Page 1

NOTÍCIAS DA SEMANA #119

Deputado Estadual - PT/RS

aldeci Oliveira Boletim informativo do mandato - 31 de maio de 2013

Cancelas abertas em Farroupilha Um novo tempo começa nas estradas do RS Pedro Revillion

Leia também nesta edição OBRAS E DESENVOLVIMENTO

Com a derrubada das liminares que sustentavam os serviços das concessionárias dos polos Caxias do Sul e Lajeado, a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) passa a administrar três praças localizadas em Lajeado: uma na RS-130 e duas na RST-453. Outras três localizadas na BR-386 serão extintas e devolvidas à União. No polo de Caxias, a EGR assume uma praça, na RS-122, e o Governo Federal, duas: ambas na BR-116. Já a praça de pedágio de Farroupilha, também na ERS-122, teve as cancelas abertas pelo Estado na última sexta e não voltará mais a funcionar, conforme o governador Tarso Genro. Tiago Machado

Assinada ordem de serviço da estrada Tupã-Santa Tecla VITÓRIA DO GOVERNO

Ford é condenada a ressarcir RS por receber incentivos fiscais e não instalar fábrica em 1998


Valdeci Oliveira

Governo anuncia fim do pedágio de Farroupilha

Em ato simbólico de extinção da praça de pedágios de Farroupilha, na ERS-122, na sexta-feira (31), o governador Tarso Genro confirmou o encerramento da cobrança de tarifas naquela praça - que pertencia ao polo de Caxias do Sul - e classificou o fim do pedágio como um momento histórico para o Estado. Tarso reiterou que a ação na ERS-122 é uma conquista do Estado e da recuperação das funções públicas. O chefe do Executivo afirmou que o ato consolida o resgate do direito de ir e vir dos cidadãos da Serra, destacou os reflexos

na economia local e garantiu que o Executivo vai manter os serviços prestados aos usuários. Em média, por ano, a concessionária que explorava aquela praça arrecadava R$ 52 milhões. “Aqui tem um símbolo muito concreto do que significa esses R$ 52 milhões que vão começar a girar na economia microrregional, pois as pessoas vão comprar carne, sapato, roupa, tomar uma cervejinha. Este dinheiro vai ser disseminado na economia”. Ao ressaltar as conversas com o Governo Federal sobre

2

Pedro Revillion

o futuro das praças localizadas em estradas federais, Tarso afirmou que os pedágios serão extintos nesses locais. “A União, junto com o Governo do Estado, vai avaliar se é necessário ou não repor esses pedágios mais tarde, dentro de um sistema integrado. Em relação aos demais pedágios do RS, nós fizemos rebaixamento de preço que equivale, mais ou menos, à metade do que vinha sendo cobrado, porque nós não computamos a inflação desse período e baixamos de 25% a 30%. Isso significa mais dinheiro circulando nas regiões”, comentou.


3

Valdeci Oliveira

Novo modelo de pedágios favorece desenvolvimento O modelo de pedágios vigente no Rio Grande do Sul há 15 anos e que é fonte constante de reclamações pelos usuários das rodovias gaúchas começa a ser desbancado. O fechamento do pedágio de Farroupilha foi um compromisso assumido pelo governador na campanha eleitoral. “Neste momento temos uma decisão judicial que nos autoriza a tomar conta de alguns polos. Vamos, portanto, cumprir com a nossa proposta programática de encerrar o pedágio de Farroupilha, que é um pedágio que tem contestação da comunidade produtiva da região e dos cidadãos”, disse Tarso. O governador confirmou que a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) reverteu as decisões que garantiam às concessionárias Convias e Sulvias a manutenção dos polos de pedágios de Caxias do Sul e Lajeado, respectivamente. Com isso, as praças passam à administração estadual, através da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR). O presidente da EGR, Luiz Carlos Bertotto, anunciou os valores das tarifas que serão cobradas nas praças: a tarifa para automóveis será de R$ 5,20 - hoje o valor é de R$ 7,00 - e para caminhões o valor máximo (para veículos 6 eixos) será de R$ 18,50 - sendo que hoje o valor é de R$ 26,40. [veja a tabela ao lado]. Bertotto afirmou que a EGR tem como meta melhorar a manutenção das rodovias. “Queremos reduzir tarifas e melhorar os serviços ao cidadão, que hoje não são adequados”, afirmou. Para o líder do governo na Assembleia, deputado Valdeci Oliveira (PT), os anúncios estimulam o desenvolvimento do Estado. “Hoje temos estradas ruins e com pedágios abusivos. Isto só fez aumentar o custo Rio Grande. Queremos alterar isso em favor do povo, dos trabalhadores e da economia gaúcha”, afirmou.

