Issuu on Google+

Curitiba, terça-feira, 18 de junho de 2013 | Ano XXXVi | Edição nº 8890 | R$ 1,50

Indústria&Comércio DIÁRIO

INFORMAÇÃO. conhecimento. inteligência. DESDE 1976.

Aroldo Murá AS CALÇADAS, VELHO DESAFIO Entra administração nova e o velho desafio continua: as calçadas de Curitiba. São armadilhas para o pedestre.

Página a3

Pedro Washington Recuo improvável

“Há mais coisas no ar do que aviões da Varig”, era uma expressão usual nos tempos em que a empresa gaúcha de aviação, até hoje não superada em atendimento pelas novas donas do mercado aéreo, existia. Página | A2

Roseli Abrão CPI do Pedágio é arquivada

Sete deputados retiraram suas assinaturas da CPI do Pedágio, proposta no inicio de 2.011 pelo deputado Cleiton Kielse. Na fila para ser instalada, a CPI é esvazaiada. Das 24 assinaturas originais, restam 17, número inferior ao exigido para sua instalação. Por decisão do presidente da Assembleia, o pedido foi arquivado. Página | A5

INDICADORES FINANCEIROS

Renault estuda investimentos no Paraná para ampliar mercado A empresa francesa de automóveis cumpre um programa de investimentos de R$ 1,5 bi no Estado Orlando Kissner/ANPr

O governador Beto Richa recebeu ontem o presidente da Aliança RenaultNissan, Carlos Ghosn. Na pauta do encontro a possibilidade de novos investimentos da montadora francesa na fábrica instalada em São José dos Pinhais.  Segundo Ghosn, a Renault cumpre um programa de investimentos de R$ 1,5 bilhão no Paraná, que deve ser encerrado até 2015, e vai estudar a possibilidade de novas inversões para aumentar a participação da marca no mercado automotivo brasileiro e internacional. A capacidade de produção da montadora foi ampliada para 380 mil veículos por ano e a empresa é uma das maiores exportadoras paranaenses.  “A Renault voltou a confiar no Paraná”, afirmou o governador Beto Richa. página a2

Governador Beto Richa recebe o presidente da Renault/Nissan, Carlos Ghosn e o presidente da Renault Brasil

MERCADO À VISTA Maiores altas

COTAÇÃO

RJCP EQUITY ON BIOMM ON RECRUSUL PN CELPA PNB CELPA PNC

Maiores QUEDAS

0,02 10,00 0,05 0,60 0,62

COTAÇÃO

TRIUNFO PART DO 11,00 CCX CARVAO ON NM INEPAR TEL ON EXCELSIOR PN TECNOSOLO ON

0,20 1,85 0,03 9,26 0,05

IBOVESPA Maiores altas*

COTAÇÃO

EMBRAER ON NM JBS ON NM FIBRIA ON NM ELETROBRAS PNB N1 KLABIN S/A PN N1

Maiores QUEDAS

19,93 6,28 23,15 9,07 10,99

Grau de satisfação do consumidor cai 12% em Curitiba, revela ACP Setor farmacêutico pretende aumentar número de produtos postos à venda

motocicletas Grupo Servopa inaugura a CWB Triumph em Curitiba Curitiba acaba de ganhar mais uma concessionária de motocicletas premium, a CWB Triumph. A inglesa Triumph, com 111 anos de história, chega à cidade com a credibilidade e a solidez do Grupo Servopa, desde 1955.

COTAÇÃO

OGX PETROLEO ON NM MMX MINER ON NM MARFRIG ON NM LLX LOG ON NM GAFISA ON NM

0,83 1,27 6,92 1,10 3,14

CÂMBIO Moeda

Compra

Venda

Dólar turismo 2,0700

2,2100

Dólar comercial 2,1654

2,1661

Dólar paralelo 2,0900

2,2000

Euro

2,9019

2,9003

Página b1

evento Churrasco do Pequeno Cotolengo ganha edição especial em Julho

Ouro (Grama/R$): 96,70

Acesse a edição digital

www.icnews.com.br

As grandes redes de farmácias movimentaram R$ 8,76 bilhões, entre janeiro e abril. Do total, R$ 5,93 bilhões se referem à venda de medicamentos. O restante não são de medicamentos, que apresentaram aumento de 16,20% em comparação ao mesmo período de 2012 página a5

Editorial

Lentidão política e lei indefinida afetam empregados domésticos

A

atualização dos direitos dos trabalhadores doméstico, sem dúvida nenhuma, foi um avanço para a sociedade brasileira. Agora, patrões e empregados precisam estar atentos às modificações que estão em vigor desde abril. O problema é que nem todas as questões estão claras e nem todos os assuntos foram definidos pelo Congresso Nacional, que ainda trabalha o tema.

Q

uestões como os acordos de compensação de horas extras, a definição dos casos em que é permitida a demissão por justa causa, o pagamento de multa de 40% sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) do trabalhador são alguns dos itens que estão em debate no Congresso Nacional. O projeto de lei apresentado pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR) teve

aprovação, no último dia 6, da comissão mista de parlamentares formada para regulamentar outros pontos pendentes da matéria, que, seguiu, então, para votação nos plenários da Câmara e do Senado.

O

debate e a tramitação política precisam avançar com urgência para garantir tranquilidade para os brasileiros.

Muita música e animação devem agitar o Churrasco do Pequeno Cotolengo do próximo dia 7 (domingo). O evento, que tem a temática de Festa Julina, vai contar com apresentações de artistas sertanejos e grupos de forró. Página b1

feira Condor atende fornecedores de SC na Exposuper 2013 O Condor Super Center está investindo R$ 50 milhões em sua primeira loja em Santa Catarina, um hipermercado na cidade de Joinville. A rede vai marcar presença na Exposuper, que acontece de 18 a 20 de junho em Joinville.

Editais na página a7

CMYK

curitiba | a2

Página b1

Central de Atendimento: 41 3333.9800

e-mail: pauta@induscom.com.br


CURITIBA

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, terça-feira, 18 de junho de 2013 | Pág. A2

Previsão do tempo

Mín.: 12° | Máx.: 22°

Nesta terça-feira a nebulosidade predomina de forma variável e permite períodos de sol, sendo que a tarde fica mais quente na metade norte do estado. Uma nova área de baixa pressão ganha força no Paraguai e há previsão de pancadas de chuva a partir da tarde e noite, começando pelos setores do oeste do Paraná. fonte: www.simepar.br

PARANÁ COMPETITIVO

Renault estuda investimentos no PR para ampliar mercado Foto: Orlando Kissner/ANPr

A empresa cumpre um programa de investimentos de R$ 1,5 bilhão no Paraná

prpress@terra.com.br

PanoramaPolítico Recuo improvável

“Há mais coisas no ar do que aviões da Varig”, era uma expressão usual nos tempos em que a empresa gaúcha de aviação, até hoje não superada em atendimento pelas novas donas do mercado aéreo, existia. Nos tempos de hoje é bom que os governos se dêem conta de que, por traz das manifestações explosivas que ocorrem em praticamente todas as capitais onde houve aumento no preço do transporte coletivo, há mais fatores a influenciar essas confluências de pessoas convocadas via Internet. A palavra que definiria as reivindicações englobadas nesses movimentos populares seria: “respeito”. De fato, o brasileiro está cansado de ser desrespeitado nos seus principais anseios. Alguns dos protestos se deram ao redor de estádios construídos ou reformados para a Copa das Confederações. O mais ostensivo deles em Brasília, onde para um único jogo, torrou-se R$ 1,3 bilhão de dinheiro público. Isso num país que clama por melhorias na saúde, na educação e na segurança, é um acinte. Não por acaso ao ser anunciado o nome da presidente Dilma que compareceu para “declarar abertos os jogos da Copa das Confederações”, uma sonora vaia ecoou pelo estádio, obrigando o presidente da Fifa a pedir “respeito a Sua Excelência”. A completar o quadro de desencanto desenhado pelas manifestações, o absoluto despreparo do Batalhão de Choque da Polícia Militar para lidar com uma situação como a enfrentada na quarta-feira na capital paulista. Obrigando inclusive a um clima de concessão para organizar as novas manifestações, sem a presença do dito Batalhão. Com um porém: invalidando qualquer recuo no preço da passagem pelos governantes, estopim dos protestos, na medida em que significará uma vitória desse tipo de movimento, trazendo o povo novamente para as ruas, a qualquer pretexto.

Rumo inesperado

A situação da disputa pela vaga do ex-conselheiro Hermas Brandão no Tribunal de Contas do Paraná, começa a tomar contornos jamais imaginados nessa disputa. Fruto do envolvimento de várias personalidades alheias à cena, transformando a situação num confronto na área jurídica levantado inclusive por jornal de circulação nacional.

Parcelamento de débito

Um plano de pagamentos em até 36 meses proposto pela Prefeitura para fazer frente às dívidas recebidas da gestão anterior, algo em torno de R$ 400 milhões, valor contestado pelo ex-prefeito Luciano Ducci, foi votado ontem na Câmara de Curitiba. Cerca de 45% do valor não empenhado em 2012, já havia sido aprovado anteriormente. As empresas que não aceitarem a proposta, terão que recorrer á Justiça.

Preocupação

Não só em relação às compras das famílias, inclusive com alimentação, a inflação em alta tem provocado mudanças de comportamento. Também nas aplicações financeiras em bancos, as perdas ocorridas tem deixado investidores em alerta.

Programa válido

O novo programa anunciado pela presidente Dilma, beneficiando usuários do Minha Casa, Minha Vida que estejam em dia com suas prestações, a poderem adquirir eletrodomésticos e móveis, a longo prazo e com juros baixíssimos, seria ainda mais acatado se os R$ 8 bi a ele destinado não saíssem do Tesouro Nacional e sim dos bancos oficiais. Visto assim, a oposição terá todo o direito de ver nesse bom programa, motivações eleitorais.

Uma no cravo, outra na ferradura

Um ambicioso projeto de comunicação via Rádio e TV Senado abrangendo os estados brasileiros, em parceria com órgãos públicos regionais para veicular sua programação, está sendo implantado pelo senador Renan Calheiros, ao custo de R$ 15 milhões. Isso no momento em que ele anuncia um enxugamento de gastos da Casa, com economia de R$ 216 milhões em dois anos.

Em choque

“A Pátria de chuteiras”, expressão de Nelson Rodrigues, diante do desempenho das seleções que participam da Copa da Confederações, já permite visualizar uma semi final de tirar o fôlego: Brasil x Espanha. EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

Governador Beto Richa recebe o presidente da Renault/Nissan, Carlos Ghosn e o presidente da Renault Brasil

O

governador Beto Richa recebeu ontem, no Palácio Iguaçu, o presidente da Aliança Renault-Nissan, Carlos Ghosn. Na pauta do encontro, a possibilidade de novos investimentos da montadora francesa na fábrica instalada em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Segundo Ghosn, a Renault cumpre um programa de investimentos de R$ 1,5 bilhão no Paraná, que deve ser encerrado até 2015, e vai estudar a possibilidade de novas inversões para aumentar a participação da marca no mercado automotivo brasileiro e internacional. A capacidade de produção da montadora foi ampliada para 380 mil veículos por ano e a empresa é uma das maiores exportadoras paranaenses. “A Renault voltou a confiar no Paraná”, afirmou o governador Beto Richa. Ele ressaltou que o atual ciclo de industrialização do Estado é resultado de um bom planejamento e de um programa moderno de incentivos. “Hoje podemos comemorar o maior ciclo de

industrialização da nossa história. Graças a um bom planejamento, bons programas, como o Paraná Competitivo, que consegue oferecer incentivos para vencer a grande disputa entre os estados para atrair esses investimentos”, disse. O governador salientou que o Paraná se consolida como um dos grandes pólos automobilísticos do País e citou como exemplo também a ampliação da fábrica da Volvo e as novas plantas da Paccar, Caterpillar e Sumitomo. “Investimentos que ajudam também a despertar interessem de outros investidores internacionais”, completou o governador. A Renault, que completa 15 anos de produção no Paraná em 2013, projeta alcançar 8% do mercado brasileiro até 2016. No ano passado, a marca foi responsável por 6,6% das vendas de veículos no mercado nacional. “O Paraná é a casa da Renault. Somos parceiros do Estado do Paraná e tudo o que pudermos fazer para seu desenvolvimento, nós faremos”, afirmou Carlos Ghosn. “O diálogo com o governo do Estado nos ajudou a acele-

rar os planos de investimento”. No início do ano, a montadora parou a produção de veículos para concluir o projeto de expansão da fábrica, que teve apoio do Governo do Estado por meio do programa Paraná Competitivo. “Agradeço o apoio total do governador para a expansão da Renault, para facilitar as coisas e fazer com que realmente, em tempo recorde, pudéssemos conseguir este aumento de produção”, disse Ghosn.

PARANÁ COMPETITIVO

Os novos investimentos da Renault integram o portfólio de mais de R$ 20 bilhões em investimentos atraídos para o Estado nos últimos dois anos com o programa Paraná Competitivo, que geram cerca de 140 mil novos empregos em todas as regiões. O Paraná é um dos estados que mais cresce no Brasil e o quarto em geração de empregos com carteira assinada. “Retomamos a total confiança dos investidores, com bons projetos, diálogo e segurança jurídica”, destacou Richa.

Grau de satisfação do consumidor cai 12% em Curitiba, revela ACP Sondagem sobre o comércio em Curitiba solicitada pela ACP ao Instituto Datacenso, demonstra que o consumidor curitibano tem se declarado insatisfeito quanto ao atendimento prestado nos estabelecimentos comerciais da capital. Em maio, o índice de satisfação foi de apenas 73%, abaixo do índice de abril (85%). Na

pesquisa, são avaliados os itens simpatia, cordialidade, educação e atenção dos atendentes, auxílio em dúvidas, facilidade encontrar o que se precisa e do tempo de espera para atendimento. Na mesma situação decrescente está o volume de compras a longo prazo. O consumidor da capital paranaense tem sido mais

cauteloso com as aquisições com pagamento estendido, o que é justificado pelo ambiente econômico de aumento da inflação. Em maio, o Índice das Expectativas Futuras do Consumidor Curitibano (IEFCC) foi de 114 pontos, com queda de 19 pontos em relação ao mês de abril (133 pontos).

Mineropar conclui levantamento das áreas de risco em Antonina A Mineropar (Minerais do Paraná S.A), empresa vinculada à Secretaria estadual da Indústria e Comércio, já concluiu um detalhado levantamento geológico e geotécnico que mapeou as áreas de riscos do município de Antonina, Litoral do Estado. O estudo mostra os pontos mais suscetíveis a deslizamentos, e é uma importante ferramenta para evitar ou reduzir os efeitos de desastres naturais na cidade. O relatório será entregue nos próximos dias ao prefeito de Antonina, João Domero, pelo presidente da Mineropar, José Antonio Zem. A equipe da Mineropar avaliou todas as encostas na parte urbana e ocupadas do município numa área de 17 km2. O levantamento é a continuidade do mapeamento do Litoral iniciado em 2011 quando foram apontadas as áreas mais críticas da região.

Segundo Zem, as informações vão auxiliar no plano diretor municipal, no ordenamento do uso e ocupação do solo e também na definição dos focos de monitoramento da Defesa Civil. “Medidas de defesa civil e restrições construtivas reduzem consideravelmente o risco de danos à população, à infraestrutura pública, às atividades econômicas e sociais e ao meio ambiente”, afirma. O presidente da Mineropar explica que foi desenvolvida uma metodologia específica baseada em métodos de mapeamento da escola de engenharia da Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos, e da Universidade Federal do Paraná (UFPR). “Criamos um método de avaliação rápido, de baixo custo e de alto grau de confiabilidade”, afirma Zem. Os ensaios geotécnicos em amostras de solo foram feitos

nos laboratórios da Mineropar. Ainda segundo Zem, a elaboração dessa nova metodologia também motivou uma parceria da Mineropar com o Departamento de Recursos Minerais (RJ) e o Instituto Geológico (SP). O mesmo levantamento será feito em Morretes onde serão analisados os 57 km2 da Bacia do Rio Sagrado. Os estudos fazem parte de um amplo mapeamento das áreas do Litoral mais suscetíveis a deslizamentos e inundações e contam também com a Defesa Civil, Universidade Federal do Paraná, Simepar, Instituto das Águas e outros órgãos. Desde 2011, estão sendo analisados mais de 4.000 km2 da região. O trabalho iniciou logo depois de uma série de fortes chuvas que causaram mais de 2,5 mil deslizamentos de solo na região litorânea.

O secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly, ressaltou que o governo cria uma nova carteira de investimentos, que irá gerar riquezas futuras. “Esses investimentos vão ser a arrecadação do amanhã. Por enquanto estão implantando ou ampliando suas empresas e depois teremos uma receita efetiva. Estamos plantando uma nova economia, forte e vigorosa, para o futuro do Paraná”, afirmou. Participaram do almoço com o governador o presidente da Renault Brasil, Olivier Murguet; presidente do grupo O Boticário, Arthur Grynbaum; presidente do Banco HSBC no Brasil, André Guilherme Brandão; presidente da Ouro Verde Transporte e Logística, Karlis Kruklis, presidente da Itaipu Binacional, Jorge Samek; presidente da Copel, Lindolfo Zimmer; prefeito de São José dos Pinhais, Luiz Carlos Setim; e secretários de Estado: Deonilson Roldo (Chefe de Gabinete), Cássio Taniguchi (Planejamento), Reinhold Stephanes (Casa Civil), José Richa Filho (Infraestrutura) e Ricardo Barros (Indústria e Comércio).

Anvisa apresenta projeto para Serviços de Alimentação O projeto de Categorização dos Serviços de Alimentação para a Copa do Mundo em Curitiba, iniciativa do Ministério da Saúde e da Anvisa, será apresentado hoje pelo diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Jaime Cesar de Oliveira, pelo secretário municipal de Saúde Adriano Massuda, e pelo diretor do Centro de Saúde Ambiental da Secretaria Municipal da Saúde, Luiz Armando Erthal. Em Curitiba, o projeto está sendo viabilizado através de uma parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-PR). O objetivo é definir uma classificação para cada restaurante a partir da qualidade dos serviços e o grau segurança oferecidos por cada estabelecimento. O projeto está sendo realizado nas 12 capitais brasileiras que serão sede da Copa do Mundo de 2014. Ao todo, cerca de 200 restaurantes das principais rotas gastronômicas de Curitiba, localizadas no Centro Histórico, Santa Felicidade, Batel, Juvevê-Itupava, Mateus Leme e Avenida das Torres, vão participar do projeto nesta primeira etapa, que deve ser estendido aos demais estabelecimentos do setor alimentício depois da Copa. A apresentação do projeto aos donos dos restaurantes foi dividida em quatro encontros, com cerca de 50 participantes em cada um.


