Issuu on Google+

R E V I S TA

Revista do Sindicato dos Corretores de Seguros, Empresas Corretoras de Seguros, Capitalização e Previdência Privada no Distrito Federal

Ano VI - Número 21 - agosto 2011

SONHO REALIZADO Sindicato inaugura sede própria

Entrevista Dorival Alves de Sousa pg. 4

institucional Time Unido pg. 20

COTIDIANO Moral não se compra pg. 16


Faça a Diferença.

Atualize seu cadastro.

Mantenha o cadastro atualizado e assegure o exercício da sua profissão. A Resolução CNSP 60/2001, alterada pela Resolução CNSP 126/2005, prevê sanções administrativas para o corretor de seguros que não mantiver atualizados os atos constitutivos e endereços perante a Susep. Entre as sanções estão multa de R$ 3 mil e até a suspensão temporária do título de habilitação do corretor. Evite aborrecimentos, atualize seu cadastro. Detalhes no www.sincordf.org.br.


. diretoria . presidente . Dorival Alves de Sousa . 1º vice-presidente . Domingos Sávio Machado . 2º vice-presidente . Francisco de Assis Parente . 3º vice-presidente . Farias Pereira de Sousa . diretor administrativo . Guilherme Lourenço Coimbra . diretor administrativo-adjunto . José Wenilton Ribeiro . diretor financeiro . Aderson Blanco Cinnanti . diretor financeira-adjunta . Renata Carneiro Valadares . diretor de marketing e relação com o mercado . Sérgio Luiz Viott . diretor de desenvolvimento profissional . Dirceu Bonecker de Souza Lobo Júnior . diretor de benefícios e convênios . José Carlos de Andrade . diretor social, eventos e esporte . Eliene Martins Soares . suplentes da diretoria 1º suplente . Rogério Miranda Bosco 2º suplente . Cláudio Antonio de Souza Troncha 3º suplente . João Pereira da Silva 4º suplente . Silas Leão Sanches . CONSELHO FISCAL EFETIVO 1º conselheiro . Paulo Celso Pereira de Morais 2º conselheiro . Irineu Joaquim de Oliveira 3º conselheiro . Laerte Paulo da Silva . SUPLENTES DO CONSELHO FISCAL 1º suplente . Rubens Amaro de Souza Filho 2º suplente . Gelson Buhler . CONSELHO DE ÉTICA Eulinda Maria de Moura Fonseca Ciro Vanger Goulart Cleber Wilson Pioto João Tomas Sant’ana Augusto Escossia de Oliveira Juan Manuel Barcena Saavedra . SUPLENTES DO CONSELHO DE ÉTICA Paulo César Gonçalves Gustavo Saavedra Dias Daniel de Mattos Rodrigues Raimundo John Ferreira de Sousa Alex de Lima Miranda Fábio Gomes de Mesquita . DELEGADOS JUNTO À FENACOR 1º delegado . Dorival Alves de Sousa 2º delegado . Farias Pereira de Sousa . SUPLENTES DE DELEGADOS REPRESENTANTES JUNTO À FENACOR 1º suplente . Jafé Torres 2º suplente . Jackson de Melo Prata Nova sede SINCOR-DF . SCS Qd 01, Bloco D, Sala 51 a 54, Edifícil JK - Brasília/DF . Cep.: 70306-900 . Tel.: 61 3323 4516 . 3323 6562 Fax: 61 3325 6070 . sincordf@sincordf.org.br Reportagem . Iara Rabelo e Marcio Peixoto Edição . Marcio Peixoto Foto . Cláudio Araújo Projeto gráfico e Diagramação . Infólio Comunicação .61 3326 2828. Para anunciar, sugestões e críticas . .61 3323 4516 . 3323 6562 . informativo@SINCORdf.org.br

Palavra do presidente Você, leitor, tem em mãos um novo produto. O antigo Informe SINCOR-DF deu espaço à Revista SINCOR-DF, um veículo de comunicação na essência da palavra, feito de forma profissional e comprometida. Ao fazer esta reformulação, nosso objetivo foi simples, mas importantíssimo: garantir acesso à informação de qualidade no formato adequado. A partir de agora, tudo que acontece no S I N C O R - D F e no mercado de seguros de Brasília e do Brasil vai estar nas páginas da nossa Revista. E o número de reestreia não podia chegar em melhor hora: a inauguração da tão sonhada sede própria do Sindicato. A luta é longa, muitos acompanharam de perto, mas vale relembrar. São quase cinco anos desde o início do processo que envolveu etapas como compra de um imóvel, venda do mesmo por problemas diversos, aquisição de outro imóvel, elaboração de projeto, reforma. Bom, o histórico é longo, mas está concluído. Hoje, todo associado do SINCOR-DF pode encher o peito com orgulho e dizer: meu Sindicato tem casa própria! Mais ainda, todo corretor, toda seguradora, todo atuante no mercado do nosso meio, e do Brasil inteiro, pode saber que tem um ponto de referência em Brasília. Ora, esta é a capital do país, tudo acontece aqui, é claro que o setor de seguros precisava de um espaço na cidade.

