Issuu on Google+

Debate

Investimento

Reconhecimento

Evento discute criminalidade e segurança pública na ACP

“Aumento de capital permitirá que BNDES mantenha empréstimos”

ECONOMIA | B1

Condor recebe certificado da APACN

GERAL | A5

NEGÓCIOS | B4

CURITIBA, SEXTA-FEIRA A DOMINGO, 18 A 20 DE FEVEREIRO DE 2011 Ano XXXIV | Edição nº 8319 | R$ 1,50 | WWW.ICNEWS.COM.BR

Indústria &Comércio DIÁRIO. MAIS QUE NOTÍCIAS. INTELIGÊNCIA. CONHECIMENTO.

Fábio Campana Acabou o circo Acabou o circo do período requianista na frente do Palácio do Iguaçu para comemorar o 1º de maio, que era usado para se fazer sorteio de carros, tevês, motos e videocassetes.

Pedro W ashing ashingtt o n Lições inúteis O que deveria ter servido de lição para o PSDB nas últimas disputas nacionais, levando-o à derrota frente ao Lula que montou a seu favor mesmo que à custa do “mensalão”, uma grande frente de partidos, foi principalmente a divisão interna provocada pela disputa entre o grupo liderado por Serra e o que via em Aécio o candidato ideal.

Aroldo Murá TOLERÂNCIAZEROCOM INVASOR DE TERRAS, PROMETE SECRETÁRIO O secretário de Segurança Publicado Paraná, falando para diretores e membros dos conselhos da Associação Comercial do Paraná, prometeu tolerância zero com os invasores de terra. Assim como garantiu que a partir de agora todas as decisões judiciais de reintegração de terras invadidas serão cumpridas, dentro do rigor da lei. Mas prometeu, ao mesmo tempo, uma política de segurança com humanismo, e dentro da qual não caberá, por parte do cidadão, temores com relação a informações levantadas pelo Estado. Oriundo da área de Inteligência da Polícia Federal, o delegado Almeida César disse, de forma direta, que não há porque temer algum tipo de espionagem do Estado em favor de pessoas ou interesses políticos. Decretou, é o que se entendeu, o fim da instrumentalização do sistema de grampos "Guardião". PÁGINA 3

Na ACP, secretário discute criminalidade e segurança Percentual de homicídios a cada 100 habitantes no Paraná é de 34% Na última década, o Paraná, segundo o secre tário de Segurança Pública do Estado, Reinaldo de Almeida César, viu piorar “dramaticamente” o perfil deste setor, com redução de investimentos e de efetivo policial, com o aumento paralelo significativo da criminalidade, facilitada igualmente pelas causas endêmicas da violência, como afirmou, em palestra para dezenas de empresários, na última quarta-feira (16/02), na Associação Comercial do Paraná. O evento foi promovido pelo Conselho Político da entidade. O combate ao crime se dará em várias frentes no Paraná, segundo César. GERAL | A5

Compareceram ao evento o coronel Marcos Theodoro Scheremetta, comandante geral da Polícia Militar, e o delegadoGERAL | A5 chefe da Polícia Civil no Estado, Marcus Vinícius da Costa Michelotto.

Saúde&BemEstar Confira a partir de hoje no I&C

Rafael Silva/Cohab

A partir desta sexta-feira (18/02), o jornal Indústria&Comércio passa a publicar semanalmente um espaço para matérias de saúde. Não deixe de acompanhar! PÁGINA A4

Fusões e aquisições superam R$ 180 bilhões As fusões, aquisições e reestruturações societárias em 2010 alcançaram volume de R$ 184,8 bilhões, o maior número registrado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) consideran-

EDITORIAL

ENTRE O CAOS E O GRANDE ENGARRAFAMENTO São angustiantes os dados sobre as mortes decorrentes de acidentes de trânsito no Brasil – quase 40 mil por ano segundo o último levantamento. Este chocante número só perde para o total de homicídios e é um dos maiores do mundo, atrás apenas da China, Índia, EUA e Rússia, países de população muito maior, exceto a Rússia. Surpreendentemente, o percentual de acidentes com morte é grande também nas cidades menores. O que fazer para reduzir esta sinistra série simultaneamente com o aumento da população, da migração interna, do crescente uso do carro particular? Não há resposta simples. Nem única. Atente para o parágrafo seguinte. Mesmo com um sistema de transporte coletivo ainda bastante funcional, copiado aqui e ali, invejado, Curitiba é a cidade brasileira de maior número de carros particulares por habitante: 1/ 1,63. E a tendência é de alta; projeções aceitáveis apontam para a duplicação do número de carros em oito anos!!! Realisticamente tememos pelo caos. Ou pelo grande engarrafamento.

do a atual metodologia, que foi aplicada aos dados desde 2006. O valor é 55% maior do que o registrado em 2009 e 35% superior aos dados de 2007, ano recorde até então.

Andrea Lima dos Santos, trabalhando na obra de construção do Moradias Boa Esperança, para famílias cadastradas na Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab).

ECONOMIA | B1

GERAL CURITIBA | A2

Empresários industriais estão menos otimistas

Projeto vai Brasil vai ampliar as prevenir câncer relações comerciais em detentas com países da África

A pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra que o setor está menos confiante em 2011.

O Paraná foi o estado escolhido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para este projeto piloto.

Embaixadores de 15 países africanos demonstraram interesse em ampliar as relações comerciais com o Brasil.

ECONOMIA | B1

GERAL CURITIBA | A2

ECONOMIA | B1

Indicadores CÂMBIO MAIORES ALTAS

COTAÇÃO

SANTANENSE GLOBEX CIELO PRO METALURG TECNOSOLO

2,55 25,50 12,85 0,31 0,82

TECTOY MONT ARANHA SONDOTECNICA CONST BETER PETROPAR

CENTRAL DE ATENDIMENTO: 41 3333.9800 CMYK

Construção de casas gera 2,4 mil vagas em Curitiba

0,05 81,08 34,00 3,20 35,00

MAIORES ALTAS CIELO REDECARD COPEL USIMINAS DURATEX

USIMINAS HYPERMARCAS TIM PART S/A MRV TIM PART S/A

COTAÇÃO 12,85 20,56 41,69 20,30 16,93

26,81 18,72 7,35 13,21 6,08

E-MAIL: PAUTA@INDUSCOM.COM.BR

Moeda

Compra

Venda

Dólar turismo 1,6200

1,7800

Dólar comercial 1,6610

1,6630

Dólar paralelo 1,5900

1,7300

Euro 2,2617 Ouro (Grama/R$): 176,27

2,2622


"Fale com um homem a respeito dele próprio, e ele irá ouvi-lo durante horas."

GeralCuritiba

Benjamin Disraeli Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de fevereiro de 2011 | A2

Previsão do tempo

AB Notícias

fonte: www.simepar.br

abnoticias@abcom.com.br

Mín.: 20° Máx.: 29°

Poucas mudanças nas condições do tempo nesta quinta-feira no Paraná. No leste/litoral a instabilidade segue mais elevada, com chuvas ocasionais ao longo do dia. No interior o Sol aparece com mais força, aquece mais e, a partir da tarde, áreas de instabilidade provocam chuvas irregulares (rápidas e isoladas).

IDOSOS EM PAUTA O município de Fazenda Rio Grande realiza hoje, 18, a primeira reunião do Fórum Popular Permanente da Pessoa Idosa de Curitiba e Região Metropolitana. O evento será no Teatro Municipal e reunirá centenas de pessoas para discutirem temas pertinentes à situação dos idosos. Durante a tarde, também haverá palestras com médicos geriatras, a fim de esclarecer dúvidas dos participantes.

FOCO NO EMPREENDENDORISMO A Feira do Empreendedor 2011 segue até domingo, 20, em Curitiba. A novidade do evento este ano é que os participantes poderão interagir com informações utilizando o telefone celular. A informação é da coluna de Franklin Silva, do jornal O Diário do Norte do Paraná. Um aplicativo específico está sendo desenvolvido. O software estará disponível gratuitamente no site do Sebrae/PR a partir do dia 25.

HABITAÇÃO

MILHO SAFRINHA

Construção moradias gera 2,4 mil empregos Unidades são financiadas com recursos do Minha Casa, Minha Vida

A

construção de 5,7 mil unidades para famílias cadastradas na Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) está gerando 2.453 empregos em Curitiba, em 24 canteiros de obras. As unidades - casas, sobrados e apartamentos - são financiadas com recursos do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal e representam um investimento de R$ 302,8 milhões. ”As obras vão gerar benefícios permanente para as famílias que serão atendidas com as unidades e reforçam a economia da cidade, com emprego e renda para os trabalhadores”, diz o prefeito Luciano Ducci. As obras estão sendo feitas por meio de parceria entre a Prefeitura, Cohab e Caixa Econômica Federal, que gerencia o programa do Minha Casa, Minha Vida em todo país. Em Curitiba, a implantação do programa prevê a concessão pelo município de incentivos fiscais e construtivos para projetos destinados a famílias com renda de até seis salários mínimos - a chamada faixa de interesse social. Participam do programa

Participam do programa nesta faixa 11 empreiteiras, com obras nos bairros do Ganchinho, Tatuquara, CIC, Santa Cândida, Alto Boqueirão e Cachoeira.

nesta faixa 11 empreiteiras, com obras nos bairros do Ganchinho, Tatuquara, CIC, Santa Cândida, Alto Boqueirão e Cachoeira. Elas tocam 24 projetos, que representam um total de 5.784 unidades. Destas, 2.965 vão atender famílias com renda de até três salários mínimos mensais e 2.824 irão para famílias com rendimento entre três e seis salários mínimos. Nos 24 canteiros, estão trabalhando 2.453 operários empregos diretos gerados pela obra. Se considerados os empregos indiretos, levando em conta a cadeia produtiva

da construção civil como, por exemplo, a indústria e o comércio de materiais e insumos, o benefício gerado pelas obras pode chegar a cerca 10 mil trabalhadores, de acordo com critério adotado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), que estima que para cada emprego direto no setor são criados mais quatro indiretos. Além dos canteiros em Curitiba, a Cohab também tem parceria no município de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana, onde há um empreendimento do programa Minha Casa, Minha

Vida em construção, com 501 unidades. O projeto, denominado Moradias Jardim Europa, está sendo executado em uma área de propriedade da Companhia. Ali, trabalham mais 190 operários. Mão de obra - Para as construtoras envolvidas no programa na faixa de interesse social, as obras coincidem com um período em que o setor está aquecido e, por isso, algumas empresas estão buscando mão de obra em outros municípios. “A rotatividade é grande e muitas vezes temos que treinar o trabalhador sem qualificação para dar rapidez aos projetos”, relata Miguel Murad, da construtora AM-5, que detém o maior número de obras na parceria Prefeitura - Cohab - Caixa: são 2.060 unidades no bairro do Ganchinho. Para abrigar as mulheres, as empresas têm de fazer algumas modificações no canteiro de obras, colocando banheiros e vestiários extras. Um dos desafios impostos pela diversidade de gêneros na obra é estabelecer um clima de respeito e harmonia. Mas isso, segundo Andrea Lima dos Santos, 28 anos, que trabalha no Moradias Boa Esperança, não tem sido problema.

Detentas terão projeto de prevenção ao câncer O Paraná foi o estado escolhido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para o projeto piloto a ser desenvolvido junto à população carcerária feminina, visando a prevenção e o tratamento do câncer. A informação foi dada pelo coordenador do Departamento de Monitoramento do Sistema Penitenciário Nacional, Luciano André Losekann, à secretária da Justiça e Cidadania, Maria Tereza Uille Gomes, em reunião nesta semana em Curitiba. O projeto começará pela unidade penitenciária de regime se-

miaberto de Curitiba, que fica no Atuba e tem hoje 98 presas. Por sugestão da secretária de Justiça, será ampliado para atender também o corpo funcional feminino que atua no sistema. Também participaram da reunião a presidente nacional da Rede Feminina de Combate ao Câncer, Maria Thereza Simões Falcão; da presidente da rede em Curitiba, Walkyria Gaertner Boz; e da representante do Conselho, Sílvia Fraga. De acordo com Losekann, a primeira reunião técnica sobre o assunto está agenda-

da para o dia 10 de março. “O CNJ propôs parceria à Secretaria de Justiça do Paraná e auxilio na questão carcerária. Estão sendo contatados também possíveis parceiros na área de saúde e no setor privado para firmar um termo de compromisso e dar início ao trabalho”, informou. A presidente nacional da Rede Feminina expôs o projeto à secretária de Justiça, frisando a necessidade de integração da sociedade civil e do poder público para a realização de um mutirão para prevenção do câncer e também do tratamento ginecoló-

gico das detentas. “Após a avaliação do projeto piloto, este trabalho, que tem o apoio do CNJ, será levado pela Rede de Combate ao Câncer a todos os estados, em parcerias com as respectivas secretarias da Justiça”, disse Maria Thereza Simões Falcão. A secretária da Justiça ressaltou o caráter pioneiro da iniciativa e informou a existência de 1992 presas no Paraná, das quais 594 na esfera da Seju – penitenciárias e presídios – e 1398 em cadeias públicas, sob responsabilidade da Secretaria de Segurança Pública.

Informe da Câmara Municipal de Curitiba Vereador participa da troca de comandos O vereador Felipe Braga Côrtes (PSDB) participou, nesta semana, da troca de comando das unidades da Polícia Militar: Batalhão de Operações Especiais (Bope), Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde (BPAmb/FV) e Batalhão Metropolitano, responsável pela Região Metropolitana de Curitiba. A solenidade foi no Quartel do Comando Geral. Criado no ano passado, o Bope será comandado pelo tenente-coronel Nerino Mariano de Brito, que foi subcomandante do 20º Batalhão da PM por aproximadamente dois anos. Por decreto do governo estadual, a Companhia de Polícia de Choque virou Bope no final do ano passado com o dobro do efetivo. O tenente-coronel Daniel Jacinto Berno deixa o Estado Maior do Comando do Policiamento do Interior para assumir a Força Verde em substituição ao tenente-coronel João Alves

da Rosa Neto. “Num primeiro momento, reuniremos oficiais e praças para conversarmos e planejar os trabalhos”, disse.

Outros batalhões O tenente-coronel Maurício Tortato, que chefiou a 1ª Seção do Estado Maior (Legislação e Pessoal) assumiu agora o comando do 17º Batalhão da PM (Metropolitano). O tenente-coronel Washington Lee Abe, que deixa a função, foi comandante por 16 meses. “O que a sociedade espera é que a Polícia Militar seja o principal instrumento de defesa social na área de segurança pública”, enfatizou Tortato. A Polícia Rodoviária tem como comandante o tenentecoronel João Vieira, que chefiou a 6ª Seção do Estado Maior (orçamentos e finanças) por dois anos, substituindo o tenente-coronel Antônio Carlos Fernandes, que comandou a Polícia Rodoviária por 15 meses.

O Paraná vai aumentar o prazo para plantio do milho safrinha, já que a chuva nas principais regiões produtoras prejudicou a colheita de soja e atrasando o milho. A medida foi autorizada pelo Ministério da Agricultura e vale por 10 ou 20 dias, conforme os tipos de solo de cada município e o ciclo da cultivar. O milho safrinha é cultivado desde a década de 80 como iniciativa dos agricultores, e atualmente é recomendado por pesquisas.

REUNIÃO DE MOTOQUEIROS O município de Irati, Centro-Sul do Estado, realiza até domingo, 20, o I Encontro de Clubes de Motor Homes e Motociclismo. A mostra está recheada de novidades, reunindo 50 casas sobre rodas e belas motos. O evento acontece no Parque Aquático da cidade e reúne participantes de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Conta com shows, comercialização de itens para motocicletas e feira gastronômica.

APOIO NA AGRICULTURA A secretaria de agricultura de Iporã, no Noroeste, realiza importantes medidas para auxiliar os pequenos produtores rurais. Uma das principais é o Programa de Inseminação Artificial. O objetivo é oferecer apoio técnico aos produtores, proporcionando o melhoramento genético do gado, aumentando a quantidade e qualidade do leite. Cerca de 50 agricultores são atendidos pelo município.

LONGE DAS DROGAS A disciplina pode reduzir o envolvimento dos jovens com drogas, segundo uma pesquisa da Universidade Federal de São Paulo. Ao invés de mostrar os fatores que levam os adolescentes a buscar as drogas, a pesquisa demonstra os valores que os afastam do vício, como disciplina e determinação. O estudo mostra que mais de 50% dos entrevistados já consumiram álcool, 14% já consumiram tabaco e 16% outras drogas.

SALVAR VIDAS A doação de órgãos ainda é um tema que precisa de incentivo. No mês de janeiro, mais de 3,3 mil paranaenses inscritos na Central estadual de Transplantes esperavam por um transplante. No mesmo mês foram realizados 97 procedimentos, sendo 79 de córnea, 12 de rim, três de fígado e um de coração. O objetivo é aumentar o número de doações, com a conscientização da população sobre o procedimento. Muitos doadores são jovens entre 20 e 30 anos de idade, a maioria vítimas de acidentes de trânsito.

NOVIDADES DE TEATRO O Festival de Curitiba, que está em sua 20ª edição, vai começar no dia 29 de março e contará com 350 espetáculos teatrais, sendo 138 de artistas curitibanos. Para ganhar destaque no meio de tantas peças, alguns grupos vão estar em mostras paralelas dentro do próprio fringe, a exemplo do que já vinha acontecendo em anos anteriores. O Teatro Universitário de Curitiba vai ser o espaço dedicado para o Coletivo de Pequenos Conteúdos, que junta as companhias pequenas, atraindo mais o público.

TECNOLOGIA NO CAMPO Agricultores de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, trocam experiências que serão aplicadas na lavoura. Durante o 14º Show Tecnológico de verão Fundação ABC, eles tiveram acesso a novos conhecimentos na área de produção de alimentos e forragem. Pesquisadores e técnicos da Fundação ABC também apresentaram estudos recentes em agricultura de precisão e monitoramento, com objetivo de melhorar a produtividade em propriedades rurais.

GRUPO EDITORIAL INDÚSTRIA & COMÉRCIO - PARANÁ

Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Diretor Responsável Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) REDAÇÃO - Fone: 3333.9800 - E-mail: pauta@induscom.com.br Assinaturas, Publicidade Legal, Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 CEP: 80215-030 PABX Fone: (41) 3333.9800 (41) 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - CEP: 80020-290 PABX Fone: (41) 3322.1012 E-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal.


