Page 1

governo do estado de minas geraiS secretaria do estado de cultura instituto estadual do patrimônio histórico e artístico de minas gerais

belo horizonte Junho de 2008 ano 02 | nº 09

Inventário do Cemitério do Bonfim revela riqueza de elementos decorativos em túmulos imponentes e grandiosos ________ página 03

Esculturas colocadas nas sepulturas revelam evolução de estilos ao longo das décadas

PEQUENOS OLHARES SOBRE O PATRIMÔNIO Você conhece?

Entrevista: presidente da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais fala sobre políticas culturais ________ páginas 06

Mutirão recupera Antiga Estação da Estrada de Ferro GoiásAraguari e desperta nova consciência na comunidade ________ página 09

Fachada lateral do prédio recuperado

________ confira na página 08


02

Tombamentos em estudo

Editorial Bem Informado compartilha ações de preservação |

ÉmuitogratificanteveroBemInformadoemsuanova

formatação e circulando para todos os municípios, conselhosdeliberativoseoutrosdestinatários.Tratase, sem dúvida, de um canal especial para o IEPHA/ MG levar à sociedade informações consistentes relacionadas às diversidades de nosso vasto patrimônio cultural e às ações que instâncias de governoseainiciativaprivadavêmdesenvolvendo.

Na������ reuniãodoConselhoEstadualdoPatrimônioCultural–CONEP–,em7demaio,foram

apresentadasaspropostasdetombamentodefinitivodaCasadeWenceslauBraz,emItajubá; eemAraguari,doConjuntoPaisagísticoeArquitetônicodaAntigaEstaçãodaEstradadeFerro Goiás-Araguari;edetombamentoprovisóriodaSerradaCalçada,naRegiãoMetropolitanade BeloHorizonte.ApresidentedoCONEP,secretáriadeCultura,EleonoraSantaRosa,designou comorelatoresosconselheirosAdalgisaCampos,daAnpuh,paraaCasaWenceslauBraz, MariaInêsTrajano,doIphan,paraaAntigaEstaçăodeAraguari,eLeonardoCastriota,doIAB, paraaSerradaCalçada,queapresentarăoseusrelatóriosnapróximareuniãodoconselho, ainda este mês. (Leia mais sobre a antiga Estação de Araguari na pág.09)

Pessoalmentegosteimuitodoresultado.Sério,bem paginadoedinâmicoemsuaapresentação,oquejá podeserapreendidoemfunçãodapropostagráfica de alternar as cores básicas em cada número. A sua aceitação externa é muito salutar para o IEPHA/ MG, pois permite compartilhar ações em prol da preservação com a sociedade. Neste número, além de agradáveis e educativas inserções acerca de bens culturais, iconografia, pequenosolharesetextosinformativos,temosuma entrevista com o presidente da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais, prefeito de SantaBárbara,AntônioEduardoMartins,quenosfala sobrearesponsabilidadedoadministradormunicipal em sintonia com a preservação, desenvolvimento sustentável,adequaçõesaomomentocontemporâneo ebuscademaiorfruiçãodosbensculturaisportodos os segmentos sociais. O texto do funcionário do IEPHA/MG, engenheiro Fernando Castro Veado, que, embora jovem, é o únicorepresentantedomomentoinicialdoInstituto ainda na casa, nos desperta a curiosidade para sua dissertação de mestrado, com a especificidade de consolidar o conhecimento a respeito da arte de edificar. Que sua determinação em pesquisar e repassaroconhecimentosirvadeincentivoaoutros profissionais, não só deste Instituto, mas a todos aqueles que dedicam sua carreira à preservação de nosso patrimônio. Não há dúvida de que será uma importante obra de referência para todos. Para finalizar, deixo um pensamento para reflexão, de Lewis Munfort, que Nascimento Júnior, diretor de Museus e Centros Culturais do Iphan, nos avivou em artigo publicado na Folha de São Paulo:“Os conservadores são pessimistas quanto ao futuro e otimistas quanto ao passado”.

Carlos Roberto Noronha Vice-presidente

Casa de Wenceslau Braz

Expediente GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS Governador: Aécio Neves Vice-governador: Antônio Augusto Anastasia SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA Secretária: Eleonora Santa Rosa Secretário Adjunto: Marcelo Braga de Freitas INSTITUTO ESTADUAL DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO DE MINAS GERAIS Presidente: Liana Portilho Vice-presidente: Carlos Roberto Noronha Diretor de Conservação e Restauração: Renato César J. de Souza Diretora de Planejamento, Gestão e Finanças: Mônica S. Grosso Avelino Diretora de Proteção e Memória: Maria Marta Martins de Araújo Diretor de Promoção: Carlos Henrique Rangel BEM INFORMADO - INFORMATIVO DO IEPHA/MG Assessoria de Comunicação Edição e textos: Beatriz Teixeira de Salles (MG 03802JP) Textos: Érika Santos (MG 012987JP), LudymilaToledo (MG 11656JP) e Sandra Ribeiro Araújo (MG 4577) Projeto Gráfico: Litro Comunicação Diagramação: Christiane Bolda Lazzarotti / Daniella Nascimento de Melo Jardim Revisão: Pedro Souza Pinto Fotos: Izabel Chumbinho ImpressãoempapelReciclato90g/m³-Tiragem:2.500exemplares-Periodicidade:mensal-Distribuiçãogratuitae dirigida - É permitida a reprodução total ou parcial de textos e fotos, desde que citados o autor e a fonte.

