Issuu on Google+

ESCOLA ESPECIAL MUNICIPAL ILHA DO SABER

PTD Plano de Trabalho Docente EDUCAÇÃO PROFISSIONAL/INICIAL

PONTAL DO PARANÁ 2011

1


Plano de Trabalho Docente EDUCAÇÃO PROFISSIONAL/INICIAL Auto Cuidado CONTEÚDO - Consciência Corporal

OBJETIVOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS - Percepção do seu corpo e membros por meio do toque e uso do espelho para visualização. - Estimule a identificação a destes. - Promoção de atividades que explorem diferentes partes do corpo com e sem auxílio do professor. - Atividades que exijam o contato corporal em duplas para que se auxiliem mutuamente. - Vivências práticas e sequências do lavar as mãos de forma mais autônoma possível. - Promoção da higiene bucal de forma mais independente possível. - Realização do asseio corporal, de acordo com as possibilidades do educando. - No banho, oriente para que se inicie pela lavagem dos cabelos, rosto, pescoço, braços, peito, barriga, pernas e pés. - Se não houver possibilidades do aluno banhar-se com autonomia, a professora ou atendente ao executar a higiene deve relatar as ações em seqüência para que o aluno perceba o processo. - Incentive o uso de desodorante. - Possibilite um pente largo a fim de facilitar a preensão.

- Perceber-se enquanto pessoa.

- Adquirir hábitos básicos de higiene.

- Realizar a higiene bucal. - Cuidados Pessoais - Realizar a higiene corporal.

- Realizar o ato de pentear-se.

- Vestuário

- Frente ao espelho, posicione-se atrás do aluno e lentamente execute o movimento de cima, para baixo ou para os lados. - Apóie sua mão sobre a do aluno se necessário. - Verifique se o vestuário do aluno condiz com a condição climática do ambiente. - Mostre peças de vestuário que devem ser utilizadas nas diferentes estações do ano para que estes façam a correspondência adequada.

- Ajudar no ato de vestir-se e despir-se.

2


- Alimentação

- Adequação Postural

- Utilize peças que possuam zíperes grandes e coloridos. Se necessário utilize cordão colorido preso ao zíper para estimular a preensão e movimento. - Incentivar o vestir e despir casacos e - Incentive a mastigação e deglutição dos alimentos. jaquetas com zíper. - Incentive a sucção adequada. - Uso de canudo grosso e posteriormente fino. - Oferecimento de alimentos com diferentes sabores e - Adequar órgãos fonoarticulatórios e consistências. funções neurovegetativas. - Utilização de colher, copos, pratos e guardanapos. Se necessário auxilie no ato de segurar os objetos. - Ofereça apoio e incentive o aluno a mudar de posturas sobre - Fazer uso da colher e do copo. tatames ou colchonetes. - Estimule o aluno a manter a cabeça e o pescoço em posição - Adequar postura. adequada (em linha média). Ciências

CONTEÚDO - O corpo

- Higiene Corporal - Alimentos - Ambiente

OBJETIVOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

- Perceber as partes do seu corpo e suas - Melhorando sua integração com o mundo que o cerca através funções explorando os órgãos dos dos seus órgãos dos sentidos. sentidos. * Olfato: sentir o cheiro da comida a ser servida; dos materiais de higiene e de limpeza, de diversas fragrâncias das flores,... * Gustativa: possibilite a apreciação e experimentação de alimentos doces, salgados,... * Auditiva: reconhecer sons que o cercam. * Visual: visualizar objetos, pessoas e a natureza que o cerca. * Tátil: sentir a textura e a temperatura dos objetos que o cerca. - Atividades visando autonomia nos hábitos de higiene como: assoar o nariz usando o lenço de papel adequadamente, lavar e - Aceitar o asseio corporal e habituar-se a enxugar as mãos e rosto, escovação dentária. - Oferecendo frutas e verduras nos horários de refeição, rotina da higiene. - Aceitar os alimentos necessários a incentivando para sua degustação. - Mostrando os serves vivos animais e vegetais, conservação da saúde. - Perceber animais e vegetais como seres - Faça visitas a hortas, jardins, aviários, chácaras, praças. vivos. 3


Geografia CONTEÚDO - A Comunidade O Bairro A Rua

- A Escola

- O Espaço Geográfico

- Pontos Turísticos

OBJETIVOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

- Explorar o bairro onde mora.

