Issuu on Google+

Curitiba, quinta-feira, 19 DE setembro de 2013 | Ano XXXViI | Edição nº 8957 | R$1,50

Indústria&Comércio DIÁRIO

INFORMAÇÃO. conhecimento. inteligência. DESDE 1976.

DNA DA NAÇÃO FICA INCOMPLETO

Uma das análises mais lúcidas recebidas pela coluna, a propósito das apreciações de Celso Ming sobre a omissão que o país vota ao papel do imigrante em sua vida, é o texto de Hélio Puglielli. Leia-o, claríssimo. página

| a3

Roseli Abrão De volta à terrinha

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, volta ao Paraná no próximo final de semana. Précandidata do PT ao governo do Estado, Gleisi estará em Curitiba no sábado e em Toledo no domingo. página

Setor de serviços no PR registra crescimento de receita de 7,1% O desempenho paranaense foi puxado pelos serviços prestados às famílias (13,7%)

paraná a4

Audi adere ao Programa Paraná Competitivo O governador Beto Richa e o presidente mundial da Audi, Rupert Stadler, anunciam a retomada da produção dos veículos da marca alemã no Paraná. Na opinião do vice-presidnete da companhia, “O Governo do Paraná teve uma participação decisiva para o investimento acontecer no Brasil”, completou Martens.

Ricardo Almeida/ANPr

Aroldo Murá

| a5

Prefeituras e governo concluem na próxima semana proposta que atualiza ISS Entidades que representam os municípios fecharão na próxima semana, com a Secretaria de Relações Institucionais (SRI), o texto da proposta conjunta que atualiza o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS), administrado pelos municípios. A ministra Ideli Salvatti, da SRI, informou ontem que foram selecionadas as questões de consenso entre governo e prefeituras.

Conforme o Diário Indústria & Comércio havia adiantado na edição de ontem, o investimento da fábrica alemã foi enquadrado no programa de incentivos Paraná Competitivo. Segundo o Secretário da Fazenda Luiz Carlos Hauly, “o Programa Paraná Competetivo, é de longe, o maior programa da história do Paraná.

INDICADORES FINANCEIROS

geral a2

MERCADO À VISTA Maiores altas

COTAÇÃO

CEMEPE PN INEPAR TEL ON CEEE-GT PN N1 MET DUQUE PN BANESTES ON REC

Maiores QUEDAS

0,60 0,09 1,99 7,98 0,49

COTAÇÃO

RECRUSUL PN FINAM CI * REDE ENERGIA ON ESTRELA PN VIVER ON NM

0,04 0,07 2,75 0,34 0,24

Comissão do Congresso aprova MP que desonera transporte público Intenção de Consumo das Famílias aumenta

Renato Araújo/ABr

IBOVESPA Maiores altas*

COTAÇÃO

OGX PETROLEO ON NM LLX LOG ON NM ROSSI RESID ON NM MMX MINER ON NM B2W DIGITAL ON NM

Maiores QUEDAS EMBRAER ON NM LIGHT S/A ON NM TIM PART S/A ON NM TELEF BRASIL PN COPEL PNB N1

0,44 1,89 3,29 1,83 16,03

Nacional B3

Economia dá sinais de melhora, diz indicador

O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) aumentou 0,9%, em agosto, ao alcançar 125,2 pontos. A alta ocorre após reduções de 2,2% em julho e de 0,3% em junho.

COTAÇÃO 18,23 17,98 9,89 50,38 31,00

economia a5

CÂMBIO Moeda

Compra

Venda

Dólar turismo 2,1700

2,3100

Dólar comercial 2,1935

2,1942

Dólar paralelo 2,2973

2,2979

Euro

2,9526

2,9508

Setembro tem saldão de aparelhos nas lojas da TIM

Ouro (Grama/R$): 96,00

Acesse a edição digital

A Intenção de Consumo das Famílias subiu 2,3% em setembro, comparado com agosto, mas recuou 7% em relação a setembro de 2012

www.icnews.com.br

economia a5

Editorial

Novos aumentos nos juros ainda estão por vir

A

Editais na página b3

CMYK

taxa básica de juros (Selic) poderá ter novos aumentos daqui para frente. É isso que sinaliza o presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini. E o motivo é a alta de preços. Segundo ele, a inflação ainda está “em um patamar desconfortável”. Ora, realmente os preços não são agradáveis ao bolso do brasileiro comum, que ganha seu pequeno salário e sofre para que sobre alguns recursos no fim do mês. No entanto, o BC precisa evitar uma elevação desenfreada nos juros. Caso contrário, muitos setores da economia serão prejudicados.

O

presidente do BC, Alexandre Tombini, lembrou que baixar a inflação é um compromisso do BC para dar mais confiança ao mercado. As declarações foram dadas em audiência pública no Congresso Nacional, que reuniu deputados e senadores de seis comissões. Pelo Artigo 9º da Lei de Responsabilidade Fiscal, a autoridade monetária tem de apresentar aos parlamentares, uma vez por semestre, um relatório com a avaliação do cumprimento dos objetivos e metas das políticas monetária, creditícia e cambial.

Central de Atendimento: 41 3333.9800

Número de curitibanos com dívidas diminui 7%

O número de famílias curitibanas endividadas caiu 7% em setembro, em comparação a agosto, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC). O percentual de famílias que se declarou endividada este mês foi de 86,4%.

Desde ontem os estados de Santa Catarina e do Paraná serão contemplados com um saldão nas 13 lojas conceito da TIM na região. Os clientes terão a possibilidade de adquirir mais de 20 modelos de aparelhos a preços promocionais. negócios b1

Mercado de eventos está em alta em Curitiba

O mercado de eventos de Curitiba deve terminar 2013 alcançando a marca inédita de R$ 1,1 bilhão em faturamento. Em 2012, o setor registrou um crescimento no faturamento anual de 22,7%.

negócios a6

e-mail: pauta@induscom.com.br

negócios b1


Geral/Curitiba

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 19 de setembro de 2013 | Pág. A2

Previsão do tempo

Mín.: 10° | Máx.: 18°

Na quinta-feira o vento continua transportando umidade do Oceano, por isso teremos mais um dia com pouca variação das temperaturas entre a RMC e litoral. Nestes setores deve chuviscar por alguns momentos. No interior o tempo fica um pouco mais abafado, e no final da tarde há condições para eventos isolados de chuva no sudoeste e no sul paranaense, principalmente.

fonte: www.simepar.br

Paraná Competitivo

Audi vai retomar produção de veículos no Paraná Rogério Machado/SEDS

Empresa vai investir $ 504 mi em uma nova linha de produção no complexo Volkswagen

Emissão de nota fiscal eletrônica será suspensa de sexta à noite a segunda A emissão de notas fiscais eletrônicas, feitas pelo sistema da Secretaria de Estado da Fazenda, ficará suspensa das 18h de sextafeira (20) às 12h de segunda-feira (23). A Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar) vai transferir cerca de 750 equipamentos para nova sala-cofre do Data Center do Estado, o que interromperá a transmissão de dados por esse período. No caso do produtor rural, que precisar transportar animais, em uma situação de emergência,

deve se dirigir à prefeitura, para a conseguir a nota fiscal do produtor em contingência, emitida manualmente. A Secretaria da Fazenda informou as prefeituras sobre a interrupção do serviço. A Secretaria da Fazenda alerta os contribuintes que informações sobre as opções de contingência para emissão de documentos eletrônicos (NFe e CTe) podem ser obtidas no SAC - Curitiba e Região Metropolitana: (41) 3200-5009; demais localidades: 0800-41-1528 – da Receita Estadual.

DER inicia parceria com Universidade da Alemanha A Escola de Trânsito do Departamento de Estradas de Rodagem e a Universidade Ingolstadt, da Alemanha, vão trabalhar em conjunto na educação de trânsito para jovens do Paraná. Um convênio entre a instituição alemã e a Secretaria de Infraestrutura e Logística definiu ontem o cronograma das atividades, que começam no dia 30 de setembro. “Esta parceria vai aprimorar o atendimento da Escola de Trânsito do DER, que tem conduzido importantes ações de conscientização, em especial nesta Semana Nacional do Trânsito”, disse o secretário estadual da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho. A primeira instituição de ensino a ser atendida é o Colégio Positivo de Curitiba, que assinou um acordo com os representantes alemães. Os alunos vão receber orientações sobre a segurança, prevenção e tecnologia no trânsito. A palestra, que vai acontecer no próximo dia 30, em Curitiba, nas sedes Ambiental e Júnior, será feita pela educadora e mestre em segurança no trânsito da Universidade de Ingolstadt, Kathrin Sattler, que abordará temas que envolvem a educação no trânsito. “Falaremos sobre proteção, segurança e tecnologia, tudo envolvendo educação no trânsito sobre condutor, pedestre e todas as pessoas ao redor do trânsito. E essa parceria, com a Secretaria de Infraestrutura, é muito importante, já que conseguiremos

transmitir o nosso conhecimento para os jovens paranaenses, e vice-versa”, explicou Sattler. Para a coordenadora de Esportes e Cultura do Colégio Positivo – Jardim Ambiental, Juliane Weigert Gomes, os alunos ficarão bem informados sobre cuidados com o trânsito e ainda praticarão o inglês, língua que a palestrante usará para se comunicar com os alunos, que têm 14 e 15 anos e fazem parte do Centro de Línguas da instituição. “A conscientização dos adolescentes sobre cuidados com o trânsito e, principalmente, envolvendo o álcool, é muito importante nos dias de hoje. Além de podermos trocar informações com pessoas que têm uma outra cultura. Vai ser uma palestra muito produtiva para ambos os lados”, disse a coordenadora. A coordenadora de Educação de Trânsito do DER, Maria Lúcia Kutianski, explica que a palestra com os representantes da Alemanha faz parte das ações dessa Semana Nacional. “Os jovens devem aprender desde cedo a importância de saber lidar com o trânsito, por isso a palestra será fundamental. E as nossas escolas, espalhadas pelo Paraná, tem esse papel, de orientar o cidadão, não só nesta importante semana, mas durante o ano todo”, afirmou. Na Semana Nacional de Trânsito, que começou ontem, terão ações de teatro, palestras, blitz e debates, para conscientizar os motoristas sobre a responsabilidade ao volante.

EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

O governador Beto Richa e o presidente mundial da Audi, Rupert Stadler, anunciam a retomada da produção dos veículos da marca alemã no Paraná

A

alemã Audi formalizou ontem um investimento de R$ 504 milhões para retomar a produção de veículos da marca no Estado. Durante audiência com o governador Beto Richa, em Curitiba, os dois principais executivos da companhia, Rupert Stadler (presidente mundial) e Bernd Martens (vice-presidente), ressaltaram a importância do Governo do Paraná na decisão da empresa de instalar nova fábrica no País. “A escolha pelo Paraná deve-se ao ambiente econômico favorável, disponibilidade de matérias primas e recursos naturais para os nossos produtos e investimentos por parte do governo estadual em infraestrutura e logística”, disse o presidente Rupert Stadler. “O Governo do Paraná teve uma participação decisiva para o investimento acontecer no Brasil”, completou Martens. A Audi vai abrir uma nova linha de produção no complexo Volkswagen, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, para fabricar os modelos A3 sedan e Q3 (SUV). Os primeiros veículos chegam ao mercado em setembro de 2015. A planta vai gerar 3.000

empregos, sendo 300 diretos. A capacidade de produção será de 26 mil carros por ano. “É um investimento que consolida o Paraná como um dos maiores polos automotivos do País. Demonstra ainda o resgate da confiança de investidores internacionais no Estado”, afirmou Beto Richa. As negociações entre o governo estadual e a montadora começaram há cerca de seis meses e foram lideradas diretamente por Richa. O governador lembrou que em dois anos e meio, o Governo do Estado, por meio do programa de incentivos fiscais Paraná Competitivo, garantiu R$ 25 bilhões em investimentos em novas plantas industriais ou ampliações de fábricas já existentes, com a projeção de 150 mil novos empregos para os próximos anos. “O retorno da Audi coroa o novo momento que a economia do Paraná vive. Um estado promissor, com oportunidades de empregos para nossa gente”, completou Richa. O vice-presidente mundial da Audi afirmou que a montadora vai adquirir cerca de 35% das peças

de fornecedores nacionais e que a projeção é também ampliar a rede de concessionárias. As compras no País devem somar R$ 400 milhões por ano. “Vamos ampliar os empregos gerados pela estrutura e incentivar fornecedores a se instalar no Paraná”, disse Martens, que viveu no Estado durante 10 anos, como executivo da Volkswagen. Martens destacou que a estratégia da montadora é ser líder no mercado de carros Premium no Brasil e fazer da planta no País uma plataforma para ampliar a parciticipação da marca no mercado sulamericano. A Audi produziu o hatch A3 no Paraná entre 1999 a 2006. “Agora, viemos para ficar”, disse. O investimento da fábrica alemã foi enquadrado no programa de incentivos Paraná Competitivo. O protocolo entre o Estado e a empresa foi assinado em 21 de agosto, permitindo que a companhia também se credenciasse, posteriormente, aos benefícios fiscais do programa Inovar Auto, do governo federal. Com a adesão a marca poderá comercializar parte dos veículos que importar com re-

dução do Imposto sobre Produção Industrial (IPI). Durante a solenidade que confirmou o investimento da Audi no Paraná, o governador Beto Richa afirmou que negocia com pelo menos outras três montadoras a instalação de fábricas no Estado. Ele também destacou a inauguração das plantas da Paccar, que fabricará caminhões da marca DAF em Ponta Grossa, e da Sumitomo, fabricante dos pneus Dunlop que instalou uma unidade em Fazenda Rio Grande, na primeira semana de outubro. Estiveram na cerimônia o presidente da Audi Brasil, Jörg Hofmann; diretor de relação governamentais da Audi Brasil, Klaus Küehne; diretor-presidente do Grupo Servopa/Audi Center Curitiba, Hans Voswinckel; secretários de Estado; o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Ademar Traiano; os deputados estaduais Alceu Maron, Antonio Carlos Belinati, Elio Rusch, Francisco Buhrer, Jonas Guimarães, Nelson Justus, Teruo Kato; o vice-prefeito de São José dos Pinhais, Toninho da Farmácia.

Apoio para que micro e pequenas empresas exportem deve ser ampliado O Governo do Estado e a FAE Centro Universitário estudam a ampliar o atendimento aos micro e pequenos empresários no projeto Primeira Exportação. O programa assegura consultoria técnica gratuita aos interessados em entrar no mercado externo. A assistência feita por alunos do curso de Negócios Internacionais - em um núcleo na Secretaria de Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul - pode agregar o auxílio de acadêmicos de Direito, Marketing, Comunicação e Design.

Programa

A ampliação do programa foi discutida em reunião entre o reitor da FAE, frei Nelson José Hillesheim, e o diretor-geral da Secretaria de Indústria e Comércio, Horácio Monteschio, na terça-feira (17). Segundo Monteschio, a realidade no dia a dia das empresas mostra

que os empreendedores necessitam de um suporte um pouco maior para ter sucesso no mercado externo. “Há muitas demandas e acredito que a parceria com a FAE, que já vem sendo muito boa, pode ser estendida com ótimos reflexos para a economia do Paraná”, afirmou. Monteschio e a coordenadora de Assuntos Internacionais, Aline Albano, entregaram ao frei Nelson o balanço da primeira fase do Primeira Exportação, quando foram atendidas 10 empresas de Curitiba e Região Metropolitana. “Estamos iniciando o segundo ciclo e devemos atender 25 empresas”, acrescentou o diretor-geral. O Frei Nelson elogiou o projeto e a parceria e sugeriu um amplo diagnóstico das necessidades das empresas para ampliar a assistência às micro e pequenas empresas. “É uma ação que faz a diferença na vida dos empresários e assegura o

Divulgação SEIM

Reunião entre o reitor da FAE, frei Nelson José Hillesheim e o diretor-geral da SEIM, Horácio Monteschio debateu a ampliação do projeto primeira exportação

crescimento pessoal e profissional aos alunos. Eles levam a teoria da sala de aula para as empresas e trazem essa experiência profissional para a sala de aula”, disse. Também participaram da reunião o pró-reitor acadêmico da

FAE, professor André Luiz Resende, o coordenador do curso de Negócios Internacionais, Joaquim Brasileiro, a professora da pró-reitoria acadêmica, Adriana Pellizari, e o técnico da secretaria Homero Pereira.

Estação Rui Barbosa-Pinheirinho ganha piso A Urbs iniciou ontem a reforma do piso da estação tubo Rui Barbosa- Pinheirinho, na praça Rui Barbosa. A troca do assoalho será feita em etapas, um quadrante de cada vez, para permitir que a estação continue funcionando mesmo durante as obras, previstas para durar duas semanas. O piso atual, que apresenta

pontos de desgaste no tapete de borracha, será todo removido e substituído por um piso novo, o que vai garantir mais conforto aos usuários. Os trechos em obras são delimitados por sinalização. A Urbs pede a compreensão dos usuários, uma vez que a desativação da estação representaria transtornos

maiores. Fiscais da Urbs estarão no local orientando os usuários, especialmente nos horários de maior movimento. A estação Pinheirinho, na Rui Barbosa, é uma das maiores da cidade, com três tubos de 20 módulos acoplados, formando uma área de circulação interna de 220 metros quadrados. Por esta

estação passam, por dia, 6,7 mil usuários. A troca do assoalho da Rui Barbosa – Pinheirinho é resultado da rotina de manutenção de estações, feita pela Urbs. Diariamente, 12 equipes formadas por técnicos e auxiliares, percorrem todo o sistema de transporte, verificando as condições das estações.


Aroldo Murá G. Haygert

Contato com o jornalista: aroldo@cienciaefe.org.br

Diário Indústria&Comércio Curitiba, quinta-feira, 19 de setembro de 2013 | Pág. A3

DNA DA NAÇÃO FICA INCOMPLETO SEM IMIGRANTES Dentre as muitas manifestações que a coluna recolheu, a propósito do comentário feito na edição de terça-feira, sobre o esquecimento que o Brasil vota à contribuição dos imigrantes à história do país, escolhi o texto a seguir, do professor e jornalista Hélio Puglielli, oportuníssimo: “Ao se insurgir contra a omissão da participação do imigrante na identidade brasileira, Celso Ming colocou o dedo numa ferida indolor, mas nem por isso cicatrizada. A incompletude das grandes análises da formação brasileira aí está, para ser sentida por quem não se contenta com a triangulação português-negro-índio. E, além de omissões, equívocos óbvios. Olavo Bilac, por exemplo, considerou o brasileiro como produto de três raças tristes. O país do carnaval, do samba, do futebol, combinaria com tal produto? De um poeta, que lida com metáforas, não se pode cobrar

objetividade. Mas aos autores de obras fundamentais para a compreensão do Brasil, sim. O vate aludia simbolicamente à ‘tristeza dos desertos, das matas e do oceano’, à ‘orfandade de selvagens, cativos e marujos’ e nos emocionamos com os versos, assim como com as ‘lágrimas salgadas’ que contribuem para o grande mar português enunciado por Fernando Pessoa.”

DNA DA NAÇÃO (2)

E prossegue Hélio Puglielli: “Emoções a parte, não temos ainda a obra-chave para a compreensão da brasilidade. Muitos chegaram perto e não é o caso de elencar seus nomes, muito conhecidos dos estudiosos e citados no artigo de Ming. Wilson Martins, que não foi citado, deu a sua densa contribuição por intermédio da ‘História da Inteligência Brasileira’ e mais especificamente com o ‘Brasil

Diferente’. Essa última obra é uma interpretação do Paraná, contrapondo-se de certa forma ao enfoque de Temístocles Linhares, que dava ênfase ao processo catalisador exercido pela cultura luso-brasileira. Em oposição, Wilson Martins dá destaque à contribuição dos fluxos étnicos que compõem a paisagem humana do Paraná. Tanto as teses de Linhares quanto de Martins sofreram a ação do tempo, porém. Temístocles, adepto e assessor de Bento Munhoz da Rocha Netto, participou da organização dos festejos do centenário de emancipação política do Paraná, em 1953, quando Bento era governador. Seu livro, ‘Paraná Vivo’, é quase um grande relatório do paranismo. O ‘Brasil Diferente’, de Wilson, não tem esse compromisso. É um bom exemplo de abordagem abrangente da convergência étnica que caracteriza não só o Paraná, como todo o sul do país, além de Estados como Espírito Santo e Minas Gerais.”

