Issuu on Google+

WWW.ICNE WS.COM.BR

Indústria&Comércio CURITIBA, TERÇA-FEIRA, 20 DE NOVEMBRO DE 2012 | ANO XXXVI | EDIÇÃO Nº 8753 | R$ 1,50

DIÁRIO. MAIS QUE NOTÍCIAS. INTELIGÊNCIA. CONHECIMENTO.

Exportações de milho têm alta de 80% em Paranaguá

Asscom/Appa

Aroldo Murá MUNDO MÉDICO VAI CONHECER LIVRO DE CÍCERO EM JANEIRO O oncologista e mastologista Cícero de Andrare Urban, com o diretor do Centro Europeu de Oncologia, Mario Rietjens, lançará em janeiro em Roma um livro voltado ao ensino de técnicas cirurgicas em oncoplástica. PÁGINA A3

Pedro Washington ROMÁRIO, QUEM DIRIA!

2012 - Foram exportadas pelo terminal 3,9 milhões de toneladas do produto

A surpresa nem sempre vem de onde se aguarda. De alguns, o que se espera, especialmente políticos eleitos à custa de muitas promessas, é o não dito, pelo dito. PÁGINA | A2

Joaquim Severino FIM DE INDIO MALOQUEIRO

Chamar alguém de maloqueiro sempre foi ofensa das graves. No Paraguai quando se diz que a situação está um quilombo significa o caos. PÁGINA | A5

Inflação pelo IPC-S diminui O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) ficou em 0,35% na semana iniciada em 15 de novembro, 0,08 ponto percentual menor do que a taxa apurada nos sete dias anteriores (0,43%).

INDICADORES FINANCEIROS MERCADO À VISTA MAIORES ALTAS

COTAÇÃO

FII FATOR VE DM 115,00 J B DUARTE ON J B DUARTE PN TECTOY PN * TECTOY ON *

MAIORES QUEDAS

0,25 0,03 0,03 0,03 0,03

No mês de outubro, a exportação do milho mais que dobrou em relação ao ano passado

De janeiro a outubro, a movimentação de milho registrada pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) foi 81% maior do que a realizada no mesmo período de 2011. Foram exportadas 3,9 milhões de toneladas do produto, contra 2,1 milhões de toneladas nos primeiros dez meses de 2011. Em outubro, a exportação do milho mais que dobrou em relação ao ano passado. De pouco mais de 415 mil toneladas movimentadas em

economia | a5

Mercado de carros tem leve recuperação, após fechamento de mais de 4 mil lojas

Marcelo Camargo/ABr

0,51 0,04 2,21 9,78 7,97

COTAÇÃO

OGX PETROLEO ON NM ROSSI RESID ON NM MRV ON NM USIMINAS PNA N1 CYRELA REALT ON NM

MAIORES QUEDAS

4,86 4,22 10,40 11,34 16,99

COTAÇÃO

ELETROBRAS PNB N1 ELETROBRAS ON N1 COPEL PNB N1 CPFL ENERGIA ON NM CESP PNB N1

9,76 7,92 26,67 21,90 15,83

CÂMBIO Moeda

Compra

Venda

2,0600

2,1800

Dólar comercial 2,0810

2,0817

Dólar turismo

Dólar paralelo Euro

2,0900

2,2000

2,6636

2,6652

Ouro (Grama/R$): 116,00

EDITAIS NA PÁGINA A7

PÁGINA B1

MRV Engenharia realiza feirão 5 com mais de Editorial Concurso dará mil imóveis R$ 10 mil a jovem Entre os dias 22 de novemRendimento duas vezes maior em 20 anos bro e dois de dezembro, timo seria se a renda da população no Branfelizmente é assim: o Produto Interno Bruto empreendedor moradores de Curitiba (PR) Ósil fosse duas vezes maior. Isso certamente I(PIB) vai e vem e não consegue se manter em

Após primeiro semestre de perdas, induzidas pela redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros novos e pela restrição ao crédito, o setor de carros usados teve leve recuperação no segundo semestre, aponta a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto). PÁGINA A

melhoraria a vida de milhões de trabalhadores que sofrem com um salário baixo vivendo num ambiente com custo de vida cada vez maior. Se a previsão do governo federal se concretizar, a renda per capita vai dobrar em 20 anos. Para isso, porém, o crescimento da economia brasileira precisa se manter entre 4% e 5%, o que não se confirmou no primeiro semestre.

patamares elevados por muito tempo. Por isso as medidas de estímulo econômico precisam permanecer para que a indústria, o comércio e os serviços tenham resultados positivos duradouros, o que trará finalmente melhores momentos no que diz respeito à distribuição de renda para a população brasileira.

CENTRAL DE ATENDIMENTO: 41 3333.9800 C M Y K

Shopping Crystal prepara promoções para o Natal Em 2012 o Shopping Crystal conclui seu processo de modernização e ampliou seu seleto mix de lojas com grifes de destaque, como Constança Basto, Dudalina Double, Empório Santa Genoveva, EPK, Fillity, Jack Vartanian, Madero, Shoulder, Trousseau e WCrystal.

IBOVESPA MAIORES ALTAS*

PÁGINA A2

ANALISTAS REDUZEM PROJEÇÃO DE CRESCIMENTO ECONÔMICO PARA ESTE ANO

COTAÇÃO

SERGEN PN * RJCP EQUITY ON CEEE-GT ON N1 ELETROBRAS PNB N1 ELETROBRAS ON N1

2011, chegou a mais de 979 mil em 2012. Foi o mês que registrou a maior movimentação de milho deste ano. “Uma série de fatores contribuiu para essa alta na exportação do milho. Tivemos uma safra recorde nas lavouras do Paraná. Além disso, a safra americana quebrou por causa da seca, o que favoreceu os produtores brasileiros”, disse o diretor empresarial da Appa, Lourenço Fregonese.

O Conselho de Jovens Empresários (CJE) da Associação Comercial do Paraná (ACP) promove o concurso “Minha Ideia Muda o Mundo”. PÁGINA B4

E-MAIL: PAUTA@INDUSCOM.COM.BR

e região terão grande oportunidade no Feirão MRV Engenharia. A construtora terá mais de mil unidades à venda na capital, São José dos Pinhais e Araucária. PÁGINA B1


Geral/Curitiba

“o mundo dos negócios nunca se obtém aquilo que se quer, mas sim aquilo que se negocia.”

Curitiba, sexta a segunda-feira, 16 a 19 de novembro de 2012 | A2 | Indústria&Comércio

Chester Karrass

Paraná

Exportações de milho têm alta de 80% em Paranaguá Previsão do tempo

Foto: Asscom/Appa

2012 - Foram exportadas pelo terminal 3,9 milhões de toneladas do produto Mín.: 14° | Máx.: 25°

A frente fria avança pelo Sul do Brasil, mas com fraca atividade. Por isso, poucas mudanças nas condições do tempo no Paraná nesta terça-feira. As chuvas previstas novamente cobrem pequenas áreas do Estado, função principalmente de efeitos locais (como vales de rios e encostas de serras). As temperaturas continuam elevadas, com índices de umidade relativa mais baixos no noroeste paranaense. fonte: www.simepar.br

prpress@terra.com.br

PanoramaPolítico Pedro Washington

Romário, quem diria!

Submissão inaceitável

A postura surpreendente de Romário não fica por aí. O hoje deputado federal, assumindo o cargo com o mesmo empenho com que virou astro de primeira grandeza no futebol, aponta a submissão do governo e da CBF à exigências da Fifa como excrescência. A Fifa leva de R$ 3 a 4 bi. “Sem botar um tostão”. Se deixasse 10% para a educação já faria a diferença.

Copa restrita

Romário aponta ainda o “legado” dos jogos Panamericanos no Rio. A começar pelo gasto de R$ 4.5 bilhões, quando o orçamento inicial era de R$ 400 milhões. “Muita gente ganhou muito”, afirma ele. Agora na Copa, em que pelos preços, só a elite vai assistir nos estádios, classes C, D e E vão ver pela TV, quando muito, “ Copa será feita para a elite, políticos e empreiteiros”, diz ele. A entrevista é longa e aponta erros e rombos que a Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíadas (administradas pelos mesmos de sempre) irão provocar. Opinião de quem conhece os dois lados da moeda. Surpreendentemente, um Romário que confirma na Câmara, o craque que foi nos campos.

Absurdo

O dinheiro que sobra nas Copas falta nos 19 quilômetros da BR-116, a maior ligação entre os pólos mais importantes da economia do país. Estados do sudeste e do sul. A previsão de que esse verdadeiro “corredor da morte” só será concluído em 2015, cheira a absurdo. Se somados os volumes de carga que passam nesse trecho, num país que fez a opção pelo transporte rodoviário, 15 a 20% do PIB do país estariam contemplados. Administrar no Brasil, não é escolher prioridades.

Em choque

Português e matemática em prejuízo de outras matérias, esta é a questão. Uma discussão que promete ir longe e não chegar a lugar nenhum. Embora tenha muita lógica! Geografia hoje se aprende nos jornais, pelas guerras. EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

A movimentação geral do Corex – que soma a exportação de milho, soja e farelo de soja – foi de mais de 14,2 milhões de t nos dez meses deste ano

D

e janeiro a outubro, a movimentação de milho registrada pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) foi 81% maior do que a realizada no mesmo período de 2011. Foram exportadas pelo terminal 3,9 milhões de toneladas do produto, contra 2,1 milhões de toneladas nos primeiros dez meses de 2011. No mês de outubro, a exportação do milho mais que dobrou em relação ao ano passado. De pouco mais de 415 mil toneladas movimentadas em 2011, chegou a mais de 979 mil em 2012. Ou seja, 136% a mais. Foi o mês que registrou a maior movimentação de milho deste ano.

“Uma série de fatores contribuiu para essa alta na exportação do milho. Tivemos uma safra recorde nas lavouras do Paraná – a principal origem do grão que exportamos aqui. Além disso, a safra americana quebrou por causa da seca, o que favoreceu os produtores brasileiros, que obtiveram bons preços do produto no mercado internacional”, disse o diretor empresarial da Appa, Lourenço Fregonese. Considerando apenas o Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá, foram exportadas cerca de 2,9 milhões de toneladas de milho - 60% a mais que em 2011, quando o complexo movimentou pouco

mais de 1,8 milhão de toneladas do produto. A movimentação geral do Corex – que soma a exportação de milho, soja e farelo de soja – foi de mais de 14,2 milhões de toneladas nos dez meses deste ano. O aumento registrado pelo complexo é de 13% em relação a 2011, quando foram exportadas 12,6 milhões de toneladas de grãos. De acordo com Juliane Yagushi, técnica do Departamento de Economia Rural da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, neste ano, o Paraná colheu 16 milhões de toneladas de milho. Da primeira safra, quase 100% já está comer-

Empresa sai de incubadora com produto sustentável Depois de quase dois anos na Incubadora Tecnológica de Curitiba (Intec), a empresa Solbravo S/A conclui o período de permanência, graduada pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar). “A empresa ter passado esse período incubada nos deu segurança para fazer investimentos e desenvolver tecnologia e conhecimento sobre nossos produtos, principalmente do sistema de processo de gestão da empresa”, comentou Paulo Bastos Júnior, um dos sócios da Solbravo. A Solbravo é uma indústria de pesquisa, desenvolvimento e inovação em energia solar e sai da incubadora com novo produto. As telhas da linha SolGlaz, desen-

volvidas em polímeros plásticos e células fotovoltaicas de silício cristalino, transformam os telhados em fonte de sustentabilidade, sem a necessidade da instalação de painel para o aproveitamento da luz solar na geração de energia. Segundo ele, as vantagens oferecidas, como contar com espaço físico e condições materiais, foram decisivas para o crescimento e amadurecimento da empresa. “Conseguimos deslocar investimentos em desenvolvimento tecnológico, pois não conseguiríamos alugar um espaço como aquele da incubadora ao custo que tivemos”. Para o diretor-presidente do Tecpar, Júlio C. Felix, a graduação da cada empresa representa vi-

tória para todos os envolvidos no processo. “O papel da incubadora é ajudar, ao longo do tempo, a chegada ao mercado de empresas competitivas. Depois de passar esse tempo conosco, a Solbravo já está instalada em Pinhais, conduzida por empresários jovens, a exemplo de outras empresas que saíram da Intec para caminhar pelas próprias pernas com muito sucesso no mercado”, comentou Felix. Bastos Júnior explicou que foi importante para a empresa ter a “grife” Intec como apoiadora do projeto. “O conceito e ao respeito que a Intec desfruta no meio empresarial, junto a possíveis investidores e parceiros, nos auxiliou muito”.

Estado finaliza compra de 1.220 viaturas por R$ 122,5 milhões O governador Beto Richa confirmou ontem a compra de 1.220 novas viaturas para atender a área de segurança pública do Estado. No pregão realizado pela Secretaria da Administração e Previdência na semana passada o valor vencedor foi de R$ 122,5 milhões, 10,5% menor que a estimativa máxima prevista no edital, que era de R$ 137 milhões. “O investimento em infraestrutura e os novos equipamentos asseguram melhores condições de trabalho para os nossos policiais e mais segurança para a população. Este é mais um compromisso que estamos cumprindo”, afirmou Richa. Segundo o governador, a entrega das primeiras 200 viaturas acontecerá em, no máximo, 60 dias, após a assinatura do contrato. Outras 355 viaturas deverão ser entregues em até 90 dias; 70 viaturas em até 120 dias e as últimas 595 em até 180 dias. O Paraná não fazia nenhuma compra de viaturas para

Foto:ANPr

A surpresa nem sempre vem de onde se aguarda. De alguns, o que se espera, especialmente políticos eleitos à custa de muitas promessas, é o não dito, pelo dito. Surpreendente é virem afirmações positivas de personagens eleitos dos quais nada se esperava: pelo voto obrigatório, uma das excrescências da “democracia à brasileira” mas, como forma de protesto, houveram muitos. Dos que o colunista se lembra, o Cacareco, o índio Juruna (curiosamente casos ocorridos no Rio de Janeiro, moda que São Paulo começa a seguir), onde o bom humor do carioca, típico de quem vive sob o sol (difícil é ser bem humorado num clima de Curitiba), transforma coisas sérias como o voto, em piada. A surpresa vem de entrevista de um deputado do qual só se conhecia a sua intimidade com a bola de futebol. Como os “craques” costumam depois do sucesso dar vexames, Romário surpreende. A começar pelo fato de ser um dos mais assíduos deputados federais. Depois por marcar posições em defesa da educação, que afirma ele, ser o divisor de águas entre um povo que tudo aceita em matéria de corrupção e os políticos que não investem na educação por interesse pessoal: “povo ignorante é povo dominado”. As críticas acerbas que faz, atingem principalmente o esporte, área onde fez sucesso e fortuna mas, conhece o sub-mundo. É contra as imposições aceitas pelo Brasil para a construção de 12 arenas esportivas, quando o normal (ainda com prejuízos são 8). Estádios que, afora alguns de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas, Ceará, Pernambuco, Rio, Bahia, e até a Arena da Baixada (Curitiba), ainda terão utilidade. Como representante da Câmara, Romário enxerga erros e principalmente atrasos nas obras, algumas particulares, “absurdamente bancadas pelo governo” (Corinthians e Atlético). Sabe que o atraso será compensado por uma finalização a toque de caixa, “com direito a nenhuma fiscalização”. Dos “R$ 42 bi assumidos pela presidente Dilma em sua posse, como custo da Copa, já se chega a R$ 72 bi”, afirma Romário. Afirmações de quem conhece as malandragens do futebol agora travestido em fiscal da corrupção.

O governador Beto Richa confirmou a compra de 1.220 novas viaturas

a segurança pública neste volume desde 2007. A licitação para a compra dos veículos, que será finalizada nos próximos dias e aguarda apenas as medidas formais necessárias, abrange seis lotes, com especificações distintas de viaturas. A compra prevê a entrega de 150 veículos modelo sedan; 100 utilitários de 110 cv; 470 utilitários de 130 cv; 100 utilitários (4x4); 160 utilitários médios (4x4); e 240 picapes (4x4).

A aquisição de novas viaturas faz parte do planejamento do Programa Paraná Seguro, criado para reestruturar a área da Segurança Pública no Estado. No total, o programa prevê a compra de 3.600 novas viaturas. No mês de outubro, foram entregues 80 veículos.“O governo está fazendo um grande esforço para dotar as unidades de polícia de equipamentos adequados para o combate à criminalidade”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Cid Vasques.

cializado. Da segunda, quase 80%. Segundo a especialista, o Estado tem ainda cerca de 6 milhões de toneladas do produto disponíveis para o mercado externo. Portanto, a movimentação de milho deve seguir na mesma intensidade. “O Paraná ainda tem estoque e produção. O momento é propício: a safra norte-americana não mudou, o mercado continua firme. A expectativa é que a exportação do milho paranaense continue intensa até o final deste ano e no próximo”, afirma. Segundo a técnica do Deral, 10% da primeira safra 2012/2013 também está comercializada.

Curitiba é modelo de programa habitacional A participação da Prefeitura e da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) na implantação do programa Minha Casa, Minha Vida em Curitiba, na chamada faixa de interesse social, que beneficia famílias com renda de até R$ 3.275, já possibilitou o atendimento de 2.615 famílias nos últimos três anos. Nos próximos 18 meses, mais 6.197 famílias serão beneficiadas com as unidades que estão atualmente em obras. “É o resultado de uma parceria bem sucedida entre o município e o governo federal”, diz o prefeito Luciano Ducci. A parceria está formalizada em um termo de adesão firmado entre a Prefeitura e a União, com a participação da Cohab e da Caixa Econômica Federal, que prevê a execução de projetos de moradia popular com incentivos fiscais e construtivos do município. O primeiro termo de adesão entre as duas partes foi assinado em 2009, logo após o lançamento do programa federal, e revalidado no ano passado, quando foi instituído o chamado MCMV 2. As obras já entregues estão localizadas nos bairros do Sítio Cercado, Alto Boqueirão, Tatuquara, Cachoeira, Ganchinho, Santa Cândida e CIC, em 16 empreendimentos. Já as unidades em construção se espalham por seis bairros e estão distribuídas em 16 empreendimentos. A maior concentração de construções está no bairro do Ganchinho, com 2,5 unidades em execução. Os outros bairros são Tatuquara, Santa Cândida, Cachoeira, Campo de Santana e CIC. “A execução do programa Minha Casa, Minha Vida em Curitiba está funcionando bem porque existe uma boa articulação entre os vários níveis de governo”, explica o presidente da Cohab, Ibson Campos. Os recursos para as obras vêm do governo federal, por meio da Caixa. Cabe à Prefeitura e à Cohab identificar áreas que podem receber empreendimentos.


Geral/Estadual Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 20 de novembro de 2012 | A3

Aroldo MuráG.Haygert

CARTAS aroldo@cienciaefe.org.br

MÉDICO CURITIBANO LANÇARÁ EM ROMA LIVRO DE CIRURGIA Cícero Andrade Urban, oncologista, mastoespecialistas.” logista, professor de Medicina da |Universidade Positivo, anunciando para início de janeiro de MÉDICO CURITIBANO (2) 2013 do livro que ele e Mario Rietjens (Centro Cícero anuncia que haverá um web site apreEuropeu de Oncologia, Itália) lançarão, em Roma, sentando vídeos complementares de cirurgias pela européia Springers, especializada em livros ao vivo. médicos. E termina a correspondência dizendo: ’Es‘Oncoplastic and reconstructive breast surperamos que o livro será útil para circurgiões e gery” será vendido em livrarias universitárias colegas de todo o mundo, atuantes nesse campo em diversos países. médico. Estamos agradecidos (e em débito) com Em e.mail mandado para sua rede universal de todos os que trabalharam conosco nesse projeto. contatos, montada ao longo de suas conferências Mario Rietjjens: do Centro Esperamos contar com seu apoio para a divulgainternacionais freqüentes, Cícero Urban diz:”... Europeu de Oncologia. ção da obra em seu país”. o livro que eu e Rietjens organizamos tem vários Para lembrar: colaboradores de diferentes países. Será lançado em janeiro próximo. Cícero Urban e Mario Rietjens foram conferencistas do InternatioNa verdade, trabalhamos arduamente juntos, os mais importantes nasl Breast Oncoplastic Hands on Course Program, dias 21 e 22 de maio tópicos da oncoplástica e cirurgia reconstrutiva da mama, tudo muito deste ano, em Miami. O curso, com cirurgia aos vivo, foi destinado a cuidadosamente escrito por um experiente grupo internacional de cirurgiões dos Estados Unidos e América Latina.

FRUTOS DO MAR

O senador cearense Eunício Oliveira, ex-ministro, está sendo esperado para jantar festivo, em Curitiba, na próxima semana, por deputados que o querem homenagear. O prato de resistência será camarão ao bafo, à moda parnanguara. No dia seguinte, Eunício e seus anfitriões parlamentares deverão fazer um périplo por Paranaguá, roteiro histórico com algum tempo também agendado para conhecer o Porto de Paranaguá.

FAMILY DAY DA AKER...

Dia 25 de novembro, domingo, a Aker Solutions, que está no Brasil há cerca de 40 anos, vai promover uma interação diferente aos funcionários, o Family Day. No evento as famílias dos funcionários serão recebidas para conhecer a fábrica, que fica localizada na Cidade Industrial de Curitiba. A iniciativa tem como objetivo apresentar aos familiares a rotina de trabalho da empresa, para que tenham conhecimento sobre os produtos desenvolvidos pela Aker Solutions. Essa é mais uma ação realizada pela empresa para estreitar o relacionamento entre os funcionários.

