Page 1


O espetáculo de rua revisita as obras “Areotorare” (1935) e “Sarobá” (1936) do escritor modernista Lobivar Matos nascido em Corumbá, e aborda as relações humanas e sociais do seu tempo. Desta forma, questões como, desigualdade, preconceito e desenvolvimento econômico são desveladas sob a ótica dos trabalhadores, índios e negros que até hoje “refletem os anseios, as revoltas, as durezas amargas da época e do meio em que vivem”. Ficha técnica: Direção e dramaturgia: Fernando Cruz | Texto: Poemas das obras "Areotorare e Sarobá" de Lobivar Matos | Encenação: Fenando Cruz e o grupo | Elenco: Paulo Augusto, Fran Corona, Fernando Cruz, Ariela Barreto, Estefania Martins, Moreno Mourão e Renderson Valentim Pesquisa: Salim Haqsan, Fernando Cruz e Rogéria Castro Costa | Preparação e Direção musical: Jonas Feliz | Preparação Vocal: Maria Cláudia | Adereços: Patrícia Rodrigues e Lício Castro | Figurino: o grupo | Costuraria: Maria Viveiros | Assessoria de Imprensa: Brasa Comunicação | Produção: Ana Capilé, Rogéria Castro Costa

Comparsas: Bia Marques, Dilsom e Terezinha de Arruda, Marjorie Saldanha, Miltom e Maria Aldira da Cruz, Rede Brasileira de Teatro de Rua , Casa Vai ou Racha, Brasa Comunicação, Estúdio Vespa, Cia Maria Mole de Teatro, Jovens Bons.


Trajetória 2013 - Prêmio Rubens Corrêa: montagem e 05 apresentações - Festival Boca de Cena-Semana de Teatro de MS - 14º Festival de Inverno de Bonito/ MS - 3ª Mostra Regional de Teatro de Dourados/MS - 7 Anos na Rua - Mostra de Repertório do Teatro Imaginário Maracangalha - 4ª Temporada do Chapéu - Campo Grande/MS - Circuito Sul-mato-grossense de Teatro em Fátima do Sul, Glória de Dourados, Coxim, Rio Verde de Mato Grosso e Alcinópolis - MS Em Cena-7ª Representação - Três Lagoas/ MS 2014 - Festival Boca de Cena - Semana do Teatro de Mato Grosso do Sul - 11º Festival América do Sul - Corumbá/MS | - Circuito Sul-mato-grossense de Teatro em Itaporã, Itaquiraí, Mundo Novo, Caracol e Antônio João - Prêmio Funarte Artes na Rua - Na Rua Sem Fronteira, circulação pela fronteira Brasil, Bolívia, Paraguai em MS: Corumbá, Ladário, Jardim, Porto Murtinho, Antonio João, Porto Peralta/PY, Bela Vista e Ponta Porã. - Festival Amazônia Encena na Rua - Porto Velho/RO - 05 Apresentações na Unidades Educacionais de Internação de Campo Grande/MS - Feira da Bolívia Tikay na Praça da Bolívia em Campo Grande/MS


Crítica Semana Cultural MS EM CENA – 7ª Representação 14 a 24 de novembro de 2013 Três Lagoas/ MS SÁBADO – 16/11 10H “AREÔTORARE” Teatro Imaginário Maracangalha – Campo Grande/MS Local: Feira – Av. Rosário Congro Gênero: Teatro de Rua Direção: Fernando Cruz Classificação: Livre “... o grupo vem pujante, aguerrido, apaixonado e valente para a rua...” “Além da importância artística do trabalho atual, ressalta a importância sociocultural, pois além de nos apresentar ao Lobivar Matos, autor sul-mato-grossense modernista, nos faz ver e saber que o preconceito está aí e persiste em várias camadas e por várias mascaras!” Juliana Pablos Calligaris: Dramaturga, diretora, atriz, professora e pesquisadora teatral “Um grupo que sabe o que quer. A rua é seu espaço e assume isso e junto com a rua um teatro despojado, engajado nas causas sociais, políticas, das minorias, da sua ‘aldeia’. Esse é o seu grito de guerra: se Analia não quiser ir eu vou só, se você não quiser ir eu vou só... mas eu vou... A canção popular cantada no cortejo. Convite diz, mas a fala é minha e assim o sinto, convocação. Duas obras de um poeta da terra, Corumbá, das causas sociais. Areôtorare, os índios bororos, sarobá, os negros...” Antônio do Valle: Diretor, ator e arte educador


