Issuu on Google+

A rev ista

N º1

*

* Dad os AP CT

CD-ROM COM NOVO CURSO EM VÍDEO ‘APRENDA LIGHTROOM’

Dezembro 2014 • Nº 116 • Mensal

100

PRODUTOS

GUIA DE COMPRAS

ESPECIAL NATAL

BELEZA A…

PRETO BRANCO Os segredos que transformam os retratos monocromáticos em verdadeiras obras-primas!

GRÁTIS

PORTFÓLIOS

6 NOV

CARTAS-GAS UIA

MIGUEL CARDOSO TOM BARNES PATRICK VAN DAM

PARA CO LE E FO T O G C IO N A R R N O T E R R A FA R ENO!

Parte 3

CD-ROM GRÁTIS FOTOGRAFAR EDITAR Novo Curso de Lightroom Análises em vídeo Guia de Compras

FOTOS INFRAVERMELHAS!

EFEITOS DE VINHETAGEM

Use filtros IV e fotografe paisagens como nunca antes…

Consiga imagens com mais impacto escurecendo os cantos


Rua Dom Afonso IV, Loja 14 2735-223 Cacém

214 039 725

www.hi-techwonder.com Reflex Nikon D750 Corpo

Manfrotto Advanced Active Backpack I

€71,90

FOTO

SPEED

desde

das 10h - 13h e das14h - 18h

info@hi-techwonder.com

Sandisk Extreme SD e MicroSD 60MB/s

€1999,00

Segunda a Sexta

Reflex Canon EOS 7D Mark II Corpo

€19,90

Sigma 18-300mm f/3.5-6.3 DC MACRO OS HSM

€459,00

Beike Q-666 (Com monopé)

€89,00

€1639,00 Tamron AF SP 150-600mm f/5.0-6.3 Di VC USD

€1089,00 Protectores

LCD


3

Quem somos

Os dois tons do Natal!

No terreno Jorge Daniel Lopes Mais uma vez lhe trazemos um guia de compras especial de Natal repleto de fantásticos presentes de fotografia. Este ano, ofereça-se a si mesmo uma boa prenda "fotográfica". É merecida!

Joana Clara

O

Natal este ano é a preto e branco! Não na vida real, pois a época natalícia é das mais coloridas do ano, mas sim no fantástico universo da fotografia a que a sua câmara dá acesso... Falamos dos retratos, um dos seus géneros fotográficos prediletos, e da magia que pode adicionar-lhes recorrendo aos tons monocromáticos. Fotografar pessoas a preto-e-branco é uma forma incrível de captar a essência do seu modelo, seja ele um amigo ou a família toda em redor da mesa de Natal, altura que antecipamos da melhor forma nesta edição. Trazemos-lhe as melhores técnicas e os segredos de que vai precisar para obter os retratos perfeitos... com o preciosismo do preto-e-branco! Por outro lado, já reparou no pack que a revista

OMF é hoje em dia? Além de 114 páginas com apoio constante no que diz respeito à sua evolução na fotografia, o que não falta são "presentes". A começar pelas seis novas cartas-guia que dão continuidade à nossa coleção 'Do Terreno à Edição de Imagem' – com dicas e definições para usar no terreno – e terminando com as novas ofertas no CD: dez presets para o Adobe Lightroom e vinte imagens de céus em JPG, para auxiliar nas suas tarefas de edição. Isto sem esquecer os oito vídeos deste mês, com destaque para o curso completo 'Aprenda Lightroom' e para as videoanálises a câmaras. É tudo para si, que adora fotografia... Boas festas! Jorge Daniel Lopes | jorge.lopes@goody.pt

Deseja fazer fotografias de rua ao nível dos profissionais? Então não perca esta edição natalícia! Ensinamos-lhe a captar neblinas místicas na cidade e a conseguir retratos mais divertidos.

Zoom out

Eis um portfólio nacional dedicado à fotografia de paisagens. Temos um convite para si: viaje até às Terras Altas da Escócia, sinta o odor a maresia e deixe-se deslumbrar pela natureza.

© Daniel Cheong

Miguel Cardoso

LEITORES

Onde participar

O QUE PROMETEMOS Para os leitores Queremos estreitar a relação com o leitor, incentivando à sua participação em várias secções da revista. Envie-nos as suas fotos e sugestões para fotografia.digital@goody.pt.

Para todos Com uma linguagem simples e acessível, dirigimo-nos a todos os amantes da fotografia que pedem soluções práticas e claras, ideias e inspiração. Com muita paixão!

Missão

Todos os meses lançamos um novo desafio aos nossos leitores. Esteja atento às temáticas e à data limite de envio (página 84), participe e ganhe prémios. Consulte as regras de participação na secção Passatempos do CD que acompanha a revista.

Com rigor Esta publicação é produzida por profissionais com provas dadas no jornalismo e na fotografia. As opiniões expressas nos nossos testes são baseadas em análises rigorosas e objetivas, com base na experiência no terreno.

Facebook

Edição digital

Por correio

Esta é mais uma das secções mensais em que pode participar e ganhar prémios com as suas fotos. O tema é livre, por isso dê asas à sua criatividade. Consulte as regras de participação na secção Passatempos do CD que acompanha a revista.

A sua revista de eleição está muito bem representada na maior das redes sociais na Internet, em www.facebook. com/omundodafotografia. Faça "Gosto" na nossa página oficial! E siga-nos também no Instagram, em instagram.com/revistaomfd.

Como participar

Independente Somos cem por cento independentes. Os fabricantes dos produtos e serviços, bem como os anunciantes, não determinam a nossa linha editorial ou as nossas opiniões.

Olhares

Por via digital

@

Use e abuse do nosso endereço de e-mail: fotografia.digital@goody.pt. Faça-nos chegar as suas opiniões e sugestões, coloque-nos as suas questões, envie-nos as suas melhores fotos para os passatempos Olhares e Missão... Fale connosco!

A revista O Mundo da Fotografia já está disponível em formato digital para equipamentos iPhone e iPad. Aceda já à App Store para descarregar a app OMF gratuitamente e tenha todos os meses a sua revista de fotografia preferida na ponta dos dedos.

*

Se prefere a via tradicional, pode continuar a comunicar connosco enviando a sua correspondência pelo correio para: Goody – O Mundo da Fotografia, Av. Infante D. Henrique, Nº 306, Lote 6, R/C, 1950-421 Lisboa.

O Mundo da Fotografia


4

E M

F O C O

Nesta edição 36 Miguel Cardoso: um portfólio inspirador

e arrepiante de fotografia de paisagem.

70 Tom Barnes: conheça este especialista

na fotografia de bandas de música.

24 Nesta edição não pode perder as nossas dicas e técnicas-chave para

conseguir retratos monocromáticas de topo. Com este guia completo será capaz de fotografar amigos e familiares da melhor forma possível, destacando formas e conferindo-lhes uma aura especial. Inspire-se!

O Mundo da Fotografia


E M

F O C O Nesta edição

16

Olhares

As melhores fotos enviadas pelos nossos leitores este mês.

78

Missão do mês de dezembro: silhuetas

Os leitores da OMF aceitaram o nosso desafio: fotografar em contraluz e conseguir uma abordagem mística. Confira os resultados!

Zoom in

24

Beleza a preto e branco

58

Técnicas criativas: consiga já hoje retratos caseiros bem mais criativos

60

Área técnica: saiba tudo sobre o conceito de zoom hiperfocal

64

Aprenda Lightroom: o módulo Develop e ajustes tonais céleres

66

Aprenda Lightroom: edição com Smart Previews e correção da paleta de cores

Quer registar retratos de tirar o fôlego? Então não perca o nosso tema de capa deste mês, dedicado à fotografia monocromática. Quer enfatizar as formas e conferir uma aura especial aos seus modelos? Fique com os nossos segredos, dicas e técnicas essenciais.

68

Passo a passo: efeitos de vinhetagem no Photoshop Elements

Em análise

88 90

Minitestes no terreno

Zoom out

Uma CSC com funções profissionais de vídeo.

12

O fotógrafo oficial da Playboy Holanda é o enviado especial deste mês da OMF.

92 94

Samsung NX mini em teste

36

Mais de cem presentes "fotográficos". Aproveite!

Patrick van Dam

Miguel Cardoso

Viaje até às Terras Altas da Escócia e fique maravilhado com estas impactantes paisagens.

70

Tom Barnes

Entrevista e as melhores fotos de um especialista a fotografar bandas musicais.

Passo a passo

44

Dez ideias criativas para experimentar já!

44 e 64 As mais eficazes técnicas

para fotografar e editar

Perfil completo da Sony a7S

O nosso guia de compras especial de Natal!

90 Análise detalhada à CSC

Sony Alpha A7S

CD-ROM

114No CD

Novo curso Aprenda Lightroom (3ª parte), vídeo extra de Photoshop, as imagens dos leitores e conteúdos extra em oferta: dez presets de Lightroom e 20 céus em JPG.

54

Técnicas essenciais: Fotografias de infravermelhos

As fotos dos leitores 16 e 78

Aprend a Lightroo m Parte

94 Guia de compras Natal 2014

© UpicStock

Dos leitores

3

Ferram en de ediçã tas o

O Mundo da Fotografia

5


6

Notícias

Observatório

Conheça as novas propostas do mercado da fotografia. PARA UMA VISÃO PANORÂMICA... Ricoh apresenta câmara que fotografa e grava a 360º. A Ricoh deu recentemente a conhecer a mais recente câmara do seu catálogo, a Theta, um modelo que, de acordo com o fabricante, permite captar imagens e vídeos esféricos de 360º, tudo com apenas um toque. Revestido de uma panóplia de cores (amarelo, branco, rosa e azul), este modelo tem agora um sistema Wi-fi

melhorado, sendo que a marca potenciou a velocidade de comunicação. Saiba ainda que pode usar os programas API/ SDK (versão beta) que permitem aos utilizadores a criação das suas próprias aplicações. Por enquanto ainda não existe data prevista para o lançamento da Ricoh Theta em Portugal.

Ricoh * www.ricoh.pt

INOVAÇÃO E FLEXIBILIDADE A Comercialfoto distribui a marca 3D Robotics em Portugal.

A Comercialfoto é agora a distribuidora oficial da marca americana 3D Robotics em Portugal. Fique a saber que este fabricante está por detrás do desenvolvimento de drones flexíveis com tecnologia UAV (veículo aéreo não tripulado), desenhados a pensar em diversas áreas, nomeadamente na agricultura, na fotografia e na ecologia. O Mundo da Fotografia

Um dos principais destaques da marca vai para o drone IRIS+, que, de acordo com o comunicado de imprensa recebido, foi criado a pensar nos utilizadores da câmara de ação GoPro. Se pretende fazer fotografias ou vídeos aéreos, basta colocar as hélices e carregar a bateria do equipamento. Tem várias opções de utilização, tanto automáticas como manuais. Com proteção contra acidentes, o IRIS+ vem equipado com um sistema de encaixe para a GoPro com uma opção de supressão de vibrações, que permite, segundo o fabricante, fotografar ou filmar com desenvoltura.

3D Robotics * www.comercialfoto.pt

NOVAS “MAÇÃS” DO PECADO A Vodafone Portugal já iniciou a comercialização dos novos iPad Air 2 (Wi‑Fi + 3G/4G) e iPad mini 3 com ecrã retina (Wi‑Fi + 3G/4G). E foi no passado dia 16 de outubro que a Apple apresentou os mais recentes tablets da maçã. Aquando da apresentação, Tim Cook, atual CEO da marca, comparou o iPad a um lápis, uma vez que este é o mais fino de sempre, com 6,1 mm. Faz‑se valer de um processador A8X, de uma nova câmara iSight, de 8 MP e de gravação de vídeo HD 1.080p. Além disso, oferece a opção Panorama a 43 MP TouchID, que funciona tal e qual como no iPhone. Por outro lado, o iPad mini 3 tem três grandes trunfos: o Touch ID, o sistema operativo iOS 8 e a nova cor dourada. As câmaras FaceTime HD e iSight, assim como o modo Time‑lapse integram também as características deste equipamento. www.apple.com/pt


8

Notícias

NEXUS REVELADOS Os tão aguardados Nexus 6 e 9 foram apresentados, sendo que ambos estão equipados com a nova versão do sistema operativo da Google, o Android 5.0 “Lollipop”. O smartphone Nexus 6 faz-se valer de um ecrã de 6” e de um sensor fotográfico de 13 MP com estabilização ótica (com vídeo 4K e dual LED flash circular). Já o tablet Nexus 9 apresenta um ecrã LCD de 8,9” e duas câmaras, uma de 8 MP e outra de 1,6 MP. www.google.com/nexus

VISÃO EXPANSÍVEL A Pentax acaba de anunciar a mais recente objetiva zoom standard do seu catálogo: o modelo 16-85 mm F3.5-5.6 ED DC WR, que oferece uma distância focal zoom de grande-angular a teleobjetiva. Com uma construção resistente a condições atmosféricas adversas, este modelo apresenta, segundo a marca, um AF suave e silencioso, um diafragma arredondado para produzir um efeito bokeh, assim como elementos óticos ED (extrabaixa dispersão), para conseguir obter nitidez nas imagens. www.ricoh-imaging.pt

O Mundo da Fotografia Digital

COLEÇÃO DE OUTONO/INVERNO Novidades Canon apresentadas... em plena navegação! Foi na Doca de Alcântara, em Lisboa, que a Canon apresentou em território nacional os mais recentes membros da sua coleção fotográfica, anunciados antes na feira Photokina 2014, na Alemanha. A bordo do barco Leão Holandês, a equipa da marca destacou as principais novidades, sendo uma delas a reflex Canon EOS 7D Mark II, desenhada para fotógrafos de vida selvagem, desporto ou fotografia urbana. Esta câmara faz‑se valer de um sensor APS‑C de 20,2 MP, 65 pontos cruzados

de autofoco, processador de imagem Digic 6, dez disparos por segundo, vídeo Full HD a 60 fps e GPS. Mas os trunfos não se ficam por aqui. A Canon Powershot G7 X ou, melhor dizendo, a “câmara de bolso para profissionais”, segundo o fabricante, está equipada com uma objetiva zoom de f/1.8‑2.8, sensor CMOS de 20,2 MP, processador Digic 6 e Wi‑fi. Saiba ainda que foram apresentadas três novas objetivas com tecnologia STM – EF 24‑105 mm f/3.5‑5.6 IS STM, EF 400 mm f/4 DO iS II USM e EF‑S 24 mm f/2.8 STM –, assim como a atualização do Irista.

Canon * www.canon.pt

ABORDAGENS VERSÁTEIS Tamron anuncia objetiva zoom ultragrande-angular. A Tamron 16‑300 mm f/3.5‑6.3 Di II VC PZD é a mais recente objetiva zoom ultragrande‑angular criada para câmaras com sensores APS‑C da marca. É de salientar que este modelo oferece uma abertura de f/3.5‑6.3 para f/22‑40 em toda a faixa de zoom e faz‑se valer de compensação de vibração, para reduzir as oscilações da câmara. Segundo a marca, é capaz de captar macros com uma taxa de reprodução de 1:2.9, quando o zoom é de 300 mm. Há espaço para um elemento asférico

híbrido, três de vidro moldado, dois de baixa dispersão e um extra de refração – sem esquecer um sistema de focagem automática Piezo Drive, que, de acordo com o fabricante, é alimentado por um motor ultrassónico célere e silencioso. Fique ainda a saber que, até ao final do mês de setembro, a Tamron produziu um total de cinco milhões de objetivas com zoom de grande amplitude focal para câmaras com objetivas intermutáveis. Um grande feito, não?

Tamron * tamron.eu www.robisa.es/pt


Rolos negativos cores - Films Inversibles Couleur - Rolos preto e branco - Filmes instantâneos - Lupas / microscópios - Câmaras desportivas e acessó pel Todo o seu material fotográfico em Portugal foto preto e branco - Químicos cor - Químicos preto e branco - Materiais e acessórios laboratório - Máquinas fotográficas filme compactas - Discos duros externos / viagem - Objetivas / Zoom / Conversores - Flashes elétricos e Iluminação retrato - Câmaras de vídeo / Vídeo conferência - Suportes média virgens - Bases e docks para iPhone e iPod - Estações Meteorológicas - Digiscoping - Molduras fotográficas digitais - Albums - Cartonnages Classificadores - Lâmpadas - Binóculos - Estojos - Tripés / Monopés - Filtros circulares - Projectores - Acessórios de iluminação de estúdio - Máquinas fotográficas descartáveis - Acessórios vídeo-câmaras - Máquinas fotográficas digitais compactas - Headphones, cabos e adaptadores áudio - Papel térmico amador - Tinteiros / Toners - - Papel térmico pro - Acessórios máquinas foto Reflex - Baterias - Cartões de memória - Fanshop - Impressoras jacto de tinta / laser - Máquinas fotográficas reflex digitais - Acessórios de flashes cobra e macro - Estojos e capas de protecção Tablets - Cabos e conectores - Carregadores / transformadores - Leitores de cartões de memória - Acessórios para cartões de memória - Caixas e acessórios de mergulho - Complementos ópticos e adaptadores - Punhos / grips de alimentação - Software - DVD de formação - Scanners - Produtos de limpeza - Telecomandos / disparadores - Adaptadores de visualização - Papel para impressoras de jactos de tinta amador - Acessórios binóculos - Pen USB - Acessórios para projectores - Parasóis - Tampas - Acessórios para tripés / Monopés - Filtros sistema Cokin Iluminação de estúdio - Acessórios GPS - Impressoras térmicas - Mochilas - Bolsas e caixas - Acessórios / transporte - Papel para impressoras de jatos de tinta pro - Correias / Straps - Quadros - Leitores MP3 e dictafones - Livros de fotografia - Periféricos para informática - Tablets - Etuis, brassards et bracelets pour mp3 - Geekzone - Transmissores sem fios, Stylus, limpeza - Alimentação, cabos smartphone MP3 - Docks, stands, supports et trépieds - Máquinas fotográficas híbridas digitais - Acessórios reflex vídeo / broadcasting - Rolos negativos cores - Films Inversibles Couleur - Rolos preto e branco - Filmes instantâneos - Lupas / microscópios - Câmaras desportivas e acessórios - Estojos e capas de proteção Smartphones - Pilhas - Papel foto cor - Papel foto preto e branco - Químicos cor - Químicos preto e branco - Materiais e acessórios laboratório - Máquinas fotográficas filme compactas - Discos duros externos / viagem - Objetivas / Zoom / Conversores - Flashes elétricos e Iluminação retrato - Câmaras de vídeo / Vídeo conferência - Suportes média virgens - Bases e docks para iPhone e iPod - Estações Meteorológicas - Digiscoping - Molduras fotográficas digitais - Albums - Cartonnages - Classificadores - Lâmpadas - Binóculos - Estojos - Tripés / Monopés - Filtros circulares - Projectores - Acessórios de iluminação de estúdio - Máquinas fotográficas descartáveis - Acessórios vídeo-câmaras - Máquinas fotográficas digitais compactas - Headphones, cabos e adaptadores áudio - Papel térmico amador - Tinteiros / Toners - - Papel térmico pro - Acessórios máquinas foto Reflex - Baterias - Cartões de memória - Fanshop - Impressoras jacto de tinta / laser - Máquinas fotográficas reflex digitais - Acessórios de flashes cobra e macro - Estojos e capas de protecção Tablets - Cabos e conectores Carregadores / transformadores - Leitores de cartões de memória - Acessórios para cartões de memória - Caixas e acessórios de mergulho - Complementos ópticos e adaptadores - Punhos / grips de alimentação - Software DVD de formação - Scanners - Produtos de limpeza - Telecomandos / disparadores - Adaptadores de visualização - Papel para impressoras de jactos de tinta amador - Acessórios binóculos - Pen USB - Acessórios para projectores - Parasóis - Tampas - Acessórios para tripés / Monopés - Filtros sistema Cokin - Iluminação de estúdio - Acessórios GPS - Impressoras térmicas - Mochilas - Bolsas e caixas - Acessórios / transporte - Papel para impressoras de jatos de tinta pro - Correias / Straps - Quadros - Leitores MP3 e dictafones - Livros de fotografia - Periféricos para informática - Tablets - Etuis, brassards et bracelets pour mp3 - Geekzone - Transmissores sem fios, Stylus, limpeza Alimentação, cabos smartphone MP3 - Docks, stands, supports et trépieds - Máquinas fotográficas híbridas digitais - Acessórios reflex vídeo / broadcasting - Rolos negativos cores - Films Inversibles Couleur - Rolos preto e branco - Filmes instantâneos - Lupas / microscópios - Câmaras desportivas e acessórios - Estojos e capas de proteção Smartphones - Pilhas - Papel foto cor - Papel foto preto e branco - Químicos cor - Químicos preto e branco - Materiais e acessórios laboratório - Máquinas fotográficas filme compactas - Discos duros externos / viagem - Objetivas / Zoom / Conversores - Flashes elétricos e Iluminação retrato - Câmaras de vídeo / Vídeo conferência - Suportes média virgens - Bases e docks para iPhone e iPod - Estações Meteorológicas - Digiscoping - Molduras fotográficas digitais - Albums - Cartonnages - Classificadores - Lâmpadas - Binóculos - Estojos - Tripés / Monopés - Filtros circulares - Projectores - Acessórios de iluminação de estúdio - Máquinas fotográficas descartáveis - Acessórios vídeocâmaras - Máquinas fotográficas digitais compactas - Headphones, cabos e adaptadores áudio - Papel térmico amador - Tinteiros / Toners - - Papel térmico pro - Acessórios máquinas foto Reflex - Baterias - Cartões de memória - Fanshop - Impressoras jacto de tinta / laser - Máquinas fotográficas reflex digitais - Acessórios de flashes cobra e macro - Estojos e capas de protecção Tablets - Cabos e conectores - Carregadores / transformadores - Leitores de cartões de memória - Acessórios para cartões de memória - Caixas e acessórios de mergulho - Complementos ópticos e adaptadores - Punhos / grips de alimentação - Software - DVD de formação - Scanners - Produtos de limpeza - Telecomandos / disparadores - Adaptadores de visualização - Papel para impressoras de jactos de tinta amador - Acessórios binóculos - Pen USB - Acessórios para projectores - Parasóis - Tampas - Acessórios para tripés / Monopés - Filtros sistema Cokin - Iluminação de estúdio - Acessórios GPS - Impressoras térmicas - Mochilas - Bolsas e caixas - Acessórios / transporte - Papel para impressoras de jatos de tinta pro - Correias / Straps - Quadros Leitores MP3 e dictafones - Livros de fotografia - Periféricos para informática - Tablets - Etuis, brassards et bracelets pour mp3 - Geekzone - Transmissores sem fios, Stylus, limpeza - Alimentação, cabos smartphone MP3 - Docks, stands, supports et trépieds - Máquinas fotográficas híbridas digitais - Acessórios reflex vídeo / broadcasting Rolos negativos cores - Films Inversibles Couleur - Rolos preto e branco - DigitFoto.pt Filmes instantâneos - Lupas / microscópios Avenida da- Boavista, 639, 2°F - Câmaras desportivas e acessórios - Estojos e capas de proteção Smartphones Pilhas - Papel foto cor - Papel 4100-128 Porto Portugal foto preto e branco - Químicos cor - Químicos preto e branco - Materiais e acessórios laboratório - Máquinas fotográficas filme compactas - Discos duros externos / viagem - Objetivas / Zoom /telefónico Conversores - Flashes elétricos Contacto : 220 103 511 e Iluminação retrato - Câmaras de vídeo / Vídeo conferência - Suportes média virgens Bases e docks para De segunda a sexta : das- 9h00 as 13h00 iPhone e iPod - Estações Meteorológicas - Digiscoping - Molduras fotográficas digitais - Albums Cartonnages e das 14h00 as 18h00 (chamada- normal). Classificadores - Lâmpadas - Binóculos - Estojos - Tripés / Monopés Filtros circulares - Projectores Fax : 220 103 510

www.DigitFoto.pt

a t s i l a i c e p s e , eu s O ! o f i c a r g o t o f l a i r e t a m em

12000 referências

Preços competitivos

Stock em tempo real


10

Notícias

PARA UM NATAL COLORIDO A Pentax K-S1 veste-se agora de rosa, azul e verde. Sabia que a Pentax K-S1 “veste” agora novas cores? Strawberry Cake, Blue Cream Soda e Lime Pie são as designações das novas opções de cor desta reflex de entrada de gama.Recordamos que esta câmara está equipada com um sensor estabilizado de 20 MP sem filtro AA, destacando-se ainda a ampla gama de sensibilidade ISO (até 51200), assim como o disparo contínuo de 5,4 fps. Além disso, pode contar também com uma capacidade

de gravação de vídeo Full HD a 30 fps, com uma velocidade de obturação de 1/6.000 seg. e com um o processador de imagem Prime MII, que, segundo a marca, permite obter uma maior velocidade no terreno. É ainda de salientar a compatibilidade com cartões SD Flucard (controlo remoto via Wi-fi), a iluminação LED e uma função de redução de moiré. Tentadora, não?!

