Page 1

1


2


3


4


ÍNDICE PALAVRA DO

07 PRESIDENTE

PALAVRA DO

09 SUPERINTENDENTE TERRA FÉRTIL PARA

11 O CONHECIMENTO

A ESCOLA DA TERRA COMPLETA

17 20 ANOS NA PARAÍBA

EDUCAÇÃO 360 GRAUS

21 NO CAMPO

AÇÕES SOCIAIS DO SENAR

31 PROMOVEM CAPACITAÇÃO UM FUTURO PROMISSOR PARA

37 QUEM QUER IR ALÉM 40 EXPEDIENTE

5


6


PALAVRA DO PRESIDENTE O ano de 2014 ficou marcado na história do Senar Paraíba em número de realizações, treinamentos, eventos e representação do setor agropecuário. No ano em que completamos 20 anos, comemoramos com muito trabalho e esforço a formação profissional, a promoção social e a educação formal de milhares de produtores e trabalhadores rurais, famílias e jovens que continuam apostando na agricultura como atividade principal e mais importante de suas vidas. Com investimentos em inovação e tecnologia mostramos que é possível formar profissionais qualificados para o mercado e elevar a educação rural na Paraíba. Nosso setor representa e defende os direitos e os interesses de inúmeras vozes em cada um dos 223 municípios do estado, referente aos temas da insegurança jurídica, direito de propriedade, política agrícola, defesa ambiental e produção agrícola com sustentabilidade social, ambiental e financeira. Vislumbrando sempre um futuro melhor, mais justo e próspero para todos, vamos continuar investindo em pessoas, capacitando técnicos, operacionalizando programas que incitem a mudança de atitudes. Vamos continuar apostando na inovação tecnológica como ferramenta imprescindível para o crescimento do setor, levando informações aos produtores por meio de uma assistência técnica e gerencial de qualidade. Com um processo educativo efetivo e apoio na gestão das propriedades, daremos passos mais largos na consolidação da nossa entidade como referência no setor rural da Paraíba. Continuaremos com a certeza do dever cumprido e dos desafios que virão cada vez mais intensos, porém, não vamos desistir de transformar a realidade de uma comunidade, de um município, de um estado, de uma região e de um país. Estamos crescendo com uma agropecuária forte e unificada. O caminho a seguir ainda é longo, mas promissor. Mário Antônio Pereira Borba Presidente do Conselho Administrativo do Senar-PB

7


8


PALAVRA DO SUPERINTENDENTE Entramos em um novo marco em 2014. Superamos consideravelmente as expectativas e diretrizes traçadas em nosso Plano Anual de Trabalho. Desta maneira, comemoramos os 20 anos de existência do Senar Paraíba com a realização de 470 treinamentos e cursos, um crescimento de 41% em relação a 2013, atingindo um público de 8.341 produtores e trabalhadores rurais, sendo superior a 40% do ano anterior, atuando em todas as regiões da Paraíba. Atingimos a marca histórica de aproximadamente 17 mil horas de capacitação, as estatísticas comprovam a evolução que tivemos e a superação das expectativas e metas programadas. Mas todos estes números não teriam importância se o nosso trabalho não tivesse chegado com qualidade e excelência aos produtores e trabalhadores rurais. Inovamos, crescemos, realizamos mesmo onde não se tinha mais esperança, uma vez que o longo período de estiagem presente em nosso estado minimiza as expectativas do produtor. Mas, estamos certos de que alcançamos os resultados esperados, que é ver a mudança de vida econômica e social que o Senar proporcionou a tanta gente. Além disso, constatamos o empenho na melhoria da qualidade dos eventos, demos enfoque a responsabilidade social e conscientização para as boas práticas de convivência com a realidade do semiárido, exibimos os nossos casos de sucesso para a sociedade e proporcionamos a oportunidade de um novo futuro. O ano também ficou marcado por nosso Prêmio Mérito Rural que homenageou, durante a cerimônia dos 20 anos do Senar Paraíba, personalidades importantes para a agropecuária do estado. Realizamos a segunda edição do nosso Prêmio Faepa/Senar de Jornalismo com a premiação de repórteres de jornais, televisões e rádios. Avançamos e inovamos ainda mais na educação formal em parceria com o Ministério da Educação e Cultura, com a implantação da Rede e-Tec, e através dela, passamos a ofertar o curso Técnico em Agronegócio nas cidades de João Pessoa e Alagoa Grande. A nova formatação da instituição traz perspectivas de crescimento ainda mais ousadas e 2015 já vem com uma marca de ascensão e inovação, a exemplo da Assistência Técnica e Gerencial. E é por isto que vamos trabalhar sempre mais, para melhorar a vida dos produtores e trabalhadores rurais através de uma educação voltada para as novas tecnologias no intuito de atingirmos resultados cada vez mais satisfatórios na produção de alimentos com qualidade para a sociedade. Sérgio Ricardo Gouveia Martins Superintendente do Senar-PB

