Issuu on Google+

Energia

Obstáculo

Brasil

Barragem da Usina Mauá está quase pronta

Com internet mais barata, país teria vendido 6 milhões de computadores a mais

ECONOMIA | B1

Consumo de energia subiu 6,5% em janeiro

GERAL PARANÁ | A3

ECONOMIA | B1

CURITIBA, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 25 A 27 DE FEVEREIRO DE 2011 Ano XXXIV | Edição nº 8324 | R$ 1,50 | WWW.ICNEWS.COM.BR

Indústria &Comércio DIÁRIO. MAIS QUE NOTÍCIAS. INTELIGÊNCIA. CONHECIMENTO.

Fábio Campana Fim da farra na Assembleia O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni (PSDB), reforçou com veemência que o projeto aprovado por unanimidade pelos deputados fez uma correção nos casos dos cargos em comissão com simbologia DAS e impôs um limite com redução de gastos.

Projeto prevê unir medidas para a preservação das florestas do estado

Pedro W ashing ashingtt o n Contra-partida Com as informações vazadas sobre a redução do interesse de jovens universitários pela área de educação, cabe uma avaliação.

Aroldo Murá EM PIRAQUARA, UM CENTRO DE CUIDADOS DO “FOGO SELVAGEM” Quem imagina que o Paraná (e o Brasil) pode dispensar o Hospital Dermatológico de Piraquara, está redondamente enganado. O antigo “leprosário”, se por um lado tende a perder as marcas e estigmas da lepra, registradas a partir da Bíblia, na verdade ganha nova visibilidade no país. Sem alardes, o Hospital é um dos três centros brasileiros de tratamento do Pênfigo Foliáceo, ou Fogo Selvagem, como é popularmente conhecida essa doença que deixa marcas indescritíveis na pele do ser humano. Pacientes chegam diariamente de todo o Brasil para se tratarem no estabelecimento que dispõe, infelizmente, de apenas oito médicos. Já no âmbito da política, começam a ser contados os paranaenses que acompanharão o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, em sua debandada do DEM rumo a nova sigla, o PDB. Um deles será o ex-governador João Elísio Ferraz de Campos, que coordenou a campanha de Beto Richa a governador do Paraná.

Paraná implanta pacto para a conservação da biodiversidade

O

governador Beto Ri cha recebeu nesta quarta-feira (23), no Palácio das Araucárias, o secretário do Meio Ambiente, Jonel Iurk, e representantes de órgãos e entidades da área ambiental para tratar da implantação do Pacto de Conservação da Biodiversidade no Paraná. O projeto prevê a integração de diversos segmentos da sociedade com o objetivo de ampliar e criar políticas e diretrizes que contribuam para a conservação das florestas do Estado. Entre as principais ações do pacto está o estabelecimento de um plano estratégico para a conservação da biodiversidade.

No Paraná a safra de grãos de verão e de inverno 2010/11 está se consolidando e poderá atingir 30,95 milhões de toneladas.

GERAL CURITIBA | A2

GERAL | A5

Safra de grãos supera 30 milhões de toneladas Jonas Oliveira

Fruet faz palestra para auditório lotado na Fesp, em Curitiba

Jean Pecharki

Na última quarta-feira, Gustavo Fruet, que ultimamente vem sendo apontado pela mídia como próximo candidato do PSDB a prefeitura de Curitiba, esteve nas instalações da Faculdade de Educação Superior do Paraná – FESP, para fazer uma palestra sobre – “Direito e Poder” e “Cidades Sustentáveis”. O objetivo do ex-deputado federal é ampliar o debate sobre temas importantes e que possuem relação direta com o dia-a-dia da população.

PÁGINA A3

Mobilização e ações na justiça para reajustar honorários médicos PÁGINA A4

Lipoescultura retira gordura localizada e corrige contornos

PÁGINA A7

EDITORIAL

AINDA A INSEGGURANÇA A insegurança pública, a insegurança nossa de cada dia, de quase toda a hora, é gravíssimo problema social. É o problema social por excelência! Pois coloca em jogo, em risco, a liberdade, a propriedade, a vida! Divulgado ontem, O MAPA DA VIOLÊNCIA2011 abrange a década 1998-2008; chocante. O crescimento dos homicídios lembra baixas de uma guerra civil. Outro índice da agressividade humana, os acidentes de trânsito são grossos rastros de sangue. Sem exagero, um flagelo. Que crescerá se as autoridades continuarem a fazer má sociologia ao invés de boa polícia. Curitiba não foge à regra: em 2008 o índice de homicídios por 100 mil habitantes foi de 56,5! O sexto do Brasil em ordem decrescente! (Os melhores estudos internacionais sustentam que a taxa tolerável fica abaixo de dez!) O que fazer? Não temos receita pronta, de tamanho único, mas a certeza de que qualquer que seja esta exigirá mais e melhor polícia. ONTEM! Condição sem a qual tudo será pouco e não mais que mero paliativo.

PÁGINA A4

Casa Cor Paraná comemora a 18ª edição

Estado gera Juros não devem 14.954 empregos mais subir no e atinge recorde ritmo de janeiro

Na ocasião em que a Casa Cor de São Paulo comemora seus 25 anos, a 18ª Casa Cor Paraná também apresentará inovações.

O Paraná gerou 14.954 empregos com carteira assinada no mês passado, o melhor desempenho histórico para janeiro.

As taxas não devem ter mais aumento tão forte como em janeiro, segundo o chefe adjunto do Departamento Econômico do Banco Central (BC).

NEGÓCIOS | B4

GERAL | A5

ECONOMIA | BI

Indicadores CÂMBIO MAIORES ALTAS TELEMAR N L DIXIE TOGA BHG RENOVA KLABIN S/A

REDE ENERGIA RIMET MINERVA NORD BRASIL REDE ENERGIA

CENTRAL DE ATENDIMENTO: 41 3333.9800 CMYK

Saúde &BemEstar

COTAÇÃO

MAIORES ALTAS

COTAÇÃO

0,17 3,35 0,62 30,00 6,01

KLABIN S/A USIMINAS HYPERMARCAS VIVO MRV

6,01 25,37 18,80 57,26 13,76

4,30 5,20 1,50 41,50 5,08

TELEMAR GERDAU MET NATURA SABESP SOUZA CRUZ

35,30 25,78 42,88 41,24 80,06

E-MAIL: PAUTA@INDUSCOM.COM.BR

Moeda

Compra

Venda

Dólar turismo 1,5900

1,7300

Dólar comercial 1,6620

1,6640

Dólar paralelo 1,5900

1,7300

Euro

2,2976

2,2968

Ouro (Grama/R$): 181,26


“Os homens tornam-se mais ricos, não somente aumentando o que já possuem senão também reduzindo despesas."

GeralCuritiba

Aristóteles Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de fevereiro de 2011 | A2

Previsão do tempo

AB Notícias

fonte: www.simepar.br

abnoticias@abcom.com.br

Mín.: 20° Máx.: 29°

Um sistema de baixa pressão atmosférica se intensifica na altura do Rio Grande do Sul, nesta sexta-feira. No Paraná a instabilidade aumenta principalmente a partir do período da tarde. Há possibilidades de chuvas mais fortes entre o sul e o sudeste do estado, a partir das áreas de divisa com Santa Catarina.

HISTÓRIA E RENDIMENTOS A Cooperativa Batavo, localizada em Carambeí, nos Campos Gerais, é a mais antiga em funcionamento no Brasil. Oficializada em 1941, completa este ano 70 anos de fundação. Em uma nova fase de expansão, está construindo uma central de processamento de leite em Ponta Grossa. Os investimentos são de 60 milhões de reais e deve entrar em funcionamento em junho. Serão processados 150 milhões de litros de leite, agregando valor ao produto.

DESENVOLVER OS NEGÓCIOS Pequenas e micro empresas de Pérola do Oeste, Noroeste do Estado, vão receber atendimento por meio do Projeto Agentes Locais de Inovação. O objetivo é desenvolver o ramo de vestuário na região orientando gratuitamente as empresas, com apoio do Sebrae, prefeitura e Fundação Araucária. O município tem 60 empresas no setor de vestuário, e o projeto vai promover palestras sobre inovação, tecnologia e aplicação de soluções.

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

MEIO AMBIENTE

PR implanta pacto para conservar a biodiversidade Projeto prevê unir ações para preservar as florestas do estado

O

governador Beto Richa recebeu nes ta quarta-feira (23), no Palácio das Araucárias, o secretário do Meio Ambiente, Jonel Iurk, e representantes de órgãos e entidades da área ambiental para tratar da implantação do Pacto de Conservação da Biodiversidade no Paraná. O projeto prevê a integração de diversos segmentos da sociedade com o objetivo de ampliar e criar políticas e diretrizes que contribuam para a conservação das florestas do Estado. "O Paraná precisa ser exemplo para o Brasil. Com o trabalho conjunto e a soma de esforços, vamos alcançar objetivos e metas que seriam inviáveis sozinhos. O entendimento do Estado é pela preservação e a conservação das nossas matas. É possível conciliar, sim, desenvolvimento e preservação", afirmou o governador. Entre as principais ações do pacto está o estabelecimento de um plano estratégico para a conservação da biodiversi-

Governador Beto Richa recebe o secretário do Meio Ambiente, Jonel Iurk, o prefeito de Guaraqueçaba e lideranças municipais

dade, a criação de mecanismos de incentivo à manutenção da biodiversidade e a identificação de fontes públicas e privadas para mais investimentos na área. O secretário Jonel Iurk afirma que o encontro foi produtivo e que o governador Beto Richa é um entusiasta das políticas de preservação. "Nossa primeira reunião foi muito importante.

Aqui estiveram representantes de vários poderes e institutos. Isso é importante para que o pacto contemple todos os interessados e compartilhe responsabilidades", disse Iurk. Jonel Iurk destacou que o projeto abrange todo o Paraná, mas municípios como Guaraqueçaba terão atenção prioritária. "O litoral é o local mais crítico. Temos que

conciliar o desenvolvimento e a preservação nessa região", afirmou o secretário. O diretor da Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental, Clovis Ricardo Borges, disse que o governador tem grande afinidade com o setor ambiental e destacou exemplos de iniciativas implantadas por Richa na prefeitura de Curitiba que são referência mundial. Também estiveram no encontro representantes de outros setores que compõem o pacto: Ricardo Soavinski (Instituto Chico Mendes), Riad Said Zahoui (prefeito de Guaraqueçaba), José Antônio Andreguetto (chefe de gabinete da Prefeitura de Curitiba), Luiz Tarcisio Mossato Pinto (Instituto Ambiental do Paraná), Amilcar Cabral (Instituto de Terras Cartografia e Geociências), Márcio Nunes (Instituto das Águas), Lauro Loshener (Conselho da APA de Guaraqueçaba) e Maria de Lourdes Nunes (Fundação O Boticário de Proteção à Natureza).

Secretário quer licença para dragagem O secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, vai a Brasília na próxima semana para tratar da licença ambiental para dragagem do canal de acesso e da bacia de evolução do Porto de Paranaguá. "A dragagem dos berços de atracação do Porto de Paranaguá, no início do governo, foi a primeira grande intervenção no sistema paranaense multimodal de transporte. Agora vamos das um passo adiante", afirmou o secretário, que em Brasília terá reuniões no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), responsável pela emissão da licença. Manter o modal marítimo totalmente operacional lembrou o secretário - é fundamental para a economia e cabe ao Estado ficar atento às

necessidades do mercado e buscar as melhores soluções ambientais e técnicas para atender as classes produtoras. Outro assunto a ser tratado com o Ibama é o aprofundamento das cortinas de contenção do cais, o que possibilitará aumentar o calado dos berços, permitindo a chegada de navios de grande porte. José Richa Filho destaca que o Paraná possui um importante complexo portuário, formado por Paranaguá e Antonina, além da possibilidade de ter o porto de Pontal do Paraná. "No futuro, certamente teremos terminais diferenciados para diversos produtos e o litoral do Paraná ganhará maior importância estratégica no âmbito do Mercosul com portos multipropósitos", afirma. Com relação à construção do novo por-

COMPETIÇÃO NO LITORAL A 23ª edição do Sesc Triathlon Circuito Nacional acontece no domingo, 27, em Caiobá. A prova é a mais tradicional e ininterrupta do Brasil. As 750 vagas para atletas que desejam participar já foram preenchidas, e 430 estão em lista de espera. A largada será na Praça Central, na Praia Mansa. O evento reúne participantes de várias partes do país e ainda movimento o turismo e comércio no Litoral.

PECUÁRIA LEITEIRA O projeto Balde Cheio funciona bem em Mariópolis, Sudoeste do Estado. Com apoio da Embrapa, muitos criadores de gado conseguem ampliar a produção de leite de forma sustentável, garantindo mais qualidade e melhores preços. No Paraná, 400 propriedades rurais adotam o programa, em cerca de 50 municípios. Permite que os agricultores obtenham mais produtividade em áreas menores, minimizando os danos ambientais.

ANIVERSÁRIO NA CAPITAL O Paço da Liberdade completa 95 anos de funcionamento nesta semana. O local, que hoje é uma das atrações turísticas de Curitiba, abrigou durante 53 anos a prefeitura da capital, até 1969. Em 2007 o local foi revitalizado. A estrutura atual, que conta com biblioteca, exposições, cinema, recebe apresentações musicais e tem um charmoso café foi inaugurada em 2009 no aniversário da cidade.

