Issuu on Google+

Curitiba, sexta-feira a domingo, 24 a 26 de maio de 2013 | Ano XXXVi | Edição nº 8875 | R$ 1,50

Indústria&Comércio DIÁRIO

INFORMAÇÃO. conhecimento. inteligência. DESDE 1976.

Aroldo Murá SERGIO REIS, UMA GRANDE PRESENÇA NA VIDA DO PARANÁ Poucos tiveram no século passado uma contribuição tão marcante na vida do Paraná quanto o públicitário e homem de marketing Sergio Reis, o criador do “Bicho do Paraná”.

Taxa de desemprego na Região Metropolitana é a menor do país Entre as sete áreas de capitais pesquisadas, a RMC mantém-se como a de menor desocupação

página a3

Pedro Washington Coisa para profissional

O professor Belmiro Valverde escreveu um livro com o título: O Brasil não é para amadores. Página | A2

CMN torna mais clara nova regra para previdência aberta O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou resolução na quinta-feira (23) para tornar mais clara a nova regra para fundos de previdência complementar aberta, que entra em vigor no fim do mês. A norma visa a proibir que os fundos apliquem em títulos ou instrumentos financeiros vinculados às taxas de juros de curto prazo, como DI e Selic.

INDICADORES FINANCEIROS

Com relação aos rendimentos, a RMC apresentou, em abril, rendimento médio do trabalho de R$ 1.981,40, valor inferior em 1,6% ao do mês anterior página a2

MERCADO À VISTA Maiores altas

COTAÇÃO

SONDOTECNICA PNB BAUMER PN RECRUSUL PN MINUPAR ON FII CRIANCA CI ER MB

Maiores QUEDAS

39,00 100,00 0,05 0,08 299,98

COTAÇÃO

TECTOY PN * DTCOM-DIRECT ON TEX RENAUX PN PRO METALURG PNB* PLASCAR PART ON

0,01 0,47 0,20 0,11 0,52

Mantega confirma retirada de PIS e Cofins das passagens de ônibus

economia | a5

Curitiba faz debate sobre exclusão digital

Jader Rocha/SMCS

IBOVESPA Maiores altas*

COTAÇÃO

V-AGRO ON EG NM OGX PETROLEO ON NM B2W DIGITAL ON NM ROSSI RESID ON NM ELETROBRAS PNB EJ N1

Maiores QUEDAS GERDAU MET PN ED N1 GERDAU PN ED N1 BRADESCO ON N1 GOL PN N2 VALE PNA N1

3,75 1,87 12,02 3,84 11,17

Confira o caderno em comemoração ao Dia da Indústria

COTAÇÃO 17,39 13,65 34,97 10,76 30,30

CÂMBIO Moeda

Compra

Venda

Dólar turismo 2,0200

2,1200

Dólar comercial 2,0445

2,0460

Dólar paralelo 2,0900

2,2000

Euro

2,6440

2,6432

Ouro (Grama/R$): 91,50

Acesse a edição digital

www.icnews.com.br

A prefeita em exercício de Curitiba e secretária municipal do Trabalho e Emprego, Mirian Gonçalves, participou da abertura do evento e falou sobre a desigualdade no acesso à cultura digital.

Não deixe de ler aqui no Indústria & Comércio o caderno especial em comemoração ao Dia da Indústria. Confira no encarte

página a4

Editorial

O

Brasil: o país onde as greves só aumentam

Brasil, infelizmente, é um país onde existe uma grande insatisfação por parte dos trabalhadores com as condições nas quais são obrigados a trabalhar. Baixos salários, pouca participação nos lucros da empresa, dentre outros problemas, levam o brasileiro a decretar greves contra seus empregadores. Em 2012 ocorreram no Brasil 873 greves.

O

número é 58% maior do que o registrado em 2011. Os dados são do Sistema de Acompanhamento de Greves (SAG), do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). No ano de 2012, foram registradas 86,9 mil horas paradas, alta de 37% na comparação com 2011. O número de greves deflagradas pelos trabalhadores da esfera privada (461) supe-

rou o registrado pela esfera pública (409). Em termos proporcionais, o setor privado representou 53% do total e o público, 47%. No setor privado, a maioria das greves (330) foi no setor da indústria.

A

situação é dramática e só revela a necessidade de melhorar as condições de trabalho e os direitos dos trabalhadores.

arte Condor leva peça teatral para escolas públicas

O Condor Super Center está patrocinando o espetáculo teatral “Nina e o Reino das Galochas”, dirigido a crianças de cinco a dez anos de escolas públicas de Curitiba e Região Metropolitana. O tema da peça é meio ambiente.

Editais na página B1

CMYK

Pág. b1

Central de Atendimento: 41 3333.9800

e-mail: pauta@induscom.com.br


CURITIBA

Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 24 a 26 de maio de 2013 | Pág. A2

Previsão do tempo

Mín.: 11° | Máx.: 18°

Nessa sexta-feira o tempo melhora um pouco no Paraná, especialmente nas faixas oeste e sudoeste do Estado. Sobre o norte, leste e região litorânea o tempo permanece mais instável e com possibilidade de chuva no decorrer do dia, mas são chuvas irregulares que se distribuem de forma isolada e passageira. fonte: www.simepar.br

Trabalho

Taxa de desemprego na RMC é a menor do país  Entre as sete áreas de capitais pesquisadas, a RMC mantém-se como a de menor desocupação

A prpress@terra.com.br

PanoramaPolítico Coisa para profissional

O professor Belmiro Valverde escreveu um livro com o título: O Brasil não é para amadores. A política também não! Quem não é do ramo não percebe por exemplo que, numa decisão como a tomada agora pelo governo da presidente Dilma, com o pomposo nome de “contingenciamento” de despesas, o que significa em bom português cortes no orçamento federal, o que conta são os interesses eleitorais do governo. Afinal, estamos há 16 meses da eleição (5/10/2014) que pode mudar tudo neste pais. A necessidade de reduzir despesas só funciona para os outros. Assim, emendas parlamentares que melhorariam a condição eleitoral de deputados, sofrem um corte de R$ 15,5 bilhões. Apenas R$ 7,1 bi foram preservados o que sinaliza para o que vem aí: o regime de “tudo para os amigos da rainha”. Adversários ficarão a ver navios. Estados e municípios, sempre com o pires na mão em função das dificuldades orçamentárias normais, receberão menos 10% das verbas federais previstas no Orçamento federal, aumentando suas dependências da boa vontade de Brasília. De outras áreas como a Defesa, o Turismo, o Ministério de Esportes, que eleitoralmente têm pouco significado o governo cortou recursos. Já os programas eleitoralmente fortes, especialmente os da área social, um eleitorado cativo como ficou claro na semana anterior quando o rumor do fim do Bolsa Família levou milhares à Caixa Econômica, não sofrerão alteração. Igualmente Saúde e Educação, programas cujos valores já são insuficientes, mesmo sendo preservados. Programas como o PAC que contempla os projetos da Copa e das Olimpíadas, embora muita coisa ainda nem projeto tenha, também foram preservados. Em suma: o poder existe para isso: para ser exercido. E isso os governos petistas provaram que sabem fazer. O “contingenciamento” é a prova disso!

Momento oportuno

O líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha, que já anda às turras com as duas ministras favoritas da presidente Dilma, Gleisi Hoffmann e Ideli Savatti, vai aproveitar a redução dos recursos reservados às emendas dos parlamentares para forçar a votação da PEC do Orçamento Impositivo. Se aprovado, o governo não mais poderá cortar tais emendas do Orçamento federal. Os parlamentares ficam parcialmente independentes.

Problemas à vista

O governador Beto Richa, atualmente na Europa para vender o Paraná a empresários dispostos a aqui investirem, vai encontrar problemas delicados a serem resolvidos em sua volta. Até a SIGERFI, aprovada a toque de caixa na Assembleia, sofre restrições por parte da OAB-PR. Há quem veja no episódio ligação com disputa que ocorre por cargo no Tribunal de Contas do Estado.

Adesão...

Para advogados consultados pela coluna, embora uma decisão recente do Órgão Especial do Tribunal de Justiça tenha negado ao governo o acesso a esses recursos, na redação da lei que cria o SIGERFI, a decisão depende do presidente Clayton Camargo que por sinal antecipou-se à iniciativa governamental de criação do Sistema, baixando o Decreto Judiciário 940, criando a superconta do TJ.

...questionada

Como se trata de assinatura de convênio, a participação do Judiciário no novo Sistema é pois prerrogativa do presidente do Tribunal. A OAB, face à possibilidade de a superconta criada pelo DJ 940, passar ao controle do estado, o que na sua avaliação é inconstitucional, vai recorrer ao Conselho Nacional de Justiça que tem poderes para, liminarmente, barrar a iniciativa do TJ paranaense nesse sentido.

Em choque

A posição da OAB encontra muitos defensores no próprio TJ, além dos que já se posicionaram contra a atual direção, cuja vitória eleitoral interna foi obtida pela idade maior do atual presidente, favor decisivo no empate de votos exibido. Também os juízes de instâncias inferiores que tiveram suas autonomias limitadas para dar destino aos depósitos judiciais, tão logo a decisão fosse definitiva, questionam a nova redação do decreto 940. Em tempo: o deputado Plauto Miro Guimarães, independente dos resultados, mantém sua candidatura a Conselheiro do TC. EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

taxa de desocupação da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), em abril, foi de 3,8% da população economicamente ativa, conforme a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico (Ipardes). Essa taxa foi semelhante à do mês anterior e inferior à de 4,3% de abril do ano passado. Entre as sete áreas de capitais pesquisadas, a RMC mantém-se como a de menor desocupação.  Segundo o diretor do Centro Estadual de Estatística do Ipardes, Daniel Nojima, para o conjunto das seis regiões metropolitanas do país, a taxa apresentou estabilidade, tendo se alterado de 5,7% em março para 5,8% em abril. A estabilidade da taxa de desocupação na RMC reflete igualmente uma estabilidade dos níveis de ocupação nos diversos setores da economia local. Entretanto, no intervalo de um ano (abril de 2013 contra abril de 2012) a pesquisa permanece confirmando o dinamismo do mercado metropolitano em geral, com contínua expansão da ocupação dos vários setores, com destaque a serviços comércio e indústria.  Com relação aos rendimentos, a RMC apresentou, em abril, rendimento médio do trabalho de R$

Com relação aos rendimentos, a RMC apresentou, em abril, rendimento médio do trabalho de R$ 1.981,40, valor inferior em 1,6% ao do mês anterior

1.981,40, valor inferior em 1,6% ao do mês anterior, porém, estável com relação a abril do ano passado, com 0,2% de variação. Este valor supera a média nacional no mês (R$ 1.862,40) e figura como o segundo maior dentre as sete regiões pesquisadas, tendo à frente a área metropolitana de

São Paulo, com R$ 1.996,70.  As tendências observadas na PME se reproduzem nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que revelam variação de 0,45% do emprego com carteira entre março e abril e de 1,78% quando considerados os

últimos doze meses até abril. O Caged também aponta para o conjunto do Estado do Paraná um desempenho relevante do mercado de trabalho regional, tendo em vista o aumento de 3,21% no saldo de empregos criados na comparação dos últimos doze meses terminados em abril.

Paraná receberá missão de empresários da Bélgica em outubro

Programa de calcário aumenta produtividade no campo

O Paraná vai receber em outubro uma missão de empresários da Bélgica, da região de Valônia, com os objetivos de fechar negócios e estabelecer acordos bilaterais de cooperação. A visita foi assunto de uma reunião ontem entre o cônsulgeral da Bélgica, Didier Vanderhasselt, e o diretorgeral da secretaria da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Horácio Monteschio, no Palácio das Araucárias, em Curitiba.  O cônsul belga explicou que a missão será formada por empresas da região de Valônia, no Sul da Bélgica, interessadas principalmente em negócios nas áreas da gricultura (agroindústria), aeronáutica, infraestrutura portuária, alta tecnologia e saúde hospitalar. “Detectamos no Paraná ótimas oportunidades de contatos e negócios”, disse Vanderhasselt.  A Valônia é uma das três regiões federais da Bélgica. Possui cinco províncias, 3,5 milhões de habitantes e suas principais cidades são Charleroi, Liègee e Namur, a capital da Região. 

Reunião prepara visita de empresários belgas ao Paraná

Monteschio detalhou ao cônsul características econômicas das regiões do Paraná e também o programa Paraná Competitivo, que assegura benefícios à iniciativa privada em troca da geração de emprego e renda. “Em pouco mais de dois anos foram mais de R$ 20 bilhões em novos investimentos, o que comprova que o Paraná está aberto a parcerias com investidores”, disse Monteschio.  O diretor-geral da secretaria reforçou a necessidade de tornar a missão produtiva. “Na reunião, definimos

as áreas de interesse da Valônia e do Paraná para que possamos elaborar uma programação que possibilite o fechamento de negócios e a assinatura de acordos bilaterais de cooperação”, explicou. A coordenação paranaense da missão será do presidente da Agência de Internacionalização do Paraná, Rui Lemes.  Também participaram do encontro o cônsul-honorário da Bélgica em Curitiba, João Casillo, e os assessores da Secretaria de Indústria e Comércio Mauro Corbellini e Marcos Granado.

Em Saudade do Iguaçu, no Sudoeste do Paraná, mais de 100 propriedades rurais foram beneficiadas com a aplicação do calcário adquirido pelas prefeituras com os recursos repassados pelo Governo do Estado. Após análise do solo feita por técnicos da Emater, dez toneladas do insumo foram repassadas para agricultores familiares do município. Alderi de Mello (47), produtor de leite e de milho, soja e aveia, foi um dos agricultores que aplicou o insumo para corrigir a acidez do solo. “Há muito tempo a gente não recebia calcário do governo. Agora voltamos a receber o insumo, que é fundamental para uma boa produtividade. Sem o calcário a terra não é tão fértil”, diz o agricultor, que há 25 anos mora na comunidade Alto Santa Rosa e tira da pecuária o sustento da esposa Marivete e dos filhos Douglas (20) e Gabriel (7).

Porto de Paranaguá reforça programa de visitas com universidades e escolas A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), vinculada ao Governo do Estado, tem ampliado o diálogo com universidades de vários estados e de países vizinhos. Desde fevereiro, 33 instituições de ensino superior visitaram as instalações do porto, com 1.030 estudantes e professores, de graduação a doutorado, de todo o Brasil.  A diretoria empresarial da Appa também tem ido até as universidades e este ano proferiu três palestras

nas instituições. Já estão agendadas visitas de mais 26 instituições até outubro. “Acreditamos que essa experiência é fundamental tanto para os estudantes – com a informação e oportunidade – quanto para o Estado que pode pensar no desenvolvimento ainda mais alinhado com a demanda dos cidadãos”, afirma o diretor empresarial da Appa, Lourenço Fregonese.  Os estudantes que visitam o Porto de Paranaguá são principalmente de áreas como administração,

agronegócio, agronomia, comércio exterior, gestão pública, logística. “Sabemos que muitos estudantes têm dúvidas sobre o funcionamento da logística portuária e desconhecem os projetos de modernização e ampliação dos portos do Paraná. A intenção do Governo do Estado, através da Appa, é ampliar o diálogo também com os futuros profissionais da área”, completa o diretor.  Quando os acadêmicos visitam o Porto de Paranaguá, eles assistem ao vídeo institucional, têm palestra

técnica sobre o funcioname to dos portos e também sobre a história da autarquia. Os estudantes ficam conhecendo um pouco mais a infraestrutura e logística e sobre os projetos futuros dos portos paranaenses. A segunda etapa é a visita ao cais, onde as operações podem ser acompanhadas, na prática.  Escolas Não são apenas os alunos do ensino superior interessados nas atividades portuárias e no dia-a-dia da ponta do Comércio exterior do Brasil, pelo Paraná.

Procon multa bancos em R$ 4 milhões Em razão das reclamações contra as instituições bancárias, o Procon-PR multou os Bancos Itaú, Caixa Econômica, Bradesco, Banco do Brasil, HSBC e Santander em R$ 4.033.929,60. 

Muitos consumidores têm procurado o órgão para reclamar sobre o não cumprimento da Lei 13400/01, que estabelece o tempo máximo de espera em filas de bancos, que não pode ultrapassar

20 minutos.  De acordo com Cila de Fátima Mendes, responsável pela Divisão Jurídica do Procon-PR, “a conduta dos bancos contraria as disposições do Código de Defesa

do Consumidor e da lei estadual por desrespeitar vários direitos ali previstos, entre os quais submeter o consumidor a tempo de espera em filas que chegam a ultrapassar uma hora”, afirma.


Aroldo Murá G. Haygert

Indústria&Comércio

Contato com o jornalista: aroldo@cienciaefe.org.br

Curitiba, sexta-feira a domingo, 24 a 26 de maio de 2013 | Pág. A3

SERGIO REIS, UM MARCO NA VIDA PARANAENSE Um carioca de nascimento, mas que profissionalmente cresceu e se projetou em São Paulo, tem uma das melhores histórias de amor e dedicação ao Paraná. E por isso é um dos personagens do volume 5 de meu livro Vozes do Paraná, a ser lançado no próximo dia 17 de junho. Seu nome é Sergio Silbel Reis. Eu, com base em que vi ao longo de minha vida profissional de jornalista,no século passado, avalio a importância de Reis pelas marcas inconfundíveis que lega ao Estado. Das mais notáveis foi a série de programas ‘Gente que Faz’, semanalmente, na televisão, em que homens e

mulheres fazedores iam erguendo um novo Paraná, pronto a responder desafios ao lado do Banco Bamerindus, que foi um dos sólidos patrimônios da vida paranaense. Sergio e sua equipe na Umuarama Publicidade – pela qual passaram outros notáveis, como Elói Zanetti e Alzamora Gonçalves – desenvolveram frases e expressões que acabaram indissociáveis daqueles tempos do Paraná. Uma delas, o “Bicho do Paraná”, expressão que traduzia orgulho de ser paranaense projetado em exemplos concretos de labor e capacidade de ação de alguns personagens do nosso dia a dia de então. Em Sergio sempre me chamou a atenção o refinamento com que era

A PEC DOS TRIBUNAIS FEDERAIS

Mirella Ferreira informava em sua newsletter diária de ontem: “André Vargas (PT), vice-presidente da Câmara dos Deputados, acertou com o presidente do Senado, Renan Calheiros, e vai promulgar a PEC que cria os novos tribunais regionais federais - entre eles, do Paraná - quando presidir uma sessão do Congresso Nacional. “Estou colhendo assinaturas para uma PEC que estabelece prazo de 15 dias, após a aprovação de PEC`s, para a promulgação do texto pelo Congresso Nacional”, afirmou. Segundo Vargas, “a promulgação é um ato consequente, ele [Renan] deve promulgar”, reforçou. Disse ainda que o PSD afirmou que vai obstruir as sessões do Congresso enquanto não houver a promulgação e que o PDT também estuda tomar a mesma medida.

A OBRA DE JOSÉ PENALVA

A obra musical do padre José Penalva é o objeto do documentário exibido, ontem, quinta-feira (23), no auditório Brasílio Itiberê. O filme, de 54 minutos, é produto do trabalho do jornalista Ulisses Iarochinski – responsável pela pesquisa, direção, operação de câmera, montagem e narração. Além da exibição de José Penalva – O Mestre da Música, o público presente pôde debater sobre a obra de Penalva e ouvir um recital do coro Madrigal Vocale, criado por ele. Penalva nasceu em Campinas, em 1924, e morreu em Curitiba, onde viveu, em 2004. Além de sacerdote, músico e regente, foi escritor e estudioso da obra do compositor brasileiro Carlos Gomes. Deixou uma produção complexa, abrangendo música de câmara, solística, parateclado, orquestra e coro.

JOSÉ MARIA SANTOS

O próximo projeto de Iarochinski já está definido. O jornalista e cineasta começa a preparar um documentário sobre o falecido ator paranaense José Maria Santos. A ideia é que o filme seja um dos produtos culturais criados para desfilar pelo teatro José Maria Santos de junho a dezembro – mês em que o ator comemoraria 80 anos de vida. Santos morreu em 1990, aos 57 anos e sem imaginar que, anos depois, emprestaria seu Ulisses Iarochinski: documentando nome a um importante espaço nossa herança teatral de Curitiba.

Adélia Lopes recebe Prêmio na Câmara Municipal A jornalista Adélia Maria Lopes recebe hoje, o Prêmio “Colunista Dino Almeida”, proposto pela vereadora Julieta Reis. A premiação será realizada em Sessão Solene na Câmara Municipal de Curitiba, às 20 horas. Também receberão o prêmio “Colunista Dino Almeida” o jornalista Rodrigo Antonio Bellé, Filipe Oliveira e Roger Azevedo da Costa Pereira. Na mesma sessão também será entregue o Prêmio “Amigo da História”, que vai homenagear Geraldo Becker, Renato Augusto Carneiro Junior e Vladimir Luís de Oliveira.

Adélia Lopes

BANCOS MULTADOS PELO PROCON

Em razão das reclamações contra os bancos, o Procon-PR multou os Bancos Itaú, Caixa Econômica, Bradesco, Banco do Brasil, HSBC e Santander em R$ 4.033.929,60. Muitos consumidores têm procurado o procon para reclamar sobre o não cumprimento da Lei 13400/01, que estabelece o tempo máximo de espera em filas de bancos, que não pode ultrapassar 20 minutos.

capaz de bordar situações e objetivos em que a vida do Paraná e dos paranaenses estavam em jogo. No homem de marketing e publicitário identificava-se com facilidade o jovem que um dia chegara a estudar teologia na Igreja Presbiteriana do Brasil, uma notória bem sucedida escola de comunicadores. Sergio tem um portfólio de realizações invejável: Sergio Silbel Reis trabalhou com FHC, com Mário Covas, do José Serra, com Oriovisto Guimarães. Foi a alma e o sopro vital do Bamerindus do Brasil. Não tenho receio de dizer que o marketing (e a publicidade, por certo) passou a existir, em grande dimensão, a partir de Sergio, no Paraná.

