Issuu on Google+

1


Este material foi selecionado do devocional "SEM-MUL". do ano 2011.

2


A história da restauração a ser reescrita Ezequiel 37~48 Deus é infalível. Ele separou Israel, um povo extremamente frágil, e fez dela o Seu povo entre todas as nações. Deus é fiel, por isso não desistiu de Israel, embora este estivesse mergulhado no pecado devido à desobediência e idolatria, e por fim restaura-o. A parte final do livro de Ezequiel sobre o qual refletiremos neste mês é a Palavra de promessa de Deus que por fim restaura Israel, e para isso há a restauração do templo e das ofertas, como um início para restaurar o povo de Israel que parecia ossos secos. Ezequiel, que estava registrando um julgamento longo e árduo, agora está transmitindo a todos nós o verdadeiro coração de Deus dirigido a Israel, através de uma mensagem de restauração e esperança. Iniciemos a reflexão deste mês, lembrando que o resultado da profecia que começou com lágrimas no rio Quebar da Babilônia é a esperança e restauração. Capítulos 37~39 O Espírito do Senhor estava sobre Ezequiel e levou-o a um vale cheio de ossos secos. Assim que ele profetizou aos ossos, houve um barulho e os ossos se juntaram, foram cobertos de tendões e de carne. E quando o espírito foi soprado dentro dos mortos, estes receberam vida e formaram um grande exército. Deus disse que esses ossos eram o povo de Israel e prometeu dar-lhe o Seu espírito para fazê-lo viver. A seguir prometeu restaurar Israel e Judá em uma só nação. Nos capítulos 38 e 39, Deus está mostrando o resgate de Israel das mãos das nações estrangeiras que atormentavam Israel. Além disso, Deus reunirá novamente na terra fértil todos que foram levados como prisioneiros para outras nações, a fim de mostrar ao mundo que tudo isso é obra do Senhor Deus. voltados para o santuário externo e interno, nos quais os sacerdotes podiam se preparar. Pode parecer que a distribuição do local seja um tanto irracional, mas é totalmente compreensível, se levarmos em questão a devoção do sacrifício, o qual levava as pessoas à presença de Deus santo. Isto faz com que reflitamos sobre a necessidade de reconsiderar o nosso ponto de vista que julga a questão do espaço físico da igreja apenas sob o aspecto da eficiência e da praticidade. No capítulo 43, a glória de Deus que havia deixado o templo retorna do lado leste e enche todo o templo. A glória de Deus repleta no templo é o início e uma prova concreta da total restauração de Deus.

Capítulos 40~43 Ao povo de Israel, o templo era a própria presença de Deus e o centro da vida. Na destruição de Israel, o templo era a última fortaleza. No entanto com a pilhagem e a ruína do templo pelos estrangeiros, o orgulho espiritual de Israel ficou totalmente arrasado. O trabalho mais importante para a reconstrução da nação após retornar do cativeiro era a restauração do templo. O novo templo irá renovar o relacionamento entre Deus e Israel, tudo conforme a nova aliança de Deus. Assim sendo, Ezequiel descreve detalhadamente o templo reconstruído e faz com que os israelitas desanimados tenham esperança e aguardem o dia da restauração. Após a explicação acerca das portas e dos pátios que permitiam acesso a partir de várias direções, há localização dos quartos da preparação dos sacrifícios

ofertas a serem entregues nestas datas. Com este fato Deus mostra que há necessidade de restauração de sacrifício dedicado a Ele, ou seja, do culto. Vamos verificar se o nosso culto diário agrada o coração de Deus. Capítulos 47~48 Do templo restaurado saíram águas debaixo da sua soleira, estas águas formaram um imenso rio e o rio tornou-se uma fonte de água viva que salva o mundo inteiro. Há muito sal no Mar Morto, por isso é considerado „morto‟, contudo haverá um milagre onde este mar será revigorado ao receber as águas oriundas do templo. Este é exatamente a visão de Deus. Não se trata simplesmente de curar e restaurar, é uma obra de salvação que ressuscita as coisas mortas. Cada área de Israel, a qual fora dividida conforme a sua necessidade de cada tribo, será um local da presença sagrada, pois Deus estará ali.

Capítulos 44~46 O papel dos sacerdotes que dirigiriam os sacrifícios no templo repleto de glória de Deus era importantíssimo. Por esta razão, os descendentes de Zadoque foram separados e edificados como sacerdotes, e por meio de vida separada e rituais foram encarregados de desempenharem este papel. A sua herança era o próprio Senhor Deus. Quando o povo repartiu a herança, a porção de terra entregue a Deus fora separada como área santificada e dividida aos sacerdotes. Isto fora um espírito de autoridade exigido não somente dos líderes espirituais, mas também dos próprios governantes. Após punir os líderes que fraudaram a quantidade e assim deram ofertas indevidas, há uma explicação acerca dos diversos dias sagrados e as

Ao finalizar a reflexão do livro de Ezequiel, certificamo-nos mais uma vez que o fim é sempre melhor que o início na obra do Reino de Deus e da evangelização. Deus vem à presença no templo construído pelos homens e alegra-se em estar com o Seu povo. Temos a esperança e cremos no Senhor que sempre está conosco, tendo como Seu templo o nosso corpo, o qual fora comprado com o sangue do Senhor. Pomos a esperança no esforço Deus, que não desistiu do povo ímpio e restaurou-o. É primavera, esperamos que o nosso espírito fique cada vez mais abundante.

3


01 seg

Vocês viverão Ezequiel 37: 1~14

1 A mão do Senhor estava sobre mim, e por seu Espírito ele me levou a um vale cheio de ossos. 2 Ele me levou de um lado para outro, e pude ver que era enorme o número de ossos no vale, e que os ossos estavam muito secos.

9 A seguir ele me disse: "Profetize ao espírito; profetize, filho do homem, e diga-lhe: „Assim diz o Soberano Senhor: Venha desde os quatro ventos, ó espírito, e sopre dentro desses mortos, para que vivam‟ ".

3 Ele me perguntou: "Filho do homem, esses ossos poderão tornar a viver?" Eu respondi: "Ó Soberano Senhor, só tu o sabes".

10 Profetizei conforme a ordem recebida, e o espírito entrou neles; eles receberam vida e se puseram de pé. Era um exército enorme!

4 Então ele me disse: "Profetize a esses ossos e diga-lhes: „Ossos secos, ouçam a palavra do Senhor!

11 Então ele me disse: "Filho do homem, esses ossos são toda a nação de Israel. Eles dizem: „Nossos ossos se secaram e nossa esperança se foi; fomos exterminados‟.

5 Assim diz o Soberano Senhor a estes ossos: Farei um espírito entrar em vocês, e vocês terão vida. 6 Porei tendões em vocês e farei aparecer carne sobre vocês e os cobrirei com pele; porei um espírito em vocês, e vocês terão vida. Então vocês saberão que eu sou o Senhor‟ ". 7 E eu profetizei conforme a ordem recebida. E, enquanto profetizava, houve um barulho, um som de chocalho, e os ossos se juntaram, osso com osso. 8 Olhei, e os ossos foram cobertos de tendões e de carne, e depois de pele, mas não havia espírito neles.

12 Por isso profetize e diga-lhes: „Assim diz o Soberano Senhor: Ó meu povo, vou abrir os seus túmulos e fazê-los sair; trarei vocês de volta à terra de Israel. 13 E, quando eu abrir os seus túmulos e os fizer sair, vocês, meu povo, saberão que eu sou o Senhor. 14 Porei o meu Espírito em vocês, e vocês viverão, e eu os estabelecerei em sua própria terra. Então vocês saberão que eu, o Senhor, falei, e o fiz seus companheiros, palavra do Senhor‟ "

4


Análise do conteúdo

Estudo e Reflexão

Percepção

Decisão e Aplicação

5


Análise do conteúdo Durante exílio babilônico, Deus mostra ao profeta Ezequiel a visão da restauração do povo israelita. Levado por Deus a um vale de ossadas secas e indagado se estes poderiam reviver, Ezequiel entrega a Deus o poder de tomar a decisão sobre a vida e a morte e responde: "Ó Soberano Senhor, só tu o sabes". Em obediência ao Senhor, o profeta profere as palavras: “Ossos secos, farei um espírito entrar em vocês, e vocês terão vida” e neste momento ossos se juntam, cobertos de tendões, carne e pele, o espírito entra neles e finalmente tem-se a visão da formação de um enorme exército. Deus declara que estes ossos representam o povo de Israel em desesperança. Estudo e Reflexão 1. Qual é o significado de osso seco (v.1)? - O osso seco expressa a situação do povo de Israel no exílio e também o estado de um homem morto pela culpa e pecado. 2. Que aspecto de Ezequiel você enxerga nesta resposta: “Senhor, só tu o sabes” (v.3)? - Deus pergunta a Ezequiel se “esses ossos poderão tornar a viver?” e ao invés de opinar, entrega ao Soberano Deus a obra de vivificar, demonstrando sua fé e vontade de viver em obediência à orientação de Deus. 3. O que acontece com os ossos secos após o espírito soprar dentro deles? (v.10)

- Os ossos ganharam vida, formando um enorme exército. Isso significa que o povo de Deus, disperso em exílio como os ossos secos do vale, receberá o Espírito de Deus, será restaurado e irá se tornar no exército de Deus vivo. Percepção Através da Palavra sobre a vivificação dos ossos secos, pude sentir o amor ágape de Deus que fielmente cuida do povo de Israel, mesmo o julgando por romper diversas vezes a aliança com Deus. Após o discipulado, aprendi a orar e pude sentir uma comoção sincera em Jesus que me salvou quando estava morto, enviando-me o Espírito Santo como presente. Assim como é necessário receber o sopro do espírito para se tornar um povo de Deus, recebi o Espírito Santo dentro de mim; assim, desejo em qualquer momento, lugar ou circunstância, pela fé como a de Ezequiel afirmar: “Senhor, só tu o sabes”, apoiando-me totalmente em Deus e rogando o auxílio do Espírito Santo. Decisão e aplicação 1.Anotarei na minha agenda a frase: „Vivificação dos ossos secos, só Tu o sabes Senhor‟, esforçando-me para estar sempre desperto e em alerta. 2. No trabalho, contarei para aquela pessoa que reclama do vazio da vida, a alegria que é viver em comunhão com Deus. 3. No lar, anotarei com arrependimento, os momentos em que deixei de exalar o perfume de uma pessoa de fé e corrigirei os erros na mesma hora e ter convicção disso.

6


Orientaçõe s

Ossos secos ganham vida Ezequiel 37: 1~14

Análise do conteúdo

Percepção

1. Para onde o Senhor levou Ezequiel? (vs.1~2) 2. Que transformação ocorreu com os ossos secos do vale? (vs.3~10)

4. O que você sente ao ver que Deus restaura Israel em um poderoso exército, tal como fez com os ossos secos?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. O que significa a transformação de ossos secos em um imenso exército? (vs.11~14)

5. Não há na sua vida um âmbito tal qual o vale de ossos secos, onde o poder de Deus deve ser revelado? Reflita sobre o motivo pelo qual você perdeu o espírito, tal como um osso seco. Como você testemunhará que é Deus quem restaura e renova a sua esperança?

Anotação

7


Espírito (v.5): também pode ser traduzido como ‘vento’, ‘espírito’, ou ‘vida’

A mão do Senhor estava sobre Ezequiel e por Seu Espírito o levou a um vale cheio de ossos secos. Através de Ezequiel, Deus profetiza (v.6). Naquele momento, os inúmeros ossos espalhados no vale são transformados em um enorme exército. Em exílio, o povo de Israel dizia: „Nossos ossos se secaram e nossa esperança se foi; fomos exterminados‟ (v.11). No entanto Deus dá esperanças a Israel que parecia ossos secos (v.12). Deus fala ao povo de Israel que o Espírito de Deus soprará dentro deles, dando-lhe vida (v.14). Apesar da nossa infidelidade, com a mão poderosa e braço forte, Ele nos salva e restaura para que saibamos que Deus é o Senhor. Contemplemos incessantemente Deus da vida, que nos resgata das tribulações e enchenos com espírito.

ORAÇÃO

Que hoje também, a minha vida feito um osso seco, transborde de vitalidade pela ação do Espírito Santo. Anotação

8


02 ter

Para que se tornem uma só Ezequiel 37: 15~28

15 Esta palavra do Senhor veio a mim: 16 "Filho do homem, escreva num pedaço de madeira: „Pertencente a Judá e aos israelitas, seus companheiros‟. Depois escreva noutro pedaço de madeira: „Vara de Efraim, pertencente a José e a toda a nação de Israel, seus companheiros‟. 17 Junte-os numa única vara para que se tornem uma só em sua mão. 18 "Quando os seus compatriotas lhe perguntarem: „Você não vai nos dizer o que isso significa?‟ 19 Diga-lhes: „Assim diz o Soberano Senhor: Vou apanhar a vara pertencente a José, que está na mão de Efraim, e às tribos israelitas, seus companheiros, e juntá-la com a vara de Judá, fazendo delas um único pedaço de madeira, e elas se tornarão uma só na minha mão‟. 20 Segure diante dos olhos deles os pedaços de madeira em que você escreveu 21 e diga-lhes: „Assim diz o Soberano Senhor: Tirarei os israelitas das nações para onde foram. Vou ajuntá-los de todos os lugares ao redor e trazê-los de volta à sua própria terra.

22 Eu os farei uma única nação na terra, nos montes de Israel. Haverá um único rei sobre todos eles, e eles nunca mais serão duas nações nem estarão divididos em dois reinos. 23 Não se contaminarão mais com seus ídolos e imagens detestáveis nem com nenhuma de suas transgressões, pois eu os salvarei de todas as suas apostasias pecaminosas, e os purificarei. Eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus. 24 " „O meu servo Davi será rei sobre eles, e todos eles terão um só pastor. Eles seguirão as minhas leis e terão o cuidado de obedecer aos meus decretos. 25 Viverão na terra que dei ao meu servo Jacó, a terra onde os seus antepassados viveram. Eles e os seus filhos e os filhos de seus filhos viverão ali para sempre, e o meu servo Davi será o seu líder para sempre. 26 Farei uma aliança de paz com eles; será uma aliança eterna. Eu os firmarei e os multiplicarei, e porei o meu santuário no meio deles para sempre. 27 Minha morada estará com eles; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. 28 Então, quando o meu santuário estiver entre eles para sempre, as nações saberão que eu, o Senhor, santifico Israel‟ ".

9


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que Deus ordena a Ezequiel? (vs.15~16) 2. Como Deus age para que as duas madeiras se tornem uma só? (vs.17~23)

4. O que você sente ao ver que Deus purifica o povo de Israel antes de restaurá-lo? (vide v.23)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo Deus restaura Israel, formando uma única nação? (vs.24~28)

5. Você se esforça para que vizinhos e familiares conheçam Deus que faz de você um povo santificado? (v.28) Através da Palavra, pense em como você pode ajudar no seu cotidiano a unir nossa nação, hoje dividida em duas, orando pela sua unificação.

Anotação

10


Um só pastor (v.24): refere-se a Messias que virá no futuro Santuário (v.28): refere-se ao novo templo que se estabelecerá no centro de Israel

Deus mostra simbolicamente a unificação dos dois reinos através do pedaço de madeira gravada com Judá para representar o reino do sul e gravada com Efraim (filho de José) para representar o reino do norte, ou seja, Israel. Nesta nação unificada, Davi será seu rei e pastor para sempre (vs. 24~25). Davi representa Jesus Cristo o Salvador, que será o nosso eterno rei. Israel foi destruído e levado em exílio, porque ele se contaminou com os ídolos, imagens detestáveis e suas transgressões (v.23), não seguiu as leis de Deus, nem teve o cuidado de obedecer aos Seus decretos (v.24). Porém nós fomos purificados do pecado por meio de Jesus Cristo, Rei perfeito que reina para sempre, e tornamo-nos um povo da aliança da paz que está em comunhão com Deus. Você vive em comunhão com Deus e está se esforçando também no lar, na igreja e no local de trabalho para se unir aos outros? ORAÇÃO

Deus, purifica-me do pecado para que eu tenha uma vida de comunhão em Cristo. Anotação

11


03 qua

Para que as nações me conheçam Ezequiel 38: 1~16

1 Veio a mim esta palavra do Senhor:

subirão, avançando como uma tempestade; você será como uma nuvem cobrindo a terra.

2 "Filho do homem, vire o rosto contra Gogue, da terra de Magogue, o príncipe maior de Meseque e de Tubal; profetize contra ele

10 " „Assim diz o Soberano Senhor: Naquele dia virão pensamentos à sua cabeça, e você maquinará um plano maligno.

3 e diga: „Assim diz o Soberano Senhor: Estou contra você, ó Gogue, príncipe maior de Meseque e de Tubal.

11 Você dirá: "Invadirei uma terra de povoados; atacarei um povo pacífico e que de nada suspeita, onde todos moram em cidades sem muros, sem portas e sem trancas.

4 Farei você girar, porei anzóis em seu queixo e o farei sair com todo o seu exército: seus cavalos, seus cavaleiros totalmente armados e uma grande multidão com escudos grandes e pequenos, todos eles brandindo suas espadas.

12 Despojarei, saquearei e voltarei a minha mão contra as ruínas reerguidas e contra o povo ajuntado de entre as nações, rico em gado e em bens, que vive na parte central do território ".

5 A Pérsia, a Etiópia e a Líbia estarão com eles, todos com escudos e capacetes; 6 Gômer com todas as suas tropas, e Bete-Togarma, do extremo norte com todas as suas tropas; muitas nações com você. 7 " „Aprontem-se; estejam preparados, você e todas as multidões reunidas ao seu redor, e assuma o comando delas. 8 Depois de muitos dias você será chamado às armas. Em anos futuros você invadirá uma terra que se recuperou da guerra, cujo povo foi reunido dentre muitas nações nos montes de Israel, os quais por muito tempo estiveram arrasados. Foram trazidos das nações, e agora todos eles vivem em segurança. 9 Você e todas as suas tropas e as muitas nações com você

13 Sabá e Dedã e os mercadores de Társis e todos os seus povoados dirão a você: "Você veio para tomar despojos? Você reuniu essa multidão para saquear, levar embora prata e ouro, tomar o gado e os bens e apoderar-se de muitos despojos?" ‟ 14 "Por isso, filho do homem, profetize e diga a Gogue: „Assim diz o Soberano Senhor: Naquele dia, quando o meu povo Israel estiver vivendo em segurança, será que você não vai reparar nisso? 15 Você virá de seu lugar, do extremo norte, você, acompanhado de muitas nações, todas elas montadas em cavalos, uma grande multidão, um exército numeroso. 16 Você avançará contra Israel, o meu povo, como uma nuvem que cobre a terra. Nos dias vindouros, ó Gogue, trarei você contra a minha terra, para que as nações me conheçam quando eu me mostrar santo por meio de você diante dos olhos deles.

12


Análise do conteúdo

Percepção

1. Através de Ezequiel, qual foi a profecia de Deus contra Gogue, rei de Magogue? (vs.1~6). 2. Onde e quando atacará o exército aliado regido por Gogue? (vs.7~12)

4. O que você sente ao ver que até mesmo diante das nações estrangeiras Deus mostra a Sua santidade e proclama ser o Deus?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Qual é o significado da guerra que haverá depois de muitos dias, ou seja, no fim dos tempos? (vs. 14~16, vide apocalipse 20:8).

5. Em quais aspectos você deve confiar e seguir adiante nos propósitos e planos de Deus? Procure algo que você possa fazer no lar ou na igreja para revelar a santidade de Deus e ponha isso em prática.

