Issuu on Google+

Expectativa

NacionalPolítica PÁG. A5

Frango

Empresariado se mantém otimista sobre economia

Ministério pode premiar regiões que melhorarem gestão do SUS

PR exporta mais de 1 milhão de toneladas

ECONOMIA | B4

NEGÓCIOS | B1

CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 26 DE JANEIRO DE 2011 Ano XXXIV | Edição nº 8302 | R$ 1,50 | WWW.ICNEWS.COM.BR

Indústria &Comércio DIÁRIO. MAIS QUE NOTÍCIAS. INTELIGÊNCIA. CONHECIMENTO.

Fábio Campana Guerra intestina Feche o nariz. Há guerra intestina no PMDB nativo. Fora do poder, o PMDB não tem mais o que consiga unir suas partes tão díspares.

Pedro W ashing ashingtt o n Modernização

Paraná terá agência especial para o mercado estrangeiro Meta é estimular a participação paranaense no mercado internacional Jonas Oliveira/SECS

A Justiça obedece cegamente ao preceito contido no artigo 5º da Constituição que reza: “Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”

GERAL CURITIBA | A2

Secretário da Indústria e Comércio Ricardo Barros, participa de reunião com Comércio Exterior no Auditório da FESP

Investimentos estrangeiros diretos atingem recorde de US$ 48,4 bilhões

O setor de metalurgia contribuiu com US$ 1 bilhão para a elevação dos investimentos estrangeiros diretos

PÁGINA A3

Na quinta-feira, dia 27, um grupo de convidados da Federação Israelita do Paraná, presidida pelo professor Manoel Knopfholz, estará em Porto Alegre participando da celebração memorial do Holocausto, o |Soah, a triste memória do genocídio praticado por Hitler. Criada politicamente em Porto Alegre, a presidente Dilma Roussef garantiu presença, sintetizando o sentimento da Nação sobre a tragédia. O Paraná teve estadistas a governá-lo. A coluna cita, de saída, uma unânimidade do Estado, Bento Munhoz da Rocha Neto. Em seguida, Ney Braga, Pedro Viriato Parigot de Souza e Jaime Lerner. Este, lembra sobretudo pela revolução urbana que fez em Curitiba, e ter promovido a segunda fase de industrialização do Paraná, com as montadoras. E pelo reconhecimento mundial em torno de seu nome, de que é bom exemplo a escolha de Lerner entre os líderes mais significativos do universo, segundo a revista Time.

Paranaenses vão homenagear vítimas do holocausto; os estadistas do PR

Aroldo Murá

Um seminário realizado ontem (25) no auditório da Faculdade de Educação Superior do Paraná (Fesp), em Curitiba, teve como tema a criação de uma Agência de Internacionalização do Estado, com o objetivo de estimular a participação paranaense no mercado internacional. Segundo o secretário da Indústria e Comércio do Paraná, Ricardo Barros, a agência vai levar em conta experiências de outros países. “Há agências, institutos e órgãos similares na França, no Canadá, no Paraguai, nos Estados Unidos e em outros países”, conta. Já o representante da Câmara Brasil/Japão, Yoshiaki Oshiro, afirmou que o Brasil vive um ótimo momento para a atração de investimentos, e que o Paraná vai ganhar muito com a instituição da Agência.

NACIONAL | A5

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

ECONOMIA | A4

ECONOMIA | B4

Banco destina R$ 60 mi para agricultores do Rio de Janeiro

ra apresentou ingresso líquido de US$ 6,4 bilhões, com destaque para os investimentos estrangeiros diretos de US$ 15,364 bilhões, também o maior da série histórica para meses de dezembro.

Gastos de brasileiros no exterior é recorde

Os investimentos estrangeiros diretos (IED), que somaram US$ 48,462 bilhões em 2010, o maior resultado nominal da série histórica, foram suficientes para cobrir o déficit em transações correntes de US$ 47,518 bilhões do ano. Só em dezembro, a conta financei-

NEGÓCIOS | B1

- Quem está com a razão? - Tememos que ambos estejam errados, pois logicamente é impossível que ambos estejam certos. De qualquer maneira, a pergunta correta é: - O que fazer para que estas constrangedoras cenas não se repitam com a regularidade de um fenômeno físico previsível como o movimento das marés?

CMYK

○ ○ ○ ○ ○ ○

MUNICÍPIOS DO PARANÁ | A4

Nesta quarta-feira, às 14h30, a Associação Comercial do Paraná realizará, em sua sede, o sorteio da Campanha Magia de Natal, que irá entregar para consumidores que dela participaram um carro Gol C4 zero quilômetro, duas Scooter Honda Lead 110 cc, dez TVs de LCD 32” Panasonic e dez micro-ondas 180 Panasonic. Da campanha, realizada em dezembro, participaram 1,5 mil estabelecimentos associados à entidade, com a distribuição de 1,2 milhão de cupons para os consumidores (a cada R$ 50 em compras o consumidor tinha direito a um cupom), o que, segundo os promotores, proporcionou um aumento de R$ 60 milhões em vendas no período que antecedeu ao Natal. “Foi a primeira vez que promovemos uma campanha com o objetivo de estimular o consumo, envolvendo comerciantes de toda a cidade”, diz Edson Ramon, presidente da ACP. A “Magia do Natal” foi aberta no dia 8 de dezembro, com a apresentação do Coral Caritas, da Igreja São Francisco de Paula, em palco montado em frente à ACP, e prosseguiu com a “vestimenta” das lojas participantes com kits e ações promocionais.

Indicadores CÂMBIO

Não temos a resposta certa na ponta da língua, mas lembramos que ela talvez esteja em algo esquecido pelos nossos políticos; nos referimos ao orçamento-programa. Excelente idéia que data da rica passagem do sr. Roberto Campos pelo Planejamento do governo Castelo Branco, 1964-67. Por que não ressuscitá-la?

CENTRAL DE ATENDIMENTO: 41 3333.9800

○ ○

A cada troca da guarda a cena se repete: obras paralisadas, programas suspensos, demissões em massa, um festival de horrores segundo quem sai ou limpeza das cavalariças segundo quem entra.

Machadinho quer equipe motivada e pronta para agir

ORÇAMENTO-PROGRAMA

Índios utilizam geotecnologia para reserva

EDITORIAL

ACP realiza hoje sorteio de carro, motos e outros prêmios

MAIORES ALTAS

COTAÇÃO

HERCULES SERGEN PANAMERICANO FINAM MINERVA

0,50 1,69 5,00 0,14 1,99

ELETROBRAS FII EXCELLEN BRB BANCO TECTOY TEKA

|

0,17 112,00 26,00 0,05 1,40

MAIORES ALTAS TIM PART S/A TIM PART S/A BROOKFIELD ROSSI RESID NATURA

6,40 7,74 8,39 14,83 44,90

OGX PETROLEO LIGHT S/A USIMINAS COPEL DURATEX

E-MAIL: PAUTA@INDUSCOM.COM.BR

COTAÇÃO

|

18,18 26,88 19,53 43,91 16,48

Moeda

Compra

Venda

Dólar turismo 1,6000

1,7400

Dólar comercial 1,6700

1,6710

Dólar paralelo 1,5900

1,7300

Euro 2,2706 Ouro (Grama/R$): 170,98

WWW.ICNEWS.COM.BR

2,2712


GeralCuritiba

"O fraco jamais perdoa, o perdão é característica do forte." Mahatma Gandhi

Indústria&Comércio | Curitiba, quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 | A2

Previsão do tempo

AB Notícias

fonte: www.simepar.br

abnoticias@abcom.com.br

Mín.: 12° Máx.: 25°

A previsão de tempo para a quarta-feira mantém o padrão observado nos últimos dias no Paraná. Temperaturas altas, com sensação de tempo muito abafado devido a grande quantidade de umidade na atmosfera. Com isso, são esperadas pancadas de chuva forte, com grande incidência de raios e eventuais rajadas de vento moderadas/fortes, principalmente entre a tarde e noite.

REFLORESTAMENTO EM ALTA Agricultores de Guarapuava, Centro-Sul do Estado, investem no reflorestamento de eucalipto e pinus para aumentar a produtividade nas fazendas. A área cultivada tem rendimento semelhante à soja, e a madeira se valorizou. Sem contar que há vantagens, como a não interferência direta do clima, como é o caso da lavoura. A prefeitura oferece ainda apoio aos interessados, com o programa Plantando o Futuro.

UVA E RENDA Mariópolis, no Sudoeste, vê sua economia crescer com a cultura da uva. Os produtores comemoram a safra que está boa, e a previsão é colher 900 toneladas de cachos. A região tem boas condições de clima e geografia para o cultivo da uva, o que beneficia os agricultores. Além disso, a fruta de Mariópolis está ficando famosa, sendo comercializada para diversas cidades do Paraná e Santa Catarina.

INDÚSTRIA E COMÉRCIO

MAIS EMPRESAS O governo do Estado está investindo na implantação de barracões industriais em municípios do interior que ainda não possuem. O objetivo é descentralizar a indústria e gerar mais empregos nessas cidades. Atualmente, são 86 barracões construídos ou em construção em 76 municípios. As empresas que se instalam ali faturam cerca de 300 mil reais por ano, gerando oportunidades para os moradores da região.

Estado terá agência especial para o mercado externo

ESPORTE NA PRAIA A 2ª etapa do Circuito Paranaense de Bodyboarding acontece nos dias 29 e 30 em Praia de Leste. É um evento fruto de parceria entre a Federação Paranaense de Bodyboarding e o programa Viva o Verão com mais Energia. Atletas do Paraná, São Paulo e Santa Catarina estarão no Litoral neste final de semana para esquentar a disputa. Jean Pecharki/ I&C

Criação do novo órgão foi discutido durante encontro na Fesp Jean Pecharki com SECS

A

Reunião O segundo encontro para debater a criação da Agência reuniu mais de 20 instituições, 15 cônsules e 17 representantes de câmaras de comércio. Entre eles estavam o presidente da Associação Exportadora do Brasil (AEB) e do Sindicato de Comércio Exterior do Estado do Paraná, Zulfiro Antonio Bósio. Zulfiro que trabalha no setor há 40 anos, classificou a ideia da Agência como “boa e propícia”. Ele pediu atenção aos prazos e urgência na busca de resultados e sintonia com o Governo Federal.

A atuação das cooperativas ganha destaque no Oeste. A Agroindustrial Lar investiu, entre 2009 e 2010, 200 milhões de reais na região. Entre as obras, estão a Unidade de Produção de Leite de Serranópolis do Iguaçu, que demandou 19 milhões em investimentos, além da ampliação de unidades de produção de aves e sêmen. Alguns projetos executados estavam previstos há 15 anos.

SOM NOS CAMPOS GERAIS Um grupo de músicos austríacos vai fazer um intercâmbio em Ponta Grossa no mês que vem. O objetivo é firmar uma parceria entre o Conservatório Maestro Paulino Martins Alves e conservatórios da Áustria, proporcionando trocas de experiências a todos os alunos. O show do trio acontece no dia 12 no Cine-Teatro Ópera, com entrada franca. A apresentação vai trazer peças típicas da Áustria e outras conhecidas em todo o mundo.

QUALIDADE NA CONSTRUÇÃO Construtoras do Sudoeste do Estado conseguem o certificado do Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade no Habitat com apoio do Sebrae. Em 2009, foram certificadas quatro empresas e outras sete devem receber o título ano que vem. O programa ajuda a organizar a construção civil, melhorando a qualidade das casas e a modernização produtiva, além de aumentar a qualidade dos serviços prestados.

COMEMORAÇÃO E GASTRONOMIA

Seminário contou com a presença do secretário da Indústria e Comércio do Paraná, Ricardo Barros, além de representantes de diversas entidades, órgãos e federações ligados ao comércio exterior no Paraná. Jean Pecharki/ I&C

criação de uma Agência de Internacionalização do Paraná, com o objetivo de estimular a participação do Estado no mercado internacional. Esse foi o tema de seminário realizado na tarde de ontem (25) no auditório da Faculdade de Educação Superior do Paraná (Fesp), em Curitiba. O evento, que contou com a presença do secretário da Indústria e Comércio do Paraná, Ricardo Barros, reuniu representantes de diversas entidades, órgãos e federações ligados ao comércio exterior no Paraná. Barros explicou que a construção da Agência paranaense vai levar em conta experiências de outros países. “Há agências, institutos e órgãos similares na França, no Canadá, no Paraguai, nos Estados Unidos e em outros países. Vamos analisar exemplos, trocar experiências e formatar na próxima reunião a estrutura da Agência de Internacionalização do Paraná”. “Definiremos os mantenedores ou patrocinadores da Agência, quem fará parte da diretoria, como ela vai se organizar e funcionar”, complementou. A próxima reunião está marcada para o dia 8 de fevereiro no Sebrae. A criação da Agência faz parte do programa Paraná Competitivo, que tem o objetivo de tornar o Estado mais competitivo para investimentos nacionais e internacionais. “Junto a essa câmara de comércio exterior, estamos revendo a política fiscal do Estado, as necessidades de infraestrutura, a capacitação de mão de obra, as demandas ambientais e outros pontos que são decisivos no momento da escolha da instalação de um empreendimento”, detalhou Ricardo Barros.

COOPERATIVA INVESTINDO

A 10ª edição da Festa do Peru acontece no domingo, 30 de janeiro, no Distrito de Cerro da Lola, em Toledo, no Oeste. O evento deve reunir cerca de duas mil pessoas da região. A programação inclui o tradicional almoço e bailes com bandas para animar o público. O objetivo é também incentivar o turismo gastronômico na região.

MUITOS CELULARES A região de Maringá ultrapassa a marca de um celular por habitante, segundo informações da Agencia Nacional de Telecomunicações. Os 124 municípios com DDD 44 fecharam o ano com 101,75 celulares a cada 100 moradores. Entre 2006 e 2009, houve um aumento de 17% no número de linhas telefônicas. No ano passado, foram 287 mil novas linhas.

TURISMO DE AVENTURA O município de Prudentópolis, Centro-Sul do Estado, conta com diversas opções de passeios ao ar livre. Com uma natureza exuberante, contabiliza 50 cachoeiras, muitas delas com mais de 100 metros de altura. São diversas atrações para os turistas que gostam de aventura. Além disso, muitas propriedades particulares oferecem estrutura para receber turistas, como espaço para camping e churrasqueira.

Por meio de videoconferência o professor Anthony B. Portigliatti destacou as ótimas condições para investimento estrangeiro no estado do Paraná, em razão da proximidade com importantes portos e a localização estratégica na zona territorial do Mercosul.

“Precisamos recuperar as exportações que perdemos e recuperar os quase 20 anos de tempo perdido que temos em relação aos nossos países vizinhos. Mas não podemos nos afastar do Governo Federal e dos seus incentivos para a exportação”. Já o representante da Câmara Brasil/Japão, Yoshiaki Oshiro, afirmou que o Brasil vive um ótimo momento para a atração de investimentos, e que o Paraná vai ganhar muito com a instituição da Agência. “Há uma grande parcela de pequenas e médias empresas japonesas com o objetivo de expandir os seus negócios. Empresas de autopeças e de outros setores decididas a investir no Brasil”. Yoshiaki destacou ainda,

em primeira mão, que Curitiba, além de Xanguai e Estocolmo, foram escolhidas pelas indústrias japonesas como as principais cidades com maior potencial para receber investimentos pelo Programa de Desenvolvimento Limpo japonês.

Vídeoconferência O seminário contou também com a participação do professor da Florida Christian University, Anthony B. Portigliatti. De Orlando-FL, o professor destacou as ótimas condições para investimento estrangeiro no estado do Paraná, em razão da proximidade com importantes portos e a localização estratégica na zona territorial do Mercosul, destacando a pré-dis-

posição de centenas de empresas americanas interessadas em trazer investimentos ao Paraná em curto prazo.

Agência A Agência também terá em manter um levantamento anual de informações detalhadas e a programação das feiras de comércio internacional, das comitivas de empresários estrangeiros que visitam país e das missões empresariais brasileiras que seguem ao exterior. A proposta da criação da Agência de Internacionalização retoma um programa de sucesso executado pelo Sebrae há cerca de 15 anos, quando o Paraná se destacava em feiras e eventos internacionais.

GRUPO EDITORIAL INDÚSTRIA & COMÉRCIO - PARANÁ

Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Diretor Responsável Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) REDAÇÃO - Fone: 3333.9800 - E-mail: pauta@induscom.com.br Assinaturas, Publicidade Legal, Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 CEP: 80215-030 PABX Fone: (41) 3333.9800 (41) 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - CEP: 80020-290 PABX Fone: (41) 3322.1012 E-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal.


GeralParaná Curitiba, quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 | A3 | Indústria&Comércio prpress@terra.com.br

Aroldo Murá G.Haygert

Panorama Político Pedro Washignton

aroldomura@induscom.com.br

DE COMO IDENTIFICAR UM ESTADISTA PARANAENSE Dias atrás, falando para um grupo de universitários da área de Humanas sobre um dos meus temas prediletos – o fenômeno religioso na sociedade secular -, acabei enveredando, dentro de um amplo contexto, em aspectos da vida pública do Paraná. E não tive dificuldades de responder a uma indagação de Luiz Henrique, que cursa Sociologia, sobre como distinguir, no Paraná, ao longo de sua história, “um mero político que governa de um verdadeiro estadista”. Em primeiro lugar, disse, conhecei poucos homens públicos com essa “luz” que distingue os estadistas dos políticos de carreira. Houve exceções, expliquei. Uma delas, sem vacilar apontei, foi Bento Munhoz da Rocha Neto.

UM ESTADISTA - 2 E citei apenas (apenas, friso) dois pequenos exemplos para reforçar a idéia, embora outros muitos existam: Bento garantiu a sobrevivência de duas instituições culturais particulares, de utilidade pública – sem fins lucrativos -, o Instituto Histórico e Geográfico do Paraná e o Centro de Letras do Paraná. E o fez assim: o Estado providenciou nos anos 1950 a construção das sedes das instituições – o IHGP na Rua José Loureiro, e o Centro de Letras na Rua Fernando Moreira, a chamada “rua do rio”.

UM ESTADISTA - 3 É dos alugueres de lojas e apartamentos que fazem parte dessas sedes generosamente materializadas pelo intelectual Bento Munhoz da Rocha que as instituições vão se mantendo, mesmo com muitas limitações materiais. Particularmente o Instituto Histórico tem sido freqüente fonte de consultas de pesquisadores universitários e estudantes sobre o Paraná, em sua biblioteca ampla e especializada.