EM TORNO DA MESA

A prática de amigos se reunirem ao redor da mesa sob uma mesma justificativa se espalhou pelo mundo criando o secular hábito de conversar, cultivar amizades e manter as raízes , e no Brasil foi trazido principalmente ao sul do país pelos imigrantes . Somente na cidade de Blumenau, em Santa Catarina, há 280 grupos de “Stammtische”, que reúnem 25 mil pessoas. No ano 2000, por conta dos 150 anos de Blumenau , houve um grande Encontro de Stammtisch , ligado também aos Clubes de Tiro ( tradição trazida de Hannover, onde acontece a maior Schutzenfest do mundo). Há registros de “Stammtische” também em Joinville, Indaial, São Pedro de Alcântara, Pirabeiraba, Gaspar, Palhoça, Presidente Getúlio, São Francisco do Sul, Cruzeiro do Vale, Pomerode e Salete . Em Balneário Camboriú um recente encontro reuniu milhares de integrantes que desfilaram em “centopéias” (“trenzinhos”) à beira mar. Na cidade de Brusque, o encontro incluiu também churrasco e chimarrão. O evento “Strassenfest mit Stammtischtreffen” , ou “Encontro de Stammtische”, no formato em que é realizado no Brasil é único, e entrou para o calendário de eventos oficiais de turismo. Esta história , segundo mais uma versão, que liga os “Stammtische” aos Clubes de Tiro, começou quando o Duque Erich I (chamado “O Velho”) deu aos habitantes de Hannover o privilégio de festejar os campeonatos de tiro em 1529 . A pedra fundamental que lá se encontra é a maior do mundo, e há apontamentos das festas desde 1468 , com as regras estabelecidas desde 1710, sendo substituídas por novas em 1837, considerada a data oficial do nascimento dos Clubes de Tiro quando o traje característico foi exigido. Na formação da Colônia Dr. Blumenau, no século XIX, são imprecisos os registros dos Stammtische , mas os imigrantes costumavam se reunir ao final do dia para discutir precauções com relação aos índios hostis e planejar as atividades diárias, além de lembrar a terra natal e os parentes lá deixados. Na Ohfbreuhaus, a cervejaria mais antiga de Munique, há uma placa pirografada que tenta definir o que significa esta tradição da Alemanha: a tradução é mais ou menos assim: “Stammtisch é um determinado local , uma determinada mesa, num determinado canto, onde em determinados dias, determinadas pessoas ,num determinado horário, tomam assento em determinadas cadeiras e ali, com uma determinada quantidade de uma determinada bebida, falam sobre determinados temas , e então em uma determinada hora, determinam ir para casa, onde uma determinada pessoa os espera, com um determinado protesto. E isto está determinadamente certo!”

Fernando Henrique Cardoso, Mário Covas

SUSTENTABILIDADE

O sócio de consultoria para sustentabilidade da Ernst & Young Terco, Ricardo Catto, desembarca em Curtiba na segunda, a 27 de maio, quando fará a palestra de abertura do Fórum Internacional de Sustentabilidade e Empreendedorismo (Empresar 2013). À frente de casos de sucesso como Dutra Estrada Sustentável, realizado em parceria com a CCR, Rio Cidade Mais Sustentável e outros, ele vai abordar as oportunidades e os desafios para empreendedores que buscam atuar em projetos ligados ao desenvolviRicardo Catto: em fórum internacional mento sustentável. O especialista vai tratar sobre uma nova gama de oportunidades de negócios que se abre para oferecer modelos de negócios inovadores para empresas, instituições e governos conseguirem alinhar cada vez mais desenvolvimento econômico e sustentabilidade. O Fórum tem a promoção da Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio), com o apoio da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), do Sistema Ocepar, da Universidade Federal do Paraná (UFPR),da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), da Endeavor, da Academy of Business in Society (EABIS), do Institut Supérieur de Gestion (ISG) e da Rede de Administração Sustentável (AdmSus).

VOCÊ SABE O QUE É O STAMMTISCH? Por Zélia Sell

Recentemente , com a notícia da demolição do Clube de Tiro de Curitiba para a construção de canchas esportivas , veio à tona a existência do Grupo de “Stammtisch” do Clube Concórdia que, há muitos anos costumava lá se reunir. Mas, afinal, o que é “Stammtisch”??? São “GRUPOS DE AMIGOS COM MESA CATIVA “,eis o que define o “Stammtisch”, tradição mantida em comunidades germânicas desde tempos muito antigos. Há várias versões para o surgimento destes grupos, sendo a mais antiga a dos Lenhadores da Bavária , na Idade Média . Esses trabalhadores tinham o hábito de cortar a primeira árvore de um sitio de exploração, e o faziam à altura de uma mesa , e de seus galhos cortavam toletes para servirem de bancos. Ali faziam suas refeições e, ao final da tarde, após a dura jornada de trabalho na mata , antes de voltarem para casa ali se sentavam para descansar e beber alguns tragos de vinho ou cerveja que traziam consigo. Segundo outras fontes históricas, o primeiro “Stammtisch” teria surgido ainda no reinado de Friedrich Wilhelm I, o Rei - Soldado , que reinou na Prússia (1713 - 1740), mais de um século antes de ser constituído o Império Alemão. Este rei criou em seu castelo um grupo de adeptos do fumo ,que se reunia para fumar em cachimbos de barro ou cerâmica e beber cerveja, uma bebida popular que começava a ganhar a simpatia da Corte, até então habituada a consumir somente vinho. No castelo de Konigs Wusterhausen , em Berlim, pode-se visitar o legendário “ Tabakskollegium” , local do primeiro “Stammtisch” do mundo, mas a versão dos “lenhador”’ se encaixa melhor se analisarmos etimologicamente o termo : “tisch” significa “mesa” e “Stamm” se refere a tronco, podendo ter o significado de tronco tribal, racial ou familiar.

CARTAS (correspondências para a coluna: aroldo@cienciaefe.org.br)

NEUROMARKETING Aroldo, Neuromarketing? Pesquisei, falei com amigos publicitários de São Paulo e com dois proprietários de institutos de opinião. Foram unânimes: ou é empulhação ou algo incipiente demais para ser levado a sério. Entender a lógica do consumo através da análise de estímulos de Almir Feijó: nada sério em Neuromarketing marketing? Qualquer agência de pesquisa já faz isto hoje com nomes menos pomposos. Devagar com o andor. Almir Feijó, Curitiba, publicitário.

SÓ LENGALENGA Prezado Aroldo. Bem posta, para não dizer atualíssima, a colocação do Carlos R. de Alencar, ao comentar a “lengalenga”, e o “vazio e não dizer nada” que nós, católicos, temos que suportar por ocasião das missas dominicais, forçados a ouvir a prática de sacerdotes que não sabem se conduzir habilmente em suas homilias. Tal postura, se a isso aliarmos à maioria dos cantos litúrgicos, cujas produções, letra e música, deixam a desejar, torna o ofício religioso sem inspiração. Para não dizer monótono e carente de espiritualidade. Acertadamente, o arcebispo D. Moacir Vitti, preocupando-se com essa problemática questão, busca caminhos para solucioná-la. (Zair Schuster-jornalista)

PARABÉNS & JJ Caríssimo Amigo Aroldo Murá, Parabéns pela excelente Matéria sobre o Neuromarketing, destacando o nosso Querido JJ. Obrigado, em nome da Giacomazzi, pela publicação do Empreendimento “Alpen Haus”. Até esta sexta-feira encaminhamos as respostas sobre o evento do Jubileu de Ouro da TELEPAR – Ano 50, assim como algumas fotos. Dentro de nosso saudosismo, sugerimos relembrar a História do nosso também Querido e Saudoso Willian Sade, lembrando que um dos Sócios-Proprietários da Vela Filmes é o Guilherme Sade - um de seus Filhos - e casado com a nossa Filha Priscila. Um grande e forte abraço, cunha@velafilmes.com.br www.velafilmes.com.br www.facebook.com/velaprodutora 55 41 3039 4695 - 9905 9339

LANCHONETE DO AEROPORTO Se analisarmos friamente o caso da lanchonete popular fechar da meia noite as 5 da manha, muito provavelmente é pelo quase não existente movimento nesse horário. Eles que trabalham com margens menores de lucro, muito provavelmente não conseguem manter funcionário nesse horário de baixo movimento. Edmilson Mario Fabbri, Curitiba.


PARANÁ

Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 24 a 26 de maio de 2013 | Pág. A4

AB Notícias DIVERSIFICAÇÃO DA RENDA Agricultores de Apucarana, Norte do Estado, estão investindo na meliponicultura, criação de abelhas sem ferrão, como uma nova alternativa de renda. Após a realização de um curso e da formação de um grupo de interessados, a atividade ganhou apoio do poder público. Os objetivos almejados são: a preservação das espécies nativas de abelhas, educação ambiental e a geração de empreso e diversificação de renda, especialmente em pequenas propriedades.

SUINOCULTURA EM FOCO Suinocultores do Oeste paranaense estão investindo no mercado interno para evitar os embargos internacionais. O objetivo é incentivar o consumo da carne no Estado, elevando de 15 para 18 quilos per capta. Segundo informações da Associação Paranaense de Suinocultores, a carne produzida aqui tem ótima qualidade, já que os criadores estão investindo em boa alimentação para os animais e na higiene das granjas.

MELHORIAS NO NORTE O Arco Norte e o Trem Pé-Vermelho são dois dos projetos que serão apresentados a empresário italianos que visitam o Paraná na próxima terça-feira, 28. Eles irão acompanhar explicações sobre os projetos na sede da Federação das Indústrias do Estado do Paraná. Os italianos vão conhecer o projeto do aeroporto internacional de cargas a ser construído em Londrina e da estrada de ferro que liga Londrina a Maringá, a fim de agilizar o transporte entre essas duas cidades.

MEIA MARATONA DAS CATARATAS Neste domingo, 26, acontece a sétima edição da Meia Maratona das Cataratas, em Foz do Iguaçu. A prova tem cerca de 21 quilômetros e a largada é às 8h30 no Parque Nacional do Iguaçu. A corrida será realizada dentro do parque, passando por alguns pontos importantes como as Cataratas e o Macuco Safari, e se destaca pelas belezas naturais. Durante a corrida haverás postos de atendimento médico para emergências e hidratação dos atletas.

VAZIO DA SOJA A partir do dia 15 de junho até meados de setembro os agricultores não podem realizar o cultivo de soja. O vazio sanitário foi anunciado pela Secretaria de Estado de Agricultura e vale para todas as regiões do Paraná. Qualquer planta remanescente de ser eliminada. A ação, recomendada pela Embrapa, visa reduzir o risco de doenças no cultivo da soja, como a ferrugem, que compromete seriamente a rentabilidade da área afetada. Quem não cumprir a norma está sujeito à multa e à exclusão de programas de incentivo fiscal.

SOBRE A HANSENÍASE Nesta sexta-feira, 24, a Secretaria Estadual de Saúde promove o Dia de Conscientização Sobre a Hanseníase no Paraná. O objetivo é alertar a população e informar sobre a doença, que tem cura se descoberta rapidamente. Manifesta-se principalmente pela aparição de manchas vermelhas ou esbranquiçadas na pele, redução da sensibilidade nas mãos, caroços e bolhas. O tratamento é fornecido pelo SUS e há equipes especializadas em todo o Estado.

GERAÇÃO DE EMPREGO A Cidade Industrial de Curitiba vai receber investimentos de 280 milhões de reais com a instalação da multinacional norueguesa Aker Solutions. A construção da nova fábrica começou ontem e irá produzir equipamentos submarinos para a Petrobras. A previsão é que a unidade esteja finalizada em 2015. A oferta de empregos vai aumentar cerca de 30%, passando de 900 para 1,2 mil, além de fornecedores.

Cidades digitais

Curitiba debate exclusão digital em evento estadual Mirian participou do evento e falou sobre a desigualdade no acesso à cultura digital

A

necessidade da democratização da cultura digital foi um dos temas das 1ª rodada do Congresso Paranaense de Cidades Digitais, realizado ontem no Parque Barigui. A prefeita em exercício de Curitiba e secretária municipal do Trabalho e Emprego, Mirian Gonçalves, participou da abertura do evento e falou sobre a desigualdade no acesso à cultura digital. Segundo Mirian, uma pesquisa realizada pela secretaria revela a exclusão digital de uma grande parcela da população. “Quarenta e sete por cento dos trabalhadores acima de 40 anos não têm qualquer tipo de inserção. Não sabem trabalhar com e-mail, não sabem pesquisar na internet. Isso os coloca atualmente quase fora do mercado de trabalho, ou com possibilidades muito reduzidas de um emprego melhor”, afirmou Mirian, ressaltando que a Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego está

preocupada com a inserção digital de trabalhadores e, por isso, desenvolve cursos de capacitação. A secretária de Inclusão Digital do Ministério das Comunicações, Lygia Puppato, falou sobre os esforços e investimentos que vêm sendo realizados pelo governo federal

A partir de hoje, a Secretaria do Trabalho e Emprego, que estava instalada na Rua Barão do Rio Branco, no Centro, passará a funcionar na Rua da Glória, 362, no Centro Cívico.

para tentar minimizar a desigualdade digital no País e permitir o acesso de todos os brasileiros à internet. “O que norteia as ações de nossa secretaria é que a informação é um direito básico de todo cidadão. Queremos desenvolver uma cultural digital no País para

A prefeita em exercício e secretária municipal do Trabalho Emprego, Mirian Gonçalves, inaugura a nova sede nesta manhã, com a presença de autoridades e convidados.

A mudança de sede é mais uma medida da secretaria para a melhoria do atendimento ao trabalhador curitibano, que terá uma estrutura moderna e mais acessível no novo espaço.

Em Paris, Richa discute novos projetos da Renault no Paraná O governador Beto Richa reuniuse ontem, em Paris, com o presidente mundial da Renault, Carlos Tavares. No encontro, o executivo disse que estuda novos projetos para a fábrica da montadora em São José dos Pinhais. Hoje, a empresa realiza um programa de investimentos de R$ 1,5 bilhão na unidade para elevar a pro-

dução e a competitividade da marca no Brasil.  “A meta do Governo do Paraná é expandir desenvolvimento para garantir emprego, progresso e boas condições de vida à nossa população. Destaco, mais uma vez, a importância da Renault neste processo, de sua fundamental participação nesse novo ciclo de industrialização

do nosso Estado, com o maior investimento estrangeiro”, afirmou o governador.  A reunião na Renault fez parte da agenda que o governador Beto Richa e a comitiva paranaense cumprem na Europa para buscar novas oportunidades de investimentos produtivos e de cooperação com o Paraná.

que todos tenham acesso e que isso transforme a vida das pessoas. Estamos começando a construir uma política pública para atingir esses objetivos”, disse. Dados do IBGE, de 2011, revelam que 46,5% dos brasileiros maiores de 10 anos já acessaram a Internet.

Motoristas de ônibus recebem orientações sobre trânsito O respeito ao passageiro e maior atenção às normas de trânsito foram temas de uma capacitação para motoristas de ônibus realizada pela Secretaria Municipal de Trânsito. A atividade faz parte do trabalho de educação no trânsito que a Setran e a Urbs realizam há alguns anos com os condutores do transporte público. A segurança do passageiro é o foco das capacitações a serem realizadas até o fim deste ano. A falta de atenção na subida e na descida dos usuários dos ônibus, a passagem muito rápida por lombadas, curvas mal feitas e freadas bruscas causam acidentes dentro dos veículos, muitas vezes com ferimentos graves.

Francisca Rosa da Silva Tavares, Manaus/AM.

Os brasileiros trabalham até o dia 30 de maio para pagar os impostos, taxas e contribuições aos cofres públicos. Isso equivale a 150 dias de trabalho dedicados a esses pagamentos, segundo o Instituto Brasileiros de Planejamento Tributário. A quantidade de dias em 2013 é o mesmo do ano passado, não apresentando reduções. Segundo pesquisa do instituto, o pagamento de impostos comprometerá, em média, 41,82% da renda bruta do trabalhador neste ano.

O município de Campo Mourão, no Noroeste, realiza uma campanha para o combate ao abuso e a exploração de menores. A campanha envolve panfletagem nas ruas e palestras em escolas para destacar o problema. O objetivo é mobilizar a sociedade em relação ao assunto, para que saiba como acontece o abuso, como evitar e sobre a importância de denunciar os fatos. A intenção é proteger a dignidade e os direitos de crianças e adolescentes.

A prefeita em exercício de Curitiba e secretária municipal do Trabalho e Emprego, Mirian Gonçalves, participou da abertura do evento e falou sobre a desigualdade no acesso à cultura digital

Secretaria do Trabalho e Emprego tem nova sede

MUITOS IMPOSTOS

COMBATE À EXPLORAÇÃO INFANTIL

Jader Rocha/SMCS

abnoticias@abcom.com.br

Em tratamento contra o câncer pelo SUS.

É TEMPO DE SAÚDE.

MAIS MEDICAMENTOS CONTRA O CÂNCER É MAIS SAÚDE PARA OS BRASILEIROS.

O câncer é uma das principais causas de morte no mundo. A doença tem tratamento difícil e os medicamentos são caros. Por isso, o Governo Federal garante à população o acesso a tratamentos e medicamentos gratuitos. đ Mais de R$ 1,8 bilhão investido em medicamentos contra o câncer em 2012. đ Mais de 2,5 milhões de sessões de quimioterapia realizadas em 2012. đ Agora é obrigatório o tratamento em 60 dias. Com essas medidas, mais brasileiros terão acesso ao tratamento na hora em que mais precisam. PARA MAIS INFORMAÇÕES, PROCURE A SECRETARIA DE SAÚDE DA SUA CIDADE, OU LIGUE 136.

MELHORAR SUA VIDA, NOSSO COMPROMISSO


ECONOMIA

Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 24 a 26 de maio de 2013 | Pág. A5

desaquecimento

Taxa de desocupação sobe pelo quarto mês consecutivo

Enquanto em março a quantidade de empregados na construção teve índice de 48 pontos, em abril atingiu 45,6 pontos

Atividade da construção cai pelo sexto mês consecutivo Baixo desempenho foi puxado, principalmente, pelas grandes empresas A atividade da indústria da construção caiu em abril pelo sexto mês consecutivo e registrou 45,5 pontos. O baixo desempenho do setor foi puxado, sobretudo, pela queda na atividade das grandes empresas. Entre essas, o indicador foi ainda menor: 44,9 pontos. Os indicadores variam de zero a cem; os abaixo de 50 mostram queda da atividade ou atividade abaixo do usual. As informações são da Sondagem Indústria da Construção, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) na quinta-feira (23/05). O nível de atividade em relação ao usual para o mês de abril também ficou abaixo da linha dos 50

pontos. O índice de 43,7 pontos foi o menor da série histórica iniciada em dezembro de 2009. Essa queda na atividade do setor foi acompanhada de recuo na utilização da capacidade de operação (UCO), que caiu de 70%, em março, para 66% em abril. De acordo com a pesquisa, esse é o pior patamar do indicador desde janeiro de 2012 e a piora também foi mais intensa entre as grandes empresas, passando de uma UCO de 73%, em março, para 67% no mês passado. O baixo desempenho do setor continua com reflexo na redução dos empregos. Enquanto em março a quantidade de empregados na

Vencimento de títulos prefixados faz Dívida Pública Federal ficar estável

Índice que mede inflação semanal sobe na 3ª prévia de maio

Uma forte concentração de vencimentos de títulos prefixados neutralizou os efeitos dos juros e fez a Dívida Pública Federal (DPF) ficar praticamente estável em abril. De acordo com dados divulgados na quinta-feira (23/05) pela Secretaria do Tesouro Nacional, a DPF fechou o mês passado em R$ 1,940 trilhão, com queda de apenas 0,01% (R$ 220 milhões) em relação ao estoque registrado em março. A dívida pública mobiliária em títulos públicos - interna ficou estável em R$ 1,852 trilhão. Isso ocorreu porque, no mês passado, o Tesouro resgatou R$ 15,61 bilhões em títulos a mais do que emitiu. Esse resgate, no entanto, foi compensado pelo reconhecimento de R$ 15,58 bilhões em juros. O reconhecimento ocorre porque a correção que o Tesouro se compromete a pagar aos investidores é incorporada gradualmente ao valor devido. A dívida pública externa encerrou abril em R$ 88,53 bilhões, queda de 0,02% em relação a março, quando tinha atingido R$ 88,7 bilhões. O principal fator para essa variação foi a queda de 0,6% do dólar no mês passado. A estabilidade da DPF foi influenciada pelo vencimento de títulos prefixados. Apenas no mês passado, R$ 52,3 bilhões em papéis do Tesouro venceram. A maior parte desse total, R$ 51,1 bilhões, correspondeu a títulos prefixados que costumam vencer no primeiro mês de cada trimestre - janeiro, abril, julho e outubro.

construção teve índice de 48 pontos, em abril atingiu 45,6 pontos, mais disseminado entre as empresas e se afastando da linha dos 50 pontos.

