Page 1

Igor Aparecido Pires de Morais Junior e Hugo Soares de Sousa


Sumário Românticas .................................................................................. 1ª a 15ª Tristeza ....................................................................................... 16ª a 20ª Amizade ....................................................................................... 21ª a 25ª Natal ............................................................................................ 26ª a 30ª


Vertigem

Uma semana só. Nem mais um dia Durou aquela estranha sensação que nos aproximava, nos unia... e amor não era e nem era paixão. Algo em mim te agradava, te atraía. Tu tinhas para mim tal sedução que, tendo-te ao meu lado, eu me sentia a mulher mais feliz da criação. Uma semana só... No meu caminho um vislumbre de sol e de carinho: uma sombra, talvez, na tua estrada... Sete dias ardentes de Novembro... Deves ter esquecido. E eu só me lembro que nunca fui com tanto amor beijada!


A Coisa mais bela

.

São as estrelas do cruzeiro do sul brilhando. Nos olhos da filha dos homens mais linda Eu necessito, eu preciso brincar com você. Você me despertou o amor mais doce. Pois havia dias que eram tediosos. É como se Galileu não tivesse a luneta. É como se os sábios não fossem estudiosos É como se avó não pudesse ver a neta. Coisa tão bela na minha imaginação. Para alegrar um coração de pedra. Se embriagar com vinho e cidra.


Beijo ausente Bordei minhas quimeras Templário de sonhos foste tu, que arquitetei Observei-te ao longe, já de outras e outras eras Sorvendo as essências daquele beijo que não dei Na medieval idade da existência, enclausurei-me Nos antros de fantasmais e impenetráveis castelos Oh, Deus! Como não afoitei do cavaleiro achegar-me? Hodierno estado, são as acabrunhas dos meus anelos! Símplice plantinha, na estrada, observei tua passagem E preservei no âmago do meu ser, tua figura heroica. Beijei-te, em filigranas de sonhos, mas sem coragem. Nunca proferi sequer eu te amo, na paisagem bucólica... Bailaram as sazões, os meses, os anos... Novas estações Maquiei-me de rugas, encaneceram as minhas melenas. Anego ainda em meu ser ósculo ausente... Tantas ilusões Rascunhei uma biografia em sonhos! Esperei como Helenas!

Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2010/02/beijoausente.html#ixzz1gbtw5KpD


Olhos Escarlates

Através desses olhos escarlates. Que me faz a paz me parecer tão real. Que me enlouquece como um animal. Que me faz destruir as grandes hostes. Você sem falar me faz a boca calar. É como mergulhar mil metros sem respirar. E o seu beijo é como um entorpecente. Que me deixa tão feliz e inconsciente Porém a cada beijo que me dá. Dá-me uma vontade de chorar. E eu me pergunto: O que será?... O que será de mim quando você me deixar?

Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2009/11/olhosescarlates.html#ixzz1gbuqA2g4


Meu Grande Amor

Amor Como é bom Ouvir sua voz sussurrando em meus ouvidos Sentindo teus lábios quentes tocando nos meus com o doçura do amor Seu sorriso lindo sorrindo para mim; Seu Olhar que me encanta e me conquista Teu jeitinho me deixa derretida e faz meu coração pulsar por você; Cada noite que cai, cada dia que vem Eu só sei te querer Você é forte como o aço Doce como a flor Penso em você em tudo que faço Pois é você é meu Grande Amor! Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2009/11/meu-grandeamor.html#ixzz1gbvSZkj7


Vai Chover O céu escurece Vai Chover Uma enorme nuvem aparece E a aterra começa a tremer Está trovejando Eu a pensar em você Como sempre te amando Curtindo a alegria de viver Agora começa a ventar O vento grita seu nome O desejo de estar com você me consome Adoro te amar! Finalmente começa a chover Você chega e pede que eu te abraço Voamos ao infinito do querer Esperando que o tempo não se passe

Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2009/11/vaichover.html#ixzz1gbwY6ana

Código de campo alterado


Inevitável Quando a vejo, De longe, Distante, Vem se aproximando meu anjo Minha luz, minha força, Vejo o seu olhar brilhante. É inevitável não pensar É inevitável não olhar É uma chama de luz, Perfeita, aquela que me conduz. Sinto uma energia, Que não tem como evitar Fico observando, olhando, E em pouco tempo Sei que novamente vai se aproximar.

