Issuu on Google+

Produção e Edição: Luiz Carlos Dias - email: lcdias@lcdias.com.br

Ano I - Nº 25 - 01 junho 2012

DÓLAR ROTÁRIO para o mês de junho de 2012: R$2,00 INFORMATIVOS ANTERIORES Para ler os Informativos anteriores, acesse aqui. SITES DE INTERESSE Rotary International Fundação Rotária Plano Visão de Futuro Programas da FR Sobre o PolioPlus Fundos da FR Formas de Doar Reconhecimentos da FR Acesso ao Portal de RI Distrito 4570 Revista Brasil Rotário MUDANÇAS NOS PONTOS DE RECONHECIMENTO O doador não precisa mais ser Companheiro Paul Harris para receber os pontos de reconhecimento da Fundação. Os pontos de reconhecimento são outorgados a doadores que contribuem ao Fundo Anual, Pólio Plus ou como parceiro de projeto financiado por um subsídio da Fundação. Receba um ponto de reconhecimento para cada dólar americano contribuído. Saiba mais. PORTAL DE RI Atualize suas informações de contato no Portal A partir de 26 de junho, os rotarianos já podem atualizar suas informações de contato na seção Minha Conta, antigo Meu Perfil. Além disso, será possível alterar senhas e gerenciar assinaturas de newsletters.

Curadores aprovam Declarações de Propósito e Metas das Áreas de Enfoque Fonte: Notícias do Rotary International - 15 de maio de 2012

Em sua reunião de março, os curadores da Fundação Rotária aprovaram as Declarações de Propósito e Metas das Áreas de Enfoque, que entrarão em vigor em 1° de julho de 2012. Essas normas descrevem o propósito e as metas das áreas de enfoque, definem os critérios de elegibilidade e destacam elementos de um projeto bem-sucedido.

Learn.rotary.org Fonte: Rotary Training Talk

Aprenda mais sobre RI e Fundação Rotária em learn.rotary.org, site com cursos interativos sobre o Plano Estratégico e as áreas de enfoque. O aluno pode customizar seu perfil, acompanhar o progresso e imprimir certificados após conclusão de cursos. Cada curso tem sua própria comunidade on-line para os alunos interagirem entre si e com os moderadores. Para se inscrever nos cursos, faça o login pelo Acesso ao Portal e clique em "Recursos Didáticos".

Fundação Rotária: sua alternativa para o futuro Fonte: Brasil Rotário

Sempre que falamos sobre a Fundação Rotária, afirmamos que ela é o braço financeiro do Rotary International para viabilizar os projetos humanitários e educacionais que desenvolvemos nas comunidades onde atuamos. A esse conceito, podemos agregar um outro, também importante: a Fundação Rotária é a “agente poupança” do Rotary. Mas por quê? A resposta é simples: todas as contribuições que efetuamos para o Fundo Anual retornam após três anos para o nosso Fundo Distrital de Utilização Controlada dentro das regras pré-estabelecidas, ou seja: 50% retornam para definirmos sua distribuição em projetos elaborados pelos distritos e clubes; e os outros 50% vão para o Fundo Mundial para complementar subsídios e outros programas estabelecidos, garantindo suporte financeiro aos clubes solicitantes. Melhor planejamento Raciocinando dessa maneira, podemos realizar um planejamento quanto aos recursos que teremos após três anos de nossas contribuições, podendo elaborar projetos com antecedência – e um retorno financeiro não obtido por meio de nenhuma outra aplicação no mercado. É importante pensar que podemos obter até três vezes o valor poupado dentro das regras atuais. Vamos imaginar essa possibilidade. Vamos refletir sobre a inteligência desse processo da nossa Fundação Rotária. É um exercício impressionante. Com essas regras, não teríamos a propensão de efetuar projetos com urgência por conta dos prazos, o que nos leva a raciocinar praticamente apenas com o saldo momentâneo do Fundo Distrital de Utilização Controlada e não com os recursos garantidos pelas gestões anteriores. Dessa forma, faremos um melhor planejamento dos recursos originados pelo próprio distrito e por seus clubes, e poderemos analisar e diagnosticar melhor o que a comunidade realmente necessita, trabalhando de forma mais consciente sobre o princípio da sustentabilidade e da continuidade das ações que o projeto definir, atendendo o que preceitua o Plano Visão de Futuro, que entra em vigor em 1º de julho de 2013 para todos os distritos. Contem com nossa ajuda Nos dias 4 e 5 de abril, tivemos a felicidade de realizar em São Paulo o treinamento de nossa equipe zonal. Nós, coordenadores regionais, juntamente com nosso futuro coordenador regional para a Zona 22B, Celso Gonçalves Alves, do distrito 4410, bem como nossos coordenadores assistentes, estamos preparados para ajudar no suporte aos distritos em tudo que se refere à Fundação Rotária.