EXPECTATIVAS

O cenário negativo afetou a confiança dos empresários do setor para os próximos seis meses. Embora os empresários estejam otimistas, todos os indicadores de expectativas caíram e estão cerca de 4 pontos abaixo da média histórica. Em relação ao nível de atividade, as expectativas recuaram de 58,7 pontos em abril para 56 pontos em maio. A confiança dos empresários

Apesar de o desemprego para o mês de abril ter alcançado a menor taxa desde 2002 - 5,8%, segundo divulgou na quinta-feira (23/05) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - a taxa de desocupação nesse período subiu pelo quarto mês consecutivo, com queda expressiva no contingente de trabalhadores na construção em comparação com o ano passado. Segundo o coordenador da Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE, Cimar Azeredo, no entanto, o quadro do mercado de trabalho não é pessimista e sinaliza para uma situação de expectativa. A pesquisa apontou outros sinais de incerteza, como leve queda no rendimento médio habitual dos trabalhadores na comparação com março (-0,2%). "O mercado de trabalho em abril denota um quadro de expectativa. Como vai se dar esse quadro na construção, a queda vai continuar? E o rendimento, ele vai continuar caindo? Abril é ainda um mês de incertezas, em que se pode ou não ter crescimento da atividade econômica, lembrando que, no ano passado, a atividade econômica começou a crescer a partir de maio e a taxa de desocupação começou a

baixar em maio". Na construção, houve queda de 104 mil postos de trabalho em abril, na comparação com mesmo período do ano passado, e 11 mil na indústria, segundo a mesma comparação. Em São Paulo, foram perdidos mais de 42 mil postos de trabalho entre março e abril, e mais de 29 mil na comparação com abril do ano passado. Além disso, houve redução no nível de ocupação na capital paulista, que, segundo o coordenador do IBGE, tem "efeito farol" para o restante do país. Nas seis regiões da pesquisa, a população ocupada caiu 0,1 % em abril, na comparação com março, e aumentou 0,9 % ante o mesmo período do ano anterior. Azeredo ressaltou que, embora o poder de compra do trabalhador nas seis regiões pesquisadas tenha se mantido praticamente estável (-0,2%) em abril, na comparação com março, ele aumentou 1,6% na comparação com abril do ano passado. Outro dado positivo, segundo ele, é o fato de o número de carteiras de trabalho assinadas estar crescendo em média de 3% a 4% anualmente, média de 362 mil postos de trabalho formais.

Passagens de ônibus ficarão livres de PIS e Cofins

Marcello Casal Jr./ABr

sobre novos empreendimentos e serviços caiu de 59,2 pontos para 56,2 pontos no período. Além disso, as perspectivas para os próximos seis meses em relação à compra de insumos e matérias-primas tiveram queda dos 57,5 pontos, em abril, para 55,2 pontos neste mês. Já as expectativas sobre o número de empregados baixou de 57,4 pontos para 54,7 pontos. A Sondagem Indústria da Construção foi feita entre 2 e 14 de maio com 470 empresas de todo o país, das quais 137 são de pequeno porte, 214 médias e 119 de grande porte.

O governo vai adotar medidas para desonerar do PIS e da Cofins as passagens de ônibus, em mais uma das iniciativas para combater a inflação

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, confirmou que o governo vai adotar medidas para desonerar do PIS e da Cofins as passagens de ônibus, em mais uma das iniciativas para combater a inflação. "Está confirmada sim, a retirada do PIS/ Cofins das passagens de ônibus", disse na quinta-feira (23/05) ao chegar ao Ministério da Fazenda. O ministro indicou que a redução tributária poderá ser feita por

medida provisória, mas não deu detalhes se a decisão incluirá as tarifas de metrô. Na quarta-feira (22/05), a prefeitura de São Paulo anunciou reajuste de 6,67%, nas tarifas de ônibus. A partir de 2 junho, o valor da passagem passa de R$ 3 para R$ 3,20. No mês passado, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, já tinha anunciado um reajuste de tarifas para a cidade.

Prazo médio da dívida pública bate recorde em abril

No grupo alimentação, o índice passou de 0,51% para 0,54%. A principal contribuição foi do item frutas

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) registrou alta na terceira prévia de maio com taxa de 0,40%, ante 0,38% registrado na segunda prévia. Cinco, dos oito grupos que compõem o índice apresentaram aumentos, com destaque para a variação de tarifas aéreas (de -10,25% para -3,41%), do grupo educação, leitura e recreação (de -0,06% para 0,28%), principal contribuição para o resultado. No grupo alimentação, o índice passou de 0,51% para 0,54%. A principal contribuição foi do item frutas (de 2,07% para 3,85%). No grupo comunicação (de -0,25 para

-0,04%), a variação teve influência do recuo menos acentuado das tarifas de telefone residencial, que passou de -1,46% para -1,05%. O grupo vestuário também registrou alta (de 0,84% para 0,96%) como consequência da pressão vinda do item roupas (de 1,12% para 1,22%). O grupo despesas diversas (de 0,20% para 0,24%) variou motivado pela alta do item ração animal (de 0,50% para 1,43%). Em movimento inverso, o grupo transportes apresentou redução (de -0,07% para -0,15%) provocada pela tarifa de ônibus urbano (de -0,90% para -1,22%). Também contribuíram para segurar o ritmo de avanço inflacionário, os grupos habitação (de 0,27% para 0,24%),

influenciado pela queda no valor da tarifa de eletricidade residencial (de -0,90% para -1,20%) e saúde e cuidados pessoais (1,35% para 1,26%) com destaque para os medicamentos em geral (de 2,89% para 2,59%). Os itens que mais influenciaram o aumento do IPC-S foram: as refeições em bares e restaurantes com elevação semelhante à registrada na apuração anterior (0,63%); leite tipo longa vida (de 3,75% para 3,91%); vasodilatador para pressão arterial (de 3,43% para 3,29%); aluguel residencial (de 0,46% para 0,53%) e plano e seguro de saúde, cuja variação na terceira prévia de maio foi igual a da segunda prévia (0,63%).

O tempo que o governo leva para renovar completamente a Dívida Pública Federal (DPF) bateu recorde em abril. Segundo números divulgados na quinta-feira (23/05) pelo Tesouro Nacional, o prazo médio da DPF atingiu 4,22 anos no mês passado, o maior intervalo desde 2005, quando o órgão começou a registrar a série histórica. Em março, o prazo médio tinha atingido 4,18 anos. O Tesouro Nacional não divulga o resultado em meses, apenas em anos. Prazos mais longos são favoráveis ao Tesouro porque dão ao governo mais tempo para planejar e executar as operações de rolagem (renegociação) da dívida pública. A participação dos vencimentos nos próximos 12 meses caiu de 26,33% para 26,21%. Quanto menor o volume a vencer no curto prazo, mais fácil se torna a administração da dívida pública. Até o fim do ano, o Tesouro Nacional registrará elevados volumes de vencimentos (acima de R$ 50 bilhões) em maio, julho e setembro. No entanto, o coordenador geral de Operações da Dívida Pública, Fernando Garrido, disse que a DPF encerrará o ano

acima de R$ 2,1 trilhões, limite mínimo da banda estabelecida pelo governo. Em dezembro, a dívida pública havia ultrapassado a barreira de R$ 2 trilhões, mas voltou a cair nos meses seguintes por causa do grande volume de vencimentos de títulos. Sobre a queda da participação de estrangeiros na dívida interna, Garrido disse que a retração foi pontual e que a presença de não residentes voltará a crescer nos próximos meses. "No médio e no longo prazo, a tendência é que os estrangeiros continuem a se interessar na dívida interna brasileira", ressaltou. Depois de bater recorde em março, a participação dos estrangeiros na dívida interna teve leve queda no mês passado. A fatia da dívida mobiliária interna - em títulos - nas mãos de não residentes caiu para 14,6% (R$ 269,44 bilhões) em abril, contra 14,8% (R$ 273,32 bilhões) registrados no mês anterior. O coordenador negou ainda que a demanda por títulos prefixados tenha caído depois que o Banco Central reajustou a taxa Selic - juros básicos da economia.


NEGÓCIOS

Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 24 a 26 de maio de 2013 | Pág. A6

Empresas&Produtos SolidWorks participa da 14ª Feimafe

A Dassault Systèmes SolidWorks, empresa líder no fornecimento de tecnologia CAD 3D, estará presente na 14ª Feimafe - Feira Internacional de Máquinas-Ferramentas e Sistemas Integrados de Manufatura, que acontece entre os dias 3 e 8 de junho, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, São Paulo, por meio de suas revendas autorizadas SKA e IST Sistemas. Na ocasião, as revendas apresentarão aos visitantes as novidades do SolidWorks 2013, lançado no segundo semestre do ano passado, incluindo os novos produtos SolidWorks Electrical e o SolidWorks Plastics. O SolidWorks Electrical é um inovador sistema de projeto esquemático em 2D, com uma ferramenta de modelagem elétrica 3D integrada e engloba produtos para: projetistas elétricos que constroem plantas em 2D, integração do projeto elétrico dentro do projeto mecânico em 3D e, ainda, para usuários que realizam as duas tarefas. Já o SolidWorks Plastics é voltado para a simulação de injeção de peças plásticas e moldes, e ajuda a prever possíveis defeitos na fabricação durante os primeiros estágios de desenvolvimento do projeto. “A DS SolidWorks também possui soluções para gerenciamento, simulação e comunicação técnica, que são complementares e integrados ao SolidWorks Electrical e SolidWorks Plastics, trazendo sempre facilidade para os usuários dos produtos”, diz Oscar Siqueira, diretor da SolidWorks na América Latina. O evento, que reúne as principais empresas do setor, proporciona um ambiente apropriado para o relacionamento comercial, além de gerar uma grande interação entre empresas e profissionais que buscam desenvolver parcerias, conhecer novos produtos, tecnologias e atualizar seus conhecimentos para a aplicação direta em seus negócios.

Oi WiFi

A Oi WiFi alcançou o número de 80 mil hotspots em todo o Brasil, consolidando sua posição de líder em wi-fi no Brasil e na América Latina. Esse resultado reforça o posicionamento de operadora convergente, ao oferecer uma experiência em internet móvel mais completa para o cliente com 3G, 4G e wi-fi. Os pontos de acesso a rede wi-fi podem ser encontrados nas grandes redes de fastfood como Mc Donald´s, em cafeterias como Fran´s Café, além dos principais aeroportos e shoppings do país, inclusive Curitiba, proporcionando ao cliente da operadora estar conectado a toda hora em qualquer lugar. A rede Oi Wi-Fi chegará a São Paulo em julho nas Avenidas Faria Lima e Dr. Cardoso de Melo. A Oi também disponibilizou aos clientes o aplicativo Oi WiFi para conexão automática à rede, compatível com as plataformas iOS e Android. A meta da Oi é levar a rede Oi WiFi a 500 mil pontos de acesso no país até o fim do ano. Mais informações no site www.oi.com.br/oiwifi.

VERMELHO nO DIA DOS NAMORADOS

O vermelho é uma cor quente, que sugere amor, paixão, energia, excitação e poder. É a cor do fogo e também do coração. Por isso, para este Dia dos Namorados, a Ideally Iluminação sugere aos casais apaixonados um presente exclusivo da marca: um abajur com cúpula em tecido na cor vermelha e base de metal cromado. Um ambiente com detalhes nesta cor torna-se vibrante, glamuroso e requintado, além de estimular a sexualidade. Ideal para decorar ambientes sociais e íntimos, como sala de estar e dormitório.

Luz e elegância

A Novit Light Design participa da Mostra Artefacto Curitiba, que este ano chega a sua 12ª edição. Estilo urbano e elegante dão tom as peças expostas em quatro espaços do evento, assinados pelos profissionais Yara Mendes, Rafael Egg, Sabrina Becker, e a vitrine principal, da arquiteta Elaine Zanon e da designer Cláudia Machado, para qual a loja assina o projeto luminotécnico. A Mostra tem data confirmada para o dia 24 de maio e permanece até 2014.

Pão de Açúcar nas festas juninas

O Extra e o Pão de Açúcar já estão reforçando os estoques para as festas de São João. A expectativa é alavancar em 10% as vendas de produtos da categoria, como a pipoca, em comparação ao mesmo período de 2012. Além disso, as redes devem comercializar cerca de 50 mil paçocas e 30 mil pés de moleque no período.

ABRIL EDUCAÇÃO estará NA FEIRA EDUCAR

A Abril Educação (www.abrileducacao.com.br), maior empresa no segmento de educação básica do mercado brasileiro, marca presença na Feira Educar, que acontecerá entre os dias 22 e 25 de maio, no Centro de Exposições Imigrantes/SP. O estande da Abril Educação apresentará os sistemas de ensino do grupo, as editoras e soluções educacionais. Com as tradicionais marcas Anglo, Ser e Maxi, o estande da Abril Educação trará as novidades em desenvolvimento de materiais didáticos impresso e digital, serviços pedagógicos e de marketing para sistemas de ensino, elementos que direcionam a formação dos alunos para o desenvolvimento de competências e habilidades e geram resultados expressivos nos principais exames do país. Os sistemas de ensino da Abril Educação alcançam 530 mil alunos em 1786 escolas por todo o território nacional. As marcas Ática e Scipione também estarão presentes na Feira Educar. Líder no mercado de livros escolares desde 2010, a Abril Educação colocou em circulação 50 milhões de livros escolares das editoras em 2011, alcançando 60% dos alunos do Brasil. Atualmente, são mais de 1.500 autores e 3 mil títulos em catálogo. A Abril Educação apresentará ainda outras soluções em educação como ETB Sistema de Ensino, O Líder em Mim, Escola Satélite e AlfaCon Concursos Públicos.

Centauro fecha parceria com a PANINI

A Centauro vai unir sua paixão por esportes à magia das coleções de figurinhas. A rede multicanal fechou parceria com a editora Panini, líder mundial no setor de colecionáveis, como única do varejo esportivo a comercializar a edição inédita de álbuns e figurinhas oficiais da Copa das Confederações da Fifa Brasil 2013. Com um pacote de figurinhas da marca em 18 lojas do país, a Centauro inicia a parceria em comemoração ao torneio que acontecerá no Brasil entre 15 e 30 de junho. A edição será o primeiro produto editorial da Fifa em figurinhas lançado após o grande case da Copa do Mundo Fifa de 2010. “A Centauro procura sempre ampliar o seu apoio à paixão dos brasileiros por esportes e a parceria com a Panini vem de encontro a isso. Enquanto uma tem como vocação incentivar a prática esportiva, a outra busca estender a empolgação dos gramados para a casa dos torcedores. Em 2010, o Brasil foi o país que mais arrecadou com o álbum de figurinhas da Copa do Mundo, com cerca de 3 milhões de colecionadores. É a prova de que somos mesmo apaixonados por futebol”, conta Ana Paula Grimaldi Roso, diretora de Marketing do Grupo SBF. O pacote comercializado pela Centauro custa R$ 27, contém um álbum gratuito e 30 envelopes com quatro figurinhas cada, somando 120 cromos no kit. Para movimentar a competição, as lojas participantes da rede ainda serão pontos oficiais de troca de figurinhas da Panini – com ativações nas redes sociais, divulgação na rádio interna da rede e na revista Centauro Sports Magazine. Além da coleção da Copa das Confederações, a Centauro já se prepara para outros lançamentos da Panini, como Campeonato Brasileiro 2013, UEFA Champions League e FIFA World Cup.

BRT

Volvo vende 28 ônibus para o a Cidade da Guatemala Novos veículos são menos poluentes e serão entregues em julho deste ano

A

Volvo Bus Latin America vendeu 28 ônibus articulados para o sistema BRT (Bus Rapid Transport) da Cidade da Guatemala, capital da Guatemala. Os ônibus foram adquiridos pela empresa Transmetro e fazem parte de um projeto de renovação da frota que circula no Eixo Sul do sistema de transporte da cidade. Os novos veículos são menos poluentes e serão entregues em Julho deste ano. “Esta venda é mais um reforço da liderança da Volvo no mercado de BRT. Nossos ônibus são reconhecidos pelo alto grau de tecnologia embarcada, qualidade e eficiência no consumo de combustível, características que garantem segurança ao passageiro e rentabilidade ao operador de transporte”, afirma Euclides Castro, gerente de linha de ônibus urbanos da Volvo Bus Latin América. A Transmetro é cliente Volvo desde 1997 e está renovando a sua frota com veículos modernos, com tecnologia Euro5, o que reduz em três vezes a emissão de material particulado e em sete as emissões de NOx (Óxido de Nitroso) comparada com a frota atual. A decisão por renovar a frota com veículos da marca atesta a qua-

lidade e durabilidade dos chassis Volvo e a disponibilidade da empresa em atender as necessidades do cliente. Os ônibus são do modelo B340M com 20 metros de comprimento e capacidade para 180 passageiros. Os novos veículos Euro5 são até 6% mais econômicos que os anteriores e possuem as mais avançadas tecnologias dos chassis Volvo, como freios a disco com sistema ABS/ EBS, controle eletrônico de tração, suspensão eletrônica, retarder e caixa de cambio automática. “Estas tecnologias que oferecem ainda mais segurança à operação, e diminuem o custo por passageiro por quilômetro rodado”, destaca Castro. A Volvo é líder no mercado de ônibus para BRT na América Latina. Seus veículos são reconhecidos pela segurança, alta disponibilidade, baixo custo operacional e eficiência no consumo de combustível. O sistema BRT oferece vários benefícios para a cidade, como viagens mais rápidas e seguras para os passageiros, melhoria no fluxo de veículos pela liberação de espaço nas ruas devido a redução no número de ônibus em circulação e integração tarifária.

Euclides Castro, gerente de ônibus urbanos da Volvo Bus Latin América

Evento celebra conquistas da Rede Empresarial do Centro Histórico de Curitiba A Rede Empresarial do Centro Histórico de Curitiba, iniciativa que reúne cerca de 20 micro e pequenas empresas da região, comemora os resultados de uma articulação, que, há cerca de um ano, transforma a área central da capital paranaense. No próximo dia 28 de maio, um evento será realizado no auditório do Solar do Rosário para celebrar a valorização da identidade histórico-cultural e o trabalho em defesa do desenvolvimento econômico da região, que, a cada dia, ganha mais força. Idealizado pelos próprios empresários, Sebrae/PR e Sistema Fecomércio Sesc Senac PR, com o apoio de entidades parceiras, o encontro começa com um café da manhã com produtos de empresas que pertencem à Rede Empresarial, às 8h30. O evento contará com palestras e ainda será realizada uma retrospectiva das atividades que já aconteceram no centro histórico

da Capital. O objetivo é sensibilizar outros empresários da região a também fazerem parte da iniciativa. Um exemplo de ação coletiva bem-sucedida, sucesso de público e crítica, idealizada pelos empresários da Rede Empresarial, com o apoio do Sebrae/PR e do Sistema Fecomércio/PR, foi o Centro Histórico Divertido. Em outubro de 2012, o Largo da Ordem e o seu entorno reuniram cerca de 5 mil pessoas para celebrar o Dia das Crianças com atividades e atrações diversas. A consultora do Sebrae/PR, Walderes Bello, explica que a mobilização dos empresários da Rede Empresarial, que traz como proposta tornar o centro histórico mais atrativo para curitibanos e turistas, ganha representatividade a cada dia, inclusive com o processo de formalização do grupo, que passa a ser constituído, legalmente, como uma associação empresarial.

“No dia 28 de maio, vamos mostrar para outros empresários da região os bons resultados das ações já realizadas e como a união empresarial pode fazer a diferença. Com mais empresas associadas, a proposta ganha mais efetividade e força na organização de novos eventos”, avalia a consultora do Sebrae/PR. Entre os benefícios de fazer parte da Rede Empresarial estão a participações em cursos e em comitês especialmente organizados para o debate de ações de marketing, desenvolvimento empresarial, segurança e comunicação. “Em julho, acontecerá o Festival de Inverno no Centro Histórico, com música e gastronomia, e é importante que mais empresas participem da iniciativa”, diz Walderes Bello. A Copa de 2014 também entra na pauta do dia 28 de maio. A ideia é propor, por meio de palestra, uma reflexão aos empresários sobre a

Empresas do PR apresentam as tendências da decoração Uma das principais plataformas de negócios para fabricantes, importadores, distribuidores e lojistas nacionais e internacionais do mercado de artigos para natal, brinquedos e festas sazonais é a Toys, Parties & Christmas Fair, evento que reunirá em três dias compradores nacionais e de mais 25 países para conhecer as principais novidades do setor. Para a 18ª edição do evento são esperados mais de 10 mil visitantes que poderão conhecer e escolher em primeira mão o que levar para abastecer os estoques para as festas de final de ano. Com todos os lançamentos do mercado à disposição e reunidos em um mesmo local, os lojistas podem definir as vitrines das lojas de forma estratégica,

conciliando qualidade, quantidade e preço dos produtos. De olho nas vendas da principal data do comércio, o varejo faz todos os seus pedidos em maio para que a indústria de decoração natalina possa produzir tudo a tempo de entregar as peças dentro do prazo. E para eles a expectativa de vendas está em alta, já que segundo o indicador Pyxis Consumo – ferramenta de dimensionamento de mercado do IBOPE Inteligência, os brasileiros devem gastar cerca de R$ 5,4 bilhões com artigos decorativos neste ano, o que comparado com 2012 confere um crescimento de 8%. Representando o estado do Paraná, as empresas Kapazi, Mehndi, Papo de Pano, Terra Nova, Tok da Casa e Venuz Victrix participarão

da Toys, Parties & Christmas Fair com muitas novidades. Para deixar as reuniões de fim de ano e a ceia cada vez mais bonita, a Mehndi lança a linha Natal com toalhas de mesa, trilho e acessórios, apresenta também a Toalha de Mesa Prática, perfeita para quem procura por praticidade à mesa, o tecido impermeável permite a remoção de sujeiras rapidamente sem manchar a peça. Já a Kapazi traz a coleção de Tapetes de Natal 2013 com duas linhas especiais e uma infinidade de estampas. A responsável pela promoção, organização e realização da Toys, Parties & Christmas Fair é a Grafite Feiras e Promoções, empresa nacional, que está há mais de 30 anos neste mercado.