DNA DA NAÇÃO (3)

E completa Puglielli: “Essa abordagem sofreu ação do tempo, na medida em que o movimento imigratório foi sucedido por uma segunda etapa, na qual muitos dos descendentes de imigrantes se transferiram para outros Estados além dos que foram mencionados, em grandes fluxos migratórios. Como principais protagonistas, devem ser citados os ítalo e teuto-brasileiros que, partindo do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, alargaram a fronteira agrícola até o extremo-norte brasileiro, passando pelo cerrado e a floresta amazônica. Essas novas gerações de brasileiros desempenham, hoje, papel atuante na economia agrícola, nem sempre em adequação com os interesses de preservação da flora originária. No contexto dessa nova epopeia de conquista da terra, é um problema, dentre tantos outros que estão a merecer novos estudos para compreendermos melhor quem somos e o que fazemos.”

Hélio de Freitas Puglielli, Temístocles Linhares, David Carneiro, Olavo Bilac e Bento Munhoz da Rocha

A VERDADE DE CELSO DE MELLO O diálogo abaixo foi extraído do livro Código da Vida (Editora Planeta, 7ª Reimpressão, Tópico 85, Página 170), do jurista Saulo Ramos (falecido), entre o autor e o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal - STF, que nunca se pronunciou a respeito desse assunto. “Apressou-se ele próprio a me telefonar, explicando: - Doutor Saulo, o senhor deve ter estranhado o meu voto no caso do Presidente. - Claro, o que deu em você? - É que a F. de São Paulo, na véspera da votação, noticiou a afirmação de que o Presidente Sarney tinha os votos certos dos ministros que enumerou e citou meu nome como um deles. Quando chegou minha vez de votar, o Presidente já estava vitorioso pelo número de votos a seu favor. Não precisava mais do meu. Votei contra para desmentir a F. de São Paulo. Mas fique

tranquilo. Se meu voto fosse decisivo, eu teria votado a favor do Presidente. Não acreditei no que estava ouvindo. Recusei-me a engolir e perguntei: - Espere um pouco. Deixe-me ver se compreendi bem. Você votou contra o Sarney porque a F. de São Paulo noticiou que você votaria a favor? - Sim. - E se o Sarney já não houvesse ganhado, quando chegou sua vez de votar, você, nesse caso, votaria a favor dele? - Exatamente. O senhor me entendeu? - Entendi. Entendi que você é um juiz de merda! Bati o telefone e nunca mais falei com ele”.

“Brasil Judaico – Mosaico de Nacionalidades” A historiadora Maria Luiza Tucci Carneiro, professora da Universidade de São Paulo (USP) esteve em Curitiba na segunda-feira 16/9, para o lançamento de seu mais novo livro da serie “Brasil Judaico – Mosaico de Nacionalidades”, que analisa a imigração judaica no Brasil. O lançamento, comemorativo aos 25 anos do Instituto Cultural Judaico Brasileiro “Bernardo Schulman” aconteceu na Livraria Cultura do Shopping Curitiba, com a presença da presidente do ICJBS, Sara Schulmnan, do presidente da Loja Chaim Weizman, da B’nai B’irth de Curitiba, Gustavo Berman, de membros da comunidade israelita e interessados.

“BRASIL JUDAICO” (2) Editado pela Maayanot, a obra “Brasil Judaico – Um Mosaico de Nacionalidades” aborda a imigração judaica para o Brasil desde as primeiras décadas do século XIX até os dias atuais e reconstitui as trajetórias e o cotidiano daqueles que, como imigrantes ou judeus refugiados do nazi fascismo, fizeram do Brasil a sua pátria de acolhimento. Durante o evento, houve um bate-papo com a autora na livraria. O lançamento contou com o apoio da Comunidade Israelita do Paraná, do Museu do Holocausto, da B’nai B’rith e do Instituto Cultural Judaico Brasileiro “Bernardo Schulman”.

OBS.: Celso de Mello, promotor de justiça do Estado de São Paulo, foi nomeado ministro do STF pelo presidente da República José Sarney, por indicação do advogado Saulo Ramos , então ministro da Justiça.

Saulo Ramos e Celso de Mello

LUIZ CARLOS QUER SABER DO ALUGUEL DE POSTES, “COM TRANSPARÊNCIA” O deputado Luiz Carlos Martins pode estar colocando uma ‘sinuca de bico’ na COPEL, a estatal de eletricidade, de quem reclamou, terça-feira, na ALEP, que explique, com todos os detalhes, como está alugando os seus postes a diversas outras empresas, tais como as operadoras de telefonia. Luiz viu aprovado pela ALEP seu pedido de amplas informações. Siga o noticiário do gabinete do parlamentar sobre o assunto que pode, até, render um amplo desdobramento noticioso: “Foi aprovado em plenário nesta terça-feira (17), o pedido de informações do deputado Luiz Carlos Martins (PSD) para que a Companhia Paranaense de Energia (Copel) explique de que forma são feitos os contratos de uso dos postes do Paraná com as operadoras de telefonia, TV a cabo e serviços similares. Para Martins, é fundamental que haja transparência sobre esta espécie de ‘aluguel’ dos postes, o que vem provocando a criação dos chamados ‘ninhos de urubus’, tamanha a confusão de fios e cabos pendurados pelo estado.”

toria, foram detectados mais de 205 pontos com fiação solta ou emaranhada nas ruas desses bairros. O pedido de informações entregue por Martins questiona: 1.- Os postes de iluminação pertencem a Copel? 2.- Qual o montante em todo o Estado do Paraná? 3.- Para que alguma empresa de telefonia possa utilizar os postes para cabear seu produto, é feito contrato? Anexar cópia do contrato padrão. 4.- O valor cobrado por uso do poste varia conforme o local ou é valor padrão, igual para qualquer Empresa interessada? Quais Empresas estão hoje se beneficiando do uso dos postes? Qual a quantidade de postes por Empresa? 6.- Quais os valores cobrados hoje? Qual a arrecadação mensal obtida pela Copel? Em que rubrica é lançada na contabilidade da Copel? 7.- As Prefeituras recebem algum repasse da Copel da receita de aluguel dos postes?”

LUIZ CARLOS (2) “Este tema precisa ser esclarecido. Quantos postes são usados pelas operadoras de telefonia e TV a cabo no Paraná? Quanto elas pagam por isso? As prefeituras ganham alguma coisa? Quanto a Copel ganha com esse aluguel de postes? Este emaranhado de fios nos postes do estado representa um descuido com a fiação e expõe a população paranaense a riscos de acidentes. Mas por que o problema fica cada vez maior?, questiona Martins. O deputado citou ainda que, só em duas regionais de Curitiba (Matriz e Pinheirinho), em duas semanas de vis-

Bate-papo com a autora do livro durante a noite de autógrafos

A historiadora Maria Luiza Tucci Carneiro com o advogado Reinaldo Aronis (esquerda) e o empresário Gustavo Berman

DIA 25, SÓ REFEIÇÕES VEGANAS NAS UFPR No dia 25 de setembro, quarta-feira, no primeiro dia do Vegfest – IV Congresso Vegetariano Brasileiro, todas as refeições servidas nos Restaurantes Universitários da UFPR serão veganas, ou seja, preparadas sem nenhum produto de origem animal. No total serão 8.000 refeições que atenderão aos alunos da universidade.

DIA 25, SÓ VEGANAS (2)

Luiz Carlos Martins

A ideia surgiu da Sociedade Vegetariana Brasileira, que está realizando o congresso na instituição, com participação do diretor de fauna da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Alexander Biondo, e apoio do reitor da instituição, Zak Akel. “Queremos mostrar como é possível abrir mão da carne em pelo menos um dia, como é a proposta da campanha Segunda sem Carne, alertando para os resultados desta escolha para

a saúde e para o meio ambiente”, explica Ricardo Laurino, coordenador da Sociedade Vegetariana Brasileira Grupo Curitiba. Com apenas um dia sem o consumo de produtos de origem animal, há uma redução significativa de impactos ambientais. Com as refeições veganas no RU da UFPR no dia 25, calcula-se que a economia para o meio ambiente seja de: - 22 toneladas de CO2 que deixarão de ser emitidos na atmosfera. - 60 mil metros quadrados de área florestal não desmatada. - Mais de sete milhões de litros de água economizados. O Vegfest é o maior evento vegetariano do Brasil e acontece de 25 a 29 de setembro, na UFPR e no Mercado Municipal – Setor de Orgânicos. Mais informações: www.vegfest.com.br.


paraná

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 19 de setembro de 2013 | Pág. A4

AB Notícias COMPRA DIRETA

Agricultores familiares paranaenses conseguem aumentar a renda e planejar a vida financeira com a venda garantida para a merenda escolar. Cerca de 134 associações e cooperativas em 374 municípios fornecem mais de 12 mil toneladas de alimentos para 2,3 mil escolas da rede estadual e para as escolas de educação especial. Em 2013, foram reservados 31 milhões de reais para a compra de alimentos da agricultura familiar.

RENDA NO CAMPO

O município de Rio Bonito do Iguaçu, na região Centro-Sul do Estado, busca junto ao Ministério da Agricultura auxílio para agregar valor à produção in natura de itens como o leite. A cidade conta hoje com 14 mil vacas em lactação que produzem 200 mil litros de leite por dia. O objetivo é aumentar o valor agregado, beneficiando a renda dos produtores. A informação é do jornal Correio do Povo do Paraná, de Laranjeiras do Sul.

OBRAS ADIANTADAS

As obras de duplicação da PR-445 em Londrina seguem e já completam 40% do cronograma previsto. Segundo o Departamento de Estradas e Rodagens, a obra deve estar terminada em outubro de 2014. O lote 1, entre o Conjunto Jamile Dequech e a Avenida Harry Prochet, na zona sul, é o trecho mais adiantado. O objetivo é facilitar o trânsito e garantir mais segurança para os motoristas.

TALENTO DO JUDÔ

Arthur Lorhan Caldeira, 14 anos, representa Umuarama no Campeonato Brasileiro de Judô que acontece, no próximo final de semana em Porto Velho (RN). O atleta é campeão Paranaense da categoria sub-15 e o quinto colocado dos Jogos Escolares da Juventude (JEPs), no individual e terceiro por equipe. Caldeira está treinando e promete uma boa competição e bons resultados para o Paraná.

FEIRA DE TECNOLOGIA

A Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pato Branco (Inventum 2013) está programada para acontecer de 5 a 9 de novembro no Sudoeste. Entre as atrações estão uma partida de futebol entre robôs e a apresentação de um veículo construído em Pato Branco que faz 108 quilômetros por litro e que ficou em terceiro lugar na Maratona Universitária da Eficiência Energética. O evento reunirá empresas e instituições de ensino ligadas ao setor de Tecnologia da Informação e Comunicação.

HISTÓRIA VIVA

No dia 21 de setembro Edemê de Matos faz o lançamento de seu livro “Imbituva: uma viagem de retorno a terra natal”. A obra conta a história da colonização de Imbituva, no Sudoeste do Estado, e a origem da cidade. Os aspectos culturais e religiosos também são explorados. O evento acontecerá na sede do Sindicato das Indústrias de Madeira (Simadi). O trabalho foi feito com entrevistas e pesquisa documental.

ENERGIA NO OESTE

Começa a funcionar a subestação Concórdia, da Copel, localizada em Toledo, para reforçar a rede elétrica na região Oeste do Estado. O investimento somou mais de 17 milhões de reais e inclui uma linha de transmissão que vai conectar a nova unidade à outra subestação já existente no município. A obra beneficia diretamente mais de dez mil consumidores entre residências, estabelecimentos comerciais e indústrias.

CONTE ATÉ DEZ

O Ministério Público inicia em Arapongas, Norte do Estado, a campanha “Conte Até 10”. O objetivo é para promover debates a respeito de como prevenir violência por motivos fúteis. A ação faz parte da campanha nacional “Conte até 10. A raiva passa, a vida fica”, que foi iniciada em todo o Brasil no final do ano passado, e que será intensificada agora na cidade. O objetivo é conscientizar os jovens e reduzir a violência.

BANCO DE PELE

O Hospital Evangélico de Curitiba foi recentemente cadastrado para dar início às atividades do Banco de Pele Humana, no Serviço de Cirurgia Plástica e Queimados. É o quarto Banco de Pele do Brasil e trará considerável benefício principalmente às crianças e adolescentes, vitimas mais comuns de queimaduras. O local fará a captação, o processamento e a armazenagem pele humana, regulada pelo Sistema Nacional de Transplante.

AS LETRAS

A Academia de Letras dos Campos Gerais está com inscrições abertas até 31 de outubro para candidatos a Membro Efetivo. A solicitação de inscrição será feita por correspondência dirigida à Academia de Letras dos Campos Gerais, em Ponta Grossa. Os candidatos concorrem a cinco cadeiras de grandes escritores da região. Podem se inscrever apenas moradores da região que já tenham publicado obras.

PRODUÇÃO DE PEIXE

O Certificado de Serviço de Inspeção Municipal foi entregue neste mês ao Abatedouro de Peixes Marmentini, em Cascavel. Este é o segundo abatedouro inaugurado neste ano. O setor de piscicultura está ganhando força em Cascavel, em toda a cadeia produtiva. A atividade integra o Programa Agroindústria Familiar. O local passou por uma reforma e ampliação, visando à certificação. Produz filé de tilápia, petisco de tilápia, carpa, pacu e costela de pacu.

Segmento empresarial

Setor de serviços registra aumento de receita de 7,1% O desempenho paranaense foi puxado pelos serviços prestados às famílias (13,7%)

A

receita nominal do setor de serviços, que abrange o segmento empresarial não financeiro, fora setores da saúde, educação, administração pública e aluguel, no expandiu 7,1% no Paraná em julho, em comparação com o mesmo mês de 2012. O desempenho paranaense foi puxado pelos serviços prestados às famílias (13,7%), serviços de transportes e correio (10,2%) e serviços de informação e comunicação (6,8%). O aumento foi de 9% para o Brasil, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado de janeiro a julho de 2013, os serviços prestados no Estado avançaram 7,5%, diante alta de 8,6% na média nacional. Os principais destaques nesse tipo de comparação foram os serviços prestados às famílias (11,6%), serviços de transportes e correio (10,0%) e serviços de informação e comunicação (6,5%). Nos 12 meses encerrados em

julho, o setor de serviços regional mostrou crescimento de 9%, ante variação de 8,8% para o País. As principais contribuições positivas vieram das atividades de serviços prestados à família (13,3%), serviços de transportes e correio (11,7%), serviços de informação e comunicação (7,4%) e serviços profissionais, administrativos e complementares (4,0%). Ana Silvia Martins Franco, economista do Núcleo de Macroeconomia e Conjuntura, do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), avalia que essa expansão denota a maior disponibilidade de renda da população, traduzida pelo bom desempenho do agronegócio, aliado ao aquecimento do mercado de trabalho regional, que gera empregos com maiores rendimentos, especialmente no interior do Estado. “Além disso, a Região Metropolitana de Curitiba registra o maior salário médio entre as regiões metropolitanas pesquisadas pelo IBGE”, comentou Ana Silvia.

Arnando Alves/ANPR

abnoticias@abcom.com.br

Os serviços de transportes e correio registraram aumento de 10,2% em julho

Richa participa da inauguração da nova loja Muffato em Curitiba

Consultas para compra e venda de veículos ficarão fora do ar

O governador Beto Richa participou na noite de terça-feira (17) da inauguração da nova loja do Muffato Max Autosserviço, em Curitiba. O hipermercado, localizado na Linha Verde, bairro Pinheirinho, cria 350 empregos diretos e indiretos e é a primeira unidade da rede na capital que alia os preços baixos de atacado com a variedade de um hipermercado varejista. “Mais um grande empreendimento que vai contribuir positivamente com a economia paranaense” afirmou o governador. “O Grupo Muffato é paranaense e investe forte no seu Estado. Um grande aliado no desenvolvimento do Paraná, pois gera renda, riquezas e contribui diretamente com a melhoria de vida dos paranaenses”, ressaltou. O governador disse que o Paraná vive um ótimo momento econômico e o fortalecimento do setor de comércio e serviços é mais uma prova de que, com dinamismo e planejamento, o estado conquista posição de destaque no país. Richa ressaltou que levantamento feito pelo Ministério do Trabalho aponta que o Paraná é o terceiro

Serviços do Departamento de Trânsito do Paraná oferecidos na internet, como o Detran Fácil, consultas para compra e venda de veículos, extrato de débitos e pontuação do condutor ficarão foram do ar das 18h de sextafeira (20) às 12h de segunda-feira (23). Também ficarão foram do ar sistemas usados por despachantes, fábricas de placas e centros de formação de condutores. A orientação é para que os usuários antecipem ou adiem a abertura de processos, principalmente de veículos. Já os cursos de reciclagem de motoristas infratores agendados para o fim de semana acontecerão normalmente. Os serviços do Governo do Paraná pela internet ficarão fora do ar para que a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar) faça a transferência de cerca de 750 equipamentos para a nova sala cofre do Data Center do Estado.

Governador Beto Richa participa da inauguração da nova loja do Muffato Max Autosserviço

estado do Brasil e o primeiro do Sul em geração de empregos. Só neste ano, de janeiro a julho, foram criados mais 86,6 mil novos empregos formais. No acumulado de janeiro de 2011 a julho de 2013 são 299,5 mil novos empregos. Maior empresa de varejo do Paraná e a sexta no ranking nacional, o Grupo Muffato conta com 46 unidades espalhadas em 14 cidades do Paraná e uma no interior de São

Paulo. É um dos maiores empregadores privados do Estado, com mais de nove mil colaboradores diretos e 2,5 mil indiretos. A nova unidade é a sexta do grupo em Curitiba. “Acreditamos na nossa gente e esses investimentos demonstram a confiança no Paraná e no país. Respondemos à crise com investimentos dessa magnitude”, afirmou o diretor do grupo, Eduardo Muffato.

Teatro Guaíra será restaurado pela primeira vez desde a inauguração O Teatro Guaíra, em Curitiba, vai passar pelo primeiro restauro completo desde a sua inauguração, em 1954. Na primeira fase da obra, os auditórios Bento Munhoz da Rocha Netto (Guairão) e Salvador de Ferrante (Guairinha) receberão novos carpetes e todas as poltronas serão reparadas, incluindo a troca de tecidos e recuperação da estrutura em madeira e das engrenagens, mantendo o mesmo padrão. As licitações para os serviços foram abertas e as empresas devem retirar o edital no site www.comprasparana.pr.gov.br As propostas devem ser entregues para a Comissão de Licitação do Teatro Guaíra, na sala 208, em horário comercial, Rua XV de Novembro, 971. Para retirada e troca dos carpetes as propostas devem ser entregues até 31 de outubro e para restauro das poltronas, até 4 de novembro. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (41) 3304-7952 e 3304-7929. A revitalização e recuperação de espaços culturais é uma das metas definidas pelo governador Beto Richa para a área cultural. “Não adianta ter um equipamento se ele não puder ser usado adequadamente. O Guaíra é um espaço muito

O restauro será feito por etapas, a partir dos projetos executivos elaborados pela empresa PJJ Malucelli, vencedora da licitação lançada em 2012

importante para a nossa cultura e merece este restauro”, destaca o secretário estadual da Cultura, Paulino Viapiana. Pelo programa de revitalização e manutenção de espaços culturais, previsto nas metas de governo, outros importantes equipamentos ligados à Secretaria da Cultura estão sendo recuperados, como a Biblioteca Pública do Paraná e o Museu da Imagem e do Som (MIS-PR), este fechado há mais de uma década. O restauro será feito por etapas, a partir dos projetos executivos

elaborados pela empresa PJJ Malucelli, vencedora da licitação lançada em 2012. Como o prédio é tombado, toda intervenção deve ser feita de acordo com a legislação e sob a ótica da preservação do patrimônio histórico. A revitalização engloba ainda a impermeabilização do teatro, isolamento acústico, modernização da cenotecnia, iluminação cênica, imagem e sonorização, portarias, camarins, além de recuperação das redes hidráulica e elétrica, geradores de energia sistema de carga e descarga e mobiliário.

Feira Alto Juvevê Gastronomia entra no calendário oficial da cidade A Alto Juvevê Gastronomia, feira gastronômica que reúne restaurantes, confeitarias e cafés da região, agora faz parte do calendáro oficial de eventos de Curitiba. A proposta foi aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Gustavo Fruet no dia 11 de setembro. A Alto Juvevê Gastronomia acontece trimestralmente, preferencialmente no primeiro final de semana do mês em que acontecer o evento. Neste final de semana, nos dias 21 e 22 de setembro, acontece a 4ª edição da feira, que tem o apoio da Prefeitura e do Instituto Municipal de Turismo. No evento, estarão pratos exclusivos de 19 restaurantes, bares, cafés e confeitarias dos bairros Alto da Glória, Juvevê e Cabral. "Incluir este evento do Alto Juvevê no calendário oficial da cidade é uma forma de reforçar essa tradição curitibana que são as feiras. São espaços democráticos, nos quais os amantes da gastronomia e da boa prosa se encontram" disse o prefeito.