... QUE EMPREGA 25 MIL PESSOAS

A Aker Solutions fornece produtos, sistemas e serviços para os clientes na indústria de óleo e gás em todo o mundo. O conhecimento e a tecnologia da companhia abrangem desde o reservatório até o campo de produção. Reúne engenharia e tecnologias para extração de óleo e gás, desenvolvimento e produção do campo. A empresa emprega cerca de 25 000 pessoas em mais de 30 países, que aplicam conhecimento, criam e utilizam tecnologias para entregar soluções aos clientes. A empresa é a controladora do grupo, que consiste em uma série de entidades jurídicas distintas. Aker Solutions é a marca comum e comercial para a maioria destas entidades. Em 2011, a Aker Solutions agregou receita anual de aproximadamente NOK 36,5 bilhões. A empresa está listada na Bolsa de Valores de Oslo.

VEJA A PRODUÇÃO DE MICHELLE CERJAT

Michelle de Cerjat: veja a produção dela...

Vocês se lembram da história da jornalista curitibana Michelle de Cerjat que a coluna deu meses atrás, e que repercutiu muito em redes sociais, a partir de Hélio Puglielli?. Ela é a jovem qualificadíssima, que não foi aceita sequer para teste numa emissora local de televisão porque não fizera um curso obrigatório da corporação (regra que admite exceção, mas no caso dela não valeu). Pois Michelle acabou,depois, pós graduada na maior academia de cinema e telejornalismo de NY, a New York Film Academy, da qual tornou-se professora substituta. Hoje trabalha regularmente na Big Apple em sites, um deles, o do New York Times e dá aulas. Uma espécie de filha para mim – assim como seus irmãos – Michelle me manda agora seu ‘showreel”. O endereço vai a seguir. Espero que o leitor curta o importante trabalho da jornalista, na versão em português (o original está em Inglês). Anote: http://www.youtube.com/watch?v=abkde7eINVk Muitas saudades! Mi.

OPINIÃO DE VALOR CLUBE CONCÓRDIA E CLUBE CURITIBANO

(por Zélia Maria Nascimento Sell, jornalista e pesquisadora)

No momento em que se unem dois dos mais tradicionais clubes de nossa cidade,um turbilhão de memórias vêm à nossa mente. Lembro como se fosse ontem o primeiro dia em que entramos no Clube Curitibano, no tradicional bairro Água Verde, onde minha mãe tinha suas A jornalista Zélia Maria Nascimento Sell raízes na bela Vila Entre Rios (hoje, infelizmente, demolida): era década de 60,e ela comprou , na Casa Mazer , lindos maiôs para para mim e minhas irmãs (ainda eram de tecido com “casinhas-deabelha”,não havia lycra ...)E eu não tive dúvidas:me atirei logo no poço da piscina, sendo “ resgatada “por uma amigo do meu irmão .Felizmente naquela época era assim: as famílias se conheciam e passavam momentos agradáveis em torno da piscina. Já nos anos 70, éramos nós, os jovens, que dominávamos a piscina ,com nossos gravadores de fitas-cassete e as equipes da tradicional “gincana”:

lembro quando a nossa “Cosa Nostra” venceu a “Les Paxás” pela primeira vez. Alguns integrantes (hoje empresários e até secretários de estado) devem se lembrar... No venha à vontade, recebemos o grande prêmio, um novo modelo de carro. Os “Venha à Vontade “ eram concorridos, mas melhores ainda eram os bailes com atrações internacionais, como Johnny Mathis e Demis Rousseau. Foi aí que o Clube Concórdia entrou em minha vida pela primeira vez, em um baile com meu futuro marido. Mas a festa do casamento ainda foi no Clube Curitibano e nossos filhos participaram de carnavais e festas infantis .Na década de 90 ganhei o prêmio literário “Pena de Prata” relembrando as gincanas dos anos 70 com o texto “E Éramos Todos Jovens”. Para alegria do meu sogro luterano, que já havia perdido dois filhos, nosso caçula ingressa aos 5 anos no folclore do Clube Concórdia,e se torna mais tarde um dos seus mais dedicados diretores,organizando festas típicas e mantendo as tradições do “mais antigo do Paraná”. Paralelamente, nossa filha mais velha tem sua festa de 15 anos no Clube Curitibano, mas a mais nova faz questão de debutar e ter sua festa no Clube Concórdia,com a célebre foto no espelho do Salão Azul. Acredito que tenha sido uma das últimas vezes em que o tradicional Grupo de Valsas Austríacas ,ensaiado carinhosamente pelo Sr.Joseph Kassmayer ,tenha se apresentado... Hoje, na união dos dois clubes que fizeram parte da ”nossa história”, um turbilhão de lembranças vêm à mente,e só podemos desejar: “Boa Sorte ”! Que muitas boas lembranças ainda estejam por vir!

NA TOCA DO COELHO (espaço de Antonio Carlos da Costa Coelho)

DOMINGOS, UM TIPO BRASILEIRO.

O Domingos, administrador de uma fazenda em Castro, é o típico homem do campo. Simplicidade misturada com uma esperteza ingênua. Atento a tudo que se passa. Pronto a fazer um comentário à sua moda. Não perde a oportunidade de ficar junto aos “homens bons” da cidade. Abraça político, artista e a todos os ilustres que por lá aparecem. Fotos que correm os bares, armazéns e lojas da redondeza. Domingos tem um currículo invejável. Para cada foto tem uma história a contar. Evento importante em Castro. Jaime Lerner estava presente. Cerimônia terminada o governador saiu apresado. Nem ficou para os festejos na Fazenda Capão Alto, onde se reuniram as mais ilustres personalidades do histórico município. Terminado o evento o governador saiu apressado. Não parou para comer os pasteizinhos, fritos na hora e servidos em quantidade. Pasteis quentinhos. Perfumados que só. O governador suspirou fundo sublimando o desejo e disse, tenho pressa. Não posso ficar. Domingos, homem que não perde eventos, estva atento. Não se conformou com a resignação do governador. Perguntou a um amigo próximo: Doutor Jaimis Lermes – assim mesmo, Jaimis Lermes – não vai comer uns pasterzinho? Não Domingos. O Jaime está com pressa. Nem acabou de ouvir a resposta Domingos já estava enchendo um cartucho com as delícias. Correu até o helicóptero, entregou-o ao governador. Tá fio, leva pra comê na viaje. ----------------------------------------------Domingos até os últimos dias estava decidido a votar na Maria Helena, candidata à prefeitura de Castro. Não escondia sua admiração por ela. Dizia que no “ carça caindo” não votava de jeito manera. Profetizava a derrota do infeliz por onde passava. Após o resultado da última pesquisa antes da eleição, Domingos balanceou. Não gosta de perder voto. Cabisbaixo, pensativo e um tanto decepcionado, já não sabia se votaria para Maria Helena. As pesquisas tinham sido favoráveis ao carça caindo. Comentou sua decepção com um amigo. Estava em dúvida. Perder o voto não era do seu gosto. Gabava-se por nunca ter perdido voto. Seu amigo, que também é amigo do candidato, não perdeu a oportunidade. Pediu ao carça caindo que telefonasse para o Domingos. Aquela conversa de sempre. Olá Domingos, como vai o amigo? E a família? A criançada... ah! que bom! Que Deus abençoe! Olha, conto com o teu voto e o da família no próximo domingo. Você sabe que pode contar comigo aqui na prefeitura. Domingos saiu do sufoco. Aliviou o aperto no coração. Votou no carça caindo. Não perdeu o voto.

Disponível na Livraria do Chain, rua General Carneiro, 441 Centro Também no Solar do Rosário, Rua Duque de Caxias, 4 - Centro e na Livrarias Curitiba. Ou ainda pelo telefone 041 8809-4144, falar com Hélio.

UFPR CONDENADA

Senhor jornalista: Importantíssima a vitória de Fernando Hintz Greca, professor do Departamento de Medicina da UFPR, contra os desmandos e arbitrariedades padecidas no interior da academia. Não foi o primeiro caso de assédio moral perpetrado por superiores contra subalternos dentro da UFPR, no entanto talvez tenha sido o primeiro a ser reconhecido judicialmente. Os entraves impostos pela administração, a omissão dos dirigentes, o silêncio dos colegas (“afinal, não foi comigo”, ao menos desta vez!), a dificuldade no colhimento de provas e a antevisão do penoso e demorado processo legal por parte do ofendido concorrem para que casos semelhantes de assédio moral não sejam apurados, infelizmente. Muitos docentes de excelente qualidade continuam adoecendo e, em casos extremos, sendo aposentados por motivo de saúde em decorrência das agressões morais contínuas e covardes sofridas no exercício do seu magistério por parte de seus superiores. Penso que a certeira decisão da magistrada em reconhecer o assédio moral contra o professor dentro da UFPR e penalizando-a exemplarmente é benéfico para a própria instituição e para a sociedade em geral. Creio que o Reitor Zaki Akel, professor de conduta ética e democrática incontestável, saberá tirar proveito positivo desse lamentável episódio, estando atento para que as relações de poder entre os membros da comunidade universitária se pautem pela higidez e correção ética e apurando com todo o rigor denúncias de agressões contra a dignidade dos professores e dos demais servidores da UFPR. José Luiz Maranhão, professor concursado da UFPR e aposentado (Departamento de Filosofia).

UFPR CONDENADA (2)

Senhor jornalista: Há algo de muito estranho, quando apenas um veículo de comunicação, o seu e em sua coluna, acolhe a carta de um professor que foi vítima de abuso moral por parte da Universidade Federal do Paraná. Centenária, a nossa UFPR foi apanhada em falta,pela justiça,que reconheceu a procedência das reclamações do professor de Medicina Fernando Hintz Greca. Mas lamento que apenas um veículo de comunicação – a sua coluna, como disse – registre tão lamentável fato. Afinal, não seria de se esperar que as seis emissoras de canais abertos de TV, as duas dezenas de emissoras de rádio e os jornais Tribuna do Paraná e Gazeta do Povo (os dois que têm existência diária na Capital) tratassem do assunto como matéria jornalística da maior importância? Ou eu, bom consumidor de informações jornalísticas, estou mesmo fora da realidade paranaense em que, dizem as más línguas, “o que realmente importa não é noticiado”? Fabrício Constante Hartmann, Ponta Grossa.

UFPR CONDENADA (3)

Prezado Professor Aroldo, Estou no exterior, mais precisamente na Austrália. Fico imensamente agradecido pela divulgacão que deu à minha carta. Muito obrigado, do fundo do coração. Fernando Hintz Greca, professor de Medicina, aposentado da UFPR .

“CURITIBA, 40 GRAUS”

Senhor jornalista: Foi-me elucidativa a crônica que a sua coluna apresentou, com análise do filme “Curitiba, 40 graus”. Acho que a fita tem qualidades, pode emplacar no mercado nacional. Só discordo de um aspecto da análise: não acho que o diretor trabalhou com a justiça com que deveria ter trabalhado a questão social. MARIA.S.KAMPMANN, Curitiba.

“CURITIBA, 40 GRAUS” (2)

Senhor jornalista: não sai ‘pleno’ da sala de exibição depois de ver ‘Curitiba, 40 Graus’, mas o filme tem grandes momentos. Trabalha bem a paisagem da cidade, por exemplo. De qualquer forma, há que valorizar trabalhos como esse. Antonio Marques Lago, Curitiba.

Concurso dará R$ 10 mil a jovem empreendedor Com o intuito de tação do projeto seestimular a criatilecionado poderá ser vidade e soluções feita em grupo. Para para novos negóse inscrever será necios, o Conselho de cessário “curtir” as Jovens Empresáfans pages do CJE e rios (CJE) da Asda agência Solution sociação Comercial Comunicação no Fado Paraná (ACP), cebook. em parceria com a Ao todo, dez Agência Fomento ideias serão seleciodo Paraná, Rede de nadas para a apreInvestidores Anjos sentação formada e Solution Comunipor empresários cação e Marketing de vários ramos de promove o concurso atividade. As duas “Minha Ideia Muda finalistas receberão o Mundo”. orientações relatiDe acordo com Henrique Domakoski, vas a mercado, loo coordenador do coordenador do CJE gomarca, plano de CJE, Henrique Docomunicação, além makoski, o concurso tende a in- da apresentação para um grupo de centivar e orientar jovens empre- investidores da Rede de Anjos do endedores a investirem em ideias Paraná. inovadores que possam agregar e O grande vencedor receberá o fortalecer um mercado cada vez prêmio/investimento de R$ 10 mil. mais competitivo, além de promo- As inscrições poderão ser efetuadas ver novos conceitos possíveis em entre os dias 13 de novembro e 10 sustentabilidade e responsabilida- de dezembro e o resultado com de social. as ideias validadas para votação Os participantes devem ser maio- sairá a partir de 17 de dezembro. res de idade e serão aceitas no má- As finais acontecem em janeiro. ximo três ideias por concorrente. O Mais Informações pelo site: www. cadastro é individual, mas a apresen- minhaideiamudaomundo.com.br


Especial Curitiba, terça-feira, 20 de novembro de 2012 | A4 | Indústria&Comércio

Turismo

NATAL NO COSTÃO

Lucinara Masiero

Ida&Volta

Júlio Zaruch juliozaruch@gmail.com

Um passeio de trator entre os vinhedos  Pacote de Natal do Costão do Santinho, de Florianópolos (SC) prevê quatro noites de hospedagem - de 19 a 26 de dezembro – ao preço a partir de R$ 2.408 por pessoa. Inclui festa de boas vindas, atividades esportivas, circo, show do ilusionista Issao e gincanas. Para as crianças, dia 22, o ressorto programhou o Show de Natal das Fadas; o dia seguinte será dedicado aos Contos de Fada, com a chegada de fadas e elfos, com as crianças atuando como personagens. Informações: costao.com.br.

Passeio de trator entre vinhedos dura 40 minutos

SETOR DE MOTÉIS EM ALTA

Segundo dados da Amopar (Associação dos Motéis do Paraná), em 2011 os motéis de Curitiba receberam um milhão de pessoas, responsáveis pelo faturamento de cerca de R$ 60 milhões, o que corresponde a 0,15% do PIB da capital. Para Francisco A. Noronha Filho, presidente da entidade, nos últimos anos, aos clientes habituais dos motéis somaram-se os turistas, principalmente executivos participantes de eventos. A previsão é de que o setor cresça em torno de 10% nos próximos anos. Curitiba a região contam com 30 motéis com cerca de 800 quartos, responsáveis por dois mil empregos diretos e indiretos. A Copa do Mundo de 2014 deve contribuir para o aumento do número de unidades. Segundo dados da consultoria Zeax – empresa que realiza estudos com foco em traçar e mensurar as características do mercado brasileiro de motéis – em 10 anos, no país, a expectativa é de um faturamento de R$15 bilhões/ano, contra os R$ 4 bilhões registrados atualmente pelos cinco mil motéis. O setor deve crescer a uma taxa média anual de 27%.

CARROS ANTIGOS NA PATAGÔNIA

Boa notícia para os amantes do automobilismo: a Argentina volta a realizar a competição Mil Millas Sport, que reúne veículos fabricados entre 1925 e 1981 e faz parte do calendário da Fiva (Federação Internacional de Veículos Antigos). A prova, a ser disputada entre 28 de novembro e 2 de dezembro, num percurso de 1.600 quilômetros entre San Carlos de Basriloche e Esquel, Villa La Angostura, vai reunir 150 carros, entre eles exemplares fabricados na Rússia, Inglaterra, Itália, França, Bélgica, Holanda, Estados Unidos, Uruguai, entre outros países. Informações: 1000millas.com.ar.

BRASILEIROS NA ITÁLIA

Quarta colocada em receitas turísticas e a quinta em número de chegadas internacionais, segundo dados da Organização Mundial do Turismo (OMT), a Itália espera fechar 2012 com o registro de 850 mil visitantes brasileiros. As previsões anteriores apontavam para 720 mil, mas foram revistas pela Enit (Agência Nacional Italiana de Turismo). O diretor da Enit para a América Latina, Salvatore Costanzo, destaca que “o bom momento da economia brasileira favorece o aumento do número de viagens ao exterior. “Devido aos cenários cinematográficos, além da cultura, gastronomia e rica história, a Itália integra a lista de desejos dos brasileiros no quesito viagem. Assim, quem vai pela primeira vez para a Europa sonha em incluir os destinos italianos no roteiro. Quem já visitou o continente, agora quer se concentrar em desbravar o interior do país”, diz ele.

PARA AGENTES DE VIAGENS

“Sucesso empresarial baseado na gestão de clientes – O gerenciamento do relacionamento com os clientes como a chave para o êxito do negócio, os produtos certos para os clientes certos”. É o longo nome do curso que a Abav-PR (associação de agentes de viagens) e o Icabav (instituto de certificação da entidadex, de âmbito nacional) promove no sábado 24/11 em Curitiba, das 9h às 12h e das 13h às 18h, na sede da entidade, travessa Nestor de Castro, 247, 1º andar. O ministrante será Matosalém de Freitas Junior, que vai abordar tópicos como modalidades de produtos e serviços trabalhados (lazer, corporativo, eventos); definição do perfil dos públicos-alvo para cada modalidade de produtos e serviços; processos de relacionamento que tangenciam os clientes; tomada de decisões sobre a base de conhecimento de clientes transformando os processos e as atividades das agências de viagens, entre outros. Informações: (41) 3223.3411.

NATAL EM BLUMENAU

Entre 23 de novembro e 6 de janeiro de 2013, uma das atrações de Blumenau será a Vila de Natal (Weihnachtsdorf), que está sendo montada no Parque Vila Germânica, tradicional cenário de Oktoberfest. A Weihnachtsdorf será iluminada por 400 mil lâmpadas e terá a Casa do Papai Noel e um jardim com bonecos articulados. Haverá também árvore natalina decorada, área com brinquedos infláveis e praça de alimentação, além de feira de artesanato com artigos natalinos, cinema em 3D e shows.

DIRETO BH-MIAMI

Desde a sexta-feira 16/11, a American Airlines está voando diariamente de Belo Horizonte (MG) para Miami. O anúncio da nova rota foi feito na semana passada pelo diretor da AA, Dilson Verçosa, em evento que reuniu autoridades e o trade turístico na capital mineira. A secretária-adjunta do Turismo de MG, Silvana Nascimento, destacou que o mercado norte americano é o principal emissor de turistas para Minas Gerais e o segundo para o Brasil.

O

passeio de trator entre os vinhedos, implantado recentemente pela Luiz Argenta Vinhos e Espumantes, da região de Altos Montes, em Flores da Cunha (RS), ganha, nos três primeiros meses do ano, período da vindima, um componente muito especial: o acompanhamento da colheita e do cuidadoso tratamento conferido aos cachos que, após as diversas etapas, são transformados em vinho. O tour, que conduz a belos cenários, pode ser desfrutado por pequenos grupos de turistas – de

cinco e 10 pessoas -, com paradas em meio aos 55 hectares de vinhedos que desenham colinas que emolduram a vinícola - uma propriedade de 140 hectares. A visita dura em média 40 minutos, apresentando uma sucessão de 16 variedades de videiras. Dependendo do dia e do horário, o visitante tem a companhia de ovelhas que em determinados períodos do ano ficam soltas próximos ao lago. Há, também, gansos e patos na lagoa, cavalos e pôneis na pequena fazenda do lugar.

Os grupos são conduzidos pelo técnico agrícola Zair Molon que explica o processo de cultivo das uvas, os cuidados adotados pela Luiz Argenta para obter uma matéria-prima diferenciada, capaz de resultar em vinhos e espumantes de qualidade, expressos em cerca de 180 mil garrafas/ano. Na sequência, há uma apresentação da história da empresa, do processo de elaboração dos vinhos e espumantes, encerrando com degustação. O custo por pessoa é de R$ 30. Informações: luizargenta.com.br ou (54) 3292.4477.

ViaGastronômica OS SUPER PREMIUM DA PASCUAL TOSO “Cada vinho que produzimos é um sonho meu realizado. Sonhei com cada um deles”. Enrico Toso, que faz a declaração, é da quarta geração da família, bisneto de Pascual, um italiano de Canale d”Alba, região de Piemonte, que aportou em fins dos anos 1880 em Mendoza, na Argentina, onde estabeleceu sua primeira bodega. Enrico

ergue a taça, contempla o líquido de cor rubi, sente o “nariz” do vinho e, com cerimônia e respeito, sorve um gole e sorri, satisfeito. Mais de um século depois, ao dar

sequência ao trabalho do bisavô, do avô e do pai, Enrico conferiu à vinícola argentina Pascual Toso um substancial “up grade” ao contratar, em 2001, um dos mais conceituados enólogos da atualidade, o norteamericano Paul Hobbs, produtor da Califórnia, como consultor para a criação de vinhos de qualidade Premium e Super Premium. E foi para apresentar ao mercado curitibano, a convite da importadora Vinoteca Brasil, dos sócios Luís Fernando Jativa Alban e Miguel A. Vallecilla, que Enrico Toso promoveu uma rodada de degustação de exemplares top de linha da Pascual Toso: os Reserva Cabernet Sauvignon, Malbec e Syrah e os Super Premium Finca Pedregal e Magdalena Toso. Este último, um corte de 90% de uva Malbec e 10% de Cabernet Sauvignon, é uma homenagem a uma valorosa mulher da família, a trisavó Magdalena, mãe de Pascual. Uma garrafa custa em torno de R$ 335. Com premiadíssimos rótulos, fabricante do primeiro vinho espumante na América do Sul pelo método tradicional e um dos três maiores produtores de espumantes na Argentina, a Pascual Toso lista em seu portfólio desde os

O produtor Enrique Toso e Miguel Vallecilla, da Vinoteca Brasil, em momento de degustação

vinhos mais básicos até os Alta Reserva, resultado de um carinhoso trabalho com as Cabernet Sauvignon, Malbec, Syrah, Merlot, Chardonay, Sauvignon Blanc, Torrontés e Pinot Noir, todos muito bem pontuados pelas diversas publicações especializadas. Os espumantes são quatro: Extra Toso Pinot Noir, Extra Toso Chardonnay, Toso Malbec Rosé e Toso Brut, cuja produção anual chega a 1,5 milhão de cai-

xas de 12 garrafas, compondo a base financeira da vinícola. Dos 400 hectares da bodega de Barrancas, em Maipu, cidade vizinha de Mendoza, a capital da província do mesmo nome, cujos dias quentes, noites frias, clima seco e um solo que abriga raízes profundas garantem um terroir especial, a produção da Pascual Toso viaja para mais de 40 países; é a primeira marca argentina na Rússia e no Japão.

