Issuu on Google+

R a f a e l P a g a t i n i


Convesas com a Paisagem | Registro de Intervenção na Rodoviária de Porto Alegre, 2012.


Rafael Pagatini nasceu em 1985 na cidade de Caxias do Sul – RS. Artista Plástico e Professor Assistente da Universidade Fed-

eral do Espírito Santo, realizou sua formação na UFRGS no bacharelado em artes visuais e no mestrado em poéticas visuais. Sua produção contempla principalmente pesquisas utilizando as linguagens da gravura, fotografia e desenho articulando relações com as ideias de deslocamentos, fixação, apagamentos, perda e memória. Recebeu prêmios nacionais como a Bolsa Funarte de Estímulo a Produção em Artes Visuais. FUNARTE-RJ, Bolsa Iberê Camargo - Ateliê de Gravura, Porto Alegre – RS, Prêmio Energisa Artes Visuais, João Pessoa-PB, V Prêmio Açorianos de Artes Plásticas, Porto Alegre -RS e Prêmio Ibema Gravura, Curitiba-PR. Participou de exposições individuais e coletivas em diversas regiões do Brasil e no exterior entre as quais se destacam: 2013 - Time and memory: Brazilian contemporary engraving, Tirana, Albania. Convite à Viagem: Rumos Artes Visuais Paço das Artes, Rio de Janeiro – RJ. 2012 - Ana Muglia e Rafael Pagatini, curadoria de Agnaldo Farias, Escritório de Arte Gaby Indio da Costa, Rio de Janeiro -RJ. Prêmio EDP nas Artes. Instituto Tomie Ohtake, São Paulo – SP. Convite à Viagem: Rumos Artes Visuais. Itaú Cultural, São Paulo –SP. Galeria Virgilio 10 Anos, Galeria VirgIlio, São Paulo – SP. Hong Kong Graphic Art Fiesta 2011, Hong Kong. Possui obras em coleções públicas e particulares como Itaú Cultural, coleção João Carlos de Figueiredo Ferraz, MAC-RS e MARGS.


Reflexão

Instalação realizada no ano de 2012, no Santander Cultural em Porto Alegre. Consiste em 4 espelhos de 90x1,80 cm cada, os quais receberam gravações a laser industrial que raspou a superfície reflexiva da imagem, criando assim, através de um jogo óptico e da luz do ambiente, a percepção de uma imagem em seu interior. Cada imagem gravada faz referência à passagem por espaços geográficos identificados através dos nomes de cidades que servem como títulos (Caxias do Sul, Torres, Gravatai, Pelotas) e que, ao mesmo tempo, fazem referência aos locais de passagem do artista durante o processo de criação do projeto. A instalação faz referência aos antigos daguerreóticos, que apresentavam imagens fotográficas em superfícies reflexivas. Os trabalhos dessa série reagem com o ambiente no qual estão expostos através da umidade que aos poucos vai oxidando a superfície do espelho composta de nitrato de prata e alteram a imagem gravada.


Passagem

Série de trabalhos que consiste em telas de linho pintadas de preto, nas quais foram realizadas perfurações a partir de uma retícula de pontos gerada através de fotografias e técnicas de edição de imagens. Quando esticada em um bastidor de pintura, a imagem se apresenta através do jogo entre a luz do ambiente e a parede branca em que a obra está instalada.O trabalho parte de registros fotográficos, do gesto de observar a paisagem a partir do interior de um ônibus em movimento. Faz referência à relação entre a passagem por distintos espaços geográficos e o que se preserva desse deslocamento. O cruzamento entre distintas linguagens cria um elemento híbrido que, além de fazer referência à histórica da arte através da relação entre pintura e fotografia como janelas para o mundo, possibilita que a luz do espaço em que a obra está inserida permita o jogo entre ausência e presença da imagem.

Passagem 1 Acrílica sobre linho perfurado 70 x 100 cm

2012


Passagem 2 AcrĂ­lica sobre linho perfurado 70 x 100 cm 2012


Passagem 3 AcrĂ­lica sobre linho perfurado 70 x 100 cm 2012


Passagem 4, AcrĂ­lica sobre linho perfurado 70 x 100 cm 2012


Passagem 5 AcrĂ­lica sobre linho perfurado 70 x 100 cm 2012


Ondulações Tentativa de captação do movimento das ondas do mar. O projeto se estruturou na contraposição entre a fluidez da água e a rigidez da madeira em que foram gravadas as imagens através de pontos.

