Page 1

FARROUPILHA

|

ANO X

| E D I Ç Ã O 47 9

| 31 D E M A R Ç O D E 2 017 |

R$ 3,00

Jovens em ação pelo planeta Juliana Inês Casa Barbieri

Alunos do CNSL distribuem mudas na Praça da Matriz na segunda, em projeto que divulga o cuidado ambiental Editoria de Educação, página 10

INSIDE O Império de Fiuza

O obrigatório, devastador e hilário livro do jornalista em entrevista e resenha Capa, página 3 e Primeiro Parágrafo, páginas 8 e 9

CIDADE SAÚDE Adeus de Elias Teixeira Pela conscientização De intensa participação na vida da cidade, promotor faleceu no último domingo Página 7 e coluna de Guilherme Macalossi

Semana Municipal do Autismo inicia nesta sexta e propõe uma série de ações diferenciadas Capa e Editorial

ESPORTE A estreia na Stock Car Márcio Campos corre neste fim de semana pela Blau Motorsport, na abertura da temporada em Goiânia Página 11


2

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

MODA

Anselmi e o luxo do inverno Marca farroupilhense apresenta sua coleção com Juliana Paes, a já consagrada garota-propaganda cô com desenho ajustado ao corpo, em cortes retos que demonstram a sofisticação da linha. As maxi golas também são clássicos da estação, junto às sobreposições de capas e coletes longos valorizados com aplicações de pele fake. Uma mistura de glamour e sensualidade que são evidenciados pela Anselmi. As fotos da atriz Juliana Paes foram clicadas por André Nicolau, tendo como stylist Letícia Dal Bó, beleza por Henrique Martins e produção da Suspiro. A revista traz ainda um editorial delicado e contemporâneo fotografado no norte da Itália, na região montanhosa das Dolomitas, próximo ao Vêneto, origem da família Anselmi. Um cenário tão singular para a marca que representa seus importantes pilares, como a tradição e o trabalho, ainda encabeçados pela matriarca Maria de Lourdes Anselmi, que há 35 anos teceu as primeiras tramas.

Fotos: André Nicolau

S

ensualidade e elegância é a aposta da Malharia Anselmi nesta coleção, que une os conceitos da marca ao trabalho sofisticado que já vem apresentando nos últimos anos. Tudo para elevar a sua moda à grife de desejo dos guarda-roupas femininos, dos mais básicos aos luxuosos e contemporâneos. Reeditando a parceria de sucesso com a atriz Juliana Paes, que há cinco temporadas apresenta a campanha da malharia e já é uma das grandes fãs da Anselmi, a grife mostra, em revista, sua coleção para as baixas temperaturas. Este trabalho busca traduzir elegância, força e beleza num ensaio que evidencia os conceitos da marca nos mais diferentes looks. Pensada para mulheres de vários perfis, esta coleção traz peças marcantes, como os vestidos de tri-

Referência Fazendo moda em grande estilo, a farroupilhense Anselmi se consagra a cada temporada e tem na beleza de Juliana Paes uma das parcerias de sucesso


3

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

CONCEITO

Tendências de cores e materiais

Divulgação

mix de fios, unindo a textura de pelos com algodão e outras matérias-primas. Os detalhes harmonizam com pontos estruturados, lembrando a confecção do tricô artesanal. Quanto às cores, há muito branco, cinza, preto e tons terrosos, que vão do marrom, caramelo, bege ao nude. Com peças assinadas por Sandra Anselmi, sócia-proprietária da empresa, o trabalho também tem parceria com a equipe criativa da Label, a partir de conceitos internacionais. Aliás, de olho em expansão, a empresa já é referência em tricot na América Latina. E não é somente o público feminino que conta com as peças quentinhas da Anselmi. Também os pets têm vez com uma linha exclusiva. Das cores neutras, seguindo aos tons de rosa, azul e verde, as roupinhas garantem um inverno mais protegido e ainda são um charme à parte.

Fotos: Ângelo Dal Bó

A

s tramas de tricô, presentes no DNA da Anselmi, e a leveza do algodão se entrelaçam em peças que são sinônimo de conforto e ousadia. Referências da marca quando se trata de inovação e design. Moderna, a coleção invernal traz elegância em looks com acabamentos impecáveis, materiais de primeira e visão de moda que não somente aposta nas tendências, mas constrói seu próprio conceito. Para oferecer conforto e garantir à mulher um toque extra de sensualidade, a Anselmi, uma das empresas mais sólidas do ramo, ousa e se posiciona há frente do segmento a cada temporada. Cativando o mercado da moda com peças únicas, os looks chegam também com novas modelagens que nesta temporada são compostos por

Sofisticação Coleção da Anselmi teve o norte da Itália como cenário e ainda traz a linha pets


4

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

Para compreender e conscientizar A partir desta sexta tem início a Semana Municipal do Autismo, com a distribuição de panfletos no Centro, pela manhã e à tarde, que buscam explicar mais sobre o transtorno e, por tabela, ajudar em sua compreensão. As atividades seguem até o dia 10, quando a Associação de Pais e Amigos do Autista de Farroupilha (Amafa) estará na Câmara de Vereadores fa-

lando sobre o autismo (veja mais na Capa do Saúde, Beleza & Estética). Vale lembrar que o Dia Mundial de Conscientização do Autismo é neste domingo. Instituído pela Organização das Nações Unidas em 18 de dezembro de 2007, ele passou a ser lembrado a partir de 2008, ou seja, em 2017 será o 10º ano em que a data é destacada e não resta dúvida que desde

sua instituição muita coisa foi feita em prol do autismo, como o trabalho desenvolvido pela Amafa, elogiável e merecedor de todos os méritos. Um dos destaques mais representativos da data é a adoção de iluminação azul em diversos pontos de referência e cartões postais de cidades mundo afora, pelo fato do transtorno atingir majoritariamente o sexo

masculino. Em Farroupilha não será diferente. A Igreja Matriz, a Biblioteca Olavo Bilac e o chafariz da Praça da Emancipação estarão iluminados. Nosso logotipo também lembra a data nesta semana, bem como o Inside, que está em azul. Que o movimento ajude na compreensão e na conscientização, para que barreiras e preconceitos sejam derrubados.

Opinião

CPI da Dívida dos Estados com a União Henrique Fontana * Os Estados vivem atualmente uma grave crise financeira, e nos últimos anos buscam junto ao governo federal formas de renegociação de suas dívidas e meios para aliviar os orçamentos estaduais, com o objetivo de garantir níveis mínimos de custeio aos serviços públicos essenciais – saúde, educação e segurança –, e não perder a capacidade de investimento em áreas estratégicas, como infraestrutura e energia, por exemplo. Estados como Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro estão no limite da insolvência, e entre as alegações para a gravidade da situação se destacam a renegociação das dívidas realizada durante o governo Fernando Henrique Cardoso e as perdas com a Lei Kandir desde 1996. Entretanto, evidencia-se que a sucessão de governos que aplicaram receituá-

rios neoliberais, especialmente políticas de privatizações, ajustes fiscais e redução do Estado, provocaram a desorganização financeira, o aumento exponencial da exclusão social, a precarização dos serviços essenciais e a redução do investimento público. Com relação a uma destas políticas, durante os governos Fernando Henrique e Antônio Britto, a situação do Rio Grande do Sul é exemplar: em 1998 o saldo da dívida renegociada com a União era de R$ 9,6 bilhões. Desde então, foram pagos R$ 24,5 bilhões, mas o estoque da dívida no final de 2015 somava aproximadamente R$ 52 bilhões. Com relação às perdas com a Lei Kandir, segundo a própria Secretaria da Fazenda do Estado, em valores nominais (sem correção monetária) acumulam R$ 27,3 bilhões, entre 1996 e 2015. Se corrigido o valor pelo IGP-DI, o crédito ao Estado al-

Índice

Editorial

Matéria Especial .................................... Páginas 2 e 3 Editorial e Opinião................................ Página 4 Economia .................................................. Página 6 Cidade ........................................................ Páginas 7 e 8 Política ..................................................... Página 9 Educação .................................................. Página 10 Esporte ..................................................... Páginas 11 a 15

Inside

Especial..................................................... Capa Cinemas ..................................................... Página 2 Literatura ................................................ Página 3 Gustavo Pimentel ................................... Página 4 Agenda....................................................... Página 4 Artes Cênicas .......................................... Página 5 Guilherme Macalossi ............................ Página 5 Social ........................................................ Páginas 6 e 7 Armando Wartha.................................... Página 8 Primeiro Parágrafo............................... Páginas 8 e 9 Lauro Edson Da Cás ............................... Página 9 Sétima Arte .............................................. Páginas 10 e 11 Horóscopo ............................................... Contracapa Saúde, Beleza & Estética...................... 4 páginas Classificados .......................................... 8 páginas

cança o montante de R$ 43,4 bilhões. Descontado o saldo da dívida com a União de dezembro de 2015, de R$ 51,6 bilhões, o Estado teria sua dívida reduzida para cerca de R$ 8 bilhões. O Plano de Recuperação Fiscal proposto pelo governo Temer agrava a situação das finanças públicas estaduais e representa a quebra do pacto federativo, caso aprovado. Alguns exemplos: obriga os Estados a privatizarem boa parte do patrimônio público; proíbe a contratação de novos servidores e a realização de concursos; impede reajustes ao funcionalismo; exige teto para os gastos públicos, a exemplo da PEC 241; impede o saque dos depósitos judiciais; e praticamente inviabiliza a possibilidade de contratar novos financiamentos. No entanto, estabelece exceção para financiamentos de ações preparatórias as operações de privatização

REDAÇÃO - REDACAO@JORNALINFORMANTE.COM.BR ALANA BOF ALANA@JORNALINFORMANTE.COM.BR DANIEL RUFATTO DANIEL@JORNALINFORMANTE.COM.BR JULIANA INÊS CASA BARBIERI JULIANA@JORNALINFORMANTE.COM.BR RAMON CARDOSO RAMON@JORNALINFORMANTE.COM.BR ROCHELI CAMARGO ROCHELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

e o Estado que aderir ao plano será acompanhado por um “Conselho de Supervisão”, formado por técnicos do governo federal, tornando-o uma espécie de “FMI dos Estados”. Portanto, diante da complexa situação que envolve a negociação da dívida com a União, e a possibilidade de ressarcimento aos Estados pelas perdas com a Lei Kandir, capaz de causar prejuízos incalculáveis a milhões de brasileiros, propomos e estamos coletando assinaturas para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito. A CPI será orientada pela análise destas duas questões, e terá como objetivo a formulação de soluções aos combalidos orçamentos estaduais. Com a responsabilidade que o tema exige e a seriedade que a sociedade brasileira merece. * Deputado Federal (PT/RS)

FINANCEIRO - FINANCEIRO@JORNALINFORMANTE.COM.BR KELI DE ALMEIDA MACIEL KELI@JORNALINFORMANTE.COM.BR

LOGÍSTICA - LOGISTICA@JORNALINFORMANTE.COM.BR LUIZ CARLOS DE ANDRADE LUIZ@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURAS - ASSINATURAS@JORNALINFORMANTE.COM.BR

COMERCIAL - COMERCIAL@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ASSINATURA BIENAL: R$ 220,00 ASSINATURA ANUAL: R$ 120,00

TELEFONES

FABIANO LUIZ GASPERIN GASPERIN@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARCOS MARTINS MARTINS@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARIA DA GRAÇA POTRICOS LEITE MARIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR PAULA ANDRESSA DOS SANTOS LAGO PAULA@JORNALINFORMANTE.COM.BR VALÉRIA GASPERIN VALERIA@JORNALINFORMANTE.COM.BR