UMA NOITE DEDICADA À PINOT NOIR Na disputa entre vinhos elaborados com a uva Pinot Noir de dois produtores do Mercosul, numa degustação às cegas promovida pela Adega Brasil Delicatessen & Eventos (rua Saldanha Marinho, 1487), os vencedores foram os participantes da noite de degustação, que tiveram o privilégio de conhecer e saborear dois rótulos da argentina Bodega Chacra, da Patagônia, e dois da chilena Casa Marin, com vinhedos em Lo Abarca, no Vale de San Antonio, apenas a quatro quilômetros da costa do Pacífico. A mediação da disputa foi do enólogo Alcioni Dümes, que dirige aquela unidade da Adega Brasil, para quem a Pinot Noir é “a grande dama das uvas”, delicada e de casca fina e que produz desde vinhos leves aos de grande estrutura, de longa guarda. Para Dümes, que traçou o perfil geográfico da uva, cuja origem remonta à Borgonha, há mais de dois mil anos, e hoje é cultivada com sucesso principalmente em países de clima frio, sem medo de errar, um Pinot Noir acompanha “tudo nada, tem penas ou voa”. A Pinor Noir continuou sendo a estrela da noite

tanto nos pratos, elaborados pela chef Ana Cláudia Spengler, como nas bebidas, selecionadas por Dümes. Estas – uma Cava Codorniu Pinot Noir Rosé, o tinto Casa Marin Cartagena Pinot Noir e o de sobremesa, o tunisiano Passun de Magon (Muscat de Alexandria) – harmonizaram, pela ordem, Camarões salteados com abacaxi e especiarias (cardamomo, cravo e canela) e tomilho, Confit ao molho de framboesa e vinho Pinot Noir com purê de batata roxa e Sorvete de creme com calda de vinho Pinot Noir com frutas vermelhas.

A SEMANA gastronômica começou já nesta segunda 19/11, em grande estilo, com a inauguração do restaurante Alfredo’s Gallery, na rua Silveira Peixoto, 765, Batel. É a filial brasileira da centenária Alfredo Alla Scrofa Roma, de culinária mediterrânea, que lista em seu cardápio o famosíssimo Fettuccine Alfredo.

para o jantar; passa a abrir para o almoço no domingo 25.

OS EMPRESÁRIOS Marcelo Belotti e Francisco Urban comemoram nesta terça 20/11 os cinco anos de sucesso da Petiscaria do Victor, em Santa Felicidade (av. Manoel Ribas, 6995).

NAS TRÊS RODADAS que faltam para o término do Campeonato Brasileiro de Futebol, às quartas-feiras e aos domingos, das 16h à meianoite, a comemoração dos gols é feita com chope em dobro no bar Stella Artois, no térreo do Pestana Curitiba Hotel. Pela promoção, chamada “Tá combinado?”, quem compra um chope recebe outro como cortesia.

A REDE OUTBACK Steakhouse começa a operar nesta terça 20/11, no Park Shopping Barigui, a sua segunda unidade em Curitiba (a primeira está no shopping Curitiba) e a 40ª no Brasil, com presença em 19 cidades de 11 estados. Vai ocupar uma área de 600 m², onde poderão ser servidas 220 pessoas ao mesmo tempo. Nos primeiros cinco dias atenderá apenas

O PISO TOP MUELLER é o novo endereço da Adega Brasil, que ali inaugurou na segunda-feira 12/11 sua nova loja, com 60 m², especializada em bebidas nacionais e importadas.

AS FRANQUIAS do Fran’s Café de Curitiba (Batel e Park Shopping Barigui) passam a vender a recém-lançada linha premium de café em pó da marca, em embalagens de 500 gramas.


Economia Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 20 de novembro de 2012 | A5

comércio

joca.sev@hotmail.com

Mercado de carros usados registra leve recuperação Resultado positivo acontece após fechamento de cerca de 4,5 mil lojas no país Após primeiro semestre de perdas, induzidas pela redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros novos e pela restrição ao crédito, o setor de carros usados teve leve recuperação no segundo semestre, aponta a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto). As perdas do primeiro semestre levaram cerca de 4,5 mil lojas em todo o Brasil a fecharem as portas, segundo estimativa da Fenauto. Foi o que ocorreu com duas das três lojas de Celso Sidnei de Abreu, empresário do ramo há sete anos. “Foi um ano duro. Juntou a redução do IPI, as dificuldades da economia e complicou tudo”, avalia. Segundo a federação, o Brasil tem 40 mil lojas de revenda de carros usados, que empregam 240 mil pessoas diretamente. A queda nas vendas chegou a 12,1% nos primeiros cinco meses do ano, na comparação com igual período de 2011. Agora, os modelos com mais de três anos registram queda de cerca de 10%, no acumulado de janeiro a outubro. No entanto, os modelos mais novos, com menos de três anos, apresentam alta de 2,8%, no mesmo período. “Depois de um início muito difícil, dada a dificuldade para aprovação de crédito, começamos a recuperar. Em torno de 15% das fichas de financiamento eram aprovadas. Agora já estamos atingindo uma meta de 30% a 35%”, apontou Ilídio Gonçalves dos Santos, presidente da Fenauto. Ele destaca

Chamar alguém de maloqueiro sempre foi ofensa das graves. No Paraguai quando se diz que a situação está um quilombo significa o caos. Tanto uma como outra expressão traduz desordem, sujeira, etc.. Tem sido assim que indígenas e negros são retribuídos, no dia a dia, pela inestimável contribuição no caldeirão étnico. Pois é, a pajelança que “ongueiros” oportunistas vêm fazendo no sentido de que sejam devolvidas as terras dos ancestrais negros (quilombolas) e dos brasileiros nativos (índios), acaba de sofrer um duro golpe. Esses quilombolas e índios até querem terras, especialmente se puderem comercializar a madeira nela existentes e/ou arrendar para terceiros fazer agricultura moderna. Mas índio já não quer mais apitos e miçangas. Índio agora quer casa de alvenaria, com banheiro interno, chuveiro de água quente, transporte, assistência médica, emprego e, por que não, bolsa família. A reserva indígena, nesse caso, deveria ser demarcada junto aos centros urbanos, pois em muito facilitaria as coisas.

O Brasil tem 40 mil lojas de revenda de carros usados, que empregam 240 mil pessoas diretamente

que 70% das vendas do setor são financiadas. “Existe crédito, mas o aumento da inadimplência fez com que os bancos adotassem critérios mais seletivos”, avaliou. O preço oferecido para quem pretende vender um carro usado ficou de 20% a 25% menor, segundo lojistas entrevistados pela Agência Brasil. “Quando envolve troca de veículo, a perda é um pouco menor”, aponta Armando Monteiro, gerente de uma loja de revenda na zona sul de São Paulo. Na compra de carro usado, a desvalorização é de 10% a 15%, informou o gerente. A queda no preço agradou ao bombeiro Valner Machado, 30 anos. “Mesmo com a redução do IPI, para mim não é vantagem pegar um carro zero. Com o mesmo valor e sem entrar em financiamento, fico com um carro seminovo, mas completo. O custo benefício é melhor”, avalia. Ele pretende

(Copom) do BC, marcada para os dias 27 e 28 deste mês. A previsão é a manutenção da taxa básica no atual patamar, 7,25% ao ano. Para 2013, a expectativa também é de manutenção da Selic. A pesquisa do BC também traz estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe), mantida em 4,73%, este ano, e em 4,85%, em 2013. A estimativa para o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) foi ajustada de 7,81% para 7,7%, em 2012, e de 5,16% para 5,17%, em 2013. Para o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), a projeção passou de 7,6% para 7,57%, este ano, e de 5,17% para 5,16%, em 2013. A estimativa dos analistas para os preços administrados foi mantida em 3,5%, neste ano, e ajustada de 3,4% para 3,3%, em 2013.

Analistas reduzem projeção de crescimento econômico Analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) reduziram a projeção para o crescimento da economia, este ano. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, este ano, caiu de 1,54% para 1,52%. Para 2013, também houve redução, de 4% para 3,96%. Para a produção industrial, a projeção de queda neste ano passou de 2,32% para 2,39%. Em 2013, a expectativa é que haverá recuperação, com retorno ao crescimento. A estimativa de expansão passou de 4,1% para 4,15%. A projeção para a cotação do dólar foi ajustada de R$ 2,02 para R$ 2,03, este ano, e de R$ 2,01 para R$ 2,02, em 2013. A previsão para o superávit comercial (saldo

FIM DE INDIO MALOQUEIRO

Marcelo Camargo/ABr

Projeção de analistas para inflação oficial em 2012 e 2013 fica praticamente estável A projeção de analistas do mercado financeiro para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), este ano, passou de 5,46% para 5,45%. A estimativa para 2013 também ficou praticamente estável, ao passar de 5,4% para 5,39%. A informação consta do boletim Focus, pesquisa semanal feita pelo Banco Central (BC) com instituições financeiras. As estimativas para a inflação estão acima do centro da meta de 4,5%, mas abaixo do limite superior de 6,5%. Cabe ao Banco Central manter a inflação sob controle. Um dos instrumentos usados pelo BC para controlar a inflação e o nível de atividade é a taxa básica de juros, a Selic. Os analistas mantiveram a expectativa de que o processo de redução da Selic será interrompido, na última reunião do ano do Comitê de Política Monetária

JoaquimSeverino

positivo de exportações menos importações) foi alterada de US$ 18,9 bilhões para US$ 19,2 bilhões, este ano, e de US$ 15,43 bilhões para US$ 15,52 bilhões em 2013. A estimativa para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB foi mantida em 35,2%, este ano, e em 34%, em 2013. Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), houve ajuste na projeção de US$ 55 bilhões para US$ 54,6 bilhões, este ano, e de US$ 66,32 bilhões para US$ 65 bilhões, em 2013. A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) foi mantida em US$ 60 bilhões, tanto para este ano quanto para 2013.

comprar um veículo usado à vista. “Juntei dinheiro o ano inteiro, agora entram o décimo terceiro, férias e extras. Além disso, pretendo pegar um bom desconto”, apontou. Para o presidente da Associação de Veículos Automotores no Estado de São Paulo (Assovesp), George Chahade, a restrição de crédito foi a principal responsável pela crise no setor. “De todos os problemas que podemos levantar, como redução do IPI, questões econômicas e diminuição do crédito, a maior parte se deve à menor aprovação de financiamentos. É certo que a procura diminuiu, mas poderia ter se mantido em um patamar razoável se o crédito fosse mais fácil”, declarou. De acordo com a federação, no entanto, o setor também sentiu os impactos da redução do IPI, já que o preço dos carros usados tem como referência o valor do ve-

ículo novo. “Os estoques estavam elevados com carros em um preço alto. Esse problema durou até junho, porque os lojistas tiveram que vender com preço abaixo do que tinham pago. Foi aí que houve perda de capital”, apontou. Com a retomada das vendas e a estabilização do preço dos carros usados, Ilídio Santos acredita que o mercado está em equilíbrio e não deve apresentar grandes alterações, mesmo com a volta do IPI para carros novos, prevista para dezembro. “Não deve mudar muita coisa. O mercado vai levar um tempo para recuperar as perdas, assim como vai demorar para o preço do usado voltar ao patamar anterior”, aponta. Para o lojista Celso Sidnei de Abreu, a conta é simples: “se estamos vendendo pouco com esse preço, se aumentar é que não vende”, declarou.

Longe de ironias, pesquisa insuspeita realizada pelo Instituto Data Folha por solicitação da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária e comentada na revista VEJA, revela o que de há muito já era sobejamente sabido, inclusive por donos de ONGs e religiosos marxistas, relutantes de carteirinha em aceitar a realidade, pois sem a causa perde-se a bandeira. Diz-se que o maior dos equívocos é alguém querer saber o que é melhor para o outro. A mencionada pesquisa, respondida pelos próprios índios, dispensa a intermediação dos mercadores de sonhos. No começo o maior dos males era o êxodo rural, pois o migrante era um estorvo, um concorrente a mais em emprego, infra-estrutura, etc. Semelhantemente ao princípio de que matando o boi acaba-se com o carrapato, o tema do êxodo já está resolvido em grande parte pois já quase não existe mais gente no campo para migrar. A novidade agora é o êxodo dos indígenas. “Há quatro anos, 12.500 índios viviam na periferia de Manaus. Hoje, estima-se que mais de 30.000 vivam apinhados em construções precárias na cidade”. Dentre as muitas constatações da pesquisa referida, três em especial chamam a atenção. Primeiro, as famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família chegam a 64%; segundo, o acesso a serviços de saúde é citado como o maior dos problemas dos entrevistados (30%) seguido da falta de emprego (30%) e, terceiro, a profissão mais cobiçada dentre os indígenas é professor (195) seguido de enfermeiro (7%). Conclusões precipitadas poderiam levar a crer que a solução do “problema” está escancarada. É só formar índios como professor para a educação, enfermeiros para a saúde e contratá-los nas próprias comunidades (emprego). Mas como diria o velho Valentin: “em lagoa que tem piranha jacaré nada de costa”. O perigo é o de que a saudosa maloca vire um quilombo e o “fuzuê” se estabeleça. Joaquim Severino – Diretor Presidente da empresa Agrária Engenharia e Consultoria S/A e Professor de Política Agrícola da Universidade Federal do Paraná (1973/2010) - escreve nesta coluna desde 1992.

Usado para reajustar aluguéis, IGP-M tem deflação de 0,16% na 2ª prévia de novembro O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou queda de 0,16% na segunda prévia do mês de novembro. No mesmo período de coleta de preços, no mês de outubro, o índice teve variação positiva, de 0,15%, conforme boletim divulgado nesta segunda-feira (19/11) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O IGP-M é usado como referência para reajustar contratos de aluguel. De acordo com a FGV, a queda do indicador na segunda medição de novembro foi puxada pela deflação dos preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que contribui com 60% na composição do IGP-M. O IPA passou de 0,01% para -0,35%. A maior variação negativa foi registrada no item bens finais, de 0,46% para -0,68%, em que o subgrupo alimentos processados apresentou a maior contribuição, com a taxa passando de 1,82% para -1,09%. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), cuja contribuição

para a composição do IGP-M é 30%, registrou variação de 0,23%, ante a alta de 0,52% no mesmo período de outubro. A principal contribuição para a redução da taxa veio do grupo alimentação, cujos preços no varejo passaram de 0,94% para -0,09%. Ainda no IPC, houve alta nas taxa do grupos transportes (de 0,11% para 0,37%), influenciada pela alta dos preços da gasolina, de 0,07% para 1,63%. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que contribui com 10% na formação final do IGP-M, apresentou variação de 0,17% na segunda prévia de novembro, ante a taxa de 0,21% registrada no mesmo período de outubro. A contribuição para o resultado, segundo a FGV, veio do item materiais, equipamentos e serviços, cujo índice ficou em 0,24%, depois da alta de 0,42% verificada na segunda medição do IGP-M em outubro. O item mão de obra registrou taxa de 0,11%, a mesma da segunda prévia do índice no mês anterior.

Presidenta Dilma defende austeridade e crescimento para superar crise europeia Em visita à Espanha, país que passa por intensa crise econômica, a presidenta Dilma Rousseff defendeu nesta segunda-feira (19/11) a combinação de austeridade e crescimento como caminho para superar os desafios impostos pela crise. Segundo Dilma, o Brasil se coloca em uma atitude de cooperação com a Europa. “Tenho convicção de que é fundamental esse caminho de crescimento para a Europa, para evitar a face mais negra da crise que é o desemprego, o aumento da desigualdade e, francamente, acredito que esforços estão sendo feitos nesse sentido. Espero que os países do mundo ibérico tenham a oportunidade de uma flexibilização maior na forma de encami-

nhar a crise. Isso significa crescer e, ao mesmo tempo, construir as condições de ajuste no médio e longo prazos”, disse em entrevista à imprensa, após reunião com o primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, em Madri. “Acredito que a Europa tem todas as condições de sair da crise e espero que não se adotem políticas pouco pragmáticas. O pragmatismo é uma forma muito eficaz quando se trata de encarar uma crise dessa dimensão”, acrescentou Dilma. A presidenta disse não ter a pretensão de apontar uma receita de solução à Espanha, mas fez observações baseadas na experiência de ajuste fiscal vivida pelo Brasil no passado, sob imposição do Fundo Monetário Internacional (FMI).


Empreendedorismo Curitiba, terça-feira, 20 de novembro de 2012 | A6 | Indústria&Comércio

Paraná realiza o maior evento para profissionais de TI

Prudentópolis

Pequenas empresas impulsionam turismo Agentes, operadores e representantes conferem capacitação in loco

Painéis, conversas, debates e cases marcam encontro, dias 22 e 23, em Curitiba

O tema inovação é o grande destaque desta edição do Paraná TIC, maior evento de tecnologia de informação do Estado, que acontece nos dias 22 e 23 de novembro, em Curitiba, na sede do Sebrae/PR. O encontro reunirá alguns dos principais nomes do setor e estima receber mais de 300 participantes. O simpósio é uma parceria entre a Assespro-Paraná - entidade que representa mais de 200 empresas do setor de Tecnologia da Informação, Software e Telecom no Estado - e o Sebrae/PR. O objetivo é prover subsídios para a área por meio de um fórum específico de inovação voltada para TIC e líderes de Arranjos Produtivos Locais (APL), empresários da área, gestores públicos e privados e todo o público que se interessar por novas tecnologias e empreendedorismo, a fim de debater, planejar, construir e fortalecer um setor de referência para o Brasil e para o mundo. No primeiro dia serão apresentadas três palestras e dois painéis e os temas são ‘as startups’ com Bel Pesce, empreendedora na empresa Lemon e autora do best-seller A Menina do Vale; ‘Cloud, Mobilidade social e Informação’, com Cassio Drayfus, vice-presidente da Gartner Research e ‘Norma ISO 29.110’, com Gisele Villas Boas, coordenadora de qualidade e normalização Rio Soft. Os painéis serão sobre tendências e a importância da inovação para o setor de tecnologia da informação. No segundo dia do encontro, o foco volta-se a temas como a importância, organização e análise de dados para uma Smart Cities, além da ‘comunicação no exercício da cidadania’, com a palestra da diretora de comunicação e relacionamento do GRPCOM, Milena Seabra, ‘economia criativa, os acertos e erros na construção de uma startup no Brasil’ e ainda uma exposição da diretora de tecnologia da New Media Developers, Martha Gabriel. No período da tarde, acontece o principal painel do evento sobre a importância da consolidação de uma governança estadual de TI. Participarão desse debate Alípio Leal, secretário de Ciência e Tecnologia do estado; Julio Cezar Agostini, diretor de Operações do Sebrae/PR; Sergio Yamada, presidente da Assespro-Paraná e Emerson Cechin, coordenador do programa estadual de TI e Software do Sebrae/PR. Para Yamada, é fundamental a participação de gestores nesse momento do Paraná TIC, para que haja um debate aprofundado entre as lideranças da área de TI e o governo local. “É importante que exista esse encontro entre as partes para demonstrarmos a força do setor e a sua disponibilidade para atuar estrategicamente tornando-o uma referência neste segmento”, declara. “O Paraná TIC mostra duas faces importantes: um enfoque nacional das coisas que estão sendo feitas no Estado e, por outro lado, as experiências e inovações para os associados, que podem enxergar oportunidades para seus negócios, como nas palestras sobre o ISO 29.110, que foca qualidade e engenharia de software. Ou ainda buscar junto aos palestrantes as tendências mundiais na área,” afirma Siro Canabarro, vice-presidente de Comunicação e Marketing da Assespro-Paraná. As inscrições podem ser feitas diretamente no site paranatic. com.br, onde consta, também, a programação completa dos dois dias. “O evento é consequência do bom trabalho que a AssesproParaná tem realizado nos últimos anos, o Paraná TIC demonstra a maturidade do nosso setor”, finaliza Yamada.

