Page 1

www.diarioinduscom.com

DiárioIndústria&Comércio Curitiba, SEXTA-FEIRA E SÁBADO, 17 e 18 de fevereiro de 2017 | Ano XL | Edição nº 9737 | R$ 2,00 | edição estadual

DESDE O ANO 1976, CONFIÁVEL. INTELIGENTE. INFLUENTE.

OPINIÃO

Fábio Campana O efeito Temer Por que Lula está bem nas pesquisas? Ora, apor que depois que Michel Temer sucedeu a Dilma Rousseff na presidência da República, a vida só melhorou para 7,2% dos brasileiros. Página A7

Houve queda de 9,9% no financiamento de veículos novos no ano passado

ANP diz que consumo de combustíveis no Brasil teve queda de 4,5% em 2016

Banco do Brasil registra redução de 44% no lucro líquido

Economia A3

Economia A3

Economia A3

Limite para financiar imóvel com FGTS sobe para R$ 1,5 mi Atualmente, o teto para financiamento é de R$ 800 mil na maior parte do país. No Distrito Federal, em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e em São Paulo, o limite é R$ 950 mil O governo pretende aumentar para R$ 1,5 milhão o limite para o financiamento habitacional com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A informação foi confirmada na quinta-feira pelo Ministério da Fazenda, que ainda não divulgou detalhes da ampliação. Atualmente, o teto para financiamento é R$ 800 mil na maior parte do país. No Distrito Federal, em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e em São Paulo, o limite é R$ 950 mil. Na terça, a Caixa Econômica Federal divulgou o calendário de saques do FGTS inativo. Economia A3

Aroldo Murá “NINGUÉM PAUTA A OAB”, ADVERTE JOSÉ NORONHA Os 85 anos da OAB-PR foram comemorados quarta, 15, com sessão solene e a presença de notáveis do mundo advocatício, como o presidente da OABBrasil. José Augusto Noronha, o presidente da seção paranaense, em discurso carregado de simbolismo, garantiu: “Ninguém pauta a Ordem”.

A Caixa Econômica Federal apresentou o orçamento operacional do FGTS de R$ 58,5 bilhões em 2017. Esses recursos serão destinados para habitação popular e saneamento básico

NOVA DIRETORIA da faciap

Richa entrega novas casas a 337 famílias

Página A6

Novo ensino médio deve entrar em vigor em 2019 “Há prazos para os estados se adequarem a essa realidade”, disse o ministro da Educação, Mendonça Filho.

Edital na Página 00A4 Nacional

“São ações concretas que garantem o desenvolvimento do nosso Estado e uma vida melhor aos paranaenses”, afirmou o governador Beto Richa

O governador Beto Richa entregou ontem as chaves de 337 novas moradias a famílias de Santa Terezinha de Itaipu, na região Oeste do Estado. O Residencial recebeu investimentos de aproximadamente R$ Publicação de 01Planalto edital somente. 22 milhões em um trabalho integrado do Governo do Paraná, governo federal e prefeitura e vai abrigar cerca de mil pessoas. Richa disse que a construção de casas populares é uma das prioridades deste governo. Geral A2

Marco Barbosa é o novo presidente Marco Tadeu Barbosa, reassume o cargo de presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná – FACIAP, nesta sexta-feira, 17 de fevereiro, em Curitiba. Junto com Barbosa, na chapa “É tempo de fazer”, serão empossados 42 vicepresidentes de administração e 26 membros do conselho superior. A chapa foi eleita durante a Assembleia Geral Ordinária da Faciap, realizada em Foz do Iguaçu em dezembro, para o biênio 2016-2018. Pág. A8

Editais Página Editais na na Página A5 00 Acesse a edição digital

opinião Publicação de mais de 01 edital na mesma página.

O caminho para o fim da crise

Governo apresenta programa para expandir a produção de biocombustíveis no país

Novamente o agronegócio deve bater recorde com uma safra de 215 milhões de toneladas de grãos colocando no mercado R$ 237,7 bilhões. Dinheiro que vai para o comércio, para a indústria e vai movimentando a engrenagem para que a recessão não faça estragos ainda maiores. Página A6

Editais nas Páginas 00 e 00

Registro Positivo

Publicação de mais de 01 edital em páginas distintas.

O governo divulgou na quarta-feira as principais diretrizes do programa RenovaBio, que tem como objetivo aumentar a produção de biocombustíveis no país. Lançado pelo Ministério de Minas e Energia em dezembro do ano passado, o programa

foi apresentado a representantes do setor e vai passar por consulta pública para receber aperfeiçoamentos. As ações do RenovaBio deverão buscar competitividade na produção e comercialização e no uso de biocombustíveis, com

Central de Atendimento: 41 3333.9800 / e-mail: pauta@induscom.com.br

estímulo à concorrência entre os próprios biocombustíveis e em relação aos combustíveis de origem fóssil, com ênfase na segurança do abastecimento, no combate a práticas anticompetitivas e na proteção dos interesses dos consumidores.


GERAL

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira e sábado, 17 e 18 de fevereiro de 2017 | A2

EDITORIAL coluna@induscom.com.br

Sociedade do caos A existência de problemas na sociedade é um fato normal para qualquer país. No entanto, existem momentos em que os problemas se agravam e geram situações de caos absoluto. Isso não deveria acontecer. Afinal de contas, o povo paga impostos para que o governo invista nos serviços públicos e mantenha com ele o controle durante os mais diversos problemas. Isso é responsabilidade social. Receber dinheiro vindo dos tributos e não revertê-los em benefícios reais e permanentes aos cidadãos é atitude de um governo corrupto e irresponsável. Uma das situações caóticas mais recentes ocorridas no Brasil diz respeito aos problemas de segurança pública no Rio Grande do Norte. As mortes resultantes de crimes violentos intencionais aumentaram 43% no estado no último mês de janeiro, quando a região enfrentava sua mais grave crise no sistema penitenciário, com chacinas de presos e fugas de detentos. As 210 mortes registradas em janeiro deste ano representam o pior resultado dos últimos quatro anos. Outros estados também enfrentam barbáries semelhantes a essa. Tudo isso revela uma sociedade mergulhada no caos e uma urgente necessidade de dias melhores.

Previsão do tempo Fonte: www.simepar.br..

32° Máx.: 16° Mín.:

Os índices de umidade relativa do ar ficam baixos na faixa norte, centro-norte e centro-sul do Paraná. Nestes setores o dia será com predomínio de sol e baixa probabilidade para ocorrência de chuvas. Entre a Região Metropolitana de Curitiba e o Litoral, eventos de chuvas isoladas podem ocorrer entre a tarde e a noite.

Santa Terezinha de Itaipu

Beto Richa entrega novas casas a 337 famílias Residencial Planalto recebeu investimentos de aproximadamente R$ 22 mi em um trabalho integrado do Governo do Paraná, governo federal e prefeitura

O

governador Beto Richa entregou ontem as chaves de 337 novas moradias a famílias de Santa Terezinha de Itaipu, na região Oeste do Estado. O Residencial Planalto recebeu investimentos de aproximadamente R$ 22 milhões em um trabalho integrado do Governo do Paraná, governo federal e prefeitura e vai abrigar cerca de mil pessoas. Richa disse que a construção de casas populares é uma das prioridades deste governo. “São ações concretas que garantem o desenvolvimento do nosso Estado e uma vida melhor aos paranaenses”, afirmou o governador. Ele destacou que nos últimos anos o governo estadual consolidou o programa de habitação em 100% dos municípios paranaenses e atingiu a marca de 70 mil moradias, somando as casas já entregues e as que estão em construção. Além das residências em áreas urbanas, o Paraná aderiu o Programa Nacional de Habitação Rural, que já beneficiou 13 mil famílias. “Tínhamos um grande déficit habitacional no Estado, por isso

“São ações concretas que garantem o desenvolvimento do nosso Estado e uma vida melhor aos paranaenses”, afirmou o governador Beto Richa investimos na área com planejamento e organização para conseguirmos avançar de forma significativa na construção de novas moradias por todos os municípios. Com isso, nosso governo atingiu números muito expressivos, recordes históricos

de casas populares”, disse. “Todos os municípios receberam projetos habitacionais no nosso governo”, disse Richa. O governador lembrou que as gestões anteriores entregaram apenas 18 mil moradias, enquanto que, em pouco mais

de 6 anos sob sua administração, 105 mil famílias foram atendidas - incluindo regularizações fundiárias. Destas, 12 mil famílias vivem na região Oeste do Estado. O investimento total em habitação, desde 2011, foi de R$ 4,7 bilhões.

QUALIDADE Arte: Roque Sponholz..

Visitas guiadas ao Cemitério Municipal serão retomadas

Regional Boqueirão combate alagamentos

Neste sábado serão retomadas as visitas guiadas ao Cemitério São Francisco de Paula, o Cemitério Municipal. A visita será das 9h às 12h. Como o número de participantes é limitado é preciso fazer agendamento pelo e-mail visitaguiada@smma.curitiba. pr.gov.br, informando o nome completo e número do R.G. A visita é uma aula de história, arte, religião, tanatologia, arquitetura e paisagismo e geologia. A ideia surgiu da pesquisa da Relações Públicas Clarissa Grassi, que também é presidente da Associação Brasileira de Estudos Cemiteriais. “O Cemitério Municipal tem três séculos de histórias.

Na quarta-feira, a Regional Boqueirão fez a primeira edição da Quarta Cidadã. Aproveitando o intenso movimento no santuário Nossa Senhora do Carmo, a iniciativa procura atrair a população que circula pela região para os serviços prestados na Rua da Cidadania; será realizada uma vez por mês. A ação complementa o trabalho que vem sendo realizado desde o início da gestão. O prefeito Rafael Greca determinou a todos os dez administradores regionais um esforço para colocar a manutenção em dia e atender de perto a população.

Governo do Estado avalia resultados do programa Família Paranaense A Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social começou a avaliação sobre o impacto do programa Família Paranaense nas condições de vida das famílias em situação de alta vulnerabilidade social. Desde janeiro deste ano, pesquisadores estão visitando 72 municípios do Estado, com a meta de entrevistar

cerca de 6,3 mil famílias. A coordenadora do programa, Letícia Reis, explica que esta avaliação busca medir a qualidade e a efetividade do Família Paranaense, e, assim, melhorar as ações do Governo do Estado no atendimento às famílias. “Um programa social desta importância precisa ser constan-

temente avaliado, o que possibilita seu aperfeiçoamento contínuo”, diz a coordenadora. Segundo ela, os resultados da pesquisa servirão para análise das políticas públicas que estão sendo executadas no âmbito do Programa Família Paranaense. O processo será coordenado pela Secretaria da Família, em parceria com o Instituto Pa-

LEI DO SANEAMENTO

CIC

Sanepar investiu R$ 4 bi em obras nos últimos 6 anos

Técnicos recuperam patrimônio da Curitiba S.A.

EXPEDIENTE

Diário Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976

Filiado ao Sindejor | Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas do Paraná

Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

Tiragem e circulação auditadas por EXECUTIVE AUDITORES INDEPENDENTES BRASÍLIA

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br

RIO DE JANEIRO

Grp Representações e Propaganda

Ltda. Avenida Graça Aranha, 145 - 9º Andar - Parte Centro - Rio de Janeiro RJ - 20.030.003 Email: grp@grpprop.com.br Telefone: 21 2524.2457 Fax: 21 2262.0130

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

ranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes). A pesquisa de campo será feita pelas equipes da Zoom Pesquisas, empresa especializada contratada. Letícia esclarece que as respostas das entrevistas são sigilosas e não implicam em qualquer tipo de fiscalização ou controle sobre recebimentos de benefícios.

Os índices de atendimento com coleta e tratamento de esgoto doméstico deram um salto significativo de 48% para 71%, crescimento de mais de 20% Este ano, faz 10 anos que entrou em vigor a Lei Federal nº 11.445, a lei do saneamento. Neste período, a Sanepar investiu mais de R$ 5 bilhões em obras para os sistemas de água e de coleta e tratamento de esgoto. Somente nos últimos 6 anos o investimento chegou à cifra de R$ 4 bilhões. Com a aplicação destes recursos no Paraná, na última década, os índices de atendimento com coleta e tratamento de esgo-

to doméstico deram um salto significativo de 48% para 71%, crescimento de mais de 20%. A cobertura com água tratada, que era de 98% em dezembro de 2006, foi universalizada e se mantém em 100% para a população urbana. “Esta evolução garante ao Paraná posição de destaque, pois nossos índices estão muito acima da média nacional”, explica o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche.

A Lei do Saneamento foi publicada em 5 de janeiro de 2007. É o marco regulatório para a prestação dos serviços de água tratada, coleta e tratamento de esgoto, coleta e destinação dos resíduos sólidos urbanos (lixo doméstico) e drenagem urbana. Estes serviços são de responsabilidade das prefeituras que, por meio de contrato de programa, podem delegar a prestação das atividades para empresas públicas ou privadas.

A Curitiba S.A., companhia que dá apoio à gestão e ao desenvolvimento da CIC, está fazendo uma auditoria e levantamento de patrimônio. Os técnicos estão auditando o patrimônio com medições, análises e verificações técnicas. São confrontados os dados repassados pela gestão passada com o patrimônio físico. Além disso, a manutenção dos terrenos na CIC foi retomada em um plano permanente de conservação, com ações previstas para acontecerem durante o ano todo. Roçada, eliminação de água parada, remoção de lixo e recuperação estrutural dos são feitos por uma equipe dedicada. “Estamos em uma ação intensificada e permanente na conservação do patrimônio da empresa. Encontramos mato alto e muito lixo acumulado, tivemos até que acionar tratores para fazer o trabalho de limpeza”, ressalta Vlademir Costa Collares coordenador técnico da Curitiba S.A. Outra medida já adotada na nova gestão é o Programa Gestão de Riscos da companhia.


economia

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira e sábado, 17 e 18 de fevereiro de 2017 | A3

HABITAÇÃO

Limite para financiar imóveis com FGTS sobe

Lucro líquido do Banco do Brasil recua 44%

Atualmente, o teto para financiamento é R$ 800 mil na maior parte do país. No Distrito Federal, em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e em São Paulo, o limite é R$ 950 mil Maurilio Cheli/SMCS

A Caixa apresentou o orçamento operacional do FGTS de R$ 58,5 bilhões em 2017. Recursos serão destinados para habitação e saneamento básico O governo pretende aumentar para R$ 1,5 milhão o limite para o financiamento habitacional com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A informação foi confirmada na quinta-feira pelo Ministério da Fazenda, que ainda não divulgou detalhes da ampliação. Atualmente, o teto para financiamento é R$ 800 mil na maior parte do país. No Distrito Federal, em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e em São Paulo, o limite é R$ 950 mil. “A classe média vai ser extremamente beneficiada, porque não só pode sacar as contas inativas [do FGTS], mas pode usar também recursos das contas ativas para financiar e pagar a casa própria”, disse o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Na última terça-feira, a Caixa Econômica Federal divulgou o calendário de saques do FGTS inativo, outra medida do governo com o uso do fundo para estimular a economia. ORÇAMENTO A Caixa Econômica Federal apresentou o orçamento operacional do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de R$ 58,5 bilhões em 2017, na edição de quinta-feira do Diário Oficial da União. De acordo com a circular, esses recursos serão destinados para habitação popular e saneamento básico, distribuídos por programa e unidades da Federação. Ficam destinados, no máximo, R$ 33,5 bilhões para concessão de financiamento a pessoas físicas e

jurídicas, que beneficiem famílias com renda mensal bruta limitada a R$ 3,6 mil. Os descontos nos financiamentos para pessoas físicas serão de R$ 3 bilhões para empréstimos em áreas urbanas ou rurais, destinados à construção ou aquisição de unidades habitacionais novas. Outros R$ 5 bilhões serão alocados para financiamentos, em áreas urbanas ou rurais, destinados à construção ou aquisição de unidades habitacionais novas, além de R$ 1 bilhão para financiamentos, exclusivamente, em áreas urbanas, destinados à aquisição de unidades habitacionais usadas ou produção de lotes urbanizados. Na aplicação dos recursos para saneamento básico, serão

destinados até R$ 5 bilhões para operações de crédito no âmbito do Programa Saneamento para Todos Setor Público e até R$ 4 bilhões para operações de crédito no âmbito do Programa Saneamento para Todos Setor Privado. Serão destinados até R$ 7 bilhões para operações de crédito vinculadas à área de infraestrutura urbana, setor público; outros R$ 7 bilhões serão alocados em nível nacional, no setor privado. Nas aplicações dos recursos constantes do Orçamento Operacional, especificamente destinados às demais operações habitacionais, serão destinados R$ 5 bilhões para a execução do Programa Especial de Crédito Habitacional ao Cotista.