Praça da Liberdade, s/nº - 4º andar | CEP: 30140-010 Belo Horizonte - MG Tel: 31 3235.2800 | Fax: 31 3235.2858 | www.iepha.mg.gov.br Envie sua sugestăo para: jornal@iepha.mg.gov.br


MAIO de 2008

03

Cemitério do Bonfim é museu a céu aberto

Desdemarçoeatémeadosdeagostodesteano,técnicosdoIEPHAestarão

fotografando,medindoelocalizandotúmulosdiversosnoCemitériodoNosso SenhordoBonfim,emBeloHorizonte.Aidentificaçãodoacervofazpartedo trabalhodeinventáriodetodooentornodasededonecrotério,queétombada pelo Estado desde 1977. Oinventáriodostúmuloséumaimportanteformaderegistro,umavezque grandepartedelestemobrasdearteaplicadaourepresentaalgumtipode memóriahistóricadacapitalmineira.DeacordocomohistoriadordoIEPHA, LuisGustavoMolinari,oinventáriotornaperenesinformaçõesquepoderiam seperdercomotempo:“Essestúmulossãoparticularese,apesardepouco provável,osproprietáriospodemmodificá-losouretirá-los,quandoecomo quiserem.Alémdisso,hásempreapossibilidadededeterioraçãodaspeçaspelo tempoouporaçõesdevandalismoouroubo.Oinventáriotorna-seformade acessopereneparapesquisaetambémdiretrizparaintervençõesfuturas”. AhistóriadoBonfim,primeiroemaistradicionalcemitériodeBeloHorizonte, seconfundecomadacidade,sendoquesuainauguraçãoprecedeadacapital poralgunsmesesdediferença,noanode1897.Projetadoeconstruídosob supervisãotécnicada“ComissãoConstrutoradaNovaCapital”(complantasde HermanoZickler,JosédeMagalhãeseEdgardNascentesCoelho),ocemitério tem traçado arquitetônico bastante semelhante ao da cidade. Oestilomonumentaldostúmulos–característicaemBHexclusivadoBonfim –demandoutrabalhoscomplexosencomendadosnoRiodeJaneiro,SãoPaulo edezenasdeartistaseateliêslocais(comoosirmãosNatali,osLunardie aMarmorariaSãoJosé),todosparalelamenteenvolvidosnaconstruçãode prédios públicos e residências na recém-inaugurada capital.

|Estilos diversos Osmonumentosrefletemclaramenteduasfasesmarcantesnahistóriado Bonfim.Aprimeira,dainauguraçãoatéasdécadasde30e40,traztúmulose elementosartísticospredominantementeemmármore.Amaiorpartedasobras posterioresaesteperíodosãopeçasdebronzeougranitopreto.Aocupação docemitérioemquadrasprogressivastambémdemonstramuitodaevolução deestilosaolongodasdécadas.Aoredordonecrotérioestãoosprimeiros túmulose,alargando-seoperímetro,caminha-seemdireçãoaobrasposteriores e, portanto, marcadas por características diferenciadas. Outra forma de diferenciação de estilos é a ocupação“temática”de determinadasquadras.Existemalgumascomtúmulossódecrianças,outras predominantementeocupadasporpersonalidadesdapolíticamineira.Parase terumaidéia,noBonfimestãoenterrados,dentreoutros,osex-governadores mineirosSilvianoBrandão,BeneditoValadares,RaulSoareseOlegárioMaciel, oex-senadorBernardoMonteiroeoex-prefeitoCristianoMachado;alémde personagensimportantesdahistóriadeMinas,comoobeatoPadreEustáquio.

Mausoléu de Raul Soares

|Túmulo de Raul Soares encanta UmdosmausoléusmaissuntuososdoCemitériodoBonfim,otúmulodeRaul Soaresatraioolhardosvisitantes.Oaltarembronzeegranitofoiesculpidopelo italianoEttoreXimenes,artistacomforteinclinaçãoparaatemáticamitológica eautordeinúmerasobrasnaItália,EstadosUnidoseArgentina.NoBrasil,umde seustrabalhosdemaiordestaqueéofamosoMonumentoàIndependência,em SãoPaulo,trabalhoqueassinajuntamentecomoarquitetoManfredoManfredi. Ricoemdetalhesedelinhasseveras,oaltarsobreotúmulodeRaulSoares ficouprontoemjunhode1926–doisanosapóssuamorte.Aocentro,ergue-se majestosaeimponenteafiguradaPátria,empunhandoossímbolosdoDireitoe daVitória.ÀsuaesquerdaestáaForça,caracterizadapelaespadaquedefende; enquantoàdireitaencontra-searepresentaçãodaEloqüência,figuracommão espalmada em postura discursiva, como a “boca que doutrina”. Emplanomédio,debruçadassobreosúltimosdegrausdoaltarencontram-seduas outrasfiguras,aHistória,reflexivaecompenetradasobreumlivro,eoAmorà Pátria,representadoporumjovemquebeijacomovidoomantoquesearrastaalém docolocentral.Porfim,nochão,ladeandoobustodeRaulSoares,encontram-se osanjosque,comsuaslamparinas,estãoencarregadosdeiluminarseucaminho além-vida. Detalhes das esculturas do túmulo de Raul Soares


04

Riqueza ameaçada Aolongodotempo,oacervoculturaldeMinasGeraisvemsendo

desfalcado por comércio indevido, roubo, descaracterização e transferênciasimpróprias.Essescrimesatingemprincipalmente imagens e peças litúrgicas. O IEPHA, atento à tarefa de zelar pelo patrimôniomineiro,fazumconstantetrabalhonatentativadelocalizar peçasdesaparecidasouencontraroslegítimosproprietáriosdepeças recuperadas ou apreendidas. Emfevereirodesteano,foiinstituídooProgramadeIdentificação, RecuperaçãoeDevoluçãodeBensCulturaisDesaparecidos,reunindo dezservidoresdediversossetoresdoIEPHA,paradefiniraçõesde identificação,recuperação,restauração,devoluçãoemonitoramentode bensculturaisdeinteressedepreservação,deformasistematizada.Para efetuaressetrabalhodeproteçãoaoacervo,acomissãoconsultafontes deaveriguação,comoosinventários,ocadastrodebensdesaparecidos edebensapreendidosfeitospeloIEPHAouocadastrodecomerciantes depeçassacrasfeitopeloInstitutodoPatrimônioHistóricoeArtístico Nacional (Iphan). OsesforçosdoInstitutonãoserestringemàlutapelarecuperação daspeçasdesaparecidasesuadevoluçãoaosdonos.Tambémésua preocupaçãosensibilizarascomunidadesparaquesereconheçam comoguardiãsdesuasriquezas,pormeiodeatividadesdeeducação patrimonial.Aparticipaçãodapopulaçãoéfundamentalnavigilância paraevitarodesaparecimento.Oinventárioéuminstrumentodeinibição ao comércio indevido.