Contexto Político De volta à terrinha

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, volta ao Paraná no próximo final de semana. Précandidata do PT ao governo do Estado, Gleisi estará em Curitiba no sábado e em Toledo no domingo. Em Curitiba, a ministra participa do Ato de Adesão da Prefeitura da capital e dos municípios da região metropolitana e dos Campos Gerais ao programa Viver Sem Limite, do governo federal. Em Toledo, Gleisi participa da tradicional Festa do Porco no Rolete. Na comitiva de Gleisi, o vice-presidente de Agronegócios e Micro e Pequenas Empresas do Banco do Brasil, Osmar Dias, deputado federal Ângelo Vanhoni, e o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet.

Vai anular

Se o Tribunal de Contas do Estado aprovar o relatório dos auditores do órgão e determinar a anulação da licitação do transporte coletivo de Curitiba, realizada em 2.010, o prefeito Gustavo Fruet garante que cumprirá a decisão. Foi o que o prefeito garantiu nesta quarta-feira ao participar da solenidade de abertura da Semana Internacional do Trânsito.

Relator

O Tribunal de Contas, que já disponibiliza em seu site a íntegra do relatório, deve sortear amanhã um relator (conselheiro) que abrirá um prazo de

Roseli Abrão

Diário Indústria&Comércio

roseli@roseliabrao.com.br

15 dias para que todas as partes citadas possam apresentar o contraditório. O relatório final deverá ser votado em plenário no máximo em 40 dias.

Fim do voto secreto

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado aprovou, na tarde de ontem, a proposta de emenda à Constituição que extingue o voto secreto em todas as deliberações do Poder Legislativo inclusive em casos de escolha de autoridades e exame de vetos.

Voltou atrás

Curitiba, quinta-feira, 19 de setembro de 2013 | Pág. A5

Segurança

O deputado Wilson Quinteiro, do PSB, apresentou projeto na Assembleia Legislativa, que determina que as companhias de transporte terrestre de passageiros e as administradoras de terminais rodoviários poderão ter que exigir documento de identificação do passageiro no momento da aquisição de passagens e no momento do embarque para viagens interestaduais e intermunicipais. O projeto também prevê que nas áreas de embarque de passageiros deverão ser instalados equipamentos detectores de metais para acesso aos veículos.

Segundo a Agência Senado, no começo da reunião, o relator da proposta, o senador paranaense Sérgio Souza, do PMDB, havia apresentado uma reformulação do seu parecer, determinando o voto aberto apenas nos casos de cassação de mandato de parlamentares. Mas, em decorrência das manifestações de vários senadores, voltou atrás e restabeleceu seu parecer original, a favor do voto aberto em todos os casos.

Assaltos

Em 2 turnos

Fora do governo

O relatório original do senador recebeu voto favorável da maioria dos integrantes da CCJ e vai, agora, à deliberação do plenário do Senado, em dois turnos de votações.

Quinteiro justificou em seu projeto que a cada ano são assaltados mais de 400 ônibus nas rodovias brasileiras, vitimando quase quinze mil usuários. Segundo ele, de acordo com a Abrati (Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros), os números podem ser maiores, porque muitas ocorrências não são registradas.

O PSB do governador de Pernambuco Eduardo Campos decidiu nesta quarta-feira, em reunião realizada a portas fechadas, entregar os cargos que tem no governo Dilma Rousseff.

comércio

Intenção de Consumo das Famílias cresce em setembro Apesar da melhora no mês atual, houve piora na comparação com 2012 Renato Araújo/ABr

Entre outros postos, o PSB está à frente do Ministério da Integração Social e da Secretaria dos Portos, que também possui status de ministério. O governador Eduardo Campos deve se encontrar hoje com a presidente Dilma Rousseff para oficializar a decisão.

Menos, diz Rasca

O deputado Rasca Rodrigues, do PV, não se soma aos demais aliados do Palácio Iguaçu na “euforia” pela volta da montadora alemã Audi ao Paraná. Em seu perfil no Facebook, diz que a notícia não veria ser recebida com “tanto entusiasmo”: --Hoje só se fala na instalação da Audi no Paraná. Reconhecemos o ganho econômico que o Estado terá, mas, num momento que se discute uma mobilidade urbana sustentável em todo o mundo, em outras formas de meio de transporte - como as bicicletas - não é oportuno anunciar isso com tanto entusiasmo, sugeriu.

Entre aspas

“Saímos do governo para continuarmos ajudando o Brasil”. Frase do governador de Pernambuco, o presidenciável Eduardo Campos, ao anunciar, em seu perfil no Facebook, a decisão do PSB de entregar os cargos que o partido tem no governo federal.

Emissão de cheques sem fundos cai no país, indica a Serasa A proporção de cheques sem fundos no país diminuiu em agosto, tanto na comparação com o mês de julho, quanto na comparação com o mesmo período de 2012. Dos 68,8 milhões de cheques compensados, 1,87% foi devolvido pela segunda vez por falta de provisão na conta do emissor. Em julho, foram devolvidos 2,03% de um total de 73,3 milhões de cheques compensados e em agosto do ano passado 1,97% das 78,1 milhões de operações não puderam ter o pagamento efetuado. Os dados são da pesquisa sobre o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. No acumulado de janeiro a agosto, o percentual de cheques devolvidos foi 2,05% - o mesmo que o registrado em igual período de 2012. Desde o início do ano até agosto, foram compensados 558,5 milhões dos quais 11,4 milhões não tinham fundos. Já nos primeiros oito meses

do ano passado, as devoluções pelo mesmo motivo somaram 12,6 milhões de um total de 615,3 milhões de documentos que passaram pelo sistema de compensação bancária. Na avaliação dos economistas da Serasa Experian, entre os fatores que levaram a essa queda estão o recuo da inflação, a manutenção do desemprego em baixa e "a maior cautela do consumidor em assumir novas dívidas, evitando aumentar seus níveis de comprometimento de renda". Por região, a taxa mais elevada no período de janeiro a agosto foi detectada no Norte (4,41%) e a mais baixa no Sudeste (1,6%). Roraima teve o maior volume de cheques sem fundos nesse período, com 10,81% do total de compensados. Na comparação de agosto sobre julho, no entanto, houve queda com índice em 7,8% ante 12,9%. No mesmo mês de 2012, o estado registrou 7,5% de devoluções.

Vendas de materiais de construção crescem 8,2%

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) aumentou 2,3% em setembro, comparado com agosto, mas recuou 7% em relação a setembro de 2012

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) aumentou 2,3% em setembro, comparado com agosto, mas recuou 7% em relação a setembro de 2012. Os dados foram divulgados ontem (18/09) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Para o economista da CNC Bruno Fernandes, a melhora no mês deve-se a um avanço positivo no quadro da inflação, que registrou leve declínio. "O ponto principal desta pes-

quisa é que, desde dezembro de 2012, é a primeira vez no ano que se tem todos os componentes com resultados favoráveis na avaliação mensal. Isso se atribui a alguns pontos, incluindo o alívio pontual da inflação, fazendo com que as famílias se sintam mais otimistas em relação à renda e ao consumo", explicou Fernandes. Apesar da melhora no mês atual, houve piora na comparação com setembro de 2012. Para o economista, isso decorre do fim da isenção do

Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que incidia na linha branca de eletrodomésticos e também nos automóveis. Segundo ele, outros fatores que levaram à piora este ano são o aumento na taxa básica de juros, encarecendo o crédito ao consumidor, e o câmbio mais valorizado, tornando mais caros os produtos importados. Um dos pontos positivos citados pelo economista é a redução no volume de dívidas das famílias, o que acaba favorecendo novas compras:

"O endividamento vem seguindo uma trajetória favorável, com uma diminuição daqui para a frente". Por causa disso, Fernandes previu um consumo moderado para este Natal. "A gente espera um consumo mais moderado do que o registrado no ano passado. Será um Natal bom. Não será recessivo, mas não (será) tão favorável quando o de 2012." A pesquisa completa pode ser acessada na página da CNC na internet: www.cnc.org.br.

Economia dá sinais de melhora, diz Iace O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) aumentou 0,9%, em agosto, ao alcançar 125,2 pontos. A alta ocorre após reduções de 2,2% em julho e de 0,3% em junho, segundo dados do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) que faz a medição em conjunto com The Conference Board, instituição internacional de pesquisas de negócios. Cinco dos oito componentes influenciaram esse avanço do índice

que mostra as tendências da economia no curto prazo. No entanto, para o economista da FGV-Ibre, Paulo Picchetti, "é improvável que o crescimento relativamente elevado do PIB (Produto Interno Bruto soma das riquezas geradas no país) em 6% (anualizado) do segundo trimestre se sustente". Com base nos resultados do Iace, o economista apontou que entre julho e setembro a economia brasileira deverá ter desempenho mais fraco. Essa alta do indicador

em agosto, porém, sinaliza para uma melhoria do quadro no último trimestre do ano. A recuperação, conforme destacou, vai depender do comportamento tanto do mercado doméstico quanto da evolução da demanda externa. Já para o economista Ataman Ozyildirim, do The Conference Board, dificilmente haverá recuperação no segundo semestre. Na avaliação dele, o resultado de agosto reflete a melhora das expectativas de consumidores e do setor

de Serviços. O Indicador Antecedente Composto da Economia é calculado desde 1996 com base em oito componentes econômicos de medição da atividade econômica do país. Por meio dele, é possível comparar a economia brasileira com a de 11 países estudados pelo The Conference Board: China, Estados Unidos, zona do Euro, Austrália, França, Alemanha, Japão, México, Coréia, Espanha e Reino Unido.

As vendas de materiais de construção em agosto deste ano cresceram 8,2% em relação a julho, segundo levantamento divulgado ontem (18/09) pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). Na comparação com agosto do ano passado, o crescimento foi 3,2%. No período de janeiro a agosto deste ano, também foi registrado crescimento de 3,6% no setor, em comparação com o mesmo período de 2012. Segundo a Abramat, o acumulado das vendas nos oito primeiros meses está abaixo da previsão para o fechamento do ano, que aponta uma expec-

tativa de crescimento de 4% em relação a 2012. Em nota, a associação diz que para o setor atingir essa meta precisará de novos estímulos do governo federal, como a ampliação do prazo de desoneração do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), a manutenção dos níveis de emprego, renda e crédito e a aceleração do ritmo das obras de infraestrutura. De acordo com o balanço, o nível de emprego na indústria de materiais de construção ficou praticamente estável em agosto deste ano em relação a julho, crescendo 0,1%. Em comparação a agosto de 2012, houve alta de 0,7%.

Mantega diz que deságio mostrou rentabilidade da concessão de rodovia O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse ontem (18/09) que o resultado do leilão da BR-050, divulgado pela manhã, mostrou que o empreendimento é rentável, mesmo com o deságio oferecido pelo consórcio vencedor, de 42,38%. Segundo ele, a experiência de ontem vai servir para remodelar os outros leilões de rodovia. O Consórcio Planalto, composto por dez empresas, venceu a concessão do trecho da BR050 GO/MG ofertado ontem (18/09) em leilão promovido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) na BM&F Bovespa oferecendo a menor tarifa, de R$ 0,04534 por quilômetro. "Esse deságio na BR-050 mostra que o empreendimento é rentável, lucrativo, a ponto de você dar um deságio e ainda con-

tinuar tendo vantagens. A partir desse caso, vamos remodelar as outras rodovias. Aquelas que, como a BR-262, não apresentaram interesse", disse. O ministro ressaltou que o governo vai aumentar a atratividade daquelas rodovias que têm um pedágio mais alto e um volume de passageiros menor. "Temos um conjunto atrativo. Sabemos quais são as atrativas. As (rodovias) BR-060, BR-050, BR-040 e BR-163 são todas atrativas. As outras são um pouco menos e vamos remodelar, de modo que tenham um grande interesse e possamos ter uma forte competição e novos deságios", concluir. Mantega embarcou para São Paulo, onde terá reunião no final da tarde com representantes do setor de bebidas frias (águas, cervejas e refrigerantes).


negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 19 de setembro de 2013 | Pág. A6

PESQUISA

Número de curitibanos com dívidas cai 7% em setembro

COMUNICADO PÚBLICO A Vivo informa que realizará atividade de manutenção programada e melhorias tecnológicas em seus sistemas que atendem o estado do Paraná, entre os dias 24 e 27/09/2013, da 0h00 às 6h00. Durante este período, os usuários do estado citado poderão encontrar dificuldades pontuais e temporárias na utilização do Serviço Móvel Pessoal.

COMUNICADO PÚBLICO A Vivo, operadora do Serviço Móvel Pessoal no Estado do Paraná, informa a seus clientes e ao público em geral que ocorreram dificuldades pontuais e temporárias na prestação do serviço, devido à instabilidade em equipamento, instabilidade no suprimento de energia e intempéries, nas localidades: Piên dia 16/09/2013 das 08h00 às 08h04; Missal dia 16/09/2013 das 06h04 às 07h13; Barracão dia 16/09/2013 das 11h09 às 14h48; Guairaçá dia 17/09/2013 das 05h01 às 17/09/2013 às 06h08; Mauá da Serra dia 17/09/2013 das 07h16 às 08h00. Após o envio de equipe técnica ao local os circuitos foram restabelecidos.

Opinião

Famílias com renda inferior a dez salários mínimos têm maior redução nas dívidas

O

número de famílias curitibanas endividadas caiu 7% em setembro, em comparação a agosto, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), elaborada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e divulgada pela Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio PR). O percentual de famílias que se declarou endividada este mês foi de 86,4%, inferior ao de agosto, que foi o maior registrado nos últimos dois anos, com 93,5%. Os consumidores com renda acima

coluna@induscom.com.br

O processo de leasing e seus benefícios para projetos de TI O leasing está presente no Brasil há várias décadas e tem sido bastante solicitado por diferentes segmentos. Mesmo assim, a forma de crédito para opção de compra a valor de mercado futuro de máquinas (Fair Market Value Leasing ou Leasing FMV) ainda encontra resistência em muitas empresas que buscam viabilizar projetos de TI. O benefício fiscal e a melhora no payback do investimento estão entre os vários aspectos favoráveis da modalidade. Comparado a uma compra à vista ou mesmo a um financiamento, o leasing oferece muitas vantagens, como a redução do risco de obsolescência e a possibilidade de atualização tecnológica – por meio de upgrade ou mesmo troca de equipamento - ao longo do contrato de forma mais simples e rápida. As soluções de TI geralmente apresentam um investimento inicial elevado podendo afetar o fluxo de caixa da empresa e limitar a implementação de outros projetos. A modalidade de leasing FMV, portanto, ajuda a diluir o investimento ao longo dos meses do contrato e a reduzir o desembolso mensal. As empresas pagam integralmente o equipamento somente se exercerem a opção de compra ao final do contrato de leasing. Caso contrário, o banco assume o valor residual. Esta opção é muito adequada, sobretudo para máquinas que possuem uma desvalorização acelerada como PCs e servidores. Os gastos relativos ao descarte e obsolescência dos equipamentos devem ser incluídos na análise do custo total de propriedade (TCO). Essa preocupação pode ser sanada por meio de um contrato, que tenha, entre as opções, a devolução do equipamento, transferindo assim essa responsabilidade para o banco. Vale salientar que, desta forma, o desembolso será menor que o preço da aquisição. Isso acontece porque a instituição financeira responsável pelo leasing fará a recuperação do risco de valor residual no mercado secundário, com a revenda do equipamento. Todos esses fatores são relevantes na implantação ou melhoria das soluções de TI. A decisão conjunta entre o setor de TI e finanças, com base em estudo econômico e estratégico de longo prazo, pode resultar em uma solução mais eficaz e econômica.

Faleceu na manhã de ontem (18), em Curitiba, o ex-presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Altavir Zaniolo. Ele tinha 91 anos e o sepultamento será hoje (19), às 10h30, no Cemitério Parque Iguaçu O atual presidente da Fiep, Edson Campagnolo, lamentou a perda e destacou a importância da gestão de Zaniolo para a ampliação do atendimento do Sistema Fiep às indústrias de todo o Paraná. “Altavir Zaniolo foi um empreendedor e um gestor com visão extraordinária, que percebeu a necessidade de o Sistema Fiep atender a indústria do Paraná como um todo”, disse Campagnolo. “Em sua gestão a entidade intensificou a criação de unidades no interior do Estado e também em Curitiba, deixando um importante legado que beneficia o setor industrial paranaense até hoje”, completou.

Zaniolo, ao centro, junto a dois outros ex-presidentes da Fiep – Mário de Mari e Rodrigo da Rocha Loures – na inauguração do Espaço Sindical.

RELATÓRIO DA DIRETORIA

JAMARI S/A PARTICIPAÇÕES

Senhores Acionistas: De conformidade com as disposições legais e estatutárias temos o prazer de submeter à apreciação de V.Sas. o BALANÇO PATRIMONIAL relativo ao exercício findo, bem como as demonstrações de resultado do exercício, demonstrações das origens e aplicações dos recursos, demonstrações dos lucros e prejuízos acumulados e demonstrações das mutações das contas do Patrimônio Líquido, referente o ano/calendário findo em 2012.

C.N.P.J. M.F. 82.493.412/0001-75 -- N.I.R.E 41.3.0000814-1 Rua Conselheiro Carrão, 851, Bairro Hugo Langue Curitiba - Paraná

BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2.012 ATIVO

ATIVO CIRCULANTE DISPONÍVEL Caixa Bancos SOMA DO DISPONÍVEL DIREITOS REALIZÁVEIS Despesas do Exercício Seguinte Impostos a Recuperar Valores a Receber SOMA DO REALIZÁVEL SOMA DO ATIVO CIRCULANTE ATIVO NÃO CIRCULANTE REALIZÁVEL A LONGO PRAZO Créditos com Empresas Coligadas Despesas de Contrato a Apropriar Direitos Futuros a Apropriar SOMA DO REALIZÁVEL LONGO PRAZO INVESTIMENTOS Participações Societárias SOMA DOS INVESTIMENTOS IMOBILIZADO Outras Imobilizações SOMADOATIVONÃOCIRCULANTE TOTAL DO ATIVO

2012

2011

R$ R$ R$

36.386,77 29.933,98 66.320,75

R$ R$ R$

41.523,27 328.581,38 370.104,65

R$ R$ R$ R$ R$

374.928,46 62.192,74 437.121,20 503.441,95

R$ R$ R$ R$ R$

388.591,61 59.729,59 448.321,20 818.425,85

R$ 349.881,10 R$ 7.000.000,00 R$ 819.215,90

R$ 661.463,01 R$ 7.819.215,90 R$ -

R$ 8.169.097,00

R$ 8.480.678,91

R$ 20.210.559,14 R$ 20.210.559,14

R$ 19.024.606,56 R$ 19.024.606,56

R$ R$ 28.379.656,14 R$ 28.883.098,09

R$ R$ 27.505.285,47 R$ 28.323.711,32

RECURSOS Saldo Anterior Lucros/ Prejuízos Acumulados R$ Reversão Reservas de Reavaliação Resultado Apurado no Ano-Calendário R$ SOMA DOS RECURSOS R$

2012

2012 PASSIVO CIRCULANTE Obrigações Fornecedores R$ 46.338,43 Obrigações Salariais/PL R$ 2.239,20 Obrigações Tributárias R$ 12.302,91 Obrigações Com Coligadas R$ 313.006,13 Receitas Financeiras a Apropriar R$ 13.985,61 SOMADO PASSIVO CIRCULANTE R$ 387.872,28 PASSIVO NÃO CIRCULANTE EXIGÍVEL A LONGO PRAZO Receitas Futuras a Apropriar R$ 819.215,90 Obrigações Com Coligadas R$ 10.820.639,95 Obrigações por Contratos a Pagar R$ 7.000.000,00 Obrigações Tributárias R$ SOMADOEXÍGIVELALONGOPRAZO R$ 18.639.855,85 SOMADOPASSIVONÃOCIRCULANTE R$ 18.639.855,85 PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital Social R$ 31.429.200,00 Reservas de Capital R$ Reservas de Lucros R$ 93.266,10 Reserva Legal R$ Prejuizos Acumulados R$ (22.648.038,05) Resultado Apurado no Período R$ 980.941,91 SOMADO PATRIMÔNIO LÍQUIDO R$ TOTALDO PASSIVO

R$ R$

TOTAL LUCROS/PREJUIZOS ACUMULADOS R$

(22.648.038,05) R$ (27.346.088,44) 980.941,91 R$ 4.698.050,39 (21.667.096,14) R$ (22.648.038,05) 2011

- R$ - R$ (21.667.096,14)

R$ R$ R$ R$ R$ R$

2011 485,05 12.471,86 313.006,13 325.963,04

R$ R$ R$ R$ R$ R$

819.215,90 11.304.104,33 7.000.000,00 19.123.320,23 19.123.320,23

R$ 31.429.200,00 R$ R$ 93.266,10 R$ R$ (27.346.088,44) R$ 4.698.050,39

9.855.369,96

R$

8.874.428,05

R$ 28.883.098,09

R$

28.323.711,32

DEMONSTRAÇÃO DA VARIAÇÃO DO CAPITAL CIRCULANTE LIVRE 2011

2012

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO DO EXERCÍCIO

PASSIVO

DEMONSTRAÇÃO DOS LUCROS E/OU PREJUÍZOS ACUMULADOS

APLICAÇÕES Parcelas dos Lucros Incorporados ao Capital Transferências para Reservas

pessoal (1,8%), cheque especial (0,9%), crédito consignado (0,7%) e cheque pré-datado (0,5%). A PEIC mostra ainda que 16,4% das famílias entrevistadas mencionaram estar muito endividadas, sendo que 20,3% possuem contas em atraso. No entanto, apenas 7,8% acreditam que não conseguirão pagar suas dívidas no próximo mês. Nas famílias com renda inferior a dez salários mínimos esse percentual é de 9,3% e de 2,6% nas famílias com rendimentos em patamar superior. Destaque-se que o devedor só é considerado inadimplente após noventa dias de atraso.

