Page 1

2018 Desafios ao Porto

A cidade com as pessoas mais felizes do mundo!

Uma contribuição da


2018 Desafios ao Porto

Sumário Executivo

04

01_Sobre o workshop

07

02_Observation

11

03_Vision

23

Referências

41


Introdução

A Ordem dos Engenheiros – através da Secção da Região Norte (OERN) – convidou a IDEIA.M a identificar e a colocar desafios à Câmara Municipal do Porto que promovam a qualidade de vida da cidade e das pessoas. A Ordem dos Engenheiros é a entidade que representa e defende os interesses desta mesma classe profissional em Portugal promove a intervenção da Engenharia na comunidade, contribui para a contínua valorização dos profissionais e integra membros das diversas especialidades como a Engenharia Civil, Mecânica, Ambiente, Electrotécnica, Química, entre outras. A Câmara Municipal do Porto gere os destinos de um município com aproximadamente 240 000 habitantes e uma área de cerca de 41 km2 que tem observado recentemente uma valorização da qualidade de vida e uma relevância turística crescente e reconhecida a nível global. A cidade do Porto tem merecido destaque internacional a vários níveis, quer pelos feitos dos seus habitantes, como os prémios Pritzker a Siza Vieira e Souto Moura, quer pelos títulos que resultam da própria dinâmica urbana como a classificação como Património Mundial pela UNESCO ou os consecutivos reconhecimentos como o melhor destino turístico europeu. Num plano mais alargado, o Município do Porto apresenta-se como elemento central de uma região mais vasta e que envolve pessoas que trabalham, estudam, vivem, ou, simplesmente, mantêm com a cidade uma referência de proximidade emocional, conveniente e histórica. A IDEIA.M é uma empresa de design estratégico. Utiliza metodologias criativas para perceber necessidades e transformá-las em oportunidades e soluções que visem a melhoria da qualidade de vida das pessoas. O seu objetivo é entregar à sociedade produtos, serviços e experiências com significado e alinhados com as suas expectativas. Entre outros reconhecimentos, foi distinguida com um iF Design Award em 2018.


Sumário Executivo

Ver na primeira página dos jornais a notícia de que a cidade do Porto é a cidade com as pessoas mais felizes do mundo é o desafio que colocamos à Câmara Municipal do Porto. Neste estudo da IDEIA.M antecipamos e caracterizamos diferentes contextos societais emergentes e apresentamos desafios que podem proporcionar aos munícipes e aos seus visitantes a mais interessante experiência de viver a cidade. Por outras palavras, fazer as pessoas felizes. Este objetivo alinha perfeitamente com o trabalho da Câmara Municipal do Porto, um dos pilares do estudo, enquanto responsável pela visão e pela estratégia para a cidade. Alinha igualmente com as competências da Engenharia, outro pilar deste mesmo estudo, que se ocupa de implementar essa visão, tornando-a real, criando estruturas para a felicidade das pessoas, um princípio que poderia ser baptizado de Engenharia da Felicidade. Os resultados que agora se apresentam, surgem da identificação de necessidades e desejos, de aspetos correntes do dia-a-dia e de outros mais alternativos e são as sementes para ideias e projetos que poderão desenvolver-se num futuro mais ou menos próximo, num documento que abre e encerra a olhar para as pessoas. Uma sociedade que quer usufruir da sua cidade, que quer partilhar a sua vida com os outros, que quer criar, sentir e viver a cidade para lá dos seus compromissos diários e, no fundo, ser feliz. Tipicamente, as políticas municipais centram-se em infraestruturas básicas e equipamentos para a população em geral e políticas mais orientadas que visam faixas da população como crianças e jovens (foco na educação, por exemplo), os idosos (foco nos cuidados continuados), os desempregados (foco nas estratégias de investimento e suporte social) ou as dificuldades de acesso das pessoas com mobilidade reduzida. Tendo em conta este panorama, pretende-se neste exercício chamar também as populações ativas e de faixas etárias que felizmente não necessitam por si só de atenção especiais, para envolvêlas e incluídas na equação de fazer uma cidade melhor. O envolvimento de todos estimulará uma atitude positiva em torno de si e da comunidade. Os ganhos não serão só individuais, serão para todos, como o design deve ser.


O bem-estar individual promove o bem-estar coletivo. Promove a saúde individual e reduz os custos ao erário público. Promove a cultura, a educação e a formação, estimula a criação artística, a capacidade tecnológica e científica, atrai mais talento, investimento e mais e melhores desafios, promove a motivação e o dinamismo e aumenta a produtividade. Uma cidade baseada no conhecimento e na qualidade das suas pessoas reforça, ainda, a sua própria sustentabilidade face a ciclos económicos adversos. Propomos uma olhar holístico para estes desafios , através de mecanismos de co-criação, e chamar a sociedade a participar de forma represetativa para protagonizar e intervir, juntamente com os engenheiros e outros especialistas como: sociólogos, antropólogos, designers, arquitetos, professores, alunos, empregados de mesa, donas de casa, carpinteiros, programadores de software ou programadores turísticos, artistas, etc… porque todos temos, em algum momento, contributos válidos para partilhar. Realçamos também a importancia da comunicação visual de muitas das iniciativas propostas, que podem encontrar um terreno fértil de divulgação e partilha nas redes sociais, e desta forma, podem estimular ainda mais a felicidade dos habitantes, por via do sentimento de pertença e posicionarem ainda mais a cidade no exterior. Recolher, condensar e dar sequência à implementação das ideias, será, pois, o desafio a seguir. Em súmula, as pessoas têm o direito a ser felizes, e estimular essa felicidade, será, com certeza, para a Câmara Municipal e para a Engenharia do nosso país o desígnio, promovendo comportamentos e antecipando conjunturas sociais menos propícias, para que a sociedade se harmonize de forma saudável e com os olhos postos no futuro.


