esteja mais atento às suas percepções sutis e intuições.

Aquário - 21/01 a 19/02

Pode haver alguma definição em relação a um assunto financeiro. Urano, seu planeta regente, está conjunto a Mercúrio. Semana de interessantes ideias e fortes intuições e pressentimentos.

Peixes - 20/02 a 20/03

O planeta do amor e dos relacionamentos, Vênus, está findando o movimento pelo seu signo. Muitos foram os aprendizados emocionais e espirituais. Reavaliações sobre questões financeiras e sobre o que realmente importa em sua vida.

Inside

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017


FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

VENDE-SE CONSÓRCIO CONTEMPLADO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Crédito de R$ 240.000.00. Prestações de R$ 1.656,00. Já tem pago R$ 18.600,00. Este crédito pode ser usado para COMPRA DE IMÓVEL, CONSTRUÇÃO e REFORMA URBANA E RURAL. Aceito carro na entrada. Contatar: (51) 3523.3351 / WhatsApp (51) 99902-0829 / (51) 99226-2112. VENDE-SE CAFETERIA no Centro, clientela feita. Dois anos em funcionamento. Toda equipada e planejada por arquiteto. Motivo da venda: Mudança de Estado. Telefone: 3035-3320 à tarde.


2

FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

Aluga-se apartamento no Centro da cidade com área privativa de 105m², com três quartos, sala, cozinha, área de serviço, despensa, água quente, dois banheiros, sacada, excelente posição solar e com dois boxes de garagem. Tratar diretamente com o proprietário pelo fone (54) 3261-3263, pela manhã.


OPORTUNIDADE: VENDE-SE APARTAMENTO NOVO, dois dormitórios, 62,94 m², com um box de garagem. R$ 170.000,00. Tratar através dos telefones: 3261 2691 ou 99974 2745.CRECI 41503. VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do centro de compras. F. 99118-1642. VENDO TERRENO central em Arroio do Sal a uma quadra do mar. F.99118-1642. ALUGO SALA COMERCIAL, localizada na Av. Independência, Bairro São Luiz, com 168m².Telefone para contato: 99951-3583 / 3268-1062. VENDO terreno de Cooperativa com área definida. Valor R$ 35.000,00. F.: 99118-1642.


FARROUPILHA, 28 DE ABRIL DE 2017

5

VENDE-SE TERRENO de Cooperativa com 106 parcelas pagas. Área de terra comprada. Localizada na saída para o Salto Ventoso. APENAS R$ 9.300,00 Tratar com José, fone (54) 99925-2068.


Edição 483  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you