SEPARAR O LIXO O programa de coleta seletiva começa a funcionar nos próximos dias em Mandaguari, Norte do Estado. O objetivo é incentivar a reciclagem de materiais, educando a população sobre a necessidade de separar o lixo. O programa também vai beneficiar a qualidade de vida dos catadores, que terão melhores condições de trabalho.

DIVERSÃO NO OESTE Um show de balonismo está programado para domingo, 27, em Toledo. O evento será no Parque do Povo Luiz Cláudio Hoffmann e conta com dois balões da Federação paranaense de Balonismo. São de gás e tem 26 metros de altura cada um, o que equivale a um prédio de sete andares. Quem visitar o parque poderá ver os balões de perto e entender como funcionam os equipamentos.

SUSTENTABILIDADE EM FOCO O Paraná estuda um plano para proteger as florestas, o Pacto de Conservação da Biodiversidade. O projeto prevê a união de diversos segmentos da sociedade para estudar políticas publicas, conciliando desenvolvimento e sustentabilidade. Entre as principais ações do pacto estão incentivos à manutenção da biodiversidade e identificação de fontes para mais investimentos.

BOM PARA LER Moradores da zona rural de Quatro barras, na região de Curitiba, contam agora com o Programa Arca das Letras. São disponibilizadas para a população bibliotecas móveis que contam com um acervo de 200 livros de literatura infantil, brasileira, técnicos e didáticos.

to de Pontal, na entrada da baía de Paranaguá, ele defende a participação da iniciativa privada em parceria com o governo, em uma "aposta no futuro." O sistema hidroviário, especialmente do noroeste paranaense, não pode ser apenas um apêndice da hidrovia

Paraná-Tietê, que atende a economia paulista e rios como o Ivaí. Precisamos de novas avaliações para sabermos da viabilidade econômica para a implantação de um novo modal de transportes dentro do Estado", salientou José Richa Filho.

Informe da Câmara Municipal de Curitiba Projeto pretende honrar policiais mortos em ação Com o objetivo de manifestar o reconhecimento pelos atos de bravura prestados aos curitibanos pelas polícias Militar, Civil e pela Guarda Municipal, o vereador Emerson Prado (PSDB) propõe a criação do Dia do Luto da Família Policial. O projeto de lei tramita na Câmara Municipal de Curitiba. De acordo com o proposta, a data deverá ser indicada pelas autoridades das forças policiais do estado e da Guarda Municipal e, assim que for definida, passará a constar no calendário oficial de datas e eventos do município.O poder público municipal poderá, nos termos da lei, apoiar eventos ligados à data, podendo também viabilizar uso de espaços públicos para esse fim e atividades correlatas. "As famílias dos policiais que morreram durante o cum-

O município de Ortigueira, Norte do Estado, recebe este ano uma unidade do Colégio Sesi, em uma parceria com a Federação das Indústrias do Paraná. As inscrições para as duas turmas estão abertas na Agência do Trabalhador, com um total de 50 vagas. Além da educação normal, os alunos recebem formação profissionalizante, favorecendo o ingresso no mercado de trabalho. As aulas iniciam em 14 de março.

primento heróico dos seus deveres precisam se orgulhar e ser honradas", afirma Emerson Prado, destacando que trazer à memória o sacrifício destes homens é um dever da sociedade e a data sempre tornará propícia a reflexão acerca da importância da segurança, do combate à violência e valorização das forças de segurança que viabilizam o Estado Democrático de Direito. Novos policiais Recentemente, Emerson Prado recebeu em seu gabinete a visita de um grupo de recém-aprovados no concurso da Polícia Civil. Conversaram sobre os problemas de segurança no estado, dentre os quais o baixo número de policiais civis atuando. "O efetivo do estado de Santa Catarina é simplesmente o dobro que o do Paraná", salientou o parlamentar.

GRUPO EDITORIAL INDÚSTRIA & COMÉRCIO - PARANÁ

Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Diretor Responsável Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) REDAÇÃO - Fone: 3333.9800 - E-mail: pauta@induscom.com.br Assinaturas, Publicidade Legal, Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 CEP: 80215-030 PABX Fone: (41) 3333.9800 (41) 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - CEP: 80020-290 PABX Fone: (41) 3322.1012 E-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal.


Economia Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de fevereiro de 2011 | A3 | Indústria&Comércio prpress@terra.com.br

Aroldo Murá G.Haygert

Panorama Político

aroldomura@induscom.com.br

PARANAENSES TAMBÉM SEGUIRÃO KASSAB Quando os historiadores trabalharem a vida (e morte) dos atuais partidos políticos brasileiros irão se defrontar com um cipoal de siglas, numa sucessão de caminhos e justificativas, em que os interesses grupais sobrepuseram-se a objetivos programáticos. É o caso, só para exemplificar, do DEM (Democratas), do qual o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, uma de suas lideranças nacionais, anuncia que desembarcará até final de março, a caminho de formar o Partido Democrático Brasileiro (PDB) que será, isto sim, apenas um estratagema para evitar dificuldades com a justiça eleitoral. O destino final de Kassab e seu grupo será o PSB, do governador Eduardo Campos.

PARANAENSES – 2 Boa parte do pessoal do DEM paranaense tende a seguir o grupo de Kassab, que está em franca beligerância com gente, por exemplo, como Antonio Carlos Magalhães Neto. A sigla DEM é herdeira de imbróglios – ou desfez-se deles – montados pelo antigo PFL que, por sua vez, descendia do PDS, este, por sua vez, originado da ARENA, o partido de sustentação do movimento militar de 1964, e que, com seu opositor, o PMDB, formava todo quadro partidário consentido pelos militares.

PARANAENSES – 3 O deputado Abelardo Lupion não deve deixar o barco do DEM, ficando com seus correligionários paranaenses e outros espalhados pelo país. Mas dá-se como certo que o ex-governador paranaense João Elísio Abelardo Lupion: Ferraz de Campos não muda vai aderir à nova sigla, assim como o catarinense – mas fortemente ligado ao Paraná – o exsenador Jorge Bornhausen. Com Elísio, que coordenou a campanha de Beto Richa em 2010, marJoão Elísio Ferraz de chará o seu grande Campos: no PDB amigo, articulador político consumado, empresário da área de comunicação televisiva (RIC), Mário Petrelli.

PARANAENSES – 4 Na verdade, o rol dos paranaenses que partem para a formação dessa nova linhagem política, montada prelo prefeito de São Paulo, está sendo definido ainda. Mas teremos muitas surpresas geradas pelo espírito de insatisfação partidária. Um dos nomes mais expressivos do DEM do Paraná é o ex-prefeito de Curitiba, Cássio Taniguchi, com quem não conseguimos contato ontem, para saber de seu futuro partidário.

“NEM PARA EMBRULHAR PEIXE” Editor e artífice da bem sucedida pu-

blicação – Jornal do Mazza – com que os amigos dessa lenda viva do jornalismo paranaenses, Luiz Geraldo Mazza, foi homenageado dias atrás, Nilson Monteiro expressava satisfação, ao responder ontem a pedidos de novos exemplares do jornal: - Não sobrou nada, nem para embrulhar peixe. Sindicatos, escolas, universidades, centros estudantis, pesquisadores – o pessoal consumiu o jornal em poucas horas.

AINDA BETESDA Leitores contatam-me – um deles, pesquisador da UFPR sobre novos movimentos religiosos – querendo saber mais sobre a Igreja Betesda, que, em Curitiba, encerrou atividades, sendo absorvida por igrejas batistas. Tudo dentro do chamado “trânsito religioso”, muito comum nas igrejas evangélicas, e que define as constantes trocas de denominações.

AINDA - 2 O fundador da Betesda, Ricardo Godim, é doutor em Filosofia, e vem de família que teve membros perseguidos durante a ditadura militar. Ele militou inicialmente, por anos, na Igreja Assembléia de Deus, da qual se desligou por discordar de muitos usos e costumes da denominação (proibições como bailes, roupas modernas e cabelos curtos para mulheres, etc). Um dos traços mais fortes da pregação de Godim é a que insiste não ser a religião incompatível com o desenvolvimento científico. Não acha incompatibilidade entre ser cristão e aceitar, por exemplo, a Evolução.

PIMENTEL DE CARVALHO Morreu ontem em Curitiba e será sepultado hoje, 16 h, no Cemitério Jardim da Saudade, o pastor José Pimentel de Carvalho, 95 anos. Teve vida longa, “con- Pimentel de Carvalho: bom pastor forme promessa bíblica”, disseme ontem um diácono da igreja ao anunciar o desaparecimento do líder, que há meses estava hospitalizado. Pastor Pimentel Carvalho foi um líder e um pastor na acepção da palavra: fundou instituição de ensino bíblico, obras sociais para órfãos e viúvas e exerceu lideranças na Convenção Nacional das Assembléias de Deus do Brasil, instituição que dirigiu por seis mandatos, assim como o organismo das mesmas igrejas no Paraná. Entre políticos de expresão local da Assembléia de Deus do Brasil (existem outras, como Ministério Madureira, que não pertencem ao mesmo ramo), há o deputado federal Franceschini, o deputado federal Takayama, a deputada estadual Mara Lima.

HANSENÍASE NO PR Há quem imagine que o Hospital Dermatológico de Piraquara, mantido pelo Governo do Estado, estaria com seus dias contados, a curto prazo. Ledo engano, embora hoje apenas oito médicos lá atuem há uma clientela de pacientes residentes que do hospital dependem para tudo, da moradia e toda a assistência médica. E o espaço dispõe de ampla infraestrutura montada a partir do antigo “leprosário.

HANSENÍASE – 2 Se por um lado diminuíram os casos de hanseníase (antigamente denominada de lepra), assim como os estigmas bíblicos que a cercavam, os doentes, no entanto, continuam a chegar. Claro que os avanços da ciência médica e as medidas preventivas diminuíram enormemente os casos, mas do interior continuam a vir doentes. Do Interior distante e próximo, como Pien, por exemplo. Muitos deles, para tratamento ambulatorial, enquanto os internos não passariam de 60 pacientes.

FOGO SELVAGEM Mas o que poucos paranaenses sabem é que o Hospital Dermatológico de Piraquara é um dos três centros brasileiros de referência da doença do Pênfigo, o chamado “fogo selvagem”. O mais notável centro médico da especialidade é o Hospital Adventista do Pênfigo (Fogo Selvagem), de Campo Grande Mato Grosso, fundado há dezenas de anos. Outro é uma instituição de orientação espírita (kardecista), de Uberaba, Minas Gerais. Eles vivem lotados, sendo sua clientela, na grande maioria, composta de gente da baixa renda, e assim atendê-la passou a ser mais um ato humanitário, não contemplado pelo espírito empresarial da rede hospitalar.

FOGO SELVAGEM – 2 Apesar de contar com apenas oito dermatologistas, o Hospital Dermatológico de Piraquara recebe portadores do Pênfigo Foliáceo (Fogo Selvagem) vindos todo o Brasil, às centenas, mensalmente. A doença, explica-me um médico daquele hospital, é da categoria das autoimunes. Assim, a mediçação é toda voltada para diminuir a produção de anticorpos, com cortisonas e imunodepressores.

FOGO SELVAGEM - 3 Para o mesmo médico, o Fogo Selvagem atinge 0,1 a 0,5 de cada grupo de 100 mil habitantes, quase sempre gente de área rural. Caracteriza-se por formar bolhas – “uma realidade chocante”, confessa-me esse dermatologista acostumado a lidar com o quadro provocado pela doença. O Pênfigo (ou Fogo Selvagem) forma bolhas na pele e mucosas, vagina, boca, pênis. O doente tem de evitar exposição ao sol. Por essas e outras é que o Hospital Dermatológico de Piraquara é vital, pela oferta que garante de serviços raros no país.

Richa: Paraná Competitivo vai atrair investidores Cerca de 40 grupos empresariais já procuraram o PR neste ano

O

governador Beto Richa lançou nesta quinta-feira, em Londrina, as primeiras medidas do programa Paraná Competitivo, ao assinar dois decretos que alteram a política fiscal do Estado. “Com os novos incentivos vamos reinserir o Paraná na agenda dos investidores”, afirmou. “Queremos retomar a trajetória de atração de investimentos produtivos – nacionais e internacionais – e dar total apoio para as empresas locais que queiram expandir suas atividades”, afir-

mou o governador. Segundo o governador Beto Richa, cerca de 40 grupos empresariais já procuraram o Paraná neste ano para conhecer os incentivos oferecidos pelo governo. “Houve uma mudança no conceito de governança e uma nova postura de governo, com diálogo e respeito. Isso está sendo percebido pelos investidores, que também procuram segurança jurídica”, afirmou Richa na solenidade realizada na Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL).

Richa destacou que a nova política fiscal é moderna, leva em conta os interesses do Estado na concessão de benefícios e torna mais flexível a negociação com os investidores. “Vamos analisar caso a caso. Todos os pedidos de incentivos vão passar por trêss comitês, um técnico, um consultivo e um decisório. Eles é que vão estabelecer o tipo de apoio fiscal possível, de acordo com critérios como o tipo do investimento, impacto econômico e grau de inovação”, explicou.