01

Sobre o Workshop

Que ideias para o desenvolvimento da cidade do Porto?

7


Workshop Design Embora o design seja habitualmente

Através do uso de metodologias criativas

associado à qualidade e/ou ao estilo dos

de design, foram criadas dinâmicas e

produtos, o design como disciplina tem

atividades, a partir da proposta a seguinte

por objetivo promover bem-estar na vida

pergunta-problema:

das pessoas. O design percebe que os problemas que afetam o bem-estar das

“Que ideias podemos gerar para contribuir

pessoas são de natureza diversa e que é

para o desenvolvimento da cidade do

preciso ter uma visão global sobre a cultura,

Porto?”

os contextos, as experiências pessoais e os processos na vida das pessoas e assim, melhor identificar barreiras e gerar alternativas para transpô-las. A capacidade que o design possui de ligar diferentes disciplinas promove um olhar diverso sobre os problemas para identificar as causas e as consequências das dificuldades e ser assertivo na busca por soluções. Para responder criativamente à problemática apresentada pela OERN, a IDEIA.M desenvolveu um workshop de criatividade com sua equipa interna composta por designers de produto, designers estratégicos e engenheiros, para geração de ideias para qualificar a cidade do Porto, com o propósito de criar novos desafios para a cidade.

Este foi o ponto de partida para a exploração de respostas e, também, para idear sobre possibilidades criativas de alcançar os objetivos apresentados pela OERN que visam melhorar a qualidade de vida das pessoas, melhorar o ambiente, atrair visitantes e criar condições de desenvolvimento económico e emprego qualificado. Para enquadrar a sessão estavam identificadas as áreas de intervenção em torno das quais a equipa IDEIA.M se poderia debruçar para a geração das ideias, a saber: Mobilidade; Transito; Transportes públicos; Água; Resíduos; Internet; Iluminação Pública; Consumos de energia; Limpeza Urbana; Paisagem Urbana; Espaços Verdes; Informação aos Cidadãos; Segurança e Gestão de desastres naturais, acidentes e emergências.

Workshop Equipa IDEIA.M

8


Workshop Metodologia

ABSTRACT

ABSTRACT

IDEATION

IDEATION

EXTERNAL INSIGHTS

PRIORIZATION

VISUAL RESEARCH

CONCRETE

CONCRETE

VISION

DEEPENING

BRIEFING

OBSERVATION

VISION

O workshop de criatividade foi realizado

A sessão VISION comportou 3 etapas e o seu

em duas sessões: a primeira denominada

objetivo foi a geração de visões de futuro para a

OBSERVATION e a segunda VISION.

cidade e a criação de propostas para além dos

A sessão OBSERVATION teve 5 etapas com o propósito de manter o foco dos participantes no real/concreto, voltado para a geração de ideias no âmbito das necessidades básicas, considerando os objetivos e áreas indicados pela OERN:

resultados obtidos na sessão anterior. Nesta fase buscou-se criar novas ideias ou diferentes ângulos de uma mesma ideia que podem gerar soluções inovadoras. O objetivo aqui foi o de promover a contribuição com perspetivas ousadas, sem deixar o senso crítico inviabilizar o debate e o desenvolvimento da ideia.

Briefing: Identificação e caracterização do

Utilizaram-se processos e ferramentas de

problema

síntese para estimular a criatividade e gerar, combinar e aprimorar ideias que estejam de

External Insights - Uso de técnicas de

acordo com o contexto trabalhado.

pesquisa em fontes secundárias diversas, sobre como o ambiente externo ao problema

Visual Research - Técnica de pesquisa visual

se comporta, ou até, resolve estes mesmos

aplicada a construção de painéis de imagens

problemas.

relacionadas a 6 temas oriundos das principais tendências sobre comportamento, cultura,

Ideation - Livre geração de ideias a partir de

inovação e tecnologia.

temas ligados à pergunta-problema.

Ideation - Livre geração de ideias direcionada Priorization - Classificação das ideias através

a criar visões de futuro mais disruptivas para

de uma relação de estimativa de custo x

responder ao problema inicial.

complexidade.

Vision – Criação de um cenário futuro possível Deepening - Seleção de ideias promissoras

através de técnicas criativas.

que merecem um melhor aprofundamento relativo a ações palpáveis onde se indicam os

Após todo este processo, definiu-se que

atores envolvidos, os objetivos parciais e o

trabalhar para a felicidade das pessoas seria o

tempo gasto para se atingir cada estágio.

âmbito do percurso de exploração.

9


02

Observation

Ideias para o Porto com foco na situação atual.

11


Observation

Reconhecer as necessidades básicas com foco no momento presente auxilia a equipa a ver as oportunidades de qualificação do que já está no espectro da realidade. Este primeiro exercício criativo consiste em perceber o estado atual para sugerir possibilidades de desafios no campo do concreto, alinhar as expectativas das pessoas, e também, propor uma adição de criatividade para gerar ideias que possam melhorar a qualidade de vida dos indivíduos. Nas páginas seguintes veremos os seguintes tópicos: •

Framework de intervenção em três fases.

Promover a descentralização cultural, social e turística ao encontro das pessoas

Qualificar a Acessibilidade

Diversificação de eventos e centralização da informação

12


Olhar atento Ă s necessidades

13


Observation Para auxiliar na disposição das ideias geradas foi criado um framework de prioritização que prevê a organização num painel para os próximos 10 anos. Este é dividido em 3 partes: Now, New e Next. •

Now_3 comporta ideias de menor custo e baixa complexidade;

New_5 abrange ideias de médio custo e complexidade possíveis de serem aplicadas em um prazo de 5 anos,

Next_10 indica as ideias de maior custo e complexidade aplicáveis em 10 anos.

