Issuu on Google+

Notícia Urgente

Porta-voz do Servidor

ACIMA DE TUDO, A FRATERNIDADE

Março de 2012 I Edição 215 I Ano 20

54 anos de

fraternidade

municipais. demais servidores os associados e compromisso com reafirmando seu expressivos, com números a virada de ano ASSEMP celebra

ASSEMP comemora mais um ano de existência fortalecendo seu propósito de estar sempre ao lado de seus associados Pág. 9

Atenção, servidor! nu_215.indd 1

No dia 15 de março será realizada a eleição para escolha dos conselheiros do Regime de Previdência Municipal. Não deixe de votar! – Pág. 5

28/02/2012 23:47:39


2

Março de 2012 I Edição 215

A força da união e da fraternidade Existem dois períodos do ano que são de celebração para a ASSEMP.

paritários, ou seja, a prefeitura e os servidores indicarão o mesmo nú-

Um deles é o mês de outubro, quando é comemorado o dia do Servidor

mero de integrantes. Porém, a presidência do Conselho de Administração

Público. Na Associação, a data é sempre marcada por uma semana inteira

– órgão deliberativo mais importante do RPPS – será sempre ocupada

de atividades e eventos.

pelo secretário de Planejamento, Orçamento e Informação. Toda vez que

O segundo momento, sempre lembrado com muito carinho, é o dia 1º de março. Foi nesta data, há 54 anos, que nasceu a Associação dos Ser-

acontecer um empate em votações no conselho, a decisão final caberá ao presidente.

vidores Municipais da Prefeitura de Belo Horizonte. Neste mais de meio

Na prática, isso significa dizer que sempre que houver uma contenda

século de história, a Associação conquistou o respeito e o afeto de boa

polêmica, que coloque PBH e servidores de lados opostos da mesa, o

parte dos 40 mil servidores municipais da capital.

interesse da prefeitura prevalecerá. Mas, então, qual a importância da

Esse reconhecimento, entretanto, não veio de graça. Amparadas sem-

eleição do dia 15? Primeiramente, garantir que os representantes das

pre pelo lema da fraternidade, as várias diretorias que se sucederam no

categorias são pessoas capacitadas e comprometidas com os interesses

comando da ASSEMP sempre se empenharam em oferecer qualidade de

do funcionalismo municipal. Abrir mão desse direito daria chance para

vida e bem-estar a seus sócios, especialmente àqueles que gozam do

que a PBH indicasse todos os conselheiros, o que só pioraria a situação.

merecido descanso da aposentadoria.

Em segundo lugar, uma eleição com participação expressiva dará mos-

O respeito e a admiração pela força e importância da Associação tam-

tra ao prefeito e a seus secretários da união e mobilização dos servidores

bém advêm das demais entidades representativas, que enxergam na AS-

municipais. Ainda que as decisões possam ser tomadas de forma autôno-

SEMP uma grande parceira de lutas e mobilizações. A mais recente delas

ma dentro dos conselhos, o grupo governista atuará atento e temeroso

é a formação dos conselhos Administrativo e Fiscal do Regime Próprio de

quanto à repercussão de suas escolhas dentro das escolas, dos postos de

Previdência dos Servidores (RPPS).

saúde, nas ruas etc. Em ano eleitoral, esse é um grande trunfo do qual

Na figura de seu presidente, Angelo Flores, a ASSEMP se aliou a ou-

os servidores podem e devem fazer uso.

tras 11 associações e sindicatos para formar uma chapa de coalizão,

Prova cabal de que a pressão popular tem poder de gerar resultados

que disputará a eleição marcada para o dia 15 de março. Segundo a lei

efetivos se deu recentemente, com o veto ao projeto de reajuste dos sa-

que reestruturou o regime de previdência municipal, os conselhos serão

lários dos vereadores da Câmara Municipal de BH. Por isso, mais do que

“Amparadas pelo lema da fraternidade, as diretorias

nunca, o momento é de somar forças. No dia 15, participe da eleição dos conselheiros do RPPS. Faça sua parte!

sempre se empenharam em oferecer qualidade de

Boa leitura!

vida e bem-estar a seus sócios”

O redator

Expediente Associação dos Servidores Municipais da Prefeitura de Belo Horizonte - Fundada em 1º/3/58 R. da Bahia, 1033 - 3º, 4º,5º, 6º, 8º, 9º, 10º e 13º andares CEP: 30.160-905 - Belo Horizonte - MG (31)3237-5000 www.assemp.org.br - assemp@assemp.org.br Presidente de Honra - Dr. Celso Mello de Azevedo Presidente - Angelo Augusto Flores Carvalho 1º Vice-presidente - Anselmo Horta Nassif 2º Vice-presidente - Carlos Alberto de Oliveira Diretor financeiro - Horaldo Oliveira Santos Presidente do Conselho Administrativo - Willian Nagem Presidente do Conselho Fiscal - Manoel Teixeira Cardoso

Notícia Urgente

Notícia Urgente - Órgão Informativo da ASSEMP (31) 3237-5000 - noticiaurgente@assemp.org.br Assessoria de Comunicação e Ouvidoria Jornalista José Almir da Rosa Reg. Prof.: MG 07771 JP Berlim Comunicação (31) 3054-4376 Texto e fotos - Vitor Moreira Reg. Prof.: 14055/MG Projeto gráfico edição de arte - Paula Ferreira Imagens de banco: stock.xchng

Assempinho, o boneco mascote da ASSEMP, é uma criação de Ricardo Sá O cartum do presidente Angelo Flores é uma criação do ilustrador Venes Caitano Impressão: CGB Artes Gráficas - Tiragem: 18.000 exemplares

Permitida a reprodução das matérias no todo ou em parte, desde que citada a fonte. As matérias assinadas não refletem necessariamente a posição da ASSEMP e são de inteira responsabilidade do autor.

nu_215.indd 2

28/02/2012 23:47:40


3

Março de 2012 I Edição 215

Notícia Urgente esclarece mudanças nas empreiteiras responsáveis pelo Hospital do Barreiro Crônicas do Angelo