Learn.rotary.org Aprenda mais sobre RI e Fundação Rotária em learn.rotary.org, site com cursos interativos sobre o Plano Estratégico e as áreas de enfoque. O aluno pode customizar seu perfil, acompanhar o progresso e imprimir certificados após conclusão de cursos. Cada curso tem sua própria comunidade online para os alunos interagirem entre si e com os moderadores. Para se inscrever nos cursos, faça o login pelo Acesso ao Portal e clique em "Recursos Didáticos". CADASTRE-SE NO ROTARY DIRECT Agora ficou mais fácil fazer o bem. Cadastrese no Rotary Direct, o programa de doações periódicas da Fundação e selecione o valor, frequência (mensal, trimestral ou anual) e método de contribuição. O cadastro é feito através do sistema de contribuições on-line da Fundação, que atualmente aceita doações em 12 moedas.

RECEBA EM SEU EMAIL O BOLETIM PLANO VISÃO DE FUTURO Fique em dia com as últimas notícias da fase experimental do Plano Visão de Futuro inscrevendo-se para receber o Boletim Plano Visão de Futuro, gratuitamente. O boletim está disponível em inglês,

Solicitamos aos governadores 2012-13 e aos presidentes das Comissões Distritais da Fundação Rotária que nos enviem as datas previstas para seus Seminários Distritais da Fundação Rotária para que possamos, de comum acordo, ajustar a melhor agenda para podermos participar e dar nossa contribuição aos companheiros de seus clubes sobre todas as questões em curso, bem como sobre essa importante etapa de transição para o Plano Visão de Futuro. Nessa fase, teremos a importante ajuda do nosso ex-coordenador regional Altimar Fernandes, do distrito 4420, que, juntamente com outros 14 rotarianos de todo o mundo, foi escolhido pelo coordenador mundial do Rotary, Mark Daniel Maloney, para fazer parte de uma seleta equipe de conhecedores experientes desse novo modelo da Fundação para ajudar no treinamento dos governadores e presidentes das nossas comissões distritais e no lançamento global desses novos processos. Teremos uma equipe muito unida e uniforme, com treinamento especializado para ajudá-los nesse importante processo de mudança. Contem conosco. Lembrete importante Companheiro rotariano: não se esqueça da campanha Todos os Rotarianos, Todos os Anos. São apenas 100 dólares por ano. Precisamos da conscientização e da contribuição de todos para realizarmos nossos projetos em favor da humanidade – e todos terão reconhecimento por sua ajuda. Você já fez a sua parte? Acredite nessa ideia e dê o exemplo. A Fundação Rotária é sua. Você é o dono. Participe. * Os autores são Henrique Vasconcelos e José Carlos Carvalho, coordenadores regionais da Fundação Rotária para a Zona 22B, e para as Zonas 22A e 23A, respectivamente.

