Issuu on Google+

Notícia Urgente

Porta-voz do Servidor

ACIMA DE TUDO, A FRATERNIDADE

Julho de 2011 I Edição 208 I Ano 19

FIM da PARIDADE? Decisão arbitrária da PBH abre perigoso precedente no pagamento de benefícios aos servidores inativos Pág.6

Pág. 3

Pág. 4

Pág. 7

Págs. 8 e 9

Entidades se mobilizam para resguardar patrimônio da Beprem

Servidores de empresas municipais permanecem em campanha salarial

Problemas com plano de saúde da PBH se multiplicam

Grupo de Teatro da ASSEMP comemora dez anos

noticiaUrgente_208.indd 1

05/07/2011 18:33:36


2

Julho de 2011 I Edição 208

O trabalho enobrece as pessoas Desde a perda do paraíso, o Homem se viu defronte à manutenção de sua subsistência. Há um trecho bíblico que expressa que “O Homem comerá o pão com o suor de seu rosto”. Parece que, por causa disto, a maioria das pessoas passaram a perceber o trabalho como castigo. Pouquíssimas não sonham com a aposentadoria e o lazer. A Humanidade não entende sua colocação laborial no universo. A partir da concepção, o ser humano já começa a trabalhar para a formação do seu corpo, que também será habitado pelo espírito que já está trabalhando para poder nascer. Óbvio que sem os pais não haveria corpo, mas sem o trabalho do espírito não existiria vida pósuterina. Poucos sabem que a tarefa de subsistir, viver e prover-se faz parte da tarefa para

a evolução que ocorre na esfera pessoal e coletiva. “Para quê tantas profissões?”, perguntam muitos. Será que são somente formas de se ganhar dinheiro e desfrutar das benesses da vida? Será O verdadeiro que servem poder está em para se ter nosso interior e status e poé demonstrado der? através do Penso que não. domínio de si Sobretudo próprio. porque o verdadeiro poder está em nosso interior e é demonstrado através do domínio de si próprio. Mas, voltando à questão do trabalho, temos que entender que, qualquer que seja a nossa profissão, independentemente da tarefa que formos realizar, seja de qualquer natureza, deve ser executada com o maior amor. Pode parecer um processo de repetição, mas não é. Na verdade, quando cumprimos as tarefas diárias, estamos cumprindo a tarefa designada a nós pelo próprio Criador. Vamos trabalhar com alegria, com o coração cheio de esperança, enfrentando o dia

a dia com honestidade e retidão. São os resultados dessas ações que levaremos diante do tribunal da consciência perante Deus. Diremos nessa hora que cumprimos o nosso dever e fizemos o melhor que conseguimos. O julgamento não será pelos atos que praticarmos, mas por aqueles omitidos e negligenciados. Façamos o “para casa” que Deus nos deu; só assim evoluiremos e caminharemos para a eternidade.

"O único lugar em que sucesso vem antes de trabalho é no dicionário." Donald Kendall

"O trabalho nos afasta de três males: tédio, vício e necessidade." Voltaire

"Sem trabalho, toda vida apodrece. Mas, em um trabalho sem alma, a vida sufoca e morre." Albert Camus

Expediente

Associação dos Servidores Municipais da Prefeitura de Belo Horizonte - Fundada em 1º/3/58 R. da Bahia, 1033 - 3º, 4º,5º, 6º, 8º, 9º, 10º e 13º andares CEP: 30.160-905 - Belo Horizonte - MG (31)3237-5000 www.assemp.org.br - assemp@assemp.org.br Presidente de Honra - Dr. Celso Mello de Azevedo Presidente - Angelo Augusto Flores Carvalho 1º Vice-presidente - Anselmo Horta Nassif 2º Vice-presidente - Carlos Alberto de Oliveira Diretor financeiro - Horaldo Oliveira Santos Presidente do Conselho Administrativo - Willian Nagem Secretária - Corina Célia Loures Bandeira Presidente do Conselho Fiscal - Manoel Teixeira Cardoso

noticiaUrgente_208.indd 2

Notícia Urgente

Notícia Urgente - Órgão Informativo da ASSEMP Assessoria de Comunicação e Ouvidoria Jornalista José Almir da Rosa Reg. Prof.: MG 07771 JP (31)3237-5000 - noticiaurgente@assemp.org.br Texto e fotos – Joana Nascimento e Vitor Moreira Reg. Prof.: 14055/MG Projeto Gráfico e Diagramação - Paula Ferreira Imagens de banco: stock.xchng

Assempinho, o boneco mascote da ASSEMP, é uma criação de Ricardo Sá Impressão: Sempre Editora - Tiragem: 18.000 exemplares Permitida a reprodução das matérias no todo ou em parte, desde que citada a fonte. As matérias assinadas não refletem necessariamente a posição da ASSEMP e são de inteira responsabilidade do autor.