Read more: http://mundo-daspoesias.blogspot.com/2009/09/inevitavel.html#ixzz1gbxo0Szp


Doce verão

Sombra Feliz Onde estamos eu e você Fico Olhando seus cabelos ao vento Ao brilho do seu olhar Suas mãos me tocando. A melhor coisa do mundo é te amar! Meu amor Você é meu refresco e o meu calor A sombra da árvore Nós dois juntos numa mistura de paz, alegria e amor Minha pérola, meu encanto O sol brilha enquanto o vento nos toca a nos refrescar enquanto eu pra sempre canto Como é doce te amar!

Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2009/11/doceverao.html#ixzz1gbyiL8hP


Sozinha, esperando você

A noite cai e a solidão me pega Eu aqui sozinha esperando que você volte Ao menos para me dar um OI... Já não sei o que fazer Meu mundo está completamente vazio Olho ao meu redor e não te vejo Desesperada então eu choro Sem ninguém pra me consolar Os dias vão passando Os anos também E eu aqui sozinha outra vê Mas tenho eu a esperança Que vou ser feliz mais uma vez!

Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2009/11/sozinha-esperandovoce.html#ixzz1gbzSZErU


Os vagalumes No campo aberto ao lado da Mata Sobrevoam com Esplendor os Vagalumes E ao meu lado a mais linda Borboleta Que flutua em meio ao brilho das luzes flutuantes E se deixa levar pelo vento Dançando ao passo da brisa do amor Flutuando com delicadeza e alegria Num esplendido esplendor Recordo-me da minha infância Quando passeava com minha mãe a ver os vagalumes Hoje somos eu e você A observar o brilho das lindas luzes ambulantes E tu minha linda borboleta Contagia-me com seu encanto Derrete-me ao oferecer-me o voo dos vagalumes a brilhar no campo junto à mata Você me cobre de amor como num manto Sinto-me leve A voar com você pelo campo... Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2009/11/osvagalumes.html#ixzz1gc2nUa6x


Retratos Partidos

Sábado de manhã tão bucólico. Eram retratos partidos na estante Tua presença está tão distante. Não vejo à hora da brincadeira recomeçar. Você encantadora me leva ao nirvana. Sou louco por tua dança hermética e profana. Sábado de manhã tristonho. Foi tudo apenas um sonho...

Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2009/11/retratospartidos.html#ixzz1gc3wnGt8


Infante amoroso Garota... Eu amo você... Como se fosse a última das mais belas donzelas. Só que na verdade não é isso que me fascina. O que me fascina é sua alegria de viver. Mesmo na escuridão da ignorância dessas pessoas. Nas suas curvas bem feitas. Pelos olhos inocentes. Ainda vive a criança. Que se recusa a crescer. Meu amor pelo orvalho da madrugada. Eu juro para ti: Que se eu pudesse eu pediria para o Sol da manhã. Que retrocedesse minha vida. E que pelo menos por alguns instantes. Eu pediria para ser uma criança. E de braços dados iríamos paras as colinas magistrais. E de lá um arco-íris formaria uma escada. Para o Éden que está no oculto em nossas mentes

Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2009/11/infanteamoroso.html#ixzz1gc5Z6POW


A delicia do seu amor

Há um céu azul me esperando. Mas tenho que ir bem cedo. Pois não há tempo a perder. Sua delicadeza é pueril. Reaviva meu instinto juvenil. Nas tuas curvas eu me perco. Hoje não há tempo para a dor. Pois vivo a delicia do seu amor.

Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2009/12/delicia-do-seuamor.html#ixzz1gc6Q7qKN


Espaço em branco Compreendi ausência como fonte de tristeza A presença camuflada nas vozes de um vento Desvendam-se em expiação de um sentimento Que deve ser exaurido, rápido e com certeza A impropriedade justifica-se sem argumento É insano sentir... É nadar contra a correnteza Nada posso construir, nem dele tirar provento Lacuna deixada por ti, exercita minha destreza Outras praias distinguir, outros clamores ouvir Sem ter tão próximo o guardião a me proteger Será minha nova meta, diferente porta a abrir Caminhar solitária e uma alma louca a bramir Segura o lápis... E o verso do peito a escorrer Como sangue poético do meu profundo sentir

Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2010/01/espaco-embranco.html#ixzz1gc7ZwqrA


Amor na madrugada nas sombras da madrugada aveludada, A lua ilumina firmamento dos namorados! Esparge-se na atmosfera calma, perfumada. A profundeza de bel-prazeres apaixonados! Canta ela, maviosa voz, sons emocionados, Composição do amor na sedutora alvorada. Nas sombras da madrugada aveludada, A lua ilumina firmamento dos namorados! Penumbra encobre de dois seres, paixão alada Nas asas do vento, depois da posse, saturados. Repousam, abraçados, na saciedade desejada. Voos fremidos, anseios acesos e recomeçados, Nas sombras da madrugada aveludada...

Read more: http://mundo-das-poesias.blogspot.com/2010/01/amor-namadrugada.html#ixzz1gc8rMOzi


Despedida de min Despeço-me dessa pele, Que me acompanha desde o nascer, Onde outrora pensava ser perfeita, Feito cobra renovo-me, Esperando uma nova pele crescer. Que venha esse novo tempo, E com ele novos desafios a enfrentar, E que as curvas dessa estrada, Possam me levar a novos caminhos, Onde neles eu possa me encontrar. Sem medo da nova era que aponta, Aguardo ansioso esse novo ser, que seja melhor que o antigo, Que aprenda a conquistar melhores amigos, Aproveitando assim o melhor do viver. Despedidas não me fazem bem, É tarde e o dia está no fim, Deixo que se vá, voe, corra, fuja, Não terei saudades, Creio que nada guardarei de mim.


Tristeza em versos

Choro a dor e ao meu pranto Ó tristeza, em ti me assento. E em tamanho desencanto Vivo, mas, nenhum momento Toda essa desventura, Certo, eu sei não me desiste. E cá os versos é a cura Desse meu coração triste Em poemas represento essa tristeza, Enquanto a dor em mim se faz ferina E as palavras me vêm com tal fineza Que esqueço toda vida desatina Tudo em mim já não mais incertezas Como outrora, tudo já não mais ruínas.


Tristeza Sinto uma tristeza enorme em m eu peito Que parece arrebentar meu coração Uma tristeza que não sei de onde vem e por que vem Mas que parece não querer me deixar Sinto-me sozinha E meus amigos parecem não enxergar Mergulho nesse vazio Sem saber como voltar Essa tristeza profunda que parece não mais acabar


A Felicidade Tristeza não tem fim Felicidade sim A felicidade é como a pluma Que o vento vai levando pelo ar Voa tão leve Mas tem a vida breve Precisa que haja vento sem parar A felicidade do pobre parece A grande ilusão do carnaval A gente trabalha o ano inteiro Por um momento de sonho Pra fazer a fantasia De rei ou de pirata ou jardineira Pra tudo se acabar na quarta-feira Tristeza não tem fim Felicidade sim A felicidade é como a gota De orvalho numa pétala de flor Brilha tranquila Depois de leve oscila


Chega de saudade Vai, minha tristeza, e diz a ela. Que sem ela não pode ser Diz-lhe, numa prece, que ela regresse. Porque eu não posso mais sofrer Chega de saudade, a realidade é que sem ela. Não há paz, não há beleza. É só tristeza e a melancolia Que não sai de mim, não sai de mim, não sai. Mas, se ela voltar, se ela voltar. Que coisa linda, que coisa louca. Pois há menos peixinhos a nadar no mar Do que os beijinhos que eu darei na sua boca Dentro dos meus braços Os abraços hão de ser milhões de abraços Apertado assim, colado assim, calado assim. Abraços e beijinhos e carinhos sem ter fim Que é pra acabar com esse negócio de viver longe de mim Não quero mais esse negócio de você viver assim Vamos deixar desse negócio de você viver sem mim


