Issuu on Google+

Curitiba, SEXTA-feirA A DOMINGO, 14 A 16 de março de 2014 | Ano XXXViI | Edição nº 9072 | R$ 1,50

Indústria& Comércio DIÁRIO

LÍDER EM INFORMAÇÕES DE NEGÓCIOS E MERCADOS NO PARANÁ. DESDE 1976.

Aroldo Murá ZACHAROW, INVESTIGADO PELA PF, QUER VOLTAR À SEB

O deputado André Zacharow, até agora um ardente defensor do Governo Dilma, está na relação dos que romperam com o Governo Federal. Por quanto tempo? Mas ele não desistiu da ideia de retornar à Sociedade Evangélica Beneficente (SEB) que dirigiu por anos e da qual se afastou deixando um passivo de R$ 260 milhões.

PR: Vendas do comércio subiram 5,5%, acima da média nacional Foi o melhor desempenho entre os Estados do Sul e do Sudeste, segundo pesquisa do IBGE

| A3

página

Pedro Washington Lenha na fogueira

Comentarista de política internacional na Globo, o sociólogo Demétrio Magnoli traz sua contribuição à discussão do tema Mais Médicos, hoje em cartaz no Brasil. página

| a2

Agronegócio tem superávit de US$ 5 bilhões em fevereiro A balança comercial do agronegócio encerrou fevereiro com superávit de US$ 5 bilhões. O volume resulta de US$ 6,39 bilhões em vendas externas e US$ 1,37 bilhão em compras do Brasil no exterior. No primeiro bimestre, a balança acumula saldo positivo de US$ 9,42 bilhões.

INDICADORES FINANCEIROS MERCADO À VISTA Maiores altas

COTAÇÃO

RENOVA DO 17,77 COBRASMA PN PETTENATI PN FINAM CI * RENAR ON NM

Maiores QUEDAS

0,03 0,05 1,50 0,08 0,17

COTAÇÃO

VIAVAREJO ON N2 METAL IGUACU ON FINOR CI * PANATLANTICA ON FII RBPRIME1 CI EA

No indicador de janeiro em relação a janeiro de 2013, o bom resultado foi determinado pelo crescimento nas vendas de tecidos, vestuário e calçados (13,8%) geral a2

STF absolve ex-deputado João Paulo Cunha do crime de lavagem de dinheiro

Nacional A6

Queda no preço da energia em 2013 ajudou indústrias a recuperar margem de lucro

4,78 0,50 0,14 17,51 29,23

O setor de alimentação, um dos mais expressivos e consolidados no franchising brasileiro, continua crescendo, mas em um ritmo menor. Em 2013, o segmento atingiu o faturamento de R$ 23,9 bilhões no mercado de franquias do Brasil.

IBOVESPA Maiores altas*

COTAÇÃO

DASA ON NM CPFL ENERGIA ON NM LIGHT S/A ON NM TRACTEBEL ON NM ENERGIAS BR ON NM

Maiores QUEDAS PDG REALT ON NM VALE ON N1 EMBRAER ON NM VALE PNA N1 BR MALLS PAR ON NM

16,75 17,65 17,32 32,58 9,12

COTAÇÃO 1,34 29,14 19,64 25,70 17,45

nacional a8

Empresas italianas buscam espaço na construção civil brasileira

CÂMBIO Moeda

Compra

Venda

Dólar turismo 2,3300

2,4400

Dólar comercial 2,3600

2,3615

Dólar paralelo 2,2973

2,2979

Euro

3,2773

3,2740

Ouro (Grama/R$): 103,20

Acesse a edição digital

Custo de produção - que inclui energia, pessoal e bens intermediários - cresceu 6% sobre 2012, menor alta dos últimos três anos

www.icnews.com.br

economia a5

Editorial

Época das palavras afiadas

O

Editais na página b3

CMYK

Setor de alimentação teve aumento de 16,6% no franchising

Brasil já começa a viver o clima das eleições, pelo menos nos bastidores da política. Enquanto a maior parte da população ainda pensa em temas mais “importantes”, como a Copa do Mundo, os candidatos a uma vaga no Poder Legislativo ou Executivo já trocam palavras bem afiadas, dando a entender que o próximo pleito será recheado de debates acalorados. E os ataques vêm de todos os lados, até mesmo de antigos aliados, como é o caso da ex-senadora e antiga petista Marina Silva, hoje oponente do governo.

A

crítica, em si, nunca deve ser vista como sinal suficiente de que o reclamante está com a razão. Da mesma forma, não significa que a parte criticada está correta. Por mais óbvio que seja, este princípio parece não ser adotado por boa parte do eleitores, que prefere seguir discursos vazios e inconsistentes. A eleição é o momento para que o povo não se intimide diante dos debates violentos dos políticos. Cada pessoa deve analisar com cuidado os candidatos para realizar a escolha certa no dia do pleito.

Vendas de chocolates devem ter alta de 10%

As vendas de produtos relacionados à Páscoa devem ser 7% maiores que no período de 2013, consequência da aumento da renda da população

O objetivo da participação italiana é estimular a aproximação entre os mercados, em especial entre as pequenas e médias empresas. O setor italiano de materiais para a construção civil compreende uma vasta gama de atividades produtivas e é amplamente voltado para os mercados estrangeiros, principalmente aqueles que apresentam melhora gradual do poder aquisitivo da população, nos quais é crescente a demanda por produtos e serviços.

negócios b3

Central de Atendimento: 41 3333.9800

e-mail: pauta@induscom.com.br

nacional b1


Geral/Curitiba

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 14 a 16 de março de 2014 | Pág. A2

Previsão do tempo

Mín.: 16° | Máx.: 27°

Uma frente fria se desloca sobre o Oceano Atlântico muito próxima do estado do Paraná no decorrer desta terça-feira. Sobre o continente, as temperaturas elevadas na faixa oeste da região Sul, Paraguai e Mato Grosso do Sul associados ao deslocamento da frente fria, auxiliam a formação de aglomerados de nuvens sobre as regiões paranaenses.

fonte: www.simepar.br

Varejo ampliado

Comércio paranaense cresceu 5,5% em janeiro O desempenho foi superior ao do País, que registrou médio de 3,5%

prpress@terra.com.br

PanoramaPolítico Lenha na fogueira

Comentarista de política internacional na Globo, o sociólogo Demétrio Magnoli traz sua contribuição à discussão do tema Mais Médicos, hoje em cartaz no Brasil. Anunciando em artigo vigoroso e recheado de informações a que a maioria não tem acesso, que novos 4 mil estão chegando, integrando-se aos 7,4 mil médicos cubanos que já se encontram atuando no país. Especialista em política internacional, acrescenta informações que remetem à origem desse programa desenvolvido na ilha dos irmãos Castro, ao tempo em que ali ainda atuava um revolucionário que posteriormente desertou, Che Guevara. É dele a expressão cunhada em 1960 (início da revolução cubana que abateu a tirania anterior, sem no entanto implantar uma democracia), em pronunciamento feito às Milícias Cubanas, revelando o surgimento de uma “medicina revolucionária”. Segundo Demétrio, com os 58 médicos enviados à Argélia que à época implantava seu primeiro governo independente, iniciava-se a política de “missões internacionalistas”. Revela ainda que esse objetivo foi substituído pela necessidade de sobrevivência do regime castrista. Só para a Venezuela foram encaminhados 15 mil médicos (pagamento em petróleo); outro tanto à Bolívia, Equador e Nicarágua. Com a Escola Latinoamericana de Medicina (Elam), um programa que atrai bolsistas integrais, fundado em Havana em 1998, rompia o país o isolamento internacional, que o governo americano impusera a Cuba e que era seguido por muitos países. Os médicos enviados aos países amigos recebem pagamento parcial, sendo a maior parte do contrato revertido ao governo cubano, através a Comercializadora de Serviços Médicos Cubanos S/A. O artigo de Magnoli é extenso e a serem verdadeiras as informações, algumas das quais comprovadas aqui, como a omissão do Congresso, do Ministério Público do Trabalho, este só acionado depois da deserção de Ramona Rodriguez, “a solidariedade política entre uma democracia (a nossa) e uma ditadura, destila um ácido que corrói os valores da primeira”. Com a palavra, por oportuno (está hoje no Paraná) o ex-presidente Lula que, acusa Demétrio, articulou sigilosamente o Mais Médicos com o regime castrista, durante a longa agonia de Hugo Chávez em Havana (Cuba).

Toque de reunir

O PT faz hoje uma movimentação especial em São José dos Pinhais, praticamente iniciando a campanha da pré-candidata Gleisi Hoffmann. O faz em alto estilo com a presença de sua maior figura, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Gente de todos os quadrantes deve marcar presença nessa reunião que ocorrerá no restaurante ao lado do portal de São Jose, à partir das 17 horas.

Mais do mesmo

Quando esta coluna estava sendo redigida, o STF iniciava o julgamento dos novos embargos infringentes, em sessão presidida pelo vice-presidente Ricardo Lewandowski. No caso, embargo oferecido pelo advogado do ex-deputado João Paulo Cunha. O primeiro a votar, após a sinopse da sessão anterior feita pelo relator Luiz Fux, foi o novo ministro Luis Roberto Barroso, cujo voto todos imaginavam pela absolvição do crime de lavagem de dinheiro. Pela lógica do julgamento anterior, igualmente Cunha e os outros dois acusados do mesmo crime, foram absolvidos. Rapidinho!

Homenagem póstuma

Poucos sabem que o festejado ator Paulo Goulart, falecido ontem, antes de se consagrar em novelas da Globo e no cinema nacional, ao lado de Nicete Bruno, companheira de toda a sua vida, atuou como radio-ator em novelas no rádio curitibano. Rádio que à época, revelou atores como o Ari Fontoura, ainda em cena, Odelair Rodrigues, Sinval Martins, Lala Schneider, e uma infinidade de grandes talentos do rádio que certamente também fariam sucesso no cenário artístico nacional. Paulo, por sinal, Miessa de batismo, incorporou o pseudônimo artístico de seu tio, Evaristo Miessa (Airton Goulart) que cursou medicina na UFPR e garantiu sua faculdade fazendo sucesso no rádio curitibano como locutor e rádio-ator. EXPEDIENTE

Diário

Indústria&Comércio Fundado em 2 de setembro de 1976 Fundador e Presidente Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993 (ofm@induscom.com.br) Diretor de Redação Eliseu Tisato Reg.Prof. DRT/PR: 7568 (editor@induscom.com.br) Redação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fone: (41) 3333.9800 E-mail: pauta@induscom.com.br Publicidade Legal e Assinaturas: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3334.4665 e-mail: publegal@induscom.com.br

Parque Gráfico e Circulação: Rua Imaculada Conceição, 205 - Curitiba - PR Fones: (41) 3333.9800 | 3322.1012 Direção e Comercial: Rua Presidente Faria, 533 Centro - Curitiba - CEP: 80020-290 Fone: (41) 3322.1012 e-mail: diretoria@induscom.com.br comercial@induscom.com.br

NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETING BRASÍLIA E RIO DE JANEIRO Atendimento : Flávio Trombieri Moreira – Cel.: (61) 8155 2020 Endereço: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 – Edifício Embassy Tower – Brasília DF - Cep.: 70.340 – 908 Fone/Fax: (61) 3223 4081 E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

Os artigos assinados que publicamos não representam necessariamente a opinião do jornal.

José Gomercindo/ANPr

A

s vendas do comércio paranaense expandiram 5,5% em janeiro, em relação ao mesmo mês do ano passado. O desempenho foi superior ao do País, que registrou médio de 3,5%. No acumulado de doze meses, encerrados em janeiro, as vendas reais do comércio varejista mantiveram-se acima da média nacional, com avanço de 6,7%, diante alta de 3,3% para o Brasil. Foi o melhor desempenho entre os Estados do Sul e do Sudeste, segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada ontem. O resultado abrange a definição ampliada da pesquisa, que contempla, além do varejo, as atividades de veículos, motos, partes e peças e de materiais de construção. A performance no primeiro mês do ano confirma o dinamismo do setor paranaense, que apresentou resultados positivos ao longo de 201 e fechou o ano passado com expansão de 7%, bem acima da média nacional, de 3,6%. Para a economista Ana Silvia Martins Franco, do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), a crescimento do comércio resulta da maior disponibilidade de renda da população, em função do agronegócio e do aquecimento do mercado de trabalho regional, que está mantendo os empregos de maior

No indicador de janeiro em relação a janeiro de 2013, o bom resultado foi determinado pelo crescimento nas vendas de tecidos, vestuário e calçados (13,8%)

rendimento, em sua grande maioria no interior do Estado. “O bom desempenho de janeiro também foi influenciado pela oferta de crédito, além do movimento associado às promoções de início de ano”, afirma Ana Silvia.

PRODUTOS

No indicador de janeiro em relação a janeiro de 2013, o bom resultado foi determinado pelo crescimento nas vendas de tecidos, vestuário e calçados (13,8%), combustíveis e

lubrificantes (12,1%); eletrodomésticos (11,2%); materiais de construção (8,7%); artigos farmacêuticos e de perfumaria (6,7%); e hipermercados e supermercados (6,2%). Já no acumulado de doze meses, as principais contribuições positivas vieram dos segmentos de combustíveis e lubrificantes (11,7%); eletrodomésticos (11,3%); artigos farmacêuticos e de perfumaria (10,5%); livros, jornais, revistas e papelaria (10,0%); material de construção (9,5%); artigos de uso pessoal e doméstico

(8,1%); e veículos, motocicletas, partes e peças (6,2%).

RESTRITA

Na mensuração restrita, que não considera os ramos de veículos, motos e material de construção, o volume de vendas no Estado cresceu 6,8% no mês de janeiro de 2014 e 6,4% no acumulado de 12 meses (findos em janeiro de 2014). No Brasil, o faturamento comercial mostrou elevação de 6,2% no mês e 4,3% no acumulado de 12 meses.

Na ExpoParanavaí, Richa destaca importância da agricultura para o PR O governador Beto Richa afirmou na quarta-feira (12), durante encontro na 43ª ExpoParanavaí, que o setor agrícola é um dos grandes responsáveis pelo crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Paraná. Em 2013, o crescimento da economia paranaense foi de 5%, mais que o dobro do Brasil, que cresceu 2,3%. “O setor agrícola expandiu 18,4% no ano passado, com recorde na colheita de grãos, que chegou a 36,5 milhões de toneladas”, disse o governador. “A nossa agricultura é motivo de orgulho para todos os paranaenses, porque é produtiva, ajuda a movimentar a economia das pequenas cidades, gera oportunidades de trabalho à população”, disse Richa. Ele afirmou que, por isso, o governo estadual sempre está ao lado dos dos produtores, com medidas de apoio ao setor agrícola. “Da por-

teira para dentro, o produtor, com absoluta dedicação, faz a sua parte. Da porteira para fora o governo não vinha fazendo sua parte em relação ao custo Paraná e ao custo Brasil, com poucos investimentos em infraestrutura. Estamos fazendo isso agora, com investimentos de quase R$ 1 bilhão na malha viária estadual, com programas de melhoria em estradas rurais, seja com as Patrulhas do Campo e com o programa de pavimentação com pedras irregulares, e investimentos no porto de Paranaguá, que vem batendo recordes sucessivos de movimentação”, afirmou. Ele destacou o desempenho do Paraná, lembrando que pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) mostram que o Estado apresentou em 2013 o maior crescimento industrial do Brasil; estudos da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e

Jonas Oliveira/ANPr

Governador Beto Richa visita a 43ª ExpoParanavaí

Sebrae indicam o Paraná como o melhor ambiente para as micro e pequenas empresas e pesquisas do Ministério do Trabalho colocam o Estado entre os três que mais geram empregos no País. MAIS INVESTIMENTOS O prefeito de Paranavaí, Rogério Lorenzetti, destacou os

investimentos do governo estadual no município e na região, principalmente na área da saúde. “Aqui temos nova unidade e o Hospital Regional de Paranavaí será concluído com apoio do governo estadual, que já disponibilizou R$ 9 milhões para apoiar a conclusão da obra.

Detran amplia atendimento pela internet em 841% O Departamento de Trânsito do Paraná lança nesta semana o Relatório de Gestão 2013. O documento mostra que a informatização para a melhoria dos serviços prestados à população trouxe diversos avanços no ano passado. Entre eles está a maior facilidade de acesso a diversos procedimentos. O número de serviços realizados pela internet, através do sistema

Detran Fácil, subiu de 48,9 mil em 2011 para 155,9 mil em 2012, chegando a 460,3 mil no ano passado, um aumento de 841,3% nos últimos três anos. Outros 98 mil serviços que não exigem a presença dos usuários nas sedes do Departamento foram realizados nos 51 terminais de autoatendimento instalados em 29 cidades paranaenses ao longo de 2013. Até o final de 2014

serão entregues 300 unidades em todas as regiões do Estado. O Relatório de Gestão reúne dados, tabelas e gráficos que mostram a evolução dos serviços prestados pela autarquia do Governo do Estado. Produzido ano a ano desde 2011, é um instrumento de transparência que permite à comunidade paranaense acompanhar os projetos e ações desenvolvidos.

“O ano de 2013 foi histórico para o Detran-PR. Celebramos os 75 anos da nossa instituição com inovações importantes nos serviços e com mais investimentos em ações de educação para o trânsito de grande impacto. Temos muito o que comemorar. Temos, ainda mais, a obrigação de agradecer a todos os nossos parceiros e funcionários”, disse o diretor-geral do Departamento, Marcos Traad.

Encontro debate aumento de produtividade da cebola no PR Mais de 700 pequenos agricultores participaram ontem, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiuba, do 24º Encontro Estadual de Produtores de Cebola, que contou com a presença do secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara; e do diretor-presidente do Instituto Emater, Rubens Niederheitmann. O encontro visa repassar conhecimento e tecnologia para o produtor alcançar mais produtividade. O Paraná é o quinto estado que mais produz cebola no País, com uma participação de 10% da

produção nacional e contribuiu na safra 2013/14 com um volume de 136 mil toneladas do produto. São 6.800 produtores que cultivam a cebola e conseguem uma renda bruta anual de R$ 88,7 milhões, segundo informações do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab). Os produtores paranaenses vêm aumentando ano a ano a produtividade de cebola, resultado do apoio da Secretaria e Emater, em parceria com as prefeituras. tenha mais renda com a cultura.


geral

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 14 a 16 de março de 2014 | Pág. A3

Saneamento

Sanepar deve atender 4,1 mi de pessoas na RMC até 2040 Investimento deve chegar a R$ 547 mi nos próximos 30 anos Ike Stalhke/Sanepar

Aroldo Murá G. Haygert Contato com o jornalista: aroldo@cienciaefe.org.br

ZACHAROW, SOB INVESTIGAÇÃO DA PF, QUER VOLTAR À SEB A rebelião do PMDB na Câmara dos Deputados domina o noticiário nacional. O deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) transformou-se num virtual líder das “oposições”, aglutinando, além de sua bancada, opositores de todos os matizes e partidos contra a até então aliada Dilma Rousseff. Cunha chegou a aliar-se a Jair Bolsonaro no seu ato rebelde, que, para muitos, “não passa de tentativa de extorsão em busca de verbas e cargos”.

2 – ZACHAROW, AGORA OPOSICIONISTA

Sistema de abastecimento de água da Grande Curitiba vai exigir R$ 547 milhões em obras, nos próximos 30 anos

U

m amplo estudo contratado pela Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) mostra como a empresa se prepara para enfrentar o desafio de produzir e distribuir água tratada para mais de 4,1 milhões de pessoas, população estimada para Curitiba e Região Metropolitana, em 2040. As projeções, alternativas e o custo previsto constam no Plano Diretor do Sistema de Abastecimento de Água Integrado de Curitiba e Região Metropolitana - Saic, que já está norteando o planejamento estratégico da empresa para

a Grande Curitiba. O investimento deve chegar a R$ 547 milhões nos próximos 30 anos. Até 2040, a produção de água tratada deverá saltar dos atuais 10,5 mil litros por segundo para 13,7 mil litros por segundo, um crescimento de mais de 31%. “Cumprindo a orientação do Governo do Estado, a Sanepar tem procurado se antecipar a futuras demandas, projetando o crescimento populacional e econômico dos municípios para garantir a distribuição de água tratada de qualidade para todos os paranaenses. Isso significa desenvolvimento,

saúde e qualidade de vida”, disse o presidente da Sanepar, Fernando Ghignone. A Sanepar estudou dez alternativas para ampliar a capacidade de produção de água tratada na capital e região. Considerando a disponibilidade hídrica e outros fatores, como ambientais e econômicos, atualmente se apresentam como mais viáveis a implantação de poços no Aquífero Karst; o sistema misto de poços no Karst e aproveitamento da água superficial da várzea do Capivari, formando o Sistema Capivari, e a implantação do Sistema Faxinal.