Dorival Alves de Sousa Presidente do SINCOR-DF

A nova sede do SINCOR-DF é exatamente esse espaço, e com a vantagem de ter em suas dependências uma sala especialmente destinada à Fenacor. Daqui para frente, a Federação tem uma representação fixa no centro do poder nacional. Esta edição da revista traz ainda outras notícias importantes, como o relato do Dia de Lazer do Mercado de Seguros do Distrito Federal. Um evento novo - está apenas na terceira edição, mas que já virou tradição e entrou no calendário do SINCOR-DF. Conheça também as colunas Mercado Agora, onde apresentamos as novidades e os casos de sucesso em Brasília, e Flashes, com as fotos de tudo que acontece no Sindicato. E faça questão de participar. A nova Revista SINCOR-DF faz parte da forma democrática e aberta com que a atual diretoria conduz o Sindicato. Sua opinião sobre as páginas que seguem é essencial para garantir a satisfação de todos. Boa leitura!


sumário

4 entrevista . Dorival Alves de Sousa

Presidente do SINCOR-DF relembra os diversos episódios da saga que envolveu a compra definitiva da sede própria

8 capa . nova sede

Inauguração da sede própria do SINCOR-DF garante espaço privilegiado para corretores e seguradoras no centro da capital da República

20 Time unido

Diretoria do SINCOR-DF mostra sintonia fina na condução dos projetos do Sindicato

3 . política . posse em Brasília

Mercado de seguros acompanha posse do novo Congresso Nacional, que conta com um representante do setor na Câmara dos Deputados

14 . eventos . Dia de Lazer

Dia de Lazer reúne em chácara no Lago Sul todos os players do mercado de seguro do Distrito Federal

16 . cotidiano . bom exemplo

A pequena Bruna, nascida em uma família que atua no mercado de seguros do Distrito Federal, dá uma lição de honestidade e ética ao tentar devolver dinheiro encontrado na rua

18 . Mercado agora

Sucessos e novidades na área de seguros do DF

19 . Eventos . Congressos de corretores

Em novembro, três encontros reúnem em Brasília corretores de todo o país

21 . CLIQUE . Inauguração da sede do SINCOR-DF

Confira as fotos da Inauguração da Sede do SINCOR-DF

23 . CLIQUE . Dia de Lazer

Confira as fotos do Dia de Lazer


política posse em Brasília

NOVOS PARLAMENTARES

O

presidente do SINCOR-DF, Dorival Alves de Sousa, além de diversas lideranças do mercado de seguros, participou em Brasília, em 1º de fevereiro, da posse dos novos parlamentares, eleitos no pleito de outubro de 2010. No total, tomaram posse 513 deputados para mandatos de quatro anos. Eles representam a população dos estados que os escolheram. As bancadas são proporcionais à população de cada unidade. Já no Senado, foram 54 novos parlamentares, que representam os estados e o Distrito Federal. Como a Casa tem 81 cadeiras e mandato de oito anos, a

eleição é alternada, com a troca de um terço ou dois terços dos senadores, respectivamente. Desta forma, em 2010 foram eleitos 54 senadores, ou dois por estado. E em 2014 será a vez de escolher apenas um senador por unidade da federação. No Senado, cada estado e o DF possuem três representantes, independente da população. Dentre os deputados, destaque para a posse de Armando Vergílio dos Santos Júnior, do PMN de Goiás, que preside a Federação Nacional dos Corretores de Seguro Privado (Fenacor) e já comandou a Superintendência de Seguros Privados (Susep). Ele, aliás, foi o primei-

Deputado Armando Vergílio, presidente da Fenacor

Câmara dos deputados / Diógenis Santos

Mercado de seguros acompanha posse do novo Congresso Nacional, que conta com um representante do setor na Câmara dos Deputados

ro representante do setor privado a dirigir a Susep. Para o presidente do SINCOR-DF, Vergílio é um excelente representantes do ramo de seguros. “O deputado Armando Vergílio é um orgulho para nosso setor. Ele conduz com maestria nossa Fenacor e também teve uma atuação destacada na Susep, além dos cargos que já ocupou no estado de Goiás”, observou Dorival Alves de Sousa. Armando Vergílio foi o oitavo mais votado de Goiás, com 103.231 votos. Atualmente, ele está licenciado da Câmara dos Deputados para exercer o cargo de secretário de Cidades do estado. Junho 2011 | 3


entrevista Dorival Alves de Sousa

O ÚLTIMO CAPÍTULO Dorival Alves de Sousa relembra os diversos episódios da saga que envolveu a compra definitiva da sede do SINCOR-DF

U

ma luta de anos que chega ao fim. E com final feliz. Esse é o relato que o presidente do SINCOR-DF, Dorival Alves de Sousa, faz nesta entrevista, concedida já no novo prédio do Sindicato (leia reportagem na página 8). Aqui, além de esmiuçar o longo processo de aquisição da sede própria, o presidente também comenta a situação do mercado de seguros em Brasília, anuncia eventos que vão acontecer na capital da República, divulga serviços oferecidos pelo Sindicato e concluiu com uma mensagem para o profissional corretor de seguros.

4 | revista


Revista SINCOR-DF: Como surgiu a ideia de adquirir uma sede própria para o Sindicato? Dorival Alves de Sousa: Sem-

pre foi um anseio da categoria ter em Brasília, como em alguns outros sindicatos espalhados pelo território nacional, sua sede própria onde pudesse trabalhar com mais tranquilidade, onde a categoria pudesse ter a sua casa como referência. Brasília sempre lutou na tentativa de conquistar isso. Quando nós assumimos o Sindicato, encontramos o Sindicato com a aquisição de uma sede, porém, ao observarmos a obra que estava sendo executada, a documentação, deparamos com algumas irregularidades. Não irregularidade de aquisição, mas quanto ao projeto de execução e quanto ao respeito do patrimônio do Distrito Federal. Uma delas era que o imóvel avançava o espaço, estava sendo construído acima do permitido, e também o imóvel invadia área pública. RSDF: A partir da constatação desses problemas, o que foi feito? DAS: Fomos buscar junto aos ór-

gãos do governo e confirmamos essas irregularidades. De imediato, a diretoria propôs a realização de um plebiscito junto à categoria para verificar se realmente era aquilo que deveria ser abraçado ou se deveria ter outro destino. Daí, a categoria votou em nos desfazermos daquele imóvel o mais rápido possível e

que fosse pesquisado algum outro imóvel em Brasília que oferecesse condições para a categoria. Então, começamos a buscar a maneira de vender este imóvel. Corremos, pesquisamos, consultamos a assessoria jurídica para verificar como fazer. Então, foi feita, através de um edital, a venda do imóvel. Tivemos,