Estradas precárias não conseguem interromper a luta contra a malária Fonte: The Rotarian - maio de 2012

O clínico Michael W. Felz passou vários anos no final da década de 80 com sua esposa e filhos em Papua Nova Guiné servindo como missionário médico. “A malária estava se alastrando e havia muitas doenças severas", lembra Felz, associado do Rotary Club de Augusta-West, EUA. Desde 1997, o grupo Rotarianos em Ação pela Erradicação da Malária em Papua Nova Guiné (RAM-PNG) tem sido responsável pelo programa nacional de distribuição de mosquiteiros tratados com inseticida. Além de servirem de proteção física contra os insetos, os mosquiteiros combatem a malária, pois matam os mosquitos com o inseticida em que são impregnados. Em colaboração com o RAM-PNG e apoio financeiro de seu clube, em maio Felz e seu amigo, Andrew Pine, entregaram 900 mosquiteiros ao vilarejo de Mamuane em uma jornada épica que quase foi interrompida devido a uma estrada com condições extremamente precárias. “Estávamos completamente atolados - no meio do nada, no escuro, na chuva gelada, e com fardos de mosquiteiros que pesavam 45 quilos e que ninguém conseguiria carregar à pé naquela lama toda", diz Felz. Pine mandou uma mensagem a seu amigo Luke Wembi, diretor da escola Tunda Primary School, e o socorro chegou logo após o amanhecer - 80 alunos descalços que ajudaram a carregar os mosquiteiros embrulhados em plásticos. “Lá se foram eles, cada um carregando vários mosquiteiros - subindo ladeiras, contornando matagais, descendo vales e atravessando lamaçais - numa caminhada de duas horas até Mamuane." Em dezembro, Pine informou que o vilareja estava livre da malária.

Filantropista indiana doa mais US$1 milhão para a erradicação da pólio Por Dan Nixon - Notícias do Rotary International - 18 de maio de 2012

Rajashree Birla, do Grupo Aditya Birla, se comprometeu a doar mais US$1 milhão para os trabalhos de erradicação da pólio da Fundação Rotária. Birla, que é de Mumbai, anunciou a doação no dia 8 de maio no jantar da Sociedade Arch C. Klumph durante a Convenção do RI de 2012. Com esta contribução, ela já doou US$6,2 milhões para a campanha de erradicação da pólio da Fundação. O saudoso marido de Birla, Aditya, fez do Grupo Aditya Birla uma das empresas da lista Fortune 500 e uma das maiores da Índia. Hoje, seu filho Kumar Mangalam é o


francês, alemão, italiano, japonês, português, espanhol e sueco. Inscreva-se no link Boletim Plano Visão de Futuro.

O INFORMATIVO NO SEU EMAIL Tendo interesse em receber este Informativo por email, inscreva-se clicando aqui.

SUSTENTABILIDADE DE PROJETOS E ATIVIDADES O módulo de e-learning Sustentabilidade de Projetos e Atividades ressalta a importância da sustentabilidade em projetos, inclusive como garantir que isto ocorra. Consulte! APRESENTAÇÃO ATUALIZADA SOBRE O PLANO VISÃO DE FUTURO Utilize a apresentação atualizada em reuniões de clube, treinamentos do distrito ou para seu próprio conhecimento. POR QUE SE ASSOCIAR AO ROTARY? Talvez você tenha identificado uma necessidade em sua comunidade e esteja se perguntando como pode ajudar, ou queira transmitir seus conhecimentos a outras pessoas e fazer contatos com profissionais de sua área. Seja qual for a razão, associar-se ao Rotary pode ajudá-lo a alcançar seu objetivo. Veja o que estes rotarianos têm a dizer sobre a organização e como você pode se envolver e participar.

presidente do conselho e ela diretora da empresa. Leia mais aqui.

