Page 1

Adamantina-SP - sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Edição 1036 • ano 17

Tamyris Araujo

www.ginoticias.com.br

Obras paradas em Adamantina "são problemas herdados" Secretário de Planejamento Rogério Buchala ressalta que no primeiro ano de administração Ivo Santos obras foram encontradas com problemas graves de planejamento

Sol incessante. Temperaturas elevadas de dia e a noite. Calor insuportável. E o que fazer para amenizar a situação? Adamantinenses optam por sorvetes, sucos, refrigerantes, ventiladores e ar condicionados. Pág. 7

Não é de hoje que obras paradas em Adamantina geram reclamações. Por um lado, a população cobra o fim das construções. Por outro, administrações são taxadas de morosas. São erros em projetos e execuções que custam caro

Prefeitura

Região

Lucélia

Saúde

Ação social

Com superávit de mais de R$ 1,8 milhão, secretário de Finanças avalia 2013 como "razoável"

Amnap realiza assembleia na próxima sexta-feira em Parapuã e empossa nova diretoria

Terreno da prefeitura é utilizado como depósito de carcaças de veículos

O que fazer se as crianças não têm limites quando o assunto é tecnologia?

Projeto de proteção aos animais mobiliza voluntários em Adamantina

Pág. 10

Pág. 25

Pág. 31

Pág. 20

Pág. 13

para o município e para a comunidade. Entre os exemplos apontados estão a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), Biblioteca Municipal, quadra esportiva e delegacia seccional. Pág. 9


2 opinião

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Fernanda Silva

Foto da semana

Editorial

Calor aquece vendas E comerciantes de outros setores também ganham com as liquidações. Todos querem aproveitar as altas temperaturas e aquecer as vendas. Nesta edição, o IMPACTO traz uma entrevista que mostra o aumento nas vendas de sorvetes e ar condicionados na cidade, além de uma dermatologista que alerta sobre os cuidados necessários com o corpo neste calor, não apenas quando estamos expostos ao sol. Boa leitura.

Um "Rei" para estar além da Província...

Sérgio Barbosa - é jornalista profissional diplomado e professor universitário.

"Um sonho sonhado sozinho é um sonho. Um sonho sonhado junto é realidade" (Raul Seixas) Neste cenário provinciano em meio aos desencontros de um picadeiro que está além do sentido "circense", o denominado "Rei" que aprecia criar fatos e mais fatos para virar a notícia do dia mídia re gional com a benção provincial... Na área jornalística, existem diversas opções para isto e mais aquilo, ainda mais se este ou aque-

le lado dispões de profissionais, mesmo que sejam denominados de "meia-bocas", porém, cada qual se vira como pode no mercado institucional... Todos querem ser Rei para exercer o comando acima disto ou daquilo em terras provincianas, assim, dizem, "caminha a humanidade" por meio do "senso comum" patrocinados pelas ações mercadológicas... Como não sou e nem quero ser amigo deste pseudo Rei, posso continuar levando as coisas para este ou aquele lado do poder institucional em tempo de pós-globalização midiática... Na realidade, todos querem, porém, apenas, poucos conseguem ficar acima da mesmice de sempre na Província, portanto, é necessário estar em conexão com todos os lados de um mesmo lado... Outro detalhe, a questão não é "o cachorro que mordeu o homem e sim, o homem que mordeu o cachorro", desta forma, a denominada ou famigera-

da instituição continua criando condições para um olhar distante do contexto plural do mercado educacional... Não se pode deixar de lado os custos operacionais entre investimento e benefício destas ou daquelas ações em prol do marketing institucional, haja vista o número ou retorno destas ações estratégicas em busca da consolidação da marca... Além disto ou daquilo, o mercado está em ritmo cada vez mais profissional em todas as áreas, neste caso em meio aos ocasos e tendo como objetivo o fortalecimento da "marca institucional", faz-se necessário envolver todos e todas para o mesmo objetivo... Que este novo tempo institucional para o "Rei" do Olimpo e prote gido pelas "paredes alvas" do conhecimento provinciano, possa estar usando e abusando do cetro para os desmandos de sempre ao lado dos seus vassalos...

Errata Informamos aos nossos leitores que erramos ao publicar o número das edições de 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Onde se lê edição número 1031, em 31 de janeiro, lê-se 1034; e onde se lê edição número 1032, em 7 de fevereiro, lê-se 1035. Agradecemos a compreensão de todos.

IMPACTO Silva & Monarin Editora Ltda ME. CNPJ - 02.463.047/0001-17

Nossa Missão

“Informar, defender os interesses coletivos, promover a discussão de idéias e estimular a prática da democracia.”

Diretor e Jornalista responsável

Sérgio Vanderlei - 99739-7000 - MTb - 46.188/SP - sergio@gimpacto.com.br

Gerente Administrativo

Alessandro dos Santos - 99605-5180 - alessandro@gimpacto.com.br

Departamento Comercial

Rogério Grespi - 99736-2449 - rogerio@gimpacto.com.br Regina Romão - 99715-5662 - regina@gimpacto.com.br

Departamento Assinaturas/Cobranças

Diego Mateus - 99671-9775 - diego@gimpacto.com.br

Diagramação e Criação

Allan Barbosa - allan@gimpacto.com.br Marco Aurelio - marco@gimpacto.com.br

Redação

João Vinícius - joaovinicius@gimpacto.com.br Tamyris Araujo - MTb - 61.233/SP - araujo@gimpacto.com.br

Distribuição

Diego Mateus - 99671-9775 - diego@gimpacto.com.br

Circulação Adamantina - Mariápolis - Parapuã - Osvaldo Cruz - Salmourão - Sagres - Inúbia Paulista - Lucélia - Flórida Paulista - Flora Rica - Irapuru - Pacaembu Junqueirópolis - Rinópolis e Rubiácea

Tiragem - 4 mil exemplares Rua Dep. Salles Filho, 117 Centro - Adamantina-SP - CEP 17800-000 Telefone/Fax: (18) 3522-1199 - www.ginoticias.com.br

O ex-tenista Fernando Meligeni, em passagem por Adamantina no Circuito Sesc Verão, na quinta-feira (12), falou da importância do esporte para crianças e adultos que participaram da ação. O evento aconteceu em Adamantina através de parceria entre Sincomercio, Sesc Thermas e Prefeitura de Adamantina

Enquete da semana O horário de verão termina no próximo fim de semana. Você gosta do horário de verão? - Sim, aproveito melhor os meus dias - Não, bagunça toda a minha rotina - Apenas acho necessário para a economia de energia - Com tanto calor, nem economizei energia Dê a sua opinião no portal

Você é a favor da liberação da bermuda no trabalho nesse verão? Sim, desde que seja adequada (72%) Não, bermuda não é apropriada para o serviço (16%) O vestuário não influencia no profissional, a roupa é indiferente (8%) Trabalho no ar condicionado, não preciso de bermuda (5%)

Total de Votos: 172

os efeitos do calor. Levantamento do indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio retrata este crescimento. Somente no comércio de supermercados, alimentos e bebidas houve elevação de 7,4% nas vendas em relação a janeiro de 2013. Além disso, outros setores, como de materiais de construção e de móveis, eletroeletrônicos e informática, também tiveram aumento se comparado com mesmo período do ano passado.

RESULTADO ANTERIOR

38,1°. Essa foi a temperatura registrada na se gunda-feira (10), em Adamantina – a maior máxima de 2014, segundo o Ciiagro (Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas). O sol escaldante e o tempo seco fazem a economia local aquecer na mesma proporção com o aumento das vendas de equipamentos indispensáveis para este período, como ventiladores e ar condicionados, além de sorvetes e bebidas que ajudam a minimizar

E o cinema?

Cacá Haddad - professor universitário e coordenador do curso de Comunicação Social da FAI

Em janeiro de 2005, quando assumi a então Diretoria de Cultura de Adamantina, deparei-me com um problema: o Cine Santo Antonio, administrado pela Associação Amigos da Cultura, passava por dificuldades financeiras, sobrevivendo sem o repasse de verbas da Prefeitura e do escasso público que frequentava sua sala. Importante ressaltar que a estrutura do prédio estava em péssimas condições. Grandes placas de compensado, que serviam como forro, estavam desprendendo e caindo sobre as poltronas. Dois incidentes aconteceram quando a sala estava vazia. Não teve jeito, o Poder Público sabiamente entendeu que uma reforma naquele prédio seria inviável. Por mais contraditório que possa parecer, a melhor opção era fechar as portas. Quem diria, eu, um amante da sétima arte, Diretor de Cultura do Município, estudante de cinema, fui o “responsável” pelo fechamento do Cine Santo Antônio. Carrego até hoje este pecado em minhas costas. Lembro que as pessoas me

paravam (a maioria indivíduos que não iam ao cinema) e perguntavam: E aí Cacá? E o Cinema? Tinha que abaixar a cabeça, respirar e dizer que as coisas com calma iriam acontecer. A minha sorte foi grande. Poucos meses depois o Sr. Nilson Hitoshi Karimata investiu na cidade e abriu o Cine Cyber Planet. Fui salvo pelo gongo. Ironia do destino, oito anos depois estou na mesma situação. As pessoas me interpelam na rua, sempre com a mesma pergunta: E aí Cacá? E o Cinema? Sai ou não sai? Vamos aos fatos: em junho de 2012 a Haddad Organização Social, empresa da minha família, adquiriu o Cine Cyber Planet do Sr. Rodrigo Saito, sucessor do Sr. Karimata. Adquirimos a empresa sabendo que o proprietário do imóvel estava pedindo o prédio: teríamos que sair daquele endereço. A empresa funcionou até janeiro de 2013, quando por acordo de cavalheiros entregamos o imóvel. A última sessão daquela sala contou com um público invejável de três espectadores (dentre eles, duas cortesias). Naquele momento já estávamos há mais de um mês construindo o novo prédio, na Avenida Ademar de Barros, nº. 276, ao lado do Banco do Brasil. Quando a planta do cinema (projeto de engenharia) ficou pronta, por orientação técnica começamos a construção, sem antes dar entrada no Projeto Técnico, exigência para a obtenção do famoso A.V.C.B - Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros. Passados quatro meses

de construção, adotamos as medidas relativas ao Projeto Técnico, mas não passou pelo crivo do Corpo de Bombeiros. Por que não? Explico: o projeto inicial não comtemplou as exigências da legislação. Tivemos que providenciar outro Projeto Técnico, desta vez cuidando pessoalmente das exigências legais. Ora, mas por que tanta morosidade neste processo? Explico novamente: cada vez que protocolamos o Projeto Técnico, o Corpo de Bombeiros pode levar até trinta dias para responder, apontando as falhas para posterior correção. Geralmente eles levam os trinta dias para responder. Neste vai e vem, Adamantina está há um ano sem o cinema. Escrevo para dar “satisfação” ao público que sempre prestigiou o cinema de Adamantina. Não quero apontar culpados e chorar o leite derramado, daqui para frente a história é outra. No sábado, dia primeiro de fevereiro, quando este artigo já estava escrito e com um outro final, recebi a ligação do técnico que está fazendo o projeto: “Cacá, o projeto do cinema foi aprovado”. Se tudo correr dentro do previsto, até agosto Adamantina poderá ter um novo Cinema, seja ele Cine Santo Antonio, seja ele Cine HOS. Gostaria de dedicar este texto a todos os assíduos frequentadores do Cine HOS, em especial ao Rafael Meirelles (que raramente perdia uma sessão de domingo) e a tantas outras pessoas, que mesmo sem frequentar o cinema, sempre que me encontram na rua perguntam: E o cinema?


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

informe 3


4 geral

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Lions recebe representantes de 57 clubes no 3º Conselho Distrital Neste sábado (15) e domingo (16), o Lions Clube de Adamantina será sede do 3º Conselho Distrital com a presença de representantes de 57 clubes do Distrito LC-8. O evento contará também com a participação da governadora, Márcia Altafim Carvalhal e do seu companheiro, Hélison Cézar Altafim. De acordo com o presidente do Lions Clube de Adamantina, Paulo Nakae, o evento será de grande importância para o Lions, possibilitando a troca de experiências entre os 57 clubes. “O objetivo principal do Conselho Distrital é levar ao conhecimento da Governadoria todos os projetos desenvolvidos nos clubes, bem como possíveis problemas a serem solucionados e ao mesmo tempo, promover o debate de novas ideias e projetos que possam resultar no futuro, em benefícios à comunidade”, explicou Paulo Nakae. No sábado (15), a partir das 14h, acontecerá uma reunião entre os presidentes dos clubes e no período noturno, a partir das 19h30, será realizada a instalação do 3º Conselho Distrital com apresentação das crianças

Crime

Condenado por estuprar enteada é preso pela Polícia Civil A Polícia Civil de Adamantina, por meio da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), prendeu na terça-feira (11) em cumprimento de mandado de prisão expedido pela Justiça Pública, o acusado P. C. L., de 48 anos. De acordo com o delegado da DIG, Cleber Augusto Batista, no inquérito policial 122/2009, que tramitou pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) local, P.C.L., de 48 anos, é acusado de em 14 de dezembro de 2009 ter

estuprado sua enteada que na época do ocorrido tinha apenas sete anos. O acusado foi condenado à pena de 12 anos de prisão e recorreu da decisão, sendo a pena minorada para nove anos e quatro meses de reclusão em regime fechado. Após a prisão P. L. C. foi recolhido a Cadeia Pública de Adamantina de onde deve ser tranferido posteriormente para uma unidade prisional da região. Gi Notícias

Clandestino

Governadora Márcia Altafim Carvalhal (à esquerda) estará sendo recepcionada pelo presidente do Lions Clube de Adamantina, Paulo Nakae (ao centro), por sua companheira, Edna Nakae (à direita) e pelos demais companheiros do clube

do Iama (Instituto de Assistência ao Menor de Adamantina) que fazem parte dos Projetos de Dança e Coral, com apoio do Lions Clube. Já no domingo (16), entre às 8h e 12h30, haverá apresentação da Banda Marcial de Adamantina e em seguida, acontecerá uma reunião para tratar sobre diversos assuntos relacionados ao Lions

Clube. “Todos os companheiros do Lions Clube de Adamantina estão empenhados na organização do 3° Conselho Distrital, para que possamos oferecer boa recepção a todos os companheiros dos clubes do Distrito LC-8”, finalizou Paulo Nakae. Assessoria Lions Clube

DIG apreende objetos de bingo em clube da terceira idade Policiais civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais de Adamantina) do Deinter-8 apreenderam diversos objetos oriundos de jogo de azar em Adamantina na tarde de sábado (8). De acordo com o delegado assistente da seccional, Luciano Faro, após receber informações de que em um clube da terceira idade, um funcionário público municipal juntamente com sua esposa organizavam irregularmente bingos, caracteri-

zando exploração de jogos de azar, os policiais civis foram até o local indicado e apreenderam vários objetos que seriam utilizados como prêmios, como fogão, panelas, ventiladores, DVD, conjuntos de cozinha e outros. Além disso, foram apreendidos cartelas e R$ 100 em dinheiro. Será instaurado termo circunstanciado para apuração dos fatos. Segundo Faro, esta é a primeira ocorrência do tipo registrada neste ano. Gi Notícias


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Fim do horário de verão: relógios devem ser atrasados em 1h neste final de semana TAMYRIS ARAUJO Da redação Acaba neste final de semana o horário de verão. Na virada de sábado (15) para domingo (16) os relógios deverão ser atrasados em 1h. Os dez estados afetados são Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, além do Distrito Federal. O objetivo do horário de verão é aproveitar os dias mais longos, com mais tempo de iluminação solar, para diminuir o consumo de energia elétrica no horário de pico, que vai das 18h às 21h. A redução durante a mudança deve ser de cerca de 5% nos estados participantes. Relatório do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) aponta que o con-

sumo de energia no país durante o ano de 2012 foi 4,2% maior que o verificado em 2011. Se comparados apenas os meses de dezembro, o aumento no consumo chega a 6,3%. De acordo com o ONS, o resultado de dezembro, que contraria o padrão para a época, é explicado principalmente pelo aumento das temperaturas acima do esperado no Sudeste, Centro-Oeste e Sul. Entretanto, se gundo a Companhia de Energia Elétrica Caiuá, a redução da demanda gerada pelos 24 municípios da região de Presidente Prudente atendidos pela empresa foi de 4,8% com o consumo reduzido em 0,4%. Ou seja, foi registrada uma economia de 1.539.426 kw/h, o equivalente para abastecer 9.168 residências durante um mês, o equivalente a uma cidade com 27.504 habitantes pelo mesmo

Relógios devem ser atrasados em 1h

período. O horário de verão teve início no dia 20 de outubro do ano passado e durou 119 dias. Para muitas pessoas, esta mudança tende a provocar alterações no sono, que podem causar irritabilidade, estresse e

baixa produtividade. Cansaço, fraqueza muscular, dores de cabeça, mau humor, alteração do apetite e diminuição na capacidade de concentração são outros sintomas muito comuns, principalmente em idosos e crianças.

Voluntário

I Feira de Adoção de Animais em Adamantina será neste domingo FERNANDA SILVA Da redação Após iniciativa de alguns voluntários em montar um abrigo de proteção aos animais, será realizado

neste domingo (16) a I Feira de Adoção de Animais em Adamantina. Todos os cachorros que estarão na feira foram recolhidos da rua, vacinados, castrados e vermífugados.

O abrigo já atingiu a capacidade máxima de animais e por conta disso será realizada a feira, para que novos cachorros possam ser atendidos pelo projeto. O evento que será no

Parque infantil da Praça Deputado José Costa (Fepasa), das 8h às 11h, tem o apoio da FAI (Faculdades Adamantinenses Integradas) e da Prefeitura de Adamantina.

geral 5


6 informe

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

IMPACTO


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

geral 7

Adamantinenses procuram alternativas para aliviar calor excessivo TAMYRIS ARAUJO Da redação Sol incessante. Temperaturas elevadas de dia e a noite. Calor insuportável. E o que fazer para amenizar a situação? Adamantinenses optam por sorvetes, sucos, refrigerantes, ventiladores e outros. E a procura por aparelhos de ar condicionado cresceu de maneira considerável neste ano. De acordo com Rogério de Lima, proprietário de Refrigeração Lima, em janeiro de 2013 foram 29 aparelhos vendidos, e neste ano a loja vendeu 60. Já em relação a fevereiro do ano passado foram 33 aparelhos vendidos e, apenas nos primeiros 12 dias deste ano, já foram 90 ar condicionados. Um aumento de 172,7%. Com o aumento da procura, consequentemente, o produto chega a faltar em algumas distribuidoras. “No início do mês começamos a nos deparar com a falta de equipamentos, mas mesmo assim as pessoas esperam e estão persistentes. E a espera também acontece em relação a entrega e instalação, que pode chegar a 20 dias”, relata. Uma característica dos compradores adamantinense, é optar por aparelhos mais econômicos em relação ao consumo de energia, apesar de serem mais caros na hora da compra, e dividir o valor do aparelho em 10x no cartão – opção de 90%. Para refrescar os dias mais

Adasebo de Adamantina agora faz parte da rede Patense

Empresa

Pessoas chegam a fazer filas para comprar ar condicionado

quentes, outra opção são os sorvetes. De acordo com a proprietária da franquia Chiquinho de Adamantina, Janaina Fiorilo, o consumo aumentou 20% neste mês. O aumento das vendas gerou novas oportunidades de empregos, com a contratação de funcionárias freelances. “O consumo aumentou em todos os períodos. Nosso horário de funcionamento, que era até às 23h, tem se estendido até próximo da 1h da madrugada aos finais de semana devido ao movimento”, explica. Outro detalhe é a variação de preços dos produtos procurados – desde as tradicionais casquinhas de R$ 2 até os Shake Mix, de R$ 7. Com a ajuda da elevada temperatura neste rigoroso verão, o consumo aumentou em diversas outras áreas.

O presidente do Sincomercio (Sindicato do Comércio Varejista de Adamantina e Região) Sérgio Vanderlei da Silva, avalia este bom desempenho no comércio. “Não podemos negar que a elevação da temperatura este ano contribuiu para as vendas. O resultado foi alcançado pelas liquidações, vendas de roupas de verão, ventiladores e de aparelhos de ar-condicionado”, afirma. A maior alta em relação a dezembro de 2013 ficou para os setores de móveis, eletroeletrônicos e informática, com aumento de 7,4%, seguido por combustíveis e lubrificantes (4,2%). Em lojas de veículos, motos e peças, o movimento cresceu 1,6%, e nas de tecidos, vestuário, calçados e acessórios 1,1%. A pesquisa foi feita pelo Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio.