Entre agosto de 2003 e janeiro de 2005, 204 peças desaparecidasforamrecuperadas,sendoque43delas foram devolvidas a seus locais de origem.

|Como informar ocorrência de desaparecimento de peças Ocorrência:desaparecimentoousubtração(roubo,furto,comércioindevido)depeça desaparecida recentemente ou há muitos anos. Informações a encaminhar (se houver) 1. Denominação da peça; 2. Nome do município de procedência da peça; 3.Fotografia(s)ouvídeoparaaidentificaçãodaimagemedesuaprocedência:foto antiga,decelebrações,fotoderecordaçãodefamíliaououtrassituaçõesemquea imagem da peça apareça; 4.Dimensõesexatasouaproximadasdapeça,porexemplo,tomandocomoreferência as dimensões de alguma outra que se assemelhe àquela procurada; 5. Boletim de Ocorrência (BO) preenchido pela Polícia Militar; 6. Contato da pessoa que comunica, caso não se queira o anonimato. Denúncia de reconhecimento de peças desaparecidas: Casos de denúncia: • Reconhecimento de peça desaparecida recentemente ou há muitos anos; • Identificação de peça que se assemelhe a alguma peça desaparecida; •Identificaçãodepeçaquepossatervalorhistóricoeculturaldeinteressecoletivo, talcomodedevoçãopertencenteaigrejas,coleçõesdemuseus,arquivospúblicosetc. Informações a encaminhar (se houver) 1. Denominação da peça; 2.Nomedomunicípioemqueocorreuoreconhecimentoouaidentificaçãodapeça; 3. Nome do município da possível procedência da peça; 4.Fotografia(s)paraaidentificaçãodapeçaedesuaprocedência:fotoantiga,de celebrações,eventosouderecordaçãodefamíliaououtrassituaçõesemqueapareça a referida peça; 5.Dimensõesaproximadasoudimensãodealgumaoutrapeçaquetenhatamanho similar; 6.Qualquerdenúnciapodeseranônima.Casoapessoaqueiraseidentificar,deve fornecer um contato. OcorrênciasedenúnciasdevemserenviadasaoIEPHAeserãoverificadas.Aspeças emquestãopoderãosercadastradasnoProgramadeIdentificação,Recuperaçãoe Devolução de Bens Culturais Desaparecidos.

Peça recuperada N. Sra. da Anunciação Peça apreendida em 07/05/98, em Campinas (SP) Datação: Século XVIII Material:Rosto,cabelo,mãosepernasfeitosemmadeira policromada,encarnada,egenuflexórioemmadeiradourada. Dimensões:altura32,5cm;largura13cm;profundidade13cm.

Peça desaparecida Cativo (em posição de oração) Origem:MuseuRegionaldoSuldeMinas,emCampanha Datação: Primeira metade do século XVIII Material: Madeira esculpida e policromada. Dimensões:Altura33cm,largura17,6cm,profundidade15,7.


JUNHO DE 2008

05

Fotos: Jomar Bragança

Palácio da Liberdade aberto ao público

OPaláciodaLiberdadeestádeportasabertasàvisitaçãopública.Alémde

conhecerdepertotodaabelezadaedificaçãosededogovernomineiro,os visitantestambémpodemassistiraohasteamentodebandeiraseàtrocada guardagovernamental.Oprogramaacontecetodoúltimodomingodomês,de maio a novembro, a partir das 8h30 até 13h. OPaláciofoioprimeiromonumentointegrantedoCircuitoCulturalPraçada Liberdadeapassarporumprojetoderevitalização.Asobras,sobsupervisãodo IEPHAecompatrocíniodoInstitutoOiFuturo,foramfinalizadasemdezembro de2006.Foifeitaumarestauraçãocompletadoprédio,incluindocobertura, pisosefachada,numtrabalhoquereveloudiversaspreciosidadesquehaviam sido ocultas ao longo do tempo.

|Relíquias Construídoparaserresidênciadogovernadoresuafamíliaetambémcentro administrativo,oPaláciodaLiberdadesofreudiversasadaptaçõesaolongo dosanos,principalmenteapósaconstruçãodoPaláciodasMangabeiras,que passou a ser a residência oficial. Umadasdescobertasquemaischamouaatenção,duranteareforma,estava nohalldoelevadorprincipal.Instalaçõessanitáriasocupavamosvãosaoredor doelevador,nostrêsandares.Aosequebraralgumasparedesnoandartérreo, paratrocadetubulaçõeserevestimentos,foidescobertaumabasedeferro commotivosflorais.Eraindíciodequetodaaestruturadoelevadorhaviasido construídaparaestarexposta.Banheirosecômodosaoredorforamdemolidos e a estrutura metálica foi totalmente recuperada. Duranteaobradacobertura,foiencontradapinturadecorativanaparte superiordasparedesdacirculaçãoaoredordoelevador,antesescondidas entreumforrodegessoeotelhado.Removidooforro,apintura,agora aparente, foi restaurada. Narecuperaçãodastrêsabóbadasdavarandacentral,surgiramportrás decamadasdetintabrancapinturasdecorativaselaboradas,detamanho expressivo. Sem assinatura, supõe-se que sejam de autoria do artista Frederico Steckel.