Gol otimiza atendimento online A partir de hoje os clientes da Gol Linhas Aéreas Inteligentes poderão encontrar a Gal, atendente virtual, em todas as páginas do site. Com isso, a Gol pretende disponibilizar com mais eficiência e qualidade o atendimento via chat ao cliente durante todo seu processo de navegação.

Lançada em dezembro de 2012, a robô registra cerca de 250.000 atendimentos por mês. “Com a novidade, o cliente que antes acessava a Gal apenas em um ambiente do site, poderá acioná-la em qualquer etapa de navegação, seja ao pesquisar informações, ao comprar passagens ou gerenciando

os seus voos. Com isso, estimamos no mínimo dobrar o número de atendimentos”, explica Rogério de Castro Pereira Nunes, diretor de Relacionamento com o Cliente da Gol. O nome Gal foi escolhido por clientes por meio de uma campanha realizada no Facebook da Gol.

importância de preparar o estabelecimento comercial antes do evento, uma estratégia para conquistar clientes, já que a região central será impactada com aumento do fluxo de pessoas com a realização do Mundial. Outro tema que será debatido no evento será como atrair e reter talentos no comércio, uma demanda dos empresários da Rede Empresarial já que o setor do varejo sofre com a alta rotatividade de funcionários. Para realizar o encontro, os empresários, o Sebrae/PR e Sistema Fecomércio Sesc Senac PR contam com o apoio da Prefeitura de Curitiba, do Instituto Municipal de Turismo, da Regional Matriz e da Fundação Cultural. O evento será realizado no próximo dia 28 de maio, a partir das 8h30, no Solar do Rosário, Rua Duque de Caxias, nº 4.

Leroy Merlin lança nova semana Le.V.E em maio A Leroy Merlin, multiespecialista do lar que oferece aos clientes produtos da construção a decoração, envolvida pelo grande sucesso de seu Festival de Marcas e Preços, que acontece até o dia 27 de maio, presenteia seus clientes com mais uma ação para o período. A tão conhecida e requisitada semana Le.V.E (Leroy Merlin Vantagens Especiais) está de volta, trazendo 10 dias de muitas ofertas em todas as 31 lojas da rede. De 24 de maio a 03 de junho, todos os clientes que quiserem aproveitar a oportunidade para agilizar a construção, reforma ou até mesmo repaginar a decoração de um ambiente, contam com mais essa chance oferecida pela Leroy Merlin. Além das novidades em itens e dos preços imperdíveis, a rede possui também condições de pagamento especiais e a Garantia Leroy Merlin do Menor Preço.


Publicidade Legal

Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 24 a 26 de maio de 2013 | Pág. A7

QZART COM. ARTIGOS DE VESTUARIO LTDA-ME ,CNPJ 02.775.318/0001-70, comunica o extravio de 1(um) bloco de notas de venda ao consumidor D-1, da 13ª até 50ª nota.

3º OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E 15º TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS Município e Comarca de CURITIBA, Estado PARANÁ Bel. Mônica Maria Guimarães de Macedo Dalla Vecchia Registradora Designada

  Faço saber que pretendem se casar:   01- IRINEU MARTINS TOSTA e BENEDITA DE PROENÇA TOSTA.   Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei no prazo de 15 (quinze) dias. CURITIba, 23 DE MAIO de 2013

SÚMULA DE CONCESSÃO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO CONSÓRCIO POSITIVO J. MALUCELLI., torna público que recebeu da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Curitiba a Licença Ambiental de Operação, válida até 15/05/2015, para o centro de convenções, exposições e feiras, situado na Rua Batista Ganz, 430, Curitiba, Paraná.

4º Serviço de Registro Civil de Pessoas Naturais e 16º Serviço Notarial da Comarca de Curitiba/PR. ADILSON TABORDA - Titular Rua Voluntários da Pátria, 233, loja 06, Centro – Curitiba-PR fone: 3233-2444 Faço saber que pretendem casar-se: 01 – JOSE APARECIDO DA SILVA DOS REIS E SAMARA NUNES SCHVAIDA 02 – HELBER ALEXANDRE DO MONTE MELO E LUCIANE MARIA DUDA 03- MAGNO LOPES DOS REIS E CELIA FERNANDA TEIXEIRA 04 – GUSTAVO FIGUEIREDO CARDOSO E ANA PRISCILA PALUDO 05 – JORGE SAMWAYS E KATIA ELAINE SAMPAIO GARROPHO 06 – PAULO VINICIUS PRESTIA CUSTODIO E PATRICIA REGINA PIASECKI 07 – RENATO TAGAWA PELAEZ E DANIELE LOUISE DE ROSSI 08 – EVERALDO ANTONIO FELIZARDO E MARIA ELIANE BARBOSA 09 – FABIO DE ABREU LAURENTINO E LORAINY GIMENES Se alguém souber de algum impedimento oponha-o na forma da lei, no prazo de quinze (15) dias. Este será afixado no lugar de costume e publicado na imprensa local. Curitiba, 23 de maio de 2013. Adilson Taborda Agente Delegado

A empresa abaixo torna público que recebeu junto ao IAP a Licença de Instalação, com a validade de 08/05/2015, para o empreendimento a seguir especificado; EMPRESA: Forplas Fábrica de escadas Ltda; ATIVIDADE: Fabricação e Distribuição de escadas de madeira, fibra de vidro e alumínio; ENDEREÇO: Rua Francisco Ferreira da Cruz, 3039; MUNICÍPIO: Fazenda Rio Grande - PR. Súmula do Pedido de Licença de Operação A OMECO INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE MÁQUINAS LTDA torna público que requereu à Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Curitiba a Licença de Operação para a atividade de fabricação de máquinas e equipamentos para uso industrial especifico e não especificados anteriormente, peças e acessórios, situada à Avenida das Indústrias, 2450, bairro Cidade Industrial, Curitiba, PR.

HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

AVISO DE LICITAÇÃO Processo nº 000958/2013-55 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 34/2013 Envio de propostas a partir de 24/05/2013, com abertura para lances na data de 11/06/2013, horário: 14h00min, disponível no site www.comprasnet.gov.br. Objetivo: Implantação de Pregão Eletronico, com vigência de 12 (doze) meses, para contratação de Empresa Especializada para Seguro Total de Veiculos. O objeto atenderá o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Tânia Mara Ziolkoski – Pregoeira.

SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO O PEDRO NERI CORADIN, torna público que requereu ao IAP – Instituto Ambiental do Paraná, a Licença de Instalação, para as atividades de Recepção de resíduo orgânico agroindustrial para alimentação de suínos e produção de adubo, localizada na Estrada da Palmeirinha, S/N, Bairro Palmeirinha, Município de Campina Grande do Sul. SÚMULA DE RECEBIMENTO DA LICENÇA PRÉVIA O PEDRO NERI CORADIN, torna público que recebeu do IAP – Instituto Ambiental do Paraná, a Licença Prévia nº 33.490, com validade até 04/04/2014, para as atividades de Recepção de resíduo orgânico agroindustrial para alimentação de suínos e produção de adubo, localizada na Estrada da Palmeirinha, S/N, Bairro Palmeirinha, Município de Campina Grande do Sul.

Publique-se.

Profa. Dra. Heda Maria Barska dos Santos Amarante Diretora Geral do HC

: SILL´S STILLUS E ARTE LTDA ME : SILVANA CRISTINA LASKOS - ESPÓLIO

PRAZO: 20 (VINTE) DIAS A DOUTORA TANI MARIA WURSTER, MM. Juiza Federal Substituta da 1ª Vara, na forma da lei, FAZ SABER que todos quantos o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que, perante este Juízo e Secretaria da 1ª Vara Federal, tramitam os autos de EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL n.º 5001911-13.2010.404.7000, movida por CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF contra MARCELO HENRIQUE DE FREITAS e OUTROS, constando dos autos de que os executados MARCELO HENRIQUE DE FREITAS (CPF nº 007.545.699-00) e SILL'S STILLUS E ARTE LTDA ME (CNPJ nº 02.276.504/0001-64) encontram-se em lugar incerto e não sabido, pelo presente edital, com prazo de 20 (vinte) dias, que será publicado na forma da lei e afixado em lugar de costume na sede deste Juízo, o qual está situado na Avenida Anita Garibaldi, nº 888, Ahú, CEP 80540-180, Curitiba/PR, fone (41) 3210-1730, ficando por meio deste, CITADO nos termos do art. 652 do CPC para que no prazo de 3 dias, pague a quantia de R$ 29.675,87 (vinte e nove mil, seiscentos e setenta e cinco reais e oitenta e sete centavos), atualizada para 26/02/2010, mais acréscimos legais até a data do efetivo pagamento; ou no prazo de 15 dias, ofereça embargos do devedor independente de penhora, nos termos do art. 736 c/c 738, do CPC; ou indique bens passíveis da referida constrição. Tudo conforme despacho proferido no evento 73 dos autos, o qual deferiu a citação por edital, a teor do disposto no art. 232, inc. III, do CPC, e para que não alegue ignorância, mandou a MMª. Juíza Federal Substituta expedir o presente edital, na forma da lei. Nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, dezenove dias de março de dois mil e treze. Eu, ________________, Waldemar Gomes Ferreira Jr., Diretor de Secretaria, o conferi e subscrevi.

Evento 57 - EDITAL1

EXEQUENTE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF EXECUTADO : JEAN ANDRE MIGNACCO

EDITAL N.º 6801400 PRAZO: 20 (VINTE) DIAS A DOUTORA TANI MARIA WURSTER, MM. Juíza Federal Substituta da 1ª Vara, na forma da lei,

FAZ SABER que todos quantos o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que, perante este Juízo e Secretaria da 1ª Vara Federal, tramitam os autos de CUMPRIMENTO DE SENTENÇA n.º 5002367-26.2011.404.7000, movida por CAIXA A empresa abaixo torna público que solicitou junto ao IAP a renovação da ECONÔMICA FEDERAL - CEF contra JEAN ANDRE MIGNACCO (CPF nº 046.533.03983), constando dos autos de que esta encontra-se em lugar incerto e não sabido, pelo presente Licença de Operação, com a validade de 11/08/2013, para o empreendimento edital, com prazo de 20 (vinte) dias, que será publicado na forma da lei e afixado em lugar de a seguir especificado; EMPRESA: Quimtia S/A; ATIVIDADE: Indústria e costume na sede deste Juízo, o qual está situado na Avenida Anita Garibaldi, nº 888, Ahú, CEP Comércio de rações balanceadas para alimentação animal; ENDEREÇO: 80540-180, Curitiba/PR, fone (41) 3210-1730, ficando por meio deste, CITADO para que no Rua Maria Dal Prá Berlesi, 229; MUNICÍPIO: Colombo - PR. prazo de 15 (quinze) dias efetue o pagamento no valor R$ 34.428,17, atualizado para 23/12/2010, acrescido de juros legais e atualizado monetariamente até a data do efetivo pagamento a ser depositado em conta judicial vinculada a este Juízo, na agência CEF/PAB A empresa abaixo torna público que recebeu junto ao IAP a Licença Justiça Federal, hipótese em que ficará isento de custas e honorários advocatícios, nos termos de Instalação, com a validade de 09/05/2014, para o empreendimento do art 1102 b e c do CPC; ou para, querendo, oferecer embargos, independente de penhora. Ressalte-se que não havendo pagamento, tampouco interposição de embargos, constituir-se-á o a seguir especificado; EMPRESA: AN Sistemas Construtivos Ltda; pleno direito para execução do montante da dívida. Tudo conforme despacho proferido no ATIVIDADE: Residencial Dois Pinheiros; ENDEREÇO: Rua Nova Tirol, EVENTO 56 dos autos, o qual deferiu a citação por edital, a teor do disposto no art. 232, inc. IV, Evento 501730; - EDITAL1MUNICÍPIO: Piraquara – PR. https://eproc4.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_docu... do CPC, e para que não alegue ignorância, mandou o MM. Juiz Federal Substituto expedir o presente edital, na forma da lei. Nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos vinte e quatro dias do AÇÃO MONITÓRIA Nº 5016485-70.2012.404.7000/PR mês de novembro de dois mil e doze. Eu, __________, Waldemar Gomes Ferreira Jr., Diretor de Secretaria, o conferi e subscrevi. AUTOR : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF

1 de 1

EXEQUENTE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF EXECUTADO : MARCELO HENRIQUE DE FREITAS

CUMPRIMENTO DE SENTENÇA Nº 5002367-26.2011.404.7000/PR

A empresa abaixo torna público que recebeu junto ao IAP a Licença de Operação, com a validade de 11/08/2013, para o empreendimento a seguir especificado: EMPRESA: Nuvital Nutrientes Ltda; ATIVIDADE: Indústria e Comércio de rações balanceadas para alimentação animal; ENDEREÇO: Rua Maria Dal Prá Berlesi, 229; MUNICÍPIO: Colombo - PR.

Evento 81 - EDITAL1

EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 5001911-13.2010.404.7000/PR

EDITAL N.º 7168258

23/05/13

ASSOCIAÇÃO DE CATADORES DE MATERIAL RECICLAVEL DA VILA SANTA MARIA – ASSEPAR, CNPJ 08.472.051/0001-28, torna público que requereu ao IAP, a LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA – LAS, para TRIAGEM E COMERCIO DE MATERIAL RECICLAVEL, na RUA ATÍLIO FONTANA, S/Nº - VILA SANTA MARIA – CEP 83203-000 – PARANAGUÁ – PARANÁ. Não foi determinado estudo de impacto ambiental.

23/05/13

Cláudio Roberto da Silva Juiz Federal Substituto

ROCHESA S/A TINTAS E VERNIZES

CNPJ Nº Roberto 74.068.552/0001-78 Documento eletrônico assinado por Cláudio da Silva, Juiz Federal Substituto, na forma do NIRE 4130001300-4 artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 de março de 2010. A conferência da autenticidade do documento está disponível no endereço eletrônico ATA DA DÉCIMA NONA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E VIGÉSIMA QUARTA http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do código verificador ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA 7168258v3 e, se solicitado, do código CRC CE3B7A95.

