Page 1

parceria

nossa gente

Gran Park, Eldorado e Primavera são beneficiados por obras de urbanização As obras de urbanização dos bairros Gran Park, Eldorado e Primavera, em Congonhas, foram concluídas e entregues para a população em junho. Cerca de cinco quilômetros destes bairros foram incluídos no projeto que previa asfaltamento, colocação de meio-fio e sarjeta e construção das galerias pluviais que viabilizarão as futuras obras de saneamento básico. Realizado por meio de parceria entre a CSN e a prefeitura do município, o investimento no projeto foi superior a R$ 5 milhões, que foram repassados pela companhia à administração municipal. Um dos primeiros benefícios percebidos é a redução da poeira, que incomodava muito a população, especialmente nos períodos de seca. De acordo com Rosemary Aparecida Benedito, secretária Municipal de Obras, “ a população da região sofria com a poeira. A prefeitura, então, custeava um caminhão-pipa para baixar o pó. Já no período chuvoso o problema ficava por conta do barro e da falta de captação pluvial”. Após as obras, os gastos com caminhão-pipa e os problemas decorrentes da falta de drenagem tiveram fim. “Esta foi uma obra acordada com a prefeitura de Congonhas que oferece uma contrapartida direta à população de Congonhas”, afirma Silvia Naschenveng, gerente Institucional da CSN em Minas Gerais.

Educandos do Garoto Cidadão visitam São Paulo Jovens puderam trocar experiências e conhecer lugares e culturas diferentes “Mãos suadas, olhos desconfiados e uma sensação de medo a ser despistada. Então olham o avião e um deles pergunta: ‘Como será que voa esse treco tão grande’? Na porta do hotel a cabeça segue voltada para o alto, para acompanhar a altura daqueles muitos prédios. ‘Essa cama é mole, esse ar (condicionado) tá gelado, a TV tem muitos canais, nunca tinha entrado em um museu, comi tanta pizza que já engordei’, as sensações são muitas. Brincadeiras, apresentações e... pronto: finalmente, eles relaxam”. De forma poética e emocionada, a professora de dança Maria Clara Curty Seabra descreve as impressões dos educandos da unidade do projeto Garoto Cidadão de Congonhas que participaram do 1º Encontro dos Garotos, ocorrido de 20 a 24 de agosto deste ano, na cidade de São Paulo (SP). Ao todo, 14 educandos oriundos dos estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo participaram do encontro. O evento teve o objetivo de integrar os educandos das unidades do projeto pulverizadas pelo Brasil. A participação dos garotos foi totalmente custeada pela companhia. O Garoto Cidadão, projeto social da Fundação CSN que atende a crianças e adolescentes com idades entre 6 e 16 anos, está presente em quatro estados brasileiros: Paraná, Minas Gerais (Arcos e Congonhas), Rio de Janeiro e São Paulo. No total, são 2.190 crianças e adolescentes atendidos. De acordo com Magda Cristina Puygcerver Cunha, coordenadora do Garoto Cidadão em Congonhas, na sede do projeto são atendidas 240 crianças e adolescentes. Já no braço intitulado “projeto Garoto Cidadão Comunidade”, são atendidos 165 educandos dos bairros Esmeril (31 educandos), Plataforma (22), Pires (87) e Santa Quitéria (25).

Antes

Depois As principais vias de bairros como o Gran Park eram pura terra. Com as obras, a mobilidade urbana dessas regiões melhorou

CSN e Polícia Militar de MG assinam convênio Recursos serão destinados à melhoria nas instalações e à recuperação de viaturas da corporação em Congonhas A CSN e a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) assinaram um novo convênio, por meio do qual serão investidos R$ 350 mil na construção de salas de aula e de vestiários e em melhorias nas instalações da polícia feminina, na área de ginástica e nos muros da sede da corporação em Congonhas. O convênio também prevê que parte dos recursos seja destinada à recuperação de viaturas e compra de equipamentos de informática. Para o comandante do 31º Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Flávio Cristino Pires, “o convênio é muito importante, pois os policiais terão um ambiente de trabalho mais favorável”. As obras serão executadas pela Polícia Militar e os recursos foram repassados pela CSN. “Com a ação, queremos contribuir para que o batalhão de Congonhas tenha uma boa estrutura para atender às demandas do Alto Paraopeba,” afirma Márcio Melillo, gerente-geral de Administração e Controle da mineração Casa de Pedra.

5

Fala, Congonhas!

Assinatura do convênio entre representantes da compania e da Polícia Militar

“A comunidade aguardava há muitos anos por esta reforma da igreja, que estava toda estragada. O atendimento médico, inclusive, era feito lá dentro, já que não havia posto médico na região. Estamos todos muito alegres com a reforma da Igreja da Barra de Santo Antônio e com a construção do posto de saúde, realizados pela CSN!” Leonardo Vicente Modesto, presidente da Associação Amores, do bairro Esmeril / Barra do Santo Antônio, sobre a reinauguração da Igreja de Barra de Santo Antônio

6

Conheça

Contato

Jornal para uma Congonhas cada vez melhor

Boletim trimestral CSN I Ano 3 I No 09 I Outubro / Novembro / Dezembro de 2012 I www.csn.com.br

Matriz Nossa Senhora da Conceição, em Congonhas, está sendo restaurada com a participação da NAMISA

A partir desta edição, o jornal Contato traz a coluna Conheça, que terá como personagens principais moradores, projetos ou locais da comunidade. E na estreia da coluna, a estrela é Maria Luíza da Silva Rocha, moradora do bairro Pires e pequena produtora de hortaliças há mais de 20 anos. “Sempre vivi com a renda da horta, onde planto todo tipo de cheiro verde”, afirma ela, que viu sua produção mudar após participar do projeto Cultivar. A turma de Maria Luiza era formada por 11 horticultores, que receberam informações sobre cultivo e cuidados necessários para a manutenção de suas hortas. Com duração de um ano, o Projeto Cultivar, da NAMISA, oferece capacitação teórica e prática aos produtores de agricultura familiar. Além de ensinar técnicas para melhorar o cultivo das pequenas propriedades e ajudar aumentar a renda obtida com a venda dos produtos, o programa também fala sobre como produzir em sintonia com o meio ambiente e como ter uma alimentação cada vez mais saudável. “No Cultivar, aprendi que o mato que a gente capina para fazer a horta pode virar adubo orgânico e que posso usá-lo em minha própria horta. Minhas técnicas de cultivo melhoraram muito”, conta Maria Luíza.

