Page 1

Curitiba, quarta-feira, 19 de junho de 2013 | Ano XXXVi | Edição nº 8891 | R$ 1,50

Indústria&Comércio DIÁRIO

INFORMAÇÃO. conhecimento. inteligência. DESDE 1976.

Aroldo Murá VOZES DO PARANÁ 5 NO LANÇAMENTO O casal João Casillo e Regina Casillo recebeu na porta do casarão histórico da Lourenço Pinto, 500, quase seis centenas de convidados na noite do lançamento do volume 5 do livro Vozes do Paraná. Foi uma boa amostra da vida paranaense, com representantes de muitas frentes, presentes ao evento de autógrafos. Página a3

Pedro Washington Sonho a ser atingido

Uma nota da coluna de ontem, sobre o projeto de comunicação do Senado, em que se afirmou que Renan Calheiros pretende economizar R$ 216 milhões em dois anos, é a prova de que se gasta demais naquela Casa de Leis. Página | A2

Roseli Abrão Segundas intenções

A Polícia Militar prendeu na noite de segunda-feira integrantes do grupo que tentou depredar o Palácio Iguaçu, chamados pelo governador Beto Richa de “baderneiros. Página | A5

INDICADORES FINANCEIROS

Levantamento propõe ainda um conjunto de ações interligadas que possibilitam o crescimento sustentável e a geração de empregos

CNI apresenta mapa estratégico com metas para a indústria

Estudo propõe metas e diretrizes para melhoria da indústria nacional e aumento da competitividade página a5

MERCADO À VISTA Maiores altas

COTAÇÃO

NORDON MET ON * INEPAR TEL ON GPC PART ON UNIPAR PNA TECNOSOLO ON

Maiores QUEDAS

6,91 0,04 0,10 0,99 0,06

COTAÇÃO

REDE ENERGIA PN CCX CARVAO ON NM MINUPAR ON REDE ENERGIA ON J B DUARTE PN ES

1,00 1,42 0,06 1,20 0,36

IBOVESPA Maiores altas*

COTAÇÃO

OGX PETROLEO ON NM MMX MINER ON NM LLX LOG ON NM OI PN N1 SUZANO PAPEL PNA N1

Maiores QUEDAS ALL AMER LAT ON NM GOL PN N2 ROSSI RESID ON NM MRV ON NM BR PROPERT ON NM

0,92 1,34 1,16 4,09 7,79

Empresas diminuem procura por crédito em maio, diz serasa experian

economia | a5

Municípios paranaenses recebem mais recursos a fundo perdido do governo

Arnaldo Alves/ANPr

hotéis Mabu apresenta nova etapa de seu plano de expansão O Mabu Thermas & Resort, localizado em Foz do Iguaçu, reuniu na quinta-feira (13) cerca de 750 convidados em um jantar realizado em parceria com a Federação Nacional de Turismo (Fenactur) e o Clube do Feijão Amigo, comandados por Michel Tuma Ness.

COTAÇÃO 9,49 8,24 3,19 6,80 18,50

Página b1

CÂMBIO Moeda

Compra

Venda

Dólar turismo 2,0900

2,2300

Dólar comercial 2,1775

2,1782

Dólar paralelo 2,0900

2,2000

Euro

2,9219

2,9202

equipamentos Volvo automatiza área de pintura de sua fábrica

Ouro (Grama/R$): 95,90

Acesse a edição digital

www.icnews.com.br

Governador autoriza transferência de recursos do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM), para mais 26 prefeitura

A Volvo automatizou as linhas de pintura de sua fábrica de cabines de caminhões, situada no complexo industrial de Curitiba. Com a implantação de equipamentos de última geração, a montadora melhora ainda mais a qualidade da pintura. Página a6

página a2

Editorial

A

Importância do voto consciente é cada vez mais óbvio

situação pela qual o Brasil vem passando, com manifestações populares intensas em várias cidades, algumas até exaltadas demais, mostra que a necessidade do voto consciente é óbvia e deveria ser observada por toda a população. A eleição de políticos que desviam verbas e não são dignos de representar seus eleitores é a causa da calamidade atual.

E

videntemente, a culpa não é apenas do pobre cidadão que votou em quem não deveria votar. Mas a importância de ir às urnas com consciência e não apenas para cumprir uma determinação da Justiça Eleitoral deveria guiar os eleitores em suas ações, o que não é observado em boa parte da sociedade. Caso houvesse essa sabedoria muitos problemas seriam evitados.

A

gora é um ótimo momento que a sociedade tem para rever o que vem acontecendo no Brasil. Certamente os problemas e a insatisfação devem ser usados para a construção de uma nova realidade, com mais respeito ao povo por parte das autoridades políticas e mais participação das pessoas no sentido de impedir que políticos corruptos assumam os cargos.

oportunidade Tigre abre inscrições para trainees A Tigre, multinacional brasileira líder na fabricação de tubos, conexões e acessórios no país e uma das maiores do mundo, abriu inscrições para seu Programa de Trainee de 2014. Os interessados podem cadastrar seus dados no portal www. tigre.com.br.

Editais na página a7

CMYK

Página a6

Central de Atendimento: 41 3333.9800

e-mail: pauta@induscom.com.br


CURITIBA

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 19 de junho de 2013 | Pág. A2

Previsão do tempo

Mín.: 13° | Máx.: 17°

Nesta quarta-feira o tempo muda novamente no sul do país. Uma frente fria avança pela região e também sobre o Paraná, com previsão de chuvas e risco tempestades (chuva e trovoadas) em áreas isoladas. fonte: www.simepar.br

Paraná

Municípios recebem mais recursos a fundo perdido Foto: Arnaldo Alves/ANPr

Foram transferidos R$ 10 milhões para mais 26 municípios paranaenses

prpress@terra.com.br

PanoramaPolítico Sonho a ser atingido

Uma nota da coluna de ontem, sobre o projeto de comunicação do Senado, em que se afirmou que Renan Calheiros pretende economizar R$ 216 milhões em dois anos, é a prova de que se gasta demais naquela Casa de Leis. É o óbvio: se dá para economizar tanto é porque gasta-se além do necessário! Depois não sabem o que os jovens estão fazendo nas ruas: protestando contra o que se faz com o dinheiro da “viúva”. Um detalhe já assimilado pela Assembleia Legislativa do Paraná que, na atual administração tem conseguido devolver valores que chegam aos R$ 100 milhões aos cofres do Estado. Aí estariam duas razões para mostrar que os protestos são válidos. Acrescente-se a isso, inúmeras outras situações que fazem com que o brasileiro esteja com seu orgulho em baixa. Sem falar na roubalheira que certamente está ocorrendo na construção dos estádios de futebol para esta e para a Copa seguinte, com valores absurdos gastos por um país que tem educação, saúde e segurança de menos. Um olhar crítico a isso e os governantes entenderão o que está acontecendo! Os 20 centavos de aumento no transporte coletivo, ineficiente, entulhado, sem que as autoridades tentem viabilizar melhores condições para seus usuários, foram a gota d’água. Reação de um povo que cansou de ser tratado como gado. Uma neta do colunista que durante muito tempo morou em vários países, trabalhando como modelo, contava dia desses a dificuldade de se viver num país em que se está o tempo inteiro olhando para os lados, temerosa com assaltantes. Igualmente a sensação de prisão, quando a noite chega e sequer se pode colocar os pés para fora de casa. Quem viveu em clima de segurança, onde a polícia atua para reprimir a criminalidade e não para amedrontar os passantes, sabe o quanto essa sensação é angustiante. Aos que como nós, são obrigados a conviver com esse dia-a-dia, parecia natural. Até dias atrás. Quando o povo começou a mostrar que um novo Brasil é o sonho de todos.

Com atraso

Dentro do mesmo raciocínio de eficiência de serviços públicos, nota da Mineropar anunciando com dois anos de atraso que concluiu os levantamentos geológico e geotécnico, que mapearam as áreas de risco em Antonina, litoral do Paraná. Vem à memória do colunista o tsuname no Japão que destruiu uma rodovia local. Na semana seguinte, o problema estava sanado.

Investimentos privados

O governador Beto Richa recebeu os dirigentes da Renault/ Nissan para anunciar a aplicação de R$ 1,5 bilhão que a empresa realiza na planta instalada em São José dos Pinhais. Com possibilidade de novos investimentos para aumentar sua participação no mercado automobilístico brasileiro.

Assunto...

A matéria estampada pelo jornal O Estado de São Paulo, dando conta de investigações realizadas pela Polícia Federal e o próprio Conselho Nacional de Justiça, em relação a supostas irregularidades em falências, chegou à Assembleia Legislativa, levada pelo deputado Fábio Camargo. Para ele, que se desdobrou em críticas a jornal local que repercutiu a reportagem do Estadão, “a tese de dois grupos em luta pelo controle das falências no Paraná, é absurda”.

...rendoso

De outro lado, o advogado e administrador de massas falidas Marcelo Simão, saiu em defesa do seu escritório de advocacia, citado na matéria e nas críticas do deputado Fabio Camargo: “É uma briga que nasceu dentro do TJ, que nada tem a ver conosco, mas acabamos virando o alvo dele (deputado Camargo”, afirmou Simão. O certo é que o assunto, conhecido há muito tempo nas rodas jurídicas, ainda vai render.

Em choque

Parafraseando o ex-presidente Lula que, quando deputado afirmou que “no Congresso tem uns 300 picaretas”, a ministra Ideli Salvatti afirmou em entrevista ao “Estadão” que no Congresso “a possibilidade (de chantagem) existe e de vez em quando acontece”. A oposição quer agora que ‘ela de nome aos bois’: quem são os chantagistas!

EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

Governador Beto Richa autoriza transferência de recursos do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM), para mais 26 prefeitura

O

governador Beto Richa, ao autorizar na segundafeira (17) a transferência de recursos a fundo perdido para mais 26 prefeituras, reforçou sua estratégia de prestar forte apoio aos municípios, para que eles possam responder as demanda de suas populações. “Queremos desenvolver o Estado a partir dos municípios”, afirmou Richa no encontro, realizado no Palácio Iguaçu. Foram transferidos R$ 10 milhões para as 26 prefeituras. Os recursos são do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM), que já atendeu mais de 240 prefeituras. O PAM repassa R$ 150 milhões para cidades com até 50 mil habitantes aplicarem em projetos escolhidos pela própria população. Os recursos são provenientes de devolução orçamentária da Assembleia Legislativa do Paraná que, pela economia feita pelos deputados e pela casa em geral, conseguiu devolver o valor para que fosse investido pelo Poder Executivo na melhoria de vida nas pequenas cidades. Richa ressaltou que a elaboração

do plano surgiu da identificação de dificuldades financeiras apresentadas pelas administrações municipais. “Eu fui prefeito, e nas devidas proporções, sei das dificuldades dos prefeitos. Contem com o apoio do governo estadual para tudo que precisarem”, disse. O governador também lembrou da diminuição dos repasses federais, principalmente com a queda do Fundo de Participação dos Municípios. “Se o Estado sofre com as medidas adotadas pelo governo federal, imaginem os menores municípios”, diz Richa. As prefeituras recebem de R$ 300 mil a R$ 550 mil, de acordo o número de habitantes. Até o final de junho, todos os municípios habilitados receberão os investimentos. “O ponto forte desse programa é que a população escolhe a obra e a prefeitura não precisa devolver os recursos ao Estado”, disse o governador. Richa citou a redução dos repasses federais, principalmente com a queda do Fundo de Participação dos Municípios. “Se o Estado sofre com as medidas adotadas pelo governo federal, imaginem os me-

nores municípios”, afirmou ele. O PAM repassa R$ 150 milhões para cidades com até 50 mil habitantes aplicarem em projetos escolhidos pela própria população. Os recursos são provenientes de devolução orçamentária da Assembleia Legislativa do Paraná que, pela economia feita pelos deputados e pela casa em geral, conseguiu devolver o valor para que fosse investido pelo Poder Executivo na melhoria de vida nas pequenas cidades. As prefeituras recebem de R$ 300 mil a R$ 550 mil, de acordo o número de habitantes. Até o final de junho, todos os municípios habilitados receberão os investimentos. “O ponto forte desse programa é que a população escolhe a obra e a prefeitura não precisa devolver os recursos ao Estado”, explicou Richa. Os recursos a fundo perdido são aplicados nas mais diferentes obras, desde pavimentação de ruas, barracões industriais, aquisição de caminhões-caçamba, ambulâncias e micro ônibus, até a construção de capelas mortuárias. Todos os projetos foram definidos pela popula-

Sanepar será autossuficiente nas análises da água A Sanepar, empresa do Governo do Estado, será a primeira companhia estadual de saneamento do Brasil autossuficiente na análise de todos os 99 parâmetros de qualidade da água distribuída para a população. Nas próximas semanas entram em operação, nos laboratórios de Maringá, Cascavel e de Londrina, os cromatógrafos, usados nas análises de agrotóxicos. Até agora, parte dos parâmetros determinados pelo Ministério da Saúde (Portaria 2.914) é analisada por empresa contratada. Para garantir a qualidade da água que entrega aos clientes, a Sanepar realiza 1,325 milhão análises por mês. A maioria (1,2 milhão) é feita nos laboratórios operacionais durante o processo de tratamento da água. Os parâmetros são analisados em cada uma das 176 estações de tratamento, onde funcionam os laboratórios operacionais. As análises são feitas de hora em hora, 24 horas por dia. Os outros 125 mil parâmetros são analisados nos quatros la-

Foto: Ike Stahlke/Sanepar

Os laboratórios da Sanepar analisam por mês, 1,325 milhão de parâmetros para garantir a qualidade da água distribuída para a população

boratórios centrais de Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel e nos demais 77 laboratórios descentralizados. Estes 81 laboratórios analisam a água que sai das estações de tratamento e a que chega ao consumidor, pelas redes de distribuição. “Nenhum outro alimento é

tão controlado quanto a água de abastecimento público. A Sanepar é reconhecida no Brasil como umas das empresas que mais atenção dedica à qualidade do água que entrega na casa dos clientes,” explica a gerente da Unidade de Avaliação de Conformidade, Eloize Motter Rodrigues.

Audiência pública vai discutir aumento da frota de táxi A Urbs vai realizar no próximo dia 4 de julho uma audiência pública para apresentar e discutir com a comunidade as diretrizes para elaboração do edital de licitação para ampliação da frota de táxis de Curitiba. A convocação oficial da audiência, assinada ontem, será publicada amanhã em jornais locais, nos diários oficiais do Es-

tado e do Município e nos sites da Prefeitura (www.curitiba.pr.gov. br) e da Urbs (www.urbs.curitiba. pr.gov.br). A audiência será realizada a partir das 19 horas do dia 4, no Salão de Atos do Parque Barigui. Além da comunidade em geral, serão convidados representantes de entidades de classe, órgãos

governamentais, associações e trabalhadores do setor.| Esta é a primeira vez que a comunidade é chamada a debater o assunto em Curitiba. A frota atual da cidade é de 2.252 táxis, e foi formada em 1975, quando a cidade tinha em torno de 600 mil habitantes. Hoje, Curitiba tem 1,7 milhão de habitantes.

ção em audiências públicas. Com quatro mil habitantes, o município de Campina do Simão investirá os recursos do PAM na construção de uma capela mortuária e na aquisição de um terreno para construção de casas populares. “Foram os pedidos da nossa população, definidos em audiência pública. Essa parceria com o governo é muito importante, mostra o compromisso do Estado com as cidades”, disse o prefeito Laureci Miranda. O prefeito de São Sebastião da Amoreira, município do Norte Pioneiro, Luiz Fernandes, disse que a prioridade da população é educação. Para isso, também através de audiência pública, a prefeitura utilizará os recursos do PAM na reforma de uma escola municipal e do ginásio de esportes. “É uma grande obra que sem a ajuda do Estado não conseguiríamos executar. Esse programa é muito bom. É uma decisão importante do governador em favor dos pequenos municípios”, disse o prefeito. São Sebastião da Amoreira tem oito mil habitantes e receberá R$ 400 mil.

Tecpar amplia atuação na certificação de produtos orgânicos Para atender o programa paranaense de certificação de produtos orgânicos, o Tecpar Cert – a unidade certificadora do Instituto de Tecnologia do Paraná - vai promover, de 24 a 28 de junho, um curso para 20 bolsistas que atuam nos núcleos de agroecologia das instituições parceiras espalhadas em todas as regiões do Estado. Eles serão capacitados para auxiliar os produtores a se adequarem à regulamentação da certificação de produtos orgânicos. Numa segunda etapa, vão atuar também como auditores nos demais núcleos. O Tecpar é atualmente o maior certificador de produtos orgânicos no Paraná, atuando também em outros estados e países por meio de parcerias. A Tecpar Cert tem seu principal foco no fomento à agricultura familiar, coordenando o Programa Paranaense de Certificação de Produtos Orgânicos. O Paraná tem 100 mil pequenos produtores, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Destes, cerca de 6,5 mil produzem orgânicos, conforme levantamento do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. “Queremos apoiar e ampliar esse segmento, o que exige mais trabalho e recursos”, diz o gerente de certificação de produtos e coordenador do Pograma de Ogânicos, Fábio Corrales. Contando com a parceria das universidades estaduais, da UTFPR de Pato Branco e do Centro Paranaense de Referência em Agroecologia.


Aroldo Murá G. Haygert

Contato com o jornalista: aroldo@cienciaefe.org.br

Diário Indústria&Comércio Curitiba, quarta-feira, 19 de junho de 2013 | Pág. A3

Centenas vão ao lançamento de Vozes do Paraná 5 “O lançamento do volume 5 de Vozes do Paraná 5, na noite de segunda-feira, 17, só pode gerar expressões grandioloquentes”, assim o escritor e jornalista Márcio Renato dos Santos se manifestou sobre o evento, realizado num dos mais esplendorosos espaços da cidade, o escritório de Casillo Advogados, na Rua Lourenço Pinto. A grandiloqüência, ou hipérboles, no caso, ficaria por conta “da impressionante presença de personalidades paranaenses reunidas em só um lugar”, explicou Márcio. De Londrina, veio especialmente o escritor Domingos Pellegrini Jr., que chegou de manhã e voltou às 22 horas. Agora só viaja de ônibus, cansou de sofrer em aeroportos. O que posso dizer é que se manteve a média de presenças dos últimos quatro lançamentos: cerca de 600 pessoas. Tarefa quase impossível registrar todas as presenças que foram buscar o livro e o autógrafo deste autor. Cito, neste primeiro registro, a magistral presença de João Casillo e Regina Casillo, o recebendo na porta do casarão histórico os convidados, com a fidalguia que os identifica. Eles são um exemplo de refinamento, sem afetações. Dentre os presentes, além dos personagens, re-

gistro a presença de Guilherme da Cunha Pereira viagem aos Estados Unidos; Szyja Ber Lorber e Filho, comandante da Gazeta do Povo e RPCOM, Rosilda, ele diretor do jornal Visão Judaica; Juracy que parece ter aberto exceção em sua agenda aper- Barbosa, representando Fernanda Richa; jornalista tada para a grande noite; o presidente da Câmara Nilson Monteiro, anunciando próximo lançamento Municipal, Paulo Salamuni e os vereadores Jorge de novo romance seu; Constantino Viaro Neto; José Bernardi, Edemar Colpani e Julieta Reis; os secre- Affonso Dallegravre. tários de Estado Paulino Viapiana, representanE outros mais. Voltarei ao assunto. do o governador Beto Richa; o secretário de Comunicação Social do Estado, Marcello Cattani; o presidente da Fecomercio, Darci Piana e seu braço direito, Ernani Buchmann; o empresário Silvestre Schmidt;o cônsul da Síria, Abdo Abage; Peter Ter Poorten e senhora (Ingrid), ele cônsul do Reino Unido; Maurício Schulman e Martha; Hélio Rotemberg e Rogério Mainardes, este representando OrioJoão e Regina Casillo, com uma das filhas e neta, anfitriões do evento, receberam visto Guimarães, em os convidados na porta

das periódicas ‘varreduras’ que faz sobre o nome do monge, descobriu a informação imprecisa dada pela coluna. E, em decorrência do informe, surgiram os desencontros agora esclarecidos. Para alegria da multidão de amigos que cultiva no Brasil, Manu está vivíssimo da Silva. É monge de Port Salut, abadia localizada em Entremmes, fundada no final do século 19. De início, ficou conhecida pelo queijo que produz, uma espécie semelhante ao camembert. Não mais o produz, mas mantém loja de artesanato, e hortas cultivadas pelos monges.

MALAGHINI EXPLICA PERFIS GENÉTICOS

Marcelo Malaghini, Doutor em Biotecnologia e responsável técnico do setor de Biologia Molecular do Laboratório Frischmann Aisengart, é destaque em Workshop de Análise de Amostras Forenses, promovido pela Sociedade Argentina de Genética Forense (SAGF), que começou ontem e vai até hoje, 19, em Buenos Aires. O especialista vai fazer uma apresentação sobre análises de misturas de perfis genéticos em amostras forenses. Serão também palestrantes deste evento importantes pesquisadores internacionais. “A análise de misturas de perfis de DNA estão entre as situações mais complexas e desafiadoras para os geneticistas forenses, pois envolve grande dificuldade técnica para sua caracterização e valoração estatística” afirma Malaghini.

