Issuu on Google+

Veículo de Informação do IMAC

Entrevistas

Jornal Mensal

Nº04

Novembro 2009

Econoticias

Distribuição Gratuita

Destaque

Pela Primeira Vez “Fumaça” Cel Paulo Guerra

no Céu de Caucaia Educação Ambiental Dr. Elizeu Santos Des. Econômico

Cel. Gozaga-AMT

Novas Tendências Pedagógicas no desenvolvimento das atividades ambientais nas escolas públicas municipais de Caucaia.

Estudos Ambientais

Toda licença ambiental expedida pelo IMAC é anteriormente precedida da apresentação do estudo ambiental prévio

COMDEMA AMT

Presidente do IMAC fala sobre proposta apresentada e votada sobre o Licenciamento Ambiental das obras de Contenção do mar no Litoral Caucaiense.


IMAC NOTICIAS - ANO I - Nº03 - CAUCAIA-CE - AGOSTO/SETEMBRO DE 2009

José A.Costa

O Meio Ambiente e o Homem EDITOR DIRETOR José António Costa EQUIPE DE REDAÇÃO José Antonio Costa Júlio Cavalcante COLABORADORES João Arthur Carvalho Jorge Braga Paulo Cruz Raimundo Macedo Marcio Pinheiro Silvia Luz Francisco Humberto Junior Juliana Wayss Manoel Severo PRODUÇÃO IMAC José A. Costa Julio Cavalcante PUBLICIDADE Wilson Gomes - 85085839 IMPRESSÃO Tecnograf TIRAGEM 10.000

É uma publicação do Instituto de Meio Ambiente de Caucaia Todos os direitos reservados Endereço: Rua Tobias Correia Nº 714 - Centro Fone: 3342-3901/ 3342-1067/ 3342-3059 CEP. 61600 Caucaia CE. e-mail: imacnoticias@gmail.com

N

o momento em que o mundo vive a instabilidade social, política e ambiental, a sensibilidade e a critica são ferramentas essenciais para um desfecho salutar quer seja na China, na Europa ou em Caucaia. Os problemas ambientais espalharam-se pelo planeta, produzindo efeitos devastadores e até irreversíveis. Basta vermos o que tem acontecido ultimamente com furacões, tsunamis e outros fenômenos que vem semeando a morte e a destruição por onde passam e até alguns de menor monta, mas que afetam milhares de pessoas quer na situação econômica quer na situação de lazer, como por exemplo a erosão marítima na orla costeira de Caucaia. È nossa obrigação chamar a atenção dos nossos semelhantes, cada vez mais para os problemas ambientais, pois as soluções destes passam fundamentalmente pela tomada de consciência do ser humano sobre o seu comportamento com o meio natural. O desenvolvimento do senso crítico começa quando surgem as carências, sejam dos recursos naturais para fins econômicos, lazer ou sanitários. Na medida em que não é possível supri-las, o comportamento humano incorpora algum processo evolutivo de conscientização coletiva, surgindo novas políticas, um novo parâmetro para ética.

I Ideologias, técnicas ou sistemáticas de ações, várias têm sido as propostas buscando a redução da problemática ambiental, porém somente através da educação se atingirá a meta proposta. Muito se tem discutido sobre as ações promovidas pela Educação Ambiental. Uma diversidade de profissionais tem despertado para a necessidade de conhecer os objetivos da Educação Ambiental, a importância da ocorrência dos eventos com este enfoque está na multiplicação dos conhecimentos, numa postura futurista de profissionais mais críticos e sensíveis aos problemas ambientais. Muitas das ações efetivadas hoje, provavelmente só terão suas conseqüências positivas em tempos futuros. Para que o ser humano tenha

Premiação Ambientalista

Trófeu IMAC

não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados ou por qualquer outro conteúdo publicitário e comercial, sendo este último de responsabilidade dos anunciantes.

DENÚNCIAS 3342 1067 3342 3059 2

A equipe do IMAC NOTICIAS agradece a todos pelas manifestações de apoio e apreço manifestadas com a saída do primeiro número deste jornal, através de: emails, de telefonemas e de congratulações pessoais, prometendo tudo fazer para continuar a merecer a confiança dos nossos leitores.

Uma conduta consciente com a natureza, se faz necessário o despertar deste senso critico, onde o fator ambiental sobreponha-se ao econômico. A Educação Ambiental traz consigo a proposta de sensibilizar as mais diversas áreas de atuação profissional para um comportamento mais crítico e menos imediatista. Por todas estas e outras razões não descritas, vamos cuidar de Caucaia, vamos cuidar do Planeta, vamos dar mais atenção e respeitar mais o Meio Ambiente para que possamos assistir ao crescimento das gerações vindouras com muita qualidade de vida

Rua Coronel Corrêia, Nº469 - Caucaia - Ce.


Ecoentrevista O IMAC NOTICIAS entrevista Dr. Elizeu Santos, Secretario do Desenvolvimento Econômico de Caucaia que nos fala sobre o seu trabalho e o futuro de Caucaia, no desenvolvimento integrado, nos investimentos já definidos e na geração de emprego através de novas indústrias instaladas e a instalar no nosso município

IMAC- Qual a função da sua Secretaria? Dr. Elizeu Santos A função da minha secretaria é o crescimento do PIB do município, através da atração de indústrias e geração de emprego e conseqüentemente a melhoria da questão social, essa é a nossa missão básica. IMAC- Caucaia Já dispõe de parque logístico industrial? Fale-nos sobre os pólos industriais criados na sua gestão? Dr. Elizeu Santos Quando eu assumi a secretaria Caucaia não existia nenhum parque industrial no município, a não ser um terreno na Portira onde estavam formando um pólo industrial, atualmente nós estamos a criar quatro parques industriais para abrigar as empresas que já estão protocoladas e vinculadas aqui ao nosso município. IMAC- Qual é o procedimento usado para atrair novos investimentos para Caucaia? Dr. Elizeu Santos Caucaia tem uma posição geográfica natural que é uma logística muito apurada para a instalação de empresas, dado a sua proximidade ao Porto do Pecém, normalmente as empresas medias e grandes indústrias ficam próximas ao Porto e Caucaia tem uma condição impar, está próxima ao Porto, tem uma extensa área territorial e uma necessidade muito grande de trabalho,muita oferta de mão de obra dos caucaienses. IMAC- Entre as indústrias atraídas pelo governo de Caucaia, quais os empreendimentos considerados mais importantes? E os segmentos considerados mais estratégicos? Dr. Elizeu Santos Temos várias empresas de grande importância e de segmentos variados, por exemplo no segmento de logística nós vamos ter em Caucaia o maior condomínio empresarial atacadista da America Latina, que será de um investidor Paulista e outro Libanês, que já compraram a área para sediar esse centro indo iniciar a construção, de notar que são cerca de cem mil metros de galpões para sediar esse empreendimento no nosso município. O setor da metalomecânica é também muito estratégico em função da refinaria e da siderúrgica, nós temos varias empresas nacionais especialistas em petróleo e gás e também empresas estrangeiras, nomeadamente de Portugal e de Espanha, que virão sediar-se em Caucaia, criando assim muitos postos de trabalho. Esse é sem duvida um setor muito importante para o desenvolvimento econômico dos Caucaienses. IMAC- A instalação de indústrias, normalmente, é tratada em segredo, uma das razões para que seja assim é a grande concorrência entre municípios? Dr. Elizeu Santos A meu ver sem duvida que Caucaia, ficou parada no tempo, vinte anos, sem evolução econômica. O processo que foi implantado em Caucaia e com a iniciativa do nosso prefeito, Dr.Washington, nós conseguimos atrair grandes muitas empresas e investimentos de segmentos diferentes, não só de