Obra sem DONO? Sonho antigo da população da região do Barreiro, a construção do Hospital Metropolitano vem se mantendo envolta em polêmicas desde seu início, em 2010. A empresa Santa Bárbara, vencedora da licitação da primeira etapa das obras, abandonou o serviço pela metade, em julho de 2011. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a empreiteira foi multada em R$ 509.982,27 por quebra de contrato. As obras, então, ficaram paralisadas por quatro meses, até a realização de nova licitação. Em novembro de 2011, a Tratenge – empresa que venceu a segunda licitação – retomou os trabalhos que, de acordo com a secretaria, seguem em ritmo normal. A própria Tratenge, em par-

ceria com a Planova, seria responsável pelas obras da segunda etapa. Porém, antes mesmo do término da primeira fase, as empresas já apresentaram sua renúncia à PBH. Dessa forma, as obras da segunda etapa ficarão sob a responsabilidade do Consórcio Novo Metropolitano. Segundo a Secretaria de Saúde, em função da primeira etapa estar em andamento e o contrato para as obras da segunda etapa ainda não ter sido assinado, não há como precisar a data de entrega do Hospital Metropolitano. No site da PBH, entretanto, ainda é possível consultar a previsão inicial da Secretaria de Obras e Infraestrutura, que era de que a obra estaria finalizada no segundo semestre deste ano.

Fragmentos de minha história e de Belo Horizonte A capital

Ao lembrar-me desses fatos re-

foi batizada de Cidade de Minas e

gistro com alegria que meus avós, o

assim ficou até 1901, quando teve

professor Benjamin de Oliveira Flores

seu nome alterado para Belo Hori-

e sua respectiva amada, a sra. Tere-

zonte. Conta a história popular que

za de Carvalho Flores, foram pionei-

tal nome se deu porque alguém, ao

ros nesta cidade. Tiveram dez filhos

ver o pôr do sol, exclamou: “que belo

que ajudaram a povoar e urbanizar

horizonte!”.

nossa metrópole. Meu avô, na épo-

BH nasceu em 1897.

Ouvi muitas histórias de Beagá,

ca professor catedrático no famoso

sobretudo dos meus pais, Dagmar e

Colégio Mineiro, veio de Ouro Preto

Lorival, e das minhas professoras lá

para BH transferido por decreto do

do grupo Escolar Barão do Rio Bran-

Ex.mo. doutor Bias Fortes. Ele lecio-

co, secular educandário. Lembro,

nava francês e português. Uma das

ainda hoje, da dra. Ondina de Amaral

coisas que meu avô gostava muito e

Brandão, diretora da escola, mulher

que me lembro bem é da quantidade

inteligente e que marcou presença

de árvores que aqui em Beagá exis-

num cargo que, naquela época, era

tia. Por causa disso, era conhecida

indicado pelo governador.

aqui e no exterior como cidade ver-

Outro fato que me recordo nitida-

de. Também se destacava pelo clima

mente, creio que seja até uma pecu-

que atraía muitos doentes de outros

liaridade histórica da educação, é que

estados para fazer aqui tratamento

quando estava no 3º ano deste colé-

de tuberculose.

gio, surgiu pela primeira vez a função

Uma figura histórica que veio para

de supervisão pedagógica. Lembro

Belo Horizonte e que deixou seu

O Hospital

bem da titular do cargo, a professora

legado para todos nós foi o doutor

O Hospital Metropolitano ocupará uma área de 42 mil metros quadrados, terá 12 andares e 320 leitos. A expectativa é que sejam realizados 500 atendimentos por dia. Todo o atendimento será feito pelo Sistema Único de Saúde (SUS), ou seja, de forma gratuita.

Imene Guimarães, uma servidora fir-

Hugo Werneck, amigo pessoal de

me e cumpridora dos seus deveres.

meu avô. Nossa! Tenho muitas his-

Esta, se vivo estiver, já está na casa

tórias em minha memória. Tenho

dos cem anos. Independentemente

também saudade da Belo Horizonte

de onde esteja, aproveito tais lem-

de antigamente. Isso volto a relatar

branças para homenageá-la pelos

num outro momento.

bons trabalhos desempenhados em

Foto e perspectiva: Divulgação/PBH

nome da minha turma de 1948.

Como é de praxe, aproveito a oportunidade para enviar um recado ao

Mas, voltando a rememorar sobre

meu caro prefeito Marcio Lacerda.

a história de nossa capital, minha

Mande o seu querido secretário ad-

saudosa mãe contava que o primei-

junto providenciar o pagamento que

ro registro de criança nascida em

é de direito aos 37 aposentados da

BH, segundo o livro próprio da igreja

tributação. Não é um pedido de favor,

da Boa Viagem, era de uma menina

é cumprir o que diz a Lei.

chamada Horizontina. Creio que deve

Que Deus nos ajude!

ser em homenagem à capital. Minha mãe também figura entre as primeiras cidadãs de Beagá. Não deve

Angelo Flores é auditor

haver nem dez pessoas entre minha

aposentado e

mãe e a primeira belo-horizontina.

presidente da ASSEMP

“Uma das coisas que meu avô gostava muito e que me lembro bem é da quantidade de árvores que aqui em Beagá existia.” Contato: angeloflores@assemp.org.br

nu_215.indd 3

28/02/2012 23:47:41


4

Março de 2012 I Edição 215

Entidades se reúnem com secretário e cobram o retorno do contracheque para os aposentados e pensionistas

Pela volta do CONTRACHEQUE A ASSEMP e demais entidades representativas dos servidores se reuniram com o secretário adjunto de Gestão Previdenciária, Márcio Dutra, para discutir o fim dos contracheques dos servidores inativos. Desde o último mês, o documento deixou de ser enviado pelo correio e só pode ser obtido em caixas eletrônicos do Banco do Brasil. Em reportagem da edição de janeiro/fevereiro, o Notícia Urgente já havia antecipado a decisão da PBH

e levantado diversas questões sobre as consequências dessa mudança. Na reunião, o secretário voltou a afirmar que o processo de inovação tecnológica é irreversível e que os servidores já tiveram que se adaptar aos caixas eletrônicos quando passaram a ter seus salários depositados diretamente em conta. Diante das reivindicações das entidades, porém, Márcio Dutra considerou a possibilidade de realizar uma consulta aos aposentados. Os servidores teriam oportunidade de opinar se estão ou não

satisfeitos com o fim do contracheque. Uma nova reunião será mar-

cada pela Secretaria de Gestão Previdenciária para dar prosseguimento às discussões.