02/09/2016

Imaginário Maracangalha celebra dez anos de luta e arte a céu aberto | Fundação de Cultura

Fundação de Cultura

TEATRO

Imaginário Maracangalha celebra dez anos de luta e arte a céu aberto 23 DE AGOSTO DE 2016 - 14:23 | MBREDA@SECTEI.MS

Campo Grande (MS) – O Teatro Imaginário Maracangalha celebra dez anos de arte a céu aberto. Está no campo, na cidade, nas aldeias, assentamentos e retomadas indígenas. Nesse percurso formou muitas pessoas que passaram por esse território de vivências. Uma programação especial – com apresentações durante toda a semana – comemora a data. E as atrações são, como sempre, gratuitas. O grupo realizará a “Mostra dez anos a céu aberto”, com o repertório completo de espetáculos e intervenções, o “Cortejo de São Genésio” e o “Sarobá Divino Maravilhoso” impulsionando o trabalho continuado e acessando a comunidade campo-grandense com arte e cultura.

As atividades contam com o apoio dos coletivos Bocaiuva, Cia das Artes, Teatral Grupo de Risco, Circo do Mato, Coletivo Terra Vermelha, Ascuri, Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Fundac, Grupo Camuanga de Angola, Cordão Valu, Orquestra Vai Quem Vem e Rede Brasileira de Teatro de Rua.

http://www.fundacaodecultura.ms.gov.br/imaginario­maracangalha­celebra­dez­anos­de­luta­e­arte­a­ceu­aberto/

1/3


02/09/2016

Imaginário Maracangalha celebra dez anos de luta e arte a céu aberto | Fundação de Cultura

Obra e luta – Atuando desde 2006, o Teatro Imaginário Maracangalha desenvolve ações de arte pública e trabalho continuado, pesquisando teatro de rua em formato 360º. Cortejos e intervenções urbanas são marcas tradicionais do grupo. Atualmente mantém um repertório de espetáculos, intervenções, performances e cortejos dionisíacos e políticos, realizando semanalmente intervenções pelas ruas, praças e feiras da cidade. Há sete anos realiza o “Sarobá”, um sarau itinerante a céu aberto com artes integradas (teatro, dança, artes visuais, música, literatura, escambo, gastronomia, cultura da infância e cultura popular). A ação formativa e pública “Seminário Arena Aberta” é um espaço de debate e construção de conhecimento sobre a relação entre arte, cultura e política em espaços abertos dentro do direito à cidade. Ao longo de dez anos foram realizados 42 seminários debatendo a arte e suas várias linguagens e desdobramentos, criando proposições para a cidade que queremos. O grupo também realiza a ‘Temporada do Chapéu – Mostra Nacional de Teatro de Rua, Performance, Intervenção a Céu Aberto’, que neste ano de 2016 realizará sua 7º edição. O grupo é formado pelos atuadores Fran Corona, Ariela Barreto, Moreno Mourão, Renderson Valentim e Fernando Cruz que também coordena o processo de criação, além de um bando de comparsas que produzem as ações do grupo formando um grande coletivo. Se organiza em uma sede compartilhada onde mantém a oficina de teatro de rua “Atos do Ofício”, que é aberta à comunidade com metodologia e estética própria. Ao longo destes anos, a trupe participou ativamente de vários festivais, circuitos e mostras com espetáculos, performances, cortejos e oficinas pelo Brasil recebendo importantes prêmios e críticas louváveis à sua criação. O grupo ainda faz parte da Rede Brasileira de Teatro de Rua (RBTR) discutindo estéticas e políticas públicas para arte em espaços abertos no Brasil e na América latina. Os trabalhos desenvolvidos pela companhia são abertos à toda comunidade e o grupo faz da autogestão seu modo de organização e manutenção. Subsidia suas ações com contribuições dos membros e do público que colabora no chapéu das apresentações nas ruas além de eventuais projetos e prêmios. Confira a Programação Mostra de Repertório 10 Anos A Céu Aberto – Teatro e Intervenção de Rua

23 de Agosto Areôtorare Local – Praça Ari Coelho – Centro Horário – 12 horas Ferro em brasa Local – Feira do São Chico Horário 19 horas 24 de Agosto Tekoha – ritual de vida e morte do deus pequeno Local – Praça Ari Coelho – Centro Horário – 12 horas

http://www.fundacaodecultura.ms.gov.br/imaginario­maracangalha­celebra­dez­anos­de­luta­e­arte­a­ceu­aberto/

