Page 1

www.iCNE WS .com.br

Indústria&Comércio Curitiba, sexta-FEIRA a domingo, 18 a 20 de novemBRO de 2011 Ano XXXV | Edição nº 8502 | R$ 1,50

DIÁRIO. Mais que notícias. inteligência. conhecimento.

Aroldo Murá ESPECIAIS TÊM DIREITO A ENSINO UNIVERSITÁRIO Leomar Marchesine é uma dessas mulheres obstinadas que ajudam a mudar o mundo: há uns seis anos insistiu muito e conseguiu implantar o primeiro serviço de inclusão de alunos especiais (antes chamados de deficientes) no ensino superior. Foi pioneiro no Paraná, pelo menos. Dizem os entendidos na matéria que o trabalho de Leomar não tem paralelo, é modelar, em termos de Brasil. PARANÁ | a3

Fábio Campana Falha na memória do ministro O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, admitiu o uso de um avião particular, em viagem ao Maranhão em 2009, mas negou que tenha mentido ao afirmar que não conhecia o empresário Adair Meira. geral | a5

Pedro Washington Comparação inevitável Especialista em criar factóides quando em seus governos surgiam fatos desabonadores como esses que ele colocou nos armários, esqueletos que Dilma herdou, o presidente Lula faz mais uma jogada de marketing num momento difícil de sua vida.

Inadimplência deve cair para empresas e pessoas em 2012 Contribuição virá da redução da taxa de juros (Selic), do desemprego e inflação O Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência das Empresas caiu 0,3% em setembro de 2011. Foi o primeiro recuo deste indicador em onze meses. A primeira queda deste indicador em onze meses sinaliza que, após ter se elevado ao longo de 2011, a inadimplência das empresas, a exemplo do que deverá acontecer com a dos consumidores, também deverá exibir recuo em 2012, provavelmente ainda durante o primeiro trimestre do ano. Pela sua metodologia de construção, este indicador tem a propriedade de antever os movimentos cíclicos da inadimplência com seis meses de antecedência. A continuidade da redução da taxa Selic, bem como a melhora dos níveis de inadimplemento dos consumidores, deverão contribuir para reverter o atual momento de dificuldade que as empresas estão tendo para honrar seus compromissos.

A diminuição da inflação, o patamar historicamente baixo das taxas de desemprego e o crescimento mais moderado do endividamento deverão contribuir para melhorar o cenário para a inadimplência das pessoas físicas em 2012 economia | b1

geral | a2

Due Arquitetura

Empresa destaca ambientes com iluminação direcionada negócios | b4

elogio

Curitiba é referência nas áreas planejamento e transporte, diz ONU geral | a5

REGISTRO Brasil ocupa 37ª posição em pesquisa sobre competitividade O Brasil é o 37º país mais competitivo entre 43 nações analisadas por uma pesquisa feita pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O levantamento, referente ao ano de 2010, foi divulgado nesta quinta-feira (17/11) pela entidade. Ainda de acordo com a pesquisa, os Estados Unidos são o país mais competitivo, com nota 90. Em seguida, aparecem a Suíça (77) e Noruega (75). A nota do Brasil foi 24,8. Grã-Bretanha vende banco que foi socorrido durante crise financeira O governo da Grã-Bretanha informou nesta quinta-feira (17/11) que vai vender o banco Northern Rock por mais de US$ 1 bilhão. Há três anos, a instituição entrou em colapso durante a crise financeira internacional e foi socorrida com recursos públicos. O ministro da Economia britânico, George Osborne, disse que a venda significa o melhor valor conseguido pelo governo para compensar os contribuintes. O Northern Rock está sendo comprado pela Virgin Money, uma das empresas do bilionário Richard Branson. Novo primeiro-ministro da Grécia enfrenta 1º protesto contra o governo Depois de receber o voto de confiança do Parlamento da Grécia, o novo primeiroministro grego, Lucas Papademos, enfrentou nesta quinta-feira (17/11) a primeira manifestação contra as novas medidas de austeridade. Os manifestantes se concentraram nas principais ruas de Atenas, a capital grega. A gestão do antecessor de Papademos no cargo, George Papandreou, foi marcada por meses de paralisações e protestos no país devido às medidas de austeridade. O governo grego mobilizou 7 mil policiais para a segurança nas principais ruas de Atenas. O protesto ocorre no dia em que é lembrada uma repressão sangrenta a estudantes.

CMYK

Indústria de cimento investirá R$ 340 mi em Adrianópolis

Orlando Kissner / AENotícias

O governador Beto Richa recebeu executivos da Margem Cimento, subsidiária da empresa catarinense Supremo Cimento, de Pomerode, para a assinatura de um protocolo de intenções que prevê a instalação de uma nova fábrica de cimento no município de Adrianópolis, no Vale do Rio Ribeira. O investimento está estimado em R$ 340 milhões e foi inserido no Programa Paraná Competitivo, que oferece incentivos fiscais e outros benefícios para empreendimentos que gerem empregos.

Governador Beto Richa durante reunião com executivos da empresa Margem Companhia de Mineração S/A geral | a5

INDICADORES FINANCEIROS Maiores altas IDEIASNET J B DUARTE M G POLIEST AMPLA INVEST SONDOTECNICA

Maiores QUEDAS RJCP EQUITY TECTOY RIMET TEC BLUMENAU METAL IGUACU

BOM DIA!

CÂMBIO

IBOVESPA

MERCADO À VISTA COTAÇÃO 0,03 0,03 0,10 53,01 48,87

Maiores altas* BMFBOVESPA MARFRIG KLABIN S/A FIBRIA TIM PART S/A

COTAÇÃO

maiores QUEDAS

0,35 0,03 3,08 2,10 1,24

GAFISA TELEMAR N L ROSSI RESID PDG REALT ELETROBRAS

COTAÇÃO 10,71 7,65 6,91 14,20 8,50

COTAÇÃO 5,21 46,75 9,56 6,79 16,35

Moeda

Compra

Venda

Dólar turismo 1,7700

1,8700

Dólar comercial 1,7794

1,7802

Dólar paralelo 1,5900

1,7300

Euro

2,3961

2,3944

Ouro (Grama/R$): 226,73

EDITORIAL

CALCANHAR DE AQUILES Continuemos nas ondas da revista EXAME, edição de setembro, especialmente a excelente matéria assinada por André Lahóz: O MAIS DIFÍCIL VEM AGORA. No qual há notáveis comparações entre o Brasil de hoje e o país à época em que a revista foi lançada no mercado, meados dos 60 do século passado. Hoje nos deteremos na Educação, estratégico setor, certamente o mais importante para o crescimento&desenvolvimento. E o nosso crônico calcanhar de Aquiles. Em 1960, final dos 50 anos em 5 da presidência Juscelino, a média de anos de estudo das pessoas com dez anos ou mais não passava de míseros dois anos! Verdadeira vergonha, brutal atraso! Tantos anos depois, pulamos para 7,2 anos, ainda baixíssimo quando comparado com a média dos países de ponta: acima de doze anos. Para compensar citaremos os percentuais de matrículas de crianças entre seis e 14 anos: em 1967 pouco mais de 50% ... em 2009, praticamente 100%! A luta agora é para transformar o salto quantitativo em qualitativo. (Na próxima edição comentaremos outros aspectos da (des)educação nacional.)

Central de Atendimento: 41 3333.9800

Municípios doParaná Áreas de SJP com risco de desastre são mapeadas Para reduzir o risco de desastres naturais na estação chuvosa, o município de São José dos Pinhais passa por um mapeamento de regiões com risco de alagamentos ou deslizamentos. A cidade foi uma das quatro do Paraná escolhidas pelo Governo Federal para a realização do Plano Emergencial para enfrentamento a desastres, trabalho interministerial com objetivo de minimização de riscos e preparação para catástrofes.

Cresce o investimento em eventos corporativos O mercado brasileiro de eventos corporativos tem tido crescimento nos últimos anos, segundo pesquisa encomendada pelo MPI, maior comunidade de estrategistas da área no mundo.

página a4

e-mail: pauta@induscom.com.br

negócios i b4

Editais na página A7


Geral

“A leitura é para a inteligência o que é o exercício para o corpo.” Joseph Addison Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de novembro de 2011 | A2

Previsão do tempo

prpress@terra.com.br

Panorama Político

fonte: www.simepar.br

Mín.: 12° Máx.: 24°

Pedro Washington

Sexta-feira de tempo estável em todo o Paraná. Na faixa leste, há uma maior cobertura de nuvens em função da circulação dos ventos que transportam umidade do oceano para o continente. As temperaturas apresentam gradativa elevação, principalmente no interior do Estado.

Comparação inevitável

comércio exterior

Richa recebe Comitiva alemã que pretende investir no PR Intenção é ampliar relações comerciais de tecnologia e meio ambiente

O

governador Beto Richa recebeu na última quarta-feira (16) uma comitiva alemã, liderada pelo governador de Baden-Württemberg, Winfried Kretschmann, para discutir parcerias econômicas e sociais entre os estados. A intenção dos alemães é ampliar as relações nas áreas comerciais, de ciência, tecnologia e meio ambiente. “É muito apropriada a visita desse grupo em um momento que o Paraná abre as portas para os negócios e as parcerias”, disse Beto Richa. Richa disse que a visita foi mais uma oportunidade de aproximação com o governo alemão. Ele apresentou à comitiva as vantagens territoriais e de infraestrutura do Paraná e destacou que o governo estadual busca parcerias sólidas para desenvolver a economia, gerando riquezas e empregos. “Sabemos das qualidades das empresas alemãs e queremos que elas venham para o Paraná”, disse o governador. Richa lembrou que o Estado tem uma grande comunidade alemã que foi fundamental para o crescimento do Paraná. Kretschmann disse que o estado alemão realiza diversos trabalhos conjuntos com o Paraná, principalmente com a Federação das Indústrias e Senai,

Fim da linha

O destino de Carlos Lupi parece selado (se é que já não o foi nestas últimas horas). A desfaçatez com que mentiu à Comissão da Câmara afirmando que não conhecia o lobista e jamais viajado em avião citado pela revista Veja, procurando em papel por várias vezes o nome de Adair Meira, agora beira o ridículo. Não por acaso nem seus próprios companheiros aceitam as explicações que tem dado. A presidente Dilma também não. Espera apenas que o próprio PDT dê rumo ao episódio.

Quem se beneficia!

Governador Beto Richa recebeu na última quarta-feira (16) uma comitiva alemã, liderada pelo governador de Baden-Württemberg, Winfried Kretschmann

na área de mestrado em meio ambiente. Ele destacou o desenvolvimento do Paraná e disse que o Estado tem muito conhecimento para compartilhar. “O Brasil tem um grande papel na economia mundial. Queremos aprofundar as relações para realizarmos mais ações em conjunto e investimentos no

Paraná”, disse o governador alemão. Kretschmann agradeceu a cordialidade do atendimento do governador Beto Richa. Fazem parte ainda da comitiva alemã o vice-governador e ministro de Finanças, Nils Schmidt; a ministra de Ciência, Tecnologia e Artes, Theresia Bauer; o presidente

das Câmaras de Comércio e Indústria, Peter Kulitz; o cônsul-geral da Alemanha em São Paulo, Mathias Von Kummer; o cônsul honorário da Alemanha em Curitiba, Andreas Hoffrichter; e dois membros da Assembleia Legislativa de Baden-Württemberg, Hans Ulrich e Helmut Rueck.

Tecpar Educação passa a integrar rede de estímulo ao empreendedorismo A Rede Educacional PróEmpreendedorismo e Inovação (Repe) foi constituída oficialmente e passa a contar com o Instituto de Tecnologia do Paraná, pelo Tecpar Educação. A rede reúne instituições de ensino e pesquisa para estimular a cultura empreendedora e incentivar a inclusão de disciplinas sobre empreendedorismo nas grades curriculares. A cerimônia oficial de assinatura do termo de adesão do Tecpar à rede ocorreu durante o Fórum Empreendedorismo e Inovação, realizado quartafeira (16), no Teatro da Reitoria da UFPR, em Curitiba, com a presença de representantes das

Especialista em criar factóides quando em seus governos surgiam fatos desabonadores como esses que ele colocou nos armários, esqueletos que Dilma herdou, o presidente Lula faz mais uma jogada de marketing num momento difícil de sua vida. Antecipando-se às conseqüências que a violenta quimioterapia a que está sendo submetido por conta de um câncer detectado em sua laringe, raspou cabelos e barba que cairiam naturalmente. Não sem antes a presença de um fotógrafo para registrar a cena estampada posteriormente em todos os jornais. Enquanto isso ocorre com o ex, sob o olhar consternado até de adversários, a atual presidente se debate com mais um dos “esqueletos do armário”. O quinto a ser derrubado. Situações que vêm do tempo em que Lula governou e que Dilma, até mesmo por reconhecimento, não pode defenestrar com críticas. Habilidosamente tem deixado o ministro denunciado sangrar até decretar a própria morte. Em principio, receberam todos um voto de confiança. Exatamente como está fazendo com Carlos Lupi. Não se a acuse pois de ter derrubado os companheiros de Lula, montando um governo à sua feição. Os derrubados, caíram de maduros (ou podres). Por não terem tido a percepção de que Dilma, diferentemente de Lula, talvez até pela sua formação mais técnica, não iria assumir a responsabilidade de manter ministros com manchas capazes de comprometer seu governo. Em circunstância diversa, não estivesse Lula vivendo a sua via-crucis, os dedos estariam apontados na sua direção pelos problemas que Dilma enfrenta, afrontando uma corrupção desenfreada que inclusive está levando o até então indiferente povo brasileiro às ruas. É bom lembrar que muito do que está vindo à tona agora, em outros tempos passou ao largo. A corrupção no Brasil é endêmica. Se a democracia pode ser contestada em alguns dos seus aspectos, pelo menos a liberdade de imprensa está sendo aproveitada para desnudar o mar de lama em que o país sempre chafurdou.

entidades envolvidas, professores e alunos. A Repe é uma iniciativa da Universidade Federal do Paraná e do programa de pesquisa Cátedra Oziris Silva de Empreendedorismo e Inovação Sustentáveis. “O Tecpar acaba de criar sua unidade educacional – Tecpar Educação – e já passa a integrar essa rede, que busca criar cadeira ou curso que alavanque a cultura do empreendedorismo, em especial no Paraná”, disse o diretor-presidente do Tecpar, Júlio C. Felix. A Incubadora Tecnológica de Curitiba (Intec), unidade vinculada ao Tecpar, abriga e

dá suporte a empresas de base tecnológica, interessadas em desenvolver projetos inovadores. A Intec foi eleita, no ano passado, a melhor incubadora do Brasil pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Amprotec). Entre as entidades que integram a Repe estão: UFPR, IFPR, UTFPR, Isae/FGV, UniCuritiba, Fesp, Unibrasil, Faesp, Agência de Fomento do Paraná S/A, Faculdade Evangélica do Paraná, Universidade Positivo, Grupo Uninter, Escola de Empreendedorismo e Inovação de Palotina, Site, Senai, Uniandrade, Secal (Pon-

ta Grossa), Spaipa, Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade, Funpar, Secretaria de Estado de Ação Estratégica, Secretaria de Estado da Cultura, Instituto GRPCOM, Endeavor, Associação Comercial do Paraná, Tecpar Educação, Celepar, Sebrae e Unifae.

Fórum

O Fórum Empreendedorismo e Inovação 2011 faz parte da Semana Global do Empreendedorismo, de 14 a 20 de novembro. A programação do fórum prevê palestras e apresentação de exemplos bem-sucedidos em empreendedorismo e inovação.

Informe da Câmara Municipal de Curitiba Geradores de resíduos têm novo prazo para cadastro O prazo para cadastramento aos geradores de resíduos especiais de Curitiba será ampliado. Projeto de lei do Executivo, que recebeu substitutivo geral da Câmara Municipal, foi aprovado em primeiro turno nesta quarta-feira (16), estendendo o prazo final de cadastramento para março de 2012. A nova data, até o dia 31 do mês estabelecido, vale para os geradores de resíduos especiais, que devem atender a lei municipal 13.509, que dispõe sobre o tratamento e destinação final de produtos como pneumáticos, pilhas, baterias e lâmpadas, embalagens de tinta, solventes e óleos lubrificantes, além de equipamentos e componentes eletrônicos . O novo prazo também oferece melhoria de atendimento para este tipo de geradores, fabricantes nacionais e de produtos importados comercializados no município, que podem fazer o

Pelo substitutivo, apresentado pelos vereadores Julieta Reis (DEM), e os tucanos João Cláudio Derosso, presidente do Legislativo, e João do Suco, líder do prefeito, os fabricantes e distribuidores deverão apresentar, até a mesma data, um plano de gerenciamento de resíduos. Também ficarão obrigados a disponibilizar aos consumidores o serviço de recebimento dos referidos resíduos no próprio estabelecimento, a partir de junho. Conforme explicou a vereadora Julieta Reis, na tribuna, “os resíduos poderão permanecer armazenados até a coleta pelo fabricante em local ambientalmente adequado e sinalizado”. O novo sistema previsto pelo substitutivo já é aplicado em relação a hospitais, que devem providenciar a destinação correta dos seus resíduos.

Analistas curitibanos acreditam que a crise vivida pelo PDT nacional não atinge a candidatura de Gustavo Fruet e sua pretensão de disputar a prefeitura de Curitiba. Trata-se de episódio isolado, sem interferência na disputa local, entendem. Há os que vêem como o grande beneficiário da crise nacional do “brizolismo” o deputado Ratinho Jr., que disputa com Gustavo os apoios oficiais da base governista federal.

Volta ao pódio

Outro que pode ascender nos escalões governamentais federais com uma quase certa queda de Carlos Lupi, é o presidente regional, ex-senador Osmar Dias, hoje ocupando a vice-presidência de agro-negócio do BB. Num entendimento maior poderá ser guindado inclusive ao MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

A conferir

Anuncia-se que a eventual mudança nos ministérios, em alguns casos forçada pela saída de ministros que disputarão prefeituras, caso de Haddad, candidato de Lula à prefeitura de São Paulo, poderá ser o pretexto para a presidente Dilma realizar a tão desejada redução no número de ministérios, diminuindo o custo da fantástica estrutura governamental brasileira.

Em choque

Os puxões de orelha que a presidente Dilma aplica em seus assessores, não importa a graduação, percorrem o mundo através a Internet. Desde que matéria da Folha mostrou seu estilo “pavio curto”. Do estilo duro de Dilma ao bonachão de Lula, vai uma grande diferença.

EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Administração Irene Morva Martins (diretoria@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.


GeralEstadual Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de novembro de 2011 | A3 | Indústria&Comércio

aroldo@cienciaefe.org.br

Aroldo Murá G.Haygert PARA ESPECIAIS, LEOMAR FAZ “MILAGRES”

Quem quiser conhecer uma grande lição de vida voltada à inclusão de pessoas com necessidades especiais no ensino superior deve ir na quinta-feira, dia 24, ao pavilhão Horácio Coimbra, no CIETPE (Federação das Indústrias, av. das Torres), a partir das 14 horas. Prepare-se para ouvir uma aula magistral – mas sem poses e soberba – da psicóloga Leomar Marchesinem que exporá no REATIBA, evento do Conselho Paranaense da Cidadania Empresarial da FIEP-PR, o trabalho que ela realiza no Grupo Educacional Uninter/Facinter. Trata-se de uma ação modelar, adjetivo que faz justiça ao serviço. Os graduados universitários que passaram pela orientação encaminhamento de Leomar são muitos. Hoje há matriculados na Uninter cerca de 260 alunos especiais. Os jovens cantores cegos angolanos estão entre eles, contagiando por uma alegria permanente. Um dos graduados , cego, com movimento apenas em uma mão, já faz pós-graduação. E neste ano recebeu o diploma de curso superior na cama, na qual passa seus dias. Leomar narra, a seguir, a trajetória e dela e seu trabalho. Sem exageros, o serviço que implantou na Uninter, com pleno apoio do professor Wilson Picler, diretor da instituição, é modelo para o país. No Paraná foi pioneiro, o primeiro criado no ensino superior. Leia o depoimento da psicóloga.

COM ELIAS ABRAHÃO, A EXPERIÊNCIA NA ÁREA PÚBLICA

“Minha historia na eucação de pessoas com deficiência começou na gestão de meu saudoso amigo Prof. Elias Abrahão, em sua gestão como Secretário de Estado da Educação do Paraná, nos idos de 1993. Fui por ele convidada a criar o primeiro serviço de atendimento educacional para alunos com deficiência psicossocial, natureza de diversidade individual que, naquele tempo, sequer tinha nomenclatura definida pelo MEC. Tratava-se dos discentes que chamávamos de alunos com distúrbios emocionais. Assim, criamos no Paraná, pioneiramente na rede publica de educação do Brasil o primeiro atendimento desta natureza.”

A LUTA E O POTENCIAL DOS ESPECIAIS

Prossegue Leomar: “ Recebi em minha sala na Secretaria de Estado, inclusive, a visita do Prof. Visca, o argentino papa da Psicopedagogia, em uma de suas vindas ao Brasil, entusiasmado com a criação do serviço educacional.Junto com Elias, na primeira gestão de Requião como governador, fui diretora do Departamento de Educação Especial da Secretaria de Estado da Educação do Paraná, o DEE, hoje DEEIN. Me apaixonei pelo trabalho na educação especial. Pelas pessoas com deficiência, sua luta e seu potencial. Depois, fiquei anos sem trabalhar, devido a doença de minha mãe, de quem eu cuidava, associada ao nascimento de meus netos gêmeos. Foi uma outra fase de minha vida, dedicada ao lar e a minha paróquia, a Igreja dos Passarinhos (Nossa Senhora das Dores, Bigorrilho), onde sou catequista há quase vinte anos.”

NA FACINTER, ASSIM COMEÇOU...

Mais adiante, assinala a psicóloga Leomar Marchesine: “Com o falecimento de minha mãe, em 2005, fui convidada pela minha amiga Profª Drª Onilza Marins, a trabalhar no Uninter. Fui, por ela,apresentada ao Prof. Wilson Picler, e contratada. Passados alguns meses, duas pessoas com deficiência visual total matricularam-se num curso do ensino a distância da Fatec Internacional (faculdade do Uninter), no Curso Tecnológico em Gestão de Negócios. Foi aí que recebi o convite do diretor Acadêmico para capacitar os tutores que trabalhavam com os dois alunos com deficiência e também criar o Projeto e Inclusão de Alunos com Necessidades Educacionais Especiais para todas as instituições do Uninter, seja a Facinter, a Fatec Internacional e o IBPEX.”

E ASSIM NASCEU O SINAEE

Prosseguindo, diz Leomar: “Fiz o projeto que, uma vez aprovado pela diretoria, implantei criando o SIANEE, Serviço de Inclusão e Atendimento aos Alunos com Necessidades Educacionais Especiais. Na época só eu atuava no serviço que hoje tem 19 colaboradores. Deles, 13 são intérpretes de Libras, a Lngua Brasileira de Sinais. E há 264 alunos em cursos de graduação e pós graduação, o que significa um número muito expressivo, diante dos dados do IBGE sobre o número de pessoas com deficiência em universidades no Brasil. E temos o orgulho de termos 95 pessoas com deficiência já formadas no Uninter. É um pessoal inserido no mercado de trabalho qualificado. E o SIANEE,esse departamento que gerencio, atende alunos com deficiência em cursos de graduação e pós graduação, em cursos na modalidade presencial e cursos a distância.”