Economia Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de fevereiro de 2011 | A3 | Indústria&Comércio prpress@terra.com.br

Aroldo Murá G.Haygert

Panorama Político Pedro Washington

aroldomura@induscom.com.br

Lições inúteis

É SÓ TRABALHAR E SE HABILITAR A CRÉDITO CARBONO INTERNACIONAL

18.800 EMPREGOS EM QUATRO ANOS AQUI

O Paraná viu, no governo anterior, a venda de madeira de uma reserva florestal propriedade da Paraná Reflorestamento, de 25 mil hectares, na Região Metropolitana de Curitiba. A venda não foi ilegalidade. Mas o dinheiro apurado acabou sendo utilizado pelo Governo de então em áreas que não as ligadas à preservação ambiental. Salvaram-se, felizmente, outros 25 mil hectares de mata absolutamente nativa, na Mata Atlântica do litoral paranaense, também da Paraná Reflorestadora, empresa estatal. "Trata-se de manancial para que nos habilitemos à obtenção de crédito de carbono internacional", observa o secretário estadual de Planejamento Cássio Taniguchi. O que é preciso "é criatividade na montagem adequada de projetos, o potencial é enorme", sublinha Taniguchi com uma certa ênfase nipônica.

“É preciso criativade e bons projetos. O potencial é enorme”, diz Cassio Taniguchi sobre o créditos de carbono e o Paraná

18.800 EMPREGOS - 2 RETIRAR INVASORES, É A NOVA ORIENTAÇÃO

CRÉDITO DE CARBONO - 2 Cássio está bem enfronhado na área do crédito de carbono e todo o entorno de institutos voltados à preservação ecológica, pois, tendo, quando exerceu mandato na Câmara, acompanhado de perto o andamento de uma série de leis e projetos da área. Um deles, ainda em andamento, é o instituto do chamado REED (sigla em inglês), que prevee meios e incentivos para o poder público e a iniciativa privada para evitar o desflorestamento e a degradação florestal. No chamado REED, as multas recolhidas dos que derrubam florestas servirá como mecanismo para crédito de carbono.

CRÉDITO DE CARBONO - 3 São variadas as avaliações sobre o que resta de mata nativa do Paraná. Seriam 7%? O que se sabe é que o grande apelo da preservação ambiental pode resultar em recursos nacionais e internacionais para o desenvolvimento sustentável de nossa economia, papel que, tudo indica, o novo Governo do Estado quer descobrir. Com trabalho e criatividade, tirando água da pedra, se for preciso. É o que parece dizer-me o exprefeito Taniguchi.

NOTÁVEIS DO ITA Quando conto a Cássio Taniguchi que o ITA está presente até na alta cúpula da hierarquia católica - com dom Dimas Barbosa, secretário da CNBB, que lá se formou - Taniguchi não se diz surpreso. Em SP, Alckimin escolheu três dos seus secretários entre ex-alunos do ITA, como Cássio, de geração "mais velha". Ele se formou na reputadíssima escola em 1964.

"GUARDIÃO" ESTÁ FORA DO GOVERNO A não ser para cumprimento de decisões judiciais, ou para o desempenho de excepcionais papéis estratégicos de Estado, o Governo do Paraná não vai usar instrumentos de informação desvirtuadamente, como ocorreu no passado. A afirmação foi feita quarta-feira na Associação Comercial do Paraná pelo secretário de Segurança, Almeida César. Para ele, nenhum cidadão precisa ter medo do acesso à informação em poder do Estado. A informação não sofrerá manipulações e nem servirá a terceiros. A garantia do jovem secretário, delegado de PF, coloca "silêncio obsequioso" no uso de instrumentos tecnológicos ' a torto e a direito. Não citou o nome de um deles, mas deve ser o caso do 'grampo' moderníssimo encarnado pelo "Guardião", tantos anos a serviço de inimigos e adversários de governantes.

"Às vezes a gente esquece da prata da casa", dizia-me ontem o secretário Cássio Taniguchi, a propósito de reunião de que participou, na semana, na PUCPR, com um grupo de empresários de empresas sediadas no Paraná, um pessoal de peso. Lá estavam para o café da manhã de todos os meses, em que, desta vez o secretário de Planejamento foi o convidado, dirigentes da Volvo do Brasil, O Boticário, ALL, GVT, Renault, entre outras grandes corporações. As reuniões acontecem para apreciação de causas comuns. Nessa última, chegaram à conclusão que suas organizações empresariais vão gerar 18.800 empregos, em quatro anos. Uma autêntica "manchete".

Almeida César: Informação sem manipulações

Aplaudido no meio e no final de sua explanação para 100 empresários na sede da ACP, o secretário Almeida César disse, em alto e bom som: todas as decisões judiciais serão cumpridas pelo aparelho de segurança do Estado; há uma herança de descumprimento de determinações judiciais de 11 anos, o que gera multas ao Governo; foi claro: cumprirá todos os mandados de desalojamento de invasores de terras determinados pela justiça.

RETIRAR - 2 O novo secretário procurou recuperar a imagem perdida do aparelho policial do Estado que, verdade se diga, não nasceu no Governo anRudolph Giuliani: terior, é bem tolerância zero em mais antiga. Nova York Sua palavra na ACP - ele que é homem oriundo da Inteligência da Polícia Federal - é de defesa de uma polícia humanizada, trabalhando com e ao lado da comunidade. Não tem, no entanto, o secretário, ilusões quanto a modelos de polícia, como a política de "tolerância Zero", implantada pelo prefeito Giuliani, em Nova York. Quer uma polícia paranaense que leve em conta a realidade local e os instrumentais de que dispomos, considerando nossos definidores e realidades culturais, a mobilidade social e a nova configuração urbana do Paraná.

RETIRAR - 3 O resultado resultado da fala do secretário - estava acompanhado de seu staff principal - pode ser resumido usado na expressão final de um conhecido advogado: "Se eu precisava de uma boa justificativa para ter votado em Beto Richa, agora eu a tenho, a partir de sua fala..." Disse em voz alta, olhando para Almeida César.

O vice-coordenador do grupo de alto coturno anunciou intenções bem definidas, sintetizando a opinião de todos os dirigentes de empresas citdas e de outros tantos lá presentes: a) acentuar programas de treinamento de pessoal, com ênfase de pessoal técnico, a grande carência dessas indústrias, e que as obriga a trazer gente de fora, como São Paulo; o alvo é empregar 8.000 homens e mulheres com formação tecnológica; 5.400 com formação superior em diversas disciplinas, e 5.400 para pessoal de segundo grão grau de ensino. Não haverá uma vaga sequer para quem tem apenas formação escolar básica.

18.800 EMPREGOS - 3 O anúncio não resumiu só certezas e perspectivas: acha que a questão sindical em Curitiba e Região Metropolitana, onde a média salarial dos metalúrgicos é mais alta do que a da mesma categoria do ABC paulista, "pode reduzir nossa competitividade". O assunto, disseram os líderes desse último encontro realizado na PUCPR, terá que ser apreciado por uma comissão tripartite empregados, empregadores e poder público. Por último, a questão da logística e os gargalos que a cercam estiveram no todo da análise. Assim,entendem os empresários desse grupo de discussão que as ferrovias, o porto de Paranaguá e as rodovias serão ou não os grandes apoios às metas anunciadas de 18. Por isso, prometem reivindicações constantes envolvendo logística.

DO DIA: "Liberté et Justice pour les Chrétiens du Moyen-Orient" - Je les soutiens" (Liberdade e Justiça para os Cristãos do Oriente Médio." "Eu os apoio") - decalque em francês observado em alguns carros em Curitiba. O material está sendo traduzido e será distribuído aqui. O grito de alerta vem a propósito de assassinatos em massa cometidos em portas de igrejas e em bairros cristãos no Egito e Iraque, entre outros países de práticas religiosas fundamentalistas.

PODE SER Não consegui confirmação, mas ontem correu à vontade, sobretudo em meios da segurança pública, que o ex-secretário Luiz Fernando Delazari está de mudança para Brasília, para atuar no gabinete do senador Roberto Requião. Como também o nome de José Benedito Pires Trindade apareceu como de mudança para o Planalto, com o mesmo fim, cabe indagar: o escritório senatorial de Curitiba ficará a cargo do ex-prefeito Rafael Grca de Macedo?

Contratação de professores reforça medidas Uma das medidas foi dobrar o valor de recursos para o transporte escolar Legenda: Entre outras medidas, o governo contratou 9,5 mil professores aprovados no Processo Seletivo Simplificado. Também antecipou o pagamento da primeira parcela e corrigiu em 15% o valor do Fundo Rotativo, O Governo do Estado divulga até o fim de fevereiro o cronograma de contratação de

3.000 professores aprovados no concurso público de 2007. A medida faz parte do conjunto de ações adotadas por determinação do governador Beto Richa para atender a uma das prioridades de seu governo, que é a melhoria na qualidade do ensino público. A contratação foi precedida de uma série de medidas emergenciais que, tomadas nos primeiros dias de governo, permitiram que todas as

escolas da rede estadual já estejam funcionando em plena normalidade. “Nossa primeira preocupação foi garantir as condições para o início do ano letivo. Hoje, 10 dias após o início das aulas, temos um quadro de normalidade no funcionamento das escolas, com professores em sala, merenda em dia, alunos transportados e um grande esforço para promover, de imediato, as melhorias estruturais que são necessári-

as nas escolas”, afirma o vicegovernador e secretário da Educação, Flávio Arns. Entre outras medidas, o governo contratou 9,5 mil professores aprovados no Processo Seletivo Simplificado. Também antecipou o pagamento da primeira parcela e corrigiu em 15% o valor do Fundo Rotativo, repassado às escolas para aplicação em pequenos reparos e aquisição de materiais de expediente e limpeza.

O que deveria ter servido de lição para o PSDB nas últimas disputas nacionais, levando-o à derrota frente ao Lula que montou a seu favor mesmo que à custa do “mensalão”, uma grande frente de partidos, foi principalmente a divisão interna provocada pela disputa entre o grupo liderado por Serra e o que via em Aécio o candidato ideal. A eterna política “café (São Paulo) com leite (Minas)”. Pois a situação que hoje se repete na área nacional e começa a tomar forma no Paraná, com os tucanos divididos entre os que pretendem apoiar a reeleição de Luciano Ducci (PSB) à prefeitura de Curitiba, com o PSDB na vice (João Carlos - Caio – Derosso) e os que vêem em Gustavo Fruet o candidato ideal, dando razão a quem entende que “é assim, privilegiando disputas internas que se constroem as grande derrotas”. Pior do que não saber é, sendo inteligente, não aprender com os erros cometidos. Por mais espertos que os políticos se afigurem aos olhos do homem comum, cometem eles erros primários. Como esse de perder de vista os adversários para procurarem adversários dentro de casa. O episódio lembra ao colunista as coordenações que fazia, ao tempo de Canet governador, das visitas do presidente Geisel ao Paraná. Onze ao todo! Uma memorável em Marechal Cândido Rondon e outra complicadíssima em Cascavel. Esta em plena disputa acirrada á prefeitura; o problema era não criar melindres maiores do que os que já haviam dentro da Arena –1, 2 e 3. Piccoli, Jacy e Mion, disputando com um Tolentino do MDB que só representaria perigo se um deles, afrontado, se bandeasse para o lado contrário. O mesmo que acontecerá com Gustavo Fruet se enlevado pelo canto da sereia. É tudo que a oposição a Richa, quer!

Novos tempos Dinheiro existe para construção dos metrôs em cidades que sediarão jogos da Copa. È pouco porém para as demandas. Curitiba sai na frente por já estar discutindo o problema há mais tempo, inclusive com estudos já adiantados. A nova governante quer fatos, projeto, números e não apenas ideias. Diferente dos tempos do blá-blá-blá.

Mostrando serviço Um destaque no episódio do acompanhamento e agendamento de reuniões do governador e do prefeito curitibano, à senadora Gleisi Hoffmann. Diferente do comportamento dos outros dois (Álvaro Dias é oposição e pouco pode ajudar), Gleisi tem marcado presença constante nas reivindicações do Paraná. Senador tem que fazer valer a sua força, não apenas ficar nos discursos.

Esmola demais... Diferente do que pensam alguns, os dinheiros da Copa (R$ 18 bilhões) para infraestrutura, a serem rateados entre os 24 municípios interessados no tal PAC da Mobilidade, nãoi representam investimentos do governo federal. Soemnte R$ 6 bilhões serão a fundo perdido. Os R$ 12 outros bis, financiamentos a serem incorporados às dívidas desses municípios. Dinheiro que vai ser disputado a tapa e no prestígio.

...o santo desconfia! Já começam a surgir em Curitiba contestações de gente especializada, a recursos, destinados por exemplo à revitalização da Rodoferroviária. Lembram tais técnicos que obras como essa (terminais de ônibus e trens estaduais) deveriam ser mudadas para áreas retiradas do centro. Uma filosofia que o DER utilizava na passagem de estradas por cidades. Sempre fora do perímetro urbano.

Convite irrecusável Depois de uma passagem pela função de líder da oposição exercida com coragem, enfrentando a fúria de Requião, eleito agora para líder do DEM, o deputado Elio Rusch recebeu um telefonema de Beto Richa: convidando-o para vice-líder do governo, ao lado do titular Ademar Traiano.

Em choque O ex-presidente Lula perdeu excelente oportunidade para ficar calado (sem arrogância): “Ainda não desencarnei. Quando você sai com faixas anunciando “fora fulano”, esquece logo. Quando sai com 90% (sic) de aprovação fica mais difícil”.

Secretário defende projetos viários para o PR no DNIT e na Antaq O secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, está em Brasília articulando no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT)) e na Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq)) ações na área viária que beneficiarão o Paraná. Acompanhado por representantes da bancada federal paranaense no Congresso Nacional, o secretário José Richa Filho discutiu com o diretor-geral do DNIT, Luiz Antonio Pagot, a possibilidade de o órgão oferecer vagões e locomotivas para as operações da Estrada de Ferro Paraná Oeste – Ferroeste. O secretário também alertou as autoridades nacionais do setor de transporte sobre a necessidade de liberação de mais recursos federais para investimentos em infraestrutura no Paraná. Como exemplo, citou a expansão da Ferroeste e o contorno ferroviário na re-

gião de Curitiba, projetos que considera estratégicos para o Estado. José Richa Filho disse ainda à direção do DNIT que algumas rodovias federais que cortam o Paraná precisam de investimentos urgentes por parte da União. O secretário mencionou, de forma pontual, a urgência de intervenções na BR-163, que passa pelo Oeste e Sudoeste, e na BR-158, que cruza a região central do Estado. Já na reunião com o superintendente de portos da Antaq, Giovanni Cavalcanti Paiva, na sede do órgão, o secretário paranaense tratou do desembaraço de arrendamentos de áreas no Porto de Paranaguá. “A regularização de áreas portuárias utilizadas pelo setor produtivo é fundamental para a economia do Paraná”, disse José Richa Filho. São casos como o da Coamo, maior cooperativa da América Latina, e o da Cargil.


REGISTRO

Fator de risco para catarata A ingestão de carboidratos em excesso pode levar a um risco aumentado de catarata. A conclusão faz parte de um estudo - Dietary Carbohydrate in Relation to Cortical and Nuclear Lens Opacities in the Melbourne Visual Impairment Project realizado pela Tufts University, publicado no jornal Investigative Ophthalmology and Visual Science.Considerando as informações dietéticas do questionário respondido pelos participantes, os pesquisadores estabeleceram uma conexão entre o desenvolvimento da catarata cortical e o consumo de carboidratos. “A exposição prolongada ao excesso de glicose pode resultar em oxidação, cross-linking, agregação e precipitação das proteínas do cristalino, que modificado, leva ao aparecimento da catarata”, explica o oftalmologista Virgilio Centurion, diretor do IMO, Instituto de Moléstias Oculares.

Saúde&BemEstar Indústria&Comércio reportagem@induscom.com.br Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de fevereiro de 2011 | A4

ALERTA

Duas horas de uso de narguilé equivalem a mais de 100 cigarros

Silicones bonitos e seguros

Q

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, por ano são realizados em torno de 460 mil procedimentos estéticos no país; sendo a colocação de prótese de silicone a cirurgia mais realizada, representando 21% deste total. Com o passar dos anos a tecnologia envolvida na confecção das próteses evoluiu bastante. Houve um aprimoramento do material utilizado na fabricação das mesmas. As atuais possuem cápsulas bem mais seguras, aderem melhor ao tecido mamário e possuem variedade em formatos e tamanhos. “Elas são preenchidas com silicone coesivo, que é mais macio e natural. O revestimento pode ser liso, de poliuretano e texturizado, que é o mais indicado por promover maior aderência nos tecidos internos o que inibe o endurecimento da prótese” explica o cirurgião plástico da Plástica Curitiba, Sérgio Gradowski que também é Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Acupuntura médica

A acupuntura é um método terapêutico que trata diversas doenças e auxilia em tratamentos de saúde. .Segundo a Dra. Aline M. Barreto, médica especialista em acupuntura do Acesso Saúde, usar esse método terapêutico pode beneficiar o paciente de muitas formas. “A acupuntura é extremamente efetiva no tratamento da dor, sendo usada em alguns casos como terapia única e em outros como terapia auxiliadora, promovendo uso menor da medicação e melhorando a qualidade de vida. A técnica também aumento abrange uma gama enorme de efeitos como ansiolítico, analgésico, anti-inflamatório e relaxante muscular e facilita a reabilitação”, esclarece a especialista.

Alexandre Padilha é eleito presidente do CNS O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, foi eleito presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS) na tarde desta quarta-feira, 16. Também foram escolhidos, por votação, os demais membros da mesa diretora do órgão – composta por oito integrantes. O CNS é a principal instância de controle social do Sistema Único de Saúde (SUS) e reúne representantes de usuários, trabalhadores, gestores e prestadores de serviço. “O principal, como presidente do CNS, é estabelecer consenso e apresentar os temas discutidos dentro do colegiado aos usuários do SUS para uma maior aproximação com a sociedade”, disse o ministro Padilha. Segundo ele, o tema prioritário será o acesso à rede pública de saúde – assunto colocado como uma “obsessão” da sua gestão no Ministério da Saúde. O presidente do CNS é responsável por coordenar a mesa diretora e dialogar com o Ministério da Saúde e demais órgãos do governo para o cumprimento das decisões. Ele e os oito integrantes da mesa diretora são escolhidos pelo plenário para um mandato de um ano.

CMYK

uem gosta de narguilé e acha que o cachim bo de origem árabe não acarreta problemas para a saúde, pode redobrar a atenção: uma sessão, com uso médio de duas horas por seis pessoas, equivale a mais de 100 cigarros. O alerta é do pneumologista Carlos Alberto Viegas, que atua no Hospital Anchieta, localizado no Distrito Federal. Os efeitos são de alto im-

pacto. A combinação do aroma com o carvão utilizado para aquecer o tabaco aumenta o contato com a nicotina que, por sua vez, desencadeia o cromo e o chumbo – elementos tóxicos de difícil eliminação pelo organismo. Além disso, o narguilé produz 400 vezes mais monóxido de carbono que o cigarro. Dr. Viegas, que trabalha há 15 anos no combate ao câncer, explica que a situação

fica ainda mais grave quando os usuários associam maconha ao fumo ou quando substituem a água por bebidas destiladas – hábitos já observados entre os jovens. “Há, ainda, fatores que ligam o uso do narguilé a doenças contagiosas. Temos indícios de que pessoas que utilizaram o mesmo bocal possam ter sido infectadas por herpes, tuberculose e hepatite C”, alerta o especialista.

