Page 1


“Contempla a lua e bebe, evocando as cidades que a rosa viu desaparecer.” Rubai 56, Omar Khayyam 3 de outubro - Na Rádio Itatiaia, gravei uma entrevista para o programa “Café com notícias”, que vai ao ar de segunda à sábado, quando amanhece o dia. Falei do meu projeto (que virou lei), democratizando a utilização das praças de BH. Os eventos agora têm que ser gratuitos e sem cercas e, quando não utilizarem som mecânico, não precisarão mais de prévia autorização da prefeitura. Foi um grande avanço e estou construindo com o Executivo Municipal a regulamentação dos eventos maiores, aqueles que necessitam de palco e um som de grande potência. 5 de outubro – No início da noite, após a sessão plenária, tive uma conversa com o pessoal do “Coletivo Fora do Eixo”, uma turma que articula em nível nacional, artistas e músicos em eventos compartilhados. Uma bela rede que essa moçada está construindo e eu caminhando junto com eles. 6 de outubro – À noite, dei uma chegada ao Bar do Bolão, no Padre Eus-


táquio, para ouvir os chorões da noite. Recomendo a todos, mas só tem chorinho nas quintasfeiras, tá bão?!

8 de outubro – De manhã, convidado pelo Departamento de Oftalmologia, falei sobre superação de deficiências aos alunos do curso de medicina da UFMG. Já faço isso há alguns anos e a prosa é sempre boa. À tarde, dei uma chegada à Câmara Municipal, pois consegui a cessão de espaço para a realização do 2° Encontro Científico da Faculdade Anhanguera. É uma nova parceria criada com


uma instituição que tem por princípio a inclusão de alunos com baixo poder aquisitivo. 10 de outubro – Uma reunião com todo o gabinete colocou os assuntos em dia e deu reparos às coisas que estão em andamento no mandato. É sempre bom estar conversando com minha turma, que esteve presente também na Assembleia Legislativa para inteirar-se da proposta do Sistema Nacional de Cultura, apresentada pelo velho e bom companheiro Roberto “Peixe”, secretário do MinC. À noite, após a sessão dos vereadores, fui à Fumec para o lançamento oficial da Revista Outro Olhar, do meu mandato, que neste número trata dos desafios do Ensino Médio. Houve palestra de Simone Grace e da Secretária Nacional de Educação Básica, Maria do Pilar. Uma noite de boa conversa e bons debates. 11 de outubro – Tive uma reunião de manhã com vários vereadores, para discutir o projeto de lei 1692, que trata da alteração urbana visando a Copa do Mundo. Minha posição foi contrária à flexibilização dos parâmetros urbanos e à utilização de potencial construtivo em área de preservação ambiental. O resultado dessa conversa vocês puderam acompanhar na imprensa,


com a divulgação do recuo do governo em sua proposta e o predomínio do bom senso. 12 de outubro – Apesar do feriado, no fim da manhã dei uma chegada ao Bar do Bolão, no Santa Tereza, para entregar uma placa alusiva às comemorações de 50 anos do estabelecimento. Quem nunca comeu um espaguete à bolonhesa ou um rochedão? O Bolão é um espaço simbólico e afetivo e a comemoração de seu cinqüentenário ressalta sua importância para a vida noturna (e também cultural) de nossa cidade. 13 de outubro – Na audiência pública ocorrida de manhã na Câmara Municipal, que tratou da revisão do Plano Plurianual (PPA), questionei a diminuição dos recursos destinados à cultura de BH, os números apresentados sobre a educação infantil (que não condizem com a capacidade de absorção da rede municipal) e a dotação de R$ 2 milhões para o empreendimento do Isidoro, cujos recursos viriam da iniciativa privada. Vou levar adiante essas questões que não podem passar batido. Como não pude ir à estréia de “Morte e Vida Severina”, compensei nesta noite. Um musical bem montado, a partir do maravilhoso texto de João Cabral de Mello Neto. Emocionante e, evidentemente, chorei por várias vezes ao longo da apresentação. Lembrei-me de quando montamos a