2/3


02/09/2016

Imaginário Maracangalha celebra dez anos de luta e arte a céu aberto | Fundação de Cultura 25 de Agosto Cabeça de papelão Local – Saída da Praça Ari Coelho – Centro Horário – 12 horas Cortejo de São Genésio – Celebração 10 anos a céu aberto Local – Bar da dona Carmem – rua Rui Barbosa nº 4488 bairro São Francisco Horário – Concentração a partir das 18 horas. Saída 20 horas rumo a Casa Vai ou Racha 27 de Agosto Sarobá Divino Maravilhoso Teatro – Circo – Dança – Capoeira – Performance – Literatura – Artes Visuais – Artesanato – Gastronomia- ModaEconomia Solidária – Cultura Popular – Arte de Rua- Poesia – Música Local Orla do São Francisco -14 de Julho esquina Euler de Azevedo Horário – a partir das 15 horas

Contatos: Fernando Cruz 67 92509336/30435751/33567682 teatroimaginariomaracangalha@gmail.com facebook > imagináriomaracangalha blog > imaginariomaracangalha.blogspot.com

CONTATO

SECRETARIAS

META FCMS - Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559 CEP 79002-820 Campo Grande - MS Fazer login RSS Posts RSS dos comentários WordPress.org

Governo do Estado de Mato Grosso do Sul

http://www.fundacaodecultura.ms.gov.br/imaginario­maracangalha­celebra­dez­anos­de­luta­e­arte­a­ceu­aberto/

3/3


13/11/13

Festival de Bonito: saiba a programação oficial - Folha de Dourados

Praça da Liberdade

31/07 - Renato Teixera e Banda 01/08 - Dazaranha 02/08 - Toquinho 03/08 - Criolo Músicos regionais Banda Rivers Lucas Brandão Caio Ignácio Forrozen Marcelo Loureiro Dança "Singulares" – Cia. DANÇAURBANA "A Meu Ver" – Cia do Mato Teatro "Areôtorare" – Grupo Imaginário Maracangalha "O Escurial" – Associação Artística Cultural "Polvos Poéticos" – direção de Thereza Piffer "Ricardo III" – Grupo Teatral Os Clowns de Shakespeare

"Panos e Lendas" – Cia Picnic "Gari Muccioloco" – Grupo Muccioloco Circus Stand-Up – Comédia Em Preto e Branco" – Marcelo Marrom e Rodrigo Capella Literatura Café Filosófico Lendas e Mitos Artes Plásticas www.folhadedourados.com.br/noticias/brasil-mundo/festival-de-bonito-saiba-a-programacao-oficial

2/3


http://www.alcinopolis.com/alcinopolis-recebera-circuito-de-teatro-nesta-sexta-feira,10,1,14084,leitura.htm


21/11/13

PMCG - Prefeitura Municipal de Campo Grande Portal PMCG

Notícias

Secretarias

Diário Oficial

Autoridades

FUNDAC Fundação Municipal de Cultura

Servidor

Intranet

Busca

WebMail

Empresa Fácil

IPTU 2013

Buscar

FUNDAC

INSTITUCIONAL Diretor-Presidente Decreto SIC - Serviço de Informação ao Cidadão Conselho Municipal de Cultura Organograma

Cultura - Terça-Feira 19 de Novembro de 2013

Fundac e Conselho Municipal dos Direitos do Negro promovem atividades no Dia Nacional da Consciência Negra

Departamentos A Fundação Municipal de Cultura (Fundac) em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos do Negro em alusão às comemorações ao Dia Nacional da Consciência Negra promove varias apresentações culturais. O evento acontece nesta quarta-feira (20.11), na Praça do Rádio Clube, a partir das 18h30min.

CULTURA FMIC/FOMTEATRO-Formulários para prestação de contas Dança Campo Grande

De acordo com os organizadores, a Praça vai receber diversos ritmos de manifestação cultural com a apresentação do Projeto “Buscando Talentos” Comunidade Familiar Negra: São João, Grupo de Teatro Maracangalha, Grupo de Teatro TGR: Teatral Grupo de Risco, músicas Gospel, Betinho do Cavaco, Daniel Araújo, Cordão de Ouro, Filhos de Jamaica e Raízes da África.