Adasebo de Adamantina é vendida para o grupo Patense Muitas pessoas já viram caminhões diferentes circulando pela cidade com o emblema da marca Patense. A empresa, que hoje é uma das mais importantes no segmento de reciclagem animal no Brasil, adquiriu recentemente a Adasebo de Adamantina, localizada na vicinal José Bocardi, Km 2, no Córrego Tocantins. De acordo com a assessoria de imprensa da empresa, a Adasebo faz parte dos projetos de expansão da Patense. Atuando no mercado de industrialização e comercialização de produtos de origem animal há mais de 20 anos, a indústria está estrategicamente posicionada em um mercado com alto potencial de expansão. "A união entre Adasebo e Patense tem por objetivo difundir a qualidade dos produtos, atenden-

do melhor a demanda do mercado de farinhas e gorduras em âmbito nacional e internacional", afirma a Patense por meio de nota. A Patense produz farinha de carne e ossos, sebo bovino industrial, sebo bovino para alimentação animal, farinha de carne e ossos suínos, farinha de vísceras de aves, farinha de sangue, farinha de penas hidrolisadas, óleo de vísceras de aves e graxa branca suína. Os serviços devem ser ampliados em Adamantina. Em 2012, o faturamento da Patense foi próximo dos R$ 200 milhões, enquanto premiações e certificações concedidas pelo setor privado e o governo acumulam-se com o passar dos anos. Entre elas, duas vezes entre “as 500 maiores do agronegócio” pela editora Globo. T.A.

Social

Família em condições precárias no bairro Tucuruvi pede ajuda FERNANDA SILVA Da redação Após perder a mulher Sônia Barbosa, de 34 anos, em setembro de 2013 em acidente ao cair de um cavalo no bairro Tucuruvi, o viúvo Paulo Sérgio passa por necessidades para criar os quatro filhos com idades entre 7 a 16 anos. A família reside no mesmo bairro rural do acidente, e a casa está em condições precárias.

Doações recebidas de parentes e amigos não têm onde ser guardadas. “Não temos onde guardar nada. Nossa casa está péssima. Pedimos ajuda da administração, mas somos informados que devemos esperar aproximadamente quatro meses e não podemos aguardar tanto tempo”, relata Paulo. A família recebeu algumas doações, mas ainda precisa de armários, geladeira, materiais

de construção e cestas básicas. Os colaboradores Kleber Moraes e Mateus Lorejan agradecem comerciantes e as famílias da escolinha de futebol MG Esportes pelas doações e pedem a contribuição de toda a comunidade nesta causa social. Interessados em fazer qualquer tipo de doação podem entrar em contato com Fernanda pelos telefone (18) 99800-4010/(18) 35221494 ou Kleber (18) 99755-5603.

Casa da família precisa de reforma urgente


8 geral

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 MS Studio

Daniela e Fernando Marton em passeio pelo Rio de Janeiro

FamĂ­lia Zanandrea em dia de festa A bela Rafaela Peloi comemora seus 15 anos de idade Gilberto e Claudemir Garbelini

A assessora de imprensa da FAI Priscila Caldeiras e Josimar Barros curtem fĂŠrias em Punta del Este, no Uruguai

A cabeleireira Solange com a filha Ana Paula


Rogério Buchala, secretário de Planejamento, fala das principais obras herdadas em Adamantina

Adamantina-SP - sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 • www.ginoticias.com.br

Obras herdadas com problemas estruturais - um dos graves problemas apontados pelo secretário de planejamento TAMYRIS ARAUJO Da redação Não é de hoje que obras paradas em Adamantina geram reclamações. Por um lado, a população cobra o fim das construções. Por outro, administrações são taxadas de morosas por não darem conta dos trabalhos. Nesta semana, na série de entrevistas com os secretários municipais, Rogério Buchala, responsável pela pasta de Planejamento, explica que neste primeiro ano de administração Ivo Santos a situação se repetiu, pois obras foram herdadas com problemas graves de planejamento. Buclala cita alguns exemplos, desde reforma (a da biblioteca), construção grande (UPA), e obra menor (quadra coberta na FAI), todas com erros gra-

ves que causaram prejuízos para os cobres da prefeitura e, consequentemente para a população adamantinense. “Um ano se passou e ainda não terminamos de desatar os nós deixados pela administração passada. É muita coisa, temos obras em passos lentos, pois tivemos licitações dentro do que é previsto em lei, mas se depararam com algumas situações complicadas, como por exemplo a biblioteca, que caminha a passos de tartarugas”, revela o secretário. Biblioteca - Para ele, o projeto foi feito de forma pouco planejada, e Buchala explica o porquê. “Mandaram um dinheiro, vamos supor R$ 200 mil para reforma. Como foi feito o cálculo de que seria gasto esse valor? Com R$ 200 mil imaginam que daria para trocar revestimento de parede,

colocar cadeira nova e arrumar o palco, então, pensaram em fazer só isso. Mas, e o teto? E o telhado? Pensaram que não iam ter dinheiro para isso e então resolveram não fazer. E a parte elétrica? Resolveram suprimir do projeto. Agora, que fizemos essa parte, nos deparamos com telhado podre, telhas trincadas, parte elétrica suprimida do projeto, instalações novas para ar condicionada também não constam, ligação nova do patrão de energia elétrica também não, quer dizer – o dinheiro que foi pedido ou ganho era insuficiente para a reforma da biblioteca, então, não foi planejado uma reforma, e sim quebra galho, e estamos herdando isso. E temos outras obras dentro desse padrão”, afirma o secretário. UPA - E o secretário de pla-

nejamento cita outro exemplo de obra mal planejada que gera prejuízos para a administração – a UPA (Unidade de Pronto Atendimento). “Uma obra maravilhosa, muito esperada por todos, que uma empresa daqui ganhou a licitação, faltam alguns ajustes para serem feitos, mas o que vamos gastar para fazer esses ajustes por que foram abolidos do projeto, como a parte externa, a garagem para ambulâncias, sala para motoristas, caixa d’água, instalação elétrica que não estava prevista na totalidade no projeto... já prevemos miseravelmente mais R$ 1 milhão. Tudo o que é extinto do projeto, no início, sai do bolso do contribuinte, dos cofres públicos. Isso, sem contar na parte estrutural, que vamos gastar mais de R$ 1 milhão. Buchala explica que a prefeitura recebeu R$ 1,4 milhão do governo para construir a unidade. Entretanto, já gastou R$ 1 milhão com partes suprimidas no projeto e vai arcar sozinha com R$ 300 mil nos 6 primeiros meses de funcionamento da UPA, já que o governo federal repassa o dinheiro após esse período. Com isso, somando R$ 300 mil nos seis

meses, mais R$ 1 milhão inicial, o valor se aproxima de R$ 2 milhões. “Quem construiu ou bancou a UPA? O governo ou a prefeitura, a duras penas? Foi um presente de grego ou não?”, questiona Buchala. O secretário explica que a prefeitura de Adamantina tem tentado solucionar tais problemas, entretanto, não existe dinheiro em caixa suficiente para fazer tudo e não existe emenda sobre emenda. “Temos que ver se conseguimos dinheiro, mas está difícil”, explica. Para a UPA, Buchala destaca que chegará uma verba adicional para equipamento da unidade, que será destinada apenas quando todo o prédio estiver finalizado, entretanto, ainda faltam muitos detalhes. “Além disso, não podemos nos esquecer do problema da folha de pagamento, não sabemos como vamos contratar médicos”, completa.

Para evitar que esses problemas aconteçam em outras obras, Buchala explica que agora os projetos estão sendo feitos de forma mais estruturada e nada mais é suprimido. “Os projetos são feitos por completo. Da porta inial ao portão final”, destaca. Um dos maiores erros cometidos anteriormente era a terceirização de projetos. “Antes, terceirizavam, não conferiam, mandavam e só viam o erro na hora de executar a obra, como no caso da quadra da FAI, que são duas paredes revestidas dos dois lados, com 200 m2 de revestimento, só que no projeto esqueceram de multiplicar o 200 por quatro (total de lados que seriam revestidos). Com isso, a verba veio para um lado de uma parede, os outros três quem pagou foi a prefeitura. Erros tão imbecis que não podem ser mais cometidos”, finaliza.


10

bairros

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Fatec e Parque dos Pioneiros são assuntos destacados pelo secretário de planejamento TAMYRIS ARAUJO

Da redação Fatec foi um dos assuntos mais polêmicos de 2013 em Adamantina. Troca da área deixada pela administração anterior, demora para início das obras e outros detalhes comentados pelo secretário Rogério Buchala em entrevista concedida ao IMPACTO. De acordo com o secretário de Planejamento, não era preciso tanta polêmica sobre o assunto, já que o Centro Paula Souza não aceitou o terreno antes doado pela administração passada. “O terreno inicial foi nos dito no dia da visita técnica que não serviria para abrigar a Fatec, porque uma coisa esquecida é que a área é retangular, temos a ferrovia e um recuo de 20m, o que inviabiliza local. O terreno foi doado, mas sem uma análise e em nenhum momento vieram técnicos da Fatec vistoriar. No dia da vistoria, o engenheiro Gilberto foi muito claro em dizer que aquele terreno não serviria para a Fatec, foi doado sem pensar. A metragem inicial pode ser uma coisa grandiosa, mas existem descontos que precisam ser levados em consideração. Não foi pensado. Não precisaria dessa polêmica toda de que estávamos tirando a Fatec de um bairro, isso não existiu, e vai ficar provado cedo ou tarde que não queremos prejudicar bairro nenhum, simplesmente Fatec não caberia naquele local”, afirma com precisão. De acordo com Buchala, existem outros problemas na cidade por conta de edificações em áreas impró-

prias, como por exemplo no campus II da FAI, onde será necessário remover algumas obras pois a marginal passará pelo terreno em que foram construídas as mesmas. “Toda aquela faixa próxima a rodovia não deveria ter prédio, no máximo vegetação, mas existem construções que não respeitaram e estão dentro desta área. Se existem leis federais proibindo as edificações é porque não pode e uma hora dá problema. E teremos outras situações semelhantes, que com aquele jeitinho brasileiro de ‘faz que passa’ nos trazem empecilhos hoje. E não podemos deixar que isso aconteça na área da Fatec, e por isso a unidade será instalada na área doada pelo senhor Urias. É a melhor medida para o município”, completa. Parque dos Pioneiros – Mais um empecilho herdado pela administração Ivo Santos, de acordo com Buchala, foram os problemas no Parque dos Pioneiros. “A obra foi feita pelo Ivo, em 1995 e nenhum dos prefeitos sucessores fizeram a manutenção. Sim, tubos precisam de manutenção e isso foi provado pelos técnicos da Armico que vieram para Adamantina analisar a situação”, afirma. De acordo com técnicos e engenheiros, o mais correto devido a situação em que se encontra o Parque dos Pioneiros é a troca dos canos por aduelas de concreto. “Temos um projeto protocolado junto a Funasa e o governo do Estado estuda uma proposta também. Estamos aguardando, pois os recursos necessários são muito além da nossa capacidade de investimento, mais de R$ 6 milhões. Vamos esperar verbas do governo

Rogério Buchala fala da polêmica causada sobre a Fatec em Adamantina

Federal ou Estadual. Estamos na luta, não esquecemos o problema e queremos resolver o mais rápido possível”. Delegacia Seccional – Um projeto feito de maneira incompleta, que poderia causar transtornos para a prefeitura, mas foi corrigido pela secretaria de Planejamento a tempo. Buchala esclarece que o projeto inicial não contava com sondagem de solo e calculo estrutural, e por se tratar de um sobrado seria um grande erro licitar a obra sem tais informações. “Esse erro nos custaria caro mais para frente”, deixa claro o secretário. Ele explica que a situação foi sanada e o cálculo estrutural foi doado por um engenheiro da cidade. Outro problema apontado era

que a obra de R$ 3 milhões seria executado por empresa com contrato social de R$ 1 milhão, ou seja, era insolúvel para realizar a obra. Se a empresa paralisasse a obra não tínhamos garantias. “Até no máximo o final de fevereiro será publicado esse edital e será feita a licitação mais dentro das normas possíveis”, completa. Metas para os próximos anos – Entre as metas de governo do prefeito Ivo Santos para os próximos anos, de acordo com Buchala, estão construir casas populares e creches. “Ivo é muito ligado ao social. Por isso trabalhamos para quem tem menos renda e para equilibrar socialmente essa cidade, com o objetivo de zerar o déficit habitacional, que segundo o governo hoje é de 900 moradias”.

O erro começa na maneira de pleitear os recursos”, afirma Buchala Obras inacabadas são comentadas constantemente, seja por presidentes de bairros, secretários ou vereadores. Para Ro gério Buchala, secretário de Planejamento, problemas com obras inacabadas podem começar a serem resolvidos por vereadores, que não sabem pedir o valor correto para execução dos pedidos. “Muitos vereadores vão até os seus deputados e pedem uma verba, por exemplo, de R$ 100 mil para fazer uma quadra coberta de esportes. Entretanto, antes, eles deveriam saber onde a quadra deveria ser instalada, qual relevo do terreno e quanto essa obra custaria. Quando se faz esse estudo primeiro, percebe-se que o valor real da obra é de R$ 450 mil, e não R$ 100 mil. Quem teria quer arcar com o restante? A prefeitura”, relata. Buchala explica que quanto menor a contrapartida da prefeitura, melhor, pois o município não tem dinheiro. “O erro começa já na maneira de pleitear os recursos, e consequentemente, desencadeia o encalho de obras e um presente de grego para o município". T.A.

Secretaria de Finanças

Com superávit de mais de R$ 1,8 milhão, secretário avalia 2013 como razoável Administrar o dinheiro de Adamantina. Essa foi a responsabilidade de Paulo Marcos Rodrigues de Souza durante 2013. Para ele, o ano foi razoável e os secretários souberam economizar o dinheiro público, gasto com responsabilidade. Desafios - Entre as principais dificuldades enfrentadas pelo secretário de finanças, ele destaca a mudança da área privada para a pública. “Foi uma novidade, um aprendizado. Tive que levar coisas para casa para me integrar, ler e assimilar tudo o mais rápido possível. Foi um ano difícil também por ser de transição de governo, tínhamos

que nos informar do que realmente sobrou de dinheiro”, relata. Para Paulo, é muito difícil fazer planejamento financeiro na prefeitura. “Em alguns projetos, como citado por Buchala, pediam R$ 50 mil, entretanto, em pouco tempo ligavam e avisavam que não era R$ 50, e sim R$ 150. É difícil planejar”, explica. O secretário explica que o problema se agravou pois em 2013 houve incidentes relacionados a chuvas, caíram pontes e estradas foram danificadas, ou seja, obras emergências que não estavam programadas. “Estávamos no começo da administração, aprendendo muito ainda, e

Paulo Marcos Rodrigues de Souza faz balanço da secretaria de Finanças em 2013

com problemas acontecendo, como na área rural e dengue em muitos bairros da cidade. Questões como essas, considerados imprevistos, consumiram basicamente o dinheiro deixado em caixa”. Por esse motivo, Paulo afirma que a secretaria de finanças teve que ser rígida em 2013, já que 50% do orçamento é gasto com folha de pagamento, 25% com educação, 15% com saúde – mas foram gastos aproximadamente 24%. “Então, não há poder de investimento. As demais secretarias, como Cultura, Esporte e outras, que querem fazer eventos, ficam difícil de atender, têm que restringir. É preciso ser austero e guardar os recursos para casos de imprevistos, como obras que imaginávamos gastar um valor e gastamos 3 vezes mais por erros”, relata. Avaliação de 2013 – O ano foi razoável para Paulo, pois todos tiveram perseverança em não gastar o dinheiro público. “Não fechamos o balanço de 2013, mas acredito que tenhamos um superávit de R$ 1,8 milhão, uma reserva que temos que ter para qualquer emergência”. Paulo explica que não diferença entre as finanças de uma família e da prefeitura, entram nos projetos as receitas e saem às despesas. “2014, se não houver imprevistos, será melhor que 2013 em relação a finanças. Gastamos com responsabilidade. Fui considerado chato muitas vezes, mas com orgulho, pois cada centavo é importantíssimo e gastamos só com necessidades. Se entramos em

situação de risco uma vez, depois é difícil sair, por isso evitamos essa situação e economizamos tanto”. PPI – O PPI (Programa de Parcelamento Incentivado), criado pela Prefeitura de Adamantina em 2013 foi visto com bons olhos pelo secretário Paulo. “Foi positivo. Não devemos fazer sempre, apenas a cada cinco ou seis anos, pois um credor difícil de receber, com incentivos, ele paga. Todo dinheiro que entra no caixa da prefeitura é bem vindo”, destaca. Troca de secretários – Um dos assuntos mais comentados no meio político recentemente, a troca dos secretários Paulo e Neivaldo das pastas de Finanças e Administração. Paulo explica que tudo aconteceu mediante a um pedido do prefeito. “O Ivo me chamou na sala dele e disse que estava pensando na troca, pois precisava da minha experiência no administrativo, já que estava com a ideia de criar um departamento de treinamento dentro da prefeitura para qualificar os profissionais, não mandar para uma empresa de fora, e sim os próprios secretários e diretores treinar os funcionários. E não costumamos discutir ordens do prefeito. Ele falou, está falado. Ele disse onde posso ajudar, é lá que eu vou. Ele perguntou o que eu achava, eu disse que para escolher, eu ficaria no financeiro, pois o ano foi difícil, tive que aprender muito, ler em casa documentos, levei seis meses para me inteirar de tudo e vou começar do zero de novo, precisando do

mesmo tempo novamente na nova secretaria. Ivo disse que não tinha problema. Se não tem problema para o prefeito, para mim também não tem, acato a ordem dele e estou no administrativo”. Planos no administrativo – Frente ao novo desafio, Paulo já adianta que se informa de tudo, fazendo uma radiografia do RH, com quantos aposentados a prefeitura tem, média salarial, de idade, por secretaria, por função, fazer tudo organizado por gráficos. “Temos o objetivo de valorizar o funcionário, melhorar o salário e qualificar. Muitas vezes abrimos concurso público e não aparece ninguém para ocupar a vaga, pois a prefeitura acaba não atraindo bons profissionais. Temos que melhorar a estrutura, os salários, mas uma coisa não está isolada da outra. Para conseguir temos que fazer bons projetos e investir menos dinheiro da prefeitura, para que consequentemente sobre mais dinheiro e para ser investido em reajuste salarial”. Mudar prédio da prefeitura – Uma ideia do antigo secretário de finanças para economizar recursos é mudar o local da prefeitura. Somente em 2013 foram gastos R$ 500 mil com aluguel, pois o prédio está muito centralizado. “A ideia é centralizar secretarias, economizar com aluguel e ter um prédio mais funcional para atender a comunidade. Com essa economia conseguiríamos investir em outras áreas”, relata.

“Não costumamos discutir ordens do prefeito. Ele falou, está falado. Ele disse onde posso ajudar, é lá que eu vou”, afirma Paulo sobre troca de secretários


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

bairros

11

Vereadores Aguinaldo e Diniz falam das divergências necessárias entre Câmara e Prefeitura TAMYRIS ARAUJO Da redação Para o vereador Diniz Parrusolo Martins (DEM), a Câmara cumpriu fielmente o papel que lhe é confiável: legislar, fiscalizar o poder Executivo e oferecer à prefeitura subsídios para que possa melhorar a qualidade da administração pública municipal. Legislativo e Executivo – Diniz afirma que o relacionamento entre os dois poderes não foi ruim neste primeiro ano de governo. “É claro que em um período democrático como o que vivemos tem que haver discordâncias. Não podemos concordar com tudo. Em certa ocasião disse para o prefeito que não tenho partido político, meu partido se chama Adamantina. Tudo que é bom para a cidade sou favorável. O que tenho discordância, que acho que merece uma atenção especial, estudo, apresento minhas sugestões na Câmara e isso nem sempre agrada o Executivo”. Obras paradas – Sobre a situação caótica de diversas obras em Adamantina, Diniz esclarece que a sociedade tem que entender que, com todo esforço e vontade política do vereador, ele não consegue resolver esse problema. “Não somos órgãos de execução, nós não temos poder de mexer em um centavo de dinheiro. Ou aprovamos ou rejeitamos um orçamento do município”. Sobre problemas como buracão do Córrego do Caldeiras, visitamos, chamamos o chefe de gabinete professor Alfredo, falei na Câmara, acharam ruim, mas foi solucionado. Essa é a nossa função, detectar o problema e tentar resolver, por isso necessitamos de um bom relacionamento com o prefeito também”. Aguinaldo Galvão explica que não era político e nem tinha pretensões. “Quando decidi ser vereador procurei fazer um trabalho voltado às necessidades da comunidade e com independência, e é isso que faço. Se tiver que elogiar o Ivo, elogio. Se tiver que criticar, critico. Mas Adamantina está acima de todos os interesses”, ressalta. Para ele, as obras precisam ser finalizadas de maneira urgente.