Aroldo Murá G. Haygert

Contato com o jornalista: aroldo@cienciaefe.org.br

Indústria&Comércio Curitiba, terça-feira, 18 de junho de 2013 | Pág. A3

PEDESTRE, ESSE ESQUECIDO PELO PODER PÚBLICO Não são somente os desníveis que oferecem dificuldade a quem costuma ou pretende usar as calçadas de Curitiba, ainda longe de deixar de ser um risco à integridade física da população. O excesso de placas de sinalização, principalmente nas mais estreitas, é outro problema. O trecho da rua Saldanha Marinho entre Desembargador Mota e Brigadeiro Franco é um exemplo. Ali, do lado aposto da igreja de São Francisco

de Paula, são tantas as placas colocadas a pretexto de garantir o direito de estacionar para todo o tipo de público (idosos, motociclistas etc), que pouco sobra de faixa para quem anda a pé ou, o que é mais grave, de cadeiras de rodas ou empurrando carrinhos de bebês. É um verdadeiro convite para que pessoas nessa condição circulem pelo asfalto. Outro problema que chega à coluna e pede provi-

O poeta Manoel de Andrade, vítima da perseguição política instalada na América Latina nos anos 60 e 70, voltou no tempo há alguns dias. Lendo o blogue português especializado em literatura Livres Pensantes, deparou-se com a publicação de um ensaio antigo sobre o encontro que ele teve com o polêmico cantor e compositor brasileiro Geraldo Vandré nos primeiros tempos de exílio, em maio de 1969, no Chile. No texto, escrito por Maneco após a entrevista que o compositor deu em setembro de 2010, ao completar 70 anos, o poeta tenta decifrá-lo. Eram três homens, afinal: o que inspirou tantos jovens da época a sair às ruas contra a opressão política, o sensível mas politicamente comedido que conheceu no exílio e o indiferente que assistiu na TV.

sobre a obra essencial para que se tenha uma idéia do que são as lavouras e indústriass lastreadas na essencial do orgânico. Acresse o link: http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,produtos-organicos-ganham-espaco-namesa-do-brasileiro,156518,0.htm

Lembrança oportuna nesse final de outono, já chamado de Primavera Brasileira, quando os brasileiros, quarenta anos depois, resolvem voltar às ruas para protestar contra o que julgam injusto e se reencontrar com o exercício da cidadania – com a ressalva, óbvio, dos baderneiros de plantão de todos os lados, que esperam ocasiões como essa na tentativa de deturpar a primeira manifestação coletiva . A começar pelos R$ 0,20 extras na passagem de ônibus de São Paulo.

CARTAS (correspondências para a coluna: aroldo@cienciaefe.org.br)

CUNHA, O BOM EXEMPLO A Vela Filme continua produzindo filmes publicitários da melhor qualidade. E deixando, tanto quanto possível, exemplos de apoio a instituições beneméritas, como a AFEPE. Veja a carta que a fundação mandou ao diretor da Vela, José Francisco Cunha: “Prezado José Francisco Cunha, AFEPE – Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional agradece imensamente pela sua colaboração para a produção do “Filme Institucional FEPE”, sem a qual não teria sido possível a concretização deste projeto de suma importância para a divulgação dos serviços prestados pela instituição. O filme encontra-se disponível no youtube com o título “Institucional FEPE 2013”. Confira o resultado e ajude-nos a disseminá-lo, encaminhando o link (http://www.youtube.com/watch?v=Qyq5gIiSfaM& feature=share) para seus amigos, familiares e colegas de trabalho. Muito obrigado!”

ENCONTRO COM VANDRÉ (2)

Eduardo Sganzerla: qualidade na agricultura orgânica

TAXISTA SEJA LOUVADO

Manoel de Andrade, poeta

Leitora assídua e colaboradora da coluna, a jornalista Zélia Sell escreve para fazer justiça à decência de um taxista: “Em meio a notícias de violência e corrupção, uma boa notícia: tomei um táxi em um ponto do centro de Curitiba e,ao chegar em casa, dei conta que havia esquecido no banco do ponto uma sacola com compras e objetos pessoais. Já ia desistir de encontrá-la devido à distância, o trânsito intenso e o tempo passado, quando o taxista Clésio(Rádio Taxi Curitiba)entrou em contato com a central e esta com a taxista Sueli,que apanhou a sacola e me devolveu intacta! (há alguns tempos ela já havia devolvido ao passageiro um pacote com 5 mil reais!). É muito bom saber de pessoas honestas e eficientes nos dias de hoje! Zélia Sell”, Curitiba.

NOVO DEPUTADO

Pedro Guerra deve ser o mais jovem deputado federal da bancada paranaense. Ele assumiu mandato, temporariamente, em lugar de Cida Borghetti, que se licenciou. Pedro é filho do ex-ministro Alceni Guerra.

PRODUÇÃO DE ORGÂNICOS Trabalho editorial de qualidade, com levantamento jornalístico exemplar, está no livro ‘Orgânicos’, que Rafarel Moro e Eduardo Sganzerla escrevem, recém lançado pela Editora Esplendor de Curitiba. Veja o que o jornal O Estafdo de São Paulo disse

DO SURINAME/VOZES Estimado Aroldo, Agradeço o convite para o lançamento do Volume 5 da coleção Vozes do Paraná, no qual, meu confrade e incansável Missionário Redentorista Joaquim Parrom é uma das personalidades nesta pertinente obra. Gostaria muito de estar presente para prestigiar este valoroso trabalho, mas nesta data não poderei estar, uma vez que me encontro em plena Missão no Suriname. Deste modo antecipo meus cumprimentos e parabenizo pelo zeloso trabalho que vem desenvolvendo em nosso Paraná. Meu Fraterno Abraço, Ir. Jorge Tarachuque, C.Ss.R” Paramaribo – Suriname

DOS ESTADOS UNIDOS/VOZES Prezado Aroldo, Parabéns por mais um volume das Vozes do Paraná. Infelizmente, não poderei comparecer pois não estarei no Brasil. Mas lhe desejo todo o sucesso que essa grande iniciativa merece. Cordialmente, Marcus V. Braga-Alves, Ph.D. Assistant Professor of Finance College of Business Administration Marquette University 336 Straz Hall, P.O. Box 1881 Milwaukee, WI 53201-1881 Phone: (414) 288-5721 Fax: (414) 288-5756

Geraldo Vandré, autor de MPB, um pouco antes de sua morte, em novembro de 2009

Pedro Guerra: juventude

“Não queremos apenas circo. Queremos também pão, fruto da justiça social”, diz nota do CONIC

dência urgente da Prefeitura são os sinaleiros para pedestres que não funcionam. Se eles estão estrategicamente colocados nas esquinas e não servem para ajudar os pedestres a fazer a travessia em segurança, que sejam retirados. Ao menos as pessoas não perderão tempo esperando o sinal abrir para elas – o que não vai mesmo acontecer – e tratarão de cruzar as vias da cidade pelos próprios meios.

Placas e calçadas de Curitiba

ENCONTRO COM VANDRÉ E COM A CIDADANIA

OPINIÃO DE VALOR

“As manifestações dos povos indígenas que assistimos nos últimos dias e a manifestação que vimos ontem, e todas as repressões e extermínios de jovens que acontecem nas periferias das cidades cotidianamente ilustram que algumas de nossas políticas seguem na contramão da garantia de direitos humanos”, afirma nota do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil - CONIC. A nota condena energicamente a repressão policial ocorrida durante as manifestações em São Paulo por conta dos reajustes das passagens. “Não queremos apenas circo. Queremos também pão, fruto da justiça social”, concluem as Igrejas Cristãs. E continua: “Reivindicamos o cumprimento das convenções internacionais de direitos humanos. Nosso desejo é que a população seja respeitada e que políticas capazes de transformar as estruturas sociais e econômicas responsáveis pela exclusão social tornem-se reais”. Eis a nota. A forma como foi reprimida no dia de ontem, 13 de junho, a manifestação pública organizada em São Paulo contra o aumento das passagens de ônibus nos remeteu a tempos sombrios da história de nosso país. A truculência policial legitimada inclusive pela grande mídia, é algo que assusta. Muito nos surpreendeu que uma manifestação pacífica, que tinha por objetivo expressar a contrariedade de cidadãos e cidadãs contra uma medida que afeta trabalhadores e trabalhadoras usuárias do transporte público, tenha sido combatida com tamanha violência pela polícia militar do Estado de São Paulo. A falta de abertura para o diálogo tem sido uma postura constante nas diferentes esferas de representação. A repressão policial que se viu ontem, em São Paulo, também foi característica na repressão contra os povos indígenas no Mato Grosso do Sul e em outras ações Brasil afora. Parece que repressão tornou-se um padrão. Lamentamos que as reivindicações da sociedade civil sejam tratadas não com diálogo, mas com violência. Esta postura, ao longo deste ano, foi recorrente em momentos e situações distintas: no Rio de Janeiro, por ocasião da desocupação do Museu do Índio; Mato Grosso do Sul em função das demarcações de terras e, ontem à noite, em São Paulo, após outras ações violentas realizadas pela mesma polícia, mas sem a grande repercussão da mídia. A cultura autoritária, segue sendo uma característica do Estado brasileiro. Vale lembrar a nota do Conselho de Direitos Humanos da ONU, veiculada hoje pela manhã nos meios de comunicação, que faz uma série de recomendações para o Brasil. Entre as várias orientações, pelo menos duas têm relação direta com as medidas de repressão tomadas contra as manifestações dos movimentos sociais. A primeira orientação é o fim da polícia militar no país. A segunda propõe que a reestruturação urbana realizada por ocasião da Copa de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016 seja devidamente regulada para prevenir despejos e deslocamentos populacionais. As manifestações dos povos indígenas que assistimos nos últimos dias e a manifestação que vimos ontem, e todas as repressões e extermínios de jovens que acontecem nas periferias das cidades cotidianamente ilustram que algumas de nossas políticas seguem na contramão da garantia de direitos humanos. Como povo brasileiro, não precisamos de super eventos para vender a imagem de país do futebol e do esporte. Sabemos que estes eventos não trarão benefícios para a população em geral. Os únicos a ganhar serão os de sempre: o mercado financeiro e os mega conglomerados empresariais. O que desejamos é: transporte público eficiente, de qualidade e com preço acessível, que as populações afetadas pelos grandes empreendimentos sejam ouvidas e suas reivindicações atendidas. Que os governos municipais, estaduais e federal não se fechem para o diálogo e optem por um projeto de país pensando no bem-estar de sua população e não na garantia de lucro certo para aqueles que historicamente já ganham e desejam ainda mais. Não queremos apenas circo. Queremos também pão, fruto da justiça social. Reivindicamos o cumprimento das convenções internacionais de direitos humanos. Nosso desejo é que a população seja respeitada e que políticas capazes de transformar as estruturas sociais e econômicas responsáveis pela exclusão social tornem-se reais”. * NOTA DA COLUNA: o Conic é organismo ecumênico que reúne, no Brasil, além de representantes da Igreja Católica, representantes de denominações evangélicas e igrejas ortodoxas.


PARANÁ

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, terça-feira, 18 de junho de 2013 | Pág. A4

AB Notícias BATATA EM DESTAQUE

Os produtores de batata do Paraná estão animados com o bom preço da saca. Dados do Departamento de Economia Rural demonstram um aumento de 174% dos valores pagos aos produtores. No entanto, a área cultivada teve redução de 22% em 2013 devido aos custos com a lavoura e mão-deobra. A estimativa para este ano é que sejam colhidos 32 mil quilos por hectare.

NEGÓCIOS EM PAUTA

Campo Mourão, no Noroeste, sediará a 2ª Convenção Regional da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná. O evento será no dia 25 de junho e conta com a participação de associações comerciais. Entre os temas em pauta está o associativismo e os resultados, medidas indutoras de desenvolvimento local e oportunidades de negócios.

FERROVIA E NEGÓCIOS

O ramal ferroviário que ligará o Porto de Paranaguá ao Mato Grosso do Sul deve renovar a economia de muitas cidades por onde passar. Orçado em aproximadamente R$ 9 bilhões, o projeto tem sua primeira parte do traçado definida – o trecho que compreende de Maracaju até a Estação Engenheiro Bley, na Lapa. O trecho vai corta municípios da região dos Campos Gerais, influenciando o setor industrial e atraindo investimentos.

GINASTAS DE TOLEDO

Três atletas de Toledo foram convidadas para integrar a equipe brasileira na Universíade. A competição é a segunda maior poliesportiva do mundo e acontece entre 6 e 17 de julho em Kazan, na Rússia. As ginastas estão treinando em Aracaju e se prepararam para o evento, que tem como uma exigência que os atletas sejam estudantes de algum curso superior.

PASTAGENS DE INVERNO

Durante o inverno é importante que os produtores invistam na manutenção das pastagens. Segundo o Instituto Agronômico do Paraná, a nutrição adequada do rebanho leiteiro mostrouse como o gargalo para atingir-se a produtividade desejada. Uma das alternativas viáveis é o uso de espécies forrageiras, como aveia, para cobertura do solo e para a diminuição do gasto com a alimentação dos animais.

FESTA DA CEREJEIRA

Apucarana, Norte do Estado, vai sediar a partir de quintafeira, 20, a 19ª edição da Festa da Cerejeira. O objetivo é mostrar mais uma vez como a cultura de um povo continua viva entre várias gerações após quase 70 anos da chegada dos primeiros pioneiros japoneses na região. A festa deste ano espera atrair em quatro dias cerca de 30 mil visitantes.

INVESTIMENTO NO CAMPO

Com o objetivo de estruturar a cadeia produtiva de ovinos, a Cooperativa Castrolanda assinou um convênio com o Governo do Estado para compra de 410 matrizes de ovelhas. O Estado se comprometeu a investir cerca de meio milhão de reais em duas fases, diante de um investimento de R$ 3 milhões da Castrolanda que deve ser feito em até cinco anos. O objetivo é melhorar a qualidade do rebanho e oferecer melhores produtos.

REDUÇÃO DE GASTOS

Mudanças simples de comportamento do consumidor podem gerar economia de até dois mil reais. O coordenador do projeto de educação financeira sustentável na Universidade Estadual de Maringá, Antônio Zotarelli, ensina que o exemplo mais simples é o da pesquisa de preços. É possível poupar 20%, em média, apenas se a pessoa for aos dois supermercados mais próximos da residência e comprar os itens mais baratos em cada local.

ESTRADAS DAS ARAUCÁRIAS

O pinhão, árvore símbolo do Paraná, é foco de estudos a fim de garantir a preservação da espécie no Estado. O projeto Estradas com Araucárias é um exemplo e é feito em parceria do governo do estado com empresas e instituições de ensino. Nesse caso, empresas compram mudas e distribuem para produtores, que cuidam das árvores. Estes ganham a propriedade sobre o plantio, e as empresas têm a chance de compensar emissões de carbono.

PREVENÇÃO E HPV

O HPV (Vírus Papiloma Humano) é, segundo o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia das Doenças do Papilomavirus Humano (INCT-HPV), a doença sexualmente transmissível mais comum no mundo. A estimativa é que 50% da população sexualmente ativa tenha sido infectada pelo vírus, que pode aumentar as chances de desenvolvimento de câncer de útero. As mulheres são as maiores vítimas e muitas não sabem que a prevenção é a melhor forma de evitar o contágio por meio do contato sexual.

MAIS CRECHES

Oito das dez creches previstas para Guarapuava, CentroSul do Estado, devem ser inauguradas até o final do ano. Algumas delas já estão em construção e devem atender à população nos segundo semestre. Cada local tem cerca de mil metros quadrados de área construída. As creches vão auxiliar às famílias da cidade que precisam de um local seguro para deixar os filhos durante o horário de trabalho.

Setor produtivo

Presidente da Fiep visita indústrias na região Oeste Campagnolo conheceu a nova linha de produção do Frigorosa, que recebeu investimentos de R$ 2 mi

O

presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, visitou a fábrica recém-inaugurada do Frigorosa Embutidos e Defumados, no município de Nova Santa Rosa, no Oeste do Estado. A unidade, que entrou em operação na última semana, é resultado de um investimento de R$ 2 milhões, que vai permitir à empresa dobrar sua capacidade de produção. Campagnolo também se reuniu com lideranças empresariais da região e visitou ainda a sede do Grupo Schumacher, de Marechal Cândido Rondon. Para o presidente da Fiep, as novas instalações do Frigorosa, que se somam a outras 74 empresas que compõem o parque fabril de Nova Santa Rosa, mostra o potencial que a indústria tem para se desenvolver em todas as regiões do Paraná. “Esta é uma cidade que tem 8 mil habitantes, mas com uma força empreendedora que contagia, principalmente pela união entre os empresários”, destacou Campagnolo. “O setor produtivo paranaense tem que pensar em agregar valor com as coisas da terra e é isso que vemos em Nova Santa Rosa. É preciso que cada município perceba as matérias primas disponíveis na região e descubra oportunidades de atrair novos empreendimentos para agregar valor à produção lo-

Mauro Frasson

abnoticias@abcom.com.br

Edson Campagnolo, presidente da Fiep visitou a fábrica recém-inaugurada do Frigorosa Embutidos e Defumados, no município de Nova Santa Rosa, no Oeste do Estado

cal, que é o melhor caminho para aumentar a geração de emprego e renda”, acrescentou. Fundada em 1979, como uma casa de comércio de carnes, o Frigorosa já havia passado por processos de industrialização de seus produtos ao longo dos anos. Mas com a nova fábrica, que possui três máquinas importadas da Alemanha, a empresa vai dobrar sua capacidade de produção, podendo chegar a processar 50 mil quilos de carne suína ao mês. O aumento da produção também vai fazer com que o Frigorosa duplique o número de funcionários. Atualmente, a indústria emprega 25 funcionários diretos e cerca de 20 indiretos. A empresária Lilian Fischer Müller, que administra o Frigorosa ao lado do marido Amauri Müller,

acrescenta que a montagem da nova fábrica envolveu outras indústrias de Nova Santa Rosa. As câmaras frigoríficas e os painéis isotérmicos foram produzidos pelas empresas Zero Grau e Bucholz, e as peças de inox e trilhos para desossa dos suínos, pela Remid, todas instaladas no município. “Fizemos questão de prestigiar a indústria local”, disse Lilian. Além de apresentarem a nova fábrica, os proprietários do Frigorosa aproveitaram a presença do presidente da Fiep para pedir apoio da entidade a algumas demandas do setor industrial do município. Uma das principais diz respeito à questão da infraestrutura, tanto no que se refere à necessidade de melhorias nas estradas da região para o escoamento da produção, quanto

Richa autoriza a primeira reforma em escola construída há 23 anos O governador Beto Richa assinou ontem, em Curitiba, a ordem de serviço para a ampliação da Escola Estadual Padre João Wislinski, no bairro Santa Cândida. Serão investidos R$ 700 mil na construção de mais quatro salas de aula, dois banheiros, reforma das redes elétricas e hidráulicas e adequação das instalações para pessoas com deficiências. Essa será a primeira obra de reforma desde a inauguração do colégio, em 1990. “A população do Jardim Aliança tem aumentado e a reforma dessa unidade era prioridade do Estado e da comunidade”, afirmou Richa. Em todo o Paraná, são 2.500 obras e mais de R$ 600 milhões investidos em reformas e ampliações de escolas estaduais. “A garantia de uma educação de qualidade é um compromisso do nosso governo. Investimos para que as escolas tenham condições de educar os

Arnaldo Alves / ANPr.

