Page 1

ACESSE A VERSÃO DIGITAL

Informativo do Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente no Estado da Bahia

Ano XXXI – Nº 13 – 07 de maio de 2018 DIDICA VASCONCELOS

Embasa e Cerb terão trabalhador (a) no Conselho de Administração

A Cerb parece ainda não ter acordado totalmente para a exigência legal de escolher um representante dos (das) trabalhadores (as) para o seu Conselho de Administração, mas a Embasa já traçou todo o roteiro para que isso aconteça nela. A inscrição de candidatos será entre os próximos dias 10 e 18, e a votação cairá no período de 12 a 14 de junho. No dia seguinte a categoria conhecerá quem lhe representará no Conselho. Esse é um pleito antigo da nossa categoria, e que agora vai se concretizar com a determinação da Lei das Estatais. Vamos, com isso, poder discutir e traçar políticas que visam não só as melhorias das condições de trabalho, mas sobretudo o atendimento da população com políticas voltadas para a universalização dos serviços de saneamento básico. PÁGINA 2

CAMPANHA SALARIAL Terça é dia de novas negociações com Embasa e Cerb Trabalhadores (as) da Embasa rejeitaram a última proposta de acordo apresentada pela empresa e seguem com mobilização. Sexta farão novas assembleias na capital e interior. Com a Cerb, além da renovação do acordo coletivo, vamos cobrar a aplicação da promoção por antiguidade, conforme previsto no plano de cargos e salários. PÁGINAS 2 e 4

www.sindae-ba.org.br

ASSEMBLEIA CAB

COMEÇA NESTA SEGUNDA AS REUNIÕES COM EMPRESAS PRIVADAS (TOMENOTA)

PÁGINA 6 OPERADORES QUEREM APLICAÇÃO DE NOVAS JORNADAS DE TURNO E MELHORIAS NA SEGURANÇA

PÁGINA 3 SINDAE, 32 ANOS REFERÊNCIA DE LUTA PARA A CATEGORIA E A SOCIEDADE

PÁGINA 3


CIPA da ETA Principal aponta várias irregularidades e cobra ações A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) da ETA Principal, em seu relatório de inspeção, chama atenção para vários riscos que os (as) trabalhadores (as) daquela unidade estão correndo. Os problemas vão desde a infraestrutura do espaço até o descumprimento de cláusulas em acordo coletivo como é o caso do Plano de Atendimento de Emergência (PAE) que não sai do papel. Não é de hoje que a Embasa é alertada para a falta de segurança no local.

ACERVO SINDAE

Há poucos dias um poste caiu no pátio próximo ao prédio administrativo e felizmente ninguém saiu ferido.Ainda há outros 30 postes e muitos com risco de tombamento. Outro grave problema apontado é o acesso a estação. O trecho da rodovia BR 324 até o portão não possui iluminação, sinalização e muito menos guard rail nas margens do acesso local.

acordo coletivo, permitindo que ela indique um membro para compor a comissão, deveria estar delegando para os gestores a tarefa de atender os relatórios enviados pelas comissões. Para resolver os probleEnquanto a direção da Embasa está mas de saúde e segurança precisa ter a preocupada em retroceder na cláusula do combinação: vontade e querer fazer.

ATO HISTÓRICO Embasa finalmente terá trabalhador (a) no seu Conselho de Administração Pela primeira vez em sua história a Embasa terá um representante dos (das) trabalhadores (as) como integrante do seu Conselho de Administração, fruto de antiga luta da categoria, há décadas reivindicada pelo Sindicato, como também da Lei das Estatais (Lei 13.303/2016).Vale ressaltar que, também pela luta da categoria, já tivemos na diretoria da Embasa um diretor eleito pelos (as) trabalhadores (as). Foi o companheiro Luis Geraldo. A inscrição de candidatos começa na próxima quinta (10) e se estende até o próximo dia 18. A votação será entre 12 e 14 de junho, pelo mesmo sistema de escolha dos membros da Cipa (sistema eletrônico). No dia 15 de junho será conhecida a pessoa escolhida pela categoria. A posse deve acontecer até 30 de junho. Para conduzir a eleição, foi escolhida pela diretoria da empresa uma comissão e dela, como representante do Sindicato, fará parte o companheiro e diretor Grigório Rocha. Os demais integrantes são Victor Mota Calmon de Siqueira e Roberson Luiz Araújo Silva. Essa representação sindical é prevista na lei. A cada dois anos será escolhido (a) um ou uma representante dos (das) trabalhadores (as) para o Conselho de Administração. Só pode se candidatar empregado (a) pertencente ao quadro de pessoal