05/07/2011 18:33:37


3

Julho de 2011 I Edição 208

Entidades lutam para que patrimônio de mais de R$ 60 milhões não se perca

Futuro ainda INCERTO Permanece indefinida a situação da Beneficência da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (Beprem). No dia 10 de junho, o Projeto de Lei 1422, que dispõe sobre a extinção da Beprem, entrou na pauta de votação da Câmara Municipal. Entretanto, uma articulação das principais entidades representativas dos ser-

vidores com o vereador Tarcísio Caixeta impediu que o projeto fosse votado, uma vez que o texto contém diversos pontos polêmicos e que não foram discutidos abertamente. A principal preocupação das lideranças é com a gestão do patrimônio da Beneficência até que seja aprovado o projeto de reestrutu-

ração do Regime Próprio de Previdência (PL 1410, que teve sua tramitação suspensa na Câmara). “Se os recursos da Beprem forem direcionados ao Fundo Previdenciário Municipal e não houver controle sobre ele, corremos o risco do dinheiro sumir antes da criação da Previdência Municipal”, afirma a presidente do

Sindibel, Célia Lelis.

Solução Para evitar essa possibilidade, as entidades elaboraram, em conjunto, uma emenda ao projeto de lei. A proposta é que seja criado um Conselho de Administração que ficaria responsável pela gestão do Fundo Previdenciário Municipal

até a aprovação do projeto 1410. Esse conselho seria formado pelo secretário de Planejamento, Orçamento e Informação; por cinco representantes indicados pelo Poder Executivo; e seis membros escolhidos entre os servidores ativos e inativos do município.

Próximos passos Por meio do vereador Tarcísio Caixeta, o Executivo municipal afirmou não fazer nenhuma objeção à criação do Conselho. Entretanto, apesar da proposta de emenda ter sido encaminhada há mais de 20 dias ao governo, ainda não houve nenhum retorno por parte da PBH. Em reunião com as lideranças sindicais, o vereador Adriano Ventura se comprometeu a apresentar a emenda original no plenário da Câmara caso o projeto de lei retorne à pauta de votação.

Conta que não fecha

De acordo com dados da Secretaria Municipal Adjunta de Gestão Previdenciária, o patrimônio imóvel da Beprem é formado pelo Clube do Servidor, em Lagoa Santa, e outros 18 imóveis, que juntos valeriam quase R$ 70 milhões. Na listagem oficial feita pela secretaria, entretanto, constam apenas 17 imóveis (além do clube). O argumento é de que o prédio onde funciona a Cliserv, na verdade, pertence à Sudecap. Outro dado que causa estranheza é o valor total desses bens. Segundo a secretaria, o patrimônio imóvel da Beprem seria de R$ 62.093.994,20. Porém, a soma dos valores individuais de cada um dos imóveis, apresentados pelo próprio órgão, mostra uma diferença de R$ 180 mil. A Beprem ainda possui 13 veículos, avaliados em R$ 355 mil.

noticiaUrgente_208.indd 3

05/07/2011 18:33:38


4

Julho de 2011 I Edição 208

Trabalhadores da Belotur, Urbel, Prodabel e BHTrans exigem reajuste mínimo de 30%

Servidores de empresas municipais EM CAMPANHA A campanha salarial 2011 terminou para a maioria das categorias de servidores municipais, mas algumas continuam em mobilização cobrando um posicionamento da PBH. São os servidores das quatro empresas públicas de Belo Horizonte, que não foram contemplados na campanha: Belotur, Urbel, Prodabel e BHTrans. A proposta apresentada até agora pela pre-

feitura é de um acordo coletivo de dois anos, com reajustes pelo INPC (índice inflacionário). As entidades representativas dos servidores já classificaram a proposta como “inaceitável”. “O que a PBH está nos pedindo é para aceitar um acordo que implica em perda de poder aquisitivo. Eles falam em reajuste pela inflação, mas só o custo com alimentação em Belo Horizonte au-

mentou 18%”, afirma Gildásio Cosenza, diretor do Sindados, que representa os servidores da Prodabel. As categorias já realizaram três assembleias unificadas. Na última, no dia 30 de junho, fi-

cou decidido que os servidores não vão aceitar a proposta da PBH e que vão manter as paralisações de meio-expediente. “A prefeitura tem feito contatos isolados com as empresas, mas a posição das lideranças

e dos trabalhadores é de que a negociação só será feita de forma conjunta”, ressalta Gildásio. Enquanto isso, o secretário Municipal de Planejamento, Paulo Bretas, afirma que “a proposta da PBH é definitiva”.

Cláudia Otoni apresentou trabalho sobre “Os Potentados em Minas Gerais no século XVIII”

Professora participa de CONGRESSO EM LISBOA A professora Cláudia Otoni, da Escola Municipal Caio Líbano Soares, esteve em Lisboa no último mês de maio participando do Congresso Internacional “Pequena Nobreza nos Impérios Ibéricos de Antigo Regime”. A servidora apresentou sua pesquisa sobre “Os Potentados em Minas Gerais no século XVIII”, que trata das estratégias de ascensão social utilizadas por homens ricos e poderosos do período. O evento reuniu inúmeros pesquisadores e historiadores de diversos países, que apresentaram novas temáticas sobre o império português, incluindo trabalhos sobre a história de Minas Gerais colonial. “Devo meus agradecimentos às secretarias municipal e estadual de Cultura e aos meus colegas de trabalho, que organizaram o coletivo escolar de modo a propiciar minha participação no congresso sem prejudicar as aulas”, afirmou Cláudia.

noticiaUrgente_208.indd 4

05/07/2011 18:33:40


5

Julho de 2011 I Edição 208

Edna Alves foi indicada pela diretoria da ASSEMP

Associada CONQUISTA vaga em Conselho de Assistência Social. A sócia foi indicada ao pleito pela diretoria da ASSEMP.