Anotação

13


Se Israel recuperar a fama de antes, recuperar as terras e se fortalecer, do extremo norte (v.15) irão surgir nações aliadas para atacar e o líder dessa aliança será Gogue (v.7). O exército de aliados liderado por Gogue era formado pela Pérsia (Irã), Etiópia (posteriormente Egito), Líbia (Pute), Gômer (Ásia Menor) e Betetogarma, a nação do extremo norte (antiga Armênia). O exército aliado liderado por Gogue irá atacar o povo de Israel como uma tempestade, como uma nuvem cobre a terra (vs.7~9; 15~16). Este atacará Israel, onde todos moravam em paz em cidade sem muros, sem portas e sem trancas (vs.11~12). Depois de muitos dias, dali a alguns anos (v.8), nos dias vindouros (v.16) esse ataque acontecerá (vide Ap 20:8). Independente de quando Gogue ataque, essa guerra é uma guerra para acabar com o povo de Deus. Porém Deus protegerá Seu povo, mesmo que as forças malignas tramem o mal e o ataquem. Qual é o consolo e a fé dados por Deus que o protege mesmo em adversidades? ORAÇÃO

Deus pai que mostra a sua santidade a todas as nações, guie e gerencie a minha vida. Anotação

14


04 qui

Deus que usa até as armas estrangeiras Ezequiel 38:17~23

17 " „Assim diz o Soberano

21 Convocarei a espada contra

Senhor: Acaso você não é aquele

Gogue em todos os meus montes,

de quem falei em dias passados por meio dos meus servos, os profetas de Israel? Naquela época eles profetizaram durante anos que eu traria você contra eles.

palavra do Soberano Senhor. A espada de cada um será contra o seu irmão. 22 Executarei juízo sobre ele com peste e derramamento de sangue;

18 É isto que acontecerá naquele

desabarei torrentes de chuva,

dia: Quando Gogue atacar Israel,

saraiva e enxofre ardente sobre ele

será despertado o meu furor,

e sobre as suas tropas e sobre as

palavra do Soberano Senhor. 19 Em meu zelo e em meu

muitas nações que estarão com ele.

grande furor declaro que naquela época haverá um grande terremoto em Israel.

23 E assim mostrarei a minha grandeza e a minha santidade, e me farei conhecido de muitas

20 Os peixes do mar, as aves do céu, os animais do campo, toda criatura que rasteja pelo chão e

nações. Então eles saberão que eu sou o Senhor‟.

todas as pessoas da face da terra tremerão diante da minha presença. Os montes serão virados de cabeça para baixo, os penhascos se desmoronarão e todos os muros cairão.

15


Análise do conteúdo

Percepção

1. Quem irá trazer Gogue contra Israel? (v.17) 2. O que Deus afirma fazer, quando Gogue vier para atacar Israel? (vs.18~22)

4. Deus castiga Seu povo com a vara dos estrangeiros, e também julga a vara dos estrangeiros. O que você sente?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual razão Deus quer mostrar a Sua grandeza e santidade aos olhos de muitas nações, ao julgar Gogue? (v.23)

5. Será que você não está sofrendo devido à vara dos estrangeiros que Deus está usando? O que devemos corrigir e mudar diante Deus que tem que nos castiga usando até as varas estrangeiras, mesmo nos amando?

Anotação

16


Espada (v.21): refere-se a pessoas ou nações que Deus usa como instrumento de julgamento (Is 34:5, Jr 25:29)

Ironicamente quem leva Gogue a atacar Israel é Deus (v.17). Deus usa Gogue e seus aliados para concluir um propósito maior a favor de Israel. Porém Deus afirma que se Gogue vier a atacar Israel, Sua face irá demonstrar grande furor (v.18). Em seu zelo e grande furor haverá um grande terremoto (v. 19), a espada de qualquer um será contra seu irmão (v.21), Deus julgará com peste e derramamento de sangue e ainda afirma que fará desabar torrentes de chuva, saraiva e enxofre ardente (v.22). Declara que assim julgará Gogue, mostrará e se fará conhecido aos olhos de várias nações, para que saibam da Sua grandeza e santidade (v.23). Deus ama-o, mas castiga Seu povo com a vara dos estrangeiros, e é quem julga a vara dos estrangeiros também. Vamos saber e reconhecer o amor de Deus que açoita os Seus amados filhos a fim de que andem no caminho certo.

ORAÇÃO

Que eu possa entender o amor profundo de Deus nas desavenças ao invés de queixar-me, vivendo assim uma vida abençoada que compreende o grande amor de Deus. Anotação

17


05 sex

O dia da completa vitória Ezequiel 39:1~16

1 "Filho do homem, profetize contra Gogue e diga: „Assim diz o Soberano Senhor: Eu estou contra você, ó Gogue, príncipe maior de Meseque e de Tubal. 2 Farei você girar e o arrastarei. Eu o trarei do extremo norte e o enviarei contra os montes de Israel. 3 Então derrubarei o arco da sua mão esquerda e farei suas flechas caírem da sua mão direita. 4 Nos montes de Israel você cairá, você e todas as suas tropas e as nações que estiverem com você. Eu darei você como comida a todo tipo de ave que come carniça e aos animais do campo. 5 Você cairá em campo aberto, pois eu falei, palavra do Soberano Senhor. 6 Mandarei fogo sobre Magogue e sobre aqueles que vivem em segurança nas regiões costeiras, e eles saberão que eu sou o Senhor. 7 " „Farei conhecido o meu santo nome no meio do meu povo Israel. Não mais deixarei que o meu nome seja profanado, e as nações saberão que eu, o Senhor, sou o Santo de Israel.

pequenos e grandes, os arcos e flechas, os bastões de guerra e as lanças. Durante sete anos eles as utilizarão como combustível. 10 Não precisarão ajuntar lenha nos campos nem cortá-la nas florestas, porque eles usarão as armas como combustível. E eles despojarão aqueles que os despojaram e saquearão aqueles que os saquearam, palavra do Soberano Senhor. 11 " „Naquele dia darei a Gogue um túmulo em Israel, no vale dos que viajam para o oriente na direção do Mar. Ele bloqueará o caminho dos viajantes porque Gogue e todos os seus batalhões serão sepultados ali. Por isso será chamado vale de Hamom-Gogue. 12 " „Durante sete meses a nação de Israel os estará sepultando a fim de purificar a terra. 13 Todo o povo da terra os sepultará, e o dia em que eu for glorificado será para eles um dia memorável, palavra do Soberano Senhor. 14 " „Depois dos sete meses serão contratados homens para percorrer a terra e sepultar os que ainda restarem. E assim a terra será purificada.

8 E aí vem! É certo que acontecerá, palavra do Soberano Senhor. Este é o dia de que eu falei.

15 Quando estiverem percorrendo a terra e um deles vir um osso humano, fincará um marco ao lado do osso até que os coveiros o sepultem no vale de HamomGogue.

9 " „Então aqueles que morarem nas cidades de Israel sairão e usarão armas como combustível e as queimarão: os escudos,

16 (Também haverá ali uma cidade à qual se dará o nome de Hamoná.) E assim eles purificarão a terra‟.

18


Análise do conteúdo

Percepção

1. Quando o juízo de Deus é enviado a Gogue, o que Gogue e Israel perceberam? (vs. 6~7) 2. Como serão usadas as armas usadas pelo exército de Gogue? (vs.9~10).

4. O que você sente ao ver Deus destruindo completamente o exército de Gogue em prol do Seu povo?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. O que significa que as armas do exército de Gogue serão usadas como lenha pelo povo de Israel durante sete anos?

5. Seja na vida cristã ou familiar, o que o aflige tal como a arma de Gogue? Qual a vitória que esperamos que Deus irá nos conceder ao vermos que Ele transformou as armas de Gogue em lenha?

Anotação

19


Hamoná (v.16): nome de cidade edificada para comemorar a vitória sobre Gogue.

O texto é uma profecia de Ezequiel onde diz que futuramente Deus irá destruir completamente Gogue, o qual destruiu Israel. Pode parecer que as tropas de Gogue estão vencendo agora, mas em breve eles verão a sua completa destruição e saberão da soberania de Deus (vs.1~6). O povo de Israel irá reconhecer a glória de Deus ao vê-lo cuidando e restaurando o Seu povo. Nisso o povo de Israel irá usar por 7 anos as armas confiscadas de Gogue (vs.9~10). Além disso, levará 7 meses para enterrar o exército julgado de Gogue e purificar a terra (vs. 11~16). Essas duas cenas mostram a certeza da completa vitória de Deus. Através dessa vitória, Deus irá mostrar a Sua grandeza ao mundo. Na nossa vida, apesar de parecer que satanás está vencendo, em breve Deus irá destruir o poder de satanás e nos mostrar a Sua grandeza e glória. Vamos esperar por esse dia e vencer pela fé as aflições do presente.

ORAÇÃO

Que eu não perca as esperanças nos momentos em que só há desgraças e que eu me foque em Deus que me dará a vitória. Anotação

20


06 sáb

Deus esconde o rosto. Ezequiel 39:17~29

17 "Filho do homem, assim diz o Soberano Senhor: Chame todo tipo de ave e todos os animais do campo: „Venham de todos os lugares ao redor e reúnam-se para o sacrifício que estou preparando para vocês, o grande sacrifício nos montes de Israel. Ali vocês comerão carne e beberão sangue.

causa de sua iniqüidade, porque me foram infiéis. Por isso escondi deles o meu rosto e os entreguei nas mãos de seus inimigos, e eles caíram pela espada.

18 Comerão a carne de poderosos e beberão o sangue dos príncipes da terra como se eles fossem carneiros, cordeiros, bodes e novilhos, todos eles animais gordos de Basã.

25 "Por isso, assim diz o Soberano Senhor: Agora trarei Jacó de volta do cativeiro e terei compaixão de toda a nação de Israel, e serei zeloso pelo meu santo nome.

19 No sacrifício que lhes estou preparando, vocês comerão gordura até empanturrar-se e beberão sangue até embriagarse. 20 À minha mesa vocês comerão sua porção de cavalos e cavaleiros, de homens poderosos e soldados de todo tipo‟, palavra do Soberano Senhor. 21 "Exibirei a minha glória entre as nações, e todas as nações verão o castigo que eu trouxer e a mão que eu colocar sobre eles. 22 Daquele dia em diante a nação de Israel saberá que eu sou o Senhor, o seu Deus. 23 E as nações saberão que o povo de Israel foi para o exílio por

24 Tratei com eles de acordo com a sua impureza e com as suas transgressões, e escondi deles o meu rosto.

26 Eles se esquecerão da vergonha por que passaram e de toda a infidelidade que mostraram para comigo enquanto viviam em segurança em sua terra sem que ninguém lhes causasse medo. 27 Quando eu os tiver trazido de volta das nações e os tiver ajuntado de entre as terras de seus inimigos, eu me revelarei santo por meio deles à vista de muitas nações. 28 Então eles saberão que eu sou o Senhor, o seu Deus, pois, embora os tenha enviado para o exílio entre as nações, eu os reunirei em sua própria terra, sem deixar um único deles para trás. 29 Não mais esconderei deles o rosto, pois derramarei o meu Espírito sobre a nação de Israel, palavra do Soberano Senhor".

21


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que comeram todo tipo de ave e animais que foram convidados para o sacrifício? (vs.17~20) 2. Por qual motivo Israel, o povo de Deus, foi derrotado na guerra e levado para o exílio?(vs.23~24)

4. O que você sente ao imaginar que Deus escondeu temporariamente o Seu rosto para o povo que praticou a iniquidade?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. O que significa que Deus escondeu o seu rosto? (v.24)

5. Se Deus olhasse para a sua vida, por qual atitude sua Ele esconderia o Seu rosto? Faça a oração de arrependimento, caso tenha magoado a família, amigo ou colega de trabalho com palavras ou com atos e peça-lhes perdão.

Anotação

22


Ezequiel profetiza a derrota de Israel com a parábola do banquete de todo tipo de ave e todos os animais do campo (vs.17~24). As aves e os animais serão convidados e comerão até empanturrar-se e beberão sangue dos soldados mortos até se embriagarem. Isso significa o severo julgamento de Deus em relação ao povo de Israel. E Ezequiel profetiza também a volta do povo de Israel do exílio (vs.25~29). Eles foram derrotados e levados para o exílio, não porque o poder de Deus era insuficiente. Mas sim, porque Deus tinha escondido o Seu rosto por causa de suas iniquidades. Isso significa que Deus recusou conceder a sua graça (Nm 6:25). Mas a partir de agora Deus mostrará de novo o Seu rosto e os restaurará. Ele trará todo o povo sem deixar um único para trás e através deste processo Israel saberá que o Senhor é o seu Deus. Será que você não está se distanciando da graça de Deus sem perceber a sua iniquidade? ORAÇÃO

Que possa me romper com a iniquidade e viver em meio à abundante graça de Deus. Anotação

23


07

Deus odeia a iniquidade

dom

Culto no Lar - Ezequiel 39:17~29

Familia à mesa. Reúna a família à mesa e compartilhe a comida e converse sobre quais momentos cada um sente mais a necessidade da ajuda de Deus. 17 "Filho do homem, assim diz o Soberano Senhor: Chame todo tipo de ave e todos os animais do campo: „Venham de todos os lugares ao redor e reúnam-se para o sacrifício que estou preparando para vocês, o grande sacrifício nos montes de Israel. Ali vocês comerão carne e beberão sangue. 18 Comerão a carne de poderosos e beberão o sangue dos príncipes da terra como se eles fossem carneiros, cordeiros, bodes e novilhos, todos eles animais gordos de Basã.

Por isso escondi deles o meu rosto e os entreguei nas mãos de seus inimigos, e eles caíram pela espada. 24 Tratei com eles de acordo com a sua impureza e com as suas transgressões, e escondi deles o meu rosto. 25 "Por isso, assim diz o Soberano Senhor: Agora trarei Jacó de volta do cativeiro e terei compaixão de toda a nação de Israel, e serei zeloso pelo meu santo nome.

19 No sacrifício que lhes estou preparando, vocês comerão gordura até empanturrar-se e beberão sangue até embriagar-se.

26 Eles se esquecerão da vergonha por que passaram e de toda a infidelidade que mostraram para comigo enquanto viviam em segurança em sua terra sem que ninguém lhes causasse medo.

20 À minha mesa vocês comerão sua porção de cavalos e cavaleiros, de homens poderosos e soldados de todo tipo‟, palavra do Soberano Senhor.

27 Quando eu os tiver trazido de volta das nações e os tiver ajuntado de entre as terras de seus inimigos, eu me revelarei santo por meio deles à vista de muitas nações.

21 "Exibirei a minha glória entre as nações, e todas as nações verão o castigo que eu trouxer e a mão que eu colocar sobre eles.

28 Então eles saberão que eu sou o Senhor, o seu Deus, pois, embora os tenha enviado para o exílio entre as nações, eu os reunirei em sua própria terra, sem deixar um único deles para trás.

22 Daquele dia em diante a nação de Israel saberá que eu sou o Senhor, o seu Deus. 23 E as nações saberão que o povo de Israel foi para o exílio por causa de sua iniqüidade, porque me foram infiéis.

29 Não mais esconderei deles o rosto, pois derramarei o meu Espírito sobre a nação de Israel, palavra do Soberano Senhor".eu viver.

24


CULTO NO LAR

Desvendando a palavra Por causa da adoração a outros

Esse é o verdadeiro desejo de

deuses e a desobediência a

Deus. Esse é o verdadeiro desejo

Deus os sacerdotes e o povo de

de Deus.

Israel tiveram de viver no exílio.

Ele derramará o Seu Espírito

Para que eles confessassem os

sobre a casa de Israel(vs.25~29).

pecados e voltassem a Deus,

Deus deseja que cessemos as

Ele escondeu deles o Seu rosto.

nossas iniquidades e que vivamos

Temporariamente, deixa de lado

como povo santo. Porque assim

o interesse sobre o Seu povo e

Deus é glorificado e isso é a vida

recolhe o Seu poder. Mostra as

e a paz para os seus filhos. Nós

suas iniquidades e deseja que as

nos tornamos filhos santificados

nações reconheçam a glória de

pela fé em Jesus Cristo. A

Deus (vs.22~24). Mas Deus

presença de Deus significa que

deseja recuperar o Seu santo

Ele quer que tornemos santos e

nome. Ele lhes dará paz e

este é o motivo pelo qual temos

decide que todo o Seu povo

de restaurar a vida santificada.

volte do exílio.

25


CULTO NO LAR

Compartilhando a graça 1. Por que Deus escondeu o rosto para o povo de Israel e recolheu a Sua graça? (vs.22~24) 2. Quando estamos na escuridão é difícil enxergar a sombra da iniquidade. Você já teve a experiência da escuridão como se Deus tivesse escondido o rosto? 3. Como você está testemunhando Deus que o restaura para a vida santificada, sem desistir, apesar das nossas iniquidades? Vamos orar para que possamos mostrar a santidade de Deus através da vida de cada um de nós.

Compartilhando agradecimentos 1. Reflita a sua vida da semana passada e converse acerca dos agradecimentos, confissões e pedido de perdão perante Deus e família. 2. Como expressão de agradecimento, de arrependimento e de amor ao próximo, façamos ofertas.

Orando juntos Que possamos deixar limpas as partes sujas de nossa vida. E com isso, que a nossa família possa revelar a santidade de Deus.

26


08 seg

A futura restauração do templo e do relacionamento Ezequiel 40:1~16

1 No vigésimo quinto ano do exílio, no início do ano, no décimo dia do mês, no décimo quarto ano depois da queda da cidade, naquele exato dia a mão do Senhor esteve sobre mim e ele me levou para lá. 2 Em visões de Deus ele me levou a Israel e me pôs num monte muito alto, em cujo lado sul estavam alguns prédios que tinham a aparência de uma cidade. 3 Ele me levou para lá, e eu vi um homem que parecia de bronze; ele estava de pé junto à entrada, com uma corda de linho e uma vara de medir na mão. 4 E ele me disse: "Filho do homem, fixe bem os olhos e procure ouvir bem, e preste atenção a tudo o que vou lhe mostrar, pois por isso você foi trazido aqui. Conte à nação de Israel tudo o que você vai ver". 5 Vi um muro que cercava completamente a área do templo. O comprimento da vara de medir na mão do homem era de seis medidas longas, cada uma com meio metro. Ele mediu o muro, que tinha três metros de espessura e três de altura. 6 Depois ele foi até a porta que dá para o oriente. Subiu os seus degraus e mediu a soleira da porta, que tinha três metros de fundo. 7 As salas dos guardas tinham três metros de comprimento e três metros de largura, e as paredes entre elas tinham dois metros e meio de espessura. E a soleira da porta junto ao pórtico, defronte ao templo, tinha três metros de fundo.

8 Depois ele mediu o pórtico, 9 que tinha quatro metros de fundo e seus batentes tinham um metro de espessura. O pórtico estava voltado para o templo. 10 Da porta oriental para dentro havia três salas de cada lado; as três tinham as mesmas medidas, e as faces das paredes salientes de cada lado tinham as mesmas medidas. 11 A seguir ele mediu a largura da porta, à entrada; era de cinco metros, e seu comprimento era de seis metros e meio. 12 Defronte de cada sala havia um muro de meio metro de altura, e os nichos eram quadrados, com três metros em cada lado. 13 Depois ele mediu a entrada a partir do alto da parte de trás do muro de uma sala até o alto da sala oposta; a distância era de doze metros e meio, da abertura de um parapeito até a abertura do parapeito oposto. 14 E mediu ao longo das faces das paredes salientes por todo o interior da entrada; eram trinta metros. A medida era até ao pórtico que dá para o pátio. 15 A distância desde a entrada da porta até a extremidade do seu pórtico era de vinte e cinco metros. 16 As salas e os muros salientes dentro da entrada eram guarnecidos de estreitas aberturas com parapeito ao redor, como o pórtico; as aberturas que os circundavam davam para o interior. As faces dos muros salientes eram decoradas com tamareiras.