Agência ALRS

Veículo

Valor atual Valor EGR

Automóvel

R$ 7,00

R$ 5,20

Veículos comerciais/ ônibus com dois eixos

R$ 8,80

R$ 6,10

Veículos comerciais/ ônibus com três eixos

R$ 13,20

R$ 9,20

Veículos comerciais/ ônibus com quatro eixos

R$ 17,60

R$ 12,30

Veículos comerciais/ ônibus com cinco eixos

R$ 22,00

R$ 15,40

Veículos comerciais/ ônibus com seis eixos

R$ 26,40

R$ 18,50

Automóveis com reboque terceiro eixo R$ 10,50

R$ 7,90

Veículos de passeio com dois eixos mais reboque

R$ 10,50

R$ 14,00


Valdeci Oliveira

Governador se reúne com Frente Parlamentar das Ferrovias O governador Tarso Genro recebeu, na terça (28), no Palácio Piratini, os deputados que integram a Frente Parlamentar em Defesa do Transporte Ferroviário para discutir a mobilização do Estado pela implantação da Ferrovia Norte-Sul. Integrante da Frente, o deputado Valdeci Oliveira (PT) participou do encontro junto com outros 13 parlamentares de diferentes partidos. O governador confirmou aos deputados que o ministro dos Transportes, César Borges, estará em Porto Alegre, no próximo dia 28 de junho, para discutir a Ferrovia Norte-Sul. Em virtude da confirmação da agenda, o governador e a Frente Parlamentar definiram a elaboração de um documento conjunto, subscrito por autoridades públicas e lideranças dos setores empresarial e produtivo gaúchos, para ser entregue ao ministro manifestando apoio coletivo à implantação da nova ferrovia no Estado. Na primeira semana de junho será realizada uma reunião preparatória à vinda do ministro, que reunirá deputados e secretários estaduais e terá coordenação do secretário estadual de Desenvolvimento, Mauro Knijnick. “Cada

4

Tiago Machado

região quer estar incluída no traçado da ferrovia. Isto é legítimo e tem de ser discutido. Mas certamente o mais importante é contemplar o desenvolvimento sócio-econômico do Estado como um todo”, disse o governador. De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura, Caleb de Oliveira, em abril de 2014, será concluído pelo governo federal o Estudo de Viabilidade que está em andamento e que servirá de base para definir o traçado da Norte-Sul, que vai ligar Belém, no Pará, ao Porto de Rio Grande, no Rio Grande do Sul. “Após a conclusão do estudo, serão feitas as licitações do projeto técnico da rodovia e da obra. Como serão (as licitações) através de Regime Di-

ferenciado de Contratações Públicas (RDC), o andamento será bastante agilizado”, explicou. O deputado Valdeci Oliveira vai contribuir na elaboração do documento e participará da agenda com o ministro. “É um tema que interessa muito à região Central do Estado e, portanto, vamos acompanhar até o fim. Muito importante essa união de esforços entre o governo do Estado e o conjunto dos deputados”, disse ele. No próximo dia 14 de junho, por proposição de Valdeci, será realizada audiência pública na Câmara de Vereadores de Santa Maria para discutir o tema da Ferrovia Norte-Sul.