Pentax * www.ricoh-imaging.pt

MAIS PRODUTIVIDADE... A Acer acaba de adicionar dois novos membros à família de monitores: os modelos B6 Speciality Series (€ 999) e G277HU (€ 349). O primeiro tem um ecrã de 32” com resolução 4K (3.840 x 2.160) e as tecnologias Acer eColor Management e Acer ColorPlus, para otimização da imagem, diz a marca. Por outro lado, o novo membro da linha G7 Series faz-se valer de 27”, de uma resolução de 2.560 x 1.440, de conectividade HDMI e DisplayPort, e de ligações VGA e DVI, também. www.acer.pt

MÁXIMA DURABILIDADE

LEITURAS CÉLERES E PRECISAS Eis o novo leitor de cartões 5-em-1 da Hama. A pensar nos utilizadores de cartões de memória que procuram velocidades de leitura mais rápidas, a Hama acaba de apresentar o leitor 5-em-1 Slim USB 3.0 SuperSpeed (€ 15,99). Compacto e portátil, este novo equipamento está preparado para receber cartões Compact Flash, MemoryStick (Duo, Pro, Pro Duo), MMC, SD (SDHC, SDXC) e microSD (microSDHC e microSDXC). Conte ainda com uma interface USB 3.0, que, de acordo com o fabricante, proporciona transferências mais rápidas. Para alegrar ainda mais as transferências de ficheiros, este leitor está disponível em preto, branco, cinzento, amarelo, azul e verde.

pt.hama.com

O Mundo da Fotografia Digital

Se utiliza o seu smartphone até à última percentagem de bateria, a Sony parece ter a solução certa. Com capacidades de 3.000, 5.000 e 10.000 mAh, a marca criou os carregadores port CP-V3A (€ 24,99), CP-V5 (€ 34,99) e CP-V10 (preço a anunciar). O primeiro modelo é portátil, ao passo que os restantes são um pouco mais volumosos. Ambos estão equipados com a tecnologia Hybrid-Gel, que, segundo a marca, oferece uma perda de capacidade inferior a 10% mesmo após mil carregamentos. www.sony.pt


12

A

Enviado especial – Patrick van Dam

O Mundo da Fotografia


13

Enviado especial – Patrick van Dam

PERFIL DO FOTÓGRAFO Quem: Patrick van Dam é designer e fotógrafo de revistas, e foi diretor de arte da Playboy Holanda durante oito anos. Saiu em 2011 para seguir uma carreira como freelancer. O quê: Durante o tempo em que organizava sessões fotográficas para a Playboy, Patrick criou o seu próprio registo dessas produções. Acabou por selecionar 150 imagens de várias sessões fotográficas e atividades relacionadas, e transformá-las no livro Playboy: Behind the Scenes. Ganhou o prémio de Melhor Livro Fotográfico no evento 2012 Photo Annual da Communication Arts. Patrick conseguiu que o patriarca

da Playboy, Hugh Hefner, escrevesse a introdução. “Patrick captou o espírito das sessões fotográficas da Playboy e mostra-nos uma verdadeira celebração e uma homenagem às pessoas que fazem estas coisas bonitas acontecerem”, escreveu Hef. Onde: Patrick vive em Amesterdão, mas viaja muito em trabalho. Está prestes a mudar-se para Singapura, por isso, como diz, “o mundo é a minha casa”. Equipamento: Para o projeto de bastidores da Playboy, Patrick usou apenas uma compacta digital Leica D-Lux 4. “Quis ser uma mosca”, explica.

“Uma grande reflex digital seria muito óbvia, por isso, uma compacta mais pequena de alta qualidade foi o ideal.” Mais informação: www.patvandam.com

A verdade nua e crua sobre a Playboy Quando foi diretor de arte da Playboy, Patrick Van Dam fez fotos de bastidores das sessões fotográficas. Conheça pormenores!

1

Como foi trabalhar para a Playboy e como se lembrou de registar as sessões fotográficas? Entrei para a Playboy Holanda como diretor de arte depois de ter trabalhado numa revista masculina semelhante à GQ, por isso não sabia no que me estava a meter. O glamour começa a desvanecer logo no primeiro dia. Não havia passadeira vermelha, nem champanhe: era mais uma sandes de queijo e uma garrafa de Evian. E rapidamente nos habituamos a ter mulheres nuas por perto... Como diretor de arte, deparei-me com situações divertidas e embaraçosas, algumas até bastante comoventes. Comecei a captar

imagens das sessões para o meu álbum.

Pode dar-nos alguns exemplos dos aspetos mais engraçados? Para muitas mulheres é a primeira vez que se despem para uma sessão fotográfica tão importante. E ficam nervosas e inseguras à frente de um grupo de estranhos, claro. E pode ser difícil para elas apresentarem o aspeto sexy que se pretende. Se uma modelo faz uma cara sexy, o corpo tem de acompanhar. Peço desculpa por ser tão descritivo, mas num dia quente é difícil os mamilos ficarem duros se elas não se sentirem sexy à partida. Tentávamos usar O Mundo da Fotografia


16

Olhares

Olhares

Inspire-se com as fotos dos leitores.

O Mundo da Fotografia


17

Olhares

2 Hugo Só

1 Paulo Benjamim

FOTO DO MÊS DE DEZEMBRO

As rugas do tempo

Travelers by nature

“A noite alentejana.”

“Momento ao nascer do sol no castelo de Valongo, Alentejo.”

Nikon D3100; 10 mm f/4 a 42 seg.; ISO 3200

Nikon D7100; 10 mm; f/11 a 10 seg.; ISO 100

2

1

Temos uma oferta extra para o primeiro classificado: uma conta anual Retina Premium no valor de € 35.

O nosso leitor Paulo Benjamim foi o vencedor do passatempo Olhares de dezembro e receberá uma mochila Hama Orlando, no valor de € 44,90, uma oferta Hama. www.hama.pt

O Mundo da Fotografia


18

Olhares

3 Duarte Freire Cromeleque do Xarez

“Rasto de estrelas feito no Cromeleque do Xarez, em Reguengos de Monsaraz.” Canon EOS 500D; 18 mm; f/3.5 a 20 seg.; ISO 1600

4

3

Rui Vieira Alone in blue Canon EOS 500D; 10 mm; f/13 a 31 seg.; ISO 100

5 Dinis Ponteira Estames

“Estames de uma pequena flor silvestre.” Nikon D300; 60 mm; f/5.6 a 1/30 seg.; ISO 100

4

6 Carlos Filipe Waiting for you

“Quanto tempo esperarias para que quem te deixou mudasse de ideias e voltasse para ti?” Nikon D90; 10 mm; f/7.1 a 1/80 seg.; ISO 200

O Mundo da Fotografia


19

Olhares

5

6

O Mundo da Fotografia


20

Olhares

7 Pedro Ribeiro Sprout of life

“Entre a simplicidade, este pequeno ser brota para uma nova vida.” Canon EOS 6D; 90 mm; f/2.8 a 1/100 seg.; ISO 250

7

8 João Almeida

Outbreak (Paradise Lost)

Canon EOS 5D Mark II; 17 mm; f/13 a 1/60 seg.; ISO 50

8

O Mundo da Fotografia


21

Olhares

“Deve exigir sempre o melhor de si. Deve começar a procurar imagens que mais ninguém conseguirá fazer e aproveitar as ferramentas que tem de modo cada vez mais profundo.” William Albert Allard

9

9 José Vieira Guarda-rios

Canon EOS 70D; 340 mm; f/6.3 a 1/320 seg.; ISO 800

10

10 Paulo Taínha Sem título

Canon EOS 450D; 100 mm; f/8 a 1/60 seg.; ISO 100

O Mundo da Fotografia


22

Olhares

11

Vasco Freitas Sarcophagidae

“Macrofotografia de estúdio.” Canon EOS 600D; 50 mm; f/11 a 1/100 seg.; ISO 100

12 Jorge Pereira Rising

Nikon D3000; 10 mm; f/8 a 15 seg.; ISO 100

11

12

“Lembre-se de que a câmara é apenas uma ferramenta e que, por mais sofisticada que seja a tecnologia, nada substitui a arte de ver.” Steve Bloom

Envie as suas fotos para a edição de fevereiro e habilite-se a ganhar uma mochila Hama Orlando, no valor de € 44,90, uma oferta Hama. Será premiado apenas o primeiro classificado do passatempo Olhares.

Oferta extra ao 1º classificado: uma conta anual Retina Premium no valor de € 35.

O Mundo da Fotografia


24

Beleza a… preto e branco!

A BELEZA DO...

Preto Branco

Explore a beleza do preto-e-branco com a ajuda deste manual detalhado e dedicado aos retratos monocromáticos...

© James Paterson

A

fotografia a preto e branco é uma arte curiosa... Já ninguém vê televisão a preto-e-branco e, à exceção de ocasionais filmes contemporâneos monocromáticos, a cor impera no cinema, certo? Então, porque continua o preto-e-branco a funcionar tão bem nos registos fotográficos? Muitos dos grandes fotógrafos – Ansel Adams, Richard Avedon e Diane Arbus, por exemplo – trabalharam com preto-e-branco (embora alguns tenham passado pela cor, é das suas imagens descoloridas que mais nos lembramos). A maior parte das fotografias icónicas são monocromáticas. Assim, quando removemos a cor das nossas imagens, criamos uma ligação visual a uma

O Mundo da Fotografia

longa história de fotografia de inspiração. O preto-e-branco não confere apenas um toque intemporal e clássico às imagens, mas também elegância e substância ao modelo. Mas a atração pelo preto-e-branco vai muito além de um mero carinho pelo passado. Remover cor tem o efeito mágico de atrair atenção para a forma – e em nenhum outro género artístico isto é mais eficaz do que nos retratos. Neste artigo exploramos a beleza do preto-e-branco através da sua associação aos retratos. Mostramos como pode criar retratos monocromáticos deslumbrantes usando luz natural e flash, e avançamos os melhores métodos para converter imagens em belos retratos monocromáticos.


25

Beleza a… preto e branco!

O QUE VAI APRENDER!

TÉCNICAS BÁSICAS Como “ver” a preto-e-branco, para obter as imagens perfeitas. Pág. 26

ILUMINAÇÃO NATURAL Aproveite a luz do dia em retratos monocromáticos. Pág. 28

TÉCNICAS DE ESTÚDIO Tenha o controlo total da luz no seu estúdio caseiro. Pág. 30

IDEIAS CRIATIVAS As qualidades que só o preto-e-branco oferece às fotos. Pág. 32

CÂMARA ESCURA Como o seu editor de imagem é ideal para preto-e-branco. Pág. 34

O Mundo da Fotografia


ANTES 26

Beleza a… preto e branco!

As técnicas básicas

Inicie-se no preto-e-branco aprendendo a ignorar a cor e a contemplar o mundo em tons de cinzento.

M

uitos fotógrafos preferem o preto-e-branco porque a ausência de cor simplifica  a cena, atraindo a atenção para o essencial da forma, composição e luz. Assim, ao fotografar a preto-ebranco, ajuda a treinar os seus olhos para ignorarem a cor e procurarem variações na luz e nos tons. Ver o mundo de forma monocromática significa ver o jogo de luz e sombra  numa cena: como as pessoas e os objetos estão iluminados, se isso contrasta com o meio envolvente e os realça, ou se se misturam.

de contrastar com o meio envolvente. Então, como criamos contraste em retratos? É muito simples: procuramos altas luzes e sombras! “Desmonte” um retrato e ficará  com dois elementos principais – um assunto e um plano de fundo. Normalmente queremos que o assunto se destaque contra o plano de fundo. Numa fotografia a cores,  uma pessoa destacar-se-ia contra uma parede azul ou um campo de flores, 

Em baixo Procure contraste entre o assunto e o plano de fundo.

TONS DE CINZENTO

Cada cor é transformada num tom de cinzento, por isso pense em como essas cores irão contrastar ou fundir-se entre si. Por exemplo, a cores um limão fica espantoso  contra uma taça cheia de laranjas, mas quando se remove as cores já não se destaca tanto. Para se destacarem a preto-e-branco, os assuntos terão

mas a preto-e-branco depende da forma como o modelo e o plano de fundo estão iluminados. Se, por exemplo, o modelo estiver à sombra de uma árvore e o campo de flores  do plano de fundo ao sol, dada a diferença de luz, quando expuser para a pessoa em primeiro plano, o plano de fundo ficará muito mais claro. Da mesma forma, se o modelo estiver ao sol e as flores do plano de  fundo à sombra, a pessoa será isolada do plano de fundo mais escuro. Por isso, não pense apenas na iluminação do modelo, mas antes na distribuição da luz pela cena, na proporção de luz entre o modelo e o plano de fundo e em como a luz direcional cria zonas de altas luzes e sombras.

UM OLHAR NÍTIDO

Se pretende fazer retratos a cores ou a preto-e-branco, tenha em mente alguns princípios básicos. Os olhos são, pois, uma das características mais importantes de uma pessoa, por isso

COMO... PREPARAR A CÂMARA PARA O PRETO-E-BRANCO

A definição Monochrome pode ajudá-lo a ver na hora como ficarão as imagens a preto-e-branco finais.

1

Fotografar em Raw

Os ficheiros Raw preservam toda a informação de cor do negativo digital. Pode ajustar a conversão para monocromático, ou manter a cor, se assim o desejar. Ajustar o equilíbrio de brancos após fotografar, assim como a exposição, torna-se mais fácil neste formato de ficheiro.

O Mundo da Fotografia

2

Alterar para Monochrome

Muitas câmaras no mercado têm a opção Monochrome; nas reflex Nikon está em Picture Control; e nas Canon em Picture Styles. Dá-lhe uma previsão mono no LCD, mas a informação de cor mantém-se no ficheiro Raw. Permite analisar os efeitos do preto-e-branco e funciona com Live View.

3

Ajustar definições

Dentro da definição Monochrome existem várias opções para ajustar o processo de conversão. Além de opções para ajustar o contraste e o brilho, encontra controlos como filtros de cor, por exemplo. Estes funcionam como os de objetiva, mudando a luminosidade de uma cena.


A preto-e-branco, esta fotografia ajuda a tornar os olhos do bebé mais proeminentes.

DEPOIS

“Nos retratos importa a ligação entre o fotógrafo e o modelo, bem como aquilo que cada um quer mostrar ou esconder.” certifique-se de que ficam nítidos. Ao  posicionar os seus modelos, recorra a técnicas de composição essenciais como a regra dos terços, por exemplo, e certifique-se de que a luz é a  adequada ao cenário que irá fotografar. Todavia, apesar de o conhecimento técnico ser importante, não é tudo quando se trata deste género artístico. A ligação entre o fotógrafo e o modelo também importa, tal como aquilo que cada um quer mostrar ou esconder. Os retratos mais bem sucedidos revelam algo de uma pessoa que transcende a aparência. Esta é uma das razões pelas quais os retratos e o preto-e-branco andam de mãos dadas. A abordagem monocromática confere às imagens uma sinceridade que a cor não consegue alcançar.

REMOÇÃO DE COR?

A remoção de cor elimina uma das principais dimensões visuais que os espetadores costumam interpretar numa cena, por isso nem todos os retratos ficarão necessariamente 

melhor a preto-e-branco. Mas, por vezes, a cor pode ser uma distração desnecessária. Os retratos tendem a ser dominados por duas cores – a da pele e a do cabelo da pessoa. Já sabemos como são os tons de pele, assim não precisamos de visualizá-los a cores. E a maior parte das cores de cabelo – louro, castanho, preto – é igualmente reconhecível em tons de cinzento. Assim, a não ser que haja um plano de fundo ou roupas vibrantes, a cor pode ser supérflua.  A sua ausência permite ao espetador focar-se noutros aspetos de igual importância, como a expressão, a personalidade e a pose do modelo. Por vezes, captamos uma fotografia  e percebemos imediatamente que resultará melhor a preto-e-branco. Mas, normalmente, tudo aquilo que precisa fazer é experimentar. Após habituar-se a pensar no mundo em tons de cinzento, torna-se mais fácil cristalizar as cenas, assuntos e composições que foram criados em função do inspirador preto-e-branco.

DICAS FUNDAMENTAIS TRABALHAR COM MODELOS Se quiser ir além dos retratos de amigos e familiares, pondere contratar um modelo. Agências como a L’Agence (www.lagence.pt) e a GO Models (www.gomodelslisboa.com) oferecem o serviço de profissionais, a vários preços. Um pouco mais barato será contactar modelos através das redes sociais, por exemplo. Os preços são acordados entre fotógrafo e modelo e, em geral, são mais baixos do que os das agências. Se um modelo gostar do seu portfólio, talvez esteja até disposto a trabalhar numa base de preço por utilização de cada foto, sem custos além das despesas. Seja qual for a opção, peça para assinarem uma declaração de cedência de imagem.

O Mundo da Fotografia


28

Beleza a… preto e branco!

Tire partido da luz natural Aprenda a captar retratos fantásticos em qualquer parte e a qualquer hora do dia, tirando partido da luz natural.

N

ão precisa necessariamente de demasiadas luzes de estúdio para captar retratos de alta qualidade. A luz natural pode ser igualmente eficaz,  e é gratuita. O único equipamento extra de que poderá precisar é de um refletor para fazer a luz ressaltar  nas sombras, mas, ainda assim, talvez baste uma cartolina branca. Contudo, fazer retratos com luz natural não se resume a sair à rua e captar uma fotografia. Requer  técnica e experiência para reconhecer as subtilezas e diferenças nos raios de sol, e de que forma se traduzem em boa ou má luz para retratos. Felizmente, o assunto é móvel, logo não precisa de esperar pacientemente pela iluminação perfeita, como um fotógrafo

de paisagens, por exemplo. Em qualquer lugar e a qualquer hora do dia haverá vários pontos de luz arrebatadores nas suas redondezas. Mas como encontrá-los?

Em cima Um céu repleto de nuvens ajuda a suavizar a luz ao ar livre.

LUZ INTENSA E MACIA

Pense na luz natural como algo impactante e suave. Toda a luz natural vem da mesma fonte, o Sol, mas a sua qualidade é alterada de acordo com o local e as condições meteorológicas. Num dia de sol e céu limpo, a luz é bastante intensa, o que, de um modo geral, não é aprazível para o rosto de um modelo. As sombras do nariz caem sobre as faces, as órbitas ficam mergulhadas no escuridão,  a textura da pele é exagerada e o modelo provavelmente piscará os

olhos. Quando o céu está encoberto, a luz comporta-se de outra forma. As nuvens funcionam como uma espécie de difusor gigante da luz do Sol, transformando-a numa iluminação suave e lisonjeira. As nuvens maximizam a fonte de luz, que acaba por tornar-se mais suave e menos contrastante. Se não houver nuvens, será melhor posicionar o modelo à sombra de uma árvore ou de um edifício, ou então colocar-lhe um refletor  acima da cabeça para bloquear o sol. Em interiores também há bastantes pontos de luz natural, como janelas e portas de entrada, que proporcionam uma luz direcional mais suave.

EM QUE DIREÇÃO?

Após encontrar uma iluminação

COMO... FAZER RETRATOS COM A LUZ NATURAL DE UMA JANELA A luz suave de uma janela é ideal para retratar pessoas a preto-e-branco. Maravilhe-se!

LUZ LATERAL

RETROILUMINAÇÃO

Posicione o seu modelo de lado para uma janela, e o rosto será banhado por uma luz direcional macia, que cai suavemente para a sombra. O ideal é uma janela voltada a norte. Defina o modo de Prioridade à Abertura, uma abertura ampla e ISO 400. Peça ao modelo para virar o rosto para a janela. Se quiser realçar as sombras, segure um refletor ou uma cartolina branca para refletir a luz da janela no rosto.

INSTALAÇÃO PARA LUZ LATERAL

Com a luz da janela poderá obter registos diferentes. Posicione o modelo em frente à janela, para ser iluminado por trás. Use um refletor para fazer a luz ressaltar no rosto. Exponha para o rosto e o plano de fundo do exterior ficará sobre-exposto, criando um simples efeito de high-key. Também pode pedir ao modelo que vire a cabeça de lado – exponha para o plano de fundo para criar uma silhueta marcante de perfil. MODELO

INSTALAÇÃO PARA RETROILUMINAÇÃO JANELA

REFLETOR MODELO REFLETOR CÂMARA

O Mundo da Fotografia

JANELA

CÂMARA


29

“As nuvens aumentam muito a fonte de luz, logo é mais suave e tem menos contraste.” suave, o próximo passo passa por pensar na direção da luz. Nos retratos a preto-e-branco queremos dar profundidade ao modelo, por isso procure uma luz direcional aprazível. Estude o rosto do modelo para ver onde incidem as sombras e as altas luzes, e, se necessário, pode usar um refletor para fazer com  que a luz extra incida nas sombras. Com algumas fontes de luz, a direção pode ser óbvia, mas debaixo de uma árvore ou junto a um edifício talvez seja mais difícil de perceber. Descoberta a principal direção da luz, posicione o rosto do modelo de frente para ela. Para obter mais impacto, procure um plano de fundo que seja de um tom diferente.

Uma luz direcional, como a de uma janela, ajuda a definir as feições do modelo.

COMO... EXPOR PARA DIFERENTES TONS DE PELE

Aprenda a compensar diferentes tons de pele conferindo mais ou menos luz.

1

Pele escura

Sempre que o medidor da câmara vê um enquadramento dominado por tons escuros, tenta registá-lo como um cinzento meio-tom, e uma pele escura pode ficar sobre-exposta. Use o botão de Compensação da Exposição da câmara para introduzir 1 ou 1 1/2 stops de subexposição.

2

Pele morena

O medidor expõe para uma cena como se a média de todos os tons fosse cinzento neutro. Imagine o tom de pele como um tom de cinzento e decida se é mais claro ou mais escuro do que neutro. A pele morena costuma ter um tom mais próximo do cinzento neutro; não requer compensação.

3

Pele clara

Tal como quando capta fotografias na neve ao ar livre, com pele clara poderá ser necessário sobre-expor a imagem para obter um rosto bem exposto. Alguns fotógrafos gostam de introduzir meio stop de sobre-exposição quando fotografam modelos de pele clara.

O Mundo da Fotografia


30

Uma configuração de estúdio básica ajuda-o a definir as suas fontes de luz com mais precisão.

Técnicas de estúdio para tentar em casa Dê aos seus retratos um toque profissional criando um estúdio caseiro. E fique a conhecer a melhor forma de iluminar o seu modelo...

C

riar um estúdio em casa vai custar-lhe algum dinheiro, mas vale o investimento, se quiser fazer retratos de melhor qualidade. A diferença que um flash externo  pode fazer é enorme. Posicionando as cabeças de flash e controlando  bem a luz que emitem, conseguirá criar elegantes retratos profissionais  no conforto da sua sala de estar. Os conjuntos de estúdio para iniciados contêm duas luzes e vários acessórios diferentes que se encaixam na frente. A maior parte dos conjuntos tem caixas de luz ou sombrinhas, que permitem suavizar e difundir a luz da lâmpada do flash,  O Mundo da Fotografia

tal como as nuvens aliviam a luz do sol. Fique a saber que a extensão de luz de uma sombrinha costuma ser mais ampla do que a de uma caixa de luz, por isso as sombrinhas são acessórios perfeitos para iluminar áreas amplas, e as caixas são melhores se precisar de controlar o que é iluminado e o que fica na  sombra. Também existem refletores  circulares que se encaixam na frente do flash e produzem um raio de luz  com cerca de 90 graus de amplitude.

USE UMA LUZ PRINCIPAL

Se está a dar os primeiros passos na iluminação de estúdio, pode ser fácil complicar demasiado as coisas.

Comece por utilizar uma só luz. Esta será a sua luz principal. Se mudar o ângulo, a altura e a posição dessa luz poderá criar efeitos drasticamente diferentes. De frente, a luz é direta e preenche as sombras no rosto. De cima, cria sombras sob o queixo e acentua as maçãs do rosto. De lado, a outra face ficará na sombra. De trás, cria  um anel de luz em torno do modelo. Quando se sentir confortável com

“Mude o ângulo, a altura e a posição da luz principal, para criar diferentes efeitos.”


31

Beleza a … preto e branco!

CONSELHO DEFINIÇÕES PARA O FLASH Expor para um flash pode parecer complicado, mas há uma fórmula simples que o poderá ajudar. Selecione o modo Manual, ISO 100, abertura de f/11 e uma velocidade de obturação de 1/200 seg. Capte uma imagem de teste. Se ficar muito clara, aumente o número de f/ ou baixe a potência do flash. Se ficar escura, faça o oposto – baixe o número de f/ ou aumente a potência do flash. Para mudar a intensidade do flash, ajuste as definições na cabeça ou então aproxime-o ou afaste-o. Dominada a exposição para o flash, verá o controlo extra que isto proporciona. Com luz natural só há uma exposição “correta”, mas com um estúdio caseiro terá mais opções. Quer usar um ISO mais baixo? Basta aumentar a potência. Quer uma profundidade de campo baixa? Baixe a potência do flash e amplie a abertura. uma luz, introduza o segundo flash, com o qual terá duas  opções principais ao captar retratos. Primeiro, pode usá-lo para complementar a luz que incide no modelo, talvez disparando-o a uma potência inferior para preencher as sombras, ou fazendo-o incidir no modelo por trás para criar uma luz de contorno. A segunda opção é virar a luz para iluminar o plano de fundo e não o modelo. Isto permite controlar o contraste entre o modelo e o plano de fundo.

LUZ LISONJEIRA

Quanto maior for a luz, mais suave e lisonjeiro será o seu efeito sobre o modelo. Pode parecer estranho, mas quanto mais perto a fonte de luz estiver do modelo, mais suave será a luz, porque a sua dimensão aumenta em relação ao modelo. Outra excelente forma de tornar a luz do flash mais lisonjeira  é difundir a luz. Isto significa que, ao  invés de apontar a luz diretamente ao modelo, fá-la incidir sobre a zona à frente deste. Esta técnica torna a luz mais envolvente e equilibra a distribuição da luz através da pessoa que está a fotografar.

COMO... CRIAR DIFERENTES ABORDAGENS Posicione as suas luzes em locais diferentes para conseguir uma boa variedade de looks.

LUZ PRINCIPAL E DE ENCHIMENTO Monte a luz principal a um ângulo de aproximadamente 45 graus em relação ao modelo, para obter altas luzes e sombras profundas no rosto. A função da segunda luz é preencher as sombras e tem de vir do mesmo ângulo da câmara. Se houver uma parede atrás, use um refletor e faça a luz refletir na parede. PLANO DE FUNDO

REFLETOR DE ENCHIMENTO

CÂMARA

MODELO

LUZ PRINCIPAL: CAIXA DE LUZ/SOMBRINHA

PAREDE

ILUMINAÇÃO HIGH-KEY A iluminação high-key cria um visual limpo com um modelo corretamente exposto e um plano de fundo sobre-exposto. Este deve ser de tom claro. Monte uma sombrinha ou caixa de luz na luz principal e vire-a para o modelo na potência média. Ligue a segunda luz sobre o plano de fundo na potência máxima para o sobre-expor. LUZ DO PLANO DE FUNDO: REFLETOR

CÂMARA

MODELO

LUZ PRINCIPAL: CAIXA DE LUZ/SOMBRINHA

PLANO DE FUNDO BRANCO

ILUMINAÇÃO LOW-KEY A iluminação low-key cria imagens dominadas por tons escuros. É perfeita para retratos melancólicos a preto-e-branco. Use um material denso para plano de fundo, como veludo, e certifique-se que as luzes que incidem no modelo não atingem o plano de fundo. Realce o modelo com uma só luz, ou coloque a segunda luz atrás dele. CÂMARA

LUZ DO CABELO: CAIXA DE LUZ/SOMBRINHA

MODELO LUZ PRINCIPAL: CAIXA DE LUZ/SOMBRINHA

PLANO DE FUNDO PRETO

O Mundo da Fotografia


32

Beleza a… preto e branco! Seja criativo nas suas fotografias monocromáticas. Aqui, um cenário cuidadosamente iluminado reforça a intensa luz direcional aplicada ao rosto.