O presidente Angelo Flores, que fez questão de votar, ressaltou a importância da participação de todos os associados que também votaram e destacou a relevância da conquista: “A Edna representará a ASSEMP dentro deste órgão com poder normativo, deliberativo e controlador da Política de Assistência Social de Belo Horizonte”, afirmou.

Fotos José Almir da Rosa

A associada Edna Alves de Oliveira foi eleita para uma das vagas no Conselho Municipal

Notas Livre-se dos ratos Lidar com algumas pragas urbanas, como baratas, cupins, formigas e ratos pode ser uma grande dor de cabeça. Para contornar esse problema, uma solução possível é utilizar-se de

receitas caseiras e, sobretudo, ecológicas. Pegue uma xícara de qualquer feijão cru, coloque no multiprocessador (ou liquidificador) sem água e triture até virar uma farofinha bem fininha,

mas sem virar totalmente pó. Coloque em montinhos (uma colher de chá) nos cantos da casa. Os ratos ingerem o feijão cru triturado, porém a ausência da algumas substâncias nos organis-

mos destes animais impede sua digestão, causando envenenamento em até três dias por fermentação.

Mudança na rede Unimed A Maternidade Santa Fé não faz mais parte da rede credenciada Unimed-BH / Unifácil Flex. A medida começou a valer no dia 1º de julho. A partir de 1º de agosto,

o Pronto Atendimento do Hospital Socor também deixa de atender usuários do plano. Para consultar a lista completa e atualizada de serviços credenciados,

acesse o site www.unimedbh.com.br. Em caso de dúvidas, ligue para o Unidisk 08000 30 30 03, disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Acordo com credores de precatórios O Diário Oficial do Município publicou, no dia 20 de junho, o Decreto 14.161, que trata do regime para acordo com credores de precatórios de Belo Horizonte. O acordo direto será celebrado independentemente da ordem cronológica que o precatório se encontre. Porém, serão feitos mediante disponibilidade financeira, respeitado o percentual de 50% destinados ao pagamento daqueles por ordem cronológica. Os acordos serão celebrados na Central de Conciliação de Precatórios do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais.

noticiaUrgente_208.indd 5

05/07/2011 18:33:42


6

Julho de 2011 I Edição 208

PBH descumpre lei e parecer da Procuradoria e se recusa a pagar gratificação a servidores inativos

Paridade entre servidores AMEAÇADA

Perigosa prerrogativa

A paridade é um instrumento que garante aos servidores inativos, que trabalharam e contribuíram para o município durante anos, os mesmos benefícios concedidos aos trabalhadores da ativa. Trata-se de uma forma de reconhecimento ao fato de que, mesmo aposentado, o servidor continua pertencente à sua categoria profissional. Apesar de ser um direito previsto em lei, a Prefeitura de Belo Horizonte tem insistido em ignorá-lo. Desde

novembro de 2010, auditores de tributos municipais aposentados travam uma briga com a Secretaria Adjunta de Recursos Humanos para receber uma gratificação já garantida aos servidores da ativa. A questão, inclusive, já foi tema de reportagem do Notícia Urgente (edição 203 – janeiro/fevereiro). O compromisso da prefeitura é que a gratificação começaria a ser paga em janeiro deste ano, em pagamentos retroativos a janeiro de 2010. Porém, até agora, nenhum aposentado viu a cor do dinheiro. O argumento da PBH é de que a lei “não é clara” quanto à concessão do benefício aos aposentados. “Conseguimos um parecer da ProcuradoriaGeral do Município, que analisou a lei e afirmou que temos direito à gratificação. Mas o secretário Márcio Dutra insiste em

Ao se recusar a pagar aos auditores aposentados um benefício que é garantido aos trabalhadores da ativa, o secretário Márcio Dutra está violando, de forma arbitrária, o preceito da paridade entre servidores. Pela lógica de Dutra, os aposentados não teriam direito à gratificação porque não contribuíram para ela.

Com este precedente aberto, o grande risco é que a medida seja estendida a todas as demais categorias de servidores. “Imagine um servidor que tenha 31 anos de contribuição quando for criada uma gratificação para sua categoria. Pela interpretação da PBH, quando se aposentar, esse servidor só poderá receber 4/35 desse

descumprir a determinação”, explica Carlos Alberto de Oliveira, vicepresidente da ASSEMP e auditor aposentado,

que tem acompanhado de perto as negociações entre a prefeitura e o sindicato da categoria, Sinfisco.

benefício, que foi o tempo que ele contribuiu”, explica Carlos Alberto. O Sinfisco já contratou um advogado especializado em direito previdenciário. Caso a Secretaria de Recursos Humanos não reveja sua decisão, o sindicato entrará com uma ação contra a prefeitura por descumprimento de lei.