Governador Beto Richa e o vice governador e secretário de Educação, Flavio Arns, assinam ordem de serviço para obras de ampliação da Escola Estadual Padre João Wislinski

jovens paranaenses”, disse o governador. Richa citou outros investimentos que têm garantido a melhoria do ensino no Paraná como a valorização dos servidores e a contratação de professores. “Em dois anos demos aumento real de 44% aos professores e nomeamos 17 mil novos professores. Esse reforço na

educação demonstra que a área é prioridade absoluta do nosso governo”, afirmou o governador. Richa anunciou que ainda neste ano será construída uma quadra coberta na escola João Wislinski. O Governo do Estado descentralizou a aplicação de recursos para melhoria da infraestrutura da rede estadual de ensino.

Cursos incentivam estudantes com altas habilidades Oficinas de histórias em quadrinhos, aulas de teatro, música e oficinas de tecnologias são algumas atividades adotadas pela Secretaria Municipal da Educação de Curitiba para garantir atendimento especializado aos estudantes com altas habilidades, conhecidos também como super-

dotados, que estudam em escolas da rede municipal de ensino. São meninos e meninas entre 6 a 13 anos, com potencial acima da média e que exploram durante as atividades extracurriculares os limites de suas imaginações e conhecimento. Os cursos e oficinas são realizados por profissionais

especializados na área, a partir de parceria entre a Coordenadoria de Atendimento às Necessidades Especiais e os departamentos de Ensino Fundamental e de Tecnologia e Difusão Educacional. A participação nos cursos varia conforme a área de interesse da criança.

Saúde reforça atendimento nas unidades Ouvidor Pardinho e Mãe Curitibana Desde ontem, dez novas equipes de Saúde da Família passarão a fazer o atendimento dos usuários da rede pública de saúde que moram na região central de Curitiba. São médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e agentes comunitários de saúde que vão reforçar a assistência nas unidades de saúde Mãe Curitibana, no São Francisco, e Ouvidor Pardinho, no Centro, responsáveis pelo atendimento de aproximadamente 50 mil usuários do SUS na região. Para facilitar a vida dos usuários, as duas unidades passam a fazer agendamento de consultas por telefone. Quem preferir poderá continuar fazendo a agendamento presencialmente. Outra novidade

é a ampliação do horário de atendimento na Ouvidor Pardinho, que passa a funcionar até as 22 horas, de segunda a sexta-feira. As duas unidades continuarão atendendo os públicos específicos que já atendiam: idosos na Ouvidor Pardinho e crianças e gestantes na Mãe Curitibana. A diferença é que, a partir de agora, qualquer pessoa poderá buscar atendimento nesses locais, como ocorre nas demais unidades básicas de saúde de Curitiba. Além disso, cinco equipes de Saúde Bucal, formadas por dentista e auxiliar de saúde bucal, darão assistência odontológica a esse público. Três equipes ficarão na US Ouvidor Pardinho e outras duas na US Mãe Curitibana.

à mobilidade dos trabalhadores das indústrias locais. “Precisamos, por exemplo, da construção de ciclovias, para facilitar o acesso dos funcionários às empresas”, afirmou Lilian. “Essa visita do presidente da Fiep é de suma importância para nós, porque ele está conhecendo a realidade da nossa indústria, que está crescendo na região, mas que ainda tem muitas carências de logística e infraestrutura”, acrescentou Amauri Müller. Ainda em Nova Santa Rosa, o presidente da Fiep se reuniu com lideranças do setor industrial do município, em almoço oferecido pela Associação Comercial e Industrial da cidade. Também participaram do encontro o deputado estadual Elio Rusch e o prefeito do município, Rodrigo Fernandes.

Google Maps informa localização de serviços públicos e privados A parceria entre a Prefeitura de Curitiba e o Google para desenvolver um sistema de informações pela internet resultou num serviço que vai além dos horários e itinerários de ônibus. O mesmo sistema permite consultar a localização de equipamentos públicos – como creches e unidades de saúde –, centros comerciais, igrejas, supermercados, espaços culturais, clubes, hotéis e igrejas, entre outros pontos. Os dados podem ser acessados pela página da Urbs na internet (www.urbs.curitiba.pr.gov.br). O usuário deve clicar em  TRANSPORTE e depois em ITINERÁRIOSISTEMA. A seguir, clicar sobre o quadrado com a inscrição POI (que significa “pontos de interesse”). À esquerda da tela constarão as diversas alternativas de busca.  Basta clicar sobre um item para que os equipamentos procurados se distribuam na tela que contém o mapa de arruamento da cidade ou a imagem urbana obtida via satélite. Escolhido um ponto, o sistema fornece os itinerários para chegar ao local ou ir dele até outro ponto da cidade. O variado cardápio ofertado pelo sistema objetiva facilitar os deslocamentos não só dos curitibanos, mas de visitantes que chegam pela primeira vez à cidade. A Urbs preprou e organizou as informações para a nova ferramenta, que pode ser baixada em computadores, telefones celulares e tablets. O Google lançou essas informações na funcionalidade Transit do serviço de mapas online – o Google Maps. Quem tem smartphones pode consultar tanto os trajetos de ônibus, bem como os demais serviços no aplicativo móvel do Google Maps para essas plataformas. Basta que o aparelho disponível tenha conexão com a internet. Curitiba é mais nova cidade beneficiada com esse programa, que já existe em São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, além de Itajaí, São José dos Campos, Santos e Sorocaba.


Contexto Político CPI do Pedágio é arquivada

Sete deputados retiraram suas assinaturas da CPI do Pedágio, proposta no inicio de 2.011 pelo deputado Cleiton Kielse. Na fila para ser instalada, a CPI é esvazaiada. Das 24 assinaturas originais, restam 17, número inferior ao exigido para sua instalação. Por decisão do presidente da Assembleia, o pedido foi arquivado. Retiraram as assinaturas os deputados Valdir Rossoni, Nelson Garcia, Mauro Moraes e Luiz Accorsi, do PSDB; Stephanes Júnior e Luiz Eduardo Cheida, do PMDB; e Marla Tureck, do PSD. A CPI do Pedágio já motivou muito bate-boca na Assembleia Legisltiva. Kielse acusou – repetidas vezes – alguns de seus colegas de estarem no “bolso” das concessionárias de pedágio e até por isso foi denunciado por falta de decoro parlamentar, mas inocentado pela Comissão de Ética da Casa. O bate-boca mais recente foi com o presidente da Casa, deputado Valdir Rossoni.

Nova tentativa

Na tentativa de viabilizar a CPI, um grupo de quatro deputados esboçou um requerimento com assinaturas complementares, mas o presidente da Casa, Valdir Rossoni, rejeitou. A manobra foi tentada pelos deputados Elton Welter, do PT, Gilberto Martin, do PMDB, Tercílio Turini, do PPS e Roberto Acioly, do PV.

Que decreto?

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni, disse ontem que espera tão somente a publicação de um decreto do governador Beto Richa, da aposentadoria de Hermas Brandão, para abrir o processo que indicará o próximo conselheiro do Tribunal de Contas. No entanto, segundo o Tribunal de Contas, o processo de aposentadoria se encerra com a publicação do ato no Diário Oficial do órgão, o que aconteceu na semana passada. Atentos observadores da cena política questionam o que está por trás dessa manobra...

Roseli Abrão

Curitiba, terça-feira, 18 de junho de 2013 | Pág. A5

O povo nas ruas

A pretexto das manifestações contra aumentos do preço da tarifa de transporte coletivo que se alastram pelo Brasil e citando o poeta Castro Alves – “a praça é do povo...” – o senador Roberto Requião, que se encontra em Medellin, na Colômbia, participando de uma reunião do Parlamento Latiniamericano, o senador Roberto Requião convocou, via Twitter, a ir às ruas.

Os protestos

E são muitas as opções de protesto sugeridas pelo senador: Contra “alianças absurdas apenas para manter o poder”; contra o “capital vadio mandando na economia”; contra a “entrega dos portos para multinacionais do agronegócio; contra o “agronegócio esmagando agricultura”; contra o “massacre dos índios”; contra a “privatização da educação, da saúde”; contra o “leilão do nosso petróleo”; contra os “juros altos”; e, é claro, contra as “privatizações”.

Como uma luva

As manifestações nas ruas das principais cidades brasileiras caíram como uma luva para o senador Alvaro Dias, um dos principais críticos do governo do PT. Para ele, as manifestações “não tem por objetivo protestar apenas contra aumento da passagem; tem muito mais por trás desta revolta”. Em discurso no Senado – cujas principais frases são destaques em seu Twitter – o senador tucano disse que “o que vemos é o início de protestos desejando mudança. Há uma insatisfação latente contra o sistema vigente no país”.

Agora vai?

O deputado Cândido Vaccarezza, do PT de São Paulo, que coordena o grupo de trabalho que analisa mudanças na legislação eleitoral,

produto interno bruto

Estimativa do mercado para o crescimento volta a cair Projeção para o crescimento da economia passou de 2,53% para 2,49% A estimativa de instituições financeiras para o crescimento da economia, este ano, caiu pela quinta semana seguida, de acordo com pesquisa divulgada todas as segundas-feiras pelo Banco Central (BC). A projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, desta vez, passou de 2,53% para 2,49%.

Para 2014, a estimativa foi mantida em 3,2%. A expectativa para o crescimento da produção industrial passou de 2,53% para 2,50%, este ano, e de 3% para 3,2%, em 2014. A projeção para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB foi mantida em 35%, este ano. Para 2014, a estimativa passou de 34,95% para 35%. A expectativa para a cotação do

Diário Indústria&Comércio

roseli@roseliabrao.com.br

dólar foi mantida em R$ 2,10, ao final deste ano, e em R$ 2,15, no fim do próximo ano. A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) caiu de US$ 7,35 bilhões para US$ 6,55 bilhões, este ano, e de US$10 bilhões para US$ 9 bilhões, em 2014. Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de

mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), a estimativa passou de US$ 73 bilhões para US$ 73,66 bilhões, este ano, e de US$ 79 bilhões para US$ 78,5 bilhões, em 2014. A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) foi mantida em US$ 60 bilhões, neste e no próximo ano.

Setor farmacêutico quer aumentar número de produtos postos à venda

anunciou para o próximo dia 25 a votação da minirreforma eleitoral no plenário da Câmara Federal. Segundo informações da Agência Câmara, o deputado vai elaborar um substitutivo e a principal alteração, em relação ao texto aprovado na semana passada pelo grupo, será a exclusão do item que transfere aos partidos, no caso das eleições para deputados e vereadores, os votos de candidatos eleitos que tenham a candidatura impugnada com base na Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/10), que alterou a Lei de Inelegibilidade (Lei Complementar 64/90). Atualmente, esses votos são anulados, e não transferidos para os partidos do candidato.

Ficha Limpa

Segundo a Agência Câmara, o grupo de trabalho também começou a discutir na última quintafeira a parte mais polêmica da minirreforma eleitoral – um anteprojeto de lei complementar que altera as normas estabelecidas pela Lei da Ficha Limpa. Entre outros pontos, no texto preliminar, Vaccarezza sugere que prefeitos, governadores e presidentes só sejam impedidos de disputar eleições se os eventuais pareceres técnicos pela rejeição das contas de seus governos forem aprovados pelos plenários das respectivas câmaras de vereadores e assembleias legislativas; ou pelo Congresso Nacional, no caso dos presidentes. Atualmente, a Lei da Ficha Limpa prevê que a Justiça Eleitoral declare inelegíveis pelo prazo de oito anos os gestores públicos que tenham contas reprovadas pelas respectivas cortes de contas.

Norte

A audiência pública realizada nesta segunda-feira no Plenarinho da Assembleia Legislativa, sobre a PEC 37, vai nortear o posicionamento da bancada do PMDB do Paraná, na votação da proposta, prevista para o próximo dia 26 de junho. A informação é do deputado federal João Arruda, coordenador da bancada peemedebista, formada por cinco parlamentares.

Pesquisa do BC prevê taxa básica de 9% no final do ano A taxa básica de juros, a Selic, deve encerrar 2013 e 2014 em 9% ao ano, de acordo com a pesquisa do Banco Central (BC) em instituições financeiras. Essa foi a terceira semana seguida em que a projeção foi ajustada para cima. Na segunda-feira passada, a estimativa era que a Selic chegasse ao final de 2013 em 8,75% ao ano. De acordo com a mediana (desconsidera os extremos nas projeções) das expectativas das instituições financeiras, na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC, nos dias 9 e 10 de julho, a Selic deve voltar a ser ajustada em 0,5 ponto percentual. Atualmente, a taxa básica está em 8% ao ano. Em maio, o Copom elevou a Selic em 0,5 ponto percentual.

A taxa Selic é usada como instrumento para influenciar a atividade econômica e, por consequência, calibrar a inflação, que tem apresentado alta no país. O aumento nas projeções para a taxa Selic ao final do ano veio depois da divulgação da ata da última reunião do Copom, em 6 deste mês. Para o Copom, é apropriada a intensificação do ritmo de ajuste da taxa básica de juros. O Copom considera que o nível elevado de inflação e a dispersão de aumentos de preços contribuem para que a inflação mostre resistência. Mas a expectativa do Copom é que, com o aumento da Selic, a inflação caia neste ano e que essa tendência de declínio persista em 2014.

Brasil adapta-se a novo cenário externo sem interromper crescimento, diz BNDES O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse ontem (17/06) que a economia brasileira e a de parte da América Latina poderão se adaptar às mudanças na política monetária norte-americana sem interromper o crescimento. O BNDES sedia até hoje o encontro Inovação e Mudança Estrutural na América Latina e no Caribe: Estratégias para um Desenvolvimento Regional Inclusivo, com a presença de ministros de Ciência e Tecnologia de 20 países do continente e da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (Cepal). Coutinho defendeu, no entanto, que é preciso planejar

para que as mudanças não se tornem ruptura para o crescimento: “Isso exige pensar estratégias, dentre elas a busca por maior inovação e a criação de uma base de exportações mais diversificada. E também a ampliação dos investimentos em infraestrutura, inclusive de integração dentro da América Latina, infraestrutura de energia e infraestrutura de logística, de maneira a tornar mais dinâmico o mercado de comércio e de investimento intralatinoamericano”, analisou. O presidente do BNDES também afirmou que é preciso fazer uma avaliação cautelosa das mudanças, que classificou de gradualistas.

Inflação diminui sob a influência da queda de preços de hortaliças

As grandes redes de farmácias movimentaram R$ 8,76 bilhões, entre janeiro e abril deste ano. Do total, R$ 5,93 bilhões se referem à venda de medicamentos. O restante, R$ 2,83 bilhões, não são de medicamentos, que apresentaram aumento de 16,20% em comparação ao mesmo período de 2012

Nos primeiros quatro meses deste ano, o volume de vendas das grandes redes farmacêuticas do país cresceu 12,24%, em comparação ao mesmo período do ano passado. Segundo balanço divulgado ontem (17/06) pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), as grandes redes movimentaram R$ 8,76 bilhões, entre

janeiro e abril deste ano. Do total, R$ 5,93 bilhões se referem à venda de medicamentos, o que significou alta de 10,44%. O restante, R$ 2,83 bilhões, não são de medicamentos, que apresentaram aumento de 16,20% em comparação ao mesmo período de 2012. Para o presidente executivo da associação, Sérgio Mena Barreto,

o crescimento nas vendas de não medicamentos indica "o anseio da população por uma farmácia que funcione como uma autêntica loja de saúde, com um amplo mix de produtos de conveniência e bemestar". As vendas de medicamentos genéricos foram responsáveis por R$ 1,09 bilhão, com alta de 14,03%,

em relação ao ano passado. A comercialização de medicamentos do Programa Aqui Tem Farmácia Popular cresceu 15,92%, movimentando R$ 160,08 milhões. A Abrafarma reúne 32 associados, sendo as 31 maiores redes de farmácias e uma rede de supermercados. O grupo é dono de 4.806 lojas instaladas em todo o país.

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) teve alta de 0,43%, na segunda prévia de junho, o que representa um recuo de 0,05 ponto percentual sobre o resultado da apuração anterior (0,48%). A pesquisa, feita pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), mostra que cinco dos oito grupos pesquisados indicaram queda no ritmo de correções. O principal decréscimo foi registrado em alimentação (de 0,65% para 0,41%), que teve influência das hortaliças e dos legumes (de -0,78% para -3,01%). Também houve elevação média dos preços com taxa inferior à medição passada nos grupos vestuário (de 1,12% para 0,73%) com destaque para as roupas (de 1,23% para 0,82%); saúde e

cuidados pessoais (de 0,60% para 0,53%) sob efeito dos medicamentos em geral (de 0,54% para 0,33%); educação, leitura e recreação (de 0,35% para 0,27%), com o impacto da redução no valor cobrado em ingressos para show musical (de 1,23% para -0,83%) e comunicação (de 0,27% para 0,20%), com os pacotes de telefonia fixa e internet (de 1,03% para 0,39%). Nos demais grupos ocorreram avanços: transportes (de 0,01% para 0,19%), puxado pela tarifa de ônibus urbano (de -0,13% para 1,12%); habitação (de 0,59% para 0,63%), com a tarifa de eletricidade residencial (de -0,70% para -0,23%) e despesas diversas (de 0,01% para 0,05%), com o serviço religioso e funerário (de -0,71% para -0,15%).


negócios

Indústria&Comércio

Curitiba, terça-feira, 18 de junho de 2013 | Pág. A6

INVESTIMENTO

Condor atende fornecedores de SC na Exposuper 2013 Estande vai ser montado especialmente para recepcionar os fornecedores locais

O

Condor Super Center, 7ª maior rede supermercadista do Brasil, está investindo R$ 50 milhões em sua primeira loja em Santa Catarina, um hipermercado na cidade de Joinville. Atenta às necessidades dos consumidores e seguindo a filosofia da empresa em dar oportunidade aos fornecedores regionais, a rede vai marcar presença nesta Exposuper – 26ª Feira de Produtos, Serviços e Equipamentos para Supermercados, que acontece de 18 a 20 de junho, no Complexo Expoville, em Joinville – SC. O estande vai ser montado especialmente para recepcionar os fornecedores locais e pré-cadastrar empresas catarinenses, que tenham interesse em oferecer seus produtos na nova loja que será inaugurada em breve. O evento, que é organizado pela Acats – Associação Catarinense de Supermercados, conta com 300 expositores e espera um público de 40 mil visitantes. O presidente do Condor Super Center, Pedro Joanir Zonta, afirma que a intenção da rede é fazer grandes parcerias, desenvolver novos fornecedores e contribuir para fortalecer ainda mais as empresas de Santa Catarina. “A nossa participação na Exposuper será uma grande oportunidade para

EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 5027783-93.2011.404.7000/PR EXEQUENTE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF EXECUTADO : NELSON HARRI KRUGER EDITAL N.º 7081277