2

efetivo da empresa. Os (as) interessados (as) em participar do processo eleitoral podem ter acesso ao regulamento, acessando a Intranet da Embasa ou, ainda, solicitando cópia pelo endereço eletrônico eleicoesca@embasa.ba.gov.br. Essa eleição é um fato marcante, pois finalmente a categoria terá um (uma) representante num órgão de grande poder decisório da empresa, discutindo as políticas gerais que devem reger a Embasa visando uma maior eficiência em prol da sociedade e mesmo da classe trabalhadora. Por isso, é fundamental que se candidate quem tenha como perfil uma visão do saneamento ambiental como direito humano essencial à vida, para fazer a empresa cumprir seu compromisso social de assistir a sociedade como um todo, universalizando seus serviços. CERB ATRASADA NA HISTÓRIA – Embora esteja obrigada a fazer o mesmo que a Embasa, cumprindo a Lei das Estatais, a Cerb “corre por fora” para cumprir a determinação da Lei das Estatais. Ela sabe que tem prazos para cumprir, passando pela formação da comissão que tratará do assunto, até a eleição e posse do (da) empregado (a) eleito (a). Sendo assim, terá de correr mais e disso será cobrada pelo Sindicato na reunião entre as partes que acontecerá nesta terça (8).

Sindicato fará várias cobranças à Cerb nesta terça Muita coisa está na pauta que o Sindicato vai discutir com a direção da Cerb na reunião marcada para esta terça (8), a começar pela concessão da promoção por antiguidade, conforme consta do plano de cargos e salários. Dirigentes da empresa já disseram que aguardam orientação do governo sobre o assunto, mas o fato é que a promoção tem de ser aplicada este ano, e por ter previsão contida no plano de cargos não se aplica as restrições da lei eleitoral. A renovação do acordo coletivo 2018/2019 é outro assunto da pauta e o Sindicato espera que, até o início da reunião, nesta terça, a direção da Cerb já tenha alguns parâmetros de negociação encaminhados pelo governo do estado. Outro ponto de discussão será o Programa de Participação por Desempenho (PPD). O Sindicato recebeu a informação de que pouco mais de 70% das metas foram alcançadas, o que dá direito ao pagamento de um salário base praticado em dezembro do ano passado. Os cálculos de pagamento já teriam ido para a Secretaria de Administração e Procuradoria Geral do Estado, repetindo a via crucis que ano após ano atormenta a vida de cerbianos (as). Nessa reunião de terça vamos reiterar a reivindicação para que o benefício do PPD seja com base na remuneração e não no salário base. Vale ressaltar que o projeto de reestruturação da Cerb foi entregue ao deputado Joseildo Ramos, líder do governo na Assembleia Legislativa. Vamos aguardar e pressionar para que o governo promova as alterações necessárias para tornar a empresa mais eficiente e livre das maléficas influências políticas.


Sindae completa 32 anos e segue uma referência de luta Uma rápida olhada no retrovisor do tempo nos mostra o tamanho da história – vitoriosa, é bom frisar - que o Sindae já escreveu em seus 32 anos de existência completados no último dia 29 de abril.Vencer a maior corrente política da Bahia na época, o carlismo, e barrar a privatização da água através da venda da Embasa foi, sem dúvida, a maior de todas as vitórias, e uma vitória alcançada com o apoio expressivo de grande parcela da sociedade baiana, repercutindo a tal ponto que “barrou” naquele momento a venda de outras companhias estaduais de saneamento no Brasil e mereceu aplausos de várias entidades do exterior. Ali, a categoria dera a sua maior demonstração de força e determinação, mas não parou por aí. Inúmeras vezes surgiram boatos de extinção da Cerb, outras vezes, como no atual governo, ameaça real de fechamento da empresa. Mas a Cerb está aí e continua sendo a maior expressão do saneamento rural na Bahia e no país. Abrimos frentes de luta em várias empresas do setor, como na Cetrel e nos Saae’s, na Emasa (Itabuna) e até algum tempo atrás no Emsae (Sobradinho). Hoje nossa luta passa ainda pela BRK Jaguaribe e DAC. Em todas elas temos conseguido até aqui fechar bons acordos coletivos, e sobretudo agora, um feito nesses tempos bicudos de golpe e retrocessos no país. Alguns desses acordos registram benefícios