Notas “Com a morte de Itamar Franco, Minas e o Brasil perdem uma grande liderança”. Estas foram as palavras do presidente Angelo Flores, que registra através do Notícia Urgente que o expresidente era um exemplo de político que sempre agia com dignidade, coerência e ética.

Foto: G1

O fim de um líder

Ouvidoria Seja para elogiar, reclamar ou mesmo fazer uma sugestão, entre em contato com a ouvidoria da ASSEMP. Um canal entre o associado e a diretoria da Associação. Para contatar, utilize o e-mail: ouvidoria@assemp.org.br ou ligue para 3237-5000.

noticiaUrgente_208.indd 6

05/07/2011 18:33:43


o s

o a s a a -

7

Julho de 2011 I Edição 208

Servidora tem plano de saúde cancelado pela prefeitura e recebe carta responsabilizando-a por adesão irregular

Sorria, você foi ENGANADO! No início deste ano, a Prefeitura de Belo Horizonte anunciou com grande pompa o lançamento de seu plano de saúde (PAISS – Plano de Atenção Integral à Saúde do Servidor) voltado para os servidores municipais. Já na edição de fevereiro (nº 203), o Notícia

Urgente alertava para a falta de informações claras e sobre a ausência de garantias de continuidade do serviço. Menos de seis meses depois, os problemas e reclamações se multiplicam. O caso mais recente envolve uma servidora do Hospital Odilon

Behrens. Assim como milhares de outros servidores, ela aderiu ao plano logo nas primeiras semanas, quando a operadora realizou mutirões de atendimento em sua sede, no Santa Efigênia. Em meados de abril, porém, ao tentar fazer uso do benefício pela primeira

vez, a servidora descobriu que o plano havia sido cancelado. No mesmo dia, ela recebeu em casa uma carta da Secretaria de Recursos Humanos – datada de 29 de março – afirmando que sua adesão ao plano havia sido feita de forma irregular e que, por

Mais problemas e nenhuma solução Como o plano foi cancelado sem aviso prévio, a servidora do HOB ficou sem cobertura por quase dois meses, até conseguir retornar ao plano antigo que já possuía, oferecido pela ASSEMP. Entretanto, diversas consultas médicas já agendadas tiveram que ser canceladas. Há cerca de 15 dias, a diretoria do hospital soltou comunicado alertando que o Odilon Behrens ainda não possui convênio firmado com a PBH e que, portanto, seus servidores não podem aderir ao PAISS.

esse motivo, ela seria responsabilizada integralmente por todas as despesas decorrentes do benefício. “Sentime desrespeitada. O plano foi cancelado antes de me comunicarem e ainda me enviaram uma carta que insinua que eu agi de má-fé”, afirma.

Pega de surpresa A professora Marília Alves também foi surpreendida pela postura da PBH. Com uma tia de 87 anos como dependente, ela consultou o setor de planos da prefeitura para saber se a idosa poderia aderir como sua agregada. Mediante a resposta positiva, ela apresentou a documentação necessária, fez a adesão da tia e cancelou um outro plano de saúde que já pagava há anos. Após pouco mais de um mês de uso, a sócia recebeu uma ligação dos representantes da PBH informando que a sua tia, mesmo com um processo de curatela em andamento, não poderia continuar no plano oferecido pela prefeitura. Inconformada, a associada já buscou ajuda do setor jurídico da ASSEMP, para questionar legalmente a atitude da PBH.

Entenda

De acordo com Decreto 14.270, que instituiu o PAISS, a adesão de servidores da administração indireta ao plano de saúde só pode ser feita depois que a entidade à qual estão vinculados firmar contrato com a PBH. Porém, tal informação não foi repassada aos trabalhadores. Nem mesmo o site da operadora (veja imagem) deixa essa informação clara, dando a entender que qualquer servidor pode se beneficiar do plano, sem nenhuma restrição. Procurada por meio de sua assessoria de imprensa, a Secretaria de Recursos Humanos não havia se pronunciado até o fechamento desta edição.

noticiaUrgente_208.indd 7

05/07/2011 18:33:44


24

8

Julho de 2011 I Edição 208

Iniciando período sabático, Grupo de Teatro da ASSEMP faz apresentação carregada de emoção

Canto, costura e LÁGRIMAS Oficinas As oficinas do “Teatro para ser feliz” continuarão normalmente, mesmo com a saída do diretor Tarcísio. Para ministrá-las, a ASSEMP contratou uma profissional que dará sequência às atividades a partir de agosto.

Foi em clima de geral comoção que o Grupo de Teatro da ASSEMP fez sua última apresentação, no dia 28 de junho, no Terraço da Associação. O espetáculo Canto e Costura, que faz parte das comemorações dos

Canto e Costura relata, pelos olhos de uma pequena garotinha, a vida da mãe, uma costureira que passa os dias a coser e cantar

dez anos de existência da trupe, também marca, ao menos por ora, o encerramento de suas atividades. O diretor Tarcísio Ramos Homem, que esteve à frente do grupo desde 2002, está se despedindo da ASSEMP para

A atual formação do grupo: Deuziana Santos, Guadalupe Oliveira, Maria José Dias, Domingos Mancini, Maria José Itaborahy, Luís Manoel e Léa Augusta

alçar novos voos. Por isso, motivos não faltaram para muitas lágrimas e aplausos. O espaço foi tomado por convidados, amigos, funcionários, membros da diretoria e ex-integrantes do grupo, que puderam

se deliciar com a peça. Ao final do espetáculo, foi prestada justa homenagem a todos os associados que participaram do Grupo de Teatro da ASSEMP e os convidados puderam desfrutar de um animado coquetel.