O MAIOR NÚMERO É DE SURDOS

“Nos cursos presenciais, o maior número de alunos especiais é de pessoas surdas, presença que aumenta a cada vestibular. Depois vêm as pessoas com deficiência visual. No ensino à distância os deficientes visuais são também o maior número. Não há propaganda deste atendimento, mas a propaganda boca a boca que os alunos especiais fazem é muito grande. Me contaram que há alunos do ensino médio que não lembram o nome da IES e dizem: “Vou estudar naLeomar” Isto me emociona.Eles percebem que minha estima é autêntica e que nosso trabalho é bom!. Para alunos surdos disponibilizamos intérpretes de Libras, Lingua Brasileira de Sinais,em todas as aulas, incluindo atividades extra classe e avaliações, desde o exame vestibular. As provas dessas pessoas são avaliadas por banca especial, devido a seu direito a correção do português como a segunda lingua em aprendizado, uma vez que a lingua materna dos surdos é a lingua de sinais”.

MATERIAL ESPECIAL PARA SER OUVIDO EM COMPUTADOR

Leomar fornece detalhes à coluna sobre o ‘modus operandi’ do seu departamento de alunos especiais: ‘Os docentes são capacitados por mim, para compreender as deficiências e adaptar suas aulas e elaborações de provas, de modo que sejam acessíveis em comunicação, para pessoas surdas e cegas.Para os cursos da EaD (Ensino a distância)capacito os coordenadores de Polos de Apoio Presencial em todo país, em número de 450 Polos. Para alunos com deficiência visual todo material didático é digitalizado para eles, convertido em midia magnética para que sejam ouvidos no computador com software leitor de tela. As provas são aplicadas por ledores escribas capacitados pelo SIANEE, desde o vestibular.Para os alunos com problemas psicológicos e outras diversidades individuais significativas a ponto de comprometer seu processo de ensino aprendizagem, o SIANEE também cria

programas individuais de atendimento educacional diferenciado, de forma que o aluno consiga efetivar sua educação de nivel superior com todo proveito dos conteúdos programáticos do seu curso.”

MINISTÉRIO PÚBLICO VIU E DEU AMPLO APOIO

“Não se abre mão da apropriação do conhecimento, uma vez que estes alunos serão profissionais em suas áreas. Para pessoas com deficiência fisica, o SIANEE está continuamente observando as condições de plena acessibilidade das unidades e Polos da EaD. Há quinze dias recebi a visita do Promotor da Defensoria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, do Ministério Público do Paraná, José Américo, que aproveitou a fiscalização do Campus Garcês, pelo engenheiro Roberto, daquele MP. Recebi os maiores elogios pelo meu trabalho; ele disse: “A senhora deixou o meu dia feliz ao saber deste seu trabalho”. O mesmo me dizem os avaliadores do MEC que vêm ao Uninter. Um deles me disse:”a senhora tem que escrever livros,artigos para revistas, isto precisa ser divulgado, no Brasil as IES não sabem fazer este trabalho”. Mas não dá tempo! Sabemos hoje que somos referência. Me telefonam de outras IES, FAE, empresas como Volvo, para pedir orientações sobre intérpretes de Libras.”

O CASO ROBINSON, DAS DEFICIÊNCIAS MÚLTIPLAS

Neste ano tivemos um caso emblemático de vitória de pessoa com deficiência múltipla que conseguiu se graduar, com mérito, pois suas notas variavam entre 8 e 9. Trata-se do Robinson Wanderley da Silva. Pessoa cega, com vida restrita ao leito, devido uma doença chamada espondilite anquilosante. Uma doença que torna a pessoa rígida, sem movimentos. O Robinson só mexe três dedos da mão direita, com os quais digita, com o teclado no peito. Ele queria estudar, pois é muito inteligente. Me telefonou (fala muito bem com voz de radialista) e me contou sua história. Não pode sair da cama, cego e queria estudar.”

“INSTALAMOS UMA ANTENA DE SATÉLITE NA CASA DELE”

O caso Robinson desdobra-se, conforme lembra Leomar: “Instalamos uma antena de nosso satélite em sua casa. Aplicávamos as provas em sua casa e levávamos o material didático. Robinson graduou-se, fizemos a outorga de grau em sua residência, com a presença dos diretores e de professores do Estado e da Prefeitura. Hoje Robinson já está fazendo sua Pós graduação na área de Relações e Comércio exterior, o que lhe possibilitará trabalhar em casa, usando o telefone e computador.Recentemente um jovem com Siondrome de Down concluiu seu curso superior em Irani, SC, pela EaD de nosso Polo da Uninter/Facinter naquela cidade.Temos uma aluna cadeirante e cega, a Vera Maria que reside no IPC. Temos os Cantores de Angola, oito deles de um grupo de 11. São jovens angolanos cegos em decorrência da guerra civil de Angola, tutelados pelo consulado daquele país, que são nossos alunos. Temos que saber trabalhar com a deficiência e com as diversidades etnicas e culturais que são fortes neste caso. Mas eles são maravilhosos em sua alegria.Cantam nos ônibus e pela ruas andando em fila indiana. São comoventes.”

“NO INÍCIO, FOI PRECISO ABRIR PICADA NAS MENTES”

“Na verdade, sinto um genuino amor pelas pessoas com deficiência. E empatia. Não sei explicar. Com certeza é coisa e Deus. Foi duro começar este trabalho na IES. Hoje temos credibilidade, mas no início foi preciso abrir uma picada nas mentes, no coração e nas almas das pessoas. Hoje posso dizer que já existe uma cultura de inclusão no Uninter todo. Em todas as áreas administrativas e Leomar Marchesine: abrindo pedagógicas. picada nos corações No evento REATIBA eu explicarei o nosso trabalho de inclusão - bem sucedida - um case de sucesso - contando sobre os procedimentos que criamos e adotamos para todas as áreas de deficiência no nível superior de educação, nos cursos na modalidade presencial e na modalidade a distância, finaliza Leomar.

DA ARTE DE FALAR E CALAR - 1

Do jornalista Luiz Renato Ribas, parte do patrimônio da imprensa do Paraná e sua história, recebo a seguinte mensagem, a propósito da abordagem que fiz, dia 14, segunda-feira, sobre possibilidades de demissões na ancoragem do jornalismo da Rádio Bandnews de Curitiba: “Prezado Aroldo. Primeiro muito obrigado pela assinatura permanente do seu blog. Ótimo, tal a qualidade do autor. Bem, quanto as dispensas do Gladimir e do Campana, entre outras no passado e, com certeza, no futuro há de se acrescentar o rabo preso dos veículos de comunicação - quase todos - com os poderes políticos por motivos econômicos e politicamente incorretos. Não fossem eles, essas “autoridades” legislativas, talvez também não haveria concessões à própria mídia brasileira, um fato que até cachorro no prado sabe.”

DA ARTE DE FALAR E CALAR - 2

E prossegue Luiz Renato Ribas: “Mas, depois, a corda acaba arrebentando do lado mais fraco, o radialista, o jornalista. Até mesmo, confesso, no tempo da TV Programas (23 mil assinantes semanais), sofri, como jornalista de turfe do Diário do Paraná, pressão da Luiz Renato Ribas: engolir sapos... TV Paraná, do mesmo grupo econômico, para despedir o meu editor-chefe. Não cedi, não despedi (Celio Heitor Guimarães) pedindo minha demissão do “Diário” (1964) e a revista continuou independente como sempre foi desde seu nascimento em maio de 1961, até o seu último suspiro em 1977. E continuamos. 2011, felizes para sempre. E a combativa Joyce que também se cuide, ou terá de engolir sapos, que o Gladimir e o Campana, entre muitos felizardos, rejeitaram.”

“Isha”: o “hipismo” do espírito?

Talvez um dos mais curiosos “gurus” da atualidade– depois da morte de Sri Chinmoy, o guru halterofilista – seja a australiana que adotou o nome sânscrito “Isha” , que afirma significar “consciência humana completa”. Isha, cujo verdadeiro nome é um mistério para a maioria, não faz segredo de ter sido domadora de cavalos na juventude e até hoje exibe as suas habilidades equestres em cavalgadas, como parte de seu robusto sistema de marketing. Aos 49 anos, embora viva há décadas na América Latina, atualmente no Uruguai, só se expressa em inglês. Usando os meios eletrônicos e a Internet, tem seguidores no mundo inteiro (inclusive em Curitiba), publica livros e ministra cursos em diversos países. Esteve recentemente na Espanha, lançando o livro “Viver para Voar” e promovendo seminários, sendo estas informações baseadas em reportagem do jornal “El País”.

“Coaching espiritual”

Isha diz que era uma pessoa comum até que uma forte crise “le propulsó al estrellato espiritual”, como bem define o jornal espanhol. Outros consideram que por não se tratar de uma líder religiosa propriamente dita, a australiana é uma espécie de “coaching espiritual”, ensinando técnicas de bem viver. São técnicas mais do que óbvias, a julgar por sua recomendação principal : “é necessário cultivar o amor interno, com o amor incondicional a si próprio excluindo o medo”. Dito assim parece fácil. Mas como, exatamente? Isha assegura que é possível com seu método, que não explica muito bem qual seja. Suas “técnicas” foram testadas com presidiários argentinos e os adeptos afirmam que os resultados foram bons, embora sem evidências de que a criminalidade tenha diminuído no país irmão.

No Brasil também

No Brasil, os praticantes estão concentrados em São Paulo e Rio de Janeiro. O que está atraindo e fazendo crescer o número de adeptos é a “cura” para os males causados pelo estresse e a suposta descoberta do “código de acesso” para a expansão da consciência, que remete o iniciado a uma espécie de nirvana que “mora dentro de cada um de nós”. A apresentadora do programa de TV: Alternativa Saúde - (GNT) Patricia Travassos, é considerada a “madrinha” do movimento no “Isha”, a guru australiana país. Mas a equivalente brasileira de Isha é “Jaya” (“deusa da vitória”), que só se veste de vermelho como “um voto” ao sistema da sua guru. Antes de dedicar-se à prática e ensino da “técnicas”, segundo os assessores da organização, era médica, dançarina e professora de dança do ventre. Já viajou pelo Chile, Argentina, Uruguai, Colômbia e Brasil, multiplicando os “ascenders” (como se chamam “carinhosamente” as pessoas que se comprometem a praticar as ”técnicas”). Obviamente, não são nada baratos os “investimentos” para participar dos cursos, principalmente dos ministrados pela própria Isha.

O JACARÉ DO PARQUE EXISTE, TISA O CONHECEU “BEBÊ”

“Caro Aroldo, meu nome é Ana Thereza kastrup (Tisa) e trabalho com o Ney Leprevost na assessoria de imprensa. Li na tua coluna sobre o jacaré do Parque Barigui e tenho um “causo” para te contar. Morei no parque desde 1976 até 2005, bem na beira, entre as ruas David Abraão e Pedro Pizatto. Nos fundos de nossa casa morava um policial da Polícia Rodoviária Federal, o senhor Ronaldo. Numa blitz ele Tisa Kastrup: apreendeu um filhote de jacaré com uns 40 testemunha ocular do cm e o trouxe para casa. Como brincáva- jacaré que habitou o mos com os seus filhos vimos o filhotinho Barigui quando chegou. Levamos ele no posto da Polícia Florestal do parque e os policiais disseram que não podiam ficar com o jacaré ali. Nos orientaram a ir ao zoológico ou então soltar o jacaré no lago. E foi o que fizemos. E o bicho cresceu por lá feliz da vida, sem nunca chatear ninguém (a não ser os gansos, peixes e frangos d’água). Abraço, Tisa Kastrup”

BIA CONTESTA: ”OBRAS MINHAS ESTÃO NO MAC”

Continua rendendo o assunto de que a coluna se ocupou no final de semana:a não inclusão de Bia Wouk na exposição do Museu de Arte Contemporânea (MAC) de artistas representativos dos anos 70 no Paraná. Depois das justificativas do curador da mostra, Fernando Bini, Bia Wouk volta ao assunto e garante: o Museu tem, disse, obras suas no acervo do MAC. Ou sumiram com elas? A seguir, a mensagem de Bia Wouk à coluna: “Aroldo querido, foi com surpresa que li em sua coluna a transcrição de um email do Fernando Bini para você, em que diz que não há obras minhas na coleção do MAC. Ele não menciona esse detalhe no email que me enviou. Quando lá fiz uma individual em 1980 (!!) doei uma das obras ao museu, e antes disso o museu possuía pelo menos um desenho meu dos anos 70, da série de Paris, que inclusive vi pendurado numa vez que fui ao MAC. Portanto, pelo menos duas obras de que tenho conhecimento estão no acervo. o que aconteceu com essas obras? beijos saudosos” Bia

O GRANDE BAZAR DE SANTA RITA

O publicitário João José Werzbitski está entre os voluntários que todos os anos apoiam na criação, produção e divulgação da Festa de Santa Rita, que agora chega à sua 29a. edição. A Festa é mais do que um bazar, é uma grande festa da solidariedade, que ajuda a dezenas de entidades assistenciais da Grande Curitiba e de outras regiões paranaenses. Com as vendas da Festa, deduzidos os custos, muitas doações são possíveis, todos os anos, pela Associação e Oficinas de Caridade de Santa Rita de Cássia. Neste ano, o evento realiza-se no pavilhão da Fiep, AV.das Torres. A entrada é franca, o estacionamento gratuito, e além de boas compras há um festival de comidas gostosas na Festa de Santa Rita (como o tradicional einsbein “ue devoro todos os anos, para desespero do meu cardiologista)”, assegura João José. No sabado domingo, das 14 às 21 horas e nesta sexta à noite.


Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de novembro de 2011 | A4

Projeto executado em Pinhais recebe prêmio O projeto ‘Neutralização de Carbono’ e ‘Revitalização do Rio Palmital’ desenvolvido pelo Shopping Palladium em parceria com a empresa Roadimex, especializada em soluções ambientais, Prefeitura de Pinhais e Instituto Ambiental do Paraná, recebeu no último mês o Prêmio CASEM de Gestão Sustentável. A ação que recuperou um trecho de mata ciliar do Rio Palmital em Pinhais foi vencedora do prêmio na categoria Ambientalmente Correta. O prêmio CASEM é uma iniciativa da ACP com a finalidade de reconhecer as melhores práticas sustentáveis desenvolvidas por empresas da iniciativa privada, pública ou mista, que atuam no Estado. Nesta segunda edição, a comissão julgadora, formada por profissionais de áreas relativas à premiação, analisou e avaliou os projetos que se enquadravam nas categorias Economicamente Viável, Socialmente Justa e Ambientalmente Correta.

Meio Ambiente

Áreas de SJP com risco de desastre são mapeadas Cidade foi uma das escolhidas pelo Governo Federal para a realização do Plano Emergencial

P

ara reduzir o risco de desastres naturais na estação chuvosa, o município de São José dos Pinhais passa por um mapeamento de regiões com risco de alagamentos ou deslizamentos. A cidade foi uma das quatro do Paraná escolhidas pelo Governo Federal para a realização do Plano Emergencial para enfrentamento a desastres, trabalho interministerial com objetivo de minimização de riscos e preparação para catástrofes como a ocorrida no começo de 2011 na região serrana do Rio de Janeiro. A estação do ano conhecida pelo dias de calor é também período de fortes chuvas, o que aumenta o risco de desastres. Para que novos problemas não ocorram, o estudo está sendo feito no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. Além de São José dos Pinhais, o Estado terá análises

Geólogos do Ministério de Minas e Energia visitam locais para verificar áreas de risco do município

em Antonina, Almirante Tamandaré e Rio Branco do Sul. A ação é feita em conjunto entre os Ministérios das Cidades, Integração Nacional, Minas e Energia, Meio Ambiente e Planejamento, Orçamento e Gestão. Geólogos do Ministério de Minas e Energia visitam estes locais, verificando as áreas de