Ecocurtas

Empresas estaduais e federais, mas também de empresas internacionais. Assim nós estamos criando vários pólos diferentes, entre eles como os já citados de granito e de metalomecânica.É evidente que as negociações ocorreram no maior segredo possível, pois sabemos que outros municípios também trabalham para atrair esses mesmos investimentos, assim há muitos municípios querendo sediar estas e outras indústrias e nós temos de anunciar a vinda destas e de outras empresas só no momento certo. IMAC- Quais as vantagens que o nosso município oferece? Os incentivos municipais ofertados são um fator determinante para o desenvolvimento integrado de Caucaia com a instalação de novas empresas? Dr. Elizeu Santos Quando assumimos a secretaria nós percebemos que Caucaia não tinha nenhum incentivo municipal oficial a minha previdência foi criar um plano com incentivos aos impostos municipais, através de uma lei aprovada pela câmara e assinada pelo prefeito. Hoje nós temos todos os impostos municipais incentivados que envolve até 90% de desconto, isso obedecendo com o sistema de flutuação que envolve investimento, empregos e outros setores estratégicos, assim o empresário preencheu o protocolo e fez a pontuação ele recebe imediatamente o seu desconto nos seus impostos. Isso foi uma conquista muita grande porque elimina os atravessadores arranjarem incentivo cobrando propina, que é uma conduta totalmente contraria à administração do Dr. Washington. IMAC- Quais os investimentos que são já uma realidade e quais os previstos até ao final do ano? Confirma a vinda de alguma empresa de destaque para Caucaia? Dr. Elizeu Santos Nós estamos a trabalhar em duas vertentes, uma as empresas estaduais de atração de negócios em função da aproximação de empresas de logística, do porto seco, da metalomecânica e temos um segmento muito importante para o Ceará onde Caucaia foi beneficiada, um é o próprio de granito, um setor muito importante para o Estado do Ceará e Caucaia vai abrigar todo o centro de comercialização de granito e também a atração de empresas de granito que vão exportar através do Porto do Pecem .Estivemos presentes recentemente em Itália na feira internacional de granito, uma das mais importantes do mundo e também em Portugal, onde fizemos uma

EXCLUSIVO apresentação na cidade do porto para os maiores empresários do setor de mármore e granito de Portugal, onde já ficou decidida a vinda para Caucaia. Nós temos uma parceria muito grande com o Governo do Estado através da DESSE da secretaria da Fazenda onde eles vão ter uma exoneração de alguns impostos na área de importação de equipamento e granito, então o granito é um setor muito estratégico o Ceará exportou mais de oito milhões de reais de granito o ano passado, santos exportou quase um Bilhão e está indo muito granito em bloco do Estado do Ceará para o Espírito Santo, pessoalmente acredito que se o granito ficar aqui e seja o bloco exportado diretamente para a china num centro integrado de comercialização num único local, sendo as empresas prestadoras do granito que irão serrar, polir e exportar pelo Ceará. Isso funcionando, no mínimo vamos exportar 100 milhões num trabalho que vai ser de grande importância no Ceará no plano de Exportação. IMAC- Quanto à geração de empregos para os Caucaienses qual a sua previsão de novos postos de trabalho a curto, médio e longo prazo? Dr. Elizeu Santos Caucaia possui uma localização estratégica e privilegiada para ser construído em breve um grande shopping Center, construção essa que já é uma realidade, vai situar-se na estrada que vem de Fortaleza em direção ao Icaraí, junto à rotatória que dá acesso a Caucaia, terá duas torres de 12 andares cada, para albergar escritórios prestadores de serviços um grande supermercado e nas laterais Hotéis tipo Ibis. Um shopping como este se prevê que no mínimo atrairá milhão e meio de pessoas de Caucaia e das redondezas. Para a construção e instalação do grande Shopping Center já temos o comprometimento de empresários que assinaram um protocolo com o município para a construção do mesmo. Também é uma realidade a construção do centro de comercialização de confecções, estamos a trazer para cá para um ponto estratégico localizado entre a BR 222 e a 020 esse centro que vai ser inspirado no maior cento de comercialização de confecções do Brasil que é em Pernambuco onde eu estive em visita, assim já temos investidor já acertou, vai construir, está já cadastrando o pessoal para ver quantas box's vão ser necessárias. Quanto a postos de trabalho, nós temos 157 empresas aqui em Caucaia essas empresas estão protocoladas, assinadas e compromissadas o problema agora é nosso pois temos que fazer a desapropriação de terrenos para instalar essas empresas, algumas delas já compraram os seus próprios terrenos e já começaram a construção, uma empresa Espanhola como a Extremadura a Cialne que vai abrigar 13.500 empregos diretos em Catuana, varias empresas de metalomecanica e outros empresas que irão gerar em 6, 8

meses 8.000 empregos imediatos e está previsto nos protocolos assinados com essas industrias que sejam gerados nos próximos 12 meses 15.850 empregos diretos e isso é uma conquista muito grande para o povo e Caucaia. IMAC- Quanto ao binômio meio ambiente e desenvolvimento sustentável? Dr. Elizeu Santos Obviamente que todas as indústrias que se instalam em Caucaia passam por um processo de estudo prévio ambiental, efetuado pelo IMAC, instituto que regula o meio ambiente no nosso município com critério e rigor, e que viabiliza ou não através de licencia a instalação da mesma. Assim com a secretaria do Desenvolvimento Econômico como as restantes secretarias do município preocupam-se com o meio ambiente para bem estar de todos os caucaienses. IMAC- Secretario, Qual a mensagem que transmite aos investidores e ao povo Caucaiense? Dr. Elizeu Santos Quanto aos investidores é nossa obrigação conscientizar e demonstrar que a localização privilegiada de Caucaia em relação ao porto do Pecém, os incentivos fiscais ofertados pelo município a mão de obra disponível dos caucaienses e as futuras vias de comunicação, são por si só, fatores de atração para a instalação de indústrias e de grandes empresas para Caucaia. Quanto ao povo de Caucaia novos tempos se advinham, a meu ver em 4 anos Caucaia irá ficar irreconhecível com a vinda de muitas industrias e a criação de muitos empregos, hoje já várias secretarias como seja a do trabalho, do turismo e o PPROJOVEM estão fazendo cursos profissionalizantes para capacitar os caucaienses, para que possam trabalhar no seu município, pois vamos ter a partir de agora e até ao final do ano 18.000 vagas de emprego e nós estamos pedindo para essas industrias darem preferência ao nosso povo de Caucaia.

