Page 1

www.vigiai.net

Informativo de Missões Ano 02 - Edição 09

CRISTOLÂNDIA Especial

O incêndio na PIB São Mateus-SP

Entrevista - Missionárias

100 anos da PIB Aracaju-SE

95 anos da IB Mares Salvador-BA

Soraya Machado A Senhora Cristolândia

Noêmia Cessito A Senhora Moçambique


O Ã Ç A SUA R I U R T E S N O C R PODE UMA CASA DO

! A VID

O Projeto Quero Viver é desenvolvido pela Junta de Missões Mundiais em Arequipa (Peru) e tem o objetivo de recuperar dependentes químicos. Além de receber tratamento, as pessoas abrigadas pelo Quero Viver têm a chance de conhecer Cristo, a Verdade que liberta também da dependência química. O Projeto foi iniciado em 2003 e suas instalações precisam, urgentemente, de reformas e ampliação, para que mais gente possa ser atendida. As obras de reforma começaram em outubro, quando um grupo de voluntários, a maioria do setor de construção, foi até Arequipa e se envolveu diretamente neste grande mutirão. Participe deste projeto e permita que mais pessoas deem um basta às drogas e digam SIM para uma vida com Cristo.

“Jesus colocou no coração de missionários da JMM o desejo de abrir um centro de

recuperação em Arequipa, onde eu morava. Foi lá que me internei e conheci o verdadeiro

amor de Jesus. (...) Jesus me devolveu minha

família, me deu uma esposa temente a Ele e o melhor trabalho que se pode ter: levar o Evangelho ao mundo inteiro.”

em breve seguirá Américo Monje, missionário que a a Bolívia. com sua esposa, Talitha, par

Com sua oração e oferta, você participará do avanço do Projeto Quero Viver, ajudando a resgatar pessoas que desejam viver uma nova vida ao lado de Cristo. Levar Água da Vida a quem quer uma nova vida é nossa missão!

FAÇA PARTE:

21 2122-1901 (CIDADES DDD 21)

0800 709 1900 (DEMAIS LOCALIDADES)

pam@jmm.org.br

colabore@jmm.org.br


Expediente

INFORMATIVO VIGIAI Ano II – Número 09 Criação e Projeto Gráfico

Sumário Articulistas

Especial

19 - Pr. Adriano Xavier “A soberania de Deus”

Reportagens Fotográficas:

20 - Pr. Geraldo Farias “Quanto vale um pastor?”

Fabiano Sousa (In Memoriam) Jornalista e Designer Mtb-SP 66.300 Produção Ministério Vigiai.net www.vigiai.net CNPJ 17.442.129/0001-52 Vital Sousa - Jornalista e Editor Mtb-SP 63.588 Telefone (12) 3621-2579 Diagramação Imprensa Núleo de Comunicação CNPJ 06.950.316/0001-20 Impressão Resolução Gráfica Contatos E-mail: vigiai.net@gmail.com Telefone (12) 3621-2579 / 9.8858-0804 Caixa Postal: 107 - Taubaté - SP CEP 12010.970

22 - Pr. Isaías Lins “A palavra de ordem é: Amar, ajudar, soerguer, estender a mão, levantar, compartilhar, sofrer junto, chorar junto, acarinhar, restaurar, acolher e aconselhar” 23 - Dr. Gilberto Garcia “II Festival de Liberdade Religiosa”

“Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca” Mateus 26:41

42 - Última página

Bençãos!

24 - Pr. Moizés Oliveira “Cuidado com o cupim (2) Identificando nossos focos de cupim”

12 a 14 Igreja Batista dos Mares

Entrevistas 16 e 17 PIB Aracajú

30 a 33 Missionária Soraya Machado “A Senhora Cristolândia”

SOS

Tiragem: 5.000 exemplares Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos seus autores, e não representam necessariamente a opinião do Informativo. É proibida a reprodução total ou parcial de reportagens, entrevistas, artigos, ilustrações e fotos, sem a prévia anuência dos titulares dos direitos autorais.

09 - Convenção Batista Fluminense 15 - Convenção Batista Carioca 34 a 38 - Manual Cristolândia

39 a 41 Missionária Noêmia Cessito “A Senhora Moçambique”

09 Apelo e trabalho PIB Camboinha

28 e 29 Esperança e dor PIB em São Mateus

Vigiai é imprescindível! Receba 100 revistas! Publique um Banner ou Matéria de página inteira! Apenas R$600,00! Aconteceu? Coloque na Vigiai e guarde para toda a vida! E-mail: vigiai.net@gmail.com

4 - Vigiai *Setembro de 2013

Igrejas Missionárias

Ingrejas Missionárias 25 - PIB Bairro São João 26 - PIB Vila Formosa 27 - SIB Campos dos Goytacazes


Editorial

“In memoriam”

F A B I A N O

Por: Vital Sousa jornalista e editor em Banzo

elizes dos que optam por Jesus; partem também, mas, com segurança, sem o afogar-se. Entre o morrer ser ganho fica a dualidade da tristeza e da alegria, no único caminho da eternidade. Cristo. gonia não é a resposta de Deus. Fiéis na esperança: esperamos. De superação em superação, nos reinventamos na necessidade de vir a ser. Resiliência. uscamos a presença de diversas formas. A saudade, com o tempo, só aumenta. A cama do filho, que já morreu, é arrumada, todos os dias, de diversas formas Integridade. ndelével é a marca que deixou na nossa existência. A dor finge que passa - na verdade se incorpora, vira cicatriz. De momentos em momentos, se reabre em chagas expostas. Superação. falta preenche o vazio - paradoxo perene do vácuo deixado: de presença, conversa, riso, dor, alegria… É impossível não vivenciar a síndrome do ninho vazio. Sentimento. ão existe o museu do amor para colocar a falta de um filho porque o amor não pode ser acondicionado. Ele se liberta e como semente que o pássaro leva, e, germinada, e, cresce e se reproduz infinitamente. Legado. amor não é abstrato - não podendo mais ser compartilhado e dividido, pode ser vivido de alguma forma. Porque não é lógico, não se prende em labirintos e convenções, em concretitude. Perenidade.

D E

emarcamos o tempo em segundos, minutos, horas, dias, semanas, meses, anos, séculos… A poesia não pode ser demarcada porque é essência da proclamação, falando em qualquer estágio. Delicadeza. lencando momentos escritos e sonhados, narrados e fotografados, tocados e filmados, enfim, eternizados. Na lembrança da presença que nos invade, permissiva. Ternura.

L I M A

imitar-se em um momento de ressignificados, do quarto vazio e do vazio do quarto, é cruel. Dói porque não será preenchido, metamorfose. Catarse. lustrar o texto, a foto, a diagramação, dar vida ao escrito, e agora? Vamos sobrevivendo e tentando – menores - órfãos de filho. Criatividade. aterializar o “nunca mais” (mesmo se fosse necessário) é ignóbil, sofrido demais, é hora de pular. Tem hora para tudo mesmo na vida… Fragilidade. s lágrimas se solidificaram nas entranhas, no coração, no cérebro, nos detalhes, nunca mais seremos os mesmos Impossível não lembrar e relembrar. Enriquecimento.

S O U S A

omos mais que vencedores em Cristo! E em qualquer hipótese! Existe glória maior? A convicção nos sustenta, a fé nos dá a esperança em experenciar novos convívios, mais plenos, mais intensos. Graça. médico disse: Não tem mais jeito. O jeito é de Deus, vamos deixar com Ele – resposta tranquila. Como esquecer? Como é bom saber que não existe mistério no mais misterioso mistério! Certeza. ns confiam em carros e cavalos. Confiamos na vontade, no silêncio e na guarda de Deus, fim. Conscientização abemos que nada nos separará do amor Dele. Nem a morte. Somos mais que vencedores Naquele que nos amou. Que alegria ao descortinar o Absoluto, tangível! Imortalidade. vida - atemporal – tem a parte triste da partida física - ruptura. Mas temos a certeza da vida eterna em Jesus, incorruptível, a viveremos, também... Essencialidade.

Notas do autor:

• Este acróstico foi pautado para ser publicado na edição anterior, mas, por motivos sentimentais não foi concluído em tempo hábil. É um poema, portanto, existem trechos com sentido figurado. • Homenagear o criador da revista é essencial e um presente de reconhecimento aos seus familiares, amigos e irmãos em Cristo. • Não foi publicado o editorial técnico nesta edição em função desta homenagem, otimizamos a capa e o sumário para tal fim. • Inspiração bíblica: Can 8:7a, I Cor 13:13, Fil 3:20 e 21, Jo 11:25, Jo 14:6, Sl 116:15, Ecl 3:1-8, Sal 20:7, Rom 8:37-39 e Ecl 12:13. • Inspiração filosófica: “O tempo não só cura, mas também reconcilia” (Victor Hugo), “As grandes idéias surgem da observação dos pequenos detalhes” (Augusto Cury), “Não se conhece o bem enquanto não se o perde” (Mateo Alemán), “Felicidade é ter algo o que fazer, ter algo que amar, e algo que esperar” (Aristóteles), “A esperança deve ser mantida, ainda que não pareça realista” (Amos Gitai) Setembro de 2013 * Vigiai - 5 e “Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela” (Paulo Coelho)


agSaved.com

8 - Vigiai *Setembro de 2013

Descubra porque o Dr. Russell Shedd e mais de 10 milhões de pessoas já leram este devocional. O devocional da família brasileira. presentediario.com.br


S.O.S

S.O.S Um CLAMOR QUE PRECISA SER RESPONDIDO! Primeira Igreja Batista em Camboinha, Cabedelo - PB precisa de você!

A

Igreja Batista em Camboinha funcionava numa casa alugada. No final de 2011 do dono da casa pediu que saíssemos, sem acordo, ficamos sem teto. Muitos irmãos foram embora, pois moravam em outros bairros. Os poucos remanescentes fiéis começaram a se reunir nas casas dos irmãos. Foi quando apareceu um terreno para comprarmos. Estamos pagando parceladamente e já fazemos culto nele, todos os domingos às 16 horas. Nesse lugar, encontramos a Comunidade Carandiru (ex-detentos) e começamos a trabalhar com suas crianças, mostrando que existe outro caminho além das drogas e o crime. PRECISAMOS DE AJUDA! Precisamos pagar o que falta do terreno, precisamos construir para sairmos do sol e da chuva, precisamos alugar uma casa para servir de base para a Igreja! Cabedelo é a 4ª cidade mais violenta do país! A Igreja Batista em Camboinha pode fazer a diferença, com a sua ajuda! Forte abraço, Pastora Diana Flávia http://ibcamboinha.blogspot.com.br

CONTAS PARA DEPÓSITOS: Banco do Brasil Agência 1681-0 – no. 26.741-4 Caixa Economica Federal Agência 1456 – no. 250528-3

Vigiai é imprescindível! Receba 40 revistas! E grátis um pequeno anúncio Banner de 55 mm x 68 mm Apenas R$100,00 mensais! Imperdível mesmo! E-mail: vigiai.net@gmail.com

Setembro de 2013 * Vigiai -

11


Bençãos

A


Especial

Reportagem Fotográfica: Vital Sousa

Assembléia dos Batistas Fluminenses Julho/2013

Pr. Nilson Godoy (ex-1º Vice Presidente da CBF) e Pr. Geraldo Geremias (ex-Presidente da CBF) momentos antes do final do mandato.

Saída de um grupo de pastores logo após a eleição da nova diretoria

Pr. Fernando Brandão, Diretor da JMN, lidera um dos momentos mais inspirativos da Assembleia, cuja tônica foi a adoração

Pr. José Maria, Diretor Executivo da CBF, coordenador geral da profícua Assembleia

Pr. Hudson Galdino, eleito o novo Presidente da OPBB-Fluminense

Pr Adilson Santos, Coordenador da JMM, trouxe uma vigorosa mensagem de despertamento

A expressão de louvor genuíno da bela corista contagiou todos os adoradores presentes

Vista do plenário da Assembleia em uma das sessões, todas superlotadas

- Pr. Éber Silva, momentos antes de ser eleito 2º Vice-Presidente da CBF - Pr. Vanderlei Marins, momentos antes de ser eleito Presidente da CBF - Pr. Elildes Macharete, momentos antes de ser eleito 1º Vice-Presidente da CBF - Pr. Edgar Barreto clama em favor dos trabalhos convencionais

Setembro de 2013 * Vigiai -

15


Bençãos

Primeira Igreja Batista de Aracaju 100 anos proclamando que Jesus é o Salvador!

Por Sheyla Morales

Conferência

Um ano de celebração. É assim que os batistas sergipanos tem considerado este ano de 2013. O motivo se deve ao aniversário de cem anos da igreja precursora da denominação Batista no Estado de Sergipe, a Primeira Igreja Batista de Aracaju (PIBA). E o dia 19 de setembro de 2013 certamente marca a história desse povo. A data simboliza não somente a chegada e consolidação dos batistas em terras sergipanas, mas, sobretudo, a luta de homens e mulheres de outrora em cumprir o “Ide”. “Somos fruto da ação evangelizadora de nossos irmãos batistas alagoanos, vindos da Primeira Igreja Batista em Penedo, que enfrentaram os grandes desafios de uma época onde a evangelização em Sergipe dava seus primeiros passos, em 19 de setembro de 1913. Glória a Deus pela vida desses servos do Senhor”, ressaltou o presidente da igreja centenária, Pastor Paulo Sérgio dos Santos.

Pela graça de Deus a PIBA chega aos cem anos, mantendo um perfil genuíno de amor, submissão e compromisso com Deus. “Este ano de 2013, quando comemoramos o centenário da PIBA, o nosso coração se enche de alegria porque podemos declarar que até aqui nos ajudou o Senhor. Estamos alegres em ver que hoje a igreja conta com 1.127 membros, 5 congregações, 2 projetos sócio-evangelísticos e um total de 28 igrejas formadas”, declarou o pastor Paulo Sérgio dos Santos. A Primeira Igreja Batista de Aracaju é composta por ministérios, organizações e departamentos que promovem ações, lançam campanhas e motivam a membresia. Programa de assistência a idosos, reforço escolar, campanhas missionárias, organização de retiros espirituais, conferências evangelísticas e ensino da palavra evidenciam o compromisso e fidelidade que esta igreja tem a Deus.