Foto: Mauro Frasson

O Caminhão da Eficiência Energética da Siemens, uma completa estrutura de soluções e tecnologias da companhia voltadas à redução do consumo da energia elétrica em grandes indústrias, seguirá viagem até fevereiro de 2014 em nova série de roadshows. Depois de percorrer mais de 20 mil quilômetros e visitar 37 cidades desde a primeira exibição, em 2012, a carreta itinerante percorrerá novas localidades como parte da programação oficial da temporada da “Alemanha + Brasil 2013 – 2014”, celebrado desde maio desse ano, e faz suas próximas paradas no Sul do País. Lançado no Rio de Janeiro, o caminhão foi exibido pela primeira vez no Brasil em junho de 2012 e visitou diversas indústrias e instituições de ensino espalhadas pelo País. Nesta nova fase, a carreta visita a cidade de Curitiba até 19 de setembro e irá passar também pelas cidades de Ponta Grossa, Cascavel e Chapecó durante esse mês. Além do Paraná, o roadshow do Caminhão da Eficiência Energética percorrerá outros importantes polos regionais e sedes de grandes complexos industriais e referências em pesquisa e desenvolvimento acadêmico no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo.

mércio, com retração nas vendas. Com relação ao tipo de dívida, 63,7% dos entrevistados atribuem ao cartão de crédito seu principal motivo de comprometimento financeiro. O percentual alto das dívidas com cartão de crédito deve-se à facilidade na hora da compra e possibilidade de parcelamento sem incidência de juros. Além disso, muitos consumidores mantêm mais de um cartão ativo e acabam acumulando débitos. Na sequência, ficam o financiamento de veículos (13,4%) e o financiamento imobiliário (10,9%). Em percentuais menores, foram citados outros tipos de débitos: carnês (7,9%), crédito

Altavir Zaniolo, ex-presidente da Fiep, será sepultado hoje em Curitiba

*Felippe Melo é diretor do Banco IBM

Siemens leva Caminhão da Eficiência Energética a cidades do Estado

de dez salários mínimos possuem o maior nível de endividamento, com 92,3%. Apesar da queda de 5,1 pontos percentuais em relação a agosto, o maior controle das dívidas ocorreu entre aqueles que recebem até dez salários mínimos, que passaram de 92,7% em agosto para 85,2% setembro, configurando uma redução de 7,5%. Os dados demonstram que as pessoas estão mais focadas em quitar suas dívidas do que contrair novos compromissos financeiros. A restrição ao crédito cresce, e somada à cautela do consumidor, poderá gerar um cenário menos favorável ao co-

-

R$ (22.648.038,05)

ATIVO CIRCULANTE No início do exercício No final do exercício AUMENTO DO ATIVO CIRCULANTE

2012 R$ 818.425,85 R$ 503.441,95

R$ R$

2011 1.078.330,05 818.425,85

R$ (314.983,90)

R$

(259.904,20)

PASSIVO CIRCULANTE No início do exercício No final do exercício AUMENTO DO PASSIVO CIRCULANTE

2012 2011 R$ 325.963,04 R$ 387.872,28

R$ R$

29.843,52 325.963,04

R$

61.909,24

R$

296.119,52

R$ (376.893,14)

R$

(556.023,72)

VARIAÇÃO DO CAPITAL CIRCULANTE LÍQUIDO

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO DE 31.12.2011 A 31.12.2012 Saldo em 31.12.2011. .................. Correção Monetária ................... Aumento/Redução de Capital ... Resultado Apurado no Período . Reservas de Lucros. .................... Reservas Legais .......................... Transferências. ............................ Saldo em 31.12.2012 ...................

Capital Reserva Social Lucros 31.429.200,00 93.266,10 31.429.200,00 93.266,10

Lucros e /ou Prej. Acumulados (27.346.088,44) 4.698.050,39 (22.648.038,05)

Corr. Monetaria Capital Social -

Reserva Legal -

Saldo Dispos. Assembléia 4.698.050,39 980.941,91 (4.698.050,39) 980.941,91

TOTAL 8.874.428,05 980.941,91 9.855.369,96

1 - RECEITA OPERACIONAL Receitas Financeiras Receitas Operacionais Diversas SOMA DA RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 2 - DESPESAS OPERACIONAIS Despesas com Salarios e Pró-Labore Despesas Administrativas Despesas Financeiras SOMA DAS DESPESAS OPERACIONAIS 3 - RESULTADO OPERACIONAL (1-2=3) 4 - RECEITAS NÃO OPERACIONAIS 5 - DESPESAS NÃO OPERACIONAIS 6 - EQUIV. PATRIMONIAL PARTICIPAÇÃO COLIGADAS 7 - PROVISÃO P/CONTR. SOCIAL/IMP.RENDA 8 - RESULTADO LÍQUIDO DO EXERCICIO (3+4-5+6-7=8)

R$ R$

2012 168,95

2011 R$ 84.779,61 R$ 5.560.654,11

R$

168,95

R$ 5.645.433,72

R$ (26.870,40) R$(151.976,76) R$ (332,46)

R$ (7.842,00) R$(6.150.122,83) R$ (370,85)

R$ (179.179,62)

R$(6.158.335,68)

R$(179.010,67) R$ (512.901,96) R$

-

R$

-

R$

-

R$

-

R$1.159.952,58 R$ 5.210.952,35 R$

-

R$ 980.941,91

R$

-

R$ 4.698.050,39

DEMONSTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES DOS RECURSOS ORIGEM DOS RECURSOS Resultado Apurado no Período Alienação de Bens do Imobilizado Aumento do Exígivel a Longo Prazo Diminuição Realizável a Longo Prazo Dimininuição Conta Investimentos/Part.Societárias Outros Origens e/ou Transferencias de Recursos Diminuição do Capital Circulante Líquido SOMA DAS ORIGENS DOS RECURSOS APLICAÇÃO DOS RECURSOS Aquisições de Bens do Imobilizado Aumento do Realizável a Longo Prazo Aumento Conta de Investimentos/ Part.Societárias Redução do Capital Social Realizado Diminuição do Exigível a Longo Prazo Aumento do Capital Circulante Líquido SOMA DAS APLICAÇÕES DOS RECURSOS

R$ R$ R$ R$

2012 980.941,91 311.581,91

2011 R$ 4.698.050,39 R$ R$ 5.672.092,95 R$ -

R$

-

R$

-

R$

-

R$

-

R$

376.893,14

R$

-

R$ 1.669.416,96

R$ 10.370.143,34

2012 -

2011 R$ R$ 5.356.129,04

R$ 1.185.952,58 R$ R$ 483.464,38 R$ -

R$ 5.570.038,02 R$ R$ R$ (556.023,72)

R$ 1.669.416,96

R$ 10.370.143,34

R$ R$

SUMÁRIO DAS PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS NOTAS EXPLICATIVA ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO EXERCÍCIO DE 01.01.2012 à 31.12.2012 NOTA 1 - CONTEXTO OPERACIONAL A Companhia Jamari S/A Participações, tem por objeto participar em outras sociedades, como quotista ou acionista, apoiar as empresas de cujo capital participar, através de estudos, análises e sugestões sobre a política operacional e os projetos de expansão das aludidas empresas mobilizando recursos para o atendimento das respectivas necessidades e interesses das mencionadas sociedades. NOTA 2 - DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E FINANCEIRAS As demonstrações contábeis e financeiras, foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis emanadas da legislação societária, obedecendo as disposições da lei 6.404/76, que regula as sociedades por ações e atendendo as normas tributárias com base no Decreto n. 1.598/77. NOTA 3 - DESCRIÇÃO DAS PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS 3.1. Disponibilidades Compreende o saldo em caixa, depósitos bancários e aplicações financeiras de liquidez imediata, sendo que a sociedade mantém seu fluxo de caixa com recursos captados das operações das empresas controladas, visando cumprir suas obrigações, bem como dar suporte àquelas empresas controladas que necessitarem de aportes financeiros. 3.2. Direitos Realizáveis Referem-se a valores de impostos a recuperar em operações de exercícios anteriores, cujos valores poderão ser compensados com impostos futuros e valores a apropriar de despesas incorridas por obrigações contratuais com terceiros. 3.3. Realizável a longo prazo São valores a receber a longo prazo de empresas controladas e coligadas, e estão lançados ao valor nominal de realização, conforme contrato particular firmado entre as partes, além da provisao de valores controverso que encontra-se em discução em ação de consignação de pagamento e a provisão de apropriação de valores firmados em escritura pública com garantia de finalização processo judicial.

CLAUDIO GROCHOWICZ Diretor Presidente

3.4. Investimentos em controladas e coligadas Referem-se a participação societária da empresa em sociedades controladas e coligadas, cujos valores estão avaliados pelo método de equivalência patrimonial, quando da apuração dos resultados em 31 de dezembro. 3.5. Passivo circulante São demonstrados pelo valor nominal das obrigações de curto prazo, incorrido até a data do encerramento do balanço patrimonial da sociedade, inclusive valores a pagar a empresa coligada em curto prazo. 3.6. Exigível e longo prazo São demonstrados pelos valores conhecidos ou calculáveis, acrescidos, quando aplicável, dos correspondentes encargos financeiros e multas, incorridas até a data do balanço. 3.6.1. - Receita Futuras a Apropriar Refere-se a valor em controverso que encontra-se em discução em ação de consignação em pagamento de ex-coligada, em tramitação no STJ aguardando decisão judicial. 3.6.2. - Contrato de Mútuos Refere-se a recursos obtidos junto a empresas controladas e coligadas para cumprimento de suas obrigações, bem como atendimento a empresas controladas e ligadas, mobilizando, os referidos recursos, para o atendimento das respectivas necessidades e interesses das mencionadas sociedades. 3.6.3. - Contratos a Pagar Refere-se a provisão de valores a pagar da ação do Banco BMC, oriundo de obrigações de ex-controlada conforme valores firmados em escritura pública com garantia de finalização de processo judicial. 3.7. Apuração do resultado A sociedade adota o regime anual para apuração de seus resultados, utilizando o critério de balancetes mensais de redução e/ou suspensão do Imposto de Renda e Contribuição Social, conforme IN-SRF n. 11/96. 3.7.1. - Imposto de renda e contribuição social O imposto de renda e contribuição social, corrente e/ou diferido, são calcudados em base nas alíquotas estabelecidas pela legislação do imposto de renda e da contribuição social, quando da apuração do resultado no Livro de Apuração do Lucro Real (LALUR).

SEBASTIAO JOSE BARBOSA Téc. de Contabilidade - CRC/PR 24.077/O-7


Diário Indústria&Comércio

Publicidade Legal Curitiba, quinta-feira, 19 de setembro de 2013 | Pág. A7

Ana Claudia Machado, torna público que requereu á Secretaria Municipal do meio Ambiente de Curitiba a Licença Ambiental prévia, para exercer as atividades de 96017/01” Lavanderias; 9601-7/02 Tinturarias”, 9601-7/03 Toalheiros; 4772-5/00 Comércio varejista de essências; e, 9529-1/99 Reparação e consertos de artigos de artigos de tecidos, situada á rua Francisco Juglair, 628, Loja 01, Térreo, bairro Mossunguê, Curitiba, Paraná, CEP. 81.200-230.

CLARO S/A torna público que requereu à Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba a Licença Ambiental de Instalação - LI, para a instalação de ERB - Estação Rádio Base, na Avenida Senador Souza Naves, n° 1417 – Cristo Rei - Curitiba – PR, CEP: 80.050-040.

Amanda Comércio de Combustíveis Ltda., inscrito no CNPJ sob no. 08.222.174/0001-00, torna público que requereu a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Curitiba a renovação da Licença Ambiental de Operação para Comércio Varejista de Combustíveis, localizado na Rua Mateus Leme, no. 5761, bairro Abranches, Curitiba/Pr

Juízo DE DIREITO DA TERCEIRA VARA CIVEl DA COMARCA DE CURITIBA ESTADO DO PARANÁ. EDITAL DE CITAÇÃO DE TERCEIROS INTERESSADOS, AUSENTES, INCERTOS E DESCONHECIDOS COM O PRAZO DE VINTE DIAS.

SÚMULA DE REQUERIMENTO DE LICENÇA DE INSTALAÇÃO Rejaile Distribuidora de Petróleo Ltda,CNPJ n°. 00.209.895/0003-30 torna público que irá requerer ao IAP, a Licença de Instalação para ampliação da capacidade de armazenagem e distribuição de combustiveis - Base Araucaria a ser implantada Rua Edson Queiroz n° 215, bairro Chapada, Municipio de Araucária - PR. Não foi determinado estudo de impacto ambiental.