(54) 3401-3200 / (54) 3401-3201 (54) 3401-3202 / (54) 3401-3203

ENDEREÇO RUA DR. JAIME ROMEU RÖSSLER, 348, BAIRRO PLANALTO

COLUNISTAS

ANUNCIOS - ANUNCIOS@JORNALINFORMANTE.COM.BR ALEXANDRE FRANCISCO MACHADO ALEXANDRE@JORNALINFORMANTE.COM.BR MARCELO BORTAGARAY MELLO MARCELO@JORNALINFORMANTE.COM.BR TIAGO RODRIGUES DA SILVA TIAGO@JORNALINFORMANTE.COM.BR

ARMANDO WARTHA CRÔNICAS DA REDAÇÃO DOLORES MAGGIONI FABRÍCIO OLIBONI GUILHERME MACALOSSI GUSTAVO PIMENTEL LAURO EDSON DA CÁS PAULO ROQUE GASPARETTO

@PaperInformante www.jornalinformante.com.br

/jornalinformante


5

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

Reforma da Previdência: o que muda na pensão por morte no atual projeto? Mathias Felipe Gewehr * Daniela Vasconcellos Gomes **

A

pensão por morte também sofrerá mudanças em caso de aprovação da Reforma da Previdência Social, tal como proposta pelo governo, como a desvinculação do valor do benefício ao salário mínimo, a vedação do acúmulo de benefícios, o valor do benefício baseado em sistema de cotas, com previsão de valor inicial de pensão diferenciado conforme o número de dependentes, e a irreversibilidade das cotas individuais de pensão. Em relação às regras de cálculo da pensão por morte, o benefício terá valor equivalente a uma cota familiar de 50% do valor da aposentadoria que o segurado recebia ou daquela a que teria direito se estivesse aposentado por incapacidade permanente, acrescida de 10% para cada dependente (mínimo de 60%), até o limite de 100%. A cota individual da pensão não pode ser revertida entre dependentes, de forma que em caso de perda da qualidade de dependente (por exemplo, quando o filho ou irmão atinge a maioridade), a cota individual da pensão será extinta. A reversão de cotas somente será possível para as pensões já concedidas, se a data de óbito for anterior à promulgação da Emenda. Outro ponto importante a ser considerado é que não haverá acúmulo de mais de uma pensão por morte deixada por cônjuge ou companheiro, nem de pensão por morte com aposentado-

ria. No entanto, será possível acúmulo de mais de uma pensão por morte no caso do filho menor de idade cujos pais eram segurados, pois a vedação ao recebimento de duas pensões por morte alcança apenas o cônjuge ou companheiro do segurado falecido. A duração da pensão por morte seguirá as regras vigentes, de modo que o tempo de duração da pensão e as condições de cessação de cada cota individual são estabelecidos conforme a idade do beneficiário na data de óbito do segurado, na forma da Lei de Benefícios do Regime Geral de Previdência Social. Para o cônjuge ou companheiro, a duração da pensão por morte varia de acordo com a idade do pensionista, sendo vitalícia somente se o pensionista tiver 44 anos ou mais, e para os filhos ou irmãos do segurado, a cota individual perdurará enquanto não atingir a idade de 21 anos. Embora a pensão por morte já tenha sofrido sérias restrições após o advento da Medida Provisória 664/14, depois convertida na Lei 13.135/15, as novas regras são ainda mais severas e, se para o governo tais mudanças garantirão a continuidade do sistema da Previdência, para os beneficiários significa a diminuição de direitos adquiridos ao longo da história e que não podem ser tolhidos sob a singela alegação de déficit financeiro, quando sabe-se que os diversos sistemas geridos pelo governo são norteados pela total ineficiência – no melhor das hipóteses. * Advogado (OAB/RS 54.294) ** Advogada (OAB/RS 58.090)


6

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

ENERGIA

Contas de luz terão desconto em abril Redução se deve à devolução de uma cobrança indevida, que seria destinada à usina Angra 3

O

valor das contas de luz de quase todo o País vai cair no mês de abril. As distribuidoras de energia irão devolver ao consumidor, por meio de desconto, um montante cobrado indevidamente, que seria destinado à usina Angra 3. A Aneel (Agência Ncional de Energia Elétrica) anunciou, na terça, que a decisão foi tomada pois a tarifa da Angra 3 não deveria ter entrado na conta. A usina ainda não está em operação e só deve ficar pronta em 2019. Com exceção de três distribuidoras, que já fizeram a devolução do valor ao consumidor, as demais empresas vão apresentar descontos na conta que variam de 2% a 20%. A porcentagem muda conforme o pra-

Alana Bof

RGE Distribuidora de energia da Serra está entre as empresas que vão apresentar redução no valor das contas de abril

zo em que a cobrança indevida foi feita para a Angra 3. Entre as distribuidoras do Rio Grande do Sul, a RGE terá queda de 10,89%

na conta de luz, a AES Sul de 13,76% e a CEEE de 5,96%. O montante total, a ser devolvido aos consumidores brasileiros, é de R$ 900 milhões.

Finanças Inscrições no Senac

Para os que desejam trabalhar ou empreender na área de Estética e Cosméticos, um dos setores que mais crescem no Brasil, o Senac de Farroupilha está com inscrições abertas para o curso de cabeleireiro. As aulas iniciam dia 11 de abril. Com carga horária de 400h, o curos acontece de terça a sexta, das 13h30min às 17h30min, e segue até dia 13 de outubro. As matrículas podem ser feitas na sede do Senac (República, 425). Informações sobre valores e formas de pagamento estão disponíveis no site senacrs.com.br/farroupilha.


7

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

ADEUS

A despedida de Elias Teixeira Promotor de justiça, de intensa participação na vida comunitária, faleceu no domingo, aos 91 anos do coral da Paróquia Sagrado Coração de Jesus. Gremista, foi vice-cônsul do clube e suas idas ao Estádio Olímpico eram frequentes. Muito apegado à família e aos amigos, especialmente os dos grupos de caça e pingue pongue, no qual Valério Lobato, com quem nutria uma amizade de longa data, fazia parte. “Elias era um homem extremamente culto, justo e lógico, em todas suas atitudes. O conheci em 1956 e sua conduta, ao longo da vida, só me fez ter motivos para ficar lisonjeado com sua amizade. Fomos compadres e vizinhos. Nossos filhos e netos cresceram juntos. Um profissional que, além de brilhante, era muito ligado à verdade. É uma perda muito significativa, como se fosse alguém da minha família”, destacou Valério.

Em 1997, recebeu o título de Cidadão Honorífico de Farroupilha e teve participação decisiva na criação da Subseção da OAB, tanto que foi homenageado pela entidade em 2011. Casado com Maria Marroni Dutra Teixeira, teve quatro filhos: Lizete, Alexandre, Paulo e Giane e sete netos: Guilherme, Gabriela, Giulia, Diogo, Pedro, João Victor e Paulo. Faleceu por complicações no sistema respiratório. Admirado e querido por toda comunidade, recebeu centenas de homenagens na segunda, em sua despedida. “Meu pai deixa um legado de independência, de conduta, de caráter. Nunca ouvi nada que o desabonasse. Sempre respeitou as pessoas e por isso era respeitado. Tratava todos da mesma maneira e nunca usou seu cargo para fazer qualquer tipo

Arquivo Pessoal

N

ascido em Porto Alegre, em 8 de julho de 1925, Elias Teixeira permaneceu na Capital até se formar em Direito pela UFRGS. A partir daí, construiu uma sólida carreira ocupando as funções de delegado no biênio 1956/1957, em Montenegro e Farroupilha, onde fixou residência, e mais tarde, de promotor, cargo que ocupou de 1957 até sua aposentadoria, com atuação nos municípios de Candelária, Antônio Prado e Bento Gonçalves, atuando como promotor substituto em Farroupilha. De intensa participação na vida comunitária, seja como professor de Direito na Escola Técnica do Comércio do São Tiago, onde também lecionou Latim, ou como regente

de distinção, algo que é raro hoje em dia. Foi um exemplo para todos nós”, comentou o filho Alexandre. O colunista Guilherme Macalossi, neto de Elias, também fala um pouco sobre o legado deixado por seu avô. Confira na página 5 do Inside.

Em família Elias no ambiente que mais lhe agradava: em casa, cercado pela esposa, filhos e netos


8

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

CRIME

Homem é assassinado com golpes de machado Principal suspeita é de crime passional, cometido pela esposa da vítima Alana Bof

U

m homem de 59 anos, identificado com Alciones Calloni, foi morto a machadadas na última segunda, no bairro Santo Antônio, em Farroupilha. O corpo foi encontrado pela polícia dentro da casa da vítima, em cima da cama. Além dos ferimentos na cabeça, ele teve o órgão genital mutilado. A principal linha de investigação, segundo o delegado Rodrigo Morale, é de crime passional. A esposa da vítima, Janete Ribeiro Calloni, de 54 anos, foi encontrada desacordada no quintal da residência. O SAMU foi acionado por um vizinho e, em seguida, a Brigada Militar e a Polícia Civil foram chamadas. A suspeita é que Janete tenha cometido o assassinato e depois tentado suicídio, com ingestão de remédios tarja preta. Segundo o delegado, parentes afirmaram que ela já havia tentado matar o marido no ano passado, motivada por ciúmes. Outra evidência é o bilhete de despedida encontrado dentro da casa, escrito por Janete. Ela foi encaminhada para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Beneficente São Carlos.

Dentro de casa Corpo foi encontrado em cima da cama com feimentos na cabeça

Obituário 25 de março Elio Rosanelli, 75 anos. Sepultamento no Cemitério Público Municipal; Armindo Gessemin Verona, 84 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade Nossa Senhora de Caravaggio (1º Distrito). 26 de março Elias Manoel Teixeira, 91 anos. Memorial Crematório

São José, em Caxias do Sul. 27 de março Alciones Calloni, 59 anos. Sepultamento no cemitério da comunidade da Capela São Miguel (4º Distrito); Aldo Ioravante Sgorla, 84 anos. Sepultamento no cemitério da Capela Nossa Senhora das Graças, de Linha Palmeiro (1º Distrito).

Alguém quer me adotar? Pepita tem 7 anos e há cinco está no Lar de Passagem da ONG dos Peludos aguardando por uma família. De porte médio, é castrada e vacinada. Bastante carinhosa, se dá bem com outros animais e faz suas necessidades fora de casa. Para conhecê-la é preciso manter contato pelos fones 999.386.360 (WhatsApp) ou 992.122.466. Importante: a ONG dos Peludos informa que não serão doados cães para ficarem presos em correntes.