COMÉRCIO

Financiamento de veículos novos registra queda de 9,9% em 2016 O financiamento de veículos novos caiu 9,9% em 2016, segundo balanço divulgado na quinta-feira pela Associação Nacional das Empresas Financeiras de Montadoras (Anef). Ao longo do ano passado, foram liberados R$ 80,2 bilhões em empréstimos para aquisição de veículos, ante R$ 92 bilhões em 2015. O crédito para compra de carros, motos e caminhões vem sofrendo sucessivas quedas nos últimos ano. Em 2012, o volume de recursos liberado para esse tipo operação foi R$ 118,6 bilhões. A taxa de inadimplência dos financiamentos de veículos para pessoas físicas registrou alta de 0,4 ponto percentual em 2016, chegando a 4,6%, abaixo do índice geral de crédito, que ficou em

6% no ano passado. Para pessoas jurídicas, o índice de atraso no pagamento acima de 90 dias também subiu 0,4 ponto percentual e chegou a 5%. Os números são resultado da crise econômica e da alta do desemprego, segundo o presidente da Anef, Gilson Carvalho. Para este ano, ele acredita, no entanto, que há uma tendência de reversão do quadro. “Nós temos mais condições de melhora do que de piora. Quando você olha para o que está acontecendo, as propostas de governo, mudanças microeconômicas e algumas macroeconômicas, eu acho que a gente está muito mais para o positivo do que para o negativo.” A melhora, no entanto, não será imediata, na avaliação de

Carvalho. Segundo ele, o desemprego ainda deve subir um pouco antes de entrar em tendência de queda, o que dificulta que os consumidores honrem compromissos financeiros. “Acredito que possa piorar um pouquinho, mas esse pouquinho acaba se revertendo após a metade do ano. Existe uma pressãozinha de inadimplência”, destacou. Com a expectativa de crescimento de até 1% do Produto Interno Bruto (PIB), a associação estima que o volume de recursos liberados para financiamento de veículos possa crescer 5% em 2017, chegando a R$ 86,7 bilhões. As restrições ao crédito afetaram mais fortemente o setor de motos, como ressaltou o

vice-presidente de motocicletas da Anef, Ricardo Tomoyose. “O volume total de motocicletas vendidas retornou aos níveis de 2006”, disse, em referência às 998 mil unidades novas comercializadas ao longo do ano passado. “Embora os bancos de montadoras tenham evoluído bastante e financiado muito mais em 2016, mesmo assim, não foi suficiente para deter a queda no volume total de motocicletas vendidas”, acrescentou Tomoyose. Os financiamentos foram responsáveis por 34% das aquisições de motos no ano passado, ficando atrás dos consórcios, que responderam por 36%, mas acima das vendas à vista que representaram 30%.

DERIVADOS DE PETRÓLEO

Consumo de combustíveis caiu 4,5% A retração da economia brasileira levou o consumo de derivados de petróleo no país a cair 4,5% no ano passado em relação a 2015. Esta é a segunda queda consecutiva do indicador, que entre 2014 e 2015, teve retração de 1,9%. Os dados foram divulgados

na quinta-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) durante o Seminário de Avaliação do Mercado de Combustíveis 2017 (AnoBase 2016), realizado na sede da agência, no Rio de Janeiro. De acordo com a ANP, no ano

passado, as vendas de combustíveis no mercado brasileiro totalizaram 135,436 bilhões de litros. Em 2015, foram comercializados 141,811 bilhões de litros. O consumo de etanol hidratado registrou a maior queda nas vendas em 2016, com retração de 18,3%, passando de 17,863 bilhões

de litros em 2015 para 14,586 bilhões de litros. A venda total de etanol (que inclui o anidro – que é misturado à gasolina – e o hidratado – injetado diretamente no tanque) teve queda de 9%, passando de 28,796 bilhões de litros para 26,201 bilhões de litros.

O Banco do Brasil (BB) obteve lucro líquido de R$ 8,034 bilhões em 2016, valor 44,2% abaixo do resultado de 2015. Na comparação com o resultado do quarto trimestre do ano passado, houve retração de 61,6%, passando de R$ 2,246 bilhões para R$ 963 milhões. O Lucro Líquido Ajustado foi de R$ 7,2 bilhões, valor 38,2% inferior a 2015. O lucro por ação atingiu R$ 2,84 em 2016, ante R$ 5,05 no ano anterior, e a projeção, segundo analistas externos da instituição, é atingir neste ano R$ 4,03. A remuneração aos acionistas alcançou R$ 284,7 milhões no quarto trimestre e R$ 2,4 bilhões no acumulado anual. A Margem Financeira Bruta cresceu 13,0% (R$ 59,3 bilhões) e as Rendas de Tarifas, 6,8%. A instituição destaca que as despesas administrativas cresceram 3,5% em 12 meses, o menor nível em dez anos e abaixo dos indicadores de inflação para o período. Em relação ao índice de Eficiência, que mostra a relação entre as despesas administrativas e as receitas operacionais, a taxa ficou em 39,7%, ante 41,6% no ano de 2015, “mostrando rígido controle das despesas”, diz comunicado do BB. As operações de financiamento do agronegócio fecharam o ano com saldo de R$ 179,8 bilhões na carteira ampliada. Levando em consideração os desembolsos antecipados nas linhas de custeio no primeiro semestre, as contratações da atual safra

somaram R$ 47,1 bilhões. Entre os maiores avanços estão o crédito rural (8,6%), que atingiu R$ 150,5 bilhões, e as operações de custeio. O crédito para pessoas físicas teve saldo de R$ 172,3 bilhões, com alta de 3,3%. Foram mantidas as estratégias de baixo risco, com as linhas de Crédito Consignado, CDC Salário, Financiamento de Veículos e Imobiliário, que alcançam 75,5% do total da carteira. O financiamento para a compra de imóveis atingiu saldo de R$ 53,7 bilhões no encerramento do ano, com avanço de 9,5% em 12 meses, sendo R$ 42,1 bilhões destinados a pessoas físicas e R$ 11,7 bilhões a empresas. O índice de inadimplência atingiu 3,29%, abaixo do registrado no mercado (3,7%). As transações financeiras relativas aos cartões de crédito e débito somaram R$ 271 bilhões no ano, com alta de 5,5% sobre o ano anterior. As movimentações referentes a compras em estabelecimentos comerciais do varejo aumentaram 8,1% e no agronegócio, 26,3%. O BB informa que as novas ferramentas de acesso aos clientes para escolher a melhor solução na renegociação de créditos aumentou a flexibilidade de negócios. Desde o lançamento da função no mobile, foram feitas, por meio do aplicativo, 34.123 contratações, com valor total de R$ 244,8 milhões.

Intenção de Consumo das Famílias cresce 1,2% entre janeiro e fevereiro A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) subiu 1,2% na passagem de janeiro para fevereiro deste ano, segundo dados divulgados na quintafeira pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O indicador chegou a 77,1 pontos em uma escala de zero a 200 pontos. De acordo com a CNC, o índice ainda está abaixo dos 100 pontos e, portanto, se encontra em um patamar de

insatisfação das famílias com a situação da economia. O indicador também caiu 2,1% na comparação com fevereiro do ano passado. A melhora entre janeiro e fevereiro pode ser explicada pela queda dos juros e a redução do ritmo da inflação. No entanto, o ritmo de melhora das vendas do comércio ainda vai depender da redução do endividamento das famílias e da retomada do mercado de trabalho.

Atividade econômica registra queda de 4,34% A atividade econômica apresentou queda de 4,34%, em 2016. É o que mostra o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), divulgado na quinta-feira. No último trimestre do ano, comparado ao mesmo período de 2015, houve retração de 3,13%. Também houve queda na comparação entre o quarto e o terceiro trimestre de 2016: -0,36%. O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade

econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos. O indicador oficial sobre o desempenho da economia, no entanto, é o Produto Interno Bruto (PIB), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


nacional

CF17_anuncio_jornal_14,6x26cm.pdf

1

08/02/17

Diário Indústria&Comércio

14:23

Curitiba, sexta-feira e sábado, 17 e 18 de fevereiro de 2017 | A4

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Ministro defende propostas da reforma trabalhista

C

M

Y

CM

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, defendeu ontem as propostas do Projeto de Lei da Reforma Trabalhista (PL 6.787/16), na primeira audiência pública da Comissão Especial da Reforma Trabalhista. O debate reuniu também representantes da Justiça do Trabalho. Nogueira disse que as alterações propostas no projeto, que foi encaminhado pelo governo ao Congresso Nacional, têm o objetivo de gerar empregos e não permitem o aumento da jornada de trabalho e a retirada de direitos adquiridos pelos trabalhadores. “Nunca esteve, não está e não estará em nossa proposta qualquer medida que venha a propor

aumento de jornada, que venha a ameaçar o 13° salário, o direito ao vale-transporte, ao vale-refeição, ao descanso semanal remunerado, os direitos do trabalhador que estão especificados no Artigo 7° da Constituição e aqueles direitos que estão especificados de forma clara na nossa legislação trabalhista”, acrescentou. Segundo Nogueira, o governo propõe a modernização das leis trabalhistas para garantir o direito fundamental ao emprego. “O direito que estamos perseguindo para alcançar, na sua plenitude, é o direito ao emprego. A verdade é que todos nós temos falhado, porque não temos conseguido garantir o direito de emprego pleno

para os brasileiros. Se hoje temos em torno de 13 milhões que não têm um endereço para trabalhar, precisamos fazer uma reflexão e olhar onde estamos errando.” O ministro afirmou que as propostas estão ancoradas em três eixos: a consolidação de direitos, a oportunidade de emprego para todos e a segurança jurídica, que é fundamental para o contratante e o contratado. “Nossa proposta é pró-trabalhador, traz segurança jurídica, dá ao trabalhador capacidade de ter uma assento na convenção coletiva para que, através de sua representação sindical, possa definir a forma mais vantajosa para usufruir seus direitos”, disse.

MY

CY

CMY

K

EDUCAÇÃO

Novo ensino médio deve entrar em vigor em 2019 O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse ontem que o novo ensino médio estará implementado em todo o país a partir de 2019. “Há prazos para os estados se adequarem a essa realidade. A base [Base Nacional Comum Curricular] só estará concluída até o final de 2017. Não poderíamos exigir a implementação plena pelos estados em 2018. Então, isso será feito com mais profundidade só em 2019.” A reforma do ensino médio foi sancionada na manhã de hoje pelo presidente Michel Temer. Entre as principais mudanças estão a flexibilização curricular,

a ampliação da carga horária e a formação técnica dentro da grade do ensino médio. O próximo passo é implantar a Base Nacional Comum Curricular que, atualmente, está sendo elaborada por um comitê presidido pelo Ministério da Educação (MEC). Segundo o ministro, o ensino médio é diferenciado em cada unidade da Federação e, por isso, a implementação da reforma será discutida com os conselhos e secretarias estaduais, para que cada um faça as adequações necessárias. “A lógica é preservar as peculiaridades e valorizar o protagonismo dos sistemas esta-

duais”, disse Mendonça, ao falar sobre a distribuição dos conteúdos da base durante os três anos do ensino médio. Segundo a secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães, a tendência é que o primeiro ano seja concentrado na base e que, a partir do segundo ano, as escolas comecem a flexibilizar e diversificar o currículo com os chamados itinerários formativos, em que o estudante poderá escolher entre cinco áreas de estudo: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional.


publicidade legal

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira e sábado, 17 e 18 de fevereiro de 2017 | A5 SÚMULA DO PEDIDO DA LICENÇA PRÉVIA PATRICIA M SANTOS - ME, CPF 26.093.790/0001-90, I.F:84.119.024 torna público que requereu à Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba SMMA a Licença Prévia, para ATIVIDADE DE SERVIÇOS DE TRATAMENTO E REVESTIMENTO DE METAIS situada à RUA BARTOLOMEU LOURENÇO DE GUSMÃO, nº1350, BAIRRO BOQUEIRÃO - MUNICÍPIO DE CURITIBA/PR. CESBE S.A. ENGENHARIA E EMPREENDIMENTOS / CNPJ/MF N.º 76.487.222/0001 42 AVISO Comunicamos aos Senhores Acionistas desta Empresa que se acham à sua disposição, em nossa Sede Social, sita à Rua João Negrão, 2226, nesta Capital, os documentos a que se refere o artigo n.º 133 da Lei N.º 6404, de 15 de dezembro de 1976, relativos ao exercício findo em 31 de dezembro de 2016. Curitiba, 14 de fevereiro de 2017. EDMUNDO TALAMINI FILHO - DIRETOR PRESIDENTE CESBE PARTICIPAÇÕES S.A. | CNPJ/MF N.º 09.438.590/0001-03 AVISO Comunicamos aos Senhores Acionistas desta Empresa que se acham à sua disposição, em nossa Sede Social, sita à Rua João Negrão, 2226, 1º andar, nesta Capital, os documentos a que se refere o artigo n.º 133 da Lei N.º 6404, de 15 de dezembro de 1976, relativos ao exercício findo em 31 de dezembro de 2016. Curitiba, 14 de fevereiro de 2017. CARLOS DE LOYOLA E SILVA - DIRETOR PRESIDENTE

CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA Vimos, por meio desta, convocar a todos os sócios OAP-OFTALMOLOGIAS ASSOCIADOS DO PARANÁ S/S Ltda, inscrita no CNPJ/ MF sob n.º 03788970/0001-91, para Assembléia Geral Extraordinária a ser realizada: DATA: 22/02/2017 LOCAL: OAP/CENTRO – Emiliano Perneta, 270 – sala 22/24 nesta Capital; 1ª Chamada: 18 h 30 min. (quórum mínimo: mais da metade do capital votante). 2ª Chamada: 19 h (com qualquer quórum). Ordem do Dia (assuntos): 1- Exposição da Situação Fiscal; 2- Análise das Alternativas de Composição do Passivo Fiscal; 3- Mudança do Contrato Social: a. criação dos cargos de Tesoureiro, Vice Tesoureiro, Secretário, Vice Secretário; b. adequações/correções do contrato social a serem apresentados pelo escritório Cavet & Castamann Sociedade de Advogados. 4- Eleição para os Cargos disponíveis. Dr. Fábio Ceccon Diretor Administrativo Dr. Murilo Domingues Diretor Administrativo

HOSPITAL SÃO LUCAS S A CNPJ 76 502 897 0001-13 ASSEMBLEIA GERAL ORDINARIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO Convidamos os Senhores Acionistas do HOSPITAL SAO LUCAS S A, a se reunirem em Assembléia Geral Ordinária que será realizada na sede social, a Avenida João Gualberto nº 1.946, nesta capital, no dia 23 de março de 2.017, às 08:30hrs (oito horas e trinta minutos) com a presença de 2/3 (dois terços) dos acionistas em primeira convocação; às 09h00hrs. (nove horas) com o numero de acionistas presentes, a fim de deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA 01 – Apreciar e votar o Relatório da Diretoria, as Demonstrações Contábeis/Financeiras e Notas Explicativas acompanhados do Parecer do Conselho Fiscal relativo ao Exercício Social encerrado em 31 de dezembro de 2016; 02 – Deliberação sobre a proposta da diretoria para a destinação do Lucro Líquido do Exercício, e Distribuição de Dividendos; 03 – Eleição dos Membros Efetivos e Suplentes do Conselho Fiscal para o presente exercício; 04- Fixação da remuneração para o presente exercício; 05 – Outros assuntos de interesse da sociedade SENHORES ACIONISTAS: - Os documentos a que se refere o artigo 133 da Lei 6.404/76, relativos ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2.016 encontram-se a disposição dos Senhores Acionistas, na Sede Social da empresa, a Av. João Gualberto nº 1.946. Curitiba, 15 de fevereiro de 2.017 DR. MAURICIO M. CENTA - Diretor Presidente.

HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

AVISO DE LICITAÇÃO

AVISO DE LICITAÇÃO Processo nº 146628/2016-58 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 001/2017

Processo nº 169578/2016-87 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 002/2017

Envio de propostas a partir de 17/02/2017, com abertura para lances na data de 07/03/2017, horário: 09h00min, disponível no site www.comprasgovernamentais.gov. br. Objetivo: Implantação de Pregão Eletrônico através de Sistema Registro de Preços, com vigência de doze meses, para aquisição parcelada conforme a necessidade de Equipamento Médico-Hospitalar (Mamografia Digital De Campo Total), Incluindo Fornecimento, Instalação E Garantia. O objeto atenderá o Complexo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Marcelo Czaikowiski- pregoeiro.

Envio de propostas a partir de 17/02/2017, com abertura para lances na data de 08/03/2017, horário: 09h00min, disponível no site www.comprasgovernamentais. gov.br. Objetivo: Implantação de Pregão Eletrônico através de Sistema Registro de Preços, com vigência de doze meses, para aquisição parcelada conforme a necessidade de Insumos Laboratoriais (beaker tipo Grifin e outros). O objeto atenderá o Complexo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Tânia Mara Ziolkoski pregoeira.

Publique-se.

Publique-se.

Prof. Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich Superintendente do Complexo do Hospital de Clínicas da UFPR

Prof. Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich Superintendente do Complexo do Hospital de Clínicas da UFPR

SINDICATO DO COMÉRCIO ATACADISTA DE MADEIRAS DO ESTADO DO PARANÁ EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA O Presidente em Exercício da Entidade supra, usando da atribuição que lhe confere o Estatuto da Entidade que preside e na forma da legislação sindical, convoca os senhores Associados, do Sindicato para participarem da Assembléia Geral Extraordinária que será realizada no dia 23 de fevereiro de 2017, ás 14:00 horas na Alameda Dr. Muricy, 474 – 6º andar, Edifício Casa do Madeireiro a fim de deliberarem sobre a seguinte Ordem do Dia: a) Prorrogar o mandato do Presidente em exercício, Diretoria, Conselho Fiscal e Delegados Representante do Sindicato junto a Fecomercio, para o período de 13 de março de 2017 à 23 de março de 2018. b) Outros assuntos do interesse da classe. Não havendo na hora indicada, número suficiente de associados, para instalação ,dos trabalhos em primeira convocação, fica desde já convocados em segunda convocação, após trinta minutos no mesmo local e data. Curitiba, 16 de fevereiro de 2017. Luciano Camilotti Presidente em exercicio

HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

AVISO DE LICITAÇÃO Processo nº 156536/2016-86 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 003/2017 Envio de propostas a partir de 17/02/2017, com abertura para lances na data de 07/03/2017, horário: 09h00min, disponível no site www.comprasgovernamentais.gov. br. Objetivo: Implantação de Pregão Eletrônico através de Sistema Registro de Preços, com vigência de doze meses, para aquisição parcelada conforme a necessidade de NOBTRAK de 3.500va. O objeto atenderá o Complexo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Marcelo Czaikowiski- pregoeiro. Publique-se. Prof. Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich Superintendente do Complexo do Hospital de Clínicas da UFPR

HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

EDITAL DE CONVOCAÇÃO O Presidente do Conselho Diretor da APEOP – Associação Paranaense dos Empresários de Obras Públicas, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelos dispositivos estatutários vigentes, vem pelo presente convocar o quadro associativo desta entidade para a Assembléia Geral Ordinária á ser realizada em 25/02/2017, para aprovação do Balanço do exercício referente ao ano fiscal de 2016, além de outras proposições que a Assembléia julgar convenientes e de interesse da classe. A primeira convocação se dará às 10:00 horas e em segunda convocação às 11:00 horas, na sede social desta entidade localizada na Avenida Presidente Getúlio Vargas nº 4.088 – Vila Izabel, Curitiba – Paraná. Curitiba, 15 de fevereiro de 2017. José Ângelo Turra Presidente

AVISO DE LICITAÇÃO Processo nº 168706/2016 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2017 Envio de propostas a partir de 17/02/2017, com abertura para lances na data de 08/03/2017, horário: 09h00min, disponível no site www.comprasgovernamentais.gov. br. Objetivo: Implantação de Pregão Eletrônico através de Sistema Registro de Preços, com vigência de doze meses, para aquisição parcelada conforme a necessidade de desinfetante para superfície fixa. O objeto atenderá o Complexo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Tânia Mara Ziolkoski - pregoeira. Publique-se.

PREGÃO ELETRÔNICO NACIONAL NF 0134-17

Prof. Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich Superintendente do Complexo do Hospital de Clínicas da UFPR

Objeto: serviços de manutenção preventiva e corretiva de portões e cancelas motorizadas nas dependências da Itaipu em Foz do Iguaçu/PR. HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

Caderno de Bases e Condições: disponível em https://compras.itaipu.gov.br. Recebimento das Propostas: até as 9h de 9 de março de 2017. Informações: compras_suporte@itaipu.gov.br. Rosimeri Fauth Ramadas Martins Superintendente de Compras

Blás Sixto Mazacotte Centurión

Superintendente Adjunto de Compras

UNIODONTO PARANÁ - Federação Estadual das Cooperativas Odontológicas CNPJ 72.510.472/0001-03 25ª ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO O Presidente da UNIODONTO PARANÁ - Federação Estadual das Cooperativas Odontológicas, inscrita no CNPJ-MF sob nº 72.510.472/0001-03, com sede à Rua Raposo Tavares 554, Jardim Ipiranga, na cidade de Londrina, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições que lhe confere o artigo 21º do Estatuto Social, convoca as Cooperativas Singulares Federadas cujo número é de 03 (TRES), para se reunirem em Assembleia Geral Ordinária, que será a 25ª (Vigésima Quarta), a ser realizada no dia 17 de março de 2017, na sede da UNIODONTO de Ponta Grossa Cooperativa Odontológica, sito à Rua Dr. Paula Xavier, nº 706, Centro, Ponta Grossa-PR, CEP 84040-010, às 09h., em primeira convocação com a presença de 2/3 (dois terços) do número de Delegados das Cooperativas Singulares Federadas; às 10h., em segunda convocação com a presença da metade mais um do número de Delegados das Cooperativas Singulares Federadas; às 11h., em terceira e última convocação, com a presença de qualquer número de Delegados das Cooperativas Singulares Federadas, para deliberar sobre o seguinte: 1 - Prestação de contas referente ao exercício findo de 2016, compreendendo: a) Relatório da gestão e b) Balanço e demonstrativo da conta sobras ou perdas, com “Parecer do Conselho Fiscal”; 2 - Destinação das sobras ou perdas apuradas, deduzidas as parcelas para os fundos estatutários; 3 - Fixação do valor das cédulas de presença para os Conselhos de Administração e Conselho Fiscal; 4 - Eleição para renovação e posse dos Conselhos de Administração e Conselho Fiscal; 5 - Outros assuntos de interesse da Federação das Cooperativas Odontológicas. Marcelo Faneco Fontana Presidente

AVISO DE LICITAÇÃO Processo nº 168709/2016-17 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 005/2017 Envio de propostas a partir de 17/02/2017, com abertura para lances na data de 07/03/2017, horário: 09h00min, disponível no site www.comprasgovernamentais.gov. br. Objetivo: Implantação de Pregão Eletrônico através de Sistema Registro de Preços, com vigência de doze meses, para aquisição parcelada conforme a necessidade de Bolsa para Congelamento100ml . O objeto atenderá o Complexo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Marcelo Czaikowiski- pregoeiro. Publique-se. Prof. Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich Superintendente do Complexo do Hospital de Clínicas da UFPR

HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

AVISO DE LICITAÇÃO Processo nº 162208/2016-19 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 009/2017 Envio de propostas a partir de 17/02/2017, com abertura para lances na data de 09/03/2017, horário: 09h00min, disponível no site www.comprasgovernamentais.gov. br. Objetivo: Implantação de Pregão Eletrônico, com vigência de doze meses, para Contratação de empresa especializada em certificação de câmaras ou capelas de exaustão e certificação de 09 salas limpas. O objeto atenderá o Complexo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Tânia Mara Ziolkoski - pregoeira. Publique-se.

DETRON SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS S/A. CNPJ 07.885.422/0001-30 NIRE Nº 41300089329 ATA DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DATA: 01 de Dezembro de 2016 (01/12/2016). HORA: às 10:00 horas (dez horas). LOCAL: na sede da sociedade situada na Rua Alcides Munhoz, nº 822, Mercês, CEP 80710-030, em Curitiba, Estado do Paraná. CONVOCAÇÃO: Cartas convites aos acionistas, expedidas com a antecedência legal. PRESENÇAS: Presentes acionistas representando 100% (cem por cento) das ações com direito a voto, a saber: (1) MARIA EUGENIA BERTOLDI PERINE, brasileira, casada, professora universitária, portadora da Cédula de Identidade nº 4.138.420-4/PR e inscrita no CPF/MF sob o nº 830.924.20934, residente e domiciliada na Rua Nunes Machado, nº 3100, Parolin, CEP: 80.250000, inventariante do espólio de EDISON BERTOLDI (2) ORLANDO BERTOLDI JUNIOR, brasileiro, casado em regime de separação total de bens, empresário, portador da CI/RG nº 375.585/PR, inscrito no CPF/MF sob o nº 000.214.079-91, residente e domiciliado em Curitiba, Paraná, na Rua Higino Mazzarotto, nº 06, bairro Vista Alegre, CEP: 80.820-290; e (3) MARILENE PINHEIRO BERTOLDI, brasileira, viúva, empresária, portadora da CI/RG nº 187.875/PR, inscrita no CPF/MF sob o nº 796.943.579-34, residente e domiciliada em Curitiba, Paraná, na Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, nº 2019, Mossunguê, CEP: 80.200-100. PUBLICAÇÕES: Dispensadas diante da presença da totalidade (100%) dos acionistas e/ou dos seus representantes. MESA: Presidente: Orlando Bertoldi Junior; Secretária: Marilene Pinheiro Bertoldi. ORDEM DO DIA: (a) Eleição da Diretoria para os próximos 03 (três) anos, período compreendido entre os dias de 01/01/2017 a 31/12/2019, a ser iniciado imediatamente após o término do atual período. DELIBERAÇÕES UNÂNIMES: Estando presentes todos os acionistas e/ou seus representantes, de DETRON SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS S/A., pessoa jurídica de direito privado, com sede em Curitiba, Paraná, na Rua Alcides Munhoz, nº 822, Bairro Mercês, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 07.885.422/0001-30, com seus atos constitutivos arquivados na Junta Comercial do Paraná sob nº 41300089329, o Senhor. Presidente colocou as matérias em deliberação, que foram aprovadas pelos detentores e/ou seus representantes, de 100% (cem por cento) do seu capital, conforme a Ordem Do Dia, ficando o item (a) Aprovado por unanimidade a escolha da Diretoria, a ser composta por: (i) Diretora: Maria Eugenia Bertoldi Perine, já qualificada. Eleita por unanimidade de votos dos acionistas detentores das ações ordinárias classe “A”. (ii) Diretor: Orlando Bertoldi Junior, já qualificado. Eleito por unanimidade de votos dos acionistas detentores das ações ordinárias classe “B”; e (iii) Diretora: Marilene Pinheiro Bertoldi, já qualificada. Eleita por unanimidade de votos dos acionistas detentores das ações ordinárias classe “C”. Os Diretores eleitos terão prazo de mandato de 03 (três) anos, a ser iniciado imediatamente após o término do atual, podendo ser reeleitos e declaram, na forma da lei, que não estão impedidos de exercer a administração da Companhia, seja por lei especial, ou em virtude de condenação criminal, ou por se encontrarem sob os efeitos de pena que vede, ainda que temporariamente, a atividade empresarial. A Assembleia Geral fixa a remuneração global anual dos Diretores para os próximos 03 (três) exercícios, anos de 2017, 2018 e 2019, em R$ 23.640,00 (vinte e três mil, seiscentos e quarenta reais), a qual será distribuída entre eles em reunião própria. ENCERRAMENTO: Nada mais havendo a tratar e encerradas as matérias constantes da ordem do dia, o Senhor Presidente declarou suspensos os trabalhos da Assembleia pelo tempo necessário à lavratura da presente Ata que, lida em alta voz e achada exata e conforme, depois de reaberta a sessão, foi aprovada e assinada por mim Orlando Bertoldi Junior, pela Secretária da Assembleia, e pelos acionistas e/ou seus representantes presentes. • MESA: ORLANDO BERTOLDI JUNIOR MARILENE PINHEIRO BERTOLDI Presidente da Assembleia Secretária da Assembleia • ACIONISTAS: ORLANDO BERTOLDI JUNIOR MARILENE PINHEIRO BERTOLDI ESPÓLIO DE EDISON BERTOLDI Maria Eugenia Bertoldi - Inventariante Registrado na Junta Comercial do Paraná sob nº 20170532755 em 14/02/2017