Seja criativo com o preto-e-branco Remova a paleta de cores de um cenário e liberte a sua criatividade realçando as formas, as textura e os padrões.

U

m dos aspetos mais interessantes da fotografia  a preto-e-branco é que liberta-o das convenções. A ausência de cor quase encoraja a quebrar as regras, o que pode explicar a razão de vermos tantos retratos monocromáticos. Ao procurar ideias criativas para os seus retratos a preto-e-branco, ajuda pensar em quatro fatores que o monocromático acentua: figura, textura, padrões e forma. A figura refere-se à profundidade  de um objeto, e a luz direcional é ideal para isso: é o que faz os modelos

parecerem tridimensionais. Há muitas formas de realçar alguém – experimente iluminar um rosto de um lado e o plano de fundo do outro lado, para assim equilibrar o jogo de luz e sombra.

REALÇAR TEXTURAS

Retratar uma cena em cinzento dá-lhe  uma qualidade ilustrativa que realça as texturas. Para tal, pode deixar o rosto de fora e enquadrar outras partes do corpo. As mãos conseguem revelar tanto de uma pessoa como os olhos, e dão excelentes assuntos texturizados. Os padrões também são perfeitos

“A fotografia a preto-e-branco liberta-o das convenções. A ausência de cor quase encoraja a quebrar as regras.” O Mundo da Fotografia

Em cima, à direita As mãos estão carregadas de texturas – fotografar a preto-e-branco realça-as.

À direita O padrão projetado no rosto da modelo acaba por criar um look semiabstrato forte.

para um tratamento a preto-e-branco com impacto. Há padrões interessantes por toda a parte, e até pode tentar criá-los iluminando um rosto ou um corpo através de um gobo, que pode ser tudo o que crie padrões de sombra interessantes sobre o seu modelo. O ideal é uma persiana simples que crie linhas gráficas fortes que transformam  um retrato numa peça de arte abstrata. Remover a cor também chama  a atenção para a forma – e que forma é mais celebrada senão o corpo humano? Procure poses interessantes e tente usar reflexos para criar  simetria. Formas fortes resultam melhor contra um plano de fundo simples, por isso utilize um sem adornos e depois experimente inclinar a câmara em vários ângulos.


Esta imagem contrasta formas humanas suaves contras linhas geomĂŠtricas na diagonal.

O Mundo da Fotografia


34

Beleza a… preto e branco!

CONSELHO ÚTIL PROGRAMAS PARA PRETO-E-BRANCO Vai precisar de ajuda da câmara escura digital – experimente!

O software faz magia? As melhores ferramentas e técnicas da câmara escura digital para converter fotos a cores para preto-e-branco.

A

Lightroom (www.adobe.com) Inclui um conjunto completo de ferramentas para fotógrafos digitais e predefinições para preto-e-branco. Mas ainda mais divertido é criar os seus presets. Encontrada a combinação certa, é fácil aplicá-los a outras imagens.

s “ferramentas” atuais para criar imagens monocromáticas oferecem muito mais controlo do que as suas antecessoras da câmara escura tradicional. Em segundos consegue criar tons cinza leitosos que rivalizam com o melhor filme a preto-e-branco. Uma boa conversão deve seguir três passos principais. Primeiro, antes de remover a cor, faça ajustes céleres à exposição e ao detalhe, como faria numa imagem a cores. Chamamos-lhes “preto e branco”, mas, tecnicamente, não queremos que os tons da nossa imagem sejam pretos ou brancos puros, pois perderiam detalhe. O que realmente ANTES

Silver Efex Pro 2 (http://bit.ly/silverefex) Trata-se de um plug-in compatível com o Photoshop, Lightroom e Aperture. As suas rápidas conversões monocromáticas são ideais para quem não quer passar eternidades a construir um efeito. Apelativo, não?

Ao lado Aplicar diferentes filtros realça diferentes qualidades na sua imagem a preto-e-branco.

Em baixo Procure obter uma ampla gama tonal na sua imagem monocromática.

se pretende é uma rica variedade de tons cinzentos, com altas luzes intensas e profundidade nas sombras.

REMOVER A COR

Se utiliza o Photoshop, pode recorrer a métodos diferentes. As melhores ferramentas, como HSL/Greyscale Panel no Camera Raw e Lightroom,  ou Black and White Adjustment Layer no Photoshop, permitem mudar a luminosidade de gamas de cor separadas. Também encontra predefinições que imitam  os tradicionais filtros de objetiva  a preto-e-branco. Por exemplo, um filtro amarelo aclara a pele  e um azul terá o efeito oposto. O terceiro passo é aumentar o contraste. Muitas imagens potencialmente excelentes falham aqui e ficam sem vivacidade.  Se for preciso, não se esqueça de conferir mais intensidade aos seus retratos, aumentando o contraste.

LISTA O QUE FAZER E EVITAR NO PRETO-E-BRANCO! SIM:

DEPOIS

Experimentar diferentes predefinições e filtros de cor. Explorar os contrastes. Ajustar a luminosidade da cor ao converter. Clarear e escurecer para revelar ou ocultar áreas.

NÃO: VSCO (https://vsco.co) Inclui conjuntos de predefinições do Lightroom e Photoshop que imitam o look de diferentes tipos de filme. Tem uma enorme variedade de películas, cada uma com variações baseadas em diferentes velocidades de filme.

O Mundo da Fotografia

Usar a opção Desaturate para perder as cores da imagem. Definir altas luzes ou sombras para preto e branco puros. Manchar com cor pontual. Aplicar demasiada nitidez em determinados detalhes.


COR

FILTRO AZUL

FILTRO VERDE

FILTRO AMARELO

FILTRO PLATINA

COMO... SIMULAR O EFEITOS DAS PELÍCULAS DE FILME COM O LIGHTROOM

Ao controlar a luminosidade da cor, o contraste e o grão pode conferir às imagens o look da sua película preferida.

1

Mude as cores

Vamos recriar o look de uma das melhores películas para retratos em estúdio – Ilford fp4 Plus 125. Criava luminosos tons de pele aveludados! Vá ao painel HSL do Photoshop Lightroom, clique em B&W e aumente os ponteiros Red e Orange até os tons de pele ficarem mais claros.

2

Aumente o contraste

Use Tone Curve para ajustar o contraste. A linha diagonal controla a luminosidade da gama tonal, desde as sombras da esquerda até às altas luzes da direita. Arraste o topo da linha para cima e a parte inferior para baixo para traçar um S. Quanto mais acentuado, maior o contraste.

3

Introduza grão fino

O grão do filme dá às imagens antigas uma textura difícil de reproduzir. As definições Grain do painel Effects do Lightroom andam perto. Como estamos a replicar um filme lento, o grão será quase invisível. Em filmes mais rápidos, aumente os ponteiros Grain Amount, Size e Roughness.

O Mundo da Fotografia


36

Perfil – Miguel Cardoso

Miguel Cardoso © Miguel Cardoso (todas as imagens).

Procura quietude, paz de espírito e cheiro a maresia? Então este portfólio fotográfico aguarda o seu olhar avaliador. Explore as maravilhas da natureza e mergulhe num verdadeiro encantamento...

Elgol – Isle of Skye Canon EOS 5D MarkII; 17 mm; f/11 a 433 seg.; ISO 100


37

Perfil – Miguel Cardoso

C

onsideremos o jardim, mundo de pequenas coisas/ calhaus, pétalas, folhas, dedos, línguas, sementes./ Sequências de convergências e divergências,/ordem e dispersões, transparência de estruturas,/pausas de areia e de água, fábulas minúsculas.” O falecido poeta António Ramos Rosa eternizou no tempo estas palavras vernaculares e certeiras, tendo sido esta, talvez, a sua mais sincera homenagem à Mãe Natureza. Também ele apaixonado pelas paisagens marítimas e pela quietude da água, Miguel Cardoso, 42 anos, utiliza o seu kit fotográfico como se de uma varinha de condão se tratasse. Os seus registos fotográficos emanam um intenso odor

a maresia, transmitem serenidade e convidam-nos a momentos de comunhão com o mar. Foi na arte de desenhar com a luz que se encontrou e que descobriu o seu amor eterno. “A fotografia levou-me num processo de autodescoberta e ajudou-me a compreender a minha relação com a natureza. A fotografia de paisagens dá-me imenso gozo, pois é um motivo para explorar novos locais, com a vantagem de que, muitas vezes, os novos lugares são aqueles onde já estivemos, pois consoante a altura do ano, a hora ou a meteorologia, os cenários mudam por completo. É um caminho muito mais solitário: somos nós e o espaço que nos envolve”. Recuemos agora até ao ano de 1991. Este autor explorava as maravilhas do mundo com

PERFIL * Miguel Cardoso nasceu em 1972, em Setúbal, mas vive desde sempre no Ribatejo. * Fotografa profissionalmente desde 2007 e tem imagens publicadas em inúmeras revistas, livros, CD e selos. * O seu percurso profissional está ligado à imagem. É diretor criativo na empresa Terra das Ideias. Já realizou videoclips e spots publicitários, assim como algumas curtas-metragens. * De momento, encontra-se a ultimar uma aplicação com as suas fotografias das Terras Altas da Escócia, que servirá como guia a quem quer visitar e fotografar o local. Paralelamente, organiza viagens fotográficas e workshops de formação.


38

Perfil – Miguel Cardoso Flow (à direita) Canon EOS 5D Mark II; 17 mm; f/22 a 0,7 seg.; ISO 50

Fairy pools – Isle of Skye (em baixo, à esquerda) Canon EOS 5D Mark II; 30 mm; f/11 a 39 seg.; ISO 100

Fairy pools – Isle of Skye (em baixo, ao centro) Canon EOS 5D Mark II; 21 mm; f/11 a 951 seg.; ISO 50

Buchaille Etive Mor (em baixo, à direita) Canon EOS 5D Mark II; 17 mm; f/11 a 94 seg.; ISO 50

EQUIPAMENTO Nas suas jornadas fotográficas, o fotógrafo faz-se valer de uma Canon EOS 5D Mark II e das objetivas Canon EF 17-40 mm f/4L USM, EF 70-200 mm f/2.8L IS II USM e EF 50 mm f/1.8 II. Não dispensa ainda o flash Canon Speedlite 580EX II e os filtros de densidade neutra (Lee Big Stopper), polarizador (Hoya) e de densidade neutra graduados.

O Mundo da Fotografia

a sua primeira companheira de terreno, uma Canon QL, que ainda hoje guarda com carinho. O campo de concentração de Auschwitz foi o primeiro lugar a estar sob a mira da sua objetiva, uma experiência que considerou impactante em todos os sentidos. “Ia numa viagem à Polónia e foi amor à primeira vista. Gastava rolos uns atrás dos outros. Quando alguns amigos me ensinaram a revelar a preto-e-branco, em laboratórios improvisados em casas de banho, o interesse aumentou e solidificou-se”. O seu percurso está desde sempre ligado às artes e à imagem criativa. Poder-se-á dizer que o convidado especial desta edição da OMF é o homem dos sete ofícios: é diretor criativo na empresa Terra das Ideias, pinta e realiza filmes. Todavia, a fotografia ocupa o trono do seu coração

“A fotografia surgiu naturalmente, pois fazia parte do meu ADN.” e espalha o seu encantamento por todas as vielas do corpo, conduzindo a imaginação a novas paragens. “A fotografia surgiu naturalmente, pois fazia parte do meu ADN”, confessa. As escolhas que abraçou para a vida inteira abriram a sua mente a novas aventuras. O seu olhar tornou-se analítico, rigoroso, artístico, sonhador. “Um fotógrafo olha para o mundo de uma forma diferente, como um escultor olha para uma pedra de forma diferente; no fundo, aprendemos a ver para além das aparências e do óbvio, reparamos em coisas que passam despercebidas aos outros. Acontece-me com muita frequência fotografar sem câmara, ao ir


39

Old Man of Storr – Isle of Skye Canon EOS 5D Mark II; 17 mm; f/16 a 1/60 seg.; ISO 100

O Mundo da Fotografia


40

Perfil – Miguel Cardoso

Eilean Donan Castle – Dornie

IMAGEM REVELADA

Canon EOS 5D Mark II; 17 mm; f/10 a 1/80 seg.; ISO 250

“IMAGEM CAPTADA NUMA VIAGEM FOTOGRÁFICA QUE ORGANIZEI ÀS TERRAS ALTAS DA ESCÓCIA.”

Composição “Para o enquadramento fui para dentro de água e tentei encontrar uma posição estável para o tripé entre as rochas, para que não se mexesse com a corrente de água. Estava apenas a uns dois palmos do caudal e, para dificultar, tinha atrás de mim umas silvas ameaçadoras que ainda me deixaram umas ‘marcas de guerra’. Enquadrei de forma a que o caudal de água que vem do canto inferior da imagem funcionasse como linha

condutora do olhar. Dá-nos uma imagem da beleza e do dramatismo daquele local, onde outrora o Braveheart viveu e lutou, e que parece inalterável há milhares de anos.”

Técnica “Defini a abertura para f/22 e coloquei o ISO a 50, para fechar a luz o mais possível, o que me permitiu usar uma velocidade de 0,7 segundos. Fotografei, como sempre, em Raw e tratei a imagem usando apenas o Lightroom.”

na rua, a definir enquadramentos mentais de coisas que vejo e a visualizar na cabeça fotografias que faria daquele assunto ou daquele momento”, diz. Na fotografia move “o prazer da busca e da descoberta do local certo”, o instante mágico “onde a luz e a terra nos proporcionam momentos raros, em que o vulgar se torna extraordinário”. “Dou por mim, muitas vezes, à procura do que não está lá, mas que pode surgir a qualquer instante. É a caça pelo impossível, pelo surpreendente. É o prazer de tentar captar numa imagem aqueles locais ou assuntos que toda a gente conhece, da forma que nunca ninguém os viu”, acrescenta.

INSPIRAÇÕES E DESCOBERTAS

Miguel Cardoso deixa o seu olhar e o seu coração serem guiados pelo impressionante O Mundo da Fotografia


41

AS DICAS DE MIGUEL...

1

Fotografe em modo Manual e assuma o controlo. Não deixe que seja a câmara a decidir por si. Depois de captar fotografias mais óbvias, procure novos ângulos, detalhes, texturas... Na fase de pós-produção, procure as tonalidades e o tratamento que transmita melhor a forma como sente aquela imagem. Fotografe sempre na vertical e na horizontal. Planifique e prepare as viagens. Existem apps como a Sunchase que permitem saber a posição do sol em determinado local, dia e hora. Já o site 500px tem fotografias incríveis de todo o mundo, o que é ótimo para descobrir novos locais e ver abordagens diferentes. Na fotografia de paisagens, o nascer e o pôr do sol são fundamentais. Aprenda a olhar! Veja trabalhos de pintura e filmes com um olhar crítico e estude a iluminação, o enquadramentos e as cores, por exemplo.

2

3

4 5

6 7

trabalho artístico de fotógrafos de renome e pelas pinturas clássicas, estas últimas por serem, como faz questão de referir, “incríveis fontes de estudo de composição, de luz e de cor”. O autor destaca os inspiradores e intensos portfólios de fotógrafos como Alexandre Deschaumes (www.alexandredeschaumes.com), Ian Plant (www.ianplant.com), Marc Adamus (www.marcadamus.com), Colin Prior (www.colinprior.co.uk) e Joel Santos (www. joelsantos.net), assim como dos intemporais Henri Cartier-Bresson e Sebastião Salgado. Todos estes grandes nomes da arte fotográfica dão-lhe força para continuar a percorrer o mundo, a descobrir tesouros aninhados na natureza e a dar vida aos seus sonhos mais poderosos. Maravilhou-se com as Terras Altas da Escócia, para onde já viajou quatro vezes, e prometeu-lhes uma

nova visita em breve. Miguel confessa que foram jornadas fotográficas que jamais irá esquecer. “A primeira viagem à Escócia, exclusivamente para fotografar, foi a primeira vez que saí do país com aquele objetivo e que senti que queria que a fotografia tivesse uma importância diferente na minha vida. É um dos destinos de sonho para os fotógrafos de paisagens: a cada curva temos um local deslumbrante, onde apetece ficar dias inteiros”, confessa. Nos últimos anos, Miguel Cardoso tornou-se um companheiro de estrada do músico Rui Veloso. “O trabalho que tenho feito com ele tem sido marcante para mim. Cresci a admirá-lo como artista e agora a oportunidade de o fotografar, de o conhecer como grande ser humano que é, é de facto um privilégio”, refere. “A primeira vez que fotografei o Rui Veloso foi num concerto

Buchaille Etive Mor (na página anterior) Canon EOS 5D Mark II; 17 mm; f/22 a 1/8 seg.; ISO 50

Glencoe Lochan (em cima, à esquerda) Canon EOS 5D Mark II; 26 mm; f/5.6 a 3 seg.; ISO 100

Castle Stalker – Argyll (em cima, à direita) Canon EOS 5D Mark II; 70 mm; f/16 a 195 seg.; ISO 50

O Mundo da Fotografia


42

Old Tree – Isle of Skye (em cima) Canon EOS 5D Mark II; 17 mm; f/9.5 a 1/60 seg.; ISO 400

Loch Cill Chriosd – Isle of Skye (à direita) Canon EOS 5D Mark II; 17 mm; f/16 a 0,3 seg.; ISO 50

O Mundo da Fotografia

na Serra do Pilar, em Gaia. Eu ia de forma descomprometida fazer algumas fotografias para o site dele e fui no carro com o Rui para o concerto. Quando lá cheguei, captei algumas fotografias do sound check; quando mostrei as imagens ao Rui, ele enviou-me uma mensagem a dizer: “Esta fotografia sou eu! E tem de ser a capa do disco”.

AMBIÇÕES ETERNAS

Se não tivesse abraçado a fotografia para a vida inteira, Miguel Cardoso dedicarse-ia às restantes áreas da sua carreira: o design, a pintura e o cinema. Passados 20 anos, assume-se como um fotógrafo versátil, que sente prazer em experimentar diferentes géneros artísticos, ainda que o seu portfólio esteja direcionado para as paisagens e o retrato. Ao longo do seu percurso profissional, já teve a oportunidade de ver o seu trabalho publicado em livros, revistas, aplicações e sites. Quando lhe pedimos para resumir o seu trabalho fotográfico em poucas palavras, este criativo descreve-o como um projeto “que procura a poesia das imagens, extrair de cada motivo aquilo que nos surpreende e que nos deslumbra”. Anseia continua a aprender e a partilhar com o mundo a sua visão única, através de formações, workshops, viagens e livros. Sonha visitar a Islândia, as montanhas rochosas do Canadá e o Tibete, assim

“Dou por mim à procura do que não está lá, mas que pode surgir a qualquer instante.” como dedicar-se a outras formas de interação com a fotografia, como o desenvolvimento de aplicações. Mas, acima de tudo, almeja fotografar até ao fim dos seus dias, porque é algo que já faz parte de si e da sua magia. “É uma forma de expressão”, remata.

VEJA MAIS trabalhos de Miguel Cardoso em www.facebook.com/MiguelCardosoFotos


43

© Navid Baraty

Fotografar – Editar

Passo a passo Tudo para fotografar e editar melhor. 44

54

Fotografar Editar 44 Dez ideias criativas Conheça as nossas sugestões originais para explorar no terreno este mês. Inspire-se! 54 Fotografar em tons infravermelhos Registe o que o olhar não vê... Surpreenda-se!

64 Aprenda Lightroom: as ferramentas-chave de edição de imagem Saiba, por exemplo, como corrigir problemas tonais em segundos.

58 Capte retratos em casa como nunca antes

66 Aprenda Lightroom: edição com Smart Previews e técnicas de correção de cor Veja como pode editar imagens guardadas num disco rígido externo.

60 Área técnica: o que precisa de saber sobre sobre o zoom hiperfocal

68 Photoshop Elements: aplicar úteis e criativos efeitos de vinhetagem

68

O Mundo da Fotografia


44

Fotografar – Dez ideias criativas

TÉCNICAS FOTOGRÁFICAS

01 Fotografar na bruma

As manhãs e noites brumosas dão origem a cenas mágicas...

© Daniel Cheong

O

s fotógrafos de paisagem têm o hábito de aproveitar ao máximo a neblina de outono e inverno para criarem fantásticas imagens. Contudo, nem toda a gente vive perto do campo, certo? E porque não experimentar captar paisagens citadinas brumosas e outras cenas urbanas? Daniel Cheong, que vive no Dubai, cria imagens incríveis da metrópole fundindo exposição variadas no Photoshop. Claro que tem de levantar-se cedo para obter estas fotos, muitas vezes chegando ao local perto das 5h30. “Preciso de tempo para explorar o local e determinar os ângulos mais interessantes para fotografar, depois monto

O Mundo da Fotografia

o tripé!”, explica. A sua altura favorita é “a hora azul”, quando o céu ganha um matiz azul atrativa. Geralmente, Daniel fotografa no modo de variação de exposição Auto EV, captando cinco exposições. À medida que o sol se ergue acima do horizonte, sobe para nove exposições. Quando está satisfeito com o autofoco, muda para focagem manual, pondo fita-cola no anel da objetiva para evitar desfocagem acidental. Não importa se vive no Dubai ou em Portugal: levante-se cedo no dia certo e conseguirá!

Comece hoje mesmo…

* Dê a si mesmo bastante tempo para

chegar ao local e preparar-se – não vai querer mexer no equipamento e nas definições quando a “hora azul” chegar... * Verifique se as imagens estão nítidas no ecrã da câmara. Ampliar a área de foco no Live View é uma boa forma de verificar isso. * Se houver nuvens, ou se o mar ou rios forem visíveis, Daniel usa um filtro ND400 para transmitir movimento às nuvens e fazer com que a água pareça suave como seda. * Daniel fotografa sempre exposições variadas no modo de Prioridade à Abertura. Definições preferidas: f/8 e ISO 100. * Funda as exposições com máscaras de camada para aumentar a gama dinâmica.


45

10

Fotografar – Dez ideias criativas

ideias criativas para explorar jĂĄ!

O Mundo da Fotografia


46

Fotografar – Dez ideias criativas TÉCNICAS FOTOGRÁFICAS

02 Fotografar junto ao rio

Passeie junto ao seu rio preferido e consiga fotografias incríveis.

V

© Adam Lister

ive perto de um rio? Ou junto a uma doca ou marina? Então deve estar sempre preparado para sair de câmara na mão, mochila às costas, e assim registar as mais variadas imagens de paisagem, retratos, ação e barcos, por exemplo. Não acredita que pode fotografar tantos assuntos e géneros junto a um rio? Mas é verdade... Antes de mais, encontrar uma boa cena para fazer uma paisagem panorâmica não é complicado, basta apenas que existam elementos como uma ponte e rochedos, por exemplo. Por outro lado,

“Ao fotografar rios, tanto pode estar a registar paisagens panorâmicas como retratos de pessoas nas margens...”

a atividade e movimentação de barcos dá sempre origem a boas fotos, muitas vezes até de ação, ao passo que percorrer as margens e ruas marginais pode também apresentar excelentes condições para registar um ou outro retrato, especialmente a preto e branco. Basta que se inspire...

Comece hoje mesmo...

* Pense com antecedência nas objetivas

que vai ter de utilizar durante esta sua saída fotográfica até junto de um rio ou água. Tal como alertamos, tanto pode estar prestes a registar uma paisagem panorâmica como retratos de pessoas nas margens, estejam estas a passear, a praticar desporto ou a trabalhar, até. Uma objetiva zoom com uma boa abertura é essencial, mas uma grande-angular também pode dar jeito. E também uma fixa de 50 ou 85 mm, claro, a pensar nos retratos e em fotos de detalhes!

* Como está a fotografar junto à água,

lembre-se de levar um filtro ND graduado e um tripé, isto caso lhe apeteça conseguir fotos com uns bonitos efeitos de água aveludada, com exposições mais longas. Ao cair do sol, o tripé e o disparador remoto são indispensáveis. Capte a cidade e o rio com uma abertura reduzida, ou consiga fantásticos reflexos com as luzes de candeeiros ou até das estrelas. * Tente reter alguma cor no céu quando a fotografar ao início da noite, em vez de deixar que a cena fique totalmente escura. Chegue ao local a tempo de ver o sol descer sobre a água ou sobre os edifícios... * Existem muitos elementos e/ou pessoas junto às margens de um rio, sempre. Por isso concentre-se e não permita que certas distrações interfiram na composição das suas fotografias. Nos retratos, tente contextualizá-los com elementos locais.


O SAPO DEU O SALTO.

Quando o SAPO dá o salto a internet dá o salto. Quando o SAPO dá o salto a tecnologia dá o salto. A informação dá o salto, o país dá o salto, o mundo dá o salto. O SAPO deu o salto para uma imagem mais moderna, mais simples de navegar e com novos conteúdos, o SAPO Lifestyle, a App SAPO Jornais e o SAPO Blogs. Vamos todos dar o salto?

DÁ O SALTO EM SAPO.PT


TÉCNICAS FOTOGRÁFICAS

04 Retratos de rua incríveis Capte uma série de fotos temáticas na rua.

A

© Matthew Richards

fotografia de rua nunca foi tão popular, mas acaba por ser fácil acabar com muitos retratos perfeitamente banais no cartão de memória. Mas, se estiver sem ideias, vá buscar inspiração aos bons exemplos de Hans Eijkelboom... Este artista e fotógrafo conceptual passou os últimos vinte anos a fotografar pessoas em áreas pedestres muito frequentadas e que têm algo em comum – pessoas com t-shirts de bandas, casais a passearem de braço dado, homens a andarem de patins sem t-shirt, etc. Como Hans queria que todas as imagens fossem informais, usou um disparador no bolso para tirar cada foto, antes de voltar para o estúdio e dispor as imagens em grelhas chamadas Photo Notes. O livro resultante, People of the 21st Century, pode ser visto em www.photonotebooks.com.

Comece hoje mesmo...

TÉCNICAS FOTOGRÁFICAS

03 Fotografar clássicos Inspire-se para registar carros vintage....

S

e gosta de automóveis antigos, este é provavelmente um assunto que as suas fotografias mostram bastante, correto? “Eventos que centram atenções em carros clássicos são ótimas oportunidades para treinar a sua técnica, pois tendem a ser menos frenéticos e mais relaxados que algo como as corridas de automóveis mais rápidas”, diz o fotógrafo de desporto motorizado Matthew Richards. “Uma objetiva mais longa como uma 70-300 mm é útil se estiver longe da pista, mas pode sempre levar algumas objetivas de retrato para captar os detalhes dos veículos restaurados que verá nesse dia. Experimente usar a técnica de panning para transmitir uma sensação de velocidade, em vez de congelar os veículos em movimento com velocidades de obturação elevadas”, aconselha Matthew.