Hall da Escadaria (à esquerda) e Salão de Banquete (acima) são exemplos do requinte característico do Palácio da Liberdade

|Requinte ComprojetodoarquitetoJosédeMagalhães,oPaláciodaLiberdadesegueo estiloeclético,comgrandeinfluêncianeoclássica.Aedificaçãoqueem12de dezembroem1897járecebeuoentãogovernadordeMinas,BiasFortes,ainda noperíododefinalizaçãodasobras,foiplanejadaeedificadapelaComissão ConstrutoradaNovaCapital,chefiadapelosengenheirosAarãoReis,nafase de projetos e por Francisco Bicalho na fase de execução. Porcausadorequintedoprojeto,grandepartedosmateriaisusadosna construçãofoiimportadadaEuropa.Parapinturaedecoraçãodaedificação,foi trazidodoRiodeJaneirooartistaFredericoSteckelesuaequipededecoradores nacionaiseestrangeiros.Logonaentrada,ovisitantesedeparacomumdos destaquesdoPalácio:aescadariametálicaemestiloartnouveau,emferro, comornamentaçãoemmotivosflorais,quefoiprojetadanoBrasileexecutada nas oficinas Aciéries de Bruges, na Bélgica. Nohallsuperior,destacam-seaspinturasquesimbolizamLiberdade,Fraternidade, OrdemeProgresso.OSalãoDourado,odasComendaseodeHonraexibem móveis em estilo Luís XV e XVI. NasparedesdoimponenteSalãodeBanquete,painéisalegóricosevocama Esperança,aFortuna,aSaudaçãoeoTrabalho.OQuartodeDormirmantém osmóveisemestiloLuísXV,adquiridosquandodavisitadosreisdaBélgica,na décadade20.Osjardins,projetadospelofrancêsPaulVillon,em1899,sofreu modificaçõesaolongodotempo,abrigam,hoje,esculturasemmármorebranco, orquidário e quiosque. OPaláciodaLiberdadefoitombadopeloIEPHAemjaneirode1975,levandoem conta seu grande valor histórico, artístico e arquitetônico.

|Serviço:Asvisitas,emgruposdeaté15pessoas,têmduraçãodecerca de15minutos.Informaçõespelotelefone(31)3250-6060oupeloe-mail cerimonial@governo.mg.gov.br.


06 ENTREVISTA

Preservação do patrimônio impulsiona desenvolvimento econômico em Minas EmentrevistaaoBemInformado,opresidente da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais e prefeito de Santa Bárbara, AntônioEduardoMartins(oToninhoTimbira), falasobreaimportânciadopatrimôniocultural paraodesenvolvimentoturísticodascidades históricas.

Por que investir no patrimônio? O homem sem cultura não tem história, não tem nada. Esse deve ser o fundamentonúmeroum:formarumpovo.Trabalharnoindivíduosuacultura, suaidentidade,paraeleserumcidadãonaessência.Outroobjetivoépromover odesenvolvimentosustentável.Emqualquerlugardomundo,osrecursosque maismovimentamoturismosãoaculturaeanatureza.Temosnanossaregião umaculturamaterialeimaterialmuitoricaquefoiconstruídaaolongode maisde300anos,aliadaatodaessabelezanaturalqueécaracterísticaforte detodasascidadeshistóricasmineiras.Paracontarmosdefatocomesses recursostemosquetrabalharasensibilização,avalorizaçãodohomemede sua cultura. Como o senhor vê a valorização do patrimônio em nossa sociedade? Dadécadade60atémeadosdade90,reinavaumaculturadequeopatrimônio eraempecilhoparaodesenvolvimento,comoentulho.Daquelemomento emdiante,começaaexistirumanovaconsciência,devalorizaçãorealdo patrimôniocomoriquezacultural.Eomaisinteressantenosdiasdehojeé queessaconsciênciadeixoudeserapenasdaselites.Opatrimônioganhoua atençãotambémdocidadãocomum,quepassouateracompreensãodeque opatrimôniocultural,materialouimaterial,sebemorganizado,podegerar grande desenvolvimento econômico através do turismo. Para usarmos um exemplo bem próximo para o senhor, como Santa Bárbara tem trabalhado essa questão e quais os retornos já observados no turismo? Nosúltimosdoisanostemacontecidonacidadeumagrandemobilizaçãopela

revitalizaçãocompletadopatrimôniomaterialeimaterial.Estamosalcançando amarcade90%deimóveistombadosrestaurados,sendoqueagrandemaioria ganhououganharáumadestinaçãomuseológica,comooMemorialdeAffonso Pena,oMuseudaFerrovia,aCasadoMel,oMuseuAntonianoeamostrada mineração.Enquantoemjulhodoanopassado31,3%dosturistasafirmavam viraSantaBárbaraembuscadoturismohistórico,culturalereligioso,esse atrativoemfevereirodesteanojáeraresponsávelpor58,8%denossa visitação.Emtermosdehospedagem,em2000,tínhamos60leitos.Hoje temos760leitose,aindaassim,dificuldadeemacomodarosvisitantes. E o envolvimento popular na preservação e restauração do patrimônio? EssaquestãodaorganizaçãodasociedadeéaindaprematuranoBrasil,até porquenossademocraciaémuitojovem.Vivemosummodelodemocráticoem quesedepositamasaçõesemumrepresentantequenãotemcomooferecer todasasrespostasqueaspessoasesperam.Estamosemfasedetransição, emqueaspessoascomeçamaserdespertadas.Talvezemumsegundo momentotenhamosademocraciaparticipativa,ondeaspessoaselegeme tambémparticipam,masestamosaindamuitolongedechegarnisso. Como envolver e sensibilizar o cidadão quanto à importância do patrimônio? Émuitodifícilvocêquererconversarcomumsujeitosobrepatrimônioseele saidecasaepisanoesgotoenobarro.Ouquandoofilhodelenãotemescola eamulhernãoconsegueconsultanopostodesaúde.Comoumapopulação quenãotemessesseusdireitosfundamentaispreservadosvaiquererouvai poder valorizar a preservação do patrimônio?


