Issuu on Google+

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE COMUNICAÇÕES E ARTES

CAP0282 Formas de Expressão e Comunicação Artística - A Instalação

2011/2012

Docente: PROF. LÚCIA KOCH

SINOPSE DE INSTALAÇÃO URBANA Praça Novais Morelli, no Jardim França

SÃO PAULO

Discente: ILDA MARIA DE OLIVEIRA COSTA SILVERIO Aluna Nº. 7766668


No

contexto

da

Disciplina

CAP0282

FORMAS

DE

EXPRESSÃO

EM

COMUNICAÇÃO ARTÍSTICA – INSTALAÇÃO da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, tendo como docente a professora Lúcia Koch, proponho-me realizar uma intervenção artística em espaço público, uma instalação, “Num lugar da cidade” de São Paulo. Este projecto surge como elemento unificador de grupo e pretende ser criador de uma trama cultural que trabalhará em favor da ideia de intervir artisticamente sobre um ou vários espaços públicos da cidade procurando desta forma uma grande acessibilidade pública a contextos artísticos, apresentando a cidade como um espaço de exposição artística, onde a arte não se situa só no próprio espaço urbano, mas também se liga ao contexto da própria cidade, preservando o espaço com todo o seu contexto e despertar / estimular nos cidadãos a consciencialização da sua ligação com o cosmos, a terra, a história e a preservação. O principal objectivo é proporcionar a possibilidade de articulação da prática artística com o tecido social e performativo da cidade, proporcionando reflexão a respeito de temas específicos como o relacionamento comunitário, os valores humanos e as relações metafísicas com a vida. Dado que nos últimos anos do século passado, a arte pública, com performances e intervenções artísticas com características efémeras proliferou um pouco por todo o mundo, inspirada nesta temática, muito interventiva e um suporte de reflexão, para dar um tempo, parar, esperar um pouco, criar um espaço para um novo olhar sobre os seres humanos e o seu habitat. Com estas ideias estimular a um novo ponto de vista sobre a vida, a cidade e o espaço cultural, permitindo a participação ou co-criação activas das pessoas. Valorizar vários espaços pouco cuidados, que são “ocupados” por pessoas de todas as idades, que passeiam, fazem jogging, “deitam conversa fora”, passeiam os cachorros, levam as crianças a brincar, andam de bicicleta, jogam futebol, vão tomar sorvete, jogam dominó, etc. São praças cercadas por estacionamento de automóveis. Pretendo fazer várias intervenções oferecendo sensações, onde os espectadores possam ser enriquecidos através de uma interacção com o meio físico e social, construindo o conhecimento e buscando desenvolver o espírito criativo, a autonomia no campo do sensorial, estimulando o potencial cognitivo e possibilitando acima de tudo o seu desenvolvimento como cidadãos, permitindo vários tipos de estimulação. A ideia é serem produções feitas no espaço público urbano, fora das galerias ou museus, apontando para a ideia de que a arte pode existir para além dos circuitos artísticos tradicionais, do mercado e das instituições culturais. Na verdade brincar com coisas sérias e influenciar de forma positiva a realização da produção de intervenções artísticas nos parques / praças e também valorizar estes espaços potencialmente culturais.


Depois de reunidos todos os elementos, planear, discutir e produzir as propostas de intervenção. Partir de uma prática tutorial estruturada, com a apresentação do projecto, a seu tempo bem estruturado nos referidos âmbitos, intervenientes, objectivos, metodologias, etc. Não necessitando de grande