FASA AMÉRICA LATINA PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS LTDA. CNPJ nº 13.151.358/0001-67 - Junta Comercial do Paraná NIRE nº 41206944458 ATA DE REUNIÃO DE SÓCIOS Data, Horário e Local: Aos 30 (trinta) dias do mês de Setembro de 2011 (dois mil e onze), às 10:00 horas, na sede social da Companhia, na Rua Marechal Deodoro, nº 497, Sala 25, 2º Andar, Curitiba – PR. CEP 80.020-909. Presenças: a totalidade dos sócios, a saber: VALDIR JOSÉ FEDERHEN, brasileiro, casado pelo regime de separação total de bens, industrial, capaz, nascido em 01/05/1961, portador da cédula de identidade nº 1016539461 expedida pela SJTC/RS em 17/08/1995, inscrito no CPF nº 317.530.270-04, residente e domiciliado à Rua Cristiano Grün nº 1.259, bairro Moinhos, Lajeado – RS, CEP 95.900-000; FAROS PARTICIPAÇÕES LTDA., sociedade empresária limitada, CNPJ nº 13.050.346/ 0001-46, com sede na Rua João Eckert nº 950, bairro São Rafael, em Cruzeiro do Sul–RS, CEP 95.930-000, inscrita na Junta Comercial do Estado do Rio Grande do Sul sob NIRE nº 43.206.808.220, neste ato representada pelo seu administrador Valdir José Federhen, acima qualificado. Convocação: Dispensada, face à presença da totalidade dos sócios. Mesa: Presidente – Valdir José Federhen, acima qualificado; Secretário – Daniel Antônio Zarth, brasileiro, casado pelo regime de separação total de bens, industrial, capaz, nascido em 31/12/1979, portador da cédula de identidade nº 9061010477, expedida pela SJS/RS em 30/08/2006, CPF nº 926.295.390-91, residente e domiciliado na Rua Saldanha Marinho nº 581, apartamento 502, Centro, em Lajeado - RS, CEP 95.900-000. Ordem do Dia: (i) transformação da sociedade empresária limitada em sociedade anônima; (ii) inclusão de nova atividade no objeto social e aprovação de Estatuto Social; (iii) eleição da administração da sociedade. Deliberações Tomadas por Unanimidade: (i) os sócios resolvem transformar o tipo jurídico da sociedade de empresária limitada para sociedade anônima, de capital fechado, convertendo paritariamente cada uma das quotas em ações, conferindo assim igual número a cada um dos sócios uma ação para cada quota que os mesmos possuíam, mantendo desta forma idêntica a proporcionalidade de participação no capital social de cada um dos sócios agora acionistas, bem como alterar a razão social de FASA AMÉRICA LATINA PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS LTDA., para FASA AMÉRICA LATINA PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS S/A. Com a transformação o capital social da sociedade que era de R$ 29.541.996,00 (vinte e nove milhões, quinhentos e quarenta e um mil, novecentos e noventa e seis reais), dividido em 29.541.996 (vinte e nove milhões, quinhentos e quarenta e um mil, novecentas e noventa e seis) quotas no valor nominal de R$ 1,00 (um real) cada, passa a ser dividido em 29.541.996 (vinte e nove milhões, quinhentos e quarenta e um mil, novecentas e noventa e seis) ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal. (ii) Foi aprovado por unanimidade a inclusão no objeto social da sociedade a atividade de ¨prestação de serviços de consultoria em comércio exterior relativamente a produtos de origem animal¨. O Estatuto Social espelhando a transformação da sociedade e inclusão da nova atividade no objeto social e anexado a presente. (iii) foram eleitos para a Diretoria da sociedade, para mandato de um ano: (a) VALDIR JOSÉ FEDERHEN, brasileiro, casado pelo regime de separação total de bens, industrial, capaz, nascido em 01/05/1961, portador da cédula de identidade nº 1016539461 expedida pela SJTC/RS em 17/08/1995, inscrito no CPF nº 317.530.270-04, residente e domiciliado à Rua Cristiano Grün nº 1.259, bairro Moinhos, Lajeado – RS, CEP 95.900-000, para o cargo de Diretor de Presidente; (b) DANIEL ANTÔNIO ZARTH, brasileiro, casado pelo regime de separação total de bens, industrial, capaz, nascido em 31/12/1979, portador da cédula de identidade nº 9061010477, expedida pela SJS/RS em 30/08/2006, CPF nº 926.295.390-91, residente e domiciliado na Rua Saldanha Marinho nº 581, apartamento 502, Centro, em Lajeado - RS, CEP 95.900-000, para o cargo de Diretor de Negócios; (c) FABRÍCIO ZARTH, brasileiro, solteiro, industrial, nascido em 01/08/ 1983, portador da cédula de identidade nº 4085292565 expedida pela SJS/RS em 15/12/1998, CPF nº 003.914.420-82, residente e domiciliado na Rua Rui Barbosa nº 51, apartamento 902, Bairro Americano em Lajeado – RS, CEP 95.900-000, para o cargo de Diretor Administrativo; (d) FRANCISCO HEPP, brasileiro, casado pelo regime de separação total de bens, industrial, nascido em 14/05/1978, portador da cédula de identidade nº 1064883621, expedida pela SJS/RS em 26/04/2002, CPF nº 885.306.550-87, residente e domiciliado na Rua Albino Korndörfer nº 585, bairro Montanha, em Lajeado - RS, CEP 95.900-000, para o cargo de Diretor; (e) AUGUSTO FEDERHEN, brasileiro, solteiro, industrial, nascido em 27/05/ 1989, portador da cédula de identidade RG nº 1082567932, expedida pela SJS/RS, em 28/05/2007, e CPF nº 009.537.880-40, residente e domiciliado na Rua Cristiano Grün, nº 1.259, bairro Moinhos, Lajeado–RS, CEP 95.900-000, para o cargo de Diretor Financeiro; (f) CLARICE FEDERHEN, brasileira, solteira, industrial, nascida em 10/03/1953, portadora da cédula de identidade nº 5023470528 expedida pela SSP/RS em 01/04/1981, CPF nº 177.682.920-49, residente e domiciliada em São Rafael s/nº, Cruzeiro do Sul – RS, CEP 95.930.000 para o cargo de Diretora. Os Eleitos declaram que não estão impedidos por lei especial, ou por condenação em crime falimentar, de prevaricação, peita ou suborno, concussão, peculato, contra a economia popular, a fé pública ou a propriedade, ou pena criminal que vede, ainda que temporariamente, o seu acesso a cargos públicos, conforme o disposto no parágrafo 1º do artigo 147 da Lei 6.404 de 15/12/1976. A presente Assembléia estabelece que por hora, até que aprovado por nova Assembléia, os Diretores eleitos não receberão remuneração e tomam posse na presente data, firmando a presente Ata. Encerramento: Lavratura e Leitura da Ata: foi oferecida a palavra a quem dela quisesse fazer uso. Ninguém se manifestando, foram encerrados os trabalhos e suspensa a reunião pelo tempo necessário à lavratura desta ata em livro próprio. Reaberta a sessão, foi a ata lida, aprovada e por todos os presentes assinada. Acionistas presentes: FAROS Participações Ltda. e Valdir José Federhen. Está de acordo com o original. VALDIR JOSÉ FEDERHEN, Presidente. DANIEL ANTÔNIO ZARTH, Secretário. Faros Participações Ltda., Valdir José Federhen. Diretores Eleitos: VALDIR JOSÉ FEDERHEN, DANIEL ANTÔNIO ZARTH, FABRÍCIO ZARTH, FRANCISCO HEPP, AUGUSTO FEDERHEN e CLARICE FEDERHEN. Ricardo Kuhleis, advogado, OAB/RS nº 62.810. JUNTA COMERCIAL DO PARANÁ. Certifico o registro em: 27/10/2011, sob número: 41300083347. Protocolo: 11/384106-0, de 13/10/2011. FASA AMÉRICA LATINA PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS S/A. SEBASTIÃO MOTTA, SECRETÁRIO GERAL. ESTATUTO SOCIAL DE FASA AMÉRICA LATINA PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS S/A - CNPJ nº 13.151.358/0001-67- CAPÍTULO I - Da Denominação, Sede, Objeto Social e Duração - Artigo 1o. A Sociedade Anônima, de capital fechado, tem a denominação social de FASA AMÉRICA LATINA PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS S/A, com sede à Rua Marechal Deodoro, nº 497, sala 25, 2º andar, Curitiba - PR, CEP 80.020-909, sendo regida pelo presente Estatuto Social e pela demais legislação aplicável. Parágrafo Único. A Sociedade poderá, por deliberação dos acionistas, instalar e extinguir filiais, escritórios, depósitos e outras dependências em qualquer parte do território nacional ou do exterior, fixando-lhes, para fins e efeitos legais, o respectivo capital, alocado do capital da matriz. Artigo 2o. Os objetivos sociais são: a) a participação em outras sociedades brasileiras e/ou estrangeiras, como sócia ou acionista; e b) a prestação de serviços de consultoria em comércio exterior relativamente a produtos de origem animal. Artigo 3o. O prazo de duração da Sociedade é indeterminado. CAPÍTULO II - Do Capital Social e das Ações - Artigo 4o. O capital social é de RS 29.541.996,00 (vinte e nove milhões, quinhentos e quarenta e um mil, novecentos e noventa e seis reais), dividido em 29.541.996 (vinte e nove milhões, quinhentos e quarenta e um mil, novecentas e noventa e seis) ações ordinárias nominativas, inconversíveis em outras formas, sem valor nominal. Artigo 5o. As ações são indivisíveis em relação à Sociedade e a cada uma das ações ordinárias corresponderá o direito a um voto nas deliberações da Assembléia Geral, não computados os votos em branco. Parágrafo Único. A Sociedade poderá, a critério da Diretoria ou por solicitação do acionista, emitir títulos múltiplos de ações ou cautelas que provisoriamente as representem, que deverão conter todos os requisitos legais exigidos, inclusive a assinatura de dois Diretores, bem como poderá desdobrar os títulos emitidos, às expensas do acionista que assim solicitar. Artigo 6o. A Assembléia Geral estabelecerá as condições e critérios para a alteração do capital social e para a emissão e subscrição das ações, bem como a respectiva forma de integralização. Artigo 7o. É garantido aos acionistas o direito de preferência à subscrição de novas ações, pelo prazo decadencial de 30 (trinta) dias fixado pela Assembléia Geral que aprovar o aumento do capital social. Artigo 8o. A Sociedade, respeitados os dispositivos legais e regulamentares aplicáveis, poderá adquirir suas próprias ações, mediante a utilização de lucros ou reservas, ou por doação, assim como procederá ao resgate das ações de titularidade de acionista que se tornar insolvente, neste caso pelo respectivo valor patrimonial contábil apurado em balanço patrimonial levantado no último dia do mês anterior ao da realização da Assembléia Geral que aprovar o resgate das ações. Parágrafo Único. As ações da Sociedade em tesouraria não terão direito a voto, enquanto não estiverem novamente colocadas em circulação. Artigo 9o. Ressalvado o disposto em Acordo de Acionistas, a cessão, transferência, oneração, alienação e/ou qualquer outra operação que altere a titularidade das ou afete os direitos inerentes às ações da Sociedade dependerá da prévia e expressa autorização, por escrito, de acionistas titulares da totalidade das ações da Sociedade. CAPÍTULO III - Dos Órgãos da Sociedade - Artigo 10. São órgãos da Sociedade: a) a Assembléia Geral; b) a Diretoria; e c) o Conselho Fiscal. Seção Primeira - Da Assembléia Geral - Artigo 11. A Assembléia Geral dos acionistas é o órgão soberano da Sociedade, com poderes para decidir todas as matérias relativas a seus interesses, reunindo-se, ordinariamente, nos quatro primeiros meses após o término do exercício social e, extraordinariamente, sempre que os interesses sociais exigirem a manifestação dos acionistas. Parágrafo Primeiro. A Assembléia Geral será presidida e secretariada pelas pessoas que para tanto forem indicadas pelos acionistas presentes. Parágrafo Segundo. A Assembléia Geral será convocada pela Diretoria, ou na forma de Lei, sendo assegurado aos acionistas titulares de, no mínimo, 10% (dez por cento) da totalidade das ações da Sociedade o direito de serem convocados por telegrama e na pessoa de seus procuradores ou representantes legais, independentemente de solicitação e observadas as demais prescrições legais aplicáveis. Artigo 12. Somente poderão votar nas Assembléias Gerais os acionistas cujas ações estejam registradas em seu nome, no livro competente, até 8 (oito) dias antes da realização da Assembléia. Artigo 13 - As seguintes matérias, além das demais previstas neste Estatuto, serão de competência da Assembléia Geral de Acionistas e só serão válidas, legítimas e eficazes perante a Sociedade, os acionistas e terceiros, se aprovadas por acionistas titulares da totalidade das ações da Sociedade com direito de voto, observadas e ressalvadas as disposições estabelecidas em Acordo de Acionistas: a) reformar o estatuto social; b) eleger ou destituir, a qualquer tempo, os administradores e fiscais da Sociedade e fixar-lhes os respectivos poderes e atribuições; c) tomar, anualmente, as contas dos administradores e deliberar sobre as demonstrações financeiras por eles apresentadas e sobre a retenção de lucros pela Sociedade; d) levantamento de balanços intermediários e distribuição dos resultados neles apurados; e) autorizar a emissão de debêntures; f) suspender o exercício dos direitos de acionista; g) deliberar sobre a avaliação de bens com que o acionista concorrer para a formação do capital social; h) deliberar (i) sobre a transformação ou a cisão parcial da Sociedade e (ii) sobre a extinção da Sociedade, mediante sua fusão, incorporação ou cisão total, ou mediante sua dissolução e liquidação, neste caso elegendo e destituindo os liquidantes e julgando-lhes as contas; i) autorizar os administradores a confessar falência e requerer a recuperação judicial ou extrajudicial; e j) autorizar os administradores a conceder, em nome da Sociedade, garantias a terceiros em favor de sociedades por ela controlada. Parágrafo Único. As demais deliberações da Assembléia Geral serão válidas, legitimas e eficazes, perante a Sociedade, os acionistas e terceiros, se aprovadas por acionistas titulares de, no mínimo, a maioria absoluta da totalidade das ações de Sociedade, respeitadas as disposições estabelecidas em Acordo de Acionistas. Seção Segunda - Da Diretoria - Artigo 14. As funções executivas da administração da Sociedade serão exercidas pela Diretoria, a quem competirá assegurar o funcionamento normal da Sociedade e a consecução dos objetivos sociais, praticando todos os atos e operações necessários e julgados convenientes à realização das atividades e operações a que a mesma se propõe, como também exercer as demais funções que lhe são ou venham a ser validamente atribuídas pela Assembléia Geral. Artigo 15. A Diretoria será composta por até 8 (oito) membros, acionistas ou não, residentes no País, eleitos ou reeleitos, com mandato de 1 (hum) ano, pela Assembléia Geral e por esta destituíveis a qualquer tempo, respeitadas as disposições estabelecidas em Acordo de Acionistas. Parágrafo Primeiro. A fixação dos poderes, as atribuições e as designações dos Diretores serão determinadas, para cada mandato, segundo deliberação tomada pela Assembléia Geral que os eleger. Parágrafo Segundo. A Diretoria reunir-se-á sempre que os interesses sociais o exigirem. Artigo 16. Os Diretores perceberão a remuneração que lhes for fixada anualmente pela Assembléia Geral e serão investidos nos respectivos cargos mediante a assinatura, nos 30 (trinta) dias que se seguirem à sua nomeação, de termo de posse lavrado no livro de Atas das Reuniões da Diretoria. Parágrafo Único. Os Diretores estão isentos de prestar caução e permanecerão no cargo e no exercício efetivo de seu mandato e de suas funções até a designação e posse de substitutos. Artigo 17. Nas ausências ou impedimentos temporários de qualquer dos membros da Diretoria, as funções inerentes ao cargo vago serão distribuídas entre os demais Diretores, respeitado o disposto em Acordo de Acionistas. Parágrafo Único. Nas ausências ou impedimentos definitivos de qualquer dos membros da Diretoria, o cargo vago será preenchido por ocasião da primeira Assembléia Geral que se realizar a partir do evento, respeitado o disposto em Acordo de Acionistas. Seção Terceira – Da Representação da Sociedade - Artigo 18. A Sociedade ficará validamente representada e obrigada, em Juízo e fora dele, pela assinatura isolada do Diretor Presidente ou pela assinatura conjunta de 3 (três) dos demais Diretores, sendo um deles necessariamente o Diretor responsável pela gestão financeira da Sociedade, observada a forma que seja determinada pela Assembléia Geral que os eleger e respeitado o disposto em Acordo de Acionistas, os quais, assim agindo, terão poderes para praticar todos os atos compreendidos em suas atribuições, observadas as disposições da Lei e deste Estatuto, especialmente dos seus Artigos 19 e 20 abaixo. Parágrafo Primeiro. A Sociedade ficará, da mesma forma, validamente obrigada e representada pela assinatura isolada ou conjunta dos procuradores com poderes especiais ou judiciais que venham a ser nomeados pela Sociedade, conforme seja estabelecido no respectivo instrumento de mandato. Parágrafo Segundo. As procurações outorgadas pela Sociedade na forma deste Artigo deverão (i) especificar os poderes conferidos, bem como (ii) conter prazo de validade determinado, exceto as procurações “ad judicia”, que terão prazo de validade indeterminado. Parágrafo Terceiro. Os atos da rotina administrativa e burocrática da Sociedade poderão ser executados ou assinados individualmente por qualquer Diretor, desde que não importem (i) na criação de obrigações para a Sociedade, nem (ii) em conferir a terceiros direitos que possam ser exercitados contra a Sociedade. Artigo 19. Sem prejuízo da responsabilidade civil ou criminal a que estará sujeito o infrator, é vedado e será nulo de pleno direito o ato praticado por qualquer administrador ou procurador da Sociedade que a envolva em obrigações relativas a negócios e operações estranhos aos interesses sociais, inclusive na concessão a terceiros de avais, fianças ou garantias análogas, salvo nos casos em que tais garantias sejam concedidas em favor de sociedades controladas pela própria Sociedade e sejam prévia e expressamente autorizadas em Assembléia Geral. Artigo 20. A prática, pelos Diretores e em nome da Sociedade, de qualquer dos atos e/ou operações a seguir indicados, só será válida, legitima e eficaz perante a Sociedade e terceiros mediante a prévia, expressa e escrita aprovação de acionistas titulares da totalidade das ações da Sociedade com direito a voto, aprovação esta que (i) independe da realização de Assembléia Geral de acionistas para formalizá-la e (ii) será formalizada por intermédio de carta, fac-símile, mensagem eletrônica (e-mail), telegrama e/ou outro meio válido enviado pelo acionista e/ou por seu representante ou procurador para a Diretoria da Sociedade, ou no próprio documento que instrumentalize o ato ou operação: a) a celebração de contratos de associação com terceiros para exploração, diretamente pela Sociedade ou indiretamente por intermédio de sociedades controladas pela Sociedade, de novos negócios e/ou empreendimentos; b) a constituição de novas sociedades da qual a Sociedade venha a participar como sócia ou acionista, assim como (i) a participação da Sociedade em novas sociedades ou (ii) qualquer alteração da participação possuída pela Sociedade nas sociedades de que a Sociedade participe ou venha a participar; c) a participação, em representação da Sociedade, em quaisquer Alterações do Contrato Social ou Assembléias/Reuniões de Sócios ou Assembléias Gerais de sociedades de que a Sociedade participe ou venha a participar; d) a aquisição, alienação ou oneração de bens ou direitos integrantes do ativo não circulante da Sociedade, em valor que exceda a R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para qualquer operação isolada ou conjunto de operações vinculadas, realizadas de forma simultânea ou não, cujo valor individual não exceda tal limite, mas cujo valor conjunto supere R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais); e) a realização de investimentos, sob qualquer forma, em bens ou direitos não integrantes do ativo circulante das sociedades controladas pela Sociedade, em valor que exceda a R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para qualquer operação isolada ou conjunto de operações vinculadas, realizadas de forma simultânea ou não, cujo valor individual não exceda tal limite, mas cujo valor conjunto supere R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais); f) a obtenção de empréstimos ou financiamentos para a Sociedade; e g) a nomeação de procuradores em nome da Sociedade para a pratica dos atos contidos nas alíneas acima. Seção Quarta - Do Conselho Fiscal - Artigo 21. A Sociedade poderá ter um Conselho Fiscal, de funcionamento não permanente, composto de 3 (três) membros efetivos e igual número de suplentes, acionistas ou não, e que só será instalado por deliberação da Assembléia Geral, nos casos e forma previstos em Lei. Parágrafo Único. A Assembléia Geral, que deliberar sobre o Conselho Fiscal, elegerá seus membros e fixará a respectiva remuneração. CAPÍTULO IV - Do Exercício Social, Balanço, Lucros Líquidos e Dividendos Artigo 22. O exercício social tem início em 1o. de janeiro e termina em 31 de dezembro de cada ano. Ao fim do exercício social serão levantados o balanço patrimonial e as demais demonstrações financeiras previstas em lei. Artigo 23. A Sociedade poderá levantar balanços intermediários, em qualquer época do ano, e distribuir os resultados neles apurados, procedendo na forma do disposto neste Estatuto Social, em Acordo de Acionistas, na legislação e nos regulamentos aplicáveis, assim como reconhecer em favor dos acionistas o crédito/ pagamento de Juros do Capital Próprio. Artigo 24. Os lucros líquidos, anual e regularmente apurados na forma da lei, serão aplicados: a) na constituição Reserva Legal, que não excederá a 20% (vinte por cento) do capital social, observado o disposto no Artigo 193, do Parágrafo Primeiro, da Lei nº 6.404/1976, na base de 5% (cinco por cento) do lucro líquido do exercício; b) 1% (hum) para pagamento do dividendo obrigatório aos acionistas, na proporção das ações que possuírem; e c) o saldo remanescente terá a aplicação que a Assembléia Geral definir, no interesse social, com prioridade para distribuição como dividendos aos acionistas, mas sempre observado o disposto em Acordo de Acionistas. Artigo 25. Por deliberação da Assembléia Geral, os dividendos atribuídos aos acionistas poderão ser acrescidos de juros até o respectivo pagamento e, se não forem reclamados no período de 3 (três) anos, prescreverão em favor da Sociedade. CAPÍTULO V - Da Extinção da Sociedade - Artigo 26. A Sociedade se extinguirá: a) mediante sua regular dissolução e liquidação (i) nos casos previstos em Lei ou, (ii) conforme previsto no Artigo 206, inciso I - ‘b”, da Lei nº 6.404/1976, sempre que qualquer dos acionistas manifestar, expressamente e por escrito, aos demais acionistas e à Diretoria da Sociedade, seu interesse em descontinuar a Sociedade, dissolvendo-a; ou b) mediante sua regular cisão total conforme previsto nos Artigos 219 – II e 229 da Lei nº 6.404/1976, com a versão de todo o seu patrimônio para as sociedades acionistas da própria Sociedade, cisão esta que deverá processar-se, também, sempre que qualquer dos acionistas manifestar, expressamente e por escrito, aos demais acionistas e à Diretoria da Sociedade, seu interesse em descontinuar a Sociedade. Parágrafo Primeiro. Na hipótese de dissolução e liquidação da Sociedade, até a sua extinção, serão nomeados três liquidantes pela Assembléia Geral, para os fins discriminados em Lei, devendo o procedimento de liquidação observar o disposto em Acordo de Acionistas. Parágrafo Segundo. Na hipótese de cisão total da Sociedade, os acionistas deverão realizar uma Assembléia Geral para proceder à correspondente operação, devendo a mesma observar o disposto em Acordo de Acionistas. CAPÍTULO VI - Disposições Gerais - Artigo 27. A Sociedade reconhecerá e dará cumprimento aos acordos que sejam celebrados entre seus acionistas, especialmente aqueles relativos à alienação ou aquisição de ações, bem como aqueles que visem regular direitos e obrigações entre os acionistas, estabelecendo matérias e respectivos mecanismos para aprovação, que serão depositados junto à Sociedade, a qual velará, por intermédio de sua Diretoria, pela fiel observância dos seus termos. Artigo 28. O foro da sociedade será o Foro Central de Porto Alegre – RS, conforme o autorizado pelo artigo 111 e seus parágrafos do Código de Processo Civil. Curitiba (PR) 30 de Setembro de 2011. VALDIR JOSÉ FEDERHEN, Presidente. DANIEL ANTÔNIO ZARTH, Secretário. Faros Participações Ltda., Valdir José Federhen. Ricardo Kuhleis, advogado, OAB/RS nº 62.810. JUNTA COMERCIAL DO PARANÁ. Certifico o registro em: 27/10/2011, sob número: 41300083347. Protocolo: 11/ 384106-0, de 13/10/2011. FASA AMÉRICA LATINA PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS S/A. SEBASTIÃO MOTTA, SECRETÁRIO GERAL.

CMYK

risco dos municípios e fazendo análises e medições técnicas. Em São José dos Pinhais, todos os bairros foram estudados, com destaque para as regiões da Colônia Castelhanos, São Domingos, São Marcos, Borda do Campo, Guatupê, Ipê, Jardim Isaura e Jurema. “Fazemos um mapeamento

das encostas, pensando nas áreas de deslizamentos e alagamentos. Vamos montar ações emergenciais para que não ocorram desastres neste verão”, explicou o geólogo Elton Rodrigo Andretta, que está em São José dos Pinhais acompanhado do também geólogo René Luzardo.

Agricultura

Prefeitura beneficia produtores de Araucária

Agência do Trabalhador com telessala para cursos Foi lançado o Programa Telessalas do Trabalhador, que está contemplando 125 municípios do Paraná com uma nova proposta de qualificação e capacitação. A partir de agora, a Agência do Trabalhador de cada município beneficiado passa a contar com uma telessala para transmissão de cursos gratuitos de qualificação profissional e preparação para o ingresso no mercado de trabalho. O programa é desenvolvido pela Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR). Durante a aula inaugural em Quatro Barras, o prefeito Loreno Tolardo deu as boas vindas aos participantes e afirmou que a agência vive um momento especial. “O governo está de parabéns pela iniciativa, que vai ao encontro das políticas de geração de emprego e renda que temos desenvolvido. Em pouco mais de dois anos, estas políticas públicas resultaram na vinda de dez novas empresas, mais de 700 empregos gerados, além de uma colocação no mercado que gira em torno de 1.200 profissionais por ano através da Agência do Trabalhador.

Reforma no Terminal Urbano

O secretário de Agricultura aproveitou para informar que já está realizando os trâmites legais para construir o novo secador de grãos

Cerca de nove mil reais, é o valor que cada produtor rural poderá lucrar por ano com a nova parceria firmada entre a Prefeitura de Araucária e as Associações de Produtores Rurais de Campina dos Martins, Colônia Cristina e Cooperativa Rural de Contenda. O convênio foi assinado nesta sexta-feira (11). O convênio consiste no seguinte: os produtores, através da Associação da sua região, poderão comercializar os alimentos com a Prefeitura, que os repassará para serem utilizados na merenda escolar. Assim, os agricultores aumentam ainda mais a renda e a Prefeitura recebe alimentos de qualidade para oferecer aos alunos das escolas. “Essa parceria ajuda na sustentação da família do produtor, pois é uma venda certa. Espero que nós, da Prefeitura, possamos sempre contribuir com o produtor araucariense. É um benefício tanto para o agricultor, que poderá receber até nove mil reais por ano, quanto para os alunos, que terão um alimento fresquinho e de qualidade”, disse o secretário de Agricultura, Edvino Kampa.

Desde pequeno trabalhando na produção rural, Alaertes Afonso Musial, que é o presidente da Associação do Campina dos Martins e produz milho, batata, feijão entre outros produtos, comemorou a parceria com a Prefeitura. “Na nossa Associação do Campina dos Martins, 18 produtores vão participar no começo. Pra gente é muito importante essa parceria, porque é um dinheiro a mais que entra na nossa renda” disse. Além dessas comunidades, novas regiões estão se organizando para criar as associações e poder participar também deste programa que beneficia o produtor de Araucária. Essa é uma parceria entre as Secretarias de Agricultura e Educação, com o apoio do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). Na reunião, o secretário de Agricultura aproveitou para informar aos moradores da região, da Campina dos Martins, que já está realizando os trâmites legais para construir o novo secador de grãos da localidade. Um barracão de 600m², sendo que a área onde será construída a obra já está terraplanada.

Serviço de estacionamento A partir de 1º de janeiro de 2012, a Urbanização de Curitiba S.A terá de recolher Imposto sobre Serviços (ISS) na atividade de estacionamento que presta à particulares. A decisão foi tomada na sessão plenária da última quinta-feira (17) do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR).

Na última quinta-feira (17), a Prefeitura de Paranaguá inicia obras no Terminal Urbano. De acordo com o secretário municipal de Serviços Urbanos Vilmar Cruz, as melhorias no local têm como objetivo primordial maior comodidade aos usuários do transporte coletivo. “As obras no Terminal serão feitas por etapas. Contamos com a compreensão dos cidadãos que utilizam o transporte coletivo como meio de locomoção, já que tudo que será feito no local será em prol da população”, destaca Vilmar Cruz. Vale salientar que as linhas Primavera, São Vicente, Circular Via Colégio, Casas Populares – Labra/bairro estarão disponíveis para a comunidade em frente à Estação Ferroviária. A secretária de Urbanismo Aline Dias Costa explica que serão feitos os seguintes serviços no terminal: lavagem do telhado, paredes, estrutura metálica do telhado, reparação nas calhas do local, substituição do piso, reparo nos banheiros (substituição de portas, válvulas de descargas, troca de torneiras). Na área comum será feita a revitalização, como paisagismo e colocação de bancos, dando maior comodidade aos cidadãos que usam os ônibus como meio de transporte. As obras serão feitas em etapas para não causar transtornos aos usuários do transporte coletivo.


GeralParaná Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de novembro de 2011 | A5 | Indústria&Comércio

Contexto Político

Fábio Campana editor@fabiocampana.com.br

Falha na memória do ministro

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, admitiu o uso de um avião particular, em viagem ao Maranhão em 2009, mas negou ontem (17), em depoimento de três horas à Comissão de Assuntos Sociais do Senado que tenha mentido ao afirmar que não conhecia o empresário Adair Meira. Meira é dirigente de ONGs posteriormente beneficiadas por convênios com a pasta. O avião utilizado pelo ministro teria sido pago pelo dirigente. Carlos Lupi ainda afirmou ontem (17) que não “registrou” o nome do empresário Adair Meira quando o conheceu. “A memória às vezes falha, eu sou humano”, disse. E completou: “Quantos ministros, deputados, senadores podem ter usado carro, avião em atividades rotineiras de quem não conhece? Meu erro foi não checar com a apuração que devia. Isso foi o que aconteceu.”

Operação

Desde a madrugada de ontem (17), a Polícia Federal está realizando operação contra o crime organizado. Alcança policiais civis e militares da faixa de fronteira. A PF cumpre mandados de prisão. O governador Beto Richa apoia a operação e espera que ela contribua para uma higine na policia estadual. Ontem (17) pela ma-

nhã conversou com o Superintendente da PF, José Alberto Iegas. A deterioração de áreas da polícia estadual é parte da herança recebida do governo Requião. São cerca de cem mandados de prisão e busca e apreensão de documentos.

Comissionados

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Valdir Rossoni (PSDB), disse que a Presidência da Casa já se antecipou a qualquer medida da Justiça e cortou o número de servidores comissionados. De acordo com Rossoni, antes havia 600 funcionários nesta situação e hoje são apenas 180.

Sondado

Com a situação crítica do governador Agnelo Queiroz (PT) e de falta de opções para disputar a eleição em 2014, alas do PSDB em Brasília querem que Alvaro Dias mude seu domicílio eleitoral para a capital e concorra ao governo do Distrito Federal em 2014.