UM ESTADISTA - 4 Nessa relação de homens que pensaram o Paraná para além de seu tempo, não tive dificuldades de citar Ney Braga (foto) e Pedro Viriato Parigot de Souza. A Jaime Lerner fiz justiça: opinei que a maioria de seus atos teve a larga visão de montagem do Paraná do futuro, industrializado, como o caso da implantação das montadoras e os benefícios fiscais concedidos a elas. Benefícios esses tão combatidos inicialmente (só de início...) por Roberto Requião, cujo recente governo, no entanto, acabaria sendo o grande beneficiário do recolhimento de impostos milionários da indústria automobilística.

UM ESTADISTA - 5 Lerner, garanti, foi vítima de sua criatividade e da confiança que depositou no gênero humano. O resultado foi, no segundo Governo, a presença de auxiliares que se aproveitaram dos “atalhos” que eles próprios criaram à administração. E o resultado conhecemos: justos pagando por pecadores.

Modernização memorial pelos milhões de judeus mortos pela sanha de Hitler, em fornos crematórios.

UM ESTADISTA - 6 Mas não há como desconhecer o reconhecimento mundial que o nome desse filho de judeus poloneses mudados para cá, em busca de liberdade, foi conseguindo. Basta lembrar, dentre tantos exemplos, a escolha que a revista Times fez, ano passado, dos líderes mundiais, gente cuja obra e pensamento influenciam a humanidade. Pois lá estava Jaime Lerner. Apenas confirma-se, em reconhecimento como o da mais importante revista dos States, que não exagero ao colocá-lo entre os raros estadistas do Paraná. E isto com lugar garantido na história, especialmente a partir de 1972, quando promoveu a revolução urbana inigualável, criativa, inovadora, que ainda sustenta a diferença de Curitiba entre as grandes cidades do mundo.

NOSSA CIDADE, EM BAIXA Falta fiscalização da Diretran e Detran para impedir a ampla e criminosa circulação de veículos particulares nas canaletas do ônibus expresso. Olho atento das autoridades reclama-se, particularmente nos trechos da República Argentina e Sete de Setembro.

SOBRIEDADE? Enquanto a Pastoral da Sobriedade da CNBB tenta recuperar o tempo perdido, ensinando o mundo cristão a evitar e/ou libertar-se do álcool, a Catedral de Ribeirão Preto, em SP, anda na contramão dessa proposta. Está sorteando um “charmoso fusca branco, de 1980”, carregado de cervejas. Criatividade incoerente.

BELMIRO E ELIZABETH, FROM ALEMANHA Passando alguns dias em Garmisch Partenkirchen, Alemanha, Belmiro Castor e Elizabeth confessam-me serem leitores assíduos da coluna. Estão visitando o casal Carol-Martin Lohmann, que lá mora. Mesmo a 10 graus abaixo de zero, estão animadíssimos com a notícia da vinda de neta, filha de Carol e|Martin, a caminho, para junho.

HOLOCAUSTO, A CELEBRAÇÃO A convite da Federação Israelita do Paraná estarei amanhã, dia 27, em Porto Alegre, participando da celebração

São também convidados da FIPR o colunista Reinaldo Bessa, da Gazeta do Povo, e o vereador à Câmara de Curitiba, Emerson Prado (foto acima). O presidente da Federação, professor Manoel Knopfholz (foto abaixo), lidera o grupo paranaense.

A celebração ganha maior acústica com a presença, já confirmada, da presidente Dilma Roussef. E, naturalmente, com a do governador Tarso Genro, cuja mãe era de linhagem judia.

DI BERNARDI & FIGURATIVOS Joahanna Di Bernardi, marchand, une sensibilidade à praticidade dos que trabalham o mundo da Matemática, ela que é engenheira civil com cursos realizados na Alemanha. Confessa à coluna ter achado simpática a indicação de Zimmermann , sugestão de Bia Wouk, para eventualmente dirigir o MON. A escolha do secretário de Cultura, do nome de Teca Sandrini para o cargo tem sua simpatia.

DI BERNARDI - 2 Mas acha que uma instituição de amplo espectro, como o Museu Oscar Niemeyer, não pode ficar centrado apenas da apresentação de artistas de linha abstrata, os chamados de vanguarda. Defende que outros, como – figurativos, acredito – partilhem do espaço que não deve se restringir a ser mera sala de exposições.

NÃO É POSSÍVEL O personagem estranhíssimo foi flagrado pela Copel instalando “gato” em sua mansão. Há uns cinco anos. Depois,fez estripulias na Venezuela de Chavez, com nebulosas transações imobiliárias que nem o bolivariano tolerou. Em conseqüência, seu nome foi para o arquivo dos procurados da Interpol. Pois não é que o homem quer voltar a ser autoridade? Si non è vero...

A Justiça brasileira obedece cegamente ao preceito contido no artigo 5º da Constituição que reza: “Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”. Como a nossa Carta Magna, a mais extensa do mundo, contempla todos os aspectos da vida no país menos as evoluções ocorridas desde sua promulgação há 22 anos, é discutível, pois o bom senso insistia em que fosse fruto de um mandato exclusivo, isto é, um grupo de notáveis escolhido com o único objetivo de discuti-la, após o que seria desfeito. Lembram-se os de melhor memória que inclusive prevaleceu na sua formulação o “Centrão”, espécie de “mensalão” aos quais estavam ligados os deputados mais fisiológicos, inserindo na discussão, regiamente remunerados claro, interesses variados de grupos econômicos. Daí a “colcha de retalhos” costurada pelo velho Ulisses que ainda teve a pachorra de denominá-la “Constituição Cidadã”. É possível que alguns artigos sequer tenham sido regulamentados. De lá para cá surgiram algumas novidades tecnológicas, uma das quais está revolucionando o mundo: a Internet. E.mails trocados entre gente sob suspeita, assim como telefonemas gravados, embora com autorização judicial, não servem porém para a Justiça. É o que se depreende das realizadas pela Polícia Federal nos recentes escândalos levantados no Porto de Paranaguá. Aparentemente vai prevalecer a charge do Tiago Recchia, retratando a conversa marítima de dois tubarões sobre a presença da PF no Porto, publicada na semana passada: “É uma brincadeira: prende/solta”. Se as conversas gravadas e divulgadas pela Operação Dallas não servem como prova, têm razão os marginais em continuar a usar o telefone (o que pareceria burrice) para combinar suas malfeitorias. Só falta modernizarem-se e realizarem tele-conferências.

Viajante remunerado O ex-presidente Lula vai começar a viajar. Segundo se divulga fazendo palestras ao custo de R$ 200 mil. Sua estréia vai ser em Dacar no Senegal (sem cachê), como convidado de honra do Fórum Social Mundial. Por ora é recomendável que não aceite convites para a Itália.

Problemas anunciados Não fora a infalibilidade auto-atribuída a seu governo e o governador Requião teria evitado o desgaste de conceito do Porto de Paranaguá, que ele insiste em dizer que “deixou maravilhoso”. Não é o que atestam as investigações da PF e da Receita agora feitas e denunciadas à exaustão pelo líder da oposição, à época, deputado Elio Rusch. A exemplo de Fayet e Leopoldo Campos, Rusch também não foi ouvido pelo governador.

Passando a limpo A nova maioria governamental na Assembleia deve aprovar o que o deputado Douglas Fabrício advoga: a implantação de CPIs para complementar as investigações da PF e Receita no Porto, além de outras situações que deverão ser passadas a limpo, se Fabrício conseguir mais 17 assinaturas a seu projeto. O que nesta altura é dado como certo!

Mudanças Alterações na equipe do prefeito curitibano Luciano Ducci, além das forçadas pelas convocações do governador Beto Richa para sua equipe. David Campos é efetivado no cargo de Secretário de Comunicação Social. A chefia de Gabinete passa a ser respondida por José Antônio Andreguetto que desde 1995 ocupou vários cargos no estado e no município.

Ajuda As tragédias ocorridas com maior intensidade na região serrana fluminense e em outros estados, parecem estar merecendo maior atenção do governo. Pelo menos o Rio já recebeu R$ 1,18 bilhão. No governo anterior as ajudas a Santa Catarina há dois anos, ficaram na promessa.

Em choque

TECNOLOGIA

Tecpar define planejamento para os próximos anos Trabalho vai auxiliar gestão do instituto durante novo governo

O

secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Santos Leal Neto, recebeu, na segunda-feira (24), proposta preliminar de planejamento estratégico do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) para o período 2011– 2015. O trabalho foi entregue pelo diretor-presidente do Tecpar, Luiz Fernando de Oliveira Ribas, e por representantes do grupo que foi criado, em outubro do ano passado, para delinear o documento, e é formado por gerentes da instituição. O secretário prometeu atenção especial ao documento e afirmou que o trabalho vai auxiliar a gestão do Tecpar durante o

governo Beto Richa. O método para a elaboração do planejamento baseouse na técnica de gestão estratégica de empresas chamado Balanced Scorecard e também nas premissas do Prêmio Nacional da Qualidade (PNQ) e do Prêmio Excelência na gestão, da Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (Abipti), além de apoiar o projeto Integrar da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep)/Modernit (Projetos de Modernização dos Institutos de Pesquisa) e atender aos anseios dos técnicos que sentiam a falta de direcionamento com indicadores de longo prazo para a instituição.

A melhoria da pontuação que o instituto tem obtido no prêmio da Abipit também é um dos objetivos do trabalho realizado pelo grupo. “Identificamos as deficiências que precisam ser trabalhadas”, explicou Marion Teuber Stautt. Outras instituições também são consideradas para servir de referência na definição das metas. “Os 14 objetivos definidos estão no mapa estratégico, que chamamos de painel de bordo e que ficará disponível na tela do computador para que a diretoria executiva e os gerentes possam acompanhar a execução do planejamento”, detalhou Milton Pires Ramos. O mapa apresenta os itens das

sete perspectivas definidas: responsabilidade pública, financeira, mercado e cliente, inovação, processos, ambiente organizacional e pessoas. Todos os gerentes do Tecpar passaram por treinamento e foram envolvidos na elaboração do documento entregue ao secretário. Entre as próximas etapas do trabalho estão o desdobramento dos objetivos estratégicos pelas divisões e unidades do Tecpar para definir seus planos de ação e a aprovação formal pelo secretário, pela nova diretoria e pelo Conselho de Administração da instituição. Depois de aprovado, o planejamento será implementado e divulgado interna e externamente.

Perto do que se gastou com os jogos Panamericanos, do Rio, no entanto, uma insignificância. Todos estão lembrados que de um orçamento inicial de quase R$ 400 milhões, cerca de R$ 4 bilhões foram gastos. O que se espera é que o mesmo não ocorra com a preparação da Copa de 2014.

Cohapar vai construir casas em Campina Grande do Sul Durante visita a cidade de Campina Grande do Sul nesta terça-feira (25), o prefeito Luiz Carlos Assunção solicitou parceria com a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) para a construção de 200 novas moradias na cidade para atender famílias que vivem em áreas de risco. O presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche, e a diretora de projetos, Jocely Thomazoni Loyola, conheceram uma das áreas de risco da cidade, o ‘beco’, no jardim Santa Cecília, onde cerca de 20 famílias vivem em condições precárias, sujeitas a alagamentos. “Assim como o governador Beto Richa se empe-

nhou em retirar as famílias que viviam em áreas de risco quando foi prefeito de Curitiba, agora vamos nos empenhar para melhorar a qualidade de vida destas pessoas que moram em locais impróprios. Vamos atuar fortemente em todo o Estado”, destacou o presidente da Cohapar, Mounir Chaowiche. Segundo o prefeito, a visita do presidente demonstra a preocupação do novo governo na questão habitacional. “O Mounir veio até aqui conhecer algumas áreas precárias e já se dispôs a estudar um novo projeto. Nossa necessidade mais urgente é atender as famílias que moram no ‘beco’”, afirmou.


Curitiba, quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 | A4

municipios@induscom.com.br

1

Notas Jacarezinho A construção do prédio que abrigará as novas instalações do Corpo de Bombeiros de Jacarezinho segue esta bem adiantada de acordo com o que previa o cronograma oficial. O recurso para a obra foi concedido no ano passado pelo Governo Estadual (R$1.311.967,25), com a contrapartida do município, a viabilização do terreno. O secretário municipal de Desenvolvimento Urbano Edson Jackson Yera de Oliveira disse que “Respeitamos os prazos estaduais, fizemos nossa parte na negociação e conseguimos a cessão do terreno no melhor local que a obra podia ser construída”

Empresa Fácil O eletricista Weslei Bastos, de 31 anos - morador do Distrito de Rio do Salto - foi o milésimo empreendedor a obter alvará por meio do Programa Empresa Fácil, na Prefeitura de Cascavel. A entrega do documento foi feirta pelo prefeito Edgar Bueno, na presença de secretários municipais, do presidente da Amic, Carlos Martini, do vice-presidente da Acic, Leopoldo Furlan, e do presidente do Sincovel, Rafael Lorenzo - entidades parceiras do Programa, cuja Sala do Empresário está instalada no hall de entrada da Prefeitura de Cascavel desde o mês de maio de 2010.

Praia de Leste Nos dias 29 e 30 de janeiro a Praia de Leste recebe a 2a etapa do Circuito Paranaense de Bodyboarding Viva o Verão com Mais Energia. Os veranistas que estão em Pontal do Paraná poderão assistir a um show de manobras radicais. O evento conta com a realização da Federação Paranaense de Bodyboarding em conjunto com o Projeto Viva o Verão com Mais Energia. “Acho muito importante essa parceria da PR Esporte e Governo do Estado com a Federação Paranaense de Bodyboarding na realização desses eventos aqui no litoral no Viva o Verão com Mais Energia. Já tivemos uma etapa brilhante e aguardamos os atletas, o público e os espectadores para apreciar essa segunda etapa que vai acontecer em Praia de Leste. Contamos com o público! Parabéns a Federação e parabéns aos atletas porque a modalidade esta se desenvolvendo muito bem no Paraná”, declarou o Coordenador Geral do Projeto Viva o Verão com Mais Energia, João Alberto de Campos.

Conseg Maringá O Conselho Comunitário de Segurança de Maringá (Conseg Maringá) recebeu da Receita Federal 102 aparelhos de MP4 e 57 MP3. Os aparelhos serão repassados para crianças com deficiência visual para que possam ouvir livros falados, em especial, os produzidos através do projeto Visão de Liberdade.

MANDIRITUBA

Machadinho quer equipe motivada e pronta para agir PMM

“Inovar para vencer”. O tema permeou a palestra do professor, conferencista e escritor, Claudino Kosteski. Ele esteve em Mandirituba nesta semana, para orientar funcionários e secretários da Prefeitura sobre valores éticos e morais no trabalho, atitudes que podem levar ao sucesso e ao fracasso, formas de melhorar a comunicação com as pessoas e dicas de como liderar com alto impacto. A iniciativa partiu do Prefeito Machadinho e teve

como finalidade motivar sua equipe de governo a buscar, sempre, melhorias nas ações e serviços da Prefeitura, visando um melhor atendimento à população.

Experiência Machadinho inicia seu terceiro ano de mandato com mudanças nas secretarias de Indústria e Comércio, Saúde, Educação, Rodoviário e Obras. Dentre estas mudanças está a nomeação de novos secretários, prevista para o mês de fevereiro.

QUATRO BARRAS

Procon orienta sobre matrículas e compra de material escolar Já começaram os preparativos para a volta às aulas e, com o objetivo de garantir mais economia e segurança aos pais nas etapas de compra do material escolar e efetivação da matrícula, o Procon de Quatro Barras repassa algumas orientações, com base no Código de Defesa do Consumidor. “Neste período que antecede o início do ano letivo surgem muitas dúvidas por parte dos consumidores e muitas

delas podem ser resolvidas com orientação e planejamento”, explicou a coordenadora do Procon Municipal, Lessana Gonçalves Creplive. Uma das principais dicas diz respeito à matrícula e rematrícula, que são taxas cobradas para garantir a vaga do aluno na escola. Conforme observa o Procon, o valor da matrícula deve estar diluído nas parcelas da mensalidade. Os consumidores também devem estar atentos quanto às taxas para reserva de vagas cobradas por algumas instituições. “ Nestas situações, o valor deve ser abatido na primeira mensalidade e, em caso de desistência da reserva antes do início das aulas, deve ser devolvido integralmente”, esclarece a coordenadora. Outra orientação é com relação ao material. Antes de sair às compras, é recomendável fazer um balanço dos itens solicitados na lista fornecida pela escola, verificando o que pode ser reaproveitado do ano anterior e o que precisa ser adquirido. Após esta etapa e com uma nova lista em mãos, o consumidor

deve dar início a uma rigorosa pesquisa de preços. A economia pode ser grande, conforme aponta um levantamento recente realizado pelo Procon-PR, em dez papelarias de Curitiba: dos 153 produtos orçados, alguns deles chegaram a registrar uma diferença de preço de até 127%, como por exemplo o caderno de desenho brochura, capa flexível de 40 folhas, vendido de R$ 0,66 a R$ 1,50. A pesquisa do consumidor também deve levar em conta as condições de pagamento. Pagamentos com cartão de

crédito são considerados à vista e, portanto não podem sofrer alterações. Se a alternativa for o pagamento a prazo, é necessário checar e comparar as taxas de juros. Já para compras com cheques pré-datados é importante especificar as datas na nota fiscal e no verso dos cheques, o que comprovará os dias combinados para depósito. Ao finalizar as compras, o consumidor ainda deve exigir a nota fiscal, pois o documento vai assegurar seus direitos em casos de troca, garantia ou reclamação.

ARAUCÁRIA

Aberto novo concurso na região metropolitana de Curitiba Já está confirmado o processo seletivo para mais um Concurso Público que a Prefeitura de Araucária irá realizar no primeiro bimestre de 2011. As vagas disponíveis são de nível médio (agente de trânsito, guarda municipal e atendente infantil) e superior (administrador, contador, economista, engenheiro cartógrafo, engenheiro civil, engenheiro de trânsito e professor de ciências), com remunerações básicas iniciais que chegam a R$ 3.496,96. Mais uma vez o processo será administrado pelo Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC/UFPR). As inscrições iniciam em dezembro com taxas de R$ 60,00 para as vagas de nível médio e R$ 80,00 para superior. Já a prova será aplicada logo no primeiro bimestre de 2011. “Todas as informações necessárias serão encontradas nos editais do Concurso que serão divulgados nos próximos dias, tanto no endereço eletrônico da Prefeitura de Araucária (www.araucaria.pr.gov.br) quanto no site do Núcleo de Concursos da UFPR (www.nc.ufpr.br)”, informou

CMYK

a secretária da pasta de Gestão de Pessoas, Rhuanita Graciela Drozd, responsável pelo processo. O prazo de validade do Concurso será de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, contado a partir da data de publicação do

edital de homologação do resultado final. Vale lembrar que este será o terceiro concurso que a Prefeitura realiza em menos de dois anos. Totalizando mais de 14 mil inscrições para concorrer a uma das mais de 150 vagas disponibilizadas.