ONG dos Peludos


9

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

MERCADO DE TRABALHO

Lei da terceirização segue em pauta Presidentes da CICS e do Sindicato dos Empregados do Comércio de Farroupilha comentam sobre projeto de lei

O

polêmico projeto de lei que trata sobre a regulamentação dos trabalhos terceirizados no Brasil foi aprovado no dia 22 desse mês pela Câmara dos Deputados e encaminhado para sanção presidencial. O PL 4302/98 é uma proposta criada ainda em 1998 pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso. Em 2002 ele foi votado e aprovado na Câmara, seguindo, no mesmo ano, para o Senado. Porém, como houve mudanças substanciais no projeto original, feitas pelos senadores, a proposta voltou à Câmara para ser votada. Quinze anos se passaram, outros projetos semelhantes foram apresentados, mas nenhum se tornou lei. Na semana passada, o PL 4302 voltou para a pauta da votação e o texto base foi aprovado pelos deputados, com 231 votos a favor, 188 contra e 8 abstenções. Caso seja sancionada pelo presidente Michel Temer, a nova lei irá provocar mudanças expressivas no que diz respeito aos trabalhos terceirizados e temporários. Atualmente, por determinação da Justiça de Trabalho, as empresas podem terceirizar apenas as atividades meio, que são secundárias. Com a nova lei, as atividades fim, ou seja, o principal serviço prestado pela empresa, também poderá ser terceirizado. Quanto aos trabalhos temporários, o projeto aumenta o tempo estabelecido atualmente, que é de três meses, para seis meses, podendo ser prorrogado, nas mesmas condi-

ções, por mais 90 dias. Os críticos do projeto afirmam que ele vai tornar as relações de trabalho mais precárias, com salários mais baixos e elevada taxa de rotatividade. A falta de amparo em caso de demissão ou doença também são apontados como problemas, nos contratos de terceirizados. Para a presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio de Farroupilha, Cristiane Colombo, o PL representa um retrocesso nos direitos dos trabalhadores. “As empresas poderão contratar por períodos de 9 meses e mandar o trabalhador embora sem quase nenhum direito. E se, consecutivamente o trabalhador ficar trabalhando nestes empregos temporais, sem férias, sem FGTS e sem seguro desemprego? O que será destes trabalhadores? Com o avançar dos anos conseguirão estar sempre na ativa sem adoecer?”, questiona Cristiane. Do outro lado, os defensores afirmam que a regulamentação da terceirização ajuda na organização das economias modernas. Esse é o ponto de vista do presidente da CICS de Farroupilha, Daniel Bampi. “Eu acredito que esse projeto é uma evolução na legislação trabalhista do Brasil”, comenta Bampi. Ele acrescenta que, se aprovada, essa lei vai trazer “uma facilitação para as empresas poderem contratar, tanto trabalhos temporários quanto empresas especializadas em determinado setor, pois vai trazer um dinamismo maior”. Confira, no gráfico ao lado, a porcentagem de serviços terceirizados com relação às contratações totais de cada uma das seis áreas analisadas, no ano de 2012.

Terceirização de serviços no Brasil por área (2012) 59,5

60 50 40

36,5 28,9

30

22,9

20 10

7,5

5,4

0

Fonte: IPEA

Montagem e manutenção de equipamentos

Limpeza e conservação

Segurança/vigilância

Pesquisa e desenvolvimento

Tecnologia da informação

Telemarketing

Boca de Urna

Erramos

Na verdade, a Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin), proposta contra o aumento do IPTU, pela União das Associações de Bairro (UAB), Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Calçado e Vestuário, Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e Partido Progressista (PP), não foi rejeitada como noticiamos, mas teve apenas indeferido seu pedido liminar no Tribunal de Justiça do Estado. A ação segue seu trâmite regular o mérito será definido adiante.

Emendas

Na sessão legislativa de segunda, vereadores de três partidos anunciaram recursos destinados às áreas de lazer, obras e saúde. Alberto Maioli (Rede) apresentou uma emenda do deputado João Derly de R$ 500 mil para cobertura da piscina pública. Fabiano Piccoli (PT) uma de R$ 400 mil do deputado Henrique Fontana para pavimentação da estrada do Salto Ventoso. Tiago Ilha (PRB) garantiu uma emenda de R$ 210 mil do deputado Carlos Gomes para custeio da saúde.


10

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

CONSCIENTIZAÇÃO

Ação por um mundo mais verde Alunos do CNSL promovem Feirinha com entrega de mudas e, quem desejar, pode deixar sua contribuição dárias ao longo do ano. Os recursos obtidos com a Feirinha serão aplicados nesses novos projetos. “Que sirva para inspirar e incentivar outros jovens, cada um fazendo a sua parte”, destaca Râmi Lorandi, de 14 anos. Ou ainda como acredita Ana Beatriz Souto. “É importante preservar o meio ambiente porque é nossa casa comum, é preciso semear”, propaga.

Juliana Inês Casa Barbieri

Q

uem passar pela Praça da Matriz na segunda será convidado a retirar uma muda de flor, árvore, folhagem ou erva e, de maneira espontânea, deixar sua contribuição. A ação será realizada por alunos do Colégio Nossa Senhora de Lourdes (CNSL). “Pequenos gestos podem mudar muita coisa. É preciso compreender que tudo começa por cada um de nós e essas atitudes se refletem na relação com o planeta”, acredita a professora Fernanda Bortolini Souto, autora da ação que envolve 180 alunos do 6º ano ao 3º ano do Ensino Médio. O Colégio também organizou um Grupo de Jovens Voluntários que será responsável por promover ações soli-

Programe-se O que: Feirinha do Lourdes Quando: segunda, das 13h30min às 16h Onde: Praça da Matriz Quanto: as mudas serão entregues e quem quiser pode deixar uma contribuição, de qualquer valor

Jovens Voluntários Ana Beatriz, Râmi, Bernardo Rizzatto, Maria Clara Conte e Vitória Medeiros integram o Grupo


11

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

AUTOMOBILISMO

Márcio Campos na elite nacional Piloto farroupilhense faz sua estreia na Stock Car neste fim de semana, na abertura da temporada, em Goiânia Fernanda Freixosa

O

Autódromo Internacional Ayrton Senna, na Capital goiana, dá a largada para a temporada 2017 da Stock Car, a principal categoria do automobilismo nacional que, após 22 anos, volta a ter representação farroupilhense, novamente com um Campos. Desta vez não João, mas seu filho Márcio, um dos estreantes na Stock. “É difícil até criar expectativa porque não sabemos como será nossa performance, por ser tudo novo, tanto para mim como para a equipe. A ideia é de andar o máximo possível para começarmos a desenvolver o carro”, projetou Campos. O piloto farroupilhense compete pela recém-criada Blau Motorsport, que também estreia na Stock, e terá como companheiro de equipe o hamburguense César Ramos. Os treinos em Goiânia iniciaram na quinta e prosseguem nesta sexta e sábado pela manhã. A classificação ocorre no sábado à tarde e as provas no domingo à tarde (veja programação ao lado). Apesar de saber das dificuldades naturais que terá por estar ingressando na nova categoria, o piloto farroupilhense sempre teve bom desempenho no circuito. “Correr em Goiânia é sempre muito bom. Adoro o circuito e a cidade. É uma pista que já me proporcionou muitas alegrias”, comentou Campos, relembrando seus triunfos nos tempos em que competia no Campeonato Brasileiro de Turismo, a divisão de acesso à Stock. O SporTV 2 transmite as provas ao vivo.

Conhecendo o terreno Tudo novo: Campos ingressa na Stock Car assim como sua equipe, a Blau Motorsport

Stock Car O que: 1ª etapa da temporada 2017 Quando: de quinta a domingo Onde: Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO) Treinos livres: sexta, às 10h20min (1º grupo) e 11h25min (2º grupo); sábado, às 8h10min (1º grupo) e 8h55min (2º grupo) Treino classificatório: sábado, das 13h às 14h Prova 1: domingo, às 13h (40 minutos mais uma volta) Prova 2: domingo, às 14h10min (40 minutos mais uma volta) Na TV: ao vivo pelo SporTV 2


12

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

FUTSAL FEMININO

Copa Farroupilha inicia neste sábado Competição, que conta com 12 equipes de seis cidades, tem campeãs em quadra na rodada de abertura

O

ano da Liga Farroupilhense de Futsal (LFF) será aberto neste sábado, a partir das 18h50min, no Ginásio de Esportes do Colégio Nossa Senhora de Lourdes (CNSL). De âmbito regional, tem início a Copa Farroupilha de Futsal. Com 12 times divididos em três quadrangulares, a rodada de abertura reserva já campeãs em quadra. Atual vencedora do Citadino, a Associa-

ção 1º de Maio abre os trabalhos encarando a AFF Amigas, de Bento Gonçalves, pela Chave A. Na sequência, a BGF, de Bento, atual campeã da Copa Farroupilha, mede forças contra a farroupilhense Valente, em partida válida pela Chave B. Encerrando a noite de futsal, a Juventus, campeã do Citadino em 2015, duela contra o Abala, também de Bento, pelo Grupo C. Serão três jogos por sábado e a fase de classificação se estende até o dia 20 de maio. As equipes duelam dentro de cada grupo, habilitando-se às quartas de final as duas primeiras, mais as duas melhores terceiras colocadas. A partir daí as campanhas são niveladas e a 1ª enfrenta a 8ª, a 2ª a 7ª, a 3ª a 6ª e a 4ª decide uma vaga na semifinal com a 5ª. O sistema segue eliminatório até a decisão.

Copa Farroupilha (1ª rodada) Ginásio de Esportes do CNSL (sábado, a partir das 18h50min)

X

X

X

Preliminar AFA em três frentes

A Associação Farroupilha Atlética encara seu primeiro torneio da temporada neste sábado: a Copa Serra, que será disputada na vizinha Bento Gonçalves, com as categorias Sub-9 e Sub-11. No dia 8, é a vez da equipe Sub-13 estrear na competição. Também neste sábado inicia a turma de alunos que completa 4 e 5 anos em 2017. Os treinos acontecem no Clube Juvenil, no bairro Planalto, sempre aos sábados, a partir das 9h. Por fim, a AFA também confirmou que, por conta dos altos custos envolvidos, não irá participar do Estadual Sub-20 neste ano.

Giovana em quadra

Líder absoluto do Circuito de Tênis da Serra Gaúcha, o farroupilhense Giovana Campo Clube encara, a partir desta sexta, a 3ª etapa da competição regional. As partidas serão sediadas no Recreio Cruzeiro, na vizinha Caxias do Sul. O anfitrião está em 3º na classificação geral das agremiações, com 5.310 pontos, com o Clube Integração, de Garibaldi, como vice-líder, com 7.955, e o Giovana bem à frente, com 13.280 pontos. Os duelos seguem até domingo e são retomados na próxima sexta até o dia 9. Ao todo, 180 tenistas participam da etapa, sendo 15 de Farroupilha.

Peneirão do Inter

No dia 21 de maio será realizada peneira do Internacional no campo do São Paulo, em Nova Sardenha. Elas acontecem a partir das 8h para os atletas das categorias 2002 a 2004. No turno da tarde, a partir das 13h, serão avaliados os nascidos entre 2005 a 2008. A inscrição é gratuita e os documentos necessários para o cadastro são o preenchimento da ficha, cópia de RG e atestado médico. A organização é da Associação Atlética de Bento Gonçalves, em parceria com a Associação das Escolinhas de Farroupilha. Informações pelo e-mail contato.aabg@gmail.com ou pelo fone (54) 981.450.935.

Vôlei no domingo

O II Torneio Aberto de Vôlei Willians Charles Leite acontece neste domingo, a partir das 8h, no Complexo Esportivo do Parque Cinquentenário, e envolve a participação de 17 equipes. No Feminino são 10. Na Chave A estão Imigrante K Vôlei, Recreio Cruzeiro e K Vôlei Imigrante; na B, Sfinge, Cia do Vôlei, Reni Esporte B e Anselmi; e na C, Vôlei Farroupilha, Reni Esporte A e Esparta Vôlei. No Masculino, a Chave A é composta por AABB, Farrapos, Farlley e CER Cruzeiro; e a B por BVG, TDS e Recreio Cruzeiro.

Vôlei no domingo II

As partidas ocorrem dentro de cada grupo. Entre as mulheres passam as duas primeiras de cada chave, com os seguintes cruzamentos para definir as finalistas: 1º A x 2º C, 1º C x 2º B e 1º B x 2º A). As vencedoras realizam um triangular final para definir a campeã. Entre os homens, passam os dois melhores com cruzamento semifinal olímpico (1º A x 2º B e 1º B x 2º A). Quem vencer, decide o caneco. A competição é organizada pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude e pelo Departamento Municipal de Esporte e Lazer.