Biblioteca Pública Municipal Anna Luiza Prado Bastos – professora Galega Praça dos Imigrantes Plano Municipal de Cultura

Haverá ainda declamação de poesia com Fátima de Souza e Delasnieve Daspet e a apresentação das escolas de Samba: Vila Carvalho, Cinderela do José Abrão e Deixa Falar, Unidos do Aero Rancho. As apresentações fecham com o grupo Sampri.

Bens Tombados Museu José Antonio Pereira

Fonte/Autor: SCS, com informações da Fundac

Horto Florestal Morada dos Baís Armazém Cultural ARCA - Arquivo Histórico de Campo Grande Fundo Municipal de Investimentos Culturais Galeria de Imagens

EVENTOS Projeto Orla Cultural Notícias Na Outra Margem Grafite é Arte Encontro das Rodas Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro

ARTISTAS Consulta de Artista Cadastro de Artista Acervo Municipal

LOGOMARCAS Dow nload Logomarcas

LINKS INTERESSANTES SNIIC - Ministério da Cultura

EVENTOS

www.pmcg.ms.gov.br/fundac/noticiaCompletaPortal?id_not=22918

1/2


13/11/13

Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro percorre seis municípios em novembro

www.msrecord.com.br

Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro percorre seis municípios em novembro Na temporada 2013 estão previstas 40 apresentações em teatros, espaços alternativos, ruas e praças 07 de novembro de 2013 - 16h03 • Nenhum comentário

MS Record

O projeto Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro, desenvolvido pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) e que conta com apresentações gratuitas em teatros, espaços alternativos, ruas e praças de municípios do interior levará espetáculos a seis municípios do Estado durante o mês de novembro. São eles de Paraíso das Águas, Coxim, Fátima do Sul, Jardim, Aral Moreira e Ponta Porã.

Na temporada 2013 estão previstas 40 apresentações em teatros, espaços alternativos, ruas e praças de municípios do interior até neste mês de novembro. Foram selecionados oito espetáculos teatrais de grupos com atuação comprovada no Estado: “Calaboca! E Grita”, do Núcleo Artístico Jair Damasceno, “100 Virtuose”, do Palhaço Challito, “Areôtorare”, do Teatro Imaginário Maracangalha, “O Escurial”, do Grupo Teatral Palco, “Godgle”, do Flor e Espinho Teatro, “A Tenda das Adivinhações”, de Rick Thibau, “A lição”, do Grupo Cena Viva e “Cadê?!”, da Companhia Aplausos. O Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro busca divulgar as produções do Estado e estimular a cultura. Fomenta a formação de plateia e o surgimento de novos grupos por meio de ações alternativas, pesquisas e intercâmbios entre os participantes. O projeto já passou por 52 cidades em cinco anos e contemplou um público aproximado de 65 mil pessoas. Ao todo 36 grupos teatrais encantaram os participantes em 235 apresentações.

www.msrecord.com.br/noticia/ver/104253/impressao/circuito-sul-mato-grossense-de-teatro-percorre-seis-municipios-em-novembro

1/1


13/11/13

Sistema de News | <b>Glória de Dourados recebe a peça Areôtorare</b>

N otí ci as 07/10/2013 - 14:42

Glória de Dourados recebe a peça Areôtorare Dem erval Nogueira/MS Cidades

(Foto: Demerval Nogueira/MS Cidades)

O município de Glória de Dourados recebeu a peça teatral Areôtorare do grupo Teatro Imaginário Maracangalha, que vem se apresentando em diversas cidades do Estado, fazendo parte do Circuito Sul-Mato-Grossense de Teatro, realização do Governo do MS através da Fundação de Cultura do MS. Areôtorare é uma peça teatral tipicamente de rua. A apresentação em Glória de Dourados aconteceu no Mercado do Produtor, com apoio da Prefeitura local, via Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Semec), pasta comanda pela secretária, professora Ligia Cibeli Tendulo Rodrigues -Departamento Municipal de Cultura (DMC), sob a responsabilidade do chefe de Divisão de Cultura, Jefferson Marques Rocha Barros. www.mscidades.com.br/exibe_news_impressao.php?id=9203