NacionalPolítica Curitiba, quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 | A5 | Indústria&Comércio

Fábio Campana

Contexto Político Guerra intestina

editor@fabiocampana.com.br

gente, não para ser entregue a ela”. Stephanes acusa Doático e toda a direção peemedebista em Curitiba de não ter representatividade política. Lembra o pífio desempenho de seu candidato na última eleição e ri a bandeiras despregadas quando aventam a candidatura de Maurício Requião para prefeito.

Oficial

Feche o nariz. Há guerra intestina no PMDB nativo. Fora do poder, o PMDB não tem mais o que consiga unir suas partes tão díspares. Doático Santos et caterva, que consideram Maurício Requião um grande líder, querem manter o comando do partido em Curitiba e não admitem conviver com a outra ala, onde se destacam os deputados Reinhold Stephanes, Marcelo Almeida (foto), o decaído Rodriguinho Rocha Loures e outros menos votados. O confronto foi para o ventilador. Doático, que todos os dias conversa com Roberto Requião e recebe emanações de Maurício, chama a turma de Stephanes de PMDB linha Fiorucci. Garante que a contradição entre as duas alas é de classe social e dos interesses que cada banda defende. “A turma do Stephanes é de frequentadores do Country Club. São empresários, um deles explora o pedágio, o outro vende alimentação escolar. Todos admiram a falsa erudição do Raphael Greca de Macedo. O PMDB nasceu e evoluiu para combater essa

Parlamentares aguardam proposta do governo para tomar posição sobre mínimo

rar a pensão inconstitucional. “Quando não se tem a fonte de custeio do benefício, a inconstitucionalidade é clara. Dar aposentadoria a quem não contribuiu fere o princípio de isonomia”, afirma Floriano de Azevedo Marques, professor de direito administrativo da USP.

Benemérito

Recurso Ora, pois, a grife Requião não desiste de tentar emplacar um encosto para o desamparado irmão caçula, no Tribunal de Contas. Mas não será sem luta. O advogado José Cid Campêlo Filho entrou nesta segundafeira (24) com mais um recurso para tentar impedir a posse de Maurício Requião como conselheiro do Tribunal de Contas.

Duelo A bancada do PMDB do Paraná emitiu uma nota oficial ontem (25) reafirmando o apoio do partido à candidatura de Valdir Rossoni (PSDB) à presidente da Assembleia. Assinada pelo deputado Waldyr Pugliesi (foto), líder da bancada do PMDB, a nota deixa claro que o PMDB nativo não voltará atrás da decisão.

Inconstitucional A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai contestar no Supremo Tribunal Federal (STF) as leis estaduais que concedem aposentadorias vitalícias a ex-governadores e ex-parlamentares. O ministro Marco Aurélio Mello garante que o Supremo já tem jurisprudência para conside-

ses gastaram mais que a média com passagens aéreas entre janeiro e outubro de 2010. Entre os três senadores Osmar Dias (PDT) foi o que mais gastou: R$ 82,6 mil. A saber, a média nacional foi de R$ 42,2 mil.

Desde 2008, Cid Campêlo vem duelando com Maurício na Justiça. Até agora, o advogado conseguiu manter o irmão de Roberto Requião fora do tribunal, sob o argumento de que a nomeação configura nepotismo. O recurso levado à Justiça nesta segunda-feira, pela nova lei, sobe direto ao Supremo Tribunal Federal. A última vitória foi de Maurício, que conseguiu uma decisão a seu favor no Tribunal de Justiça do Paraná.

Acima da média Dados que não nos causam orgulho. Os nossos senadores gastam muito mais do que os dos outros. Levantamento feito pelo site Congresso em Foco com base no Portal da Transparência do Senado revela que os senadores paranaen-

O desembargador Celso Rotoli de Macedo, nascido em Antonina, recebeu ontem (25) à tarde o título de Cidadão Benemérito do Paraná, proposto pelo deputado Alexandre Curi. Presentes o governador Beto Richa, secretários de Estado, vários deputados, juízes e desembargadores. Causou espécie a ausência de representante do Ministério Público. Nem o procurador Geral Olympio de Sá Sotto Maior, nem qualquer outro membro do Ministério Público estiveram na solenidade.

Tábua de salvação Já é intensa a movimentação nos municípios tendo em vista a disputa das eleições 2012 para prefeito e vereadores. Depois das eleições do ano passado, muitos que apoiaram a coligação PMDB-PDT-PT estão procurando se transferir e controlar diretórios municipais dos partidos da base aliada que elegeu Beto Richa (PSDB) ao governo. O Palácio das Araucárias vai orientar os dirigentes que apoiaram Beto Richa para que controlem e fiquem de olho evitando que sirvam de base de lançamento a candidatos que apoiaram a oposição.

INCENTIVO

Ministério pode premiar regiões que melhorarem gestão do SUS

Marcos Chagas

Parlamentares ligados aos movimentos sindicais e que contam com o apoio de aposentados e pensionistas aguardam a reunião desta quartafeira (26/01) com o governo para tentar emplacar um reajuste do salário mínimo para 2011, acima dos R$ 540 previstos no Orçamento. O senador Paulo Paim (PT-RS) e o deputado e líder do PDT, Paulo Pereira da Silva (SP) querem saber qual proposta o secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, apresentará no encontro. Ciente da dificuldade de caixa do governo em bancar os R$ 580 propostos pelas centrais sindicais, o pedetista Paulinho da Força admite que R$ 560 é um valor que poderá caminhar para um consenso. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, por sua vez, já admitiu que o governo poderia aumentar o valor para R$ 545 e circulam informações na imprensa de que o salário mínimo poderia chegar a R$ 550. Aliado ao salário mínimo, os sindicalistas querem também o reajuste da tabela do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) em 6,46% e 10% de aumento nas aposentadorias e pensões da Previdência Social. Segundo o Ministério do Planejamento, cada R$ 1 de aumento no salário mínimo eleva em R$ 286,4 milhões as despesas orçamentárias impactadas por esse aumento.

Padilha diz que uma das prioridades é aprimorar o funcionamento do sistema Marcello Casal Jr/ABr

Carolina Pimentel

O

ministro da Saúde, Alexandre Padilha, sinalizou nesta terçafeira (25/01) que pode adotar a política de premiar os estados e municípios que optarem por medidas que melhorem a gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e ampliar o atendimento à rede pública. “Premiar quem faz mais e melhor para a população. Essa é a nossa estratégia em qualquer discussão de repasse para estados e municípios e na relação com o setor filantrópico”, disse ele. Desde que assumiu a pasta, Padilha tem declarado que uma de suas prioridades é aprimorar o funcionamento do SUS e de outros órgãos ligados à saúde. Seguindo orientação da presidenta Dilma Rousseff, o ministro tem conversado, por exemplo, com empresários para elaborar um plano de gestão para a Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Na semana passada, ele se reuniu com integrantes do Instituto de Desenvolvimento Ge-

rencial, de consultoria em gestão empresarial, que fará um diagnóstico da Funasa. A estimativa é que o levantamento seja concluído dentro de um mês. O instituto vai analisar ainda o sistema de compras de remédios e equipamentos do ministério. Padilha teve encontro também com o empresário Jorge Gerdau. Sobre a definição da diretoria da Funasa, alvo de atritos entre o PT e o PMDB, o ministro evitou falar da disputa partidária e reafirmou que seu compromisso é reorganizar a estatal para o cumprimento das metas estabelecidas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A fundação é responsável por levar saneamento básico a cidades com menos de 50 mil habitantes. Em relação à regulamentação da Emenda Constitucional 29, que fixa percentuais de repasse da União, estados e municípios para a saúde, Padilha disse que cabe ao Congresso Nacional “garantir um financiamento estável para a saúde, independente do governo” e definir a fonte de recurso.

“Premiar quem faz mais e melhor para a população. Essa é a nossa estratégia em qualquer discussão de repasse para estados e municípios e na relação com o setor filantrópico”, afirmou o ministro

AJUDA

Banco destina R$ 60 milhões para agricultores do Rio de Janeiro Vitor Abdala

O Banco do Brasil colocou R$ 60 milhões à disposição de agricultores da região serrana fluminense afetados pelas fortes chuvas de 12 de janeiro. O dinheiro será destinado a créditos agrícolas que poderão ser pagos depois de três anos, em um prazo de até dez anos, segundo informou nesta terça-feira (25/01) o presidente do banco, Aldemir Bendine. “Os juros serão fixos, de 1,5% a 5%, dependendo do enqua-

dramento do produtor”, disse Bendine, durante cerimônia de inauguração de uma agência do Banco do Brasil no Morro do Adeus, no Complexo do Alemão, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. Segundo Bendine, aos agricultores que já haviam contraído empréstimos no Banco do Brasil antes das chuvas, será dada uma carência de dois anos para início do pagamento da dívida e o prazo de pagamento de dez anos. Dos 4,1 mil empréstimos

que já haviam sido concedidos pelo Banco do Brasil antes das chuvas, pelo menos 1,5 mil são cobertos por um seguro agrícola. Na cerimônia de inauguração da agência, Bendine também afirmou que o Banco do Brasil espera dobrar, neste ano, sua carteira de crédito imobiliário, para oferecer até R$ 6 bilhões a este tipo de operação. Ainda segundo Bendine, o Banco do Brasil deve concluir até o próximo mês, o processo de aquisição de um banco norte-americano.

Nove mil famílias recebem antecipação do Bolsa Família Da Agência Brasil

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome antecipa o pagamento do Programa Bolsa Família a nove mil famílias dos dez municípios de Minas Gerais, que decretaram situação de emergência por causa da chuva. Os beneficiários já podem sacar o dinheiro referente a janeiro, sem necessidade de esperar as datas correspondentes aos números de seus cartões. O órgão destina R$ 750 mil para atender os municípios afetados. A antecipação é destinada

às famílias que sofreram prejuízos com enchentes e deslizamentos nos seguintes municípios: Aiuruoca, Alagoa, Careaçu, Itamonte, Machado, Pouso Alegre, São Sebastião da Bela Vista, Ipuiuna, Santa Rita do Sapucaí e Seritinga. De acordo com o ministério, a antecipação visa a dar suporte à população de baixa renda no momento de calamidade. Aqueles que por algum motivo perderam o cartão do Bolsa Família, deverão procurar a prefeitura do estado para obter uma declaração de beneficiário para sacar o recurso na Caixa Econômica Federal.


PublicidadeLegal Curitiba, quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 | A7 | Indústria&Comércio

T RAV . N ESTOR

1º O FÍCIO DO REGISTRO C IVIL 13º T ABELIONATO L EÃO B EL . R ICARDO A UGUSTO DE L EÃO - O FICIAL DE C ASTRO , 271 - CEP 80.020-120 C ENTRO - C URITIBA - PR EDITAL DE PROCLAMAS

F AÇO

SABER QUE PRETENDEM CASAR - SE :

1 - RAFAEL PRISMANN FEIJÓ E CAMILA FACCHIANO RAMALHO DE OLIVEIRA. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume.

3º OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E 15º TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS Município e Comarca de CURITIBA, Estado PARANÁ BEL. MÔNICA MARIA GUIMARÃES DE MACEDO DALLA VECCHIA Registradora Designada F AÇO

Empresas&Produtos

SABER QUE PRETENDEM SE CASAR :

Reestruturação da Unione

1-CESAR NEY HOLZMANN CORDEIRO E CECILIA HERCULI; 2-HABITZREUTER MARCELO DO NASCIMENTO E SARITA PORTELES; 3-EDUARDO DORNELLES MORA E TATIANA SAYURI BABATA; 4- VOLCIR ALVES E KELLY SANTANA CAMILO DE OLIVEIRA. SE ALGUÉM SOUBER ( QUINZE ) DIAS .

DE ALGUM IMPEDIMENTO, OPONHA-O NA FORMA DA LEI NO PRAZO DE

15

CURITIBA, 25 DE JANEIRO DE 2011

CURITIBA, 25 DE JANEIRO DE 2011

RIBAS MINERAÇÃO LTDA, torna público que requereu ao Instituto Ambiental do Paraná – IAP a Licença de Operação de Regularização – LOR para Envase e Comercio Atacadista de Água Mineração, situada à ROD DO CAFÈ – BR 376 KM 452 – Fazenda da Praia – Tibagi - PR. A empresa abaixo, torna público que recebeu junto a SMMA, a renovação da Licença de Operação para o empreendimento a seguir especificado válida até 10/11/2012; EMPRESA : Neoortho Produtos Ortopédicos AS; ATIVIDADE : Fabricação de instrumentos não-eletrônicos e utensílios para uso médico, cirúrgico, odontológico e de laboratório; ENDEREÇO : Rua Ângelo Domingos Durigan, 607; MUNICÍPIO : Curitiba - Paraná. SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA PRÉVIA A MEGAPLASTIC INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE PLÁSTICOS LTDA. torna público que requereu ao IAP, Licença Previa de Ampliação para a atividade de Fabricação de Laminados Planos e Tubulares de Material Plástico, localizada na Rodovia Contorno Norte, 59 B, Roça Grande, Município de Colombo, Estado do Paraná.

SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA PRÉVIA A BD STREET IND. E COM DE BOLSAS LTDA torna público que requereu ao IAP, Licença Previa para a atividade de FABRICAÇÃO DE ARTIGOS PARA VIAGEM E BOLSAS, localizada na Rodovia Contorno Norte, 59 C, Roça Grande, Município de Colombo, Estado do Paraná. IND. COM DE ALIMENTOS GANCHINHO LTDA, torna público que recebeu do IAP/PR, licença de operação nº 11625, para o empreendimento a seguir especificado: ATIVIDADE: fabricação de produtos da carne embutidos e defumados e comercio de carnes. ENDEREÇO: Est. do Ganchinho nº 4234, fundos, Ganchinho, Curitiba, PR. VALIDADE: 21/01/2015 (retirada em 25/ 01/2015).

REGISTRO CIVIL DISTRITO JUDICIÁRIO DE TATUQUARA-CURITIBA-PR BR 116 KM 111 - CEASA / CIC FONE (41) 3348 19 50 Faz saber que pretendem se casar: Valdeci de Oliveira e Gisele Maria Ferreira Furquim José Aparecido Mendes da Silva e Doraci Mendes dos Santos Francelino Duarte Costa e Vanessa Rosa Santos Josimar Campos Ortiz e Daniela Cordeiro Firmino Elvis Fernando Clems e Daiane Marcela Maciel José Maria Guimarães e Suzana Batista Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei . Curitiba, 25 de Janeiro de 2011 Regina Coeli Machado Oficial

LEILÃO DETRAN DIA 10/02/2011 ÀS 08:00hrs MAIS DE 300 VEICULOS (MOTOS E AUTOS COM DOCUMENTOS) Edital Completo à Disposição dos Interessados nos sites abaixo, no DETRAN/PR e no Escritório do Leiloeiro. Pagamento somente por depósito bancário ou cheque nominal ao DETRAN/PR. www.detran.pr.gov.br / 0800-643-7373 www.pbcastro.com.br / (41) 3029-8555 / 9948-7979 PLINIO CASTRO – MAT. JUCEPAR 668

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 6 Vara Federal Cível de Curitiba AÇÃO MONITORIA N° 2009.70.00.017592-9/PR AUTOR : CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF RÉU : ROBERTO PIRES DA SILVA EDITAL N.° 4909196 CITAÇÃO de ROBERTO PIRES DA SILVA, brasileiro, solteiro, inscrito no CPF/MF sob o n° 006.918.299-00 e portador do RG n° 8.519.333-3, para que, no prazo de 15 (quinze) dias, EFETUE O PAGAMENTO da quantia de R$ 32.065,89 (trinta e dois mil, sessenta e cinco reais e oitenta e nove centavos), valor fornecido pela CEF, atualizado até junho/ 2009, a ser atualizado monetariamente até a data do efetivo pagamento, ficando ciente de que se efetuar o pagamento do valor acima indicado, no prazo fixado, ficará isento de custas e honorários advocaticios, ou, em querendo, no mesmo prazo, OFEREÇA EMBARGOS, independente da segurança do Juizo. Ciente que, nos termos do artigo 1.102c do CPC, o não pagamento e a ausência de embargos no prazo de 15 (quinze) dias, constituir-se-á, de pleno direito o titulo executivo judicial, convertendo-se o mandado inicial em mandado executivo, e prosseguindo-se o processo como execução por quantia certa, nos termos dos artigos 1.102b e 1.102c, § 1°, do Código de Processo Civil. E para que chegue ao conhecimento do interessado, por esta estar em lugar incerto e não sabido, é expedido o presente Edital de Citação, com prazo de 30 (trinta) dias. DADO E PASSADO, nesta cidade de Curitiba - PR, 13 de dezembro de 2010. Danielie Perini Artifon Juiza Federal Substituta

A partir deste mês será implantada a última fase do plano de reestruturação da Unione, que teve início em 2007. Duas áreas receberão mais atenção da empresa que atua há 16 anos na indústria de TI: Gestão de Pessoas e Venda Consultiva. De acordo com o diretor-presidente Alexandre Couto, nesta reta final haverá maior investimento na contratação, formação profissional e retenção de talentos. Ao longo de 2011 serão contratados mais de 60 novos talentos que serão capacitados para dar suporte à nossa equipe com 350 consultores, podendo desenvolver um plano de carreira. A Unione investirá pesadamente, também, na equipe de especialistas para reforçar o modelo de venda consultiva. Assim, poderemos atender às expectativas dos parceiros na venda de projetos”, diz Couto.

CAMPANHA HAVAIANAS A Clear Channel elegeu como a Melhor Campanha do Mês de Dezembro o anúncio criado pela agência AlmapBBDO para divulgar o produto “Havaianas Top”, da empresa Alpargatas. A campanha, intitulada “Havaianas são muito refrescantes no verão. As mulheres usam, os homens sentem um friozinho na barriga”, veiculou durante todo o mês de dezembro em 250 faces que compõem o mobiliário urbano do Rio de Janeiro e de Niterói. Para a ação, abrigos de ônibus, totens e relógios instalados nas duas cidades receberam detalhes que lembram o verão. Na imagem divulgada, dois modelos de Sandálias Havaianas com cores diferentes e vibrantes aparecem à frente de diversos sorvetes, fazendo uma alusão à estação mais quente do ano. A frase “Havaianas Verão” completa o layout da campanha.

WESTERN DIGITAL NOMEIA GERENTE A Western Digital líder mundial em entrega de discos rígidos (HDs), anuncia a nomeação de Oscar Rodríguez Iturria, como gerente de vendas sênior dos produtos da marca na América Latina. O executivo atuará em conjunto com Ron Pack, diretor sênior de vendas da América Latina e se reportará a Anthony Luci, gerente de vendas sênior da WD.Durante os cinco anos anteriores, Rodríguez atuou como gerente de território nas regiões do México e América Central. No novo cargo, o executivo passa a responder pelo desenvolvimento dos negócios relativos a produtos da WD na América Latina. Assim, atuará mais próximo dos canais da região, fortalecendo o relacionamento e utilizando sua visão de mercado para impulsionar o crescimento da empresa na região.