Pr. Paulo Sérgio (Pastor Titular)

Pr Jabes Nogueira (Pastor Emerito)

Acampamento da Igreja

Feira Missionária

16- Vigiai * Setembro de 2013 Congresso de Jovens


Acampamento dos Jovens

Apresentação do Grupo Logos

Ao longo dos anos a PIBA passou por diversas mudanças. Diante da pós-modernidade precisou avançar. Inserida nas redes sociais tem anunciado a Palavra de Deus e mobilizado os crentes a falar de Cristo Jesus. Assim, perpetua até hoje, os claros propósitos de ser uma igreja proclamadora do evangelho de Cristo Jesus. Homenagem em Pirambu em 20 de agosto

Jovens e Conselheiros que serviram Ceia

CELEBRAÇÕES Para celebrar o centenário da PIBA, a igreja organizou uma série de eventos comemorativos. Através da Semana em Foco das Jovens Cristãs em Ação e Congresso da juventude, vidas puderam ser impactadas. Ainda foi possível festejar a passagem comemorativa com o Encontro de Corais Evangélicos, no 2º Coral Concert, e Cantata “Sim, Nós Cremos”. Cantores da música gospel nacional também celebraram a data louvando e ministrando a Palavra de Deus. Esteve na Sede da PIBA o grupo gospel Logos, a Comunidade Evangélica de Nilópolis e o cantor evangélico Sérgio Lopes no dia 18 de setembro, dia que antecede o aniversário da igreja. “Nossa igreja está em clima de festa, uma vez que estamos comemorando 100 anos de proclamação do evangelho em Sergipe. Por isso,

planejamos uma agenda repleta de eventos e atividades com o intuito de mostrar à sociedade sergipana o papel do povo batista em nosso Estado”, disse a diretora do Departamento de Comunicação da Piba, Shirley Morales. Nos dias 19 a 22 de setembro, as pregações dos cultos foram ministradas pelo Pr. Jabes Nogueira Filho (pastor auxiliar da PIBA), Dr. Lyncoln Pereira de Araujo (1º VicePresidente da Convenção Batista Brasileira), Pr. Natanael Menezes Cruz (PIB de Jaboatão/PE), Pr. Walter Ferreira da Silva Júnior (Igreja Batista do Rio da Prata/ RJ), Pr. Jabes Nogueira (pastor emérito da PIBA) encerrando-se com o Pr. Miqueas da Paz Barreto (Igreja Batista da Concórdia/PE). A Primeira Igreja Batista de Aracaju receberá ainda no mês de outubro o Dr. Russel Sheed, que falará ao povo de Deus sobre “O desafio de ser igreja”. Além das celebrações, o ano também é de homenagens. Em janeiro deste ano, a PIBA foi homenageada na Assembleia Legislativa de Sergipe; em maio, na Câmara Municipal de Canindé do São Francisco e em agosto, na Câmara Municipal de Pirambu, onde recebeu o título de honra ao mérito pelos 100 anos dos batistas em Sergipe.

Congresso da Juventude Setembro de 2013 * Vigiai -

17


Especial

Reportagem Fotográfica: Vital Sousa

Assembléia dos Batistas Cariocas Julho/2013

Nova diretoria da OPBB-Carioca

Pr. Josué da Silva Andrade, momentos antes de ser eleito Presidente da CBC

Pr. Eraldo Sena, 1º Vice Presidente da CBC e Pr. João Fraga, Presidente da OPBB-Carioca

Vista do plenário

Vista do plenário na 2ª Igreja Batista do Rio de Janeiro

Coral dos Músicos Cariocas, com o destaque a excelente performace do jovem maestro

Vigiai é imprescindível!

Jantar da liderança da Convenção Batista Carioca na companhia da Missionária Delfina Lane

www.vigiai.net

Informativo de Missões Ano 01 - Edição 05

Receba 20 revistas! Apenas R$50,00 mensais! E faça parte do “Giro Missionário” E-mail: vigiai.net@gmail.com 18

- Vigiai * Setembro de 2013

Pr. Dejalmir Waldhelm, orador oficial e exPresidente da CBC

DROGADIÇÃO

Estudos e recuperação

O que os batistas estão fazendo I Conferência Nacional de Enfrentamento à Dependência Química PALESTRA: Dr. Saulo Duarte Lima Ribeiro (Pesquisador do SENAD) PALAVRA DOS PASTORES: Paschoal Piragine Jr, Fernando Brandão, Ariovaldo Ramos e Carlito Paes


A driano Xavier Machado

A soberania de Deus

M

uitas vezes já ouvimos ou lemos algo sobre a soberania de Deus. Mas, o que significa dizer que Deus é soberano? A. W. Pink tentou explicá-la: “Dizer que Deus é soberano é declarar que Deus é Deus”. Assim, Ele exerce o Seu governo e realeza como quer, tanto na criação quanto na história humana. Pink ainda destaca: “A soberania de Deus nas Escrituras é absoluta, irresistível, infinita”. Por mais que nos esforcemos, faltariam palavras para descrevermos a soberania de Deus. “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos” (Isaías 55.8,9). Embora seja um texto revelador da grandeza do nosso Deus, todavia, na prática, temos muita dificuldade em descansar em Sua soberania. Afirmamos que Ele é grande, que Ele é poderoso e que somente Ele salva, mas, muitas

vezes ainda estamos presos em nossos próprios pensamentos, amarrados em nossos próprios caminhos. Facilmente questionamos a direção e a providência divina. Estamos quase que insistentemente relutando em aceitar os planos do Senhor. É claro que, na nossa humanidade e fragilidade, quando enfrentamos alguma circunstância adversa, choramos, gememos e sentimos dor. No entanto, ninguém tem o direito de rejeitar ou desprezar a soberania de Deus. Em um primeiro momento, podemos não perceber que o desejo de Deus para nós é de fato o melhor. É como aquele pai ou aquela mãe que, esforça-se para afastar a criança do ferro de passar roupa, por estar quente, para que ela não se machuque. Mas, tente alguém explicar isso para um bebê. Todos os discursos e conselhos serão inúteis. A providência é o afastamento da criança daquilo que lhe pode trazer algum prejuízo para a sua integridade física. Em certo sentido, Deus faz a mesma coisa conosco. Por não percebermos os perigos e as ameaças dos nossos próprios pensamentos e caminhos, Deus procura estabelecer a Sua vontade. Às vezes, ficamos aborrecidos e inquietos com isso, mas Deus insiste em Seus desígnios. “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais” (Jeremias 29.11). Muitos são os exemplos bíblicos que atestam de modo glorioso a perfeita soberania de Deus. Talvez, o mais esclarecedor, seja mesmo, o exemplo de José. Jogado em um buraco, quem poderia imaginar que ele estava com isso dando um passo para ser o futuro governador do Egito?

Na vida temos os nossos poços, mas, com certeza, nada pode anular ou desfazer a soberania de Deus. Assim, o que pode ser doloroso hoje, amanhã ou depois, revela-se em honra e glória. É difícil mesmo entendermos a soberania de Deus. Contudo, ela é real, consistente e graciosamente perfeita. A soberania d'Ele se manifesta em tudo, em todo o tempo e em todas as circunstâncias. O "Senhor empobrece e enriquece; abaixa e também exalta" (1 Samuel 2.7). O melhor que podemos fazer é aceitá-la por meio da fé. Se não duvidarmos, se não nos debatermos contra o que Ele tem feito a nosso favor, um dia tudo ficará esclarecido. No devido tempo, reconheceremos que Deus sempre esteve nos conduzindo e nos abençoando, manifestando graça e poder. Então, com gratidão, faremos a humilde confissão: “E quão preciosos me são, ó Deus, os teus pensamentos! Quão grandes são as somas deles!” (Salmos 139:17). E com alegria e fé, poderemos cantar: “Tu és soberano sobre a terra, sobre os céus Tu és Senhor absoluto. Tudo o que existe e acontece, Tu o sabes muito bem. Tu és tremendo”. Leia mais no site: adrianomachado.webnode.com.br

Adriano Xavier Machado Caixa Postal 37 - Seara /SC CEP 89770-000 pradrivier@gmail.com

Setembro de 2013 * Vigiai -

19


Pr.

G eraldo Farias

Quanto vale um Pastor? Existem coisas que o dinheiro não pode comprar...” A pósmodernidade imprimiu nosso jeito mercantilista de ser e fazer. Numa sociedade que quantifica, consome e descarta as relações, muitas igrejas estão contaminadas pelo consumo e materialização - testemunhos são relatos espetaculares sobre o ganho, a aquisição de bens e ascensão profissional. Deus é uma “escada” para subir na vida. É nessa atmosfera que focalizo a questão do sustento dos ministros. É comum pastores lidar com falácias e ilações sobre sua renda - alguns irmãos, famílias e grupos questionam a gratificação dos obreiros e, pasmem, constrangem seus líderes A “Coisificação” Estabelecida Muitas igrejas apresentam justificativas para não manter ministros vivendo integralmente do ministério: A construção do prédio, a alternativa de “fazer tendas”, isto é, exercer atividade extra para completar o sustento, ou até mesmo o “viver pela fé” (= nada receber) - o mito de que pastor de verdade deva ser pobre e necessitado, são exemplos reais. A Pergunta Que Não Quer Calar O que diz a Bíblia sobre o sustento do pastor? Deus escolheu a tribo de Leví dentre as tribos de Israel para ter exclusividade em tempo integral no serviço do Santuário. Os levitas tinham o direito de usar parte de todos os dízimos (Nm 18.25-31); o dinheiro da redenção dos primogênitos (Nm 3.44-51 e 18.14); as primícias = os primeiros produtos (Nm 18.813); os pães da proposição (Lv 24.9, I Sm 21.46, Mt 12.4); parte dos sacrifícios (Lv 7.6-10 e 31-34, Nm 6.19-20 e 18.8-11, Dt 18.3); todas as coisas devotadas (Nm 18.14); e outros (Nm 31.29-41). A omissão na concessão dos direitos acima foi denunciada por Neemias como abandono da casa de Deus (Ne 13.10,11). Jesus convocou seus discípulos em tempo integral (Mt 4.19-20 e 8.21,22; Mc 2.13,14). Havia tesoureiro para receber ofertas usadas para o sustento pessoal e para dar aos pobres (Jo 12.6; 13.27-29). Jesus recomendou: “Não vos provereis de ouro, nem prata...”. Que não levassem cintos, alforjes (bolsas pessoais), túnicas (roupas), alparcas (calçados), nem bordões (carros), pois o obreiro tem o direito de receber o que precisa para viver (Mt 10.510). O campo a ser visitado deveria suprir suas necessidades (Lc 22.35). Após a ressurreição, desanimados e incrédulos, os discípulos voltaram à pescaria. É improvável que tal rotina tenha se estabelecido (Jo 21. 1-22; At 2.41-47 e 6.2). O “fazer tendas” - trabalho secular exercido pelos ministros para suprir as necessidades de suas famílias - deve ser evitado, afinal, o soldado “não deve se com os negócios dessa

vida” (I Tm 2.4). Paulo orientou Timóteo a depender do sustento exclusivo da igreja (II Tm 2.6,7). Paulo precisou fazer tendas (At 18.1-4), contudo, este fato é circunstancial e não normativo (I Co 9.6-14); foi aceitável, não desejável (I Co 9.11-14). Por isso “quando Silas e Timóteo desceram da Macedônia, Paulo dedicou-se inteiramente à Palavra...” (At 18.5). Nesta ocasião recebeu ajuda (II Co 11.8,9). Raciocínio de Tio Patinhas O ideal bíblico é o ministro viver do e para o ministério. A comunidade ganha e cresce quando o vocacionado não se divide entre o ministério e uma atividade complementar. Portanto, a Igreja não deve ser injusta quando assume o papel de “mantenedora” (Cl 4.1). Inconvenientes “corneteiros” questionam o valor investido no ministério. Medir um vocacionado sob a ótica profissional é desvio. Ao “coisificar” assuntos espirituais, Esaú a trocou a primogenitura por um prato de lentilha (Gn 25.34). Fidelidade Implica Constância! Os críticos da gratificação do pastor não se indignam com a mesma profundidade em relação aos infiéis nas contribuições da igreja local. A fidelidade implica absoluta constância – o “quase fiel” é infiel. Os verdadeiros fiéis o são todos os meses “firmes, constantes e abundantes” (I Co 15.58). O quanto uma igreja poderia realizar se todos fossem verdadeiramente fiéis??? Quantos missionários teriam os campos? E quantos obreiros vivendo integralmente no ministério? O infiel não tem dificuldades de dar “a César o que é de César” - IPTU, IPVA, INSS etc. Sua dificuldade é “dar a Deus o que é de Deus”. Vale o Quanto Pesa? Os pastores são presentes de Deus para as igrejas (Ef 4.11 = “Deus deu”). De absolutamente nenhuma outra atividade profissional é proferido que prestarão contas a Deus pelas vidas (Hb 13.17; Jr 23.1). Como avaliar alguém que trabalha com a mente? Se os “fiscais” concluírem que o trabalho do pastor é somente aquilo que mensuram com

seus próprios olhos (pregação, ensino, visitação e aconselhamento), estão desautorizados (Rm 14.10b, 12). Aferir atividades espirituais com valores de mercado é reduzir o julgamento de Deus (I Sm 16.7). Um Leão Por Dia O ministério exige elasticidade ímpar: Treinamento de líderes, visitações a famílias, hospitais etc. Socorro aos enfermos, participação em emergências como crises familiares, óbito etc. Cerimônias de casamentos, fúnebres, formaturas e outras. Aconselhamentos breves, seqüenciais, permanentes ou orientações imediatas, sejam individuais, de casais ou grupo. Supervisão das atividades eclesiásticas administrativas (I Tm 4.13, At 6.2). O apascentamento e suprimento da própria família – o relacionamento conjugal, a interação e educação dos filhos. A gratificação deve ser suficiente para a promoção da saúde da família, provisão de moradia e manutenção do carro usado no ministério. O pastor deve envolver-se com a Denominação – assembléias, convenções etc. Deve reciclar-se em simpósios, congressos etc. Ovelhas Apascentando Pastores Quanto vale o ministério pastoral? Eis a vontade de Deus: “Digno é o obreiro do seu salário” (Lc 10.7); “...Os que anunciam o Evangelho, que vivam do Evangelho” (I Co 9.13,14). “Os pastores... sejam tidos por dignos de duplicada honra... (gr = remuneração)” (I Tm 5.17); “O que é instruído na palavra, reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui” (Gl 6.6); “Lembrai-vos dos vossos guias... para que o façam com alegria e não gemendo” (Hb 13. 7 e 17). Equilibrado, o pastor deve viver grato com o que é suficiente para si e sua família (Fp 4.11; Cl 3.14). Louvamos a Deus pelas igrejas que apascentam seus pastores, priorizando o ministério.