13

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

LIGA PARCERIA DA SERRA

Líderes vencem e ficam perto da vaga

Resultados da 6ª rodada Chave A

Chave B

2x2

O

x

x

Sábado, às 14h

Sábado, às 16h

x

x

Sábado, às 14h

Sábado, às 16h

5x1

Campo do Flamengo, em Linha Amadeu

7x0

4x1

1x2

Gaúcho, Jansen e Parceria, no Grupo A, Titanium, Oliveira Santana e Amigos da Bola, no B, triunfam e encaminham classificação favoritismo foi confirmado na 6ª rodada da Liga Parceria da Serra. Disputada no último sábado, ela teve os trios de líderes do Grupo A e B vencendo seus confrontos e ficando mais próximos da vaga na fase de quartas de final da competição, que é toda realizada no município. Os farroupilhenses Gaúcho e Jansen venceram por goleada e se mantiveram à frente no A, acompanhados do bento-gonçalvense Parceria. Pelo Grupo B, o farroupilhense Titanium segue com 100% de aproveitamento e está virtualmente classificação. Oliveira Santana e Amigos da Bola, de Bento, também triunfaram e deram um passo importante para a obtenção de um lugar na próxima fase. Finalizado dois terços da fase classificatória, a reta final começa neste sábado, com a 7ª rodada. Destaque para a ferrenha briga pela quarta vaga no A, com LSC (4º) x Borussia (5º) e Lyon (6º) x Paysandu (7º), e para o duelo entre Gaúcho (1º) x Parceria (3º). No B, o líder Titanium encara o Amigos da Bola (3º).

Confrontos da 7ª rodada

4x1

4x1

Campo do Gaúcho, em Linha Sertorina

x

4x1

6x1

x

Sábado, às 14h

0x2

Sábado, às 16h

Campo do Saletino, em Nossa Senhora da Salete

x

Regulamento Na fase de classificação, as equipes se enfrentam dentro de cada Chave em turno único, habilitando-se à fase de quartas de final os quatro primeiros de cada grupo para definição do cruzamento olímpico (1º de A x 4º de B, 1º de B x 4º de A, 2º de A x 3º de B e 2º de B x 3º de A). A partir daí, duelos em jogo único até a decisão.

Classificação (Chave A)

x

Sábado, às 14h

Sábado, às 16h

Campo da SERC Jansen, em Vila Jansen

x

x

Sábado, às 14h

Sábado, às 16h

Campo do Mundo Novo, no 3º Distrito

Classificação (Chave B)

Equipe

P

J

V

E

D

GM

Equipe

P

J

V

E

D

GM

1) Gaúcho

14

6

4

2

0

27

1) Titanium

18

6

6

0

0

18

2) Jansen

12

6

3

3

0

25

2) O. Santana

14

6

4

2

0

19

3) Parceria FC

12

6

4

0

2

17

3) Amigos da Bola 13

6

4

1

1

21

4) LSC

9

6

2

3

1

15

4) Barcelona

11

6

3

2

1

13

5) Borussia

8

6

2

2

2

15

5) Olimpíacos

10

6

3

1

2

9

6) Lyon

8

6

2

2

2

8

6) Pôr do Sol

9

6

3

0

3

15

7) Paysandu

7

6

2

1

3

8

7) Mundo Novo 4

6

1

1

4

6

8) Sapucaia

6

6

2

0

4

8

8) ABGF

4

6

1

1

4

6

9) Tandera

4

6

1

1

4

8

9) Real Rizzo

2

6

0

2

4

8

10) Atlético PN

3

6

1

0

5

9

10) Tigre

0

6

0

0

6

7

Legenda: P (pontos), J (jogos), V (vitórias), E (empates), D (derrotas) e GM (gols marcados)

Legenda: P (pontos), J (jogos), V (vitórias), E (empates), D (derrotas) e GM (gols marcados)


14

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

SEGUNDONA GAÚCHA

Para fechar o turno na Após atuação exuberante em casa, com a aplicação da maior goleada da Segundona Gaúcha, Brasil vai a Ijuí em busca da manutenção do posto no encerramento da primeira metade da fase classificatória do estadual

L

Brasil

íder do Grupo B e também no geral da Segundona, melhor ataque e saldo, o Brasil encara sua penúltima longa viagem na 1ª fase da competição estadual, quando enfrenta o São Luiz, no 19 de Outubro, em Ijuí, na segunda à noite. Respaldado pela performance de luxo diante do Tupi, a meta é buscar pontos para manter o posto na partida que encerra o turno. “Tivemos uma grande atuação contra o Tupi, com objetividade e verticalidade. Criamos inúmeras situações de gol e atacamos com muitos atletas. O time está começando a se encaixar”, considerou o técnico Paulo Matos. No domingo, quando aplicou a maior goleada da Segundona, o rubro-verde não deu qualquer chance à equipe de Crissiumal, tanto que o goleiro Ismael foi um mero espectador do duelo. Além da intensa movimentação, que confundiu a marcação adversária, especialmente do trio de frente, com o meia atacante Michel, o atacante Raphael Alemão e o centroavante Aldir, o elástico placar foi construído pelo alto. Após chutão de Ismael, Aldir ganhou de cabeça e a bola sobrou

para Michel, que finalizou na saída de Josemar para abrir o marcador. Foi o único gol não feito em cabeceio, mas a assistência veio de jogada aérea. Raphael Alemão completou de cabeça cruzamento perfeito de Raone para decretar o 2 a 0 antes do intervalo. Com 1 minuto do 2º tempo, Aldir, de peixinho, fez o 3 a 0. Com o lateral Patrick, do Tupi, expulso aos 5 minutos, a tarefa ficou facilitada para o Brasil. Aldir marcou o quarto após cobrança de falta, seu quinto gol no estadual, e Willian Bones fechou o placar após ótima troca de passes: 5 a 0 inapelável e rubro-verde ainda mais líder. O meio de semana de folga foi oportuno, já que alguns atletas estavam no Departamento Médico. Muitos deles começaram a retornar aos treinos e aumentam as opções de montagem do elenco para os dois duelos contra o São Luiz (em Farroupilha no dia 9, já que a tabela é espelhada), que podem deixar a equipe farroupilhense ainda mais próxima da vaga na 2ª fase. “Estamos segurando um pouco nos treinamentos desta semana porque tivemos uma sobrecarga grande de trabalho até o momento”, destacou Matos. O técnico ressalta que o time já adquiriu um padrão tático que o faz atuar da mesma forma, seja como mandante ou visitante. “Vamos nos portar em Ijuí da mesma maneira que atuamos em Farroupilha”, salientou. Aldir, com desconforto muscular, será poupado. Raone cumpre suspensão.


15

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

Ramon Cardoso

Segundona Gaúcha (confrontos da 7ª rodada)

liderança

x Time base Ismael Thomas Kaio Douglas Gustavinho (Willian Bones) Maiquel Capinha Willian Bones (Filipe) Michel Raphael Alemão Dinei Técnico Paulo Matos

Time base Jonatas Adriano André Bahia Thalheimer Augusto Zé Lucas Tiago Gaúcho Tiago Silva Ronaldinho Gramadense Jean Dias Ari (Caetano) Técnico Paulo Henrique Marques

Local/Data: Estádio 19 de Outubro, em Ijuí / Segunda, às 20h30min

x

x

x

Domingo, às 15h30min Domingo, às 16h Rubro-Negro (Crissiumal) Montanha dos Vinhedos (Bento Gonçalves)

Domingo, às 16h Altos da Glória (Vacaria)

Segundona Gaúcha – Classificação do Grupo B Equipe

Homem gol Artilheiro do Brasil e da Segundona, Aldir marcou dois contra o Tupi e chegou a cinco no estadual

P

J

V

E

D

GM GS SG

1)

Brasil

12

6

4

0

2

13

7

6

2)

Glória

12

6

3

3

0

4

1

3

3)

Lajeadense

10

6

3

1

2

8

4

4

4)

Esportivo

8

6

2

2

2

7

4

3

5)

União

8

6

2

2

2

3

4

-1

6)

São Luiz

7

6

1

4

1

5

5

0

7)

Tupi

5

6

1

2

3

4

14 -10

8)

Panambi

2

6

0

2

4

1

6

-5

Legenda: P (pontos), J (jogos), V (vitórias), E (empates), D (derrotas), GM (gols marcados), GS (gols sofridos) e SG (saldo de gols)


MATÉRIA ESPECIAL

ESPORTE

A atriz Juliana Paes novamente é estrela da campanha da grife farroupilhense, que aponta tendências da estação fria Páginas 2 e 3

O capitão Michel foi um dos destaques na goleada sobre o Tupi, que consolidou campanha do rubro-verde no estadual Páginas 14 e 15

Luxuoso inverno da Brasil vai a Ijuí para manter liderança Malharia Anselmi

André Nicolau

Ramon Cardoso

ESPORTE

Futsal abre a temporada 2017 com elas

Copa Farroupilha tem início neste sábado, no Ginásio de Esportes do Colégio de Lourdes com a participação de 12 times (a barbosense Poko Pika não conta com distintivo), certeza de grandes jogos e sedimentação do esporte feminino Página 12


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

AMAFA

Tudo azul pela cidade Semana de ações diferenciadas propõe conscientização sobre o autismo

O

chafariz da Praça Emancipação estará com água azul, a fachada da Igreja Matriz terá iluminação na mesma cor, assim como a Biblioteca Pública Municipal Olavo Bilac. Também os lojistas estão convidados a manterem suas vitrines em azul na próxima semana. O logotipo do Jornal Informante está azul. A mobilização refere-se ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado no domingo. O azul é a cor da saúde e também representa o maior número de homens que são afetados pelo transtorno. A mobilização mundial teve início em 2007, criada pela Organização das Nações Unidas como uma forma de falar sobre o assunto. Em Farroupilha a data chega com

a Semana Municipal de Conscientização do Autismo que começa nesta sexta com entrega de panfletos no Centro. A mobilização é proposta pela Associação de Pais e Amigos do Autista de Farroupilha (Amafa) e será realizada das 9h às 11h e das 17h às 18h, nos pontos de maior movimento, como a Praça da Matriz. A programação se estende com um bate-papo sobre autismo e os atendimentos da Amafa na Faculdade CNEC na segunda, das 19h30min às 21h30min, voltado aos alunos de Pedagogia. Já no dia 10, às 18h, estarão no Legislativo abordando o assunto. “É muito importante justamente pela conscientização, para minimizar o preconceito. Nosso objetivo é inserir a Amafa na comunidade”, considera Vânia Elizabete Fitarelli, diretora da Escola Sonho Azul.

Sobre a Amafa e o Autismo É um transtorno de desenvolvimento que geralmente aparece nos três primeiros anos de vida e compromete as habilidades de comunicação e interação social. Em Farroupilha a entidade que atende os autistas é a Amafa, que mantém a Escola Sonho Azul. São 34 alunos com atividades pedagógicas, atendimentos assistenciais e de saúde. Localizada na comunidade de São Luiz, no 3º Distrito, até final do ano estará instalada em novo endereço, no bairro Vicentina, em moderna estrutura. Um dos meios para manter a instituição é o Bingo da Amafa, que será realizado no próximo dia 19, às 19h30min, no Salão Comunitário Luterano. Cartelas a R$ 10,00 podem ser adquiridas com a entidade ou com os Rotarys.