O Mundo da Fotografia

Comece hoje mesmo…

* Como diz Matthew, o panning é perfeito

para eventos de desporto motorizado vintage. Mas terá de treinar antes. Consoante a velocidade do veículo, defina a velocidade de obturação entre 1/60 e 1/125 seg., e mantenha-o nítido seguindo-o com o Continuous Focus. Gire as ancas à medida que o veículo passa, sem baixar a câmara. * Os efeitos do flash de sincronização lenta podem ser bons, sobretudo quando a luz diminui. A velocidade de obturação depende da velocidade do assunto, mas tente entre 1/8 e 1/60 seg., com sincronização à segunda cortina, para o flash disparar no fim da exposição. * Visite www.caramulo-motorfestival.com e http://bit.ly/1szJnpr e inspire-se!

mas tenha cuidado perto de edifícios governamentais, instalações militares e centrais de transportes. Verifique as leis e costumes locais se for um turista... * Imprima alguns cartões de visita – muitas vezes são úteis se alguém quiser saber porque está a fotografá-lo.

© Hans Eijkelboom

* Pode fotografar na rua livremente,


50

Fotografar – Dez ideias criativas

© Simon Sherwin

TÉCNICAS FOTOGRÁFICAS

05 Capte imagens esféricas

Experimente a magia das fotografias panorâmicas em interiores.

J

untar panorâmicas tornou-se mais fácil com as câmaras digitais... Mas Simon Sherwin sempre foi inovador com as suas panorâmicas esféricas espetaculares. Simon viveu no Japão durante vários anos e criou algumas panorâmicas memoráveis deste país característico e fotogénico. “Os tripés são praticamente proibidos nos edifícios japoneses tradicionais, por isso tive de encontrar uma nova forma de captar as imagens para juntar”, explica Simon. “Tive a ideia de usar um pedaço de fio como fio

de prumo e fotografar manualmente. Este método permite captar toda a esfera visual de forma perfeita, incluindo a superfície por baixo de mim. De facto, não precisa de um grande tripé volumoso para fazer isto...”. Quando às objetivas, agora Simon usa apenas uma objetiva olho de peixe de 8 mm, o que significa que só precisa de tirar quatro fotos para ter material suficiente para juntar mais tarde com a ajuda de software. “Quanto mais ampla for a objetiva, mais fácil é”, refere ele. Veja mais em inenglish.com.

Comece hoje mesmo…

* “O maior erro a evitar é o paraláctico”,

diz Simon. “Isto resulta das diferenças entre imagens adjacentes, o que as torna difíceis de juntar homogeneamente.” * Simon utiliza os programas PTGui (www.ptgui.com) e Hugin (hugin.sourceforge. net). “O Hugin é ótimo, e gratuito!”, refere. * Também existem várias apps para smartphones que permitem criar panorâmicas apelativas, como a PhotoSynth (www.photosynth.net), por exemplo.

TÉCNICAS FOTOGRÁFICAS

06 Retratos mais expressivos

Capte a essência através do olhar do seu modelo...

O Mundo da Fotografia

definindo uma abertura maior. Inspire-se!

Comece hoje mesmo...

* Antes de começar a sessão de retratos, seja

dentro ou fora de portas, encontre interesses comuns para conversar e quebrar o gelo. * Puxe pela imaginação quanto ao fundo. Corte o plano para se centrar no olhar do modelo, ou enquadre a um terço para mostrar o fundo e o respetivo efeito de profundidade de campo. * Porque não pedir ao modelo para contar a sua história de vida enquanto é fotografado? Pode ser que consiga imagens mais expressivas...

© Vanda Dias

H

á muitos truques importantes a que pode recorrer para conseguir retratos mais expressivos. Antes de mais, defina bem que tipo de fotos quer fazer, analise o local, seja ele dentro ou fora de casa, interprete a luz e escolha a melhor altura do dia. Tenha à mão uma objetiva de distância focal fixa curta (40 ou 50 mm, por exemplo), de preferência, e peça até a alguém que lhe dê apoio segurando num refletor de luz. Os resultados vão falar por si... Por outro lado, tente sempre focar o olhar do modelo nos planos mais fechados, e faça por desfocar o fundo nos planos mais abertos,


1

© Hardy Haase

51

TÉCNICAS FOTOGRÁFICAS

07 Os prazeres do flash anelar

Use um adaptador de flash anelar e consiga retratos diferentes...

E

stá farto dos efeitos de flash convencionais? Então porque não experimenta um flash anelar? Nem é um acessório demasiado caro... Os flashes anelares são dispositivos circulares que oferecem iluminação uniforme com poucas sombras, por isso há muito que são apreciados por fotógrafos de retratos e macro. Graças a um novo tipo de adaptador, os efeitos do flash anelar tornaram-se muito mais baratos de simular. Em vez de terem a sua fonte de luz, os adaptadores de flash

anelar encaixam-se sobre o flash da câmara e dobram a luz através da estrutura circular. Um bom exemplo é o RayFlash Universal Ringflash Adaptor (www.ray-flash.com), que pode obter por cerca de € 100. “Para o look de flash anelar típico é melhor estar perto, digamos cabeça e ombros ou meio corpo”, refere o especialista Hardy Haase, da Flaghead Photographic. “Não coloque o assunto perto de um fundo ou parede, ou obterá um contorno escuro em torno dele...”, aconselha Hardy Haase.

Comece hoje mesmo…

* Um adaptador de flash anelar é ótimo

para flash de enchimento com grupos ou para interiores. Como é posto na frente da câmara, tira a sombra e oferece contraste. * Estes adaptadores também são bons para macros – têm boa definição e reprodução da cor, e são menos severos que um pequeno flash anelar montado na objetiva. * “Usado fora da câmara, o RayFlash funciona como um projetor difusor portátil”, diz Hardy sem reservas.

TÉCNICAS FOTOGRÁFICAS

08 Fotografar jogos de futebol

Reveja as suas técnicas desportivas para esta época.

© Mark Pain

E

sta altura do ano significa uma coisa para os fãs de desporto de todo o mundo – a época de futebol europeia entra no ritmo normal. Tentar obter um passe de fotógrafo para um jogo da Super Liga é uma tarefa hercúlea para um amador sem credenciais de imprensa, mas pode obter ótimas fotos de equipas locais ou onde joguem familiares ou amigos. Então quais são os elementos da boa fotografia de futebol? Precisa de uma objetiva longa – pelo menos 70 mm – para captar detalhe, mas com uma abertura máxima ampla. Isto ajuda a desfocar os espetadores e planos de fundo confusos. Uma zoom standard

rápida – 70-300 mm f/2.8 – é o ideal. Chegue cedo para escolher os melhores sítios (como atrás da baliza, por exemplo) e tente captar a emoção, bem como a excitação à “boca” da baliza.

Comece hoje mesmo…

* Selecione velocidades de obturação rápidas

para captar a ação. Considere fotografar no modo Manual sob luz constante, para poder manter a abertura totalmente aberta enquanto dispara. * Use o disparo contínuo ou o autofoco contínuo quando um jogador vai rematar ou marca. Pode ter de optar pelo JPEG para manter o primeiro modo... O Mundo da Fotografia


TÉCNICAS FOTOGRÁFICAS

09 E a fotografia noturna? Seja criativo com rastos de estrelas, registos de carros e muito mais.

“Use o ângulo mais amplo da objetiva para captar a maior quantidade de céu possível além do assunto.” O Mundo da Fotografia

mistura. “Recomendo o programa gratuito Starstax da Markus Enzweiler (http://bit.ly/ starstax) para ajudar a construir a imagem final.” Tim coloca a câmara no banco traseiro do carro, fotografando-se a si mesmo à medida que conduz entre rastos de luz. “O segredo é posicionar o tripé firmemente no banco traseiro e conduzir suavemente para evitar a vibração da câmara”, diz. Veja mais em www.flickr.com/photos/perfexeon.

Comece hoje mesmo...

* Use um tripé robusto e um disparador remoto ou intervalómetro para tirar várias fotografias, que podem ser dispostas em camadas com a ajuda do Photoshop, por exemplo. * A composição é essencial: inclua interesse no primeiro plano para dar escala à imagem. * Use o Live View para focar no assunto ou no infinito. “E escolha o modo Manual, f/5.6 a 30 seg., ISO 400”, aconselha o fotógrafo.

© Tim Burgess

A

s noites longas chegaram... Embora seja uma pena deixar para trás as longas tardes de verão, há mais tempo para experimentar a fotografia noturna! Os rastos de estrelas e o cromo são assuntos fantásticos, e não tem de ser um pró com equipamento caro, como revela o amador Tim Burgess. “Adoro fotografar rastos de estrelas. Aponte sempre para a estrela polar para obter círculos concêntricos, e use o ângulo mais amplo da objetiva para captar a maior quantidade de céu possível além do assunto.” Tim usa um intervalómetro para tirar fotos recorrentes durante pelo menos trinta minutos, que depois

Além de captar ótimas imagens de rastos de estrelas, Tim Burgess fotografa rastos de luz no seu carro enquanto conduz.


53

Fotografar – Dez ideias criativas

Dicas úteis

© Matthew Hart

Matthew Hart partilha os seus segredos...

1

TÉCNICAS FOTOGRÁFICAS

10 Aplique-se na rua e veja os resultados...

© Matthew Hart

© Matthew Hart

“Fotografei o casal no elevador de repente: simplesmente agarrei na câmara com uma objetiva de 35 mm ao lado do meu corpo. Enquadrei no ecrã traseiro e esperei que a luz fosse a ideal.”

2

“As pessoas não olham muito para cima, por isso pode encontrar ângulos para fotografar o assunto e ter tempo para enquadrar. Esperei por uma boa forma nas escadas rolantes.”

a captar fotografias suas, sorrio gentilmente e agradeço, simplesmente. Resulta sempre!”.

Comece hoje mesmo...

3

“Gosto de procurar opostos. O homem mais velho estava bem acordado e o jovem estava a dormir profundamente; seria de pensar que fosse ao contrário.”

* Seja cauteloso quando fotografar

na rua, pois podem existir sítios públicos em que tem de pedir autorização para captar imagens. E seja educado com as pessoas, não as aborde de forma brusca... * Faça-se acompanhar de várias objetivas, aquelas que acha que podem dar jeito para fotografar pessoas no seu dia a dia normal. Uma fixa de 50 mm pode ser muito interessante de usar em certas situações, mas uma boa zoom pode ser vantajosa para captar rostos sem ter de se aproximar demasiado do seu modelo “improvisado”. * Também pode optar por deixar a sua reflex num dos modos automáticos, para libertar-se da tarefa de estar sempre a alterar as definições. Por vezes esta forma de fotografar pode trazer surpresas muito agradáveis. Experimente!

© Matthew Hart

S

e a fotografia de rua é a sua paixão, agora que chegam os dias mais curtos vai ter de redefinir o seu modo de atuação, para que possa aproveitar o tempo ao máximo e encher os cartões de memória com retratos de topo. Acima de tudo, encontre o seu estilo, para que os seus conjuntos de fotografias de rua pareçam ter um sentido próprio ou consigam contar uma história imaginada na sua cabeça. É mais divertido assim! E não tenha receio de experimentar: a conversão para preto e branco traz quase sempre boas surpresas... Por seu turno, o fotógrafo Matthew Harte não tem problemas em revelar-nos alguns dos seus segredos e técnicas-chave. “O meu estilo de fotografia de rua é mais cândido do que o da maioria dos fotógrafos do género que conheço, por isso tento vestir-me de forma que passe despercebido”, explica. “Raramente peço para fotografar seja quem for, quase nunca peço autorização ou me apresento. Se alguém reparar que estou

© Matthew Hart

Saia à rua de câmara na mão e consiga imagens como nunca imaginou. Mas é preciso coragem...

4

“Descobri uma rua em Veneza com uma ótima luz. Pedi à minha namorada para ficar perto de mim, para que os assuntos se sentissem confortáveis à medida que caminhavam na minha direção.”

O Mundo da Fotografia


54

Fotografar – Técnicas essenciais

© Mark Hamblin (todas as imagens)

Os filtros infravermelhos são densos, como filtros de densidade neutra fortes, por isso os tempos de exposição de infravermelhos serão mais longos.

O Mundo da Fotografia


55

Fotografar – Técnicas essenciais

DICAS ESSENCIAIS

TÉCNICAS ESSENCIAIS

VEMO-NOS DO OUTRO LADO... Capte o mundo que os seus olhos não conseguem ver com fotos infravermelhas.

G

eralmente, a luz solar brilhante no céu não é favorável para fotografar paisagens, mas é ideal para fotografia infravermelha. Pode ser algo que não tinha considerado antes, mas captar imagens infravermelhas é muito gratificante, e confere às cenas de exteriores um aspeto perturbador de outro mundo. O efeito funciona especialmente bem em folhagem verde e céus azuis, sendo o verão a estação do ano perfeita para conseguir fotografias infravermelhas espetrais. A luz infravermelha está fora do espetro visível do olho humano, mas as câmaras

digitais conseguem captá-la após uma modificação ou com um filtro infravermelho. A primeira opção envolve a remoção do bloqueador de infravermelhos da câmara e a sua substituição por um filtro infravermelho para a câmara registar só luz infravermelha. Esta conversão de sensor não é de todo acessível, por isso pondere a sua decisão. A modificação é irreversível, mas pode converter uma câmara antiga. A abordagem alternativa é colocar um filtro infravermelho na objetiva, que bloqueia toda a luz visível e só deixa passar luz infravermelha. Há filtros especializados

Imagens sublimes com um filtro infravermelho.

Preparação no terreno Se usar um filtro IV, as exposições longas são a norma, por isso use um tripé e coloque‑o em solo firme. Também é boa ideia recorrer a um disparador remoto ou a um temporizador, e ainda ao bloqueio do espelho, para evitar ao máximo a vibração da câmara.

Focagem e exposição Enquadre e foque antes de pôr o filtro. Defina uma abertura estreita de f/8 ou f/11 para superar a mudança de focagem. Use um ISO de 400, e utilizando o modo de exposição, defina a velocidade de obturação para 30 seg. Verifique o histograma e ajuste a exposição se for preciso.

Preto-e-branco Converta as sua imagens IV para monocromático no Camera Raw. Mesmo com fotografias a preto‑e‑branco, o equilíbrio de brancos continua a ter um efeito; utilize o ponteiro WB para obter o melhor resultado. Aumente o contraste com Levels ou Curves para obter registos incisivos.

O Mundo da Fotografia


56

Fotografar – Técnicas essenciais

Dicas úteis COMO CAPTAR IMAGENS IV COM IMPACTO! Verifique se a câmara capta luz infravermelha Ponha a câmara no modo Live View, aponte um comando de TV para a objetiva e prima alguns botões. Se conseguir ver uma luz vermelha, a sua câmara consegue captar luz infravermelha. Calcule a densidade do seu filtro infravermelho Se a sua exposição sob luz visível é 1/1.000 seg. a f/8 com ISO 400, e a exposição com o filtro colocado é 30 seg. a f/8 com ISO 400, então o filtro é equivalente a uma redução de 15 stops de luz. Depois pode usar isto para calcular exposições futuras. Desligue a redução de ruído de longa exposição Isto significa que não haverá processamento de ruído na câmara, por isso não terá de esperar para ser aplicado entre fotografias. Pode ajustar a redução de ruído durante o processamento. Tape a ocular Certifique‑se de que nenhuma luz consegue entrar na câmara, pois isso arruinará a sua imagem infravermelha. Use a proteção integrada para a ocular se a sua câmara tiver uma ou massa adesiva Blu‑Tack da Bostik para tapar.

1

3

de marcas como a Hoya em tamanhos populares. Estes filtros produzem resultados excelentes, mas são muito escuros (como um filtro de densidade neutra intenso), por isso tem de adaptar a sua forma de fotografar, uma vez que não consegue ver através da ocular depois de os colocar.

As melhores condições

A fotografia infravermelha é mais adequada à luz solar brilhante. Nestas condições, os céus azuis

FOTOANATOMIA

2

Esta foto funciona porque...

4

1 Foi captada sob o sol brilhante do meio‑ ‑dia para maximizar o efeito infravermelho. 2 Os céus azuis funcionam melhor para conferir um bom contraste a preto‑e‑ ‑branco. As nuvens brancas destacam‑se. 3 Escolhemos estas árvores como assunto principal para o efeito “espetral” da luz infravermelha nas folhas. 4 Convertemos a imagem Raw para monocromático e ajustámos os tons no Photoshop para adicionar drama.

ficam em tons escuros e as folhas e a erva surgem num branco espetral após o processamento, dando um ar sinistro. Por isso, as paisagens são uma opção popular, mas o infravermelho também pode ser muito eficaz para outros assuntos, incluindo pessoas. Mas a luz solar brilhante não é essencial, por isso não se preocupe com as nuvens. Se converter a sua câmara para infravermelhos, pode fotografar normalmente; contudo, esteja

Em cima Não é possível fazer uma leitura de medição com um filtro IV colocado, por isso terá de fazer experiências e praticar até calcular o fator envolvido.

ciente de que algumas objetivas oferecem melhores resultados que outras. Faça uma pesquisa Na Web e fique a conhecer o desempenho da sua objetiva. Procure usar objetivas diferentes para ver qual oferece os melhores resultados. Se usar um filtro IV, aspetos como a exposição, a focagem e a composição são ligeiramente mais complicados. Terá de compor e focar a cena antes do filtro ser colocado. A luz infravermelha é focada de forma diferente da luz visível, por isso o que pode estar nítido visto à luz visível pode estar algo desfocado ao ser captado em infravermelha. Para compensar, é melhor definir uma abertura estreita para focar todas as partes da cena. Diretamente saídas da câmara, as imagens terão um dominante de cor vermelho forte, e terá de converter o ficheiro Raw para monocromático e ajustar os ponteiros de contraste e de cores, para produzir imagens dramáticas a preto-e-branco. A boa fotografia infravermelha requer prática, mas persista e será recompensado com resultados espantosos.

REFORÇAR IMAGENS INFRAVERMELHAS

Dê um aspeto dinâmico às fotografias IV no Photoshop. As imagens IV podem ficar monótonas, com falta de contraste e gama de tons, mas pode resolver isto no Photoshop usando o Levels após a conversão para preto‑e‑branco. Basta arrastar a seta esquerda (preto) para a direita até tocar no ponto onde começa o gráfico, e arrastar a seta direita (branco) para a esquerda até ao ponto onde o gráfico

O Mundo da Fotografia

termina. Pode aumentar o contraste com Curves para criar uma curva em S. Crie um ponto de ancoragem na linha diagonal no centro do gráfico (Input 127) clicando com o cursor nesse ponto. Clique na linha no ponto intermédio entre o centro e o canto inferior direito a aproximadamente Input 63 e arraste a linha para baixo para cerca de Output 50.


AGORA TAMBÉM EM VERSÃO DIGITAL!

Versão Digital Já pode ter a revista QUERO SABER em formato digital para o iOS e para outras plataformas, desde o Android ao Windows 8. Descarregue já a app gratuita, veja a versão de demonstração e aproveite os descontos para as assinaturas mensal (28%) e anual (32%).

DESCARREGUE A APLICAÇÃO E A VERSÃO DE DEMONSTRAÇÃO GRATUITAS!

EDIÇÃ

POR A

O 51

PENA

2

S

,69

EDIÇÃO 23 GR ATUITA

OFERTA: EDIÇÃO 23 50 FACTOS INCRÍVEIS SOBRE TUBARÕES 50 mil dentes; esperança de vida de 100 anos; mais de 440 espécies.

Descarregar na

JÁ DISPONÍVEL EM ANDROID!

Windows Store

Descarregar na

App Store

Descarregar nas versões

Windows® + OS X


58

Fotografar – Técnicas criativas TÉCNICAS CRIATIVAS

Retratos perfeitos Mostramos-lhe a mais fácil forma de dominar a arte da iluminação.

P

ara criar retratos profissionais nem sempre precisa de uma série de luzes elaboradas e de um esquadrão de assistentes. É fantástico o que pode obter com apenas uma luz. E foi isso mesmo que fizemos aqui. Com um normal kit de iluminação de estúdio doméstico,

Não precisa de demasiadas luzes para captar retratos perfeitos. usámos uma única luz, com uma caixa de luz de 20” anexada diretamente em frente e por cima da modelo. A isto chama-se iluminação “borboleta” e é caracterizada pela sombra por baixo do seu nariz. Para aperfeiçoar a fotografia e conferir-lhe um toque profissional polido, fizemos um retoque básico no Photoshop para alisar a pele e eliminar algumas manchas e imperfeições.

Como criar um retrato de aspeto profissional

OFERTA NO CD

10 presets Lightroom 20 céus JPG

Do ato de fotografar ao pós-processamento, abordamos tudo!

Um bom retrato começa com uma imagem apelativa – e a iluminação é um elemento crucial. Se deseja conseguir resultados de topo, siga todos os passos deste tutorial ao pormenor. Não deixe escapar um único detalhe! Caso contrário, as fotografias podem não ter o impacto pretendido. Assim sendo, associe estas dicas às dez predefinições de retrato do Lightroom incluídas no CD desta edição, e tem tudo o que precisa para captar retratos perfeitos.

01

É melhor ser subtil, para o resultado final não parecer artificial. Por fim, usámos uma das predefinições do Lightroom (em oferta no CD), para adicionar drama. Como é comum ao posar e coordenar uma sessão de retratos, um grande sorriso nem sempre é a solução. Queríamos captar um look mais clássico e este olhar distante para a objetiva funcionou às mil maravilhas!

Aplicar o efeito “borboleta”

Para esta instalação usámos a técnica de iluminação “borboleta”, com uma luz e uma caixa de luz de 20” por cima e em frente à modelo. Defina a reflex para o modo Manual sempre que utilizar luzes de estúdio. Usámos f/11 a 1/125 seg. e uma objetiva fixa 85 mm f2/8, que é perfeita para retratos.

O Mundo da Fotografia

02

Retocar o rosto

Use o Photoshop para eliminar manchas com a ferramenta Healing. Duplique a camada e inverta-a. Defina o modo de mistura (Linear Light) e junte um filtro High Pass; aplique Gaussian Blur. Adicione uma máscara de camada e inverta-a, de forma a ficar negra. Aplique um pincel branco para alisar a pele.

03

Ser criativo

Para ajudar a criar um estado de espírito e uma atmosfera, abrimos a imagem no Lightroom e aplicámos a predefinição Modern Vignette. Utilizar uma predefinição é uma excelente forma de adicionar um efeito rapidamente, que pode ser alterado no módulo Develop.


Com apenas uma luz – e as ferramentas certas do Photoshop – pode conseguir retratos verdadeiramente apelativos e profissionais.


A porção de uma imagem que fica focada depende de onde decidir focar.

60

1

S

3

2

PLANO DE FUNDO: NÍTIDO

PLANO DE FUNDO: DESFOCADO

PRIMEIRO PLANO: NÍTIDO

PRIMEIRO PLANO: NÍTIDO

© Marcus Hawkins

PRIMEIRO PLANO: DESFOCADO

PLANO DE FUNDO: NÍTIDO

1

Focar no plano de fundo RESULTADO: O plano de fundo está nítido, mas o primeiro plano está desfocado.

O QUE APRENDERÁ ESTE MÊS Como a abertura e a distância focal afetam a nitidez. Porque não deve usar a abertura mais pequena. Como calcular a melhor distância à qual focar.

2

Focar no primeiro plano RESULTADO: O muro do primeiro plano está nítido; a torre em fundo está desfocada.

ÁREA TÉCNICA

Tudo sobre…

FOCAGEM HIPERFOCAL Aprenda a preservar a nitidez...

O Mundo da Fotografia

3

Focar à distância hiperfocal RESULTADO: O muro e a torre estão nítidos, embora nenhum seja o ponto de foco.

Focagem hiperfocal? Parece algo “new age”, não? É, na verdade, uma técnica antiga que ajuda a maximizar a nitidez numa fotografia. A objetiva de uma câmara só consegue ficar a uma distância, mas há uma área para além desse ponto, quer em direção à câmara, quer em direção ao horizonte, que também fica nítida. Esta área chama-se profundidade de campo (PdC). A PdC não é uma distância fixa: vários fatores podem alargá-la ou reduzi-la, como a distância focal


61

Fotografar – Área técnica

EXPLICAR COMO FUNCIONA A FOCAGEM HIPERFOCAL Veja como muda a profundidade de campo ao deslocar o ponto de foco da objetiva. PONTO DE FOCO 85 cm

EXPLICAR DEFINIÇÕES

Como definir a distância hiperfocal.

01

A. Foco no primeiro plano

PONTO DE FOCO

Exposição e foco Para ter um total controlo da abertura, cuja escolha tem impacto na profundidade de campo, use o modo Prioridade à Abertura (Av ou A) ou Manual (M). Na objetiva, escolha MF (Manual Focus) para definir a distância hiperfocal.

B. Foco no infinito PONTO DE FOCO 1,77 m

© Andy McLaughlin

C. Foco à distância hiperfocal Tipicamente, a profundidade de campo (PdC) não se estende tanto na direção da câmara, desde o ponto focal, como na direção do plano de fundo. À frente só fica cerca de um terço, logo, se focar num objeto próximo da câmara, desperdiçará um terço da PdC! Para corrigir, pode focar mais longe, para deixar nítida uma maior fatia do plano de fundo, mas assegurar

que o objeto do primeiro plano fica dentro da PdC. É esta a teoria da focagem hiperfocal. Digamos que tem uma reflex full-frame com uma objetiva de 20 mm, com f/8 de abertura. A figura A mostra o resultado de focar num assunto a pouco menos de um metro. A profundidade de campo à frente do assunto é desperdiçada, mas a que fica atrás dele não é suficiente para deixar o plano de fundo

nítido. Uma abertura mais pequena ajudaria, mas ainda haveria PdC do primeiro plano “não utilizada”. Ao focar no plano de fundo ou definindo a objetivo para infinito (∞) em B, a ampla PdC para lá do ponto focal não é utilizada, e o primeiro plano ficou desfocado. Já ao focar à distância hiperfocal de cerca de 1,77 m (C), tudo entre 90 cm e o infinito fica dentro da profundidade de campo.

da objetiva a abertura escolhida. A distância à qual a objetiva é focada faz uma grande diferença, e é aqui que a focagem hiperfocal pode ajudar.

focais e aberturas maiores têm o efeito oposto, empurrando a distância hiperfocal e reduzindo a profundidade de campo.