Geraldo Farias de Souza é pastor da IB Selecta - S. Bernardo do Campo/SP, Psicólogo Clínico (CRP 06/88367) e Professor de Teologia. Atua no treinamento e desenvolvimento de líderes e equipes, é conferencista nos temas de casal/família. 20(11)- Vigiai * Setembro de 2013 996382775; gerafarias@hotmail.com + conteúdo: lideralpinista.blogspot.com


Missões e missões…

Precisando de desenhos e ilustrações? Consulte já! Pastor Cícero e Adaly E-mails: cicerore@ig.com.br e adalyre@ig.com.br

Telefones: (11) 2579-8167 (11) 952730780 - TIM (11) 969059145 - VIVO

Vigiai é imprescindível! Quer participar das próximas edições? Entre em contato já! Reserve já 3 exemplares da Vigiai 10 – Apenas R$18,00 E-mail: vigiai.net@gmail.com

Setembro de 2013* Vigiai -

21


Pr.

I saías Lins A PALAVRA DE ORDEM É:

Amar, Ajudar, Soerguer, Estender a Mão, Levantar, Compartilhar, Sofrer Junto, Chorar Junto, Acarinhar, Restaurar, Acolher e Aconselhar

E

xistem em nossas plagas, muitas pessoas que integram as lideranças de nossas Greis, que vivem preocupadas com o fato de, se fulana ou beltrana, que fazem parte da juventude ou que já estejam dela passando, se são ou não virgens e, por isso, em tom jocoso, dizem que esse estado físico é algo um tanto raro nos dias atuais. Algo difícil de julgar, sobretudo porque a maioria dos que julgam, sequer souberam de resultados de laudos e de testes de perícia técnica. Ademais, muitos do que estão julgando a virgindade dessa ou daquela moça, estão comprometidos com problemas ainda maiores de pecados em suas vidas.Trambiques, planos estratégicos para puxar tapete de irmãos, de líderes, de pastores, estão preocupados com as pastoras que estão sendo consagradas em Concílios Examinatórios, tomam emprestado e não pagam, falam mal dos líderes, tramam os mais vis intentos com o desejo ávido de destruir o semelhante, não estendem as mãos aos que precisam se soerguer, mas, se julgam mais íntegros do que um hímem de uma moça que foi rompido por este ou aquele deslize, ou, que nem precisaria ser... Manter o ódio no coração, é mesmo

22

- Vigiai * Setembro de 2013

que perder ou não ter a virgindade se não for pior. Construir a cada dia a ira, a intriga, abrir a boca para amaldiçoar aos irmãos, a irmã, não é menor do que deixar de ter a virgindade, ou dizer que alguém perdeu a virgindade. Por sinal, a virgindade sem o exame pericial é difícil de detectar, tem o problema médico legal do hímem complacente. E quem sabe, dentro das Igrejas quem é, ou quem deixou de ser virgem? Existem muitos criminosos em potencial. Perderam a virgindade do coração e da mente. Estão dentro das Igrejas opinando, ameaçando, aconselhando sem condições espirituais e morais e, o que é pior, sempre votando e eliminando os irmãos. Acho pertinente lembrar do episódio de Jesus com aquela mulher prostituta, julgada por muitos como uma nojenta, ali estava, fora trazida para ser morta, não prestava mais para nada, os religiosos a trouxeram, com muito ódio, eram os religiosos, lídimos e verdadeiros prostitutos espirituais, falsos, hipócritas, intriguentos, cheios de pedras nas mãos, a sentença estava prolatada por antecipação, aquela mulher estava com sua sorte selada, mas... Jesus o Mestre e Consolador dos corações disse: "QUEM NÃO TIVER PECADOS ATIRE A PRIMEIRA PEDRA"... Todo mundo se retirou. Na hora da Assembleia Administrativa na Igreja, Jesus iria olhar esses impiedosos julgadores, e iria dizer, "QUEM NÃO TIVER PECADOS ATIRE A PRIMEIRA PEDRA." "MULHER NINGUÉM TE CONDENOU, EU TAMBEM NÃO

TE CONDENO, VAI E NÃO PEQUES MAIS..." Eu sei que uma das coisas que mais algumas pessoas gostam de fazer nas Igrejas, alem de viver acusando aos irmãos e falando das vidas dos outros, é votar para eliminar fulano e beltrano, sicrano e sicrana.... Eliminar é linguagem usada por bandidos, mafiosos, ou inimigos. O evangelho ensina diferente, com carinho, amor, dedicação, gentileza, benignidade, longanimidade, firmeza, simplicidade: "MULHER, NINGUÉM TE CONDENOU, EU TAMBEM NÃO TE CONDENO, VAI E NÃO PEQUES MAIS..." A virgindade do hímem, julgada por corações e mentes de pessoas, que não têm virgindade e pureza espiritual, que são odientos, violentos, caluniosos, difamadores, intriguentos, armam as teias de aranha para destruir aos irmãos e as irmãs, causa repúdio. Em lugar de tomarem conta das virgindades das irmãs jovens que vivem dentro de nossas igrejas, deveriam cuidar de si mesmos. Por sinal, a virgindade só se sabe quem perdeu, quando por um infortúnio alguém aparece grávida. Então, a palavra de ordem desses julgadores é: Eliminar, disciplinar, afastar do rol de membros. Afinal, tudo que os zeladores da virgindade desligarem na terra, pensam que será desligado no céu.... A meu ver a palavra de ordem deve ser: Amar, ajudar, soerguer, estender a mão, levantar, compartilhar, sofrer junto, chorar junto, acarinhar, restaurar, acolher, aconselhar e dizer: "FILHA, NINGUÉM TE CONDENOU, EU TAMBEM NÃO TE CONDENO, VAI E NÃO PEQUES MAIS..."

Isaias Andrade Lins Filho Pastor Presidente da Igreja Batista Dos Mares, Salvador - BA.


G ilberto Garcia

Dr.

II FESTIVAL MUNDIAL DE LIBERDADE RELIGIOSA

E

m São Paulo presidiárias mulçumanas estavam sendo impedidas de realizar suas preces diárias, e através de uma efetiva atuação dos advogados paulistas aquelas presas tiveram a possibilidade de exercitar seu direito de cidadania religiosa, ainda que com o cerceamento a liberdade, foilhes restaurado o cumprimento de seus ditames de fé, assegurada na Constituição Federal do País, esse depoimento foi prestado, em 22.05, durante o I Simpósio Internacional de Liberdade Religiosa pela Dra. Damaris Moura Kuo, presidente da Comissão de Liberdade Religiosa, na Sede da OAB/SP. Com a finalidade de propagar o direito inalienável de um cidadão exercitar sua fé, em qualquer lugar do mundo, indiferente de sua confissão religiosa, seja budista, católica, candomblecista, evangélica, espirita, judaica, mulçumana, oriental, umbandista, entre outras vertentes espirituais, ou mesmo, a garantia de que ateus e agnósticos não estão obrigados legalmente a obedecer a preceitos que são fundamentos de um determinado grupo de fé, é que lideranças religiosas de todos os matizes de crença tem se reunido em diversos lugares do mundo para celebrar a liberdade espiritual. Durante os eventos, de 22 a 25 de maio, também foi realizado um Concerto Musical em prol da Liberdade Religiosa, e reuniões com lideranças políticas internacionais, inclusive representante da ONU, sendo divulgadas pesquisas mundiais que identificam que 40% dos países do mundo praticam restrições ao exercício da fé, e, 1/3 dos países tem leis que obrigam os cidadãos a professarem a religião oficial, e que, em

31% dos países a prática espiritual pode resultar em prisão, reiterando números divulgados no I Festival Mundial de Liberdade Religiosa, em 2009, no Peru. Neste diapasão a Cidade de São Paulo recepcionou “lideres regionais de 20 grupos religiosos que se comprometeram a continuar defendendo a liberdade religiosa no Brasil no II Festival Mundial de Liberdade Religiosa liderado pela IRLA - (...), Associação Internacional de Liberdade Religiosa, organização que já conta com 120 anos de defesa do exercício da fé no mundo, realizado no Vale do Anhangabaú, contando com aproximadamente 30 mil participantes, visando promover a liberdade de crença e consciência, tendo como destaque a convivência pacifica religiosa no país”. Coordenado pelo Prof. Samuel Luz, presidente da ABLIRC - Associação Brasileira de Liberdade Religiosa e Cidadania, na “Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, em 23.05, foi realizado um Fórum Internacional de Liberdade Religiosa”, no qual

estiveram representantes de grupos religiosos, tais como: Igreja Católica, Igreja Adventista do Sétimo Dia, Assembleia de Deus, Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Igreja Batista, Budista, de Matriz Africana, Hare Krishna, entre outras, e ainda, foi aprovada uma Lei pela Câmara Municipal que decretou o dia 25 de maio como “Dia da Liberdade Religiosa”, que será celebrado todos os anos pelos paulistas. Durante a realização do II Festival Mundial de Liberdade Religiosa, o Secretário Executivo da IRLA na América do Sul, Pr. Edson Rosa, destacou as diversas homenagens prestadas autoridades civis, entre os quais, Chefe da Secretaria da Presidenta Dilma Russef, Ministro Gilberto Carvalho, a Pra. Marga Sthoher, da Comissão de Diversidade Religiosa de Direitos Humanos, Representantes do Governador de São Paulo, Geraldo Alckmim, e, do Prefeito Municipal, Fernando Haddad, Deputados Federais e Estaduais, Vereadores, e, Lideres Religiosos: Pastores, Sheiks, Babalorixás, Rabinos, Sacerdotisas, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo, Monges, entre outros. Com satisfação, em atendimento a convite dos organizadores do II Festival Mundial, participamos no Evento da OAB/SP, do Encontro na ALESP, e, tivemos a honra de receber, por ocasião da Cerimônia Pública no Anhangabaú/ SP, patrocinado pela IRLA, a homenagem na condição de uma das personalidades defensoras da liberdade religiosa no Brasil (foto acima), o que muito nos honra e nos estimula a prosseguir no desiderato de estar envolvido na propagação da continua vigilância ao exercício da fé, como direito de cidadania dos brasileiros, assegurado na Constituição Federal.

Gilberto Garcia é Advogado, Pós-Graduado, Mestre em Direito. Especialista em Direito Religioso, Professor Universitário e Membro

do Instituto dos Advogados Brasileiros. Autor dos Livros: “O Novo Código Civil e as Igrejas” e “O Direito Nosso de Cada Dia”, Editora Vida, e, “Novo Direito Associativo” e “Questões Controvertidas - Parte Geral Código Civil”, Editora Método/Grupo GEN, e, ainda, do DVD - “Implicações Tributárias das Igrejas”, Editora CPAD. Gestor do Site: www.direitonosso.com.br Setembro de 2013 * Vigiai -

23


Pr.

Moizes de Oliveira

“CUIDADO COM O CUPIM” (2) Identificando nossos focos de cupim Por: Moizes de Oliveira

No número anterior você ficou sabendo do grande prejuízo material e de vidas que se perderam, que, por causa de um único cupim que, por acomodação, por não querer perder um tempinho, para não ter um pequeno trabalho a mais, tendo encontrado um cupim que tinha feito um “furinho” na madeira que estava sendo preparada para construir um navio de cruzeiro, os responsáveis pelo preparo da madeira que seria usada, encontraram um único cupim, o mataram, fecharam o “furinho” que tinha sido feito pelo cupim, usaram aquela pedacinho de madeira contaminada, juntando às outras madeira boas, que ao final de um bom tempo também foram contaminadas e destruíram aquele navio. Na maioria das vezes, seja em nossa vida particular, em nossas instituições, empresas, em nossas relações, aparece um pozinho indicando a presença de cupim. Como no início a quantidade de “pozinho” é “tão pequena”, e a sujeira provocada é mínima, quase imperceptível, não incomoda nem mancha o visual, é apenas um “furinho”, que ignoramos, deixamos de lado, afinal, é um único “furinho”, “não é nada demais”, diriam uns, “não faz diferença”, diriam outros, afinal, para que me preocupar com uma coisa tão insignificante, que não atrapalha o

24

- Vigiai * Setembro de 2013

meu dia-a-dia, que não faz diferença em nossas empresas, que não fragiliza nossas instituições, que não interfere no conjunto de nossas relações? Quando começa aparecer o “pozinho” provocado pela ação do cupim na madeira, nos nossos móveis, é porque ele já está instalado no interior da madeira. No inicio limpamos, removemos a “sujeirinha” que o cupim provoca, e as “sujeirinhas” continuam surgindo, sempre aos poucos, enquanto isso, no interior da madeira, do móvel, o cupim já se multiplicou e está tomando conta do seu interior, deixando o seu exterior intacto. Na medida em que ele vai se espalhando no interior, vai aumentando a área de destruição. Embora esteja aparentando estar perfeita, pronta habilitada para sua finalidade, chega o dia que aquela madeira, àquela móvel, de aparência tão perfeita, bonita, se esfarela, cai, provocando “perplexidade” naqueles que não cuidaram, afinal, era “apenas um furinho que provocava um pozinho”. Quando chega a esse ponto, não tem mais jeito, o prejuízo é total, aquela madeira e aquele móvel estão inutilizadas, para nada mais prestam. Em nossas relações, empresas, instituições e até mesmo em nossa vida própria vida, muitas das vezes vai aparecendo um “pozinho”, “apenas um furinho”, e vamos deixando de lado, afinal por fora “ninguém repara, ninguém vê”, não altera a aparência, não atrapalha nossos relacionamento, não interfere nas atividades de nossas instituições, não provoca prejuízo em nossas empresas, embora diminua “um pouquinho” o lucro não alterando significativamente o resultado final. Aí está o perigo. Vamos ignorando os pequenos problemas, as pequenas falhas, sejam elas pessoais, sejam materiais,

deixamos instalados em nosso interior e ele vai nos contaminando sem que percebamos, até que chega o dia em que aparece o estrago feito, a destruição e dizemos “não é possível, como não percebi isto?”, “não dava para perceber que isto estava acontecendo?”, “o que fazer agora?” Na maioria das vezes o nosso não agir, não corrigir o erro no início, por temos que, mexer em partes não contaminadas, vamos deixando de lado, ignoramos, ficamos focados só na parte boa, até mesmo viramos nosso olhar para não ver os pequenos estragos, maquiamos àquilo que provocou danos para ninguém ver, leva-nos a destruição total. Aí estão instalados nossos erros, não querer arrancar, tirar, jogar bem longe, eliminar o que está errado, embora muitas das vezes repitamos que o “mal se mata pela raiz”. Se em nossas relações tem algo diferente, incomum, que não faz parte de nós, temos que eliminar, resolver, pois pode ser um único cupim querendo encontrar espaço para destruir nossas amizades, casamentos, etc. Se em nossas empresas e instituições aparece algum resultado, alguma ação, um pequeno prejuízo, uma despesa estranha às nossas finalidades, aí pode ser um foco de cupim que, se não resolvermos, eliminarmos, mesmo que ocupe parte do nosso tempo estaremos iniciando nossa caminhada rumo à destruição, à ruína. A maquiagem, a máscara, o enfeite, com o tempo cai e aparece a realidade, que machuca, dói, enfim destrói. Aja antes que seja tarde. É melhor perdermos um pedaço daquilo que faz parte de nós, do que perdermos o todo. Moizes de Oliveira Consultoria e assessoria técnica empresarial OAB-RJ 2407-A - CRC-RJ 38906-1 Tel. (021) 8861-7974 – 3757-9906 – e:mail – moizes.oliveira@gmail.com


