Page 1

uma empresa subsidiada da Omega Energia


?

Você sabia que...

Os projetos de usinas hidrelétricas de pequena escala usam o fluxo natural das águas dos rios para gerar eletricidade? Mais de 45 mil pequenos projetos de pequenas hidrelétricas estão sendo usados na China, gerando energia para mais de 50 milhões de pessoas?

Milhões de árvores no mundo são plantadas acidentalmente por esquilos que enterram nozes e não lembram onde eles as esconderam ? Lâmpadas frias gastam 60% menos energia que as lâmpadas quentes (amarelas) ? Produzir papel reciclado consome de 70% a 90% menos energia que o papel comum, e poupa nossas florestas ? Fonte: Greenpeace e Mining Journal

2


A Omega

Constituída em 2008, a Omega Energia Renovável atua no desenvolvimento, implantação e operação de usinas de geração de energia renovável. É formada por pessoas que acreditam contribuir ativamente para tornar sempre melhor o país e o mundo em que vivem. A percepção de que a continuidade do crescimento do país exige a melhoria permanente de infraestrutura, motivou essas pessoas a buscarem um meio de gerar energia elétrica, com mínimos efeitos negativos sobre o meio ambiente. Para contribuir com a sustentabilidade, a Omega estuda constantemente alternativas de energia que permitam o desenvolvimento de fontes limpas e renováveis. A implantação de qualquer aproveitamento de energia hidráulica exige interação da empresa com a comunidade onde o projeto se localiza e, para estimular essa interação, a Omega procura identificar as necessidades e potencialidades das comunidades locais. Além das obrigações econômicas, legais, éticas e do licenciamento ambiental, a Omega Energia criou um programa chamado “Janela para o Mundo”, que promove ações voluntárias de investimentos em projetos socioambientais com foco em educação nos municípios onde possui empreendimentos, possibilitando às pessoas as condições de construírem seu próprio futuro.

3


O que é uma PCH?

A Pequena Central Hidrelétrica (PCH) é uma usina de pequeno porte que produz energia elétrica utilizando a força da água. Essas centrais têm capacidade para produzir de 1 a 30 megawatts de potência. Em sua potência máxima, de 30 megawatts, uma PCH geraria energia suficiente para abastecer uma cidade de aproximadamente 150 mil pessoas. É como gerar energia suficiente para Diamantina, Curvelo e Corinto, juntas! As PCHs produzem energia renovável, limpa e permanente e, por aproveitar a correnteza do próprio rio, causam menos impactos ambientais.

Como funciona? A PCH gera energia aproveitando a força da correnteza do rio (fio d’água) sem alterar seu curso natural. Com isso, ela não inunda grandes áreas como as usinas o que significa afetar uma área bem menor. Além disso, sua construçao é mais rápida – em média 20 meses – o que significa começar a produzir energia num tempo mais curto.

4


1

5

2

3

1.

A água do rio é represada;

4

2. Essa água desce por um canal ganhando força na descida ;

3.

4.

A força da água faz girar a turbina produzindo energia motora que é transformada em energia elétrica através de um gerador instalado na casa de força;

A água é devolvida ao curso natural do rio sem alterações;

5. A energia elétrica é então enviada através de cabos a uma subestação que será responsável pela distribuição da energia às casas, empresas, indústrias etc.

5


Licenciamento Ambiental

Todo projeto de instalação e operação de umaPequena Central Hidrelétrica (PCH) causa impactos na área de implantação e por isso precisa ser autorizado e acompanhado por órgão governamental responsável. No caso da PCH Serra das Agulhas esse órgão é a SUPRAM (Superintendencia Regional de Regularização Ambiental) Jequitinhonha em Diamantina-MG.

Etapas do Licenciamento Ambiental: 1a. Etapa – LicenciamentoPrévio (LP) A primeira fase é a verificação da adequação ambiental do projeto. Para isso, a empresa empreendedora precisa elaborar e apresentar ao órgão ambiental responsável pelo Licenciamento dois documentos fundamentais. São eles o EIA (Estudo de Impacto Ambiental) e o RIMA (Relatório de Impacto ao Meio Ambiente). 2a. Etapa – Licença de Instalação (LI) Para iniciar as obras de implantação dos projetos é preciso elaborar o Plano de Controle Ambiental (PCA) que apresenta com detalhes programas para a compensação ambiental que serão implantados durante e após a construção da PCH. 3a. Etapa - Licença de Operação (LO) A terceira e última fase é aquela que vai autorizar a PCH a entrar em funcionamento. Para que o órgão ambiental emita a Licença de Operação e obrigatório cumprir todas as exigências técnicas e executar todos os programas de controle ambiental propostos. Nesta terceira fase, a empresa continua executando programas iniciados na fase de implantação, garantindo a segurança da operação, para a comunidade e para o meio ambiente. A Omega obteve a a LP para a PCH Serra dasAgulhas em 2010 apos ter o estudo EIA/RIMA analisado e aprovado pelo órgao responsavel, que atestou a viabilidade do projeto. O Plano de Controle Ambiental (PCA) já foi finalizado e protocolado em 17 de maio de 2011 e a Omega aguarda a análise da SUPRAM para obtenção da Licença de Instalação (LI) da PCH Serra das Agulhas.