MALAGHINI EXPLICA (2) Em janeiro deste ano o Laboratório Frischmann Aisengart recebeu a revalidação da acreditação na norma internacional 17.025 nos processos de análises de paternidade e de identificação de Organismos Geneticamente Modificados (OGM) em alimentos. Este é o principal selo de qualidade, de reconhecimento internacional que um laboratório de ensaios pode obter no mundo. “No Brasil apenas quatro empresas apresentam este nível de qualidade para análises de transgenia em alimentos. Em análises de paternidade, o Laboratório Frischmann Aisengart é o primeiro no país”, afirma Malaghini.

CARTAS (correspondências para a coluna: aroldo@cienciaefe.org.br)

CUMPRIMENTOS

Parabéns pelo lançamento da obra ontem à noite. Estava tudo muito bom. Abs José Affonso , Dallegrave Neto, Curitiba.

O vereador Jorge Bernardi, João Casillo, o jornalista Celso Nascimento e a Regina FreireMaia, filha do cientista Newton Freira Maia, e o autor de Vozes do Paraná 5

Aroldo Murá, recebe Adolfo de Oliveira Franco, Walter Schmidt e o secretário Paulino Viapava, que representou o governador Beto Richa

MAIS CUMPRIMENTOS (2) Caríssimo Amigo, Jornalista,...Escritor Aroldo Murá, Bom Dia! (((MARAVILHOSO))), como sempre, os lançamentos dos seus ricas e valiosas biografias. Mais uma vez, estamos honrados, lisonjeados e felizes em participar de tão significativo evento, reunindo as principais personalidades paranaenses. Ao parabenizá-lo, agradecemos pela sua sempre lembrança, carinho, atenção e reconhecimento para conosco. Com elevada estimada, admiração e consideração. cunha@velafilmes.com.br www.velafilmes.com.br www.facebook.com/velaprodutora 55 41 3039 4695 - 9905 9339

CUMPRIMENTOS (3) Domingos Pellegrini Jr, Adélia Maria Woellner, o empresário e advogado Luiz Fernando Queiroz e Aroldo Murá

O NOVO LIVRO E A CANÇÃO ANTIGA DE GRETA

Quem acompanha a carreira literária de Greta Benitez, curitibana que migrou há quase uma década para São Paulo, desde os primeiros livros: “Rosas Embutidas” (1999) e “Café Expresso Blakbird” (2006), surpreende-se com “Canção Antiqüe”, seu mais recente livro que acaba de ser editado. “Não que a autora tenha dado uma reviravolta, mas sim porque soube renovarse, continuando coerente com suas obras anteriores”, como afirma o escritor paranaense Ricardo Corona, que fez o prefácio do livro “Greta vem operando obsessivamente com certos procedimentos e com uma pertinência que considero excepcional, sobretudo porque não se limita ao mero polimento formal como proposta absoluta de uma estética”.

BOA LEITURA E prossegue na Corona análise crítica afirmando que “ao terminar a prazerosa leitura de “Canção Antiqüe”, são muitas as sensações que permanecem, e é de se agradecer por esta generosidade poética. O livro modula um ritmo singular que o leitor haverá de descobrir, assim que percorrer as primeiras páginas. Pensei na autora pelos meandros da cidade de São Paulo, uma das mais antigas e populosas do Brasil, às vezes passeando e outras em seu percurso cotidiano, de trabalho ou lazer. Pensei mais nos trajetos que deve realizar a pé ou via metrô, ônibus ou carro. Imaginei-a por essa sinuosidade urbana, sempre produzindo anotações frenéticas ou simples registros de sensações. Imaginei-a, sobretudo, em visitas meticulosas às lojas de antiguidades, de vinis a roupas usadas, que são muitas na supercidade. E tudo para modular a sua canção no ritmo desejado”.

POR QUE BRECHÓS Assim desvenda o crítico o porquê da palavra “Antiqüe”, aparentemente destoando no título: “é que os brechós exalam sensações que expressam a singularidade de quem está na busca de um objeto ou roupa que já perdeu a “primeira” aura que, a rigor, nada mais é do que a sensação de posse de uma mercadoria porque está novinha em folha. E me parece claro que esta

O secretário Marcello Cattani, da Comunicação Social, sendo recebido por Aroldo Murá

posse é um tipo de prazer bem bom. Mas é certo dizer também que não é este tipo de prazer que está em jogo num brechó, assim como na leitura de um poema. Ao contrário, o prazer bem bom pode condicionar a aura do brechó a um lugar em que se repassaria o que está velho, sendo que ela tensiona justamente os sentidos de “novo” e “novidade”, de “velho” e “antigo”. Há poesia em muitas coisas e inclusive fora da palavra. Assim, nesta forma “antiga” que é o poema – uma peça de brechó? – a magia da experiência, da vivência, cujo retorno de quem se propõe vivê-la se lhe revelará um sopro ou uma gélida onda ao rés do oceano”.

ESTILO Às palavras de Corona, o professor Helio Puglielli acrescenta sua própria observação: “Filha da escritora Regina e do jornalista Aurélio Benitez (ambos já falecidos), Greta encontrou o seu estilo próprio, com toques de nostalgia e melancolia, o que se reflete no título do livro: Canções “Antigas”, antigas como as peças de brechós, onde as roupas já estão modeladas pelo uso dos que as vestiram. Assim os poemas de Greta revelam duas dimensões que se superpõem, a nostalgia do passado e a melancolia do presente, mas – ao contrário das peças de brechó – ganham o sentido de mensagens inteiramente novas e sem nenhum desgaste”. Resta ao leitor conferir.

NOVA PROVA DE QUE INTERNET É POUCO CONFIÁVEL

A Internet é mais que uma caixa de surpresas, para usar o clichê do futebol. Às vezes, quando confiamos cento por cento nela como fonte de informação, podemos cometer equívocos enormes. Foi o que aconteceu com a coluna, no começo de 2011, quando, aceitando como fonte um endereço eletrônico (possivelmente clonado) que indicava ser de origem boa e conhecida, acabei notícia o suposta morte de um velho amigo, o monge cisterciense Manu, brasileiro, originário do Mosteiro Nossa Senhora do Novo Mundo (Campo do Tenente, PR). Manu, graças, está muito vivo e bem. Vive na Abadia de Port Salut, no Loire, em Entremmes, França. Pertence administrativamente ao Departamento Mayenne.

O monge trapista, nordestino, 88 anos, tem uma sólida carreira de reconhecimento e respeitabilidade na vida católica e em movimentos sociais do país (foi padre diocesano, depois religioso, e trabalhou nos anos de chumbo como padre operário no ABC paulista) – está vivíssimo. E mais: no próximo dia 29 de julho, Manu celebrará 89 anos, com seus companheiros de Ordem. Lembro-me de que, por diversas vezes, personalidades da vida cultural brasileira, como o dominicano frei Beto, quando em Curitiba, pediam notícias de Manu ou queriam revê-lo. Assim como educadores e artistas.

ALESSANDRO, UM GRANDE AMIGO Um dos mais devotados admiradores da vida e obra de Manu é o cientista social italiano Alesandro Grecchi, 46 anos, que conhece muito bem o Brasil, onde esteve fazendo pesquisas em sua área e envolvido com obras sociais e culturais da Igreja Católica, nos anos 90s. Aqui fez estudos amplos sobre realidades brasileiras. E seu currículo indica, por exemplo, pesquisas realizadas sobre personalidades como Tancredo Neves. A tese de formatura de Alessandro Grecchi ( em Ciências Sociais, na Universidade de Milão) dá bem a dimensão de quanto se embrenhou ele no exame das realidades brasileiras: “O Segundo Governo Vagas, de 1951/54”. Teve como orientador – e a grande apoiador nesses estudos – uma autoridade mundial ewm América Latina, o professor Daniele Pompejano. Alessandro, que os amigos brasileiros conhecem simplesmente por Alex (e ele mantém uma enorme rede de 5relações via web) é poliglota: além do italiano, fala inglês, francês, português, espanhol russo. No momento, estuda árabe. Seu interesse pelo mundo árabe levou-o a ligar-se à Igreja Católica Grego-Melquita (que é ligada a Roma), da qual já recebeu condecoração.

A SUPRESA DO DISCÍPULO Se a web gerou a confusão sobre Manu, foi a própria web que propiciou, por outro lado, esta oportunidade de esclarecimento: Alessandro, numa

Caro Aroldo, Infelizmente, não pudemos participar desse evento, pelo que pedimos que aceite nossas desculpas. Quando nos encaminhávamos para a nossa reunião do Lançamento de Vozes do Paraná, eu e minha esposa fomos surpreendidos pelo trânsito emperrado de Curitiba no início desta noite. Depois de percorrer da Dr. Muricy (congestionada), procuramos desviar para a Visc de Nácar via Pça Rui Barbosa. Não adiantou: ficamos bloqueados no trânsito de novo, sem entender o que estava acontecendo. Depois de 1:30h encontramos a Lourenço Pinto também bloqueada. Então, com muita dificuldade conseguimos encontrar uma saída para retornar para casa, 2h após. Aguardo outra oportunidade para nos encontrarmos,Abraço, prof. Paulo Eugênio Anunciação, Curitiba.

CUMPRIMENTOS (4) Amigo Aroldo, Saí com Marina para o tão esperado lançamento do seu livro (já na quinta edição) e acabei parando em dois bloqueios. Sei que as manifestações são legítimas e que (finalmente) o povo se cansou de tanta demagogia, corrupção desvairada e falta de perspectivas para uma juventude ativa, moderna e louca para opinar. Como não consegui chegar ao evento, quero lhe pedir o exemplar do seu livro (com a respectiva fatura, é claro!). Parabéns e um abraço fraterno. Cassio e Marina Taniguchi, Curitiba.

CUMPRIMENTOS (5) Agradecemos imensamente o convite para participar do Lançamento do livro VOZES DO PARANÁ 5- Retratos paranaenses, que será realizado hoje, dia 17 de junho de 2013. Havíamos previsto nossa participação no evento. Entretanto, por contratempos na agenda e demandas da Diretoria da Fiep, infelizmente, não poderemos comparecer. Renovamos expressões de consideração e aproveitamos para desejar grande sucesso ao evento. Cordialmente, Adriana Brandão, assessoria Presidência FIEP.


PARANÁ

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 19 de junho de 2013 | Pág. A4

Colombo

Opinião

coluna@induscom.com.br

AINDA É TEMPO DE DILMA Deviam ter advertido o presidente da Fifa, Joseph Blatter, de que no Brasil se a multidão vaia um mandatário, como aconteceu na abertura da Copa das Confederações, em Brasília, não convém provocar uma segunda. E a presidente Dilma Rousseff poderia ter ido dormir com apenas uma ovação. Faltou, para complementar, que o secretário-geral da mesma entidade, Jérôme Valcke, ressaltasse que, na opinião dele, como já dissera tempos atrás, o brasileiro merece é um ponta-pé no traseiro. Mas nem só de vaia vive o poder brasileiro. O ex-presidente Lula, como que prevendo manifestações contra sua pupila, logo ressaltou aqui em Pinhais, que ela, Dilma, é a candidata do PT em 2014 para enfrentar Deus e o mundo político. Lula garante, naturalmente ajudado pelo pessoal que cerca o poder e que quer continuar ajudando o PT, ou melhor, ajudando quem está no poder. Então, por hoje e ainda por algum tempo, a candidate é Dilma. E assim será em definitivo ou até que se sustente como a mais qualificada para o bis já alcançado também por Lula. Mas vai ficando evidente que a atual presidente, candidata, deve liquidar o pleito na primeira oportunidade. Se ficar para um segundo turno, corre sério risco de acabar com a era PT. Tendo um adversário a altura, surge o desejo imenso de votar contra. Assim mais ou menos como dizia Tancredo Neves: no voto secreto dá uma enorme vontade de trair. A presidente tem uma missão importante e urgente. É acabar ou contornar ou evitar que ganhe terreno o que ela qualificou de “terrorismo informativo”. Ela até pode impedir que esse chavão prossiga; mas pode virar um slogan para a oposição. Continuando com Guido Mantega e outros ministros dos 39 que ela emplacou, deixa a oposição em, condições de bater duro nos problemas que se confundem entre o momento em que se vive aqui e alhures e à falta de comando e a incapacidade de muitos de seus auxiliares. A vaia a que nos referimos, estrondosa na capital da República, pode se espalhar. Se isso prosseguir e alcançar outras praças e seus estádios maravilhosos, caros, alguns candidatos a elefantes brancos, aí, então, pode-se até esperar uma grita generalizada do tipo de “queremos Lula”. Se este vai aceitar, não deve haver dúvida. Melhor é dirigir diretamente do que opinar permanentemente. Lula não quer mais ser presidente, é o que ressaltaram petistas de prestígio. É o que lhes restar fazer, até para atender orientação superior. Pesquisas daqui para frente na verdade ditarão o futuro. Ganhar com Dilma seria a glória. Perder com Dilma seria o fim. Botar o retrato de Lula outra vez é o sonho do PT, garantia de vitória e prosseguimento do reinado dele e de todos que aí estão. Ainda há tempo, senão para Dilma reabilitar-se eleitoralmente, para indicar o verdadeiro caminho a seguir pelos petistas. A oposição, toda unida, por sinal, quer mesmo é Dilma presidente. Mas apenas até o final do mandato. Registre-se, por dever de ofício, que Lula nega sempre a possibilidade de concorrer. Ao ponto de dizer que se houver uma discordância entre ele e Dilma, “ela estará certa e eu não”. O ex-presidente destacou que conhece Dilma há oito anos, confiando plenamente nela. Mas reconhece que há que se catar quem hoje está na oposição ou, simplesmente, não está com a situação. A conferir. *Ayrton Baptista, jornalista

Araucária Município realiza oficina com representante do MEC

Carlos Poly/ACS

Prefeitura realiza Conferência Municipal de Educação Propostas serão levadas para a Conferência Estadual que acontece em setembro

A

prefeitura de Colombo, por meio da Secretaria da Educação, Cultura e Esporte promove amanhã, das 8h às 17h, no auditório, da Regional Maracanã, a “Conferência Municipal de Educação”. O objetivo é discutir ações e propostas que serão apresentadas na Conferência Estadual de Educação a ser realizada entre os dias 24 a 26 de setembro e na Conferência Nacional de Educação – CONAE, que acontecerá em fevereiro de 2014, no Distrito Federal. A secretária Municipal da Educação, Aziolê Cavallari Pavin, afirma que na conferência do mu-

nicípio haverá um tema central “Todos juntos por uma educação de qualidade” e estará dividido em sete eixos temáticos, quando de forma democrática, profissionais da educação básica, técnica e superior do âmbito público e privado, e vários setores, tais como, entidades sindicais e científicas, instituições religiosas, entidades parlamentares e órgãos de fiscalização e controle irão avaliar diretrizes, metas e estratégias que poderão compor o Plano Nacional de Educação. Segundo a coordenadora Escolar Estadual no município, Elenize

do Rocio Lunardon, na ocasião será possível sistematizar, modificar ou realizar emendas, de acordo com as necessidades de Colombo. “É interessante à participação de pais, alunos, educadores, enfim

CONAE A Conferência Nacional da Educação – CONAE, tem o objetivo de reunir documentos com propostas de todo o Brasil para resultar na elaboração de idéias que poderão complementar o Plano Nacional de Educação. De acordo com o chefe da área Metropolitana Norte, Sérgio Ferraz, as ações e propostas municipais e estaduais colaboram com a elaboração do contexto do Sistema Nacional de Educação. A CONAE será realizada de 17 e 21 de fevereiro de 2014, em Brasília.

São José dos Pinhais

Paranaguá

Assistência Social e PROVOPAR entregam cobertores para 200 famílias

Prefeito autoriza redução de R$ 0,10 na tarifa de ônibus

A Secretaria Municipal de Assistência Social de São José dos Pinhais em parceria com o Programa do Voluntariado Paranaense – PROVOPAR entregaram cobertores para 200 famílias. O evento ocorreu nas dependências do CRAS José Zen, na região do bairro Jardim Itália e contou com a presença de cerca de 200 famílias que receberam dois cobertores cada. Essa doação foi proveniente da doação feita pelo PROVOPAR à essas famílias. Para o secretário municipal de Assistência Social, Imar Augusto, essa cooperação de ação social do PROVOPAR em São José dos Pinhais, vem de encontro às políticas sociais já praticadas em nossa cidade, reforçando assim a rede de assistência social. “Nossa secretaria assiste a população em tudo que abranja suas vulnerabilidades sociais, a fim de minimizar os riscos sociais e resgatar a dignidade de cada um. Essa doação do PROVOPAR reforça nosso trabalho em ajudar a estruturar àqueles mais fragilizados por sua condição” finalizou Imar. O Prefeito Luiz Carlos Setim, também presente no evento, elogiou

O Prefeito Luiz Carlos Setim, também presente no evento, elogiou o PROVOPAR e agradeceu essa iniciativa

o PROVOPAR e agradeceu essa iniciativa. “Temos responsabilidades e desafios diariamente em nossa gestão, com a questão social de nossa cidade não é diferente, este reforço às nossas ações junto à população é muito importante. Agradeço muito ao PROVOPAR por escolher São José dos Pinhais para integrar essa ação”, afirmou Setim. Um total de 500 famílias devidamente cadastradas junto a Secretaria Municipal de Assistência Social de São José dos Pinhais irão receber os cobertores. Esta primeira entre-

ga foi para atender as famílias da região do Jardim Itália, os demais cobertores serão entregues em outras regiões da cidade. Estiveram presente na entrega, o vice prefeito Toninho da Farmácia, a secretária municipal de Educação, Neide Setim, André Luiz representando o Deputado Federal Leopoldo Meyer, os vereadores Professor Assis, Luiz Monteiro, Nina Singer, Fenemê e Tadeu Camargo, além de representantes das secretarias municipais de Governo e Planejamento.

Pinhais

Jovens têm até dia 28 para efetuar inscrição no Projovem Urbano Representante do MEC enfatizou importância da participação da família na rotina escolar

Representantes do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Araucária participam hoje de uma oficina de formação com a representante do Ministério da Educação (MEC), Ivanete Oliveira dos Santos. Entre os objetivos da oficina está trabalhar a importância da educação para a sociedade e multiplicar mobilizadores. As atividades com representantes de diversos segmentos da sociedade ocorrem na Faculdade Nacional de Educação e Ensino Superior do Paraná (Faneesp). “Fazemos uma formação para que tenha mais multiplicadores. Em Araucária já existe um comitê. Queremos fortalecer as ações e mobilizar a sociedade para envolver as famílias em prol de uma educação de qualidade”, disse Ivanete. Ela lembra que educação é compromisso de todos, que “é papel do governo investir mas é preciso que a sociedade tome para si esta questão”. No evento ocorre também a apresentação de práticas desenvolvidas pelo comitê. A Secretaria Municipal de Educação (SMED) deve compartilhar a experiência da realização da 2ª Conferência

Municipal de Educação no mês de maio. Embora seja uma mobilização da sociedade civil, a SMED sempre participa das discussões e dá o suporte para que o comitê (criado em 2010) desenvolva suas atividades. Esta parceria possibilita a realização de diversas ações durante o ano. Já o Departamento de Ação e Prevenção, da Secretaria Municipal de Segurança (SMSP), vai falar sobre sua atuação junto à comunidade escolar no sentido de diminuir ocorrências nas escolas. Outras organizações também apresentarão suas realizações. Durante o evento, os participantes elaborarão ainda um plano de ação do comitê para Araucária. Araucária é o primeiro município do Paraná a ter um Comitê de Mobilização Social pela Educação local e 1º também a ter aprovada uma lei que cria a Semana de Mobilização Social pela Educação. “Parabenizo o vereador Alexandre Gotfrid pela autoria do projeto, aos demais vereadores que aprovaram por unanimidade e ao prefeito que sancionou.

toda a sociedade civil, porque a Conferência Municipal se trata de um espaço democrático, onde todos terão a chance de dar sua opinião e contribuir com a educação do nosso país”, relata.