9


10


TERRA FÉRTIL PARA O CONHECIMENTO No virtuoso território brasileiro, o Senar é a Escola da Terra. O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural exerce na Paraíba (Senar-PB) a função vital de promover o desenvolvimento de milhares de profissionais desde 1994. São produtores e trabalhadores rurais que vivem no campo, sendo alcançados constantemente por uma capacitação precisa, bem como no acesso à educação. Treinamentos e cursos incentivam uma transformação no meio rural que proporciona crescimento do indivíduo e o desenvolvimento do estado.

11


O setor agrícola brasileiro tem crescido com novas tecnologias e mais investimentos. Segundo o último relatório da Produção Agrícola Municipal do IBGE, esse segmento alcançou

232,5 BILHÕES

DE REAIS EM 2013 As culturas de cana-de-açúcar, mandioca, arroz e feijão (itens que também se destacam na Paraíba) foram as mais relevantes para o acelerado crescimento nos últimos anos. Assim, o grande objetivo do Senar é ajudar na evolução de produtores com a implementação de novos recursos, ferramentas, metodologias e assistência direta. Cada município paraibano precisa ser impactado por essa realidade, através de programas de formação profissional inicial e continuada gratuitas, promoção social e ensino técnico. Em encontros presenciais ou à distância, o Senar-PB amplia o conhecimento no campo, estimulando a qualidade e a produtividade dos novos profissionais.

12


DESENVOLVIMENTO SOCIAL, ECONÔMICO E EDUCACIONAL O Senar é uma instituição mantida pelos produtores e empresários do meio rural, está vinculado ao Senar Administração Central. Em parceria com as Federações e com os Sindicatos, o Senar fomenta o empreendedorismo rural e qualidade de vida no campo. O sucesso dessa jornada pode ser encontrado neste relatório, que evidencia o triunfo do ano de 2014 como um dos mais emblemáticos da nossa história.

UNIDADE E

REPRESENTAÇÃO Na expressão constante do produtor rural, a Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa) reúne 35 Sindicatos e aproximadamente 9 mil produtores cadastrados no Sistema. Através de projetos constantes com o Senar e em parcerias público-privadas, a Faepa mantém seu objetivo de incentivar e divulgar a qualidade dos serviços e produtos oferecidos pelo produtor rural.

O Sistema trabalha de forma integrada, vinculado ao Senar Nacional e à CNA que congrega 27 administrações regionais.

13


No país de escala continental que é o Brasil, a população rural precisa vencer antigos desafios e alcançar um novo patamar de evolução. O Senar acredita neste cenário e trabalha diariamente para alcançar a vasta parcela do povo paraibano que vive do trabalho na terra:

Brasil POPULAÇÃO URBANA

160.925.792 POPULAÇÃO RURAL

29.830.007 MUNICÍPIOS

5.565

Nordeste POPULAÇÃO URBANA

38.821.246

POPULAÇÃO RURAL

14.260.704 MUNICÍPIOS

1.794

14


PRINCIPAIS CULTURAS AGRICULTURA

Paraíba POPULAÇÃO URBANA

2.838.678

POPULAÇÃO RURAL

927.850 MUNICÍPIOS

223

• Abacaxi • Arroz • Cana-de-açúcar • Feijão • Mandioca • Milho • Sorgo • Urucum • Laranja • Mamão • Castanha de caju • Fumo • Graviola • Sisal • Umbu • Caju • Manga • Acerola.