JUNHO DE 2008

07

Reprodução

Espaço de magia e conhecimento

Logonaentrada,osvisitantesirãocircularentretubosdemetalque,ao

seremtocados,produzemsonseprojetamnopiso,cadaqual,seusímbolo correspondentenatabelaperiódica.AssimteráinícioavisitaçãoaoMuseu dasMinasedoMetal,quevaiocuparoantigoprédiodaSecretariadeEstado deEducação,integrandooCircuitoCulturalPraçadaLiberdade,projeto estruturadordogovernomineiro,geridopelaSecretariadeEstadodeCultura, acompanhado pelo IEPHA. Essaentradasimbólicanomundodosmetaisfazpartedaambientação propostaporMarcelloDantas,reconhecidomuseógrafo,designerecuradorde exposições.Suasidéiascasamperfeitamentecomoprojetoarquitetônicodo Museu,quelevaaassinaturadoarquitetoganhadordoPrêmioPritzker,Paulo Mendes da Rocha, que dispensa apresentações. MinasGeraiséoterritóriomineralmaisricoeimportantedoBrasileumdos maisimportantesdomundo.Paramostrartodaessariqueza,oMuseudas MinasedoMetal,queserápatrocinadopelaEBX,teráambientesinterativos edotadosdetecnologiadeponta,permitindoqueosvisitantesvivenciemo mundodosmetais,suacomposiçãoquímica,seusprocessosdetransformação e seu uso no cotidiano de milhões de pessoas pelo mundo.

|Atrações Janelasparaomundo–Sãovitrinesmostrandocenasdocotidiano,ondeo metaléprotagonistasilencioso.Daconstruçãoàsprótesescorporais,dos transportes à medicina, das artes à comunicação. Línguaafiada–Numasuperfícieescultural,queenfatizaasprincipaisqualidades dometal–maleabilidadeebrilho–estaráahistóriadahumanidade,desdea EradoFerroatéopresente,emformadetextoseimagens projetadas. MapadasMinas–Mapainterativodasjazidasmineraiseatividademetalúrgica noEstado,doperíodocolonialaosdiasatuais.Vaimostrar,deformadidática, antigasexplorações,grandespólosatuaisdeprodução,oscaminhosdasminas, da histórica Estrada Real à Ferrovia do Aço. Prédio da antiga Secretaria de Educação que será sede do Museu das Minas e Metais

Imagens em 3D simulam os espaços propostos no projeto

Valequantopesa–Aosubirnumabalança,umaimageminfra-vermelhodo caloremitidopelocorpomostraráaquantidadeestimadadeferro,cromo,ouro e outros metais que o visitante possui dentro de si. OEspaçodasMinastambémreservasurpresasparaosvisitantes.Oacervodo MuseudeMineralogiaDjalmaGuimarãesestarádisponívelaoconhecimento pormeiodevisitasmonitoradase,deformainovadora,pormeiodeholografias –peçasdedestaqueestarãoflutuandonoar,aoalcancedasmãosque, entretanto,nãopoderãoatingi-las,graçasaumefeitochamadoMirage,que usa um jogo de espelhos côncavos. OsvisitantesirãoseencantarcomoCéuàsAvessas,umespaçoonde,através detelescópiosapontadosparaopisoelevadoemvidro,poderãoservistos aumentados os minérios, pedras preciosas e pepitas sob os pés. OsprojetosmuseográficoearquitetônicodoMuseudasMinasedoMetalforam apresentadosnareuniãodoCONEP,nodia7demaio,comapresençadePaulo MendesdaRocha,seufilhoPedro,parceironoprojeto,eMarcelloDantas.


08

PEQUENOS OLHARES SOBRE O PATRIMÔNIO

O detalhe“Vida Religiosa dos Índios Araxás”é uma das cenas

retratadas no vitral da cobertura do hall de entrada da Sala Redonda, nas Termas do Grande Hotel de Araxá, cidade no Alto Paranaíba. OvitralfoiprojetadopelobelgaFrankUrbaneexecutadopelaempresa CasaConrado.Deumricocromatismo,temoitocenasquerepresentam aocupaçãoterritorialdacidadedeAraxá:ovulcanismo,apré-história, a vida religiosa dos índios Araxás, a ocupação do território pelos brancos, a descoberta das águas e seu uso primitivo pelo invasor, os conquistadores tomando banho de água corrente, a água e o sal do Barreiro na recria e engorda do gado, a primitiva casa de banho e o início do século XX. No arremate central constam cenas dos meios de comunicação e transporte, assim como os pontos cardeais e a localização de Araxá no mapa de Minas. Ohoteléumaconstruçãoneocolonial,quefoiprojetadapeloarquiteto Luiz Signorelli em 1937, com jardins idealizados por Roberto Burle Marx. Foi inaugurado no ano de 1944 por GetúlioVargas, no auge da efervescênciadosgrandescassinosnoBrasil.OGrandeHoteldeAraxá fazpartedoComplexoHidrotermaleHoteleirodoBarreiroeselocaliza a cinco quilômetros do centro da cidade.

BLOCO DE NOTAS | IEPHA participa de Encontro de História

DuranteoXVIEncontroNacionaldeHistória,adiretoradeProteçãoeMemória,

| Municípios participam do ICMS Cultural pela primeira vez

MariaMartaMartinsdeAraújo,comapoiodeLuísGustavoMolinari,técnicoda GerênciadeIdentificação,vaicoordenarumsimpósiotemáticosobre“Memória einterdisciplinaridade:olhareseexperiênciassobreopatrimôniocultural”. SegundoLuís,aproposta“éimportanteparapercebercomoaspessoas,fora dosórgãospúblicos,enxergamaproteçãoaopatrimônio”.“Éocongresso brasileirodehistóriamaisimportanteemsuaediçãoregional”,observaMarta.