27


Análise do conteúdo

Estudo e Reflexão

Percepção

Decisão e Aplicação

28


Análise do conteúdo No ano vinte e cinco do exílio, a mão de Deus veio sobre Ezequiel. Em visões de Deus, ele foi levado para a terra de Israel e colocado sobre um monte muito alto e foi lhe mostrado uns prédios que tinham a aparência de uma cidade. Lá, encontrou um homem com brilho de bronze (de personalidade sobrenatural), que estava de pé na porta e tinha na mão um cordel de linho e uma vara de medir. E ele disse a Ezequiel “..., vê com os teus próprios olhos, ouve com os teus próprios ouvidos, e põe no coração tudo quanto eu te mostrar, porque para isso foste trazido para aqui, anuncia, pois, a casa de Israel tudo quanto estas vendo.” Estudo e reflexão 1. Qual é o significado do templo que Deus mostrou para Ezequiel? E como isso deve ser interpretado? -O templo que Ezequiel viu na sua visão já estava construído. Não há menção sobre os adornos do Lugar Santo e Lugar Santíssimo, a arca da aliança e sumo sacerdote. A área total era maior que a do antigo templo de Jerusalém e ao ver pelo misterioso rio que brotava debaixo do templo, podemos interpretar como sendo um local simbólico. O novo templo representa o reino de Deus que é alcançada com a restauração da santidade de Israel e com a restauração de Israel e também com uma vida unida a Deus. O novo templo que aparece na visão aponta claramente Deus em meio ao Seu povo e o novo relacionamento de Deus e Israel baseado em uma nova aliança.

Ezequiel, que foi chamado para a obra na Babilônia, consegue ver Deus através da visão. E entende claramente o motivo pelo qual Judá e Jerusalém tinham recebido o julgamento de Deus e porque eles tinham sido restaurados. Percepção A palavra de Deus que veio através da visão de Ezequiel é que, em primeiro lugar, viver seguindo os desejos da carne e a ambição é como aprisionar a nossa alma e a carne. O único caminho para libertar desse exílio é crer em que Deus é o novo templo e que Ele sempre nos acompanha, governa e intercede. Amar somente Deus é viver com a esperança nos novos dias. Em segundo lugar, assim como os muros do templo que distinguem o sagrado das coisas do mundo, que eu possa distinguir na minha vida o muro do mundo e do sagrado. Decisão e aplicação 1. Durante a vida de exílio na Babilônia, Deus mostra o novo templo para o povo de Israel através de Ezequiel. Com isso Israel é restaurada e recupera a esperança. Nós também, quando acreditamos em Jesus Cristo que é o templo perfeito, começaremos a ter dentro de nós a mudança fundamental e contínua. 2. Devo manter puro e limpo o meu corpo e o meu espírito que é o templo em que Deus reside. Que possa ir cada vez mais perto diante da cruz de Jesus para poder ouvir a voz secreta e minuciosa de Deus e entregar a Ele todo o nosso ser.

29


Orientações

O templo da restauração e da esperança Ezequiel 40:1~16

Análise do conteúdo

Percepção

1. Quando e a onde Ezequiel teve esta visão? (vs.1~2) 2. Do que tratava a visão de Ezequiel? (v.2)

4. O que você percebe ao observar que a restauração de Israel foi perfeita através da restauração do relacionamento com Deus?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que Deus mostrou a Ezequiel a visão sobre a restauração do templo?

5. Qual é o maior empecilho para ter um relacionamento perfeito com Deus? Vamos jogar fora decididamente as coisas que atrapalham a conservação da pureza do meu corpo que é o templo de Deus. Vamos anotar as maneiras que podem estreitar o nosso relacionamento com Deus.

Anotação

30


Muro (v.5): tem a finalidade de separar com santidade o lar do mundo Tamareiras (v.16): simboliza a salvação e a paz

Depois de passados 25 anos de cativeiro de Israel, Ezequiel vê o templo restaurado em meio à visão na qual é levado pelo poder de Deus a um monte muito alto (vs.1~4). Ele recebe a ordem de anunciar ao povo de Israel tudo que está vendo (v.5). Durante a visão ele é guiado pelo homem cuja aparência era como a do bronze, evidentemente um anjo. A medida da muralha do templo, do limiar da porta que olhava para o Oriente, do vestíbulo da porta, da porta e da câmara que foram medidas pelo anjo com o cordel de linho (aproximadamente 3m) eram absurdamente grandiosas. O fato de que o porte do edifício era absurdamente grande e de que ela nunca fora construída historicamente nos faz pensar que a visão possui um teor simbólico. O templo simboliza a presença de Deus. Ele, que prometeu a recuperação de Israel, quis mostrar que estaria junto ao povo de Israel após reconstruir o templo. Porque a verdadeira restauração de Israel acontece quando estabelece a restauração do relacionamento com Deus. Vamos lembrar que a verdadeira restauração em nossa vida começa a partir da restauração do relacionamento com Deus.

ORAÇÃO

Creio em que quando vivemos de acordo com a vontade de Deus, a nossa vida e os relacionamentos são recuperados. Ergue-me, Deus. Anotação

31


09 ter

O evidente projeto do amanhã. Ezequiel 40:17~34

17 Depois ele me levou ao pátio

22 Suas aberturas, seu pórtico e

externo. Ali eu vi alguns quartos e

sua decoração com tamareiras

um piso que havia sido construído

tinham as mesmas medidas dos da

ao redor de todo o pátio; ali havia

porta que dava para o oriente. Sete

trinta quartos ao longo de todo o

degraus subiam até ela, e o seu

piso. 18 Era adjacente às laterais das entradas e sua largura era igual ao comprimento; esse era o piso inferior.

pórtico ficava no lado oposto a eles. 23 Havia uma porta que abria o pátio interno e que dava para a porta norte, como também uma que dava para a porta leste. Ele mediu

19 A seguir ele mediu a distância

de uma porta à porta oposta; eram

do interior da entrada inferior até o

cinqüenta metros.

exterior do pátio interno, o que deu cinqüenta metros, tanto no

24 Depois ele me levou para o lado

lado leste como no lado norte.

sul, e eu vi uma porta que dava para o sul. Ele mediu seus batentes

20 Mediu depois o comprimento e a largura da porta que dá para o norte, que dá para o pátio externo. 21 Seus compartimentos, três de cada lado, suas paredes salientes e seu pórtico tinham as mesmas medidas dos da primeira entrada. Tinham vinte e cinco metros de

e seu pórtico, e eles tinham as mesmas medidas das outras portas. 25 A entrada e o pórtico tinham aberturas estreitas ao seu redor, como as aberturas das outras. Tinham vinte e cinco metros de

comprimento e doze metros e

comprimento e doze metros e meio

meio de largura.

de largura.

32


26 Sete degraus subiam até ela, e

30 (Os pórticos das entradas ao

o seu pórtico ficava no lado

redor do pátio interior tinham doze

oposto a eles; havia uma

metros e meio de largura e dois

decoração de tamareiras nas

metros e meio de fundo.)

faces dos muros salientes em cada lado.

31 Seu pórtico dava para o pátio externo; tamareiras decoravam

27 O pátio interior também tinha

seus batentes, e oito degraus

uma porta que dava para o sul, e

subiam até ele.

ele mediu desde essa porta até a porta externa no lado sul; eram cinqüenta metros.

32 Depois ele me levou ao pátio interno no lado leste, e mediu a entrada; e ela tinha as mesmas

28 A seguir ele me levou ao pátio

medidas das outras.

interno pela porta sul, e mediu a porta sul; e ela tinha as mesmas medidas das outras.

33 Suas salas, suas paredes salientes e seu pórtico tinham as mesmas medidas dos outros. A

29 Suas salas, seus muros

entrada e seu pórtico tinha

salientes e seu pórtico tinham as

aberturas ao seu redor. Tinham

mesmas medidas dos outros. A

vinte e cinco metros de

entrada e seu pórtico tinha

comprimento e doze metros e meio

aberturas ao seu redor. Tinham

de largura.

vinte e cinco metros de comprimento e doze metros e meio de largura.

34 Seu pórtico dava para o pátio externo; tamareiras decoravam os batentes em cada lado, e oito degraus subiam até ela.

Análise do conteúdo

Percepção

1. Quais são as medidas das portas e dos seus compartimentos do pátio externo? (vs.20~27) 2. Quais são as medidas das portas e dos seus compartimentos do pátio interno? (vs.28~34)

4. O que você percebe do fato de Deus estar mostrando em minuciosos detalhes a planta do templo que será restaurado?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Em sua opinião, qual seria a razão de ter mostrado as

5. Você tem certeza de que Deus tem um plano detalhado para a

33


medidas detalhadas de altura e largura das portas?

sua vida? Ezequiel viu a planta do templo através de visões, mas nós recebemos a promessa de Deus por escrito pela Sua palavra. Qual foi a palavra que confirmou a sua visão mais recentemente?

Anotação

34


Ezequiel segue o anjo até o pátio externo. Ali ele encontra o piso bem pavimentado e trinta quartos construídos. O anjo segue fazendo a medição das portas norte e sul e dos quartos que ali ficam. As portas do sul e do norte têm medidas idênticas inclusive os quartos e as suas janelas. Depois ele leva Ezequiel ao pátio interno pela porta sul e mede os quartos e as janelas. As portas e os quartos têm medidas iguais aos anteriormente medidos com exceção de quantidade de degraus. Qual seria a razão de demonstração tão minuciosa e detalhada do templo? É justamente para mostrar a certeza da restauração do templo e que Deus tem um plano detalhado para o povo de Israel. Da mesma forma, Deus tem um plano minucioso e detalhado para a sua vida. Qual a visão que Deus lhe deu? O que você precisa fazer para estar preparado para esse plano?

ORAÇÃO

Que eu possa compreender o propósito de Deus para minha vida e que possa estar preparado para tal propósito. Anotação

35


10 qua

O templo que será erguido sobre a cruz Ezequiel 40:35~49

35 Depois ele me levou à porta norte e a mediu; e ela tinha as mesmas medidas das outras, 36 como também as suas salas, as suas paredes salientes e o seu pórtico, e tinha aberturas ao seu redor. Tinha vinte e cinco metros de comprimento e doze metros e meio de largura. 37 Seu pórtico dava para o pátio externo; tamareiras decoravam os batentes em ambos os lados, e oito degraus subiam até ela. 38 Um quarto com sua entrada ficava junto do pórtico de cada uma das entradas internas, onde os holocaustos eram lavados. 39 No pórtico da entrada havia duas mesas de cada lado, em que os holocaustos, as ofertas pelo pecado e as ofertas pela culpa eram abatidos. 40 Junto à parede externa do pórtico da entrada, perto dos degraus da porta norte, ficavam duas mesas, e do outro lado dos degraus havia duas mesas. 41 Havia, pois, quatro mesas num lado da entrada e quatro no outro, onde os sacrifícios eram abatidos. Eram oito mesas ao todo. 42 Também havia quatro mesas de pedra lavrada para os holocaustos, cada uma com setenta e cinco centímetros de comprimento e de largura, e cinqüenta centímetros de altura. Nelas eram colocados os utensílios para o abate dos holocaustos e dos outros sacrifícios.

43 E ganchos de duas pontas, cada um com quatro dedos de comprimento, estavam presos à parede, em toda a sua extensão. As mesas eram para a carne das ofertas. 44 Fora da porta interna, dentro do pátio interno, havia dois quartos, um ao lado da porta norte que dava para o sul, e outro ao lado da porta sul que dava para o norte. 45 Ele me disse: "O quarto que dá para o sul é para os sacerdotes encarregados do templo, 46 e o quarto que dá para o norte é para os sacerdotes encarregados do altar. São eles os filhos de Zadoque, os únicos levitas que podem aproximar-se do Senhor para ministrarem diante dele". 47 Depois ele mediu o pátio: Era quadrado e tinha cinqüenta metros de comprimento e cinqüenta de largura. E o altar ficava em frente do templo. 48 A seguir me levou ao pórtico do templo e mediu os batentes do pórtico; eles tinham dois metros e meio de largura em ambos os lados. A largura da entrada era de sete metros, e suas paredes salientes tinham um metro e meio de largura em cada lado. 49 O pórtico tinha dez metros de largura e seis metros da frente aos fundos. O acesso a ele era por um lance de escadas, e havia três colunas em cada lado dos batentes.

36


Análise do conteúdo

Percepção

1. Qual a utilidade do quarto que ficava junto do pórtico de entrada interna? (vs.38~43) 2. Qual a utilidade dos dois quartos dentro do pátio interno? (vs.44~47)

4. O que você sente do fato de Deus ter nos amado ao ponto de sacrificar o próprio filho? (vide Rm 5:8)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Em sua opinião, qual seria a razão de ter mostrado detalhadamente os quartos de sacrifício?

5.Como sendo o genuíno filho de Deus que recebeu profundo amor dEle, quem você pretende evangelizar? Escreva detalhadamente como poderá servir a este irmão, e sirva-o com amor de Deus que sacrificou até o próprio filho na cruz.

Anotação

37


Mesas (v.39): altar para sacrifícios a Deus, engloba também o significado de que foi separado especialmente para entregar a Deus Rm 5:8 Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores.

Ezequiel continua a visitar os quartos que ficam no pátio do templo. Havia um quarto onde os holocaustos eram lavados. Havia dentro dele as mesas com utensílios para o abate de animais dos holocaustos. E ainda havia quartos para os sacerdotes encarregados de altar. A razão da visão detalhada do templo que Deus mostrou a Ezequiel se resume a elevada importância de sacrifício no templo que será restaurado. Para que Israel seja restaurado como povo de Deus, é necessário o sacrifício de holocausto. Pois Deus não pode negligenciar o pecado do seu povo. O povo de Deus precisa ser purificado do seu pecado e libertado da sua influência. Esse sacrifício está simbolizando o verdadeiro e completo sacrifício de Jesus na cruz para pagar o preço do pecado do mundo. Que possamos guardar no fundo do coração o amor incomparável de Deus que deu seu filho como o sacrifício vivo para nos resgatar do pecado, e vivamos testemunhando este amor ao mundo.

ORAÇÃO

Que eu possa compreender a altura, largura e a profundidade do amor de Deus, e que possa viver anunciando este amor. Anotação

38


11 qui

Nosso sumo sacerdote Ezequiel 41:1~11

1 Depois o homem me levou ao santuário externo e mediu os batentes; a largura dos batentes era de três metros em cada lado. 2 A entrada tinha cinco metros de largura, e as paredes salientes em cada lado tinham dois metros e meio de largura. Ele mediu também o santuário externo; e ele tinha vinte metros de comprimento e dez metros de largura. 3 Depois entrou no santuário interno e mediu os batentes da entrada; cada um tinha um metro de largura. A entrada tinha três metros de largura, e as paredes salientes em cada lado dela tinham três metros e meio de largura. 4 E ele mediu o comprimento do santuário interno; tinha dez metros, e sua largura era de dez metros até o fim do santuário externo. Ele me disse: "Este é o Lugar Santíssimo". 5 Depois mediu a parede do templo; tinha três metros de espessura, e cada quarto lateral em torno do templo tinha dois metros de largura. 6 Os quartos laterais, sobrepostos uns aos outros, ficavam em três andares, havendo trinta em cada andar.

Havia saliências em torno de toda a parede do templo para servirem de pontos de apoio para os quartos laterais, para que não fossem incrustados na parede do templo. 7 As paredes laterais em torno de todo o templo eram mais largas em cada andar superior. A estrutura em torno do templo foi construída em plataformas ascendentes, de modo que os quartos ficavam mais largos à medida que se subia. Uma escada subia do andar inferior até o andar superior, servindo também o andar do meio. 8 Vi que ao redor de todo o templo fora construída uma base, formando o alicerce dos quartos laterais. Era do comprimento da vara de medir, ou seja, três metros. 9 A parede externa dos quartos laterais era de dois metros e meio de espessura. A área aberta entre os quartos laterais do templo 10 e os quartos dos sacerdotes era de dez metros de largura ao redor de todo o templo. 11 Havia entradas para os quartos laterais a partir da área aberta, uma ao norte e outra ao sul; e a base vizinha à área aberta era de dois metros e meio ao redor de todo o templo.

39


Análise do conteúdo

Percepção

1. Como é o formato e o tamanho do templo e do santo dos santos? (vs.2~4) 2. E o formato e tamanho dos quartos laterais? (vs.6~11)

4. O que você sente do amor de sumo sacerdote Jesus que se entregou como sacrifício? (vide Hb 4:15~16)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que motivo o anjo entrou sozinho no santo dos santos para realizar a medição? (v.3, vide Hb 9:6~7)

5. Quanta importância você atribui ao Jesus que lhe amou ao ponto de entregar a própria vida? Agradeça a Deus o privilégio de poder ir perante Ele e suplicar, e escreva os seus pedidos de oração para levar ao Seu trono.

Anotação

40


Quartos laterais (v.6): usado como local para orações; José chorou este quarto ao encontrar os seus irmãos no Egito; Daniel orou neste quarto e abriu as janelas em direção a Jerusalém para orar. Hb 9:6~7 Estando tudo assim preparado, os sacerdotes entravam regularmente no Lugar Santo do tabernáculo, para exercer o seu ministério. No entanto, somente o sumo sacerdote entrava no Santo dos Santos, apenas uma vez por ano, e nunca sem apresentar o sangue do sacrifício, que ele oferecia por si mesmo e pelos pecados que o povo havia cometido por ignorância. Hb 4:15~16 Pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado. Assim sendo, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade.

O anjo leva Ezequiel pelo santuário externo e interno, medindo as paredes e os quartos que ali ficam. Porém, entra sozinho no santo dos santos para a medição. Por que será que ele entrou sozinho? Pois o santo dos santos é o lugar sagrado que apenas o sumo sacerdote pode entrar uma única vez ao ano a fim de realizar a cerimônia de purificação. Como Ezequiel não era sumo sacerdote ele não podia entrar. Esta cerimônia realizada pelo sumo sacerdote era o modelo exemplo da morte redentora de Jesus que é o verdadeiro sumo sacerdote. Pela morte de Jesus na cruz, obtivemos o privilégio de chegar ao trono de Deus sempre que quisermos. Será que você não está menosprezando a importância de tal privilégio? Certifique se não há áreas da sua vida de oração que necessitam de correções.