5

Valdeci Oliveira

Comissão apresenta relatório e diretrizes para lei contra incêndio A Comissão Especial de Revisão e Atualização de Leis contra Incêndio apresentou seu relatório e um panorama do que pode estar na contemplado nova lei de segurança, prevenção e proteção contra incêndios do Rio Grande do Sul. O relatório formal ainda deve ser finalizado e apresentado na Comissão nas próximas reuniões, estando apto para votação no Plenário em algumas semanas. Na reunião da última segunda (27), na Assembleia Legislativa, os deputados estaduais apresentaram o trabalho realizado nos quatro meses de vigência da comissão. Durante 14 reuniões, foram ouvidos técnicos de diversas áreas e especialistas em prevenção de incêndio. Destas audiências públicas, foram tirados os principais pontos que devem se tornar

Marcos Eifler

a lei estadual. O líder do governo na Assembleia, deputado Valdeci Oliveira (PT), também faz parte deste grupo de trabalho e salienta a importância de aprimorar não só a lei, mas também a fiscalização. “Estamos criando uma lei completa, ampla e que contemple vários aspectos da prevenção

de incêndio se a fiscalização não for eficiente. Precisamos que os órgãos responsáveis, seja do Estado ou dos Municípios, tenham o respaldo da lei e que possam aplicar as penalidades cabíveis. Vamos recomendar ao Poder Executivo que defina uma multa pesada e única aos infratores da legislação”, comenta.

Valdeci nas Missões neste sábado Após cumprir agendas em Uruguaiana, Barra do Quaraí, Maçambará, Santo Antônio das Missões e Porto Xavier, desde a última quarta-feira (28), o deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) volta a cumprir compromissos na região das Missões neste sábado (1º de junho).

A primeira atividade será uma reunião, às 9h, com o prefeito de São Miguel das Missões, Hilário Casarin, e com o vice-prefeito Francisco Fang. Depois, na Câmara de Vereadores, se reunirá com a direção do PT e militantes. Às 14h, em Vitória das Missões, terá audiência com o prefeito

Cézar Coleto, o vice-prefeito João Borchartt e secretários municipais. À tarde, vai participar de reunião partidária na Câmara Municipal. Na última agenda, em São Luiz Gonzaga, prestigiará jantar dos servidores da segurança pública na sede da Associação da Polícia Civil.


Valdeci Oliveira

Ford é condenada a ressarcir RS em R$ 162 mi por não instalar fábrica Uma decisão da 5ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre condenou a montadora Ford a ressarcir o Estado do Rio Grande do Sul em R$ 162 milhões, por investimentos realizados para a implantação de uma filial da empresa, em 1999. Na época, a Ford já havia recebido recursos para o início das obras de instalação da fábrica, quando se retirou do negócio alegando falta de pagamento por parte do governo do Estado, após transição de mandatos em 1999. Ainda cabe recurso da decisão ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS). Em 1998, a Ford assinou contrato para a instalação de uma fábrica de automóveis na cidade de Guaíba, Região Metropolitana. Também foi assinado um financiamento com o Banrisul de forma a disponibilizar para a empresa a quantia de R$ 210 milhões. Pelo acordado, o dinheiro seria liberado aos poucos, mediante prestação de contas das etapas. No entanto, após o pagamento da primeira parcela, a Ford se retirou do negócio alegando atraso no pagamento da segunda parcela. Também citou motivos de ordem política com o novo governo que assumia. Segundo o processo, movido pelo Palácio Piratini, o negócio trouxe muitos preju-