ORLANDO BERTOLDI S/A. CNPJ 76.538.412/0001-41 NIRE Nº 41201287319 ATA DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DATA: 01 de Dezembro de 2016 (01/12/2016). HORA: às 10:00 horas (dez horas). LOCAL: na sede da sociedade situada na Rua Alcides Munhoz, nº 822, Mercês, CEP 80710-030, em Curitiba, Estado do Paraná. CONVOCAÇÃO: Cartas convites aos acionistas, expedidas com a antecedência legal. PRESENÇAS: Presentes acionistas representando 100% (cem por cento) das ações com direito a voto, a saber: (1) MARIA EUGENIA BERTOLDI PERINE, brasileira, casada, professora universitária, portadora da Cédula de Identidade nº 4.138.420-4/PR e inscrita no CPF/ MF sob o nº 830.924.209-34, residente e domiciliada na Rua Nunes Machado, nº 3100, Parolin, CEP: 80.250-000, inventariante do espólio de EDISON BERTOLDI (2) ORLANDO BERTOLDI JUNIOR, brasileiro, casado em regime de separação total de bens, empresário, portador da CI/RG nº 375.585/PR, inscrito no CPF/MF sob o nº 000.214.079-91, residente e domiciliado em Curitiba, Paraná, na Rua Higino Mazzarotto, nº 06, bairro Vista Alegre, CEP: 80.820-290; e (3) MARILENE PINHEIRO BERTOLDI, brasileira, viúva, empresária, portadora da CI/RG nº 187.875/ PR, inscrita no CPF/MF sob o nº 796.943.579-34, residente e domiciliada em Curitiba, Paraná, na Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, nº 2019, Mossunguê, CEP: 80.200100. PUBLICAÇÕES: Dispensadas diante da presença da totalidade (100%) dos acionistas e/ou dos seus representantes. MESA: Presidente: Orlando Bertoldi Junior; Secretária: Marilene Pinheiro Bertoldi. ORDEM DO DIA: (a) Deliberação sobre as negociações mantidas com o banco Itaú Unibanco S/A, relativas a Acordo Judicial e/ou Extra-Judicial objetivando quitar todos os contratos financeiros e/ou quaisquer outras pendências financeiras, pelo valor total de R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais); (b) Deliberação sobre o aporte de recursos financeiros que os acionistas farão, a razão de R$ 400.000,00 por acionista, para viabilizar o pagamento de eventual Acordo com o banco Itaú Unibanco S/A, conforme item (a) acima; (c) Deliberação sobre a transferência para a empresa Bom Pastor Serviços de Administração de Empresas S/A, pelo valor total de R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais), dos 28 (vinte e oito) veículos tipo ônibus, que garantem as dívidas junto ao banco Itaú Unibanco S/A, que em caso de efetivação do Acordo, serão liberados. DELIBERAÇÕES UNÂNIMES: Estando presentes todos os acionistas e/ou seus representantes, de ORLANDO BERTOLDI S/A., pessoa jurídica de direito privado, com sede em Curitiba, Paraná, na Rua Alcides Munhoz, nº 822, Bairro Mercês, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 76.538.412/0001-41, com seus atos constitutivos arquivados na Junta Comercial do Paraná sob nº 41201287319, o Senhor. Presidente colocou as matérias em deliberação, que foram aprovadas pelos detentores e/ou seus representantes, de 100% (cem por cento) do seu capital, conforme a Ordem Do Dia, ficando o item (a) Aprovada a negociação e eventual concretização do Acordo junto ao banco Itaú Unibanco S/A; (b) Aprovado o aporte de recursos financeiros que os acionistas farão para fazer frente ao pagamento de eventual Acordo efetivado junto ao banco Itaú Unibanco S/A; (c) Aprovada a transferência dos veículos para a empresa Bom Pastor, em caso de eventual efetivação do Acordo junto ao banco Itaú Unibanco S/A. ENCERRAMENTO: Nada mais havendo a tratar e encerradas as matérias constantes da ordem do dia, o Senhor Presidente declarou suspensos os trabalhos da Assembleia pelo tempo necessário à lavratura da presente Ata que, lida em alta voz e achada exata e conforme, depois de reaberta a sessão, foi aprovada e assinada por mim Orlando Bertoldi Junior, pela Secretária da Assembleia, e pelos acionistas e/ou seus representantes presentes. • MESA: ORLANDO BERTOLDI JUNIOR Presidente da Assembleia

MARILENE PINHEIRO BERTOLDI Secretária da Assembleia

• ACIONISTAS: ORLANDO BERTOLDI JUNIOR

MARILENE PINHEIRO BERTOLDI

ESPÓLIO DE EDISON BERTOLDI Maria Eugenia Bertoldi - Inventariante Registrado na Junta Comercial do Parana sob nº 20171025407 EM 13/02/2017.

Prof. Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich Superintendente do Complexo do Hospital de Clínicas da UFPR

HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

AVISO DE LICITAÇÃO Processo nº 163233/2016-10 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 010/2017 Envio de propostas a partir de 17/02/2017, com abertura para lances na data de 03/03/2017, horário: 09h00min, disponível no site www.comprasgovernamentais.gov. br. Objetivo: Implantação de Pregão Eletrônico através de Sistema Registro de Preços, com vigência de doze meses, para aquisição parcelada conforme a necessidade de papel toalha. O objeto atenderá o Complexo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Tânia Mara Ziolkoski - pregoeira. Publique-se. Prof. Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich Superintendente do Complexo do Hospital de Clínicas da UFPR

HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

AVISO DE LICITAÇÃO Processo nº 156808/2016-48 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 013/2017 Envio de propostas a partir de 17/02/2017, com abertura para lances na data de 09/03/2017, horário: 09h00min, disponível no site www.comprasgovernamentais.gov. br. Objetivo: Implantação de Pregão Eletrônico, com vigência de doze meses, para Contratação de empresa especializada em tratamento biológico das redes coletoras de esgoto e de caixas de gordura. O objeto atenderá o Complexo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Tânia Mara Ziolkoski - pregoeira. Publique-se. Prof. Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich Superintendente do Complexo do Hospital de Clínicas da UFPR


publicidade legal (GLWDOGH&,7$d­2GRUpX$1'(5621/($/12*8(,5$TXHVHHQFRQWUDHPOXJDULQFHUWRUHIHUHQWHDDomRGHQƒ GHDomRGH%86&$($35((16­2HPTXHpDXWRU%$1&2%9),1$1&(,5$6$&),HUpX$1'(5621 /($/12*8(,5$EUDVLOHLURLQVFULWRQR&3)0)VRERQžDTXDOWUDPLWDQDÂ?9DUD&tYHOGD&RPDUFDGH &XULWLED35'RVIDWRVRDXWRUpFUHGRUGR5pXQRYDORUGH5 9LQWHPLOHFLQTXHQWDHXPUHDLVHRLWHQWD HQRYHFHQWDYRV HPGHFRUUrQFLDGHXP&RQWUDWRGH)LQDQFLDPHQWRQž%HP$OLHQDGR $XWRPyYHO3ODFD $WXDO,.:&KDVVL%'0DUFD0RGHOR),$73$/,2),5(93$QRGH)DEULFDomR0RGHOR &RU$]XO'RVSHGLGRV,VVRSRVWRUHTXHUD9([DVHGLJQHGHWHUPLQDUOLPLQDUPHQWHDEXVFDHDSUHHQVmRGREHPDOLHQDGR ILGXFLDULDPHQWHTXHVHHQFRQWUDHPSRGHUGDUp$SyVDH[HFXomRGDOLPLQDUD5pGHYHUiVHUFLWDGDSDUDTXHUHQGRGHQWURGR SUD]RGH GLDV SDJDUQRHQGHUHoR PHQFLRQDGR QR FDEHoDOKRR VDOGR LQWHJUDO GD GtYLGDGHYLGDPHQWHDWXDOL]DGDH DFUHVFLGDGRVMXURVGHPRUDKLSyWHVHHPTXHOKHVHUmRUHVWLWXtGRVRVEHQVDSUHHQGLGRVHRXQRSUD]RGHGLDVDSUHVHQWDU UHVSRVWDVRESHQDGHUHYHOLDSURODWDQGRVHDVHQWHQoDGHSURFHGrQFLDGDDomRHFRQGHQDQGRVHDUpDRSDJDPHQWRGDV FXVWDVSURFHVVXDLVKRQRUiULRVDGYRFDWtFLRVDVHUHPIL[DGRVSRU9([DHGHPDLVFRPLQDo}HVOHJDLVYHUEDVHVWDVDWXDOL]DGDV PRQHWDULDPHQWH'HVSDFKRGHIOV'HIHULGDDOLPLQDUREHPIRLDSUHHQGLGRFRQWXGRR6U2ILFLDOGH-XVWLoDGHL[RXGHHIHWLYDU DFLWDomRGRUHTXHULGRHPYLUWXGHGRPHVPRHVWDUHPOXJDULQFHUWRHQmRVDELGR2SRUWXQDPHQWHUHTXHUHXRDXWRUDFLWDomRGR UHTXHULGRSRUHGLWDORTXHIRLGHIHULGRDVHT'HWHUPLQRXR00-XL]FRQIRUPHGHVSDFKRDVHJXLUSDUFLDOPHQWHWUDQVFULWR >@'LDQWHGDGLOLJrQFLDUHDOL]DGDHGDWHQWDWLYDQHJDWLYDGHFLWDomRILFDGHIHULGDDFLWDomRSRUHGLWDOFRPSUD]RGH VHV VHQWD GLDVHFRQIRUPHRDUWGR&3&'HYHUiFRQVWDUGRHGLWDODDGYHUWrQFLDGHTXHVHUiQRPHDGRFXUDGRUHVSHFLDO HPFDVRGHUHYHOLD>@&WED D 085,/2*$63$5,1,025(12-XL]GH'LUHLWR7HPRSUHVHQWHHGLWDOD ILQDOLGDGHGH&LWDURUpXSDUDTXHWRPHFLrQFLDGDSUHVHQWHDomRHFRQWHVWHDTXHUHQGRQRSUD]RGH TXLQ]H GLDVVRE SHQDGHUHYHOLDLVWRpQmRFRQWHVWDGDDDomRSUHVXPLUVHmRDFHLWRVFRPRYHUGDGHLURVRVIDWRVDOHJDGRVSHORDXWRU( SDUDTXHFKHJXHDRFRQKHFLPHQWRGRVLQWHUHVVDGRVHQmRSRVVDPGHIXWXURDOHJDULJQRUkQFLDPDQGRXRSUHVHQWHHGLWDO .H TXHVHUiSXEOLFDGRHDIL[DGRQDIRUPDGDOHL&XULWLED35DRV

FEDERAĂ‡ĂƒO DOS CONTABILISTAS DO ESTADO DO PARANĂ AVISO CONTRIBUIĂ‡ĂƒO SINDICAL/2017 A FECOPAR – Federação dos Contabilistas do Estado do ParanĂĄ, comunica aos profissionais contabilistas do Estado do ParanĂĄ, com registo ativo no CRCPR, que deverĂŁo recolher a Contribuição Sindical/2017, em nome dos Sindicatos dos Contabilistas filiados Ă FECOPAR, atĂŠ o dia 28/02/2017, no valor de R$ 264,00 (duzentos e sessenta e quatro reais). Aos profissionais jĂĄ cadastrados, a guia de recolhimento personalizada serĂĄ enviada pelo correio, para os nĂŁo cadastrados, poderĂŁo retirar a guia de recolhimento na sede do Sindicato ao qual pertence. Curitiba-PR, 16 de fevereiro de 2017. DIVANZIR CHIMINACIO Presidente

AVISO DE LICITAĂ‡ĂƒO LEILĂƒO ADMINISTRATIVO 2017/0056V (7419), CESUP Suprimentos e PatrimĂ´nio (PR), regido pelos termos do edital e pela Lei 8.666/93; OBJETO: Venda de bens imĂłveis nĂŁo de uso, situados nos estados do ES, GO, MA, MS, MG, PR, RS, SC, SP e TO; LOCAL/DATA/HORA DE REALIZAĂ‡ĂƒO: AuditĂłrio do Banco do Brasil S.A., situado na Praça Tiradentes, 410, 8Âş Andar, Ala “Aâ€?, Centro, Curitiba/PR, em 06.03.2017, com inĂ­cio Ă s 14:00h; OBTENĂ‡ĂƒO DO EDITAL: na Avenida Sete de Setembro, 2775, 9Âş Andar, EdifĂ­cio Estação Business, Bairro Rebouças, Curitiba/PR, das 10:00h Ă s 17:00h, atĂŠ 03/03/2017, ou pela internet atravĂŠs do site: www.bb.com.br / Outros Sites / Compras e Licitaçþes / Venda de ImĂłveis / LeilĂľes e ConcorrĂŞncias. Para os lotes que nĂŁo forem vendidos, objetos do anexo 1, na data de 06/03/2017, serĂĄ realizada nova sessĂŁo do leilĂŁo em 07/03/2017, no mesmo local e horĂĄrio, contemplando os mesmos lotes, em atendimento Ă  Lei 9.514/97. Informaçþes: (41) 3259-0861 e (41) 3259-0779.

Maia diz que vai esperar STF sobre trâmite do projeto anticorrupção O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ontem que vai esperar a decisĂŁo do plenĂĄrio do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a tramitação do projeto de lei que trata de medidas de combate Ă corrupção para dar andamento ao processo na Casa. O projeto foi devolvido hoje Ă  Câmara pelo presidente do Senado, EunĂ­cio Oliveira (PMDB-CE). Maia reiterou que acredita que a decisĂŁo do ministro do STF Luiz Fux, que suspendeu a votação do projeto na Câmara, ĂŠ um tipo de interferĂŞncia do Poder JudiciĂĄrio no Legislativo, mas declarou que nĂŁo vai criticar nem desobedecer a decisĂŁo da justiça. “Eu acho que foi uma decisĂŁo que de alguma forma interfere no Poder Legislativo, mas vamos ter paciĂŞncia. Como nĂłs nĂŁo vamos desrespeitar uma decisĂŁo da justiça, ĂŠ preciso esperar e aguardar que o plenĂĄrio do Supremo decida sobre a matĂŠriaâ€?, afirmou Maia. Ele reconheceu que nĂŁo sabe como deve proceder de agora em diante e defendeu que se estabeleçam novas regras para tramitação de projetos da mesma natureza. “O problema ĂŠ que ficou muito confuso. O que eu faço agora? Eu devolvo (o projeto de lei) para os autoresâ€?? Como o projeto anticorrupção ĂŠ de iniciativa popular, Maia

voltou a criticar a questĂŁo da validade das assinaturas da proposta. Ele lembrou que, se tiver que rever todo o processo de tramitação, outros projetos de iniciativa popular jĂĄ aprovadas e que seguiram o mesmo rito, como o da Ficha Limpa, tambĂŠm teriam que ser reavaliados e isso poderia criar um “ambiente de insegurançaâ€?. Maia argumentou que se a tramitação nĂŁo valer nesse caso, talvez nĂŁo possa valer em caso algum. “EntĂŁo, vĂŁo cair todas as leis de iniciativa popular? Eu acho que pode se tentar construir alguma regra em relação a como acatar um projeto de iniciativa popular, pra garantir que aquelas assinaturas sejam 100% vĂĄlidasâ€?, falou. O deputado disse que o projeto anticorrupção foi avaliado de forma contundente pela Câmara e que a prerrogativa de legislar ĂŠ dos parlamentares. “NĂłs entendemos que uma liminar nĂŁo poderia ter avançado numa prerrogativa de legislar, em matĂŠria que ĂŠ nossa, de manter texto, de mudar texto, de rejeitar texto.. Essa ĂŠ uma decisĂŁo da Câmara... EntĂŁo, respeitando a liminar do ministro Fux, nĂłs esperamos que o Supremo como um todo decida, porque ĂŠ uma decisĂŁo no mĂ­nimo polĂŞmica, que gera, de fato, uma interferĂŞncia [no Legislativo]â€?, completou.