ORAÇÃO

Que eu possa compreender a importância do privilégio de poder chegar ao trono de Deus, e que possa se tornar o cristão que sabe usufruir da companhia de Cristo. Anotação

41


12 sex

Olha para a glória do Céu Ezequiel 41:12 ~26

12 O prédio que ficara em frente do pátio do templo no lado oeste media trinta e cinco metros de largura. A parede do prédio tinha dois metros e meio de espessura em toda a sua volta, e o seu comprimento era de quarenta e cinco metros. 13 Depois ele mediu o templo; e ele tinha cinqüenta metros de comprimento, e o pátio do templo e o prédio com suas paredes também tinham cinqüenta metros de comprimento. 14 A largura do pátio do templo no lado oeste, inclusive a frente do templo, era de cinqüenta metros. 15 A seguir ele mediu o comprimento do prédio que ficava em frente do pátio, na parte de trás do templo, inclusive suas galerias em cada lado; era de cinqüenta metros. O santuário externo, o santuário interno e o pórtico que dava para o pátio, 16 bem como as soleiras, as janelas estreitas e as galerias em volta dos três, tudo o que estava do lado de fora, inclusive a soleira, fora revestido de madeira. O piso, a parede até a altura das janelas, e as janelas estavam revestidas. 17 No espaço acima do lado exterior da entrada do santuário interno e nas paredes, a intervalos regulares, em volta de todo o santuário interior e exterior, 18 havia querubins e tamareiras em relevo. As tamareiras alternavam com os querubins. Cada querubim tinha dois rostos:

19 o rosto de um homem virado para a tamareira de um dos lados, e o rosto de um leão virado para a tamareira do outro lado. Estavam em relevo ao redor do templo inteiro. 20 Desde o chão até a área acima da entrada, havia querubins e tamareiras em relevo na parede do santuário exterior. 21 O santuário exterior tinha batentes retangulares, e o que ficava em frente do Lugar Santíssimo era semelhante. 22 Havia um altar de madeira com um metro e meio de altura e um metro em cada lado; seus cantos, sua base e seus lados eram de madeira. O homem me disse: "Esta é a mesa que fica diante do Senhor". 23 Tanto o santuário externo quanto o Lugar Santíssimo tinham portas duplas. 24 Cada porta tinha duas folhas; duas folhas articuladas para cada porta. 25 E nas portas do santuário externo havia querubins e tamareiras esculpidos em relevo, como os que havia nas paredes, e havia também uma saliência de madeira na frente do pórtico. 26 Nas paredes laterais do pórtico havia janelas estreitas com tamareiras em relevo em cada lado. Os quartos laterais do templo também tinham saliências.

42


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que havia nos relevos que cobriam as paredes do templo? (vs.18~20) 2. Como era o nome e a forma do altar de madeira? (v.22)

4. O que você se sente vendo a imagem do templo glorioso de Deus que será restaurado?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. O que os querubins e as tamareiras do relevo da parede do templo simbolizam? (vide Ap 7:9~10)

5. Qual é a missão dada a você para expandir o reino de Deus na família, no trabalho e a na escola a que você pertence? Pense no papel que você deve cumprir para por essa missão e decida-se a consagrar nisso.

Anotação

43


Ap 7:9~10 Depois disso olhei, e diante de mim estava uma grande multidão que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, de pé, diante do trono e do Cordeiro, com vestes brancas e segurando palmas. E clamavam em alta voz: "A salvação pertence ao nosso Deus, que se assenta no trono, e ao Cordeiro".

Depois de descrever as dimensões do templo (vs.12~15), Ezequiel descreve a decoração interna do templo (vs.16~26). No relevo que cobria as paredes templo, havia tamareiras e os querubins. Usualmente, as tamareiras simbolizam a beleza da terra e os querubins, a beleza do céu. O relevo do templo que Ezequiel viu na visão mostra a unidade, beleza e a glória do reino de Deus que seria erguido por Jesus. O reino de Deus não é somente o paraíso, mas também o lugar governado por Deus. Fazer a vontade do Senhor na terra, assim como no céu é a realização do reino de Deus. Quão ansioso você está pela glória a ser desfrutada, quando o reino estiver realizado aqui na terra? ORAÇÃO

Faça com que eu me dê por tudo pelo reino eterno de Deus, abandonando as ganâncias e os orgulhos deste mundo. Anotação

44


13 sáb

Preparativos para o encontro santificado Ezequiel 42:1~14

1 Depois disso o homem conduziu-me para o lado norte, para o pátio externo, e levou-me aos quartos opostos ao pátio do templo e ao muro externo do lado norte. 2 O prédio cuja porta dava para o norte tinha cinqüenta metros de comprimento e vinte e cinco metros de largura. 3 Tanto na secção que ficava a dez metros de distância do pátio interno quanto na secção oposta ao piso do pátio externo, havia uma galeria frente à outra nos três andares. 4 Em frente dos quartos havia uma passagem interna com cinco metros de largura e cinqüenta metros de comprimento. Suas portas ficavam no lado norte. 5 Ora, os quartos superiores eram mais estreitos, pois as galerias tomavam mais espaço deles do que dos quartos do andar inferior e médio. 6 Os quartos do terceiro andar não tinham colunas, ao passo que os pátios as tinham. Por isso a área deles era menor do que a dos quartos do andar inferior e o do meio. 7 Havia uma parede externa paralela aos quartos e ao pátio externo; sua extensão era de vinte e cinco metros, em frente dos quartos. 8 A carreira de quartos junto ao pátio interno tinha vinte e cinco metros de comprimento, e a que

ficava mais próximo do santuário tinha cinqüenta metros de comprimento. 9 Os quartos de baixo tinham entrada pelo lado leste, quando se vem do pátio externo. 10 No lado sul, ao longo do comprimento da parede do pátio externo, adjacentes ao pátio do templo e no lado oposto do muro externo, havia quartos 11 com uma passagem em frente deles. Eram como os quartos do lado norte; tinham o mesmo comprimento e a mesma largura, com saídas e dimensões semelhantes. As portas do lado norte 12 eram semelhantes às portas dos quartos do lado sul. Havia uma entrada no início do corredor paralelo ao muro correspondente que se estendia para leste; e havia uma entrada para os quartos. 13 Depois ele me disse: "Os quartos do norte e do sul que dão para o pátio do templo são os quartos dos sacerdotes, onde os sacerdotes que se aproximam do Senhor comerão as ofertas santíssimas. Ali porão as ofertas santíssimas: as ofertas de cereal, as ofertas pelo pecado e as ofertas pela culpa, pois o local é santo. 14 Assim que os sacerdotes entrarem nos recintos sagrados, só poderão ir para o pátio externo após tirarem as vestes com as quais ministram, pois elas são santas. Porão outras vestes antes de se aproximarem dos lugares reservados para o povo".

45


Análise do conteúdo

Percepção

1. Para onde Deus levou Ezequiel e o que mostrou a ele? (vs.1, 10)

4. O que você se sente quando vê que os sacerdotes “que se aproximam” de Deus comiam e se trocavam num quarto separado?

2. Qual era o uso dos quartos do lado norte e do sul? (vs.13~14) Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Qual era o motivo pelo qual os sacerdotes se trocavam e comiam as oferendas nos quartos dos sacerdotes?

5. Se há algo não-santificado na sua vida que faz você se afastar de Deus, o que seria isso? Qual deve ser a sua atitude e preparativos para participar do culto de domingo para se aproximar de Deus como um adorador santificado?

Anotação

46


É apresentado o quarto dos sacerdotes a Ezequiel na visão mostrada por Deus. Primeiro, mostra o quarto que está no lado norte (vs.1~9), depois, mostra o do lado sul (vs.10~12). Embora não saibamos a estrutura exata desses quartos, eles são organizados em três andares e afunilam-se para cima. E o quarto do norte tem a entrada pelo lado leste, quando se vem do pátio externo e o quarto do sul tem a entrada no início do corredor paralelo ao muro correspondente que se estendia para leste. Havia dobro de quartos próximos ao local santificado do que próximos ao jardim externo. Este quarto era onde os sacerdotes comiam as ofertas santíssimas, trocavam as vestes santas e também as guardavam. Os sacerdotes comiam as ofertas e se trocavam para outras vestes antes de encontrar com as pessoas comuns, não separadas para o culto. Isso se deve ao fato de precisar estar santificados pela presença e comunhão com Deus santo. Pense em como você se prepara para o culto em que se encontra Deus santo.

ORAÇÃO

Faça com que eu vá diante de Deus com o coração preparado e não com um coração que está em outro lugar, ao oferecer culto ao Senhor. Anotação

47


14

Deus deseja a separação santificada

dom

Culto no Lar Ezequiel 42:13~20

Familia à mesa. Reúna a família à mesa, compartilhando a comida e converse sobre as coisas que cada um mais valoriza. Leitura bíblica 13 Depois ele me disse: "Os

16 Mediu o lado leste com a vara

quartos do norte e do sul que dão

de medir; e ele tinha duzentos e

para o pátio do templo são os

cinqüenta metros.

quartos dos sacerdotes, onde os sacerdotes que se aproximam do

17 Mediu o lado norte; ele tinha

Senhor comerão as ofertas

duzentos e cinqüenta metros,

santíssimas. Ali porão as ofertas

segundo a vara de medir.

santíssimas: as ofertas de cereal, as ofertas pelo pecado e as

18 Mediu o lado sul; e tinha

ofertas pela culpa, pois o local é

duzentos e cinqüenta metros,

santo.

segundo a vara de medir.

14 Assim que os sacerdotes

19 Depois ele foi para o lado oeste

entrarem nos recintos sagrados,

e o mediu; ele tinha duzentos e

só poderão ir para o pátio externo

cinqüenta metros, segundo a vara

após tirarem as vestes com as

de medir.

quais ministram, pois elas são santas. Porão outras vestes antes

20 Assim ele mediu a área nos

de se aproximarem dos lugares

quatro lados. Em torno dela havia

reservados para o povo".

um muro de duzentos e cinqüenta metros de comprimento e duzentos

15 Quando ele acabou de medir o que havia dentro da área do templo, levou-me para fora pela

e cinqüenta metros de largura, para separar o santo do comum.

porta leste e mediu a área em redor:

48


CULTO NO LAR

Desvendando a palavra Os sacerdotes, por serem aqueles

Deus separou o local (quarto) dos

que se aproximam de Deus e

sacerdotes como sendo santo e fez

guardam as ofertas santíssimas, deviam ter uma vida separada dos

com que eles usassem vestes santas (v.14). O muro colocado no pátio dianteiro

outros. Por essa razão Deus influenciava e se responsabilizava

do templo também era para separar o santo do comum (v.20).

pessoalmente pela vida deles. As

Nada que pertença ao mundo pode

ofertas dadas a Deus são: o

ser santo e somente Deus é santo.

holocausto, a oferta de cereal, a

Porém é considerado santificado

oferta pelo pecado, a oferta

tudo o que foi separado por Deus

pacífica e a oferta pela culpa. Mas

como sendo santo, ou o local de

dentre essas ofertas, somente a oferta de cereal, a oferta pelo

presença de Deus. Portanto os filhos de Deus são santos por estarem sempre junto a Deus

pecado e a oferta pela culpa eram designadas como a porção dos sacerdotes (v.13).

(1Pe2:9). Somos o povo santificado de Deus, e devemos distinguir a Sua vontade, aproximando-nos dEle como verdadeiros adoradores.

49


CULTO NO LAR

Compartilhando a graça 1. O que Deus separa como sendo santo? (vs.13~14, 20)

2. O que lhe vem à cabeça ao ver Deus separando algo como sendo especialmente santo?

3. Você se considera um filho separado santificado a Deus? Compartilhe como se comportar para se considerado um filho santo de Deus.

Compartilhando agradecimentos 1. Reflita a sua vida da semana passada e converse acerca dos agradecimentos, confissões e pedido de perdão perante Deus e família.

2. Como expressão de agradecimento, de arrependimento e de amor ao próximo, façamos ofertas.

Orando juntos Peço que a minha família possa viver uma vida santificada, conforme a vontade de Deus que nos separou para tal.

50


15 seg

O muro que separa o santo do comum Ezequiel 42:15~20

15 Quando ele acabou de medir o

18 Mediu o lado sul; e tinha

que havia dentro da área do

duzentos e cinqüenta metros,

templo, levou-me para fora pela

segundo a vara de medir.

porta leste e mediu a área em 19 Depois ele foi para o lado oeste redor: e o mediu; ele tinha duzentos e 16 Mediu o lado leste com a vara

cinqüenta metros, segundo a vara

de medir; e ele tinha duzentos e

de medir.

cinqüenta metros. 20 Assim ele mediu a área nos 17 Mediu o lado norte; ele tinha

quatro lados. Em torno dela havia

duzentos e cinqüenta metros,

um muro de duzentos e cinqüenta

segundo a vara de medir.

metros de comprimento e duzentos e cinqüenta metros de largura, para separar o santo do comum.

51


Análise do conteúdo

Estudo e Reflexão

Percepção

Decisão e Aplicação

52


Orientações

Distinção entre o santo e o comum Ezequiel 42:15~20

Análise do conteúdo Deus explica a Ezequiel sobre os quartos do templo e o muro que o cerca na visão. Os sacerdotes comiam as ofertas sagradas no quarto santo e guardavam os sacrifícios nele. E como as vestes também eram sagradas, usavam outras roupas quando iam ao encontro do povo. Deus manda segregar o que é santo do comum com o muro cujo comprimento e largura são 250 metros. Estudo e reflexão 1. O que Deus está dizendo a Ezequiel e ao povo? - É possível sentir o desejo de Deus sobre a restauração do povo de Israel, incluindo Ezequiel. Além disso, dá para perceber que o caminho de um cristão é o de experimentar Deus vivo e seguir a vida sagrada. O sentimento que o lugar sagrado, separado do comum, passa é a intimidade com Deus. Ou seja, Deus está dizendo sobre a restauração e a bênção que resultam da comunhão com Deus. Percepção Lendo a passagem de hoje, pensei que era um pouco difícil de entender. Porém, repetindo a leitura várias vezes, consegui compreender alguma coisa.

“É isso mesmo!” O motivo pelo qual Deus ergueu o lugar sagrado e quis nos santificar por meio dos sacerdotes era porque queria que nós participássemos na santidade dEle. Por meio do culto, da comunidade e do devocional, Deus quer nos separar do comum, nos restaurar e nos abençoar. Percebi que esta é a bênção para todos os cristãos que lêem esta passagem. Hoje a tarde, estarei indo a viagem missionária. Apesar de ser inexperiente, desejo construir o templo de Deus pelo o tamanho que Ele deseja. Nesse lugar, desejo que as pessoas construam o templo de Deus e louvem-no dentro dele. “Eu louvarei no lugar onde sou chamado, louvarei em qualquer situação” Esta é a minha confissão. Decisão e aplicação 1. Amar mais Deus (orar e ler as palavras por 30 min. por dia). 2. Limpar todos os dias o templo do coração (meditação de 5 min. antes de dormir). 3. Procurar um motivo para agradecer todos os dias e falar para outros sobre isso. 4. Ir ao campo missionário pleno de Espírito Santo e falar sobre santidade de Deus e o Seu grande amor para todas as pessoas.

53


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que Ezequiel estava fazendo? (v.15) 2. Como era o muro que estava rodeando a parte externa do templo? (vs.16~20)

4. O que você sente vendo o muro quadrado que separa a parte interna e externa do templo?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Qual era o motivo pelo qual o templo era cercado pelo muro? (v.20)

5. Você faz muro para proteger o que é santo em qualquer lugar e a qualquer momento? Com que você poderia fazer um muro que protege o que é santo das coisas mundanas e tentações?

Anotação

54


Depois de ver a parte interna do templo, Ezequiel saiu para observar a parte externa. O templo era forma de quadrado, rodeado por um muro de 250 metros de comprimento e 250 metros de largura. Lembrando que na época de Moisés e de Salomão, apenas o Santo dos Santos era quadrado e todo o restante não era, o fato de templo que Ezequiel viu na visão ser quadrado inteiramente significa que o nível de santidade aumentou. No entanto, o objetivo destes muros é separar o santo do comum. Ou seja, significa erguer um muro para o comum não entrar no terreno santo. Mesmo hoje em dia, o muro que separa o santo do comum deve ser erguido. Você tem este muro fortemente erguido dentro de você?

ORAÇÃO

Gostaria de viver como um filho santo do Senhor, erguendo um muro que separa o santo do comum, e não um muro que me separa dos meus próximos. Anotação

55


16 ter

O retorno da glória de Deus Ezequiel 43:1~12

1 Então o homem levou-me até a porta que dava para o leste, 2 e vi a glória do Deus de Israel que vinha do lado leste. Sua voz era como o rugido de águas avançando, e a terra estava refulgente com a sua glória. 3 A visão que tive era como a que eu tinha tido quando ele veio destruir a cidade e como as que eu tinha tido junto ao rio Quebar; e eu me prostrei, rosto em terra. 4 A glória do Senhor entrou no templo pela porta que dava para o lado leste. 5 Então o Espírito pôs-me de pé e levou-me para dentro do pátio interno, e a glória do Senhor encheu o templo. 6 Enquanto o homem estava ao meu lado, ouvi alguém falando comigo de dentro do templo. 7 Ele disse: "Filho do homem, este é o lugar do meu trono e o lugar para a sola dos meus pés. Aqui viverei para sempre entre os israelitas. A nação de Israel jamais contaminará o meu santo nome, nem eles nem seus reis, mediante a sua prostituição e os ídolos sem vida de seus reis em seus santuários nos montes.

8 Quando eles puseram sua soleira perto de minha soleira e seus batentes junto de meus batentes, com apenas uma parede fazendo separação entre mim e eles, eles contaminaram o meu santo nome com suas práticas repugnantes. Por isso eu os destruí na minha ira. 9 Agora, que afastem de mim a sua prostituição e os seus ídolos sem vida de seus reis, e eu viverei entre eles para sempre. 10 "Filho do homem, descreva o templo para a nação de Israel, para que fiquem envergonhados dos seus pecados. Que eles analisem o modelo, 11 e, se ficarem envergonhados por tudo o que fizeram, informe-os acerca da planta do templo — sua disposição, suas saídas e suas entradas — toda a sua planta e todas as suas estipulações e leis. Ponha essas coisas por escrito diante deles para que sejam fiéis à planta e sigam as suas estipulações. 12 "Esta é a lei do templo: Toda a área ao redor no topo do monte será santíssima. Essa é a lei do templo.

56


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que foi visto por Ezequiel? (vs.4~5) 2. Como Deus explica a Ezequiel sobre o Seu templo? (v.7)

4. O que você sente ao ver a glória de Deus retornar novamente ao templo, após haver saído dele? (vide Ez 10:18~19, 11:23)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que Deus queria mostrar ao povo de Israel o templo mostrado a Ezequiel? (vs.8~11)

5. Você cometeu algum pecado que lhe fez sentir-se envergonhado diante de Deus? Sendo um templo de Deus, o que você deve fazer hoje e de que forma?

Anotação

57


Analisem o modelo (v.10): significa pensar profundamente e amar a promessa que Deus deu ao Seu povo por meio do templo. Ez 10:18~19, 11:23 Então a glória do Senhor afastou-se da entrada do templo e parou sobre os querubins. Enquanto eu observava, os querubins estenderam as asas e se ergueram do chão, e as rodas foram com eles. Eles pararam à entrada da porta oriental do templo do Senhor, e a glória do Deus de Israel estava sobre eles. A glória do Senhor subiu da cidade e parou sobre o monte que fica a leste dela.