Nós temos dignidade. Agora o corretor tem o seu espaço, tem a sua casa, ele tem um ponto de referência, ele tem suporte” graças a Deus, sucesso na venda, uma pessoa física, um médico, como investimento, ele adquiriu esse imóvel praticamente pelo valor da aquisição. Nós trabalhamos para que o lance mínimo fosse o valor do investimento no imóvel, e conseguimos vender praticamente pelo mesmo preço. RSDF: Foi fácil vender o imóvel antigo? DAS: Não. Esse processo foi mui-

to desgastante, é um processo muito moroso porque é a venda de uma entidade, tem que ter edital, assembleia, esse processo demorou praticamente dois anos. Houve nessa venda apenas a perda financeira, porque praticamente conseguimos vender pelo preço de aquisição. Esse imóvel parado ge-

rou despesas e não teve qualquer valorização, porque o dinheiro praticamente foi o mesmo. RSDF: Certo. Vendido esse local anterior, qual foi o próximo passo? DAS: Aí, a partir da venda, co-

meçamos a pesquisar, publicamos em jornais, procuramos imobiliárias, tentamos fazer de tudo para comprar um imóvel. Vários imóveis estavam tabulados e praticamente comprados, mas na hora da escritura encontrávamos algumas arestas que iriam ferir a condição da atividade de escritório sindical. Foi gasto aí bastante tempo para podermos chegar a este imóvel que estamos hoje. Muito bem, achamos este imóvel procurando como se fosse uma agulha no palheiro e concluímos a compra deste imóvel. RSDF: Em seguida à compra, o que fez o SINCOR-DF? DAS: Fomos trabalhar na execução do projeto, contratar arquiteto, publicar em meio de comunicação edital abrindo a oportunidade de pessoas, de empresas de construção, de arquitetura, se cadastrar para trabalhar o nosso projeto. Foi feito isso e aí começou um processo de reforma. Só que também tivemos um espaço muito grande porque o dinheiro era curto, nós não tínhamos dinheiro para tudo ao mesmo tempo – pagamos à vista, escrituramos, que é um orgulho para a categoria este imóvel estar registrado escriturado em nome do Junho 2011 | 5


SINCOR-DF. A partir desse momento, veio a fase da obra. RSDF: Como aconteceu a reforma do prédio? DAS: Muito trabalho. Para com-

prar material, nós tínhamos que cotar com muito cuidado. E a obra só poderia ser executada em período noturno, a mão de obra é mais cara. A execução dessa obra foi praticamente só no período noturno e para subir e descer material de construção, só sábado e domingo. Então, isso retardou bastante e a coisa veio, veio, veio até ao ponto que nós conseguimos, graças a Deus, à participação da diretoria, ao envolvimento direto de um dos diretores que abraçou esta causa, que jamais poderemos esquecer, que foi o diretor Dirceu Bonecker de Souza Lobo Júnior, que acompanhou com afinco. Primeiro, ele gosta do que faz e fez um trabalho bonito, inclusive por ele ser engenheiro. Também pudemos contar com a participação do diretor Aderson Cinnanti, que também é engenheiro. Ambos criticaram, acompanharam, ‘faz isso’, ‘faz aquilo’, até que realmente no dia 8 de junho nós pudemos inaugurar a nossa sede própria, quitada com recursos de um trabalho que o Sindicato vem realizado frente ao mercado aqui no Distrito Federal. RSDF: Quanto tempo demorou esse processo todo de aquisição da sede? 6 | revista

DAS: Eu diria que foram quase

cinco anos, porque não foi fácil. Tão logo nós assumimos, a primeira medida foi embargar a obra da antiga sede, porque ela estava irregular. Ela não respeitava os padrões exigidos pelo governo do Distrito Federal. Esse era o problema.

RSDF: Presidente, como está o mercado de seguros em Brasília? DAS: Brasília é um mercado pro-

missor, a agressividade é grande, a competitividade está dentro dos padrões que vislumbramos. Brasília oferece um mercado muito bom RSDF: Com essa nova sede para o corretor de seguros. Eu digo um mercado muito bom porque escriturada, registrada, nós temos aqui os órgãos públicos, quais as vantagens para a o setor de indústria, as empresas. categoria? Então, oferece grandes oportuniDAS: Primeiro, localização central. dades para o profissional. Há de Também a disponibilidade de um convir que temos grandes corretoespaço para o corretor fazer uso no ras atuando no Distrito Federal. Eu seu dia a dia. É um espaço físico diria que Brasília hoje se dá ao luxo e uma representatividade à altude dizer que está entre os cinco maiores mercados do Brasil. E o que o correO SINCOR vem realizando um tor pode ver nisso? Grantrabalho social fantástico, que des oportunidades! Mas precisa reciclar, precisa se é o atendimento às vítimas atualizar. O corretor que se acomodar, que vem pae beneficiários do seguro rando no tempo, ele está fadado ao insucesso. obrigatório, o famoso DPVAT” ra dos corretores. Hoje, nós estamos preparados para receber uma companhia seguradora, do boy ao presidente. Nós temos dignidade e o Sindicato hoje pode dizer que tem como compromissos financeiros apenas condomínio, água, luz, telefone e folha de pagamento. Só isso, praticamente! Então, foi um impacto muito grande para a categoria. O corretor tem o seu espaço, tem a sua casa, ele tem um ponto de referência, ele tem suporte. E bem localizado, no coração de Brasília, no Setor Comercial Sul.