“Temos problemas em todo o Brasil com empreiteiras, isso não só em Adamantina, mas temos que mudar isto. Vou continuar cobrando em sessão, quero saber da UPA, Fatec, ponte do córrego Tocantins e outras”. Em relação à Fatec, o vereador afirma que mantém contato com a unidade do Estado e que ainda faltam documentos para concluir a doação do terreno. “Perdemos de iniciar curso no segundo semestre de 2013, e neste ano perdemos para o primeiro semestre, e pelo que vemos, não será possível nem para o segundo. A situação é crítica. Independente de onde for construída, vou cobrar para que seja logo”, relata. Agricultura – Além da geração de empregos, que segundo Aguinaldo está em falta e Adamantina precisa urgentemente dar sequencia em um novo parque industrial, é necessário mais apoio à Agricultura Familiar. “Essa administração no primeiro ano não apoiou e atrapalhou o que vinha sendo feito. Achei um absurdo o que fizeram. Agora parece que sentiram e estão querendo dar apoio à agricultura familiar, mas quando entraram houve perseguição”. Apae – Um dos assuntos destacados pelo vereador Diniz foram as conquistas para a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Adamantina. “O projeto da chácara da entidade ficará em torno de R$ 700 mil, mas até agora não veio nenhuma verba da prefeitura, a não ser R$ 100 mil que o Kiko deixou na conta da Apae”. Verbas conquistas – Os vereadores mencionaram durante entrevista algumas das verbas conquistadas pela bancada do DEM (Democratas) na Câmara. Entre elas, R$ 300 mil do Estado, R$ 100 mil para a Santa Casa e para aquisição de remédio a emenda federal que já foi licitada. Segundo o secretário de Planejamento Rogério Buchala até março será iniciado alguns pontos de recapeamento em Adamantina - nessa emenda de infraestrutura R$ 254 mil é destinada pelo deputado federal Eleuzes Paiva. “Nosso grupo (Diniz, Dinha, Aguinaldo e Robertinho) conquistou em torno de R$ 750 mil, e vamos continuar buscando verbas para beneficiar

Aguinaldo Galvão e Diniz Parussolo falam das dificuldades de 2013 e planos para 2014 em entrevista ao IMPACTO

Adamantina”, completa Aguinaldo. Secretarias – Para Aguinaldo, alguns secretários infelizmente não correspondem ao esperado e quem tem que tomar decisões é o prefeito. “O Ivo tem que cobrar, tomar atitudes. Vejo que secretários deixam a desejar. Eu não vou mais falar com o secretário, vou falar com o prefeito”, afirma Aguinaldo. Propostas para os próximos anos – Os vereadores do DEM destacam que para os próximos anos esperam que a proposta da faculdade de medicina, que partiu da Câmara Municipal dê certo. Além disso, Diniz afirma que contribuirá para o crescimento da cidade. “Vou oferecer minha colaboração a tudo que estiver ao alcance do meu trabalho”. Já Aguinaldo, completa dizendo que vai fiscalizar, manter contato e ser independente. “Aproveito para lembrar o prefeito que ele precisa ser mais ativo e tomar decisões. Vejo o Ivo bem de saúde, mas está faltando mais por parte dele mesmo”, finaliza.

Educação

FAI é a 3ª instituição com o maior número de bolsas do Pibid aprovadas no Brasil As Faculdades Adamantinenses Integradas (FAI) figuram

como a terceira Instituição de Ensino Superior do Brasil em

número de bolsas de estudos do Programa Institucional de Bolsas

Impasse

Para vereadores, problemas de planejamento ainda acontecem nesta gestão Em entrevista com os secretários munipais, Rogerio Buchala afirmou que muitos vereadores não sabem fazer pedidos aos deputados, não planejam o valor necessário para a obra e, consequentemente, acarretam problemas. Questionados sobre tal impasse, Diniz e Aguinaldo relataram que o problema acontece devido a falta de estrutura da engenharia da prefeitura. “Infelizmente não é falha do Ivo, mas falta uma estrutura de engenharia mais completa. Por exemplo, faz aproximadamente seis meses que pedi uma planta para reforma do Iama, e ainda não tive retorno. Não temos estrutura e aparelhamento necessários para saber quanto vai custar a

obra”, relata Diniz. “Outro erro é a falta de entrosamento entre a engenharia da prefeitura e a vigilância sanitária, pois a planta pode ser até aprovada na engenharia, mas pode não passar pela vigilância. É um transtorno. Um bloco unificado entre os dois setores seria bem mais propício”, completa. Para Aguinaldo, reestruturar melhor a engenharia também é uma necessidade urgente da prefeitura. “É muito trabalho para poucos profissionais. Em outras administrações tínhamos cinco arquitetos e dois engenheiros. Em Osvaldo Cruz temos seis engenheiros. Hoje, em Adamantina, temos apenas dois engenheiros. É lamentável”. T.A.

de Iniciação à Docência (Pibid) aprovadas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), ligada ao Ministério da Educação (MEC). “De oito projetos apresentados pelos cursos da FAI à Capes, sete foram aprovados. Sendo assim, das 460 bolsas de estudos solicitadas, 440 foram autori-

zadas pelo órgão a alunos da nossa instituição. Isso é muito importante porque projeta a FAI a nível nacional e a aprovação de tantas bolsas consiste em um reconhecimento e confiança por parte da Capes à qualidade de ensino da FAI”, comemorou o diretor geral Prof. Dr. Márcio Cardim. Segundo informações da própria Capes, a FAI está atrás apenas da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp) e da Universidade Nove de Julho (Uninove). No dia 21 de dezembro do ano passado, a FAI conquistou aprovação de projeto no valor de R$ 14.398.560,00 do Pibid para ser desenvolvido nos próximos quatro anos. No total serão disponibilizadas 555 bolsas, incluindo 440 bolsas para os alunos da FAI no valor de R$ 400/mensais, 88 bolsas no valor de R$ 765 para os professores supervisores da rede pública estadual e municipal de ensino e 27 bolsas no valor de R$ 1,4 mil para os professores da FAI (um gestor institucional, quatro gestores administrativos e 22 coordenadores de subprojetos). Mais informações no Portal da FAI (www.fai.com.br). A ficha de inscrição está anexa ao edital.


12

informe

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

IMPACTO


caderno 2 IMPACTO

Adamantina-SP - sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 • www.ginoticias.com.br

Projeto de proteção aos animais mobiliza voluntários em Adamantina FERNANDA SILVA Da redação Considerado problema social, o abandono e maus tratos aos animais é crime, segundo a lei 9.605/98, artigo 32. Infelizmente, algumas autoridades se recusam a registrar ocorrência deste tipo e, consequentemente, o problema só piora.

Voluntárias Tatiane Dalbelo e Thaisa Bazzo em dia de bazar

Em Adamantina, muitos animais são encontrados vagando pela cidade, na maioria das vezes doentes e com fome. Pensando neste descaso, pessoas de maneira informal, como a voluntária Thaisa Bazzo, recolhiam os animais e os levavam para suas residências, dando comida e tratamento. Porém, o número de abandono aumentou e por isso alguns voluntários se reuniram e resolveram fundar um projeto, visando o recolhimento, proteção, tratamento e doação destes animais. Maria Luiza Ravazi, uma das fundadoras, explica as dificuldades enfrentadas pelos voluntários e o trabalho feito para tornar a ação reconhecida. Os animais estão abrigados no prédio da antiga escola São Judas Tadeu (próximo ao ATC), que foi cedido provisóriamente pela proprietária Edna Rombaldi. Entretanto, de acordo com Maria, o local

precisa de reparos. Hoje, o projeto conta com aproximadamente dez animais adultos e nove filhotes. 20 voluntários que se revezam na manutenção do local e ajudam a cuidar dos cães. Por motivos de falta de espaço adequado, o projeto ainda não recolhe gatos, já que estes requerem um espaço reservado. “Não é uma questão de escolha, pois somos a favor da proteção de todos animais, porém gatos precisam de mais atenção que cachorros, não podemos trazê-los e misturar com os outros animais que vamos ter problemas. Contamos com a colaboração de todos para reformarmos o local e conseguirmos o espaço necessário para abrigar os gatos de rua e dar a eles atenção adequada”, afirma Maria Luiza. ONG - Para transformar o projeto em uma ONG, a voluntária e advogada Maria Luiza Ravazi organiza o processo a fim de regulamentar

o projeto de Lei de proteção aos animais, assim se tudo estiver organizado a FAI já se disponibilizou para uma parceria voltada a castração de todos os animais. Ajuda - Está sendo distribuído um carnê com um valor simbólico de R$ 25 para contribuição com o trabalho de proteção aos animais. Os interessados em contribuir com este ou qualquer tipo de valor podem procurar um dos voluntários e efetuar o pagamento. Adoção - Os animais são todos sem raça definida, chipados, vacinados e vermifugados, prontos para adoção. Para adotar um cão, a pessoa deverá apenas preencher uma ficha de identificação e os voluntários farão uma visita á residência para verificar se o animal está sendo bem cuidado. Projetos - Foi realizado no dia 2 um brechó beneficente e todo valor foi revertido para o projeto. Como a procura foi

grande e as doações continuam, acontecerá outro brechó beneficente no domingo (23). Os interessados em doar roupas podem entrar em contato pelo telefone 99716-9979. Feira – No domingo (16), será realizado em frente ao parque da Estação Recreio uma Feira de Adoção, em que será disponibilizado todos os animais para serem adotados e assim dar espaço para que outros sejam recolhidos, já que o abrigo está com a sua capacidade máxima de animais. Dificuldades - Maria Luiza destaca que a principal dificuldade é a conscientização das pessoas, já que após saberem do projeto estão abandonando os animais propositalmente. “Não é isso que queremos, não somos obrigados a recolher todos os animais, pois não temos espaço e local apropriado. Hoje estamos com a capacidade máxima de animais que podemos dar a devidas atenção.

Pedimos às pessoas que não joguem os cães aqui como se fossem um objeto, pensem antes de ter este tipo de ação, a nossa vontade é que não exista nenhum animal abandonado, que todos tenham um lar, mas infelizmente muitos por falta de amor e paciência, abandonam de forma maldosa”, finaliza a voluntária.

Voluntária Karina Versage ajuda a cuidar dos animais


14

caderno2

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

B-boy Fernandinho disputa seletiva internacional em Goiânia

Lounge music serve drinks bem exóticos Para chegar ao alto, às vezes é preciso descer. Um lance de escadas leva ao bar abaixo do bar. Escondido por trás de cortinas de veludo, o SubAstor é dominado pela luz do balcão e o palco da arte da coquetelaria. Sentar-se de frente para o bar é a melhor forma de apreciar a sua bebida desde o momento em que a taça é resfriada. Mesas de madeira rodeadas por poltronas e pufes permitem a reunião de grupos maiores ou a discrição de quem prefere ficar alheio. Entre as opções, destaca o refrescante Beet by bit (R$ 23), que leva Aperol, xarope de beterraba, suco de limão siciliano, grapefruit, espumante e muito gelo. O drink é servido em uma taça de vinho enrolada em papel-manteiga. No cardápio há outra estrela: o Sub Bramble (R$ 23). O coquetel é preparado com gin inglês, xarope de gengibre, licor francês de amora, suco de limão siciliano, gelo e gotas de bitter de pimenta habanero, que confere um toque bem picante. A casa ainda surpreende com outros drinks, como o Madrugada Swizzle, que leva Johnny Walker Black Label enriquecido com paçoca, suco de tangerina fresco, Cynar, melado Abaetetuba e algumas folhas de eucalipto. Para beliscar, vá de bolinhos de picanha (R$ 31). Seis unidades crocantes chegam à mesa, escoltados por um delicioso molho apimentado.

Assessoria de Imprensa

O b-boy adamantinense Fernando Henrique Pereira (Fernandinho) e o b-boy prudentinoEduardo Chaves Cordeiro (Duh), do grupo Super Star BBoys, disputam neste final de semana (dias 15 e 16), no Clube dos Sargentos de Goiânia, a seletiva internacional do 'RawCircles'. Os representantes da região irão disputar a batalha 2 vs 2, que conta com 64 duplas selecionadas em apresentações/participações em competições ou vídeos enviados à organização do evento. As duplas irão batalhar no sábado (15), no formato mata-mata, 32 serão classificadas para a segunda fase e 16 para a final da competição, no domingo (16). Fernandinho conta com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Adamantina e da empresa Carelli Informática. RawCirclesBrazil Amér ica L atina - O RawCirclesBrazil América Latina 2014 é um evento idealizado por Alexander Dziri, dançarino e produtor, nascido em Antwerp (Bélgica) que ao

B-boy Fernandinho representa a região em mais uma disputa internacional

lado dos DjsJebel (bélgica) e Tom Locker (Brasil) promovem uma eliminatória latino americana. Com participação dos mais talentosos DJs, B-boys, MCs, BlockParty, Grafitti, Social Dan-

ces, Boomboxes de todo o país, o evento é considerado um dos maiores de dança de rua e garante vaga para o Mundial da Bélgica. Assessoria de Imprensa

Moda

Serviço SubAstor Rua Delfina, 163 (11) 3815-1364

Algo Mais oferece as tendências do verão em novo espaço

Agito em terraço no centro de SP

As empresárias Eliane e Vanessa, da Algo Mais Quem estiver na capital até o fim fevereiro podem curtir uma opção de cultura e entretenimento: o Heineken Up on the Roof. O projeto tem como objetivo reunir o público paulistano, em um local inusitado e com uma vista única, com atrações musicais, exposições e comidinhas. O Heineken Up acontece na

cobertura do Edifício Planalto, no centro de São Paulo, e funciona de sexta-feira a domingo apenas para aqueles que se cadastrem no Facebook (www.facebook.com. br/heinekenupontheroof). Trata-se de um espaço exclusivo, onde pessoas de todas as idades podem degustar uma boa cerveja e curtir suas músicas preferidas.

JOÃO VINÍCIUS Da redação O que é tendência nesse verão você encontra na Algo Mais, a loja que oferece novo espaço aos clientes, com mais conforto e comodidade. Blusas, shorts, tudo que está na moda e veste as mulheres ada-

mantinenses, está na Algo Mais. Se gundo as empresárias Eliane Rodrigues e Vanessa Vale, são marcas conceituadas que se destacam no mercado, como Gazzy, Malagueta, Vitral, Tuca, entre outras. “São peças de qualidade que vestem bem o corpo de qualquer mulher. Vale a pena conferir”, convida

Eliane. Além das últimas tendências em roupas, a Algo Mais tem os acessórios que são destaques nos principais editoriais de moda, como os maxcolares, também coloridos. Mais informações pelo telefone (18) 35211460. A nova Algo Mais fica na avenida Santo Antônio, 264.


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

caderno2

15

Ótica Designer oferece diversas opções de óculos de grau TAMYRIS ARAUJO Da redação Os óculos deixaram de ser apenas um item obrigatório para as pessoas que têm problema de visão. Vistos por muitos como acessórios, a peça pode ser encontra em diversos tamanhos, cores, formatos e estilos, o que promete agradar a todos os clientes. Hoje, é difícil a pessoa que conta apenas com uma peça só.

De acordo com a proprietária da Ótica Designer Lidiane Lima, cada ve z mais as cores estão presentes nos óculos. “Tanto para crianças, adultos e idosos, as peças coloridas fazem sucesso e estão entre as preferidas de todos”, comenta. Outro destaque, de acordo com Lidiane, é para os óculos grandes e de acetato – sem plaqueta. “Eles foram muito usados antigamente e voltaram com tudo, prin-

cipalmente nos modelos maiores, independentes do formato do rosto”. Eles estão disponíveis nos modelos wafer, gatinha e quadrado. Outra vantagem do óculos de acetato é que se adapta a qualquer tipo de grau. “Existem modelos com uma cor, duas ou até mais. Além disso, temos os que trocam as hastes, dando mais opções para o dia a dia”, destaca Lidiane.

Brizztech

Proprietária da Ótica Designer Lidiane Lima fala das novidades em óculos de grau coloridos

Climatizadores reduzem a temperatura em até 10º A Brizztech é a mais nova linha de produtos sustentáveis do grupo Coimma, a empresa, fabricante de climatizadores evaporativos garante toda a qualidade e procedência de um grupo com mais de 60 anos, o grupo Coimma. “Os climatizadores da Brizztech promovem a renovação do ar reduzindo a temperatura ambiente em até dez graus com a economia de 90% em comparação a um ar condicionado convencional, garantindo muito mais economia e bem estar a todos os clientes” garante Paulo César Dancieri Filho, diretor de desenvolvimento

do grupo. Com um olhar voltado para o meio ambiente a Coimma optou por esse tipo de climatizadores, pois são ecológicos e funcionam apenas com água e têm um consumo de energia muito baixo. Além disso, não utilizam nenhum gás CFC ou HCFC, utilizados em aparelhos de ar-condicionado convencionais e que provocam o aquecimento global. O equipamento conta com uma fácil manutenção e operação com benefícios exclusivos que cabem no orçamento do seu negócio ou de sua empresa, transformando o ambiente em um local agradável,

e climatizado, onde as pessoas permanecem por muito mais tempo devido ao clima aconchegante e saudável. Segundo José Otacilio da Silveira, diretor comercial do grupo Coimma “O Climatizador Brizztech é perfeito para, supermercados, indústrias, igrejas, escolas, postos de gasolina, empresas, não importa o tamanho do ambiente, a Brizztech atende”. Confira todas as novidades pelo site www.brizztech. com.br ou ligue para (18) 3821.9900 e agende uma visita, que representantes da Brizztech marcarão uma visita até a sua empresa. Assessoria de Imprensa

Destaque

Adamantinense estreia programa de TV em rede nacional FERNANDA SILVA Da redação A adamantinense de coração Rebecca Barison, que morou grande parte da sua vida na ‘Cidade Joia’, onde ainda mantém fortes vínculos de amizade, estreou programa de TV em rede nacional. Aos 17 anos a jovem partiu para São Paulo com o sonho de trabalhar na televisão. Em sua empreitada passou por programas de TV e novelas como figurante, atuou em alguns comerciais como Clear&Clean, Unip e Sundown. Mas foi trabalhando como apresentadora em eventos de grandes empresa como Coca-Cola e Heineken, que ela descobriu sua paixão

e resolveu investir nesta área. Hoje, Rebecca Barison é apresentadora do "E-Pelo Mundo", um programa sobre viagens e lifestyle onde ela e Lucas Estevam viajam pelo mundo mostrando aos amantes de aventuras, opções de lugares para conhecer, curiosidades, esportes, moda e gastronomia locais. Depois de cinco anos na área, este ano ela verá seu sonho realizado no dia 20 de fevereiro, quando estreia o programa na TV em rede nacional para todos os assinantes da NET, canal do assinante. Para quem não tem a TV a Cabo poderá acompanhar sua jornada através da Fan Page "Estevam Pelo Mundo", onde serão posta-

Rebecca Barison estreia programa na NET TV

dos todos os episódios após a estreia na TV, e também pelo instagram da apresentadora @rebeccabarison.