New_5

Now_3 Maior Informatização das informações da cidade Mais opções de estacionamento gratuito

Reduzir custo do transporte público

Melhor sinalização das ruas e estradas

Menos becos

Maior quantidade de WC públicos

Estratégias para ter menos carros na cidade

(criar passagens)

Mais miradouros distribuídos pela cidade

Implementar luzes urbanas automáticas para reduzir consumo Melhorar a iluminação (pontos turísticos, estrada, etc)

Criar espaços verdes mais atrativos Priorization Framework

14

Intensificar a proibição do fumo em espaços públicos


Next_10 Barreiras amovíveis nas auto estradas

Estradas inteligentes

Ampliar a conectividade dos transportes Reduzir o custo da eletricidade Parques grandes junto das estações de Metro

Reduzir o custo de habitação

Maior manutenção das estradas Ampliar a acessibilidade para todos

Criação de Museu de Design com exposições anuais

Parques de diversões

Promover a descentralização cultural

Maior dinâmica entre as pessoas (ampliar a civilidade)

Implementar Postos médicos móveis

Instituições abertas

(escolas, universidades, etc...)

Minimizar a sazonalidade de eventos

Maior qualidade no atendimento dos hospitais

(menos tempo de espera para agendamentos, salas de espera mais confortáveis, etc…)

Paragens de autocarros mais aconchegantes e interativas

15


Foco em 3 ideias Através de votação entre o grupo,

No entanto, o conceito que saiu

foram selecionadas as 3 ideias

reforçado desta ideia foi o facto de que

entendidas como as mais promissoras

a marca Porto se pode alargar para lá

para serem aprofundadas:

dos limites geográficos, com vantagens

promover a descentralização cultural, social e turística.

qualificar a acessibilidade.

proporcionar a diversificação

para os municípios limítrofes em termos de captação de investimento, sedução de turistas, fixação de população e reforço das marcas locais em torno de um chapéu comum.

de eventos a fim de combater a sazonalidade.

O Porto visto do céu 16


01 Promover a descentralização cultural, social e turística, ao encontro das pessoas Com base na vista satélite noturna,

e associações culturais e

podemos admitir que a ‘cidade do Porto’

desportivas que são os atores

é a mancha de luz representada e vista

envolvidos no processo para a

do céu. Esta luz representa claramente a

desregionalização do centro e, com

mancha de população. e revela, uma visão

isso, o Porto envolver as culturas

alternativa, a região da Marca ‘Porto’.

das áreas vizinhas para qualificar

A equipa que trabalhou com este tema, acredita que o Porto deveria deixar de ser um concelho limitado pela Circunvalação e passasse a ser um conjunto, uma comunidade de municípios. Dessa forma,

as regiões no seu entorno com atividades que tragam recursos culturais e financeiros para todos, além de uma melhor circulação de visitantes.

o espaço urbano do Porto ficaria mais

Estas ações tem o enfoque em

completo, alargaria fronteiras, acolheria

criar o sentimento de pertença e

mais populaçãoe potencializaria a

melhorar a comunicação, através

dinâmica e a economia dos municípios

de eventos agregadores espalhados

limítrofes, e possivelmente, aumentaria o

pela região.

espaço para que os turistas tenham mais lugares onde estar.

Cada vez mais se tem vindo a admitir que o marketing e

Pode-se citar como exemplo Amesterdão

a governança das regiões é

em que a praia a 20 km se chama praia

cada vez menos um atributo da

de Amesterdão, quando há 1 ano atrás,

responsabilidade dos governos

se chamava Zandvoort. Outro exemplo, o

centrais e cada vez uma

de Londres que cidades como Camden e

função dos atores regionais,

Shoreditch tem sua vida autónoma, tem o

independentemente de estratégias

seu município, tem sua atividade politica,

superiores que possam em alguns

mas são compreendidas como parte de

aspetos limitar determinadas

Londres. Dessa maneira, as pessoas

intervenções. Se se ultrapassarem

poderiam dispersar-se e a cidade teria

as burocracias típicas e formais

mais espaço, como também, estariam em

e, em alternativa, se procurarem

outros lugares como se estivessem no

entendimentos estratégicos

Porto.

comuns, poderemos acelerar

Como maneiras de alcançar este desafio, sugere-se uma articulação entre as chefias políticas com foco na

processos e vermos mais rápido os impactos dessas iniciativas junto a população.

comunicação, empresas de transportes

17


Foco em 3 ideias

Pavillion - Warshaw 18


02 Qualificar a acessibilidade A cidade deve proporcionar a mobilidade

de passeio em estradas (para

em todos os seus espaços e para toda

maior segurança) e a implantação

a gente. Sabe-se do investimento na

de elevadores e passadeiras

melhoria nos transportes que ligam as

rolantes. Desse modo, promove-

diversas pontas da cidade.

se a mobilidade a qualquer ponto

O foco deste desafio está na qualificação da acessibilidade para caminhar pelas ruas, para todos os tipos de pessoas,

da cidade com uma malha de circulação ligeira, contínua e amigável.

com ou sem dificuldades de locomoção,

Como exemplos. o Pavillion em

para os mais novos ou com idade

Varsóvia propõe um ambiente

avançada.

urbano público integrador que

Como atores envolvidos indica-se os engenheiros civis, lideres do município, contactos de fundos de investimento e representantes da sociedade para trabalhar em co-design a fim de gerar uma hierarquia de ações com ênfase no bem-estar da população. Como principais objetivos recomenda-

serve a toda comunidade. Já o projeto La Granja Escalator na Espanha une os conhecimentos do design e da arquitetura aplicados ao local para aproveitar a paisagem e propor um novo contexto. A praça City Dune em Copenhagen propõe um espaço público habitável, seguro e com acesso garantido a todos,

se a construção de rampas de acesso, redução dos passeios altos, alargamento de passeios estreitos, definição de zonas