importantes para a categoria e servem de referência para a classe trabalhadora. Já tivemos força para eleger um diretor na Embasa, e agora em outro ato histórico vamos escolher um (uma) trabalhador (a) para o Conselho de Administração da Embasa e da Cerb. Mesmo sendo isso uma determinação introduzida pela Lei das Estatais, isso tem feito parte de nossas pautas de reivindicações há anos.

"

Hoje, a resistência é contra o golpe político, midiático e judicial que afastou ilegalmente a ex-presidente Dilma Rousseff, também ilegalmente prendeu o expresidente Lula... Resistir é a palavra de ordem do momento.

"

Operadores (as) da Embasa trazem ao Sindicato pauta de reivindicações sobre postos de trabalho Uma comissão de trabalhadores (as) que atuam na função de Operador (a) de Água e Esgoto na Embasa esteve na sede do Sindicato para reiterar a pauta de reivindicações daquele grupo. Entre os itens apresentados constam a aplicação dos turnos de 12 horas fixo, 12 horas com revezamento 12h x 36h, melhorias nas condições de trabalho, segurança nas estações, transporte e transferência (permuta), entre outras reivindicações. A proposta da comissão é de que o Sindicato possa intermediar demandas antigas. Sem falar na precarização das relações de trabalho no que tange à segurança e até mesmo aos casos de assédio moral, para que o processo de tratamento de água e de esgoto não seja prejudicado. Os (as) operadores (as) não cobram

da empresa um posicionamento de quais reais motivos os gestores alegam não optar por escala de 12 horas fixa em muitas localidades e, por seguinte, alegam que a orientação é da superintendência da empresa (seja norte, sul ou RMS). Segundo análise prévia, há uma diminuição significante das despesas da empresa, caso seja feita opção pela mudança da escala nos locais onde ainda não se utiliza a “12 horas fixa”. A direção do Sindicato vai continuar cobrando da direção da empresa essas demandas. Na última reunião de negociação de acordo coletivo, a superintendente de Gestão de Pessoas, Cássia Fortuna, sinalizou para a direção do Sindicato que as escalas estão disponíveis no sistema de registro de ponto para que os (as) gestores possam utilizar da melhor forma, conforme previsto em acordo coletivo.

No decorrer desses 32 anos a entidade deu importante contribuição à sociedade, a exemplo do marco regulatório do setor (Lei Nacional do Saneamento Básico e Política Nacional de Resíduos Sólidos). Hoje temos lutado para que os municípios baianos elaborarem e implantem seus planos municipais de saneamento, visando melhorar e universalizar os serviços de água e esgotamento sanitário. Estamos presentes em diversas instâncias, a exemplo dos Conselhos das Cidades e do Meio Ambiente, comitês de bacias, federações e confederações. Hoje, a resistência é contra o golpe político, midiático e judicial que afastou ilegalmente a ex-presidente Dilma Rousseff, também ilegalmente prendeu o ex-presidente Lula, eliminou várias conquistas da classe trabalhadora, implantou uma reforma trabalhista que cortou diversos direitos e segue vendendo a preço de banana o patrimônio nacional. Resistir é a palavra de ordem do momento. Nossa história tem sido pautada pela ética e pela luta para universalizar os serviços de saneamento, com qualidade e eficiência, independentemente da capacidade de pagamento do consumidor. Em pauta está a busca de um país mais justo, igualitário e fraterno, bandeiras abertas pelos guerreiros e guerreiras que marcaram e ainda marcam a luta da nossa categoria, aqui fazendo uma reverência aos saudosos Paulo Jackson, Aurino Reis, Adilson Gallo, Hélio dos Anjos e tantos outros e outras que nos deixaram seus exemplos de vida e de luta.Vida longa ao Sindae.