Ai de que ama Quanta tristeza Há nesta vida Só incerteza Só despedida Amar é triste O que é que existe? O amor Ama, canta Sofre tanta Tanta saudade Do seu carinho Quanta saudade Amar sozinho Ai de quem ama Vive dizendo Adeus, adeus


O verdadeiro amigo Compreenda. Releve. Nunca abandone o verdadeiro amigo. Ele pode nem estar Ao seu lado agora. Mas certamente, Estarรก sempre contigo


Amizade Amigos verdadeiros são para sempre por que... Não importa a distância, No coração estarão sempre perto. Não importam as diferenças, No coração sempre terão um ponto de acordo. Não importam as brigas, No coração sempre haverá lugar para o perdão. Não importam circunstâncias, Sempre haverá um ombro para recostar, Mãos para ajudar, Olhos para enxergar e chorar de alegria e dor, Bocas para expressar as verdades e sorrir. Amigos, verdadeiros são para sempre, por que. Quando dois corações se unem, formando um só, DEUS se manifesta ali, através do amor. E o amor é mais forte que a morte, É benigno, paciente, tudo sofre, crê, supera. Não se ufana, nem se ensoberbece, apenas... Ama. Certamente, permanece


Verdadeira amizade A amizade verdadeira é aquela que não te explora Que está sempre ao seu lado Que te procura em cada aurora Que te apoia mesmo que você esteja errado Que te aceita não pelo que tens Mas simplesmente se doa como amigo E se preocupa se tu não vens Que te procura e te dá abrigo Que nas horas difíceis te dá força Depositando em ti toda a confiança E pra fazer você feliz se esforça Para que sua vida tenha mais esperança. A verdadeira amizade é eterna e sincera Contenta-se na mais pura simplicidade Nasce, cresce, vive e prospera Amizade verdadeira é transparente Sabe guardar segredos É linda, pura, eterna e decente. Não te trata como um mero brinquedo


Amigos verdadeiros Amigo de verdade não sabe se tenho, Acredito na amizade verdadeira, Mais no momento ela me falta! Sinto saudade do que acontecia... Conversas paralelas, discussões repentinas, Gargalhadas gostosas, abraços apertados, Risos sem graça, choros desesperados... Ah, meus amigos... Dizíamos frases feitas, mais no fundo eram mais que verdade... Um simples: ”EU TE AMO” se tornava uma grande declaração... Em momentos de desespero era deles, só deles o meu tempo... Não tínhamos medo da má interpretação dos outros. Para nós o que importa é o que sentíamos uns pelos outros... Saudades de todos os olhares perdidos, Porem encontrados por amigos de verdade. Sei que com o tempo ficaremos perdidos entre si. Quando nossos filhos perguntarem: -Quem são essas pessoas? Com muita saudade, porém orgulho, responderei: -São meus velhos amigos! Com o tempo o contato será mais difícil Porém em pensamentos estaremos sempre perto!


Formatado: Cor da fonte: Texto 1 Formatado: Tabulações: 0,75 cm, À esquerda

Se você é um vencedor, Terá alguns falsos amigos e alguns amigos verdadeiros. Vença assim mesmo. Se você é honesto e franco, As pessoas podem enganá-lo Seja honesto e franco assim mesmo. O que você levou anos para construir Alguém pode destruir de uma hora para outra. Construa assim mesmo. Se você tem paz e é feliz, As pessoas podem sentir inveja. Seja feliz assim mesmo. Dê ao mundo o melhor de você, Mas isso pode nunca ser o bastante. Dê o melhor de você assim mesmo. Veja você que, no final de tudo. Será você E Deus. E não você... E as pessoas!

Formatado: Cor da fonte: Texto 1


Formatado: Cor da fonte: Texto 1

Soneto do amigo

Formatado: Fonte: 48 pt, Cor da fonte: Texto 1

Formatado: Cor da fonte: Texto 1

Enfim, depois de tanto erro passado Tantas retaliações, tanto perigo Eis que ressurge noutro o velho amigo Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado Com olhos que contêm o olhar antigo Sempre comigo um pouco atribulado E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano Sabendo se mover e comover E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica Que só se vai ao ver outro nascer E o espelho de minha alma multiplica...


poesias  

somente poesias

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you