RSDF: De que maneira o sindicato entra nessa parte de atualização profissional? DAS: O Sindicato tem uma par-

ceria excelente com a Escola Nacional, que é a Funenseg. Então, o que acontece? Sempre buscamos, através dessa parceria com a Escola, realizar cursos, especialização, palestras motivacionais, palestras de reciclagem, de produtos, também dando oportunidade ao corretor de conhecer um pouco mais as companhias seguradoras que ele está fidelizado, porque o corretor


não consegue trabalhar com todas as companhias, é impossível, ele não prestaria um bom atendimento. O corretor tem que selecionar seus parceiros e, a partir daí, buscar ter uma fidelização maior. Eu vejo que é um caminho excelente e que esses treinamentos e estas palestras têm contribuído, e muito, para o aperfeiçoamento do profissional corretor de seguros no Distrito Federal. RSDF: Quais os planos do SINCOR-DF para estes meses que restam em 2011? Temos já planejado workshop para os próximos dois meses. No entanto, estamos com uma agenda um pouco comprometida pelo fato de Brasília estar sediando, em novembro, o XVII Congresso Brasileiro de Corretores de Seguros e o I Congresso Brasileiro das Operadoras de Planos de Saúde. Primeiramente seria apenas o Congresso Brasileiro, mas nós aproveitamos, por meio da criatividade e de uma negociação com a Fenasaúde, trazer o segundo evento também para Brasília. Então, vamos acolher cerca de cinco mil profissionais de todo o Brasil e alguns representantes de companhias e corretores do mercado internacional. O XVII Congresso Brasileiro é um evento da Fenacor e é preciso dizer que foi conquistado pelo SINCOR do Pará e, por situações geográficas, de localização, de transporte aéreo,

DAS:

hotelaria, e situação política também, a Federação entendeu que este evento deveria ser realizado em Brasília. Então, é um evento conquistado pelo SINCOR do Pará e Brasília está colocando a casa à disposição para estes amigos do Pará para receber este pessoal. RSDF: Para terminar, uma mensagem para os corretores do DF.

Precisa reciclar, precisa se atualizar. O corretor que se acomodar, que vem parando no tempo, ele está fadado ao insucesso”

DAS: Aqueles que ainda não são

sindicalizados, que procurem conhecer as atividades que o Sindicato tem realizado e as propostas de trabalho que o Sindicato tem divulgado no seu dia a dia. E que ele também possa vir conhecer a sua casa, venha debater conosco, venha trazer ideias, trazer projetos, que todos serão analisados, principalmente em prol da categoria. Aqueles que já são sindicalizados que ainda não vieram aqui, que venham conhecer a sua casa. E também dizer: procure estar atento, procure acompanhar as nossas informações, os informativos, no site, pessoalmente; conheça e divulgue a sua casa, porque ela é muito importante para você, profissional de seguros. O Sindicato é a referência máxima do profissional corretor de seguros e, graças a Deus, com apoio dessa massa de corretores espalhada por todo o DF, o SINCOR vem realizando um trabalho social fantástico, que é o atendimento às vítimas e beneficiários do seguro obrigatório, o conhecido DPVAT. Então, você, corretor, cada vez mais divulgando esse trabalho, você está ajudando, está contribuído para que a sociedade não seja iludida ou enganada. Esse trabalho que a categoria oferece é exclusivamente social e totalmente gratuito. Qualquer pessoa que procurar o SINCOR-DF será atendida, orientada e terá todo o acompanhamento social sem ter a necessidade de intermediário e sem gastar um centavo. Junho 2011 | 7


capa nova sede

8 | revista


A CASA DO SEGURO Inauguração da sede própria do SINCOR-DF garante espaço privilegiado para corretores e seguradoras no centro da capital da República

“É

um momento de emoção, é difícil até você expressar esse sentimento de alegria. É uma conquista!”. Com estas palavras o presidente do SINCOR-DF, Dorival Alves de Sousa, anunciou a inauguração da sede própria da entidade. A voz embargada é justificável: o ato é fruto de uma longa batalha (detalhes na entrevista da página 4). A concorrida cerimônia de inauguração reuniu cerca de 200 pessoas no novo endereço, no Setor Comercial Sul, Quadra 1, bloco D, salas 51 a 54, Edifício JK. A sede conta com 260 metros quadrados de área localizada no centro do Plano Piloto, garantindo fácil acesso aos corretores e empresas. Aliás, a localização é uma das grandes vantagens do novo SINCOR-DF,

já que facilita a vida também de quem usa o transporte público. A região onde está o Edifício JK tem linhas de ônibus para todo o Distrito Federal e ainda está ao lado da rodoviária urbana de Brasília e da principal estação do metrô. A sede ainda funciona no mesmo prédio onde acontece o atendimento gratuito para quem quer utilizar o DPVAT. Este serviço de assessoria é um trabalho comunitário oferecido pelo Sindicato a toda a população

interessada, independente de nível socioeconômico. Outro ponto positivo da sede própria é o fato de a Fenacor ter uma sala dentro do Sindicato. O presidente da Federação, Armando Vergílio dos Santos Júnior, que também é deputado federal pelo PNM de Goiás, sabe bem a importância de contar com um espaço fixo na capital do país: “Todos os assuntos convergem para Brasília. É aqui que nós temos que buscar estabelecer o