Mal-entendido Alguns aposentados reclamaram de que apenas o primeiro contracheque emitido será gratuito, e que todos os demais serão cobrados. Na verdade, todo servidor terá direito a uma emissão gratuita por mês. Somente se houver uma segunda impressão no mesmo mês é que haverá cobrança da taxa bancária.

Associação oferece serviço gratuito de preenchimento do IRPF 2012

Imposto de Renda SEM COMPLICAÇÃO Associados que vão prestar contas ao Leão este ano podem usufruir, até o dia 24 de abril, do serviço gratuito de preenchimento da declaração de Imposto de Renda (IRPF 2012). O atendimento é feito na rua Tupis, 171 – loja 12. Telefone: 2514-5800.

Plano de saúde Associados com planos de saúde pagos através da ASSEMP que forem utilizar o serviço de preenchimento do IRPF 2012 da Associação não precisam requerer a relação de despesas. Basta comunicar a situação na entrega dos documentos. Já aqueles que necessitarem da declaração, podem fazer a solicitação por e-mail. O associado deve colocar o número do BM no assunto do e-mail e, no corpo da mensagem, nome completo e CPF. Caso o associado não tenha retorno em até sete dias, deverá efetuar novo pedido, para se certificar de que o e-mail foi recebido. O endereço é ir@assemp.org.br.

Documentos necessários • Comprovante de rendimentos emitido pela PBH e por o u -

nu_215.indd 4

tras fontes pagadoras; • Comprovantes de despesas dedutíveis; • Relação de dependentes com suas datas de nascimento e CPFs, se houver; • Comprovante de rendimentos dos dependentes, se houver; • Nome do cônjuge, CPF e com-

provante de renda, se for declaração conjunta; • Cópia do recibo de entrega da declaração 2011/2010; • Cópia da declaração 2011/2010; • Relação de bens patrimoniais em 31/12/2011 (depósitos bancários, aplicações financeiras, automóveis, ações, imóveis, etc);

• Comprovação de contas e aplicações financeiras existentes em bancos; • Relação de dívidas e ônus, se houver; • Dados bancários para crédito da restituição, se houver; • Telefone e e-mail atualizados para contato.

28/02/2012 23:47:42


5

Março de 2012 I Edição 215

Eleição no dia 15 definirá nome dos conselheiros do Regime de Previdência

Servidores são convocados ÀS URNAS Será realizada no dia 15 de março a eleição dos servidores que vão compor os Conselhos de Administração e Fiscal do Regime Próprio de Previdência do Município de Belo Horizonte. Os 18 eleitos (veja infográfico) representarão os interesses dos trabalhadores da ativa, inativos e pensionistas nos conselhos durante os próximos dois anos. As principais entidades associativas e sindicais dos servidores, que vêm acom-

panhando as discussões do RPPS desde 2010, fecharam acordo para a formação de uma chapa de coalizão, visando à representatividade dos interesses do maior número possível de categorias. Na chapa formada, a ASSEMP ocupa vaga efetiva no Conselho de Administração, representada pelo seu presidente, Angelo Flores. O prazo para que outras chapas se organizem e registrem candidatura é até 9 de março.

Como votar A eleição dos conselheiros do RPPS será no dia 15 de março, de 9h às 18h. Haverá três locais de votação: Sindibel: Av. Afonso Pena, 726 – 18º andar SindRede: Av. Amazonas, 491 – 10º andar ASSEMP: R. da Bahia, 1033 – hall da portaria Qualquer servidor ativo, aposentado ou pensionista do regime estatutário da PBH pode votar. Basta apresentar um documento de identidade e contracheque recente.

Composição dos Conselhos Conselho de Administração

12 membros efetivos (+ 11 suplentes

6 escolhidos pela PBH (+ 5 suplentes)

6 escolhidos pelos servidores (+ 6 suplentes)

Conselho Fiscal

)

6 membros efetivos (+ 6 suplentes)

3 escolhidos pela PBH (+ 3 suplentes)

3 escolhidos pelos servidores (+ 3 suplentes)

O Presidente do Conselho não possui suplente

ASSEMP escolhe representante A definição do nome do presidente Angelo Flores para compor a chapa que disputará as vagas dos conselhos do RPPS saiu de Assembleia Geral da ASSEMP. A escolha se deu de forma unânime, em reunião realizada no dia 3 de fevereiro. A indicação foi feita pela experiência do presidente em assuntos que se relacionam à previdência, tanto pelo seu envolvimento com a Associação quanto por sua carreira como auditor de tributos.

nu_215.indd 5

28/02/2012 23:47:43


6

Março de 2012 I Edição 215

Professor da PBH coordena projeto que visa a educação através da arte

A escola vai ao TEATRO O teatro é uma das expressões mais antigas e vigorosas da cultura humana. Inserida no contexto escolar, a vivência teatral amplia o horizonte dos alunos e colabora para torná-los mais críticos e abertos ao mundo que os cerca. É com esse olhar que o professor de

língua portuguesa Paulo Lobo, servidor da PBH há mais de 20 anos, desenvolve os projetos “A Escola vai ao Teatro” e “O Teatro vai à Escola”. “Oferecemos aos estudantes a possibilidade de assistirem a espetáculos teatrais de excelente qualidade literária e que

respeitam a inteligência do público infanto-juvenil, com ingressos a preços populares”, explica Paulo. Neste ano, os projetos contam com três espetáculos, voltados para alunos de todas as idades: O dia de Alan, No País dos Prequetés e Pintan-

do e Bordando (veja boxe). Os espetáculos podem ser agendados em espaços teatrais ou na própria escola. Para mais informações, os interessados podem fazer contato por meio dos telefones 9310-1561/ 8723-7031 ou pelo e-mail: aldeia.teatro@yahoo.com.br.

Conheça as peças O dia de Alan

No País dos Prequetés

Pintando e Bordando

Promove uma reflexão sobre a prática de bullying nas escolas por meio da história do jovem Alan, que busca forças para reverter uma situação de opressão.