A glória de Deus que havia deixado o templo retorna novamente e persiste nele enchendo abundante e eternamente. Ezequiel havia se prostrado dominado pela glória do Senhor, mas mais uma vez foi levado para dentro do pátio interno pelo Espírito Santo para que pudesse ouvir a palavra de Deus. No passado o povo e os reis de Israel cometiam prostituição e contaminavam o nome de Deus colocando ídolos de seus reis em seus santuários. As práticas repugnantes e santas não podem estar juntas, e somente Deus, o verdadeiro rei, pode viver entre eles para sempre. O motivo de Deus haver mostrado o templo a Ezequiel, era para fazer com que os israelitas se envergonhassem dos seus pecados. Ou seja, Deus esperava que os israelitas entendessem o que Deus estava para fazer a eles, para assim se envergonhassem e arrependessem-se dos pecados passados. Dessa mesma forma, o verdadeiro arrependimento do pecado vem da santidade e benevolência de Deus. Você não pensa que deve viver uma vida gloriosa a Deus, pois Ele vive dentro de você? ORAÇÃO

Ajude-me a livrar do meu pecado e viver na presença do Senhor. Anotação

58


17 qua

A prioridade da vida Ezequiel 43:13~27

13 "Estas são as medidas do altar pela medida longa, isto é, de meio metro: Sua calha tem meio metro de fundo e meio metro de largura, com uma aba de um palmo em torno da beirada. E esta é a altura do altar: 14 Desde a calha no chão até a saliência inferior, ele tem um metro de altura e um metro de largura, e desde a saliência menor até a saliência maior, tem dois metros de altura e meio metro de largura. 15 A fornalha do altar tem dois metros de altura, e quatro pontas se projetam dela para cima. 16 A fornalha do altar é quadrada, com seis metros de comprimento e seis metros de largura. 17 A saliência superior também é quadrada, com sete metros de comprimento e sete metros de largura, com uma aba de vinte e cinco centímetros e uma calha de meio metro em toda a sua extensão ao redor. Os degraus do altar estão voltados para o oriente". 18 Então ele me disse: "Filho do homem, assim diz o Soberano Senhor: Estes serão os regulamentos que deverão ser seguidos no sacrifício dos holocaustos e na aspersão do sangue no altar, quando ele for construído: 19 Você deverá dar um novilho como oferta aos sacerdotes levitas, da família de Zadoque, os quais se aproximam para ministrar diante de mim, palavra do Soberano Senhor.

20 Você colocará um pouco desse sangue nas quatro pontas do altar, nos quatro cantos da saliência superior e ao redor de toda a aba, e assim purificará o altar e fará propiciação por ele. 21 Você queimará o novilho para a oferta pelo pecado no lugar determinado da área do templo, fora do santuário. 22 "No segundo dia você oferecerá um bode sem defeito como oferta pelo pecado, e o altar será purificado como foi purificado com o novilho. 23 Quando terminar de purificá-lo, ofereça um novilho e um carneiro tirados do rebanho, ambos sem defeito. 24 Você os oferecerá perante o Senhor, e os sacerdotes deverão pôr sal sobre eles e sacrificá-los como holocausto ao Senhor. 25 "Durante sete dias você fornecerá diariamente um bode como oferta pelo pecado; fornecerá também um novilho e um carneiro tirados do rebanho, ambos sem defeito. 26 Durante sete dias os sacerdotes farão propiciação pelo altar e o purificarão; assim eles o consagrarão. 27 No final desses dias, a partir do oitavo dia, os sacerdotes apresentarão os holocaustos e os sacrifícios de comunhão de vocês sobre o altar. Então eu os aceitarei, palavra do Soberano Senhor".

59


Análise do conteúdo

Percepção

1. O que Deus menciona em primeiro lugar, dentre as coisas que estão no templo? (v.13) 2. Após construir o altar, o que deve ser feito antes de apresentar qualquer tipo de oferta? (v.26)

4. O que você sente ao ver que Israel era originalmente uma comunidade que apresentava ofertas a Deus?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Qual a razão do altar ter sido descrito detalhadamente antes do que qualquer tipo de objeto? (vide Hb 9:22)

5. A adoração a Deus está sendo uma prioridade na sua vida? Reflita sobre o quanto a sua prioridade está focada na adoração a Deus.

Anotação

60


Hb 9:22 De fato, segundo a Lei, quase todas as coisas são purificadas com sangue, e sem derramamento de sangue não há perdão.

A passagem descreve a cena em que a glória de Deus retornou ao templo. Em seguida explica sobre o templo e faz uma descrição detalhada do altar. O altar era composto por 3 níveis, lados horizontais e verticais em formato quadrado. Cada nível tem respectivamente seis, sete e oito metros de baixo para cima. Para se construir um altar como esse havia um regulamento a ser seguido, precisava de 7 dias e o cerimonial de sacrifício deveria ser realizado por um descendente da família de Zadoque. Mas durante a descrição do templo, o motivo de o altar ter sido mencionado antes de tudo era para enfatizar a entrega de oferta a Deus. Por ser uma comunidade voltada à adoração a Deus, os israelitas consideravam a entrega de oferta algo mais importante do que tudo. Por isso a construção de um altar e o trabalho de mantê-lo purificado devem ser considerados prioritários. O mesmo acontece no dia de hoje. A adoração e culto a Deus devem estar acima do que qualquer problema do mundo ou trabalho dentro da igreja. Estamos mantendo a nossa identidade de comunidade de adoração e culto a Deus? ORAÇÃO

Que hoje também eu possa viver uma vida de adoração voltada somente a Deus. Anotação

61


18 qui

A atitude de quem recebeu uma missão Ezequiel 44: 1~14

1 Depois o homem trouxe-me de volta para a porta externa do santuário, que dava para o lado leste, e ela estava trancada. 2 O Senhor me disse: "Esta porta deve permanecer trancada. Não deverá ser aberta; ninguém poderá entrar por ela. Deve permanecer trancada porque o Senhor, o Deus de Israel, entrou por ela. 3 O príncipe é o único que poderá entrar e sentar-se dentro para comer na presença do Senhor. Ele entrará pelo pórtico da entrada e sairá pelo mesmo caminho". 4 Então o homem levou-me até a frente do templo, passando pela porta norte. Olhei e vi a glória do Senhor enchendo o templo do Senhor, e prostrei-me, rosto em terra. 5 O Senhor me disse: "Filho do homem preste atenção, olhe e ouça atentamente tudo o que eu lhe disser acerca de todos os regulamentos a respeito do templo do Senhor. Preste atenção à entrada do templo e a todas as saídas do santuário. 6 Diga à rebelde nação de Israel: „Assim diz o Soberano Senhor: Já bastam suas práticas repugnantes, ó nação de Israel! 7 Além de todas as suas outras práticas repugnantes, vocês trouxeram estrangeiros incircuncisos no coração e na carne para dentro do meu santuário, profanando o meu templo enquanto me ofereciam

comida, gordura e sangue, e assim vocês romperam a minha aliança. 8 Ao invés de cumprirem seu dever quanto às minhas coisas sagradas, vocês encarregaram outros do meu santuário. 9 Assim diz o Soberano Senhor: Nenhum estrangeiro incircunciso no coração e na carne entrará no meu santuário, nem tampouco os estrangeiros que vivem entre os israelitas. 10 " „Os levitas que tanto se distanciaram de mim quando Israel se desviou e que vaguearam para longe de mim, indo atrás de seus ídolos, sofrerão as conseqüências de sua iniqüidade. 11 Poderão servir no meu santuário, como encarregados das portas do templo e servindo nele; poderão matar os animais dos holocaustos e outros sacrifícios em lugar do povo e colocar-se diante do povo e servi-lo. 12 Mas, porque os serviram na presença de seus ídolos e fizeram a nação de Israel cair em pecado, jurei de mão erguida que eles sofrerão as conseqüências de sua iniqüidade, palavra do Soberano Senhor. 13 Não se aproximarão para me servir como sacerdotes nem se aproximarão de nenhuma de minhas coisas sagradas e das minhas ofertas santíssimas; carregarão a vergonha de suas práticas repugnantes. 14 Contudo, eu os encarregarei dos deveres do templo e de todo o trabalho que nele deve ser feito.

62


Análise do conteúdo

Percepção

1. Ezequiel prestou atenção em quê, após ouvir os decretos e leis a respeito do templo? (v.5) 2. Quais pessoas não podiam entrar no templo? (v.9)

4. O que podemos sentir ao ver os levitas negligenciando os seus deveres e responsabilidades?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual o motivo os levitas são repreendidos por Deus? (vs.7~9, vide Nm 18:2~7)

5. Como está sendo nossa atitude, como servos de Deus, em relação às responsabilidades que recebemos? Vamos analisar se nosso coração está voltado somente aos olhos de Deus, se realmente estamos sendo fiéis à obra confiada a nós.

Anotação

63


Nm 18:2-7 Traga também os seus irmãos levitas, que pertencem à tribo de seus antepassados... eles ficarão a seu serviço e cuidarão também do serviço da Tenda, mas não poderão aproximar-se dos utensílios do santuário ou do altar; se o fizerem morrerão... "Vocês terão a responsabilidade de cuidar do santuário e do altar, para que não torne a cair a ira divina sobre os israelitas... dou a vocês o serviço do sacerdócio como um presente. Qualquer pessoa não autorizada que se aproximar do santuário terá que ser executada".

Após a consagração do altar, os israelitas começaram novamente a oferecer sacrifícios ao Senhor. Entretanto a questão é quem poderá entrar no santuário e quem irá servir no santuário, este era o problema. Então, Deus manda trancar a porta leste, afirmando que não mais deixará o templo, dando regulamentação especial à entrada do templo e às saídas do santuário. Esse direito foi limitado aos membros da comunidade da aliança, sendo proibida a entrada de estrangeiros incircuncisos no santuário, assim sendo, é reforçada novamente a responsabilidade primordial dos levitas. Por um tempo, os levitas foram negligentes com seu dever, deixando qualquer pessoa entrar ou sair do templo, assim recebem ordem novamente para vigiar o templo com responsabilidade e fidelidade. Como acontece conosco atualmente, todas as obras que temos feito na igreja é uma missão concedida por Deus a nós. Devemos ser mais dedicados, com mais pureza no cumprimento do dever. Não devemos ouvir também a repreensão de Deus dirigida aos levitas? ORAÇÃO

Ajuda-me para que seja mais fiel ainda às missões que Deus tem me dado Anotação

64


19 sex

Uma vida de sacerdócio real Ezequiel 44:15~31

15 " „Contudo, os sacerdotes

19 Quando saírem para o pátio

levitas e descendentes de

externo onde fica o povo, tirarão as

Zadoque e que fielmente

roupas com que estiveram

executaram os deveres do meu

ministrando e as deixarão nos

santuário quando os israelitas se

quartos sagrados, e vestirão outras

desviaram de mim, se aproximarão para ministrar diante de mim; eles ficarão diante de mim para oferecer sacrifícios de

roupas, para que não consagrem o povo por meio de suas roupas sacerdotais.

gordura e de sangue, palavra do

20 " „Não raparão a cabeça nem

Soberano Senhor.

deixarão o cabelo comprido, mas o

16 Só eles entrarão em meu santuário e se aproximarão da minha mesa para ministrar diante de mim e realizar o meu serviço. 17 " „Quando entrarem pelas portas do pátio interno, estejam vestindo roupas de linho; não usem nenhuma veste de lã enquanto estiverem ministrando junto às portas do pátio interno ou dentro do templo.

manterão aparado. 21 Nenhum sacerdote beberá vinho quando entrar no pátio interno. 22 Eles não se casarão com viúva ou divorciada; só poderão casar-se com mulher virgem, de ascendência israelita, ou com viúva de sacerdote. 23 Eles ensinarão ao meu povo a

18 Usarão turbantes de linho na

diferença entre o santo e o comum

cabeça e calções de linho na

e lhe mostrarão como fazer

cintura. Não vestirão nada que os

distinção entre o puro e o impuro.

faça transpirar.

65


24 " „Em qualquer disputa, os

28 " „Eu serei a única herança dos

sacerdotes servirão como juízes

sacerdotes. Vocês não lhes darão

e a decisão será tomada de

propriedade alguma em Israel; eu

acordo com as minhas

serei a sua herança.

sentenças. Eles obedecerão às minhas leis e aos meus decretos com respeito a todas as minhas festas fixas, e manterão santos os meus sábados.

29 Eles comerão as ofertas de cereal, as ofertas pelo pecado e as ofertas pela culpa; e tudo o que em Israel for consagrado ao Senhor será deles.

25 " „O sacerdote não se contaminará por aproximar-se do cadáver de alguém; no entanto, se o morto for seu pai, sua mãe, seu filho, sua filha, seu irmão ou sua irmã não-casada, ele poderá contaminar-se.

30 O melhor de todos os primeiros frutos e de todas as contribuições que vocês fizerem pertencerá aos sacerdotes. Vocês darão a eles a primeira porção de sua refeição de cereal moído, para que haja bênçãos sobre as suas casas.

26 Depois de se purificar, esperará sete dias.

31 Os sacerdotes não comerão a carne de aves ou de animais,

27 No dia em que entrar no pátio

encontrados mortos ou

interno do santuário para

despedaçados por animais

ministrar no santuário, ele

selvagens.

oferecerá em favor de si mesmo uma oferta pelo pecado, palavra do Soberano Senhor.

66


Análise do conteúdo

Percepção

1. A quem foi incumbindo o trabalho importante do santuário? (v.15) 2. De que os sacerdotes eram proibidos? (vs.20~22, 25, 28, 31)

4. O que podemos sentir ao ver Deus querendo que os sacerdotes cumpram leis tão rigorosas?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Qual é a razão de impor leis tão rigorosas aos sacerdotes? (vs.23~24)

5. Se, como sacerdócio real, temos alguma diferença com as pessoas do mundo, qual seria?

Vamos procurar em nossa vida santificada, se não tivemos falta de autocontrole em certos momentos e orar a Deus para que possamos nos livrar disto.

Anotação

67


Podemos ver no texto que, especialmente aos sacerdotes descendentes de Zadoque, é dado uma ordenança, explicando o que é proibido. Em primeiro lugar, para evitar suor impuro, não podiam vestir roupas de lã e ao sair para o pátio externo, tinham de trocar de roupa. Em segundo, não era permitido rapar a cabeça, nem deixá-lo comprido. Em terceiro, era proibido beber vinho e em quarto, não podia casar com viúva ou divorciada. Em quinto lugar, não podia se aproximar de cadáver para não se contaminar. Assim sendo, qual é o motivo destas ordenanças? Os sacerdotes também têm privilégios (vs.28~31), mas é por estar uma posição de muita responsabilidade pelo povo. Neste momento, perante Deus como seu povo e vivendo como seus obreiros, em que âmbito devemos nos diferir deste mundo? Vamos decidir ter uma vida santificada, como sacerdócio real de Deus. ORAÇÃO

Como homens de Deus, permita que possa ter uma vida santificada e separada do mundo. Anotação

68


20

Separe a terra santa

sáb

Ezequiel 45:1~12

1 " „Quando vocês distribuírem a terra como herança, apresentem ao Senhor como distrito sagrado uma porção da terra, com doze quilômetros e meio de comprimento e dez quilômetros de largura; toda essa área será santa. 2 Desse terreno, uma área quadrada de duzentos e cinqüenta metros de lado servirá para o santuário, com vinte e cinco metros em redor para terreno aberto. 3 No distrito sagrado, separe um pedaço de doze quilômetros e meio de comprimento e cinco quilômetros de largura. Nele estará o santuário, o Lugar Santíssimo. 4 Essa será a porção sagrada da terra para os sacerdotes, os quais ministrarão no santuário e se aproximarão para ministrar diante do Senhor. Esse será um lugar para as suas casas, bem como um lugar santo para o santuário. 5 Uma área de doze quilômetros e meio de comprimento e cinco quilômetros de largura pertencerá aos levitas, os quais servirão no templo; essa será a propriedade deles para ali viverem. 6 " „Vocês darão, para que seja propriedade da cidade, uma área de dois quilômetros e meio de largura e doze quilômetros e meio

de comprimento, adjacente à porção sagrada; ela pertencerá a toda a nação de Israel. 7 " „O príncipe terá a terra que fica dos dois lados da área formada pelo distrito sagrado e pela propriedade da cidade. Ela se estenderá para o oeste desde o lado oeste e para o leste desde o lado leste, indo desde a fronteira ocidental até a fronteira oriental que é paralela a uma das porções tribais. 8 Essa terra será sua propriedade em Israel. E os meus príncipes não oprimirão mais o meu povo, mas permitirão que a nação de Israel possua a terra de acordo com as suas tribos. 9 " „Assim diz o Soberano Senhor: Vocês já foram muito longe, ó príncipes de Israel! Abandonem a violência e a opressão e façam o que é justo e direito. Parem de apossar-se do que é do meu povo, palavra do Soberano Senhor. 10 Usem balanças honestas, arroba honesta e pote honesto. 11 A arroba e o pote devem ser iguais, o pote terá um décimo de um barril; o barril deve ser a medida padrão para os dois. 12 O peso padrão deve consistir de doze gramas. Vinte pesos mais vinte e cinco pesos mais quinze pesos equivalem a setecentos e vinte gramas.

69


Análise do conteúdo

Percepção

1. Que terra os israelitas separaram primeiro, durante a distribuição das terras? (v.1)

4. O que podemos perceber ao ver que Deus estabeleceu na vida dos israelitas, distritos com base no santuário, não em palácios?

2. Qual é a localização da terra apresentada a Deus, isto é, da terra santa? (vs.5~6) Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Qual é o motivo de ordenar aos israelitas que, antes de tudo, separem uma terra a ser consagrada a Deus? (vide Nm 18:12)

5. Temos preparado primeiro o que é de Deus, em todas as áreas da nossa vida? Se negativo, qual o motivo? Vamos verificar quais áreas devemos separar para santificá-las, como por exemplo, tempo, bens materiais, doação, línguas, orando para que possamos entregá-los totalmente ao Senhor.

Anotação

70


Nm 18:12 "Dou a você o melhor azeite e o melhor vinho novo e o melhor trigo que eles apresentarem ao Senhor como primeiros frutos da colheita

Este texto refere-se à santificação da terra do Senhor, de uma parte da terra de Canaã. Aqui está comentando somente a região central da terra de Canaã, a divisão da terra por tribos será mencionada novamente nos capítulos 47:13~48:35. No Antigo Testamento, a terra era considerada uma herança especialmente dada por Deus, mas Ele ordenou que ao distribuir a terra, separassem com prioridade a “terra santa”. Esta terra, como oferta ao Senhor, tinha de estar no melhor lugar, bem na região central, sendo escolhida em primeiro lugar. A partir deste local foi estabelecida uma propriedade aos sacerdotes e levitas para viverem, e em torno desta terra e se espalhando ao redor, foi dada a terra aos israelitas. Como resultado, eles se tornaram uma comunidade especial que vive em torno do santuário, tendo-o como centro. O que está tomando lugar no centro de nossa vida hoje? Qual é o “distrito santo” que devemos restaurar o mais rápido possível em nossa vida? ORAÇÃO

Restaure a fé para que possamos entregar primeiro a Deus, totalmente o que lhe é devido. Anotação

71


21

Deus deseja a adoração

dom

Culto no Lar- Ezequiel 45:18~25

Familia à mesa. Reúna a sua família à mesa e compartilhe a comida e as percepções e aplicações do sermão do dia. Leitura bíblica 18 " „Assim diz o Soberano

22 Naquele dia o príncipe fornecerá

Senhor: No primeiro dia do

um novilho em favor de si mesmo e

primeiro mês você apanhará um

de todo o povo da terra como oferta

novilho sem defeito e purificará o

pelo pecado.

santuário.

23 Diariamente, durante os sete

19 O sacerdote apanhará um

dias da festa, ele fornecerá sete

pouco do sangue da oferta pelo

novilhos e sete carneiros sem

pecado e o colocará nos batentes

defeito como holocaustos ao

do templo, nos quatro cantos da

Senhor, e um bode como oferta

saliência superior do altar e nos

pelo pecado.

batentes do pátio interno.