Cônsul-geral do Japão recebe cidadania honorária de Curitiba Anderson Tozato/CMC

A mim me é impossível ficar indiferente à posição assumida pelos paranaenses da Câmara na rebelião. A grande surpresa, ao olhar a relação com o voto de nosso parlamentares, fica por conta de ver na lista dos neo-opositores o deputado André Zacharow, que até agora foi tido e havido como fidelíssimo ao Governo e ao PT. E vinha sendo apresentado, em meios evangélicos do Paraná, como um dos maiores suportes da futura campanha de Gleisi Hoffmann ao Governo do Paraná. Os dois têm bom relacionamento político e Gleisi sempre se disse agradecida ao apoio de Zacharow, que lhe abriu “portas” nos meios evangélicos na campanha de 2010.

3 – RECONQUISTAR FORÇAS

Os planos de Zacharow podem até ter sido interrompidos, temporariamente, em âmbito nacional. Por quanto tempo, não se sabe. Até porque ele pertence àquela grande maioria de políticos que não sabe viver distante dos governos e suas benesses (uma sina do PMDB?). Mas o que se diz, segundo me afiançam fontes da poderosa Primeira Igreja Batista de Curitiba (Batel) é que Zacharow vem tra-

balhando, ainda na surdina, para tentar reconquistar a Sociedade Evangélica Beneficente (SEB), mantenedora de instituições muito valiosas para o Paraná, como o Hospital Evangélico de Curitiba (o que atende a maior clientela do SUS em Curitiba) e a FEPAR (Faculdade Evangélica do Paraná.

3 – O EVANGÉLICO É O ALVO

O interesse, apesar das notórias dificuldades enfrentadas pela atual direção da SEB, tem justificativa clara: ele pretende retomar o controle da instituição que comandou diretamente, por 20 anos, e através de prepostos. E da qual só se afastou depois de duas décadas de comando quase absolutista. Zacharow deixou, ao sair de campo, um passivo de R$ 260 milhões, segundo auditoria feita na SEB e um quadro de desorganização caótico. Uma das “heranças” foi a médica Virgínia Soares, a quem ele e sua família eram ligados.

4 – “HERANÇA” INCLUIU VIRGÍNIA

O mais visível dessas dificuldades geradas por ele e seu grupo certamente pode ser avaliado pelas ações do Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal (PF) e até do STF. O MPF, por exemplo, pediu, o ministro Celso de Mello (STF) determinou e a Polícia Federal está aprofundando neste 2014 investigações sobre uso da máquina da SEB e recursos da instituição por Zacharow em sua última campanha eleitoral. O uso de empregados do Evangélico na campanha do Zacharow, no horário do expediente funcional, aparece nas investigações. Aliás, o assunto foi abordado este ano pela coluna. O que se sabe é que a PF está

“trabalhando muito o assunto”, Embora, como garante-me um agente da PF/PR – “há muitos trabalhos tomando nosso tempo, como os gerados pela copa”.

5 – UM PASTOR DA VILA GUAÍRA

Embora predomine nos meios políticos ainda a antiga ideia de que há lideranças absolutas, que por todos decidem em termos de apoios políticos, o que se pode dizer é que as coisas não são mais bem assim. Na verdade não há um universo evangélico monolítico, como aconteceu no passado, nos tempos (anos 70/80s) da família Losso, no Paraná, que chegou a ter vereador em Curitiba, deputado estadual e deputado federal, ao mesmo tempo. E por vários períodos legislativos. Mesmo assim, sem correto assessoramento sobre esse ainda volátil “mundo evangélico – que abriga desde fundamentalistas a modernistas e grupos afinados com a Teologia da Libertação Católica – políticos de porte como Gleisi Hoffmann acreditam em nomes “que abrem portas entre os evangélicos”. Eu acho que nada têm a ver, por exemplo, batistas e os grupos de Manoel de Mello e/ou Edir Macedo, sem contar as milhares de micro igrejas que pululam Brasil afora. Zacharow não é estudioso do fenômeno religioso, é apenas crente com liderança entre os batistas. E por isso mesmo, ele prefere trabalhar com “gente da cozinha”, quer dizer: com irmãos da mesma fé e ordem. Assim o faz, por exemplo, na medida em que vai indo a candidatura de um pastor batista, da Vila Guaíra, que quer ver na SEB. O pastor, por acaso, é irmão do principal assessor do gabinete de Zacharow em Brasília.

CARTAS (correspondências para a coluna: aroldo@cienciaefe.org.br)

O cônsul-geral recebeu a bola do “Jogo da Solidariedade”, que arrecadou fundos para as vítimas do tsunami do Japão, em março de 2011

A Câmara Municipal concedeu a Cidadania Honorária de Curitiba ao cônsul-geral do Japão na região Sul do Brasil, Yoshio Uchiyamam na quarta-feira (12). Conduzida pelo presidente da Casa, Paulo Salamuni (PV), a sessão solene contou com diversos representantes da comunidade nikkei da capital, como o ex-vereador e assessor da Relações Especiais com o Japão, da Secretaria Municipal de Relações com a Comunidade, Jorge Yamawaki. A honraria foi concedida por meio da lei municipal 14.402/14, de iniciativa de Paulo Rink (PPS). Segundo o parlamentar, enquanto esteve à frente do consulado - Yoshio Uchiyama assumiu a gestão em 2012 e permaneceu por 16 meses – o homenageado não mediu esforços ao executar ações e atividades entre o sul do país e o Japão, em especial o Paraná. “Ele atuou como agente facilitador na atração de investimentos diretos do Japão. Ajudou na difusão da cultura japonesa e no fomento de ações para a cidade, em parceria com os governos municipal e estadual. E em particular, na sua trajetória, Uchiyama tem sido defensor de ideias e projetos de grande importância para a coletividade, conquistando o respeito da comunidade nipo-brasileira e de todos os curitibanos”, destacou Paulo Rink. “Queremos que todos os povos tenham sua dignidade preservada, sua autonomia. Desejamos isso a todos os países e povos do mundo. Parabéns. Curitiba estará sempre à sua disposição”, completou Salamuni. Já o ex-vereador Jorge Yamawaki lembrou que seu trabalho no consulado resultou na visita do prefeito Gustavo Fruet à cidade-irmã de Curitiba, Himeji, em 2013. “Viagem que ainda resultará em muitos frutos. Vamos trabalhar para que os laços de amizade se estreitem ainda mais entre os dois

países”, disse. “Procurei dar maior ênfase no meu trabalho para entrelaçar pessoas e entidades, para construírem uma cidade melhor, e para uma maior aproximação entre o povo do Japão e do Brasil. A homenagem não se deve só ao reconhecimento do meu trabalho, apoiado por meus assessores do consulado e comunidades nikkeis, como também por diversas entidades curitibanas com as quais trabalhamos juntos. Expresso meus sinceros agradecimentos pela forte parceria de todos”, agradeceu Uchiyama.

Atuação no consulado

O cônsul-geral assumiu o Consulado do Japão – Jurisdição Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul – em 2012, onde permaneceu por 16 meses. Da sua gestão, destacamse ações como a revitalização da cooperação entre as cidades-irmãs Himeji e Curitiba e a realização de 12 projetos do Programa de Assistência para Projetos Comunitários (APC’s) no Paraná e em Santa Catarina. Em 2013, o Japão concedeu bolsas de estudos a 11 estudantes do Paraná. Aumento considerado significativo por Yoshio Uchiyama em relação ao ano anterior, quando quatro estudantes foram contemplados com o benefício. A gestão do homenageado também foi marcada pelo fortalecimento da cultura nipônica na cidade, com a realização de eventos como a Semana “Japão no Coração de Curitiba” e a exposição de Animês e Mangás, no MuMa. Também desde 1999, o consulado apoia projetos comunitários nas áreas de educação, capacitação profissional, saúde, meio ambiente e qualidade de vida, com a doação total de US$ 1,384 milhão. Entre as entidades beneficiadas estão a Associação Cristã de Assistência Social e a Associação Paranaense de Apoio à Criança com Neoplasia. E das 19

empresas japonesas que atuam no estado paranaense, quatro estão sediadas em Curitiba. Paulo Rink e Yoshio Uchiyama lembraram, em plenário, a realização do “Jogo da Solidariedade”, para ajudar as vítimas do tsunami que devastou a costa japonesa em março de 2011. A ação solidária foi proposta pelo parlamentar, então diretor de Futebol do Atlético Paranaense. O jogo contou com a presença de jogadores como Zico, Alcindo, Dunga, Romário, Raí e Paulo Baier. Cerca de 22 mil pessoas acompanharam a partida, que resultou na arrecadação de R$ 369 mil, dos quais 60% foram dados para o Japão. “O povo paranaense deu ao povo japonês, um grande exemplo de irmandade”, disse o cônsul-geral, que recebeu das mãos do vereador, a bola usada na partida. Também prestigiaram a sessão solene o coordenador geral da Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), Rui Hara, representando o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB); o presidente da Sociedade do Corpo Consular no Estado do Paraná e cônsul honorário em Paranaguá, Mariano Czaikowski; o presidente da Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Japão do Paraná (CCIBJ), Yoshiaki Oshiro; e o presidente da Associação Brasileira de Dekasseguis (ABD), Teichum Hiramatsu. Outras autoridades presentes em plenário foram o cônsul do Japão em Curitiba, Akira Ichioka; o cônsulgeral adjunto do Japão, Iwato Takhiro; o cônsul-geral da República das Filipinas, Kiyoshi Ishitani; o cônsul honorário da Holanda, Robert de Ruijter; o cônsul honorário da República do Chile, Luiz Celso Branco; o 3º vice-presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Odone Fortes Martins; e o presidente do Nikkei Curitiba – Associação Cultural e Beneficente Nipo-Brasileira,

NOVO FORMATO

NOVO LEITOR

Achei esta nova opção mais interessante e mais prática para os dias de hoje. Parabéns por seu excelente trabalho. Desejo continuar participando. PAULO EUGÊNIO DE ANUNCIAÇÃO, professor universitário, Curitiba.

Professor, Vamos mantendo contato. Grato pela coluna. VICTOR TEUBER, estudante de Eng. Elétrica, Curitiba.

COELHO RARÍSSIMO Querido amigo Aroldo

Tua coluna, como sempre sensacional e o Antonio Carlos Coelho é de uma inteligência e humor raros nos dias de hoje. Prazer abrir o e-mail e ler o que vocês escrevem Beijos carinhosos. Sandra Wahrhaftig, Curitiba

COLETA DE FUNDOS PARA A BOA POESIA DE TOMÁS O jornalista Tomás Eon Barreiros prepara o lançamento, ainda neste ano, da obra multimídia de poesia “Tanto ou Tão Pouco”. Além da versão impressa de luxo e ilustrada, a edição terá um e-book com arquivos de texto, áudio e vídeo. Uma amostra do trabalho do poeta e jornalista pode ser vista em vídeo no site Vimeo, no link: http://vimeo.com/85037523. Por tratar-se de um projeto de alto custo, Barreiros está buscando viabilizá-lo via “crowd-founding” (coleta coletiva de fundos). As colaborações podem ser feitas no site vakinha.com.br, acessando-se o projeto pelo nome do autor ou da obra. O link é: http://www10. vakinha.com.br/VaquinhaE. aspx?e=242964. Tomás Barreiros começou sua carreira no Jornal Indústria & Comércio e trabalhou em diversos veículos impressos, rádio, televisão e assessoria de imprensa. Há 15 anos, dedica-se também ao

Tomás Barreiros no http://vimeo.com/85037523

magistério superior em cursos de Jornalismo. É especialista em Língua Portuguesa e mestre em Comunicação e Linguagens. Sua bibliografia conta atualmente com participações na publicação de 39 livros. Abaixo, alguns poemas que estarão no livro.

http://www10.vakinha.com.br/VaquinhaE.aspx?e=242964

FATALIDADE Atriz profissional. Seu melhor papel: Mulher fatal. Seu último diretor Morreu de amor Na vida real.

CURITIBA Amo-te, Curitiba, como homem maduro a amante velha, em teus dias de quatro estações tão volúveis quanto humor de mulher. Não és o familiar regaço Da esposa santa, Mas o colo quente Da amante acostumada. Tropeço em tuas calçadasestrias acariciando pernas cansadas. Em tuas rugas-ruas esburacadas de pele curtida, pouso meus lábios mornos. Tua pele escalavrada


judiciário

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira, 14 de março de 2014 | Pág. A4

www.justicaedireito.com

coluna@induscom.com.br

A Tutela dos Direitos Fundamentais do Consumidor Comemora-se o dia do consumidor em 15 de março. Desde 1985, a data tem reconhecimento internacional, sendo uma diretriz das Nações Unidas. Esse dia nos convida a uma reflexão sobre os direitos fundamentais do consumidor no cenário jurídico nacional. Nos últimos 22 anos de vigência da Lei 8.078/90, o Código de Defesa do Consumidor, uma discussão infindável tomou conta dos tribunais brasileiros. Trata-se de um entendimento jurídico sobre o termo “destinatário final” (artigo 2º). A chamada teoria “maximalista” entende que basta retirar o bem da cadeia de consumo para ser considerado consumidor, já a “finalista” considera aquele que retira o bem ou serviço para uso próprio, sem fins lucrativos ou de reintrodução na cadeia produtiva. Esse paradoxo se desfaz ao se identificar a passagem de uma subjetividade abstrata para uma subjetividade concreta. Ao longo do tempo, os códigos modernos delinearam a cidadania como fator de igualdade formal, com leis especiais para se tutelar grupos vulneráveis.

Justiça&Direito Fim da greve

TST determina que Correios voltem ao trabalho nesta sexta Para o tribunal a greve é ilegal e o retorno do trabalho deve ser retomado nesta sexta-feira Agência Brasil

Opinião

Na esteira deste movimento, os artigos 5º, XXXII, e 170, V, da Constituição de 1988 fazem da defesa do consumidor um direito fundamental. Valendo-se desse imperativo constitucional, o Código de Defesa do Consumidor mostrou-se mais avançado do que leis posteriores, como o Código Civil de 2002. A partir dele, os tribunais brasileiros empreenderam rupturas na teoria contratual clássica como a previsão da boa fé objetiva, a proibição de cláusulas abusivas e a compensação dos danos morais do consumidor. Algumas vozes, contudo, como a de José Geraldo Brito Filomeno, sustentam que o Código de Defesa do Consumidor prescinde de mudanças em razão de (1) sua atualidade; (2) seu caráter principiológico, multi e interdisciplinar; (3) a necessidade de uma atuação mais incisiva por parte dos operadores do direito; (4) a inconveniência de uma regulamentação parcial do comércio eletrônico; e, por fim, (5) o temor de retroceder nas garantias já conquistadas. Tais críticas podem ser confrontadas por uma análise preliminar dos projetos de lei, caso do 281/2012, que segue em trâmite na Câmara Federal, visando a proteção do consumidor, sobretudo em relação ao comércio eletrônico. Seu foco está na segurança das transações, protegendo-se, entre outros fatores, a privacidade dos dados pessoais. O Projeto de Lei também introduz no Código de Defesa do Consumidor normas de prevenção e conciliação nos casos de superendividamento. A diretriz do mínimo existencial fundamenta essa proteção: promove-se o acesso da pessoa física ao crédito e à educação responsável. Essa conciliação entre o consumidor superendividado e seus credores prevê a elaboração de um plano de pagamento. A tutela processual coletiva introduz modificações no artigo 81 e seguintes do Código de Defesa do Consumidor, com vistas a aperfeiçoar o acesso do consumidor à justiça. O Projeto 282/2012 estimula o uso de meios consensuais de solução de controvérsias e valoriza ações coletivas, destacando-se o direito fundamental à tutela jurisdicional efetiva. Tais projetos promovem os direitos fundamentais e a inclusão social de pessoas que ficaram à margem. O consumidor pode comemorar, no seu dia, seu reconhecimento como sujeito de direito. A questão é: trata-se, efetivamente, de sua posição no mercado ou como pessoa humana? *Rosalice Fidalgo Pinheiro é advogada, doutora e mestre em Direito das Relações Sociais pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e professora do programa de Mestrado em Direitos Fundamentais e Democracia das Faculdades Integradas do Brasil. Também atua como professora de Direito Civil no Setor de Ciências Jurídicas da UFPR.

TRTPR: Supermercado ignorou as próprias regras de demissão A empresa WMS Supermercados do Brasil S/A foi condenada pelo Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR) a reintegrar um trabalhador de Curitiba e pagar-lhe salários retroativos por todo o período transcorrido após a demissão – que já totaliza mais de dois anos. O supermercado ignorou um programa interno obrigatório pelo qual todos os funcionários deveriam passar antes do desligamento. A Segunda Turma do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná considerou a demissão um abuso de direito e injustificável discriminação. Por iniciativa própria, o

supermercado do grupo Wal Mart Brasil Ltda mantém um programa denominado “Orientação para Melhoria”, utilizado para avaliar o funcionário que não apresenta desempenho satisfatório. Os procedimentos podem culminar na despedida do empregado. O trabalhador em questão não foi submetido ao programa. No processo, a empresa alegou que o programa não foi criado para dar estabilidade ou garantia de emprego. Informou, ainda, que a despedida foi meramente sem justa causa, o que representa uma garantia do poder de decisão do empresário.

STF: Reclamação de deputado que responde por improbidade é improcedente A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), julgou improcedente Reclamação (RCL 15825) em que o deputado federal André Moura (PSC-SE) contestava a tramitação, perante o juízo da Comarca de Japaratuba (SE), da ação civil por ato de improbidade administrativa a que responde, ajuizada pelo Ministério Público de Sergipe. O deputado alegou que, por ser parlamentar federal, teria direito de ser processado e julgado pelo Supremo, e que, portanto, o juízo de primeira instância estaria usurpando,

no caso, a competência da Suprema Corte. Segundo a ministra, ao contrário do alegado pelo parlamentar, “não se demonstra haver a usurpação alegada, pois a ação de improbidade administrativa, pela sua natureza não penal, não se inclui na competência do Supremo Tribunal Federal, mesmo quando ajuizada contra autoridade com foro específico [na Suprema Corte], aí incluído o parlamentar federal”. Em 2013, a ministra Cármen Lúcia já havia negado o pedido de liminar da Reclamação.

A

Seção Especializada em Dissídios Coletivos (SDC) julgou, nesta quarta-feira (12), por unanimidade, abusiva a greve dos empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). Foi determinado o encerramento da paralisação e o retorno ao trabalho até à zero hora desta

sexta-feira (14), sob pena de multa diária de R$ 20 mil a ser paga pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) e em benefício da União. Os ministros decidiram ainda, por maioria, o desconto de 15 dias no salário de abril dos empregados

referentes aos 42 dias de greve, com a compensação de 27 dias restantes. Isso de acordo com o voto do relator do dissídio coletivo de greve na SDC, ministro Márcio Eurico Vitral Amaro. O ministro entendeu que não houve descumprimento pela ECT da cláusula 11 do dissídio coletivo

de 2013, que trata da assistência médica, hospitalar e odontológica, com a contratação de uma empresa especializada para a gestão do plano de saúde. Como atualmente vigora os efeitos do dissídio coletivo de 2013 a greve só seria justificada pelo descumprimento de uma das suas cláusulas, o que não ocorreu.