Texto: JAC / Fotos: PC


IMAC NOTICIAS - ANO I - Nº03 - CAUCAIA-CE - AGOSTO/SETEMBRO DE 2009

Júlio César Cavalcante Geógrafo Especialista em Gestão Ambiental

Programa de Educação Ambiental

O Programa deEducação Ambiental de Caucaia vem sendo realizado com base na Lei de Diretrizes e Bases da Educação-LDB e nas novas tendências pedagógicas; aperfeiçoando a relação ensino-aprendizagem com atividades práticas de campo. As ações do Programa de Educação Ambiental de Caucaia vem sendo realizadas com alunos das escolas da rede pública municipal. A inovação do referido programa corresponde às atividades práticas de campo. Agora, as palestras ambientais são complementadas com aulas de campo de acordo com o tema trabalhado. Já foram realizadas aulas de campo no Parque Botânico do Ceará, Aterro Sanitário, Aula de Campo ao Aterro Sanitário de Caucaia AQUASIS e uma Campanha de Limpeza de Praias. De acordo com a nova tendência pedagógica Progressista Critico-Social, o aperfeiçoamento da relação ensino-aprendizagem deve levar em consideração as vivências do aluno com o meio em que vive; atrelando os conhecimentos teóricos adquiridos em sala de aula aos conhecimentos adquiridos em atividades práticas. Dessa forma, o conteúdo teórico é melhor absorvido quando o aluno consegue Campanha de Limpeza de Praias-Cumbuco utilizá-lo de forma mais interativa; por exemplo, alnos da EEIEF Raimunda Nonata Forte Sales (localizada na Tabuba - Região do Garrote) receberam uma palestra sobre Consumo Consciente e geração de lixo e participaram de uma aula de campo no Aterro sanitário, comprovando os conhecimentos adquiridos durante a palestra. Outro exemplo é a EEIEF Patronato Pio XI (localizada no Capuan) onde os alunos do ensino fundamental I receberam uma palestra do IMAC sobre complexos vegetacionais e realizaram uma aula de campo no Parque Botânico; eles, também, produziram exsicatas (exemplares de Blitz Ecológica - Combate às Queimadas na BR-222 plantas para estudos botânicos) com plantas de vários ecossistemas encontradas no Parque. Além de promover a melhor assimilação dos conteúdos teóricos, as aulas de campos tem como objetivo formar multiplicadores em Educação Ambiental, uma vez que os alunos que participam dessas atividades, apresentam seminários sobre a aula de campo aos demais alunos de suas escolas. A metodologia utilizada pelo IMAC leva em conta Aula de Campo ao Aterro Sanitário de Caucaia o planejamento pedagógico das escolas assim como a idade dos alunos; dessa forma, quando as escolas desenvolvem atividades com alunos do ensino infantil o IMAC, juntamente com seus parceiros, realiza atividades lúdicas para repassar conhecimentos importantes. Desde a Semana do Meio Ambiente (junho de 2009) o IMAC tem o apoio da CAGECE que vem realizando palestras e apresentações de teatro de fantoches sobre o consumo consciente da água tratada. Além do público estudantil, o IMAC vem desenvolvendo atividades ambientais com Aula de Campo ao Parque Botânico do Ceará clientes do Centro de Atenção PsicossocialCAPS- AD oferecendo novas formas de tratamento com passeios ambientais em áreas naturais como o SESC -Iparana. O Programa de Educação Ambiental ainda recebe apoio do Governo do Estado através do CONPAM e da SEMACE que apoiam as atividades de implantação da Agenda Ambiental da Administração Pública - A3P e as Campanhas de Limpeza de Praias respectivamente. Todos unidos para o aperfeiçoamento do Sistema de Gestão Ambiental e garantia de uma melhor Aula Lúdica - Teatro de Fantoches qualidade de vida aos Caucaianeses.

4

Projeto Respirando Ar Puro: multiplicador de ações ambientais Que 50 kg de papel reciclado, poupam a vida de uma árvore e podem ser reciclados várias vezes? Que o lixo brasileiro é um dos mais ricos do mundo? Que 1 tonelada de alumínio reciclado economiza 5 toneladas de minério bauxita? Que cada um de nós gera, em média, 600g de lixo/dia, incluindo restos de alimentos, papéis, vidros, plásticos, metais, etc.? Que o plástico reciclado economiza derivados de petróleo? Que 1 kg de vidro reciclado transforma-se em 1 kg de vidro novo? Que para fabricar 1 tonelada de papel reciclado são usados 2.000 litros de água e para fabricar a mesma quantidade a partir da madeira gastam-se 100.000 litros? Contribua com a preservação do meio ambiente, organizando uma Coleta seletiva na sua comunidade

Infra-estrutura

Estrada da Serra do Juá Finalmente uma Realidade

Finalmente a estrada da Serra do Juá é uma realidade. Uma necessidade com 250 anos, a estrada, foi promessa eleitoral durante décadas, de vários políticos que passaram por Caucaia. Atualmente com uma comunidade de cerca de 70 famílias com 80 crianças que freqüentam a escola esta localidade tem lutado com a falta de um acesso digno desse nome, que possibilitasse quando a doença batia à porta de algum morador ou quando se fazia necessário uma ida à cidade ou até mesmo um enterro digno num cemitério, a única maneira que estas pessoas tinha de vencer o caminho enlameado, principalmente no inverno, era o transporte feito em animais, quando isso era possível, pois habitualmente os doentes, acidentados ou idosos que precisavam de uma

Ida ao médico, eram transportados quase sempre, em “rede” com a força braçal que ainda ia restando a vizinhos e amigos que se revezavam ladeira abaixo e ladeira acima numa mostra de solidariedade, que este povo sempre demonstrou. Como presente de Natal a nova estrada da Serra do Juá, em construção e já na fase de acabamento é uma realidade.Este caminho outrora tosco e de difícil aceso, transformou-se numa estrada digna da população e visitantes, onde poderão rodar carros, transportes públicos e pedestres em segurança. Num bate papo com o Chico do Pau, homem nascido e criado no local, há 66 longos invernos, agricultor, sempre foi dizendo que “com tantas dificuldades em subir e descer, muitas famílias desistiram da Serra, também o transporte dos produtos que nascem da terra são impossíveis de levar lá para o mercado. Hoje já se sente cansado de uma vida dura, mas ainda com forças para inaugurar a estrada mais desejada e sonhada pelo povo”. Assim contribuindo para uma melhor qualidade de vida destes caucaienses o Prefeito Washington Gois, sem qualquer promessa feita, ofereceu este presente de Natal aos serranos do Juá, assim temos a certeza, que vai encher muitos e muitos lares de uma nova felicidade e de um futuro mais promissor. JAC