City Dune - Copenhagen La Granja Escalator - Spain by Martínez Lapeña & Elías Torres

19


Foco em 3 ideias

20


03 Diversificação de eventos e centralização de informação Os eventos são boas oportunidades de

conhecimento independentemente

atrair pessoas para o Porto. A exemplo

da época do ano e, com isso, gerar

de outras cidades, uma agenda de

rendimento mais regular e maior e

eventos conscientemente dispersa ao

melhor circulação de pessoas na cidade.

longo do ano combate a sazonalidade e dilui os fluxos de pessoas e as necessidades de recursos ao longo do ano. Sabe-se que já existem iniciativas neste sentido aqui na cidade, mas há necessidade de ações mais efetivas. Por esse motivo, a equipa que se debruçou sobre a diversificação de eventos na cidade, acredita que a colaboração e a sinergia entre entidades culturais, recreativas e desportivas, a Câmara, associações empresariais, instituições de ensino, espaços de eventos, empresas de serviços (luz, som, catering e infraestrutura), marketing, media, promoção e mecenato (no sentido de viabilizar financeiramente), podem gerar uma maior oportunidade de valorização da cultura e a partilha de

Acreditam que essas ações podem captar novidade e inovação, investimento, valorizar os residentes, facilitar ainda mais o acesso ao conhecimento, e potenciar oportunidades para empresas e particulares. Acrescenta-se, ainda, o interesse e pertinência de ter uma estratégia integradora on-line das diferentes plataformas de informação para que as pessoas possam ter acesso a uma agenda mais abrangente, eclética de espetáculos, congressos, encontros, cursos, reuniões temáticas que informe em tempo-real, centrada nos dias mais próximos e que mostre a disponibilidade para ajudar nas pesquisas de atividades para o imediato.

21


03 Vision

Ideias para a cidade com foco no futuro.

23


Vision Após o reconhecimento das necessidades básicas com foco no momento presente, a equipa procurou traduzir insights visuais temáticos em oportunidades. Este exercício criativo consiste em mover-se do estado atual concreto para o de vislumbrar possibilidades de desafios futuros no campo do abstrato. Vê-se, dessa forma, uma oportunidade como a rearticulação dos problemas ou necessidades percebidas na etapa anterior de forma a inspirar a geração de novas ideias para proporcionar uma população mais feliz. Uma área de oportunidade não é uma solução. Ao contrário, sugere uma gama de direções que possibilitam à equipa criar novos resultados. Nas páginas seguintes veremos os seguintes tópicos temáticos:

24

Millenials & Xennials

Vestir os espaços públicos

Adult playful

Ginásio ao ar livre

Silêncio

New Feminism

City for singles


Ver as oportunidades para alĂŠm das necessidades

25


Millenials & Xennials

Esta tendência propõe um olhar

Estas pessoas quando em comparação

com especial atenção para duas

com gerações anteriores, têm um

gerações: os millenials e os xennials,

perfil que prefere investir mais em

que representam grande parte

experiências como viagens e cultura,

da população ativa no momento e

em detrimento de adquirir um

que está a gerar valor e a ganhar o

automóvel ou outro bem material.

protagonismo das cidades.

Mesmo dentro das cidades, tendem a

Os indivíduos destas gerações estão

migrar para sítios menos valorizados,

menos empenhados na posse de bens

convertendo-os em zonas com maior

físicos e mais interessados em usufruir

valor e interesse imobiliário. Estando

e viver a vida com experiências de

criados estes ambiente, em que estas

convívio, de cultura, de gastronomia

pessoas se sentem seduzidas, elas

e de vivência das próprias cidades.

fixam-se, dessa forma, nas cidades.

Apesar de estarem normalmente a frente de computadores ou máquinas, procuram o alternativo e estar ao ar livre e usufruir das cidades.

26

Moodboard Target Group


Desafios 01

04

Estratégias de comunicação

Facilitação (desburocratização)

com apelo às populações

das obrigações de licenciamento e

alvo (fotografias, lifestyle,

taxação ou até propor períodos de

etc…) alinhadas com a idade, a

carência que estejam sob a alçada

experiência, o trabalho, o modo

da Câmara Municipal, para o público

de vida dos Millenials e Xennials –

alvo, em zonas menos privilegiadas

disseminar imagens pela cidade

para estimular a adopção desses

com este público, para criar um

espaços por empreendedores e

ambiente com uma identidade

por novos residentes. Este tipo de

de acolhimento que oportunize o

ação pode ajudar a definir novos

estar destas pessoas.

epicentros de propagação de uma nova dinâmica nestas zonas, a fim

02

de alargar a cidade e descentralizar os investimentos.

Reconverter prédios públicos abandonados, fechados ou devolutos e promover outras funções, em benefício deste público. como por exemplo, destacamos a Igreja de Santa Bárbara na Espanha que foi transformada em um Skate Park.