Resgate da memória mineira Responsabilidade social: NAMISA participa de projeto para recuperar patrimônio barroco

2

Gerente-geral da Fundação CSN fala sobre projetos da instituição

5

NAMISA destina recursos para urbanização de bairros em Congonhas

6

Educandos do Projeto Garoto Cidadão participam de evento em SP


responsabilidade social

educação

Investindo no desenvolvimento da comunidade de Congonhas A Fundação CSN promove e apoia projetos de incentivo à educação e cultura e qualificação de mão de obra local. Nesta edição, André Leonardi, gerente-geral da Fundação CSN, fala sobre projetos e a atuação no município

rh

NAMISA investe cerca de R$ 1 milhão na restauração da matriz de Congonhas Igreja Nossa Senhora da Conceição foi construída em 1734 e possui obras de Aleijadinho em seu acervo

O que os interessados precisam fazer para participar dos programas oferecidos pela Fundação CSN?

O que é a Fundação CSN?

É o braço da Companhia Siderúrgica Nacional na atuação social. Atua promovendo e apoiando iniciativas nas áreas da educação, No Garoto Cidadão, a família interessada deve se cadastrar na Secretaria de cultura e esporte, como agente de transformação social em âmbito Assistência Social da prefeitura, que encaminha as crianças e adolescentes ao projeto. A prioridade é de nacional, mas especialmente nas quem vive em situação de comunidades nas quais está inserida. vulnerabilidade social. No Há mais de 50 anos, a Fundação CET, que oferece cursos de cumpre seu papel social também capacitação profissional para ao orientar a CSN e a NAMISA na maiores de 16 anos, realizamos aplicação de recursos relevantes anualmente um processo de sempre em projetos com foco no seleção para bolsas de estudos desenvolvimento de Congonhas. para todos os cursos oferecidos Em Congonhas, a Fundação CSN pela escola. Temos parceria oferece, por meio do Centro de com governo do estado e a Educação Tecnológica (CET), prefeitura para cursos técnicos, educação profissional e ensino e nesses casos todas as vagas médio, cursos gratuitos de são ofertadas gratuitamente. capacitação de mão de obra e bolsas Já os cursos de Aprendizagem de estudos integrais e parciais. Industrial são gratuitos para a Quais são as atividades na área comunidade, porém custeados de educação? pelas empresas da região. Atualmente há 154 participantes nos cursos gratuitos de qualificação para o mercado de trabalho do programa Capacitar, divididos em aulas para formação em Eletromecânica, Operador de Equipamento de Mina e Operador de Beneficiamento de Minério. No curso de Aprendizagem Industrial, 105 jovens com idades entre 16 e 22 anos estão matriculados no programa de iniciação profissional, que tem duração de dois anos e é patrocinado pela CSN e pela NAMISA. Outra iniciativa de sucesso é o projeto Garoto Cidadão, que oferece a cerca de 400 crianças e adolescentes de Congonhas aulas de dança, música, teatro, artes visuais, português, matemática e informática, no contraturno escolar, contribuindo para a educação desses jovens em tempo integral.

Há outros projetos e investimentos, sobretudo na área cultural? Sim. Destaco o investimento realizado no Centro de Referência do Barroco e Estudos da Pedra – Museu de Congonhas (MG), que irá abrigar exposições de arte sacra e um acervo bastante representativo para a história do Brasil e do mundo. Está em estágio final de construção e contribuirá para o turismo na cidade. Neste ano, a CSN patrocinou ainda o CD do Coral Cidade dos Profetas da Associação Cultural Canto Livre de Congonhas, para valorizar e difundir a cultura congonhense!

expediente

Boletim trimestral CSN I Ano 3 I No 09 I Outubro / Novembro / Dezembro de 2012 I www.csn.com.br Diretor-presidente: Benjamim Steinbruch Diretor Corporativo Institucional: Marcelo Behar Gerente de Comunicação Corporativa: Fabio Schivartche Assessores de Comunicação: Constança Guimarães e Carlos Lima Coordenação Editorial: Ideia Comunicação Empresarial l Editor: Levi Carneiro l Jornalista responsável: Carolina Brauer Diagramação: André Pinheiro l Fotografia: Arquivo CSN, Fabíola Xavier e Arquivo Prefeitura Municipal de Congonhas Impressão: Rona Editora l Tiragem: 15.000 exemplares

2

Trabalhe conosco: veja as vagas disponíveis Atuando de acordo com a valorização dos trabalhadores das cidades nas quais operam, a CSN e a NAMISA informam que há vagas abertas para contratação nas duas unidades. Confira no quadro algumas destas vagas:

VAGAS PREVISTAS - NAMISA

VAGAS PREVISTAS - CSN

(Mina Pires e Mina Fernandinho)

(Mina Casa de Pedra)

CARGOS

ESCOLARIDADE EXIGIDA

CARGOS

AUXILIAR DE LABORATÓRIO DE MINÉRIOS I ENSINO MÉDIO COMPLETO

AUXILIAR DE MINA

Valor do investimento chegou a R$ 1 milhão. Obras seguem em ritmo acelerado

Com um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão realizado pela Nacional Minérios S.A. (NAMISA), as obras de restauração da paróquia de Nossa Senhora da Conceição, igreja matriz de Congonhas (MG), ficam prontas no início de 2013. Resultado de acordo firmado em 2010 entre o Ministério Público Estadual (MPE), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a paróquia e a NAMISA, a reforma iniciou-se em abril e, segundo o padre Paulo Barbosa, pároco responsável pela igreja, está dentro do cronograma. “A comunidade está muito satisfeita. Todo o telhado já foi trocado e melhorias no forro estão sendo feitas. Temos celebrado na escola ou no salão paroquial, mas todos estamos com grande expectativa de voltar a celebrar na matriz”, conta. A igreja Nossa Senhora da Conceição preserva importantes características do período barroco. Datada de 1734, possui altares com ornamentações de grande valor artístico e importantes obras do mestre Aleijadinho, esculpidas no século XVIII. Uma

delas é a Madona de Cedro, registrada num romance pelo escritor Antônio Callado, em 1957, que ganhou versões para o cinema (1968) e uma minissérie da TV Globo, em 1994. O convênio foi firmado entre as instituições em setembro de 2010 e previa a destinação de recursos para aplicação em projetos de cunho ambiental, cultural e urbanístico em Congonhas. A preocupação do Ministério Público com a situação dos templos barrocos foi, aos poucos, fazendo com que a reforma na estrutura da matriz se tornasse o projeto contemplado. “O Ministério Público e o Corpo de Bombeiros se reuniram com os padres da cidade e compartilharam a preocupação com a segurança e a conservação das nossas igrejas. Naquele momento, solicitamos apoio do poder público, uma vez que sozinhos não conseguiríamos realizar essa reforma”, conta padre Paulinho, como é conhecido entre os paroquianos. Segundo ele, quando assumiu a paróquia, em agosto de 2009, deparouse com uma população descrente na

3

restauração, o que tomou como um desafio. “As pessoas achavam que já não seria possível essa reforma. Tivemos promessas, projetos de restauração prontos, mas só agora conseguimos que fosse realmente executada. Agora não é mais promessa, não é mais simplesmente um sonho. É realidade”, ressalta.