STF nega recurso contra indenização à Varig por congelamento de tarifas

STJ: Coca-Cola terá de indenizar mulher em 20 salários mínimos

Por cinco votos a dois, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) negou provimento ao Recurso Extraordinário (RE) 571969, por meio do qual a União e o Ministério Público Federal (MPF) buscavam reverter decisão que garantiu à Viação Aérea Rio-Grandense (Varig) o direito a indenização em

razão do congelamento de tarifas ocorrido durante o Plano Cruzado, entre outubro de 1985 e janeiro de 1992. A maioria dos ministros seguiu o voto da relatora, ministra Cármen Lúcia, no sentido de que o dano causado à empresa pelo congelamento ficou comprovado nas instâncias ordinárias.

O julgamento foi retomado com o voto-vista do ministro Joaquim Barbosa. Ele abriu divergência quanto ao voto da relatora para julgar improcedente o pedido de indenização feito pela Varig. Segundo ele, o congelamento afetou vários setores da economia e cidadãos economicamente ativos.

Câmara: Aprovada PEC que exige contratação de defensores públicos O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (12), em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 247/13, que fixa prazo de oito anos à União, aos estados e ao Distrito Federal para que todas as unidades jurisdicionais contem com defensores públicos. Foram 424 votos favoráveis. A matéria deve ser votada ainda pelo Senado. De autoria dos deputados Mauro Benevides (PMDB-CE), Alessandro Molon (PT-RJ) e Andre Moura (PSC-SE), o texto aprovado foi o substitutivo da comissão especial, elaborado pelo deputado Amauri

Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

Votação da PEC, que propõe prazo de oito anos para que a União e as unidades da Federação se organizem para poder contar com defensores públicos

Teixeira (PT-BA). Por deferência ao deputado Mauro Benevides, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, transferiu a ele a presidência dos trabalhos para o anúncio

do resultado. Benevides, que já foi presidente do Senado, disse que o resultado “simboliza o respeito da Casa ao exercício da defensoria pública”, lembrando que “o grande beneficiário é todo o povo”.

STJ: Prescrição para cobrança de Taxa Anual por Hectare é quinquenal Em julgamento de recurso especial, a Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) reformou decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) que não reconheceu a prescrição quinquenal em embargos opostos à cobrança de Taxa Anual por Hectare (TAH) pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). O TRF5 considerou que, em razão de a TAH ser tida como preço público, não seriam aplicáveis as regras do Código Tributário Nacio-

nal (CTN) referentes à prescrição. Diante da ausência de legislação específica acerca do prazo para sua cobrança, deveria ser aplicado ao caso o prazo prescricional previsto nos artigos 206 e 2.028 do Código Civil de 2002. Nas razões do recurso ao STJ, o particular alegou violação do artigo 1º do Decreto 20.910/32, aplicado em situações em que não há previsão expressa quanto à questão prescricional. A norma estabelece que as dívi-

das passivas da União, dos estados e dos municípios, assim como todo e qualquer direito ou ação contra a Fazenda Pública federal, estadual ou municipal, seja qual for a sua natureza, prescrevem em cinco anos contados da data do ato ou fato do qual se originaram. Conforme a jurisprudência do STJ, o decreto, com base nos princípios da igualdade e da simetria, deve incidir também nos créditos não tributários de natureza pública.

No Paraná

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve decisão que condenou a Coca-Cola Indústrias Ltda. ao pagamento de indenização, no valor equivalente a 20 salários mínimos (R$ 14.480,00), a uma consumidora que diz ter encontrado uma lagartixa dentro da garrafa do refrigerante. O colegiado, por maioria, entendeu que, mesmo sem ter havido abertura da embalagem ou ingestão do líquido, a existência de um corpo estranho em produto de gênero alimentício colocou em risco a saúde e a integridade física ou psíquica da consumidora. Em seu voto, a ministra Nancy Andrighi observou que, segundo algumas decisões do STJ em situações idênticas ou pelo menos semelhantes, o fato de não haver ingestão do produto cuja embalagem continha um corpo estranho não imporia ao fornecedor o dever de indenizar o consumidor.

TSEPR: EJE realiza primeiro evento de 2014 A EJE-PR, Escola Judiciária Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, realizou nesta quarta, 12, o Colóquio: A Reforma Política no tapetão?, na Sala de Memória, do prédio histórico da UFPR, na Praça Santos Andrade. O evento, primeiro realizado pela EJE este ano, foi aberto pelo Des. Edson Vidal Pinto, Presidente do TRE-PR, e pelo Des. Jucimar Novochadlo, Vice-Presidente, Corregedor e Diretor da EJE. O Colóquio transcorreu com debates dos professores participantes tratando do tema Reforma Política, Judicialização da Política e, na polêmica provocada pela OAB que instou o Supremo Tribunal Federal para a declaração de inconstitucionalidade dos dispositivos da Lei dos Partidos Políticos e da Lei das Eleições.

Aprovado projeto que cria vara federal em Pitanga O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 6231/13, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que cria uma vara federal no município de Pitanga (PR). O texto será enviado ao Senado. De acordo com o projeto, a vara

contará com dois juízes (um titular e um substituto), 13 analistas judiciários e quatro técnicos. Além dos cargos efetivos, são criados um cargo em comissão e mais 13 funções comissionadas. A instalação da vara dependerá

de dotação orçamentária disponível para o Tribunal Regional Federal da 4ª Região, responsável pelo estado do Paraná. Com a vara de Pitanga, 16 municípios ficarão sob sua jurisdição, desafogando as subseções de Campos

Mourão, Apucarana e Guarapuava. No total, a região abrange uma área de 11.574 m² e uma população de cerca de 200 mil habitantes. Os custos com pessoal e custeio anual da nova vara serão de R$ 5,38 milhões.


Diário Indústria&Comércio

economia Curitiba, sexta-feira a domingo, 14 a 16 de março de 2014 | Pág. A5

custos

Energia ajudou indústrias a recuperar margem de lucro Indicador de Custos Industriais aumentou 4,1% no ano passado, segundo CNI

O custo de produção - que inclui custos com energia, pessoal e bens intermediários - cresceu 6% sobre 2012, o menor aumento dos últimos três anos

Os custos industriais cresceram em ritmo menor em 2013, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com a entidade, a redução das tarifas de energia elétrica nos custos de produção foi um dos fatores responsáveis pelo menor crescimento desse conjunto de gastos, desde 2011. O Indicador de Custos Industriais aumentou 4,1% no ano passado, abaixo da elevação dos preços dos produtos industriais. Essa diferença indica recuperação de parte da margem de lucro perdida pela indústria em 2011 e 2012, informa o estudo trimestral Indicador de Custos Industriais, divulgado na quinta-feira (13/03), pela CNI.

O indicador, formado pelos custos de produção, de capital de giro e tributário, registrou altas de 6,4% e 6,5% em 2011 e 2012, respectivamente. O aumento de 4,1% em 2013 ficou 1,9 ponto percentual abaixo da elevação de 6% nos preços industriais, melhorando, portanto, a margem de lucro do setor, informa a CNI. O custo de produção - que inclui custos com energia, pessoal e bens intermediários - cresceu 6% sobre 2012, o menor aumento dos últimos três anos. De acordo com a CNI, contribuiu para isso, sobretudo, a redução de 9,1% do custo com energia, especialmente de energia elétrica, que recuou 13,5%, embora, no último trimestre, tenha se elevado em

1,2%, revertendo a tendência de queda. O crescimento do custo de pessoal, de 7,5%, foi o menor desde 2010, enquanto o custo com bens intermediários, de 6,4%, ficou igualmente menor do que em 2012, quando se elevou em 7,9%. A CNI também destacou que as altas da taxa básica de juros, a Selic, contribuíram para o aumento de 0,4% no custo de capital de giro em 2013. Apesar das elevações no segundo semestre do ano passado, puxadas pelo Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), na média de 2013 o custo com tributos caiu 0,6% na comparação com o ano anterior, na primeira queda desde 2009. A pesquisa da CNI informa ainda que, além de recuperação

parcial da margem de lucro, a competitividade da indústria brasileira - sugerida pela diferença entre os custos internos e os preços, em reais, dos manufaturados importados e dos manufaturados nos Estados Unidos - evoluiu positivamente no ano passado, mesmo com o impacto da desvalorização cambial menor do que em 2012. De acordo com a pesquisa, os preços, em reais, dos manufaturados importados pelo Brasil cresceram 9,8%, contra 16,9% em 2012, e dos manufaturados comercializados no mercado norteamericano 10,8% (contra 19,2%). Em ambos os casos, os custos industriais cresceram abaixo da taxa de crescimento dos preços internacionais, diz a CNI.

Inadimplência do consumidor diminui O número de pessoas que deixaram de pagar suas dívidas caiu 1,7% em fevereiro na comparação com janeiro, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor. Na comparação com fevereiro do ano passado, o indicador caiu 2,3%. Este foi o nono recuo consecutivo no mês de fevereiro. No primeiro bimestre do ano houve queda também em relação ao mesmo período do ano passado (3,2%). As dívidas com os bancos caíram 3,2% e com os cheques sem fundos 10,8%. Os dois itens foram os que mais contribuíram para a queda no índice em fevereiro. Os títulos protestados caíram 16,7%. A inadimplência não bancária (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia, fornecimento de energia elétrica e água etc.) apresentou crescimento de 2,6%. De acordo com os economistas da Serasa Experian, a inflação em alta, os aumentos sucessivos das taxas de juros e o crescimento mais fraco da economia contribuem para tornar mais lenta a queda da inadimplência do consumidor. Segundo eles, a queda de um mês, comparada à do mesmo mês do ano anterior, é menor desde outubro do ano passado.

SPC Brasil estima que 52 milhões de consumidores estejam inadimplentes no país O Brasil tem cerca de 52 milhões de consumidores que deixaram de pagar pelo menos uma dívida, nos últimos cinco anos, segundo estimativa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). É a primeira vez que a empresa divulga a estimativa de consumidores inadimplentes. Para fazer projeção, foi analisada a base de dados do SPC Brasil e de mais duas empresas do setor, com exclusão de dados comuns nos cadastros negativos. Também foram excluídas dados de pessoas com mais de 90 anos, uma vez que pode haver CPF de pessoas mortas usado fraudulentamente. Foram ainda utilizados dados do Sistema Único de Saúde (SUS) para verificar número de mortos. O SPC Brasil também informou na quinta-feira (13/03) que número de consumidores inadimplentes (somente na base de dados da empresa) subiu 5,54% em fevereiro deste ano, comparado com igual período de 2013. Esses dados são referentes a contas atrasadas de água, luz, gás e dívidas com os

bancos e com o comércio. O presidente da Câmara Nacional de Dirigentes Logistas (CNDL), Roque Pellizzaro Junior, considera que não há nenhum fator que possa fazer com que o número de inadimplentes caia. Mas, para Pellizzaro, a estabilidade desse dado “mostra que o risco de bolha de crédito não existe”. “Não vejo nenhum fator para os próximos 12 meses que possa vir a gerar mais recursos ou maior folga no orçamento das famílias. Pelo contrário, há inflação, expansão de renda menor, índices de emprego mais estáveis. Vamos estar bem se não houver nenhuma alta nesse número”, disse. Os dados do SPC Brasil também indicam que o número de dívidas registradas na base de dados da empresa cresceu 3,02% em fevereiro, na comparação com igual mês de 2013. Essa é a terceira maior taxa registrada nos últimos 12 meses. Em relação a janeiro, o crescimento ficou em 0,80%. No caso de dívidas vencidas com menos de 90 dias, houve expansão

de 8,37%, na comparação entre fevereiro e janeiro deste ano. De acordo com a economista do SPC Brasil Luíza Rodrigues, esse crescimento indica a entrada de mais inadimplentes registrados na base de dados e com apenas uma dívida. Esse resultado levou à redução do número médio de dívidas em atraso por inadimplente, que ficou em 2,044, em fevereiro, o menor resultado registrado na série histórica, iniciada em janeiro de 2010. Em janeiro deste ano, a média estava em 2,067. Para Pellizzaro, a alta dos juros e a inflação fazem com que as pessoas tenham mais dificuldades para pagar as dívidas. Além disso, em fevereiro, os consumidores tiveram despesas extras com compra de material e pagamento de matrícula escolar. Apesar disso, Pellizzaro não considera que os brasileiros estejam superendividados. “Pelo nível histórico, está sob controle. Uma pessoa com duas dívidas em média consegue pagar”, ressaltou.

Inflação dos consumidores de menor renda aumenta 0,45% A inflação para os consumidores de menor renda familiar (até 2,5 salários mínimos) apresentou em fevereiro variação de 0,45%, passando a acumular alta de 1,17% no ano. O dado se refere ao Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1), calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV). O

índice mede a variação de preços de uma cesta de produtos e serviços para famílias com renda entre um e 2,5 salários mínimos mensais. Nos últimos doze meses (a taxa anualizada), o índice acumula variação de 5%. A variação de 0,45% de fevereiro é 0,21 ponto percentual inferior ao Índice de Preços ao Consumidor para o total das

famílias brasileiras (IPC-Br) que, em janeiro, registrou alta de 0,66%; é também 0,95 ponto percentual inferior ao IPC-Br dos últimos doze meses (5,95%). Segundo o Ibre, quatro das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram decréscimo em suas taxas de variação: alimentação (0,80% para 0,47%), despesas diversas (3,80%

para 1,14%), educação, leitura e recreação (2,99% para 0,39%) e habitação (0,56% para 0,47%). Nestes grupos, ainda segundo o Ibre, os destaques partiram dos itens: carnes bovinas (1,75% para 0,57%), cigarros (6,59% para 1,69%), cursos formais (9,29% para 0,00%) e aluguel residencial (0,84% para 0,49%), respectivamente.


Nacional

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 14 a 16 de março de 2014 | Pág. A6

No Dia Mundial do Rim, campanha orienta população

Marcelo Camargo/Agência Brasil

corrupção

STF absolve Cunha do crime de lavagem de dinheiro Para ministros, ele não escondeu a origem do dinheiro recebido por Valério

No Dia Mundial do Rim, entidades da área de saúde promovem campanhas de esclarecimento sobre prevenção de doenças renais

No Dia Mundial do Rim, entidades da área de saúde promoveram na quinta-feira (13/03) campanhas de esclarecimento sobre formas de prevenção de doenças renais. Membros da Associação dos Centros de Diálise e Transplante (ABCDT) e outras entidades estiveram no gramado da Câmara dos Deputados para esclarecer a população. Além disso, um grande rim inflável ajudou a explicar como o órgão funciona. Entre 10 milhões e 15 milhões de pessoas têm algum tipo de doença renal, segundo a entidade. Dados de 2012 do Ministério da Saúde indicam que 100 mil pacientes fazem diálise, processo de filtragem do sangue – uma das funções do rim. Por dia, 22 pacientes são encaminhados para diálise ou para transplante renal, de acordo com o presidente da ABCDT, Hélio Vida Cassi. No Distrito Federal, 1,5 mil pacientes fazem diálise atu-

almente. O médico disse ainda que o diabetes e a hipertensão são as principais causas de doenças renais. “Existem vários fatores de risco para a doença renal: o diabetes e a hipertensão são os principais, mas o tabagismo, o sobrepeso e o colesterol elevado, a própria idade (também contribuem) e esse é o tema da campanha, hoje, em todo o mundo. Por isso, o fato de ser idoso é um fator de risco para doenças renais e merece avaliação precoce.” De acordo com ele, 5% da população brasileira têm pedra nos rins. “Entre as causas estão o fator genético, muito sal na alimentação, falta de exercício físico, trabalhar em lugares quentes e não beber água de forma adequada”. Hábitos saudáveis, como não fumar e não ingerir bebidas alcoólicas em excesso, também contribuem para evitar doenças renais, lembra o especialista.

Manifestantes pedem melhoria na qualidade da telefonia do país

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou pela absolvição do ex-deputado federal João Paulo Cunha do crime de lavagem de dinheiro na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Os ministros entenderam que Cunha não escondeu a origem do dinheiro recebido pelo publicitário Marcos Valério. Foram 6 votos pela absolvição e 4 contrários. O presidente do STF, Joaquim Barbosa, não participou do julgamento. O entendimento foi firmado pelos ministros Luís Roberto Barroso, Teori Zavascki, Rosa Weber, Dias Toffoli, Marco Aurélio e Ricardo Lewandowski. Os votos contrários foram dos ministros Luiz Fux, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Celso de Mello. Se o recurso fosse rejeitado, a pena de João Paulo seria acrescida de três anos e ele passaria para o regime fechado, pelo fato de a

Mais de 50 pessoas se concentraram no final da manhã de quinta-feira (13/03) em uma das entradas do prédio da Câmara dos Deputados para reclamar sobre o serviço de telefonia no país e pedir providências ao Legislativo. Filiados à União Geral dos Trabalhadores (UGT) – central formada por mais de 1,1 mil sindicalizados –, os manifestantes carregavam cartazes e panfletos elencando os principais problemas enfrentados pelos usuários do setor, que ocupa o topo das listas de reclamações de entidades ligadas a defesa do consumidor. Ricardo Patah, presidente da UGT, disse que, por representar mais de 7 milhões de brasileiros, a central sindical tentou contornar situações na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) sem sucesso. Na quarta (12), Patah participou da comissão que foi recebida pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Segundo ele, a posição de Alves foi apoiar o movimento. A comissão entregou a Alves

um levantamento feito pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor em que aponta, por exemplo, defeitos no sistema 3G da telefonia móvel. “Como o país quer criar o 4G?”, questionou Patah. Ao declarar que é “mais uma vítima da falta de qualidade da telefonia”, o presidente da Casa prometeu conversar com as operadoras que atuam no país. Patah confirmou que a reunião foi marcada para quarta-feira (26) e a estratégia, caso não seja fechado um acordo, é reunir todos os projetos de lei em andamento na Câmara para tentar apontar uma saída para os problemas relatados por consumidores. Na lista de demandas, os manifestantes pedem mais qualidade dos serviços, suspensão de venda de planos pelas operadoras com maior número de reclamações, melhoria na fiscalização e punição do setor, faturas mais transparentes, redução do valor da assinatura básica do telefone fixo e a participação dos trabalhadores nas decisões da Anatel.

O ex-parlamentar está preso no Presídio da Papuda, no Distrito Federal, e cumpre seis anos e quatro meses em função das condenações por corrupção e peculato, penas para as quais não cabem mais recursos

condenação ser superior a oito anos de prisão. No crime de lavagem de dinheiro, Cunha foi condenado a três anos de prisão por ter recebido R$ 50 mil, que foram liberados pelo publicitário Marcos Valério e pagos em uma agência do Banco Rural de Brasília, em 2003. Na época, o ex-deputado ocupava a presidência da Câmara dos Deputados, e enviou a mulher para sacar o dinheiro. Segundo o STF, o dinheiro foi pago para favorecer as empresas do publicitário em contratos com a Casa. A pena de lavagem não foi executada em função do julgamento do recurso. O ex-parlamentar está preso no Presídio da Papuda, no Distrito Federal, e cumpre seis anos e quatro meses em função das condenações por corrupção e peculato, penas para as quais não cabem mais recursos.

Senado também vai investigar com a Câmara denúncia de propina na Petrobras Por iniciativa dos tucanos Aloysio Nunes (SP) e Paulo Bauer (SC), a Comissão de Relações Exteriores do Senado (CRE) aprovou na quintafeira (13/03), por unanimidade, a criação de uma comissão conjunta com a Câmara dos Deputados para investigar denúncia de corrupção na Petrobras. “Queremos atuar com os deputados nessas investigações”, disse o presidente do colegiado, senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES). Os senadores querem informações da investigação feita na

CPI do Tráfico de Pessoas é prorrogada por mais 30 dias

Serviço de telefonia do pais será discutido na quarta-feita (26) na Câmara dos Deputados

Antonio Cruz/Agência Brasil

A Câmara dos Deputados decidiu na quinta-feira (13/03) prorrogar por mais 30 dias os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Pessoas. O presidente da comissão, Arnaldo Jordy (PPS-PA), pediu a ampliação dos trabalhos até 30 de abril, pois, de acordo com o parlamentar, apesar dos esforços, não foi possível alcançar as metas propostas pela CPI. A comissão investiga causas, consequências e os responsáveis pela prática do tráfico de pessoas no país no período de 2003 a 2011. É a sétima vez que os trabalhos da comissão são prorrogados. Em fevereiro, a CPI pediu o indiciamento de representantes da organização não governamental (ONG) Limiar por suspeitas de envolvimento da organização com um esquema de intermediação ilegal de adoções. Com sede nos Estados Unidos e filial na capital paulista, a organização não governamental também atua no Paraná. A Limiar é acusada de intermediar ilegalmente adoções de crianças brasileiras por famílias norteamericanas. O tráfico humano também foi o tema escolhido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para a Campanha da Fraternidade 2014, cujo tema é Fraternidade e Tráfico Humano. O objetivo, segundo a CNBB, é fazer um chamado para que a sociedade se conscientize da importância do combate ao tráfico de pessoas.