Música ao vivo animou a inauguração

Junho 2011 | 9


capa nova sede

Nova sala de reunião do SINCOR-DF

Quem também fez uso da palavra so de amadurecimento e crescimendiálogo com o governo, com o Congresso. Essa é a casa do corretor de na solenidade foi o presidente da Fu- to, mas que, acima de tudo, seja esse o espaço da convergência seguros, mais do que isso, para que vocês tenham mais essa é a casa do mercado e mais conquistas”, disse Bitde seguros”. Essa é a casa do corretor de tar. Armando Vergílio ainda seguros, mais do que isso, Antes de descerrar a placa enfatizou que a sede próoficial de inauguração, Doripria é uma vitória digna essa é a casa do mercado de val Alves de Sousa agradeceu de aplausos. “O Sindicaa presença de todos. “Eu, to do Distrito Federal já seguros” Armando Vergílio, presidente toda a diretoria e os consevinha perseguindo esse da Fenacor lheiros estamos lisonjeados sonho há algum tempo e com a presença de cada um você, Dorival, foi a pessoa que materializou essa conquista. Esta nenseg, Roberto Bittar, que destacou de vocês. Só temos que agradecer. inauguração hoje vem coroar este a modernidade do ambiente. “É um Para nós é um marco histórico nessa trabalho. Eu queria cumprimentar grande orgulho presenciar a inaugu- nossa jornada à frente ao sindicato você, toda a diretoria e todos os cor- ração de uma sede própria com ins- Hoje, o SINCOR-DF, com bastanretores de seguro e dizer também que talações absolutamente modernas e te orgulho, tem sua sede própria. temos uma sinergia muito grande adequadas para atendimento ao pú- A cada dia estamos aí fazendo com com os nossos parceiros seguradores blico dos corretores de seguro do DF. que o corretor do Distrito Federal e acredito que aqui também será um Desejamos que vocês tenham um seja reconhecido e que esteja, cada espaço comum, para que as próprias trabalho abençoado neste endereço e vez mais, apto e preparado para deempresas seguradoras possam utili- que seja aqui o ambiente de todo o senvolver essa parceria que é com os zar”, enfatizou o presidente durante debate democrático, de divergências, senhores seguradores”, concluiu o inclusive, que fazem parte do proces- presidente do SINCOR-DF. o discurso. 10 | revista


ENTRE ASPAS nova sede “Depois de um longo tempo da gente tentando ter uma sede própria, aqui ficou muito bom, porque inclusive tem uma sala aqui reservada à Fenacor e também o seguro DPVAT está aqui ao lado. É um local de fácil acesso. Graças a Deus, conseguimos fazer com o dinheiro que a gente tinha, sem maiores estresses de pagamento” Irineu Joaquim de Oliveira, diretor do SINCOR-DF

Paulo Celso Moraes, diretor do SINCOR-DF

“A estrutura, o ambiente, ficou muito bom. Um trabalho muito bem feito pelo pessoal de frente e eles estão de parabéns por isso. Nós estamos satisfeitos com o que aconteceu. O pessoal, desde a diretoria passada já está lutando para ter uma sede própria, porque a gente precisa ter um endereço fixo e a sede própria é isso”

“Isso é muito importante, principalmente pela representação que tem o sindicato em nível de Brasil – está sediado exatamente em Brasília, a capital, e isso traz uma conotação muito grande para todo o mercado de seguros. Tendo uma sede, tendo como atender o corretor, mostra para o mercado que a categoria está organizada” Edvan Gomes Vasconcelos, presidente do Sincor-PB Suzana Macedo Ribeiro, gerente executiva da Sucursal Brasília da Tokio Marine

Jorge Antônio dos Santos, corretor da Aplis Corretora de Seguros Rogério Velasques, diretor executivo da Bradesco Vida e Previdência

“Esta sede é fundamental. Uma instituição que representa os corretores de seguros tem que ter uma sede à altura para recebê-los e atendê-los da melhor forma possível. Está tudo muito lindo, está perfeito. Estão de parabéns”

“Esta sendo muito bom esta nova sede em razão da luta que todos os corretores vinham pleiteando ao longo dos anos essa conquista, e agora está se concretizando. O sonho está se tornando realidade. Então, tem sido muito bom, muito maravilhoso para todos nós”

“Um patrimônio é uma fase importante da nossa vida. Ele conquistado, sendo ainda a casa de pessoas que garantem e protegem o patrimônio e a vida de tantas pessoas, torna mais importante ainda, é emblemático. Creio que é uma felicidade não só para o presidente Dorival, mas para todo o conjunto de corretores de Brasília” Junho 2011 | 11


ENTRE ASPAS nova sede “A sede do SINCOR é a cara do SINCOR, e eu sempre falei para o Dorival que a gente precisava botar uma carinha melhor na sede do SINCOR e, graças a Deus, ele conseguiu. Adorei, está tudo muito lindo, de muito bom gosto, como os corretores de Brasília merecem e precisam”

Ângela Costa, sócia da Simões & Costa

Roberto Silva Barbosa, vicepresidente da Fenacor

“É uma luta antiga, teve lá um problema de local, foi vendido, a Fenacor ajudou a montar aqui exatamente para ter um lugar reservado para ela, porque Brasília é fundamental para qualquer política que você queira fazer. Daqui nascem as leis, nascem as grandes resoluções do mercado, então, nós temos de ter uma sede aqui”

