Page 1

ESPORTES AUTOMOBILISMO

CADERNO A4 Quinta-feira, 22 de maio de 2014

E-mail: jornalimpactoms@hotmail.com

Estimativa é de que seria preciso um investimento em torno de R$ 2,5 milhões

DE SAÍDA Arquivo/Divulgação

Prefeitura quer revitalizar autódromo para sediar etapa da Stock Car A Marlon Ganassin

Prefeitura vai a busca de parcerias com a iniciativa privada para adequar o Autódromo Internacional de Campo Grande às exigências da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) para a cidade sediar, em 2015, depois de quatro anos, uma das etapas da Stock Car. Atualmente esta é a categoria mais competitiva do automobilismo nacional. Há estimativa é de que seria preciso um investimento em torno de R$ 2,5 milhões, além da abertura de uma via de acesso pela MS-262, hoje a única alternativa. Seria necessário substituir o pavimento dos 3.553 quilômetros, asfaltar as áreas de escape, refazer as zebras e construir muros ou guard rail em alguns trechos. O prefeito Gilmar Olarte, acompanhado de secretários, do presidente da Federação de Automobilismo de Mato Grosso do Sul, Valdemir Terra, visitou o autódromo em companhia de Mauricio Staviero, diretor geral da Vicar, empresa organizadora das provas e tomou conhecimento, em linhas gerais, do que seria preciso fazer para adequar a pista às normas de segurança da CBA. O prefeito deixou claro que hoje o município não tem recursos para bancar essas adequações, embora reconheça que seria importante para Campo Grande

Corinthians espera propostas para vender o atacante

Além do Fenerbahçe, Pato atrai o interesse do Galatasaray

Olarte vistoriou o autódromo e agora busca firmar parceria para execução das obras

sediar um evento esportivo desta dimensão, gerando visibilidade para a cidade com transmissão da prova em rede nacional e, até, para alguns países da América Latina. Também é preciso contabilizar o potencial de negócios que seria gerado no setor de alimentação e hospedagem. São mobilizadas pelo menos duas mil pessoas na logística de organização da corrida, além de atrair um público entre 25 e 30 mil pessoas. Diante do interesse da CBA e da própria empresa organizadora da categoria de trazer de volta a Campo Grande a Stock Car, o prefeito anunciou

CHEGANDO

da Stock Car, que são de alto rendimento. “Há pedras se soltando do pavimento que, no ano passado, recebeu uma lama asfáltica, que não é o material adequado”, observou. Nas curvas, não há área de escape asfaltada, nem muros que possam amortecer o impacto da batida do carro. Slaviero também recomendou que, quando a reforma for efetivada, as provas de arrancadas, praticamente as únicas que vem sendo realizada no local nos últimos anos, não devem ser mais disputadas ali. Outra sugestão é que seja criada uma equipe de manutenção do autódromo.

EM NEGOCIAÇÃO

Apalavrado, Palmeiras espera assinatura de Gareca Ricardo Gareca tem tudo para ser o novo técnico do Palmeiras. O argentino está apalavrado com a diretoria e é esperado em São Paulo para resolver os últimos detalhes da negociação e assinar. O Racing (ARG), que também havia se animado após o primeiro contato com o treinador, ficou para trás e já começa a estudar outras opções. O Verdão ofereceu vencimentos parecidos com os que Gilson Kleina recebia - e continuará recebendo por três meses se não acertar com outra equipe: R$ 200 mil mensais, mais bônus por metas alcançadas. Já o clube de Avellaneda, que vive uma das piores fases de sua história, cogitava ir em busca de parceiros para pagar 1 milhão de dólares por ano ao treinador (cerca de R$ 184 mil mensais). Até terça, a imprensa argentina dava favoritismo ao Racing porque a família de

que vai montar uma equipe de trabalho, com participação do presidente da Fundação Municipal de Esporte, José Eduardo Amâncio e de outros integrantes do secretariado, para buscar parcerias na iniciativa privada que tornem viável o projeto de reforma do autódromo, que, aliás, foi construído por meio de uma parceria com a iniciativa privada. O diretor da Vicar deixou claro que nas condições atuais o autódromo não teria condições de receber uma prova, porque o asfalto é inadequado, não resistiria ao impacto da passagem dos carros

Gareca não estaria disposta a vê-lo no Brasil. A possibilidade, porém, entusiasmou os dois filhos dele e não foi vetada pela esposa. A diretoria alviverde, como de costume, adota cautela. Em entrevista ao L!Net, o diretor-executivo José Carlos Brunoro disse que o clube continua com outras opções. Há o temor de que novo fracasso em uma negociação que atingiu estágio avançado, como foi com Alan Kardec, aumente a pressão sobre Paulo Nobre e seus pares. Segundo ele, são três nomes ainda em pauta: Vanderlei Luxemburgo, Dorival Júnior e Ricardo Gareca, todos “entrevistados” pela diretoria. Mas o primeiro foi descartado porque não agradou no papo inicial e o segundo, embora tenha animado o clube, não é procurado desde a segunda-feira passada. Lance Net

Robinho negocia saída do Milan para fechar com o Orlando City

AFP

O Flamengo ganhou concorrência americana pela contratação de Robinho e, segundo o jornal Gazzetta dello Sport, o atacante já estaria negociando a saída do Milan para fechar com o Orlando City, que jogará a MLS em 2015. A informação foi publicada nta quarta-feira no diário italiano, que revelou uma reunião entre o vicepresidente Adriano Galliani, o jogador brasileiro e seu advogado para negociar a rescisão de contrato. O interesse do Flamengo

no camisa 7, também foi citado pelo jornal, que colocou o clube carioca como um dos possíveis destinos do atacante, de 30 anos. Oficialmente, porém, o Rubro-Negro nega qualquer pretensão de repatriar Robinho. Ainda segundo o diário, o ex-santista pretende encerrar a carreira nos Estados Unidos, assim como Kaká que também interessaria ao Orlando - e o Milan estaria propenso a deixá-lo partir por querer se livrar de "compromissos muito pesados".

Segundo o jornalista Jorge Nicola, além do possível interesse do Fenerbahçe em contar com Pato, o Galatasaray também pode tentar contratar o jogador. O atacante que chegou ao Corinthians por R$ 40 milhões não conseguiu agradar torcida e técnicos que trabalharam ao seu lado e hoje se encontra emprestado ao rival tricolor. O Galatasaray teria colocado o atacante brasileiro como o substituto ideal de Didier Drogba, que já mandou uma carta de despedida para os torcedores. O salário que o emprestado Pato receberia impressiona: R$ 24 milhões somente na primeira temporada, ou seja, R$ 2 milhões por mês. é mais do que Corinthians e São Paulo pagam pelo mesmo. Precisando de dinheiro

pra melhorar a situação financeira, uma possível venda de Alexandre Pato é vista com bons olhos pela diretoria Corinthiana. O único problema seria o valor da negociação. O Galatasaray estaria disposto à oferecer pelo jogador R$ 36 milhões, valor que ainda permite uma possível interferência do São Paulo na transferência. O Timão só poderia vender o atacante sem consulta ao rival caso a proposta ultrapassasse os R$ 45 milhões. A partir de 2015, o Timão poderá vender Alexandre Pato sem qualquer empecilho. Neste caso, o São Paulo ainda teria preferência na compra. O jogador está emprestado para o rival e a diretoria Corinthiana aguarda propostas concretas para vende-lo. Meu Timão

4__  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you