FORMA: Lavrada nos termos do parágrafo primeiro do art. 130, da Lei 6.404/76. 1/2 DATA: 30 de abril de 2013. HORÁRIO: às 10:00 horas. LOCAL: Rodovia BR 116, km 80, Colônia Maria José, Município de Quatro Barras, RÉU : ADRIANO TOLEDO PEREIRA Estado do Paraná. PRESENÇAS: S. Bonetti Participações Societárias Ltda., neste ato representada por seu administrador, Sr. Stefano Bonetti; e Sr. Stefano Bonetti, acionistas representando 100% Cláudio Roberto da Silva (cem por cento) do capital social, conforme Livro de Presença de Acionistas nº 01, fls. 18v. EDITAL N.º 7190122 Juiz Federal Substituto MESA: Presidente, Sr. Stefano Bonetti, e Secret��rio, Sr. Valdivino José dos Reis. CONVOCAÇÃO: Dispensada, em face da presença de 100% (cem por cento) do 23/05/13 Evento 32 - EDITAL1 capital social, nos termos do artigo 124, parágrafo quarto, da Lei nº 6.404/76. CITAÇÃO de ADRIANO TOLEDO PEREIRA, brasileiro, solteiro, inscrito no CPF/MF sob o AÇÃO MONITÓRIA Nº 5020867-09.2012.404.7000/PR PUBLICAÇÕES: a) dispensadas as publicações do aviso de que trata o artigo nº 83279881900 e no RG sob o nº 41109530, para que, no prazo de 15 (quinze) dias, EFETUE 133, da Lei nº 6.404/76, conforme disposto no parágrafo quarto do referido artigo; Documento eletrônico por Cláudio Roberto -daCEF Silva, Juiz Federal Substituto, na forma do AUTOR : CAIXAassinado ECONÔMICA FEDERAL O PAGAMENTO da quantia de R$ 21.744,19 (vinte e um mil setecentos e quarenta e quatro b) documentos de que trata o parágrafo terceiro do artigo 133, da Lei nº 6.404/76, III, da Lei 11.419, deDE 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 artigo 1º, inciso RÉU : ROSA FERREIRA LIMA publicados no Diário Oficial do Estado do Paraná, edição nº 8944, de 24/04/2013, reais e dezenove centavos), valor fornecido pela CEF, atualizado até abril/2012, a ser atualizado de março de 2010. A conferência da autenticidade do documento está disponível no endereço eletrônico pág. 86 e no jornal Indústria & Comércio, edição nº 8853, de 23/04/2013, pág. A-6; c) http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do código verificador monetariamente até a data do efetivo pagamento, ficando ciente de que se efetuar o pagamento dispensada a publicação do anúncio de que trata o artigo 124, da Lei nº 6.404/76, nos 6801400v5 e, se solicitado, do código EDITAL CRC 63A205F3. N.º 6801457 do valor acima indicado, no prazo fixado, ficará isento de custas e honorários advocatícios, ou, termos do parágrafo quarto, do referido artigo. Informações adicionais da assinatura: em querendo, no mesmo prazo, OFEREÇA EMBARGOS, independente da segurança do Juízo. ORDEM DO DIA: I) Em Assembleia Geral Ordinária: a) prestação de contas dos administradores, exame, discussão e votação das demonstrações Ciente que, nos termos do artigo 1.102c do CPC, o não pagamento e a ausência de embargos no PRAZO: 20 (VINTE) DIAS financeiras relativas ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2012; b) https://eproc4.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_documento&doc=701367516851034020010000000008&evento=7013675168510340200100… 1/2 prazo de 15 (quinze) dias, constituir-se-á, de pleno direito o título executivo judicial, A DOUTORA TANI MARIA WURSTER, MM. Juíza Federal Substituta da 1ª destinação do resultado do exercício findo; e c) eleição dos membros da Diretoria e Vara, na forma da lei, convertendo-se o mandado inicial em mandado executivo, e prosseguindo-se o processo como fixação da remuneração. II) Em Assembleia Geral Extraordinária: a) modificação do art. 4º, Parágrafo Primeiro, alínea “a”, do Estatuto da Companhia, para alterar o execução por quantia certa, nos termos dos artigos 1.102b e 1.102c, § 1º, do Código de Processo FAZ SABER que todos quantos o presente edital virem ou dele conhecimento endereço da filial localizada no município de Flores da Cunha, Rio Grande do Sul. Civil. tiverem que, perante este Juízo e Secretaria da 1ª Vara Federal, tramitam os autos de DELIBERAÇÕES: I) Em Assembleia Geral Ordinária: a) Aprovadas as contas dos CUMPRIMENTO DE SENTENÇA n.º 5020867-09.2012.404.7000, movida por CAIXA administradores, bem como as Demonstrações Financeiras do exercício encerrado E para que chegue ao conhecimento do interessado, por esta estar em lugar incerto e não sabido, em 31 de dezembro 2012, sem restrições; b) Prejudicada a destinação de resultados, ECONÔMICA FEDERAL - CEF contra ROSA FERREIRA DE LIMA, CPF 613.775.209considerando o Prejuízo apurado do exercício, no valor de R$ 53.470,80 (cinquenta e é expedido o presente Edital de Citação, com prazo de 30 (trinta) dias. DADO E PASSADO, 78, constando dos autos de que esta encontra-se em lugar incerto e não sabido, pelo presente três mil quatrocentos e setenta reais e oitenta centavos); e c) Reeleitos os membros edital, com prazo de 20 (vinte) dias, que será publicado na forma da lei e afixado em lugar de nesta cidade de Curitiba - PR, 29 de abril de 2013. da diretoria para o triênio 2013-2016, a saber: para o cargo de Diretor Presidente o costume na sede deste Juízo, o qual está situado na Avenida Anita Garibaldi, nº 888, Ahú, CEP Sr. Stefano Bonetti, italiano, casado pelo regime de separação de bens, industrial, 80540-180, Curitiba/PR, fone (41) 3210-1730, ficando por meio deste, CITADA para que no VERA LUCIA FEIL PONCIANO portador do Registro de Estrangeiros nº W-004.565-9, e da Cédula de Identidade RNE prazo de 15 (quinze) dias efetue o pagamento no valor R$ 14.046,32 (QUATORZE MIL E 0.686.154, expedida pela SE/DPMAF/DPF, inscrito no CPF/MF de nº 444.358.949Juíza Federal QUARENTA E SEIS REAIS E TRINTA E DOIS CENTAVOS) atualizado para 27/04/2012, 04, residente e domiciliado na Rua Dr. Albino Farracha de Castro, nº 216, Jardim acrescido de juros legais e atualizado monetariamente até a data do efetivo pagamento a ser Coroados, CEP 82.010.640, em Curitiba, Paraná; e para o cargo de Diretor Vicedepositado em conta judicial vinculada a este Juízo, na agência CEF/PAB Justiça Federal, Presidente o Sr. Valdivino José dos Reis, brasileiro, empresário, portador da cédula PLEXBOND QUÍMICA S/A hipótese em que ficará isento de custas e honorários advocatícios, nos termos do art 1102 b e c de identidade R.G. sob nº 3.169.021-8/PR, inscrito no CPF/MF sob o nº 393.191.059CNPJ Nº 08.593.983/0001-29 do CPC; ou para, querendo, oferecer embargos, independente de penhora. Ressalte-se que não 87, residente e domiciliado na Rua Luiz Tramontin, nº 1220, casa 30, Campo Documento eletrônico assinado por VERA LUCIA FEIL PONCIANO, Juíza Federal, na forma do NIRE 41300072558 havendo pagamento, tampouco interposição de embargos, constituir-se-á o pleno direito para Comprido, CEP 81.230-070, em Curitiba, Paraná. Aprovada a remuneração mensal artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 da administração, sendo R$ 20.000,00 (vinte mil reais) para o Diretor Presidente e R$ execução do montante da dívida. Tudo conforme despacho proferido no EVENTO 28 dos autos, DA SEXTA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA de março de 2010. AATA conferência da autenticidade do documento está disponível no endereço 10.000,00 (dez mil reais) para o Diretor Vice-Presidente. o qual deferiu a citação por edital, a teor do disposto no art. 232, inc. IV, do CPC, e para que não eletrônico http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do código FORMA: Lavrada nos termos do parágrafo primeiro do art. 130, da Lei 6.404/76. II) Em Assembleia Geral Extraordinária: a) Aprovada modificação do art. 4º, alegue ignorância, mandou o MM. Juiz Federal Substituto expedir o presente edital, na forma da DATA: 30 7190122v2 de abril de verificador e, se2013. solicitado, do código CRC 6F7AEF6E. Parágrafo Primeiro, alínea “a” do Estatuto Social da Companhia, para alterar o lei. HORÁRIO: às 11:00 horas. endereço da filial localizada no município de Flores da Cunha, Rio Grande do Sul, Nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos vinte e quatro dias do Informações adicionais da Michelotto, assinatura: nº 3.659, bairro Cidade Industrial, Curitiba, Paraná. LOCAL: Rua Vicente para Estrada RS 122, Km 92, Pavilhão A, Travessão Garibaldi, CEP 95270-000. Em mês de novembro de dois mil e doze. Eu, __________, Waldemar Gomes Ferreira Jr., Diretor PRESENÇAS: Tintas e Vernizes, representada por seu administrador, Signatário (a): Rochesa S/A VERA LUCIA FEIL PONCIANO:2183 decorrência, o Artigo 4º do Estatuto Social passa a vigorar com a redação seguinte: de Secretaria, o conferi e subscrevi. Sr. Stefano Bonetti; e Edson Joaquim Antunes Quevedo, acionistas representando “Artigo 4º. A sociedade poderá, por decisão da Diretoria, criar ou extinguir filiais no Nº de Série do Certificado: 56EBE73092450B52 100% (cem por cento) do capital social, conforme Livro de Presença de Acionistas território nacional e/ou no exterior. Parágrafo Primeiro - A Companhia possui as Data Hora:6v. 02/05/2013 15:39:28 nº 01,e fls. seguintes filiais: a) Filial I – Município de Flores da Cunha, RS, na Rodovia RS 122, Km MESA: Presidente, Sr. Stefano Bonetti, e Secretário, Sr. Valdivino José dos Reis. 92, Pavilhão A, Travessa Garibaldi, CEP 95270-000, CNPJ/MF 74.068.552/0002-59; CONVOCAÇÃO: Dispensada, em face da presença de 100% (cem por cento) do b) Filial II – Município de Mirassol, SP, na Rua Caetano Mortati Filho, nº 2.246, Jardim Cláudio Roberto da Silva capital social, nos termos do artigo 124, parágrafo quarto, da Lei nº 6.404/76. Juiz Federal Substituto Evento 44 - EDITAL1 https://eproc4.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_docu... Celina Dalul, CEP 15130-000, CNPJ/MF 74.068.552/0003-30; c) Filial III – Município de PUBLICAÇÕES: a) dispensadas as publicações do aviso de que trata o artigo Arapongas, PR, na Rua: Fruxú-Serrano, nº 145, Jardim Alto da Boa Vista, CEP 86706133, da Lei nº 6.404/76, conforme disposto no parágrafo quarto do referido artigo; 761, CNPJ/MF 74.068.552/0004-10; d) Filial IV - Município de Quatro Barras, PR, na Rua Pedro Augusto Bossardi, n° 968, Bairro Jardim Menino Deus, CEP 83.420-000, b) documentos de que trata o parágrafo terceiro do artigo 133, da Lei nº 6.404/76, AÇÃO MONITÓRIA Nº 5015247-16.2012.404.7000/PR CNPJ/F 74.068.552/0007-63; e) Filial V - Município de Linhares, ES, na Rua Cariacica, publicados no Diário Oficial do Estado do Paraná, edição nº 8944, de 24/04/2013, Documento eletrônico assinado por Cláudio Roberto-da Silva, Juiz Federal Substituto, na forma do AUTOR : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CEF n° 161, Bairro José Rodrigues Maciel, CEP 29.902-520, CNPJ/ MF 74.068.552/0008pág. 85 e no jornal Indústria & Comércio, edição nº 8853, de 23/04/2013, pág. A-7; c) artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 RÉU : ANTONIO MAINHERICHE FILHO 44; f) Filial VI – Município de Ubá, MG, na Rua Giovani Biscotto, nº 121, Bairro dispensada a publicação do anúncio de que trata o artigo 124, da Lei nº 6.404/76, nos de março de 2010. A conferência da autenticidade do documento está disponível no endereço eletrônico Industrial, CEP 36.500-000, CNPJ/MF 74.068.552/0009-25. g) Filial VII - Município de termos do parágrafo quarto, do referido artigo. http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do código verificador São Bento do Sul, SC, na Rua Paulo Grossi, n° 20, Bairro Dona Francisca, CEP 89.290ORDEM DO DIA: a) prestação de contas dos administradores, exame, EDITAL N.º 7216952 6801457v4 e, se solicitado, do código CRC 85B8B94D. 000, CNPJ/MF 74.068.552/0010-69.Parágrafo Segundo - O objeto social das filiais é o discussão e votação das demonstrações financeiras relativas ao exercício social comércio atacadista de tintas, vernizes e solventes a indústrias moveleiras.” encerrado em 31 de dezembro de 2012; b) destinação do resultado do exercício; e c) QUORUM DELIBERATIVO: Todas as deliberações foram aprovadas pela unanimidade eleição dos membros da Diretoria e fixação da remuneração. https://eproc4.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_documento&doc=701367516851034020010000000007&evento=7013675168510340200100… 1/2 CITAÇÃO E INTIMAÇÃO dos presentes, comprometendo-se os presentes a cumpri-las integralmente. DELIBERAÇÕES: a) Aprovadas as contas dos administradores, bem como as ENCERRAMENTO: Foram suspensos os trabalhos até a lavratura da presente, que Demonstrações Financeiras do exercício encerrado em 31 de dezembro 2012, sem PRAZO: 20 (VINTE) DIAS lida e achada conforme foi por todos assinada. restrições. b) Aprovada a absorção integral do Lucro Líquido auferido no exercício, no CERTIDÃO: Certifico que a presente ata é cópia fiel da ata lavrada no Livro valor de R$ 959.714,27 (novecentos e cinquenta e nove mil, setecentos e quatorze 22/5/2013 15:45 A EXCELENTÍSSIMA SENHORA DOUTORA SANDRA REGINA SOARES, de Registro de Atas de Assembleias nº 01, registrado na Junta Comercial do reais e vinte e sete centavos), pelos prejuízos acumulados em exercícios anteriores JUÍZA FEDERAL SUBSTITUTA DA 5ª VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO Paraná sob o nº 013882, em 07/07/1994. no importe de R$ 3.520.698,87 (três milhões, quinhentos e vinte mil, seiscentos e PARANÁ, NOS AUTOS ACIMA DISCRIMINADOS: Quatro Barras, 30 de abril de 2013. noventa e oito reais e oitenta e sete centavos), razão pela qual não há lucro a distribuir. Stefano Bonetti Valdivino José dos Reis c) Reeleitos os membros da Diretoria para o triênio 2013-2016, a saber: para o cargo FAZ SABER, aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, em - Presidente e Acionista - - Secretário – de Diretor Presidente o Sr. Stefano Bonetti, italiano, casado pelo regime de separação especial o RÉU ANTONIO MAINHERICHE FILHO, CPF 163.044.119-87, que neste Juízo p/S. Bonetti Participações Societárias Ltda. de bens, industrial, portador do Registro de Estrangeiros nº w-004.565-9, expedida pela da 5ª Vara Federal, Subseção Judiciária de Curitiba, Seção Judiciária do Paraná (Rua Anita Stefano Bonetti SE/DPMAF/DPF, inscrito no CPF/MF de nº 444.358.949-04, residente e domiciliado - Acionista – Garibaldi, 888, 5º andar, Ahú, nesta Capital), processa-se a ação monitória supramencionada, na Rua Dr. Albino Farracha de Castro, nº 216, Jardim Coroados, CEP 82.010.640, referente ao contrato de limite de crédito (Cheque Especial - Pessoa Física) sob nº em Curitiba, Paraná; para o cargo de Diretor Comercial o Sr. Edson Joaquim Antunes JUNTA COMERCIAL DO PARANÁ. Quevedo, brasileiro, casado pelo regime de comunhão universal de bens, químico 2974.195.000030830, datado de 27/11/2009, e por não ter sido localizado para citação pessoal, CERTIFICO O REGISTRO EM: 14/05/2013. industrial, portador da Cédula de Identidade RG sob o nº 20.426.784-5/SSP-SP, inscrito fica por meio deste CITADO para que, no prazo de 15 dias, pague a importância reclamada ou SOB NÚMERO: 20132529629. no CPF sob o nº 106.672.648-50, residente e domiciliado na Avenida Boanergue A. ofereça embargos, CIENTE de que em caso de pronto pagamento, não incidirão custas e Vilodres, nº 1474, Bairro Cururuquara, CEP 06524-035, em Santana de Parnaíba, São honorários advocatícios, nos termos do § 1º do artigo 1.102c do Código de Processo Civil, e que a Paulo; e para o cargo de Diretor Administrativo-Financeiro o Sr. Valdivino José dos não oposição de embargos no prazo de 15 dias, constituir-se-á de pleno direito, o título executivo Reis, brasileiro, empresário, portador da cédula de identidade R.G. sob nº 3.169.021-8/ judicial, convertendo-se o mandado inicial em mandado executivo (art.1.102c, caput, 2ª parte, do PR, inscrito no CPF/MF sob o nº 393.191.059-87, residente e domiciliado na Rua Luiz CPC), sujeitando-se os executados ao pagamento de honorários advocatícios, os quais foram Tramontin, nº 1220, casa 30, Campo Comprido, CEP 81.230-070, em Curitiba, Paraná, fixados em 10% (dez por cento) sobre o valor do débito. Ressalta-se que, com o advento da Lei. todos dispensados da prestação de caução. Aprovada a remuneração dos membros da 11.232 de 12/2005, a execução de título judicial passa a ser regida pelo rito de cumprimento de Diretoria no montante de 1 (um) salário mínimo mensal para cada Diretor. sentença, estabelecido a partir do artigo 475-I do CPC. Sendo assim, caso os devedores QUORUM DELIBERATIVO: Todas as deliberações foram aprovadas pela unanimidade condenados ao pagamento de quantia certa, não o efetuem no prazo de 15 dias, o montante será dos presentes, comprometendo-se os presentes a cumpri-las integralmente. acrescido de multa de 10 %, nos termos do art. 475-J do CPC. O prazo para os devedores ENCERRAMENTO: Foram suspensos os trabalhos até a lavratura da presente, que pagarem sem multa começa a correr imediatamente após o término de quinze dias para lida e achada conforme foi por todos assinada. embargar, caso os embargos não sejam opostos, sem necessidade de qualquer intimação CERTIDÃO: Certifico que a presente ata é cópia fiel da ata lavrada no Livro adicional. de Registro de Atas de Assembleias nº 01, registrado na Junta Comercial do Paraná sob o nº 07/095071-7, em 03/08/2007. VALOR DEVIDO: R$ 16.809,69 (dezesseis mil, oitocentos e nove reais e sessenta e Curitiba, 30 de abril de 2013. nove centavos), com posição em 10/2011. Stefano Bonetti Valdivino José dos Reis - Presidente - - Secretário E, para que chegue ao conhecimento de todos, e não possa futuramente alegar ignorância, determinou a MM. Juíza a expedição do presente edital que será publicado e afixado p/ Rochesa S/A Tintas e Vernizes na forma da lei. Stefano Bonetti - Acionista EXPEDIDO nesta Cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos sete (07) Edson Joaquim Antunes Quevedo dias do mês de maio do ano de dois mil e treze (2013). - Acionista –

JUNTA COMERCIAL DO PARANÁ. CERTIFICO O REGISTRO EM: 15/05/2013. SOB NÚMERO: 20132529637

https://eproc4.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_documento&doc=701367516851034020010000000009&evento=7013675168510340200100…

Sandra Regina Soares Juíza Federal Substituta

1 de 1

22/5/2013 15:50


Curitiba, sexta-feira a domingo, 24 a 26 de maio de 2013 | Pág. A8 www.macedocunha.com.br

Dr.FranciscoCunha DISCRIMINAÇÃO SEXUAL NO AMBIENTE DE TRABALHO GERA RESCISÃO INDIRETA A Justiça do Trabalho reconheceu a rescisão indireta do contrato de trabalho de um empregado por conta de discriminação no ambiente de trabalho devido a sua orientação sexual, entendendo que omissaa empresa emnão tomar medidas necessárias a evitar tais constrangimentos. Segundo consta da decisão, após a ciência da orientação sexual por uma colega, constrangimentos se tornaram rotineiros no ambiente laboral. Dentre outras, relatou insultos e insinuações vexatórias a respeito da sua sexualidade, até mesmo frente a clientes. Após esclarecer a situação aos supervisores da empresa, estesse omitiram segundo a decisão, tornando insustentável a permanência na empresa ecausando seu pedido de demissão. Na Justiça,o empregado pleiteou a conversão do pedido de demissão em dispensa sem justa causa, considerando que o ato ocorreu pela falta grave do empregador ao não coibir a conduta discriminatória dos seus empregados. O juiz da causa destacou que a comprovação de atos de discriminação no trabalho é bastante difícil e, nestes casos, é possível relativizar a prova. Segundo ele, cabe ao magistrado, diante dos indícios constantes nos autos, utilizar a sua sensibilidade para apurar a verdade dos fatos. A decisão entendeu que os elementos existentes nos autos eram suficientes para comprovar que a reclamante somente pediu demissão pelo fato de ter sido vítima de preconceito e discriminação no local de trabalho, em razão da sua opção sexual. Concluiu, então, por declarar a rescisão indireta do contrato e determinar o pagamento da indenização por danos morais no valor de cinco mil reais. Sob esse enfoque, o TST já decidiu: AGRAVO DE INSTRUMENTO. ADMISSIBILIDADE. RECURSO DE REVISTA. DANO MORAL. OPÇÃO SEXUAL. PRÁTICA DISCRIMINATÓRIA. Nos termos do 1º da Lei 9.029/95, é proibida a adoção de qualquer prática discriminatória e limitativa para efeito de acesso a relação de emprego, ou sua manutenção, dentre outros, por motivo de opção sexual. Comprovado pelo conjunto probatório, segundo o Regional, que a demissão decorreu da opção sexual da reclamante, ante a evidente violação da intimidade e da vida privada da empregada demitida, mantém-se o despacho denegatório do recurso de revista. Agravo de instrumento a que se nega provimento. (AIRR-7663/2006-034-12-40.5) O tratamento no ambiente de trabalho deve ser cordial, saudável, respeitoso, fomentar o crescimento profissional e até mesmo pessoal do trabalhador, nunca ser palco para atitudes que possam rebaixar sua autoestima.A discriminação por opção sexual afronta princípios constitucionais como a dignidade da pessoa humana, aigualdade e a liberdade (sexual). O empregador, portanto, deve zelar pelos direitos do empregadoindependentemente de sua opção sexual, não permitindo a discriminação e intolerânciano ambiente de trabalho, sob pena de vir a responder em juízo.

Justiça do DF deve julgar suposto crime ambiental às margens do lago Paranoá A Terceira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) declarou a 7ª Vara Criminal de Brasília competente para julgar uma causa fundada em suposto crime ambiental, tendo por base a construção de muros, píer e quiosque às margens do lago Paranoá. O juízo do Distrito Federal havia declinado de sua competência por ser a área investigada supostamente de domínio da embaixada do Catar. O juízo considerou o artigo 109, II, da Constituição, segundo o qual compete à Justiça

Federal processar e julgar “as causas entre estado estrangeiro ou organismo internacional e município ou pessoa domiciliada ou residente no país”. O inquérito apura suposto crime contra o meio ambiente, em área de proteção situada na quadra QL 20 do Lago Sul, em Brasília. A perícia ainda não foi realizada no local e a embaixada informou, de acordo com o relator, ministro Marco Aurélio Bellizze, que somente autoriza a entrada de peritos pela via diplomática.

STF

Rejeitado recurso de empresa de cigarros sobre requisito para funcionamento O Plenário do Supremo Tribunal Federal negou provimento a recurso da American Virginia Indústria Comércio Importação e Exportação de Tabacos Ltda. contra decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) que considerou constitucional dispositivo que vincula a concessão de registro especial para a fabricação e comercialização de cigarros à regularidade da situação fiscal da empresa. Por maioria, o Plenário seguiu o voto do relator, ministro Joaquim Barbosa, no sentido de que a cassação do registro não constitui sanção política. No Recurso Extraordinário (RE) 550769, a empresa tabagista sustentava que o artigo 2º, inciso II, do Decreto-lei 1.593/1977, com a redação dada pela Lei 9.822/1999, ao

vincular a concessão ou manutenção de registro especial pela Secretaria da Receita Federal ao cumprimento de obrigação tributária principal ou acessória, violaria o direito constitucional à liberdade de trabalho, de comércio e de indústria e os princípios da proporcionalidade e da razoabilidade. O julgamento, iniciado em 2008, foi retomado nesta quinta-feira com a apresentação do voto-vista do ministro Ricardo Lewandowski, que seguiu o relator. Para Lewandowski, a inconstitucionalidade das sanções coercitivas para arrecadação de tributos, declarada pelo STF em outras ocasiões, “não contempla o desrespeito reiterado às regras tributárias, como no caso”.

Indústria&Comércio

Justiça&Direito

www.justicaedireito.com

Tribunal de Justiça do Trabalho

Ford pagará R$1 milhão a família de empregado morto O acidente com um técnico em sistemas de ar condicionado aconteceu em 1992

A

Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho, na sessão de julgamento desta quarta-feira, manteve condenação imposta à Ford Motor Company Brasil Ltda. para indenizar a viúva e os dois filhos de um trabalhador morto em acidente de trabalho. A indenização por danos morais, no valor de R$ 1 milhão, foi estipulada em decisão de primeira instância da Justiça Trabalhista e retificada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas-SP).

O acidente ocorreu em 1992. O trabalhador, técnico de manutenção em sistemas de ar condicionado, foi vitimado em uma explosão no momento em que fazia a limpeza dos dutos. Seu óbito se deu por falência múltipla dos órgãos em decorrência de queimaduras. A viúva ingressou com o pedido de indenização em 1998. A reparação por danos morais foi questionada pela Ford em recurso ao TRT-Campinas, que não acolheu a argumentação de defesa

da empresa de que não teria tido culpa na fatalidade. Conforme a decisão, a Ford contratou serviços terceirizados de uma empresa de jardinagem e terraplanagem, da qual o técnico era empregado, e inclui negligentemente atividades de manutenção das áreas elétrica e mecânica, aproveitando a mão de obra barata, sendo essa uma das razões de sua culpa. O Regional também registrou que, em casos de morte de consumidores de seus produtos

nos Estados Unidos, a empresa já foi condenada em quantias muito superiores. No TST, o julgamento do recurso da Ford teve como relator o ministro Walmir Oliveira da Costa. Ele considerou que o Tribunal Regional, no tocante à indenização por dano moral fixada em R$ 1 milhão, levou em conta as circunstâncias do caso concreto e foi coerente com a extensão, potencialidade e gravidade do dano e com a capacidade econômica da empresa.

Julgada improcedente ADI contra lei mineira sobre adaptação de coletivos para deficientes Por votação unânime, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) julgou improcedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 903, ajuizada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) contra a Lei Estadual 10.820/1992, de Minas Gerais, que obriga as empresas concessionárias de transporte coletivo intermunicipal “a promoverem adaptações em seus veículos, a fim de se facilitar o acesso e a permanência de portadores de deficiência física e de pessoas com dificuldades de locomoção”. Os ministros acompanharam o voto do relator, ministro Dias Toffoli, no sentido de que o Estado de Minas Gerais fez uso de sua competência concorrente para legislar sobre a proteção e integração social das pessoas deficientes (artigo 24, XIV, da Constituição Federal - CF),

ao tratar sobre o tema previsto no artigo 244 da CF. O ministro destacou também que o estado exerceu, de forma legítima, competência legislativa plena, nos termos do parágrafo 3º do artigo 24 da CF, uma vez que, até então, inexistia lei federal tratando de normas gerais sobre a matéria. Esta (Lei 10.098) somente veio a ser editada em 2000. Prevê o artigo 244 da CF que “lei disporá sobre a adaptação dos logradouros, dos edifícios de uso público e dos veículos de transporte atualmente existentes, a fim de garantir acesso adequado às pessoas portadoras de deficiência”, conforme o disposto no artigo 227, parágrafo 2º, da CF (previsão de lei dispondo sobre a fabricação de veículos de transporte coletivo para facilitar o acesso de deficientes).

Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

Judiciário

Conforme o ministro Dias Toffoli a lei mineira perdeu validade na parte em que estiver em desacordo com aquela norma de caráter nacional

Superior Tribunal de Justiça

Mantida suspensão fiscal para exportação de carne com restrições Um fiscal federal agropecuário, suspenso por 30 dias por omitir-se e certificar para exportação carne com origem em áreas com restrições sanitárias, não conseguiu reverter a penalidade. A decisão foi da Terceira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Pelo processo administrativo, ao se omitir ele teria permitido

que a Friboi Ltda. exportasse para a Rússia carne com origem em Araputanga (MT), como se originária de Andradina (SP). A unidade mato-grossense não tinha, à época dos fatos, habilitação para exportar para aquele país, configurando exportação fraudulenta. O servidor argumentava que as irregularidades apontadas seriam

de responsabilidade exclusiva de outro fiscal, configurando fato atípico e deixando o processo disciplinar contra si sem justa causa. O relator anotou que a inviabilidade da pretensão pela via do mandado de segurança não impede que o servidor busque rediscutir a questão em eventual ação ordinária visando alterar a decisão.