As inscrições do Projovem Urbano seguem até o dia 28 de junho. Podem participar jovens de 18 a 29 anos que saibam ler e escrever, mas que não concluíram o ensino fundamental. O programa federal desenvolvido em parceria com a Prefeitura Municipal de Pinhais, por meio da Secretaria Municipal de Educação, tem o objetivo de promover a inclusão social incentivando jovens a concluírem os seus estudos. Para incentivar a população a participar do programa, mais de 100 servidores das Secretarias de Educação, Finanças, Administração e Governo, estiveram envolvidos na iniciativa, nominada Caminhada pela Educação, realizada no último sábado (15). Concentrados em diferentes bairros da cidade, os pontos de partida foram a Praça 1º de Maio e a Secretaria de Educação, respectivamente. Além do convite, os moradores receberam materiais informativos sobre o programa. Presentes na ação, as secretárias de Educação, Andrea Franceschini e de Assistência Social, Rosangela Santos. Representando o Legislativo Municipal, os vereadores Gilberto Hartkopf e Rosa Maria. A Guarda Municipal de Pinhais, também acompanhou a caminhada. A Secretária de Educação Andrea Franceschini ressalta que este programa é mais uma vantagem

No último sábado (15), servidores da Prefeitura participaram de caminhada para incentivar a população a participar do programa

proporcionada aos munícipes, e vem somar com as ações de promoção da qualidade de ensino em Pinhais.

Mais

O programa oferece aos estudantes uma bolsa auxílio mensal, no valor de R$ 100,00, desde que o aluno tenha 75% de frequência. Além disso, quem ingressar no programa poderá concluir o ensino fundamental em 18 meses e obter qualificação profissional na área administrativa com ênfase em arquivador, almoxarife, Office boy, Office girl e auxiliar administrativo.

“No Projovem Urbano, o aluno tem acesso à elevação da escolaridade, adquire uma compreensão maior do mundo, do trabalho e participa de ações que estimulam a prática da cidadania”, explica a coordenadora do programa Solange Penna. Além do certificado de conclusão do ensino fundamental e de qualificação profissionalizante, o aluno tem outras vantagens, como aulas noturnas, inclusão digital, sala de acolhimento para os filhos de alunos de 0 a 8 anos. E ainda, há o encaminhamento de no mínimo 30% dos concluintes ao mercado de trabalho.

O prefeito Mário Roque assinou decreto na última sexta-feira (dia 14) que autoriza a redução da tarifa do ônibus em R$ 0,10. O benefício vale a partir da próxima segunda-feira (dia 24) e ocorre graças à desoneração de impostos por parte dos governos federal e do Estado. A empresa Viação Rocio fará adequação no sistema de bilhetagem do cartão VIP no sábado. Ao mesmo tempo prosseguem estudos para implantação de mais 15 linhas no transporte público municipal, como São Vicente, Ouro Fino e Santa Helena, por exemplo, para diminuir a superlotação.  A assinatura do decreto ocorreu momentos antes do prefeito Mário Roque viajar a Curitiba para exames de rotina, sem ainda saber que seria necessário fazer procedimento cirúrgico para desobstrução das artérias do coração. O assunto já vinha sendo discutido há algumas semanas entre membros da Prefeitura de Paranaguá e a Viação Rocio. A regulamentação da isenção do Imposto sobre Mercadorias e Serviços (ICMS), determinada pelo governador Beto Richa, ocorreu na semana passada, e permitiu reduzir em R$ 0,05 o valor da tarifa. Outros R$ 0,05 foram graças à determinação do governo federal, que desonerou o Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a receita do transporte coletivo municipal.  Com a redução, quem optar pelo pagamento em dinheiro terá que desembolsar R$ 2,70 e não mais R$ 2,80. Já para quem passa o cartão VIP na catraca terá de pagar R$ 2,55, contra R$ 2,65 cobrados atualmente. O benefício também vai valer para os estudantes, que tem 50% de redução automaticamente. Os problemas do transporte coletivo de Paranaguá estão sendo sanados aos poucos, lembra o secretário. No início do ano, quando o prefeito Mário Roque determinou que a empresa tomasse medidas para que a população fosse atendida de forma digna, a primeira ação foi adquirir sete novos ônibus. “Agora, estão sendo estudadas essas 15 linhas novas, para atender principalmente nos horários de pico, para não ter problema de superlotação”, explica Marcelo Roque, que juntamente com o procurador jurídico da Prefeitura, Dr. Raul da Gama e Silva Luck, e o diretor da Viação Rocio, Ângelo Gulin Neto, participaram dos estudos sobre a redução da tarifa.  A previsão é que o decreto que autoriza a redução do valor da passagem de ônibus em Paranaguá seja publicado em diário oficial na próxima sexta-feira. Com isso, na prática, deveria valer a redução a partir de sábado.


Contexto Político Segundas intenções

A Polícia Militar prendeu na noite de segunda-feira integrantes do grupo que tentou depredar o Palácio Iguaçu, chamados pelo governador Beto Richa de “baderneiros. Em entrevista, no Palácio Iguaçu, o governador acusou o grupo de agir para desgastá-lo politicamente. O governador não quis entrar em detalhes nem dar nomes aos “baderneiros”, mas disse não ter dúvida que eles integram “grupos políticos radicais que são afeitos a tentar causar desgaste político”. Para Beto não há outra justificativa, afinal, é o “único governador do Brasil” a reduzir o preço da tarifa do transporte que está sob a gestão do Estado.

Tira o foco

O governador Beto Richa lamentou os atos de vandalismo que foram registrados não só em Curitiba, mas também no Rio de Janeiro e São Paulo. Para ele, esses atos tiram o foco do movimento que classifica como “legítimo e democrático” e que, concorda, extrapolam a luta pela redução do preço da tarifa de transporte coletivo. - A anarquia, a violência desmedida enfraquecem o movimento, que é legítimo, disse o governador.

Panela de pressão

Para o governador Beto Richa, o movimento que se alastra pelo Brasil é uma “panela de pressão que explodiu” e a culpa, segundo ele, é da classe política, que não está em “sintonia com os anseios da população”. O que este movimento busca, segundo o governador, é um “novo rumo no que diz respeito a ética, a moral, a boa aplicação dos recursos públicos”. - A classe política tem que repensar seu comportamento, se aproximar mais da população, aconselhou.

Roseli Abrão

Quem foi preso

Segundo a AEN, Yuri Sfair, 26 anos, Ricardo Lacerda Franzen, 20 anos, Vinícius Maschio, também de 20 anos, e Alexandre Henrique Tostes Santana, 37 anos, foram autuados por crime contra o patrimônio público. Cristian Nelson do Nascimento, 19 anos, Weslen dos Santos Camargo, da mesma idade, e Pedro Henrique Ribeiro Barbosa, 29 anos, foram levados para a delegacia, assinaram termo circunstanciado por desacato e foram liberados.

Á beira da falência

Ao comentar as manifestações que se alastram pelo Brasil, o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, disse não tem dúvida que elas são um “sinal claro” que a política tradicional está “à beira da falência”. --Depois da abertura democrática no Brasil, quando vivemos um momento em que se alcançou a estabilidade econômica, a democracia, a inclusão social, as manifestações que estão acontecendo em vários estados nos dão um sinal muito claro de que a política tradicional está perdendo espaço, está à beira da falência, disse o prefeito Para ele, o que a nova geração está querendo é “uma relação direta e ser ouvida também nas questões do Brasil”.

Na avaliação do governador Beto Richa a atitude do grupo que tentou invadir o Palácio Iguaçu foi uma ação isolada. “Vândalos infiltrados numa manifestação pacífica”, disse. Beto justificou a ação da política, que impediu a entrada dos manifestantes na sede do governo. -- A polícia teve que intervir, infelizmente. Não podemos permitir depredação do patrimônio público, disse. O governador afirmou que respeita as manifestações, mas “estamos zelando pelo patrimônio publico. Pessoas de bem não agem assim”, lamentou o governador.

Baderneiros

A Agência Estadual de Noticias informou que, por conta da tentativa de invasão do Palácio Iguaçu, na noite de segunda-feira, foram abordadas nove pessoas por dano ao patrimônio público e, dessas, sete foram

Curitiba, quarta-feira, 19 de junho de 2013 | Pág. A5

conduzidas ao 1.º Distrito Policial, no Centro de Curitiba. Segundo a AEN, também já foram identificadas as fisionomias de outras 42 pessoas que participaram de atos de violência. A PM, informa o Palácio Iguaçu, investiga fotografias e filmagens registradas durante a manifestação e a tentativa de invasão do palácio. Policiais do serviço velado, à paisana, acompanharam e monitoraram as ações durante o ato.

Defesa

Ação isolada

O deputado federal Angelo Vanhoni, do PT, saiu em defesa de seu enteado, Yuri Sfair, que foi um dos manifestantes presos na noite de segundafeira na manifestação em frente ao Palácio Iguaçu, sob acusação de dano ao patrimônio público. Em entrevista à rádio BandaB, Vanhoni disse que Yuri (que foi solto depois de pagar fiança) foi vítima de uma armadilha com cunho político e,

portanto, detido injustamente. Não tem dúvida que a prisão do jovem teve “cunho político”. Para Vanhoni, seu enteado “estava lá, assim como milhares de

propostas

CNI lança mapa estratégico com metas para a indústria Estudo propõe ações para melhoria do setor e aumento da competitividade O presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Andrade, apresentou ontem (18/06), em audiência pública, o Mapa Estratégico da Indústria 2013-2022 aos senadores da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). O estudo estabelece metas e diretrizes para melhoria da indústria nacional e aumento da competitividade. O levantamento propõe ainda um conjunto de ações interligadas que possibilitam o crescimento sustentável e a geração de empre-

gos. "Essa é uma contribuição da CNI e do sistema industrial para o país ter uma agenda, e criar competitividade para indústria brasileira e para o Brasil. Queremos uma indústria pujante e forte", disse Andrade. O Mapa Estratégico da Indústria 2013-2022 é resultado de pesquisa de nove meses entre 500 representantes empresariais que, durante esse período, identificaram os fatores-chave para aumentar a capacidade de produção da indústria e ampliar a participação do segmento

Dólar “defasado” dificulta recuperação da indústria, diz CNI Mesmo com a alta do dólar nos últimos dias, o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, ressaltou que a cotação da moeda estrangeira está "defasada" e tem "contribuído" para a dificuldade de recuperação do setor. "O dólar defasado favorece importações, principalmente importações de produtos manufaturados", disse Andrade, após participar ontem (18/06) de audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos, no Senado. Apesar de defender o preço do dólar em um patamar mais elevado, Robson Andrade disse que outros fatores são fundamentais para trazer mais competitividade ao setor industrial. "Não trabalhamos para a subida do dólar.

Trabalhamos para a competitividade da indústria por infraestrutura, custo do trabalho, inovação, pela redução da carga tributária no Brasil que é extramente elevada", explicou. Durante a audiência, a CNI apresentou aos senadores o Mapa Estratégico da Indústria 2013-2022, que estabelece metas e diretrizes para melhoria da indústria nacional e aumento da competitividade. O Banco Central (BC) tem feito várias intervenções no mercado de câmbio para conter a alta da moeda norteamericana. O governo também retirou o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 1% cobrado sobre a venda de moeda estrangeira no mercado futuro para aumentar a oferta e segurar a cotação.

Diário Indústria&Comércio

roseli@roseliabrao.com.br

na economia nacional. Andrade destacou que o trabalho desenha a visão da indústria no país e destaca os principais obstáculos do segmento. "Temos dez pontos importantes para que Brasil possa crescer, desenvolver e fazer com que indústria brasileira volte a ser importante", comentou. A seleção dos fatores impactantes levou em consideração o impacto relevante e direto na competitividade da indústria, e a abrangência e durabilidade do impacto do fator-chave, em termos

de ganho de produtividade. Além disso, foram destacadas "as oportunidades e ameaças decorrentes das mudanças em curso no Brasil e no mundo com maior impacto na atividade industrial". O estudo destaca entre os temas prioritários a redução da carga tributária e a eliminação da cumulatividade dos tributos. O levantamento ressalta também a desoneração de investimentos e das exportações, além da simplificação e transparência da estrutura tributária.

Alta da intenção de consumo não significa recuperação do índice Após três meses consecutivos de queda, o Índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), divulgado ontem (18/06) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), apresentou alta de 1,9% em relação a maio. Para o economista Bruno Fernandes, da CNC, o resultado não significa recuperação do indicador; pode ser atribuído a uma base de comparação fraca, uma vez que maio mostrou o pior índice da série histórica, iniciada em 2010, com queda de 2,2%. "A gente não olha o ICF de junho como uma reversão (da tendência de queda). É mais um fator pontual", disse Fernandes à Agência Brasil. Na variação anual, o ICF apresentou queda de 3,8% em comparação a junho de 2012. A análise por faixas de renda revela que o resultado mensal do índice foi sustentado, em especial, pela elevação da confiança das famílias com rendimento acima de dez salários mínimos (+2,8%). As famílias

com renda abaixo de dez mínimos apresentaram variação positiva de 1,7%. Os dados regionais mostram que o avanço do índice foi impulsionado pelas capitais do Nordeste e do Sudeste, com altas de 2,7% e 2,6%, respectivamente. A perspectiva do aumento da inflação também afetou os componentes de intenção de consumo. A pesquisa constata que as famílias continuam mostrando menos otimismo em relação ao emprego, o que acaba refletindo sobre o índice de intenção de consumo. Esse fato tem sido observado nos últimos meses. "A gente percebe que, na comparação anual, houve queda nos componentes relacionados ao mercado de trabalho. Isso se dá, principalmente, pelas incertezas do cenário econômico. A gente tem uma economia seguindo em ritmo mais lento, mais moderado. Ao mesmo tempo, temos um processo inflacionário e isso faz com que as famílias se sintam menos confiantes na manutenção dos seus empregos", disse o economista.

outros jovens brasileiros, para protestar sem um cunho partidário. O que se pede é a ética na política e fim da corrupção de uma maneira geral”, disse.

Mais forte

Ao participar, ontem, do lançamento do novo marco regulatório da mineração, a presidente Dilma Rousseff disse que “o Brasil acordou mais forte” depois das manifestações de ontem à noite em várias cidades brasileiras. Para a presidente, “a grandeza das manifestações de ontem (segunda-feira) comprova a energia da nossa democracia, a força da voz da rua e o civismo da nossa população”. A presidente, no entanto, lamentou os atos de violência contra pessoas e de vandalismo, que devem ser condenados e coibidos “com vigor”.

É preciso ouvir

Dilma disse que as vozes das ruas precisam ser ouvidas porque elas ultrapassam os mecanismos tradicionais das instituições, dos partidos políticos e das entidades de classe. – - Os que foram ontem às ruas deram uma mensagem clara, sobretudo aos governantes, disse Dilma, acrescentando que “essa mensagem direta das ruas é por mais cidadania, por melhores escolas, melhores hospitais, postos de saúde, pelo direito a participação. Essa mensagem direta das ruas mostra a exigência de transporte público de qualidade a preço justo. A mensagem direta das ruas é pelo direito de influir nas decisões de todos os governos, do Legislativo e do Judiciário. Essa mensagem direta das ruas é de repúdio à corrupção e ao uso indevido do dinheiro público”, enfatizou.

Entre aspas

“O nepotismo é tão disseminado na política do Paraná que até preso em manifestação é parente de algum político com mandato”. Do jornalista e cientista político Emerson Cervi, sobre a prisão do enteado do deputado federal Angelo Vanhoni.

Municípios

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa aprovou na sessão desta terça-feira duas mensagens oriundas do Palácio Iguaçu. Uma autoriza o Poder Executivo e o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater, a efetivar a doação de imóveis ao município de Rondon; outra, que institui o Sistema de Financiamento de Ações (SFM) nos Municípios.

Empresas diminuem procura por crédito em maio, mostra Serasa O movimento de empresas em busca por crédito caiu 4,2%, em maio, sobre abril e 9% na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo o Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito. Nos cinco primeiros meses do ano, houve redução de 5,8% em relação ao mesmo período de 2012. Esse comportamento de maio destoa dos dois meses anteriores quando ocorreram avanços de 7,7%, em março, e 3,9%, em abril. Na análise dos economistas da Serasa Experian, o recuo está associado em parte ao feriado prolongado de Corpus Christi. Mas é também consequência das "incertezas quanto à recuperação da atividade econômica doméstica". A queda foi mais acentuada nas micro e pequenas empresas. Neste segmento, a procura por crédito foi 4,4% menor do que em abril último e 9,8% inferior à demanda registrada em maio do ano passado. No acumulado de janeiro a maio, o movimento teve redução de 6,8%. A procura caiu também nas empresas de médio

porte (-2,6%) sobre abril último. Na apuração anterior, este segmento empresarial também já tinha recuado 0,3%. Comparado, no entanto, a igual mês do ano passado, a demanda cresceu 2,4% e nos cinco primeiros meses aumentou em 7,9%. Já nas grandes empresas houve expansão de 1,4% sobre maio com taxa superior ao crescimento constatado nos dois meses anteriores (1,2%, em março e 0,6%, em abril). Comparado a maio do ano passado, as empresas de grande porte elevaram a busca por crédito em 18,7% e no acumulado do ano, 18,9%. A pesquisa mostra que todos os setores apresentaram recuos e o mais expressivo foi no comércio (-4,9%), seguido pelas empresas industriais (-4,5%) e de serviços (-3,5%). Por região, a que mais demonstrou desinteresse dos empresários em contratar crédito no mercado foi a Sudeste onde o movimento ficou 4,9% abaixo de abril último; 8,5% menor do que em maio de 2012 e com queda de 5,1% no acumulado do ano.

"Aumento dos juros contribuirá para elevar confiança na economia" O atual ciclo de aumento de juros pelo Banco Central (BC) contribuirá para elevar a confiança da população na economia, disse ontem (18/06) o presidente da instituição, Alexandre Tombini. Em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, ele reafirmou o compromisso da autoridade monetária em manter a inflação sob controle. "O Banco Central está vigilante e fará o necessário, com a devida tempestividade, para colocar a inflação (no acumulado de 12 meses) em declínio no próximo semestre e manter essa tendência para os próximos anos." O presidente do BC ressaltou que, apesar de estar caindo mês a mês, a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ainda

está aumentando no acumulado em 12 meses. Segundo ele, essa tendência permanecerá até o início do segundo semestre, quando, enfim, a inflação também cairá no acumulado em 12 meses. De acordo com Tombini, choques de oferta em produtos agrícolas, como a seca nos Estados Unidos no ano passado e o aumento no preço de hortaliças provocado pelas chuvas no início do ano, foram os responsáveis pela alta da inflação no começo de 2013. Segundo ele, a inflação estava convergindo para o centro da meta até meados do ano passado, quando fatores externos passaram a pressionar os índices. "A intensidade dos choques não foi desprezível. Em junho de 2012, o IPCA acumulado em 12 meses estava em 4,9%", explicou.