16

caderno2

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Assessoria de Imprensa

Central Colchões oferece guardaroupa ideal para seu quarto JOÃO VINÍCIUS Da redação Depois de uma boa cama, o segundo item que precisa ter em qualquer quarto é um guarda-roupas ideal. Além da organização, esse imóvel protege o tecido da sujeira, evita que suas roupas amassem e faz com que elas durem por muito mais tempo. Com diferentes tamanhos, também é preciso optar entre uma infinidade de modelos. Além de um guarda-roupa que combine com a sua decoração, há outros fatores que devem ser levados em conta, como tipo de porta e organização interna. O empresário Oscar Inácio Gonçalves, da Central Colchões, dá algumas dicas para fazer a escolha certa. “Para definir o tamanho é preciso levar em consideração o número de peças que possui. Compre um guarda-roupa sempre um pouco maior, para evitar que as roupas precisem ser amarrotadas dentro dele”. Casais precisam de guarda-roupas maiores, e o público feminino quase sempre tem a necessidade de ter um armário mais espaçoso. Para crianças, não precisa ser muito grande, já que durante a fase de

Integrantes do corpo coreográfico e balizas da Bamad são produzidas pela equipe O Boticário de Adamantina antes de sessão de fotos, no sábado

Especial As vendedoras Aline e Ana Sofia com Oscar, da Central Colchões

crescimento as peças são trocadas com uma frequência alta. Armários maiores normalmente possuem compartimentos especiais como sapateiras, cabideiro para calças e um número maior de gavetas. Para todos os tamanhos e estilos, a Central Colchões oferece uma opção de acordo com o desejo do cliente. “Nossos guarda-roupas são feitos com MDF – tipo de madeira que está entre as mais utilizadas devido a qualidade. E todos os tipos são encontrados na Central Colchões, com preços especiais”. Entre os destaques da loja está o

guarda-roupa da Móveis Santos Andirá, modelo Ideally – seis portas, que está em 10 vezes de R$ 119,90, sem juros no cartão de crédito. Além da Santos Andirá, a Central Colchões trabalha como a Hen, marcas conceituadas no mercado. “Ainda colocamos pé nos guarda-roupas menores, melhorando o acabamento e facilitando a limpeza”. Na Central Colchões os clientes encontram a linha completa para seu quarto. Mais informações pelo telefone (18) 3522-8600. Colaborou: Guia de Compras

Teatro

Cultura participa do Seminário sobre o Projeto Ademar Guerra em Presidente Prudente A secretária de Cultura e Turismo de Adamantina Natália Bachi Borro e o diretor de Cultura Luis Graboski, acompanhados do ator Rafael Teixeira, da Cia Báquicos de Teatro, participaram na última quinta-feira (6), na cidade de Presidente Prudente, do Seminário regional sobre o Projeto Ademar Guerra. O encontro com o coordenador de projetos especiais das Oficinas Culturais do Estado de SP, Aldo Valentim, no Centro Cultural Matarazzo, reuniu representantes de grupos teatrais e de prefeituras de toda a região. Na oportunidade, Valentim apresentou as diretrizes do Programa de Qualificação em Artes do Projeto Ademar Guerra, que seleciona grupos interessados em receber orientação artística. Segundo ele, a partir deste ano a Secretaria de Estado da Cultura, por meio da gestão da POIESIS (Organização Social de Cultura), que desenvolverá o programa en-

Banda Marcial de Adamantina recebe produção do Boticário para sessão de fotos Depois das mais de 30 apresentações em todo o Estado realizadas em 2013, a Banda Marcial de Adamantina (Bamad) entrou 2014 com tratamento especial. Além do tradicional ensaio, na tarde de sábado, o grupo passou por uma sessão de fotos promovida pela Secretaria de Cultura e Turismo de Adamantina. O corpo coreográfico e balizas da Bamad receberam tratamento especial. Elas foram produzidas pela equipe O Boticário de Adamantina e foram clicadas por Sandra Kobayashi, Rafael Teixeira e Everton Santos. De acordo com a secretária de Cultura e Turismo, Natália Bachi Borro, durante as apresentações da

banda as próprias integrantes são responsáveis pelas maquiagens e a parceria com O Boticário vem para somar. Natália revela que além de terem sido maquiadas por uma equipe profissional para a sessão de fotos, as meninas participarão em breve de um curso de automaquiagem oferecido pela empresa. A secretária revela ainda que as fotos serão utilizadas para a divulgação da própria Banda Marcial de Adamantina e também para a confecção de arquivo da Secretaria de Cultura e Turismo. “Temos de valorizar esse grupo de adamantinenses que só nos traz orgulho”, finaliza. Assessoria de Imprensa

Homenagem

Sesc/Sincomercio recebe ‘Moção de Aplausos’ da Câmara

Coordenador de projetos especiais das Oficinas Culturais do Estado de SP, Aldo Valentim e secretária de Cultura Natália Bachi

volvendo teatro e dança. Propõe-se a qualificação e capacitação de artistas que atuam em grupos coletivos, tendo como ação principal as orientações técnicas e artísticas, intensificando o desenvolvimento de política pública de formação e qualificação na área de artes da cena e suas interconexões. Segundo o ator adamantinense Rafael Teixeira, da Cia Báquicos de Teatro, o grupo local se ins-

creverá novamente para receber orientação técnica, desta vez no processo de trabalho com a peça “O Pequeno Príncipe”. “Este é, sem dúvidas, um importante projeto, que trabalha com o constante aprimoramento dos artistas. Precisamos apoiar e das condições para que ele aconteça em nosso município”, finaliza a secretária Natália. Assessoria de Imprensa

A Câmara Municipal de Adamantina, por meio de moção honrosa, parabenizou o Sesc Thermas (Serviço Social do Comércio de Presidente Prudente) pela parceria feita com Sincomercio (Sindicato do Comércio Varejista de Adamantina e Região) e Prefeitura de Adamantina, em eventos culturais realizados no período de 2007 a 2013. Entre as atividades, os vereadores destacaram como eventos culturais de altos níveis o Show de Latada, Teatro de Rua – Esperando Lima, Banda Leela Simoninha e Max de Castro, Copa Sesc do Comércio e Serviços, Circuito Sesc de Artes que contou com show da MC Flora Matos, Negra Li, Luciana Melo, Jairzinho entre outros e Caravana

Esportes Para todos, com os atletas e medalhistas Claudinei Quirino e Alan Fonteles. Foram homenageados o gerente do Sesc Benedito Roberto Manoel, o presidente do Sincomercio Sérgio Vanderlei da Silva e o prefeito de Adamantina Ivo Santos. Os vereadores parabenizaram a todos que diretamente e indiretamente colaboraram para a realização destas apresentações. “É gratificante saber que a realização destes eventos são bem vistas por nossos representantes. As parcerias vão continuar neste ano em busca de trazer mais cultura para Adamantina”, destaca o presidente do Sincomercio, Sérgio Vanderlei. Assessoria Sincomercio


17

IMPACTO LULUZINHA TEEN - Tirinha 02

Entretenimento Clube da Mafalda - Tirinha 700

Palavra Cruzada #54

www.clubedamafalda.blogspot.com.br

rachacuca.com.br

Verticais 1. Vasilha usada para carregar água. (4) 2. Ganhos, vantagens. (6) 3. Natural da Europa. (7) 4. Comum (em inglês). (6) 5. Proposição matemática que precisa de demonstração para ser válida. (plural) (8) 7. Tipo de corte de cabelo. (4) 11. Marsupial que habita somente a Austrália e a Nova Guiné. (em inglês) (8) 13. Tipo de comida que deve ser evitada em excesso. (7) 15. Que chegou no final. (6) 17. Povo que não tem habitação fixa, que muda de lugar constantemente em busca de alimentos. (6) 18. Rã (em inglês). (4) 21. Que não existe em abundância. (feminino) (4)

Horizontais 6. Gíria para insignificante, pequena. (8) 8. Abrir (em inglês). (4) 9. Modelo, exemplo. (6) 10. Movimentar o barco com ajuda de remos. (5)

Sudoku

11. Beijos (em inglês). (6) 12. Criatura mitológica pequena. Comum em jardins. (5) 14. Excesso de gordura na cintura. (5)

16. Bebidas (em inglês). (6) 19. Criador de uma obra literária. (5) 20. Fruto. (6) 22. Poema (em inglês). (4) 23. Que gera (feminino). (8)

sudoku.mundopt.com

Sudoku - Solução

O objetivo do jogo é preencher um quadrado 9x9 com números de 1 a 9 sem repetir em cada linha e coluna. Também não se pode repetir números em cada quadrado 3x3.


18 social

comércio

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Gilmara, Amanda, Denise, Aila e Sabrina, da Lotérica Adamantina

A decoradora Lúcia Prado, da Virtude Móveis

Naira, Leoneide e Katia, Cirandinha Calçados

Equipe eficiente - Leon, Rafael,Maiara, o gerente Donizete, Marcilene, Aline e Talita, da Cybelar

Vera e Raquel, da Casa Bela Móveis

Thaís Rigatto apresenta as novidades do Festival de Verão da Cacau Show


saúde IMPACTO

Adamantina-SP - sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 • www.ginoticias.com.br

Curtir o verão exige cuidados extras com a pele FERNANDA SILVA Da redação Curtir o verão na praia ou passar o dia no sol das cidades, com as altas temperaturas, pode se tornar um pesadelo para quem se descuida da proteção da pele. Por isso, a dermatologista Carolina Borini explica os problemas causados pelo sol, quais os tipos de prevenção, e algumas dicas úteis para o dia-a-dia. Carolina aponta as principais doenças causadas pela radiação solar: Queimaduras solares ocorre geralmente após a exposição solar, principalmente em crianças, pessoas de pele clara ou cabelo claro, lembrando que em dias nublados também é possível se queimar, pois os raios UV (Utravioletas) responsáveis pela queimadura, passam pelas nuvens. Câncer de Pele - cerca de 25% dos câncer do corpo humano são de pele. E é definido pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a

pele. Qualquer célula composta na pele pode originar um câncer, logo existem diversos tipos de câncer. Fotoenvelhecimento – Segundo Carolina, enquanto na juventude a cútis consegue corrigir naturalmente as alterações provocadas pelo sol, na maturidade já não é mais possível reverter esses danos. Assim, conforme o tempo passa a pele incorretamente reconstruída forma rugas e adquire um aspecto 'curtido', e apresenta manchas e lesões pigmentadas. Como a exposição ao sol tem efeito acumulativo, o dano causado pelos excessos cometidos na infância e adolescência – estima-se que recebemos 80% de toda a radiação solar da vida até os 18 anos – só serão percebidos muito tempo depois trazendo rugas, linhas de expressão, flacidez e manchas na pele. “Alguns tipos de dermatites como a de contato fotoalérgica e fototóxica, fitofotodermatoses, que são dermatites relacionadas com contato de substâncias químicas

Dicas para aproveitar melhor o verão: - Proteja a pele do sol: os raios UVA e UVB são extremamente danosos e tem efeito acumulativo. - O sol fica mais perigoso entre 10h e 16h, então vamos evitá-lo nesse período. Se for necessária à exposição é sempre importante usar chapéu, óculos, camisetas com proteção UV e fotoprotetor solar. - O protetor solar deve ser usado todos os dias, mesmo em dias nublados e chuvosos. A diminuição de incidência de radiação solar em dias encobertos é de apenas 20%. - 76% dos homens se expõem ao sol sem proteção. - 62% das mulheres não se protegem aos raios solares.

Dermatologista Carolina Borini explica os problemas causados pelo sol

produzidas ou eliminadas por plantas e exposição solar (como limão)”, explica a dermatologista. A especialista esclarece sobre a importância e como age o protetor solar na pele, bloqueando a passagem dos raios UVA, UVB, IV (infravermelho) e luz visível. “É fundamental a proteção solar diária, sendo recomendado fator de proteção solar no mínimo 30 para o dia-a-dia, mesmo em dias nublados e chuvosos, e aumento da proteção quando ocorrer exposição direta de luz. Saliento o uso de pro-

tetores de qualidade sendo específico para cada tipo de pele. Os protetores que contém ação tonalizante, do tipo base, contribuem ainda mais para bloquear os danos causados pela radiação. Os filtros mais modernos protegem o DNA celular e o colágeno, prevenindo o envelhecimento precoce e a chance de desenvolvimento de tumores”, afirma. Segundo Carolina, o período crítico de incidência de radiação UV é entre as 10h às 16h. “É importante lembrar que o efeito da radiação

ultravioleta é acumulativo, ou seja, mesmo depois de parar de se expor ao sol, as alterações da pele podem se manifestar muitos anos depois”. Alimentação - É essencial focar na importância do aumento da ingestão de água mineral, água de côco e sucos de frutas naturais nestes dias de muito calor, além de car nes magras, frutas, verduras, legumes, evitando frituras e alimentos embutidos e enlatados, ricos em sódio e conservantes, e claro, nada de excessos.


20 saúde

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

O que fazer se os filhos não têm limites quando FERNANDA SILVA Da redação

Psicóloga Giovana Lopes orienta pais sobre como lidar com filhos ‘viciados’ em internet

“Conselho aos pais: Vocês vão ter que aprender a gostar do digital e façam isso o quanto antes pelo seu filho!”

Hoje crianças e jovens cada vez mais cedo se mostram conectados com a tecnologia, preocupando pais e especialistas que veem isso como 'vício'. A situação pode ser o indício de muitos transtornos. Jogos eletrônicos já foram acusados de causar problemas como obesidade, déficit de atenção, timidez e agressividade excessivas. Outros estudos, porém, alardearam seus benefícios no desenvolvimento de noção espacial, habilidades visuais e motoras e no combate ao declínio mental que surge com a idade. A tecnologia, dizem especialistas, não é vilã nem mocinha. O segredo é o uso adequado. Mas, para pais de crianças e adolescentes da geração digital, isso nem sempre é algo fácil de definir. Por isso, a psicóloga Giovana Lopes explica os malefícios do uso em excesso da tecnologia. Para ela, crianças e adolescentes com o ímpeto da idade absorvem mais facilmente todas as tecnologias. “Vários motivos explicam essa tendência: aparelhos de uso fácil e intuitivo, contato cada vez mais amplo com esse tipo de tecnologia e o exemplo em casa, de pais, amigos ou familiares. Já se trata de uma ‘geração conectada’, uma juventude que cresce em meio a dispositivos digitais, interagindo desde cedo com tablets, smartphones entre outros”, relata. Mas, como explica a psicóloga, a tecnologia pode ajudar na educação dos filhos, pois evolução é um processo normal que faz parte da vida, e como em todas as outras áreas, a edu-

cação não poderia ficar fora da evolução tecnológica. “Pensando especificamente no desenvolvimento escolar dos filhos, os recursos tecnológicos sempre serão positivos desde que usados de forma planejada e com discernimento. Muita infor mação ou conhecimento está disponível com o apertar de um botão e todos podem ter acesso com liberdade”. Uso correto - Porém, o uso desses recursos passa a ser prejudicial à educação se forem aplicados aleatoriamente, sem uma finalidade clara e objetiva. Por exemplo, ela explica que o professor não deve levar seus alunos para uma aula de informática apenas para jogar ou fazer desenhos, mas sim, colher informações que possam complementar o aprendizado. Outro aspecto importante e que vem acontecendo é um ‘endeusamento’ das tecnologias no ensino. “Criança precisa também de outros tipos de estímulos, precisa se mexer”. Isso é tão importante quanto aprender a ler e escrever - e não tem nada a ver com aparelhos tecnológicos de modo geral. É muito importante que as tecnologias devam ser apenas uma ferramenta de comunicação e de estudos, com horários determinados pelos pais e baseados no cotidiano do filho. As regras não devem interferir nos estudos, nas outras atividades, na alimentação e no descanso. Exceções podem existir, mas devem ser apenas em ocasiões especiais (férias, feriados, finais de semana). “O diálogo é fundamental na relação entre pais e filhos. Os pais

devem explicar as crianças o tipo de conteúdo que querem que seu filho tenha acesso e o tipo de conteúdo e pessoas que devem evitar. Além disso, existem programas e recursos nos computadores que permitem o monitoramento dos acessos e, até, do histórico de conversas com outras pessoas”, alerta a psicóloga. O ideal é que o computador usado pelo filho esteja em um local de passagem, de fácil visibilidade para os pais. Quando estiver acessando a internet, os pais ou algum responsável deve estar presentes, participando e observando o que ocorre durante a navegação. Idade ideal para ganhar o primeiro aparelho - Pais hoje dão cada vez mais cedo celular para os filhos, principalmente entre os quatro e cinco anos, um perigo segundo a psicóloga, pois o uso precoce pode servir de influencia mais tarde. Para Giovana o uso das tecnologias deve ser controlado pelos pais e estar de acordo com cada fase de desenvolvimento. “Antes dos sete anos, o celular funciona como um brinquedo qualquer para a criança. A idade ideal para ganhar o aparelho, no entanto, varia de criança para criança, mas uma boa medida é avaliar se ele é realmente necessário. Se o seu filho já mantém uma vida social intensa, dorme na casa dos amiguinhos ou fica sozinho em alguns lugares, já pode se considerar apropriado”, afirma. Outra questão

Agendado 

Eu escolho

www.fai.com.br Adamantina/SP Fone: (18) 3502-7010 E-mail:vestibular@fai.com.br

Comunicação FAI

O uso abu aparelho sinais sem aos apres pelos usu de droga

Pensame O indivíd permane e não pen Não cons manter u

Alteração Euforia o prazo ass aparelho

Infog

Vestibular

Instituição Pública Municipal Ensino, pesquisa e extensão

COMP PELO

S NTO AME NCI A N I EF SAS BOL ÍLIA FAM S * FIE LA DA CO * ES ID * PIB BIN O * PR ÊNCIA ÇÃO A R * CA BETIZA ENTÍFIC FA CI L O A Ã * Ç A I ISA IC SQU * IN EXT E PE O D R S P * TO OJE * PR


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

o o assunto é tecnologia?

PULSÃO O CELULAR

usivo do provoca melhantes sentados uários as

ento fixo duo é incapaz de ecer sem o aparelho nsa em outra coisa. segue, por exemplo, uma conversa

o do humor ou alívio de curto sociados ao uso do o

gráfico: Apoio Social Brasil 2013

impor tante e ainda em pesquisa na área interdisciplinar psicanálise infantil e da tecnologia diz respeito às consequências do brinquedo tecnológico e o desenvolvimento mental infantil e suas repercussões emocionais. Sobre o tipo de desenvolvimento simbólico que poderia proporcionar à criança, em especial se o brinquedo tecnológico pode acelerar o desenvolvimento físico-emocional. Castigo: Como lidar? Disciplina é uma arte de organizar a si mesmo e deveria ser uma coisa natural em benefício próprio. A educação compensatória, com recompensas ou castigos não desenvolve maturidade e nem bom senso. Para a psicóloga o melhor caminho ainda é o diálogo sincero e aberto onde os pais possam mostrar para os filhos a realidade das coisas, os efeitos negativos para os próprios caso não cumpram seus deveres. “Os castigos têm um valor muito imediato e limitado porque os filhos não reagem por compreensão e reflexão e sim por medo. Explorar as motivações que levam ao acontecimento ainda é mais útil e para isso é preciso que os pais estejam ‘em relação’ com os filhos, isto é, com disponibilidade afetiva e empatia”, explica. Internet e o português O idioma atual muito usado por muitos é o ‘internetês’, com muitas maneiras diferentes de se comunicar, por isso Giovana alerta sobre o vício e como os pais devem lidar com a situação. “Usada com cuidado e respeito pode oferecer uma perspectiva bastante abrangente do mundo, mas pode também se tor nar uma ameaça e oferecer

“A tecnologia, dizem especialistas, não é vilã nem mocinha. O segredo é o uso adequado” muitos riscos quando se extrapolam os limites entre o real e o virtual, entre a intimidade e a distorção dos fatos, entre o público e o privado. Porém, os pais devem ficar muito atentos a alguns sinais/ sintomas que os filhos podem já estar apresentando”. Entre os sintomas, ela destaca: -Sentir-se perdido ao esquecer o smartphone em casa, principalmente por não poder atualizar e acompanhar as novidades de seu Facebook etc; -Verificar a todo momento sua conta do Facebook, suas mensagens no whatsapp, Skype, etc ou mesmo ficar conectado a maior parte dia; -Desesperar-se ou deprimir-se por não receber curtidas e comentários nas suas postagens; -Recusar-se a fazer outras atividades ou passeios que sejam longe do computador; -Ter poucos ou nenhum amigo real, somente virtuais; - Não ir dor mir sem antes conferir as últimas atualizações no Facebook, Whatsapp, Skype, e outros. -Exposição de “intimidade” nas redes sociais; -Desligar o computador imediatamente e após a entrada de alguém.

saúde 21


22 saúde

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Doenças cardiovasculares: Saiba o que pode afetar o coração feminino Até pouco tempo, a mulher achava que apenas o coração do homem tinha risco. E sempre foi ela, inclusive, que estimulou o marido a ir ao cardiologista. Contudo, a mulher, em função das recentes mudanças em seu estilo de

vida (trabalho, estresse, sedentarismo, etc), tem se tornado cada vez mais um alvo importante. Isso quer dizer que as doenças cardiovasculares são uma ameaça real à saúde da mulher brasileira. Mata mais que câncer de mama e de útero.

São várias as doenças que podem afetar o coração da mulher: Arritmias, Insuficiência Cardíaca, Aterosclerose coronária, ou seja, o entupimento das coronárias – que podem levar ao infarto do miocárdio, a angina ou a morte súbita. Doença Vascular Cerebral: A depender da ocorrência, uma série de complicações e limitações pode acarretar na vida da mulher. Há casos em que ela fica incapaz de realizar as próprias atividades físicas, pois o coração fica muito fraco ou porque sente muita dor no peito.

A diferença entre o sexo masculino e feminino, é que geralmente nas mulheres a doença se manifesta cerca de 10 anos depois, isso ocorre por que a mulher durante o período fértil tem a proteção dos seus hormônios femininos. Portanto, na mulher, a

incidência de problemas cardiovasculares aumenta a partir dos 50 anos quando ocorre a menopausa, ou seja, a última menstruação. Daí por diante, os ovários param de funcionar. Assim, a mulher não pode mais ter filhos e não produz mais estrogênios, o

que acarreta em série de sintomas e riscos de curto, médio e longo prazo. Aumenta o risco de um infarto e, além disso, os estrogênios também atuam no chamado endotélio – que é o tecido que recobre o interior dos vasos sanguíneos. Na falta de estrogênios,

ele vai perdendo elasticidade e prejudicando a saúde vascular. Por isso, é fundamental que a mulher aprenda a adotar medidas preventivas e a suspeitar de alguns sinais para preservar a saúde do coração. Saúde Brasil

Principais fatores de risco:

Como cuidar do seu coração

Idade (a partir dos 50 anos), Menopausa, Tabagismo, Hipertensão Arterial, Colesterol Alto, Diabetes, Obesidade, Fatores Genéticos, Depressão, Interação entre fumo e anticoncepcional, Colesterol.