DiĂĄrio IndĂşstria&ComĂŠrcio

Curitiba, sexta-feira e sĂĄbado, 17 e 18 de fevereiro de 2017 | A6

Ponto de Vista O caminho para o fim da crise Novamente o agronegócio deve bater recorde com uma safra de 215 milhþes de toneladas de grãos colocando no mercado R$ 237,7 bilhþes. Dinheiro que vai para o comÊrcio, para a indústria e vai movimentando a engrenagem para que a recessão não faça estragos ainda maiores. Mais uma vez Ê o agronegócio sustentando a balança comercial, gerando emprego, garantindo renda e contribuindo para o desenvolvimento do Brasil. O que significa que o produtor rural tem se esforçado para produzir cada vez mais e melhor. Pena que da porteira para fora, o governo federal ainda não se atentou para isso. O agronegócio Ê o setor com capacidade råpida de resposta para a crise econômica. Não deu importância ao fato de que o setor que movimenta a economia precisa escoar sua safra e distribuir sua produção por ferrovias, rodovias, portos, aeroportos e hidrovias. Em seus nove meses, o atual governo não anunciou investimento em nenhuma obra que mostre uma retomada de um programa nessa årea. A realização de obras necessårias para o país seria tambÊm um indutor da economia. Por outro lado, apesar de não termos tido a recuperação econômica desejada, hå medidas que são importantes e que foram tomadas pelo governo Temer. São reformas estruturais que estão resultando em recuperação dos cofres públicos que estavam desfalcados, embora não surtam os resultados imediatos. É claro que temos pressa que a economia reaqueça. A demora nos leva a dar passos para trås, embora, às vezes, eles sejam necessårios para que possamos seguir o caminho com segurança. Não podemos negar que o governo federal conseguiu vitórias importantes no Congresso, que devem favorecer investimentos e criar condiçþes necessårias para que a economia volte a crescer. A PEC 55/2016, que limita o gasto público à inflação do ano anterior por um período de 20 anos, demonstra austeridade

para evitar no plano federal situaçþes de caos como a que estamos vendo em alguns estados, em que funcionårios públicos estão com salårios atrasados e não receberam nem o 13.º salårio. O governo, seja federal, estadual ou municipal, terå de planejar seus gastos para minimizar o endividamento e permitir a retomada de investimentos. Quando o Governo corta 3.690 cargos de confiança e economiza R$ 176 milhþes estå sinalizando para uma måquina mais enxuta, direcionando o dinheiro para åreas prioritårias. A nova Lei de Responsabilidade das Estatais trouxe seriedade e evita indicaçþes políticas no comando de empresas públicas. A medida proíbe que pessoas com atuação partidåria e cargos públicos ocupem postos de direção das estatais. São avanços em questþes cruciais para um crescimento seguro e sustentåvel. Embora não deem os resultados esperados a curto prazo. Temos de pensar no futuro. É isso que faz a Medida Provisória 746/16. Ente outras mudanças, ela deixa as crianças mais tempo na sala de aula. Reformar a educação Ê prioritårio para quem quer novas geraçþes mais preparadas e com conhecimento. São medidas que demonstram seriedade com a coisa pública e transmitem segurança aos investidores. O estrago deixado pelo governo Dilma foi grande. A må gestão deixou marcas profundas que não são de fåcil solução. Não se recoloca 12 milhþes de pessoas no mercado de trabalho de um dia para o outro. Teremos que continuar a exercitar um pouco mais a nossa paciência. Hå sinais de novos tempos, embora o cÊu ainda permaneça nublado e o sol oculto como numa tarde de outono. à gide Meneguette, presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR

ODEBRECHT

Escândalos ofuscam reunião de presidentes do Equador e da Colômbia Com elogios mútuos, os presidentes da Colômbia, Juan Manuel Santos, e do Equador, Rafael Correa, tiveram ontem (15) seu último encontro oficial e foram ofuscados pelos escândalos de corrupção envolvendo a construtora Odebrecht em seus respectivos países. As informaçþes são da Agência ANSA. Os presidentes foram indagados por jornalistas sobre os supostos casos de corrupção e

financiamentos ilegais de campanha. Correa, que deixarå o cargo em breve, após as eleiçþes presidenciais de domingo no Equador, Ê suspeito de manter uma lista de funcionårios que teriam recebido dinheiro da construtora ou encoberto casos de corrupção. Os crimes teriam ocorrido entre 2007 e 2016, período durante o qual a empreiteira teria pago cerca de US$ 33,5 milhþes às autoridades

equatorianas, justamente durante o mandato de Correa. JĂĄ Santos, que venceu o PrĂŞmio Nobel da Paz em 2016, por conta do histĂłrico acordo com as FARC, lamentou o “danoâ€? que o escândalo provocou em sua imagem e ao paĂ­s, em meio Ă s acusaçþes de que a construtora brasileira poderia ter dado atĂŠ US$ 1 milhĂŁo para sua campanha presidencial em 2014. “Este tipo de situação deve ser esclareci-

da no menor tempo possível�, disse. A Odebrecht admitiu ter pago propina em 12 países, sendo que em cada local o escândalo tomou formas e proporçþes diferentes. AlÊm de Equador e Colômbia, os casos de corrupção apareceram no Peru, Venezuela, Panamå e Estados Unidos, os quais jå anunciaram medidas contra a atuação da Odebrecht em seus territórios.

Barroso envia ao plenårio do STF ação sobre restrição do foro privilegiado O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso enviou ontem ao plenårio da Corte uma ação penal na qual deve ser discutida a restrição do foro privilegiado para deputados federais e senadores. Para ser julgado, o processo precisa ser pautado pela presidente do Supremo, Cårmen Lúcia. Ainda não hå data prevista. No despacho, o ministro diz que os detentores de foro privile-

giado somente devem responder a processos criminais no STF se os fatos imputados a eles ocorram durante o mandato. No caso de fatos que ocorreram antes do mandato, a competĂŞncia para julgamento seria da Primeira Instância da Justiça. De acordo com a Constituição, cabe ao Supremo julgar membros do Congresso Nacional nas infraçþes penais comuns. “A tese a ser debatida limita a aplicação do foro por prerrogativa

de função, perante o Supremo Tribunal Federal, às acusaçþes por crimes cometidos no cargo e em razão do cargo ao qual a Constituição assegura este foro especial. Se o fato imputado, por exemplo, foi praticado anteriormente à investidura no mandato de parlamentar federal, não se justificaria a atribuição de competência ao STF�, sustenta Barroso. Segundo o ministro, Ê preciso repensar o modelo de foro privile-

giado, com objetivo de eliminĂĄ-lo ou reduzĂ­-lo. “Em primeiro lugar, existem razĂľes filosĂłficas: trata-se de uma reminiscĂŞncia aristocrĂĄtica, nĂŁo republicana, que dĂĄ privilĂŠgio a alguns, sem um fundamento razoĂĄvel. Em segundo lugar, devido a razĂľes estruturais: cortes constitucionais, como o STF, nĂŁo foram concebidas para funcionar como juĂ­zos criminais de 1Âş grau, nem tĂŞm estrutura para isso.â€?

TENSĂƒO

TSE pune partidos por nĂŁo ApĂłs perseguição, PRF apreende 545 quilos de cocaĂ­na no PR incentivarem participação A SuperintendĂŞncia da PolĂ­- estava sendo transportada em uma lidir de raspĂŁo com outro veĂ­culo 33 anos, morador de SĂŁo Paulo. cia RodoviĂĄria Federal (PRF) no caminhonete Ford Ranger. enquanto tentava despistar os Ele informou aos policiais que polĂ­tica feminina ParanĂĄ apreendeu 545 quilos de O motorista, ao deparar com agentes, mas o motorista acabou transportava a droga de Joinville O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu ontem punir nove partidos por nĂŁo terem destinado 10% do seu tempo de propaganda gratuita de rĂĄdio e televisĂŁo para incentivar a participação das mulheres na polĂ­tica, conforme determina uma regra da Lei dos Partidos PolĂ­ticos. Foram punidos PT, PSB, PMDB, PCdoB, PR, PSD, PSC, PHS e PRB. Como sanção, as legendas perderĂŁo parte do tempo de inserção gratuita em rĂĄdio e TV a que teriam direito durante o primeiro semestre deste ano. O Artigo 45 da Lei dos Partidos (9.096/1995) determina que as legendas “promovam e difundam a participação polĂ­tica feminina, dedicando Ă s mulheres o tempo que serĂĄ fixado pelo ĂłrgĂŁo nacional de

direção partidĂĄria, observado o mĂ­nimo de 10% (dez por cento) do programa e das inserçþesâ€?. Para o relator das açþes que resultaram na punição aos partidos, ministro Herman Benjamin, nĂŁo basta a veiculação de mensagens favorĂĄveis Ă participação polĂ­tica feminina para que a regra seja cumprida, sendo necessĂĄrio que as prĂłprias mulheres figurem como protagonistas nas inserçþes. “Penso que o objetivo da lei ĂŠ acabar com o sistema em que os homens se autointitulam representantes naturais da mulher. A norma pretende fazer a mulher reconhecer que ela ĂŠ cidadĂŁ igual ao homem, com voz prĂłpria para defender seus direitosâ€?, afirmou Benjamin em seu voto.

cocaína na região metropolitana de Curitiba. A apreensão, ocorrida na noite de quarta-feira na BR-277, no município de São JosÊ dos Pinhais, Ê a maior feita este ano pela instituição em todo o país. A droga

uma viatura da PRF, fez uma manobra brusca de retorno. O movimento chamou a atenção dos policiais rodoviårios, que partiram em perseguição à caminhonete. O carro do fugitivo chegou a co-

preso em seguida. Os 545 quilos de cocaĂ­na estavam divididos em dezenas de tabletes, espalhados nos bancos e na carroceria da caminhonete. O motorista era um homem de

(SC) para ParanaguĂĄ (PR). Os policiais rodoviĂĄrios encaminharam o preso, a cocaĂ­na e o veĂ­culo para a SuperintendĂŞncia da PolĂ­cia Federal (PF) em Curitiba. A droga serĂĄ incinerada.

Palestina lamenta declaraçþes de Trump sobre conflito As autoridades palestinas alertaram ontem os Estados Unidos e o presidente Donald Trump sobre os riscos de abandonar a polĂ­tica dos dois Estados, questĂŁo-chave nos conflitos entre israelenses e palestinos. As informaçþes sĂŁo da AgĂŞncia Ansa. “Se a administração de Trump rejeitar essa polĂ­tica isso iria destruir as chances de paz [na regiĂŁo]

e ameaçar os interesses norteamericanos, sua posição e a sua credibilidade no exterior�, disse Hana Ashrawi, um dos membros da Organização para a Libertação da Palestina (OLP). Na quarta-feira , Trumpo mostrou uma mudança histórica no posicionamento dos Estados Unidos em relação à política. Durante a visita do primeiro-

ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, à Casa Branca, os dois líderes conversaram sobre a relação entre os dois países, a situação de crise do Oriente MÊdio e a nomeação do embaixador norteamericano na nação judaica. Na coletiva de imprensa, Trump deu a entender que a criação de um Estado palestino não

precisa ser a Ăşnica solução para a crise da regiĂŁo, posição contrĂĄria Ă dos Ăşltimos presidentes norteamericanos. “Estou olhando para as soluçþes de um Estado e dois Estados, e eu gosto da que as duas partes gostarem. Se Israel e os palestinos estiverem felizes, eu estarei feliz com a qual eles mais gostaremâ€?, afirmou o mandatĂĄrio.


política

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira e sábado, 17 e 18 de fevereiro de 2017 | A7

Fábio Campana fabio.campana@gmail.com

O Papa Francisco diz que o capital não pode comandar o mundo. O capital tem interesses próprios e não tem alma nem nação”. Senador Requião, que agora se diz amigo de infância do papa.

O efeito Temer Por que Lula está bem nas pesquisas? Ora, apor que depois que Michel Temer sucedeu a Dilma Rousseff na presidência da República, a vida só melhorou para 7,2% dos brasileiros. Permaneceu igual para 64,6%. E piorou para 26,9%. É o que mostra a mais recente pesquisa de opinião do Instituto Paraná, que entre os dias 12 e 15 de fevereiro ouviu 2.020 eleitores com 16 ou mais anos de idade em 146 municípios de 26 Estados e do Distrito Federal. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A percepção de que a vida piorou é maior entre os moradores do Nordeste e do Sudeste. É maior entre as mulheres. Maior entre os que

têm entre 35 e 44 anos de idade. E maior entre os que têm apenas o ensino fundamental. A segunda pergunta foi sobre como a administração de Temer é avaliada. Apenas 1,2% dos ouvidos pelo Instituto Paraná consideraram a administração ótima. Ela é boa, segundo 11,2%. Para 35,5%, apenas regular. Ruim para 18,3%. E péssima para quase 50% (exatamente 49,8%). Por encomenda da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), o Instituto MDA, com sede em Belo Horizonte, divulgou sua nova pesquisa nacional. A reprovação ao governo aumentou sete pontos percentuais em relação à pesquisa do MDA de outubro último.

Exemplo raro

Pobreza aumenta

O governador Beto Richa e o deputado Ademar Traiano (PSDB) entregaram em Santa Terezinha de Itaipu, as chaves das casas para 337 famílias com renda de até R$ 1600 mensais, um investimento de R$ 21,8 milhões. Segundo Traiano, o Paraná é um dos raros estados que consegue investir enquanto a maioria tem dificuldades de pagar o funcionalismo.

Calcula-se que a taxa nacional de pobreza tenha se elevado de 7,4% para 8,7% em 2015, em razão da alta brusca do desemprego. Com nova deterioração do mercado de trabalho em 2016 e nada além de um início de convalescença neste ano, a cifra deve aproximar-se dos 10% da população.

Requião e o Papa

Levantamento do projeto Supremo em Números, da FGV Direito Rio, mostra que, de janeiro de 2011 a março de 2016, apenas 5,8% das decisões em inquéritos no Supremo Tribunal Federal foram desfavoráveis aos investigados – com a abertura da ação penal. Ainda segundo a pesquisa, o índice de condenação de réus na Corte é inferior a 1%. As informações são do Estadão.

Requião costuma invocar Deus, Nossa Senhora e todos os santos quando se trata de campanha política. Sem pejo, usa religião para alcançar objetivos eleitorais. Desta vez não é diferente. Sem nenhum constrangimento, passou a dizer que é amigo do papa Francisco desde a juventude, quando conheceu Jorge Bergoglio em Buenos Aires. Não há registro desse acontecimento. Mas Requião vai em frente e promete visitar o papa, em Roma, depois do carnaval.