6

Elias Eberhardt / CP Memória

ízos ao erário público. Na época, houve, inclusive, a CPI da Ford, que constatou o dever de restituir esses danos por parte da empresa ré. Foi ajuizada ação para devolução da primeira parcela do financiamento no valor de R$ 42 milhões, gastos com aquisição de máquinas e equipamentos para as obras no valor de cerca de R$ 93 milhões e perdas e danos pelos gastos com a colocação de servidores públicos à disposição do desenvolvimento do projeto, despesas com publicações de atos na imprensa e com estudos técnicos e análises para disponibilização de infra-estrutura. Ainda foram incluidos na ação custos com publicações de decretos de desapropriação e indenização aos proprietários expropriados com

juros compensatórios; despesas com taxas, emolumentos e registro de atos do contrato; honorários advocatícios decorrentes de discussões quanto à imissão provisória na posse; despesas no Porto de Rio Grande não incluídas no financiamento; e custos com licitações. A juíza Lílian Cristiane Siman, da 5ª Vara da Fazenda Pública do Foro Central de Porto Alegre, julgou parcialmente procedentes os pedidos. Segundo a magistrada, sobre o desfazimento do negócio pela ré, ficou demonstrada a inadequação do procedimento da mesma ao retirar-se do empreendimento na pendência da prestação de contas. Entre a data prevista para a liberação da seCONTINUA >>>


Valdeci Oliveira

<<< CONTINUAÇÃO

gunda parcela do financiamento e a notificação da empresa informando sobre sua retirada do empreendimento decorreram somente 29 dias, o que, pelo volume de documentação acostada com a prestação de contas, não é excessivo. A Juíza também destacou o fato alegado pela ré, para abandonar o negócio, de que já teria havido a prorrogação da liberação da segunda parcela do financiamento, de 30/09/1998 para 31/03/1999. No entanto, a magistrada explicou que "o suposto atraso (suposto porque, na verdade, não se implementou, mas sim teve retardado seu implemento porque condicionado á regularidade da pres-

tação de contas relativa à primeira parcela do financiamento), de 29 dias não justificaria a postura adotada pela ré, retirando-se do empreendimento". Ela ainda destacou a cláusula 12ª do contrato que previa: caso a Ford, injustificadamente, venha a desistir da implantação do Complexo, ficará obrigada a devolver, a valor presente, importâncias recebidas, obrigando-se, ainda, por ressarcir o Estado pelos gastos por realizados em obras de infra-estrutura dentro da área do Complexo Ford. A magistrada determinou que o contrato está formalmente rescindido. Também condenou a Ford à devolução da primeira parcela do financiamento no valor de R$

7

36 milhões (R$ 42 milhões iniciais, dos quais devem ser deduzidos R$ 6 milhões, relativo à terraplenagem do terreno onde seria instalado o complexo e se somou ao patrimônio do autor da ação), cerca de R$ 93 milhões referentes à aquisição de máquinas e equipamentos e cerca de R$ 33 milhões referentes aos estudos técnicos e análises para disponibilização de infra-estrutura. Todos os valores devem ser corrigidos pelo IGP-M e acrescidos de juros de 6% ao ano, a contar da citação até a vigência do Novo código Civil (10/01/2003), após os juros devem ser calculados em 12% ao ano. Fonte: Correio do Povo


Valdeci Oliveira

Infraestrutura para a Copa 2014 é tema na CPI da Telefonia na AL-RS A Assembleia Legislativa realizou, na segunda (27), a quinta reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia. Os parlamentares registraram as correspondências recebidas de instituições e de vereadores de diversos municípios, solicitando providências da CPI e manifestando apoio ao trabalho dos deputados estaduais. O titular da Secretaria Municipal Extraordinária para a Copa de 2014, João Bosco Vaz, prestou depoimento sobre as condições da Capital para o recebimento de turistas para o Mundial. Dentro do tema específico da CPI, Vaz comentou que será difícil para os cronistas esportivos transmitirem as informações. “Os repórteres não conseguem se conectar para enviar as matérias, fotos e informaMarcelo Bertani