IMPACTO DO SENAR-PB EM 2014:

470

CURSOS E TREINAMENTOS

8.341 PRODUTORES E TRABALHADORES RURAIS CAPACITADOS

PECUÁRIA • Bovinocultura (corte e leite) • Avicultura • Caprinocultura (corte e leite) • Ovinocultura • Apicultura • Piscicultura

15


16


ESCOLA DA TERRA COMPLETA 20 ANOS NA PARAÍBA Na celebração das duas décadas de atuação na Paraíba, o Senar comemora uma atuação que proporcionou crescimento constante no ambiente rural do nosso Estado. Mais de 100 mil produtores rurais foram capacitados nessa jornada e os números cresceram ainda mais em 2014. A escola da vida no campo exerceu sua capacidade de impulsionar milhares de pessoas para novos caminhos.

17


HONRANDO HISTÓRIAS DE SUCESSO A comemoração foi marcada especialmente pela realização de eventos que integraram produtores, lideranças e parceiros na jornada. Para o Senar, 2014 foi o ano de superar as expectativas, celebrando o sucesso e honrando os que fizeram parte do processo. O Prêmio Mérito Rural 2014 e o Seminário “A Agropecuária do Século XXI: Desafios e Oportunidades” sublinharam este momento único em nossa história. Parceiros do Senar indicaram nomes que se destacaram nessa jornada e uma seleção foi feita por um júri especial formado pela direção do Senar, um representante da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Organização das Cooperativas Brasileiras e Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo da Paraíba (Sistema OCB/Sescoop-PB) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Superintendência Federal da Agricultura (SFA). As comemorações contaram com a presença do vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Senar Nacional, João Martins. Durante o evento, foram comemorados os frutos colhidos graças ao trabalho e empenho dos colaboradores e parceiros. Aos presentes, foi enfatizado o compromisso e dedicação de mais trabalho, para que mais conquistas sejam celebradas.

REFLETIR SOBRE O PRESENTE, DE OLHO NO FUTURO Como parte da programação do prêmio também foi realizado o Seminário “A Agropecuária do Século XXI: Desafios e Oportunidades”. As palestras tiveram o objetivo de apresentar aos líderes, mobilizadores e parceiros os temas de lideranças e oportunidades com as palavras do ex-ministro, Roberto Brunt. O Seminário destacou ainda as perspectivas de que vivemos em um país com grandes potenciais, mas com carência de investimentos e rompimento de barreiras burocráticas.

18


CONHEÇA OS VENCEDORES DO PRÊMIO MÉRITO RURAL 2014

CATEGORIA AGROINDÚSTRIA • Maior contribuinte do Senar-PB em 2013: Usina Giasa – Pedras de Fogo (PB) • Empreendedorismo: Laticínios Belo Vale Ltda, em nome do seu presidente Marcos Guedes.

CATEGORIA PESQUISA AGROPECUÁRIA • Aplicabilidade: Ricardo Leite • Inovação: Edson Batista e Ailton Melo CATEGORIA LIDERANÇA AGROPECUÁRIA

CATEGORIA PRODUTOR

• Mobilização e união: Vanildo Pereira

• Superação: Manoelito Dantas Vilar

• Relevantes serviços prestados: Aldomário Rodrigues

• Inovação: Paulo Raich

CATEGORIA FORMAÇÃO PROFISSIONAL RURAL • Mobilizador: Josenildo Guedes • Instrutor: Oliveiros de Oliveira CATEGORIA ESPECIAL – PRÊMIO MÉRITO RURAL HENRIQUE VIEIRA DE ALBUQUERQUE MELO • Grupo Santana, em nome do seu diretor presidente Ivanilson Araújo.

19


20


EDUCAÇÃO 360 GRAUS NO CAMPO Em 2014 o Senar promoveu amplo crescimento em suas ações através do Departamento de Educação Profissional e Promoção Social. Projetos de alcance constante impactaram a vida de produtores, trabalhadores do setor agropecuário e seus familiares.