24 Ele fornecerá como oferta de

20 Você fará o mesmo no dia sete

cereal, uma arroba para cada

do mês em favor de qualquer

novilho e uma arroba para cada

pessoa que pecar sem intenção

carneiro, juntamente com um galão

ou por ignorância; assim vocês

de azeite para cada arroba.

deverão fazer propiciação em

25 " „Durante os sete dias da festa,

favor do templo.

que começa no dia quinze do

21 " „No dia catorze do primeiro

sétimo mês, ele trará as mesmas

mês vocês observarão a Páscoa,

dádivas para ofertas pelo pecado,

uma festa de sete dias, na qual

os holocaustos, e as ofertas de

vocês comerão pão sem fermento.

cereal e azeite.

72


CULTO NO LAR

Desvendando a palavra Deus deseja que o povo de Israel

faz com que saibamos que o

tenha uma vida condizente a um

homem por si não pode se tornar

filho Seu. Em razão disso Ele fala

santificado.

das cerimônias de purificação

Assim sendo, faz-nos esperar o

para poder ir à Sua presença. O

Salvador, o eterno e absoluto que

príncipe apresenta a Deus as

nos salvará do pecado. Nesse

ofertas entregues pelo povo por

processo ficamos conhecendo a

ocasião das festas, no primeiro

Sua justiça, bondade e o amor.

dia de cada mês, no sábado e nas

O povo escolhido por Deus é acima

festas fixas da nação de Israel.

de tudo uma comunidade de

Tudo isso era para fazer a

adoração, por isso prestava culto a

propiciação em favor de Israel

Deus nas celebrações. Assim como

(vs.15~17)

o povo de Israel adorava Deus

Propiciação é a parte mais

conforme as festas, devemos fixar

importante de toda celebração, ou

um horário para adoração e adorar

seja, é preciso receber o perdão.

Deus. Somo um povo que adorar

Por meio das celebrações, Deus

Deus e a igreja é uma comunidade

faz com que conheçamos a Sua

de adoração.

graça dada aos homens e ainda

73


CULTO NO LAR

Compartilhando a graça 1. Quais são as festas mencionadas no texto de hoje? (vs.18, 21, 25; vide Lv 23:39~44, Dt 16:13, 16) 2. O que você sente ao ver as ofertas apresentadas nas festas? 3. Verifique com que coração e atitude você está prestando culto a Deus e compartilhe as coisas importantes no culto. Lv 23:39~44 "Assim, começando no décimo quinto dia do sétimo mês, depois de terem colhido o que a terra produziu, comemorem a festa do Senhor durante sete dias... Comemorem essa festa do Senhor durante sete dias todos os anos... Morem em tendas durante sete dias... Dt 16:13, 16 Celebrem também a festa das cabanas durante sete dias, depois que ajuntarem o produto da eira e do lagar. Três vezes por ano todos os seus homens se apresentarão ao Senhor, ao seu Deus, no local que ele escolher, por ocasião da festa dos pães sem fermento, da festa das semanas e da festa das cabanas. Nenhum deles deverá apresentar-se ao Senhor de mãos vazias:

Compartilhando agradecimentos 1. Reflita a sua vida da semana passada e converse acerca dos agradecimentos, confissões e pedido de perdão perante Deus e família. 2. Como expressão de agradecimento, de arrependimento e de amor ao próximo, façamos ofertas.

Orando juntos Que sempre lembremos que fomos chamados como adorador de Deus e que assim possamos prestar culto que agrade a Deus.

74


22 seg

Oferta a ser apresentada Ezequiel 45:13~25

13 " „Esta é a oferta sagrada que vocês apresentarão: um sexto de uma arroba de cada barril de trigo e um sexto de uma arroba de cada barril de cevada. 14 A porção prescrita de azeite, medida pelo pote, é de um décimo de pote de cada tonel, o qual consiste de dez potes ou um barril, pois dez potes equivalem a um barril. 15 Também se deve tomar uma ovelha de cada rebanho de duzentas ovelhas das pastagens bem regadas de Israel. Isso será usado para as ofertas de cereal, os holocaustos e as ofertas de comunhão para fazer propiciação pelo povo, palavra do Soberano Senhor. 16 Todo o povo da terra participará nessa oferta sagrada para o uso do príncipe em Israel. 17 Será dever do príncipe fornecer os holocaustos, as ofertas de cereal e as ofertas derramadas nas festas, nas luas novas e nos sábados, em todas as festas fixas da nação de Israel. Ele fornecerá as ofertas pelo pecado, as ofertas de cereal, os holocaustos e as ofertas de comunhão para fazer propiciação em favor da nação de Israel. 18 " „Assim diz o Soberano Senhor: No primeiro dia do primeiro mês você apanhará um novilho sem defeito e purificará o santuário.

19 O sacerdote apanhará um pouco do sangue da oferta pelo pecado e o colocará nos batentes do templo, nos quatro cantos da saliência superior do altar e nos batentes do pátio interno. 20 Você fará o mesmo no dia sete do mês em favor de qualquer pessoa que pecar sem intenção ou por ignorância; assim vocês deverão fazer propiciação em favor do templo. 21 " „No dia catorze do primeiro mês vocês observarão a Páscoa, uma festa de sete dias, na qual vocês comerão pão sem fermento. 22 Naquele dia o príncipe fornecerá um novilho em favor de si mesmo e de todo o povo da terra como oferta pelo pecado. 23 Diariamente, durante os sete dias da festa, ele fornecerá sete novilhos e sete carneiros sem defeito como holocaustos ao Senhor, e um bode como oferta pelo pecado. 24 Ele fornecerá como oferta de cereal, uma arroba para cada novilho e uma arroba para cada carneiro, juntamente com um galão de azeite para cada arroba. 25 " „Durante os sete dias da festa, que começa no dia quinze do sétimo mês, ele trará as mesmas dádivas para ofertas pelo pecado, os holocaustos, e as ofertas de cereal e azeite.

75


Análise do conteúdo

Estudo e Reflexão

Percepção

Decisão e Aplicação

76


O texto de hoje mostra as ofertas que o povo deve apresentar ao príncipe (vs.13~17) e as Festas (vs.18~25) que devem ser cumpridas perante Deus. Primeiramente, as ofertas a serem entregues ao rei príncipe eram os cereais, óleos e animais. Ele recolhia isso para preparar o sacrifício a Deus (vs.15, 17). Aqui ficamos sabendo que o papel do príncipe era de preparar e zelar pelo sacrifício. Por outro lado, Deus ordena o cumprimento de todo primeiro e sétimo dia de cada mês (vs.18, 20), da Páscoa que celebra o êxodo do Egito (vs.21~24) e o décimo quinto dia do sétimo mês (v.25). Ele ordenou esses sacrifícios principalmente em prol de Si e ao mesmo tempo para purificar o templo (v.18), e também pelas pessoas que pecarem sem intenção ou por ignorância e por fim fazer a propiciação do templo (v.20). Com tudo isso, Deus deseja atar um relacionamento santificado com o povo de Israel, por meio da entrega de ofertas e sacrifícios com a participação de todo o povo, sem nenhuma exceção. Você está tendo um relacionamento íntimo com o Senhor, ao confiar em Jesus e entregar-lhe o seu corpo, alma, tempo e bens?

ORAÇÃO

Faça com que eu apresente o meu coração e corpo, o meu tempo e os bens a Deus, para desfrutar de um relacionamento santificado com o Senhor. Anotação

77


que se voltaram do pecado, tornar-se rei e pastor para edificar o novo templo e ser adorado em espírito. Pela justiça, somos julgados dos nossos pecados e somos perdoados, apesar de sermos pecadores. No fim, a vontade de Deus não é punir os israelitas, mas fazer com que eles glorifiquem Deus e desfrutem da alegria do Reino. Isso é inteiramente aplicado a todos nós.

Análise do conteúdo Para restaurar o povo de Israel, Deus ensina por meio de Ezequiel o decreto a ser cumprido pelo povo; e também ensina o príncipe e o sacerdote a maneira de governar o povo com justiça. Ele enfatiza o modo correto de medir as ofertas e as ofertas pelo pecado. Ainda ensina ao príncipe os preparativos das ofertas para as festas e aos sacerdotes Deus ensina o modo de purificar o templo.

Percepção Às vezes sinto Deus da justiça como alguém temeroso, o qual julga até o fim o pecado. Contudo percebi que Ele deseja que o Seu povo viva glorificando Deus num ambiente justo. Por este motivo, Ele exige muito a imparcialidade e a justiça do príncipe e dos sacerdotes. Deus nos ama, por isso quer que não soframos nas mãos dos governantes por causa de tratamentos infundados. E ainda quer que vivamos sempre com alegria pelo amor justo de Deus.

Estudo e reflexão 1. Por qual motivo Deus enfatiza o papel do príncipe e do sacerdote e a quantidade das ofertas? E qual é a vontade de Deus mostrada através disso? Deus é sempre correto, por isso Ele deseja reinar pela retidão e justiça. Para ir à presença de Deus justo, há necessidade de critérios claros. Como somente a imparcialidade da lei pode concretizar a justiça, Deus determina até a quantidade exata das ofertas. Somente o fato de manter uma igualdade no relacionamento perante Deus e assim buscar o que é certo servem de alicerce para manter o relacionamento com Deus. Se estivermos magoados, irados e injustiçados, será difícil estabelecer um relacionamento correto com Deus. 2. O que Deus deseja quando diz: “purificará o templo”? (v.18) Aqui está expresso o plano de Deus, o qual deseja restaurar os

Decisão e aplicação 1. O meu amor não é comparável ao de Deus, mas tentarei praticar um servir justo e imparcial baseado no amor, toda vez que lidar com meus subordinados. 2. Tratarei os meus alunos com sabedoria, pelo amor justo. Farei com que eles vivenciem o Reino através de mim e procurarei elogiá-los e edificá-los no amor.

78


Orientações

O amor da ‘justiça’ Ezequiel 45:13~25

Análise do conteúdo

Percepção

1. Quando o povo deve apresentar as ofertas? (vs.18~25) 2. Que ofertas devem ser apresentadas em cada data? (vs.18~25)

4. O que você sente ao ver Deus ordenando ofertas e sacrifícios ao príncipe e ao povo?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo Deus exige que o povo apresente sacrifícios em cada Festa? (vs.20~22)

5. Você julga que esteja entregando a Deus aquilo que lhe é devido? Por acaso não o faz com avareza ou de má vontade? Assim como o povo de Israel apresentou ofertas sem exceção, você tem fé para entregar a sua consagração e ofertas ao Senhor em quaisquer circunstâncias?

Anotação

79


23 ter

Culto prestado igualmente a Deus Ezequiel 46:1~12

1 " „Assim diz o Soberano Senhor: A porta do pátio interno que dá para o leste ficará trancada nos seis dias úteis, mas no sábado e no dia da lua nova será aberta. 2 O príncipe, vindo do pátio externo, entrará pelo pórtico da entrada e ficará junto ao batente. Os sacerdotes sacrificarão os holocaustos e as ofertas de comunhão dele. Ele adorará o Senhor na soleira da entrada e depois sairá, mas a porta não será fechada até à tarde. 3 Nos sábados e nas luas novas o povo da terra adorará o Senhor junto à entrada que leva à porta. 4 O holocausto que o príncipe trouxer ao Senhor no dia de sábado deverá ser de seis cordeiros e um carneiro, todos sem defeito. 5 A oferta de cereal dada junto com o carneiro será de uma arroba, e a oferta de cereal com os cordeiros será de quanto ele quiser dar, mais um galão de azeite para cada arroba de ceral. 6 No dia da lua nova ele oferecerá um novilho, seis cordeiros e um carneiro, todos sem defeito. 7 Como oferta de cereal ele fornecerá uma arroba com o novilho, uma arroba com o carneiro, e com os cordeiros,

quantos ele quiser dar, e mais um galão de azeite para cada uma arroba de cereal. 8 Quando o príncipe entrar, ele o fará pelo pórtico da entrada, e sairá pelo mesmo caminho. 9 " „Quando o povo da terra vier perante o Senhor nas festas fixas, todo aquele que entrar pela porta norte para adorá-lo sairá pela porta sul, e todo aquele que entrar pela porta sul sairá pela porta norte. Ninguém voltará pela porta pela qual entrou, mas todos sairão pela porta oposta. 10 O príncipe deverá estar no meio deles, entrando quando eles entrarem e saindo quando eles saírem. 11 " „Nas festas, inclusive nas festas fixas, a oferta de cereal será de uma arroba com um novilho, uma arroba com um carneiro, e de uma arroba com os cordeiros, quantos ele quiser dar, mais um galão de azeite para cada arroba. 12 Quando o príncipe fornecer uma oferta voluntária ao Senhor, seja holocausto seja oferta de comunhão, a porta que dá para o leste será aberta para ele. Ele oferecerá seu holocausto ou suas ofertas de comunhão como o faz no dia de sábado. Então ele sairá, e, depois de ter saído, a porta será trancada.

80


Análise do conteúdo

Percepção

1. Qual é o local designado ao príncipe e ao povo no sacrifício do sábado e das luas novas? (vs.2~3) 2. Quais são os tipos de sacrifício, a quantidade de ofertas e o trajeto do príncipe na apresentação do seu sacrifício? (vs.4~8, 10~12)

4. O que você sente ao ver que não há grande diferença entre o local de adoração do príncipe e do povo e que ambos entram juntos ao local do culto?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo Deus restringiu o local designado para o culto ao pórtico e à soleira da entrada e ainda falou com rigor para que todos se movimentassem juntos ao entrar no templo? (vs.2~3, 10)

5. Ao ir à presença de Deus, você se relaciona com os irmãos com humildade? Se caso você estiver participando do culto como mero expectador ou por sentir-se privilegiado, esforce-se para ser um adorador que se relaciona com humildade com os outros irmãos.

Anotação

81


O texto de hoje está dando ao príncipe e ao povo as instruções detalhadas acerca do sábado e do culto do primeiro dia do mês. Quando cultuar, o príncipe vem do pátio externo e entra pelo pórtico da entrada e fica junto ao batente. Após o sacrifício dos sacerdotes, holocausto e oferta de comunhão, ele tinha de adorar o Senhor na soleira da entrada (v.2). O povo também tinha de adorar o Senhor no mesmo dia, junto à entrada que levava à porta (v.3). E ao entrar e sair do templo, o príncipe tinha de estar no meio do povo, entrando e saindo junto com o povo, pois a sua condição não lhe dava privilégios (v.10). Este fato mostra que tanto o príncipe como o povo tinham de adorar Deus de forma igual, democrática, sem diferença devido ao seu status. E ainda ao entrar e sair do templo, ninguém podia fazer isso pela mesma porta (v.9), ou seja, quem entrou pela porta do sul tinha de sair pela porta do norte. Esta era uma forma de guiar com eficácia a trajetória a ser seguida pelo povo no templo, onde eles tinham de se mover com rigor e santidade. Indiferentemente da condição social, você cultua com humildade perante Deus e adora de maneira ordenada?

ORAÇÃO

Faça com que eu me aproxime do trono de Deus, ao cultuar com humildade e organização, tal como corre a água do rio. Anotação

82


24 qua

Devemo-nos encontrar com Deus diariamente Ezequiel 46:13~24

13 " „Diariamente vocês fornecerão um cordeiro de um ano sem defeito como holocausto ao Senhor; manhã após manhã vocês o trarão. 14 Com ele vocês também trarão, manhã após manhã, uma oferta de cereal, de um sexto de arroba e um terço de galão de azeite para umedecer a farinha. A apresentação dessa oferta de cereal será feita em obediência a um decreto perpétuo. 15 Assim o cordeiro, a oferta de cereal e o azeite serão trazidos manhã após manhã para o holocausto que será apresentado regularmente. 16 " „Assim diz o Soberano Senhor: Se da sua herança o príncipe fizer um presente a um de seus filhos, ele pertencerá também aos seus descendentes; será propriedade deles por herança. 17 Se, porém, da sua herança ele fizer um presente a um dos seus escravos, o escravo poderá mantê-lo consigo até o ano da liberdade; então ele voltará para o príncipe. Sua herança pertence unicamente a seus filhos; deles será. 18 O príncipe não tomará coisa alguma da herança do povo, expulsando-os de sua propriedade. Dará a seus filhos a

herança daquilo que é sua própria propriedade, para que ninguém do meu povo seja separado de sua propriedade‟ ". 19 Depois o homem me levou, pela entrada ao lado da porta, até os quartos sagrados que davam para o norte, os quais pertenciam aos sacerdotes, e mostrou-me um local no lado oeste. 20 Ele me disse: "Este é o lugar onde os sacerdotes cozinharão a oferta pela culpa e a oferta pelo pecado e assarão a oferta de cereal, para levá-las ao pátio externo e consagrar o povo". 21 Ele então me trouxe para o pátio externo e me fez passar por seus quatro cantos, e em cada canto vi um pátio. 22 Eram pátios fechados, com vinte metros de comprimento e quinze metros de largura; os pátios dos quatro cantos tinham a mesma medida. 23 Em volta de cada um dos quatro pátios, pelo lado de dentro, havia uma saliência de pedras, com lugares para fogo construídos em toda a sua volta debaixo da saliência. 24 Ele me disse: "Estas são as cozinhas onde aqueles que ministram no templo cozinharão os sacrifícios do povo".

83


Análise do conteúdo

Percepção

1. Quais eram os dois sacrifícios que o povo de Israel tinha de apresentar diariamente? (vs.13~15) 2. Que destino o príncipe poderia dar à sua herança? (vs.16~18)

4. O que você sente ao refletir sobre Deus que fala detalhadamente ao povo, príncipe e sacerdote acerca dos sacrifícios e da herança?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo Deus fez com que fossem apresentados sacrifícios diários e falou acerca do modo de cuidar da sua herança? (vs.13, 16~18)

5. De que forma você se encontra diariamente com o Senhor? Oração, louvor ou reflexão? Quais seriam a alegria e o benefício desfrutados recentemente ao refletir e aplicar a Palavra dada por Deus?

Anotação

84


O ano da liberdade (v.17): ano seguinte após cinco sábados, ou seja, o qüinquagésimo ano. Quartos sagrados (v.19): era um quarto do sacerdote situado no lado norte do templo, designado para guardar ofertas, veste, ou comer alimentos santificados

O conteúdo acerca da nova lei do templo começou com a informação da dimensão do altar (cap. 43~46) e termina com a descrição da cozinha onde o sacerdote cozinha os sacrifícios do povo (v.24). E o texto de hoje escreve sobre a oferta sagrada entregue diariamente (vs.13~15), o modo de o príncipe cuidar da sua herança (vs16-18) e a cozinha onde cozinhava os sacrifícios do povo (vs.19~24). Primeiramente, a oferta a ser levada diariamente pelo povo eram o holocausto e a oferta de cereal; isto nos ensina que a nossa própria vida deve ser diariamente uma oferta ao Senhor. Por outro lado, o príncipe deve deixar de herança a sua propriedade conforme os mesmos princípios acerca do zelo da herança aplicados ao povo; caso ele tenha dado a herança como presente a um escravo, o mesmo deve ser tomado no ano da sua liberdade. Deus ordenou assim para que ninguém usasse indevidamente a sua autoridade e tomasse a herança do povo com a finalidade de aumentar a sua propriedade (vide 2Rs 21:1). Por fim há registro sobre a cozinha onde se cozinhava os sacrifícios do povo, para ensinar que o local onde se preparava o sacrifício também era importante e santificado, e não era somente o altar. Lembrando que o lugar onde você se encontra é o jardim de Deus, você vive como um adorador que se comunica com Deus diariamente?