O presidente Angelo Flores também fez questão de prestar sua homenagem aos dez anos do grupo de teatro

Ex-integrantes do gr ocuparam a primeira apresentação...

História do Grupo de Teatro é recontada pelas montagens feitas ao longo

10 ANOS de Magia 2001 Batucada de bamba*

2002 Ainda me lembro

2004 Perfume de Gardênia

2006 O vestido

2007 A ilha desconhecida

* A peça Batucada de Bamba foi dirigida por Ilder Miranda. No ano seguinte, a direção do grupo foi assumida por Tarcísio Ramos Homem.

noticiaUrgente_208.indd 8

05/07/2011 18:33:50


Julho de 2011 I Edição 208

9

ATORES que fizeram parte do teatro Celina Baptista, Corina Célia, Deuziana Santos, Domingos Mancini, Guadalupe Oliveira, Íris Anísia, Laudici Ferreira, Léa Augusta, Luís Manoel, Madalena Coelho, Maria Geralda, Maria José Dias, Maria José Itaborahy, Maria José Noronha, Neide Bibiano, Néria Barbosa, Odete Soalheiro, Salomé Campos, Wilma Silva e Zaíra Márcia.

grantes do grupo m a primeira fila da tação...

... e também foram homenageadas ao fim do espetáculo, em momento de grande comoção

O diretor Tarcísio Ramos Homem, que coordenou o grupo por nove anos e agora assume cadeira no curso de Teatro da UFMG

Um animado brinde marcou a celebração dos dez anos de existência do Grupo de Teatro da ASSEMP

ao longo de uma década

2009 O beijo do mar

ecida

2011

2010 Exercícios para o riso

Canto e Costura

Fotos: Guto Muniz, Glaucia Rodrigues, Líbia Tavares e Acervo ASSEMP

noticiaUrgente_208.indd 9

05/07/2011 18:33:54


10

Julho de 2011 I Edição 208

Tempo máximo para marcar consulta será de 14 dias úteis a partir de setembro

MAIS GARANTIAS para usuários de planos de saúde A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou no dia 20 de junho Normativa que garante ao beneficiário de plano de saúde o atendimento com

previsão de prazos máximos. O principal objetivo é garantir que o beneficiário tenha acesso a tudo o que contratou e também estimular as

operadoras de planos de saúde a promover a contratação de prestadores de serviços nos municípios que fazem parte de sua área de cobertura. A norma,

porém, não garante que o paciente seja atendido por seu médico de preferência, pois a ANS não pode interferir na capacidade de atendimento dos pres-

Procedimentos e Serviços

tadores. Além da garantia dos serviços contratados, as operadoras deverão obedecer aos tempos máximos previstos:

Prazo para Atendimento

Consulta básica (pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia) Consulta nas demais especialidades médicas Consulta com fonoaudiólogo, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta e terapeuta ocupacional Procedimentos de alta complexidade Urgência e emergência Consulta de retorno

até 7 dias úteis até 14 dias úteis até 10 dias úteis até 21 dias úteis imediato a critério do profissional responsável pelo atendimento

Mais dois sócios da ASSEMP se destacam no meio literário

Associados LANÇAM LIVROS A servidora aposentada Tiana Leal lança, no dia 6 de agosto, sua obra “Para nunca mais esquecer – fragmentos de uma vida”. O lançamento será na Livraria Mineiriana, às 11h. Tiana é farmacêutica, com especialização em saúde pública. Trabalhou por 25 anos na Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte. Informações pelo telefone 3223-8092.

“O Louco da Praça Tiradentes e outros poemas” é um convite ao leitor para um bate-papo, circunspeto e às vezes descontraído, que oscila entre o lúdico, o romântico e sobre temas mais sérios. O autor é José Maria Theodoro, professor da rede municipal e mestre em Linguística e Língua Portuguesa. Para adquirir o livro os interessados podem contatá-lo pelo 34622270 ou theodoro_4@yahoo. com.br.

Facilitador de RPA participa de curso internacional de Pilates clínico

Profissionais em constante aperfeiçoamento O fisioterapeuta e facilitador da ASSEMP Henrique Raphael Leite, que dá aulas de Reeducação Postural e Alongamento, participou no mês de junho do curso de Pilates Clínico, ministrado pela organização internacional APPI, da Austrália. O

noticiaUrgente_208.indd 10

curso teve duração de quatro dias e foi voltado para práticas de combate a dor, ideal para aplicação em pacientes com idade mais avançada. “Foram repassadas 29 técnicas de Pilates solo, que com as variações podem chegar a 90 exercícios. O

aprendizado servirá para melhorar a qualidade do atendimento oferecido na Associação”, explicou. O fato de 80% da aula de RPA ser baseada em exercícios de Pilates também ressalta a importância do curso.