21


22

PRONATEC DO SENAR TEM ALGO A MAIS

OFERTA DO PRONATEC DO SENAR-PB CRESCE 400%

Atualmente, não basta apenas plantar e colher. É preciso conhecer técnicas básicas de administração, maquinários e equipamentos, ou seja, todos os recursos usados para produzir mais e melhor. Por isso, o Senar incluiu em todos os cursos do Pronatec um módulo com as melhores práticas de empreendedorismo, para que cada aluno aprenda a administrar a propriedade rural. O Pronatec do Senar oferece, gratuitamente, mais de 60 cursos de Formação Inicial e Continuada – FIC. O programa contribui para o desenvolvimento de um sistema de educação voltado para o meio rural com a intenção de inserir no agronegócio, empreendedores qualificados e líderes comprometidos com o desenvolvimento. Durante as aulas, o aluno recebe material educativo com equipamentos de segurança para as aulas práticas e assistência estudantil, destinada ao transporte e a alimentação.

Cerca de 25 cidades da Paraíba já receberam cursos do Pronatec realizados pelo Senar-PB. Em dois anos, a oferta de cursos aumentou 400% e atendeu 760 alunos. O programa tem a intenção de apresentar aos jovens inclusão produtiva e ações que favorecem a inserção no mercado de trabalho, seja por meio do emprego formal, do empreendedorismo ou de empreendimentos da economia solidária. Na área de atuação do Senar-PB, já foram atendidos alunos nos cursos de bovinocultor de leite, apicultor, horticultor orgânico, fruticultor e produtor agropecuário. As aulas acontecem em salas de aulas e, de maneira prática, no campo. Os cursos ofertados pela instituição são de Formação Inicial e Continuada (FIC) e possuem cargas horárias de 160 a 348 horas.


Joselma Maria Barbosa Aluna da turma de Bovinocultor

Além de qualificar os alunos, os cursos oferecem material didático, fardamento, instrutoria e auxílio em transporte e alimentação. Joselma Maria Barbosa é uma das alunas da turma de bovinocultor de leite, na zona rural de Umbuzeiro. Segundo ela, após a certificação, a maneira de olhar para o negócio da família mudou. “Tinha um olhar de coitadinha em relação à propriedade, à produção de leite e à pastagem. Agora, penso de forma diferente, porque sei que sou capaz de gerenciar meu próprio negócio e até orientar outros produtores em suas propriedades. Fiz o curso para ajudar na propriedade da família, mas estou pronta para assumir qualquer desafio”, resumiu.

23


CURSOS DE DESTAQUE DO PRONATEC EM 2014 CURSO DE PRODUTOR AGROPECUÁRIO 348 horas 4 turmas (Catolé do Rocha, Pilões, Santa Luzia e Juazeirinho) 100 participantes.

CURSO DE ASSISTENTE DE PLANEJAMENTO E CONTROLE DE PRODUÇÃO 240 horas 1 turma (Catolé do Rocha) 15 participantes.

Osvaldo Silva Instrutor do curso bovinocultor

24

O instrutor do curso bovinocultor de leite do Senar-PB, Osvaldo Silva, destaca o interesse dos alunos durante e após a capacitação. “Tenho visto a importância do Pronatec do Senar-PB através da dedicação dos alunos. Muitos deles não tinham noção de negócio e rentabilidade, por isso, durante as aulas falo sobre um pouco de tudo, inclusive da posição da cadeia leiteira brasileira no mundo”, disse. De acordo com Osvaldo, o incentivo para que os alunos possam ter uma boa renda e qualidade de vida é o maior objetivo do professor.


FORMAÇÃO PROFISSIONAL AMPLIADA COM REDE E-TEC Em 2014, o Senar-PB aderiu à rede de tecnologia e educação a distância através da Rede e-Tec, oferecendo uma nova oportunidade para os estudantes que queiram ampliar a sua formação profissional. A Rede e-Tec Brasil é um programa do Ministério da Educação (MEC) e existe desde 2011. Sua principal finalidade é promover de maneira democrática o acesso à Educação Profissional e Tecnológica, beneficiando-se das possibilidades de alcance e estratégias metodológicas da Educação a Distância (EaD).