Privilégio

O interrogatório de Delcídio, que durou cerca de três horas, foi no âmbito de ação penal que avalia se Lula e outros seis réus, entre eles o próprio ex-senador, atuaram para obstruir as investigações da Lava Jato. Ele foi preso em novembro de 2015, depois que o filho do ex-diretor da Petrobras, Bernardo Cerveró, o gravou numa conversa em que revelava parte do plano para evitar a colaboração do pai e até financiar uma fuga dele para a Espanha. Depois disso, Delcídio decidiu fazer delação e implicou Lula. Conforme a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Bumlai obteve no Banco Schahin um empréstimo fraudulento de R$ 12 milhões, cujo real objetivo era custear despesas do PT. Como o empréstimo não foi pago, a Petrobras foi usada para compensar o grupo credor, firmando com a Schahin Engenharia contrato de R$ 1,6 bilhão para operar o navio-sonda Vitória 10.000. “Essa história das sondas do José Carlos Bumlai até a torcida do Flamengo sabia”, disse Delcídio.

‘Declarações inequívocas’ A defesa do ex-presidente Lula informou que as declarações de Delcídio do Amaral revelaram ‘de forma inequívoca’ que o ex-senador tinha ‘interesse próprio no processo de delação premiada de Nestor Cerveró’. A defesa também ressaltou que Cerveró reconheceu em depoimento que as investidas de Delcídio tinham interesse de ‘dissuadi-lo de delatar o próprio Delcidio’

Bazófia Os advogados de Lula ainda alegaram que Delcidio admitiu em seu interrogatório fazer uso recorrente de ‘bazofia’ (fanfarriobce), “usando de afirmações que não correspondem à realidade”.

Beneficiados

Depois do carnaval

No Supremo são julgados políticos – deputados, senadores e ministros de Estado – que detêm foro privilegiado. O tema votou ao debate com a nomeação, pelo presidente Michel Temer, de Moreira Franco como ministro da Secretaria-Geral da Presidência. A nomeação, contestada, teria por objetivo conferir foro a Moreira, citado em delação da Odebrecht, e evitar eventual investigação na primeira instância. Nesta terça-feira, 14, o ministro do STF Celso de Mello manteve a nomeação.

A Petrobras vai divulgar no dia 22, véspera de Carnaval - quando tudo acaba em samba - as duas agências de propaganda que vão dividir sua verba anual de R$500 milhões por cinco anos. Uma das favoritas é a carioca NBS, que no governo do PT se chamava “Quê” e cujo diretor, Dudu Godoi, foi marqueteiro de Lula. A outra deve ser a paulista Fischer, da Trindade Investimentos, cujo sócio figura na Lava Jato.

TCE mantém tarifa baixa

Por determinação do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), a Casa devolveu à Câmara o pacote anticorrupção aprovado pelos deputados em novembro do ano passado.

Por unanimidade, o Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR) decidiu aceitar, na tarde desta quintafeira (16), a cautelar do conselheiro Ivan Bonilha e manter a determinação para que a Prefeitura de Curitiba volte a cobrar R$ 3,70 pela tarifa de ônibus.

Tanto quanto a Fischer, NBS tem reputação de agência criativa. Sua denominação são as iniciais de “No Bull Shit”. Danilo Amaral, da Trindade, é citado 18 vezes na delação de Sérgio Machado, ex-Transpetro, por receber R$ 30 milhões do petrolão. Em 2015, Danilo Amaral, ganhou fama com imagens nas redes sociais constrangendo o ex-ministro petista Alexandre Padilha em restaurante.

Leprevost ao Senado

MP dá prazo a Greca

Maracutaia

Depois de iniciar a campanha para prefeito de Curitiba com 5% nas pesquisas, e terminar com quase 47% dos votos válidos no segundo turno, vencido por Rafael Greca (PMN), o deputado estadual Ney Leprevost (PSD) já se prepara para voos mais altos. O PSD nacional, animado pelo fato de que ele foi o candidato mais votado do partido em todo o País, nas eleições de 2016, quer lançá-lo para uma das vagas ao Senado em disputa no Paraná no ano que vem.

O Ministério Público do Paraná, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Proteção ao Patrimônio Público de Curitiba, expediu nesta semana Recomendação Administrativa dirigida ao prefeito da capital e ao presidente da URBS (Urbanização de Curitiba S/A) a propósito das passagens de ônibus. Com o documento, o MP-PR busca garantir transparência do processo, o direito à informação e a correta prestação de contas do fundo que administra os recursos obtidos com a tarifa, o Fundo de Urbanização de Curitiba (FUC). No documento, recebido na quarta-feira (15 de fevereiro) pelos agentes públicos, foi estipulado prazo de 15 dias para a adoção das providências necessárias para atender a recomendação.

Militares, policiais militares e até bombeiros disputam a tapa, em todo o País, oportunidades de serem colocados à disposição de governos municipais, estaduais e até federal, em razão de uma portaria bizarra de 2012, do Comando do Exército. Pela portaria 871, é transferido automaticamente para reserva remunerada (aposentadoria) quem ocupar por mais de 2 anos cargos fora da sua unidade militar.

Por ordem de Lula

Gabinetes de políticos policiais ou militares como Jair Bolsonaro são os mais procurados por milicos para antecipar aposentadoria integral.

Temer fez má escolha Alexandre de Moraes é uma má escolha para ocupar vaga no Supremo Tribunal Federal. É o que pensam 56,4% das pessoas que responderam ao levantamento do Paraná Pesquisas divulgado nesta 5ª feira (16.fev.2017). Para 20,7%, a indicação de Temer foi uma boa escolha, e outros 22,9% não souberam ou não opinaram. As informações são do Poder 360.

Senado devolve pacote

O elo mais fraco Trabalho recém-publicado pelo Banco Mundial dá métrica mais precisa a algo que se testemunha diariamente nas ruas das grandes cidades do país —que a recessão econômica levou ao crescimento, pela primeira vez em mais de uma década, do número de brasileiros pobres e miseráveis.

Briga em Foz Sob olhar atento e irado do senador Requião, do PMDB, os tucanos de alto coturno, Valdir Rossoni, chefe da Casa Civil, e Ademar Traiano, presidente da Assembleia, comandados pelo governador Beto Richa, estão em Foz do Iguaçu, dedicados a uma operação para vencer a eleição municipal remarcada para 9 de abril. O candidato in pectore do grupo é Phelipe Abib Mansur, da Rede e adepto da cientologia, neto de velha raposa política que chegou a governar interinamente o Paraná, João Mansur, que foi presidente da Assembleia e candidato a senador derrotado.

Dinheiro grande A partir de março, 2,5 milhões de paranaenses podem sacar R$ 3 bilhões do FGTS. No país, são 30 milhões. Dinheiro que vai ser gasto aqui no estado, já que mais da metade dos trabalhadores tem até R$ 500 para sacar, outros quase 25% dos trabalhadores têm de R$ 500,00 a R$ 1.500,00, e só 20% têm valores que passam dos R$1.500,00.

Em depoimento à 10.ª Vara Federal na quartafeira, 15, em Brasília, o senador cassado Delcídio Amaral (ex-PT-MS) reiterou acusações de sua delação premiada contra o ex-presidente Lula. Delcídio disse ter sido uma ‘sandice’ procurar a família do pecuarista José Carlos Bumlai, supostamente a pedido de Lula, e pedir pagamentos com o objetivo de comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que considerava colaborar com a Operação Lava Jato. A suposta reunião no Instituto Lula teria acontecido em maio de 2015, sem testemunhas. A partir da ordem de Lula, segundo Delcídio, foi montado um esquema por meio do qual a família de Bumlai pagou R$ 50 mil mensais de ajuda financeira a Cerveró. “Cometi a sandice de tomar essa atitude”, declarou. O ex-senador também disse que, em meio à crise gerada pela Lava Jato, se reuniu outra vez, em maio de 2015, com o ex-presidente no Instituto Lula, juntamente com os senadores Edison Lobão (PMDB-MA) e Renan Calheiros (PMDB-AL). O objetivo seria formar um grupo de senadores para reagir às denúncias frequentes que surgiam na operação. Esse encontro é objeto de um inquérito em curso pelo MPF, que suspeita de que o episódio foi mais uma tentativa de atrapalhar investigações.

Maravilha de verba

Outra mamata Se a ideia era inibir a transferência para trabalhar fora dos quartéis, a portaria bizarra acabou criando outra mamata no serviço público.

Objetos de desejo

Festa no gabinete Um major lotado no gabinete de Bolsonaro esfrega as mãos: no domingo (19) completa 2 anos fora da PM e vai ganhar aposentadoria.

Pressão No Distrito Federal, a Casa Militar do governo vive sob grande pressão para apressar processos de cessão de PMs para outros órgãos.

Na folia A Petrobras vai divulgar no dia 22, véspera de Carnaval - quando tudo acaba em samba - as duas agências de propaganda que vão dividir sua verba anual de R$500 milhões por cinco anos. Uma das favoritas é a carioca NBS, que no governo do PT se chamava “Quê” e cujo diretor, Dudu Godoi, foi marqueteiro de Lula. A outra deve ser a paulista Fischer, da Trindade Investimentos, cujo sócio figura na Lava Jato.

No Bull Shit Tanto quanto a Fischer, NBS tem reputação de agência criativa. Sua denominação são as iniciais de “No Bull Shit”.

Dezoito citações Danilo Amaral, da Trindade, é citado 18 vezes na delação de Sérgio Machado, ex-Transpetro, por receber R$ 30 milhões do petrolão.

Palmas para ele Em 2015, Danilo Amaral, ganhou fama com imagens nas redes sociais constrangendo o ex-ministro petista Alexandre Padilha em restaurante.

Zap nunca mais Chantageada por WhatsApp pelo hacker Silvonei José de Jesus Souza, a primeira-dama Marcela Temer deixou de utilizar o aplicativo em 11 de maio de 2016, mesmo dia em que o bandido foi preso.

Recorde negativo Já são 106 os policiais sequelados por “disparos acidentais” de armas da Taurus que resolveram processar a empresa. Mas a Taurus celebra o recorde da venda de 2 mil pistolas. Uma lei marota obriga nossas polícias a comprar armas “made in Brasil”, que só a Taurus produz.

Nome de Minas Aécio Neves levou até Michel Temer a sugestão de Carlos Velloso para ministro da Justiça, mas sabe que o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal não é o “nome do PSDB”. De Minas Gerais, certamente.

Mandou bem, Guilherme Procurador-geral de Justiça do RS, Marcelo Dornelles se enrolou para explicar ao competente repórter Guilherme Baumhardt por que só os procuradores não recebem salários em parcelas, ao contrário dos demais. Ficou parecendo que se acham servidores de primeira classe.

CPI agoniza Findo o impacto inicial, a CPI da Lei Rouanet, prorrogada ontem, caiu mesmo no esquecimento. É comum reuniões com apenas dois deputados: o presidente, Alberto Fraga (DEM), e Izalci (PSDB), do DF.

Pura hipocrisia A imprensa costuma criticar governos que nomeiam ministros que não garantem votos no Congresso, mas fingiu “choque” com o sincericídio do ministro Eliseu Padilha (Casa Civil), revelando que é o número de votos do partido no Congresso que determina a escolha do ministro.

Dívida parcelada José Carlos Aleluia (DEM-BA) apresentou emenda à Medida Provisória 766/17, que regulariza débitos de pessoas e empresas, para que municípios também possam parcelar os débitos junto à união.

Cultura na cadeia Em 7 anos, detentos de quatro prisões de segurança máxima de quatro Estados (PR, MS, RN e RO) produziram 6 mil resenhas de livros. A cada obra lida e resenhada, eles reduzem quatro dias da pena. Pensando bem...

O governo do Paraná uma combinação de eficiência administrativa, ajuste fiscal e sensibilidade social”. Ademar Traiano, presidente da Assembleia

Pensando bem, permanecendo preso, Eduardo Cunha ao menos não vai apanhar de senhoras indignadas no aeroporto.” Claudio Humberto, jornalista


NOVA GESTÃO

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira e sábado, 17 e 18 de fevereiro de 2017 | A8

FACIAP quer fortalecer as pequenas associações comerciais Em entrevista, Marco Tadeu Barbosa fala de suas metas à frente da entidade Odailson Elmar Spada

M

arco Tadeu Barbosa, reassume o cargo de presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná – FACIAP, nesta sextafeira, 17 de fevereiro, às 20 horas no restaurante Madalosso, em Curitiba/PR. Junto com Barbosa, na chapa “É tempo de fazer”, serão empossados 42 vice-presidentes de administração e 26 membros do conselho superior. A chapa (única) foi eleita durante a Assembleia Geral Ordinária da Faciap, realizada em Foz do Iguaçu em dezembro, para o biênio 2016-2018. Em entrevista com e-mail, Barbosa deu a seguinte entrevista, ao jornalista Odailson Elmar Spada, do Diário Indústria & Comércio: Quais as principais propostas na presidência da Faciap? O principal projeto é fortalecer cada vez mais as associações comerciais, principalmente as menores. Essas entidades têm força

nas cidades em que estão, ainda que não tenham uma grande estrutura. É o único porto seguro do setor produtivo daquela região. Por isso, elas precisam ser fortalecidas, inclusive financeiramente. A grande força da Faciap hoje é a capilaridade. Assim, iremos fortalecer a ponte entre as entidades. Para isso, vamos envolver todos os agentes, como as coordenadorias, as associações, o SEBRAE/PR, Oeste Desenvolvimento, entre outros. Quando você fortalece a associação comercial, você fortalece a cidade e, logo, o estado. Qual a sua avaliação da política estadual na geração de negócios e atração de empresas? Acho que podemos avançar na questão dos incentivos fiscais, criando ambiente para que as empresas queiram se instalar no nosso estado, e também na questão da infraestrutura, investindo em rodovias e ferrovias para que o interior continue crescendo. Em relação ao Brasil, po-

deria fazer uma avaliação do governo liderado pelo presidente Temer? É cedo para avaliar, já que ele está há pouco tempo à frente do governo. Ainda há muito a ser feito. O presidente Temer não pode ter medo de avançar nas reformas que o Brasil espera e precisa. Em sua avaliação, a carga tributária é suportável pelas empresas? E a carga tributária no País (hoje em torno de 38%) é suportável, ou teria uma sugestão de reforma tributária? Qual? Conhece as propostas do deputado Federal Luiz Carlos Hauly, encarregado de elaborar a nova reforma tributária no país? Poderia comentar? Não. Hoje, a carga tributária é insuportável. As empresas estão estranguladas. E não apenas no Paraná, em todo o país. A Faciap está acompanhando as discussões em torno da Reforma Tributária, que está sendo discutida na Câmara Federal. Ela ajudará na

desburocratização e na simplificação dos tributos, que é o que precisamos para crescer. Na Faciap, qual a importância das coordenadorias regionais? Elas são muito importantes. Por meio das coordenadorias, conseguirmos mapear o estado, identificar suas vocações econômicas e culturais. Cada região tem uma realidade econômica e cultural diferente. Além disso, as coordenadorias são o elo entre a federação e as associações. São elas que fazem essa ponte. Qual a sua opinião sobre a Reforma Trabalhista? O papel da Faciap é de apoio e acompanhamento da reforma. Promovemos encontros do juiz trabalhista paranaense Marlos Melek, que faz parte do grupo formado pelo Governo Federal para debater as mudanças, com lideranças do setor produtivo em Curitiba e também em Brasília para que as entidades conheçam as propostas e participem do debate.

