Issuu on Google+

Ano 1 Edição 1 - Maio/2012

Mercado de imóveis novos residenciais registra tendência de crescimento pag. 11

Financiamento de imóvel com recursos da poupança cresce 10%

pag. 04

Por que eu deveria comprar um negócio?

pag. 14

Pág. 12 e 13

Pág. 15

Pág. 10

Pág. 05 e 16

Pág. 02, 03, 06 e 07

Pág. 08 e 09


2


3


Financiamento de imóvel com recursos da poupança cresce 10% no bimestre SÃO PAULO – O volume de empréstimos para financiamentos imobiliários com recursos da caderneta de poupança aumentou 10,2% no primeiro bimestre deste ano, na comparação com igual período de 2011, segundo dados divulgados pela Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança). De acordo com a associação, nos dois primeiros meses de 2012, foram emprestados R$ 10,8 bilhões de recursos da poupança para este tipo de financiamento.

Considerando as unidades financiadas, no primeiro bimestre, elas somaram 64,7 mil. Em comparação com o primeiro bimestre de 2011, houve queda de 5,5%. No mês passado, foram financiados 31 mil imóveis, 12% a menos do que o apurado em fevereiro de 2011. Captação líquida No bimestre, a captação líquida da poupança (depósitos menos saques) foi negativa em R$ 617 milhões, dos quais R$ 210 milhões são referentes a fevereiro.

Somente no segundo mês do ano, os financiamentos imobiliários com recursos da poupança atingiram R$ 5,11 bilhões, montante 1% inferior ao do mesmo mês do ano passado. Nos últimos 12 meses até fevereiro, por sua vez, o crédito imobiliário chegaram a R$ 80,9 bilhões, ante os R$ 60 bilhões dos 12 meses anteriores.

4

Ano 1 Edição 1 - Maio/2012

Já o saldo das contas de poupança atingiu a marca de R$ 333,671 bilhões até fevereiro, superando, mesmo com a captação negativa, em 10% o saldo registrado em igual período do ano passado. Os dados se referem apenas ao SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo), cujos recursos são destinados ao crédito imobiliário. Fonte: Infomoney


5


6


7


8


9


10


Mercado de imóveis novos residenciais registra tendência de crescimento Pesquisa do Secovi-SP aponta bons resultados em fevereiro, considerado mês de sazonalidade para o mercado imobiliário O mercado de imóveis novos residenciais na cidade de São Paulo totalizou a venda de 2.109 unidades em fevereiro. O resultado indica crescimento de 12,8% frente a igual mês de 2011 (1.869 unidades) e de 97,5% comparado a janeiro de 2012 (1.068 unidades). De acordo com o Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP, responsável pela Pesquisa sobre Mercado Imobiliário, foi o terceiro melhor desempenho para o mês, considerando a evolução de vendas desde a mudança de metodologia, a partir de 2004. Nesse período, os destaques ficaram para os 2.858 imóveis escoados em fevereiro de 2010 e as 2.695 unidades negociadas no segundo mês de 2008. Em síntese, o mercado de imóveis novos apresentou em fevereiro de 2012 o seguinte cenário: • 87,7% do total comercializado consistiram da soma de imóveis de 2 e 3 dormitórios. Foram 1.202 unidades de 2 quartos (57%) e 647 imóveis de 3 dormitórios (30,7%); • 43% das vendas (907 unidades) corresponderam a imóveis com área útil média entre 46 m² e 65 m²; • 74,9% das unidades escoadas no mês se encontravam na fase de Lançamento - ou seja, em período inferior ou igual a 6 meses desde o momento da colocação em oferta ao mercado; • 59,6% foi o indicador de Velocidade de Vendas referente aos 12 meses encerrados em fevereiro, superior aos

58,3% observados em espaço de tempo terminado em janeiro; • O VSO (Vendas sobre Oferta) mensal ficou em 10,3%. Acumulado no ano As vendas em unidades acumuladas no primeiro bimestre deste ano apresentaram alta de 17,7% (3.177 imóveis), comparado ao mesmo período de 2011 (2.699 unidades). Já em Valor Geral de Vendas (VGV), expresso em reais, o movimento nos dois meses foi de R$ 1,4 bilhão, superando em 13,1% o faturamento do mesmo bimestre de 2011. Ou, em valores atualizados para fevereiro deste ano, R$ 1,28 bilhão.

As vendas em unidades e em valores vêm apresentando reação diante do histórico de desempenho dos meses de fevereiro apurados desde 2004. Segundo ele, além disso, no ano, também é melhor a desenvoltura das vendas em relação aos lançamentos. Para o presidente do Secovi-SP, Claudio Bernardes, os dados confirmam as previsões de ajuste do mercado às novas condições, depois de período de crescimento, proporcionado por um cenário econômico exuberante nos últimos anos. “Com objetividade, é de se esperar que o mercado de imóveis continue a apresentar bons resultados em 2012 e nos próximos anos. Inclusive, cada vez mais bem distribuído no atendimento a diferentes faixas de renda familiar”, observa.

Lançamentos residenciais A Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio) apurou, no segundo mês do ano, o lançamento de Fonte: http://www.secovi.com.br/ 1.383 unidades, com alta de PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO 105,2% em relação a janeiro VENDAS DE UNIDADES último e queda de 52,3% soPARTICIPAÇÃO PERCENTUAL POR TIPOLOGIA bre fevereiro de 2011. Cidade de S. Paulo –Fevereiro de 2012 Considerações Fevereiro ainda integra o período de sazonalidade que ca4 dorms 1 dorm 6,3% 6,1% racteriza o mercado imobiliário, com baixo movimento no 3 dorms início do ano. “Mesmo assim, 30,7% 2 dorms 57,0% há indícios de crescimento consistente, ao se observar os indicadores da pesquisa”, pondera Celso Petrucci, economista-chefe do Sindicato. 