- Pesquise o nome do bairro onde o aluno reside. Reforce verbalmente o nome do bairro, a rua e o que tem no bairro, - Explorar sua rua e o que ela contém. como: igreja, mercado, praça, posto de saúde, escola,... - Promova trajetos pelas dependências da escola e observe se o - Reconhecer as dependências da escola. aluno mantém atenção e se reconhece os locais previamente Prédio escolar, pátio, refeitório, Direção,... indicados / relatados pela professora. - Verifique espaços no entorno da escola e explore-os com os alunos. - Conhecer o nome do seu município. - Visite o comércio e bens de serviços mais próximos da escola. - Explore os locais e suas funcionalidades. - Conheça o trajeto casa-escola e pontos de referência. - Conhecer os Pontos Turísticos do - Mencione sempre, oralmente, o nome da cidade. município. - Faça uma pesquisa se há alguns pontos turísticos em um dos bairros em que os alunos residem. Promova um passeio até ele ou a outro ponto turístico. - Explique sobre a importância do local. - Após a exploração do local, faça registros fotográficos dos alunos e o ambiente. - Faça uma exposição das fotos para a comunidade escolar. - Organize outros passeios com o mesmo objetivo.

História CONTEÚDO - O aluno

OBJETIVOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

- Proporcione conversações, Jogos e Dinâmicas em sala. - Integrar-se com os colegas da sala. - Faça uma pesquisa com os familiares do aluno para conhecer a origem e escolha do nome do aluno. - Identificar-se e conhecer a origem da - Elabore um painel descrevendo o significado do nome e o escolha do seu nome. responsável pela escolha. - Estabeleça a relação e evidencie o fato ao calendário no mês 4


- Conhecer a data do seu aniversário. - A Família

- Reconhecer os membros da família.

- A Casa - Orientar-se pelas dependências da casa.

do aniversário do aluno. - Procure no dia do aniversário realizar uma Programação da preferência do aluno relacionando a atividade à data festejada. - Realize conversas dirigidas acerca dos membros da família do educando. - Estabeleça distinção das famílias dos alunos como: números de membros que compõe a família. - Convide os pais a visitarem a sala de aula e a escola. - Registre o comparecimento através de fatos. Utilize-as para a confecção de um painel onde o aluno possa constantemente visualizar. - Organize uma visita a casa do educando. - Observe se ele reconhece as dependências da casa e o seu quarto. - Reforce, ao retornar, o acontecimento e o registro fotográfico da casa e dependências. - Organize atividades exploratórias de correspondência dos pertences / objetos a determinados locais da casa visitada.

Língua Portuguesa CONTEÚDO Linguagem Oral, Expressiva e Receptiva.

OBJETIVOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

- Utilizar-se de diferentes formas de - Favoreça situações reais de comunicação que estimulem a comunicação. oralidade. - Incentive a todo momento a capacidade expressiva do aluno. - Expressar suas idéias, dirigindo o olhar - Realize descrições orais dos fatos, procurando efetivar a para quem fala ou se comunica. comunicação. - Promova rodas de conversa no dia-a-dia da sala de aula. - Busque o máximo de participação de todos e incentive respostas verbais e não verbais aos questionamentos Perceber algumas características apresentados. pessoais. - Solicite através de exercícios exploratórios que percebam seu sexo, cor, nome. - Compreender instruções, perguntas e - Incentive o aluno a seguir ordens simples. 5


respostas.