1/3


13/11/13

Sistema de News | <b>Glória de Dourados recebe a peça Areôtorare</b>

O prefeito Arceno Athas Júnior esclareceu, "para nós é um motivo de muita alegria e satisfação assistirmos mais uma exibição teatral em nossa cidade, numa demonstração clara de que o nosso governo sempre tem apoiado todas as iniciativas culturais", dimensiona Athas esclarecendo ainda, "em nossas administrações temos procurado constantemente trazer a cultura para dentro do nosso município, porque ela é fundamental para a compreensão de diversos valores morais e éticos que guiam nosso comportamento social. O prefeito agradeceu em nome da população gloriadouradense e parabenizou o grupo Teatro Imaginário Maracangalha por representar de forma tão magnífica e grandiosa a cultura do Estado. A secretária da Semec, Lígia Cibeli afirma, "nós recebemos o grupo com imenso prazer, pois a peça teatral encenada por eles, baseada em duas obras escritas em 1935, demonstra cristalinamente tudo que ocorre na atualidade, com muita propriedade", disse Cibeli. Segundo o ator Renderson Valentim, 13 atores trabalham na peça Areôtorare, entretanto, os componentes do grupo envolvem em torno de 40 pessoas na produção e direção. "Trabalhamos há 7 anos a arte pública, com apresentações franqueadas ao público interessado em apresentações teatrais", comenta Valentim. Ele também afirma que é um grupo que vai mais longe que a própria peça Areôtorare, porque, dentro da contextura geral, "nós procuramos efetuar a pesquisa do teatro de rua, onde analisamos e pesquisamos também a arquitetura das cidades, o diálogo das pessoas, enfim uma séria e vasta análise do processo social". A peça teatral Areôtorare é embasada em duas obras do escritor Lobivar Matos: Areôtorare e Sarobá, obras que foram escritas e editadas em 1935, mas que retratam praticamente as situações convividas no cotidiano atual, tais como, a época do movimento separatista, conta a transição de quando parte do Mato Grosso se tornou Mato Grosso do Sul. Com as mudanças veio o progresso que deixou alguns ricos e outros pobres. Retratam também as desigualdades sociais e as problemáticas que o crescimento desenvolvimentista produz - o antagonismo do progresso, entre outros fatores vivenciados na atualidade. A peça em cartaz já foi contemplada com o Prêmio Rubens Corrêa de Teatro 2012, e tem na direção geral Fernando Cruz e direção musical de Jonas Feliz.

www.mscidades.com.br/exibe_news_impressao.php?id=9203

2/3


13/11/13

Sistema de News | <b>Teatro de Rua "Imaginário Maracangalha" se apresenta em Fátima do Sul</b>

Notícias 08/10/2013 - 08:14

Teatro de Rua "Imaginário Maracangalha" se apresenta em Fátima do Sul Lucim ara Luca Assessoria

O grupo apresentou o espetáculo Areôtorare que é baseado na obra do poeta corumbaense Lobivar Matos. (Fotos: Rosana Silva/AgoraNews).

Na noite de sábado (05) o teatro de rua "Imaginário Maracangalha", se apresentou na Praça Getúlio Vargas, em Fátima do Sul. Uma realização da Prefeitura Municipal por meio da Divisão de Cultura em parceria com a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul.

O grupo apresentou o espetáculo Areôtorare que é baseado na obra do poeta corumbaense Lobivar Matos. Com direção e adaptação de texto de Fernando Cruz, o teatro de rua é formado por vicentinaonline.com.br/exibe_news_impressao.php?id=24506

1/3


13/11/13

Sistema de News | <b>Teatro de Rua "Imaginário Maracangalha" se apresenta em Fátima do Sul</b>

atores com experiência em diferentes linguagens e tem como carro chefe, os cortejos rua afora. Além do "Imaginário Maracangalha", os alunos da escola estadual Senador Filinto Muller apresentaram dança e a escola estadual Vila Brasil encantou o público com a ginástica rítmica. Conforme a diretora de Cultura, Anna Claudia de Souza Mendes apresentação foi um sucesso. "O público vibrou e se encantou com a magia do teatro de rua. Nosso objetivo é mostrar a importância do teatro e da dança para valorização dos artistas do Estado. O imaginário fez uma belíssima apresentação em nossa cidade. Em breve vamos ter mais novidades da nossa cultura em movimento", disse a diretora. O secretário Municipal de Educação, Esporte, Cultura e Turismo, Ênio Gonçalves revelou que pretende incentivar a cultura. "Enquanto secretário desejo que a cultura do município alcance o destaque merecido em nossa cidade, já trouxemos alguns espetáculos, exemplo o Dialeto de Manoelês e no sábado agora o teatro de rua que mostra a cultura sul-mato-grossense. Vamos buscar ainda mais para o futuro", comentou o secretário. O secretário ainda destacou o trabalho desenvolvido pela divisão de Cultura. "Parabenizo a diretora de Cultura, Anna Claudia pelo empenho e dedicação em trazer o espetáculo para Fátima do Sul e parabenizo o teatro de rua pela linda apresentação", finalizou o secretário.