P

rudentópolis é um pedaço da Ucrânia no Brasil. Dos seus quase 50 mil habitantes, 80% são descendentes de colonizadores que preservam na culinária e nos costumes as tradições do país de seus antepassados. O município, a 203 quilômetros de Curitiba, está localizado entre o segundo e terceiro planaltos. Possui diversas serras e cachoeiras, proporcionando experiências únicas em turismo, focadas em belezas naturais e atra-

O Paraná TIC 2012 conta com o patrocínio da Microsoft, Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (CELEPAR), IBM e Instituto Curitiba Informática (ICI). Tem o apoio do ICities e da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI) e promoção do Grupo GRPCOM.

tivos culturais. Com 106 anos de existência, Prudentópolis é o terceiro município em extensão do Paraná, com relevo acidentado e rico em hidrografia. Ao todo são 52 cachoeiras catalogadas. A economia do município é basicamente agrícola. A maior renda está na fumicultura e, em seguida, vem a produção de feijão preto. Prudentópolis é o maior produtor de feijão preto do Brasil. Setenta por cento da população vivem na zona rural

e quase 9 mil famílias produzem o feijão preto por meio da agricultura familiar. As micro e pequenas empresas estão presentes em todas as áreas de desenvolvimento do turismo, atividade que Prudentópolis tem investido para ser grande geradora de renda. “A força do turismo está nos empreendedores e empresários de micro e pequeno porte. É pelas mãos dos empreendedores que as coisas estão acontecendo”, diz o vice-presidente da Cooptur, Márcio

VERITY PARTICIPAÇÕES S.A. CURITIBA - PR. CNPJ Nº. 06.299.688/0001-39

Canto de Miranda. A afirmação do dirigente da Cooptur pode ser conferida, no início de novembro, por um grupo de agentes, operadores e representantes da imprensa que participaram de um famtour, organizado em parceria com o Sebrae/PR. A proposta era mostrar ao grupo, durante dois dias de visitas técnicas, a vocação de Prudentópolis, que pertence a uma região turística conhecida como Terra dos Pinheirais.

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO

(+/-) Resultado Financeiro (=) LUCRO OU PREJUÍZO OPERACIONAL SENHORES ACIONISTAS: De acôrdo com as disposições legais e estatutárias, temos a satisfação de submeter a Vs.Sas. as Demonstrações (+) Outras Receitas Financeiras relativas ao Exercício Findo em 31.12.2009. Colocamo-nos a disposição dos Senhores Acionistas para quaisquer outros (-) Outras despesas esclarecimentos que se fizerem necessários. "A DIRETORIA" (=) LUCRO OU PREJUÍZO DO EXERCÍCIO Curitiba, 01 de outubro de 2012.

BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009.

CIRCULANTE DISPONIVEL Caixa Banco Hsbc do Brasil S/A Irrf a compensar NÃO CIRCULANTE Adto para futuro aum de capital Investimentos TOTAL DO ATIVO

31.12.2009

31.12.2008

12.155 12.155 7.047 2.620 2.488

4.831 4.831 56 2.363 2.411

4.323.162 2.802.459 1.520.703

3.985.622 2.690.100 1.295.522

4.335.317

3.990.452

PASSIVO

HISTORICO Saldo em 31.12.08 Integralização de Capital Distribuição de Lucros Resultado do Exercício Saldo em 31.12.09

CAPITAL SOCIAL A INTEGRALIZAR

PATRIMÔNIO LIQUIDO Capital Social Adto para futuro aum de capital Lucros Acumulados

TOTAL DO PASSIVO

ADTO FUT. AUM CAPITAL

REDERVAS LEGAIS E AÇÕES EM TESOURARIA

173 173 607.987 (263.295) 344.865

(394.707) (394.707)

31.12.2008

4.335.317 946.583 3.385.638 3.097

3.990.452 946.583 3.385.638 (341.768)

Fluxos de caixa das atividades operacionais Lucro Líquido do Exercício Ajustes para a reconciliação do lucro líquido do exercício com a geração de caixa das atividades operacionais

3.990.452

Redução (aumento) dos ativos Aumento do Ativo Aumento (redução) dos passivos

4.335.317

REDERVA DE SUBV. INC.FISCAIS

31.12.2009

31.12.2009

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES PATRIMONIAIS CAPITAL SOCIAL

31.12.2008

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO

31.12.2009

344.865

(337.617) 7.248 -

Caixa líquido gerado pelas atividades operacionais

LUCRO E/OU PREJUIZO

946.583

3.385.638

(341.768)

946.583

3.385.638

344.865 3.097

PATRIMONIO LIQUIDO 3.990.452 0 0 344.865 4.335.317

NOTAS EXPLICATIVAS

Fluxos de caixa das atividades de investimento Caixa líquido gerado pelas atividades de investimento

-

Fluxos de caixa das atividades de financiamento

-

Caixa líquido gerado pelas

As Demonstrações Financeiras foram eleboradas conforme disposições contidas na Lei das Sociedades Anônimas e alterações posteriores; atividades de financiamento As Receitas e as Despesas foram escrituradas pelo regime de competência; Total dos Efeitos no caixa e equivalentes a caixa O Capital Social está representado por 94.658.278 ações Ordinárias de valor nomimal de R$ 0,01 cada uma; Todos os valores aqui demonstrados estão expresso em R$ (Reais). Saldo inicial de caixa e equivalentes a caixa DONATO GULIN Diretor Presidente

PATRICIA GULIN NAREZI Diretora Vice-Presidente

CARLOS FREDERICO GULIN Diretor Administrativo

LUIZ HENRIQUE VRIESMAN CONTADOR - CRC. PR-032386/O-7

VERITY PARTICIPAÇÕES S.A. CURITIBA - PR. CNPJ Nº. 06.299.688/0001-39

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO 31.12.2010

31.12.2009

5 5 15.941 (271) 15.675

173 173 607.987 (263.295) 344.865

(+/-) Resultado Financeiro (=) LUCRO OU PREJUÍZO OPERACIONAL SENHORES ACIONISTAS: De acôrdo com as disposições legais e estatutárias, temos a satisfação de submeter a Vs.Sas. as Demonstrações (+) Outras Receitas Financeiras relativas ao Exercício Findo em 31.12.2010. Colocamo-nos a disposição dos Senhores Acionistas para quaisquer outros (-) Outras despesas esclarecimentos que se fizerem necessários. "A DIRETORIA" (=) LUCRO OU PREJUÍZO DO EXERCÍCIO Curitiba, 01 de outubro de 2012.

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

BALANÇO PATRIMONIAL CIRCULANTE DISPONIVEL Caixa Banco Hsbc do Brasil S/A Irrf a compensar NÃO CIRCULANTE Adto para futuro aum de capital Investimentos TOTAL DO ATIVO

31.12.2010

31.12.2009

11.888 11.888 6.775 2.625 2.488

12.155 12.155 7.047 2.620 2.488

4.339.104 2.802.459 1.536.645

4.323.162 2.802.459 1.520.703

4.350.992

4.335.317

PASSIVO PATRIMÔNIO LIQUIDO Capital Social Adto para futuro aum de capital Lucros Acumulados

TOTAL DO PASSIVO

31.12.2010

31.12.2009

4.350.992 946.583 3.385.637 18.772

4.335.317 946.583 3.385.638 3.097

4.350.992

4.335.317

HISTORICO Saldo em 31.12.09 Integralização de Capital Distribuição de Lucros Resultado do Exercício Saldo em 31.12.10

CAPITAL SOCIAL

ADTO FUT. AUM CAPITAL

946.583

946.583

REDERVAS LEGAIS E AÇÕES EM TESOURARIA

REDERVA DE SUBV. INC.FISCAIS

LUCRO E/OU PREJUIZO

3.385.638

3.097

3.385.638

15.675 18.772

31.12.2010 Fluxos de caixa das atividades operacionais Lucro Líquido do Exercício Ajustes para a reconciliação do lucro líquido do exercício com a geração de caixa das atividades operacionais

15.675

Redução (aumento) dos ativos Aumento do Ativo Aumento (redução) dos passivos

(15.942) -

Caixa líquido gerado pelas atividades operacionais

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES PATRIMONIAIS CAPITAL SOCIAL A INTEGRALIZAR

7.248 2.419 9.667 7.248

Saldo final de caixa e equivalentes a caixa Variação no caixa e equivalentes a caixa

BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010.

ATIVO

-

PATRIMONIO LIQUIDO 4.335.317 0 0 15.675 4.350.992

NOTAS EXPLICATIVAS

(267) -

Fluxos de caixa das atividades de investimento

-

Caixa líquido gerado pelas atividades de investimento

-

Fluxos de caixa das atividades de financiamento

-

Caixa líquido gerado pelas atividades de financiamento

-

As Demonstrações Financeiras foram eleboradas conforme disposições contidas na Lei das Sociedades Anônimas e alterações posteriores; As Receitas e as Despesas foram escrituradas pelo regime de competência; Total dos Efeitos no caixa e equivalentes a caixa O Capital Social está representado por 94.658.278 ações Ordinárias de valor nomimal de R$ 0,01 cada uma; Saldo inicial de caixa e equivalentes a caixa Todos os valores aqui demonstrados estão expresso em R$ (Reais). DONATO GULIN Diretor Presidente

PATRICIA GULIN NAREZI Diretora Vice-Presidente

CARLOS FREDERICO GULIN Diretor Administrativo

LUIZ HENRIQUE VRIESMAN CONTADOR - CRC. PR-032386/O-7

VERITY PARTICIPAÇÕES S.A. CURITIBA - PR. CNPJ Nº. 06.299.688/0001-39

Saldo final de caixa e equivalentes a caixa Variação no caixa e equivalentes a caixa

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO 31.12.2011

31.12.2010

(59) (59) 178.656 0 178.597

5 5 15.941 (271) 15.675

(+/-) Resultado Financeiro (=) LUCRO OU PREJUÍZO OPERACIONAL SENHORES ACIONISTAS: De acôrdo com as disposições legais e estatutárias, temos a satisfação de submeter a Vs.Sas. as Demonstrações (+) Outras Receitas Financeiras relativas ao Exercício Findo em 31.12.2011. Colocamo-nos a disposição dos Senhores Acionistas para quaisquer outros (-) Outras despesas esclarecimentos que se fizerem necessários. "A DIRETORIA" (=) LUCRO OU PREJUÍZO DO EXERCÍCIO Curitiba, 01 de outubro de 2012.

BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011.

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO

31.12.2011

31.12.2010

11.829 11.829 6.775 2.566 2.488

11.888 11.888 6.775 2.625 2.488

NÃO CIRCULANTE Adto para futuro aum de capital Investimentos

4.408.831 2.802.459 1.606.372

4.339.104 2.802.459 1.536.645

TOTAL DO ATIVO

4.420.660

4.350.992

CIRCULANTE DISPONIVEL Caixa Banco Hsbc do Brasil S/A Irrf a compensar

PASSIVO PATRIMÔNIO LIQUIDO Capital Social Adto para futuro aum de capital Lucros Acumulados

TOTAL DO PASSIVO

31.12.2011

31.12.2010

4.420.660 946.583 3.385.637 88.440

4.350.992 946.583 3.385.638 18.772

4.420.660

4.350.992

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES PATRIMONIAIS HISTORICO Saldo em 31.12.10 Integralização de Capital Distribuição de Lucros Resultado do Exercício Saldo em 31.12.11

CAPITAL SOCIAL

CAPITAL SOCIAL A INTEGRALIZAR

946.583

946.583

ADTO FUT. AUM CAPITAL

REDERVAS LEGAIS E AÇÕES EM TESOURARIA

REDERVA DE SUBV. INC.FISCAIS

LUCRO E/OU PREJUIZO

3.385.638

18.772

3.385.638

(108.929) 178.597 88.440

PATRIMONIO LIQUIDO 4.350.992 0 (108.929) 178.597 4.420.660

NOTAS EXPLICATIVAS

31.12.2011 Fluxos de caixa das atividades operacionais Lucro Líquido do Exercício Ajustes para a reconciliação do lucro líquido do exercício com a geração de caixa das atividades operacionais Redução (aumento) dos ativos Aumento do Ativo Aumento (redução) dos passivos Caixa líquido gerado pelas atividades operacionais Lucros Distribuídos Fluxos de caixa das atividades de investimento Caixa líquido gerado pelas atividades de investimento

PATRICIA GULIN NAREZI Diretora Vice-Presidente

CARLOS FREDERICO GULIN Diretor Administrativo

LUIZ HENRIQUE VRIESMAN CONTADOR - CRC. PR-032386/O-7

178.597

(69.727)

108.870 (108.929) (59)

Fluxos de caixa das atividades de financiamento

-

Caixa líquido gerado pelas atividades de financiamento

-

As Demonstrações Financeiras foram eleboradas conforme disposições contidas na Lei das Sociedades Anônimas e alterações posteriores; As Receitas e as Despesas foram escrituradas pelo regime de competência; Total dos Efeitos no caixa e equivalentes a caixa O Capital Social está representado por 94.658.278 ações Ordinárias de valor nomimal de R$ 0,01 cada uma; Saldo inicial de caixa e equivalentes a caixa Todos os valores aqui demonstrados estão expresso em R$ (Reais). DONATO GULIN Diretor Presidente

(267) 9.667 9.400 (267)

Saldo final de caixa e equivalentes a caixa Variação no caixa e equivalentes a caixa

(59) 9.400 9.341 (59)


Publicidade Legal Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 20 de novembro de 2012 | A7 Súmula de Concessão de Licença de Instalação A NHS Sistemas Eletrônicos Ltda torna público que recebeu da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba a Licença Ambiental de Instalação nº 12000048, válida até 13/07/2013, para as atividades de Fabricação de equipamentos de informática; Fabricação de transformadores, indutores, conversores, sincronizadores e semelhantes, peças e acessórios; Manutenção e reparação de geradores, transformadores e motores elétricos e Comércio atacadista de equipamentos de informática, situada à Av. Juscelino K. de Oliveira, n 5270, CIC, Curitiba/PR.

4º Serviço de Registro Civil de Pessoas Naturais e 16º Serviço Notarial da Comarca de Curitiba/PR. Rua Voluntários da Pátria, 233, loja 06, Centro – Curitiba-PR fone: 3233-2444

3º OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E 15º TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS Município e Comarca de CURITIBA, Estado PARANÁ Bel. Mônica Maria Guimarães de Macedo Dalla Vecchia Registradora Designada

  Faço saber que pretendem se casar:   01- RUIZ SEIJI LIMA HATADA e SIMONE LÚCIO ZAMAI 02- THIAGO DUTRA e Patricia Firmo de Oliveira.

Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei no prazo de 15 (quinze)

Súmula de Pedido de Licença de Operação A NHS Sistemas Eletrônicos Ltda torna público que requereu à Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba a Licença de Operação para as atividades de Fabricação de equipamentos de informática; Fabricação de transformadores, indutores, conversores, sincronizadores e semelhantes, peças e acessórios; Manutenção e reparação de geradores, transformadores e motores elétricos e Comércio atacadista de equipamentos de informática, situada à Av. Juscelino K. de Oliveira, n 5270, CIC, Curitiba/PR.

dias.

CURITIba, 19 DE NOVEMBRO de 2012

Faço saber que pretendem casar-se: RENATO AUGUSTO FERNANDES E SILVA E TUANNY MELINA GUBERT, ARNOU TORRES DE SOUZA E GISELA DE BONA SARTOR, DORIVAL MENDES COSTA E JACQUELINE DA SILVA KRUEGER, OTAVIO AUGUSTO HELBEL E MELISSA CASTELLO BRANCO E SILVA, JORGE AUGUSTO BARBOSA MOURA E GIOVANNA QUADROS, MARCELO JULIANO ORLANDINI E VANESSA PEREIRA MENDONÇA, ROBERTO MARTIN E TATIANE KAREM GOMES DOS SANTOS, RODRIGO MARTINS BULA E ROSIANE CRISTINA HENRIQUE DOS ANJOS, .Se alguém souber de algum impedimento oponha-o na forma da lei, no prazo de quinze (15) dias. Este será afixado no lugar de costume e publicado na imprensa local. Curitiba,

2º SERVIÇO DE REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS DE CURITIBA

EDITAL DE PROCLAMAS

A VIVO S. A., inscrita no CNPJ sob número 02.449.992/0001-64, torna público que requereu à Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba as Licenças de Operação para a atividade de telefonia celular, das Estações Rádio Bases, situadas no município de Curitiba-PR, nos seguintes endereços; - Avenida Batel, 1149, Batel (KBL); Rua Alferes Poli, 599, Rebouças (K13); Rua Nilo Cairo, 524, Centro, Ed.Colina D'Évora (KUD); Rua Santa Catarina, 1088, Água Verde (KVG); - Rua Rio Guaporé, 923, Bairro Alto (KBA).

EDITAL DE PROCLAMAS =====================

Faço saber que pretendem casar-se: 1 - CASSIANO QUEIROZ DE AZEVEDO e JAQUELINE APARECIDA NORBERTO LUIZ; 2 - ROBSON MACIEL PEREIRA e VANESSA BOEHM. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume.

A VIVO S. A., inscrita no CNPJ sob número 02.449.992/0001-64, torna público que requereu à Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba as Licenças Prévias para a atividade de telefonia celular, das Estações Rádio Bases, situadas no município de Curitiba-PR, nos seguintes endereços; Rua Bispo Dom José, 2051, Batel (KNB); Rua Nunes Machado, 1169, Ed.Hawai (KBI); Rua Marechal Deodoro, 950, Centro, Ed.Patriarca (KPA); Rua Desembragador Motta, 3262, Centro, Ed.Ana Clélia (KPV); Rua Pedro Ivo, 318, Centro, Ed.Vitor Amaral (KCG); Rua Sete de Setembro, 2775, Centro (KSE); Rua Brigadeiro Franco, 2300, Centro, Shopping Curitiba (KCU); Rua Emiliano Perneta, 777, Centro (KEP); Rua Petit Carneiro, 970, Água Verde (KCC); Rua Presidente Kennedy, 4121, Portão, Shopping Palladium (KSP).

CURITIba, 19 DE NOVEMBRO de 2012

A VIVO S. A., inscrita no CNPJ sob número 02.449.992/0001-64, torna público que recebeu da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba a Licença Ambiental Prévia sob número 11000111, válida até 05/12/2013, para a atividade de telefonia celular, Estação Rádio Base, situada à Avenida Nossa Senhora de Lourdes, 63, bairro Jardim das Américas – Curitiba – Paraná.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Convocamos os Associados Fundadores, Beneméritos e Efetivos da APACN – Associação Paranaense de Apoio à Criança com Neoplasia, para comparecerem à Assembléia Geral Extraordinária, a realizar-se no dia 27 de novembro, às 14:00 horas em 1a. convocação, e às 14:30 horas em 2a. convocação, de acordo com os dispositivos estatutários, na sede da Associação Paranaense de Apoio à Criança com Neoplasia, com endereço na Rua Oscar Schrappe Sênior, nº 250 – Tarumã, nesta Capital, para: - Aprovação do orçamento 2013. - Autorização para venda ou locação do imóvel da Rua Pe. Camargo 140. - Homenagem enfermeira Karin Ingrid Rodmann. - Parceria Pequeno Príncipe.

A VIVO S. A., inscrita no CNPJ sob número 02.449.992/0001-64, torna público que requereu à Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba a Licença de Instalação para a atividade de telefonia celular, Estação Rádio Base, situada à Avenida Nossa Senhora de Lourdes, 63, bairro Jardim das Américas – Curitiba – Paraná.

Curitiba, 14 de novembro de 2012

Aludrol Indústria Química Ltda, CNPJ: 03.676.880/0001-09, torna público que requereu á Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba, a renovação da Licencia Ambiental de Operação, para a atividade de Fabricação de outros produtos químicos não especificados anteriormente, situada á Rua: Ilnah Pacheco Secundino de Oliveira, 96 – Cidade Industrial- Curitiba- PR CEP: 81610-040.

Antônio Carlos Santos Lima Presidente

CBL COMPANHIA BRASILEIRA DE LOGÍSTICA S/A torna público que requereu ao Instituto Ambiental do Paraná – IAP, a Licença Ambiental Prévia, para Terminal de Armazenagem e Operação de Granel Liquido, situado à Rua Ludovica Bório, 1426 – Porto dos Padres – Paranaguá – PR.

AVISO DE ALTERAÇÃO DE DATA TOMADA DE PREÇOS COMPAGAS N.° 008/2012 OBJETO: Contratação de Empresa para “Prestação de Serviços de Compressão, Transporte e Descompressão de Gás Natural para a Rede de Distribuição de Gás Natural da COMPAGAS”. A COMPAGAS informa que por motivos de mudança de sede, está alterando a data de recebimento dos envelopes. A data da sessão pública fica alterada do dia 23/11/2012 para o dia 27/11/2012 às 14h00min, com protocolo prévio dos envelopes até às 12h00min da mesma data. LOCAL: Sede administrativa da COMPAGAS, na Rua Hasdrubal Bellegard, nº 1.177 – Tatuquara – Fone: (41) 3312-1900. Cíntia Regina Marinoni Presidente da Comissão de Licitação 20/11/2012

SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO A empresa Transmoreno Transportes Rodoviários Ltda., com CNPJ nº.49.234.124/0001-97, torna público que solicitou ao Instituto Ambiental do Paraná – IAP., Licença de Operação, para empreendimento Comercial e Serviços,a ser implantado a BR 277, Km 26,5, lote “C”, sítio Dom Rodrigo, Borda do campo, São José dos Pinhas, sentido Curitiba – Paranaguá, matrícula nº 58.999 do RI de São José dos Pinhas – Pr.