- Ampliação de Vocabulário

- Linguagem Escrita

- Elabore questões sobre assuntos do interesse do aluno e que este utilize algum canal de comunicação (alternativa e/ou oral) para efetivar suas respostas. - Conversação na sala associando as pessoas aos seus - Reconhecer o nome das pessoas do seu respectivos nomes. convívio. - Apresente oralmente o nome dos pais e parentes mais próximos para que o aluno possa mostrar que o nome lhe é - Ampliar o vocabulário. significativo. - Apresente oralmente o nome da professora, atendentes e funcionários mais próximos e suas funções para que o aluno possa conhecer. - Utilize cartões, fotos, painéis, gravuras como recursos e atividades exploratórias para associação dos nomes às pessoas - Aumentar a capacidade de fixar a que lhes são mais significativas. atenção nos fatos. - Identificando e expressando de alguma forma, nome de alimentos, objetos escolares, objetos pessoais. - Explore o vocabulário por meio de passeios a diferentes espaços físicos. - Melhorar a destreza manual. - Elabore cartazes com diversas gravuras. - Possibilite jogos de atenção, de memória para identificação dos objetos e posição. - Mostre diferentes cenas, de diferentes grupos de alunos ou pessoas realimentando verbalmente a cena apreciada. - Utilize o calendário para fixação dos fatos e comemorações. - Folhear livros e revistas. A professora ao identificar as gravuras que chamem a atenção do aluno deve dar apoio para que o aluno recorte, reforçando o seu interesse. - Efetivar colagens das gravuras procurando elaborar painéis contextualizando a um tema explorado. - Possibilite exercícios de: *amassar (massa, jornal). *rasgado (jornal, revista). *colagem (figuras, materiais naturais ou industrializados) na composição das atividades propostas.

6


- Reconhecer a grafia do seu nome. - Reconhecer a escrita do nome de seus pais. - Conhecer a escrita do mês que se encontra.

- Apresente cartões com os nomes dos alunos em caixa alta para reconhecimento - Apresente a escrita do nome dos pais do aluno para que este possa reconhecê-lo entre outros nomes de pessoas. - Chame a atenção, por meio do calendário, para a escrita do mês que se encontra.

Matemática CONTEÚDO - Números Naturais

- Contagem

OBJETIVOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

- Ter contato com o vocabulário específico - Use materiais manipulativos, cartazes e jogos para trabalhar relativo a agrupamentos e quantidades. agrupamentos e quantidade. - Mostre coleções com muitos elementos, um só elemento e poucos elementos para a percepção de quantidades. - Perceber quantidades iguais e diferentes. - Diante de objetos concretos e de possível apreensão motora pelo aluno, incentive para que agrupe quantidade. - Agrupe coleções de objetos com iguais e diferentes quantidades para que o aluno possa perceber. - Perceber a sequencia dos dias da - Utilize o calendário para mostrar a sequencia dos dias da semana. semana. - Reforce o nome e o dia da semana respectivamente. - Efetive contagem de rotina por meio de contagem dos alunos presentes e ausentes, em materiais manipulativos, nos objetos - Ter contato com os números na ordem utilizados para alimentação (pratos, talheres, copos, convencional. guardanapos, vasilhas). - Na hora do lanche se for oferecido frutas, incentive para a atenção na contagem e distribuição destas. - Apresente situações problemas contextualizadas às vivências dos alunos para que expressem sua resolução.