Page Talent tem estágios A Gafisa S.A., uma das maiores construtoras e incorporadoras do País, está com as inscrições abertas para seu Programa de Estágio 2011. O objetivo da seleção, que disponibiliza cerca de 100 vagas, é recrutar jovens talentos de todo o Brasil para atuar na gestão de obras, com oportunidades em todos os braços do grupo: Gafisa, Tenda e AlphaVille. O processo seletivo é feito em parceria com a Page Talent – unidade de negócios da Page Personnel especializada em atração, seleção e desenvolvimento de estagiários e trainees.O Programa de Estágio da Gafisa S.A. tem duração de dois anos. Além de salário compatível com o mercado, os estagiários recebem os benefícios de seguro de vida, vale refeição e vale transporte.

Faturamento da TCS

RECORDE

Produção de petróleo da Petrobras aumentou 6,8% No exterior a produção aumentou em 7,6% em relação a 2009 A produção média de petróleo da Petrobras no Brasil, em dezembro, atingiu o volume recorde de 2.121.584 barris/ dia, ultrapassando em 89 mil barris o recorde anterior de 2.032.260 barris/dia, alcançado em abril de 2010. Esse volume ficou 6,8% acima da produção do mesmo mês de 2009 e 4,5% em relação à de novembro do ano passado. O aumento da produção no último mês do ano foi consequência do início de operação da plataforma P-57, no campo de Jubarte, na porção Capixaba da Bacia de Campos, do Teste de Longa Duração (TLD) de Guará, na Bacia de Santos, e da entrada de novos poços nos campos de Cachalote/Baleia Franca e Barracuda/Caratinga, ambos na Bacia de Campos.

Incluindo o gás natural, a produção total – petróleo e gás – da Petrobras no Brasil, em barris de óleo equivalente por dia (boed), chegou a 2.491.087 barris em dezembro, registrando, além de recorde mensal, aumentos de 7,9% sobre volume produzido em dezembro de 2009 e de 4,7% em relação a novembro de 2010. A produção de gás natural dos campos nacionais em dezembro apresentou um aumento de 15% em relação ao mesmo mês de 2009 e de 6,3% se comparado a novembro de 2010, chegando a 58,746 milhões de metros cúbicos.

Recordes anuais A produção de petróleo do ano de 2010 também foi recorde anual, registrando a média

de 2.004.172 barris diários. Além de sinalizar produção sustentável superior a dois milhões de barris/dia, a produção do ano ficou 1,7% acima do volume produzido no ano anterior, cuja média diária foi de 1.970.811 barris por dia. Considerando todo o ano de 2010, a média diária de produção de gás ficou em 53,077 milhões de m3/dia – um aumento de 5,4% em relação a 2009. Considerados os campos do Brasil e do exterior, a produção total de petróleo e gás natural da Petrobras foi igualmente recorde anual em 2010 ao atingir a média diária de 2.583.458 boed. Esse volume indica um aumento de 2,3 % sobre os 2.525.260 boed produzidos em 2009. No exterior, a produção ex-

clusiva de petróleo em 2010 atingiu 151.247 barris diários, o que representa um aumento de 7,6% em relação à produção de 2009 (140.576 bpd). Já a produção total de petróleo e gás natural no exterior em 2010 chegou a 245.440 boed, superando em 3,2% o volume alcançado em 2009, que foi de 237.803 boed.

Produção No mês de dezembro de 2010, o volume total de petróleo e gás produzido pela Petrobras no Brasil e no exterior foi de 2.731.312 barris de óleo equivalente, com um aumento de 4,2% em relação à produção global da Petrobras no mês anterior (novembro) e de 7,1% sobre o volume produzido no mesmo mês de 2009.

TDF lança o LibreOffice 3.3 para escritórios A The Document Foundation lança o LibreOffice 3.3, a primeira versão estável do pacote de programas para escritório livre desenvolvido pela comunidade. Em menos de quatro meses, o número de desenvolvedores trabalhando no LibreOffice cresceu de menos de vinte no final de Setembro de 2010, para bem mais de uma centena hoje. A chegada de novos colaboradores, vindos de toda parte do mundo, acelerou o processo, apesar da agressiva agenda definida para o projeto.

O LibreOffice 3.3 traz várias funcionalidades novas e originais, mas não é só isso; trata-se de uma conquista significativa por várias razões: a comunidade de desenvolvedores foi capaz de construir seu próprio processo de maneira independente, se estabelecer e começar a funcionar em um espaço de tempo muito curto (no que diz respeito ao tamanho do código básico e às fortes ambições do projeto); graças ao grande número de novas contribuições, através de desenvolvedores atraídos para o projeto, o

código fonte sofreu uma limpeza rápida para oferecer uma base melhor para o futuro desenvolvimento do LibreOffice; o instalador do Windows, que atinge a maior e mais diversificada base de usuários, foi integrada num pacote simples contendo todos os idiomas, reduzindo, assim, o tamanho do download de 75 para 11GB, tornando mais fácil para nós disponibilizar novas versões mais rapidamente e reduzindo a pegada de carbonode toda a infraestrutura. Caolan McNamara da Re-

dHat, um dos líderes da comunidade de desenvolvedores, disse: “Estamos animados: é nossa primeira versão estável, e portanto estamos ansiosos pelo retorno dos usuários, que será integrado tão logo seja possível, dentro do código, com as primeiras melhorias sendo liberadas em Fevereiro. A partir de Março, migraremos para uma agenda de versões baseada em tempo real, previsível transparente e pública, de acordo com o desejo do Comitê Gestor de Engenharia e com as solicitações dos usuários”.

A Tata Consultancy Services (TCS), empresa de tecnologia da informação do Grupo Tata, anuncia o balanço financeiro referente ao terceiro trimestre do ano fiscal 2010/11, que corresponde ao período entre 1º de outubro e 31 de dezembro de 2010. A consultoria indiana reportou receita de US$ 2,14 bilhões, número 31,1% superior se comparado ao mesmo período do ano fiscal anterior. O lucro operacional obtido no período foi de US$ 517 milhões, o que significou um acréscimo de 14% se comparado ao trimestre imediatamente anterior.A TCS adicionou 35 novos clientes ao seu portfólio, assim como seis contratos e quatro implementações da plataforma BaNCS nos segmentos de core banking, mercado de capitais e seguros. A solução de core bancário da TCS obteve crescimento superior a dois dígitos. O trimestre marcou também o maior índice de contratação de profissionais em um único trimestre por parte da empresa. Foram incorporados 20.219 consultores e o atual time já soma 186.500 colaboradores.

Groupalia A Groupalia, empresa espanhola referência em compras coletivas, começa o ano de 2011 entre os cinco maiores sites de compras coletivas do País, segundo ranking divulgado esta semana pelo site Bolsa de Ofertas (www.bolsadeofertas.com.br/ranking-dos-50-maiores-sites-de-compra-coletiva/) com base nos dados do Alexa, serviço de internet pertencente à Amazon que mede quantos usuários visitam um site (www.alexa.com). O grupo, que é um dos líderes internacionais no segmento, acaba de anunciar a marca de 2 milhões de usuários no Brasil em apenas cinco meses de atuação e já está presente em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Brasília e Porto Alegre. Segundo o country manager da empresa no Brasil, Henrique Iwamoto, os dados comprovam o crescimento e os planos de expansão da Groupalia no País, mantendo a expectativa de que, em breve, a unidade local supere a matriz na Espanha, se tornando a líder entre todas as unidades do grupo. “O Brasil é a nossa grande aposta por ter um perfil de consumidor totalmente ligado às promoções e oportunidades. Em pouco tempo de atuação, tivemos grandes conquistas e agora nossas expectativas são ainda maiores”, reforça Iwamoto.

NC faz seleção para Itaipu O Núcleo de Concursos (NC) da Universidade Federal do Paraná promove um processo seletivo para candidatos interessados em trabalhar na usina Itaipu Binacional.O processo seletivo servirá para a formação de cadastro reserva de 47 vagas, 39 delas de nível superior e oito, de nível técnico.As inscrições permanecem abertas até as 16 horas de 11 de fevereiro, através do endereço www.nc.ufpr.br.Há 16 vagas para o cargo de “advogado júnior” (oito em Foz do Iguaçu e oito em Curitiba), treze para “engenheiro júnior” (cinco para profissionais da área de engenharia civil ou hídrica e oito para engenharia elétrica) e dez para “profissional de ensino superior júnior” (cinco para a área de meteorologia ou ciências atmostéricas e cinco para a área de transporte).O único cargo de nível técnico é o de “Técnico em Hidrologia I”. À exceção do cargo de advogado, todos os demais têm lotação prevista para Foz do Iguaçu.A taxa de inscrição custa R$ 70 para os cargos de nível superior e R$ 50 para o cargo de nível técnico.s salários variam de R$ 2,2 mil a R$ 4,2 mil. A jornada é de oito horas diárias.As provas acontecem no dia 27 de fevereiro, nas cidades de Curitiba, Foz do Iguaçu e Porto Alegre. Além das provas, haverá outras duas fases: análise de documentos e avaliação física.Há reserva de duas vagas para pessoas com deficiência apenas no caso do cargo de advogado. Para os demais cargos, que exigem aptidão física plena, não há reserva de vagas.O cadastro reserva do processo seletivo terá validade de dois anos, prorrogável por mais um ano. Conforme o edital, a Itaipu fará as contratações conforme sua disponibilidade orçamentária e até o número de vagas existentes.


joca.sev@hotmail.com

Joaquim Severino COOPERAÇÃO AGRÍCOLA PARANÁ / MOÇAMBIQUE A revolução verde dos anos 70 que teve como mentor o saudoso engenheiro agrônomo norte americano Norman Bourlaug, prêmio Nobel da Paz, está a caminho de repetir-se. Os trabalhos do Dr. Bourlaug foram desenvolvidos no México, principalmente, e o Brasil beneficiou-se sobremaneira dos mesmos, assim como inúmeros outros países da América Latina e Ásia onde grassava a fome. O ilustre cientista apegou-se de maneira especial ao Brasil e aos brasileiros devido ao que ele chamava de “incomum capacidade de sensata inovação”, numa referência ao domínio dos cerrados, áreas que por muito tempo foram consideradas como inadequadas para a agricultura. Em suas inúmeras viagens ao Brasil ela fazia da Embrapa a sua casa, encantado com o sucesso de muitos ex-alunos. Até o seu falecimento, dois anos atrás, Dr. Bourlaug dedicava-se com afinco ao que poderá ser considerada a “Verde Revolução da África” que conta com importante participação, entre outros parceiros, das agencias americana e japonesa, USAID e JICA, respectivamente, e da Agência Brasileira de CooperaçãoABC do Ministério das Relações Exteriores, através da Embrapa. As savanas moçambicanas como os cerrados brasileiros, se distribuem por grande parte dos respectivos territórios e apresentam, em certa medida, características comuns. A autosuficiência alimentar, mesmo que em níveis muito aquém do necessário, constitui o maior desafio do país. Desenhado por especialistas brasileiros, japoneses e moçambicanos, o programa chamado Pró-Savana que tem um horizonte de 20 anos, portanto até 2030, contempla de maneira considerável a exitosa experiência brasileira na região do Cerrado. Com detalhes preciosos para o desenvolvimento das várias atividades pertinentes ao desenvolvimento agro-regional, a Embrapa Monitoramento por Satélite, vem de publicar um livro em que são expostos os principais aspectos como dimensões humanas e biofísicas, recursos naturais, perspectivas de desenvolvimento e cooperação. O desafio maior, neste momento, está relacionado ao aspecto organizacional, seja em termos de instituições ou de organização de produtores, áreas em que o Paraná é reconhecido como detentor das mais bem sucedidas experiências brasileira. Tendo em vista que a quase totalidade dos produtores moçambicanos são muito pequenos, variando de meio a dois e meio hectares, a experiência paranaense em termos de agricultura familiar e associativismo rural é fundamental. Os primeiros passos no sentido dessa aproximação estão sendo dados pelo Conselho de Comercio Exterior e Relações Internacionais da Associação Comercial do Paraná – CONCEX-RI, indicando que comercio se faz, também, com cooperação, especialmente intercâmbio científico e tecnológico, investindo em capacitação como forma de criando mercado. *Joaquim Severino – Diretor Presidente da empresa Agrária Engenharia e Consultoria S/A e Professor de Política Agrícola da Universidade Federal do Paraná (1975/2010) escreve nesta coluna desde 1992.

CNJ não analisa liminar que barrou saque de R$ 2,3 bi em banco O Conselho Nacional de Justiça suspendeu a apreciação da liminar que identificou e barrou uma tentativa se saque bilionário no Banco do Brasil. O valor envolvido no caso é de R$ 2,3 bilhões. Na primeira reunião plenária do ano, quando iria ser apreciada a cautelar da corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, o presidente do CNJ, ministro Cezar Peluso, pediu vista do processo. A cautela de Peluso se deu diante da informação de que Francisco Nunes Pereira, autor da ação na Justiça do Pará que reivindica ser o dono do dinheiro depositado em sua conta, desistira do processo e de que outra pessoa passou a reclamar a quantia judicialmente. Em dezembro, a ministra Eliana Calmon, diante de suspeita de fraude contra o Banco do Brasil, suspendeu decisão da 5ª Vara Cível de Belém (PA) de bloquear R$ 2,3 bilhões e manter essa quantia na conta bancária de Francisco Nunes Pereira. Ele entrou com ação judicial se dizendo ser dono do dinheiro, depositado há cinco anos em sua conta, e de origem desconhecida. A Justiça do Pará entendeu que, mesmo sem o conhecimento da procedência da quantia, ela pertence ao autor da ação, porque estaria caracterizado o usucapião. Descontente, o Banco do Brasil recorreu ao CNJ. Alertou para o risco de a decisão do Judiciário paraense favorecer uma suposta quadrilha que pratica fraudes no sistema bancário em várias partes do país. Segundo o banco, a juíza titular da 5ª Vara teria desconsiderado laudos e

decisão da Justiça do Distrito Federal que comprovariam a fraude. De acordo com o Banco do Brasil, com base em documentos falsificados, uma quadrilha interestadual conseguiu que o Judiciário do Pará, com rapidez incomum, bloqueasse R$ 2,3 bilhões da instituição financeira. Alertada, a ministra Eliana Calmon, suspendeu o bloqueio do dinheiro e determinou a abertura de uma investigação no CNJ contra duas magistradas que autorizaram a operação. “Há indícios de utilização da magistratura paraense para a prática de golpes bancários”, afirmou na época a corregedora, ao decidir pela suspensão do bloqueio dos recursos. “Não se sabe se a magistrada agiu em prol da quadrilha. Talvez tenha agido por ingenuidade ou desconhecimento. O que se sabe é que é uma quadrilha que forja documentos”. Para conseguir a indisponibilidade do dinheiro do banco, Francisco Nunes Pereira teria apresentado documentos falsos alegando que tinha direito aos recursos por usucapião. Ele sustentou que a quantia bilionária fora depositada em sua conta por um desconhecido e que lá teria permanecido por mais de cinco anos. Mas o banco afirma que esses recursos nunca existiram. A corregedora afirmou ainda que a prudência judicial recomenda que em casos envolvendo tanto dinheiro seja ouvida a outra parte antes de tomada uma decisão que resulte em “vultosos prejuízos” para o banco e para seus milhares de acionistas.

Justiça&Direito

Indústria&Comércio | Curitiba, quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 | A8

PLANOS ECONÔMICOS

Correção do saldo do FGTS tem repercussão geral CEF busca, por meio do recurso, obstar o pagamento dos índices de atualização

O

pagamento de dife renças de correção monetária sobre o saldo de conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), com base nas mudasnças de plano econômico no país, é tema de Repercussão Geral no Supremo Tribunal Federal. Por meio do Plenário Virtual, os ministros do Supremo Tribunal Federal acolharam o entendimento do relator Ayres Britto para reconhecer a repercussão no recurso interposto pela Caixa Eco-

nômica Federal. Ao analisar o caso, o ministro Ayres Britto entendeu que “a questão constitucional debatida na causa ultrapassa os interesses das partes e é relevante sob os pontos de vista econômico, político, social e jurídico”. A Caixa busca, por meio do Recurso Extraordinário, obstar o pagamento dos índices de atualização, alegando que tais indicadores foram reconhecidos como indevidos pela jurisprudência do Supremo, pacificada por

ocasião do julgamento do RE 226.855, “resguardando o patrimônio” do FGTS. Segundo o banco, “os valores do Fundo pertencem exclusivamente aos empregados que, em situações específicas, podem dispor do total depositado em seus nomes”. Na visão da Caixa, todas as ações que tratem da preservação do patrimônio do FGTS “apresentam questão constitucional com repercussão geral”. Para a defesa da Caixa, deve ser respeitado o pará-

grafo único do artigo 741 do Código de Processo Civil, segundo o qual é “inexigível o título judicial fundado em lei ou ato normativo declarado inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal” ou fundado em aplicação ou interpretação considerada incompatível com a Constituição Federal de 1988. Sustenta que a decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, se executada, violará os princípios da intangibilidade da coisa julgada e da segurança jurídica.

Acordo define forma de participação nos lucros Os valores relativos à participação nos lucros ou nos resultados da empresa podem ser pagos de forma parcelada e mensal. A única exigência é que esse tipo de pagamento tenha sido aprovado em norma coletiva. Com esse entendimento, a 8ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho deu provimento ao recurso da Volkswagen para julgar improcedente o pedido de um trabalhador de integração das quantias ao seu salário. O entendimento do TST muda decisão anterior do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas), onde foi determinada

a incorporação das parcelas ao salário do empregado, com base na Lei 10.101, de 2000. O artigo 3º, parágrafo 2º, da lei estabelece que a antecipação ou distribuição a título de participação nos

lucros deve ocorrer em periodicidade nunca inferior a um semestre ou mais de duas vezes no ano cível. Porém, a relatora do caso, ministra Maria Cristina Peduzzi, lembrou que a ques-

TJ-RS decide que não compete à Defensoria propor Ação Civil Pública proposição de Ação Civil Pública é atribuição do Ministério Público. Com esse entendimento, a 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul acatou a tese do procurador de Justiça Roberto Bandeira Pereira de que a Defensoria Pública não tem legitimidade para propor ACP para tutela de interesses difusos. O relator do caso foi o desembargador Sérgio Fernando de Vasconcellos Chaves. O caso tratava de uma ACP da Defensoria Pública, que cuidava da criação do Conselho Tutelar no município de Bagé. Porém, o Ministério Público recorreu, ale-

gando que não é da competência da Defensoria a medida. A tese estava fundamentada na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3.943, ajuizada pela Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp) no Supremo Tribunal Federal. Na ADI, é questionada a legitimidade da Defensoria Pública para propor Ação Civil Pública. Segundo os autos, a Conamp alegou que a possibilidade da Defensoria Pública propor, sem restrição, Ação Civil Pública “afeta diretamente” as atribuições do Ministério Público. Segundo a Conamp, a lei contraria os

artigos 5º, LXXIV , e 134, da Constituição Federal, que versam sobre as funções da Defensoria Pública de prestar assistência jurídica integral e gratuita aos que não possuem recursos suficientes. Por fim, a 6ª Câmara Cível, ao julgar a apelação civil, acolheu parecer do procurador de Justiça Roberto Bandeira Pereira, defendendo a ilegitimidade ativa da Defensoria Pública do estado do Rio Grande do Sul para propor ACP relativa à defesa de interesses difusos, imprecisos e abstratos, como se qualifica o direito tutelado na ação mencionada.