A nova política fiscal altera também o percentual do ICMS a ser diferido. Antes os valores eram fixos e estabelecidos de acordo com as regiões do Estado. A partir de agora o benefício vai variar de 10% a 90%, inclusive para cidades que não possuíam o benefício, como Curitiba, São José dos Pinhais e Araucária. A mudança no prazo de dilação do ICMS é outra novidade. Fixado por decreto, o tempo de dilação era de quatro anos, mais quatro para pagamento.

Pedro Washington

Contra-partida Com as informações vazadas sobre a redução do interesse de jovens universitários pela área de educação, cabe uma avaliação. Professor normalista de origem, o colunista é dum tempo em que até professor primário era respeitado. Os tempos eram outros e não se tinha muita dúvida sobre a necessidade de impor limite aos jovens alunos. Limite que vinha de casa. Com as mudanças ocorridas no mundo global, acesso ilimitado a informações que mais das vezes desinformam, mudança nos padrões de convivência familiar em que o trabalho feminino passou a fazer parte fundamental (quando não principal) do orçamento familiar, a residência invadida por TVs e Internet que estimulam a libido de jovens (meninos e meninas), mais as redes de convivência que se prestam inclusive à criminalidade como visto dia desses, nada é mais normal que a anormalidade. Até porque a presença dos pais em casa é cada vez menos acentuada, enquanto os apelos das ruas são mais gritantes. O certo e o errado são expressões do passado. As exigências educacionais mais acentuadas para um futuro promissor obrigando a uma preparação superior e, a empenho dos governos em ampliar as ofertas que viabilizem o acesso de classes menos favorecidas à educação de maior qualidade. No entendimento do colunista, sem a contrapartida necessária, até para tornar viável um fundo educacional para as futuras gerações. Não têm sentido jovens formados em magistério, farmácia, odontologia, engenharia, medicina, e tantas outras profissões oferecidas pela evolução tecnológica, em escola pública, não dar um tempo pósformatura para pagamento da sociedade que bancou sua formação. Uma espécie de serviço militar “útil”.

Disputa acirrada O comando da bancada do Paraná no Congresso (30 deputados e 3 senadores) nunca foi tão disputado. André Vargas (PT), Fernando Giacobo (PR) e Dilceu Sperafico (PP) pretendem substituir Alex Canziani (PTB). Que sai com um feito: ter colocado o Paraná, que já foi o 22º em 2007, no 13º no ranking dos estados com emendas coletivas aprovadas. Bom trânsito nos governos, estadual e federal, apresentam os 3 como armas para a disputa.

Sem despedida As medidas tomadas pela nova direção da Assembleia Legislativa, que por longamente esperadas alcançaram grande repercussão, impediram que o ex-líder da oposição (agora vice do governo e líder dos Democratas), deputado Elio Rusch, tivesse oportunidade de apresentar um relatório de suas atividades, quando com poucos companheiros de oposição enfrentou a truculência do então governador.

Assuntos requentados Muito do que está agora vindo e ainda virá à baila, especialmente no Porto de Paranaguá e na Ferroeste, já era denunciado por Elio na gestão passada. O então governador para proteger seu irmão e os dirigentes da ferrovia fazia “ar de paisagem”. Não será surpresa se for enquadrado pelo Ministério Público eleitoral por prevaricação, quando ente público deixa de denunciar fraudes de seu conhecimento.

Presunção Uma tirada do senador Roberto Requião (fazendo jus à sua verve), ao justificar seu voto por um mínimo de R$ 560 contrariando a “determinação” do governo, seria inteligente se não fosse presunçosa. Ao afirmar não temer retaliação por ter uma única indicação no governo, a da “ministra” Dilma Rousseff, esqueceuse que a indicação partiu do Lula que quebrou lanças por ela. Os demais, apoiaram.

Em choque O nome de Lula por sinal volta à evidência na declaração de um dos maiores e competentes beneficiários de seu governo: o publicitário Duda Mendonça. Ao falar do perfil da presidente Dilma, Duda afirmou que “tem a sensação de que ela, diferente de todo mundo que quer se perpetuar no poder, não parece ter esse traço”. A afirmação foi feita para levantar a possibilidade da volta de Lula em 2014.

Barragem da Usina Mauá está em fase final de construção A barragem da Usina Hidrelétrica Mauá, que está sendo erguida no rio Tibagi, entre os municípios de Telêmaco Borba e Ortigueira, está em fase final de execução. Mais de 90% do volume total de concreto compactado com rolo (CCR) previsto para a estrutura já foi aplicado e a previsão é de que o maciço esteja pronto até o final de março. No início, os trabalhos de construção da barragem concentraram-se na margem direita do rio, trecho que, bastante adiantado, não se alterava desde janeiro de 2010. Agora, a porção da barragem que fica sobre o leito do rio e a margem esquerda alcançou a elevação de CCR da margem direita. A partir daí, toda a estrutura que represará o rio se eleva em conjunto até alcançar a altura máxima de 85 metros e o comprimento final na crista de 745 metros. O acabamento da barragem incluirá, ainda, uma pista de asfalto para a passagem de veículos e pedestres de uma margem a ou-

tra do rio Tibagi. Na parte central da barragem, também está sendo instalado o vertedouro, estrutura que permitirá o escoamento – através de quatro comportas – dos eventuais excessos de água no reservatório. Duas das cinco vigas munhões (estruturas que darão suporte às comportas) estão sendo terminadas e submetidas ao procedimento chamado de protensão, que lhes garante maior resistência, considerando que serão muito solicitadas quando o vertedouro entrar em funcionamento. A Usina Mauá é a principal obra de geração de eletricidade em construção no Paraná, significando investimentos totais da ordem de R$ 1,1 bilhão. A concessão do empreendimento é do Consórcio Energético Cruzeiro do Sul, integrado pela Copel (majoritária, com 51% de participação) e Eletrosul (que detém os restantes 49%). O empreendimento tem conclusão prevista para o segundo semestre de 2011.


Saúde&BemEstar Indústria&Comércio reportagem@induscom.com.br Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de fevereiro de 2011 | A4

PLANOS DE SAÚDE

Mobilização e ações na justiça para reajust ar honorários médico s O Sindicato dos Médicos no Estado do Paraná vem desenvolvendo uma série de intervenções para que os médicos e médicas que atendem os planos de saúde tenham seus honorários reajustados. No próximo dia 07 de abril, dia mundial da saúde, médicos de todo o Brasil que prestam serviços para operadoras de planos de saúde decidiram paralisar suas atividades durante um dia. A categoria vai promover o Dia Nacional de Paralisação por melhorias nas condições de relacionamento entre os

planos de saúde e os médicos. A decisão foi tomada na reunião da Comissão Nacional de Saúde Suplementar, formada por membros das três entidades médicas nacionais - Federação Nacional dos Médicos, Conselho Federal de Medicina e Associação Médica Brasileira, que, em conjunto com a Comissão de Consolidação da CBHPM, realizou o encontro em São Paulo, na sede da Associação Paulista de Medicina. O presidente do SIMEPAR e secretário geral da FENAM, Mario Antonio Ferrari, também representou o Sindicato na

reunião que decidiu pelo movimento nacional. Segundo ele, o movimento dos médicos está se fortalecendo e vem atuando em diversas frentes, entre elas o Congresso Nacional, o Ministério Público Federal, pressionando a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) entre outras. As bandeiras do movimento médico na saúde suplementar são a implantação de uma lei que regulamente a contratualização e o reajuste coletivo e anual de honorários médicos tendo como base a hierarquização da CBHPM.

Essa lei está tramitando no Congresso. Em nível estadual, o SIMEPAR integra junto com a Associação Médica do Paraná e o Conselho Regional de Medicina a Comissão Estadual de Honorários Médicos, que vem buscando o diálogo com as operadoras de planos de saúde, entre outras intervenções. No próximo mês também serão construidas as pautas de reivindicações que, até o final de março, serão apresentadas para as operadoras dos planos de saúde.

CIRURGIA PLÁSTICA

ALERTA

Lipoescultura retira gordura localizada e corrige contornos corporais

Cirurgia plástica em adolescentes exige atenção redobrada

Ter barriga sequinha, cintura fina, coxas definidas, bumbum avantajado e – de preferência – empinado são metas que muitas mulheres desejam alcançar. Mas como a natureza não é tão generosa com todo mundo, o jeito é correr atrás para conquistar o corpo perfeito. “Alimentação balanceada e exercícios físicos são os pilares de uma boa saúde e uma forma física harmoniosa, porém às vezes nem o esforço e a força de vontade

são suficiente para eliminar as gorduras localizadas e deixar o corpo enxuto”, afirma o cirurgião plástico Alderson Luiz Pacheco, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Quando não há outra alternativa, o jeito é encarar o bisturi e deixar que o cirurgião trabalhe como um artista, remodelando as formas corporais. “A lipoescultura não tem o objetivo de deixar a paciente mais magra. Este procedimento é indicado para

quem deseja diminuir gordura em áreas localizadas e injetar em outras, para preencher e alguma região que tenha pouco volume, deixando o corpo desproporcional”, explica. Ao contrário da lipoaspiração – utilizada para retirar a gordura acumulada nos quadris, coxas, culotes, abdômen, costas e outras partes do corpo, a lipoescultura reduz o volume de gordura e corrige os contornos corporais ao mesmo tempo.

Cirurgião Plástico Alderson Luiz Pacheco (CRM-Pr 15715)

HOSPITAL SÃO VICENTE

Clientes aprovam serviços e atendimento médico Toda acomodação, seja enfermaria, apartamentos e até mesmo UTI, do Hospital São Vicente, de Curitiba, tem as Normais Gerais de Atendimento do hospital com informações básicas para os pacientes e acompanhantes. O caderno lista, também, 24 direitos do paciente, como ter “seu prontuário médico elaborado de forma clara e legível, poden-

do ter acesso às informações nele contidas. Este prontuário deve conter seu diagnóstico e tratamento por escrito, identificado com o nome do profissional de saúde que o assiste e seu registro no respectivo Conselho Profissional” e os deveres do paciente e seu acompanhante. O mesmo livreto contém uma pesquisa de Qualidade dos Serviços prestados pela instituição.

Profissional de enfermagem e médico prestam atendimento a paciente na UTI do Hospital São Vicente

dos seguintes parceiros: Timbu, Gatorade, Arsenal do Pão, Procorrer, Tribo de Judá, Irma Decorações, Anna Pegova, Campo Largo Suco de Uva, Hospital do Coração, Odontoflex, F. V. de Araújo e Sta.

Turismo Médico

A medica Grasiele Martins e Patricia Koglin, gerente da unidade Tarumã

Gustavo Borges comemora A Academia Gustavo Borges do Tarumã completou seis anos de atividade no ultimo, dia 19 de fevereiro. A data foi comemorada com corrida de rua, aulões de ginástica, hidroginástica e bike, além do tradicional concurso de “barrigada” fazem parte da programação. Também fez parte da comemoração diversão para crianças com os aulões kids e bebê e com a cama elástica. O aniversário da Academia Gustavo Borges do Tarumã recebeu apoio e patrocínio

CMYK

Com o mercado de turismo médico global devendo alcançar pelo menos US$ 60 bilhões até 2012, o 1o Fórum Anual Global de Turismo Médico no Annual World Health Care Congress (WHCC) (Congresso Anual Mundial de Saúde) de 2011 reunirá líderes de pensamento do mundo todo para compartilharem idéias sobre o futuro da indústria que cresDr. Prem Jagyasi ce rapidamente. O autor do Medical Tourism Guidebook e Global Medial Travel Expert - Dr. Prem Jagyasi atuará como presidente do fórum. Segundo pesquisa que realizou recentemente, 94 por cento dos experts concordam que turismo médico possui espaço significativo para crescimento, com grande parte do mercado ainda inexplorado. Para mais informações acessar o site www.worldhealthcarecongress.com/ medicaltravel .

A opção por cirurgia plástica em adolescentes exige paciência e uma análise comportamental aprofundada, e só deve ser considerada quando o problema a ser corrigido esteja, de fato, afetando o relacionamento social do jovem. A opinião é do cirurgião plástico Alexandre Senra, que acredita que a obsessão com a estética já afeta essa faixa etária e leva cada vez mais jovens a buscar solução para autoestima nas intervenções cirúrgicas. “A busca pelo bem-estar com o corpo é uma prática saudável, mas é preciso evitar todo tipo de abuso, seja com cirurgias, seja com maquiagens, bronzeado, piercings ou malhação, por exemplo”, afirmou o médico, um dos mais cotados consultores de beleza da atualidade. “Cirurgia plástica em adolescentes exige atenção redobrada. O que o jovem quer hoje pode não ser o que espera amanhã. É preciso ter paciência e exercitar a disciplina até a cirurgia se mostrar realmente necessária”, defendeu.

Workshop sobre astrologia É possível uma vida material estável, uma realização amorosa plena e uma verdadeira espiritualidade sem religião? Viver é um ato empírico ou há uma subjetividade que norteia a inteligência? Essas e outras questões serão discutidas no Workshop sobre astrologia, que acontecerá no dia 26 de março, na Íntegra – Clínica de Terapia Integrada, em Curitiba, evento promovido por “Sentidos”. O Workshop tem como tema: “2012: Um Tempo de Mudanças” e será presidido pelos autores do livro “Parição da Presença – O Livro da Inocência Madura”, Sergio Seixas e Lygia Franklin de Oliveira. No evento, será desenvolvido um trabalho bem embasado e profundo focando o autoconhecimento pessoal. Antecipando ao Workshop, no dia 21 de março, às 19h30, os terapeutas realizarão uma palestra gratuita no Auditório do Edifico World Business. O objetivo é demonstrar um pouco do trabalho que desenvolvem e chamar a atenção dos curiosos a participarem do Workshop no dia 26.