EDITAL DE CITAÇÃO - PRAZO: 60 (SESSENTA) DIAS A Doutora Gisele Lemke, Juíza Federal da Segunda Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Paraná - Subseção Judiciária de Curitiba, na forma da Lei, F A Z S A B E R, aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, que tramitam neste Juízo da Segunda Vara Federal Cível os autos de Execução de Título Extrajudicial nº 5027783-93.2011.404.7000, em que figura(m) como exequente(s) a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, inscrita no CNPJ/MF sob nº 00.360.305/0001-04 e executado NELSON HARRI KRUGER, inscrito no CPF/MF sob nº 169.915.169-53. E, constando dos autos encontrar-se o executado em EM LUGAR INCERTO E NÃO SABIDO, conforme o disposto no art. 232, IV, do Código de Processo Civil, pelo presente fica o mesmo devidamente CITADO, para, nos termos do artigo 652, do CPC, com as alterações introduzidas pela Lei nº 11.382/2006, no prazo de 03 (três) dias, efetuar(em) o pagamento da importância de R$ 31.936,00(trinta e um mil, novecentos e trinta e seis reais), devida à CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, devidamente atualizada até a data do efetivo pagamento, além dos honorários advocatícios arbitrados provisoriamente em 5%(cinco por cento) sobre o valor da execução, ciente de que: I - em caso de integral pagamento do débito no prazo de 3(três) dias, os honorários advocatícios serão reduzidos para 2,5% (dois e meio por cento), nos termos do artigo 652-A, do Código de Processo Civil; II - decorrido o prazo legal (três dias), sem pagamento ou nomeação de bens à penhora, serão penhorados tantos bens quantos bastem à garantia do débito exeqüendo; III - a executada poderá opor embargos à execução no prazo de 15(quinze) dias, independentemente de penhora, depósito ou caução, nos termos dos artigos 736 e 738, do Código de Processo Civil; IV - se no prazo para oposição de embargos à execução a devedora reconhecer o crédito apresentado pela exeqüente e comprovar o depósito de 30%(trinta por cento) do valor do débito, inclusive custas processuais e honorários advocatícios, poderá requerer o pagamento do saldo remanescente em até 06(seis) parcelas mensais, devidamente corrigidas e acrescidas de juros de mora de 1%(um por cento) ao mês, nos termos do artigo 754-A, do Código de Processo Civil; O prazo de 03(três) dias começará a fluir após o término do prazo deste edital. DESPACHO DO EVENTO 37: '1. Tendo em vista a impossibilidade de localização da parte executada (Nelson Harri Kruger), defiro a citação por edital, conforme requerido no evento 34. ... 3. Após, intime-se a CEF para que promova sua publicação no prazo de 30(trinta) dias. Curitiba, 08 de fevereiro de 2013. (a) Gisele Lemke - Juíza Federal.'. E, para que chegue ao conhecimento de todos e ninguém possa alegar ignorância, determinou a MM.Juíza Federal que se expedisse o presente edital, o qual será afixado no lugar de costume e publicado na forma da lei. EXPEDIDO nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos vinte dias do mês de março do ano dois mil e treze, por Eliana C.P.Machado, Supervisora de Processamento, conferido por MARLUZ AUGUSTO MAGIERSKI, Diretor de Secretaria da Segunda Vara Federal Cível. Gisele Lemke Juíza Federal

Documento eletrônico assinado por Gisele Lemke, Juíza Federal, na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 de março de 2010. A conferência da autenticidade do documento está disponível no endereço eletrônico http://www.jfpr.jus.br/gedpro/verifica/verifica.php, mediante o preenchimento do código verificador 7081277v4 e, se solicitado, do código CRC FF9A1B11. Informações adicionais da assinatura: Signatário (a): GISELE LEMKE:2165 Nº de Série do 64056E0639396052 Certificado: Data e Hora: 20/03/2013 15:57:46 

O presidente do Condor Super Center, Pedro Joanir Zonta, quer fazer grandes parcerias, desenvolver novos fornecedores e contribuir com Santa Catarina

iniciar um relacionamento com as empresas da região”. Zonta, que sempre participa de feiras como supermercadista e que desta vez vai estrear como expositor, destaca que a rede já é reconhecida no Paraná por valorizar os empresários locais e que não poderia ser diferente em Santa Catarina.

Na feira, o Condor também vai apresentar toda a tradição e inovação de uma rede com 39 anos de história, que possui 9.200 colaboradores e conta com 35 lojas, entre super e hipermercados, em 14 cidades do Paraná, além de duas centrais de distribuição. Com um crescimento de 23%, mais que o dobro da média nacio-

nal, e um faturamento de R$ 2,627 bilhões em 2012, a empresa conquistou duas posições no ranking da Abras – Associação Brasileira de Supermercados, passando da 9ª para a 7ª posição em apenas 1 ano. A meta da empresa é chegar ao final de 2016 com 45 lojas, 12 mil colaboradores diretos e um faturamento superior a R$ 4 bilhões.

Cini Bebidas apresenta novidade A Cini Bebidas criou mais uma novidade, o Cini Frutta (nome de origem italiana - em português “Frutá”), que já chegou ao mercado, dando sequência aos lançamentos de 2013. A bebida, destinada ao público infantil, tem como destaque uma fórmula sem corantes e o diferencial do complexo de vitaminas B (B3, B6 e B12), além das vitaminas A, C, D e E. A bebida Frutta chega nos sabores uva e morango, na versão 200 ml e será comercializada em todo o Paraná e cidades de Santa Catarina. “Era o produto que faltava. Precisávamos oferecer uma bebida que atraísse exclusivamente esse público, com sabor e identidade visual característicos do mundo da criança”, afirma Mauro Rasmussen, gerente comercial da Cini Bebidas. Durante a campanha de lançamento do Frutta, as crianças ganharão, de presente, livretos com passatempos e desenhos para colorir. Um diferencial da Cini Bebidas

no mercado é a grande variedade de sabores oferecida ao consumidor, em produtos que passam por um rigoroso padrão de qualidade. O lançamento do Frutta faz parte da estratégia da Cini para atender exclusivamente um público que já é fiel à marca, mas que precisava de algo personalizado. Nasce então o Cini Frutta, com sabor característico da infância. A bebida tem nome italiano, de pronúncia fácil – Frutá, para ficar na mente da criançada. “A Cini cresce quando oferece sabores diversificados, que conquistam o consumidor, o que faz aumentar a participação no mercado. Agora temos um produto diferenciado, que poderá também fazer parte da vida escolar da criança. Foi um ano de pesquisa para oferecermos uma bebida saudável, sem corantes e com um complexo vitamínico adequado à faixa etária desse público”, afirma Nilo Cini Júnior, diretor da Cini Bebidas.

AÇÃO MONITÓRIA Nº 5018063-39.2010.404.7000/PR AUTOR RÉU

: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF : ARACELLI PEREIRA DE LIMA

EDITAL N.º 7214373 DIAS.

EDITAL DE CITAÇÃO COM PRAZO DE 60 (SESSENTA)

A DOUTORA ANA CAROLINA MOROZOWSKI, JUÍZA FEDERAL SUBSTITUTA DA 3ª VARA DE CURITIBA, SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ, NA FORMA DA LEI, ETC. FAZ SABER, a todos os que o presente edital virem, ou dele conhecimento tiverem, que perante este Juízo e Secretaria se processam os Autos de AÇÃO MONITÓRIA nº 5018063-39.2010.404.7000 em que figura como requerente CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF e requerido ARACELLI PEREIRA DE LIMA, brasileira, casada, portadora da CI/RG nº 2.766.36843/PR, inscrita no CPF/MF sob o nº 249.382.298-62, com último endereço conhecido na Rua Cristiano Strobel, nº 3310, Bairro Xaxim, Curitiba/PR, CEP: 81.750-000. Como a requerida ARACELLI PEREIRA DE LIMA encontra-se em lugar incerto e não sabido, não sendo por isso citado pessoalmente, CITA-O por meio do presente, para que, no prazo de 15 (quinze) dias, EFETUE O PAGAMENTO da quantia de R$ 17.187,73 (dezessete mil cento e oitenta e sete reais e setenta e três centavos), valor fornecido pela CEF, atualizado até agosto/2010, a ser atualizado monetariamente até a data do efetivo pagamento, ficando ciente de que se efetuar o pagamento do valor acima indicado, no prazo fixado, ficará isento de custas e honorários advocatícios, ou, em querendo, no mesmo prazo, OFEREÇA EMBARGOS, independente da segurança do Juízo. Ciente que, nos termos do artigo 1.102c do CPC, o não pagamento e a ausência de embargos no prazo de 15 (quinze) dias, constituir-seá, de pleno direito o título executivo judicial, convertendo-se o mandado inicial em mandado executivo, e prosseguindo-se o processo como execução por quantia certa, nos termos dos artigos 1.102b e 1.102c, § 1º, do Código de Processo Civil. Para que chegue ao conhecimento de todos e principalmente do interessado, mandou a MM. Juíza passar o presente edital, que será fixado em lugar de costume desta Vara e publicado no Diário Eletrônico da Justiça Federal da 4ª Região. O prazo deste, que começará a fluir da data da publicação, terá transcorrido assim que decorram os 60 (sessenta) dias, fixados em epígrafe, e assim, perfeita estará aCITAÇÃO. Eu, Julia S. Camargo/Técnico Judiciário, digitei, e vai conferido pela Diretora de Secretaria, Eliane Nisihara Peixoto. Dado e passado nesta cidade de Curitiba, em 07/05/2013. Ana Carolina Morozowski Juíza Federal Substituta

Documento eletrônico assinado por Ana Carolina Morozowski, Juíza Federal Substituta, na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 de março de 2010. A conferência

Instituições de ensino superior têm até dia 8 para enviar projetos ao Sebrae As instituições de ensino superior que desejam incluir o ensino do empreendedorismo em seus currículos têm até o dia 8 de julho para encaminhar ao Sebrae (no endereço edital.ies@sebrae.com.br) suas propostas, apresentando as linhas de ação de interesse. O Sebrae disponibiliza, entre outras soluções, todo o suporte para o ensino da disciplina de empreendedorismo, desde a metodologia e capacitação dos professores à distribuição de material didático. As instituições de ensino podem colocar em sua proposição uma, várias ou mesmo todas as soluções do Sebrae. Caso a universidade já tenha algum produto de ensino de empreendedorismo ou queira desenvolver em conjunto com o Sebrae, também poderá colocar em sua proposta. “Nossas pesquisas mostram que cinco em cada dez estudantes brasileiros sonham em ter seu próprio negócio. Investir na formação desse público significa então garantir uma melhora futura da qualidade do empreendedorismo brasileiro”, constata o presidente do Sebrae, Luiz Barretto. Além disso, segundo

Barretto, o mercado exige hoje pessoas com competências múltiplas, que saibam trabalhar em equipe, que tenham capacidade de aprender com situações novas e complexas, que enfrentam novos desafios e promovem transformações e isso pode ser desenvolvido quando se estuda empreendedorismo. O Sebrae destinará até R$ 150 mil para cada projeto aprovado. No entanto, a instituição de ensino deve oferecer uma contrapartida de 30% do investimento total do projeto. Os resultados preliminares serão divulgados no dia 22 de julho e os finais no dia 25 do mesmo mês. Somente poderão ser analisadas as propostas apresentadas por Instituições de Ensino Superior (IES) - faculdades, centros universitários ou universidades, públicas ou privadas - credenciadas pela Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação - MEC/ SESu. Confira as principais soluções oferecidas pelo Sebrae: Disciplinas de Empreendedorismo: especialmente formatada pelo Sebrae para aplicação no Ensino Superior.


Diário Indústria&Comércio

Publicidade Legal Curitiba, terça-feira, 18 de junho de 2013 | Pág. A7

EMPRESA DE ÁGUAS PÉ DA SERRA LTDA torna público que recebeu do IAP a LICENÇA DE OPERAÇÃO nº 28.947 com validade até 12-062017 para Engarrafamento de Água Mineral na localidade de Rio dos Patos, município de Morretes, Estado do Paraná. SÚMULA DE PEDIDO DE LAS - LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA A ENTERPRISES-IMPORTACAO E COMERCIO DE PRODUTOS MEDICOS E HOSPITALARES LTDA – ME torna público que requereu ao IAP – Instituto Ambiental do Paraná, a LAS - Licença Ambiental Simplificada, para as atividades de Fabricação de instrumentos não-eletrônicos e utensílios para uso médico, cirúrgico, odontológico e de laboratório, localizada na Rua Tomazina, nº 112, Bairro Emiliano Perneta, Município de Pinhais, Paraná. MURALHA PARTICIPAÇÕES S/A CNPJ MF Nº 04.075.689/0001-74 ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO São convidados os Senhores acionistas, para em Assembleia Geral Ordinária a qual realizar-se-á na Sede Social à Rua Holanda nº 719, HOLANDA CENTER BL 01 LOJAS ED - Unidade 11-A, 02º Andar – Bairro Boa Vista, nesta cidade de Curitiba - PR., às 10:00 horas do dia 20 de julho de 2.013, para tomarem conhecimento e deliberarem sobre a seguinte: ORDEM DO DIA a) Apreciação, discussão e votação do Relatório da Diretoria e Balanço Geral, referente ao exercício encerrado em 31.12.2012; b) Destinação, aprovação e ratificação dos valores distribuídos ou a distribuir que deverão ser levados à debito da conta lucros acumulados. AVISO:- Comunicamos, outrossim, que os documentos a que se refere o Artigo 133, da Lei 6.404/76, de 15 de Dezembro de 1.976, e alterações subsequentes, encontramse à disposição dos Senhores Acionistas, na Sede Social. Curitiba, 04 de junho de 2013. MURALHA PARTICIPAÇÕES S/A EGBERTO N. DE CARVALHO E SILVA e LUCIANO RASERA GULIN Diretores BIOLINK PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ nº. 03.730.282/0001-70 NIRE 41300072175 EXTRATO DA ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA Realizada em 06/05/2013 Data, hora e local: Aos seis dias do mês de maio de 2013, às 10:00 (dez) horas, na sede social da Companhia, localizada na Travessa Itália, nº. 102, Alto da Glória, CEP 80.030-080, nesta cidade de Curitiba, Estado do Paraná. Deliberações: Por acionistas representando 100% (cem por cento) das ações representativas do capital social da Companhia, foram tomadas as seguintes deliberações: I) Aprovar as contas dos administradores, as notas explicativas, seu relatório, balanço patrimonial, demonstrações financeiras e do resultado, relativos ao exercício encerrado em 31 de dezembro de 2012, na totalidade, sem restrições ou ressalvas, deixando de votar os impedidos por lei; II) Aprovar a distribuição de dividendos, no montante de R$ 393.860,00, retirados da conta reserva de lucros acumulados. Os dividendos serão pagos em uma única parcela, no dia 08/05/2013. Votação e Aprovação: As deliberações foram tomadas com o voto da unanimidade dos acionistas. Mario Venturelli - Presidente Paloma Benghi Venturelli - Secretária Certidão: Certifico o Registro na Junta Comercial do Parana sob número 20132826755 em 07/06/2013.

GRANOTEC DO BRASIL S.A. BIOTECNOLOGIA E INGREDIENTES ALIMENTARES CNPJ/MF 82 496 183/0001-42 EXTRATO DA ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Realizada em 26/04/2.013. LOCAL E DATA: A Rua João Bettega nº 5.800 – Cidade Industrial de Curitiba-Pr em 26/04/2013, às 09:00 (Nove) horas;. DELIBERAÇÕES: I) Foi eleita a diretoria executiva da Companhia para o triênio 2013/2016, como segue: EDUARDO JOSÉ NICOLAU FELIZ, brasileiro, casado, advogado, portador da Carteira de Identidade RG 1.121.702-8 Pr e CPFMF nº 321.094.409-10, residente e domiciliado em Curitiba PR, Avenida Visc. de Guarapuava 5.015 Apto 501 - Bairro Batel; CÁSSIO BENGHI VENTURELLI, brasileiro casado, empresário, portador da Carteira de Identidade RG 3.422.578-8 Pr e CPFMF 739.414.179-91, residente a rua Francisco Parise 401 - Casa 2 – Bairro Santa Felicidade, em Curitiba PR; Os diretores reeleitos iniciam seus mandatos nesta data e exercerão seus cargos até a realização da assembléia geral ordinária em 2.016. II) Foi fixada a remuneração mensal dos diretores em R$ 6.470,00 para cada um, durante o ano de 2.013. VOTAÇÃO: As deliberações foram tomadas com o voto da unanimidade dos membros do Conselho de Administração. Mario Venturelli - Presidente Paloma Benghi Venturelli Fondacaro Secretária Certidão: Certifico o Registro na Junta Comercial do Paraná sob número 20132526565 em 15/05/2013 transcrito na íntegra.

AÇÃO MONITÓRIA Nº 5023032-29.2012.404.7000/PR AUTOR RÉU

: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF : THAYS FLAVIA RUDENIK BARBOZA

EDITAL N.º 7225416 DIAS.

EDITAL DE CITAÇÃO COM PRAZO DE 60 (SESSENTA)

A DOUTORA ANA CAROLINA MOROZOWSKI, JUÍZA FEDERAL SUBSTITUTA DA 3ª VARA DE CURITIBA, SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ, NA FORMA DA LEI, ETC. FAZ SABER, a todos os que o presente edital virem, ou dele conhecimento tiverem, que perante este Juízo e Secretaria se processam os Autos de AÇÃO MONITÓRIA nº 5023032-29.2012.404.7000 em que figura como requerente CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF e requerida THAYS FLAVIA RUDENIK BARBOZA, brasileira, solteira, inscrito no CPF/MF nº 04288012937, RG nº 9.016.667-0/PR, com último endereço conhecido na Avenida Presidente Artur Bernardes, 2108 - Portão - 80.320-300 Curitiba - Pr. Como a requerida THAYS FLAVIA RUDENIK BARBOZA encontra-se em lugar incerto e não sabido, não sendo por isso citada pessoalmente, CITA-A por meio do presente, para que, no prazo de 15 (quinze) dias, EFETUE O PAGAMENTO da quantia de R$ 13.338,05 (treze mil trezentos e trinta e oito reais e cinco centavos) valor fornecido pela CEF, atualizado até maio/2012, a ser atualizado monetariamente até a data do efetivo pagamento, ficando ciente de que se efetuar o pagamento do valor acima indicado, no prazo fixado, ficará isento de custas e honorários advocatícios, ou, em querendo, no mesmo prazo, OFEREÇA EMBARGOS, independente da segurança do Juízo. Ciente que, nos termos do artigo 1.102c do CPC, o não pagamento e a ausência de embargos no prazo de 15 (quinze) dias, constituir-seá, de pleno direito o título executivo judicial, convertendo-se o mandado inicial em mandado executivo, e prosseguindo-se o processo como execução por quantia certa, nos termos dos artigos 1.102b e 1.102c, § 1º, do Código de Processo Civil. Para que chegue ao conhecimento de todos e principalmente do interessado, mandou a MM. Juíza passar o presente edital, que será fixado em lugar de costume desta Vara e publicado no Diário Eletrônico da Justiça Federal da 4ª Região. O prazo deste, que começará a fluir da data da publicação, terá transcorrido assim que decorram os 60 (sessenta) dias, fixados em epígrafe, e assim, perfeita estará aCITAÇÃO. Eu, Julia S. Camargo/Técnico Judiciário, digitei, e vai conferido pela Diretora de Secretaria, Eliane Nisihara Peixoto. Dado e passado nesta cidade de Curitiba, em 08/05/2013.