STJ suspende devolução imediata de parcelas a desistente de consórcio Estão suspensas três decisões concedidas por turmas recursais de Minas Gerais, Bahia e Goiás que tratam do prazo para restituição das parcelas ao consorciado que se retira antecipadamente do grupo. A decisão é do ministro Felix Fischer, no exercício da presidência do Superior Tribunal de Justiça. Para ele, o entendimento das turmas, que funcionam como instância recursal dos Juizados Especiais estaduais, destoou da posição do STJ sobre o assunto. Na prática, a decisão de Fischer suspende a devolução imediata de parcelas ao desistente de consórcio. Além disso, o ministro determinou também que as turmas suspendam o julgamento de outros casos que tratem da mesma controvérsia. A medida vale até que o STJ julgue o mérito das reclamações nas quais foram conce-

didas as liminares. O STJ entende que o prazo para o consórcio devolver as parcelas ao desistente seria de até 30 dias, contados do encerramento do grupo. Segundo Fischer, além das evidências jurídicas favoráveis, a demora de uma decisão final poderia trazer “prejuízos irreparáveis” às administradoras envolvidas e comprometer os demais contratos de consórcio, “podendo afetar, inclusive, os próprios consorciados que permanecem no grupo”. As três reclamações foram trazidas ao STJ pelas administradoras Bradesco,

Disal e Luiza. Elas reclamaram contra decisões da 2ª Turma Julgadora Mista da 3ª Região Judiciária de Goiânia, da 3ª Turma Recursal dos Juizados Especiais de Uberlândia e da 4ª Turma Recursal dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais da Bahia, respectivamente. No caso de Minas Gerais, a Luiza Administradora de Consórcios Ltda. também contestou a decisão da turma recursal de limitar a 10% o valor que poderia ser retido a título de taxa de administração. E argumentou que o STJ já reconheceu a legalidade da livre pactuação da taxa.

tão deve ser analisada com base em dois princípios constitucionais previstos nos artigos 5º e 7º: autonomia coletiva e valorização da negociação coletiva. A ministra lembrou que a legislação ordinária não pode ser interpretada de forma restritiva ao exercício das garantias constitucionais. No caso, a negociação coletiva estabeleceu o pagamento de parcela constitucionalmente desvinculada da remuneração, ainda que de maneira diferente da disposição legal. Como não houve vício de consentimento das partes, o acordo deve ser cumprido.

Cresce a chance de Luiz Fux ir para o Supremo A presidente Dilma Rousseff deve indicar o nome do ministro do Superior Tribunal de Justiça, Luiz Fux, para ocupar a vaga deixada por Eros Grau no Supremo Tribunal Federal. A indicação deve acontecer até o início de fevereiro, com o reinício dos trabalhos parlamentares. As informações são do jornal Valor Econômico. A campanha de Fux ao Supremo seria encabeçada por Sérgio Cabral Filho (PMDB), governador do Rio de Janeiro. Ele estaria trabalhando intensamente em favor do ministro do STJ desde que Luiz Inácio Lula da Silva ainda era presidente. De acordo com o Valor, Dilma não veria problemas em acatar a sugestão. Outro nome apontado para a cadeira vazia é o ministro Luís Inácio Adams. No entanto, ele continua como advogado-geral da União, já que Dilma vem gostando de seu trabalho. Apesar disso, acreditou-se que ele estaria exercendo um mandato-tampão até a reabertura dos trabalhos do Congresso, que acontece em fevereiro. Os rumores sobre sua possível indicação surgiram porque Lula queria uma alternativa à indicação de César Asfor Rocha, que assim como Fux é ministro do STJ.


Negócios Curitiba, quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 | B1 | Indústria&Comércio

Empresas&Produtos Brasil Máquinas estréia na Stock Car A Brasil Máquinas, empresa especializada no mercado de máquinas e equipamentos, aparecerá na Stock Car na temporada de 2011 no carro de Christiano Rocha (28), mais conhecido como Tuka Rocha, nome promissor para a temporada deste ano.O piloto está de volta ao Brasil após morar sete anos na Europa e com passagem por categorias como a World Series, F-3000 Italiana e Europeia, A1 GP e F-Superliga.Como só conhecerá seu carro poucos dias antes da primeira corrida, em março, o piloto já iniciou a preparação física e pretende disputar algumas corridas de kart profissionais.Para a Brasil Máquinas, este é o começo de uma nova etapa para consolidar ainda mais a imagem da empresa. “Temos grandes planos para este ano que vão dar mais força à indústria brasileira e atender a alta demanda esperada no setor de máquinas e equipamentos. Com isso, investiremos forte também nestas ações de marketing para nos aproximarmos do público. Acreditamos no potencial do Tuka e esta é uma oportunidade de incentivarmos os talentos brasileiros”, destaca Felipe Cavalieri, CEO da BMC.

NDG anuncia novo presidente O Instituto de Desenvolvimento Gerencial (INDG), maior organização de consultoria em gestão empresarial do Brasil, realizou ontem (12 de janeiro), no hotel Transamérica, em São Paulo, mais uma edição de seu Encontro Institucional. O evento promoveu a integração de mais de 1200 pessoas, entre consultores, fundadores, membros do conselho de administração e equipe administrativa do INDG.Na ocasião foi apresentado oficialmente o novo presidente do Instituto, Mateus Bandeira, que está deixando a presidência do Banrisul. Bandeira foi diretor do Tesouro Estadual do Rio Grande do Sul, além de Secretário de Planejamento e Gestão. Ele substitui José Martins de Godoy, co-fundador do INDG ao lado de Vicente Falconi. Em 2010, as vendas do INDG atingiram R$307,8 milhões, soma 56% superior ao valor alcançado em 2009 e 23% superior à meta prevista. Deste valor, 79% correspondem a vendas para empresas nacionais, 8% a empresas estrangeiras e 13% ao setor público.

Lojas Colombo crescem 20% em 2011 A edição de verão da ‘Bombástica – 3 Dias Imperdíveis’, maior ação promocional realizada pela Lojas Colombo, comercializou nos dias 6,7 e 8 de janeiro 290 mil itens que estavam em oferta em todas as 342 lojas da rede no Brasil. As vendas apenas neste três dias alcançaram R$ 30 milhões, um aumento de 20% em relação à campanha realizada no ano passado.Os produtos mais procurados pelos clientes foram os eletroportáteis, que somaram 120 mil itens comercializados na ‘Bombástica’. As lojas que apresentaram maior volume de negócios foram as localizadas em Porto Alegre, Caxias do Sul, Pelotas e Santa Maria (RS), além de Florianópolis e Joinville (SC), Curitiba (PR) e Campinas (SP). Os pagamentos à vista se destacaram na promoção, utilizados em 40% das transações.

Lecom lança portal Comemorando 15 anos de existência, a Lecom, empresa especializada em comunicação digital, lança uma plataforma web voltada à sustentabilidade. Trata-se de um portal que tem o objetivo de reunir pessoas envolvidas e interessadas na causa “verde” e colocar em pauta as principais questões que envolvem o tema. A companhia espera com esta iniciativa contribuir com a causa e alcançar o maior número de pessoas possível que se preocupam com os problemas ambientais.O ‘Experiência Lecom” conta com canais de interação, notícias, curiosidades e infográficos, os quais o internauta poderá interagir com postagem de pesquisas, fazer perguntas, trocar experiências e discutir sobre temas relacionados a sustentabilidade. Para os mais aficionados, a Lecom disponibiliza também wallpaper e avatares para o Messenger no canal de Downloads.

Acer traz ao Brasil linha Timeline X A Acer, segunda maior fornecedora de notebooks e netbooks do mundo, anuncia a chegada da linha Timeline X ao Brasil, uma família de notebooks que combina alto desempenho de processamento com bateria de longa duração em um design ultrafino. Com cinco configurações diferentes, os novos produtos chegam às lojas este mês, nos modelos AS4820T-5175, AS4820T-5416 e AS4820T-3910, com tela de 14"; e na versão com tela de 15,6" e teclado numérico AS5820T-5704 e AS5820T-6490.Os novos notebooks Timeline X são equipados com os avançados processadores Intel Core i3-330M, IntelCore i5-450M e Intel Core i5460M, projetados para oferecer facilidade e liberdade ao usuário que necessita de bateria de longa duração de até onze horas, em um produto leve e de desempenho surpreendente.

RECORDE

PR exporta mais de 1 milhão de toneladas de frango Vendas no exterior tiveram cresceram 5% em 2009

A

s exportações de carne de frango do Paraná fecharam 2010 atingindo um novo recorde: mais de 1 milhão de toneladas, contra 954 mil toneladas em 2009, um crescimento de 5% nos embarques, segundo dados do Sindiavipar (Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná). Com esse volume, o Paraná contribuiu com 26% das exportações brasileiras de frango de corte no ano, que totalizaram 3,82 milhões de toneladas. De acordo com o presidente do Sindiavipar, Domingos Martins, a forte presença das indústrias avícolas paranaenses no exterior demonstra a sua capacidade de se adaptar às diversas exigências culturais, de sanidade e qualidade impostas pelos

destinos. Atualmente o Paraná exporta frango para mais de 120 países em todo o mundo. Em divisas, as vendas externas paranaenses também cresceram em 2010. O faturamento anual atingiu US$ 1,69 bilhão, alta de quase 15% por cento ante 2009, quando fechou em US$ 1,47 bilhão. Segundo Martins, a receita cresceu puxada pela recuperação nos preços do frango no mercado internacional e pelo aumento nas vendas de produtos com maior valor agregado. “O Sindiavipar tem trabalhado no sentido de buscar novos mercados no exterior e, juntamente com a União Brasileira de Avicultura (Ubabef), recuperar os preços internacionais, visto a defasagem cambial. Tivemos ainda um alinhamento

maior com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a sua superintendência no Paraná, além de conseguirmos a habilitação de novas empresas junto ao mercado internacional”, avalia o presidente do Sindiavipar. Para Martins, depois de um ano com resultados acima do esperado, a avicultura paranaense tende a solidificar a sua posição diante do mercado, com crescimento de 5% a 10% nos embarques para 2011. “A demanda do mercado externo continuará aquecida no próximo ano, já que os estoques nos países importadores estão reduzidos”, diz.

Mercado interno O bom desempenho nas vendas externas é resultado ainda

Índios utilizam geotecnologia para reserva A Imagem, empresa líder em Sistemas de Informações geográficas (GIS) na América Latina, e o Instituto Kabu, associação civil sem fins econômicos criadas por indígenas da etnia Kayapó para defender seus direitos e sua cultura, estão realizando um projeto que utiliza a geotecnologia como ferramenta para auxiliar na preservação da floresta, da aldeia e da cultura Kaiapó, localizada no estado do Pará. Utilizando imagens aéreas e softwares para criação e edição

de mapas digitais, o Instituto consegue monitorar os 8,5 milhões de hectares que formam a reserva, reduzindo, assim, a incidência de invasões e práticas ilegais de caça, garimpo e extração de madeira. Para viabilizar o projeto, o Instituto Kabu firmou convênio com a FUNAI e outros parceiros para conseguir recursos para o desenvolvimento sustentável da aldeia e o resguardo das terras. Os recursos foram investidos na compra de softwares, treinamento para os

funcionários e aluguel de equipamentos para sobrevoar e fotografar a reserva a cada 15 dias.

Monitoramento O Instituto, localizado no município de Novo Progresso, montou a base de geoprocessamento com banco de dados para cadastrar as coordenadas da reserva, fotos e mapas digitais para monitorar a área e poder visualizar qualquer irregularidade em curtos espaços de tempo. Na base são utilizados softwares para elaborar os ma-

Inter Partner recebe nota 10 em teste sobre concierge Teste realizado pelo Site Falando de Viagem (www.falando deviagem.com.br), que avaliou o serviço de concierge ofertado pelos cartões top das três principais bandeiras, dá nota 10 ao eficiente trabalho realizado pela Inter Partner Assistance, empresa responsável pela prestação do serviço da Visa Infinite. Para checar a qualidade dos serviços, o site contatou os respectivos operadores do serviço e solicitou a compra de dois ingressos para um espetáculo em Orlando, na Flórida (EUA). Segundo os responsáveis pelo teste, o Visa Infinite foi o primeiro a responder, e a qualidade da resposta foi considerada muito boa. Portanto, nota 10 para a Visa Infinite e para a In-

ter Partner Assistance. Desde 2004, a Inter Partner Assistanceem empresa do Grupo AXA, presente no Brasil desde 1983 e pioneira em serviços de assistência 24 horas e referência serviço de concierge, atende aos clientes do Visa Infinite. Ferramenta de fidelização do cliente, a essência do serviço de concierge é prestar serviços e tornar a vida das pessoas mais fácil. Por meio de um telefonema gratuito, o cliente Visa Infinite fica por dentro de eventos e espetáculos, recebe indicação e faz reserva em restaurantes, solicita a compra de ingressos, reservas de voos e hospedagem, além de inúmeras outras vantagens. Sobre a Inter Partner Assis-

tance - empresa de origem francesa pertencente ao Grupo AXA, atua no Brasil há 27 anos e é pioneira em serviços de assistência 24 horas. Referência em assistência a pessoas, veículos, domicílios, viagem e concierge, a Inter Partner Assistance conta, atualmente, com cerca de 60 clientes corporativos no Brasil que atuam nas áreas de seguro, administração de cartões de crédito, bancos, montadoras de automóveis, planos de saúde, comércio varejista, entre outros. Entre os produtos de maior destaque da Inter Partner Assistance estão: Concierge; Assistência a Veículos; Multiviagem, Assistência Residencial, Assistência Informática, além do serviço Célula de Crise

Chenson A marca Chenson Chenson, uma das preferidas do público feminino brasileiro, está lançando uma nova coleção de bolsas, na Couromoda 2011, que acontecerá em janeiro, com foco nos clássicos fashion, que surgem revitalizados. Bolsas que foram ícones de moda agora retornam de forma moderna, em materiais tecnológicos e cores neutras.As bolsas estilo hobo, isto é, grandes, em formato de um croissant, e confeccionadas em material molengo, surgem repaginadas. O modelo, inspirado nos homeless e suas bolsas de tecido, é bastante prático e confortável, uma vez que “abraça” o corpo. Outro estilo bastante utilizado é o bowler, isto é, originadas das bolsas de carregar material de boliche, com formato retangular e estruturado. Além deles aquelas flap, com fechos de aba, um clássico entre os acessórios, estão entre as novidades.

Fran’s Café O Fran’s Café criou seis combos especiais para a estação, com opções ideais para cada momento do dia.Divertidos, os combinados trazem nomes de famosas praias brasileiras, o que facilita a memorização do seu preferido. O Iracema Iracema, por exemplo, é uma excelente opção para o almoço, com massa, refrigerante e, de sobremesa, o delicioso Verrine – doce em camadas com diferentes texturas. Para o café da tarde, destacam-se as opções como o combo Camburi Camburi, que traz uma porção de mini pães de queijo com o café Napolitano – expresso com sorvete de morango, licor de chocolate, ciocolatta e raspas de chocolate. Outra boa escolha no happy hour é o Itapuã Itapuã, que leva o famoso sanduíche Caseiro com batata chips, uma cerveja Heineken e um café expresso. A promoção dos combos de verão vai de 20 de janeiro até 20 de março. Em Curitiba, os combinados podem ser conferidos na filial Fnac, localizada no ParkShoppingBarigüi, ou 24 horas por dia no Fran’s Café Batel, próximo à badalada Avenida de mesmo nome.

CMYK

do crescimento da produção paranaense. Maior produtor brasileiro de carne de frango, o Paraná também atingiu novo recorde na criação em 2010. O acumulado do ano chegou a 1.328.956.258 aves abatidas, produção 5,6% maior do que em 2009, quando o abate acumulado foi de 1.257.755.311 cabeças. Segundo Martins, atualmente, o Paraná está colhendo os resultados de um bom planejamento de crescimento no setor avícola. “Para 2011 esperamos um ano ainda melhor do que o que passou. Houve crescimento do mercado interno e a tendência é que ele se fortaleça cada vez mais. Temos expectativa de crescimento constante até 2020”, avalia o presidente do Sindiavipar.

Desembolsos do BNDES somam R$ 168,4 bi em 2010 Os desembolsos do BNDES atingiram R$ 168,4 bilhões em 2010, o que representou aumento de 24% em relação ao ano anterior. O resultado considera a operação de capitalização da Petrobras, no valor de R$ 24,7 bilhões. Descontada essa operação – pontual e não recorrente –, os desembolsos do Banco encerraram o ano passado em R$ 143,7 bilhões, com alta de 5% na comparação com 2009, um crescimento compatível com as projeções feitas anteriormente. O setor da Indústria respondeu por 47% das liberações totais do Banco, seguido por Infraestrutura, com presença de 31%, e por Comércio e Serviços, com 16%. Em todos os ramos de atividade (agropecuária, indústria, infraestrutura e

comércio e serviços) houve crescimento nos desembolsos em 2010, resultado, em grande parte, do bem sucedido Programa de Sustentação do Investimento (PSI). Lançado em julho de 2009 e com vigência prevista até 31 de março próximo, o PSI garantiu a retomada do investimento no país em meio à conjuntura de crise econômica e financeira mundial. A carteira de financiamentos do PSI superou R$ 120 bilhões em 2010, sendo R$ 87 bilhões em liberações. O programa elevou e diversificou a demanda por máquinas e equipamentos industriais, tanto é assim que os desembolsos da Finame, isoladamente, cresceram 119% no ano passado, somando R$ 52,7 bilhões. Isso significa que o Brasil retomou o crescimento sustentado pela expansão dos in-

vestimentos. A performance positiva se refletiu também no nível das aprovações do BNDES, de R$ 200,7 bilhões (crescimento de 18% na comparação com 2009), e das consultas, que atingiram R$ 255,9 bilhões (alta de 14%). Esses indicadores são determinantes do comportamento futuro dos desembolsos do Banco. O BNDES também fechou 2010 com volume recorde de operações de crédito. Foram realizadas cerca de 610 mil operações, resultado 56% maior que o do ano anterior. Desse total, 93% (568 mil) foi efetuado com micro, pequenas e médias empresas e pessoas físicas (MPMEs), o que revela o maior acesso e pulverização dos financiamentos do BNDES.

pas e relatórios sobre os limites da área preservada. Os indígenas foram capacitados para utilizar aparelhos de GPS na coleta de coordenadas dos locais onde há invasões ou outras práticas ilegais. As coordenadas são enviadas a base por meio de um rádio amador localizado na aldeia, que funciona com uma bateria de carro. As informações são incluídas nos mapas e relatórios desenvolvidos pelo Instituto e enviados periodicamente à Policia Federal e a FUNAI.