Mobilização Barreiras abaixo: semana para falar sobre o assunto e desmistificar o transtorno

Programação da Semana Municipal do Autismo Sexta, das 9h às 11h e das 17h às 18h: entrega de panfletos no Centro Segunda, das 19h30min às 21h30min: roda de conversa com estudantes de Pedagogia da Faculdade CNEC Farroupilha Dia 10, às 18h: apresentação sobre autismo e a Amafa na Câmara de Vereadores


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

Depilação egípcia Adeline Stein *

H

oje em dia, as técnicas que facilitam a vida das mulheres com relação à estética e beleza são muitas e vêm melhorando a cada dia. Entre as inúmeras formas de depilação, a com linha está sendo a mais utilizada por muitas mulheres. A técnica surgiu há muito tempo, conhecida e utilizada pelos chineses, japoneses, tailandeses, egípcios, entre outros. A depilação com linha é um trabalho bem delicado e precisa ser feito com muito cuidado e atenção por um profissional habilitado. No rosto e principalmente no buço, deve se ter muito cuidado com técnicas de depilação, pois podem causar flacidez e manchas. Os métodos indicados são laser e a depilação egípcia, e como o laser não resolve aqueles pelinhos fininhos e mais claros, a depilação egípcia é a solução. A linha deve ser 100% algodão, elimina até os fios pequenos e a penugem bem fina, que costuma aparecer na testa, buço, queixo e maçãs do rosto. Essa depilação também ajuda a definir as sobrancelhas, já que limpa todo o seu contorno, valorizando o olhar. É ótimo para remover aquela penugem da lateral do rosto, deixando a pele mais lisinha e clareando para quem tem pelos escuros. E para quem está sempre maquiada, deixa um acabamento uniforme, sem aparecer a maquiagem nos pelos. Deixando uma pele perfeita. Também é muito utilizada no contorno das sobrancelhas para definir e deixar sem penugens. Com a técnica elimina-se cerca de 96% dos pelos, não danifica a estrutura do mesmo e não causa nenhum tipo de agressão à pele. A depilação tem maior durabilidade e qualidade, o tempo

de crescimento dos pelos é ma com linha em intervalos de 20/ vamente o crescimento dos pel em todas as pessoas, independ

Benefícios da técnica * Pode ser feita em qualquer * Diminui o crescimento do p


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

e seus benefícios Divulgação

Cada vez mais usada Técnica traz inúmeros benefícios, especialmente por tirar os pelos mais finos e curtos e evitar a flacidez, deixando a pele lisinha

aior. Quando feita a depilação /30 dias, diminui-se progressilos. A técnica pode ser aplicada dente da quantidade de pelos.

* Não causa flacidez na pele; * Tira até os pelos mais finos e curtos; * Deixa a pele lisinha; * Não causa alergias.

pessoa; pelo;

* Designer de sobrancelhas Atualle Estética e Spa Fone (54) 3035-3577


Compromisso com a Cidade. Compromisso com você.

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

OPINIÃO

Não consigo fazer dieta, e agora? Graciele Gazzola *

I

nicialmente gostaria de tratar a mudança dos hábitos alimentares como “reeducação alimentar” (algo que irá durar a sua vida toda!) e não como dieta (que está presente apenas em alguns períodos da sua vida). Vamos iniciar o pensamento, colocando em vista que você se alimentou da mesma forma a sua vida inteira, talvez 30, 40 ou 50 anos, ou seja, você criou um hábito alimentar. A partir disto, observo a dificuldade de muitas pessoas em aderir a um planejamento alimentar mais saudável, pela busca de resultados rápidos que acabam modificando drasticamente os hábitos anteriores. Com isso, existe a busca pelas “dietas da moda” como dieta do ovo, sopa, lua, entre outras tantas. No entanto, estas dietas têm prazo de validade, talvez uma semana ou um mês e depois o ganho de peso retorna e as dietas da moda/ “malucas” retornam, fazendo com que se viva em efeito sanfona. Estas dietas são extremamente desbalanceadas nutricionalmente e podem levar a problemas muito mais graves que apenas aquele peso que estava lhe incomodando, como a anemia, por exemplo, tão frequente em mulheres. Já parou para pensar nisso? Pense no seu corpo como uma máquina. Se der a ele os nutrientes necessários (vitaminas, minerais, carboidratos, proteínas, gorduras e água), ele irá funcionar de forma harmônica, irá responder da maneira que você espera. Quando você se

alimenta com pobreza, sim, pobreza de nutrientes, ele irá responder da mesma forma, pois não consegue funcionar de maneira adequada, gerando aumento de peso, gordura visceral e corporal, pressão alta, diabetes, gordura no fígado, alguns tipos de câncer, constipação (dificuldade de evacuação), entre tantos outros problemas. Veja algumas dicas para um emagrecimento saudável e sustentável * Em qualquer ocasião, respeite a sua fome fisiológica e não a emocional. Coma até ficar satisfeito; * Respeite um intervalo de 3 a 4 horas entre as refeições; * Quando sentir vontade de comer mais, lembre-se que logo irá fazer outra refeição; * Mastigue bem os alimentos, sente-se e esqueça os problemas! Isso auxilia na saciedade; * Mude a qualidade dos alimentos (por exemplo, troque o arroz/pão branco por versões integrais); * Ingira 5 porções de frutas, verduras e legumes (1/2 prato de salada e legumes no almoço e jantar + 3 frutas diferentes ao longo do dia); * Tome água! Em média 2 litros ao dia; * Exercite-se, pelo menos 3 vezes na semana. Desde já, mude a sua forma de pensar a alimentação. Quantas doenças você pode prevenir com alimentação e exercício físico?! Por fim, uma dica de leitura: “Pense Magro”, de Judith Beck. * Nutricionista (CRN2 8790p), com consultório localizado na Academia Spartan Gym


Artes Cênicas

Manotas Musicais abre, na próxima segunda, a intensa programação de abril do Arte Sesc Página 5

Inside

Sétima Arte

As lendas Clint Eastwood e Tom Hanks juntos para contar a real história do Herói do Rio Hudson Páginas 10 e 11

J. Egberto

LITERATURA

A trágica realidade brasileira de Fiuza Em “O Império do Oprimido”, jornalista escancara toda hipocrisia que pautou a celerada gestão da esquerda quando ela chegou ao poder no País Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br

C

olunista do jornal O Globo e revista Época, o jornalista Guilherme Fiuza fez sua estreia no romance de ficção com uma tragicomédia. Na verdade, “O Império do Oprimido” é uma paródia que retrata a chegada do primeiro governo de esquerda do poder no Brasil e as consequências nefastas que isso trouxe ao País e que se encontram refletidas na atualidade. Crítico sagaz do discurso capenga e vazio que passou a pautar a política nacional em Brasília, há pouco mais de uma década, o notório sarcasmo utilizado por Fiuza em seus artigos dita o ritmo do romance em que desmonta, plano por plano, e escancara, ilegalidade por ilegalidade, as artimanhas cria-

das pela esquerda no aparelhamento completo do Estado e a adoção da corrupção como uma diretriz imprescindível para a aplicação de sua agenda. Autor de obras que já foram adaptadas à telona, como “Meu Nome não é Johnny” e “3.000 Dias no Bunker”, que ganha versão para o cinema com o nome de “Real: O Plano por trás da História” e deve ser lançado em breve, O Império também foi concebido como um roteiro e já teve seus direitos adquiridos. Fiuza também fala sobre a futura adaptação, sobre como teve a ideia de escrever um romance baseado na recente política brasileira e, sobretudo, sobre a fina ironia que alivia o peso da trágica realidade abordada na obra. Jornal Informante: Como surgiu a ideia de escrever “O Império do Oprimido”? Guilherme Fiuza: Sem perceber, eu já vinha escrevendo novelas a partir de histórias reais. Algumas são categoriza-

Verdades estupradas Fiuza derruba, um a um, os mitos que sustentavam uma gestão que não parava em pé

das como biografias, mas o fato é que a reportagem sempre foi só a matéria bruta para a montagem de um enredo. O escritor Antonio Torres me socorreu classificando “Meu Nome não é Johnny” como um “romance-verdade”.

Quando a editora Planeta me sugeriu escrever uma ficção baseada no Brasil do século 21, achei que era a hora de passar para o romance-romance. Ironicamente, é uma história que fala do estupro da verdade. Segue na página 3


Inside

2

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

Cinemas Shopping Iguatemi (RST-453, quilômetro 3,5) Divulgação

Cinemas GNC 1: Internet: O Filme - às 13h20min e 17h15min GNC 1: Central: O Filme - às 15h20min e 19h20min GNC 1: Fragmentado - às 21h10min GNC 2: A Bela e a Fera - às 14h (dublado) e 19h15min (legendado) GNC 2: Logan - às 16h40min (dublado) e 21h50min (legendado) GNC 3: Power Rangers - às 14h10min (dublado) e 21h30min (legendado) GNC 3: Fragmentado - às 16h30min (legendado) e 19h (dublado) GNC 4: A Bela e a Fera - às 13h40min, 16h e 18h50min (dublado e em 3d), 21h20min (legendado e em 3d) GNC 5: O Poderoso Chefinho (dublado e em 3d) - às 13h30min, 15h30min e 17h30min GNC 6: A Vigilante do Amanhã - às 19h30min (dublado e em 3d), 21h40min (legendado e em 3d) GNC 6: O Poderoso Chefinho (dublado) - às 13h50min e 18h GNC 6: A Vigilante do Amanhã - às 15h50min e 22h10min (dublado), 20h (legendado) Ingressos: segunda, quarta e quinta (exceto feriado) a R$ 20,00 e R$ 26,00 (salas 3d); terça (exceto feriado) R$ 14,00 e R$ 18,00 (salas 3d); sexta a domingo e feriado a R$ 25,00 e R$ 32,00 (salas 3d). Meia entrada todos os dias para menores de 18 anos e maiores de 60 (mediante apresentação de identidade), estudantes (mediante apresentação de Carteira de Identificação Estudantil) e para o Movie Club Preferencial.

Shopping San Pelegrino (Avenida Rio Branco, 425) Cinépolis 1: A Bela e a Fera - às 13h15min e 19h15min (dublado e em 3d), 16h e 22h (legendado e em 3d) Cinépolis 2: Power Rangers - às 14h15min e 16h50min (dublado), 19h30min e 22h (legendado) Cinépolis 3: A Bela e a Fera - às 12h15min, 15h e 18h (dublado), 21h (legendado) Cinépolis 4: O Poderoso Chefinho (dublado) - às 14h e 16h30min Cinépolis 4: Fragmentado - às 18h45min (dublado) e 21h30min (legendado) Cinépolis 5: A Vigilante do Amanhã - às 13h30min e 19h (dublado e em 3d), 16h e 21h45min (legendado e em 3d) Cinépolis 6: O Poderoso Chefinho (dublado e em 3d) - às 13h, 15h15min, 17h30min e 19h45min Cinépolis 6: Logan - às 22h10min Ingressos: nas salas tradicionais, segunda a R$ 20,00; terça e quarta (exceto feriado) a R$ 14,00; quinta a R$ 24,00; sexta a domingo e feriado a R$ 25,00. Nas salas 3d, segunda a R$ 27,00; terça e quarta (exceto feriado) a R$ 18,00; quinta a R$ 30,00; sexta a domingo e feriado a R$ 31,00.

Sala de Cinema Ulysses Geremia (Luiz Antunes, 312) * Programação não informada até o fechamento desta Edição Ingressos: R$ 10,00 e R$ 5,00 (estudantes e sênior)

Dos quadrinhos à telona Na adaptação da obra do escritor e ilustrador japonês Masamure Shirow, feita pelo cineasta britânico Rupert Sanders, a bela Scarlett Johansson vive uma ciborgue especializada no combate a crimes cibernéticos: uma mistura de Blade Runner com O Exterminador do Futuro


Inside

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

3

Literatura Divulgação

Informante: Tua obra apresenta personagens da política facilmente identificáveis com seus comportamentos pouco republicanos, egoístas, patéticos e quase sempre criminosos. Presumo que o pessoal da esquerda, retratado na obra, deva ter gostado do livro. Fiuza: A esquerda não pode ter gostado, porque não existe esquerda no Brasil (risos). Mas esses canastrões que alugam bandeiras humanitárias devem ter adorado. Informante: O debate político no Brasil é muito exacerbado e ao mesmo tempo ralo, recheado de clichês e argumentos prontos, especialmente por parte da esquerda e muitos deles, inclusive, retratados no teu livro. Ter a personagem central, que faz essa transição de um campo para outro, foi uma forma de abrir esse debate, romper essa barreira, por vezes intransponível, ou Luana Maxwell foi apenas o fio condutor da história? Fiuza: Luana é uma espécie de Alice no País das Maravilhas Progressistas. Ela foge da família rica que quase a asfixiou com seu mundo de aparências e sai louca em busca do bem, de gente de verdade. Vai parar numa ONG e se apaixona por um príncipe de esquerda. Com seu olhar ideologicamente virgem, a fugitiva do mundo de aparências vai mergulhando em outro mundo onde as aparências enganam ainda melhor. O encantamento de Luana com a solidariedade de fachada é o recurso para expor esse crime perfeito, ou quase – o império do oprimido. Informante: Há muita ironia na tua obra, em escala maior do que a verificada em teus artigos, fato que a torna leve e agradável. Com tantos personagens tragicômicos reunidos, seria possível realizar outra abordagem?