O capital não tem a menor consideração pela saúde ou duração da vida do trabalhador, a não ser quando a sociedade o força a respeita-la. Karl Marx

” 3


Insatisfação aumenta, empregados (as) rejeitam proposta e sexta tem novas assembleias Depois de rejeitarem a última proposta da Embasa para o acordo coletivo 2018/2020, em assembleias realizadas semana passada na capital e nas treze unidades regionais, os (as) trabalhadores (as) aguardam ansiosos o resultado da nova reunião que o Sindicato terá com a direção da empresa nesta terça (8). Enquanto isso, a mobilização da categoria prossegue e uma nova assembleia será realizada na próxima sexta (11), nos mesmos locais e horários, para avaliação da campanha salarial. Manter a unidade nesse período de negociação é fundamental.

FOTOS: ACERVO SINDAE

mês, até 31 de maio. Na mesma reunião o sindicato voltou a deixar claro que não aceitará retrocessos no acordo e que a negociação de modificações na redação de cláusulas só se dará mediante contrapartidas benéficas para os (as) trabalhadores (as).

Houve aumento de insatisfação nas últimas assembleias, pois a empresa insiste em impor retrocessos nas conquistas históricas sem qualquer justificativa e, sobretudo agora, com a publicação do relatório operacional e financeiro do ano passado indicando uma melhoria geral no desempenho da EmO presidente da Embasa, Rogério Cebasa.Tudo graças ao esforço da categoria. draz, afirmou que ainda não tinha proposta de reajuste salarial nem para as demais A discriminação praticada contra os cláusulas econômicas, alegando que aguarnovos concursados também foi criticada, da a publicação do índice de inflação papois não está sendo fornecido transpor- ra formular sua proposta. A divulgação do te ou quando fornece é de maneira parcial, resultado do INPC está prevista para esta deixando-os expostos à violência urbana. semana e a estimativa é de que índice acuCríticas também para as dificuldades na im- mulado nos últimos doze meses fique abaiplantação do turno de 12 horas nas ETA’s e xo de 2% (dois por cento). nas ETE’s e também pelas péssimas condições de trabalho e a falta de segurança nas DEBATES NA MESA - Mesmo sem granestações, o que vem se configurando num des avanços, muitas cláusulas foram discudrama que pode terminar em tragédia. tidas na última negociação. As principais discussões giraram em torno das cláusuNa última negociação, na véspera da las das Horas Extras, do Fornecimento de assembleia, a direção da Embasa assinou o Transporte, Assistência Médica e Mandato termo de compromisso garantindo a manu- da CIPA, mas algumas cláusulas novas tamtenção das cláusulas do atual acordo, mas bém foram avaliadas. O problema é que a apenas por 30 dias. Ou seja, a empresa acei- Embasa quer impor retrocessos em todas ta prorrogar o atual acordo por apenas um elas, como é o caso da assistência médica.

1º de Maio faz ecoar mais protestos contra o golpe no Brasil Gritos de protesto contra o golpe político que vem se alastrando pelo país ecoaram pelo Farol da Barra no 1º de Maio, Dia do Trabalhador, data comemorada de forma unificada pelas centrais sindicais – CUT, Força Sindical, UGT, CTB e Nova Central – e que teve como tema “Por mais Democracia, Lula livre, Marielle vive”. Uma multidão participou da atividade, incluindo representantes do Sindae. De forma unânime foi condenada a prisão do ex-presidente Lula e o assassinato da ex-vereadora carioca Marielle Franco, ainda sem resposta para tamanha violência. Diversas manifestações iguais a essa aconteceram no interior da Bahia e pelo Brasil. Em diversos momentos o

4

que mais se ouvia era “Fora Temer”. Cedro Silva, presidente da CUT Bahia, destacou que é preciso ao mesmo tempo retirar o país da crise e Lula da cadeia, conclamando a classe trabalhadora a participar de todos os atos de resistência ao golpe. “Temos hoje um governo ilegítimo que não pode sair às ruas porque é rechaçado pelo povo, o mesmo povo que pede a liberdade de Lula”, disse Cedro. Todos os demais dirigentes sindicais alertaram para o agravamento da crise política e econômica que o Brasil vive. Alguns artistas participaram do ato em Salvador, a exemplo do Catadinho do Samba, Misturafro e Val Macambira.