Holanda sobre a SBM Offshore, que presta serviços para a indústria petrolífera. Segundo denúncia de um ex-funcionário da companhia, US$ 250 milhões foram pagos de propina, entre 2005 e 2011. Desse total, US$ 139 milhões teriam sido destinados a funcionários da Petrobras. No fim de 2013, a SBM Offshore, que tem contratos com a companhia brasileira para aluguel de plataformas, admitiu em uma nota a existência de investigação interna para apurar práticas impróprias, cometidas por funcionários.

O número de componentes e seus nomes ainda não foram definidos, mas o objetivo, segundo Ferraço, é que a estrutura seja enxuta. Os senadores devem fazer um trabalho conjunto com os deputados, mas elaborar um relatório independente. A criação da comissão externa da Petrobras na Câmara ocorreu como desdobramento da rebelião da base aliada do governo, que apoiou um requerimento da oposição. Ricardo Ferraço (PMDBES) descartou que a aprovação

da comissão tenha sido motivada pela crise na outra Casa. “Não tem nada a ver uma coisa com a outra. Não vejo qualquer tipo de contaminação”, garantiu. Na quarta-feira (12/03), o líder do DEM na Câmara, deputado Mendonça Filho (PE), apresentou uma proposta de trabalho da comissão externa. O grupo deve ser composto por cinco deputados – três governistas e dois oposicionistas – e só vai para a Holanda em uma segunda fase dos trabalhos.

Governo anuncia R$ 3,8 bilhões para mobilidade e transporte O governo anunciou na quinta-feira (13/03) que aplicará R$ 3,8 bilhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana em sete cidades brasileiras. Os investimentos vão financiar projetos em Brasília, Goiânia (GO), Palmas (TO), João Pessoa (PB), Campo Grande (MS), São Luís (MA) e Natal (RN). O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, disse que o dinheiro será transferido sem necessidade de complementação dos estados e municípios beneficiados. “Esses R$ 3,8 bilhões contam com 100% do OGU (Orçamento Geral da

GUVEL PARTICIPAÇÕES S.A. CURITIBA - PR. CNPJ Nº.76.345.644/0001-83

União) e de financiamentos, sem a necessidade de que o estado ou a prefeitura entre com contrapartida e comprometa ainda mais os caixas”, explicou. O dinheiro pode ser investido em obras de construção de metrôs, monotrilhos, aeromóveis, trens urbanos, veículos leves sobre trilhos (VLT), BRTs (bus rapid transit), corredores de ônibus e teleféricos, entre outras. Entre as obras beneficiadas com os recursos anunciados quinta, estão os VLTs do Distrito Federal, de Goiânia e de Natal. Os recursos fazem parte dos R$ 50 bilhões destinados a obras

SENHORES ACIONISTAS: De acôrdo com as disposições legais e estatutárias, temos a satisfação de submeter a Vs.Sas. as Demonstrações Financeiras relativas ao Exercício Findo em 31.12.2013. Colocamo-nos a disposição dos Senhores Acionistas para quaisquer outros esclarecimentos que se fizerem necessários. "A DIRETORIA" - Curitiba, 05 de março de 2014.

BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 ATIVO

31.12.2013

31.12.2012

6.295.438 293.434 15.843 171.419 106.172 6.002.004 5.981.247 20.756

3.588.547 2.412.184 15.363 4.675 2.392.146 1.176.363 1.134.467 41.896

NÃO CIRCULANTE 63.713.098 Empréstimos de Mútuo 2.038.511 Outras contas a receber 1.325.840 Investimentos 60.348.746

CIRCULANTE DISPONIVEL Caixa Bancos Aplicações Financeiras OUTROS CRÉDITOS Arrendamento a receber Irrf a Compensar

TOTAL DO ATIVO

70.008.536

PASSIVO

31.12.2013

31.12.2012

1.296.335 1.296.335

6.493.033 6.493.033

NÃO CIRCULANTE 16.107.944 Empréstimos de Mútuo 629.462 Depósitos Judiciais -11.589 Provisões Depósitos Judiciais 11.589 Provisões Impostos Diferidos 15.478.483

16.107.944 629.462 -11.589 11.589 15.478.483

63.589.637 1.936.231 1.197.140 60.456.266

PATRIMÔNIO LIQUIDO Capital Social Reserva de Lucros Retenção de Lucros

52.604.256 11.221.059 323.647 41.059.550

44.577.207 6.021.059 323.647 38.232.502

67.178.185

TOTAL DO PASSIVO

70.008.536

67.178.185

CIRCULANTE Obrigações a pagar

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES PATRIMONIAIS CAPITAL SOCIAL HISTORICO Saldo em 31.12.12 Ajuste Ex. Anteriores. Aum. Capital Social Distribuição de Lucros Resultado do Exercício Saldo em 31.12.13

RESERVA CORR. MON.DO CAPITAL

6.021.059

RESERVA RESERVAS CORR. LEGAIS MON. E AÇÕES EM IPC/90 TESOURARIA 323.647

5.200.000

11.221.059

selecionadas para o Pacto da Mobilidade, anunciado após as manifestações de junho do ano passado, que reivindicavam, entre outras medidas, melhorias no transporte público. Segundo balanço mais recente do PAC2, divulgado em fevereiro, R$ 31,9 bilhões do Pacto da Mobilidade Urbana já foram anunciados para os municípios do Rio de Janeiro, de São Gonçalo, Nova Iguaçu, Duque de Caxias, São Paulo, Guarulhos, Osasco, do Grande ABC Paulista, de Campinas, Porto Alegre, Salvador, Curitiba, Fortaleza, do Recife, de Belo Horizonte e Manaus.

323.647

RESERVA DE SUBV. INC. FISCAIS

LUCRO E/OU PATRIMONIO PREJUIZO LIQUIDO 38.232.502 -107.520 0 -4.440.000 7.374.569 41.059.550

44.577.207 -107.520 5.200.000 -4.440.000 7.374.569 52.604.256

NOTAS EXPLICATIVAS As demonstrações contábeis estão sendo apresentadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, incluindo os pronunciamentos emitidos pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC). As Receitas e as Despesas foram escrituradas pelo regime de competência; As contas classificadas no Ativo Não Circulante estão demonstradas pelo custo de aquisição. O Capital Social está representado por 1.122.105.861 ações Ordinárias de valor nomimal de R$ 0,01 cada uma. Todos os valores aqui demonstrados estão expresso em R$ (Reais). O saldo da conta de Lucros Acumulados será destinado à Reserva de Lucros a Disposição dos Sócios, conforme disposto no Artigo nº 202, da Lei nº 6.404/76, que representa R$ 11.013.084,25.

MARCO ANTONIO GULIN Diretor Presidente

DÉLFIO JOSÉ GULIN Diretor Vice-Presidente

LUIZ NORBERTO GULIN Diretor Superintendente

LUIZ HENRIQUE VRIESMAN CONTADOR - CRC.-PR.- 32.386/O-7

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO 31.12.2013 31.12.2012 RECEITA BRUTA DOS SERVIÇOS 8.467.810 8.071.328 (-) Impostos sobre serviços -309.075 -294.603 (-) Impostos Incidentes -309.075 -294.603 RECEITA LÍQUIDA 8.158.734 7.776.724 LUCRO BRUTO 8.158.734 7.776.724 (+) Resultado Financeiro 12.004 107.236 (-) Despesas Administrativas -1.027.149 -1.011.134 LUCRO OPERACIONAL 7.143.589 6.872.826 OUTRAS RECEITAS 230.980 268.873 OUTRAS DESPESAS 0 0 LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO 7.374.569 7.141.699

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA - MÉTODO INDIRETO 31.12.2013 Fluxos de caixa das atividades operacionais Lucro Líquido ou Prejuízo do Exercício 7.374.569 Ajustes para a reconciliação do lucro líquido do exercício com a geração de caixa das atividades operacionais Ajustes de Exercícios Anteriores -107.520 Redução (aumento) dos ativos Arrendamentos a Receber -4.846.780 Impostos a Recuperar 21.140 Outras Contas a Receber -128.700 Aumento (redução) dos passivos Obrigações a Pagar -5.196.698 Outras Obrigações 0 Caixa líquido gerado pelas atividades operacionais -2.883.990 Fluxos de caixa das atividades de investimento Adições no imobilizado 107.520 Caixa líquido gerado pelas atividades de investimento 107.520 Fluxos de caixa das atividades de financiamento Empréstimos de Mútuo -102.280 Distribuições de Lucros -4.440.000 Aumento de Capital Social 5.200.000 Caixa líquido gerado pelas atividades de financiamento 657.720 Total dos Efeitos no caixa e equivalentes a caixa -2.118.750 Saldo inicial de caixa e equivalentes a caixa 2.412.184 Saldo final de caixa e equivalentes a caixa 293.434 Variação no caixa e equivalentes a caixa -2.118.750


Publicidade Legal

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 14 a 16 de março de 2014 | Pág. A7 SÚMULA DE RECEBIMENTO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO A empresa WHB FUNDIÇÃO S/A, torna público que recebeu do IAP, a Licença de Operação para o Centro de Tratamento de Resíduos Classe II nº 30384, válida até 19 de Dezembro de 2015, instalada estrada rural S/N, acesso por escravidão em Área industrial do Município de Fazenda Rio Grande, PR.

A empresa RETIFAZ SERVIÇOS DE RETIFICA E TORNO LTDA ME Cnpj 04.991.391/0001-04, declara o extravio de 3 blocos de notas fiscais de numeração 01 a 150. ABANDONO DE EMPREGO A empresa PAOLA DOS SANTOS LIMA E CIA LTDA ME,CNPJ: 14.720.623/0001-43 , solicita o comparecimento de NAYARA FERNANDA DA SILVA REICHIMBAQUE (funcionário), portador da carteira profissional 0678141 série 0040/PR no prazo de 24 horas. O seu não comparecimento caracterizará abandono de Emprego de acordo ao artigo 482 letra I da CLT. CITINVEST PARTICIPAÇÕES LTDA CNPJ Nº 82.325.713/0001-90 DÉCIMA TERCEIRA REUNIÃO DELIBERATIVA DE SÓCIOS EDITAL DE CONVOCAÇÃO São convidados os Senhores Sócios, para em Reunião Deliberativa, a ser realizada na sede Social, sita à Avenida Juscelino Kubitschek, 14295, Lado Esquerdo, Bairro Cidade Industrial, em Curitiba - PR., às 14:30 Hs., do dia 14 de Abril de 2.014, para tomarem conhecimento e deliberarem sobre a seguinte: ORDEM DO DIA a) Apreciação, discussão e votação do Relatório dos Administradores e Balanço Geral, referente ao exercício encerrado em 31.12.2013; b) Destinação e aprovação dos valores distribuídos ou a distribuir que deverão ser levados à debito da conta lucros acumulados. AVISO:- Comunicamos, outrossim, que os documentos a que se refere o Artigo 1.078, da Lei 10.406, de 10 de janeiro de 2002, encontram-se à disposição dos Senhores Sócios, na Sede Social. Curitiba, 06 de fevereiro de 2014. ACIR ANTONIO GULIN e JOSÉ LUIZ DE SOUZA CURY Administradores

Edital de Praça e Leilão: dia 04/04/2014 e 09/05/2014, às 09:30h = Local: Rua Senador Acciolly Filho, 1625-Cic-Curitiba-PR: Paulo Setsuo Nakakogue, Leiloeiro Público Oficial, matricula nº 625, devidamente autorizado pelos Srs. Drs. Juízes do Trabalho, no exercício da Titularidade das Varas Trabalhistas, venderá, em público Leilão, conforme Art. 888 da CLT, no dia, hora e local supracitados,os bens objetivo de penhora das ações trabalhistas, nas condições indicadas neste Edital, a seguir descritos: Juiz do Trabalho, Dr. Roberto Dalla Barba Filho, da 01ª Vara do Trabalho de Ctba a saber: Autos nº 12411-1998-001-09-00-8: Pedro Costa da Rosa X Mara Empreiteira de Mão de Obra na Construção Civil S/C Ltda X José Aparecido de Abreu X Sandra Mara Aparecida de Abreu.01 Moto Dafra/Super 100, 2008/2008, placa AQR 7954. Chassi 95VAC1F588MOO9538, Bem em bom estado de conservação. R$3.200,00 Ônus do DETRAN não levantado até 10/03/2014; Autos nº 21940-2013-001-09-00-2:União X Moacyr César Novais Caramuru Saldanha; 01 Reboque/Carga R/Iram Topa tudo STD,ano/modelo 2009/2009,placa ARN-0632 Chassi 9A9TS07MC91DG9651, Renavam: 0015.348425-0,cor cinza.Carretinha em bom estado geral, com dois pneus. R$ 2.000,00;Ônus do DETRAN R$ 64,21 até 12/03/2014;Autos nº 41682-2013-00109-00-0: Romerito Luiz x Alessandro Roberto Luz; 01 Sintetizador Roland Fantom FA 76, em ótimo estado de conservação R$ 5.000,00;01 Sintetizador Roland JP-8000, em ótimo estado de conservação. R$ 3.500,00 ; 01 Piano Digital Yamaha P-120 em ótimo estado de conservação R$ 3.500,00; 01 Orgão Hammond XB2, em ótimo estado de conservação R$ 3.500,00; Total R$ 15.500,00. Juíza do Trabalho, Dra. Lisiane Sanson Pasetti Bordin,da 02ª Vara do Trabalho de Ctba a saber: Autos nº80015-2005-002-09-00-0: União x Armdo Construtora de Obras Ltda. Massa Falida x Maria Aparecida Castilho Darin;Vaga de garagem nº17, tipo 1, sito no 2º subsolo, do Edifício Palais Royal,situado em Curitiba a Rua Petit Carneiro nº 867, com capacidade para abrigar 02 automóveis até tamanho médio, com área construída exclusiva de 20,00 m2. Tudo conforme descrito na matrícula nº 38.340 no 6º CRI retro Mencionada R$ 30.000,00; *) Ônus na Prefeitura R$ 1.560,28 até 13/03/2014 mais custas e honorários judiciais; Vaga de garagem nº16, tipo 1, sito no 2º subsolo, do Edifício Palais Royal situado em Curitiba a Rua Petit Carneiro nº 867,com capacidade para abrigar , com área exclusiva de 20,00m2, área total 46,645 m2, demais características, confrontações constantes da matrícula nº: 38.339 no 6º CRI de Curitiba/ PR R$ 40.000,00; Total R$70.000,00; (VTC 3*); (VFPFC 4*) Ônus na Prefeitura R$ 1.759,75 até 13/03/2014 mais custas e honorários judiciais; Ônus de condomínio R$ 90.315,80 ate 10.10.2013 Pertence ao apartamento as vaga de garagem; Autos nº 34862-2007-002-0900-4: Equinaldo Alves Vaz x Sprenger e Fontana Ltda; 65 Molas parabólicas, para Scania, série 4 (124), dianteira, nova, marca CINDUMEL, modelo SCA 732-2, produto de giro da empresa executada, Avaliado em R$ 700,00 cada. R$ 45.500,00; Juíza do Trabalho, Dra. Audrey Mauch, da 03ª Vara do Trabalho de Curitiba a saber: Autos nº 09616-2005-003-09-00-9: Peterson Bueno Pires x Portal Gráfica Ltda x Industria Gráfica Pirâmide Ltda x Trevo News Comércio de Papel Ltda; 01-Máquina impressora offset, marca Roland,Record sem plaqueta de identificação dimensões aproximadas 3m x 6m x 2m (altura),estando desativada, R$ 50.000,00; Autos nº 07320-2005-003-09-00-3: Vilmar Szernek x Tapetsul Importação de Carpetes e Móveis Ltda x Antonio Luiz Noll x Clair Beatriz Ecke Noll: 01 Imóvel, apartamento nº 43, do bloco F do 4º pavimento, ou 3º andar do “Parque Residencial Verdespaço, matrícula nº 36077, do 8º CRI de Curitiba/PR com área construída de 60,54m2, área comum de 7,61m2, perfazendo a área correspondente ou global de 68,15m2, correspondendo-lhe a fração ideal do solo de 0,002604 e uma quota ideal de 117,04m2.Demais informações na matrícula do imóvel.Venda ad corpus. R$ 135.000,00; (VTC 3*);Ônus na Prefeitura R$ 139,02 até 13/03/2014 mais custas e honorários judiciais; Juíza do Trabalho, Dra Kerly Cristina Nave Dos Santos, da 14ª Vara do Trabalho de Ctba a saber: Autos nº 27775-2007-014-09-00-0 : União X Bernard Krone do Brasil Indústria e Comércio de Veículos Industriais e Máquinas Agrícolas Ltda Massa Falida) X Ivo Luiz Boschetti ; 01 Lote de terreno,medindo 2.207.90 metros quadrados,sendo 130,78 metros de frente para a esquina das ruas Manoel Valdomiro de Macedo(W 541) e José Antunes Ferreira e pelo lado direito de quem da Rua Alameda Valdomiro de Macedo,olha o imóvel mede 110,02 metros onde confronta com a área de indicação fiscal nº 87.343.055.000 e pelo lado esquerdo de quem da rua José Antunes Ferreira olha,medindo 20.00 metros indicação fiscal setor 87, quadra 343,lote nº 056.000. Sem benfeitorias e tudo conforme Registro Geral matrícula 78165 8º CRI e mapa no guia da Prefeitura de Curitiba. Venda Ad Corpus. R$ 1.300.000,00; (VTC 3*); (VCC 4*); Ônus na Prefeitura R$ 9.739,56 até 13/03/2014 mais custas e honorários judiciais; Juiz do Trabalho, Dr. José Aparecido dos Santos, da 017ª Vara do Trabalho de Ctba a saber: Autos nº 08869-2004-651-09-00-7: Manoel Messias Martins dos Santos X Top Artefatos de Madeira Indústria e Comércio Ltda (ME) X Daniel Augusto Simões X João Manuel Simões X Edison Luiz Simões ; 01 Lote de terreno rural, designado sob nº 15 da quadra nº 05 da Planta de Loteamento “Chacrinhas Nossa Senhora do Rocio de Campo Largo “, com situação no quarteirão “Lagoa”, do Município de Campo Largo Mede 50m de frente para a Rua “D” e demais medidas e confrontações constantes da matrícula 11.780, do Cartório de Registro de Imóveis de Campo Largo. Sobre o respectivo lote não há qualquer edificação, muro ou benfeitoria. Venda Ad Corpus. R$ 600.000,00; Ônus ITR NÃO LEVANTADO até 10/03/2014 mais custas e honorários judiciais;Autos nº 04485-2003-651-09-01-7: Gildo Alves de Paulo X Enoteca Perbacco Ltda X Apolo Comércio Importação Exportação Ltda X Veneto Participações S/C Ltda X Antonio Ivanir Gonçalves de Azevedo X Flavio Brasil Apolo X Flavia Apolo; 01 Lote de terreno nº 192,matrícula nº6978,da Planta Vila Marumbi,situado no bairro do Cajuru, Curitiba, com 20,00 m de frente para a rua Coronel Teófilo Soares Gomes, por 70,00m de extensão da frente aos fundos em ambas as laterais, confrontando do lado direito de quem olha da Rua Lydia Baptista da Silva; Inscrição fiscal: 36-028-8.000 do cadastro municipal,com área construída de 285,79m2,terreno e subsolo. Venda Ad corpus. R$ 700.000,00; (VTC 3*); Ônus na Prefeitura R$ 15.575,82 até 13/03/2014 mais custas e honorários judiciais; Juíza do Trabalho, Dra. Odete Gasselli, da Vara do Trabalho de Pinhais a saber: Autos nº00968-2012-245-09-00-6: Sueli Lopes da Costa X Adriana Altiva Albert; 01 Veículo Honda Civic LX, placa DIW-5200, ano 2004, modelo 2005, Renavam 008401 05592, chassi 93HES15505Z102405, cor preta, pára-choque dianteiro lado esquerdo amassado, mecâ- nico,pneus com banda de rodagem gasta, parte traseira com pintura danificada, veículo não está rodando, necessário retífica. R$ 19.000,00; Ônus do DETRAN R$ 5.009,47 até 10/03/2014; PRÉ-REQUISITOS: Ficam cientes as partes litigantes e seus procuradores, bem como terceiros interessados em participar na Hasta Pública designada, de que a Praça e Leilão serão realizados em um único pregão, sendo que, apregoados os Bens e não havendo licitantes pelo valor equivalente a avaliação constante no Edital,os referidos Bens serão imediatamente Vendidos Pelo Maior Lance Ofertado, submetido a aprovação do Juízo, observado as CONDIÇÕES e REGRAS GERAIS DO LEILÃO, deste Edital: Os Bens Móveis e Imóveis serão Leiloados no Estado de Conservação em que se encontram, nos Imóveis a venda é “ad-corpus”; no ato da compra, o Arrematante está ciente e de acordo que os BENS são vendidos no Estado de Conservação que se encontram; declara irretratável e irrevogavelmente ter vistoriado os Bens e Não cabendo reclamações, desistências, cancelamento ou devoluções; em caso de dúvida NÃO COMPRE; As IMAGENS no SITE e INFORMES PUBLICITÁRIO são de caráter secundário e efeito estritamente ilustrativo;É de total responsabilidade dos Arrematantes:TODOS ÔNUS,IMPOSTOS, DÍVIDAS, MULTAS em especial de IPTU e CONDOMINIAIS (obrigações denominadas “propterrem”) constantes no Edital e/ou informadas antes da hasta publica, são assumidas de forma Clara e Inequívoca pelos interessados em oferecer o Lanço em Hasta Pública,estando plenamente cientes de que os ônus seguirão o imóvel e serão de total e exclusiva responsabilidade do Arrematante ou Adjudicatário,não se admitindo sub-rogações ou deduções dessas dívidas/multas no preço de Arrematação, conforme artigo 686,inciso V,do CPC;São igualmente de responsabilidade do Arrematante adjudicante TRANSFERÊNCIA, OUTRAS DESPESAS: incidentes sobre a Arrematação, tais como:Funrejus=0,2% sobre valor do ônus existentes ou valor arrematado, limitado ao valor teto,Lei Estadual 11.960/97;ITBI,Laudêmios,taxas, alvarás,emolumentos de cartório,escrituras,registros, Averbações, hipotecas,penhoras,dividas,Ônus Gravado declarados,Gravames Alienações, Impostos,carregamento, frete,seguro; Despesas do Leilão: Publicação dos Editais, honorários do Leiloeiro, despesas acessórias pendentes sobre o bem demais despesas informadas por erratas no Edital e/ou na Praça e Leilão; Venda a Prazo:a critério do Juízo da execução, com a anuência do Credor,o interessado poderá consignar proposta a prazo, em Leilão, Não havendo venda a vista, observado o imediato depósito do sinal de, no mínimo de 40% do lanço imediato e saldo em parcelas mensais, iguais, acrescidos Juros, Correções e demais garantias a critério do Juízo, a parcela inicial vencerá 30 dias do Leilão.O arrematante ficará como Fiel Depositário sempre observado Art.215 ao Art.221 do provimento Geral da Corregedoria Regional do Trabalho 9º região.Para ofertar propostas a prazo, deverá o licitante anunciar expressamente, tal condição de pagamento ao ofertar o seu lance. Exceto, nos AUTOS levados a Hasta Pública pela 17ª Vara do Trabalho de Curitiba, que, quem tiver interesse em adquirir o IMÓVEL em prestações, deverá: a) APRESENTAR a respectiva proposta por escrito até a véspera do leilão, observadas as condições impostas pelo art. 690 do CPC; b) DEPOSITAR previamente em juízo 30%(trinta por cento) do valor de avaliação do imóvel;c) COMPROVAR nos autos o respectivo depósito, sob pena de rejeição liminar da proposta. Se deferida a proposta,o restante da dívida ficará garantido por hipoteca sobre o próprio imóvel. Sobrevindo dúvida razoável do leiloeiro sobre quem seja o vencedor, deverá o leiloeiro receber o pagamento de quem ofertou o melhor lance em leilão e submeter o caso à deliberação do juiz, que decidirá a questão, dando o bem por arrematado pelo apresentante do melhor lanço ou da proposta prévia mais conveniente, conforme o caso (CPC, art. 690); Comissão de Leilão, sempre será devida ao Leiloeiro Oficial, pelo simples ATO PRATICADO(Decreto Federal nº 21.981/32), assumindo,o arrematante ou, o adjudicante ou o remitente, o ônus desta despesa; não sendo devolvido em nenhuma hipótese; Lançador:Poderá ser registrado na Certidão de Praça e Leilão, o último e o penúltimo Lançador do Leilão;se o último não cumprir as formalidades legais, o penúltimo poderá ser chamado, a critério do Juízo, desde que,o mesmo cumpra as condições do último lançador; Erratas,Ônus, Despesas informadas e anunciadas antes da Hasta Pública integram o Edital de Leilão, como pré condição Irretratável/irrevogável aceita e anuída pelos participantes do LEILÃO; No ato da retirada dos Bens arrematados, os mesmos deverão ser CONFERIDOS rigorosamente, só retirando se estiver plenamente satisfeito,NÃO acatando reclamações, desistências,cancelamento ou devoluções; Os pagamentos efetuados em cheques,serão considerados pagos, após a compensação dos mesmos; Os participantes do Leilão estarão sujeitos ao Artigo 335 do CPC, contra aqueles que impedirem, perturbarem, fraudarem,afastarem ou procurarem afastar licitantes por meios ilícitos, com os agravantes dos crimes praticados contra a ordem pública e violência;O Leiloeiro Oficial poderá Separar, Reunir ou Suspender Lotes;Ficam intimada(os) as(os) executada(os) de que o prazo para apresentação de quaisquer medidas processuais contra os atos de expropriação como embargos ou recursos começará a fluir no 5º(Quinto) dia após a realização da Hasta Pública, Independentemente de nova Intimação;Caso os Exeqüentes, Executados, Sócios/Equiparados e Cônjuges não sejam encontrados ou cientificados, por qualquer razão, da data de Praça e Leilão, valerá o presente Edital de Intimação de Praça e Leilão; Para Participação no Leilão é pré-requisito que os Interessados reconheçam e concordem com o Edital e Condições informadas na Praça e Leilão; Legenda; (VTC 3*); Vara do Trabalho; (VFPFC 4*) Vara da Fazenda Publica do Foro Central; (VCC 4*); Vara Cível de Curitiba;