Visita ilustre No lançamento de seu romance, Fiuza recebe Pedro Malan, ex-presidente do BC e ex-ministro da Fazenda, personagem de “3.000 Dias no Bunker”, que está prestes a chegar às telonas

Fiuza: Os artigos são a crítica imediata do factual, por isso contêm mais impaciência e agressividade – ainda que pelo lado do sarcasmo. Tenho pavor de editoriais, me avise por favor se eu estiver fazendo isso (risos). Acho que prefiro o picareta ao pregador. Mas de fato nos livros é possível se afastar da crítica irritada e largar a âncora jornalística para viajar na imaginação e na prosa. É mesmo um lugar mais doce, onde dá para rir e se divertir com a tragicomédia de um jeito menos comprometido e até irresponsável. Aliás, como autor, sou um defensor despudorado da diversão pela diversão. Informante: Embora possa ter sido divertido é um pouco triste escrever um romance sobre política tendo que tratar ela de uma forma tão deturpada como ela é tratada em Brasília? Fiuza: Não. Triste é a fase de constatar a realidade hipócrita. No que você

a transforma em novela, você já está na fase da reação àquilo, e aí é tudo muito excitante. Me divirto à beça com meus vilões, alguns até eventualmente falam por mim (risos). Adoro quando o tesoureiro diz que é mais seguro negociar com bicheiro que com sociólogo. Informante: Em artigos e crônicas há uma limitação de espaço que te obriga a ser conciso, objetivo e, por vezes, fazer um recorte na abordagem do tema. Como foi experimentar essa liberdade de compilar tantos absurdos perpetrados por um governo sem a opressiva e sufocante limitação de caracteres? Fiuza: Na crônica você leva o leitor até a esquina pra um papo de botequim. No romance você o convida pra uma volta ao mundo. Aí não é preciso argumentar – o argumento é a própria viagem. Informante: Teu livro apresenta uma base sólida para uma adapta-

ção à telona. Quando O Império do Oprimido vai virar filme? A produção dele foi voltada, desde o início, para esse objetivo? Fiuza: É meu terceiro livro com adaptação para cinema, acho que por aquilo que falei no início. Gosto de montar histórias, sempre roteirizei os livros antes de escrever. Não tenho a vocação dos grandes repórteres, nem dos grandes biógrafos, então acho que escapei por aí (risos). Enquanto estava escrevendo o Império conheci a produtora Mayra Auad, da YourMama Films, que acabou adquirindo os direitos de filmagem com o livro ainda inédito. Informante: Teu romance disseca a política nacional e escancara toda a podridão que envolve o sistema, assim como fez o cineasta José Padilha na franquia “Tropa de Elite” com a segurança pública do Rio de Janeiro. Não sei se mudou algo na polícia fluminense, mas seria esse o legado de O Império do Oprimido, o de jogar uma luz onde o monstro espreita? Ou acreditas que seria pedir demais uma leve tomada de consciência a partir da obra? Fiuza: Tive uma conversa informal com o Padilha sobre esse tema, uns dois anos antes do livro. Ele estava interessado em fazer um longa retratando o rolo do mensalão, no estilo do Tropa. Cheguei a esboçar uma sinopse, mas o Padilha saiu do Brasil logo depois. Aproveitei um pouco desse rascunho no Império, especialmente o personagem do operador Marivaldo Valadares. Acho que a paródia pode funcionar como denúncia sim, e tenho notado isso nas reações ao livro. Mas percebo especialmente que os leitores estão se divertindo – inclusive aqueles completamente apolíticos – e confesso que é isso o que mais me interessa.


Inside

4

Gustavo Pimentel

gustavospimentel@yahoo.com.br

Agenda

SEXTA

Rússia, aí vamos nós!

* Advogado

SÁBADO Parque Musical Parque dos Pinheiros, às 17h Atração: Livia Lopes e banda Festival Nacional do Chopp Socef (Feliz), às 21h Atrações: danças folclóricas, bandas Brilha Som, Polka, Voltinha, Musical Encanto e Dinamite Joe, Equipe Paradiso e DJ’s Daros Monteiro, Digo Glaeser e Claudinho Conceição Ingressos na hora por R$ 105,00 (feminino) e R$ 150,00 (masculino), com consumação liberada

DOMINGO Domingo na Estação Estação Férrea (Caxias do Sul), às 15h Atrações: Artesanato, escola de dança flamenca La Cueva, escritor Pedro Guerra Parque Musical Parque dos Pinheiros, às 14h 30 e às 16h Atrações: Banda Renovação e Banda Aknator (respectivamente) Divulgação

Em junho do ano passado, logo após Tite ter sido anunciado como técnico da Seleção Brasileira, escrevi neste espaço, afirmando que ainda tínhamos excelentes jogadores, ao contrário daqueles que criticavam a atual safra, e que o nosso problema era exclusivamente o comando técnico. Embora eu tivesse certeza do sucesso de Tite na Seleção, por conhecer a seriedade e o histórico de trabalhos do treinador, acredito que nem o mais otimista dos torcedores poderia prever a grandeza da conquista realizada por ele. Com oito vitórias em oito jogos nas Eliminatórias, a Seleção Brasileira é a primeira a se qualificar para a Copa do Mundo da Rússia, no ano que vem. Para se ter ideia do tamanho do feito, em apenas oito jogos, Tite, sozinho, conquistou mais pontos que o tradicional Uruguai e que a toda poderosa Argentina conseguiram em 14 jogos. E pensar que há menos de um ano as manchetes nos jornais perguntavam se pela primeira vez na história a Seleção Brasileira ficaria de fora de uma Copa do Mundo... Na Era Dunga, diziam que o problema era Neymar, que não tinha boas atuações e que não tinha preparo emocional para ser o capitão da equipe. Com Tite, Neymar é outro jogador. Com atuações exuberantes, tanto na Seleção quanto no Barcelona, ele caminha a passos largos para se tornar o melhor jogador do mundo já nessa temporada de 2017. As estatísticas mostram que ele já é muito superior ao que Messi era quando tinha a sua idade. Assistências, número de jogos, títulos e gols, Neymar supera o argentino em todos esses quesitos. Mais maduro e decisivo, o fato de ser capitão da Seleção e o centro das atenções em nada atrapalha o desempenho do craque, tão criticado anteriormente. Neymar, como todos os outros jogadores, mostra vontade e alegria em vestir a amarelinha e representar o Brasil, alegria essa que há tempos não se via. Não há na história recente do futebol um treinador que tenha transformado um time da água para o vinho em tão pouco tempo. E isso não se reflete apenas dentro de campo. É bonito ver as pessoas voltarem a assistir aos jogos da Seleção Brasileira, vestirem a camisa amarela e mostrarem orgulho do nosso selecionado. Em pouco mais de seis meses, Tite, o alquimista brasileiro, transformou o futebol da Seleção em unanimidade nacional e o que mais chama atenção é que conseguiu isso com praticamente o mesmo grupo de jogadores que era utilizado pelo turrão e prepotente Dunga. Caso o TSE venha a cassar a chapa Dilma-Temer na semana que vem e o cargo de Presidente da República fique vago, atrevo-me ao impropério de dizer que a única pessoa capaz de unificar o País seria o caxiense Tite.

Parque Musical Parque dos Pinheiros, às 17h Atração: Douglas Rapkiewicz

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017


FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

Inside

Artes Cênicas

Espetáculo de companhia mineira será na segunda no Centro de Eventos Flávia Mafra

Benedita e Sabonete Em espetáculo, palhações decidem virar músicos e maestros

O

Guilherme Macalossi cisperter@hotmail.com

Grupo Trampolim apresenta Manotas Musicais

espetáculo Manotas Musicais, do Arte Sesc: Cultura por Toda Parte, acontece na próxima segunda, às 20h. Os palhações Benedita e Sabonete decidem virar músicos clássicos e maestros e o público se torna a orquestra. Jogos musicais, humor e um repertório eclético fazem parte da apresentação. O Manotas Musicais é uma peça do grupo Trampolim de Minas Gerais. Com 22 anos de história, a companhia já apresentou mais de 15 espetáculos diferentes, fez turnês internacionais em países como Canadá e Portugal e conquistou prêmios na

5

área do circo e teatro de rua. Em Farroupilha, eles se apresentam no Centro de Eventos Mário Bianchi, no Parque Cinquentenário. A entrada é franca e os ingressos devem ser retirados no Sesc Farroupilha (Cel. Pena de Moraes, 320). Mais informações fone 3261-6526.

Programe-se O que: espetáculo Manotas Musicais Quando: segunda, às 20h Onde: Centro de Eventos Mário Bianchi Quanto: entrada franca

As Aves Marias de Elias Teixeira Toda noite, antes de dormir, meu avô sentava-se na cama e rezava uma Ave Maria em companhia de minha avó. Nos últimos 17 anos, o fez com a voz falha e algo balbuciante, típica daqueles que convalescem das sequelas de um AVC. Independente de como a voz saísse, entretanto, lá estava ele para declamar a oração. Esse momento da rotina de meu avô é ilustrativo do que foi sua vida. Elias Teixeira foi um lutador. Na juventude, se impôs contra as dificuldades da pobreza dos subúrbios de Porto Alegre valendo-se do estudo como arma para progredir na vida. Via pessoas bem vestidas indo para o centro e imaginava um dia fazer o mesmo. Não por se importar com roupas bem costuradas, mas por saber que ir ao centro, naquela época, representava o sucesso pessoal. Foi assim que ele deixou de ser vendedor de legumes e tornou-se promotor de justiça. Em um país onde o conhecimento é visto com menoscabo, e onde o saber desperta preguiça, é importante destacar quando alguém vence a imposição da ignorância. Conhecer, estudar e saber constituíam o triunvirato de verbos que meu avô usava como mantras ao aconselhar seus filhos e netos. Perdi as contas de quantas vezes me peguei ao lado dele lendo as coleções de enciclopédias que mantinha em sua casa. Ainda tenho em meu quarto muitas das coleções de cadernos e livros que ele juntava e me dava de presente. Uma vez, passeando pela capital gaúcha, apresentou-me parte da história da cidade e do Estado usando os nomes que batizavam as ruas e os prédios históricos que se erguiam no caminho que percorríamos. Não foi a única vez que a diversão serviu de pretexto para a instrução. E nos divertíamos. Nas viagens, nas jantas, nas conversas ao pé do fogão nas tardes de sábado, no pátio da casa que ele sempre manteve sem grades e nas ondas do mar de Camboriú em que pulávamos juntos. De modo que lamento, lamento imensamente por meus primos mais jovens. Tive, junto com minhas irmãs, a oportunidade de desfrutar de meu avô no sentido pleno. Eles também mereciam conhecer essa faceta escondida do sujeito sapiente e brincalhão, que guardava o bom humor por trás de uma enganosa cara enfezada. Em seus últimos anos, depois que o destino e a saúde lhe ceifaram a autonomia e o dom da palavra, restou a meu avô carregar o fardo de viver uma vida limitada pelas dificuldades da doença. E assim como no passado enfrentou a pobreza e a ignorância, na velhice lidou corajosamente com uma situação que em muitos aspectos escapava do seu esforço pessoal. Ainda que restrito, continuou ao lado da família que construiu até que a erosão do tempo, o único adversário invencível, o levasse aos estertores de sua existência. De modo que encerro voltando para a cama onde ele sentava para rezar diariamente. Quem o via ali poderia tão somente sentir pena por sua incapacitação física. Mas aqueles que conseguiam transpor o limite do corpo ouviam nos versículos da oração que ele recitava a essência de seu espirito: um homem que não abandonou suas crenças, sua fé no amanhã, e a vontade de estar ao lado dos parentes que amava. As Aves Marias que ouvirei a partir daqui nunca deixarão de ter no fundo o som de sua voz. * Redator e radialista


Cristiano de Oliveira

A

Sétima Arte

rádio Jovem Pan Serra Gaúcha promove a 2ª edição do Cinema Solidário, no próximo dia 9. A realização ganhará espaço no Moinho da Estação. No local o público poderá conferir o show de bandas e comidinhas dos tradicionais food trucks, além da sessão de cinema ao ar livre. O filme escolhido foi “A Culpa é das Estrelas” e a entrada é colaborativa, com um quilo de alimento não perecível.