ASSEMBLEIA ITABERABA

ASSEMBLEIA ALAGOINHAS

A empresa apresentou mais detalhes de sua proposta de inclusão da coparticipação de 10% por procedimento (consultas, exames, sessões e outros procedimentos ambulatoriais), sendo o desconto mensal da coparticipação limitado a 10% da remuneração do titular até quitação total da despesa. O presidente Rogério Cedraz alegou que, se não houver a coparticipação, há grande possibilidade de não aparecer nenhuma operadora interessada no nosso plano de saúde. A avaliação do Sindicato é de que a coparticipação por procedimento terá imenso impacto no salário dos (das) trabalhadores (as), pois além dos descontos dos percentuais mensais, haverá outro desconto mensal de mais 10% no salário a depender da necessidade de uso do plano de saúde. Isso pode significar um desconto mensal de até 17% do salário todo mês. No caso da CIPA, a Embasa insiste em não aceitar mais a eleição de todos os membros, ficando metade deles indicada pela empresa, inclusive o presidente da comissão.Além disso, o mandato seria reduzido de dois para um ano. O sindicato defende a manutenção dessa cláusula, mas aceita negociá-la no futuro se a empresa implantar a certificação OHSAS – 18001, sendo referência em saúde e segurança do trabalho, e quando a Embasa resolver de forma satisfatória os 72 itens que constam no Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o Ministério Público do Trabalho. (Mais detalhes da negociação na matéria publicada no site do Sindicato)


Relatório demonstra que a Embasa tem boa situação financeira De acordo com análise do Dieese, os dados publicados no Relatório de Administração e Demonstrações Financeiras da Embasa, publicado no dia 28 de março de 2018, demonstram que a empresa está em boa situação financeira. O exercício de 2017 se encerrou com a receita operacional bruta de serviços atingindo R$ 2,92 bilhões, valor 10,53% superior a 2016, e uma receita operacional líquida de serviços de R$ 2,66 bilhões de reais, representando um aumento de 10,56%. Este desempenho foi melhor do que o verificado em 2016, quando a receita operacional líquida havia crescido 9,33% sobre o ano de 2015. O lucro líquido da Embasa teve um incremento de 80,8%, alcançando R$179,9 milhões em 2017, ante os R$ 99,4 milhões verificados em 2016. Ao mesmo tempo, a margem EBITDA (relação entre o EBITDA e a receita operacional líquida) evoluiu para 19,7%, frente aos 16,4% do ano anterior, isto é, um aumento de 20,2%. Este indicador mostra a capacidade da empresa em gerar resultados em comparação à receita líquida.

Num período de dez anos, entre 2007 e 2017, houve um acréscimo de 50,80% no número de ligações de água e mais de 137,0% em ligações de esgoto no estado da Bahia, demonstrando o bom resultado dos programas Água Para Todos e PAC, que inA relação dívida líquida/EBITDA passou crementaram o investimento público em sade 2,30 em 2016 para 1,32 em 2017. Este ín- neamento no estado, além dos investimendice é uma medida da alavancagem financei- tos com recursos próprios da Embasa. ra da empresa. Ele indica o número de anos de geração de caixa que seriam necessários Os gastos com pessoal próprio em para pagar todas as dívidas da companhia. 2017 corresponderam a 19,4% do total Isto significa que a dívida líquida da Emba- das receitas da Embasa no mesmo ano. Essa em 2016 seria paga em 2,30 anos com a se mesmo gasto em 2016 correspondia a geração de caixa daquele período e para o 20,6% do total das receitas daquele ano. ano de 2017 seriam necessários apenas 1,32 Ou seja, em termos percentuais, houve anos para pagar as dívidas da empresa. Este uma pequena redução relativa nos gastos é um indicativo de que tanto a situação de com pessoal em relação às receitas. caixa quanto de endividamento da empresa melhorou sobremaneira. Mesmo com um aumento de 5,2%, decorrente basicamente da reposição da Em termos de desempenho operacio- inflação, podemos perceber que a varianal, houve um aumento de 3,31% no núme- ção na folha bruta de pessoal no período ro de ligações existentes de água, passando compreendido foi menos da metade do de 3,51 milhões de ligações em 2016 pa- crescimento da receita operacional líquida ra 3,63 milhões em 2017. Para as ligações (10,56%) e bem mais modesto que o deexistentes de esgoto, o desempenho foi sempenho financeiro da empresa no geral. melhor, passando de 1,18 milhão em 2016 Isso significa que aumento significativo de para 1,27 milhão em 2017, ou seja, um au- desempenho e eficiência da força de trabamento de 8,07%. lho nesse período.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA O Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente no Estado da Bahia – SINDAE, convoca os interessados, empregados do Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE do Município de Alagoinhas para a Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 08/05/2018, às 09:00 horas, na Sede do SAAE, em primeira convocação com a presença de 10% ou em segunda, meia hora após, com qualquer número, para deliberar sobre: 1. Avaliação das negociações do Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019. Salvador, 04 de maio de 2018. Danillo Libarino Assunção – Coordenador Geral