Novo conceito de loja

A Rede de Farmácias Minerva inaugurou na última sexta-feira, (dia 18), o novo modelo de loja da marca, em Curitiba. Totalmente repaginada, e promovendo um conceito de sustentabilidade humana e qualidade de vida. A nova loja, além de atuar com um mix com-

Por mudarem muito de opinião, jovens precisam de disciplina e paciência antes de intervenções estéticas, explica Dr. Alexandre Senra. Entre 1994 e 1999, no Brasil, o número de cirurgias plásticas em pessoas de 15 a 20 anos passou de 5 mil para 30 mil - um aumento de 600%. “Nos últimos nove anos, esse número ainda aumentou 1000%”, ressaltou o Dr. Senra. Mais da metade das intervenções envolveu prótese de mamas, lipoaspiração e cirurgia de abdome. O Brasil é o segundo país do mundo no número de cirurgias plásticas, atrás apenas dos Estados Unidos.

pleto de medicamentos, reserva uma atenção especial para as seções de fitoterápicos, dermocosméticos, entre outras linhas de bem-estar.

Walmart “Viva Melhor” A campanha “Viva Melhor” – o dia de combate à hipertensão – iniciou dia 05 de fevereiro e será realizada quinzenalmente nas farmácias Walmart, sempre no primeiro e no terceiro sábado de cada mês, com o objetivo de auxiliar a população no diagnóstico da doença. No Paraná, participam 12 farmácias presentes em lojas das bandeiras BIG, Walmart, TodoDia e Maxxi Atacado.

Gauer lança cafeína e creatina A Gauer do Brasil, empresa paranaense com tradição em saúde e referência em suplementos nutricionais, começou 2011 com o lançamento de dois produtos no mercado: a cafeína e a creatina. A cafeína é um estimulante natural, que ajuda a aumentar o desempenho em atividades físicas tanto de curta como de longa duração. Além disso, é conhecida por ser eficiente na diminuição da fadiga. O frasco da cafeína contém 90 cápsulas de 420 mg. Preço médio: R$ 69,00. Sugestão de uso: uma cápsula pela manhã.


Geral Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de fevereiro de 2011 | A5 | Indústria&Comércio

Fábio Campana

Contexto Político Fim da farra na Assembleia O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni (PSDB), reforçou com veemência que o projeto aprovado, nesta quarta-feira, por unanimidade pelos deputados, fez uma correção nos casos dos cargos em comissão com simbologia DAS e impôs um limite com redução de gastos. “Acabamos com a farra das nomeações. De maneira alguma haverá aumento de despesa, muito pelo contrário, ainda vamos cortar entre 60% e 70% o número total de cargos em comissão.” Nenhum deputado em plenário votou contra a nova medida moralizadora. Até o deputado Tadeu Veneri (PT), que inicialmente questionou a mudança, mudou de opinião e na hora do voto, em plenário, votou a favor.

Salvo pelo gongo Eduardo Requião foi salvo pelo gongo. Ou melhor, pelo conselheiro Artagão de Mattos Leão, que pediu vistas à prestação de contas do porto de Paranaguá antes que fosse a julgamento ontem (24), em plenário. Uma das evidências mais graves contra Eduardo Requião foi a contratação da draga da empresa Bandeirantes por preço superfaturado. E a dragagem não foi reali-

Prefeitura investe R$ 10,4 mi em nova drenagem Na reunião com o secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, ficou agendado um encontro das cúpulas A Prefeitura de Curitiba está investindo R$ 10,4 milhões na construção da nova rede de drenagem da segunda etapa do Eixo Viário de Integração, entre os bairros Tatuquara e a Cidade Industrial. Neste momento estão sendo escavadas as valas para instalação das galerias de águas pluviais. Serão construídas três novas trincheiras no trecho e pavimentados quase dois quilômetros de uma nova avenida. Os R$ 10,4 milhões investidos nas obras são financiados pelo Fonplata - Fundo Financeiro para Desenvolvimento da Bacia do Rio Prata.O Eixo vai atender os moradores dos conjuntos da Cohab (Companhia de Habitação de Curitiba) construídos ao longo da nova avenida.Obras - O trecho em obras começa na rua João Bettega com Rodolpho Doubeck, na Cidade Industrial. A rua José Luiz da Guerra Rego será ampliada em 700 metros até o cruzamento da trincheira da avenida Juscelino Kubitschek. Neste trecho, o eixo vai atender o assentamento Bolsão Sagrada Família, onde vivem 2.133 famílias.Após o Contorno Sul, começará a construção de uma nova avenida com 900 metros de extensão, que será feita embaixo da rede elétrica da Copel. Serão duas pistas com 7 metros de largura que seguirão até a rua Vicente Michelloto. A obra vai atender diretamente mais de 400 famílias que vivem no Moradias Tamarindo.Na última etapa da obra, na rua Vicente Michelloto, é que serão construídas três trincheiras duas na alças de acesso ao viaduto do Contorno Sul.Estas trincheiras, que terão acessos para pedestres, permitirão que os veículos cruzem de um lado para outro, sem a necessidade de transitar nas rodovias. Ao todo, este trecho do Eixo Viário tem 1800 metros de extensão.Ao longo de toda a avenida serão feitas obras de terraplanagem, drenagem, rede de captação de águas pluviais, asfalto, calçadas, paisagismo, sinalização horizontal e vertical, instalação de paradas de ônibus e de iluminação pública.

editor@fabiocampana.com.br

zada. A empresa recebeu e não realizou o trabalho. Com quem ficou o dinheiro?

Sem salário A mesa executiva da Assembleia Legislativa do Paraná determinou o corte no pagamento de fevereiro para cerca de oitenta servidores que não comprovaram vínculo com a Casa. O primeiro secretário, Plauto Miró Guimarães (DEM), afirma que alguns podem receber mais tarde, em folha suplementar. Permanecem apenas aqueles que conseguirem comprovar, com documentos, que trabalham no Legislativo, afirmou Guimarães.

‘Menino ditador’ Os bastidores da política em Londrina já estão aquecidos para as eleições de 2012. O prefeito Barbosa Neto (PDT) e o deputado federal André Vargas (PT) travam verdadeira guerra via imprensa. Vargas, em uma das duras críticas ao atual prefeito de Londrina, não perdoou e escreveu em seu twitter: “Em Londrina somos administrados por um menino ditador, imaturo, temperamental e autoritário”. Em contrapartida, Barbosa Neto promete processar o deputado por danos morais. “Ele está sendo processado pelo (senador) Aécio Neves e vai ser processado por nós

também”, afirmou.

Estado do Meio Ambiente e diretor da Sanepar no governo Pessuti.

Municipalismo Ao dizer que fará um governo municipalista, o governador Beto Richa afirmou em Londrina que foi perseguido durante cinco anos por Roberto Requião. “Não darei este tratamento aos prefeitos, mesmo para os que não me apoiaram na eleição”, disse. Richa afirmou ainda que é possível fazer os municípios avançarem, mesmo na oposição. Citou o exemplo de Curitiba que conseguiu muitos recursos federais apesar das divergências partidárias. “Ninguém do governo federal bateu na minha porta para dizer ‘companheiro’ toma aqui este recurso. Mas fomos bem atendidos porque tínhamos bons projetos”, destacou.

Ibama O presidente do PMDB de Maringá, Umberto Crispim de Araújo, será o novo superintendente do Ibama no Paraná. O cargo também já foi exercido por outro maringaense, o advogado Marino Elígio Gonçalves, do PT. O atual superintendente é Hélio Sydol. Crispim é presidente do PMDB há anos, foi gerente regional da Superintendência de Controle de Erosão e Saneamento Ambiental (Sucean) de 1986 a 1990, vereador de 1992 a 1996, chefe regional da Secretaria de

Aposentadorias Segundo informações da Rádio CBN, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que prevê a extinção das aposentadorias a ex-governadores, deve sair da gaveta depois de oito anos na Assembleia.

Pedágio Com a justificativa de ter documentos que comprovam irregularidades no processo licitatório para a implantação do programa de concessão de rodovias no Paraná, o Deputado Cleiton Kielse (PMDB) protocolou, nesta quarta-feira (23), pedido de uma nova CPI do Pedágio.

Candidatos Caso o cacique do PMDB, Doático Santos, deixe o cargo de presidência do partido, dois nomes já aparecem como possíveis candidatos. Os deputados Alexandre Curi e Reinhold Stephanes Junior. Alexandre Curi tem estreita ligação com o senador Roberto Requião e se dá muito bem com o governador Beto Richa (PSDB). Stephanes Junior é visto como um peemedebista atucanado.

DESEMPENHO

Estado gera 14.954 empregos e atinge recorde para janeiro Indústria de transformação foi o setor que mais gerou empregos, 5.860 contratações O Paraná gerou 14.954 empregos com carteira assinada no mês passado, o melhor desempenho histórico para janeiro. O interior do Estado foi responsável por grande parte das contratações (9.094), enquanto a Região Metropolitana de Curitiba criou 5.860 postos. Os números são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego, nesta quinta-feira (24). A taxa de crescimento do Paraná em relação ao estoque de mão de obra foi de 0,63%, maior que a média do País (0,42%). Os dados mostram que, no acumulado dos últimos doze meses, o montante de empregos gerados atingiu 151.442. De acordo com o secretário estadual do Trabalho, Luiz Claudio Romanelli, são 2.505.419 paranaenses trabalhando com carteira assi-

nada. "Os números apontam que o Paraná continua com a economia aquecida, gerando empregos e abrindo grande quantidade de vagas". Romanelli afirma que, só no Sistema Público de Emprego, há 20 mil ofertas de trabalho e a meta do governador Beto Richa é promover o encontro entre trabalhador e empregador, o que vai aumentar ainda mais o número de contratações. Só o subsetor industrial têxtil e de vestuário somou 1.400 postos, já a indústria mecânica foi responsável por 954 vagas e a metalúrgica, 787. Em seguida, aparecem materiais elétricos e de comunicação (670), transporte (618), couro e borracha (532) e madeira e mobiliários (502). O setor de serviços foi o segundo que registrou maior número de contratações, foram 5.460, com destaque para o subsetor de alojamento e alimen-

O destaque fica para a construção civil . Em janeiro, foram 3.704 novos empregos gerados

tação, que abriu 2.239 vagas. A atividade imobiliária gerou 2.020 empregos, enquanto os serviços de transporte e comunicação criou 625 postos e a medicina e odontologia, 513. O desta-

que fica para a construção civil que, mês a mês apresenta crescimento. Em janeiro, foram 3.704 novos empregos gerados. O comércio apresentou saldo negativo de 163 empregos. Outros

dois setores também tiveram decréscimo em janeiro: agropecuária (-192) e administração pública (-29). A utilidade pública contratou 267 pessoas e a extrativa mineral abriu 47 vagas.

No PR safra de grãos supera 30 milhões de toneladas No Paraná a safra de grãos de verão e de inverno 2010/ 11 está se consolidando e poderá atingir 30,95 milhões de toneladas, volume 5% inferior à produção da safra passada quando foram colhidas 32,71 toneladas de grãos no Estado. A previsão, divulgada nesta quinta-feira (24) pela Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, inclui também a primeira intenção de plantio para o trigo da safra 2011. O diretor do Departamento de Economia Rural (Deral), Otmar Hubner, disse que a safra de grãos 2010/11 ainda poderá oscilar para mais ou menos dependendo da colheita do milho safrinha que ainda está sendo plantado e do desempenho das lavouras de trigo, cujo plantio inicia dia 11 de março. "Por enquanto a safra 2010/11 está abaixo da anterior, que foi recorde. As chuvas deram uma trégua na colheita de grãos da safra de verão e algumas lavouras poderão surpreender", afirmou. De acordo com a pesquisa realizada pelo Deral, a primeira sondagem sobre o

plantio de trigo da safra 2011 sinaliza uma redução de 11% na área plantada na comparação com o cultivo realizado na safra passada. A redução foi motivada pelo desestímulo dos produtores com a queda nos preços do grão. Mesmo assim, a redução não foi tão acentuada porque a alternativa mais viável para o plantio de grãos na região Sul e Centro-Sul do Paraná durante o inverno é o trigo.

PRIMEIRA SAFRA: Só a produção de grãos de verão deve totalizar 20,03 milhões de toneladas, volume 6% inferior ao obtido em igual período do ano passado, que foi de 21,38 milhões de toneladas. Segundo o Deral, o clima permanece chuvoso, mas ainda não há modificação da produção esperada, exceto com o feijão da primeira safra que já apresentou perdas de 9%.