03 Dinamizar iniciativas inovadoras e diferenciadoras em sectores de atividade específicos, como a gastronomia através de ‘Lunch Parties’ durante a semana em

Igreja de Santa Bárbara convertida em Skate Park - Espanha

restaurantes e bares da Baixa, ou propor um roteiro de restaurantes secretos para que as pessoas descubram diferentes sitios da cidade. 27


Vestir os espaços públicos e estimular os sentidos

De modo muito simplificado, poderíamos relacionar esta tendência com o interesse de cobrir e revestir os espaços para abrigo e circulação de pessoas, mas, na verdade, a proposta vai para além de uma visão funcional. Pretende-se a criação de ambientes que promovam uma experiência memorável; desde simples sistemas, como espelhos com novas perspetivas aplicáveis ao teto dos passeios ou áudio ambiente nas ruas, até aos mais complexos, como instalações utilizando materiais, estruturas e formas inusitadas, plantas e relva, com aplicação de iluminação para dar mais destaque, ou, ainda, como nuvens gigantes feitas de balões de hélio. Moodboard Ambientes

28


Desafios

01

04

Promover o diálogo entre

Criar mais e novos ambientes ou

arquitetura, engenharia, design

instalações nas ruas de diferentes

e arte para “Cobrir a Cidade”

zonas, com jardins verticais ou

através de intervenções criativas

até um chão de estrelas em que as

e inusitadas em espaços públicos,

pessoas tenham uma experiencia

tanto temporárias como definitivas.

única e convidem outros a visitar estes sítios. Dessa forma, há um estímulo para o comércio local

02

e também pode contribui para a descentralização.

Criar uma estrutura itinerante de constante auscultação da população sobre iniciativas do seu interesse e do seu desejo para instalação no espaço público. Este tipo de

El Caminito - Buenos Aires by Rolando Castillo

iniciativa pode ajudar a gerar novas ideias e também a desenvolver um envolvimento da população e minimizar a depredação.

03 Perceber que a rua não é só uma rua, ela promove uma interação e cria uma experiência que fica na memória das pessoas, como por exemplo o El Caminito em Buenos Aires que se diferencia pelo apelo das cores aplicadas aos edifícios, ou Camden Town em Londres que

Camden Town - Londres

propõe uma livre expressão da cultura local através das fachadas do comércio, criando-se com isso, um ambiente com experiências unicas.

29


Adult Playful

Divertir-se é um sentimento inerente

A exemplo das decorações de

ao ser humano independente da idade.

Natal que embelezaram a cidade

A cidade pode proporcionar diversão

do Porto, como os baloiços na

às pessoas através dos equipamentos

Praça dos Aliados, este desafio

urbanos, inusitados, marcantes e com

propõe este tipo de intervenção de

interação. Peças criativas, lúdicas

forma permanente, que se torne

e diferentes podem ser aplicadas a

algo interessante e que faça parte

espaços públicos, para utilização de

para a cidade.

todos.

Criar uma atmosfera de diversão e

Dessa forma, as pessoas têm a

felicidade nos ambientes urbanos

oportunidade de experienciar novas

independente da época do ano,

maneiras de perceber o ambiente

tanto para quem vive, como para

e esta nova dinâmica de criação de

quem passa é uma tendência

novas atrações pode tornar-se uma

mundial de romper a monotonia

ação atraente para o local e para o

das cidades.

comércio próximo.

Moodboard possibilidades de intervenção urbana

30


Desafios 01

05

Identificar zonas com potencial, mas

Proporcionar uma conexão com o

com pouca circulação de pessoas

design, engenharia e arquitetura

e aplicar este recurso de “cidade

para pensar e contruir uma gama

playful” para dispersar moradores e

de intervenções na cidade com

turistas por zonas menos visitadas.

este tema, como por exemplo,

02

uma rede para chill out com mídia ambiente no Cais das Pedras, onde as pessoas possam deitar e

Utilizar este tipo de apelo

desfrutar da vista, um escorrega das

à diversão como forma de

Virtudes à Alfandega ou à volta dos

consciencializar as pessoas para

monumentos, uma montanha russa

ações como, por exemplo, o projeto

urbana, uma ponte panorâmica

Trash Tetris aplicado em New York

transparente sobre o rio ou entre

para manter a cidade mais limpa

dois pontos da mesma margem,

ou a aplicação de realidade virtual

entre outras iniciativas.

para pratica de exercios como no projeto Urbanimals da Polônia.

Trash Tetris - New York

03 Aproveitar a irregularidade dos terrenos para promover experiências únicas, como

Alpine Coaster nos morros ou até a implementação de um sistema pedonal suspenso a ligar vários pontos da cidade.

04 Abrir espaço para a iniciativa privada potenciar zonas inexploradas. Há espaços que podem ser atraentes para esportes radicais e outras oportunidades que criam novas atrações e amplitude de

Urbanimals - Poland

eventos para a população. 31


Ginásio ao ar livre

Esta temática propõe intervenções na

Na cidade do Porto há ótimos

cidade através de projetos de design,

sítios para a prática do desporto,

aliado a engenharia e arquitetura

mas este desafio propõe uma

para proporcionar inovação nas áreas

quebra de paradigma, no sentido

destinadas a promoção da saúde da

da cidade se posicionar como

população.

incentivadora de um novo estilo de

As respostas a essa tendência podem ser criativas e conectadas ao tema que propõe a diversão, mas também podem ser criados espaços

vida de cuidado com a saúde e uma clara preocupação com o bemestar das pessoas e também como promotora de felicidade.

dedicados ao ginásio para uso diurno e noturno. Para além do autocuidado, espaços bem planejados e bonitos são incentivadores e aprazíveis de se estar.

Moodboard possibilidades de intervenção

32


Desafios

01

03

Criar um centro de desporto em

Implementar uma app e

cada zona para descentralizar a

aliada a uma estratégia de

população, mas também facilitar

comunicação para as ciclovias,

o acesso da população aos sitios

como as que existem para o

que já existem, como por exemplo

Metro do Porto, para facilitar a

dinamizar o Parque Oriental

opção e a atração das pessoas

da Cidade e o Clube Desportivo

pela pratica do ciclismo dentro

Universitário do Porto (CDUP).

da cidade.