Secretaria de Trânsito

O projeto que cria a Setrans (Secretaria de Trânsito de Curitiba) será votado na próxima. O texto já teve aprovação na Comissão de Legislação, de Urbanismo e de Serviço Público da Câmara Municipal de Curitiba. Na última quarta-feira (16), os vereadores discutiram o

projeto em plenário. O vereador João do Suco (PSDB), líder do prefeito na Casa, acredita que a Setrans vai receber voto favorável da maioria dos vereadores. A oposição ainda tem dúvidas sobre o projeto. O vereador petista Pedro Paulo destacou alguns pontos que ainda precisam ser esclarecidos.

lei nº 238/11. O projeto estabelece que o Detran (Departamento de Trânsito do Paraná) forneça gratuitamente uma nova placa aos proprietários de veículos clonados. O projeto segue agora para a sanção do governador Beto Richa (PSDB). A lei entra em vigor assim que for publicada no Diário Oficial.

Insustentável

Cancelada

Ao contrário do neobrizolista Gustavo Fruet, o presidente do PDT no Paraná, Osmar Dias, definiu como “insustentável” a permanência de Carlos Lupi no Ministério do Trabalho. Osmar diz que o mínimo a ser feito por Lupi é pedir afastamento até que as denúncias contra ele sejam esclarecidas. Osmar garantiu que o partido continuará apoiando o govermo Dilma mesmo com a saída de Lupi.

Notícias dos bastidores do Palácio das Araucárias davam como certo o cancelamento da vinda do ministro Carlos Lupi, do Trabalho, para a solenidade de hoje (18) no Palácio das Araucárias. Alívio para os pedetistas de Gustavo Fruet que amargavam uma saia justa com a presença de Lupi que está na corda bamba por denúncias de corrupção.

Turismo

Afastamento

Curitiba espera receber quatro milhões de visitantes em 2012 e um impacto R$ 1,5 bilhão na economia. A estimativa se baseia nos dados dos visitantes em 2010 – 3,4 milhões – acrescida do aumento esperado em 2011, cerca de 8% e do projetado para 2012, outros 8%.

Carros clonados

Os deputados estaduais aprovaram na última quarta-feira (16) a redação final do projeto de

DESENVOLVIMENTO

Indústria de cimento investirá R$ 340 mi em Adrianópolis Richa recebeu executivos da Margem Cimento na última quarta-feira (16)

O

governador Beto Richa recebeu nesta quartafeira (16) executivos da Margem Cimento, subsidiária da empresa catarinense Supremo Cimento, de Pomerode, para a assinatura de um protocolo de intenções que prevê a instalação de uma nova fábrica de cimento no município de Adrianópolis, no Vale do Rio Ribeira. O investimento está estimado em R$ 340 milhões e foi inserido no Programa Paraná Competitivo, que oferece incentivos fiscais e outros benefícios para empreendimentos que gerem empregos, especialmente nas regiões mais carentes do Estado. “Fico muito feliz com o anúncio deste investimento e por ver que o Paraná Competitivo vai ajudar a fortalecer a economia de um município que passou muitos anos deprimido com a perda de uma grande indústria. Isso certamente vai proporcionar a melhoria da qualidade de vida e mais dignidade aos moradores”, disse o governador. Para Richa, “Adrianópolis e o Paraná saem ganhando”.

Escolha

O presidente da Supremo Cimento, Alessandro Eichstaedt, elogiou o programa Paraná Competitivo e disse que Adrianópolis foi escolhida por sua boa localização geográfica, pela boa receptividade da comunida-

Governador Beto Richa durante reunião com executivos da empresa Margem Companhia de Mineração

de local e principalmente pela ótima qualidade e tamanho da jazida de calcário calcítico, que é o principal insumo para a produção de cimento. “A cimenteira vai gerar empregos, melhorar a qualificação e a renda dos trabalhadores, desenvolver o comércio, a indústria e a infraestrutura local, além de gerar muitos impostos”, afirmou Eichstaedt. O prefeito de Adrianópolis, João Manoel Pampanini, agradeceu o apoio que o governo do Estado tem dado ao município e disse que a chegada da Margem Cimentos significará a redenção da cidade, que é muito carente, apresentando

um dos menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do Paraná. “Esta empresa representa a esperança para o nosso povo de ter emprego e renda e de que assim a cidade consiga reverter o fluxo de pessoas que procuram a capital em busca de oportunidades”, disse Pampanini.

Secretário

De acordo com o secretário da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, o projeto para instalação da nova unidade da Margem Cimentos foi um dos primeiros estudados pelo atual governo. “Esta empresa já vai

tirar Adrianópolis da posição de risco, com IDH abaixo da média nacional. Mas há outros empreendimentos a serem implantados no município e em outras regiões do Estado onde o IDH também é baixo”, afirmou. “Na medida do possível estamos buscando distribuir as empresas nas cidades que precisam mais oportunidade de crescimento econômico.” A solenidade teve a presença dos deputados estaduais Ademar Traiano, Dr. Batista e Plauto Miró e do vereador Sandro Junior dos Santos, além de diretores da Margem Cimentos e da Supremo Cimento.

ONU aponta Curitiba como referência nas áreas de planejamento urbano e transporte

Curitiba é apontada pela ONU como referência em sustentabilidade urbana, transporte e meio ambiente, em relatório do Pnuma (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, divulgado nesta semana. No estudo Towards a Green Economy: Pathways to Sustainable Development and Poverty Eradication (Rumo à Economia Verde: Caminhos para o Desenvolvimento Sustentável e a Erradicação da Pobreza), Curitiba é citada em documentos que fazem referência à “cidade verde” e como a capital com a maior utilização do transporte público do Brasil. “No momento em que o mundo se volta ao desafio da sustentabilidade urbana e ambiental, Curitiba, mais uma vez, serve

de referência em temas que vão balizar os debates mundiais em torno do desenvolvimento e que serão o foco da Rio + 20 no ano que vem. Nossa cidade evolui com base no planejamento que tem como referência as pessoas”, disse o prefeito Luciano Ducci.

Destaques

São destaques de Curitiba apontados pela ONU, a política de integração do uso do solo ao transporte; o pioneirismo na implantação dos ônibus em canaletas exclusivas, que originaram o sistema dos BRTs (Bus Rapid Transit), os investimentos em infraestrutura na preparação para uma “cidade verde” e o programa Câmbio Verde, de troca de materiais recicláveis por alimentos, como prática de sucesso. O Secretário Geral da ONU,

Ban Ki-moon, considera que o estudo apresentado pelo Pnuma “desafia o mito de que economia e meio ambiente não se relacionam”. “Com políticas públicas inteligentes, os governos podem fazer crescer suas economias, gerar emprego decente e acelerar o progresso social de forma a manter a pegada ecológica da humanidade dentro da capacidade do planeta.” Planejamento - No relatório, o Brasil aparece como um bom exemplo na área de planejamento urbano, sobretudo com as iniciativas implantadas em Curitiba. O relatório ressalta, ainda, a construção no país de 500 mil casas com sistemas de aquecimento solar, resultando em 30 mil novos empregos. A China é o país que mais investe em energia renovável

Foram três anos de pesquisa, envolvendo centenas de especialistas, que confirmam: investimentos de 2% do PIB global em dez setores-chave da economia bastariam para fazer a atual economia poluente e ineficiente em uma economia verde. Achim Steiner, Diretor-Executivo do Pnuma, afirma que tanto a Convenção da ONU em Durban, que começa a partir do próximo dia 28, como a Rio+20, em junho de 2012, são oportunidades para ampliar a Economia Verde. “Um novo indicador de riqueza vai além do PIB e internaliza os custos da poluição e degradação ao trazer o verdadeiro valor da natureza, com base em cálculos que nos levam a um caminho de sucesso e economicamente sustentável.”

O Ministério Público entrou ontem (17) com ação de improbidade administrativa contra o presidente da Câmara João Claudio Derosso, imputando-lhe responsabilidade em irregularidades nos contratos de propaganda na Câmara Municipal. Entre outras medidas, pede o afastamento de Derosso da presidência, do mandato de vereador e a restrição patrimonial de até R$ 5 milhões para cobrir eventuais danos causados ao erário público.

PLANEJAMENTO

Curitiba participa de encontro de destinos indutores A presidente do Instituto Municipal de Turismo, Juliana Vosnika, esteve na última quarta-feira (16) na reunião da Associação Nacional dos Secretários e Dirigentes de Turismo das Capitais e Destinos Indutores (Anseditur), em Porto Alegre. O encontro serviu para tratar do planejamento da associação para 2012. “A Anseditur promove o setor e abre oportunidades para iniciativas promovidas em diversos centros turísticos. Essa também é uma oportunidade de mostrarmos nossas estratégias de trabalho e o que temos de melhor para oferecer aos nossos visitantes”, disse Juliana, que é vice-presidente da associação. Durante cerca de seis horas foram analisados vários aspectos relacionados à Anseditur,

como o papel da associação no cenário do turismo nacional considerando sua função de representação política e institucional das cidades turísticas brasileiras e as expectativas desses municípios. Uma das decisões tomadas pela diretoria foi a reativação do Grupo da Copa, formado pelos secretários de Turismo das 12 cidades-sede do evento mundial. Curitiba faz parte do grupo dos 65 destinos indutores do turismo desde 2007. O estudo é realizado pela Fundação Getúlio Vargas a pedido do Ministério do Turismo e do Sebrae e reúne os centros com potencialidade para oferecer atendimento turístico de qualidade e alcançar níveis de competitividade internacional.

Repasses da Fazenda para municípios crescem 14% O Governo do Paraná repassou este ano, até outubro, R$ 3,383 bilhões, em valores líquidos, aos municípios paranaenses. A cifra inclui a cota de ICMS mais os repasses correspondentes ao Fundo de Exportação e ao IPVA, e supera em 14,36% o total repassado nos 10 primeiros meses do ano passado. A Secretaria da Fazenda prevê que até o fim do ano o total de repasses chegue a R$ 4,060 bilhões. O imposto mais importante em volume de recursos é o ICMS, do qual 25% são repassados aos municípios. A divisão é feita de acordo com o Índice de Participação dos Municípios (IPM), que leva em conta o ta-

manho, o número de habitantes e a política de meio ambiente, entre outros indicadores. Até 27 de outubro, os municípios receberam R$ 2,583 bilhões em função do ICMS. No caso do IPVA, o valor arrecadado é dividido igualmente entre o Estado e os municípios, de acordo com a arrecadação de cada um. Até outubro, havia sido repassado o montante de R$ 743,9 milhões, o que já representa aumento de 8,04% sobre o total de 2010. O repasse dos recursos gerados pelo IPVA é feito diariamente.Valores podem ser consultados no endereço www.gestaodinheiropublico.pr.gov.br/Gestao/ repasses.


PublicidadeLegal Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de novembro de 2011 | A6 STOCK TECH S.A. ARMAZÉNS GERAIS C.N.P.J./M.F. n.º 01.306.014/0001-09 N.I.R.E. 41300080721 ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 05 DE JULHO DE 2011 DATA, HORA E LOCAL: Aos 05 dias do mês de julho de 2011, às 10h00min, na sede da Companhia, localizada, no Município de Pinhais, Estado do Paraná, na Av. Maringá, n.˚ 4000, Atuba, CEP: 83.326-010. CONVOCAÇÃO: Dispensada, nos termos do § 4º do art. 124 da Lei n.º 6.404/76, tendo em vista o comparecimento de todos os acionistas da Companhia. PRESENÇA: Presença da acionista representando a totalidade do capital social com direito a voto da Companhia, sendo: (a) BGV ADMINISTRAÇÃO DE BENS S.A., pessoa jurídica de direito privado, com sede na Cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Rua Ébano Pereira, n.º 44, 11º andar, cj. 1102, Centro, CEP: 80.410-240, inscrita no C.N.P.J./M.F. sob n.º 01.236.024/0001-07 e com seu Estatuto Social devidamente arquivado na Junta Comercial do Estado do Paraná sob N.I.R.E. 41300082308 em sessão de 14.06.2011, neste ato representada pelos seus diretores: (i) Denise Maria Elache Gusi, brasileira, casada, administradora de empresas, residente e domiciliado na Cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Av. Visconde de Guarapuava, n.º 4905, ap. 701, Batel, CEP: 80.240-010, portadora da Cédula de Identidade R.G. n.º 769.678-7 SSP/PR e inscrita no C.P.F./M.F. sob o n.º 491.630.519-15; e (ii) Nadir Antonio Elache Filho, brasileiro, casado, administrador de empresas, residente e domiciliado na Cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Rua Luiz Tramontin, n.º 900, casa 02, Campo Comprido, CEP: 81.230-161, portador da Cédula de Identidade R.G. n.º 3.363.996-1 SSP/PR e inscrito no C.P.F./M.F. sob o n.º 595.105.369-20. MESA: Presidente: Nadir Antonio Elache Filho e Secretário: Denise Maria Elache Gusi. ORDEM DO DIA: Discutir e deliberar a respeito da: (i) alteração do endereço da filial situada em Fortaleza, Estado do Ceará; (ii) alteração do endereço da filial situada em Recife, Estado de Pernambuco; e (iii) alteração do endereço da filial situada em Salvador, Estado da Bahia. DELIBERAÇÕES TOMADAS: Após discutidas as matérias constantes da Ordem do Dia, a Acionista representando a totalidade do capital social com direito a voto da Companhia decidiu da seguinte forma: (i) alterar o endereço da filial de Fortaleza, Estado do Ceará, situada na Rodovia Quarto Anel viário, n.º 900, sala 03, Bairro Pedras, CEP: 60.877-700 para “Rodovia BR-020, Km 12, 527 A, Bairro Campo Grande, CEP: 61.658-000, no Município de Caucaia, Estado do Ceará”; (ii) alterar o endereço da filial de Recife, Estado de Pernambuco, situada na Rua Rio Tocantins, n.º 200, sala 05 A, Bairro IPSEP, CEP: 51.190-030 para “Rodovia PE-060, parte E s/n.º, sala 01, Bairro Engenho do Meio, CEP: 55.590-000, no Município de Ipojuca, Estado de Pernambuco”; e (iii) alterar o endereço da filial de Salvador, Estado da Bahia, situada na Rodovia BR-324, Km 7,5, n.º 8859, Ala A, lado direito sentido SSA, Bairro Pirajá, CEP: 41.290-550 para “Via de Ligação, s/n.º, Área do Complexo Básico, Pólo Petroquímico, CEP: 42.810-260, no Município de Camaçari, Estado da Bahia”. (iii.a) em razão das alterações constantes das alíneas (i), (ii) e (iii) acima o Artigo 2º do Estatuto Social da Companhia passa a vigorar com a seguinte redação: “Artigo 2º. A Companhia tem sede e foro no Município de Pinhais, Estado do Paraná, à Avenida Maringá, n.º 4000, Planta Atuba, CEP 83.326-010 e possui as seguintes filiais: I - Filial 1: Rua Tomazina, n.º 125/167, Bairro Vila Perneta, Planta Pontal da Serra, no Município de Pinhais, Estado do Paraná, CEP: 83.325-040. II - Filial 2: Rua Benevenuto Rattmann, n.º 66, Bairro Jardim Pedro Demeterco, no Município de Pinhais, Estado do Paraná, CEP: 83.324-270. III - Filial 3: Alameda Bom Pastor, n.º 4000 e Módulo 1, Bairro Campinas, no Município de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, CEP: 83.015-140. IV - Filial 4: Via de Ligação, s/n.º, Área do Complexo Básico, Pólo Petroquímico, no Município de Camaçari, Estado da Bahia, CEP: 42.810-260. V - Filial 5: Rodovia BR 020, Km 12, n.º 527, Bairro Campo Grande, Município de Caucaia, Estado do Ceará, CEP: 61.658-000. VI - Filial 6: Rodovia BR 020, Km 12, n.º 527 A, Bairro Campo Grande, Município de Caucaia, Estado do Ceará, CEP: 61.658-000. VII - Filial 7: Rodovia PE-060, parte E s/n.º, sala 01, Bairro Engenho do Meio, no Município de Ipojuca, Estado de Pernambuco, CEP: 55.590-000. VIII - Filial 8: Av. Kenkiti Simomoto, n.º 845, Bairro Jaguaré, na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, CEP: 05.347-010. Parágrafo Único. A Companhia poderá abrir, manter, transferir e extinguir filiais, em qualquer parte do território nacional e no exterior, fixando ou não o capital necessário.” ENCERRAMENTO: Nada mais havendo a ser tratado, foi oferecida a palavra a quem dela quisesse fazer uso e, como ninguém se manifestou, foram encerrados os trabalhos e suspensa a assembléia pelo tempo necessário à lavratura desta ata, a qual, após reaberta a sessão, foi lida, achada conforme, aprovada e por todos os acionistas presentes assinada. Pinhais, 05 de julho de 2011. Mesa: NADIR ANTONIO ELACHE FILHO DENISE MARIA ELACHE GUSI Presidente Secretário Presente: BGV ADMINISTRAÇÃO DE BENS S.A. p. Nadir Antonio Elache Filho p. Denise Maria Elache Gusi Registrada na Junta Comercial do Estado do Paraná sob o nº 20111629268 em 28/07/2011. Protocolo: 11/162926-8.

STOCK TECH S.A. ARMAZÉNS GERAIS C.N.P.J./M.F. n.º 01.306.014/0001-09 N.I.R.E. 41300080721 ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 07 DE JULHO DE 2011 DATA, HORA E LOCAL: Aos 07 dias do mês de julho de 2011, às 10h00min, na sede da Companhia, localizada, no Município de Pinhais, Estado do Paraná, na Av. Maringá, n.˚ 4000, Atuba, CEP: 83.326-010. CONVOCAÇÃO: Dispensada, nos termos do § 4º do art. 124 da Lei n.º 6.404/76, tendo em vista o comparecimento de todos os acionistas da Companhia. PRESENÇA: Presença da acionista representando a totalidade do capital social com direito a voto da Companhia, sendo: (a) BGV ADMINISTRAÇÃO DE BENS S.A., pessoa jurídica de direito privado, com sede na Cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Rua Ébano Pereira, n.º 44, 11º andar, cj. 1102, Centro, CEP: 80.410-240, inscrita no C.N.P.J./M.F. sob n.º 01.236.024/0001-07 e com seu Estatuto Social devidamente arquivado na Junta Comercial do Estado do Paraná sob N.I.R.E. 41300082308 em sessão de 14.06.2011, neste ato representada pelos seus diretores: (i) Denise Maria Elache Gusi, brasileira, casada, administradora de empresas, residente e domiciliado na Cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Av. Visconde de Guarapuava, n.º 4905, ap. 701, Batel, CEP: 80.240-010, portadora da Cédula de Identidade R.G. n.º 769.678-7 SSP/PR e inscrita no C.P.F./M.F. sob o n.º 491.630.519-15; e (ii) Nadir Antonio Elache Filho, brasileiro, casado, administrador de empresas, residente e domiciliado na Cidade de Curitiba, Estado do Paraná, na Rua Luiz Tramontin, n.º 900, casa 02, Campo Comprido, CEP: 81.230-161, portador da Cédula de Identidade R.G. n.º 3.363.996-1 SSP/PR e inscrito no C.P.F./M.F. sob o n.º 595.105.369-20. MESA: Presidente: Nadir Antonio Elache Filho e Secretário: Denise Maria Elache Gusi. ORDEM DO DIA: Discutir e deliberar a respeito da alteração do endereço da filial situada no Município de Camaçari, Estado da Bahia. DELIBERAÇÕES TOMADAS: Após discutida a matéria constante da Ordem do Dia, a Acionista representando a totalidade do capital social com direito a voto da Companhia decidiu alterar o endereço da filial do Município de Camaçari, Estado da Bahia, situada na Via de Ligação, s/n.º, Área do Complexo Básico, Pólo Petroquímico, CEP: 42.810260, no Município de Camaçari, Estado da Bahia para Rodovia BR-324, Km 7,5, n.º 8859, Ala A, lado direito sentido SSA, Bairro Pirajá, CEP: 41.290-550, na Cidade de Salvador, Estado da Bahia. Diante da deliberação acima o Artigo 2º do Estatuto Social da Companhia passa a vigorar com a seguinte redação: “Artigo 2º. A Companhia tem sede e foro no Município de Pinhais, Estado do Paraná, à Avenida Maringá, n.º 4000, Planta Atuba, CEP 83.326-010 e possui as seguintes filiais: I - Filial 1: Rua Tomazina, n.º 125/167, Bairro Vila Perneta, Planta Pontal da Serra, no Município de Pinhais, Estado do Paraná, CEP: 83.325-040. II - Filial 2: Rua Benevenuto Rattmann, n.º 66, Bairro Jardim Pedro Demeterco, no Município de Pinhais, Estado do Paraná, CEP: 83.324-270. III - Filial 3: Alameda Bom Pastor, n.º 4000 e Módulo 1, Bairro Campinas, no Município de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, CEP: 83.015-140. IV - Filial 4: Rodovia BR-324, Km 7,5, n.º 8859, Ala A, lado direito sentido SSA, Bairro Pirajá, na Cidade de Salvador, Estado da Bahia, CEP: 41.290-550; Via de Ligação, s/n.º, Área do Complexo Básico, Pólo Petroquímico, no Município de Camaçari, Estado da Bahia, CEP: 42.810-260. V - Filial 5: Rodovia BR 020, Km 12, n.º 527, Bairro Campo Grande, Município de Caucaia, Estado do Ceará, CEP: 61.658-000. VI - Filial 6: Rodovia BR 020, Km 12, n.º 527 A, Bairro Campo Grande, Município de Caucaia, Estado do Ceará, CEP: 61.658-000. VII - Filial 7: Rodovia PE-060, parte E s/n.º, sala 01, Bairro Engenho do Meio, no Município de Ipojuca, Estado de Pernambuco, CEP: 55.590-000. VIII - Filial 8: Av. Kenkiti Simomoto, n.º 845, Bairro Jaguaré, na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, CEP: 05.347-010. Parágrafo Único. A Companhia poderá abrir, manter, transferir e extinguir filiais, em qualquer parte do território nacional e no exterior, fixando ou não o capital necessário.” ENCERRAMENTO: Nada mais havendo a ser tratado, foi oferecida a palavra a quem dela quisesse fazer uso e, como ninguém se manifestou, foram encerrados os trabalhos e suspensa a assembléia pelo tempo necessário à lavratura desta ata, a qual, após reaberta a sessão, foi lida, achada conforme, aprovada e por todos os acionistas presentes assinada. Pinhais, 07 de julho de 2011. Mesa: NADIR ANTONIO ELACHE FILHO DENISE MARIA ELACHE GUSI Presidente Secretário Presente: BGV ADMINISTRAÇÃO DE BENS S.A. p. Nadir Antonio Elache Filho p. Denise Maria Elache Gusi Registrada na Junta Comercial do Estado do Paraná sob o nº 20113443315 em 12/08/2011. Protocolo: 11/344331-5.