CLARO S/A torna público que recebeu da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba a Licença Ambiental Prévia – LP n° 13000100, para a instalação de ERB - Estação Rádio Base, na Avenida Senador Souza Naves, n° 1417 – Cristo Rei - Curitiba – PR, CEP: 80.050-040. EDITAL DE CITAÇÃO PRAZO DE 20 DIAS, expedido nos autos da Ação de DESPEJO, PROCESSO Nº 000068/2013, O Doutor Áureo Simões Júnior, Árbitro indicado pela ABRAME – Associação Brasileira de Árbitros e Mediadores, núcleo de arbitragem de Curitiba -PR na forma da Lei, etc.através de despacho, mandou publicar o presente. FAZ SABER aos Srs. HERMES COLLI e s/m ODALYS GIL COLLI, réus ausentes, em lugar incertos e não sabido,eventuais interessados, bem como sucessores, que DANUSA BARBOSA , qualificada nos autos, proprietária do Apartamento 02 do edifício na rua Nilo Peçanha, 220, bairro São Francisco, nesta Capital.Solicitou procedimento arbitral de DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO, visando a desocupação do imóvel e rescisão do contrato do imóvel acima citado e liquidação da caução.O Árbitro esteve pessoalmente no local e constatou, conforme consta de auto anexado ao processo, que os locatários não se encontravam no imóvel, que o Sr. Hermes Colli teria falecido e sua esposa Sra. Odalys Gil Colli estaria em lugar incerto e não sabido na cidade de São Paulo-SP. Estando em termos, expede-se o presente edital para citação dos supramencionados para, no prazo de 15 (quinze) dias, a fluir após o prazo de 20 dias, contestem o feito, sob pena de presumirem-se aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor. Ficam também intimados para a audiência de conciliação marcada para o dia 30.09.2013, tudo conforme estabelece o regulamento arbitral e cláusula compromissória Será o presente edital, afixado e publicado na forma da lei.Assinado secretaria da ABRAME Edital de Praça e Leilão: dia 11/10/13 e 08/11/13, às 09:30h = Local: Rua Senador Acciolly Filho, 1625-Cic-Curitiba-PR: Paulo Setsuo Nakakogue, Leiloeiro Público Oficial, matricula nº 625, devidamente autorizado pelos Srs. Drs. Juízes do Trabalho, no exercício da Titularidade das Varas Trabalhistas, venderá, em público Leilão, conforme Art. 888 da CLT, no dia, hora e local supracitados,os bens objetivo de penhora das ações trabalhistas, nas condições indicadas neste Edital, a seguir descritos: Juiz do Trabalho, Dr. Sandro Augusto de Souza, da 01ª Vara do Trabalho de Ctba a saber: Autos nº 08127-2012-001-09-00-6:Jair Amaral de Freitas x L Bodanese Transportes Ltda;01 Veículo Toyota Corola XLI, placa ALB-3552, Renavam 804601828, ano 2003/2003 Chassi 9BR53ZEC138505398, cor bege. Categoria particular XLI16VVT, gasolina mecânico cfe documento possui Al Fid.Randon Adm. Cons.Ltda 4 portas, mecanica declarada em funcionamento normal, lataria e pintura em bom estado R$ 22.800,00; Ônus Detran R$ 212,82 até 16/09/2013; Alien. Fiduc. Radon ADM. Cons. Ltda não Levantado; 01 veículo Scania R 124 GA6X4NZ420 Placa KEH-1436, Renavam 76.001085-4 Chassi 9BSR6X4A013527358 ano 2001/ 2001 categoria aluguel espécie/ tipo tração/ caminhão trator 3 eixos cor branca 10 pneus lataria e pintura apenas descascando em alguns pontos mecânica declarada em funcionamento normal. Conforme doc.exercício 2012 apresentado e consulta do Detram hà Alienação Fiduciária-Gaplan Adm.Bens Ltda R$ 155.000,00; Ônus Detran R$ 1.658,51 até 14/09/2013; Alien. Fiduc. Gaplan Adm. Bens Ltda não Levantado; 01 Veículo Scania G 420 a 4x2 pla ATB-3552, Renavam 23.098239-5,chassi 9BSG4X200A3666787, ANO 2010/2010 cor vermelha, categoria aluguel.Conforme doc exercício 2012 há Al. Fiduc.Itaú Unibanco S.A. Veículo 3 eixos 10 pneus diesel mecânica declarada em funcionamento normalR$ 250.500,00; Ônus Detran R$ 127,69 até 14/09/2013; Alien. Fiduc. Itaú Unibanco S/A não Levantado; 01 Veículo SR/Guerra Charger GR Placa AKI-3327 Renavam 78517173-8 Chassi 9AA07082C2C038594 espécie carga/ semi-reboque ano 2002/2002 categoria aluguel cor branca conforme consulta Detran possui Alienação Fiduciária-Scania Adm Cons Ltda, carroceria graneleira com aprox. 7,5m, em madeira em mau estado com 8 pneus. Este veículo é a parte traseira do Bitrem. R$ 25.380,00; Ônus Detran R$ 60,71 até 14/09/2013; Alien Fiduc Scania Adm. Cons. Ltda Não Levantado; 01 veículo SR / Guerra harger GR placa AKI-3329, Renavam 78.517090-1 chassi 9AA07102C2C038593 ano 2002/2002 aluguel cor branca, carroceria graneleira com aprox.7,5m em mau estado,com 8 pneus e 2 steps conf. documento exercício 2012 apresentado possui Al.Fid.Scania Adm Cons.Ltda. Este veículo possui a chamada 5ª roda sendo a parte dianteira do Bitrem R$ 30.220,00 Ônus Detran R$ 60,71 até 14/09/2013; Alien Fiduc Scania Adm. Cons. Ltda Não Levantado; OBS: Estes 2 veículos acima compõem o Bitrem, R$ 483.900,00;Autos nº11758-2012-00109-00-2:Heleno Alves Bezerra x Auto Viação Água Verde Ltda. 01 Lote de terreno nº 03,da Planta elaborada por Joaquim Antonio da Cruz situado no Barigui, Curitiba/ PR, perfazendo área total de 11.293,00, Quadra 031,lote 001.000.Matrícula nº 131.565 da 8ª CRI de Curitiba/ PR R$ 6.000.000,00 ; (VEJF3*); Não Consta Debito Ônus na Prefeitura até 17/09/2013 mais custas e honorários judiciais; Juíza do Trabalho, Dra. Lisiane Sanson Pasetti Bordin, da 02ª Vara do Trabalho de Curitiba a saber: Autos nº34648-2009-002-09-00-0:Loraci Aparecida dos Reis x Renovo Indústria e Comércio de Bolsas Ltda(ME) 100 Pastas executivas,modelo “Aliance”, fabricada em tecido micronylon na cor preta, com acabamento em zíper e velcro, modelos com bolsos na frente, avaliado em R$ 60,00 cada.R$ 6.000,00; OBS:AS pastas não possuem alça e são novas. Juíza do Trabalho, Dra. Camila Campos de Almeida da 03ª Vara do Trabalho de Curitiba a saber: Autos nº03903-2004-003-09-00-4:Elza Maria Bech x Casa de Saúde Nossa Senhora da Gloria Ltda x Paulo Sérgio Daniel Pannunzio x Ênio Nuldemann x Poliane Nuldemann x Carmen de Souza Ferreira 01 Apartamento 101, 1ª andar, Edifício Grenville, Rua São Pedro, 590, com características constantes na matrícula 23.301 da 2º Circunscrição Imobiliária.R$ 280.000,00; (HBCI4*); Ônus na Prefeitura R$ 1.234,40 até 17/09/2013 mais custas e honorários judiciais; Condomínio R$ 1.375,00 ate 16/09/2013; Autos nº13525-2004-003-09-00-7:Elias Rodrigues x Industria Langer Ltda (Massa Falida) x Walter Brepohl x Faber New Maquinas Ltda x Marco Antonio de Paula Lima x Alcione Maria Novelli de Paula Lima ; 01 Veiculo Gol, marca Volkswagen, Cor Branca, modelo 2005, Placa-AMC- 7523, Chassi 9BWCA05X85T033971, Renavam 83.771822-8 Obs: falta peças a lateral da porta lado direito puxador do cabo do capo solto bateria sem condições de ver, marca borracha da porta traseira direita solta dura para fechar,faltam protetor do carpe para estepe c/desgasteR$ 9.000,00; Ônus Detran R$ 4.555,01 até 14/09/2013; Alien. Fiduc BV Financ S/A CFI não Levantado; Autos nº359292012-003-09-00-1:Rosangela Alfaia Serrão x Cattani S.A. Transportes e Turismo: Matrícula 5242: Lote 17 da quadra 24 da Planta Hauer, no Bairro Vila Hauer/Curitiba, com 12m de frente para a Rua Cel. Antonio R dos Santos,por igual metragem na linha de fundos, por 60m da frente ao fundo em ambos os lados área total de 720m2,confrontantes constantes da matrícula, Indicação Fiscal 64-026-017.000-9; (HBDP5*) Ônus na Prefeitura R$ 1.306,20 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; Matrícula 5243:Lote 18 da quadra 24 da Planta Hauer, no Bairro Vila Hauer/Curitiba, com 19m de frente para a Rua Cel. Antonio R dos Santos, fazendo esquina com a Rua Bartolomeu Lourenço de Gusmão área total de 1044m2,demais informações constantes da matrícula,Indicação Fiscal 64026-018.000-2 Benfeitoria:Os terrenos foram unificados pela construção de um barracão industrial em alvenaria,área de escritório com dois pavimentos.Área construída total de aproximadamente 1008,50 m2. As construções estão em estado regular conservação. Idade aparente 30 anos. R$ 1.817.553,00 Ocupação:Imóvel ocupado por terceiros que declaram ocupa-lo a título de comodato. (VCCPB6*) ;(VFJEPB7*) Ônus na Prefeitura R$ 2.259,54 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; Juíza do Trabalho, Dra Rosiris Rodrigues de Almeida Amado Ribeiro, da 14ª Vara do Trabalho de Ctba a saber :Autos nº34478-2008-014-09-00-2:Gilberto Martins Resina Junior x Sulcred Cobranças S/C Ltda x José Maria Oliveira x Margarida Derci de Oliveira; 01 Imóvel matrícula 47.560 4ª CRI/ CTba- apartamento residencial sob nº 1304 do Edifício Visconde de Taunay com 92,82m2 de área.R$ 215.000,00 ; Ônus na Prefeitura R$ 764,96 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; 01 Imóvel de matrícula 21.291 da 4ª CRI/Ctba-conjunto nº 704 do Edifício Maurício Caillet sito à Rua Mal Deodoro 450 com área respectiva de 71,50m2 R$ 132.837,71; Ônus na Prefeitura R$ 898,28 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; 01 Imóvel de matrícula 17.445 da 4ª CRI/Ctba- apartamento nº 1009 do Condomínio Ed. Dom José, R.Monsenhor Celso, esquina com José Loureiro área construída de 61,98m2 R$ 156.827,52; Ônus na Prefeitura R$ 392,32 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; 01 Imóvel de matrícula 7.468 da 4ª CRI/Ctba-conjunto comercial nº 602 do Ed. Maurício Caillet á: Rua Mal Deodoro 450 com área respectiva e 57,50m2 R$ 125.000,00; Não Consta debito Ônus na Prefeitura até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; 01 Imóvel de matrícula 7.464 da 4ª CRI/Ctba-conjunto comercial nº 505 do Ed. Maurício Caillet á: Rua Mal Deodoro 450 com área respectiva de 63,00m2 R$ 135.000,00; Ônus na Prefeitura R$ 741,37 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; 01 Imóvel de matrícula 7.461 da 4ª CRI/Ctba-conjunto comercial nº 502 do Ed. Maurício Caillet á: Rua Mal Deodoro 450 com área respectiva de 57,50m2 R$ 115.000,00;Ônus na Prefeitura R$ 83,37 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; 01 Imóvel de matrícula 7.460 da 4ª CRI/Ctba Conjunto comercial nº501 do Ed. Maurício Caillet situado a Rua Mal. Deodoro,450 com área respectiva de 51,50m2 R$ 110.000,00; Ônus na Prefeitura R$ 74,76 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; 01 Imóvel de matrícula 7.459 da 4ª CRI/ Ctba Conjunto comercial nº603 do Ed. Maurício Caillet situado a Rua Mal. Deodoro,450 com área respectiva de 57,50m2 R$ 115.000,00; Ônus na Prefeitura R$ 309,96 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; R$ 1.104.665,23;OBS: CONDOMINIO ACIMA SERA INFORMADO NO DIA DO LEILÃO; Juiz do Trabalho, Dr. Rafael Gustavo Palumbo, da 15ª Vara do Trabalho de Ctba a saber: Autos nº35556-2008-015-09-00-2:Elza Moraes Gonçalves x Ippon Restaurante Ltda (ME) 05 Mesa retangular em fibra branca, medindo aproximadamente 120x90cm; avaliada cada R$ 700,00; R$ 3.500,00;30 Cadeiras em fibra branca com pés em metal prata,avaliada cada R$ 250,00;R$ 7.500,00; 01 Televisor Sansung, tela plana, 40 polegada aproximadamente;R$ 1.700,00; 03 Banquetas revestida de courvim vermelho com pes cromado;avaliada cada R$ 400,00; R$ 1.200,00; R$ 13.900,00 Juíza do Trabalho, Dra. Janete do Amarante da 016ª Vara do Trabalho de Ctba a saber: Autos nº28534-2007-016-09-00-1:Rosane Mello de Oliveira X A. Produção Confeccões e Facções Ltda (ME) x Blue Ways Com.de Artigos do Vestuário Ltda x Luciane Brambila Cardoso 418 Jaquetas, diversas cores,em nylon e poliviscose (algumas);R$ 50,00; cadaR$ 20.900,00; Autos nº13087-2003-016-09-00-2: Mauricio Carlos Roesner x Mercado Construções e Empreendimentos Ltda (Massa Falida) x Mercado Planejamento e Administração de Planos Urbanos Ltda x Daltro Simões(Espólio de ) x Edison Lucio Amaral Silva; 01 Apartamento Duplex nº 61, localizado no 6º pavimento ou 5º andar,do Edifício Danúbio,situado à Rua Petit Carneiro,nº 771,com a área privativa de 172,2100m área comum de 70,9570m2, área de garagem de 61,9308m2,área construida total real de 305,0978m2, área construída equivalente de 280,3370m2, fração ideal do solo pela área equivalente de 0,2436971 e quota do terreno de 94,2499m2 e ainda uma área descoberta privativa de 94,3100m2. matrícula nº 80.281 -6ª Circunscrição-Curitiba/PR R$ 850.000,00; Ônus na Prefeitura R$ 31.310,18 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; Condomínio R$ 175.753,56 ate 17/09/2013; Autos nº08547-2009-016-09-00-6: Eloir Setim x Sorvetes Bapka Indústria e Comércio de Sorvetes Ltda;01 Tina de Maturação com Refrigeração, Incopebras, maquina modelo Tina 320, ano Fab 2000,nº série TM 0100, voltagem 220V, Potência instalada 3,8 KVA R$ 14.000,00; Juiz do Trabalho, Dr. José Aparecido dos Santos, da 017ª Vara do Trabalho de Ctba a saber: Autos nº21379-2009-651-09-00-0: Ana Júlia Dias x La Chance Comércio de Confecções Ltda x Pérola Comércio de Artigos e Vestuário Ltda x Cristina Mateus dos Santos. x José Machado Cordeiro; 01 Mesa com tampo de marmore branco, com detalhes, cinza com base sólida com 1 base formada com placas de pedra,medindo 1,70m x 1,70m e 06 cadeiras, com encosto de madeira e forração de camurça preta, sendo que as cadeiras estão com sinais de desgastes pelo uso.R$ 3.000,00;Autos nº 18233-2005-651-09-00-4:Anizio Ferreira x Industria Trevo Ltda (Massa Falida) x Jacob Abrahams x Maria Abrahams; Imóvel constituido pelo lote de terreno sob nº11 da planta Vila Guaíra, Curitiba/PR, medindo 17,00m de frente

HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

AVISO DE LICITAÇÃO Processo nº 018724/2013-64 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 068/2013 Envio de propostas a partir de 18/09/2013, com abertura para lances na data de 01/10/2013, horário: 14h30min, disponível no site www.comprasnet.gov.br. Objetivo: Implantação de Sistema do Registro de Preços, com vigência de 12 (doze) meses, para aquisição parcelada, conforme necessidade, de material médico hospitalar. O objeto atenderá o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Paulo Sergio Lopes dos Santos - Pregoeiro.

Edital de citação de terceiros interessados, ausentes, incertos e desconhecidos, para contestarem a ação de USUCAPIÃO, sob n. 612/2003, que tramita neste Juízo, sito Av. Cândido de Abreu, 535, 6°andar, Ed. Montepar, movida por ANTONIO HAMILTON BUENO ALVES, ROSlMARI FERRERA DA SILVA, lRACI AMARAL, GILBERTO EDSON DUARTE, JOAO PASCHOAL, LUZIA PEREIRA PASCHOAl, JUAREZ DO ROCIO LEAL DE LIMA, JOAO STENZEL JUNIOR, EMILENE LOPES STENZEl, JOSE LOPES BATALHA, MARIA HELENA DA SILVA BATALHA, FLORO LANGNER ZADURESKI, PEDRlNA SILVEIRA ZADURESK, JOÃO Publique-se. BATISTA LOPES DOS SANTOS, EMILIANA CAETANO DOS SANTOS, JEVENIL FERREIRA DA SILVA, EDlLENE BARBOSA DOS SANTOS DA SILVA, AUGUSTO Prof. Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich ANTONIO VELOSO, ARMANDO LUClO LEAL, VALDIR FELIX DE SOUSA, MARIAEvento 90 - EDITAL1 Diretor Geral do HChttps://eproc4.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_docu... GORETE DUTRA DE SOUSA, PEDRO SOARES DO VALE, MARIZA CRUZ D0 VALLE, MARCELO MACHADO, ELAINE MARIA GRABARSKI MACHADO, MILITINA DA SILVA RIBEIRO, DlMAS DANIEL MARQUES, MARGARETE DE CUMPRIMENTO DE SENTENÇA Nº 5001450-70.2012.404.7000/PR LAZARI MARQUES, JONAS DOS SANTOS CORREA, VlLMA TEREZA RIBEIRO

CORREA, AIRTON JOSÉ DA SILVA, VALDlNEIA GREGORIO DA SILVA, ANTONIO CESAR COLAÇO, LUCIMARA COLAÇO, ROSILEI TERESINHA GRABARSKI, ADEIMR RIBAS ANDRADE, IZABEL RIBAS ANDRADE, BENJAMIN RIBEIRO, TEREZA DA SILVA CRUZ RIBEIRO, JOSUE PAULA PINTO, CELlA REGINA MAZEIRO PINTO, GIOMAR ANTONIO HARMATA, REGINA DE SANTANA SANTOS HARMATA, PEDRO DE OLIVEIRA VAZ, contra ANGELO ANTONIO DA SILVA, referente ao imóvel a seguir descrito: “Lote n° 07 (sete), da quadra n° 23, da Planta Vila Capão Raso, sita nesta cidade, com a área de 30,022,00 metros quadrados medindo 49,50 metros de frente para a Rua 07; atual Rua Jaime Rodrigues da Rocha, por 44,00 metros do lado direito de quem da rua olha o imóvel, onde confronta com o córrego Capão Raso, e propriedade da URBS (Urbanização de Curitiba S/A), 70,00 metros do lado esquerdo, onde confronta-se com o lote fiscal 012.000. Indicação Fiscal: Setor 85 ­Quadra 143 - Lote 007.000, sendo a área acima descrita dividida em 27 (vinte e sete) lotes, perfazendo uma área total de 2.866,08 m2, ou seja com uma área total de lotes de 2.321,24m2 e mais uma área total de ruas de 544,84m2, imóvel este antes denominado “Antiga Vila Capão Raso” atualmente é denominado “Conjunto Residencial Terra de Canaã, tendo inclusive inscrição fiscal junto a Prefeitura Municipal de Curitiba sob o n. o 85.143.007.000-0. Matrícula sob n. o 38.141 da 8ª Circunscrição Imobiliária desta Capital, Ficando cientes de que não sendo contestada a ação no prazo legal de quinze dias, a contar do vigésimo primeiro dia da primeira publicação deste, presumir-se­-ão aceitos como verdadeiros os fatos articulados petos autores. Curitiba, 24 de janeiro de 2.005. Eu ......digitei e subscrevi. JUSTIÇA GRATUITA ADRIANA AYRES FERREIRA Juiz de Direito Substituto