Ondulações I xilogravura 50 x 75 cm ed.20


Ondulações II xilogravura 50 x 75 cm ed.20 2012


Ondulações III xilogravura 50 x 75 cm ed.20 2012


Brumas

Brumas consiste em uma série de xilogravuras desenvolvidas a partir de fotografias da neblina na cidade de Caxias do Sul-RS. A série de trabalhos tem como objetivo questionar a condição de transformação da paisagem da cidade, fortemente marcada pela especulação imobiliária. O projeto iniciou com deslocamentos realizados pela localidade e captação de fotografias da neblina envolvendo o meio urbano. A partir dessas perambulações também foram recoqlhidas madeiras de casas tradicionais do imaginário do local, as quais estão fortemente ligadas à colonização italiana e encontram-se em processo de demolição. A utilização desse material serviu como base para a produção das xilogravuras que apresentam, através de retículas de linhas, as ruas e casas da cidade envoltas pela névoa.

Rafael Pagatini Serra Xilogravura s/ papel Wenzou 60 x 80 cm Tiragem 3/20


Neblina, 2010 xilogravura 70 x 200 cm ed.6 2010


Rua Tronca xilogravura 70 x 200 cm, ed.6 2011


Rafael Pagatini Cerração Xilogravura s/ papel Wenzou 90 x 220 cm Tiragem 4/6


Rafael Pagatini Neblina Xilogravura 90 x 220


Rafael Pagatini NĂŠvoa Noturna 1 e 2 Xilogravura s/ papel Ginryu Shogi 50 x 60 cm cada Tiragem 6/9


Rafael Pagatini NĂŠvoa Noturna 2 xilogravura 50 x 60 cm


Rafael Pagatini NĂŠvoa subindo a Serra, Xilogravura 77 x 100 cm


O trabalho foi realizado no contexto do projeto da exposição Em suspensão em que me desloquei da Serra Gaúcha ao litoral sul do Rio Grande do Sul, em uma viagem de reconhecimento e estudo sobre a paisagem. Nesse contexto, as fotografias dessa série buscaram refletir sobre a relação entre o contemplar o meio natural e o movimento introspectivo de suspender os pensamentos, além de analisar a associação entre observar uma imagem e a forma como a imaginação promove o apagamento do visto pelo imaginado. Em Suspensão Pigmento mineral sobre papel algodão, Tríptico | 30 x 45 cm cada 2012


Rafael Pagatini Horizonte Impress達o mineral sobre papel algod達o 100 x 150 cm Tiragem 2/5 2012


Currículum Vitae Rafael Pagatini 1985, Caxias do Sul - RS
Professor Assistente de Artes Visuais –
Gravura, Desenho e Cor (Nível Graduação), Universidade Federal do Espírito Santo.