Culto da Vitória

Pr. Elildes e Thaís Fonseca, Pr. Matheus e Thaís Rebello

PIB no Bairro São João celebra bençãos na proclamação da Palavra A Primeira Igreja Batista no Bairro São João (São Pedro da Aldeia/RJ) tem feito suas as palavras do salmista: “Deus meu, muitas são as maravilhas que tens operado e os teus propósitos para conosco; não há ninguém que se possa comparar a ti; quisera eu anunciá-los e manifestá-los, mas são mais do que se podem contar” (Salmo 40.5), face às inúmeras bênçãos que Deus tem derramado sobre o seu povo. São tantas as realizações de Deus, que seria inviável registar todas nesta oportunidade. Dentre elas, podemos destacar algumas. VITÓRIAS REFLETIDAS NO CRESCIMENTO A maior riqueza tem sido ver vidas se render aos pés de Cristo Jesus (na sede e na congregação), impactadas com a pregação da Palavra, discipuladas e batizadas, sem contar as reconciliações e a chegada de outros irmãos por carta de transferência. CONQUISTAS PATRIMONIAIS Deus, que sempre é generoso, também tem provido à igreja o seu crescimento patrimonial, com a revitalização e modernização de diversos ambientes e com a

climatização do templo. MINISTÉRIO COLEGIADO Para somar ao Pr. Elildes Junio Macharete Fonseca, na qualidade de pastor adjunto, a igreja convidou o Pr. Matheus Dutra Rebello, jovem obreiro, com dinamismo e qualificação. O culto de posse, acontecido no dia 3 de julho, foi emocionante.

manhã, o Pr. Eber Silva (2ª IB Campos) pregou a Palavra; à noite, o Pr. Roberto Carvalho (PIB Cabo Frio).

CASA DO JULGAMENTO A igreja teve o privilégio de realizar o teatro evangelístico interativo Casa do Julgamento, com o roteiro “59 minutos – a eternidade a menos de uma hora”, às sextas e sábados do mês de agosto. Foi uma mobilização de aproximadamente 250 membros da igreja, em 23 equipes de trabalho. Uma verdadeira festa espiritual, visando à salvação de vidas, para a glória de Deus. Passaram pela Casa do Julgamento 4.721 pessoas, resultando em 325 conversões e 118 reconciliações. Além do trabalho paralelo de evangelização infantil, com 151 crianças e 18 conversões.

ANIVERSÁRIO DA IGREJA Para a celebração dos 45 anos de organização, no mês de novembro, a PIB no Bairro São João, mercê da graça divina, elaborou uma rica programação, que contará com a presença dos pastores Jairo Pereira (pastor emérito), Cleber Jotta (PIB São Pedro da Aldeia – igreja mãe), Marcos Magalhães (2ª IB Arraial do Cabo – filho da igreja) e Geraldo Geremias (3ª IB Macaé – celebrações evangelísticas). Sabemos que de Deus vem a aprovação para todos os nossos planos, por isso, agradecidos pelo que Ele nos concedeu viver, erguemos ao céu nossas orações, pedindo a continuidade de tamanhas bênçãos nas programações que estão por vir, visando a salvação de vidas para a glória de Deus. Comunicação da Igreja

PRIMEIRO ANO DE MINISTÉRIO No dia 1º de setembro, o Pr. Elildes completou um ano à frente da igreja, que realizou uma programação especial de gratidão a Deus. Pela

MÊS DAS CRIANÇAS Ainda no ritmo acelerado da mobilização evangelística, em outubro, a criançada estará em evidência, com diversas atividades.

Setembro de 2013 * Vigiai -

25


Igrejas Missionárias

PIB EM VILA FORMOSA MAIS UMA VEZ EM FESTA COM REALIZAÇÃO DE BATISMOS

A

Primeira Igreja Batista em Vila Formosa no dia 04/08/13, mais uma vez realizou uma festa no culto com a realização de muitos batismos e recebimento de novos membros vindos de outras Igrejas. Na ocasião a Igreja reafirmou o propósito de nos próximos dois anos crescer pelo menos 50% no número de membros contando neste percentual, somente pessoas recebidas através do Batismo. A Igreja tem ampliado sua visão na área missionária/evangelística, temos dado continuidade nos trabalhos internos da Igreja, mas sempre priorizando a propagação do evangelho. A grande surpresa foi que a maiorias dos novos irmãos em Cristo esta entre os Adolescentes e jovens (Faixa etária entre 156 a 22 anos), uma grande vitória em dias que a grande maioria destes jovens e adolescentes não se preocupa com suas vidas espirituais. Esta nova realidade na PIB Vila Formosa mostra que o trabalho que vem sendo desenvolvido pela liderança destes departamentos esta na direção correta, louvamos a Deus pelas vidas destes lideres e continuaremos apoiando com oração, acompanhamento e investimento de recursos financeiros. Mais uma programação que com certeza marcou a vida de todos na Igreja e principalmente na ocasião tivemos a presença de muitos visitantes que foram evangelizados e para nossa alegria alguns se decidiram e já estão fazendo parte da Classe de discipulado. Com mais esta realização a PIB em Vila Formosa continua desenvolvendo seu trabalho de evangelização, utilizando todos os meios e recursos possíveis para que todos sejam evangelizados sempre desenvolvendo a missão da Igreja “SERVIR A DEUS E CUIDAR DE PESSOAS”. Nossos sinceros agradecimentos a todos os irmãos em Cristo que tem se dedicado nesta Obra do Senhor.

26

- Vigiai * Setembro de 2013

Adilson de Souza Brandão Pastor – Titular e-mail: pastor@batistavilaformosa.com.br Fotos: PIB Vila Formosa


Igrejas Missionárias

Vivendo missões nas 24 horas de cada dia Segunda Igreja Batista em Campos dos Goytacazes-RJ

é a luz de Cristo na cidade do pétroleo e do açúcar Fotos: SIB Campos

C

om a liderança do Pr. Eber Silva a bela igreja é dividida em células através de seis redes: 01 - Juniores & Crianças – Responsável: Layla C. Nogueira 02 - Adolescentes: Pr. Charles Antony 03 - Jovens: Pra. Elen Ressinguier 04 - Homens: Pr. Genildo Siqueira 05 - Mulheres: Pra. Maria das Graças 06 – Casais. São vários projetos sociais e distribuição de cestas básicas aos mais carentes, mas, a NOITE DO CARINHO, trabalho social com os moradores de rua se destaca, com doações de agasalhos, cobertores, etc, durante todo o ano. Pelas fotos podemos ter uma ideia desta casa do Senhor Jesus Cristo, com mais de 4.000 membros, no interior do Estado do Rio de Janeiro: Campos dos Goytacazes, a terra do pétroleo e do açúcar, foz do rio Paraíba do Sul é de Jesus.

Setembro de 2013 * Vigiai -

27


S.O.S

PIB São Mateus

As consequências do incêndio relatadas pelo Pastor Ramires

Prezados irmãos em Cristo Infelizmente, no dia 13 de maio, o templo de nossa igreja foi destruído pelo fogo, como é possível ver pelas fotos e pelo link anexo. Fomos surpreendidos e era impossível conter as lágrimas. Nosso povo chorava, os vizinhos se condoíam, e todos que passavam ficavam perplexos. À reportagem eu dizia que Deus e igreja são maiores do que o templo que estava pegando fogo. O funcionário de uma empresa estava colocando manta asfáltica, fazendo uso de maçarico. Um descuido, e não se pode fazer mais

nada, a não ser evacuar o prédio, chamar o corpo de bombeiros e dar graças a Deus porque ninguém se feriu. No dia seguinte eu publicava um vídeo em que dizia: Templo 100% destruído, Igreja 100% fortalecida. No domingo seguinte usávamos o anfiteatro de uma escola, cuja mensagem teve como tema: “Há graça e propósito no sofrimento”. Quanto aos recursos materiais, perdemos tudo que tínhamos, tanto no templo quanto no escritório e onde estavam guardados os instrumentos e equipamentos eletrônicos, inclusive o arquivo morto. A parte de cima do prédio está sendo demolida, e só depois de limpo é que serão extraídas partes da estrutura para análise e laudo técnico, a fim de sabermos o que será preciso fazer em relação ao restante do prédio, inclusive quanto ao edifício de Educação Religiosa, atrás do templo, e que também foi

Batista da Capital SP www.batistasdacapital.org.br

28- Vigiai * Setembro 2013 Av. Dedo Deus, 113 - Vilade Formosa São Paulo-SP Fone: (11) 2781-0534

atingido. A igreja tinha seguro, no entanto, o valor do prejuízo é muito maior, com o agravante de que não poderemos retornar para aquele local para as celebrações, porque a lei de zoneamento limita em muito o uso da propriedade. Estávamos tentando obter o alvará de funcionamento, gastando muito, e dificilmente obteríamos sucesso. Temos nos reunido às 4as feiras e aos domingos à tarde em uma Igreja da Assembleia de Deus, e a Escola Bíblica tem acontecido na Igreja do Evangelho Quadrangular. A partir do próximo domingo usaremos as instalações de um Colégio em São Mateus, exceto para os cultos de 4ª feira. Os jovens e adolescentes têm se reunido nas casas de irmãos, como também os pequenos grupos de oração. Nas dependências da IBSM funcionava o nosso Instituto Social, cujas portas abriam às 7 h e fechavam às 22h. Abrigávamos cerca de 160 idosos da comunidade, além de outras atividades sociais. Assim como os ministérios da igreja, o Instituto também continua funcionando, mas em ritmo menor. Continuamos entregando cestas básicas para famílias carentes. Sem condições de comprar alguma propriedade, e não achando nenhum espaço pronto para alugar, pois

Cálice da Vida www.calicedavida.com Maior Qualidade e Menor Preço

Contato (11) 5181-1677 (11) 5181-2820


S.O.S além dos valores exorbitantes, não encontramos algum que pudesse comportar o nosso povo e dar-nos condições de crescimento. Voltamonos para o aluguel de um terreno. O aluguel ou compra de qualquer imóvel na região de São Mateus tornou-se exorbitante em virtude da vinda do monotrilho, rodoanel e de outras melhorias. Mas Deus tem nos mostrado um terreno bem amplo, numa das principais avenidas de São Mateus, a 500 metros de nosso antigo endereço. Estamos negociando seu aluguel. A Igreja Batista Água Branca, externando profundo amor cristão, solidariedade, e verdadeira espiritualidade, decidiu ceder-nos sua tenda. Nossos desafios concentram-se em restaurar a antiga propriedade, trazer e instalar a tenda, preparar o terreno, incluindo-se o trabalho de terraplanagem, que é muito custoso, aprovar junto aos órgãos do município o uso da tenda no local, além de adquirir alguns equipamentos e instrumentos básicos. No entanto, tem sido maravilhoso ver a ação de Deus: 1) Em nossa igreja – muitos irmãos têm experimentado despertamento espiritual. O povo tem comparecido aos cultos de domingo à tarde (das 16 às 17h30). Estamos unidos, e a frase que mais ouço é: “Estamos juntos”. Com a nova mudança de endereço os

cultos começarão às 17h. 2) Vários pastores e igrejas batistas têm levantado ofertas para ajudar nossa igreja. O tamanho da igreja não tem sido referencial, mas sim o tamanho do amor cristão e solidariedade, ao verem uma coirmã, que sempre se doou, vivendo tempos de crise. Semanalmente são três ou quatro depósitos em nossa conta corrente (Bradesco, agência 2229-2, conta corrente 41508-1, CNP-43503846/0001-57). 3) As igrejas evangélicas da região de São Mateus, além das já mencionadas, há alguns sábados realizaram um evento gospel beneficente, com levantamento de ofertas. Daqui a alguns dias, outros eventos beneficentes serão realizados. Outras celebrações estão sendo programadas para meados deste semestre. Enfim, Deus tem propósitos que vão além do que imaginamos. Ele está fazendo maravilhas. Coisas grandes com certeza estão para acontecer. O Senhor tem movido o coração de pastores e líderes. Nossa igreja tem se tornado por um pouco de tempo em Igreja Batista do Deserto, mas está se preparando para atravessar Jordão, com a certeza de que no tempo do Senhor teremos novamente a nossa casa, cuja glória será maior do que a da 2ª casa. Estamos nos preparando

espiritualmente para isso, em quebrantamento, santificação e com a união de toda a liderança. Um grupo está planejando a campanha de reconstrução, cujo tema é: “TOCA PRA FRENTE IBSM”. A todos que nos tem socorrido, e que ainda levantarão ofertas para nos ajudar, nossa profunda gratidão, na certeza de que Deus os recompensará, e de que é melhor dar do que receber. por: Pr. Manoel Ramires Filho

Igreja Batista Parque do Carmo Pr. Aurélio Rosa Faça-nos uma visita! Cultos: Domingos: 9 e 18:30 hs Quartas: 20 hs Rua Jerônimo de Abreu do Vale, 13 - São Paulo-SP

Setembro de 2013 * Vigiai -

29


Entrevista

Por: Vital Sousa

Soraya Machado

“A Senhora Cristolândia” Nova Cristolândia em Santos e outra em Guarulhos para o tratamento de mil pessoas

Como está o projeto Cristolândia em São Paulo? A gente não pode recuar mais, não tem como recuar, tomou uma dimensão que nenhum de nós esperavámos. Hoje estamos com oito unidades e a perspectiva de uma nova unidade em Santos. O que significa não poder recuar? No sentido de parar, de estagnar ou de acomodar, como estamos. Quantas pessoas são tratadas hoje? Mais de quatrocentas, somente em São Paulo. O projeto da Cristolândia de Santos é de vocês? Sim. Vai ser inaugurado em 31/08/2013, se Deus quiser e Deus quer. Vocês estão montando uma nova Cristolândia também em Guarulhos? Sim. Será mais uma fase 1. E com estimativa para mil pessoas, mas, ainda não podemos divulgar…

missaoboavista.com.br Missão Boa Vista realizou um belo trabalho, invista nesta obra! Pr. Gilson Fontes da Cruz Tels.: (045) 3224 6032 / 9107 2217 Faça sua inscrição Missioecológica