O carro-chefe da produção de verão é a cultura da soja, que deverá apresentar um volume de produção estimado em 13,94 milhões de toneladas, praticamente o mesmo produzido na safra passada, que foi de 13,93 milhões de toneladas. Este ano, a área de plantio atingiu 4,5 milhões de hectares, considerada recorde. Em relação à área plantada no ano passado houve um aumento de

130 mil hectares. As chuvas ocorridas no início de fevereiro atingiram a soja em final de ciclo em algumas regiões e muitos produtores chegaram a registrar perdas expressivas antes mesmo da colheita por causa da umidade de grãos. Porém o diferencial de 3% na expansão da área plantada poderá compensar essa queda na produtividade, acredita a engenheira agrônoma do Deral, Margorete Demarchi. Até agora apenas 5% da área plantada foi colhida quando deveria ser de pelo menos 15% da área plantada. Para o feijão das águas, ou primeira safra, as chuvas ocorridas em janeiro e fevereiro deste ano foram prejudiciais e provocaram queda de 9% na produção esperada. O levantamento do Deral para o mês de fevereiro aponta uma produção de 522 mil toneladas, quando estava sendo esperada uma produção de 541 mil toneladas. Mesmo assim a produção é 7% maior que a obtida no mesmo período do ano passado que atingiu um volume de 489.588 toneladas.


PublicidadeLegal Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de fevereiro de 2011 | A7 | Indústria&Comércio A Federação dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Paraná, comunica aos senhores Empregadores da área da Saúde no Estado do Paraná, a obrigação de descontar da folha de pagamento de seus empregados, relativa ao mês de março de 2011 a Contribuição Sindical devida pelos empregados, correspondente a um dia da respectiva remuneração, e recolhe-las em estabelecimento bancário ou lotérica, em conta específica da Federação até o dia 30 de abril de 2011, conforme o disposto nos artigos 578 e 610 da Consolidação das Leis do Trabalho. Curitiba, 24 de fevereiro de 2011.Antonio Lemos-Presidente.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Prezado(a) Senhor(a): Ficam pelo presente Instrumento e na melhor forma de direito os (as) Senhores(as) Condôminos(as) do Edifício Capitolium , convocados para comparecer à ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA do condomínio, a realizar-se no dia 14 de março de 2011, na Av. Sete de Setembro, nº 5190, às 18:30 horas, em primeira convocação; e às 19:00 horas, em segunda convocação, para deliberar sobre a seguinte ordem do dia: (a) Aprovação de Contas do Ano Calendário de 2010; (b) Análise e Aprovação do POA – Plano Orçamentário Anual 2011; (c) Eleição do Sindico e Subsíndico; (d) Eleição de Membros efetivos e suplentes do Conselho Consultivo e Fiscal. Curitiba, 21 de fevereiro de 2011. Filipe Biscaia Demeterco - Síndico

T RAV . N ESTOR

1º O FÍCIO DO REGISTRO C IVIL 13º T ABELIONATO L EÃO B EL . R ICARDO A UGUSTO DE L EÃO - O FICIAL DE C ASTRO , 271 - CEP 80.020-120 C ENTRO - C URITIBA - PR EDITAL DE PROCLAMAS

F AÇO

SABER QUE PRETENDEM CASAR - SE :

1 - ROGÉRIO BAGGIO BERBICZ E DAYANA KOZIEVITCH 2 - WASHINGTON MARTINS E KARINA LETNAR . Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume. CURITIBA, 24 DE FEVEREIRO DE 2011

CARTÓRIO DE SANTA FELICIDADE IRIO DAS CHAGAS LIMA – OFICIAL Av. Manoel Ribas, 6031 - Fone (41) 3372-1671 – CEP 82020-000 – CURITIBA – PARANÁ EDITAL DE PROCLAMAS F AÇO

SABER QUE PRETENDEM SE CASAR :

1- WALTER ROMERO CERCAL COM MARILDA MARINHO; 2- ALESSANDRO VERLI COM LUCIANA ALBERTI. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 (quinze) dias. Curitiba, 24 de fevereiro de 2011 IRIO DA CHAGAS LIMA Oficial HOSPITAL SÃO LUCAS S/A CNPJ 76.502.8970001-13 Av. João Gualberto - 1946 CURITIBA - PR.

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO Convidamos os Senhores Acionistas do HOSPITAL SAO LUCAS S A, a se reunirem em Assembléias Gerais Ordinária e Extraordinária a realizarem-se na sua sede social, a Avenida João Gualberto – nº 1.946, nesta capital, no dia 31 (trinta e um) do mês de Março de 2.011, às 10h00 (dez horas) com a presença de 2/3 (dois terços) dos acionistas em primeira convocação; às 10h30m (dez horas trinta minutos) com o numero de acionistas presentes, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA 01 – Apreciar e votar o Relatório da Diretoria, Balanço Patrimonial, e demais demonstrações financeiras referentes ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2010; 02 – Deliberar sobre a destinação do resultado do exercício; 03 – Eleger os membros do Conselho Fiscal, se instalado, e fixação de honorários para o exercício; 04 – Outros assuntos de interesse da Assembléia; ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA 01 – Apreciação e votação da proposta da diretoria para aumento do capital social, e conseqüente alteração do artigo 06 do Estatuto Social; 02 – Outros assuntos de interesse da sociedade AVISO AOS ACIONISTAS: - Os documentos a que se refere o artigo 133 da Lei 6 404/76, relativos ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2.010, encontramse a disposição dos Senhores Acionistas, na Sede Social da empresa, a Av. João Gualberto 1.946. Curitiba, 24 de Fevereiro de 2.011. DR. MAURICIO M. CENTA - Diretor Presidente.

EDITAL DE PROCLAMAS C ARTÓRIO D ISTRITAL DA B ARREIRINHA JOAQUIM VIEIRA MACIEL - TITULAR Av. Anita Garibaldi ,1250 – Ahú – Fone (41) 3352-3002 / 3254-8424/ 3252-3605 Faço saber que pretendem casar-se e apresentarem documentos exigidos pelo artigo 1525, incisos I, III e IV; I, III,IV e V do Código Civil Brasileiro em vigência, os contraentes: 01 - SILVIO MARTINS VIANNA E LUCIANE CRISTINA MULLER; 02 - FELIPE LEAL SILVA E FRANCIELE DOS SANTOS; 03 - ALEXANDRE LEAL DE SOUZA E ANA PAULA MANIKA; 04 - LEANDRO TAMMENHAIN E JULIANA GERALDI DE OLIVEIRA; 05 - LEONARDO DAVI LAZZERIS GARGIONI E ANA GRAZIELLE DE SOUZA OLIVEIRA; 06 - LUIZ BALSAN E LUCIANE DE FREITAS CIECIELSKI; 07 - ADRIANO MARCELO DE OLIVEIRA E SANDRA DE OLIVEIRA LEMISKA. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume.

CUMPRIMENTO DE SENTENÇA Nº 2008.70.00.021978-3/PR EXEQÜENTE : CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF ADVOGADO : RENATO LUIZ HARMI HINO EXECUTADO : FERNANDA TESCHE MUNHOZ EXECUTADO : LEONARDO OLIVEIRA PIGHINI EDITAL N.º 5009732 INTIMAÇÃO - PRAZO DE VINTE (20) DIAS A DRA. GIOVANNA MAYER - MM. JUÍZA FEDERAL SUBSTITUTA DA 7ª VARA DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA, NOS AUTOS ACIMA DISCRIMINADOS: FAZ SABER, aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, em especial de Leonardo Oliveira Pighini, CPF 916.639.541-00, ficando por este meio INTIMADO para pagar, no prazo de 15 (quinze) dias, o valor devido na execução supramencionada de R$ 85.515,75 (oitenta e cinco mil quinhentos e quinze reais e setenta e cinco centavos) , com posição para novembro/2010, honorários advocatícios fixados em R$ 2.000,00 (dois mil reais ) e demais acréscimos legais, cientificando-o que o montante da condenação será acrescido de multa no percentual de 10% (dez por cento) se o pagamento não for efetivado no prazo supracitado, sob pena de penhora de tantos bens quantos bastem para garantia do débito exequendo, nos termos do art. 475-J do CPC. E, para que chegue ao conhecimento de todos, o presente Edital será publicado e afixado na forma da lei. DADO E PASSADO nesta Cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos 14 (quatorze) dias do mês de fevereiro do ano de dois mil e onze (2011). Eu (a) Siro Sato, Supervisor de Processamentos Diversos, que o digitei e eu (a), Kely Cristina Laurentino, Diretora de Secretaria da 7ª Vara Federal, Subseção Judiciária de Curitiba, que o conferi e assino por ordem do MM. Juiz desta Vara. Giovanna Mayer Juíza Federal Substituta

CURITIBA, 24 DE FEVEREIRO DE 2011

REGISTRO CIVIL DISTRITO JUDICIÁRIO DE TATUQUARA-CURITIBA-PR BR 116 KM 111 - CEASA / CIC FONE (41) 3348 19 50 Faz saber que pretendem se casar: Vilmar Ferrão e Rosielli Pereira Felipak Rodrigo Aparecido Inácio e Adriana Petriceli Pinto Luis Carlos Alves da Silva e Sirlei Mariano Valmiro Vieira e Juliana de Jesus Melo Alisson Gomes de Sousa e Eliane Leme de Souza Tieli José da Silva e Rozana Andrade Cordeiro Marcelo Felipe Menon Fiatkoski e Renata Aparecida Ghiraldello Renato Moretti e Adriana Parangaba Silva Pedro Carlos Anzolin Fernandes e Jussara Aparecida dos Reis Agnaldo Hartkopf e Sillene da Silva Helloy Carneiro e Jeiliane da Silva de Amorim Cláudio Vitório e Cleide Aparecida Gomes Francisco de Assis da Silva e Sirlene Domingues da Costa Marcos Rogério de Souza e Simone de Oliveira Santana Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei . Curitiba, 23 de Fevereiro de 2011 Regina Coeli Machado Oficial

EDUCAÇÃO

Gustavo Fruet faz palestra para auditório lotado na Fesp Jean Pecharki

Na última quarta-feira, Gustavo Fruet, que ultimamente vem sendo apontado pela mídia como próximo candidato do PSDB a prefeitura de Curitiba, esteve nas instalações da Faculdade de Educação Superior do Paraná – FESP, para fazer uma palestra sobre – “Direito e Poder” e “Cidades Sustentáveis”. O objetivo do ex-deputado federal é ampliar o debate sobre temas importantes e que possuem relação direta com o dia-a-dia da população. Foram tratadas questões ligadas aos desafios das cidades com investimentos em infraestrutura, mobilidade urbana e sustentabilidade, entre outros temas que cada vez mais chamam atenção da sociedade. Essas palestras devem ser repetidas em outras faculdades e universidades. O auditório da Fesp estava lotado com mais de 400 pessoas. Participaram apenas alunos dos últimos anos dos cursos de graduação e pós-graduação dos cursos de direito, administração e comércio exterior, além dos convidados. Fruet, enquanto deputado, participou ativamente da elaboração do Estatuto da Cidade, que virou lei em 2001, estabelecendo as diretrizes gerais da política urbana e possibilitando, por exemplo, a participação da sociedade na gestão das cidades.

Gustavo Fruet Gustavo Fruet é curitibano, filho de Maurício Fruet, que foi deputado federal e estadual e prefeito de Curitiba. Depois de se formar em Direito, Gustavo fez mestrado e doutorado na área, também na UFPR. Em 1996, foi eleito para o primeiro cargo público, o de vereador em Curitiba. Dois anos depois, elegeu-se deputado federal, após uma campanha curta, na qual assumiu o lugar do pai, falecido a poucos dias da eleição. Foi o segundo candidato mais votado em Curitiba, com 45.929 votos. Em 2002, foi eleito para o segundo mandato de deputado federal, com 105.166 votos. Em 2006, reelegeu-se com 210.674 votos, que fize-

Aristides Athayde Neto, Coordenador Pós-Graduação; Professor Carlos Eduardo Athayde Guimarães, Diretor Financeiro; José Brandão Coelho, Presidente da Câmara de Comércio Brasil Portugal Paran��; Gustavo Fruet, palestrante da noite; Professor Marco Antonio Paludo, Diretor Acadêmico; Professor Luiz Fernando Ferreira da Costa, Diretor Administrativo e Professor Antonio Carlos Morozowski, Diretor Presidente

Embasada em muitos dados e estatísticas, palestra de Fruet agradou a platéia, gerando longos aplausos por parte dos estudantes.

ram dele o deputado federal mais votado do Paraná. Gustavo Fruet integra a lista dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso, feita anualmente pelo Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar). Levantamento feito pela ONG Transparência Brasil mostra que Gustavo é o deputado federal paranaense mais assíduo na Câmara. Gustavo foi indicado para participar de diversas comissões importantes que apuraram irregularidades no setor público, como as CPIs dos Correios (que investigou o mensalão), da Crise Aérea e das Escutas Telefônicas Clandestinas. Também integrou o Conselho de Ética da Câmara. Em 2007, Gustavo Fruet disputou a presidência da Câmara representando a chamada “terceira via”, com uma proposta centrada na transparência e na autonomia do Legislativo. Atualmente, faz par-

te da Comissão de Ciência e Tecnologia e é líder da oposição na Câmara dos Deputados.