7


- Medidas de Grandezas

- Medidas de Capacidade

- Medidas de tempo

- Medidas de Massa

- Medidas de Velocidade

- Utilize durante as atividades o vocabulário específico relativo à: grande / pequeno, maior / menor. Comprimento: curto / comprido. - Utilize como unidade de medida: mãos, passos, pés e estabeleça as relações entre os objetos. - Aproveite o horário da alimentação para estabelecer as - Ter noção do conceito de cheio / vazio. relações dos conceitos, reforçando oralmente como: Quantidade de água ou suco que cabe na jarra; em um copo; Quantos copos são servidos com o líquido que consta na jarra de um litro... - Utilize também as conchas de sopa ou vasilha onde são depositados os alimentos para mostrar por exemplo: Quantas conchas de sopa para encher um prato... - Relacione as situações da rotina da escola em uma ordenação e sequencia do tempo: * Hora da entrada. - Perceber o intervalo de tempo. * Hora da refeição. * Intervalo. * Atendimentos. * Hora da higiene. * Hora da saída. - Organize uma tabela das atividades diárias em sequencia por ordem dos acontecimentos. Exponha em lugares de fácil visualização dos alunos. - Perceber relações entre o peso das - Uso do calendário para fixação do hoje, ontem, amanhã. coisas. - Ao manusear a tabela, reforce a atividade que já foi realizada e o que está sendo realizada “agora”. - Ao realizar o manuseio com diferentes objetos, procure mostrar que estes possuem um peso. - Conhecer o significado de rápido e - Coloque, se possível, os objetos sobre a palma das mãos dos devagar. alunos para que sintam e estabeleçam a relação entre objetos. - Utilize os passeios para vivenciar os trajetos realizados de forma rápida e de forma lenta (devagar). - Ande pela sala de forma bem rápida e depois bem lenta para que eles possam perceber a diferença. Leve-os junto auxiliando o movimento da cadeira de rodas. - Ter contato com o vocabulário relativo as unidades convencionais e não convencionais de medidas.

8


- Espaço

- Deslocar-se no espaço orientando-se na direção e sentido.

- Forma

- Conhecer que os objetos possuem formas.

- Percorra trajetos no interior da escola observando o sentido e direção dos locais. - Desloque a cadeira de rodas para frente e para trás em direção a um local ou objeto que deseja pegar, para que o aluno vivencie o movimento. - Utilize os Blocos Lógicos para construções mostrando as diferentes formas das peças. - Manuseie objetos usuais do aluno e da sala e chame a atenção para o formato.

Ocupacional CONTEÚDO - Expressão Plástica

- Pintura

- Colagem - Modelagem Livre e Dirigida

OBJETIVOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

- Expressar-se livremente através exploração de diferentes materiais.

da - Inicie as atividades explorando as cores primárias e posteriormente as secundárias. - Observe se o aluno percebe que os objetos são coloridos e se tem preferência por determinada cor. - Utilize pincéis, giz de cera, argila, tinta para experimentações de produções artísticas. - Possibilite atividades em papel Kraft explorando diversas técnicas como: - Explorar a coordenação viso-motora. * Pintura a dedo. * Pintura a guache. * Pintura com esponja. - Diversifique utilizando diferentes partes do corpo do aluno. - Colar obedecendo limites e contornos. - Incentive movimentos em círculos, semicírculos e ondulações. - Efetive colagens das gravuras ou tiras complementando cenas ou paisagens na elaboração de painéis. Melhorar a preensão palmar, - Aplique materiais naturais ou industrializados sobre a coordenação motora fina, noção espacial e composição para enriquecimento do trabalho artístico. a memória visual - Coordene os movimentos seguindo a necessidade de tamanho e espessura do papel. - Ofereça massa ou argila para modelagem bolinhas, cobrinhas para elaborarem objetos simples. 9


Social CONTEÚDO - Relações Interpessoais

OBJETIVOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

- Expressar seus sentimentos.

- Ofereça atividades em grupo que possibilitem a expressão de sentimentos e despertem o sentido de cooperação. - Proporcione horário de conversação informal, incentivando alguma forma de comunicação. - Estabeleça o uso de saudações convencionais e de cortesia - Utilizar atitudes de cortesia. como: *Bom dia!, *Boa tarde!, *Até amanhã! *Desculpe!, *Licença! Se o educando não apresentar oralidade, estabeleça a compreensão das saudações via expressões faciais. - Promova situações em que o aluno possa fazer visita à casa de - Participar de eventos na comunidade. colegas, participe de eventos na comunidade local, etc. - Utilize o contato físico e verbal afetivo nos momentos de irritabilidade e frustrações para tranqüilizá-lo. - Proporcione atividade motivadora como: música, dança,... - Superar reações de irritabilidade e de - Oriente comportamentos adequados nos diferentes ambientes frustrações. e sem situações específicas do dia-a-dia. - Estabeleça um ambiente afetivo e de confiança no decorrer das atividades.