8

Marcelo Bertani

ções para a redação ou para o estúdio. Isso precisa ser mudado”, disse. Uma das preocupações do secretário é de não se ter condições de oferecer a transmissão de dados e o sinal de telefonia para os turistas e para os profissionais que trabalharão no Mundial. Ele citou a experiência da Copa de 2010. “Em uma pesquisa com 50 países após o Mundial, a África do Sul teve a questão da telefonia considerada boa. É um legado que fica. Um ano depois, estivemos no país e pudemos confirmar que funciona. Também queremos a qualidade do serviço. Para nós, a telecomunicação é um grande legado que precisa ficar pós-Copa do Mundo. Se nós não tiver-

mos telecomunicação que funcione, nós vamos fazer fiasco na Copa do Mundo”, comenta Vaz. O deputado Valdeci Oliveira (PT) alertou para o fato das propagandas serem diferentes do produto recebido pelo cidadão. “No comercial, os produtos são ilimitados, oferecem vantagens e muito mais, mas na realidade aparecem casos como falta do sinal, cobranças indevidas, pacotes de produtos e serviços não solicitados, entre outros exemplos”, comentou. A CPI da Telefonia está agendando para ouvir representantes do Sindicato dos Telefônicos do RS (Sinttel), deputados federais que trabalham a temática na Câmara Federal e representantes da Anatel.

João Bosco Vaz foi depoente na CPI da Telefonia


9

Valdeci Oliveira

Dilermando recebe patrulha agrícola do Estado Os produtores rurais de Dilermando de Aguiar foram contemplados com a entrega de dois tratores novos pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR). O ato ocorreu no sábado (25) e contou com a presença do secretário da pasta, Ivar Pavan, do prefeito Jaime Lima, do líder do governo na Assembleia Legislativa, Valdeci Oliveira, do diretor de Infraestrutura da SDR, Vilmar Galvão, de secretários municipais e da comunidade. Conforme Pavan, a entrega da patrulha agrícola faz parte da estratégia do governo do Estado de aumentar a produtividade das pequenas propriedades e de evitar o êxodo rural. Em Dilermando, os novos tratores vão apoiar principal-

Tiago Machado

mente produtores que atuam na bacia leiteira, na piscicultura e na fruticultura. “Podem parecer ações pequenas para o conjunto do Estado, mas parcerias com essa incidem diretamente na melhoria das condições de vida dos agri-

cultores familiares”, destacou Valdeci. Na sexta (24), Ivar Pavan também fez a entrega de tratores e anunciou recursos para apoiar agricultores familiares de São Gabriel, Santa Margarida do Sul.

Sinal verde para obra Tupã-Santa Tecla Atendendo compromisso do governador Tarso Genro com os produtores rurais e a população de Tupanciretã e região, o diretor geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER), Carlos Eduardo Vieira, assinou, na quinta (30), a ordem de serviço do asfaltamento da rodovia RSC-392, que liga o município à localidade de Santa Tecla. A obra é funda-

mental porque beneficiará o escoamento da produção local de soja, trigo e milho. Com a assinatura, os trabalhos, no trecho de cerca de 45 quilômetros, começam nos próximos dias. O governo do Estado investirá cerca de R$ 50 milhões no serviço. “Havia um angústia muito forte da comunidade, por esta ser uma obra que incide diretamente no desenvolvimento

da região. Muitas dificuldades técnicas e burocráticas foram superadas, a partir do envolvimento direto do governador e do diretor geral do DAER, o Vieira. O nosso mandato acompanhará agora todas as etapas do andamento do serviço”, disse Valdeci, que foi representado na assinatura da ordem de serviço pelo seu chefe de gabinete, Genil Pavan.


Valdeci Oliveira

Valdeci pede ampla defesa a Dilma e Tarso em plenária do PT O deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) participou da plenária regional do Partido dos Trabalhadores, no sábado (25), no Clube Comercial, em Santa Maria, e pediu empenho da militância na defesa dos governos Dilma Rousseff e Tarso Genro. Líder do governo do Estado na Assembleia Legislativa, Valdeci elencou ações da gestão, como a prioridade para o asfaltamento dos acessos municipais, a valorização dos servidores públicos, a mudança no modelo de pedágios e a prioridade para o cumprimento dos 12% da receita na saúde. Destacou ainda que é dever dos petistas dialogar com a população sobre as ações em andamento no Estado e mostrar os avanços proporcionados há 10 anos no país. “O PT tem que se orgulhar do legado que propiciou, junto com seus aliados, nessa década de governo federal e mostrar que fará ainda mais para tornar o Brasil mais justo