Ana Carolina Morozowski Juíza Federal Substituta

Documento eletrônico assinado por Ana Carolina Morozowski, Juíza Federal Substituta, na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006

1º Ofício do registro Civil 13º Tabelionato Leão Bel. Ricardo Augusto de Leão - Oficial Trav. Nestor de Castro, 271 - CEP 80.020-120 Centro - Curitiba - PR EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem casar-se: 1 - CLODUALDO DE SOUZA PINHEIRO JUNIOR e LUCINEI GERALDO STADNIK.

COMUNICADO PÚBLICO A Vivo S.A., operadora do Serviço Móvel Pessoal no Estado do Paraná, em atenção ao disposto no Regulamento do Serviço Móvel Pessoal, aprovado pela Resolução da ANATEL nº 477/07, informa a seus clientes e ao público em geral que ocorreram dificuldades pontuais e temporárias na prestação do serviço, nas localidades e períodos informados abaixo: Localidade

Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume.

Nova Santa Bárbara

CURITIba, 17 DE JUNHO de 2013

Querência do Norte

CARTÓRIO DE SANTA FELICIDADE IRIO DAS CHAGAS LIMA – OFICIAL Av. Manoel Ribas, 6031 - Fone (41) 3372-1671 – CEP 82020-000 – CURITIBA – PARANÁ EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem se casar: 1- MARCELO FERREIRA BRANCO com BENEANE CARVALHO BACELAR; 2- DOUGLAS FABIANO STRANGUETTI CARLIN com CASSIANA BASSETTO RIBEIRO; 3- ANDRE ANTONIO MION com JULIANA FANTONI; 4- LUÍS HENRIQUE DA FONSECA BARA com SOLANGE ROTHBARTH; 5- NILVAN PAULO JUHASZ MINGURANSE com ELIANE MION; 6- GUSTAVO MORO SCIREA com CAMILA ESMANHOTTO. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 (quinze) dias.

Período Início Fim 14/06/2013 14/06/2013 21h00min 21h41min 14/06/2013 14/06/2013 12h50min 16h10min 14/06/2013 14/06/2013 01h40min 03h23min

Motivo Instabilidade no suprimento de energia elétrica Instabilidade em equipamento

Altônia, Assis Instabilidade em equipamento Chateaubriand, Cruzeiro do Oeste, Esperança Nova, Guamiranga, Iporã, Palotina, Pérola, São Jorge do Patrocínio, Tuneiras do Oeste e Umuarama Pinhais 15/06/2013 15/06/2013 Instabilidade em equipamento 11h28min 11h40min Formosa do Oeste 15/06/2013 15/06/2013 Instabilidade no suprimento 12h00min 12h16min de energia elétrica A Vivo agradece a compreensão de seus clientes e reafirma o compromisso com a qualidade de seus serviços. Vivo S.A. CNPJ nº 02.449.992/0001-64

Curitiba, 17 de junho de 2013 IRIO DA CHAGAS LIMA Oficial

GRANOLAB DO BRASIL S.A. TECNOLOGIA PARA A INDUSTRIA ALIMENTICIA CNPJ/MF 06.895.723/0001-82 NIRE 4130002287-9 EXTRATO DA ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA Realizada em 30/04/2013. Data, hora e local: Aos 30 dias do mês de Abril de 2013, às 11:00 (onze) horas, na sede social da Companhia, localizada na Rua João Kalinowski 105 – Cidade Industrial, em Curitiba, Estado do Paraná. Deliberações: Por acionistas representando 100% (cem por cento) das ações representativas do capital social da Companhia foram tomadas as seguintes deliberações: I) Autorizar a lavratura desta ata em forma de sumário dos fatos, e sua publicação em forma de extrato. II) Aprovar as contas dos administradores e seu relatório, o balanço patrimonial, demonstrações financeiras, demonstração do resultado e respectivo parecer do Conselho de Administração, relativos ao exercício encerrado em 31 de dezembro de 2.012, na totalidade, sem restrições ou ressalvas. III) Eleger os seguintes membros para compor o Conselho de Administração para o triênio 2013/2016, cujo mandato iniciar-se-á na data desta assembléia e findará quando da realização da assembléia do ano de 2.013: Miguel Angel Gonzalez Ortiz, de nacionalidade chilena, casado, tecnólogo em cereais, residente e domiciliado em Santiago, Chile, Rua El Rosal nº 4644, Huechuraba, portador do passaporte emitido pela República do Chile sob nº 6372049/6 e inscrição no CPFMF sob nº 009.106.239-02; Mário Venturelli, brasileiro, casado, advogado, inscrito na OAB-PR sob nº 3329 e no CPFMF sob nº 002.373.379-91, residente e domiciliado em Curitiba PR, na Travessa Itália 102 - Alto da Gloria; Eduardo José Nicolau Feliz, brasileiro, casado, advogado, inscrito na OAB-PR sob nº 10.016 e no CPFMF sob nº 321.094.409-10, residente e domiciliado em Curitiba PR, na Av. Visc. de Guarapuava nº 5.015 apto 501; Cássio Benghi Venturelli, brasileiro casado, empresário, portador da Carteira de Identidade RG 3.422.578-8PR e CPFMF 739.414.179-91, residente a rua Francisco Parise 401 - Casa 2 – Bairro Santa Felicidade, em Curitiba PR, Paloma Benghi Venturelli Fondacaro, brasileira, casada, RG 7.189.842-3 PR e CPFMF 035.949.229-01 residente a rua Francisco Parise 401 - Casa 1 em Curitiba PR; Gustavo Guth, brasileiro, casado, empresário, RG 1.045.695-9-PR e CPFMF 745.225.409-06 residente e domiciliada a Rua Hermes Fontes 1.450 Bairro Seminário em Curitiba PR. CEP 80.440-170. Os Conselheiros eleitos foram declarados empossados, sendo que o conselheiro Mario Venturelli foi designado presidente do conselho. IV) Fixar a remuneração individual dos membros do Conselho de Administração em R$ 200,00 (Duzentos Reais) a cada reunião a que comparecer. V) Deliberar a não efetuar distribuição de dividendos aos acionistas. Votação e Aprovação: As deliberações foram tomadas com o voto da unanimidade dos acionistas, deixando de votar os impedidos na aprovação das contas. Mario Venturelli Presidente - Eduardo José N. Feliz – Secretário. Certidão: Certifico o Registro na Junta Comercial do Paraná sob número 20132526557 em 15/05/2013 transcrito na íntegra. Mario Venturelli - Presidente Eduardo José Nicolau Feliz - Secretário.

GRANOLAB DO BRASIL S.A. TECNOLOGIA PARA A INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA CNPJ/MF 06.895.723/0001-82 EXTRATO DA ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Realizado em 26/04/2013  LOCAL E DATA: A Rua João Kalinowski nº 105 – Cidade Industrial de Curitiba-Pr. em 26/04/2013, às 11:00 (Onze) horas;. DELIBERAÇÕES: I) Foi eleita a diretoria executiva da Companhia para o triênio 2013/2016, como segue: EDUARDO JOSÉ NICOLAU FELIZ, brasileiro, casado, advogado, portador da Carteira de Ident. RG 1.121.702-8 Pr e CPFMF nº 321.094.409-10, residente e domi- ciliado em Curitiba PR, Avenida Visc. de Guarapuava 5.015 Apto 501 - Bairro Batel; CÁSSIO BENGHI VENTURELLI, brasileiro casado, empresário, portador da Carteira de Identidade RG 3.422.578-8 Pr e CPFMF 739.414.179-91, residente a rua Francisco Parise 401 - Casa 2 – Bairro Santa Felicidade, em Curitiba PR; Os diretores reeleitos iniciam seus mandatos nesta data e exercerão seus cargos até a realização da assembléia geral ordinária em 2.016 II) Foi fixada a remuneração mensal dos diretores em R$ 3.800,00 para este ano de 2.013, e poderão ser fixados novos valores para os anos seguinte. VOTAÇÃO E APROVAÇÃO: As deliberações foram tomadas com o voto da unanimidade dos membros do Conselho de Administração. Mario Venturelli - Presidente / Eduardo Jose Nicolau Feliz – Secretário Certidão: Certifico o registro na Junta Comercial do Paraná sob número 20132526549 em 15/05/2013. Mario Venturelli - Presidente Eduardo José N. Feliz - Secretário

AÇÃO MONITÓRIA Nº 5005885-87.2012.404.7000/PR AUTOR : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF RÉU : JEFERSON CABRAL EDITAL N.º 7313072 DE CITAÇÃO PRAZO: 30 (TRINTA) DIAS O DR. MARCOS ROBERTO ARAÚJO DOS SANTOS, JUIZ DA 4ª VARA FEDERAL, SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA, SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ, NA FORMA DA LEI, ETC.... F A Z S A B E R aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, que por este Juízo Federal e Secretaria respectiva, tramita o processo de Ação Monitória acima referido, cujo objeto é a citação de JEFERSON CABRAL, para o pagamento à exeqüente da dívida decorrente de inadimplemento em Contrato de Financiamento - CONSTRUCARD. Fica, por este meio, C I T A D A JEFERSON CABRAL, CPF nº 044.988.009-58, brasileiro, solteiro, lanterneiro automotivo, portador do CI/RG 8.669.892-7, por estar em lugar incerto e não sabido, para que pague, no prazo de 15 (quinze) dias, contados após decorrido o prazo do presente edital, R$ 12.482,80 (doze mil, quatrocentos e oitenta e dois reais, oitenta centavos), valor válido para outubro de 2011, a ser devidamente corrigido até a data do efetivo pagamento, ficando o executado nesse caso, isento de custas e honorários de sucumbência (art. 1102, ‘c’, § 1º do CPC) - ou ofereça embargos, independentemente de segurança do juízo, a serem processados nos presentes autos (art. 1.102, ‘c’, § 2º do CPC), conforme petição e despachos. Dívida decorrente de Contrato de Financiamento - CONSTRUCARD. Não havendo o pagamento, nem a interposição de embargos, constituir-se-á de pleno GRANOTEC DO BRASIL S.A. BIOTECNOLOGIA E INGREDIENTES direito o título executivo, prosseguindo-se a execução nos termos dos artigos 475-J e ALIMENTARES seguintes do Código de Processo Civil. CNPJ/MF 82 496 183/0001-42 EXPEDIDO em Curitiba - PR, aos seis dias de junho de dois mil e treze (06.06.13). NIRE 4130002286-1 Eu, (a), Léa Maria Otani, Diretora de Secretaria da 4ª Vara Federal, fiz digitar, conferi EXTRATO DA ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA  e assino, por ordem do MM. Juiz Federal. Realizada em 30/04/2013 MARCOS ROBERTO ARAUJO DOS SANTOS  Juiz Federal Data, hora e local: Aos 30 dias do mês de Abril de 2013, às 10:00 (dez) horas, na  sede social da Companhia, localizada na Rua João Bettega nº 5.800 – Cidade Industrial, em Curitiba, Estado do Paraná. Deliberações: I) Autorizar a lavratura desta ata em forma de sumário dos fatos ocorridos, e sua publicação em forma de extrato; II) Aprovar as contas dos administradores e seu relatório, o balanço patrimonial, parecer do Conselho de Administração, relativos ao exercício encerrado em 31 de dezembro de 2.012; III) Eleger os seguintes membros para compor o Conselho de Administração para o triênio 2013/2016, cujo mandato iniciar-se-á na data desta assembléia e findará quando da realização da assembléia geral ordinária do ano de 2.016: Miguel Angel Gonzalez Ortiz, de nacionalidade chilena, casado, tecnólogo em cereais, residente e domiciliado em Santiago, Chile, Rua El Rosal nº 4644, Huechuraba, portador do passaporte emitido pela República do Chile sob nº 6372049/6 e inscrição no CPFMF sob nº 009.106.239-02; Mário Venturelli, brasileiro, casado, advogado, inscrito na OAB-PR sob nº 3329 e no CPFMF sob nº 002.373.379-91, residente e domiciliado em Curitiba PR, na Travessa Itália 102 - Alto da Gloria; Eduardo José Nicolau Feliz, brasileiro, casado, advogado, inscrito na OAB-PR sob nº 10.016 e no CPFMF sob nº 321.094.409-10, residente e domiciliado em Curitiba PR, na Av. Visc. de Guarapuava nº 5.015 apto 501 Bairro Batel; Cássio Benghi Venturelli, brasileiro casado, empresário, portador da Carteira de Identidade RG 3.422.578-8PR e CPFMF 739.414.179-91, residente a rua Francisco Parise 401 - Casa 2 – Bairro Santa Felicidade, em Curitiba PR, Paloma Benghi Venturelli Fondacaro, brasileira, casada, RG 7.189.842-3 PR e CPFMF 035.949.229-01 residente a rua Francisco Parise 401 - Casa 1, em Curitiba PR; Gustavo Guth, brasileiro, casado, empresário, RG 1.045.695-9 PR e CPFMF 745.225.409-06 residente e domiciliado a Rua Hermes Fontes 1.450 Bairro Seminário em Curitiba PR CEP 80.440170. Os Conselheiros eleitos foram declarados empossados, sendo que o conselheiro Mario Venturelli foi designado presidente do conselho. IV) Fixar a remuneração individual dos membros do Conselho de Administração em R$ 1.000,00 (um mil reais) a cada reunião a que comparecer V) Aprovar a distribuição de dividendos mensais durante todo o ano de 2.013, destacandoos do total dos lucros acumulados (R$ 16.071.205,24), no montante de R$ 4.575.368,00 (Quatro milhões, quinhentos e setenta e cinco mil, trezentos e sessenta e oito reais), sendo R$ 975.368,00 para possuidores de ações nominativas classe “A” e o restante de R$ 3.600.000,00 a ser rateado entre todos os acionistas na proporção das ações possuídas. Votação: As deliberações foram tomadas com o voto da unanimidade dos acionistas, deixando de votar os impedidos na aprovação das contas. Mario Venturelli - Presidente - Eduardo José N. Feliz – Secretário. Certidão: Certifico o Registro na Junta Comercial do Paraná sob número 20132526573 em 15/05/2013 transcrito na íntegra. Mario Venturelli - Presidente - Eduardo José Nicolau Feliz - Secretário. PHYTOPLENUS BIOATIVOS S.A. Evento 71 - EDITAL1 https://eproc4.jfpr.jus.br/eprocV2/controlador.php?acao=acessar_docu... CNPJ Nº 10.704.205/0001-01 NIRE 41300080461 ATA DA 2ª ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 5009023-33.2010.404.7000/PR DATA, HORA e LOCAL: Aos 13 (treze) dias do mês de Junho de 2013, às 15h30min, na EXEQUENTE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF sede da Companhia, na Rua Wanda dos Santos Mullmann, Nº 1.501, CEP 83323-123, Pinhais, Estado do Paraná. CONVOCAÇÃO: Aviso aos Acionistas na forma do Art. 133 EXECUTADO : K'RARO DO BRASIL CONSTRUTORA E INCORPORADORA LTDA da Lei 6.404/76 e convocação realizada na forma do Art. 124 da Lei 6.404/76, conforme : MARILDA APARECIDA PIERUCCINI KMIECIK editais de convocação, publicados no Diário Oficial do Estado, edições dos dias 05, 06 : RODOLFO KMIECIK e 07 de Junho de 2013, respectivamente às páginas 72, 43 e 34 e no Jornal Indústria & Comércio, edições dos dias 05, 06 e 07 de Junho de 2013, respectivamente às páginas A7,   B1 e A7. QUORUM: Presentes Acionistas totalizando 79,6% do capital social com direito a EDITAL N.º 7168920 voto, conforme assinatura no Livro de Presença de Assembleias Gerais. MESA: Presidente: JOSÉ PAULO CHAPAVAL DOS SANTOS e Secretário: JOSÉ RUBENS CAFARELI. Por unanimidade de votos, abstendo-se de votar os legalmente impedidos, resolvem os PRAZO: 20 (VINTE) DIAS Acionistas: I – PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO DE AUMENTO DE CAPITAL - Aprovar A DOUTORA TANI MARIA WURSTER, MM. Juíza Federal Substituta da 1ª a proposta do Conselho de Administração para o aumento de capital da Companhia Vara, na forma da lei, nos seguintes termos: Tendo em vista a necessidade de recursos financeiros para a continuidade da implementação dos investimentos da Companhia, propomos seja o capital social aumentado em R$898.750,00 (oitocentos e noventa e oito mil, setecentos e cinquenta reais) com a criação de 719.000 (setecentas e dezenove mil) ações ordinárias nominativas, ao preço de subscrição de R$1,25 (um real e vinte e cinco centavos) cada ação. Certos de estarmos buscando a melhor solução para o crescimento da companhia e a defesa dos mais altos interesses dos Senhores Acionistas, esperamos merecer a presente proposta, a aprovação da Assembleia Geral. (as) Srs. José Paulo Chapaval dos Santos; Marcelo Buzzi e Daniel Horovitz. II – Aprovar o aumento de capital no valor de R$898.750,00 (oitocentos e noventa e oito mil, setecentos e cinquenta reais) passando de R$15.001.250,00 (quinze milhões, um mil e duzentos e cinquenta reais) para R$15.900.000,00 (quinze milhões e novecentos mil reais) mediante subscrição particular de ações, observadas as seguintes condições: a) Preço de emissão: R$1,25 (um real e vinte e cinco centavos) cada ação – valor fixado com fundamento nas perspectivas de rentabilidade futura e do valor patrimonial da ação, tendo em vista o patrimônio líquido da Companhia com base nas demonstrações financeiras de 31 de Dezembro de 2012; b) Integralização: Cinco dias após a homologação do aumento de capital mediante depósito em conta bancária da Companhia a ser indicada pela Diretoria; c) Ações a emitir: serão emitidas 719.000 (setecentas e dezenove mil) ações ordinárias, nominativas, sem valor nominal; e d) As novas ações participarão integralmente dos dividendos que vierem a ser distribuídos. III – Para os efeitos do art. 171, parágrafo 4º da Lei 6.404/76, fixar o prazo de 30 (trinta) dias para o exercício do direito de preferência dos demais Acionistas, bem como deverão se manifestar sobre eventuais sobras, no caso de não ocorrer o exercício do direito de preferência por todos os Acionistas. IV – ATA EM FORMA DE SUMÁRIO - Aprovar a lavratura da presente ata em forma de sumário. OUTROS ASSUNTOS DE INTERESSE DA SOCIEDADE - Nada mais havendo a tratar, o Sr. Presidente franqueou a palavra a quem dela quisesse fazer uso e, como ninguém se manifestou, declarou encerrada a sessão, determinando que se lavrasse a presente Ata que, após lida e aprovada, foi assinada pelos membros da mesa e por todos os Acionistas presentes. Pinhais (PR), 13 de Junho de 2013. (as.) JOSÉ PAULO CHAPAVAL DOS SANTOS – Presidente, JOSÉ RUBENS CAFARELI – Secretário e demais Acionistas presentes, conforme assinatura no Livro de Presença de Acionistas. Certifico que a presente é cópia fiel da Ata lavrada nas páginas do Livro de Atas de Assembleias Gerais da Companhia, registrado na Junta Comercial do Paraná. Pinhais (PR), 13 de Junho de 2013. JOSÉ PAULO CHAPAVAL DOS SANTOS - Presidente JOSÉ RUBENS CAFARELI - Secretário

FAZ SABER que todos quantos o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que, perante este Juízo e Secretaria da 1ª Vara Federal, tramitam os autos de EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL n.º 5009023-33.2010.404.7000, movida por CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF contra K'RARO DO BRASIL CONSTRUTORA E INCORPORADORA LTDA e OUTROS, constando dos autos de que os executados K'RARO DO BRASIL CONSTRUTORA E INCORPORADORA LTDA (CNPJ nº 81.686.974/0001-72), MARILDA APARECIDA PIERUCCINI KMIECIK (CPF nº 807.213.469-87) e RODOLFO KMIECIK (CPF nº 110.599.239-04) encontram-se em lugar incerto e não sabido, pelo presente edital, com prazo de 20 (vinte) dias, que será publicado na forma da lei e afixado em lugar de costume na sede deste Juízo, o qual está situado na Avenida Anita Garibaldi, nº 888, Ahú, CEP 80540-180, Curitiba/PR, fone (41) 3210-1730, ficando por meio deste, CITADO para que no prazo de 15 (quinze) dias efetue o pagamento no valor R$ 87.443,00 (oitenta e sete mil, quatrocentos e quarenta e três reais), atualizada para 30/04/2010, acrescido de juros legais e atualizado monetariamente até a data do efetivo pagamento a ser depositado em conta judicial vinculada a este Juízo, na agência CEF/PAB Justiça Federal, hipótese em que ficará isento de custas e honorários advocatícios, nos termos do art 1102 b e c do CPC; ou para, querendo, oferecer embargos, independente de penhora. Ressalte-se que não havendo pagamento, tampouco interposição de embargos, constituir-se-á o pleno direito para execução do montante da dívida. Tudo conforme despacho proferido no evento 64 dos autos, o qual deferiu a citação por edital, a teor do disposto no art. 232, inc. IV, do CPC, e para que não alegue ignorância, mandou o MM. Juiz Federal Substituto expedir o presente edital, na forma da lei. Nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos vinte e quatro dias do mês de novembro de dois mil e doze. Eu, __________, Waldemar Gomes Ferreira Jr., Diretor de Secretaria, o conferi e subscrevi.