vicentinaonline.com.br/exibe_news_impressao.php?id=24506

2/3


13/11/13

Dourados abre a 3ª Mostra Regional de Teatro - Dourados Agora

08/08/2013 07h39 - Atualizado em 08/08/2013 07h39

Dourados abre a 3ª Mostra Regional de Teatro

Mostra de Teatro começa nesta quinta em Dourados e segue até domingo Crédito: Divulgação

A parceria firmada entre a Prefeitura de Dourados através da Secretaria de Cultura e a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul traz a partir desta quinta-feira a 3ª Mostra Regional de Teatro. O evento tem por objetivo mostrar a produção de teatro regional e promover a circulação de espetáculos em diversas regiões do Estado. Serão dez apresentações gratuitas nessa mostra que reúne grupos de Dourados, Campo Grande, Jardim e Nova Alvorada do Sul. As apresentações acontecem de hoje até domingo, dia 11, incluindo uma ação de formação para 400 crianças de escolas públicas de Dourados e Itaporã, que já vem sendo desenvolvida desde terça-feira nas escolas. A ação de formação terá uma apresentação exclusiva para os alunos de Dourados e Itaporã. A proposta é ampliar os horizontes das crianças com informações sobre o texto que vão assistir, sobre o autor, além de conhecer um pouco sobre a linguagem do teatro, da estrutura de um espaço de apresentações e regras de comportamento na apreciação de um espetáculo. A peça escolhida para ação de formação foi “Pluft, o Fantasminha”, que será apresentada pelo grupo Arte Viva de Jardim, hoje, às 15h, antes da abertura oficial. A mesma peça será apresentada novamente na sexta-feira, dessa vez aberta ao público. Programação: 8 de agosto

16h – Pluft, o Fantasminha (ação de formação)- Grupo Arte Viva (Jardim) - Local: Teatro Municipal; 19h30 – Abertura oficial; 20h – A lição - Grupo Cena Viva (Dourados) - Local: Teatro Municipal. 9 de agosto

16h – Pluft, o fantasminha - Grupo Arte Viva (Jardim) - Local: Teatro Municipal; 20h – Conversa pra mais de metro - I.T. – Grupo Identidade Teatral

www.douradosagora.com.br/entretenimento/dourados-abre-a-3-mostra-regional-de-teatro

1/2


13/11/13

Dourados abre a 3ª Mostra Regional de Teatro - Dourados Agora

(Campo Grande) - Local: Teatro Municipal. 10 de agosto

10h – A princesa engasgada - Teatral Grupo de Risco (Campo Grande) - Local: Praça Antônio João; 15h – Cadê?! – Cia. Aplausos (Campo Grande) Parque do Lago Antenor Martins; - 20h – Godgle – A estranha vontade de chegar a algum lugar - Flor e Espinho Teatro (Campo Grande). 11 de agosto

10h – 100 Virtuose - Palhaço Challito (Nova Alvorada do Sul) - Local: Parque do Lago Antenor Martins; 15h – Areôtorare - Teatro Imaginário Maracangalha (Campo Grande) - Praça Antônio João; 20h –Marcador - Aty Teatro (Dourados).

www.douradosagora.com.br/entretenimento/dourados-abre-a-3-mostra-regional-de-teatro