para a Rua: Santa Catarina, pelo lado direito de quem da rua olha o imóvel mede 34,00m e divide com os lotes números 7,8 e 9, pelo lado esquerdo mede 28,00m e divide com o lote nº 20 e na linha dos fundos mede 12,00m e divide com o lote 19 da mesma planta com área total de 449,50m,cujas caracteristicas e confrontações encontra-se descritas na matrícula: 27.694 do Registro Geral de Imóveis da 5ª Circunscrição de Curitiba/PR com a seguinte benfeitoria : 01 prédio edificado em madeira, com aproximadamente 80m2,utilizado como escritório R$ 520.000,00; (VTC9*);(JCB10*) Ônus na Prefeitura R$ 1.101,64 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; Autos nº12181-2013-651-09-00-2: Mario Celio da Rosa x Jj e J Comércio de Hortifrutigranjeiros Ltda-ME; 01Veículo VW/ Gol Special, placa MEZ-6790,ano/modelo 2001/2002 Chassi 9BWCA05Y72TO65654,renavam 77.160315-0 cor branca a gasolina de propriedade do Executado. Veículo em estado razoável mas em funcionamento R$ 11.000,00 Ônus Detran R$ 166,36 até 14/09/2013; Autos nº 09698-2007-651-09-00-6: Delfino Ribeiro dos Santos x Horizonte Trabalho Temporário Ltda x Industria Trevo Ltda (massa Falida) x TP Comercial de Pisos Ltda.(ME) x Indústria Trevo do Para S.A. (Massa Falida) xFlooring Industria de Pisos Perfis e Componentes de Móveis Ltda x Monica Abrahams Kempf x Jacob Abrahms. Lote de terreno sob nº 11 da Planta Vila Guaíra Curitiba/ PR, medindo 17,00m de frente para a rua Santa Catarina,pelo lado direito de quem da rua olha o imóvel mede 34,00m e divide com os lotes: nº 7, 8 e 9, pelo lado esquerdo mede 28,00m e divide com o lote nº 20 e na linha do fundo mede 12,00m e divide com lote 19 da mesma planta, com área total de 449,50 m2, cuja caracteristicas e confrontações encontramse descritas na matrícula 27694 do registro de Imóveis da 5ª Circunscrição de Curitiba de propriedade,segundo o R-2 de Jacob Abrahams,casado com Maria Abrahams. OBS: No terreno penhorado se encontra a loja Melo Automóveis (locatária do imóvel),proprietária das benfeitorias edificadas no imóvel R$ 837.600,00 ; (BEP8*); (VTC9*) Ônus na Prefeitura R$ 1.101,64 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; Juíza do Trabalho, Dra. Patrícia Tostes Poli da 21ª Vara do Trabalho de Ctba a saber: Autos nº04263-2010-041-09-00-4:Vitorio Santos Soares Fragoso X Inplasfilm Ind. e Com.1 de 1 de Plásticos Ltda; 01 Lote de terreno sob nº 01 quadra nº 02 da planta Jardim Campo Alegre no Bairro Capão Raso,Curitiba/PR,medindo 17,00m de frente para a Rua nº 06 da planta fazendo esquina com a rua nº 09, também na mesma planta, onde mede 30,00m medindo no lado oposto a primeira rua 17,00m onde confronta com o lote nº 20 e no lado oposto a 2ª rua mede 30,00 confronta com o lote nº 02, sem benfeitorias com área de 510,00m2.Indicação Fiscal:setor 85,quadra 494, lote 001000-3. Matrícula:21701 de 5ª CRI de Curitiba-PR. OBS: O imóvel possui uma benfeitoria de aproximadamente, 200,00m2, sem valor comercial consideravel R$ 357.000,00; (VCC11*);Ônus na Prefeitura R$ 40.888,15 até 12/09/2013 mais custas e honorários judiciais; Juíza do Trabalho, Dra. Meriele Moya Munhoz da 2ª Vara do Trabalho de São José Pinhais a saber: Autos nº 01282-2008-892-09-00-2: Jorge Fernando Correia x Platinum Empresa de Transportes Ltda; 01 Carreta semi reboque krone azul, sider fechado, 2 eixos ano/ modelo 1994/1994 placa AEP-3171 em regular estado R$ 45.000,00 OBS:Bem penhorado em outros processos. Ônus não Levantado até 16/09/2013; Autos nº01030-2011-892-09-009:Daniel Pokojeski x Curitiba Locações Ltda;01 carreta, placas BTO-1369 com 2 eixos com 8 pneus carecas,baú na cor prata de chapa de aço com alguns pequenos amassados e com pequenos buracos (alguns) baú em chapa de aço liso placa de São José dos Pinhais / PR Renavam 66.850488-9 de propriedade: Expresso Adorno Ltda chassi 9ABN15220T1140781. espécie/ tipo Car S Reboque/Carroc.Fecha da marca/modelo Sr/IDersul ano FAb 1996 ano mod.1996 Cap/ Pot/ Cil 20,00T,cor predom.prata estado em razoável condições de conservação R$ 20.000,00; Ônus Detran R$ 145.83 até 14/09/2013; Alien Fiduc Scania Adm. Cons. Ltda não Levantado; Autos nº03842-2009-892-09-00-4:Paulo Lazaro Rafael e outros(9) X Marinepar Indústria e Comércio de Madeiras Ltda.; 60m2 de piso de madeira maciça tipo “Angelim Pedra”, de fabricação da própria ré, com as seguintes dimensões: 19,05 mm de espessura e 82,55 mm de largura,as lâminas têm comprimento variado,entre 30cm e 2,10 m,e estão armazenadas em lotes no depósito da empresa,cada lote sendo constituído de 72,caixas com aproximadamente 2 m2 cada caixa. Assim para garantir o valor da execução serão penhorados 60m2 do lote 200.339, que ao todo possui 144 m2, Valendo R$ 110,00m2.R$ 6.600,00 Autos nº04747-2011-892-09-00-2:Claudair Borba X Borracharia Oliveira Ltda.01 Compressor sem marca aparente, 15 pés, alta pressão, com motor, 220v cor azul, em regular estado de conservação,funcionando R$ 1.800,00;02 Máquinas de vulcanizar, marca Emeb, modelo V300-C,220V,cor vermelha em regular estado de conservação,funcionando,que avalio em R$ 300,00;cada R$ 600,00;01 Esmeril Maxxis MA-P1, 220V, cor vermelha em regular estado de conservação, funcionando. R$ 80,00; 01 Máquina de desmontar pneus, marca Eldorado, modelo L400,cor verde,em regular estado de conservação funcionando.R$ 2.200,00;02 Macacos hidráulicos, marca Belvolt,cor azul,em regular estado de conservação, funcionando avaliado em R$ 50,00 cada R$ 100,00;01 Macaco jacaré marca Bestetti, cor azul, em regular estado de conservação,funcionando.R$ 70,00;03 Marretas,em regular estado de conservação,que avalio em R$ 15,00 cada R$ 45,00;14 Chaves de Roda,em regular estado de conservação,avaliado em R$ 12,00 cada R$ 168,00; R$ 5.063,00 PRÉ-REQUISITOS: Ficam cientes as partes litigantes e seus procuradores, bem como terceiros interessados em participar na Hasta Pública designada, de que a Praça e Leilão serão realizados em um único pregão, sendo que, apregoados os Bens e não havendo licitantes pelo valor equivalente a avaliação constante no Edital,os referidos Bens serão imediatamente Vendidos Pelo Maior Lance Ofertado, submetido a aprovação do Juízo, observado as CONDIÇÕES e REGRAS GERAIS DO LEILÃO, deste Edital: Os Bens Móveis e Imóveis serão Leiloados no Estado de Conservação em que se encontram, nos Imóveis a venda é “ad-corpus”; no ato da compra, o Arrematante está ciente e de acordo que os BENS são vendidos no Estado de Conservação que se encontram; declara irretratável e irrevogavelmente ter vistoriado os Bens e Não cabendo reclamações, desistências, cancelamento ou devoluções; em caso de dúvida NÃO COMPRE; As IMAGENS no SITE e INFORMES PUBLICITÁRIO são de caráter secundário e efeito estritamente ilustrativo;É de total responsabilidade dos Arrematantes:TODOS ÔNUS,IMPOSTOS,DÍVIDAS, MULTAS em especial de IPTU e CONDOMINIAIS (obrigações denominadas “propterrem”) constantes no Edital e/ou informadas antes da hasta publica, são assumidas de forma Clara e Inequívoca pelos interessados em oferecer o Lanço em Hasta Pública,estando plenamente cientes de que os ônus seguirão o imóvel e serão de total e exclusiva responsabilidade do Arrematante ou Adjudicatário,não se admitindo sub-rogações ou deduções dessas dívidas/multas no preço de Arrematação, conforme artigo 686,inciso V,do CPC;São igualmente de responsabilidade do Arrematante adjudicante TRANSFERÊNCIA, OUTRAS DESPESAS: incidentes sobre a Arrematação, tais como:Funrejus=0,2% sobre valor do ônus existentes ou valor arrematado, limitado ao valor teto,Lei Estadual 11.960/97;ITBI,Laudêmios,taxas, alvarás,emolumentos de cartório,escrituras,registros, Averbações, hipotecas,penhoras,dividas,Ônus Gravado declarados,Gravames Alienações, Impostos,carregamento, frete,seguro; Despesas do Leilão: Publicação dos Editais, honorários do Leiloeiro, despesas acessórias pendentes sobre o bem demais despesas informadas por erratas no Edital e/ou na Praça e Leilão; Venda a Prazo:a critério do Juízo da execução, com a anuência do Credor,o interessado poderá consignar proposta a prazo, em Leilão, Não havendo venda a vista, observado o imediato depósito do sinal de, no mínimo de 40% do lanço imediato e saldo em parcelas mensais, iguais, acrescidos Juros, Correções e demais garantias a critério do Juízo, a parcela inicial vencerá 30 dias do Leilão.O arrematante ficará como Fiel Depositário sempre observado Art.215 ao Art.221 do provimento Geral da Corregedoria Regional do Trabalho 9º região.Para ofertar propostas a prazo, deverá o licitante anunciar expressamente, tal condição de pagamento ao ofertar o seu lance. Exceto, nos AUTOS levados a Hasta Pública pela 17ª Vara do Trabalho de Curitiba, que, quem tiver interesse em adquirir o IMÓVEL em prestações, deverá: a) APRESENTAR a respectiva proposta por escrito até a véspera do leilão, observadas as condições impostas pelo art. 690 do CPC; b) DEPOSITAR previamente em juízo 30%(trinta por cento) do valor de avaliação do imóvel;c) COMPROVAR nos autos o respectivo depósito, sob pena de rejeição liminar da proposta. Se deferida a proposta,o restante da dívida ficará garantido por hipoteca sobre o próprio imóvel. Sobrevindo dúvida razoável do leiloeiro sobre quem seja o vencedor, deverá o leiloeiro receber o pagamento de quem ofertou o melhor lance em leilão e submeter o caso à deliberação do juiz, que decidirá a questão, dando o bem por arrematado pelo apresentante do melhor lanço ou da proposta prévia mais conveniente, conforme o caso (CPC, art. 690); Comissão de Leilão, sempre será devida ao Leiloeiro Oficial, pelo simples ATO PRATICADO(Decreto Federal nº 21.981/32), assumindo,o arrematante ou, o adjudicante ou o remitente, o ônus desta despesa; não sendo devolvido em nenhuma hipótese; Lançador:Poderá ser registrado na Certidão de Praça e Leilão, o último e o penúltimo Lançador do Leilão;se o último não cumprir as formalidades legais, o penúltimo poderá ser chamado, a critério do Juízo, desde que,o mesmo cumpra as condições do último lançador; Erratas,Ônus, Despesas informadas e anunciadas antes da Hasta Pública integram o Edital de Leilão, como pré condição Irretratável/irrevogável aceita e anuída pelos participantes do LEILÃO; No ato da retirada dos Bens arrematados, os mesmos deverão ser CONFERIDOS rigorosamente, só retirando se estiver plenamente satisfeito,NÃO acatando reclamações, desistências,cancelamento ou devoluções; Os pagamentos efetuados em cheques,serão considerados pagos, após a compensação dos mesmos; Os participantes do Leilão estarão sujeitos ao Artigo 335 do CPC, contra aqueles que impedirem, perturbarem, fraudarem,afastarem ou procurarem afastar licitantes por meios ilícitos, com os agravantes dos crimes praticados contra a ordem pública e violência;O Leiloeiro Oficial poderá Separar, Reunir ou Suspender Lotes;Ficam intimada(os) as(os) executada(os) de que o prazo para apresentação de quaisquer medidas processuais contra os atos de expropriação como embargos ou recursos começará a fluir no 5º(Quinto) dia após a realização da Hasta Pública, Independentemente de nova Intimação;Caso os Exeqüentes, Executados, Sócios/Equiparados e Cônjuges não sejam encontrados ou cientificados, por qualquer razão, da data de Praça e Leilão, valerá o presente Edital de Intimação de Praça e Leilão; Para Participação no Leilão é pré-requisito que os Interessados reconheçam e concordem com o Edital e Condições informadas na Praça e Leilão; Legenda;(VEJF3*); Vara da Execuções da Justiça de Federal; (HBCI4*) Hipoteca Banestado S/A Créd. Imobiliário; (HBDP5*) Hipoteca Banco de Desenvolvimento do Paraná; (VCCPB6*) Vara Cível da Comarca de Pato Branco (VFJEPB7*) Vara Federal e Juizado Especial Pato Branco(BEP8*) Banco do Estado do Para; (VTC9*) Vara Trabalho de Curitiba; (JCB10*) Juízo de Direito Comarca de Belem (VCC11*) Vara Civel de Curitiba

EXEQUENTE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF EXECUTADO : ALESSANDRA PALHARES

EDITAL N.º 7558099 EDITAL DE INTIMAÇÃO FINALIDADE: INTIMAÇÃO de ALESSANDRA PALHARES, portadora do RG nº 6.672.678-9, inscrita no CPF sob nº 088.387.319-26, para que proceda ao pagamento do débito, no valor de R$ 28.623,55 (vinte e oito mil seiscentos e vinte e três reais e cinquenta e cinco centavos), válido até 17/06/2013, devidamente atualizado, no prazo de 15 (quinze) dias, sob pena de multa de 10% sobre o valor da condenação, nos termos do art. 475-J do Código de Processo Civil. E para que chegue ao conhecimento de todos e ninguém possa alegar ignorância, determinou a MM. Juíza Federal que se expedisse o presente edital, o qual será afixado no lugar de costume e publicado na forma da lei. DADO E PASSADO, nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos 28 de agosto de 2013. Sílvia Regina Salau Brollo Juíza Federal na Titularidade Plena

PREFEITURA MUNICIPAL DEFederal VENTANIA Documento eletrônico assinado por Sílvia Regina Salau Brollo, Juíza na Titularidade Plena, CNPJ 95.685.798/0001-69 na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região AV. ANACLETO BUENO DE CAMARGO, 825 – disponível CENTROno nº 17, de 26 de março de 2010. A conferência da autenticidade do documento está 84345-000 – VENTANIA - PARANÁ endereço eletrônico http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do código verificador 7558099v3 e, se solicitado, do código CRC E72CAADB.

AVISO DE LICITAÇÃO Informações adicionais da assinatura: TOMADA DE PREÇOS Nº 1/2013 (a): Municipal de SILVIA REGINA SALAU ASignatário Prefeitura Ventania, através da BROLLO:2432 Comissão de Licitação, torna público Nº defará Sérierealizar, do Certificado: 2F2693881D8C5C21 que às 08:30 horas do dia sete de outubro de 2013, na Av. Anacleto Bueno de Camargo n° 825, em Ventania, Data e Hora: 29/08/2013 13:29:58 Paraná, Brasil, licitação na modalidade de TOMADA DE PREÇOS, tipo técnica e preço, para contratação de empresa para prestação de serviços de licenciamento de uso de programas de informática e suporte técnico operacional, para utilização no Executivo Municipal. Os programas deverão atender as exigências e necessidades dos setores que os utilizarão e ter, no mínimo, as funcionalidades e o grau de compatibilidade e integração especificadas no edital para as seguintes áreas: Contabilidade Pública, Orçamento Anual, Plano Plurianual, Controle Patrimonial, Licitações e Compras, Controle de Recursos Humanos e Folha de Pagamento, Tributação, Dívida Ativa e Fiscalização, Controle Interno, Controle de Frotas e Portal da Transparência, a preços fixos e sem reajuste. Preço máximo global aceito pela administração é de R$ 182.400,00 (Cento e Oitenta e Dois Mil e Quatrocentos Reais). A Pasta Técnica, com o inteiro teor do Edital e seus respectivos modelos, adendos e anexos, poderá ser examinada no endereço acima indicado a partir do dia 19/09/2013, no horário das 9:00 às 11:00 horas e das 13:00 às 16:00 horas, e será fornecida cópia da mesma mediante a apresentação do recibo de pagamento no valor de R$ 20,00 (vinte reais), mediante o preenchimento de requerimento próprio e emissão da taxa pela Divisão de Cadastro e Tributação da Prefeitura, de aquisição da mesma, a qual deverá ser paga na Casa Lotérica 16/9/2013 17:24 localizada no Terminal Rodoviário Municipal de Ventania, sito a Av. Anacleto Bueno de Camargo, cujo funcionamento é das 9:30 às 16:00 horas. Informações adicionais, dúvidas e pedidos de esclarecimento deverão ser dirigidos à Comissão de Licitação no endereço acima mencionado – Telefone (42)3274-1144. Edificio da Prefeitura Municipal de Ventania, aos dezessete dias de setembro de 2013. Valdemilson Aparecido de Oliveira Presidente da Comissão Visto: José Luiz Bitencourt Prefeito Municipal


judiciário

Diário Indústria&Comércio

PORTO BRAVO SECURITIZADORA S.A. CNPJ/MF 12.454.299/0001-33 NIRE 413.000.802-32 ATA DA 5ª (QUINTA) ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DATA, HORA E LOCAL: Aos 23 dias do mês de maio do ano de 2013, às 14:00 horas, na sede social localizada à Avenida República Argentina, n.º 210, sala 306, CEP: 80.240-210, na Cidade de Curitiba, Estado do Paraná. CONVOCAÇÃO: sendo dispensada a convocação, nos termos do Parágrafo 4º, do Artigo 124, da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, face a presença confirmada de todos os acionistas. PRESENÇA: reuniram-se os acionistas da sociedade, representando a totalidade do capital social da PORTO BRAVO SECURITIZADORA S.A., NORBERTO CLEBER ACQUARONE, JULIANA ROSSI TAVARES FERREIRA PRADO. Para presidir a Assembléia foi eleito por unanimidade a Sr. Norberto Cleber Acquarone, que aceitando a incumbência convidou a mim, Daniel Acquarone para secretariá-lo, no que aceitei, assim se constituindo a mesa e dando-se início aos trabalhos. ORDEM DO DIA: I - Alterar o objeto social da sociedade; II – Re-ratificar o endereço da filial da Companhia; III – Cancelamento de ações da Sociedade; IV – Nova redação do art. 5º do estatuto social da Companhia, e V - Outros assuntos de interesse da sociedade. DELIBERAÇÕES: I- Os acionistas aprovam por unanimidade alterar a descrição do objeto social da companhia: a aquisição e securitização de direitos creditórios não padronizados, vencidos e/ou a vencer, performados ou a performar, originados de operações realizadas por pessoas físicas ou jurídicas nos segmentos comercial, industrial, prestação de serviços que sejam passíveis de securitização, conforme Política de Crédito devidamente aprovada pela Diretoria. Diante da referida alteração, os acionistas aprovaram a nova redação do art. 2º do Estatuto, que para a ter a seguinte redação: “Artigo 2º - A Companhia tem por objeto social: a aquisição e securitização de direitos creditórios não padronizados, vencidos e/ou a vencer, performados ou a performar, originados de operações realizadas por pessoas físicas ou jurídicas nos segmentos comercial, industrial, prestação de serviços que sejam passíveis de securitização, conforme Política de Crédito devidamente aprovada pela Diretoria; Parágrafo Único - A Companhia não poderá, em hipótese alguma, participar do capital de qualquer sociedade nem integrar grupo de sociedades, bem como conceder fianças ou avais em favor de terceiros quaisquer, incluindo seus acionistas e administradores.” II – Os acionistas aprovaram por unanimidade a reratificação do endereço da filial da Companhia, uma vez que não constou a cidade e estado da filial, qual seja Barueri/SP, restando o art. 3º do Estatuto Social da Companhia, a ter a seguinte redação, aprovada pelos acionistas: “Artigo 3° - A Companhia tem sede na Av. República Argentina, n.º 210, sala 306, Água Verde, CEP: 80.240-210, na cidade de Curitiba, estado do Paraná, sendo-Ihe facultada, por deliberação dos Acionistas, abrir outros estabelecimentos, tais como: filiais, agências, sucursais, escritórios ou depósitos em qualquer localidade do país ou do exterior. Parágrafo Único - A companhia tem filial na Alameda Rio Negro, nº 1084, sala 68, 6º andar, Alphaville, CEP: 06.454-000, na cidade de Barueri, estado de São Paulo”. III – Tendo em vista que não houve integralização de parte do aumento de capital social realizado em ata de AGE de 30.08.2010, os acionistas aprovam por unanimidade pelo cancelamento de 500.000 (quinhentas mil) ações subscritas e não integralizadas até a presente data. Diante do referido cancelamento, a companhia permanece com 500.000 (quinhentas mil) aç��es, no valor de R$ 1,00 (um real) cada uma, perfazendo o montante de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) de capital social, totalmente subscrito e integralizado, conforme boletim de subscrição anexo. IV – Diante dessa deliberação, os acionistas deliberam pela nova redação do art. 5º do Estatuto Social da Companhia: “Artigo 5º - O capital social da Companhia, totalmente subscrito, em moeda corrente nacional, é de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), representado por 500.000 (quinhentas mil) ações ordinárias nominativas, com valor nominal de 1,00 (um real) cada um. Parágrafo Primeiro: Cada ação ordinária corresponderá a um voto nas deliberações da Assembleia Geral. Parágrafo Segundo: A propriedade das ações será comprovada pela inscrição do nome do acionista no livro de “Registro de Ações Nominativas”. Parágrafo Terceiro: Novas ações de emissão da Companhia poderão adquirir a forma escritural, sendo mantidas em conta depósito, aberta em nome de cada acionista em instituição financeira devidamente autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários”. Em cumprimento ao item V da Ordem do Dia o Sr. Presidente ofereceu a palavra aos presentes para tratarem de assuntos de interesse social e, como ninguém se manifestou, os trabalhos foram suspensos pelo tempo necessário à lavratura da presente Ata. Reabertos os trabalhos, esta Ata foi lida e, de forma unânime, aprovada e assinada pelos presentes, que autorizaram sua publicação sem as suas assinaturas, conforme Artigo 130, Parágrafo Segundo, da Lei 6.404, de 15 de dezembro de 1976. Na qualidade de Presidente e Secretária da Assembléia, declaramos que a presente é cópia fiel da Ata original lavrada no livro próprio, Curitiba, 23 de maio de 2013. (a.a.) NORBERTO CLEBER ACQUARONE Presidente, DANIEL ACQUARONE – Secretário. NORBERTO CLEBER ACQUARONE Presidente da Mesa e Acionista DANIEL ACQUARONE Secretário da Mesa JULIANA ROSSI TAVARES FERREIRA PRADO Acionista

Justiça&Direito

www.justicaedireito.com

Senadores Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

Curitiba, quinta-feira, 19 de setembro de 2013 | Pág. A8

A discussão ocorre há mais de cinco anos no Congresso

CCJ do Senado aprova fim do voto secreto no Congresso

O fim do voto secreto foi aprovado para qualquer deliberação do congresso

O

s senadores da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovaram, ontem, o fim do voto secreto em qualquer deliberação do Congresso. Os parlamentares rejeitaram, na reunião de ontem, o novo relatório do senador Sérgio Souza (PMDBPR), que previa o voto aberto apenas para os processos de cassação

de mandatos de parlamentares. Depois de receber diversas críticas dos parlamentares que defendem a votação aberta irrestrita, Souza retomou o primeiro parecer que mantinha o texto aprovado na Câmara, estabelecendo voto aberto para qualquer decisão do Congresso. Agora, o voto aberto nas deliberações legislativas vai ser

discutido em plenário. A discussão ocorre há mais de cinco anos no Congresso. Outra proposta que a CCJ já havia aprovado, de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), também prevê o voto aberto em qualquer situação. O texto está em fase mais avançada de debate para ser votado. O senador Alvaro Dias (PSDB-

PR) lembrou que outro projeto apresentado por ele, prevendo o fim do voto secreto nos processos de cassação de mandatos, aprovado no Senado, depende agora da decisão da Câmara. Dias afirmou que o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), garantiu que vai adotar as providências para acelerar a votação da proposta.

Por maioria de votos, ministros consideram cabíveis embargos infringentes

https://eproc4.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_doc...

AÇÃO MONITÓRIA Nº 5009271-96.2010.404.7000/PR AUTOR RÉU

: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF : FERNANDA MORAIS DE OLIVEIRA : FERNANDA MORAIS DE OLIVEIRA ME

EDITAL N.º 7588829 CITAÇÃO de FERNANDA MORAIS DE OLIVEIRA, CPF 065.945.639-71, e FERNANDA MORAIS DE OLIVEIRA ME, CNPJ 09.452.976/0001-70, para que, no prazo de 15 (quinze) dias, EFETUEM O PAGAMENTO da quantia de R$ 28.837,01, valor fornecido pela CEF, atualizado até maio/2010, a ser atualizado monetariamente até a data do efetivo pagamento, ficando ciente de que se efetuar o pagamento do valor acima indicado, no prazo fixado, ficará isento de custas e honorários advocatícios, ou, em querendo, no mesmo prazo, OFEREÇA EMBARGOS, independente da segurança do Juízo. Ciente que, nos termos do artigo 1.102c do CPC, o não pagamento e a ausência de embargos no prazo de 15 (quinze) dias, constituir-se-á, de pleno direito o título executivo judicial, convertendo-se o mandado inicial em mandado executivo, e prosseguindo-se o processo como execução por quantia certa, nos termos dos artigos 1.102b e 1.102c, § 1º, do Código de Processo Civil. E para que chegue ao conhecimento do interessado, por esta estar em lugar incerto e não sabido, é expedido o presente Edital de Citação, com prazo de 30 (trinta) dias. DADO E PASSADO, nesta cidade de Curitiba - PR, 06 de setembro de 2013. VERA LUCIA FEIL PONCIANO Juíza Federal

Por seis votos a cinco, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que são cabíveis embargos infringentes contra decisão majoritária do Pleno da Corte em ação penal originária de sua competência. A maioria dos ministros entendeu que o artigo 333 do Regimento Interno do STF, que prevê o cabimento deste tipo de recurso, está

em pleno vigor. Votaram neste sentido os ministros Luís Roberto Barroso, Teori Zavascki, Rosa Weber, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello, que apresentou seu voto na tarde desta quarta-feira (18). Já os ministros Joaquim Barbosa – presidente da Corte e relator da Ação Penal (AP) 470 –, Luiz Fux,

Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Marco Aurélio se manifestaram contra a admissibilidade de embargos infringentes perante o STF. Estes ministros argumentaram que a Lei 8.038/90, que rege a tramitação de processos penais no STF e no Superior Tribunal de Justiça (STJ), teria revogado o dispositivo regimental.