IMAC NOTICIAS - ANO I - Nº03 - CAUCAIA-CE - AGOSTO/SETEMBRO DE 2009

COMDEMA

Problematização do Litoral Caucaiense A degradação do Meio Ambiente pelo fenômeno da erosão costeira ocorrido nas praias de Iparana, Pacheco, Icaraí e Cumbuco nos distritos de Caucaia- CE

O

s impactos do aquecimento global projetam elevações do nível dos mares decorrente do aquecimento global. O avanço da erosão nestas praias tem sido provocado pelo o movimento das corrente marítimas durante as tábuas mais elevadas. A intensa ocupação da linha da praia e as sistemáticas obras desordenadas de contensão constituem um dos principais fatores desta erosão. Sobre os impactos ambientais citamos a alteração da paisagem natural nas praias citadas, com alteração da linha da costa, destruição de barracas e residências na zona costeira e a diminuição da balneabilidade dos freqüentadores das praias. Conseqüentemente ocasionou a diminuição da procura dos banhistas pela quase total redução da linha de praia, do número de barracas e perda do

potencial paisagístico. Existe a real necessidade de proteger o patrimônio com o processo erosivo que se vem agravando a cada ressaca, poderemos perder toda a faixa de areia e seus patrimônios públicos e privados localizados próximo ao mar na zona costeira, caso o controle de erosão costeira não seja providenciado.

O Aterro é Nosso?

Hoje recebemos o lixo da Capital, ele é depositado como: lixo orgânico, hospitalar e até resíduos da construção civil que diminui sua capacidade de armazenamento em nosso aterro. A capacidade está chegando ao fim, existem falhas em ares não compactadas e não cobertos corretamente com areia e o vazamento de chorume liquido produzido pelo lixo contamina o lençol freático. As grandes quantidades de lixo estão virando montes altos que são vistos de longe, e consequente mau cheiro e presença de predadores no local como urubus se alimentando. Isso forma um grande desafio à Ecologia da sobrevivência, pois além da poluição do lençol freático produzido pelo vazamento de chorume, a poluição do ar,enquanto isso nossa cidade utiliza-se apenas de 10% e Fortaleza de 90% da sua capacidade, através de um contrato irresponsável dos gestores passados.

O Aterro Sanitário Metropolitano Oeste de Caucaia (Asmoc) localizado em nosso município próximo à BR 020 e ao Conjunto Nova Metrópole, possui uma área de 123 hectares, mas hoje conta com 70% de sua capacidade ocupada por resíduos sólidos e um prazo de vida útil somente até 2010, sendo que poderia ter sua vida útil até 2025 se não fosse a desativação do aterro do Jangurussu em Fortaleza.

João Arthur, Arthur,presidente Pres. do IMAC do eIMAC Ricardo e Ibiapina, Ricardo Procurador Ibiapina, Procurador Geral de Caucaia Geral de.Caucaia.

licenciamento ambiental liberada pelo IMAC. Assim fazemos votos para que as obras de recuperação tenham o seu inicio o mais rapidamente possível para que a próxima “ressaca” marítima não venha a destruir ainda mais as praias de Caucaia. Reunião dos Conselheios do COMDEMA.

Todavia, o Instituto do Meio Ambiente de CaucaiaIMAC, através de seu conselho municipal CONDEMA, realizou no dia 30/10/09 às 09:00 a sessão ordinária n° 25, no auditório do gabinete da prefeitura, onde depois de apresentada a proposta da solução indicada foi votada a favor, por unanimidade, o estudo realizado pela empresa responsável pelo EIA/RIMA e o processo de O convênio celebrado em 1998 entre as cidades de Caucaia e Fortaleza na realidade foi um crime para os caucaienses. Como Geógrafo e especialista no assunto sugiro não só o prolongamento da vida útil do aterro como uma revisão no contrato para que o nosso aterro receba apenas os nossos resíduos e que possamos fazer nesta nova gestão um projeto de coleta seletiva com reaproveitamento de materiais tais como: plásticos, metal, papel e outros. Com isso produziremos mais empregos e geração de renda, levando também para uma vida útil muito maior esse aterro que está chegando ao fim. Defendo que seja feita uma organização entre os catadores de Caucaia com instalações de containeres e um grande depósito que facilite o trabalho de centenas de catadores além de uma condição adequada de trabalho em conjunto com a prefeitura dando a condição de emprego a este que eu chamo de

Apresentação da proposta para votação dos Conselheiros.

verdadeiro agente ecológico, pois limpa a cidade sem prejudicar o seu meio. de catadores além de uma condição adequada de trabalho em conjunto com a prefeitura dando a condição de emprego a este que eu chamo de verdadeiro agente ecológico, pois limpa a cidade sem prejudicar o seu meio. O prejuízo dos catadores de Fortaleza depois da desativação do aterro e posteriormente suas coletas coletivas contribuíram para o desemprego de 2000 famílias que sobreviviam do lixo no qual foram para as ruas e entraram no crime, pois foram obrigados pelo destino a virar bandidos, portanto defendemos a reciclagem em Caucaia. Esta na hora dos políticos entenderem que a questão de limpeza pública e o destino de resíduos são uma questão social de alto teor, dependente de vários fatores que hoje não são aplicados. Texto: Dr. João Arthur - Presidente do IMAC.

Licenciamento Ambiental

Estudos necessários para Licencimento Ambienal Toda atividade modificadora do meio ambiente deve ser devidamente licenciada ambientalmente, isso deve ocorrer antes até de sua inicialização, sendo o primeiro licenciamento (Licença Prévia) realizado quando há somente a intenção do empreendedor de realizar a atividade, no qual o órgão ambiental analisa os efeitos desta atividade no local onde ela ocorrerá, avaliando possibilidade ou não da ocupação do mesmo. No IMAC, toda atividade a ser implantada ou já implantada, porém sem o devido licenciamento, deve apresentar um Estudo Ambiental Prévio ao seu licenciamento, assim toda licença ambiental expedida pelo IMAC é anteriormente precedida da apresentação deste Estudo. Existem vários tipos de Estudos Ambientais Prévios ao licenciamento, porém alguns são utilizados com maior freqüência.