02

04

Desenvolver projetos que

Promover o desporto através

incentivem os mais jovens ao

de ações como fechar algumas

desporto, como Skate Parks,

ruas a noite, de forma a

ginásios e Static Bikes em

criar um circuíto, para que

diferentes zonas da cidade com

as pessoas possam correr e

eventos dedicados a este público.

desfrutar da cidade.

33


Silêncio Esta tendência pode ser considerada

Quando a cidade proporciona este

como uma necessidade básica,

tipo de estado emocional, a pessoa

porventura desvalorizada, mas

passa a sentir-se mais envolvida com

demoramo-nos a dar conta do quanto

a comunidade e em condições para

precisamos de silêncio nas nossas

uma maior intervenção cívica social.

vidas atuais, tão intensas de informação e inquietude. Torna-se cada vez mais necessário proporcionar espaços para silêncio e refúgio momentâneo do reboliço urbano. A felicidade também está ligada a calma e o relaxamento. As pessoas precisam baixar o seu ritmo frenético do dia-a-dia para descansar, mas também para imergir num estado de apreciação.

Atualmente, para ter um sítio em que possamos estar em silêncio em espaço aberto, temos de nos deslocar até ao Parque da Cidade, aos Jardins do Serralves ou refugiarnos em espaços fechados. Seria interessante termos pequenos recantos em que as pessoas pudessem estar em silêncio no meio da cidade. Como poderemos contribuir para algo que as pessoas precisam para serem felizes, como o silêncio?

Moodboard silêncio como necessidade básica Photos by Achraf Baznani

34


Desafios 01

03

Criar espaços com efeito

Destinar investimentos para

de biombos e diferentes

proporcionar o silêncio em

equipamentos urbanos em forma

diferentes abordagens de ambientes

de bolhas ou cabines como, por

com pequenos jardins como por

exemplo, o projeto Loop ou o

exemplo o Street Park na Australia

Bubble Office que proporciona

aplicado nas coberturas dos

um espaço de silêncio e maior

edificios, ou ainda conchas acústicas,

concentração em locais coletivos

como o Pentaphone que permite a

com maior privacidade.

redução de ruído de forma simples e inovadora.

02 Promover uma campanha de

04

saúde e de cuidado com o cidadão

Desenvolver uma comunicação

com a temática do silêncio. Este

visual aliada a uma tecnologia em

tipo de estratégia educacional

que se possa informar as pessoas

é algo relevante e que chama a

quanto as emissões de ruído na

atenção.

cidade.

Loop

Street Park

Bubble office

Pentaphone 35


New Feminism

Esta tendência propõe um olhar

Pode ser considerado um

mais profundo quanto a uma

movimento mundial de

mudança de comportamento

consciencialização em que as

em crescente ascensão. O novo

mulheres se encorajam umas às

feminismo é um fenómeno que saiu

outras para mostrar como são

da ‘exclusividade’ da academia e se

afetadas pela desigualdade. Neste

tornou comunitário. Possui fortes

sentido, como o Porto poderia

correntes nas redes sociais, sem

atrair e inovar para este segmento

ser algo de cunho político.

que está a crescer em adeptos e oportunidades de negócio.

Moodboard Target Group

36


Desafios

01

04

Possibilitar o livre diálogo entre as

Proporcionar a disseminação

pessoas sobre temas emergentes

de informação sobre temas

importantes, através da criação ou

relacionados para conhecimento

apoio a campanhas em diferentes

da grande população, como por

sitios da cidade.

exemplo, a edição e distribuição de uma revista com reportagens e depoimentos de mulheres do Porto,

02

para valorização e destaque da força feminina local.

Promover ações para cativar mulheres para intervenções na cidade e propor eventos alinhados a essa temática como Festivais de Cinema, Roteiros turísticos femininos, ou até a realização de concertos na Casa da Música previlegiando o papel feminino.

05 Criar um ambiente de livre expressão, para que as pessoas tenham o Porto como um local para se orgulhar e que vejam como uma

03

cidade alinhada a comportamentos de vanguarda, como por exemplo,

Implementar estratégias ligadas a segurança feminina, a exemplo da cidade de Vigo, na Espanha, que permite que a noite os autocarros possam parar em qualquer ponto do percurso, mais próximo ao destino desejado para que as pessoas se

a Islândia, em que as mulheres se orgulham, são felizes e compartilham seus pensamentos sobre o progresso do país quanto a igualdade de genero. Além disso, é visto mundialmente como um dos paises mais felizes do mundo.

sintam mais seguras.

Mulheres da Islândia que se orgulham do país em que vivem

37


City for singles

Para além do enfoque para a cultura

Sem a rotina familiar que toma muito

e para a diversão, numa clara

do tempo, essas pessoas vêem a

associação do conceito de solteiro

cidade como uma companheira para

à predisposição para a socialização

oferecer momentos de distração,

boémia, esta tendência pretende

convívio, reflexão e até conforto.

trazer uma reflexão quanto à cidade para pessoas sozinhas, no sentido de ser uma cidade que recebe muitos turistas, estudantes, pessoas de negócios e também possui habitantes com idade mais ou menos avançada e que vivem sem os seus entes mais próximos.

O desafio aqui é o de pensar a cidade em termos de saúde, infraestrutura, gastronomia, habitação, sociabilização, qualidade de vida e, também, a questão dos animais de companhia (normalmente melhores amigos dos solitários) para proporcionar uma maior felicidade para estas pessoas.

Moodboard comportamentos

38


Desafios

01

04

Promover a aproximação das

Criar redes de atenção ao

pessoas sozinhas, através de

público alvo, como apps de troca

serviços como georreferenciação

de expertises (como tocar um

de pessoas para conhecer, ou

instrumento, ou organização

propiciar a criação de associações

da casa), redes de cuidadores

para atividades e reuniões.

de animais, como o exemplo da Inglaterra que criou uma campanha e uma plataforma virtual

02

para auxiliar as pessoas sozinhas.