Trabalhando pela Paz Fonte: Rotary Club de Santos

Ao passo que o Rotary crescia, aumentava também o alcance de suas atividades. Durante a Primeira Guerra Mundial, o Rotary descobriu novas maneiras de servir, ou seja, por meio de arrecadações para trabalhos de assistência e auxílio em situações de emergência. Em 1917 o então presidente do RI Arch Klumph propôs o estabelecimento de um fundo de dotações, que em 1928 tornou-se a Fundação Rotária. A Fundação fez sua primeira doação humanitária (US$500) em 1930 à International Society for Crippled Children. Após a Segunda Guerra Mundial, muitos clubes que haviam sido desativados durante o conflito foram restabelecidos e deram início a novos projetos de prestação de serviços, que incluíam auxílio a refugiados e prisioneiros de guerra. A delegação do Rotary International, composta de quarenta e nove rotarianos, foi a maior entre todas as organizações não-governamentais na conferência de fundação das Nações Unidas, realizada em 1945 em São Francisco. Uma conferência patrocinada pelo Rotary em Londres, em 1943, serviu como inspiração para a criação da Organização para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), estabelecida pela ONU em 1946. A Fundação Rotária experimentou crescimento modesto até 1947, quando rotarianos fizeram doações significativas em memória de Paul Harris, falecido em janeiro de 1947. No mesmo ano, a Fundação inaugurava seu primeiro programa de bolsas de estudo, enviando 18 estudantes a 7 países diferentes. Atualmente, mais de 1.300 estudantes viajam ao exterior como bolsistas do Rotary a cada ano. Dois dos programas do Rotary para jovens, o Rotaract e o Interact, foram criados durante a turbulenta década dos anos 60. Interact Clubs (para jovens de 14 a 18 anos de idade) e Rotaract Clubs (para pessoas de 18 a 30 anos) funcionam sob a supervisão e liderança de seus Rotary Clubs patrocinadores e dão aos jovens a oportunidade de prestar serviços à comunidade além de desenvolver sua capacidade de liderança e promover paz e compreensão mundial. Prestar serviços aos jovens continua a ser uma importante ênfase do Rotary.

Tenente Portela - Rotary recebe intercambistas dos EUA e Canadá Fonte: Fonte Popular- Tenente Portela – RS

A Família Rotária de Tenente Portela recebeu a visita dos integrantes do Intercâmbio de Grupo de Estudos (IGE) na quarta-feira, 16 de maio. Do Canadá vieram Jelaine Foster e Meaghan Moore e dos Estados Unidos da América Amy Lawrence, Steven Davis e Angela Hintz, que são rotarianos da cidade de Buffalo, Estado de Nova Iorque. O IGE é um intercâmbio promovido pelo Rotary International através da Fundação Rotária, que anualmente possibilita que centenas de pessoas visitem outros países, num período de 30 dias, para estudo e troca de conhecimento e experiências. Este grupo pertence ao Distrito 7090 do Rotary, que abrange parte do Estado de Nova Iorque, EUA, e da província de Ontário, Canadá, onde ficam as Cataratas do Niágara, e está desde o início do mês visitando várias cidades da região pertencentes ao Distrito 4660, que teve seus integrantes visitando o distrito D-7090, em outubro do ano passado. Na visita a Tenente Portela os intercambistas foram recepcionados por rotarianos de Portela e Palmitinho para um almoço. Em seguida, foi feita uma visita ao Salto Yucumã. Na noite os rotarianos e esposas, rotaractianos e interactianos participaram de um jantar de integração com os visitantes, que fizeram uma apresentação de suas vidas, profissões e do local onde cada um reside e trabalha. Presentes no jantar, Helmut e Ingrid Ottman, casal de alemães que há 15 anos viaja pelo mundo a bordo de um caminhão e estavam visitando o Salto Yucumã.