Publicidade Legal

Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 19 de junho de 2013 | Pág. A6 JUÍZO DE DIREITO DA VARA CÍVEL DA COMARCA DE COLOMBO ESTADO DO PARANÁ, SITO À RUA FRANCISCO CAMARGO, 191 – CENTRO – COLOMBO – PR. EDITAL DE LEILÃO Pelo presente, se faz saber a todos, que será levado a leilão os bens penhorados em que o exeqüente é CONDOMINIO CONJUNTO RESIDENCIAL PARIS. e o executado é OSIEL DE OLIVEIRA na seguinte forma: Primeiro Leilão: 04 de julho de 2.013 a partir 13:45 horas, por preço igual ou superior ao da avaliação. Segundo Leilão: 25 de julho de 2.013 a partir 13:45 horas, pela melhor oferta, exceto por preço vil. Caso não haja expediente nas datas designadas, o leilão realizar-se-á no primeiro dia útil subseqüente, no mesmo local e horário. LOCAL: Rua Jacarezinho, 1257, 1º andar – Mercês – Curitiba – PR PROCESSO: 000.470/2004 – AUTOS DE AÇÃO DE COBRANÇA SUMARIA BENS: Residência nº10, do Condomínio Residencial Paris, situado em Campo Pequeno, Município e Comarca de Colombo, Estado do Paraná, com área de utilização exclusiva de 55,46m², área construída de uso comum de 1,8167m², perfazendo a área correspondente ou global construída de 57,2767m², área de terreno de utilização exclusiva de 124,60m², sendo 69,14m² de área de quintal e jardim e 55,46 m² de área que a casa ocupa no solo, área de terreno de uso comum de 56,7858 m², quota de terreno de 181,3858 m², correspondendo-lhe a fração ideal de solo e partes comuns de 0,0165315, construído sobre a área denominada “A” com 10,972,15 m², contendo ainda mais 30,00 m² de área construída conforme informação prestada pelo síndico, imóvel conforme foto anexo, matriculado sob nº 50.048 junto ao Cartório do Registro de Imóveis da Comarca de Colombo. AVALIAÇÃO: Total dos bens avaliados em R$ 76.340,00 em 12/05/2010. DEPOSITÁRIO: Sr. REPRESENTANTE LEGAL DA EMPRESA. Ficam através deste edital intimadas as partes (C.P.C. Artigo 687 e Art. 3º da Lei de Introdução do Código Civil Brasileiro), os cônjuges (art. 669 § 1º do CPC), os arrematantes e terceiros interessados. Cientes, também, que no ato da adjudicação, ou remição ou acordo entre as partes, serão cobrados os serviços do Leiloeiro, as despesas de editoração e de editais, bem como as despesas de vistorias e certidões de imóveis, das despesas informadas na Comunicação de Leilão e o Decreto Federal nº 21.981/1932, no Art. 22, alínea f. A comissão de Leilão, cujo resultado for positivo, sempre será devida ao Leiloeiro Oficial, pelo ATO PRATICADO (Decreto Federal N° 21.981/32), assumindo, conforme o caso, o arrematante, o adjudicante ou o remitente, o ônus destas despesas. Caso os Exeqüentes, Executados, cônjuges e terceiros interessados não sejam encontrados, notificados ou certificados por qualquer razão, das datas de Praça e Leilão, quando da expedição das notificações respectivas, valerá o presente Edital de INTIMAÇÃO DE PRAÇA E LEILÃO. O prazo para a apresentação de quaisquer medidas processuais contra os atos de expropriação, como embargos ou recursos, começará a contar após a Hasta Pública, independentemente de intimação. Colombo, 18 de junho de 2013. Eu (a) PLINIO BARROSO DE CASTRO FILHO - Leiloeiro Judicial que o fiz digitar e subscrevi.Daniel tempski Juíza de Direito

cazemek@yahoo.com.br

CarlosZemek PENSAMENTOS DE ARTISTAS O entrevistado da semana é o artista de teatro, televisão e cinema EDU RÉGNIER. Edu, você tem uma longa trajetória profissional. Como surgiu a ideia de ser ator? Comecei minha carreira artística um pouco tarde, em 2000, com 32 anos, após encerrar minha pós-graduação em marketing, surgiu uma oportunidade de fazer um comercial nacional através de uma amiga (Liz) da Faculdade (Publicidade; Propaganda), que trabalhava em uma produtora de filmes. Como o cachê era atraente, resolvi arriscar e fiz o teste, acabei sendo selecionado e depois da experiência no set de filmagem, fui atrás de um bom curso de teatro para trabalhar a timidez e me aprimorar para trabalhar – nas horas vagas – com comerciais. Bem, essa era minha ideia inicial, (rsrsrs). Mas logo que comecei a estudar artes cênicas, começaram a surgir convites para peças, comerciais... e após tirar meu DRT, decidi investir apenas na carreira artística. Fiz vários outros cursos de teatro, improvisação, butoh... Investi pesado em cursos e formação em TV e Cinema durante 3 anos e meio. Morei no Rio de Janeiro, onde fiz uma participação na novela “Vidas Opostas”, da Record, depois trabalhei na minissérie “Amazônia”, na Globo, núcleo “Cabaré da Lola” (Vera Fishcer) ao lado dela, Zé de Abreu, Nana Gouvea, Tarcisinho. Retornei a Curitiba e continuei a atuar no teatro, era o ano de 2007, e a nossa RPCTV estava com um novo espaço: Revista RPC, com o quadro Casos e Causos, que nos abriu uma nova janela para atuar, experimentar e aprender a fazer teledramaturgia. O primeiro convite foi para uma participação na história: “E agora, José?, logo depois fiz um protagonista em outro Casos e Causos: “Ruim com ele, pior sem ele”, história de uma família atrapalhada de “Alberto”, meu personagem, que saia para viajar num Fiat 147, amarelo, lata velha. Bem, de lá para cá foram mais 9 histórias: “A Escolha”, “Um homem de fé”, “O Colar”, “O Assalto”, “O melhor pai do mundo”, “Por que 7 e não 8?”, “Guerra do Contestado”, “Tio Zeca”, “Quarentões”. No caso dos “Quarentões”, são 3 Episódios, assim como no Contestado. No teatro foram vários jogos teatrais, improvisos e peças: “As hienas”, “A Tempestade” (Festival de Teatro de Curitiba, em Butoh), “Clowns e clouneses” (Butoh), “E ai solidão?”, “Trago seu amor em 7 dias” (Festival de Teatro de Curitiba). Já no cinema, minha grande experiência foi com o longa-metragem “400 contra 1, uma história do Comando Vermelho”, com Daniela Escobar, Daniel de Oliveira, Fabricio Voliveria, Lui Mendes, Negra Li. Bem, acho que aí tem um bom resumo de minha trajetória (rsrs). Falei muito? O espectador que se diverte com o Ari, dos Quarentões, talvez não saiba que você interpretou o Comandante Maragato em “A guerra do Contestado”. Como você consegue se adaptar a personagens tão diversos? (Rsrsrsrsr...) Tenho um problema ou qualidade, não sei ainda... (rsrsrsrs). Geralmente minha aparência muda muito entre uma personagem e outra, devido à caracterização até amigos meus passam por mim sem me reconhecer no dia a dia. No caso do Comandante Maragato, eu estava com uma barba com 4 meses sem aparar nem um fio. O que ajudou a compor o comandante, mas, além disso, tive que estudar prosódia, a altura gauchesca de raiz que marca a personalidade e o jeito de falar, um homem sofrido pela guerra federalista e que depois de 20 anos no mato entra em outro combate por ideais de liberdade, um homem péno-chão. O Ari é o oposto ao comandante Maragato, Ari é mais tímido, vive num mundo surreal, voando entre astros, sonhos e a natureza. Ari dá valor ao sentimento, ao interior do ser humano contra a frieza de Maragato. Adaptação entre esses dois contrapontos vem do entendimento da vida de cada um, da busca de perceber como cada um vê, sente e se relaciona com a vida. Na sua opinião, qual foi o seu melhor trabalho até o momento? Acho que o melhor trabalho sempre é o último. É o que nos envolve no momento. Depois necessito me despedir e esquecer, tanto do texto, como do jeito, da vida da personagem para não carregar vícios e trejeitos para outra que venha. Mas gosto muito do Comandante Maragato, como hippie do “Tio Zeca” e do Ari, dos Quarentões, lógico. (Rsrsrs). Se você tiver que escolher entre teatro, cinema ou TV, qual você prefere? Qual dos três dá mais liberdade para o ator? Acho que os três são importantes e fundamentais para ao ator. O que menos tem tempo para criar, mas cada veículo tem sua maneira, sua técnica de interpretar. O teatro é a grande escola, é onde experimentamos ao vivo, o contato direto com a plateia, onde aconteça o que for, tem que ser revolver ali, naquela hora, o que nos força a ter uma concentração, um foco muito maior, ao contrário da TV, que uma cena se repete várias vezes, mesmo sem errar, pois tem planos abertos, médios, fechados, e se um não ficar tão bom quanto o outro, é só trocar por um plano que tenha ficado melhor. Acho que no cinema o tempo de criação acontece como no teatro, com tempo para laboratório, pesquisa, estudo de personagem, e com uso de câmaras digitais, cabe corrigir cenas como na TV. Então o cinema seria um mix entre teatro e TV. Mas a liberdade está muito mais ligada ao tempo de criação, a maneira do diretor trabalhar com o ator e dar essa liberdade. Na sua opinião, qual é a característica fundamental de um bom ator? Vocação! Amar o que faz! Doar-se para a personagem, para com quem contracena, para a história, para a plateia. É ter entrega de corpo, alma e coração. * Carlos Zemek é artista plástico e curador – e-mail: cazemek@ yahoo.com.br

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ - JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DE FALÊNCIAS E RECUPERAÇÃO JUDICIAL DO FORO CENTRAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA EDITAL DE PRAÇA/LEILÃO AUTOS: 0001214-52.2007.8.16.004 MASSA FALIDA: COZAN CONTRUÇÕES E EMPREENDIMENTOS LTDA A Dra. MARIANA GLUSZCYNSKI FOWLER GUSSO, Juíza de Direito da 1ª Vara Falências e Recuperação Judicial do Foro Central da Região Metropolitana de Curitiba-PR. FAZ SABER a todos quanto vierem o presente edital que serão levados a Praça/ Leilão os bens arrecadados/avaliados conforme fls.3312/3332, pertencentes a Massa Falida na seguinte forma: Hasta única : 03 de julho de 2013, ás 14:00 horas, lanço igual ou superior ao da avaliação, não havendo será oferecido pelo melhor oferta exceto preço vil de 70% ao valor da avaliação. Local: Átrio do Fórum – Rua Fernando amaro, n° 60 – Alto da XV – Curitiba/PR. Serão levados a Praça/Leilão os bens descritos consoante determinação constante nos autos n° 0001214-52.2007.8.16.004 – COZAN CONTRUÇÕES E EMPREENDIMENTOS LTDA, pelo SR. Plinio Barroso de Castro Filho, Leiloeiro Publico Oficial designado conforme despacho de MOV. 77.1. DESCRIÇÃO DOS BENS: A) – 01 Renalt Twingo, 1.0 na cor azul, placas AW4412, Renavan 76749014-2, ano/ modelo 2001/2001, sem funcionamento e com o porta malas batido, e pintura em regular estado, avaliado em 11.081,19. Ônus: Alienação Fidauciária ao UNIBANCO ITAU SA. B) – 01 GM/ Modelo Meriva Max, 1.8, flex, ano 2005/2005, cor preta , placas BZ07797, Renava 86806332-0, pára-choque traseira raspada, solto na ponta esquerda, porta e lateral direita lataria e pintura com riscos, avaliado em R$ 23.536,17. Ônus: Alienação Fidauciária ao UNIBANCO ITAU SA. C) ­– 01 Renalt Clio PRI 1.6 VS, placa LOX 3695, cor cinza (prata), ano 2003/2004, Renavan 81407399-9, sem funcionamento, pintura com riscos, avaliado em R$ 18.279,42. Ônus: Alienação Fidauciária ao UNIBANCO ITAU SA. D) – 01 GM S10 2.4 ano 2002/2003 , Placa AKS 4934, cor cinza, Renavan 798608030, sem funcionamento, pintura com riscos, avaliado em R$ 25.659,31. AVALIAÇÃO TOTAL: R$ 78.556,09 em 11/06/2013. E Para que todos os credores, devedores e interressados possam fazer valer seus direitos e ninguém no futuro possa alegar ignorância, passou-se o presente EDITAL que será publicado e afixado na forma da lei. Dado e passado nesta cidade de Curitiba – Paraná, 13 de junho de 2013. MARIANA GLUSZCYNSKI PLINIO BARROSO DE FOWLER GUSSO CASTRO FILHO Juíza de Direito Leiloeiro Publico Oficial

JUÍZO DE DIREITO DA VARA CÍVEL DA COMARCA DE COLOMBO ESTADO DO PARANÁ, SITO À RUA FRANCISCO CAMARGO, 191 – CENTRO – COLOMBO – PR. EDITAL DE LEILÃO Pelo presente, se faz saber a todos, que será levado a leilão os bens penhorados em que o exeqüente é ELZIO SEBASTIÃO ALVES. e o executado é IVANIR JUNG na seguinte forma: Primeiro Leilão: 04 de julho de 2.013 a partir 13:45 horas, por preço igual ou superior ao da avaliação. Segundo Leilão: 25 de julho de 2.013 a partir 13:45 horas, pela melhor oferta, exceto por preço vil. Caso não haja expediente nas datas designadas, o leilão realizar-se-á no primeiro dia útil subseqüente, no mesmo local e horário. LOCAL: Rua Jacarezinho, 1257, 1º andar – Mercês – Curitiba – PR PROCESSO: 002.861/2009 EXECUÇÃO DE TITULO EXTRAJUDICIAIS. Lote 19, quadra 13, Jardim Cristina III, Colombo/PR matricula 30.218, com suas benfeitorias, ou seja, prédio com dois apartamentos térreos, em faze final de acabamento, com 51 m2 cada um dos dois apartamentos no primeiro piso, com 65 m2 cada. Avaliados em R$ 423.000,00 em 08/10/2012. DEPOSITÁRIO: Sr. REPRESENTANTE LEGAL DA EMPRESA. Ficam através deste edital intimadas as partes (C.P.C. Artigo 687 e Art. 3º da Lei de Introdução do Código Civil Brasileiro), os cônjuges (art. 669 § 1º do CPC), os arrematantes e terceiros interessados. Cientes, também, que no ato da adjudicação, ou remição ou acordo entre as partes, serão cobrados os serviços do Leiloeiro, as despesas de editoração e de editais, bem como as despesas de vistorias e certidões de imóveis, das despesas informadas na Comunicação de Leilão e o Decreto Federal nº 21.981/1932, no Art. 22, alínea f. A comissão de Leilão, cujo resultado for positivo, sempre será devida ao Leiloeiro Oficial, pelo ATO PRATICADO (Decreto Federal N° 21.981/32), assumindo, conforme o caso, o arrematante, o adjudicante ou o remitente, o ônus destas despesas. Caso os Exeqüentes, Executados, cônjuges e terceiros interessados não sejam encontrados, notificados ou certificados por qualquer razão, das datas de Praça e Leilão, quando da expedição das notificações respectivas, valerá o presente Edital de INTIMAÇÃO DE PRAÇA E LEILÃO. O prazo para a apresentação de quaisquer medidas processuais contra os atos de expropriação, como embargos ou recursos, começará a contar após a Hasta Pública, independentemente de intimação. Colombo, 18 de junho de 2013. Eu (a) PLINIO BARROSO DE CASTRO FILHO - Leiloeiro Judicial que o fiz digitar e subscrevi.Letícia Zétola Portes Juíza de Direito

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ - JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DE FALÊNCIAS E RECUPERAÇÃO JUDICIAL DO FORO CENTRAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA EDITAL DE PRAÇA/LEILÃO AUTOS: PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ - JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DE FALÊNCIAS E RECUPERAÇÃO JUDICIAL DO FORO CENTRAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA EDITAL DE PRAÇA/LEILÃO AUTOS: 0000711-02.2009.8.16.0185 MASSA FALIDA: MASSA FALIDA DE SANTOS E CHRISTOFOLETTI LTDA A Dra. MARIANA GLUSZCYNSKI FOWLER GUSSO, Juíza de Direito da 1ª Vara Falências e Recuperação Judicial do Foro Central da Região Metropolitana de Curitiba-PR. FAZ SABER a todos quanto vierem o presente edital que serão levados a Praça/ Leilão os bens arrecadados/avaliados conforme fls.332, pertencentes a Massa Falida na seguinte forma: Hasta única : 03 de julho de 2013, ás 14:00 horas, lanço igual ou superior ao da avaliação. Local: Átrio do Fórum – Rua Fernando amaro, n° 60 – Alto da XV – Curitiba/PR. Serão levados a Praça/Leilão os bens descritos consoante determinação constante nos autos n° 0000711-02.2009.8.16.0185 – MASSA FALIDA DE SANTOS E CHRISTOFOLETTI LTDA, pelo SR. Plinio Barroso de Castro Filho, Leiloeiro Publico Oficial designado conforme despacho de fls. 510/512. DESCRIÇÃO DOS BENS: 1 – 01 Maquina de conserto de rodas, avaliada em R$ 6.366,19 (seis mil trezentos e sessenta e seis reais e dezenove centavos); 2 – 01 Balanceadora avaliada em R$ 8.658,02 (oito mil seiscentos e cinquenta e oito reais e dois centavos); 3 ¬– 01 Montadora de Pneus avaliada em R$ 7.894,07 (sete mil oitocentos e noventa e quatro reais e sete centavos). 4 - 05 Microcomputadores (CPU, teclado, e monitor), avaliados em R$ 6.366,19 (seis mil trezentos e sessenta e seis reais e dezenove centavos); 5 – 01 Impressora jato de tinta avaliada em R$ 636,62 (seiscentos e tinta e seis reais e sessenta e dois centavos); AVALIAÇÃO TOTAL: R$ 29.921,09 (vinte e nove mil novecentos e vinte e um reais e nove centavos), em 27/05/2013.. E Para que todos os credores, devedores e interressados possam fazer valer seus direitos e ninguém no futuro possa alegar ignorância, passou-se o presente EDITAL que será publicado e afixado na forma da lei. Dado e passado nesta cidade de Curitiba – Paraná, 28 de maio de 2013. MARIANA GLUSZCYNSKI CLEMENCEAU MERHEB PLINIO BARROSO DE FOWLER GUSSO CALIXTO CASTRO FILHO Juíza de Direito Síndico Leiloeiro Publico Oficial

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ - JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA DE FALÊNCIAS E RECUPERAÇÃO JUDICIAL DO FORO CENTRAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA EDITAL DE PRAÇA/LEILÃO AUTOS: 0000501-68.1997.8.16.0185 MASSA FALIDA: TAPETEC COMÉRCIO DE TAPETES LTDA A Dra. MARIANA GLUSZCYNSKI FOWLER GUSSO, Juíza de Direito da 1ª Vara Falências e Recuperação Judicial do Foro Central da Região Metropolitana de Curitiba-PR. FAZ SABER a todos quanto vierem o presente edital que serão levados a Praça/ Leilão os bens arrecadados/avaliados conforme fls.377,741 e 869, pertencentes a Massa Falida na seguinte forma: Hasta única : 03 de julho de 2013, ás 14:00 horas, lanço igual ou superior ao da avaliação. Local: Átrio do Fórum – Rua Fernando amaro, n° 60 – Alto da XV – Curitiba/PR. Serão levados a Praça/Leilão os bens descritos consoante determinação constante nos autos n° 0000501-68.1997.8.16.0185 (36587/1997) – MASSA FALIDA: TAPETEC COMÉRCIO DE TAPETES LTDA, pelo SR. Plinio Barroso de Castro Filho, Leiloeiro Publico Oficial designado conforme despacho de fls. 510/512. DESCRIÇÃO DOS BENS: A) – 01 Apartamento nº 54, no 7º pavimento e ático do Edifício Surya, situado na Rua Desembargador Isaias Bevilaqua nº 103, com área construída privativa de 114,80m², área comum de 66,73m², área construída global de 181,53m², com as demais características constantes na Matrícula nº 22.911 da 1ª Circunscrição do Registro de Imóveis de Curitiba; IF 11.003.043; que se avalia o IMÓVEL em R$ 416.521,92; B) – Lote de terreno nº 184 d quadra nº 14 da Planta Jardim Alto dos Pinheiros, Município de Almirante Tamandaré, PR, medindo 14,00m de frente para a Rua Santa Bárbara, por 44,00m de fundos em ambos os lados, com área de 616,00m², com benfeitorias de construção simples, em regular estado; Matricula nº 10.148 do RI de Colombo; que se avalia em R$ 105.489,89; C) – Lote de terreno nº 183 da quadra nº 14 da Planta Jardim Alto dos Pinheiros, Município de Almirante Tamandaré, PR, medindo 14,00m de frente para a Rua Santa Bárbara, por 44,00m de fundos em ambos os lados, com área de 616,00m², com benfeitorias de construção simples, em regular estado; Matricula nº 10.147 do CRI de Colombo; que avalia em R$ 105.489,89. AVALIAÇÃO TOTAL: R$ 627.501,70 em 27/05/2013. Ônus: Matricula 22.911 – Hipoteca em favor do Banco Itau S/A. E Para que todos os credores, devedores e interressados possam fazer valer seus direitos e ninguém no futuro possa alegar ignorância, passou-se o presente EDITAL que será publicado e afixado na forma da lei. Dado e passado nesta cidade de Curitiba – Paraná, 27de maio de 2013. MARIANA GLUSZCYNSKI MARCELO ZANON SIMÃO PLINIO BARROSO DE FOWLER GUSSO Síndico CASTRO FILHO Juíza de Direito Leiloeiro Publico Oficial

CAMINHÕES

Volvo automatiza área de pintura de sua fábrica Complexo industrial de Curitiba ganhou equipamentos de última geração

A

Volvo automatizou as linhas de pintura de sua fábrica de cabines de caminhões, situada no complexo industrial de Curitiba. Com a implantação de equipamentos de última geração, a montadora melhora ainda mais a qualidade da pintura, promove ganhos ambientais e aumenta sua capacidade de produção. “A automação e o processo de alta precisão nos coloca na vanguarda tecnológica na área de pintura de cabines”, declara Jorge Marquesini, vice-presidente de cabines e veículos do Grupo Volvo na América do Sul. “Esta modernização faz parte do programa de investimentos e de expansão dos negócios do Grupo Volvo no Brasil. Estamos constantemente investindo no País. O aumento da qualidade na pintura e da capacidade de produção contribui na busca pela liderança no segmento onde atuamos”, complementa Roger Alm, presidente do Grupo Volvo América Latina. A manufatura conta agora com 16 avançados robôs, responsáveis pela pintura e manipulação das

cabines, até então feitos manualmente. “A pintura executada pelo robô proporciona melhor controle dos rigorosos padrões técnicos de qualidade da Volvo, como a garantia das espessuras e uniformidade de camadas e resistência ao clima”, afirma Regimar Michelin, diretor de engenharia de manufatura da Volvo no Brasil. Ele cita ainda outras vantagens como a exclusão de contaminação devido a contatos manuais, e maior resistência mecânica à pintura. A nova tinta industrial de alta performance e de grande durabilidade foi desenvolvida em conjunto com o fornecedor para garantir os requisitos Volvo. Além da qualidade superior, o novo processo é mais limpo do ponto de vista ambiental, uma vez que a pintura agora em uma das linhas é feita à base de água e não utiliza mais solventes. A alteração da tecnologia para pintura de baixa cura também reduziu a temperatura das estufas de secagem de 140°C para 80°C. Esta mudança diminuiu o consumo de gás natural, o que resultou numa redução de cerca de 30% na liberação de gás carbônico.