AVISO DE PRORROGAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL N 1049.14 Objeto: SERVIÇOS DE COLETA E TRANSPORTE DE AREIA. Esclarecimentos: Prorrogado para até as 17:00 horas do dia 25/03/14. Limite de Acolhimento de Propostas: Prorrogado para até às 09:30 horas do dia 27/03/14. Data da Disputa de Preços: Prorrogada para as 10:00 horas do dia 27/03/14. Curitiba, 10 de março de 2014. Antonio Hallage - Diretor Administrativo SINDICATO/ SINTIPAR NOTIFICAÇÃO DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL ANUAL Pelo presente edital, o Sindicato dos Trabalhadores nas empresas e Cursos de Informática do Estado do Paraná/Sintipar, conforme o Art. 582 e seguintes da CLT, as empresas são obrigadas a descontar no mês de Março de todos os empregados, a Contribuição Sindical Urbana e recolher no mês de abril de 2014 em favor do sindicato representativo da categoria. O recolhimento obedecerá ao sistema de guias, na Caixa Econômica Federal, de acordo com as instruções do Ministério do Trabalho e Emprego. A quitação e a extinção da obrigação de pagar está prevista no artigo 156, inciso I do Código Tributário Nacional, artigo 308 do Código Civil Brasileiro e do artigo 583, inciso II da CLT, que dispõe sobre a obrigatoriedade da comprovação do pagamento com a remessa do comprovante do recolhimento ao Sindicato sito à Rua Padre Anchieta n°98 Cj 03 Curitiba-Pr, e o seu não pagamento implica em cobrança judicial, conforme o Art. 606 da CLT. Ficam também cientes que o desconto efetuado e não recolhido conforme dispõe a Lei implica em apropriação indébita, passível de Ação Civil e Criminal. Ariston da Silva Prestes - Presidente. Curitiba, 13 de março de 2014. "GUVEL PARTICIPAÇÕES S.A" CNPJ MF Nº 76.345.644/0001-83 ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO São convidados os Senhores Acionistas, para em Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária, as quais realizar-se-ão na sala de reunião da empresa Muralha Participações S/A, sito à Rua Holanda, 719 – Holanda Center BL 01 Lojas ED, Unidade 11-A, 02º Andar – Bairro Boa Vista, em Curitiba - PR., às 09:30 horas do dia 24 de abril de 2014, para tomarem conhecimento e deliberarem sobre a seguinte: ORDEM DO DIA EM ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA: a) Apreciação, discussão e votação do Relatório da Diretoria e Balanço Geral, referente ao exercício encerrado em 31.12.2013; b) Destinação e aprovação dos valores distribuídos ou a distribuir que deverão ser levados à debito da conta lucros acumulados; ORDEM DO DIA EM ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA: a) Rerratificação do aumento do capital, para constar o nome do Sr. Waldemar Geronasso. AVISO:- Comunicamos, outrossim, que os documentos a que se refere o Artigo 133, da Lei 6.404/76, de 15 de Dezembro de 1.976, e alterações subsequentes, encontram-se à disposição dos Senhores Acionistas, na Sede Social. Curitiba, 06 de fevereiro de 2014. MARCO ANTONIO GULIN Diretor Presidente

4º Serviço de Registro Civil de Pessoas Naturais e 16º Serviço Notarial da Comarca de Curitiba/PR. ADILSON TABORDA - Titular Rua Voluntários da Pátria, 233, loja 06, Centro – Curitiba-PR fone: 3233-2444 Faço saber que pretendem casar-se: 01 – GEANDRO CESAR SOUZA RIBAS E RAFAELA SANTOS 02 – ALESSANDRO SGOBBA E SIMONE AVI 03- CEZAR AUGUSTO CORDEIRO MACHADO E FERNANDA ESTELA MONTEIRO 04 - KLAUS SCHMIDT E JULLIE CHRISTINE CZELUSNIAK 05 - THIAGO ANDREI DOS SANTOS PEREIRA E AMANDA TEREZINHA HORN 06 – LUIZ FELIPE MARTINS LOBO E MARIANNE BARA DE ARAUJO GRUBE 07 - RICARDO FIAD PASINI E CAMILA FERNANDA NOVAK PINHEIRO DE FREITAS 08 – FERNANDO AUGUSTO FERNANDES E AMANDA CRISTINE MACEDO VOICHCOSKI 09 - VALSNEY RODRIGUES E CINTIA GABRIEL DE OLIVEIRA 10 - NEWTON JULIO CESAR SERBENA E DILVA CRISTINA TSCHA 11 - EDSON GONÇALVES E CAMILA BERNINI BORBA 12 – TIAGO FRANCISCO DA SILVA E RAFAELA POLATTI 13 - HEROLDES BAHR NETO E ANA PAULA FRAGA SANTINI CANTO 14 - ERLANDERSON DE OLIVEIRA TEIXEIRA E VANESSA TYZKA 15 - RENAN WAGNER E LORENA VIEIRA FRIZO. Se alguém souber de algum impedimento oponha-o na forma da lei, no prazo de quinze (15) dias. Este será afixado no lugar de costume e publicado na imprensa local. Curitiba, 13 de março de 2014. Adilson Taborda Agente Delegado

1º Ofício do registro Civil 13º Tabelionato Leão Bel. Ricardo Augusto de Leão - Oficial Trav. Nestor de Castro, 271 - CEP 80.020-120 Centro - Curitiba - PR EDITAL DE PROCLAMAS Faço saber que pretendem casar-se: 1 - BRUNO PERUZZO DE PADUA E ANDRÉIA FERREIRA POSSETTI. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei, no prazo de 15 dias. Lavro o presente Edital de Proclamas para ser publicado e afixado em lugar de costume. CURITIba, 13 DE MARÇO de 2014 3º OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E 15º TABELIONATO DE PESSOAS NATURAIS Município e Comarca de CURITIBA, Estado PARANÁ Bel. Mônica Maria Guimarães de Macedo Dalla Vecchia Registradora Designada

"YBACOBY PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S.A" CNPJ MF Nº 03.571.558/0001-15 ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO São convidados os Senhores Acionistas, para em Assembleia Geral Ordinária, a qual realizar-se-á, na sala de reunião da empresa Muralha Participações S/A, sito à Rua Holanda, 719 – Holanda Center BL 01 Lojas ED, Unidade 11-A, 02º Andar – Bairro Boa Vista, em Curitiba - PR., às 09:00 horas do dia 24 de abril de 2.014, para tomarem conhecimento e deliberarem sobre a seguinte: ORDEM DO DIA: a) Apreciação, discussão e votação do Relatório da Diretoria e Balanço Geral, referente ao exercício encerrado em 31.12.2013; b) Destinação e aprovação dos valores distribuídos ou a distribuir que deverão ser levados à debito da conta lucros acumulados; c) Eleição de diretoria para o triênio 2014/2016.

  Faço saber que pretendem se casar:   01- ESDREY ELAN ESTABELAKE BITTENCOURT e ELAINE JESSICA DOS SANTOS; 02- JOÃO ANTONIO GOES e ISABELA MACEDO FAUST.   Sealguémsouberdealgumimpedimento,oponha-onaformadaleinoprazode15(quinze) dias. CURITIba, 13 DE MARÇO de 2014

INSTITUTO DE FLORESTAS DO PARANÁ (nova razão social da AMBIENTAL PARANÁ FLORESTAS S.A.) AVISO DE VENDA

AVISO:- Comunicamos, outrossim, que os documentos a que se refere o Artigo 133, da Lei 6.404/76, de 15 de Dezembro de 1.976, e alterações subsequentes, encontram-se à disposição dos Senhores Acionistas, na Sede Social. Curitiba, 06 fevereiro de 2014. LUIZ NORBERTO GULIN Diretor Presidente CRESCERE PARTICIPAÇÕES LTDA. CNPJ MF Nº 05.702.096/0001-53 DÉCIMA SEGUNDA ASSEMBLEIA DELIBERATIVA DE SÓCIOS EDITAL DE CONVOCAÇÃO São convidados os Senhores Sócios para, em Assembleia Geral Deliberativa, a ser realizada na sala de reunião da sede social, localizada na Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, 14295, Lado Esquerdo, Cidade Industrial, em Curitiba - PR., às 15:00 Hs., do dia 14 de Abril de 2.014, para tomarem conhecimento e deliberarem sobre a seguinte: ORDEM DO DIA a) Apreciação, discussão e votação do Relatório dos Administradores e Balanço Geral, referente ao exercício encerrado em 31.12.2013; b) Destinação e aprovação dos valores distribuídos ou a distribuir que deverão ser levados à debito da conta lucros acumulados. AVISO:- Comunicamos, outrossim, que os documentos a que se refere o Artigo 1.078, da Lei 10.406, de 10 de janeiro de 2002, encontram-se à disposição dos Senhores Sócios, na Sede Social. Curitiba, 06 de fevereiro de 2014. ALEXANDRE GULIN Administrador

MODALIDADE: PARTICIPAÇÃO PRESENCIAL - MAIOR PREÇO N° IFP/ VENDA/001/2014. Objeto: venda de aproximadamente 18.000 estéreos de material lenhoso de pinus,em pé, com casca, do projeto Vila Branca 01, corte raso, no município de Doutor Ulysses/ Pr; Preço total mínimo: R$ 445.000,00 Abertura: 28/03/2014, às 14:10 horas, na sede do Instituto, Rua Máximo João Kopp, nº 274, bl. 5, Curitiba – PR.- F 041 33516440. Retirada do Edital: na sede do Instituto, via e-mail ambiental@ambientalflorestas.com.br ou pelo site www.ambientalflorestas.pr.gov.br. Autorização: DiretorPresidente e Diretor Adjunto, em 11/03/2014.

INSTITUTO JOÃO FERRAZ DE CAMPOS CNPJ no 07.560.213/0001-17 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA Ficam os associados do INSTITUTO JOÃO FERRAZ DE CAMPOS convidados a comparecer à Assembleia Geral Ordinária, que será realizada na sede da instituição, sito na Alameda Júlia da Costa, 205, bairro São Francisco, Curitiba, Paraná, na data de 31 de Março de 2014, às 11:00 h. am, com a finalidade de deliberar sobre a seguinte ordem do dia: ORDEM DO DIA DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA: 1. Reformar o estatuto social, especificamente os Artigos 1º e 2º, para a abertura de filial no Município de Pinhais, Paraná e para incluir a atividade de prestação de assistência social no objeto do INSTITUTO JOÃO FERRAZ DE CAMPOS; 2.Outros assuntos de interesse social. Curitiba,11 de março de 2014. João Elísio Ferraz de Campos Diretor Presidente.

AUTO VIAÇÃO REDENTOR LTDA CNPJ Nº 76.549.856/0001-82 VIGÉSIMA REUNIÃO DELIBERATIVA DE SÓCIOS EDITAL DE CONVOCAÇÃO São convidados os Senhores Sócios para, em Reunião Deliberativa, a ser realizada na Sede Social, localizada à Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, 14295 – Lado Esquerdo, Cidade Industrial, nesta mesma cidade de Curitiba - PR., às 14:00 Hs., do dia 14 de abril de 2.014, para tomarem conhecimento e deliberarem sobre a seguinte: ORDEM DO DIA a) Apreciação, discussão e votação do Relatório dos Administradores e Balanço Geral, referente ao exercício encerrado em 31.12.2013; b) Destinação e aprovação dos valores distribuídos ou a distribuir que deverão ser levados à debito da conta lucros acumulados; c) Ingresso na Sociedade de empresa em substituição as quotas de sócios retirantes. AVISO:- Comunicamos, outrossim, que os documentos a que se refere o Artigo 1.078, da Lei 10.406, de 10 de janeiro de 2002, encontram-se à disposição dos Senhores Sócios, na Sede Social. Curitiba, 06 de fevereiro de 2014. ACIR ANTONIO GULIN e JOSÉ LUIZ DE SOUZA CURY Administradores

"MURALHA PARTICIPAÇÕES S/A"

HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

CNPJ MF Nº 04.075.689/0001-74

AVISO DE LICITAÇÃO

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO São convidados os Senhores acionistas, para em Assembleia Geral Ordinária a qual realizar-se-á na Sede Social à Rua Holanda nº 719, HOLANDA CENTER BL 01 LOJAS ED - Unidade 11-A, 02º Andar – Bairro Boa Vista, nesta cidade de Curitiba - PR., às 10:00 horas do dia 24 de julho de 2.014, para tomarem conhecimento e deliberarem sobre a seguinte: ORDEM DO DIA a) Apreciação, discussão e votação do Relatório da Diretoria e Balanço Geral, referente ao exercício encerrado em 31.12.2013; b) Destinação e aprovação dos valores distribuídos ou a distribuir que deverão ser levados à debito da conta lucros acumulados; c) Eleição de diretoria para o triênio 2014/2016. AVISO:- Comunicamos, outrossim, que os documentos a que se refere o Artigo 133, da Lei 6.404/76, de 15 de Dezembro de 1.976, e alterações subsequentes, encontram-se �� disposição dos Senhores Acionistas, na Sede Social. Curitiba, 06 de fevereiro de 2014. MURALHA PARTICIPAÇÕES S/A EGBERTO N. DE CARVALHO E SILVA e LUCIANO RASERA GULIN Diretores

HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

AVISO DE LICITAÇÃO Processo nº 055479/2013-76 -PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2014 Envio de propostas a partir de 14/03/2014, com abertura para lances na data de 28/03/2014, horário: 13h 30min, disponível no site www.comprasnet.gov.br. Objetivo: Implantação de Pregão Eletrônico, com vigência de 12 (doze) meses, para aquisição parcelada, conforme necessidade, de Insumos Laboratoriais. O objeto atenderá o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Tânia Mara Ziolkoski - Pregoeiro.