05/07/2011 18:33:55


11

Julho de 2011 I Edição 208

Quem ainda não tem, basta retirar o documento no setor de atendimento

Já pegou sua CARTEIRINHA DA ASSEMP? A partir de agosto, a apresentação da carteirinha da ASSEMP será obrigatória em todos os setores de atendi-

mento da Associação. A medida garante mais segurança ao sócio e permite um maior controle dos processos in-

ternos. É a carteirinha, também, que garante os descontos e benefícios nas empresas conveniadas. Por isso, se

você ainda não tem a sua, solicite-a o quanto antes. B a s t a passar na

rua da Bahia, 1033 – 4º andar.

Informações pelo telefone 3237-5000 ou pelo e-mail assemp@assemp.org.br.

Clínica Jorge Machado Caram oferece descontos aos associados em tratamentos de distúrbios do sono

Por um SONO TRANQUILO A ASSEMP se preocupa sempre com a saúde de seus associados e, para tanto, mantém convênios com diversas clínicas e profissionais. A Clínica Jorge Machado Caram, que trata de distúrbios do sono, oferece aos associados benefícios no tratamento do ronco, síndrome da apneia obstrutiva do

sono e bruxismo (comportamento que consiste em ranger os dentes, principalmente quando se está dormindo). De acordo com o ortodontista e proprietário da clínica, Jorge Caram, os descontos são de 50% na consulta e de 25% no tratamento sobre o valor de tabela da clínica.

Apesar de a síndrome da apneia obstrutiva ser um problema de saúde que afeta a qualidade do sono dos pacientes, Jorge adverte para problemas mais graves. “Distúrbios cardiovasculares como derrame e infarto também podem ser desencadeados pela apneia”, alerta.

Serviço A Clínica Jorge Machado Caram fica na rua Rodrigues Caldas, 726, sala 809, bairro Santo Agostinho. Para marcar uma consulta, entre em contato pelo 3275-2358 ou 3291-9538.

Espaço com acervo especializado possibilita que conhecimentos acerca do tema sejam compartilhados

MEIO AMBIENTE em foco Interessados em realizar pesquisas referentes ao meio ambiente já têm um lugar destinado a eles na capital mineira. O grupo de Gerência de Educação Ambiental (GEEDA) é o gestor do projeto Ecoteca, uma biblioteca que disponibiliza livros e vídeos relacionados exclusivamente ao meio ambiente. A equipe que cuida do

noticiaUrgente_208.indd 11

espaço é formada por quatro bibliotecárias: Nilza Cendon, Rosângela Guimarães, Wânia Resende e Karina Vasconcelos, que é também socióloga. Diariamente, o espaço recebe visitas de alunos de escolas e universidades, professores, técnicos em meio ambiente e de participantes das atividades que o GEEDA oferece.

“A Ecoteca realiza, também, um projeto itinerante, em que parte do acervo é levado até as escolas”, conta Wânia. A Ecoteca funciona na própria Secretaria Municipal do Meio Ambiente, na avenida Afonso Pena, 4000, no 7º andar. O telefone de contato é: 3277-5194. O e-mail é ecoteca@pbh.com.br.

05/07/2011 18:33:57


12

Julho de 2011 I Edição 208

Setor será realocado no terceiro andar do prédio-sede, que passa por reformas

Jurídico terá NOVO ESPAÇO em breve Continuam em bom ritmo as obras de reforma do 3º andar do prédio-sede da ASSEMP, na rua da Bahia. Uma das destinações do novo espaço será abrigar o setor jurídico da Associação, que atualmente atende na rua Tupis. A nova área de trabalho contará com ampla recepção, diversas salas de atendimento e também para o trabalho dos estagiários. As melhorias, entretanto, não se restringem à infraestrutura física. Desde o fim de 2010, o Departamento Jurídico da ASSEMP conta com mais uma assistente

jurídica, apta a realizar um atendimento rápido e preliminar, prestando esclarecimentos imediatos sobre dúvidas jurídicas. Ao total, são sete advogados, consultores e estagiários preparados para analisar as demandas apresentadas pelos sócios. No site da ASSEMP (www.assemp.org.br) também é possível encontrar informações sobre as principais ações propostas pelo Departamento Jurídico, além da relação de documentos necessários para Entre em contato: 3222-8776 - consultoriajuridica@assemp.org.br ajuizamento.