OPERADOR DE PLANTA DE BENEFICIAMENTO PIRES

ESCOLARIDADE EXIGIDA ENSINO MÉDIO

ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

OPERADOR DE EQUIPAMENTOS DE MINA,

OPERADOR DE EQUIPAMENTOS DE BENEFICIAMENTO

ENSINO MÉDIO COMPLETO

SUPERVISOR DE MANUTENÇÃO ELÉTRICA PIRES

ENSINO MÉDIO COM CURSO PROFISSIONALIZANTE

OPERADOR DE EQUIPAMENTOS DE MINA

ENSINO MÉDIO COMPLETO E CARTEIRA DE HABILITAÇÃO

APONTADOR PIRES

ENSINO MÉDIO

VIGILANTE

ENSINO MÉDIO COMPLETO E CURSO DE VIGILANTE

TÉCNICO DE SALA DE CONTROLE PIRES

ENSINO TÉCNICO COM CREA

tais como: CAMINHÃO, CARREGADEIRA, ESCAVADEIRA, RETROESCAVADEIRA,TRATOR DE ESTEIRA, PATROL, MOTONIVELADORA – PIRES E FERNANDINHO

ENSINO MÉDIO E CARTEIRA DE HABILITAÇÃO

Os interessados devem encaminhar seus currículos para o e-mail recrutamentonamisa@namisa.com.br, citando o cargo desejado no campo “assunto”.

Os interessados devem encaminhar seus currículos para o e-mail rh-cp@csn.com.br, citando o cargo desejado no campo “assunto”.

Motivo de orgulho Para a NAMISA, é motivo de orgulho a participação no resgate do patrimônio cultural de Congonhas. A Companhia tem como premissa contribuir sempre para o desenvolvimento e a sustentabilidade nas comunidades nas quais atua. Padre Paulinho aproveita a boa notÍcia para estimular que todos se envolvam na promoção de projetos ambientais, sociais e culturais. “Eu vejo que o poder público, as empresas e a sociedade têm que zelar juntos pelo patrimônio. Quanto mais as empresas valorizarem a cultura de um povo, mais serão reconhecidas pela comunidade”.

NAMISA treina profissionais da Saúde de Congonhas O objetivo é capacitar profissionais da Saúde para que possam agir em situações de emergências clínicas Cento e cinquenta profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Congonhas participaram, durante todo o mês de julho, de um treinamento em emergências clínicas, promovido pela gerência de Inteligência e Segurança da NAMISA a pedido da secretaria de Saúde. A ideia surgiu em janeiro, quando as duas equipes (NAMISA e prefeitura de Congonhas) trabalharam juntas nas operações de resgate de famílias e de reconstrução da cidade, durante e após as enchentes causadas pelas fortes chuvas do início do ano – especialmente na desobstrução das vias de acesso e de limpeza do posto de saúde da Vila São Vicente. Do total

4

de 150 funcionários treinados, 89% (133) eram mulheres. “O treinamento foi muito importante para nossos profissionais, principalmente os que trabalham no programa Saúde da Família (PSF) e que possuíam pouca vivência em situações de urgência e emergência. Agora, estamos mais seguros para atuar neste tipo de situação”, afirma Gabriela Alves, coordenadora regional de Saúde da Família. De acordo com Bruno Becker, gerente de Segurança Patrimonial da NAMISA, “iniciativas dessa natureza estão alinhadas à estratégia de responsabilidade social adotada pelo grupo CSN”.


responsabilidade social

educação

Investindo no desenvolvimento da comunidade de Congonhas A Fundação CSN promove e apoia projetos de incentivo à educação e cultura e qualificação de mão de obra local. Nesta edição, André Leonardi, gerente-geral da Fundação CSN, fala sobre projetos e a atuação no município

rh

NAMISA investe cerca de R$ 1 milhão na restauração da matriz de Congonhas Igreja Nossa Senhora da Conceição foi construída em 1734 e possui obras de Aleijadinho em seu acervo

O que os interessados precisam fazer para participar dos programas oferecidos pela Fundação CSN?

O que é a Fundação CSN?

É o braço da Companhia Siderúrgica Nacional na atuação social. Atua promovendo e apoiando iniciativas nas áreas da educação, No Garoto Cidadão, a família interessada deve se cadastrar na Secretaria de cultura e esporte, como agente de transformação social em âmbito Assistência Social da prefeitura, que encaminha as crianças e adolescentes ao projeto. A prioridade é de nacional, mas especialmente nas quem vive em situação de comunidades nas quais está inserida. vulnerabilidade social. No Há mais de 50 anos, a Fundação CET, que oferece cursos de cumpre seu papel social também capacitação profissional para ao orientar a CSN e a NAMISA na maiores de 16 anos, realizamos aplicação de recursos relevantes anualmente um processo de sempre em projetos com foco no seleção para bolsas de estudos desenvolvimento de Congonhas. para todos os cursos oferecidos Em Congonhas, a Fundação CSN pela escola. Temos parceria oferece, por meio do Centro de com governo do estado e a Educação Tecnológica (CET), prefeitura para cursos técnicos, educação profissional e ensino e nesses casos todas as vagas médio, cursos gratuitos de são ofertadas gratuitamente. capacitação de mão de obra e bolsas Já os cursos de Aprendizagem de estudos integrais e parciais. Industrial são gratuitos para a Quais são as atividades na área comunidade, porém custeados de educação? pelas empresas da região. Atualmente há 154 participantes nos cursos gratuitos de qualificação para o mercado de trabalho do programa Capacitar, divididos em aulas para formação em Eletromecânica, Operador de Equipamento de Mina e Operador de Beneficiamento de Minério. No curso de Aprendizagem Industrial, 105 jovens com idades entre 16 e 22 anos estão matriculados no programa de iniciação profissional, que tem duração de dois anos e é patrocinado pela CSN e pela NAMISA. Outra iniciativa de sucesso é o projeto Garoto Cidadão, que oferece a cerca de 400 crianças e adolescentes de Congonhas aulas de dança, música, teatro, artes visuais, português, matemática e informática, no contraturno escolar, contribuindo para a educação desses jovens em tempo integral.