O critério para a escolha do Estudo Ambiental Prévio está intimamente relacionado com o tipo de atividade a ser licenciada, o local onde a atividade irá se instalar e o tipo de requerimento solicitado pelo empreendedor. Após a análise do Estudo aplicável, o IMAC fornece um Termo de Referência para a elaboração do Estudo Ambiental Prévio para a atividade. Os principais estudos ambientais e seus casos aplicáveis são: Estudo de Viabilidade Ambiental - EVA: é aplicado para licenciamento de residências, pousadas, condomínios, hotéis, restaurantes, hospitais, clínicas, entre outras construções Civis; Estudo de Impacto em Vizinhança EIV: é aplicado para licenciamento de indústrias leves e atividades em funcionamento que não possuem licenciamento ambiental, como: cerâmicas, movelarias, indústria de

ração animal, entre outras. Relatório de Controle Ambiental, Plano de Controle Ambiental e Plano de Recuperação de Área Degradada RCA\PCA\PRAD: é aplicado para licenciamento das atividades de extração mineral, como: areia, argila, brita, entre outros materiais utilizados na construção civil; Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental EIA\RIMA: é aplicado para os empreendimentos de grande porte e\ou para os empreendimentos de grande potencial poluidor degradador, como: indústrias pesadas (refinaria, siderúrgica, entre outras), complexos turístico hoteleiros, extração de granito ornamental, entre outros. Os Estudos Ambientais Prévios são elaborados, conforme o Termo de Referência expedido pelo IMAC, por profissionais devidamente habilitados por seus

respectivos conselhos de classe (CREA, CRQ, CRBio, etc.) e cadastrados no IMAC. Estes profissionais são contratados pelo empreendedor, que pode escolher entre os já cadastrados ou por outros profissionais, desde que estes se cadastrem no IMAC.Para o cadastro do profissional no IMAC é necessária a apresentação dos documentos relativos à formação profissional superior e à sua inscrição no conselho de classe, sendo necessário o preenchimento de um requerimento, bem como o pagamento da taxa. O IMAC também solicita outros tipos de Estudos Ambientais Prévios, tais como: Estudo Ambiental Simplificado EAS, Plano de Controle e Monitoramento Ambiental PCMA e Relatório Ambiental Simplificado RAS, porém estes são bem menos freqüentes. Texto: Marcio Pinheiro


IMAC NOTICIAS - ANO I - Nยบ 04 - CAUCAIA-CE - OUTUBRO/NOVEMBRO DE 2009

8


IMAC NOTICIAS - ANO I - Nº04 - CAUCAIA-CE - OUTUBRO/NOVEMBRO DE 2009

Opinião

Ecoentrevista

EXCLUSIVO

Presidente da Autarquia Municipal de Transito - AMT, Coronel Antonio Gonzaga Moreira de 62 anos, Cel. Gonzaga - Dos 11 fotossensores existentes no natural de Caucaia, fez carreira profissional na Policia Militar, dá entrevista ao IMAC Noticias e revela município, todos estão em pleno funcionamento. Quanto à implantação dos fotossensores, é feito um estudo de como encontrou o transito em Caucaia, apontando soluções para o seu melhoramento

IMAC Quando o Sr. tomou posse como encontrou o trânsito no nosso município? Cel. Gonzaga - Nós encontramos o transito em Caucaia numa situação muito delicada, pois não se via agentes de transito nas ruas para controlar o trafego, sabemos que enfrentamos um árduo trabalho, mas estamos fazendo o que é possível para operacionalizar o transito no nosso município. De inicio o nosso objetivo foi desobstruir as ruas para que as pessoas pudessem circular com segurança sem atropelos ou engarrafamentos colocando agentes nos cruzamentos das vias. Embora hoje, o transito ainda não seja o ideal por nós, já está mais ordenado e organizado, os motoristas estão hoje mais conscientes, estacionando nos devidos locais e evitando os locais proibidos. IMAC - Quais as necessidades da AMT no que se refere a LOGÍSTICA E PESSOAL? Cel. Gonzaga - Depois de fazermos um estudo concluímos que o nosso efetivo tem de ser aumentado, o que vai acontecer com o próximo concurso. Nós queremos um efetivo capaz de atuar no transito em todo o município, não podemos ficar só no centro da cidade e nas praias, queremos atuar em todas as vias e localidades do município, a fim de darmos maior segurança aos cidadãos, adquirindo mais viaturas, equipamentos de comunicação e quantos acessórios forem necessários para o serviço do dia-a-dia. IMAC - Existe algum projeto para melhorar o transito em Caucaia? Que alterações poderão vir a ocorrer no futuro? Cel. Gonzaga - Nós temos aí algumas idéias e projetos para pôr em pratica, mas essa concretização só poderá ser efetivada após a recuperação do asfalto de toda a malha viária, o que é uma das urgências do nosso Prefeito. Assim como do próprio Secretario de Infraestrutura que está trabalhando para que no futuro próximo tenhamos não só a malha viária central asfaltada, mas sim todas as vias. A partir do momento que o asfaltamento esteja concluído, nós vamos melhorar a sinalização horizontal, vertical e indicativa porque Caucaia é carente nesse ponto.

TEL:9902 9485

IMAC - A AMT tem convenio com a Policia Federal Rodoviária para a fiscalização da BR 222, como são feitas essas fiscalizações? Cel. Gonzaga Esse convênio ainda não existe, mas estamos em negociações para ser preparado através da Procuradoria do Município um documento que será encaminhado à Superintendência da PRF. A AMT está ciente da necessidade dessa fiscalização, sabendo-se que o eixo viário principal de Caucaia é o nosso “Calcanhar de Aquiles”. A BR 222 é atualmente fiscalizada pela PRF, mas estamos à beira de um convenio para que nos seja entregue a responsabilidade dessa fiscalização que vai do viaduto de Tabapuá até ao rotatório da Aço Cearense, numa faixa de 14.5 Km. IMAC - Sabendo-se que a maior percentagem de acidentes mortais com motos é proveniente da falta do uso de capacetes, que está sendo feito para minimizar este problema? Cel. Gonzaga - Todos nós sabemos que os hospitais vivem lotados de pessoas acidentadas com o uso da motocicleta, principalmente aqueles que não usam capacete, note-se que o capacete é equipamento de uso obrigatório, mas sabemos que por teimosia muitos motociclistas preferem usar no braço, ficando sujeitos aos graves acidentes, muitos deles mortais. A União, o Estado e o Município estão gastando muito dinheiro na área de saúde por conta dos acidentes com motociclistas. Quanto a prevenção, não só a AMT mas em todo o Estado, são realizadas campanhas educativas com blitze que por vezes são feitas em pareceria com o IMAC e uma fiscalização rigorosa sobre o uso de capacete. Nós lamentamos que as pessoas só cumprem a lei depois que são punidas. Lamentavelmente a parte mais sensível do corpo humano é o bolso. IMAC - Qual a ação da AMT na fiscalização da lei seca (Lei da Alcoolemia Zero, lei Nº 11.705) e quantos motoristas foram flagrados com um teor de álcool superior ao permitido, até ao momento? Cel. Gonzaga - No momento nós ainda não estamos preparados para fiscalizarmos a lei seca, ainda não possuímos bafômetros, mas a AMT em parceria com o DETRAN faz blitze no nosso município onde são usados os bafômetros daquele órgão e até da PRF, quando solicitamos. Nós estamos começando agora com uma herança de um passivo muito alto, passivo esse que foi negociado entre o Governo Municipal e os credores. Assim, os equipamentos necessários serão adquiridos brevemente para que a AMT possa desempenhar o seu trabalho com eficiência. IMAC - A fiscalização rodoviária através de fotossensores nas estradas de Caucaia está em pleno funcionamento? Que critérios são usados para o seu aferimento?