Férias do Núcleo de Convivência da ASSEMP 18 de julho a 1 de agosto de 2011 13º andar: Cantina Terraço: funciona de 11h às 17h 10º andar: fechado 9º andar: funciona de 9h às 18h com um consultório de podologia e um de acupuntura 8º andar: fechado 6º andar: Refeitório e Café com Prosa: funcionam de 9h às 18h 4º e 5º andares: funcionamento normal, de 9h às 17h30 3º andar: em reforma Biblioteca: funcionamento normal, de 9h às 18h

O Núcleo de Convivência retorna com suas atividades no dia 2 de agosto (terça-feira).

noticiaUrgente_208.indd 12

05/07/2011 18:33:59


Julho de 2011 I Edição 208

13

Baile Junino não deixou ninguém parado no Terraço ASSEMP

Alavantú, anarriê! Para driblar o frio que vem chegando, nada melhor que se movimentar. Foi por isso que o Terraço ASSEMP ficou lotado mais uma vez para seu baile junino. A festa “São João, acende a fogueira do meu coração!” foi realizada no dia 18 de junho. Decoração e vestimentas típicas de festas juninas ajudaram a dar o clima do baile. O evento fechou a programação de bailes do primeiro semestre no Terraço. No período de 18 de julho a 1º de agosto, o Núcleo de Convivência estará em férias. Durante esse período, a Cantina do Terraço continuará aberta, de 11h às 17h.

Já conhece a sede da ASSEMP? Muitos sócios não conhecem os espaços da Associação na rua da Bahia, 1033. Se esse for o seu caso, venha tomar um café conosco (6º andar) ou desfrutar do espaço Terraço ASSEMP, que agora também conta com uma cantina (13º andar).

noticiaUrgente_208.indd 13

05/07/2011 18:34:25


14

Julho de 2011 I Edição 208

Tecendo Histórias

A recompensa de uma vida de justiça Durante 30 anos, Elizabeth Paraíso trabalhou pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, sempre atrelada à ideia de que seu papel era o de melhorar a vida das pessoas A trajetória profissional de Elizabeth Xavier Paraíso, de 71 anos, sempre foi marcada por sua veia questionadora. Contestadora por natureza, Elizabeth diz ter tido uma rotatividade muito grande nos órgãos municipais devido a essa sua inquietude com relação ao que julga injusto. A aposentada atuou como agente administrativa da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte e transitou por diferentes áreas: educação, saúde, assistência

Elizabeth em 1988, quando se candidatou a vereadora

social, infraestrutura. As constantes realocações, que aconteceram durante os 30 anos de serviço prestado à PBH, confirmam sua principal característica: a de não aceitar o que não acha correto. Tanto que a aposentada foi apelidada pelos colegas de “Rainha Cricri”. No desejo de ver o bem-estar da população, Elizabeth também já tentou adentrar no mundo da política. “Sempre fui muito justiceira. Isso incomodava algumas poucas pessoas, mas agradava a muitas outras, era o que me importava”. Sua candidatura à vereadora em Belo Horizonte em 1988 não vingou, mas ela não se arrepende. “Ter sido candidata alimentou a disputa saudável entre mim e os outros candidatos.”, relembra.

ocorria quando havia greve. Atualmente, a aposentada canaliza sua energia para cuidar da casa, onde mora com o marido Marcos Paraíso, ex-jogador de futebol e conhecido no mundo boleiro como Careca, com quem é casada há 43 anos. Ela também se ocupa dos três netos, filhos de Marcos e Marcília, seus dois

filhos. Hoje, ela diz se sentir amparada pela ASSEMP e utiliza muitos dos serviços oferecidos pela Associação. Ao fazer um retrospecto de sua carreira na PBH, Elizabeth se emociona. “Foi uma trajetória muito intensa. Construí fortes laços de amizade e custo a acreditar no quanto fiz. Valeu a pena”, finaliza.

As lutas

Com o marido, no dia de seu casamento, em 1967 (casal ao centro)

Comemoração de aniversário na PBH

noticiaUrgente_208.indd 14

reclamando da falta do material. Desde então, nunca mais faltou papel no setor onde trabalhava. Além dessa luta peculiar, a associada conta que sempre se posicionava em defesa dos seus colegas que sofriam desacato, mesmo quando o desentendimento acontecia em guichês de atendimento diferentes do seu. Assim também

Elizabeth recorda, aos risos, da chamada “batalha do papel higiênico”. Na ocasião, ela redigiu e protocolou um ofício destinado ao prefeito

Em família, celebrando os 60 anos

Com o marido (à esquerda), irmãs e cunhado

05/07/2011 18:34:32


15

Julho de 2011 I Edição 208 Atenção: a ASSEMP e o Notícia Urgente não se responsabilizam pelas informações dos anúncios. Proibida a veiculação de anúncios de pessoa jurídica. Anúncios longos serão editados (tamanho máximo: 4 linhas)

SOCIAL

CLASSIFICADOS

EXCURSÕES Julho: Campos do Jordão e Aparecida. Agosto: São João Del Rei / Resende Costa. Setembro: Vesperata em Diamantina. Outubro: Águas de Lindóia. IZONIA (IZA) GUIMARÃES 3412-8864 / 9225-8085

CARRO Vendo ou troco (por menor valor) carro Fox plus ano 2006/2007, cor prata. MÁRCIA MARQUES 3450-2621 / 9644-2116

EXCURSÕES Agosto: São João Del Rei / Tiradentes (Festival de Gastronomia) Setembro: Conservatória- RJ. Outubro: Ilha de Guriri-ES: 43km da praia de água limpa e morna. ANTONIA EUSTÁQUIA 3496-2952

Luiza Laura completou 4 anos no final de maio. Ela é sobrinha da sócia Geni Silva, que disse que a “dançarina” é meiga, alegre, inteligente e orgulho de toda família.