Desafio Rotary contra a Pólio Fonte: Distrito 9650 – Áustria

Em 2010, o Presidente de Rotary International Ray Klinginsmith, o primeiro bolsista de Rotary a servir como Presidente desafiou todos os ex-bolsistas da Fundação a contribuir com US$1 milhão para o desafio de US200 milhões ao Rotary provocado pela Fundação Bill e Melinda Gates. Desde então, ex-participantes de programas da


Fundação levantaram com sucesso US$836,629. Você e seus companheiros ex-alunos estão perto de completar esse desafio. Por favor, ajude doando em www.rotary.org/endpolio. Em Janeiro, Rotary International cumpriu o desafio de milhão US200 milhões. Embora esta seja uma conquista fenomenal, é apenas uma etapa do projeto. O verdadeiro desafio do Rotary é a certificação de erradicação da pólio - três anos sem um caso de poliomielite em qualquer lugar. Estamos muito perto de erradicar a pólio para sempre. Hoje, a Índia agora é classificada como um país não é endêmico; no entanto, a pólio é uma doença contagiosa e obstinada e não quebrar o ciclo de transmissão da pólio pode levar a ressurgência. A pólio ainda é endêmica na Nigéria, Afeganistão e Paquistão e tem restabelecido a transmissão em Angola, Chade e na República Democrática do Congo. O custo anual para os esforços de erradicação da pólio globalmente alcançam US800 milhões. Para os anos de calendário de 2012-2013, existe uma lacuna de financiamento da ordem de US1,090 bilhões. O Rotary necessita do apoio dos seus bolsistas da Fundação para ajudar a fechar esta lacuna de financiamento. Cada US$60 doados para o desafio do Rotary Polio vai imunizar 100 crianças contra a pólio. Atingir o objetivo dos ex-bolsistas US$1 milhão poderá imunizar mais de 1,6 milhões de crianças.

Fundação Rotária investe no Amor de Mãe Fonte: Distrito 4510

A Fundação Rotária, do Rotary International, através do Rotary Club de Marília Pioneiro do Distrito 4510 de RI, juntamente com o Rotary Club de Cary e Rotary Club de Fuquay-Varina, do D7710 de RI, está investindo US$ 17.284,00 (R$ 31.276,80) na compra de equipamentos para a instalação de uma padaria semi-profissional, máquinas de costura, refeitório, som e armários, para a entidade Amor de Mãe, na cidade de Marília/SP, que cuida de meninas que se tornam mães precocemente e que não tem onde deixar e cuidar dos filhos. “O projeto é mais amplo, com a preocupação de sustentabilidade destas meninas, que aprendem uma profissão e recebem um valor para ajudar no orçamento familiar”, disse a presidente do Rotary Club de Marília Pioneiro, a advogada Angela Cecília Giovanetti Teixeira, que esteve ao lado de outros associados do clube rotário mariliense fazendo a entrega dos equipamentos adquiridos. Na Padaria Artesanal as mãe aprendem num trabalho em conjunto com a unidade do Serviço Social da Indústria (Sesi), a produzirem pães dos mais variados sabores em que comercializam de forma direta, conseguindo uma pequena receita com o aprendizado e trabalho. As oito máquinas de costura adquiridas pela Fundação Rotária somarão as já existentes em que as mães assistidas costuram para uma empresa já definida que paga pelo serviço executado. “Além disso, os equipamentos de som, armários e de refeitório são diretamente para as crianças que ficam na entidade enquanto as mães aprendem e trabalham”, explicou a advogada Gisele Maldonado, associada do Rotary Club de Marília Pioneiro. Leia mais aqui.

A ABTRF depende de nós para mudar vidas Apoiando a Associação o rotariano ajuda o próximo Fonte: Brasil Rotário