MAGICLEAN PR ASSEIO E CONSERVAÇÃO EMPRESARIAL LTDA torna publico que recebeu do INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ – IAP a Licença Prévia nº 31615 com validade até 06/09/2014 para a atividade de USINA DE PROCESSAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL, localizada na Rua Eugenio Moro nº 1.000 – Bairro Del Rey em São José dos Pinhais/PR. Não foi determinado estudo de Impacto Ambiental.

19 de novembro de 2012. Adilson Taborda Agente Delegado

1º Ofício do registro Civil 13º Tabelionato Leão Bel. Ricardo Augusto de Leão - Oficial Trav. Nestor de Castro, 271 - CEP 80.020-120 Centro - Curitiba - PR

Cartório do 2º Serviço de Registro Civil e 14º Tabelionato da Comarca de Curitiba - PR Faz saber que pretendem casar-se neste Cartório os contraentes: 1 - BRUNO FERNANDO SANTOS KASPER com LEDA MARIA GUARESCHI -autos nº 252; 2 - FRANCISCO BELARMINO DA SILVEIRA com MARIA CECILIA PANDORY KUWABARA - autos nº 253; 3 - GUILHERME MENEGUZZI DE BERNERT com KATLEEN AZEVEDO LUIZAGA - autos nº 254 ; 4 - ENRICO MILANI com THAYANE CAROLINA KUENZER GOÉS - autos 255; 5 - ÉDERVAN MESSIAS DA ROCHA com CAROLINA WERNER ENGELHARDT - autos nº 256; 6 - ALAN JEZIEROWSKI com NATALIA MAYNART GODOI - autos nº 257; 7 - MARCELO MACEDO SIMAS com PAMELA STELLA ESPÍNDOLA - autos nº 258; 8 - THIAGO FAUSTO CERDEIRA com CAROLINA MARTINS PEDROL - autos nº 259; 9 - OTÁVIO AUGUSTO LASKOSKI DE SOUZA com DEISE CRISTINA BEUREN PLETSCH - autos nº 260; 10 - BRUNO BONFIM AFFONSO com FLAVIA ROBERTA DA SILVA DE ARAUJO autos nº 12036 (Cartório de Campo Comprido); 11 - IGOR DE BORTOLLI CHIAMOLERA com MARIANE TERPLAK - autos nº 040261 (Cartório do Uberaba). Caso alguém saiba de algum impedimento, oponha-o, na forma da lei no prazo de 15 (quinze) dias a contar deste Edital. Curitiba, 16 de Novembro de 2012 OTAVIO AUGUSTO DE ALBUQUERQUE RAUEN OFICIAL

ASSOCIAÇÃO AMIGA DAS VILAS A Presidente da Associação, no uso de suas atribuições legais, conforme artigo 26, I, do Estatuto Social, convoca todos os interessados a comparecer na Escola Estadual Nossa Senhora Aparecida, Rua Batista da Costa, s/n (entrada ao lado da US Xaxim), nesta Capital, para Assembleia Geral Extraordinária da ASSOCIAÇÃO AMIGA DAS VILAS, a ser realizada no dia 29 de novembro de 2012, a instalar-se em primeira convocação às 18h30min e, em segunda convocação às 19h00min, para deliberar sobre as seguintes ordens do dia: - Retificação do Estatuto Social no tocante à denominação e endereço da Associação; - Realização de Cadastramento dos Associados; - Fixação do Valor da Contribuição Mensal; - Apresentação e Orientação sobre o cadastramento das famílias interessadas em aderir ao projeto de São José dos Pinhas/PR. CARTÓRIO DE SANTA FELICIDADE IRIO DAS CHAGAS LIMA – OFICIAL Av. Manoel Ribas, 6031 - Fone (41) 3372-1671 – CEP 82020-000 – CURITIBA – PARANÁ EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem se casar: 1- KAOÊ BECARI com NATÁLIA LETÍCIA FERREIRA 2- LUIZ CESAR MAESTRELLI com EDIOMARA APARECIDA BUENO 3- SERGIO RODRIGO GARCIA DE BARROS com LUANE DA SILVA RODRIGUES 4- GUTERMBEG ELIAS FRANCISCO RIBEIRO com JOCIANE MARKIV 5- ALLAN BECKMANN COSTA com EMANUELLE CAROLINE DE SOUZA PEREIRA 6- JOÃO PAULO FURTADO com ROSALINA VICTOR 7- JOÃO ROQUE DE BRITO com JACIRA SILVA DE FRANÇA. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 (quinze) dias.

POSTO CANAL MONZA LTDA, CNPJ/MF 11.368.822/0001-46 torna publico que requereu ao IAP, a renovação de sua Licença ( Licença de Operação) para comercio varejista de combustível, lubrificantes, GLP, Serviços de lavagem, lubrificação, polimentos de veículos automotores; Endereço: Mauro Medeiros Damas 35, Centro. CEP 83.535-000, Campo Magro – Pr.

CLUBE ATLÉTICO PRIMAVERA EDITAL DE CONVOCAÇÃO O Presidente do Conselho Diretor do Clube Atlético, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os sócios patrimoniais, na plenitude dos seus direitos sociais e quites com as suas obrigações perante a Tesouraria e Secretaria do Clube, para a ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA a ser realizada no dia 24 de novembro de 2012, às 14h30min, na sede social do Parque Recreativo Comendador José Pedroso de Moraes, sito na Rua Pedro Jorge Kotoviski, 319 (antiga Estrada Primavera, n º 319), Juruqui – Almirante Tamandaré –Pr, com a seguinte Ordem do Dia: a) prestação de contas gestão atual e um panorama da situação jurídica e financeira do clube; b) convocação de sócios inadimplentes, através de publicação em jornal de grande circulação, em razão da desatualização dos cadastros, bem como forma de regularização dos débitos; c) estabelecer valor da anuidade para o ano de 2013 e novo valor para o título patrimonial;

SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA PRÉVIA A FACSPUMA INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE COLCHÕES LTDA. – EPP torna público que recebeu da Secretaria Municipal do Meio Ambiente – SMMA, a Licença Prévia nº 12/111, válida até 24/09/2013, para as atividades de: Fabricação de laminados planos e tubulares de material plástico; Fabricação de móveis de outros materiais, exceto madeira e metal; Fabricação de bancos e estofados para veículos automotores; Comércio atacadista especializado em outros produtos intermediários não especificados anteriormente; localizada na Rua O Brasil Para Cristo, nº 2512, Bairro Boqueirão, Município de Curitiba, Paraná.

Curitiba, 19 de novembro de 2012 IRIO DA CHAGAS LIMA Oficial

P.B.CASTRO LEILÕES

Plínio Barroso de Castro Filho Leiloeiro Público Oficial - Mat. JUCEPAR 668 Rua Jacarezinho, 1257 - 1o andar CEP 80.810-130 - Curitiba - Paraná Fone (41) 3029-8555 - Fax (41) 3029-8555 www.pbcastro.com.br - leiloes@pbcastro.com.br

EDITAL DE LEILÃO PÚBLICO:

PLÍNIO BARROSO DE CASTRO FILHO, Leiloeiro Público Oficial, registrado na JUCEPAR sob o número 668 e devidamente autorizado e designado pela CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF, por meio da Gerência de Filial de Alienação de Bens Móveis - GILIE/CT, torna público aos interessados que venderá, pela maior oferta, respeitado o preço mínimo de venda, no estado físico em que se encontra(m), móvel (is) recebido (s) em garantia, nos contratos inadimplentes de Alienação Fiduciária Os associados impossibilitados de comparecer poderão ser representados por SÚMULA DE PEDIDO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO e bens inservíveis, discriminados logo abaixo. O Edital de Leilão Público - Condições procuração. A FACSPUMA INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE COLCHÕES LTDA. – EPP torna Básicas, do qual é parte integrante o presente Aviso de Venda, estará à disposição A assembléia geral instalar-se-á, ordinariamente, em primeira convocação, com público que requereu à Secretaria Municipal do Meio Ambiente – SMMA a Licença dos interessados em horário bancário, nas Agências da CAIXA situadas no Estado do maioria simples dos associados e, em segunda convocação após 30 minutos do Paraná, na GILIE/CT – Rua Marechal Deodoro, 450, Centro, Curitiba/PR; e no escritório de Operação para as atividades de: Fabricação de laminados planos e tubulares de horário marcado para sua realização com qualquer número de presentes. do Leiloeiro Plínio Barroso de Castro Filho, localizado na Rua Jacarezinho, 1257. Cj. material plástico; Fabricação de móveis de outros materiais, exceto madeira e metal; 104. Mercês, Curitiba/PR. O Leilão realizar-se-á no dia 29/11/2012, às 14h00, na Rua Fabricação de bancos e estofados para veículos automotores; Comércio atacadista Almirante Tamandaré, 20 de novembro de 2012 Jacarezinho, 1257. Cj. 104, Mercês, Curitiba/PR, na presença dos interessados ou especializado em outros produtos intermediários não especificados anteriormente; ANTONIO CARLOS ROCHA MOREIRA seus procuradores que comparecerem no ato. Maiores informações nos telefones Presidente do Conselho Diretor localizada na Rua O Brasil Para Cristo, nº 2512, Bairro Boqueirão, Município de  (41) 3029-8555 e (41) 8402-6565. Os lances são verbais e deverão ser ofertados Curitiba, Paraná. no pregão pelos interessados ou seus procuradores, estes devidamente investidos por instrumento de mandato, com firma do outorgante reconhecida por tabelião.  Será considerado lance vencedor aquele que resultar no maior valor acima do preço SÚMULA DE EMISSÃO LICENÇA DE OPERAÇÃO    mínimo apresentado no ato do leilão. O arrematante paga, no ato do leilão, o valor da    Marmoraria Vardânega Ltda, torna público que recebeu do IAP Licença comissão do leiloeiro, correspondente a 5 % do lance vencedor mais ICMS sobre o valor arrematado, transferência, multas e despesas dos veículos são de responsabilidade do de Operação nº 7880 para marmoraria - beneficiamento de mármores arrematante. O valor da comissão do leiloeiro não compõe o valor do lance ofertado. O  e granitos à Av. das Araucárias, 552, Thomaz Coelho, Araucária, PR. arrematante paga, no ato do leilão, a título de sinal para garantia de contratação, o valor correspondente a 5% do lance ofertado. Os pagamentos no ato far-se-ão em moeda Val. 28/02/2017.  nacional e/ou pela emissão de 02 (dois) cheques, sendo um de valor correspondente à comissão do leiloeiro e o outro referente ao sinal.  Forte Sul Eq. P. Const. Ltda, torna público que requereu à Secretaria RELAÇÃO DE BENS: LOTE 01 - Veículo Combustível: Gasolina Marca/Mod: VW/  Voyage GL 1.8 Ano Fab/Mod: 1992/1992 Tipo: Passageiro/Automóvel Cat: Particular Municipal do Meio Ambiente de Curitiba a Licença de Operação, para Cor: Cinza Nº portas: 02 Placa: ADI- 0585. Veículo parado há bastante tempo, podendo Serviços de Usinagem, Tornearia, Solda, Reparação e Mont. de  comprometer a parte mecânica, pneus ressecados e amortecedores avariados,                            Esq. de Metal e Tratamento e Rev. em Metais, situada à Rua Santa preço minino R$ 1.100,00 DÉBITOS R$ 2.350,00; LOTE 02 - Veículo Combustível:                  Gasolina, Marca/Mod:Fiat/Uno Eletronic, Ano Fab/Mod: 1992/1992, Tipo: Misto/ Madalena Sofia Barat, 394, Bairro Alto, CEP: 82.820-490. https://eproc4.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_doc...  Automóvel, Cat: Particular Cor: Verde, Nº portas: 02 Placa: AEQ-8000, Veículo parado ��� há bastante tempo, podendo comprometer a parte mecânica, pneus ressecados e  amortecedores, avariados. preço minino R$ 1.000,00 DÉBITOS R$ 1.700,00; LOTE EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 5000213-69.2010.404.7000/PR  03 - Veículo Combustível: Gasolina, Marca/Mod:Toyota/Corolla SEG18VVT, Ano Fab/ EXEQUENTE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF  Mod: 2005/2005, Tipo: Passageiro/Automóvel, Cat: Particular Cor: Bege, Nº portas: 05  Placa: AMY-5518, Veiculo sujo , parado há bastante tempo, lataria riscada, necessita EXECUTADO : ARTY COMERCIO DE EQUIPAMENTOS ELETRONICOS LTDA.  de polimento, preço minino R$ 12.100,00 DÉBITOS R$ 5.008,00; LOTE 04 - Veículo : MARCOS ALMEIDA  Combustível: Gasolina Marca/Mod: VW/Gol GL R Ano Fab/Mod: 1990/1990 Tipo: : VAGNER ADRIANO  Misto/Automóvel Cat: Particular Cor: Prata Nº portas: 03 Placa: IBN-6643, Grade frontal quebrada, ferrugens por todo veículo, pneus em mal estado geral , interior EDITAL N.º 6683724                            parcialmente destruído , sujo internamente e externamente, parado há pelo menos 15  anos o que compromete o seu funcionamento e mesmo reaproveitamento de peças. CITAÇÃO de MARCOS ALMEIDA, CPF 075.736.539-64, para que, nos termos  preço minino R$ 900,00 DÉBITOS R$ 1.495,69, LOTE 05 - Veículo Combustível: Diesel  do art. 652 do CPC - Lei 11.382/2006, pague, no prazo de 03 (três) dias, a quantia de R$ Marca/Mod: HYNDAY/HR HDB Ano Fab/Mod: 2008/2008 Tipo: Carga/Caminhonete  Baú Cat: Particular Cor: Branca Nº portas: 02 Placa: AQM-4728, Veículo há bastante 12.619,16 (doze mil, seiscentos e dezenove reais e dezesseis centavos), valor fornecido pelo                        tempo parado, parabrisa trincado. preço minino R$ 18.500,00 DÉBITOS R$ 1.962,83 credor, atualizado até dezembro/2009, a ser devidamente atualizado monetariamente à época do                       (DETRAN) + custos de estacionamento no valor de R$ 6.000,00 aproximadamente efetivo pagamento, acrescida das custas processuais e honorários advocatícios fixados em 10%  até 09/11/2012; LOTE 06 - Equipamentos fora de uso: 16 câmeras digitais (várias sobre o valor principal, ficando ciente de que, em havendo pagamento integral no prazo acima marcas), 02 cartões de memória 256MB e 16MB, 252 calculadoras (várias marcas),  estipulado, a verba honorária será reduzida pela metade (art. 652-A do CPC - Lei 11.382/2006), 12 caixas de som (várias marcas), 03 contadoras de moedas (desuso), 01 máquina  ou, no mesmo prazo, nomeie bens à penhora, sob pena de serem penhorados tantos bens quantos de contar cédulas, 01 aquecedor pequeno, 303 ABS, 122 Portal, 08 televisores, 04                            bastem para satisfazer o crédito, nos termos do art. 652, §1º, do CPC (redação dada pela Lei nº monitores, 01 fotocopiadora (microficha/filmes), 01 rádio comunicador + base, 02  11.383/2006). INTIMAÇÃO do devedor de que tem o prazo de 15 (quinze) dias, para opor câmeras filmadoras, 05 retroprojetores, 03 desktops, 06 projetores (várias marcas), 23                                vídeos K7 (várias marcas), 03 rádios portáteis, 64 lixeiras (vários materiais e tamanhos), embargos à execução, independente de penhora, depósito ou caução (art. 736 e 738 do CPC - Lei  06 balanças pequenas, 01 aparelho Dig Bus Philips, 01 satélite Reciver Valnix, 07 11.382/06), bem como de que, no mesmo prazo, se o devedor reconhecer o crédito do credor e  máquinas de soldas plásticas, 01 aspirador portátil, 01 terrometro – Megabraz, 01 fogão  comprovar o recolhimento de 30% (trinta por cento) do valor em execução, inclusive custas e elétrico 02 bocas, 01 mesa Amplimax, 01 forma lete, 106 poltronas (vários tamanhos), honorários de advogado, poderá requerer o pagamento do restante em até 06 (seis) parcelas 61 sofás com 02 e 03 lugares 12 cadeiras fixas, 40 longarinas de 02 e 03 lugares, 04  mensais, devidamente corrigidas e acrescidas de juros de mora de 1% (um por cento) ao mês, nos cadeiras giratórias c/s braços, 03 cadeiras de rodas, 13 máquinas de escrever, estado  termos do art. 745-A, do CPC (Lei 11.382/06). de conservação sucata, preço mínimo R$ 2.135,50; LOTE 07 - Equipamentos fora 

E para que chegue ao conhecimento do interessado, por este estar em lugar incerto e não sabido, é expedido o presente Edital de Citação e Intimação, com prazo de 30 (trinta) dias. DADO E PASSADO, nesta cidade de Curitiba - PR, 02 de outubro de 2012. VERA LUCIA FEIL PONCIANO Juíza Federal

Documento eletrônico assinado por VERA LUCIA FEIL PONCIANO, Juíza Federal, na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26

de uso: 181 vídeos K7 (várias marcas), 19 fragmentadoras de papel, 25 balanças de

 precisão, 12 máquinas de contar cédulas, 61 aparelhos de televisão, 05 geladeiras                        (várias marcas), 08 microondas (várias marcas), 34 máquinas de escrever, 714  calculadoras de mesa (várias marcas), 02 ventiladores de teto, 03 frigobares (várias  marcas), 19 bebedouros de galão (várias marcas), 03 fogões elétricos (02 bocas),  

 

estado de conservação sucata, preço mínimo R$ 2.627,50. Curitiba, 19 de novembro de 2012 – Plínio Barroso de Castro Filho – Leiloeiro Público  Oficial.

 


Judiciário Curitiba, terça-feira, 20 de novembro de 2012 | A8 | Indústria&Comércio www.justicaedireito.com

Informe Judiciário Nova Cúpula

O Pleno do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) elegeu, em sessão conduzida pelo presidente do TJ, desembargador Miguel Kfouri Neto, na segunda-feira (12), os novos integrantes da cúpula diretiva da Corte de Justiça para o biênio 2013/2014. Foram eleitos os desembargadores Clayton Coutinho de Camargo, presidente, totalizando 56 votos; Paulo Roberto Vasconcelos, 1º vice-presidente, com 81 votos; Dulce Maria Sant’Eufemia Cecconi, 2º vice-presidente, com 70 votos; Lauro Augusto Fabrício de Melo, corregedor-geral, com 65 votos e Eugênio Achille Grandinetti, corregedor, com 67 votos. Na ocasião, também foram eleitos por aclamação os novos integrantes do Conselho da Magistratura, composto pelos desembargadores: Lélia Samardã Monteiro Monteiro Negrão Giacomet, Mário Helton Jorge, D’artgnan Serpa Sá e Abraham Lincoln Merheb Calixto. Os dirigentes eleitos tomarão posse no dia 1º de fevereiro de 2013.

Fórum Criminal de Londrina

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, desembargador Miguel Kfouri Neto, assinou na segunda- feira (12/11) a ordem de serviço dos projetos complementares da construção do Fórum Criminal de Londrina. Trata-se de obra de ampliação a ser implantada no terreno de 10.767,48 m² do Fórum da comarca, localizado na rua Presidente Arthur da Costa e Silva. A edificação atual possui área construída de 28.362,40 m², dos quais 6.926,69 m² serão demolidos para construção do novo edifício, que terá uma área construída de 25.303,78 m² em oito pavimentos e três subsolos, totalizando ao final das obras 46.739,49 m². O valor da obra é de aproximadamente 1 milhão e 254 mil reais e será custeado com recursos do FUNREJUS.

Cooperação Técnica

Na terça-feira (13/11) foi firmado termo de cooperação técnica entre o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná e o Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal, o qual transfere a responsabilidade da Central de Testamentos do Paraná, que atualmente funciona na Corregedoria-Geral da Justiça do TJPR, para o Colégio Notarial do Brasil. Com a assinatura do convênio, o banco de dados da central, que concentra testamentos lavrados no estado desde a década de 90, passará a ser administrado pelo referido Colégio Notorial, que por sua vez, administrará a Central Notarial de Serviços Eletrônicos (Censec), para que esta centralize informações sobre lavratura de testamentos, partilhas de bens em inventário, divórcios, procurações e revogações. Desta forma, o Colégio Notarial do Paraná, presidido pelo tabelião Angelo Volpi Neto, assumirá o atendimento às partes em sua sede na rua Marechal Deodoro 51, no 18º andar, conj. 1805/1810, Galeria Ritz, provavelmente, a partir do dia 28 novembro.

Congresso

O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná sedia nos dias 29 e 30 de novembro e 1º de dezembro o Congresso Internacional sobre Direito Penal e Criminologia. O evento, que ocorre no auditório do 12º andar do Tribunal de Justiça, é uma promoção e realização conjunta da Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar), Escola da Magistratura do Paraná (Emap) e do Instituto de Criminologia e Política Criminal (ICPC). O congresso também homenageia os 70 anos de vida do professor doutor Juarez Cirino dos Santos. As inscrições estão abertas até o dia 26 de novembro, no site www. emap.com.br, e custam R$100 e R$50 (estudantes).