30

- Vigiai * Setembro de 2013

Mil pessoas? Como se vai alimentar mil pessoas? Deus proverá. Deus é o dono do ouro e da prata e fará muito mais do que aquilo que pedirmos. Como será isso? A Prefeitura está entrando como parceira no espaço, cinco anos com o aluguel e irá garantir parte da alimentação. É um orgulho para nós, batistas, implantar um trabalho como esse, um programa pedagógico que tem dado resultado, alcançando vidas e mudando pessoas, que estão à margem da sociedade. Vocês já foram para a TV, inclusive a Globo. Isso tem trazido recursos e apoio sistemático do público ou depende das igrejas batistas? O projeto efetivamente depende das igrejas batistas e do PAM- Programa de Adoção de Missionários da JMN (Junta de Missões

Igreja Batista Betel

Venha nos fazer uma visita QE 04, AE I - Guará I Brasilia - DF CEP: 71010-693 Contato: (61) 3568.7261 / 9261.8015 Pr. Márcio Hubner

Nacionais). Quanto mais adotarmos missionários, nós poderemos expandir, com a nossa cara, tendo a nossa autonomia de trabalho. Agora pessoas da sociedade civil estão abertas para contribuir e muitas têm ajudado. Estamos aqui ilhados por beliches, colchões... o que é isso? É uma doação do Presidente da Corretora Porto Seguro. Temos recebido doações diversas de pessoas que conhecem o projeto e que de alguma forma querem ajudar. Isto é bom. Isto é de Deus. Existe um projeto novo do governo do Estado de São Paulo, algo no valor de R$1.350,00, cópia de um projeto de Minas Gerais. Vocês estão fazendo parcerias neste programa? Ainda não. O projeto do governo não atende a capital e nem a cidade de Guarulhos, mas, atende Santos, Sorocaba, etc, são algumas cidades. Então, vocês já estão fechando parceria


Entrevista

com o governo estadual em Santos? Ainda não. Precisamos abrir a unidade ainda. O mais bonito de tudo é que nós temos autonomia de receber as pessoas que batem à nossa porta, em situação de rua, e amparamos as igrejas que nos pedem ajuda, sem discriminação, entendendo que isto faz parte da inclusão social e nosso público é DA – Drogas e Álcool – que precisam de ajuda. É um milagre? O milagre é operado todos os dias, de diversas formas. Deus está nesta Obra. São milagres espirituais e materiais. Deus tem suprido tudo. Na hora que a gente pensa que vai faltar, Deus entra com providência e manda o milagre. Tem um exemplo? Tivemos uma experiência recente, tínhamos pão e não tínhamos café para servir e era um evento grande na Comunidade do Moinho. O meu pessoal afirmou que teríamos que dar o pão e, em seguida, despedir o povo - mas é necessário dar o café da manhã completo, pois o café completo é uma ferramenta importante, já que depois de passar uma noite inteira na drogadição, o café é estimulante para que se possa estabelecer qualquer tipo de conversação e apresentar proposta de mudança de vida e o plano de Salvação. Então, eu falei: Põe a água no fogo! Eles questionaram, perplexos: - Como? Se não tem o pó! A minha ideia era de ir comprar o pó, mas, logo que sai da cozinha e cheguei ao primeiro degrau, veio chegando um fardo com pó de café. Mais um milagre de Deus que, a cada dia, temos vivenciado aqui. Como tem sido o apoio da Junta de Missões Nacionais – JMN? A Junta tem dado todo o apoio, tem feito a sua parte, no sentido de investimento na vida dos missionários, tem custeado as despesas, mas… sempre as despesas aumentam. A JMN não poderia nunca trabalhar só em prol da

Cristolândia, é uma grande agência missionária e tem as suas obrigações diversas. Sempre têm chegado igrejas cooperando e a sociedade civil. As necessidades são muitas? Sim. É uma tarefa gigantesca. Só para se ter uma ideia: temos que alimentar, com oitenta quilos de arroz por dia - na primeira fase - a Unidade de Itaquaquecetuba-SP. Mas, uma alma vale mais do que o mundo inteiro. É nisso que cremos. O slogan do Pr. Humberto Machado é: “Eu creio que com cinco pães e dois peixinhos eu posso alimentar esta multidão”, ele não está aqui agora, explica o que é isso. Nós temos uma responsabilidade imensa por tudo que fazemos aqui, nós entendemos que é a oferta da viúva que é multiplicada, a cada dia. O pouco que cada um de nós conscientemente viermos a contribuir, Deus vai fazer muito mais, um montante maior. Se tivermos a consciência de que esse projeto é nosso, um projeto que temos autonomia, com toda a desenvoltura e que tem alcançado e abençoado tantas vidas, cada um de nós teremos o comprometimento dos poucos pães e peixinhos e é Deus que fará o milagre da multiplicação. Casa Rosa e balé, o que significa esses novos projetos? A Cristolândia começou com a fase 1 que trata de abstinência e todo o processo, logo começou também a fase 2, que trata de capacitação e profissionalização e, logo em seguida, implantamos a fase 3 - reisserção social. Partindo deste pressuposto, vamos conhecendo as pessoas e vamos detectando necessidades. E, por isto, abrimos as Casas Rosas para trabalhar com as mulheres, entendendo que as mulheres em situação de rua, ao chegar em uma casa rosa, uma casa viva e com flores, haveria de resgatar coisas que foram dizimadas de sua infância. E, a partir daí, poderíamos elencar um trabalho

Frances Mile Araújo (Missionária Radical) “Cristolândia é a oportunidade de fazer aquilo que Deus mandou…” com essas mulheres; então, saiu o projeto Sonho de Mãe, um trabalho com mães e seus filhos. Ainda existem outros projetos? Sim. Em função do casamento do Sérgio, não poderíamos abandoná-lo e criamos o Centro de Convivência Familiar, uma unidade para famílias, trabalhando a maternidade e a paternidade, auxiliando as pessoas na estrutura, com uma nova história de vida. E como surgiu o projeto “Novos Sonhos"? O projeto “Novos Sonhos” é um projeto preventivo. Em um programa como Cristolândia não poderia faltar um braço, que é a prevenção. Nós detectamos aqui, na região da Cracolândia e Comunidade do Moinho, muitas crianças em vunerabilide social e nós pensamos como iríamos fazer para adentrar nessas casas, para falar do amor de Deus, alcançar os seus pais viciados em drogas, mães prostitutas, traficantes e, nesse intuito de alcançar essas crianças, surgiu o projeto “Novos Sonhos”. Quem idealizou o projeto “Novos Sonhos”?

Ar Condicionado para sua igreja! Rua Santo Amaro, 300 Bonfim – Taubaté-SP Lugar de vida, esperança e paz www.igrejabatistanobonfim.org.br Curta no facebook facebook.com/igrejanobonfim

Cultos:

Domingos 19h30 Quartas-feiras 19h30 Venha estudar a Palavra de Deus EBD às 9h

Avenida Nicanor Reis, 341 Bairro: Parque Interlagos Telefones: (12) 9.8801-0388 (12) 7816-8566 (12) 4141.2841 ID 14*574.690 E-mail: acbras@yahoo.com.br

Atende em todo o Brasil!


Missionária Joana Machado Rodrigues (Idealizadora e coordenadora do projeto “Novos Sonhos da Cristolândia-SP”) “Três meninas do projeto foram selecionadas para participarem do Balé Gala e vão estudar no Bohshoi-Joinville-SC” Foi a Missionária Joana e ela é quem coordena o projeto e, dentro deste projeto, a oficina de balé, natação, futebol, jiu-jitsu, reforço escolar e estudo bíblico, para que essas crianças possam sonhar e ter uma oportunidade de mudar a sua históra de vida. Gostariamos de mais detalhes do balé. Estavámos preparando o II espetáculo de balé (compra de sapatilhas e uniformes), que será realizado em 20 de novembro, na Primeira Igreja Batista de São Paulo. Encontramos a primeira bailarina do Brasil que ficou sabendo do projeto, crente, ficou sabendo do projeto e quis ajudar o projeto. Ela veio conhecer o projeto, acompanhada de sua equipe. Surgiu a ideia de selecionar pelo menos três meninas para fazer o teste, no Teatro Municipal, e participar da Companhia. Uma grande vitória. Explica o projeto “Novos Sonhos Balé” O projeto Novos Sonhos Balé está sendo patrocinado pela CABEJE, multinacional de roupas especializada em roupas para balé. E nós temos também o patrocínio do Balé Clássico Gala. No Brasil, se escolhe cento e cinquenta bailarinas para o Balé Gala e, do projeto Novos Sonhos, foram escolhidas três meninas. É o balé mais conhecido do mundo e foram assim selecionadas

Lodemir José Preciliano e Silva (Missionário em formação e seminarista) “Cristolândia para mim é um projeto do coração de Deus, eu andei vinte e dois anos no mundo das drogas, somente Deus poderia mudar a minha vida”

para estudar no Bolshoi, em Joinville-SC. A primeira bailarina do Brasil, Priscila Yokoi, esteve aqui, com a gente, e disse que vai investir no projeto e dançar no espetáculo, que está sendo programado para o dia 20 de novembro próximo. Mas, a Favela do Moinho não acabou com os dois incêndios, nos últimos anos? Não. Ela continua, até cresceu. Nós temos trabalho lá. A maioria das nosssas crianças da região moram lá e a maioria das pessoas em situação de rua da região migram para lá. Como será o futuro? Têm novos projetos? Na verdade, a gente planeja estabilizar o que já temos. E quando menos se espera, surge uma nova porta. E esse ônibus não poderia ser mais utilizado? Os batistas sabem que vocês têm um ônibus? O ônibus surgiu quando houve em janeiro do ano passado aquela repressão da polícia e a maioria dos usuários da Cracolândia migraram para vários lugares. Tivemos, então, a ideia de ter um ônibus para abrir e usar uma tenda e nós atendermos as pessoas na rua, à noite, dando sopa; trazemos as pessoas para a Missão e para viabilizar as internações, etc. Vocês estão abertos ao evangelismo em

Primeira Igreja Batista em Mutuá

“UMA IGREJA DO DEUS VIVO”

Estrada da Covanca, 10/12 Mutuá - São Gonçalo - RJ Tel. (21) 3119-3159

Pr. Elton Pinto

32- Vigiai * Setembro de 2013

Rubens de Oliveira (Missionário em formação e seminarista) “Cristolândia é lugar de esperança” conjunto com as igrejas? Sim, é o que queremos. É só convidar. Qualquer igreja que queira fazer parceria e o evangelismo em massa, alcançar pessoas e trazer para que possamos dar encaminhamento e inserção no programa, basta convidar. E o final do ano Cristolândida-SP? Este ano vamos ter o balé, mas, vamos ter a Ceia e o Coral, também. A ideia é fechar a rua (falta a autorização da Prefeitura) para a Ceia, aberta para toda população de rua, uma Ceia de Natal, com coral e pregação da Palavra. Nós, como povo de Deus, temos que brilhar e fazer o nome de Jesus conhecido aonde quer que estivermos, para que o Nome do Senhor seja glorificado. Qual é a participação da Convenção Batisa do Estado de São Paulo no projeto? A Convenção sempre foi nossa parceira. Quando começou o projeto, a ideia era de que não queríamos ter uma casa de recuperação. O Pr. Valdo Romão é um parceiro de primeira linha, Irmã Harumi, Associação Centro-SP – Dra Val e demais associações, todos são bons parceiros, ajudando com toda presteza. O projeto é em cima de igrejas, então? Sim, a ideia é ter uma igreja, que permeia todo o programa Cristolândia e, em todas as unidades,


ter um pastor, para que quando a pessoa sair, na fase de reinserção social, ela tenha a visão de que foi a igreja, ao longo da história, quem caminhou com ela. Que ela consiga identificar a figura do pastor, aquela pessoa que estava o tempo inteiro pastoreando. O projeto é então de pastor e de igreja? Não! O projeto é dos batistas, é da Convenção Brasileria, é da Convenção Estadual, das Associações, de todas as igrejas batistas. O que vocês esperam da Convenção Estadual? Nós temos um grande estreitamento com eles. E a gente pode ir mais ? , no sentido de abrir mais pontos de Cristolândia, para abençoar outras vidas e eu sei que eles abraçariam isto com muito calor, com muito carinho, porque todos nós estamos preocupados com o Reino. Como os batistas do Brasil inteiro, inclusive de onde não tem Cristolândia, poderão ajudar no programa? É muito importante essa fala. Nós precisamos de parceiros. Cada vez que se levanta um novo parceiro, há uma perspectiva maior de se abrir outras unidades, para abençoar outras vidas. Quando se recupera uma pessoa, não é só uma pessoa, se alcança uma família, contribuindo significativamente com a sociedade. Mas, como fazer a parceria efetivamente? As pessoas podem ser parceiras através do PAM Brasil – Parceiros na Ação Missionária - através da JMN-Junta de Missões Nacionais da CBBConvenção Batista Brasileira, até com R$20,00, através do site da Junta - missoesnacionais.com. br; podem também fazer através da Convenção Estadual e até mesmo com o próprio missionário. Mas, como é para contribuir com a gestão da Cristolândia aqui, em SP, financeiramente? A nossa conta é da Junta de Missões Nacionais, mas, é gestão daqui, da Missão de SP da Cristolândia, no Banco Bradesco – Agência 2968 – Conta Corrente: 78946-1.

adas z i l a n o tas pers nativas e s i m a C as alter ades e p m a t s E as id s a d o t a par os tamanh

Alguns setores da sociedade ainda veem com certo ceticismo o trabalho religioso com a drogadição, entendendo que o trabalho deve ser mais científico, como a irmã vê isso? Toda a contribuição é bem-vinda. Eu trabalhei dezesseis anos no sistema prisional, estive diretora do Presídio da Peninteciária Estadual Feminina no Espírito Santo, durante quatro anos. Trabalhei no processo de recuperação e ressocialização de presos e egressos, inclusive casas de recuperação e percebi que todo o programa * é um programa educacional e, na verdade, a ideia é que cada um entre com a sua participação. Como é na sociedade civil? Tem o CAPES que trabalha com a parte medicamentosa. Temos outras instituições sérias que atendem pessoas DA – Drogas e Álcool. Na nossa Missão aqui, em SP, temos pessoas com qualificações profissionais dentro do nosso programa pedagógico. O Pr. Humberto Machado é psicanalista. Eu sou pedagoga e psicóloga. A Missionária Elaine Machado é psicóloga. A Missionária Joana Machado é enfermeira. E o Pr. Gerson Machado está concluindo o curso de direito. Temos várias pessoas que trabalham aqui e com qualificações profissionais e, como missionários, efetivamente estão inseridos neste programa, contribuindo e sinalizando, para as pessoas, um caminho e direcionamento melhor. Todas as ajudas são cabíveis e cada um trabalha de uma forma diferenciada. Que o produto final seja alcançar vidas e mudar as suas histórias e, dentro deste contexto, nós estamos inseridos. Temos tido experiências concretas de que muitas pessoas têm mudado de vidas, com outro direcionamento e, a partir daí, temos investido e visto resultados. Então, não há competição com o CAPES? Com certeza, não há! Se formos procurados por dependentes pedindo ajuda e que já estão sendo acompanhados pelo CAPES, nós orientamos para que eles continuem lá, porque, se eles já estão em um programa, não é bom sair de um para entrar em outro, cada um na sua área.