Como seria um mundo sem regras? De maneira inteligente e divertida, a peça propõe uma análise sobre os conceitos de autoridade e convívio social.

Dez esquetes humorísticas com textos de Luis Fernando Veríssimo e Jô Soares, dentre outros autores.

Lei que determina instalação de detectores de metais nas escolas é ignorada pela PBH

Para inglês VER No dia 7 de abril de 2011, Wellington Menezes de Oliveira invadiu a escola Tasso da

Silveira, no Rio de Janeiro, matou 12 alunos e feriu outros 18. O rapaz, de 23 anos,

estava armado com dois revólveres e entrou no prédio sem nenhuma dificuldade. A repercussão do caso levou a Câmara Municipal de Belo Horizonte a aprovar, apenas um mês depois, um projeto que previa a instalação de detectores de metais na entrada das escolas municipais de BH. A lei foi sancionada pelo prefeito Marcio Lacerda no dia 17 de junho de 2011 e determinava a instalação do equipamento em todas as escolas municipais com mais de 500 alunos por turno. O prazo da lei expirou no dia 14 de dezembro de 2011, mas, ao que aparenta, nada ainda saiu do papel.

PBH se cala O Notícia Urgente entrou em contato com a Secretaria

nu_215.indd 6

de Educação buscando informações sobre o assunto. Após seis dias de espera, o órgão se limitou a dizer que a questão deveria ser tratada com a Secretaria de Segurança Urbana e Patrimonial que, procurada, não deu nenhum retorno. O silêncio não é difícil de ser explicado. Segundo apurou a reportagem do Notícia Urgente, duas das maiores escolas municipais da região Centro-sul, Imaco e Marconi, ainda não possuem os detectores. No Diário Oficial do Município também não há nenhuma menção a processos de licitação para a compra dos equipamentos, prova de que a lei foi esquecida, enquanto os casos de violência nas escolas da capital não param de se multiplicar.

28/02/2012 23:47:43


7

Março de 2012 I Edição 215

Conveniados já têm direito a 60 novos procedimentos

NOVIDADES nos planos de saúde Cerca de 60 novos tipos de consultas, exames e cirurgias passaram a integrar, desde o início deste ano, o Rol de Procedimentos da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A listagem determina todos os procedimentos que

os planos de saúde devem oferecer aos seus conveniados. Entre as novidades, estão as cirurgias por vídeo, a tomografia computadorizada para avaliação da obstrução das artérias coronárias, a in-

jeção intraocular para tratamento da degeneração macular – maior causa de perda da visão na população idosa – e a administração de medicamentos imunobiológicos para tratamento de doenças crônicas, como a artrite reumatóide. A atualização do Rol de

Procedimentos beneficiará usuários dos planos contratados após 1999 ou daqueles adaptados à legislação. A inclusão das novas coberturas não acarretará em nenhum novo reajuste nos planos em 2012. Para consultar a listagem completa, acesse www.ans.gov.br.

Assessoria Associados da ASSEMP contam com a assessoria de uma profissional especializada para sanar dúvidas referentes a planos de saúde. Aqueles que precisarem, podem contatar a funcionária Luciane Mateus pelo 3237-5052.

Artigo

Carta escrita no ano 2070* Estamos no ano 2070 e acabo de completar 50 anos, mas a minha aparência é de alguém de 85. Tenho sérios problemas renais porque bebo pouca água. Creio que me resta pouco tempo. Hoje sou uma das pessoas mais idosas nesta sociedade. Recordo quando tinha 5 anos e tudo era muito diferente. Agora usamos toalhas em azeite mineral para limpar a pele. Antes o meu pai lavava o carro com a água que saía de uma mangueira. Hoje os meninos não acreditam que se utilizava a água dessa forma. Recordo que havia muitos anúncios

que diziam CUIDE DA ÁGUA, só que ninguém ligava; pensávamos que a água jamais poderia acabar. Agora, todos os rios, barragens, lagoas e mantos aquíferos estão irreversivelmente contaminados ou esgotados. A roupa é descartável, o que aumenta grandemente a quantidade de lixo; tivemos que voltar a usar fossas como no século passado porque as redes de esgotos não são usadas por falta de água. Imensos desertos constituem a paisagem que nos rodeia por todos os lados. A indústria está paralisa-

da e o desemprego é dramático. Os assaltos por um galão de água são comuns nas ruas desertas. A água é agora um tesouro muito cobiçado, mais do que o ouro ou os diamantes. Aqui já não há árvores porque quase nunca chove, e quando chega a registrar-se uma precipitação, é de chuva ácida. Minha filha me pergunta: “Papai, por que acabou a água?” Então, sinto um nó na garganta; não posso deixar de sentir-me culpado, porque pertenço à geração que destruiu o meio ambiente ou porque simplesmente

não tomamos em conta tantos avisos. Agora os nossos filhos pagam um preço alto e, sinceramente, creio que a vida na Terra já não será possível dentro de muito pouco tempo. Como gostaria de voltar atrás e fazer com que toda a humanidade compreendesse isto quando ainda podíamos fazer alguma coisa para salvar o nosso planeta! *texto comemorativo ao Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março.

Extraído da revista “Crónicas de los Tiempos”

SER ASSEMP H.M.L.M., auxiliar de escola e sócia da ASSEMP, necessitou de um atendimento urgente do Departamento Jurídico da Associação. Estava com problema em um contrato que poderia lhe causar um prejuízo de mais de R$ 100 mil. A questão foi resolvida e a sócia não gastou nada, nem mesmo com os honorários do advogado.