Justiça no Bairro

O Programa do TJPR Justiça no Bairro realizado nos dias 9 e 10 de novembro em Curitiba, no SESC/Portão, totalizou mais de 8000 atendimentos só na área de atividade jurisdicional. Já na área de recreação, saúde e ainda o casamento coletivo, de 133 noivos, contabilizaram 2.960 atendimentos. O Programa, que existe desde 2003, oferece prestação jurisdicional gratuita à população. Em parceria com instituições públicas e privadas, atende cerca de 90 mil pessoas por ano. Seu objetivo é atender a demanda reprimida de pessoas vulneráveis social e economicamente.

Justiça no Bairro 2

O Programa Justiça no Bairro esteve na terça-feira (13/11) na PCE - Penitenciária Central do Estado com objetivo de permitir a reinserção do preso à sociedade e também a oportunidades de trabalho. Na visita foram realizados atendimentos as famílias dos presos no sentido de regularizar a situação por meio do divórcio, da guarda e responsabilidade, reconhecimento de paternidade, lavratura de assento de nascimento, retificação de registro, entre outros. Na área da execução, o resultado foi relevante. A progressão para o regime aberto e livramento condicional resultou em 43, liberados por alvará, e progressão do regime fechado para o semiaberto em torno de 127.

Recesso Judiciário

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça aprovou a Resolução nº 65, de 8 de outubro de 2012, que suspende o expediente forense e os prazos processuais e estabelece um sistema de plantão no Judiciário estadual, no período de 20 de dezembro a 6 de janeiro, o que vai garantir a prestação ininterrupta da atividade jurisdicional aos atos processuais de natureza urgente e necessários à preservação de direitos.

Plantão Judiciário

Os juízes de Direito, Manuela Tallão Benke (1º grau) e Rui Portugal Bacellar Filho (2º grau) respondem pelo Plantão Judiciário referente ao período de 19 a 26 de novembro. O serviço de plantão funciona entre o término do expediente forense do dia corrente (18h) e o início do expediente do dia seguinte (12h) e, também, durante as 24 horas do dia em que não houver expediente forense. O Plantão Judiciário de 1º e 2º graus de jurisdição atende no andar térreo do edifício do Palácio da Justiça, situado na Praça Nossa Senhora da Salete, s/nº, Centro Cívico, Curitiba. O telefone é (41) 3323-6767.

Justiça&Direito GESTÃO PÚBLICA

Justiça Federal gaúcha aperfeiçoa gerenciamento A iniciativa, quando estiver operando a todo o vapor, vai acelerar a tramitação dos processos previdenciários

O

gerenciamento de projetos conduzido pela Justiça Federal do Rio Grande está no mesmo patamar de maturidade das grandes corporações privadas e acima da média verificável no setor público. O diagnóstico, que atribuiu índice de 2,68, numa escala de zero a cinco, foi feito no final de setembro pelos consultores e técnicos do Instituto Nacional de Desenvolvimento Gerencial (INDG) e do Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP), durante a cerimônia de encerramento da parceria de gestão. Com esta avaliação em mãos, a Justiça Federal do Rio Grande do Sul pode crescer em consonância com seu planejamento estratégico. A metodologia utilizada, modelo Prado-MMGP, é composta por cinco níveis e seis dimensões. ‘‘Contempla a avaliação de processos, pessoas, tecnologias e estratégias.

É aderente ao PMBOK (PMI), guia de prática de gestão de projetos conhecido mundialmente. Através da utilização dessa metodologia, na avaliação de maturidade, é possível comparar outras organizações do mesmo segmento ou da mesma categoria de projetos’’, explicou o consultor Edgar Bertschinger, do PGQP. Traduzindo: a instituição está bem-alicerçada, em termos de gestão, nos aspectos de liderança, conhecimento técnico e método. O coordenador-executivo do PGQP, Luiz Ildebrando Pierry, disse que a boa avaliação de performance reflete o comprometimento e a dedicação de todos os envolvidos no Planejamento Estratégico da Justiça Federal. Desde que iniciou a parceria de gestão, em agosto de 2010, o executivo afirmou que não foram trabalhadas apenas questões de elaboração de estratégias. Houve bastante foco na execução das estra-

tégias, que costuma ser uma etapa crítica em muitas organizações. ‘‘Nesse tempo, orientamos e fornecemos as ferramentas, mas os resultados vêm do esforço dos magistrados e servidores’’, reconheceu. Um dos mais eufóricos ao final da reunião era o diretor da Seção Judiciária do Rio Grande do Sul, juiz Eduardo Tonetto Picarelli. Afinal, sobre seus ombros é que cai a responsabilidade por gerenciar uma máquina formada por 76 Varas, quatro Turmas Recursais, além de vários Juizados Especiais Federais espalhados pela capital e interior. Para o dirigente, a maturidade de gestão não só irá racionalizar o orçamento anual estimado em R$ 450 milhões, ‘‘fazendo mais com menos’’, mas dará um upgrade na conciliação — sua verdadeira obsessão desde que assumiu o posto, em junho de 2011. O melhor exemplo é a implan-

Proposta cria comissão revisora para concurso do MP Seis propostas de resolução fazem parte da pauta da 11ª Sessão Ordinária de 2012 do Conselho Nacional do Ministério Público, marcada para hoje. Entre elas, está a que cria as comissões revisoras para analisar recursos de candidatos inscritos em concursos do Ministério Público brasileiro. A pauta inclui, no total, 155 itens, que poderão ser apreciados hoje e amanhã, quando acontece a 8ª Sessão Extraordinária. A proposta de resolução que

institui as comissões revisoras nos concursos públicos, de autoria do conselheiro Fabiano Silveira, tem como objetivo assegurar os princípios do devido processo legal, do contraditório e da ampla defesa nas seleções da instituição. O projeto especifica quais são as atribuições da Comissão do Concurso, da Banca Examinadora e da Comissão Revisora. Se a proposta for aprovada, os recursos deverão ser recebidos pela Banca Examina-

dora, que poderá anular a questão, modificar o gabarito ou aumentar a nota atribuída ao candidato. Se decidir por não acolher a impugnação apresentada ou acolhê-la parcialmente, o recurso deverá ser encaminhado à Comissão Revisora, que disporá dos mesmos poderes. A proposta de resolução modifica a Resolução 14 do CNMP, de novembro de 2006, que regulamenta as seleções públicas no âmbito do Ministério Público.

Juiz não pode alterar definição jurídica na denúncia O juiz não pode modificar a definição jurídica dos fatos narrados na denúncia, no momento em que a recebe. Com base nesse entendimento, a 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça acolheu recurso em Habeas Corpus para anular decisão que modificou a capitulação jurídica dada aos fatos pelo Ministério Público e reconheceu a extinção da punibilidade em relação a um empresário de Goiás, pela prescrição da pretensão punitiva estatal. Em seu voto, o ministro Jorge Mussi, relator do caso, ressaltou que a ação penal pública é iniciada por denúncia formulada pelo órgão ministerial. E é a partir do exame

dessa peça processual que o magistrado analisará a presença das condições da ação, a fim de que acolha, ou não, a inicial acusatória. “Assim, a verificação da existência de justa causa para a ação penal, vale dizer, da possibilidade jurídica do pedido, do interesse de agir e da legitimidade para agir, é feita a partir do que contido na peça inaugural, que não pode ser corrigida ou modificada pelo magistrado quando do seu recebimento”, afirmou Mussi. “Ainda que o acusado se defenda dos fatos narrados na denúncia, e não da definição jurídica a eles dada pelo Ministério Público, não se pode admitir que, no ato

em que é analisada a própria viabilidade da persecução criminal, o magistrado se manifeste sobre a adequação típica da conduta imputada ao réu, o que, evidentemente, configura indevida antecipação de juízo de valor acerca do mérito da ação penal” acrescentou o ministro. Jorge Mussi considerou “prematura e precipitada” a atidude do juízo. Isso porque antes mesmo da instrução do processo, concluiu que o empresário não teria apenas falseado ou omitido informações para se eximir do pagamento de tributos, mas teria efetivamente reduzido tributos por meio dessas condutas.

tação recente, graças à ajuda do Planejamento Estratégico, do Sistema de Perícias Médicas e de Conciliações Pré-Processuais nas Matérias de Competência das Varas e Juizados Previdenciários (Sicoprev). A iniciativa, quando estiver operando a todo o vapor, vai acelerar a tramitação dos processos previdenciários — 50% da demanda da Justiça Federal — em três vezes. Nas equipes envolvidas com os 25 projetos (em construção e concluídos) atuam 15 juízes e 132 servidores de 19 das 25 sedes (23 subseções e dois juizados avançados). Diversos participantes atuam em mais de um Projeto Estratégico e acumulam as atribuições do planejamento com as usuais de suas unidades de trabalho. Também há um integrante da Justiça Federal do Paraná e integrantes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Ordem de cadastro de adoção pode ser alterada A observância da ordem cronológica do cadastro de interessados em adotar determinada criança não é absoluta e deve ser excepcionada em favor do melhor interesse do menor. Com esse entendimento, a 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça manteve processo de adoção por casal que esteve com a criança por dois de seus dois anos e cinco meses de idade. O casal já estava inscrito no cadastro único de adoção, o que os torna, em princípio, habilitados para a adoção. Eles permaneceram com a criança desde o nascimento, ingressando com pedido de adoção dez dias após o parto. Um ano depois, em apelação, foi confirmada sentença que determinou a retirada da criança dos adotantes e sua internação em abrigo. Depois de quatro meses internada, a criança foi inserida em outra família, onde permaneceu por menos de dois meses, até retornar à família inicial por ordem cautelar do próprio STJ. Para o relator, ministro Sidnei Beneti, o Estatuto da Criança e do Adolescente prevê expressamente que a ordem cronológica poderá deixar de ser observada pelo juiz quando comprovado que essa é a melhor solução diante do interesse da criança.

Dr.FranciscoCunha LEI MARIA DA PENHA : PODE SER APLICADA AO HOMEM? A Lei 11.340, de 07 de agosto de 2006, recebeu o nome de Lei Maria da Penha como forma de homenagear uma cearense que se tornou ícone da luta pela defesa dos direitos humanos das mulheres. Maria da Penha Fernandes foi vítima de incontáveis agressões de seu então marido, que lhe causaram traumas físicos e psicológicos irreversíveis. Inconformada, buscou a condenação do Estado brasileiro no cenário internacional, alcançando vitória na Comissão Interamericana sobre Direitos Humanos, órgão da OEA. Referida lei, portanto, atendendo a um anseio internacional, foi editada visando à máxima efetividade dos direitos fundamentais das mulheres, devido a frequente violência sofrida no âmbito familiar e doméstico. Todavia, em decorrência ao princípio da isonomia (Constituição, art. 5º, inciso I), que prevê a igualdade em direitos e obrigações entre homens e mulheres, vem surgindo mais recentemente grande discussão se as medidas protetivas da Lei

Maria da Penha poderiam ser aplicadas em favor do homem. Em recente decisão a respeito do tema, o Juizado Especial Criminal Unificado de Cuiabá determinou medidas protetivas a um homem que sofria ameaças constantes da ex-companheiraapós o término do relacionamento. Segundo o juiz responsável pelo caso, por analogia aplicar-se-ia na hipótese o que estabelece a própria Lei Maria da Penha, que trata justamente da proteção contra a violência doméstica. A analogiateria aplicação permitida pelo art. 3º do Código de Processo Penal, podendo ainda ser invocado, nos termos da referida decisão, o poder geral de cautela, este baseado nos arts. 798 e 799 do Código de Processo Civil. No mesmo sentido, a justiça gaúcha assim decidiu, aplicando a lei e as medidas protetivas nela previstas não à mulher, como comum, mas sim ao homem, tendo afirmado que “A lei é uma ação afirmativa em favor da mulher para suprir as desigualdades, para que

a mulher tome coragem e rompa o bloqueio psicológico de tomar medida em relação ao marido. Excepcionalmente, pode se aplicar em favor do marido, visando justamente a segurança dos dois”. Logo, em casos excepcionais, os tribunais estão passando a aplicar a Lei Maria da Penha aos homens eventualmente vítimas de violência doméstica, sobretudo quando em situação de certa vulnerabilidade, quer em razão da idade (idosos e crianças), querpor conta das condições físicas ou mentais (deficientes). Neste contexto atender-se-ia, segundo tais decisões, plenamente o mandamento constitucional de se coibir a violência no âmbito familiar, e, também, o de assistir cada um dos membros da entidade familiar, sustentando, ao final, que estar-se-iaprestigiando o princípio da igualdade entre homens e mulheres, na forma prevista na Constituição. *FRANCISCO CUNHA SOUZA FILHO


Negócios Curitiba, terça-feira, 20 de novembro de 2012 | B1 | Indústria&Comércio

CURITIBA

Shopping Crystal prepara promoções para o Natal

Ganhador terá um ano de experiências únicas com as principais novidades de 2012

E

m 2012 o Shopping Crystal conclui seu processo de modernização e ampliou seu seleto mix de lojas com grifes de destaque, como Constança Basto, Dudalina Double, Empório Santa Genoveva, EPK, Fillity, Jack Vartanian, Madero, Shoulder, Trousseau e WCrystal. As diversas novidades foram pensadas para oferecer produtos, serviços e experiências especiais selecionados para quem valoriza a exclusividade. E é por isso que, para a Promoção de Natal deste ano, o Shopping oferece de presente todas as suas novidades. “O novo Crystal está repleto de inovações. Estamos trabalhando para sempre trazer algo diferente aos nossos clientes; a ideia é proporcionar experiências de moda, cultura e gastronomia com o que há de melhor em Curitiba”, destaca Raphaela Lopes, gerente de Marketing do Shopping.

Serão quatro sortudos que irão receber “Um ano de novo Crystal”, isto é, um pacote que inclui um ano de serviços no WCrystal, um ano de mensalidade na academia Bodytech, um ano de sessões de Cinema VIP com acompanhante e um ano de jantares nos restaurantes do Shopping. Para desfrutar de tudo isso sem se preocupar com nada, o ganhador receberá um ano de Valet e R$10 mil para gastar nas lojas do Crystal. Para cuidar da beleza e do visual, o Shopping oferece um ano de serviços no WCrystal, o primeiro salão do consagrado e badalado hairstylist Wanderley Nunes fora do estado de São Paulo e onde o sorteado poderá usufruir de um portfólio completo de beautê, dos convencionais aos mais diferenciados e personalizados. Quem preza pelo bem-estar e gosta de praticar atividades físicas vai malhar em

grande estilo no Crystal, já que o ganhador também receberá um ano de academia Bodytech. Com projetos exclusivos de arquitetura e iluminação, equipamentos das melhores e mais renomadas marcas do mundo e ambientes integrados que tornam a malhação mais agradável e prazerosa, a primeira unidade da rede na capital paranaense, que tem à frente os empresários Alexandre Accioly, Luiz Urquiza, João Paulo Diniz e Bernardo Rezende, o Bernardinho, inaugura em 2013. Momentos agradáveis de lazer e cultura também foram pensados. Durante um ano, o sorteado será presenteado com sessões de cinema VIP com um acompanhante. O Espaço Itaú de Cinema, o primeiro Premium de Curitiba, se consagrou por sua programação diferenciada, que mescla filmes culturais e blockbusters. Suas salas VIPs

possuem poltronas reclináveis que proporcionam maior conforto para os amantes da sétima arte. Depois do cinema, nada melhor do que se deliciar com as opções gourmet do Crystal. O prêmio também inclui um ano de jantar com acompanhante em qualquer restaurante do Shopping. E opções não faltam: Empório Santa Genoveva, Madero, Trovatta e muitos outros. Além disso, um ano de Valet liberado e R$10 mil em compras nas lojas do Crystal tornam a experiência ainda mais agradável e especial. A partir de 19 de novembro, cada R$400,00 em notas fiscais de compras realizadas nas lojas do Shopping podem ser trocados por um cupom para concorrer ao prêmio. Compras realizadas com cartão MasterCard dão direito a dois cupons. São válidas para a promoção notas ou cupons fiscais emitidos até o dia 24 de dezembro.

MRV Engenharia realiza feirão com mais de mil imóveis em Curitiba e região Conquistar a casa própria nunca esteve tão fácil. Entre os dias 22 de novembro e dois de dezembro, moradores de Curitiba (PR) e região que querem sair do aluguel terão grande oportunidade no Feirão MRV Engenharia. Líder nacional no segmento econômico de imóveis, a construtora terá mais de mil unidades à venda na capital, São José

dos Pinhais e Araucária, a maioria elegível ao programa habitacional “Minha Casa, Minha Vida”, com subsídios que chegam a R$ 17 mil e financiamento facilitado em até 30 anos pela Caixa Econômica Federal. Além de todas as vantagens de adquirir um imóvel em um empreendimento da MRV, os participan-

EMPRESA BRASILEIRA DE CONSERVAÇÃO DE FLORESTAS S/A CNPJ Nº 12.132.277/0001-57 NIRE Nº 412.06782270 Ata da Assembleia Geral de Acionistas realizada em 17.08.2012 (I) DATA, HORA, LOCAL: Aos 17 de agosto de 2012, às 14:30 horas (em primeira convocação), na sede social da Companhia, localizada na cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Avenida Visconde do Rio Branco, 1630, sala 1804, Centro, CEP 80.420-210. (II) CONVOCAÇÃO E PRESENÇAS: Dispensada a convocação, nos termos do artigo 124, § 4º, da Lei 6.404/76, em face da presença de acionistas representando 100% (cem por cento) do capital com direito a voto, de acordo com as assinaturas constantes do Livro de Presenças: Leonardo O’Reilly Cabral Barrionuevo, Amazon Rio Conservação De Florestas Ltda.; Ricardo O’Reilly Cabral Barrionuevo, Fernando O’Reilly Cabral Barrionuevo, Eduardo O’Reilly Cabral Covas Barrionuevo, Tucumann Engenharia e Empreendimentos Ltda. e Pattac Empreendimentos e Participações S/A. (III) MESA: Designados pela unanimidade dos presentes o Sr. Leonardo O’Reilly Cabral Barrionuevo para presidir os trabalhos e o Sr. Fernando O’Reilly Cabral Barrionuevo para o secretariar. (IV) ORDEM DO DIA: (i) Reformular o Estatuto, especificamente seu Capítulo II que trata do Capital e das Ações da Companhia, para fins específicos de converter a totalidade das ações preferenciais existentes em ações ordinárias e reduzir o capital social para o valor de R$ 50.000,00 (cinqüenta mil reais). (V) DELIBERAÇÕES: Expostas e debatidas as matérias objeto da Ordem do Dia, os acionistas tomaram as seguintes deliberações, por unanimidade de votos: (i) Fica aprovada, na forma da parte final do artigo 19 da Lei 6.404/76, a conversão da totalidade – 1.000.000 (um milhão) – das ações preferenciais existentes na Companhia para ações ordinárias, as quais ficam sob a titularidade de seus respectivos titulares, devendo apenas proceder-se aos registros necessários em livro próprio. (ii) Em vista o fato de os Acionistas considerarem excessivo o atual Capital Social da Companhia, na forma da parte final do artigo 173 da Lei 6.404/76, fica aprovada a sua redução para o valor de R$ 50.000,00 (cinqüenta mil reais). Ainda, em vista o fato de os Acionistas ainda não terem procedido à completa integralização do capital na forma originariamente prevista – mas sim apenas até o valor de R$ 50.000,00 (cinqüenta mil reais) -, não há pagamentos a serem realizados. (iii) Em razão das novas decisões acima adotadas e da reformulação de seu Estatuto Social, este passará a viger com a seguinte nova redação: “EMPRESA BRASILEIRA DE CONSERVAÇÃO DE FLORESTAS S/A CAPÍTULO I Denominação, Sede e Foro, Objeto Social Artigo 1º. A EMPRESA BRASILEIRA DE CONSERVAÇÃO DE FLORESTAS S/A é uma sociedade por ações e rege-se pelo presente Estatuto e pelas disposições legais e regulamentares que lhe forem aplicáveis, especialmente a Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976. Artigo 2º. A Companhia tem sede na cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Avenida Visconde do Rio Branco, 1630, sala 1804, Centro, CEP 80.420-210, podendo abrir ou encerrar filiais, agências, sucursais ou escritórios em qualquer parte do território nacional ou no exterior, por deliberação da Diretoria. Artigo 3º. A Companhia tem por objeto a aquisição de florestas para transformação em reservas particulares de desenvolvimento sustentável (RPDS), reservas particulares do patrimônio natural (RPPN) e reservas de fauna e flora (RFF), a compensação e conservação da biodiversidade, da biosfera e do meio ambiente, a emissão, concessão, cessão de direitos de Certificados de Conservação, assim como a assessoria, elaboração, desenvolvimento, implementação e gestão de projetos relativos à preservação, incorporação e recuperação de áreas florestais. Artigo 4º. O prazo de duração da Companhia é indeterminado. CAPÍTULO II Capital e Ações Artigo 5º. O Capital Social é de R$ 50.000,00 (cinqüenta mil de reais), totalmente já integralizados em moeda corrente, dividido em 2.000.000 (dois milhões) de ações ordinárias, integralmente subscritas, sem valor nominal. § 1º. Cada ação ordinária dará direito a um voto nas deliberações da Assembléia Geral, observadas as disposições contidas em eventual Acordo de Acionistas. § 2º. As ações são indivisíveis em relação à Companhia, sendo que no caso de pertencerem a mais de uma pessoa, física ou jurídica, os direitos a elas conferidos serão exercidos pelo representante do condomínio. § 3º. As ações poderão ser alienadas ou transferidas a terceiros ou aos acionistas entre si, mas não poderão ser dadas em garantia a terceiros por qualquer um de seus acionistas, salvo observadas as disposições deste Estatuto e as contidas em eventual Acordo de Acionistas. § 4º. As ações da Companhia não serão representadas por cautelas, presumindo-se a respectiva propriedade pela inscrição do nome do acionista no Livro de Registro de Ações Nominativas respectivo. CAPÍTULO III Assembléia Geral Artigo 6º. A Assembléia Geral reunir-se-á, ordinariamente, dentro dos quatro primeiros meses seguintes ao término do exercício social, para deliberar a respeito das matérias de sua competência, definidas em Lei e, extraordinariamente, sempre que o interesse social o exigir. Artigo 7º. A Assembléia Geral será convocada por iniciativa do Conselho de Administração ou por iniciativa de acionistas, de acordo com o que dispõe a Lei, inclusive no que se refere ao modo de convocação e local de realização. Artigo 8º. A Assembléia Geral somente instalar-se-á, em primeira convocação, com acionistas que representem no mínimo 78% (setenta e oito por cento) do capital social com direito a voto e, em segunda convocação, instalar-se-á mediante a presença de qualquer número de acionistas com direito a voto. Artigo 9º. Todas as deliberações da Assembléia Geral serão tomadas com o voto favorável de acionistas que representem pelo menos 78% (setenta e oito por cento) do capital votante da Companhia, inclusive naquelas matérias em que a lei especificar quórum inferior. Artigo 10º. A Assembléia Geral será dirigida pelo Presidente do Conselho de Administração ou, na sua falta ou impedimento, pelo Vice-Presidente do Conselho de Administração. Cabe ao Presidente da Mesa nomear o secretário da Assembleia Geral. Artigo 11. Caso os Acionistas detentores de Ações Ordinárias venham a exercer o direito de recesso, nas condições previstas em Lei, estes terão suas Ações reembolsadas, conforme previsão para pagamento de reembolso do valor das Ações estabelecida em conformidade com o disposto no Artigo 45, da Lei n.º 6.404/76. § Único. O valor de mercado ou econômico será o valor médio apurado entre a avaliação com base no critério de fluxo de caixa descontado e a avaliação com base no critério de comparação por múltiplos do EBITDA, cujo laudo será feito por empresa especializada designada em

tes do feirão poderão aproveitar as novas regras do Minha Casa, Minha Vida, que alterou o valor máximo do imóvel de R$ 150 mil para R$ 170 mil para as capitais. “Durante o evento o comprador poderá realizar simulações com os novos valores e conhecer todas as características dos empreendimentos com atendimento presencial. Temos desde