Com os novos equipamentos, a montadora melhora a qualidade da pintura, promove ganhos ambientais e aumenta sua capacidade de produção

Tigre abre inscrições para trainees A Tigre, multinacional brasileira líder na fabricação de tubos, conexões e acessórios no país e uma das maiores do mundo, abriu inscrições ontem (dia 17) para seu Programa de Trainee de 2014. Os interessados podem cadastrar seus dados no portal www.tigre.com.br até o dia 23 de agosto. Serão selecionados formandos de dezembro de 2011 a dezembro de 2013 nas mais diversas áreas. É importante que os candidatos tenham um perfil de liderança, valorizem o relacionamento interpessoal

e sejam inovadores. Terão preferência os que possuem conhecimentos avançados em inglês e espanhol e disponibilidade para viajar. “Nosso objetivo é identificar jovens talentos e desenvolvê-los para ocuparem cargos importantes dentro da companhia, lembrando que todos os aprovados no processo são contratados. Desde o início do programa, em 2008, 36 trainees já passaram pela Tigre”, acrescenta Henriette Fleig, gerente de RH da Tigre. Giovana Calvet de Almeida, trainee da Pincéis Tigre em Castro (PR)

deste ano afirma que a experiência tem sido fundamental para seu crescimento pessoal e profissional. “Desde o primeiro mês passamos a ter uma visão estratégica sobre a empresa e iniciamos diversos treinamentos que nos auxiliam a crescer com consistência para um dia chegar a um cargo de liderança. A Tigre é uma ótima empresa para se trabalhar e tem várias oportunidades que nos impulsionam a crescer”, acrescenta. São sete etapas pelas quais o candidato será avaliado, desde

exercícios de idiomas e raciocínio lógico até entrevistas pessoais com a diretoria da empresa. O grupo selecionado começará a trabalhar em janeiro de 2014 nas áreas Administração, Finanças, Marketing, Suprimentos, Recursos Humanos, Comercial, Engenharias, Pesquisa & Desenvolvimento e Produção. A empresa oferece como benefícios assistência médica e odontológica, auxílio farmácia, seguro de vida, auxílio refeição, auxílio transporte e participação nos lucros, além de um salário compatível com o mercado.


Publicidade Legal

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 19 de junho de 2013 | Pág. A7 American Tower do Brasil Cessão de Infra-Estruturas LTDA torna público que requereu a Secretaria do Meio Ambiente de Curitiba, a análise do Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV), para a construção de uma ERB (Estação Rádio Base) de telefonia celular, situada à Rua São José dos Pinhais, nº 2.279, Sítio Cercado, Curitiba-Pr, CEP: 81920-250. A Barigui Caminhões Ltda torna público que irá requerer ao IAP a Licença Ambiental Prévia, para o comércio de caminhões e veículos automotivos novos e usados; comércio de peças, acessórios e lubrificantes; serviços de instalação, manutenção e reparação de acessórios para veículos automotores; serviços de funilaria, pintura, manutenção e reparação mecânica, lavagem, lubrificação e polimento de veículos automotores, a ser implantada no Roan. Contorno Leste, Km 98, CEP 83015-162, município de São José dos Pinhais-PR. 3º OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E 15º TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS Município e Comarca de CURITIBA, Estado PARANÁ Bel. Mônica Maria Guimarães de Macedo Dalla Vecchia Registradora Designada

  Faço saber que pretendem se casar:   01- RUDINEI BELINKEVICIUS E MARIA CAROLINA MARTINEZ PEREIRA.   Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei no prazo de 15 (quinze) dias. CURITIba, 18 DE JUNHO de 2013 CARTÓRIO DE SANTA FELICIDADE IRIO DAS CHAGAS LIMA – OFICIAL Av. Manoel Ribas, 6031 - Fone (41) 3372-1671 – CEP 82020-000 – CURITIBA – PARANÁ

1º Ofício do registro Civil 13º Tabelionato Leão Bel. Ricardo Augusto de Leão - Oficial Trav. Nestor de Castro, 271 - CEP 80.020-120 Centro - Curitiba - PR EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem casar-se: 1 - PAULO ANTONIO MARQUES MUNHOZ FILHO e ANA ROSA MENON DE ARAUJO. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume. CURITIba, 18 DE JUNHO de 2013 EDITAL DE PROCLAMAS Cartório Distrital da Barreirinha JOAQUIM VIEIRA MACIEL - Titular Av. Anita Garibaldi ,1250 – Ahú – Fone (41) 3352-3002/3254-8424/3252-3605 Faço saber que pretendem casar-se e apresentarem documentos exigidos pelo artigo 1525, incisos I, III e IV; I, III,IV e V do Código Civil Brasileiro em vigência, os contraentes: 1-DARLINDO XAVIER GONÇALVES e JULIANA CAMARGO ALVES; 2- RODRIGO LUIS KESSLER e VALERIA DVULATHCA; 3-CHRISTIAN MARINO DIAS e DAYANE DOS SANTOS ARMESTRONG. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume. CURITIba, 18 DE JUNHO de 2013

EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem se casar: 1- RAFAEL DUNAISKI com JULIANA CRISTINA TOPOROVICZ; 2- ODAIR MIGUEL CARVALHO com KARINA REICHEL RODRIGUES; 3- JEAN RICARDO ZANELLA com JAQUELINE DE PAULA; 4- JOZIEL CHAVES DE OLIVEIRA com SIMONE GUGELMIN. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 (quinze) dias. Curitiba, 13 de junho de 2013 IRIO DA CHAGAS LIMA Oficial

AVISO DE ALTERAÇÃO E PRORROGAÇÃO DE LICITAÇÃO CONCORRENCIA N 233.13 OBJETO: Contratação de prestação de serviços comerciais de campo, nos tipos e nas quantidades definidas pela contratante, nas localidades integrantes da Unidade Regional de Curitiba Sul, conforme detalhado nos anexos do Edital. DISPONIBILIDADE DO EDITAL: Prorrogada até às 17h15 do dia 22/7/2013. PROTOCOLO DAS PROPOSTAS: Prorrogado para as 15h do dia 23/7/2013. ABERTURA DA LICITAÇÃO: Prorrogada para as 16h do dia 23/7/2013. CONSULTAS: Prorrogada até às 17h de 16/7/2013. Alterações: Conforme comunicado nº 1, as demais condições permanecem inalteradas.

MURALHA PARTICIPAÇÕES S/A CNPJ MF Nº 04.075.689/0001-74 AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO N 1285.13 Objeto: Aquisição de Conversor de Sinal. Limite de Acolhimento de Propostas: 02/07/13 às 09h. Data da Disputa de Preços: 02/07/13 às 14h por meio de sistema eletrônico no site http: //www.licitacoes-e.com.br. Preço Máximo: R$ 29.250,00. AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO N 1286.13 Objeto: Aquisição de Transformador de Potencial e Quadro de Comando Elétrico. Limite de Acolhimento de Propostas: 02/07/13 às 09h. Data da Disputa de Preços: 02/07/13 às 14h30 por meio de sistema eletrônico no site http: //www.licitacoes-e. com.br. Preço Máximo: R$ 163.037,08. AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO N 1287.13 Objeto: Aquisição de Talha Elétrica e Trolley Motorizado. Limite de Acolhimento de Propostas: 02/07/13 às 09h. Data da Disputa de Preços: 02/07/13 às 14h15 por meio de sistema eletrônico no site http: //www.licitacoes-e.com.br. Preço Máximo: R$ 21.716,04. Informações Complementares: Podem ser obtidas na Sanepar, à Rua Engenheiros Rebouças, 1376 – Curitiba/PR, Fones (41) 3330-3910 / 3330-3128 ou Fax (41) 3330-3901/ 3330-3200, ou no site acima mencionado. SANETRAN – SANEAMENTO AMBIENTAL S/A CNPJ/MF nº 95.391.876/0001-12 NIRE 4130002348-4   ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA   DATA: 30 de abril de 2013. HORA: 16h00 (dezesseis horas). LOCAL: Na sede da sociedade no Município de Almirante Tamandaré, Estado do Paraná, na Av. Vereador Wadislau Bugalski, n° 7427. PRESENÇAS: Acionistas, representando 75,25% (setenta e cinco vírgula vinte e cinco por cento) do capital social com direito a voto, conforme registrado no livro de Presença de Acionistas. CONVOCAÇÃO: Edital de convocação publicado na imprensa, com a antecedência legal. PUBLICAÇÕES: Edital de Convocação publicado no Diário Oficial do Estado do Paraná, edição dos dias 12, 15 e 16/04/2013 as fls. 50, 33 e 34, respectivamente e no Jornal Indústria & Comércio, edição dos dias 12, 15 e 16/04/2013, as fls. A7, A7 e A7, respectivamente. Dispensadas as publicações dos balanços e demonstrações financeiras da companhia, em razão do seu enquadramento no art. 294 da Lei 6404/76. MESA: Presidente: LUIZ CARLOS POLI. Secretário: NELSON LUIZ MARCONDES BETTEGA. ORDEM DO DIA: I) Em Assembleia Geral Ordinária: (a) Aprovação das contas do ano de 2012; (b) Destinação do resultado do exercício; II) Em Assembleia Geral Extraordinária: (a) Fixação da remuneração global anual da diretoria para o exercício; (b) Consolidação do Estatuto Social. DELIBERAÇÕES UNÂNIMES: I) Em Assembleia Geral Ordinária: (a) Aprovados, sem reservas e sem ressalvas, as Demonstrações Financeiras e o Balanço Patrimonial relativo ao exercício social findo em 31 de dezembro de 2012. Passando ao item (b) da Ordem do Dia, quanto aos resultados do exercício, deliberou-se que o prejuízo apurado foi destinado para a conta de prejuízos acumulados, para futura compensação. II) Em Assembleia Geral Extraordinária: (a)  A Assembléia Geral fixou a remuneração global anual dos Diretores para o exercício de 2013 em R$ 264.000,00 (duzentos e sessenta e quatro mil reais), a qual será distribuída entre eles em reunião própria. Passando item (b) da Ordem do dia, a Assembleia aprovou o projeto do Estatuto Social consolidado, que, assinado por todos os Acionistas, integra a presente Ata sob a forma de ANEXO I. ENCERRAMENTO: Nada mais havendo a tratar e encerradas as matérias constantes da ordem do dia, o Sr. Presidente declarou suspensos os trabalhos da Assembléia pelo tempo necessário à lavratura da presente Ata que, lida em alta voz e achada exata e conforme, depois de reaberta a sessão, foi aprovada e assinada por mim Nelson Luiz Marcondes Bettega, Secretário da Assembleia, pelo Sr. Presidente, e pelos acionistas presentes, Luiz Carlos Poli, Nelson Luiz Marcondes Bettega, José Lago e Tsuneyuki Nassu, que após lerem e aprovarem esta Ata, assinam.   Luiz Carlos Poli Nelson Luiz Marcondes Bettega Presidente da Assembléia Secretário da Assembléia  Acionistas: Luiz Carlos Poli – José Lago - Nelson Luiz Marcondes Bettega – Tsuneyuki Nassu   Registrada na Junta Comercial do Estado do Paraná sob o nº 20132826798 em 07/06/2013.

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO São convidados os Senhores acionistas, para em Assembleia Geral Ordinária a qual realizar-se-á na Sede Social à Rua Holanda nº 719, HOLANDA CENTER BL 01 LOJAS ED - Unidade 11-A, 02º Andar – Bairro Boa Vista, nesta cidade de Curitiba - PR., às 10:00 horas do dia 20 de julho de 2.013, para tomarem conhecimento e deliberarem sobre a seguinte: ORDEM DO DIA a) Apreciação, discussão e votação do Relatório da Diretoria e Balanço Geral, referente ao exercício encerrado em 31.12.2012; b) Destinação, aprovação e ratificação dos valores distribuídos ou a distribuir que deverão ser levados à debito da conta lucros acumulados. AVISO:- Comunicamos, outrossim, que os documentos a que se refere o Artigo 133, da Lei 6.404/76, de 15 de Dezembro de 1.976, e alterações subsequentes, encontramse à disposição dos Senhores Acionistas, na Sede Social. Curitiba, 04 de junho de 2013. MURALHA PARTICIPAÇÕES S/A EGBERTO N. DE CARVALHO E SILVA e LUCIANO RASERA GULIN Diretores

4º Serviço de Registro Civil de Pessoas Naturais e 16º Serviço Notarial da Comarca de Curitiba/PR. ADILSON TABORDA - Titular Rua Voluntários da Pátria, 233, loja 06, Centro – Curitiba-PR fone: 3233-2444 Faço saber que pretendem casar-se: 01 – RHICARDO LOPES NOIVO E FLAVIA MARQUES DIAS GOMES CARNEIRO 02 – LUCAS FRANCO E ISRAELA GONÇALVES DELFRATE 03 – MICHEL PORTELA CORDULA E ANDREA DE OLIVEIRA 04 – MARCOS DIONISIO ROSSI BORGUEZANI E CLAUDIRENE DE MORAES FRANCISCO 05 – LEONARDO KISHIMOTO DE ALMEIDA E LAISE MERIGUETTI PINTO 06 – CAIO BELLONI MAFRA E GABRIELLA EL-KHATIB DE ANDRADE 07 – PAULO ANTONIO MARQUES MUNHOZ FILHO E ANA ROSA MENON DE ARAUJO Se alguém souber de algum impedimento oponha-o na forma da lei, no prazo de quinze (15) dias. Este será afixado no lugar de costume e publicado na imprensa local. Curitiba, 18 de Junho de 2013. Adilson Taborda Agente Delegado RAIMUNDO MAGALHÁES DE MORAES, Leiloeiro Público Oficial, registrado na JUCEPAR sob o número 678 e devidamente autorizado e designado pela CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF, por meio da Gerência de Filial de Alienação de Bens Móveis - GILIE/CT, torna público aos interessados que venderá, pela maior oferta, respeitado o preço mínimo de venda, no estado físico em que se encontra(m), móvel (is) recebido (s) em garantia, nos contratos inadimplentes de Alienação Fiduciária e bens inservíveis, discriminados logo abaixo. O Edital de Leilão Público - Condições Básicas, do qual é parte integrante o presente Aviso de Venda, estará à disposição dos interessados em horário bancário, nas Agências da CAIXA situadas no Estado do Paraná, na GILIE/CT – Rua Marechal Deodoro, 450, Centro, Curitiba/PR; e no escritório do Leiloeiro Raimundo Magalhães de Moraes, localizado na Rua Jacarezinho, 1257. Cj. 104. Mercês, Curitiba/PR. O Leilão realizar-se-á no dia 25/06/2013, às 14h30, na Rua Jacarezinho, 1257. Cj. 104, Mercês, Curitiba/ PR, na presença dos interessados ou seus procuradores que comparecerem no ato. Maiores informações nos telefones (41) 3029-8555 e (41) 8415-6982. Os lances são verbais e deverão ser ofertados no pregão pelos interessados ou seus procuradores, estes devidamente investidos por instrumento de mandato, com firma do outorgante reconhecida por tabelião. Será considerado lance vencedor aquele que resultar no maior valor acima do preço mínimo apresentado no ato do leilão. O arrematante paga, no ato do leilão, o valor da comissão do leiloeiro, correspondente a 5 % do lance vencedor mais ICMS sobre o valor arrematado, transferência, multas e despesas dos veículos são de responsabilidade do arrematante. O valor da comissão do leiloeiro não compõe o valor do lance ofertado. O arrematante paga, no ato do leilão, a título de sinal para garantia de contratação, o valor correspondente a 5% do lance ofertado. Os pagamentos no ato far-se-ão em moeda nacional e/ou pela emissão de 02 (dois) cheques, sendo um de valor correspondente à comissão do leiloeiro e o outro referente ao sinal. RELAÇÃO DE BENS:LOTE 01 - Renault Scenic RXE 2.0, Ano: 2002/2002, Placa: AKD-9680, preço mínimo R$ 9.500,00, DÉBITOS R$ 1.600,00, LOTE 02 - VW/ Gol Power 1.6, Ano: 2004/2005, Placa: ADR-3513, preço mínimo R$ 4.000,00, DÉBITOS R$ 2.600,00, LOTE 03 - Chevrolet Brasinca, Mangalarca, Ano: 1988/1988, Placa: AED-9928, preço mínimo R$ 4.000,00, DÉBITOS R$ 1.500,00, LOTE 04 - Kia Magentis EX2.2.0 L Ano: 2009/2010, Placa: ARV-8897, preço mínimo R$ 21.500,00, DÉBITOS R$ 1.200,00, LOTE 05 - GM/ Monza SL/E 1.8, Ano: 1988/1989, Placa: ANN-1112, preço mínimo R$ 500,00, DÉBITOS R$ 750,00, LOTE 06 - VW/Gol Special, Ano: 2000/2000, Placa: AJJ-7827, preço mínimo R$ 4.000,00, DÉBITOS R$ 1.500,00, LOTE 07 - VW/ Saveiro 1.6, Ano: 2006/2006, Placa: ANS-1063, preço mínimo R$ 11.200,00, DÉBITOS R$ 800,00, LOTE 08 - Fiat/Uno S Ano: 1990/1990, Placa: AAE-0324, preço mínimo R$ 750,00, DÉBITOS R$ 1.250,00, LOTE 09 - Fiat/Tempra Ouro 16V Ano: 1994/1994, Placa: AEI-0792, preço mínimo R$ 500,00, DÉBITOS R$ 2.072,25, LOTE 10 - GM/ Celta Sipirit, Ano: 2005/2005, Placa: AMT-6493, preço mínimo R$ 5.500,00, DÉBITOS R$ 1.250,00, LOTE 11 - Fiat/Uno Mille Fire, Ano: 2005/2006, Placa: AMS-9483, preço mínimo R$ 6.700,00, DÉBITOS R$ 600,00, LOTE 12 - Fiat/Palio Fire, Ano: 2004/2005, DKX-8064, preço mínimo R$ 6.400,00, DÉBITOS R$ 1.100,00, LOTE 13 - VW/Gol 1.0 G IV Ano: 2008/2009, Placa: AQB-6551, preço mínimo R$ 11.300,00, DÉBITOS R$ 600,00, LOTE 14 - VW/Gol 1.0, Ano: 2005/2006, Placa: ANC-6019, preço mínimo R$ 7.100,00, DÉBITOS R$ 550,00, LOTE 15 - Honda/CG 125 FAN KS Ano: 2011/2011, Placa: AUY-5270, preço mínimo R$ 2.200,00, DÉBITOS R$ 1.050,00, LOTE 16 - Ford/Fiesta 1.6 Flex, Ano: 2007/2008, Placa: AMU-0703, preço mínimo R$ 12.200,00, DÉBITOS R$ 800,00, LOTE 17 - VW/Gol 1.0, Ano: 2007/2008, Placa: DUE4954, preço mínimo R$ 6.400,00, DÉBITOS R$ 700,00, LOTE 18 - Honda/CG 150 Titan EX Ano: 2011/2011, Placa: AUJ-5445, preço mínimo R$ 3.000,00, DÉBITOS R$ 900,00, LOTE 19 - GM Classic Life, Ano: 2007/2008, Placa: MFB-4389, preço mínimo R$ 6.000,00, DÉBITOS R$ 1.457,00, LOTE 20 - GM/Celta, Ano: 2002/2002, Placa: AMA-0153, preço mínimo R$ 5.000,00, DÉBITOS R$ 1.450,00, LOTE 21 - 26 máquinas de costura; 02 máquinas de calcular; 02 máquinas de escrever; 02 compressores de ar; 01 sistema de ventilação de ar completo; 01 sistema exaustor de teto 04 hélices; 01 torrefador p/amendoim desmontado; Bens parados há mais de 10 anos servindo para sucata ou reposição de peças, preço mínimo R$ 4.500,00. Curitiba, 18 de junho de 2013 – Raimundo Magalhães de Moraes – Leiloeiro Público Oficial.

AÇÃO MONITÓRIA Nº 5018063-39.2010.404.7000/PR AUTOR RÉU

: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF : ARACELLI PEREIRA DE LIMA

EDITAL N.º 7214373 DIAS.