“Gabrielle Carolline é a luz que ilumina minha vida e a de todos que a cercam. Que você possa continuar iluminado o mundo, a fim de que Deus seja glorificado através de você. Parabéns da Tia Edna!”

Esta é Iara Indra, netinha da associada Maria José (Marjô). A pequena é o orgulho da vovó e fez dois aninhos em 27 de junho. Parabéns!

EXCURSÕES Julho: São Lourenço e Caxambu com festa junina. Agosto: Caldas Novas (Hotel Hot Springs). Setembro: Festa das Rosas em Holambra. Tudo com café, almoço e jantar. WANDA JAPOLINO AURICHIO 3466-2621 / 9617-1147

LIVRO “Textos e Contextos Através dos Tempos”. Obra de Isidro Passos e Roberto Dornas, com as principais obras e estilos de época da literatura brasileira. Preço: R$ 55 ISIDRO PASSOS 3444-8089 EXCURSÕES Feriado 15 de agosto: Poços de Caldas (R$360. Setembro: Holambra, Festa das Flores Hotel 4 estrelas (R$560). Semana da Criança em Paraty-RJ. LUCI COSTA 3456-6653 / 9989-5253

Natália (de verde) e Mirella são sobrinhas de José Almir, funcionário da ASSEMP. Ambas fazem aniversário neste mês de julho. A elas, muitas felicidades!

CENTRO AUTOMOTIVO Centro Automotivo Dom Henrique: mecânica, lanternagem, elétrica de autos, pintura e instalação de som e acessórios. Aceita-se cartão de crédito. MARION DO ROSÁRIO 3483-7326 / 9629-9404

Carlos Gustavo, de sete meses, é filho da servidora Patrícia Fernandes e André Pena. Em visita à ASSEMP, o pequeno chamou a atenção de todos por expressar extrema felicidade.

TRATAMENTO TERAPÊUTICO Alívio de dores musculares, drenagem linfática, limpeza de pele, aurículo acupuntura e muito mais. SÔNIA SOUZA 3082-5702

VENDE-SE Vende-se máquina Singer de corte de tecido. MARINA SANTOS 3462-0652 CORTINAS E PERSIANAS Cortinas e persianas com variedade de tecidos de bom gosto e ótima qualidade. Preços especiais para sócios da ASSEMP. Bernardo Guimarães, 1875 – Lourdes. LUIZ RAFAEL 3646-7868 / 9901-7868 RESTAURAÇÃO Restauração e colorização de fotografias antigas. Do baú para o porta retrato em grande estilo! Tabela especial para associados ASSEMP. SYLLAS 8671-9521

Nosso Adeus Waldir de Almeida Ribas (sentado), tinha 83 anos e faleceu em 3 de junho. Deixa a esposa Elena, um filho e dois netos. O servidor era médico pediatra, foi diretor na Secretaria Municipal de Saúde, fundador do berçário no HOB e fundador da Academia Mineira de Pediatria.

noticiaUrgente_208.indd 15

Carta do Leitor Quero parabenizar a ASSEMP por cumprir seu papel de entidade de classe em todas as nuances que se poderia esperar, sobretudo na oferta dos serviços vitais para nós, servidores municipais. Exemplo disso é o setor jurídico da entidade. Desde 1995, o servidor municipal, que era impedido de lutar por seus direitos, passou a contar com um corpo de advogados competentes e aptos a nos defender junto às instâncias do direito de Belo Horizonte. Um outro fator muito positivo neste atendimento é a gratuidade de tal serviço. Sabemos que os honorários advocatícios não são baratos e, na ASSEMP, não temos nenhum valor a pagar, exceto aqueles impetrados pela própria justiça. Pago, com orgulho, a minha pequena mensalidade de R$ 19. Sei que com ela tenho direito a usufruir do jurídico e de todos os outros serviços e produtos disponíveis aos associados. Agradeço a todos os dirigentes da ASSEMP por tantos benefícios e, mais uma vez, parabenizo pelo excelente trabalho prestado a todos os servidores municipais. Mauro Silva de Oliveira - sócio

05/07/2011 18:34:35


16

Julho de 2011 I Edição 208

CAÇA-PALAVRAS

TORTO

No dia 25 de julho é comemorado o Dia do Escritor. Encontre no diagrama o nome de alguns dos maiores expoentes da literatura brasileira: MACHADO DE ASSIS - JOSÉ DE ALENCAR - GUIMARÃES ROSA - ÉRICO VERÍSSIMO - NELSON RODRIGUES - RUBEM FONSECA FERNANDO SABINO - JOSÉ LINS DO REGO

O objetivo é formar o maior número de palavras (com 4 letras ou mais) a partir do diagrama. Vale ligar letras adjacentes em qualquer sentido, mas não vale usar duas vezes a mesma letra.

Para uso dos correios

Associação dos Servidores Municipais da Prefeitura de Belo Horizonte Rua da Bahia, 1033 – 4º andar / Centro – Belo Horizonte Acesse esta e as outras edições do jornal no www.assemp.org.br

noticiaUrgente_208.indd 16

05/07/2011 18:34:38


Notícia Urgente - Ed 208