“É tremenda, muita importância mesmo e um espaço tão bonito. Então, é marcante, um espaço amplo, bonito, próximo, aqui no miolo do Setor Comercial Sul, então, a gente tem muito acesso ao SINCOR e a todas as pessoas. E, também, eventualmente, a gente pode utilizar esse espaço, já que tem uma sala de reunião maravilhosa”

Enir Junker, da Assessoria do Bradesco Vida e Previdência Vladmir Santos, da Parlamento Seguros

“É um grande privilégio para a categoria ter a sua sede própria, ter o seu espaço. Para o corretor é uma grande conquista, é um avanço. A sede própria em Brasília é fundamental porque reflete esta posição conquistada por Brasília, é um espelho para o resto do país” “É uma conquista para os corretores do Distrito Federal, sob a liderança do nosso presidente Dorival. Brasília é a capital, emana o poder daqui e nada mais justo que ter uma sede aqui com esse estilo para poder soprar esse poder que a capital federal emana” 12 | revista

Joaquim Medanha, presidente do SINCOR-GO

Ricardo Iglesias Teixeira, da Centauro Seguradora

“Essa sede foi um grande sonho da diretoria do SINCOR e a gente vem acompanhando desde o início. Agora, nessa gestão do Dorival, passa a ter essa solução definitiva, e uma solução de primeiro mundo. Uma casa bonita como essa, bem localizada, com essa estrutura, é espetacular”


“É imprescindível ter uma sede desta em Brasília. A capital do país tem de ter uma sede como esta para abrigar todos os nossos corretores. Não poderia faltar um espaço assim na sede do poder do Brasil. Toda a diretoria e os participantes do SINCOR-DF estão de parabéns” Paulo Thomaz, presidente do SincorPA e vicepresidente da Fenacor

Jackson Xavier, da Seguros Unimed

“O SINCOR agora tem uma sede onde pode receber os corretores, pode reivindicar melhorias para a categoria e conquistar o espaço no mercado. É motivo de grande orgulho, com certeza”

“Brasília é o centro de decisão do país, para Fenacor ela tem um posicionamento estratégico. A Fenacor precisa ter um espaço onde possa se abrigar aqui. O Dorival está de parabéns, a diretoria está de parabéns, porque isso é um sonho muito antigo da própria Fenacor”

“É uma conquista. A gente conhece o Dorival de muitos anos e era realmente uma batalha que ele travava, era uma questão de honra. E para os corretores de um modo geral também, porque é um simbolismo, é um passo que a gente está dando que vai concretizar todas as expectativas daqueles que depositaram a confiança no Dorival”

“Olha, é sensacional, realmente, uma alegria imensa. A representação nacional da Federação também é aqui, ou seja, qualquer assunto de Brasília, o local e a base é aqui no SINCOR-DF. A casa do corretor é aqui e nós, de outros estados, estamos com uma casa em Brasília” Celso Marini, presidente do Sincor-RS

Clécio Fontoura, corretor da Classic Seguros em Minas Gerais

Nádia Simões, consultora de seguros da Simões & Costa Eliara Vasconcelos, gerente da filial Goiânia da Ace Seguradora

“Acho que é importante os corretores terem uma casa, um ponto de referência. O Dorival é uma pessoa espetacular, já vem trabalhando para isso e está de parabéns pela nova conquista. Certamente, acaba que serve como ponto de referência para toda a categoria do país”

Tiago Ferreira Rodrigues, Gerente de Produção da Porto Seguro

“O mercado de corretores já merece há muito tempo uma sede própria. O Sindicato vinha buscando isso na gestão do Dorival há vários anos. É uma conquista para o mercado ter uma sede na capital federal. Era importante isso para o mercado e fortalece a posição do corretor” Junho 2011 | 13


eventos Dia de Lazer

A PAUSA MERECIDA Dia de Lazer reúne em chácara no Lago Sul todos os players do mercado de seguro do Distrito Federal

Q

uem trabalha muito merece descanso. E foi justamente pensando nisso que o SINCOR-DF promoveu, em 18 de junho, o Dia de Lazer do Mercado de Seguros do Distrito Federal. A proposta do encontro, explicou o presidente Dorival Alves de Sousa, é garantir uma pausa para o lazer em meio à agitação cotidiana de todos os envolvidos com o mercado de seguros. “Nós buscamos agregar, em uma confraternização, todos os profissionais, sejam corretores, sejam funcionários de companhias seguradoras, sejam prestadores de serviços. Nós buscamos unir, de forma descon14 | revista

traída, as pessoas para baterem um papo, terem oportunidade de conversar, falar da sua vida, da sua família, falar do seu dia a dia, falar de seus projetos profissionais”, completou o presidente do SINCOR-DF. O Dia de Lazer foi realizando em um amplo ambiente com as vantagens da natureza aliadas ao conforto da cidade. O Recanto dos Buritis, na QI 25 do Lago Sul, disponibiliza piscina, bosques, redário e parque infantil a poucos quilômetros do centro de Brasília. Aliás, para o SINCOR, a atenção às crianças é essencial no encontro e o mágico Daniel foi contratado para apresentar um show especial voltado para

os pequenos. Depois, o artista fez ainda diversos truques para o público adulto. A diretora da Territorial Centro-oeste da Mapfre Seguros, Eliane Durante, disse que momentos como os do dia 18 são essenciais para manter a saúde do corpo e da mente. “É importante a integração com as famílias, com os colaboradores, sem aquela correria do dia a dia. A gente até fala de negócios, mas de uma forma mais descontraída”, brincou. Já o terceiro vice-presidente do SINCOR-DF, Farias Pereira de Sousa, enfatizou: “Esse evento já está ficando tradicional no Sindicato e sempre com alguma novidade.