Mais de 400 alunos participaram da palestra, na última quarta-feira

FESP Tradicional centro de educação do Paraná, a FESP – Faculdade de Educação Superior do Paraná - foi fundada em 1937. Atualmente oferece o melhor ensino em Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Ciências Atuariais, Comércio Exterior, Administração de Empresas, Administração Hospitalar, Sistemas de Informação e Direito. Em mais de 70 anos de história, a FESP alia tradição e modernidade. Formou mais de 18.000 profissionais nas diferentes áreas do saber, com ética e conhecimento para ajudar a construir a história do Paraná e do Brasil. A FESP fica na rua Dr. Faivre, 141, no centro de Curitiba. www.fesppr.br

CONHECIMENTO DE CAUSA: Alunos dos últimos anos dos cursos de graduação e pósgraduação dos cursos de direito, administração e comércio exterior, ouvem atentamente opinião de Fruet


Opinião JOINT-VENTURES VIRTUAIS Marcelo Flores

Atualmente as redes sociais são a grande sensação da internet, conectando virtualmente cada vez mais pessoas, transformando-se em verdadeira tendência nos relacionamentos interpessoais. Esta disposição dos internautas em passar cada vez mais tempo nas redes sociais está sendo aproveitada pelas empresas para divulgar seus produtos e marcas em links patrocinados, vinculados aos sítios mais visitados. Entretanto, as próprias empresas não se deram conta de que poderiam gerar negócios entre si, criando um site de relacionamento entre elas. Um destes negócios seria a joint-venture virtual. A idéia é novidade e está sendo lançada neste artigo, mas basicamente seriam empresas se reunindo em um sítio (criado especialmente para esta jointventure) para ofertar em conjunto um produto ou produtos específicos aos seus clientes ou ainda criando um cluster para adquirir mercadorias mais baratas de fornecedores comuns. Exemplarmente, no caso de ofertas de produtos, imagine-se duas lojas de departamentos postando no site da joint-venture uma promoção de televisores e geladeiras com 70% de desconto durante 2 dias. Esse seria um caso clássico desta nova espécie de joint-venture, na qual se evidenciam duas de suas principais características: o caráter temporal, ou seja, não precisa durar para sempre e não precisam ser formalizadas por meio da joint-venture tradicional que exige um trâmite que dura meses. No exemplo da formação de clusters de compra, certamente esta forma de agrupamento de empresas já existe, mas é seguro que elas nunca se beneficiaram da velocidade da internet com este propósito ou pensaram na rede social empresarial para trazer uma vantagem competitiva para si. Neste caso, a título exemplificativo, pode-se imaginar duas confecções de roupas comprando tecidos juntas a um preço mais barato o que permitiria um redução substancial no custo de produção. Por certo a joint-venture virtual deve respeitar a livre concorrência, ou seja, a reunião das empresas não pode representar a criação de um cartel ou monopólio ou ainda qualquer espécie de manipulação do mercado, especialmente quando se tratar de oferta de produtos ou serviços, sob pena de serem aplicadas as sanções vigentes. Contudo a fiscalização do CADE, como sugestão aos legisladores, poderia ser realizada a posteriori, o que geraria nas empresas a obrigação antecipada de informar eletronicamente a jointventure virtual e o cuidado de que não estão infringindo nenhum aspecto concorrencial para que não sejam penalizadas. Assim, a joint-venture virtual, que por ser absolutamente nova não é disciplinada em termos específicos pela legislação, surge como uma evidente possibilidade de geração de negócios cujos benefícios vão além do networking e da divulgação da marca, aproveitando a idéia das redes sociais para disseminar vantagens para clientes, fornecedores e para as próprias empresas participantes. Marcelo Flores - advogado especialista em Direto Societário e sócio da Becker, Pizzatto & Adv. Associados.

Justiça&Direito

Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de fevereiro de 2011 | A8

DEFENSORIA

De cada quatro presas em SP, três não têm advogado Projeto “Mulheres Encarceradas” já atendeu 2.017 detentas

A

Defensoria Pública de São Paulo divulgou na última terça-feira (22) balanço parcial do projeto “Mulheres Encarceradas”, que existe há três meses e já atendeu 2.017 das 11 mil presas no estado. Segundo a Defensoria, 75% delas declarou não ter um advogado constituído. Das 1.515 mulheres que não estavam sendo representadas judicialmente, a Defensoria Pública tomou providências nos processos de 647 delas. As medidas tomadas foram: pedidos de liberdade, transferência, progressão de regime, livramento condicional, indulto, comutação, prescrição, cálculo ou extinção de pena, recursos, unificação de pena, Habeas Corpus e remição de pena. O projeto contou com o trabalho de 82 defensores públicos que se inscreveram para participar e impetraram 123 Habeas Corpus, 125 pedidos de relaxamento de prisão ou de liberdade pro-

75% das 11 mil presas do estado de São Paulo declararam não não ter um advogado constituído.

visória, 169 pedidos de progressão de regime, e identificaram 92 casos de prisões irregulares. Durante esses três meses, o órgão descobriu também três detenções que ainda não tinham sido regularmente comunicadas ao Judiciário. Os processos dessas mulheres estavam arquivados há um ou dois anos sem qual-

quer andamento, já que, apesar de a polícia ter cumprido as ordens judiciais de prisões e as acusadas terem sido presas, isso não foi informado aos juízes responsáveis. Para o 1º Subdefensor Público Geral, Davi Eduardo Depiné, um dos coordenadores do projeto, “o balanço inicial é significativo. Mais do que o simples atendimen-

TJ-SP autoriza aborto de feto anencéfalo É a vida que faz o Direito e não o Direito que faz a vida. A ausência de lei expressa não significa que o Judiciário não possa autorizar a interrupção da gravidez quando a vida fora do útero se mostra absolutamente inviável e constitui risco à saúde da gestante. Afrontaria elementar bom senso exigir que a mulher prossiga agasalhando em seu ventre feto absolutamente inviável. Permitir a interrupção da gravidez, em casos assim, exalta a prevalência dos valores da dignidade humana, da liberdade, da autonomia e da saúde, em absoluta consonância com os parâmetros constitucionais."

Esses foram os termos do fundamento dado pela 13ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo para autorizar a interrupção de gravidez de uma mulher que estava na 16ª semana de gestação. A autorização para o aborto foi dada por votação unânime diante da comprovação de que o feto era anencéfalo. C.L.A. entrou com recurso contra sentença da 2ª Vara do Júri do Foro de Santana, na capital paulista, negando seu pedido. O juiz argumentou que o aborto não encontra amparo legal. Insatisfeita com a negativa do juiz de primeiro grau, a mulher bateu às portas do

Tribunal de Justiça. A turma julgadora determinou imediatamente a realização do aborto. O Código Penal só permite o aborto quando não há outro meio de salvar a vida da gestante, ou se a gravidez for resultado de estupro. No primeiro caso, o médico não precisa de autorização judicial. Quando a gravidez é resultante de abuso sexual, o aborto só pode ser feito com consentimento da mulher e permissão de um juiz. Em outros casos, o aborto pode ser punido com pena de um a três anos de prisão para a gestante, e de um a quatro anos de reclusão para o médico.

CNMP vai fiscalizar benefícios pagos a membros do MP A Comissão de Controle Administrativo e Financeiro do Conselho Nacional do Ministério Público vai apurar a legalidade dos pagamentos de auxílio-moradia, auxílio-transporte, auxílioalimentação e conversão de férias ou licença-prêmio em pecúnia aos membros do MP. Ao todo, serão abertos quatro Procedimentos de Controle Administrativo para verificar a situação de

todas as unidades do órgão. A medida foi aprovada nesta quarta-feira (23/2), durante a análise de três processos sobre pagamento de auxílio-moradia no âmbito do MP de Rio Grande do Norte. O plenário do CNMP considerou improcedentes três pedidos de concessão de auxílio-moradia feitos por dois promotores e um ex-promotor de Justiça do MP-RN. De acordo com as ações,

foram solicitados pagamento de auxílio-moradia no valor de 10% da remuneração dos beneficiados, com juros e correção, com base no artigo 168 da Lei Orgânica do MP-RN (Lei Complementar Estadual 141/96). Segundo a norma, têm direito a auxílio-moradia os integrantes do Ministério Público lotados em comarcas onde não haja residência oficial do MP.

to, o projeto tem demonstrado a importância de um olhar próximo à realidade prisional do Estado, não apenas para garantir o adequado acompanhamento processual, mas principalmente para assegurar o devido acesso à informação e à defesa de qualidade”. A meta do projeto “Mulheres Encarceradas” é que os defensores visitem ao menos duas vezes as mulheres atendidas: a primeira para apresentar o projeto, fazer contato e conhecer a situação prisional de cada uma, para na segunda visita explicar o que foi feito no seu processo. O projeto está dividido em duas etapas. Nos primeiros seis meses, 37 estabelecimentos prisionais femininos serão visitados. Nos outros seis meses serão visitados os 49 presídios restantes. Todas as unidades da Defensoria Pública de São Paulo estão envolvidas e haverá pelo menos dois defensores de cada uma participando do projeto.

Arquivado inquérito contra deputado Por unanimidade, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) arquivou, nesta quinta-feira (24), o Inquérito (INQ) 3061, em que o deputado federal Reginaldo Lázaro de Oliveira Lopes (PT-MG), candidato à reeleição no pleito realizado em 03 de outubro último, era acusado de suposto crime eleitoral. Da acusação constava que, no dia da eleição, ele teria feito “boca de urna”, pois foi à sessão eleitoral em que votou sua esposa e, lá, abraçou eleitores que se encontravam na fila para votar e conversou com eles. A Procuradoria-Geral da República opinou pelo arquivamento do inquérito, por atipicidade da conduta. O relator, ministro Dias Toffoli, manifestou o mesmo entendimento, sendo acompanhado pelos demais ministros presentes à sessão.

Ministros divergem sobre indicações para vaga no TSE Uma polêmica envolvendo a indicação da advogada Luciana Lóssio para a vaga de ministro do Tribunal Superior Eleitoral marcou a sessão de julgamentos do Supremo Tribunal Federal desta quarta-feira (23/2), de acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo. Após a apresentação da candidatura da advogada — que teve o nome aprovado e enviado em lista tríplice à presidente Dilma Rousseff na última quinta-feira (17/ 2) pelo Supremo —, o ministro Marco Aurélio perguntou a Ricardo Lewandowski, presidente do TSE, se a entrada da advogada re-

tiraria da lista os outros advogados que já tinham figurado nas relações anteriores. Lewandowski teria respondido que não. "Admito que sufraguei a candidatura", afirmou Marco Aurélio. "Mas o fiz após indagar se a inserção de um nome implicaria a retirada de outro", acrescentou. Para ele, a retirada de um nome poderia trazer prejuízos à imagem do advogado por eventualmente passar a impressão de que existiriam fatos desabonadores a sua conduta. Lewandowski apresentou outra versão. Segundo o ministro, “não é da tradição da casa que tenha ca-

deira cativa nem direito adquirido para permanecer na lista. O plenário é livre para escolher quem quer que seja". Ao comentar o caso, a ministra Ellen Gracie entendeu que houve um mal-entendido, já que seria impossível a retirada de um candidato sem a saída de outro. Também estão na lista os advogados Evandro Pertence, filho do ministro aposentado do STF Sepúlveda Pertence, e Joelson Dias, que já exerceu mandato de ministro substituto no TSE. Com a aprovação de Luciana, o advogado Alberto Pavie sai da lista. Ele já havia sido indicado em relações

anteriores para o tribunal. Na opinião de Marco Aurélio, a retirada do nome poderia soar como demérito. Luciana Lóssio, que defendeu a presidente Dilma Rousseff no processo eleitoral em que foi eleita, representou também o exgovernador do Distrito Federal José Roberto Arruda, que chegou a ser preso por suspeita de envolvimento num esquema de corrupção, e a governadora do Maranhão, Roseana Sarney. Durante a sessão desta quarta-feira, ela disse que “não há honra maior do que ter trabalho reconhecido pelo TSE e pela Suprema Corte".


Economia Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de fevereiro de 2011 | B1 | Indústria&Comércio

PREVISÃO

Juros não devem mais subir no mesmo ritmo de janeiro Estimativa é do chefe adjunto do Departamento Econômico do BC Kelly Oliveira

A

s taxas de juros não de vem ter mais aumen to tão forte como o observado em janeiro deste ano, segundo estimativa do chefe adjunto do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel. De dezembro de 2010 para janeiro deste ano, a taxa média de juros para as famílias subiu 3,2 pontos percentuais e ficou em 43,8% ao ano, o maior patamar desde outubro de 2009 (44,2% ao ano), período da crise financeira internacional. No caso das empresas, o aumento foi de 1,4 ponto percentual, para 29,3% ao ano, maior nível desde fevereiro de 2009 (30,9% ao ano). “A gente não espera obviamente esse ritmo de cresci-

Geração de emprego tem 2º melhor resultado desde 1992

mento da taxa de juros observada em janeiro. É um aumento relativamente alto, se olhar a série histórica. É natural que isso não venha a se repetir”, disse Maciel. De acordo com o BC, o aumento das taxas de juros em janeiro foi influenciado pelas medidas macroprudenciais anunciadas em dezembro de 2010. A instituição adotou medidas de redução da liquidez no mercado financeiro e de restrição de crédito com prazos mais longos, principalmente financiamento de veículos. “O impacto das medidas macroprudenciais é mais efetivo nos primeiros meses. Há uma mudança das condições das operações e isso se reflete nas taxas de juros em janeiro”, destacou Maciel.