“Fazer o bem no mundo” é muito mais do que um lema, é uma meta, uma missão e expressa claramente o motivo de estarmos no Rotary, de permanecermos compromissados com a pessoa humana e com a melhoria das condições de vida. Nesse sentido, o Rotary tem sido muito bem-sucedido ao longo dos anos. No entanto, como o mundo está mudando, percebemos que devemos mudar também. Precisamos aprimorar a nossa visão, nossas atitudes e usar todas as ferramentas ao nosso alcance para fazer mais e melhor. Para isso, necessitamos de mais recursos humanos, financeiros e parcerias estratégicas. Não dá mais para pensar em contar apenas com o 1,2 milhão de rotarianos, é preciso mais. É necessário buscar outras pessoas e outras organizações para desenvolver e expandir o nosso trabalho e causar maior impacto nos resultados. A razão de ser da ABTRF A Associação Brasileira da The Rotary Foundation, simplesmente falando, ABTRF, é uma feliz iniciativa que viabiliza e amplia a perspectiva de prestação de serviços pelos clubes e distritos brasileiros, particularmente por meio de projetos financiados por subsídios da Fundação Rotária. É uma entidade que permite o recebimento de doações de pessoas jurídicas brasileiras para a Fundação Rotária. Ela foi criada para oferecer um caminho e possibilitar benefícios às empresas que contribuam com a nossa Fundação. Com a ABTRF, temos em nossas mãos uma valiosa ferramenta que produzirá os efeitos desejados se for utilizada pelos rotarianos. Agora, mais do que nunca, precisamos do seu apoio na promoção da ABTRF e dos seus programas, porque o sucesso do trabalho do Rotary depende das pessoas que o compõem. Por que apoiar a ABTRF Como rotarianos, nos recusamos a cair na armadilha da indiferença. Cada um de nós se juntou ao Rotary porque quer ajudar o próximo, demonstrando interesse e expressando sinceridade e amor. Todos nós queremos que o maior número possível de pessoas reconheça no rotariano alguém que se importa com o próximo. Nosso desempenho será avaliado pelo número de pessoas que ajudamos cujas vidas foram transformadas pelo simples fato de terem acesso a assistência médica, água limpa, comida, educação e por terem ficado livres do vírus da pólio. Esta é a realidade básica e inevitável do Rotary – o privilégio imenso de ajudar a mudar a vida das pessoas para melhor. Você pode fazer a sua parte apoiando a ABTRF. Como apoiar a ABTRF Aumente seu apoio à ABTRF, divulgando-a no meio empresarial e ajudando nossos companheiros a compreenderem que a ABTRF é nossa e, por esta razão, devemos promover e contribuir especialmente por meio


dos programas Empresa Cidadã e Seguro Solidário. - Empresa Cidadã O apoio de pessoas jurídicas a projetos humanitários demonstra responsabilidade social e respeito à vida. A imagem das empresas socialmente saudáveis é mais bem aceita por clientes, fornecedores, acionistas e o público em geral. Hoje em dia as pessoas não apenas se juntam a organizações – elas se juntam a uma causa. O futuro de muitas organizações está na cooperação com outras entidades e o Rotary não pode ficar de fora. Para tanto, precisamos estabelecer parcerias e o programa Empresa Cidadã é um instrumento eficaz nesse propósito. Empresa Cidadã é um programa de contribuições de pessoa jurídica para a ABTRF por meio de compromisso firmado entre a empresa e um Rotary Club ou distrito para contribuições mensais nunca inferiores a 200 reais. Vigora por um período mínimo de 12 meses, prorrogável automaticamente, e a critério das partes. Os recursos arrecadados são aplicados em projetos humanitários implementados por clubes e distritos. Você pode apoiar esse programa da ABTRF participando por meio da sua pessoa jurídica e também contatando empresas da sua comunidade para essa importante parceria. - Seguro Solidário É um convênio com as seguradoras Porto Seguro, Itaú e Azul, no qual 5% do valor do prêmio são repassados à Fundação Rotária. Isso mesmo, você contribui para projetos humanitários destinando 5% do valor do prêmio líquido das suas apólices e de seus familiares. Estas doações são feitas a partir dos seguros de veículos de rotarianos, de seus cônjuges, ascendentes e descendentes contratados com as referidas seguradoras, sem nenhum custo adicional. Vale para apólices vigentes e retroativas para seguros efetuados até 11 meses anteriores. Verifique se seu seguro foi feito com uma dessas seguradoras e comunique logo para efetivar a doação. Envie uma mensagem para o seguinte endereço eletrônico: rotary.convenio@portoseguro.com.br. Quando você ou seus parentes forem contratar ou renovar o seguro do automóvel, não se esqueça de cotar preços com a Porto Seguro, Itaú e Azul. Efetivando com uma delas, informe por e-mail. Estas estratégias de captação de recursos são extremamente importantes para a ampliação e expansão dos valiosos serviços humanitários prestados pelos Rotary Clubs brasileiros, com patrocínio da Fundação Rotária. Existem ainda outras maneiras de contribuir por meio da ABTRF. Entre no site www.abtrf.org.br e saiba mais. Vamos todos participar, contribuir e apoiar. Lembre-se: a ABTRF é nossa, é uma ferramenta em nossas mãos que necessita ser usada para produzir bom resultado. Depende de nós! O autor é Hugo Dórea, governador 2010-11 do distrito 4390, assessor da ABTRF para a Região Nordeste e associado ao Rotary Club de Feira de Santana, BA.