CMYK

NO(S) PROCESSO(S) ABAIXO FOI EXPEDIDO O EDITAL A SEGUIR TRANSCRITO: CITAÇÃO - CÍVEL - PRAZO: 20 DIAS FINALIDADE: CITAÇÃO de MARCELO ALIXANDRE (CPF/MF nº 220.414.048-17), acerca da execução proposta, nos termos do artigo 652 e seguintes do CPC (com a redação dada pela Lei 11.382/2006), e para que no prazo de 03 (três) dias, pague o montante reclamado, acrescido de custas e honorários advoca tícios, sob pena de penhora, cientes de que poderão embargar a presente, no prazo de 15 (qui nze) dias no VALOR DO DÉBITO : R$ 13.802,77 (treze mil, oitocentos e dois reais e setenta e s ete centavos) atualizado até 30/06/2009. Ponta Grossa, 11 de julho de 2011. EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 2009.70.09.001861-2/PR EXEQUENTE : CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF EXECUTADO : MARCELO ALIXANDRE 02A VF E JEF CÍVEL DE PONTA GROSSA 1A VARA FEDERAL DE PONTA GROSSA

BARIGÜI COMPANHIA HIPOTECÁRIA C.N.P.J: 14.511.781/0001-93 - NIRE: 41300083240 Extrato da Ata da Assembléia Geral de Constituição Aos vinte e dois dias do mês de julho de 2.011, às 10 horas, no endereço sito na Av. Sete de Setembro, 4751, Sobreloja, Conjunto 02, Bairro Batel, nesta cidade de Curitiba, Estado do Paraná, reuniram-se os acionistas da Barigüi Companhia Hipotecária, em Organização, a seguir identificados: BARIGUI S/A CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTOS, IVO LUIZ ROVEDA, ENIO FORNEA JUNIOR, e RODRIGO OLIVEIRA DE ARAÚJO PINHEIRO, representando a totalidade do capital social, conforme assinaturas apostas no livro de presença de acionistas, convocados por ocasião da Vigésima Quarta Assembléia Geral Extraordinária da Barigui S/A Crédito, Financiamento e Investimentos, acionista controladora da companhia ora em constituição. Com a concordância de todos os presentes, assumiu a presidência dos trabalhos o Acionista Sr. Ivo Luiz Roveda, que convidou Enio Fornea Junior, para secretariar a reunião. Constituída assim a mesa, o Presidente declarou instalada a reunião. Na seqüência, o Presidente comunicou a aprovação, pelo Banco Central do Brasil, do processo de constituição da Barigui Companhia.Hipotecária, em Organização, consoante carta Deorf/GTCUR-2011/03807, de 18.05.2011.ORDEM DO DIA: a) Efetivação da subscrição de capital inicial da Sociedade, distribuído por valores e sócios indicados no Estudo de Viabilidade Econômico-Financeira remetido ao Bacen e devidamente aprovado por aquela Autarquia Federal; b) Aprovação de projeto de Estatuto Social e apresentação da lista de subscrição; c) Declaração da Constituição da Sociedade; d) Eleição dos membros da Diretoria e o prazo de gestão; e) Fixação dos honorários dos administradores. DELIBERAÇÕES: a) Aprovada a subscrição do capital em apreço, no valor de R$ 3.000.000,00 (três milhões de reais), dividido em 3.000.000 ações ordinárias, sem valor nominal, com a sua efetivação em moeda corrente nacional, com a conseqüente entrega da lista de subscrição das ações, na forma abaixo: Acionista % Nº de Ações Valor/R$ - Barigui S/A Crédito, Financ. e Invest. 94,0 2.820.000 2.820.000 - Enio Fornea Junior 5,0 150.000 150.000 - Ivo Luiz Roveda 0,5 15.000 15.000 - Rodrigo Oliveira de Araújo Pinheiro 0,5 15.000 15.000 - Totais 100,0 3.000.000 3.000.000 b) O projeto de Estatuto Social foi entregue em assembléia em duplicata, assinado por todos os subscritores do capital social, o qual foi aprovado, passando, dessa forma, a ter caráter oficial, para os devidos registros nos órgãos competentes; c) A Assembléia declarou constituída a Barigui Companhia Hipotecária, em Organização, por atender às prerrogativas exigíveis para tanto, que terá sede no endereço sito na Avenida Sete de Setembro, 4751, Sobreloja, Conjunto 02, Bairro Batel, nesta cidade de Curitiba, Estado do Paraná; d) Foram eleitos os Diretores, para mandatos de 3 (três) anos, assim nomeados: Ivo Luiz Roveda, Diretor Presidente: Enio Fornea Junior, Diretor Superintendente: e Rodrigo Oliveira de Araújo Pinheiro, Diretor Adjunto; e e) O montante de remuneração fixa para os administradores será fixado a cada ano, pela Diretoria, de forma conservadora, levando em conta resultados apurados e os parâmetros definidos na Resolução CMN nº 3.921/2010. Não há previsão de remuneração a título variável para o primeiro exercício de funcionamento da sociedade. O Estatuto Social aprovado constitui anexo da ata, que, devidamente rubricada pelos acionistas presentes, dela passa a fazer parte integrante e indestacável. A lista de subscrição de ações da companhia constituída foi lavrada e devidamente assinada pela totalidade dos acionistas, e constitui anexo da ata, fazendo parte integrante e indestacável. Na seqüência, o Sr. Presidente deixou a palavra livre. Como ninguém se manifestou, foi suspensa a sessão para lavratura da Ata. Após, reaberta a sessão, a Ata foi lida, aprovada, lavrada em duplicata, assinada e homologada pelo Sr. Presidente Ivo Luiz Roveda, pelo Secretário Enio Fornea Junior e todos os acionistas. Certifico que a respectiva Ata foi lavrada no livro n.º 01 de Atas de Assembléia Geral da Sociedade e encontra-se registrada, em sua integralidade, na JUCEPAR sob 41300083240, em 14/10/2011.

GW PARANÁ COMUNICAÇÃO S.A. CNPJ 06.172.113/0001-50 NIRE nº 41300075654 ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 01 DE NOVEMBRO DE 2011. DATA, HORA E LOCAL: Dia 01 de novembro de 2011, às 10:00 horas, na sede social situada na Rua Senador Xavier da Silva nº 147, Curitiba, Estado do Paraná. PRESENÇA: Totalidade dos membros do Conselho de Administração da Companhia. COMPOSIÇÃO DA MESA: Assumindo a Presidência o Sr. Francisco Pinheiro, que convidou a mim, Sr. Woile Guimarães, para secretariar os trabalhos. CONVOCAÇÃO: Dispensada a convocação prévia em face da presença da totalidade dos membros do Conselho de Administração da Companhia. ORDEM DO DIA: Deliberar sobre o aumento de capital social da Companhia, dentro do limite do capital autorizado, nos termos do artigo 6º do Estatuto Social da Companhia. Deliberações: Os membros do Conselho de Administração, reunidos nesta data, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo Estatuto Social, aprovam, por unanimidade, o aumento do capital da Companhia no valor de R$ 626.822,00 (seiscentos e vinte e seis mil oitocentos e vinte e dois reais), consignados na conta de Reserva de Lucro do balanço patrimonial levantado em 31 de outubro de 2011, com emissão de 626.822 (seiscentos e vinte e seis mil oitocentos e vinte e duas) novas ações ordinárias, nominativa e sem valor nominal, cujo preço de emissão é de R$ 1,00 (um real) cada, que serão distribuídas entre os acionistas na proporção do número de ações que possuírem. Desta forma, o capital social da Companhia passa dos atuais R$ 273.178,00 (duzentos e setenta e três mil cento e setenta e oito reais) para R$ 900.000,00 (novecentos mil reais), totalmente integralizado e dividido em 900.000 (novecentas mil) ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal, distribuídas entre os acionistas na proporção do número de ações que possuírem. ENCERRAMENTO, APROVAÇÃO E ASSINATURA DA ATA: Nada mais havendo por tratar, foi lavrada a presente ata que, depois de lida e aprovada, foi assinada por todos os presentes. Presidente: Francisco Pinheiro

Secretário: Woile Guimarães

Página de Assinaturas da Ata de Reunião do Conselho de Administração da GW Paraná Comunicação S.A., realizada em 01 de novembro de 2011.

Curitiba, 01 de novembro de 2011 1. Woile Guimarães 2. Luiz Zinger González 3. Francisco Pinheiro

Registrada na Junta Comercial do Estado do Paraná sob o nº 20114028842 em 16/11/2011- PROTOCOLO11/42884-2 de 11/11/2011

GW PARANÁ COMUNICAÇÃO S.A. CNPJ 06.172.113/0001-50 NIRE nº 41300075654

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 01 DE MARÇO DE 2011. DATA, HORA E LOCAL: Dia 01 de março de 2011, às 10:00 horas, na sede social situada na Rua Senador Xavier da Silva nº 147, Curitiba, Estado do Paraná. PRESENÇA: Acionistas representando a totalidade do capital social da Companhia. CONVOCAÇÃO: Dispensada a convocação nos termos do art. 124, § 4º da Lei das S/A. PUBLICAÇÕES: Dispensada as publicações dos anúncios a que se refere o artigo 133 da Lei n.º 6.404/76, na forma do §4º deste artigo. COMPOSIÇÃO DA MESA: Assumindo a Presidência o Sr. Francisco Pinheiro, que convidou a mim, Sr. Woile Guimarães, para secretariar os trabalhos. ORDEM DO DIA: (i) Deliberar sobre a reeleição dos membros que compõem o Conselho de Administração cujo mandato encerra-se na presente data, 1º de março de 2011; e (ii) Deliberar sobre a reeleição dos membros que compõem a Diretoria, cujo mandato encerra-se na presente data, 1º de março de 2011. Deliberações: (i) Aprovada por unanimidade a reeleição dos membros que compõem o Conselho de Administração, cujo mandato se inicia nesta data e encerra-se em 01 de março de 2014, sendo, para o cargo de Presidente do Conselho de Administração o acionista Francisco Pinheiro, brasileiro, divorciado, jornalista, domiciliado na Rua Anhanguera, nº 451, Bloco A, Barra Funda, São Paulo/SP, CEP 01135-000, portador da Cédula de Identidade nº 4.721.172-6 SSP/SP e inscrito no CPF/MF sob o nº 200.710.608-63, e para os cargos de Conselheiros os acionistas Luiz Zinger Gonzalez, brasileiro, casado, jornalista, domiciliado na Rua Anhanguera, nº 451, Bloco A, Barra Funda, São Paulo/SP, CEP 01135-000, portador da Cédula de Identidade nº 4.826.813-6 SSP/SP e inscrito no CPF/MF sob o nº 676.516.748-04 e Woile Guimarães, brasileiro, divorciado, jornalista, domiciliado na Rua Anhanguera, nº 451, Bloco A, Barra Funda, São Paulo/SP, CEP 01135-000, portador da cédula de identidade nº 2.595.659-0 SSP/SP e inscrito no CPF/MF sob o nº 003.691.798-20. (ii) Aprovada por unanimidade a reeleição dos membros que compõem a Diretoria, cujo mandato se inicia nesta data e encerra-se em 01 de março de 2014, sendo, para o cargo de Diretor Presidente o acionista Luis Ricardo de Toledo Coelho, brasileiro, casado, jornalista, residente e domiciliado na Travessa João Bonn, 154, AP 402, Centro Cívico, Curitiba, Estado do Paraná, CEP 80540-300, portador da Cédula de Identidade nº. 1.766.151-5-SSP-PR e inscrito no CPF/MF sob o nº. 838.666.049-04; e para o cargo de Diretora a acionista Carmen Sfair Sunyé, brasileira, divorciada, jornalista, residente e domiciliada na Rua General Carneiro, 784, Ap. 5 B, Bairro do Alto da Gloria, Curitiba, Estado do Paraná, CEP 80040-150, portadora da Cédula de Identidade nº 1.779.306-3 SSP-PR e inscrita no CPF/ MF sob o nº. 434.211.139-04. POSSE: Os membros reeleitos, nesta Assembléia, para o Conselho de Administração e Diretoria tomam posse neste ato, com as devidas formalidades legais. ENCERRAMENTO, APROVAÇÃO E ASSINATURA DA ATA: Nada mais havendo por tratar, foi lavrada a presente ata que, depois de lida e aprovada, foi assinada por todos os presentes. Página de Assinaturas da Ata de Assembléia Geral Extraordinária da GW Paraná Comunicação S.A., realizada em 01 de março de 2011. Curitiba, 01 de março de 2011. Francisco Pinheiro Woile Guimarães Luiz Zinger Gonzalez GW Comunicação e Participações Ltda. Luis Ricardo de Toledo Coelho Carmen Sfair Sunyé Registrada na Junta Comercial do Estado do Paraná em 04/05/2011 sob numero 20110982266 - protocolo 11/098226-6, de 28/04/2011


PublicidadeLegal Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de novembro de 2011 | A7 | Indústria&Comércio 3º OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E 15º TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS Município e Comarca de CURITIBA, Estado PARANÁ Bel. Mônica Maria Guimarães de Macedo Dalla Vecchia Registradora Designada  Faço

saber que pretendem se casar:

01- ANTONINO DISTEFANO E SUELI TEIXEIRA.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei no prazo de 15 (quinze) dias.

Assembleia Geral Ordinária

CURITIba, 17 DE NOVEMBRO de 2011

Presidente do SICEPOT-PR, Sindicato da Indústria da ConsO trução Pesada do Estado do Paraná, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca todas as empresas associadas para a Assembleia Geral Ordinária a realizar-se no dia 28 de novembro de 2011, às 15h em primeira convocação e às 16h em segunda convocação, a fim de deliberarem sobre o Parecer do Conselho Fiscal da Previsão Orçamentária do SICEPOT-PR, para o exercício de 2012.

EDITAL DE PROCLAMAS Cartório Distrital da Barreirinha JOAQUIM VIEIRA MACIEL - Titular Av. Anita Garibaldi ,1250 – Ahú – Fone (41) 3352-3002/3254-8424/3252-3605 Faço saber que pretendem casar-se e apresentarem documentos exigidos pelo artigo 1525, incisos I, III e IV; I, III,IV e V do Código Civil Brasileiro em vigência, os contraentes: 01 – VANDERLEI SCHELESTING E MARIA ROSA FRON VIEIRA; 02 – ANDERSON JOSE DONATO DOS SANTOS E JESSICA MACHADO DE LIMA; 03 – JORJJUA DIOGO KAMINSKY E KESLY TALITA RODRIGUES ALVES; 04 – LEANDRO HENRIQUE MARTINS E LUCIMARA DA LUZ; 05 – JUNIOR SEVERINO DE OLIVEIRA E SUSINELI MEIRA; 06 – RODRIGO FERREIRA DONATO E KARINE DIHL DOS SANTOS; 07 – MAURICIO BITTENCOURT E ADRIANA SERAFIM FOSTATEI; 08 – GILLES LAURENT GRIMBERG E SUZILEI SANTANNA RAMOS; 09 – HARRY ALBINO HOFFMANN E MARIA HELENA DE OLIVEIRA; 10 – ANDERSON CLEITON FERNANDES E LEILA PATRICIA FERREIRA. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume. CURITIba, 17 DE NOVEMBRO de 2011

EDITAL DE LEILÃO PÚBLICO 28 de novembro de 2.011 a partir 11:30 horas, por preço igual ou superior ao da avaliação. Segundo Leilão: 09 de dezembro de 2.011 a partir 11:30 horas, pela melhor oferta, desde que o lance seja igual ou superior ao valor da dívida, das despesas, dos prêmios de seguro, dos encargos legais, inclusive tributos, e das contribuições condominiais. Primeiro leilão R$ 191.871,32 Segundo leilão: R$ 194.310,59 Local dos leilões: Rua Jacarezinho, 1257 1º andar, CEP 80.810-130, Curitiba-PR Comitentes: J.V. CONSULTORIA E PARTICIPAÇÕES LTDA E HAMM GARTEN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/A. J.V. CONSULTORIA E PARTICIPAÇÕES LTDA, estabelecidos à Rua Mateus Leme, 1970 – Centro Cívico, em Curitiba-PR, HAMM GARTEN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/A, estabelecidos à , Rua Francisco Deroso, 3300 - Xaxim, em Curitiba-PR na qualidade proprietáris e agentes fiduciários. Leva ao conhecimento dos interessados que fará realizar licitação, sob a modalidade de LEILÃO PÚBLICO, por intermédio do LEILOEIRO PÚBLICO OFICIAL PLINIO BARROSO DE CASTRO FILHO, credenciado, regularmente matriculado na junta comercial do Estado de Paraná,sob o número 668. para alienação do(s) imóvel(is) recebido(s) em garantia, nos contratos inadimplentes de Alienação Fiduciária, pela maior oferta, no estado de ocupação e conservação em que se encontra(m), o imóvel objeto da Matricula 141.953 do 8ª CRI da Comarca de Curitiba-PR, Fração ideal do solo de 0,0159258, que corresponderá à residência 18 (dezoito), do Condomínio Paysage Hamm Wald, que terá o n° 3.125 da numeração prendial da Rua Waldemar Loureiro de Campos, nesta Cidade de Curitiba , unidade esta que terá frente para a rua interna, em alvenaria, terá um pavimento e área construída privativa de 25,0000m² é área construída de uso comum de 5,4728m², perfazendo a área total construída de 30,4728m², área de terreno de uso exclusivo de 213,7500m², sendo 25,0000m² de área de implatação da construção e 188,7500m² de área livre destinada para jardim e quintal, que somada a área de terreno de uso comum (rua interna, calçada para pedrestres e recreação descoberta) de 231,2162m², perfaz a quota de terreno de 444,9662m², correspondendo-lhe a referida fração ideal do solo de 0,0159258 do terreno onde será construído o condomínio, constituido pelo Lote n° 51-A-4/52-A1-D ( cinquenta e um –“a”-quatro-cinquenta e dois –“a”- um –“dê”), resultante da unificação dos lotes n°s 51-A-4 e 52-A1-D ( cinquenta e um-“A”-quatro e cinqüenta e dois-“A”-um-“dê”), da Planta Fazenda Boqueirão , situado nesta Cidade de Curitiba, medindo 110,00 metros de frente para o prolongamento da Rua Peter Heinrichs; pelo lado direito, de quem do referido prolongamento de rua olha o imóvel , mede 254,00 metros e confronta com o lote n° 52-D-7-A e com os lotes de indicações fiscais n°s 84.260.099.000, 098.000, 067.000, 111.000, 112.000, 113.000, 114.000, 115.000 e 070.000; pelo lado esquerdo mede 254,00 metros e confronta com os Lotes de indicações fiscais n°s 84.260.080.000, 079.000, 078.000, 077.000, 076.000, 075.000, 074.000, 073.000, 072.000 e 071.000 e na linha de fundos, onde mede 110,00 metros, confronta com os lotes de indicações fiscais n°s 84.260.029.000 e 048.000, fechando o perímetro e perfazendo a área total de 27.940,00 metros quadrados. Regendo-se a presente licitação pelas disposições legais vigentes, em especial os Decretos nº 21.981 de 19.10.32 e 22.427 de 01.02.33 e Lei nº 8.666, de 21.06.93, com as alterações introduzidas pela Lei nº 8.883, de 08.06.94, bem como pela Lei 9.514/97 de 20/11/97 e condições estabelecidas neste Edital. 1 - DO OBJETO 1.1 - Imóvel recebido em garantia, nos contratos inadimplentes de Alienação Fiduciária, aqui relacionados e descritos. 2 – DO LOCAL, DAS DATAS, DOS PREÇOS E DAS FORMAS DE PAGAMENTOS. 2.1 – Os leilões serão realizados na sala de leilões de leiloeiro público oficial, sito à Rua Jacarezinho, 1257 1º andar CEP 80.810-130, em CVuritiba-PR. 2.2 - Primeiro Leilão: 28 de novembro de 2.011 a partir 11:30 horas, por R$ 191.871,32 2.3 - Segundo Leilão: 09 de dezembro de 2.011 a partir 11:30 horas, por no mímimo R$ 194.310,59. 2.4 – O valor do lance e da comissão do leiloeiro será à vista, logo após o pregão. 3 - DOS LANCES 3.1 – Os lances poderão ser presenciais, por proposta escrita, por telefone, pela internet ou por e-mail. 3.2 – Os lances presenciais deverão ser ofertados no pregão pelos interessados ou seus procuradores, estes devidamente investidos por instrumento de mandato, com firma do outorgante reconhecida por tabelião. 3.3 – Somente serão aceitos lances não presenciais, de pessoas ou empresas devidamente cadastradas nos escritórios do leiloeiro e por ele autorizadas. 3.4 – Os lances ofertados por pessoas jurídicas, deverão estar acompanhados dos seus Contatos Sociais e os documentos dos seus representantes e ou seus procuradores. 4 - DA APURAÇÃO DO LANCE VENCEDOR 4.1 - Será considerado lance vencedor aquele que ofertar o maior valor. 4.2 – Após a homologação da venda pelo leiloeiro, a venda tornar-se-á irretratável e irrevogável. 5 - DOS PAGAMENTOS 5.1 - O arrematante pagará, no ato do leilão, o valor do seu lance ofertado e homologado pelo leiloeiro. 5.2 – O arrematante pagará no ato do leilão a comissão do leiloeiro, correspondente a 5 % do lance vencedor (Artigo 24 da Lei 21.981/32). 5.2.1 - O valor da comissão do leiloeiro não compõe o valor do lance ofertado. 6 – DO AUTO DE ARREMATAÇÃO, ATA E CERTIDÃO DO LEILÃO 6.1 - Será elaborado no pregão o Auto de Arrematação, a Certidão de Leilão e a Ata do Leilão, contendo, para cada imóvel, o valor do lance vencedor, valor pago no ato do pregão, as condições de pagamento e dados do arrematante, bem como demais acontecimentos relevantes. 6.2 - O Auto de Arrematação será assinado pelo leiloeiro, pelo arrematante e pelo comitente e conterá o valor do lance, os dados do arrematante e as condições do leilão. 6.3 – A Certidão do Leilão será assinada pelo leiloeiro e pelo arrematante. 6.4 – A Ata do Leilão será assinada pelo leiloeiro, contendo o ato do leilão e demais acontecimentos relevantes. 7 - DA HOMOLOGAÇÃO E DIVULGAÇÃO DO RESULTADO OFICIAL 7.1 - A homologação do resultado do leilão é efetuada pelo Leiloeiro, e constará da Ata de Leilão. 8 - DA CONVOCAÇÃO DO ARREMATANTE 8.1 - O arrematante terá o prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas, contados da data do Leilão Público, para apresentar toda a sua documentação, visando efetivar a venda do imóvel. 9 – DO EDITAL DE LEILÃO PÚBLICO E ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA 9.1 - O contrato de financiamento ou escritura pública, conforme o caso, será firmado em até 30 dias corridos após a realização do Leilão Público. 10 – DAS RESPONSABILIDADES DOS ARREMATANTES 10.1 - Todas as despesas necessárias à lavratura da escritura; 10.2 - O recolhimento do ITBI e demais impostos, taxas, despesas notariais e de Registro incidente sobre a venda, quando houver; 10.3 - A iniciativa necessária à lavratura da escritura, inclusive a obtenção de guias, declarações e documentos exigíveis, com o conseqüente pagamento, às suas expensas, de taxas, impostos, emolumentos, registros, etc. 11 - DA COMISSÃO DO LEILOEIRO 11.1 – Em sendo qualquer dos leilões positivos, a comissão do leiloeiro será sempre devida (Artigo 24 da Lei 21.981/32), pelo seu ato praticado. 12 – DAS MULTAS Serão revertidos em multa e descontado dos valores recebidos no ato do leilão : 5% referente a comissão do leiloeiro e 20% do valor do lance ofertado pelo arrematante, nos casos de: 12.1.1 – Desistência por parte do arrematante; 12.1.2 - Não cumprimento do prazo para pagamento; 12.1.3 - Não formalização da venda no prazo ou na forma estabelecida, por motivos ocasionados pelo arrematante. 12.1.4 - descumprimento por parte do arrematante de quaisquer outras condições estabelecidas no presente Edital. 13 - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS 13.1 - Nenhuma diferença porventura comprovada nas dimensões dos imóveis pode ser invocada, a qualquer tempo, como motivo para compensações ou modificações no preço ou nas condições de pagamento, ficando a cargo e ônus do adquirente a sua regularização. 13.2 - Os imóveis são ofertados à venda como coisa certa e determinada (venda “adcorpus”), sendo apenas enunciativas as referências neste edital e em seus anexos, e serão vendidos no estado de ocupação e conservação em que se encontram, ficando a cargo do adquirente a sua desocupação, reformas que ocasionem alterações nas quantidades e/ou dimensões dos cômodos, averbação de áreas e/ou regularização, quando for o caso, arcando o adquirente com as despesas decorrentes. Curitiba, 06 de novembro de 2011. Eu (a) PLINIO BARROSO DE CASTRO FILHO - Leiloeiro Judicial que o fiz digitar e subscrevi.-o. Comitentes e Agentes Fiduciários J.V. CONSULTORIA E PARTICIPAÇÕES LTDA, HAMM GARTEN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/A. Primeiro Leilão:

CITRI AGROINDUSTRIAL S.A C.N.P.J. 04.040.239/0001-46 ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO Pelo presente Edital ficam convocados os Senhores Acionistas desta empresa para se reunirem em Assembléia Geral Ordinária, a ser realizada no próximo dia 02 (dois) de dezembro de 2011, às 16:00 hs (dezesseis horas), na sede social da Citri, sita à Rodovia Br 158, Km 85, distrito de Sumaré, Paranavaí, Paraná, com a seguinte Ordem do Dia: a) Tomada de Contas da Administração, exame, discussão e votação do Balanço Patrimonial e demais Demonstrações Financeiras e do parecer dos Auditores Independentes, relativo ao exercício social findo em 30.04.2011; b)Deliberar sobre a destinação do resultado do exercício, e c)Fixação da remuneração dos membros do conselho de administração e diretoria para o período de 1° de setembro de 2011 a 30 de agosto de 2012. Paranavaí, 16 de novembro de 2011. Elizette Belido Colins Paulo Edson Pratinha Alves Diretora Diretor

Curitiba, 11 de novembro de 2011. Sergio Piccinelli PRESIDENTE EDITAL DE LEILÃO PÚBLICO Primeiro Leilão: 28 de novembro de 2.011 a partir 11:30 horas, por preço igual ou superior ao da avaliação. Segundo Leilão: 09 de dezembro de 2.011 a partir 11:30 horas, pela melhor oferta, desde que o lance seja igual ou superior ao valor da dívida, das despesas, dos prêmios de seguro, dos encargos legais, inclusive tributos, e das contribuições condominiais. Valor da dívida: R$: R$ 110.582,82 (atualizado até 07 de outubro de 2.011) Avaliação do imóvel R$: R$ 350.000.00 (trezentos e cinqüenta mil reais). Local dos leilões: Rua Jacarezinho, 1257 1º andar, CEP 80.810-130, Curitiba-PR Comitentes: NELSON BARRICHELO TORRES e s/m MARILDA ANGELA TORRES, EDSON ROBERTO DE ALMEIDA TORRES e s/m ANGELA MARIA DE ALMEIDA TORRES, e interveniente anuente cedente e concordante LOTEBRÁS IMÓVEIS LTDA. NELSON BARRICHELO TORRES e s/m MARILDA ANGELA TORRES, EDSON ROBERTO DE ALMEIDA TORRES e s/m ANGELA MARIA DE ALMEIDA TORRES, e interveniente anuente cedente e concordante LOTEBRÁS IMÓVEIS LTDA, estabelecidos à Rua Voluntários da Pátria, 400, conjuntos 1201 e 1202, em Curitiba-PR na qualidade proprietáris e agenstes fiduciários, estabelecidos à Rua em Curitiba-PR. Leva ao conhecimento dos interessados que fará realizar licitação, sob a modalidade de LEILÃO PÚBLICO, por intermédio do LEILOEIRO PÚBLICO OFICIAL PLINIO BARROSO DE CASTRO FILHO, credenciado, regularmente matriculado na junta comercial do Estado de Paraná,sob o número 668. para alienação do(s) imóvel(is) recebido(s) em garantia, nos contratos inadimplentes de Alienação Fiduciária, pela maior oferta, no estado de ocupação e conservação em que se encontra(m), o imóvel objeto da Matricula 36.232 do CRI da Comarca de Campo Largo-PR, Casa n° 30, do Condomínio “Residencial Torres” com 1 (um) único pavimento, com área construída privativa de 30,00m², área construída de uso comum (portaria) com 0,2527m², área construída total com 30,2524m², área de terreno privativo ocupado pela construção com 30,00m², área de terreno privativo destinado a jardim e quintal com 970,00m², área total de terreno privativo 1.000,00m², área de terreno de uso comum (ruas internas, áreas de recreação e preservação) com 1.214,9198m², área de terreno e quota com 2.214,9198m², fração ideal de solo 0,010033; localizada de quem do início da Rua D esquina com a Rua C olha o imóvel , é a quinta unidade á esquerda entre as unidades 29 a 31, edificada no lote de terreno urbano, situado no lugar “Ferraria”, neste Município e Comarca de Campo Largo, Estado do Paraná. Inscrição municipal: 03.01.000.429.0150.030. Regendo-se a presente licitação pelas disposições legais vigentes, em especial os Decretos nº 21.981 de 19.10.32 e 22.427 de 01.02.33 e Lei nº 8.666, de 21.06.93, com as alterações introduzidas pela Lei nº 8.883, de 08.06.94, bem como pela Lei 9.514/97 de 20/11/97 e condições estabelecidas neste Edital. 1 - DO OBJETO 1.1 - Imóveis recebidos em garantia, nos contratos inadimplentes de Alienação Fiduciária, aqui relacionados e descritos. 2 – DO LOCAL, DAS DATAS, DOS PREÇOS E DAS FORMAS DE PAGAMENTOS. 2.1 – Os leilões serão realizados na sala de leilões de leiloeiro público oficial, sito à Rua Jacarezinho, 1257 1º andar CEP 80.810-130, em CVuritiba-PR. 2.2 - Primeiro Leilão: 28 de novembro de 2.011 a partir 11:30 horas, por preço igual ou superior ao da avaliação. 2.3 - Segundo Leilão: 09 de dezembro de 2.011 a partir 11:30 horas, pela melhor oferta, desde que o lance seja igual ou superior ao valor da dívida, das despesas, dos prêmios de seguro, dos encargos legais, inclusive tributos, e das contribuições condominiais. 2.4 – O valor do lance e da comissão do leiloeiro será à vista, logo após o pregão. 3 - DOS LANCES 3.1 – Os lances poderão ser presenciais, por proposta escrita, por telefone, pela internet ou por e-mail. 3.2 – Os lances presenciais deverão ser ofertados no pregão pelos interessados ou seus procuradores, estes devidamente investidos por instrumento de mandato, com firma do outorgante reconhecida por tabelião. 3.3 – Somente serão aceitos lances não presenciais, de pessoas ou empresas devidamente cadastradas nos escritórios do leiloeiro e por ele autorizadas. 3.4 – Os lances ofertados por pessoas jurídicas, deverão estar acompanhados dos seus Contatos Sociais e os documentos dos seus representantes e ou seus procuradores. 4 - DA APURAÇÃO DO LANCE VENCEDOR 4.1 - Será considerado lance vencedor aquele que ofertar o maior valor. 4.2 – Após a homologação da venda pelo leiloeiro, a venda tornar-se-á irretratável e irrevogável. 5 - DOS PAGAMENTOS 5.1 - O arrematante pagará, no ato do leilão, o valor do seu lance ofertado e homologado pelo leiloeiro. 5.2 – O arrematante pagará no ato do leilão a comissão do leiloeiro, correspondente a 5 % do lance vencedor (Artigo 24 da Lei 21.981/32). 5.2.1 - O valor da comissão do leiloeiro não compõe o valor do lance ofertado. 6 – DO AUTO DE ARREMATAÇÃO, ATA E CERTIDÃO DO LEILÃO 6.1 - Será elaborado no pregão o Auto de Arrematação, a Certidão de Leilão e a Ata do Leilão, contendo, para cada imóvel, o valor do lance vencedor, valor pago no ato do pregão, as condições de pagamento e dados do arrematante, bem como demais acontecimentos relevantes. 6.2 - O Auto de Arrematação será assinado pelo leiloeiro, pelo arrematante e pelo comitente e conterá o valor do lance, os dados do arrematante e as condições do leilão. 6.3 – A Certidão do Leilão será assinada pelo leiloeiro e pelo arrematante. 6.4 – A Ata do Leilão será assinada pelo leiloeiro, contendo o ato do leilão e demais acontecimentos relevantes. 7 - DA HOMOLOGAÇÃO E DIVULGAÇÃO DO RESULTADO OFICIAL 7.1 - A homologação do resultado do leilão é efetuada pelo Leiloeiro, e constará da Ata de Leilão. 8 - DA CONVOCAÇÃO DO ARREMATANTE 8.1 - O arrematante terá o prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas, contados da data do Leilão Público, para apresentar toda a sua documentação, visando efetivar a venda do imóvel. 9 – DO EDITAL DE LEILÃO PÚBLICO E ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA 9.1 - O contrato de financiamento ou escritura pública, conforme o caso, será firmado em até 30 dias corridos após a realização do Leilão Público. 10 – DAS RESPONSABILIDADES DOS ARREMATANTES 10.1 - Todas as despesas necessárias à lavratura da escritura; 10.2 - O recolhimento do ITBI e demais impostos, taxas, despesas notariais e de Registro incidente sobre a venda, quando houver; 10.3 - A iniciativa necessária à lavratura da escritura, inclusive a obtenção de guias, declarações e documentos exigíveis, com o conseqüente pagamento, às suas expensas, de taxas, impostos, emolumentos, registros, etc. 11 - DA COMISSÃO DO LEILOEIRO 11.1 – Em sendo qualquer dos leilões positivos, a comissão do leiloeiro será sempre devida (Artigo 24 da Lei 21.981/32), pelo seu ato praticado. 12 – DAS MULTAS Serão revertidos em multa e descontado dos valores recebidos no ato do leilão : 5% referente a comissão do leiloeiro e 20% do valor do lance ofertado pelo arrematante, nos casos de: 12.1.1 – Desistência por parte do arrematante; 12.1.2 - Não cumprimento do prazo para pagamento; 12.1.3 - Não formalização da venda no prazo ou na forma estabelecida, por motivos ocasionados pelo arrematante. 12.1.4 - descumprimento por parte do arrematante de quaisquer outras condições estabelecidas no presente Edital. 13 - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS 13.1 - Nenhuma diferença porventura comprovada nas dimensões dos imóveis pode ser invocada, a qualquer tempo, como motivo para compensações ou modificações no preço ou nas condições de pagamento, ficando a cargo e ônus do adquirente a sua regularização. 13.2 - Os imóveis são ofertados à venda como coisa certa e determinada (venda “adcorpus”), sendo apenas enunciativas as referências neste edital e em seus anexos, e serão vendidos no estado de ocupação e conservação em que se encontram, ficando a cargo do adquirente a sua desocupação, reformas que ocasionem alterações nas quantidades e/ou dimensões dos cômodos, averbação de áreas e/ou regularização, quando for o caso, arcando o adquirente com as despesas decorrentes. Curitiba, 06 de novembro de 2011. Eu (a) PLINIO BARROSO DE CASTRO FILHO - Leiloeiro Judicial que o fiz digitar e subscrevi.-o. Comitentes e Agentes Fiduciários NELSON BARRICHELO TORRES

MARILDA ANGELA TORRES,

EDSON ROBERTO DE ALMEIDA TORRES

ANGELA MARIA DE ALMEIDA TORRES

Interveniente anuente cedente e concordante LOTEBRÁS IMÓVEIS LTDA

SECRETARIADE DE ESTADO ESTADO DA SECRETARIA DAEDUCAÇÃO EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO AVISO DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIAEDUCACIONAL PÚBLICA Nº 025/2011 – SEED/SUDE AVISO DE LICITAÇÃO PROTOCOLO Nº 11.016.747-4 CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 024/2011 – SEED/SUDE OBJETO: Execução de serviços técnicos especializados de topografia, PROTOCOLO Nº 11.016.744-0 compreendendo: Levantamento Planimétrico; Levantamento Altimétrico; Levantamento Planialtimétrico; Levantamento Cadastral; Levantamento OBJETO: Elaboração de sondagem geológica à percussão SPT dee Terraplenagem/Implantação; Elaboração planilhasondagem orçamentária com rotativa, ensaio de percolação, ensaiodepróctor, geofísica utilização planilha padrãoe SEIL SINAPI, de destinados a novas sísmica eda gravimétrica laudooutécnico fundações de unidades, terrenos ampliações, melhorias reparos em Edificações da Rede destinados adequações, à implantação de e prédios escolares daEscolares Rede Pública Pública Estadual, nos diversos municípios do Estado do Paraná. Estadual, nos diversos municípios do Estado do Paraná. DATA DE ABERTURA E LOCAL: dia 21 de dezembro de 2011, às 16:00 DATA DE horas), ABERTURA E LOCAL: 21 de dezembro de 2011, (dezesseis no Auditório da diaSUPERINTENDÊNCIA DE às 13:30 (treze horas e trinta minutos), DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL, situada à Ruanodos Auditório Funcionários da nº SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO 1323, esquina Rua Recife, Cabral - 80.035-050 - Curitiba - Paraná. EDUCACIONAL, situada1:àR$ Rua dos Funcionários nº 1323, esquina VALOR MÁXIMO: LOTE 312.830,50 (trezentos e doze mil, oitocentos eRua trinta reais eCabral cinquenta centavos), LOTE 2: R$- 320.607,50 Recife, - 80.035-050 - Curitiba Paraná. (trezentos e vinte mil, seiscentos e sete reais e cinquenta centavos), LOTE 3: R$ 134.933,00e VALOR MÁXIMO: LOTE 1: R$ 347.188,00 (trezentos e quarenta (cento e trinta e quatro mil, novecentos e trintaLOTE e três 2: reais), 4: R$ sete mil, cento e oitenta e oito reais), R$ LOTE 294.820,00 231.629,00 (duzentos e trinta e um mil, seiscentos e vinte e nove reais), (duzentos e noventa e quatro mil, oitocentos e vinte reais), LOTE 3: totalizando R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais). R$ 130.228,00 (cento e trinta mil, duzentos e vinte e oitomediante reais), RETIRADA DO EDITAL: no Protocolo do local acima indicado, LOTE 4: R$ 227.764,00 (duzentos e vinte sete mil, setecentos recolhimento da taxa de R$ 30,00 (trinta reais), viaeGRPR, Código de Receitae sessenta e quatroagência reais),dototalizando R$ 1.000.000,00 (um milhãoode 5355, em qualquer Banco do Brasil ou do Banco Itaú, indicando nº reais). do edital. Informações: (41) 3250-8286 ou (41) 3250-8302. Curitiba, 16no de novembro 2011 RETIRADA DO EDITAL: Protocolodedo local acima indicado, Secretário de de Estado Educação mediante recolhimento da taxa R$ da 30,00 (trinta reais), via GRPR,

Código de Receita 5355, em qualquer agência do Banco do Brasil ou do Banco Itaú, indicando o nº do edital. Informações: (41) 3250-8286 ou (41) 3250-8302. Curitiba, 16 de novembro de 2011 Secretário de Estado da Educação

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL AVISO DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 024/2011 – SEED/SUDE PROTOCOLO Nº 11.016.744-0 OBJETO: Elaboração de sondagem geológica à percussão SPT e rotativa, ensaio de percolação, ensaio próctor, sondagem geofísica sísmica e gravimétrica e laudo técnico de fundações de terrenos destinados à implantação de prédios escolares da Rede Pública Estadual, nos diversos municípios do Estado do Paraná. DATA DE ABERTURA E LOCAL: dia 21 de dezembro de 2011, às 13:30 (treze horas e trinta minutos), no Auditório da SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL, situada à Rua dos Funcionários nº 1323, esquina Rua Recife, Cabral - 80.035-050 - Curitiba - Paraná. VALOR MÁXIMO: LOTE 1: R$ 347.188,00 (trezentos e quarenta e sete mil, cento e oitenta e oito reais), LOTE 2: R$ 294.820,00 (duzentos e noventa e quatro mil, oitocentos e vinte reais), LOTE 3: R$ 130.228,00 (cento e trinta mil, duzentos e vinte e oito reais), LOTE 4: R$ 227.764,00 (duzentos e vinte e sete mil, setecentos e sessenta e quatro reais), totalizando R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais). RETIRADA DO EDITAL: no Protocolo do local acima indicado, mediante recolhimento da taxa de R$ 30,00 (trinta reais), via GRPR, Código de Receita 5355, em qualquer agência do Banco do Brasil ou do Banco Itaú, indicando o nº do edital. Informações: (41) 3250-8286 ou (41) 3250-8302. Curitiba, 16 de novembro de 2011 Secretário de Estado da Educação

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL AVISO DE LICITAÇÃO CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 023/2011 – SEED/SUDE PROTOCOLO Nº 11.016.745-8 OBJETO: Execução de serviços técnicos especializados de engenharia e arquitetura, compreendendo: Projeto arquitetônico e implantação; Projeto estrutural e implantação; Projeto elétrico e implantação; Projeto hidro-sanitário-pluviais e implantação; Projeto de prevenção de incêndio e implantação; Projeto de terraplanagem e implantação; Projeto mecânico de ar condicionado, elevador e implantação; Elaboração de planilha orçamentária com utilização da planilha padrão SEIL ou SINAPI, especificações, memoriais descritivos e quantitativo de materiais, memoriais de cálculo e memoriais executivos, destinados a novas unidades, ampliações, adequações, melhorias e reparos em Edificações Escolares da Rede Pública Estadual, nos diversos municípios do Estado do Paraná. DATA DE ABERTURA E LOCAL: dia 21 de dezembro de 2011, às 9:00 (nove horas), no Auditório da SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL, situada à Rua dos Funcionários nº 1323, esquina Rua Recife, Cabral - 80.035-050 Curitiba - Paraná. VALOR MÁXIMO: LOTE 1: R$ 899.730,50 (oitocentos e noventa e nove mil, setecentos e trinta reais e cinquenta centavos), LOTE 2: R$ 759.416,50 (setecentos e cinquenta e nove mil, quatrocentos e dezesseis reais e cinquenta centavos), LOTE 3: R$ 589.457,50 (quinhentos e oitenta e nove mil, quatrocentos e cinquenta e sete reais e cinquenta centavos), LOTE 4: R$ 651.395,50 (seiscentos e cinquenta e um mil, trezentos e noventa e cinco reais e cinquenta centavos), totalizando R$ 2.900.000,00 (dois milhões e novecentos mil reais). RETIRADA DO EDITAL: no Protocolo do local acima indicado, mediante recolhimento da taxa de R$ 30,00 (trinta reais), via GRPR, Código de Receita 5355, em qualquer agência do Banco do Brasil ou do Banco Itaú, indicando o nº do edital. Informações: (41) 3250-8286 ou (41) 3250-8302. Curitiba, 16 de novembro de 2011 Secretário de Estado da Educação


Justiça&Direito

Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de novembro de 2011 | A8

contrabando

Opinião Sancionada alteração da lei que prevê parcelamento dos débitos do Supersimples A tão esperada alteração na Lei do Regime Tributário do Simples Nacional finalmente foi sancionada pela Presidente Dilma Rousseff no dia 10/11. Aprovado recentemente pelo Senado por unanimidade e agora sancionado sem alterações de seu conteúdo pela Presidente Dilma, o Projeto de Lei Complementar N. 77/2011, que prevê, entre outras mudanças, o reajuste, a partir de 1º de janeiro de 2012, de 50%, nas tabelas de enquadramento das micro e pequenas empresas no Simples Nacional (Supersimples); o parcelamento dos débitos tributários com prazo de até 60 meses para os optantes do Simples Nacional e o aumento dos valores previstos nas exportações (até R$ 3,6 milhões poderão ser registradas para fins de enquadramento no Simples Nacional). A medida se aplica aos tributos federais, municipais e estaduais sujeitos à alíquota única do Simples Nacional. A partir do reajuste de 50% nas tabelas de tributação, a receita bruta anual máxima para que as microempresas possam optar pelo regime simplificado passa de R$ 240 mil para R$ 360 mil por ano. Para a pequena empresa, a nova faixa de enquadramento irá de R$ 360 mil até o teto de R$ 3,6 milhões. O projeto também amplia o limite para o Micro Empreendedor Individual (MEI) de R$ 36 mil para R$ 60 mil anuais. Com estas alterações, também diminui a burocracia para os empreendedores individuais, que poderão fechar negócios por meios eletrônicos a qualquer momento no site do Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br). Também, por meio deste site, os empreendedores individuais preencherão uma declaração única na qual comprovarão o cumprimento das obrigações fiscais e tributárias e poderão imprimir o boleto para pagamento. Com tais medidas, acreditamos que mais de 67% dos contribuintes pessoas jurídicas, cadastrados na Receita Federal terão redução em sua carga de impostos e custos com a desburocratização. Além disso, o Supersimples deve contemplar mais de 560 mil empresas que estão inadimplentes com o Fisco e que, em consequência, não podem optar pelo Regime de Tributação do Simples Nacional. Essas novas regras começam a valer a partir de 1° de janeiro de 2012, sendo que, na prática, as empresas já perceberão as mudanças ao pagarem seus impostos em fevereiro de 2012. Contudo, infelizmente, quanto à possibilidade de parcelamento dos débitos, as empresas terão que aguardar mais um pouco, tendo em vista que o Governo ainda regulamentará este parcelamento. Assim, podemos afirmar que, enfim, foi sancionado esse projeto de lei tão aguardado por todos os contribuintes das Micro e Pequenas Empresas, especialmente devido a previsão do parcelamento em 60 vezes de seus débitos. A partir de agora, resta ao contribuinte aguardar a regulamentação deste parcelamento e a disponibilização no sistema para se fazer as adesões. Porém, caso o contribuinte não queira esperar pela regulamentação deste parcelamento, entendemos que, com a publicação destas alterações, poderá pedir judicialmente sua adesão ao parcelamento, antes mesmo de sua regulamentação e disponibilização no sistema, objetivando, assim, ganho de tempo para que a empresa possa obter sua Certidão Positiva de débitos com Efeito de Negativa. Juliano Ryzewski juliano@nageladvocacia.com.br www.nageladvocacia.com.br

PF deflagra Operação Láparos em seis estados Investigações desarticularam organização que atuava na tríplice fronteira

A

Polícia Federal (PF) confirmou a prisão de 22 pessoas, durante a Operação Láparos, destinada a desarticular uma organização criminosa que atuava na Tríplice Fronteira – Brasil, Paraguai e Argentina. Entre os presos estão policiais suspeitos de receber vantagens econômicas e informar sobre as ações da PF, garantindo a livre circulação de veículos usados para distribuir cigarros e agrotóxicos contrabandeados. Na quinta-feira foram cum-

pridos 150 mandados de busca e apreensão e 108 ordens de prisão preventiva. Segundo a PF, entre as prisões que estão sendo feitas hoje, 13 são de policiais estaduais civis, 29 de policiais militares e um da Polícia Rodoviária Federal. Cerca de 600 policiais federais trabalham no cumprimento das ordens judiciais, na operação que está sendo realizada no Paraná, com 38 ações repressivas, em São Paulo (4), em Mato Grosso do Sul (3), em Minas Gerais (3), em Rondônia

(1) e em Mato Grosso (1). De acordo com o chefe do setor de comunicação da PF no Paraná, agente Marcos Koren, o nome da operação deve-se à farta reprodução de filhotes de coelho, que ocorre de forma rápida e em número elevado. Após a formalização das prisões dos policiais, segundo Koren, cada um será entregue às suas corporações, que os manterá à disposição da Justiça Federal. Os demais presos serão recolhidos, em cada região, aos locais determinados pela auto-

STF julga imunidade tributária dos Correios O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, pediu vista no recurso em que se discute se os Correios devem ou não pagar ISS sobre as atividades que não tenham a característica de serviços postais. Neste recurso o que está em jogo é a natureza dos impostos que uma empresa pública, quando no exercício de atividade privada,

deve pagar. Os Correios questionam decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, com sede em Porto Alegre, que entendeu assistir à prefeitura de Curitiba o direito de tributar a empresa estatal com o ISS nos serviços elencados no item 95 da lista anexa do Decretolei 56/1987. Tais serviços abrangem cobranças e recebimentos

por conta de terceiros, inclusive direitos autorais, protestos de títulos, sustação de protestos, devolução de títulos pagos, manutenção de títulos vencidos, fornecimento de posição de cobrança ou recebimento e outros serviços correlatos da cobrança ou recebimento. Até o momento, negaram provimento ao Recurso Extra-

Empregada ganha diferença salarial ocorrida em terceirização A Liderança Limpeza e Conservação Ltda., empresa terceirizada que presta serviços ao Governo de Santa Catarina, terá de arcar com as verbas trabalhistas de uma empregada oriunda da empresa contratada anteriormente para prestar os mesmos serviços ao estado. Segundo o ministro Aloysio Corrêa da Veiga, relator que examinou o recurso da Liderança na Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho, ela é sucessora da empresa anterior e, assim, não poderia ter reduzido o salário da trabalhadora. Na ação trabalhista, a empregada informou que, apesar da troca de empresa, não deixou de “trabalhar um dia sequer”. Após ser admitida pela Liderança, passou a responder sozinha pelo serviço que era realizado por três colegas na empresa anterior – digitação na central

de atendimento, atendimento telefônico e encaminhamentos – e foi ainda incumbida dos serviços de assistência judiciária, distribuição e cópias xerox, com salário inferior ao até então percebido. Ao ser dispensada sem justa causa em 2008, ela ajuizou a ação com pedido de diferenças salariais. Ao examinar o recurso da Liderança contra decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (SC) que a condenou ao pagamento das referidas diferenças, o ministro Aloysio Veiga manteve o entendimento do TRT no sentido de que se tratava de empresas prestadoras de serviços para órgãos públicos, donde a nova empresa sucedia a antiga quanto aos contratos de trabalho. Observou ainda que a empregada permaneceu no local de trabalho, sem solução de continuidade. O TRT esclareceu que

a sucessão não ocorre somente nos casos de transferência de empresa, mas, também, “com a continuidade da exploração do mesmo negócio jurídico por outra empresa distinta e sem nenhum vínculo jurídico com a anterior”. O relator acrescentou que, no Direito do Trabalho, o conceito de sucessão está vinculado a seus efeitos concretos no contrato de trabalho, conforme a norma contida nos artigos 10 e 448 da CLT, segundo as quais a alteração na estrutura jurídica da empresa ou a mudança de propriedade não podem afetar os contratos de trabalho dos respectivos empregados. No caso, além de a empresa anterior ser parte no processo, a alegação da empregada foi a de que a sucessão reduziu direitos que já haviam sido integrados ao seu contrato de trabalho.