viabilidade técnica do local para que sejam implantados os equipamentos. Este tipo de fiscalização traz vantagens para a prevenção do transito, pois ele obriga à redução de velocidade em pontos críticos, evitando graves acidentes. IMAC Autarquia Municipal de Trânsito de Caucaia é o órgão responsável pela fiscalização dos passeios de Buggy nas dunas, de quadriciclos e de Cavalo, nas praias do município, nomeadamente no Cumbuco, quais as regras exigidas para funcionarem esses eventos, e que fiscalização está sendo feita? Cel. Gonzaga - Existe a lei que regulamenta o transito nas dunas e praias. É proibido por lei o uso das Dunas desde que não seja por agentes autorizados pelo município, como por exemplo, os Buggys das cooperativas do cumbuco. Estes estão credenciados pela prefeitura, até porque eles usam as trilhas já definidas evitando desta forma causar danos ambientais, tanto nas Dunas fixas como nas Dunas móveis. Essa lei está valendo para todos os veículos, quer sejam carros 4x4; Quadriciclos, que são considerados tratores de pequeno porte e não podem usar as rodovias por não existirem no cadastrado no cadastro nacional, e daí a sua possível apreensão. No entanto nós temos conhecimento da existência de alguns quadriciclos que estão nas praias de Caucaia e fazem passeios turísticos. Esse problema tem sido alvo de varias articulações por parte dos interessados para que se ache uma solução em conjunto com o DETRAN, mas na verdade as pessoas têm que estar conscientes que esses veículos podem ser apreendidos. Quanto aos animais na praia, nós tivemos recentemente uma reunião com os cavaleiros para sensibilizá-los a se organizarem e respeitarem a área de banhista, pois é proibido animais invadirem esses locais, e nós protegemos os banhistas contra qualquer tipo de veiculo, mesmo que sejam os cavalos, até porque nenhum turista, nenhum banhista quer estar numa praia cheia de dejetos de animais, ou correndo o perigo de ser atropelados por um quadriciclo, uma moto ou um Buggy. Nós não queremos proibir ninguém de trabalhar, de ganhar o seu sustento, mas tem que haver regras, para não corrermos o risco de com esse trato afastar os turistas do nosso meio. Queremos um serviço de qualidade para atraí-los. Essa é a política do governo municipal. IMAC - A Autarquia de transito realiza ações de educação e prevenção rodoviária nas escolas do nosso município, com vista à conscientização das crianças em relação ao transito? Cel. Gonzaga - Na semana Nacional do Transito que se realiza em setembro, vamos fazer esse trabalho nas escolas com palestras e apresentação de filmes, faremos também capacitação de professores e alunos para que fiquem mais preparados para ensinar e alertar os alunos, ensinando que só pode dirigir quem tem carteira de motorista e que os documentos devem estar todos legais

etc. Eu sou defensor de que nas escolas deveria ser incluído nos seus programas de ensino.

IMAC Para finalizar, uma mensagem aos Caucaienses em geral e aos motoristas em particular. Aos munícipes de Caucaia dizemos que estamos trabalhando para garantir no futuro um melhor trânsito, um trânsito mais ordenado e disciplinado. Aos motoristas aconselhamos que dirijam com cuidado e atenção, atendendo às regras de transito e evitando acidentes desnecessários e em especial, aos motociclistas, pedimos que usem seus capacetes para que possamos evitar autuações e principalmente acidentes que causam problemas aos munícipes e prejuízo ao nosso Município, Estado e Nação.

Aulas de Trânsito na EEIEF. Joana D’arc

Aulas de Educacionais de Trânsito na EEIEF. Moacir Pinheiro

ICARAÍ - CAUCAIA, CE TEL: (85) 3318 3719


IMAC NOTICIAS - ANO I - Nº 04 - CAUCAIA-CE - OUTUBRO/NOVEMBRO DE 2009

A

A Perspectiva da Nova Ciência para o Mundo

lguém já pensou que, para entender os problemas ambientais que acontecem no mundo hoje, precisa entender um pouco de Filosofia? Pois é, meus caros amigos, o mundo começou a tratar a Mãe Natureza de forma incorreta há uns séculos atrás, especificamente com o Início da Era Moderna. Vou contextualizar. Vamos fazer uma breve explanação de como a “Era Moderna” começou. Vamos olhar um pouco para trás e entender o mundo do século XVI a XVIII com o grande advento da Revolução Industrial. O mundo deixava de ser essencialmente feudal e a fé deixaria de ser O paradigma. O mundo começou a ser “Moderno” com as maravilhas advindas de uma forte corrente filosófica iniciada na Europa chamada de Iluminismo. Um dos grandes feitos dos autores responsáveis por esta revolução filosófica foi o uso da “razão”. VOILÁ!!! Como dizem os Franceses. O mundo deixou de dizer amém para as explicações da Igreja Católica acerca dos fenômenos naturais e começou a indagação. Os porquês. Daí surgiu o empirismo, as investigações acerca do mundo, dos planetas e com isso nasceu nossa cara e estimada “Ciência” como a conhecemos hoje. A perspectiva medieval mudou radicalmente nos séculos XVI e XVII. A noção de um universo orgânico, vivo e espiritual foi substituída pela noção do mundo como se ele fosse uma máquina, e a máquina do mundo converteu-se na metáfora dominante da Era moderna. Esse desenvolvimento foi ocasionado por mudanças revolucionárias na Física e na Astronomia da época, culminando nas realizações de Copérnico, Galileu, Newton, Francis Bacon e René Descartes A Ciência do século XVII baseou-se no método analítico de raciocínio concebido pelo gênio Descartes: Penso, logo existo (Cogito, ergo sum). René Descartes é considerado o fundador da filosofia

moderna. Brilhante matemático e sua brilhante perspectiva filosófica afetaram as novas proposições da época. O método analítico racional cartesiano consiste em decompor pensamentos e problemas em suas partes componentes e em dispô-las em sua ordem lógica. Foi o método de Descartes que tornou possível à NASA levar o homem à Lua, por exemplo. Bom, ótimo!! Porém nos levou à atitude generalizada de reducionismo na Ciência, ou seja, a crença que os complexos fenômenos naturais podem ser reduzidos as sua partes constituinte. Chegou-se a conclusão que mente e corpo poderiam ser separadas e encarou o corpo humano, assim como a natureza, como uma máquina. Que se uma parte por algum motivo adoecesse poderíamos tratar do problema isoladamente, sem que as outras partes pudessem ser prejudicadas. Começou assim uma drástica divisão dentro da Ciência. As Ciências Humanas foram separadas dos fenômenos naturais, da Matemática e da Astronomia. O mundo foi dividido!!! Começamos a ver as partes e não o todo. Quando Bacon iniciou seus escritos, a Europa do século XVII vivia um momento sui generis. Muitas mulheres foram mortas ou torturadas em um episódio conhecido como “Caça as bruxas”. Os escritos de Bacon foram fortemente influenciados por esse movimento permitindo-o a fazer analogias entre a MãeNatureza e a Mulher. Os termos que Bacon defendia em seu novo método de investigação eram não só apaixonados como rancorosos. Como Chanceler da coroa de no reinado de Jaime I, Bacon estava intimamente familiarizado com tais denúncias e libelos, e, como o a Natureza era comumente vista como uma fêmea, não deve causar surpresa o fato de ele ter comparado ambas em seus escritos científicos. Acreditava-se que a Natureza tinha a obrigação de servir-nos. “Podemos tirar tudo o que precisamos, pois

a Mãe natureza não sentirá, pois ela foi feita para nos servir”. A Revolução Industrial nos permitiu uma rápida e larga produção em um menor espaço de tempo. Foi nesta época que se viu na Europa uma frenética fabricação de relógios. Todos os grandes aristocratas, assim como operários, cronometravam as suas produções. O tempo foi matematizado. Já percebeu a matemática de um relógio?? Consegui ver Descartes nele? Eu o vi e me espantei. René Descartes