Já tramita na Câmara Legislativa Projeto de Lei que propõe a proibição da venda de sessões de narguilé a menores de 18 anos. “Trata-se de uma excelente iniciativa. Já sabemos que 80% dos fumantes de cigarros tornamse dependentes antes dos 20 anos. O narguilé pode estabelecer a relação dos jovens com o fumo e reforçar esse quadro”, reflete Dr. Carlos Alberto Viegas.

PROGRAMA

Nissei inicia distribuição gratuita de medicamentos contra hipertensão e diabete Desde de segunda-feira (14), os clientes da Rede de Farmácias Nissei que utilizam medicamentos para hipertensão e diabetes, que constam na lista do programa "Aqui Tem Farmácia Popular" - do governo federal - poderão retirar gratuitamente os medicamentos nas lojas da marca credenciadas no programa, munidos da receita médica, documento de identidade e CPF.A marca possui 120 unidades que atuam no programa "Aqui Tem Farmácia Popular", no Paraná, e já treinou os colaboradores para atender e orientar os clientes em relação ao novo procedimento, definido pelo governo federal. Segundo o diretor executivo da Nissei, Carlos Marques, a Rede é pioneira na adesão a

este programa do governo federal, no Paraná. "Facilitar o acesso de nossos clientes aos medicamentos de uso contínuo é uma obrigação da Nissei, sendo assim, reforçamos, entre nossos colaboradores, as orientações necessárias aos clientes, como disponibilizar a lista da Farmácia Popular para a identificação correta do medicamento, e instruir sobre a necessidade da apresentação dos documentos necessários", declara. Para ter acesso aos medicamentos, basta a apresentação de documento de identidade com foto, CPF e a receita médica. Além deste benefício, o programa "Aqui Tem Farmácia Popular" já garante economia de até 90% em medicamentos contra várias doenças crônicas, além de fraldas geri-

átricas e anticoncepcionais . Para Marques, a oferta gratuita de remédios contra diabetes e hipertensão é mais um avanço do programa "Aqui Tem Farmácia Popular" em facilitar o acesso aos medicamentos principalmente das

doenças crônicas, visando o mais importante que é a continuidade do tratamento. "O programa "Aqui Tem Farmácia Popular", possibilita economia tanto em produtos de referência como para os genéricos", finaliza.

Secretaria da Saúde divulga novos números da dengue no Paraná A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta segundafeira (14) o novo informe semanal com os números da dengue no Paraná. Foram notificados 7.158 casos, dos quais foram confirmados 922 casos (884 autóctones e 38 importados). Os municípios que mais notificaram casos foram Londrina (2.650), Jacarezinho

(938) e Foz do Iguaçu (601). O município de Londrina, além de apresentar o maior número de notificações, também apresenta o maior número de confirmações (426) e os 18 casos graves da doença informados às autoridades sanitárias. Desde o início deste ano, o município registrou 15 casos de dengue

com complicação (DDC) e três casos de febre hemorrágica por dengue (FHD). Outra região que chamou a atenção das autoridades sanitárias nesta semana foi a região de Cornélio Procópio (norte do Paraná), que notificou desde o início do ano 353 casos da doença e confirmou 83, sendo 78 confirmações no município de

Cornélio Procópio. No informe ainda consta que estão sendo investigadas quatro mortes por dengue, das quais três em Londrina e uma em Jacarezinho. O resultado dos exames para confirmar ou descartar as mortes deve sair nos próximos dias. O informe completo está disponível no site www.dengue.pr.gov.br

Farmácia Popular: mais um medicamento gratuito para diabéticos A partir desta semana, os usuários do programa Farmácia Popular contarão com mais um medicamento gratuito para o tratamento de diabetes: o cloridrato de metformina de ação prolongada. O medicamento, incluído no programa por meio de portaria do Ministério da Saúde publicada no Diário Oficial da União de hoje,

eleva para 11 a quantidade de itens que podem ser solicitados gratuitamente nas unidades do Aqui Tem Farmácia Popular em todo o país. O cloridrato de metformina de ação prolongada pode resultar em uma maior adesão ao tratamento do diabetes por permanecer mais tempo em circulação no organismo do

paciente. O medicamento – assim como os outros cinco itens para diabetes e seis para hipertensão (veja relação abaixo) – estão disponíveis nas mais de 15 mil unidades credenciadas ao Aqui Tem Farmácia Popular - farmácias e drogarias da rede privada parceiras do Ministério da Saúde. Por meio do programa,

além dos 11 medicamentos gratuitos para hipertensão e diabetes, a população tem acesso a mais 13 tipos de medicamentos (com preços até 90% mais baixos que os praticados no mercado) utilizados no tratamento de asma, rinite, mal de Parkinson, osteoporose e glaucoma, além de fraldas geriátricas.


Geral Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de fevereiro de 2011 | A5 | Indústria&Comércio

Fábio Campana

Contexto Político

editor@fabiocampana.com.br

Acabou o circo

Confirmados

Acabou o circo do período requianista na frente do Palácio do Iguaçu para comemorar o 1º de maio, que era usado para se fazer sorteio de carros, tevês, motos e videocassetes. As centrais sindicais comemoram, pois não compareciam à festa promovida pela central Força Sindical ao lado de Roberto Requião (PMDB), e torciam o nariz pelo uso de um evento histórico da luta dos trabalhadores para fazer proselitismo barato. A CUT de Roni Barbosa tradicionalmente faz seu evento em Foz de Iguaçu junto com os trabalhadores das três fronteiras, a UGT de Paulo Rossi faz em Paranaguá e as demais centrais e Federações de Trabalhadores em suas sedes recreativas. E tinham e tem verdadeira ojeriza aos sorteios, vendo isso como um desvirtuamento político da festa comemorativa dos trabalhadores e sempre questionavam a origem dos carros, motos, tevês, videocassetes e outros bens.

Os nomes confirmados oficialmente que irão compor a CPI do Grampo são: Mauro Moraes (PSDB), Fernando Scanavaca (PDT), Pedro Lupion (DEM), Gilberto Ribeiro (PSB), Roberto Accioli (PV) e Ney Leprevost (PP). Os outros nomes divulgados não estão confirmados oficialmente.

CPI do Grampo A CPI das escutas telefônicas foi instalada oficialmente na manhã desta quinta-feira (17) na Assembleia Legislativa do Paraná. O deputado estadual Marcelo Rangel (PPS) será o presidente da comissão.

PR ajuda Paraguai no combate à dengue na fronteira A Secretaria da Saúde capacitou nesta quintafeira (17) em Foz do Iguaçu, 150 profissionais de saúde do Brasil e do Paraguai quanto ao diagnóstico e tratamento da dengue, que tem sintomas semelhantes aos de outras doenças. Dos participantes, 40 eram representantes do Estado de Alto Paraná (PY) e 110 da região de Foz do Iguaçu. “Promovemos esta capacitação porque a região de fronteira nos preocupa pela grande mobilidade populacional e por ser considerada área estratégica para a introdução de um novo sorotipo da doença, o que poderia agravar os casos de dengue”, explicou o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz. O médico responsável pelas capacitações da Secretaria da Saúde, Enéas Cordeiro de Souza, diz que o diagnóstico da dengue deve ser preciso para evitar que o quadro clínico do paciente se agrave. “O doente com suspeita de dengue deve ser monitorado para evitar que ele sofra de desidratação. Ele também não deve ser medicado antes de uma avaliação médica, porque analgésicos podem mascarar a febre”, alertou. A médica Rocio Vera, que atua na cidade de Oleari, próxima de Ciudad del Este, disse que a capacitação foi muito importante para os profissionais do Paraguai. “Recebemos dos técnicos do Paraná um fluxograma de atendimento que será muito útil no momento de avaliar um paciente com suspeita de dengue”, disse. De acordo com informações do governo paraguaio, somente no Estado de Alto Paraná que faz fronteira com o Brasil - foram notificados 500 casos de dengue, dos quais 54 foram confirmados e três pessoas morreram.

Fiscalização Entre as propostas anunciadas ontem pelo líder do governo na Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), que serão enviadas à Casa pelo governador Beto Richa, está uma Agência Reguladora para fiscalizar, entre outras concessões públicas, os pedágios. O líder do governo explica que a agência a ser criada pelo Executivo vai fiscalizar o cumprimento dos contratos e das políticas públicas firmados entre as concessionárias dos serviços e o governo. A concessão mais polêmica é a de rodovias. “A agência vai estabelecer parâmetros para tudo o que o governo fizer e, nesse contexto, permitirá a regulação dos preços cobrados pelas concessionárias”, afirmou Traiano.

soni (PSDB), que alega a necessidade de esgotar as possibilidades de acordo entre partidos e blocos.

Nomeações Roberto Requião (PMDB) nomeou dois exsecretários de sua gestão no governo do estado (2003-2010) para trabalharem em seu gabinete no Senado. Luiz Fernando Delazari (Segurança Pública) e José Benedito Pires Trindade (Comunicação Social) estão registrados desde 7 de fevereiro como assessores técnicos. Ambos têm regime especial de frequência, ou seja, trabalham com carga horária flexível. Ao todo, há 12 funcionários comissionados no gabinete de Requião. No de Alvaro Dias (PSDB), 22, e no de Gleisi Hoffmann (PT), 7.

Lista negra O deputado Douglas Fabrício, do PPS, vai divulgar a lista com os nomes dos parlamentares que não assinarem os requerimentos para a instalação de duas CPIs na Assembleia. Uma delas vai investigar o Porto de Paranaguá e a outra a Paraná Previdência.

Adiada

Berlinda

A definição dos membros das comissões permanentes da Assembleia Legislativa do Paraná, que era prevista para ontem (17), foi adiada para a próxima segunda-feira (21). O prazo foi alterado pelo presidente Valdir Ros-

Depois do deputado Elton Welter (PT) perder a vaga na Assembleia Legislativa para Gilberto Martin, agora é a vez de outro deputado de Toledo ficar na berlinda. Duílio Genari (PP) pode perder sua cadeira para Sabi-

no Pícolo (DEM). É que Pícolo pode recorrer à Justiça para conseguir a vaga deixada pelo seu companheiro de partido Durval Amaral (DEM), que assumiu a chefia da Casa Civil. Como ocorreu no caso de Welter, Genari era o suplente da coligação de Durval e não do partido.

Decepção A presidente Dilma Rousseff se decepcionou com alguns deputados da base aliada durante a votação do salário mínimo, nesta quarta-feira (16). A votação serviu para verificar a coesão da base e funcionou também para conhecer possíveis desertores. Segundo levantamento do site Congresso em Foco, 15 deputados da base traíram a proposta do governo e votaram a favor da emenda do DEM, que propunha salário mínimo de R$ 560. O governo não aceitava nada mais do que R$ 545, proposta que foi aprovada pelo plenário.

Contratações O governo do Estado divulga até o fim de fevereiro o cronograma de contratação de três mil professores aprovados no concurso público de 2007. A medida faz parte do conjunto de ações adotadas por determinação do governador Beto Richa para a melhoria na qualidade do ensino público.

REUNIÃO COM EMPRESÁRIOS

Na ACP, secretário discute criminalidade e segurança pública Percentual de homicídios a cada 100 habitantes no Paraná é de 34%

N

a última década, o Paraná, segundo o secretário de Segurança Pública do Estado, Reinaldo de Almeida César, viu piorar “dramaticamente” o perfil deste setor, com redução de investimentos e de efetivo policial, com o aumento paralelo significativo da criminalidade, facilitada igualmente pelas causas endêmicas da violência, como afirmou, em palestra para dezenas de empresários, na última quartafeira (16/02), na Associação Comercial do Paraná. Ao evento, promovido pelo Conselho Político da entidade, compareceram, além de César, o coronel Marcos Theodoro Scheremetta, comandante geral da Polícia Militar, e o delegado-chefe da Polícia Civil no Estado, Marcus Vinícius da Costa Michelotto. “Não podemos ‘funalizar’ o debate e nem administrar a segurança pública olhando pelo retrovisor. A necessidade de segurança pública não faz distinção entre um bilionário e um miserável. E todos devem saber que tratamos a segurança em um ambiente técnico, acima das questões políticas”, adiantou César, antes de dar informações sobre o quadro deste setor no Estado. Um dos exemplos emble-

Compareceram ao evento o coronel Marcos Theodoro Scheremetta, comandante geral da Polícia Militar, e o delegado-chefe da Polícia Civil no Estado, Marcus Vinícius da Costa Michelotto.

máticos deste perfil é o percentual de homicídios por 100 mil habitantes. No país, esta taxa se situa em 17%; no Paraná em 34%; em Curitiba, em 32%, e na região metropolitana da capital paranaense, em 62%, com a profusão dos chamados “pontos quentes” do crime, de acordo com o secretário, que acrescentou que do total de homicídios, 80% estão ligados à droga. Ele reconheceu que os números são “assustadores” e que em outras capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, as taxas, comparativamente, têm diminuído nos últimos anos.

O ataque às drogas O combate ao crime se dará em várias frentes no Paraná, segundo César. “Mas, não há outro caminho que não seja o da integração. E integração não só entre as forças policiais de todas as esferas, mas também com a comunidade, com entidades de classe com representatividade, como é o caso da Associação Comercial do Paraná”. Ele informou que o Paraná, um dos poucos Estados que não têm um Gabinete de Gestão Integrada (GGI), passará a contar com três: um funcionará em Curitiba, com abrangência estadual, um no litoral e outro em Foz do

Iguaçu, voltado para coordenar operações nas fronteiras do Paraná com o Paraguai e Argentina e nas divisas com Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e São Paulo. “Nossa faixa de fronteira, com 139 municípios, é um grande problema. Há, por exemplo, uma forte migração da criminalidade de São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul para cá. Precisamos e vamos criar um cinturão de proteção de fronteira”. Segundo ele, contatos neste sentido foram mantidos, com “ótimos resultados”, com a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki. Os Gabinetes de Gestão Integrada reunirão um colegiado técnico, com todos os órgãos representativos da segurança, como a Polícia Federal, polícias Militar e Civil, Polícia Rodoviária Federal, além da Receita Federal, para o diagnóstico e planejamento operacional. Principal combustível dos índices de criminalidade, o tráfico de drogas será atacado severamente, prometeu César. “Desde discutirmos com as prefeituras sobre a liberação de alvarás de bares, nos arredores das escolas, que vendem bebidas para menores até o combate siste-

mático e científico às drogas pesadas. O crack, por exemplo, é um flagelo e 98% dos municípios brasileiros sofrem com ele. Vamos combatê-lo como às outras drogas, que não são só um problema de polícia, mas uma questão de política pública”. O secretário enfatizou que o Paraná “precisa ter o respeito democrático de Direito, o respeito às leis. Não existe herói e nem xerife, muito menos Capitão América. Mas, no Paraná, com a integração das forças policiais e a colaboração da população, a lei vai valer”. Além de elogiar a coragem e a disposição dos responsáveis diretos pela segurança pública no Estado, o presidente da ACP, Edson Ramon, frisou que “não há país desenvolvido econômica e socialmente se a segurança é vista apenas do ponto de vista corretivo. É preciso termos uma política nesta área de forma preventiva e corretiva”. Para ele, as bandeiras da ética e da moral, defendidas ao longo da existência da ACP, devem ser disseminadas “para toda a população de forma a fazer com que o crime, seja pequeno ou grande, seja condenado, tenha a repulsa dos homens de bem”.

PR pede ao governo federal que regule o mercado de feijão O Governo do Paraná vai pedir ao governo federal a ampliação das compras de feijão diretamente do produtor, das atuais 100 sacas para 500 por produtor. A iniciativa visa evitar o desestímulo ao plantio no Paraná, maior produtor de feijão no País, situação que pode comprometer o abastecimento nacional daqui a alguns meses, com a redução da oferta do produto no varejo. O governador Beto Richa telefonou, nesta quinta-feira (17), para o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Wagner Rossi, para reforçar o pedido.

“Com a ampliação das compras por produtor, a medida certamente irá escoar a produção e evitar a queda de preços que está penalizando o produtor”, disse o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara. Atualmente, o ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento compra feijão diretamente do produtor, até o limite de 100 sacos, e 15 mil toneladas, definidas para o Paraná em fevereiro. Em reunião, nesta quintafeira (17), com a presidente da Sociedade Rural de Ponta Grossa, Sandra Queiroz; o secretário de Agricultura, Pecu-

ária e Meio Ambiente de Ponta Grossa, José Fernando de Paula; os deputados estaduais Marcelo Rangel e Pedro Lupion e representantes dos produtores de feijão de Ponta Grossa, Ortigara demonstrou a disposição do governo estadual de evitar a queda dos preços pagos aos produtores.

Preços Nas compras diretas pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) – ou por Aquisição do Governo Federal (AGF) o produtor passa a receber o preço mínimo do grão, fixado em R$ 80,00 a saca. Acontece que a superrofer-

ta de feijão derrubou as cotações e o preço caiu abaixo do mínimo para uma média de R$ 55,00 a saca. Para o secretário Ortigara, se o governo pagar entre R$ 25,00 e R$ 30,00 por saca de feijão, vai contribuir para melhorar a renda do agricultor e não vai afetar o varejo. Segundo o secretário, a queda nos preços do feijão no varejo nunca ocorre na mesma proporção como ocorre no setor produtivo. “Se no próximo ano houver queda na área plantada e na produção, com consequente aumento no preço do grão, fatalmente vai afetar o

consumidor que passará a pagar mais pelo produto”, avisou. O Paraná é o maior produtor de feijão do País, com previsão de 541 mil toneladas do grão na primeira safra (das águas) e a região de Ponta Grossa concentra essa produção, devendo produzir 128 mil toneladas, participação de 24%. No plantio, a região de Ponta Grossa tem participação de 19% em relação à área ocupada no Estado. Na safra das águas, foram plantados 340 mil hectares e na região dos Campos Gerais, foram plantados 63 mil hectares de feijão.


PublicidadeLegal Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de fevereiro de 2011 | A7 | Indústria&Comércio A CARTOSUL FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS DE PAPELÃO LTDA torna público que requereu Instituto Ambiental do Paraná - IAP, Renovação da Licença de Operação para FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS DE PAPELÃO, tendo sua sede sito à Rua Ema Taner de Andrade nº 965, Vila Ferrari, Município de Campo Largo, Estado do Paraná. Para a referida atividade não foi determinado estudo de impacto ambiental.