Huawei lança o Smartphone IDEOS A Huawei, líder no fornecimento de soluções de redes de telecomunicação para operadoras de todo o mundo, apresenta o Huawei IDEOS™X5, mais recente integrante da família de smartphones IDEOS™ Com inovadoras ferramentas de gerenciamento de email, documentos e calendário, bem como o poderoso sistema operacional Android™2.2, o X5 é um aparelho touchscreen ultrafino que cria um novo patamar de conveniência e produtividade para os profissionais atarefados dos dias de hoje. Do hardware ao software, passando pelo design do produto, cada detalhe do Huawei IDEOS X5 foi escolhido especificamente para oferecer aos consumidores uma experiência móvel prática e inteligente. O IDEOS X5 oferece conectividade em alta velocidade com HSPA e WiFi 802.11n, permitindo que profissionais fiquem ligados em qualquer lugar, a qualquer momento. O aparelho tem memória de 4GB e uma entrada para cartão SD que permite que mais aplicativos, músicas e videos sejam armazenados. O smartphone conta ainda com câmera de 5 MP e filmadora de vídeo 720p, com função de gravação e exibição – recursos que garantem diversão na ponta dos dedos.


Finanças Indústria&Comércio | Curitiba, quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 | B2

INDICADORES FINANCEIROS E ECONÔMICOS RESUMO IBOVESPA Pregão de 24 de janeiro de 2011 (18h30) Discriminação Negócios Lote Padrão 286.112 Fracionário 8.676 Demais Ativos 1.942 Total a Vista 296.730 Termo 1.112 Opções Compra 55.546 Opções Venda 128 Opções Compra Índice 35 Opções Venda Índice 9 Total de Opções 55.718 BOVESPA Fix 18 Total Geral 353.578

Partic. Novo Mercado 148.335 Partic. Nível 1 114.631 Partic. Nível 2 11.707 Partic. Balcão Org. Tradicional70 Partic. Ibovespa 224.929 Partic. IBrX 50 200.724 Partic. IBrX 100 255.499 Partic. ISE 106.259 Partic. ICO2 157.721 Partic. ITEL 10.301 Partic. IEE 16.820 Partic. INDX 89.649 Partic. ICON 33.703 Partic. IMOB 31.209 Partic. IFNC 48.708 Partic. IVBX2 110.573 Partic. IGC 233.086 Partic. IGCT 225.831 Partic. ITAG 197.383 Partic. MLCX 219.646 Partic. SMLL 49.323

Títulos/mil 1.620.297 912 3.862.285 5.483.495 3.744 196.477 1.376 4 (*) 197.858 (**) 5.685.099

Part.(%) 28,50 0,01 67,93 96,45 0,06 3,45 0,02 0,00 0,00 3,48 0,00 100,00

143.170 132.377 5.963 8 156.794 148.223 176.585 49.687 122.130 5.591 5.450 62.339 15.081 27.097 39.673 73.865 171.287 165.080 149.063 142.035 50.331

Valor em R$(mil) 3.739.280,51 6.922,17 18.702,06 3.764.904,74 57.492,96 164.005,20 1.697,76 2.567,75 1.600,00 169.870,72 826,30 3.993.094,73

2,51 2,32 0,10 0,00 2,75 2,60 3,10 0,87 2,14 0,09 0,09 1,09 0,26 0,47 0,69 1,29 3,01 2,90 2,62 2,49 0,88

1.794.426,59 1.284.486,74 104.460,59 517,95 3.180.545,05 2.990.204,82 3.426.831,53 1.430.600,63 2.321.222,69 93.156,15 155.792,07 843.462,79 374.989,10 291.455,01 721.344,15 1.085.530,52 3.029.619,69 2.919.550,27 2.377.561,33 3.163.620,67 386.605,06

Dados do dia 24 Dia 25 foi feriado em São Paulo

IBOVESPA (+0,42% DIA 24)

DOLAR COMERCIAL (-0,05%)

Intraday: 69.133 - Max: 69.512 - Min: 69.786 - Ult: 69.426

Intraday: 1,672 - Max: 1,673 - Min: 1,669 - Ult: 1,671

Part.(%) 93,64 0,17 0,46 94,28 1,43 4,10 0,04 0,06 0,04 4,25 0,02 100,00

44,93 32,16 2,61 0,01 79,65 74,88 85,81 35,82 58,13 2,33 3,90 21,12 9,39 7,29 18,06 27,18 75,87 73,11 59,54 79,22 9,68

FUNDOS DE INVESTIMENTO Dados de 21/01/2011, coletados em 25/01/2011

Dados do dia 24 Dia 25 foi feriado em São Paulo

FUNDOS DE AÇÕES

Fonte: Thomson Reuters - OBS: 5 dias COPEL PNB N1 (-0,77% DIA 24)

Fonte: Thomson Reuters - OBS: 5 dias ALL AMER LAT ON NM (+0,66% DIA 24)

Intraday: 44,40 - Max: 44,06 - Min: 44,06 - Ult: 44,06

Intraday: 15,19 - Max: 15,29 - Min: 15,29 - Ult: 15,29

Dados do dia 24 Dia 25 foi feriado em São Paulo

Dados do dia 24 Dia 25 foi feriado em São Paulo

Nome do Fundo BB TOP CP 2 FI DE CURTO PRAZO FI LIQUIDEZ CP ITAU CURTO PRAZO FI CAIXA FI CURTO PRAZO OPP PORTIFOLIO FI CURTO PRAZO FEDERAL CURTO PRAZO FI RT ENTERPRISE CURTO PRAZO FI SANTANDER FI CURTO PRAZO TEBE CURTO PRAZO FICFI BB TOP CP FI CP CS CASH DI FI DE CURTO PRAZO BRAM FI CURTO PRAZO HSBC FI CURTO PRAZO OVER ITAU EXTRA PREMIUM CURTO PRAZO FI BNY MELLON IPANEMA FI CURTO PRAZO BANDEPE FIQ DE FI CURTO PRAZO AUTOMATICO ITAU EXTRA MASTER III CURTO PRAZO FI ITAU EXTRA MASTER CURTO PRAZO FI ITAU INSTITUCIONAL CURTO PRAZO FI CAIXA FI PROGRESSO CP

Fonte: Bovespa

Pregão de 24 de janeiro de 2011 MAIORES OSCILAÇÕES Mercado a Vista Maiores Altas Ação Atualizado às HERCULES PN SERGEN PN * PANAMERICANO PN N1 FINAM CI * MINERVA BNS ORD NM

Preço (R$) 17:59:57 16:00:20 18:47:31 17:59:59 18:05:00

Osc.(%) 0,50 1,69 4,99 0,14 1,99

Fonte: ADVFN Brasil - OBS: 5 dias

Fonte: ADVFN Brasil - OBS: 5 dias

BATTISTELLA PN (0,00% DIA 24) Intraday: 1,23 - Max: 1,23 - Min: 1,23 - Ult: 1,23

BEMATECH ON NM (0,00% DIA 24) Intraday: 8,85 - Max: 8,91 - Min: 8,85 - Ult: 8,91

Dados do dia 24 Dia 25 foi feriado em São Paulo

13,64 % 10,46 % 10,15 % 7,69 % 7,57 %

Dados do dia 24 Dia 25 foi feriado em São Paulo

Atualizado às DPB 27,01 CI MB PN ON *REC ON

Preço (R$)

Nome do Fundo KINEA RENDA IMOBILIARIA FII FI IMOBILIARIO VOTORANTIM SECURITIES II FATOR VERITA FI IMOBILIARIO FI IMOBILIARIO VOTORANTIM SECURITIES

Osc.(%)

Dados18:05:30 do dia 24 0,17 17:56:15 112,00 Dia 25 foi feriado Paulo 14:27:00em São 26,00 11:19:14 17:58:31

0,05 1,40

-34,61 -27,74 -21,21 -16,67 -15,66

% % % % %

Ações do IBOVESPA Maiores Altas Ação #TIM PART S/A #TIM PART S/A #NATURA #ROSSI RESID #AMBEV

Atualizado às PN ON ON NM ON NM PN

Osc.(%) 6,38 7,72 44,90 14,80 45,83

4,59 % 3,90 % 2,98 % 2,92 % 2,76 %

Preço (R$) 18:48:25 18:45:00 18:48:32 18:45:00 18:47:42

Osc.(%) 18,15 10,80 19,51 26,88 16,48

-3,30 % -1,28 % -1,22 % -1,18 % -1,02 %

Maiores Baixas Ação Atualizado às #OGX PETROLEO ON NM #MMX MINER ON NM #USIMINAS PNA N1 #LIGHT S/A ON NM #DURATEX ON NM

MAIS NEGOCIADAS Mercado a Vista Ação Atualizado às Volume (R$ Mil) #OGX PETROLEO ON NM 18:48:25 #VALE PNA EJ N1 18:07:22 #PETROBRAS PN 18:07:09 #PETROBRAS ON 18:08:00 #ITAUUNIBANCO PN N1 18:49:00

Part.(%) 515.990,91 320.671,42 291.205,98 131.755,25 119.728,88

13,71 % 8,52 % 7,74 % 3,50 % 3,18 % Fonte: Bovespa

Pregão de 24 de janeiro de 2011 COMPORTAMENTO NO DIA Abertura IBOVESPA IBrX 50 IBrX ISE ICO2 ITEL IEE INDX IVBX-2 IGC IGCT ITAG MLCX SMLL ICON IMOB IFNC

69.134 9.562 22.110 2.126 1.091 1.557 28.008 10.726 6.059 7.555 2.140 9.586 973 1.412 1.608 984 3.558

Mínimo 68.786 9.526 22.035 2.123 1.089 1.556 27.988 10.705 6.040 7.535 2.134 9.564 970 1.409 1.606 980 3.552

Máximo 69.512 9.633 22.255 2.144 1.101 1.583 28.182 10.824 6.105 7.602 2.153 9.647 980 1.419 1.626 992 3.598

Fechamento 69.426 9.620 22.235 2.142 1.101 1.583 28.006 10.814 6.104 7.602 2.152 9.647 979 1.417 1.623 990 3.598

Dados do dia 24 Dia 25 foi feriado em São Paulo

MÁXIMO E MÍNIMO NO ANO Máximo 71.632 9.957 22.942 2.179 1.138 1.583 28.401 11.206 6.184 7.810 2.218 10.028 1.011 1.451 1.698 1.038 3.812

IBOVESPA IBrX 50 IBrX ISE ICO2 ITEL IEE INDX IVBX-2 IGC IGCT ITAG MLCX SMLL ICON IMOB IFNC

Mínimo 12/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 5/1/2011 24/1/2011 14/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 5/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 5/1/2011 3/1/2011 5/1/2011

69.133 9.562 22.110 2.119 1.091 1.469 27.446 10.725 6.058 7.555 2.140 9.586 973 1.412 1.608 984 3.558

21/1/2011 21/1/2011 21/1/2011 3/1/2011 21/1/2011 3/1/2011 3/1/2011 21/1/2011 21/1/2011 21/1/2011 21/1/2011 21/1/2011 21/1/2011 21/1/2011 21/1/2011 21/1/2011 21/1/2011

EVOLUÇÃO DOS FECHAMENTOS Na IBOVESPA IBrX 50 IBrX ISE ICO2 ITEL IEE INDX IVBX-2 IGC IGCT ITAG MLCX SMLL ICON IMOB IFNC

semanaEm uma semana 0,42% -1,67% 0,61% -1,93% 0,57% -1,82% 0,77% -1,25% 0,88% -1,78% 1,61% 2,88% 0,37% -1,00% 0,82% -2,03% 0,77% -0,44% 0,62% -1,62% 0,58% -1,90% 0,64% -1,99% 0,60% -1,91% 0,39% -0,67% 0,99% -1,68% 0,65% -0,78% 1,11% -2,51%

No mês Em um mês 0,18% 1,37% -0,14% 1,23% -0,02% 1,32% 2,66% 3,00% -0,53% -0,17% 9,56% 9,92% 2,80% 4,17% -1,20% -0,84% 1,06% 1,76% -0,36% 0,55% 0,49% 0,82% -2,01% -0,80% 0 1,23% -1,52% 1,12% -3,56% -2,99% -4,43% -0,85% -3,92% -2,50%

No ano Em um ano 0,18% 4,84% -0,14% 3,85% -0,02% 5,63% 2,66% 12,38% -0,53% 0,00% 9,56% 9,37% 2,80% 16,59% -1,20% 9,63% 1,06% 9,47% -0,36% 13,91% 0,49% 13,18% -2,01% 12,74% 0 5,01% -1,52% 23,09% -3,56% 20,41% -4,43% 15,22% -3,92% 9,63% Fonte: Bovespa

AGRONEGÓCIO

Bolsas Bovespa Nasdaq Merval Londres Paris Tóquio Frankfurt DJ BT 20 Dow Jones

Último 69426 2714.37 3604.77 5917.71 4019.62 10464.42 7059.01 36153.37 11950.36

ÍNDICES TR E POUPANÇA % +0.42 -0.11 -0.74 -0.43 -0.33 +1.15 -0.12 -0.92 -0.25

Hora 18:18 15:46 17:00 11:50 11:36 01:21 12:00 15:47 15:30

Data 24/01 25/01 25/01 25/01 25/01 25/01 25/01 25/01 25/01 Fonte: CMA

Moedas Dólar Com. Dólar Par. Dólar Tur. Euro x Dólar Euro X Real Dólar Ptax

Compra 1.6690 1.7000 1.6200 1.3638 2.2826 1.6737 0

Venda 1.6710 1.8200 1.7800 1.3639 2.2839 1.6745 0

% -0.05 +0.55 +0.00 -0.04 +0.03 +0.08 -0.35

Hora 17:01 12:06 16:05 18:26 18:26 17:42 18:00:00

Data 25/01 13/12 25/01 25/01 25/01 25/01 26/01 Fonte: CMA

Valor 103,62 303,20 1.164,00 27,20 31,67

% +0,21 -0,03 +0,26 -0,37 +0,22

Praça Valor % SP 76,50 -0,48 SP 346,24 +0,27 RS 22,19 -0,21 MS 702,78 +4,15 SP 102,19 -0,77 SP 436,13 -1,44 PR . . Camp. 31,38 -0,52 PR 50,12 +0,08 Fontes: Página Rural, BM&F e CEPEA (Cotações de 24/01/2011)

PAPEL Poupanca dia Taxa Referencial Taxa Referencial para o mes presente

VALOR 0.56730 0.1229 0.0715

HORA 08:08 15:10 08:08

DATA 25/01 24/01 01/01

VALOR 0.63 0.63 0.86

HORA 08:08 08:08 08:08

DATA 31/12 19/01 18/01

VALOR 1.259793 11.16 0.25 10.37 1.257650 1.259793 1.257650

HORA 08:08 08:08 16:10 15:52 08:08 08:08 08:08

DATA 24/01 24/01 29/04 11/05 24/01 24/01 24/01

Valor 76.45 1333.50

Hora 17:42:56 20:29

Data 26/01 25/01

INFLAÇÃO PAPEL Indicador Valor Data IGPM (%mes) IPC-FIPE (%mes)

JUROS PAPEL Taxa Selic (%mes) Taxa Selic (%ano) Taxa do FED (%ano) CDB 30 dias (Prefixado) CDI - Over CDI Andima no dia CDI Dia - Cetip

OURO Ouro Spot - BMF (250g) Ouro NY (Onca Troy)

RISCO PAÍS BRASIL

Último 171

% +4.26

Hora 15:29

Data 25/01 Fonte: CMA

BASE DE CÁLCULO DE JUROS E REAJUSTES

12 Meses -22,02 53,71 25,17

Cota Patrimônio Dia Mês 1,1285 9.822.358.647 0,04 0,61 1,5916 2.713.973.302 0,04 0,61 33,3255 5.309.803.469 0,04 0,61 3,2859 4.114.291.051 0,04 0,61 3,3294 694.832.041 0,04 0,61 44,4354 371.249.544 0,04 0,61 11,2789 1.433.971.742 0,04 0,61 3,3325 3.675.914.958 0,04 0,60 37,4435 486.451.549 0,04 0,60 6,336 33.873.868.193 0,04 0,60 1,4835 152.416.943 0,04 0,60 2,3114 180.126.892 0,04 0,60 9,0433 180.824.660 0,04 0,60 11,0896 47.363.120 0,04 0,60 1,2656 166.305.086 0,04 0,60 245,6871 22.269.773 0,04 0,60 11,8577 45.705.340 0,04 0,60 11,9856 50.873.783 0,04 0,60 32,7099 58.171.165 0,04 0,60 1,0743 528.464.295 0,04 0,60

12 Meses 9,93

19,43 18,85 -3,83 19,58 17,69 14,04 17,01 4,53 16,15 15,72 15,48 15,58 15,32 14,82

9,92 9,91 9,90 9,92 9,90 9,89 9,90 9,89 9,87 9,88 9,87 9,85 9,75

9,85

2010 INPC IPCA IGP-M IGP-DI CUB-PR INCC-DI TR POUPANÇA TJLP Fonte IBGE IBGE FGV FGV SINDUSCON/PR IBGE/CEF B.Central Governo COPOM Mês Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Jan 0,24 0,75 0,63 1,01 0,20 0,64 0,0000 0,5000 0,5000 Fev 0,70 0,78 1,18 1,09 0,18 0,36 0,0000 0,5000 0,5000 Mar 0,71 0,52 0,94 0,63 0,24 0,75 0,0792 0,5800 0,5000 Abr 0,73 0,57 0,77 0,72 0,17 0,84 0,0000 0,5000 0,5000 Mai 0,43 0,43 1,19 1,57 0,38 1,81 0,0510 0,5513 0,5000 Jun -0,11 0,00 0,85 0,34 0,51 1,09 0,0589 0,5592 0,5000 Jul -0,07 0,01 0,15 0,22 5,75 0,44 0,1151 0,6157 0,5000 Ago -0,07 0,04 0,77 1,10 0,20 0,14 0,0909 0,5914 0,5000 Set 0,54 0,45 1,15 1,10 0,27 0,21 0,0702 0,5706 0,5000 Out 0,92 0,75 1,01 1,03 0,12 0,20 0,0472 0,5474 0,5000 Nov 1,03 0,83 1,45 1,58 0,16 0,37 0,0336 0,5338 0,5000 Dez 0,60 0,63 0,63 0,38 0,05 0,67 0,1406 0,6413 0,5000 No ano 6,4652 5,9090 13,9124 11,3058 8,41 7,7717 0,6887 6,8991 6,0000 12 meses 6,4652 5,9090 13,9124 11,3058 8,41 7,7717 0,6887 6,8991 6,0000

SELIC Rec.Fed. Mensal (%) 0,7150 0,6455 0,7150 0,6956 0,7738 0,7883 0,8447 0,8710 0,8579 0,8169 0,8169 0,8710 9,9000 9,9000

DÓLAR B.Central Mensal (%) 5,53 - 2,90 - 0,94 -1,75 5,13 - 1,90 - 2,23 0,34 - 3,14 1,30 0,35 -2,34 -4,26 -4,26

PIB DESEMPREGO Governo IBGE/CEF Trimest.(%) Mensal (%) 9,3 7,20 9,3 7,40 9,3 7,60 9,2 7,30 9,2 7,30 9,2 7,00 6,7 6,90 6,7 6,70 6,7 6,20 — 6,10 — 5,70 — — 8,4 — 7,5 —

SELIC Rec.Fed. Mensal (%) — — — — — — — — — — — — — —

DÓLAR B.Central Mensal (%) — — — — — — — — — — — — — —

PIB DESEMPREGO Governo IBGE/CEF Trimest.(%) Mensal (%) — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — —

2011 INPC IPCA IGP-M IGP-DI CUB-PR INCC-DI TR POUPANÇA TJLP Fonte IBGE IBGE FGV FGV SINDUSCON/PR IBGE/CEF B.Central Governo COPOM Mês Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Jan — — — — — — — 0,5719 0,5000 Fev — — — — — — — — 0,5000 Mar — — — — — — — — 0,5000 Abr — — — — — — — — — Mai — — — — — — — — — Jun — — — — — — — — — Jul — — — — — — — — — Ago — — — — — — — — — Set — — — — — — — — — Out — — — — — — — — — Nov — — — — — — — — — Dez — — — — — — — — — No ano — — — — — — — 0,5719 — 12 meses — — — — — — — 0,5719 — Fonte: Portal Brasil-Economia; Empresário Online; SINDUSCON-PR; IBGE

INSS: CONTRIBUIÇÃO MENSAL

SALÁRIO MÍNIMO PARANÁ

Portaria MPS/MF nº 333/2010, de 29/06/2010

De Maio/2010 a Abril 2011

Valor mínimo Valor Máximo

Fonte de Contribuição

Valor Alíquota Contribuição Documento (R$) (%) (R$) Contribuição

Pró-labore Pró-labore

510 3.467,40

11 11

56,10 381,41

GPS GPS

510 3.467,40 3.467,40

20 20 11

102,00 693,50 381,41

Carnê Carnê Carnê/GPS*

AUTÔNOMO Valor mínimo Valor Máximo Valor Máximo

Cota 1.014,99 1.027,45 1,0439 1.002,86

Patrimônio 262.861.328 79.271.914 4.170.155 474.514.400

Dia 0,03 0,04 0,04 0,04

Mês 1,05 0,61 0,57 -7,07

12 Meses

Dia -0,08 0,96 0,95 0,95 0,95 0,94 0,91 0,91 0,91 0,64 0,61 1,42 4,07 0,11 -0,60 -0,17 0,30 0,09 -0,70 -0,09

Mês 21,47 11,89 11,67 11,67 11,67 11,66 11,56 10,25 10,24 8,54 8,21 7,03 5,77 5,44 5,31 4,50 4,02 3,78 3,39 3,19

12 Meses 26,29 -22,08 -25,07 -25,09 -25,16

Dia 0,00 -0,01 -0,41 -0,42 0,06 0,06 0,06 0,04 0,04 -0,02 -1,02 0,03 0,03 0,03 0,03 0,03 0,02 0,02 0,02 0,02

Mês 42,92 7,57 1,30 1,29 0,92 0,89 0,84 0,59 0,58 0,53 0,50 0,43 0,41 0,41 0,41 0,39 0,36 0,31 0,28 0,27

12 Meses 160,17 -15,33 40,76 41,01 7,73 16,55 3,37 -10,14 -12,33 -0,93 -65,57

Dia 0,04 0,06 0,05 0,06 0,06 0,05 0,05 0,03 0,06 0,05 0,05 0,05 0,06 0,05 0,05 0,05 0,14 0,05 0,05 0,07

Mês 1,18 0,92 0,88 0,87 0,87 0,87 0,85 0,85 0,85 0,84 0,84 0,81 0,79 0,78 0,76 0,75 0,73 0,72 0,70 0,70

12 Meses

Cota Patrimônio Dia 12,4803 42.162.169 0,04 8,9691 334.564.117 0,04 1,096 229.474.408 0,05 1,1491 28.907.459 0,05 116,9201 205.259.615 0,04 53,8122 98.044.211 0,04 117,548 4.415.398.242 0,04 126,5606 114.492.073 0,04 116,9504 479.457.601 0,04 99,2698 876.383.766 0,04 8,6903 104.119.871 0,04 1,064 26.653.412 0,05 84,5184 5.486.080.542 0,04 52,6667 105.087.290 0,04 141,9076 473.865.711 0,04 116,9591 5.872.190.806 0,04 102,4752 9.338.810.667 0,04 2,0693 8.076.508.282 0,04 69,8415 18.903.075.761 0,04 1,0853 68.882.309 0,04

Mês 6,40 1,39 0,67 0,65 0,64 0,64 0,64 0,64 0,64 0,63 0,63 0,63 0,63 0,63 0,63 0,63 0,63 0,62 0,62 0,62

12 Meses 18,65 10,85

Mês 22,83 17,20 17,13 16,67 6,79 4,50 3,52 3,34 2,81 1,43 1,15 1,14 1,12 1,10 1,06 1,06 1,05 1,05 1,03 1,03

12 Meses

0,15

Nome do Fundo PEGASUS FI MULT CRED PRIV INV EXT OPPORTUNITY MIDI MASTER FI MULTIMERCADO OPPORTUNITY MIDI 30 FIC DE FI MULT OPPORTUNITY MIDI FIC DE FI MULTIMERCADO OPPORTUNITY 3FS FIC FI MULTIMERCADO OPPORTUNITY SR FIC FI MULTIMERCADO OPPORTUNITY MIDI PERFORMANCE FICFI MULTI OAK FI MULTIMERCADO MAPLE FICFI MULTIMERCADO OPPORTUNITY REBECA FIC FI MULTIMERCADO OPPORTUNITY INFINITY FIC FI MULTIMERCADO P9 FI MULTIMERCADO SULACAP MASTER FI MULTIMERCADO FI MULTIMERCADO SAFARI IE CRED PRIV GCORP MULTIPROFIT I FI MULTIM CRED PRIV CONCORDIA HARVEST FI MULTIMERCADO ESMERALDA FICFI MULTIMERCADO KAPITALO ZETA MASTER FI MULT SPARTA TRENDS FI NO EXTER. MULTIMERCADO SAFRA RATES HEDGE 30 FI MULT

Cota 106,8002 1,2968 2,6431 20,8168 1,1612 1,2184 0,7426 1,8347 1,7737 1,3181 1,1254 1,5968 390,2118 1,2269 52,2194 1,3007 1,7686 1,1151 1,0043 118,5485

Patrimônio 857.352.642 254.256.850 88.743.143 86.700.997 19.076.420 7.711.937 28.678.852 100.277.290 100.272.131 24.548.443 4.628.964 502.851 6.492.940 52.757.754 120.606.392 2.474.788 3.066.579 30.147.234 5.592.671 95.065.233

-23,66 34,81 34,62 -6,21 -5,02 22,26 20,90 -27,25 14,67 -4,37 23,15

FUNDOS DE PARTICIPAÇÕES Nome do Fundo BTC FIP RG SALAMANCA I FIP AKKA FIP URBIS FIP FIP COLISEU FI PARTICIPACOES BRB CORUMBA FIP VOTORANTIM G&K STAR FIP FIP MULTISETORIAL (CLASSE UNICA) FIP GG II GBP I FIP CV FIQ EM FI PARTICIPACOES HVJ FIQ EM FI PARTICIPACOES AV FIQ EM FI PARTICIPACOES RV FIQ EM FI PARTICIPACOES GAMA FIP (UNICA) FIP AMAZONIA ENERGIA ALPHA GENESIS FIP (UNICA) XN FI EM PARTICIPACOES SQUARESTONE BRASIL II (SB2) FIP

Cota 2,6014 184.565,26 1,4236 1,4234 1.107.064,88 1,942 1.172.264,26 1,6047 723.682,84 910,7548 34,1567 3.170,43 2.662,68 2.662,68 2.662,67 1.265.881,05 1,2558 4,502 101.420,88 0,9226

Patrimônio 1.029.895.814 129.150.438 185.786.898 113.327.976 1.445.559.384 155.407.910 62.130.006 929.523.253 87.409.259 206.816.202 54.622.346 62.825.008 52.763.396 52.763.410 52.763.176 290.827.373 238.608.378 29.425.944 5.071.044 97.685.875

13,09 5,44 27,62 9,92

FUNDOS DE PREVIDÊNCIA

2010/2011

EMPREGADOR Venc. Jan Mar Jan Mai Mai

FÍSICO Índice Açúcar Algodão Arroz Bezerro Boi Gordo Café Etanol Milho Soja

PRINCIPAIS BOLSAS

Contribuinte

FUTURO Índice Boi Gordo Café Etanol Hid. Milho Soja

MOVIMENTAÇÃO DIÁRIA Informações de 25 de janeiro de 2011

CÂMBIO

ÍNDICES BOVESPA

Dia Mês -0,37 489,81 -0,11 9,99 -1,42 8,74 0,73 8,64 0,73 8,56 0,61 8,45 0,70 8,33 0,72 8,29 0,61 8,24 0,72 8,23 0,71 8,13 0,71 8,10 0,71 8,10 -0,12 7,70 0,69 7,61 0,69 7,55 0,67 7,13 0,67 7,12 0,67 7,10 0,67 7,09

FUNDOS MULTIMERCADOS

Fonte: ADVFN Brasil - OBS: 5 dias

Fonte: ADVFN Brasil - OBS: 5 dias

ÍNDICADORES ECONÔMICOS

Preço (R$) 18:48:28 18:45:54 18:45:00 18:08:02 18:14:21

Patrimônio 2.958 68.865.803 11.635.441 1.068.023 93.876.689 205.929.208 1.271.804 386.359.989 2.950.916.939 57.263.612 3.387.895 133.350.191 191.883.156 4.660.437 587.828.808 1.616.191.878 378.140.581 8.362.087 845.897.629 107.910.228

FUNDOS DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO

Maiores Baixas Ação ELETROBRAS FII EXCELLEN BRB BANCO TECTOY TEKA

Cota 304,7863 7,5711 138,0101 1,1014 1,016 36,9507 127,1804 10,8458 43,6988 14,3159 14,5659 194,4501 14,6956 2,7599 146,7111 14,0373 145,9103 1.525,32 14,6109 14,1643

FUNDOS DE CURTO PRAZO

(*) 900 contratos (**) 676 BOVESPAFIX

OSCILAÇÕES

Nome do Fundo SANTANDER FI NM ACOES RK EXCLUSIVO FI ACOES ALFA 4 FDO DE INVEST. EM ACOES IQ SICREDI FI ACOES VALE FI EM ACOES ACAO II SAO FERNANDO II FI EM ACOES STRUCTURE X FIA SANTANDER FI VALE TOP ACOES OPPORTUNITY LOGICA II FIA SANTANDER FICFI VALE INSTITUCIONAL ACOES SANTANDER FIC FI VALE VIP 2 ACOES SANT FIC FI VALE DO RIO DOCE 2 BR ACOES SANTANDER FIC FI VALE PLUS ACOES UNIBANCO TELECOM FI ACOES SANTANDER FI VALE DO RIO DOCE BR ACOES BB ACOES VALE DO RIO DOCE FI SAFRA FIA VALE BRADESCO BA FIA VALE DO RIO DOCE BRADESCO FIA VALE SANTANDER FIA VALE DO RIO DOCE

Pessoa Física Pessoa Física Pessoa Jurídica

Faixa I Faixa II Faixa III Faixa IV

R$ 663,00 R$ 688,50(*) R$ 714,00 R$ 765,00 Fonte: Sebrae/PR

IRPF: TABELA PROGESSIVA MENSAL A partir de 1º de Janeiro de 2010

FACULTATIVO Valor mínimo Não definida Valor Máximo Não definida Até 1.040,22 De 1.040,23 até 1.733,70 De 1.733,71 até 3.467,40

510 3.467,40

20 20

102,00 693,50

Carnê Carnê 8,00% 9,00% 11,00% Fonte: Empresário On Line - INSS - Sebrae/PR

Base de Cálculo Até R$ 1.499,15 De R$ 1.499,16 até R$ 2.246,75 De R$ 2.246,76 até R$ 2.995,70 De R$ 2.995,71 até R$ 3.743,19 Acima de R$ 3.743,19

Alíquota (%) A Deduzir do Imposto Isento — 7,50% 112,43 15,00% 280,94 22,50% 505,62 27,50% 692,78 Fonte: Receita Federal, Sebrae/PR

Nome do Fundo CAPEMISA BNY MELLON ARX FI RF PREV SAFRA PREV RENDA FIXA FI RENDA FIXA PREV SAFRA SIRIUS FIC FI RF PREVIDENCIARIO BB PREV PUBLICO IGP M II FI RENDA FIXA BB PREV PUBLICO IGP M III FI RENDA FIXA SAFRA PREV FIX PREMIUM FIC FI RF PREV BB PREV RF II IGP M FI RF CRED PRIV ICATU SEG INFLACAO FI RENDA FIXA BB PREV PUBLICO IGP M FI RF SAFRA PREVFIX GOLD FICFI RENDA FIXA PREV BB PREV RF IGP M FI CRED PRIV SAFRA PFIX FICFI RENDA FIXA PREV BB PREV RF TR FI RF CRED PRIV BB PREV RF II TR FI RF CRED PRIV BB PREV PUBLICO TR FI RENDA FIXA BB PREV CONCEDIDOS TR FI RF CRED PRIV SANTANDER FI RF XI CRED PRIV LEME BRASPREV FI RF LP PREV CRED PRIV BB PREV CONCEDIDOS IGP M FI RF CRED PRIV ITAUPREV RETIREMENT RENDA FIXA FI

Cota 1,0568 127,4 109,5607 1,3122 1,3089 123,9098 3,5934 4.480,78 3,7656 127,3118 13,1371 104,429 1,3142 1,3072 1,3009 2,2964 2,8259 1,2963 1,3118 3,7503

Patrimônio 2.198.018 1.674.966.760 15.666.353 758.889.668 758.863.580 358.080.942 90.774.858 119.298.819 875.574.403 659.072.854 510.564.423 188.549.428 29.712.636 162.971.905 551.327.487 176.298.333 1.988.662 40.315.516 136.676.591 24.364.917

11,44 17,96 17,96 10,53 19,65 21,02 16,99 10,10 18,97 9,54 12,29 11,97 11,52 15,32 16,30 12,03 16,71 12,30

FUNDOS REFERENCIADOS Nome do Fundo FI REFERENCIADO BRB LIDER 30 DIAS DI FI BANESTES VIP DI REFERENCIADO DE LP BB TOP REF DI DPGE 2 FI LP CRED PRIV VIC FG 2 CRED PRIV FI REF SAFRA DI FI REFERENCIADO REGULUS REFERENCIADO DI FI SAFRA DI CREDITO PRIVADO FI REFERENCIADO BNPP MATCH DI FI REFERENCIADO CRED PRIV SAFRA DI 2 FI REFERENCIADO SANTANDER FI PROFIT REFERENCIADO DI BANIF FI REFERENCIADO DI BRADESCO FI REF DI CRED PRIV LP MAXIM REAL FI REFER DI CRED PRIVADO MIG PLUS REFERENCIADO DI FICFI ITAU PERFIL REFERENCIADO DI FI CORP REFERENCIADO DI FI SPECIAL REFERENCIADO DI FI UNIBANCO TOP DI FI REFERENCIADO SANTANDER FI REFERENCIADO DI PLURAL CAPITAL YIELD FI REFERENCIADO DI

10,76 10,63 10,27 10,70 10,18 10,62 10,13 9,86 10,38 10,08 10,20 10,29 10,26 10,07 10,36

FUNDOS DE RENDA FIXA Nome do Fundo BRADESCO FI RF VETOR IV C CAIXA FI MASTER III RF CAIXA FIC SELECAO RF BRADESCO FI RF VETOR IV D BRADESCO FI RF VETOR IV E CARGILLPREV BD PREV RENDA FIXA FI BRZ HIGH YIELD FI RENDA FIXA CRED PRIV FI RENDA FIXA BRB EXECUTIVO BRADESCO FI RF CAPOF NEBRASKA BRADESCO FI RF CAPOF LENCOIS FI RF SANT BAN FENIX BTG PACTUAL PETROS FI RF CREDITO PRIVADO RT EXCELSIOR RF CRED PRIV FI FI RF CRED PRIV BRB CORPORATIVO BRADESCO FI RENDA FIXA TOUCAN II FI RENDA FIXA ACRE LONGO PRAZO MAXIMA FI RF PETROS CRED PRIV MAXIMA CRED IMOB FI RENDA FIXA CRED PRIV CAPITANIA INFL CRED PRIV FI RENDA FIXA SANTANDER FI T 09 RENDA FIXA

Cota 2,2541 2,9619 2,6915 2,1401 1,9578 160,7379 137,3524 2,8818 3,7819 2,0338 20,2603 122,5372 10,5599 1,2515 6,0077 465,9787 121,5002 116,2874 1,0523 210,4118

Patrimônio 481.958.392 32.094.608 32.087.715 311.545.828 233.483.373 225.947.339 8.067.205 40.005.821 10.354.861 72.293.002 4.353.892.269 13.103.028 207.519.969 31.288.642 3.007.004.416 744.981.208 22.489.011 12.129.317 21.891.823 259.822

Dia 0,04 0,04 0,04 0,04 0,04 0,06 0,88 0,03 0,05 0,05 0,17 0,07 -0,07 0,01 0,17 0,01 0,06 0,07 0,21 0,04

39,44 38,01

27,72 25,43 14,42 18,60 15,64 24,25 16,18 13,92 21,68 13,08 15,18 15,07 9,28

Fonte: ANBID/ANBIMA/BDS

Edição: Odailson Elmar Spada


3

margem

Indústria&Comércio | Curitiba, quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 | B3

a

arte&atitude,

Nem te Conto Charlie e Lola

moda&cia

Adélia Maria Lopes | adelia@novacombrasil.com.br

Gravatas assinadas por mãos femininas

A

contece nesta terça 25, na abertura da Fenim de outono-inverno 2011, que acontece até sexta no Serra Park, em GramadoRS, o lançamento de linha própria de gravatas da empresária Edi Saraiva, de São Paulo. A decisão foi tomada após uma experiência de 20 anos no segmento de gravataria masculina. Nesse período, ela sempre importou para diversas marcas famosas de lojas masculinas. Uma linha de edição limitada, com desenhos exclusivos e tecidos diferenciados, será apresentada em Gramado. Em destaque, a qualidade de todos os detalhes, como forro, entretela e acabamento de costura. “Teremos uma coleção de gravatas estreitas, modernas e com desenhos centralizados”, antecipa Edi, que busca informações de moda em Milão. Entre os diferenciais da coleção, ela chama a atenção para os produtos confeccio-

O Shopping São José apresenta, em lançamento na América Latina, o evento infantil com os personagens da série inglesa Charlie e Lola, premiados mundialmente. As crianças ganharam um espaço criativo montado especialmente para elas na praça de eventos., onde a imaginação, educação, criatividade, amor, diversão, ingenuidade e carinho sejam valorizados e estejam disponíveis em um ambiente seguro e confortável para a tranqüilidade dos pais. (As senhas são limitadas e a entrada é uma caixa de leite, destinada à Apae de São José dos Pinhais).

Sete Vidas

nados com micro poliester de 1.200 fios, 2.400 fios e 1.200 fios com a caixinha forrada no mesmo padrão da gravata, além de lenço e abotoadura também forrados no

mesmo tecido da gravata. Em termos de tendências para a estação outono/inverno 2011, Edi Saraiva destaca as gravatas estreitas com grafismo centralizado e bordas. “É

um estilo retrô anos 70 para um homem contemporâneo e de bom gosto. Já os modelos em jacquard de seda são certeza de sucesso pelo caimento excelente que dão ao corpo”.

Fenim abre espaço para a intimidade A Liz, destaque no mercado de moda íntima, participa da Fenim, feira de outono-inverno que abre hoje em Gramado-RS. E surge a linha Liz Loungewear, voltada para os momentos de relaxamento. “Pensamos numa coleção que oferecesse bem estar à consumidora; são peças confeccionadas em algodão Pima peruano, o que há de melhor

em matéria-prima e que já garante o conforto ideal”, diz Ligia Buonamicci Costa, diretora de marketing e de desenvolvimento de produto da empresa. Já na linha de lingerie há novidades em termos de cor e de tecnologia na linha Secret Control, além do desenvolvimento do sutiã Personal Up, bojos com efeito up natural -adequado a

cada tamanho O algodão, com maciez extrema, cores mais brilhantes, durabilidade e resistência ímpares, serve de base para camisetas, camisas, camisões, shorts e calças compridas, em modelagem confortável. Cores suaves e padrões listrados e xadrezes dão o toque de elegância. “Pensamos nos momentos após o banho,

depois que chegamos do trabalho e tudo o que queremos é relaxar – as peças, todas coordenáveis e versáteis podem ser usadas em casa, para dormir ou ainda para fazer uma sessão de yoga ou de alongamento ou mesmo sair e passear”, explica Ligia Buonamicci Costa, adiantando que a coleção estará nas lojas a partir de abril.

O Espaço Vita Cultural, localizado no próprio hospital, no Batel, exibe até 20 de fevereiro a mostra Sete Vidas - Muitas Cores, do artista plástico André Franco, paulista de Marília. Nas telas, gatos que brincam, descansam, amam e pintam o sete. "Trata-se de uma técnica apurada e sensível com uma proposta agradável aos admiradores da arte. Além disso, traz um mundo mágico e muito próximo aos olhos", diz a marchand Glaucia Severo.

Eriberto Leão Pela terceira vez, o ator Eriberto Leão empresta seu corpo para uma campanha da grife masculina Diâmetro. Mas é a primeira vez que se torna o galã de uma novela, que é o que acontece agora em Insensato Coração. Ele interpreta Pedro,

Lupo ajustada aos eventos esportivos A Lupo, maior fabricante brasileira de meias e cuecas, participa da Fenim, na Serra Gaúcha, destacando a coleção Lupo Sport, a recém-lançada marca esportiva da empresa, que apresenta sua linha de artigos para praticantes de running e de tênis. A estratégia é de ampliação do mercado, levando a Lupo ganhar espaço nos segmentos de roupas íntimas - pijamas, lingerie sem costura e cuecas - e, em especial, de produtos esportivos, que segundo o

executivo da Lupo, Valquírio, “é um mercado em franco crescimento e que conta, à frente, com dois grandes eventos para impulsionar as vendas: a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016”. Na Fenim, há ainda coleção de meias colantes com uma variada padronagem com rendadas, xadrezes, listradas em cores vibrantes, e das leggings cotelê, que imita o veludo e com brilho. A linha de cuecas também está toda renovada.

um bom moço que acaba se envolvendo em um perigoso triângulo amoroso, depois de evitar a queda de um avião. Na campanha de inverno 2011 da Diâmetro, Eriberto posou para o fotógrafo Paschoal Rodriguez longe de um aeroporto: foi numa pequena estação ferroviária de Jundiaí-SP.

Gentileza na Copa A Associação Brasileira dos Restaurantes do Paraná, visando a Copa de 2014, vem oferecendo cursos de capacitação a empresários para receber os inúmeros turistas que virão ao país para ver os jogos. A proprietária do Vindouro, Silvana Fetter, é uma das participantes do curso Bem Receber Copa, que pretende assim deixar bem treinados os funcionários do bistrô, mas para qualquer ocasião.

Dalila Têxtil voltada ao fast fashion Na Première Brasil, realizada semana passada em São Paulo, a Dalila Têxtil apresentou sua coleção para o verão 2012 e o novo calendário de lançamentos de produtos com formato mais dinâmico para atender clientes e confeccionistas de fast-fashion, ou seja, minicoleções baseadas nas tendências mais fortes do mercado, já que o consumidor não se contenta mais com

dois lançamentos anuais. Rusticidade e o artesanal são referências dos lançamentos. São malhas com estrutura delicadamente ondulada, encrespada, frisada ou plissada. Outras são estruturadas como renda, gaze e crochê com tramas esgarçadas e irregulares, ou com micro trabalhados lembrando os tecidos de laise. A malha índigo é rústica e sofisticada e as listras vêm

com força e em diversas opções, especialmente nas combinações de cores mais claras. Completam o leque de opções malhas com efeito melange, brinel colorido, mescla com listras, botonê com bolinhas na cor cru, flamê em malha fina cru ou na cor do tecido. Malhas sofisticadas com fios nobres como seda e modal também estão na coleção.

Ambientação

A arquiteta Isabela Wanzo personalizou a ambientação do Pizza Hut do ParkShopping Barigüi, mesmo seguindo o padrão estabelecido internacionalmente para os projetos da rede. “Adaptamos um mezanino ao projeto, que aumentou a capacidade do restaurante sem perder a sensação de amplitude do espaço”, explica Isabela. O projeto prioriza o uso de materiais que tornam o ambiente mais acolhedor, como madeiras em diferentes tonalidades e funções e o tom vermelho, característico da marca, presente em diversas instalações. Ao misturar as diferentes texturas naturais, como as madeiras, observa-se o contraste com a linha contemporânea do mobiliário.


Economia Indústria&Comércio | Curitiba, quarta-feira, 26 de janeiro de 2011 | B4

DINHEIRO

Investimentos externos têm recorde em 2010 Resultado foi suficiente para cobrir déficit de US$ 47,518 bi Daniel Lima

O

s investimentos es trangeiros diretos (IED), que somaram US$ 48,462 bilhões em 2010, o maior resultado nominal da série histórica, iniciada em 1947, foram suficientes para cobrir o déficit em transações correntes de US$ 47,518 bilhões do ano. Só em dezembro, segundo o Banco Central, a conta financeira apresentou ingresso líquido de US$ 6,4 bilhões, com destaque para os investimentos estrangeiros diretos de US$ 15,364 bilhões, também o maior da série histórica para meses de dezembro. Parte desse resultado se deve a algumas operações esperadas para o início de 2011, mas que terminaram se materializando em 2010. Desses US$ 15,364 bilhões, aproximadamente US$ 7,1 bilhões fazem parte da venda do capital da empresa de petróleo Rapsol para a chinesa Sinopec, confirmou o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes. “Essa operação trouxe um montante expressivo de recursos. Mesmo excluindo essa operação, há ainda um montante significativo de investimentos estrangeiros diretos que duran-

A metalurgia contribuíu com US$ 1 bilhão para a elevação dos investimentos estrangeiros diretos

te o ano fluiu bem”, disse. Outros setores que contribuíram para a elevação dos investimentos estrangeiros diretos foram o extrativo mineral, no valor de US$ 1 bilhão, e a metalurgia, com US$ 1 bilhão. “Temos alguma concentração, ao longo do ano, em petróleo e gás, petroquímicos e extração de minerais metálicos, mas o restante está muito

difuso setorialmente”, enfatizou Altamir Lopes. Ele destacou que a expectativa do BC era de um volume de US$ 38 bilhões em investimentos estrangeiros diretos. Os números, entretanto, ficaram US$ 10 bilhões acima dessa estimativa. Para 2011, a expectativa é que o investimento estrangeiro direto some US$ 45 bilhões com um déficit em transações

correntes de US$ 64 bilhões. A estimativa para janeiro é que o IED feche em US$ 2 bilhões e o déficit em transações correntes em US$ 5,5 bilhões. Altamir Lopes anunciou ainda que a entrada de moeda estrangeiros no país continua significativa em 2011. Segundo o balanço divulgado por ele, o fluxo cambial até o dia 21 estava positivo em US$ 9,2 bilhões.

VIAGENS

Nunca os brasileiros gastaram tanto no exterior; foram US$ 16,422 bilhões em 2010 Daniel Lima

Os brasileiros continuam gastando cada vez mais no exterior. No ano passado, as despesas dos turistas brasileiros fora do país atingiram US$ 16,422 bilhões, recorde histórico, segundo o Banco Central. Em 2009, esse resultado chegou a US$ 10,898 bilhões. Só em dezembro passado, as despesas dos brasileiros atingiu US$ 1,726 bilhão, aumentando o déficit da conta de serviços do balanço de pagamentos do Brasil. De maneira geral, em 2010, a conta de serviços registrou saídas líquidas de US$ 31,1 bilhões, acréscimo de 61,4% na comparação com 2009. “No caso dos serviços, o principal item de deteriorização (das contas externas) foram as viagens internacionais. O saldo mais elevado da série está vinculado a circunstâncias, como melhora de renda e emprego”, disse o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes. As despesas líquidas com transportes acumularam déficit de US$ 6,4 bilhões no ano passado, ante US$ 3,9 bilhões em 2009, resultado relacionado com o crescimento da cor-

No caso dos serviços, o principal item de deteriorização (das contas externas) foram as viagens internacionais

rente de comércio (exportações e importações). As despesas líquidas com aluguel de equipamentos ficaram em US$ 13,7 bilhões, elevação de 45,7% na mesma comparação. No caso, o resultado tem a ver com o crescimento da economia brasileira. As remessas líquidas de royalties e licenças somaram em 2010 US$ 2,5 bilhões com crescimento de 18%. Houve um déficit em serviços de computação e informações de US$ 3,3 bilhões, resultado superi-

or em 27,4% em comparação ao ano anterior. Os outros serviços registraram ingressos líquidos de US$ 7,7 bilhões em 2010, ante US$ 7,2 bilhões em 2009. O Banco Central informou ainda que o Brasil fechou 2010 com reservas internacionais de US$ 288,6 bilhões e a dívida externa total somou US$ 255,7 bilhões. Também nesta terça, o Banco Central divulgou que o saldo em transações correntes do Brasil foi negativo em US$

3,493 bilhões em dezembro de 2010, acumulando no ano déficit de US$ 47,518 bilhões, equivalente a 2,28% do Produto Interno Bruto (PIB). O resultado é o maior da série histórica em termos nominais. O déficit do ano passado foi praticamente o dobro do registrado nos doze meses de 2009 (US$ 24,3 bilhões ou 1,52% do PIB). O déficit, no entanto, foi coberto pelos investimentos estrangeiros diretos, que também foram recordes no período.

CONFIANÇA

Empresário se mantém otimista sobre economia O início do ano, em que normalmente as expectativas positivas são mais elevadas, praticamente não alterou o otimismo do empresário sobre o desempenho da economia brasileira, que se mantém estável há três meses. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), divulgado ontem pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), atingiu 62 pontos em janeiro, idêntica pontu-

CMYK

ação de novembro e apenas 0,5 ponto superior a dezembro, quando atingira 61,5 pontos. O ICEI varia de 0 a 100 pontos e valores acima de 50 pontos indicam empresários confiantes, embora em menor grau do que há um ano, quando o ICEI atingiu 68,7 pontos. Comparativamente a janeiro de 2010, houve um declínio, portanto, de 6,7 pontos no otimismo do empresariado da indús-

tria, embora permaneça significativamente alto. Por regiões, os empresários do Nordeste e do Centro-Oeste são os mais otimistas, com indicadores de 65,2 e 64,7 pontos, respectivamente, mas os indicadores cresceram mais, com 1,6 ponto adicional sobre dezembro, entre os empresários do Sul. Por setores, as expectativas mais positivas em janeiro sobre o desempenho da econo-

mia ficaram com os empresários de edição e impressão, com 64,8 pontos, e refino de petróleo e de equipamentos hospitalares e de precisão, com 64,4 pontos. Por porte de empresa, as grandes registram em janeiro o maior ICEI, com 63,5 pontos. As expectativas do empresário sobre o comportamento da economia e o desempenho da sua empresa nos próximos seis meses aumentaram em janeiro.

Governo pretende conter importações indesejadas Renata Giraldi

Técnicos do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) examinam alternativas como a imposição de barreiras tarifárias para conter importações consideradas prejudiciais para alguns setores da produção nacional. Uma das propostas é acionar a Receita Federal para aumentar o rigor contra as importações fraudulentas. Os estudos ainda estão em fase inicial. Paralelamente, o MDIC pretende adotar medidas de estímulo à produção nacional. Os técnicos examinam hipóteses como a desoneração de alguns produtos e medidas denominadas de racionalização tributária. Para os especialistas, é necessário implementar ações que deem as respostas desejadas ao setor privado. O objetivo é recuperar a balança comercial positiva em relação a maior parte dos parceiros econômicos do Brasil. Os técnicos concluíram que é crescente o ritmo de importações em decorrência da desvalorização do dólar em relação real e, por isso, é necessário buscar meios para tentar manter a balança comercial superavitária. A imposição de barreiras comerciais para determinados produtos está em análise pelos técnicos. A lista de pro-

dutos sujeitos a essas restrições ainda não foi concluída, mas a ideia é priorizar as mercadorias que têm similares produzidos no Brasil ou que têm condições de serem fabricados no país. Para a elaboração dessa lista, os técnicos examinam a relação de produtos que ingressam no Brasil de forma considerada não leal, como afirmam. Na prática, se referem aos produtos que são alvo de fraudes e pirataria. Ao mesmo tempo que os técnicos examinam alternativas para a balança comercial brasileira, a presidenta Dilma Rousseff vai intensificar as conversas com os líderes estrangeiros. O Mercosul é prioridade. No próximo domingo, ela desembarca em Buenos Aires, na Argentina. Já tem reuniões marcadas em Assunção, no Paraguai, em 26 de março, e previsão de ir, no mesmo período, para o Uruguai. Antes, em 16 de fevereiro, Dilma estará no Peru para a Cúpula América do Sul-Países Árabes. Um dos principais temas da reunião é o fortalecimento do comércio entre as duas regiões. A presidenta também vai se reunir até abril com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o da China, Hu Jintao. Norte-americanos e chineses são os principais parceiros comerciais dos brasileiros atualmente.

OIT: recuperação do nível de emprego seguirá em ritmo lento Da BBC Brasil

A recuperação do nível de emprego deve seguir em ritmo lento em 2011, especialmente nos países desenvolvidos, apesar de indicadores apontarem melhorias na economia. É o que indica um relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), divulgado nesta terça-feira (25/01), em Genebra, na Suíça. O órgão estima que o desemprego deve atingir 203 milhões de pessoas este ano. A estimativa representa uma taxa de 6,1%, ligeiramente mais baixa que os 6,2% registrados em 2010 e os 6,3% de 2009. Antes da crise econômica global, em 2007, o índice de desemprego era de 5,6%. “Apesar da recuperação do mercado de

trabalho no mundo, o enorme custo humano causado pela recessão permanece”, diz o diretor-geral da OIT, Juan Somavia. Somavia afirmou que o combate ao desemprego é um dos desafios do Fórum Econômico Mundial de Davos (Suíça) – que começa nesta quarta-feira (26/01) e vai até domingo (30/01). “Nós precisamos fazer da criação de emprego um objetivo macroeconômico, assim como o são as altas taxas de crescimento, a baixa inflação e os orçamentos equilibrados”, disse. De acordo com o relatório, 55% do aumento do desemprego no mundo entre 2007 e 2010 foi registrado em países desenvolvidos e na União Europeia.

IPC-S tem elevação em seis das sete capitais pesquisadas Thais Leitão

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) aumentou em seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), na terceira prévia de janeiro. A maior alta entre os dois levantamentos foi verificada na cidade de São Paulo, onde a taxa passou de 0,92% na semana de anterior para 1,10% na semana do dia 22, o que representa um aumento de 0,18 ponto percentual. A capital paulista é a que mais pesa na formação do IPC-S. Além de São Paulo, também houve alta nos índices de Salvador (de 1,18% para 1,34%), Brasília (de 0,82% para 0,96%), Belo Horizonte (de 0,91% para 1,03%), Reci-

fe (de 0,87% para 0,99%) e Rio de Janeiro (de 1,36% para 1,43%). Por outro lado, houve redução em Porto Alegre (de 1,10% para 0,93%). Na terceira prévia de janeiro, o IPC-S ficou em 1,18%, 0,12 ponto percentual maior do que a anterior (1,06%). A taxa é a maior verificada desde a primeira prévia de fevereiro de 2010, quando o IPC-S ficou em 1,33%, e foi puxado principalmente pelo aumento dos preços da educação e dos transportes. O IPC-S mede, toda semana, a inflação mensal nas classes de despesa alimentação, habitação, vestuário, saúde e cuidados pessoais, educação, leitura e recreação, transportes, além de despesas diversas.


26-01-11 Indústria&Comércio