D ébo rah C aval can t e Socióloga e Eng de Pesca

Opinião

Semana do Meio Ambiente 2009

Hoje vemos claramente as lacunas deixadas pelo pensamento cartesiano. Passamos séculos olhando para o planeta com um paradigma patriarcalista. Os recursos necessários para alavancar o progresso da máquina do mundo moderno foram retirados de forma promíscua e danosa. A Nova Ciência nasce com uma nova perspectiva de mundo. Vendo as necessidades e os problemas

Transporte com Segurança e Conforto Só com SINDIVANS E COOPERVANS

Tel: 3342 5997 e-mail: Sindvanscaucaia@hotmail.com 10

Do mundo Moderno, estudiosos sociais propõem um novo paradigma, onde este se baseia na consciência do estado de inter-relação e interdependência essencial de todos os fenômenos (físicos, biológicos, psicológicos, sociais e culturais). A visão HOLÌSTICA DE UM MUNDO PÓS-MODERNO. A Nova Ciência surgiu partir dessa visão holística do ser humano com o meio ambiente e a interdisciplinaridade entre todos os ramos da ciência. A Física quântica ( principalmente após os postulados de Einstein e a teoria da relatividade) e a Ecologia foram as que primeiro entenderam tais necessidades. E é nessa perspectiva de interdisciplinaridade, de pensar o mundo como um todo, um organismo só, é que os ambientalistas propuseram o Desenvolvimento Sustentável, para que o Desenvolvimento e o crescimento das sociedades sejam atrelados junto ao Meio-Ambiente. VOILÀ! Já estamos colhendo frutos da nova Perspectiva de um mundo Holístico. O que eu vejo é que, infelizmente, alguns governantes atrelam o temo “desenvolvimento sustentável” adotando políticas públicas que não resolvem o problema ambiental. Apenas o transferem para um outro local. Nós, cientistas, temos a começar a trabalhar essa questão a começar pela Educação Ambiental. Nenhum passo nesse sentido pode ter sucesso se não mudarmos de início a concepção humana. A Educação Ambiental entrando como disciplina obrigatória nas Escolas, a capacitação do corpo de funcionários da Administração Pública, em especial aqueles que trabalham “ na ponta”, ou seja, em contato direto com a população para abordar a questão ambiental como uma questão de saúde pública. Deixar-mos de ter aquela visão mecanicista de que se jogarmos um lixo, pelo menor que for, em um rio, por exemplo, não atingirá nossos abrigos, pois o lixo será arrastado. È uma visão reducionista, que precisamos desvencilhar-se dela e que não resolve problema nenhum, só aumenta. Só conseguiremos realizar um desenvolvimento eficiente se mudarmos nossa perspectivas de mundo. Só conseguiremos fazer isto se cada um de nós, dentro de nossas casas, começar a adotar medidas que mostrem aos nossos descendentes que os recursos naturais que utilizamos e que são essenciais a existência da vida na Terra é FINITO. A Natureza não “tem a obrigação de nos servir”, pois nós fazemos parte dela, respiramos com ela, vivemos para ela e com ela. Somos um organismo só. Precisamos ser um pouco filósofos SIM, para termos sensibilidade para SENTIR, REFLETIR e ENSINAR sobre o mundo em que vivemos.


IMAC NOTICIAS - ANO I - Nº04 - CAUCAIA-CE - OUTUBRO/NOVEMBRO DE 2009

Ecocurtas Opinião

Biogás a partir do Lixo

Blitz Educativa de Vigilância Sanitária

Personalidade do Mês Secretaria de Meio Ambiente de Aquiraz, Visita IMAC

As ações de fiscalização iniciaram-se com a presença de funcionários da Secretaria de Turismo, IMAC e Vigilância Sanitária, foi feita na Estrada da Barra do Cauípe em alguns botecos, os quais se encontravam todos sem alvará de funcionamento e sanitário e em estado de conservação precários, banheiros sujos e somente com uma privada, sem pia e muito menos água encanada. As mercadorias pelo chão, animais domésticos presentes fazendo parte da “decoração” do estabelecimento. Foram notados também garçons sem camisa, aspecto de sujo e mulheres atendentes com unhas sujas e aspecto de sujeira. Nos arredores destes botecos as dunas confundem-se com o lixo. Num mercadinho visitado a proprietária reclamou da precariedade na área da saúde que é inexistente, possuindo a população de Matões um posto médico, mas sem médico para atender a população. A escola Manuel Peraldiano de Freitas encontra-se fechada tendo as crianças que se deslocar para uma escola mais distante. Os freqüentadores da Barra do Cauípe chegam ao local em cerca de 25 ônibus lotados, aos domingos de manhã para fazerem Pic-Nic's e assim passarem um dia de lazer, porém a estrutura atual não comporta esta demanda, pois não existe banheiros nem condições de suporte para responder à procura do povo.

O IMAC recebeu a visita do Secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Aquiraz, Eng. Agr. Paulo de Tarso Meyer Ferreira, do Coordenador de Meio Ambiente, Carlos Mariano, acompanhado do Técnico da EMATERCE, Eng. Agr. Esio do Nascimento e Silva, oportunidade a qual, colocada as questões maiores dos municípios de Aquiraz e Caucaia e suas importâncias no processo de desenvolvimento sustentável da região metropolitana, vislumbrou-se a possibilidade de viabilizar uma relação parceira entre os municípios. O Secretário Paulo de Tarso enfatizou firmemente que, o motivo maior da visita voltava-se ao conhecimento da experiência bem sucedida do IMAC, quanto as responsabilidades ambientais no município de Caucaia, avalizado pelo Órgão Ambiental estadual e federal, permitindo assim, o desenvolvimento de ações, em busca da preservação e conservação dos recursos naturais local, concluindo-se que, apresentará ao Prefeito de Aquiraz uma proposta de criação de um Órgão Ambiental, sustentado nos indicadores do Órgão Ambiental de Caucaia.Agradecendo a visita, o Presidente do IMAC, dispôs-se a ofertar contribuição do Instituto e firmar uma cooperação técnica entre os municípios.