A CARTOSUL FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS DE PAPELÃO LTDA torn a p ú b l i c o q u e r e c e b e u d o I n s t i t u t o A m b i e n t a l d o P a r a n á - I A P, Licença de Operação, com validade até 23/02/2011 para FABRICAÇÃO DE ARTEFATOS DE PAPELÃO, tendo sua sede sito à Rua Ema Taner de Andrade nº 965, Vila Ferrari, Município de Campo Largo, Estado do Paraná. SÚMULA DE PEDIDO DE RENOVAÇÃO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO A SANPLAST IND. E COM. DE PLÁSTICO LTDA torna público que requereu ao IAP, Renovação da Licença de Operação para a atividade de fabricação de peças plásticas ou injeção de peças plásticas, localizada na Rua Uruguai, nº 70, Município de Pinhais, Estado do Paraná. SÚMULA DE EMISSÃO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO A e m p r e s a a b a i x o t o r n a p ú b l i c o q u e r e c e b e u d o I A P, L i c e n ç a d e Operação para o empreendimento a seguir especificado:Empresa: S A N P L A S T I N D . E C O M . D E P L Á S T I C O LT D A ; A t i v i d a d e : F a b r i c a ç ã o d e E m b a l a g e m d e P l á s t i c o ; M u n i c í p i o : P i n h a i s ; Va l i d a d e : 11 / 0 5 / 11 .

A ISWARA IND. E COM. DE PRODUTOS QUIMICOS LTDA. torna púb l i c o q u e r e c e b e u d a S e c r e ta r i a M u n i c i p a l d o M e i o A m b i e n t e d e Curitiba a renovação da Licença de Operação - LO de número 0972 em 03/02/2009, para a fabricação de produtos de limpeza e polimentos, situada à Rua Joaquim da Costa Ribeiro, n.º 226, Bairro Allto, município de Curitiba, estado do Paraná.

SÚMULA DE PEDIDO DE RENOVAÇÃO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO A Empresa abaixo torna público que requereu do IAP, licença de operação para empreendimento a seguir especificado:Empresa: Lab o r a t ó r i o d e C o s m é t i c o S a n c r i s L t d a ; Atividade: F a b r i c a ç ã o d e Cosméticos;Município: Colombo; CNPJ: 759882610001-60.

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 7ª Vara Cível de Curitiba EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 5009263- 22.2010.404.7000/ EXEQUENTE : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF EXECUTADO : OSMAR GRACIANO : GP SETE DISTRIBUIDORA E TRANSPORTES LTDA EDITAL N.º 4931447

INDUSTRIAS J. BETTEGA S/A C.N.P.J. 76.490.614/0001-60 AVISO AOS ACIONISTAS Comunicamos que se encontram à disposição dos senhores acionistas, na sede social da empresa, situada à Av. República Argentina, 3021, Portão, nesta cidade de Curitiba, estado do Paraná, as demonstrações financeiras relativas ao exercício encerrado em 31 de Dezembro de 2.010 bem como os demais documentos a que se refere o Artigo 133 da Lei n º 6.404/76. Curitiba, 16 de Fevereiro de 2.011. Rubens Arles Bettega Diretor Presidente

BIOLINK PARTICIPAÇÕES S/A CNPJ 03.730.282/0001-70 NIRE 41300072175 AVISO AOS ACIONISTAS Comunicamos aos senhores acionistas da BIOLINK PARTICIPAÇÕES S/A que acham-se a disposição, na sede social localizada em Curitiba, Paraná, a Travessa Itália 102, Bairro Alto da Glória, as demonstrações financeiras e os demais documentos referidos no art. 133 da Lei nº. 6.404/76, relativos ao exercício findo em 31/12/2010. Curitiba, 14 de Fevereiro de 2.011. Mario Venturelli Diretor

GRANOLAB DO BRASIL S/A TECN. PARA A IND. ALIM. CNPJ 06.895.723/0001-82 NIRE 41300022879 AVISO AOS ACIONISTAS Comunicamos aos senhores acionistas da Granolab do Brasil S/A Tecnologia para a Indústria Alimentícia que acham-se a disposição, na sede social, a Rua João Kalinowski 105, Cidade Industrial, nesta Capital, as demonstrações financeiras e os demais documentos referidos no art. 133 da Lei nº. 6.404/76, relativos ao exercício findo em 31/12/2010. Curitiba, 14 de Fevereiro de 2.011. Mario Venturelli Presidente do Conselho de Administração

GRANOTEC DO BRASIL S/A BIOTECN. E INGRED. ALIM. CNPJ 82.496.183/0001-42 NIRE 41300022861 AVISO AOS ACIONISTAS Comunicamos aos senhores acionistas da Granotec do Brasil S/A Biotecnologia eIngredientes Alimentares que acham-se a disposição, na sede social, a Rua João Bettega 5.800, Cidade Industrial, nesta Capital, as demonstrações financeiras e os demais documentos referidos no art. 133 da Lei nº. 6.404/76, relativos ao exercício findo em 31/12/2010. Curitiba, 14 de Fevereiro de 2.011. Mario Venturelli Presidente do Conselho de Administração

CITAÇÃO - PRAZO DE 30 (TRINTA) DIAS O DR. JOÃO PEDRO GEBRAN NETO - MM. JUIZ FEDERAL DA 7ª VARA DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA, NOS AUTOS ACIMA DISCRIMINADOS: FAZ SABER, aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, em especial GP SETE DISTRIBUIDORA E TRANSPORTES LTDA - CNPJ/MF nº 77.827.848/0001-13, na pessoa de seu representante legal OSMAR GRACIANO CPF/MF nº 989.732.828-91, ficando por este meio CITADOS que por este Juízo e Secretaria da 7ª Vara Federal, se processa a Execução de Título Extrajudicial em epígrafe, e para, conforme dispõe o Artigo 652 do CPC, no prazo de 3 (três) dias, efetuarem o pagamento do valor corrigido da dívida de R$ 14.467,26 (quatorze mil quatrocentos e sessenta e sete reais e vinte e seis centavos), cálculo de 06/ 2010, acrescido das custas processuais e dos honorários advocatícios, fixados em R$ 725,00 (setecentos e vinte e cinco reais ), sob pena de PENHORA E AVALIAÇÃO de tantos bens quantos bastem para a garantia do débito, cientificando-os que a verba honorária será devida pela metade, se o pagamento da dívida for efetivado dentro do prazo acima assinalado (art. 652-A § único do CPC), bem como do prazo de 15 (quinze) dias, independentemente de penhora, depósito ou caução (arts. 736 a 738 do CPC), para oposição de embargos à execução ou para depositar 30% do valor da execução, inclusive custas e honorários advocatícios e requerer o parcelamento do restante do débito em até 6 (seis) parcelas mensais, acrescidas de correção monetária (INPC) e juros de 1% (um por cento) ao mês (art. 745-A do CPC). E, para que chegue ao conhecimento de todos, o presente Edital será publicado e afixado na forma da lei. DADO E PASSADO nesta Cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos dez (10) dias do mês de janeiro do ano de dois mil e onze (2011). Eu, (a) (Siro Sato), Supervisor de Processamentos Diversos, que o digitei e; eu, (a) (Kely Cristina Laurentino), Diretora de Secretaria da 7ª Vara Federal, Subseção Judiciária de Curitiba, que o conferi e subscrevi.

Saturno Química Comércio de Tintas e Solventes Ltda ME, Cnpj nº. 11.010.812/0001-34, torna público que requereu à Secretaria do Meio Ambiente de Curitiba a renovação da Licença de Operação para atividade de Fabricação de Tintas, Vernizes, Esmaltes e Lacas. Código de atividade 20711/00-00,e código 38394/99-00: Recuperação de Materiais não Especificados Anteriorrmente, situada à rua General Potiguara, 1260, Novo Mundo, Cep 81050-500, Curitiba/ Pr.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO O Presidente do Conselho Diretor da APEOP – Associação Paranaense dos Empresários de Obras Públicas, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelos dispositivos estatutários vigentes, vem pelo presente convocar o quadro associativo desta entidade para a Assembléia Geral Ordinária á ser realizada em 28/02/2011, para aprovação do Balanço do exercício referente ao ano fiscal de 2010. A primeira convocação se dará às 15:00 horas e em segunda convocação às 16:00 horas, na sede social desta entidade localizada na Avenida Presidente Getúlio Vargas nº 4.250 – Vila Izabel, Curitiba – Paraná. Curitiba, 07 de fevereiro de 2011. Engº José Alberto Pereira Ribeiro Presidente

T RAV . N ESTOR

1º O FÍCIO DO REGISTRO C IVIL 13º T ABELIONATO L EÃO B EL . R ICARDO A UGUSTO DE L EÃO - O FICIAL DE C ASTRO , 271 - CEP 80.020-120 C ENTRO - C URITIBA - PR EDITAL DE PROCLAMAS

F AÇO

SABER QUE PRETENDEM CASAR - SE :

1 - LEONARDO KLEBER PARRA VIOTTO E ANA LUCIA RAMIRES JAMUR. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume. CURITIBA, 17 DE FEVEREIRO DE 2011

EDITAL DE PROCLAMAS C ARTÓRIO D ISTRITAL DA B ARREIRINHA JOAQUIM VIEIRA MACIEL - TITULAR Av. Anita Garibaldi ,1250 – Ahú – Fone (41) 3352-3002/3254-8424/3252-3605 Faço saber que pretendem casar-se e apresentarem documentos exigidos pelo artigo 1525, incisos I, III e IV; I, III,IV e V do Código Civil Brasileiro em vigência, os contraentes: 01 - LUCIANO RODRIGUES MARQUES E FERNANDA CAROLINA MARZOLLO; 02 - ANDERSON GOINSKI E CAROLINA DO ROCIO LIMA BARVIK; 03 - GREGORY CECHETTO E CAROLINA FABIANO DO NASCIMENTO; 04 - RICARDO CARON E ANA ELISA GUGINSKI; 05 - JONAS MAXIMIANO NEVES E DANIELLA ESTHER OLIVEIRA LASTUCHE; 06 - LEANDRO LUIZ SANTOS E ANDREA CELLY CARVALHO BATISTA; 07 - FABIO DONIZETE PAULINO E RENATA CAETANO DOS SANTOS; 08 - EDSON PROKOT E MARIA DAS DORES TEIXEIRA DE AGUILAR; 09 - LEONARDO LOVERA E CLAUDIA ADRIANNE DA ROCHA. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume. CURITIBA, 17 DE FEVEREIRO DE 2011

EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL Nº 2009.70.00.017207-2/PR EXEQUENTE : CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF ADVOGADO : NEY DE OLIVEIRA RODRIGUES EXECUTADO : CARMELITA GOMES DE LIMA EDITAL N.º 4821146 EDITAL DE CITAÇÃO PRAZO: 30 (TRINTA) DIAS A DRA SORAIA TULLIO, JUÍZA FEDERAL SUBSTITUTA DA 4ª VARA FEDERAL, SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA, SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ, NA FORMA DA LEI, ETC.... F A Z S A B E R aos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, que por este Juízo Federal e Secretaria respectiva, tramita o processo de Execução de Título Extrajudicial acima referido, cujo objeto é a citação de CARMELITA GOMES DE LIMA, para o pagamento à exeqüente da dívida decorrente de inadimplemento em Contrato de Financiamento com Recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador n° 14.0372.173.0002507-84. Fica, por este meio, C I T A D A CARMELITA GOMES DE LIMA, CPF nº 079.545.34936, brasileira, solteira, por estar em lugar incerto e não sabido, para que pague, no prazo de 03 (três) dias, contados após decorrido o prazo do presente edital, R$ 12.399,85 (doze mil trezentos e noventa e nove reais e oitenta e cinco centavos), válido para julho de 2009, a ser devidamente corrigido até a data do efetivo pagamento, sob pena de penhora ou arresto, em tantos bens quantos bastem para garantia da dívida, e para que, querendo, apresente embargos no prazo de 15 (quinze) dias, independentemente de segurança do juízo, tudo em conformidade com os termos do processo de execução (art. 652 e ss, do CPC), e despachos. EXPEDIDO nesta cidade de Curitiba, Paraná, aos oito dias do mês de novembro de dois mil e dez (08.11.2010). Eu, (a), Léa Maria Otani, Diretora de Secretaria da 4ª Vara Federal, conferi e assino. Soraia Tullio Juíza Federal Substituta

João Pedro Gebran Neto Juiz Federal

JUÍZO DE DEREITO DA DÉCIMA QUARTA VARA CÍVEL DA COMARCA DE CURITIBA – ESTADO DO PARANÁ Avenida Cândido de Abreu, 535, 7º andar, Edifício Fórum Cível, Centro Cívico Fone (41) 3253-3521 – fax (41) 3254-3869 ELENITA YASNI SANTOS DA SILVA Escrivã EDITAL DE CITAÇÃO COM PRAZO DE 30 (TRINTA) DIAS DE TODOS OS EVENTUAIS INTERESSADOS, por estar(em) em lugar(es) incerto(s) ou não sabido O(A) Dr.(a). RENATA ELIZA FONSECA DE BARCELOS COSTA, MM. Juiz(a) de Direito da Décima Quarta Vara Civil. Desta Comarca de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, etc... FAZ SABER, a todos quantos virem o presente edital ou dele conhecimento tiverem, com prazo de 30 (trinta) dias, que por este meio citam todos os eventuais interessados, para no prazo de 15 (quinze) dias, contestarem a presente ação, querendo, sendo que não o fazendo, inclusive por não terem advogado, importará na presunção de que admitiram como verdadeiros e aceitos os fatos articulados pela requerente na inicial, referente aos autos sob nº 0046615-2010 de ação de USUCAPIÃO em que é(são) requerente(s) ROSI MARIA RIBEIRO CORDEIRO e requerido(s) AUGUSTO BETTINARDI e ANTONIETA BETTINARDI, cujo teor da petição inicial, em seu resumo, é do seguinte teor: “Através de escritura pública de compra em venda, em 16 de setembro de 1888, CAMILO PERUZZI(PERUCCI OU PERUCI) e sua mulher ANGELA MASCARELO PERUZZI(PERUCCI OU PERUCI) adquiriram área no local denominado Butiatuvinha, distrito de Santa Felicidade, em Curitiba, Objeto do Transcrição 11.929 do livro 3-D da 1ª Circunscrição de Curitiba, área esta medindo 53.084,00 m² - lote 02 da quadra 03 do loteamento Jardim Bela Itália. Seus herdeiros e sucessores idealizaram um loteamento denominado Jardim Bella Itália, tendo planejado aproximadamente 70 lotes. Deram entrada na Prefeitura com pedido de aprovação e iniciaram as vendas através de cessão de direitos hereditários. Como o loteamento acabou não sendo aprovado e tento vendido todos os lotes, os adquirentes receberam a posse dos mesmos, mas ficaram apenas com as cessões e escrituras, sem possibilidade de registro, por problemas alheios à vontade das partes. Os adquirentes tem ingressado com ações de usucapião para regularizar a área, e atualmente apenas três proprietários de lotes no referido loteamento conseguindo matrículas individuais, todas através de usucapião. Em 29 de maio de 1939, foi aberto o Inventário dos bens de Camilo e Ângela Perucci. Em 13 de outubro de 1987 ANTONIETA MARAFON BETTINARDI e seu marido venderam o lote para VALTER MAIA DE OLIVEIRA e sua mulher ROSI MARIA DE OLIVEIRA. Desde então a requerente mora no referido imóvel, exercendo de forma exclusiva a posse mansa, pacífica e ininterrupta”. E para que ninguém no futuro possa alegar ignorância, mandou passar o presente edital que será fixado no lugar de costume e publicado na forma da Lei. DADO E PASSADO, nesta cidade de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, aos Dezenove dias do mês de Janeiro do ano de Dois Mil e Onze. Eu (ass), (Elenita Yasni Santos da Silva ) Escrivã, o subscrevi. RENATA ELIZA FONSECA DE BARCELOS COSTA

COMISSÃO PRÓ-FUNDAÇÃO DO SINDICATO DAS CLÍNICAS VETERINÁRIAS, LOJAS PET SHOP E ESTABELECIMENTOS PRESTADORES DE SERVIÇOS DE ESTÉTICA ANIMAL, CUIDADORES, TRANSPORTADORES, ADESTRADORES E HOSPEDAGEM DE ANIMAIS DOMÉSTICOS NO ESTADO DO PARANÁ

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA Pelo presente Edital, a Comissão Pró-Fundação do SINDICATO DAS CLÍNICAS VETERINÁRIAS, LOJAS PET SHOP E ESTABELECIMENTOS PRESTADORES DE SERVIÇOS DE ESTÉTICA ANIMAL, CUIDADORES, TRANSPORTADORES, ADESTRADORES E HOSPEDAGEM DE ANIMAIS DOMÉSTICOS NO ESTADO DO PARANÁ — SINDIClinVET&PETSHOP, convoca todas as empresas integrantes da Categoria Econômica do comércio e prestação de serviços constituídos como clínicas veterinárias, lojas de Pet Shop, estabelecimentos prestadores de serviços na área de estética animal, de transporte, adestramento e hospedagem de animais domésticos com base territorial e de representação em todos os municípios do Estado do Paraná, para a Assembléia Geral Extraordinária, a realizar-se na forma da legislação vigente e de acordo com o Artigo 2.º, § 1º, II, da Portaria n.º 186, de 10 de abril de 2008, do Ministério do Trabalho e Emprego, para reunirem-se em Assembléia Geral que será instalada no próximo dia 24 de fevereiro de 2011 às 19h00m, com qualquer número de presentes, no endereço da Av. Rep. Argentina nº 452 - 13º andar, sala 1304, esquina da Av. Getulio Vargas, cidade de Curitiba, Paraná, para discutir e votar a seguinte pauta: 1) Fundação do Sindicato da categoria econômica identificada supra, sob a denominação de SINDICLINVET & PETSHOP; 2) Aprovação do Estatuto Social; 3) Fixação da contribuição associativa; 4) Eleição e posse dos cargos da administração e representação. CURITIBA, Paraná 17 de fevereiro de 2011. FÁBIO ASSAHI Presidente da Comissão

Weber Quartzolit muda para Weber Saint-Gobain A empresa Weber Quartzolit, empresa líder no mercado de argamassas industrializadas no Brasil, anuncia a mudança de marca para “Weber SaintGobain”, doze anos após a aquisição pelo grupo francês SaintGobain. “Buscando manter a marca quartzolit, referencia de mercado, sempre na mente de nossos clientes, adotamos, estrategicamente, para todo nosso portfólio de produtos, o sobrenome quartzolit, assim o nosso já consagrado Cimentcola interno, passou a se chamar Cimentcola Interno quartzolit e assim sucessivamente para todos os produtos”, explica o Diretor-Geral da Weber Saint-Gobain, Carlos Orlando.

A mudança de marca virá acompanhada de uma campanha publicitária com o mote “É Coisa Nossa”, desenvolvida pela agência Adag e de abrangência nacional. O projeto de comunicação desta novidade ao mercado será gradativa, até que a nova marca esteja presente e reconhecida em todos os produtos, materiais de comunicação e, principalmente, assimilada por nossos parceiros em todo o Brasil. “A mudança será para melhor, pois estamos somando à nossa já reconhecida marca os atributos do grupo Saint-Gobain como longevidade, soluções inovadoras, humanização, conforto e habitação sustentável”, finaliza o executivo.