FACIAP Fundada em 1959, a Faciap – Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná representa hoje 290 associações comerciais e um universo de mais de 50 mil empresas em todo o Estado. A entidade é uma das maiores instituições do sistema no Brasil, com atuação em 75% dos municípios paranaenses. Como entidade representativa do empresariado, tem sido porta-voz de seus anseios junto aos governos municipal, estadual e federal, além de entidades privadas que interferem na ação das empresas. A Faciap faz parte da maior ONG bra-

sileira focada no desenvolvimento comunitário, organização esta composta por uma Confederação Brasileira de Associações Comerciais e Empresariais (CACB), 27 Federações Estaduais e 2.038 ACEs em 2.100 municípios brasileiros. Por trás dessa capilaridade, tem-se aproximadamente 200 mil empresas associadas e 2 milhões de colaboradores. Este sistema vive seu momento mais importante, pois foi despertado para atuar não somente no desenvolvimento dos empresários, mas também nos negócios

de seus associados. Este sistema está se convertendo em verdadeiras agências de desenvolvimento econômico e social de suas comunidades, atuando em todos os setores, dentre eles, sistema financeiro, segurança, responsabilidade social, meio ambiente, comércio exterior, enfim, hoje, o sistema tem o compromisso de não somente criar riquezas nas cidades, mas, acima de tudo, fazer com que essa riqueza fique na própria comunidade, de maneira que esta possa ser melhor distribuída e alavancar o progresso.

RECONHECIMENTO Há mais de 40 anos o Diário Indústria & Comércio registra os fatos relevantes da Faciap. Uma entidade parceira que muito contribui para o crescimento do Paraná.

Diário Indústria & Comércio A serviço de um Paraná forte e desenvolvido.

Odone Fortes Martins Fundador

Marco Tadeu Barbosa

Perfil

Oriundo do ramo imobiliário Barbosa é ex-presidente da Associação Comercial de Maringá (Acim), onde esteve entre 2012 a 2016, quando assumiu a FACIAP. Com 49 anos, é formado em direito e trabalha há mais de 30 anos no mercado imobiliário. Ele é sócio da Ingaville Imóveis e Casa Max Empreendimentos (Maringá). Presidiu a Rede de Imóveis Paraná, com sede em Curitiba, e a Central de Negócios Imobiliários de Maringá. Foi Presidente da ACIM por duas gestões seguidas de 2012/2014 e 2014/2016. Foi vice-presidente para assuntos de desenvolvimento regional da Faciap – Federação das Associações Comerciais e Empresarias do Paraná gestão 2014/2016 da Faciap. Foi homenageado com a Medalha Coronel Sarmento da Polícia Militar do Estado do Paraná no dia 15/05/15. É diretor do Secovi. Casado com Maria Carolina e tem quatro filhos: Mariana, Manuela, João Henrique e Guilherme. Sua meta é fortalecer as pequenas associações. “A capilaridade é o nosso grande patrimônio e para mantê-la precisamos fortalecer as coordenadorias e as associações, principalmente as pequenas”. Outro projeto da nova gestão é a criação de um novo formato para a já tradicional convenção da Faciap, realizada todos os anos. “Para o ano que vem, queremos trazer todas as entidades do setor produtivo e fazer um evento empresarial maior”.

Conselho de Administração da FACIAP para biênio 2016/2018 Presidente, Marco Tadeu Barbosa de Maringá; Vice-Presidente para o Setor de Sociedades Garantidoras de Crédito, Augusto Sperotto de Toledo; Vice-Presidente para o Setor de Comunicação, José Claudiney Rocco de Cianorte; Vice-Presidente para o Setor de MPEs, Silvia Flores de Andirá; Vice-Presidente para o Setor de Eventos, Sergio Marcucci de Marechal Cândido Rondon; Vice-Presidente para o Setor de Turismo, João Batista de Oliveira de Foz do Iguaçu; Vice-Presidente para a FACIAP Jovem, Marcos Rogério Rinaldi de Campo Mourão; Vice-Presidente para o Setor de Responsabilidade Social, Maria Inês Cordeiro da Silva Guine de Guarapuava; Vice-Presidente para Assuntos Institucionais, Gastão Gonchorovski de Fazenda Rio Grande;Vice-Presidente para o Setor de Indústria, Marcos Guerra de Francisco Beltrão; Vice-Presidente para o Setor de Empreendedorismo, Marcelo Quelho de Londrina; VicePresidente para o Setor de Serviços, Geovani Conti de Astorga; Vice-Presidente para o Setor de Cooperativismo, Paulo Cesar Gomes de Campo Mourão; Vice-Presidente para o Desenvolvimento Regional, Mario Costenaro de Toledo; Vice-Presidente para Planejamento, Carlos Guedes de Cascavel; Vice-Presidente de Finanças e Patrimônio, Marcelo Bernardi de Andrade de Pinhais; Vice-Presidente para o Setor Jurídico, Alziro da Motta Santos Filho de Londrina; Vice Presidente para Assuntos de Segurança, Antonio Tadeu Rodrigues de Maringá; Vice-Presidente para a Faciap Mulher, Rosangela Sonda de CACIOPAR; Vice Presidente Assuntos Tributários, Helder Paiva de CACINP; Presidente Terra Roxa Investimentos, Valter Luiz Orsi de Londrina; Vice Presidente para Rede de Benefícios, Claudenir Machado de Toledo; Vice-Presidente Adjunto, Deborah Dzierwa de Paranaguá; Vice-Presidente para projetos estratégicos, Eduardo Araujo de Maringá; Vice Presidente para Comércio, Khaled Nakka de Vera Cruz do Oeste; Vice-Presidente para a Região da CACIASPAR, Wilson Perussolo de CACIASPAR; Vice-Presidente para a Região da CACIER, Anderson Roberto Batista de CACIER; Vice-Presidente para a Região da CACESUL, Maria Salete Rodrigues de Melo de CACESUL; Vice-Presidente para a Região da CACICOPAR, Marco Aurélio Borges de CACICOPAR; Vice-Presidente para a Região da CACINPAR, Ricardo Bertochio Gimenes de Nova Londrina; Vice-Presidente para a Região da CACISPAR, Jair Divino dos Santos de CACISPAR; Vice-Presidente para a Região da CACICPAR, Sérgio Leopoldo de Ponta Grossa; Vice-Presidente para a Região da CACINOR, Lourival Macedo de CACINOR; Vice-Presidente para a Região da CACERCOPAR, Ivan Marcelo Chiroli de CACERCOPAR; Vice-Presidente para a Região da CACIOPAR, Leoveraldo Curtarelli de Oliveira de CACIOPAR;Vice-Presidente para a Região da CACENORPI, Gilson de Moraes de CACENORPI; Vice-Presidente para a Região da CACINP, Pedro Mazzei de CACINP; Vice-Presidente da ACIL, Claududio Tedeschi de Londrina; Vice-Presidente da ACIFI, Leandro Teixeira Costa de Foz do Iguaçu; Vice- Presidente ACIM, José Carlos Valêncio de Maringá; Vice-Presidente ACIPG, Sérgio Leopoldo de Ponta Grossa; Vice-Presidente ACIC, Alci Lúcio Rotta Júnior de Cascavel e VicePresidente ACIG, Vilmar Domingues da Luz de Guarapuava.


negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira e sábado, 17 e 18 de fevereiro de 2017 | A9

Cooperativa

Coamo Agroindustrial tem receita de R$ 11,45 bilhões

ViaGastronômica

Júlio Zaruch juliozaruch@gmail.com

As sobras destinadas aos cooperados totalizam R$ 338,26 milhões

O Patrimônio Líquido da cooperativa atingiu o montante de R$ 4,19 bilhões, representando um crescimento de 14,7% em relação ao ano anterior

M

ais uma vez, os cooperados da Coamo Agroindustrial Cooperativa têm bons motivos para comemorar. Durante Assembleia Geral Ordinária, realizada na quartafeira (15), em Campo Mourão (Centro-Oeste do Paraná), foi apresentado o balanço do Exercício 2016 que demonstra um crescimento de 7,3% nas receitas globais da cooperativa, somando R$ 11,45 bilhões. As sobras destinadas aos cooperados totalizam R$ 338,26 milhões e serão distribuídas de acordo com a movimentação de cada um. De acordo com o presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, o estoque de passagem dos produtos agrícolas em 2016 foi de 29,30 milhões de sacas. Ele revela que se estes volumes fossem comercializados no ano, ao preço médio de venda, importaria em R$ 1,83 bilhão. Já os bens de fornecimento que foram contratados em 2016 e não

retirados importaram em R$ 895,26 milhões. “A somatória destes valores elevaria a Receita Global para R$ 14,18 bilhões, o que proporcionaria um crescimento de 33,0%”, ressalta. O Patrimônio Líquido da cooperativa atingiu o montante de R$ 4,19 bilhões, representando um crescimento de 14,7% em relação ao ano anterior. Os principais índices foram: liquidez corrente 2,06, liquidez geral 1,51, margem de garantia 196,82% e o grau de endividamento 50,81%. O ano de 2016 foi marcado por acontecimentos preocupantes em todas as áreas do país: política, econômica, administrativa, legislativa e judiciária, cujas consequências foram prejudiciais para o desenvolvimento do país. “Quanto ao setor agropecuário podemos dizer que conseguiu, mais uma vez, contribuir para amenizar a situação como um todo, embora tenhamos, ainda,

uma longa jornada pela frente que exigirá de todos brasileiros muito trabalho, perseverança e criatividade”, destaca. Conforme Gallassini, a agricultura na área de ação da Coamo, sofreu com as intempéries do clima, qual seja, seca no início do desenvolvimento das culturas de soja e milho, e chuvas excessivas no período da colheita da soja, trazendo sérios prejuízos aos nossos associados em termos de qualidade da produção. “Nesse sentido a Coamo se fez presente junto ao quadro de associados, com intervenção oportuna e eficaz no recebimento e na comercialização desses produtos, apoio esse possível graças a uma política de capitalização e investimentos aplicada durante todos esses quarenta e seis anos de atividades, dotando a cooperativa de uma estrutura de armazenagem e industrialização que pudesse dar sustentação às atividades dos associados.”

Cooperativa

Sepac confirma presença nas principais feiras do varejo Ligada nas novidades e nos principais movimentos do mercado de papel tissue, a Sepac – Serrados e Pasta de Celulose –, empresa paranaense detentora das marcas Duetto, Paloma, Maxim e Stylus (papel higiênico, toalhas de papel e guardanapos), viaja o Brasil durante 2017, para participar das principais feiras do varejo. “Ao todo, serão sete destinos, oportunidades de apresentar novidades para o mercado, demonstrar a integração da marca com as principais tendências e solidificar ainda mais a imagem da Sepac como uma das principais produtoras de papel Tissue no Brasil”, destaca a coordenadora de Marketing da Sepac, Cristiane Takayama. Entre os eventos com participação confirmada da Sepac,

A empresa paranaense reconhecida no Brasil como um dos principais players nacionais de papel tissue do país marca presença em sete feiras ao longo do ano destaque para a 33ª edição do Apas Show 2017, realizado pela Associação Paulista de Supermercados e considera-

do o principal do varejo no Brasil, que acontece entre os dias 2 e 5 de maio, no ExpoCenter Norte, em São Paulo.

fevereiro

Oi faz ação de marketing A Oi realiza nos meses de fevereiro e março ação com o canal Telecine com foco nos planos Oi Total e na divulgação dos lançamentos do Telecine, rede de canais de filmes que fazem parte da grade de programação da Oi TV. A ação consiste em convidar os clientes e visitantes a tirarem uma foto no totem localizado na entrada da loja e conhecer os planos Oi Total e os canais Telecine.

Steak Store, no estacionamento do antigo Mercadorama

Uma nova casa de carnes nobres

E

mpreendimento do casal de empresários Denis e Mariangela Albuquerque, foi inaugurada nesta quinta-feira 17/2, em Curitiba (av. N. S. Aparecida, 582, loja 5, Seminário, estacionamento do antigo Mercadorama) a primeira franquia da Steak Store fora de São Paulo. No portfólio da casa, cortes de gado Angus (com o selo da Associação Bra-

sileira de Angus), suíno Duroc e de cordeiro Dorper da marca VPJ, uma das mais conceituadas do país. São mais de 150 produtos para churrasco, linha gourmet e dia a dia, incluindo cortes diferenciados como o Porterhouse, o Sholder, o Cowboy Steak, o Flank Steak, o Tomahowk, o Brisket, entre outros. Além de linguiças,

hambúrgueres, temperos exclusivos e acessórios para churrasco, molhos e bebidas. As lojas têm ambiente que lembra um saloon do velho oeste norte-americano. Outras cinco unidades estão em São Paulo: Jaguariúna, Campinas, Vinhedo, Pirassununga e Alphaville. Em Curitiba, abre de segunda a sábado, das 8h às 20h e aos domingos, das 9h às 14h.

Mesa&Gôndola TRUFAS NEGRAS - Começou nesta terçafeira 14/2 e terá curta duração a temporada da Trufa Negra Pregiato no La Varenne (Pátio Batel, piso L4). A iguaria poderá ser degustada tanto nas entradas como nos pratos principais elaborados pelos chefs Mayra Batista e Felipe Myiake. A trufa negra, também conhecida por Diamante Negro ou Pérola Negra, será cobrada a R$ 42 a grama, pesada na frente do cliente. Entre os pratos a ser compostos com a trufa estão, como entradas, Oeuf en cocote com legumes, raviolone de ricota com espinafre, gema de ovo caipira sob fonduta de parmesão e tartar de carne com molho demi-glacê; nos principais, taglioline fresco na manteiga cremosa, risoto de parmesão, tournedor Rossini com purê de batatas.

MEZZE ÁRABE - Até 25/2 está em cartaz, a partir da happy hour, que começa às 17h, de terça a sábado, a Mezze Árabe de Verão do restaurante Oriente Árabe (r. Kellers, 95, São Francisco). O prato é composto por 11 pequenas porções: kibe cru, kibe frito, falafel, babaganuch, coalhada, hommus, bolinhas de kafta, sfiha de carne, espetinho de frango, pão árabe e palito de legumes. Custa R$ 59,90. Fernando Portella, o proprietário da casa, explica que Mezze Árabe tem sua origem na expressão árabe ‘Alloumaza’, que significa aquilo que é degustado, saboreado delicadamente com a ponta dos lábios. Para acompanhar, o Oriente Árabe sugere a promoção especial da cerveja Eisenbahn Pilsen 600ml:

a cada quatro garrafas, a quinta é cortesia. FESTIVAL DA LASANHA - Com seis opções – as já conhecidas bolonhesa, na manteiga e romana; e as novidades assinadas pelo novo chef Claudinei de Oliveira: frango, quatro queijos e vegetariana – estreou esta semana, na Cantina do Délio (r. Itupava, 1094), o Festival da Lasanha, sempre de terça a sábado, das 18h às 24h. a lasanha na manteiga custa R$ 22; as demais, R$ 24,90.