Onde está o modo de focagem hiperfocal na minha câmara? Não está. O fotógrafo define a objetiva para foco manual e foca-a para a distância hiperfocal.

Como sei qual é a distância hiperfocal? Existem diversos gráficos de distância hiperfocal e calculadores online. Conte ainda com uma grande variedade de aplicações de profundidade de campo gratuitas ou baratas que pode descarregar para um smartphone, como a Hyperfocal, DOFMaster e a

E a focagem hiperfocal é...? O ponto em que tudo desde metade dessa distância até ao infinito fica dentro da profundidade de campo, logo, aceitavelmente nítido. Distâncias focais mais reduzidas e aberturas mais pequenas levam a distância hiperfocal para mais perto da câmara, aumentando assim a PdC. Distâncias

“Ao definir a distância hiperfocal, é incrível o quanto consegue que fique focado.”

Cálculo hiperfocal Num gráfico ou aplicação para smartphone, consulte a distância hiperfocal da câmara, a distância focal e a abertura que está a usar. A app Hyperfocal mostra que uma distância de foco de 1,22 m dará uma PdC desde 61 cm ao infinito.

Definições da objetiva Usando como guia a janela de escala de distância da objetiva, rode o anel de foco para posicionar o ponto de foco a 1,22 m. Nem todas as objetivas têm marcações de distância; poderá precisar de um acessório de medição a laser ou de uma fita métrica.

O Mundo da Fotografia


62

Fotografar – Área técnica

TÉCNICA SEM ESCALA DE DISTÂNCIA? NÃO SE PREOCUPE! Se a sua objetiva não tem marcações de distância, eis como definir a distância hiperfocal no modo Live View.

Focar no plano de fundo

Ampliar a imagem do Live View

Puxar o foco no primeiro plano

Na objetiva, escolha Manual Focus e use o modo de exposição Prioridade à Abertura ou Manual. Destaque o elemento mais distante que quer que fique nítido, toque no botão da lupa para ampliar essa área e foque nela. Pode usar a ocular, mas é mais fácil aplicar esta técnica no Live View.

Amplie a imagem para verificar que os detalhes delicados estão nítidos, mas não exagere no zoom. A imagem que vê na ampliação máxima costuma ser interpolada, isto é, a câmara está a mostrar uma imagem de resolução mais baixa, que aparece desfocada, logo, é difícil avaliar a nitidez.

Se a sua câmara tem um botão de previsão da profundidade de campo (no círculo), pressione-o e rode o anel de foco até o primeiro plano ficar focado. Verá a imagem na abertura que definiu na câmara, o que lhe permite focar com precisão e confiança.

Depth Of Field Calculator. Introduza os dados da sua câmara e objetiva, bem como a abertura, e obterá a resposta. Como sei se a minha objetiva está focada a esta distância? Muitas objetivas têm uma janela com a escala de distância no cano. Na verdade, são inferiores às objetivas manuais mais antigas, que têm marcações de profundidade de campo mais detalhadas, mas ainda assim permitem focar na área correta. As minhas objetivas não têm escala... Isto torna tudo mais difícil, mas não impossível. Pode medir a distância hiperfocal com uma fita métrica. Para obter a máxima precisão, terá de o fazer a partir do “plano focal” (o sensor da câmara) e não da frente da objetiva, mas a câmara deverá ter um marcador de plano focal junto à ocular: um pequeno círculo cortado por uma linha. Fique a saber que também pode investir num utensílio de medição a laser, ou comprar uma objetiva em segunda mão com marcações de distância. Em alternativa, estime! Com a minha objetiva focada à distância hiperfocal, a ocular parece desfocada. O que se passa? A imagem na ocular está sempre à abertura maior e mais luminosa da objetiva. Esta só muda para a abertura que escolheu quando capta a fotografia. Contudo, a maior parte das reflex tem um botão de previsão O Mundo da Fotografia

da PdC, normalmente junto à baioneta, que define temporariamente a objetiva para o valor de f/ que selecionou, permitindo ver o que ficará nítido na imagem. A ocular escurece com a diminuição da abertura, por isso, o melhor será recorrer a função Live View. Com o Live View é fácil definir a menor distância hiperfocal possível. Foque na zona mais distante da cena que quer que fique nítida antes de carregar no botão de previsão da PdC, e, manualmente, aproxime o foco até a área mais próxima da cena que quer nítida começar a focar. Graças ao facto de poder ampliar a imagem no modo Live View, pode focar com precisão e verificar a nitidez no plano de fundo e no primeiro plano. E se nem o primeiro plano nem o plano de fundo ficarem nítidos? Uma abertura mais pequena estende a profundidade de campo, embora tenha de alterar a distância hiperfocal. Evite usar a abertura mais pequena que tiver disponível, pois aumenta a difração, em que a luz é deformada pelas lâminas do diafragma na objetiva. Apesar de ganhar profundidade de campo, as imagens ficarão ligeiramente desfocadas. Muitos fotógrafos de paisagens evitam ir além de uma abertura de f/11, que proporciona um bom equilíbrio entre a profundidade de campo e a nitidez. Mas ao definir a distância hiperfocal, é incrível o quanto irá conseguir que fique focado, mesmo a aberturas amplas.

ATÉ ONDE DEVO FOCAR? Distâncias hiperfocais das definições mais comuns. SENSORES APS-C Distância focal

Abertura f/11 f/16

f/8

f/22

12 mm

1m

0,7 m

0,5 m

0,4 m

15 mm

1,5 m

1m

0,7 m

0,3 m

17 mm

2m

1,4 m

1m

0,7 m

20 mm

3m

1,9 m

1,3 m

3,2 m

24 mm

4m

2,7 m

1,9 m

1m

28 mm

5m

3,6 m

2,6 m

1,8 m

35 mm

8m

5,8 m

4,4 m

2,9 m

50 mm

17 m

11,9 m

8,2 m

5,9 m

70 mm

32 m

22,8 m

16,4 m

11,6 m

SENSORES FULL-FRAME Distância focal

f/8

Abertura f/11 f/16

f/22

16 mm

1,2 m

0,8 m

0,6 m

0,1 m

20 mm

1,7 m

1,2 m

0,9 m

0,6 m

24 mm

2,4 m

1,8 m

1,2 m

0,9 m

28 mm

3,4 m

2,4 m

1,7 m

1,2 m

35 mm

5,1 m

3,7 m

2,6 m

1,8 m

50 mm

10,7 m

76,2 m

5,3 m

3,8 m

70 mm

20,8 m

14,6 m

10,4 m

7,3 m

100 mm

42 m

30 m

21,3 m

15 m

135 mm

76,2 m

54,3 m

38,1 m

27,1 m

Verifique que tipo de sensor tem a sua câmara e defina a distância focal e a abertura. Procure a distância hiperfocal para essa combinação e defina aí o seu ponto focal.


A REVISTA Nº 1 EM FOTOGRAFIA www.facebook.com/omundodafotografia

AS SUAS SEIS CARTAS EM OFERTA NESTA EDIÇÃO, UMA DE CADA UM DOS TEMAS:

© Hugo Só

DESCARREGUE AQUI EM PDF AS SEIS CARTAS-GUIA DESTA EDIÇÃO

COMPLETE A SUA COLEÇÃO DE 36 CARTAS-GUIA

PARA FOTOGRAFAR NO TERRENO! EDIÇÃO 112 (capa de agosto): 6 cartas-guia Caixa de arquivo Guia prático EDIÇÃO 113 A 117: 6 cartas-guia por mês

(esta é a edição #116)

Paisagens, Macro, Animais, Retratos, Preto e branco, Movimento Contacte-nos através do 218 621 530 (Catarina Martins) para encomenda de edições anteriores.


64

Aprenda Lightroom – Módulo Develop

Aprenda Lightroom

Câmara escura digital

Conheça o módulo Develop

Parte 3

Ferramentas de edição

VÍDEO NO CD Para seguir este passo a passo

Continuamos o nosso curso completo do Lightroom mostrando as ferramentas que pode usar para melhorar as suas imagens.

N

o final das lições sobre Lightroom da edição passada falámos sobre formas de melhorar fotografias usando o painel Quick Develop. Isto permite modificar rapidamente alguns dos problemas mais comuns relacionados com a imagem. Depois de importar e organizar a sua coleção

de negativos digitais em Collections e adicionar palavras-chave, estará preparado para lidar com desafios de processamento de imagem mais complexos – é aqui que entra o sofisticado módulo Develop. A Adobe inventou o ‘.dng’ para ser mais fácil guardar e aceder a ficheiros Raw não processados. A palavra “negativo” relembra

os dias da película analógica. Antes de poder ver as cores e tons de um negativo de película, ele tinha de ser desenvolvido numa câmara escura, é por isso que o nome do módulo Develop também evoca as técnicas de câmara escura tradicionais. Aqui pode processar as cores, os tons e a composição de uma imagem até à perfeição.

Um olhar sobre o módulo Develop As funcionalidades da área de câmara escura digital do Adobe Lightroom.

1

3 4 2

5

6

1 Navegador

Este painel permite que observe a foto mais de perto. Clique num tamanho no topo para fazer zoom até uma ampliação específica.

2 Predefinições

Estas predefinições permitem que faça vários ajustes com um único clique – mudam um sem-número de definições em painéis do módulo Develop, para produzir uma série de edições criativas ou de ajuste. Voltaremos a este painel em edições futuras...

O Mundo da Fotografia

3 Histograma

Este painel exibe a extensão de tons de uma foto. Aqui vemos sombras fortes à esquerda.

4 Ferramentas

Permitem melhorar as fotos: recortar imagens, remover manchas de sensor e muito mais.

5 Painel Basic

Permite enfrentar os problemas de imagem mais comuns, como sombras subexpostas ou dominantes de cor produzidos por uma definição de equilíbrio de brancos incorreta. Veja o vídeo que disponibilizamos no CD para saber mais sobre este painel.

6 Modo a solo

Com múltiplos painéis abertos, a área de trabalho pode ficar confusa. Clique com o botão direito num painel para revelar este menu. E oculte painéis desmarcando-os. O Solo Mode permite clicar num painel para abri-lo e fechar todos os outros.


ANTES 65

Aprenda Lightroom – Ajuste de tons

Aprenda Lightroom Parte 3

Ferramentas de edição

Câmara escura digital

Ajustar tons

DE PO IS

Utilize o painel Histogram do Lightroom para diagnosticar e corrigir problemas de tons nas suas fotografias, usando controlos deslizantes.

FOTOS NO CD Para seguir este passo a passo

VÍDEO NO CD Para seguir este passo a passo

DO QUE VAI PRECISAR Adobe Photoshop Lightroom 5 ou uma versão mais recente. O QUE VAI APRENDER Como ler um histograma e avaliar problemas de tons; e usar o histograma para monitorizar as melhorias que vai fazendo. DEMORA APENAS 5 minutos.

Acompanhe com os vídeos no CD Aprenda Lightroom

N

Analisar o histograma

Escurecer os meios-tons

Aqui, o gráfico está apertado junto ao centro e do lado direito do painel Histogram. Isto indica que a imagem consiste, sobretudo, em meios-tons (no meio) e altas luzes (à direita). O facto de não haver informação na extremidade esquerda demonstra a falta de sombras da fotografia.

2

Uma foto bem exposta deve ter um gráfico que vá dos pretos na ponta esquerda até aos brancos na direita. Coloque o cursor sobre os picos no meio. O ponteiro Exposure fica destacado. Arraste para a esquerda no gráfico para reduzir Exposure para -0.60. Isto escurece os meios-tons.

Mostrar os avisos de rebentamento

Melhorar o contraste

Reduza Shadows para -71. Uma foto deve ter alguns píxeis pretos, por isso arraste Blacks para a esquerda até -62. Clique no ícone Show Shadow Clipping para ver as sombras mais pretas como azul. Estas áreas serão impressas como preto puro, mas não perde detalhe crucial aqui.

Para um contraste forte, precisamos de algumas altas luzes brancas. Ative Show Highlight Clipping. Arraste Whites para +50. Surgirão algumas camadas vermelhas quando começar a “rebentar” o detalhe nas altas luzes brilhantes, mas, de novo, não perderá detalhe.

1

3

esta edição da OMF temos mais uma parte do nosso novo Curso “Aprenda Lightroom”, em vídeo e em português, que acompanha a revista e é especialmente dedicado às maravilhas da edição de imagem em ambientes Adobe Lightroom. Ao longo de pelo menos dez edições vamos trazer-lhe cinco novas lições e os respetivos artigos passo a passo na revista, para que fique a par de todas as ferramentas e funcionalidades deste criativo programa. Nesta terceira parte do curso apresentamos-lhe as ferramentas de edição mais úteis e principais do Lightroom, indo do módulo Develop até às mais pertinentes funções.

4

O Mundo da Fotografia


ANT ES

66

Aprenda Lightroom – Smart Previews DEP OIS

Aprenda Lightroom Parte 3

Ferramentas de edição

FOTOS NO CD Para seguir este passo a passo

VÍDEO NO CD Para seguir este passo a passo

Câmara escura digital

Editar com Smart Previews Esta funcionalidade inteligente permite ajustar e atualizar imagens no Catalog, mesmo que a fotografia original esteja num disco rígido externo.

DO QUE VAI PRECISAR Adobe Lightroom 5 ou uma versão mais recente. O QUE VAI APRENDER Como “enviar” fotos armazenadas num disco rígido externo para o Lightroom; e editar as imagens enquanto o disco rígido está desligado. DEMORA APENAS 10 minutos.

As Smart Previews dão mais flexibilidade sobre onde guarda as suas fotos e como as usa. Se tem muitas fotos, pode armazená-las em discos rígidos externos e usar as Smart Previews para visualizar e editar qualquer imagem no Catalog do Lightroom. Se tiver um portátil com espaço limitado, pode editar imagens Smart Preview em movimento, enquanto as originais estão seguras em casa. O Mundo da Fotografia

Importar um fotografia

1

Standard versus Smart

Vá a File>Import Photos and Video. Navegue até ao disco externo na secção Source e selecione uma miniatura. Clique em Add: o Lightroom liga-se à foto sem passá-la para o PC. Nesta fase, deixe a caixa Build Smart Previews desmarcada: pode escolher esta opção mais tarde. Clique em Import.

O Lightroom cria uma pré-visualização da foto importada no módulo Library. O ficheiro original fica no disco externo. Mas, se o disco não estiver ligado, não pode editar uma pré-visualização da imagem. Vá ao painel Histogram e clique em Original Photo. Surge um diálogo Smart Preview.

Construir a Smart Preview

Voltar a ligar o disco

Clique em Build Smart Preview – um novo diálogo confirma que a tarefa está feita. Olhe para a parte abaixo do painel Histogram: um novo rótulo indica que existe agora o ficheiro original e uma versão Smart Preview. Ejete o disco externo. Agora só é visível o rótulo Smart Preview.

Depois de editar a sua Smart Preview, volte a ligar o disco externo. Se olhar para a parte abaixo do histograma da sua foto editada, verá que o rótulo Original+Smart Preview reapareceu. As alterações que fez à Smart Preview são assim aplicadas à original no disco externo.

3

2

4


67

Aprenda Lightroom – Ferramenta Crop Overlay ANT ES

Câmara escura digital

Aplicar recortes às fotografias Use a ferramenta Crop Overlay para remover distrações indesejadas e melhorar a composição das fotografias.

Aprenda Lightroom Parte 3

Ferramentas de edição

DE PO IS DO QUE VAI PRECISAR Adobe Lightroom 5 ou uma versão mais recente. O QUE VAI APRENDER Como recortar rapidamente uma imagem; como escolher uma predefinição de recorte; e como manipular o recorte para encontrar a melhor composição. DEMORA APENAS 5 minutos.

Usar um recorte predefinido

Escolher uma sobreposição

Importe a imagem ‘crop_inicio1.dng’ que encontra no CD para a Library. Em Quick Develop pode aceder a recortes predefinidos e aplicá-los clicando no menu Crop Ratio. Algumas destas predefinições (como a 5x7) alteram subtilmente a forma. Noutras (como na 1x1), a mudança é mais “dramática”.

Para mais controlo, leve a foto para Develop. Clique no ícone Crop Overlay, em Tools. Pode evocar sobreposições diferentes para ajudar a recortar os assuntos. Vá a Tools>Crop Guide Overlay e veja as opções. Thirds evoca uma grelha da regra dos terços que ajuda a acertar na composição.

1

2

Criar um recorte de paisagem

Criar um recorte de retrato

Para manter a forma da foto recortada igual à da original, ”feche” o cadeado. Arraste o punho do canto superior esquerdo de Crop Frame para dentro, para remover a lâmpada do frame. Arraste a sobreposição reposicionando-a para ver mais da cabeça da modelo. Clique em Done.

O assunto não se adequa a um recorte de paisagem, por isso clique no ícone Crop Overlay para revelar a sobreposição de Crop Frame. Arraste o punho em cima e à esquerda para a direita, e a forma mudará de paisagem para retrato. Arraste os cantos para apertar o recorte.

3

4

FOTOS NO CD Para seguir este passo a passo

VÍDEO NO CD Para seguir este passo a passo

O Lightroom o que é conhecido por edição não destrutiva, em que quaisquer alterações que faça a um ficheiro podem ser anuladas a qualquer momento – incluindo quaisquer recortes. As ações são guardadas num ficheiro individual que está ligado ao original. O Mundo da Fotografia


68

Adobe Photoshop Elements – Efeitos de vinhetagem Câmara escura digital

FOTOS NO CD Para seguir este passo a passo

VÍDEO NO CD Para seguir este passo a passo

DO QUE VAI PRECISAR Adobe Photoshop Elements.

Escurecer os cantos para criar vinhetagem Mostramos-lhe formas simples de escurecer as arestas do frame e “puxar” as atenções para o assunto.

O

termo “vinhetagem” refere-se a tons mais claros ou mais escuros em torno das arestas de uma fotografia, causados pela forma como a luz entra na objetiva da sua câmara. Tradicionalmente, a vinhetagem era considerada um artefacto indesejado; e é por

isso que o comando Correct Camera Distortion do Photoshop Elements permite aclarar ou escurecer as arestas com vinhetagem do frame, para contrariar as variações de tom, e assim corrigir o que à partida seria um erro... Contudo, as vinhetagens estão na moda, pois “puxam” a atenção para o assunto principal. Experimente!

Criar vinhetagem rápida

Aperfeiçoar o efeito

Vá a File>Open e selecione o ficheiro ‘vinhetagem_antes.jpg’ que encontra no CD desta edição. Clique em Guided Edit. Vá a Photo Effects e clique em Vignette Effect. Passe o cursor sobre a pré-visualização para ver um exemplo.

2

O efeito está escuro demais. Arraste Intensity para 56. Para a forma oval se adaptar ao assunto, clique em Refine Shape. Altere Feather (4,3 píxeis) e aumente Roundness para +52% para empurrar a vinhetagem. Faça OK.

Aplicar vinhetagem manualmente

Aperfeiçoar o aspeto geral

No modo Expert, selecione Edit>Revert para pôr a imagem no estado original. Aqui está uma técnica alternativa para criar vinhetagem: vá a Filter>Correct Camera Distortion. Desmarque a caixa Show Grid para remover a incómoda grelha.

Vá a Vignette, em Correct Camera Distortion. Defina Amount para -81, para escurecer as arestas. Arraste o ponteiro para a direita se quiser sobre-expor. E aumente Midpoint para +80 para empurrar a vinhetagem para os cantos. Faça OK.

O QUE VAI APRENDER Como adicionar um efeito de vinhetagem rapidamente e com controlo preciso sobre a foto. DEMORA APENAS 10 minutos.

Se o recorte da sua foto é crucial mas “foca” um detalhe potencialmente distrativo ao longo de uma aresta do frame, adicionar vinhetagem subtil é uma boa forma de desviar a atenção.

1

3

O Mundo da Fotografia

4


69

Adobe Photoshop Elements – Efeitos de vinhetagem DEPOIS

ANTES

O Mundo da Fotografia


70

Perfil – Tom Barnes

© Tom Barnes (todas as imagens)

PERFIL * Tom Barnes é um importante fotógrafo de música no Reino Unido, cujo trabalho já apareceu nas revistas Kerrang!, FHM, Q e outras publicações influentes. * Trabalhou com uma grande variedade de artistas, mas tem relação uma particularmente próxima com as bandas Bring Me the Horizon, Biffy Clyro e You Me at Six. * O fotógrafo dedica-se cada vez mais ao trabalho publicitário, onde tem clientes como a Specsavers e a Comic Relief.

Tom

Barnes Um dos melhores fotógrafos europeus de bandas fala sobre criatividade – e a razão pela qual não fica intimidado durante uma sessão fotográfica.

O Mundo da Fotografia


71

Perfil – Tom Barnes

Midgar Tom diz: “Uma das minhas imagens mais escrutinadas. Toda a gente pensa que as explosões de estrelas foram adicionadas em pós-produção, mas foram todas conseguidas na câmara. Estávamos a fotografar num armazém escuro como breu, por isso pude usar exposições de 30 segundos, com o flash a disparar no fim da exposição gravando a banda por cima das explosões.”

O Mundo da Fotografia


Bring Me the Horizon (em cima) “A primeira vez que uma revista me pediu uma série de retratos a preto-e-branco para a capa. Era bom que mais revistas fizessem isso: adoro o preto-e-branco.”

Max Raptor (página oposta, em cima) “Captada num talho em Lichfield – que tem os melhores rolinhos de salsicha de sempre. Há uma grande fotografia emoldurada disto pendurada na loja!”

Huey Morgan (na página oposta) “O Huey é um dos tipos mais porreiros que já fotografei. Esta foi a primeira imagem do dia e, na verdade, era suposto ser um teste de iluminação, mas é uma das minhas fotografias favoritas.”

O Mundo da Fotografia

T

om Barnes descreveu-se uma vez como “o Bear Grylls da fotografia de música” – mas, em vez dos perigosos lugares selvagens visitados pelo aventureiro da TV, Tom concentra-se em roqueiros tatuados e com piercings. Parece que ser fotógrafo foi sempre o destino de Tom, apesar de ter um tio a trabalhar em produção televisiva que o aconselhou a não ir por esse caminho. “O meu pai tinha uma reflex Canon EOS 300 e deixava-nos brincar com ela”, explica. “À medida que fui crescendo, fiquei mais interessado na fotografia, sobretudo em fotografar concertos ao vivo. Quando era estudante no início dos anos 2000, arranjei um trabalho num bar em Sheffield que tinha frequentemente bandas ao vivo, e o dono deixou-me fotografar os espetáculos. Em três

ou quatro meses tinha um portfólio razoável que mostrei à revista de rock Kerrang! e gostaram. Comecei a partir daí, na verdade”. Mais tarde, este criativo teve a sorte de se envolver desde o início com uma banda local chamada Bring Me the Horizon. “Em três ou quatro anos tornaram-se mundialmente famosos, por isso foi ótimo estar associados a eles”, confessa. “A primeira vez que realmente pensei em mim como fotógrafo profissional foi em 2004, quando estava nos EUA a fazer um trabalho para a Kerrang!. Ainda era estudante e recebi um telefonema do meu orientador a avisar que estava prestes a chumbar, pois tinha um registo de presença de 13%. Eu disse-lhe que agora era fotógrafo, mas afinal acabei o curso com uma mistura de suborno e marranço de última hora...”. Tom é autodidata enquanto fotógrafo,


com as habituais provações e adversidades que isso envolve, mas considera que uma coisa que o beneficiou foi o jeito para os números. “Sempre consegui lembrar-me dos números necessários para planear a iluminação do estúdio, por exemplo, e como isso funciona”, diz.

EQUIPAMENTO

FAZER A COISA CERTA

Além de dominar os detalhes técnicos da fotografia, este autor dá muita importância ao desenvolvimento de um ritmo de trabalho eficiente. Isto é essencial para qualquer fotógrafo profissional, mais ainda para alguém que é pago por editoras discográficas e agências de publicidade. Voltar ao cliente e dizer que as imagens desapareceram ou foram danificadas não é uma opção. Por isso, não é de admirar que Tom seja rigoroso quanto aos backups das imagens.

“Sempre consegui lembrar-me dos números necessários para planear a iluminação do estúdio...”

“Sofro de Síndrome de Aquisição de Equipamento”, partilha. “Além de uma câmara de formato médio e um back Phase One, gosto da reflex Nikon D800 SLR. Dá cerca de 80% da resolução de uma câmara média. As minhas objetivas principais na D800 são a 24-70 mm f/2.8 e a 85 mm f/1.8. Não gosto da distorção grande-angular das objetivas acima de 24 mm.”

O Mundo da Fotografia


74

Perfil – Tom Barnes

IMAGEM REVELADA “ESTA FOTO MOSTRA IAN MAHANTY, DA BANDA DE ROCK GALESA KIDS IN GLASS HOUSES.”

Plano de fundo “Fotografava com os Kids in Glass Houses há anos. Infelizmente, agora já não existem. Isto foi quando estava prestes a sair do local.”

Equipamento “Captada com uma Nikon FM2 – uma reflex de película de 35 mm personalizada. Usei a minha objetiva favorita: a Nikon 50 mm f/1.2.”

Iluminação “Foto iluminada com uma lâmpada de modelação de um flash Profoto Pro 7B. Como a objetiva 50 mm tem uma abertura tão ampla, consegui uma profundidade de campo baixa.”

Get the Blessing (em baixo) “É uma banda paralela composta por membros dos Portishead e dos Radiohead. Eles mantiveram as suas identidades em segredo durante anos. Esta foto é de uma sessão que fizemos para uma revista, onde revelaram as suas caras pela primeira vez.”

O Mundo da Fotografia

“Uso um conjunto Raid 5 com base em discos rígidos G-Tech, por isso o meu trabalho está protegido. Dou muita importância ao equipamento e sou duro com todo o kit que uso. Parto coisas com frequência e procuro sempre ao que é mais sólido. Já usei outros discos rígidos e falharam, mas utilizo equipamento G-Tech porque gosto

mesmo da marca – robustos e capazes de sobreviverem ao meu modo de trabalho. E não cobro nada por esta publicidade!”.