10

Tiago Machado

e desenvolvido”, destacou. Valdeci também enalteceu o trabalho de recuperação da capacidade de investimento do Estado. “O governo Tarso não ficou apenas lamentando a herança que recebeu. Trabalhou muito politica e tecnicamente e captou mais de R$ 5 bilhões para investimentos em todas as áreas. O momento agora é de transformar esses recursos garantidos em obras e melhorias para o povo gaúcho”, salien-

www.facebook.com/valdecioliveira13

tou. Também no sábado, o deputado participou da plenária regional do PT, realizada no Clube 7 de Setembro, em Jaguari. Os encontros regionais são organizados pelo PT Estadual desde o início do mês e têm como pauta a discussão da conjuntura política nacional, o governo estadual, o Processo de Eleições Diretas do PT e a Reforma Política.

www.twitter.com/valdeci13

NOTÍCIAS DA SEMANA - INFORMATIVO DO DEPUTADO ESTADUAL VALDECI OLIVEIRA (PT) LÍDER DO GOVERNO NA ASSEMBLEIA - Produção: jornalistas Tiago Machado (MTB 9415) e Tiago Dias (MTB 15050); colaboração: Gabriela Freitas - Projeto gráfico e diagramação: Tiago Dias - Contato: (51) 3210.1880 Participe com sugestões, críticas ou opiniões pelo e-mail: noticiasdovaldeci@gmail.com


11

Valdeci Oliveira

Valdeci acompanha comitiva da Expo São Luiz em agenda com governador e na Setur

O governador do Estado, Tarso Genro, está oficialmente convidado para a Expo São Luiz. O convite foi entregue, na terça (28), no Galpão Crioulo do Palácio Piratini, pelo presidente da feira, José Antonio Werle, acompanhado do deputado estadual Valdeci Oliveira (PT). Tarso manifestou o desejo de participar. “Quando o convite vem com antecedência é melhor para que possamos nos organizar. Vamos nos agendar”, disse Tarso (foto ao lado). O evento ocorre na cidade de São Luiz Gonzaga, na região das Missões, de 2 a 6 de outubro de 2013. Em outra agenda, na parte da manhã, a comitiva esteve na Secretaria Estadual de Turismo (Setur) e apresentou a feira e sua importância para toda a região (foto abaixo). Conforme o líder do governo, o apoio da

Tiago Dias

Na comitiva, além das soberanas, também estavam o vice-prefeito, Mário Trindade, o pres. da Associação Comercial e Industrial, Sérgio Torres dos Santos, o pres. da Câmara de Vereadores, José Antonio Caetano Braga e o coord. regional do mandato, Jarcedi Terra.

secretaria é fundamental para o sucesso do evento. “Já estive em outras edições da feira e verificamos que é uma oportunidade para produtores locais, indústria e comércio da região. É um evento que possibilita muitos negóTiago Dias

cios, além de ser um atrativo de lazer e cultura contando inclusive com shows nacionais”, diz Valdeci. A chefe de gabinete da Setur, Córa Chiappetta, destacou que a região das Missões está recebendo atenção especial da secretaria. “Queremos tornar a região um dos polos centrais do turismo, especialmente pela riqueza histórica e cultural que ela tem. Vamos fomentar o turismo e, com encontros técnicos, incentivar os empreendedores a acolher o turista, para mostrar seus produtos e serviços, visando o desenvolvimento local”, afirma. A estimativa é de que o público seja superior ao da edição anterior, que registrou 60 mil pessoas durante os 4 dias do evento.