Oficina CONTEÚDO

Noções Básicas de Marcenaria

OBJETIVOS

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

- Relacionar a diferença entre marcenaria e madeireira, -diferenciar marcenaria de restauro de móveis; - relacionar a madeira bruta e a madeira beneficiada;

- Teoria de noções básica de marcenaria e restauro de móveis; Demonstrar aos alunos os diversos tipos de madeira dos móveis existente na escola; - selecionar a madeira bruta da madeira beneficiada, conhecendo através pedaços de madeira. - Visita em uma marcenaria;

10


Materiais de trabalho e ferramantas.

- Diferentes tipos móveis de madeira e compensados - Especificar e nomear os materiais que serão usados na oficina. - Selecionar os materiais (ferramentas) para seus devidos fins; Estabelecer cuidados com os materiais para evitar acidentes. - Responder pela a organização e cuidados com os materiais Compreender a maneira correta do manuseio das ferramentas

Fazer uso da Matéria Prima

- Aplicar os materiais necessários e a forma de utilização correta de cada uma delas

Lixamento

Identificar os diversos tipos de lixa

Selecionar e como usar as lixas e em que tipo de material

Demonstrar a divisão corretas das folhas de lixa

11

Visita em uma madereira. Madeira maciça, compensados com lâmina de madeira, MDF, aglomerados e compensados. (quadro com tipos de madeira). Organizar o local para guardar os materiais; Retirar as ferramentas do quadro com o uso da ficha para cada aluno com nome ou nº; Durante a oficina usar as ferramentas, identificar e nomeandoos corretamente tais como: Alicate universal; martelo; chave de fenda de dvs tamanhos; chave Philips de dvs tamanhos; espátulas; lixadeira elétrica; lixadeira manual; serrota; pinceis; rolo de espuma; bandeja para pintura; luvas de proteção para mãos; escova de aço; estopas etc. - Ter cuidados ao uso das mesmas para evitar acidentes; -Após ouso limpar adequadamente as ferramentas e colocálas no quadro de ferramenta e retirar as fichas; Explicar na teoria e na prática o uso das matérias prima de forma correta: Lixas de ferro; lixa de madeiras; óleo para ferragem; solvente de tinta; aguarás para lavar pincéis; anticorrosivo para metais (zarcão); tinta esmalte sintético; massa corrida para madeira; cola branca; cola para madeira; cola branca com pó de serra. - Significado das lixas; - Tipos de lixa: lixa ferro 36 a 220 Lixa madeira 36 a 320 - aplicação específica; - lixamento; - granulações; - Diferença entre grãos da lixa ( quanto mais baixo o nº da lixa mais grossa será a lixa;quanto mais alto o nº da lixa mais fina será a lixa); - cuidado com a pressão; - Acabamento; Dividindo as folhas da lixa, na maneira correta para o seu uso, de forma manual; ou com a ixadeira manual ou elétrica


Normas de segurança

Estabelecer normas de segurança no - Explicar de forma sucinta o que é segurança no trabalho e trabalho da oficina da Marcenaria quais cuidados e precauções deve ser tomado; -Uso adequado de roupas, luvas óculos para pintura, máscaras etc. -Ter cuidado ao manusear as ferramentas e materiais, para evitar acidentes; - Todo tipo a ferramenta e ferramenta elétrica somente com orientação do professor e instrutor. - Uso do tampão de ouvido,

12


PTD - PLANO DE TRABALHO DOCENTE - ED. PROFISSIONAL - ACIMA DE 17 ANOS - EDUCAÇÃO ESPECIAL