CELPA reclama de indenização que fica mantida em R$400 mil A Centrais Elétricas do Pará S.A. - CELPA foi condenada pela Justiça Trabalhista a indenizar em R$ 400 mil um operador de usina por acidente de trabalho. A empresa tentou reduzir o valor da indenização com recurso no TST, mas a Segunda Turma confirmou o entendimento do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (AM/PA) e manteve a quantia. O trabalhador estava em contrato de experiência e, segundo a

reclamação trabalhista, foi designado para fazer a manutenção de rede de baixa tensão, substituindo cabos e equipamentos de postes de madeira deteriorados. Um dos postes quebrou e o eletricista despencou de uma altura de oito metros. Na queda, bateu com o rosto em uma ponte de madeira, teve afundamento da cavidade ocular, fratura no nariz e no maxilar. Para o advogado, a empresa foi negligente ao determinar que

um empregado contratado para determinada função (operador de usina) fosse desviado para outra (eletricista). Na sua defesa, a CELPA afirmou que o trabalhador teria deliberadamente subido na escada e no poste para cortar os cabos, sem sequer avisar que iria fazê-lo, muito menos avaliando o poste. O acidente, segundo a empresa, só aconteceu porque o trabalhador contrariou as normas de segurança.

STJ divulga metas e indicadores do desempenho de 2013 do Tribunal A cada trimestre, a Assessoria de Modernização e Gestão Estratégica (AMG) do Superior Tribunal de Justiça (STJ) disponibiliza informações sobre metas e desempenho do Tribunal, tanto na esfera administrativa, como na judicial. O material é produzido pela Coordenadoria de Planejamento

Estratégico em parceria com a Coordenadoria de Gestão da Informação. Dois desses documentos, o Relatório de Desempenho Estratégico do STJ e o Relatório de Desempenho Estratégico das Metas Nacionais, já podem ser consultados. No Relatório de Desempenho do

STJ, são apresentados os indicadores dos objetivos específicos do Tribunal. No inicio o documento dá uma visão panorâmica da atuação do STJ em 2013. Essas informações servem de subsídio para que a alta administração possa analisar os resultados alcançados.

Comissão começa a votar temas para da nova Lei de Arbitragem A comissão de juristas encarregada de elaborar anteprojeto para uma nova Lei de Arbitragem e Mediação, sob a presidência do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luis Felipe Salomão, reúne-se nesta sexta-feira no Senado Federal. O objetivo do encontro é dar início à fase de votação dos temas, começando por apreciar diversas questões relacionadas à arbitragem, entre elas o cabimento da arbitragem nos contratos públicos e de consumo e a arbitragem nas sociedades anônimas. Segundo o ministro Luis Felipe Salomão, “a comissão é composta por juristas de altíssimo nível.

Semana temática resolve casos de acidente de trabalho O Tribunal Superior do Trabalho deu uma contribuição importante para o problema dos acidentes de trabalho no Brasil, com o julgamento preferencial de processos relativos ao tema. É a primeira vez que o TST promove pauta temática sobre o assunto. No total, o mutirão julgou 800 casos, dos 6.314 que tramitam no TST atualmente. “A diminuição dos acidentes de trabalho, por meio da prevenção, é uma questão de cidadania”, disse o presidente do TST, ministro Carlos Alberto Reis de Paula.


Negócios

Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 24 a 26 de maio de 2013 | Pág. B1

CULTURA

Condor leva peça teatral para escolas públicas Projeto inicia neste dia 27 de maio, na Escola Municipal Piratini, no Pinheirinho

O

Condor Super Center está patrocinando o espetáculo teatral “Nina e o Reino das Galochas”, dirigido a crianças de cinco a dez anos de escolas públicas de Curitiba e Região Metropolitana. Com o tema meio ambiente, a peça tem como objetivo mostrar para os alunos a importância de cuidar das florestas e de preservar os animais em extinção. O projeto inicia neste dia 27 de maio, na Escola Municipal Piratini, no Pinheirinho, e prevê a realização de 100 apresentações durante 2013, nas cidades de Curitiba, Araucária, Campo Largo, Colombo, São José dos Pinhais, Pinhais e Fazenda Rio Grande. O critério para seleção das escolas será a proximidade com as lojas Condor. Para a diretora de marketing do Condor, Elaine Munhoz, um projeto como este cria nas crianças uma cultura de respeito ao meio ambiente e de preocupação com o futuro. “O cuidado com o meio ambiente é uma preocupação constante do Condor, por isso o projeto é dirigido a crianças justamente para ajudar a construir uma geração mais consciente e responsável, além de que beneficiar as escolas públicas nas regiões onde o Condor atua é uma forma de contribuir com a comunidade, levando entretenimento com conteúdo educativo e relevante para a sociedade”, destaca Elaine.

O Condor está patrocinando o espetáculo “Nina e o Reino das Galochas”

A peça conta a história de Nina, uma garota órfã que mora em um lixão localizado ao lado de uma floresta. Como os proprietários planejam desmatar a área para aumentar o depósito, Nina e seus amigos lutam para salvar a natureza, que se encontra ameaçada. No meio da história, a personagem dorme e sonha com um mundo encantado chamado Reino das

Galochas. Lá, ela é uma princesa e recebe a ajuda dos animais em extinção para derrotar a sua madrasta, que vem desmatando florestas e usando os animais como ingredientes para uma poção da beleza e da juventude. No final da apresentação, cada aluno receberá um livro para colorir com imagens dos personagens da peça, animais e vegetais em extin-

ção. O livro ainda terá o nome dos personagens e informações como o nome científico, nome popular, região onde são encontrados e habitat, além de um divertido jogo da memória. Com direção de Cris Betina Schlemer, o projeto é aprovado pelo Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, e produzido pela Boreal Produções.

A empresa também deve estar presente com ações voltadas diretamente ao público presente no Parque de Exposições Conta Dinheiro. Além disso, estão previstas ações de compre e ganhe no varejo e nas lojas TIM da cidade. As lojas da TIM nas ruas Presidente Nereu Ramos, 248, sala 3, e Correia Pinto, 42, também estão credenciadas para a venda de ingressos. A expectativa da organização é que 380 mil pessoas prestigiem a Festa do Pinhão que este ano conta com shows de Fábio Júnior, Fernando e Sorocaba, Só Pra

Contrariar, Zezé di Camargo e Luciano, Naldo, Dazaranha, Thiaguinho e Padre Fábio de Mello; além do Palco TIM e do Palco Nativista - contemplando os mais diversos públicos. “A Festa do Pinhão, em Lages, é um momento importante para a cultura do Planalto Serrano. Patrocinar o evento é uma forma de valorizar ainda mais essa cultura e dar oportunidades aos artistas locais. Em 2012 a TIM patrocinou a Oktoberfest, em Blumenau, e em 2013, o Carnafolia, em Joaçaba. Não podíamos ficar fora deste

evento que é referência ao público tradicionalista no estado”, explica o Diretor Comercial da TIM Sul, Carlos Eduardo Spezin Lopes. Este é o primeiro ano em que a TIM patrocina oficialmente a Festa Nacional do Pinhão, mas o quarto ano em que a operadora participa da festa apoiando os veículos de comunicação regionais e criando ações especiais para o evento. A TIM dispõe de mais de 400 pontos de venda em Lages, gerando empregos e renda, e contribuindo para o crescimento da cidade.

Estes resultados consolidados referem-se aos ramos de saúde, vida, previdência e odonto. O ramo saúde teve um prêmio ganho de R$ 230.705 milhões (+28,90% em relação ao mesmo período de 2012) e o segmento vida de R$ 92.140 milhões (+11,95% em relação ao primeiro trimestre de 2012). As contribuições em previdência tiveram um acréscimo de 4,07% em relação ao mesmo período do ano passado. Já a empresa de planos odontológicos conquistou prêmio ganho de R$ 4.435 milhões (+12,97% em relação ao mesmo período de 2012). O plano de expansão da se-

guradora para 2013 tem foco em três frentes: lançamento do seguro de responsabilidade civil para os médicos cooperados do Sistema Unimed, acrescentando mais um importante produto ao portfólio, consolidação da presença da Unimed Odonto no mercado e trabalho intenso no aumento das vendas de Previdência Privada. “2012 foi um ano de muitas conquistas para a Seguros Unimed e mantivemos nosso crescimento de forma sustentável. Fomos contemplados com o prêmio de melhor seguradora de saúde no ranking da ANS e mantivemos a

nota AA- em classificação de risco pela Austing Rating. Ainda fomos a seguradora melhor avaliada no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) e fechamos o ano de 2012 com crescimento de 21,45% em relação ao ano anterior. E somente nos três primeiros meses de 2013, já comemoramos as boas avaliações da ANS e no Reclame Aqui. Nossas metas estão a cada dia mais consolidadas e acreditamos que o próximo balanço nos trará resultados surpreendentemente positivos”, afirma Rafael Moliterno Neto, presidente da Seguros Unimed.

Curitiba recebeu palestra e workshop sobre a linguagem do corpo A psicóloga Silvia Tuczynsky e a terapeuta holística Adriane Tuczynsky, ambas do Centro Harmonia do Ser, ao lado de Luiz Cairo Neto e da palestrante e escritora Cristina Cairo, de São Paulo. Referência em termos de linguagem do corpo, a psicóloga Cristina Cairo esteve em Curitiba de 16 a 19 de maio, quando ministrou a palestra e o workshop "A Linguagem do Corpo", no auditório da Associação Comercial do Paraná (ACP), bem como o curso "Meditação e chakras", este no Colégio Dr. Francisco Azevedo Macedo, numa promoção do Instituto de Desenvolvimento Humano Integral (IDEHI).

A concessionária Euro Import BMW promove até o dia 29 de maio o BMW Z4 Experience Week, em que oferece condições especiais para os clientes interessados em dirigir o modelo BMW Z4 sDrive20i, um clássico renovado da marca. Neste período, o automóvel, cujo valor parte de R$ 189.950,00, poderá ser financiado em até 12 vezes com taxa 0% pela BMW Serviços Financeiros. Além disso, os compradores ainda terão uma vantagem exclusiva no programa BMW Seguros. O BMW Z4 sDrive20i é um genuíno roadster, com capô alongado, capota rígida retrátil e uma posição de condução baixa, próxima do eixo traseiro. Suas linhas marcantes e linguagem estética moderna, são conduzidas por um motor 2.0 de 4 cilindros e 184 hp de potência máxima. Com câmbio automático de oito velocidades, o BMW Z4 sDrive20i chega a uma velocidade máxima de 232 km/h e faz de 0 a 100 km/h em 7,2 segundos. As condições de financiamento são válidas para todas as concessionárias Euro Import BMW no Paraná, em Curitiba, na Av. Marechal Floriano Peixoto e na Av. Pres. Arthur Bernardes, em Londrina e em Cascavel.

Pelo segundo ano consecutivo, a Trousseau participa da Mostra Artefacto de Curitiba, que inaugura nesta sexta-feira, dia 24 de maio, sua 12ª edição. Eclético e refinado, o Loft do conceituado arquiteto Ivan Wodzinsky mescla peças de antiquário e obras de arte em um ambiente com atmosfera francesa. Tudo foi pensado com muito cuidado para garantir aconchego e sofisticação, marca registrada do profissional. Na cama, as mantas e almofadas Trousseau trazem ainda mais requinte e conforto para o espaço. A Mostra Artefacto de Curitiba conta com 17 ambientes projetados pelos melhores e mais renomados arquitetos da cidade, com propostas que vão do clássico ao contemporâneo.

Seguros Unimed tem crescimento de 22,5% no primeiro trimestre de 2013 A Seguros Unimed fechou o primeiro trimestre deste ano com crescimento em todos os números. Com relação ao mesmo período do ano passado, os destaques foram os prêmios ganhos/contribuições consolidados, que chegaram a R$ 341,3 milhões (+22,5%) e o resultado operacional consolidado que alcançou R$ 46,8 milhões, (+21,1%) - este saldo é proveniente do crescimento dos prêmios ganhos e da redução de gastos com sinistros e despesas administrativas. O índice de sinistralidade foi de 63,0%, enquanto o ROAE atingiu o patamar de 7,2%.

BMW Z4 sDrive20i na Euro Import

TROUSSEAU NA MOSTRA ARTEFACTO

TIM é patrocinadora da Festa do Pinhão A TIM é patrocinadora oficial da 25ª Festa do Pinhão. Para marcar sua presença numa dos eventos mais tradicionais do Sul do país, a operadora prepara uma ação inédita cujo objetivo é incentivar e valorizar ainda mais a cultura regional. Durante a festa, que ocorre entre os dias 24 de maio e 2 de junho, em Lages (SC), a companhia promoverá o Palco TIM, voltado aos músicos da cidade. Nos dez dias de festa, 42 artistas locais subirão ao palco da operadora para apresentar o potencial do talento local.

Empresas&Produtos

A palestrante é autora do bestseller A linguagem do Corpo (I e II) e de outros livros como a Linguagem do Corpo (A cura pelo amor), A Lei da Afinidade, A cura pela Meditação, Acabe com a Dor de Cabeça e Acabe com a Obesidade. Diretora do Instituto Brasileiro de Linguagem do Corpo Cristina Cairo (IBLC), ela explica que "a linguagem do corpo é um diagnóstico exato e fisiológico que, ao ensinarmos como mudar a causa, a pessoa se cura de todas as doenças, incluindo as hereditárias, que são apenas a repetição dos padrões mentais da família".

FÓRUM EMPRESAR Acontece no dia 27 de maio, às 14h30, a abertura do Empresar 2013 – Fórum Internacional de Sustentabilidade e Empreendedorismo, com a participação de Beto Richa, governo do Paraná. O objetivo da iniciativa é estimular novos modelos de empreendedorismo que envolvam governo, instituições de apoio financeiro, institutos de pesquisa, universidades e empresários. Organizado pela Escola de Negócios da Universidade Positivo, o evento terá a participação de profissionais nacionais e internacionais de renome, que atuam na Europa, América do Norte e África. Também estarão presente na cerimônia de abertura: Darci Piana, presidente da Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio), Cláudia Kipka, presidente da Academy of Business in Society (ABIS), Amir Rezaee, representante do Institut Supérieur de Gestion-France (ISG), os reitores da Universidade Positivo, José Pio Martins e da Federal, Zaki Akel Sobrinho.

Vestibular de Inverno da PUCPR O prazo de inscrições com desconto, no valor de R$ 50, para o Vestibular de Verão 2013 da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) encerra na próxima sexta-feira, dia 31 de maio. Após esta data, a taxa de inscrição será de R$ 90. O prazo final termina no dia 14 de junho. O candidato deve acessar o site www. pucpr.br e efetuar a inscrição. As provas serão realizadas no dia 23 de junho (domingo), das 14h às 18h, nos Câmpus Curitiba, Londrina, Maringá e Toledo. A PUCPR oferece vagas para 22 opções de cursos de Graduação.

Laboratório oferece exames gratuitos Neste sábado (25), a partir das 8h30, acontece a quarta edição de 2013 do Programa Viver Mais VITA – Melhor Idade, dedicado ao público da melhor idade. O Laboratório Frischmann Aisengart está oferecendo exames de ácido úrico aos 30 primeiros participantes do evento. Segundo Milton Zymberg, diretor do Laboratório Frischmann Aisengart, o objetivo da empresa é proporcionar aos participantes uma ação que estimule a prevenção. Para esta edição, está programada a palestra como tema Cuidados com a pele na prevenção de úlceras e feridas, com a enfermeira Leila. A programação tem início com um café da manhã, seguido da palestra e atividades físicas e culturais que incentivam a melhoria de hábitos dos participantes. O objetivo do projeto é levar informação, entretenimento e qualidade de vida aos curitibanos da melhor idade. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone: (41) 3883-8414.

SARAIVA READER NO NOVO SAMSUNG GALAXY Os usuários do novo Samsung Galaxy S4 serão presenteados com um e-book. O livro Warren Buffett, da coleção Os grandes investidores, estará disponível gratuitamente no Saraiva Reader, o aplicativo de leitura de obras digitais da Saraiva que já vem no Samsung Apps, a loja de aplicativos da Samsung. Os demais títulos da série estarão disponíveis com 20% de desconto. E, ainda, a Saraiva oferece degustação de trechos de grandes livros, como o recém-lançado Inferno, de Dan Brown; Poder do Hábito, de Charles Duhigg; Rápido Devagar, de Daniel Kahneman e Sonho Grande, de Cristiane Correa. Essa é uma oferta exclusiva para os usuários do Samsung Galaxy S4. O Samsung Galaxy S4 foi desenvolvido para redefinir a maneira como vivemos e maximizar a nossa experiência de vida. Este smartphone inovador faz cada momento do seu diaa-dia mais interessante; já que o aparelho foi desenvolvido para valorizar os relacionamentos, ampliando as possibilidades de conexões com os amigos e a família. O Galaxy S4 valoriza a experiência do usuário, tornando sua vida mais fácil e rica em experiências. O dispositivo poderá ser encontrado nas cores branca ou preta, pelo valor sugerido de R$ 2.499,00 para a versão 4G.

Elegantemente ousado

Silvia Tuczynsky, Luiz Cairo Neto, Cristina Cairo e Adriane Tuczynsky

O arquiteto Luiz Maganhoto e o designer Daniel Casagrande são novamente destaque na Mostra Artefacto Curitiba. Para a mostra, que inaugura hoje (24), os profissionais exercitam seu estilo único para surpreender com o “Living Tabriz”. A proposta é inspirada nos imponentes e luxuosos castelos de Versailles e traz cristais, camurça e veludo para compor com a ousadia e sofisticação, características dos trabalhos da dupla.


Nacional

Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 24 a 26 de maio de 2013 | Pág. B3

Valter Campanato/ABr

Sistema único de Saúde

Opinião

coluna@induscom.com.br

DEVEMOS NOS PREOCUPAR COM A ENERGIA DURANTE A COPA? *Por Mikio Kawai Jr. Nos últimos meses o setor de energia elétrica nacional vem passando por diversos momentos de dificuldade e apreensão. Agora, muito se especula sobre como o segmento vai reagir ao imenso consumo durante o período da copa do mundo. Alguns dizem que não teremos problemas, afinal, o governo está trabalhando para que tudo ocorra com tranquilidade. Outros, se desesperam e dizem que o evento e tudo relacionado a ele, será um fracasso.

Segundo dados do Ministério da saúde, atualmente, 78% dos pacientes com câncer inicial recebem tratamento em até 60 dias e, 52% conseguem ser

atendidos em 15 dias.

Entra em vigor lei para o tratamento de câncer pelo SUS A lei registra que o inicio do tratamento seja em até 60 dias após o registro da doença

A

partir desta quinta-feira, pacientes com câncer deverão iniciar o tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) até 60 dias após o registro da doença no prontuário médico. A determinação consta da Lei 12.732/12, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em novembro do ano passado, que entra em vigor nesta quinta-feira Para ajudar estados e municípios a gerir os serviços oncológicos da rede, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou a criação do Sistema de Informação do Câncer (Siscan). O software, disponibilizado gratuitamente para as secretarias de Saúde, vai

reunir o histórico do paciente e do tratamento. A previsão do governo é que, a partir de agosto, todos os registros de novos casos de câncer no país sejam feitos pelo Siscan. Na ocasião, o ministro alertou que estados e municípios que não implantarem o sistema até o fim do ano terão suspensos os repasses feitos para atendimento oncológico. Com o objetivo de acompanhar o processo de implantação do Siscan e a execução de planos regionais de oncologia, uma comissão de monitoramento, de caráter permanente, visitará hospitais que atendem pelo SUS. O grupo vai avaliar as condições de funcionamento e a ca-

pacidade de oferecer atendimento oncológico com agilidade. Dados do Ministério da Saúde mostram que o SUS conta atualmente com 277 serviços habilitados em oncologia, sendo 134 no Sudeste, 63 no Sul; 48 no Nordeste, 20 no Centro-Oeste e 12 no Norte. As unidades oferecem radioterapia, quimioterapia e cirurgia oncológica. Atualmente, 78% dos pacientes com câncer em estágio inicial recebem tratamento em até 60 dias. Desses, 52% conseguem ser atendidos em 15 dias. Entre os pacientes com câncer em estágio avançado, 79% recebem tratamento em até

60 dias. Chega a 44% os que conseguem ser atendidos em 15 dias. A estimativa do ministério é que o país registre este ano 518 mil novos casos de câncer. A previsão é que 60.180 homens tenham câncer de próstata e 52,6 mil mulheres sejam diagnosticadas com câncer de mama. Depois das doenças cardiovasculares, o câncer é a doença que mais mata no país. Em 2010, 179 mil pessoas morreram em decorrência da doença. O câncer dos brônquios e do pulmão foi o tipo que mais matou (21.779), seguido do câncer do estômago (13.402), de próstata (12.778), de mama (12.853) e de cólon (8.385).