peça no Instituto São Rafael e da turnê que fizemos em Goiânia, Aracaju e Rio de Janeiro. 14 de outubro – Em mais um dia de audiência pública sobre o PPA, acompanhei a apresentação da Secretaria de Políticas Urbanas. Mas tive que sair no meio para ou-tra reunião com os vereadores, para formalizarmos a retirada de pauta do PL 1692, que tratava de alterações urbanas polêmicas. 17 de outubro – Todos nós acordamos assustados na segunda-feira, diante às denúncias de que o vereador Gêra Ornelas ficava apenas de cuecas em seu gabinete e às insinuações bastante fortes de assédio. Fiz um pronunciamento no plenário, exigindo que a Mesa Diretora da Câmara apure não só esse episódio, que assume um caráter maior, mas outras denúncias recentes envolvendo os vereadores Gunda, Paulinho Motorista e Silvinho Rezende, esse último do PT. Acho que eles têm que esclarecerem os fatos em uma investigação com direito de defesa. O que não pode é nossa Câmara passar ao largo e o PT se calar como na música Bola de Meia, Bola de Gude: “E não posso aceitar sossegado qualquer sacanagem ser coisa normal”. À noite, assisti, na Biblioteca Pública, ao samba de coco “Oricuri”. Trilegal! Negócio bonito, com percussão feita com tamancos nas músicas recolhidas por Mário de Andrade. Excelente trabalho


de preservação, feito em 1928 pelo grande estudioso de nosso folclore. Valeu também ter encontrado com Tavinho Moura no evento, gente boa que não via há tempos! 18 de outubro – A Bancada do PT se reuniu de manhã para discutir uma posição conjunta em relação às recentes denúncias feitas pela imprensa a alguns vereadores. Depois do almoço, mais uma reunião com todo o gabinete, que afinou nossa atuação política. 19 de outubro – Na Comissão que presido, audiência pública sobre a implementação do Centro de Referência da Juventude na Praça da Estação, onde atualmente funciona o Projeto Miguilim. Muitas lideranças juvenis e a certeza de que a proposta precisa ser esmiuçada com a juventude. A proposta dos jovens de criar um grupo de trabalho para discutir essa e outras demandas do segmento foi acatada pela PBH.


À noite, mais um lançamento da Revista Outro Olhar. Foi no Uni-BH/Campus Lagoinha, com alunos debatendo os desafios do Ensino Médio com Juarez Dayrell e a secretária municipal de Educação, Macaé Evaristo. Conversa boa e os alunos afiados.

P. S. 1 - Nas últimas semanas, pelo twitter, não tenho poupado críticas ao serviço prestado pela Cemig, que não realiza investimentos em Belo Horizonte, quiçá no resto do estado. É só dar um ventinho que cai a luz. A terceirização é uma vergonha e, por consequência, as mortes por acidentes se acumulam. “A Cemig é a melhor energia do Brasil”... será mesmo? P. S. 2 – O Davi ganhou, há poucos dias, uma bicicleta do tio Xande. Diz que já está arrasando nos pedais. Hã, tô acreditando muito nessa conversa...


P. S. 3 – Outro dia fui com a Rita e a Amanda almoçar no Restaurante do Minas. A Amanda investiu no prato alheio e não deixou um grão de arroz sequer para sua mãezinha faminta. Há, há, há. P. S. 4 – A corrupção é um mal que tem que ser combatido diariamente. O governo Lula foi o que mais investiu na Polícia Federal (que andava completamente sucateada) e não deixou nenhum processo de investigação ser engavetado, como ocorreu na época de FHC. Por isso, o combate à corrupção não é, de forma alguma, bandeira dos tucanos, do PPS ou do DEM. Essa tropa não tem moral para discursar como guardiã da moralidade. Vade retro hipocrisia! P. S. 5 – Para quem gosta de política e se interessa pela história do Brasil, convido para o lançamento do livro “Tempos de Planície”, de José Dirceu, na próxima segunda-feira (24/10), 19h, na Livraria Mineiriana, com a presença do autor.


Diário do Arnaldo Godoy Chefe de Gabiente: Ivani Ferreira Assessoria Política: Célio Cruz Assessoria Parlamentar: Ângela Mourão, Aparecida Delavy, Juliana Gontijo, Kleberth Mendes, Roberto Raimundo e Vilmar Oliveira Assessoria de Imprensa: Fernando Righi Marco - MG 05004 Comunicação Visual: Rafael Andrade Administração: Maurício de Jesus, Thaiz Santana e Vivaldo Cardoso. Endereço: Av. dos Andradas, 3.100 - Gab. 305b - Santa Efigênia - Belo Horizonte - 30260-070 - Fones: 3555-1164 e 3555-1165 Sítio na internet: www.arnaldogodoy.com.br Endereço eletrônico: arnaldogodoy@cmbh.mg.gov.br

Diário do Arnaldo - Outubro02  

Diário do vereador Arnaldo Godoy de Belo Horizonte. Publicação virtual que o vereador enviar para seus apoiadores para contar de uma forma d...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you