DEIXAR AS BANDAS À VONTADE

Tom desistiu da ideia de fotografar concertos ao vivo, o que pode surpreender alguns leitores. “Fiquei irritado por me vomitarem em cima, ficar coberto de sangue e tudo o resto. Para mim, não há interação com a banda. Contudo, fotografar concertos ao vivo ensinou-me a trabalhar depressa, porque muitas vezes só se pode ficar no fosso algumas músicas. Agora, se me disserem que só tenho cinco minutos para trabalhar com uma banda, isso parece um século”. Este fotógrafo usufrui claramente de uma ótima relação de trabalho com muitos dos seus assuntos famosos, que parecem relaxados e naturais à frente da câmara. Como é que lida com os grandes egos e personalidades “coloridas”, que podem não querer ser fotografadas naquele dia? “No que diz respeito a fazer retratos para bandas, o meu trabalho é pô-las à vontade, e tenho de fazê-lo em dez, 20 segundos”, diz. “É preciso assegurar-lhes de que não vou deixá-los ficar mal, e ser simpático mas profissional. Ser capaz de falar sobre música com eles ajuda a quebrar o gelo. As pessoas costumam perguntar-me se fico


intimidado, e definitivamente não fico. Andei em tournées com bandas e passei muito tempo com elas – o suficiente para saber que são iguais a toda a gente. Mas deixei as tournées em 2013. Estava farto e não ganhava o suficiente. Agora tenho a sorte de poder escolher as pessoas com quem trabalho, e dou uma olhadela às bandas novas através dos vídeos antes de concordar com alguma coisa”.

GERIR AS EXPECTATIVAS

Quando está a elaborar conceitos para uma sessão de retratos, Tom trabalha em colaboração com o artista ou a banda. “Eles saberão que tipo de abordagem querem. Contudo, muitas vezes ajudo com ideias. Na maior parte das ocasiões acaba por funcionar bem, mas há alturas em que as sessões correm espetacularmente mal”, confidencia. “Pediram-me para fotografar uma banda e o conceito era vestirem roupa desportiva. Na verdade, apareceram de fato e com casacos Barbour, por isso era óbvio que não gostavam da ideia. Sugeri que fôssemos para

“É preciso assegurar aos músicos que não vai deixá-los ficar mal.”

Jesse Hughes da Eagles of Death Metal (em cima) “Esta fotografia foi captada enquanto ele rodopiava no chão durante o teste de som da banda, na última vez que tocaram em Londres. Tínhamos combinado fotografar mais cedo, mas ele desapareceu a meio!”

Scroobius Pip (à direita) “Sessão realizada num hotel com pouco espaço. Aprendi que para ser um fotógrafo de retratos bem-sucedido é preciso ser adaptável e conseguir lidar com qualquer local ou situação.”

uma pista de corrida, mas estava fechada. Então, experimentámos um ginásio, mas também estava fechado. Acabámos num terreno agrícola (eles tinham casacos Barbour!), mas fomos afugentados pelo agricultor! Agora tenho mais cuidado. Penso que é muito importante gerir as expectativas do cliente. Pediram-me para fazer um trabalho de uma banda a saltar entre dois arranha-céus e eu disse, ‘desculpem, não é isso que eu faço’ ”.

ESTILO SONHADOR

O área de trabalho de Tom está em expansão e, embora ainda esteja ocupado na indústria da música, está a avançar para o trabalho mais comercial e publicitário. “Os clientes publicitários parecem gostar do meu estilo. Tenho um estilo bastante forte, que descrevo O Mundo da Fotografia


AS PRECIOSAS DICAS DE TOM BARNES...

1

Foque bem Use AF de um ponto e coloque cuidadosamente o ponto de AF nos olhos do assunto.

2

Desenvolva a iluminação Para começar, compre disparadores de rádio acessíveis. Faça experiências com o ângulo e a distância do flash e como difundi-lo. Pode pôr uma fronha sobre o flash.

3

Adquira uma cabeça Pode investir numa cabeça de manequim online. É uma excelente forma de perceber e aprender como a luz afeta o rosto no seu todo.

4

Relaxe o modelo O meu trabalho é deixar as pessoas confortáveis, por isso ter música a tocar pode ajudar durante a sessão fotográfica.

Deaf Havana (no topo, à esquerda)

“Acontece que os perus reais são assustadores e sujam tudo. Tínhamos dois para a sessão e eles enlouqueceram.”

Marmozets (no topo, à direita)

“Foi a minha primeira sessão com os Marmozets: que belo grupo de rapazes e rapariga! Esta imagem foi captada enquanto chovia fortemente no sul de Londres.”

Dropdead Clothing (em cima, à direita)

“Tínhamos cerca de 50 papéis de parede diferentes para colar nas paredes falsas que criámos; aqui pusemo-los no chão. Foi iluminada com um flash anelar, mas com um difusor que fiz para quase perder o efeito do flash.”

O Mundo da Fotografia

como sombrio, cinemático e sonhador. Sou muito influenciado pelo cinema, mas também por outros fotógrafos que são muito diferentes de mim. Adoro o trabalho do fotógrafo subaquático David Doubilet. Também sou um grande fã de Weegee. Adoro a história sobre como ele costumava dormir debaixo dos tanques de revelação no escritório do jornal. Esta verdadeira “personagem” acordava durante a noite para ver os relatórios policiais a chegarem, e é por isso que chegava sempre primeiro!”.

GRANDE “GALHOFA”

A fotografia publicitária é, obviamente, bastante diferente da fotografia de retratos de bandas, então como está a ser a transição deste criativo? “Em publicidade, temos uma ideia muito clara do que tem de ser feito. Com bandas é mais extemporâneo.

“Embora o trabalho publicitário seja lucrativo, eu gosto de fotografar bandas. É tudo malta divertida!” Embora o trabalho publicitário seja lucrativo e agradável, gosto de fotografar bandas. São muito divertidas, e tudo é uma perfeita galhofa. É maravilhoso ajudá-las a ter êxito”. Tom tem apenas 29 anos, mas já alcançou vários feitos desde as suas experiências juvenis com a reflex do pai... E continua a sonhar. “Teria gostado de fotografar um político famoso do passado – alguém como Nelson Mandela. Também sou fascinado por Barack Obama. Talvez um dia!”.

VEJA MAIS trabalhos do fotógrafo Tom Barnes em http://tombarnes.co.


NO PRÓXIMO MÊS FOTOGRAFAR

AS ESTRELAS!

O guia mais completo de sempre para fotografar céus à noite: equipamento, sítios e técnicas para registar a Lua, seguir as estrelas... O melhor da astrofotografia!

Editor GOODY, S.A. Sede Social, Edição, Redação e Publicidade: Av. Infante D. Henrique, n.º 306, Lote 6, R/C – 1950-421 Lisboa Tel.: 218 621 530 – Fax: 218 621 540 N.º Contribuinte: 505000555

DIRETOR GERAL António Nunes ASSESSOR DA DIREÇÃO GERAL Fernando Vasconcelos DIRETOR ADM. E FINANCEIRO Alexandre Nunes CONTABILIDADE Cláudia Pereira APOIO ADMINISTRATIVO Tânia Rodrigues, Catarina Martins DIRETOR Jorge Daniel Lopes E-mail: jorge.lopes@goody.pt REDAÇÃO Joana Clara TRADUÇÃO E REVISÃO Catarina Almeida, Marta Pinho FOTOGRAFIA Imagem de capa: Sean Archer CONSULTORIA TÉCNICA Magali Tarouca DIRETORA COMERCIAL Luísa Primavera Alves Tel.: 218 621 546 E-mail: luisa.alves@goody.pt ACCOUNT Carla Pinheiro Tel.: 218 621 547 E-mail: carla.pinheiro@goody.pt

da Aprernoom Lightrte 4 Pa

S I T Á R G D

COORDENADOR DE PRODUÇÃO EXTERNA António Galveia COORDENADOR DE PRODUÇÃO INTERNA Paulo Oliveira ARTE DE CAPA Susana Berquó PAGINAÇÃO Susana Berquó, Vanda Martins

no C

CD-ROM – EDIÇÃO Joana Clara, Jorge Daniel Lopes CD-ROM – ARTE DE CAPA Susana Berquó PROGRAMAÇÃO E DESIGN Mafalda Hortas, Paulo Santos CD-ROM – PRODUÇÃO/EDIÇÃO DE VÍDEOS Mafalda Hortas, Paulo Santos COORDENADOR DE CIRCULAÇÃO Carlos Nunes SERVIÇO DE ASSINANTES E LEITORES Marisa Martins – Tel.: 21 862 15 43 E-mail: assinaturas@goody.pt Site: www.assineagora.pt

© Tim Burguess

DISTRIBUIÇÃO DE ASSINATURAS J. M. Toscano, LDA Tel.: 214142909 E-mail: geral@jmtoscano.com Site: www.jmtoscano.com

FOTOGRAFAR

PRÉ-IMPRESSÃO E IMPRESSÃO Sogapal Estrada das Palmeiras, Queluz de Baixo 2745-578 Barcarena DISTRIBUIÇÃO Urbanos Press TIRAGEM 11.000 ex. DEPÓSITO LEGAL N.º 226092/05 REGISTO NO I.C.S. N.º 124710

EDITAR

* Incríveis imagens o Photoshop Elements de desporto com Richard Walch retroiluminadas * Aprenda Lightroom: remover a distorção Área técnica: os Picture * * Entrevista/portfólio: da objetiva, mais Styles da sua câmara Carlos Dias detalhe nos meios* Altas luzes exageradas * As melhores em fotos de flores. -tons e aprimorar cor. fotos dos leitores * Dez ideias criativas * A magia das fotos

* Endireitar fotos com

INSPIRAÇÃO

VISTO À LUPA

MEMBRO

* Em teste: Nikon

D750 e Sony a6000

* Grande confronto:

oito das mais fascinantes câmaras com estilo rétro * Monitores para fotos

A Future plc é detentora do título Digital Camera. Todos os artigos traduzidos e/ou adaptados são propriedade da mesma, estando a Goody, S.A. autorizada a reproduzi-los em Portugal.

Por favor recicle esta revista quando acabar de a usar

Conteúdos sujeitos a alterações. É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotografias ou ilustrações da revista O Mundo da Fotografia para quaisquer fins, incluindo comerciais, sem autorização expressa do Diretor.


78

Missão – Silhuetas

Missão

“Silhuetas”

Deixe-se levar pelos melhores registos dos leitores.

1

1 João Custódio

FOTO DO MÊS DE DEZEMBRO

Nortada Nikon D5100; 200 mm; f/5.6 a 1/3.200 seg.; ISO 200

O Mundo da Fotografia


79

Missão – Silhuetas

2 João Martins De volta ao ninho

“Uma cegonha branca regressa ao seu ninho no alto de uma chaminé ao pôr do sol.” Canon EOS 30D; 238 mm; f/ 5.6 a 1/800 seg.; ISO 200

2

Oferta extra ao 1º classificado: uma conta anual Retina Premium no valor de € 35.

O nosso leitor João Custódio foi o vencedor do passatempo Missão de dezembro, com o tema Silhuetas, e receberá um tripé Hama Profil Duo III, no valor de € 59, uma oferta Hama. www.hama.pt

O Mundo da Fotografia


80

Missão – Silhuetas

3 Diogo Alves Quente solidão

“Perspetiva de um final de dia quente.” Canon EOS 600D; 200 mm; f/7.1 a 1/250 seg.; ISO 100

3

“A sorte é a melhor professora de um fotógrafo atento.” Jon Szarkowski

4 Hugo Só

Lighten your soul “Momento no Alentejo com amigos, fotografando a Via Láctea e as silhuetas do que nos rodeava.”

4

Nikon D7100; 10 mm; f/3.5 a 30 seg.; ISO 6400

5 Pedro Cunha

Contornos do Amor...! “Não devemos desistir de um amor simplesmente por causa dos obstáculos que temos de enfrentar... Vale sempre a pena lutar pelo amor.”

Sony Alpha A850; 105 mm; f/11 a 1/250 seg.; ISO 100

O Mundo da Fotografia


81

Missão – Silhuetas

5

6

6 Fátima Silveira Ainda a trabalhar

“O puxar das redes para voltar novamente ao mar.” Nikon D90; 18 mm; f/6.3 a 1/1.250 seg.; ISO 200

O Mundo da Fotografia


82

Missão – Silhuetas

7

8

O Mundo da Fotografia


83

Missão – Silhuetas

7 Sérgio Onofre O mundo nas mãos

“Fotografia captada ao pôr do sol a uma mãe a levantar o seu mundo nas mãos.” Canon EOS 600D; 104 mm; f/4 a 1/500 seg.; ISO 100

8 Fernando Fernandes Chaparro

“Pormenor de um monte alentejano com uma árvore no seu ponto mais elevado.” Canon EOS 300D; 55 mm; f/5.6 a 1/40 seg.; ISO 400

9

9 Dina Alenquer Árvore

“Tronco e braços em contraste contra o céu.” Konica Minolta Dimage Z2; 6 mm; f/ 3 a 200 seg.; ISO 50

10

10 Carina Maurício Mais que um desporto, uma paixão

“Admirando o entardecer na Serra de São Mamede, depois de um passeio de mota.” Canon EOS 60D; 28 mm; f/14 a 1/40 seg.; ISO 100

O Mundo da Fotografia


84

Missão – Silhuetas

11

11 Nuno Borges

“A minha vida é moldada pela necessidade urgente de caminhar e observar; e a minha câmara é o meu passaporte.”

O mariscador

“Homenagem aos mariscadores da Ria de Alvor, Algarve.”

Steve McCurry

Canon EOS 500D; 70 mm; f/13 a 1/250 seg.; ISO 200

MISSÃO PARA FEVEREIRO

Envio até 11 de dezembro

REGRAS DE PARTICIPAÇÃO NO CD

Os dias gélidos de outono vieram para ficar, por isso tire partido dos efeitos que estes oferecem à natureza. Fique atento a todos os pormenores! ro

o Ama

© Joã

© Nels

© Ricardo Almeid

a

Consulte a secção Passatempos

Fotos geladas

on Me

nezes

Envie as suas fotos para a Missão de fevereiro – Fotos geladas – e habilite‑se a ganhar um tripé Hama Profil Duo III, no valor de € 59, uma oferta Hama. Será premiado apenas o 1º classificado. www.hama.pt

© Pedro

O Mundo da Fotografia

Oferta extra ao 1º classificado: uma conta anual Retina Premium, no valor de € 35.

Alves


AGORA TAMBÉM EM VERSÃO DIGITAL!

PARA IOS E ANDROID Agora também pode ler a revista em formato digital no seu equipamento móvel iOS ou Android. Descarregue já a app gratuita, veja a versão de demonstração e aproveite os descontos para assinaturas mensais (25%) e anuais 33%).

Descarregue a aplicação e a versão de demonstração gratuitas!

EDIÇÃO 41

POR APE NAS

€ JÁ!

E R R EG U DESCA ÉM EM B M TA AGORA

VERSÃO DIGITAL

L ESPECIA EDIÇÃO CARROS SUPER UITA GRAT

OFERTA: EDIÇÃO ESPECIAL

SUPERCARROS

Edição especial de colecionador. Agarre-se bem e desfrute. Os carros mais rápidos do mundo.

Descarregar na

App Store

3

,95


87

Testes a equipamentos

Visto à lupa

Em análise

Testamos, com rigor, as mais recentes novidades do mercado: câmaras, acessórios, software, impressoras e muito mais. OS NOSSOS SELOS Para o ajudar na sua escolha, assinalámos os equipamentos com os nossos certificados.

90

Recomendado

Valor seguro

Este selo está reservado para os produtos fora de série. Se o dinheiro chegar, não hesite, compre na hora!

Pode não ser o melhor na sua categoria, mas o seu preço baixo é convidativo. É um valor seguro!

92

88 Minitestes no terreno 90 Análise detalhada à CSC Sony a7S

Eis uma câmara de sistema compacto com funções profissionais de vídeo.

92 Perfil completo da Samsung NX mini

Um modelo pensado para as famosas selfies?

94 Guia de compras Natal

Câmaras, objetivas e acessórios fotográficos para colocar no sapatinho!

94

O Mundo da Fotografia


88

No Terreno

No Terreno As análises pormenorizadas deste mês ao equipamento fotográfico mais recente...

Gitzo GT2532 Mountaineer TRIPÉ Desde € 729 > www.gitzo.com / www.digitfoto.pt

O mais recente tripé da Gitzo consegue lidar com as câmaras “peso-pesado”. ste tripé em fibra de carbono está no centro da gama Mountaineer da Gitzo, o que significa que tem um diâmetro de perna máximo de 29 mm e foi pensado para ser robusto mas não excessivamente pesado. Consegue suportar uma carga máxima de 18 kg, o que é mais que suficiente para uma reflex topo de gama com uma objetiva 200 mm montada, ou até para a Pentax 645Z de formato médio, por exemplo. Para quem gosta de fotografar de ângulos baixos, é bom ver que a coluna central poder ser removida com a câmara

E

ainda na cabeça e que os seletores de ângulo permitem uma altura mínima de 16 cm. Se precisar de ir ainda mais baixo, a coluna central pode ser invertida, embora isso exija algumas “voltas” para remover o gancho. Normalmente preferimos fechos de clipe, mas os novos G-Lock Ultra têm uma construção ergonómica que os torna confortáveis e rápidos de usar. Foram feitos para não deixar entrar pó para um ajuste suave, o que deve prolongar a vida do tripé. O melhor: Construção sólida, fiável e leve. O pior: Os tripés da Gitzo não são baratos...

Criado para o exterior austero e para câmaras “de peso”, o GT2532 suporta até 18 kg.

Metz 64 AF-1

Um flash externo com ecrã tátil e que pode ser atualizado... FLASH EXTERNO € 459 > www.metz.de / www.robisa.es/pt

ste é o mais recente flash TTL inclinável e giratório da Metz e tem um número-guia de 64 (ISO 100 a 200 mm), uma cabeça de zoom que cobre uma gama de 24-200 mm e um painel de difusão desdobrável que amplia a cobertura até 12 mm. A marca promete uma interface intuitiva que, com o ecrã tátil a cores, torna o uso deste acessório mais fácil que o habitual. Quem estiver preocupado com a compra de

E

O Mundo da Fotografia

um flash antes de um potencial lançamento de uma nova câmara pode ficar tranquilo, pois a presença de uma porta USB permite efetuar atualizações de firmware. O 64 AF-1 está disponível para câmaras Canon e Nikon, seguindo-se versões para Sony, Pentax, Olympus e Panasonic. O melhor: Atualizações por USB. O pior: Não roda para disparos “verticais”.

Pode atualizar o firmware deste flash quando mudar de câmara...


89

No Terreno

Vanguard Alta CA 234AP Um tripé bem equipado, a um preço económico – ideal para fixar CSC e reflex mais leves. TRIPÉ € 137 > www.vanguardworld.com / www. digitfoto.pt

o mais recente elemento da gama Alta CA da Vanguard para fotógrafos entusiastas, este tripé de alumínio. Pesa 1,55 kg, “aguenta” uma capacidade de carga de 5 kg e estende-se até uma altura máxima de cerca de 1,55 mm, o que é bastante confortável. Ainda assim, os fotógrafos mais altos vão ter de se inclinar... Os fechos de clipe fazem com que as pernas se estendam rapidamente e há um gancho útil para pendurar a mala e assim conseguir peso e estabilidade extra. Outra boa notícia é que este tripé inclui uma cabeça para panning, embora este modelo não seja inclinável – para tal terá de procurar o modelo Alta CA 234AGH ou adquirir uma cabeça de bola apropriada, em separado.

É

Leve, o Vanguard 234AP pode ser boa opção para quem procura gastar pouco num tripé...

O melhor: Relação qualidade/preço. O pior: A cabeça não é inclinável, embora exista um modelo que inclui uma do género.

Contour ROAM3 CÂMARA DE VÍDEO DE AÇÃO € 199 > contour.com/roam3 / www.qf-lda.pt

Nokia Lumia 930 SMARTPHONE € 599 > www.nokia.pt

Nissin i40 FLASH EXTERNO € 249 > www.nissindigital.com / www.beirafilme.pt

Opção versátil para filmar aventuras em alta definição.

Aproveite a câmara deste smartphone Windows...

Um flash TTL que cobre uma gama de 24-105 mm.

O modo de fotos instantâneo com disparo múltiplo da nova ROAM3 é fantástico, dando origem a fotos razoáveis, tendo em conta que se trata de uma câmara de vídeo de ação. Os vídeos Full HD (30 fps) são muito bons, som incluído, e a utilização é intuitiva. Outros trunfos: rosca para tripé universal integrada, lente a 270o e corpo em alumínio.

O Lumia 930 é um smartphone com Windows Phone 8.1 e ecrã tátil Full HD de 5’’, mas o destaque vai em grande parte para as funcionalidade de captação de fotos. A câmara “ostenta” 20 MP e o que acontece é que a função PureView reduz a escala de cada imagem para 5 MP, quadruplicando a qualidade de imagem, por assim dizer.

Agraciado com o prémio TIPA 2014 para “Melhor sistema de iluminação Portátil”, este i40 não desilude ninguém! Para câmaras Canon, Nikon, Sony, Fuji e MQT, roda 90 e 180 graus, faz um bom trabalho a fotografar e também a filmar (nove níveis de output) e ainda é rápido a estar de novo pronto a disparar (0,1 a 4 segundos).

O melhor: “Mergulha” até dez metros! O pior: Um pouco volumosa, por vezes...

O melhor: A função PureView da câmara. O pior: Há compactas mais pequenas...

O melhor: Compatível com Nikon i-TTL. O pior: Alimentação com quatro pilhas AA.

O Mundo da Fotografia


90

Sony Alpha 7S > ESPECIFICAÇÕES Sensor

Exmor CMOS full-frame (35, 6 x 23,8 mm) de 12,2 MP

Fator de conversão Memória

1x SD/SDHC/SDXC e Sony Memory Stick Ocular eletrónica OLED Ocular com 2.359.296 de pontos (100% de cobertura) Resolução vídeo Full HD (1.920 x 1.080p); 4K para um gravador externo Gama ISO 100 até 102400; expansível para ISO 50-409600 para naturezas mortas Sistema de deteção de Autofoco contraste com 25 pontos Vel. disparo (máx.) 5 fps Ecrã TFT inclinável de 3” e com 921 mil pontos Vel. obturação 1/8.000-30 seg., Bulb 446 gramas (apenas corpo) Peso Dimensões 126,9 x 94,4 x 48,2 mm Bateria NP-FW50 W-series

gora a Sony tem três câmaras de sistema compacto full-frame, dando-lhe uma escolha dependendo do que é mais importante para si. Os que querem a última novidade em resolução de detalhe têm a Alpha 7R de 36 MP, ao passo que os fotógrafos para os quais a capacidade sob pouca luz e o vídeo são de importância primordial devem optar pela A7S de 12 MP. O terreno intermédio é ocupado pela A7 de 24 MP, que é capaz de captar bastante detalhe, mas tem respostas mais céleres que a A7R.

A

CARACTERÍSTICAS

Tal como a A7 e A7R, a A7S tem a Sony E-mount, mas o sensor Exmor CMOS full-frame tem 12,2 milhões de píxeis efetivos e uma gama de sensibilidade nativa de ISO 100-102400. Esta pode ser expandida para naturezas mortas e vídeo até ISO 409600, um número

ANÁLISE EM VÍDEO NO CD

CSC Sony Alpha 7S > € 2.399

> www.sony.pt

Pequena sensação A CSC da série Alpha 7 mais cara da Sony tem a resolução mais baixa da família até à data. Vamos ver quais são as novidades! igualado apenas pela Nikon D4S. A Sony também inseriu muita tecnologia de vídeo na A7S, incluindo a capacidade de gravar vídeo 4K para um dispositivo externo ligado via HDMI.

Em cima Pode ser pequena, mas a Sony A7S parece ter uma construção sólida.

CONSTRUÇÃO

A série Alpha 7 de CSC da Sony

As rivais… Veja como a Alpha 7S se sai face à concorrência.

O Mundo da Fotografia

Sony Alpha 7 € 1.499 Esta CSC tem a mesma construção da A7S, mas faz-se valer de um sensor de 24 MP e de um sistema de AF híbrido, para uma focagem mais célere.

Nikon D4S € 5.995 Eis a reflex estrela da Nikon! Esta câmara está equipada com um sensor full-frame de 16 MP e uma definição de sensibilidade máxima de ISO 409600.

Panasonic GH4 € 1.499 Este modelo apresenta um sensor Quatro Terços de 16 MP, um ecrã tátil inclinável e a capacidade de gravar vídeo 4K. Uma grande tentação!

estabelece um novo modelo em termos de tamanho. Além do punho ligeiramente mais bolboso, a A7S apresenta um tamanho semelhante à Olympus OM-D E-M5, que tem um sensor mais pequeno. Graças ao corpo em liga de magnésio, a A7S parece sólida na mão. Todos os cursores têm uma aresta serrilhada para dar um ponto de apoio melhor, e os pequenos botões de controlo espalhados pela superfície do corpo têm um toque de qualidade. É também excecionalmente confortável de transportar e usar durante longos períodos. Tal como na A7 e A7R, a ocular eletrónica OLED oferece uma vista soberba, com bastante detalhe e cores. A exposição pode ser vista a mudar à medida que os ajustes são feitos, por isso, geralmente, sabe


91

Sony Alpha 7S

Profundidade de campo Mesmo a f/8, a profundidade de campo é bastante limitada em distâncias focais maiores, como demonstra esta imagem captada a 122 mm.

Cores atrativas As cores são vibrantes quando registadas diretamente na câmara.

o que vai obter antes de fotografar. O LCD inclinável de três polegadas e com 921 mil pontos também fornece uma vista nítida, mas a definição Sunny Weather é obrigatória à luz do dia num dia de verão, mesmo que o sol esteja atrás de uma nuvem.

DESEMPENHO

Embora o seu número reduzido de píxeis faça com que a Alpha 7S converta muito menos detalhe que a Alpha 7 ou a 7R, ou a Nikon D4S de 16 MP, as imagens parecem nítidas e originam impressões A3 de alta qualidade. Em geral, as imagens são bem expostas, mas o brilho do assunto sob o ponto de AF ativo pode distorcer um pouco a exposição ao usar a medição Multi-segment. O ruído também é bem controlado. Apesar de não recomendarmos o uso de

ISO 409600, a menos que seja realmente necessário, os resultados da A7S são melhores que os da Nikon D4S. Embora não fosse a nossa primeira escolha para fotografar desporto, o sistema de AF da A7S consegue bloquear e acompanhar assuntos em movimento sob condições de iluminação favoráveis. Fique a saber que também consegue focar a objetiva automaticamente em condições de fraca luminosidade, mas é mais lenta que uma reflex de preço comparável. Já tínhamos verificado antes que a série de câmaras A7 do fabricante em questão tem tendência para devorar a bateria num ápice. Na verdade, a Sony A7S apresenta semelhanças neste campo, oferecendo a possibilidade de captar apenas cerca de 360 imagens com uma única carga.