EDITAL DE CITAÇÃO COM PRAZO DE 60 (SESSENTA)

A DOUTORA ANA CAROLINA MOROZOWSKI, JUÍZA FEDERAL SUBSTITUTA DA 3ª VARA DE CURITIBA, SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ, NA FORMA DA LEI, ETC. FAZ SABER, a todos os que o presente edital virem, ou dele conhecimento tiverem, que perante este Juízo e Secretaria se processam os Autos de AÇÃO MONITÓRIA nº 5018063-39.2010.404.7000 em que figura como requerente CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF e requerido ARACELLI PEREIRA DE LIMA, brasileira, casada, portadora da CI/RG nº 2.766.36843/PR, inscrita no CPF/MF sob o nº 249.382.298-62, com último endereço conhecido na Rua Cristiano Strobel, nº 3310, Bairro Xaxim, Curitiba/PR, CEP: 81.750-000. Como a requerida ARACELLI PEREIRA DE LIMA encontra-se em lugar incerto e não sabido, não sendo por isso citado pessoalmente, CITA-O por meio do presente, para que, no prazo de 15 (quinze) dias, EFETUE O PAGAMENTO da quantia de R$ 17.187,73 (dezessete mil cento e oitenta e sete reais e setenta e três centavos), valor fornecido pela CEF, atualizado até agosto/2010, a ser atualizado monetariamente até a data do efetivo pagamento, ficando ciente de que se efetuar o pagamento do valor acima indicado, no prazo fixado, ficará isento de custas e honorários advocatícios, ou, em querendo, no mesmo prazo, OFEREÇA EMBARGOS, independente da segurança do Juízo. Ciente que, nos termos do artigo 1.102c do CPC, o não pagamento e a ausência de embargos no prazo de 15 (quinze) dias, constituir-seá, de pleno direito o título executivo judicial, convertendo-se o mandado inicial em mandado executivo, e prosseguindo-se o processo como execução por quantia certa, nos termos dos artigos 1.102b e 1.102c, § 1º, do Código de Processo Civil.

EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 5027783-93.2011.404.7000/PR EXEQUENTE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF EXECUTADO : NELSON HARRI KRUGER

Para que chegue ao conhecimento de todos e principalmente do interessado, mandou a MM. Juíza passar o presente edital, que será fixado em lugar de costume desta Vara e publicado no Diário Eletrônico da Justiça Federal da 4ª Região. O prazo deste, que começará a fluir da data da publicação, terá transcorrido assim que decorram os 60 (sessenta) dias, fixados em epígrafe, e assim, perfeita estará aCITAÇÃO. Eu, Julia S. Camargo/Técnico Judiciário, digitei, e vai conferido pela Diretora de Secretaria, Eliane Nisihara Peixoto. Dado e passado nesta cidade de Curitiba, em 07/05/2013.

EDITAL N.º 7081277

Ana Carolina Morozowski Juíza Federal Substituta

EDITAL DE CITAÇÃO - PRAZO: 60 (SESSENTA) DIAS A Doutora Gisele Lemke, Juíza Federal da Segunda Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Paraná - Subseção Judiciária de Curitiba, na forma da Lei, F A Z S A B E R, aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, que tramitam neste Juízo da Segunda Vara Federal Cível os autos de Execução de Título Extrajudicial nº 5027783-93.2011.404.7000, em que figura(m) como exequente(s) a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, inscrita no CNPJ/MF sob nº 00.360.305/0001-04 e executado NELSON HARRI KRUGER, inscrito no CPF/MF sob nº 169.915.169-53. E, constando dos autos encontrar-se o executado em EM LUGAR INCERTO E NÃO SABIDO, conforme o disposto no art. 232, IV, do Código de Processo Civil, pelo presente fica o mesmo devidamente CITADO, para, nos termos do artigo 652, do CPC, com as alterações introduzidas pela Lei nº 11.382/2006, no prazo de 03 (três) dias, efetuar(em) o pagamento da importância de R$ 31.936,00(trinta e um mil, novecentos e trinta e seis reais), devida à CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, devidamente atualizada até a data do efetivo pagamento, além dos honorários advocatícios arbitrados provisoriamente em 5%(cinco por cento) sobre o valor da execução, ciente de que: I - em caso de integral pagamento do débito no prazo de 3(três) dias, os honorários advocatícios serão reduzidos para 2,5% (dois e meio por cento), nos termos do artigo 652-A, do Código de Processo Civil; II - decorrido o prazo legal (três dias), sem pagamento ou nomeação de bens à penhora, serão penhorados tantos bens quantos bastem à garantia do débito exeqüendo; III - a executada poderá opor embargos à execução no prazo de 15(quinze) dias, independentemente de penhora, depósito ou caução, nos termos dos artigos 736 e 738, do Código de Processo Civil; IV - se no prazo para oposição de embargos à execução a devedora reconhecer o crédito apresentado pela exeqüente e comprovar o depósito de 30%(trinta por cento) do valor do débito, inclusive custas processuais e honorários advocatícios, poderá requerer o pagamento do saldo remanescente em até 06(seis) parcelas mensais, devidamente corrigidas e acrescidas de juros de mora de 1%(um por cento) ao mês, nos termos do artigo 754-A, do Código de Processo Civil; O prazo de 03(três) dias começará a fluir após o término do prazo deste edital. DESPACHO DO EVENTO 37: '1. Tendo em vista a impossibilidade de localização da parte executada (Nelson Harri Kruger), defiro a citação por edital, conforme requerido no evento 34. ... 3. Após, intime-se a CEF para que promova sua publicação no prazo de 30(trinta) dias. Curitiba, 08 de fevereiro de 2013. (a) Gisele Lemke - Juíza Federal.'. E, para que chegue ao conhecimento de todos e ninguém possa alegar ignorância, determinou a MM.Juíza Federal que se expedisse o presente edital, o qual será afixado no lugar de costume e publicado na forma da lei. EXPEDIDO nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos vinte dias do mês de março do ano dois mil e treze, por Eliana C.P.Machado, Supervisora de Processamento, conferido por MARLUZ AUGUSTO MAGIERSKI, Diretor de Secretaria da Segunda Vara Federal Cível.

AÇÃO MONITÓRIA Nº 5023032-29.2012.404.7000/PR Documento eletrônico assinado por Ana Carolina Morozowski, Juíza Federal

Substituta, na forma doECONÔMICA artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, AUTOR : CAIXA FEDERAL - CEFde 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 de março de 2010. A conferência RÉU : THAYS FLAVIA RUDENIK BARBOZA da autenticidade do documento está disponível no endereço eletrônico http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do N.ºdo 7225416 código verificador 7214373v2 EDITAL e, se solicitado, código CRCEAA47FC2.

Informações adicionais da assinatura: COM PRAZO DE 60 (SESSENTA) Signatário (a):EDITAL DE Ana CITAÇÃO Carolina Morozowski DIAS. Data e Hora: 08/05/2013 17:22 

A DOUTORA ANA CAROLINA MOROZOWSKI, JUÍZA FEDERAL SUBSTITUTA DA 3ª VARA DE CURITIBA, SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ, NA FORMA DA LEI, ETC. FAZ SABER, a todos os que o presente edital virem, ou dele conhecimento tiverem, que perante este Juízo e Secretaria se processam os Autos de AÇÃO MONITÓRIA nº 5023032-29.2012.404.7000 em que figura como requerente CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF e requerida THAYS FLAVIA RUDENIK BARBOZA, brasileira, solteira, inscrito no CPF/MF nº 04288012937, RG nº 9.016.667-0/PR, com último endereço conhecido na Avenida Presidente Artur Bernardes, 2108 - Portão - 80.320-300 Curitiba - Pr. Como a requerida THAYS FLAVIA RUDENIK BARBOZA encontra-se em lugar incerto e não sabido, não sendo por isso citada pessoalmente, CITA-A por meio do presente, para que, no prazo de 15 (quinze) dias, EFETUE O PAGAMENTO da quantia de R$ 13.338,05 (treze mil trezentos e trinta e oito reais e cinco centavos) valor fornecido pela CEF, atualizado até maio/2012, a ser atualizado monetariamente até a data do efetivo pagamento, ficando ciente de que se efetuar o pagamento do valor acima indicado, no prazo fixado, ficará isento de custas e honorários advocatícios, ou, em querendo, no mesmo prazo, OFEREÇA EMBARGOS, independente da segurança do Juízo. Ciente que, nos termos do artigo 1.102c do CPC, o não pagamento e a ausência de embargos no prazo de 15 (quinze) dias, constituir-seá, de pleno direito o título executivo judicial, convertendo-se o mandado inicial em mandado executivo, e prosseguindo-se o processo como execução por quantia certa, nos termos dos artigos 1.102b e 1.102c, § 1º, do Código de Processo Civil. Para que chegue ao conhecimento de todos e principalmente do interessado, mandou a MM. Juíza passar o presente edital, que será fixado em lugar de costume desta Vara e publicado no Diário Eletrônico da Justiça Federal da 4ª Região. O prazo deste, que começará a fluir da data da publicação, terá transcorrido assim que decorram os 60 (sessenta) dias, fixados em epígrafe, e assim, perfeita estará aCITAÇÃO. Eu, Julia S. Camargo/Técnico Judiciário, digitei, e vai conferido pela Diretora de Secretaria, Eliane Nisihara Peixoto. Dado e passado nesta cidade de Curitiba, em 08/05/2013.

Gisele Lemke Juíza Federal

Ana Carolina Morozowski Juíza Federal Substituta

Documento eletrônico assinado por Gisele Lemke, Juíza Federal, na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº

Documento eletrônico assinado por Ana Carolina Morozowski, Juíza Federal Substituta, na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006


Curitiba, quarta-feira, 19 de junho de 2013 | Pág. A8

Superior Tribunal de Justiça

Rejeitado o pedido de indenização contra Petrobras A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou recurso especial interposto pela Terranossa Construção e Transporte Ltda. contra a Petrobras – Petroleo Brasileiro S/A. A construtora pedia indenização de quase R$ 8 milhões por danos materiais e morais gerados pelo rompimento de contrato, firmado em 1994, para a execução de serviços de terraplanagem, revestimento primário, obras de arte e serviços de abertura e conservação de estradas em diversos municípios dos estados do Espírito Santo e Bahia. Segundo a construtora, após a edição do Plano Real, a Petrobras deixou de reajustar o contrato pelos índices setoriais publicados pela Fundação Getúlio Vargas, conforme previamente pactuado, e passou a efetuar o pagamento dos valores nominais da proposta, corrigidos apenas pela URV. Alegou que a dificuldade financeira provocada pela de-

fasagem dos valores recebidos prejudicou o cumprimento da sua parte no contrato e o pagamento aos fornecedores, o que gerou a rescisão por iniciativa da contratante. Sustentou ainda que, como apenas 30,98% do contrato foram efetivamente cumpridos, ela faria jus ao faturamento bruto relativo ao restante não concluído, no valor de R$ 7.951.311,18. Os pedidos foram julgados improcedentes pelo Juízo da 1ª Vara Cível da Comarca de São Mateus, decisão confirmada pelo Tribunal de Justiça do Espírito Santo, que entendeu que o advento do Plano Real impôs o reajustamento dos contratos somente 12 meses após sua edição, o que impossibilitou qualquer reajuste nas condições contratualmente. Segundo o tribunal estadual, esse período de congelamento não significava violação ao negócio jurídico, mas apenas postergava o reajuste devido para data futura.

Interrupção do serviço público não impede servidor gaúcho de receber vantagem trienal Em decisão unânime, a Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deu provimento a recurso em mandado de segurança de uma servidora pública do Rio Grande do Sul que, mesmo tendo passado um período afastada das atividades públicas e retornado em 1996, pleiteava o recebimento de vantagem garantida a servidores estaduais com investidura inicial em cargo público até junho de 1995. A servidora tomou posse pela primeira vez em maio de 1990 e permaneceu em exercício até agosto de 1995. Após alguns meses afastada, foi investida no cargo de oficial superior judiciário, em abril de 1996. No Rio Grande do Sul, lei estadual garante adicional remuneratório ao servidor público do estado que completar três anos de efetivo exercício.

Em junho de 1995, entretanto, o percentual devido, que era de 5% a cada três anos, foi reduzido para 3%. Somente aqueles cuja primeira investidura se deu até a data da alteração da lei permaneceram com os 5%. Ao apreciar o caso, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) acolheu a tese de que a servidora não fazia jus ao percentual de 5%. Segundo o acórdão, a porcentagem maior seria devida se não houvesse descontinuidade do vínculo da servidora com a administração, uma vez que os triênios são devidos aos que permanecerem em atividade. No STJ, a decisão foi reformada. O ministro Castro Meira, relator, observou que a norma estadual em nenhum momento menciona a necessidade de prestação ininterrupta do serviço público para garantir o percentual de 5%.

Contribuição sindical compulsória também alcança servidores públicos O Sindicato dos Servidores Públicos do Poder Executivo Estadual do Rio de Janeiro conseguiu assegurar o desconto compulsório de contribuição sindical na folha de pagamento dos servidores do estado. A decisão foi da Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Originalmente, o sindicato havia impetrado mandado de segurança contra ato do governador do Rio de Janeiro que negou o desconto da contribuição sindical dos servidores públicos estatutários e comissionados. Segundo o acórdão, a lei

exige o pagamento de contribuição sindical apenas dos empregados celetistas, trabalhadores autônomos, profissionais liberais e empregadores. Uma norma constante na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) não poderia, portanto, ser estendida aos servidores estatutários. A relatora do recurso na Segunda Turma, ministra Eliana Calmon, destacou em seu voto entendimento já pacificado no STJ de que a contribuição sindical prevista na CLT é devida por todos os trabalhadores de determinada categoria, independente da filiação sindical.

Pedido de exame criminológico para conceder progressão de pena deve ser fundamentado A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) restabeleceu o direito de progressão para o regime semiaberto a um homem condenado a mais de 11 anos de prisão pela prática de roubos duplamente qualificados. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) tinha revogado a decisão concessiva do benefício para realização de exame criminológico. Desde 2003, com a entrada em vigor da Lei 10.792, o exame criminológico deixou de ser obrigatório para a progres-

são de regime. Para ter direito ao benefício, basta ao apenado cumprir ao menos um sexto da pena no regime anterior (se a condenação não for por crime hediondo) e ostentar bom comportamento carcerário, comprovado pelo diretor do estabelecimento. No caso em questão, o ministro Og Fernandes, relator, não considerou suficientes os argumentos do acórdão para exigir a realização do exame. Em seu voto, citou trechos da decisão do TJSP.

Diário Indústria&Comércio

Justiça&Direito

www.justicaedireito.com

Supremo Tribunal Federal

Decisão determina instalação de Defensoria Pública no PR

A istalação foi determinada para atender a população que não tem condições financeiras

D

ecisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, restabeleceu sentença de primeira instância que determinou a instalação de defensoria pública no Paraná para o atendimento da população que não tem condições financeiras de pagar advogado. Com a decisão, o estado terá seis meses para implantar e estruturar a Defensoria Pública estadual, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 1.000,00 a ser destinada ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos previsto na lei que disciplina a ação civil pública (Lei 7.347/1985). O caso tem origem em ação civil

pública ajuizada pelo Ministério Público do Estado do Paraná (MPPR) contra a omissão do estado em cumprir o que determina o inciso LXXIV do artigo 5º da Constituição Federal. O dispositivo prevê a assistência jurídica integral e gratuita aos que comprovarem a insuficiência de recursos financeiros. Diante da decisão de primeira instância favorável ao entendimento do MP-PR, o estado recorreu ao Tribunal de Justiça (TJ-PR), que deu provimento ao recurso e reformou a decisão. O TJ-PR considerou que a instalação de defensorias depende de lei que a regulamente e que uma decisão judicial que im-

ponha ao estado tal medida implica afronta ao princípio da divisão e autonomia dos poderes. O Ministério Público paranaense apresentou, então, Recurso Extraordinário (RE) dirigido ao STF, mas a remessa do recurso à Corte foi inadmitida pelo TJ-PR. Em razão disso, o MP-PR interpôs Agravo de Instrumento (AI 598212) para que o RE fosse analisado pela Suprema Corte. O ministro Celso de Mello, ao analisar o agravo, conheceu e deu provimento ao RE que havia sido inadmitido pela corte paranaense. Assim, foi restabelecida a decisão de primeiro grau que determinou

a criação da defensoria em âmbito estadual no Paraná. Em sua decisão, o ministro Mello afastou o argumento do TJ-PR de que haveria ofensa ao princípio da separação dos poderes, pelo fato de uma decisão judicial obrigar o Poder Executivo estadual a instalar a defensoria. Na avaliação do ministro, “o Poder Público também desrespeita a Constituição, também ofende direitos que nela se fundam e também impede, por ausência (ou insuficiência) de medidas concretizadoras, a própria aplicabilidade dos postulados e princípios da Lei Fundamental, tal como tem advertido o Supremo Tribunal Federal”.

Plenário pode votar em setembro projeto sobre jovem infrator O substitutivo aos 19 projetos de lei que tratam do aumento de tempo de internação do jovem infrator deverá ser votado pelo Plenário da Câmara até setembro. Essa é a expectativa do presidente da comissão especial que estuda o assunto, deputado Vieira da Cunha (PDT-RS). O parlamentar, nesta terça-feira, disse já ter percebido consenso quanto a duas alterações no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA – Lei 8.069/90): o fim da liberação compulsória aos 21 anos e o aumento do tempo máximo de internação dos infratores. “Para os crimes hediondos como são os casos de estupro se-

guido de morte, extorsão mediante sequestro com morte, assassinatos cruéis como essas pessoas queimadas vivas - para esses crimes hediondos, eu não tenho a menor dúvida de que a grande maioria da comissão vai aprovar o aumento do tempo de internação”, disse Vieira da Cunha em resposta aos internautas que participaram do debate. Apesar de a redução da maioridade penal não estar em análise na comissão especial, Vieira da Cunha falou sobre o assunto e se manifestou favorável a uma proposta (PDC 1002/03), em apreciação na Comissão de Constituição e Justiça, que prevê a realização de um plebiscito sobre o tema.

Wilson Dias/ABr

Judiciário

Segundo o presidente da comissão especial que estuda o assunto, deputado Vieira da Cunha a comissão irá aprovar o aumento do tempo de internação para os crimes de assassinatos cruéis e estupros seguidos de morte

União e estado terão que indenizar eleitora que sofreu queda em escola no dia de votação O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) confirmou a condenação da União e do estado do Paraná a pagar R$ 30 mil de indenização por danos morais a uma moradora do município de Bituruna (PR) que caiu na escada de uma escola estadual onde foi votar no pleito de 2010. Conforme a autora da ação,

não havia no local dispositivos de segurança como corrimão e fitas antiderrapantes. Na queda, ela fraturou a perna esquerda e precisou implantar uma prótese total de quadril, o que exigiu fisioterapia e tratamento de analgesia. Após a ação ter sido julgada procedente em primeira instância, a União e o estado do Paraná

recorreram no tribunal. Ambos atribuíram a culpa exclusivamente à autora e alegaram que o local estaria em boas condições. Após examinar o recurso, a relatora do caso na corte, juíza federal Vânia Hack de Almeida, entendeu que foi comprovada a responsabilidade civil objetiva dos dois entes estatais. Segundo a magistrada, do

estado por não instalar os dispositivos de segurança e da União por manter a votação em local que não possuía condições. Em sua argumentação, Vânia reproduziu depoimentos de testemunhas que afirmaram a ausência de corrimão e de piso antiderrapante, bem como a existência de lama e umidade, visto que chovia.

Nestlé indenizará empregada que constatou doença após dispensa

CPI ouve envolvidos em caso de pedofilia no RJ

A Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou a Nestlé Brasil Ltda. ao pagamento de indenização substitutiva pelo período de estabilidade provisória acidentária a uma ex-empregada que constatou ser portadora de doença ocupacional após a dispensa. A Turma entendeu que ficou demonstrado que a enfermidade foi adquirida em função do trabalho. O artigo 118 da Lei n° 8213/91 (Lei dos Benefícios da Previdência Social) garante ao trabalhador segurado que sofre acidente do

trabalho, pelo prazo mínimo de 12 meses após a o término do auxílio-doença acidentário, a manutenção do contrato de trabalho na empresa, independentemente de percepção de auxílio-acidente. Ao recorrer a Justiça do Trabalho com pedido de reconhecimento do direito e a reintegração ao trabalho, a trabalhadora pediu a realização de perícia médica, deferida pela 53ª Vara do Trabalho de São Paulo. O exame constatou que ela era portadora da doença conhecida como DORT (distúrbio osteomuscular

relacionado ao trabalho), adquirida em função das atividades exercidas na empresa. Com isso, a Vara determinou o pagamento de indenização substitutiva, já que o período estabilitário já havia acabado. A relatora do caso, ministra Maria de Assis Calsing, concluiu que a decisão do TRT foi contrária ao item II da Súmula 378 do TST, que autoriza a concessão da estabilidade provisória nos casos em que é constatada, após a dispensa, doença profissional que guarde relação de causalidade com as atividades.

