Page 4

rou igrejas e capelas em Piracicaba, Botutcatu, São Manuel, Piraçununga, Rio das Pedras, Iguape, Tatuí, Itapetininga, Angatuba, São Pedro, Sorocaba, Lindóia, Amparo, Conchal, São Simão e outras cidades. Exerceu a sua profissão, ainda, no Paraná e em Minas Gerais, numa faina intensa até 1970. Em Piracicaba, Mário Thoamazi decorou os seguin­ tes locais: Salão de Festas do Asilo Imaculada Conceição, Teatro íris, Capela Mor da antiga Matriz de Santo Antônio, Teatro Santo Estevão (pano de boca), Igreja Bom Jesus (for­ ro), Sociedade Italiana de Mútuo Socorro, Igreja Imaculada Conceição, Capela da Igreja de Santa Terezinha e Igreja de Nossa Senhora da Assunção (retábulo). Mário deixou valiosa documentação em aquarela, cópias de desenhos, paisagens e aspectos da cidade natal no final do século passado que hoje constitui valioso património, uma vez que os originais se perderam. Aesse respeito Chiarini (data não anotada) diz: Fixou os seus (de Piracicaba) aspectos em aquarela, não se lhe esca­ pando a Matriz Velha (1892), o lado esquerdo do Jardim Públi­ co, vislo dessa Igreja, em 1890; o muro do Cemitério da Boa Morte (o de Miguelzinho); o Largo (atual Bom Jesus), repleto de árvores, principalmente palmeiras; a Rua do Rosário, apanhada de onde esteve a Chácara Nazareth; a velha Estação da Sorocabana, que esteve até 1941 no lugar do atual prédio, etc. Em 1952 eu tomei-as públicas, expondo-as e obtendo a

única e principal medalha (ouro) do Departamento de Cultura... É possível analisar Piracicaba da época e ter-se um pa­ inelde sua arquitetura, as vivéncias e rovivências daqueles anos. Mário fez, também, inúmeros quadros a óleo, que hoje são importantes documentos de Piracicaba do seu tempo. Consta que, em 1939, a Condessa Edda Ciano, em visita ao Brasil, adquiriu um retrato do seu pai, Benito Mussolini, e várias paisagens, pintados por Mário Thomazi. O XXII Salão de Belas Artes de Piracicaba homena­ geou o pintor (Catálogo, 1974) dizendo, entre outras coisas: De uma autoridade eclesiástica, D. Aguirre, então bis­ pode Sorocaba, recebeu o elogio que se encontra no livro do Tombo de uma Igreja de Tatui: Mário Thomazi transforma-se num verdadeiro anjo quando pinta assuntos religiosos. Dignificou o nome da nossa terra em todos os lugares em que exerceu sua arte. Fez parte do Júri de Seleção e Premiação do V Salão de Belas Artes de Piracicaba, em 1957.

Revista do IHGP - Vol. 10  
Revista do IHGP - Vol. 10  

Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba.

Advertisement