Infelizmente, todo esse quadro positivo da empresa, do ponto de vista financeiro e operacional, ainda não se refletiu nas condições de trabalho. A empresa continua mantendo péssimas instalações em suas estações de tratamento de água e esgoto, tem problemas sérios de segurança nas suas unidades operacionais e descumpre recorrentemente a legislação de saúde e segurança do trabalho, sendo este um passivo que a direção da Embasa tem o dever de solucionar, pois dinheiro não falta para isso.

Saae de Remanso alcança marca histórica com 50 anos de fundação Poucas autarquias do saneamento básico no Brasil têm tanto a comemorar quanto o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Remanso. Ela completou 50 anos de criação no último dia 14, sendo uma das primeiras a serem fundadas na Bahia. As comemorações aconteceram no último dia 21, nas dependências da Estação de Tratamento de Água (ETA), envolvendo empregados (as) e familiares. O clima de confraternização predominou durante todo o dia, demonstrando o nível de cordialidade e integração entre os integrantes da autarquia, e entre estes e a direção do Saae. Após um jogo de futebol, foi servido um churrasco aos presentes, havendo sempre muitas brincadeiras entre os (as) companheiros (as).

5


Ato em São Paulo, nesta segunda, marca os 30 dias da prisão injusta de Lula Um Ato em Defesa da Democracia e por Lula Livre vai acontecer nesta segunda (7), na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC Paulista, em São Paulo, para marcar os 30 dias da prisão do ex-presidente Lula, mesmo sem provas, vítima que tem sido de uma implacável perseguição do poder judiciário e da mídia golpista. Lula está preso na sede da Polícia Federal, no Paraná, condenado pelo juiz Sergio Moro no caso do tríplex do Guarujá, imóvel que nunca esteve no nome dele e que foi penhorado pela própria justiça para pagar dívida da sua proprietária, a Construtora OAS. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Wagner Santana, disse que está sendo feito um processo de mobilização contínua e "enquanto o Lula estiver preso, o Brasil não vai parar de se manifestar, de contestar essa prisão e mostrar a indignação em relação a essa injustiça, não apenas em relação a ele, mas com os milhões de brasileiros que defendem a democracia e que reagem a esse golpe que está sendo dado no Brasil". O secretário-geral da CUT, Sérgio No-

bre, explicou que o Sindicato dos Metalúrgicos foi escolhido para o ato nacional porque foi lá que Lula se abrigou depois que soube da decretação injusta da sua prisão sem crimes nem provas, e também onde anunciou que cumpriria a decisão judicial. Entre outras coisas, haverá uma caminhada pelas ruas de São Bernardo. Outras manifestações estão previstas para ocorrer no país. Um dado ilustra bem o resultado do governo Lula: o crescimento de renda dos mais pobres foi três vezes maior que a dos mais ricos e mais de 36 milhões de brasileiros saíram da pobreza. Aliado a outros feitos, isso o transformou no líder de todas as pesquisas eleitorais, daí a perseguição da mídia e do poder judiciário. Não querem a reeleição de Lula, pois faz parte do golpe que consiste em repassar o nosso petróleo para empresas estrangeiras, sucatear a Petrobras, entregar as terras e minerais aos estrangeiros e cortar todas as políticas sociais implantadas nas gestões petistas. Hoje o Brasil voltou a viver na miséria, com milhares de brasileiros (as) dormindo nas ruas sem qualquer perspectiva de um futuro melhor.