João Carlos Calvo | jcalvo@terra.com.br

O BRASIL TEM TUDO PARA FICAR MAIS RICO... SEM PERDER A DIGNIDADE! Suponho que vou entrar, salvo erro de avaliação, em terreno minado! Mas para saber o que tem lá no "escuro", precisarei ir até onde a coragem me dê..."coragem"! Vou abordar um tema mais rico e rentável do que encontrar petróleo a menos de 1(hum) metro sob em terreno seco, ou uma mina de ouro já prontinha e a céu aberto! Vou "navegar" sobre os embalos do TURISMO! Sim, turismo aqui no Brasil. E , para a "roleta", vou explorar o lado para onde o vento me levar! Logicamente, com os cuidados devidos! Aqui, caros leitores, em nosso país, tem fundo panorâmico para qualquer gosto. Não fomos nós que escolhemos tudo o que temos, mas não exploramos este potencial tanto quanto deveríamos! Talvez por hipocrisia e, quem sabe,muito mais por(permitamme usar uma palavrinha meio marota) SACANAGEM! Explicitarei mais adiante tamanha ousadia no linguajar da minha parte! O responsável por esta "mega-sena" foi ele, sim, O VENTO, que empurrou Cabral para onde ele nem pensava ir porque tão pouco sabia da existência deste paraíso. Que com o correr dos séculos e mesmo com os desaforos que recebeu ao longo da vida, foi(e ainda continua) "aos trancos e barrancos" procurando um lugar ao sol e cheio de esperanças de que se tornará, um dia, em fulgurante realidade! Não vou contar histórias sobre Historia do Brasil. Já nos falaram muito sobre elas e cada vez que pre-tendem explicar o inexplicável me lembro de um filme musical,americano, que contava( cantando e não falando), sem nenhum compromisso histórico, o momento em que o Grande Aníbal se preparava para partir sobre Roma, das colinas onde ele, seus soldados e elefantes,etc, estavam escondidos pela escuridão da noite, na expectativa da chegada do amanhecer! Ao lado dele o historiador(contratado), para deixar narrada e registrada para a posteridade os feitos do Grande Comandante! Em voz alta, o contratado escrevia os acontecimentos e em determinado momento anota:"O Grande Aníbal se prepara para,dentro de instantes, iniciar o ataque decisivo e invadir Roma, com os 5000 elefantes"! "5000 mil não", diz Aníbal, "tenho somente 50"! "Deixa pra lá(eram íntimos): quem saberá, Aníbal, daqui à 1000 anos quantos realmente eram"? Mesmo documentadas, histórias e justiça tem, inúmeras vezes os seus descaminhos. Ambas são, quase sempre, escritas e descritas pelos vencedores e por eles são transportadas pelos séculos afora! É o que dizia Joseph Gebles, o temido chefe da propaganda do nazismo: "mentiras repetidas muitas vezes transmudam-se em verdades"! Afirmar que explorar e desenvolver o turismo independe da abertura do jogo, é uma delas! O jogo, nas suas diversidades, existe em toda parte. Há, porém, quem o deseja na clandestinidade em benefício próprio e vantagens também, pois explorá-lo, sem controle oficial, só lhes aumenta os ganhos tendo como ajuda as belezas, inúmeras e fantásticas que o Brasil lhes proporciona. E a renda daí decorrente é de poucos, quando deveria ser aplicada em favor e socorro de tantos, para não dizer de TODOS nós! Já imaginaram os benefícios que a abertura de jogos diversos e cassinos de alta categoria como,os que existem espalhados pelo planeta, nos trariam, se tivermos a coragem de enfrentar a oposição rica que abrirá, pagando o quanto lhes for cobrado, para distorcer o que trariam os recursos desta atividade, para a minimização ou redu ção sensível das nossas tristes carências de recursos? Empregos em profusão, desde as mais simples profissões nos hotéis, até as mais sofisticadas, com exigências sem limites: desde poliglotas, artistas nas mais diversas artes,etc,bastará por a imaginação à funcionar e sonhar! Para que existem PODER LEGISLATIVO(PL), PODER JURÍDICO(PJ) E PODER EXECUTIVO(PE) em nosso país ou em qualquer outro que se preze? O primeiro para fazer leis( para serem rigorosamente cumpridas), o judiciário(para aplicá-las sem tergiversações) e o executivo para executá-las( através dos seus setores respectivos,em favor e benefício da Nação)! Em CADA CASSINO deverá ser instalada uma agência da FAZENDA FEDERAL( com o "mínimo- minimorum" de supra e competentes funcionários) para exercer UMA RÍGIDA FISCALIZAÇÃO. Estes deveriam ser, talvez, os mais bem pagos da nação, para que nem de passagem lhes passasse pela cabeça a necessidade de prevaricação. Se incorressem no menor deslize, seriam sumariamente julgados por lei especifica e extremamente rigorosa! A quem não interessar se estabelecer com estas condições... salve,salve! Com providências assim vasariam turistas, nacionais e internacionais, pelo "ladrão", nos locais onde estivessem instalados os nossos cassinos, claro não ao bel dispor, mas obedecendo claras obrigações! Um "casamento" assim muito raramente correria o risco da infidelidade! Haveriam os mais diversos e esfuziantes passeios durante os dias! Às noites, espetáculos fantásticos e jogo rigorosamente confiável, nos ambientes de diversão. Pela madrugada, da hora fisicamente conveniente à cada cidadão, até a hora matinal necessária, haverá tempo para descansar e recomeçar um novo e diferente dia de recreação! Claro: os tours diurnos com horários compatíveis...pois "ninguém é de ferro"! Tudo isto para garantir e satisfazer um público exigente e absolutamente tranqüilo, pela certeza de não estar sendo surrupiado! Em quantos dias aumentaríamos a permanência dos turistas d'outras plagas entre nós? Quantos não retornariam seguidas vezes? Quanto nos renderá oferecer programas de alta qualidae? QUEM FOR CONTRA A SUGESTÃO, SEJA-O! MAS AS CLARAS. ENFIM, "VIVEMOS NUM PAÍS TROPICAL, PLENO DE BELEZAS POR NATUREZA"... E DEMOCRÁTICO onde tudo pode, menos o que a Constituição não permitir!

João Carlos Calvo, eng.civil/1954/UFPR e-mail: jcalvo@terra.com.br

Justiça&Direito

Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de fevereiro de 2011 | A8

PEDIDO DE VISTA

Adiado julgamento sobre pensão de ex-governadores Valores equivalem à remuneração dos desembargadores do TJ

O

pedido de vista feito pelo ministro Dias Toffoli interrompeu o julgamento, pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal, da Ação Direta de Inconstitucionalidade ajuizada pela OAB contra o pagamento de subsídios vitalícios para ex-governadores do Pará. Os valores equivalem à remuneração dos desembargadores do Tribunal de Justiça. Na ação, a OAB pede a declaração de inconstitucionalidade do artigo 305 da Constituição do Estado do Pará, que diz que “cessada a investidura no cargo de governador, quem o tiver exercido em caráter permanente fará jus, a título de representação, a um subsídio mensal e vitalício igual à remuneração do cargo de Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado”. Segundo a OAB, esse dispositivo ofende os princípios da impessoalidade e moralidade, além de contrariar os seguintes artigos da Constituição Federal que não prevê nem autoriza subsídios para quem não é ocupante de cargo público: artigo 201, parágrafo 7°, incisos I e II que determina que “é assegurada aposentadoria no regime geral de previdência social, nos termos da lei, obedecidas as seguintes condições: I - trinta e cinco anos

Carlos Humberto/SCO/STF

E utruco voc ê Retruca ocê

Pedido de vista feito pelo ministro Dias Toffoli interrompeu o julgamento, pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal, da Ação Direta de Inconstitucionalidade ajuizada pela OAB contra o pagamento de subsídios vitalícios para ex-governadores do Pará.

de contribuição, se homem, e trinta anos de contribuição, se mulher; II - sessenta e cinco anos de idade, se homem, e sessenta anos de idade, se mulher, reduzido em cinco anos o limite para os trabalhadores rurais de ambos os sexos e para os que exerçam suas atividades em regime de economia familiar, nestes incluídos o

produtor rural, o garimpeiro e o pescador artesanal”, e inciso XIII do artigo 37: “é vedada a vinculação ou equiparação de quaisquer espécies remuneratórias para o efeito de remuneração de pessoal do serviço público”. Para a relatora do caso e única a votar até então, ministra Cármen Lúcia, ex-go-

Ministro Luis Adams quer instalar escritório da AGU no Senado A Advocacia-Geral da União pretende instalar um escritório de representação no Senado Federal. Em encontro realizado nesta terça-feira (15/2), o advogadogeral da União, ministro Luís Inácio Adams, e o presidente do Senado, José Sarney, discutiram um convênio entre as áreas jurídicas das duas instituições. A proposta será analisada pela área jurídica do Senado e uma posição deve ser definida nas próximas semanas. Segundo Adams, o objetivo é aprimorar a representação judicial do Senado com mecanismos de integração e de troca de informações. "Isso não tem a ver com um problema específico, mas é mais um processo de instalação e estruturação dessa atividade de representação da Casa, da União", explicou. José Sarney afirmou que o Senado pretende promo-

José Sarney afirmou que o Senado pretende promover o intercâmbio e que adotará as medidas para que escritório comece a funcionar o quanto antes.

ver o intercâmbio e que adotará as medidas para que isso comece a funcionar o quanto antes. A AGU tem a função, constitucional, de representar judicialmente aos três Poderes da União: Executivo, Legislativo e Judiciário. O convênio pretende atender uma determinação cons-

titucional. No ano passado, a AGU assinou convênios semelhantes com a Câmara dos Deputados onde já funciona um escritório de representação da AGU, assim como existe no Conselho da Justiça Federal, Conselho Nacional de Justiça e no Tribunal de Contas da União.

Prédio do TRT é desocupado em SP Um prédio do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, na Rua da Consolação, no bairro da Consolação, em São Paulo, foi desocupado nesta terça-feira (15/2) depois que um laudo técnico apontou problemas como fissuras, trincas, vibração e afundamento das lajes. O prédio era alugado pelo TRT por R$ 100 mil mensais. As informações são do jornal Folha de S. Paulo. Segundo o laudo, o prédio, que tem 40 anos e tinha vida útil de 60 anos, "já está excedendo o limite". E, por

isso, é necessária sua "recuperação estrutural". Os problemas, causados pela falta de duas vigas paralelas, eram conhecidos pelo tribunal, que permanece ali desde 1993. Segundo o TRT, laudos feitos em 2000 e 2009 não recomendavam a retirada. O Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal de São Paulo (Sintrajud) já havia recebido várias denúncias de servidores que tinham medo que o prédio corresse risco de cair porque existiam deformações em diversas salas. Como a maioria dos problemas eram no

centro das salas, o setor de engenharia do TRT orientava que os processos fossem colocados próximos às vigas ou nas extremidades dos pavimentos, o que fazia com que alguns processos ficassem nos banheiros. Os serviços dos dez setores administrativos que funcionam no prédio ficarão suspensos, no mínimo, até próxima sexta-feira (25/2), quando os 101 funcionários serão instalados em outros três prédios do tribunal. Com isso, os recursos que estavam nesses setores poderão atrasar.

vernadores não são mais agentes públicos e, portanto, “não se pode cogitar de vinculação de categoria remuneratória, no caso, a de desembargador do TJ”. Dessa forma, entende que o dispositivo estende o subsídio a quem não trabalha mais no Estado, e, por isso, não teria como nem porque ser remunerado.

TST chega aos celulares com acesso à internet Desde terça-feira (15/ 2) o Tribunal Superior do Trabalho passou a disponibilizar aos usuários de dispositivos móveis os serviços "Notícias", "Acompanhamento Processual", "Jurisprudência" e "Pedido de Preferência". Os serviços, mais procurados no site do TST foram formatados para essa tecnologia, que possibilita a navegação por meio de aparelhos como celulares com acesso à internet, tablets como o Ipad, Galaxy. O acesso é feito pelo Portal do TST. O TST é pioneiro ao dar um caráter interativo para esse tipo de serviço. Com o "Pedido de Preferência", os advogados podem solicitar online que seus processos integrem a lista de prioridade nas sessões de julgamento, com pedido de sustentação oral, quando couber. Para o presidente do tribunal, ministro Milton de Moura França, essa é mais uma etapa na trajetória seguida desde o início de sua gestão, com o objetivo de ampliar a visibilidade do TST na sociedade, através da transparência e da modernidade. Além do processo eletrônico, plenamente instalado no tribunal, os usuários do TST já dispõem das transmissões ao vivo das sessões de julgamento, realizadas às terças, quartas e quintas-feiras, no canal no You Tube e no Twitter.


Economia Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de fevereiro de 2011 | B1 | Indústria&Comércio

EMPRESAS

Fusões e aquisições no País superam R$ 180 bi em 2010 Valor do ano passado é 55% maior do que o registrado em 2009

A

s fusões, aquisições e reestruturações soci etárias em 2010 alcançaram volume de R$ 184,8 bilhões, o maior número registrado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) considerando a atual metodologia, que foi aplicada aos dados desde 2006. O valor é 55% maior do que o registrado em 2009 e 35% superior aos dados de 2007, ano recorde até então. “O ano de 2010 representou uma mudança de patamar no setor de fusões e aquisições. Os

dois semestres do ano foram maiores do que qualquer outro semestre e a tendência é de continuidade. 2011 já começou forte e deve manter ou superar o volume registrado no ano passado”, afirma o presidente do Subcomitê de Fusões e Aquisições da Anbima, Bruno Amaral. Considerando o número de operações em 2010, houve um crescimento de 51% em relação a 2009, passando de 95 para 143 operações. Dessas, 31% foram transações acima de R$ 1 bilhão, sendo que três apresentaram valores superi-

ores a R$ 10 bilhões: Portugal Telecom e Telefônica; Tam e Lan; e Shell e Cosan. No segundo semestre, o volume, de R$ 93,1 bilhões, foi 56% maior do que os R$ 59,8 bilhões do mesmo período de 2009. Em quantidade de operações, o crescimento da segunda metade do ano foi de 45%, passando de 47 para 68 operações. Diferente dos anos de 2008 e 2009, quando o volume de aquisições entre empresas brasileiras representaram mais de 70% do volume negociado, em 2010 o destaque foram as compras de empresas

brasileiras por estrangeiras. Foram 39 transações, com valor total de R$ 56,9 bilhões, ou 31% do volume. O setor de TI e Telecom, influenciado pela aquisição da participação da Portugal Telecom na Brasilcel (Vivo) pela Telefônica, por R$ 18,2 bi, respondeu por 18% do volume negociado em 2010, seguido pelo setor de Agronegócio, com 13,2%, e Metalurgia e Siderurgia, com 12,6%. Quanto ao número de operações, os setores de Agronegócio e Energia foram os líderes, com 11,1% e 8,4% das transações respectivamente.

Brasil vai CONFIANÇA ampliar as Empresários industriais estão relações comerciais com menos otimistas, mostra pesquisa países da África Luciene Cruz e Roberta Lopes

O Brasil está próximo de fechar um acordo comercial com países africanos. Após reunião com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, embaixadores de 15 países africanos que integram a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla em inglês) demonstraram interesse em ampliar as relações comerciais com o Brasil. Segundo o embaixador da Namíbia, Lineekela Mhoti, a aproximação vai beneficiar a todos. “A intenção é atrair investimentos brasileiros em setores estratégicos para a economia dos países membros da SADC, como construção de aeroportos, mineração, turismo e qualificação de mão de obra”, afirmou. Para o ministro Fernando Pimentel, a aproximação com os países africanos é uma das prioridades do governo da presidenta da República, Dilma Rousseff. “O Brasil quer ser um parceiro estratégico e permanente da África”. Para consolidar a proposta, o ministério prepara uma missão comercial ao Continente Africano no próximo semestre. A soma das riquezas produzidas pelos 15 países da SADC soma US$ 482 bilhões para um a população de 258 milhões de habitantes.

BIOENERGIA O Ministério das Relações Exteriores e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) firmaram acordo de cooperação para financiar estudos na área de bioenergia em países da África. Benim, Burkina Faso, Costa do Marfim, Guiné-Bissau, Máli, Níger, Senegal e Togo, todos integrantes da União Econômica e Monetária do Oeste Africano (Uemoa) serão beneficiados.

Camex reduz taxas de importação de 417 produtos até 2012 Christina Machado

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) reduziu para 2%, até 30 de junho de 2012, as alíquotas do Imposto de Importação incidentes sobre 417 produtos, entre bens de capital (máquinas e equipamentos) e itens de informática e telecomunicações. As alíquotas anteriores variavam de 12% a 14%. A resolução que traz a relação dos produtos foi

publicada na edição desta quinta-feira (17/02) do Diário Oficial da União. O mecanismo é usado pelo governo desde 2003, para que a iniciativa privada possa adquirir no exterior bens de informática e telecomunicações que não são produzidos no Brasil. Os investimentos previstos nos projetos beneficiados com a queda do imposto de importação somam US$ 2,1 bilhões.

Inflação diminui em seis das sete capitais pesquisadas pela FGV Thais Leitão

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) diminuiu em seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) na segunda semana de fevereiro. De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (16/02), apenas Porto Alegre apresentou acréscimo na taxa, passando de 0,86% na semana encerrada em 7 de fevereiro para 0,90% no levantamento de 15 de fevereiro. A principal redução no IPCS foi observada em Salvador. Na capital baiana, a taxa diminuiu 0,43 ponto percentual ao passar de 1,05% para 0,62%. O resultado foi influenciado pela diminuição das taxas de cinco das sete classes de des-

pesa que compõem o índice, principalmente educação, leitura e recreação (de 3,65% para 2,42%) e transportes (de 3,73% para 2,53%). Em seguida, aparecem São Paulo (de 1,30% para 0,88%), que é a capital com maior peso na formação do IPC-S; o Rio de Janeiro (de 1,24% para 0,93%); Brasília (de 0,80% para 0,50%); Recife (de 0,75% para 0,50%) e Belo Horizonte (de 0,93% para 0,70%). Na média nacional, o índice atingiu 0,82% na segunda prévia de fevereiro. A taxa é 0,34 ponto percentual menor do que a registrada na pesquisa anterior. O IPC-S é medido semanalmente pela FGV e registra a variação de preços, em sete capitais, no período de um mês.