Há outros projetos e investimentos, sobretudo na área cultural? Sim. Destaco o investimento realizado no Centro de Referência do Barroco e Estudos da Pedra – Museu de Congonhas (MG), que irá abrigar exposições de arte sacra e um acervo bastante representativo para a história do Brasil e do mundo. Está em estágio final de construção e contribuirá para o turismo na cidade. Neste ano, a CSN patrocinou ainda o CD do Coral Cidade dos Profetas da Associação Cultural Canto Livre de Congonhas, para valorizar e difundir a cultura congonhense!

expediente

Boletim trimestral CSN I Ano 3 I No 09 I Outubro / Novembro / Dezembro de 2012 I www.csn.com.br Diretor-presidente: Benjamim Steinbruch Diretor Corporativo Institucional: Marcelo Behar Gerente de Comunicação Corporativa: Fabio Schivartche Assessores de Comunicação: Constança Guimarães e Carlos Lima Coordenação Editorial: Ideia Comunicação Empresarial l Editor: Levi Carneiro l Jornalista responsável: Carolina Brauer Diagramação: André Pinheiro l Fotografia: Arquivo CSN, Fabíola Xavier e Arquivo Prefeitura Municipal de Congonhas Impressão: Rona Editora l Tiragem: 15.000 exemplares

2

Trabalhe conosco: veja as vagas disponíveis Atuando de acordo com a valorização dos trabalhadores das cidades nas quais operam, a CSN e a NAMISA informam que há vagas abertas para contratação nas duas unidades. Confira no quadro algumas destas vagas:

VAGAS PREVISTAS - NAMISA

VAGAS PREVISTAS - CSN

(Mina Pires e Mina Fernandinho)

(Mina Casa de Pedra)

CARGOS

ESCOLARIDADE EXIGIDA

CARGOS

AUXILIAR DE LABORATÓRIO DE MINÉRIOS I ENSINO MÉDIO COMPLETO

AUXILIAR DE MINA

Valor do investimento chegou a R$ 1 milhão. Obras seguem em ritmo acelerado

Com um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão realizado pela Nacional Minérios S.A. (NAMISA), as obras de restauração da paróquia de Nossa Senhora da Conceição, igreja matriz de Congonhas (MG), ficam prontas no início de 2013. Resultado de acordo firmado em 2010 entre o Ministério Público Estadual (MPE), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a paróquia e a NAMISA, a reforma iniciou-se em abril e, segundo o padre Paulo Barbosa, pároco responsável pela igreja, está dentro do cronograma. “A comunidade está muito satisfeita. Todo o telhado já foi trocado e melhorias no forro estão sendo feitas. Temos celebrado na escola ou no salão paroquial, mas todos estamos com grande expectativa de voltar a celebrar na matriz”, conta. A igreja Nossa Senhora da Conceição preserva importantes características do período barroco. Datada de 1734, possui altares com ornamentações de grande valor artístico e importantes obras do mestre Aleijadinho, esculpidas no século XVIII. Uma

delas é a Madona de Cedro, registrada num romance pelo escritor Antônio Callado, em 1957, que ganhou versões para o cinema (1968) e uma minissérie da TV Globo, em 1994. O convênio foi firmado entre as instituições em setembro de 2010 e previa a destinação de recursos para aplicação em projetos de cunho ambiental, cultural e urbanístico em Congonhas. A preocupação do Ministério Público com a situação dos templos barrocos foi, aos poucos, fazendo com que a reforma na estrutura da matriz se tornasse o projeto contemplado. “O Ministério Público e o Corpo de Bombeiros se reuniram com os padres da cidade e compartilharam a preocupação com a segurança e a conservação das nossas igrejas. Naquele momento, solicitamos apoio do poder público, uma vez que sozinhos não conseguiríamos realizar essa reforma”, conta padre Paulinho, como é conhecido entre os paroquianos. Segundo ele, quando assumiu a paróquia, em agosto de 2009, deparouse com uma população descrente na

3

restauração, o que tomou como um desafio. “As pessoas achavam que já não seria possível essa reforma. Tivemos promessas, projetos de restauração prontos, mas só agora conseguimos que fosse realmente executada. Agora não é mais promessa, não é mais simplesmente um sonho. É realidade”, ressalta.

OPERADOR DE PLANTA DE BENEFICIAMENTO PIRES

ESCOLARIDADE EXIGIDA ENSINO MÉDIO

ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

OPERADOR DE EQUIPAMENTOS DE MINA,

OPERADOR DE EQUIPAMENTOS DE BENEFICIAMENTO

ENSINO MÉDIO COMPLETO

SUPERVISOR DE MANUTENÇÃO ELÉTRICA PIRES

ENSINO MÉDIO COM CURSO PROFISSIONALIZANTE

OPERADOR DE EQUIPAMENTOS DE MINA

ENSINO MÉDIO COMPLETO E CARTEIRA DE HABILITAÇÃO

APONTADOR PIRES

ENSINO MÉDIO

VIGILANTE

ENSINO MÉDIO COMPLETO E CURSO DE VIGILANTE

TÉCNICO DE SALA DE CONTROLE PIRES

ENSINO TÉCNICO COM CREA

tais como: CAMINHÃO, CARREGADEIRA, ESCAVADEIRA, RETROESCAVADEIRA,TRATOR DE ESTEIRA, PATROL, MOTONIVELADORA – PIRES E FERNANDINHO

ENSINO MÉDIO E CARTEIRA DE HABILITAÇÃO

Os interessados devem encaminhar seus currículos para o e-mail recrutamentonamisa@namisa.com.br, citando o cargo desejado no campo “assunto”.

Os interessados devem encaminhar seus currículos para o e-mail rh-cp@csn.com.br, citando o cargo desejado no campo “assunto”.