Preparativos

Carla Teribile e Sandro Neis se unem em casamento neste sábado. Os noivos escolheram a cerimônia das areias para o momento especial. Amigos e familiares estarão reunidos na Sede da Tramontina. Daniel Hendler estará a cargo dos registros fotográficos e Sílvia Neis pela decoração.

Night

Cristiano de Oliveira

O Bulls Brasil promove o evento Baile das Patroas nesta sexta. A festa que agita o Largo da Estação Férrea, em Caxias do Sul, contará com o melhor do funknejo com o músico Cris Fagundes e as Meninas do Baile. Nas pick-ups, os DJ’s Luciano Lancini e Lilo Lorandi.

Denise Balbinot Colombo e Fabiano Garcia, em 10 anos de seu casamento e aniversário de 2 a

Fi

William de Oliveira circulou entre os que conferiram a festa do Boteco do Chá, na sexta

Colaboraç

Junior Machado

O Muinho, s cultural, promov Bazar. Na data, endedores e art além de aprese As crianças terã entrada é gratui

Tributo

Bar comanda ca Beer promov Winehouse. As b tam no repertóri A casa abre a pa

Eduarda Laziri conferiu o agito do Boteco do Chá no final de semana passado

Gastronom

Letícia Deon e Affonso Schneider Neto marcaram presença no show da banda Long John no Muinho, no sábado

O clássico ch lia agora ganha Festival integra em seu grau má nômico ocorrerá Food Store, em


Priscila Arsego

Eder Tondello

ique por Dentro

Jeferson Deboni

sessão de fotos marcando anos de seu filho Maurício

Richard Patrese Paesi recebeu o carinho da mãe, Dorli Maria Tonin, durante sua festa de aniversário realizada no sábado passado, onde reuniu familiares e amigos, no Boteco do Chá

ção

seguindo com sua programação ve no dia 9 o evento Das Coisas o local estará aberto para empretistas promoverem seus projetos, entações artísticas e gastronomia. ão um espaço infantil especial e a ita.

ado por Pena Bambrilla, o Repúblive neste sábado o Tributo a Amy bandas Etiene e Black Souls conio com os maiores hits da cantora. artir das 23h.

mia

hurrasco de domingo com a famía uma nova versão. O Barbecue ará diversas receitas com carnes áximo de sabor. O evento gastroá neste domingo, na Yoo Boutique Caxias do Sul.

Bianca Porto, ao lado da empresária Gilvana Hoffmann, durante lançamento da nova coleção Outono/Inverno da loja Arezzo do Iguatemi


Inside

8

Armando Wartha armandowartha@yahoo.com

Antropomorfismo, necessidade ou prazer? De modo geral, estamos vivendo um período de estimular e, o que é pior, de impor as características humanas nos nossos bichinhos de estimação. Só para citar dois exemplos, os mais clássicos, lembremos que o cão de guarda, até onde a memória alcança, servia pura e simplesmente para vigiar a casa, rebanhos e outros bens, ou, fosse de caça, servia de ajuda para esse fim, ou ainda como guarda pessoal em caminhadas e afazeres. Já ao gato, era dedicada a tarefa de controlar a proliferação de ratos e outros pequenos indesejáveis. Muito diferente disso, hoje não nos basta que o cão cuide da casa, necessitamos que ele se vista como nós, que ele fale como nós, que ele se comporte como nós, que conviva dentro de casa, como nós. E agimos da mesma forma com o gato, com o porquinho, com o cabrito, etc, etc, etc. Sem pretender formar juízo de valor, antes pelo contrário, apenas para entender tal comportamento, devemos perguntar por quê? Muitas poderiam ser as respostas a essa pergunta, por tratar-se de um fenômeno relativo. No entanto, algumas não podem ser deixadas de lado: sendo que o número de filhos, década após década, está diminuindo, uma hipótese plausível é a de que o ser humano está substituindo, mesmo que de forma impensada, a companhia do filho (da criança) pela companhia do animal. Outra possibilidade é a de que as pessoas estão cada vez mais próximas virtualmente, contudo, mais distantes fisicamente. O que sustentaria a necessidade desta aproximação dos animais, como substituição pelo afastamento dos da própria espécie. Uma terceira hipótese seria a necessidade que o homem possui de se impor sobre o outro. Ou seja, o homem nunca gozou de tamanha liberdade individual quanto a que possui hoje. E, sendo que todos são livres e iguais, só restaram os animais para submeter aos seus mandos e desmandos. Tudo isso poderia ser entendido e aceito como verdadeiro. No entanto, a resposta essencial parece ainda não ter sido dada satisfatoriamente. Talvez, a resposta a essa, aparentemente superficial, contudo, profunda pergunta, esteja no fato de que os pequenos irracionais já não nos bastem em substituição aos filhos. Talvez já não nos satisfaça tê-los próximos fisicamente, em substituição ao afago e calor perdido para a companhia virtual. É possível que queiramos torná-los o mais humanos que pudermos, para que, dessa forma, nos sintamos mais amparados (estar na companhia de um ser semelhante, ou o mais próximo possível disto, aumenta substancialmente a sensação de proteção, se comparada a de estar junto a um inofensivo e indefeso ser irracional). Por conta disso, a resposta à pergunta chave, não deve ser outra se não, “por necessidade”. Pensem nisso! * Escritor e bacharel em Filosofia

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

Primeiro Parágrafo

Compêndio criminal Em “O Império do Oprimido”, Guilherme Fiuza desmonta discurso hipócrita e vazio da esquerda, que serviu de base para série de ações pouco republicanas Ramon Cardoso ramon@jornalinformante.com.br

F

ilha de Roberto Maxwell, um megaempresário do ramo hoteleiro, a jovem Luana vibra com a chegada ao poder do primeiro governo de esquerda no Brasil. Alicerçado em um discurso de ética e honestidade, havia, até mesmo entre os não entusiastas da causa, uma espécie de condescendência e tolerância com a vitória, pelo fato de seu ineditismo. Afinal de contas, nunca antes na história desse País a nação havia sido governada pela esquerda. A paulistana Luana, formada em Direito e cursando pós-graduação na área no Rio de Janeiro, era mais uma entre as cooptadas por professores (como há falso intelectual de esquerda nas Faculdades de Direito, Jornalismo e História) que se transformava em uma defensora ferrenha do governo popular, que a fez entrar em conflito com o pai. De certa forma, a jovem sentia-se aprisionada pela família em um mundo de conto de fadas. Sabia que ter nascido em berço de ouro era exceção à regra. E é justamente essa realidade que ela resolve abrir mão. Encantada pelo discurso do professor Beto Leal, um advogado que atua em causas sociais, ela decide sair de casa e, na prática, desbravar o mundo que desconhece mudando-se para o Rio. Não demora muito, Beto conquistará ainda mais a jovem, já que passará a ser a ligação entre o universo que Luana tanto deseja estar inserida. Seu professor é ex-colega de Marivaldo Valadares. O publicitário mineiro é um estranho no ninho na primeira reunião da cúpula do novo governo, re-

alizada, de maneira provocativa, no luxuoso hotel Maxwell Plaza, do pai de Luana. Hábil, Marivaldo conhece como poucos Brasília e oferece ao grupo uma forma de “destravar o dinheiro”, sempre engessado pelos excessivos trâmites burocráticos. Logo, vira uma estrela da gestão. É ele quem sugere a Beto a criação de uma ONG que seria irrigada com recursos federais, para onde acaba indo trabalhar Luana. A trama gira em torno da patricinha completamente deslumbrada, que abdicou de uma vida de princesa para defender um ideal, uma bandeira. Na sua inocência, achava algo justo, muito embora seja fácil mergulhar nessa área com rede de proteção. Aos poucos, porém, Luana vai conhecendo a realidade e ela é muito mais complexa do que pode parecer à primeira vista. Na verdade, é quase sempre distorcida em favor de uma agenda, pouco importando as implicações éticas, políticas e até mesmo criminais que isso possa acarretar. “O Império do Oprimido”, de Guilherme Fiuza, é uma obra indispensável e obrigatória para quem quiser entender, relembrar e se divertir com a recente política nacional. Aos capítulos são inseridas, de forma magistral, situações surreais que, quando compiladas, mostram de forma ainda mais efetiva o absurdo que pautou a agenda política da esquerda no País. Nada escapa ao jornalista. Dos dados inventados para distorcer os fatos a black blocs financiados pelo Estado; de advogados do partido que passam a ocupar postos-chave no Judiciário a artistas e intelectuais pagos com dinheiro público para fazer propaganda do governo; de jornalistas que criam blogs sujos para receber verba pública a outros que atuam em grandes Redações e plantam notícias em favor de uma agenda


Inside

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

Primeiro Parágrafo

9

Lauro Edson Da Cás ldacas@hotmail.com

Imagem: Reprodução

A lógica da conveniência

O Império do Oprimido Autor: Guilherme Fiuza Gênero: Romance Literatura Brasileira Ano de publicação: 2016 Editora: Planeta Nº de páginas: 347 Preço médio: R$ 30,00

positiva; da eterna briga de egos entre ministros (formado em sua grande maioria por desqualificados e incompetentes que se acham importantes) a chantagem feita por colaboradores que sabem da sujeira e ameaçam denunciá-la quando estão prestes a serem degolados pela gestão. Nada passa incólume por Fiuza, um atento observador da política nacional e colunista do jornal O Globo e revista Época. O jornalista faz realmente um compêndio de todas as ações desencadeadas no período. Elas pouco têm a ver com o bem-estar do povo, mas sim com a conquista e preservação de interesses particulares.

Iniciativas que, quase sempre, podem ser tipificadas no Código Penal, inclusive com queimas de arquivo. Não custa lembrar que o caso Celso Daniel ainda reclama solução. Fiuza desmascara essa turma de charlatões com ironia e inteligência. Gente que, se ainda não está presa e não está porque estamos no Brasil, precisa ser urgentemente ridicularizada. A adaptação de O Império do Oprimido para a telona (veja entrevista com o escritor na capa e página 3 do Inside) deve deixar esse processo ainda mais latente. Espera-se que a maior parte dos personagens assista ao filme atrás das grades.