As concessões de crédito para a compra de veículos em janeiro em relação a dezembro caíram 33,5%. No total, as concessões para pessoas físicas tiveram queda de 9,3%. No caso das empresas, a redução no período foi de 19,1%. Segundo Maciel, a queda nas concessões para pessoas jurídicas é típica desta época do ano. Sobre a inadimplência, Maciel afirma que não há preocupação. “Neste momento, a inadimplência mostra-se comportada, dentro do que esperávamos”. Segundo ele, o prazo médio das operações, que deve cair, e o aumento da renda e do emprego são fatores que devem contribuir para manter a estabilidade da inadimplência. No mês passado na compa-

ração com dezembro, a inadimplência das empresas subiu 0,1 ponto percentual, para 3,6%, e no caso das pessoas físicas ficou estável em 5,7%. O BC considera inadimplência os atrasos superiores a 90 dias. Os dados preliminares do BC mostram que a taxa média de juros para as pessoas físicas caiu 0,3 ponto percentual, neste mês, até o dia 11 (nove dias úteis), em relação à de janeiro. Para as empresas, houve elevação de 0,8 ponto percentual. A média diária de concessões, neste mês até o dia 11, subiu 3,6%, comparada com a de janeiro, para as pessoas físicas. No caso das empresas, a alta foi de 18,5%. Segundo Maciel, é preciso ter cautela com os dados parciais, que podem se alterar ao longo do mês.

ÍNDICE

Confiança do consumidor volta a crescer em fevereiro, mostra FGV Arquivo/ABr

Roberta Lopes

O Brasil gerou 152.091 empregos formais em janeiro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, divulgados nesta quinta-feira (24/ 02). Foram admitidos 1,65 milhões e demitidos 1,49 milhões de trabalhadores. É o segundo melhor saldo da série histórica, que teve início em 1992. O melhor saldo para meses de janeiro foi em 2010, com a geração de 181.418 empregos formais. Os setores que mais contribuíram para o saldo positivo foram os de serviços (71.231), da indústria de transformação (53.207) e da construção civil (33.358). Por fatores sazonais, os únicos setores que apresentaram saldo negativo foram o comércio (-18.130) e a administração pública (1.042). O Sudeste foi a região que apresentou a maior geração de empregos (71.095), seguido do Sul (49.075) e do CentroOeste (28.552). O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, disse que não houve desaceleração na geração de empregos em 2011. Segundo ele, o que ocorre é uma adequação do mercado de trabalho. “Esse comportamento é momentâneo e acredito que em três ou quatro meses isso pode mudar. Para mim o mercado está muito forte”, afirmou. O ministro disse ainda que os setores que mais devem gerar empregos neste ano são a indústria de transformação, o comércio e a construção civil. De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego, o ano de 2010 fechou com uma geração de 2,55 milhões de empregos.

Consumo nacional de energia subiu 6,5% em janeiro Alana Gandra

O consumo de energia elétrica no país subiu 6,5% em janeiro em relação a igual mês de 2010, acumulando expansão de 7,6% nos últimos 12 meses. Os dados constam da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgado nesta quinta-feira (24/02) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE). O maior consumo mensal foi observado no setor de comércio e serviços (+7%), confirmando números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que registrou expansão da atividade comercial no ano passado da ordem de 10,9%. Segundo a EPE, a atividade comercial do Distrito Federal e da Bahia apresentou incremento no consumo próximo de 11%. Já o consumo industrial em janeiro (+6,6%) evidenciou a consolidação do processo de recuperação da produção do setor. A maior taxa ocorreu na Região Sudeste (+9,6%), destacando-se a alta de 26% no Rio de Janeiro. O consumo residencial de eletricidade também teve ampliação significativa, de acordo com o boletim da EPE, atingindo +6,5% em janeiro, ante o mesmo mês de 2010. A

Se acesso à internet fosse mais barato, país teria vendido 6 milhões de computadores a mais Pedro Peduzzi

A parcela dos consumidores que esperam comprar mais nos próximos meses cresceu para 17,9% Vitor Abdala

A confiança do consumidor brasileiro voltou a crescer em fevereiro deste ano, depois de dois meses em queda. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), medido pela Fundação Getulio Vargas, aumentou 0,8% e chegou a 122,6 pontos neste mês, superior aos 121,6 pontos de janeiro deste ano. A melhora da confiança foi percebida tanto no Índice da Situação Atual, que passou de

144,2 em janeiro para 144,7 pontos em fevereiro, quanto no Índice de Expectativas, que revela as perspectivas quanto à economia nos próximos seis meses e subiu de 109,7 para 111,0 pontos no período. Quanto ao momento atual, o percentual dos consumidores que consideram a situação financeira familiar boa aumentou de 28,8% para 29,2% dos entrevistados. Já o índice dos que a consideram ruim diminuiu de 11,9% para 11,3%.

Em relação ao futuro, a parcela dos consumidores que esperam comprar mais nos próximos meses cresceu de 17,4% para 17,9% e a dos que pretendem comprar menos caiu de 33,0% para 28,0%. A Sondagem de Expectativas do Consumidor é feita com base numa amostra com mais de 2 mil domicílios em sete das principais capitais brasileiras. A coleta de dados para a edição de fevereiro de 2011 foi realizada entre os dias 1º e 21 deste mês.

LUCRO

Resultado de 2010 do Banco Central supera os R$ 15 bilhões Daniel Lima

O Banco Central (BC) registrou um lucro de R$ 15,7 bilhões em 2010, informou nesta quinta-feira (24/02) o diretor de Administração do BC, Antero Meirelles. No segundo semestre, o resultado foi R$ 4,9 bilhões e, no primeiro semestre, atingiu R$ 10,8 bilhões. Somente os valores do primeiro semestre foram repassados ao Tesouro Nacional e os do segundo serão transferidos daqui a dez dias. Segundo Meirelles, o montante alcançado no ano é resultado, principalmente, da diferença com juros sobre operações com o real, como opera-

ções com títulos públicos e a remuneração da conta única do Tesouro Nacional e também dos depósitos compulsórios dos bancos. “Os recursos do resultado do Banco Central só poderão ser utilizados pelo Tesouro para abater dívida. Não poderão virar recurso orçamentário”, informou o diretor. O resultado não leva em consideração a volatilidade do câmbio. Por um mecanismo contábil, para evitar ser contabilizada a diferença diária entre o real e o dólar, o BC repassa essa volatilidade para o Tesouro Nacional. Sem o artifício, o mecanismo seria negativo em R$ 32,8 bilhões.

“Em 2008, foi instituída um operação de equalização. O Banco Central repassa ao Tesouro Nacional essa volatilidade para o Tesouro excluir do seu resultado essa volatilidade. Ele passa para o Tesouro, mas é apenas um registro contábil”, disse Meirelles. O resultado de 2010 é quase três vezes maior do que o de 2009, quando o BC registrou resultado de R$ 5,6 bilhões. Em 2008, o resultado ficou em R$ 13,3 bilhões. A taxa média pelo custo de captação das reservas internacionais ficou em 7,74% e a rentabilidade, em 1,88%, resultando em uma taxa de 5,86% para manter as reservas internacionais, sem a variação cambial.

Bahia, que representa 30% do consumo de energia na Região Nordeste, é o grande destaque em janeiro, com aumento de 16,2% no consumo de eletricidade. Entre fevereiro de 2010 e janeiro de 2011, o consumo das famílias teve elevação de 6,3%. Elaborado pela Diretoria de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais da EPE, o estudo mostra que os estados do Espírito Santo, Piauí e Tocantins tiveram as maiores taxas de alta do consumo de energia elétrica na rede nacional em 2010, com aumento de 17,8%, 17,2% e 17%, respectivamente. O consumo na rede subiu 7,8% no ano passado. São Paulo e Minas Gerais lideram, entretanto, a relação dos maiores consumidores de energia na rede. Os consumidores são classificados em cativos e livres. Considerando o consumo cativo, as maiores taxas de crescimento ocorreram nos estados do Maranhão (+18,6%), Tocantins (+16,3%) e de Rondônia (+14,1%). Em termos de gigawatts/hora (GWh) consumidos, o ranking é liderado por São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Entretanto, esses estados mostraram taxas de crescimento inferiores à média nacional de 4,8%.

O Brasil poderia ter vendido 6 milhões de computadores a mais em 2010, caso os serviços de internet fossem mais acessíveis. A afirmação do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, foi feita nesta quinta-feira (24/02) no 9º Seminário Políticas de (Tele)Comunicações, durante argumentações em defesa do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). “Poderíamos ter um avanço extraordinário com a internet (em 2010) e muitas pessoas teriam comprado equipamentos. Se tivéssemos serviços mais favoráveis, teríamos vendido, acredito, 20 milhões de computadores, ao invés de 14 milhões”, disse o ministro ao defender como preço de referência R$ 35 para popularizar o acesso à internet. A expectativa de Paulo Ber-

nardo é que, “nos próximos anos”, 80% dos municípios tenham acesso à grande rede. Dados da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) indicam, no entanto, que 4.897 (88%) das cidades brasileiras já dispõem de acesso à banda larga. “Você compra hoje um computador a R$ 800, mas paga R$ 80 mensais pela internet. Acho caro. Foi por conta disso que formatamos o PNBL, a principal prioridade do ministério segundo a presidenta Dilma Rousseff. A posição do Brasil já permite, de fato, que façamos essa implementação”, acrescentou o ministro. Ele disse que há possibilidades de enquadrar os tablets como notebooks e, dessa forma, criar mecanismos para baratear seu preço, o que ajudará a produção e a indústria nacional.

Preço do petróleo tem maior alta dos últimos dois anos devido à crise na Líbia BBC Brasil

As manifestações na Líbia causaram temor nos mercados financeiros, provocando alta do preço do barril de petróleo. Apenas nesta quintafeira (24/02) o preço do petróleo atingiu os níveis mais altos dos últimos dois anos e meio, devido à instabilidade política naquele país. O preço do barril do petróleo tipo Brent alcançou um pico de US$ 119,79 na manhã desta quinta em Londres, antes de cair para US$ 114,65. De acordo com a Agência Internacional de Energia (AIE), a Líbia produz 1,6 milhões de barris de petróleo por dia , sendo responsável por 2% do petróleo extraído no mundo. Apenas no mercado europeu, a Líbia é responsável por 10% do abastecimento. A Itália é sua maior compradora. A atividade petrolífera é fundamental para a economia líbia, representando 95% de suas exportações e

25% de seu Produto Interno Bruto (PIB). Nos Estados Unidos, o preço do barril de petróleo do tipo leve chegou a US$ 103,41, mas desde o início do pregão caiu para ao redor de US$ 100. A última vez que o preço do produto ficou tão alto foi em agosto de 2008. O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, cujo país é um dos maiores produtores mundiais de petróleo, disse que a alta dos preços pode ser uma “ameaça séria” ao crescimento global. O banco BNP Paribas afirmou que está revendo sua previsão e espera que o barril do petróleo tipo Brent continue a ser negociado no atual nível de preços. Segundo o BNP Paribas, o barril de petróleo deve atingir o preço médio de US$ 117 no segundo trimestre de 2011. Várias companhias petrolíferas suspenderam a produção do petróleo na Líbia durante a semana.


Negócios Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 25 a 27 de fevereiro de 2011 | B4

DECORAÇÃO

Casa Cor Paraná comemora a 18ª edição Evento vai apresentar tendências para a família contemporânea Na ocasião em que a Casa Cor de São Paulo comemora seus 25 anos, apresentando o tema nacional DIA A DIA COM A TECNOLOGIA, a 18ª Casa Cor Paraná também apresentará inovações e tendências que trazem mais beleza e modernidade para a vida do homem contemporâneo. Após um grande período de edições voltadas à revitalização do patrimônio arquitetônico da capital paranaense, a Casa Cor volta a ocupar uma residência centralizada em parque natural e se prepara, para mais uma vez, surpreender o público com propostas inovadoras e arrojadas, mantendo a tendência de mostrar a arquitetura de interiores e exteriores ancorada em espaços capazes de tornar o evento um excelente e atrativo programa cultural voltado para a família. Seguindo a política adotada pela Casa Cor, numa campanha em prol da sustentabilidade e respeito ao meio ambiente, o evento da Capital Ecológica do

Brasil apresenta seus expositores como entendedores de que a SUSTENTABILIDADE é uma atitude em relação ao futuro. "Da mesma forma, a valorização dos costumes de uma comunidade e preservação da memória de uma sociedade podem ser consideradas atitudes tão sustentáveis quanto o uso de equipamen-

tos e produtos ecologicamente corretos", diz a diretora da edição paranaense, Marina Nessi. Inserida no Calendário de Eventos da cidade de Curitiba, a 18ª Casa Cor Paraná acontece de 10 de junho a 17 de julho, na Rua Paulo Gorski, 1175, no Bairro Mossunguê. Ao todo, 48 projetos inovadores serão apresentados em um espaço de 1,3 mil m²

de área construída, além de novos espaços que serão feitos especialmente para o evento. A casa, inspirada nas típicas construções da década de 80 de Punta del Este, é obra do renomado arquiteto curitibano Tito Livio Calderari, foi feita em 1982 e pertence à família de Tereza e Renato Rodrigues. Localizada em um terreno de 20 mil m², dos quais 10 mil m² são de mata nativa e não serão utilizados pelo evento por uma estratégia de preservação, a casa convida a natureza para entrar. A residência conta com paredes de vidro que interagem com o meio ambiente, espaços amplos e um pé direito alto.O evento focará tradicionais temas residenciais em uma casa uni familiar, em um grande parque natural, valorizado pela Entrada Social. Além disso, terá um setor de Gastronomia e Festas, Espaços Infantis e pequenas lojas, além de um setor dedicado ao Bom Gourmet - ambientes voltados para atividades em torno da boa mesa e da arte de receber.