Manter a saúde do coração requer um estilo de vida saudável em todas as fases da vida. Por isso, é importante manter uma alimentação equilibrada, fazer exercícios regularmente e, claro, adotar atividades que lhe tragam prazer e bem-estar. Depois da menopausa, a mulher deve tomar alguns cuidados extras, como diminuir a ingestão calórica, ou seja, ela deve comer menos, porque o seu metabolismo passa a exigir uma quantidade menor de calorias para suas funções. Por isso, nessa fase da vida, prefira compor uma alimentação equilibrada e balanceada com alimentos do tipo: · Carnes magras (como frango e peixe). · Frutas. · Legumes e verduras · Leite e derivados, de preferência os desnatados.

Sintomas Dor no peito, queimação que se espalha para o braço, costas e pescoço acompanhada de suor, sudorese, falta de ar, mal estar e palidez ou formigamento e fraqueza (em metade do corpo) são alguns dos sintomas de doenças cardiovasculares. É fundamental prestar atenção a esses sinais de alerta. Afinal, a dor no peito pode não ser angústia. Por isso, fique atento.

A hipertensão arterial, que é a pressão alta, deve ser mantida sempre sob controle. Assim como a diabetes, que se caracteriza pela incapacidade de uma pessoa manter suas taxas de açúcar no sangue, a glicose sanguínea, dentro de valores normais.

Quanto maior o número e quanto maior a intensidade dos fatores de risco, mais precoce é o aparecimento das doenças coronarianas nas mulheres.


Assessoria de Imprensa

cidades IMPACTO

Adamantina-SP - sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 • www.ginoticias.com.br

Samu: definição fica para março após reunião com Ministério Público Federal JOÃO VINÍCIUS Da redação Mais uma reunião debateu a situação do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) na região. Desta vez, prefeitos, secretários de saúde e representantes de departamentos jurídicos se reuniram com o procurador da República, Diego Fazardo Maranha de Souza - que abriu inquérito com as cidades que possuem ambulâncias paradas, para que alguns pontos fossem esclarecidos, como prefeitos poderem responder por improbidade administrativa caso o sistema não entre em funcionamento. “Terá uma apuração das responsabilidades. Verificaremos as razões deste atraso, as consequências da depreciação das ambulâncias e os gastos com a Central de Regulação que está pronta em Tupã. A partir desta análise formaremos uma opinião. Mas, acho prematuro analisarmos essa situação neste momento de expectativa que o projeto entre em funcionamento”, diz o procurador.

Atualmente, são seis amabulâncias paradas, sendo duas em Adamantina e Tupã, e outras em Lucélia, Osvaldo Cruz, Pacaembu e Parapuã. Segundo projeção do Comitê Gestor Inter-Regional de Atenção às Urgências, o custo médio para a implantação nas cidades é de R$ 1,07 por habitante, com variações para aquelas cidades qu possuem serviço avançado. Com dificuldades em arcar com as despesas dos serviço, os municípios debatem o melhor sistema de adesão ao Samu. “Avaliei a reunião como positiva, já que foi importante para que o MTF (Ministério Público Federal) conhecesse as dificuldades enfrentadas pelos municípios e por parte dos gestores de visualizar também a pressão jurídica de uma definição. O MPF acompanha essa situação há mais de três anos e o Ministério da Saúde também já chegou a um ponto de saturação com a situação que não se define. As ambulâncias estão há muito tempo se desvalorizando nos locais de abrigo e saímos desta reunião com

a expectativa de que teremos uma última tentativa de adequar o modelo de sistema para que entre em funcionamento, ainda que de forma menor do que inicialmente pensado. Isso será muito vantajoso para as prefeituras e para o cidadão, que poderá contar com o sistema de urgência e emergência. Caso não se chege a esse consenso, infelizente teremos que reconhecer a impossibilidade econômica de colocar o Samu em operação e proceder a devolução das ambulâncias”, detaca o procurador. O prazo do MPF para uma definição é 31 de março – 90 dias após notificação das prefeituras. Está pré-agendado para março visita técnica do Ministério da Saúde para o esclarecimento de outros pontos, para que haja uma definição do problema. “Espero que até o final de março uma posição definitiva dos municípios se vai ocorrer a implantação, menor e mais enxuta, ou o cancelamento do projeto”. Para o prefeito de Parapuã, 2º vice-presidente da Amnap,

Prefeitos, secretários de saúde e jurídicos reunidos com procurador da República

Samir Alberto Pernomian, a avaliação também foi positiva da reunião que aconteceu na quarta-feira (12), em Tupã. “Também avaliamos de forma positiva até por parte do procurador que viu um adiantamento nas conversas e, o mais importante, que tivemos a oportunidade de mostrar a realidade de cada município, já que a maioria não consegue arcar com as despesas apresentadas pelo Samu. Os prefeitos se mobilizaram, a Amnap se mobiliza, e buscamos uma solução para o problema, mesmo com curto prazo. Trabalhamos com responsabilidade tentando mostrar uma solução para que não haja problemas econômicos e

financeiros para os municípios”, comenta Pernomian. Samu - Com abrangência regional o Samu atenderá uma população de quase 250 mil habitantes, incluindo os municípios de Adamantina, Arco-Íris, Bastos, Herculândia, Iacri, Queiroz, Parapuã, Rinópolis, Lucélia, Osvaldo Cruz, Inúbia Paulista, Flórida Paulista, Sagres, Pracinha, Mariápolis, Salmourão, Pacaembu e Tupã. O serviço conta com duas unidades Suporte Avançado e seis unidades de Suporte Básico distribuídas pela região. As unidades de Suporte Avançado, que incluem ambulância UTI móvel, motorista, médico e enfermeiro

serão instaladas em Tupã e Adamantina. Já unidades de Suporte Básico, que contam com ambulância, motorista e técnico de enfermagem, serão instaladas nas cidades de Parapuã, Osvaldo Cruz, Lucélia, Pacaembu, Adamantina e outra em Tupã. O Samu também conta com a Central de Regulação, que será responsável pelo encaminhamento dos usuários à rede hospitalar da região. A Central de Regulação funcionaria em prédio na cidade de Tupã, e contaria com um médico, rádio gerador, telefonista e auxiliar de serviços gerais. Mesmo com o prédio da Central reformado, nunca entrou em funcionamento.


24 cidades

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Entrevista Mauro Bragato Deputado

geração de emprego é principal desafio da Nova Alta Paulista JOÃO VINÍCIUS Da redação O IMPACTO dá continuidade a série de entrevista com os deputados estaduais do Oeste Paulista. Nesta edição, Mauro Bragato

Como avalia seu mandato como deputado? Como passar dos anos a responsabilidade se ser um deputado do maior Estado do Brasil, com orçamento maior de que países como a Argentina, por exemplo, aumenta. Seja em função da modernização dos sistemas, da mudança comportamental ou até mesmo da cobrança dos cidadãos, que se acirra ano a ano. A sociedade hoje tem a facilidade se acompanhar os trabalhados dos deputados com inúmeras ferramentas tecnologias, e isso faz com que exijam muito dos políticos. Porém, além de todas as tarefas inerentes ao mandato, eu ainda presido a principal comissão da Assembleia, de Finanças, Orçamento e Planejamento, que todos os anos realizam audiências públicas no estado inteiro para debater o orçamento estadual, e com isso eu considero estar fazendo um grande trabalho para nosso estado. Quais foram os principais projetos conquistados para a Nova Alta Paulista? O governador Geraldo Alckmin investe em todos os municípios do Estado de São Paulo e a região tem sido bem atendida, os recursos repassados pelo Governo são bem acima do que é arrecadado. Recursos direcionados para todas as áreas. Na Agricultura, a maioria dos municípios da Alta Paulista recebeu o Programa Melhor Caminho, de recuperação das estradas rurais. Na Saúde, ambulâncias e verbas de custeio estão sendo enviadas para as Santas Casas, que têm sérias dificuldades financeiras principalmente por causa da falta de reajuste da tabela SUS por parte do governo

(PSDB) fala sobre as principais conquistas, metas, os problemas da Nova Alta Paulista e aponta soluções para o desenvolvimento regional. “Só tenho que agradecer esse espaço que o jornal IMPACTO nos

proporciona, pois é um grande veículo para prestarmos conta do nosso trabalho. É assim que se construímos cidadania, com a imprensa cobrando, mostrando o trabalho e a população fiscalizando”, disse o parlamentar. Confira:

federal. A Santa Casa de Osvaldo Cruz, por exemplo, recebeu mais de R$ 4 milhões para ajudar na solução da crise financeira. A de Adamantina foi contemplada recentemente com 17 novas máquinas de hemodiálise, a um custo de R$ 680 mil e para a Santa Casa de Dracena, o governador Geraldo Alckmin, acabou de liberar R$ 250 mil para aquisição de nova ambulância UTI. Em parceria do Centro Paula Souza com as Prefeituras estão funcionando na região, classes descentralizadas das Etecs de Adamantina e Dracena, oferecendo cursos profissionalizantes gratuitos nas áreas de administração, computação, química, enfermagem, entre outras. Ainda voltado para qualificação dos jovens, o Centro Paula Souza desenvolve na região, o Programa Via Rápida, com cursos profissionalizantes de curta duração para profissões que estão em falta no mercado, desde eletricistas, encanadores, pedreiros, assentadores, auxiliares de construção civil a garçom. A Fatec é uma conquista que está sendo implantada em Adamantina, vai ampliar a oferta de vagas para cursos superiores num setor em que o mercado de trabalho está em amplo desenvolvimento. Já nos transportes temos a reforma da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, entre Adamantina e Tupi Paulista, num trecho de 56 quilômetros e investimentos de R$ 150 milhões. O segundo trecho de Tupi a Panorama, extensão de 30 quilômetros, está prestes a ser licitado. Os AMEs de Dracena e Tupã estão facilitando o acesso da população a consultas em diversas especialidades e a dezenas

de exames de alta complexidade gratuitos. Na Habitação, centenas de casas da CDHU foram entregues e através de um programa inédito de casas populares no país, outras centenas estão sendo construídas na região.

Bragato avalia mandato em entrevista ao IMPACTO

Acredita que a região está bem representada na Assembleia Legislativa? Um dos principais reflexos de que a região da Alta Paulista vem sendo bem atendida são os atendimentos às suas principais reivindicações. Como deputado estadual, recebo as reivindicações apresentadas pelos municípios e trabalho para que as prioridades sejam atendidas pelo governo do

em que a campanha não começou e as candidaturas estão sendo definidas pelos partidos. Qual o principal problema da Nova Alta Paulista? E como o deputado trabalha para resolve-ló? Vejo que geração de emprego e renda é um problema não só na Alta Paulista mas também em outras áreas do Estado. Mas a região hoje está com uma boa estrutura na área da Educação, com as Etecs, Fatec e a Unesp. A solução para geração de emprego e renda é através da educação e cursos técnicos profissionalizantes, e é nisso que estamos investindo no principal caminho para o jovem chegar ao mercado de trabalho.

As candidaturas ainda não estão formalizadas, mas devo propor meu nome novamente a aprovação popular. Mas, independentemente de ser candidato ao Legislativo Paulista tenho feito um trabalho na região que conta com o apoio de grande parte de prefeitos, vereadores, lideranças e da população em geral” Estado. Nem tudo é possível, o orçamento é finito, é um “cobertor curto” e as necessidades são muitas. Mesmo assim, o governo Alckmin está empenhado em atender no máximo possível os municípios da região, ele está presente, tem visitado com frequência a região e sabe das nossas necessidades, por isso acredito que a Alta Paulista está sim, bem representada na Assembleia Legislativa. É pré-candidato novamente a deputado? Se sim, acredita que tem o apoio dos prefeitos da região? As candidaturas ainda não estão for malizadas, mas devo propor meu nome novamente a aprovação popular. Mas, independentemente de ser candidato ao Legislativo Paulista tenho feito um trabalho na região que conta com o apoio de grande parte de prefeitos, vereadores, lideranças e da população em geral. É um trabalho que visa diminuir as diferenças regionais e que busca o desenvolvimento e a geração de emprego e renda. Quanto ao apoio dos prefeitos, o que posso garantir é que acompanho os problemas dos municípios da região e busco soluções na medida do possível, mas não posso adiantar algo sobre apoio nesse momento

A saúde é um dos principais problemas enfrentados pela população. E, há anos se comenta de hospital regional ou alguma estrutura hospitalar de referência mais próxima. Qual o trabalho do deputado neste sentido? A saúde, sem dúvida, será o grande tema das discussões políticas daqui para frente. Já falei da situação das Santas Casas e do que tenho feito para ajudar essas casas hospitalares que são responsáveis por metade dos atendimentos da rede pública no Estado de São Paulo. Quanto ao trabalho de instalação de um Hospital Regional tem de ser bem discutido e devemos mostrar a necessidade que a região tem para instalação de um hospital de referência. O que fazemos é trabalhar junto ao estado para aparelhar o que nós já temos e buscar novos investimentos para o futuro. Quem acompanha o meu trabalho sabe que reuniões na Secretaria Estadual de Saúde é uma constante, com prefeitos, vereadores, lideranças políticas e comunitárias da região. Além disso, a maior parte das minhas indicações parlamentares tem a saúde como destinatária. Eu reafirmo meu compromisso com a região, estou à disposição para continuar nessa luta em prol da saúde.

Qual o posicionamento do deputado sobre a instalação de novas penitenciárias na região? Creio que a região já deu a sua parcela de contribuição na questão dos presídios. Porém, por mais duro que seja, temos que ter consciência que devemos construir locais para reclusão de infratores. A construção de um presídio não é decisão unilateral do Governo do Estado, tem de haver a parceria e solicitação dos municípios. Acredita que o governador trabalha para a Nova Alta Paulista? Sim, Geraldo Alckmin trabalha para o Estado todo. Mas no caso da nossa Nova Alta Paulista, ele tem um olhar especial. Já visitou a região várias vezes, conhece os problemas e viabiliza recursos para diminuí-los. Como fortalecer a economia regional? E como atrair novas empresas para geração de emprego e renda? Com política de desenvolvimento. O Estado pode ser grande parceiro, viabilizando recursos, disponibilizando ferramentas e apoiando empresas que queiram se instalar na região. Temos a Agência de Desenvolvimento Paulista, o Investe São Paulo e outros órgãos e secretarias que pensam esses mecanismos. O Governo do Estado vem incentivando a instalação de distritos industriais nos municípios em parceria com as Prefeituras. Temos exemplos na região de cidades que se desenvolveram nos últimos anos, com abertura de empresas e a consequente criação de novos empregos, em distritos industriais instalados com apoio financeiro do Governo do Estado. Reitero que o governador Alckmin está oferecendo condições de profissionalização técnica e instalação de distritos industriais no Estado de São Paulo, de preferência próximos às rodovias estaduais, no caso da Alta Paulista, na SP-294 e na SP-425 para facilitar a logística no transporte e proporcionar visibilidade para as empresas. As Prefeituras contam com apoio do DER nesses investimentos. Na Agricultura, linhas de crédito estão disponíveis na Secretaria da Agricultura para o pequeno produtor paulista, e assim procuramos trabalhar para o desenvolvimento do Estado de São Paulo. Qual a principal meta que o deputado pretende colocar em prática, mas que ainda não foi idealizada? O nosso trabalho é contínuo. Quando começamos uma tarefa, ela não acaba para começarmos outra. E seguimos nesse passo de buscar melhorias, investimentos e desenvolvimento para a Nova Alta Paulista.


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

cidades 25 Lucas Mazoca | Jornal de Osvaldo Cruz

Amnap realiza assembleia na próxima sexta em Parapuã Arquivo | Assessoria de Imprensa

JOÃO VINÍCIUS Com informações da Assessoria A diretoria da Amnap (Associação dos Municípios da Nova Alta Paulista) participa de assembleia geral na próxima sexta-feira (21), quando tomará posse na entidade. O encontro será realizado em Parapuã, no Clube da Casul. Além da posse da diretoria que é presidida pelo prefeito de Adamantina, Ivo Francisco dos Santos Júnior, será empossada o conselho fiscal e as diretorias regionais de Dracena, Tupã e Adamantina, que serão reforçadas neste mandato. "O maior envolvimento de representantes das diretorias regionais no processo de debate e de levantamento dos temas prioritários faz parte de um processo de democratização e unificação", destaca Ivo Santos. O presidente da Amnap enfatiza que este processo será cada vez mais evidente a partir deste ano, quando a entidade passará por importantes

Autoridades locais e universitários durante entrega de carteirinhas do transporte gratuito de estudantes em Osvaldo Cruz na segunda-feira (10) Reunião em janeiro definiu pauta de assembleia que será realizada em Parapuã

ações. Entre elas a reformulação do estatuto da entidade, tornando-o mais eficiente e moderno. “Estamos cientes do grande desafio que temos pela frente. Precisamos modernizar a Amnap e fazer com que a entidade possa oferecer opções de qualificação técnica e até

mesmo de serviços aos pequenos municípios, impossibilitados de contratar técnicos adequados”, revela Ivo. Na assembleia também deverá haver a participação de representantes do Civap (Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema).

Oeste Paulista

Região economiza energia para abastecer 27 mil pessoas O horário de verão que termina na passagem de sábado (15) para domingo (16), já gerou R$ 1.539.426 kw/h de economia de energia. A redução foi de 4,8% com o consumo reduzido em 0,4%, o que abasteceria 9.168 residências durante um mês, o

equivalente a uma cidade com 27.504 habitantes pelo mesmo período. O gerente regional da concessionária, José Carlos do Nascimento, afirma que o resultado está dentro dos objetivos esperados, que não era só reduzir o

consumo, mas, principalmente, a demanda. “Com o horário de verão, reduz-se o esforço no sistema, ou seja, as pessoas mudam os hábitos, há um alívio no uso das redes de transmissão de energia nos horários de pico”, explica.

Pracinha

Homem é preso por agredir mulher e criança Um homem foi preso pela Polícia Militar após ag redir a mulher e a sua filha, de 11 anos, em Pracinha. A agressão ocorreu na terça-feira (11), na alameda Osvaldo Cruz, centro da cidade. Os policiais che garam ao

local após serem acionados pela vítima, que enquanto contava a história, o indiciado chegou e confessou as agressões. O homem foi preso por lesão corporal e levado a Delegacia de Polícia, ficando preso no local a disposição da Justiça, já que

a fiança de R$ 724 não foi paga. As vítimas foram conduzidas à Santa Casa de Lucélia, onde receberam atendimento médico sendo liberadas em seguida. O Conselho Tutelar também foi acionado para acompanhar o caso.

Pacaembu

Menor é preso por homicídio pela DIG Um menor de 17 anos, de Marília, foi preso por matar Sílvio da Costa Santos, de 37 anos, em outubro no ano passado, em Pacaembu. Segundo a DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Adamantina, o jovem co-

meteu crime após desentendimento ocorrido no ínicio de 2013. O adolescente foi apreendido por policiais civis da DIG de Marília que ao cumprirem o mandado de busca, localizaram no imóvel

um revólver calibre 38, além de 22 papelotes com o entorpecente maconha e também quantia em dinheiro. O menor está apreendido na Cadeia Pública de Garça à disposição da Justiça.

Estado

Prazo para pagamento à vista do IPVA termina sexta Nesta sexta-feira (14) vence o prazo para o pagamento à vista, sem desconto, do IPVA de 2014 para veículos com final de placa 2. O prazo final para o pagamento da segunda cota para os proprietários que optaram pelo parcelamento do

imposto também termina nesta sexta. O calendário continua na segunda-feira (17), com veículos de placa final 3. Os pagamentos podem ser feitos nos terminais de autoatendimento, no guichê de caixa,

pela internet ou débito agendado, ou outros canais oferecidos pela instituição bancária. O IPVA também pode ser pago em casas lotéricas, no entanto essa opção não é válida para o pagamento do licenciamento.

Osvaldo Cruz

Polícia Civil recupera moto furtada no centro A Polícia Civil de Osvaldo Cruz recuperou na segunda-feira (10), uma motocicleta furtada no dia 27 na avenida Presidente Roosevelt. No ano é o quarto caso registrado na cidade. Em entrevista ao Ocnet, o dele-

gado Marcelo Lemes disse que os números são preocupantes. “Não são dados comuns para Osvaldo Cruz, até por se tratar de crimes que não aconteciam com frequência”. Outras duas motos também foram recuperadas.

“Precisamos que a população seja nossos olhos e nos ajude. Através de denúncias, vamos conseguir solucionar os casos. Garantimos o anonimato ao denunciante”, disse. Os telefones para denúncias são (18) 3528-1313 e (18) 3528-0147.

