Issuu on Google+

C

Segunda-feira, 23 de junho de 2014

E-mail: jornalimpactoms@hotmail.com

Rodovia MS-080 - KM 71 Rochedo - MS

EXECUÇÃO

polícia

De acordo com o site Ponta Porã Informa, a vítima tinha um programa de rádio onde fazia duras críticas a algumas autoridades

Pistoleiros matam jornalista com cinco tiros na cabeça

M

ais um membro da classe de jornalistas foi uma vítima de pistoleiros em território paraguaio. O crime aconteceu na cidade paraguaia de Concepcion e de acordo com informações, pistoleiros invadiram a residência do advogado e jornalista Edgar Fernandez Freitas (42) e o mataram com vários disparos de pistola 9 mm. Dois homens estariam envolvidos e chegaram ao local a bordo

Rádio Amambay570

de uma moto, um deles teria invadido a casa e efetuado os disparos. Policiais informaram que Edgar recebeu cinco tiros na cabeça e um atingiu no pescoço. De acordo com o site Ponta Porã Informa, a vítima tinha um programa de rádio onde fazia duras críticas a algumas autoridades. A polícia segue com as investigações, mas ainda não tem pistas dos reais motivos, especulações mencionam vingança.

Bandidos roubam caminhonete e atiram contra empresário

Polícia prende tarados que abusaram de jovem por duas horas

Assalto ocorrido na manhã da última sexta-feira (20) deixou o empresário Rodrigo Aguiar (28), de Caarapó baleado. Ele é proprietário de uma madeireira na cidade que fica distante aproximadamente 50 quilômetros de Dourados. De acordo com o Caarapó News, quatro homens invadiram o escritório da vítima anunciando o assalto. O empresário não reagiu, mas os assaltantes começaram a agredi-lo e antes de saírem efetuaram três disparos de arma de fogo contra Rodrigo,

dois tiros atingiram seu abdômen. Após os disparos, os suspeitos fugiram com a caminhonete Toyota/Hilux, de propriedade da vítima. Aguiar foi socorrido e encaminhado para o hospital do município e posteriormente foi transferido para Dourados. Ainda de acordo com o site, ele passa bem e não corre risco de morte. Equipes policiais de toda a região foram acionadas e a caminhonete teria sido recuperada na MS-156 região de Amambai. Até o momento nenhum suspeito foi preso.

Acidente registrado na madrugada de sexta-feira (20), na estrada que liga os municípios de Castilho (SP) e Ilha Solteira (SP), deixou uma jovem morta e outras duas feridas. As garotas, que são de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, voltavam do Moto Fest, evento de motociclismo realizado no interior de São Paulo. Conforme o site Hoje Mais, Flávia Labelle Mo-

rais da Silva, 21 anos, ficou gravemente ferida após o veículo em que ela estava capotar. Ela foi arremessada para fora do carro e morreu no local. Informações iniciais apontam que Flávia não usava cinto de segurança. As outras duas garotas, identificadas como Bruna Dalto e Patrícia foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros e encaminhadas ao hospital local.

Edgar recebeu cinco tiros na cabeça e um no pescoço

ESTUPRO

Rodrigo foi baleado no abdômen e socorrido ao hospital de Dourados

Capotamento deixa uma vítima fatal e duas outras feridas

Reprodução

CAARAPÓ

Reprodução

ACIDENTE

A Polícia de Naviraí prendeu o segundo acusado de estuprar uma jovem de 18 anos em Ivinhema – a 297 quilômetros de Campo Grande. Luciano Dias Rondon, de 21 anos, conhecido como Paraguaio, que estava foragido, é acusado de cometer o crime juntamente com William Max Souza da Silva, também de 21 anos. O estupro aconteceu no dia 22 de março em Naviraí quando a jovem seguia a pé no Bairro Boa Vista. Ela foi abordada por dois homens de bicicleta armado com faca. Ameaçada de morte e levada até uma construção onde foi obrigada a manter relação sexual com os dois por cerca de 2 horas. Ela só foi liberada quando guardas noturnos passaram próximo ao local. A dupla fugiu a pé deixando a bicicleta no local o crime. A polícia chegou até Willian por meio dos objetos esquecidos, mas ele negou o crime. Mesmo após ser identificado, Silva não foi detido em flagrante. Ele foi indiciado e estava em liberdade, mas foi preso dias depois após cometer tentativa de homicídio. Luciano foi identificado com sendo o segundo autor do estupro e prestou depoimento.

A

Ele confessou o crime e contou detalhes de como estupraram a jovem. O rapaz disse que no dia que aconteceu o fato ele teria encontrado Willian e o convidado para matar uma pessoa, na qual tinha brigado um dia antes. Segundo o depoimento de Luciano, quando os dois saíram para procuram à pessoa encontraram a jovem pelo caminho e resolveram abordá-la. Eles resolveram fazer sexo com ela e sob ameaça de morte foi levada até a construção onde foi abusada sexualmente por cerca de 2 horas. Ainda de acordo com a polícia, Luciano pensou em matar a jovem, mas foi impedido por Willian. Depois de prestar depoimento Luciano foi encaminhado para 1º DP e, em seguida, conduzido para a Penitenciária de Naviraí. Umberto Zum

Luciano relatou a polícia que pensou em matar a vítima, mas foi contido por Willian

menina foi arremessada para fora do carro e morreu no local


9__