2/2


13/11/13

Festival de Bonito: saiba a programação oficial - Folha de Dourados

Notícias Brasil & Mundo 16/07/2013 13h35

Festival de Bonito: saiba a programação oficial Bonito, localizada a 265 quilômetros de Campo Grande, já prepara a estrutura para receber os visitantes para o 14° Festival de Inverno, que será realizado no período de 31 de julho a 4 de agosto. Segundo a estimativa de secretaria municipal de turismo, cerca de 30 mil turistas deverão passar pela cidade durante todo o evento. Estão programados shows musicais com artistas de renome nacional e do Estado, espetáculos de dança e teatro, além de espaços para literatura, cinema e artes plásticas. Na edição deste ano, também foi elaborada uma programação para as crianças como o show da dupla Patati-Patata e pista de gelo. A cidade vai disponibilizar cerca de 5 mil leitos nos hotéis e pousadas, sendo que a maioria já está reservada . Além disso, existem vários imóveis à disposição para locação. A secretária de turismo do município Juliana Salvatore, afirmou que todos os detalhes estão sendo observados para deixar a cidade pronta para o festival. “Começamos a limpeza das praças, reparo nas ruas e providenciar tudo aquilo que compete à prefeitura”. Bonito, apontada como o melhor destino do ecoturismo no Brasil, oferece além do festival, outras atrações naturais, como visitação às cachoeiras do Rio do Peixe e Boca da Onça; Gruta do Lago Azul e Grutas São Miguel, além de várias estâncias e outras atividades. Shows Grande Tenda 31/07 - Sandra de Sá

01/08 - Diogo Nogueira 02/08 - Paralamas do Sucesso 03/08 - Daniela Mercury

www.folhadedourados.com.br/noticias/brasil-mundo/festival-de-bonito-saiba-a-programacao-oficial

1/3


Diรกrio Digital Ed.1.017 de 11 de maio de 2013


Diรกrio Digital Ed.974 de 29 de marรงo de 2013


14/11/13

Midiamax - Impressão de Notícias

Livro de corumbaense vira peça de teatro e vai parar nas ruas de Campo Grande 27/03/2013 10:24

Mayara Sá e Zana Zaida

A obra Areôtorare, de Lobivar de Matos, dá vida a peça do grupo Teatro Imaginário Maracangalha, que se apresenta na manhã desta quarta-feira (27) no Calçadão da Barão do Rio Branco, entre as ruas 14 de Julho e 13 de Maio, em Campo Grande. A apresentação faz parte do Festival Boc a de Cena – Semana do Teatro de Mato Grosso do Sul – que acontece entre os dias 25 e 28 de março, em alusão ao Dia Internacional do Teatro e Dia Nacional do Circo, comemorados hoje. O diretor do grupo, Fernando Cruz, explica que a peça é uma releitura da obra de Lobivar. Assim como nos escritos do poeta corumbaense, os atores trazem ao público um pouco da história de Mato Grosso do Sul. O texto, da época do movimento separatista, conta a transição de quando parte do Mato Grosso se tornou Mato Grosso do Sul. Com as mudanças, veio o progresso que deixou alguns ricos e outros pobres. Cruz revela que a peça fala sobre essas desigualdades soc iais e as problemáticas que o crescimento e o desenvolvimento trazem - o antagonismo do progresso. Para ele, o texto é muito atual. E por isso, foi escolhido para ser trabalhado pelo grupo. A possibilidade de levar a peça para a rua, onde todos podem ter acesso ao texto, foi outro motivo que levou o grupo a escolher Lobivar como inspiração. Apresentações nesta quarta-feira

O Cortejo em comemoração ao Dia Internacional do Teatro está marcado para às 9 horas. A festa também vai ser no Calçadão da Rua Barão do Rio Branco, com a apresentação da peça Areotorare - Teatro Imaginário Maracangalha. Início às 10 horas. Já às 15 horas, no Teatro Aracy Balabanian, é a vez do Grupo Identidade Teatral apresentar O Rei que não sabia rir. À noite, às 20 horas, no Teatro Aracy Balabanian, o Circo do Mato Grupo de Artes Cênicas apresenta Os Corcundas. Às 22 horas, também no Teatro Aracy Balabanian, o Mercado Cênico, traz a peça Solo (Não Só). Classificação de 12 anos.

C opyright © 2002 Todos os dire itos re se rvados a Midiam ax .

www.midiamax.com.br/impressao.php?id=843628

1/1


14/11/13

Mídia MS

Trupe de Rua invade a Capital para trazer arte a população "Teatro de verdade é teatro público", com essa ideia Maracangalha faz apresentação nas ruas 22/03/2013 às 08:48 Marcelo Villalba