Justiça do Trabalho treinará advogados para processo eletrônico A Justiça do Trabalho dará início, em julho, ao treinamento de advogados para a utilização do Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT). Nesse primeiro momento, serão treinados cem advogados, que atuarão como multiplicadores em seus estados. O treinamento ocorrerá nos dias 3 e 4 de julho, na sede do Conselho Federal da Ordem dos Advogados

do Brasil (CFOAB), em Brasília. A iniciativa faz parte de convênio firmado entre o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e o Conselho Federal da OAB, com a participação da Escola Nacional de Advocacia (ENA) e a Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (ABRAT). O objetivo é formar os profissionais para atuarem como polos multiplicadores do PJe-JT e

possibilitar a participação ativa desses profissionais na homologação do sistema. Serão formadas quatro turmas com 25 advogados cada, de todas as seccionais da OAB. Quando da assinatura do convênio, o diretor geral da Escola Nacional de Advocacia, Henri Clay Andrade, afirmou que o objetivo de magistrados e advogados, é a melhoria da prestação jurisdicional.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes reúne-se no Plenário 16, para votar requerimentos apresentados pela relatora, deputada Liliam Sá (PSD-RJ), sobre o caso de pedofilia conhecido como “Meninas de Guaraus”. O caso aconteceu em 2009, na cidade Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, e até hoje não foi solucionado. Segundo o Conselho Tutelar, de 2011 a 2012, foram registrados 600 casos de pedofilia na cidade. Os requerimentos convocam um acusado que foi preso em 2009 e solto em 2012, e a exvereadora Odisséia Carvalho, que declarou em uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, que há na cidade um esquema de pedofilia e exploração sexual de crianças e adolescentes. A CPI vai realizar diligências no estado do Rio de Janeiro, nos dias 16 e 17 de julho, e irá ao município de Campos dos Goytacazes para buscar informações sobre o caso.


negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 19 de junho de 2013 | Pág. B1

CRESCIMENTO

Empresas&Produtos

Mabu apresenta nova etapa de seu plano de expansão

EVENTOS CORPORATIVOS EM SPA

Evento realizado em Foz do Iguaçu reuniu cerca de 750 convidados Foto: Juliano Pimentel

O

Mabu Thermas & Resort, localizado em Foz do Iguaçu, reuniu na quinta-feira (13) cerca de 750 convidados em um jantar realizado em parceria com a Federação Nacional de Turismo (Fenactur) e o Clube do Feijão Amigo, comandados por Michel Tuma Ness. Estiveram reunidos autoridades, agentes de viagens, empresários da área de turismo e jornalistas especializados. Nesta ocasião, os presentes puderam conhecer a segunda fase do plano diretor da Rede Mabu Hotéis & Resorts, que contemplará um investimento de R$ 45 milhões para um retrofit em 208 apartamentos, construção de um parque aquático e, além disso, um novo centro de convenções com 2.400 metros quadrados de área. Segundo o presidente do conselho de administração do Grupo Mabu, Alberto Abujamra, a proposta do encontro foi “apresentar as novidades da rede hoteleira, homenagear personalidades importantes para a cidade, como o prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, e reunir de forma descontraída o público do Festival de Turismo das Cataratas, que aconteceu de 12/06 (quarta-feira) a 14/06 (sexta-feira) na cidade”. Para o prefeito de Foz do Iguaçu foi gratificante participar do evento. “Estou muito feliz por ter recebido essa homenagem. Esse evento de hoje celebra a evolução do turismo na cidade, que tem recebido um número crescente de visitantes brasileiros e estrangeiros a cada ano”, afirmou Pereira. Também foram homenageados durante o evento o gerente-geral

A unidade do Shishindo SPA localizada no Hotel Deville Rayon possui um belo espaço para receber eventos corporativos de pequeno e médio porte. Além da área destinada à Frutoterapia (espaço voltado à alimentação saudável com serviço à la carte), o hotel o Hotel conta com uma sala de eventos anexa ao SPA. O Shishindo SPA desenvolve pacotes exclusivos conforme a necessidade da empresa, oferecendo sempre relaxamento e bem estar aos participantes do evento. Também há possibilidade de levar a estrutura do Shishindo para dentro das empresas. O SPA disponibiliza estações de quick massage, terapia facial, reflexologia, entre outros.

Colônia de Férias no Novo Ateneu O Colégio Novo Ateneu (CNA) está com inscrições abertas para a Colônia de Férias no próximo mês de julho. Podem participar crianças de 4 a 11 anos do CNA e também da comunidade. “Embora não tenha um caráter pedagógico, a Colônia de Férias promove um momento de troca entre os alunos, dentro de ambiente escolar, que é um espaço preparado para as crianças, com segurança e infraestrutura”, explica a professora Vera Julião, diretora do CNA. Neste ano, a Colônia de Férias contará com duas opções de datas: de 1º a 5/7/2013 e de 8 a 12/7/2013, em período integral ou meio período. “Nesses dias, as crianças terão diversas atividades divertidas e próprias da idade delas. Assim, os pais podem continuar em sua rotina de trabalho, com a segurança de que os filhos estão animados e entretidos nas férias, além da integração entre as crianças e a descoberta de novas amizades. Na colônia, as turmas de sala de aula não se repetem e contam com crianças de outras escolas que participam da atividade”, explica a professora Vera.

Inscrições para vestibular da ESIC

O presidente do conselho de administração do Grupo Mabu, Alberto Abujamra, discursou sobre o plano de expansão

do Mabu Thermas & Resort, Mario Dias, e o diretor executivo da Rede Mabu, Wellington Estruquel, pelo trabalho realizado para o desenvolvimento do turismo na cidade das Cataratas. O Secretário de Estado de Turismo do Paraná, Jackson Pitombo, o Subsecretário de Eventos e Esporte do Rio de Janeiro, Nilo Sergio Felix, marcaram presença no jantar. Em junho de 2012 foi entregue a primeira fase do plano diretor do Mabu Thermas & Resort, que resultou no “Mabu Tropical Re-

sort”, um novo hotel com mais 154 unidades - entre apartamentos e suítes. Com o término das obras, o resort teve o número de apartamentos ampliados de 208 unidades para 362, sendo que o novo hotel está totalmente integrado ao restante do empreendimento. O projeto seguiu a preocupação da rede com a sustentabilidade e focou, entre outras ações, a utilização de energias naturais, como a solar, tanto para o aquecimento da água quanto para a utilização máxima de iluminação.

VINO VITA EST.

De acordo com Abujamra, a segunda etapa tem como um dos objetivos trazer um novo espaço para eventos para atender ainda mais os acontecimentos em Foz do Iguaçu, região que ocupa atualmente a quarta posição entre as cidades brasileiras que mais recebem eventos internacionais - segundo o ranking de 2012 da Associação Internacional de Congressos e Convenções. “A nossa meta é oferecer um atendimento ainda mais exclusivo ao número crescente de clientes do hotel”, conclui.

Osvaldo Nascimento Júnior osvaldopinheiro@gmail.com

Homenagem ao vinho em seu dia - Parte 2 A TRADIÇÃO DO VINHO NAS RELIGIÕES. Ao contrário das religiões islâmicas e do induísmo, a cristã sempre esteve intimamente ligada ao mondovino. O próprio Jesus se identificou com ele na Eucaristia, ao transubstanciar sua carne e sangue em pão e vinho. Assim, desde a última ceia, esse líquido dionísiaco tornou-se absolutamente essencial à execução dos rituais religiosos ao ponto de sua divulgação pelo mundo ser devido à estas exigências sendo plantado em todos os mosteiros e igrejas onde chegava a fé cristã, em todas as épocas. As referências bíblicas ao vinho em nossa cultura judaico-cristã são várias, chegando a 520 citações, entre algumas podemos citar: Gênesis, Noé cultivou a vinha e foi o primeiro a embriagar-se com ele, tendo seu ato representado na Capela Sistina no Vaticano, na obra prima do grande Michelangelo Buonaruota(1568/1646), com seu traço vigoroso e apaixonado a pedido do Papa Júlio II que recomendou-lhe pintasse a transgressão de Noé, no teto da Capela Sistina, acima da área reservada aos leigos, porém a vista dos seus cardeais. Noé é considerado o INVENTOR DA VINICULTURA, pois diz a história que o mesmo esqueceu alguns cachos de uvas dentro de uma ânfora de barro. As frutas fermentaram em um líquido que desconhecia. Noé provou e gostou tanto que avançou o sinal da sobriedade. Outro fato singular citado na Bíblia com referência ao vinho é sobre as duas filhas de Loth, no Antigo Testamento, episódio de interpretação complexa, que usam o vinho para embriagar o pai e obter descendência. Dormem com ele na montanha, onde fugiam da destruição de Sodoma e Gomorra, gerando Moab e Ben Ami. “Deixa de beber água; toma um pouco de vinho para o bem de teu estômago e de tuas enfermidades”, conselho de São Paulo o maior pensador cristão à Timóteo. Foi a fermentação espontânea das uvas através de enzimas, então invisíveis, que levou aos povos a lhe atribuírem uma imagem divina, porque sem Pasteur a fermentação é muito parecida com milagre. FATOS MAIS IMPORTANTES DO VINHO NO SÉCULO XX. Conforme nos ensina nosso Mestre enófilo curitibano LUÍS GROFF, autor de O Planeta Vinho, que recomendamos a leitura, um sério

candidato foi a transformação da AOC, a de denominação de origem controlada francesa em lei no ano de 1905. Outra medida importante foi a decisão do Baron Phillipe de Rothschild, em 1923 de engarrafar toda a produção do Château Mouton- Rothschild na propriedade. Além de adotar a “Mise en Bouteille au Château” no seu Mouton, lutou o Barão para os outros crus Classés fizessem o mesmo, o que conseguiu antes do fim da década, embora o Chateau Margaux tenha abandonado a prática, por algum tempo, na década de trinta. Hoje o engarrafamento na propriedade virou um selo de garantia, adotado por todos os grandes produtores do mundo. HOMENAGEM MERECIDA A ROBERT MONDAVI. Mas apesar da importância dessas duas medidas, nosso Mestre LUIS GROFF, e nós concordamos plenamente, diz que o fato marcante do vinho do Século XX, foi a revolução tecnológica ocorrida na Califórnia (USA) em 1963, quando Robert Mondavi adotou em escala industrial os dispositivos de controle da fermentação a temperatura controlada, sem os quais o vinho não teria jamais atingido o gosto do mercado internacional fora das regiões tradicionais da França. As plantas modernas, espalhadas pelo mundo, utilizando as grandes cepas francesas, tanques de inoxidável e as pequenas barricas de carvalho, são filhas do pioneirismo de Mondavi, sem o qual nós hoje estaríamos emparedados entre o vinho artesanal a preços vertiginosos e aquele vinho ordinário, ironicamente apelidado de “Chablis”, “Borgogna”, “Claret”, pelos inúmeros impostores do resto do mundo. Lembramos que a Vinícola Robert Mondavi é a estrela do Napa Valley, o Vale dos Prazeres na California (USA) com mais de 300 vinícolas, que recebem mais de 5 milhões de enoturistas/ ANO, localizada em Oakville é a maior delas desde 1966 produzindo vinhos finos, caros e uma estrutura grandiosa, como pudemos verificar quando de nossa visita. Assim, por ter OUSADO pensar diferentemente da maioria, ROBERT MONDAVI FOI O HOMEM DO SÉCULO XX DO MUNDO VÍNICO, pois toda a vez ao tomarmos um vinho que seja de qualidade e acessível a nosso bolso, DEVEMOS TODOS FAZER UM BRINDE A ESTE HOMEM ADMIRÁVEL. UMA POÇÃO MÁGICA.

À par de tanta história e tradição, podemos dizer que o vinho, durante muito tempo, foi a única fonte de conforto e coragem. O único meio disponível para combater o cansaço e a tristeza, e ao voltarmos para a mitologia greco/romana em que o deus Baco (ou Dionísio) derrama uma ambrosia (substância que alimentava os deuses do Olimpo) nos ferimentos de seu amigo Ampelos transformando-o em vinha e espremendo um cacho diz: “ De agora em diante, ao colocar este néctar dionisíaco em sua taça, reflita que apreciar um bom vinho com responsabilidade é unir os sentidos ao paladar, visão e olfato a uma cultura milenar, repleta de lendas, mitologias, conceitos e preconceitos. Cada nova taça de vinho bebida com responsabilidade, nos faz crescer e aprender a interpretar novas sensações e, às vezes, nossos sentimentos. Há raros momentos em que conseguimos transcender às emoções e absorver séculos de história, cultura, qualidade, perseverança e realizações, contidas em um bom vinho. “Esta é uma história humana. Começa com o vinho sendo adorado como um ser sobrenatural, o portador da alegria. Galga os cumes da inspiração dramática e mergulha nas profundezas da fraude, embriagues, traição e homicídio. Remete a ardorosas convicções espirituais, nenhuma tão passional quanto a convicção islâmica de que o vinho é uma dádiva grande demais para este mundo”. Surpreende o médico em sua tarefa de curar, o político no ato de trapacear, o monge em sua cela e o marinheiro cruzando o oceano. (trecho de A História do Vinho de Hugh Johnson). Neste dia dedicado ao líquido bacante, façamos um brinde à arte de viver à este companheiro que acompanha o homem em todos seus momentos, e celebremos a vida com um brinde com responsabilidade, à saúde, fôrça, união, felicidade e prosperidade, com uma nova descoberta a cada garrafa. LAOS VINO ET DEO. Louvor ao vinho e a Deus que o criou. AVOE. BRADO DE SAUDAÇÃO Á BACO POR SEUS SÚDITOS. Osvaldo Nascimento Juniors.: Caso você queira rever algumas de nossas matérias já publicadas clique: www.icnews.com.br e clique colunistas coluna VINO VITA EST, e lá estamos nós à seu dispor.

Estão abertas até o dia 31 de julho (quarta-feira) as inscrições para o vestibular de inverno da ESIC Business & Marketing School. São quatro opções de cursos: Administração, Gestão Comercial, Gestão Financeira e Gestão em Recursos Humanos. A instituição oferece um modelo diferenciado de ensino, que se baseia no programa de suas sedes na Espanha, com maior número de horas, de matérias e metodologia prática. Além disso, o aluno tem aulas de espanhol ou inglês e pode cursar dois semestres na sede da ESIC em Madrid, com equivalência curricular. As inscrições podem ser feitas pelo site www.esic.br ou pelo link http://zip.net/bfj3TH. O custo é de R$ 50. Os candidatos que efetuarem a matrícula até o dia 29 de junho (sábado) terão 50% de desconto na primeira mensalidade. As provas são agendadas e o estudante escolhe o horário para realizar o seu vestibular, de segunda a sexta-feira, das 09h às 20h no campus Curitiba, no endereço Padre Dehon, 814. Mais informações: comercial@esic.br ou 0800 41 3742. É possível financiar 100% do curso de graduação pelo FIES ou pelo Banco Bradesco.

ESPAÇO FASHION DO SHOPPING MUELLER A cultura Hip Hop serviu como inspiração para a coleção Animal Pop, novidade da Espaço Fashion, com loja exclusiva no Shopping Mueller. Com referências urbanas e atuais, as peças trazem estampas exclusivas com mix de animal prints, respingos de tinta de sprays e brincadeiras com o grafite dos muros das metrópoles. Lavagens manchadas, tingimentos e aplicações de silk plástico, zíperes, pedras plásticas, cadarços e placas de metal dão contemporaneidade as peças. A coleção traz shorts jeans, croppeds quadradas, regatas, t-shirts amplas, jeans boyfriend e saia com mangas compridas falsas para amarrar na cintura. Na cartela de cores, brilham a dupla preto e branco e os tons vivos de azul, pink e roxo. A modelo Jessica Pauletto é a estrela do lookbook e transmite, com todo estilo, a essência da Fast Fashion, a série mais jovem da Espaço Fashion. Na Fast Fashion, a equipe de estilo antecipa as novidades com coleções mensais e temáticas. No Shopping Mueller, a loja está localizada no piso Mateus Leme.

Reforma Sem Bagunça O Espaço Impermix realiza no próximo sábado (22), às 9h30, a palestra “Reforma sem bagunça: dicas para otimizar a nova decoração”, ministrada pela designer de interiores Monica Becker. O evento faz parte do “In Casa Impermix”, o ciclo de palestras que acontece quinzenalmente e aborda assuntos relacionados a decoração, construção e paisagismo. A inscrição é 1kg de alimento não perecível e pode ser feita pelo telefone 3213-2201, com Juli. As vagas são limitadas.

Conhecendo o sistema solar Os alunos do 1º ao 7º ano do Centro de Educação João Paulo II (CEJPII) farão um passeio diferente nesta quinta-feira (20). Trata-se de uma visita ao teatro digital Fulldome na PUCPR. O teatro é uma junção de planetário e cinema estereoscópico, o primeiro no Brasil com tela de projeção semiesférica. Na visita, os estudantes assistirão a um filme em 3D sobre o espaço e o sistema solar. A experiência vai proporcionar uma visão totalmente interativa do universo, que ajudará na educação e no entretenimento dos alunos.

Baby Dreams e BG Comunicação A partir desse mês, a BG Comunicação é a responsável por realizar a assessoria de imprensa da Baby Dreams, loja especializada em produtos para bebês e gestantes. Comandada pelo casal Luís Miguel e Thereza Sampaio, a loja oferece desde chupetas e fraldas importadas, até móveis para compor o quarto do bebê. Dentre as principais marcas encontradas na Baby Dreams estão a Sleeper, Cia do Móvel, Bebè Confort, TFK, Cybex, Bibe, Tiny Love, Master Bag, Avent, NUK, Infanti, Chicco e MAM. Palestras e cursos destinados às futuras mamães também são realizados periodicamente no espaço de eventos da loja.

EISMANN SE PREPARA PARA O INVERNO O inverno está chegando e nada melhor do que tomar uma sopa bem quentinha para aquecer os dias mais frios. A Eismann, líder no mercado europeu de alimentos ultracongelados e primeira do Brasil com atuação na venda direta, traz no cardápio uma variedade de sopas e caldos para quem aprecia a refeição. Além das tradicionais Sopa de Feijão e Canja de Galinha, tem também o Caldo Verde, preparado com aipim, linguiça calabresa, bacon, couve e azeite de oliva. Existe ainda a opção de servir a sopa no Pão para Sopas e Cremes da Eismann, que já vem com a tampa cortada e que ajuda a manter o alimento aquecido. As refeições são as apostas da Eismann para o inverno. Carla Pereira, Gerente de Marketing do Grupo Eismann no Brasil, explica que o ideal é retirar o pão quente do forno e servir em seguida com a sopa. “Também é possível diversificar na escolha do sabor e ainda dar um toque especial, acrescentando outros condimentos e temperos como cheiro verde e queijo parmesão”, indica.


Nacional

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, quarta-feira, 19 de junho de 2013 | Pág. B3

Tomaz Silva/ABr

Protestos

Opinião

coluna@induscom.com.br

Tempos de ruptura Estamos vivendo um momento de ruptura à luz das manifestações políticas. Quando pensamos em rebeldia da juventude nos reportamos para maio de 68, na tão controvertida Paris. Mas, a luta do século XI tem outro tom. Vivemos o efeito da primavera Árabe de 2012, que também irradiou as ruas das principais cidades brasileiras com coros de ordem. Em terras tupiniquins tudo teve início com pequenos grupos, que deram o grito de liberdade contra a corrupção brasileira, no feriado de sete de setembro do ano passado. Tivemos um questionamento embrionário coletivo que aflorou em plena esplanada dos ministérios. Lá estava uma juventude em fase universitária que ocupava algumas capitais para protestar contra a corrupção política no país. Essas manifestações tomaram corpo pouco a pouco.

As manifestações levaram cerca de 200 mil pessoas às ruas de várias cidades do país. No Rio de Janeiro, capital onde teve o maior número de manifestantes, o protesto aconteceu na Avenida Rio Branco. Os protestos acontecem contra os gastos da Copa, o aumento da tarifa dos ônibos e melhorias no transporte e saúde

Segundo Dilma as manifestações comprovam democracia no país Mais de 200 mil pessoas foram as ruas protestar contra a corrupão e o transporte público

U

m dia depois das manifestações que levaram mais de 200 mil pessoas às ruas de várias cidades do país, a presidenta Dilma Rousseff disse nesta terça-feira que a mensagem direta das ruas é por maior participação e contra a corrupção e o uso indevido do dinheiro público. “O Brasil acordou mais forte. A grandeza das manifestações de segunda comprova a energia da nossa democracia, a força da voz da rua e o civismo da nossa população”, disse Dilma, durante apresentação do novo marco regulatório para o setor de mineração, ao avaliar as manifestações de ontem. A presidenta disse que é preciso louvar o caráter pacífico dos atos

públicos e o tratamento dado pela segurança pública à livre manifestação popular. “Infelizmente, porém, é verdade, aconteceram atos minoritários e isolados de violência contra pessoas, contra o patrimônio público e privado, que devemos condenar e coibir com vigor”, observou, ressaltando, no entanto, que os incidentes não ofuscam o espírito pacífico das pessoas que foram às ruas reivindicar seus direitos. Dilma disse que as vozes das ruas precisam ser ouvidas e ultrapassam os mecanismos tradicionais das instituições, dos partidos políticos e das entidades de classe. Segundo ela, os que foram ontem às ruas deram uma mensagem clara,

sobretudo aos governantes. “Essa mensagem direta das ruas é por mais cidadania, por melhores escolas, melhores hospitais, postos de saúde, pelo direito a participação. Essa mensagem direta das ruas mostra a exigência de transporte público de qualidade a preço justo. A mensagem direta das ruas é pelo direito de influir nas decisões de todos os governos, do Legislativo e do Judiciário. Essa mensagem direta das ruas é de repúdio à corrupção e ao uso indevido do dinheiro público”, avaliou. Dilma citou um cartaz que viu ontem nas imagens das manifestações onde estava escrito “Desculpe o transtorno, estamos mudando o país” e disse que seu governo está

Governo apresenta novo marco regulatório para mineração Após mais de cinco anos de debates, o governo federal apresentou nesta teça-feira o novo marco regulatório para o setor de mineração. Entre as novidades anunciadas está a configuração da distribuição de royalties para metais nobres. Os municípios produtores ficarão com a maior fatia (65%). Os estados produtores ficarão com 23% e a União com 12%. A alíquota da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem) terá teto máximo de 4%. Além disso, será criado o Conselho Nacional de Política Mineral, órgão encarregado de assessorar a Presidência da República para as políticas do setor, com o objetivo de fortalecer sua participação no Produto Interno Bruto (PIB). O atual Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) passará a exercer papel de agência reguladora do setor, sob o nome de Agência Nacional de Mineração.