investimento financeiro para a sua realização e proporcionando a

dinamização de recursos sociais, culturais e artísticos na busca por elementos para a construção de símbolos visuais com identidade. Pensei em várias propostas, analisei as condições e escolhi vários espaços que achei interessantes para a minha proposta de ocupação / de marcação do território, fiz um pequeno questionário público, tirei fotos, que depois escolherei e serão usadas nas intervenções, como um registo da “ocupação” já feita. A minha primeira escolha para uma instalação artística será na Praça Novais Morelli, no Jardim França e a segunda será no Parque Domingos Luis, no Jardim São Paulo. Assim sendo a minha primeira instalação será na Praça Novais Morelli, consistirá numa exposição de quadros monocromáticos de Paulo Kronemberger1, um tributo à pessoa que me convidou a vir estudar em São Paulo, oferecendo-me a sua residência para a minha estadia nesta cidade e que faleceu em 11 de Agosto de 2011 alguns dias antes da minha chegada. Ele foi um profundo estudioso dos mistérios que rodeiam a Ilha da Pascoa, e esta praça pela sua configuração assemelha-se à da Ilha da Pascoa. A instalação consistirá em encostar a cada árvore uma pintura dele. “A árvore é vida e o quadro dá vida a um mundo de sonho”. A árvore inicia a sua vida debaixo da terra e depois cresce e vai subindo cada vez mais como se quisesse alcançar as estrelas. Algumas param outras continuam subindo.

Frases-chave que poderão ser usadas: “A arte chega até voçê a partir dessa intervenção e te leva ao centro do universo sem precisar sair do lugar”. “Os pés na terra e a cabeça nas estrelas.” “Apesar de ter os pés no chão seus olhos e sua mente poderão chegar até às estrelas.” “Conteúdo onírico para uns e verdade desejada para outros.” “Mensagem para a gente das estrelas.” ”Arte das estrelas na terra.” “Jornada ao centro do universo Sonho ou realidade?”

1

Paulo Kronemberger, artista plástico, poeta, escritor, conferencista, organizador de eventos,


POEMA: OUTRA TERRA

Não havia ódio, nem tristeza. Não conheciam guerras. Não vi crianças chorando. O que é miséria? E dinheiro? -Perguntavam. Nem falsidade, nem inveja. Surpreendia ver o que não havia. Não vi divisões, religiões ou racismo. Nem traições, nem paixões. Nem tempo… despedidas, esperas, saudades sem esperança. Sem buscas, sem fins. E calor e chuva não haviam. Fome, doenças, dores não sentiam. Nem anjos ou demônios. Sem extremos. Nem descrentes, nem obcecados no impossível. Igualdade desde o princípio tinham. A lógica imperando, isso havia. E…eram homens. Mas, não era a Terra.

(KRONEM BERGER, Mensagens de Mundos da Galáxia 21, Psicografias, editado pelo autor, 1.ª Edição, Out./ 1975)


Paulo Kronemberger pintando


REFERรŠNCIAS:

https://www.facebook.com/profile.php?id=100002159701414 http://pensamentoemcanto.blogspot.com/2011/08/irmao-das-estrelas.html http://eticaglobal.blogspot.com/2008_05_01_archive.html?zx=c23aca20adf53843#udssearch-results http://www.viafanzine.jor.br/site_vf/ufovia/pag_ufo/obituario.htm http://www.vaniadiniz.pro.br/gd_cordel_ufologia_brasileira.htm http://www.toninhobuda.com/sociedade.htm http://www.3milenio.inf.br/057/_emdestaque57b.htm http://br.groups.yahoo.com/group/ippb/message/1111 http://saboeiroexiste.blogspot.com/2009_12_01_archive.html http://julima5.blogspot.com/search/label/Paulo%20Kronemberger http://wp.clicrbs.com.br/noveleiros/2010/07/04/minha-novela-inesquecivel-aviagem/?topo=52,1,1,,186,77 http://www.cronopios.com.br/site/poesia.asp?id=131 , verso: 73.Sonhei com a Ilha de Pรกscoa http://senhoradobosque.blogspot.com/2011/08/duas-luzes-brilham-agora-longe-de.html http://br.groups.yahoo.com/group/SociedadeSecreta/message/11287 http://escribadoitapocu.blogspot.com/2011/03/lua-cheia-de-19-marco-paulo.html http://ufo.com.br/edicoes/ufo/ver/182/2 http://filhosdehiran.blogspot.com/2011/08/adeus-ao-amigo.html http://anamgs.blogspot.com/2008_12_01_archive.html http://institutoarcadia.blogspot.com/2010/10/xvii-encontro-dialogo-com-o-universo.html http://falasaoacaso.blogspot.com/2011_08_01_archive.html http://www.3milenio.inf.br/010/_artigo10b.htm http://eomagodiz.blogspot.com/2009_09_01_archive.html


I - INSTALAÇÃO EM ARTE PÚBLICA - SINOPSE