Isto é ser ASSEMP!

nu_215.indd 7

28/02/2012 23:47:44


8

Março de 2012 I Edição 215

Dia Internacional da Mulher

Ela revolucionou a ciência com seus

8 de março

estudos sobre a radioatividade Ela enfrentou com fé as barbaridades de um campo

Ela dedicou a

de concentração

vida ao trabalho

nazista

missionário em auxílio à população

A todas as mulheres, que assim como Madre Teresa, Edith Stein ou Marie Curie, fazem do mundo um lugar melhor, a homenagem da ASSEMP pelo seu dia.

carente

Notas Pecúlio e seguro do Ipsemg Em 2010, servidores que mantinham pecúlio e seguro coletivo vinculados ao Ipsemg receberam comunicado do Município de Belo Horizonte informando que os contratos/benefícios haviam sido cancelados pela instituição esta-

dual. O argumento é que o Ipsemg manteria somente contratos firmados com servidores estaduais, de acordo com a Lei Estadual nº. 18.682. Na visão do Departamento Jurídico da ASSEMP, o cancelamento

é ilegal e inconstitucional, já que a citada lei sequer existia quando da adesão dos servidores municipais aos benefícios. Esse entendimento foi corroborado pela 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais

que, em decisão liminar recente, determinou ao Ipsemg que restabelecesse alguns benefícios. Se você se encontra nessa situação, agende seu horário no Departamento Jurídico da ASSEMP: 3237-5040.

SER ASSEMP Wotomar, conhecida como Dona Liete, tem 81 anos e conta com apoio constante do setor de Serviço Social. A equipe, dentro das possibilidades, visita a sócia frequentemente, pois ela tem passado por situações difíceis em relação à família e à problemas de saúde.

Isto é ser ASSEMP!

nu_215.indd 8

28/02/2012 23:47:45


9

Março de 2012 I Edição 215

A Associação aos olhos de seus funcionários

ASSEMP: 54 ANOS de fraternidade acima de tudo

“Trabalhar na ASSEMP é desfrutar de um aprendizado diário com os associados. Buscamos sempre oferecer um acolhimento às pessoas que aqui chegam, através de um abraço, de um carinho. A boa administração permite que a Associação ofereça uma gama de serviços como nunca vi em outro lugar.” Dione Queiroz Podóloga 1 ano de ASSEMP

“Admiro a filosofia desta instituição, que sobrepõe a fraternidade acima de tudo. Fazer parte dessa história é uma satisfação profissional. O apoio às ideias e propostas que recebi e recebo do presidente Angelo Flores constituem o maior sucesso do Núcleo de Convivência. Meus parabéns à ASSEMP, ao presidente e a todos que, participando da diretoria e dos conselhos, realizam esse trabalho maravilhoso.” Elizabeth Lima Gerente do Núcleo de Convivência 15 anos de ASSEMP

“A ASSEMP é uma organização que acolhe e respeita os funcionários, garantindo um ótimo ambiente de trabalho. A Associação é atuante e presente na vida de todos de forma fraterna, responsável, ética e contínua.” Cibele Araújo Assistente financeiro 5 anos de ASSEMP

“A ASSEMP representa, para mim, tudo o que há de bom. O convívio com os funcionários e associados é bastante agradável e os profissionais são valorizados aqui dentro. O espírito de fraternidade é transmitido de pessoa para pessoa.” Terezinha Moura Serviços gerais 2 anos de ASSEMP

“A ASSEMP é como minha família. Tenho muito amor e cuidado com tudo que se relaciona à Associação. Nenhum funcionário é admitido sem conversar com o presidente, que explica a cada um a filosofia de trabalho e a importância de receber todos os sócios com carinho e paciência. Acompanhei o crescimento da ASSEMP e cresci junto com ela.” Raquel Ribeiro Gerente administrativo e financeiro 24 anos de ASSEMP

"Todos nós, colaboradores ou associados, vemos presente no dia a dia da Associação o espírito da fraternidade. Tenho certeza que nos esforçamos ao máximo para fortalecer esse laço de solidariedade e amizade que nos une." Rodrigo Medeiros Advogado 6 meses de ASSEMP

nu_215.indd 9

“A ASSEMP é um local diferenciado, desde as instalações até a liberdade de desenvolver seu trabalho. Atendemos os associados com o olhar e o cuidado que nós mesmos gostaríamos de ser atendidos. E o mais importante disso tudo é ver o resultado refletido nos sócios.” Raquel Nicolsky- Acupunturista 6 anos de ASSEMP

“A ASSEMP é um aconchego. O tratamento que recebemos de todos aqui é sempre com muito carinho, seja dos associados, funcionários ou membros da diretoria. O lema da fraternidade é levado muito a sério, com amizade, respeito e boa convivência.” Conceição Ferreira - Serviços gerais 2 anos de ASSEMP

28/02/2012 23:47:50


10

Março de 2012 I Edição 215

Associados e convidados prestigiaram o primeiro baile de 2012 do Terraço ASSEMP

Caindo NA FOLIA Confira a programação de bailes do 1º semestre, sempre aos sábados, de 17h às 21h: 17 de março Baile Sensação 14 de abril Baile Túnel do Tempo 19 de maio Baile O amor está no ar... 16 de junho Baile Arraiá no Terraço

Carnaval da Yoga Para comemorar essa festa tão brasileira, os alunos se vestiram a caráter, com uma série de adereços, e relembraram os carnavais da juventude. Alguns contaram como saíam às escondidas, sempre temendo os castigos posteriores. Todos puderam se deliciar com o ritmo das antigas marchinhas e a alegria se estampou no rosto de cada um.

nu_215.indd 10

28/02/2012 23:47:51


11

Março de 2012 I Edição 215

Núcleo de Convivência recebe três novos profissionais para melhorar ainda mais o atendimento aos associados

Equipe REFORÇADA Formado em fisioterapia no UNI-BH e pós-graduado em ortopedia aplicada à terapia manual pela PUC. Trabalhou no Iate Tênis Clube, no hospital do Ipsemg e em postos de saúde, com grupos de terceira idade. Coordenou uma clínica de ecoterapia por cinco anos e já fez cursos de podoposturologia e bandagem funcional, além de ter participado de vários congressos da área. Rafael Barata Porto Lima – facilitador de RPA

Graduada em psicologia pela Fumec e com pós-graduação em psicologia hospitalar pela PUC. Fez o curso de acupuntura da Escola Paulista de acupuntura, em 1997, e também o curso do Centro de Acupuntura e Homeopatia Dr. Liiu Yang, em 1998. Também tem cursos na área de auriculoacupuntura, shiatsu, florais e homeopatia. Atua com acupuntura desde 1997. Diva Regina Matuck – acupunturista