Tensão leva petróleo à cotação mais alta em dois anos Da BBC Brasil

Por região, os empresários do Sul foram o que apresentaram a maior mudança no otimismo, com queda de 7,3 pontos Daniel Lima

A pesquisa Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), divulgada nesta quintafeira (17/02) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), mostra que o setor está menos confiante em 2011. O levantamento indica que o otimismo caiu 6 pontos em fevereiro deste ano ante o mesmo período do ano passado, passando de 67,8 para 61,8 pontos. Os dados foram coletados entre os dias 31 de janeiro e 14 de fevereiro. Para a CNI, “a queda no otimismo é resultado do resfriamento da atividade econômica nos últimos meses”. Mesmo assim, os empresários continuam confiantes, pois o indicador, que pode variar de 0 a 100 pontos, ficou em 61,8. Acima de 50 pontos, o Icei indica que os empresários estão confiantes. O índice também está 2,1 pontos

acima da média histórica, que é de 59,7 pontos, informou a CNI. A mudança no otimismo dos empresários foi observada na pesquisa em todos os portes de empresas, nessa mesma base de comparação. Entre as de pequeno porte, o indicador caiu de 66,1 para 61,1 pontos. Nas médias empresas, diminuiu de 66,6 para 59,9 pontos e, entre as grandes, de 69,9 para 63,7 pontos. Por região, os empresários do Sul foram o que apresentaram a maior mudança no otimismo, com queda de 7,3 pontos – de 67,2 pontos, em fevereiro de 2010, para 59,9 pontos, em igual mês deste ano. Já no Centro-Oeste, a redução foi menor e o índice recuou de 69,3 para 65,9 pontos, uma queda de 3,4 pontos. Na análise por ramos industriais, o otimismo cresceu mais nos setores outros equipa-

mentos de transporte; indústrias diversas; limpeza e perfumaria, e veículos automotores. As maiores quedas foram nos setores de máquinas e equipamentos; plástico; edição e impressão; metalurgia básica; e máquinas e materiais elétricos. Para os próximos seis meses, o índice de expectativa dos empresários passou de 65,4 para 65,5 pontos em fevereiro ante janeiro, mas em comparação com fevereiro de 2010 (71 pontos) caiu 5,5 pontos. Esse item da pesquisa leva em consideração a expectativa dos empresários em relação à economia, que caiu de 67,9 para 61,3 pontos, e em relação à empresa, que diminuiu de 72,6 para 67,7 pontos em fevereiro, em comparação ao mesmo período do ano passado. Foram ouvidas 1.839 empresas, das quais 1.028 são pequenas, 561 médias e 250 grandes.

Percentual de cheques sem fundos é o menor dos últimos seis anos A emissão de cheques sem fundos, em janeiro, foi a menor desde 2005 na comparação com igual mês dos anos anteriores. Segundo levantamento da empresa de consultoria Serasa Experian, 1,7% do total de cheques compensados não tinha fundos, percentual que ficou abaixo do de dezembro, quando havia oscilado em 1,72%, mas superou ligeiramente o resultado de novembro de 2010

Aumento de capital permitirá que BNDES mantenha seus empréstimos, diz Coutinho Elza Fiúza/ABr

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, assinam acordo

CONFIANÇA

Marli Moreira

A tensão em diversos países do Oriente Médio têm se refletido num aumento do preço do barril de petróleo, que nesta quinta-feira (17/ 02) atingiu o seu nível mais alto em dois anos em Londres. O barril do petróleo tipo brent, negociado na capital londrina, chegou a ser negociado a US$ 104 para entrega em abril, mas depois recuou para pouco mais de US$ 103. Em Nova York, o barril do tipo west texas intermediate atingiu US$ 85 nas negociações pela manhã. Investidores temem que a onda de protestos e confrontos entre manifestantes que

já provocou a queda dos governos da Tunísia e do Egito possa interromper a produção de petróleo na região. Há uma semana, o principal foco de preocupação de investidores da área do petróleo era o Egito. Havia temores de que os protestos violentos no país poderiam interromper o suprimento de petróleo através do estratégico Canal de Suez, por meio do qual inúmeras empresas internacionais enviam as suas cargas. Agora, a preocupação passou a ser a produção em dois importantes fornecedores, Líbia e Bahrein, onde foram registrados protestos nos últimos dias.

(1,68%). Em janeiro do ano passado, a taxa tinha sido de 1,85%. O resultado de janeiro indica que a cada mil cheques compensados 17 não tinham a provisão necessária na conta do correntista para a quitação do débito. No mês passado, o número de documentos compensados em todo o país atingiu 169,8 milhões dos quais 2,8 milhões foram devolvidos. Na análise técnica da Serasa, a queda no movimento na comparação com o mesmo período

dos anos anteriores é “reflexo da evolução favorável do mercado de trabalho durante 2010”. Os economistas da companhia alertaram sobre os riscos de uma tendência de reversão nos meses de fevereiro e março, períodos em que o orçamento familiar fica mais apertado por conta das despesas com impostos como o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto sobre a Propriedade dos Veículos Automotores (IPVA).

Roberta Lopes

O aumento do capital social do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), de R$ 6,4 bilhões, publicado nesta quinta-feira (17/02), no Diário Oficial da União (DOU), servirá para reforçar os cofres da instituição. Com o aumento de capital, o BNDES poderá manter, “de maneira saudável e tranquila”, seus empréstimos ao longo do ano de 2011, disse o presidente do banco, Luciano Coutinho, que firmou, também nesta quinta, em Brasília acordo de cooperação técnica com o ministro das Relações Exteri-

ores, Antonio Patritota. O Decreto 7.439, publicado no DOU, autoriza o aumento do capital social do BNDES em até R$ 6,4 bilhões por meio de transferência de ações da Petrobras. De acordo com decreto, caberá à Secretaria do Tesouro Nacional adotar as providências referentes à transferência de titularidade dos papéis. O mesmo decreto autoriza o aumento de capital social da Caixa Econômica Federal em até R$ 2,2 bilhões, também pela transferência de ações da estatal de petróleo e das Centrais Elétricas Brasileiras (Eletrobras).


Finanças Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de fevereiro de 2011 | B2

INDICADORES FINANCEIROS E ECONÔMICOS IBOVESPA (+0,16%)

RESUMO IBOVESPA Pregão de 17 de fevereiro de 2011 (18h30) Discriminação Negócios Títulos/mil Lote Padrão 382.158 1.394.316 Fracionário 7.531 718 Demais Ativos 3.872 9.529.249 Total a Vista 393.561 10.924.284 Ex Opções Compra 14 13 Termo 1.087 7.143 Opções Compra 88.241 296.932 Opções Venda 336 2.393 Opções Compra Índice 21 3 Opções Venda Índice 58 11 Total de Opções 88.656 299.340 BOVESPA Fix 11 (*) Total Geral 483.329 11.230.782 Partic. Novo Mercado 206.774 Partic. Nível 1 172.629 Partic. Nível 2 11.681 Partic. Balcão Org. Tradicional109 Partic. Ibovespa 316.752 Partic. IBrX 50 288.947 Partic. IBrX 100 351.459 Partic. ISE 159.918 Partic. ICO2 229.362 Partic. ITEL 10.784 Partic. IEE 22.019 Partic. INDX 126.413 Partic. ICON 51.534 Partic. IMOB 38.575 Partic. IFNC 98.935 Partic. IVBX2 160.750 Partic. IGC 325.015 Partic. IGCT 316.102 Partic. ITAG 270.868 Partic. MLCX 309.988 Partic. SMLL 55.239

Part.(%) 12,41 0,00 84,84 97,27 0,00 0,06 2,64 0,02 0,00 0,00 2,66 0,00 100,00

Valor em R$(mil) 5.631.794,15 4.894,02 45.674,37 5.682.362,55 366,31 77.672,72 197.959,07 2.457,78 2.884,49 13.562,41 216.863,75 263,31 5.977.528,67

Part.(%) 94,21 0,08 0,76 95,06 0,00 1,29 3,31 0,04 0,04 0,22 3,62 0,00 100,00

1,69 2,07 0,05 0,00 2,07 1,97 2,30 0,76 1,56 0,04 0,06 0,81 0,25 0,23 0,60 1,03 2,14 2,04 1,87 1,86 0,54

2.451.651,23 2.297.713,16 129.047,77 1.204,54 4.856.776,96 4.567.615,92 5.166.802,80 2.637.477,23 3.434.918,18 75.737,67 236.384,48 1.402.694,81 612.457,60 314.515,83 1.439.851,20 1.611.985,17 4.687.605,62 4.474.971,98 3.424.830,57 4.879.007,86 474.755,19

41,01 38,43 2,15 0,02 81,25 76,41 86,43 44,12 57,46 1,26 3,95 23,46 10,24 5,26 24,08 26,96 78,42 74,86 57,29 81,62 7,94

190.210 233.466 6.485 611 233.272 221.371 258.731 85.887 175.500 5.543 7.803 91.512 28.738 26.567 68.156 115.761 241.159 229.702 210.165 209.101 61.595

EXERCÍCIO DE OPÇÕES SOBRE O IBOVESPA MOVIMENTA R$2,47 BILHÕES NA BM&FBOVESPA

Intraday: 67.578 - Max: 67.875 - Min: 67.106 - Ult: 67.685 - Média Móvel Adaptativa: 67.545

O exercício de opções sobre o Índice Bovespa (Ibovespa) movimentou no dia 16/02 R$ 2,47 bilhões, com 36.320 contratos negociados. Do volume de operações exercidas, R$1,48 bilhão referem-se a opções de venda e R$991,70 milhões referem-se a opções de compra. O Ibovespa a vista encerrou a sessão em alta de 1,85%, aos 67.570,76 pontos. Contratos que obtiveram os maiores volumes de exercício: * Série a 68 mil pontos movimentou R$ 707,2 milhões em opções de venda; * Série a 70 mil pontos movimentou R$578,2 milhões em opções de venda; * Série a 67 mil pontos movimentou R$556,1 milhões em opções de compra; * Série a 66 mil pontos movimentou R$435,6 milhões em opções de compra; * Série a 72 mil pontos movimentou R$93,6 milhões em opções de venda.

Fonte: ADVFN Brasil - OBS: 5 dias CIELO ON NM (+7,08%) Intraday: 12,00 - Max: 13,02 - Min: 12,00 - Ult: 12,90 - Média Móvel Adaptativa: 12,76

Vencimento de Ibovespa Futuro No segmento BM&F, ocorreu o último dia de negociação do contrato de Ibovespa Futuro com vencimento em fevereiro de 2011 (G11). Foram negociados 29.905 contratos para este vencimento, que representaram volume financeiro de R$2 bilhões. O ajuste do dia ficou em 67.274,000 pontos. O número de contratos negociados nos quatros vencimentos no Ibovespa Futuro foi de 115.460 e o volume financeiro de R$7,81 bilhões.

(*) 230 BOVESPAFIX Fonte: Bovespa

Fonte: ADVFN Brasil - OBS: 5 dias USIMINAS ON NM (-4,29%) Intraday: 28,00 - Max: 28,00 - Min: 26,81 - Ult: 27,00 - Média Móvel Adaptativa: 27,12

OSCILAÇÕES Pregão de 17 de fevereiro de 2011 MAIORES OSCILAÇÕES Mercado a Vista Maiores Altas Ação Atualizado às SANTANENSE ON GLOBEX ON RENOVA UNT N2 #CIELO ON NM PRO METALURG PNB*

Fonte: Bovespa

Preço (R$) 17:47:37 17:42:34 18:10:30 18:52:13 17:52:17

Osc.(%) 2,55 25,50 25,00 12,85 0,31

8,97 % 8,51 % 7,20 % 7,08 % 6,90 %

Preço (R$) 18:14:30 18:07:25 18:05:00 12:34:00 16:09:20

Osc.(%) 0,51 0,05 81,08 34,00 3,20

-32,89 % -16,67 % -16,66 % -10,53 % -9,09 %

Preço (R$) 18:52:13 18:49:29 18:10:01 18:53:10 18:47:18

Osc.(%) 12,85 20,56 17,11 20,25 41,32

7,08 % 5,87 % 3,70 % 3,11 % 2,53 %

Preço (R$) 18:51:41 18:06:01 18:53:52 18:51:02 18:52:56

Osc.(%) 26,82 7,35 18,79 13,23 27,30

-4,21 % -3,29 % -3,14 % -2,43 % -2,36 %

DÁ PARA APLICAR EM AÇÕES COM POUCO

Maiores Baixas Ação Atualizado às BHG DO 18,50 TECTOY PN * MONT ARANHA ON SONDOTECNICA PNA CONST BETER PNB* MB

Ações do IBOVESPA Maiores Altas Ação #CIELO #REDECARD #DURATEX #USIMINAS #COPEL

Atualizado às ON NM ON NM ON EJ NM PNA N1 PNB N1

ÍNDICADORES ECONÔMICOS

Maiores Baixas Ação Atualizado às #USIMINAS ON N1 #TIM PART S/A ON #HYPERMARCAS ON NM #MRV ON NM #SID NACIONAL ON

MAIS NEGOCIADAS Mercado a Vista Ação Atualizado às Volume (R$ Mil) #VALE PNA N1 18:54:00 #PETROBRAS PN 18:54:23 #ITAUUNIBANCO PN N1 18:54:34 #BRASIL ON NM 18:54:06 #OGX PETROLEO ON NM 18:50:38

Part.(%) 631.278,47 523.497,02 361.733,32 299.940,91 254.140,35

11,08 % 9,19 % 6,35 % 5,27 % 4,46 % Fonte: Bovespa

Pregão de 17 de fevereiro de 2011 COMPORTAMENTO NO DIA 67.579 9.482 21.903 2.111 1.072 1.547 27.767 10.540 5.828 7.382 2.104 9.423 967 1.344 1.550 920 3.573

Mínimo 67.106 9.425 21.775 2.102 1.064 1.533 27.644 10.462 5.802 7.345 2.091 9.370 961 1.338 1.543 907 3.547

Máximo 67.875 9.520 21.982 2.120 1.076 1.549 27.810 10.580 5.857 7.419 2.115 9.476 970 1.350 1.556 926 3.615

Fechamento 67.684 9.496 21.929 2.118 1.074 1.537 27.682 10.527 5.835 7.408 2.112 9.460 969 1.345 1.550 911 3.604

MÁXIMO E MÍNIMO NO ANO Máximo 71.632 9.957 22.942 2.179 1.138 1.583 28.401 11.206 6.184 7.810 2.218 10.028 1.011 1.451 1.698 1.038 3.812

IBOVESPA IBrX 50 IBrX ISE ICO2 ITEL IEE INDX IVBX-2 IGC IGCT ITAG MLCX SMLL ICON IMOB IFNC

Mínimo 12/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 5/1/2011 24/1/2011 14/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 5/1/2011 12/1/2011 12/1/2011 5/1/2011 3/1/2011 5/1/2011

64.217 8.965 20.742 2.009 1.009 1.469 27.148 10.021 5.568 6.987 1.986 8.872 915 1.273 1.456 868 3.281

9/2/2011 9/2/2011 9/2/2011 9/2/2011 9/2/2011 3/1/2011 28/1/2011 10/2/2011 9/2/2011 9/2/2011 9/2/2011 9/2/2011 9/2/2011 10/2/2011 10/2/2011 10/2/2011 4/2/2011

EVOLUÇÃO DOS FECHAMENTOS Na IBOVESPA IBrX 50 IBrX ISE ICO2 ITEL IEE INDX IVBX-2 IGC IGCT ITAG MLCX SMLL ICON IMOB IFNC

semanaEm uma semana No mês Em um mês 2,93% 4,81% 1,67% -4,14% 3,42% 5,43% 2,29% -3,20% 3,34% 5,26% 2,18% -3,17% 3,24% 4,93% 2,22% -2,38% 3,45% 6,04% 2,49% -4,11% 0,90% 1,57% -0,83% -0,05% 1,23% 1,57% 1,05% -2,15% 2,83% 5,05% 1,90% -4,63% 2,64% 4,63% 0,48% -4,84% 3,42% 5,65% 2,27% -4,13% 3,49% 5,84% 2,75% -3,74% 3,78% 6,31% 3,19% -3,89% 3,37% 5,32% 2,27% -2,97% 3,60% 5,62% 1,90% -5,76% 4,07% 6,45% 1,63% -6,12% 1,07% 5,01% -0,29% -8,70% 4,81% 8,32% 5,10% -2,34%

No ano Em um ano -2,34% 0,60% -1,43% 1,29% -1,39% 3,00% 1,48% 10,30% -2,89% 0,00% 6,44% 8,33% 1,62% 12,26% -3,82% 4,82% -3,40% 3,69% -2,90% 9,58% -1,40% 9,30% -3,91% 8,83% -1,07% 2,85% -6,57% 14,57% -7,92% 14,98% -12,05% -0,63% -3,76% 8,72% Fonte: Bovespa

AGRONEGÓCIO

Bolsas Bovespa Nasdaq Merval Londres Paris Tóquio Frankfurt DJ BT 20 Dow Jones

Último 67713 2831.95 3540.67 6087.38 4152.31 10836.64 7405.51 36421.47 12313.53

ÍNDICE TR E POUPANÇA % +0.20 +0.22 -0.13 +0.03 +0.02 +0.26 -0.11 +0.56 +0.21

Hora 17:23 14:36 16:36 11:50 11:36 03:37 12:00 14:40 14:46

Data 17/02 17/02 17/02 17/02 17/02 17/02 17/02 17/02 17/02 Fonte: CMA

Moedas Dólar Com. Dólar Par. Dólar Tur. Euro x Dólar Euro X Real Dólar Ptax

Compra 1.6610 1.7000 1.6200 1.3605 2.2598 1.6696 1.665

Venda 1.6630 1.8200 1.7800 1.3606 2.2627 1.6704 1.6655

% -0.53 +0.55 +0.00 +0.24 -0.27 +0.00 -0.50

Hora 17:02 12:06 16:09 17:34 17:34 08:10 17:46:42

Data 17/02 13/12 17/02 17/02 17/02 16/02 17/02 Fonte: CMA

Valor 104,29 333,95 1.107,00 26.80 30,55

% -0,52 -0,01 -0,18 -2,01 -1,58

Praça Valor % SP 74,82 -0,66 SP 390,09 +0,97 RS 22,51 +0,30 MS 725,99 +0,20 SP 103,80 -0,14 SP 502,24 +0,27 PR . . Camp. 31,75 +0,07 PR 49,44 -1,22 Fontes: Página Rural, BM&F e CEPEA (Cotações de 16/02/2011)

PAPEL Poupanca dia Taxa Referencial Taxa Referencial para o mes presente

VALOR 0.64040 0.0069 0.0524

HORA 08:10 12:04 08:10

DATA 17/02 16/02 01/02

VALOR 0.83 0.66 0.95

HORA 08:10 08:10 08:10

DATA 31/01 10/02 16/02

VALOR 1.260865 11.17 0.25 10.37 1.258722 1.260865 1.258722

HORA 17:04 17:04 16:09 15:52 17:04 16:09 16:09

DATA 16/02 16/02 29/04 11/05 16/02 16/02 16/02

Valor 76.4 1384.61

Hora 17:08:57 19:40

Data 17/02 17/02

INFLAÇÃO PAPEL Indicador Valor Data IGPM (%mes) IPC-FIPE (%mes)

JUROS PAPEL Taxa Selic (%mes) Taxa Selic (%ano) Taxa do FED (%ano) CDB 30 dias (Prefixado) CDI - Over CDI Andima no dia CDI Dia - Cetip

OURO Ouro Spot - BMF (250g) Ouro NY (Onca Troy)