Publique-se.

Prof. Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich Diretor Geral do HC

Processo nº 031594/2012-74 -PREGÃO ELETRÔNICO Nº 014/2014 Envio de propostas a partir de 14/03/2014, com abertura para lances na data de 27/03/2014, horário: 14h 30min, disponível no site www.comprasnet.gov.br. Objetivo: Implantação de Pregão Eletrônico, com vigência de 12 (doze) meses, para aquisição parcelada, conforme necessidade, de Insumo Laboratorial. O objeto atenderá o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Os interessados poderão obter todas as informações necessárias a respeito com a Comissão de Licitação pelo telefone (0xx41) 3360-1831. Paulo Sérgio - Pregoeiro.

Publique-se.

Prof. Dr. Flavio Daniel Saavedra Tomasich Diretor Geral do HC


NEGÓCIOS

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 14 a 16 de março de 2014 | Pág. A8

Setor de alimentação teve crescimento de 16,6% no franchising brasileiro O segmento teve um aumento de 11,2% em número de novas marcas O setor de alimentação, um dos mais expressivos e consolidados no franchising brasileiro, continua crescendo, mas em um ritmo menor. Em 2013, o segmento atingiu o faturamento de R$ 23,9 bilhões no mercado de franquias do Brasil, representando um crescimento de 16,6%, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising. Segundo o balanço anual realizado pela ABF, o setor de franquias cresceu 11,9% em 2013, atingindo o faturamento de R$ 115 bilhões. Só no ramo de alimentação, o número de marcas no Brasil teve um aumento de 11,2% e em unidades de 25%. Como prova desta expansão e conquista de mercado, podemos citar as redes Mr. Mix, Patroni Pizza e Natortilha, que tiveram um crescimento audacioso em 2013, além da Salgado Mania, que entrou para o segmento de franchising. Após crescer 67% e atingir o faturamento de R$ 45 milhões em 2013, a maior franquia de milk shake do Brasil, o Mr. Mix, está com perspectivas positivas para 2014. Seguindo o planejamento de expansão, a rede pretende inaugurar mais 70 lojas até o mês de dezembro. Entre as potenciais regiões constam cidades localizadas no Nordeste, Norte, Sudeste, Centro-Oeste e Sul, listadas na ordem de crescimento definida pela marca. “Com a implantação de novas unidades, atrelada aos lançamentos de sabores diferenciados e a algumas ações de marketing, nosso foco é aumentar o faturamento em 70%. Hoje, contamos com 146 unidades espalhadas por todo o Brasil”, explica o sócio-fundador do Mr. Mix, Clederson Cabral. No ano em que completa 30 anos, a rede Patroni Pizza, maior do segmento de pizzarias anuncia a abertura de 46 novas unidades até o final do ano em estados como São Paulo, Ceará, Bahia, Piauí, Paraíba, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná e Minas Gerais. Com estas aberturas, a rede prevê um incremento no faturamento de 30%. Com 133 lojas espalhadas em todo o país, a Patroni Pizza fechou 2013 com um faturamento de R$ 319 milhões. Já arede de restaurantes especializadas em comida mexicana (tortilhas e nachos) e criadora do conceito MexBra – Natortilha, tem planos ambiciosos e pretende inaugurar 200 unidades em cinco anos em todo o Brasil. A marca, hoje com 10 lojas, está focada em São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná. Em 2013 a rede teve crescimento de 220% em número de lojas e 350% em faturamento. A Salgado Mania é uma das 637 novas franquias que surgiram no segmento de alimentação em 2013. Fundada em maio pelo empresário Thiago Chehara, a marca decidiu entrar no setor de franchising em dezembro, tornando-se a primeira franquia de fast food móvel do Brasil, ao apostar em food trucks e Lojas Box como modelo de negócio. Segundo o diretor de expansão da marca, Gustavo Ely Chehara, a rede planeja inaugurar neste ano 50 unidades nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Ginástica ao ar livre, no Parque SJP Aulões de ginástica ao ar livre abertas ao público, trio elétrico, tendas de alimentação e de saúde são ótimas oportunidades para quem estiver na região

A

manhã o Parque São José será palco do SUN Day: uma manhã fitness aberta ao público e preparada especialmente pelos professores da Rede de Academias Espaço do Corpo. Com início programado para às 8h30a primeira aula será o Body Balance, que combina princípios de Ioga, Tai Chi e Pilates, visando um trabalho de flexibilidade, força

e condicionamento postural. A partir das 9h,é a vez do ritmo latino da Zumba tomar conta do SUN Day.(aula de ginástica que mistura passos de dança latina e exercícios de condicionamento físico) As 9h30, a aula de BodyCombat, programa de ginástica baseado nos mais diversos estilos de artes marciais. E as 10h, a aula de Po-

werJump - aula de ginástica de alto gasto calórico e trabalho cardiovascular, realizada em minitrampolins– vai finalizar o ciclo de aulões do dia. As aulas são gratuitas. Além das aulas, quem passar pelo Parque São José no Sun Day vai contar com trio elétrico, tenda de hidratação e alimentação, além de um espaço para realizar testes de saúde. A iniciativa é da Unidade

São José da Academia Espaço do Corpo, com o patrocínio da Vivamil e apoio da Inspire. A rede de academias ainda conta com unidades no Cristo Rei e Shopping Palladium Curitiba e Ponta Grossa. Serviço: SUN Day no Parque São José Avenida das Torres, n° 100

SECCIONAL BRASIL S.A. CNPJ.: 83.491.985/0001-22 -

RELATORIO DA ADMINISTRAÇÃO

Curitiba - PR

Prezados Senhores: Cumprindo as disposições legais e estatutárias, submetemos a apreciação de V.Sas. o Balanço Patrimonial e demais demonstrações contábeis relativas ao exercício encerrado em 31 de dezembro de 2013 comparados com o período anterior, acompanhadas do parecer de Audiacto Auditores Independentes S/C. A Administração.

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DEMONSTRAÇÃO CONTÁBIL DO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 ATIVO

PASSIVO

R$ (1) 2.013

2.012

23.971.908

19.113.619

DISPONIBILIDADES

8.376.255

5.857.491

Caixa e equivalentes de caixa (nota 04)

8.376.255

5.857.491

15.595.652

13.256.128

5.598.679 369.438 8.411.173 1.205.125 11.237

4.634.026 251.998 8.289.743 76.737 3.624

29.913.992

29.173.205

REALIZÁVEL A LONGO PRAZO

18.202

18.202

Depósitos judiciais (nota 08)

18.202

18.202

29.697.721

28.997.864

2.012

(As notas explicativas integram o conjunto das demonstrações contábeis)

CIRCULANTE 2.891.666 11.465.741 Fornecedores 811.219 2.465.661 Salários e pró-labore a pagar 360.234 233.513 Imposto de renda pessoa jurídica 498.907 452.669 Contribuição social sobre o lucro 225.136 208.489 Impostos, taxas e contribuições diversas 627.814 1.123.719 Venda entrega futura 62.002 1.084.903 Dividendos propostos 5.606.940 Adiantamentos de clientes 200 200 Provisão p/ férias e encargos sociais 206.744 160.239 Outros valores a pagar 99.409 129.408 7.191.701 2.829.280 NÃO CIRCULANTE Provisão p/ contingências trabalhistas/ fiscais (nota 08) 107.601 107.601 Juros sobre capital e dividendos a distribuir 101.792 87.932 Subvenção federal 15.447 197.482 Provisão para IRPJ e CSLL s/ o Lucro (nota 09) 2.813.412 2.436.265 Empréstimos e financiamentos 218.798 Dividendos propostos 3.934.652 43.802.533 33.991.803 PATRIMÔNIO LÍQUIDO (nota 10) 6.597.456 1.962.024 Capital subscrito e realizado 1.370.738 1.399.617 Reservas de reavaliação 13.457.033 7.498.562 Reservas de lucros Legal 1.247.052 418.704 Dividendo adicional proposto 12.209.981 7.079.858 22.377.306 23.131.600 Ajuste de avaliação patrimonial 53.885.900 48.286.824 TOTAL DO PASSIVO (As notas explicativas integram o conjunto das demonstrações contábeis)

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

CIRCULANTE

DIREITOS REALIZÁVEIS Clientes Impostos a recuperar Estoques (nota 05) Outros créditos Despesas do exercício seguinte NÃO CIRCULANTE

IMOBILIZADO (nota 06)

198.069

157.139

53.885.900

48.286.824

INTANGÍVEL (nota 07) TOTAL DO ATIVO

R$ (1) 01/JAN./20 13 01/JAN./20 12 A A 31/DEZ./2013 31/DEZ./2012

R$ (1) PERÍODO 01/JAN./13 01/JAN./12 A A 31/DEZ./13 31/DEZ./12 50.145.682 34.009.326 50.145.682 34.009.326

RECEITA BRUTA Vendas e serviços Venda de produtos Receita com locações Prestação de serviços

43.860.855 410.858 5.873.969

30.666.147 378.629 2.964.551

DEDUÇÕES Impostos e contribuições

(6.045.752) (6.045.752)

(5.398.408) (5.398.408)

44.099.930 (20.987.078) 23.112.852 (3.813.367) (84.456) 347.776 (1.096.098) (2.808.334) 182 (172.437)

28.610.919 (15.514.051) 13.096.868 (2.422.353) (17.166) 219.740 (805.573) (1.402.011) 31 (417.374)

RECEITA LÍQUIDA CUSTOS DAS VENDAS E SERVIÇOS LUCRO BRUTO RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS Despesas financeiras Receitas financeiras Despesas comerciais (nota 13) Despesas gerais e administrativas (nota 14) Outras receitas operacionais Outras despesas operacionais

FLUXO DE CAIXA DA ATIVIDADE OPERACIONAL . Lucro líquido do exercício 16.566.955 8.899.806 . Depreciações e amortizações 642.461 669.161 . Baixa líquida do imobilizado 759 . Provisões passivas (781.843) (1.368.811) Lucro líquido ajustado 16.428.331 8.200.156 . Contas a receber de clientes (964.653) (197.281) . Estoques (121.430) (178.211) . Impostos a recuperar (117.440) (185.375) . Depósitos judiciais 783.492 . Fornecedores (1.654.442) 1.973.125 . Impostos, taxas e contribuições diversas (495.905) 606.183 . Imposto de Renda e Contribuição Social 62.885 469.561 . Entrega futura (1.022.901) 1.084.903 . Outros ativos e passivos (5.170.329) 852.804 Caixa líquido 6.944.117 13.409.357 FLUXO DE CAIXA DA ATIVIDADE DE INVESTIMENTO . Aplicação (líquido baixas) em imobilizado (1.335.915) (901.407) . Aplicação em intangível (49.067) (47.823) Caixa líquido (1.384.982) (949.230) FLUXO DE CAIXA DA ATIVIDADE DE FINANCIAMENTO . Dividendos (7.079.858) (9.630.525) . Ajuste de valor patrimonial (377.147) 127.882 . Integralização de capital 4.635.432 . Empréstimos e financiamentos (218.798) . Adiantamento de clientes (111.353) Caixa líquido (3.040.371) (9.613.996) 2.518.764 2.846.131 AUMENTO (REDUÇÃO) DAS DISPONIBILIDADES DISPONIBILIDADES: 2.518.764 2.846.131 No início do exercício 5.857.491 3.011.360 No final do exercício 8.376.255 5.857.491 (As notas explicativas integram o conjunto das demonstrações contábeis)

19.299.485 10.674.515 RESULTADO OPERACIONAL (603.413) (430.170) PARTICIPAÇÃO DOS EMPREGADOS RESULTADO ANTES DO IMPOSTO DE RENDA 18.696.072 10.244.345 (2.129.117) (1.344.539) PROVISÃO P/ IRPJ e CSLL LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO 16.566.955 8.899.806 Por lote de 1.000 ações do capital social final 708 380 (As notas explicativas integram o conjunto das demonstrações contábeis)

CONTAS

CAPITAL SOCIAL

ESPECIFICAÇÕES 1.962.024

Saldos em 01/Jan./2012 Reversão realização de reserva Reversão IRPJ/CSLL Ajuste de valor patrimonial Distribuição de dividendos Lucro líquido do exercício Destinação proposta: . Dividendo mínimo obrigatório . Dividendo adicional Saldos em 31/Dez./2012 Reversão realização de reserva Reversão IRPJ/CSLL Ajuste de valor patrimonial Constituição reserva Integralização de capital Distribuição de dividendos Lucro líquido do exercício Destinação proposta: . Dividendo mínimo obrigatório . Dividendo adicional Saldos em 31/Dez./2013

RESERVA DE LUCROS

DE BENS PRÓPRIOS

RESERVA LEGAL

1.428.496

418.704

NOTA 05. ESTOQUES A composição dos estoques discrimina-se da seguinte forma: Descrição Saldo em Saldo em 2013 2012 Produtos acabados 2.661.782 2.542.113 Produtos em elaboração 1.220.894 967.641 Matérias-primas 3.434.064 3.580.010 Materiais e componentes diversos 995.180 813.437 Estoques de terceiros em nosso poder 99.253 129.252 Estoques em poder de terceiros 257.290 Total 8.411.173 8.289.743 NOTA 06. IMOBILIZADO A composição do imobilizado discrimina-se da seguinte forma: Descrição Saldo em Saldo em 2013 2012 Imóveis 29.527.479 29.527.479 Equipamentos e instalações industriais 1.938.155 1.914.654 Móveis e utensílios 167.475 166.468 Outras imobilizações 1.795.310 487.379 ( - ) Depreciação acumulada (3.730.698) (3.098.116) Total 29.697.721 28.997.864 NOTA 07. INTANGÍVEL A composição do imobilizado discrimina-se da seguinte forma: Descrição Saldo em Saldo em 2013 2012 Software 165.589 160.592 Marcas e Patentes 166.139 103.749 Desenvolvimento 27.101 27.101 (- ) Amortização (160.760) (134.303) Total 198.069 157.139 NOTA 08.PROVISÃO PARA CONTINGÊNCIAS TRABALHISTAS/FISCAIS Refere-se ao valor julgado necessário para cobertura de ações conhecidas e em tramitação. O montante provisionado é constituído com base nos valores envolvidos nas respectivas ações e em pareceres da assessoria jurídica. Expectativa Depósito em de Perda Juízo Saldo 2013 Reclamatórias trabalhistas 107.601 18.202 89.399 Total 107.601 18.202 89.399 NOTA 09. PROVISÃO DE IRPJ/CSLL - NÃO CIRCULANTE O imposto de renda e a contribuição social sobre o crédito diferido (Ajuste Valor Patrimonial) foi calculado sobre a diferença temporal, com alíquotas desses impostos, definidas atualmente para determinação desses créditos diferidos, em 25% para o imposto de renda e de 9% para a contribuição social. O valor dos tributos (diferidos) sobre o lucro e efeitos temporais, quando realizados e/ ou constituídos são registrados na demonstração do resultado do exercício, cujos saldos em 31.12.13 decorrentes dos tributos diferidos, contemplam a movimentação e saldo como segue: Movimentação/Detalhes Saldo em 31/12/2012 2.436.265 Ajuste da provisão 377.147 Saldo em 31/12/13 2.813.412 NOTA 10. PATRIMÔNIO LÍQUIDO O capital social está representado por 25.999.999 ações sem valor nominal, subdivididas em 25.971.561 ações ordinárias nominativas e 28.438 ações preferenciais nominativas sem direito a voto, pertencentes inteiramente a acionistas domiciliados no País. Aos acionistas é assegurado o dividendo mínimo obrigatório de 25%, calculados nos termos da legislação societária, cujo valor de R$ 3.934.652 encontra-se destacado e classificado no passivo não circulante. Por proposta da administração está sendo destacada a reserva de lucros para pagamento de dividendo adicional, no valor de R$ 12.209.981, mantida no patrimônio Líquido à disposição da Assembleia de Acionistas.

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO - R$ (1) PERÍODO DE 01/JAN./2012 A 31/DEZ./2013 RESERVA DE REAVALIAÇÃO

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS (Valores expressos em R$ 1)

R$ (1) 2.013

NOTA 11. SEGUROS

DIVIDENDO ADICIONAL PROPOSTO 9.286.492

AJUSTE AO VALOR PATRIMONIAL

RESULTADOS ACUMULADOS

17.123.033

(28.879) -

TOTAL GERAL

0

30.218.749

28.879

8.899.806

6.256.809 127.882 (9.286.492) 8.899.806

(2.224.951) (7.079.858) 28.879 377.147 (828.348) 16.566.955

(2.224.951) 33.991.803 (377.147) 4.635.432 (7.079.858) 16.566.955

(3.934.652) (12.209.981)

(3.934.652) -

6.256.809 (248.242)

376.124

(9.286.492)

Destacamos a posição dos principais seguros mantidos pela empresa na data de 31 de dezembro de 2013: VALOR OBJETO MODALIDADE SEGURADO R$ Edificações, Instalações e Equipamentos Incêndio e outros 5.650.000 Responsabilidade Civil Danos a terceiros 150.000 Outros Danos materiais e pessoais 3.240.000 NOTA 12. RESULTADO FINANCEIRO As despesas e receitas financeiras discriminam-se da seguinte forma:

1.962.024

1.399.617 (28.879)

418.704

7.079.858 7.079.858

23.131.600 (377.147) (377.147)

4.635.432

828.348 (7.079.858)

12.209.981 6.597.456

1.370.738

1.247.052

12.209.981

22.377.307

-

43.802.533

(As notas explicativas integram o conjunto das demonstrações contábeis)

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - (Valores expressos em Reais) NOTA 01. CONTEXTO OPERACIONAL A sociedade é constituída por tempo indeterminado e tem por objeto: (a) exploração industrial e comercial no ramo metal-mecânico, incluindo a fabricação de estruturas metálicas e respectiva montagem, assistência técnica, importação e exportação; (b) pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais; (c) gestão de ativos financeiros intangíveis não-financeiros; (d) ser holding de instituições não financeiras; (e) compra, venda e aluguel de imóveis próprios; (f) aluguel de bens móveis, incluindo o aluguel de máquinas e equipamentos sem operador; (g) serviços de engenharia. NOTA 02.APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS As demonstrações contábeis foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, em consonância com a Lei das Sociedades por Ações, alterada e atualizada com as disposições das Leis nº 11.638/07 e 11.941/09, os Pronunciamentos, as Orientações e as Interpretações emitidas pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis CPC e normas emitidas pelo Conselho Federal de Contabilidade - CFC. NOTA 03. PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS Dentre os principais procedimentos adotados para a preparação das demonstrações contábeis ressaltamos: a) Apuração do Resultado As receitas, custos, despesas e provisões são escrituradas pelo regime de competência, observando-se o critério "pró rata dia". As operações com taxas pré-fixadas são registradas pelo valor de resgate. As operações com taxas pós-fixadas estão atualizadas até a data do balanço. b) Caixa e Equivalentes de Caixa Estão representados pelo caixa e recursos mantidos em instituições bancárias de primeira linha, representados por depósitos a vista e aplicações financeiras de curto prazo, de alta liquidez, cujos saldos não estão expostos a riscos significativos de mudança de valor. c) Aplicações Financeiras As aplicações financeiras estão reconhecidas pelo valor nominal aplicado, acrescido dos rendimentos calculados até a data do encerramento do período. d) Perdas Estimadas em Créditos de Liquidação Duvidosa Foram analisados os créditos vencidos de longa data, e, reconhecidas como perdas de contas a receber aquelas consideradas incobráveis ou de difícil realização. e) Estoques Os estoques de produtos acabados, produtos em elaboração e outros estoques, foram avaliados, respectivamente, pelos custos médios de produção e aquisição, os quais não superam os valores de mercado.

f) Imobilizado Está demonstrado ao custo de aquisição, formação ou construção, deduzidos da depreciação acumulada e de perdas por desvalorizações acumuladas, se aplicáveis. Os custos do ativo são capitalizados até o momento em que esteja em condições previstas para sua entrada em operação. A depreciação é calculada pelo método linear. As taxas de depreciação utilizadas estão de acordo com a expectativa de vida útil dos bens. Os saldos inerentes aos bens imobilizados (imóveis) se encontram apresentados pelo seu justo, não havendo qualquer evidência de fatos que possam refletir em perdas na realização desses ativos. g) Intangível Está demonstrado aos valores de custo de aquisição ou formação, deduzido da amortização acumulada e de perdas por desvalorizações acumuladas, se aplicáveis. A amortização é realizada pelo método linear para ativos intangíveis de vida útil definida com base no prazo de vida útil estimada. h) Provisão para Férias e Encargos Foi constituída para cobertura das obrigações relativas a férias dos empregados, vencidas e proporcionais, com os respectivos encargos sociais, apropriados até a data do balanço. i) Contribuição Social Calculada à alíquota de 9%, sobre a base de cálculo presumida, acrescido nos termos da legislação tributária. j) Provisão para Imposto de Renda Foi calculada sobre o lucro presumido, nos termos da legislação tributária, à alíquota de 15%, mais 10% sobre a parcela desta base de cálculo excedente a R$ 240.000,00. k) Estimativas Contábeis Foram utilizadas estimativas para a contabilização de determinados ativos e passivos, dentre as quais destacamos a determinação da vida útil dos bens integrantes do ativo imobilizado, a expectativa de realização dos ativos diferidos e as provisões necessárias para o registro de passivos provisionados. NOTA 04. CAIXAS E EQUIVALENTES DE CAIXA A composição do caixa e equivalente de caixa discrimina-se da seguinte forma: Descrição Saldo em Saldo em 2013 2012 Caixa e bancos 554.088 3.651.582 Aplicações financeiras 7.822.167 2.205.909 Total 8.376.255 5.857.491 As aplicações financeiras são compostas basicamente por investimentos de renda fixa e não apresentam distorções em relação aos seus respectivos valores de mercado. As taxas contratadas são compatíveis com o mercado de renda fixa.