Assembléia Geral, a ser contratada às expensas da Companhia. Artigo 12. A alienação do controle da sociedade somente poderá ser contratada sob a condição, suspensiva ou resolutiva, de que o adquirente se obrigue a fazer oferta de aquisição das ações com direito a voto de propriedade dos demais acionistas da sociedade, de modo a lhes assegurar tratamento igualitário ao do acionista controlador. CAPÍTULO IV Da Administração Conselho de Administração Artigo 13. O Conselho de Administração será composto por 03 (três) membros, todos acionistas da Companhia, eleitos em Assembleia Geral, sendo que a indicação deverá ser feita nos termos e condições estabelecidos em Acordo de Acionistas. § 1º. Em caso de impedimento temporário ou ausência justificada, o membro do Conselho de Administração temporariamente impedido ou ausente será representado por outro Conselheiro por ele indicado, para que este vote em seu nome, conforme instruções de voto recebidas, nas reuniões do Conselho de Administração. § 2º. Em caso de impedimento permanente ou renúncia de qualquer dos membros do Conselho de Administração durante o mandato para o qual foi eleito, caberá ao Acionista que havia indicado tal membro do Conselho de Administração indicar novo Conselheiro para a posição do Conselheiro que houver deixado o Conselho de Administração. § 2º. O mandato dos membros do Conselho de Administração é de 2 (dois) anos, admitida a reeleição, prorrogando-se até a investidura dos novos membros eleitos. § 3º. Para o exercício de suas funções, os membros do Conselho de Administração não terão direito à remuneração. § 4º. Os membros do Conselho de Administração, dispensados de prestar caução, investem-se em seus cargos por meio de termo lançado no livro de atas de reunião próprio. Artigo 14. O Conselho de Administração reunir-se-á sempre que for considerado necessário ou conveniente e, no mínimo, a cada 3 (três) meses. § 1º. As convocações das reuniões serão realizadas por qualquer Conselheiro ou Diretor e deverão ser enviadas com antecedência mínima de 7 (sete) dias, mediante notificação por escrito contendo a data e a hora da reunião, a ordem do dia e toda documentação suporte, se houver. § 2º. As convocações para reuniões do Conselho de Administração serão feitas pessoalmente, por escrito, através de correspondência com aviso de recepção, telex, telegrama ou outro meio idôneo. § 3º. Ficam dispensadas as formalidades previstas nos §§ 1º e 2º acima, desde que presentes todos os membros do Conselho de Administração. Artigo 15. As reuniões Conselho de Administração serão realizadas na sede social da Companhia ou onde os Conselheiros julgarem mais conveniente e somente serão instaladas com a presença de, no mínimo, 3 (três) Conselheiros, em qualquer convocação. Os Conselheiros poderão participar das reuniões do Conselho de Administração por meio de vídeo conferência, conferência telefônica ou qualquer outro meio de comunicação que permita conversa entre pessoas em tempo real, isto é, por meio remoto. § 1º. A cada Conselheiro será conferido o direito a 1 (um) voto nas deliberações das reuniões do Conselho da Companhia. As deliberações do Conselho de Administração serão tomadas por votos favoráveis de todos os membros do Conselho de Administração, ou seja, por unanimidade. § 2º Serão válidos os votos proferidos pelo Conselheiro que estiver participando, por meio remoto, da reunião do Conselho de Administração e que forem entregues por Conselheiro presente à reunião, desde que o Conselheiro que estiver participando da reunião por meio remoto tenha encaminhado seu voto por fax, e-mail ou qualquer outro meio eletrônico de factível comprovação. § 3º. Das reuniões do Conselho de Administração serão lavradas atas no livro próprio, nas quais constarão as deliberações aprovadas e serão assinadas por todos os Conselheiros presentes. § 2º. Além das matérias previstas em Lei e em eventual Acordo de Acionistas, compete ao Conselho de Administração: (i) fixar a orientação geral dos negócios da Sociedade; (ii) eleger e destituir os Diretores da Sociedade; (iii) fiscalizar a gestão dos Diretores, examinar, a qualquer tempo, os livros e papéis da Sociedade, solicitar informações sobre contratos celebrados ou em vias de celebração e sobre quaisquer outros atos; (iv) manifestar-se sobre o relatório da administração e as contas da Diretoria; (v) propor a destinação de resultados do exercício social e manifestar-se previamente sobre as matérias submetidas à Assembléia Geral, inclusive planos operacionais e orçamentos; (vi) declarar dividendos intermediários, em conformidade com o artigo 20, infra; (vii) autorizar a concessão de avais, fianças e outras garantias em favor de terceiros, sempre condicionadas à existência de interesse direto ou indireto da Companhia em negócios relacionados com seu objeto social; (viii) aprovar a realização de qualquer investimento, incluindo investimentos de capital, que individual ou conjuntamente exceda R$ 100.000,00 (cem mil reais), desde que não previsto no orçamento anual ou no Plano de Negócios da Companhia; (ix) aprovar, previamente, a celebração ou rescisão de quaisquer contratos (incluindo contratos financeiros) e a emissão de títulos de crédito, pela Companhia, envolvendo montante superior a R$ 100.000,00 (cem mil reais) (individualmente ou em conjunto de atos de mesma natureza realizados num mesmo exercício social), bem como outorga ou constituição das respectivas garantias, desde que não previstos no orçamento anual ou no Plano de Negócios da Companhia; (x) autorizar, previamente, a transferência, venda, alienação ou oneração, sob qualquer título, de ativo da Companhia com valor superior a R$ 100.000,00 (cem mil reais), exceto se previsto no orçamento anual ou no Plano de Negócios da Companhia; (xi) nomear e destituir a auditoria externa, de caráter permanente. Diretoria Artigo 16. A Diretoria, órgão de representação da Companhia, eleita pelo Conselho de Administração, será composta por 2 (dois) membros, eleitos e destituíveis a qualquer tempo, sendo um Diretor Presidente e um Diretor Administrativo-Financeiro. § 1º. A investidura dos Diretores constará de termo lavrado no livro de atas de reunião da Diretoria, com mandato de 2 (dois) anos, permitida a reeleição. § 2º. Os Diretores, dispensados de prestar garantia de gestão, permanecerão em seus cargos até a posse dos sucessores. Artigo 17. A Diretoria é o órgão de representação da Companhia, competindo-lhe praticar os atos necessários à administração e à condução dos negócios sociais, sejam aqueles indicados por lei, sejam aqueles não expressamente fixados como de competência dos demais órgãos da Companhia, podendo representá-la perante terceiros, em juízo ou fora dele, e perante qualquer autoridade pública e órgãos governamentais federais, estaduais ou municipais; exercer os poderes normais de gerência; assinar documentos, escrituras, contratos e instrumentos de crédito; emitir e endossar cheques; abrir, operar e encerrar contas bancárias; contratar empréstimos, concedendo garantias, adquirir, vender, onerar ou ceder, no todo ou em parte, bens móveis ou imóveis.. § 1º. A representação da Sociedade em juízo será exercida por qualquer Diretor ou por procurador especialmente designado por dois Diretores, sendo que para a prática dos atos mencionados no “caput” desta Cláusula

opções na planta como prontos para morar com dois ou três dormitórios”, explica o diretor Comercial na Regional Marcelo Alves. O Feirão MRV será realizado no Big Xaxim (Hipermercado Big) localizado à Rua Francisco Derosso, nº 2973, no bairro Xaxim. Em todos os dias do evento o atendimento será de 9h às 21h.

far-se-á indispensável a assinatura conjunta dos 2 (dois) Diretores. § 2º. As procurações serão sempre outorgadas em nome da Companhia, por instrumento público ou particular, pelos 2 (dois) membros da Diretoria. Salvo as procurações “ad judicia”, que poderão ser por prazo indeterminado, os mandatos deverão especificar, obrigatoriamente, a sua duração e os fins a que se vinculam os poderes outorgados. Artigo 18. A Assembléia Geral fixará o montante da remuneração global anual dos administradores da Companhia. CAPÍTULO V Conselho Fiscal Artigo 19. O Conselho Fiscal será composto de 3 (três) membros efetivos e igual número de suplentes, com as funções e atribuições previstas em Lei, eleitos pela Assembléia geral, que fixará seus honorários. § 1º. O Conselho Fiscal só funcionará nos exercícios sociais em que a sua instalação for pedida por acionistas que representem, no mínimo, um décimo das ações com direito a voto, em qualquer Assembléia Geral. § 2º. Os mandatos dos Conselheiros Fiscais duram da data da respectiva eleição à realização da primeira Assembléia Geral Ordinária que se seguir à instalação do Conselho, admitida a reeleição. § 3º. Os membros do Conselho Fiscal serão substituídos nos seus impedimentos, faltas, ou no caso de vaga do respectivo cargo, pelos respectivos suplentes. § 4º. As deliberações do Conselho Fiscal serão tomadas pelo voto de, no mínimo, 2/3 (dois terços) dos seus membros em exercício, facultada a consignação em ata das justificações dos votos vencidos. CAPÍTULO VI Exercício Social, Balanço e Resultados Artigo 20. O exercício social se iniciará no dia 1º de janeiro, encerrandose no dia 31 de dezembro de cada ano, ocasião em que serão elaborados o balanço patrimonial, a demonstração dos lucros e os prejuízos acumulados, a demonstração do resultado do exercício e a demonstração das origens e aplicações de recursos. § 1º. A Sociedade poderá levantar balanço semestral e declarar dividendo intermediário por conta do lucro evidenciado nesse balanço, bem como o pagamento de juros sobre o capital próprio, observada a deliberação da Assembléia Geral. § 2º. A Diretoria poderá ainda determinar o levantamento de balanços patrimoniais intercalares no último dia útil do mês e declarar dividendos com base nos lucros então apurados, observadas as limitações legais. § 3º. Também poderão ser levantados balanços intermediários em períodos menores, de acordo com as disposições legais vigentes, para efeito de redução de capital ou operações que envolvam a Sociedade em fusões, incorporações ou cisões. Artigo 21. Do lucro líquido do exercício, serão destinados 5% (cinco por cento) para a constituição ou reforço da reserva legal, até atingir 20% (vinte por cento) do Capital Social. A distribuição do saldo obedecerá a determinação tomada pela Assembleia Geral. § Único. O pagamento de dividendos será feito no prazo máximo de 15 (quinze) dias contados da data em que forem aprovados, salvo deliberação em contrário da Assembléia Geral, mas observado que sempre deverão ser pagos dentro do exercício social em que forem declarados. Artigo 22. A Diretoria deverá propor à Assembléia Geral Ordinária a não realização de distribuições que, a seu critério, sejam incompatíveis com a situação financeira da Companhia; cabendo exclusivamente à Assembléia Geral Ordinária a decisão sobre a matéria. Artigo 23. Os dividendos não reclamados reverterão à Sociedade ao fim de 3 (três) anos contados da data em que se tornarem disponíveis. CAPÍTULO VII Da Dissolução e Liquidação Artigo 24. A Sociedade dissolver-se-á nos casos previstos em lei, ou por deliberação da Assembléia Geral. § Único. A Assembléia Geral nomeará o liquidante, determinará a forma de liquidação e elegerá o Conselho Fiscal, que funcionará durante o período de liquidação, observando-se o disposto em Acordo de Acionistas. Artigo 25. A Companhia entrará em liquidação nos casos previstos em Lei, competindo à Assembléia Geral nomear 2 (dois) liquidantes e os membros do Conselho Fiscal que deverão funcionar no período de liquidação, estabelecendolhes as respectivas remunerações e fixando-lhes forma e prazo. CAPITULO VIII Disposições Gerais Artigo 26. Eventual Acordo de Acionistas será arquivado na sede da Companhia e averbado no Livro de Registro de Ações Nominativas para que produza os seus jurídicos e legais efeitos entre os acionistas e perante terceiros. Artigo 27. Os haveres de acionista falecido, declarado judicialmente incapaz, dissolvido ou falido, serão levantados e pagos com base na metodologia definida no Artigo 11 deste estatuto. Artigo 28. Os casos omissos neste Estatuto serão resolvidos pela Assembléia Geral, na forma da lei.” ENCERRAMENTO: Nada mais tendo a tratar e como ninguém pretendeu fazer uso da palavra, o Presidente deu por encerrada a Assembleia e solicitou fosse lavrada a presente ata que, após lida foi aprovada de forma unânime e assinada pelos presentes, que autorizaram sua publicação com omissão das assinaturas, conforme faculta o §2º, do artigo 130 da Lei 6.404/76. Curitiba, 17 de agosto de 2012. Membros da Mesa: Leonardo O’Reilly Cabral Barrionuevo Presidente e Fernando O’Reilly Cabral Barrionuevo, Secretário. Acionistas Presentes: Leonardo O’Reilly Cabral Barrionuevo, Amazon Rio Conservação de Florestas Ltda., Ricardo O’Reilly Cabral Barrionuevo, Fernando O’Reilly Cabral Barrionuevo, Eduardo O’Reilly Cabral Covas Barrionuevo, Tucumann Engenharia e Empreendimentos Ltda. e Pattac Empreendimentos e Participações S/A . Certifico que esta é cópia fiel da Ata da Assembléia Geral Extraordinária da EMPRESA BRASILEIRA DE CONSERVAÇÃO DE FLORESTAS S/A realizada em 17.08.2012, lavrada em Livro próprio. Leonardo O’Reilly Cabral Barrionuevo Presidente Fernando O’Reilly Cabral Barrionuevo Secretário Leonardo O’Reilly Cabral Barrionuevo Acionista Fernando O’Reilly Cabral Barrionuevo Acionista Ricardo O’Reilly Cabral Barrionuevo Acionista Eduardo O’Reilly Cabral C. Barrionuevo Acionista Amazon Rio Conservação de Florestas Ltda. Acionista Tucumann Engenharia e Empreendimentos Ltda. Acionista Pattac Empreendimentos e Participações S/A Acionista Registrada na Junta Comercial do Paraná sob o nº 20127244824, de 29/10/2012.

Opinião

coluna@induscom.com.br

Supermercados mantêm curva de crescimento * Por Darci Piana A agressiva concorrência no ramo de supermercados e hipermercados tem levado o segmento a intensificar negociações com fornecedores em busca de melhores preços. Conforme a ABRAS, a Associação Brasileira de Supermercados, a intensa demanda gerada pelas grandes redes faz com que elas negociem diretamente com a indústria. O objetivo é claro: oferecer condições mais vantajosas ao consumidor e, com isso, garantir sua preferência. Em paralelo, essa política ajuda a melhorar a competitividade e o grau de eficiência do setor, responsável por fazer chegar à ponta de consumo os produtos oriundos da indústria e do atacado. Os hipermercados, em especial, seguem ampliando os itens comercializados. Além de bens de consumo imediato, como alimentos e produtos de limpeza e higiene, as lojas apresentam produtos típicos de outros segmentos do varejo: eletrodomésticos da linha branca, papelaria, cds e dvds, vestuário e calçados, informática e eletro-eletrônicos, chegando a componentes e acessórios para veículos. E, no caso de bicicletas, ofertam os próprios veículos. O crescimento das classes D e E, com renda suficiente para integrar o mercado de consumo e elevada propensão a consumir, e a melhoria na renda da classe C, se revelam como variáveis importantes na expansão das vendas dos supermercados e hipermercados. Mas há outros elementos que favorecem o fenômeno, como o aumento do salário mínimo nacional e regional; o aquecimento do mercado de trabalho, em especial para a mão de obra qualificada; a elevação da média de remuneração em alguns segmentos; e a expansão da massa de salários, estimulando a demanda agregada. São componentes que permitem ao segmento não só manter sua receita no dia a dia, mas ampliar suas vendas em relação aos anos anteriores também nas datas comemorativas tradicionais: Natal, Páscoa, Mães, Namorados, Pais e no dia Criança. O desempenho do PIB calculado pelo IBGE aponta o consumo das famílias como responsável por, aproximadamente, 60% da demanda total do país no 1º e no 2º trimestres de 2012, atingindo a maior representatividade na composição do PIB. É a comprovação de que a melhoria da renda familiar, materializada na ascensão das classes C, D e E, constitui o principal alicerce do aquecimento das vendas dos supermercados. Esse crescimento pode ser tido igualmente como o principal fator condicionante das vendas do atacado medido pela ABAD –Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados. Seus dados mostram que agosto foi o de maior faturamento mensal no ano: R$ 1.463.134.916, com crescimento real de 6,39% sobre o mês anterior e 5,45% de crescimento real sobre mesmo mês do ano anterior. Mais ainda, representa 5,28% de crescimento acumulado no ano. Conforme a ABAD, no mesmo mês de agosto a participação de cada região do país no total das vendas teve o Sudeste como líder, com 49,33%, seguido pelo Nordeste, com 18,81%. O Norte representou 11,39%, o Centro-Oeste, 10,43%, e o Sul fechou a lista, com 10,04%. O índice do Sul chama a atenção por ser inferior ao das regiões Norte e Centro-Oeste e apenas ultrapassar, por pouco, a metade do desempenho do Nordeste. O que deve explicar esse fraco desempenho é o fato das outras regiões possuírem um número de beneficiados do Programa Bolsa Família que é o triplo da região Sul, além da receberem um conjunto maior de programas sociais do governo federal. Mostrase evidente que os programas sociais permitem como resultado uma elevação do consumo das populações dos estados com população de baixa renda, o que resulta em melhor desempenho de supermercados e dos ramos representados pela ABAD. Como boa parte dos beneficiários destes programas pertencem às classes D e E, toda renda adicional é destinada ao consumo, ou ainda, em melhoria da qualidade do consumo. São as novas fronteiras do mercado consumidor batendo às portas do comércio e exigindo estratégias adequadas para fazer frente à demanda e as preferências próprias do perfil deste novo cidadão brasileiro. *Darci Piana é presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR

Oi lança ofertas ainda maiores em aparelhos e um smartphone pode sair de graça A Oi oferece neste Natal ainda mais vantagens para quem aderir aos planos Oi Smartphone: os descontos para a compra de aparelhos chegam a R$ 1.500. Para os clientes que contratarem os planos Oi Família Smartphone, que podem ser compartilhados por até cinco usuários, o desconto pode ser usado para levar até cinco smartphones. Os planos Oi Smartphone incluem ligações locais para Oi e para fixo de qualquer operadora sem abater da franquia de minutos, SMS ilimitado para qualquer operadora, internet ilimitada no celular, acesso à rede Oi WiFi ilimitado e desconto para comprar qualquer aparelho, incluindo tablets e smartphones. A Oi também oferece os planos Oi Conta Total Smartphone, que, além do Oi Móvel, incluem Oi Fixo e banda larga, proporcionando economia de até 30% em relação aos serviços contratados separadamente. O cliente que tem celular, fixo e internet banda

larga de alta velocidade pode falar ilimitado em ligações locais para celular Oi e fixo de qualquer operadora, sem descontar da franquia de minutos. Além disso, SMS ilimitado para qualquer operadora (compartilhado entre as linhas do plano), internet ilimitada no celular (apenas para o titular), possui franquia de minutos para falar do fixo ou do celular para qualquer operadora, acesso wi-fi ilimitado e desconto para comprar smartphones. No plano Oi Conta Total 4 Smartphone, que pode ser compartilhado por até quatro usuários, o desconto chega a R$ 1.700. Com o valor, o cliente consegue levar, por exemplo, um Samsung Galaxy Y Duos, um Nokia Asha 200 e um Nokia Lumia 710 - os três de graça. No plano Oi Família 1250 Smartphone, com o desconto de R$ 1.500 o cliente consegue levar de graça, por exemplo, um Samsung Galaxy Ace e um Samsung Galaxy Music Duos.