Cláudio Roberto da Silva Juiz Federal Substituto

Documento eletrônico assinado por Cláudio Roberto da Silva, Juiz Federal Substituto, na forma do artigo 1º, inciso III, da Lei 11.419, de 19 de dezembro de 2006 e Resolução TRF 4ª Região nº 17, de 26 de março de 2010. A conferência da autenticidade do documento está disponível no endereço


Judiciário

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, terça-feira, 18 de junho de 2013 | Pág. A8

Opinião

coluna@induscom.com.br

70 anos de luta e persistência Pode até ter passado rápido. Mas foi com muita luta e persistência que o setor de Transporte Rodoviário de Carga do Paraná conseguiu se destacar e ser um dos mais ativos do Brasil. Isso se deve, em grande parte, a atuação de nosso sindicato (o Setcepar), que completa 70 anos agora no dia 12 de Julho. Para esta celebração, resolvemos fazer um resgate histórico que comprovasse a importância do nosso segmento para a sociedade, que muitas vezes esquece que o pão quentinho para o café da manhã ou a bela carne do churrasco de domingo só chega ao mercado por causa do trabalho e da dedicação da nossa categoria. Nossa atividade é fundamental para a logística, tomando por base que os outros modais (aéreo, marítimo, dutoviário e ferroviário) não conseguem, mesmo que somados, atender a demanda total de produtos a serem transportados no Brasil. E para conseguir este citado resgate, vasculhamos nossos arquivos, entrevistamos pessoas que fizeram parte desta história e mergulhamos no tempo. Por meio desta busca, pudemos observar que o Paraná só conseguiu realmente uma integração com o restante do Brasil e se desmembrar de São Paulo por causa do ciclo da erva-mate. Nosso segmento foi diretamente responsável pela evolução deste ciclo, transportando a riqueza e melhorando o fluxo deste produto. Vale lembrar que antigamente a erva-mate era transportada nas costas de homens, ou por mulheres, através do caminho do Itupava. Claro, por ser muito ineficiente, outros meios de transporte foram sendo implementados. E assim nasceu o Transporte Rodoviário de Carga no Paraná (TRC), impulsionado por novos caminhos, novos veículos e novas formas de distribuir os produtos. A nossa história começa com um “Era uma vez” não tão encantado assim, já que o TRC já começou enfrentando muitos problemas. O final feliz pode estar longe de chegar, mas nestes anos conquistamos diversas melhorias para o Paraná e, consequentemente, para toda a cadeia que cerca o nosso setor. Foi assim que o Setcepar foi criado e está , desde 1943 , lutando e enfrentando os desafios, procurando sempre o melhor para seus associados e o merecido reconhecimento para o nosso TRC. * Gilberto Antonio Cantú é Presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas do Paraná (Setcepar)

Decisão

Liminar suspende dívida tributária de R$ 7 bilhões da Petrobras O ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), reconsiderou sua decisão anterior e concedeu liminar em medida cautelar para suspender a exigibilidade de uma dívida tributária de quase R$ 7,4 bilhões que a Fazenda Nacional vem tentando cobrar da Petrobras. A liminar livra a Petrobras, temporariamente, de uma série de constrangimentos que, segundo ela mesma alegou ao STJ, seriam decorrência da condição de devedora do fisco, entre os quais a impossibilidade de importar e exportar, por falta da certidão de regularidade tributária. Com a decisão, a suposta dívida fiscal – que a Petrobras contesta judicialmente – não poderá ser exigida pela Fazenda Nacional pelo menos até a Primeira Turma do STJ julgar a medida cautelar impetrada pela empresa. “A expressão econômica do

crédito tributário em questão, superior a R$ 7 bilhões, é suficiente para demonstrar que a sua imediata exigibilidade ostenta uma potencialidade danosa às atividades normais da empresa”, disse o ministro em sua decisão mais recente. Ao examinar a medida cautelar com pedido de liminar impetrada pela Petrobras, o ministro Benedito Gonçalves considerou que o STJ não seria competente para analisar o caso naquele momento. A competência para decidir sobre efeito suspensivo seria do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), sediado no Rio, pois ele ainda não havia decidido sobre a admissão de recurso especial que a Petrobras interpôs para o STJ. No recurso especial, a empresa pede que seja dado efeito suspensivo à apelação que ela interpôs no TRF2 para reformar a decisão da primeira instância da Justiça Federal que reconheceu o débito tributário.

Falta grave de preso não pode ser punida com perda total de dias remidos O cometimento de falta grave pelo preso determina o reinício da contagem de tempo para a concessão de benefícios. A perda dos dias remidos também é permitida, mas não pode ser total. O entendimento, firmado pela jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ), foi aplicado em julgamento da Sexta Turma do STJ para dar provimento a agravo regimental interposto pelo Ministério Público de São Paulo. Em 2007, o juiz de primeira instância reconheceu a prática de falta grave de um preso de São Paulo e declarou a perda total dos dias remidos, ou a remir, além do reinício da contagem de tempo para fins de progressão de regime do apenado. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), entretanto, ao apreciar agravo

em execução da defesa, cassou todos os efeitos da decisão. O Ministério Público entrou com recurso especial no STJ. Ao apreciar o processo, o relator, ministro Og Fernandes, deu parcial provimento ao pedido para restabelecer a sentença originária, mas apenas em relação à perda total dos dias remidos, pois assim disciplinava a Lei de Execução Penal (Lei 7.210/84) em seu artigo 127. Ao analisar o agravo regimental do Ministério Público, o ministro Og Fernandes entendeu ser devida a adequação da decisão às alterações jurisprudenciais e legais. Foi determinada, então, a interrupção da contagem do prazo para fins de progressão de regime. A decisão foi acompanhada de forma unânime pelos demais ministros da Turma.

Justiça&Direito

www.justicaedireito.com

Santa Maria

Comissão vota parecer sobre lei contra incêndio

Projetos foram apresentados para modificar as regras de funcionamento dos estabelecimentos

A

comissão externa sobre a tragédia em Santa Maria (RS) reúne-se nesta quartafeira para discutir e votar o parecer da sub-relatora, deputada Elcione Barbalho (PMDB-PA), sobre a legislação de prevenção a incêndios. O parecer foi apresentado na semana passada, mas os deputados Pedro Uczai (PT-SC) e Armando Vergílio (PSD-GO) pediram vista. O parecer de Elcione é um substitutivo ao Projeto de Lei 2020/07,

de autoria da própria deputada. O texto condiciona a expedição do alvará de funcionamento para estabelecimentos com capacidade superior a 100 pessoas à contratação de seguro para indenizar danos provocados por incêndios e desastres. O alvará, a lotação do estabelecimento e o documento que comprove a contratação do seguro e sua validade deverão ser afixados na entrada desses locais. Além disso, o texto de Elcione

exige que os cursos de graduação em engenharia e arquitetura ofereçam conteúdo relativo à prevenção e combate a incêndio e a desastres. No dia 27 de janeiro deste ano, um show com efeitos pirotécnicos causou um incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), causando a morte de 242 pessoas. Dois dias depois, a Câmara criou uma comissão externa para acompanhar as investigações.

Após vistorias no local, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Rio Grande do Sul (Crea-RS) apresentou relatório que confirmava as causas já apontadas pela imprensa: a combinação de espuma inflamável e tóxica com uso de fogos de artifício, falha nos extintores de incêndio, a dificuldade de evacuação, a deficiência na iluminação de emergência e a falta de um mecanismo para retirar a fumaça.

Mantidas liminares que obrigam município paulista a custear tratamentos O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, negou o pedido de Suspensão de Liminar (SL) 654, feito pelo Município de Rio Grande da Serra (SP) para afastar a eficácia de 43 decisões proferidas pelo juiz de direito do foro distrital da cidade que obrigam o governo local a fornecer medicamentos a moradores que não têm condições financeiras de custear tratamentos médicos e que são amparados pela justiça gratuita. Segundo o

procurador municipal, as decisões judiciais representam “grave ameaça às finanças públicas”, tendo em vista que o município tem “receitas diminutas” e o seu cumprimento integral poderá resultar na “ruína financeira” da Prefeitura. No Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), pedido para suspender as liminares também foi indeferido. Ao decidir a questão, o ministro Joaquim Barbosa transcreveu decisões liminares concedidas

em dois mandados de segurança impetrados por moradores de Rio Grande da Serra. No primeiro, o autor é portador de Retardo Mental Grave e Síndrome de Down; no segundo mandado de segurança, o morador afirma não ter condições de arcar com os custos do tratamento de Lúpus. “Dessa forma, a mera menção abstrata ao risco representado pelo cumprimento das ordens judiciais impugnadas não é suficiente para autorizar a sua suspensão”, afirmou.

Ao negar a suspensão dos efeitos das decisões, o ministro afirmou que, nos pedidos de suspensão de liminar ou segurança, é necessário comprovar de plano a ameaça de grave lesão, o que não ocorreu. “No caso em julgamento, a própria reunião de tantas decisões liminares em um mesmo pedido de suspensão é um indício de descontrole no que se refere ao cumprimento do direito constitucional à saúde pelo município requerente”, afirmou o presidente do STF.

Empresa é condenada por dispensar empregada após tratamento de câncer

Jorge Viana critica uso da violência contra manifestantes

A Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho decidiu, por unanimidade, condenar a empresa Só Blindados Veículos S.A. a indenizar em R$ 15 mil por danos morais uma secretária dispensada um mês após retornar do tratamento de saúde em virtude de câncer. Com a demissão, a trabalhadora teve o seu plano de saúde cancelado. O TRT-SP declarou a nulidade da dispensa e determinou o retorno da trabalhadora ao emprego, com sua imediata inclusão no convênio de saúde fornecido aos emprega-

dos, após constatar que a empresa tinha conhecimento do seu estado de saúde. O acórdão ressalta que a Só Blindados não comprovou que a dispensa tivesse ocorrido por critérios técnicos, como baixa produtividade ou desempenho insatisfatório, por exemplo. O Regional, entretanto, reformou a condenação ao pagamento de dano moral, no valor de R$ 15 mil, imposta pela 70° Vara do Trabalho de São Paulo, por entender que a empresa não provocou a doença nem contribuiu para o seu agravamento.

A relatora do recurso, ministra Kátia Magalhães Arruda, restabeleceu a sentença que havia concedido o dano moral. Para ela, a dispensa sem justa causa, embora seja direito do empregador, pode se configurar em abuso de direito, quando o empregado é acometido de doença grave. A relatora observou que a jurisprudência do TST acerca da presunção discriminatória da dispensa de empregado portador de doença grave já foi uniformizada por meio da Súmula 443.

Superior Tribunal de Justiça

Confirmada legitimidade do MP estadual para atuar em tribunal A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) reiterou o seu entendimento de que o Ministério Público estadual, nos processos em que figurar como parte, possui legitimidade para atuar diretamente no âmbito da Corte. O relator, ministro Mauro Campbell Marques, afirmou que a modificação da jurisprudência do STJ sobre o tema decorreu da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em questão de ordem no Recurso Extraordinário 593.727. Esclareceu que o STF, ao reconhecer a legitimidade do Ministério Público estadual para atuar nos processos em que figurar como parte, baseou-se na in-

terpretação da estrutura funcional e normativa do MP brasileiro. O STF proclamou que a Lei Complementar 75/93 somente é aplicável no âmbito do Ministério Público da União, sob pena de cassar autonomia dos Ministérios Públicos estaduais, pois estariam na dependência do Ministério Público Federal para promover e defender seus interesses em juízo. Assim, ficou estabelecido que o Ministério Público dos estados, somente nos casos em que figurar como parte nos processos que tramitam no STJ, poderá exercer todos os meios inerentes à defesa de sua pretensão, tais como a interposição

de recursos no âmbito do Tribunal, a realização de sustentação oral e a apresentação de memoriais de julgamento. Também ficou decidido que a função de fiscal da lei no âmbito do STJ será exercida exclusivamente pelo Ministério Público Federal, por meio dos subprocuradoresgerais da República designados pelo procurador-geral. Por fim, foi consignado que a tese afirmada objetivou reconhecer a importância e imprescindibilidade da atuação do Ministério Público Federal e estadual no sistema judicial brasileiro e estabelecer os limites de atuação.

Decisão suspende greve em escolas públicas de Rondônia A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia manteve decisão de desembargador do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) que suspendeu a greve de professores e servidores que atuam nas escolas públicas rondonienses de alunos do terceiro ano do ensino médio e nas instituições de aplicação de provas de suplência.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia (Sintero) contestou a decisão do TJ por meio de uma Reclamação (Rcl 15820), que teve o pedido de liminar negado pela ministra, relatora do processo. O Sintero afirma que o TJ descumpriu entendimento do Supremo que legitimou o exercício de greve

pelos servidores públicos e definiu que esses movimentos devem respeitar a Lei de Greve da iniciativa privada (Lei 7.783/1989), enquanto o Congresso não editar legislação específica para o setor público. Essa decisão foi tomada pela Corte em outubro de 2007, no julgamento dos Mandados de Injunção (MIs) 670, 708 e 712.

O senador Jorge Viana (PT-AC) afirmou nesta segunda-feria que as manifestações realizadas nos últimos dias refletem uma insatisfação com a vida nas cidades. Para o senador, antes de achar culpados, é preciso entender o que causa a insatisfação, na sua opinião, legítima. Viana disse que é preciso identificar o problema real das cidades brasileiras e entender que a manifestação se dá em cima de situações concretas. Como exemplo da “insalubridade” da vida nas grandes cidades, o senador mencionou o transporte público. Ele lembrou que, em São Paulo muitas pessoas, especialmente as mais pobres, passam grande parte do seu dia no deslocamento para o trabalho. Apesar da má qualidade do serviço, o valor da passagem equivale a 14 minutos de trabalho. O senador disse que houve muitos avanços nos anos de governo do PT, como o aumento da renda e o combate à pobreza. Observou, no entanto, que, quando ocorrem avanços, a população passa a querer mais.

TRU realiza amanhã 5ª sessão do ano em Curitiba A Turma Regional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais da 4ª Região realiza amanhã (18/6), a partir das 9h, no Foyer da Seção Judiciária de Curitiba, a 5ª Sessão Ordinária de Julgamento de 2013 dos processos incluídos em pauta, com transmissão por videoconferência para as cidades de Florianópolis e Porto Alegre. Mais informações dos fóruns e das sessões da TRU podem ser acessadas na página eletrônica da Coordenadoria dos Juizados (Cojef).


negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, terça-feira, 18 de junho de 2013 | Pág. B1

MOTOCICLETAS

Empresas&Produtos

Grupo Servopa inaugura a CWB Triumph em Curitiba

Esmalte Club faz parceria com Provopar

Capital paranaense recebe a 5ª concessionária da marca premium no país Foto: Fabiano Guma

C

uritiba acaba de ganhar mais uma concessionária de motocicletas premium, a CWB Triumph. A inglesa Triumph, com 111 anos de história, chega à cidade com a credibilidade e a solidez do Grupo Servopa, desde 1955. A capital recebe a quinta filial da rede, que possui lojas em São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Ribeirão Preto (SP) e Brasília (DF). A CWB Triumph está localizada na Avenida Mário Tourinho, 1279. Inicialmente, a loja comercializará oito modelos, Bonneville T 100, Street Triple, Speed Triple, Tiger XC 800, Tiger Explorer, Daytona 675 R, Thunderbird Storm, Rocket III. A CWB Triumph iniciou as operações no dia 15 de junho e, está alinhada com padrão de pósvenda mundial da marca. Além das motocicletas, a concessionária também traz roupas, calçados e acessórios. A CWB Triumph conta com um espaço de 1000 m² e possui oficina mecânica especializada.

A CWB Triumph iniciou as operações no dia 15 de junho

“Nossa meta é comercializar em torno de 250 motocicletas até dezembro deste ano. Mesmo antes da abertura oficial da loja, já estávamos recebendo muitos

pedidos e reservas”, afirma Sergio Goloubeff Júnior, diretor do Grupo Servopa. O Brasil conta com a 10ª subsidiária da marca e a sede nacional

está situada em São Paulo (SP). A Triumph possui uma fábrica em Manaus e um centro de distribuição de peças no interior de São Paulo.