É um dia de relaxar com o mercado segurador. É a união do corretor, seguradora e todos os players do mercado para dar uma descontraída e refrescar a cabeça”.

De fato, o Dia de Lazer chega à terceira edição, sempre com aumento de público. Este ano, foram cerca de 300 participantes, que além do ambiente festivo e das brincadeiras, contaram com amplo sorteio de brindes oferecidos pelos patrocinadores. “Cada vez essa festa vem nos surpreendendo com a participação maciça do mercado de seguros. Nós tentamos, com esse Dia, fazer com que as pessoas, que os profissionais estejam lá conversando, falando, tomando uma cervejinha ou seu suco, almoçando, recebendo brindes, segurador premiando segurador, Sindicato premiando corretor, e por aí vai. É uma grande confraternização”, observou Dorival Sousa. O Dia do Lazer 2011 contou com os seguintes patrocinadores: Capemisa Seguradora, Bancorbras, Bradesco Auto/RE, Bradesco Vida e Previdência Seguros S/A, Bradesco Saúde, Fenacor, HDI Seguros S/A, Mapfre Seguradora S/A, MetLife, Nova Casa do Corretor, PAC Bradesco, Porto Seguro Seguros, Previsul-Cia de seguros, SulAmérica Seguros S/A, Tokio Marine Segura-

dora S/A e Unimed Seguros S/A. Se você perdeu a chance de participar da festa, pode se preparar: o próximo Dia de Lazer do Mercado de Seguros do Distrito Federal deve ser realizado em junho de 2012.

Dorival Sousa,

Presidente do SINCOR-DF

Show de mágica atrai atenção das crianças

Zurich Automóvel Tranquilidade, o que todo motorista precisa. O seguro Zurich Automóvel oferece vários tipos de coberturas, é flexível para atender as necessidades do segurado e ainda conta com Assistência 24 Horas, com vários serviços inclusos. Conheça as vantagens de trabalhar com a Zurich. Central de Serviços do Corretor: 0800 285 4243 www.zurich.com.br


cotidiano bom exemplo

EXEMPLO PARA O BRASIL A pequena Bruna, nascida em uma família que atua no mercado de seguros do Distrito Federal, dá uma lição de honestidade e ética ao tentar devolver dinheiro encontrado na rua

“A

chado não é roubado, quem perdeu é relaxado”, essa frase já foi ouvida por muitos de nós e parece ter se tornado um comportamento padrão no Brasil em muitas situações principalmente no cenário político, marcado por uma sucessão de escândalos. Mas uma menina de apenas oito anos, a pequena Bruna, filha de profissionais do mercado de seguros, mostra que isso não é o que está na cabeça dela e de muitos outros brasileiros. Bruna Coelho Magalhães fazia

16 | revista

uma caminhada com seus pais, Sérgio Henrique e Andréia, entre as QI 9 e 11 do Lago Norte, quando encontrou R$ 44,00. Ela pegou o dinheiro rapidamente, antes que outras pessoas achassem, e guardou em uma caixinha iniciando uma verdadeira saga em busca do dono. Primeiro, com apoio da família, foram colocadas faixas na avenida principal do Lago Norte e depois Bruna e a mãe espalharam cartazes pela área comercial da QI 13. A garotinha já tem destino certo para a quantia encontrada, caso o ver-

dadeiro dono não apareça. “Vou doar o dinheiro para uma creche e tentar que mais pessoas ajudem. Quero comprar comida, pois ajuda a dar saúde para as crianças”, disse. Durante toda busca pelo dono do valor, Bruna contou com forte incentivo dos pais. Sérgio Henrique Magalhães, da Tass Seguros Corporativos, relata que muitas pessoas telefonaram a partir das faixas e cartazes espalhados pelo Lago Norte. “Grande parte das ligações era de pessoas que nem sabiam o valor que havia sido encontrado. Recebi ainda uma liga-


ção ofensiva e outra de um casal de senhores que parabenizou a família pela atitude”, recorda o corretor de seguros. A atitude de Bruna e de sua família traz um grande exemplo para todos: o de que aquilo que não é seu deve ser devolvido. O caso mostra ainda que honestidade é importante em todos os momentos e setoBruna e res da vida. Para os os pais: profissionais do merAndréia cado de seguro, isso e Sérgio não é diferente. Henrique Como em outras atividades profissionais, o mercado de seguros enfrenta situações em que a honestidade e a ética são violadas por pessoas sem escrúpulos. Existem casos de falsos

corretores que recebem o dinheiro de seus clientes e não repassam às companhias seguradoras. Mas a mensagem que Bruna deixa a todas estas pessoas é de honestida-

de. “Eu diria para os adultos que façam o certo, não usem um dinheiro que não é deles, aquilo que não é nosso deve ser devolvido”, concluiu a pequena Bruna.


Mercado agora

Sucessos e novidades na área de seguros do DF

Sob medida A Simões & Costa Consultoria oferece iniciativas inovadores para assegurar o real atendimento das necessidades específicas de cada cliente. A partir da visão focada no respeito ao Homem, à Natureza e à Sociedade, a companhia adota como metodologia de trabalho manter as áreas das empresas em equilíbrio, determinando harmonia e sinergia entre elas, com foco na busca de resultados. Acesse www.simoesecosta. com.br ou mande uma mensagem para simoesecosta@simoesecosta.com.br.