3

a

margem arte&atitude

Especial Indústria&Comércio | Curitiba, terça-feira, 20 de novembro de 2012 | B3

moda&cia

Nem te Conto Marcos Valle

Adélia Maria Lopes adeliamarialopes@yahoo.com.br

Caminhar é preciso A

exposição A Arte Inscrita nas Formas das Fôrmas, apresentada pela Universidade Tuiuti do Paraná no Paraná Business Collection, deve sair caminhando por aí, para ser apreciada por multidões. Bem poderia ser itinerante, porque é instigante e criativa. Leva a assinatura e ponderações dos designers Ana Rosa, Denise Bianco, Huana Corrêa, Ivens Fontoura, Gabriela Abdulmassh, Fernanda Marochi, Neliffer Savatierra, Luan Gustavo Rodrigues e Marilda Roda/Ronaldo Roda – mestres. dcada apenas aos sapatos, cada exemplar da mostra não é apenas interessante ao olhar, por seu caráter artístico. É cativante também pelo aspecto “filosófico” e bemhumorado. Sapato pode provocar perguntas. Sabia? Vai anotando: Dá para pôr máscaras nos pés? Quantos calçados podem uma forma originar? E por onde eles podem andar? Que notícias podem carregar? Que salas/solas podem visitar? Que pistas podem dançar? Que segredos podem guardar? Como obter a simplicidade no mundo da ostentação? Uma das questões é dirigida ao grego Heráclito, para quem a lei secreta do mundo reside na interdependência entre dois conceitos opostos, ao mesmo tempo, e um não pode existir sem o outro. Então se pergunta a ele: “Não se passa o mesmo com a fôrma da forma e a forma da fôrma dos sapatos?” Mas nem só de perguntas anda o design. Na exposição, há sapatos para ver na escuridão do fim do mundo; há exemplares adornados, carregando histórias de mil lugares, e sapato em forma de lancha para pés desejosos de férias. E assim o curso de Design de Moda da UTP presta homenagem ao ofício de sapateiro e à ferramenta que virou peça de museu, a fôrma de madeira. Afinal, como um designer observa: “Nem sempre o caminho por onde se caminha é por onde se deve caminhar”.

Programa para este fim de semana no Teatro da Caixa: o cantor, compositor e arranjador Marcos Valle, que assina mais de trezentas músicas gravadas por Elis Regina, Tim Maia, Sarah Vaughan e Roberto Carlos, apresenta o show do CD Estática. Prestes a completar 50 anos de carreira, ele está com repertório de inéditas, mas também ganham espaço os sucessos Viola Enluarada, Samba de Verão, Eu Preciso Aprender a Ser Só e Mustang Cor de Sangue. Acompanhado pelos músicos Mazinho Ventura (contrabaixo), Renato Massa (bateria), Jessé Sadoc (sopros) e com Patrícia Alvi nos vocais, Marcos Valle já excursionou pela Europa e EUA e agora chega às principais cidades do Brasil. Confira em Curitiba: quinta dia 22 a sábado às 20h e no domingo às 19h. Ingressos a 20 e 10 reais.

Paiol Literário

Nesta quarta 21, 20h, o escritor gaúcho Altair Martins, encerra a sétima temporada do projeto Paiol Literário. Com mediação do jornalista Irinêo Baptista Netto, o encontro é no Teatro Paiol, com entrada franca.

Comes&Bebes

1-O BeerFest Curitiba acontece neste sábado 24, das 11 às 23h, na Fábrica da Brahma, só para maiores. Diversas atrações estão programadas, entre elas a banda Copacabana Club, formada em 2007 e que neste ano fez show em Londres. Seu som mistura indie rock, eletrônica e new wave com punk e bossa nova. Se beber, não dirija: haverá valet no local, mas a dica é aproveitar a parceira com Rádio Táxi Capital, fone: 3264-6464. 2- A Bombay Herbs & Spices, especializada em ervas, especiarias e pimentas, abriu quiosque no Shopping Mueller, sendo seu primeiro endereço em Curitiba. A franquia, visando paladares mais sofisticados, disponibiliza geleias, chás, molhos, flor de sal, conservas e uma linha de azeites, entre outros itens. 3- No Park Shopping Barigüi, o Soto Asian Cuisine apresenta combinações inusitadas de ingredientes nos doze tipos de entradas (experimente rolinhos primavera crocantes recheados com carne de siri acompanhados de molho de tamarindo). Ou então sinta o Satay Kung, espetinho de camarões grelhados e marinados ao leite de coco e curry, servidos com molho de amendoim. 4- Pizza Hut, aos amigos secretos e demais encontros de fim de ano, oferece dois pacotes para grupos de 15 até 50 pessoas. Os preços são promocionais. Confira pelo fone 3018-2827.

Coisas de cinema

Zero Grau aperta o passo para 2013 O Salão de Tendências em Calçados e Acessórios-Zero Grau, que termina nesta quarta dia 21 em Gramado-RS, reúne 195 expositores da indústria brasileira de calçados. Os lojistas de todo o Brasil comparecem em peso, pois a feira está antecipando lançamentos de outono-inverno 2013. A feira é um forte sinalizador do caminho a ser seguido pelo setor, segundo os presidentes do Sindicato da Indústria de Calçados de Igre-

jinha, Renato Klein, e do Sindicato da Indústria de Calçados e Componentes para Calçados de Três Coroas, Rogério Muller. Isto porque a oportunidade de antever o comportamento do mercado no próximo ano permite que, se necessário, sejam revistos os conceitos dos lançamentos. “Assim, a indústria pode afinar seus produtos com a visão do lojista/consumidor, e isto é fundamental para impulsionar as vendas”,

pondera Klein. Há forte presença do Sul e Sudeste, onde o frio é mais intenso. Mas os fabricantes apresentam coleções direcionadas às regiões onde prevalecem as altas temperaturas e o poder aquisitivo ganhou impulso nos últimos anos. A Merkator, promotora da feira, estima doze mil visitantes. E as vendas devem garantir a produção de dois meses da indústria.

Keds com os pés no Brasil A Blend Sport, visando retomar a liderança no segmento de tênis casuais, traz a Keds ao Brasil, indo de encontro à euforia do fenômeno “sneaker”, termo originado pela marca em 1916, ano de sua criação. Para conquistar o brasileiro, a coleção de inverno 2013 da Keds chega inspirada na atmosfera descontraída dos piqueniques. São cem modelos femininos e masculinos, com preços de 90 a 250 reais. Apresentados aos lojistas durante

o Fashion Business, salão de negócios do Rio de Janeiro, os produtos estarão nas multimarcas de todo o País a partir da segunda quinzena de janeiro. No decorrer de quase um século a Keds projetou-se com seus clássicos que, a cada estação se reinventam. Audrey Hepburn, Marilyn Monroe e Jackie Onassis usaram keds. Hoje, Kristen Stewart, Emma Watson, Katy Perry, Misha Barton e Dita Von Teese já os exibiram nos pés.

Estreia em 25 de novembro, mas de 2015, quando a tirinha festeja 65 anos, o primeiro filme da Turma do Snoopy. A Fox e a Blue Sky compraram os direitos após dois anos de discussão sobre a direção criativa do filme, com a família de Charles Schulz, “pai” dos Peanuts, lidos todos os dias por 355 milhões de pessoas em 75 países. O diretor: Steve Martino (A Era do Gelo 4).

Pilates Matwork

Para profissionais da área de saúde, educação física e dança, DeMarkondes Pilates oferece nos dias 29, 30 deste mês e dia 1º o curso Pilates Matwork. Para participar é nescessária graduação superior. Serão 22 horas de aula, no Núcleo do Corpo. Inscrições até sexta 23. Fone 3568-1918.

Espelho meu...

Cerca de três mil m² de tecidos, produzidos com exclusividade pela Cedro Textil, fazem parte da cenografia assinada por Pedro Lázaro, pela segunda vez responsável pela concepção visual do Minas Trend, que acontece em BH. Os tecidos, aplicados em vários ambientes, são estampados com as imagens que remetem ao tema que inspira a edição – “Graça” – referencia à brasilidade que norteia a semana de moda mineira. Patrocinadora da edição outono/inverno do Minas Trend, o lounge espelhado e clean da Cedro Textil tem por objetivo ser uma área inspiradora e de reflexão para os profissionais de moda. Ali estão também os trabalhos dos seis finalistas do concurso “Cedro e Você Vestem o Brasil”, que propôs para estudantes de moda a criação de uma nova peça de vestuário a partir de uma jeans básica dentro do tema “ecletismo”.


Negócios Curitiba, terça-feira, 20 de novembro de 2012 | B4 | Indústria&Comércio

Empresas&Produtos Nova Adega Brasil

LIQÜE RECEBE INDICAÇÃO COOLAWARDS A casa noturna Liqüe - dos sócios Edoardo Krause, Fredy Galiotto, Leandro Jabur e Paulo Freitas Santos – foi indicado como Melhor Club na edição 2012 da Cool Awards. Esta é considerada a maior premiação relacionada a moda e entretenimento do Brasil. A votação é aberta ao público, e os resultados – das 30 categorias serão divulgados no mês de dezembro, com grande festa realizada em São Paulo. Para escolher os melhores deste ano nas categorias música, moda, vida noturna e sustentabilidade é só acessar o site da premiação: www.coolmagazine.uol.com.br/coolawards.

Ademilar comercializa crédito de até R$ 1 mi A valorização do preço do metro quadrado dos imóveis tem influenciado diretamente o trabalho das administradoras de consórcio imobiliário. A Ademilar Consórcio de Imóveis comercializa atualmente crédito que chega a R$ 1 milhão através da composição de cotas. Antes, o valor máximo do crédito disponível para venda pela empresa era de R$ 500 mil. De acordo com a diretora superintendente da Ademilar, Tatiana Schuchovsky Reichmann, a intenção é acompanhar a demanda do mercado de imóveis, atendendo um público antes não alcançado pelo consórcio. “Ampliamos o nosso portfólio de produtos para oferecer alternativas ao consumidor que detém um maior potencial de compra”, explica. A Ademilar oferece créditos a partir de R$ 40 mil, com prazo de até 240 meses. Além disso, a administradora trabalha com a chamada parcela reduzida, ou seja, o consorciado paga menos até a contemplação, quando os valores são recalculados. Mais informações no site www.ademilar. com.br.

Hotelaria e gastronomia de Foz realizam comemoração Mais de 250 pessoas participam de jantar do Dia do Hoteleiro e Restauranteiro

O

jantar do Dia do Hoteleiro e do Dia do Restauranteiro foi um verdadeiro sucesso. Mais de 250 pessoas, entre associados, colaboradores, fornecedores, empresários, lideranças do trade, vereadores e profissionais da imprensa, participaram da confraternização, realizada na noite de sábado (17), no Rafain Palace Hotel & Convention Center. O evento foi organizado pelo Sindhotéis (Sindicato de Hotéis, Bares , Restaurantes e Similares); ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis) – Regional Oeste Paraná; e Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes). Foi uma noite à altura da hospedagem e gastronomia de Foz do Iguaçu, com boas companhias, cardápio fino, boa música e dança. A noite também foi marcada pelos discursos das autoridades ligadas ao turismo. O presidente do Sindhotéis, Carlos Silva, destacou a importância do segmento para o crescimento do município. “O mais importante é que não medimos esforços para o fortalecimento do setor. Um pouco do apoio de cada um ajuda a construir uma cidade mais pujante”, afirmou. O presidente Abrasel Seccional Foz do Iguaçu, Paulo Ricardo Santos de Souza, lembrou que a sua entidade ainda é nova, mas tem conseguido realizar vários projetos na cidade graças às parcerias. “No Brasil, a gastronomia gera mais de 6 milhões de empregos. Temos crescido em número de estabelecimentos e refeições servidas”, enumerou. O empresário Mauro Sebas-

Foto: Marcos Labanca

O Shopping Mueller foi o local escolhido para abrigar a primeira loja da rede Adega Brasil em um shopping. Aberta na última segundafeira, dia 12, o espaço possui 55m² onde está distribuída uma grande variedade de bebidas nacionais e importadas, entre elas as marcas Chandon, Perrier Jouët, Lanson, Ciroc, Jack Daniels, Dom Pérignon, Mumm, Johnnie Walker, Veuve Clicquot, Belvedere e Grey Goose. A alta tecnologia também está presente, assim como nas outras, como a máquina em que os clientes podem obter informações, consultar preços e sugestões de harmonizações. Nesta época do ano, os clientes também vão encontrar as tradicionais cestas de Natal, uma dica de presente que agrada a todos. A Adega Brasil Vinhos e Destilados fica no Piso Superior, juntamente com a praça de alimentação, e abre de segunda a sábado das 10h às 22h, domingos e feriados das 14h às 20h e em breve passa a funcionar em horário especial de Natal. Mais informações pelo 41 3013 5587.

PARANÁ

A noite também foi marcada pelos discursos das autoridades ligadas ao turismo

tiany, representando a ABIH Regional Oeste do Paraná e o Iguassu Convention & Visitors Bureau, afirmou que “praticamente o Destino Iguassu não teve baixa temporada neste ano. Temos grandes eventos pela frente, como X Games, Copa do Mundo e Olimpíadas. A tendência é uma visibilidade cada vez maior”. Na mesma linha, o presidente do Comtur, Paulo Angeli, enumerou os prêmios e reconhecimentos obtidos pelo Destino Iguassu –em virtude da gestão integrada, mas principalmente pela qualidade dos empresários da gastronomia e hotelaria. “Estamos transformando a nossa cidade num dos melhores destinos turísticos do mundo”, completou. A vereadora Nanci Rafain An-

dreola, representando a Câmara Municipal, destacou a importância da união dos empresários e das entidades, bem como o empreendedorismo dos empresários. “A Câmara Municipal tem acompanhado o trabalho em prol do progresso e desenvolvimento de nossa cidade. Parabéns a todos. Que Deus nos abençoe”, afirmou. O superintendente de Comunicação Social da Itaipu Binacional e presidente do Fundo Iguaçu, Gilmar Piolla, afirmou que a rede hotelaria iguaçuense evoluiu muito e hoje está entre as melhores do Brasil. “Em todo lugar que eu vou, dizem que a nossa rede hoteleira tem um grau um de qualidade elevado e agora temos que trabalhar para manter a evolução daqui pra frente”, disse.

Já o secretário municipal de Turismo, Felipe Gonzalez, presenteou a todos com o lançamento do Guia Gastronômico de Foz do Iguaçu. A publicação, que traz mais de 200 opções de estabelecimentos, é bilíngue (inglês e português). O Guia Gastronômico foi dividido em sete categorias: Bares, Churrascarias e Restaurantes, Confeitarias, Cafés e Sucos, Quiosques e Sorveterias, Pizzarias, Lanches e Fast Food. “É uma contribuição para posicionar a gastronomia iguaçuense como a melhor existente aqui nas Três Fronteiras. Nossa gastronomia é riquíssima, mas precisamos promovê-la. Esta é a função do primeiro Guia Gastronômico oficial de Foz do Iguaçu”, afirmou sobre o material, cuja primeira edição tem 10 mil exemplares.

Ernst & Young Terco e Endeavor realizam primeiro CEO Summit em Curitiba A Ernst & Young Terco e a Endeavor Brasil realizam pela primeira vez no Paraná o CEO Summit, um dos principais eventos de empreendedorismo do Brasil e que reúne empresários, investidores e executivos. O evento será realizado no dia 21 de novembro, em Curitiba. Entre os palestrantes estão Alexandre Hohagen (vice-presidente do Facebook para a América Latina), Hélio Rotenberg (presidente da Positivo Informática), Marco Franzato (diretor-presidente do Grupo Morena Rosa), e Luiz Otávio Leão (ex-acionista da Matte Leão). O encontro tem como objetivo principal compartilhar experiências, discutir desafios e conhecer as melhores práticas de gestão de

empresas inovadoras, com alto potencial de crescimento. “A Ernst & Young Terco acredita no empreendedorismo como força motriz para o desenvolvimento do país. O CEO Summit é um excelente palco para promover esse tema e compartilhar histórias inspiradoras”, afirma Marcos Quintanilha, sócio líder da Ernst & Young Terco para o Paraná e Santa Catarina. “O CEO Summit 2012 marca o início de uma nova fase na atuação da Endeavor no Paraná, onde está presente desde 2010. Nosso objetivo é fomentar o empreendedorismo de alto impacto no estado, potencializando o ambiente de negócios e a troca de experiências. Tudo isso para gerar uma nova geração de

empreendedores que sonham grande, têm brilho nos olhos, são éticos, inovam e, principalmente, botam pra fazer,” adianta José Rodolpho Bernardoni, Coordenador Regional da Endeavor no Paraná. Em 2012, pela primeira, o evento que já está em sua 11ª edição em São Paulo, foi levado para outras praças. O fórum em Curitiba finaliza uma série de eventos que passou também pelo Rio de Janeiro e Belo Horizonte. “O momento não poderia ser melhor para trazer as discussões do CEO Summit a Curitiba, devido ao cenário de atratividade de investimentos”, afirma André Ferreira, Sócio Líder de Mercados Estratégicos da Ernst & Young Terco. “Será

uma noite de troca de experiências e networking muito frutífera para todos.” “Queremos ver crescer cada vez mais o número de empreendedores que enxergam oportunidades, gostam de inovar e que não perdem de vista os princípios éticos para poder agregar valor à sociedade. São pessoas como essas que tem nas mãos o poder de provocar mudanças positivas e estes são os exemplos que buscamos levar com o nosso evento”, complementa Rodrigo Teles, diretor-geral da Endeavor no Brasil. Confira a programação completa do evento: http://www.ceosummit. org.br/

Concurso dará R$ 10 mil a jovem empreendedor Com o intuito de estimular a criatividade e soluções para novos negócios, o Conselho de Jovens Empresários (CJE) da Associação Comercial do Paraná (ACP), em parceria com a Agência Fomento do Paraná, Rede de Investidores Anjos e Solution Comunicação e Marketing promove o concurso “Minha Ideia Muda o Mundo”. De acordo com o coordenador do CJE, Henrique Domakoski, o concurso tende a incentivar e orientar jovens empreendedores a investirem em ideias inovadores que possam agregar e fortalecer um

mercado cada vez mais competitivo, além de promover novos conceitos possíveis em sustentabilidade e responsabilidade social. Os participantes devem ser maiores de idade e serão aceitas no máximo três ideias por concorrente. O cadastro é individual, mas a apresentação do projeto selecionado poderá ser feita em grupo. Para se inscrever será necessário “curtir” as fans pages do CJE e da agência Solution Comunicação no Facebook. Ao todo, dez ideias serão selecionadas para a apresentação formada por empresários de vários ramos de

atividade. As duas finalistas receberão orientações relativas a mercado, logomarca, plano de comunicação, além da apresentação para um grupo de investidores da Rede de Anjos do Paraná. O grande vencedor receberá o prêmio/investimento de R$ 10 mil. As inscrições poderão ser efetuadas entre os dias 13 de novembro e 10 de dezembro e o resultado com as ideias validadas para votação sairá a partir de 17 de dezembro. As finais acontecem em janeiro. Mais Informações pelo site: www. minhaideiamudaomundo.com.br

Pizza Hut promove dia do combate à fome Hoje, dia 20 novembro, quem for a um dos cinco restaurantes da Pizza Hut em Curitiba e pedir a pizza sabor Pepperoni (tamanho médio) vai colaborar com os projetos da Pastoral da Criança, instituição brasileira que nasceu na cidade e realiza ações em benefício do desenvolvimento infantil em todo o mundo. É a campanha mundial de combate à fome, World Hunger Relief, promovida pela rede em todos os paises onde está presente, em parceria com WFP (World Food Programme) agência das Nações

Unidas para ajuda alimentar. Em 2011, o restaurante do Batel foi a unidade da Pizza Hut que mais arrecadou recursos em todo o país para a campanha. Somadas as unidades de Curitiba, Florianópolis e Blumenau foram responsáveis pelo maior valor arrecadado no Brasil. “Neste ano, a expectiva é contar novamente com a solidariedade e engajamento dos curitibanos e catarinenses para aumentar ainda mais a colaboração com atividades da Pastoral da Criança”, afirma Lilia Andrade, coordenadora de marke-

ting da Pizza Hut de Curitiba. “Como entidade que combate a mortalidade infantil e promove o desenvolvimento integral das crianças, apoiamos as iniciativas voltadas para reduzir a fome e a pobreza”, ressalta Clóvis Boufleur, gestor de relações institucionais da Pastoral da Criança. Ele informa que a doação será utilizada na produção de materiais educativos e capacitações nas comunidades acompanhadas pela Pastoral da Criança nas cidades de Curitiba, Florianópolis e Blumenau.


20-11-12 Indústria&Comércio