O Estado, principalmente através da Polícia Militar, fez recetemente um grande trabalho de repressão na chamada Boca do Lixo de São Paulo. Mudou alguma coisa, depois da intervenção? Depois da iniciativa do Estado, nós tivemos mais trabalho. Tivemos que montar a saída do ônibus para atender os usuários que migraram para vários pontos. Agora eles estão se reunindo na mesma região que estavam anteriormente. A sociedade civil tem feito de tudo para estancar este mal chamado drogas. É como uma doença que eles não sabem como estancar; mas, entendemos e compreendemos que esse é o papel da igreja, papel fundamental. Como assim? Quando eles atingem um, nós atingimos dois, três… Nós temos a resposta, que é Cristo, porque o que as pessoas que estão em situação de rua precisam é de Jesus. O antídoto para drogas é Cristo. Nós temos esse remédio, que apresentamos com muito prazer, para que essas pessoas sejam curadas e saradas. Dê as suas considerações finais. O Ministério Cristolândia é um projeto de Deus, é um projeto de cada batista, do povo de Deus; nós somos apenas, humildemente, colaboradores, estamos aqui à frente, descendo ao fundo do poço, mas, sem a parceria dos batistas, não podemos existir. Entendo que não tivemos nenhum tipo de trabalho, ao longo da caminhada, de um projeto como esse, que pudesse tratar da drogadição tão de perto criando expectativa no coração das pessoas, como: ex-usuários, nas faculdades, muitos reinseridos na sociedade convivendo com as suas famílias e, como exemplo cabal, temos o Hideraldo, que deverá passar pelo concílo e será o primeiro pastor da Cristolândia, em breve, e será encaminhado à Junta de Missões Mundiais para pregar em Guiné-Bissau. É um fruto do trabalho dos batistas, da oração e do investimento. A minha palavra é de gratidão! Em Cristo, gratos!

Procurando imóveis no Rio de Janeiro?

Aquino Jr. Consultor Imobiliário

Especialista em bons negócios

Av. Navrik Feres Aguar, 412 Novo horizonte - Taubaté / SP Telefones (12) 3025.4495 (12)9749.6932

Tel: (21) 99469-4449 (21) 99469.4449 (a partir de 27.10.2013) E-mail: aquinojr01@gmail.com LPS Patrimóvel S/A 33 Setembro de 2013 *Consultoria Vigiai - Imobiliária Av. das Américas, 4201 - Barra da Tijuca Rio de Janeiro


Manual Cristolândia Chirlene Sandrele (Missionária Radical) ‘Cristolândia é a prova do amor de Deus, para comigo e para com as pessoas que aqui estão…”

Jadson José Gonçalves de Oliveira (Aluno) “Cristolândia é a arca de Noé, um refúgio do mundo… A arca de Noé para Cracolândia-SP

Luís Gonzaga Júnior (Missionário em formação) “Cristolândia é uma espeança de vida, sonhos perdidos que resgatamos”

Veja os dados das Cristolândias com convênio da Junta de Missões Nacionais em todo o Brasil!

Cristolândia São Paulo

Missão Batista Cristolânida Aqui funciona a abordagem e triagem, com atendimento diário aos frequentadores das cracolândias. Ofertamos um serviço de redução de danos, visando evitar o agravamento de doenças físicas e mentais. Sendo assim, são oferecidas três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e a possibilidade de corte de cabelo, banho e troca de roupa. O interessado em deixar as ruas e as drogas se apresenta de forma voluntária para ingressar no processo terapêutico da Cristolândia, passa pela entrevista de triagem e caso tenha o perfil para continuar no processo terapêutico, se torna aluno do projeto. Nessa etapa, o aluno é observado, aconselhado e recebe apoio para prosseguir. Inicia-se o discipulado diário com estudos bíblicos. Em paralelo o aluno recebe apoio na saúde, ao ser encaminhado para atendimento na Rede de saúde e o cuidado emocional, com início das propostas para o processo terapêutico individual. Público Alvo: Homens e Mulheres

Centro de Formação Cristã em Itaquaquecetuba

Centro de Formação Cristã em Piratininga

Nesta fase há o começo da execução do Plano Terapêutico Individual, que engloba o estudo social, a análise psicológica, tratamento das questões de saúde e o acompanhamento das causas jurídicas. É a fase da desintoxicação, evangelização, discipulado e quando são abordadas as questões referentes a recuperação da auto estima e cidadania. Nesta etapa se inicia a construção do projeto de vida de cada aluno. Público Alvo: Homens Contatos: Missionários Responsáveis: Pr. Humberto e Soraia Machado Email: humberto.machado@ missoesnacionais.org.br soraia.machado@ missoesnacionais.org.br Telefone (11) 3337-6300 Endereço: Rua Barão de Piracicaba, 509 – Campos Elísios - São Paulo/SP CEP 01216-011 Rua Estrada do Rio Abaixo, 2910, Jardim Karine Itaquaquecetuba/SP CEP: 08579-800

Nesta fase o aluno se apresenta com alguns avanços no seu processo de ressocialização. É neste CFC que são retomados os estudos, é quando começa a visitar sua família e tem oportunidade para realizar um curso profissionalizante, o que contribui para a retomada do seu convívio familiar, social e comunitário. Público Alvo: Homens

www.casadosefelizes.org

34

Autor da Cartilha “Igreja Legal”: Diácono Jonatas Nascimento – Contador – Espaço Contábil RJ - Vigiai * Setembro de 2013

Saiba como participar do curso e também como implantar na sua igreja: (21) 3764-1131 / 8642-2428 E-mail: curso@casadosefelizes.org

Contatos: Missionários: Pr. Syllas e Maria de Lourdes Andujar Hernandes Email: syllas.hernandes@ missoesnacionais.org.br lourdeshernandes@ missoesnacionais.org.br Telefone: (14) 3265-5133 Endereço: Rua Vivaldo Guimarães, 908, Jardim Estoril - Piratininga/SP CEP: 17016-070

Pastores batistas: Leitura indispensável!

Pedidos por e-mail: joseliogsouza@uol.com.br


Especial Marília Ferreira (Missionária em formação) “Estou na Cristolândia trabalhando no serviço do Senhor para resgatar vidas”

Centro de Formação Cristã em Cajobi Nesta fase o aluno se apresenta com alguns avanços no seu processo de ressocialização. É neste CFC que são retomados os estudos, é quando começa a visitar sua família e tem oportunidade para realizar um curso profissionalizante, o que contribui para a retomada do seu convívio familiar, social e comunitário. Público Alvo: Homens Contatos: Missionário Responsável Pr. José Tadeu de Camargo E-mail: tadeu.camargo@missoesnacionais.org.br Endereço: Sítio São João, Coqueiros, Km 1 Cajobi/SP Centro de Formação Cristã em Pedra Bela

Nesta fase o aluno se apresenta com alguns avanços no seu processo de ressocialização. É neste CFC que são retomados os estudos, é quando começa a visitar sua família e tem oportunidade para realizar um curso profissionalizante, o que contribui para a retomada do seu convívio familiar, social e comunitário. Público Alvo: Homens Contatos: Missionário Responsável Pr. Humberto e Soraia Machado Email: humberto.machado@missoesnacionais.org.br soraia.machado@missoesnacionais.org.br Telefone: (11) 94239-1542 Endereço: Estrada Pedra Bela, KM 9,5 Pitangueira do Meio - Pedra Bela/SP CEP: 12990-000 Centro de Formação Cristã em Mauá Nesta fase o aluno se apresenta com alguns

avanços no seu processo de ressocialização. É neste CFC que são retomados os estudos, é quando começa a visitar sua família e tem oportunidade para realizar um curso profissionalizante, o que contribui para a retomada do seu convívio familiar, social e comunitário. Público Alvo: Homens Contatos: Missionários Responsáveis Gilvan Amorim Camilo E-mail: gilvan.camilo@missoesnacionais.org.br Telefone: (11) 4542-4922 Endereço: Rua: Caetano Aleto, 759, Jardim Itapark - Mauá/SP - CEP: 09351-510 Centro de Formação Cristã em Santana Nesta fase há o começo da execução do Plano Terapêutico Individual, que engloba o estudo social, a análise psicológica, tratamento das questões de saúde e o acompanhamento das causas jurídicas. É a fase da desintoxicação, evangelização, discipulado e quando são abordadas as questões referentes a recuperação da auto estima e cidadania. Nesta etapa se inicia a construção do projeto de vida de cada aluno. Público Alvo: Mulheres Contatos: Missionária Responsável Mirian Leite as Silva Email:mirian.silva@missoesnacionais.org.br Telefone: (11) 2089-1110 Endereço: Rua Paulo Setúbal, 48 - Santana São Paulo/SP - CEP: 02031-010

Missão Batista Cristolândia Central do Brasil

Aqui funciona a abordagem e triagem, com atendimento diário aos frequentadores das cracolândias. Ofertamos um serviço de redução de danos, visando evitar o agravamento de doenças físicas e mentais. Sendo assim, são oferecidas três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e a possibilidade de corte de cabelo, banho e troca de roupa. O interessado em deixar as ruas e as drogas se apresenta de forma voluntária para ingressar no processo terapêutico da Cristolândia, passa pela entrevista de triagem e caso tenha o perfil para continuar no processo terapêutico, se torna aluno do projeto. Nessa etapa, o aluno é observado, aconselhado e recebe apoio para prosseguir. Inicia-se o discipulado diário com estudos bíblicos. Em paralelo o aluno recebe apoio na saúde, ao ser encaminhado para atendimento na Rede de saúde e o cuidado emocional, com início das propostas para o processo terapêutico individual. Público Alvo: Homens e Mulheres Email: cristolandiarj@missoesnacionais.org.br Telefone: (21) 2263-3153 Endereço: Rua Senador Pompeu 197 Central do Brasil - Rio de Janeiro/RJ CEP 20221-291

Primeira Igreja Batista do Flamengo

www.terceirabatista.com.br Campo Grande-MS

Uma Igreja que ama aos seus membros e visitantes.

Marque já uma visita do Coral do Lar Batista Mogi em sua igreja! Carinho, afeto e louvor! Contatos: edno.rocha@hotmail.com Tel. (11) 4727.35.85

Uma Família que vive na dependência de Deus

Visite-nos! Rua Tavares Bastos, 23 - Catete Rio de Janeiro-RJ

Av. Calogeras 440, Vila Carvalho Campo Grande - MS CEP 79004-380 Fone:(67)de 3342 3675 | Fax: 3342 5730 Setembro 2013* Vigiai - 35 terceira@terceirabatista.com.br


Especial Centro de Formação Cristã em Alcantara

FASE 1- Nesta fase há o começo da execução do Plano Terapêutico Individual, que engloba o estudo social, a análise psicológica, tratamento das questões de saúde e o acompanhamento das causas jurídicas. É a fase da desintoxicação, evangelização, discipulado e quando são abordadas as questões referentes a recuperação da auto estima e cidadania. Nesta etapa se inicia a construção do projeto de vida de cada aluno. Público Alvo: Homens Contatos: Missionários Responsáveis Raphael e Joice Scotelaro E-mail: raphael.paulo@missoesnacionais.org.br joice.coriolano@missoesnacionais.org.br Telefone: (21) 7927-7657 (21) 8386-8091 Endereço: Rua Hipólito Ferreira Porto, 792 - Barracão - São Gonçalo/RJ CEP: 24400-000 Centro de Formação Cristã Pádua

FASE 1- Nesta fase há o começo da execução do Plano Terapêutico Individual, que engloba o estudo social, a análise psicológica, tratamento das questões de saúde e o acompanhamento das causas jurídicas. É a fase da desintoxicação, evangelização, discipulado e quando são abordadas as questões referentes a recuperação da auto estima e cidadania. Nesta etapa se inicia a construção do projeto de vida de cada aluno. Público Alvo: Homens Contatos: Missionário Responsável Marciel dos Santos Lima Telefone: (21) 7962-8120 Endereço: Rua: Km 7, Estrada Pádua Miracema – Zona Rural Santo Antônio de Pádua/RJ Centro de Formação Cristã Seropédica

FASE 1- Nesta fase há o começo da execução do Plano Terapêutico Individual, que engloba o estudo social, a análise psicológica, tratamento das questões de saúde e o acompanhamento das causas jurídicas. É a fase da desintoxicação, evangelização, discipulado e quando são abordadas as questões referentes a recuperação da auto estima e cidadania. Nesta etapa se inicia a construção do projeto de vida de cada aluno. Público Alvo: Homens Contatos: Missionário Responsável Pr. Eliel Telefone: (21) 8517-5038 (21) 7714-2633 Endereço: Rua Pedro Galvão, nº 12 Bairro Campo Lindo - Km 40 Seropédica /RJ - CEP: 23890-000 Centro de Formação Cristã em Rio Bonito

FASE 2- Nesta fase o aluno se apresenta com alguns avanços no seu processo de ressocialização. É neste CFC que são retomados os estudos, é quando começa a visitar sua família e tem oportunidade para realizar um curso profissionalizante, o que contribui para a retomada do seu convívio familiar, social e comunitário. Público Alvo: Homens Contatos: Missionários Responsáveis Pr. Valdi Chanan Diniz e Isabel de Freitas Barbosa Domit Diniz E-mail: valdi.diniz@missoesnacionais.org.br isabel.diniz@missoesnacionais.org.br Telefone: (21) 8326-2373 (TIM); (21) 7729-9636 (Nextel); ID: 116*333 Endereço: Estrada Cachoeira do Bagres, 32 - Basilio - Rio Bonito/RJ CEP: 28800-000 Comunidade Terapêutica Élcia Barreto Soares