ARTIGO

12

Educação Popular e Escola Contemporânea Aproveito nosso espaço para, desta vez, fazer um convite antecipado à comunidade santa-mariense e regional, especialmente àqueles que atuam, são envolvidos ou mesmo se interessam pela relevante pauta da educação. Na semana que vem, de quarta a sábado, 5 a 8 de junho, Santa Maria sediará a 13ª edição do Congresso Internacional de Educação Popular, evento que neste ano faz uma aprofundada discussão sobre a escola contemporânea. O professores Pedro Demo (UnB), Tânia Rösing (UPF), César Nunes (Unicamp), Dinarte Belato (Unijuí), Hamilton Werneck (Universidade Cândido Mendes-RJ) e Juremir Machado (PUC-RS), que também é jornalista, são os conferencistas confirmados. Junto a eles, se somam uma série de profissionais e educadores locais, que contribuirão nos círculos de debates acerca dos trabalhos inscritos e aprovados pela comissão científica do Congresso. Como é tradição, não faltarão temas atuais e instigantes no rol de

sete conferências, eixos temáticos e sub-eixos previstos, entre eles a humanização na educação, a saúde, as novas mídias e tecnologias, a pesquisa, o consumo consciente, a aprendizagem, os desafios da escola, e a relação do trabalho e educação, entre outros. Como se observa, o evento, apesar de ser voltado à educação, é um espaço de discussão sobre a sociedade como um todo já que a educação popular tem como alicerces justamente o diálogo, o cotidiano do educando, a participação, o saber da comunidade e a consciência cidadã. É do interesse coletivo que o processo de aprendizagem seja cada vez menos tecnicista para se tornar cada vez mais amplo, efetivo, plural e popular, como defendia o grande Paulo Freire. Nesse sentido, agrega no Congresso também a participação e a apresentação de experiências locais e com forte apelo social, como a do Projeto Esperança/Cooesperança e da Escola Marista, do bairro Nova Santa Marta.

Portanto, quem for até o Clube Dores acompanhar o conjunto de atividades previstas, sairá de lá enriquecido pela qualidade e pela diversidade de temas em exposição e, principalmente, em debate. A troca de experiências e a interação com o público presente é uma das marcas do Congresso de Educação Popular, que em 2013 não deixará de ser fortalecida. Registre-se, por fim, o nosso reconhecimento aos promotores e apoiadores do evento – o Movimento Brasileiro de Educadores Cristãos (Mobrec), o Cpers, a Prefeitura, a UFSM, a 8ª CRE, o Projeto Esperança, o Instituto Farroupilha, entre outros - que há meses trabalham com muita dedicação para garantir a presença dos palestrantes e para organizar as conferências. Certamente, o esforço será recompensado, mais uma vez, com um grande congresso para orgulho de Santa Maria, a capital da educação popular e sempre uma referência na realização de eventos deste porte. imagem ilustrativa - www.sxc.hu

Artigo do deputado Valdeci Oliveira, publicado no jornal A Razão de quinta-feira, dia 30 de maio


13

Valdeci Oliveira

REGISTROS DA SEMANA Tiago Machado

Atividade com o secretário de Desenvolvimento Rural, Ivar Pavan, e prefeito Jaime Lima em Dilermando de Aguiar Tiago Machado

Prefeito Roque assina convênio com Secretaria de Desenvolvimento Rural

Tiago Machado

Em São Gabriel, com prefeito Roque Montagner e equipe de governo Tiago Machado

Diretor de Infraestrutura da SDR, Gilmar Galvão, confirma entrega de dois tratores para produtores de São Gabriel Tiago Machado

Valdeci durante a plenária de prestação de contas do mandato em São Gabriel

Gabriela Freitas

Com secretários de Ibirubá: sec. Administração e Planejamento, Gustavo Roberto Schroeder, sec. Educação, Jussara Rodrigues, e sec. Indústria e Comércio, Olindo de Campos


14

Valdeci Oliveira

REGISTROS DA SEMANA Gabriela Freitas

Reunido com o advogado Fábio Bilhar sobre os 84 aprovados no Concurso Capitão da Brigada Militar Rômulo Vargas