RISCO PAÍS BRASIL

Último 168

% -2.89

Hora 14:32

Data 17/02 Fonte: CMA

BASE DE CÁLCULO DE JUROS E REAJUSTES 2010/2011 2010 INPC IPCA IGP-M IGP-DI CUB-PR INCC-DI TR POUPANÇA TJLP Fonte IBGE IBGE FGV FGV SINDUSCON/PR IBGE/CEF B.Central Governo COPOM Mês Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Jan 0,24 0,75 0,63 1,01 0,20 0,64 0,0000 0,5000 0,5000 Fev 0,70 0,78 1,18 1,09 0,18 0,36 0,0000 0,5000 0,5000 Mar 0,71 0,52 0,94 0,63 0,24 0,75 0,0792 0,5800 0,5000 Abr 0,73 0,57 0,77 0,72 0,17 0,84 0,0000 0,5000 0,5000 Mai 0,43 0,43 1,19 1,57 0,38 1,81 0,0510 0,5513 0,5000 Jun -0,11 0,00 0,85 0,34 0,51 1,09 0,0589 0,5592 0,5000 Jul -0,07 0,01 0,15 0,22 5,75 0,44 0,1151 0,6157 0,5000 Ago -0,07 0,04 0,77 1,10 0,20 0,14 0,0909 0,5914 0,5000 Set 0,54 0,45 1,15 1,10 0,27 0,21 0,0702 0,5706 0,5000 Out 0,92 0,75 1,01 1,03 0,12 0,20 0,0472 0,5474 0,5000 Nov 1,03 0,83 1,45 1,58 0,16 0,37 0,0336 0,5338 0,5000 Dez 0,60 0,63 0,63 0,38 0,05 0,67 0,1406 0,6413 0,5000 No ano 6,4652 5,9090 13,9124 11,3058 8,41 7,7717 0,6887 6,8991 6,0000 12 meses 6,4652 5,9090 13,9124 11,3058 8,41 7,7717 0,6887 6,8991 6,0000

SELIC Rec.Fed. Mensal (%) 0,7150 0,6455 0,7150 0,6956 0,7738 0,7883 0,8447 0,8710 0,8579 0,8169 0,8169 0,8710 9,9000 9,9000

DÓLAR B.Central Mensal (%) 5,53 - 2,90 - 0,94 -1,75 5,13 - 1,90 - 2,23 0,34 - 3,14 1,30 0,35 -2,34 -4,26 -4,26

PIB DESEMPREGO Governo IBGE/CEF Trimest.(%) Mensal (%) 9,3 7,20 9,3 7,40 9,3 7,60 9,2 7,30 9,2 7,30 9,2 7,00 6,7 6,90 6,7 6,70 6,7 6,20 — 6,10 — 5,70 — 5,30 8,4 — 7,5 —

SELIC Rec.Fed. Mensal (%) 0,8859 0,8212 — — — — — — — — — — 1,7100 10,2800

DÓLAR B.Central Mensal (%) 1,39 1,00 — — — — — — — — — — 1,3900 1,3900

PIB DESEMPREGO Governo IBGE/CEF Trimest.(%) Mensal (%) — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — — —

2011 INPC IPCA IGP-M IGP-DI CUB-PR INCC-DI TR POUPANÇA TJLP Fonte IBGE IBGE FGV FGV SINDUSCON/PR IBGE/CEF B.Central Governo COPOM Mês Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Mensal (%) Jan — — 0,79 — 0,08 — 0,0715 0,5719 0,5000 Fev — — — — — — 0,0524 0,5527 0,5000 Mar — — — — — — — — 0,5000 Abr — — — — — — — — — Mai — — — — — — — — — Jun — — — — — — — — — Jul — — — — — — — — — Ago — — — — — — — — — Set — — — — — — — — — Out — — — — — — — — — Nov — — — — — — — — — Dez — — — — — — — — — No ano — — 0,7900 — 0,0800 — 0,1239 1,1277 1,5000 12 meses — — 11,4990 — 8,2800 — — — 6,0000 Fonte: Portal Brasil-Economia; Empresário Online; SINDUSCON-PR; IBGE

INSS: CONTRIBUIÇÃO MENSAL

SALÁRIO MÍNIMO PARANÁ

Portaria MPS/MF nº 408, 17/08/2010, atualizada em 01/01/2011

De Maio/2010 a Abril 2011

Fonte de Contribuição

Valor Alíquota Contribuição Documento (R$) (%) (R$) Contribuição

EMPREGADOR Venc. Fev Mar Abr Mai Mai

FÍSICO Índice Açúcar Algodão Arroz Bezerro Boi Gordo Café Etanol Milho Soja

PRINCIPAIS BOLSAS

Contribuinte

FUTURO Índice Boi Gordo Café Etanol Hid. Milho Soja

MOVIMENTAÇÃO DIÁRIA Informações de 17 de fevereiro de 2011

CÂMBIO

ÍNDICES BOVESPA Abertura IBOVESPA IBrX 50 IBrX ISE ICO2 ITEL IEE INDX IVBX-2 IGC IGCT ITAG MLCX SMLL ICON IMOB IFNC

Fonte: ADVFN Brasil - OBS: 5 dias

Valor mínimo Valor Máximo

Pró-labore Pró-labore

540 3.689,66

11 11

59,40 405,96

GPS GPS

510 3.689,66 3.689,66

20 20 11

108,00 737,93 405,86

Carnê Carnê Carnê/GPS*

AUTÔNOMO Valor mínimo Valor Máximo Valor Máximo

Pessoa Física Pessoa Física Pessoa Jurídica

Valor mínimo Não definida Valor Máximo Não definida Até 1.106,90 De 1.106,91 até 1.844,83 De 1.844,84 até 3.689,66

540 3.689,66

20 20

108,00 737,93

Carnê Carnê 8,00% 9,00% 11,00% Fonte: Empresário On Line - INSS - Sebrae/PR

R$ 663,00 R$ 688,50(*) R$ 714,00 R$ 765,00 Fonte: Sebrae/PR

IRPF: TABELA PROGESSIVA MENSAL Base de Cálculo Até R$ 1.499,15 De R$ 1.499,16 até R$ 2.246,75 De R$ 2.246,76 até R$ 2.995,70 De R$ 2.995,71 até R$ 3.743,19 Acima de R$ 3.743,19

Julaina Garçon (Bovespa)

INSCREVA-SE PARA O CURSO "TRANSIÇÃO DE SÓCIOS DE EMPRESAS FAMILIARES" DO INSTITUTO EDUCACIONAL BM&FBOVESPA Estão abertas as inscrições para o curso Transição de Sócios de Empresas Familiares, que será realizado pelo Instituto Educacional BM&FBOVESPA, em parceria com o IBGC - Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. O objetivo do curso é oferecer subsídios para o melhor entendimento da empresa familiar e apresentar os principais benefícios da governança corporativa para este tipo de empreendimento, demonstrando o papel dos principais órgãos de gestão das empresas familiares e descrevendo documentos de governança. O curso visa ainda contribuir para o desenvolvimento de membros de famílias empresárias e das empresas que buscam preparar-se para um futuro acesso ao mercado de capitais. A aula tem duração de quatro horas e será realizada no dia 15/03, das 9h às 13h. O valor do investimento é de R$ 295. O Instituto Educacional BM&FBOVESPA fica na Rua Boa Vista, 280, 4º andar, Centro, São Paulo. Fonte: Bovespa

Faixa I Faixa II Faixa III Faixa IV

A partir de 1º de Janeiro de 2011 FACULTATIVO

"A partir de que valor posso começar a aplicar em ações?". Taí uma das perguntas que mais ouço de amigos interessados em melhorar os investimentos. Bem, em tese, o valor mínimo é o preço (cotação) de uma ação da companhia na qual você quer investir. E os preços das ações variam bastante – de centavos a mais do que R$ 100. Mas precisamos considerar também os aspectos práticos. O primeiro é o custo. A gente paga taxas às instituições envolvidas na aplicação. Para comprar ou vender ações, é preciso ter conta numa corretora, à qual se paga, a cada operação, a taxa de corretagem, que é fixada pela corretora. Pode ser variável ou fixa e, neste caso, costuma oscilar entre R$ 10 e R$ 40. Tem também uma fatia _0,035% da cifra aplicada, que é chamada de taxa de emolumentos e é paga à Bolsa. Ela é cobrada diretamente na conta do aplicador na corretora de valores e pode ser verificada no extrato ou resumo financeiro. Além disso, há a taxa de custódia, R$ 6,90 por mês, paga à BM&FBOVESPA, que guarda os registros dos investimentos. A cobrança não vem pra gente, investidor. É feita junto à corretora, que pode repassá-la ao cliente ou não, o que depende, geralmente, da realização de um determinado número de operações, compras ou vendas, por mês. (E, embora não interfira no valor mínimo de investimento, vale lembrar a tributação: quando se faz, num só mês, vendas acima de R$ 20 mil, paga-se 15% de Imposto de Renda sobre os ganhos gerados nas operações.) Planejando o investimento em Bolsa, temos de considerar mais um fator. Acontece que as ações, modo geral, são negociadas em lotes de cem, padronização que facilita e amplia os negócios. Dá para contornar o padrão operando no mercado fracionário, segmento em que as ações são negociadas por unidade. O investidor pode comprar uma ação ou várias, sem se limitar aos múltiplos de cem (um lote). Enfim, o valor mínimo para investir não é um ponto estático, mas o cálculo do valor a partir do qual, considerando as taxas, o investimento vale a pena, ou seja, tem perspectiva de pagar as despesas e ainda ganhar alguma coisa. Ficou no ar? Para ganhar firmeza nos primeiros passos, considere um clube de investimentos, que é um grupo de pessoas – amigos, colegas de empresa, membro de um sindicato etc – se reúne para investir em ações, como se fosse um aplicador só, o que dissolve os custos. Além do mais, os participantes ficam mais motivados enquanto aprendem sobre o mercado e se acostumam a poupar.

Alíquota (%) A Deduzir do Imposto Isento — 7,50% 112,43 15,00% 280,94 22,50% 505,62 27,50% 692,78 Fonte: Receita Federal, Sebrae/PR

APÓS TRÊS SESSÕES EM ALTA, DÓLAR COMERCIAL RECUA 0,54% E FECHA COTADO A R$ 1,663 Depois de três sessões em alta, o dólar comercial terminou esta quinta-feira (17) com desvalorização de 0,54%, sendo cotado a R$ 1,663 na venda. Em clima de realização, os investidores acompanharam os números da agenda dos EUA e mais uma intervenção do Banco Central. O BC realizou uma nova operação no mercado à vista neste pregão. A compra ocorreu entre 15h28 e 15h33 (horário de Brasília), com taxa de corte em R$ 1,6625. Fonte: InfoMoney

Edição: Odailson Elmar Spada


margem

Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de fevereiro de 2011 | B3

3

a

arte&atitude,

moda&cia

Adélia Maria Lopes | adelia@novacombrasil.com.br

Deus inspira desfile conceitual I

nspiração divina: o mo mento da Criação. Um pano branco e a modelo molda no corpo ao seu gosto, numa referência ao livre arbítrio. Essa é a proposta do estilista Alexandre Linhares para o desfile da Heroína, neste sábado, no Paraná Business Collection. O encerramento da quinta edição, além da marca Heroína, levará à passarela os promissores designers Giovanna Baggio, Karina Taques, Fabiana Villatorre, Francesca Córdova, Marcello Carraro, Rennan Negrão e Rodrigo Orizzi. Sem propósito religioso, nem hábito de freira, nem cruz, a performance da Heroína é toda em branco e só surge a cor quando representa lama, matagal, pântano. A música é de César Munhoz, dj residente do ateliê, e Jô Marçal vai cantar ao vivo. Sapatos da Shoes4u, jóias de Rodrigo Alarcón, Óculos Occhi,

bolsa Linina e braços de Mars. O desfile é conceitual, mas a coleção, diz Alexandre Linhares, vai para as araras da loja. "Chamo de Deus a força inicial suprema. Pode ser Deusa - gosto de exaltar sempre a força feminina, que é

sempre foco de tudo na minha trajetória. Sempre elejo uma estrela, rainha, nesse caso a "deusa" é minha amiga Maitê Schneider, uma pessoa que sonha e acredita nos seus sonhos", observa Alexandre Linhares, também autor das fotos e do vídeo da coleção

feitas num hotel da Barão do Rio Branco, para exaltar a frase "estamos no mundo só de passagem". Maitê em fotos e vídeo, com maquiagem de Tiffany, estará no site www.atelierheroína.com na segunda feira 21.

Noite de café com folhas secas

Nem te Conto 127 Horas Presente na lista dos mais importantes prêmios de cinema, incluindo o Oscar para o qual está indicado como Melhor Filme, Melhor Ator (James Franco), Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Trilha Sonora, Melhor Canção Original e Melhor Edição, 127 Horas pode estar fora do páreo, mas tem uma edição surpreendente. História real de um alpinista reinterpretada por James Franco (Homem Aranha, Segurando as Pontas), conta o drama de Aron Ralston, de 26 anos, vivido em 2003, quando ficou com o braço direito preso numa rocha de 400 quilos num cânion. Foram seis dias de agonia, muito bem relatados pelo Danny Boyle e pelo roteirista Simon Beaufoy, todos do premiado Quem Ser Um Milionário. O filme de ação de um herói imobilizado resulta numa experiência cinematográfica inovadora, graças ao trabalho inédito com duas unidades principais de filmagem. Dois diretores de fotografia, Anthony Dod Mantle e Enrique Chediak, atuaram cada um com três jogos de câmeras (tradicionais, digitais e de tomada fixa). “Ambos captaram belas e intensas imagens, por isso há uma sensação de mudança constante, uma percepção de que Aron se encontra em uma enorme travessia mesmo quando não se move mais do que alguns poucos centímetros”, revela Boyle. (Em março, a Editora Seoman coloca no Brasil o livro de Aron Ralston).

CineMaterna Bela idéia paulistana, já presente no Shopping Crystal, o Mueller também adota o CineMaterna, sessões mensais em que a mãe pode levar os bebês, pois a sala é adaptada: o som é mais baixo, o ar-condicionado ameno, as luzes ligeiramente acesas, os trocadores ficam dentro da sala e o local possui tapete para os bebês que engatinham. A Associação CineMaterna pretende trazer as mães de volta à vida cultural, quando estão se adaptando a uma nova rotina. Cinemark Mueller oferece sessões às quintas, 14h.

Never Say Never A rede UCI Cinemas realiza a venda de ingressos para o filme-show do astro adolescente Justin Bieber, que estréia dia 25 próximo. A compra poderá ser feita nas bilheterias do Estação e do Palladium, por auto-atendimento dos cinemas ou pelo ucicinemas.com.br. Justin Bieber: Never Say Never terá exibição em 3D.

Besouro Verde

O Paraná Business Collection, em cartaz até sábado no Cietep, recebeu na noite de quarta-feira duas coleções da nova geração de estilistas paranaenses que se firmam no cenário fashion. Fábio Bartz, premiado já quando estudante, permanece irrequieto, causando surpresas positivas. Ele apresenta um inverno inspirado na época das grandes fazendas de café, com direito de perfilar as sacas de exportação na passa-

rela. A Yet, marca do Grupo Letreille, da cidade de Dois Vizinhos, abre caminho pelas brumas dos dias frios com uns jeans cheios de atitude, passeando por uma passarela coberta de folhas secas. A coleção de Fábio Bartz, batizada por Coffee Addit, é sensual, chega a ser provocante quando sugere transparências para o bumbum dos homens. Mas é só uma licença fashion, para estabelecer a Europa na época do

auge do café “made in Brazil”. As décadas de 40 e 50 são as referências do estilista curitibano, tanto para seu jovem público feminino quanto masculino. Vestidos, capas e calças são ajustadas ao corpo. Os tecidos são bem trabalhados, destacando-se os linhos, a ráfia e a lã, rústicos por natureza. Conceitual, criada especialmente para o desfile no 5º PBC, a coleção da Yet, apresentada por Val Lopes, segue

a tendência militar, mas com uma releitura do tema que vem sendo bem explorado. O “batalhão” da primeira parte do desfile é dedicada à sarja. Depois começa o império do jeans, que chega com cara agressiva (lixado, rasgado, marmorizado, polido). Totalmente feminina, a coleção mostra as várias possibilidades do tema, do shorts ao vestido, das minis aos casacos longos dos oficiais europeus em campo de guerra.

Vicentina reúne moda e muito mais A Rua Vicente Machado vai ser palco, nesta sexta 18 e sábado, para estilistas, designers, quadrinistas, fotógrafos, tatuadores, além de comes & bebes e músicas. É a primeira edição da Vicentina, organizada pelas lojas Arad, Lamb e Estúdio Teix, para a venda e visibilidade dos lojistas de uma rua central de Curitiba. Do evento constam também exposição da fotógrafa Daniela Leludak no Estúdio Teix, vitrine viva com casais de modelos da Ford Models (no sábado 19 às 19h), shows com Felixbravo e Léo Fressato Felixbravo (sexta às 19h, além da participação da campanha Vamos Fazer uma Vaquinha, para a construção do novo Lar Escola Dr. Leocádio. O estilista Roberto Arad adianta que o projeto preten-

de duas edições ao ano, para, além de homenagear a rua, onde as lojas estão instaladas há mais de cinco anos, agitar o mercado e possibilitar a troca de boas idéias. Além de ambientação externa e acolhedora com puffs

e mesas, as marcas ficarão expostas nos números 664, 666 e 674 da Vicente Machado. São elas: Endossa (loja colaborativa), Flor de Vedete (roupas e acessórios), Gabriela Ab (bijoux), Huana Correa (bolsas), Itiban Comic

Shop (HQs), VIU (camisetas), De outros carnavais (brechó), Dona Frida (bolsas), Irmãs Green (roupas e acessórios de moda sustentável), Joaquim Livraria (livros), Joyful (moda sustentável), Unik (sapatos Melissa), Mars (acessórios), Gôra (moda feminina), Bike Sul e Estúdio Rissman (massagem). A loja de Roberto Arad comercializa um jeanswear original com design inspirado no conceito de alfaiataria. O decano Estúdio Teix, sob comando de Jo Maciel e Marco Teixeira, é referência em tatuagens customizadas. E a Lamb é uma marca de vanguarda; suas roupas adaptam-se ao clima, podendo ser usadas no calor e no frio. Horário da Vicentina: sexta dia 18 das 15 às 21h. E sábado das 10 às 21h.

Adaptação de série de TV dos anos 60 que tinha o astro das artes marciais Bruce Lee no papel principal, Besouro Verde- 3D deve passar desapercebido nas telas, quando as atenções estão voltadas para os “oscarizáveis”. Mas com ele a rede Cinesystem inaugura a venda de ingressos com escolha de lugar na sala através da internet. O filme conta a história de Britt Reid (Seth Rogen), filho de um magnata de Los Angeles que vive uma vida de farras, até seu pai (Tom Wilkinson) morrer misteriosamente, deixando seu vasto império de mídia para Britt. Para descobrir os criminosos, ele muda de atitude e se transforma no vigilante Besouro Verde, patrulheiro das ruas.