Churrasco do Pequeno Cotolengo ganha edição especial em Julho Muita música e animação devem agitar o Churrasco do Pequeno Cotolengo do próximo dia 7 (domingo).O evento, que tem a temática de Festa Julina, vai contar com apresentações dos artistas sertanejos William & Renan, Jota Júnior & Rodrigo e Álvaro & Daniel, além dos grupos

de forró Trio Destilado e Forró Maneiro. O evento começa às 10h, com a celebração da Santa Missa. Os visitantes ainda vão poder conferir diversas atrações, como a apresentação da quadrilha feita pelos moradores com deficiências múltiplas atendidos pela insti-

tuição. Além disso, vão poder se deliciar com alimentos típicos. Serão 11 barracas ao todo. As atrações são todas gratuitas e a instituição pede apenas a doação de um quilo de alimento não perecível. O valor do churrasco e demais alimentos será cobrado à parte.

O churrasco, que conta com o trabalho de mais de 450 voluntários, acontece sempre no primeiro domingo do mês, desde 1967, com o objetivo de arrecadar recursos para a instituição. Nesta edição será mais longo que o habitual, por conta das comemorações julinas.

Pensando em fazer o bem ao próximo, o Esmalte Club está engajado em uma ação social junto com o Provopar (Programa do Voluntariado Paranaense, vinculado à Secretaria da Saúde e BemEstar Social). Desde o início de junho, o nail center mais charmoso da cidade coleta agasalhos, roupas, cobertores, travesseiros e mantas para ajudar os mais necessitados. Além da coleta, o Esmalte Club também está comercializando um voucher no valor de R$ 12,50, que será inteiramente revertido na compra de cobertores e colchões aos mais necessitados. Para apostar nessa boa ação, vá até o Esmalte Club fazer a sua doação e espalhar calor pela cidade.

Reciclagem Oi

Em 2012, a Oi gerou mais de 6,8 mil toneladas e 312 mil itens de resíduos que foram destinados para reciclagem. Mais de 4 mil toneladas de sucata, formadas por materiais de cobre, alumínio e ferro, cabos de fibra ótica, baterias, cabos telefônicos, sucatas de informática, fibra de vidro, partes de peças de telefones públicos vandalizados e sucatas de mobiliário, entre outros foram transformados em vassouras de limpeza pública, sacos de lixo, polietileno e PVC reciclado. Além disso, com seus pontos de coleta em lojas e prédios administrativos em todo o Brasil, recolheu cerca de 44 mil itens entre aparelhos celulares, seus acessórios, pilhas e baterias. Este ano, a Oi vai passar a monitorar todas as etapas do seu processo de gestão de resíduos sólidos. Os dados estão no Relatório de Sustentabilidade de 2012, divulgado pela companhia, que apresenta 60 indicadores de desempenho da GRI (Global Reporting Initiative, organização internacional que define as diretrizes e a metodologia para elaboração dos relatórios) respondidos. Em 2011, a empresa reportou 36. O documento tem nível B de aplicação da GRI, o que indica um maior esforço para a gestão da sustentabilidade e, consequentemente, mais transparência no processo de reporte. O Relatório pode ser acessado através do endereço http://relatorioanual2012.oi.com.br ou na página de Relações com Investidores em www.oi.com.br/ri

Troco Solidário Havan recebe doações

Até o dia 30 de junho as filiais da Havan em Curitiba estarão arrecadando doações para a Irmandade da Santa Casa através da campanha Troco Solidário Havan. No ato da compra o cliente é convidado a doar o seu troco para Irmandade e recebe um cupom para concorrer a uma televisão ao final da campanha. A campanha existe desde 2010 e já ajudou cerca de 70 instituições de todos os estados onde a rede possui lojas. Em 2011, a solidariedade dos clientes da Havan resultou na doação de aproximadamente R$ 300 mil, para 20 entidades em Santa Catarina e no Paraná. Todo o valor arrecadado durante a campanha será destinado para a Irmandade. Confira as lojas participantes:

Uninter elabora fórum de debate

O que é e quais são os aspectos legais no que se refere à avaliação da aprendizagem no ensino superior? Neste processo tem se dado espaço para estratégias e instrumentos que captem a interdisciplinaridade, tão necessária hoje? Estas são algumas perguntas debatidas no fórum de debate sobre o sistema de avaliação, criado pelo Centro Universitário Uninter. Inge R. F. Suhr, Coordenadora Pedagógica da instituição, explica que esta ação tem como objetivo reunir os professores mensalmente para discutir o tema e, quem sabe, propor mudanças. “É uma forma de estarmos sempre em busca de melhorias no nosso sistema de avaliação. Queremos reunir diferentes pessoas para discutir e aprimorar esta ação no Uninter”, comenta.

VINO VITA EST.

Osvaldo Nascimento Júnior osvaldopinheiro@gmail.com

Homenagem ao vinho em seu dia - Parte 1 Como tudo que é importante tem seu dia em nosso calendário, não poderia este néctar dos deuses, deixar de ter o seu dia especial, em especial com a proximidade do inverno, que não marca só a chegada do momento ideal para degustar um bom vinho, como reforça a habitual associação que se faz entre o sumo da bebida e a prática para reunir pessoas para celebrar, período também importante para toda a cadeia produtiva do líquido bacante. O VINHO MERECE NOSSA HOMENAGEM NESSE SEU DIA. O vinho é uma bebida social, preconiza o sommelier da Nieto Senetiner, Maurício Marcondes, onde desde 1888 instalada no coração de LUJAN DE CUYO ( província de Mendoza, historicamente conhecida como “primeira zona” (Zona Premium) em altitude de 900 mt. apresenta condições de clima e solo ideais para cultivo de uvas com alta qualidade e cita as etapas de produção do vinho na antiguidade, que eram acompanhadas por verdadeiro festivais - isto quando a bebida nem estava pronta. Ao degustarmos uma taça de bom vinho, muitas vezes desconhecemos suas origens até seu nome. A filologia nos leva facilmente através da palavra “VINHO’, aos tempos mais remotos. Mil e quinhentos anos a.C predominava na Ásia Menor a língua dos hititas, que davam ao vinho o nome de WE-AN, em seus caracteres cuneiformes, e de we-anas, no hieróglifos, termo muito possivelmente aparentado ao VENA do Sânscrito. O mais antigo substantivo grego referente ao vinho, está em uma inscrição antiga e o designa por voinos, precursor de oinos, do grego clássico, e do qual derivou o VINUM latino. Do Vino vieram o nosso VINHO, o vino italiano, russo e espanhol, o francês Vin, o Wein alemão e o Wine inglês. Pertencem à mesma origem o Vayan hebraico e o Wa-yn árabe e tantos outros. GOLES DE HISTÓRIA. Desde os primórdios da humanidade, o vinho sempre acompanhou o homem em todos os seus momentos, alegres ou tristes, parafraseando Napoleão, “ Necessário nas derrotas, importante nas vitórias”. Sendo

sua fermentação alcoólica um fenômeno natural e espontâneo, o vinho também precedeu o homem, sendo com certeza a mais antiga bebida conhecida, depois da água. A vinha é muito provavelmente originária da Ásia menor, especificamente da região entre a Pérsia e a Armênia. Da Pérsia propagou-se a viticultura por toda a Ásia Menor (no chamado Crescente Fértil) para o Egito e, depois pelos barcos fenícios, para todo o Mediterrâneo. Os egípcios fizeram vinho muito antes de Baco. E aqui não é lenda, é história comprovada. Foram descobertas entre os tesouros reais da I Dinastia (3.000 anos a.C) jarras de vinho fechadas.Mil e quinhentos anos depois, os rótulos das jarras do tempo do Faraó Amenhotep III, continham informações que os rótulos das garrafas de hoje, a saber: ano, localização geográfica (correspondente a Apellation Controlée francesa), a sociedade proprietária do vinhedo (correspondente ao Chateux ) e o vinificador responsável (sem correspondente até hoje). Essas foram às descobertas do egiptólogo e amante de vinhos Leonardo Lesko, da Universidade da Califórnia Berkeley, entre outros fatos históricos contados em seu opúsculo A Adega de Tutankamon, em que descreve o achado de 36 jarras de vinhos nas câmaras mortuárias do jovem faraó, descobertas por Howard Carter. Destas, 26 tinham rótulos bem especificados, inclusive dois com a inscrição de “vinho doce”, o que faz supor fossem os outros secos. Algumas continham ainda a inscrição “vinho de boa qualidade”, o que naturalmente não pôde ser conferido porque milênios de evaporação esvaziaram as jarras. Dos países mediterrâneos foi sem dúvida a Grécia que testemunhou o esplendor do vinho na antiguidade. Homero, Platão, Xenofonte e Aristófanes, entre outros, citamno gloriosamente. Era usado em cerimônias religiosas, em libações e festins, bem como na medicina. Sabe-se que os vinhos eram doces, diluídos em água e mel e com adoção de resina de pinheiro. Possivelmente desse vinho descenda o atual vinho grego muito apreciado, Retzina. O vinho, o azeite, o linho e o trigo sempre

acompanharam a civilização. Da Grécia passou a vinicultura, seis séculos antes de Jesus. Ao grande Império Romano, onde foi cantado por grandes poetas - Virgílio, Horácio, Plínio e Ausônio (este emprestou seu nome a um dos melhores vinhos de hoje, o Chateau Ausone). Catão, homem ríspido e austero, em sua célebre obra DE AGRI CULTURA, explica como plantar, cuidar e cultivar a vinha, bem como a fabricação do vinho romano. Os legionários romanos na expansão do Grande Império, levaram em suas mochilas a tríade alimentar aos povos conquistados como o trigo para fazer o pão, a azeitona para fazer o óleo de oliva e as parreiras para o cultivo da vinha à Galia (França, hoje), Aquitânia (hoje região de Bordeaux), Ibéria (Espanha) e Porto Gália (Portugal), Germânia (Alemanha). Enfim a todo o Império Romano, pátrias futuras de grandes vinhos. Como vemos, além de levar aos povos conquistados as leis do Corpus Juris Civilis (hoje o Direito Civil), o grande Império ensinou-os a se alimentarem. Grande herança que até hoje ainda vemos os frutos. OS GRANDES PRODUTORES. Como enfatizamos sempre em nossa Coluna, mais que uma poderosa indústria, o vinho e a comida, são uma maneira de viver e um símbolo nacional da França, cuja rendemos nossa homenagem à esse povo que tem feito do vinho, através dos séculos, uma emoção para a humanidade. A França com suas três regiões: BORDEUAX, BORGONHA E CHAMPAGNE, situam-se acima de todas as outras regiões vinícolas do mundo, representando o vinho em seu maior esplendor, digno de uma homenagem nesta data tão importante que é o seu dia, difundindo suas uvas Vitis Vinifera como a Cabernet Sauvignon, Malbec, Merlot, Gamay, Pinot Noir, Sauvignon Blanc, Chardonnais (considerada a rainha das uvas brancas pelo marketing francês mas contestado este título pela Riesling alemã) e outras mais que algumas transformaram-se em uvas emblemáticas de diversos países do mundo. A Itália também tem um importante papel neste mundo de Baco, pois nos deu

até o deus vínico e se não foi igual à França foi à altura do desenvolvimento e enriquecimento da cultura vínica. AS esplendorosas condições de clima e solo italiano fizeram de toda a península e das ilhas próximas, no conjunto, notáveis produtos de vinho. Essa abundância vinícola levou os gregos a denominar ENOTRIA TELLUM (Terra do Vinho) a península itálica. O vinho tal como o conheceu originou-se nesta parte, o sul da Itália, assumido pelos romanos, entre Nápoles e Roma. Situavam-se os ancestrais sob grandes crus. Os primeiros vinhos a terem o nome e qualidade. Receberam uma conotação diferenciada no mercado. A fartura peninsular conduziu a grande liberalismo na maneira de plantar as parreiras e fazer o vinho, ao ponto de na Ilha da Sicília, em Siracusa, nome grego, pois era uma colônia grega e as maiores plantações do líquido de Dionísio (deus do vinho grego), chegando a ser o maior produto de exportação grego antes da conquista da Grécia pelo Império Romano. Métodos tradicionais permaneceram e ainda estão presentes em muitas partes do território italiano, como na Toscana ao norte de Roma, com as castas Sangiovese (sangue de Júpiter), a uva emblemática italiana, Brunello, uva que produz o famoso vinho produzido na região de Montalcino, Malvasia (branca), Chianti Clássico e no Piemonte, noroeste da Itália as tintas locais - Barbera, Nebbiolo, Dolcetto e as brancas Moscato, Cortese e Arneis e tantas outras. Outras regiões constituíram e ainda hoje são importantes no mundo vínico como a Espanha, onde os fenícios ali plantaram os ´primeiros vinhedos na Andaluzia em 1.100 a.C. hoje com sua uva emblemática Tempranillo, em Riojas do Rio Ojas, (dizem que espanhol não toma vinho toma Riojas) e Tinto Aragonés e Garnacha em Ribero del Duero, com destaque ao fortificado Jerez, da região de Jerez de la Frontera e Cadiz com as uvas Palomino, cujas tradições são festejadas com justiça no mercado internacional, e hoje várias regiões têm inovado e trazido um estilo moderno e de grande qualidade ao vinho espanhol. Portugal, com sua história vínica vin-

do do século VII a.C. com a chegada dos gregos que plantaram as primeiras vinhas na península Ibérica, e suas inúmeras uvas autócnes (próprias) como Touriga Nacional ( a uva emblemática e a rainha das uvas portuguesas), Arinto, Sercial, Castelão, Periquita, Trincadeira e tantas outras, destacando o Vinho Verde, o verdadeiro vinho português, produzido ao norte de Portugal no Rio Minho, com as uvas Azal Tinto, Vinhão, e brancas Avesso, Alvarinho etc. E o famoso Vinho do Porto que não é considerado vinho português e sim inglês, produzido no nordeste de Portugal na região do Rio Douro, com as castas mais comuns como a Touriga Nacional, Bastardo, Tinto Cão e outras e as brancas, Esgana-Cão, Malvasia fina, Donzelinho etc. Notamos os nomes das uvas diferentes a que estamos acostumados, mas dão grandes vinhos nas regiões acima destacadas e mais Bairrada e a nova descoberta nestes últimos vinte anos o Alentejo, centro sul de Portugal, na divisa com Espanha. É importante salientar que Portugal é famoso por sua posição ao afirmar que NÃO PRECISA DE UVAS FRANCESAS PARA PRODUZIR GRANDES VINHOS, POIS TEM AS PRÓPRIAS (autócnes) para porduzir um dos melhores vinhos do mundo. Damos toda a razão, é só experimentar. Não é exagero dizer que o prestígio do vinho e também status como bebida nobre devem-se aos produtores do Velho Mundo. O título acima também não carrega nenhum exagero. Velhos sábios, sim, pois foram eles os primeiros a entender o valor do “terroir” (a carteira de identidade do vinho) e a importância de se estabelecer regras para sua produção. A produção mundial hoje de vinhos está dividida em Velho Mundo e Novo Mundo. No primeiro grupo, estão os países europeus de longo prestígio na elaboração de vinhos nobres, como os já citados acima e mais Alemanha e Hungria. No segundo time poderíamos dizer que estão os demais países, destacando-se os emergentes - Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, África do Sul - e a América do Sul, com Chile, Argentina, Uruguai e Brasil. Confira amanhã a segunda parte.


Nacional

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, terça-feira, 18 de junho de 2013 | Pág. B3

Minha casa melhor

Design &Comunicação

Renato Olivetti

rennato@rennato.com.br

Quase 12 mil brasileiros aderem ao programa de financiamento

A EMBALAGEM DO SER HUMANO

O número de creditos atingiu a marca apenas nos primeiros quatro dias do programa Antônio Cruz/ABr

N

os quatro primeiros dias desde o lançamento da linha de financiamento especial Minha Casa Melhor, na última quarta-feira, quase 12 mil pessoas contrataram crédito para financiar a compra de móveis e eletrodomésticos. O balanço foi feito nesta segunda-feira pela presidenta Dilma Rousseff. Dilma lembrou que a linha especial, voltada a beneficiários do Programa Minha Casa, Minha Vida, permite às famílias financiar até R$ 5 mil, com taxa de juros de 5% ao ano e prazo de até 48 meses para pagar. Haverá desconto de 5% na nota fiscal sobre os preços à vista e as prestações poderão ser pagas por meio de boleto bancário ou débito em conta. A presidenta ressaltou que todas as famílias que estiverem em dia com as prestações do Minha Casa, Minha Vida, independentemente da renda, podem pedir o crédito do Minha Casa Melhor. “Quem financiou a casa ou o apartamento do programa pela Caixa Econômica e pelo Banco do Brasil, todos têm direito ao crédito do Minha Casa Melhor. Mas só pode usar esse crédito quem estiver em dia com as prestações da casa própria. Quem estiver atrasado pode regularizar a situação para aproveitar as facilidades do Minha Casa Melhor”, enfatizou.

A presidenta Dilma, durante o anuncio da linha de financiamento do programa, destacou que o cartão pode ser usado em cerca de 13 mil lojas credenciadas no país com o prazo de um ano. A espectativa do governo é que o financiamento beneficie 3,7 milhões de famílias

A presidenta ressaltou que para ter acesso à linha de crédito, as famílias que já assinaram o contrato e receberam a casa do Programa Minha Casa, Minha Vida devem pedir o cartão da Caixa para financiar a compra dos móveis e dos eletrodomésticos. Quem entrar para o programa a partir de agora

vai receber o cartão de compras logo que assinar o contrato. Para solicitar o crédito e ter mais informações do programa, o governo disponibilizou o telefone 0800-7268068. Os interessados também podem contratar o serviço ou esclarecer dúvidas diretamente nas agências da Caixa e do Banco

do Brasil. A presidenta disse ainda que foram entregues, por meio do Minha Casa, Minha Vida, aproximadamente 1,2 milhão de casas em todo o Brasil, e que 1,4 milhão de casas estão em construção. Até o final do ano que vem, a expectativa do governo é que mais 1,1 milhão de casas sejam contratadas.

FAO premia o Brasil e mais 37 países por reduzir a fome pela metade A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) premiou neste domingo 38 países, entre eles o Brasil, por terem reduzido a fome pela metade bem antes do prazo de 2015, estabelecido pela ONU nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. A meta número 1 dos Objetivos do Milênio estabelece a redução, pela metade, da proporção de pessoas com fome até 2015. O cumprimento da meta pelos países premiados considerou a diferença do número de famintos entre 1990 e 1992 e entre 2010 e 2012. Além do Brasil, já cumpriram a meta, segundo a FAO: Armênia, Azerbaijão, Cuba, Djibuti, Geórgia, Gana, Guiana, Kuwait, Quirguistão, Nicarágua, Peru, São Vicente e Granadinas, Samoa, São Tomé e Príncipe, Tailândia, Turcomenistão, Venezuela, Vietnã, Argélia, Angola, Bangladesh, Benin, Camboja,

José Cruz/ABr

Para o diretor-geral da FAO, José Graziano, a transformação no quadro da fome se dá pelo compromisso político dos governos e que os países, agora, devem manter os esforços para alcançar objetivos mais ambiciosos

Camarões, Chile, República Dominicana, Fiji, Honduras, Indonésia, Jordânia, Malawi, Maldivas, Níger, Nigéria, Panamá, Togo e Uruguai. O diretor-geral da FAO, o brasileiro José Graziano, elogiou as

nações que já atingiram a meta de reduzir a fome pela metade e destacou as iniciativas regionais para garantir o acesso à alimentação. “Para todos e a cada um de vocês, eu quero dizer que vocês são a prova

viva de que quando as sociedades decidem pôr fim à fome, e quando há o compromisso político dos governos, podemos transformar essa vontade em ações concretas e resultados”, disse, segundo comunicado oficial da entidade. Segundo Graziano, os países que já chegaram à meta, devem manter os esforços para alcançar objetivos mais ambiciosos de combate à fome, até a completa eliminação do problema. “Somos a primeira geração que pode acabar com a fome, que tem atormentado a humanidade desde o nascimento da civilização. Vamos aproveitar esta oportunidade”, acrescentou. A premiação foi entregue em cerimônia na sede da FAO, em Roma, e teve a participação de chefes de Estado, entre eles os presidentes da Venezuela, Nicolás Maduro, de Honduras, Porfirio Lobo, e do Panamá, Ricardo Martinelli.