ParaterdireitoaosbenefíciosdoICMSPatrimônioCulturaldoexercíciode 2009,621municípiosmineirosenviaramdocumentaçãoaoIEPHA.Onze cidadesbuscampelaprimeiravezparticipardapontuação:Botelhos,Cabeceira Grande,ConceiçãodasPedras,FreiLagonegro,LagoaGrande,Pocrane,São GeraldodoBaixo,SãoJosédoMantimento,SãoMigueldoAnta,Serrados Aimorés e Virgínia.

OutrostécnicosdoIEPHAtambémapresentarãoprojetosduranteosimpósio: Adriana Quirino, André de Souza, Delmari Ribeiro e Letícia Schirm.

TécnicosdoInstitutoanalisamosdocumentose,aofinaldoano,atabelaserá divulgada.Osvaloresdorepasse,estimadosporponto,garantemaomunicípio uma verba extra que pode ajudar no orçamento das prefeituras.

Oencontroseráde20a25dejulho,naFaculdadedeFilosofiaeCiências Humanas (Fafich), da UFMG, e é aberto ao público em geral.

| Acordo de Resultados em elaboração

ServemdebasesparapontuaçãopararepassederecursosdoICMSalguns itenscomoacriaçãodeumaleimunicipaldepatrimôniocultural,programasde educaçãopatrimonial(acidadetambémdevecriaroseuconselhodopatrimônio cultural),tombamentodebensculturais,elaboraçãodeinventáriodoacervo cultural,alémdeaçõesdeproteção(investimentosembensemanifestações culturais). Foto: Jair Antônio de Oliveira

AsdiscussõesparaelaboraçãodoAcordodeResultadosdoIEPHA

estãoemritmoacelerado.OsprimeirostrabalhosrealizadospelaEquipe deGestãoEstratégica,diretores,gerentesedemaiscolaboradores–o mapadenegócios–jáforamapresentadosaovice-presidentedoInstituto, CarlosNoronha,eaprovados.Osobjetivosdecadaáreaeasmetaspor equipes já estão sendo elaborados. OobjetivodoAcordodeResultadosémelhoraraqualidadeeeficiênciados serviçosprestadosàsociedade,otimizarogastopúblicoealinharoplanejamento estratégico das instituições públicas do Estado com o do Governo. AEquipedeGestãoEstratégicadoIEPHAécompostapelosservidoresHenrique Alves dos Santos, Luís Gustavo Molinari e Fernando de CastroVeado. Serra da Pedra Branca é atração em Conceição das Pedras


JUNHO DE 2008

09

Mobilização popular recupera patrimônio em Araguari

secretariasmunicipaiseonovíssimoMuseuFerroviário,ondesãoexpostos quadroseobjetoshistóricosdaEstação,comoregistrodamemória.No andarsuperior,umgrandesalãoabrigatodotipodeatividadecultural,como exposiçõesepalestras.Aeducaçãopatrimonialétemarecorrente,apesardeo público local já ter bastante consciência da importância do assunto. OprojetodesecriarnocomplexoferroviárioumCentroAdministrativoMunicipal Integradotambémestácadavezmaispróximodesetornarrealidade.Asdemais secretariaseumauditórioserãoinstaladosemumarmazémdesativadoaolado daantigaestação–parteintegrantedoconjunto.Oimóveljáestáemobrasde restauração,parcialmentecusteadacomverbasdoFundoEstadualdeCultura.

|Tombamento Definitivo Desdedezembrode2002,oConjuntoArquitetônicoePaisagísticodaAntiga EstaçãodaEstradadeFerroGoiás-Araguarirecebeutombamentoestadual provisóriopeloIEPHA.Opedidodetombamentodefinitivofoiapresentadoao ConselhoEstadualdoPatrimônioCultural(Conep),emreuniãonodia7demaio. (Ver pág. 02) Foto: Acervo IEPHA

Tornarcadacidadãopeçaatuantenapreservaçãodamemóriadacidadeem quevive.FoiemtornodessaidéiadaprefeituraqueAraguarisemobilizou, em2001,emum“MutirãoPró-Restauração”,envolvendodiretamentegrande partedapopulaçãonorestaurodeumdeseusbensdemaiorvalorhistórico ecultural,aAntigaEstaçãodaEstradadeFerroGoiás-Araguari.Ainiciativa resgatouocharmedaedificaçãoeatransformounoqueéhojechamadode PaláciodosFerroviários,cartãopostalqueomunicípioresguardacomorgulho e olhos atentos. A construção em estilo eclético, inaugurada em 1928, encontrava-se abandonadahámaisde30anos,desdeadesativaçãodaestaçãoquandoa linhatomououtrosrumos.“Apopulaçãoaindatinhaalgumrancorpelofatoe, inconscientemente,tinhaaEstaçãocomosímbolodestamágoa”,comentao arquitetoClaytonCarilli,assessordaDivisãoMunicipaldePatrimônioHistórico. Elelembraque,mesmosendoumdospontosprincipaisdacidade,oprédio chegou a um estado alarmante de deterioração. Em vez de simplesmente contratar uma empresa para promover a restauração do imóvel, a prefeitura adotou uma solução criativa que, muitomaisquepromoverarevitalizaçãodolugar,buscavarevitalizaro olhardapopulaçãoeseuenvolvimentocomaantigaEstação.Omutirão grandenúmerodevoluntáriosemtrabalhosdiversoscomolimpeza,capina, pinturaemarcenaria.Outrasrestauraçõesmaiscomplexasforamfeitas posteriormente por equipes especializadas. Seteanossepassarameamudançainiciadacomomutirãoaindanãoterminou. Ainiciativagerouumanovaconsciência.“Logoapósaqueledia,aspessoas começaramaterumolhardepreservaçãosobreseusprópriosimóveiseoutros pontosemtodaacidade.Criou-seumaespéciede‘epidemia’dereformas, pinturas,jardinagem.Deumaformacoletiva,aumentouosensodepreservação etivemosumareduçãosensívelemaçõesdevandalismo”,apontaCarilli.