Formação 2012 - Mestre em Artes Visuais pelo PPGAV-UFRGS - Bolsista CAPES.
 2009 - Bacharelado em Artes Plásticas UFRGS - Láurea Acadêmica.
 2008 - Intercâmbio - Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto - Portugal. Exposições Individuais 2012 - Em Suspensão, Curadoria de Cristiana Tejo, Projeto RS Contemporâneo. Santander Cultural, Porto Alegre –RS.
 2011 - Brumas e Interiores – Centro de Artes - UFPEL | Pelotas - RS. Curadoria de Ricardo Mello. 2010 - Brumas - Goethe Institut, Porto Alegre - RS. Selecionado XI concurso de Artes Plásticas.
 2010 - Interiores – StudioClio, Porto Alegre - RS. Curadoria de Blanca Brites e Leando Selister. Exposições Coletivas 2013 – Convite `a Viagem: Rumos Artes Visuais, Paço das Artes, Rio de Janeiro –RJ. 2012 - Cromomuseu, curadoria de Gaudêncio Fidelis, MARGS, Porto Alegre -RS.
 2012 - Ana Muglia e Rafael Pagatini, curadoria de Agnaldo Farias, Escritório de Arte Gaby Indio da Costa, Rio de Janeiro -RJ. 2012 – Intuição et Cetera,Parte do projeto Convite à viagem: Rumos Artes
Visuais, MAMAM, curadoria de Paulo Miyada, Matias Monteiro e Vânia Leal, Recife - PE. 2012 - Outras Coisas Visíveis sobre Papel, Curadoria: Paulo Miyada. Galeria Leme, São Paulo –SP.
 2012 - Prêmio EDP nas Artes. Instituto Tomie Ohtake, São Paulo – SP.
 2012 - O Triunfo do Contemporâneo. Santander Cultural, Porto Alegre – RS.
w 2012 - Convite `a Viagem: Rumos Artes Visuais. Itaú Cultural, São Paulo –SP.
 2012 - Galeria Virgilio 10 Anos. Galeria VirgIlio, São Paulo – SP.
 2011 - Vicissitudes. Galeria Virgilio, São Paulo –SP.
 2011 - Hong Kong Graphic Art Fiesta 2011, Hong Kong.
 2011 - Labirintos da Iconografia. MARGS - RS.
 2011 - Salão 10 x 10 FUNDARTE. Montenegro –RS.
 2011 - Pequenos Formatos. Atelier Subterrânea, Porto Alegre - RS.
 2011 - 5° Bienal de Gravura Olho Latino, Atibaia - SP.
 2010 - 5o Bienal de Gravura de Santo André - SP.
 2010 - Arte Contemporânea no IA, Pinacoteca UFRGS - RS .
 2010 - 19o Salão de Artes Plásticas da Câmara Municipal de Porto Alegre.
 2009 - Bienal B. Exposição Manualidades, Café do SESC - RS.
 2007 - Interfaces Digitais, Pinacoteca UFRGS - RS.
 2007 - 4 em relevo, Centro Municipal de Cultura de Porto Alegre - RS. 2006 - 17° Salão de Artes Plásticas da Câmara Municipal de Porto Alegre.


Prêmios

2013 - Aprovação em Processo Seletivo para Professor Assistente de Artes Visuais - Gravura (Nível Graduação)., Universidade Federal do Espírito Santo.
 2012 - Bolsa Funarte de Estímulo a Produção em Artes Visuais. FUNARTE-RJ.
 2011 - Bolsa Iberê Camargo - Ateliê de gravura. Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre – RS. 2011 - Prêmio Energisa Artes Visuais.
 2011 - V Prêmio Açorianos de Artes Plásticas.Troféu RBS Cultura: Artista do Ano 2010. 2011 - V Prêmio Açorianos de Artes Plásticas. Prêmio Especial de Incentivo.
 2011 - V Prêmio Açorianos de Artes Plásticas. Artista Revelação.
 2011 - V Prêmio Açorianos de Artes Plásticas. Destaque em Gravura.
 2011 - Menção Honrosa, Salão 10 x 10 FUNDARTE. Montenegro –RS.
 2011 - Menção Especial, 5° Bienal de Gravura Olho Latino, Atibaia - SP.
 2011 - Prêmio Ibema Gravura. 1° Lugar. Curitiba - PR.
 2011 - Aprovação em Processo Seletivo para Professor Substituto de Artes Visuais - Gravura (Nível Graduação)., Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2010 - Contemplado com Financiarte - Financiamento de Arte e Cultura da Secretaria da cultura de Caxias do Sul – RS
 2009 - Láurea Acadêmica, Universidade Federal Do Rio Grande do Sul. Textos Publicados: PAGATINI, R. A gravura como sombra e colônia da arte, p. 1847 – 18461. Anais do Encontro da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas [Recurso eletrônico] / Sheila Cabo Geraldo, Luiz Cláudio da Costa (organizadores). – Rio de Janeiro: ANPAP, 2012. PAGATINI, R. . A fotografia como alegoria do outro. Revista Valise, Porto Alegre, p. 01 - 161, 01 dez. 2011. Trabalhos em Acervo: Coleção Itaú Cultural, São Paulo –SP.
 Coleção João Carlos de Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto – SP. Coleção Georges Kornis.
 MACRS - Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul. MARGS - Museu de Arte do Rio Grande do Sul.
 AMARP - Acervo Municipal de Artes Plásticas de Caxias do Sul.


Rafael Pagatini


Rafael Pagatini