Em cima Eis uma câmara que consegue reproduzir, no imediato, cores apelativas e interessantes.

VEREDICTO

Podemos concluir que a Sony A7S pode até ser uma excelente opção para os videógrafos que estejam a construir um bom kit em torno de uma câmara pequena, ou para fotógrafos de casamentos que raramente precisem de produzir impressões acima de A3. Será esta uma oferta apelativa para o seu kit e para o seu bolso?

Veredicto CARACTERÍSTICAS

CONSTRUÇÃO

IMAGENS

QUAL./PREÇO

CLASSIFICAÇÃO FINAL É uma excelente câmara, mas com o baixo número de píxeis e o preço elevado em relação à A7 e A7R, é provável que só agrade a quem precisa de fotografar em ambientes sombrios ou deseja controlo sobre o vídeo.

O Mundo da Fotografia


92

Samsung NX mini > ESPECIFICAÇÕES Sensor

CMOS de 1” e com 20,5 MP (13,2 x 8,8 mm)

Fator de conversão Memória

2.7x Micro SD / Micro SDXC / Micro SDHC Nenhuma Ocular Resolução vídeo 1.080p Gama ISO 160-12800 Autofoco 21 no modo normal; 35 em modo close-up Vel. disparo (máx.) Até 6 fps LCD tátil TFT de 3” Ecrã e com 460.000 pontos Vel. obturação 1/6.000 – 30 seg. mais Bulb 196 gramas Peso 110,4 x 61,9 x 22,5 mm Dimensões Bateria Iões de lítio recarregável B740AE (incluída)

mbora muitas câmaras de sistema compacto sejam as adversárias naturais da robusta reflex, há outros sistemas mais pequenos que encontram concorrência mais rapidamente dentro do panorama das compactas. Para produzir esta NX mini de pequenas dimensões, a Samsung recorreu a um sensor de uma polegada e com 20,5 milhões de píxeis – o mesmo tamanho físico que se encontra na gama Nikon 1 de CSC e nas câmaras compactas com objetiva fixa Sony RX100. Um novo tamanho de sensor significa um novo encaixe e, por isso, uma nova gama de objetivas. Até agora, há apenas três óticas disponíveis para comprar: uma objetiva zoom de kit, com uma amplitude focal de 9-27 mm (aproximadamente equivalente a 24-72 mm em limites de 35 mm); uma objetiva pancake f/3.5 de 9 mm (equivalente a 24 mm); e uma objetiva f/1.8 de 17 mm (equivalente a 45 mm).

E

ANÁLISE EM VÍDEO NO CD CSC Samsung NX mini com objetiva 9 mm-27 mm > € 499 > www.samsung.com/pt

Sistema compacto Com um encaixe totalmente renovado e um novo tamanho de sensor, valerá a pena apostar na NX mini da Samsung? CARACTERÍSTICAS

A Samsung dirige esta câmara a um público principiante, mas pode assumir o controlo manual e semiautomático da NX mini. E também consegue fotografar em formato Raw. O ecrã da câmara roda por 180 graus, o que o torna particularmente útil para captar autorretratos,

Em cima A Samsung fez de tudo para criar um minúsculo sistema de objetivas permutáveis, na forma da NX mini.

As rivais… Veja como a NX mini se sai em relação à concorrência.

O Mundo da Fotografia

mas também para lidar com ângulos incómodos. Não dobra para baixo, por isso não poderá utilizá-lo para conseguir registos fotográficos por cima da cabeça. No entanto, o ecrã deste modelo é tátil. Como seria de esperar em algo tão pequeno, não há uma ocular integrada. Todavia, há conetividade Wi-Fi e NFC, e, para manter o tamanho reduzido, são então utilizados cartões Micro SD.

CONSTRUÇÃO

Se estivesse a fotografar no terreno

Panasonic GM1 € 699 (12-32 mm) Esta que é uma das mais pequenas câmaras compactas de objetivas intermutáveis consegue incluir um apelativo e amplo sensor de imagem.

Nikon S1 € 399 (11-27 mm) Com uma boa qualidade de imagem, mas alguns problemas de usabilidade, a S1 é a câmara de sistema compacto mais pequena que a Nikon já apresentou.

Sony RX100 III € 849 (24-70 mm) Eis uma câmara compacta com uma objetiva 24-70 mm fixa. Na verdade, a RX100 III consegue incluir uma ocular eletrónica de alta resolução.

“Um novo tamanho de sensor significa um novo encaixe e, por isso, uma nova gama de objetivas.”


93

Samsung NX mini

Detalhe geral Em tamanhos de impressão normais, há uma boa reprodução do detalhe. Mas se olhar de perto, verá algumas manchas em determinadas áreas.

Cores apelativas Brilhantes e dinâmicas diretamente da câmara, as imagens da Samsung NX mini exibem um bom grau de saturação.

com uma Samsung NX mini com a objetiva pancake de 9 mm instalada, seria perdoado por pensar que era uma câmara compacta banal. Parece um pouco menos equilibrada com a objetiva zoom de 9-27 mm incorporada, apesar de a objetiva se dobrar em si própria para a tornar mais pequena. Apesar do tamanho reduzido, e do facto de oferecer um ecrã tátil, há ainda um número razoável de botões na NX mini. Dito isto, a maioria do funcionamento da câmara, isto se pretender controlá-la manualmente, realiza-se através do próprio LCD. Assim sendo, fique a saber que definir o ponto de foco automático requer um toque bastante célere. Alternativamente, pode aceder ao menu de função pressionando um botão virtual no canto inferior direito do ecrã. Infelizmente, não há muita personalização disponível,

nem em termos de botões nem de opções de menu. É, pois, uma das maiores falhas deste modelo.

DESEMPENHO

Analisando imagens em tamanhos de impressão ou Web mais comuns, verificamos que a câmara oferece, pois, uma boa reprodução de detalhe. Contudo, até fotografias captadas na extremidade mais baixa da gama de sensibilidade exibem áreas de manchas quando vistas a 100%. Pelo lado positivo, as cores são brilhantes e dinâmicas saídas diretamente da câmara, e também bastante vibrantes. O sistema de medição da câmara mantém as exposições equilibradas, mas, ocasionalmente, é propenso à subexposição. Neste caso, pode precisar de alguma compensação de exposição positiva. De realçar que o sistema

Em cima A paleta de tons da fotografia torna-a atrativa e dinâmica. O detalhe é exímio quando se procede à impressão da imagem. Apelativo!

de equilíbrio de brancos automático faz um excelente trabalho na produção de cores precisas, mesmo quando é confrontado com iluminação artificial ou mista mais complicada. O autofoco é rápido e preciso. Quando a luz diminui, a focagem é ligeiramente mais lenta. Então, já ponderou a escolha?

Veredicto CARACTERÍSTICAS

CONSTRUÇÃO

IMAGENS

QUAL./PREÇO

CLASSIFICAÇÃO FINAL A Samsung NX mini é uma câmara interessante e oferece uma relação qualidade/preço razoável. Mas investir num novo sistema de baioneta pode ser arriscado se a câmara não “pegar”...

O Mundo da Fotografia


94

Lista de Natal

Especial – Guia de Compras de Natal

Câmaras de sonho Câmaras de topo a média Câmaras de entrada e gam pacto Câmaras de sistema com Câmaras compactas

© UpicStock

Objetivas Câmaras de ação Acessórios Última hora

Sugestões para o

95 96 97 98 100 102 106 108 112

Natal

A quadra natalícia combina com novas aquisições fotográficas, não concorda? Siga as nossas sugestões e coloque os mais artísticos presentes no seu sapatinho. Confira magia à sua arte!

J

á fez uma lista mental dos presentes que deseja oferecer e, claro, receber este ano? Deseja adicionar acessórios fotográfico ao seu invejável kit todo-o-terreno? Renovar o corpo da sua câmara ou adicionar-lhe uma objetiva O Mundo da Fotografia

mais competente e célere? Ou, quem sabe, imprimir as suas imagens de sonho a grandes dimensões e exibi-las na parede da sua sala? Fique a saber que pode ver os seus desejos concretizados se deixar o seu olhar perder-se neste nosso completo guia de compras

especial de Natal. Nas páginas que se seguem encontrará as mais recentes novidades ao nível da arte de desenhar com a luz: reflex profissionais, câmaras de sistema compacto e de ação, objetivas, acessórios, ofertas de última hora e muito mais. Ho! Ho! Ho!


95

Câmaras de sonho

01

Pentax 64 5Z € 7.999 | ricoh-ima ging.pt

03

Sony A7S € 2.399 | sony.pt

Câma ras de so nho

04

02

Canon EOS-1D X € 5.999 | canon.pt

Nikon D4s € 5.995 | nikon.pt / colorfoto.pt

01

Eis uma reflex de médio formato com um sensor CMOS de 51,4 MP, ideal para impressões A3, um processador de imagem Prime III e uma função de compensação de objetiva.

02

Uma reflex de sonho para os amantes da marca. Porquê? Tem um sensor de formato FX com 16,2 MP, uma ampla gama de ISO e um desempenho de AF imbatível.

03

Uma CSC criada a pensar nos profissionais do vídeo. Faz-se valer de uma sensibilidade ISO de 409600, de um sensor Exmor CMOS de 12,2 MP e de um processador Bionz X.

04

A reflex mais avançada da marca. Um sensor full-frame CMOS de 18,1 MP, processadores Digic 5+ duplos e capacidade de disparo de até 12 fotogramas são traços-chave.

OUTRAS SUGESTÕES

Leica V-Lux Typ 114

Hasselblad H5X

€ 1.225 | leica.com / comercialfoto.pt

Preço sob consulta | hasselblad.com

Sigma SD15 (com 17-70mm) Preço sob consulta | comercialfoto.pt

Um amplo sensor de 1” que confere cores naturais às imagens e um módulo Wi-Fi oferece um controlo remoto da câmara a partir de um smartphone ou tablet.

Um corpo de médio formato que recupera a tecnologia do modelo H5. Oferece uma ampla gama de ISO e compatibilidade com as objetivas das gamas HC e HCD.

Eis uma reflex detentora de um sensor CMOS Foveon X3 Direct de 14,45 MP. O ecrã TFT a cores tem três polegadas e a SD 15 é compatível com cartões SD e SDHC.

O Mundo da Fotografia


96

Câmaras de topo

ras a m Câ e topo d 05

Pentax K-3 (18-55 mm) € 1.259 | ricoh-imaging.pt

Kit d e

limp eza G C € € S-15 reen-C lean 0 16 | 0 colo rfoto .pt

06

Sony A99 ny.pt € 1.999 | so

07

Nikon D810 olorfoto.pt € 3.298 | c

08

05

Dentetora do título “Melhor reflex especializada” dos TIPA Awards 2014, esta Pentax tem funções avançadas, como uma velocidade de disparo de até 8,3 fps.

7D Mark II Canon EOS .pt non € 1.799 | ca

06

Eis uma câmara que revela um desempenho exímio em condições de pouca luz. Faz-se valer de uma ampla gama de ISO e de um sensor CMOS Exmor APS HD de 24,3 MP.

07

A mais-valia deste corpo reside no sensor de 36,3 MP. Além disso, apresenta um processador de imagem Expeed 4, ecrã LCD de 3,2 “ e uma sensibilidade ISO de até 12800.

08

A marca apostou numa câmara com sensor de medição de 150 mil píxeis com deteção por infravermelhos, GPS e proteção contra más condições atmosféricas.

OUTRAS SUGESTÕES

Sony A77M II

Nikon Df

(50 mm f/1.8)

Canon EOS 6D

€ 1.199 | sony.pt

€ 2.795 | nikon.pt / colorfoto.pt

€ 1.699 | canon.pt

Esta reflex faz-se valer de um impressionante AF de 79 pontos, captação contínua de 12 fps e de um sensor CMOS Exmor de 24,3 MP para registar as suas memórias.

Um corpo rétro que recupera o formato FX de 16,2 MP da topo de gama D4. Compacta, pesa apenas 710 gramas e tem um disparo contínuo na casa dos 5,5 fps.

A marca assegura que é a reflex de média gama ideal para retratos e viagens. Robusta, mas leve, grava vídeos em Full HD e permite a transferência de imagens através de Wi-Fi.

O Mundo da Fotografia


97

Câmaras de entrada e gama média

09

Sony A58k y.pt € 549 | son

Câma r de ent as rad e gama mé a dia 10

11

Nikon D3300 € 519 | nikon.pt / fnac.pt

m 1 (18-55m S K x ta Pen AL II) f/3.5-5.6 h-imaging.pt rico € 650 |

12

Canon EOS 1200D (18-55 mm DC) € 469 | canon.pt

09

Quer seguir assuntos céleres? Esta Sony tem um impressionante autofoco com seguimento! Conte ainda com um sensor CMOS Exmor APS HD de 20,1 MP e um visor OLED.

10

Pequena e leve! O amplo ecrã LCD desta câmara é tão intuitivo como o de um smartphone. Grava vídeos em Full HD (1.080p) até 50p/60p com focagem automática contínua.

11

Esta é uma reflex que se veste de uma miríade de cores. Escolha a sua! Destaque para a correção avançada de moiré e para o sensor CMOS estabilizado de 20 MP.

12

Esta reflex de entrada de gama capta detalhe e cores naturais. Além disso, dá um toque profissional aos vídeos Full HD e porta-se bem sob luz fraca, graças à gama ISO 100-6400.

OUTRAS SUGESTÕES

Nikon D7100

Panasonic Lumix

€ 1.299 | canon.pt

€ 1.099 | nikon.pt / fnac.pt

€ 1.499 | panasonic.com/pt

Não deixe escapar nenhum momento com esta 70D, com disparo contínuo de até 7 fps e um sistema AF de 19 pontos. O sensor é um CMOS APS-C de 20,2 MP.

É leve e portátil, apesar da panóplia de funções que inclui. Não usa um filtro ótico de passagem baixa e o sistema de focagem automática de 51 pontos oferece registos nítidos.

É a primeira câmara micro quatro terços que grava a 4K! Realçamos o sistema de contraste AF melhorado e a velocidade de focagem de 0,07 segundos.

Canon EOS 70D

(18-55 mm)

DMC-GH4

O Mundo da Fotografia


98

Câmaras de sistema compacto

.pt alfoto i c r e ta om T Pra m/c Leica 0 | leica.co 5 € 1.5

13

15

Olympus E-M10 (14-42mm) € 799 | olympus.pt

13

Talvez a “rainha” das CSC! Com design Audi, pode contar com um sensor APS-C de 16 MP, muitas funcionalidades criativas e memória interna de 16 GB, algo pouco comum.

14

CSC

16

14

O sensor APS-C CMOS de 20 MP faz maravilhas e o design convence, muito por culpa também do ecrã tátil AMOLED de 3,31 polegadas – roda a 180o para as selfies!

Samsung NX300M (18-55mm) € 699 | samsung.pt

Sony A5100 € 549 | sony.pt

15

É fácil ficarmos muito apaixonados à primeira vista por esta CSC... O sensor 4/3” garante o desempenho, confirmado pelos nossos testes em edições passadas.

16

É a CSC mais recente da Sony e surpreende pelo “poder” num corpo compacto. Destaque para os 179 pontos de autofoco, que a marca afirma ser “cinematográfico”.

OUTRAS SUGESTÕES

Panasonic GM1 € 699 | panasonic.pt

A Micro Quatro Terços que faltava na gama Lumix G da Panasonic: tem apenas 98,5 x 54,9 x 30,4 mm, 204 gramas e um sensor de imagem de 16 MP. Boa prenda!

O Mundo da Fotografia

Fujifilm X-T1

Nikon 1 v3

€ 1.399 | fujifilm.eu/pt

€ 849 | nikon.pt

Um estilo rétro inconfundível, com revestimento exterior de multicamadas. E diversão certa com o modo de simulação do analógico Classic Chrome!

Com a objetiva de 10-30 mm como companhia, a marca releva o sensor de 18,4 MP, a gama ISO de 160-12800, o ecrã tátil e o sistema de AF híbrido de 171 pontos!


100

Câmaras compactas avançadas

s a t c a p m o C vançadas a

ging.pt Ricoh GR / ricoh-ima m o .c ta c e fl € 649 | re

17

19

Fujifilm X30 € 549 | fujifilm.eu/pt

17

A marca garante um autofoco rápido e o resto é assegurado pelo sensor CMOS APS-C de 16 MP e pela objetiva GR 28 mm F2.8. Com um botão de atalho para os modos de cena.

20

18

Resultados de topo com esta compacta, promete a Canon... Processador Digic 6, 20 MP, abertura de f/1.8-2.8, zoom ótico de 4,2x grandeangular e muitos efeitos criativos.

19

18

Canon G7 X € 709 | canon.pt

Sony HX60 € 549 | sony.pt

O sensor de 2/3’’ X-Trans CMOS II é a base desta compacta, que inclui uma objetiva de 28-112 mm e muitas funcionalidades avançadas. Um presente interessante!

20

Esta Cyber-shot está equipada com Wi-Fi e com um zoom ótico de 30x! De resto, estão aqui os controlos manuais desejados e um flash retrátil automático.

OUTRAS SUGESTÕES

Nikon Coolpix S6900

Olympus Tough TG3

Panasonic TZ60EG

Preço sob consulta | nikon.pt

€ 359 | olympus.pt

€ 399 | panasonic.pt

Um aspeto limpo e leve caracteriza esta compacta de entrada da Nikon, juntamente com o sensor de 16 MP, o zoom de 24x e a gravação de vídeo em Full HD.

Para os mais aventureiros: a TG3 é à prova de água até 15 metros e resistente a quedas de até 2,1 metros de altura. E ainda integra Wi-Fi, GPS e sensor de 16 MP.

Ganhou o prémio EISA European Travel Compact Camera 2014-2015, tem zoom ótico de 30x, sensor de 18 MP, ecrã de três polegadas e controlos manuais.

O Mundo da Fotografia


Rolos negativos cores - Films Inversibles Couleur - Rolos preto e branco - Filmes instantâneos - Lupas / microscópios - Câmaras desportivas e acessórios - Estojos eTodo capas - Papel foto cor - Papel o de seuproteção materialSmartphones fotográfico- Pilhas em Portugal foto preto e branco - Químicos cor - Químicos preto e branco - Materiais e acessórios laboratório - Máquinas fotográficas filme compactas - Discos duros externos / viagem - Objetivas / Zoom / Conversores - Flashes elétricos e Iluminação retrato - Câmaras de vídeo / Vídeo conferência - Suportes média virgens - Bases e docks para iPhone e iPod - Estações Meteorológicas - Digiscoping - Molduras fotográficas digitais - Albums - Cartonnages Classificadores - Lâmpadas - Binóculos - Estojos - Tripés / Monopés - Filtros circulares - Projectores - Acessórios de iluminação de estúdio - Máquinas fotográficas descartáveis - Acessórios vídeo-câmaras - Máquinas fotográficas digitais compactas - Headphones, cabos e adaptadores áudio - Papel térmico amador - Tinteiros / Toners - - Papel térmico pro - Acessórios máquinas foto Reflex - Baterias - Cartões de memória - Fanshop - Impressoras jacto de tinta / laser - Máquinas fotográficas reflex digitais - Acessórios de flashes cobra e macro - Estojos e capas de protecção Tablets - Cabos e conectores - Carregadores / transformadores - Leitores de cartões de memória - Acessórios para cartões de memória - Caixas e acessórios de mergulho - Complementos ópticos e adaptadores - Punhos / grips de alimentação - Software - DVD de formação - Scanners - Produtos de limpeza - Telecomandos / disparadores - Adaptadores de visualização - Papel para impressoras de jactos de tinta amador - Acessórios binóculos - Pen USB - Acessórios para projectores - Parasóis - Tampas - Acessórios para tripés / Monopés - Filtros sistema Cokin Iluminação de estúdio - Acessórios GPS - Impressoras térmicas - Mochilas - Bolsas e caixas - Acessórios / transporte - Papel para impressoras de jatos de tinta pro - Correias / Straps - Quadros - Leitores MP3 e dictafones - Livros de fotografia - Periféricos para informática - Tablets - Etuis, brassards et bracelets pour mp3 - Geekzone - Transmissores sem fios, Stylus, limpeza - Alimentação, cabos smartphone MP3 - Docks, stands, supports et trépieds - Máquinas fotográficas híbridas digitais - Acessórios reflex vídeo / broadcasting - Rolos negativos cores - Films Inversibles Couleur - Rolos preto e branco - Filmes instantâneos - Lupas / microscópios - Câmaras desportivas e acessórios - Estojos e capas de proteção Smartphones - Pilhas - Papel foto cor - Papel foto preto e branco - Químicos cor - Químicos preto e branco - Materiais e acessórios laboratório - Máquinas fotográficas filme compactas - Discos duros externos / viagem - Objetivas / Zoom / Conversores - Flashes elétricos e Iluminação retrato - Câmaras de vídeo / Vídeo conferência - Suportes média virgens - Bases e docks para iPhone e iPod - Estações Meteorológicas - Digiscoping - Molduras fotográficas digitais - Albums - Cartonnages - Classificadores - Lâmpadas - Binóculos - Estojos - Tripés / Monopés - Filtros circulares - Projectores - Acessórios de iluminação de estúdio - Máquinas fotográficas descartáveis - Acessórios vídeo-câmaras - Máquinas fotográficas digitais compactas - Headphones, cabos e adaptadores áudio - Papel térmico amador - Tinteiros / Toners - - Papel térmico pro - Acessórios máquinas foto Reflex - Baterias - Cartões de memória - Fanshop - Impressoras jacto de tinta / laser - Máquinas fotográficas reflex digitais - Acessórios de flashes cobra e macro - Estojos e capas de protecção Tablets - Cabos e conectores Carregadores / transformadores - Leitores de cartões de memória - Acessórios para cartões de memória - Caixas e acessórios de mergulho - Complementos ópticos e adaptadores - Punhos / grips de alimentação - Software DVD de formação - Scanners - Produtos de limpeza - Telecomandos / disparadores - Adaptadores de visualização - Papel para impressoras de jactos de tinta amador - Acessórios binóculos - Pen USB - Acessórios para projectores - Parasóis - Tampas - Acessórios para tripés / Monopés - Filtros sistema Cokin - Iluminação de estúdio - Acessórios GPS - Impressoras térmicas - Mochilas - Bolsas e caixas - Acessórios / transporte - Papel para impressoras de jatos de tinta pro - Correias / Straps - Quadros - Leitores MP3 e dictafones - Livros de fotografia - Periféricos para informática - Tablets - Etuis, brassards et bracelets pour mp3 - Geekzone - Transmissores sem fios, Stylus, limpeza Alimentação, cabos smartphone MP3 - Docks, stands, supports et trépieds - Máquinas fotográficas híbridas digitais - Acessórios reflex vídeo / broadcasting - Rolos negativos cores - Films Inversibles Couleur - Rolos preto e branco - Filmes instantâneos - Lupas / microscópios - Câmaras desportivas e acessórios - Estojos e capas de proteção Smartphones - Pilhas - Papel foto cor - Papel foto preto e branco - Químicos cor - Químicos preto e branco - Materiais e acessórios laboratório - Máquinas fotográficas filme compactas - Discos duros externos / viagem - Objetivas / Zoom / Conversores - Flashes elétricos e Iluminação retrato - Câmaras de vídeo / Vídeo conferência - Suportes média virgens - Bases e docks para iPhone e iPod - Estações Meteorológicas - Digiscoping - Molduras fotográficas digitais - Albums - Cartonnages - Classificadores - Lâmpadas - Binóculos - Estojos - Tripés / Monopés - Filtros circulares - Projectores - Acessórios de iluminação de estúdio - Máquinas fotográficas descartáveis - Acessórios vídeocâmaras - Máquinas fotográficas digitais compactas - Headphones, cabos e adaptadores áudio - Papel térmico amador - Tinteiros / Toners - - Papel térmico pro - Acessórios máquinas foto Reflex - Baterias - Cartões de memória - Fanshop - Impressoras jacto de tinta / laser - Máquinas fotográficas reflex digitais - Acessórios de flashes cobra e macro - Estojos e capas de protecção Tablets - Cabos e conectores - Carregadores / transformadores - Leitores de cartões de memória - Acessórios para cartões de memória - Caixas e acessórios de mergulho - Complementos ópticos e adaptadores - Punhos / grips de alimentação - Software - DVD de formação - Scanners - Produtos de limpeza - Telecomandos / disparadores - Adaptadores de visualização - Papel para impressoras de jactos de tinta amador - Acessórios binóculos - Pen USB - Acessórios para projectores - Parasóis - Tampas - Acessórios para tripés / Monopés - Filtros sistema Cokin - Iluminação de estúdio - Acessórios GPS - Impressoras térmicas - Mochilas - Bolsas e caixas - Acessórios / transporte - Papel para impressoras de jatos de tinta pro - Correias / Straps - Quadros Leitores MP3 e dictafones - Livros de fotografia - Periféricos para informática - Tablets - Etuis, brassards et bracelets pour mp3 - Geekzone - Transmissores sem fios, Stylus, limpeza - Alimentação, cabos smartphone MP3 - Docks, stands, supports et trépieds - Máquinas fotográficas híbridas digitais - Acessórios reflex vídeo / broadcasting Rolos negativos cores - Films Inversibles Couleur - Rolos preto e branco - DigitFoto.pt Filmes instantâneos - Lupas / microscópios Avenida da- Boavista, 639, 2°F - Câmaras desportivas e acessórios - Estojos e capas de proteção Smartphones Pilhas - Papel foto cor - Papel 4100-128 Porto Portugal foto preto e branco - Químicos cor - Químicos preto e branco - Materiais e acessórios laboratório - Máquinas fotográficas filme compactas - Discos duros externos / viagem - Objetivas / Zoom /telefónico Conversores - Flashes elétricos Contacto : 220 103 511 e Iluminação retrato - Câmaras de vídeo / Vídeo conferência - Suportes média virgens Bases e docks para De segunda a sexta : das- 9h00 as 13h00 iPhone e iPod - Estações Meteorológicas - Digiscoping - Molduras fotográficas digitais - Albums Cartonnages e das 14h00 as 18h00 (chamada- normal). Classificadores - Lâmpadas - Binóculos - Estojos - Tripés / Monopés Filtros circulares - Projectores Fax : 220 103 510

www.DigitFoto.pt

a t s i l a i c e p s e , eu s O ! o f i c a r g o t o f l a i r e t a m em

12000 referências

Preços competitivos

Stock em tempo real


102

Objetivas

21

HD Pentax -D Preço sob A 16-85mm F/3.55 consulta | pentax.pt / .6 ED DC WR ricoh-ima ging.pt

vas i t e j Ob 22

Sigma 18-300mm F/3.5-6.3 DC M OS HMS € 480 | sigmaphoto.com / comercialfoto.pt

23

Pentax 40mm F/2.8 XS € 199 | pentax.pt / ricoh-imaging.pt

21

Com uma construção resistente a intempéries, este modelo faz-se valer de um sistema AF suave e silencioso, impulsionado por um motor DC incorporado, diz a marca.