|Epicentro cultural Desdearestauração,aEstaçãosetornouograndepalcoculturaldeAraguari. Eventosdetodosostipos–doaniversáriodacidadeacampeonatosdeskate – acontecem ali, em frente ao monumental Palácio dos Ferroviários. Doladodedentro,convivememharmoniaogabinetedoprefeito,várias

Prédio, totalmente degradado, antes da restauração


10

Análise prévia criteriosa é fundamental para restauração Comotema“Acontribuiçãodoespecialistanoresgatedarevalorizaçãodas

técnicasconstrutivasedosmateriaiscompatíveisempregadosnasedificações históricas”,oengenheirocivildoIEPHAFernandoCastroVeadoapresentará suatesedemestradoem“Ambienteconstruídoepatrimôniosustentável”,na Escola de Arquitetura da UFMG. Confira abaixo uma síntese da tese. Osrevestimentosargamassadosquecobremasfachadasexterioreseinteriores dosmonumentoshistóricossãoelementosfundamentaisdaestruturaedificada. Alémdafunçãoprotetora,tambémpossuem,muitasvezes,funçãodecorativa relevante.Testemunhasdotempoedopassado,estascamadasdevemser preservadas,porquemonumentoshistóricosnãopodemservistosapenascomo umvelhoedeterioradoedifícioquefoimoradadealgumpersonagemoumarcado poracontecimentoshistóricos.Elessãotambémexemplosdaimportânciados materiaisconstituintesdeseurevestimentoeomododesuasaplicações,com as técnicas de cada região. Cabeaorestauradoreconservadordeedificaçõeshistóricasconsolidaraobra, oquantopossível,efazê-lavoltaraoseuestadodeorigem,usandotodasas técnicasderestauroepesquisahistórica,queirãopropiciaroconhecimentodo processoconstrutivo,dasintervençõeslocalizadaseadetecçãodeeventuais anomalias.Orespeitoaobemrestaurado,aautenticidadedosmateriais constituintesedosprocessoséquemanterãoovalorhistóricodedistintas épocas.

Sobrado dos Quatro Cantos em Tiradentes é exemplo de restauração responsável

Oconhecimentosobreargamassaséainda,emgrandeparte,empírico,apesar doesforçorecentedepesquisa.Este“desconhecimento”atingeespecialmente opapeldacal,queéomaistradicionalaglomeranteparaasargamassas. Osrevestimentosantigossão,emsuamaioria,constituídosporargamassas decalaéreahidratada,areiaderioeágua,eventualmentecomadições mineraiseaditivosorgânicos,apresentandodiversascamadas.Elespossuem característicasdiferentesdosatuais,quesão,emgrandeparte,àbasede materiaiscimentícios(cimentoPortland).Osmateriaisantigossãodeelevada porosidadeehidrófilos,ouseja,permitemaentradadovapordeáguaparao interiordosubstrato,masevitamsuapermanênciaprolongada,promovendode forma fácil e rápida a saída para o exterior.

podecausartensãodevidoaosciclosdeexpansãotérmicaeàsreaçõesde origem física e química.

Ointeressepormateriaisàbasedecalcombinadoscomcomponentes pozolânicostemcrescidobastanteentrepesquisadores,restauradorese projetistas,devidoàincompatibilidadededeterminadosmateriaisnovoscom osusadosantigamente.Ainserçãodenovosmateriaisemalvenariasantigas

Arecuperaçãoeareconstituiçãodosrevestimentosaplicadosnessas edificaçõessãomuitoimportantespararesgataramemóriaculturalehistórica deumacomunidade.Atualmente,agrandequestãopassapelaconservação detécnicasconstrutivastradicionaisepelousodemateriaiscompatíveis,tăo similares aos originais quanto possível.

Éimportantesalientarqueosmétodosparaconservaçãoerestaurode revestimentosexterioresvariamconformeotipodedeterioraçãoeosmateriais necessáriosparasuapreservação.Épreciso,emqualquertrabalhoderestauro, umaanálisepréviacriteriosadoestadodeconservaçãodorevestimento,feita porumprofissionalcapacitado,paraquesejamcorretamenteestabelecidosos métodos e materiais usados.

|Recomendações

Umdosproblemasdadeterioraçãoapontadonasmanifestaçõespatológicas nosedifícioshistóricosestágrandementeassociadoàfaltademanutenção erestauraçãodosrevestimentos.Seasalvenariasdevedaçãonãoforem conservadascommateriaiscompatíveiseficaremexpostosàaçãodotempoe dosagentescausadoresdaspatologias,adeterioraçãoserámaisacelerada. Comosevê,aconservaçãodenossamemóriaéresponsabilidadedetodos.É necessáriohaverconsciênciadaresponsabilidadedoqueseestáfazendoedo valor da edificação na qual estamos trabalhando.

Trabalho de recuperação das paredes internas do Sobrado dos Quatro Cantos


JUNHO DE 2008

11

BEM TOMBADO

Arquivo Público Mineiro Muitodoscostumesdeumaelitebrasileiradetempospassadosficou