Procuradoria do Trabalho reconhece importância dos sindicatos

6

para o custeio da atividade sindical, o que interfere na proteção dos direitos da classe trabalhadora. Ao longo deste mês, cada procuradoria regional terá uma programação própria para o “Maio Lilás”. Haverá distribuição ao público de exemplares da mais recente edição do "MPT Quadrinhos", sobre sindicatos. A cor lilás é uma homenagem às 129 mulheres trabalhadoras, que foram trancadas e queimadas vivas em um incêndio criminoso numa fábrica de tecidos, em Nova Iorque (EUA), em 8 de março de 1857, por reivindicarem um salário justo e redução da jornada de trabalho. No momento do incêndio, era confeccionado um tecido de cor lilás. RECICLÁVEL

EXPEDIENTE

A classe trabalhadora precisa discutir mais a reforma trabalhista (Lei 13.467/2017) e compreender que procurar abrigo no sindicato pode ajudar a proteger seus direitos. Esses são objetivos da campanha “Maio Lilás”, que será lançada em Brasília nesta segunda (7) pelos Ministérios Públicos do Trabalho (MPT) do Distrito Federal e do Tocantins. As ações incluem debates e exposições para mostrar a importância de discutir a liberdade sindical e a participação de trabalhadores (as) nos sindicatos de suas categorias. A campanha também vai divulgar as mudanças promovidas pela reforma trabalhista nas relações de trabalho, apontando, ainda, que ela (a reforma) cria novos obstáculos

Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente no Estado da Bahia (Sindae), filiado à FNU/CUT; UT Responsabilidade: Diretoria Executiva; Editor: José Sinval Soares; Comp. e Impressão: Gráfica do Sindae; Tiragem: 7.000 exemplares; Endereço: Rua General Labatut, nº 65, Barris. Salvador – Bahia CEP: 40070-100; Tel.: (71) 3111-1700 Email: sindae@sindae-ba.org.br

TOMENota MAIS NEGOCIAÇÕES

As negociações dos acordos coletivos 2018/2020 com as empresas privadas serão retomadas esta semana. Nesta segunda (07) tem rodada com a BRK Jaguaribe e na sexta, dia 11, será a vez da reunião de negociação conjunta com Cetrel S/A e DAC. Nessas reuniões serão discutidas as cláusulas de natureza econômica e espera-se que as empresas apresentem propostas com ganho real de salário, tendo em vista que obtiveram bom resultado financeiro no ano passado.

DOCUMENTÁRIO

Estreia nos cinemas brasileiros no próximo dia 17 o premiado e aclamado documentário “O Processo”, da cineasta Maria Augusta Ramos, que aborda os bastidores do controverso processo de impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff. O filme, que estreou mundialmente em fevereiro no Festival de Berlim e foi escolhido pelo público como o terceiro melhor documentário da mostra Panorama, venceu o Grand Prix no Festival Internacional de Documentários da Suíça. O trailer do filme está disponível em: http://www.maria-ramos.com/o-processo/.Vale a pena conferir!

MISERÁVEIS

Dias antes do incêndio e desabamento do prédio Wilton Paes de Almeida, madrugada do dia primeiro, em São Paulo, jornais paulistas circularam com anúncio de imobiliária oferecendo apartamentos em prédio que seria construído na região. Detalhe: a foto do anúncio não incluía o prédio que desabou e soterrou gente. No lugar aparecia um bonito espigão de concreto. Das duas, uma: ou o empresário achou um tremendo de um vidente para prever o trágico acidente, ou tem mutreta nisso. Qual outra conclusão se pode tirar disso?

VELHO CHICO

A Agência Nacional de Águas abriu canal para receber sugestões sobre normas que vão reger o serviço de transposição de água do Rio São Francisco. O polêmico e caro projeto ainda hoje está inconcluso, com a água chegando até a Paraíba e deixando o Ceará na espera. Pelo alto custo, as críticas são muitas, até porque os críticos entendem que o governo deveria se valer de outras alternativas para amenizar o drama da seca. Isto posto, as sugestões devem ser encaminhadas para o site da Agência. Dia 2 de julho haverá audiência pública não presencial e quem quiser já pode marcar participação.

Gota D'água - Ed. n.13 -Maio 2018  
Gota D'água - Ed. n.13 -Maio 2018  
Advertisement