Os alunos do Rede e-Tec, que devem ter o ensino médio completo, são capacitados através de 25 disciplinas - que vão de Português Instrumental, Economia Rural até Finanças Aplicadas ao Agronegócio, além de um estágio supervisionado optativo. Mesmo sendo uma opção em EaD, 20% do curso é presencial, ccom tutores para auxiliar nas atividades, dúvidas e interação direta com o aluno através de visitas a propriedades e empresas rurais. O curso é disponibilizado também em multimídia e conta com diferentes recursos,

EDUCAÇÃO DO SENAR EM 2014 NÚMEROS MOSTRAM SUCESSO DOS INVESTIMENTOS EM CAPACITAÇÃO

como apostilas impressas, videoaulas em DVD e materiais online através dos polos de apoio presencial em João Pessoa e Alagoa Grande.

1.230 horas

(duração de 2 anos)

2 pólos

(João Pessoa e Alagoa Grande) • 80 participantes em João Pessoa • 40 participantes em Alagoa Grande

11 MUNICÍPIOS ATENDIDOS (Alhandra,

Catolé do Rocha, Esperança, Ingá, Juazeirinho, Matinhas, Nazarezinho, Pilões, Santa Cecília, Santa Luzia, Umbuzeiro)

APROXIMADAMENTE

400 ALUNOS

MATRICULADOS NO TOTAL

25


PRODUÇÃO LEITEIRA GANHA SUPORTE ESPECIALIZADO Elaborado pela Embrapa Pecuária Sudeste, o projeto Balde Cheio foi implementado na Paraíba em janeiro de 2014 pelo Senar-PB em parceria com a Fundação Banco do Brasil (FBB), visando o fomento da gestão e produção da pecuária leiteira. Seus pólos de ação em nosso Estado acontecem nos municípios de Aroeiras, Soledade, Alagoa Grande e Monteiro, demonstrando a viabilidade econômica da pequena propriedade rural em sistema intensivo de produção de leite nesses e nos municípios circunvizinhos. A metodologia do projeto se estabelece na assistência técnica continuada, ou seja, cada produtor recebe a orientação de um técnico, que faz no mínimo uma visita mensal à propriedade. As adaptações metodológicas são definidas de comum acordo entre produtor e técnico, priorizando investimentos que trarão retorno econômico e financeiro, considerando as possibilidades do produtor rural. Na Paraíba, os produtores aderiram ao projeto em fevereiro de 2014, adotando

26

a metodologia de assistência técnica continuada. Como o Balde Cheio tem como base o compromisso de cooperação entre o produtor e o técnico, a iniciativa de selecionar produtores cabe aos técnicos da empresa terceirizada contratada, juntamente com o apoio do Senar-PB e das associações e/ou sindicatos de produtores. O projeto Balde Cheio busca o compromisso de cooperação entre o produtor rural e o Senar. Nesta parceria, o Sistema conta com o apoio de Associações e Sindicatos dos produtores rurais. O projeto atende aproximadamente 84 propriedades, considerando que a bovinocultura de leite é a principal atividade contemplada.


SERTÃO EMPREENDEDOR LEVA MUDANÇA DE ATITUDE PARA O SEMIÁRIDO PARAIBANO Com a intenção de desenvolver a região semiárida paraibana e gerar empreendedorismo através da inserção de tecnologia e mudança de atitude, o Programa Sertão Empreendedor foi criado para ajudar produtores e trabalhadores rurais a produzir mesmo com as interferências climáticas. O objetivo do Programa é promover a competitividade e sustentabilidade dos empreendimentos rurais no semiárido paraibano através do fomento à inovação, ao empreendedorismo e a difusão das tecnologias sociais, de produção, gestão e boas práticas de convivência com a região. Operacionalizado em parceria com o Sebrae, o Programa abrange seis municípios do Estado, entre eles: Juazeirinho, região de Campina Grande (Fagundes, Caturité), Catolé do Rocha, Piancó, Cajazeiras e Santa Luzia, beneficiando em torno de 120 produtores rurais. Em sua linha de atuação o Sertão Empreendedor auxilia os produtores no gerenciamento da propriedade junto com