Protesto contra aumento de Receita libera hoje tarifa em SP não terá Tropa de primeiro lote de restituições A partir desta segunda-feira, a Segundo Tardin, isso não sigChoque, nem bala de borracha Receita Federal libera na rede ban- nifica que as pessoas não devam Após reunião com líderes do Movimento Passe Livre (MPL), que vem organizando os protestos contra o aumento das tarifas do transporte público na capital paulista, o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella, informou que, para o novo protesto marcados, os policiais não estarão equipados com balas de borracha, e que a Tropa de Choque da Polícia Militar (PM) não estará presente, mas estará de plantão, caso haja necessidade. Apesar da garantia do não uso de balas de borracha, os policiais poderão utilizar gás lacrimogêneo, spray de pimenta e bombas de efeito moral. Haverá, por sua vez, maior diálogo entre a liderança dos movimentos e o comando da PM. O secretário garantiu que estará em contato com o comandante-geral sobre as decisões tomadas em rua. Além de três representantes do MPL, participaram da reunião, três representantes do Ministério Público, além de integrantes de movimentos religiosos. Segundo o promotor de Justiça, Urbanismo e Arquitetura, Maurício

Ribeiro Lopes, o cumprimento do acordo entre a liderança dos movimentos e o comandante da Polícia Militar vai ser acompanhado pelo promotor de Justiça Mário Malaquias. Com relação à ocupação da Avenida Paulista, questão que teria intensificado o conflito entre PMs e manifestantes durante o último protesto, ficou combinado que ela poderá ser ocupada, embora o MP não concorde. “O Ministério Público ponderou a preservação da Avenida Paulista, por se tratar de uma artéria que liga a 30 hospitais da cidade. A liderança também ficou de ponderar sobre isso”, declarou. Nas últimas quatro manifestação contra o aumento da tarifa houve confronto entre policiais e manifestantes. O último protesto, na quinta-feira, o mais intenso, terminou com 15 jornalistas feridos, segundo o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo. Para a próxima manifestação, a Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos de São Paulo (Arfoc-SP) está organizando o uso de coletes identificados por imprensa, para evitar que sejam atingidos.

cária o dinheiro do primeiro lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2013. A consulta está disponível desde o último dia 10 no site do órgão. Em valor, o total do primeiro lote é recorde, informou a Receita. Constarão, na consulta também lotes residuais de declarações dos últimos cinco anos, liberadas da malha fina. Para o exercício de 2013, serão creditadas restituições de um total de 1,9 milhão de contribuintes, no valor de R$ 2,7 bilhões, já corrigidas em 1,6%. Para o contribuinte, é necessário tomar algumas precauções: quitar parte ou o total das dívidas e evitar desviar o dinheiro da restituição para o consumo. De acordo com o presidente do Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec), Geraldo Tardin, é aconselhável ao contribuinte colocar a vida financeira em dia. “A inadimplência não para de aumentar. Os produtos que geram maior inadimplência são o cheque especial e o cartão de crédito. E o consumidor que está inadimplente deve aproveitar, correr ao banco e negociar”, orienta.

viver. Quem não tiver dívidas pode aproveitar e fazer uma viagem, um consumo de lazer, por exemplo. Mesmo sendo esse um lote de restituições grande, ele observa que os valores das devoluções para cada contribuinte não devem ser de grande monta. Outra indicação do presidente do Ibedec é usar o dinheiro para fazer um planejamento de gastos previstos no futuro como o pagamento do IPTU, IPVA e seguro da veículo, entre outros. “Quando chega próximo a agosto começo a fazer uma poupança para pagar isso tudo. No início do ano, há pessoas que têm dívida de R$ 6 mil a R$ 7 mil e não têm para onde correr, se não poupar.” Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na internet ou ligar para o Receitafone 146. A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smarthphones que usam os sistemas operacionais Android e iOS que facilitam a consulta. A Receita informa que a restituição ficará disponível no banco durante um ano.

Além das principais funções como proteção, acondicionamento e transporte, a embalagem agrega também a possibilidade de autopromoção. Isto quer dizer que, a embalagem pode vender o produto tanto quanto as mídias especializadas para isso. Evidente que uma mídia sozinha não consegue suprir o faturamento global de uma empresa. Várias mídias conjuntas somam para obter o resultado do marketing esperado, na linguagem simplista, a venda. Uma ação em ponto de venda evidenciando a embalagem, pode possibilitar uma comercialização eficaz e com resultados atraentes. Vários fatores podem colaborar para o sucesso deste tipo de procedimento. A embalagem é um grande atrativo. Bem acabada e bem apresentada pode seduzir o consumidor. O conteúdo é importante, o apresentador da embalagem, seja por maquinário automático, seja um colaborador bem treinado pela empresa, ou os dois conjuntamente são coeficientes nesta equação de marketing para o chamado PV, abreviação de ponto de venda. Normalmente um grande produto se vende sozinho. Existe uma quantidade restrita de produtos no mercado global, que aliados as suas embalagens, se “vendem por si mesmos”. Para isso existe uma complexidade global de marketing, onde se inclui a marca, o conceito do produto, a história da empresa, a relação com o cliente, entre outros vários fatores. Tanto para a embalagem como para o produto, empresas ou atividades constantemente revisam seus conceitos no objetivo de ampliar o faturamento. Uma novidade na embalagem poderá refletir em sedução para conquistar o seu consumidor/usuário. Condicionantes das grandes corporações possuem um alto risco, pois o tempo é muito curto para o posicionamento eficaz no mercado. Isto implica alto investimento de capital. Mas, por vezes, detalhes simples e quase a custo zero pode ser o caminho, nem sempre explorado, pelos profissionais envolvidos com um produto/atividade. Poderíamos fazer uma analogia do ser humano enquanto produto. Por exemplo, não seria a embalagem de um profissional a sua vestimenta, independente da área ?, Uma roupa impecavelmente bem cuidada, não necessariamente de “grife”, poderia seria um grande detalhe de apresentação É notório que cada segmento também tem sua peculiaridade na sua apresentação. Tênis, “tatoo” ou “piercing” podem ser atrativos na linha tênue de quem pode usar, ganhando dinheiro, dentro da sociedade conservadora. Um local de trabalho com mobília bem cuidada, o jornal do dia, pelo menos, para o cliente que aguarda atendimento, incorpora-se à imagem de quem tem uma atividade para comercializar. E nem sempre é o que acontece. Cabelos, mãos e vestimenta bem cuidada, sejam os senhores ou as senhoras, não são detalhes de uma grande embalagem se nos considerarmos produtos? De novo, nem sempre é o que acontece, pelo contrário, cada vez acontece menos. Parece estarmos na “era da loucura”. O óbvio necessário é requisitado, e não existe uma absorção por uma sociedade adulta, por vezes, com aparência mental de crianças em idade escolar. É de se pensar onde foi todo o esforço (de civilização) dos ingleses para o planeta, apesar dos “Punks” terem nascido em Londres (os ingleses se autoproclamam os civilizadores da terra). Tenho feito “download” de pequenos filmes da web e a tecnologia me deixa ver a história onde os jazzistas de Nova York vestiam seus ternos transpassados entre as décadas de 30 e 40. E o mesmo para as cantoras muito elegantemente bem vestidas. Talvez em respeito aos seus instrumentos de cordas ou de sopros, quem sabe, talvez em respeito à eles mesmos. Olhando para isto, ainda é possível acreditar que um dia o ser humano respeitou a si mesmo, e ao seu fazer. *Renato Olivetti é Designer Industrial formado pela PUC-PR, consultor em www.renatoolivetti.com.br

Sai a lista dos selecionados na primeira chamada do Sisu A lista com os selecionados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi divulgada na manhã de ontem pelo Ministério da Educação (MEC). O resultado da edição do segundo semestre de 2013 do Sisu está disponível no site do programa. As matrículas acontecem nos dias 21, 24 e 25. Para ver o resultado é preciso clicar no item Lista de Selecionados e, em seguida, indicar a instituição, local de oferta, curso, grau e turno. Os

aprovados na primeira opção de curso serão automaticamente retirados do sistema. Caso não façam a matrícula na instituição para a qual foram selecionados, perdem a vaga. Nesta ediçã do Sisu foram ofertadas 39.724 vagas em 54 instituições públicas de ensino superior. O Sisu foi desenvolvido pelo MEC para selecionar os candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior a partir da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Governo não vai tolerar manifestações que tentem impedir jogos da Copa O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse nesta segunda-feira que o governo não vai tolerar manifestações que atrapalhem ou tentem impedir a realização de jogos da Copa das Confederações. Em evento no Rio de Janeiro, o ministro disse que o Brasil assumiu o compromisso de realizar o evento e vai cumpri-lo. “Não vamos permitir que nenhuma dessas manifestações atrapalhe nenhum dos

eventos que nos comprometemos a realizar. Quem achar que pode impedir a realização desses eventos enfrentará a determinação do governo de impedir. As manifestações serão toleradas dentro desse limite”, disse Aldo. Segundo o ministro, as polícias estaduais tiveram sucesso em garantir a realização dos três primeiros jogos e, por isso, manterão seu esquema de segurança.


3

Diário Indústria&Comércio Curitiba, terça-feira, 18 de junho de 2013 | Pág. B4

Nem te Conto Pedro Cabral

Adélia Maria Lopes

a

margem arte&atitude

moda&cia

adeliamarialopes@yahoo.com.br

Fenim paulistana mostra jeans J Curitiba vai descobrir o que a guitarra portuguesa tem. Vai ser nesta terça dia 18, em recital de Pedro Caldeira Cabral, às 20h, na Caixa Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 280. Ingressos a 10 e 5 reais). O solista é uma referência em guitarra portuguesa, dotada de características tímbricas e expressivas bem particulares. A execução é feita com o dedilho direita, com uso exclusivo das unhas dos dedos indicador e polegar. No repertório, músicas próprias e de Carlos Paredes, Joaquim Antonio Silva e Duncan Fox, além de Pedro Escobar (1465-1536), Antonio Leal Moreira (1758-1819), Manoel Vidigal (1763-1827) e João Paulo Pereira (1790-1860). Confira: Série Solo Música.

Castelo de Papel

A escritora e historiadora Mary del Priore estará em Curitiba nesta terça-feira 18, para debate e lançamento do livro Castelo de Papel (Rocco), que traz a biografia da Princesa Isabel e seu marido, o Conde D’ Eu. Baseado em uma vasta documentação, Mary reconstrói o mundo que dava sentido ao romance dos dois personagens, em um dos períodos mais interessantes de nossa história. O encontro acontece às 19h30, no Teatro Regina Vogue/ Shopping Estação, numa realização do projeto Sempre Um Papo, patrocinado pela Volvo. Entrada franca.

Capitão Presença

O cartunista carioca Arnaldo Branco, criador dos personagens Joe Pimp e Capitão Presença e das tirinhas Mundinho Animal, abordará o trabalho de ilustração em jornais, revistas e sites na oficina que inicia nesta terça dia 18 na Biblioteca Pública do Paraná. Também editou o livro Beijo no asfalto, adaptação para graphic novel da peça de Nelson Rodrigues em parceria com o desenhista Gabriel Góes.

eans é sempre estrela em feiras de moda. Não é diferente na primeira edição da Fenim–Feira Nacional da Indústria da Moda em São Paulo, que acontece no Expo Norte até esta terça-feira 18. Há novidades tanto para adultos quanto bebês, crianças e adolescentes para primavera-verão 2013/014. E se registre expositores tanto do Sudoeste quanto do Sul, como as paranaenses do Grupo Osmoze. Estão presentes Parizi Jeans, Gangster, VLC Jeans, Sawary, Uber Jeans, Nicoboco, Fatal Surf, Razon,Gazoz, Soda&Rock, Zune Jeans... Enfim, para onde se lançar o olhar, pronto, lá está um convidativo denim no estande. A Parizi Jeans, braço paulistano da família Nabhan, sinônimo de jeans em Cianorte-PR, lança uma coleção que veste desde bebês até três anos, crianças até oito, e pré-adolescentes de 10 a 16. É que o denim vem ganhando conforto graças à tecnologia. Inspiradas no romantismo as peças para os bebês vêm com aplicações e bordados em shorts, jardineiras e calças compridas. Para elas, sainhas e vestidinhos fashion. Já para as crianças até oito anos, as meninas ganham minissaias, calças skinnies coloridas, shorts e bermudas. Bordados, babados leves e muita descontração e alegria. Para os garotos, as bermudas, amplas, com bolsos funcionais. As calças têm lavagem marmorizada e o tingimento em cores flúor. Entre 10 e 16 anos: skinnies coloridas, saias curtas e shorts hot paint com lavagem tye dye e delavê. Eles usam bermudas slim, jeans com desgastes localizados e para elas peças resinadas com foil. E está em lançameno a Parizi Premium, linha mais sofisticada de jeans, para consumidores de um a 16 anos. Fatal Surf Samara Nabhan, designer formada em Belas Artes, diz que até bebê pode usar jeans, devido à opção de tecido mais leve. E criar para criança, segundo ela, é tranquilo “porque ela nos permite mais liberdade, mais informalidade, mais cores, mais sonhos”. Mas, de olho nos lançamentos para adultos, se percebe também licença para sair do sério. O denim colorido vai estar em evidência tanto nos shorts e calças femininas como ainda nas bermudas e calças masculinas. Além das cores, as pedras, pérolas, apliques de metais e bordados vão ser enfeites da estação. A Sawary traz shorts femininos sofisticados, que podem ser usados Eventual em várias situações. As calças femi-

Denúncia ninas aparecem com estampas coloridas, apliques e bordados. Os modelos skinnies continuam em alta, ao lado das mais retas e das estilo flair. Os modelos mais tradicionais, five pockets, tanto femininos como masculinos, apresentam-se em lavagens as mais variadas, desde aquelas mais escuras, até as delavées, mais claras, passando por aquelas mais desgastadas e puídas. Vale lembrar que a Sawary Jeans conta também com linha infanto-juvenil e acessórios.“Trabalhamos o ano todo através de mini coleções, que são lançadas a cada mês; aqui na Fenim estamos apresentando as primeiras linhas de peças femininas e masculinas que poderão ser encontradas a partir de agosto de 2013”, diz Laís Lettieri Ranzi, gerente de Marketing e Eventos da marca do Braz. Sérgio Ruksenas, da Nicoboco, atesta que o império do jeans coninua em 2014. E destaca as bermudas masculinas com vários efeitos especiais graças aos processos de lavanderia. Os jeans esbranquiçados surgem à lavagem com panos dentro da máquina. O Grupo Osmoze, de Cianorte, que se fez presente também na Fenim realizada em Fortaleza, comparece à edição paulistana com as marcas Denúncia, Z-32 e Eventual. No estande chamam atenção os shorts bordados com pérolas e com pedrarias, as aplicações de silicones que lembram couro e as estampas em 3D. Afinal, como observa o gerente comercial Marcelo Cordeiro, “estamos colocando muitas coisas e cores nos jeans”.

Nicoboco

O Místico

Nesta terça-feira 18, Ian Mecler participa de sessão de autógrafos e bate-papo sobre o seu novo livro, O Místico, às 19h30, nas Livrarias Curitiba do Shopping Palladium. O autor, cabalista, mescla relatos autobiográficos e ficção em sua busca por respostas através de encontros com mestres espirituais.

Comes&Bebes

Samara Nabhan 1- A Tribo das Frutas tem bufê de 14 opções de sopas para essas noites frias, da tradicional canja à curitibana sopa de pinhão. De quebra, se pode desfrutar de uma decoração e um cardápio elegantemente brasileiros, servido o dia todo, sob cuidados do empresário Claudir Brancher. (Vicente Machado, 1965. Fone 3023-7060). 2- O chef Djalma Stocheiro dará aula-show com cardápio que incloui sopa de cebola com crosta de massa folhada ao omelete doce ao rum flambado. Vai ser na Versadas (fone 3078-3312), nesta quinta-feira, 20, às 19h15. 3-Nesta terça-feira 18, o Clube da Degustação Saint Germain leva à mesa os espumantes da Chandon, capitaneada pelo enólogo François Hautekeur, com harmonização do chef Edson de Moraes. Será às 19h30, valor de 45 reais. (Ecoville, Rua Parigot de Souza, 2748. Fone 3151-5252). 4-O Fran’s prorrogou o prazo para o envio das fotos do concurso Meu Momento Café, para celebrar o Dia Nacional do Café – comemorado no último dia 24. Prazo: 30 de junho. Detalhes do certame nas unidades Batel e Fnac ou na página do Fran’s Café Batel no Facebook. São bons prêmios. 5- O Shishindo Spa oferece pacotes especiais para festas infantis, que podem ser desde aniversários à Bar Mitzvah. Banhos de ofurô, massagens especiais e entretenimento na piscina estão na lista. Doces e salgados podem ser oferecidos nos restaurantes dos hotéis Radisson, Pestana e Deville Rayon, que abrigam a rede de spa.

Caipirinha fashion é premiada Inspirada em Alice no País das Maravilhas e na festa de São João, a estudante paranaense Bianca Pozzi venceu a competição voltada a alunos e recém-formados em moda na segunda edição do concurso FIT Estilista Revelação, realizado em São Paulo, durante a 41ª Feira Internacional do Setor Infanto-Juvenil e Bebê. Os segundo e terceiro lugares ficaram para Elaine Sena, da Universidade Salvador, e Ana Paula Siqueira, da Universidade do Vale do Itajaí. Elaine desfilou o tema Circo Antigo e Ana Paula recorreu ao crochê na coleção

Coisas de Vó. Bianca estuda na Universidade Estadual de Londrina, sabe das festas do interior. A peça-chave de sua coleção é um vestido no corte original da personagem Alice, mas todo trabalhado com as várias referências do folclore junino, como bandeirolas e balões. “A riqueza de detalhes e a delicadeza das peças encantaram o júri técnico”, disse Raquel Oliveira, organizadora do evento. (As três primeiras colocadas ganharam uma máquina de costura Singer).

Sawary


Diário Indústria&Comércio