registradonaarquiteturadecasarõespreservadosnosgrandescentrosurbanos. ExemplodissoemBeloHorizonteéoimóveldaAvenidaJoãoPinheiro,372.A edificaçãoéde1897,efoiconstruídapelaComissãoConstrutoradaNova CapitalparaservirderesidênciaaoentãosecretáriodeEstadodaFazenda. Afachadaécaracterísticadaépocadoecletismo,marcadaporelementos daarquiteturaneoclássica.Possuiembasamentoalto,vãosdasjanelas ornamentadoseemolduradosemarco,juntasfalseadas,planocentralem relevo,vãoemarcoabatidocomsacadaebalaustrada,ladeadoporfalsas colunaseencimadoporfrontãoeplatibandaornamentados.Osornamentos são de Frederico Antonio Steckel. De 1910 a 1938 abrigou a Prefeitura de Belo Horizonte e finalmente o ArquivoPúblicoMineiro.Recebeureformainternaeampliaçõesem1926,sob responsabilidadedoengenheiroAlvimarCarneiroRezende.Tombadoemâmbito estadualem1974,fazpartedoCircuitoCulturaldaPraçadaLiberdade. CriadoemOuroPretoem1895,oArquivoPúblicoMineiroéainstituiçãocultural maisantigadeMinasGerais.Sãomilharesdedocumentosdeorigempúblicae privadaqueremontamaosperíodoscolonial,imperialerepublicano.OArquivo abrigaoacervodedocumentosoficiaisdaadministraçãopúblicaestadual, veiculaartigosepesquisasdahistoriografiamineiraatravésdaRevistado ArquivoPúblicoMineiro,emcirculaçãodesde1896.Ressalta-seainda,os projetosdepreservaçãoedifusãoculturaldesenvolvidospelaInstituição. Apartirde1975,todooacervodocumentalfoitransferidoparaoentãorecémconstruídoprédioanexo,dequatroandares.Oprédiooriginalpassouase destinar ao atendimento ao público. Entre1995e1998,oIEPHAcoordenouumamplotrabalhoderestauração querecuperoufundação,estruturas,fachadaseumasériedeoutrosaspectos arquitetônicos,artísticosepaisagísticos.Desdeocomeçode2006,ostécnicos doInstitutoseocupamdeobrasnoprédioanexo,queirãoinstalarmodernos mecanismosdeclimatizaçãoecontroledeumidadeparaajudaraprotegero acervo. Atualmente,oArquivoPúblicoMineiropossuiaproximadamente1.400metros linearesdedocumentospessoais,65milfotos,1.300mapaseplantase400 filmespúblicoseprivados,promove,também,palestraseseminários,que reúnemhistoriadores,arquivistas,pesquisadores,professoreseestudantes.

Entrada lateral do prédio do Arquivo Público


ICONOGRAFIA

A iconografia da Imaculada Conceição AntesdetudoaImaculadaConceiçãoéumdogmadaIgrejaCatólicaApostólica

Imagem de Nossa Senhora da Conceição do acervo da Matriz de São Brás do Suaçuí, em Minas Gerais

Romana,definidonoséculoXIX,porémcomraízesbemmaisdistantesno tempo.NoséculoIIalgunsescritosjáafirmavamaidéiadapurezadeMaria, concebida como uma nova Eva. AiconografiadaImaculadaConcepçãoébastantecomplexa.Comorepresentar, seja por imagem ou pintura, o momento da concepção de Maria? AnovaEva-Aiconografiadaconcepção,tradicionalmentevistacomo aprópriaVirgemMaria,foisendoformadagradualmenteapartirdetextos bíblicosquepoderiamserassociadosaMaria.Se,peladesobediência,Eva trouxeamorte,Maria,comsuaobediência,trouxeaSalvaçãoemJesus.Ela, esmagandoacabeçadaserpente,setornaanovaEvaeseucorponãopoderia ser manchado com o pecado original, pois iria receber o Salvador. AmulherdoApocalipse-Essaconcepçãodeumamulherpuraétambém vistanoLivrodoApocalipse12,1-3,querelataumamulhergrávida,vestida desol,comaluadebaixodospése,nacabeça,umacoroade12estrelas.E umgrandedragãovermelho,comsetecabeçasedezchifres,tendoacimasete diademas. AmulherdoCânticodos Cânticos-OutraprefiguraçãodeMariaestaria nolivrodoCânticodosCânticos6,10.Pormeiodaqueletextoviu-seuma pré-figuraçãodeMaria,namulhercomparadacomaaurora,belacomoalua, brilhantecomoosoletemidacomoumexércitoprontoparaabatalha.E,ainda noCapítulo7domesmoCânticodosCânticos,Mariaestariapré-figuradana mulher bela e perfeita ali descrita. Juntandotodasessaseoutrasimagens,teríamosumaprimeirarepresentação daImaculadaConcepção,inicialmentefeitaempinturas,maneiramaisfácilde se representar uma mulher bela como a lua e vestida de sol. Finalmenteconsolidou-seaiconografiadaImaculadaConceição,mesclando elementoshistóricos,teológicos,artísticos,simbólicosemetafóricosde imagensimaculistaseformando,aomesmotempo,seucultoedevoção. Estaiconografiarepresentaumamulherdepésobreogloboterrestre,comas mãospostasemoraçãoeoolharvoltadoparaocéu.Seuspésesmagamuma serpente,àsvezespodendoaparecertambém,sobreogloboeaseuspés,o crescente lunar, algumas vezes em forma invertida, e querubins. Aserpenterepresentariaaimagemoriginaldopecadosendoque,emalgumas representaçõesdaImaculadaConceição,podemosencontraremseulugar umdragão.Ocrescentelunaréumantigoatributofeminino,sobretudodas divindadesvirgens;porexemplo,Diananamitologiagreco-romana.Está associadoàfecundidadeetransformação,aossegredosdavida,mortee ressurreição. Amulherveste-sedebranco,commantoazul,eécoroadapor12estrelas, comonaimagemdavirgemdoApocalipse.Umbrilhodouradoporvezesa envolve, porém, mais fácil de representar em pinturas. OcultoàImaculadaConceiçãoestápresentenoBrasildesdeoinícioda colonizaçãoportuguesa.Constaquesuaprimeiraimagemfoitrazidana esquadradeCabral.EleitaprotetoradoPaísnoperíodocolonialfoiproclamada aPadroeiradoImpérioporPedroI.EcomapequenaimagemdeNossaSenhora daConceição,aparecidanoséculoXVIII,milagrosamentenaságuasdorio ParaíbadoSul,seucultotornou-seoutradevoçãomuitopopularnoBrasil,ade Nossa Senhora Aparecida, a atual Padroeira do Brasil.

9junho2008  

JORNAL BEM INFORMADO Jornal do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA/MG. Periodicidade mensal – Ti...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you