Descrição

Saldo em 2013

Saldo em 2012

Despesas Financeiras: Bancárias Descontos concedidos / Juros e Multas Variação Monetária Passiva

34.484 20.177 29.795

4.483 5.854 6.829

Total (b)

84.456

17.166

186.556 161.220

104 188.820 30.816

347.776 263.320

219.740 202.574

Saldo em 2013

Saldo em 2012

102.926 32.719 31.239 909.554 2.494 17.166

45.196 17.205 67.449 490.528 64.390 120.805

1.096.098

805.573

Receitas Financeiras: Juros recebidos Descontos auferidos Rendimentos aplicação financeira Variação Monetária Ativa Total (a) (b)-(a) NOTA 13. DESPESAS COMERCIAIS As despesas com vendas discriminam-se da seguinte forma: Descrição Salários Encargos Sociais Propaganda e Publicidade Utilidades e Serviços Outras Despesas Materiais Consumidos Total

NOTA 14. DESPESAS GERAIS E ADMINISTRATIVAS As despesas gerais e administrativas discriminam-se da seguinte forma: Descrição Saldo em Saldo em 2013 2012 Salários Encargos Sociais Despesas Instalações, Equip. e Veículos Utilidades e Serviços Outras Despesas Materiais Consumidos

590.305 152.899 1.691.335 240.126 71.834 61.834

398.959 159.621 675.173 78.418 30.443 59.397

Total

2.808.334

1.402.011

NOTA 15. INSTRUMENTOS FINANCEIROS Em 31 de dezembro de 2013 e de 2012 a empresa não possuía qualquer contrato de troca de índices (SWAP) ou que envolvesse operações com derivativos. As aplicações financeiras são compostas basicamente por investimentos de renda fixa e não apresentam distorções em relação aos seus respectivos valores de mercado. As taxas contratadas são compatíveis com o mercado de renda fixa. A companhia não possui passivos expostos a taxas de juros flutuantes ou indexação cambial. Alberto Carlos Rutz Neto

DIRETORES Paulo Emmanuel de Abreu Junior

Conselho de Administração Joecy Wermelinger Araujo de Abreu

Contadora Magdalena Pietrovski CRC/PR 21440/0-5

RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Ilmos. Srs. Acionistas e Diretores de SECCIONAL BRASIL S.A. Curitiba - PR Examinamos as demonstrações contábeis da SECCIONAL BRASIL S.A, que compreendem o balanço patrimonial na data de 31 de dezembro de 2013 e 2012, as respectivas demonstrações do resultado, das mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa na data referida, assim como as notas explicativas. Responsabilidade da administração da empresa sobre as demonstrações contábeis A administração da empresa é responsável pela elaboração e adequada apresentação dessas demonstrações contábeis, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e pelos controles internos que ela determinou como necessários para permitir a elaboração de demonstrações contábeis livres de distorção relevante, independentemente se causada por fraude ou erro.

Responsabilidade dos auditores independentes Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis com base em nossa auditoria, conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Essas normas requerem o cumprimento de exigências éticas pelos auditores e que a auditoria seja planejada e executada com o objetivo de obter segurança razoável de que as demonstrações contábeis estão livres de distorção relevante. Uma auditoria envolve a execução de procedimentos selecionados para obtenção de evidência a respeito dos valores e divulgações apresentados nas demonstrações contábeis. Os procedimentos selecionados dependem do julgamento do auditor, incluindo a avaliação dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis, independentemente se causada por fraude ou erro. Nessa avaliação de riscos, o auditor considera os controles internos relevantes para a elaboração e adequada apresentação das demonstrações contábeis da SECCIONAL BRASIL S.A. para planejar os procedimentos de auditoria que são apropriados nas circunstâncias, mas não para fins de expressar uma opinião sobre a eficácia desses

controles internos da empresa. Uma auditoria inclui, também, a avaliação da adequação das práticas contábeis utilizadas e a razoabilidade das estimativas contábeis feitas pela administração, bem como a avaliação da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto. Acreditamos que a evidência de auditoria obtida é suficiente e apropriada para fundamentar nossa opinião. Opinião sem ressalva Em nossa opinião, as demonstrações contábeis acima referidas apresentam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da SECCIONAL BRASIL S.A., o desempenho de suas operações e os seus fluxos de caixa para o período findo naquela data, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil. Curitiba, 31 de janeiro de 2014. YSA AUDITORES E ASSOCIADOS SS CRC-PR 07.495/0-0 YOSHIHIRO SAKAGAMI CONTADOR CRC-PR 021.736/O-9


NEGÓCIOS

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 14 a 16 de março de 2014 | Pág. B1

VARIEDADE

abnoticias@abcom.com.br

Cosméticos sensuais lideram como produtos mais vendidos no setor O mercado erótico atualmente conta com uma grande diversidade de produtos. Fantasias, vibradores, todas elas fazem grande sucesso entre os casais para sair da rotina

A

ssociação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual, os cosméticos ficam no topo da lista dos produtos mais vendidos no setor erótico. E, para incrementar ainda mais esse setor, a 21ª Erótika Fair vai trazer diversas novidades de cosméticos sensuais para 2014. A INTT Cosméticos é uma empresa especializada em produtos eróticos e trabalha incansavelmente para estimular a intimidade e promover o prazer, a saúde e o bem estar dos casais em todo o Brasil. Para esse ano, a empresa preparou novidades para o dia a dia e para a Copa do Mundo! O kit Hexa Brasil tem como objetivo reforçar a brasilidade e esquentar a relação dos casais mais apaixonados. O

Hexa Brasil é composto por uma vela para massagem, gel corporal, cachaça e uma mini caixa de fósforo. O kit aguça o olfato, tato, paladar e faz das preliminares um caminho mais gostoso e excitante. Outra novidade da INTT é o gel lubrificante Striper Extra Forte. O produto foi desenvolvido pensando em auxiliar casais que têm a intenção de experimentar novas sensações, mas que por receio de dor ou desconforto ficam só na vontade. O Striper Extra Forte já transmite uma segurança durante a relação, causa relaxamento e possibilidade um prazer sem incomodo. Além de anestesiar o local desejado, o produto é vaso dilatador, ou seja, aumenta o volume da cor-

rente sanguínea e estimula ainda mais a área de escolha. O produto é altamente umectante e mantém a umidade natural da pele, sem deixar oleosa. A INTT também traz novas opções de fragrâncias das velas comestíveis próprias para melhorar o toque, no momento da massagem. Agora, os consumidores podem escolher entre os sabores: Morango, Pêssego, Menta e Nutella. A vela é perfumada e cria um clima especial durante as preliminares, proporcionando uma atmosfera romântica e sedutora através da iluminação baixa que fica no ambiente, antes de se transformar em óleo hidratante, ideal para massagens. A formulação é a base de manteiga e óleos vegetais, ingre-

dientes que substituem a parafina, tornando o produto orgânico, livre de química. As velas comestíveis para massagem não queimam a pele devido ao seu baixo ponto de fusão (40º). Outra empresa que traz lançamentos nesse setor é a Pessini Cosméticos. Há sete anos no mercado de cosméticos, a Pessini elabora produtos para cuidados pessoais e diferencia-se pela versatilidade e qualidade dos produtos. Localizada em Vila Velha (ES), a empresa atua no mercado nacional e internacional, investindo em pesquisas, alta tecnologia com laboratório de Controle de Qualidade onde são realizadas análises microbiológicas e físico-químicas de toda matéria prima e produto finalizado.

Empresas italianas buscam espaço no mercado brasileiro da construção civil O objetivo da participação italiana é estimular a aproximação entre os mercados, em especial entre as pequenas e médias empresas. O setor italiano de materiais para a construção civil compreende uma vasta gama de atividades produtivas e é amplamente voltado para os mercados estrangeiros, principalmente aqueles que apresentam melhora gradual do poder aquisitivo da população, nos quais é crescente a demanda por produtos e serviços, como novas habitações, obras de

grande infraestrutura, turísticas e de desenvolvimento do território, como é o caso do Brasil. O desenvolvimento de soluções para os problemas ambientais e de energia, tanto para os mercados europeus, quanto para os emergentes, é um dos pontos fortes do setor italiano, como é o caso da indústria fabricante de equipamentos destinados ao conforto climático ambiental, composto por 60 empresas com faturamento anual de cerca de 2,5 bilhões de euros, dos quais 51% são provenientes das

exportações. Outro segmento de destaque é o de válvula e torneiras, com faturamento de mais de 3,35 bilhões de euros, dos quais 62% são derivados das exportações. Este setor foi direcionado, nos últimos anos, para o desenvolvimento de produtos tecnológicos, com destaque para o design, novos materiais e aplicações e parcerias com arquitetos e designers de renome internacional, permitindo que os produtos tenham grande aceitação em mercados internacionais.

AB Notícias INVESTIMENTO EM TURISMO

Ponta Grossa irá receber investimentos de R$ 300 milhões na área de turismo. O empreendimento é uma parceria entre a prefeitura e a empresa Paysage. Será construído um complexo turístico em uma área de 4 milhões de metros quadrados próximo ao Parque Estadual de Vila Velha. A maior parte da aplicação, R$ 200 milhões será destinada à construção de um resort com capacidade para 180 apartamentos.

BICICLETA EM FOCO

O uso da bicicleta no Paraná será fomentado como política pública. Através da parceria entre o governo estadual, universidades e o movimento Cicloativista do estado está sendo implantado o programa ‘Mobilidade não motorizada’. Os três eixos de trabalho serão: cicloturismo, ciclocidadania e cicloestrutura. Além de investimentos em pesquisa científica para incluir o uso da bicicleta no Paraná.

INFRAESTRUTURA PARA AGRICULTURA

Com investimento de R$ 10 milhões, Irati, centro-Sul do Paraná irá receber instalações de uma unidade de recebimento de cereais. A obra será construída próxima a PR-364, o que deve facilitar o descolamento a municípios vizinhos. A unidade fará armazenamento e secagem de milho, trigo, e soja, além da comercialização de sementes, fertilizantes, defensivos e foliares.

CAMPEONATO DE KART

Acontece em Cascavel, região oeste, o ‘17º Campeonato Sul Brasileiro de Kart’. O evento será realizado de 20 a 23 de março no kartódromo Delci Damian. Divido em duas fases, o campeonato conta com 10 categorias. Os dois primeiros colocados na categoria Graduados, garantem participação na ‘Copa das Federações’, disputada no Rio de Janeiro.

GERAÇÃO DE EMPREGOS

O grupo japonês NTT, um dos maiores da área de Tecnologia da Informação chega a Londrina. A empresa internacional irá se instalar no centro da cidade, mais precisamente na Avenida Santos Dumont. Inicialmente serão gerados 250 empregos diretos na área de call center.

CONCURSO DE MENTIRA

O Pavilhão Italiano (estande M131) é organizado pela Promos (Empresa da Câmara de Comércio de Milão para a Internacionalização) e pela ProBrixia (Agência Especial da Câmara de Comércio de Brescia), com o apoio do ICE – Agência para a internacionalização das empresas italianas/ Departamento para a Promoção de Intercâmbios da Embaixada da Itália). Traz à FEICON as últimas novidades e tecnologias para a indústria da construção civil, em área expositiva de 331 m².

Acessórios para o banho do bebê dos dias de hoje surpreendem pela tecnologia e praticidade Banheira Dobrável Stokke - Baby Dreams

O 1º de abril será comemorado em Campo Mourão, centro ocidental, com o ‘21º Concurso Pinóquio de Causos e Mentiras’. Este ano, as premiações chegam a R$ 9 mil, e os competidores podem se inscrever em diversas categorias. A abertura do evento fica por conta do violeiro e contador de ‘causos’ Paulo Freire.

CALÇAMENTO NO SUDOESTE

O município de Bom Sucesso do Sul, sudoeste paranaense, está investindo em calçamentos de estradas rurais. Com 18 mil metros quadrados, 50% do trecho que liga as comunidades de Santa Catarina e São Cristóvão já estão concluídos. O investimento é de R$ 573.600,00, parceira entre o município e o Estado.

CIDADES INOVADORAS

Curitiba será sede da Conferência Internacional de Cidades Inovadoras 2014. Com participantes de diversos países, o tema deste ano é ‘Soluções inovadoras para cidades do século XIX’. O evento acontece nos dias 7,8 e 9 de maio. A palestra da cientista política Mille Bojer, da Dinamarca é uma das mais aguardadas entre os participantes.

NOVAS UNIDADES DE SAÚDE

Uma unidade de saúde será construída e outras sete serão ampliadas em Rio Azul, oeste. A população será beneficiada com investimento de R$ 2 milhões. Na área urbana, já está em andamento a ampliação da Clínica da Mulher, e na área rural, a unidade de saúde da comunidade de Porto Soares deverá ser finalizada ainda esse semestre.

INFERTILIDADE

A Clinica Psicológica da Universidade Estadual de Londrina (UEL) está oferecendo apoio psicológico a mulheres com dificuldade em engravidar. O quadro de infertilidade deve ser de no mínimo um ano. Outro requisito é que as pacientes tenham entre 28 e 38 anos. Os encontros são semanais e o programa tem duração de 12 semanas.

A PÁSCOA JÁ COMEÇOU

Com a proximidade da Páscoa, o número de empregos temporários deve cresce em 25% no Paraná. Indústrias localizadas na capital, como o grupo Mondelez/ Lacta já aumentaram o efetivo em 20%, o que representa 4 mil novos colaboradores. Os recém contratados já estão em processo de treinamento com um curso de manipulação de alimentos.

O banho do bebê é uma das questões que mais afligem os novos papais. Surgem dúvidas sobre quais acessórios são necessários, quais produtos usar e, principalmente sobre como lidar com o bebê nesta situação, que exige cuidado e certas habilidades aprendidas somente com o tempo

Ativo Ativo Circulante Caixa e equivalentes de caixa Direitos creditórios a receber Outros Créditos

Ativo Não Circulante Imobilizado

Total do Ativo

e a prática. Pensando nisso, as marcas mais conceituadas de produtos para bebês têm investido em novas tecnologias e produtos para tornar este momento muito mais simples e prazeroso, para os pais e as crianças. As banheiras, com a questão do espaço reduzido, evoluíram muito

2013 _______ 65.130 _______ 1.998 63.013 119

143 143 _______ 65.273 _______

Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido Capital Social 2013 _______ Início do Exercício 500 Final do Exercício 500 Reserva Legal Reserva Inicio Exercício 100 Reserva Final Exercício 100 Reserva de Lucros Início do Exercício 9.870 Lucro do Exercício 4.026 Antecipação de dividendos (11.610) Final do Exercício 2.286 _______ Total 2.886 _______

nos últimos anos. “Foi preciso a criação de novos modelos que se acomodem em pequenos espaços e cantos, como dentro do armário ou penduradas atrás da porta do banheiro. Por isso diversas marcas criaram versões com tecnologias surpreendentes, que se dobram e reduzem drasticamente suas

medidas, sem perder a funcionalidade, que, inclusive, está cada vez melhor”, explica Thereza Sampaio, gerente de produtos da Baby Dreams. A Flexi Bath da Stokke, por exemplo, é dobrável, ficando tão fina que pode ser guardada até mesmo em uma gaveta.

Bodytech participa de campanha de incentivo à doação de medula óssea

Encontrar um doador para o transplante de medula óssea não é uma tarefa fácil. A chance de localizar uma medula compatível pode chegar a uma em cem mil. Por isso, o Maromba do Bem - projeto de responsabilidade social que a academia Bodytech Crystal apoia - começou o ano envolvido em uma grande campanha a favor da GAVEA SECURITIZADORA S.A. doação de medula óssea. CNPJ: 11.193.684/0001-01 - Cia. Capital Fechado Em fevereiro, Marcos FerreiDemonstrações nanceiras encerradas em 31 de Dezembro de: (Valores expressos em R$ mil) ra, personal trainer da academia Demonstração do Resultado do Exercício Balanço Patrimonial 2013 _______ 2012 2012 Passivo 2013 _______ 2012 _______ _______ Swimex, foi diagnosticado com _______ 14.004 8.342 Receita operacional bruta 47.763 Passivo Circulante _______ 8.933 14.295 leucemia e recebeu a notícia de 10.000 8.000 (-) Deduções da receita 1.282 Empréstimos e Financiamentos (1.517) (967) 25 21 Receita líquida 46.321 Fornecedores que precisaria de um transplante 7.416 13.328 74 83 Lucro bruto 160 Obrigações trabalhistas e sociais 7.416 13.328 de medula óssea. A partir de um Obrigações tributárias 443 174 (1.864) (1.577) Outras obrigações 3.462 64 Despesas Operacionais vídeo postado nas redes sociais, Despesas gerais e administrativas (1.864) (1.577) Passivo Não Circulante 48.383 _______ 29.073 _______ 5.552 11.751 48.383 29.073 Lucro antes do Resultado Financeiro 122 Obrigações com partes relacionadas Marquinhos criou uma campaDespesas nanceiras (2.173) (1.193) 2.886 10.470 122 Patrimônio Líquido nha para aumentar o número de Receitas  nanceiras 647 84 Capital social 500 500 (1.526) _______ (1.109) Reserva legal 100 100 Resultado nanceiro líquido _______ doadores de medula no Paraná. 2.286 _______ 9.870 Lucro líquido do exercício _______ _______ Lucros acumulados 4.026 _______ 10.642 _______ Em parceria com outras gran65.273 _______ 47.885 Lucro líquido por lote de mil ações 47.885 Total do Passivo _______ _______ 8,05 21,28 des academias de Curitiba, a Demonstração do Fluxo de Caixa Notas Explicativas às Demonstrações Financeiras Bodytech entrou na luta e busca 2012 Fluxos de Caixa das Atividades Operacionais 2013 _______ 2012 a) As Demonstrações Financeiras estão elaboradas conforme as diretrizes _______ _______ 500 Lucro líquido antes do IRPJ e CSLL 4.026 10.642 constantes na Lei 6.404/76, Lei 11.638/07, Lei 11.941/09. b) O resultado é incentivar o cadastro de doaapurado por regime de competência. c) O imobilizado está avaliado ao custo de 500 Ajustado por: dores. Para isso, basta ir até o - Despesas de remuneração de debêntures 7.297 323 aquisição, deduzido do valor da depreciação. d) O Capital Social integralizado, é 100 (Aumento)/diminuição nos ativos operacionais (16.635) (16.274) composto de 500.000 ações ordinárias e nominativas. Hemepar, Hemobanco ou Hos100 Aumento/(diminuição) nos passivos operacionais Curitiba-PR, 07 de março de 2014. 309 (49) pital das Clínicas de Curitiba e Cássio Fernando de Brzezinski Prestes Caixa Líquido usado nas operações (5.003) (5.358) 697 Caixa Líquido usado nas ativ. de investimentos Diretor Presidente (21) (57) doar uma pequena amostra de 10.641 Caixa Líquido proveniente das ativ. nanciamentos Flávio Prestes 5.740 6.432 sangue. Um simples gesto que (1.468) Aumento Líquido de caixa e equivalentes a caixa Diretor Vice-Presidente 716 1.017 9.870 Caixa e equivalentes de caixa no início do período _______ Gustavo Alan Hofmann 1.282 265 pode salvar uma vida! 10.470 _______