Pesquisa revela: Bolsa Família teve impacto na queda da mortalidade infantil Uma pesquisa feita para avaliar os impactos do Programa Bolsa Família nas taxas de mortalidade infantil mostra redução de 17% na mortalidade de crianças menores de 5 anos, entre 2004 e 2009. A pesquisa foi feita com dados de cerca de 50% dos municípios brasileiros e revela que o programa contribuiu, principalmente, para a redução dos óbitos em decorrência da desnutrição. A pesquisa registra que o Programa Saúde da Família também contribuiu para a queda dos números. Os dados apontam que a condicionalidade do Bolsa Família de

determinar que as crianças estejam com o cartão de vacinação em dia foi um ponto importante, já que aumentou a cobertura de imunização contra doenças como sarampo e pólio. O aumento da renda das famílias beneficiadas, que ampliaram o acesso a alimentos e bens relacionados à saúde, também é citado. Esses fatores foram destacados pela ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello. “O Bolsa Família melhorou a alimentação das mães. Os estudos mostram que as família se dedicam a comprar comida com esses

recursos e isso já é um elemento de alteração do padrão de vida da criança. Ter acompanhamento pré-natal também contribui muito porque a criança já é cuidada antes mesmo de nascer”, disse. A pesquisa aponta que o Programa Saúde da Família, que oferece atenção básica à saúde, teve papel na redução da mortalidade causada por doenças como diarreia e infecções respiratórias. A redução no número de grávidas que davam à luz sem receber atendimento prénatal também foi registrada pela pesquisa. “Os dois programas se comple-

Brasil terá longo caminho a em negociações multilaterais O novo diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), o embaixador Roberto Carvalho de Azevêdo disse nesta quinta-feira que o caminho que será trilhado pelo Brasil na organização é “longo e difícil”. Mas o diplomata, que há mais de 20 anos lida com questões de comércio internacional, ressaltou que o país dispõe de capacidade de diálogo e que o comércio brasileiro é “globalizado e pulverizado”. “O caminho que o Brasil terá será longo e difícil”, disse Azevêdo referindo-se ao fato de as negociações multilaterais na OMC estarem estagnadas há cerca de duas décadas. O diplomata participa de audiência pública na Comissão de Relações Exteriores do Senado. O novo diretor-geral ressaltou que as características do comércio brasileiro favorecem o país nas negociações internacionais. “O Brasil é hoje responsável por um comércio globalizado e pulverizado. Temos uma vocação para o comércio globalizado”, disse ele. “É a OMC que estabelece as regras para que sejam cada vez mais equilibradas em bases horizontais e equitativas, sem que o campo esteja desnivelado em favor de A, B ou C.”

Antonio Cruz/ABr

Primeiro brasileiro eleito diretor-geral da OMC, Roberto Carvalho de Azevêdo participa de audiência pública na Comissão de Relações Exteriores do Senado

Azevêdo lembrou a atuação brasileira na resolução de conflitos. “O Brasil tem atuado nos mecanismos de solução de controvérsia e o faz de maneira positiva. [A OMC] é uma organização que oferece muito ao Brasil. Nossa parceria oferece muito para continuar esse diálogo.” O embaixador brasileiro ressaltou que, ao assumir o cargo de diretor-geral em 1º de setembro,

não representará mais o Brasil. Porém, bem-humorado, ele disse que não se esquecerá da sua nacionalidade. “Uma vez assumindo a direção-geral, eu deixo de ser o embaixador e representante permanente do Brasil, o que não significa que deixarei de ser brasileiro, vou continuar tomando minha caipirinha e jogando meu futebol, no fim de semana”, destacou.

mentam para evitar o adoecimento das crianças. É importante observar como uma pequena quantia de dinheiro pode ter tamanho benefício em relação à mortalidade infantil”, avaliou Maurício Barreto, mestre em saúde comunitária e titular em epidemiologia do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (UFBA). A pesquisa foi conduzida pelo mestre em saúde comunitária da UFBA, Davide Rasella e pesquisadores da instituição. Os resultados foram publicados pela revista The Lancet, periódico científico da área de saúde, no Reino Unido.

Primeiro leilão do pré-sal está marcado para outubro A primeira rodada de licitação de petróleo da camada pré-sal, sob regime de partilha, que estava prevista para novembro, foi antecipada para outubro. A aprovação do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) está publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União. O leilão será feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com a oferta apenas da área de Libra, onde foi perfurado um poço pioneiro, descobridor de reservatório com petróleo e gás de grandes proporções e qualidade. Segundo o Ministério de Minas e Energia, a área a ser licitada está situada na Bacia de Santos (RJ), a aproximadamente 170 quilômetros da costa brasileira, e contém 1.458 quilômetros quadrados, em águas com profundidades variando entre 1,7 mil e 2,4 mil metros. Em 2010, a ANP informou que o volume de óleo recuperável da reserva de Libra pode chegar a 15 bilhões de barris.

Deixando especulações de lado, vamos nos ater aos fatos. De acordo com uma pesquisa feita pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), existe o risco de faltar luz durante o evento esportivo. O motivo para o alarme é o crescente atraso nas obras que visam garantir o abastecimento de energia, novas linhas de distribuição e transmissão, além da modernização e ampliação das subestações de energia Também podemos somar os atuais níveis nos reservatórios das hidrelétricas, que só estão melhores se comparados com os níveis registrados entre 2001 e 2002, período no qual o país passou por rigoroso racionamento no consumo de energia. Apesar do desligamento das quatro termelétricas, movidas, principalmente, a óleo diesel, que são mais caras e menos ecológicas, o setor não está tão estável quanto parece. Estas usinas foram desligadas visando mais economia para os consumidores, mas tendo em vista que estavam ligadas desde o período úmido, não vamos sentir tanta diferença. E mesmo com todas as manobras para exonerar a conta de luz, não existe mágica, estamos pagando pelo consumo, mas através de tributos e encargos. Agora, até os geradores de energia, são obrigados a pagar um encargo para a “segurança energética”, que são eles, exatamente, os responsáveis por suprir. Daqui a pouco, o “rabo abana o cachorro”... De acordo com o governo, o abastecimento de energia estará garantido se os reservatórios das usinas do sudeste e centro-oeste alcançarem 47% da capacidade e as usinas do nordeste, 35%, até novembro. Sendo que, neste caso, as hidrelétricas do sudeste/ centro-oeste podem perder até 13% da capacidade e as do nordeste até 10%, nos próximos sete meses. Logo, podemos concluir que o fornecimento da energia durante a copa, momento em que teremos um consumo máximo, está praticamente deixado a sorte. Estamos com empreendimentos atrasados, níveis baixos nos reservatórios e mesmo com todas as usinas termelétricas a todo vapor, o setor não vai suportar essa enorme demanda. Mas a escapatória de contratação de geradores, geralmente, à óleo diesel para “back-up”, para sustentar todos os eventos esportivos deve ser uma saída constante a ser buscada pelos organizadores. Seria um plano “B” que se tornaria, na verdade, o plano “A” o tempo todo. E esse tipo de insuficiência, se suprida com o tal plano “B”, passaria sem percepção aos olhos dos leigos. Apenas os ambientalistas reparariam. Como os eventos são temporários, tudo estaria “ok”. Seria, somente, uma “gambiarra” e não uma solução. O que as pessoas devem entender é que não é uma questão de ser pessimista ou alarmista. A questão é muito mais importante, uma vez que no segmento energético não podemos depender da sorte, pois já dependemos muito das variações climáticas e hidrológicas. Talvez seja o momento de agir com mais cautela e assumir a gravidade da situação, para, em conjunto, definirmos uma solução eficiente. Afinal, não podemos passar por um evento dessa magnitude jogando dados à sorte. *Mikio Kawai Jr. é economista pela FEA-USP, mestre em economia pela Unicamp e Advanced Executive Management pela IESE Business School. Iniciou a carreira no mercado financeiro em bancos de investimentos, tanto nacional como estrangeiro, migrou para o mercado de energia em 1998, tendo trabalhado na CPFL Energia. Atuou como gerente de suprimento de energia na AES Brasil e foi gerente de operações na Openlink (Nova York e SP). Desde 2008 ocupa o cargo de diretor executivo do Grupo Safira, companhia que atua na comercialização de energia, além de consultoria e prestação de serviços em representação de entidades no âmbito da CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica).

Desemprego fica praticamente estável e chega a 5,8% em abril O desemprego em abril chegou a 5,8% (1,4 milhão de pessoas) nas seis regiões metropolitanas investigadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A Pesquisa Mensal de Emprego, divulgada na quinta-feira aponta que houve estabilidade tanto em relação a março (5,7%) quanto a abril do ano passado (6%). A taxa de desocupação apresentou seu menor valor para um mês de abril desde o início em 2002. O número de trabalhadores com Carteira de Trabalho assinada no setor privado ficou estável (11,452 milhões de pessoas), ao registrar alta de 0,1% em relação a março passado. Em comparação com abril de 2012, o crescimento alcançou 3,1% – mais 342 mil postos de trabalho com carteira assinada em um ano. Ainda segundo o IBGE, o rendimento médio real habitual dos trabalhadores (R$

1.862,40) manteve-se sem variação significativa (-0,2%) na comparação com março e cresceu 1,6% na comparação com abril de 2012. Já a massa de rendimento médio real habitual dos ocupados (R$ 43 bilhões) não variou em abril e, na comparação com março, cresceu 2,4% em relação a abril do ano passado.

Protesto

Para protestar contra o peso dos impostos no bolso do cidadão, uma série de manifestações irá ocorrer esta semana em várias cidades do país. Organizado pela Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), os eventos servem para lembrar o Dia de Respeito ao Contribuinte e da Liberdade de Impostos. Segundo os organizadores, o objetivo é alertar sobre a alta carga tributária e mostrar os efeitos dos impostos nos produtos.


3

Indústria&Comércio Curitiba, sexta-feira a domingo, 24 a 26 de maio de 2013 | Pág. B4

Nem te Conto Futebol alemão

Adélia Maria Lopes

a

margem arte&atitude

moda&cia

adeliamarialopes@yahoo.com.br

Trupe Parlapatões a lona Disneyestende no gelo Neste sábado 25, a rede UCI transmite ao vivo e em 3D o último jogo do campeonato europeu, entre Bayern de Munique e Borussia Dortmund, no Wembley Stadium, em Londres. Em Curitiba, as sessões acontecem às 15h30, nos cinemas do Estação e Palladium, com ingressos a 60 e 30 reais. E o Schwarzwald Bar do Alemão receberá centenas de torcedores, vestidos com camisas dos times e até com trajes típicos alemães, que assistirão à partida em telões e televisores espalhados pela casa decorada com bandeiras e pôsteres das equipes. Desde que foi aberto, há mais de 30 anos, o bar recebe torcedores durante os jogos da seleção germânica.

Olhar Brasileiro

D A exposição Olhar Brasileiro em Terras Portuguesas pode ser apreciada até 9 de junho, no Museu da Fotografia/Solar do Barão. Uma das iniciativas do ano Portugal no Brasil, a mostra reúne fotógrafos brasileiros que registraram a vida portuguesa, de 1980 a 2013. São eles Flávio Damm (1928 – Porto Alegre), Orlando Azevedo (1949 – Açores), Nilo Neto (1975 – Curitiba) e Pedro Vieira (1983 – São Paulo). Curadoria da pesquisadora Milena Costa e apoio da Galvão Locações. (Entrada franca).

Moradas do Brasil

O Museu de Arte Sacra, no Largo da Ordem, sedia a exposição Moradas do Brasil, em que Sandoval Tibúrcio apresenta pinturas de Curitiba nascidas da “percepção do desejo de pertencimento que a população tem com a cidade”. Goiano de Itumbiara, ele pincela considerações sobre as muitas moradas abandonadas e esquecidas ao longo de nossas caminhadas. A mostra fica aberta à visitação até 30 de junho, de terça a sexta, das 9 às 18h; sábados e domingos, das 9 às 14h. Entrada franca.

Comes&Bebes

1-Nesta segunda dia 27, o Gardeno – Gastronomia Mediterrânea promove jantar harminizado com vinhos da Mundo Sur, comandado pelo chef Mario Friggi e pelo sommelier Fábio Marquardt, com a participação de Taciane Castro, profissional que fará a apresentação dos rótulos da importadora. O cardápio completo custará 80 reais. Reservas pelo fone (41) 3016-3044. 2-A feira Alto Juvevê Gastronomia, que vai oferecer nos dias 1 e 2 de junho quitutes de 18 restaurantes, bares, cafés e confeitarias da região, realiza a venda antecipada de tickets no valor de 5 reais (os pratos terão valores entre 5 e 20 reais). Estão disponíveis no Allegrini (Alto da XV), Armazém 71, Armazém Português, Bar do Dante, Cuore di Cacao, Dona Dulce, Empório Rosmarino, Fada Formiga, Grué (Cabral), Jacobina, King Temaki (Cabral), La Rauxa, Madero (Cabral), Miss Cupcake, New York Café e Paraguassuu. E vai participar como convidada a chef Dani Caldeira, do La Table Douce. 3- Em comemoraçao pelo Dia do Hambúrguer (28/5), a rede Outback salienta a principal novidade do momento: a porção de seis mini-hambúrgueres, batizada por Ridgy Didgy. São suculentos sanduíches com carne grelhada no ponto certo e servidos com queijo, ketchup, mostarda, picles, cebola roxa e batatas fritas. Confira no happy hour, de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 18 às 20h, por 32 reais. 4- A Onion Tower, ou seja, dez anéis generosos de cebola empanada que formam uma casquinha crocante, servidos no formato de torre em um suporte de metal com os molhos rosé e barbecue, entra para o cardápio do The Fifties no Shopping Curitiba. Outra novidade é o American Hot Dog Festival, cachorroquente (seis tipos) com salsichas Sadia feitas para a casa.

isney On Ice, Vamos Festejar, espetáculo de patinação no gelo com nova produção, fará curta temporada em Curitiba, a partir do dia 29 próximo. Mickey e seus amigos, totalizando mais de 50 personagens, celebram datas comemorativas ao redor do mundo, incluindo o carnaval brasileiro, deslizando sobre a pista de 42 m de comprimento por 18 de largura. Em cena 37 artistas patinadores de vários países , da Austrália à Ucrânia, vivem um Baile Real do Dia dos Namorados com as Princesas da Disney, o Carnaval com a Princesa Tiana, Um Bom Desaniversário com Alice e o Chapeleiro Maluco, o Halloween de Jack com os vilões da Disney, e um Luau Havaiano com Lilo e Stitch. A diretora Patty Vincent detalha: “Com a Máquina Digital de Destinos Globais do Mickey, somos capazes de viajar para lugares distantes como a China, durante o Ano Novo Chinês, e o Bra-

sil, no Carnaval”. “Mickey até mesmo faz algumas confusões com a sua máquina, mas no final tudo acaba bem, em uma grande e feliz celebração”, revela Jerry Bilik, autor de Vamos Festejar! O cenógrafo Robert Little concebeu uma cerejeira iluminada para representar o Festival das Cerejeiras Japonesas e um elegante dossel de cortinas fúcsia para baile dos namorados. Já para o Halloween “visualizei um ambiente sombrio com uma grade de ferro cercada por teias de aranha gigantes e as assustadoras lanternas de Jack”. “O show adquiriu uma perspectiva contemporânea com músicas atuais, coreografia, fantasias e tecnologia em vídeo”, descreve Jerry Bilik. Por exemplo, quando Minnie encontra seu amor na cena do sonho do Dia dos Namorados, nuvens rosas e macias flutuam pelo cenário, numa concepção da designer Ilja Nowodworski. A figurinista Vanessa Leuck criou uma coleção que traz desde quimonos de seda em tons

lavanda e florais rosa para o Sakura japonês, até cocares de penas para o Carnaval brasileiro e brilhantes adornos brancos e prateados com flocos de neve para a cena do Inverno Natalino. De dançarinos de luau havaianos que executam manobras com fogo aos movimentos zumbis no Halloween, a coreógrafa Cindy Stuart adiciona muita energia à encenação. “Cada número é novo e diferente dos anteriores”, observa. Em destaque a cena de patinação quando o Mago Mickey dá vida a quinze patinadores fantasiados de vassouras. O designer de iluminação Alex Reardon aplica técnicas UV para essa sequência, fazendo parecer que os patinadores são realmente vassouras no gelo. Temporada: de 29 de maio a 2 de junho no Ginásio do Tarumã, às 15h e 19h30. Ingressos de 174 a 22 reais. Produção Feld Entertainment e realização Seven e Opus. Patrocínio: Grupo Zaffari/Lei Rouanet.

João Lopes, Vamos Cantar Há sete anos sem apresentar disco novo, o cantor e compositor João Lopes, o Bicho do Paraná, nesta sexta-feira 24, às 19h30, lança o CD Vamos Cantar com show gratuito na Fnac/ParkShopping Barigui, na véspera de festejar 63 anos de idade. Com 35 anos de vida musical, João Lopes começou sua carreira nos anos 1970 ao lado de Ivo Rodrigues, vocalista das bandas A Chave e Blindagem. “Já gostava de escrever poemas e músicas, mas comecei a tocar com 28 anos, quando andava com Ivo e a turma de A Chave”, recorda. Seu novo disco traz treze faixas, entre regravações e músicas novas, a maioria de autoria própria. “Minhas

músicas tratam de ecologia, da vida rural, dos amores do campo. São uma redação das minhas histórias de estrada”. Dentre as inéditas, “Deixe pra lá” foi escrita com a esposa, Carmen Carolina, que também canta em algumas faixas. Vamos Cantar começou a nascer em 2010, na chácara do cantor em São José dos Pinhais, onde vive. “Muita coisa foi gravada no meio do mato. Usamos um trabalho acústico aproveitando o espaço como auxiliador do processo artístico”, revela. A produção do disco é dos irmãos Claudio e Charlie Thompson que, ao lado de Gerson Marçal e Carmen Carolina, estarão com João Lopes no show de lançamento.

Mostra Artefacto abre 12ª edição Com 17 ambientes assinados por 23 profissionais da arquitetura e decoração curitibana, a 12ª Mostra Artefacto será inaugurada nesta sexta dia 24, na sede da loja em Curitiba. Na ocasião também será lançada a linha Beach & Country. Inspirados nos detalhes luxuosos de Versailles, o arquiteto Luiz Maganhoto e o designer Daniel Casagrande preparam o Living Tabriz. Em sua décima participação na mostra, o arquiteto Ivan Wodzinsky busca inspiração na linha Beach&Country, que alia o rústico ao contemporâneo, para criar o Loft. A edição 2013 da mostra marca a estreia da parceria entre a paisagista Rosângela Sabbag e sua filha, a arquiteta Júlia Sabbag. Rosângela explica que o espaço batizado de Beach & Country foi projetado para receber os amigos, inclusive nos dias de frio do inverno curitibano. Grandes marcas participam do evento com seus produtos. É o caso da Grey House Iluminação, que iumina os ambientes do arquiteto Ivan Wodzinsky, do paisagista Wolfgang Schlögel e da dupla Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande Já a Novit Light Design assina o projeto luminotécnico da vitrine

principal, produzida pela arquiteta Elaine Zanon e pela designer Cláudia Machado, e está em outros ambientes assinados pela designer Yara Mendes e pelo arquitetos Sabrina Becker e Rafael Egg. Pelo segundo ano, a Moss Para Casa participa, apresentando móveis planejados de alto padrão no Loft da decoradora Angela Russi e no Jardim Gourmet, do paisagista Wolfgang Schlögel.


Curitiba, sÁBADO, 25 DE MARÇO DE 2013 - Edição ESPECIAL Indústria&Comércio

DIA DA INDÚSTRIA

Indústria&Comércio

Curitiba, sábado-feira, 25 de maio de 2013 | Especial

DIÁRIO

INFORMAÇÃO. conhecimento. inteligência. DESDE 1976.

Luta pela simplificação tributária marca o

Dia da Indústria


DIA DA INDÚSTRIA

Indústria&Comércio

Curitiba, sábado-feira, 25 de maio de 2013 | Especial

Paraná desponta como potência econômica A indústria paranaense cresce mais que resto do Brasil

A Petrobras, com refinaria de petróleo, é uma das mais importantes indústrias do Estado

Por algum tempo o Paraná foi uma região de menor importância na colonização do Brasil. Além de passagem dos tropeiros gaúchos que levavam seus animais, principalmente os muares, do Rio Grande do Sul para comercializar em São Paulo, pouca coisa se fez aqui, até que foi descoberta a presença de ouro em algumas áreas. Mas logo Minas Gerais suplantou em quantidade e facilidade de extração. Mais de um século depois surgiu nova oportunidade de renda: a erva-mate. E com ela a industrialização. Da extração vinha o preparo da erva para o consumo. Porém, foi nos fins do século XIX que o setor econômico do estado teve sua grande expansão, decorrente do rápido desenvolvimento da cultura de café. A partir do século XX, foram criadas muitas empresas agrícolas e houve um grande investimento de capital estrangeiro no Estado, fazendo com que o processo de concentração de renda e da propriedade de terras acelerasse. Nos últimos 50 anos, no entanto, a economia do estado vem se independendo gradativamente da extração de matéria prima e da agricultura para se tornar uma dos mais fortes estados da federação na indústria. O Paraná vem crescendo e alcançando taxas superiores em relação ao restante do país. A indústria paranaense é descentralizada e alcança todo o Estado. Existem empresas em todas as regiões, principalmente na região metropolitana de Curitiba, que representa 30% do total da indústria do Paraná. Há também uma alta concentração de indústrias no centro e no oeste do Estado.

Investimentos governamentais

A partir da segunda metade do século XX, houve um crescimento significativo na indústria paranaense. Isso se deu graças a um grande investimento no setor secundário. Foi implantada na capital, Curitiba, a Cidade Industrial, com indústrias de frigorífico, tecidos e montagem de máquinas, e nas cidades do interior, como Ponta Grossa, Londrina e Maringá, foram fixadas indústrias que transformam produtos primários como trigo, milho, soja, suínos e madeira. O Paraná abriga indústrias de papel (que representam 3,4% da produção brasileira), como a Klabin, em Telêmaco Borba, e a Inpacel, em Arapoti, ocupa lugar de destaque na indústria madeireira, que tem grande desenvolvimento e industrializa madeiras da Amazônia, e desempenha importante papel na indústria alimentícia, que é localizada nas principais regiões produtoras do Estado, como Cascavel, Maringá e Londrina. Entretando, o setor que mais avança é o polo automotivo, com muitas montadoras instaladas no estado. Muito diversificada, a industrialização paranaense é voltada para a exportação de máquinas, equipamentos e caminhões, que detém 9,6% da produção nacional.