Diante de tantos devaneios escandalosos nas mais diversas áreas e esferas, algo notório e tão secular se apresenta, em outras palavras, a lógica da conveniência é a base articuladora de toda ação desenrolada nos inúmeros fatos que ultimamente estão sendo denunciados pelos meios de comunicação. Tudo bem, afinal é dia 31 e nos encontramos em mais um final de mês. A conveniência, neste contexto contemporâneo, está alicerçada naquele ‘drops’: “Vale se nos valer”. Eis o ponto culminante para entender nossas relações sociais, políticas, econômicas, religiosas, e como dito anteriormente, praticamente em toda e qualquer área. Como as coisas mudam. Como o homem se transforma! Quantos valores, perguntando para você amigo(a), já foram perdidos e/ou substituídos em seu viver? É possível manter valores na sua real essência, na sua integridade? Por outro lado, obviamente, é necessário ressaltar que encontramos pessoas, não que vivem sem princípios, mas que talvez baseiam sua vida em interesses. Por vezes, vivem inconsequentemente, apenas, correndo atrás disso. Cegam-se. E o que mais impressiona, dificilmente se cansam. E você conhece ou consegue perceber que existem pessoas que se comportam (vivem) assim? As relações humanas são fantásticas. Tanto é que, mesmo na economia e na administração empresarial, o setor responsável de ‘cuidar o humano’ ganhou uma atenção redobrada dentro de qualquer ramo de atividade. Sabe-se que esta situação de maior atenção se deve ao fato de valorizar e harmonizar o ambiente de trabalho. Viu-se que o segredo não estava no querer produzir mais, mas sim naquele que produz ou ajuda a produzir. Inovação e compromisso com a pessoa. Invariavelmente, assuntos que abordam valores e relações humanas, sempre trazem desafios e debates. O certo é que ninguém conseguiu deixar o ponto final nesta temática. E, para variar, muito já foi produzido e muito já foi jogado no lixo. Entretanto, em cada época, novos desafios e novas perspectivas para compreender a evolução, tanto da sociedade, como do próprio homem. Para o homem de boa vontade, ir ao encontro das boas relações e dos bons valores se tornam tarefas que jamais devem ser postas no esquecimento. Nem por cansaço e nem por simples desistência. Padecemos por tantos escândalos que não param de chegar. Padecemos pela crise que afeta uma grande parcela da sociedade (para não afirmar, todo o País). Padecemos por não aceitar o outro. Enfim, cabe a nós nos questionar que mundo queremos, mesmo sabendo que, nesta contemporaneidade, a aposta está na assertividade de se correr em busca de vantagens pessoais ou no simples: “vale se vale para nós”. * Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade


Inside

10

Sétima Arte

Quando o fator humano é desconsiderado “Sully” mostra como um dos mais incríveis salvamentos de um iminente desastre aéreo se transformou em uma alucinada e esquizofrênica busca por culpados

O

dia 15 de janeiro de 2009 pode não ter grande relevância para muita gente, mas para os 155 ocupantes do voo 1549 da US Airways, representa, sem exagero, um espécie de segundo aniversário. Eram passageiros e tripulantes do Airbus 320 que deixou o Aeroporto de LaGuardia, em Nova Iorque, rumo a Charlotte, na Carolina do Norte. Minutos após a decolagem, aves atingiram suas turbinas e provocaram a pane imediata nos dois motores. Com constante perda de altitude, ocasionada pela falta de potência, o comandante Chesley Sullenberger (Tom Hanks), o capitão Sully, como era chamado, teve que agir rápido. Imediatamente, a torre de comando liberou a pista do LaGuardia e começou a solicitar a liberação também das pistas do Aeroporto de Teterboro, na vizinha Nova Jersey, mas o experiente piloto percebeu que não teria condições de chegar a nenhuma das duas opções. Só lhe restou tentar algo inusitado: tentar um pouso no rio Hudson, na divisa entre as duas cidades. Ele foi extremamente bem sucedido. Não houve uma vítima fatal e os que se feriram foram sem gravidade. Logo, Sully recebeu a alcunha de “o herói do Rio Hudson” e o fato classificado como um milagre. Mas não para o Diretório Nacional de Segurança

dos Transportes e é justamente por aí que o filme dirigido por Clint Eastwood começa. Habilmente, não é uma narração linear, algo que seria simples demais para os padrões do cineasta e intercalar a investigação com o fato e a vida virada ao avesso do comandante deu vigor à trama. O trabalho dos agentes consistiu basicamente em questionar a decisão de Sully. Com dados técnicos e ações realizadas em simuladores, eles cogitam que o capitão teria condições de realizar os pousos, tanto no LaGuardia como no Teterboro, em segurança. Os fatos, lançados em audiências fechadas e sob sigilo, evidentemente que colocam até mesmo Sully em dúvida se realmente agiu da melhor maneira no caso. Em um de seus primeiros contatos com a esposa Lorrie (Laura Linney) ele se preocupa em esclarecer justamente isso. Para Lorrie, quase a totalidade da população americana e mundial e, especialmente seu copiloto, o primeiro oficial Jeff Skiles (Aaron Eckhart), que presenciou toda a ação na cabine, o capitão operou um verdadeiro milagre. Não bastasse seus 42 anos de aviação, Sully ainda era especialista no estudo de acidentes aéreos. Porém, nada disso parece importar para os investigadores, fascinados pelos holofotes e em busca de promoção. No entanto, para um trabalho correto e imparcial, eles precisavam levar em

conta um dado: o fator humano. Não há como precisar, e isso em qualquer circunstância, como um ser humano vai se comportar diante de uma situação extrema. Isso foge do escopo de qualquer cartilha. O que chama a atenção no filme é a serenidade e humildade com que Sully atuou na questão. Nisso, Hanks foi perfeito no papel. Ele conseguiu transmitir a tranquilidade e a calma que caracterizam Sully, como fica bem evidente nos extras. No material de apoio, em 20 minutos, o ícone “O Homem por Trás do Milagre” fala com o capitão, Skiles, Lorrie e Kelly, uma das filhas do piloto. Foi justamente esse fator que Clint levou ao relatar o episódio. Mostrar Sully como herói era muito fácil. O cineasta fez, ao lado do roteirista Todd Komarnicki, questão de levantar uma ponta de suspeita sobre sua atuação, levantada inclusive pelo próprio capitão, e que também fez parte do contexto que envolveu a investigação. Porém, não resta a menor dúvida que embaralhar a cronologia tornou o filme ainda mais interessante.

Dois gigantes O cineasta Clint Eastwood e o ator Tom Hanks: monstros reunidos para evidenciar a relevância do fator humano

FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017


FARROUPILHA, 31 DE MARÇO DE 2017

Inside

11

Sétima Arte Divulgação

Sully Direção Clint Eastwood Roteiro Todd Komarnicki Gênero Drama Duração 96 minutos País Estados Unidos Ano de produção 2016 Estúdio Village Roadshow Pictures Malpaso Ratpac-Dune Entertainment Distribuição Warner Bros Pictures


12

Horóscopo Áries - 21/03 a 20/04

A semana contém uma energia mais determinada e perseverante, propícia para realizar seus objetivos. As questões materiais ganham destaque, assim como a consciência dos seus valores e talentos. Cuidado com a teimosia e inflexibilidade.

Touro - 21/04 a 20/05

Temos Lua e Marte transitando o seu signo, taurino. DSemana positiva para ter uma consciência maior das suas emoções, valores e necessidades. Saiba distinguir determinação e teimosia.

Gêmeos - 21/05 a 20/06

Ações nos bastidores ou em questões sigilosas estão enfatizadas neste período. É uma fase oportuna para você compreender que a segurança é um fator interno e subjetivo. Bom momento para finalizar tarefas pendentes dando um toque criativo.

Câncer - 21/06 a 20/07

Benefícios ligados a projetos com equipes, grupos e instituições. É hora de levar adiante as recentes iniciativas e obter bons resultados. A paciência e perseverança são premiadas com a colheita de resultados interessantes.

Leão - 21/07 a 22/08

Semana interessante para a carreira e o reconhecimento. É importante que se sinta seguro na expressão de seus talentos para ser também valorizado pelas pessoas. Cuidado com a tendência a conflitos envolvendo chefias e autoridade.

Vírgem - 23/08 a 22/09

Cuidado com o ceticismo e o excesso de rigor, virginiano. Semana importante para avaliar em que você acredita, quais são seus planos e objetivos. Estudo de línguas, novos interesses mentais e viagens estão enfatizados.

Libra - 23/09 a 22/10

Semana importante para questões ligadas à sexualidade, intimidade e emoções. Empreendimentos que envolvem outras pessoas podem ter resultados materiais benéficos. Um bom momento para pensar em um orçamento mais responsável.

Escorpião - 23/10 a 21/11

Temos Lua e Marte se movimentando no setor de relacionamentos escorpianos. A fase é positiva para sentir mais estabilidade emocional e confiança nas pessoas. Os empreendimentos conjuntos ganham força e podem trazer importantes realizações.

Sagitário - 22/11 a 21/12

É necessário que saia da inércia e que desperte para novos objetivos e realizações. É preciso determinação e flexibilidade no ambiente de trabalho e no relacionamento com colegas. É hora de olhar mais para a saúde e mudar hábitos estagnados.

Capricórnio - 22/12 a 20/01

Afetividade e criatividade são temas enfatizados. Semana para expressar com mais naturalidade sua natureza sensual e afetuosa. Momento em que você tende a sentir um maior contentamento com as questões do cotidiano.

Aquário - 21/01 a 19/02

Semana importante para questões familiares e relacionadas à casa. Momento oportuno para se sentir mais centrado e evitar fazer as coisas com pressa. Cuidado com a tendência à inflexibilidade que pode trazer problemas junto a familiares.

Peixes - 20/02 a 20/03

Boa semana para a expressão criativa e a capacidade de comunicação dos piscianos. Arte, criatividade e contatos positivos caracterizam o astral do dia. Momento em que você tende a se sentir mais determinado a realizar seus projetos.

Inside

FARROUPILHA, 24 DE MARÇO DE 2017


VENDO ASTRA 1999, único dono, 38.000 Km. Originais. Pneus novos, bateria nova. Super inteiro. Tratar pelo fone: 99178-2300. VENDO TOYOTA RAV4 2.4 4x4 16v 170cv Câmbio automático. Ano 2008. Prata c/ Teto solar. 109.000 Km. Revisado. Excelente estado. Pneus novos Goodyear Wrangle r 235/65 R17. Bancos em couro. R$ 43.000,00. Tratar fone: 3412.1987. VENDO TERRENO de esquina com 1.377m² a uma quadra da rodoviária e do centro de compras. F. 99118-1642.


VENDO TERRENO central em Arroio do Sal a uma quadra do mar. F.99118-1642. ALUGA-SE APARTAMENTO semi-novo, direto com proprietária. Configurado por três dormitórios. Box de garagem com portão eletrônico. Sala, banheiro, cozinha, escritório e duas sacadas. Localizado na Av. Independência no Bairro São Luiz. Telefone para contato: 99951-3583 / 3268-1062.


VENDO terreno de Cooperativa com área definida. Valor R$ 35.000,00. F.: 991181642. ALUGO CASA NA PRAIA NO MUNICÍPIO ARROIO DO SAL, BALNEÁRIO ATLÂNTICO, HÁ UMA QUADRA DO MAR, TODA EM ALVENARIA COM 02 SUÍTES, MAIS UM BANHEIRO COMPLETO, ACOMODA SETE PESSOAS, PÁTIO GRANDE FECHADO COM MUITA SOMBRA, PERTO DE SUPERMERCADO, SORVETERIA, RESTAURANTE, POSTO DE SAÚDE. DIRETO COM O PROPRIETÁRIO, OLAVO (54) 99972-6708 – BENTO GONÇALVES/RS.


VENDE-SE TERRENO de Cooperativa com 106 parcelas pagas. Área de terra comprada. Localizada na saída para o Salto Ventoso. APENAS R$ 9.300,00 Tratar com José, fone (54) 99925-2068. Aluga-se apartamento no Centro da cidade com área privativa de 105m², com três quartos, sala, cozinha, área de serviço, despensa, água quente, dois banheiros, sacada, excelente posição solar e com dois boxes de garagem. Tratar diretamente com o proprietário pelo fone (54) 3261-3263, pela manhã.


Edição 479  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you