Caixa e equivalentes de caixa no nal do período

1.998

1.282

Contador - CRC 1-PR-042005/O-6


negócios

Diário Indústria&Comércio

Curitiba, sexta-feira a domingo, 14 a 16 de março de 2014 | Pág. B3

Páscoa Smart grids podem resolver problema de Contratações apagão no País apresentarão O risco de apagões no Brasil e as vantagens de sistemas crescimento inteligentes de energia são pautas da Conferência de 3%, Internacional de Energias Inteligentes, entre os dias comparado 7 e 9 de maio, no Centro de Exposições Horácio Sabino a 2013 Coimbra, em Curitiba. O evento

Vendas de chocolates devem crescer 10%

é promovido pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - Seti e O Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar, com realização da Paraná Metrologia. “A água é um recurso escasso, há cada vez menos para geração de energia. Como um país pode se desenvolver se não tem uma matriz energética que funcione adequadamente, sem colapsos?”, questiona o diretor superintendente da Paraná Metrologia Celso Kloss. Para ele, a matriz energética brasileira é muito boa, com energia limpa gerada por usinas hidrelétricas, mas está saturada e é preciso encontrar alternativas para aprimorá-la. O medo do apagão voltou ao Brasil com a falha no sistema elétrico que interrompeu parte da transmissão de energia entre o Norte e Sudeste no dia 4 de fevereiro, afetando cerca de 6 milhões de pessoas até a região Sul, segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS). Em menor escala, o problema também ocorreu no último dia 1º de março, atingindo 13 municípios do Piauí. O governo garantiu que não houve sobrecargas e que os brasileiros não precisam temer grandes falhas de energia. O temor, porém, continua, já que o Brasil registra 181 apagões desde 2011, segundo um levantamento do Centro Brasileiro de Infra Estrutura (CBIE). Entretanto, num pingue-pongue de dados conflitantes, o governo e seus partidários continuam a afirmar que os investimentos e planejamentos estão em dia, enquanto os contrários acusam que a situação da energia elétrica no Brasil é periclitante em decorrência da falta de planejamento e de investimentos em manutenção de redes, atrasos na entrega de equipamentos de proteção e de novas usinas geradoras.

Smart grids

Além das energias alternativas de enorme potencial no Brasil, como eólica e solar, uma das soluções pode ser smart grids, em que são utilizados medidores inteligentes de energia elétrica e instalados sensores, atuadores e outros equipamentos nos sistemas da rede de fornecimento de energia elétrica. O gerente do Centro de Energias da Tecpar, Wellington Wagner Vecchiatto, explica que por meio de smart grids, é feita uma melhor distribuição da energia, pois esses sistemas automatizam a rede e podem monitorar e solucionar quedas, furtos e sobrecargas, entre outros problemas. “Além disso, é possível delimitar as áreas para a distribuição de energia e evitar apagões em grandes áreas”, acrescenta. Já o gerente de projetos do Tecpar e da conferência, Daniel Fraxino, ressalta que a geração distribuída fornece mais segurança para o consumidor.

Smart Energy

Em 4 de setembro de 2013, foi instituído no Paraná o Decreto nº 8842, que formaliza a criação do Projeto Smart Energy Paraná, que visa consolidar a geração distribuída por fontes de energias renováveis ligadas a redes inteligentes. A conferência que ocorrerá em Curitiba terá palestras, painéis técnicos e mesas redondas que abordarão as tendências, projetos e soluções na área de Smart Energy.

As vendas de produtos relacionados à Páscoa devem ser 7% maiores que no período de 2013, consequência da aumento da renda da população, o que proporciona ao consumidor incluir mais itens em suas compras mensais

A

Páscoa, segunda melhor data para o setor supermercadistas no que diz respeito às vendas (só perde para o Natal), está sendo esperada com muito entusiasmo pelo setor supermercadista. De acordo com o departamento de Economia e Pesquisa da Associação Paulista de Supermercados (APAS), as vendas da categoria chocolate

devem crescer 10%, superando os números do ano passado, quando o setor supermercadista registrou crescimento de 8%. As vendas de produtos relacionados à Páscoa devem ser 7% maiores que no período de 2013, consequência da aumento da renda da população, o que proporciona ao consumidor incluir mais itens em

suas compras mensais. Além dos chocolates, o setor supermercadista observa o aumento de outros produtos nesta época do ano, tais como pescados (em especial o bacalhau), vinhos, azeites, entre outros. A Colomba Pascal é outro produto de destaque. A indústria de alimentos vem aumentando o mix de produtos ofertados nesta época do

ano e o consumidor, por sua vez, tem experimentado e consumido cada vez mais estes itens. O aumento do volume de vendas nesta época do ano proporciona o incremento no quadro de funcionários para atender a maior demanda dos consumidores nas lojas. Neste ano, as contratações devem apresentar um crescimento de 3%,

comparado a 2013. Levantamento da APAS, com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho e Emprego, mostra que a média de incremento no número de postos de trabalho, ao longo dos últimos três anos, é de 1.800 colaboradores na Páscoa, o que gera maior renda à economia.

Relatório aponta aumento de 7% no preço do m² para venda em Curitiba

Na ordem, Alto da Glória (R$ 4.982,00), EcoVille (R$ 4.685,00) Batel (R$ 4.583,00), Bigorrilho (R$ 4.400,00), Centro (R$ 4.348,00), Cabral (R$ 4.282,00), Centro Cívico (R$ 4.274,00), Cristo Rei (R$ 4.203,00), Água Verde (R$ 4.096,00) e Mercês (R$ 4.079,00)

O VivaReal (www.vivareal.com. br), portal imobiliário que conecta pessoas ao imóvel dos seus sonhos, anuncia o lançamento do DMI VivaReal, relatório anual que mostra um estudo completo do setor de imóveis no Brasil. Dividido entre 11 cidades, a parte dedicada a Curitiba mostra que a capital paranaense tem o preço mediano do m2 em constante valorização, com aumento de 7% durante os 12 meses de 2013. Com mais de 1,8 milhões de anúncios em sua plataforma, o portal é líder e principal referência no Brasil em seu segmento de atuação. Segundo o levantamento, Curitiba está em quinto lugar no ranking de preços de m2 que mais se valorizaram no Brasil. Na cidade, apesar dos imóveis para aluguel gerarem 37% da demanda, eles representam apenas 24% da oferta. Em contrapartida à valorização do preço para venda, o valor do metro quadrado para para locação registrou queda de 3% do preço mediano durante 2013. A demanda e oferta de aluguel na capital do Paraná também foi analisado e conforme o volume de buscas realizadas no portal.

Na pesquisa, foi possível detectar a preferência por imóveis até 60m², que têm 46% das buscas, seguidos por os que possuem entre 62 e 150m², com 41%. Quanto ao número de dormitórios, foi detectada a preferência por imóveis com 2 quartos, com 37% das buscas. A seguir, 29,5% da preferência é por imóveis com apenas 1 dormitório, 29,1% para 3 quartos e apenas 3,71% por 4 ou mais dormitórios. Quando analisados os dados referentes à venda de imóveis na cidade, pode-se constatar uma discrepância entre a oferta e a demanda de imóveis à venda. Os imóveis entre 61 e 150m² têm preferência quando o quesito é a metragem do lugar. A demanda e a oferta apresentam-se mais equilibradas para estes tipos de imóveis, sendo que 48% é oferta e 44% é demanda. “O DMI VivaReal é, a partir de agora, a melhor e maior referência de dados sobre o mercado imobiliário. O estudo sobre Curitiba aponta fatos interessantes que somente a nossa grande base de informações poderia fornecer. O DMI VivaReal é, portanto, o termômetro oficial

do mercado imobiliário do Brasil”, afirma Diego Simon, VP de Marketing Corporativo do VivaReal. O DMI também analisou quais são os dez bairros com metro quadrado mais caro da cidade de Curitiba para a venda. Na ordem, Alto da Glória (R$ 4.982,00), EcoVille (R$ 4.685,00) Batel (R$ 4.583,00), Bigorrilho (R$ 4.400,00), Centro (R$ 4.348,00), Cabral (R$ 4.282,00), Centro Cívico (R$ 4.274,00), Cristo Rei (R$ 4.203,00), Água Verde (R$ 4.096,00) e Mercês (R$ 4.079,00). O DMI foi fundamentado na base de dados do VivaReal, que analisa a intenção de compra e locação de imóveis, por parte dos consumidores. Ao longo do desenvolvimento do material, foram feitas duas pesquisas distintas com corretores e imobiliárias de todo o país, e com mais de 1600 mil consumidores que estão à procura de imóveis. Interessados em obter o estudo completo, podem fazer o download clicando no www.vivareal.com.br/ dmi. Há a possibilidade de baixar também o estudo de cada cidade ou apenas o resultado da pesquisa.

Aeroporto Dubai

Expo Revestir 2014

Brasigran apresenta Design e inovação na Expo Revestir 2014 A Brasigran, referência em rochas ornamentais, está sempre em busca de inovações para mercado. Esse ano, a empresa fechou uma parceria com o designer Ronaldo Barbosa para o desenvolvimento de peças exclusivas de decoração que serão apresentadas na Revestir. Titulado de Pedra Brasileira, o projeto conta com a criação de móveis especiais e mostra uma nova aplicação das pedras, de maneira requintada e moderna.

Para a criação desse projeto, os detalhes das peças foram selecionados minuciosamente por Ronaldo Barbosa que escolheu o aço inox como base para suas criações. “Além de dar um excelente contraste, permite um design com estrutura mais leve e segura, de modo que possibilite executar a proposta inicial da minha criação: mostrar as pedras”, completa o designer. Com o estilo contemporâneo, as pedras

parecem flutuar sobre a base das peças. A coleção de móveis é dividida em três séries: Bronze, Silver e a Gold, que conta com detalhes em metal polido ou banhado compondo o desenho da peça. “Queremos agregar valor as pedras brasileiras que cada vez mais encantam o mundo e mostrar que elas possuem grande significado estético, além de trazer exclusividade ao ambiente”, afirma Renata

Malenza, diretora de marketing da Brasigran e idealizadora do projeto. Além das peças da coleção Pedra Brasileira, a empresa vai levar para o evento alguns de seus materiais exclusivos, que vem conquistando o mercado pela sua beleza e particularidade. Entre eles, o tom Victoria Falls, que promete ser uma grande tendência na decoração, e a coleção Arcobaleno de granitos cromatiza-

dos através de um processo de fusão molecular e selantes especiais que permitem que a rocha adquira a tonalidade que mais se aproxima ao gosto pessoal ou a necessidade decorativa do ambiente. “É importante ressaltar que temos uma enorme variedade de rochas, que estão disponíveis em um grande leque de cores e aptas para diversos tipos de aplicação”, completa a executiva.


Diário Indústria&Comércio

3

Curitiba, sexta-feira a domingo, 14 a 16 de março de 2014 | Pág. B4

Nem te Conto Joãosinho Trinta

Matheus Natchergaele dá vida ao carnavalesco Joãosinho Trinta, mostrando sua história, seu desejo pelos holofotes e os aplausos, além do inovador desfile O Rei da França na Ilha da Assombração. O filme Trinta tem direção de Paulo Machline e a Fox coloca nas telas em 23 de outubro. No elenco, Paolla Oliveira, Ernani Moraes, Paulo Tiefenthaler, Milhem Cortaz, Fabrício Boliveira e Mariana Nunes.

Adélia Maria Lopes

a

margem arte&atitude

moda&cia

adeliamarialopes@yahoo.com.br

Gran Circus PUC

Para comemorar o seu aniversário de cinco anos, a PUC, no Batel Soho, promove, neste sábado 15, a partir das 11h, uma festa com a trupe do Gran Circus, que vai dar oficinas circenses para as crianças.

Feira do Vinil

Acontece neste sábado 15, das 10 às 18h, a 11ª Feira do Vinil, no Canal da Música (Mercês), reunindo 25 mil LPs de expositores do Paraná, São Paulo e Santa Catarina. A entrada é gratuita.

Parque Rio 2

O Pátio Batel traz em primeira mão no Brasil o parque de recreação do filme de animação Rio 2, do diretor Carlos Saldanha, agendado para estrear dia 28 deste mês. Crianças de 3 a 12 anos poderão curtir o circuito a partir deste sábado 15 até 30 de março, das 14 às 20h. O espaço tem quebra-cabeça 3D com imagens do filme, mini parede de escalada, mini arvorismo, oficinas de massinha e de instrumentos musicais com materiais recicláveis, jogos eletrônicos e um aviário com aves cenográficas.

Comes&Bebes

1-No 20º Salão Paranaense do Turismo, que a Abav realiza em Curitiba, a chef Gabriela Carvalho, do Quintana Café, irá preparar nesta sexta dia 14 um Pilaf Brasileiro, à base de arroz. O prato é feito a partir dos princípios do movimento Gastronomia Responsável, iniciativa da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza para aliar culinária e conservação ambiental. 2-O restaurante Pobre Juan, no Pátio Batel, ensina uma receita de Sangria para esses últimos dias de verão. Preparar direto na jarra três ou quatro tipos de frutas da estação (pode ser abacaxi, morango, lichia e uvas verdes), gelo, um lance de Brandy e de Cointreau, vinho tinto, completar com soda. Misturar e enfeitar com lascas de maçã verde. 3- Do alto de seus 230 anos, Schweppes apresenta seu primeiro bar próprio e conceitual do mundo, o Full Jazz Bar, instalado no Hotel Slaviero Full Jazz, em Curitiba (Rua Silveira Peixoto, 1297. Batel). Acaba de ser aberto, passando a atender de quinta a sábado, a partir das 21h30. A escolha de Curitiba deve-se ao fato da marca ter apreciadores fiéis em todo o Paraná, segundo a gerente de marketing da Coca-Cola, Eloísa Laranja. Todo decorado com a marca Schweppes, a casa oferecerá coquetéis e drinques exclusivos, como o Leonel Coconut Citrus, criação de Lara Jennings, barwoman do Hotel Fasano-Rio. “Estamos certos que essa é uma parceria que trouxe para os curitibanos uma opção única, trendy e muito charmosa para tomar um drinque em boa companhia”, celebra, por sua vez, o diretor da de vendas e marketing da Rede Slaviero, Paulo Brazil. 4-As comemorações de St. Patrick’s Day em Curitiba acontecem em vários bares. Afinal, o feriado é irlandês, mas a festa também pode ser brasileira, festejando São Patrício. No Crossroads (Av. Iguaçu, 2.310), a festa será neste domingo 16, a partir das 16h, com rock’n’roll (Milk´n Blues, Firecracker Band e a Confraria da Costa), decoração típica, chope Heineken verde, as bebidas especiais da Irlanda, como a cerveja Murphy´s e o uísque Jameson. Os cem primeiros que chegarem vão ganhar brindes temáticos da Heineken, e terá double de chope, das 16 às 20h. 5- Também comemorando o santo padroeiro da Irlanda, dez bares de Curitiba - Mustang Sally, Villa Rebouças, Cartolas Sports Bar, Espaço Surf, Jack Music Bar, Premier Sport Bar, Kingston, Slainte, Zapata Batel e Centro Cívico - oferecerão Budweiser em dobro, a partir desta sexta 14 até segunda-feira.

Rosa Armorial + Antônio Nóbrega U

ma soma musical acontece no Paiol e o resultado é uma multiplicação de sensações, pois estarão em cena o Rosa Armorial e seu convidado, o músico pernambucano Antônio Nóbrega, homenageado este ano no carnaval de Recife, e integrante do extinto Quinteto Armorial, precursor na criação de música de câmara brasileira de raízes populares. O Rosa vai ao palco com Marcela Zanette (flautas), Carla Zago (violino), Dú Gomide (viola caipira, violão, rabeca), Bruna Buschle (contrabaixo), Gabriela Bruel e Denis Mariano (percussão) e conta com a participação do violoncelista Rafael Scherk, de Tatuí-SP. O grupo curitibano tem um trabalho na pesquisa e produção da música armorial, enquanto Antônio Nóbrega é uma das referências desse

movimento artístico erudito-popular, iniciado no Nordeste As fundadoras do grupo, Carla Zago e Marcela Zanette trabalham desde 2010 com a estética armorial, visando inserir essa sonoridade, no contexto atual da música paranaense. Em 2012 foi feito o primeiro CD e o DVD, gravado no ano passado, teve participação de outro pioneiro do gênero, Antônio Madureira. E para o show de agora, Carla Zago antecipa: “Trazer Antônio Nóbrega para o palco do Paiol significa trazer, além de sua música, um espetáculo completo, de dança, luz, magia e muita brasilidade”. Imperdível:Teatro Paiol, nesta sexta 14 e sábado, às 20h30. Ingressos a 20 e 10 reais. Após o show no sábado haverá bate-papo com os artistas.

Frejat faz show-baile É neste sábado, em Curitiba, só para lembrar: Frejat, o músico, cantor e compositor que ajudou a escrever parte da história do rock na MPB, faz seu show-baile da nova turnê O Amor é Quente. O programa faz uma releitura renovada do conceito de seu último show, A Tal da Felicidade.(Quem não pôde ir à edição 2013 terá a chance de assistir a um dos shows mais aplaudidos do Rock in Rio). Com concepção cenográfica e luzes de Maneco Quinderé, Frejat sobe ao palco acompanhado por Mauricio Barros (teclados e vocais), Billy Brandão (guitarra e vocais), Bruno Migliari (baixo e vocais) e Marcelinho da Costa (bateria e vocais). Única apresentação: neste sábado 14, às 21h15, no Teatrop Positivo. Ingressos de 86 a 186 reais. Fone 3315 0808.

A Tempestade para crianças O grupo teatral Auto-Peças encena O Senhor dos Temporais, texto inspirado na obra A Tempestade, de Shakespeare, com direção de Marcio Mattana e conta com o trabalho dos artistas Lucas Mattana, Guto Scheremetta, Greg Bassani e Luís Santos, na técnica de manipulação direta de bonecos. Apresentações, com entrada franca, aos domingos deste mês, às 11h, no Teatro do Piá (Palacete Wolf, Praça Garibaldi, 7 Setor Histórico).

Serra Catarinense em todos os ângulos Nesta sexta-feira, às 19h, a Galeria Portfolio realiza coquetel de abertura da exposição fotográfica Serra Catarinense, por Lucas Pontes. Ela é composta de 14 imagens dos municípios de Bom Jardim da Serra, Urubici e Bom Retiro. Em 2013, as fotos conquistaram 2ª lugar do júri oficial em concurso realizado pela Aliança Francesa. Lucas, que também é geógrafo, pretende realizar mais incursões pela região, para editar um álbum. Ele fez as fotos nos últimos três anos, com o objetivo de documentar uma das regiões mais belas e frias do Brasil, notórias pelos exuberantes cânions e a cultura campeira do homem serrano. Foram seis viagens para a região, totalizando quase 6 mil km de estrada (Curitiba - Serra Catarinense – Curitiba), além de muitas horas de trilhas e caminhadas pelos confins da região. As 14 imagens da exposição foram selecionadas, entre cerca de três mil fotografias, por Lucas e pelo curador Nilo Biazzetto. Visitaçãoaté 2 de abril, Rua Alberto Folloni, 634, Centro Cívico, fone 3252-2540 .


Diário Indústria&Comércio