Gerar oportunidades de rendimento para pessoas de mais idade que vivem sozinhas e que

Restaurante Enoteca Maria - New York

pretendam uma ocupação, como a criação de redes de voluntariado e também a exemplo de New York, que um restaurante tem como chefs, apenas avós.

03 Propiciar a qualidade de vida e saúde mental das pessoas através de atividades e eventos com partilha de conhecimento e palestras de especialistas da saúde e comportamento. Mas também atuar na prevenção a solidão, através de campanhas nas

Prevenção a solidão com os jovens

escolas sobre a importância dos relacionamentos.

39


2018 Desafios ao Porto ReferĂŞncias Imagens

http://cdn.sabado.pt/images/2015-06/img_28 7x160$2015_06_20_00_19_09_126188.jpg

https://www.standard.co.uk/s3fs-public/thumbnails/image/2015/10/09/11/countrysidewalking0810a.jpg

https://a3.odistatic.net/images/landingpages/vacation/640x480/porto_640x480.jpg

https://1pkrq4o1weu3bz9n92dj4dyq-wpengine.netdna-ssl. com/wp-content/uploads/2015/11/young-adults-sharing-meal-ht4w600-600x400.jpg

https://aviagemdosargonautasdotcom.files.wordpress. com/2017/02/thomas_pesquet_porto.jpg http://ruralea.com/wp-content/uploads/2015/08/clerigos1-e1443059218284.jpg http://www.petrusindonesia.com/wp-content/uploads/2016/02/Vision.jpeg http://marketingsimulator.net/lucasvieirocobas/wp-content/uploads/sites/578/2017/09/caminito02.jpg https://londontopia.net/wp-content/uploads/2011/08/ Camden-Market-London-England.jpg https://i2.wp.com/uaucance.com.br/wp-content/uploads/2016/06/solitario.jpg?resize=550%2C369 https://www.diplomaticourier.com/wp-content/uploads/2016/12/bigstock-Melting-Pot-People-Walking-On-102651134.jpg http://ad009cdnb.archdaily.net/wp-content/uploads/2015/03/5514a325e58eceba3f0000a4_pavillion-in-warsaw-ponadto-grupa-projektowa_15.jpg

http://www.light-up.hk/data/upload/article/1710/18/59e717c8dbfdc.jpg http://www.taarangatrance.com/images/homes/slide4. jpg https://i.pinimg.com/736x/31/c5/67/31c567f9575dce1c8f27a8b485f32152--industrial-fabric-exterior-shades.jpg https://i.pinimg.com/originals/89/dc/b5/89dcb5e3e1c5e9450d6e70df971a165d.jpg http://architizer-prod.imgix.net/media/1410448412948Horner_06.jpg?q=60&auto=format,compress&cs=strip&w=1680 https://i.pinimg.com/736x/3c/91/a8/3c91a80efc4bf41bd1af4037683571fb.jpg http://inspirowaninatura.pl/wp-content/uploads/2014/04/ httpm.theatlanticcities-4-785x552.jpg http://i.dailymail.co.uk/i/pix/2013/02/25/article-2284350-184A51B6000005DC-435_634x382.jpg

http://pics2.brainparking.com/p217/e/k/8822172mke. jpg

https://cdn-images-1.medium.com/max/1600/1*9zpPvSk598lf_uc_dC4G2w.jpeg

https://www.pinterest.pt/pin/296182112977551672/

https://i.pinimg.com/236x/c2/6b/3a/c26b3a90fc379e561e31bd8bfdd10592.jpg

http://www.indevents.be/wp-content/uploads/2014/08/ billets21.png https://www.washingtonpost.com/blogs/wonkblog/ files/2016/04/NewYork427.jpg http://smart-coaching.pl/wp-content/uploads/2015/01/ iStock_000031153704_Full-e1422197785915.jpg http://sleekdesign.canalblog.com/archives/p20-20. html http://www.yankodesign.com/2017/08/09/pods-for-privacy/

http://arte.sky.it/wp-content/uploads/2015/12/Luminoth%C3%A9rapie-Impulse-Place-des-Festivals-Montr%C3%A9al-Canada.-Photo-Ulysse-Lemerise-OSA-2-259x388.jpg https://s3.amazonaws.com/nnd/upload/1449528360414NFC_Fitness_7_1952.jpg http://andycurly.com/wp-content/uploads/2015/10/ANDYCURLY-MONTREAL-PLACE-SHAMROCK.jpg

http://www.happyblog.it/post/90932/panchine-belle

http://1.bp.blogspot.com/-a3nGXF26Sl4/VHHu6ik3M0I/AAAAAAAAAXI/XRBaS21NTKI/s1600/rampa_ spy_513_635x.jpg

https://www.blog-deco-maison.com/2012/06/espace-travail-design-bureaux-pons-huot/

https://design-milk.com/images/2017/05/Kebne-outdoor-Gym-Nola-11-810x567.jpg

http://47tattoos.tumblr.com/post/129370979262/ngxtattoo

https://78.media.tumblr.com/81426a38ed272c11f22601a66cf5de9a/tumblr_o9rkc3CPOL1sthf15o1_1280.gif

http://coveteur.com/2017/01/06/feminism-social-media-presence-growth/

http://nebraskafamilymagazine.com/wp-content/uploads/2017/08/Moms-in-Prayer.jpeg

https://image.freepik.com/fotos-gratis/ vista-traseira-de-uma-turista-com-uma-mochila-caminhando-pela-rua-e-viajando-sozinha-mulher-de-cabelos-curtos-olhando-ao-redor-e-desfrutando-arquitetura-da-cidade-viajando-no-conceito-de-fim-de-semana_1262-5036.jpg

http://www.btchflcks.com/wp-content/uploads/2014/07/ TheFilmmakers.jpg

http://piccsy.com/

https://scontent-lga3-1.cdninstagram.com/t51.2885-15/e3 5/24327191_153046738651597_1696605909775548416_n.jpg http://daregirl.es/wp-content/uploads/2016/12/work.jpg