Osvaldo Cruz

Prefeitura mantém transporte gratuito a universitários A Prefeitura de Osvaldo Cruz entregou na segunda-feira (10) as carteirinhas de identificação dos universitários que fazem uso do transporte universitário. Durante a entrega, o prefeito Edmar Mazucato, destacou a permanência do transporte gratuito. “Mantivemos o transporte gratuito e pretendemos manter nos próximos anos para beneficiar e tranquilizar os nossos estudantes”, disse Mazucato. Além disso, o prefeito lembrou das melhorias na frota municipal. “No ano passado entregamos três micro-ônibus, este ano conquistamos mais dois e vamos, até março, melhorar nossa frota com ônibus, peruas”, enfatizou Mazucato. Disk-Denúncia - Para melhorar a qualidade do transporte, e evitar problemas, a Prefeitura lança um canal que vai funcionar como disk-denúncias. Através de

um número 0800, os alunos podem fazer o uso para solicitar melhorias e apontar falhas. “Os próprios alunos serão fiscalizadores do transporte universitário, denunciando pessoas de fora que utilizem esse benefício, vândalos que estejam depredando nossos carros, enfim dessa forma poderemos corrigir, também, possíveis erros”, garantiu Mazucato. O número do disk-denúncia será afixado nos ônibus. Balanço - Até o início da obrigatoriedade das carteirinhas em 2014, 558 alunos haviam solicitado o benefício à Prefeitura. Desses, 268 estudam em Adamantina (254 na FAI e 14 em cursos técnicos). Em Lucélia são 13 universitários, mais 120 em Tupã e 153 em Presidente Prudente (138 em faculdades e 15 em nível técnico). Assessoria de Imprensa


Mariápolis

26

IMPACTO

Prefeito Ismael Calori assina renovação do convênio Vivaleite MACIEL DANTAS Especial para o IMPACTO O prefeito de Mariápolis, Ismael Calori, assinou na sexta-feira (7), na Câmara Municipal de Dracena, junto ao secretário estadual adjunto Henrique Almirates Júnior, da Secretaria de Desenvolvimento Social, a renovação do convênio do Projeto Vivaleite para 22 municípios da Nova Alta Paulista. A reunião teve início com a formação da mesa diretiva que teve a presença das autoridades e contou com a apresentação da música Oh Happy Day apresentado pelas crianças do Projeto Criança Feliz daquela cidade. O prefeito anfitrião José Antônio Pedretti agradeceu ao secretário adjunto e ao governador Geraldo Alckmin pela preocupação em renovar um projeto tão im-

portante para as famílias da Nova Alta Paulista. “O governo não está preocupado com bandeiras partidárias, mas sim com o cidadão paulista”, destacou Pedretti. O secretário Henrique enfatizou que o projeto distribui para a região 174 mil litros de leite por mês, sendo um investimento de R$ 3,9 milhões por ano somente na Nova Alta Paulista. Ele acrescentou que a preocupação do Estado com o produtor rural é grande. “O Governo compra 9% de toda produção leiteira de São Paulo para o programa. Em uma ponta o programa ajuda o produtor e na outra ponta ajuda as crianças paulistas que estão em um período de vulnerabilidade temporária”, diz. Ao término do evento, todos os prefeitos se apresentaram para a assinatura da renovação do convênio Vivaleite.

Vereador Luiz Lott, presidente do PSDB e o vice-presidente Zé Vená

Política

PSDB realiza convenção; vereador Luiz Lott continua presidente Prefeito Ismael Calori e o secretário adjunto Henrique Almirates Júnior

Evento

CCI promove mais um baile em Mariápolis Aconteceu no dia 1º, mais um animado baile realizado pelo CCI (Centro de Convivência do IdosO) de Mariápolis. O evento aconteceu no Centro Comunitário “Maria Vieira Rodrigues”. A Banda Mais Você, de Lucélia, animou a festa com diversos ritmos musicais. Participaram os clubes CCI de Osvaldo Cruz, CCI’s de Lucélia, da

Nena e da Maria Odete. Além dos clubes, teve a presença de pessoas da comunidade, entre membros da diretoria e associados. Segundo o presidente Sirval Romanini, o evento aconteceu com êxito. “Agradecemos, os membros da diretoria e sócios, integrantes da banda, autoridades, presidentes dos clubes visitantes

e aos demais que contribuíram com o baile”, encerrou o presidente Sirval. Lembrando que o CCI promoverá o próximo baile no dia 1º de março, sábado, no clube da Nena em Lucélia, com animação da Banda Brasil 500, de Osvaldo Cruz. Haverá transporte de Mariápolis. M.D.

Foi realizado no dia 4, a convenção do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) de Mariápolis. O vereador da Câmara Municipal de Mariápolis, Luiz Antonio Lott continua o presidente da Comissão Executiva. O ex-prefeito, José Aparecido de Oliveira (Zé Vená) também continua sendo o vice-presidente do PSDB local. Residente no distrito Mourão, sempre presente na cidade participando de reuniões e importantes eventos com a comunidade. O presidente agradeceu a todos filiados, autoridades e mariapolenses presentes na convenção. Destacou que juntamente com os demais membros e políticos do PSDB, estará atuando em busca de benefícios para o município, juntamente com

os deputados do partido. Comissão – A Comissão Executiva Municipal ficou composta pelos membros: Luiz Antonio Lott (presidente), José Aparecido de Oliveira (vice), Nivaldo Ferreira Santos (secretário) e Mauro Donizete Bueno (tesoureiro). Vogal: Julio Cesar Scherole e Denis Cenciareli de Oliveira. Suplentes da Comissão Executiva: Claudio Antero de Oliveira, Genildo Aparecido de Oliveira, Sirval Romanini e Valter de Moraes. Conselho Fiscal: Adriano Pereira da Silva, Jessica de Souza Favaron e Luisa Maria de Oliveira. Líder da Bancada: Maciel Lourenço. Membros Suplentes: Edna Aparecida de Oliveira, Adelmo Anterio de Oliveira e Deosvaldo Nunes Sampaio. M.D.


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

cidades 27 João Vinícius

Com quase R$ 10 milhões de investimentos, prefeito faz balanço positivo das ações em 2013 JOÃO VINÍCIUS Da redação “2013 foi um ano positivo para Parapuã”. É o que avalia o prefeito Samir Alberto Pernomian, que mesmo tendo que resolver problemas da administração anterior, como a devolução de recursos e pagamento de precários, o município teve aproximadamente R$ 10 milhões em investimentos, seja para implantação programas, reformas de espaços públicos ou novas obras que beneficiaram diretamente a população. “Todos os recursos que buscamos são para implantar projetos ou viabilizar obras que atendem a necessidade dos parapuenses. Não gastamos dinheiro público de forma irresponsável. Já sofremos para resolver antigos impasses, obras mal executada que precisaram ou necessitam ainda ser refeitas”. Obras como da rua Curitiba, que já foi concluída, a da rua Ceará que deverá iniciar nas próximas semanas, e da avenida São Paulo, que custará cerca de R$ 1,5 milhão, são exemplos citados pelo prefeito. “O dinheiro público para os municípios já é escasso, não podemos gastar duas ou mais vezes em um mesmo lugar. Temos que fazer bem feito para que a população usufrua da melhor maneira possível”. Outro problema enfrentado pela prefeitura foi à devolução de aproximadamente R$ 200 mil ao Ministério do Turismo por falta de prestação de contas de eventos realizados pelo ex-prefeito. Ainda a administração teve que gastar R$ 450 mil para o pagamento de precatórios e ações trabalhistas.

50 casas populares estão ‘abandonadas’ em Flora Rica

Nova Alta Paulista Prefeito Samir Alberto Pernomian faz balanço de 2013

“São recursos que poderiam ser investidos em projetos e obras para a população”. Mesmo com essas questões, houve redução nos gastos da prefeitura. Exemplo desta economia foi à folha de pagamento que passou de 56% em 2012, para 49% em dezembro do ano passado. “Economia não implicou em prejuízos para o funcionalismo público e nem para a população, que sempre teve um bom e adequado atendimento”. “Foi um ano de muito trabalho. Apesar dos obstáculos, lutamos para superar todos e melhorar a nossa querida cidade. Estamos satisfeitos com o nosso trabalho, mas sabemos que podemos mais e toda a equipe da prefeitura está empenhada em oferecer uma Parapuã cada vez mais digna aos parapuenses”. Entre as principais conquistas, o prefeito destaca as duas Creches Escola; sala descentralizada da Etec, que começará a funcionar

a partir do segundo semestre; implantação do programa Atividade Delegada, pioneiro na região; cursos de qualificação oferecidos pelo Cras (Centro de Referência a Assistência Social); o PAF (Projeto Atleta do Fututo) que atenderá 1.200 crianças em 2014; além de outros que foram conquistados pelos departamentos de educação, esporte, social e saúde. “Mesmo com todos os avanços, sabemos que há problemas para serem resolvidos. E para isso o trabalho não pode parar. Muitas das conquistas do ano passado serão viabilizadas agora e outras correremos atrás”. Entre as metas para 2014 está a implantação de Distrito Comercial, onde serão oferecidos 31 terrenos para empresas gerarem emprego e renda para o município. Para viabilizar o projeto, o prefeito enviou e foi aprovado pela Câmara Municipal a isenção de impostos e outros benefícios que incentivam a instalação destes negócios.

Osvaldo Cruz

Diretor Regional da Sert visita OC e fala sobre programas estaduais e comissão municipal de emprego GIULIANO PANVECHIO Especial para o IMPACTO O diretor regional da Secretaria Estadual de Emprego e Relações do Trabalho (Sert) em Presidente Prudente, Paulo Lopes, visitou Osvaldo Cruz na quarta-feira (12), para esclarecer os gestores locais quanto a importância da Comissão Municipal de Emprego e ainda sobre programas da sua secretaria e atuação regional. "A Comissão Municipal de Emprego tem um papel fundamental porque é um termômetro do desenvolvimento econômico e de política social na cidade. Então não há como nós do Estado enviarmos aos municípios exatamente os cursos e capacitações ou mesmo ações que sejam necessárias à realidade local", explicou Lopes. De acordo com o diretor, um primeiro passo será qualificar os integrantes da Comissão Municipal para que conheça todos os programas disponíveis e em seguida comecem as parcerias em si. "O governo do Estado tem dinheiro para investir em capacitação, mas é necessário fazer as comissões funcionarem. São comissões paritárias onde participam os governos estadual e municipal e também

328 famílias esperam casas da CDHU na região YNAIÊ BOTELHO Especial para o IMPACTO Na Nova Alta Paulista, moradores de quatro municípios aguardam a entrega de 328 casas pertencentes a conjuntos habitacionais de responsabilidade da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano). A situação tem trazido prejuízo aos contemplados pelos imóveis, que estão, em alguns casos, desde 2007, tendo que pagar aluguel. Atualmente, de acordo com a companhia, alguns empreendimentos estão em fase de licitação e outros no início das obras. De acordo com o órgão, quatro obras foram paralisadas em decorrência da Operação Pomar, desencadeada pelo Ministério Público há sete anos, devido a suspeita de fraudes em licitações de materiais de construção feitas por prefeituras em diversas cidades do Estado de São Paulo. As administrações municipais, até então, eram responsáveis pela execução dos conjuntos por meio de convênios com a companhia, que por sua vez fazia repasse de recursos financeiros. Com o processo, a construção foi assumida pelo órgão. Já outras cidades, conforme informou a CDHU, solicitaram a rescisão dos convênios e as obras ficaram sob responsabilidade do Estado, o que também fez a demora aumentar. Em todos os casos, agora, as novas moradias estão sendo construídas de acordo com o novo padrão do órgão, fato que alterou o projeto inicial – e causou

ainda mais atrasos. Nas obras em andamento, serão inclusos pisos cerâmicos em todos os cômodos, azulejos no banheiro, nas paredes hidráulicas da cozinha, forro de PVC e calçadas de acesso em frente às unidades. Flora Rica - Em Flora Rica, município prejudicado por fraudes relacionadas à Operação Pomar, a construção de 50 casas do conjunto habitacional foi iniciada em 2006 e aguarda licitação para a conclusão das moradias. A abertura das propostas foi iniciada na última quarta-feira (5). Pracinha - Em Pracinha, o projeto com 19 casas iniciado em 2005 também aguarda publicação de edital de licitação. Irapuru - Entretanto, em alguns casos, questões burocráticas dificultaram a finalização e, consequentemente, a entrega dos imóveis. É o caso de Irapuru, onde a construção de 225 casas previstas para começar em junho de 2008 foi paralisada em outubro de 2012. Conforme informações da CDHU, o órgão aprovou a rescisão do convênio com a prefeitura no final de 2013 e o edital de licitação será publicado “em breve”. Sagres - Já em Sagres, o empreendimento com 34 casas começou a ser edificado em 2008. Porém, a obra foi paralisada em novembro de 2012, após rescisão de convênio com a prefeitura. Em janeiro, foi aberta uma licitação para a conclusão das moradias e, atualmente, “está sendo analisada a documentação apresentada pelos participantes”.

Osvaldo Cruz A diretora do PAT Fernanda Colato Lopes, o vice-prefeito, Luiz Gumiero, o presidente do partido Solidariedade Luis Ricardo Spada Bonfim,diretor regional da Sert Paulo Lopes e o secretário municipal de Indústria e Comércio, Ed Jundi

representantes dos trabalhadores e dos empresários. Com interesses em comum é possível traçar um plano de ação", explicou o diretor. O dia 25 de fevereiro será marcado por uma capacitação dos representantes das comissões municipais de emprego em Presidente Prudente. Na sequência a Sert dará início a parcerias com os municípios, o que incluem cursos de qualificação onde o Estado paga para os alunos estudarem e ainda oportunidades através do programa Frentes de Trabalho. A Frente de Trabalho oferece renda e qualificação profissional

à população desempregada e em situação de alta vulnerabilidade social. Ao todo 100 pessoas já fizeram inscrições e foram aprovadas para o programa no ano passado, mas o Estado ainda não divulgou o total de vagas que serão abertas em 2014. No encontro desta quarta-feira o diretor regional esteve acompanhado pelo vice-prefeito, Luiz Gumiero (PV) e pela diretora do Posto de Atendimento ao Trabalhador, Fernanda Colato Lopes e do secretário municipal de Indústria e Comércio Ed Luis Jundi, além do presidente do partido Solidariedade em Osvaldo Cruz, Luis Ricardo Spada Bonfim.

Polícia Civil investiga participação de quadrilha especializada em furto a cofres A Policia Civil de Osvaldo Cruz investiga a possível participação de uma quadrilha especializada em furtos e cofres que tem agido da mesma forma em toda a região. Somente nesta semana, uma lotérica no centro de Osvaldo Cruz e outra em Dracena, foram furtadas de forma parecida. No caso de Osvaldo Cruz, que aconteceu no domingo (9), os bandidos entraram em uma banca de revistas utilizando uma chave falsa, fizeram um buraco na parede de aproximadamente

40 cm de diâmetro e acessaram a casa lotérica que fica ao lado. Na lotérica, os bandidos arrombaram o cofre utilizando, provavelmente, uma barra de ferro como alavanca e levaram cerca de R$ 20 mil. Já na banca, os criminosos espalharam vários produtos pelo chão e levaram cerca de R$ 500, além de 100 maços de cigarros. O mesmo modo de agir dos criminosos foi registrado em Dracena. Gi Notícias


28 esporte

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Inubiense é destaque no Osvaldo Cruz receberá disputado Campeonato Paulista primeira etapa do Festival de da Série A2 Atletismo A Liga Oeste Paulista de Atletismo promove neste domingo (16), a partir das 9h, na pista de atletismo do estádio municipal ‘Breno Ribeiro do Val’, em Osvaldo Cruz, a primeira etapa do

Festival de Atletismo. A competição terá a participação de várias cidades, e contará com bom número de atletas no masculino e feminino, e os mesmos disputarão em diversas categorias.

Indaiá F.C. goleia Florigas e conquista título inédito no futsal de Flórida

mas agora mostra um bom rendimento em campo tornando um dos destaque da equipe do Batatais F.C., vulgo ‘Fantasma da Mogiana’ no disputado e difícil Campeonato Paulista da Série A2. O jogador tem sua segunda passagem pela equipe e já marcou um gol neste campeonato. Cenedesi tem retorno garantido no fim de semana em Araraquara contra a Ferroviária, após ficar esta semana no departamento médico.

Departamento de Esportes do ATC inicia campeonato de Veteranos

A equipe do campeão do futsal de Flórida

O tradicional Campeonato Aberto de Férias de Futsal de Flórida Paulista, contou com a presença de grande público na quadra municipal “Valdemir Ferrarezi”, na sexta-feira (31). A equipe do Indaiá F.C. conquistou o título da competição com o placar de 6 a 2 contra a equipe do F lorig as/T rans F róio. A

competição premiou na terceira colocação a do Zagos Bar e na quarta colocação o time do Bazar Bianchi. O artilheiro do campeonato foi o atleta Andersinho, do Florigas/Trans Fróio, e o goleiro menos vazado Paulo, do Indaiá F.C. Como jogador revelação o atleta Murilo da equipe Bazar Bianchi.

Inter Fardão terá apenas cinco equipes no vetereanos e sub-11 O experiente Zinho Rombaldi, da equipe da WM Informática

O Departamento de Esportes do ATC (Adamantina Tênis Clube) inicia neste domingo (16), a partir das 8h30, o Campeonato Interno Veteranos de Futebol Médio. A competição contará com a participação de quatro

equipes. Na primeira rodada, a equipe da Refrigeração Teixeira enfrenta a equipe do WM Informática e no segundo jogo, às 9h30, a Mercearia e Quitanda São Luiz joga contra o time da Laís Pré Moldados.

L a g o a S e c a F.C . – Neste sábado (15), às 17h, a equipe de veteranos da Lagoa Seca F.C. joga em seu campo contra o time do Gersinho de Florida Paulista. No sábado (8), o time foi goleado pelo placar de 5 a 2 em Santa Mercedes. B e t ã o F.C . – N o s á b a d o (8) a equipe do Betão F.C . enfrentou no Jardim Adamantina, o time do Pianco e perdeu por 2 a 0. Neste sábado (15), às 17h, no estádio municipal de Ouro Verde, a equipe enfrenta o time local.

Cenedesi em lance contra o Grêmio Osasco

O jogador de Inúbia Paulista Thiago Cenedesi, é destaque d a e q u i p e d o B at at a i s F. C . , nas disputas do Campeonato Paulista da Série A2. Com sua experiência adquirida em várias equipes que atou, entre elas Comercial e Botafogo de Ribeirão Preto, Atlético de Sorocaba, Osvaldo Cruz, Treze de Campina Grande, Taubaté E.C., Guaratingueta, entre outros. Cenedesi ficou um bom tempo sem atuar devido uma cirugia,

Apoio: Carlinhos “Bibi” Despachante

A Selar (Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação de Adamantina) realizou na segunda feira (10), reunião com os dirigentes das equipes de bairros da ‘Cidade Jóia’, que manifestaram interesse em participar do I Campeonato Inter Bairros Dirceu de Souza Pereira ‘Fardão’ de Futebol Médio. Mesmo a competição sendo em três categorias e com

a taxa de arbitragem sendo custeada pela organização, alguns dirigentes de associações não deram a miníma importância em participar do evento esportivo.Na reunião foi definido a categoria aberto com 12 equipes, veteranos e no sub-11, apenas cinco equipes. Segundo os oorganizadores a competição terá inicío no próximo fim de semana.

GRANDE ÁREA/NOSSOS ESPORTISTAS

Do Fundo do Baú

Apoio: WM INFORMÁTICA do empresário e esportista Marcelo Carioca

Apoio: Marmoraria Unipedras e Dirceu Xavier

E.C. Vetaranos de Pacaembu – A equipe do E.C. Veteranos de Pacaembu joga neste sábado (15), às 17h, no estádio munic ipal de Emilianopolis contra o time local. No sábado (08), no estádio munic ipal de Pacaembu a equipe venceu por 3 a 1 o time da Sevip de Inúbia Paulista. A B C F.C . - A e q u i p e d e veteranos do ABC F.C . de Lucélia no sábado (8), derrotou por 3 a 2 o time do Edilson de Flórida Paulista. No próximo jogo, dia (15), às 17h, o ABC F.C. joga em I n ú b i a Pa u l i s t a co n t ra o Sevip. Grêmio E.C. - Os veteranos do Grêmio da vila Rennó de Lucélia, jogam neste sábado (15), às 17h, no estádio municipal de Bastos contra o time do Chida. No sábado (8) a equipe jogou em Sagres e empatou em 3 a 3 contra o time do Gerson. Língua Quente – Sem Ofensas. Por que será que os dirigentes de alguns bairros não tiveram o mínimo interesse em participar da competição esportiva Inter Fardão, nas categorias veteranos e sub-11? Será que é por falta de apoio ou problema financeiro?