Motivo de orgulho Para a NAMISA, é motivo de orgulho a participação no resgate do patrimônio cultural de Congonhas. A Companhia tem como premissa contribuir sempre para o desenvolvimento e a sustentabilidade nas comunidades nas quais atua. Padre Paulinho aproveita a boa notÍcia para estimular que todos se envolvam na promoção de projetos ambientais, sociais e culturais. “Eu vejo que o poder público, as empresas e a sociedade têm que zelar juntos pelo patrimônio. Quanto mais as empresas valorizarem a cultura de um povo, mais serão reconhecidas pela comunidade”.

NAMISA treina profissionais da Saúde de Congonhas O objetivo é capacitar profissionais da Saúde para que possam agir em situações de emergências clínicas Cento e cinquenta profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Congonhas participaram, durante todo o mês de julho, de um treinamento em emergências clínicas, promovido pela gerência de Inteligência e Segurança da NAMISA a pedido da secretaria de Saúde. A ideia surgiu em janeiro, quando as duas equipes (NAMISA e prefeitura de Congonhas) trabalharam juntas nas operações de resgate de famílias e de reconstrução da cidade, durante e após as enchentes causadas pelas fortes chuvas do início do ano – especialmente na desobstrução das vias de acesso e de limpeza do posto de saúde da Vila São Vicente. Do total

4

de 150 funcionários treinados, 89% (133) eram mulheres. “O treinamento foi muito importante para nossos profissionais, principalmente os que trabalham no programa Saúde da Família (PSF) e que possuíam pouca vivência em situações de urgência e emergência. Agora, estamos mais seguros para atuar neste tipo de situação”, afirma Gabriela Alves, coordenadora regional de Saúde da Família. De acordo com Bruno Becker, gerente de Segurança Patrimonial da NAMISA, “iniciativas dessa natureza estão alinhadas à estratégia de responsabilidade social adotada pelo grupo CSN”.


responsabilidade social

educação

Investindo no desenvolvimento da comunidade de Congonhas A Fundação CSN promove e apoia projetos de incentivo à educação e cultura e qualificação de mão de obra local. Nesta edição, André Leonardi, gerente-geral da Fundação CSN, fala sobre projetos e a atuação no município

rh

NAMISA investe cerca de R$ 1 milhão na restauração da matriz de Congonhas Igreja Nossa Senhora da Conceição foi construída em 1734 e possui obras de Aleijadinho em seu acervo

O que os interessados precisam fazer para participar dos programas oferecidos pela Fundação CSN?

O que é a Fundação CSN?

É o braço da Companhia Siderúrgica Nacional na atuação social. Atua promovendo e apoiando iniciativas nas áreas da educação, No Garoto Cidadão, a família interessada deve se cadastrar na Secretaria de cultura e esporte, como agente de transformação social em âmbito Assistência Social da prefeitura, que encaminha as crianças e adolescentes ao projeto. A prioridade é de nacional, mas especialmente nas quem vive em situação de comunidades nas quais está inserida. vulnerabilidade social. No Há mais de 50 anos, a Fundação CET, que oferece cursos de cumpre seu papel social também capacitação profissional para ao orientar a CSN e a NAMISA na maiores de 16 anos, realizamos aplicação de recursos relevantes anualmente um processo de sempre em projetos com foco no seleção para bolsas de estudos desenvolvimento de Congonhas. para todos os cursos oferecidos Em Congonhas, a Fundação CSN pela escola. Temos parceria oferece, por meio do Centro de com governo do estado e a Educação Tecnológica (CET), prefeitura para cursos técnicos, educação profissional e ensino e nesses casos todas as vagas médio, cursos gratuitos de são ofertadas gratuitamente. capacitação de mão de obra e bolsas Já os cursos de Aprendizagem de estudos integrais e parciais. Industrial são gratuitos para a Quais são as atividades na área comunidade, porém custeados de educação? pelas empresas da região. Atualmente há 154 participantes nos cursos gratuitos de qualificação para o mercado de trabalho do programa Capacitar, divididos em aulas para formação em Eletromecânica, Operador de Equipamento de Mina e Operador de Beneficiamento de Minério. No curso de Aprendizagem Industrial, 105 jovens com idades entre 16 e 22 anos estão matriculados no programa de iniciação profissional, que tem duração de dois anos e é patrocinado pela CSN e pela NAMISA. Outra iniciativa de sucesso é o projeto Garoto Cidadão, que oferece a cerca de 400 crianças e adolescentes de Congonhas aulas de dança, música, teatro, artes visuais, português, matemática e informática, no contraturno escolar, contribuindo para a educação desses jovens em tempo integral.

Há outros projetos e investimentos, sobretudo na área cultural? Sim. Destaco o investimento realizado no Centro de Referência do Barroco e Estudos da Pedra – Museu de Congonhas (MG), que irá abrigar exposições de arte sacra e um acervo bastante representativo para a história do Brasil e do mundo. Está em estágio final de construção e contribuirá para o turismo na cidade. Neste ano, a CSN patrocinou ainda o CD do Coral Cidade dos Profetas da Associação Cultural Canto Livre de Congonhas, para valorizar e difundir a cultura congonhense!

expediente

Boletim trimestral CSN I Ano 3 I No 09 I Outubro / Novembro / Dezembro de 2012 I www.csn.com.br Diretor-presidente: Benjamim Steinbruch Diretor Corporativo Institucional: Marcelo Behar Gerente de Comunicação Corporativa: Fabio Schivartche Assessores de Comunicação: Constança Guimarães e Carlos Lima Coordenação Editorial: Ideia Comunicação Empresarial l Editor: Levi Carneiro l Jornalista responsável: Carolina Brauer Diagramação: André Pinheiro l Fotografia: Arquivo CSN, Fabíola Xavier e Arquivo Prefeitura Municipal de Congonhas Impressão: Rona Editora l Tiragem: 15.000 exemplares

2

Trabalhe conosco: veja as vagas disponíveis Atuando de acordo com a valorização dos trabalhadores das cidades nas quais operam, a CSN e a NAMISA informam que há vagas abertas para contratação nas duas unidades. Confira no quadro algumas destas vagas:

VAGAS PREVISTAS - NAMISA

VAGAS PREVISTAS - CSN

(Mina Pires e Mina Fernandinho)

(Mina Casa de Pedra)