Rotarianos celebram marcos contra a pólio

Os rotarianos celebraram dois marcos importantíssimos na cruzada da organização contra a poliomielite com um show de laser na Convenção de 2012 em Bangcoc. Na terceira sessão plenária, que foi transmitida ao vivo por webcast, os rotarianos foram elogiados pela superação do Desafio 200 Milhões de Dólares do Rotary, lançado para equiparar parte da doação de $355 milhões feita pela Fundação Bill e Melinda Gates. Também foi celebrada a remoção da Índia em fevereiro da lista de países endêmicos da pólio, que agora ficou restrita a somente três países. “O trabalho não está completo, pois a pólio ainda não foi erradicada”, ressaltou John F. Germ, presidente da Comissão do Desafio do Rotary. “Os clubes estão planejando campanhas de arrecadação de fundos para os próximos anos.” Germ anunciou que até 4 de maio havia sido arrecadado $215,7 milhões ao Desafio, que termina em junho. Contudo, com a Iniciativa Global de Erradicação da Pólio enfrentando o problema de falta de verbas a partir de 2012, é de suma importância que os clubes e distritos continuem pensando em maneiras criativas de arrecadar fundos para a erradicação da pólio. (Assista ao vídeo da terceira plenária .) Emergência em saúde pública Segundo Bruce Aylward, diretor-geral-adjunto da OMS para casos de emergência, colaboração entre países e pólio, a remoção da Índia da lista de países endêmicos da poliomielite é talvez “o marco mais importante até hoje na longa jornada à erradicação”. Surtos de pólio na Nigéria, Paquistão, Afeganistão e mais recentemente na China, Congo e Tajiquistão serviram de alerta sobre a importância de se eliminar a doença de uma vez por todas. Ele mencionou que 192 ministros da saúde irão se reunir na semana que vem para declarar que a pólio é uma emergência em saúde pública. Prêmio por Serviços à Humanidade O ex-bolsista da Fundação, John Skerrit, recebeu o Prêmio por Serviços à Humanidade de 2011-12 das mãos do chair do Conselho de Curadores, William (Bill) Boyd. “As bolsas do Rotary propagam compreensão internacional”, disse Skerritt. Leia mais . Bill Boyd comentou sobre a diferença que a Fundação faz diariamente. Leia o discurso de Bill Boyd (em inglês). Amanda Martin, que estudou no Centro Rotary pela Paz da Chulalongkorn University em Bangcoc, disse que seu trabalho como coordenadora de saúde pública e professora em um campo de refugiados na fronteira da Tailândia e Myanmar é recompensador. “O Rotary fez uma grande diferença em minha vida e eu em troca consigo fazer algo bom para meus estudantes e as diversas pessoas carentes às quais servimos”, disse Martin. ADR - Associação Distrital de Rotary - Distrito 4570 de Rotary International Rua do Mercado, 34 - Sala 1601- CEP 20010-120 Tel.: 21-2233-1305 / 2203-2823 / 2203-2824 Site: http://www.rotary4570.org.br - Email: adr@rotary4570.org.br Produção e Edição: Luiz Carlos Dias - lcdias@lcdias.com.br


Infomativo sobre a Fundação Rotária N° 25