técnicas de melhoramento da produção, para que assim o produtor possa obter melhor rentabilidade. Um dos maiores focos é ajudar no melhoramento do manejo sanitário, na alimentação e genética do animal. Neste foco, o Programa incentiva a captação e conservação hídrica, através da construção de barragens subterrâneas, a produção de forrageiras (palma forrageira em sistema adensado) e conservação de forragens (fenação, ensilagem). Além disso, o programa difunde atividades com potencial econômico na região, como a ovinocaprinocultura, a apicultura, a fruticultura, a fabricação de produtos e alimentos a partir da palma forrageira e o turismo rural.

27


FORMANDO NOVOS LÍDERES DO AGRONEGÓCIO O Programa CNA Jovem, em parceria com o Senar, tem foco na descoberta de novos líderes para o Agronegócio Com foco na liderança, jovens de 22 e 35 anos são capacitados em 4 encontros presenciais e conteúdos via EaD, buscando a identificação de oportunidades de negócios, inovação, sucessão familiar dos empreendimentos e fortalecimento do agronegócio na sociedade. Em 2014, sete jovens da Paraíba foram selecionados para o Programa, totalizando 134 brasileiros de 24 estados. Além

28

das 136 horas-aula direcionadas, os alunos fazem um curso EaD de inglês (120 horas). A formação une o conhecimento das temáticas de interesse do agronegócio com a prática de tomada de decisões através de desafios práticos, elaboração de planos de negócios, visitas técnicas e desenvolvimento de competências comportamentais e de comunicação. Ao final, os cinco candidatos que se destacam durante

esse processo formativo fazem uma visita técnica à China para conhecer instituições de pesquisa, modelos de empreendedorismo e prospecção de negócios. O processo de formação dos jovens foi realizado em parceria com outras três entidades: Fundação Instituto de Administração (FIA), HSM Experience e EF – Education First.


GESTÃO CAPACITADA NO AGRONEGÓCIO Voltado para pequenos produtores rurais e suas famílias, o Programa Negócio Certo Rural (NCR) trabalha com ferramentas simples de gestão para que os alunos aprendam a desenvolver e administrar melhor a pequena propriedade rural. o programa contempla duas etapas: aulas teóricas e consultorias nas propriedades. O NCR é uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas (Sebrae), que teve a duração de 14 meses (novembro/2013 a dezembro/2014), com um total de 45 turmas e cada turma com até 15 propriedades e no máximo de até 30 participantes; além de carga horária de 46 horas, permitindo a capacitação de até 1.350 produtores.

AÇÕES REALIZADAS NO EXERCÍCIO 2014: ARTICULAÇÕES COM ASSOCIAÇÕES

11 19 15 06 46 MUNICÍPIOS

ARTICULAÇÕES COM SINDICATOS RURAIS

MUNICÍPIOS

ARTICULAÇÕES COM SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA

MUNICÍPIOS

CAPACITAÇÃO DE NOVOS INSTRUTORES EM NATAL-RN

PARTICIPANTES

TURMAS CONCLUÍDAS

45 TURMAS E CADA TURMA COM ATÉ 15 PROPRIEDADES E NO MÁXIMO DE ATÉ 30 PARTICIPANTES; ALÉM DE CARGA HORÁRIA DE 46 HORAS, PERMITINDO A CAPACITAÇÃO DE ATÉ 1.350 PRODUTORES.

TURMAS

PERÍODO: NOVEMBRO/2013 A DEZEMBRO/2014 CADA TURMA: ATÉ 15 PROPRIEDADES OU 30 PARTICIPANTES CARGA HORÁRIA: 46H MUNICÍPIOS ATENDIDOS: 41 TOTAL DE PARTICIPANTES: 1.350 PRODUTORES