Luis Carlos Bombeiro

Matérias esportivas no Facebook O jornalista Ricardo Bispo, do jornal Folha Regional de Flórida Paulista, e o amigo Afrânio, técnico das categorias menores do Mariápolis E.C. em evento na ‘Cidade Joia’

CAMPEONATO PAULISTA CHEVROLET Série A1 “Paulistão”

8ª rodada

13/02 - 19h30 Botafogo 14/02 - 19h30 XV de Piracicaba 15/02 - 16h00 Osasco Audax 15/02 - 17h00 Ituano 15/02 - 19h30 Atlético Sorocaba

x x x x x

Atendendo a pedidos recordamos novamente no Fundo do Baú, com apoio da Marmoraria Unipedras do empresário e esportista Dirceu Xavier, a equipe do extinto Guarani Futebol Clube de Adamantina nos anos 70. Em pé: Dinho, Marques, Abegar, Vicente, Jacó e Maurício. Agachados: Téo, Wilson Andrade, Dedé, Zé Roberto e Vanderlei

Mogi Mirim Oeste Rio Claro Bragantino Ponte Preta

15/02 - 19h30 15/02 - 21h00 16/02 - 17h00 16/02 - 19h30 16/02 - 19h30

Comercial São Paulo Corinthians Penapolense Linense

x x x x x

São Bernardo Portuguesa Palmeiras Santos Paulista

Apoio - Construtora Paulinho Bobó – construindo com qualidade e honestidade - (18) 99675-2615

TOCANDO DE KBÇA curta, comente e compartilhe


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

classificados 29

Classificados VEÍCULOS

milleniun, 00/01, prata, gasolina, completo. Tartar com Roberto, (18) 3521-2278 ou 99707-5806.

IMÓVEIS Vende-se Peugeot 307 Hatch Presence Pack 16V, 1.6, flex, 4 portas, gasolina, completo, preto, teto solar, automático, bancos de couro.Tratar pelo (18) 3521-2278/99707-5806. Vende-se Biz 100 KS, 13/14, vermelha, zero km. Tratar pelo (18) 3522-8535. Vende-se Fiat Uno 94/95, 4 portas,vermelho, gasolina. Tratar pelo (18) 99606-2604. Vende-se Cruze LT, 2012, prata, automático, completo, kit multimídia, câmera de ré, sensor estacionamento, DVD, GPS, couro. Tratar pelo (18) 3521-2278/99707-5806. Vende-se Gol G5 1.6 Power, 10/11, com 34 Km, único dono, prata, completo. Tratar pelo (18) 3521-2278/99707-5806. Vende-se Space Fox Route 2009, prata, completo. Tratar com Leonardo (18) 35212567/99707-8591.

Vende-se Corsa Sedan 1.0, 98/99, gasolina, 4 portas, prata, trava, alarme e pneus novos. R$ 13 mil. Tratar pelo (18) 99612-6944.

Vende-se Corolla XVI, 2004, banco de couro, airbag, segundo dono. Tratar com Marcelo, (18) 98144-1823 . Vende-se Siena 1.4 ELX, preto, flex, completo, 08/09. Tratar pelo (18) 99794-2309. Vende-se Honda Fit LX, 06/20, dourado metálico, completo. Tratar com Roberto (18) 35212278/99707-5806. Vende-se Gol G3, completo, 2001, cinzz. R$13.000. Tratar pelo 997161-1085. Vende-se Honda Civic, 2008, flex, cinza, único dono, banco de couro. Tratar com Maria Helena, (18) 99707-5359. Vende-se Belina 1, 1.4, azul, ano 75. Tratar com Nadir, rua Eisuke Gushiken, 1017 ou (18) 99724-5502. Vende-se Belina 1, 1.4, vermelha, ano 73. Tratar com Nadir, rua Eisuke Gushiken, 1017 ou (18) 99724-5502.

Vende-se moto Titan Sport 150, 2006, preta. Tratar pelo (18) 99629-2905. Vende- S10 lx cd, diesel, cabine dupla, 12/13, prata com 12 mil km, completa. Tartar com Roberto, (18) 35212278 ou 99707-5806. Vende-se Astra Sedan 1.8,

Cuida-se de criança de colo (menos de 1 ano). Tratar com Maria Madalena, (18) 99749-6477.

Contrata-se

Vende-se terreno na vila Rancharia, 9x40 m², R$ 27 mil. Tratar com José Aparecido 99796-8859. Vende-se sítio de 20 alqueires na Lagoa Seca. Cercado, 2 casas, corgo, tuia, mangueria, casa de ordenha, refrigerador de leite e escritura. R$ 900 mil, R$ 45mil por alqueire. Tratar com José Aparecido 99796-8859. Vende-se casa na vila Lucelinha com 2 quartos, 2 cozinhas, sala, banheiro, 2 áreas, vaga para 3 carros, 10x20 m², escriturada. R$ 180 mil, na alameda Demétrio Cavilak 3.186, próximo ao posto de saúde, padaria e mercado. Tratar com José Aparecido 99796-8859.

Divulgadora comercial, com moto ou carro. Tratar na Oral Master, na rua Fioravante Spósito, 301 ou (18) 35222800/3521-2770

Procura-se emprego em limpeza geral, auxiliar de cozinha, cobradora de ônibus ou doméstica. Tratar com Suelo, (18) 99602-3598. A Editora Galatas abre vagas de emprego, com salário fixo mais comissões que podem chegar até R$ 1.500, para exercer a função de vendedores. Entregar currículo na rua Joaquim Nabuco, 173, sala 1. Para maiores informações (18) 3522-2796, 99136-5569 ou 996239834.

ELETRÔNICO

Vende-se ponto comercial bem centralizado na al. Armando Salles de Oliveira, 578. Tratar pelo (18) 991500950. Aluga-se casa com 3 dormitórios (1 suite), cozinha, copa, sala, banheiro social, garagem para 2 carros, na rua Euclides da Cunha 791. Tratar com Antônio, (18) 99757-2229. Vende-se ponto comercial bem centralizado, ótimo estado de conservação na alameda Dr. Armando de Salles Oliveira (centro). Tratar pelo (18) 99150-2950 ou 99627-1807.

Serviços Construtora Maranhão oferece serviços de construção civil, casas novas e reforma, e também, demolição em geral. Tratar com João Maranhão (18) 9 9730-0072 ou 3521-1974.

Vende-se casa com sala, cozinha, 2 quartos e quarto no fundo. Na Vila Renó. R$ 42 mil. Tratar com José Aparecido, (18) 99796-8859.

EMPREGO

Vende-se Belina Del Rei, 87/88, 1.6 CHT, álcool. Tratar pelo, (18) 3522-2189 ou (18) 96861886.

ramo de ajudante de cozinha. Tratar na J.C.V Congelados em Lucélia, (18) 3551-1018.

Contrata-se funcionários no

Vende-se geladeira duplex Brastemp em perfeito estado.Tratar pelo (18) 35212278/99707-5806.

DIVERSOS

Adote um filhote, lindos cães para doação. Tratar com Adriana, (18) 997996210. Consórcio imobiliário contemplado Bradesco, valor da parcela R$ 358, valor do bem R$ 40 mil. Tratar com André Elias Galdino, (18) 99609-1669 (celular indisponível dias ímpares até as 19h) ou (18) 3551-3000. Equipe especializada em reformas, manuntenção predial, residencial, alvenaria, pintura, elétrica, hidráulica, dedetização e segurança patrimonial. Tratar com José Aparecido na J.A. Prestadora de Serviços, pelo 99796-8859. Vende-se peixes alevinos de várias espécies. Tratar com João, (18) 99751-1514.


30 informe

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

IMPACTO


lucélia IMPACTO

Adamantina-SP - sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 • lucelia@gimpacto.com.br

Terreno da prefeitura é utilizado como depósito de carcaças de veículos JOÃO VINÍCIUS Da redação Um terreno público no centro de Lucélia há anos se tornou um depósito de veículos. São dezenas de carcaças que se acumulam meio ao mato, incomodando os moradores, que fica na rua José Canuto Barbosa, ao lado de uma oficina de caminhões. Segundo a moradora Eulice Iza, que convive com o problema há 18 anos, sempre houve reclamações, mas nunca nada foi feito. “Cansei de reclamar, cobrar e ouvir da prefeitura que o responsável pelo descarte foi notificado, mas as carcaças continuam sendo depositadas no terreno”. A aposentada disse que animais peçonhentos aparecem com frequência no local. “São ratos, aranhas e escorpiões, estamos cansados de reclamar. O setor de controle

de vetores faz a fiscalização – com razão, em nossos terrenos e cobram a limpeza, mas esquecem de olhar para o lado, onde tem um terreno propício para a procriação de animais. Já ouvi falar que seria uma praça, mas que de verde só tem o matagal”. Além de problemas a saúde pública, o terreno causa insegurança aos moradores. “Pessoa mal intensionada pode utilizar a carcaça como esconderijo. Além de muitos usarem drogas no local e camisinhas são encontradas constantemente”. Sem nenhuma manutenção e limpeza da prefeitura, o mato alto é roçado pelos próprios moradores. “Se meu marido não cortasse o mato em um pequeno trecho próximo a minha casa, com certeza as carcaças já estariam amontuadas do lado do meu quintal”. Além deste espaço, a mo-

radora reclama que também falta limpeza no terreno da linha férrea, que fica atrás de sua casa. “Mato e entulho tomam conta do local, mas não somente em locais públicos, há vizinhos que não realizam a limpeza adequada. Mesmo cuidando do meu terreno, fazendo a limpeza periodicamente, os problemas atinge a minha casa”. Prefeitura – Questionada sobre a legalidade do descarte, qual o prazo para resolver o problema e como é feita a fiscalização por parte da Prefeitura de Lucélia, a assessoria de imprensa informou somente que o terreno da rua José Canuto Barbosa receberá unidade do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) no valor de R$ 800 mil, que aguarda a aprovação do projeto pelo Ministério da Saúde para o início da construção.

Dezenas de carcaças de veículos que se acumulam meio ao mato


32 lucélia

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Exercícios físicos devem ser feitos durante todo o ano, recomenta personal trainer JOÃO VINÍCIUS Da redação Muitos procuram fazer exercícios somente no verão ou períodos de festa, como perto de formaturas para esbanjar boa forma. Mas que estética, é uma questão de saúde, alerta o personal trainer Rafael Nazari, da academia Corpo Ideal. “Muitos só procuram a atividade física no verão. Para ter um bom resultado, além de qualidade de vida, é necessário realizar um treinamento continuo durante todas as estações, independente de calor ou frio”. Com a queda da temperatura, muitas pessoas deixam o desânimo tomar conta do corpo, se afastam das academias e, consequentemente, descuidam da saúde e da forma física. Mas, é preciso reverter a situação. Durante a temporada de dias frios que começa, geralmente, no final de abril, é possível adaptar a rotina de atividades físicas e ficar atento na hora de se exercitar para evitar lesões. “Se no calor as atividades ao ar livre são mais frequentes, durante o frio é preciso prestar atenção em alguns detalhes. Para que tudo ocorra de forma certa e não prejudicial à saúde, é importante caprichar no aquecimento”, alerta o profissional. Segundo ele, para cada período do ano um tipo de exercício é recomendado, mas que a “preguiça” não pode tomar conta do corpo. “Não importa a idade ou

Atendidos recebem consulta preventiva de dentista

Saúde

Programa AABB Comunidade e Projeto Anjo da Guarda fazem trabalho de prevenção e orientação com dentista e nutricionista FERNANDA CREPALDI Especial para o IMPACTO Rafael Nazari orienta sobre a prática de exercícios durante todo o ano

sexo. Quem possui um rotina de prática de exercicios possui um rendimento melhor, além de ficar afastado das doenças do século, como o estresse, já que ajuda alivir a mente”. Junto com essa prática, a alimentação e hidratação ajudam a complementar os ganhos de saúde. Outra recomendação é que quando for praticar exercícios, os ‘atletas’ devem procurar um

local adequado para não prejudicar o condicionamento. “Se for escolher uma academia, o correto que seja climatizada. A temperatura amena ajuda no rendimento. Além disso, o praticante deve se atentar a postura e procurar profissionais da área para que acompanham os exercícios, para que não machuque o corpo”, finaliza o presonal trainer da academia Corpo Ideal.

Durante esta semana o Programa Integração AABB Comunidade e Projeto Anjo da Guarda fizeram prevenção e orientação com as crianças e adolescentes junto com a nutricionista da Secretaria da Educação, Camila Gimenes Mariano, e com o dentista do PSF José Garcia Maldonado (vila Rennó), Matheus Fernando. A nutricionista abordou sobre a importância dos alimentos para a saúde e a higiene dos mesmos na hora de sua preparação, sem

desperdícios e também sobre procedimentos tais como o uso de roupas limpas, a higiene das mãos e o uso de toucas. O dentista fez orientações sobre a prevenção às caries, falando e demonstrando a maneira correta de escovar os dentes, finalizando com a triagem da boca de cada um dos educandos, onde os que apresentaram problemas foram encaminhados para os PSFs do município. Além dos profissionais da área, os educadores do Programa participaram das ações e prepararam atividades relacionadas aos temas, agregando à rotina do dia-dia.


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

lucélia 33

Escolha da garota Fever Fest acontece neste sábado na Afucal JOÃO VINÍCIUS Da redação A escolha da garota que representará o carnaval de Lucélia em 2014 será neste sábado (15), no Clube da Afucal. São seis candidatas que disputam o título da garota ‘Fever Fest’. Além disso, o bloco mais animado da festa também será escolhido. A premiação será para as três melhores colocadas. “Neste evento vamos eleger quem representará a beleza do carnaval de Lucélia”, disse o diretor de Cultura, Fernando Putinatti. A animação do público será por conta da banda Puro Êxtase, que toca diversos ritmos, desde o axé – característico deste tipo de festa, até as tradicionais marchinhas. “Será uma festa para toda família. Ao contrário de outros anos, a escolha será em um ambiente fechado mais segurança e uma melhor estrutura para os foliões”, conta o organizador Edgar Soares Pereira, da EP Show. A renda da festa será revertida para o Fundo Social de Solidariedade. “Toda a região está convidada a participar deste evento”, convida Pereira. A escolha será realizada a partir das 22h, na Afucal. Os convites são comercializados, com antecedência, a R$ 10 para quem estiver com camiseta de bloco e R$ 15, para os demais. Carnaval - Considerado um dos carnavais mais tradicionais da região, a 11ª edição do Fever Fest terá shows musicais, que ainda estão sendo definidos, nas cinco noites de festa. O palco será montado na via de acesso da cidade. A prefeitura espera que cada noite da festa atraia 30 mil pessoas. E para garantir a segurança dos foliões, será montado um sistema de grades em determinadas áreas, deixando algumas opções de entrada na festa. O objetivo é proporcionar maior segurança e vistoriar todos que passarem pela festa. As grades devem ser posicionadas próximas a rotatória da via de acesso, com 50 seguranças e 40 brigadistas, além do policiamento militar em torno da festa.

CANDIDATAS DO GAROTA FEVER FEST 2014

Equipe de handebol masculino da associação ‘Clube Hand Futuro’

Esporte

Associação de Handebol pede apoio para participar de competições Amanada De Veccchi Barriviera - 18 anos - estudante - bloco Rádio Pião Califórnia

Ana Paula Caiana - 18 anos - auxilar de laboratório - bloco Ainda + ousados e ainda - ousados

Franciele Xavier - 18 anos - estudante - bloco Imprensa que eu gamo

Nayara Buzzeti - 22 anos - estudantes - bloco Os Tequilas

Tamires Souza - 23 anos - estudante bloco #Explodil

Valeria Santos - 27 anos - vendedora - bloco The Broter’s

Política

Gastos impróprios condenam Câmara de Lucélia a restituir erário

Os Conselheiros da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), durante realização sessão ordinária no dia 4, consideraram irregulares, por gastos impróprios com subsídios e diárias, a prestação de contas apresentada pela Mesa Diretora da Câmara Municipal de Lucélia, relativas ao exercício de

Fundada em 2013, a associação ‘Clube Hand Futuro’ necessita de apoio para participar de competições em todo o Estado. Segundo um dos responsáveis pelo projeto Fernando Monzani, mesmo com apoio da Prefeitura de Lucélia, a equipe necessita de parcerias, como de uma academia. “São atletas de alto rendimento que precissam do fortalecimento fisíco para melhorar o rendimento e previnir lesões. Essa é uma das nossas necessidades, por isso pedimos com apoio de empresas e da população”, disse Monzani. Entre as competições que o time pretende disputar em 2014 estão as Ligas Regionais de Handebol de São Manoel e de Dracena, Copa São Paulo e os Jogos Abertos da Juventude, Regionais e Escolares, representando a E.E. José Firpo. “Lembramos que esta equipe é de alto nível, treinando todos os dias e disputando o máximo de competições possíveis. Buscamos uma empresa para parceria, quando poderemos estar trabalhando para a sua divulgação”. No ano passado, o Clube Hand Futuro foi campeão da Liga Regional de Dracena na categoria mirim, quarto colocado na mesma competição com a equipe infantil e campeão regional da Copa São Paulo - classificado para a final estadual em Itapetininga, e dos Jogos da Juventude. Liga Regional - As equipes infantil (1997, 1998 e 1999) e mirim (1998 e 1999) participarão da Liga 2011. O voto, relatado pelo Conselheiro Robson Marinho, justifica que ainda houve o agravante de constar reincidentes pagamentos de subsídios a diretores – motivo suficiente para condenar as contas. O relator ainda acrescentou que a incorreção com a falta de esclarecimentos para

Regional de Handebol de São Manuel com o objetivo de ritmar as equipes para disputas mais importantes como os 30º Jogos Abertos da Juventude do Estado de São Paulo e a Copa São Paulo. A princípio, inicia-se a categoria infantil com as datas já programadas, onde oito equipes foram inscritas, sendo divididas em dois grupos com quatro equipes, que jogarão entre si, e depois classificando-as para os play-offs. O grupo A é formado pelos municípios de Lins, Várzea Paulista, Pederneiras e Bauru e o grupo B, por Lençóis Paulista, Pratanea, Dois Córregos e Lucélia. As datas da 1ª fase da categoria infantil masculino e os locais já estão definidos, porém a ordem dos confrontos ainda não, são as datas e os locais: dia 29 de março em Pederneiras; dia 31 de maio em Lençóis Paulista e dia 12 de julho em Bauru. Segundo o responsável pelas equipes de Handebol de Lucélia, Lico Vieira, o cronograma do Handebol este ano foi totalmente estudado e bem programado. “Na realidade, nossa região detêm de poucos jogos, o que dificulta muito para uma equipe que quer alcançar o pódio estadual, e esta Liga de São Manuel só acrescentará na experiência dessas equipes que em 2013 já tiveram ótimos resultados”, relatou Lico. Lucélia estreia no dia 29 de março na cidade de Pederneiras. J.V. as despesas efetuadas com diárias demonstrou ‘falta de conformidade com os princípios da transparência e do interesse público’. O Conselheiro-Relator condenou o responsável a devolver aos cofres da municipalidade o valor impugnado, com correção monetária. Assessoria de Imprensa


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Professora Tati com alunas de Zumba, da academia Arena, de Adamantina

A aniversariante do mês Cristiane, com familiares e amigos do grupo Humildade, que animaram a festa. Parabéns!

Kleber com equipe da Mister K, entram no clima da Copa do Mundo 2014

Equipe da padaria Via Sabor, de Adamantina

Prefeito Saldanha e vereador Vinícius com amigo em confraternização realizada por Osvaldo Peixeiro

Marcos e Cristiana prestigiam casamento dos amigos Rariel e Anne Carolina

Ângela com funcionários mostram as novidades do Feirão dos Tecidos, de Lucélia


flórida IMPACTO

Paulis ta

“Os motoristas têm que ficam atentos. Se não desviar pela via contrária – correndo o risco de colisão, os veículos podem ser danificados com tanta cratera”

Adamantina-SP - sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 • florida@gimpacto.com.br

Comunidade da Vila Monteiro reclama de rua esburacada e sujeira “por todos os lados”

JOÃO VINÍCIUS Da redação Ter renos baldios, sujeira, ruas esburacas, esses são alguns dos problemas enfrentados pela comunidade da Vila Monteiro, em Flórida Paulista. Segundo os moradores, atualmente o principal problema é a avenida Independência, utilizada como desvio da SP-294 (rodovia Comandante João Ribeiro de Bar ros), em outubro do ano passado. “Fizeram o desvio sem questionar os moradores, trazendo diversos transtornos. Depois ficaram de recuperar a avenida e até agora nada. As crateras ficaram e com elas o incômodo e perigo para quem utiliza o local. Até quando esperaremos?”, questiona o morador Fernando da Silva. André Gomes, também residente no bairro, diz que a medida

paliativa da prefeitura que há 10 dias jogou pedras nos buracos, não resolve o problema. “Isso só fez aumentar o perigo, já que veículos mais leves derrapam devido ao excesso de pedra”. De acordo com a moradora Silvana Teodoro Ferreira, na última semana um motociclista chegou a cair nas pedras. “Foi um absurdo o que aconteceu com a avenida Independência. Não podemos esperar a boa vontade de quem quer que seja. Algo tem que ser feito urgentemente”. Ela afir ma que devido aos buracos é difícil a passagem por alguns trechos. “Os motoristas têm que ficam atentos. Se não desviar pela via contrária – correndo o risco de colisão, os veículos podem ser danificados com tanta cratera. Sem falar que em dias de chuva a situação piora”. Buracos também são

encontrados na rua Sergipe, no Conjunto Habitacional, que fica ao lado. Sujeira e terrenos – Outro problema que atinge a população da vila Monteiro é a sujeira nas ruas. Segundo Silvana, galhos e entulhos são encontrados em diversos locais, o que não acontecia na outra administração. “A cidade toda reclama da sujeira. Antigamente quando tinha galhos nas ruas, ligavámos para prefeitura que já fazia o recolhimento. Agora se acumula”. Além disso, os terrenos com mato alto e entulhos se tornam criadouros de animais peçonhetos, que invadem as residências. Exemplo disso é na esquina da avenida Independência com a rua Piauí, onde um terreno há anos incomoda os moradores. “Constantemente aparece ratazanas, sapos, cobras, tudo o que

você imaginar em nossas casas. O terreno é um criadouro desses animais peçonhentos, mas também ninguém faz nada”, explica o aposentado Francisco Gomes. O morador também reclama de terreno entre as casas e a linha férrea. “No ano passado fizeram uma limpe za, mas o mato já toma conta de tudo de novo, tornando mais um criadouro de animais peçonhetos na comunidade, além de acumular água em períodos de chuva, servindo de local para pocriação dos mosquitos da dengue e leishmaniose”, alerta o aposentado. Casa abandonada – Para a moradora Diolinda Borges de Jesus, o principal incômodo é casa abandonada na rua Manoel Geda, que traz insegurança aos moradores do bairro. “Não importa se é de dia ou a noite, muitos utilizam a casa de

for ma indevida, como para o uso de drogas. Já cansamos de reclamar, mas nada é feito e qualquer um tem acesso a casa”, reclama. “O bairro é esquecido. Precisamos de medidas mais efetivas. Não temos um representante, m a s t o d a a p o p u la çã o q u er melhorias e exige que algo seja feito”, finaliza Gomes. Prefeitura – Segundo a Prefeitura de Flórida Paulista, a empreiteira Sanches Tripoloni – responsável pela obra na SP294, já foi notificada e assinou ata de compromisso para realizar a recuperação das vias danificadas. Mas, a obra só será feita em maio. Durante esse período, a prefeitura se prontificou a passar constantemente com caminhão-pipa para jogar água e minimizar os efeitos da poeira.