Atores ensaiam a peça na Orla Ferroviária Foto: William Silva / Mídia MS

Ao som de tambor em meio aos cones espalhados, um grupo de pessoas chamou a atenção de quem passava pela rua 13 de maio esquina com a Avenida Euler de Azevedo, no espaço que antigamente se via trilhos, hoje dá lugar a Orla Ferroviaria. A Trupe Teatral Imaginário Maracangalha se confundia com os carros e com pessoas que passavam pela rua. Eles que possuem uma maneira diferente de fazer teatro trazendo a interação da sociedade em tempo real para a formação do personagem. “Esse tipo de teatro ajuda os atores a perceberem o publico e o ambiente” explicou o diretor e ator Fernando Cruz, 50 anos, que comanda a trupe há sete anos. Eles já participaram de vários eventos e possuem Prêmios como Rubens de Teatro e outros projetos que fazem parte do contexto do teatro de rua. Com uma linguagem cultural que retrata a poesia de Lobvar Matos, morador de Corumbá e escritor modernista de 1936, o grupo encena o Sarobá que cria um manifesto modernista. Fernando se refere ao teatro de rua como uma necessidade social, “não gostamos de obstáculos, fazemos o teatro de rua para as pessoas, aqui se elas gostam elas contribuem diferente de quem vai ao teatro de caixa onde elas pagam para assistir”. Um lugar democrático e cheio de vida se contrapõe com o que não é real e sim ficcional, nas cenas retratadas pelos atores. “Arte para ser arte tem que ser publica” afirma o diretor.

E com a poesia na alma e o amor pelo que faz os atores não se deixam intimidar, mostrando que realmente o publico que por ali passava fazia parte do espetáculo. A trupe ensaiava desde as 8 horas da manhã a peça "Areotarare" de autoria de Lobvar. E quem quiser prestigiar e conferir na integra do teatro que é arte de verdade, basta comparecer no calçadão da Barão à 18 horas da próxima segunda-feira (25). Fernando falou ainda que uma programação especial irá comemorar o Dia Internacional do Teatro, celebrado dia 27 de março.

www.midiams.com.br/noticia/imprimir.php?id=60700

1/2


14/11/13

Página de Impressão

Governo do Estado de Mato Grosso do Sul Notícias

Sarau comemora aniversário de 28 anos do Centro Cultural 28/09/2012/09Jefferson Benicio Gomes Ribeiro

Daniel Reino

Campo Grande (MS) - A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) realiza na próxima terça-feira (02 de outubro), das 19h às 21h, a 21ª edição do Sarau Cultural em comemoração ao mês de aniversário dos 28 anos do Centro Cultural José Octávio Guizzo, reunindo pessoas e divulgando a rica identidade sul-mato-grossense. O evento vem se fortalecendo a cada edição, com a participação de um público variado e com entrada franca. Durante duas horas, das 19 às 21h, intervenções de vários segmentos culturais, se espalham nas instalações do Centro Cultural apresentando a produção de artistas locais e visitantes com o intuito de mostrar e trocar experiências nas variadas artes. Além dos artistas convidados, o Sarau abre espaço também para intervenções do público. Teatro Imaginário Maracangalha realizará o Cortejo Areotorare baseado na obra de Lobivar Matos, com figurinos de Fábio Maurício. O grupo de teatro de rua, iniciado em 2005, faz das ruas e praças seu palco principal. Conduzido pelo ator e diretor Fernando Cruz, o Teatro Imaginário Maracangalha utiliza-se de formas alternativas de difusão da arte cênica, ampliando o acesso a maior parte da comunidade, que por motivos diversos, não frequenta as salas de teatro convencional. Ao longo desses anos, a trupe tem na bagagem vários espetáculos, entre eles, “Amar é”, “Deixa Falar”, o “Conto da Cantuária”, “Tekohoa, ritual de vida e morte do Deus Pequeno”. O grupo ainda faz parte da Rede Brasileira de Teatro de Rua, discutindo a temática no Brasil e no mundo.

Lucas Brandão é violonista e compositor. Iniciou seus estudos com Pieter Rahmeier quando tinha 11 anos, passando por Eduardo Martinelli e atualmente, com 21 anos, é aluno de Gaetano Galifi no Conservatório Brasileiro de Música. Divide a sua carreira musical na Bossa Nova, no violão erudito e como baixista do grupo de Samba Rock Maria Mulata. Nessa apresentação, Lucas propõe a diversidade da obra para violão, executando obras dos períodos musicais: Romântico e Contemporâneo.

www.fundacaodecultura.ms.gov.br/templates/template21/print/print.php?template=21&id_comp=1631&id_comp_orig=1631&site=153&site_reg=153&id_reg…

1/2

Portfolio Areôtorare  

Portfólio do espetáculo de rua Areotorare, baseado na obra do poeta modernista Lobivar Matos, do Teatro Imaginário Maracangalha

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you