A 1ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul (TRT-RS) manteve decisão da juíza titular da 1ª Vara do Trabalho de São Leopoldo, Valeria Heinicke do Nascimento, que condenou uma empresa de transportes ao pagamento de R$ 20 mil a um motorista, na forma de indenização por danos morais. O empregado foi investigado e processado por um suposto crime de apropriação indébita de valores, posteriormente descartado pela polícia por falta de provas. A condenação por danos morais foi embasada no fato de a empresa ter imputado ao trabalhador um crime não cometido, inclusive revelando a situação entre os demais em-

pregados. O motorista havia sido despedido por justa causa e, inconformado, pediu na Justiça do Trabalho sua reintegração à transportadora. Na audiência inicial desse processo, soube que estava sendo acusado pela empresa por apropriação indébita de valores. A reclamada, na contestação, juntou boletim de ocorrência registrado na 2ª Delegacia de Polícia de São Leopoldo. A empresa sustentou que o empregado retivera ilegalmente a quantia de R$ 1.176,26 ao retornar de uma viagem. Para o delegado que presidiu o inquérito policial, não houve indícios da prática do crime. Assim, o motorista, em um novo processo, alegou que a empresa

cometera ato ilícito ao imputarlhe publicamente um crime que não cometeu, caracterizando calúnia, conforme artigo 339 do Código Penal. Por esse motivo, fez o pedido de indenização por danos morais. Tanto na esfera criminal, quanto na trabalhista, a reclamada levou como testemunha um ex-colega do reclamante, porém a juíza de primeiro grau considerou contraditório o depoimento do mesmo. Após esta e outras considerações, restou, na visão da magistrada, o dano moral sofrido pelo trabalhador. “Verifica-se pelos depoimentos que o reclamante foi alvo de flagrante constrangimento perante seus colegas e o meio profissional, pelo fato ocorrido”.

TRT lança edital para Investigação criminal gera construção do novo indenização por danos morais Fórum de Ponta Grossa O presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR), desembargador Ney José de Freitas, entregou, na tarde da última quarta-feira, (16), para a diretora substituta do Fórum Trabalhista de Ponta Grossa, Giana Malucelli Tozetto, o projeto de edificação do novo Fórum da Justiça do Trabalho do município. A abertura do edital de licitação da obra está prevista para 25 de novembro e a previsão é que a construção do prédio de 8 mil metros quadrados fique pronta em dois anos. “Esta administração não pensa só no presente, mas tem os olhos voltados para o futuro. Bem por isso, o projeto contempla não apenas as atuais quatro, mas espaço para seis Varas do Trabalho”, ressaltou o presidente Ney José de Freitas, durante solenidade realizada no gabinete da Presidência, em Curitiba. O presidente do TRT lembrou a importância da obra para o município e o empenho de todos os administradores para que a construção do novo fórum se tornasse realidade, como o esforço da ex-presidente do Tribunal, Rosalie Michaele Bacila Batista, que deu início ao projeto de construção do novo

Fórum Trabalhista de Ponta Grossa, e da presidente eleita para a próxima gestão, a partir de dezembro deste ano, Rosemarie Diedrichs Pimpão, a quem caberá o término da obra. Para a juíza Giana Tozetto, a construção do novo Fórum Trabalhista de Ponta Grossa marca o desenvolvimento da cidade. “Esse novo espaço atenderá melhor, principalmente, o trabalhador, que hoje precisa se deslocar para o local distante onde o atual fórum está instalado”, ressaltou. O novo Fórum Trabalhista de Ponta Grossa, que será construído na Rua Maria Rita Perpétua da Cruz esquina com Ermelindo Leão, possui área de 8.022,53 m². O projeto arquitetônico do edifício é similar ao adotado no Fórum Trabalhista de Maringá. Além de espaço para seis Varas do Trabalho, o fórum contará com auditório, área para arquivos de processos, sala de advogados, espaço para instalação de cafeteria, salas para a direção do Fórum, área de distribuição e oficiais de justiça, área para terceirizados, além de estacionamento coberto para uso exclusivo e estacionamento para o público. O terreno foi doado pela Prefeitura Municipal.

ridade competente, que indicará penitenciárias, cadeias ou delegacias para o cumprimento das prisões preventivas, também à disposiçãoda Justiça Federal em Guaíra. A PF já vinha investigando as ações da quadrilha há 14 meses, período em que foram presas em flagrante 202 pessoas e apreendidos mais de 3 milhões de pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai, 6,5 toneladas de agrotóxicos, 109 caminhões, 76 automóveis e 13 embarcações.

ordinário os ministros Joaquim Barbosa (relator), Luiz Fux, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio e Cezar Peluso. Já os ministros Ayres Britto, Gilmar Mendes e Celso de Mello votaram pelo provimento do RE. O tema discutido no presente processo teve reconhecido, pela Suprema Corte, o caráter de repercussão geral.

TJ-PR abre processo contra juíza de Londrina O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná abriu processo contra a juíza da 3ª Vara Criminal de Londrina, Oneide Negrão de Freitas. A juíza, que está afastada desde o dia 13 de setembro, é acusada de manter servidor comissionado em vez de convocar escrivão concursado e de protelação de decisões em processos. Ela ficará afastada preventivamente de suas funções por três meses. As informações são do site Espaço Vital. De acordo com o jornal Folha de Londrina, “Oneide Negrão contratou o criminalista Elias Mattar Assad para defendê-la. O advogado acompanhou a sessão especial na última semana e prepara a defesa da magistrada”. O advogado negou que a juíza tenha incorrido em erros na 3ª Vara. “Eu me limito a dizer que ela não violou nenhuma norma inerente ao cargo, se serventuários violaram, aí cabe à corte analisar. O que eu posso falar é que tenho perspectivas boas de que ela será inocentada e reassumirá suas funções”, afirmou. O processo corre sob sigilo. Se for responsabilizada, Oneide Negrão pode receber aposentadoria compulsória. Os trabalhos na 3ª Vara Criminal são coordenados pelo juiz substituto Juliano Nanúncio. Entre todos os magistrados estaduais investigados no país, dez são do Paraná.

Concepção durante aviso-prévio garante estabilidade A gestante tem direito à estabilidade no emprego no caso da concepção ocorrer durante o aviso-prévio indenizado, pois, nesse período, o contrato de trabalho ainda se encontra vigente. Esse entendimento levou a Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho a dar provimento ao recurso de revista de uma funcionária demitida pela Bio Control Controle de Pragas Urbanas Ltda.

e garantir-lhe a indenização decorrente da estabilidade. Anteriormente, a Justiça do Trabalho da 2ª Região (SP) havia indeferido o pedido da trabalhadora, provocando o recurso de revista ao TST. Nele, a autora alegou que a concepção no decorrer do aviso-prévio não afasta o direito à estabilidade, pois a projeção do aviso-prévio integra o tempo de serviço do empregado

para todos os efeitos legais. Com a decisão favorável da Quarta Turma, a empresa deverá pagar à trabalhadora uma indenização relativa à estabilidade da gestante, correspondente aos salários do período compreendido entre a data da concepção – estimada em 15/07/2006 - até cinco meses após o parto.

Segundo a ministra Maria de Assis Calsing, relatora do recurso

de revista, o artigo 10, inciso II, alínea “b”, do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT) veda a dispensa imotivada da empregada desde a confirmação da gravidez até cinco meses após o parto. A relatora esclareceu que, da análise desse dispositivo, concluise que “a simples comprovação da gravidez é suficiente para que a empregada tenha reconhecido o seu direito à garantia no emprego”.


Economia Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de novembro de 2011 | B1 | Indústria&Comércio

EM 2012

Inadimplência deve cair para empresas e pessoas Redução da taxa Selic, inflação e desemprego devem colaborar O Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência das Empresas caiu 0,3% em setembro de 2011. Foi o primeiro recuo deste indicador em onze meses (o último havia sido em outubro de 2010). A primeira queda deste in-

dicador em onze meses sinaliza que, após ter se elevado ao longo de 2011, a inadimplência das empresas, a exemplo do que deverá acontecer com a dos consumidores, também deverá exibir recuo em 2012, muito provavelmente ainda durante o

primeiro trimestre do ano. Pela sua metodologia de construção, este indicador tem a propriedade de antever os movimentos cíclicos da inadimplência com seis meses de antecedência. A continuidade da redução da taxa Selic, promovendo um barateamento do custo financeiro do capital de giro e reativando o dinamismo da economia, bem como a melhora dos níveis de inadimplemento dos consumidores, deverão contribuir para reverter o atual momento de dificuldade que as empresas estão tendo para honrar seus compromissos, observam os economistas da Serasa Experian. O Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Inadimplência do Consumidor caiu 1,5% em setembro de 2011, atingin-

do o patamar de 98,3 pontos, registrando a sexta queda mensal consecutiva. A diminuição da inflação, o patamar historicamente baixo das taxas de desemprego e o crescimento mais moderado do endividamento deverão contribuir para melhorar o cenário para a inadimplência das pessoas físicas em 2012, salientam os economistas da Serasa Experian. Além disto, a continuidade da redução da taxa básica de juros (taxa Selic), diminuindo o custo das dívidas e dinamizando a economia a médio prazo, também favorece a concretização de um cenário mais benigno para a inadimplência dos consumidores no próximo ano.

Exportações de cooperativas batem recorde e somam US$ 5,1 bi As exportações das cooperativas brasileiras passaram do patamar dos US$ 5 bilhões, pela primeira vez em um ano, informou nesta quinta-feira (17/11) o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. O total chegou a US$ 5,141 bilhões, ultrapassando o registrado no período de janeiro a outubro de 2010 (US$ 4,417 bilhões) e também os valores registrados nos anos anteriores da série histórica iniciada em 2005. Nos primeiros dez meses de 2011, as exportações apresentaram crescimento de 34,6% sobre igual período de 2010 e a participação do setor na pauta de exportações brasileira está em 2,4%. Segundo o ministério, nas importações das cooperativas houve crescimento de 32,5% so-

bre igual período do ano passado e as compras somam US$ 284 milhões no acumulado deste ano, com participação de 0,3% no total das aquisições do país no exterior. Com esses resultados, a balança comercial das cooperativas apresenta saldo positivo de US$ 4,857 bilhões nos primeiros dez meses, resultado recorde para o período superando em 34,7% o superávit de 2010 (US$ 3,606 bilhões). Nos dez meses de 2011, São Paulo foi o estado com maior valor de exportações de cooperativas, com US$ 1,716 bilhão, representando 33,4% do total. Em seguida estão Paraná (US$ 1,696 bilhão, 33%), Minas Gerais (US$ 666,8 milhões, 13%); Rio Grande do Sul (US$ 331,4 milhões, 6,5%) e Santa Catarina (US$ 248,9 milhões, 4,8%).

Perkons S.A. CNPJ nº 82.646.332/0001-02 NIRE nº 41300020728 ATA DA 18ª ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DATA: 3 de outubro de 2011. HORA: 10h00min (dez horas). LOCAL: Na sede da Companhia, na Rua Humberto de Alencar Castello Branco, 388, no bairro Jardim Amelia, Município de Pinhais, Estado do Paraná. PRESENÇAS: Presentes os acionistas representando a totalidade (100%) do capital social, conforme registrado no Livro de Presença de Acionistas. CONVOCAÇÃO: Cartas convites aos acionistas expedidas com a antecedência legal. PUBLICAÇÕES: Dispensadas as publicações das convocações ante o comparecimento da totalidade (100%) dos acionistas. MESA: Presidente: SAMUEL DZINTAR SCHAUSE. Secretário: WALTER ALBERTO MITT SCHAUSE. ORDEM DO DIA: (a) Re-ratificação e consolidação das deliberações constantes da 17ª Assembléia Geral Extraordinária da Companhia. DELIBERAÇÕES UNÂNIMES: (a) Em razão de erros materiais constantes nas deliberações da Ata de Assembléia Geral Extraordinária realizada em 17 de maio de 2011, os acionistas da companhia resolvem re-ratificar e consolidar as referidas deliberações, que passam a ter a seguinte redação: “Fica aprovada a criação de uma sucursal da companhia na República do Equador, cidade de Quito, no endereço Avenida República de El Salvador n° 1.082 y Naciones Unidas. (a.1) O objeto social da sucursal ora criada será: (a) fabricação, comercialização, instalação e locação de máquinas industriais, aparelhos e equipamentos eletro-eletrônicos e de teleinformática em geral, equipamentos e softwares para controle, fiscalização e gerenciamento de trânsito e produtos afins e correlatos; (b) desenvolvimento de projetos e pesquisas de equipamentos eletro-eletrônicos e de teleinformática em geral; equipamentos e softwares para controle, fiscalização e gerenciamento de trânsito, softwares em geral, e outros produtos afins e correlatos, bem como sua produção e comercialização; (c) participação em outras sociedades nacionais ou estrangeiras, na condição de sócia acionista, parceira ou consorciada; (d) prestação de serviços de representação comercial de outras sociedades nacionais e estrangeiras, por conta própria ou de terceiros, de produtos ou serviços; (e) importação e exportação de matérias primais, máquinas, equipamentos, produtos acabados, tecnologia e serviços na área eletroeletrônica e teleinformática; (f) prestação de serviços de instalação, manutenção, operação e de processamento de informações, inclusive imagens, de equipamentos eletro-eletrônicos, de teleinformática, de controle e fiscalização eletrônica de trânsito; (g) prestação de serviços de supervisão, gerenciamento e execução de impressão, por quaisquer meios, de documentos de qualquer natureza, mala-direta, autos de infração, extratos, imagens, envelopamento e distribuição dos mesmos, inclusive entrega domiciliar; (h) execução de obras civis, elétricas, eletrotécnicas, eletrônicas e de telecomunicações na instalação de equipamentos para controle e gerenciamento de trânsito e na sinalização horizontal e vertical, em vias urbanas e rodovias. Para o cumprimento deste objeto, a sucursal poderá executar todos os atos e celebrar todos os contratos e negócios diretamente relacionados com seu objeto social, que sejam necessários ou condizentes para o cumprimento deste fim, em especial, mas sem se limitar, aos seguintes: comprar, vender, permutar, hipotecar, penhorar, dar ou receber, a todo título, toda espécie de bens móveis e imóveis, tomar ou entregar em arrendamento ou qualquer outro título precário, bens móveis e imóveis; dar e receber dinheiro e outros bens  à título de mútuo ou comodato; aceitar, endossar, descontar, negociar ceder  e cobrar instrumentos negociáveis ou não,  e ademais documentos civis  e comerciais; adquirir, vender, permutar  e explorar privilégios, concessões, patentes, marcas, modelos, desenhos industriais e nomes comerciais; participar como acionista, sócia ou partícipe em quaisquer outras sociedades que tenham objetivos similares ou complementares; aportar com dinheiro, em espécie, ou em serviços a essas sociedades, alienar suas cotas, direitos, etc.; subscrever, comprar  e vender ações, bônus ou títulos valores; importar as matérias-primas necessárias; importar, exportar  e comercializar produtos, elementos, maquinaria, repositórios, acessórios e mercadorias; e, em geral, celebrar ou executar todo tipo de contratos, atos e operações de caráter civil ou comercial, que guardem relação com o objeto social expresso e todas aquelas que tenham como finalidade exercer os direitos, e cumprir com as obrigações, derivadas da existência e das atividades desenvolvidas pela companhia. (a.2) O capital social destacado para a sucursal ora criada será de R$ 8.150,00 (oito mil e cento e cinquenta reais), que equivale a US$ 5.000,00 (cinco mil dólares americanos). (a.3) A sucursal ora criada terá prazo de duração de 30 (trinta) anos, que poderão ser prorrogados por deliberação da companhia, tomada antes da data de término da sucursal. A duração ora estabelecida poderá ser reduzida por resolução da companhia nas seguintes circunstâncias: (i) Por inabilidade no exercício dos negócios ou atividades da sucursal ora criada; (ii) Mediante resolução da Diretoria, tomada nos termos da lei e do estatuto da companhia; (iii) Mediante decisão de autoridade competente, estipulada nas leis e (iv) em qualquer outro caso previsto em lei. Passando ao item (b) da Ordem do Dia, fica aprovada a designação da Companhia PBP Representaciones Cia. Ltda, representada pelo Dr. Carlos Salazar, como representante legal da sucursal da sociedade na República do Equador, a quem são outorgados poderes para em nome da sociedade outorgante, realizar todos os atos compreendidos no objeto social, tendo capacidade judicial e extrajudicial da companhia, para todos os efeitos legais, ato de gestão que for necessário ao fiel cumprimento do presente mandado, assim como subscrever a documentação pública ou privada de estilo, com todas as cláusulas que sejam necessárias. ENCERRAMENTO: Nada mais havendo a tratar e encerradas as matérias constantes da Ordem do Dia, o Sr. Presidente declarou suspensos os trabalhos da Assembléia pelo tempo necessário à lavratura da presente Ata que, lida em alta voz e achada exata e conforme, depois de reaberta a sessão, foi aprovada e assinada por mim, Walter Alberto Mitt Schause, Secretário da Assembléia e pelo Sr. Presidente.Certifico que a presente ata é cópia fiel do original lavrado no livro de Atas das Assembléias Gerais. “Certifico que a presente Ata foi arquivada na JUCEPAR sob o nº 20114001286, em sessão de 04/11/2011”

Atividade econômica cresce 0,02% de agosto para setembro A atividade econômica do país apresentou crescimento de apenas 0,02% em setembro em relação a agosto. É o que mostra o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período), divulgado nesta quinta-feira (17/11). Em setembro, o índice registrou 142,13 pontos, ante 142,11 pontos de agosto. Na comparação com o mesmo mês de 2010, o IBC-Br teve alta de 1,45%. Nos nove meses do ano, a expansão chegou a 3,19%, e em 12 meses encerrados em setembro, a 3,65%. No terceiro trimestre, em relação a igual período do ano passado, o índice registrou alta de 2,19%. Em relação

ao segundo trimestre, houve queda da atividade econômica de 0,32%. Essa foi a primeira queda registrada nesse tipo de comparação desde o primeiro trimestre de 2009. Sem ajustes sazonais, os dados mostram queda do IBC-Br de 2,68% em setembro, em relação ao mês anterior. No acumulado do ano, até setembro, a alta ficou em 3,15% e em 12 meses, em 3,55%. O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira. O índice incorpora e sintetiza informações sobre o nível da atividade dos setores da economia, como a indústria, o comércio, a agropecuária e os serviços.

IBGE revisa para 0,3% queda do PIB brasileiro de 2009 O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revisou, para cima, a taxa de queda do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2009. A soma de todos os bens e serviços produzidos no país caiu 0,3% naquele ano, em vez da redução de 0,6% divulgada anteriormente. Com a correção, o PIB brasileiro de 2009 chegou a R$ 3,24 trilhões. Entre os segmentos da economia analisados pelo IBGE, apenas os serviços tiveram revisão para baixo, ao registrar uma taxa de crescimento de 2,1%, em vez dos 2,2% divulgados ante-

riormente. Ainda assim, os serviços foram o único setor da economia a apresentar expansão em 2009. A agropecuária teve uma queda de 3,1% (a taxa anterior havia sido -4,6%), enquanto a indústria apresentou uma redução de 5,6% (a taxa anterior havia sido -6,4%). Sob a ótica da demanda, o crescimento do consumo das famílias foi corrigido de 4,2% para 4,4%. No caso do consumo da administração pública, a taxa foi corrigida de 3,9% para 3,1%. Já a formação bruta de capital fixo teve a sua taxa corrigida de -10,3% para -6,7%.

Necessidade de financiamento do setor público em 2009 chegou perto de R$ 150 bi A necessidade de financiamento do setor público brasileiro em 2009 somou R$ 149,3 bilhões, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (17/11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os números mostram que houve déficit nominal (que inclui o pagamento de juros da dívida pública) nas contas do governo naquele ano. Mais da metade desse déficit foi financiada por empresas financeiras e não financeiras, famílias e instituições sem fins lucrativos. A capacidade de financiamento das empresas financeiras somou R$ 83,3 bilhões. Já as empresas não financeiras e as famílias cobriram quase R$

4 bilhões desse déficit. Assim, com a capacidade de financiamento nacional somando apenas R$ 89 bilhões, o governo foi obrigado a ir ao mercado de capitais para pegar mais R$ 60, 3 bilhões emprestados, com o objetivo de honrar as despesas públicas. “Fica clara a necessidade de captação do governo para financiar esse déficit, preponderantemente através da emissão de títulos”, explicou Carlos Sobral, gerente de Coordenação de Contas Nacionais do IBGE. Segundo o IBGE, a emissão de títulos públicos representou quase 65% do passivo patrimonial da administração pública brasileira em 2009.

Italianos protestam contra plano de austeridade Um dia depois de tomar posse, o novo primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, enfrentou nesta quinta-feira (17/11) a primeira manifestação contra o seu governo. O protesto foi gerado pela insatisfação com as medidas de austeridade. O novo primeiro-ministro da Grécia, Lucas Papademos, também é alvo do primeiro protesto no país desde que tomou posse. Na Itália, a manifestação tomou conta das principais ruas de Roma, sendo que a concentração ocorreu em frente ao Senado. Os manifestantes reclamam da possibilidade de cortes no Orçamento e de medidas que provoquem o aumento no desemprego. O protesto coincide com uma greve geral do transporte público no país.

Monti pediu aos senadores que aprovem um voto de confiança no seu governo. Na quarta (16/11) o primeiro-ministro, que acumulará o cargo de ministro da Economia, anunciou a composição do gabinete de governo, formado por acadêmicos e empresários. Paralelamente, na Espanha, o custo para os empréstimos contraídos pelo governo sofreu hoje aumento atingindo o índice mais alto dos últimos 14 anos. Os juros para os títulos com vencimento em dez anos subiram dos 5,433% registrados em outubro para 6,975%, o patamar mais alto desde 1997. Esse índice indica que os investidores podem não estar confiantes quanto à capacidade do governo espanhol de pagar suas dívidas.