TRF4 suspende construção do Shopping Center em Cascavel

https://eproc4.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_doc...

Documento eletrônico assinado por VERA LUCIA FEIL PONCIANO, Juíza Federal, na forma do

AÇÃO MONITÓRIA Nº11.419, 5011777-74.2012.404.7000/PR artigo 1º, inciso III, da Lei de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) suspendeu, na última semana, a obra do Shopping Informações adicionais da assinatura: Signatário (a): VERA EDITAL LUCIA FEIL Center Catuaí, que está em consN.ºPONCIANO:2183 7588315 Nº de Série do Certificado: 56EBE73092450B52 trução no município de Cascavel Data e Hora: 10/09/2013 14:54:08 (PR). Conforme a decisão liminar, CITAÇÃO de SILVANA DA SILVA RAMOS, CPF 496.828.571-04 para que, no prazo de 15 (quinze) dias, EFETUE O PAGAMENTO da quantia de R$ 30.033,17 (trinta mil, trinta e três da desembargadora federal Marga reais e dezessete centavos), valor fornecido pela CEF, atualizado até novembro/2011, a ser Inge Barth Tessler, existe a probaatualizado monetariamente até a data do efetivo pagamento, ficando ciente de que se efetuar o pagamento do valor acima indicado, no prazo fixado, ficará isento de custas e honorários bilidade de dano ambiental, visto advocatícios, ou, em querendo, no mesmo prazo, OFEREÇA EMBARGOS, independente da que o empreendimento está em segurança do Juízo. Ciente que, nos termos do artigo 1.102c do CPC, o não pagamento e a Zona de Especial Interesse Amausência de embargos no prazo de 15 (quinze) dias, constituir-se-á, de pleno direito o título executivo judicial, convertendo-se o mandado inicial em mandado executivo, e prosseguindo-se o biental (ZEIA), devendo ser usado 18/09/2013 14:35 processo como execução por quantia certa, nos termos dos artigos 1.102b e 1.102c, § 1º, do o princípio da precaução. Código de Processo Civil. O recurso no tribunal foi ajuizade março de 2010. A conferência da autenticidade documento está disponível no endereço AUTOR : CAIXA ECONÔMICA FEDERALdo- CEF eletrônico http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do código RÉU : SILVANA DA SILVA RAMOS verificador 7588829v2 e, se solicitado, do código CRC 6D5DBC31.

1 de 1

E para que chegue ao conhecimento do interessado, por esta estar em lugar incerto e não sabido, é expedido o presente Edital de Citação, com prazo de 30 (trinta) dias. DADO E PASSADO, nesta cidade de Curitiba - PR, 06 de setembro de 2013. VERA LUCIA FEIL PONCIANO Juíza Federal

Documento eletrônico assinado por VERA LUCIA FEIL PONCIANO, Juíza Federal, na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 AMBIENTAL PARANÁ FLORESTAS S.A. no endereço de março de 2010. A conferência da autenticidade do documento está disponível eletrônico http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do código verificador 7588315v2 e, se solicitado, do código CRC B9803597.

1 de 1

3º OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E 15º TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS Município e Comarca de CURITIBA, Estado PARANÁ Bel. Mônica Maria Guimarães de Macedo Dalla Vecchia Registradora Designada

  Faço saber que pretendem se casar:   01- RAFAEL PEDRO DE OLIVEIRA SANTOS e MARIA AUGUSTA GROBER DE CASTRO; 02- VINICIUF KIOSHI FUJII E CAROLINE SARAIVA.   Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei no prazo de 15 (quinze) dias. CURITIba, 18 DE SETEMBRO de 2013

MPF alega, ainda, que o shopping afronta o plano diretor do município, que destina a área à construção de parques lineares e áreas para convívio e lazer. A desembargadora entendeu que estão presentes os dois requisitos para a concessão da suspensão, que são o fumus boni juris, quando o pedido invocado no processo é plausível, e o periculum in mora, quando existe risco de dano irreparável na espera pelo julgamento do processo.

TSE anula recurso que questiona mandato de políticos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu na última terça-feira Assembleia Geral Extraordinária Informações adicionais da assinatura: EDITAL DE CONVOCAÇÃO (17) que é inconstitucional o uso Signatário (a): VERA LUCIA FEIL PONCIANO:2183 do recurso contra expedição de Convocamos os Senhores Acionistas da Ambiental Paraná Florestas S.A, a participar Nº de Série do Certificado: 56EBE73092450B52 da 61º Assembleia Geral Extraordinária da Ambiental Paraná Florestas S.A, que será diploma, previsto no Código EleiData e Hora: 10/09/2013 14:54:12 realizada no Palácio das Araucárias, 1° andar – ala “A” – Gabinete do Secretário da toral, para questionar o mandato SEIM, Rua Jacy Loureiro, s/n° Centro Cívico, Curitiba – Pr, às 8h30, do dia 30 de setembro de 2013, a fim de deliberar sobre as seguintes matérias: de políticos na Justiça. A decisão ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA - AGE: abre precedente para que processos I. Redução do Capital Social, por excessivo, nos termos do art. 173 da Lei das da mesma categoria que podem Sociedades Anônimas, sem alteração no número de ações; levar à cassação do mandato de 11 II. Apresentação do plano estratégico e de reestruturação da empresa. governadores sejam remetidos para Os documentos pertinentes às matérias a serem deliberadas na Assembleia, encontram-se à disposição dos acionistas na sede da Empresa. a Justiça Eleitoral dos estados. O Curitiba, 17 de setembro de 2013. entendimento provoca mudança na 18/09/2013 14:38 Ricardo Barros Presidente do Conselho de Administração Ambiental Paraná Florestas S.A.

do pelo Ministério Público Federal (MPF), após o pedido de suspensão da obra ter sido negado em primeira instância, sob o argumento de que a construção está licenciada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). O MPF argumenta que, por se localizar sobre área de preservação permanente e em ZEIA, o empreendimento deveria ter sido licenciado pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). O

jurisprudência da corte, em vigor há 40 anos. A decisão tomada só vale para o processo envolvendo o deputado, mas poderá afetar as ações que podem levar à cassação do mandato de 11 governadores, cujos mandatos são questionados por meio do Recurso contra Expedição de Diploma (RCED), considerado inválido no TSE. Os governadores não responderiam às acusações. Poderão ser afetaos os seguintes

processos: Sérgio Cabral (PMDB), do Rio de Janeiro; Antonio Anastasia (PSDB), de Minas Gerais; Roseana Sarney (PMDB), do Maranhão; Cid Gomes (PSB), do Ceará; Siqueira Campos (PSDB), do Tocantins; Wilson Nunes Martins (PSB), do Piauí; Omar Aziz (PMN), do Amazonas; Anchieta Junior (PSDB), de Roraima; Sebastião Viana (PT), do Acre; André Puccinelli (PMDB), de Mato Grosso do Sul; e Teotônio Vilela (PSDB), de Alagoas.

Após concluir o julgamento dos embargos de declaração opostos por réus na AP 470, o Plenário do STF começou, no último dia 5, a analisar agravos regimentais interpostos pelos réus Delúbio Soares e Cristiano de Mello Paz contra decisão do relator da AP 470, que não admitiu a oposição dos embargos infringentes.

JF determina demolição parcial de obra de edificação irregular O juízo da Vara Federal da Subseção Judiciária de Guarapuava determinou que o Estado do Paraná e o Município de Laranjeiras do Sul promovam, em 60 dias contados do trânsito em julgado da sentença, a demolição parcial da Escola Técnica Federal, construída irregularmente sobre faixa não edificável às margens da BR158, Km 400 + 200 metros. Na decisão, a titular da Vara Federal e JEF Cível e Criminal, juíza federal substituta Fernanda Bohn, determinou ainda que a empresa proceda à remoção dos entulhos sob pena de multa diária no valor de R$ 3 mil. Caso não ocorra a demolição no prazo assinalado, o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) está autorizado a promovê-la, ficando os denunciados responsáveis pelo ressarcimento pelos custos da operação.

Deputada estadual fluminense é condenada por improbidade administrativa O desembargador Custódio de Barros Tostes, da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, condenou a deputada estadual Inês Pandeló (PT) por improbidade administrativa. Com a decisão, a

parlamentar fica com os direitos políticos suspensos por cinco anos. De acordo com a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual, em 2010, a parlamentar ficava com até 68% dos salários de

seus assessores parlamentares em Barra Mansa, no sul fluminense, sua base eleitoral. Ela foi condenada, em primeira instância, em maio de 2012, pela juíza Neusa Regina de Alvarenga,

da 14ª Vara de Fazenda Pública do fórum da capital fluminense. O motivo foi a denúncia de que Inês Pandeló se apropriava de parte do subsídio de seus assessores parlamentares em benefício próprio.


negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 19 de setembro de 2013 | Pág. B1

PROJETO

Empresas&Produtos

Fiep cria Campus da Indústria e lança pacto

EXPLAY LANÇA NOVO PORTAL

Instituto Senai de Inovação representa a parceria entre pesquisa e indústria Foto: Mauro Frasson

A Explay é uma agência digital de criação de sites e tem como proposta desenvolver portais especializados na gestão de marcas online, produtos e serviços. Em mais um lançamento realizado pela Explay, entra no ar o site da Construtora Giacomazzi. O portal da construtora, descrever um pouco de como a empresa foi criada, cita um pouco de seus principais lançamentos, sempre divulgando o que a Giacomazzi tem de melhor para oferecer aos clientes. Para conhecer melhor sobre a Construtora Giacomazzi e seus trabalhos acesse: giacomazzi.com.br

Cold Stone apresenta novos horários A Cold Stone Creamery, multinacional americana de sorvetes, tem mais uma novidade para os fãs destas delícias. Agora, a sorveteria abre também às segundas-feiras, passando a atender todos os dias da semana, das 11h às 22h. Para conhecer o cardápio e outras novidades, acesse o site brasileiro da loja: www.cscreamery.com. br, ou baixe o APP Cold Stone Creamery Brasil, aplicativo exclusivo que pode ser baixado gratuitamente na App Store. Além disso, em outubro, a multinacional lança sua segunda loja no Brasil, na Rua Gaivota, 1350, em Moema, São Paulo. O espaço será chamado de Flagship Store, modelo para as mais de 30 franquias previstas para o país nos próximos quatro anos.

Inove 2014 No fim de setembro chega a primavera e também a nova coleção de mobiliário da Inove Decor, que promove o lançamento do seu Preview 2014 em alto estilo, na próxima quarta-feira (25), às 17h, na loja do Jardim Social. Os convidados poderão conferir os itens da nova coleção em ambientes assinados pelas arquitetas Mariana Paula Souza, Cintia Almeida Schmidt, e a dupla Samara Barbosa e Michele Krauspenhar, os paisagistas Nádia Bentz e Vanderlan Farias e o artista plástico Luiz Lavalle.

Evento sobre gestão de pessoas Durante o evento de lançamento, autoridades criam pacto pela indústria

A

Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) lançou na terça-feira (17) o Campus da Indústria, um projeto que reúne diferentes centros de pesquisa e de desenvolvimento industrial, que são próximos geograficamente mas que até então atuavam de forma isolada. A proposta do projeto é fomentar a pesquisa aplicada, aliando a disponibilidade de pesquisadores às necessidades da indústria. A inauguração do Instituto Senai de Inovação, também nesta terçafeira, representa o marco inicial desta parceria entre academia e setor produtivo. O presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnolo, explicou que houve um esforço mútuo para que o projeto pudesse ver viabilizado. “Não temos dúvida de que essa união é fundamental para o de-

senvolvimento da cidade, de seus moradores e também da indústria. Este é um importante primeiro passo, porque conseguimos mobilizar muitas forças, em busca desta melhoria”, avaliou. O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, agradeceu ao Senai e à Fiep pela inauguração do Instituto Senai de Inovação e pela criação do Campus da Indústria, que deverá promover desenvolvimento na região. “Sei do empenho do Campagnolo em trazer o primeiro ISI para Curitiba e somos muito gratos a ele por conta disso. Queremos que Curitiba seja uma cidade inovadora e esta proposta, do Campus da Indústria, nos ajuda a construir a identidade que queremos. Tenho a certeza de que em médio e longo prazos, teremos um desenvolvimento nesta região

– com as mudanças de infraestrutura e zoneamento necessárias – que tornarão Curitiba um case de crescimento sustentável e inovador para todo o Brasil”. Lideranças do Sistema Fiep e parceiros assinaram um pacto pelo desenvolvimento da indústria e da qualidade de vida do trabalhador. O pacto tem a parceria da prefeitura municipal de Curitiba; secretaria de estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI); Fundação Araucária; Universidade Federal do Paraná (UFPR); Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR); Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC), Instituto Federal do Paraná (IFPR) e Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec). O reitor da Universidade Federal do Paraná, Zaki Akel Sobrinho,

Setembro é mês de saldão de aparelhos nas lojas da TIM Desde ontem (18) os estados de Santa Catarina e do Paraná serão contemplados com um saldão nas 13 lojas conceito da TIM na região, chamadas de TIM Store. Os clientes terão a possibilidade de adquirir mais de 20 modelos de aparelhos a preços promocionais, enquanto durarem os estoques. A TIM Store conta com um layout mais amplo, receptivo e que proporciona mais integração com as áreas dos shoppings onde estão localizadas, refletindo a estratégia da operadora de estar cada vez mais próximas de seus clientes. O conceito também privilegia

a interatividade: as lojas estão repletas de mesas de exposição que possibilitam o manuseio dos lançamentos em smartphones e tablets. As mesas de negociação para o atendimento integram o portfólio de novidades, substituindo os tradicionais balcões, já que proporcionam mais conforto aos visitantes. No mesmo ambiente é possível esclarecer dúvidas sobre planos, faturas e serviços com consultores especializados, sem a necessidade do atendimento por telefone. O consumidor também pode emitir segunda via de contas, fazer recargas, ativar promoções e

desbloquear chips. Em Santa Catarina, os clientes que desejarem conferir as ofertas podem encontrar uma TIM Store em Florianópolis (Shopping Beira Mar), em São José (Shopping Continente e Itaguaçu), em Blumenau (Shopping Neumarkt), em Balneário Camboriú (Balneário Camboriú Shopping) e em Joinville (Shopping Mueller). Já no Paraná, a TIM conta com lojas em Curitiba (Rua 15 de Novembro, Espaço TIM, Shopping Barigui, Shopping Mueller e Palladium), em Londrina (Shopping Catuaí) e em Maringá (Maringá Park).

Deloitte inaugura Centro de Excelência de Petróleo e Gás A Deloitte, uma das maiores organizações de consultoria e auditoria do mundo, está inaugurando o seu primeiro Centro de Excelência de Óleo & Gás (CoE) da América Latina. Com sede no mesmo prédio onde se encontra o escritório da organização no Rio de Janeiro, o CoE reúne 120 profissionais de diversas especialidades atuando sob um modelo multidisciplinar para atender aos desafios de empresas da indústria de petróleo e gás, em um momento de acentuado crescimento do setor no Brasil. Para a inauguração do Centro de Excelência, o escritório da Deloitte no Rio de Janeiro recebe, nesta semana, o líder global da organização para a indústria de Energy & Resources, Adi Karev; e

o presidente da Deloitte no Brasil, Juarez Lopes de Araújo. O lançamento do CoE ocorre em uma conjuntura de novas perspectivas e investimentos no setor de petróleo e gás, com a retomada das rodadas de licitação para blocos de exploração e produção no País. Em outubro, deve acontecer a 1ª rodada de licitações do Présal, área de Libra, a primeira no modelo de partilha de produção. Já em novembro, a 12ª rodada de licitações ofertará 240 blocos exploratórios em terra, com foco no segmento de gás convencional e não-convencional. Para o líder do atendimento às organizações de Óleo e Gás da Deloitte no Brasil, Carlos Vivas, o CoE se insere em uma estratégia da

organização de atender às empresas de toda a cadeia da indústria a partir de uma visão completa de seus desafios. “Nosso Centro de Excelência proporciona aos clientes muito mais do que serviços de consultoria para responder a necessidades específicas. Nossa proposta é reunir, em um mesmo espaço físico, e com instalações apropriadas, profissionais com especializações diversas para atender à indústria de óleo e gás com soluções multidisciplinares e customizadas à realidade da empresa”, afirma Vivas. Entre as soluções customizadas da Deloitte para o setor, está a avaliação de reservas de petróleo e de estudos geológicos, por meio da área de Resource Evaluation & Analysis.

destacou a importância de estreitar laços para buscar o crescimento. “Estarmos próximos não nos garante parceria. É preciso que alguém dê o primeiro passo para avançarmos juntos. E estamos muito satisfeitos em participarmos deste momento da cidade, a convite da Fiep”, disse o reitor. Para o vice-governador Flavio Arns, o maior diferencial do projeto é a sinergia. “O Senai é um dos principais responsáveis neste país por investir em nossa maior riqueza – que é o ser humano. Investir no ser humano, no campus, na formação é também o que faz a diferença em países desenvolvidos. Juntos, nós brasileiros também podemos trilhar este caminho e é esta sinergia que está acontecendo aqui na Fiep, a favor da inovação e do crescimento do país”, refletiu Arns.

Mercado de eventos está em alta em Curitiba O mercado de eventos de Curitiba deve terminar 2013 alcançando a marca inédita de R$ 1,1 bilhão em faturamento. Em 2012, o setor registrou um crescimento no faturamento anual de 22,7%, quando comparado ao ano anterior. E este ano, o aumento deve ser de 25%, de acordo com pesquisa divulgada pelo instituto Curitiba Convention & Visitors Bureau (CCVB). A entidade ainda estima que cerca de 570 mil pessoas venham a algum evento na capital paranaense. As previsões para o setor são otimistas. Mesmo com o anúncio do fechamento do Centro de Convenções de Curitiba no próximo ano, o mercado de eventos curitibano está em crescimento e se profissionalizando. Essa profissionalização se reflete nos novos espaços que a cidade ganhou nos últimos cinco anos, como o Espaço Torres, o Expo Unimed e o Expo Renault Barigui, que investem constantemente em infraestrutura e modernização, atraindo cada vez mais eventos para a cidade. Apostando ainda mais no crescimento do setor, o Espaço Torres anuncia a a data de reabertura do Novo Paraná Clube, marcada para o dia no dia 04 de novembro. Arrendado pelos administradores do Espaço Torres pelos próximos 20 anos, a sede social do Paraná Clube foi completamente reformada.

Acontece hoje (19) o lançamento do “5º Benchmarking Paranaense de Recursos Humanos”, estudo produzido pela Bachmann & Associados Ltda., empresa especializada em indicadores de desempenho e benchmarking, em parceria com a Associação Brasileira de Recursos Humanos – Seccional Paraná (ABRH-PR) e o ISAE/FGV. A pesquisa traz uma análise da gestão de pessoas no Paraná, baseada nos dados de 2012, com a participação de 176 organizações, e uma amostra com mais de 200 mil colaboradores. Esta edição do Benchmarking avaliou 12 indicadores, como Absenteísmo, Rotatividade e Grau de Terceirização. Para divulgar o estudo, terá o painel “Indicadores de Gestão de Pessoas: A oportunidade para gerar competitividade”, com Ulrico Barini, diretor de Pessoas e Organização da Odebrecht Óleo e Gás, e professor em programas de MBA da FEA-USP, Ibemec, FGV-SP e Universidade Positivo; Bruno Fernandes, consultor em estratégia e gestão de pessoas, professor da Universidade Positivo e diretor de Pesquisa da ABRH-PR; Dórian Bachmann, diretor da Bachmann & Associados e coordenador do 5º Benchmarking Paranaense de Recursos Humanos; e Hugo Eduardo Meza Pinto, coordenador do curso de Ciências Econômicas das Faculdades Integradas Santa Cruz, é professor da Universidade Positivo. O evento será no Hotel Bourbon (Cândido Lopes, 102), das 07h30 às 10h e tem o patrocínio da Odontoprev.