CARGOS

ESCOLARIDADE EXIGIDA

CARGOS

AUXILIAR DE LABORATÓRIO DE MINÉRIOS I ENSINO MÉDIO COMPLETO

AUXILIAR DE MINA

Valor do investimento chegou a R$ 1 milhão. Obras seguem em ritmo acelerado

Com um investimento de aproximadamente R$ 1 milhão realizado pela Nacional Minérios S.A. (NAMISA), as obras de restauração da paróquia de Nossa Senhora da Conceição, igreja matriz de Congonhas (MG), ficam prontas no início de 2013. Resultado de acordo firmado em 2010 entre o Ministério Público Estadual (MPE), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a paróquia e a NAMISA, a reforma iniciou-se em abril e, segundo o padre Paulo Barbosa, pároco responsável pela igreja, está dentro do cronograma. “A comunidade está muito satisfeita. Todo o telhado já foi trocado e melhorias no forro estão sendo feitas. Temos celebrado na escola ou no salão paroquial, mas todos estamos com grande expectativa de voltar a celebrar na matriz”, conta. A igreja Nossa Senhora da Conceição preserva importantes características do período barroco. Datada de 1734, possui altares com ornamentações de grande valor artístico e importantes obras do mestre Aleijadinho, esculpidas no século XVIII. Uma

delas é a Madona de Cedro, registrada num romance pelo escritor Antônio Callado, em 1957, que ganhou versões para o cinema (1968) e uma minissérie da TV Globo, em 1994. O convênio foi firmado entre as instituições em setembro de 2010 e previa a destinação de recursos para aplicação em projetos de cunho ambiental, cultural e urbanístico em Congonhas. A preocupação do Ministério Público com a situação dos templos barrocos foi, aos poucos, fazendo com que a reforma na estrutura da matriz se tornasse o projeto contemplado. “O Ministério Público e o Corpo de Bombeiros se reuniram com os padres da cidade e compartilharam a preocupação com a segurança e a conservação das nossas igrejas. Naquele momento, solicitamos apoio do poder público, uma vez que sozinhos não conseguiríamos realizar essa reforma”, conta padre Paulinho, como é conhecido entre os paroquianos. Segundo ele, quando assumiu a paróquia, em agosto de 2009, deparouse com uma população descrente na

3

restauração, o que tomou como um desafio. “As pessoas achavam que já não seria possível essa reforma. Tivemos promessas, projetos de restauração prontos, mas só agora conseguimos que fosse realmente executada. Agora não é mais promessa, não é mais simplesmente um sonho. É realidade”, ressalta.

OPERADOR DE PLANTA DE BENEFICIAMENTO PIRES

ESCOLARIDADE EXIGIDA ENSINO MÉDIO

ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

OPERADOR DE EQUIPAMENTOS DE MINA,

OPERADOR DE EQUIPAMENTOS DE BENEFICIAMENTO

ENSINO MÉDIO COMPLETO

SUPERVISOR DE MANUTENÇÃO ELÉTRICA PIRES

ENSINO MÉDIO COM CURSO PROFISSIONALIZANTE

OPERADOR DE EQUIPAMENTOS DE MINA

ENSINO MÉDIO COMPLETO E CARTEIRA DE HABILITAÇÃO

APONTADOR PIRES

ENSINO MÉDIO

VIGILANTE

ENSINO MÉDIO COMPLETO E CURSO DE VIGILANTE

TÉCNICO DE SALA DE CONTROLE PIRES

ENSINO TÉCNICO COM CREA

tais como: CAMINHÃO, CARREGADEIRA, ESCAVADEIRA, RETROESCAVADEIRA,TRATOR DE ESTEIRA, PATROL, MOTONIVELADORA – PIRES E FERNANDINHO

ENSINO MÉDIO E CARTEIRA DE HABILITAÇÃO

Os interessados devem encaminhar seus currículos para o e-mail recrutamentonamisa@namisa.com.br, citando o cargo desejado no campo “assunto”.

Os interessados devem encaminhar seus currículos para o e-mail rh-cp@csn.com.br, citando o cargo desejado no campo “assunto”.

Motivo de orgulho Para a NAMISA, é motivo de orgulho a participação no resgate do patrimônio cultural de Congonhas. A Companhia tem como premissa contribuir sempre para o desenvolvimento e a sustentabilidade nas comunidades nas quais atua. Padre Paulinho aproveita a boa notÍcia para estimular que todos se envolvam na promoção de projetos ambientais, sociais e culturais. “Eu vejo que o poder público, as empresas e a sociedade têm que zelar juntos pelo patrimônio. Quanto mais as empresas valorizarem a cultura de um povo, mais serão reconhecidas pela comunidade”.

NAMISA treina profissionais da Saúde de Congonhas O objetivo é capacitar profissionais da Saúde para que possam agir em situações de emergências clínicas Cento e cinquenta profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Congonhas participaram, durante todo o mês de julho, de um treinamento em emergências clínicas, promovido pela gerência de Inteligência e Segurança da NAMISA a pedido da secretaria de Saúde. A ideia surgiu em janeiro, quando as duas equipes (NAMISA e prefeitura de Congonhas) trabalharam juntas nas operações de resgate de famílias e de reconstrução da cidade, durante e após as enchentes causadas pelas fortes chuvas do início do ano – especialmente na desobstrução das vias de acesso e de limpeza do posto de saúde da Vila São Vicente. Do total

4

de 150 funcionários treinados, 89% (133) eram mulheres. “O treinamento foi muito importante para nossos profissionais, principalmente os que trabalham no programa Saúde da Família (PSF) e que possuíam pouca vivência em situações de urgência e emergência. Agora, estamos mais seguros para atuar neste tipo de situação”, afirma Gabriela Alves, coordenadora regional de Saúde da Família. De acordo com Bruno Becker, gerente de Segurança Patrimonial da NAMISA, “iniciativas dessa natureza estão alinhadas à estratégia de responsabilidade social adotada pelo grupo CSN”.


parceria

nossa gente

Gran Park, Eldorado e Primavera são beneficiados por obras de urbanização As obras de urbanização dos bairros Gran Park, Eldorado e Primavera, em Congonhas, foram concluídas e entregues para a população em junho. Cerca de cinco quilômetros destes bairros foram incluídos no projeto que previa asfaltamento, colocação de meio-fio e sarjeta e construção das galerias pluviais que viabilizarão as futuras obras de saneamento básico. Realizado por meio de parceria entre a CSN e a prefeitura do município, o investimento no projeto foi superior a R$ 5 milhões, que foram repassados pela companhia à administração municipal. Um dos primeiros benefícios percebidos é a redução da poeira, que incomodava muito a população, especialmente nos períodos de seca. De acordo com Rosemary Aparecida Benedito, secretária Municipal de Obras, “ a população da região sofria com a poeira. A prefeitura, então, custeava um caminhão-pipa para baixar o pó. Já no período chuvoso o problema ficava por conta do barro e da falta de captação pluvial”. Após as obras, os gastos com caminhão-pipa e os problemas decorrentes da falta de drenagem tiveram fim. “Esta foi uma obra acordada com a prefeitura de Congonhas que oferece uma contrapartida direta à população de Congonhas”, afirma Silvia Naschenveng, gerente Institucional da CSN em Minas Gerais.