O novo instrutor de dança do Núcleo de Convivência iniciou sua carreira como monitor na Dançarte, em 2001. Passou pela escola Dança e Arte, pelo Sesi Minas e pelo Centro de Dança a Dois. Deu aulas como voluntário para jovens no Criança Esperança por dois anos e integrou a Cênica Cia. de Dança. Há cinco anos, dirige a escola Dançar, na Floresta. Essa é sua segunda passagem pela ASSEMP, onde já foi monitor de dança entre 2002 e 2006. Edson Rodrigo Paranhos Vital – instrutor de dança

SABIA que 48% dos brasileiros* estão INSATISFEITOS

com o próprio TRABALHO?

te Se você faz ípsatirca, dessa estat e o Serviço d Psicologia de do Núcleo ia da Convivênc pode te ASSEMP ajudar.

e Orientação d to n e im d n Ate Profissional ur Leão Psicólogo: Art tão ciados que es Público: asso ra ma nova carrei pensando em u s a de 15 ano e jovens acim ue de sócios) q s te en d en ep (d a de definição d se fa em m ja te es curso superior o d u o o ã ss fi pro

Informações: 3237-5011

*pesquisa realizada pela Right Management, empresa de Recursos Humanos, em 2011

nu_215.indd 11

28/02/2012 23:47:53


12

Março de 2012 I Edição 215

Sexta Dançante

Toda sexta-feira, de 14h30 às 17h50, os sócios da ASSEMP podem desfrutar gratuitamente da hora dançante no Terraço da Associação. Não é necessário inscrição prévia nem ser aluno dos cursos de dança para participar.

Basta

comparecer!

Serviços e benefícios que a ASSEMP oferece a seus associados

Um mundo de oportunidades Planos de Saúde e Odontológico Para se informar sobre o plano Unimed, ligue 2514-5800. Para informações sobre o plano Uniodonto, 2111-8288. Já para saber mais sobre os planos Santa Casa e Metlife, ligue 3222-8776.

ASSEMP Itinerante É a ASSEMP ainda mais perto do servidor. Marque uma visita dos representantes ao seu local de trabalho: 3237-5000.

Atendimento dentário gratuito Profissionais da área clínica prestam serviços básicos aos associados gratuitamente. Informações: 3588-1300.

Serviço Jurídico Os sócios podem agendar consultas gratuitas com os advogados da ASSEMP que orientam e, conforme o caso, promovem ações judiciais nas áreas pública e privada. O serviço só está disponível nos foros e tribunais de Belo Horizonte. Atendimento de 9h às 17h30. Informações: 3237-5040.

Empréstimos Microcrédito com linha de crédito própria e juros baixos. Informações: 3237-5000. Serviço Social Uma equipe de profissionais realiza atendimento aos sócios na sede da ASSEMP ou em visitas domiciliares. Informações: 3237-5032. Biblioteca Um acervo de livros, revistas e DVDs estão à disposição dos associados. Informações: 3237-5014. Ouvidoria Seja para elogiar, criticar ou apresentar sugestões, entre em contato com a Ouvidoria da ASSEMP. Informações: 3237-5033 ou assemp@assemp.org.br. Auxílio funeral Ajuda da entidade ao sócio ou cônjuge neste momento delicado da vida.

nu_215.indd 12

Convênios Firmamos convênios com diversas empresas que oferecem aos associados descontos e condições especiais de pagamento. Informações: 3222-8776. Terraço ASSEMP O sócio conta também com este novo espaço, uma área voltada para lazer, música, dança e outras atividades destinadas ao enriquecimento cultural e ao entretenimento do servidor municipal. Informações: 3237-5000. Cantina do Terraço Comida caseira self-service com preços especiais. Faça-nos uma visita.

28/02/2012 23:47:56


13

Março de 2012 I Edição 215

Repórter Itinerante

Notícias Jurídicas

Abono de permanência no serviço

Na rua Timbiras, região Centro-sul da capital, um bom exemplo do aproveitamento do espaço urbano respeitando a história da capital. Inaugurada em 2010, parte das instalações da Umei Timbiras ocupam um imóvel tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal, que foi totalmente restaurado. A unidade é dirigida pela servidora Maria Olímpia.

Notas

Convênio com a Caixa Empresa credenciada da ASSEMP, a Navarro Consultoria está oferecendo empréstimos via Caixa Econômica Federal. A Navarro é representante do banco na modalidade Caixa Aqui. Dentre as principais vantagens do novo serviço estão o prazo de 60 meses para pagamento e taxas de juros menores que as praticadas pelo mercado. Sócios que estão com dificuldade no pagamento de dívidas com cartões de crédito ou cheque especial, devido aos altos juros, também podem renegociar o débito via CEF. Os interessados devem procurar a sede da Navarro (rua Tupis, 171 – loja 7) portando carteira de identidade, CPF, comprovante de endereço e cópia do contracheque. Mais informações pelo 3222-8776.

Diretoria do Crea Júnia Neves, ex-presidente da Aplena, tomou posse no dia 2 de março como diretora administrativa do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea). Desejamos sucesso aos trabalhos da servidora naquela instituição.

Cadeira de rodas José Marilak Dumont, de 74 anos, necessita de uma cadeira de rodas para se locomover, devido ao seu estado de saúde. A filha do aposentado, Marize, faz um apelo a quem possuir uma cadeira de rodas e puder emprestá-la, somente pelo período em que o associado estiver debilitado. Contatos: 3486-1475 ou 3485-2097.