Viagem pelos sentidos Neste fim de semana, o Shopping Novo Batel sedia a exposição fotográfica Índia – uma viagem pelos sentidos, de Daniela Leluddak, psicóloga que traz aspectos da vida profissional para a fotografia. “O meu interesse está na observação e entendimento de quem são as pessoas”, diz ela, expondo pela primeira vez.

Tributo ao Kiss Pela primeira vez, a banda curitibana Kisstory vai ao palco do Crossroads para apresentar Tributo ao Kiss. É nesta sexta 18. E no sábado tem show acústico do Ladyzepellin e com a CrackerJack Band. Entrada 20 (eles e 15 reais (elas).

Jota Quest Os mineiros do Jota Quest, que há dois anos vem colhendo elogios pelo CD La Plata, são esperados neste sábado em Guaratuba,para agitar a temporada do Café Curaçao (Av. Brejatuba, 500). O show traz uma mistura rítmica para ouvir e dançar.

Chico César

Novidades da Feira Gestante e Bebê A Ecografia 4D, em que é possível visualizar movimentos do bebê, um ventilador para carrinho, um aquecedor de mamadeira para conectar ao acende-

cmyk

dor do automóvel. Também: berço portátil e desmontável, que serve também de trocador e cercadinho, e cabe em uma sacola de nylon. Um travesseiro anti-

refluxo e uma cadeira de banho (toda em plástico com ventosas para o bebê não escorregar). Essas são algumas das novidades que estão na segun-

da edição da Feira Gestante e Bebê, até domingo no Parque Barigui com quase cem expositores. A entrada é gratuita e a feira abre das 14 às 22h.

Lembrete: Chico César e a sanfoneira Lívia Mattos fazem a festa do frevo e do forró nesta sexta, sábado (21h) e domingo (19h), no Teatro da Caixa. Ingressos 20 e 10 reais. Fone:: (41) 2118-5111.

Derico no Pub O flautista e saxofonista Derico Sciotti está de volta a Curitiba: nesta sexta apresenta-se com a banda NaTocaia no Aos Democratas Pub, no Batel. O ingresso tem o preço das sextas-feiras: de 8 a 18 reais. Fone 3024-4496.


Negócios Indústria&Comércio | Curitiba, sexta-feira a domingo, 18 a 20 de fevereiro de 2011 | B4

PARCERIA

IT4Lean e Magic Software anunciam parceria Acordo permitirá projetos de integração em gestão de TI

A

IT4Lean Consulting, desenvolvedora de soluções de TI e consultoria de projetos em governança de TI e gestão empresarial, acaba de firmar acordo com a Magic Software para a utilização do iBOLT Integration Suite com a finalidade de reduzir o tempo e custos para a conclusão de projetos. Francisco Duarte, diretor da IT4Lean, conta que já conhecia o iBOLT e sua capacidade de integração com menor esforço e custos a partir de sua atuação em outras provedoras de tecnologia e que, comparado a outras ferramentas de integração, o iBOLT sempre atendeu a todos os requisitos necessários dos projetos envolvidos. “Não é necessário reinventar a roda. O iBOLT é a ferramenta capaz de realizar a inte-

gração entre sistemas diversos de modo rápido e fácil, qualidade não encontrada em muitas outras ferramentas líderes. Esta característica será de grande vantagem para nossos clientes e à própria IT4Lean ”, afirma o executivo. Ainda segundo Duarte, o iBOLT será utilizado como ferramenta de monitoramento de ativos de TI das empresas cliente, contribuindo para que a IT4Lean possa entregar os melhores projetos de governança de TI, um dos serviços que integram o portfólio da empresa. “Descobrimos que o IBOLT permite criar um dashboard altamente eficiente onde o gestor de TI pode acompanhar o desempenho e o uso das aplicações corporativas, o que permite adotar as melhores práticas segundo a biblioteca

ITIL”, explica. “Como nossa empresa pretende se destacar no mercado como líder em seu mercado de projetos de integração, o uso do iBOLT será vital para que possamos alcançar os nossos objetivos”. O iBOLT oferece inúmeras funcionalidades que vai permitir à IT4Lean garantir com que seus clientes acessem todos os serviços da ferramenta diretamente a partir da interface gráfica do projeto, “eliminando a necessidade de programação, geralmente requerida nestes tipos de trabalho”, esclarece Duarte. O diretor da IT4Lean destaca também que a empresa trabalha com muitos projetos de BPM (gerenciamento de processos de negócios), área em que o iBOLT já é muito bem

conceituado, tendo sido várias vezes posicionado no Gartner Magic Quadrant, e isso será uma vantagem altamente competitiva, segundo ele. “A ferramenta da Magic nos ajudará, e muito, na implantação de projetos de workflow com os sistemas legados, por exemplo, pois ele permite monitorar os processos de negócios e também a utilização das aplicações pelos usuários, o que nos direciona às melhorias que devem ser feitas na implantação do BPM para que a integração seja a mais alinhada possível. O mesmo irá ocorrer em projetos que envolvam ITIL, pois o monitoramento que o iBOLT faz gera relatórios que nos ajudam a atender ao conjunto de normas necessárias para alinhar os negócios do cliente”.

Prosoft apresenta a versão anual do Proanalir Às vésperas do início do prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2011, ano-base 2010, que começa no dia 1º de março e termina no dia 30 de abril, a Prosoft Tecnologia lança no mercado a versão anual do ProAnalir, um software que foi desenvolvido para facilitar a rotina diária de trabalho do contabilista no preenchimento do documento. De acordo com o presidente da Prosoft Carlos Meni, o sistema foi formulado por especialistas e colabora, há anos, no trabalho de contado-

res. “Essa ferramenta auxilia na organização, na administração de clientes e no preenchimento de cada declaração com segurança e qualidade”, disse, explicando que o ProAnalir reúne, em uma única ferramenta, a listagem de conferência de todos os declarantes, com seus respectivos saldos de caixa e médias mensais, e a planilha de dados com informações relacionadas à declaração do exercício anterior. “Com isso, fica mais fácil para o contabilista e para o contribuinte analisar os dados

que foram alterados durante o exercício de um determinado ano-calendário, como bens, dívidas, informações pessoais, entre outros”. Além disso, com o ProAnalir, o profissional recebe, no email, alertas caso estejam pendentes documentos ou informações para o fechamento da declaração. Ele ainda pode, com rapidez e facilidade, conferir a coerência dos dados lançados, fato que possibilita maior precisão no caixa de cada declaração de IR. “O contabilista também conta com os horários de com-

promissos, associados aos respectivos declarantes, e o controle e a emissão dos recibos de honorários das declarações elaboradas”, comenta Meni. O ProAnalir será distribuído pela Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon). A parceria de distribuição do produto faz parte do plano de crescimento da Prosoft, que tem por objetivo consolidar o ProAnalir como o único e mais completo analisador fiscal de IRPF do país.

Disoft lança ERP em Cloud Computing A Disoft, empresa brasileira especializada em produtos e serviços na área de Tecnologia da Informação, acaba de criar uma unidade de negócios com foco em sistema de gestão empresarial – ERP. Batizada de Disoft ERP, a unidade disponibiliza no mercado brasileiro a solução open source e Cloud Computing Openbravo, ERP de origem espanhola desenvolvido pela empresa homônima que está presente em mais de 50 países. A DISOFT ERP inicia suas operações já contando com

mais de 20 clientes no Brasil nos segmentos de indústria, distribuição, comércio, varejo, telecom e serviços, e até então era distribuído pela empresa Vipware, que teve sua operação absorvida pela Disoft. Segundo Armando Buchina, CEO da Disoft, a solução tem como alvo empresas de todos os portes e terá comercialização nas modalidades Cloud Computing, SaaS (software como serviço), e licenciamento convencional, para os clientes que desejam ter a solução em seu próprio ambiente. “A

disponibilidade da solução na modalidade Cloud Computing é possível graças à tecnologia em que o produto está desenvolvido, com interface 100% web, um diferencial muito importante. Além disso, por ser opensource, garante autonomia e segurança para o cliente”, destaca, acrescentando que, além das facilidades oferecidas pelo ambiente cloud, a ferramenta é flexível e customizável de acordo com as necessidades dos clientes. O executivo reforça, ainda,

que a solução tem ótima relação custo-benefício para todos os portes de empresas, com prazo médio de implementação de apenas três meses. “É uma solução completa de ERP para suprir as necessidades de qualquer empresa, não importando o porte ou ramo, já que as diversas modalidades comerciais existentes tornam acessível um produto de categoria internacional por todo mercado”, salientando seu interesse pelo mercado das pequenas e médias empresas.

Della Via investe R$ 20 mi na abertura de mais 30 lojas

Softcorp aumenta número de contratos Microsoft

A Della Via, maior revendedora de pneus Pirelli da América Latina, investirá em dois anos R$ 20 milhões na abertura de mais 30 lojas em São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. Do total, 25 serão centros automotivos para veículos leves e 5 truck centers. “O crescimento do parque circulante automotivo nas grandes cidades e o aumento da renda nos fazem acreditar na necessidade de expansão de lojas, na busca de novos clientes e a continuidade de nossa prestação de serviços com qualidade e eficiência”, justifica Sergio Delamuta, diretor comercial da Della Via. Este ano, a projeção da Della Via é de obter um crescimento de, no mínimo, 20%, em relação a 2010, quando os resultados com a venda de produtos e serviços automotivos foram 32% superiores a 2009, ano em que, mesmo com a instabilidade econômica mundial, a empresa fechou com 45% de crescimento. A rede atribui o bom desempenho à política

Em meados de 2009, a Microsoft lançou um desafio para o fornecedor de Soluções Integradas de Tecnologia, Softcorp: aumentar o número de contratos de soluções da marca. A empresa aceitou esta missão e para atingir o objetivo, realizou treinamento da equipe de vendas para que conhecessem detalhadamente a evolução de nível de maturidade em TI e os benefícios que esse desenvolvimento pode trazer na área financeira e na agilidade de negócios das instituições, além de eventos explicativos para clientes. Depois de todo o trabalho de conscientização, os contratos Enterprise Agreement (EA), aumentaram de maneira expressiva (133%) no ano de 2010, se tornando os mais negociados da Softcorp. “Desenvolvemos e realizamos mais de 15 workshops em todo Brasil, onde o tema “Maturidade em TI” foi detalhadamente apresentado. Nossos clientes puderam conferir o nível de desenvolvimento de suas empre-

CMYK

contínua de treinamento de funcionários, excelência no atendimento e ao forte programa de expansão, com abertura de mais centros automotivos. Com cerca de 800 colaboradores e considerada uma das maiores empresas do setor automotivo do País, a Della Via valoriza a especialização dos funcionários. Em 2009, aumentou em 80% o número de treinamentos, num total de 9,8 mil horas de aula. Ano passado, a rede manteve o ritmo, o que resultou em quase 18 horas de treinamento por funcionário. “Partimos do princípio de que o nosso cliente busca não apenas produtos e serviços, mas atendimento individualizado, de qualidade e, principalmente, de confiança. É isso que oferecemos todos os dias”, comenta Sergio Delamuta. De olho na qualidade, a Central de Relacionamento da Della Via contata os clientes no dia seguinte após a prestação do serviço nas lojas para avaliar o grau de satisfação no atendimento.

sas e saíram do programa com uma visão dos seus principais gaps de infraestrutura e onde deveriam investir para evoluir”, conta o gerente de vendas, Ricardo Giudice. “Quando o executivo quer ter uma visão de investimentos de longo prazo, com pagamentos programados e previsíveis, o EA, se estabelece como a solução mais inteligente e econômica”, explica Giudice. A Softcorp é um fornecedor líder de Soluções Integradas de Tecnologia para o mercado corporativo, governo e educação no Brasil. Com mais de 20 anos de atuação no mercado brasileiro, a Softcorp oferece um portfólio amplo de soluções, que combinam Software, Hardware, Networking, Serviços e Suporte Técnico de alto nível. Tudo para sua empresa contar com um só provedor, que centraliza e assume as responsabilidades de suas necessidades tecnológicas, desde a consultoria e projetos, até a implantação, manutenção e expansões do seu ambiente tecnológico.

Empresas&Produtos Condor recebe certificado da APACN Durante um jantar realizado no restaurante Madalosso, em Curitiba, o Condor Super Center recebeu da APACN – Associação Paranaense de Apoio à Criança com Neoplasia, o certificado “Empresa Amiga da APACN”. O reconhecimento foi em função da ação realizada pela rede em 2010 no Festival de Inverno, onde aproximadamente 1 tonelada de alimentos não perecíveis arrecadados com as inscrições das 70 palestras foram doados para a entidade.

Bar Aos Democratas PUB recebe flautista e saxofonista Derico Sciotti & Banda NaTocaia nesta sexta-feira (18) Destaque no sexteto de músicos do Programa Jô Soares, o flautista e saxofonistaDerico Sciotti volta a capital paranaense para se apresentar nesta sexta-feira (18) com a banda NaTocaia no Bar Aos Democratas PUB, no bairro Batel, em Curitiba. Formadaem 2002, a banda traz um repertório voltado para a bossa nova, o jazz, blues e MPB, nas linguagens instrumental e cantada.A trajetória artística do músico Derico é longa. Ele já lançou oito Cds e três livros, sendo o último trabalho musical intitulado “Derico & Sindicato do Jazz”, gravado ao vivo em Bauru e lançado em 2005. Além disso, o flautista e saxofonista está há 21 anos no Programa do Jô, onde, além de ser saxofonista, é “Assessor para Assuntos Aleatórios”.A animada programação musical do bar Aos Democratas já é tradição em Curitiba. No Aos Democratas PUB, localizado na Alameda Dom Pedro II, a animação não é diferente. A semana começa com o mesmo pique e ânimo que só os clientes democráticos têm. A única diferença é que as músicas são tocadas em um tom um pouco mais baixo, proporcionando o ambiente ideal para as noites de happy hour.O custo do ingresso para o show de Derico Sciotti & Banda NaTocaia será a entrada normal de sextafeira do Aos Democratas PUB, um presente para o Cliente Aos Democratas. Os preços são: R$ 8,00 Feminino e R$ 10,00 Masculino até 19h, das 19h às 22h - R$ 10,00 Fem e R$ 13,00 Masculino, e a partir das 22h - R,00 Fem. e R,00Masc. Mais informações e reservas: (41) 3024-4496 e aosdemocratas@gmail.com.

Panificação luta por desoneração do pão O SIPCEP – Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria no Estado do Paraná está empenhado na luta para desonerar o pão francês e assim abaixar o preço do produto para a população.Em evento realizado pela ABIP – Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria, em Brasília, no dia 16 de fevereiro, o presidente do SIPCEP, Vilson Felipe Borgmann, representou o Paraná na reivindicação para redução da carga tributária do pão. Cerca de 12% do Congresso Nacional, sendo 66 deputados federais e 9 senadores, estiveram presentes e ouviram as necessidades do setor. “Com a redução dos impostos, o maior beneficiado será a população brasileira de baixa renda, que vai poder aumentar o consumo do pão, um alimento essencial no dia a dia das pessoas”, diz Borgmann. Segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS – o consumo ideal de pão por habitante é de 60 kg por ano, mas a média brasileira é de apenas 33,50 kg. A média paranaense ultrapassa a nacional, com 42,9 kg, mas segundo Borgmann, a meta da panificação do Paraná é atingir o recomendado pela OMS.Ao excluir o pão francês da base de cálculo de tributação do Simples, a queda do preço do produto será imediata. “A fome ainda assola os brasileiros e reduzir o preço do pão é uma forma de garantir o alimento básico na mesa dos que mais precisam”, afirma o presidente do SIPCEP.

Aula Show de risotos no Armazém Italiano Preparar deliciosos risotos, a base de ingredientes variados, é a proposta da aula show que será promovida pelo Restaurante Armazém Italiano no próximo dia 22 de fevereiro, terça-feira. Quem comanda a aula é o chef Pedro Calacans. Premiado duas vezes pelo Ministério do Turismo por meio do concurso Brasil Sabor, ele irá ensinar todos os segredos das receitas dos risotos de camarões, gorgonzola, frango e do tradicional funghi. O valor do curso, que inclui degustação, é de R$ 80, porém esta edição conta com a Promoção Traga Um Amigo. Trazendo um amigo o valor da inscrição passa a ser R$ 70, trazendo dois ou mais amigos o valor cai para R$ 60 por pessoa.As inscrições já podem ser feitas no local da realização das aulas ou pelo telefone, com depósito em conta bancária antecipado.

Inventor Brasileiro cria latas com sistema de rosca Um Publicitário criou um projeto para facilitar o transporte e manuseio de várias latas simultaneamente. O projeto desenvolvido pelo inventor Artur Santoni Araújo Bastos foi denominado “Encaixe para empilhamentos de Latas”, trata-se de um dispositivo de encaixe que permite as latas se encaixar uma em cima da outra, proporcionando maior facilidade no transporte e armazenamento, podendo este ser através de rosca, sistema de pressão ou outros. Este conjunto agrega diversas vantagens, entre elas: conforto, praticidade, facilidade, evita incômodo e transtornos, tudo isso com uma excelente relação custo-benefício. Parceria – Por isso, Artur está em busca de parceiros para o desenvolvimento de modelos. Com patente requerida em todo o território brasileiro, o inventor busca negociá-la ou obter parceria entre Fabricantes de Latas para bebidas e alimentos, para criar modelos, realizar testes e industrializá-la.

Saraiva entra no mercado de viagens A Saraiva oferece um rico acervo de guias de viagens e livros sobre o assunto em sua rede de lojas e site; também compõe o mix de produtos as câmeras fotográficas e o serviço de revelação digital. A partir de hoje (16/2), a Saraiva ingressa em mais um nicho de mercado: trata-se do serviço Saraiva Viagens que, em parceria com a ViajaNet, será disponibilizado no site www.saraivaviagens.com.br, para oferecer passagens aéreas, pacotes turísticos, cruzeiros, reservas em hotéis e resorts, nacionais e internacionais.Na página Saraiva Viagens, o cliente conta com a comodidade de pesquisar a melhor opção para suas férias, sem sair de casa. “A Saraiva busca cada vez mais oferecer produtos e serviços completos, que atendam às necessidades de seus clientes. A grande vantagem é a facilidade de encontrar tudo em um só lugar”, comenta o diretor-presidente, Marcílio D’Amico Pousada. O novo serviço Saraiva Viagens dá continuidade às demais realizações de 2010. A empresa passou a comercializar e-books, e lançou o Saraiva Digital Reader, aplicativo para leitura de livros digitais em tablets e outras plataformas. O serviço de compra e aluguel de filmes digitais — que até então era via download — passou a ser oferecido em streaming e também está disponível em TVs LG com recurso NetCast™.


18-02-11 Indústria&Comércio