2018 Desafios ao Porto ReferĂŞncias Imagens

http://cjp.h-cdn.co/assets/17/51/1513981751-lauren-schulte-bulletin-popup-june-2017.jpg

http://www.arquitecturaydiseno.es/medio/2017/12/15/5aac68ea51d2ef7979f9fdcfac3ca704_92850f20_1060x575.jpg

http://daregirl.es/wp-content/uploads/2016/12/work. jpg

http://nogu.dk/wp-content/uploads/2015/06/PhotocOREV-Vandingssystemer1.jpg

https://pbs.twimg.com/media/DCxCuUeWsAACCl-.jpg

http://www.indevents.be/wp-content/uploads/2014/08/ billets21.png

https://scontent-frx5-1.cdninstagram.com/vp/2ad6a3ef78ee135157921d9be8098c36/5B023A56/ t51.2885-15/e35/26268292_354799001652601_34850918 1294149632_n.jpg https://www.go-dok.com/wp-content/uploads/2017/05/Masalah-Kulit-Lansia-webr.jpg https://farm6.staticflickr.com/5505/11734088693_9e6b0a2d1d_b.jpg http://amendo.com/wp-content/uploads/2016/06/bigstock-Hiker-Woman-Walking-Outdoor-At-98233685.jpg http://www.vilsad.pt/assets/stores/1286/uploads/vilsad/article_13.jpg https://www.diplomaticourier.com/wp-content/uploads/2016/12/bigstock-Melting-Pot-People-Walking-On-102651134.jpg http://ad009cdnb.archdaily.net/wp-content/uploads/2015/03/5514a325e58eceba3f0000a4_pavillion-in-warsaw-ponadto-grupa-projektowa_15.jpg

http://www.petrusindonesia.com/wp-content/uploads/2016/02/Vision.jpeg https://gdsit.cdn-immedia.net/2015/12/chiesa-skate2.jpg https://k60.kn3.net/C/A/B/6/A/5/6E1.jpg http://image.99ys.com/images/20131118/20131118093758236578.jpg http://smart-coaching.pl/wp-content/uploads/2015/01/ iStock_000031153704_Full-e1422197785915.jpg http://www.yankodesign.com/images/design_ news/2017/08/loop/loop_01.jpg http://blog.reservasi.com/wp-content/uploads/2016/12/ kursi-taman-unik-18.jpg https://www.blog-deco-maison.com/wp-content/uploads/2012/06/bureau-design-pons-huot-entreprise-4.jpg http://www.designlaunches.com/wp-content/uploads/2013/03/phonebooth1.jpg

http://madrides.es/de/wp-content/uploads/sites/5/2014/04/ESCALERAS-MEC%C3%81NICAS. TOLEDO.jpg

http://assets.nydailynews.com/polopoly_ fs/1.1556181.1387798794!/img/httpImage/image.jpg_gen/ derivatives/article_750/old-world-silent-years.jpg

https://data.whicdn.com/images/298242242/original. jpg

https://d.wattpad.com/story_parts/31/images/14e8c382c2303d53185764675784.jpg

https://a3.odistatic.net/images/landingpages/vacation/640x480/porto_640x480.jpg

http://s3-sa-east-1.amazonaws.com/diocesesjdr/wp-content/uploads/2017/11/07144020/Homem-sozinho-muchomacho-265x198.jpg

https://odysseyonline-img.rbl.ms/simage/https%3A%2F%2Faz616578.vo.msecnd.net%2Ffiles%2F2016%2F05%2F26%2F635998224390915290-171722865_Group-of-smiling-people-taking-a-selfie-800x500. jpg/2000%2C2000/%2FO%2BMcL85unpcnhpy/img.jpg

http://honduespacios.info/worldofstudies/wp-content/ uploads/2018/01/estudiar-extranjero.jpg https://aviagemdosargonautasdotcom.files.wordpress. com/2017/02/thomas_pesquet_porto.jpg

http://www.gastro-service-hannover.de/typo3temp/ pics/c06a287507.jpg

https://data.whicdn.com/images/221191438/superthumb. jpg

http://amendo.com/wp-content/uploads/2016/06/bigstock-Hiker-Woman-Walking-Outdoor-At-98233685.jpg

http://feminism.trendolizer.com/2017/12/what-is-it-like-to-be-a-woman-in-iceland-the-most-feminist-country-in-the-world.html

http://assets.matchesfashion.com/content/mf/ISSUES/2015/MENS/JUL/0729/MW-TR/images/desktop/ img-1a.jpg https://bravenew.com/media/images/using-social-media-to-engage-mille.2e16d0ba.fill-800x450.jpg http://blog.else-corp.com/wp-content/uploads/2017/01/Meeting-millennials-where-they-shop-1536x1536-250_Standard.jpeg https://i.pinimg.com/originals/2a/72/a2/2a72a28e339a6522f193979bb6f876a4.jpg

http://www.enotecamaria.com/wp/2010/09/21/home-italian-cooking-with-grandmas-in-the-kitchen/


www.ideiam.com E info@ideiam.com

PORTO | PORTUGAL

BARCELONA | ESPANHA

Rua Alfredo Allen, 455 4200-135 PORTO PORTUGAL

Av. Diagonal, 601 – 8º Planta 08028 BARCELONA ESPANHA


Porto - as pessoas mais felizes do mundo  
Porto - as pessoas mais felizes do mundo  
Advertisement