nu_215.indd 13

O servidor público, detentor de cargo efetivo e amparado por regime próprio de previdência, que completa as exigências para se aposentar e opta por permanecer em atividade, faz jus ao abono de permanência, cujo valor é equivalente ao de sua contribuição previdenciária. O direito ao abono de permanência foi instituído pela Emenda Constitucional n.˚ 41, de 2003, conhecida como “a segunda reforma da previdência”, e está previsto no §19, do art. 40 da Constituição Federal de 1988. Infere-se da norma constitucional que o abono de permanência tem duplo objetivo: a) incentivar o servidor que implementou os requisitos para aposentar-se a permanecer na ativa; b) promover maior economia ao Estado que, com a permanência do servidor na ativa, consegue postergar no tempo a dupla despesa de pagar proventos a este e remuneração ao que o substituirá. Importante esclarecer que não são todas as aposentadorias que geram o direito ao abono permanência. O servidor público, titular de cargo efetivo, terá direito ao abono de permanência a partir do momento que implementar as exigências para aposentadoria, estabelecidas nos seguintes artigos: 1) Artigo 40, § 1º, inciso III, alínea “a”, da CF/88, com a redação dada pela EC nº 41/03; 2) Artigo 2º da EC nº 41/03; 3) Artigo 3º da EC nº 41/03. O abono deve ser pago até que o servidor complete as exigências para aposentadoria compulsória, prevista no artigo 40, § 1º, inciso II, CR/88, com redação dada pela EC nº 41/03, ou seja, até completar 70 anos de idade, ou até que resolva se

aposentar voluntariamente. Em síntese, para recebimento do abono permanência é necessário que o servidor possa se aposentar e apenas não o deseje fazê-lo neste momento, ou seja, continue em atividade. Importante esclarecer, ainda, que o direito não representa uma isenção de contribuição previdenciária. Ao contrário: deferido o abono, o servidor continua recolhendo a contribuição em favor do sistema previdenciário ao qual se encontra vinculado, contando tempo de contribuição para fins de aposentadoria, mas recebe de volta, na mesma folha de pagamento, valor idêntico. Ou seja, o abono de permanência consiste na “devolução”, mês a mês, dos valores pagos pelo empregado a título de contribuição previdenciária. A Lei Municipal nº 10.362, de 29/12/2011, que reestruturou o Regime Próprio de Previdência, “regulamenta” o pagamento desse direito para os servidores municipais em seus artigos 42 e seguintes. Ressalte-se que o direito deveria ser pago automaticamente (como ocorre no quinquênio, por exemplo), desde o momento do preenchimento dos requisitos. Mas, o que se tem, na prática, é que os pagamentos acabam por ficar condicionados ao requerimento por parte do servidor. Nesse caso, o entendimento do Departamento Jurídico da ASSEMP é que se a administração municipal condiciona o seu pagamento ao requerimento do servidor, deve assegurar, no mínimo, o pagamento retroativo à data em que o servidor preencheu os requisitos, limitada, em qualquer caso, a 1/1/2004, quando entrou em vigor a EC 41/2003.

Contato: juridico@assemp.org.br

28/02/2012 23:47:57


14

Março de 2012 I Edição 215

Tecendo Histórias

Notícia Urgente presta homenagem a duas associadas que sempre levaram a vida com força e fé

Trabalho e família Vivendo em um período em que as mulheres não tinham um espaço tão respeitado como hoje, as duas associadas nunca se mostraram intimidadas. D. Maria Augusta fez cursos de taquigrafia, estenografia, telegrafia e chegou a se alistar na Cruz Vermelha. Só não embarcou para a Itália, durante a Segunda Guerra, por causa dos filhos pequenos. Costurou pra fora, vendeu frango e trabalhou trazendo encomendas do Pa-

nu_215.indd 14

raguai. Tem três filhos, quatro netos, quatro bisnetos e dois tataranetos. D. Conceição parou de trabalhar fora quando casou, mas nem por isso a lida foi mais tranquila. A atenção com os serviços de casa foi dividida com a educação dos nove filhos naturais e de mais um, de criação. Além deles, são hoje sete netos, dez bisnetos e dois tataranetos. “Foi Deus quem me deu forças sempre”, afirma.

Duas vidas distintas, mas, ao mesmo tempo, repletas de semelhanças e coincidências. No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, o Notícia Urgente conta um pouco da trajetória de duas mulheres que, juntas, tecem histórias há quase 200 anos. Conceição Rocha do Espírito Santo nasceu em Cuiabá (MG), em 18 de fevereiro de 1912. Maria Augusta Machado nasceria três anos mais tarde, em 3 de agosto de 1915, em Entre Rios de Minas, a quase 400 quilômetros de distância. Ambas, porém, tiveram a trajetória de suas vidas definidas aos nove anos de idade. D. Maria Augusta perdeu a avó, com quem morava, e voltou para a casa dos pais, em Caetanópolis. Foi lá que, alguns anos mais tarde, conheceu o primeiro marido. Já D. Conceição arrumou seu primeiro emprego, na antiga fábrica de tecidos da Cachoeirinha, fato que também a levou a conhecer o futuro esposo, Antônio Margarida. A ligação das duas com a prefeitura, inclusive, se deu por meio de seus respectivos. O segundo marido de D. Maria Augusta, José Machado, fez parte da antiga Turma do Ferrinho, trabalhou por 30 anos como motorista na PBH e outros 25 na Beneficência Municipal. Beprem, aliás, que foi presidida por muitos

anos por Antônio Margarida, marido de D. Conceição. Antes de lá, “Seu” Margarida foi pedreiro e mestre de obras na PBH, até ser cedido ao Estado para atuar na Carrp, órgão responsável por construir e reformas prédios escolares. Mais coincidências? Assim como D. Conceição, D. Maria Augusta também trabalhou na fábrica de tecidos e, durante um período, as duas tiraram seus sustentos do serviço com lenha. Provas de que disposição e garra nunca faltaram a elas.

28/02/2012 23:47:58


Março de 2012 I Edição 215

Classificados

APARTAMENTO Vendo apartamento 2 quartos no bairro Santa Monica, ótima localização. NEUSA FERNANDES 8584-0734 MINI-PIZZAS Vende-se deliciosas mini-pizzas (bandeja com 10 unidades) GISLENE CORREA 2515-7924 / 9706-3438 PALCOS PARA EVENTOS Faço palcos, toldos e passarelas para eventos em geral. Faca seu orçamento. CRISTIANE SOUZA 9232-1842 / 8382-0233 VENDE-SE Vendo apartamentos no Sagrada Família, salas para escritório perto do Boulevard Shopping, apartamento na Barroca e perto da Cidade Administrstiva. GLENY CAMARGO 3568-9394 / 9929-7777 CARRO Vendo Palio Fire 2008/2009; kit celebration. Valor: R$ 18 mil CLAUDIO 9944-6014 ALUGA-SE Casa em S. Joaquim de Bicas, 40km de BH, com 1.560m2. 2 qtos, sala, copa, 2 coz., fogão a lenha. Área p/ churrasco, garagem p/ 2 carros, canil, galinheiro, pomar e horta. HOLANDA FERREIRA 3889-9259 / 8323-2323 EXCURSÕES Em março, Uberaba e Araxá com reunião de psicografia. São Lourenço e Caxambu em julho e Caldas Novas em agosto, no hotel Hot Springs. WANDA AURICHIO 3466-2621 / 9617-1147 CARRO Vendo celta 2009 / 2010 – vermelho lira, flex, 4 portas, som c/mp3/usb, DPVAT 2012 tudo pago. Único dono. HOLANDA FERREIRA 3889-9259 / 8323-2323 MEDITAÇÃO Meditação para crianças e adultos.Rua Alvarenga Peixoto, 184. Sábados, às 15 horas. Shri Mataji GLENY CAMARGO 3568-9394 / 9929-7777