Parceria eficiente O toque final para garantir sucesso ao corretor e à seguradora. Este é o negócio da Nova Casa do Corretor. A empresa garante aos profissionais de seguros assessoria nas áreas comercial, técnica e operacional especialmente desenhada para deixá-los concentrados na atividade principal: a venda. Já para as seguradoras, o atendimento da Casa do Corretor resulta em redução de custos e tranquilidade. Saiba mais em www.casadocorretordf.com e casadocorretordf@casadocorretordf.com.

Credibilidade A Astral Assessoria Técnica de Seguros está há 14 anos no mercado e é a pioneira na área de assessoria em seguros no Distrito Federal, exclusivamente com a Generali Brasil Seguros. Criada em 1997, a empresa conta com uma equipe superqualificada voltada para a excelência no atendimento para oferecer as melhores oportunidades e soluções para as corretoras. São mais de 150 corretoras atendidas no DF e Entorno. Entre em contato pelo (61) 3328 2820 ou astral@astralseguros.com.

SCS Q 2 BL C lt 22 s 101 Ed. Serra Dourada - Brasília, DF Tel: 61 3964-8877 Fax 61 3201 3830


eventos Congressos de corretores

A CAPITAL DO SEGURO Em novembro, Brasília vai ser a sede do segmento de seguros no país com a realização de três eventos

P

Perspectivas”. Ao mesmo tempo, a XVI Exposeg reunirá as maiores companhias do mercado de seguros, além de prestadores de serviços e instituições do mercado. Já o I Congresso Brasileiro de Saúde Suplementar, com o tema “Corretor de Seguros x Saúde Suplementar”, discute o segmento que apresenta expressivas taxas de crescimento. E a tendência é de que o mercado de saúde complementar permaneça assim por um bom tempo. As inscrições podem ser feitas

online, no endereço www.fenacor.com.br/xviicongresso. Os interessados em participar devem agir rápido: quanto antes for feita a inscrição, menor será o preço. Confira os valores no site. A expectativa é reunir milhares de pessoas nos três eventos. Para os corretores e demais profissionais do mercado, o que não faltam são motivos para estar na capital da República de 23 a 25 de novembro. O SINCOR-DF está de braços abertos para todos e oferece todo o apoio necessário.

VIDA - PREVIDÊNCIA - DENTAL

ANS Nº 406481

OFEREÇA PRODUTOS QUE MELHOREM A VIDA DOS SEUS CLIENTES E A SUA VIDA TAMBÉM

www.metlife.com.br

© 2010 PEANUTS Worldwide LLC. Metropolitan Life Seguros e Previdência Privada S/A CNPJ: 02.102.498/0001-29. O registro deste plano na SUSEP não implica, por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação a sua comercialização. SUSEP: 0635-1.

or três dias, a capital da República – já acostumada a ser o centro político do país – vai ser também o local mais importante do setor de seguros do Brasil. É que de 23 a 25 de novembro acontece em Brasília o XVII Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros, o principal evento do calendário do setor. Paralelamente, vão ser realizados a XVI Exposeg e o I Congresso Brasileiro de Saúde Suplementar. O Centro de Convenções Ulysses Guimarães será o palco dos três eventos. O XVII Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros é uma promoção da Fenacor. O tema do encontro, que reunirá as principais empresas e profissionais do setor, é “Autorregulação: Realidade e


INSTITUCIONAL Diretoria

TIME UNIDO

Diretoria do SINCOR-DF mostra sintonia fina na condução dos projetos do Sindicato Membros da Diretoria do SINCOR-DF (da esquerda para a direita): José Carlos de Andrade, Benefícios e Convênios; Domingos Sávio Machado, primeiro vice-presidente; Francisco de Assis Parente, segundo vice-presidente; Sérgio Luiz Viott, Marketing e Relação de Mercado; Irineu Joaquim de Oliveira, Conselho Fiscal; Eliene Martins Soares, Social, Eventos e Esporte; Farias Pereira de Sousa, terceiro vice-presidente; João Pereira da Silva, suplente; Dirceu Bonecker Souza Lobo Júnior, Desenvolvimento Profissional; Dorival Alves de Sousa, presidente; Renata Carneiro Valadares, Financeiro-adjunto; José Wenilton Ribeiro, Administrativo-adjunto.

A

Diretoria do Sindicato dos Corretores de Seguro, Empresas de Seguros, Capitalização e Previdência Privada no Distrito Federal é composta por 12 pessoas. O número é próximo do total de integrantes de um time de futebol, que tem 11 jogadores em campo. A comparação é válida, já que a Diretoria atua com uma verdadeira seleção em defesa dos interesses dos corretores e segurados da capital da República.

20 | revista

Além dos 12 diretores, o grupo de gestão do SINCOR-DF conta ainda com quatro suplentes de Diretoria, três membros do Conselho Fiscal, dois suplentes do Conselho Fiscal, seis integrantes do Conselho de Ética, seis suplentes do Conselho de Ética, dois delegados juntos à Fenacor e dois suplentes de delegado na Fenacor. Todas essas pessoas atuam de forma sinérgica. A atual Diretoria, com mandato de março de 2010 a fevereiro de 2014, é res-

ponsável pela maior vitória do Sindicato: a aquisição da sede própria definitiva. Foi a atuação conjunta e em sintonia dos diretores e diretoras que permitiu a realização do sonho da casa própria para o SINCOR-DF. E a inauguração da sede própria é apenas parte dos planos da Diretoria. O grupo de gestores já está desenvolvendo outras iniciativas para auxiliar os corretores e as seguradoras no promissor mercado do Distrito Federal. Aguarde mais novidades!


CLIQUE Inauguração da sede do SINCOR-DF


CLIQUE Dia de Lazer



Revista Sincor-DF 21