FASE 1- Nesta fase há o começo da execução do Plano Terapêutico

Individual, que engloba o estudo social, a análise psicológica, tratamento das questões de saúde e o acompanhamento das causas jurídicas. É a fase da desintoxicação, evangelização, discipulado e quando são abordadas as questões referentes a recuperação da auto estima e cidadania. Nesta etapa se inicia a construção do projeto de vida de cada aluno. Público Alvo: Mulheres Contatos: Missionária Responsável Rosângela Maria das Dores E-mail: ctebsoares@missoesnacionais.org.br rosagela.maria@missoesnacionais.org.br roseane.pereira@missoesnacionais.org.br Telefone: (22) 2723-7034 Endereço: Avenida Tancredo Neves, 158 - Jardim Carioca - Campos dos Goycatazes / RJ - CEP: 28080-420 Centro de Formação Cristã em Italva Sonho de Mães

FASE 1- Nesta fase o aluno se apresenta com alguns avanços no seu processo de ressocialização. É neste CFC que são retomados os estudos, é quando começa a visitar sua família e tem oportunidade para realizar um curso profissionalizante, o que contribui para a retomada do seu convívio familiar, social e comunitário. O Sonho de mãe realiza todo o processo terapêutico com a mãe acompanhada dos filhos, morando em um mesmo ambiente. É nesta fase que as mães se reaproximam dos filhos e passam a se responsabilizar pelo processo educativo dos mesmos. Público Alvo: Mulheres com filhos Contatos: Missionários Responsáveis Adriana Dias E-mail: sonhodemae.italva@gmail.com; adrianadias@missoesnacionais.org.br; Telefone: (22) 2783-1710 Endereço: Rua Coronel Luiz Sales, 195 - Centro - Italva / RJ CEP: 28250-000

Convenção Batista Mineira

94ª Assembleia da Convenção Batista Brasileira João Pessoa-PB, 24 a 28/01/2014

Rua João Andrade, 766 Santo Antônio – Aracaju/SE Telefones: 79 3236-1433 / 3236-3153 Email: batistasdesergipe@gmail.com

Confiança – Credibilidade - Segurança

36Miltom - Vigiai * Setembro 2013 Morais Eventosde - Caravanas

Contatos: mimeventos@ig.com.br Não se arrependa depois, consulte-nos antes!

Rua Plombagina, 250 - Floresta Belo Horizonte - MG CEP 31110-090 – Tel. (31) 3429-2000 www.batistas-mg.org.br


Especial Missão Batista Cristolândia Vitória

Aqui funciona a abordagem e triagem, com atendimento diário aos frequentadores das cracolândias. Ofertamos um serviço de redução de danos, visando evitar o agravamento de doenças físicas e mentais. Sendo assim, são oferecidas três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e a possibilidade de corte de cabelo, banho e troca de roupa. O interessado em deixar as ruas e as drogas se apresenta de forma voluntária para ingressar no processo terapêutico da Cristolândia, passa pela entrevista de triagem e caso tenha o perfil para continuar no processo terapêutico, se torna aluno do projeto. Nessa etapa, o aluno é observado, aconselhado e recebe apoio para prosseguir. Inicia-se o discipulado diário com estudos bíblicos. Em paralelo o aluno recebe apoio na saúde, ao ser encaminhado para atendimento na Rede de saúde e o cuidado emocional, com início das propostas para o processo terapêutico individual. O atendimento é para homens e mulheres. Público Alvo: Homens e Mulheres Contatos: Missionária Fabiola Molulo Tavares E-mail: fabiola@missoesnacionais.org.br Telefone: (27) 3025-2816 Endereço: Rua Av. Jerônimo Monteiro, 31, Centro - Vitória /ES CEP 29010-001 Centro de Formação Cristã Marataízes

Nesta fase há o começo da execução do Plano Terapêutico Individual, que engloba o estudo social, a análise psicológica, tratamento das questões de saúde e o acompanhamento das causas jurídicas. É a fase da desintoxicação, evangelização, discipulado e quando são abordadas as questões referentes a recuperação da auto estima e cidadania. Nesta etapa se inicia a construção do projeto de vida "Cristolândia é um lugar de esperança para todo aquele que crer e aceitar o sacrifício de Cristo na cruz. Cristolândia é uma Familia." Wellington Amorim (Missionário JMN)

de cada aluno. Público Alvo: Homens Contatos: Missionários Responsáveis Marcio e Katarine Brandão Telefone: (28) 9943-6972 Endereço: Rua CRG Zona Rural, s/n - Jacarandá Marataízes/ES - CEP: 29345-000 Missão Batista Cristolândia Belo Horizonte

Aqui funciona a abordagem e triagem, com atendimento diário aos frequentadores das cracolândias. Ofertamos um serviço de redução de danos, visando evitar o agravamento de doenças físicas e mentais. Sendo assim, são oferecidas três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e a possibilidade de corte de cabelo, banho e troca de roupa. O interessado em deixar as ruas e as drogas se apresenta de forma voluntária para ingressar no processo terapêutico da Cristolândia, passa pela entrevista de triagem e caso tenha o perfil para continuar no processo terapêutico, se torna aluno do projeto. Nessa etapa, o aluno é observado, aconselhado e recebe apoio para prosseguir. Inicia-se o discipulado diário com estudos bíblicos. Em paralelo o aluno recebe apoio na saúde, ao ser encaminhado para atendimento na Rede de saúde e o cuidado emocional, com início das propostas para o processo terapêutico individual. O atendimento é para homens e mulheres. Público Alvo: Homens e Mulheres Contatos: Missionários Responsáveis Pr. Otílio e Tania de Castro E-mail: cristolandiamg@missoesnacionais.org. br Telefone: (31) 2526-7672 Endereço: Rua Itapecerica, 251 Lagoinha - Belo Horizonte / MG CEP: 31210-030 Comunidade Terapeutica Reviver

Nesta fase há o começo da execução do

Plano Terapêutico Individual, que engloba o estudo social, a análise psicológica, tratamento das questões de saúde e o acompanhamento das causas jurídicas. É a fase da desintoxicação, evangelização, discipulado e quando são abordadas as questões referentes a recuperação da auto estima e cidadania. Nesta etapa se inicia a construção do projeto de vida de cada aluno. Público Alvo: Homens Contatos: Missionários Responsáveis: Pr. Fernando e Nalva Arêde Email: ctreviver@missoesnacionais.org.br fernando.arede@missoesnacionais.org.br nalva.arede@missoesnacionais.org.br Telefone: (32) 9994-8771 Endereço: BR 116, Km, 696, Zona Rural Muriaé/MG - CEP: 36880-000 Centro de Formação Cristã Batistinha

Nesta fase o aluno se apresenta com alguns avanços no seu processo de ressocialização. É neste CFC que são retomados os estudos, é onde ele começa a visitar sua família e tem oportunidade para realizar um curso profissionalizante, o que contribui para a retomada do seu convívio familiar, social e comunitário. Público Alvo: Homens Contatos: Missionários Responsáveis José Roberto de Souza e Ana Adélia Ferreira de Lima E-mail: jose.roberto@missoesnacionais.org.br ana.adelia@missoesnacionais.org.br Telefone: (61) 8291-0239 Endereço: Rua: N R Alexandre Gusmão Gleba 4/490 – Intra 09 (Antigo ABAS – Batistinha) - Samambaia/DF CEP 72910-000

Setembro de 2013* Vigiai -

37


Especial Centro de Formação Cristã em Águas Lindas

Missão Batista Cristolândia Brasília

Aqui funciona a abordagem e triagem, com atendimento diário aos frequentadores das cracolândias. Ofertamos um serviço de redução de danos, visando evitar o agravamento de doenças físicas e mentais. Sendo assim, são oferecidas três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e a possibilidade de corte de cabelo, banho e troca de roupa. O interessado em deixar as ruas e as drogas se apresenta de forma voluntária para ingressar no processo terapêutico da Cristolândia, passa pela entrevista de triagem e caso tenha o perfil para continuar no processo terapêutico, se torna aluno do projeto. Nessa etapa, o aluno é observado, aconselhado e recebe apoio para prosseguir. Inicia-se o discipulado diário com estudos bíblicos. Em paralelo o aluno recebe apoio na saúde, ao ser encaminhado para atendimento na Rede de saúde e o cuidado emocional, com início das propostas para o processo terapêutico individual. O atendimento é para homens e mulheres. Público Alvo: Homens e Mulheres Contatos: Missionários Responsáveis José Roberto de Souza e Ana Adélia Ferreira de Lima E-mail: cristolandiadf@missoesnacionais.org.br jose.roberto@missoesnacionais.org.br ana.adelia@missoesnacionais.org.br Telefone: (61) 8291-0239 Endereço:EQNP 32/36, Bloco G, Área Especial, Ceilândia Sul - Brasília /DF CEP: 72236-537

Nesta fase há o começo da execução do Plano Terapêutico Individual, que engloba o estudo social, a análise psicológica, tratamento das questões de saúde e o acompanhamento das causas jurídicas. É a fase da desintoxicação, evangelização, discipulado e quando são abordadas as questões referentes a recuperação da auto estima e cidadania. Nesta etapa se inicia a construção do projeto de vida de cada aluno. Público Alvo: Homens Contatos: Missionários Responsáveis Pr. Hugo e Sayara Urquizo Montes E-mail: hugo.montes@missoesnacionais.org.br Telefone: (61) 9834-1370 Endereço: Rua Fazenda Bocaina, Quadra L – Zona rural - Águas lindas de Goiás/GO - CEP 72910-000 Comunidade Terapêutica Águas de Meribá

Nesta fase há o começo da execução do Plano Terapêutico Individual, que engloba o estudo social, a análise psicológica, tratamento das questões de saúde e o acompanhamento das causas jurídicas. É a fase da desintoxicação, evangelização, discipulado e quando são abordadas as questões referentes a recuperação da auto estima e cidadania. Nesta etapa se inicia a construção do projeto de vida de cada aluno. Público Alvo: Mulheres Contatos: Missionários Pr. Sérgio e Márcia Grycuk E-mail: ctameriba@missoesnacionais.org.br sergio.grycuk@missoesnacionais.org.br marcia.grycuk@missoesnacionais.org.br Telefone: (62) 3208-7022 Endereço: Avenida Macaúba, Chácara Acambago, Chácara I - Jardim das Oliveiras - Senador Canedo/GO CEP: 75250-000 Missão Batista Cristolândia Recife

com atendimento diário aos frequentadores das cracolândias. Ofertamos um serviço de redução de danos, visando evitar o agravamento de doenças físicas e mentais. Sendo assim, são oferecidas três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e a possibilidade de corte de cabelo, banho e troca de roupa. O interessado em deixar as ruas e as drogas se apresenta de forma voluntária para ingressar no processo terapêutico da Cristolândia, passa pela entrevista de triagem e caso tenha o perfil para continuar no processo terapêutico, se torna aluno do projeto. Nessa etapa, o aluno é observado, aconselhado e recebe apoio para prosseguir. Inicia-se o discipulado diário com estudos bíblicos. Em paralelo o aluno recebe apoio na saúde, ao ser encaminhado para atendimento na Rede de saúde e o cuidado emocional, com início das propostas para o processo terapêutico individual. O atendimento é para homens e mulheres. Público Alvo: Homens e Mulheres Contatos: Missionários Responsável Pr. Eliú e Lídia Rodrigues E-mail: cristolandiape@missoesnacionais.org.br eliu.rodrigues@missoesnacionais.org.br lidia.rodrigues@missoesnacionais.org.br Telefone: (81) 3223-3731 Endereço: Rua Barão de São Borja, 89 Soledade, Recife/PE - CEP: 50070-310 Centro de Formação Cristã Tacaimbó

Nesta fase há o começo da execução do Plano Terapêutico Individual, que engloba o estudo social, a análise psicológica, tratamento das questões de saúde e o acompanhamento das causas jurídicas. É a fase da desintoxicação, evangelização, discipulado e quando são abordadas as questões referentes a recuperação da auto estima e cidadania. Nesta etapa se inicia a construção do projeto de vida de cada aluno. Público Alvo: Homens Contatos: Missionários Responsáveis Pr. Pedro Wagner e Maria Aparecida E-mail: wagner.fernades@missoesnacionais.org.br maria.aparecida@missoesnacionais.org.br Telefone: (81) 9326-4715 Endereço: Sitio Estreito, 1700 - Zona Rural Tacaimbó/ PE - CEP: 55140-000

Aqui funciona a abordagem e triagem,

38- Vigiai * Setembro de 2013 Pedidos: www.rubensteixeira.com.br

Fones: (83) 3031-4249 / 8889-5467


O poema da “Senhora Moçambique”

H

oje, terça feira, as mulheres do grupo de Nutrição vieram ao Centro de Apoio à Comunidade... Algumas vêm para tratamento, no Posto, mas algumas vêm para falar comigo. São 50 mulheres positivas, aliás 49, uma desistiu porque o marido disse que ela não está doente nada, que querem é tirar o sangue dela, por isso que pedem exame de sangue. Ela acreditou nele, e desistiu... Dessas 49, num grupo de 8, existem 26 crianças, faça a multipilacação e verá quantas crianças vão ficar desamparadas, se essas mães não forem ajudadas. São 49 mulheres contaminadas com AIDS, a maioria por seus maridos, com bebês também positivos. Todas as terças e quintas elas vêm, para conversar comigo. Mas, já começo a ter medo... Já não tenho mais respostas a tanta dor e sofrimento. Já não posso mais parar de chorar, quando ouço o lamento da fome, a necessidade de desamamentar e a falta de leite. Já não posso mais parar de chorar, quando olho os pézinhos inchados dos bebês de 1 ano, ou 2, que pesam 5, 6 kgs.