6


PCH Serra das Agulhas

A PCH Serra das Agulhas esta localizada no rio Pardo Pequeno nos municípios de Monjolos e Diamantina. O empreendimento tem potência instalada de 28 MW e área do reservatório 0,62 km². A barragem terá 90m de extensão e altura de 20,50m e a casa de força, com 2 unidade geradoras de energia (turbinas), será localizada na margem esquerda do rio. As obras de implantação da PCH terão a duração de 2 anos e estão previstas para começar no segundo semestre desse ano (2012).

7


Energia renovável

As fontes de energia renovável são aquelas que geram a energia através de recursos naturais como a água, sol, vento, chuva e calor. Essas fontes são naturalmente reabastecidas e reutilizáveis, já que o recurso - como a água - é devolvido à natureza sem alterações. Dentre as fontes de energia renovável podemos citar a energia hidrelétrica (uso da força das águas), energia eólica (uso da força dos ventos), solar (utilização dos raios do sol) etc. A geração de energia não renovável utiliza recursos que não podem ser repostos pela ação humana ou da própria natureza, caso das energias termoelétrica (queima de óleo combustível) e nuclear (liberação de energia através do uso de material radioativo).

Principais vantagens do uso da energia hidrelétrica Não gera poluição direta para o ambiente; Transformação limpa e renovável do recurso energético natural; Não há resíduos poluentes; Aumento do potencial econômico da região onde são instaladas as usinas.

8


Posto de Atendimento Social – PAS

O Posto de Atendimento Social (PAS) atende aos preceitos estabelecidos pela Lei n° 12.812/98, que dispõe sobre a assistência social às populações de áreas atingidas pelo reservatório, seguindo as designações metodológicas da Resolução 317/2010, do Conselho Estadual de Assistência Social de Minas Gerais (CEAS/MG).

O PAS da PCH Serra das Agulhas irá realizar o atendimento da comunidade durante o processo de implantação da PCH e avaliará, junto de uma equipe multidisciplinar formada por Assistente Social e Psicólogo, quais ações serão implantadas em casos de necessidade durante o processo de implantação da PCH.

Ações que poderão ser realizadas pelo PAS: Recebimento de currículos; Atendimento à população local para minimizar efeitos nocivos porventura provocados pelo empreendimento; Articulação com o poder público para desenvolvimento de ações com o âmbito social e assistencial; Visitas periódicas à população afetada e entre outros

Em Monjolos, o PAS já está em funcionamento desde 27 de janeiro de 2012, na rua do Comércio - n° 252 Centro, nos horários: 7h às 12h e 13h às 17h.

9


Programa Janela Para o Mundo

O programa “Janela para o Mundo” faz parte da política de responsabilidade social da Omega Energia. De caráter voluntário e voltado para a educação, busca apoiar a formulação e implantação de ações de desenvolvimento social nas comunidades do entorno de seus empreendimentos. Dessa forma, busca-se atender a duas linhas de atuação principais: Educação para o desenvolvimento socioambiental e aperfeiçoamento profissional para o desenvolvimento econômico.

Nos municípios onde o empreendimento está localizado as ações programadas estão em elaboração e deverão ser iniciadas no primeiro semestre de 2012.

Todas as informações publicadas nesta cartilha são de janeiro de 2012, elas podem sofrer alterações durante o desenvolvimento dos projetos.

10


Cronograma previsto

JULHO

JULHO

JUNHO

MAIO

DEZEMBRO

2010

2011

2012

2012

2014

Termino

Inicio Obra

LI

PCA

LP

11


CAÇA PALAVRAS ENCONTRE NO QUADRO ABAIXO AS PALAVRAS QUE . ESTÃO LIGADAS AO FUNCIONAMENTO DA PCH APAGÃO, ÁGUA, ENERGIA, HIDRELÉTRICA, INUNDAÇÕES, RESERVATÓRIO, RIOS, USINAS

I

D

E

I

R

I

O S

O M R

U

I

C

A

C

A

O Z

B

E

W K

Z

J

Z

R

X

J

Q I

J

Q J

Q S

W T

R

W S

M U

S

I

N

A

S

Á

W E

Q B

R

X

V

J

J

M K

U

K

Z

G

W R

M O

M B

T

J

K

J

M N

L

Z

U

Z

V

X

N

E

Y

D

M Y

A

Y

A

Y

W

E

A

K

A

C

W E

Z

N

A

O B

Q K

X

X

R

J

M N

K

A

L

K

A

L

T

V

L

L

Z

B

M Ç

X

A

Y

Y

Ó M O

V

L

M M O R

M Õ J

P

W Z

F

L

Z

B

Y

G

Z

E

K

A

J

Q P

P

Y

I

Q S

J

X

J

N

H

M A

K

K

N

Q M J

B

J

Z

J

H

R

E

L

É

I

D

E

R

J

V

B

Q I

Y

B

G

E

Q O K

R

Ã

Q V

V

X

S

Q P

O M B

K

T

J

T

I

J

Q P

R

C

A

A Omega oferece o canal direto na PAS de Monjolos, localizada na rua do Comércio 252, Centro, nos horários 7h à 12h e 13h às 17h

12

Cartilha Omega - Serra das Agulhas  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you