29


30


AÇÕES SOCIAIS DO SENAR PROMOVEM CAPACITAÇÃO INTEGRAL

31


PINTANDO O 7 COM O SISTEMA FAEPA/ SENAR-PB Em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa), o Senar-PB realiza uma ação anual de caráter social, com o objetivo de arrecadar e distribuir brinquedos, livros e gibis para crianças carentes de um município da zona rural do estado. Em sua quinta edição, o projeto “Pintando o 7 com o Sistema Faepa/Senar-PB” escolheu o município de Várzea, na região do Seridó. Durante a campanha, arrecadou cerca de 300 brinquedos novos e seminovos, livros e gibis para serem distribuídos nas comunidades rurais do município. A ação contou com a participação de aproximadamente 160 crianças de famílias de produtores e trabalhadores rurais. Uma tarde de lanches, apresentações culturais, brincadeiras, presença do Papai Noel em seu “transporte estilizado” completaram a programação.

32


PARTICIPAÇÃO NO AÇÃO GLOBAL EM SANTA RITA O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural da Paraíba (Senar-PB) participou do evento com a realização de dois treinamentos. O primeiro, Fabricação de Geleias de Goiaba e Abacaxi, foi organizado com o amparo da Usina São João, onde aconteceu o treinamento. Já a oficina de Fabricação de Compotas de Abacaxi e Mamão aconteceu na Usina Miriri. Ambas as ações tiveram carga horária de 24 horas/aula.

33


AÇÃO PARA O OUTUBRO ROSA Com a intenção de disseminar a promoção social, o Sistema Faepa/ Senar-PB distribuiu 350 botões de rosa cor de rosa em prol da conscientização da prevenção do câncer de mama. A ação aconteceu no cruzamento das Avenidas Pres. Getúlio Vargas com a Tabajaras, em frente ao Lyceu Paraibano, no centro da capital. Pela primeira vez, o Sistema apoiou esta causa, visando cada vez mais se aproximar da população. Outubro Rosa é uma campanha de conscientização voltada para a mulher, realizada por diversas entidades durante o mês de outubro. A mobilização

34

tem como objetivo alertar a sociedade sobre a importância da prevenção e do combate ao câncer de mama. Além da distribuição das rosas, o Sistema Faepa/Senar-PB também iluminou a fachada da instituição na cor rosa durante o mês, distribuiu laços que simbolizam a luta contra o câncer de mama e realizou palestras.


2º PRÊMIO FAEPA/ SENAR-PB DE JORNALISMO O Sistema Faepa/Senar-PB realizou a premiação dos vencedores da segunda edição do Prêmio Faepa/ Senar-PB de Jornalismo em 2014. O tema escolhido “Empreendedorismo no meio rural”, recebeu mais de 28 inscrições de João Pessoa e Campina Grande, superando os números da primeira edição. O prêmio foi dividido nas categorias Impresso ( jornal e revista), Fotografia, Rádio, Televisão e Prêmio Especial (para todas as mídias). Os vencedores de cada categoria receberam como premiação o valor de

R$ 3 mil, troféus e certificados de participação. O evento ressaltou a importância da imprensa como transformadora de realidades. A mídia tem o poder de mostrar à população o valor do rural para toda sociedade e o prêmio enfatizou essa realidade através das histórias contadas pelos premiados. Na avaliação dos trabalhos, foram analisados critérios como pertinência da matéria com o objetivo do Prêmio, correção e clareza das informações, grau de aprofundamento da reportagem, criatividade na abordagem e alcance social.

PREMIADOS CATEGORIA IMPRESSO: • Thadeu Rodrigues (Jornal Correio da Paraíba) com a matéria “Mulheres produzem e garantem renda”. CATEGORIA FOTOGRAFIA: • Francisco França (Jornal da Paraíba), com a foto “Isabel precoce. Agricultores de Natuba conseguem melhor rendimento com o cultivo da nova variedade de uva”. CATEGORIA RÁDIO: • Hebert Araújo (Rádio CBN João Pessoa), com a reportagem “Transformação Orgânica”. CATEGORIA TELEVISÃO: • Wendell Rodrigues (TV Correio), com a série “Valores do Campo”. CATEGORIA PRÊMIO ESPECIAL: • Wendell Rodrigues (TV Correio), com a série “Exemplos”.