ANIVERSÁRIO DA NIPONSUL TRAZ OFERTAS Para comemorar o aniversário de 21 anos da concessionária Honda Niponsul, os clientes terão ofertas especiais nesse mês de setembro. O Honda Fit LX 2014 automático e o City LX 2014 automático estão sendo negociados com entrada e saldo restante em até 48 vezes. Além disso, um pacote de acessórios gratuito é entregue ao comprador, incluindo as opções Comodidade, Conforto e Praticidade. O pacote Comodidade inclui IPVA com emplacamento, película, protetor de cárter e tapete. Já o Conforto traz bancos em couro, película, protetor de cárter e tapete. Caso a opção seja o pacote Praticidade, o cliente adquire película, tapete, protetor de cárter, sensor de estacionamento e emplacamento. Na capital paranaense os veículos podem ser encontrados em dois endereços, no Parolin e na Avenida Nossa Senhora da Luz. Na cidade de Ponta Grossa a loja fica no bairro Nova Rússia. Mais informações pelo Twitter (http://twitter.com/niponsul) ou pelo Facebook (www.facebook.com/hondaniponsul).

Biologia e DNA Criminal na Futuro Apresentar conceitos de identificação e individualização de fluidos biológicos em vítimas, vestes e local do crime é o principal compromisso do curso de aperfeiçoamento em Biologia e DNA na Perícia Criminal, oferecido pela Faculdade Futuro, em Curitiba. Além disso, o aperfeiçoamento, que é coordenado pela perita oficial químico legal, Luciellen D’avila Giacomel Kobachuk, é dividido em dois módulos que abrangem aulas teóricas e aplicativas. O curso ocorre no próximo domingo, dia 22, na Faculdade Futuro – Rua Alferes Poli, 1.136, Rebouças. Para se inscrever, acesse: www. faculdadefuturo.com.br.

Dia das Crianças na Big Ben O amor pelas joias já começa na infância. Por isso, a Big Ben tem uma linha exclusiva só para os pequenos, a Big Baby. A linha é composta por brincos, pingentes e pulseiras delicadas e hipoalergênicas, com formatos de joaninhas, estrelas e outros temas infantis. Uma das joias da Big Baby é uma pulseira com espaço para gravar o nome da criança ou bebê. Para aqueles que não querem perder tempo, também tem os relógios Technos Mariner: do Batman, para os meninos e da Penélope Charmosa, para as meninas. Com calendário, cronógrafo, iluminação e resistente à água (100 metros de profundidade), pode ser usado em todos os momentos de brincadeiras.

DESEMBARQUE EM SOLO AMERICANO O advogado Francisco Cunha Souza Filho embarcou no último dia 15 para Miami, na Florida. O especialista em direito e sucessões de família privado Francisco Cunha, vai passar uma temporada de 10 dias em território americano, com o intuito de fechar novos negócios e também para aproveitar as belas praias de Miami, conhecidas por serem pontos turísticos que agradam a todos os visitantes. O advogado retomará suas atividades assim que chegar ao Brasil.


Nacional

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quinta-feira, 19 de setembro de 2013 | Pág. B3

vetos presidenciais

Opinião

Congresso mantém multa sobre FGTS e mais 94 vetos

A Estrada do Colono, reabrir ou não?

Para que o veto fosse rejeitado eram necessários 257 votos de deputados e 41 dos senadores Wilson Dias/ABr

E

m mais um resultado vitorioso, o governo conseguiu manter os vetos feitos a 95 dispositivos aprovados pelo Legislativo. O resultado foi divulgado na madrugada pela Secretaria Especial de Informática do Senado (Prodasen). Na sessão que terminou por volta de 22h30 de terça-feira, 455 deputados e 71 senadores mantiveram todos os vetos feitos pela presidenta Dilma Rousseff a sete projetos. Com isso, o Executivo conseguiu manter a multa de 10% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A cobrança que é feita das empresas que demitem funcionários sem justa causa foi o item que mais exigiu o empenho do governo nas negociações com o Legislativo. Com a decisão da noite passada, o Executivo garante a arrecadação de quase R$ 3,5 bilhões anuais e ainda pode conseguir a aprovação de um projeto alternativo que foi enviado na terça-feira (17) para o Congresso, destinando os recursos, exclusivamente, para o Programa Minha Casa, Minha Vida. Pelo novo texto, o trabalhador demitido sem justa causa que não for beneficiado pelo programa

Pela norma, os parlamentares têm que decidir sobre vetos presidenciais em até 30 dias para evitar que a pauta do Congresso seja obstruída. A próxima sessão foi marcada para o dia 15 de outubro.

habitacional vai receber o dinheiro quando se aposentar. Os parlamentares também mantiveram os 85 vetos presidenciais feitos à Medida Provisória (MP) 610, que ampliaria o valor do benefício garantia-safra para produtores rurais, o auxílio

emergencial aos trabalhadores afetados pela estiagem em 2012 e criava medidas de estímulos para que os agricultores inadimplentes regularizem a situação. Os vetos do Planalto recaíram, principalmente, sobre os pontos que tratavam de renegociação de

dívidas agrícolas. Para que algum veto fosse rejeitado eram necessários 257 votos de deputados e 41 dos senadores. Essa foi a segunda sessão de análise de vetos no novo modelo instituído pelo Congresso, em julho, para analisar esses dispositivos.

Comissão mista do Congresso aprova MP que desonera transporte público Deputados e senadores aprovaram ontem (18) o relatório sobre a Medida Provisória (MP) 617/ 2013, que zera as alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) pagas por empresas de transporte coletivo urbano. A MP foi apresentada pelo governo para tentar reduzir os reajustes das tarifas de transporte público autorizados pelas prefeituras. O texto aprovado mantém o incentivo para empresas de transporte público rodoviário, metroviário, ferroviário e aquaviário de passageiros, que não terão mais que pagar as contribuições sobre a receita.

A medida também estende o desconto para outras empresas. Porém, apenas em janeiro do ano que vem, começa a valer para empresas de transporte aéreo doméstico e internacional de passageiros, carga e mala postal e para as prestadoras de serviço de transporte marítimo de cargas de cabotagem e as que atendam a plataformas de exploração e produção de óleo e gás. O projeto aprovado ainda obriga todos os empregadores do setor no país a arcar com parte do pagamento do transporte de funcionários, cobrindo o valor que exceder 6% do salário básico. A matéria vai ser analisada no plenário da Câmara dos

Tânia Rêgo/ABr

A MP aprovada mantém o incentivo para empresas de transporte público rodoviário, metroviário, ferroviário e aquaviário de passageiros, que não terão mais que pagar as contribuições sobre a receita

Governo muda metodologia para os leilões de rodovias O governo vai rever a forma de licitar rodovias depois que o leilão da BR-262 não teve interessados. Segundo o ministro dos Transportes, César Borges, as próximas licitações serão feitas com a oferta de apenas um trecho, e não com dois, como previsto anteriormente. “Não faremos mais que um lote em cada edital, serão datas diferenciadas para todos, até para o setor analisar cada uma”, explicou. A mudança na metodologia não deverá causar atrasos nas licitações, na avaliação do ministro. Isso porque os prazos entre a publicação do edital e os leilões poderão ser menores. A estimativa do governo é licitar os nove trechos de rodovias do Programa de Investimentos em Logística até

Foto Divulgação/CNT

A mudança na forma do leilão, se deve pela falta de interessados, nas próximas licitações serão ofertadas apenas um trecho

o fim do ano. O Consórcio Planalto, composto por dez empresas, venceu a concessão do trecho da BR-050 GO/ MG ofertado ontem (18) em leilão

promovido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A empresa propôs a menor tarifa, de R$ 0,04534 por quilômetro, representando deságio de 42,38%.

Governo vai investir R$ 53 milhões em perícias criminais A chefe da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), Regina Miki, anunciou na noite de segunda-feira (16), em Brasília, R$ 53 milhões em investimentos, medida que vai equipar todos estados com itens necessários para perícias criminais. “Não faremos um repasse de verba ao estado e sim a aquisição com a entrega de materiais. A princípio pode parecer pouco, mas é quase dez vezes mais do que se investia antes”. A medida foi publicada no Diário

Oficial desta terça-feira (17). O anúncio foi feito na abertura do 23º Congresso Nacional de Criminalística, iniciado ontem. Regina explicou que o encontro contribuirá para aperfeiçoar o trabalho dos peritos, auxiliado pelo manual Procedimento Operacional Padrão, que orienta os profissionais sobre todos os tipos de perícias. “A publicação nos facilitará na perícia primária e também na mais avançada. Um perito regio-

nal, quando receber uma peça a ser examinada, saberá qual o procedimento tomar, conferindo agilidade às perícias e aos autos. Foram os peritos do Brasil que formataram esse procedimento. E agora, os 'pais da criança' devem ajudar a criá-la”, disse Regina. O congresso vai até amanhã (19) e terá debates, apresentação de trabalhos científicos e oferecerá cursos na área de crimes ambientais, crimes de informática, química forense, dentre outros.

coluna@induscom.com.br

Dilma adia viagem oficial aos Estados Unidos A presidenta Dilma Rousseff anunciou, por meio de nota, o adiamento da visita de Estado que faria aos Estados Unidos em outubro. De acordo com o texto, “o governo brasileiro confia em que, uma vez resolvida a questão de maneira adequada, a visita de Estado ocorra no mais breve prazo possível, impulsionando a construção de nossa parceria estratégica e patamares ainda mais altos”. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, telefonou na segunda-feira (16) para a presidenta da República, Dilma Rousseff, sobre a viagem. Desde a divulgação de denúncias de que os Estados Unidos espionaram dados da presidenta, e depois da Petrobras, o governo passou a cogitar o adiamento da visita. A presidenta se reuniu com o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, para discutir o retorno dado pelo governo norte-americano aos questionamentos sobre as denúncias de espionagem. Figueiredo esteve em Washington na semana passada para tratar do assunto com a conselheira de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Susan Rice. Há dez dias, durante a Cúpula do G20, o presidente Barack Obama se comprometeu com a presidenta Dilma a responder aos questionamentos do governo brasileiro em uma semana, prazo já expirado.

Esta discussão me faz lembrar aquela pergunta: o que é mais importante, ser ou parecer honesto? Todos respondem sem perceber que a pergunta está errada, pois o importante é ser e parecer. No caso da Estrada do Colono é a mesma coisa, pois manter a estrada fechada acaba dificultando o acesso de pessoas e produtos para aquelas regiões, tornando-as um pouco isoladas e dificultando o seu desenvolvimento. Por outro lado, reabrir a estrada causará danos irreversíveis para o principal parque nacional brasileiro com impactos, inclusive, no orçamento para a manutenção de outros parques. Há uma alternativa: por que não se investe naqueles municípios para que se transforme esse pseudo isolamento em algo bom, que tal pensar que esse isolamento aumenta a segurança e qualidade de vida das pessoas e qualidade de vida, atualmente, é uma das maiores buscas em todo o mundo. Na verdade, precisamos que as lideranças da região e do Estado parem de pensar apenas nas duas alternativas, pois seguramente qualquer resposta é ruim e não trará os benefícios esperados, afinal, um dos argumentos utilizados é que as cidades da região estão diminuindo. Esse é um fenômeno brasileiro, muitas pequenas cidades estão diminuindo devido à falta de uma política nacional que entenda a grandeza do Brasil e sua diversidade. Precisamos que os líderes de Brasília parem de pensar que o Brasil começa na Asa Sul e termina na Asa Norte da nossa capital. Precisamos de um novo pacto federativo que leve em conta que o cidadão vive na sua cidade e a maioria dos recursos que paga de imposto deveria ser investido no seu município. Sou contra a reabertura, pois cortar uma árvore leva alguns minutos, mas plantar uma e aguardar ela ficar adulta leva gerações. Se reaberta, esta estrada atenderá apenas a expectativa de curto prazo e demonstrará o quão pequena é a visão das lideranças que defendem tal coisa. Portanto, sugiro que todos os envolvidos pensem em uma alternativa. Tenho certeza que se pararem de enxergar apenas o contra ou o a favor encontrarão melhores opções. *Ademar Batista Pereira é presidente da FEPEsul (Federação dos Estabelecimentos Particulares de Ensino da Região Sul), membro da Executiva Estadual do PV e articulista do site www.esominhaopiniao. com.br.

Senado aprova o projeto da minirreforma eleitoral

A

pós a aprovação de algumas emendas, o Senado concluiu, na noite de segunda-feira (16) a votação do projeto da minirreforma eleitoral e encaminhou o texto para a Câmara dos Deputados. A matéria regulamenta diversas questões relacionadas às campanhas e ao processo eleitoral. Por isso, precisa ser votada e sancionada até o dia 4 de outubro para valer nas eleições do ano que vem. Entre as principais mudanças estabelecidas no projeto está a proibição de que os partidos troquem seus candidatos na véspera da eleição, como ocorre atualmente. O texto estabelece que a mudança tem que ser feita até 20 dias antes do pleito. “Aquela questão de o candidato ficha suja ficar concorrendo até a véspera da eleição e depois trocar em cima da hora, nós acabamos com isso”, explicou o autor do projeto, senador Romero Jucá (PMDB-RR). O texto também proíbe que o presidente da República que

for candidato à reeleição faça pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão para se promover ou atacar candidatos da oposição. Outro ponto da atual lei que é alterado no projeto é o que trata da propaganda de boca de urna. O texto estipula multa, além da prisão, para quem praticar a divulgação de candidato no dia da eleição. Segundo Jucá, a detenção fica mantida para o indivíduo e para o mandante, se ele for identificado. A minirreforma eleitoral ainda proíbe a propaganda em faixas, muros e placas e o adesivamento total de carros, chamado de envelopagem. Ficam permitidos adesivos de até 50 centímetros no vidro traseiro e a emissão de opinião pessoal em redes sociais na internet. Foi imposto ainda um limite de contratação de cabos eleitorais. Uma emenda pretendia impedir a doação de empresas para as campanhas, mas foi rejeitada pelo plenário.

Senado aprova MP que libera recursos para Minha Casa Melhor e aumenta transparência sobre clubes O plenário do Senado aprovou hoje (17) a Medida Provisória (MP) 620/2013, conhecida como MP do Programa Minha Casa Melhor, que concede crédito adicional de R$ 8 bilhões à Caixa Econômica Federal (CEF) para o financiamento de bens de consumo duráveis pelos beneficiários do Programa Minha Casa, Minha Vida. Além da liberação dos R$ 8 bilhões, a MP limita o mandato dos dirigentes esportivos a quatro anos, com a possibilidade de uma única reeleição, nos casos de clubes. No texto aprovado também foram incluídas regras para a certificação de entidades

filantrópicas nas áreas de saúde, educação e assistência social. A MP também obriga os clubes a serem transparentes na gestão e a divulgar os valores de contratos, patrocinadores e direitos de imagem. Atletas como Raí, ex-jogador do São Paulo e da Seleção Brasileira de Futebol, e as exjogadoras Hortência, da Seleção Brasileira de Basquete, e Ana Moser, da Seleção Brasileira de Vôlei, estiveram no Senado para pedir a aprovação da matéria. Por ter sofrido alterações em relação ao texto original do Executivo, a MP segue para sanção presidencial.

ONU alerta: 7 milhões de pessoas precisam de ajuda humanitária na Síria Cerca de 7 milhões de pessoas atingidas pelo conflito na Síria precisam de ajuda humanitária de emergência e, para isso, serão necessários US$ 4,4 bilhões ainda neste ano, disse a coordenadora das operações humanitárias das Nações Unidas (ONU), Valerie Amos.

No início de setembro deste ano, ministros de países vizinhos à Síria lançaram, em Genebra, um apelo à comunidade internacional para um apoio em massa ao país, especialmente para a construção de escolas e obras de infraestrutura da cidade.


margem

Diário Indústria&Comércio

3

a

Curitiba, quinta-feira, 19 de setembro de 2013 | Pág. B4

arte&atitude

Adélia Maria Lopes adeliamarialopes@yahoo.com.br

moda&cia

Carretel de memórias O

terceiro livro dos parceiros Teresa Urban (texto e pesquisa) e Nego Miranda (fotos) é Puxando o fio-Histórias de Armarinhos, que será lançado na próxima quinta-feira, dia 26, às 19h, na Livraria na Arte e Letra, onde a jornalista, por sinal, realizou sua derradeira sessão de autógrafos. “Esse livro é uma contribuição para guardar, no armarinho da memória coletiva, registros de um tempo em que o singular era plural”, comunicam os autores. E é mesmo. Nego Miranda realizou mais de três mil fotos, das quais 77 fotos foram utilizadas no livro, reportando oito armarinhos de Curitiba. “Foram localizados mais uns seis que não se dispuseram em colaborar”, lembra o fotógrafo, detalhando que entre pesquisa, fotografia e execução do texto foram um ano e seis meses de trabalho. “Primeiro, foram os mascates ou vendedores ambulantes que forneceram tecidos, as linhas, agulhas e complementos que a imaginação e habilidade feminina transformavam em abrigos para o cotidiano ou roupa de gala para a missa dominical. E foram também os mascates que burlaram o vigilante olho da Côrte e supriram as escravas com os adornos que as tornavam irresistíveis nos dias de festa”, conta Teresa Urban, que carregava da infância uma fascinação pelo comércio antigo de Curitiba. “Na verdade, foi a Teresa que se interessou pelo assunto. Eu normalmente iria atrás de um tema mais rural, algo que registrasse a nossa paisagem paranaense”, observa o fotógrafo. Fascinada, a jornalista viaja em sua pesquisa aos primórdios da moda: “Indispensáveis, os armarinhos acompanharam o crescimento das cidades até os anos 70 do século XX, quando a indústria da confecção substituiu a costura doméstica pela roupa feita, padronizada, prêtà-porter ou ready to wear”, detalha, lembrando que o nome armarinho vem as gavetinhas das malas dos mascates. O mais antigo armarinho curitibano registrado no livro, e que ainda persiste em uma pequena loja na Aminthas de Barros, é A Jerusalém. “O que mais me surpreendeu foi o Armarinho Godinho pela renovação nas atividades comerciais”, diz Nego Miranda. E Teresa constata: “Por um tempo, até parecia que estávamos condenados à uniformidade, e os armarinhos à esporádica clientela dos foliões, nos preparativos para o Carnaval. Surpreendentemente, não foi isso que aconteceu, talvez por conta de algum neurônio rebelde, muito feminino, que busca a diferença. Há sempre alguém imaginando um detalhe único e insubstituível: uma sianinha irreverente, uma renda delicada

ou um botão inusitado. E, para encontrá-lo, ainda é preciso percorrer pacientemente cartelas e catálogos organizados com capricho, alguns já amarelados pelo tempo”. E à pesquisa jornalística, Teresa revela, sutilmente, sua fascinação: “É verdade que são poucos os armarinhos que guardam a magia que nos deslumbrava, meninos agarrados à saia da mãe, espiando na ponta dos pés a profusão de cores, formatos e brilhos dos pequenos objetos contidos nas caixinhas e gavetinhas dos balcões intermináveis. Mas ainda estão por aí, com sua peculiar luminosidade feita de todas as cores, com jeito de conto de fadas”. Nesse carretel de memórias, desenrola também a lembrança da jornalista, a combativa e amiga Teresa Urban, falecida em 26 de junho último: “Não lhe intimidavam governantes, poderosos, endinheirados e agentes armados. Não lhe desanimavam as dificuldades. Cada dia de sua vida foi consagrada à causa: melhorar o mundo”, escreve sobre ela, em Puxando o fio, Carlos Marés, que há tempos presidiu a Fundação Cultural de Curitiba. “Mas melhorar o mundo para Teresa não era só impedir a devastação impiedosa que o capitalismo faz na natureza e na alma das pessoas. Melhorar o mundo era ensinar caminhos novos ao jovem que lhe acercava, era oferecer um pedaço de pão ao faminto, copo de água ao sedento, colocar uma tala na pata quebrada do cachorrinho. Embora pareça, não era uma atitude cristã. Não era cristã! Era humana, e tudo fazia por humanidade”, prossegue Marés. E conclui, conclamando: “Se nós, que ficamos, perdemos uma amiga e companheira, quem mais perde são as futuras gerações, que perderam uma protetora. Já que a perda é irremediável, que muitos empunhem sua bandeira”.


Diário Indústria&Comércio