Educandos do Garoto Cidadão visitam São Paulo Jovens puderam trocar experiências e conhecer lugares e culturas diferentes “Mãos suadas, olhos desconfiados e uma sensação de medo a ser despistada. Então olham o avião e um deles pergunta: ‘Como será que voa esse treco tão grande’? Na porta do hotel a cabeça segue voltada para o alto, para acompanhar a altura daqueles muitos prédios. ‘Essa cama é mole, esse ar (condicionado) tá gelado, a TV tem muitos canais, nunca tinha entrado em um museu, comi tanta pizza que já engordei’, as sensações são muitas. Brincadeiras, apresentações e... pronto: finalmente, eles relaxam”. De forma poética e emocionada, a professora de dança Maria Clara Curty Seabra descreve as impressões dos educandos da unidade do projeto Garoto Cidadão de Congonhas que participaram do 1º Encontro dos Garotos, ocorrido de 20 a 24 de agosto deste ano, na cidade de São Paulo (SP). Ao todo, 14 educandos oriundos dos estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo participaram do encontro. O evento teve o objetivo de integrar os educandos das unidades do projeto pulverizadas pelo Brasil. A participação dos garotos foi totalmente custeada pela companhia. O Garoto Cidadão, projeto social da Fundação CSN que atende a crianças e adolescentes com idades entre 6 e 16 anos, está presente em quatro estados brasileiros: Paraná, Minas Gerais (Arcos e Congonhas), Rio de Janeiro e São Paulo. No total, são 2.190 crianças e adolescentes atendidos. De acordo com Magda Cristina Puygcerver Cunha, coordenadora do Garoto Cidadão em Congonhas, na sede do projeto são atendidas 240 crianças e adolescentes. Já no braço intitulado “projeto Garoto Cidadão Comunidade”, são atendidos 165 educandos dos bairros Esmeril (31 educandos), Plataforma (22), Pires (87) e Santa Quitéria (25).

Antes

Depois As principais vias de bairros como o Gran Park eram pura terra. Com as obras, a mobilidade urbana dessas regiões melhorou

CSN e Polícia Militar de MG assinam convênio Recursos serão destinados à melhoria nas instalações e à recuperação de viaturas da corporação em Congonhas A CSN e a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) assinaram um novo convênio, por meio do qual serão investidos R$ 350 mil na construção de salas de aula e de vestiários e em melhorias nas instalações da polícia feminina, na área de ginástica e nos muros da sede da corporação em Congonhas. O convênio também prevê que parte dos recursos seja destinada à recuperação de viaturas e compra de equipamentos de informática. Para o comandante do 31º Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Flávio Cristino Pires, “o convênio é muito importante, pois os policiais terão um ambiente de trabalho mais favorável”. As obras serão executadas pela Polícia Militar e os recursos foram repassados pela CSN. “Com a ação, queremos contribuir para que o batalhão de Congonhas tenha uma boa estrutura para atender às demandas do Alto Paraopeba,” afirma Márcio Melillo, gerente-geral de Administração e Controle da mineração Casa de Pedra.

5

Fala, Congonhas!

Assinatura do convênio entre representantes da compania e da Polícia Militar

“A comunidade aguardava há muitos anos por esta reforma da igreja, que estava toda estragada. O atendimento médico, inclusive, era feito lá dentro, já que não havia posto médico na região. Estamos todos muito alegres com a reforma da Igreja da Barra de Santo Antônio e com a construção do posto de saúde, realizados pela CSN!” Leonardo Vicente Modesto, presidente da Associação Amores, do bairro Esmeril / Barra do Santo Antônio, sobre a reinauguração da Igreja de Barra de Santo Antônio

6

Conheça

Contato

Jornal para uma Congonhas cada vez melhor

Boletim trimestral CSN I Ano 3 I No 09 I Outubro / Novembro / Dezembro de 2012 I www.csn.com.br

Matriz Nossa Senhora da Conceição, em Congonhas, está sendo restaurada com a participação da NAMISA

A partir desta edição, o jornal Contato traz a coluna Conheça, que terá como personagens principais moradores, projetos ou locais da comunidade. E na estreia da coluna, a estrela é Maria Luíza da Silva Rocha, moradora do bairro Pires e pequena produtora de hortaliças há mais de 20 anos. “Sempre vivi com a renda da horta, onde planto todo tipo de cheiro verde”, afirma ela, que viu sua produção mudar após participar do projeto Cultivar. A turma de Maria Luiza era formada por 11 horticultores, que receberam informações sobre cultivo e cuidados necessários para a manutenção de suas hortas. Com duração de um ano, o Projeto Cultivar, da NAMISA, oferece capacitação teórica e prática aos produtores de agricultura familiar. Além de ensinar técnicas para melhorar o cultivo das pequenas propriedades e ajudar aumentar a renda obtida com a venda dos produtos, o programa também fala sobre como produzir em sintonia com o meio ambiente e como ter uma alimentação cada vez mais saudável. “No Cultivar, aprendi que o mato que a gente capina para fazer a horta pode virar adubo orgânico e que posso usá-lo em minha própria horta. Minhas técnicas de cultivo melhoraram muito”, conta Maria Luíza.

