Page 28

monárquica. Definidos por esse novo grupo como bacha­ réis da retórica, inaptos a enxergar a real situação do País e .impossíbilitados de promover as reformas das quais o Bra­ sil necessitava, os intelectuais que definiram a identidade brasileira até então, viram-se frente a frente com uma nova situação, para a qual mostraram-se incompatíveis. Ruíram junto com a velha ordem imperial- que, no entanto, deixou diversos vícios para a República. Uma nova ordem precisa de novas idéias. Os anos finais da Monarquia Brasileira (que, durante décadas, se preparou para fazer o Brasil emergir como um gigantesco Império Tropical) marcaram o declínio e a queda de uma mentalidade que não conseguiu se adequar a tempo a uma nova realidade. O (novo) país republicano emergiu basea­ do em pressupostos propagados por uma (nova) elite inte­ lectual, que se esforçou em fazer dominar uma realidade diversa daquela que acabara de cair. Mas isso é assunto para um outro artigo. Por enquan­ to, reflitamos sobre os elementos apontados até aqui.

Revista do IHGP - Vol. 10  

Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba.