Page 1

Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 DE outubro de 2013 | Ano XXXViI | Edição nº 8983 | R$ 1,50

Indústria&Comércio DIÁRIO

INFORMAÇÃO. conhecimento. inteligência. DESDE 1976.

Aroldo Murá DELAZARI NA UTI

Por anos, o membro do MP estadual Luiz Carlos Delazari foi um dos braços direito de Roberto Requião, quase sempre aparecendo como elemento conciliador a aparar. Na última administração Requião, foi Ouvidor do Estado e o filho, secretário de Segurança Pública.

Região Metropolitana de Curitiba tem o menor desemprego do país A taxa ficou em 3,3% da população economicamente ativa em setembro, segundo IBGE e Ipardes geral a4

| A3

página

Pedro Washington Arte de engolir sapos

O imaginário popular cria imagens para cada situação da vida. Quem se dá ao trabalho de colecionar frases de para-choque de caminhões, sabe disso. Essa ideia passa pela cabeça deste colunista ao acompanhar o que ocorreu na terça-feira. página

FAEP

Paraná deve bater novo recorde na produção de soja

| a2

Roseli Abrão Na reta final da campanha

O PT promove nesta sexta-feira, em Cascavel, mais um debate entre os candidatos à presidência do partido, na convenção que será realizada dia 10 de novembro. Será às 19 horas, na Câmara Municipal. No sábado o debate será em Francisco Beltrão. Participam do debate os quatro candidatos à presidência estadual do PT. página

| a5

A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento divulgou ontem nova estimativa da safra de grãos de verão, correspondente ao desempenho em setembro

INDICADORES FINANCEIROS

geral a2

MERCADO À VISTA Maiores altas

COTAÇÃO

RJCP EQUITY ON TECTOY PN * CEEE-D PN N1 VIVER ON NM CEEE-GT ON N1

Maiores QUEDAS TECTOY ON * GTD PART ON EC MB GTD PART PN EC MB INEPAR TEL ON COBRASMA PN

0,02 0,02 1,60 0,34 1,58

COTAÇÃO 0,02 0,13 0,12 0,07 0,04

IBOVESPA Maiores altas*

COTAÇÃO

FIBRIA ON NM JBS ON NM V-AGRO ON NM SOUZA CRUZ ON CCR SA ON NM

Maiores QUEDAS OGX PETROLEO ON NM GAFISA ON NM MMX MINER ON NM BROOKFIELD ON NM NATURA ON NM

28,64 8,21 3,87 24,85 18,58

Indicador do nível de atividade da construção melhorou em setembro Indicador do nível de atividade da construção civil melhorou, segundo a CNI

COTAÇÃO 0,36 3,12 0,87 1,48 45,40

Compra

Venda

Dólar turismo 2,1700

2,2800

Dólar comercial 2,2006

2,2012

Dólar paralelo 2,2973

2,2979

Euro

3,0398

3,0377

Embaixador de Israel visita a Fiep para estreitar negócios A Federação das Indústrias do Paraná recebeu na quarta-feira (23), no Campus da Indústria, em Curitiba, o Embaixador de Israel, Rafael Eldad. O país quer estreitar as relações comerciais com empresas e indústrias do Estado, principalmente nas áreas de tecnologia, inovação, agricultura, saúde e segurança.

CÂMBIO Moeda

Economia A5

Ouro (Grama/R$): 94,60

Negócios b1

Acesse a edição digital

O indicador de evolução do número de empregados evoluiu de 52,8 pontos para 54,6 pontos

www.icnews.com.br

economia a5

Editorial

Esperança de um Enem sem problemas

O

Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vai acontecer neste fim de semana, dias 26 e 27 de outubro. A cada edição surge a lembrança negativa que provas anteriores infelizmente acabaram deixando. Problemas na aplicação dos testes, como erros de montagem e ausência de questões em alguns cadernos, e principalmente o vazamento de provas que foram acessadas antes de suas aplicações foram os escândalos que deixaram perplexos os alunos e profissionais da educação em todo o país, com grande repercussão.

A

edição de 2013 se aproxima e, com ela, a esperança de uma prova sem problemas, o que é muito aguardado e fundamental, levando-se em conta a importância do exame para os estudantes que desejam ingressar em faculdades, pois muitas delas aproveitam a nota do Enem nos seus vestibulares. Elogiado e também criticado, a prova é uma boa forma de avaliar a qualidade da educação do Ensino Médio. E para quem vai fazer o Enem, é bom lembrar que as provas começam às 13 horas (horário de Brasília).

Editais nas páginas A8 e B1

CMYK

Novotel vai investir R$ 713 mi na América Latina

A Novotel, rede de hotéis midscale da Accor, irá dobrar o parque hoteleiro da marca na América Latina até 2016. São 16 novos empreendimentos.

Oi terá 500 mil pontos de acesso à sua rede wi-fi até o fim do ano O presidente da Oi, Zeinal Bava, anunciou durante apresentação na Futurecom, que a rede Oi WiFi alcançará a marca de 500 mil pontos de acesso em todo o Brasil até o fim deste ano.

Negócios b1

Central de Atendimento: 41 3333.9800

e-mail: pauta@induscom.com.br

Negócios b1


Geral/Curitiba

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de outubro de 2013 | Pág. A2

Previsão do tempo

Mín.: 15° | Máx.: 19°

Nesta sexta-feira o tempo ainda fica instável no Paraná, com chuvas isoladas à tarde em boa parte do interior. Risco de chuvas é maior entre o oeste e o noroeste paranaense. Entre a RMC e o litoral o céu fica mais fechado (dificilmente o Sol aparece), com temperaturas mais amenas e condição para chuvas ocasionais ao longo do dia. fonte: www.simepar.br

Agricultura

Paraná deve bater novo recorde na produção de soja Com clima favorável, PR poderá colher 16,35 milhões de toneladas, alta de 3%

prpress@terra.com.br

PanoramaPolítico Arte de engolir sapos

O imaginário popular cria imagens para cada situação da vida. Quem se dá ao trabalho de colecionar frases de para-choque de caminhões, sabe disso. Essa ideia passa pela cabeça deste colunista ao acompanhar o que ocorreu na terça-feira. Uma dessas frases foi cunhada nesse emaranhado de interesses que marcaram a recente eleição para a vaga de Conselheiro do Tribunal de Contas: o deputado Elton Weber “meteu-se numa camisa de onze varas” ao desabafar e verbalizar uma situação que muitos deputados devem ter “atravessada na garganta”. Pior: sem poder “dar nome aos bois” como exigiu o líder do governo, Ademar Traiano. Por traz da denúncia que fez de que, por várias vezes foi pressionado a votar em Fábio Camargo, quando já havia um compromisso formal da maioria dos parlamentares com a candidatura de Plauto Miró, veio o desabafo: decidiu falar “por que não suporta mais o jogo de dissimulação e o faz-de-conta no meio político”. Em realidade fez o que muitos não tinham condições de assumir. A circunstância permitiu que muitos deputados mudassem de posição, acobertados pelo malsinado “voto secreto”. De há muito se sabe que a regra democrática da igualdade entre os poderes da República, “só existe no papel”. Pressões ocorrem a cada instante, como ainda agora se vê, quando (de graça!) Dilma aumenta a verba para emendas individuais dos parlamentares federais. A cada passo, um poder se sobrepõe a outro, dependendo da conveniência. Por isso Nereu Ramos, um prócer catarinense de grande expressão nacional no passado, definiu a política como “a arte de engolir sapo”. O presente episódio, que já afastou um presidente do Tribunal de Justiça que não percebera que o surgimento do CNJ, com a força de atuação que tem demonstrado, era o indicativo de que “desembargador pode muito mas não pode tudo”, está longe de ser terminado. A posição do deputado Welter, que até seus corajosos companheiros de partido se preocuparam em dela se afastar, é “a ponta do iceberg”. “Muita água ainda vai passar debaixo da ponte”.

Nova farsa

A preocupação demonstrada pelo PMDB, que pressionou a presidente Dilma para forçar sua bancada sustentada a peso de emendas e benesses a votar a mini-reforma eleitoral (que de interesse popular não tem nada, apenas atende aos interesses dos parlamentares), sob ameaça de “não aprovarem mais nada que interessasse ao governo”, prova o quão pouco as manifestações populares iniciadas em junho e agora desvirtuadas pelos Black Blocs, preocuparam suas “Excelências”.

Otimismo antecipado

A licitação do campo de Libra, no pré-sal, com apenas um consórcio participante quando se anunciava algo em torno de trinta interessados, desencadeou uma série de previsões. A cada passo a presidente ou ministro vêm a público, antecipando quanto de benefícios se vai ter ‘nos próximos ... 35 anos’. Equivalem a previsões na agricultura: “pela florada, já se está comercializando a safra”. Sem a humildade e o cuidado que a experiência dos agricultores recomenda: “Se Deus e o tempo ajudarem, vai ser boa”.

Cartel?

Apesar de autoridades do setor , incluindo-se a presidente da Petrobras, Graça Foster, garantirem que a estatal petrolífera não precisará reajustar combustíveis para bancar sua participação de R$ 6 bilhões no consórcio vitorioso do pré-sal, um aumento significativo na gasolina e no álcool pegou os motoristas de surpresa. Nesse caso, como o aumento foi quase geral, a formação de cartel não pode ser descartada pelo Cade. Apesar dos desmentidos oficiais, autoridades e comentaristas econômicos não se entendem nas opiniões sobre a situação da Petrobras.

Em choque

Não seria a primeira vez que aumentos no setor ocorrem em conjunto. Ainda agora, mesmo com atraso de cinco anos, postos de combustíveis da região de Londrina são multados pela formação comprovada de cartel, investigada pela polícia durante a operação Medusa III, deflagrada em 2007. A lamentar apenas, como sempre, o imenso atraso nas decisões do Judiciário. EXPEDIENTE

Diário

A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento divulgou ontem nova estimativa da safra de grãos de verão, correspondente ao desempenho em setembro

A

Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento divulgou ontem nova estimativa da safra de grãos de verão, correspondente ao desempenho em setembro. Segundo o relatório, as condições climáticas estão favoráveis, o plantio está em ritmo normal e a previsão se mantém em 22,789 milhões de toneladas para o período, redução de 3% se comparada à safra 2012/2013, que chegou a 23,475 milhões de toneladas. Das três principais culturas cultivadas no Estado nesta época, o plantio de milho está mais adiantado. O cereal está com 85% da área prevista plantada; o feijão com 80%

de plantio concluído e a soja está com 47% da área prevista com plantio efetivado.

SOJA

A pesquisa de campo feita em setembro pelos técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral) revelou ligeiro aumento na intenção de plantio da soja, grão que vai ocupar a maior parte da área agricultável no Paraná nesse período do ano. A cultura deverá ocupar 4,87 milhões de hectares que corresponde a um aumento de 4% em relação ao plantio efetivado na safra anterior, que atingiu 4,67 milhões de toneladas. Com isso, se as condições climá-

A Ferroeste fez, até o mês de setembro, o maior investimento dos seus últimos 13 anos de atividade. Os recursos de R$ 1,5 milhão foram destinados basicamente à melhoria do transporte de cargas ferroviárias. “Ainda é pouco”, observa o presidente da empresa, João Vicente Bresolin Araujo. “Mas é um avanço significativo no sentido de recuperarmos a saúde financeira da empresa”. Os investimentos foram custeados exclusivamente com receitas próprias da empresa, a maior parte gerada pelos serviços de transporte de cargas. O volume de investimentos na ferrovia paranaense, entre 2003 a 2012, foi da ordem de R$ 965,5 mil, bem inferior ao montante investido nesses nove meses. A maior parte dos recursos, R$ 875,2 mil, foi aplicada depois da retomada da empresa pelo Estado, em dezembro de 2006. Para o presidente

da Ferroeste, o planejamento a curto e médio prazo vai permitir melhores resultados operacionais e financeiros.

MELHORIAS

Para melhorar o desempenho da ferrovia, este ano a direção da empresa investiu R$ 960 mil em aumento da segurança das locomotivas com a modernização dos freios pneumáticos e elétricos e atualização tecnológica com instalação de CBL. O principal objetivo dessas medidas é a redução do ciclo dos vagões, com ganho de produtividade, uma vez que viabilizam a ida dos trens da Ferroeste até Ponta Grossa pela malha da ALL. Para isso, foi firmado um contrato operacional entre as duas concessionárias. Atualmente, os trens da Ferroeste se limitam ao trecho entre Cascavel e Guarapuava. Nos primeiros nove meses de

Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

Por outro lado, a área plantada com milho na safra de verão reduz mais um pouco, devendo ocupar este ano 695.195 hectares, queda de 21% em relação ao plantio efetivado no mesmo período do ano passado quando foram plantados 875.970 hectares com milho. A produção esperada de milho

2013, a Ferroeste também ampliou o sistema de detectores de descarrilamento na ferrovia para melhorar a segurança da frota e adquiriu motores de tração para melhorar o seu desempenho operacional, com parceria de clientes. Com a finalidade de melhorar o giro mensal dos trens, a Ferroeste negociou, também em 2013, a instalação de três novas bombas de combustível no terminal de Guarapuava. A medida reduz o tempo de abastecimento das locomotivas e permite melhores ganhos na produção da empresa.

CAPITAL PRIVADO

Também os parceiros da Ferroeste estão investindo na ferrovia. A Lustoza Agrologística disporá de R$ 9,3 milhões no seu complexo ferroviário de Guarapuava. Parte da obra, no valor de R$ 1,3 milhão, que inclui um ramal ferroviário, já está pronta, com início de operações

previsto para dezembro deste ano. Em Cascavel, no início do ano, foi a vez da Cotriguaçu inaugurar a primeira fase de seu terminal de cargas com recursos de R$ 40 milhões. Quando o projeto estiver concluído serão R$ 200 milhões de investimentos. Ao longo do governo Beto Richa, a Ferroeste vem se preparando para dar um salto logístico. Os trilhos da empresa chegarão a Maracaju, no Mato Grosso do Sul, e à área portuária no litoral do Estado. Para isso, já estão em andamento os estudos econômico-financeiros e os projetos de construção dos novos ramais juntamente com o governo federal e as forças produtivas do Estado. “Em médio prazo, o Paraná terá uma ferrovia de mais mil quilômetros com capacidade de transportar cerca de 40 milhões de toneladas de grãos ao ano”, explica o presidente da Ferroeste, João Vicente Bresolin Araujo.

Sindicância apura denúncias de irregularidades no ICS

Fundado em 2 de setembro de 1976

Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

ÁREAS

também é menor que a do ano passado, em decorrência da redução de área plantada. A expectativa de produção na safra de verão 2013/14 é colher 5,83 milhões de toneladas, 18% menor em relação à produção em igual período do ano passado quando foram colhidas 7,14 milhões de toneladas de milho. Já a área plantada com feijão sobe mais um pouco, passando de 214,2 mil hectares plantados na safra passada para 231 hectares, um aumento de 8%. Para o feijão espera-se aumento de 29% na produção, passando de 329.487 toneladas colhidas na safra anterior para 424.436 toneladas que podem ser colhidas esse ano.

Ferroeste faz maior investimento dos últimos 13 anos

Indústria&Comércio

Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br

ticas forem mantidas até o início do próximo ano, o Paraná poderá colher 16,35 milhões de toneladas, um aumento de 3% sobre a safra passada (2012/13) que foi recorde, atingindo o volume de 15,82 milhões de toneladas.

Uma atitude de todos para o bem-estar da vida urbana.

O prefeito Gustavo Fruet determinou ontem a abertura de uma sindicância para investigar denúncias de supostas irregularidades no Instituto Curitiba de Saúde (ICS). Fruet já havia determinado a reunião do Conselho de Administração, que acontecerá na próxima semana. O presidente do ICS, Wilson Michaelis, pediu afastamento do cargo para que o Conselho Administrativo do órgão tenha liberdade para investigar as denúncias. Michaelis será ouvido pelo Conselho na próxima terçafeira (29). Já a situação do diretor de Administração e Finanças, Samir

Fouani, por questões legais, será anunciada assim que retornar de licença médica. Mudanças na estrutura do ICS já estão sendo feitas desde o início do ano, inclusive com a demissão recente de dois gerentes da Diretoria Financeira. O prefeito já havia determinado a revisão de todos os contratos do Instituto, muitos inclusive já tiveram redução de valores e ampliação na prestação do serviço.

Mudanças

De acordo com a Prefeitura as mudanças na diretoria não provocarão prejuízos aos usuários do ICS.


Aroldo Murá G. Haygert

Contato com o jornalista: aroldo@cienciaefe.org.br

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de outubro de 2013 | Pág. A3

EM 2014, SÓ SERÁ ‘CLASSE A’ QUEM GANHAR A PARTIR DE R$ 17 MIL/MÊS A ABEP – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa passará a adotar á partir de Janeiro de 2014 um novo critério que não é uma simples atualização de valores do atual. Antes do CCEB – Critério de Classificação Econômica Brasil existiam muitas formas de calcular o poder de consumo das famílias brasileiras, o que impedia a comparação entre pesquisas realizadas em regiões diferentes, por empresas diferentes em momentos diferentes. O Critério atual leva em consideração os dados coletados em 11.000 domicílios em 9 regiões metropolitanas (Distrito Federal, Salvador, Recife, Fortaleza, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre). O CCEB – 2014 terá como base a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do IBGE. O estudo proporciona maior representatividade em função do tamanho a amostra de 62.000 domicílio e da cobertura geográfica nacional estratificada por grandes regiões geográficas e por áreas metropolitanas, urbanas e rurais. O CCEB também fez alterações nos itens de posse de bens e no peso dado a cada um e a inclusão de acesso a serviços públicos (água encanada e rua pavimentada). Essas alterações atualizam o CCEB frente as variações na renda a na posse de bens das famílias, produzidas pelas mudanças na economia brasileira. Sobre o tema, que interessa a tantos, a coluna foi ouvir a opinião de um dirigente de organização com boa tradição em Curitiba, Bruno Souza Lopes, diretor e criador do Instituto Souza Lopes. Ele responde a questões chave, como a nova nomenclatura, em que apenas os detentores de renda mensal de R$ 17.434,00 poderão ser classificados como pertencentes à classe A. Para Bruno – que ficou conhecido como “Bruno do IBOPE”, pois chegou em Curitiba nos anos 80 para dirigir o IBOPE local, praticamente nada muda. Nem serão sentidas alterações nas avaliações de pesquisas de intenção de votos, tema palpitante, devido as próximas eleições. “Na prática, o mercado não muda, o que muda é apenas a forma de leitura dos resultados”, diz o analista, cuja entrevista segue:

A - Para janeiro de 2014, os institutos de pesquisa de opinião e de marketing e publicidade deverão se adaptar a um novo patamar: classe A passará a ser aquele indivíduo que tem renda de R$ 17 mil mensais. Peço que nomine a organização que normatiza o assunto. Em linhas gerais, sua opinião sobre a matéria. A) Como as mudanças proporcionam ganhos reais de qualidade na informação, acredito que a adaptação será automática, como nas mudanças anteriores. Os valores apresentados são resultado da declaração das famílias na coleta de dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do IBGE, e parecem estar mais coerentes com economia atual. Os patamares atuais não condizem com os valores dos bens e serviços oferecidos para as classes mais elevadas. Gostei do novo CCEB - 2014, acho que é mais representativo. B - Isso, então, quer dizer que as avaliações até agora feitas em torno de classes A,B,C,D - estão furadas? B) Não invalida as avaliações anteriores, em cada momento usamos as métricas disponíveis. O lado negativo é que não poderemos fazer comparações. Quando mudamos o critério interrompemos a série histórica. Mas não podemos deixar de melhorar o critério de classificação por isso. Como os critérios são completamente diferentes, não será possível estabelecer comparações entre os percentuais de distribuição de classe atuais com os novos à partir de Janeiro de 2014. C - Na sua opinião, a nova norma não limitará por demais as avaliações, considerando-se que um salário de R$ 17 mil pode ser considerado alto mesmo em países desenvolvidos? C) O CCEB é uma ferramenta para avaliar o potencial de consumo e como tal deve oferecer uma análise mais próxima da realidade. A Pesquisa do IBGE não levanta salário e sim a Renda Familiar Declarada, e no CCEB – 2014 a

DELAZARI NA UTI Por anos, o membro do MP estadual Luiz Carlos Delazari foi um dos braços direito de Roberto Requião, quase sempre aparecendo como elemento conciliador a aparar. Na última administração Requião, foi Ouvidor do Estado e o filho, secretário de Segurança Pública. Os amigos de Delazari estão muito preocupados: há duas semanas ele está internado na UTI de um hospital de Curitiba. Sofreu ataque cardíaco violentíssimo. Delazari foi um dos personagens de meu livro Vozes do Paraná 1, editado em 2008. Luiz Carlos Delazari

NOVA FACULDADE DE MEDICINA Nos meios educacionais de Curitiba é dada como certa que a nova faculdade de Medicina que caberá à Capital, como parte da novíssima política do Governo Federal de ampliação do ensino médico no país, caberá ao grupo Pequeno Príncipe. A instituição dirigida por Etti Fortes é considerada de boa qualidade, a partir dos serviços prestados pelo Hospital Pequeno Príncipe (pediátrico), tendo também a seu favor já manter cursos superiores na área da Saúde, como o Curso de Enfermagem, na Avenida Iguaçu.

Classe A corresponde a 2,80% da população brasileira. D - A chamada classe média brasileira, a partir de 2014, vai se ampliar (hoje seriam mais ou menos 25 milhões de pessoas que a compõem). Isso faz uma grande diferença, porque haverá diversos patamares em que caberão o nome de Classe Média. Dê sua opinião. D) É importante observar que as variações na quantidade de pessoas em uma determinada classe não significa que a população ficou mais rica ou mais pobre. É apenas resultado da mudança no critério de classificação. A Classe Média é a mais numerosa e é responsável pela maior fatia do volume de consumo das famílias do país. Em função destes valores o mercado necessita de um maior detalhamento, justificando a segmentação em vários patamares que permitam que os estudos sejam direcionados conforme os grupos de produtos e serviços. E - A definição de “nova classe média”, que emergiu dos programas sociais a partir de FHC e Lula sempre soou exagero. Na verdade, pobres, às vezes muito pobres, com acesso a crédito, em função do Bolsa Família, entraram nessa categoria. E para onde essa fatia da população irá a partir de janeiro?

E) A entrada de milhões de pessoas no mercado de consumo é uma realidade. O aumento no número de pessoas empregadas produziu um aumento real da renda familiar. A manutenção no nível de geração de empregos pode contribuir para manter o consumo das famílias e o crescimento da classe média. O aumento no número de pessoas nas classes D e E no novo critério não quer dizer que a população ficou mais pobre, provavelmente seja resultado da mudança do critério e da ampliação da área geográfica de cobertura da coleta de dados, incluindo grandes regiões, com cidades de todos os tamanhos e áreas rurais. F - Como analista de opinião pública, a nova definição de classe A - e ampliação das demais - tornará mais precisas as avaliações sobre o que pensa, como vive, como se comporta a população brasileira?. F) Acredito que o novo CCEB – 2014 retrate melhor o perfil das famílias brasileiras, isso vai proporcionar estudos de mercado mais representativos. G - Na prática, partidos políticos, por exemplo, deverão sofrer algum tipo de “ajuste” em suas campanhas eleitorais? G) O critério não muda o comportamento das pessoas. Na prática, o mercado não muda, o que muda é apenas a forma de leitura dos resultados. Na política também não deve haver mudanças. A interpretação dos desejos e necessidades da população independe da classificação econômica.

duas militantes fora detidas. O bloqueio continuou. No dia 8 de outubro, houve uma mobilização massiva na capital de Córdoba, através da qual se denunciou a “emergência ambiental” da província. Entre os motivos da marcha estava a rejeição à Monsanto, aos altos índices de desmatamento e a emergência hídrica. A Monsanto anunciou a suspensão da obra, mas há três dias tentou avançar com caminhões por uma nova entrada (pela parte de trás da área de 30 hectares). Os membros da assembleia também fecharam esta passagem. Para cada bloqueio, a empresa respondeu com a abertura de um novo portão. Os membros da assembleia de Córdoba fecharam o trânsito e as cinco entradas do prédio. E, na segunda-feira passada, a Monsanto anunciou à Uocra que suspenderia as atividades até as eleições. Gastón Mazzalay, da Malvinas Luta Pela Vida, destacou os aspectos positivos de se ter freado a construção da obra e alertou sobre o que poderia acontecer depois de domingo. “Reprimir esta semana teria um custo político alto. Mas, com certeza voltarão a mandar a polícia para reprimir os moradores e para proteger a empresa”, afirmou. Mazzalay lembrou que a instalação da Monsanto é “ilegal” devido à “fraudulenta” autorização da Secretaria do Meio Ambiente, e porque não se cumpriu a Legislação Geral do Meio Ambiente (25.675), que determina estudos de impacto ambiental assim como uma audiência pública prévia à instalação de fábricas como esta da Monsanto. Em Córdoba não foram cumpridos nenhum dos requisitos. A Monsanto é a maior corporação agrícola do mundo. Domina 27% do mercado de sementes (transgênicas e convencionais) e 86% do mercado de transgênicos.

OPINIÃO DE VALOR

Argentinos bloqueiam a Monsanto As assembleias socioambientais de Córdoba mantém há um mês um bloqueio no imóvel da Monsanto, onde a companhia pretende construir a maior fábrica de sementes de milho da América Latina. Os membros exigem que a população possa escolher se aceita, ou não, ter 240 enormes depósitos em seu bairro. A empresa suspendeu momentaneamente a obra e, em paralelo, a ONG Funam denunciou o governo de Córdoba por “violar todos os passos” administrativos para a autorização da fábrica. Uma pesquisa recente revelou que 63% dos moradores da cidade rejeitam a instalação da Monsanto e 67% apoiam a reivindicação dos membros da assembleia. Hoje haverá novas ações contra a empresa e denúncias ao modelo extrativista. A reportagem é de Darío Aranda, publicada no jornal Página/12, 23-10-2013. Fonte: http://goo.gl/ITGs5C Em 19 de setembro realizou-se um festival artístico nas Malvinas Argentinas, a 20 km do centro de Córdoba. O lema era “Primavera sem Monsanto”. Havia grupos musicais e palestras. Neste dia começou o bloqueio à Monsanto, no portão de entrada da fábrica. Na semana do acampamento,

Soja transgênica Monsanto

um grupo da União Operária da Construção da República Argentina (Uocra) amedrontou os membros da assembleia. Na segunda-feira, 30 de setembro, a polícia de Córdoba reprimiu o acampamento e tentou liberar a passagem. Sofía Gatica (das Mães de Ituzaingó) foi espancada e hospitalizada e outras

Jornalista Dario Aranda

Em junho de 2012, conseguiu a aprovação do Ministério da Agricultura, para uma nova semente de soja transgênica (“Intacta RR2”), o que estimula uma nova lei de sementes. No fim de semana passado, a empresa de consultoria Sicchar divulgou uma pesquisa de opinião eleitoral feita em Córdoba, realizada com 1.000 entrevistados (400 na capital e 600 no interior da Província). Interrogou sobre as obras públicas, a educação, o serviço de energia elétrica, as ações da polícia, a intenção de voto e, como novidade, duas perguntar referentes à maior empresa de agronegócios do mundo. “Vocês concorda ou discorda da instalação da Monsanto nas Malvinas Argentinas?” 63,2% se posicionaram contra e 19,3 a favor; 6,9 eram indiferentes e 10,5 não se posicionaram ou não responderam. “Você concorda ou discorda com os moradores que protestam contra a instalação da Monsanto?” 66,8 % afirmaram estar de acordo com os moradores que rejeitam a multinacional. Os outros 33,8% foram contra, 3,1% se mostraram indiferentes e 2,3% se abstiveram. À nova pesquisa soma-se outra, divulgada em abril deste ano, realizada por sete pesquisadores da Universidade Nacional de Córdoba, da Universidade Católica e do Conicet. O levantamento foi realizado apenas nas Malvinas Argentinas. Nove em cada dez (87%) se mostraram a favor da realização de uma consulta popular na localidade e 58% explicitaram sua rejeição à instalação da Monsanto. Na segunda-feira passada, em frente ao Congresso Nacional, as assembleias de Buenos Aires começaram um acampamento, por tempo indeterminado, em apoio aos seus colegas de Córdoba. E hoje, em Córdoba, haverá uma mobilização contra a instalação da Monsanto. (IHU)


Geral/Curitiba

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de outubro de 2013 | Pág. A4 abnoticias@abcom.com.br

AB Notícias IPVA RENDE 17 MILHÕES

Apucarana, Arapongas, Ivaiporã, Jandaia do Sul e Faxinal, Norte do Paraná, vão receber cerca de 17 milhões de reais do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A maior parte dos recursos será investida na melhoria da infraestrutura viária, especialmente o asfalto. As prefeituras são obrigadas a aplicar 25% do total em educação e 15% em saúde e o restante é investido e outras áreas prioritárias.

EMPREENDEDORISMO EM FOCO

Umuarama realiza um projeto para apresentar aos empreendedores de 25 bairros da cidade a proposta do microcrédito oferecido pela Caixa Econômica Federal. São realizados cinco encontros durante este mês para a apresentação das condições. O objetivo é dar mais chances a quem quer investir em um negócio a juros baixos. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio e tem como intenção fomentar pequenos negócios e gerar renda.

Trabalho

RMC registra a menor taxa de desemprego do país A taxa ficou em 3,3% da população economicamente ativa em setembro

PIONEIRO NO PARANÁ

O Paraná se destaca na agroecologia com o Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA), pioneiro no Brasil em pesquisas na área. O local visa o envolvimento dos agricultores em ações como construção de galinheiros com bambus, cultivo de produtos sem agrotóxicos e agricultura familiar. Agora, o governo federal lançou um plano nacional que deve oferecer assistência técnica para 75 mil famílias em todo o Brasil que se dedicam à produção orgânica.

LIXO ELETRÔNICO

Cianorte realiza neste sábado, 26, a coleta de lixo eletrônico. Um caminhão ficará no estacionamento da Associação Comercial e Industrial durante todo o dia. A população poderá fazer o descarte de aparelhos eletroeletrônicos, como computadores, impressoras, microondas, televisores, rádios, celulares e outros. Eesses equipamentos são nocivos ao meio ambiente e a coleta tem por objetivo dar destinação correta a esses materiais.

MUITAS VAGAS

Cerca de 1.700 empregos diretos e indiretos devem ser criados até 2018 em Arapoti, nos Campos Gerais. A Capal Cooperativa Agroindustrial investe 60 milhões de reais na construção de uma fábrica na cidade. O empreendimento vai se encaixar no Programa Paraná Competitivo, com o objetivo de levar a industrialização para o interior do Estado. O programa já confirmou mais de 25 bilhões de reais em novos investimentos que estão criando 150 mil empregos.

SAÚDE NA CAPITAL

O Núcleo de Apoio à Saúde da Família realiza no bairro Barreirinha, em Curitiba, atividades físicas com a população. Duas vezes por semana, cerca de 100 pessoas se reúnem para se exercitar e receber dicas de saúde. Os participantes fazem aulas de dança e têm acompanhamento de uma equipe de saúde com testes de pressão, além de poder fazer o agendamento de outros exames.

PEQUENAS EMPRESAS

Em 2013, os pequenos negócios no Paraná receberam do Governo do Estado financiamentos que somam 34,5 milhões de reais. Até o final do ano, a previsão é de abertura de outros 70 milhões de reais em novas linhas de crédito para 2014. O dinheiro faz parte das ações do programa Banco do Empreendedor que oferece taxas de juros reduzidas e consegue fortalecer a pequena empresa.

HISTÓRIA PRESERVADA

O museu de Céu Azul, no Oeste, está aberto para visitação da comunidade. O espaço tem como objetivo contar uma parte da história do município desde a sua colonização. As Secretarias Municipais de Educação e Cultura estão trabalhando para reunir novos elementos e oferecer a chance da população saber mais sobre sua cidade. O espaço está instalado anexo ao Ginásio de Esportes Ivar Ranzi e a visitação deve ser agendada.

CONSÓRCIO DE MUNICÍPIOS

Municípios do Centro-Sul do Estado assinaram protocolo de intenções para a implementação de um consórcio intermunicipal para gerir os resíduos sólidos. Ao todo, 11 prefeituras da região de Guarapuava cogitam aderir a esse sistema e outros três devem assinar o protocolo nos próximos dias. A proposta de gestão compartilhada do lixo visa dividir os custos do aterro e de todo o sistema de coleta e triagem de resíduos.

MUITO DOCE

O açúcar pode ser tão prejudicial quanto o cigarro e o álcool, segundo a conclusão de cientistas americanos. As informações do jornal britânico Daily Mail destacam que o consumo excessivo está associado à elevação de casos de doenças como obesidade, câncer, problemas no coração e no fígado. O artigo indica que o açúcar contribui para a morte de 35 milhões de pessoas por ano, em todo o mundo.

BONS RESULTADOS

Cascavel se destaca no atendimento às gestantes e recém nascidos e reduz as taxas de mortalidade infantil. As 32 unidades básicas de saúde fazem o pré-natal e dão atenção às mães. Por ano nascem em média quatro mil crianças. Segundo informações do Comitê Municipal de Investigação e Prevenção, em 2011 o município registrou 10,44 mortes para cada mil

Entre as sete áreas de capitais pesquisadas, a Região Metropolitana de Curitiba mantém-se como a de menor desemprego, seguida de Porto Alegre

A

taxa de desemprego da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), conforme a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) e Ipardes (Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social), foi de 3,3% da população economicamente ativa em setembro. Esta taxa é levemente superior

à do mês de agosto, e à de setembro do ano passado, quando alcançou 3,2%. Entre as sete áreas de capitais pesquisadas, a RMC mantém-se como a de menor desemprego, seguida de Porto Alegre. O diretor do Centro Estadual de Estatística do Ipardes, Daniel Nojima, explica que essa estabilidade segue em linha com a que se observou para as outras seis regiões

metropolitanas do País, que, em conjunto, alcançaram taxa de 5,4% em setembro, contra 5,3% do mês anterior e os mesmos 5,4% à de um ano atrás. As maiores variações, ainda que pequenas (de 0,4 ponto percentual), foram registradas para Recife e para São Paulo. Particularmente, o aumento observado na RMC de um mês para o outro deveu-se ao indicativo de queda no pessoal ocupado

Primeira fase do metrô de Curitiba será estendida e irá até o Cabral A primeira fase do metrô de Curitiba terá 17,6 quilômetros, entre a CIC e o terminal do Cabral. O traçado, previsto no estudo elaborado pelo grupo Triunfo Participações, vencedor do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) aberto pela Prefeitura, é 3,6 quilômetros mais extenso que o do projeto anterior, pelo qual a primeira fase ia apenas até a Rua das Flores. A extensão total da Linha Azul, entre a CIC e o bairro Santa Cândida, será de 22 quilômetros. De acordo com o estudo da Triunfo Participações, a conclusão do trecho até o Cabral está prevista para 2019. Porém, em 2018 o metrô já começa a operar até a Rua das Flores. A continuação da linha até o Terminal Santa Cândida poderá ser realizada numa segunda

etapa, que exigirá outra licitação e nova busca de financiamento. Na primeira fase, o metrô terá 14 estações. Mais duas serão implantadas caso a segunda fase seja executada, totalizando 16 estações. O número foi definido a partir de estudos de demanda de passageiros, de forma a otimizar a estrutura do metrô. O projeto original do metrô de Curitiba foi desenvolvido a partir de 2009, pelo Consórcio Novo Modal. Por ele, o metrô seria construído em duas etapas independentes. A primeira previa uma linha entre as estações CIC-Sul e a Rua das Flores, num trecho de 14,2 quilômetros. A segunda etapa, até o Terminal Santa Cândida. Em 2013, já sob a gestão do prefeito Gustavo Fruet, constituiuse uma Comissão de Revisão do

Metrô, com objetivo de reavaliar o projeto e apresentar um parecer técnico e econômico-financeiro, visando orientar as definições do governo municipal. A Comissão de Revisão concluiu que o projeto original não poderia ser implementado, pois o orçamento, de R$ 2,3 bilhões, estava subavaliado e a demanda de passageiros superestimada, entre outras inconsistências. Em maio deste ano, a Prefeitura decidiu lançar a PMI, em busca de estudos mais aprofundados que pudessem complementar o plano inicial. Paralelamente, abriu-se negociação com o governo federal para a liberação de mais R$ 2,1 bilhões para as obras, orçadas em R$ 4,5 bilhões pelo estudo do grupo Triunfo Participações.

Estado recupera 10 vias de acesso ao Porto de Paranaguá As obras de recuperação das vias de acesso ao porto de Paranaguá começaram nesta semana pela Avenida Coronel José Lobo. Ao longo dos 1.138 metros da avenida, todos os trechos ruins passarão por drenagem e receberão nova pavimentação. Anunciada pelo Governador Beto Richa no fim de setembro, a obra faz parte de um pacote de intervenções que prevê recondicionamento de 10 ruas e avenidas principais, com R$ 2,4 milhões em recursos próprios da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa). As vias que receberão manutenção foram concretadas pela Appa, em 2004, mas desde então não receberam manutenção. De acordo com Bruno Athanasio, gerente técnico da BRF Engenharia, empresa ganhadora da licitação, na Avenida José Lobo, assim como nas demais, todas as placas de concreto com problemas serão substituídas ou recuperadas. Em relação à drenagem, o técnico afirma que será removido o excesso de água acumulado embaixo das placas, o que amolece as bases, causando vazios e quebras. “Todos os trechos que apresentarem pro-

Divulgação APPA

Ao longo dos 1.138 metros da avenida, todos os trechos ruins passarão por drenagem e receberão nova pavimentação

blemas serão recuperados. O mais crítico é o que está sendo recuperado primeiro, entre as ruas Soares Gomes e Comendador Correia”, diz Athanasio. Segundo o gerente da BRF, o prazo para a conclusão das obras na Avenida José Lobo é de 20 dias. Considerando as dez vias, o prazo máximo para a execução das obras é de 12 meses. Na sequência à avenida José Lobo, serão recuperadas a Avenida Portuária, Avenida Governador Manoel Ribas, Rua Manoel

Bonifácio, Avenida Coronel Santa Rita, Rua Barão do Rio Branco, Rua Professor Cleto, Avenida Portuária II, Rua Soares Gomes e Rua Doutora Ludovica Bório. “A recuperação das vias do entorno do Porto de Paranaguá beneficia não apenas o acesso dos veículos aos terminais, mas, principalmente, a população que poderá circular pela área com mais segurança e tranquilidade. O tráfego por aqui tende a ficar bem melhor”, afirma o superintendente da Appa, Luiz Henrique Dividino.

e ao aumento da desocupação, que alcançou, estimadamente, 55 mil pessoas em setembro, afirma Nojima. Ainda assim, diz o economista, o nível de ocupação permanece elevado, correspondendo a 57,8% da população em idade ativa – percentual superior ao do total das seis regiões metropolitanas pesquisadas, que foi de 54% em setembro no mesmo critério.

Detran faz 3 mil exames extras de direção O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) vai aumentar em 25% o número de exames práticos de direção neste fim de ano em Curitiba. Em novembro, serão abertas mais de 200 vagas extras por dia, e o número de condutores atendidos chegará a 15 mil, cerca de 3 mil a mais que a média mensal. A meta é evitar demora no tempo de espera dos candidatos, já que historicamente o período registra maior procura dos usuários pela primeira habilitação. “Vamos intensificar os exames para dar celeridade aos processos e, assim, não deixar ninguém esperando mais que 20 dias entre os testes teóricos e práticos”, explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad. Segundo ele, a medida responde à solicitação do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores e dá continuidade ao projeto lançado em 2011, que levou mutirões de atendimento às cidades em que o prazo de espera estava acima da média estadual. “Em 2010 este prazo chegava a 50 dias. Hoje, os mutirões já atenderam 36 mil pessoas nas diversas cidades do Estado”, conta o assessor de operações, Abdo Tarbine. Para realizar os testes, o grupo de examinadores foi reforçado. Hoje, 19 servidores atuam na função na unidade do bairro Tarumã, na Capital. A partir de novembro, serão mais nove funcionários, remanejados de funções administrativas.

MUTIRÕES

Os mutirões de exames vão continuar no período. Uma edição está programada e já agendada para 9 de novembro, na qual vão ser atendidos 800 candidatos que estão aptos para esta fase do processo. Em dezembro serão mais dois eventos, com data a ser definida.


Contexto Político Na reta final da campanha

O PT promove nesta sexta-feira, em Cascavel, mais um debate entre os candidatos à presidência do partido, na convenção que será realizada dia 10 de novembro. Será às 19 horas, na Câmara Municipal. No sábado o debate será em Francisco Beltrão. Participam do debate os quatro candidatos à presidência estadual do PT: Enio Verri, candidato à reeleição pela chapa “O Partido que Muda o Brasil”, Dr. Rosinha, da chapa “Mensagem ao Partido – Paraná”, Roberto Elias Salomão, pela chapa “Constituinte, Terra, Trabalho, Soberania”, e Ulisses Kaniak, da chapa “Luta Socialista”.

Roseli Abrão

cado. Para Caito, numa obra que, ao final, custará mais de 2 bilhões de reais, é como “fazer um banquete e economizar no cafezinho”.

Perigo

Obras

Cidades de todas as regiões do Paraná foram selecionadas para receber verbas do Governo Federal para pavimentação e saneamento. A informação é do deputado federal André Vargas, do PT, que diz que os investimentos fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). No Paraná, 98 cidades foram selecionadas na área de pavimentação que juntas somam quase R$ 320 milhões em financiamento.

O deputado estadual Adelino Ribeiro, do PSL, entregou nesta quinta-feira, em Brasília, ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, o relatório final da CPI dos Planos de Saúde. Presidente da CPI realizada na Assembleia Legislativa, o deputado também protocolou pedidos para a liberação de recursos para o Hospital Universitário do Oeste, em especial a soma de R$ 13,8 milhões para a ampliação do pronto-socorro da instituição.

O Paraná continuará tendo 30 deputados federais e 58 deputados estaduais. É que o Senado aprovou na noite de ontem um decreto legislativo que derruba decisão do Tribunal Superior Eleitoral que havia redistribuído o número de parlamentares de 13 Estados. Pela decisão do TSE, o Paraná perderia um deputado federal e um estadual. A matéria será, agora, apreciada pela Câmara Federal.

O deputado Caito Quintana, do PMDB, pediu a Copel que interceda junto a Neoenergia em favor das 362 famílias de agricultores que terão suas terras inundadas com a construção da Usina do Baixo Iguaçu, no Sudoeste do Estado. É que os preços oferecidos pelo consórcio, do qual a Copel faz parte, é abaixo do valor de mer-

Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de outubro de 2013 | Pág. A5

Planos de saúde

Deputados

Baixo Iguaçu

Diário Indústria&Comércio

roseli@roseliabrao.com.br

Será que aprovam? Da tribuna da Assembleia Legislativa Caito alertou que se caminha para “um caminho perigoso”. -- A Copel precisa assumir o papel de negociadora, disse Caito, que afirmou que é preciso considerar “o lado humano dessa história para impedir que essas famílias que estão sendo obrigadas a deixar suas propriedades virem sem-terra perambulando pelas estradas do Paraná.

Vai a debate no plenário da Câmara Federal proposta do Grupo de Trabalho de Reforma Política que acaba com o voto obrigatório nas eleições. Pela legislação em vigor o voto é facultativo para eleitores de 16 e 7 anos e para os que têm mais de 70 anos.

Doações de campanha

O Grupo de Trabalho da Reforma Política também discutiu um teto para despesas de campanha e para doações.

sondagem

Atividade da construção civil melhorou em setembro A capacidade de operação subiu de 69%, em agosto, para 70% em setembro

Uma das propostas, apresentada pelo deputado Alfredo Sirkis (PSB-RJ), estabelece que as doações de pessoas físicas poderão ocorrer apenas diretamente para candidato. Já as empresas, de acordo com a proposta, doarão somente para os partidos. Foi rejeitada pelo grupo proposta de proibir doações de empresa.

Maldade

O senador Roberto Requião não perdeu a oportunidade de “provocar” o casal de ministros Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo com a mais recente notícia que André Gaievski foi preso por tentar coagir testemunhas o filho contra seu pai, o exassessor da Casa Civil, Eduardo Gaievski. -- Não procede noticia que André Gayivski, filiado no PT por Paulo Bernardo, será vice de Gleisi na chapa governo do Paraná. Maldade pura de gente ruim, diz Requião.

Batalhão de fronteira

A Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa aprovou, na última na quarta-feira, proposta do governo do Estado que aprova crédito especial no valor de R$ 500 mil para viabilizar a aquisição de terreno para a construção do Batalhão de Fronteira da Polícia Militar em Marechal Cândido Rondon.

Entre aspas

“Espionar amigos é totalmente inaceitável". Da chanceler alemã, Angela Merkel, ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao saber que até seu telefone celular foi “grampeado” pelas forças de segurança do governo norte-americano.

Taxa de desemprego fica em 5,4% em setembro, diz IBGE A taxa de desemprego ficou em 5,4% em setembro deste ano, maior do que a de agosto (5,3%) e a mesma de setembro de 2012. O dado foi divulgado na quinta-feira (24/10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na Pesquisa Mensal de Emprego (PME). A pesquisa mostra que 1,3 milhão de pessoas estavam desocupadas em setembro, mantendo estabilidade em relação a agosto deste ano e a setembro do ano passado. A população ocupada ficou em 23,2 milhões de pessoas, isto é, praticamente o mesmo número do mês anterior e também de setembro de 2012. O total de trabalhadores com carteira assinada ficou em 11,8 milhões, o mesmo de agosto, e 3,5% maior do que setembro do ano passado, ou seja, mais 399 mil postos de trabalho.

RENDIMENTO

Segundo dados da pesquisa do IBGE, o rendimento médio real do trabalhador subiu pelo segundo mês consecutivo e chegou a R$ 1.908 em setembro deste ano. O crescimento é 1% em relação a agosto (R$ 1.888,50) e 2,2% na comparação com setembro do ano passado (R$ 1.866,60). Na comparação com agosto, o maior aumento nos rendimentos foi observado no setor de indústria extrativa, de transformação e distribuição de eletricidade, gás e água (3,2%). Já na comparação com setembro de 2012, o maior ganho foi obtido pelos trabalhadores domésticos (5,1%). Entre as categorias de emprego, as maiores altas ocorreram entre os empregados do setor privado sem carteira assinada, em ambos os tipos de comparação: 2,5% em relação a agosto e 8,4% em relação a setembro do ano passado.

Dívida Pública Federal teve redução de 0,14%

O indicador de evolução do número de empregados evoluiu de 52,8 pontos para 54,6 pontos

O indicador do nível de atividade da indústria da construção subiu de agosto para setembro, de acordo com dados divulgados na quinta-feira (24/10) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Segundo a Sondagem Indústria da Construção, o indicador passou de 47 pontos para 49,7 pontos, no período, em uma escala de 0 a 100 pontos. Resultados acima de 50 indicam crescimento da atividade. A sondagem também mostra que o nível de atividade efetivo em relação ao usual, embora ainda abaixo da linha de 50 pontos, aumentou de 43,5 pontos, em agosto,

para 46 pontos em setembro. Para a CNI, outro ponto positivo da sondagem é que a capacidade de operação aumentou de 69%, em agosto, para 70% em setembro. “Há sinais de uma tendência de melhora, indicando que o período mais negativo do ano já passou e o fim de 2013 pode voltar a mostrar crescimento na indústria da construção”, prevê a CNI. Apesar dessa perspectiva, a sondagem também mostra que, no terceiro trimestre, os empresários do setor continuaram insatisfeitos com os lucros e a situação financeira e enfrentaram dificuldades com

o crédito. O indicador de satisfação com a margem de lucro operacional ficou em 46,3 pontos, o de satisfação com a situação financeira alcançou 48,5 pontos, e o de acesso ao crédito, 41,8 pontos. Os valores abaixo de 50 indicam insatisfação com a situação financeira e com a margem de lucro e dificuldade de acesso ao crédito. Segundo a CNI, os preços dos insumos e das matérias-primas aumentaram no trimestre. O indicador ficou em 60,4 pontos, acima da linha divisória de 50 pontos, o que mostra aumento. Mas, para os próximos seis me-

ses, há otimismo dos empresários. Segundo a confederação, todos os indicadores de expectativas para os próximos seis meses ficaram acima dos 50 pontos. Para o nível de atividade nos próximos seis meses, o indicador aumentou de 54,2 pontos, em setembro, para 56 pontos este mês; o de novos empreendimentos e serviços subiu de 53,8 pontos para 55,9 pontos; o de compras de matérias-primas passou de 54,2 pontos para 54,7 pontos e o de evolução do número de empregados evoluiu de 52,8 pontos para 54,6 pontos.

Inflação pelo IPC-S sobe em cinco capitais O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou em cinco das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) entre a segunda e a terceira semana de outubro. As maiores altas foram observadas nas cidades de Salvador,

Brasília e do Recife, as três com aumento de 0,12 ponto percentual na taxa. Em Brasília, a inflação chegou a 0,32%. Em Salvador e no Recife, as taxas ficaram em 0,29% e 0,12%, respectivamente. Também apresentaram altas as cida-

des de Porto Alegre (0,08 ponto percentual, ao passar de 0,63% para 0,71%) e São Paulo (0,05 ponto percentual, ao passar de 0,49% para 0,54%). Duas cidades tiveram queda na taxa: o Rio de Janeiro (0,09 ponto percentual, ao passar de

0,56% para 0,47%) e Belo Horizonte (0,02 ponto percentual, ao passar de 0,7% para 0,68%). A média nacional do IPC-S, divulgada ontem (23), aumentou 0,04 ponto percentual e fechou a terceira semana de outubro em 0,49%.

A Dívida Pública Federal (DPF) teve redução nominal de 0,14% no mês de setembro, em relação a agosto, passando de R$ 1,991 trilhão para R$ 1,988 trilhão, resultado do resgate líquido de R$ 13,84 bilhões em papéis da dívida, compensado em parte pela apropriação de R$ 11,02 bilhões em juros, de acordo com números divulgados na quinta-feira (24/10) pelo Tesouro Nacional. As emissões de títulos públicos corresponderam a R$ 56,02 bilhões no mês, enquanto os resgates alcançaram R$ 69,86 bilhões, o que dá resgate líquido de R$ 13,84 bilhões. Do resgate líquido, R$ 13,51 bilhões correspondem ao da dívida mobiliária interna e R$ 330 milhões, da dívida externa. O relatório do Tesouro mos-

tra que os ingressos referentes à dívida contratual somaram R$ 45,16 milhões no mês passado, enquanto os resgates da Dívida Pública Federal externa (DPFe) totalizaram R$ 370,29 milhões, dos quais R$ 157,90 milhões referentes a abatimento do principal e R$ 212,40 milhões de pagamento de juros, ágios e encargos. O resgate de títulos da Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) totalizou R$ 69,49 bilhões, com destaque para os títulos remunerados por taxas flutuantes, que somaram R$ 67,53 bilhões, equivalentes a 97,18% do total. Já os vencimentos efetivos no mês somaram R$ 67,55 bilhões, dos quais R$ 67,26 bilhões referentes aos vencimentos de Letras Financeiras do Tesouro (LFT).

Mantega pede que estados superem divergências e acabem com guerra fiscal O ministro da Fazenda, Guido Mantega, pediu que os estados superem as divergências para que o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) convalide os incentivos fiscais em vigor. O fim da guerra fiscal - prática em que as unidades da Federação usam a desoneração de impostos para atrair empresas - é condição necessária para aprovar a reforma do Imposto sobre a Circulação

de Mercadorias e Serviços (ICMS). "Quando acaba uma divergência, começa outra. Antes, alguns estados tinham discordâncias que foram resolvidas na última reunião do Confaz, mas outros três estados passaram a apresentar divergências para convalidar os incentivos", comentou o ministro, que participa de sessão temática do Senado que discute o pacto federativo.


negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de outubro de 2013 | Pág. A6

Empresas&Produtos Luigi Bertolli lança #vádecibi A Luigi Bertolli acaba de lançar um iniciativa focada em mobilidade urbana. A #vádebici é uma das primeiras ações nacionais de marcas de moda a incentivar seus consumidores a utilizar a bicicleta como meio de transporte. A fri.to é a agência responsável pela criação de hotsite e aplicativo na fanpage da marca. O app, que leva o mesmo nome da campanha, agregará todas as #vádebici postadas no facebook, além de notícias e informações sobre ações relacionadas ao movimento. No hotsite, haverá ainda calendário de eventos. A ideia partiu por conta da marca acreditar em duas premissas: que moda deve influenciar positivamente o estilo de vida das pessoas e não pode ignorar a realidade social. Neste ano a Luigi Bertolli abriu mão das tradicionais campanhas de Natal e se dedicará exclusivamente ao movimento #vádebici. A partir do dia 11 de novembro, a cada R$ 50,00 em compras, os consumidores poderão concorrer a 100 bicicletas dobráveis e uma viagem para Amsterdam, conhecida como a capital mundial da bicicleta.

Chegaram os panettones Qualitá Já estão nas gôndolas de toda a rede Extra e Pão de Açúcar os tradicionais panettones da marca Qualitá. O produto pode ser encontrado em versões de 400g (sabores Frutas e Chocolate), 500g (Trufado – que, além de gotas de chocolate, vem recheado com creme de chocolate trufado) e 80g (Frutas e Chocolates). Bem recheados e fresquinhos, eles são produzidos por fermentação natural, o que deixa a massa mais macia. Além disso, todas as versões são 0% gordura trans. A versão de 80 gramas é especial para as crianças. O sabor chocolate vem com motivos infantis, dicas na embalagem e ainda um cartão para recortar e decorar a árvore de Natal. A expectativa da Qualitá é crescer 15% com a venda de panettones deste ano em comparação ao Natal de 2012. Os panettones também podem ser encontrados nas lojas virtuais de cada marca: www.paodeacucar.com.br e www.extra.com.br

Vestibular de verão Uninter Já estão abertas as inscrições para o vestibular de verão do Centro Universitário Uninter. Os candidatos podem optar pela prova tradicional, que será realizada no dia 24 de novembro, ou agendá-la durante a semana, em várias opções de dias e de horários. Mais informações no site www.uninter.com/vestibular, pelo telefone 0800 702 0500 ou na Secretaria Acadêmica do Campus Tiradentes.

pessoas com deficiência no Walmart As lojas da rede Walmart, BIG, Mercadorama, Maxxi, TodoDia, Sam's Club e os Centros de Distribuição oferecem vagas para pessoas com deficiência em diversas áreas. Os interessados podem entregar o currículo na unidade mais próxima ou cadastrar através do site www.walmartbrasil.com.br. Os currículos também podem ser encaminhados para o e-mail diversidade@walmart.com.

Coral Atuação O Coral da Escola Atuação, formado por 63 alunos entre 8 e 14 anos, está aberto a convites para apresentações. O repertório inclui músicas variadas, como canções de Natal e meio ambiente. A contratação do Coral não tem custo, sendo necessário apenas disponibilizar um ônibus para levar os alunos ao local da apresentação, caso o ônibus do colégio não esteja disponível no dia. Todo ano, o Coral Atuação lança um CD. Para mais informações, entre em contato com a escola nos telefones 41 3274 6262 ou 3376 7772.

RENNER LANÇA PARCERIA COM IPANEMA A Bossa Nossa, marca própria da Renner, e a Ipanema, da Grendene, firmam uma parceria por segundo ano consecutivo e lançam uma coleção de beachwear exclusiva para arrasar no verão 2014. São modelos de sandálias e biquínis com os principais temas da estação como o tropicalismo, o estilo étnico, o p&b e o animal print. São 12 versões de biquínis que podem ser adquiridos em conjunto ou separadamente, além das sandálias Ipanema a R$ 19,90. Os produtos estão disponíveis nas 201 lojas da Renner ou no e-commerce (www. lojasrenner.com.br).

TROUSSEAU COMEMORA 22 ANOS Sofisticação, tradição e exclusividade. Em 1991, Adriana e Romeu Trussardi Neto abriram uma pequena loja de roupas de cama em São Paulo. Assim nascia a Trousseau, que se tornou sinônimo de bom gosto e elegância para vestir a casa. Hoje, a marca conta com 25 lojas próprias em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba e Salvador, além de uma loja virtual. Nesta quinta-feira, dia 24 de outubro, a marca completa 22 anos. E, para comemorar, Lenise Campos, coordenadora da Trousseau em Curitiba, recebe amigos e clientes para um brinde com espumantes e deliciosos docinhos. Quem for visitar a loja na data, localizada no Shopping Crystal, também poderá aproveitar descontos especiais.

EDITAL DE PROCLAMAS Cartório Distrital da Barreirinha JOAQUIM VIEIRA MACIEL - Titular Av. Anita Garibaldi ,1250 – Ahú – Fone (41) 3352-3002/3254-8424/3252-3605 Faço saber que pretendem casar-se e apresentarem documentos exigidos pelo artigo 1525, incisos I, III e IV; I, III,IV e V do Código Civil Brasileiro em vigência, os contraentes: 1 - DANIEL ZANDONA WILLE e VANESSA SANTOS BERNARDI; 2 - NEI ARTUR BOLLAUF e DEISY FABIANE ERMELINA SOARES; 3 - ANDRÉ MATOSO e PAULA FRANCO CIMATTI. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume. CURITIba, 24 DE OUTUBRO de 2013 EDITAL DE LEILÃO Gustavo Costa Aguiar Oliveira, leiloeiro Oficial, Mat. JuCEMG nº 507, devidamente autorizado pelo credor fiduciário abaixo qualificado, faz saber que, na forma da lei nº 9.514/97 e do Decreto-lei nº. 21.981/32 levará a lEilÃO PÚbliCO o imóvel a seguir caracterizado, nas seguintes condições: IMÓVEL: lote de Terreno nº 10 da quadra nº 30 do Conjunto residencial Mercúrio, ao lado da auto estrada- Curitiba/Pr, com área de 300,00 m² contendo uma casa de alvenaria de número 336 do tipo C-2 com área construída de 40,26 m², contendo 02 quartos, sala, cozinha, banheiro. imóvel regulamente matriculado sob o nº. 6.421 no registro de imóveis da 4º Circunscrição de Curitiba/Pr. DATA DOS LEILÕES: 1º Leilão: 04/11/2013 às 10:00 horas e o 2º Leilão (caso seja necessário) será realizando no dia 14/11/2013 às 10:00 horas. LOCAL: loja nº 42, Shopping Sul, localizado à av. Nossa Senhora do Carmo, nº 1.650, 2º andar, bairro Carmo. belo Horizonte/MG. DEVEDOR (A) FIDUCIANTE: Nilo Sérgio de Araújo Tavares, CPF/CNPJ nº 567.433.190-15. CREDOR FIDUCIÁRIO: Banco Intermedium S/A, CPF/CNPJ: 00.416.968/0001-01. DO PAGAMENTO: No ato da arrematação o arrematante deverá emitir 01 cheque caução no valor de 20% do lance. O pagamento integral da arrematação deverá ser realizado em até 24 horas, mediante depósito em dinheiro ou TED, na conta indicada pelo leiloeiro, sob pena de perda do sinal dado. após a compensação dos valores o cheque caução será resgatado pelo arrematante. DOS VALORES: 1º leilão: R$252.672,05 (Duzentos e cinquenta e dois mil, seiscentos e setenta e dois reais e cinco centavos). 2º leilão: R$ 78.171,12 (Setenta e oito mil cento e setenta e um reais e doze centavos),calculados na forma do art. 27 §§ 2º e 3º da lei nº 9.514/97. Os valores estão atualizados na presente data podendo sofrer alterações na ocasião do leilão. COMISSÃO DO LEILOEIRO: Caberá ao arrematante, o pagamento da comissão do leiloeiro, no valor de 5% da arrematação, a ser paga a vista, no ato do leilão. OBSERVAÇÕES: as despesas relativas a impostos e taxas correrão por conta do arrematante. O arrematante será responsável pelas providências de desocupação do imóvel. Maiores informações: (31) 32414164 – www.gpleiloes.com.br. belo Horizonte/MG, 23 de outubro de 2013. Gustavo Costa Aguiar Oliveira - Leiloeiro Oficial - JUCEMG nº 507.

LIMPEZA

Higi Serv marca presença em conferência na Alemanha Presidente da holding fala sobre a competitividade sustentável do setor

O

presidente da holding Higi Serv, Adonai Aires de Arruda, foi um dos palestrantes da conferência internacional CMS Cleaning Exhibition, que aconteceu em Berlim na última semana. O executivo falou sobre a competitividade sustentável do setor de limpeza e dos desafios das empresas brasileiras. O evento contou com apresentações de executivos de grandes empresas de vários países: China, Estados Unidos, Suíça, Itália, Rússia e Índia. A Byozyme, marca que atua no mercado de limpeza e conservação, concedeu atestado à Higi Serv recentemente por utilizar produtos ecológicos certificados com selo Falcão Bauer e estarem em conformidade com os mais altos padrões ambientais (ISO 14000, OSHA 18000 e Saúde Ocupacional) e só é conferido às empresas que regem suas atividades sob o prisma da responsabilidade sócio-empresarial.

O evento contou com apresentações de executivos de grandes empresas de vários países

Consumo de pescados apresenta um crescimento de 23% no Brasil A oferta de peixes congelados e frescos nos hipermercados é um dos fatores responsáveis pelo crescimento do consumo de pescados no Brasil. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de 12 quilos por habitante/ ano e de acordo com os dados divulgados recentemente pelo Ministério da Pesca e Agricultura (MPA) a média por habitante/ ano no País alcançou 11,17 quilos

em 2011, o que representa um aumento de 14,5% em relação ao ano anterior. Os números divulgados pelo MPA ainda revelam que em dois anos (2010 e 2011) o crescimento da demanda por peixes e frutos do mar aumentou em média 23,7%. Em 2013, as lojas do Extra em Curitiba já registraram um crescimento de 18% na venda de peixes frescos e 8% em congelados, em relação ao mesmo período do ano passado. “A quantidade mensal comercializada nas lojas da capital

paranaense supera a média nacional e chega a 25 toneladas”, destaca Hamilton Viana, gerente regional Paraná do GPA. Entre os mais procurados estão salmões, tambaquis, tilápias, pintados, sardinhas, corvinas, atum, e abróteas. A expectativa para os meses de novembro e dezembro é potencializar os resultados com um crescimento superior a 20% na categoria. O gerente ainda comenta que apesar da procura constante, estes itens têm um incremento de vendas na 5ª Feira do Peixe,

VINO VITA EST.

ação incorporada ao calendário das lojas da rede há dois anos. “O consumidor procura praticidade, novidade, frescor e preço, por isso investimos constantemente em novos produtos, negociações diferenciadas com os fornecedores e em opções exclusivas”, analisa Viana. Os destaques entre os consumidores curitibanos são os filés frescos de salmão e os itens congelados exclusivos do Peru, como anéis de lula, vieiras, lombo de Dourado, tentáculos de Polvo e anchovetas.

Osvaldo Nascimento Júnior osvaldopinheiro@gmail.com

Diversos sobre vinho, lendas e religião. Como sempre enfatizamos em nossos artigos e será titulo de nosso livro que breve será lançado, A HISTÓRIA VISTA PELO VINHO, vamos discorrer sobre algumas curiosidades que fazem parte do MONDOVINO, para conhecimento de todos, e sairmos um pouco do formalismo das matérias sobre uvas e vinhos, afinal nem tudo é gramática. Ao contrário das religiões islâmicas e do hinduísmo, a cristã sempre esteve intimamente ligada ao vinho. O próprio Cristo se identificou com ele na Eucaristia, ao transubstanciar sua carne, e sangue em pão e vinho. Assim, desde a última ceia, essa bebida tornou-se absolutamente essencial à execução dos rituais religiosos e foi sempre produzido nos mosteiro e conventos contribuindo para a divulgação da cultura vínica desde tenras eras. As referências bíblicas ao vinho são várias: no Gênesis, Noé cultivou a vinha que era selvagem, e embriagou-se, muito bem demonstrado no teto da Capela Cistina, no Vaticano, grande obra de Michelângelo Buonarruota a pedido do Papa Júlio II que pintasse num local em que os Cardeais e os fiéis vissem os efeitos dos excessos; nos Números foi a vez de Moises enviar mensageiros à terra de Canaã e destes voltarem carregados de uvas. E muitas mais: No Novo Testamente cita o VINHO em momentos fundamentais na vida de Jesus como milagre de Cristo ao transformar água em vinho nas Bodas de Canaã, a comparação que Ele fez do reino dos céus com a vinha. E outras passagens, tais como o pouco recomendável, embebedado de propósito pelas filhas, carentes de homens. Isso sem falar que a parreira vestiu Adão e Eva, totalizando 520 citações. Aliás, só para complementar, o VINHO servido na Santa Ceia era provavelmente branco, pois era o mais comum na época e nada há no Novo Testamento que indique qual a cor do vinho alí degustado. Na Idade Média, inúmeros foram os reis e senhores que incentivaram a viticultura e doaram terras a mosteiro e ordens religiosas, para esse fim, Dagoberto (622-638) e seu seguidor Sigberto(638656), doaram terras e vinhas a Palatinado e à Alsácia. As Abadias concorreram para difundir o vinho na Idade Média e no século XII, depois a cor tinta foi trocada pela branca. Carlos Magno e seu filho Luiz, o Pio, protegeram os beneditinos (a ordem monástica mais antiga ainda existente), escolhendo – eles próprios – as terras a serem cultivadas. Muito são os santos padroeiros das vinhas: São Killian, lembrado em todas as estradas da Franconia, em estátuas, até hoje. São Nazário, em Milão e, na Renânia, o

mais importante de todos os papa Santo Urbano I, patrono de toda a vinicultura alemã. É festejado na data de sua morte, 25 de maio, que coincide com o início da floração da vinha, e data em que – na Idade Média – se pagava aos camponeses pela vindima do ano anterior. Rezavam pedindolhe por bom tempo, contra os “santos do frio” (aqueles que eram responsáveis pelas chuvas, geadas e nevadas fora de tempo, e que hoje chamaríamos de santos “pés-frios”): Pancrátio. Mamertus, Servatius, além da “fria” Sofia. Nos bons anos, procissões de agradecimento eram feitas em todas as capelas de Santo Urbano, nas zonas vinhateiras. Enfim, os nomes religiosos das aldeias, dos vinhedos, as superstições e lendas, ligaram o vinho e a cristandade para sempre. E, entre essas lendas, uma que fala da bebida e de Cristo é do vinho Lacrima Christi. Contam os napolitanos que, na rebelião dos anjos liderados por Lúcifer contra o criador, o anjo decaído, ao ser expulso do Paraíso, foi atirado à Terra com tal força que o solo afundou, e ai se formou a baía hoje chamada de Nápoles. Lendas à parte o Lacrima Christi é seco, cor de ouro, muito bom, e nada tem a ver com o homônimo espanhol, malagueño, a não ser a acusação dos espanhóis de plágio. O vinho espanhol é doce, branco, bom para sobremesa, mas inferior ao italiano. Mas existem também os portugueses, estes, vinhos do Porto. São quatro, a saber: Lacryma Christi, da vinícola Messias. Este é doce e “aloirado”. Não é mais fabricado desde 1945; Lágrima, apenas Lágrima, com “g”, procedência Ferreira – é mais claro, doce e licoroso, porém inferior ao primeiro. Lacrima, com “c” procedência Fonseca, também doce e claro, comparável ao anterior. Lagrima, branco, doce e licoroso, da Kopke, uma das mais antigas firmas do Porto e de Vila Nova de Gaia, do outro lado do Rio Doura. Outra curiosidade é sobre a evolução do que é hoje o VINHO SECO. Como nos ensina o mestre e enófilo curitibano, Luís Groff, Nos fins do século XVIII, o vinho de consumo habitual começou a deixar de ser doce para tornar-se seco, mas até recentemente, o vinho doce ainda imperava no Brasil. Antigamente a preferência pelos vinhos doces decorria da escassez e do alto preço do açúcar, situação que começou a mudar quando os canaviais da Ilha da Madeira, América e Ásia passaram a suprir o mercado com abundância e passou-se a usá-lo para adoçar o café e chá. Até 1850 todos os Champagnes eram doces, porque esta era uma maneira de atenuar a acidez dos vinhos colocados

excessivamente cedo no mercado. O primeiro Champagne, realmente seco, foi produzido por Pommery em 1874 e tomou a sociedade Vitoriana como uma febre. O Champagne doce cedeu a vez para o Brut e passou a reinar, do aperitivo à cama, passando pela mesa. Caso inverso do Vinho do Porto. No fim do século XVIII a popularidade do Porto decorria de ser uma bebida forte que conduzia rapidamente, economicamente à embriaguez. Só no século XIX é que o Porto passou a ser servido após as refeições, porque dissolvia os excessos proteicos do jantar. Pudemos assim, dar uma contribuição com algumas curiosidades, histórias e lendas que fazem parte do mundo vínico, tão importante para os dias de hoje, e que fazem parte da série FATOS E PERSONAGENS QUE CONTRIBUÍRAM PARA O SUCESSO DO MUNDO VÍNICO. Para encerrarmos este artigo de curiosidades, trazemos até vocês uma frase da peça tirada da tragédia de Eurípedes, onde Dionísio encontrou o rei Penteu que se opunha à expansão do vinho em suas terras, “As Bacantes”, onde Dionísio é tratado pelo nome pelo qual era conhecido em Tebas, BACO. Nesta peça, afirma-se existirem duas divindades que ocupam o primeiro lugar entre os homens: Demeter, a terra que sustenta os homens com alimentos e Baco que descobriu o vinho e introduziu ovinho entre os mortais para livrá-los de seus sofrimentos: “O seu presente é o sono, o esquecimento dos males de cada dia, único remédio para o sofrimento humano”.´ À par de tanta história, podemos dizer que o vinho, durante muito tempo, foi a única fonte de conforto e coragem, o único remédio, o único meio disponível para combater o cansaço e a tristeza, enfim o principal luxo da humanidade... E como bebida alcoólica, é muito superior pela infinita diversidade de seus aromas e sabores. O VINHO É SEDUTOR E DIVINO. SEDUZ PORQUE É VINHO. É DIVINO PORQUE É MISTÉRIO. LAOS VINO ET DEO. (Louvor ao vinho e à Deus que o criou”.) Celebremos a vida com um brinde à arte de viver com saúde e felicidades, com uma descoberta a cada garrafa, lembrando que o vinho é um companheiro da comida e nunca o contrário. AVOE. BRADO DE EVOCAÇÃO Á BACO POR SEUS SÚDITOS. Osvaldo Nascimento Júniors.:


Publicidade Legal

DiĂĄrio IndĂşstria&ComĂŠrcio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de outubro de 2013 | PĂĄg. A7 SĂšMULA DO PEDIDO DA LICENÇA PRÉVIA CLARO S/A - CNPJ: 40.432.544/0224-69, torna pĂşblico que requereu Ă Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba - SMMA a Licença PrĂŠvia, para a instalação de ERB - Estação RĂĄdio Base, situada Ă  Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, n° 11825 – Cidade Industrial – Curitiba – PR. SĂšMULA DE REQUERIMENTO DE LICENÇA DE OPERAĂ‡ĂƒO A CSI Cargo LogĂ­stica Integral S.A sob o CNPJ 02.554.149/0005-71, torna pĂşblico que irĂĄ requerer ao IAP, a Licença de Operação para a atividade de armazĂŠns gerais, instalada Ă  Rodovia BR 376 km 14, nÂş 16099 – Bairro Barro Preto, SĂŁo JosĂŠ dos Pinhais/PR. SĂšMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA PRÉVIA A HIGIE PLUS CHEMICAL-CNPJ 84.806.462/0001-90, torna pĂşblico que recebeu do IAP, a Licença PrĂŠvia para Industria de Produtos de Limpeza. - Ampliação; a ser implantada Rua JoĂŁo Vicentini, 99,Lote 2 - Quadra 01 - Contorno Norte II, Almirante TamandarĂŠ, Estado do ParanĂĄ. Validade: 27/10/2013.

3Âş OFĂ?CIO DE REGISTRO CIVIL E 15Âş TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS MunicĂ­pio e Comarca de CURITIBA, Estado PARANĂ Bel. MĂ´nica Maria GuimarĂŁes de Macedo Dalla Vecchia Registradora Designada

  Faço saber que pretendem se casar:   01- ALUISIO PIRES DE OLIVEIRA e MARIANE CAVA GUIMARĂƒES; 02- MAURICIO DAEMME e JOYCE FLORENTINO DOS SANTOS; 03- RICHARD CRISTIANO DE OLIVEIRA e LUCIANO FERREIRA ROQUE.   Se alguĂŠm souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei no prazo de 15 (quinze) dias. CURITIba, 24 DE OUTUBRO de 2013 CARTĂ“RIO DE SANTA FELICIDADE IRIO DAS CHAGAS LIMA – OFICIAL Av. Manoel Ribas, 6031 - Fone (41) 3372-1671 – CEP 82020-000 – CURITIBA – PARANĂ EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem se casar:

1- ANDREWS SENGER FERREIRA com PAULA RENATA SARTORI; 2- TIAGO MARTINS com JULIANA DE LUCA; SĂšMULA DE REQUERIMENTO DE RENOVAĂ‡ĂƒO DA LICENÇA DE OPERAĂ‡ĂƒO 3- AXEL BRANCO HARMATH com KAROLINE MARTELOTI; A HIGIE PLUS CHEMICAL-CNPJ 84.806.462/0001-90, torna pĂşblico que irĂĄ requerer 4- ALLAN MACEDO KUMEGAWA com PRISCILA BAPTISTA DOS SANTOS; 5- JONATHAN AMICONE CARRALON com VERIDIANE LIMA PEREIRA; ao IAP, a Renovação da Licença de Operação para Industria de Produtos de Limpe6- EVANDRO REGIS DOS SANTOS com DAMMARES GONÇALVES DA SILVA; za, instalada na Rua JoĂŁo Vicentini, 99, Almirante TamandarĂŠ, Estado do ParanĂĄ. 7- RAPHAEL SIMPLICIO SILVA com GLAUCIMARA BONIOTTI; Validade: 27/10/2011. https://eproc.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_docum...8- FRANCISCO ANTONIO SALERNO NETO com RUBIANA ALVES; AĂ‡ĂƒO DE BUSCA E APREENSĂƒO 5008438-73.2013.404.7000/PR AUTOR RÉU

EM

ALIENAĂ‡ĂƒO

FIDUCIĂ RIA

NÂş

: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF : ADAO GOUVEIA

EDITAL N.Âş 7622159 EDITAL DE CITAĂ‡ĂƒO COM PRAZO DE 60 (SESSENTA) DIAS. A DOUTORA ANA CAROLINA MOROZOWSKI, JUĂ?ZA FEDERAL SUBSTITUTA DA 3ÂŞ VARA DE CURITIBA, SEĂ‡ĂƒO JUDICIĂ RIA DO PARANĂ , NA FORMA DA LEI, ETC. FAZ SABER, a todos os que o presente edital virem, ou dele conhecimento tiverem, que perante este JuĂ­zo e Secretaria se processam os Autos de AĂ‡ĂƒO DE BUSCA E APREENSĂƒO EM ALIENAĂ‡ĂƒO FIDUCIĂ RIA NÂş 5008438-73.2013.404.7000/PR, em que figura como requerente CAIXA ECONĂ”MICA FEDERAL - CEF e requerido ADAO GOUVEIA, brasileiro, inscrito no CPF/MF sob o nÂş 97610062987, com Ăşltimo endereço conhecido na Rua JoĂŁo Paz de Oliveira , nÂş347, GuatupĂŞ, cidade de SĂŁo JosĂŠ dos Pinhais/PR, CEP:83.060-431.

Se alguĂŠm souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 (quinze) dias. Curitiba, 24 de outubro de 2013 IRIO DA CHAGAS LIMA Oficial

Adilson Taborda Agente Delegado CUMPRIMENTO DE SENTENÇA NÂş 5012747-74.2012.404.7000/PR EXEQUENTE : CAIXA ECONĂ”MICA FEDERAL - CEF EXECUTADO : ADRIANO CESAR LEAL EDITAL N.Âş 7660808 FINALIDADE: INTIMAĂ‡ĂƒO de ADRIANO CESAR LEAL, inscrito no CPF sob nÂş 087.784.249-33, para que proceda ao pagamento do dĂŠbito, no valor de R$ 33.179,12 (trinta e trĂŞs mil cento e setenta e nove reais e doze centavos), vĂĄlido atĂŠ 21/12/2012, devidamente atualizado, no prazo de 15 (quinze) dias, sob pena de multa de 10% sobre o valor da condenação, nos termos do art. 475-J do CĂłdigo de Processo Civil. E para que chegue ao conhecimento de todos e ninguĂŠm possa alegar ignorância, determinou o MM. Juiz Federal Substituto que se expedisse o presente edital, o qual serĂĄ afixado no lugar de costume e publicado na forma da lei. DADO E PASSADO, nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do ParanĂĄ, ao 1Âş de outubro de 2013. Flavio Antonio da Cruz Juiz Federal Substituto na Titularidade Plena https://eproc.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_docum... AĂ‡ĂƒO MONITĂ“RIA NÂş 5022064-96.2012.404.7000/PR AUTOR

: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF

RÉU

: LEONICE LESSA GABARDO

Como o requerido ADAO GOUVEIA encontra-se em lugar incerto e nĂŁo sabido, nĂŁo sendo por isso citado pessoalmente,

EDITAL N.Âş 7588201

CITA-O E INTIMA-O por meio do presente, para: a) purgar a mora, no prazo de 05 (cinco) dias, contados da efetivação da medida liminar; b) apresentar contestação, no prazo de 15 (quinze) dias, tambÊm contados da efetivação da liminar.

CITAĂ‡ĂƒO de LEONICE LESSA GABARDO, CPF 087.054.899-97, para que, no prazo de 15 (quinze) dias, EFETUE O PAGAMENTO da quantia de R$ 22.671,29 (vinte e dois mil, seiscentos e setenta e um reais e vinte e nove centavos), valor fornecido pela CEF, atualizado atĂŠ maio/2012, a ser atualizado monetariamente atĂŠ a data do efetivo pagamento, ficando ciente de que se efetuar o pagamento do valor acima indicado, no prazo fixado, ficarĂĄ isento de custas e honorĂĄrios advocatĂ­cios, ou, em querendo, no mesmo prazo, OFEREÇA EMBARGOS, independente da segurança do JuĂ­zo. Ciente que, nos termos do artigo 1.102c do CPC, o nĂŁo pagamento e a ausĂŞncia de embargos no prazo de 15 (quinze) dias, constituir-se-ĂĄ, de pleno direito o tĂ­tulo executivo judicial, convertendo-se o mandado inicial em mandado executivo, e prosseguindo-se o processo como execução por quantia certa, nos termos dos artigos 1.102b e 1.102c, § 1Âş, do CĂłdigo de Processo Civil.

Para que chegue ao conhecimento de todos e principalmente do interessado, mandou a MM. JuĂ­za passar o presente edital, que serĂĄ fixado em lugar de costume desta Vara e publicado no DiĂĄrio EletrĂ´nico da Justiça Federal da 4ÂŞ RegiĂŁo. O prazo deste, que começarĂĄ a fluir da data da publicação, terĂĄ transcorrido assim que decorram os 60 (sessenta) dias, fixados em epĂ­grafe, e assim, perfeita estarĂĄ a CITAĂ‡ĂƒO. Eu, Marcio Barbosa, TĂŠcnico / Analista JudiciĂĄrio, digitei, e vai conferido pela Diretora de Secretaria, Lara Alessandra Deretti. Dado e passado nesta cidade de Curitiba, em 23/09/2013. Ana Carolina Morozowski JuĂ­za Federal Substituta

1 de 2

9- GUILHERME SIPRIANO DA SILVA com KASSIANA ELLEN CAMARGO ROSA.

4Âş Serviço de Registro Civil de Pessoas Naturais e 16Âş Serviço Notarial da Comarca de Curitiba/PR. ADILSON TABORDA - Titular Rua VoluntĂĄrios da PĂĄtria, 233, loja 06, Centro – Curitiba-PR fone: 3233-2444 Faço saber que pretendem casar-se: 01 – ARIEL BRUGINSKI MORAES E MARIA FERNANDA DE BORTOLI 02 – MARCO ANTONIO CESARIO DA SILVA E VANESSA CHRISTINA ALVES SIQUEIRA 03 – ERICK AGUILAR E SIBELLY BLUM GONÇALVES 04 – PETERSON SOUTO BRAZ E DAIANA NATACHA BORGES PEPPES 05 – CARLOS JONATHANN GOMES XAVIER E CAMILA KEIKO HIRAMUKI 06 – PAULO HENRIQUE GOLDSCHMIDT COSTA E ANNA LETICIA GOMES 07 – ROBERTO PILATI E CRISTIANE RITZMANN 08 – JOĂƒO CORREA SOBANIA E SILVANA DO CARMO SEFFRIN 09 – RENATO SILVESTRE EUZEBIO E MARIA CAROLINA GASPARIN KOSOSKI 10 – FABRICIO COSTA E JULIANNE FILARDO DOS SANTOS 11 – ARIEL ALVES DE LARA E ERNESTINA TATIANE VIEIRA BRANCO 12 – IRINEU HENNEMANN JUNIOR E LUCELIA CLENIR WOSNIAK 13 – URS FELIX SPIESS E LUCIANE SUMAN BRITO 14 – CHRISTIAN CHARONE BRAGA E CAMILA SOARES DOS SANTOS 15 - TOBIAS ALÉCIO MATTEI E JULIA SCHEMES DE LIMA 16 – NATANAEL TEIXEIRA DE SOUZA E GISELI BARBOSA DA COSTA Se alguĂŠm souber de algum impedimento oponha-o na forma da lei, no prazo de quinze (15) dias. Este serĂĄ afixado no lugar de costume e publicado na imprensa local. Curitiba, 24 de outubro de 2013.

E para que chegue ao conhecimento do interessado, por esta estar em lugar incerto e não sabido, Ê expedido o presente Edital de Citação, com prazo de 30 (trinta) dias. DADO E PASSADO, nesta cidade de Curitiba - PR, 06 de setembro de 2013.

VERA LUCIA FEIL PONCIANO JuĂ­za Federal INTEGRAĂ‡ĂƒO MARANHENSE TRANSMISSORA DE ENERGIA S.A. CAIUĂ TRANSMISSORA DE ENERGIA S.A. CNPJ/MF NÂş 14.871.900/0001-19 - NIRE NÂş 41.3.0008496-3 CNPJ/MF NÂş 14.832.534/0001-99 - NIRE NÂş 41.3000.83924 Documento eletrĂ´nico por Ana Morozowski, JuĂ­zaHora Federal Substituta, na forma doĂ s Ata da ReuniĂŁo doassinado Conselho de Carolina Administração - Data, e Local: 03/10/2013, Ata de ReuniĂŁo do Conselho de Administração - Data, Hora e Local: 03/10/2013, Ă s artigo 1Âş,na inciso III,social da Leida 11.419, de 19 deMaranhense dezembro de Transmissora 2006 e Resolução 4ÂŞ RegiĂŁo nÂş cia 17, de de 26 12:00h, sede Integração deTRF Energia S.A., capi10:00h, na sede social da CaiuĂĄ Transmissora de Energia S.A., cia de capital fechado (“ComATLETAS BRASILEIROS S.A defechado março de(“Companhiaâ€?), 2010. A conferĂŞncia da autenticidade estĂĄ disponĂ­vel no endereço tal situada na Cidade do de documento Curitiba, Estado do ParanĂĄ, na Rua Coronel panhiaâ€?), situada na Cidade de Curitiba, Estado do ParanĂĄ, na Rua Coronel DulcĂ­dio, nÂş 800, Documento eletrĂ´nico assinadoCNPJ/MF por VERA LUCIA FEIL PONCIANO, JuĂ­za Federal, na forma do nÂş 12.610.165/0001-64 DulcĂ­dio, 800, Bairro Batel. Convocação: Dispensada a convocação, nos termos do art. 21, Bairro Batel. Convocação: Dispensada a convocação, nos termos do art. 22, §único do estaeletrĂ´niconÂş http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do cĂłdigo artigo 1Âş, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ÂŞ RegiĂŁo nÂş 17, de 26 NIRE: 41.300.080.011 §único do estatuto da Cia edoconforme faculdade prevista no art. 124, §4Âş, da Lei nÂş tuto social da Cia e conforme faculdade prevista no art. 124, §4Âş, da Lei nÂş 6.404/76, conforme verificador 7622159v2social e, se solicitado, cĂłdigo CRC 353A14F1. de março de 2010. A conferĂŞncia da autenticidade do documento FRQIRUPHDOWHUDGDYHULÂżFDQGRVHRFRPSDUHFLPHQWRGHWRGRVRVPHPEURVGR&RQDOWHUDGDYHULÂżFDQGRVHRFRPSDUHFLPHQWRGHWRGRVRVPHPEURVGR&RQVHOKRGH$GPLQLVWUD(“Companhia Abertaâ€?) estĂĄ disponĂ­vel no endereço Informaçþes adicionais da assinatura: VHOKRGH$GPLQLVWUDomRFRQIRUPHDVVLQDWXUDVDRÂżQDOGDSUHVHQWHPresença: Totalidade dos omRFRQIRUPHDVVLQDWXUDVDRÂżQDOGDSUHVHQWHPresença: Totalidade dos membros do ConeletrĂ´nico http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do cĂłdigo EDITAL DE CONVOCAĂ‡ĂƒO membros a saber, Milton Francisco dos Santos Junior, Carlos selho de Administração, a saber, AcĂĄcio Massato Nakayama, Ana Rita Xavier Haj Mussi, JaiSignatĂĄrio do (a):Conselho de Administração, Ana Carolina Morozowski verificador 7588201v3 e, se solicitado, do cĂłdigo CRCEXTRAORDINĂ RIA 2E5852CF. ASSEMBLEIA GERAL CĂŠsar Krauss, Jaime Luiz SĂĄenz Denis, Francisco Antolin Chica Padilla e JosĂŠ Mauricio Scome Luiz SĂĄenz Denis, Francisco Antolin Chica Padilla e JosĂŠ Mauricio Scovino de Souza. Ficam Convocados Senhores Acionistas para se reunirem em Assembleia Geral Informaçþes adicionais os da assinatura: vino de Souza. Mesa: Presidente: Milton Francisco dos Santos Junior; SecretĂĄrio: Leonardo Mesa: Presidente: AcĂĄcio Massato Nakayama; SecretĂĄrio: Leonardo AndrĂŠ Machado de CasAndrĂŠ Machado de Castro. Ordem do dia: (i) Examinar e deliberar sobre a primeira emissĂŁo, tro. Ordem do dia: (i) Examinar e deliberar sobre a primeira emissĂŁo, pela Cia, de nota(s) ExtraordinĂĄria, no dia 11PONCIANO:2183 de Novembro de 2013, Ă s 18:30, na sede SignatĂĄrio (a): a serem realizadas VERA LUCIA FEIL pela Cia, de nota(s) promissĂłria(s) comercial(is), em sĂŠrie Ăşnica, a(s) qual(is) totaliza(m) promissĂłria(s) comercial(is), em sĂŠrie Ăşnica, a(s) qual(is) totaliza(m) R$42.000.000,00, na social da Companhia, na Avenida Presidente Kennedy, 2.377, bairro Ă gua Verde, 22/10/2013 17:44 NÂş de SĂŠrie do Certificado: 56EBE73092450B52 5QD'DWDGH(PLVVmR FRQIRUPHDEDL[RGHÂżQLGR  ÂłNotas PromissĂłriasâ€?), nos 'DWDGH(PLVVmR FRQIRUPHDEDL[RGHÂżQLGR  ÂłNotas PromissĂłriasâ€?), nos termos da Instrução Curitiba-PR, CEP 83.610-010, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: termos da Instrução CVM nÂş 134, de 1Âş/11/1990, conforme alterada (“Instrução CVM 134â€?), e CVM nÂş 134, de 1Âş/11/1990, conforme alterada (“Instrução CVM 134â€?), e da Instrução CVM nÂş e Hora: e consolidação 10/09/2013 (i) Data Alteração do item14:54:15 1.2 e 5.23 do estatuto social; da Instrução CVM nÂş 155, de 07/08/1991, conforme alterada (“Instrução CVM 155â€? e “Emis155, de 07/08/1991, conforme alterada (“Instrução CVM 155â€? e “EmissĂŁoâ€?, respectivamente), (ii) Eleição de novos membros para o Conselho de Administração da Companhia sĂŁoâ€?, respectivamente), que serĂŁo objeto de oferta pĂşblica de distribuição com esforços restrique serĂŁo objeto de oferta pĂşblica de distribuição com esforços restritos de colocação, nos (iii) TransferĂŞncia de açþes entre acionistas tos de colocação, nos termos da Instrução CVM nÂş 476, de 16/01/2009, conforme alterada termos da Instrução CVM nÂş 476, de 16/01/2009, conforme alterada (“Instrução CVM 476â€? e (“Instrução CVM 476â€? e “Oferta Restritaâ€?, respectivamente); e (ii) a autorização para a Direto“Oferta Restritaâ€?, respectivamente); e (ii) a autorização para a Diretoria da Cia negociar todos (iv) Contratação da Pluri Consultoria ria da Cia negociar todos os termos e condiçþes que venham a ser aplicĂĄveis Ă  EmissĂŁo, alĂŠm os termos e condiçþes que venham a ser aplicĂĄveis Ă  EmissĂŁo, alĂŠm de praticar todos os atos Os acionistas deverĂŁo apresentar Ă  Companhia, com no mĂ­nimo 48 (quarenta e de praticar todos os atos e assinar todos os documentos necessĂĄrios Ă  efetivação da Oferta e assinar todos os documentos necessĂĄrios Ă  efetivação da Oferta Restrita (“Documentos da oito) horas de antecedĂŞncia, alĂŠm do documento de identidade e/ou atos societĂĄrios Restrita (“Documentos da Ofertaâ€?). Deliberaçþes: Examinadas e debatidas as matĂŠrias consOfertaâ€?). Deliberaçþes: Examinadas e debatidas as matĂŠrias constantes da Ordem do Dia, foi pertinentes que comprovem a representação legal, conforme o caso: (i) comprovante tantes da Ordem do Dia, foi deliberada por unanimidade de votos, aprovar a EmissĂŁo e a deliberada por unanimidade de votos, aprovar a EmissĂŁo e a Oferta Restrita, cujas principais expedido pela instituição escrituradora, no mĂĄximo, 3 (trĂŞs) dias antes da data Oferta Restrita, cujas principais caracterĂ­sticas e condição sĂŁo as seguintes: (a) NĂşmero da caracterĂ­sticas e condição sĂŁo as seguintes: (a) NĂşmero da EmissĂŁo: as Notas PromissĂłrias da realização da Assembleia Geral com o nĂşmero de açþes da Companhia de EmissĂŁo: as Notas PromissĂłrias representam a 1ÂŞ emissĂŁo de Notas PromissĂłrias da Cia; (b) representam a 1ÂŞ emissĂŁo de Notas PromissĂłrias da Cia; (b) Valor Total da EmissĂŁo e Data Valor Total da EmissĂŁo e Data de EmissĂŁo: o valor total da EmissĂŁo serĂĄ de R$ de EmissĂŁo: o valor total da EmissĂŁo serĂĄ de R$ 42.000.000,00 na data de emissĂŁo das sua titularidade; e (ii) instrumento de mandato com reconhecimento de firma do QDGDWDGHHPLVVmRGDV1RWDV3URPLVVyULDV FRQIRUPHDEDL[RGHÂżQLGR TXH 1RWDV3URPLVVyULDV FRQIRUPHDEDL[RGHÂżQLGR TXHVHUiDGDWDGHVXDUHVSHFWLYDVXEVFULomR outorgante. serĂĄ a data de sua respectiva subscrição e integralização (“Data de EmissĂŁoâ€?); (c) NĂşmero de e integralização (“Data de EmissĂŁoâ€?); (c) NĂşmero de SĂŠries: a EmissĂŁo serĂĄ realizada em Nos termos da Lei nÂş 6.404/76 e, ainda, de acordo com o artigo 6Âş e seguintes23/10/2013 das 15:47 SĂŠries: a EmissĂŁo serĂĄ realizada em sĂŠrie Ăşnica; (d) Quantidade de TĂ­tulos: a EmissĂŁo serĂĄ sĂŠrie Ăşnica; (d) Quantidade de TĂ­tulos: a EmissĂŁo serĂĄ composta de 10 Notas PromissĂłrias;1 de 1 Instrução CVM nÂş 481/2009, encontram-se Ă  disposição dos Senhores Acionistas, na composta de 10 Notas PromissĂłrias; (e) Valor Nominal UnitĂĄrio: o valor nominal unitĂĄrio das (e) Valor Nominal UnitĂĄrio: o valor nominal unitĂĄrio das Notas PromissĂłrias, na Data de sede da Companhia e atravĂŠs do sistema eletrĂ´nico na pĂĄgina da ComissĂŁo de Valores Notas PromissĂłrias, na Data de EmissĂŁo, serĂĄ de R$ 7.100.000,00 (“Valor Nominal UnitĂĄrioâ€?); EmissĂŁo, serĂĄ de R$ 4.200.000,00; (f) Forma:DV1RWDV3URPLVVyULDVVHUmRHPLWLGDVÂżVLFDMobiliĂĄrios na rede mundial de computadores (www.cvm.gov.br), todos os documentos (f) Forma:DV1RWDV3URPLVVyULDVVHUmRHPLWLGDVÂżVLFDPHQWHHPIRUPDFDUWXODUVHQGRVXD mente, em forma cartular, sendo sua circulação por endosso em preto, de mera transferĂŞncia circulação por endosso em preto, de mera transferĂŞncia de titularidade, do qual deverĂĄ constar GH WLWXODULGDGH GR TXDO GHYHUi FRQVWDU D FOiXVXOD ÂłVHP JDUDQWLD´ H ÂżFDUmR GHSRVLWDGDV QR pertinentes Ă s matĂŠrias que serĂŁo deliberadas na Assembleia Geral ExtraordinĂĄria. DFOiXVXODÂłVHPJDUDQWLD´HÂżFDUmRGHSRVLWDGDVQREDQFRPDQGDWiULR ÂłBanco MandatĂĄrioâ€?) a banco mandatĂĄrio (“Banco MandatĂĄrioâ€?) a ser contratado pela Cia; (g) Garantia: as Notas Curitiba, 25 de Outubro de 2013 ser contratado pela Cia; (g) Garantia: as Notas PromissĂłrias contarĂŁo com aval da Elecnor PromissĂłrias contarĂŁo com aval da Elecnor TransmissĂŁo de Energia S.A. (“Elecnorâ€?) e da SERGIO RENATO SINHORI TransmissĂŁo de Energia S.A. (“Elecnorâ€?) e da Copel Geração e TransmissĂŁo S.A. (“Copel Copel Geração e TransmissĂŁo S.A. (“Copel GeTâ€? e, em conjunto com a Elecnor, “Avalistasâ€?), Presidente do Conselho de Administração GeTâ€? e, em conjunto com a Elecnor, “Avalistasâ€?), na proporção das respectivas participaçþes na proporção das respectivas participaçþes acionĂĄrias na Emissora, de forma nĂŁo solidĂĄria, acionĂĄrias na Emissora, de forma nĂŁo solidĂĄria, conforme o Estatuto Social, a AGE da Elecnor conforme o Estatuto Social, a AGE da Elecnor realizado em 26/09/2013 e a AGE da Copel GeT realizado em 26/09/2013 e a AGE da Copel GeT realizada em 30/07/2013 (“Avalâ€?); (h) Prazo realizada em 30/07/2013 (“Avalâ€?); (h) Prazo de Vencimento: para todos os efeitos legais, as de Vencimento: para todos os efeitos legais, as Notas PromissĂłrias terĂŁo o prazo de venciNotas PromissĂłrias terĂŁo o prazo de vencimento de atĂŠ 180 dias, contados a partir da Data de GOVERNO DO ESTADO DO PARANĂ mento de atĂŠ 180 dias, contados a partir da Data de Subscrição e Integralização de cada Nota Subscrição e Integralização de cada Nota PromissĂłria (“Data de Vencimentoâ€?); (i) DistribuiSECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAĂ‡ĂƒO PromissĂłria (“Data de Vencimentoâ€?); (i) Distribuição e Forma de Subscrição: as Notas Proção e Forma de Subscrição: as Notas PromissĂłrias serĂŁo registradas para distribuição no SUPERINTENDĂŠNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL missĂłrias serĂŁo registradas para distribuição no mercado primĂĄrio e subscritas de acordo com mercado primĂĄrio e subscritas de acordo com os procedimentos da CETIP S.A. - Mercados os procedimentos da CETIP S.A. - Mercados Organizados (“CETIPâ€?), por meio do MDA - MĂłOrganizados (“CETIPâ€?), por meio do MDA - MĂłdulo de Distribuição de Ativos (“MDAâ€?), admidulo de Distribuição de Ativos (“MDAâ€?), administrado e operacionalizado pela CETIP, sendo a nistrado e operacionalizado pela CETIP, sendo a distribuição liquidada por meio da CETIP; (j) AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO distribuição liquidada por meio da CETIP; (j) Procedimento de Subscrição, Forma e Preço Procedimento de Subscrição, Forma e Preço de Integralização: as Notas PromissĂłrias CONCORRĂŠNCIA PĂšBLICA NÂş 063/2013 – SEED/SUDE de Integralização: as Notas PromissĂłrias serĂŁo subscritas na respectiva Data de EmissĂŁo, serĂŁo subscritas na respectiva Data de EmissĂŁo, pelo Valor Nominal UnitĂĄrio, e sua integraliPROTOCOLO NÂş 11.998.731-8 pelo Valor Nominal UnitĂĄrio, e sua integralização serĂĄ Ă  vista no ato da subscrição, em moeda zação serĂĄ Ă  vista no ato da subscrição, em moeda corrente nacional, de acordo com os proOBJETO: melhorias (muro de arrimo) no ColĂŠgio Estadual GetĂşlio Vargas em corrente nacional, de acordo com os procedimentos da CETIP; (k) Negociação: as Notas cedimentos da CETIP; (k) Negociação: as Notas PromissĂłrias serĂŁo registradas para negoCuritiba. PromissĂłrias serĂŁo registradas para negociação no mercado secundĂĄrio, perante o CETIP21 ciação no mercado secundĂĄrio, perante o CETIP21 - TĂ­tulos e Valores MobiliĂĄrios (“CETIP21â€?), - TĂ­tulos e Valores MobiliĂĄrios (“CETIP21â€?), administrado e operacionalizado pela CETIP, senadministrado e operacionalizado pela CETIP, sendo as negociaçþes liquidadas por meio da DATA DE ABERTURA E LOCAL: 28 de novembro de 2013, Ă s 09:30 (nove horas do as negociaçþes liquidadas por meio da CETIP e as Notas PromissĂłrias custodiadas eletroCETIP e as Notas PromissĂłrias custodiadas eletronicamente na CETIP. As Notas PromissĂłe trinta minutos), no AuditĂłrio da SUPERINTENDĂŠNCIA DE DESENVOLVIMENTO nicamente na CETIP. As Notas PromissĂłrias somente poderĂŁo ser negociadas entre investiULDV VRPHQWH SRGHUmR VHU QHJRFLDGDV HQWUH LQYHVWLGRUHV TXDOLÂżFDGRV DVVLP GHÂżQLGRV QRV EDUCACIONAL, situada Ă  Rua dos FuncionĂĄrios, 1323, esquina Rua Recife, Cabral GRUHVTXDOLÂżFDGRVDVVLPGHÂżQLGRVQRVWHUPRVGRDUWžGD,QVWUXomR&90HGHSRLVGH termos do artigo 4Âş da Instrução CVM 476, e depois de decorridos 90 dias contados da data - 80.035-050 - Curitiba - ParanĂĄ. decorridos 90 dias contados da data de sua subscrição ou aquisição, nos termos dos artigos de sua subscrição ou aquisição, nos termos dos artigos 13 e 15 da Instrução CVM 476, obserVALOR MĂ XIMO: R$ 224.681,11 (duzentos e vinte e quatro mil, seiscentos e oitenta 13 e 15 da Instrução CVM 476, observado ainda o cumprimento pela Cia das obrigaçþes deYDGRDLQGDRFXPSULPHQWRSHOD&LDGDVREULJDo}HVGHÂżQLGDVQRDUWGD,QVWUXomR&90 e um reais e onze centavos). ÂżQLGDVQRDUWGD,QVWUXomR&90(l) Local de Pagamento: os pagamentos referentes (l) Local de Pagamento: os pagamentos referentes Ă s Notas PromissĂłrias serĂŁo efetuados: RETIRADA DO EDITAL E DOS ELEMENTOS TÉCNICOS INSTRUTORES: acessar Ă s Notas PromissĂłrias serĂŁo efetuados: (i) em conformidade com os procedimentos adotados (i) em conformidade com os procedimentos adotados pela CETIP, com relação Ă s Notas Propela CETIP, com relação Ă s Notas PromissĂłrias que estejam custodiadas eletronicamente na missĂłrias que estejam custodiadas eletronicamente na CETIP, ou (ii) em conformidade com os o site do Compras ParanĂĄ no endereço: www.comprasparana.pr.gov.br, localizar procedimentos do banco liquidante da EmissĂŁo ou, ainda, (iii) na sede da Cia com relação Ă s CETIP, ou (ii) em conformidade com os procedimentos do banco liquidante da EmissĂŁo ou, Consulta a Licitaçþes: 1Âş Ano de Publicação: 2013, 2Âş Data de Abertura: preencher Notas PromissĂłrias que nĂŁo estejam custodiadas eletronicamente na CETIP; (m) Prorrogaainda, (iii) na sede da Cia com relação Ă s Notas PromissĂłrias que nĂŁo estejam custodiadas data inicial e data final (Obs.: considerar o dia anterior e o dia posterior Ă  data ção de Prazos: considerar-se-ĂŁo prorrogados os prazos referentes ao pagamento de qualeletronicamente na CETIP; (m) Prorrogação de Prazos: considerar-se-ĂŁo prorrogados os fixada para abertura desta licitação), 3Âş Situação: Publicada, 4Âş Ă“rgĂŁo: SEED, 5Âş quer obrigação prevista na cĂĄrtula das Notas PromissĂłrias atĂŠ o primeiro dia Ăştil subsequente, prazos referentes ao pagamento de qualquer obrigação prevista na cĂĄrtula das Notas PromisModalidade – ConcorrĂŞncia PĂşblica, 6Âş Digitar a imagem de controle e clicar em se o seu vencimento coincidir com dia que nĂŁo seja dia Ăştil, sem nenhum acrĂŠscimo aos valosĂłrias atĂŠ o primeiro dia Ăştil subsequente, se o seu vencimento coincidir com dia que nĂŁo seja pesquisar para obter as demais informaçþes. Os elementos tĂŠcnicos instrutores (CD) res a serem pagos, exceto pelos casos em que os pagamentos devam ser efetuados pela dia Ăştil, sem nenhum acrĂŠscimo aos valores a serem pagos, exceto pelos casos em que os CETIP, hipĂłtese em que somente haverĂĄ prorrogação quando a data de pagamento coincidir pagamentos devam ser efetuados pela CETIP, hipĂłtese em que somente haverĂĄ prorrogação serĂŁo entregues Ă s empresas interessadas, mediante o recolhimento do valor de R$ com feriados nacionais, sĂĄbados ou domingos, observado que “Dia(s) Ăštil(eis)´VLJQLÂżFDTXDOquando a data de pagamento coincidir com feriados nacionais, sĂĄbados ou domingos, obser10,00 (dez reais), via GRPR, em qualquer agĂŞncia credenciada, com o CĂłdigo de quer dia que nĂŁo seja sĂĄbado, domingo ou feriado nacional; (n) Encargos MoratĂłrios: ocorvado que “Dia(s) Ăštil(eis)´ VLJQLÂżFD TXDOTXHU GLD TXH QmR VHMD ViEDGR GRPLQJR RX IHULDGR Receita 5355 (Diversos do Estado), indicando no campo “finalidadeâ€? o nĂşmero do rendo impontualidade no pagamento de qualquer quantia devida ao titular de cada Nota Pronacional; (n) Encargos MoratĂłrios: ocorrendo impontualidade no pagamento de qualquer Edital e a Secretaria de Estado da Educação (CP nÂş 063/2013 – SEED/SUDE). A PLVVyULDVREUHRVYDORUHVHPDWUDVRLQFLGLUmRLQGHSHQGHQWHPHQWHGHDYLVRQRWLÂżFDomRRX quantia devida ao titular de cada Nota PromissĂłria, sobre os valores em atraso incidirĂŁo, indeGRPR, devidamente autenticada, deverĂĄ ser apresentada na ComissĂŁo de Licitação interpelação judicial ou extrajudicial, (a) juros de mora de 1% ao mĂŞs, calculados pro rata SHQGHQWHPHQWHGHDYLVRQRWLÂżFDomRRXLQWHUSHODomRMXGLFLDORXH[WUDMXGLFLDO D MXURVGHPRUD de Obras e Serviços de Engenharia da SuperintendĂŞncia de Desenvolvimento temporis desde a data do inadimplemento atĂŠ a data do efetivo pagamento; e (b) multa morade 1% ao mĂŞs, calculados pro rata temporis desde a data do inadimplemento atĂŠ a data do Educacional – SUDE, no endereço acima citado. tĂłria convencional, irredutĂ­vel e de natureza nĂŁo compensatĂłria de 2% (“Encargos MoratĂłefetivo pagamento; e (b) multa moratĂłria convencional, irredutĂ­vel e de natureza nĂŁo compenriosâ€?). Os encargos moratĂłrios ora estabelecidos incidirĂŁo desde o efetivo descumprimento da satĂłria de 2% (“Encargos MoratĂłriosâ€?). Os encargos moratĂłrios ora estabelecidos incidirĂŁo Informaçþes: (41) 3250-8305 ou (41) 3250-8314. obrigação pecuniĂĄria respectiva atĂŠ a data do seu efetivo pagamento, independente de aviso, desde o efetivo descumprimento da obrigação pecuniĂĄria respectiva atĂŠ a data do seu efetivo Curitiba, 23 de outubro de 2013. QRWLÂżFDomRRXLQWHUSHODomRMXGLFLDORXH[WUDMXGLFLDO(o) Resgate Antecipado ObrigatĂłrio: as SDJDPHQWR LQGHSHQGHQWH GH DYLVR QRWLÂżFDomR RX LQWHUSHODomR MXGLFLDO RX H[WUDMXGLFLDO (o) ComissĂŁo de Licitação de Obras e Serviços de Engenharia https://eproc.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_docum... Notas PromissĂłrias estarĂŁo sujeitas a resgate antecipado total obrigatĂłrio pela Cia, nos ter-Evento 67 - EDITAL1 Resgate Antecipado ObrigatĂłrio: as Notas PromissĂłrias estarĂŁo sujeitas a resgate antecimos da legislação aplicĂĄvel, de acordo com o procedimento a ser estabelecido nas cĂĄrtulas, a pado total obrigatĂłrio pela Cia, nos termos da legislação aplicĂĄvel, de acordo com o procediqualquer momento atĂŠ a Data de Vencimento, tĂŁo logo sejam liberados os recursos de longo mento a ser estabelecido nas cĂĄrtulas, a qualquer momento atĂŠ a Data de Vencimento, tĂŁo prazo do Banco Nacional de Desenvolvimento EconĂ´mico e Social - BNDES (“Financiamento logo sejam liberados os recursos de longo prazo do Banco Nacional de Desenvolvimento EXECUĂ‡ĂƒO DE TĂ?TULO EXTRAJUDICIAL NÂş 5039418-37.2012.404.7000/PR BNDESâ€?), sem incidĂŞncia de prĂŞmio. Fica desde jĂĄ estabelecido que tal resgate antecipado EconĂ´mico e Social - BNDES (“Financiamento BNDESâ€?), sem incidĂŞncia de prĂŞmio. Fica desEXEQUENTE : CAIXA ECONĂ”MICA FEDERAL - CEF VHUiIHLWRGHIRUPDXQLODWHUDOSHOD(PLVVRUD$(PLVVRUDGHYHUiHQFDPLQKDUQRWLÂżFDomRDRV de jĂĄ estabelecido que tal resgate antecipado serĂĄ feito de forma unilateral pela Emissora. A titulares das Notas PromissĂłrias, nos termos das cĂĄrtulas, informando sobre a realização do (PLVVRUDGHYHUiHQFDPLQKDUQRWLÂżFDomRDRVWLWXODUHVGDV1RWDV3URPLVVyULDVQRVWHUPRVGDV EXECUTADO : LUIZ KAZUO YAMAMOTO Resgate Antecipado, tĂŁo logo tenha ciĂŞncia do desembolso dos recursos do Financiamento cĂĄrtulas, informando sobre a realização do Resgate Antecipado, tĂŁo logo tenha ciĂŞncia do BNDES, sendo que referido Resgate Antecipado deverĂĄ ocorrer atĂŠ o 5Âş dia Ăştil apĂłs o primeidesembolso dos recursos do Financiamento BNDES, sendo que referido Resgate Antecipado ro desembolso de recursos decorrentes do Financiamento BNDES. (p) Atualização do valor deverĂĄ ocorrer atĂŠ o 5Âş dia Ăştil apĂłs o primeiro desembolso de recursos decorrentes do FinanEDITAL N.Âş 7702121 nominal: nĂŁo haverĂĄ atualização do Valor Nominal UnitĂĄrio; (q) Remuneração: as Notas ciamento BNDES. (p) Atualização do valor nominal: nĂŁo haverĂĄ atualização do Valor NomiPromissĂłrias farĂŁo jus Ă  remuneração equivalente a variação acumulada de 100% das taxas nal UnitĂĄrio; (q) Remuneração: as Notas PromissĂłrias farĂŁo jus Ă  remuneração equivalente a PpGLDV GLiULDV GRV 'HSyVLWRV ,QWHUÂżQDQFHLURV ', GH XP GLD RYHU H[WUD JUXSR Âł7D[DV ',YDULDomRDFXPXODGDGHGDVWD[DVPpGLDVGLiULDVGRV'HSyVLWRV,QWHUÂżQDQFHLURV',GH -Overâ€?), expressas na forma percentual ao ano, base 252 dias Ăşteis, calculadas e divulgadas um dia, over extra grupo (“Taxas DI-Overâ€?), expressas na forma percentual ao ano, base 252 CITAĂ‡ĂƒO - PRAZO DE 30 (TRINTA) DIAS dias Ăşteis, calculadas e divulgadas pela CETIP, no informativo diĂĄrio disponĂ­vel em sua pĂĄgina pela CETIP, no informativo diĂĄrio disponĂ­vel em sua pĂĄgina na internet (www.cetip.com.br), na internet (www.cetip.com.br), acrescida de uma sobretaxa ou spread de 1,15% a.a., base acrescida de uma sobretaxa ou spread de 1,15% a.a., base 252 dias Ăşteis. A Remuneração 252 dias Ăşteis. A Remuneração serĂĄ calculada de forma exponencial e cumulativa, pro rata serĂĄ calculada de forma exponencial e cumulativa, pro rata temporis por dias Ăşteis decorridos, A DRA. GIOVANNA MAYER - MM. JUĂ?ZA FEDERAL SUBSTITUTA DA 5ÂŞ temporis por dias Ăşteis decorridos, incidentes sobre o Valor Nominal UnitĂĄrio, desde a Data de incidentes sobre o Valor Nominal UnitĂĄrio, desde a Data de EmissĂŁo atĂŠ a Data de VencimenEmissĂŁo atĂŠ a Data de Vencimento das Notas PromissĂłrias, calculado de acordo os critĂŠrios WRGDV1RWDV3URPLVVyULDVFDOFXODGRGHDFRUGRRVFULWpULRVGHSUHFLV}HVGHÂżQLGRVQRÂłFDGHUVARA DA SUBSEĂ‡ĂƒO JUDICIĂ RIA DE CURITIBA, NOS AUTOS ACIMA GH SUHFLV}HV GHÂżQLGRV QR ÂłFDGHUQR GH IyUPXODV´ GH 1RWDV &RPHUFLDLV H 2EULJDo}HV  &(QRGHIyUPXODV´GH1RWDV&RPHUFLDLVH2EULJDo}HV&(7,3 DEDL[RGHÂżQLGR GLVSRQtYHO DISCRIMINADOS: 7,3 DEDL[RGHÂżQLGR GLVSRQtYHOSDUDFRQVXOWDQRVLWHZZZFHWLSFRPEU(r) Pagamento do para consulta no site www.cetip.com.br. (r) Pagamento do Valor Nominal UnitĂĄrio e RemuValor Nominal UnitĂĄrio e Remuneração: o Valor Nominal UnitĂĄrio e a Remuneração das neração: o Valor Nominal UnitĂĄrio e a Remuneração das Notas PromissĂłrias serĂŁo integralNotas PromissĂłrias serĂŁo integralmente pagos na respectiva Data de Vencimento, na data de mente pagos na respectiva Data de Vencimento, na data de declaração de vencimento anteFAZ SABER, aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, em declaração de vencimento antecipado em decorrĂŞncia de uma das hipĂłteses de vencimento cipado em decorrĂŞncia de uma das hipĂłteses de vencimento antecipado, a serem descritas antecipado, a serem descritas nos documentos da Oferta Restrita, ou na data de Resgate nos documentos da Oferta Restrita, ou na data de Resgate Antecipado, nos termos e condiespecial LUIZ KAZUO YAMAMOTO - CPF/MF nÂş 234.096.728-77, ficando por este meio Antecipado, nos termos e condiçþes a serem previstos nas cĂĄrtulas das Notas PromissĂłrias, çþes a serem previstos nas cĂĄrtulas das Notas PromissĂłrias, o que ocorrer primeiro; (s) VenCITADO que por este JuĂ­zo e Secretaria da 5ÂŞ Vara Federal, se processa a Execução de TĂ­tulo o que ocorrer primeiro; (s) Vencimento Antecipado: observadas as hipĂłteses a serem detercimento Antecipado: observadas as hipĂłteses a serem determinadas na cĂĄrtula, poderĂŁo os Extrajudicial em epĂ­grafe, e para, conforme dispĂľe o Artigo 652 do CPC, no prazo de 3 (trĂŞs) minadas na cĂĄrtula, poderĂŁo os titulares das Notas PromissĂłrias declarar antecipadamente titulares das Notas PromissĂłrias declarar antecipadamente vencidas, independentemente de dias, efetuar o pagamento do valor corrigido da dĂ­vida de R$ 20.615,50(vinte mil seiscentos e YHQFLGDV LQGHSHQGHQWHPHQWH GH DYLVR QRWLÂżFDomR RX LQWHUSHODomR MXGLFLDO RX H[WUDMXGLFLDO DYLVR QRWLÂżFDomR RX LQWHUSHODomR MXGLFLDO RX H[WUDMXGLFLDO WRGDV DV REULJDo}HV GHFRUUHQWHV todas as obrigaçþes decorrentes das Notas PromissĂłrias e exigir o imediato pagamento pela GDV1RWDV3URPLVVyULDVHH[LJLURLPHGLDWRSDJDPHQWRSHOD&LDPHGLDQWHRHQYLRGHQRWLÂżFDquinze reais e cinquenta centavos), cĂĄlculo de julho/2012, acrescido das custas processuais e &RPSDQKLDPHGLDQWHRHQYLRGHQRWLÂżFDomRFRQWHQGRDVUHVSHFWLYDVLQVWUXo}HVSDUDSDJDção contendo as respectivas instruçþes para pagamento do Valor Nominal UnitĂĄrio, acrescido dos honorĂĄrios advocatĂ­cios, fixados em R$ 1.030,00(um mil trinta reais ), sob pena de mento do Valor Nominal UnitĂĄrio, acrescido da Remuneração, calculada pro rata temporis, da Remuneração, calculada pro rata temporis, desde a Data de EmissĂŁo atĂŠ a data do efetivo PENHORA E AVALIAĂ‡ĂƒO de tantos bens quantos bastem para a garantia do dĂŠbito, desde a Data de EmissĂŁo atĂŠ a data do efetivo pagamento, observados os termos e condiçþes pagamento, observados os termos e condiçþes a serem previstos nas cĂĄrtulas das Notas cientificando-os que a verba honorĂĄria serĂĄ devida pela metade, se o pagamento da dĂ­vida a serem previstos nas cĂĄrtulas das Notas PromissĂłrias; (t) Regime de Colocação: as Notas PromissĂłrias; (t) Regime de Colocação: as Notas PromissĂłrias serĂŁo objeto de distribuição PromissĂłrias serĂŁo objeto de distribuição pĂşblica com esforços restritos de colocação, nos pĂşblica com esforços restritos de colocação, nos termos do contrato de distribuição, sob o for efetivado dentro do prazo acima assinalado (art. 652-A § Ăşnico do CPC), bem como do WHUPRVGRFRQWUDWRGHGLVWULEXLomRVRERUHJLPHGHJDUDQWLDÂżUPHGHFRORFDomRSUHVWDGDSHOR UHJLPHGHJDUDQWLDÂżUPHGHFRORFDomRSUHVWDGDSHOR%DQFR%UDGHVFR%%,6$FRRUGHQDGRU prazo de 15 (quinze) dias, independentemente de penhora, depĂłsito ou caução (arts. 736 a 738 Banco Bradesco BBI S.A., coordenador lĂ­der da Oferta Restrita, no valor de R$ 71.000.000,00 lĂ­der da Oferta Restrita, no valor de R$ 42.000.000,00 (“Coordenador LĂ­derâ€?); e (u) Titularidado CPC), para oposição de embargos Ă  execução ou para depositar 30% do valor da (“Coordenador LĂ­derâ€?); e (u) TitularidadeSDUDWRGRVRVÂżQVHHIHLWRVDWLWXODULGDGHGDV1RWDV deSDUDWRGRVRVÂżQVHHIHLWRVDWLWXODULGDGHGDV1RWDV3URPLVVyULDVVHUiFRPSURYDGDSHOD execução, inclusive custas e honorĂĄrios advocatĂ­cios e requerer o parcelamento do restante PromissĂłrias serĂĄ comprovada pela posse da cĂĄrtula das Notas PromissĂłrias. Adicionalmenposse da cĂĄrtula das Notas PromissĂłrias. Adicionalmente, serĂĄ reconhecido como comprote, serĂĄ reconhecido como comprovante de titularidade, para as Notas PromissĂłrias custodiavante de titularidade, para as Notas PromissĂłrias custodiadas eletronicamente no CETIP21, o do dĂŠbito em atĂŠ 6 (seis) parcelas mensais, acrescidas de correção monetĂĄria (INPC) e juros de das eletronicamente no CETIP21, o extrato em nome dos titulares das Notas PromissĂłrias extrato em nome dos titulares das Notas PromissĂłrias emitido pela CETIP. (II) autorizar a Di1% (um por cento) ao mĂŞs (art. 745-A do CPC). E, para que chegue ao conhecimento de todos, emitido pela CETIP. (II)DXWRUL]DUD'LUHWRULDGD&LDD D GHÂżQLURVWHUPRVHFRQGLo}HVGD UHWRULDGD&LDD D GHÂżQLURVWHUPRVHFRQGLo}HVGD2IHUWD5HVWULWDTXHQmRIRUDPDTXLÂż[Do presente Edital serĂĄ publicado e afixado na forma da lei. 2IHUWD5HVWULWDTXHQmRIRUDPDTXLÂż[DGRVHTXHVHUmRQHFHVViULRVSDUDDVXDLPSOHPHQWDdos e que serĂŁo necessĂĄrios para a sua implementação, (b) elaborar, em conjunto com o ção, (b) elaborar, em conjunto com o Coordenador LĂ­der, o plano de distribuição das Notas Coordenador LĂ­der, o plano de distribuição das Notas PromissĂłrias, sob o regime de garantia DADO E PASSADO nesta Cidade de Curitiba, Capital do Estado do ParanĂĄ, aos 3URPLVVyULDVVRERUHJLPHGHJDUDQWLDÂżUPHGHFRORFDomR F FHOHEUDUWRGRVRVGRFXPHQWRV ÂżUPHGHFRORFDomR F FHOHEUDUWRGRVRVGRFXPHQWRVHSUDWLFDUWRGRVRVDWRVQHFHVViULRVj e praticar todos os atos necessĂĄrios Ă  efetivação da Oferta Restrita e Ă  emissĂŁo das Notas efetivação da Oferta Restrita e Ă  emissĂŁo das Notas PromissĂłrias, e (d) contratar: (i) o Coorquinze (15) dias do mĂŞs de outubro do ano de dois mil e treze (2013). Eu, ___________(Siro PromissĂłrias, e (d) contratar: (i) o Coordenador LĂ­der; (ii) o banco mandatĂĄrio da EmissĂŁo; e denador LĂ­der; (ii) o banco mandatĂĄrio da EmissĂŁo; e (iii) os demais prestadores de serviços Sato), Supervisor de Processamentos Diversos, que o digitei e; eu, _____________(Kely Cristina (iii) os demais prestadores de serviços para a Oferta Restrita, tais como custodiante, assessopara a Oferta Restrita, tais como custodiante, assessores legais, os sistemas de distribuição e Laurentino), Diretora de Secretaria da 5ÂŞ Vara Federal, Subseção JudiciĂĄria de Curitiba, que o res legais, os sistemas de distribuição e negociação das Notas PromissĂłrias, entre outros, negociação das Notas PromissĂłrias, entre outros, podendo, para tanto, negociar e assinar os conferi e subscrevi. SRGHQGRSDUDWDQWRQHJRFLDUHDVVLQDURVUHVSHFWLYRVFRQWUDWRV$GLFLRQDOPHQWHUDWLÂżFDPVH UHVSHFWLYRV FRQWUDWRV$GLFLRQDOPHQWH UDWLÂżFDPVH WRGRV RV DWRV UHODWLYRV j 2IHUWD 5HVWULWD todos os atos relativos Ă  Oferta Restrita que tenham sido praticados anteriormente pela direque tenham sido praticados anteriormente pela diretoria da Cia. Encerramento e lavratura de toria da Cia. Encerramento e lavratura de ata: nada mais havendo tratar e como ninguĂŠm ata: nada mais havendo tratar e como ninguĂŠm quisesse fazer uso da palavra, foram encerraquisesse fazer uso da palavra, foram encerrados os trabalhos com a lavratura da presente ata, dos os trabalhos com a lavratura da presente ata, que apĂłs lida e aprovada pelos presentes, Giovanna Mayer que apĂłs lida e aprovada pelos presentes, foi por todos assinada. Curitiba, 03/10/2013. JUCEfoi por todos assinada. Curitiba, 03/10/2013. JUCEPAR: Sob o nÂş 20135871530 em JuĂ­za Federal Substituta PAR: Sob o nÂş 20135871522 em 18/10/2013. SebastiĂŁo Motta - SecretĂĄrio Geral. 18/10/2013. SebastiĂŁo Motta - SecretĂĄrio Geral.

Documento eletrônico assinado por Giovanna Mayer, Juíza Federal Substituta, na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 de março de 2010. A conferência da autenticidade do documento estå disponível no endereço eletrônico


internacional

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de outubro de 2013 | Pág. A8

coluna@induscom.com.br

Antonio Cruz/ABr

Opinião

Corte

Onde deve começar o bom exemplo O CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) vem fiscalizando, com certo rigor, as campanhas publicitárias voltadas para as crianças, mas isso não tem sido suficiente; a maioria delas é alvo, direta ou indiretamente, de mensagens sedutoramente elaboradas para atingi-las, já que despendem muito tempo diante da TV. A indústria de alimentos utiliza personagens licenciados para aumentar a venda de seus produtos, e esses, em sua grande maioria, contem alto teor de gordura, açúcar e sódio, ou seja, são de qualidade nutricional "duvidosa". De acordo com pesquisa realizada pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), as crianças são responsáveis por cerca de 70% das decisões de compra no núcleo familiar, especialmente alimentos (92%), ou seja, é mais interessante direcionar a publicidade a elas, que aos seus pais. Por conta desse fato, o CONAR estabeleceu que, a partir de primeiro de março, estão proibidas as ações de merchandising em programas infantis. Mas essa medida é insuficiente, já que as crianças sofrem o assédio da publicidade não apenas durante a programação infantil, pois campanhas publicitárias de alimentos são veiculadas durante toda a programação televisiva e estimulam o consumo excessivo, não raro associado à conquista de sensações e sentimentos, como felicidade, alegria, até mesmo amizade, como é o caso dos refrigerantes, de baixo valor nutricional, porém altamente calóricos. Outros, como os salgadinhos, frequentemente são associados à diversão, aventuras e até esportes. E tais alimentos se tornaram itens de consumo diário para as crianças, que hoje desconhecem verduras e até frutas (não reconhecem nem sua aparência, muito menos o seu sabor, mas reconhecem facilmente as embalagens de seus "alimentos" favoritos. A preocupação se expande, e documentários, como o "Muito Além do Peso" (Maria Farinha Filmes), trazem à tona a discussão sobre obesidade infantil. Durante dois anos e meio a documentarista Estela Renner viajou pelas 5 regiões do país pesquisando a relação das crianças com a alimentação, mostrando com clareza a triste estatística: cerca de 33% das crianças brasileiras estão acima do peso. Este índice praticamente triplicou nos últimos 25 anos, época em que já tínhamos 13% das crianças, entre cinco e nove anos, acima do peso. Hoje estamos proporcionalmente iguais aos EUA, país com a maior população obesa do mundo. Esse tema incomoda os pais de crianças e adolescentes e permeia discussões, não apenas entre os profissionais ligados à área da saúde, como endocrinologistas, pediatras, nutricionistas, mas também é pauta polêmica para os profissionais da área da comunicação, principalmente da publicidade, e sem dúvida afeta o outro lado da moeda: o mercado de produtos industrializados, principalmente as denominadas junk foods. O Ministério da Saúde anunciou o lançamento de uma campanha em 30 mil escolas públicas do país, com o objetivo de orientar as crianças sobre uma alimentação saudável, e a notícia teve espaço em toda mídia, em particular no Fantástico, que foi ao ar dia 17 de março, citando inclusive o referido documentário. Assim, se por um lado, parte da mídia tem agido de forma imprudente no trato da saúde infantil, outra parte dela tem tentado colaborar, disseminando a consciência em relação ao tema. O fato é que há uma grande responsabilidade conjunta na educação das crianças e jovens no que diz respeito aos hábitos de alimentação. Quando atribuímos aos pais a tarefa de começar dando o exemplo dentro de casa, será que lembramos que a mídia invade os lares com inúmeras campanhas oferecendo as mais diversas guloseimas de maneira apetitosa e cercada de personagens infantis? Não é fácil para os pais contradizerem mensagens amplamente difundidas, e muitas vezes até apoiadas por ídolos do esporte e âncoras da programação infantil. *Maria Paula Mansur Mader é professora da Escola de Comunicação das Faculdades Integradas do Brasil – UniBrasil.

Prostituição

Quadrilha que explorava brasileiras no esquema para Angola é presa Cinco brasileiros foram presos nesta sexta-feira (24) por meio da Operação Garina da Polícia Federal sob a acusação de envolvimento em esquema de tráfico internacional de mulheres. Eles aliciavam as vítimas em casas noturnas da capital paulista com a promessa de que receberiam valores altos em dólares para se prostituirem, em Angola, país que fica na Costa Ocidental da África. Segundo nota da PF, as mulheres eram oferecidas a clientes de alto poder aquisitivo. Dois estrangeiros ligados à quadrilha no exterior também tiveram prisão preventiva decretada pela Justiça Federal e os nomes foram incluídos na lista mundial de procurados pela Interpol. Além das prisões, foram expedidos 11 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, São Bernardo do Campo, Cotia e Guarulhos. O caso começou a ser investigado pelos agentes federais há um ano, período em que conseguiram juntar provas de que as vítimas eram aliciadas pelo grupo criminoso em casas noturnas

paulistanas. Para atraí-las ofereciam pagamento de US $ 10 mil dólares para se prostituirem pelo período de uma semana. “Há fortes indícios de que parte das vítimas foi privada temporariamente de liberdade no exterior e obrigada a manter relações sexuais sem preservativos com clientes estrangeiros. Para essas vítimas, os criminosos ofereciam um falso coquetel de drogas anti-aids”, diz o comunicado. A ação criminosa, que vinha sendo praticada desde 2007, rendeu em torno de US $ 45 milhões. Os investigados serão indiciados por crime de participação em organização criminosa, tráfico internacional de pessoas, favorecimento à prostituição, rufianismo (exploração de prostituição), estelionato, cárcere privado e perigo para a vida ou saúde de outrem. As penas máximas somadas chegam a 31 anos de prisão. Segundo esclareceu a PF, o nome dado à operação Garina, sig nifica menina na gíria do português de Angola, principal local de ação dos criminosos.

A corte não acatou uma carta de garantia assinada pelo embaixador Fernando Barreto, em que pedia que a brasileira respondesse ao processo em liberdade

Justiça russa nega pedido de fiança à ativista brasileira Ana Paula Maciel e outros 28 ativistas presos não tiveram o pedido de fiança aceito

A

Justiça da Rússia negou nesta sexta-feira (24) o pedido de fiança da ativista brasileira Ana Paula Maciel, 31 anos, e de outros 28 ativistas presos em Murmansk depois de um protesto, em setembro, contra a exploração de petróleo no Ártico pelo consórcio russo Gazprom. O Ministério das Relações Exteriores ainda não se pronunciou sobre a negativa da Justiça russa, feita há pouco. A corte de Murmansk não acatou uma carta de garantia assinada pelo

embaixador brasileiro na Rússia, Fernando Barreto, em que pedia que a brasileira respondesse ao processo em liberdade, mediante o pagamento de fiança. No documento, o Brasil se responsabilizava pelo bom comportamento de Ana Paula durante as investigações e pelo comparecimento da ativista nos tribunais sempre que solicitado. Na quinta-feira (23), a Justiça russa amenizou as acusações aos ativistas do Greenpeace de pirataria para vandalismo, cujas penas

são mais brandas. A pena para a nova acusação é de até sete anos de reclusão. Com a acusação anterior, eles poderiam ficar presos por até 15 anos. Os detidos estão em prisão preventiva até o dia 24 de novembro. De acordo com nota emitida pelo Greenpeace, as acusações por vandalismo também serão rechaçadas. “Vamos contestar veementemente as acusações de vandalismo, assim como fizemos com as acusações de pirataria. Ambas são fantasiosas,

Comissão vai à Rússia pedir libertação da ativista brasileira Uma comissão de parlamentares deverá ir até a Rússia para interceder a favor da libertação da ativista ambiental brasileira Ana Paula Maciel. O presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), decidiu nomear uma pequena comissão mista que vai pessoalmente conversar com o chefe do Poder Legislativo russo. A decisão foi tomada depois de uma

reunião de Renan com o presidente e o vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara, deputado José Luiz Penna (PV-SP) e deputado José Sarney Filho (PV-MA); com os integrantes da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos deputada Erika Kokay (PT-DF), deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) e deputado Chico Alencar (PSOLRJ); e o diretor de Políticas Públicas

do Greenpeace, Sérgio Leitão. Segundo informações divulgadas pelo site do Senado, Renan enviou uma correspondência à presidenta do Conselho da Federação da Assembleia Federal da Rússia, Valentina Matvienko, para pedir que a ativista brasileira seja libertada. Agora, a comissão de parlamentares brasileiros, cujos membros ainda não foram definidos, deverá fazer o mesmo pessoalmente.

Alemanha convoca embaixador dos EUA para dar explicações sobre espionagem A Alemanha convocou nesta sexta-feira (24) o embaixador dos Estados Unidos em Berlim, John Emerson, para prestar explicações sobre suspeitas de que os Estados Unidos teriam espionado o telefone celular da chanceler, Angela Merkel. De acordo com comunicado do porta-voz do governo, Steffen Seibert, há informações de que o celular da chanceler foi interceptado e o governo quer um "esclarecimento completo" e imediato sobre a suspeita. No documento, a Alemanha também expressou expectativa de que as autoridades norte-americanas esclareçam a dimensão dessas práticas e respondam aos questionamentos feitos meses atrás, quando o ministro do Interior alemão, Hans-Peter Friedrich, foi aos Estados Unidos para obter esclarecimentos sobre a existência de

um programa mundial de vigilância de comunicações eletrônicas. "O governo alemão espera que haja um acordo claro, em bases legais, para as futuras atividades de inteligência e cooperação entre os países", de acordo com a nota. O porta-voz da presidência, Jay Carney, confirmou o telefonema entre os líderes e informou que Obama assegurou a Angela Merkel que suas ligações não foram interceptadas. “O presidente assegurou à chanceler que os EUA não espionam, e não espionaram, as comunicações da chanceler”, explicou Carney. Nesta semana, foram divulgadas informações na imprensa internacional de que mais de 73 milhões de comunicações da França também foram monitoradas pelos Estados Unidos entre o final de 2012 e o começo de 2013.

O embaixador dos Estados Unidos em Berlim, John Emerson dará explicações sobre as suspeitas de espionagem no telefone da chanceler, Angela Marker (foto)

sem qualquer relação com a realidade", informou a organização, que assegura que os ativistas protestavam pacificamente contra as atividades da Gazprom no Ártico. Pouco antes do anúncio da flexibilização da pena, a Rússia rejeitou a arbitragem do Tribunal Internacional dos Direitos do Mar no caso. Também ontem, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDBAL), nomeou uma comissão mista para ir à Rússia e interceder a favor da libertação de Ana Paula Maciel.

Governo iraniano diz que suspendeu a produção de urânio enriquecido O Irã parou de enriquecer urânio a 20%, informou hoje (24) a agência de notícias oficial do país (Irna, sigla em inglês para Agência de Notícias da República Islâmica). "Teerã parou de enriquecer urânio a um nível de pureza superior a 5%", disse o porta-voz da Comissão Parlamentar de Segurança Nacional e Política Externa do país, Hossein Naghavi Hosseini. "O Irã tem quantidade suficiente de urânio enriquecido a 20% para conversão em combustível do reator para pesquisas médicas em Teerã", disse. O porta-voz informou, no entanto, que no futuro Teerã decidirá de forma independente se produzirá urânio enriquecido acima dos 5%. "Não há objetivo em discutir essa questão agora porque o processo de enriquecimento de urânio foi interrompido", acrescentou Naghavi Hosseini. As potências ocidentais têm repetidamente declarado que, para convencer o mundo que não há intenção de desenvolver armas nucleares, o Irã deveria parar de enriquecer urânio a 20%, assim como dar mais publicidade ao seu programa nuclear e reduzir os estoques de urânio.

Coreia do Norte aceita visita de deputados sul-coreanos ao complexo de Kaesong A Coreia do Norte aceitou na última sexta-feira (24) a visita de 24 deputados da Coreia do Sul ao complexo industrial de Kaesong - principal projeto de cooperação entre os dois países, localizado em território norte-coreano. A visita será na próxima semana, segundo o Ministério da Unificação sulcoreano, e é vista como um gesto de abertura em um momento de estagnação das relações bilaterais. Essa será a primeira visita de parlamentares sul-coreanos ao complexo

desde a sua reabertura, em setembro, depois de cinco meses fora de atividade. Na semana passada, 57 sulcoreanos – entre funcionários e diretores do complexo, deputados e assessores – pediram autorização da Coreia do Norte para visitar Kaesong. O objetivo da visita é permitir que os deputados observem o retorno às atividades das empresas da Coreia do Sul no local e promover o diálogo com os empresários afetados pelo fechamento do complexo.

A visita dos deputados faz parte de uma série de auditorias parlamentares que o governo sul-coreano vai fazer até o dia 2 de novembro. Nos últimos meses, os empresários solicitaram ao governo sul-coreano que intensifiquem as medidas de apoio para compensar os prejuízos decorrentes do fechamento temporário de Kaesong. O complexo industrial conjunto foi fechado unilateralmente pela Coreia do Norte, em abril, quando a Coreia do Sul e os Estados Uni-

dos discutiam nas Nações Unidas (ONU) a aplicação de sanções contra o governo norte-coreano. Depois de meses de negociação, o complexo foi reaberto. Em Kaesong há 123 empresas sul-coreanas, que empregam cerca de 54 mil trabalhadores da Coreia do Norte. Atualmente, dessas 123 empresas, 118 estão em operação. Algumas firmas reclamam da perda de encomendas devido ao hiato de cinco meses nas operações e de falta de capital.


NEGÓCIOS

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de outubro de 2013 | Pág. B1

PARANÁ

Embaixador de Israel visita a Fiep para estreitar negócios País quer aumentar relações com o Estado, principalmente em tecnologia e inovação

A

Federação das Indústrias do Paraná recebeu na quartafeira (23), no Campus da Indústria, em Curitiba, o Embaixador de Israel, Rafael Eldad. O país quer estreitar as relações comerciais com empresas e indústrias do Estado, principalmente nas áreas de tecnologia, inovação, agricultura, saúde e segurança. O embaixador foi recepcionado pelo vice-presidente da Fiep, Paulo Pupo, e a gerente do Centro Internacional de Negócios da entidade, Janet Pacheco. No início do próximo ano, o CIN irá organizar uma missão empresarial para o país com o objetivo de fomentar os negócios entre as partes. Mais informações serão divulgadas no site www.cinpr.org.br. Segundo Eldad, o Paraná é um Estado atrativo para empresas israelitas. “Queremos aumentar as relações de negócios e buscar novas oportunidades no Brasil, em especial com o Paraná, um Estado desenvolvido e importante na produção industrial do país”, disse ele, destacando que são muitas as oportunidades de parcerias entre indústrias paranaenses e de Israel. “A missão que será organizada pelo CIN em 2014 será relevante para que empresários conheçam nosso país e como podem fazer negócios”, acrescentou. “Receber na Fiep um país com a qualidade de Israel, que tem uma tecnologia de ponta, com expertise em vários setores, é muito positivo para o Paraná. O próximo passo é estimular os negócios com as indústrias, por meio de uma missão que levará empresários para conhecer o país. Este será um momento de abrir o campo econômico com Israel”, destacou Paulo Pupo. Segundo Janet Pacheco, a entidade divulgará em breve como será realizada a missão empresarial para Israel. “Faz parte do trabalho do Centro Internacional de Negócios incentivar e fomentar negócios entre o Paraná e outros países do mundo, auxiliando empresas na sua internacionalização e atraindo investimentos para o Estado”, disse.

O embaixador Rafael Eldad (de gravata vermelha) foi recebido pelo vice-presidente da Fiep, Paulo Pupo

Durante a visita, Eldad conheceu os aspectos econômicos do Paraná, apresentados pelo economista da Fiep, Roberto Zurcher. Ele destacou que nos últimos dois anos, o Paraná teve um crescimento de 53%, enquanto o Brasil cresceu 25%. Zurcher informou também que o Estado está na sua terceira onda de industrialização, com atração de novas indústrias na área de caminhões, por exemplo, e que dois momentos foram importantes na industrialização do Estado. “Tivemos uma onda industrial na década de 50, com a chegada de empresas estrangeiras como a Volvo e outra onda nos anos 90, com mais indústrias se instalando, como a Renault e a Volkswagen”, disse, acrescentando que o Estado está investindo cada vez mais em novas tecnologias e no ano que vem deve iniciar a produção aeronáutica, com fabricação de aviões de pequeno porte. Também participaram do encontro o vice-presidente da Federação Israelita no Paraná, Isac Baril, a cerimonial e relações internacio-

nais do Governo do Estado, Vera Maria Scarpim. Em 2012, uma delegação formada pelo presidente da Fiep, Edson Campagnolo, e diretores regionais e nacionais do Senai esteve em Israel a convite da Embaixada do Brasil no país para conhecer o mercado local e as oportunidades de negócios que poderiam ser trazidas para as empresas paranaenses. Na visita também foram assinados diversos termos de cooperação técnica e acordos institucionais para fomentar negócios entre o Brasil e Israel. Campagnolo assinou, na cidade de Haifa, um protocolo de intenções com o Instituto de Tecnologia de Israel (Technion). Também foram firmados outros acordos entre a Fiep e instituições israelenses. Parcerias para fomentar negócios foram realizadas com a Agência governamental para Cooperação Internacional de Pesquisa & Desenvolvimento (Matimop), a TransAlgae e a StarTau, organização sem fins lucrativos que oferece uma variedade de serviços para apoiar

aspirantes a empreendedores de Israel, e a Federação Israelense das Câmaras de Comércio e Indústria. A entidade também possui contato com outras instituições de Israel visando o fomento dos negócios com o Brasil. São elas: Ministério da Indústria, Trabalho e Comércio de Israel, Manufacture’s Association of Israel (MAI), Faculdade de Biotecnologia e Engenharia de Alimentos, Indústrias de Tecnologias Avançadas de Israel (IATI), Instituto Weizmann, uma das instituições líderes mundiais em pesquisas multidisciplinares, Universidade Hebraica em Jerusalém e o Centro Invest em Israel. Para Janet Pacheco, esses acordos de cooperação com diversas instituições israelitas mostra que o país está de portas abertas para receber empresas e indústrias paranaenses. “Nessa ação de internacionalização, os empresários podem contar com apoio e auxílio do CIN, que oferece orientação e suporte para o fomento dos negócios entre o Paraná e outros países”, finalizou.

Oi terá 500 mil pontos de acesso à sua rede wi-fi até o fim do ano O presidente da Oi, Zeinal Bava, anunciou durante apresentação na Futurecom, que a rede Oi WiFi alcançará a marca de 500 mil pontos de acesso em todo o Brasil até o fim deste ano. Zeinal destacou que hoje o serviço da Oi de acesso à internet por meio da rede Oi WiFi já conta com 319 mil hotspots, o que consolida a companhia na posição de líder em wi-fi no Brasil. A Oi vem investindo neste segmento com objetivo de reforçar o seu posicionamento de operadora convergente, que oferece a experiência de internet mais completa para o cliente, com

banda larga fixa e móvel. Os pontos de acesso à rede Oi WiFi podem ser encontrados nas grandes redes de fastfood como Mc Donald´s, cafeterias como Starbucks e Fran´s Café e restaurantes como Outback, além dos principais aeroportos e shoppings do país, proporcionando ao cliente da operadora estar conectado a toda hora em qualquer lugar. A rede também esta disponível em locais abertos nas grandes cidades como a orla e o Centro do Rio de Janeiro, o Pelourinho e o Farol da Barra em Salvador, a Praia de Boa Viagem em Recife, as Praia de Mucuripe e

de Iracema em Fortaleza, o Mercado Municipal de Porto Alegre e as praças da Estação e 7 de setembro em Belo Horizonte. Entre os locais que mais concentram usuários conectados no Brasil estão a orla e o Centro do Rio e os aeroportos do país. A companhia oferece também o aplicativo Oi WiFi para consulta ao mapa de cobertura dos pontos de acesso e para conexão automática à rede, compatível com as plataformas iOS e Android, que chegou a mais de 500 mil downloads. Além dos milhares de pontos de acesso no Brasil, os clientes da

Oi já contam com 12 milhões de pontos de acesso, garantidos pela parceria exclusiva da Oi com a espanhola FON, a maior rede wi-fi do mundo. Mais informações estão disponíveis no site www.oi.com. br/oiwifi. Além de expandir a rede Oi WiFi, a Oi também vem investindo fortemente na ampliação de suas áreas de cobertura para as redes 3G e 4G. Assim, a companhia oferece uma experiência cada vez melhor para seus clientes, com serviços convergentes de internet móvel que são capazes de atender à explosão do consumo de dados.

Novotel vai investir R$ 713 milhões na AL A Novotel, rede de hotéis midscale da Accor, irá dobrar o parque hoteleiro da marca na América Latina até 2016. São 16 novos empreendimentos que, por meio de parceiros de negócios da Rede, receberão investimentos de R$ 713,7 milhões e que irão oferecer, somados, 2.805 novos quartos. As cidades dos novos hotéis no Brasil são Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Goiânia, Itu, Macaé, Manaus, Rio de Janeiro (3), Salvador, Santos e São Paulo; Lima (Peru), Viña del Mar (Chile) e Tucumã (Argentina). Ao todo, os hotéis irão gerar 1.132 empregos diretos, além de cerca de 3.400 indiretos. Para o Diretor de Operações Novotel para América Latina,

Bernd Hofmann, a expansão na região é resultado de uma série de fatores. “A demanda por novos e melhores hotéis na América do Sul é crescente. Além disso, também temos a expectativa de levar a marca Novotel para mais cidades, ampliando nossa rede e levando a qualidade e excelência Novotel na prestação de serviços e na satisfação do consumidor a novos locais”, diz Hofmann. “A marca passa por um importante momento estratégico de posicionamento na região. Por isso, o parque está completamente renovado e modernizado, e a expansão é resultado dos índices de qualidade, satisfação dos clientes e credibilidade dos investidores.”

Wine.com.br renova infraestrutura de TI com solução IBM A Wine.com.br, segunda maior loja online de vinhos do mundo e com sede em Serra (ES), renovou sua estrutura tecnológica com uma solução IBM. Implementado pela Liveconsult, parceiro comercial da IBM para a região, o projeto tem o objetivo de tornar o ambiente de TI apto a suportar o alto volume de transações gerado pelo expressivo crescimento nos negócios que a empresa vem constatando desde sua inauguração em 2008. Atualmente, a loja tem mais de 70 mil clientes em todo o país e 55 mil pedidos mensais. O ambiente anterior, que atendia todo o portal www.wine. com.br e hospedava as aplicações de gestão empresarial, de estoque e logística, entre outras, não estava atendendo ao aumento da demanda no último ano – o número de clientes aumentou 60% somente em 2012 e, com isso, os acessos à loja virtual

quase triplicou. Com a nova tecnologia, o usuário do site ganhou um considerável aumento na agilidade durante o acesso e melhora em suas experiências de consulta - que hoje está 10x mais veloz - e compra. Os sistemas de gerenciamento da empresa também estão muito mais rápidos, e isso impactou diretamente nos processos internos. “Buscamos uma tecnologia moderna e robusta porque nosso plano de negócio ainda prevê significativo crescimento pelos próximos anos”, comenta Pedro Brunoro, gestor de informação da Wine.com.br. “O projeto da Liveconsult com a IBM nos deixou mais seguros para continuar investindo na busca por novos clientes e negócios, porque agora temos certeza de que nosso sistema vai atender à demanda que gerarmos sem que tenhamos queda na qualidade do serviço ou na disponibilidade do site”, conclui.

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES 24 HORAS Atendimento em toda Curitiba e Região Metropolitana. Instalação de anti-vírus, automatização de backup, recuperação de dados, configuração e cabeamento de redes, resolução de problemas no local. Cobrança feita por hora técnica de R$ 60,00 com emissão de nota fiscal do serviço prestado. Fones 041 33271826 ou 041 98416299.

McAfee Labs divulga análise inédita sobre moedas on-line e seu uso no cibercrime O McAfee Labs, centro global de pesquisas da McAfee, com mais de 350 pesquisadores multidisciplinares e analistas de segurança da informação, divulgou essa semana o relatório Digital Laundry (“Lavanderia Digital”) que demonstra como os cibercriminosos vêm usando as moedas on-line para lavagem de dinheiro. Antes de ter suas operações encerradas, o serviço de moeda digital Liberty Reserve foi usado para lavar mais de US$ 6 bilhões, quantia que representa o maior caso internacional de lavagem de dinheiro da história. Porém, o Liberty Reserve não é a única moeda digital usada por criminosos e a proliferação desses serviços alimenta o crescimento de cibercrimes. O uso dessas moedas vai além da propensão à lavagem de dinheiro, pois incluem também ataques direcionados em câmbios financeiros e malwares desenvolvidos para atacar carteiras digitais. As moedas digitais são consideradas confiáveis, instantâneas e anônimas. Mesmo quando questões de privacidade foram levantadas em relação a moedas específicas (notadamente o Bitcoin), o mercado respondeu com extensões para oferecer um anonimato maior. Na análise do McAfee Labs, a resposta do mercado é um ponto importante, porque, independente das ações das autoridades contra as empresas de moedas virtuais, os “usuários” de tais serviços identificam rapidamente novas plataformas para lavar seu dinheiro. Há ainda um processo que permite a produção de moedas digitais, conhecido como “mineração”, embora no início as pessoas usassem seus próprios recursos para produção de moedas digitais. Em junho de 2011 um gerador de Bitcoin permitiu que sites com grande tráfego usassem computadores visitantes para produzir as moedas digitais. Os

visitantes não eram informados disso em todos os casos, criando bots (robôs) maliciosos. O Banco Central Europeu indica diferenças básicas entre as moedas virtuais e os esquemas financeiros eletrônicos. O dinheiro eletrônico usa uma unidade de valor tradicional e regulamentada; as moedas digitais não são regulamentadas e usam um dinheiro “inventado”. A facilidade é um dos maiores benefícios das moedas digitais e do dinheiro eletrônico, adquiri-las em certos serviços de câmbio podem exigir processos de registro, mas, em alguns casos para comprar as moedas basta fornecer fundos. A moeda digital do momento é o Bitcoin, que combina criptografia com uma arquitetura peer-to-peer, o que dificulta a identificação de usuários suspeitos e a obtenção de registros de transação. Ainda sim, essa descentralização não é livre de vulnerabilidades. As tentativas de fechar os serviços de moedas digitais tem resultado em criminosos simplesmente mudando seus negócios para outros locais. Apesar de ser uma proposta atraente para os cibercriminosos, autoridades globais estão trabalhando juntas, internacionalmente, e com o setor privado para identificar e prender os indivíduos que operam tais plataformas. “As moedas virtuais não vão desaparecer. Apesar dos desafios aparentes apresentados pelos ataques DoS (negação de serviço), do uso desses serviços de câmbio para lavagem de dinheiro e da facilitação do cibercrime, também há muitas oportunidades para usos legítimos. Ignorar essa oportunidade de mercado pode custar aos possíveis investidores legítimos um faturamento significativo, mas o fracasso em lidar com os riscos em potencial podem custar muito mais”, ressalta Raj Samani, vice-presidente e CTO da McAfee para a EMEA.

Router lança Blog TrendTech sobre inovação

Bernd Hofmann, diretor de Operações Novotel para América Latina

Há sete anos a agência Router criou um processo e uma ferramenta de inovação para gerar insights para seus projetos em digital e live marketing integrados, o TrendTech. Neste processo, profissionais de todos os departamentos da agência pesquisam cases, tendências e tecnologias, alimentam um grande banco de referências e semanalmente discutem em uma reunião geral o que consideram mais inovador.

Agora, a Router decidiu extrapolar seus limites e compartilhar um pouco dessa cultura de inovação também com o público e o mercado, lançando o Blog TrendTech. Alimentado pelo radar minucioso da equipe de criativos, no novo blog o público encontra o que há de mais novo em tendências de comportamento de consumo, novos produtos e tecnologias, arte, design entre outros assuntos inspiradores.


NACIONAL

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de outubro de 2013 | Pág. B3

Dilma quer "critérios técnicos objetivos" para criação de municípios

Ipea

Mais da metade das casas têm ao menos um veículo

Marcelo Camargo/ABr

Segundo o instituto 54% dos domicílios contam com pelo menos um meio para deslocamento

Dois terços da populaçao (66%) gasta mais de 30 minutos diariamente no trajeto de casa para o trabalho

M

ais da metade dos domicílios brasileiros (54%) contam com pelo menos um automóvel ou uma motocicleta para o deslocamento dos seus moradores. Essa proporção, relativa a 2012, representa um aumento de 9 pontos percentuais na comparação com 2008, quando 45% dos lares tinham um veículo particular. A tendência, segundo comunicado divulgado nesta quinta-feira (24) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), é que o número aumente ainda mais nos próximos anos. O cenário, segundo o Ipea, aponta, de um lado, para o maior acesso da população, inclusive os segmentos de menor renda, aos automóveis. De outro, indica intensifi-

cação dos desafios para os gestores dos sistemas de mobilidade, uma vez que a maior taxa de motorização dos brasileiros contribui para elevação no número de acidentes, de congestionamentos e dos índices de poluição. Problemas relativos à mobilidade urbana, especialmente em regiões metropolitanas, foram apontados como estopim das mobilizações que levaram às ruas, em diversas cidades do país, milhares de brasileiros, em junho. De acordo com o documento, o fato de grande parte da população ainda não ter a propriedade de veículos pode contribuir para uma piora ainda mais intensa nesse quadro nos grandes centros urbanos, sobretudo nas regiões com menor

percentual de motorização (Norte e Nordeste). "Cada vez mais, os domicílios de baixa renda terão acesso ao veículo privado, já que metade deles ainda não tem automóvel ou motocicleta, e as políticas de incentivo à sua compra são muito fortes", diz o texto. "Resta ao poder público estabelecer políticas para mitigar as externalidades geradas pelo aumento do transporte individual, já que as tendências apresentadas corroboram a tese de piora das condições de trânsito nas cidades brasileiras", acrescentam os técnicos do Ipea, no comunicado. Considerando a posse de veículos privados por estado, o levantamento revela que os maiores índices são verificados em Santa

Catarina (onde 75% dos domicílios têm carro ou moto), no Paraná (68%) e no Distrito Federal (64%). Por outro lado, Alagoas (32%) tem o menor índice de motorização por domicílio. O levantamento também traz dados sobre o tempo de deslocamento entre casa e trabalho. Dois terços (66%) da população gastam até 30 minutos diariamente nesse trajeto, "mas há uma clara tendência de piora, em função do crescente aumento da taxa de motorização da população conjugado com a falta de investimentos públicos nos sistemas de transporte público ao longo das últimas décadas". Ainda segundo o documento, 10% gastam mais de uma hora nesse deslocamento.

Dilma anuncia investimentos de R$ 13,5 bilhões em saneamento e pavimentação A presidenta Dilma Rousseff informou ontem (24) que o governo anunciará esta manhã investimentos de R$ 13,5 bilhões em saneamento e pavimentação para 1.198 municípios em todo o país. As obras fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). “Colocar tanto dinheiro em saneamento e pavimentação seria impensável uma década atrás”, escreveu Dilma em sua conta no microblog Twitter. “Mostra nossa responsabilidade com a melhoria da vida nas cidades. É nas cidades que os problemas cotidianos ocorrem”. As obras de pavimentação fazem parte do pacto estabelecido pelo governo após as manifestações de junho para melhorar a mobilidade urbana. Em relação às obras de saneamento, Dilma disse que elas "desaparecem" depois que são feitas, mas produzem efeitos positivos nos dados da saúde pública. “Talvez

Antonio Cruz / Agência Brasil

Câmara adia votação do projeto dos agentes de saúde

Dilma participa de cerimônia de anuncio do resultado da seleção de saneamento e pavimentação do Programa de Aceleração do Crescimento

sejam uma das maiores prevenções que se pode fazer na área da saúde, em especial da mortalidade infantil”. Dilma escreveu no Twitter, ainda, que o governo priorizou as pro-

postas com projetos de engenharia porque quer que esses recursos resultem em benefícios à população com maior rapidez. A cerimônia, no Palácio do Planalto, e contará com a presença de vários ministros.

Ministério da Saúde

Sai lista de médicos com registros concedidos pelo Ministério O Ministério da Saúde publicou na edição de sexta-feira (24) do Diário Oficial da União a lista dos primeiros profissionais intercambistas participantes do Programa Mais Médicos que tiveram registro único para exercício da medicina concedido pela pasta. A portaria traz o nome e o número de registro dos mais de 650 médicos e determina a expedição das carteiras de identificação dos profissionais. A medida foi em decorrência da alteração na Lei do Mais Médicos, sancionada esta semana pela presidenta Dilam Rousseff. O texto aprovado pelo Senado no último dia 16 transferiu dos conselhos regionais de Medicina para o Ministério da Saúde a competência de emitir o registro para que médicos com diplomas do exterior atuem

no programa. A fiscalização dos profissionais continua sob responsabilidade dos conselhos. Ao sancionar a lei, a presidenta Dilma Rousseff disse que o Mais Médicos traz benefícios não apenas para as populações pobres e desassistidas – embora esse seja o foco principal, mas para a estruturação de todo o sistema público de saúde. Na ocasião, o ministro Alexandre Padilha ressaltou que o programa vai reduzir as filas nos setores de urgência e emergência do Sistema Único de Saúde (SUS), além de aumentar o acesso de jovens aos cursos de medicina e de brasileiros em programas de residência. Instituído por medida provisória editada em julho, o programa tem o objetivo de levar médicos para regiões consideradas prioritárias

e com carência desses profissionais, como periferias das grandes capitais e interior do país, além de aprimorar a capacitação dos médicos no país. O programa foi alvo de críticas das principais entidades médicas do país. Uma delas por contratar profissionais estrangeiros sem a necessidade de passarem pela revalidação do diploma. Durante a tramitação no Congresso, a proposta enviada pelo foi alterada. Conforme último balanço do ministério, 1.232 médicos já estão trabalhando no programa, sendo 748 brasileiros e 484 com diplomas do exterior e registro provisório. Ainda este mês, mais 2.180 profissionais formados em outros países devem ingressar no programa. Os profissionais recebem bolsa de R$ 10 mil por mês e ajuda de custo.

A votação do projeto de lei que cria o piso salarial nacional para os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias e disciplina as duas atividades foi adiada para o dia 5 de novembro pelo presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). O adiamento deu-se porque na primeira votação de requerimento do PT para adiar a votação, 212 deputados votaram, número insuficiente para qualquer deliberação de plenário. Para que fosse concluída a votação do requerimento, eram necessários pelo menos os votos de 257 deputados.

Anunciados os 310 projetos que receberão recursos do PAC 2 A presidenta Dilma Rousseff anunciou hoje (24) os 310 projetos de saneamento e pavimentação que foram selecionados para receber R$ 13,5 bilhões em investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2). As obras vão beneficiar 1.198 municípios de todos os estados do país e o Distrito Federal. De acordo com o governo, os projetos prevêem a pavimentação de 7,5 mil quilômetros de vias e recapeamento e implantação de ciclovias, além de 15 mil quilômetros de calçadas, sinalização, acessibilidade e faixas de pedestres.

A presidenta Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira (24) que a criação de municípios deve seguir critérios técnicos objetivos para que não ocorram prejuízo à renda de outros municípios, criação de cidades inviáveis e jogo político durante o processo. Segundo ela, no entanto, o Brasil tem realidades distintas e o surgimento de municípios é necessário em alguns casos. O plenário do Senado aprovou no dia 16 de outubro o Projeto de Lei Complementar 98/2002, que regulamenta a fusão, criação e desmembramento de municípios. Com as novas regras, 188 distritos passam a ter condição de se emancipar. Dilma explicou que o projeto de lei regulamenta a Emenda Constitucional nº 15, que congelou a criação de municípios até a definição de critérios nacionais. “Há situações em que a

criação de municípios é francamente negativa, ou seja, ela diminui a renda dos outros municípios, cria municípios inviáveis, permite um jogo político de criação, mas tem outros em que é necessária. Há município no Brasil, em alguns casos, maior do que Estados europeus, por exemplo”, disse Dilma em entrevista à Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte, nesta manhã. A presidenta ressaltou que é importante a população saber que quando municípios são criados, os recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) são divididos por um grupo maior. “Não há acréscimo de recursos. O FPM, cujo montante total é distribuído proporcionalmente, cai e vai haver redução proporcional ao número de municípios. Os recursos não aumentam porque a população continua a mesma”.

Câmara aprova urgência para votação do projeto do piso salarial dos agentes de saúde A Câmara aprovou, há pouco, o requerimento para votação em regime de urgência do projeto de lei que cria o piso salarial nacional para os agentes comunitários de saúde e agentes de combate à endemias e disciplina as duas atividades. Foram 268 votos a favor e 4 abstenções. A votação foi antecedida de debates e polêmicas entre os que defendiam e combatiam a votação da proposta. Depois de horas de discussão e propostas das lideranças do governo e do PT para o adiamento da votação, o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), propôs às lideranças a votação da urgência na noite de q (23) e a votação do mérito do projeto no dia 12 de novembro. No entanto, os agentes de Saúde que lotavam as galerias protestaram contra o adiamento da votação e apelaram para que fosse votada a urgência e o mérito do projeto. Como não foi possível um entendimento para o adia-

mento da votação, Henrique Alves colocou em votação o requerimento de urgência. Inicialmente, todos os partidos encaminharam favoravelmente a aprovação da urgência. Mas o PMDB, o PT, o PP e o PROS resolveram mudar de posição e encaminharam obstrução à votação. Mesmo assim, os defensores da votação da urgência conseguiram aprovar o requerimento. Ao ser anunciada a aprovação da urgência, os agentes de saúde e deputados defensores da proposta cantaram o Hino Nacional no plenário da Câmara. Com a urgência aprovada, Henrique Alves colocou em votação o mérito do projeto. Contrário à votação da proposta, o PT apresentou dez requerimentos de adiamento para impedir a votação da matéria na noite de hoje. O primeiro requerimento do PT colocado em votação propõe o adiamento. Se for rejeitado, mais nove requerimentos precisarão ser votados para ter inicio a votação propriamente dita.

Black Bloc é tema de audiência pública na Câmara dos Deputados A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados discutiu hoje (23), em audiência pública, a atuação do Black Bloc em manifestações populares no país. De acordo com a professora de relações internacionais da Universidade de São Paulo, Esther Gallego, a violência do grupo é um sintoma de uma “doença institucional”. "Eles estão falando alto e claramente sobre as insatisfações dos jovens brasileiros", disse. Black Bloc é o nome dado a uma estratégia de manifesta-

ção e protesto anarquista, na qual pessoas que têm afinidades, mascaradas e vestidas de preto, se reúnem durante as manifestações. O grupo tem atuado principalmente no Rio de Janeiro e em São Paulo. Desde o início das ações violentas dos blacks blocs, Esther Gallego vem conversando com alguns deles. Segundo a professora, o grupo é formado por jovens de classe média baixa, maduros politicamente e que querem uma mudança estrutural no sistema político brasileiro.


3

Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de outubro de 2013 | Pág. B4

Nem te Conto Conselheiro do Crime

Adélia Maria Lopes

Tem um filme estreando com Javier Barden, Brad Pitt, Penélope Cruz, Cameron Diaz e Michael Fassbender. Você vai perder? O diretor é Ridley Scott e o roteiro é do escritor Cormac McCarthy, que estreia como roteirista mas carrega um Prêmio Pulitzer. Imperdível, né? Verdade, corram ao cinema. O filme em questão é O Conselheiro do Crime. Conta a história de um advogado, na fronteira do México e EUA, que decide trabalhar com traficantes de drogas, apesar de várias advertências dos próprios criminosos. Aliás, advertências que beiram muito mais a Platão do que a Pablo Escobar. E esse é o charme todo. Há um momento de relax e essa cena basta para correr ao cinema: é a que envolve uma Ferrari e Cameron Diaz numa posição jamais vista no cinema. Aliás, Scott é mestre em criar cenas que ficam para a história do cinema. Um reparo: há personagens que surgem na trama sem menor explicação, mas é perdoável, e após alguns dias de meditação em casa e trocando ideias com os amigos, tudo se esclarece. Prepare-se: o filme é denso, até nas cenas de sexo. Violento. Ah, existe uma certa conotação feminista. Aliás, Gravidade também. Mas é só um lembrete, um filme não tem absolutamente nada a haver com o outro, exceto que ambos deverão estar na festa do Oscar. Curiosidade: Natalie Portman foi cotada para O Conselheiro no papel que ficou com Penélope Cruz (mais acertado). É que Natalie preferiu atuar em Thor-O Mundo Sombrio, que estreia no Brasil em 1º de novembro. A venda de ingressos para Thor começa nesta sexta, no Imax, cinemão de super tela onde, por sinal, Gravidade (ei-lo de novo!) ganha maior status cinematográfico.

Virada Cultural

Almir Satter, Fafá de Belém, Jair Rodrigues, Sá e Guarabyra, Moraes Moreira 14 Bis, Zélia Duncan, Teatro Mágico, Tangos e Tragédias, Raimundos, Planta e Raiz, Sandra de Sá, Molungo, Gentileza, Maxixe Maxine, Viola Quebrada, Big Time, A Banda Mais Bonita da Cidade, Trombone de Frutas, Djambi e Charme Chulo são atrações da Virada Cultural, que a Secretaria da Cultura do Paraná realiza em onze cidades, neste sábado 26 e domingo. Campo Mourão, Cianorte, Cornélio Procópio, Cascavel, Guarapuava, Londrina, Maringá, Pato Branco, Ponta Grossa, Toledo e São José dos Pinhais sediam o evento, que tem parceria do Detran e Sesi, Sesc e prefeituras. Em Curitiba a Virada Cultural será em 9/10 de novembro.

a

margem arte&atitude

adeliamarialopes@yahoo.com.br

China, festa de consumo com protestos na porta

S

urpresos e assustados, 600 chineses acompanharam os protestos, na abertura da primeira edição brasileira da Go Tex Show, feira asiática que tem edições anuais na França, EUA e Austrália. Foi na abertura, quarta-feira 23, quando patrões (Abit) e empregados (Força Sindical) fecharam os portões do pavilhão do Anhembi, contrariados com a “afronta” da China Trade Center negociar em São Paulo seus tecidos e confecções. A surpresa deve-se ao fato de que 30% dos 340 estandes expositores, que até esta sexta-feira devem receber seis mil visitantes, já comercializam com empresários brasileiros.

As lideranças nacionais protestam porque querem proteção para seus negócios, alegando que a importação prejudica a indústria têxtil e de confecção. Dentro do pavilhão, os chineses ganharam solidariedade de outros empresários brasileiros. A Associação Brasileira do Vestuário (Abravest); os sindicatos das indústrias do vestuário de Mato Grosso, Tocantins e Goiás, além da Associação dos Lojistas do Brás, por exemplo, concordam que é mais econômico se negociar dentro do Brasil do que gastar cinco mil dólares para viajar à China. Roberto Chadad, presidente da Abravest, foi mais enfático ao discursar na abertura do evento.

Encontro Para-Dançar

Autoridades e empresários chineses na Go Tex

Acontece às 14h desta sexta 25 e sábado às 20h, o Encontro Para-Dançar, no Ginásio de Esportes para Pessoas com Deficiência Jamal Farjallah Bazzi, em Ponta Grossa, com entrada franca. Grupos de dança de deficientes dançarão ritmos embalados por músicas clássicas do cinema, tradicionais gaúchas e pop. O evento integra a Virada Cultural, reunindo o Grupo de Dança sobre Rodas Corpo em Movimento (Niterói-RJ); a Cia SuperAção (Castro-PR); o Grupo de Dança Corpo e Alma (Palmeira-PR); o Grupo de Dança Gaúcha Amigos da Tradição (Ponta Grossa-PR) e a União dos Deficientes Visuais com o projeto Dança que Encanta.

Na Boca Maldita

Das 13 às 15h deste sábado dia 26, o programa Cultura na Rua leva à Boca Maldita o Baque Solto e o show Na eira, do coletivo Ponto br, que trabalha com batuques de manifestações populares, maracatu, bumba boi e outros ritmos regionais. O grupo reúne o cantador de bumba boi Humberto de Maracanã, Walter França do maracatu Estrela Brilhante e Zezé de Iemanjá, ekedi e caixeira do divino da Casa Fanti Ashanti, Renata Amaral, entre outros músicos. O Ponto br também promoverá duas oficinas gratuitas na Casa Hoffmann,no domingo, com o suíço Thomas Rohrer e com Ribinha de Maracanã. Para se inscrever: www.paracontato7@ponto.mus.br.

Junio Barreto

Pernambucano de Caruaru, Junio Barreto, com 20 anos de música e o CD Setembro, apresenta em Curitiba sua música que mistura samba com elementos eletrônicos e fala do sertão com sotaque cosmopolita. Confira neste sábado 26, no Teatro Paiol, às 21h. Ingressos a 20 e 40 reais.

moda&cia

Junto aos pedidos de desculpas pelos discursos de dirigentes da Abit, ele observou que o endereço do protesto está equivocado. “O problema é o custo Brasil. Na loja, o imposto sobre uma camiseta de 41% de seu valor”, exemplificou. Já Wang Yu, vice-presidente da Câmara do Comércio de Importação e Exportação de Têxteis e Confecções, da China, observou que apenas 10% das indústrias chinesas têm marcas próprias. A ausência de grifes conhecidas é um dos problemas tanto dos chineses quanto dos brasileiros. E ressaltou para a possibilidade de “um encontro perfeito”: o design brasileiro com a matéria-prima chinesa.

Wang Qingyuan, ministro-conselheiro da Embaixada da China, veio de Brasília para falar na Go Tex Show que as relações comerciais entre os dois países são cordiais, exemplificando com as Havianas, Melissa e soja. Mas que ele sente falta do cafezinho brasileiro na China. E recomendou: “Esperamos que os empresários brasileiros sejam mais agressivos”. Enfim, o mercado chinês está aberto. “Temos as mais diversas classes sociais, mais de um bilhão de habitantes e o povo chinês é simpático. Portanto, os produtos brasileiros são bem vindos”, realçou Pan Faming, presidente do grupo China Trade Center, que leva por ano de 300 a 500 empresários para fazer compras na China. Ele lembrou ainda que a Go Tex tem uma empresa italiana e cinco de Taiwan, não havendo expositores brasileiros porque nenhum quis participar. “Temos que respeitar o protesto, não temos como reagir. Mas a feira concretiza um projeto

de intercâmbio de troca de ideias para os dois países. Só queremos negociar”, falou Faming, com a proverbial paciência chinesa. E, nos estandes, uma profusão de produtos tentadores. Lãs macias, leves, sedas bordadas de enlouquecer, estamparia versátil. Luvas, chapéus, uniformes de atletas, cristais para acessórios, vestidos, moletons...De tudo aqui se tem, desde a roupa de cama à farda camuflada. E os preços? O vestido mais caro para uma menininha custa vinte dólares. Estamos no estande da Li&Du, da cidade de Nanton. Seus principais clientes no Brasil são as lojas Marisa e C&A. A segunda edição da Go Tex Show será em outubro de 2014, no Expo Center Norte. O Anhembi está com agenda cheia na data e o outro espaço é bem maior. Haverá outros protestos, ou o empresário brasileiro saberá conter a impaciência e tentar abrir caminhos que leve nossa moda para a China?

Dorival Zucatto

Diário Indústria&Comércio

Diário Indústria&Comércio  

jornal, economia, curitiba, parana, brasil, negocios, bovespa, financas, aroldo mura, pedro washington, ayrton baptista, eliseu tisato, rol...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you