Resgate da memória mineira Responsabilidade social: NAMISA participa de projeto para recuperar patrimônio barroco

2

Gerente-geral da Fundação CSN fala sobre projetos da instituição

5

NAMISA destina recursos para urbanização de bairros em Congonhas

6

Educandos do Projeto Garoto Cidadão participam de evento em SP


parceria

nossa gente

Gran Park, Eldorado e Primavera são beneficiados por obras de urbanização As obras de urbanização dos bairros Gran Park, Eldorado e Primavera, em Congonhas, foram concluídas e entregues para a população em junho. Cerca de cinco quilômetros destes bairros foram incluídos no projeto que previa asfaltamento, colocação de meio-fio e sarjeta e construção das galerias pluviais que viabilizarão as futuras obras de saneamento básico. Realizado por meio de parceria entre a CSN e a prefeitura do município, o investimento no projeto foi superior a R$ 5 milhões, que foram repassados pela companhia à administração municipal. Um dos primeiros benefícios percebidos é a redução da poeira, que incomodava muito a população, especialmente nos períodos de seca. De acordo com Rosemary Aparecida Benedito, secretária Municipal de Obras, “ a população da região sofria com a poeira. A prefeitura, então, custeava um caminhão-pipa para baixar o pó. Já no período chuvoso o problema ficava por conta do barro e da falta de captação pluvial”. Após as obras, os gastos com caminhão-pipa e os problemas decorrentes da falta de drenagem tiveram fim. “Esta foi uma obra acordada com a prefeitura de Congonhas que oferece uma contrapartida direta à população de Congonhas”, afirma Silvia Naschenveng, gerente Institucional da CSN em Minas Gerais.

Educandos do Garoto Cidadão visitam São Paulo Jovens puderam trocar experiências e conhecer lugares e culturas diferentes “Mãos suadas, olhos desconfiados e uma sensação de medo a ser despistada. Então olham o avião e um deles pergunta: ‘Como será que voa esse treco tão grande’? Na porta do hotel a cabeça segue voltada para o alto, para acompanhar a altura daqueles muitos prédios. ‘Essa cama é mole, esse ar (condicionado) tá gelado, a TV tem muitos canais, nunca tinha entrado em um museu, comi tanta pizza que já engordei’, as sensações são muitas. Brincadeiras, apresentações e... pronto: finalmente, eles relaxam”. De forma poética e emocionada, a professora de dança Maria Clara Curty Seabra descreve as impressões dos educandos da unidade do projeto Garoto Cidadão de Congonhas que participaram do 1º Encontro dos Garotos, ocorrido de 20 a 24 de agosto deste ano, na cidade de São Paulo (SP). Ao todo, 14 educandos oriundos dos estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo participaram do encontro. O evento teve o objetivo de integrar os educandos das unidades do projeto pulverizadas pelo Brasil. A participação dos garotos foi totalmente custeada pela companhia. O Garoto Cidadão, projeto social da Fundação CSN que atende a crianças e adolescentes com idades entre 6 e 16 anos, está presente em quatro estados brasileiros: Paraná, Minas Gerais (Arcos e Congonhas), Rio de Janeiro e São Paulo. No total, são 2.190 crianças e adolescentes atendidos. De acordo com Magda Cristina Puygcerver Cunha, coordenadora do Garoto Cidadão em Congonhas, na sede do projeto são atendidas 240 crianças e adolescentes. Já no braço intitulado “projeto Garoto Cidadão Comunidade”, são atendidos 165 educandos dos bairros Esmeril (31 educandos), Plataforma (22), Pires (87) e Santa Quitéria (25).

Antes

Depois As principais vias de bairros como o Gran Park eram pura terra. Com as obras, a mobilidade urbana dessas regiões melhorou

CSN e Polícia Militar de MG assinam convênio Recursos serão destinados à melhoria nas instalações e à recuperação de viaturas da corporação em Congonhas A CSN e a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) assinaram um novo convênio, por meio do qual serão investidos R$ 350 mil na construção de salas de aula e de vestiários e em melhorias nas instalações da polícia feminina, na área de ginástica e nos muros da sede da corporação em Congonhas. O convênio também prevê que parte dos recursos seja destinada à recuperação de viaturas e compra de equipamentos de informática. Para o comandante do 31º Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Flávio Cristino Pires, “o convênio é muito importante, pois os policiais terão um ambiente de trabalho mais favorável”. As obras serão executadas pela Polícia Militar e os recursos foram repassados pela CSN. “Com a ação, queremos contribuir para que o batalhão de Congonhas tenha uma boa estrutura para atender às demandas do Alto Paraopeba,” afirma Márcio Melillo, gerente-geral de Administração e Controle da mineração Casa de Pedra.

5

Fala, Congonhas!

Assinatura do convênio entre representantes da compania e da Polícia Militar

“A comunidade aguardava há muitos anos por esta reforma da igreja, que estava toda estragada. O atendimento médico, inclusive, era feito lá dentro, já que não havia posto médico na região. Estamos todos muito alegres com a reforma da Igreja da Barra de Santo Antônio e com a construção do posto de saúde, realizados pela CSN!” Leonardo Vicente Modesto, presidente da Associação Amores, do bairro Esmeril / Barra do Santo Antônio, sobre a reinauguração da Igreja de Barra de Santo Antônio

6

Conheça

Contato

Jornal para uma Congonhas cada vez melhor

Boletim trimestral CSN I Ano 3 I No 09 I Outubro / Novembro / Dezembro de 2012 I www.csn.com.br

Matriz Nossa Senhora da Conceição, em Congonhas, está sendo restaurada com a participação da NAMISA

A partir desta edição, o jornal Contato traz a coluna Conheça, que terá como personagens principais moradores, projetos ou locais da comunidade. E na estreia da coluna, a estrela é Maria Luíza da Silva Rocha, moradora do bairro Pires e pequena produtora de hortaliças há mais de 20 anos. “Sempre vivi com a renda da horta, onde planto todo tipo de cheiro verde”, afirma ela, que viu sua produção mudar após participar do projeto Cultivar. A turma de Maria Luiza era formada por 11 horticultores, que receberam informações sobre cultivo e cuidados necessários para a manutenção de suas hortas. Com duração de um ano, o Projeto Cultivar, da NAMISA, oferece capacitação teórica e prática aos produtores de agricultura familiar. Além de ensinar técnicas para melhorar o cultivo das pequenas propriedades e ajudar aumentar a renda obtida com a venda dos produtos, o programa também fala sobre como produzir em sintonia com o meio ambiente e como ter uma alimentação cada vez mais saudável. “No Cultivar, aprendi que o mato que a gente capina para fazer a horta pode virar adubo orgânico e que posso usá-lo em minha própria horta. Minhas técnicas de cultivo melhoraram muito”, conta Maria Luíza.

Resgate da memória mineira Responsabilidade social: NAMISA participa de projeto para recuperar patrimônio barroco

2

Gerente-geral da Fundação CSN fala sobre projetos da instituição

5

NAMISA destina recursos para urbanização de bairros em Congonhas

6

Educandos do Projeto Garoto Cidadão participam de evento em SP

Contato CSN #09  

Informativo da empresa CSN para Congonhas e região.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you