Page 11

om à letra

ENTREVISTA 11

NSINARAM-ME DESDE MUITO NOVO QUE A RÁDIO DEVERIA FORMAR, INFORMAR E VICE-VERSA. INFORMAR PARA FORMAR SOCIEDADES…. Tal não se efectua

ouvir rádio. Por outro lado, o grosso dos estudos É verdade. Tem que se levantar a pestana. Ver que revelam que a rádio está ligada às quatro rodas. tipo de pessoas tem-se à frente e adaptar. Às vezes o feedback até é exagerado (risos) Mas A questão da rádio companhia… gosto de explicar tudo, tenho o maior prazer. Sim.

Apresenta maior feedback como DJ…

No âmbito do seu percurso profissional, Houve algum músico/banda que o referiu a passagem pela televisão. Como foi desiludiram em particular? essa experiência? O Lenny Kravitz e o Ben Harper. Fiz, por exemplo, voz off durante dois anos no … (risos). Bem, vou admitir isto (risos), ainda na época do “reinado matinal “ do Manuel Luís Goucha. Introduzia o arranque da emissão. Referia os slides da programação das sete à uma da tarde.

Considera que a rádio vai acabar?

Para já não vejo tal como um dado adquirido. As novas tecnologias como o mp3, permitem sempre

O Lenny kravitz está mais formatado, “mais MTV” (risos). Inicialmente apresentava um lado mais noisy. Por isso gostei do primeiro e segundo discos deste cantor. Recordo-me da sua presença em Lisboa no estádio do Restelo por volta de 2002, 2003, numa conferência de imprensa onde eu estava presente, mais um conjunto de jornalistas, mulheres (risos). Quando concedeu

esta conferência de imprensa estava precisamente na sua fase “MTV”. Lembro-me de estar a um canto a observar as perguntas pertinentes das jornalistas, que não se relacionavam com a sua música, mas em outros aspectos (risos) e que correspondiam a um simples “OK” por parte do cantor. Recordo-me que na altura decidi intervir também com uma questão: se ele ultimamente estava em contacto com a alma de Jimmi Hendrix. Ele não me respondeu (risos). Já o Ben Harper, apanhei-o numa fase mais tardia. Assisti a um concerto dele e fiquei desapontado. Passou para o lado das bandazinhas e dos surfistas.

O Isidro apoia bastante as bandas de garagem. Considera que as suas hipóteses de divulgação têm evoluído ou estagnado?

Profile for Irene  Leite

Edição 0 Som à Letra  

O primeiro jornal do projecto Som À Letra

Edição 0 Som à Letra  

O primeiro jornal do projecto Som À Letra

Advertisement