NOVOS DOCES - A Chá com Alice (r. Alberto Bolliger, 553, Juvevê), que agora abre de terça à sexta, das 11h às 19h e, no sábado, das 10h às 18h, está com novidades em seu cardápio de doces, como o gâteau de pistache com calda de framboesa, a tartellete de ganache de nutella com amora; frappuccino de Nutella com Oreo; e o gâteau de amêndoas, sem glúten e sem lactose. O moelleux au chocolate, bolo de chocolate que é o carro-chefe da casa, continua no cardápio. Nas bebidas, os recém-chegados são: chá verde com framboesa, chá da Alice e o Chai, o chá indiano com especiarias.

Way Beer promove festa cervejeira Pré-Carnaval Que tal uma festa Pré-Carnaval diferente, com muito rock, boa comida e cervejas artesanais? Assim será a primeira edição do Saturday Way especial Rock Your Carnival, que será realizado neste sábado, dia 18 de fevereiro, na fábrica da cervejaria Way Beer, na Região Metropolitana de Curitiba. Durante o evento, o público terá a oportunidade de saborear algumas das principais cervejas da Way Beer, com valores a partir de R$ 8, entre elas Premium Lager, American Pale Ale, Avelã Porter, Irish Red Ale, Witbier, Gose, Sour Me Not – Caju, Cream Porter, Die

Fizzy Yellow IPA, Double APA, Berliner Weisse e Amburana Lager. A cervejaria vai disponibilizar, também, os seus Crowlers, com vários rótulos; a jarra de chope de 1 litro; e sua coleção de Calderetas colecionáveis, que serão vendidas por R$ 10; e suas recém-lançadas cervejas em lata: Watermelon Ale (lata de 473ml), Coffee Brown Ale (lata de 350ml) e JabutiGose (lata de 350ml). Propondo uma harmonização completa, o Saturday Way especial Rock Your Carnival vai oferecer o tradicional pão com bolinho do Lado B; hambúrguer de costela e

pastel gourmet do Clube do Malte; porções de frios e sanduíches da Monte Bello; e sorvetes e sobremesas geladas da Dagniaux. Para completar a festa, o evento contará com um espaço kids exclusivo, com monitores, e com um show da banda República Pine, que vai animar a festa pré-carnaval com muito rock´n roll. O Saturday Way especial Rock Your Carnival será realizado na fábrica da Way Beer (Rua Pérola, 331 – Pinhais), na região metropolitana de Curitiba, das 12h às 19h. Mais informação pelo telefone (41) 3653-8853.


negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira e sábado, 17 e 18 de fevereiro de 2017 | A10

em curitiba

Thá Engenharia conclui megaempreendimento O The Five, que conta com a incorporação da TECNISA, é o novo case de sucesso da empresa que atua há mais de 120 anos no segmento da construção civil

A obra realizada pela Thá Engenharia totalizou quase 60 mil m² de área construída, com início dos trabalhos em outubro de 2013

A

Thá Engenharia, uma das principais empresas do mercado da construção civil no Brasil, acaba de entregar as obras do megaempreendimento The Five, na cidade de Curitiba (PR). A empresa usou mais uma vez toda a sua expertise em construção para viabilizar o produto da construtora Tecnisa. Referência nacional, a Thá Engenharia traz em seu DNA toda a excelência de um grupo que atua há mais de 120 anos no segmento da construção civil. Seguindo um conceito pioneiro, o The Five é o primeiro mixed-use 5 em 1 da cidade de Curitiba. Um megaempreendimento multiuso com hotel, restaurante, lojas, unidades residenciais e unidades comer-

ciais. Implantado na Dr. Pedrosa (nº 151), uma das regiões mais tradicionais e completas da capital paranaense, ele traz um conceito pioneiro para o Brasil, tendo como âncora a renomada rede hoteleira espanhola NH, empresa que conta com mais de 400 hotéis espalhados pelo mundo. A obra realizada pela Thá Engenharia totalizou quase 60 mil m² de área construída, com início dos trabalhos em outubro de 2013. De acordo com Rafael Tyska, engenheiro da Thá Engenharia, o grande desafio da obra foi a sua magnitude. “Estamos falando de um empreendimento com quatro subsolos, onde precisamos executar uma parede diafragma para segurar as edificações

vizinhas. A obra nos fez pensar em novas logísticas na carga, descarga e transporte vertical devido ao fato de estarmos em uma área central e com vizinhos ao redor de um prédio que totalizou 33 andares faceando com a rua. Além disso, fizemos toda a instalação de mobiliário e equipamentos para abertura do hotel em um prazo desafiador de 37 meses de obra, obedecendo ao calendário, de mais de 100 datasmarco, firmado com o cliente, que possuía um cronograma rigoroso para todas as fases da obra. Cumprimos fielmente o contrato e entregamos o empreendimento na data prevista, sem a necessidade de postergar nenhuma data”, detalha o engenheiro.

logística

Indústrias lotam contêineres em operações multimodais O espaço nos contêineres das principais rotas logísticas do Brasil vem sendo ocupado cada vez mais por produtos com maior valor agregado. Além da diversificação desse mercado, que depende cada vez menos do transporte de grãos, essa mudança revela a crescente adoção de serviços que oferecem mais segurança e previsibilidade no fluxo de cargas. O novo quadro vem sendo registrado pela Brado – líder na movimentação multimodal de contêineres que prevê crescimento de 30% em 2017. Na principal rota multimodal do País, o espaço que vinha sendo tradicionalmente tomado pela soja, farelo e milho passa a ser dedicado a produtos frigorificados, couro, minérios, madeira, algodão e seus derivados. Essas cargas, produzidas em Mato

Contato com o jornalista: aroldo@cienciaefe.org.br

Noronha adverte: "Ninguém pauta a OAB" A quarta-feira foi festiva na OAB Paraná. Prestigiada por advogados de todo o país, inclusive pelo presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, a solenidade marcou os 85 anos da seccional em meio a recordações da história da instituição e homenagens àqueles que a construíram. A data também foi marcada pelo lançamento do livro "OAB 85 anos". O presidente da OAB Paraná, José Augusto Araújo de Noronha, destacou a coragem e a independência da instituição. "Ninguém pauta a OAB, além dela própria. Muitos não querem ouvir o que temos a dizer, mas a esses eu afirmo que diremos sempre o que a OAB deve dizer. Defenderemos sempre a Constituição, o Estado Democrático de Direito e a boa aplicação das leis. Como certa vez declarou Luiz Vianna, ex-presidente da seccional da Bahia, a OAB deve ser sempre o porto da sociedade brasileira", ressaltou Noronha. SEMPRE AO LADO DA DEMOCRACIA Ao apresentar aos convidados uma breve retrospectiva da história da OAB Paraná, o presidente José Augusto Araújo de Noronha recordou momentos importantes da advocacia, destacando nomes como o de José Rodrigues Vieira Netto, Elio Narezi e Eduardo Rocha Virmond. Noronha também ressaltou as contribuições da instituição para a vida pública brasileira. "Nossa Ordem sobreviveu a todas as tormentas institucionais que conflagraram o país desde 1932. O Estado Novo, as duas quedas de Vargas, o governo militar, a luta pela redemocratização. Foi protagonista de inúmeras causas. Em 1972, sob o comando de Elio Narezi promoveu em Curitiba o Encontro de Presidentes das Seccionais, primeiro documento da OAB a condenar o arbítrio vigente com o Ato Institucional nº 5. Em 1978, a 7ª Conferência Nacional dos Advogados, comandada por Raymundo Faoro e Eduardo Rocha Virmond, antecipou o fim do AI-5, viabilizou a anistia e a volta do regime de pleno direito", afirmou.

Brado registra evolução na lista de produtos que lotam contêineres em rotas multimodais Grosso, acessam a logística multimodal de contêineres em Rondonópolis, no Leste do estado, e seguem principalmente ao Porto de Santos (SP). “Estamos atendendo mer-

cados consolidados e perenes, em contratos de longo prazo, e abrindo espaço para empresas que precisam ganhar competitividade”, afirma o diretor Comercial e Operacional da Brado, Marcelo Saraiva.

Drogaria Iguatemi comemora 50 anos e lança nova revista cosméticos, dermocosméticos, saúde e nutrição em espaços modernos e acolhedores, com um atendimento diferenciado e único. A marca Drogaria Iguatemi tornou líder em inovação e no lançamento de tendências no mercado brasileiro. “Esperamos celebrar mais 50 anos, cada vez mais jovens e motivados a contar histórias que possam dar para as pessoas o protagonismo que elas precisam. Experiências de uma vida mais longa, equilibrada e com mais qualidade,” conta o diretor

da rede Leonardo Diniz. E para a temporada de verão, chega às lojas a nova revista da marca. Ao folhear o paranaense pode conferir as últimas novidades em produtos para o calor, bem como dicas para o cliente masculino. A proteção para a criançada também está em pauta, e a Drogaria Iguatemi faz uma seleção de produtos que não podem ficar fora. Dicas de beleza, saúde, alimentação e lifestyle ganham espaço com entrevistas exclusivas.

Em pé, ao centro, o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, e o presidente da seccional Paraná, José Augusto Araújo de Noronha

Homenageado por seus 58 anos de advocacia, o advogado Roberto Linhares da Costa é saudado pelo presidente da OAB Paraná, José Augusto Araújo de Noronha, e pela secretária-geral da OAB Paraná, Marilena Indira Winter

HOMENAGEM O advogado Roberto Linhares da Costa foi um dos homenageados na solenidade de 85 anos da OAB Paraná. Com 58 anos de advocacia, Linhares da Costa foi conselheiro estadual e secretário-geral da OAB Paraná em diversas gestões.

Recebido pelo presidente da OAB Paraná, José Augusto Araújo de Noronha, no dia em que a instituição completou 85 anos, o ex-presidente da seccional, Eduardo Rocha Virmond, relembra, diante da foto histórica, da Conferência Nacional da OAB realizada em Curitiba em 1978. O evento é um marco da luta da OAB pela democracia.

ANIVERSÁRIO DUPLO A advogada Rogéria Dotti esteve pre-

sente às comemorações de aniversário da OAB Paraná. Foi recebida com grande

festa pelos colegas advogados, que a cumprimentaram por seu aniversário.

É HORA DE RESTAURAR OBRAS DE ARTE A informação é importante para todos os que se interessam em Curitiba pela preservação do patrimônio histórico e restauração de obras de arte, móveis, documentos, quadros, esculturas, desenhos e edifícios: o Centro Europeu tem curso específico para a área. É coordenado por Rosina Parchen. O curso cumpre requisito da lei de 2013 que regulamentou a atividade. Dentre os mais notórios especialistas que o Paraná teve, na restauração de obras de arte e patrimônio histórico em geral, estão a professora aposentada UFPR, Beatriz Pellizzetti, e Maria Esther Teixeira Cruz, que por anos atuou na Fundação Cultural de Curitiba. INTERVENÇÃO O restaurador é o profissional responsável por intervir diretamente em obras de arte, edifícios, livros e demais patrimônios históricos a fim de preservar ou recuperar sua significância para a sociedade. A profissão exige uma formação acadêmica multidisciplinar, baseada em história, história da arte, física, química, filosofia, ética e estética.

novidade

A Drogaria Iguatemi, em Curitiba localizada no Pátio Batel, celebra 50 anos contando histórias verdadeiras, inspiradas em um modelo que reconhece o bem-estar como uma causa de vida. Um propósito em que a beleza é fundamental quando combinada a um estilo de vida saudável. Histórias que desafiaram e romperam muitos paradigmas, que alguns acreditaram que jamais poderiam ter sido quebrados. Reinventaram o conceito de drogaria no Brasil, combinando

Aroldo Murá G. Haygert

CAMPOS Os principais campos de atuação destes profissionais são os museus, órgãos oficiais de proteção ao patrimônio e secretarias de cultura e ateliers especializados. Além disso, nos últimos anos, com a crescente valorização de prédios e objetos

Restaurações feitas

Beatriz Pellizzetti e Rosina Parchen

históricos e de grande valor afetivo na arquitetura, design e decoração o mercado de trabalho tem se expandido também para instituições privadas. A PROCURA "Os profissionais que atuam nesta área estão sendo cada vez mais procurados

para restaurarem e adequarem edificações históricas à vida contemporânea. Muitos são os exemplos de empresas que tem fixado suas instalações em prédios históricos, buscando personalidade e raízes culturais. Nestes casos a presença de um restaurador é imprescindível", completa Rosina Parchen.

ACERTANDO PONTEIROS DO RELÓGIO DA BOCA MALDITA O prefeito Rafael Valdomiro Greca de Macedo determinou o conserto do Relógio da Boca Maldita. Criador de slogans instantâneos, ele escreveu em sua página no Facebook: "O relógio vai voltar a funcionar como Curitiba vai voltar a funcionar". Tudo isso vem na base do altissonante, com intenções simbólicas como aquela de varrer trecho da Rua das Flores. Nesse exercício de marketing, o prefeito segue o modelito de Dória, o prefeito dos paulistanos. Alguém de língua afiada, olhar aten-

tíssimo à figura corpulenta e pesada do prefeito Greca de Macedo, saiu-se com esta observação: "O Greca de Macedo se vestir de gari, tudo bem. O difícil será ele replicar, por minuto que seja, a rapidez e a agilidade de um gari, carregando lixo e subindo no caminho em movimento... Pago para ver". Pano rapidíssimo. ACERTANDO PONTEIROS (2) Instalado em 1914, o relógio da Boca só entraria em funcionamento quatro anos

depois, ao término da I Guerra Mundial, uma vez que dependia de mecanismos encomendados à Alemanha. Quem quiser ver o relógio de ponteiros em funcionamento tem duas alternativas: passar pela XV de Novembro a partir do dia 22, data de sua reinauguração, ou sintonizar a ÓTV Canal 21, na NET, que transmite ininterruptamente as imagens do relógio (e da XV) em dois ângulos diferentes.

JORNAL UNIVERSIDADE CIÊNCIA E FÉ JANEIRO/2017: MACONHA: de bandida a mocinha. Confira as razões de quem é contra e a favor. E mais sobre o aborto e a morte. Confira: https://www.cienciaefe.org.br

HOMENAGEM A BELMIRO EM VÍDEO Emocionante homenagem que o Centro de Educação João Paulo II prestou a Belmiro Valverde Jobim Castor, gravada por Wasyl Stuparyk em 19 de maio de 2014. Destaques para os ilustres personagens presentes e o maravilhoso relacionamento com as crianças. Desde a entrada, respira-se um clima diferenciado de liberdade e educação. Confira: https://www.youtube.com/watch?v=v1edbS8FEgI&feature=youtu.be https://www.facebook.com/aroldomuraghaygert

Diário Indústria&Comércio - 17 de fevereiro de 2017  

jornal, economia, curitiba, parana, brasil, negocios, bovespa, financas, aroldo mura, pedro washington, ayrton baptista, eliseu tisato, wal...

Advertisement