Já não posso parar de chorar, quando sento na mesa, agradeço o pão e me lembro daqueles rostos tristes, dizendo: Irmã, me ajuda não tenho nada de comer em casa! Irmã me ajuda, minha criança não tem leite, está anêmica, porque já não posso mais amamentar! Irmã me ajuda, me arranja pelo menos um pouquinho de papa! Quando alguém disse à Olivia que Agostinho foi um grande homem...ela disse: que sorte a dele, pois meu filho é um desgraçado! Choramos, com a Olivia, com o rosto triste, ali em pé, positiva, com seu pequeno Agostinho de 3 meses nos braços, que ainda nasceu com os pés virados para trás, a cabeça cheia de feridas, mas seguro por ela como o seu bem mais precioso. O seu marido morreu, o irmão morreu e tudo que restou foi uma casa vazia, 2 crianças e sua velha mãe, que tinha ido a floresta carregar lenha, para conseguirem alguma coisa para comer. Olivia não pode ajudar, está doente. Joana, doente, perdeu seu bebê recentemente, não apareceu na Igreja, sempre vinha descalça; não foi também às consultas. Consegui um par de sapatos para ela, só que não encontrava com ela. Os visitadores foram a sua casa, Joana não estava. Alta, magra, com os olhos saindo para fora, por causa da doença...onde estava Joana? Domingo veio à Igreja e contou, estava na floresta cortando lenha para vender e comer, levam quase uma semana para conseguirem 5 dólares, que não duram 3 dias para acabar. Quem não vai chorar? Quem pode orar, sem pensar nessa

gente? Quem pode dormir tranquila, sem antes fazer uma prece de socorro...? Nunca desejei ser rica, mas desejei, nesses dias, poder ter algo para dar a essa gente...mais que o evangelho pregado: o vivido, aquele da multiplicação do pão e do peixe! Queria dar, para elas, um Natal... Um dia de festa. Uma roupa, um sapato, uma lata de leite, um pouco de farinha e fazer acontecer um momento de felicidade, para quem não tem esperança do amanhã. Às vezes, temos tanto e não agradecemos. Às vezes, temos tanto e não dividimos. Às vezes, temos lágrimas e não choramos. Mas, eu, meus irmãos e amigos, no meio dessa gente. Já não posso mais parar de chorar. E quando choro, choro por mim e por você, que tem a chance de mudar vidas e não faz nada. Choro por você, que podia fazer algo por essa gente e por outros, que precisam de Deus urgentemente... Choro por mim, meus limites... Choro por essa gente, que olha para mim, como se eu pudesse fazer alguma coisa. Mas, sem Deus, e sem você. Eu não posso fazer nada. Por isso, enquanto você silenciar e não deixar Deus te usar Já não posso mais parar de chorar!

Noemia Cessito – Moçambique Projecto Vida - Dondo

Setembro de 2013 * Vigiai -

39


Entrevista

Fazendo missões no meio da guerra, da AIDS, da malária, da feitiçaria, da miséria… A Revista Vigiai entrevistou a Missionária Noêmia Cessito e se prepara para visitá-la em Moçambique, seguindo junto com a caravana da Junta de Missões Mundiais em novembro/2013… Qual o Moçambique que vamos encontrar? chegada da senhora à A Moçambique foi no meio da guerra. Como é chegar para fazer

missões em um país em guerra? Sair de um país, como o Brasil - onde tudo é paz - é muito difícil, principalmente há 20 anos atrás, apesar de toda violência que sempre existiu e chegar a uma Nação destruída, faminta e sem esperança, foi além do que eu podia imaginar. Eu hoje vejo que sobrevivi, aprendi e cresci. Vejo o Brasil com outros olhos e com gratidão,

pelo que Deus tem feito nessa terra, pelas oportunidades; e hoje, grata a Deus, porque Moçambique também está em paz. Apesar da miséria, está em paz. Mas, tenho o entendimento que o povo era muito mais fervoroso e dependente de Deus naquele tempo, talvez por causa do Comunismo. Havia muito mais compromisso com o Pai do Céu, no tempo da perseguição do que hoje com liberdade. Também tenho saudades desse tempo. Seu casamento com um pastor da terra abriu uma exceção em missões, como foi isto? Eu posso responder em relação ao campo. Em relação à Junta, naquele tempo, foi muito difícil, não era aceito... Mas, anos se foram e a fidelidade de Deus não muda. Quanto ao Campo, eu saí da cidade, da ligação direta com os missionários, inclusive brasileiros, e fui viver num distrito ainda afetado pela guerra, estávamos em guerra. Era tudo diferente, a guerra não afetava diretamente a cidade, mas, no distrito que estávamos, muitas vezes deitada eu ouvia os estrondos e não sabia o quanto estavam perto. Isso me fez estar mais perto dos nacionais, conhecer melhor a realidade deles e sentir muitas vezes como eles. Em muitos momentos, eu só tinha os moçambicanos perto de mim... E, sem a minha família, o marido fazendo missões em outros distritos afetados pela guerra, sem saber se ele voltaria ou não, descobri uma família e aprendi a amar esse povo; pois, nesse momento, era o meu povo. Seu trabalho com portadores de AIDS em Moçambique tem despertado muitos brasileiros, como é o esse trabalho?

Começamos com um bebê, que nos foi entregue porque os pais tinham morrido com HIV. Quando esse bebê veio a falecer, continuamos envolvidos com a família, que era muito grande, e 16 pessoas começaram a vir e freqüentar nossa Igreja. Ainda estão lá hoje, abriram um outro trabalho que já é uma Congregação em Savane. Então, trabalhando no hospital, as pessoas perguntavam porque nós só ajudávamos as crianças, por que não os adultos? E assim começamos. Hoje são 110 pessoas, mais 100 crianças na área de Nutrição. Não é apenas um cuidado com os doentes, e sim com a alma deles, e muitos têm se convertido, estão sendo batizados, e tendo uma nova esperança. Alguns estavam morrendo, sem esperança, sem nada... Os ativistas, que são 10, liderados pela missionária voluntária Marilene Dutra, trabalham com eles, oram , levam ao hospital. Procuramos dar alguma alimentação, eles têm muita fome e muitos morrem não por causa da enfermidade, mas por causa da fome. Os que conseguem medicamento, não aguentam tomar, sem ter o que comer, e acabam morrendo. Mas, procuramos estar presentes, e quando morrem, fazemos o culto, compramos caixão e temos de enterrar... Mas, tudo isso tem levado muitas pessoas a Jesus, tem sido um testemunho. Apesar dos poucos recursos, que sempre estão em falta, seja no hospital com a sopa que diariamente levamos, seja nas visitas nos lares... Deus tem atuado de maneira poderosa. Em um país com uma estatística oficial de 50% da população infectada com o vírus HIV em algumas regiões, qual é a perspectiva de vida? Para mulheres: 40, 45 anos de vida, para os homens 35 a 40. Evangelizá-los, levá-los a um encontro com Deus, temos urgência de pregar o Evangelho e, assim, proporcionar a esse povo, um novo Projeto e Vida, mesmo que condenados à morte, mas, a vida eterna é a vitória sobre a morte e, enquanto durar a vida física, a qualidade

Adote-nos! Lar Batista Janell Doyle

Felipe Cardoso, 743 40Rua - Vigiai * Setembro de 2013

Santa Cruz, Rio de Janeiro, RJ Venha adorar a Deus aqui!

Endereço: R. Igarapé do Mauá, 1 Mauazinho, Manaus - AM Telefone: (92) 3615-9869 Responsável: Magaly Azevedo E-mail: larbatistamanaus@gmail.com Número de Crianças: 49 Idade: de 0 a 12 anos

www.evangelium.com.br A Escola do seu filho!

Rua Pará, 186 - Bairro Água Verde Curitiba/PR Fones: (41) 3023-1500 3019-0753 - 3018-7468


pintar... E continuar fazendo o que for necessário. Já temos as maquinarias internas, oferecidas por um irmão da Primeira Igreja Batista de Curitiba; precisamos orar para que elas cheguem aqui. Estão no Porto de Santos-SP. A maior necessidade é a de terminar e ter padeiro, confeiteiro, que pudesse passar um tempo conosco, ensinando o nosso povo no trabalho em padaria, na confecção de pães, bolos, etc. Nós, do Ministério Vigiai www.vigiai.net - queremos manter uma horta comunitária na sua igreja ou proximidades, é possível? A Escola El Shaddai já tinha esse projeto e estamos novamente trabalhando nisso; hoje mesmo falei com o garoto que me ajuda, aqui em casa, para recomeçarmos a fazer os viveiros... Vai ser muito bom. A horta anterior? Os bichos comeram tudo. Mas, vamos tentar em outro lugar e vamos ver as sementes que mais se adaptam ao nosso solo. A irmã tem uma filha e um filho. Quais são os sonhos da irmã e deles para o futuro? O primeiro: Que Deus sempre tenha prioridade na vida deles, que jamais se desviem dos caminhos do Senhor! Que mesmo estando num campo com limitações na área da Educação, eles tenham a oportunidade de estudar e vencer na vida, dentro dos projetos que Deus tem para eles! O que a irmã espera dos batistas brasileiros de apoio aos moçambicanos? Que nunca desistam de orar e investir em Moçambique! Nossa terra conta com o apoio dos Batistas Brasileiros.

Que se levantem, para vir, em nossa terra, nos apoiar e se envolver mais em missões, não apenas um mês ou como uma lembrança... mas, que Missões seja algo diário, seja parte de cada Cristão Batista Brasileiro! Se o tempo voltasse, a irmã iria de novo para Moçambique fazer missões? Por quê? Iria, viria, voltaria... Já vivi tantas coisas, guerra, fome, miséria... Já vi tantas coisas... E hoje vejo o país em reconstrução. Aqui, me sinto em casa, me sinto no lugar que Deus preparou para mim, antes mesmo da minha existência. Dê as suas considerações finais. Apenas minha gratidão, primeiramente a Deus, pelo cuidado Dele por nossa vida em meio a tantas lutas, podemos sempre contar muitas e muitas bênçãos. Minha gratidão a todas as igrejas que nos receberam para promoção, por aquelas que oraram por nós, mesmo sem nunca nos terem visto pessoalmente, a gratidão por todos aqueles que têm investido em nós. Nossa gratidão à Junta de Missões Mundiais e ao irmão por nos dar essa oportunidade de compartilhar o que Deus tem feito em nossa vida... Nota: Em e-mail de 07.08.2013, a Missionária Noêmia Cessito afirmou: “Deus ouviu as nossas orações e lágrimas, e a oração do povo que se inclinou conosco. A miséria é a mesma, o número de criancas maior, mas temos agora a Casa de Nutrição Tessa Grace, onde atendemos as criancas necessitadas de 0 a 2 anos, um pequeno número, mas faz toda a diferenca. Hoje temos o Projecto Vida, que atende também um bom número, 165 mães e pais soro-positivos. Deus vê as nossas lágrimas, aleluia!”

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM JOINVILLE

Venha nos visitar! Venha adorar a Deus conosco! Pastor Marcos Coelho Ramos Rua Dona Francisca, 234 - Centro - Joinville-SC Telefone (47) 3028-7281

Pedidos por email: ebenezersf@uol.com.br

pode ser melhorada com ações concretas. Que o Diabo age através da feitiçaria é notório, como é lidar com um país onde a feitiçaria é uma cultura nacional, uma “religião” oficial, onde os curandeiros são considerados médicos? Temos que levar as pessoas a um compromisso verdadeiro com Deus. Se as pessoas brincam, morrem, adoecem, perdem tudo... Só Deus pode livrar o nosso povo! Sem Ele, não há esperança de nada, nada mesmo. O Evangelho não pode ser vivido como religião, deve ser vívido como razão de vida. A cobertura do sangue de Jesus é algo real e tem de ser vivido todos os dias. A irmã saiu do Brasil há quase 30 anos; o Brasil não é um país de primeiro mundo, mas, tem fartura. Como é viver em um país onde a escassez de alimentos é rotina? A gente aprende a dar valor a cada grão no prato, a não desprezar a comida, a comer com gratidão. Começamos a entender o que significa desperdício e a lamentar quem tem e não valoriza. No Brasil não existe fome... Sempre alguém vai ter como ajudar. Em Moçambique não, quando faltam alimentos, todos têm fome... E o pouco que se tem não se permite dividir. Não é o caso do missionário batista, mas a realidade do nosso povo. Como é este projeto da Padaria? Quais são as necessidades? Um sonho... Que aos poucos vai tomando forma. Todo nosso sustento vem de fora do país. Não temos nada que possa nos ajudar nos projetos, que são muitos. Então, estamos construindo uma padaria, que vai viabilizar os projetos, vai trazer sustento, vai dar profissão e será mais um canal de evangelização. Acabamos de cobrir, com a promoção de alguns irmãos e igreja que se juntaram a nós e agora falta pouco, temos que rebocar e colocar portas e janelas,

Setembro de 2013* Vigiai -

41


Última Página www.viagemdosonho.com

Trans Piauí Participei pela primeira vez de uma Trans (Operação Jesus Transforma da Junta de Missões Nacionais da Convenção Batista Brasileira). Foi na Trans Piauí / 2013. Acho que o sonho de todo cristão que deseja servir a Jesus, em todo o tempo e de todas as formas, é um dia ser missionário nem que seja por alguns dias. Sentir o gosto de acordar e só pensar nas coisas do alto, em quem vai evangelizar hoje, quem vai alcançar, lembrar em oração daqueles que fizeram sua decisão... quais são as estratégias para aquele local... Não que onde vivemos não possamos viver dessa forma, mas a nossa rotina diária muitas vezes nos impede dessa integralidade de ação do evangelho. A gente vem embora e fica aquele gosto de dever cumprido mas fica também uma saudade, uma vontade imensa de estar lá pertinho para acompanhar aqueles novos irmãos em Cristo. Por tudo isso é que afirmo que foi uma experiência maravilhosa que pretendo repetir e que aconselho a quem puder, participar. Marcia Mendes - Missão Batista do Grajau – Rio de Janeiro

Exemplo de Amor A pequena Igreja Batista em Parque do Carmo, São Paulo-capital quis provar o seu amor pela igreja-mãe e patrocinou uma página inteira da Vigiai para que todas as fotos fossem publicadas nesta edição e os leitores assim pudessem ter a noção exata do que aconteceu na Primeira Igreja Batista de São Mateus. Belo exemplo de amor de igreja filha pela igreja mãe o que não é muito comum…

A próxima edição da Vigiai trará uma série de estudos do conhecido teólogo Pr. Jadai Silva de Souza. Imperdível. Reserve logo os exemplares para sua igreja. Só atendemos pedidos mínimos de 3 exemplares. E-mail: vigiai.net@gmail.com

Agora você pode ter o seu próprio negócio! - Vigiai * Setembro de 2013

Vamos? Já são mais de 150 inscritos! O projeto só comporta 300 participantes! Você vai faltar? Imperdível! Além do passeio e estudos o Congresso visa ser o embrião da Primeira Igreja Batista Brasileira em Israel.

Pr. Heralto Pacheco

Estudos do Pr. Jadai

Proposta Irrecusável!

42

Vigiai se prepara para cobrir o Mega Congresso em Israel - maio/2014

Nosso amigo, Pr. Heralto Pacheco continua firme fazendo um grande ministério nos EUA, inclusive cooperando com os pastores batistas brasileiros que enfrentaram muitos problemas nos últimos anos. Oremos!


Vigiai 9 edicao  

Revista Vigiai 9ª Edição

Advertisement