Almoço em Itacurubi, com prefeito José Grosso e equipe de governo

Tiago Machado

Café da manhã com lideranças em Santa Maria

Rômulo Vargas

Agenda em Minas do Leão com criadores de cavalos e participantes de rodeios Tiago Dias

Reunido com diretores da Associação dos Revendedores de Veículos de Santa Cruz do Sul, Fabio Caramello, Tarcizio Possati e Victor Kaminski Rômulo Vargas

Com o prefeito de Uruguaiana, Luiz Augusto Schneider, e o companheiro e ex-prefeito de Barra do Quaraí, Maher Jaber


15

Valdeci Oliveira

REGISTROS DA SEMANA Tiago Dias

Com o secretário de Ação Comunitária e Cidadania de Santa Maria, Adelar Vargas (centro), e companheiro Jeferson Nunes

Gabriela Freitas

Dirigente do SERPRO, Edison Helbert

Rômulo Vargas

Em Uruguaiana, com a titular da 10ª Coord. Reg. de Educação, Maria de Lourdes D´Ávila, e com o ex-prefeito de Barra do Quaraí, Maher Jaber

Gabriela Freitas

No gabinete, na Assembleia, em entrevista à Rádio São Luiz AM 1060

Tiago Dias

Rômulo Vargas

Entrevista na Rádio Cipoense, de Capão do Cipó, juntamente com o prefeito Alcides Meneghini

Governador sanciona lei que institui o programa Mais Água, Mais Renda


16

Valdeci Oliveira

REGISTROS DA SEMANA Rômulo Vargas

Na escola Roseli Correa, de Capão do Cipó

Rõmulo Vargas

Plenária do Mandato em Santiago

Paulo Cesar Bassan

Plenária do Mandato em Pinhal Grande

Rômulo Vargas

Secretário de Desenvolvimento Rural, Ivar Pavan, em plenária regional PT em Jaguari Gabriela Freitas

Prefeito de Dilermando de Aguiar, Jaime Lima da Silva

Gabriela Freitas

Prefeito de São Pedro do Butiá, José Henrique Heberle


17

Valdeci Oliveira

REGISTROS DA SEMANA Rômulo Vargas

Reunião com na Câmara de Dirigentes Logistas de Uruguaiana

Rõmulo Vargas

Reunião com pequenos produtores da Vila Branca, em Santiago, junto com o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Ivar Pavan Gabriela Freitas

Com o vereador Juliano Ravazi, de Dilermando de Aguiar

Rômulo Vargas

Reunião com diretoria do Centro Empresarial de Santiago

Christiano Ercolani

Reunião na casa do amigo Paulo, na Vila Carolina, em Santa Maria Paulo Cesar Bassan

Visita à Escola Estadual Básica Tiradentes, em Nova Palma


Valdeci Oliveira

REGISTROS DA SEMANA Rômulo Vargas

Agenda nossa em Entre-Ijuís, com a presença do vereador Buiaco e do prefeito Paulo Meneghine Rõmulo Vargas

Entrevista na Rádio Itapevi, de Maçambará, com a vereadora Cláudia e companheiro Paulinho, presidente do PT Rômulo Vargas

Reunião sobre as 30 horas da enfermagem em São Luis Gonzaga, com a presença da vereadora Chuchu e do vereadores José Luis Vieira, Edersom Moraes e Paulo Fraga. Acompanhado do companheiro Jarcedi Terra

18 Rômulo Vargas

Em Barra do Quaraí, com prefeito Iad, ex-prefeito Maher e companheir@s que trabalham em prol do desenvolvimento do município Christiano Ercolani

Na Câmara de Vereadores de Maçambará, com o prefeito Aldérico Copatti, a vice Adriane Schramm, e a vereadora Cláudia Martins Genil Pavan

Em Tupanciretã, o diretor geral do Daer, Carlos Eduardo Vieira (à direita), assinou ordem de início das obras da estrada Tupã-Santa Tecla,

Notícias da Semana * 119  

31 de maio de 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you