Wilson Dias/ABr

A ministra Casa Civil, Gleisi Hoffmann, a presidenta Dilma Rousseff, o vicepresidente da Câmara, deputado André Vargas, e o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão na cerimônia de lançamento do Marco Regulatório da Mineração

Apesar do vasto território e imensas riquezas minerais, o Brasil aproveita muito pouco [essas riquezas] e os 4% do [setor no] PIB demonstra essa assertiva”, disse o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, durante o lançamento da proposta do novo marco.

De acordo com a proposta apresentada pelo governo, a concessão será precedida de licitação para promover concorrência entre os agentes. “Essas concessões terão duração de 40 anos prorrogáveis por mais 20, sucessivamente”, disse o ministro.

Sisu tem mais de 1,5 milhão de inscrições O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre deste ano teve 788.819 estudantes inscritos, informou nesta ontem o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. As inscrições terminaram sexta-feira e foram feitas exclusivamente pela internet. Nesta edição do Sisu foram ofertadas 39.724 vagas em 54 instituições públicas de ensino superior. O número equivale a quase 20 candidatos por vaga. Como cada estudante pode escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.527.446. Em relação às cotas, 42,40% dos inscritos são cotistas – 334.461 estudantes, todos egressos

da escola pública. O Ministério da Educação (MEC) divulgou, também nesta segundafeira, a lista com os selecionados na primeira chamada do Sisu, no site do programa. Os candidatos pré-selecionados em primeira chamada deverão comparecer às instituições de ensino nos dias 21, 24 e 25 próximos para fazer a matrícula. A segunda chamada deve ser divulgada em 1º de julho, com matrícula nos dias 5, 8 e 9 do próximo mês. Quem não for convocado em nenhuma das chamadas poderá aderir a uma lista de espera, no próprio site do Sisu, entre os dias 1º e 12 de julho.

ProUni

Já as inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) começam na sexta-feira e vão até o dia 25 de junho e serão feitas exclusivamente pela internet. O ProUni oferta bolsas de estudo em cursos de graduação e sequenciais de formação específica em instituições privadas. Segundo o Ministério da Educação, serão 90.010 bolsas no segundo semestre deste ano. As bolsas integrais são para os estudantes com renda bruta familiar por pessoa de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são candidatos com renda de até três salários mínimos por pessoa.

ouvindo as vozes por mudanças e comprometido com a transformação social. Segundo ela, as exigências da população mudam conforme o Brasil melhora. “Porque incluímos, porque elevamos a renda, porque ampliamos o acesso ao emprego, porque demos acesso a mais pessoas à educação, surgiram cidadãos que querem mais e que têm direito a mais”, disse a presidenta, afirmando que todos estão diante de novos desafios. “As vozes das ruas querem mais cidadania, mais saúde, mais educação, mais transporte, mais oportunidades. Eu quero aqui garantir que o meu governo também quer mais e que nós vamos conseguir mais para o nosso país e para o nosso povo”.

Comissão de Ética vai apurar acúmulo de cargos de Afif A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu abrir procedimento preliminar para apurar possível irregularidade no acúmulo de funções pelo ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, que também é vicegovernador de São Paulo. O relator do procedimento será o conselheiro Marcelo Alencar de Araújo, que dará parecer pela abertura de processo de investigação contra o ministro ou arquivamento do caso. Afif tomou posse como ministro no dia 9 de maio e decidiu acumular os dois cargos públicos, abdicando do salário de vicegovernador.

Fonteles deixará Comissão Nacional da Verdade O ex-procurador-geral da República Cláudio Fonteles disse nesta terça-feira que deixará a Comissão Nacional da Verdade (CNV), da qual é membro. Ele alegou motivos pessoais para renunciar ao posto. “Considerei, realmente, que o meu trabalho na Comissão da Verdade cumpriu-se, chegou ao fim. Entendi por razões estritamente pessoais que era o tempo de encerrar”, disse Fonteles Fonteles, que já coordenou a comissão, considerou que sua saída não prejudicará os trabalhos do grupo.

De lá para cá a conscientização de luta veio num processo lento mas contínuo, com manifestações apartidárias isoladas nas redes sociais. O questionamento ao sistema tomou um rumo de contraposição que se propagou. Isto é, a juventude que era considerada apática pela grande massa da sociedade, “desembernou” saindo de um sono profundo. As conversar de um mundo virtual, propiciada pelas redes sociais, se tornaram realidade tomando o espaço público das principais capitais. O movimento começou pelo passe livre as margens da Avenida Paulista, e hoje se faz presente nos grandes centros financeiros do país. Não é só um passe livre que está em questão e sim a falência de um sistema político partidário, que não dá vazão para a energia de uma juventude que tem esperança de mudança. O que os adultos não têm coragem de fazer a juventude fez, esboçando um sentimento radicalizado. O mundo juvenil não tem nada a perder. Pois bem, colocou em xeque um jogo político descabido e viciado que estão presentes nos porões da obscuridade. A esperança de uma nova prática política está na participação social e consciente. As atividades de corrupção entre os três poderes tem construído uma injustiça social, que agora faz ferver o sangue de toda uma geração encorajada em se rebelar. O eco chegou ao pedestal do poder. Com tudo isso faz-se necessário entender e refletir que a escola, como uma instituição social, por si só perdeu sua força de transformação devido à defasagem estrutural. Os partidos políticos não são mais espaço de livres debates e sim bancas de negociação. Lá a agenda política é para beneficiar pessoalmente os detentores do poder, que de certo excluem milhares de pessoas da dignidade humana. O que sobrou foi a saída para um movimento social pleno e transformador, fora dos tetos de instituições sociais estruturantes presentes em nossa sociedade moderna. A energia de luta foi canalizada na expressão mais rica da democracia a chamada livre expressão. O tormento das manifestações foi dirigido àqueles que ocupam a alta cúpula dos prédios públicos. Agora estes são culpados em autorizarem violência sistemática por meio do poder coercitivo estatal, manifestado por um polícia militarizada e irracional. O uso da força foi provocado de forma leviana contra manifestantes. O estado brasileiro está assustado. Quanto mais pressão exercida pela força policial ao jovem, mais ações e reações acontecerão. É uma lei natural do ser humano reagir aos tons de provocação. O que faremos? É necessário fazermos uma reforma política completa e uma reforma educacional mais do que completa, plena e democrática com começo meio e fim. Vivemos uma crise institucional de estado de direito. As lutas populares são sempre legítimas. A juventude só está antecipando um cenário de um país que entrará em crise econômica em que consequentemente haverá desemprego e crise social. O pior é que o Brasil não está adaptado em conviver com mais uma crise, por haver baixo investimento em educação; ter uma economia pautada apenas no bem de consumo e possuir desperdícios no sistema público alavancado também por uma corrupção sistemática. Viva a ruptura legitima de nossa juventude brasileira. *Arthur Conceição – Cientista Político e Jornalista, acompanhou as manifestações em Curitiba em frente ao palácio do governo.

Fifa defende direito de manifestação, mas condena violência O coordenador de Responsabilidade Social da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Federico Addiechi, defendeu nesta terça-feira o direito dos brasileiros de protestar, mas condenou atos de violência nas manifestações. Um dos motivos que levaram a protestos em várias capitais brasileiras é, segundo manifestantes, o gasto público excessivo com a Copa do Mundo da Fifa de 2014. “O direito é uma grande coisa e podemos ver isso acontecendo no Brasil. O Brasil é um país democrático. E, mesmo que isso esteja acontecendo durante a Copa das Confederações ou se acontecer durante a Copa do Mundo ou em qualquer momento, as pessoas, em uma democracia, têm o direito de protestar e temos que aplaudir essa oportunidade. Isso é algo positivo, é claro, condenando qualquer ato de violência que vimos acontecer”, disse Addiechi. Segundo a assessoria de imprensa da Fifa, a federação está em contato permanente com as polícias, mas por enquanto não há previsão de aumentar a segurança das delegações ou dos entornos dos estádios.

O secretário executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, também defendeu o direito do povo de se manifestar. Mas lembrou que o restante da população também tem o direito de assistir aos jogos da Copa das Confederações. O secretário citou, como exemplo, os investimentos em mobilidade urbana nas cidades-sede da Copa, que chegam a R$ 9 bilhões, dos R$ 28 bilhões que estão sendo investidos pelo Poder Público no evento.

ONU

A Organização das Nações Unidas (ONU), por intermédio do escritório de direitos humanos da entidade, defendeu que o governo do Brasil adote as medidas necessárias para garantir a liberdade às manifestações no país. Em comunicado, o escritório recomendou a busca pelo diálogo, o fim da violência na repressão aos protestos e investigações sobre os casos de arbitrariedade. O porta-voz do escritório de direitos humanos das Nações Unidas, Rupert Colville, elogiou a presidenta Dilma Rousseff por demonstrar compreender os anseios da sociedade.


3

Diário Indústria&Comércio Curitiba, quarta-feira, 19 de junho de 2013 | Pág. B4

Nem te Conto Gisele íntima

Adélia Maria Lopes

H

Na calada da manhã, antes mesmo que o Salão de Moda Brasil fosse aberto na manhã de domingo passado, Gisele Bündchen entrou tranquilamente no Expo Center Norte. Foi até seu estande de lingerie, posou para a fotógrafa Luciana Prezia e ,assim como veio, saiu. Na surdina. Mas deixou seu recado: as três novas coleções da Gisele Bündchen Intimates: Python, Princess e Boudoir.

Música sem fronteira

Estão abertas as inscrições para o seminário Música sem fronteiras – Encontro Internacional de Experiências em Educação Musical com ênfase em repertórios tradicionais, que acontece de 22 a 24 de agosto no Instituto Goethe de Curitiba. Dez músicos pesquisadores, do Brasil, Portugal e Espanha, vão apresentar suas experiências e suas práticas. Com curadoria da pesquisadora Lia Marchi, o encontro é voltado para professores, estudantes , artistas, músicos e arte educadores. Inscrições (100 reais, até 5 de julho) em: contato@olariacultural.com.br

Artesão da Alegria

a

margem arte&atitude

adeliamarialopes@yahoo.com.br

Papai usa gravata?

ouve tempo em que a gravata era item obrigatório no enxoval masculino. Muitos cinemas, até ainda a década de 60, impediam entrada de homens sem gravata. “No social, sempre foi um acessórios necessário”, lembra Douglas Nassim, na direção da mais antiga fábrica de gravata brasileira, a Spring, que em 2014 comemora 75 anos. Mas o único acessório que muda e renova o visual masculino saiu do armário para ganhar as ruas. Na Europa, vem sendo usada casual e esportivamente, por baixo de malhas. Jovens, que usam silhueta mais justa, aderem. Há algo interessante: ternos sem gravata e gravatas usadas sem terno. Enfim, a liberdade de se vestir. Até as gravatas se libertam. Os modelos estão coloridos, como se percebem nos estandes da Fenim , feira de mioda feminina e masculina que aconteceu até essa terçafeira em São Paulo. Chegam em tons pastéis, seguindo a camisaria, e muitos desenhos geométricos e o xadrez permanece no portfólio. Na Spring, a largura vai de 4,5 cm a oito centímetros. O nicho fashion prefere as mais estreitas. Douglas Nassim observa que os

O projeto Malasartes no Vale do Ribeira, contemplado com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2012, encena Artesão da Alegria, peça que permite um encontro entre as crianças com o quase esquecido ofício do fabricante artesanal. A plateia é convidada trabalhar na oficina do personagem Seu Chico e também brincam com o pião, bilboquê, aviões de lata etc. “Colocar o brinquedo na mão da criança, estimulando a magia do brincar, é a essência do espetáculo”, diz o diretor Luis Carlos Teixeira, que levou a peça para Rio Branco do Sul e agenda Cerro Azul, nesta quinta dia 20, Doutor Ulysses na sexta e Bocaiuva do Sul dias 27 e 28.

Bola e cerveja

1-Nesta quarta-feira 19, a seleção joga contra o México, às 16h e o Bar Brahma vai receber os torcedores, com chope, vodka, refrigerante e água de graça, mas os ingressos custam 30 e 50 reais. A casa abre às 15h30. Também vai ser transmitido o jogo Itália x Japão. Fone 3026- 0700. 2- A Cervejaria Bodebrown realiza o Beer Ranch, neste sábado 22 e o Beer Train no domingo. Os encontros visam a troca de informações sobre o setor cervejeiro e contarão com Chris White, fundador do laboratório White Labs Inc USA, e Doug Odell, da cervejaria Odell Brewing. Fone 3082-6354.

Issey Miyake

Abaixo as rugas!

Com os avanços da biotectologia, a curitibana Sotarelli lança o Descontractor de Rugas e Olheiras, um tratamento intensivo que revigora e hidrata o contorno dos olhos, reduzindo as olheiras em até 94% a partir de 28 dias de uso. O produto, também indicado para testa e contorno da boca, possui em sua composição Gatuline Expression, Aquaporine Active e o Arbutin, ativos dermatologicamente testados para peles sensíveis e com propriedades comprovadas clinicamente em relação à eficácia na redução das rugas e olheiras. Sediada em Curitiba-PR e atuando no mercado de cosmética on-line há dez anos, a Sotarelli investe na utilização de produtos, ingredientes e processos biológicos para produção de uma exclusiva linha de cosmético. SAC: 0800 603 5363, www. sotarelli.com.br.

Viva o azeite!

Para ajudar os profissionais da beleza e satisfazer as clientes de cabelos super ressecados, já existem produtos a base de azeite de oliva, com um grande potencial de hidratação. Os produtos a base de azeite de oliva devolvem à fibra capilar os nutrientes perdidos com o uso de secador, chapinha, químicas e exposição dos fios ao sol. O Ybera Professional - Renew Olive custa 405 reais.

colarinhos e as lapelas devem estar de acordo com a largura das gravatas. “Não é legal o nó fino com colarinho largo, nem o nó maior em colarinho estreito”, repara o fabricante. E, em termos de laçadas, basta saber uma. A Spring fabrica suas próprias gravatas de seda italiana e importa as de poliéster para atender a demanda

do mercado. Para o Dia dos Pais, o mercado vai ser abastecido também com o modelo borboleta, que volta para compor o visual com o colete. Os lencinhos de seda ou de linho também enfeitam o visual, saindo do bolsinho. “Mas não precisam ornar com o desenho da gravata”, recomenda Douglas Nassim.

Fashion City Brasil está na Fenim-SP O maior empreendimento de atacado de Minas Gerais, o Fashion City Brasil, participa da primeira edição paulista da Fenim, que termina nesta terça dia 18. Em um estande de 54 metros quadrados, o empreendimento exibe sua maquete. “É fundamental prospectar os melhores produtos em todas as regiões vocacionadas para a moda no

Brasil”, argumenta o idealizador e diretor do FCTY, Omar Hamdam. Para captar o empresariado paulista, foi acionada a Clipp Imóveis, na ativa desde 1995, que possui outros clientes de respaldo no portfólio, como Mart Center, Mega Polo Moda, Shopping Vale Sul, Fashion Shopping, Miller Boulevard, Total Brás e New Mall. Um dos apelos é que o

shopping mineiro será o primeiro one-stop-shop da América Latina, recebe investimento de 280 milhões de reais e potencial de faturar R$1 bi por ano e gerar 1.700 empregos diret. Hamdam apresentou o projeto também na Fenim Nordeste, realizada mês passado em Fortaleza, quando firmou parceria com o maior empreendimento de ata-

cado da região: o Maraponga Mart Center. “A proposta é fazer uma atividade sinérgica e criar um cartão fidelidade para o setor. Será de grande interesse do lojista porque, desta forma, ele conseguirá somar pontos em vários estados e adquirir benefícios, tais como passagens e hospedagens, como cortesia”, diz o empresáriio.

Première Vision anuncia inverno 2014

A oitava edição do Première Vision São Paulo inicia calendário de moda outono/inverno 2014 na América Latina nos dias 10 e 11 de julho no Expo Center Norte, em São Paulo, atraindo indústrias têxteis, confecções, marcas e estilistas. Sob os holofotes estarão cores, tramas, texturas, estampas e acessórios que definirão os estilos das passarelas na estação mais fria do próximo ano.

Costura-se um novo capítulo na história da fragrância Issey Miyake: L’Eau d’Issey e L’Eau d’Issey Pour l’Homme. E já chegam ao mercado nacional. A lembrar: os plissados (pleats) estão no trabalho do designer desde 1993, nascendo como figurino de dançarinos, mas tornou-se vestuário básico, atemporal, criativo e original. Esse visual levou sua leveza para uma fragrância. E, para capturar o caráter alegre e despreocupado de Pleats Please, o perfumista Guichard buscou um buquê brilhante e alegre. Nos frascos, um jogo de volumes convexos e côncavos.A tampa tem a forma de um cálice floral, uma abstração finamente pregueada que simboliza uma flor branca e os tecidos de Pleats Please. ​​

moda&cia

A promoção e organização do Première Vision São Paulo é da Latef, uma joint-venture entre Première Vision e Fagga|GL events Exhibitions. E Guglielmo Olearo é o novo diretor dos salões internacionais Première Vision. O salão é o momento de decisão dos criadores das pequenas e médias confecções, grandes marcas e estilistas, pois reúne as empresas mais significativas do setor têxtil-moda, que apresentarão seus no-

vidades em jeans, sarja, algodão, lavanderias, além de acessórios têxteis com foco neste segmento, lãs, alpacas, tricolines. sedas, cetins, rendas, bordados, tafetás, tecidos para moda praia e lingerie, fibras e fios, desenho têxtil para estamparia, botões, zíperes e demais tipos de aviamentos. Haverá ainda destaque para o segmento de activewear, fitness wear e outdoor clothes, Fórum de Tendências e Seminário de Moda.

Passarela nada convencional O Concept do LABmoda – Semana de Moda de Curitiba vai acontecer nos dias 29 e 30 desse mês, no galpão de um prédio em construção da Thá, na Rua Riachuelo. Serão mais de dez horas de desfiles, shows de bandas e DJs, de dança e de artes cênicas. Os 17 desfiles de marcas, estilistas e estudantes de moda vão apresentar coleções de inverno. “Temos confiado cegamente naqueles que constroem nossa identi-

dade através do que vestimos, em desconhecidos imaginários. A edição Concept veio para que o público conheça o rosto de quem está por traz da criação da moda curitibana”, diz o diretor criativo do LABmoda, Júnior Gabardo O ingresso (10 reais ou 15 na hora do evento, dá acesso aos desfiles e às apresentações e ainda serve como bônus de compras na feira.

Texfair, Feira Internacional de Produtos Têxteis

A próxima edição da Texfair, agendada de 25 a 28 de março em Blumenau-SC, terá a denominação de Feira Internacional de Produtos Têxteis, retomando seu antigo formato, que aliava segmentos de vestuário e acessórios com artigos de cama, mesa, banho e decoração. O Sintex–Sindicato da Indústria de Fiação, Tecelagem e do Vestuário de Blumenau, promotor da feira, havia decidido realizar uma feira só de confecção, o que acabou não acontecendo, e outra de cama e mesa. Agora avalia que o retorno ao formato original atende às necessidades de um novo mercado em busca de maior concentração e variedade de produtos, volume de compradores qualificados e uma

infraestrutura que permita agilidade nos negócios e redução de custos”. Ulrich Kuhn, presidente do Sintex-SC, observa que, “sempre embasados na opinião de nossos expositores e

principais compradores, oferecemos ao mercado uma feira completa e acessível, consolidando a tradição do nome Texfair no calendário brasileiro das feiras têxteis”.


Diário Indústria&Comércio  

jornal, economia, curitiba, parana, brasil, negocios, bovespa, financas, aroldo mura, pedro washington, ayrton baptista, eliseu tisato, bet...

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you