3

a

margem

Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de novembro de 2011 | B3

arte&atitude,

Nem te Conto Danni Carlos

moda&cia

Adélia Maria Lopes | adelia@novacombrasil.com.br

Lulu, Sandy e Bethania no Circuito

A nova edição do Circuito Cultural Banco do Brasil começa em Curitiba e vem com um formato inédito, ao reunir conhecidos nomes da música brasileira interpretando sucessos de outros compositores. As apresentações começam nesta sexta com Lulu Santos mergulhando na fase roqueira de Roberto e Erasmo Carlos, no sábado,

Sandy canta músicas de Michael Jackson e no domingo Maria Bethânia encerra dedicando repertório inteiramente à obra de Chico Buarque. Os três shows, idealizados e dirigidos por Monique Gardenberg com curadoria de Toni Platão, são inéditos e depois do Paraná seguem para São Paulo, Ribeirão

Preto, Goiânia e Recife. A ideia é manter o formato nos próximos anos. O Circuito Cultural nasceu do projeto Brasil Musical, lançado em 1993, que buscava popularizar a música instrumental brasileira. A partir de 1998 passou a incorporar intérpretes de MPB, passando então a contemplar as mais variadas manifestações artísticas. Lulu Santos, que abre a atual edição, comemora 30 anos de carreira e deixa seus sucessos de lado para, pela primeira vez, celebrar Roberto e Erasmo, responsáveis por infinita lista de canções que habitam a memória afetiva dos brasileiros há décadas. Para o show, Lulu optou pela fase do início da parceria do Rei com o Tremendão, entre canções que remetem à Jovem Guarda e outras afiliadas ao rock mais tradicional.

Sandy, que diz ser fã de Michael Jackson, lembrando que ambos começaram a carreira ainda crianças e bastante ligados à raiz familiar, nunca tinha pensado em realizar um tributo exclusivamente dedicado a ele. Na primeira visita do astro pop ao Brasil, em 1993, Sandy – à época com dez anos – fez uma pequena participação em seu show, ao lado do irmão Junior, no Estádio do Morumbi. Antes mesmo da precoce morte de Jackson, em 2009, ela já interpretara algumas músicas de seu repertório.

Peoa da primeira edição de A Fazenda, da Rede Record, Danni Carlos segue sua vida de cantora e estará em Curitiba nesta sexta dia 18, no Salão Azul do Clube Curitibano (Av. Getúlio Vargas, 2857), às 22h. O show traz o repertório do disco Música Nova, seu primeiro trabalho autoral, lançado em 2007. A abertura será com Litteris Brothers e no encerramento, a banda Blindagem, ícone do rock paranaense.

Perversidade extrema

Entra em cartaz a peça Florrie, a importância extrema, no Teatro Novelas Curitibanas. A atriz Clarissa Oliveira encarna a personagem-título, que une as 15 personagens do livro As mulheres mais perversas da Histór. O Monólogo, escrito e dirigido por Léo Glück, é uma perturbadora expedição pelos recantos mais obscuros do crime. Esse é o primeiro monólogo da Companhia Silenciosa, que une multimídia nos seus espetáculos. Para “Florrie”, há os vídeos de Alessandra Haro, intercalados com o texto, e a sonorização ao vivo da Dj Jo Mistinguett. A temporada vai até 18 de dezembro, de quinta a domingo, às 20h. Censura: 18 anos O teatro tem apenas 70 lugares, é bom chegar cedo.

Ocaso do Crepúsculo

Entra em cartaz nesta sexta 18 a primeira parte do quarto e último episódio da saga: Crepúsculo: Amanhecer. O filme traz os recém-casados Bella Swan (Kristen Stewart) e Edward Cullen (Robert Pattinson) ameaçados por uma série de traições e desgraças. Após a lua de mel no Rio de Janeiro, Bella fica grávida e tem um parto dramático. Mas a chegada da filha, Renesmee, acontece uma perigosa cadeia de eventos que encurrala os Cullen e seus aliados contra os Volturi, o conselho de líderes vampiros. Na rede Cinesystem, haverá sessões especiais a partir da 00h01 e nas bombonieres haverá um balde de pipocas exclusivo do filme.

Madeira do Brazil

Para fechar o Circuito, Maria Bethânia, tida por Chico Buarque como sua melhor intérprete, tendo gravado mais de 50 canções suas, lota o Guairão. Desde que pisou profissionalmente no palco pela primeira vez, em 1965, aos 18 anos, Maria Bethânia conseguiu conciliar reverência ao passado e ousadia, independência artística e sucesso comercial, sofisticação e apelo popular. Primeira mulher a vender um milhão de discos no país, nunca se atrelou a movimentos, nem à tropicália do mano Caetano. Imperdível e com risco de não ter mais ingressos: Lulu Santos nesta sexta 18, às 21h; Sandy no sábado às 21h e Maria Bethânia no domingo às 19h, no Guairão. Preço: 100, 80 e 50 reais, além de meia-entrada. À venda nas bilheterias do teatro ou pelo site: www. tguaira.pr.gov.br. Fones: 3304-7900 e 3304-7982. Classificação: livre.

Para festejar cinco anos da loja Madeira do Brazil, as sócias Melissa Soares da Costa e Verinha Costa receberam ontem convidados para uma happy hour. Os visitantes também conferiram algumas peças exclusivas, além do lançamento da Madera, uma nova marca de móveis para locação, feitos em madeira de demolição - esta criada pelas empresárias Thayna Pozzobon e Melissa Soares Costa.

Miss Moneypenny’s

Movimento iniciado há 18 anos nas casas noturnas inglesas, o Miss Moneypenny’s tem versão curitibana. (O nome homenageia uma personagem do universo de James Bond). Nos finais de semana deste mês. dias 18, 19, e 25, 26, o Soviet Vodka Bar vai receber atrações internacionais, como o DJ italiano Tommy Tuned. Entradas a 15 reais. A casa abre às 19h. Detalhes pelo fone 3022 2042 ou www.soviet.com.br.

Léo Lins

Luiza Possi segue cantando Os dez anos de carreira de Luiza Possi, festejados no show Seguir Cantando, ganharam DVD e com ele a cantora cai na estrada. Nesta sexta 18, ela chega ao paco do Teatro Positivo, com repertório que i

incluem “Abençoador”, “Ainda é Tudo Seu”, “O Portão”, “Eu Espero” e “Tudo Certo”. Luiza sobe ao palco com Bruno Coppini (baixo), Ramon Montagner (bateria), Will Bone (metais), Conrado Goys

(guitarra e violão) e KeccoBrandão (teclado). A direção musical é de Conrado Goys e Luiza Possi. “É um passo muito importante e grande na minha vida. É um momento de mudanças e de ir de encontro

com quem eu sou”, diz ela. Agende-se: às 21h15 no Teatro Positivo. Ingressos a 74, 54, 39 e 29 reais, à venda nos shoppings Mueller, Estação e Palladium. Classificação livre. Fone (41) 3315-0808.

Nazareth está de volta

Neste sábado 19, o Curitiba Comedy Club traz de São Paulo um dos comediantes mais conhecidos do Brasil: Léo Lins, carioca de 26 anos. O humorista, que com Danilo Gentili o programa Agora É Tarde, apresenta seu show solo “Surreal”. A apresentação começa às 22h. Ingressos a 20 reais. Detalhes e reservas pelo fone 3018 0474 ou www.curitibacomedyclub.com.br.

Comes & Bebes

1- O Velho Oriente Kebaberia participa com o Kebab de Falafel do Circuito Gastronômico Solidário, evento promovido pelo Instituto Pró-Cidadania de Curitiba em que os restaurantes elegem um prato, todas as terças-feiras, para destinar a renda a favor de projetos sociais. O evento termina neste mês. 2- O vinho francês Beaujolais Nouveau 2011, que sempre é lançado na mesma semana de novembro no mundo todo, estará no Empório Santa Genoveva/ParkShoppiung Barigui, a partir desta sexta 18, e terá um prato especial para harmonização no bistrô. 3- Os seis anos do Terra Madre serão comemorados com a parceria dos irmãos chefs Ivo e Ivan Lopes, no dia 23 próximo, às 20h. Ivo, primeiro chef do restaurante, volta especialmente para o aniversário, em parceria com Ivan, que é o atual chef. Reservas 3335-6070, preço 110 reais.

Gino e Geno

O primeiro show no Brasil foi em dezembro de 1990, em São Paulo. Desde então, passa com freqüência pelo país com suas turnês, frequentemente incluindo Curitiba. E é o que acontece nesta sexta 18: o lendário grupo escocês Nazareth estará nesta sexta 18, no Curitiba Master Hall, com o show da turnê do seu mais recente trabalho Big Dog, o 22º álbum. Ao lado de músicas novas, o repertório traz clássicos dos 40 anos de hard rock, cmyk

como “Hair of The Dog”, “Razamanaz, “Dream On” e “Love Hurts”. Big Dog foi gravado em Praga, República Tcheca, e mixado na cidade suíça de Basel. A produção, assinada pelo próprio guitarrista Jimmy Murrison, mistura influências do blues com rock e resgata a sonoridade clássica das bandas de rock dos anos 70. Com dois membros originais, o vocalista Dan McCafferty e o baixista Pete Agnew, o grupo se completa com Jimmy Murrison

e o baterista Lee Agnew, filho do baixista Pete Agnew e ex-técnico de palco do baterista Darrel Sweet, um dos fundadores do Nazareth. Para os fãs: ingressos a 164 e 84 reais, com doação de um quilo de alimento, à venda pelo 3315-0808 e no Palladium, Mueller e Estação. Apresentação no Curitiba Master Hall (Rua Itajubá,143, Portão), nesta sexta 18, às 23h. A casa abre às 20h. Só para maiores de 16 anos.

O show dos 40 anos de carreira dos mineiros Gino e Geno será nesta sexta 18, no Rodeo Country Bar, à meia-noite. A casa fica na Linha Verde, BR 116, número 4100. Ingressos a 30 (eles) e 25 reais.


Negócios Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de novembro de 2011 | B4

BRASIL

AB Notícias

Cresce o investimento em eventos corporativos

abnoticias@abcom.com.br

MUSEU DO HOLOCAUSTO

Valor foi de R$ 1,5 bilhão em 2009 para R$ 2,1 bilhões em 2010

O

mercado brasileiro de eventos corporativos tem experimentado crescimento nos últimos anos, segundo pesquisa encomendada pelo MPI (Meeting Professionals International), maior comunidade de estrategistas da área no mundo. De acordo com dados divulgados, o investimento passou de R$ 1,5 bilhão em 2009 para R$ 2,1 bilhões em 2010 – um aumento de 40%. A justificativa para este aumento é a transformação de perfil que este tipo de encontro sofreu nos últimos anos. Antes restrito a festas e convenções simplórias sem muita organização, o setor se profissionalizou. Agora, os eventos são vistos como ações de mídia independentes, com alto potencial de retorno. É o caso da Magic Web Design, empresa curitibana da área de tecnologia, que está investindo meio milhão de reais na comemoração de seus 15 anos de existência. “A festa será uma excelente oportunidade de relacionamento e branding”, explica Antonio Borba, diretor executivo da Magic Web Design. “Cada detalhe foi pensado de forma que

da redação

Atualmente além de decorar a casa com objetos bonitos e arquitetura sofisticada, é possível também destacar os ambientes através das técnicas de iluminação. Pensando nisso a Due Arquitetura utiliza o projeto de Luminotécnica para redimensionar e transformar espaços em uma residência localizada em Curitiba (PR). “Optamos pela luz direcionada para expor cada um dos objetos contidos no ambiente, proporcionando ao cliente desfrutar de cada detalhe”, destacou a arquiteta Ana Flavia Nassar, sócia da Due. Para Ellen Caroline Chaves Marques que também é sócia da Due Arquitetura, a iluminação é importante para complementar os ambientes e não substituir sancas e driwall por exemplo. “Por meio da iluminação direcionada é possível destacar e dar ênfase a elementos específicos do ambiente. Esses elementos

MERENDA ESCOLAR

A cidade de Mandaguari, Norte do Estado, ficou entre os melhores municípios do País na 8ª edição do Prêmio Gestor Eficiente da merenda Escolar. Entre os 1082 projetos inscritos, 24 finalistas foram escolhidos e que receberão o prêmio no final deste mês em Brasília. Mandaguari não foi selecionada,mas ficou entre os 53 melhores e que participaram da penúltima seleção.

FICAFÉ Antonio Borba, diretor executivo da Magic Web Design

conseguíssemos transformá-la em uma experiência única com a nossa marca, homenageando cada um que esteve conosco desde o início e mostrando aonde conseguimos chegar”, complementa. A infraestrutura é pesada. Realizada no Graciosa Country Club, um dos redutos da alta sociedade curitibana, a Magic 15 Anos conta com a produção

de João Callas, um dos produtores mais conhecidos do estado. No salão, são mais de 30 TVs espalhadas transmitindo uma programação especial – incluindo um vídeo de 15 minutos produzido pela empresa em computação gráfica, especialmente para a ocasião. No palco, quatro atrações se revezam em frente a um painel de LED. E, mesmo dentre os músicos, a

Magic não economizou e criou uma apresentação inédita: uma banda inteira formada por campeões brasileiros e um campeão mundial do jogo Guitar Hero, do videogame Playstation. “Nunca ouvimos falar de show assim em nenhum lugar do mundo”, conta Borba. Para completar, o evento terá transmissão ao vivo via internet, tanto no site quanto pelo Facebook.

podem fazer parte da composição do próprio mobiliário ou também de objetos contidos no seu interior, como em nichos e prateleiras. E não substitui o drywal e sim completa o desenho, sendo os dois aliados para transformar um ambiente simples em sofisticado, criando uma composição entre eles e outros elementos decorativos do espaço”. Afirma. Segundo Ellen a iluminação pode ser projetada tanto em ambientes residenciais como industriais e comerciais. “Nos espaços comerciais a iluminação pode ser inserida para compor o marketing visual, destacando áreas estratégicas de produtos mais sofisticados ou até mesmo aqueles em promoção. Um bom projeto de iluminação inserido nesses ambientes pode direcionar o cliente de acordo com o interesse do proprietário. Já em espaços industriais a iluminação pode proporcionar um espaço mais agradável para se trabalhar, aumentando a produtividade”, conclui

Daniela Buzzi

Ana Flavia Nassar e Ellen Marques

Evento de negócios reúne empresários em Curitiba

CMYK

EDUCAÇÃO

Horas antes de participar do Fórum, ainda no aeroporto, em entrevista exclusiva para a FESP, Ozires Silva fez considerações importantes sobre empreendedorismo. “É preciso acabar com a mentalidade de que os brasileiros não são capazes de desenvolver soluções inovadoras ainda melhores do que as vindas dos países mais desenvolvidos”, afirmou Silva. Segundo ele, o empreendedor deve encarar suas dificuldades como desafios que lhe dão oportunidade para encontrar soluções novas que podem se transformar em diferencial. Ainda hoje, ele é uma das mais respeitadas autoridades no ramo da aviação, atua em várias áreas, é reitor na Unimonte, em Santos (SP). A qualquer atividade à que se lance, este engenheiro tem levado como preocupação primordial a defesa intransigente do empreendedorismo e da inovação. “Estamos em um momento onde estamos diante de uma

Uma área de quase 801 mil hectares preserva algumas das principais riquezas naturais do Estado. Trata-se do Parque Nacional de Ilha Grande que abriga um conjunto de ilhas, pequenas praias, com vegetação diversificada e animais ameaçados de extinção. O local fica às margens do Rio Paraná, no extremo Noroeste do Estado.

ALERTA

Em 2010, uma pesquisa mostrou que 48,1% dos brasileiros adultos têm sobrepeso e 15% estão obesos. A freqüência da obesidade também subiu um ponto percentual ao ano. Em decorrência disso, o Ministério da Saúde está alertando que o excesso de peso é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, como o infarto e o diabetes.

EXPO-GUAÇU

Ozires Silva fala sobre empreendedorismo durante Fórum realizado em Curitiba Uma biografia inspiradora e a simplicidade natural de um grande e verdadeiro líder. Com voz serena, frases curtas e a agilidade de transitar com propriedade por áreas variadas. Quem acompanhou a palestra realizada na última quarta-feira (16) durante o I Fórum Empreendedorismo e Inovação 2001 pode conhecer umas das maiores autoridades do país em tecnologia, educação e gestão. Ozires Silva, engenheiro aeronáutico e idealizador da Embraer foi o convidado de honra da Rede Educacional Pró-Empreendedorismo (REPE), núcleo formado por diversas instituições de ensino do Estado, entre elas a Faculdade de Educação Superior do Paraná (FESP) para falar sobre empreendedorismo. No aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, Ozires Silva foi recebido pelo presidente da FESP, professor Antônio Carlos Morozowski, pelo superintendente da INFRAERO, Antonio Pallu, pelo coordenador do curso de administração da FESP, professor Édison Luiz Dias e pelo empresário e

ILHA GRANDE

A catedral Nossa Senhora de Belém, na cidade de Guarapuava, Região Centro-Sul, voltará a ser iluminada este ano para o natal. Após dois anos “nos escuro” a igreja voltará a ser decorada com luzes natalinas. O investimento na iniciativa será de 70 mil reais, conseguidos pela prefeitura, a Associação Comercial da cidade e a Rede Força e Luz do Oeste.

do o meio ambiente. E existem diversos tipos de iluminação, o valor varia de acordo com o modelo e intensidade. Uma lâmpada dicróica de LED, que consome muito menos energia, pode variar de R$ 20,00 até R$ 800,00. Entretanto cabe ao arquiteto adequar a intensidade de cada spot conforme a distribuição e o orçamento de cada ambiente.

ex-aluno da FESP, Walter de Castro Júnior.

A 4ª edição da Feira Internacional do Café, promete reunir mais de quatro mil produtores do Paraná este ano. O evento acontecerá amanhã, dia 18, na cidade de Jacarezinho, Região Norte. A Ficafé é considerada a maior feira de cafeicultura do Estado, e umas das maiores do Brasil no que se refere á cafés especiais.

CATEDRAL ILUMINADA

As lâmpadas de LED, que atualmente estão substituindo as incandescentes, são as mais procuradas pelos clientes. Apesar deste tipo de lâmpada exigir um investimento mais expressivo, o custo benefício também é alto, visto que seu rendimento é até 10 vezes maior que de uma lâmpada comum e seu consumo é menor, diminuindo o custo mensal de eletricidade e ajudan-

Kelson Henrique

MOBILIDADE

Curitiba começa a receber as primeiras críticas ao seu sistema de transporte. Isso se deve ao fato da cidade do Rio de Janeiro ter despontado em uma pesquisa realizada pelo portal Mobilize Brasil que indicou o Rio em uma escala de 0 a 10 em primeiro lugar em mobilidade seguido de Curitiba.

Due Arquitetura destaca ambientes com iluminação direcionada Aline Machado

No próximo domingo, 20, a comunidade judaica de Curitiba irá inaugurar o primeiro Museu do Holocausto do Brasil na capital do Estado. O objetivo principal é o aspecto pedagógico, com a intenção de levar à reflexão a questão. Nas edificações do museu, que ocupa um espaço ao lado do Centro Israelita do Paraná, foram gastos cerca de R$ 1 milhão.

oportunidade gigantesca de melhorarmos e crescermos. Sem sombra de dúvidas, o tempo é a variável fundamental para que as coisas sejam diferentes.

OTIMISMO

Sobre a participação na educação, Ozires Silva destaca que se sente feliz e destaca otimismo com os novos empreendedores brasileiros. “Minha participação na área de educação, hoje no Brasil, bem como a participação de cada profissional que se dedica efetivamente ao ensino é de alguma forma um grande privilégio. De uma forma direta ou indireta nós somos responsáveis por criar pessoas capazes de se tornar vencedoras, e esse é o maior desejo de quem está na educação. Desejo que estes novos empreendedores façam a diferença. Que todos nós possamos produzir os melhores cidadãos, que sejam capazes de vencer demonstrando que são muito melhores do que eles pensam e tenham uma participação proativa na vida do país, com resultados muito mais intensificados do que se conseguiu no passado”, disse Ozires Silva.

Empresários e executivos de todos os setores terão oportunidade de trocar experiências de mercado e aprimorar estratégias de negócios no evento B2L Meeting – Investimentos, Expansão, Compra e Venda de Empresas, promovido pela Business to Lawyers, que será realizado em 24 de novembro, no Hotel Bourbon, em Curitiba (PR), das 8h30 às 12h30. O encontro reunirá empreendedores, sócios de empresas em expansão, de médio e grande portes, que discutirão temas estratégicos que envolvem o setor, incluindo crescimento, expansão e consolidação de empresas, mercados e realização de investimentos, além de operações de crédito estruturado e investimentos imobiliários, operações de alinhamento para compra e venda de empresas e parcerias para novos negócios.

Entre os dias 25 e 27 de novembro, será realizada na cidade de Guaraniaçu, Oeste do Estado, no Centro de Eventos Porteira do Paraná a Expo-Guaçu. Na programação está previsto o 1º Torneio de Gado Leiteiro com julgamento de novilhas. Além disso, haverá leilão de gado, exposição da indústria e comércio, rodeio e shows.

BICICLETAS-PATRULHA

A diminuição do efetivo da ciclo-patrulha da Guarda Municipal de Curitiba, faz com que hoje está modalidade de segurança fique restrita somente aos parques. Anteriormente as bicicletas de patrulha acompanhavam eventos também. Em 2005 havia 80 guardas que usavam este meio de transporte, este ano são apenas 22. A solução seria a realização de um novo concurso para ampliar a segurança feita por guardas de bike.

NOTA PARA A VIDA

A população brasileira deu em média a nota de 6,8 para a vida que leva. É o que revela um estudo realizado pela Organização das Nações Unidas. A nota dos brasileiros é similar a da população de países muito ricos, como por exemplo, a Noruega, país com maior Índice de Desenvolvimento Humano no mundo, que mostrou uma nota de 6,9.

OBRAS DE INFRAESTRUTURA

Com a intenção de crescer e atrair avanços sociais e econômicos os pequenos municípios estão investindo em obras de infraestrutura que garantem a qualidade de vida dos cidadãos. A cidade de Iguatu é exemplo disso, injetando 500 mil reais na restauração de calçadas em vários pontos da cidade. A medida trará a possibilidade de abertura de novos empregos, com a geração de mais renda a trabalhadores braçais.

Motorola Mobility e TIM lançam o Motokey Social no Brasil A Motorola Mobility LTDA e a TIM anunciam o lançamento no país do Motokey Social EX225, aparelho compacto e inteligente, que chega ao mercado brasileiro primeiro nas lojas da operadora. O device é o primeiro a possibilitar o acesso direto ao Facebook por meio de uma tecla exclusiva e ainda combina touchscreen e teclado Qwerty. Assim, os usuários podem escolher a melhor forma de manter a eficiência no trabalho, contatar amigos e familiares e acessar sua rede social da palma da sua mão. O smartphone traz ainda conexão 3G com a rede da TIM. No Paraná o aparelho estará

nas lojas a partir do dia 18 de novembro. O valor do investimento é de R$ 349,00. O Motorola Motokey Social EX225 estará disponível primeiro nas lojas da TIM. A operadora oferecerá o aparelho com planos adequados aos mais variados perfis de consumo. “Estamos comprometidos em trazer dispositivos com preços competitivos e recursos exigidos pelos consumidores que ainda não têm um smartphone, mas precisam de e-mail, hotspot Wi-Fi e acesso a redes sociais, por exemplo”, destaca Edson Bortolli, diretor de Produto da Motorola Mobility.

18-11-11 Indústria&Comércio  

jornal, economia, curitiba, parana