Ano 1 Edição 1 - Maio/2012







11


12


13


Por que comprar um negócio? Dicas para compra de Negócio Nem todo mundo precisa para começar um negócio do zero. Há uma certa atração para entrar em um negócio que tem uma história e tem crescido ao longo dos anos. Tem uma localização, um nome, as autorizações necessárias, os clientes e fluxo de caixa. Comparado com uma start-up há um menor nível de risco e uma maior chance de conseguir um financiamento. No entanto, é preciso fazer a sua diligência. Você deve se certificar de que há um histórico de rentabilidade. Contrate um contador especializado em avaliação de empresas para analisar as finanças para se certificar de que eles são o que eles dizem que são. Contrate um advogado que possa se certificar de que não existem ações judiciais contra a empresa, verifique se o imposto sobre vendas é atual. Outros riscos podem incluir estoques obsoletos, os funcionários não cooperativos ou tecnologia ultrapassada. Sempre contratar um profissional para ajudá-lo a determinar se o negócio é fixado o preço corretamente. Você está comprando os ativos? Você está comprando boa vontade? Aqui estão dez perguntas que você deve considerar pedir ao comprar um negócio ou uma franquia. Ao comprar um negócio sempre têm os seus profissionais alinhados para aconselhá-lo. Certifique-se que se especializam na aquisição de negócios. Você terá que encontrar um banqueiro Contador e Advogado. Se você não

sabe qualquer obter uma referência de alguém que está atualmente em negócios ou entre em contato com a Ordem dos Advogados ou a Associação de CPA para uma referência. Porque é que o negócio para a venda? Você está comprando os ativos? Há contas a receber? Quanto inventário você está comprando eo que ele está avaliado em? Considere também o inventário obsoleto ou inventário que foi comprado mais de um ano atrás, que não foi vendido. É o proprietário disposto a ficar para ajudar na transição? Você pode considerar a trabalhar no negócio antes de comprá-lo para ver se de fato você gosta deste negócio. É o negócio em um espaço alugado? Quanto tempo é o contrato? Pode o documento de arrendamento ser transferida com as mesmas condições ou melhores condições? Existe algum equipamento alugado? Será que os contratos de locação ser transferido? Existem todas as garantias que podem ser transferidos? Quanto dinheiro é que o proprietário precisa adiantado e será o proprietário esteja disposto a levar de volta qualquer financiamento. Qual é a melhor forma de financiar esta compra? Um banqueiro pode aconselhar sobre todos os empréstimos ban-

A PA R E Ç A , ANUNCIE! 14

cários diferentes disponíveis e um contador pode estruturar a compra com as ramificações melhores fiscais. Antes de comprar qualquer negócio sempre obter as declarações fiscais, balanços, declarações de renda e declarações de fluxo de caixa. Neste ponto, você precisa ter feito uma oferta condicionada nas finanças com um depósito reembolsável para mostrar boa-fé. Agora, a seu contador que analisará esses documentos e aconselhá-lo. A empresa ou seus diretores estiveram envolvidos em quaisquer processos judiciais ou falências. Sempre fazer a sua diligência na compra de um negócio e ter profissionais de aconselhá-lo e protegê-lo de modo que se o negócio é mal representado da maneira que recorrer. Ao comprar um negócio certifique-se que você sabe que a indústria, você sabe que seus concorrentes e seu mercado alvo. Julie Brander - Mentora de Negócios, SCORE New Haven Julie tem sido voluntária na SCORE desde 1997. Ela tem 20 anos de experiência em negócios, iniciando com uma empresa de manufatura, atacado e varejo de jóias. Depois de vender seu negócio, ela se dedicou a ajudar os outros empresários iniciar e expandir seus negócios. Fonte: http://blog.score.org

contato@imovelmaisabc.com.br

Ano 1 Edição 1 - Maio/2012


Perspectiva artística.

Cozinha americana Sala com sacada gourmet Lavabo Área de serviço coberta 2 ou 4 vagas

Aceitamos seu imóvel, automóvel, SFH e FGTS como parte de pagamento! Faça sua proposta! PL ANTÃO NO LOCAL

Rua Cananéia, 215 - Val Paraíso

Vendas Creci 20.135J

Construção e Incorporação

GURANÇA! MORE COM SE SOBRADOS EM O FECHAD CONDOMÍNIO

GEN Incorporadora www.kadeshgroup.com.br

 Alvará PMSA nº 13472010

11 4427-4477

rar

Seu Sonho em Alto Padrão no Bairro Jardim P ro

n to

p/

mo

3 dorms, 1 suíte, 190 ou 236m², sala c/ sacada, churrasqueira, 4 ou 5 vagas, ótimo acabamento e localização Aceitamos seu imóvel, automóvel, SFH e FGTS como parte de pagamento!

PLANTÃO NO LOC AL Construção e Incorporação

B. Jardim

GEN Incorporadora  Alvará PMSA nº 13472010

Creci 20.135J

Rua dos Faveiros, 164 -

Faça sua proposta! Vendas

www.kadeshgroup.com.br

11 4427-4477


Imóvel Mais ABC