36 flórida

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Vivaleite é renovado e 920 crianças são beneficiadas JOÃO VINÍCIUS Com informações da Assessoria O prefeito Maxsicley Grison e a vice Mariazinha assinaram a renovação do projeto Vivaleite junto secretário estadual adjunto de Assistência e Desenvolvimento Social, Henrique Almirates Júnior, na sexta-feira (7), em Dracena. Com este convênio, o governo de Flórida Paulista distribui mensalmente leite para 920 crianças de seis meses a cinco anos e idosos acima de 60 anos de famílias com renda de até dois salários mínimos. “Cada um dos gestores municipais sabe o quanto o Vivaleite é importante para as famílias que mais precisam. Vamos evitar o desperdício. Temos o dever de fiscalizar a entrega do leite para impedir pessoa que não precisam do benefício de tomar o lugar das verdadeiramente necessitadas”,

Osmair Chaves Rodrigues, de 31 anos, conhecido como ‘Buiu’, cursava medicina em La Paz Prefeito Maxsicley Grison e vice Mariazinha com secretário adjunto Henrique Almirates Júnior

pediu Almirates aos prefeitos da região que participaram do encontro. Segundo o secretário adjunto, está em teste um novo sistema informatizado de monitoramento, para melhor controlar a entrega do leite pasteurizado e enriquecido, oferecido pelo projeto estadual. Ao

ser implantado, cada beneficiário receberá um cartão magnético, que será usado na retirada do produto. “Faremos um amplo recadastramento das famílias para acabar com o desperdício e destinar o leite para quem realmente precisa”, completou.

Moda

Linda Rosa apresenta as tendências do verão Para quem deseja estar na moda, a boutique Linda Rosa traz as principais tendências do verão para as mulheres floridenses. São calças, shorts, blusas e vestidos de marcas conceituadas, como a Bainha com Arame, Art Final, Empório, entre outras. Segundo a empresária Adriana Andrade Paschoaleto, a estação pede roupas coloridas, com tecidos mais leves. “Devido ao clima da região, o verão é propício para roupas curtas e tecidos frescos. A combinação das cores cítricas com roupas de estampas, como de frutas, é a característica desta temporada”. Além de confecções, na Linda Rosa você encontra acessórios e calçados. “E a partir deste sábado

Adriana Andrade Paschoaleto, da Linda Rosa, fala das tendências deste verão

estaremos com diversas novidades. Vale a pena conferir”, convida Adriana. A boutique fica na

Qualificação. Telecentro Foi realizado no dia 4, no Telecentro Comunitário de Flórida Paulista, a primeira oficina de informática. Com o tema “Teclado: Configuração, Usabilidade e Teclas de Atalho”, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer outros recursos deste equipamento. Também aprenderam diversas teclas de atalho e ainda como utilizar o sistema operacional e programas dispensando o uso do mouse. “Sempre tive vontade de preparar

avenida São Paulo, 253. Telefone: 3581-1063. J.V.

Tragédia

Segundo IML, altitude da Bolívia matou floridense de infarto FERNANDA SILVA Da redação O corpo do estudante de medicina Osmair Chaves Rodrigues, de 31 anos, conhecido como ‘Buiu’, foi encontrado morto em seu apartamento na capital boliviana La Paz, na madrugada de quarta-feira (12). Buiu nasceu em Flórida Paulista, mas morou por dez anos em Adamantina, e em 2012 foi para Bolívia cursar medicina. Na região, ele era conhecido por promover eventos. O corpo foi localizado por amigos, após chamarem o porteiro que abriu a porta com uma chave reserva, já que não conseguiam se comunicar com Buiu desde segunda-feira (11). O corpo de Buiu foi encontrado estirado no chão, aparentemente convulsionado, segundo relataram os amigos aos familiares, e com hematomas na cabeça, que aparentavam ser por consequência da queda. O corpo do rapaz foi levado para o IML da capital boliviana, onde constou a causa da morte por in-

farto devido a altitude de La Paz. A última visita de Buiu para a família foi no último dia 5, retornando para a Bolívia no dia seguinte. Buiu será velado em Flórida Paulista, onde ele nasceu. Não há data definida para o velório, já que o corpo já foi liberado, mas o custo com transporte é muito alto, em tordo de R$ 10 mil.Familiares já entraram em contato com o Itamaraty, em Brasília, mas o transporte não pode ser custeado pelo governo brasileiro. Ajuda Por isso, familiares movimentam redes sociais a fim de arrecadar o valor necessário para efetuar o translado. Buiu era muito conhecido na região e por isso a família pede encarecidamente a ajuda de todos. Para aqueles que se interessam em ajudar, o depósito em qualquer quantia pode ser feito na conta do Banco Bradesco, agência 0110-4, conta corrente 232-1, em nome de Lilian Cássia do Nascimento (cunhada de Buiu).

realiza primeira oficina de informática

uma oficina para os meus alunos. Mas dessa vez, a ideia surgiu com a indicação da aluna Maria Aparecida que concluiu o curso Informática Aplicada às Rotinas Administrativas. Ela queria aprender mais sobre as teclas e como utilizá-las. Decidi então ministrar uma oficina sobre o teclado e as teclas de atalho. Foi uma boa oportunidade para aprofundar esse tema”, destacou o instrutor Leandro Martins. Para participar da oficina foram

convidados alunos que se destacaram durante as realizações dos cursos de Informática e Informática Aplicada às Rotinas Administrativas. Os alunos também receberam apostila com todo o conteúdo discutido durante a oficina. Leandro Martins afirmou que os certificados serão entregues em breve aos participantes e que novas oficinas serão oferecidas na unidade. Assessoria de Imprensa


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

flórida 37

Crise em usina sucroalcooleira afeta comércio em Flórida Paulista JOÃO VINÍCIUS Da redação A crise que atinge a usina sucroalcooleira Cia Flórida prejudica o comércio de Flórida Paulista. Com 15% de queda nas vendas, segundo previsão da ACIFP (Associação Comercial e Industrial de Flórida Paulista), muitos comerciantes já deixaram de renovar estoques e calculam os prejuízos com a falta de pagamento das dívidas. “Assim que os funcionários deixaram de receber ou foram demitidos, as vendas já entraram em declínio. Desde novembro, projetamos em 15% a queda nas vendas, fazendo que muitos comerciantes, na época de maior consumo que é o Natal, deixasse de adquirir novas mercadorias. E, além do consumo abaixo da média, muitos clientes deixaram de honrar com suas dívidas, já que não recebiam da empresa, aumen-

Representantes de órgãos agrícolas de Flórida Paulista participam de reunião do IBGE

Agricultura Clébio Peixoto, presidente da Associação Comercial, acredita na melhora do consumo nas próximas semanas

tando a crise”, explica o presidente da ACIFP, Clébio Peixoto. Mas, também segunda a entidade que representa o comércio, a expectativa é que a situação melhore nos próximos meses quando o consumo será incentivado por meio de promoções. “Ainda nesta

semana estaremos programando a promoção do Dia das Mães, quando, com prêmios, incentivaremos o consumo no comércio floridense. Acreditamos na melhora deste quadro já nas próximas semanas”, diz, entusiasmado, o também comerciante Peixoto.

Justiça

Fórum tem até 28 de fevereiro para aderir à petição eletrônica com certificado digital O fórum de Flórida Paulista precisará aderir a partir do dia 28 de fevereiro ao uso de peticionamentos eletrônicos, em atendimento ao Plano de Unificação, Modernização e Alinhamento, implantado pelo TJSP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo). A medida já foi adotada pela maioria dos fóruns do Estado. Com esta modernização dos fóruns paulistas, torna-se necessário o

uso de certificado digital, tecnologia que assegura a confiabilidade dos documentos assinados eletronicamente. Diante desta realidade, os advogados poderão peticionar, distribuir, protocolar e consultar ações eletronicamente, de casa, do escritório ou de outros locais com acesso à internet, sem filas ou gastos com deslocamentos e impressões, independentemente do horário de

atendimento dos fóruns, explica Dorival Dourado, presidente da Boa Vista Certificadora Digital. A facilidade para a entrega de petições ao TJSP requer o uso de certificado digital do tipo e-CPF. Documento eletrônico com validade jurídica que oferece proteção às transações on-line e a troca virtual de documentos, mensagens e dados. Assessoria de Imprensa

IBGE debate situação agrícula em reunião na Casa da Agricultura O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) se reuniu com representantes de órgãos oficiais ligados às questões agropecuárias e de setores produtivos com o objetivo de continuar aprimorando a qualidade dos levantamentos agropecuários. A finalidade é o acompanhamento do LSPA (Levantamento Sistemático da Produção Agrícola) - pesquisa que tem o propósito de atender as demandas dos usuários por informações estatísticas conjunturais mensais sobre a área, produção e rendimento médio dos produtos agrícolas de maior importância econômica e social para os municípios, estados e país. “Reuniões como esta acontecem em todas as cidades. Nossa intenção é aperfeiçoar o trabalho que já é feito, com informações mais precisas e oficiais desses órgãos”, explica o chefe da agência de Adamantina, João Carlos Rodrigues. Segundo ele, a relevância deste

trabalho poderá refletir na economia dos municípios pois a produção agropecuária é uma variável incorporada ao PIB Municipal. O acompanhamento ocorre desde a fase de intenção de plantio, até o final da colheita de cada cultura investigada, dentro do ano civil corrente, e também gera um prognóstico da safra subsequente. Participaram da 9ª reunião o engenheiro agrônomo da Casa da Agricultura Marcos Rogério Torturello dos Santos, Luiz Carlos Yukio Katayama que é presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e da Associação dos Produtores Rurais e Fornecedores de Cana, e Cleber Ricardo Oliveira Cruz - técnico agrícola da Casa da Agricultura. O próximo encontro da Comissão Municipal de Estatística Agropecuária será no dia 11 de abril, às 9h, também na Casa da Agricultura. J.V.


social

flórida paulista

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

IMPACTO

Estela e Roseani, convidam para conhecer as novidades da Atrevida Calçados e Presentes Silvana cabeleireira dá os últimos retoques na cliente Luana com a cliente Edileusa, que confere as tendências da Luciane com representante da beleza na Embelleze Cosméticos Eiffel Cosméticos, Rafael

Ângela, Rosiane e Luciane, responsáveis por preparar os quitutes do restaurante Delícia e Cia

Stéfani Carvalho completa 15 anos ao lado de Ewerton Caique

Pedro, do Café & Cia, confere os destaques do IMPACTO


IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

cidades 26b

Salmourão

Encontro lança área de proteção especial do rio Aguapeí JOÃO VINÍCIUS Da redação Além da importância ambiental, a criação de área de proteção especial do rio Aguapeí (Feio) contribuirá com o desenvolvimento regional. É o que prevê o vice-presidente da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) Nelson Bugalho, em encontro técnico nesta quinta-feira (13), em Salmourão, para explicar a importância da Secretaria de Estado de Meio Ambiente instituir a Aspe (Área sob preteção especial) do Aguapeí. “A criação da Aspe é uma indicação que dentro desta área maior de proteção existem outros espaços menores que podem, em um futuro próximo, se converterem em parques ou outras categorias de conservação, como uma RPPN (Reserva Particular de Preservação Natural), que já existe na foz do rio Aguapeí pertencente a Cesp (Companhia Energética de São Paulo). Para se ter uma ideia da importância, todas as atrações turísticas de Bonito (MS) estão dentro de RPPNs, ou seja, acaba fomentando o turismo, contribuindo para o desenvolvimento regional”, diz Bugalho. A Aspe do rio Aguapeí se destina principalmente à proteção

Autoridades que participaram de encontro técnico em Salmourão

Região participa do lançamento de área de proteção do rio Aguapeí

dos ecossistemas terrestres, águas fluviais, e suas respectivas fauna e flora, aplicando-lhe as normas e medidas definidas pelos órgãos do Seaqua (Sistema Estadual de Administração da Qualidade Ambiental, Proteção, Controle e Desenvolvimento do Meio do Meio Ambiente e Uso Adequado dos Recursos Naturais).

São aproximadamente 45 municípios sob esta área de proteção, dentre eles Adamantina, Flórida Paulista, Irapuru, Lucélia, Osvaldo Cruz, Pacaembu, Parapuã e Salmourão, somando ao todo 323.467 hectares de área preservada. “Esse é o reconhecimento da luta de praticamente 15 anos pela busca da preservação do rio Agua-

peí, que tem importância ambiental e econômica tanto para Salmourão como para a região”, destacou o prefeito José Luis Rocha Perez. Segundo Perez, 10% do território de Salmourão é composto por vegetação nativa da Mata Atlântica e, com a criação do Parque, a região contaria com maior efetivo da Polícia Militar Ambiental, fiscalização

extensiva contra o desmatamento e demais crimes ambientais. Segundo o major Lazarini, comandante do 2º Batalão Ambiental, toda medida preventida é importante, já que visa resguardar a biodiversidade do local. “Com o aumento das áreas protegidas, a fiscalização é direcionada e há um incentivo a preservação, facilitando a orientação, o contato e adoção de medidas pretentivas focadas nessa necessidade especial”. O geográfo e professor universitário José Aparecido dos Santos também diz que o decreto vem de encontro aos interesses de desenvolvimento regional. “É uma área que possui potencial turístico. Com a Aspe, o bioma da Mata Altlântica, as corredeiras, cascatas e a beleza da natureza, temos garantia de que serão preservados. Paralelo ao turismo, tem o potencial econômico, que é possível trabalhar políticas públicas tanto no âmbito local como os municípios se integrarem e oferecem produtos de ecoturismo regional”, destaca. Prefeitos, secretários, autoridades políticas e representantes de órgãos ambientais participaram do encontro. O secretário de Meio Ambiente Bruno Covas, foi representado pelo subsecretário José Costa.

Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Nova Alta Paulista

Novos Coordenador e Adjunto na CEEA os Conselheiros dos processos remanescentes de 2013. "Num breve futuro - concluiu Sales - não podemos deixar que um processo permaneça na Câmara por mais de 30 dias".

Na tarde da terça-feira (11) os Conselheiros participantes da primeira reunião do ano da Câmara Especializada de Engenharia de Agr imensura (CEEA), realizada na Sede Rebouças, elegeram por unanimidade o seu Coordenador e o Coordenador Adjunto para 2014, respec t ivamente o Eng. Agrimensor Francisco de Sales V i e i r a d e C a r v a l h o e o En g . Cartógrafo Amilton Amorim (foto acima). Na foto abaixo, da esquerda para a direita, os demais Conselheiros que participaram da votação ao lado do Coordenador e do Adjunto: Geógrafo Alfredo Pereira de Queiroz Filho (primeiro mandato), Geógrafo Renato Benito Felippe Júnior, Eng. Agrim. e Seg. Trab. Antônio Moacir Rodrigues Nogueira (Diretor de Relações Profissionais do Crea-SP) e Eng. Agrim., Civil e de Seg. Trab. João Luiz Braguini. Segundo o novo Coordenador da CEE A , "uma das pr imeiras

providências que vamos tomar este ano é propor a criação de um Grupo de Trabalho Técnico (GTT) dentro da Câmara para analisar os Currículos Escolares dos Cursos Té cnicos de Agr im ensur a em

nosso Estado. Só nesta primeira reunião do ano tivemos aqui cinco Conselheiros que são professores universitários, ou seja, a Câmara tem totais condições de realizar essa análise com o cuidado que

merece, para facilitar o processo d e c o n c e s s ã o d e r e g i s t r o s". Outra impor tante meta a ser atacada pela CEEA em 2014 será a instalação de um "mutirão" para qualificação e distribuição entre

Carlos Alberto e Gumercindo na CEEQ A primeira Câmara Especializada do Crea-SP a eleger o seu Coordenador e Adjunto para 2014 foi a de Engenharia Química (CEEQ), em reunião realizada no dia 7 deste mês na Sede Rebouças. O Eng. de Alimentos Carlos Alberto Ro d r i g u e s A nj o s fo i r e e l e i to Coordenador, enquanto que o Eng. de Alimentos Gumercindo Ferreira da Silva é o novo Coordenador Adjunto da CEEQ (foto acima). O Coordenador citou as tratat ivas com o Conselho Regional de Química sobre o registro de profissionais como o grande destaque para o ano: “Que façamos uma discussão madura e, p r in c ip al m e nte, h o n e s t a”, ponderou.


26a cidades

IMPACTO

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Alex Schneider

Panorama

Deputado Ed Thomas atende pedido de vereadores Jhow Fernandes

Deputado Ed Thomas agradece governador Alckmin

Região

Ed Thomas destaca recursos destinados pelo governo do Estado para o Oeste Paulista

Deputado Ed Thomas, dr. Lincoln, André e João

AIRTON MESSINETTE Especial para o IMPACTO Entre as várias representações políticas que recebeu nesta semana, em seu gabinete na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o deputado estadual Ed Thomas (PSB) recepcionou quinta-feira (6), os vereadores João Antonio da Silva Neto, presidente da Câmara Municipal daquela cidade, André Ferreira da Silva e Dr. Lincoln Fernando Bocchi.

Na oportunidade, reivindicaram recursos para a compra de veículos destinados para a saúde pública municipal de Panorama e ajuda para uma solução referente ao projeto do Capim Elefante, para auxiliar os produtores de cerâmica daquela região, com grande economia para o setor produtivo. Como parceiro da administração municipal de Panorama e de toda aquela vasta região, o deputado Ed Thomas também vem buscando

soluções para os problemas enfrentados por ceramistas, de Panorama e de Paulicéia, o que tem provocado até mesmo a desaceleração do setor oleiro. “Conhecemos a realidade não só setor produtor de tijolos, mas também das necessidades básicas da saúde municipal. Por isso, vamos encaminhar os pedidos dos nobres vereadores aos órgãos do governo do Estado, para que também esta ajuda seja atendida” enfatizou o parlamentar.

O deputado Estadual Ed Thomas (PSB) destaca a importância dos recursos liberados pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) para todo o Oeste Paulista, beneficiando as comunidades locais, como nunca antes fora visto. Como o Estado é dividido em regiões administrativas, é importante citar que estes benefícios são fruto do eficiente trabalho realizado pela atual representatividade política, já que a região possui agora mais um representante na Assembleia Legislativa, Ed Thomas, líder regional do PSB. O reflexo desta nova realidade política regional são as constantes vindas do governador e seu secretariado à região, seja para entrega de obras e melhorias ou para anunciar novos investimentos para os mais

diferentes e diversos setores da vida pública dos municípios. Diante desta nova realidade político-administrativa que o Oeste Paulista vem registrando com inúmeros investimentos por parte do governo estadual, resultando em crescimento e desenvolvimento de importantes setores, o deputado Ed Thomas destaca os novos recursos que o governador Alckmin anuncia que estão sendo destinados para municípios da região. São investimentos para obras de infraestrutura, recapeamento asfáltico, reformas e ampliações de centros comunitários, praças e aquisições de caminhões e maquinários. Verbas estas que já estariam sendo repassadas neste mês de janeiro para as prefeituras, conforme relação de municípios. A.M.

Jornal IMPACTO - sexta-feira 14/02/2014