ORAÇÃO

Faça com que eu adore perfeitamente o Senhor, em quaisquer hora e local, que me satisfaça com a bênção recebida, e que viva sempre agradecendo. Anotação

85


25 qui

Onde quer que haja água viva Ezequiel 47:1~12

1 O homem levou-me de volta à entrada do templo, e vi água saindo de debaixo da soleira do templo e indo para o leste, pois o templo estava voltado para o oriente. A água descia de debaixo do lado sul do templo, ao sul do altar. 2 Ele então me levou para fora, pela porta norte, e conduziu-me pelo lado de fora até a porta externa que dá para o leste, e a água fluía do lado sul. 3 O homem foi para o lado leste com uma linha de medir na mão, e, enquanto ia, mediu quinhentos metros e levou-me pela água, que batia no tornozelo. 4 Ele mediu mais quinhentos e levou-me pela água, que batia na cintura. Mediu mais quinhentos e levou-me pela água, que chegava ao joelho. 5 Mediu mais quinhentos, mas agora era um rio que eu não conseguia atravessar, porque a água havia aumentado e era tão profunda que só se podia atravessar a nado; era um rio que não se podia atravessar andando. 6 Ele me perguntou: "Filho do homem, você vê isto?" Levou-me então de volta à margem do rio.

7 Quando ali cheguei, vi muitas árvores em cada lado do rio. 8 Ele me disse: "Esta água flui na direção da região situada a leste e desce até a Arabá, onde entra no Mar. Quando deságua no Mar, a água ali será saneada. 9 Por onde passar o rio haverá todo tipo de animais e de peixes. Porque essa água flui para lá e saneia a água salgada; de modo que onde o rio fluir tudo viverá. 10 Pescadores estarão ao longo do litoral; desde En-Gedi até EnEglaim haverá locais próprios para estender as redes. Os peixes serão de muitos tipos, como os peixes do mar Grande. 11 Mas os charcos e os pântanos não ficarão saneados; serão deixados para o sal. 12 Árvores frutíferas de toda espécie crescerão em ambas as margens do rio. Suas folhas não murcharão e os seus frutos não cairão. Todo mês produzirão, porque a água vinda do santuário chega a elas. Seus frutos servirão de comida, e suas folhas de remédio".

86


Análise do conteúdo

Percepção

1. De onde a água flui? (vs.1~2, 12) 2. Quais as etapas da transformação da água e por fim em que se transforma? (vs.3~5)

4. O que você sente ao ver que a água que fluía debaixo da soleira do templo iria se transformar num imenso rio, e que traria mudanças na vida e na cura?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo houve mudanças no rio, no mar e nas árvores frutíferas? (vs.6~12)

5. O quanto você está imerso na água da graça que flui através do culto? Quem é a pessoa e o local que devem ser renovados e curados pela água da vida do evangelho que flui através de você?

Anotação

87


Mar (v.8): refere-se ao Mar Morto, onde nenhum peixe pode sobreviver devido à alta salinidade e assim simboliza o homem em desespero, ao qual só restam o julgamento e a morte motivados pelo seu pecado e transgressões. Os charcos e os pântanos (v.11): colinas do Mar Morto, onde havia acumulo de água e depois só resta o sal.

Deus dá a Ezequiel visão e palavra de promessa (vs.1~2, 6~7). Ou seja, Deus profetiza sobre a água que sai debaixo da soleira do templo e flui para o leste e para o sul do altar direito do templo e forma um imenso rio (vs.1~5), e também sobre a sua eficácia (vs.8~12). Ou seja, a água continua fluindo rumo a leste, desce até a Arabá, onde entra no mar para reavivar o mar (v.8). Além disso, tudo que tem vida pelo caminho onde essa água flui irá viver e haverá muitos peixes (v.9). Ademais haverá pescadores ao longo do litoral, e os peixes serão de muitos tipos e em grande quantidade no mar (v.10). E ainda haverá muitas árvores frutíferas nas margens dos rios, as suas folhas não murcharão, seus frutos não cairão, todo mês haverá frutos novos, seus frutos servirão de comidas e as suas folhas de remédio (v.12). Os cristãos e a sua comunidade é a habitação do Espírito e possuirão poder de vida que faz fluir o rio de água da vida (vide Jo 7:48~49; 1Co 3:16). Sendo uma habitação do Espírito, você está fazendo fluir a água da vida? De que você precisa para fornecer a água da vida de amor e a graça de Deus?

ORAÇÃO

Use-me como um canal do Espírito que fornece a água da vida e da cura às pessoas e ao ambiente onde eu estiver. Anotação

88


26 sex

A graça compartilhada Ezequiel 47:13~23

13 Assim diz o Soberano Senhor: "Estas são as fronteiras pelas quais vocês devem dividir a terra como herança entre as doze tribos de Israel, com duas porções para José. 14 Vocês a dividirão igualmente entre elas. Visto que eu jurei de mão erguida que a daria aos seus antepassados, esta terra se tornará herança de vocês. 15 "Esta é a fronteira da terra: "No lado norte ela irá desde o mar Grande, indo pela estrada de Hetlom, passando por LeboHamate até Zedade, 16 Berota e Sibraim, que fica na fronteira entre Damasco e Hamate, e indo até HazerHaticom, que fica na extremidade de Haurã. 17 A fronteira se estenderá desde o Mar até Hazar-Enã, ao longo da fronteira norte de Damasco, com a fronteira de Hamate ao norte. Essa será a fronteira norte. 18 "No lado leste a fronteira irá entre Haurã e Damasco, ao longo do Jordão entre Gileade e a terra

de Israel, até o mar oriental, prosseguindo até Tamar. Essa será a fronteira leste. 19 "No lado sul ela irá desde Tamar até as águas de MeribáCades, prosseguindo então ao longo do ribeiro do Egito até o mar Grande. Essa será a fronteira sul. 20 "No lado oeste, o mar Grande será a fronteira até de frente a Lebo-Hamate. Essa será a fronteira oeste. 21 "Distribuam essa terra entre vocês de acordo com as tribos de Israel. 22 Vocês a distribuirão como herança para vocês mesmos e para os estrangeiros residentes no meio de vocês e que têm filhos. Vocês os considerarão como israelitas de nascimento; juntamente com vocês, a eles deverá ser designada uma herança entre as tribos de Israel. 23 Qualquer que seja a tribo no qual o estrangeiro se instale, ali vocês lhe darão a herança que lhe cabe", palavra do Soberano Senhor.

89


Análise do conteúdo

Percepção

1. Como a terra deve ser dividida como herança? (vs.13~14, 21~22) 2. A quem a terra é dividida? (vs.22~23)

4. O que você sente ao ver a ordem de Deus para que dê o mesmo tratamento aos estrangeiros e divida a terra como herança? (v.23)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo a terra também é dividida como herança para os estrangeiros residentes entre os israelitas? (v.22)

5. Assim como Deus dividiu a terra como herança entre o povo de Israel, Ele lhe deu alguma herança? Em caso afirmativo, qual seria esta herança? Se há alguém com quem queira compartilhar a herança de Deus recebida também pelos estrangeiros, ou seja, a graça divina, telefone, envie uma mensagem ou encontre-se pessoalmente para transmitir isso. Anotação

90


No texto de hoje, Deus promete dividir a terra a todas as tribos de Israel. Ou seja, promete dividir especificamente a terra da região palestina, compreendida entre Egito e Sinai ao sul, rio Jordão à leste, mar Mediterrâneo à oeste e Hamate ao norte (vide Nm 34:1~12, 15~20). Ou seja, Deus ordenou que a terra fosse dividida igualmente não somente entre os israelitas, mas também entre os estrangeiros residentes (v.22, vide Is 56:3-8), de acordo com as tribos pelo método de sorteio (vs.21~22). Se fosse um estrangeiro residente em Israel e lá tivesse filhos, este também teria direito de receber a terra. Esta promessa profetiza também o Reino que seria dado a Israel espiritual, e também a restauração da sua história (vide Ap 7:5~10). Assim sendo, todo aquele que receber Jesus como o Senhor e o salvador, poderá participar da graça de receber a terra prometida. Na função de alguém que já recebeu a terra prometida, procure alguém que você deva ajudar a receber essa terra como herança e transmita o evangelho da graça de Deus. ORAÇÃO

Conceda-me sabedoria e coragem para ajudar todos a receberem a terra prometida. Anotação

91


27

Qualificação para receber a terra sagrada

sáb

Ezequiel 48:1~12

1 "Estas são as tribos, relacionadas nominalmente: Na fronteira norte Dã terá uma porção; ela seguirá a estrada de Hetlom até Lebo-Hamate; HazarEnã e a fronteira norte, vizinha a Damasco, próxima de Hamate farão parte dos seus limites, desde o lado leste até o lado oeste. 2 "Aser terá uma porção; esta margeará o território de Dã do

8 "Margeando o território de Judá do leste ao oeste, estará a porção que vocês apresentarão como dádiva sagrada. Terá doze quilômetros e meio de largura, e o seu comprimento, do leste ao oeste, equivalerá a uma das porções tribais; o santuário estará no centro dela. 9 "A porção sagrada que vocês devem oferecer ao Senhor terá doze quilômetros e meio de comprimento e cinco quilômetros de largura.

leste ao oeste. 3 "Naftali terá uma porção; esta margeará o território de Aser do leste ao oeste. 4 "Manassés terá uma porção; esta margeará o território de Naftali do leste ao oeste. 5 "Efraim terá uma porção; esta margeará o território de Manassés do leste ao oeste. 6 "Rúben terá uma porção; esta margeará o território de Efraim do leste ao oeste. 7 "Judá terá uma porção; esta margeará o território de Rúben do

10 Esta será a porção sagrada para os sacerdotes. Terá doze quilômetros e meio de comprimento no lado norte, cinco quilômetros de largura no lado ocidental, cinco quilômetros de largura no lado oriental e doze quilômetros e meio de comprimento no lado sul. No centro dela estará o santuário do Senhor. 11 Pertencerá aos sacerdotes consagrados, os zadoquitas, que foram fiéis em me servir e não se desviaram como fizeram os levitas quando os israelitas se desviaram. 12 Será um presente especial para eles da parte da porção sagrada da terra, uma porção santíssima, margeando o território dos levitas.

leste ao oeste.

92


Análise do conteúdo

Percepção

1. Quais são os nomes das tribos? (vs.1~8a)

2. O que ficaria na porção sagrada e a quem pertenceria?(8b~10)

4. O que você sente ao ver Deus que ordena os sacerdotes consagrados dos zadoquitas receberem um presente especial e dá a eles a porção sagrada que tem o santuário do Senhor? (v.12)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que a porção sagrada pertence aos sacerdotes consagrados dos zadoquitas e não dos levitas? (vs.10~11)

5. Qual é a sua função que deve ser considerado importante e cumprido tanto na família, na igreja quanto na escola? Como aquele que receberá presente mais sagrado da terra e templo de Deus, vamos escrever como devemos mudar os nossos pensamentos, palavras e atitudes.

Anotação

93


No texto de hoje, Deus mostra a última visão de divisão de terras do norte entre sete tribos de Israel. Assim, divide o país a cada tribo: Dã (v.1), Aser (v.2), Naftali (v.3), Manassés (v.4), Efraim (v.5), Rúben (v.6) e Judá (v.6). E ainda, dá a terra sagrada onde construirá o santuário de Deus ao sacerdote sagrado de filhos de Zadoque (vs.8,10) Pois eles cumpriram bem o cargo e quando o povo de Israel fez mal, diferente dessas atitudes erradas de Levitas, serviram fielmente (v.11). Eles receberam uma área especial, mais santa de todas (v.12). Será que você está cumprindo o seu papel de templo de Jesus? Vamos sempre estar acordados e orar para que cumpramos o nosso papel, não sigamos o mal de outros e que recebamos o presente sagrado.

ORAÇÃO

Dê-me a sabedoria para exercer bem a função que Deus me deu e assim ser um servo que é elogiado pelas pessoas e por Deus. Anotação

94


28

Deus que recupera

dom

Culto no Lar - Ezequiel 47:6~12

Familia à mesa. Reúna a sua família à mesa e compartilhe a comida e as percepções e aplicações do sermão do dia. Leitura bíblica 6 Ele me perguntou: "Filho do

10 Pescadores estarão ao longo

homem, você vê isto?" Levou-me

do litoral; desde En-Gedi até En-

então de volta à margem do rio.

Eglaim haverá locais próprios para estender as redes. Os peixes

7 Quando ali cheguei, vi muitas

serão de muitos tipos, como os

árvores em cada lado do rio.

peixes do mar Grande.

8 Ele me disse: "Esta água flui na

11 Mas os charcos e os pântanos

direção da região situada a leste e desce até a Arabá, onde entra

não ficarão saneados; serão deixados para o sal.

no Mar. Quando deságua no Mar,

12 Árvores frutíferas de toda

a água ali será saneada.

espécie crescerão em ambas as margens do rio. Suas folhas não

9 Por onde passar o rio haverá

murcharão e os seus frutos não

todo tipo de animais e de peixes.

cairão. Todo mês produzirão,

Porque essa água flui para lá e

porque a água vinda do santuário

saneia a água salgada; de modo

chega a elas. Seus frutos servirão

que onde o rio fluir tudo viverá.

de comida, e suas folhas de remédio".

95


CULTO NO LAR

Desvendando a palavra Através da água que flui do

Jesus disse: “rios de água da vida

templo, Deus fala de fatos futuros

vão jorrar do coração de quem crê

a Ezequiel. A água que saía do

em mim”. Essa água se refere ao

templo ficava cada vez mais

Espírito Santo (Jo 7:38~39). Nós

abundante e se dividia em alguns

recebemos Espírito Santo

rios ou descia até o deserto

prometido por Deus há dois mil

Araba e entrava no mar (vs.1~5).

anos atrás. Se crer que Jesus

Por todo lugar onde essa água

Cristo é o filho de Deus e que você

passava, havia todo tipo de

é pecador que precisa da

animais e peixes e levava vida a

salvação, isso quer dizer que

esses lugares. Principalmente,

Espírito Santo está dentro de você.

havia muitas espécies de peixe e

Como nós somos aqueles que

nas duas margens do rio

ouvimos, sabemos, cremos e

cresciam árvores frutíferas de

experimentamos a emocionante e

todo tipo que nunca deixarão de

boa nova, precisamos repartir a

dar frutas.

água da vida (a boa notícia de

E ainda, servirão de remédio,

Jesus Cristo).

pois essa água vinha do templo (vs.7~12).

96


CULTO NO LAR

Compartilhando a graça 1. Como foi transformado o local onde flui o rio? (vs.6~12) 2. Para onde você deve deixar fluir a água da vida que recebeu de Deus? 3. Vamos pensar em se existe alguém ao nosso redor que precisa ser renovado pelo Espírito Santo e orar para que eles possam encontrar Deus que restaura.

Compartilhando agradecimentos 1. Relembrando a vida que teve durante a semana, vamos falar sobre o que teve para agradecer, para confessar e pedir perdão diante de Deus e da família. 2. Vamos fazer oferta como a expressão de gratidão, de arrependimento e de amor pelos próximos.

Orando juntos Como somos filhos de Deus que declara Jesus em fé, oramos para que a água viva transborde. Salva a vida daqueles que tem sede com a água que emerge em mim.

97


29 seg

A vida centrada em Deus Ezequiel 48:13~22

13 "Ao longo do território dos sacerdotes, os levitas terão uma área de doze quilômetros e meio de comprimento e cinco quilômetros de largura. Seu comprimento total medirá doze quilômetros e meio, e sua largura cinco quilômetros. 14 Eles não o venderão nem trocarão parte alguma dele. Essa área é a melhor de todo o território, e não poderá passar para outras mãos, porque é santo para o Senhor. 15 "A área restante, dois quilômetros e meio de largura e doze quilômetros e meio de comprimento, será para o uso comum da cidade, para casas e para pastagens. A cidade será o centro dela 16 e terá estas medidas: o lado norte, dois mil e duzentos e cinqüenta metros, o lado sul, com dois mil e duzentos e cinqüenta metros, o lado leste, dois mil e duzentos e cinqüenta metros e o lado oeste, dois mil e duzentos e cinqüenta metros. 17 A cidade terá uma área livre, de cento e vinte e cinco metros ao norte, cento e vinte e cinco metros ao sul, cento e vinte e cinco metros a leste e cento e vinte e cinco metros a oeste, que servirá para pasto.

18 O que restar da área, margeando a porção sagrada e indo ao longo dela, será de cinco quilômetros no lado leste e cinco quilômetros no lado oeste. Suas colheitas fornecerão comida para os trabalhadores da cidade. 19 Estes poderão vir de todas as tribos de Israel. 20 A porção toda, incluindo a cidade, será um quadrado, com doze quilômetros e meio de cada lado. É uma dádiva sagrada, que como tal vocês reservarão. 21 "As terras que restarem em ambos os lados da área formada pela porção sagrada e pela cidade pertencerão ao príncipe. Elas se estenderão para o leste a partir dos doze quilômetros e meio da porção sagrada até a fronteira leste, e para o oeste a partir dos doze quilômetros e meio até a fronteira oeste. Essas duas áreas, que correm paralelamente ao comprimento das porções das tribos, pertencerão ao príncipe, e a porção sagrada, inclusive o santuário do templo, estará no centro delas. 22 Assim a propriedade dos levitas e a propriedade da cidade estarão no centro da área que pertence ao príncipe. A área pertencente ao príncipe estará entre a fronteira de Judá e a fronteira de Benjamim.

98


Análise do conteúdo

Estudo e Reflexão

Percepção

Decisão e Aplicação

99


Análise do conteúdo Davi, que sofre de doença grave, expressa a gratidão a Deus pela cura através da poesia. Como Davi sofreu e sentiu-se excluído quando estava doente, ele entendeu que tinha de cuidar e proteger os pobres. Ele ensina que as pessoas devem se interessar uns pelos outros, assim como Deus teve misericórdia pelas pessoas. E ainda canta que aquele que assim fizer, receberá bênção de Deus. Por outro lado, Davi pede a Deus para que castigue aqueles inimigos que se alegraram das suas dificuldades e o zombaram quando estava de cama. Estudo e Reflexão 1. “Como é feliz aquele que se interessa pelo pobre!” (v.1) Esse salmo canta a bênção daqueles que se interessam pelos fracos. Essa bênção se assemelha a: “Bem aventurados os misericordiosos” do sermão da monte. Deus ama aqueles que ajudam os pobres. E eles recebem a salvação e bênção de Deus. Davi, como praticou esses atos, mesmo muito poucos, espera que Deus o ajudará, embora ele estivesse enfermo. 2. “levanta-me, para que eu lhes retribua” (v.10) A doença de Davi serviu para que os seus inimigos zombassem e cochichassem sobre ele (vs.6~8),

e para ser traído pelo amigo em quem mais confiava. (v.9). Ele experimentou a pior solidão humana. Mas através da zombaria dos inimigos, pede a graça de Deus e ao mesmo tempo consegue confessar seus pecados. Ele conseguiu clamar dessa maneira, porque confiava plenamente em Deus. Deus faz com que Davi vença os inimigos e assim confirma o amor e a graça sobre ele. Percepção Davi ensina que receberá bênção de Deus, se mostrar interesse pelos doentes, mesmo estando acamado. Ele confiou na recuperação da doença e confessou seus pecados e pediu misericórdia a Deus. Quando está com saúde e tempo, é mais fácil se interessar pelas pessoas ao redor, mas quando não está em boas condições, é difícil agir como Davi. Poder confessar que tudo que tenho veio de Deus e poder dividir é uma grande bênção. Decisão e aplicação Quando estamos doentes, mais excluídos nos sentimos. Quando uma pessoa próxima trai, é mais doloroso. Vamos pedir ao Espírito Santo para que possamos consolar aqueles que estão passando por essas dificuldades e que precisam de consolo e ajuda.

