Page 1

6 GERAL

WWW.IMPACTOMS.COM

4 A 10 DE MARÇO DE 2018

jornalimpactoms@hotmail.com

ESTATÍSTICA

Mato Grosso do Sul tem a segunda menor taxa de desemprego do Brasil, segundo IBGE

M

ato Grosso do Sul terminou o quarto trimestre de 2017 com a segunda taxa de desocupação mais baixa do País, ou seja, com queda no percentual de desempregados para 7,3%. Os dados são da Pesquisa por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), compilados pelo IBGE. O percentual dos últimos três meses de 2017 indica significativa queda em relação aos últimos meses e quase se iguala aos 7% do segundo trimestre do ano passado. O IBGE estima que Mato Grosso do Sul tenha 101 mil desempregados e 1.287 pessoas trabalhando, com 28 mil a mais que no trimestre anterior. No último trimestre do ano passado houve ex-

pansão de 15,2% no percentual das pessoas que trabalham por conta própria. Conforme os dados o nível de ocupação chegou a 60,7% e os setores de destaque na geração de novos postos de trabalho foram: alojamento e alimentação (19,1%), indústria em geral (7,4%), agropecuária (7,2%), transportes, armazenagem e correio (4,1%), administração pública (1,8%) e comércio (1,8%). Para o titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, é nítido que o aumento no percentual de pessoas ocupadas está atrelado à recuperação da economia e também aos empregos in-

formais. “Vemos a expansão das vagas em várias áreas, como resultado da nossa política de geração de emprego e de diversificação da economia. A atração de empresas e incentivo aos negócios tem dado resultado que pode ser visto nos números, ainda que com pequeno crescimento”, destacou o secretário, ao lembrar as empresas instaladas no Estado nos últimos anos, atraídas pelos incentivos fiscais. Apesar de não gerar mais vagas, o Comércio ainda é o setor que concentra o maior número de postos de trabalho com 247 mil pessoas ocupadas, seguido pela Administração pública com 228 mil pessoas ocupadas.

Divulgação

Os empregos formais gerados são maioria, 50,43% como principal responsável os empregados no setor privado com carteira, 36,13% dos empregos formais. A estimativa

é de que em todo o Estado 465 mil pessoas trabalham com carteira assinada, em regime de CLT e outras 145 mil sem a regulamentação formal. No fim de 2017 o ní-

vel de ocupação chegou a 60,7% e o rendimento médio em R$ 2.132, sendo que Mato Grosso do Sul tem população estimada com idade para trabalhar de 2.119 mil pessoas.

SEGURANÇA PÚBLICA

Galloro toma posse e afirma que 'Lava-Jato continua forte' Divulgação

Em seu discurso de posse como diretor-geral da Polícia Federal (PF), Rogério Galloro elogiou a ação da corporação e disse que a 'Lava-Jato continua forte'. Em um evento que contou também com discurso de Fernando Segóvia, seu predecessor que durou três meses no cargo, Galloro falou de seus primeiros passos como comandante da organização. Ele destacou o papel desempenhado por ele nos últimos anos na PF para concluir: — Estive presente em momentos difíceis e em momentos de conquistas: nas indicações de chefias, nas decisões estratégicas

do Conselho Superior de Polícia e também na Operação Lava-Jato, inclusive na criação da Coordenação Geral de Combate à Corrupção. Por essa razão, não faria sentido adotar postura diversa. A Lava-Jato continua forte. A equipe do Ginq (Grupo de Inquéritos) continua íntegra. Imagine uma empresa com 14 mil empregados e outros colaboradores, com presença em todas as capitais e cidades estratégicas. Essa é a Polícia Federal — disse. Falando sobre o crescimento da violência nas cidades brasileiras, Galloro citou como exemplo os dois últimos 'megaeventos' do país (Olimpíadas e Copa

A

empresa BKC fabrica tijolos maciços, canaletas e tijolos de 8 furos, com a qualidade que sua obra merece. Além de gerar emprego e renda para Corguinho e Região, está aquecendo a economia dos municípios. Os produtos fabricados pela Cerâmica BKC são compostos da melhor argila do Estado e são ecologicamente corretos, preservando a natureza e o local de onde a matéria-prima é extraída. Sobre Argila Idáfila, o gerente Nivaldo Terto Silva, aponta que, “a respeito do centro de pesquisa idáfila, através das pesquisas foi constatada que ela serve para cosméticos e com isso foi feita parceria com pessoas dos Estados Unidos, inclusive já rodou todo o mundo, é uma estrutura que vai gerar diversos empregos dentro do Centro de Pesquisa, hoje inclusive emprega todos os assentados da região através do Centro de Pesquisa da Argila, que gera todo o recurso”, afirma. As vendas dos produtos são realizadas no Atacado e Varejo.

BKC Cerâmica encontra-se na Av. Marechal Deodoro, 352 – Corguinho – MS Fone 67 99827-3761 e 3250-1520

do Mundo). O novo diretor-geral da PF comandou as forças da PF durante os dois eventos. — O crime não é não será mais forte que o Estado brasileiro. O crime não vencerá. Já demos mostra disso na Copa do Mundo de 2014 e nos Jogos Olímpicos de 2016 — concluiu Galloro. O delegado ainda se referiu ao ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela, ao falar sobre as demandas do cargo e suas responsabilidades. As polêmicas envolvendo Fernando Segovia na direção-geral da PF Em entrevista após posse como diretor-geral da PF, Fernando Segovia disse que “uma única mala” não seria suficiente para configurar a materialidade do crime. Ele comentava o episódio em que o ex-deputado Rodrigo Rocha Lou-

res foi filmado carregando uma mala de dinheiro. O episódio embasa denúncia da PGR contra o presidente Michel Temer. — Tamanha responsabilidade só será suportada com dedicação, fidelidade à Constituição. Aqui faço minhas as palavras do líder sul-africano Nelson Mandela: a coragem não é a falta de medo, mas o triunfo sobre ele. Ele destacou que a PF é a terceira instituição mais confiável segundo pesquisas de opinião junto à população brasileira. Também comentou sobre o papel de Jungmann em sua nomeação. — Prometo desde já honrar. Tenho certeza de que o ministro que agora assume de forma despojada será um aliado no combate ao crime organizado — disse Galloro, acrescentando.

RECEBIMENTO DE LICENÇA AMBIENTAL DE OPERAÇÃO A AMERICEL S.A, portadora do CNPJ: 01.685.903/0001-16, torna público que recebeu da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente - SEDEMA em 31/01/2018, a Licença Ambiental de Operação número 001 referente ao Processo 01797/2017, para a atividade de Telecomunicação sem fio / Torre para Telefonia Móvel Celular, localizada no imóvel de endereço: Rodovia BR-060, Km 90 (Estrada Maracaju - Nioaque), Fazenda Canta Galo, Zona Rural, Maracaju / MS, identificada com o código MSDIB90.

Pg 6 82  
Pg 6 82  
Advertisement