35


36


UM FUTURO PROMISSOR PARA QUEM QUER IR ALÉM O Senar-PB celebra 2014 como um ano de grandes resultados e já observa o futuro que se forma a partir dessas conquistas. Investir em educação significa, invariavelmente, um caminho diferenciado para um povo. Muda a sua perspectiva diante do presente e seu futuro está baseado em valores atemporais.

37


É fácil entender o que significa proporcionar desde noções básicas de cuidados no trabalho do campo até estudos avançados de liderança para jovens visionários. Esta dinâmica possibilita ao trabalhador e produtor rural paraibano um caminho novo.

Este empreendedor do campo agora está se preparando constantemente para os novos desafios tecnológicos e de qualidade de produção. Está pronto para entender o novo mundo dos produtos orgânicos e as demandas da sociedade quanto a uma alimentação mais saudável. O novo empreendedor agropecuário se prepara para uma aproximação maior entre restaurantes que desejam estar mais próximas do pequeno produtor. Um contato direto, conferindo in loco como nasceu aquele alface, como está sendo produzida a laranja que faz o suco para seu cliente.

38


ASSIM, O PRODUTOR E TRABALHADOR RURAL SE PREPARAM PARA O NOVO PASSO QUE O SENAR-PB JÁ VEM INVESTINDO EM 2015: MAIS INVESTIMENTOS EM EDUCAÇÃO FORMAL E ASSISTÊNCIA TÉCNICA GERENCIAL. Se os passos básicos já estão consolidados, é a hora do empreendedor do campo descobrir a possibilidade de aprofundar seus conhecimentos. Em parceria com o Governo Federal, o Senar oferece cursos técnicos que preparam seus alunos para situações ainda mais desafiadoras. Desafios que também podem ser enfrentados pelos produtores de longa data, que diante de diferentes cenários, agora podem contar com assistência técnica especializada do Senar. Técnicos que vão direto à propriedade acompanham o panorama de mudanças necessárias para a produção crescer em quantidade e qualidade. A Escola da Terra se amplia dentro da população rural paraibana certa de que seu alcance é maior em 2015 e tem tudo para crescer ainda mais. O trabalho é árduo, acompanhando o trabalhador desde a preparação das sementes até a venda final, fornecendo conhecimento e sabedoria, mostrando que se pode ir além.

39


EXPEDIENTE

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL DA PARAÍBA

PRESIDENTE DO CONSELHO ADMINISTRATIVO MÁRIO ANTÔNIO PEREIRA BORBA CONSELHO ADMINISTRATIVO ROSANNE CURI ZARATTINI Serviço Nacional de Aprendizagem Rural / Administração Central (Senar) RAIMUNDO NONATO SIQUEIRA Classe produtora Rural DAMIANA DANIEL DOS SANTOS Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa) LIBERALINO FERREIRA DE LUCENA Federação dos Trabalhadores da Agricultura da Paraíba (Fetag)

CLEIDE ARAÚJO Federação dos Trabalhadores da Agricultura da Paraíba (Fetag) SUPERINTENDENTE SÉRGIO RICARDO GOUVEIA MARTINS ASSESSORIA DE PLANEJAMENTO VÉRA FIGUEIRÊDO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO TAYNÁ ALEXANDRE FOTOS DOLLARPHOTOCLUB ARQUIVO FAEPA/SENAR TEXTO RICARDO OLIVEIRA ROMINA CÁCIA

CONSELHO FISCAL SAMUEL FRANCISCO CORDEIRO Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) TIBURTINO CARTAXO DE SÁ FILHO Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa)

40

REVISÃO RICARDO OLIVEIRA TAYNÁ ALEXANDRE DESIGN DE CONTEÚDO, PROJETO GRÁFICO E EDIÇÃO VIND CREATIVE STUDIO


41


42


43


44

E-MAIL: SENARPB@SENARPB.COM.BR ENDEREÇO: ENG. LEONARDO ARCOVERDE, 320, JAGUARIBE/ JOÃO PESSOA-PB CEP: 58015-660 TELEFONE: (83) 3048-6050

Relatorio de atividades 2014  

O material reúne as realizações do Sistema Faepa/Senar-PB ao longo de 2014, ano em que o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural da Paraíba c...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you