Potencia econômica

Atualmente, a economia do Paraná ocupa o quinto lugar em desenvolvimento no país, ficando atrás dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, além de participar com cerca de 6% do PIB nacional e basear-se principalmente na agricultura e na indústria, segundo dados do IPARDES - Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social do Paraná. Embora ainda tenha uma economia eminentemente agrícola, o estado continua atraindo investimentos externos que alavancam cada vez mais o setor industrial, principalmente no polo automotivo. Outras fontes que também são geradoras de renda no estado são os setores de transporte, as hidrelétricas, o turismo, a área mineradora, e a extração da madeira, que contribui de forma significativa na economia paranaense. O setor de serviços exerce grande influência na economia do Paraná. Ele é responsável por 62,7% do PIB do Estado. Logo depois, aparecem o setor industrial, com 29,1%, e o setor de agropecuária, responsável por 8,2%. Embora tenha menor importância, quando relacionada com outros ramos de atividade, a agropecuária paranaense é representativa em termos econômicos, atingindo participação superior a registrada pelo setor primário em nível nacional. Comparando-se aos municípios do estado, a região metropolitana de Curitiba ganha destaque. Curitiba, Araucária e São José dos Pinhais respondem por, respectivamente, 23,5%, 6,2% e 5,1% do PIB estadual, seguidas por Londrina, Foz do Iguaçu, Maringá, Ponta Grossa, Paranaguá, Cascavel e Guarapuava. Juntos, todos os outros municípios do estado somam um PIB de 42,5%.

Exportações em expansão

As exportações paranaenses também apresentam-se em expansão. As maiores vendas externas são de soja, material de transportes e carne, entretanto, os principais produtos estrangeiros adquiridos pelo Estado também são os materiais de transporte, os produtos químicos e derivados de petróleo. Argentina e China, com cerca de 10% das exportações cada, e Alemanha, com 8,5%, são os países que mais adquirem produtos paranaenses. Já os países que mais exportam para o Paraná são a Nigéria, com 19,7% de participação, a China, com 9,7%, e a Argentina, com 9,5%. Os principais indicadores econômicos e sociais do Estado mostram um grau de urbanização de 81,4%, uma taxa de crescimento populacional de 1,4% ao ano, PIB per capita de 10.724, e balança comercial de 77.127 milhões de dólares em 2009. A população economicamente ativa do Paraná (PEA) é de 5,8 milhões, e o índice de desenvolvimento humano apresenta uma evolução positiva, com 0,711, ocupando a 6ª posição nacional. EXPEDIENTE

Entre os diversos programas de atração de capital e industrialização, o Paraná oferece muitos incentivos e benefícios fiscais que privilegiam as empresas paranaenses, especialmente as micro e pequenas empresas já montadas e aquelas que pretendem se instalar, ofertando estímulos fiscais para importação de bens de capital e de insumos industriais, dentro do programa Bom Emprego. Para grandes investimentos foi criado o Paraná Competitivo, que já contratou investimentos de R$ 20 bilhões e 120 empregos. Outro programa que está dando resultados positivos é o Bom Negócio Paraná. Ele foi criado para estimular as economias locais com empréstimos a juros baixos para micro e pequenos empresários.

Paraná Competitivo

Os esforços para fazer do Paraná um Estado mais justo, humano e solidário incluem as ações do Governo do Estado para atrair investimento e criar emprego e renda em todas as regiões. Hoje, 67% dos investimentos privados atraídos pelo programa Paraná Competitivo estão localizados em municípios do interior. “Um dos principais fatores para o sucesso do Paraná Competitivo é a ação direta do governador Beto Richa, que participa diretamente das negociações e faz questão de atender os empresários”, diz o Secretário da Indústria e Comércio Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros. Em pouco mais de dois anos o programa atraiu para o Estado mais de R$ 20 bilhões em novos investimentos que estão criando 120 mil empregos com carteira assinada. “Há hoje no Paraná um bom ambiente para negócios, com segurança jurídica e respeito aos contratos”, comenta Barros.

Bom Negócio

O Governo do Paraná vem fechando acordos com mais de 70 municípios paranaenses dentro do programa Bom Negócio. Assim, garante empréstimos baratos e capacitação gratuita. O Bom Negócio Paraná estimula as economias locais com empréstimos a juros baixos para micro e pequenos empresários. Os empréstimos são feitos pelo Banco do Empreendedor, da Fomento Paraná, e os juros estão entre os mais baixos do país e variam de 0,55% a 1,02% ao mês. A meta é beneficiar 60 mil micro e pequenos empreendimentos formais e informais com receita bruta de até R$ 2,4 milhões por ano. Aliado aos empréstimos, o Bom Negócio concede cursos gerenciais gratuitos nas áreas de empreendedorismo e projeto de vida, gestão de negócios, gestão de pessoas, gestão financeira, gestão comercial e gestão estratégica. Os cursos têm 66 horas, distribuídas em 22 dias, e são realizados em parcerias com universidades estaduais e entidades empresariais. Quanto mais capacitado o empreendedor, menores são os juros. De acordo com o secretário da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, o programa aumenta as oportunidades de negócios, sobretudo nos pequenos e médios municípios. “Os recursos vão direto para a comunidade, que cria novos empregos e o desenvolve as economias municipais”, salienta. “O Bom Negócio atendeu as minhas expectativas. O curso abrange todas as partes da empresa e o empréstimo foi rápido, fácil e sem burocracia”, informou

Indústria&Comércio

Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 ofm@induscom.com.br

Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom. com.br

Conheça os incentivos fiscais oferecidos pelo governo

Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 editor@induscom.com.br

Publicidade Legal e Assinaturas: Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom. com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 3322.1012

Diretora Comercial Janete Machado de Lima (comercial@induscom.com.br) Fone: 41 9977-88004

Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba Fone: (41) 3322.1012 comercial@induscom. com.br

Gizela Zanutto empresária do ramo de cosméticos em Londrina, usou o Bom Negócioi para aumentar o seu negócio e gerar empregos

Gizela Zanutto empresária do ramo de cosméticos em Londrina. Ela usou o dinheiro para criar uma loja virtual que tornou a marca mais conhecida e aumentou as vendas de 15%.

Bom Emprego

A política de incentivo que mais se destaca é o programa de geração de emprego e renda. Denominado Bom Emprego, o programa concede adiamento do prazo para o

pagamento de imposto gerado por implantações e expansão de indústrias localizadas em municípios com Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) menores. Quanto menor o IDH do município, maior será o percentual de ICMS que poderá ser adiado. De acordo com o programa, é dado um prazo de 48 meses para o pagamento do imposto, e a duração desse benefício é de oito anos. Além disso, o programa ainda oferece adiamento do prazo

de pagamento da energia elétrica consumida. O governo do Estado também conta com o Mercosul e com a Coordenadoria de Assuntos Internacionais para realizar missões empresariais e governamentais, e criação de mecanismos de apoio à implantação de showrooms permanentes de produtos paranaenses. Também conta com incentivo e apoio na realização de seminários sobre o Paraná.


DIA DA INDÚSTRIA

Indústria&Comércio

Curitiba, sábado-feira, 25 de maio de 2013 | Especial

Mobilização pública reivindica a simplificação do sistema tributário Fiep comemora o Dia de Respeito ao Contribuinte e Dia da Indústria

Festividade em União da Vitória abre Semana da Indústria 2013

Esquina no centro de Curitiba, onde ocorrerá a manifestação pela simplificação tributária

A Fiep vai liderar, com mais 40 entidades do setor produtivo, mobilização pública pelo Dia Nacional de Respeito ao Contribuinte. A luta é pela simplificação do sistema tributário. Será, no sábado (25/05), às 10h30, no calçadão defronte a sede da Associação Comercial do Paraná (ACP), na esquina das ruas XV de Novembro e Presidente Farias, no centro de Curitiba. Neste dia, também vai comemorar o Dia da Indústria. O objetivo da movimentação que também deverá ocorrer em vários municípios e estados, em articulação com a CNI, é a entrega ao governo federal e parlamentares do texto da proposta de emenda constitucional (PEC) denominada “Simplifica Já”. Segundo os organi-

zadores, o passo seguinte dar-se-á no sentido da articulação política das bancadas para que a medida seja protocolada no Congresso, ou que suas principais reivindicações sejam incluídas em projetos que abordam o mesmo tema. A PEC foi discutida em conjunto por representantes de entidades filiadas ao Conselho Temático de Assuntos Tributários, sendo a redação da proposta confiada a um grupo de trabalho instituído pelo próprio conselho e formado por advogados tributaristas, economistas, contabilistas e empresários com amplo conhecimento do sistema tributário. Dentre as razões que levaram à proposição da PEC, a principal diz respeito ao fracasso das inúmeras

tentativas de introduzir mudanças no sistema tributário. A opção foi apresentar uma série de medidas pontuais de fácil aceitação no debate político, cuja implantação efetiva tornará o sistema mais simples e justo. A PEC “Simplifica Já” se caracteriza pelos seguintes objetivos: 1) simplificar o sistema tributário nacional, 2) avançar no processo da desoneração tributária da produção e consumo, 3) eliminar distorções decorrentes da utilização indiscriminada do regime da substituição tributária, 4) regular a criação de novas contribuições pela União e 5) instituir a adoção ampla do sistema de aproveitamento do crédito financeiro nos tributos não cumulativos.

A Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) abriu na noite desta segunda-feira (20/05), com uma solenidade em União da Vitória, as comemorações da Semana da Indústria 2013. Durante o evento, o presidente da Fiep, Edson Campagnolo, destacou a importância da união entre iniciativa privada e poder público na busca por soluções para o desenvolvimento de cada região do Estado. Além da festividade, a programação da Semana da Indústria no município teve uma reunião de gestores do Sistema Fiep com empresários locais, para debater o panorama da indústria da região, e uma visita à empresa Acifer, fabricante de portas e janelas de madeira, homenageada pela Coordenadoria Regional da Federação em União da Vitória. Para Campagnolo, é fundamental que a administração pública, especialmente em nível local, esteja alinhada com as necessidades dos empresários para pautar o desenvolvimento do município e da região. “Um município com um administrador que pensa no coletivo está pensando no desenvolvimento da comunidade”, disse. A afirmação faz referência a uma proposta do atual prefeito de União da Vitória, Pedro Ivo Ilkiv, que pretende formar um conselho de empresários para ajudar a definir os rumos do município. “Percebemos que quando uma liderança política convida os empresários para formar um conselho como este para pensar como o município pode crescer, se recriar e se desenvolver, é o melhor caminho”, completou o presidente da Fiep. Segundo o prefeito, União da Vitória, que já foi o quarto município em arrecadação do Paraná principalmente pela força que tinha a indústria da madeira local, precisa encontrar novas soluções para retomar seu desenvolvimento. Para ele, isso passa obrigatoriamente pela atração de novas indústrias e a discussão franca com os empresários já estabelecidos no município. “Para nós políticos, quando conseguimos trazer uma empresa para a cidade, é como um atleta exibindo um troféu de primeiro lugar. É extremamente importante pelo aspecto social, porque mesmo que seja uma empresa de pequeno porte, nada mais importante do que as pessoas terem um trabalho e ganharem a vida com dignidade”, afirmou Ilkiv. “Nós, como gestores públicos, temos que usar as experiências dos empresários. Temos muitas cabeças pensantes, talentos em gestão, e precisamos trazer pessoas como essas para ajudar na administração do município”, acrescentou. Edson Campagnolo acrescentou que, para auxiliar nesse processo de retomada do crescimento da indústria de União da Vitória e região, o Sistema Fiep pretende intensificar suas ações. “O município já abrigou aqui a maior escola do Senai no Brasil, na década de 1980. Hoje, percebemos um bom momento para o município e a região, não só pela indústria da madeira, mas pela atração de investimentos de outros segmentos”, disse.

Fotos: Mauro Frasson

Em defesa da parceria entre poder público e iniciativa privada para o desenvolvimento do Estado

Solenidade reuniu lideranças empresariais e políticas da região de União da Vitória (Fotos: Mauro Frasson)

Segundo o presidente da Fiep, a entidade pretende inclusive buscar uma maior parceria com a Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), já que União da Vitória está conurbada com o município catarinense de Porto União e muitos projetos podem ser desenvolvidos em conjunto. “Pretendemos estreitar a relação com a Fiesc para otimizar recursos e para que nossa ação possa ser mais intensa nesta região, contribuindo com o desenvolvimento das duas cidades”, declarou Campagnolo.

Diálogo

O presidente da Fiep afirmou ainda que a Semana da Indústria é uma excelente oportunidade para que a entidade se aproxime dos industriais do Interior do Paraná para conhecer de perto suas dificuldades e potencialidades. “Nesta semana vamos percorrer todo o estado do Paraná, mostrando a riqueza gerada pela nossa indústria, mas também ouvindo os industriais, já que muitas vezes os empresários não conseguem ir até Curitiba para termos esse diálogo”, afirmou. “Com essas atividades, também convidamos nossos industriais para que participem mais das discussões, incentivando o associativismo através dos sindicatos filiados à Fiep”, acrescentou. Além de União da Vitória, as atividades da Semana da Indústria – realizadas para comemorar o Dia da Indústria, celebrado em 25 de maio – acontecem nas cidades de Pato Branco (dia 21), Toledo (22), Maringá (23), Ponta Grossa (24) e Londrina (29). Para os empresários de União da Vitória, a programação da Semana da Indústria foi importante para que pudessem apresentar as demandas da região ao Sistema Fiep. O coordenador regional da Fiep no município, Marco Adriani Sterle, disse que é fundamental que os industriais se aproximem da entidade e utilizem os serviços oferecidos pelas casas que compõem o Sistema – Fiep, Sesi, Senai e IEL. “É preciso que nossos empresários tomem consciência de que a estrutura do Sistema Fiep pertence aos empresários. Eles devem decidir se querem ou não fazer parte daquilo e levar suas demandas para esse Sistema, colhendo os frutos dessa participação”, declarou. O empresário Fabrício Antonio Moreira Neto, integrante da atual diretoria da Fiep, acrescentou que a inciativa do presidente Edson Campagnolo de cada vez mais levar

Bruno e Osvaldo Lenci com o presidente da Fiep, durante visita à Acifer

as ações do Sistema para o Interior contribui para o fortalecimento das indústrias de todas as regiões. “Por também ser do Interior, o presidente Campagnolo sabe das dificuldades que enfrentamos”, disse. Para ele, o apoio da Fiep é importante no processo de retomada da indústria de União da Vitória. “Somos palco da indústria madeireira e é possível dizer que a indústria do Paraná começou aqui. Estamos estreitando o elo entre Fiep, indústrias e o município para buscar soluções para nossas empresas, especialmente em questões como a da qualificação profissional”, declarou.

Visita e homenagem

A programação da Semana da Indústria na região de União da Vitória teve ainda uma visita do presidente Edson Campagnolo e gestores do Sistema Fiep à indústria Acifer, fabricante de portas e janelas em madeira. As mudanças de mercados pela qual a empresa passou nos últimos anos exemplificam o panorama da indústria madeireira local nos últimos anos. Bruno Lenci, filho do fundador do grupo, Osvaldo Lenci, explicou que até 2008, a Acifer era uma empresa 100% exportadora, vendendo toda sua produção para os Estados Unidos. Com a crise internacional, que afetou principalmente o mercado imobiliário norte-americano, a Acifer teve que buscar soluções para voltar ao mercado brasileiro. “Tivemos que reinventar a indústria, agregando valor ao nosso produto para competir novamente no mercado interno”, explicou Bruno. Hoje, segundo ele, a empresa, que conta com 80 colaboradores, já voltou a vender parte de sua produção aos Estados Unidos. “Temos 30% de nossa produção voltada para exportação”, disse. Atualmente, por dia a Acifer produz entre 400 e 450 kits de portas, além de 80 a 90 portas maciças. Para Osvaldo Lenci, homenageado por sua atuação empresarial durante a festividade da Semana da Indústria na noite desta segundafeira, a presença da comitiva do Sistema Fiep em União da Vitória foi um momento histórico para o município. Em sua opinião, a atuação da entidade pode contribuir para a retomada do crescimento da indústria local. “Estamos precisando atrair novas indústrias e temos muita mão de obra, principalmente feminina, que pode ser aproveitada por outros setores”, declarou


DIA DA INDÚSTRIA

Indústria&Comércio

Curitiba, sábado-feira, 25 de maio de 2013 | Especial

Paraná reúne as melhores condições para investimentos “O Paraná é o melhor Estado brasileiro para receber investimentos”, diz o governo estadual no seu portfólio de marketing, junto a possíveis investidores. São vários os diferenciais competitivos que apresenta, tornando-o muito atraente para a implantação de indústrias, centros de distribuição de mercadorias, estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços. Entre estes pontos de vantagem comparativa temos:

Localização

O Paraná tem posição geográfica privilegiada em relação aos principais mercados nacionais e da América Latina. Brasília e Buenos Aires estão a menos de 1.300 km, e em distâncias ainda menores encontram-se os principais pólos econômicos dos países que compõem o MERCOSUL. O Paraná está no centro de uma região onde vivem mais de 220 milhões de pessoas, de cuja atividade produtiva são gerados mais de 2 trilhões de dólares.

Dados socioeconômicos

Com uma área de 199,3 mil quilômetros quadrados, representando 2,3% do território brasileiro, e uma

população de pouco mais de 10,7 milhões de habitantes, o Paraná gera 6% do PIB nacional, posicionando-se como a 5ª Economia da Federação.

quadamente atendidas no que se refere às condições de saneamento, educação e saúde.

Ativos Tecnológicos

Infraestrutura

O Estado conta com uma bem desenvolvida infraestrutura, voltada para a produção e comercialização. Todas as regiões têm facilidade para acessar os mercados nacionais e internacionais, através de ferrovias, rodovias e hidrovias de excelente padrão, as quais interligam as regiões de produção entre si e também aos portos, aeroportos e estações aduaneiras. Este sistema garante eficiência e facilidade nas operações nacionais e internacionais. O Governo investiu mais de R$ 1,75 bilhão na recuperação e implantação de cerca de 8.000 km de rodovias estaduais. Quanto à energia elétrica, o Paraná gera quase 25% da hidroeletricidade nacional. A Companhia Paranaense de Energia (COPEL) atende todo o território paranaense e é reconhecida como a melhor distribuidora do Brasil. Suas tarifas são as mais baixas do País, sendo que no segmento industrial é 22% menor que

O desenvolvimento industrial sustentável não pode prescindir de uma base educacional e tecnológica capaz de inovar e aperfeiçoar produtos e processos, bem como garantir a conformidade com padrões gradativamente mais exigentes. Reconhecendo esta necessidade, o Paraná investe fortemente também no ensino superior, mantendo universidades e faculdades de reconhecida competência. Localizadas nas principais cidades polo do Estado, são oferecidos, além da graduação, cursos de especialização, mestrado e doutorado, em todas as áreas de interesse econômico e social. Além destas instituições, o Paraná conta com diversas entidades prestadoras de serviços tecnológicos, de desenvolvimento científico e tecnológico, de certificação e metrologia, adequadas e suficientes para atender às demandas das mais modernas indústrias.

a segunda colocada. Isto permite a instalação de qualquer tipo de indústria no Paraná, independente dos padrões de qualidade, segurança e confiabilidade exigidos. Combustíveis líquidos são garantidos pela Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR), que produz gás liquefeito, gasolinas, querosenes, naftas e solventes, óleo combustível, asfalto e outros. Esta Refinaria se encontra em forte ampliação, para aumento da capacidade, melhoria do perfil de produção e da qualidade dos produtos. Além disso, o Paraná é o segundo maior produtor nacional de álcool, com produção superior a 2 bilhões de litros por ano. Já o gás natural é disponível em 8 municípios da Região Me-

tropolitana da capital Curitiba e em Ponta Grossa, com o consumo alcançando mais de 850 mil m3/ dia em média. Em termos de telecomunicações, todas as regiões são atendidas por redes de fibra óptica, que, aliadas aos sistemas de satélites, permitem eficiente transmissão de dados, voz e imagem na quase totalidade dos 399 municípios do Estado.

Qualidade de Vida

A adoção do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) como um dos indicadores da qualidade de vida, permite situar o Paraná num patamar superior à média nacional, com a capital e alguns municípios do interior ostentando números invejáveis. Tais números indicam municípios com as populações ade-

Qualidade de Mão-de-Obra

A formação étnica e cultural do

povo paranaense propiciou condições para que o estrato constitutivo da mão-de-obra tenha facilidade para aquisição de elevados padrões de qualificação, comparáveis aos mais avançados do mercado. Estes padrões são alcançados em diversos estabelecimentos públicos ou privados, de larga tradição educacional e cultural. Desta forma, indústrias não tradicionais no Estado conseguem rapidamente formar os contingentes especializados de que necessitam, alcançando os índices de produtividade previstos em seus projetos.

Meio Ambiente

O Paraná é um Estado comprometido com a sustentabilidade do processo econômico e social, e esta passa, necessariamente, pela preservação ambiental. É necessário que os novos empreendimentos não só respeitem os padrões ambientais, como também ajudem a resgatar passivos de épocas anteriores. Assim, os novos investidores, paranaenses ou não, ao escolherem o Paraná, terão a certeza de estar participando de uma causa cuja principal razão é garantir um futuro ecologicamente, melhor ou pelo menos, igual ao de hoje.


Diário Indústria&Comércio