F-Secure faz parceria Randon lança com Telefonica Graneleiro Linha R A F-Secure - gigante do setor de segurança em software e serviços - e a Telefonica acabam de firmar uma parceria regional de longo prazo por meio da qual serão oferecidos aos clientes de internet e banda larga móvel da Telefonica na América Latina serviços de armazenamento e proteção da F-Secure contra ameaças à segurança de dados e conteúdos digitais, como vírus, spywares, malwares etc. A Telefonica conta com aproximadamente 145 milhões de clientes na região que utilizam seus serviços móveis. A partir de agora, esses usuários poderão usufruir os benefícios das soluções de segurança e armazenamento desenvolvidas pela F-Secure, tanto para os serviços de internet em banda larga móvel quanto para dispositivos móveis, incluindo smartphones. Além disso, esta parceria está prevista para ser estendida para outras operações da Telefonica na Europa. "Como uma das maiores empresas de telecomunicações do mundo, com uma base em tor-

no de cinco milhões de clientes de banda larga móvel e cinco milhões de smartphones na região, esta parceria é sem dúvida um grande impulso que contribuirá para a segurança dos clientes da Telefonica neste mercado. "Sabemos o quão importante é oferecer serviços com o mais alto padrão de qualidade, mas também com excelente nível de proteção. Queremos ter certeza de que nossos clientes possam desfrutar e aproveitar ao máximo o universo da internet sem preocupações. Estamos muito satisfeitos com esta parceria firmada com a F-Secure para garantir a nossos clientes uma vida digital segura", destaca Roberto Muñoz, Diretor Sênior de Produtos e Serviços da Telefonica na América Latina.A partir do lançamento das novas ofertas, previsto ainda para 2011, os clientes da Telefonica poderão aproveitar os benefícios de um conjunto de serviços desenvolvidos pela F-Secure, seja para internet em banda larga móvel ou para telefones celulares.

Empresas&Produtos Fórmula Truck: começa a competição dos gigantes do automobilismo A maior categoria do automobilismo brasileiro, a Fórmula Truck, vai dar a largada no Campeonato Sul Americano de 2011, dia 27 de fevereiro, às 13h, no Autódromo de Santa Cruz do Sul. O piloto da Girho's, João Maistro, está otimista e apreensivo com esta prova, que segundo ele, será competitiva e acirrada.Para este ano, o piloto vem com um caminhão completamente modificado na parte de suspensão e freios. "Todas as equipes apresentam muitas novidades na primeira prova do ano, o que torna a corrida muito mais emocionante e disputada", diz."Fizemos praticamente um caminhão novo para 2011, com mudanças na suspensão dianteira e traseira, centro de gravidade, chassi, refrigeração de freios, tudo para ter uma máquina mais eficiente em freadas e contornos de curvas", afirma Maistro.Segundo o piloto, a pista de Santa Cruz do Sul é sinuosa, com uma curva atrás da outra e, como não há muitos pontos para realizar ultrapassagem, a corrida promete ser difícil e emocionante. "Todos já estavam com saudade do show que os gigantes proporcionam nas pistas. Estamos muito contentes de estarmos novamente fazendo parte desta categoria em 2011 ao lado do piloto João Maistro, que há três anos leva o nome da empresa para os quatro cantos do Brasil", relata o diretor da Comercial Girho's de Rolamentos, Cláudio Gusso.

Chocolate premium O chocolate feito com cacau orgânico da Bahia está conquistando o paladar dos brasileiros. Depois do sucesso no Salon du Chocolat de 2010, na capital chocólatra do mundo, Paris, agora, é a vez de Curitiba conhecer e se encantar com a AMMA, primeira marca de chocolate premium do país. As seis variações do chocolate, com gradações de cacau que variam entre 30% (ao leite) e 60%, já podem ser encontrados no Empório Santa Genoveva.Resgatando a vocação baiana na produção de cacau, o chocolate AMMA é fabricado com grãos cultivados em meio à Mata Atlântica, na região de Itacaré. Responsável pelo primeiro chocolate gourmet do Brasil com manejo totalmente sustentável e fair trade, a AMMA preocupa-se em empregar trabalhadores locais e garantir que seus lucros cheguem a funcionários e fornecedores. Nos arredores da fazenda Monte Alegre, as árvores do cacau ‘Pará-Parazinho’, nativo da Amazônia, crescem à sombra de palmeiras e jacarandás. A convivência dos cacaueiros com a mata em oposição à monocultura do grão, a colheita manual e a seleção das castanhas resultam em um chocolate de alta qualidade, com notas aromáticas características do terroir da floresta.

Aroma e sensualidade no PBC

A Randon S/A Implementos e Participações, de Caxias do Sul (RS), fará o lançamento no dia 24 de fevereiro, do novo Graneleiro Randon Linha R, fruto de uma série de agregados tecnológicos que garantem maior produtividade e eficiência ao produto. As novidades serão apresentadas simultaneamente em todo o Brasil para mais de 5.000 clientes, através da Rede de Distribuidores Randon. O Graneleiro, carro-chefe da empresa, recebeu uma série de melhorias ao longo de mais de uma década culminando neste modelo que oferece entre ou-

Osvaldo Nascimento Júnior osvaldopinheiro@gmail.com

tros benefícios maior durabilidade, praticidade na operação e segurança.Para o diretor executivo da Randon S.A, Norberto Fabris, tanto quanto consolidar a postura de vanguarda da Randon em termos de renovação de seus produtos, a iniciativa visa ainda, manter a obrigatória qualidade dos produtos e serviços, garantindo maior segurança, produtividade e rentabilidade para os negócios dos nossos clientes. Linha R foi o nome escolhido pela Randon para batizar o conjunto de inovações implementadas na Família Graneleira.

Um aroma de café perfumou a coleção de Fábio Bartz, que abriu o terceiro dia de desfiles do PBC. A influência do produto, importante para a economia brasileira, inspirou estampas geométricas, aplicações de botões, listras e recortes que fazem parte de looks femininos e masculinos propostos pelo estilista para o inverno 2011. O designer pensou no formato de fazendas e fez referência à Art Déco para criar peças cosmopolitas como parcas acinturadas, vestidos, calças e saias de alfaiataria, num conceito que revisita os tecidos rústicos de maneira sofisticada. Chapéus estilo Panama complementaram peças sobrepostas em composições bem ordenadas, mesclando as nuances de rosa, inspiradas da paleta de cores frenchie, além do marrom, que retratou a o período de queima do café no país, predominantes na coleção. “Tudo foi muito pensado a partir de uma pesquisa aprofundada sobre a história do café no Brasil. Até os recortes em zig zag detalhados nas saias buscam ilustrar a fumaça da queima do produto.” Destaque para os decotes de maxi regatas com bordados tanto para a linha feminina quanto masculina. No segundo desfile da noite, a Yet reproduz exército de mulheres sensuais na passarela do PBC.

Dynacom anula licenciamento de uso da marca pela Ceder Eletrônica Desde o dia 14 de fevereiro, a Ceder Eletrônica da Amazônia está proibida, em caráter definitivo, de utilizar a marca Dynacom nos seus produtos. Segundo informou a Dynacom, a

VINO VITA EST.

A TAÇA, SEU HISTÓRICO NA MITOLOGIA, LENDAS E NA EVOLUÇÃO DO VINHO Em nossa mais recente matéria, discorremos sobre a Evolução do Vidro no mundo vínico, mostrando esta evolução tanto da garrafa como das taças, com seu histórico, e importância para a humanidade. Hoje vamos discorrer sobre uma das mais belas peças para se beber vinho, mais decantada no mundo, A TAÇA, SEU HISTÓRICO NA MITOLOGIA, LENDAS E NA EVOLUÇÃO DO VINHO. O Champagne, todo o mundo sabe, tem delírios, sonhos, histórias e como todo grande vinho, talvez devesse ser bebido de joelhos. Mas, neste mundo ímpio, muitos o bebem prosaicamente como um vinho qualquer, sem nenhuma cerimônia ou respeito. Recordemos que na Belle Époque, o período das maiores festas da sociedade novaiorquina, no começo do século 20, muito bem descrito pelo grande escritor americano Ella Fitzgerald em seus romances, Suave é a Noite e O Grande Gatsby, aconselhava-se bebê-lo no sapato da mulher amada... Aliás, vamos fazer uma apologia ao champagne, merecedor de toda homenagem do mundo vínico. Não se sabe quem o inventou. Existem várias versões. A mais provável, é que uma levedura extraviada tenha provocado uma segunda fermentação acidental num vinho exportado para a Inglaterra. A mais linda, é que ele foi criado por Don Perignon, Abade de Haut-Villers, entre 1670 e 1715, que ao prová-lo teria pronunciado a frase imortal "Venham todos ver, estou bebendo estre-

CMYK

las. Desde então, por ter sido mais usado para seduzilas. Champagne é o VINHO DO PECADO. Servido em todas as mesas, acompanha todos os pratos, desde que na outra taça, ou na outra borda, fiquem lábios da mulher amada. Champagne era a bebida de Tolouse Lautrec no Folies Bergere, Paris, e a guardiã da mesa de Santos de Dumont, No Maxim,s. Foi bebendo Champagne Cristal da Roederer, em garrafas de cristal da Boêmia, de fundo chato, especialmente fabricadas, que o Czar de todas as Rússias, esperou Lenine em 1917 em seu palácio, e o destino. Uma das maneiras ortodoxas de bebê-lo é em taças de boca larga. Estas porém são poucos práticas, pois entornam facilmente, reduzem a espuma e perdem rapidamente o gás "achatando" o Champagne, o que não acontece com a elegante flute, "flauta em francês" longa e de boca estreita, que permite um lento e longo borbulhar. Mas como tudo no mundo vínico, tem sua lenda, a dizer seu envolvimento na mitologia grega e romana, que nos deram os deuses Dionísio em Roma e Baco na Grécia, matéria que em breve estaremos discorrendo aqui em nossa coluna VINO VITA EST, a lenda da taça convencional tem uma origem maravilhosa, divina mesmo. Essa taça teria tido a origem na mitologia grega, com Helena de Tróia: os deuses do Monte Olimpo procuravam o mais belo recipiente para beber o seu néctar. Apolo, encarregado da Tarefa, escolheu como a forma mais própria e sensual os seios de Helena de

Tróia, a mais bela mulher da época. Designou então´Páris, filho de Príamo, rei de Tróia, para moldar a taça diretamente do modelo.Páris, protegido de Apolo e habilíssimo no trato de metais preciosos, executou a ordem divina que até hoje influencia nossos hábitos. Realizou seu trabalho em uma esplanada com toda a nobreza grega como testemunha. Helena, belíssima, teria aparecido com o busto recoberto por um véu diáfano. O molde foi tomado em cera mole, sem o véu, e Páris confeccionou a taça em metais raros e preciosos sob a supervisão de Apolo.Seguiram-se libações e bebedeiras tão a gosto dos deuses gregos, originando a lenda do famoso rapto de Helena que ambos apaixonados, fugiram para Tróia, ocasionando a lendária Guerra de Tróia, em que após muitas lutas, o gregos enganaram a população troiana, e introduziram o Cavalo de Troia, cheio de soldados dentro, abrindo os portões à noite, para seu exército entrar e dizimar a população. Dessa taça teria surgido, séculos depois, a taça do Champagne. Como seria árida a história sem as lendas. Sem esta D. Pedro I não teria seus êxtases e repentes, nem Nun'Alvarez - o condestável da Casa de Aviz - a visão divina em que levava os portugueses à vitória em Valverde. Como e até quando sobreviveu a tradição da taça através dos séculos, não se sabe ao certo. Não obstante, cem anos depois da invenção de Dom Perignon, a lenda reviveu na segunda metade do século XVIII (18) com Maria Antonieta. Renasceu não como lenda, mas como fato comprovado: a esposa de Luis

XVI mandou confeccionar taças de porcelana moldadas em seus seios, o que fez voltar a moda de tomar vinho em taças. Também é pouco claro como seu uso se restringiu unicamente ao champagne. Na realidade, a taça nunca foi apreciada pelos produtores nem pelos consumidores da bebida. Não é apropriada nem prática. Provavelmente seu fabricante teria decidido que um vinho diferente com toda essa áurea, mereceria um copo diferente.O fato é que apenas há alguns poucos anos a taça de boca larga vem sendo preterida na França e na Inglaterra bem como aqui no Brasil em favor da flute, também descoberta por Don Perignon, para não deixar os gases se expandirem tão rápidos. Como vimos o vinho nos traz belas histórias, tradições em todos estes séculos de dedicação por seus degustadores. Parafraseando os árabes, que chamavam aos seus livros de viagens de "livros de andar e ver", podemos entender os conhecimentos trazidos pelos ´séculos, ao mundo dos vinhos e, implícito na expressão, o conhecimento do que se descreve, revelando tudo aos seus leitores, , num verdadeiro convite a esse mundo singular e maravilhoso do sangue das uvas. O vinho é a única coisa que é, ao mesmo tempo, é agricultura e alta cultura. Entregue-se ao prazer de celebrar a vida com uma taça de vinho, você merece este momento AVOE. BRADO DE EVOCAÇÃO Á BACO.


25-02-11 Indústria&Comércio