Carta do Leitor

CLASSIFICADOS

CLASSIFICADOS

FOTOGRAFIA E FILMAGEM Casamentos, festas infantis, aniversários, 15 anos, bodas, eventos empresariais e musicais, confraternizações. ROSANA PEREIRA 3283-2354

EXCURSÕES Semana Santa em Paraty: pousada no centro com café e jantar, R$ 600 c/ passeio Trindade. Maio: Vesperata Diamantina, R$ 295. Junho: Caldas Novas, R$ 500. Hotel com 10 piscinas. LUCI COSTA 3456-6653 / 9989-5253 CARRO Vendo Corsa 97 / 98 gasolina na cor prata. Todo revisado. Preço: R$ 9 mil. ELIZABETE SALDANHA 8696-2343

EXCURSÕES Semana Santa em Cabo Frio, Monte Verde, Circuito das Águas e Caldas Novas. Faça sua reserva e pague parcelado. ANTONIA EUSTÁQUIA 3496-2952 / 9823-1713 AULAS DE MÚSICA Aulas de contrabaixo, violão e guitarra para crianças, jovens e adultos. GLENY CAMARGO 3568-9394 / 9929-7777

Hoje quero agradecer a todos que me fizeram companhia nessa caminhada de 34 anos de PBH. Aos amigos e companheiros. A Antônio João de Mattos e Geane Rodrigues, pelo começo. À Maria Evangelina Generoso, cujo próprio nome já diz tudo. Minha querida “chefe” Agda Maria São José de Oliveira, pelo início de outra realidade fora da escola. Lúcio Tolentino Silveira, pela primeira chance. Elizete Munhoz, minha florzinha, minha mestra. Elianinha, minha artista predileta. Aloysio Guedes Barra, meu amado chefe. Que dupla boa formamos. Ângela Maria Ferreira, pela confiança no trabalho. Meus amigos: Mana Heliane, Terezinha, Ana, Ré, Katita, Eliana Márcia, Marcelo, Ramalho, Cacilda, Rita, Constantino, dentre outros. Um carinho especial aos meus irmãos e pais. À minha mãe, que com tanto carinho cuidou de meu filho. Meu filho Guilherme, meu amor incondicional, por quem tentei fazer meu melhor, me dividindo entre ser mãe e trabalhar na PBH. A José Francisco de Melo Franco (Juquinha), meu eterno e saudoso amor a quem não tenho palavras para agradecer. Jamais serei tão feliz. Sem ele nada teria conseguido. A Deus agradeço a oportunidade de ter vivido todos esses momentos. Valeu demais. Sentirei saudades.

LIVRO “Textos e Contextos Através dos Tempos”. Obra de Isidro Passos e Roberto Dornas, com as principais obras e estilos de época da literatura brasileira. R$ 60. ISIDRO PASSOS 3444-8089

Lenir V. Assunção de Melo Franco, associada da ASSEMP

Social

CORTINAS E PERSIANAS Cortinas e persianas com variedade de tecidos de bom gosto e ótima qualidade. Preços especiais para associados. R. Bernardo Guimarães, 1875 Lourdes. LUIZ RAFAEL 3646-7868 / 9901-7868

Paulo Alves, ex-estagiário da ASSEMP, concluiu o curso de Sistema de Informação. Em seu convite de formatura, o novo profissional agradeceu a todos que colaboraram para a realização deste sonho. Parabéns, Paulo, por mais essa etapa da sua vida.

Atenção: a ASSEMP e o Notícia Urgente não se responsabilizam pelas informações dos anúncios. Proibida a veiculação de anúncios de pessoa jurídica. Anúncios longos serão editados

nu_215.indd 15

15

Professor Isidro Passos, autor do livro Textos e Contextos Através dos Tempos, recém aposentado, em viagem pela Europa. Na foto, aos pés da Torre Eiffel, em Paris.

O pequeno charmoso é o Miguel, filho da auxiliar de cobrança da ASSEMP Rosely Santana.

A vovó Maria Auxiliadora Germano, 69 anos, e sua neta Mayra fizeram aniversário no dia 25 de fevereiro. A ambas os nossos parabéns!

28/02/2012 23:48:00


16

Março de 2012 I Edição 215

CAÇA-PALAVRAS

JOGO DAS DIFERENÇAS

Encontre no diagrama o nome de escolas municipais de Belo Horizonte, local de trabalho de vários associados da ASSEMP: CARLOS GÓIS - FRANCISCA ALVES - ANTÔNIA FERREIRA ELEONORA PIERUCCETTI - MARCONI - ANTÔNIO ALEIXO - HELENA ANTIPOFF - EMÍDIO BERUTTO - ISRAEL PINHEIRO ANÍSIO TEIXEIRA - MESTRE ATAÍDE

TORTO O objetivo é formar o maior número de palavras (com 4 letras ou mais) a partir do diagrama. Vale ligar letras adjacentes em qualquer sentido, mas não vale usar duas vezes a mesma letra.

SUDOKU

Para uso dos correios

Associação dos Servidores Municipais da Prefeitura de Belo Horizonte Rua da Bahia, 1033 – 4º andar / Centro – Belo Horizonte Acesse esta e as outras edições do jornal no www.assemp.org.br

nu_215.indd 16

28/02/2012 23:48:01


Notícia Urgente Ed. 215