22

Criada a pensar nas paisagens e nas câmaras com sensor APS-C, esta objetiva é compacta, “alcança” 16,6x e apresenta um estabilizador ótico avançado, diz a marca.

23

24

O traço-chave? Mede apenas 9,2 mm, o que faz dela a objetiva intermutável de distância focal fixa mais pequena do mundo. É resistente ao pó, à água e à gordura. Aliciante, não?

Panasonic Lumix G 35-100mm F/4.0-5.6 ASPH € 1.709 | panasonic.com/pt

24

Uma teleobjetiva com zoom desenhada a pensar nos fotógrafos de desporto e de retrato. Com um perfil compacto e metálico, reúne 12 lentes em nove grupos.

OUTRAS SUGESTÕES

Samsung 16-50mm

Nikkor AF-S DX

Tokina AFX

Desde € 1.186 | samsung.com/pt

Preço sob consulta | nikon.pt

Preço sob consulta | tokinalens.com

Esta objetiva integra a linha NX e é o primeiro modelo da série “S”. Nota importante: a ampla abertura permite fotografar em condições de iluminação reduzida.

Uma objetiva de zoom criada exclusivamente para as reflex de formato DX da marca. De acordo com a Nikon, é, pois, o acessório ideal captar fotografias e vídeos do quotidiano.

Esta é a primeira objetiva com estabilização de imagem deste fabricante. Este modelo foi projetado para reflex full-frame, mas também é compatível com sensores FX.

F/2-2.8 NX

O Mundo da Fotografia

18-55mm F/3.5-5.6G VR II

70-200mm F/4 FX VCM-S


103

Objetivas

25

Pára-sol Canon EW-83H € € 35 | canon.pt

M IS ST 6 . 5 F/3.5 F E n Cano | canon.pt € 519

27

Nikon AF-S Nikkor 400m m F/2.8E FL Preço sob con ED VR sulta | nikon.p t

28

26

25

i .6 D 5 .5 pt F/3 isa.es/ m ob 0m -30 .eu / r 6 1 ron ron Tam 99 | tam €5

ro Mac D Z II P

Sony SEL 1635Z 35mm € 1.350 | sony.pt

Trata-se de uma objetiva de zoom standard versátil, idealizada para paisagens e retratos. Aos amantes do vídeo agradará saber que a focagem é suave e silenciosa, diz a marca.

26

Eis uma objetiva full-frame de zoom grande-angular otimizada para câmaras a7 de 35 mm da marca. Pode aproveitar a estabilização de imagem Optical SteadyShot.

27

A distância focal deste acessório abarca desde uma visão grande-angular a uma teleobjetiva. A Tamron destaca os revestimentos de lente que minimizam fantasmas e halos.

28

“Precisão a qualquer velocidade” é o slogan. Esta é a primeira teleobjetiva Nikkor a incluir o modo Sport, que minimiza a vibração da câmara durante as sessões fotográficas.

PARA CSC

Fujinon XF56mm

Olympus M-Zuiko

Panasonic

€ 1.299 | fujifilm.eu/pt/

€ 999 | olympus.pt

Preço sob consulta | panasonic.com/pt

Esta objetiva faz-se valer de um filtro de apodização, para retratos mais criativos. Tem 11 elementos em oito grupos (inclui um asférico e dois elementos de baixa dispersão).

O fabricante destaca o diafragma constante de 1:2.8. Do rol de características importantes fazem parte a nitidez nos cantos e a resistência a poeiras, salpicos e congelamento.

Uma objetiva MQT de distância focal fixa e constituída por seis lentes em cinco grupos. A adição de um motor de passo torna a focagem mais suave e silenciosa, diz a marca.

F/1.2 R APD

Digital ED 12-40mm 2.8 Pro

H-H014AE-K 14mm

O Mundo da Fotografia


PUBLIRREPORTAGEM

SOLUÇÃO PARA TUDO!

© Anabela Carvalho

PAISAGENS, RETRATOS, AÇÃO, DESPORTO, VIDA SELVAGEM, FOTOGRAFIA DE RUA… NO CATÁLOGO DE OBJETIVAS TAMRON HÁ SEMPRE O MODELO IDEAL PARA A CENA, OCASIÃO E ASSUNTOS CERTOS. TUDO O QUE TEM A FAZER DE SEGUIDA É DAR LARGAS À SUA CAPACIDADE FOTOGRÁFICA...

MEGAZOOM!

TAMRON 28-300 MM F/3.5-6.3 DI VC PZD (FULL-FRAME)

Seja em câmaras reflex APS-C ou full-frame, estas novas objetivas da Tamron não desiludem. Muito versáteis e robustas, cobrem as fantásticas distâncias focais de 16 mm/28 mm a 300 mm. E incluem o melhor das tecnologias Tamron: PZD (Piezo Drive), VC (Vibration Compensation), um motor ultrassónico e autofoco silencioso, entre outras vantagens.

€ 649 / € 729

TAMRON 16-300 MM F/3.5-6.3 DI II VC PZD MACRO (APS-C)


DETALHE EXTRA As melhores tecnologias óticas e de estabilização de imagem dão origem à verdadeira “obra-prima” que é esta objetiva de 90 mm macro. A norma SP (Super Performance) garante nitidez extra, o motor de autofoco USD prima pela ausência de ruído e a tecnologia VC elimina as vibrações. O renascer da clássica objetiva de 90 mm macro da Tamron. € 699

© Anabela Carvalho

TAMRON SP 90 MM F/2.8 DI VC USD MACRO 1:1

SEMPRE A POSTOS! Poder aproximar o “olhar fotográfico” ao longo de uma distância focal de 600 mm é fantástico, não acha? Faça-o com esta magnífica peça de arte ótica e conseguirá imagens acima da média. Para cenas de vida animal, desporto, viagens e ação! Conte com a ajuda das tecnologias VC e USD, bem como com as vantagens do eBand Coating, que reduz distorções.

© Anabela Carvalho

€ 1.089

TAMRON SP 150-600 MM F/5-6.3 DI VC USD

© Anabela Carvalho

FUNCIONALIDADE TOTAL O melhor de uma teleobjetiva num design compacto… Interessa-lhe? Esta 70-200 mm da Tamron está sempre preparada para registar momentos marcantes nas áreas do desporto, moda, casamentos e fotojornalismo! A tecnologia VC assegura nitidez num corpo reduzido, com uma velocidade de autofoco invejável. A perfeição entre as 70-200 mm.

TAMRON SP 70-200 MM F/2.8 DI VC USD

€ 1.349

Mais informações em www.tamron.eu e em www.robisa.es/pt


106

Câmaras de vídeo de ação

29

Coutour R oam € 299 | qf- 3 lda.pt / co ntour.com 30

31

iOn CamoCAM € 299 | robisa.es/pt usa.ioncamera.com

ras a m â C de vídeo de ação

1€ ini AZ M m Ca ction pt A y n So ny. 9 | so 4 2 €

32

GoPro Hero4 Black € 479 | estudio.pt / gopro.com

sty oPro Che Arnês G pro.com o € 39 | g

29

Vai até dez metros de profundidade sem caixa estanque. Além disso, garante vídeos 1.080p a 30 fps ou 720 a 60 fps. Em teste nesta edição, e com resultados convincentes!

30

Quem precisar de “se esconder” na natureza vai gostar deste modelo, que permite gravar 2,5 horas de vídeo Full HD com a mesma carga de bateria!

31

Um comando à distância (com GPS!) para usar no pulso marca a diferença! E as melhores tecnologias de vídeo da Sony num corpo com apenas 63 gramas e 24,2 mm...

32

O que há de novo? Resoluções de 4K (30 fps), 2,7K (50 fps) e 1.080p (120 fps). Fantástico! E ainda ecrã tátil, Wi-Fi e caixa estanque até 40 metros de profundidade.

OUTRAS SUGESTÕES

Garmin Vibe Elite

Energy Sistem Sport Cam Pro

Rollei ActionCam 7s

€ 349 | garmin.pt

€ 179 | energysistem.com/pt

€ 329 | rollei.com

Um formato diferente, com 32 x 53 x 111 mm, numa boa prenda de Natal: vídeo Full HD a 30 fps, GPS e Wi-Fi integrados, ecrã de 1,4’’ e app Android e iPhone gratuita.

Em teste na edição anterior da OMF, mostra boa relação desempenho/preço. A caixa estanque e o comando à distância estilo relógio de pulso estão incluídos.

A mais recente versão da Rollei ActionCam tem muito bom aspeto, Wi-Fi, resolução 4K (e Full HD, claro), app Android e iOS, lente a 180o e sensor de 16 MP.

O Mundo da Fotografia


107

Acessórios de fotografia

33

Cokin Pure Harmonie UV 72 mm € € 39 | niobo.pt / cokin-filters.com

34

Acessó rios

Hama Selfie 90 € 29 | hama.pt

36

33

Um filtro UV que pode fazer maravilhas pelas suas fotografias de paisagem... À prova de poeiras e riscos, tem apenas 3,3 mm de espessura e passa despercebido na objetiva.

34

Um minimonopé extensível de 30 a 90 cm, para as suas selfies ou para ajudar nos vídeos de ação e desporto. Estrutura em metal, com pega em borracha e 220 gramas.

Hoya ND PROND1000 77 mm € 81 | estudiopt.pt / hoyafilter.com

35

Cactus Wireless Laser Trigger LV5 € 105 | cactus-image.com

35

Este filtro de densidade neutra permite reduzir até dez stops a luz que entra na objetiva da sua reflex. Segundo a marca, permite fotografar a 16 segundos sob luz do dia!

36

Um disparador laser que envia sinais de rádio para ativar o obturador de forma personalizada. Para fotografia de alta velocidade e vida selvagem, com o modo Trap & Escape.

CARTÕES DE MEMÓRIA

Sandisk Extreme

Samsung Pro

Kingston SDXC

€ 49 | sandisk.com

€ 37 | fnac.pt / samsung.pt

€ 35 | kingston.com

Garantia vitalícia num cartão de memória pensado para um uso com câmaras avançadas. As velocidades são de até 45 MB por segundo, tanto na leitura como na escrita.

Com velocidades de até 80 e 40 MB por segunda na leitura e na escrita de dados, trata-se certamente de uma boa opção para fotografia e vídeo HD.

Até 90 e 80 MB por segundo na leitura e na escrita de dados, com bastante espaço para armazenar vídeos HD e fotografias. Também em versões de 16 e 32 GB.

UHS-I SDHC 32 GB

SDHC 32 GB Class 10

UHS-I 64 GB

O Mundo da Fotografia


108

Acessórios

37

Cotton Carrier POV Desde € 69 | cottoncarrier.com

Acessór ios

38

Joby Action Clamp € 39,95 | joby.com / comercialfoto.pt

39

Broncolor Siros 400 Basic Kit Preço sob consulta | bron.ch / comercialfoto.pt

40

37

Criado a pensar na câmara de ação GoPro, este acessório permite fixar a câmara num colete, num coldre lateral ou na alça da mochila. Prático! Dá para outras câmaras.

38

Lembra-se dos tripés Joby? Este suporte vem na mesma linha e pode ser utilizado de várias formas. Um braço de fixação que promete estabilidade para a sua câmara!

39

Um kit de estúdio pensado para fotógrafos entusiastas. É composto por vários acessórios, entre eles duas cabeças Siros 400 e duas sombrinhas prata de 85 cm.

Metz Mecablitz 26 AF-1 Desde € 103 | metz.de / robisa.es/pt

40

Este é o novo modelo todo-o-terreno da marca entre os flashes de sistema. Tem um número de guia 26 com ISO 100/21° para uma distância focal de 85 mm.

TRIPÉS

Manfrotto

Benro A1573F

Bilora Colorlux

€ 359 | manfrotto.com / colorfoto.pt

€ 189 | benro.com / estudiopt.pt

€ 169 | bilora.de / digitfoto.pt

Trata-se de um tripé de três secções com um comprimento fechado de 72 cm e altura máxima de 173 cm. Robustez é a palavra de ordem: é capaz de suportar 6 kg.

Este kit é constituído por um tripé e pela respetiva cabeça, uma sapata QR4, uma manivela Pan BS03 e uma bolsa de transporte. Suporta até 2,5 kg. Aliciante!

MT190XPRO3-3W

O Mundo da Fotografia

+ Cabeça S2

Azul 3381-2

Um tripé que se caracteriza pelas cores em que está disponível e que apresenta uma altura máxima de 161 cm, aguentando uma carga máxima de 6 kg.


110

Acessórios

41

Nissin i40 € 183 | nissindigital.com / beirafilme.pt

43

Kaiser LED StarCluster 3270 € 139 | kaiser-fototechnik.de / colorfoto.pt

s o i r ó s s e Ac

42 44

Hensel Reflector Circular 5-em-1 107 cm € 119 | hensel.eu / niobo.pt

41

Equipado com um novo sistema de controlo de flash, foi criado a pensar nas reflex Canon e Nikon, e no sistema micro quatro terços. Usa quatro baterias AA e wireless TTL.

Phottix Kit Luna Beauty Dish 70cm € 119 | phottix.com / coloreffects.pt

42

Este acessório é baseado num reflector circular dobrável com uma estrutura de aço coberta com um material difusor. Há quatro superfícies: prata, preto, branco e luz solar.

43

Um iluminador compacto para fotografia e vídeo. Tem um painel branco 96 de elevado-CRI-LEDs e temperatura de cor 5.600 K (luz de dia/cor neutra), com potência regulável.

44

Monte e desmonte este acessório dobrável em poucos segundos. Conte ainda com um suporte para flash, um difusor, um saco de transporte e um adaptador para flash.

MOCHILAS

Manfrotto Advanced Active Backpack II

Peli S115

Lowepro Pro Tactic 450 AW

€ 99 | manfrotto.com / disefoto.es

€ 339 | peli.com / robisa.es/pt

Desde € 144 | comercialfoto.pt

Vai numa escapadela em trabalho ou lazer? Esta mochila armazena uma reflex, três a quatro objetivas standard , um portátil até 17”, acessórios extra e objetos pessoais.

Alças removíveis, proteção contra água e quedas e muito, muito espaço! Leve um portátil de 15” ou 17”, uma reflex, cinco objetivas, flash e acessórios.

Resistente perante a chuva, esta mochila permite transportar duas reflex, uma objetiva 70-200mm f/2.8 e outras oito adicionais, um portátil de 15” e acessórios.

O Mundo da Fotografia


111

Acessórios

46

Sony HVL-F60SE € 649 | sony.pt

45

Profoto Softbox 40 x 60 cm € 135 | profoto.com / estudiopt.pt

os i r ó s s e Ac

48

3 Legged Thing Sid € 119 | 3leggedthing.com / niobo.pt

47

45

Para conseguir uma luz suave e difusa nas suas fotos de pessoas e produtos, eis uma softbox que roda a 360 graus e apresenta uma útil forma retangular de 40 x 60 cm.

46

Se tem uma câmara Sony e está a sentir dificuldades na iluminação, o F60 pode ajudar. Tudo graças a muitas funcionalidades e aos 1.200 lux LED de potência.

Case Logic Zoom SLR 201 € 43 | caselogic.com / worten.pt

47

Uma bolsa capaz de guardar uma câmara reflex com objetiva zoom instalada, num volume total de até 170 x 263 x 252 mm. Nylon por fora e almofadada por dentro.

48

Um monopé em liga demagnésio que surpreende: pesa apenas 532 gramas, mas suporta até 18 kg! Extensível em três secções até um total de 166 cm.

OUTRAS SUGESTÕES

Hahnel Pro Cube

OP Tech USA RainSleeve

Lumiquest Ultrasoft LQ103

€ 74 | hahnel.ie / comercialfoto.pt

€ 9 | optechusa.com / colorfoto.pt

€ 31 | lumiquest.com / beirafilme.pt

Este modelo do Pro Cube recarrega baterias de câmaras Olympus e Sony, mas há outras versões. Suporta duas baterias em simultâneo e ostenta um ecrã de controlo.

Se chover durante as suas sessões no exterior, a Rainsleeve está lá para salvar o dia! Para utilizar com a câmara na mão ou no tripé, com 45 x 17,8 cm.

O objetivo é suavizar as sombras e alcançar uma iluminação mais uniforme, reduzindo a luz até 2 1/3 stops. Um difusor fosco com 11,5 x 18,5 cm.

O Mundo da Fotografia


112

Presentes de última hora

49

Iris+ € 3DR Drone / obotics.com € 790 | 3dr t cialfoto.p iris / comer

Presente

sd e última ho ra 52

Adobe Photoshop Elements 13 € 83 | adobe.pt 50

Asus Transformer Pad TF 103CG € 279 | asus.pt

Epson Photo XP950 € 359 | epson.pt

51

49

Fotos e vídeos aéreos? É com o Iris+. Para instalar uma GoPro e com a função Follow Me em destaque. Tempo de voo de 16 a 22 minutos e 400 gramas de peso.

50

É o mais recente Asus Transformer Pad. Inclui teclado como opção e ostenta um ecrã de 10,1’’ com resolução de 1.280 x 800. Um belo presente, com CPU Intel Atom.

51

A Epson afirma que esta impressora A3 é “a melhor amiga do fotógrafo”. Certo é que inclui Wi-Fi, porta USB e que permite imprimir através de iPrint. Útil!

52

As novidades de edição trazidas pela versão 13 do Elements são muitas, mas a possibilidade de editar fotos captadas com o smartphone salta à vista!

OUTRAS SUGESTÕES

Canon Selphy CP910 € 109 | canon.pt

Inclui Wi-Fi, é compatível com AirPrint e “aceita” fotos que estejam no seu cartão SD ou numa pen USB. Uma impressora portátil que funciona em qualquer sítio!

O Mundo da Fotografia

Fujifilm Instax 8

Apple iPhone 6 Plus

€ 89 | fujifilm.eu/pt

€ 779 | apple.com/pt / vodafone.pt

Será a câmara instantânea mais divertida de sempre? Colorida é, certamente, pois está agora disponível em sete cores: branco, rosa, azul, amarelo, preto, lilás e framboesa.

A mais recente versão do iPhone da Apple inclui um modelo com ecrã de 5,5’’ (1.920 x 1.080) e com uma câmara de 8 MP que promete causar sensação.


113

Presentes de última hora

Mochila Targus Dart 16’’ € 69 | fnac.pt

a-102 Toshiba Kir shiba.pt € 1.499 | to

53

55

Polaroid Cube € 99 | polaroid.com / reflecta.com

Sony QX1 € 299 | sony.pt

54

53

O “rei” dos portáteis Toshiba no momento é o Kira, com ecrã de 13,3’’, CPU Intel Core i7, SSD de 256 GB, 8 GB de memória RAM, apenas 1,35 kg e até nove horas de autonomia.

54

Parece um brinquedo, mas é uma objetiva para acoplar ao smartphone e obter resultados convincentes! Com flash incorporado e sensor APS-C de 20,1 MP.

56

55

V ect E1759 FW AOC MyConn p.com € 159 | mmd-

Quase pode ser tida por uma camcorder de ação, mas é mais pequena ainda – tem apenas 35 mm, num formato cúbico! Suporta cartões de micro SD de até 32 GB.

56

Dá-lhe jeito um monitor de 17,3’’ (1.600 x 900) que se liga ao portátil (e é alimentado) por USB 3.0? Está aqui! Com apenas 1,28 kg e 18 mm de espessura.

OUTRAS SUGESTÕES

Braun Digiframe

Western Digital

800 Weather

Apple iPad Air 2

€ 99 | www.reflecta.com

€ 509 | apple.com/pt

€ 169 a € 259 | wdc.com

Deixe as suas fotografias e vídeos em reprodução na sala de estar com esta moldura digital da Braun. Com ecrã de 8“ (800 x 600) retroiluminado a LED.

É o mais recente dos iPad e é também 18% mais fino que a versão anterior. O ecrã tem 9,7’’ e uma resolução de 2.048 x 1.536. Um dos mais desejados presentes este Natal!

Uma prenda de eleição, sem dúvida, pois assim pode guardar todas as suas fotos sem o embaraço dos fios. Um disco externo wireless com 500 GB, 1 TB ou 2 TB.

My Passport Wireless

O Mundo da Fotografia


114

Nesta edição

CD-ROM

Nesta edição

A única revista de fotografia que oferece um CD grátis com um curso completo em vídeo com tudo sobre o Adobe Lightroom!

Q

Curso Completo Aprenda Lightroom 3ª parte: Ferramentas de edição

composições e aplique ajustes de cor básicos. Evolua! Mas este mês temos uma novidade, também relacionada com a edição de imagem. Oferecemos-lhe alguns materiais que pode utilizar para dar um toque especial às suas fotos – explore os dez presets de Lightroom incluídos neste CD, e utilize as vinte imagens de céus em JPG que colocamos à sua disposição. E todos estes conteúdos estão relacionados com os vídeos de edição de imagem na revista, que nesta edição também lhe mostram como pode aplicar efeitos de vinhetagem com o Elements. Jorge Daniel Lopes

Personalize e use as ferramentas essenciais.

Fabricado na UE OMF116/Dezembro/2014

uas fotos o externo.

D

E

1

Usar as ferramentas essenciais Domine e personalize cada uma...

4

3

2

PO

Observe o histograma e corrija problemas tonais.

PA R SE TE R I NT VE E N GR DI A DO N T SE E D PA A RA R E DA VI S M TA EN E TE NÃ . O

2

e edição

vídeo das des . Use as olucione magem!

Como corrigir problemas tonais Use o histograma e melhore os tons.

Use Smart Previews para editar fotos num disco. Aperfeiçoar as suas composições Aplicar ajustes de cor básicos

Recorra à ferramenta Crop Overlay.

5

Melhore imagens dessaturadas.

Apre Lightronoda m Part e3

Ferram e de ediç ntas ão

este CD é parte integrante da edição nº 116 da revista O Mundo da Fotografia e não pode ser vendido separadamente.

1

pleto om

Novo curso completo em vídeo

álises em vídeo Passatempos mensais testes às câmaras As melhores fotos e encontra na revista. enviadas pelos leitores.

4

Conteúdos extra 10 presets de Lightroom e 20 imagens de céus.

Guia de compras Com análises em PDF e muitas dicas úteis.

Aprenda Lightroom É

o:

C

ue tal está a correr a sua experiência de edição com o Lightroom ? Sabemos que bem, pois é esse o objetivo dos vídeos que o novo curso Aprenda Lightroom lhe traz todos os meses com a sua revista OMF. E a terceira parte da série entra já no campo das ferramentas de edição propriamente ditas. Com estes cinco novos vídeos, vai ficar a conhecer, antes de mais, o módulo Develop do Lightroom. Depois prepare-se para a "ação", por assim dizer: corrija problemas de tons observando o histograma, use Smart Previews para editar fotos num disco externo, recorra ao Crop Overlay para melhorar

Domine as poderosas e criativas ferramentas de edição deste programa.

deste CD-Rom está disponível nas páginas da revista. A Goody s.A. verificou com um antivírus todas as fases de produção deste CD-Rom. Apesar disso, recomendamos a utilização de um antivírus antes de proceder à sua utilização e/ou instalação de ficheiros nele contidos. A Goody s.A. não pode ser responsabilizada por qualquer dano causado pela utilização deste CD-Rom ou de ficheiros nele contidos. se persistir algum problema na utilização deste CD-Rom, pode contactar-nos através do endereço de e-mail fotografia.digital@goody.pt, mencionando como assunto Ajuda CD. no caso de um CD-Rom estar danificado, com riscos profundos ou partido, contacte-nos para que possamos proceder à sua substituição gratuita. Use o endereço de e-mail assinaturas@goody.pt para esse efeito.

photoshop

5

Aplique ajustes de cor básicos rapidamente.

Tutorial extra em vídeo!

O

CD

Aperfeiçoe composições com o Crop Overlay. AvIso ImpoRtAnte: este CD-Rom é compatível com os sistemas operativos Windows e mac os. A listagem detalhada dos conteúdos

Os guias passo a passo da revista em vídeo

contEúDos Extra Oferta de dez presets Lightroom e 20 imagens de céus em JPG

E ainda...

tEstEs EM VÍDEo

CLIQUE AQUI

As análises às câmaras que encontra na revista

31/10/14 16:11

Edição em Photoshop Elements

1

Efeitos de vinhetagem mais criativos nas suas fotos.

O Mundo da Fotografia

Olhares de dezembro As melhores fotos enviadas pelos leitores. Consulte as regras e participe também!

Missão de dezembro: silhuetas fantásticas! As imagens mais inspiradores que recebemos este mês.

Análises em vídeo As câmaras em teste detalhado na edição deste mês: Sony A7s e Samsung NX mini.

Conteúdos extra Para a fase de edição de imagem: dez presets de Lightroom e vinte imagens de céus em JPG.


Distância focal: 17mm · Exposição: F/5.6 (0,3) Auto, 1/200 seg · ISO 200

Introdução da Primeira objetiva para sistemas Micro Four Thirds: Zoom ultra potente tudo num só corpo

14-150mm

Para Micro Four Thirds

NOVO em 2 Cores Preto & Prateado

F/3.5-5.8 Di III

Uma objetiva compacta tudo num só corpo extremamente versátil e qualidade de imagem excecional. Para sistemas sem espelho Micro Four Thirds com objetivas intermutáveis*. Modelo C001 disponível em acabamentos Preto e Prateado. Esta objetiva é otimizada para câmeras sem espelho com objetivas intermutáveis. É fornecido com para-sol em forma de pétala de flor. * „Câmeras sem espelho com objetivas intermutáveis“ também conhecido como „Câmeras de Sistema Compactas“ Este produto é conforme ao sistema „Micro Four Thirds Standard“ estabelecido pela Olympus Imaging Corporation e pela Panasonic Corporation. Micro Four Thirds™ e o logo Micro Four Thirds são marcas ou marcas registadas pela Olympus Imaging Corporation, no Japão, Estados Unidos de América, União Europeia, e noutros países. Os nomes das empresas e produtos neste documento são marcas ou marcas registadas nos seus respetivos proprietários.

www.tamron.eu

Registe-se em: www.5years.tamron.eu


O mundo da fotografia digital dezembro 2014