100


Orientaçõe s

Terra distribuída por Deus Ezequiel 48:13~22

Análise do conteúdo

Percepção

1. Qual é o tamanho e a função da terra que pertence aos levitas? (vs.13~14) 2. Qual era o tamanho da terra reservada para o uso comum e onde ficava a cidade? (vs.15~17)

4. O que você sente ao ver Deus que delimita a terra pelas tribos de Israel, deixa uma área especial entre as tribos de Judá e Benjamin e constrói a cidade nesta área e faz dela uma pastagem para que a sua colheita forneça comida aos trabalhadores da cidade? (vs.15,18)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por que a porção toda que inclui a cidade e a área reservada para a dádiva sagrada é quadrada? (v.20)

5. Você está vivendo uma vida que considera Deus como Senhor? O que deve fazer para ser dominado pelo Espírito Santo e ter uma vida centrada em Deus? Anotação

101


Ezequiel está demonstrando o essencial da vida do povo de Israel, cheio de pensamento centrado em Deus por meio de área especial com abundância de presença de Deus. Esse lugar pertence ao Senhor, com templo no centro, e é um lugar quadrado, sagrado e cheio de presença de Deus. Ezequiel ressalta a importância desse lugar, expressando continuadamente a cada detalhe (45:1~5, 48:9~14). Assim, o dever de deixar Deus no centro das terras de Israel significa que deixarão Deus no centro da vida espiritual deles. Na realidade, não aconteceu a delimitação tão bem estabelecida, mas mesmo na idealização da terra perfeitamente dividida, conseguimos perceber o pensamento centrado em Deus. Viver centrado em Deus é pedir ajuda ao Espírito Santo todos os dias para não desviar da Palavra. Você não está pensando que você é o dono da vida e que a sua vida está se realizando muito bem conforme seu planejamento? ORAÇÃO

Faça com que possa viver adorando Deus que dá o pão de cada dia pela Sua graça. Anotação

102


30 ter

O Senhor ESTÁ AQUI Ezequiel 48:23~35

23 "Quanto ao restante das tribos: Benjamim terá uma porção; esta se estenderá do lado leste ao lado oeste.

30 "Estas serão as saídas da cidade: Começando pelo lado norte, que tem dois mil e duzentos e cinqüenta metros de comprimento,

24 "Simeão terá uma porção; esta margeará o território de Benjamim do leste ao oeste. 25 "Issacar terá uma porção; esta margeará o território de Simeão do leste ao oeste. 26 "Zebulom terá uma porção; esta margeará o território de Issacar do leste ao oeste. 27 "Gade terá uma porção; esta margeará o território de Zebulom do leste ao oeste. 28 "A fronteira sul de Gade irá pelo sul desde Tamar até às águas de Meribá-Cades, e depois ao longo do ribeiro do Egito até o mar Grande.

31 as portas da cidade receberão os nomes das tribos de Israel. As três portas do lado norte serão a porta de Rúben, a porta de Judá e a porta de Levi. 32 "No lado leste, que tem dois mil e duzentos e cinqüenta metros de comprimento, haverá três portas: a de José, a de Benjamim e a de Dã. 33 "No lado sul, que tem dois mil e duzentos e cinqüenta metros de comprimento, haverá três portas: a de Simeão, a de Issacar e a de Zebulom. 34 "No lado oeste, que tem dois mil e duzentos e cinqüenta metros de comprimento, haverá três portas: a porta de Gade, a porta de Aser e a porta de Naftali.

29 "Esta é a terra que vocês distribuirão às tribos de Israel como herança, e serão essas as suas porções", palavra do Soberano Senhor.

35 "A distância total ao redor será de nove quilômetros. E daquele momento em diante, o nome da cidade será: O SENHOR ESTÁ AQUI."

103


Análise do conteúdo

Percepção

1. Entre as doze tribos de Israel, qual foi a porção das cinco tribos restantes? (vs.23~28) 2. Qual era o comprimento das saídas da cidade de Jerusalém, e quais foram as tribos que tiveram o seu nome nas portas? Dividaas conforme a direção norte, leste, sul e oeste. (vs.30~35)

4. O que você sente ao ver a Palavra de Deus prometendo que estaria junto com o povo de Israel, onde quer que este estivesse? (v.35)

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Por qual motivo a cidade de Jerusalém foi nomeada de „O Senhor ESTÁ AQUI‟?

5. Por acaso você não limita à igreja a presença e a proteção de Deus? O que você deve fazer para revelar Deus que „ESTÁ AQUI‟ presente, mesmo que esteja em adversidades?

Anotação

104


O Senhor ESTÁ QUI (v.35): possui também o significado de ‘a glória dos céus e a bênção estão aqui’.

A última visão de Ezequiel, referente à descrição da cidade, é esquemático e também feito pelos homens, tal como na descrição da terra. Isso representa a área de um quadrado de 25 mil metros de comprimento, incluindo a área de cultivo. Neste local havia 12 portas representando cada tribo de Israel, 3 portas em cada lado do quadrado. A tribo de Levi não estava incluída na divisão da terra, mas continuava sendo uma das tribos de Israel, portanto havia uma porta com seu nome entre essas 12 portas. A tribo de José tinha sido dividida em Efraim e Manassés, com o propósito de manter em 12 o número das tribos de Israel, contudo isto não foi considerado e então havia somente uma porta para a tribo de José. As portas da cidade de Israel foram nomeadas com o nome de cada tribo, pois Deus estava presente nesta cidade. Eis também o motivo de Ezequiel ter nomeado a cidade de Jerusalém de “O Senhor ESTÁ AQUI”. Se analisarmos isso mais profundamente, isto significava não somente que Deus estava na cidade, como também Deus está presente onde quer que o Seu povo esteja. Vivamos testemunhado o Senhor que sempre está com você como o Senhor que sempre “ESTÁ AQUI”. ORAÇÃO

Que enquanto eu viver, que eu louve e testemunhe Deus que „ESTÁ AQUI‟. Anotação

105


31 qua

Graça e paz são o verso e reverso de uma moeda Gálatas 1:1~10

1 Paulo, apóstolo enviado, não da

7 que, na realidade, não é o

parte de homens nem por meio de

evangelho. O que ocorre é que

pessoa alguma, mas por Jesus

algumas pessoas os estão

Cristo e por Deus Pai, que o

perturbando, querendo perverter o

ressuscitou dos mortos,

evangelho de Cristo.

2 e todos os irmãos que estão

8 Mas ainda que nós ou um anjo do

comigo, às igrejas da Galácia:

céu pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que

3 A vocês, graça e paz da parte

seja amaldiçoado!

de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo,

9 Como já dissemos, agora repito: Se alguém lhes anuncia um

4 que se entregou a si mesmo por nossos pecados a fim de nos

evangelho diferente daquele que já receberam, que seja amaldiçoado!

resgatar desta presente era perversa, segundo a vontade de

10 Acaso busco eu agora a

nosso Deus e Pai,

aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a

5 a quem seja a glória para todo o sempre. Amém. 6 Admiro-me de que vocês

homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo.

estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho

106


Análise do conteúdo

Percepção

1. Quem são o remetente e o destinatário da carta aos Gálatas? (vs.1~2) 2. Quais são as duas coisas que o apostolo Paulo está comparando no texto de hoje? (vs.6~7)

4. O que você sente através da palavra que diz que „há paz naquele que desfruta da graça de Cristo (v.3)‟?

Estudo e reflexão

Decisão e aplicação

3. Qual é a diferença entre o „evangelho de Cristo‟ e o „outro evangelho‟‟?

5. Você está buscando a graça e a paz proveniente de quem e de quê? Procure na sua vida elementos que destroem a paz e pense nas decisões que você deve tomar para ter uma vida de paz que busca a graça do Senhor.

Anotação

107


Igrejas (v.2): a sua etimologia é ‘Eclésia’, o qual significa ‘assembleia por convocação’, mas no Novo Testamento refere-se à reunião dos cristãos que se tornaram o povo de Deus em Cristo.

No texto de hoje, Paulo está comparando o evangelho de Cristo ao outro evangelho (vs.6~7). „O evangelho de Cristo‟ é receber a salvação pela graça de Cristo (v.6). Deus sabia que nós, os pecadores, não podíamos resolver o problema do nosso pecado, por isso enviou Jesus Cristo e deu a sua vida (corpo) para resolver a questão do nosso pecado nesta geração perversa e assim salvar-nos (v.4). Contudo o „outro evangelho‟ pregava que para obter a salvação havia necessidade de ações. Isto estava negando Deus e a graça de Jesus. As pessoas ficam bravas se pregarmos: “você é um pecador e precisa da graça de Jesus”, porque pensam possuir a chave da sua vida. Todavia não há outro evangelho; somente a graça de Cristo faz com que desfrutemos da paz que o mundo não pode dar, tampouco conhece. Graça e paz são verso e reverso de uma mesma moeda. Você está desfrutando diariamente a graça e a paz provenientes de Deus Pai e Jesus Cristo? ORAÇÃO

Deus, faça com que hoje também eu desfrute da graça e da paz proveniente dos céus. Anotação

108


Estudo Bíblico da Fazenda

1 semana

A restauração de Jerusalém Ezequiel 40:1~16

Abrindo o coração A última parte do livro de Ezequiel (capítulos 40~48) está dividida em: restauração do templo (40~43), restauração do novo sacrifício (44~46) e restauração de nova nação (47~48). No vigésimo quinto ano do exílio do povo de Judá, em meio a uma visão, Deus leva Ezequiel a um monte muito alto. Lá ele vê uma cidade e um homem que parecia de bronze que media esta cidade. Este homem disse a Ezequiel que contasse à nação de Israel tudo que ele iria ver, ouvir e pensar. Por meio disso, podemos ver como Deus guia na tribulação o povo para a esperança.

Semeando a palavra 1. Em que situação estava o povo de Judá, quando Deus mostrou a visão a Ezequiel? (v.1)

2. Por qual motivo Deus mostrou a Ezequiel a visão da nova cidade e do novo templo? (v.4)

3. Na visão de Ezequiel, que parte de templo o homem mediu logo após medir o muro? (v.6)

109


4. Por qual motivo Deus pediu a Ezequiel que fizesse um registro detalhado da parte leste do novo templo? (vide 43:1~5, 44:1~3)

5. O povo de Israel em exílio desejava ansiosamente a restauração da cidade e do templo, pois isto era a simbolização de que Deus estava com eles (vide 43:7). Em situações adversas, você tem esperança no fato em que Deus está ao seu lado? Por quê?

6. Deus, que não ignora a minha dor, consola-me e dá-me esperanças, também deseja que nós tenhamos interesse no sofrimento dos próximos e dê-lhe amor. Como você lhes expressará o seu interesse e amor?

Colhendo os frutos da vida Israel estava em exílio devido aos seus pecados, porém Deus o perdoou pela Sua graça e queira que este não perdesse as esperanças na situação em que se encontrava. Esta esperança não era formar uma nação potente, mas sim reconstruir a cidade e o templo para que Deus pudesse estar eternamente com Israel. Ao estarmos em sofrimento e frustração, o fato que mais nos dá força é que Deus está conosco. Por meio desta verdade não podemos obter força somente para nós mesmos, mas também transmitir esta verdade aos outros que estão sofrendo, para que estes obtenham esperança de Deus. Veja os seus próximos, ore pelas suas dores e compartilhe com eles o coração de Deus que está vivo.

110


Estudo Bíblico da Fazenda

2

Ter uma vida separada do mundo

semana Ezequiel 42:13~20

Abrindo o coração Ezequiel seguiu o homem que media os quartos dos sacerdotes que ficavam do lado norte e sul. Nos quartos dos sacerdotes, eles comiam e guardavam as ofertas santíssimas, por isso esse era um local sagrado. Ademais os sacerdotes vestiam vestes santas para ministrarem, mas após este dever eles as tiravam em seus quartos e só depois saiam para os lugares reservados ao povo. Por fim o homem mediu o muro que separava o santo do comum e depois mostrou-o a Ezequiel. Vamos refletir sobre o que nós, filhos de Deus, devemos separar como sendo comuns e que atitude de coração devemos ter pela santificação.

Semeando a palavra 1. Qual era o uso dos quartos sagrados que ficavam do lado norte e sul? (vs.13~14)

2. Por qual motivos os sacerdotes não podiam sair diretamente para o pátio após ministrarem? (v.14)

3. Qual era o papel dos muros que cercavam o templo e que significado estes possuíam? (v.20)

111


4. Deus disse: “Sejam santos, porque eu sou santo.” (vide 1Pe 1:16). O que você sente ao ver as regras severas dos sacerdotes no templo e divisão rígida feita pelo muro que separava o templo do mundo?

5. Os sacerdotes deviam manter a sua santidade mesmo quando ficavam com o povo (vide Jo 17:16~19). Que esforços você está fazendo para manter a santidade não somente na igreja, mas também na escola ou no local de trabalho?

6. Deus queria que o povo de Israel fosse um povo de Deus santificado também no mundo. Escreva detalhadamente e fale acerca das coisas que você deve fazer nesta semana para viver como um povo de Deus santificado.

Colhendo os frutos da vida O povo de Israel foi feito prisioneiro, porque não tiveram uma vida santificada das nações estrangeiras, em sua identidade de filhos de Deus. Deus queria que Israel pecador voltasse da idolatria e tornasse um povo que ama Deus de todo o coração. Assim sendo, como povo de Deus, devemo-nos arrepender do fundo do coração e mudar de atitude. Além disso, Deus deseja que Seu povo viva de forma totalmente diferente que a do mundo. E ao mesmo tempo Ele envia o Seu povo ao mundo, desejando que ele tenha uma influência santificada no mundo. Por esta razão devemos nos esforçar ainda mais para desempenharmos o papel de luz e sal do mundo.

112


Estudo Bíblico da Fazenda

3

Restaurado como uma comunidade de adoração

semana Ezequiel 45:13~25

Abrindo o coração Deus queria que os governantes abandonassem a atrocidade política em benefício próprio e a exploração econômica. Primeiramente Deus usou medidas honestas e praticou a justiça e ordenou que o povo entregasse as devidas ofertas a Deus por meio do governante. Deus mencionou que um dever importante do governante não era formar um poder político e militar, mas sim ajudar o povo a lembrar Deus e a fornecer os sacrifícios nas festas e nos dias sagrados. Por meio da Palavra de hoje, pense em quais devem ser as suas prioridades por Deus que deseja uma verdadeira adoração.

Semeando a palavra 1. Quais são as coisas mencionadas por Deus como ofertas que o povo deve apresentar? (vs.13~15) 2. Qual é o dever do governante dito por Deus? (vs.16~17) 3. Escreva nos parênteses as festas e as respectivas coisas que o povo de Israel deve cumprir (vs.18~25) FESTA ___

DATA Primeiro dia do primeiro mês /Sétimo dia

Páscoa

(

___

Décimo quinto dia do sétimo mês

)

CARACTERÍSTICA Propiciação em favor do templo e de qualquer que pecar sem intenção ou por ignorância / Comer pão sem fermento por 7 dias. O príncipe deve fornecer oferta pelo pecado e por sete dias deve fornecer holocausto e oferta de cereal ( )

113

OBSERVAÇÃO

Páscoa, Festa do Pão sem Fermento (Lv 23:4-8) Festa das Cabanas (Lv 23:33-36)


4. Por qual motivo Deus desejou que o governante de Israel cumprisse as Festas e apresentasse ofertas, ao invés de exigir autoridade e elementos políticos? (vide Dt 17:16~20)

5. Há uma relação íntima entre „priorizar as Festas e a adoração‟ e „lembrar Deus e confiar Nele‟. Qual é a prioridade que você dá à adoração?

6. Deus quer que obtenhamos o verdadeiro descanso, paz e alegria durante a adoração. O que você gostaria de pôr em prática para que Deus receba a sua adoração com alegria e para que você experimente o amor de Deus através da adoração?

Colhendo os frutos da vida Deus desejou que Israel, o qual deveria ser restaurado, tornasse uma comunidade repleta de Sua justiça e adoração somente a Ele. Além disso, queria que os governantes se esforçassem o máximo para realizar o propósito da comunidade por Ele edificada, ao invés de dedicarem-se para criar poderio político e militar. Lembrarse anualmente das Festas e apresentar ofertas a Deus tinha a função de glorificar Deus, e ao mesmo tempo firmar a identidade de que a comunidade de Israel era o povo de Deus. Nestas Festas e na adoração, devemos nos alegrar e ficar comovidos devido à graça de Deus que nos salvou. Teremos a verdadeira alegria e emoção ao adorarmos Deus. Deus, digno de receber a nossa adoração, deseja que priorizemos a adoração e esforcemos para nos reunir para o culto.

114


Estudo Bíblico da Fazenda

4

Tornando-se uma comunidade centrada no santuário

semana Ezequiel 48:13~22

Abrindo o coração O texto de hoje é a última parte da visão de Ezequiel. Nela há a divisão de terra entre as tribos de Israel e a porção sagrada a ser oferecida ao Senhor ficou no meio das tribos. Além disso, no centro desta porção estava o santuário do Senhor. Uma parte desta terra, exceto o santuário, estava designada aos sacerdotes e a seguir aos levitas. O restante da área era para o uso comum da cidade e para plantação dos trabalhadores comuns da cidade. E a porção restante foi designada ao governante. No fim de tudo, o santuário tomou lugar no centro das tribos e este fato mostra simbolicamente que Israel voltou a ser uma comunidade centrada no santuário.

Semeando a palavra 1. Qual era a característica da porção de terra designada aos levitas? (v.14) 2. Com que propósito era usada a terra da cidade, que pertencia à porção sagrada oferecida ao Senhor? (vs.18~20) 3. Por qual motivo há a “área restante” na porção sagrada oferecida a Deus? (vide Rm 12:1)

115


4. A característica de Israel restaurada era uma comunidade centrada no santuário. A sua vida é individualista e focada no mundo? Ou é centrada na igreja?

5. A porção de terra oferecida a Deus não era somente o santuário, mas também estavam incluídas a cidade e a terra do governante (v.20). Ao ver este fato, não há diferenças entre a vontade de Deus e os seus pensamentos, no que se refere a uma vida centrada em Deus e na igreja?

6. Uma vida centrada em Deus e na igreja está relacionada a amar Deus e a uma vida de adorador tanto na igreja como no cotidiano. Fale detalhadamente o que você deve fazer para ter uma vida centrada em Deus e na igreja.

Colhendo os frutos da vida Israel restaurado por Deus é uma comunidade centrada no santuário. Deus deseja que Israel seja centrado no santuário, porque era um meio para que Israel fosse uma bênção para a sua comunidade e também uma bênção a cada indivíduo. Uma vida centrada no santuário não é somente trabalhar com algo relacionado a ela, mas inclui também o cotidiano de uma vida santificada oferecida a Deus. Assim sendo, uma vida centrada em Deus e na comunidade significa viver sempre com o coração em Deus e na comunidade (igreja). Esta é uma vida em companhia do Espírito Santo e uma maneira de ter uma vida repleta de Espírito. Quando vivemos focados em nós mesmos, somos egoístas e só enxergamos uma coisa, contudo quando vivemos centrados em Deus e na igreja conheceremos e praticaremos o verdadeiro amor e o compartilhar.

116


117


Vida Abundante - Outubro de 2012