No Ceará a potencialidade do lixo está em estudo para ser aproveitada, a possível produção de energia através do lixo começou a ser estudada no nosso Estado. Atualmente, estima-se que os aterros instalados no Ceará tenham capacidade para produzir de 10 a 12 megawatts (MW) de energia (o suficiente para 25 atender mil habitantes), segundo declarou o coordenador de Energia e Comunicações da Secretaria Estadual de Infraestrutura do Estado do Ceará (Seinfra), Renato Rolim. No estudo de avaliação da viabilidade econômicofinanceira e técnica para se construir usinas no Ceará que aproveitem esse potencial vai ser a agência americana Rolim a custear esses estudos. Segundo ainda a Rolim já estão sendo pensados nos seus projetos que novos aterros sejam construídos no Ceará ,visando também a construção da acoplação de usinas de geração de eletricidade. O estudo que vai indicar a viabilidade e a quantidade da produção de biogás no aterro, em função da composição dos resíduos aterrados e da sua quantidade, além de avaliar também o custo de geração da energia elétrica, em comparação com o valor cobrado pela concessionária local. Entretanto realizou-se um encontro entre a SEINFRA, a Secretaria de Cidades e a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (USEPA), onde se discutiu o manejo de aterros sanitários e o seu aproveitamento energético.

Bastidores Bastidores Aniversário Tranquilo Dayves Oliveira coordenador oficial de eventos gerais da prefeitura de Caucaia coordenou a produção das festas comemorativas dos 250 anos que foram um êxito, o jornal, IMAC NOTICIAS bateu papo com ele e soube que: Nas festas de comemoração dos 250 anos do município, Dayves destacou-se pela produção do evento, segundo ele contou à nossa reportagem que uma das maiores dificuldades encontradas na realização deste evento, foi a montagem da estrutura numa arena fechada, que pudesse oferecer toda a segurança à população presente, o que foi conseguido a 100%. Assim com “carta branca” do Prefeito Dr. Washington e as instruções do Vice-Prefeito Paulo Guerra, mentor e organizador das festas conseguimos produzir o evento mais comentado dos últimos anos, durante os 6 dias de eventos nós calculamos que estiveram presentes nas festas, cerca de 100 mil pessoas, disse Dayves Oliveira.

Destaque

Quero aqui parabenizar os caucaienses pelo seu comportamento cívico e pela sua extraordinária colaboração, que teve como resultado o grande sucesso que foi os 250 anos de Emancipação Política de Caucaia. Um dos pontos altos das festas de Caucaia foi a apresentação de bandas de forró, onde se temia que pudesse haver algumas “confusões” feitas por provocadores ,como era habitual nas gestões passadas, mas foi com muita alegria que verificamos que a confusão e a violência não fez parte destes festejos, pois não consta qualquer registro oficial ou mesmo particular de qualquer atitude menos digna, assim o grande êxito foi termos conseguido realizar um evento que, pela primeira vez em Caucaia, teve 100% de paz, por tudo isso o aniversário de

de Caucaia foi nota 10. Após o encerramento destas festas que contaram ainda com a presença da Federação Cearense de Páraquedismo e da esquadrilha da fumaça da Força Aérea Brasileira, já estamos trabalhando, juntamente com a Star produções, para a realização dos próximos eventos; a Passagem do Ano e o Carnaval 2010, onde vamos ter os apoios do MInisterio do Turismos e do Governo do Estado, prometemos fazer o melhor carnaval que Caucaia já viu. Quero aqui também agradecer a todos os patricionadores pela suas parcerias com a prefeitura de Caucaia no apoio aos eventos realizados e a realizar, sem o qual seria bem mais difícil alcançar o êxito. O Jornal IMAC NOTICIAS parabeniza também Caucaia pelas suas comemorações dos 250 anos de emancipação política,assim como o Prefeito Dr. Washington Gois pelo apoio e em especial o seu mentor e organizador Cel. Paulo Guerra e o seu produtor Dayves Oliveira com toda a equipe de produção. Parabéns Caucaienses! JAC

Cel. Paulo Guerra

N

asceu e cresceu em Caucaia, tendo ingressado na aeronáutica, onde serviu como oficial aviador durante 30 anos, passando à reserva no posto de Coronel. Obteve todas as promoções por mérito, tendo recebido diversas condecorações, inclusive a mais alta distinção a “Ordem de Mérito Aeronáutico”, concedida pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Possui formação superior, nível de mestrado, em engenharia de infra-estrutura e segurança aeronáutica, na Universidade Central do Missouri, nos Estados Unidos. Cel. Paulo Guerra possui experiência de 7.200 horas de vôo como piloto militar em aeronave de caça, reconhecimento de ataque, busca e salvamento, transporte de tropas, cargas e helicóptero. Representou o Brasil em missões oficias no Chile, Venezuela, Argentina, Panamá, Suíça, Inglaterra e Estados Unidos Atualmente a sua família é composta por sua esposa, Maria Inez de Oliveira Guerra, tendo o casal uma filha de 8 meses, Maria Paula. Do primeiro matrimonio possui dois filhos, Lisley e Leandro e cinco netos. Cel. Paulo Guerra, homem honesto e correto conta com o apoio dos cidadãos de Caucaia. Foi eleito VicePrefeito de Caucaia, em Janeiro de 2009, cargo que executa com toda a sua competência, em prol da defesa e da construção de uma Caucaia nova e melhor. Organizador das comemorações dos 250 de emancipação de Caucaia, evento esse que liderou com o brilhantismo que lhe é comum.

11


Pela Primeria Vez Fumaça nos Céus de Caucaia

O

s céus de Tabuba foram palco de espetáculos antes nunca vistos em Caucaia. Iniciou-se a realização de mais esta festa, integrada na comemoração dos 250 anos de emancipação de Caucaia com a apresentação da queda livre da Federação Cearense de pára-quedismo, tendo de seguida a apresentação de acrobacias aeronáuticas, efetuados pela Esquadrilha da Fumaça da Força Aérea Brasileira, Esta esquadrilha que brindou os cerca de 15 mil espectadores ali presentes realizou uma serie de manobras artísticas e dificeis que fizeram a delicia do povo ali presente. A realização deste evento foi possível graças ao convite da prefeitura de Caucaia, com destaque para o seu organizador, Vice-Prefeito Cel. Aviador Paulo Guerra que apoiado pelo prefeito Dr. Washington Gois promoveram a realização de mais este shou integrado nas comemorações dos 250 anos de emancipação política em Caucaia.

Representantes da Federação Cearense de Paraquedismo realizam saltos em queda livre.

Palavras para que... Esquadrilha da Fumaça da Força Áerea Brasileira em Caucaia.

Esquadrilha da Fumaça saúda Caucaienses p r e s e n t e s n a p r a i a d a Ta b u b a

Prefeito Dr. Washington e Primeira Dama na companhia de amigos no jantar de homenagem a individualidades presentes e Esquadrilha da Fumaça.

Aviões da “Fumaça” cruzam-se nos céus de Caucaia em manobras arriscadas.

Vice Prefeito Cel. Aviador Paulo Guerra e esposa presentes no jantar de homenagem a individualidades e equipe da Esquadrilha da Fumaça.


IMAC Notícias nº 4